Page 1

Nº 4822 SEGUNDA-FEIRA 2-8-2021 DIRECTOR CARLOS MORAIS JOSÉ

MOP$10

hoje macau

ELP

UMA HISTÓRIA DE SUCESSO PÁGINA 4

TAISHAN

REACTOR PARADO PÁGINA 7

CHINA

AGITADORES SEM LUGAR PÁGINA 11

AUTOMOBILISMO

MACAU NOS ÓSCARES EVENTOS

VACINAS

PRIORIDADE A MAIORES DE 60 PÁGINA 5

OPINIÃO

A DORMIREM DESCANSADOS ANDRÉ NAMORA

JARDIM DE ENCANTOS

PAULO MAIA E CARMO

Os infiéis

O veredicto do Tribunal de Última Instância (TUI) confirmou este fim-de-semana os argumentos apresentados pela CAEAL para afastar as três listas pró-democratas da corrida às eleições de Setembro.

Apoio a actividades como o “4 de Junho” ou a “Carta Constitucional 08” foram algumas das justificações apresentadas pelo TUI para classificar os candidatos excluídos como “infiéis” a Macau.

CORPO DE BOMBEIROS

JOSÉ SIMÕES MORAIS

GRANDE PLANO


2 grande plano

TUI CONFIRMA EXCLUSÃO DE CANDIDATOS POR SEREM “INFIÉIS” A MACAU

Destino traçado

TIAGO ALCÂNTARA

ELEIÇÕES

2.8.2021 segunda-feira

www.hojemacau.com.mo

O Tribunal de Última Instância manteve a decisão da CAEAL de excluir três listas do campo democrata de participar nas eleições de Setembro. Em causa, argumenta o TUI, está o apoio a actividades como o “4 de Junho”, “Carta Constitucional 08” e a “Revolução de Jasmim”. Candidatos excluídos falam em “mudança de paradigma” e garantem continuar a defender os seus valores mesmo fora da AL

O

Tribunal de Última Instância (TUI) rejeitou os recursos apresentados pelas listas de candidatura às eleições de Setembro, no seguimento da desqualificação de 21 candidatos pela Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa (CAEAL) por não serem fiéis a Macau e não defenderem a Lei Básica. Fica assim confirmada a exclusão das listas da Associação do Novo Progresso de Macau, encabeçada pelo actual deputado Sulu Sou, da Próspero Macau Democrático, liderada por Scott Chiang e da Associação do Progresso de Novo Macau, encabeçada por Paul Chan Wai Chi. No acordão de 217 páginas divulgado no sábado apenas em língua chinesa, o TUI “deu como assente” que, pelo menos dois dos candidatos que integravam cada uma das três listas partici-

param em actividades de apoio incompatíveis com a Lei Básica, ou que provam que são “infiéis à RAEM”. Detalhou o TUI que, em causa, está o apoio a actividades como o “04 de Junho”, a “Carta Constitucional 08” ou “Revolução de Jasmim”, nas quais se exigiram em diferentes momentos reformas democráticas na China. Os juízes do tribunal só analisaram as informações relativas aos dois primeiros candidatos de cada uma das três listas, que integravam todas elas cinco elementos. Isto porque, justificaram, verificando-se o afastamento dos dois primeiros, as listas já não cumpriam com um dos requisitos legais, ou seja, a inclusão de, pelo menos, três candidatos. Citando o acordão do TUI, a TDM-Canal Macau avançou ainda que os três acontecimentos têm a mesma natureza e são

demonstrativos da defesa do derrube do Governo Central e do Partido Comunista da China (PCC). Nessa mesma passagem do acórdão é ainda feita referência à alteração da Constituição da República Popular da China aprovada em 2018 e que acrescentou que “a liderança do Partido Comunista da China é a essência do socialismo com características chinesas” Razão pela qual, por unanimidade, os juízes julgaram “improcedentes os recursos contenciosos eleitorais interpostos (…), mantendo a decisão da

Em causa, está o apoio a actividades como o “04 de Junho”, a “Carta Constitucional 08” ou “Revolução de Jasmim”

CAEAL de recusar as três listas de candidatura”. Em comunicado, o Governo manifestou “respeito e apoio por esta decisão final”, ressalvando que a CAEAL apreciou a habilitação dos candidatos e a rejeição das listas de candidatura com inelegibilidade “em conformidade com os poderes delegados pela Lei Eleitoral para a Assembleia Legislativa [AL]”. O Executivo refere ainda que a decisão da CAEAL defendeu “a ordem constitucional da RAEM, definida pela Constituição e Lei Básica” e cuja decisão foi reconhecida pelo TUI. “A RAEM continuará a implementação plena e correcta do princípio ‘Um país, dois sistemas’, salvaguardando, nos termos da lei, o direito da liberdade de expressão dos residentes de Macau, assim como o direito à informação e o direito

de fiscalização sobre as acções governativas”, pode ler-se.

Lista de recados

Apesar de votar a favor da decisão, o juiz José Maria Dias Azedo emitiu uma declaração de voto, onde questiona o âmbito de actuação da CAEAL, nomeadamente quanto à sua legitimidade para dar início a processos de investigação a cargo de outras entidades. Referindo ser “inegável” que a Lei Eleitoral prevê que a CAEAL tem, relativamente aos serviços públicos e ao seu pessoal, “os poderes necessários ao eficaz exercício das suas funções, devendo aqueles prestar-lhe todo o apoio e colaboração de que necessite e que lhes requeira”, o juiz aponta, contudo, que o “poder” que a legislação prevê, não pode ir além da “competência” atribuída ao organismo. Isto, ao mesmo tempo que se mostra preocupado com o facto de


segunda-feira 2.8.2021

Nova era

CAEAL não tem esse poder”, acrescentou. Na declaração de voto, Dias Azedo considera ainda que os visados não tiveram uma “oportunidade adequada”, não só para se pronunciarem sobre as informações recolhidas, mas também antes da “decisão de os considerar inelegíveis”.

Dias Azedo considera ainda que os visados não tiveram uma “oportunidade adequada”, não só para se pronunciarem sobre as informações recolhidas, mas também antes da “decisão de os considerar inelegíveis”

Reagindo em comunicado, a Associação Novo Macau da qual Sulu Sou é vice-presidente, apontou “discordar da decisão”, insistindo que os candidatos em questão são elegíveis, dado que sempre defenderam a Lei Básica e foram leais à RAEM. “A história vai encarregar-se de provar que este julgamento é errado. Este incidente da desqualificação é uma decisão política do Governo, que tem como objectivo eliminar as vozes democratas dissonantes na Assembleia Legislativa. É como apagar a luz numa sala já escura”. O candidato desqualificado da Próspero Macau Democrático, Scott Chiang mostrou não estar surpreendido com a decisão e vincou que o acontecimento marca uma mudança de paradigma no panorama político de Macau. Segundo o ex-deputado, a decisão do TUI serve também para condicionar indirectamente a população. “O que costumava ser um exemplo de sucesso do princípio ‘um país, dois sistemas’ foi agora abandonado. Já consigo ver os efeitos que este caso está a provocar nas pessoas. [O Governo] quer que elas aprendam com o nosso caso, e entendam que tudo o que dizem, partilham ou gostam online pode ser usado contra elas no futuro. Já há muitas pessoas que conheço que começaram a censurar-se. Penso que este é exactamente o efeito que pretendiam”, disse Scott Chiang à TDM-Canal Macau. Por seu turno, Paul Chan Wai Chi referiu estar desiludido por ter acreditado que “Macau era um Estado de Direito, onde os tribunais tinham independência judicial”. Isto, apesar de as opiniões públicas sobre o caso e o ambiente actual ter levado a que decisão fosse tida, desde logo, como “final”. Em relação ao futuro, Chan Wai Chi defende que, tal como ele, os residentes de Macau devem assumir a responsabilidade de filtrar o trabalho do Governo. “Não interessa se estamos dentro ou fora da AL. Precisamos de ficar de olho na forma como Macau é governado, nas discussões das leis na AL e no desenvolvimento social. Estes são os melhores dos tempos. Estes são os piores dos tempos”, apontou segundo TDM-Canal Macau.

Também Scott Chiang frisou a importância de “continuar a dar opinião” mesmo que seja fora da AL. “Houve uma mudança de paradigma que mostra às pessoas em Macau e ao mundo que qualquer forma de dissidência, mesmo as mais leves, não vão ser toleradas, ao contrário do que aconteceu nos últimos 20 anos”, referiu.

Sentido único

À agência Lusa, o advogado dos candidatos excluídos considerou que a decisão anunciada pelo TUI “rasga a declaração conjunta entre Portugal e a China”. SOFIA MARGARIDA MOTA

“Isto parece-me ser uma violação do ‘princípio da audição prévia das partes interessadas’. Não vejo razões para que este princípio não tenha sido aplicado no contexto da lei eleitoral”, sublinhou o juiz Por abordar o “direito fundamental” de participar nas eleições, Dias Azedo defendeu também que as autoridades devem esclarecer a população sobre os fundamentos das restrições apresentadas.

a CAEAL ter solicitado “da sua própria iniciativa”, que a Polícia procure e recolha "informações relacionadas com a vida pessoal e social das pessoas em questão”, com o objectivo de decidir se são elegíveis. “Como é sabido, as investigações são (…) especialmente atribuídas a outras entidades como, por exemplo, aos órgãos judiciais, às forças de segurança e ao Comissariado contra a Corrupção [CCAC]”, começa por dizer Dias Azedo. “É importante notar que tal ‘poder’ não pode ultrapassar o que é referido (…) no âmbito da ‘competência’, no qual são definidas as ‘competências’ previstas no artigo 10.º [da lei eleitoral]. Este artigo, embora seja a disposição mais extensa da lei, não faz qualquer referência ao ‘assunto’ em discussão e, por isso, só se pode concluir que a

grande plano 3

www.hojemacau.com.mo

“O que costumava ser um exemplo de sucesso do princípio ‘um país, dois sistemas’ foi agora abandonado.” SCOTT CHIANG CANDIDATO EXCLUÍDO

“Toda a oposição democrática e crítica do Governo foi desqualificada. O jogo passou a ter uma baliza só: neste ‘jogo’ político só se pode perder”, afirmou Jorge Menezes. Para o advogado, as “três listas de candidatos foram desqualificadas num processo de investigação policial secreto, abusivo e ilegal, com base em normas aprovadas secretamente por um órgão incompetente para o efeito e aplicadas retroactivamente”. Isto, acrescentou, “sem conceder ao visados a possibilidade de participarem no processo de desqualificação e de apresentarem prova contrária e direito de defesa”, concluindo que “maior violação do conceito de Estado de Direito seria difícil”. Por outro lado, salientou, “foi também lamentável a emissão de declarações de entidades oficiais da República Popular da China sobre a legalidade de uma decisão antes ainda de ela ter sido julgada por um tribunal de Macau”. Tal constitui para o advogado “uma violação da autonomia de Macau face à China e do princípio da separação de poderes, que impõe a proibição de pressões sobre os tribunais por parte do poder político ou executivo”. Pedro Arede

UE GOVERNO REJEITA CRÍTICAS

O

Governo expressou ontem a sua “resoluta oposição” às críticas apresentadas pelo Serviço Europeu para a Acção Externa (SEAE) da União Europeia (UE) sobre a exclusão de candidatos às eleições de Setembro, afirmando que todo o processo foi realizado dentro dos contornos da lei. “A Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa (CAEAL) cancelou a elegibilidade de parte dos candidatos, um exercício de poderes delegados pela Lei Eleitoral para a Assembleia Legislativa, e apreciou a elegibilidade dos candidatos nos termos da lei, cuja decisão foi reconhecida pelo órgão judicial”, pode ler-se em comunicado. Assegurando que o direito de eleger e ser eleito, e o direito da liberdade de expressão estão totalmente assegurados pelos órgãos executivos, legislativos e judiciais, o Governo considerou ainda que a UE não tinha o direito de intervir sobre o assunto. “As eleições da Assembleia Legislativa de Macau, são assuntos internos da RAEM, pelo que nenhum órgão estrangeiro tem o direito de intervir”. Recorde-se que, no sábado, a UE afirmou que a exclusão de candidatos às eleições contraria os direitos garantidos pela Lei Básica, o pluralismo político e restringe o debate democrático. “Este é um passo prejudicial que vai contra os direitos garantidos na Lei Básica de Macau. Prejudica o pluralismo político e restringe o debate democrático", pode ler-se, segundo a agência Lusa, numa declaração do porta-voz do serviço diplomático da UE.

Interferência flagrante

Já o gabinete do comissário do MNE em Macau, manifestou “forte insatisfação e firme objecção aos comentários da UE”, considerando que “eram uma interferência flagrante nos assuntos de Macau e nos assuntos internos da China em geral, o que violava gravemente o direito internacional e as normas básicas que regem as relações internacionais”. “Ninguém é mais sincero ou resoluto do que o governo chinês para implementar de forma abrangente e precisa o princípio “um país, dois sistemas”, e ninguém se preocupa mais do que o governo chinês com a prosperidade, a estabilidade e o bem-estar dos residentes de Macau. Qualquer tentativa de interferir nos assuntos da RAE está condenada ao fracasso”, salientou a declaração.


4 política

www.hojemacau.com.mo

2.8.2021 segunda-feira

ELP HO IAT SENG DESTACA ACÇÃO DO EXÉRCITO PARA PÔR FIM À INSEGURANÇA

O Governo responde hoje a 18 interpelações orais. Uma delas, apresentada por Sulu Sou, diz respeito ao caso dos empréstimos concedidos à Viva Macau que nunca foram recuperados pelo Executivo. Por sua vez, Agnes Lam vai inquirir o Executivo sobre as elevadas despesas de gestão e manutenção do Metro Ligeiro. Este tema é também abordado por Ella Lei, que pretende saber “como vai ser a forma de operação depois da extensão do Metro Ligeiro”. A habitação para idosos será outro dos temas abordados na sessão plenária de hoje.

AL Parecer sobre abertura de comissões assinado amanhã

A comissão de regimento e mandatos da Assembleia Legislativa (AL) assina amanhã o parecer relativo à petição apresentada pelo residente Adelino da Silva Sousa, que exigia que as comissões permanentes da AL passem a decorrer à porta aberta. No passado dia 23, o deputado José Chui Sai Peng, presidente da comissão de regimento e mandatos, disse que a petição não seria analisada por falta de tempo antes do fim da actual Legislatura, que termina a 15 de Agosto. No entanto, o deputado garantiu que será deixada uma recomendação para que o assunto volte a ser abordado. “Vamos deixar uma nota à futura comissão sobre a possibilidade de analisar a petição. Mas, não podemos impor essa análise, só podemos deixar mesmo uma recomendação”, disse. PUB.

Edital (46/FGCL/2021) Nº de pedido: 29/2020

Nos termos da alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.º da Lei n.º 10/2015 (Regime de garantia de créditos laborais), conjugado com o n.º 2 do artigo 72.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo DecretoLei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro, vem o Conselho Administrativo deste Fundo notificar o devedor dos pedidos acima referidos, “INNEE MACAU LIMITADA”, com sede na Avenida da Praia Grande, No.367-377, Edf. Keng Ou, 16 Andar A, em Macau, o seguinte: Relativamente à ex-trabalhadora Chao Wai Leng, no que diz respeito ao requerimento junto deste Fundo para pagamento dos créditos emergentes das relações de trabalho, o Conselho Administrativo deste Fundo, em 29 de Julho de 2021, deliberou, nos termos do artigo 6.º da Lei n.º 10/2015(Regime de garantia de créditos laborais), efectuar o pagamento dos créditos e dos juros de mora em causa ao ex-trabalhador acima referido, no valor total de $47 393,10(Quarenta e sete mil, trezentas e noventa e três patacas e dez avos). Mais se informa o devedor que este Fundo irá efectuar o pagamento dos créditos àquele ex-trabalhador, oito dias após a data da publicação da presente notificação. De acordo com o artigo 8.º da referida Lei, após efectuado o pagamento dos créditos, este Fundo fica sub-rogado naqueles créditos. O devedor pode, durante as horas de expediente, deslocar-se à sede da DSAL, sita na Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado nos 221 a 279, Edifício Advance Plaza, Macau, para consultar o referido processo. 29 de Julho de 2021 O Presidente do Conselho Administrativo do Fundo de Garantia de Créditos Laborais, Wong Chi Hong

O Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, lembrou, a propósito dos 94 anos de existência do Exército de Libertação do Povo Chinês, que a sua instalação em Macau, aquando da transição, “produziu um enorme efeito dissuasor” que pôs um ponto final no clima de insegurança vivido no território nos anos 90

N

A celebração dos 94 anos do Exército de Libertação do Povo Chinês (ELP), o Chefe do Executivo, Ho Iat Seng, realizou um discurso onde lembrou o efeito positivo do estacionamento das tropas para a segurança do território, no dia 20 de Dezembro de 1999. Para o governante, “o estacionamento das tropas do Exército de Libertação do Povo Chinês na RAEM produziu um enorme efeito dissuasor que rapidamente reverteu a instabilidade da segurança pública que se registava em Macau antes do seu retorno à Pátria”. Desta forma Macau tornou-se “numa das cidades mais seguras do mundo”, tendo-se criado “um ambiente social estável, propício ao desenvolvimento económico, social e à vida quotidiana e profissional dos seus residentes”. Ho Iat Seng recordou que, em 20 anos, o ELP sempre cumpriu “com seriedade” o princípio “um país, dois sistemas”, além de que tem vindo a observar “escrupulosamente” a Lei Básica e a Lei do Estacionamento de Tropas na RAEM. Para o Chefe do Executivo, o ELP “tem demonstrado determinação e uma grande capacidade no exercício das suas atribuições de defesa e salvaguarda da estabilidade da RAEM”, além de constituir “um forte pilar da estabilidade social de Macau”. Para o líder da RAEM, o ELP tem, ao longo de 20 anos, “vindo a executar diversas tarefas centradas na defesa” a fim de “garantir e apoiar a construção e o desenvolvimento” do território, tendo vindo a “desempenhar um papel importante na manutenção da estabilidade social”.

Olhar a história

No seu discurso, Ho Iat Seng recordou que há 94 anos o ELP era formado graças à Revolta de

GCS

AL Governo responde hoje a interpelações de deputados

Para o governante, “o estacionamento das tropas do Exército de Libertação do Povo Chinês na RAEM produziu um enorme efeito dissuasor que rapidamente reverteu a instabilidade da segurança pública que se registava em Macau antes do seu retorno à Pátria”

Nanchang, que levou o Partido Comunista Chinês a constituir as suas tropas. “Ao longo de 94 anos, este heroico Exército do Povo tem contribuído, com os seus feitos históricos e imortais, para a criação e construção da Nova China, para a defesa do País e do Povo e para a paz regional e mundial.”

TIAGO ALCÂNTARA

GCS

Para acabar com o medo

A Guarnição do ELP em Macau nunca esteve de portas fechadas para a comunidade, uma vez que “abriu por várias vezes o seu quartel e co-organizou diversas actividades”, tal como acampamentos de Verão para jovens ou de treino. Tal permitiu, segundo Ho Iat Seng, que “a população de Macau, em

particular os jovens estudantes, compreendam sintam de perto as qualidades e o garbo intrínsecos do Exército do Povo”. Ho Iat Seng não esqueceu o contributo que o ELP em Macau deu aquando da passagem do tufão Hato, em 2017, que causou enormes estragos no território e resultou em dez mortes. Esta tempestade trouxe uma "catástrofe sem precedentes, assolou Macau e causou graves danos nas instalações e na fisionomia da cidade”. “A Guarnição em Macau prestou-nos um oportuno e forte auxílio, o que granjeou o elevado reconhecimento da população da RAEM. Testemunhámos o firme sentido de responsabilidade dos militares da China e o seu sincero amor pelos compatriotas e pela RAEM”, rematou. Ho Iat Seng prometeu ainda “continuar a reforçar a estreita ligação e colaboração com a Guarnição em Macau”, bem como “apoiar firmemente o desenvolvimento dos seus projectos, criando condições favoráveis ao desempenho eficaz das suas missões, designadamente a prossecução das atribuições de defesa”. Andreia Sofia Silva

Trânsito FAOM faz consulta pública

Os deputados da Federação das Associações dos Operários de Macau (FAOM) lançaram uma plataforma online para ouvirem as opiniões da população sobre o trânsito. De acordo com os deputados Ella Lei, Leong Sun Iok, Lei Chan U e Lam Lon Wai o objectivo é ouvir opiniões sobre os principais problemas das estradas de Macau, incluindo os locais com mais acidentes, e sugerir resolução no âmbito do Estudo do Planeamento Geral do Trânsito e Transportes Terrestres de Macau (2021-2030).


segunda-feira 2.8.2021

B

À medida que vão sendo reportados mais casos de infecção no Interior da China, as autoridades locais alargam o âmbito das medidas restritivas a quem chega a Macau, nomeadamente através da imposição de quarentena. O centro de coordenação de contingência afirmou ontem que, “tendo em con-

Prioridade aos mais velhos A partir de hoje, quem tiver mais de 60 anos não precisa fazer marcação para ser vacinado contra a covid-19. As autoridades de saúde indicaram que a nível internacional a terceira dose ainda não foi atestada quanto à segurança e eficácia e alargaram as medidas restritivas a locais no Interior que reportaram infecções

sideração a evolução epidemiológica mais actualizada das províncias de Jiangsu, Hunan, Hubei e Henan”, quem tenha saído dos locais especificados pelas autoridades, ou por lá passado num período inferior a 14 dias antes de entrar em Macau, terá de cumprir quarentena obrigatória. O período de observação médica é de “14 dias a contar da data de saída dos locais referidos, não podendo esse período ser inferior a 7 dias”.

Saúde mental Suicídios com quebra de 42% face a 2020

Os Serviços de Saúde (SSM) apontam que, entre Abril e Junho deste ano o número de suicídios foi de 12, além de que, no primeiro semestre, as mortes por suicídio foram 22, o que representa uma quebra de 42,1 por cento face ao período homólogo do ano passado. Relativamente aos meses de Abril a Junho, as 12 mortes por suicídio dizem respeito a sete homens e cinco mulheres, sendo que oito pessoas, 66,7 por cento, eram residentes. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) citados pelos SSM revelam que, todos os anos, ocorrem cerca de 800 mil suicídios, “o que equivale a um suicídio a cada 40 segundos”. As causas para este acto “são complexas” e "frequentemente envolvem doenças mentais, factores psicológicos, socioeconómicos, familiares, relações humanas e ainda factores genéticos biológicos”. Caso tenha pensamentos suicidas e necessite de auxílio, pode ligar para o Serviço de Auxílio Caritas, através do número 2852 5222, em chinês, ou do número 2852 5777, em inglês.

HOJE MACAU

Alargar quarentenas

VACINA PESSOAS COM MAIS DE 60 ANOS ISENTAS DE MARCAÇÃO

GCS

ASTA aparecer. A partir de hoje, as pessoas com mais de 60 anos de idade não precisam fazer marcação prévia para serem vacinas contra a covid-19, basta dirigirem-se ao Centro Hospitalar Conde de São Januário ou aos centros de saúde onde a vacina é administrada. A informação foi prestada pelo médico e director do hospital público Tai Wa Hou, especificando que, como a “grande maioria” das pessoas com mais de 60 anos são “portadoras de doenças crónicas”, as novas medidas permitem aos médicos, durante uma consulta, avaliarem o estado de saúde para facilitar o acesso à vacina. Para tal, será suficiente assinar o termo de consentimento. Tai Wai Hou mencionou também a hipótese de administração da terceira dose da vacina, referindo que “está a ser estudada pelas autoridades de saúde”. O médico referiu que, mesmo que em alguns países e regiões esse passo tenha sido dado, “a maioria das instituições reguladoras da vacina não fez ainda a aprovação oficial” e “em termos internacionais, não existe qualquer relatório científico para suportar a segurança e eficácia da administração da terceira dose”.

sociedade 5

www.hojemacau.com.mo

Os locais que implicam quarentena são o “subdistrito de Gaoliangjian do distrito de Hongze da cidade de Huaian da província de Jiangsu, a vila de Morong

Miao da aldeia de Morong do condado de Guzhang e subdistrito de Donghe da cidade de Jishou, subdistrio de Chilingru do distrito de Tianxin da cidade de Chan-

“A maioria das instituições reguladoras da vacina não fez ainda a aprovação oficial. Em termos internacionais, não existe qualquer relatório científico para suportar a segurança e eficácia da administração da terceira dose.” TAI WAI HOU MÉDICO

gsha e subdistrito de Chengjiao da cidade de Ningxiang da prefeitura autónoma de Xiangxi Tujiazu e Miaozu da província de Hunan. Quanto à província de Hubei, fica sujeito a quarentena quem passou “na aldeia de Yongjiahe do condado de Hongan da cidade de Huanggang. A quarentena é aplicável também a quem chega ou tenha passado pela província de Henan, nomeadamente pelo “subdistrito de Jingguangru e

Metro ligeiro Passe “Mak Mak” entrou ontem em vigor

O novo “passe do metro ligeiro Mak Mak”, criado pela Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e pela Sociedade do Metro Ligeiro de Macau, entrou ontem em vigor. Os passageiros que viajam na Air Macau podem trocar, no aeroporto, o seu cartão de embarque por este passe, passando a ter acesso a viagens ilimitadas no metro ligeiro durante três dias. Desta forma, o Executivo pretende “impulsionar o consumo nos bairros comunitários e “promover a recuperação da economia turística”. A primeira vez em que o passe é utilizado conta-se como primeiro dia de utilização, disponibilizando viagens gratuitas durante três dias. A oferta é limitada, sendo os passes atribuídos por ordem de chegada até se esgotarem. Sete dias após a chegada a Macau, cada cartão de embarque pode ser trocado, mas apenas uma vez, por um “passe do metro ligeiro Mak Mak”, não podendo ser trocado várias vezes. Após três dias de utilização do passe, este pode ser recarregado e reutilizado por várias vezes, tendo um prazo de validade de dez anos.

subdistrito de Changjiang do distrito de Erqi da cidade de Zhengzhou. Além disso, os serviços de saúde informaram que até às 16h de sábado tinham sido administradas 509.754 doses da vacina. No total, tinham tomado a segunda dose 226.851 pessoas, correspondendo a uma taxa de vacinação de 35,5 por cento. João Luz

Turismo Quase 33 mil inscritos no passeio para residentes

Um total de 32.961 pessoas já se inscreveram para participar no programa "Passeios, gastronomia e estadia para residentes de Macau”, que decorre até final de Dezembro. Os dados são referentes até ao último sábado, dia 31 de Julho, sendo que 44.497 pessoas pernoitaram em hotéis do território. Segundo uma nota de imprensa, a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) “pretende reforçar a promoção” deste programa, bem como dos “Roteiros turísticos seleccionados”, a fim de “atrair mais visitantes” e “dinamizar a economia de turismo”. Entretanto, a DST criou seis balcões de atendimento sobre este programa em hotéis e resorts do território. Os balcões, que começaram ontem a funcionar, destinam-se à consulta de informações por parte de visitantes e residentes e operam no MGM Macau, Wynn Palace, Studio City, Grand Lisboa, Galaxy Macau e Venetian Macao.


6 sociedade

Até Julho os casinos arrecadaram 57,5 mil milhões de patacas em receitas brutas. Para que a previsão anual do Governo seja alcançada, as receitas dos próximos cinco meses têm de ficar acima de 14,5 mil milhões por mês

JOGO RECEITAS DE JULHO ATINGIRAM 8,4 MIL MILHÕES

Meta distante

patacas no mesmo período de 2020.

Previsão mais distante

Passados sete meses, os números indicam também que as previsões feitas pelo Governo estão cada vez mais longe de se concretizarem. Segundo as contas feitas no orçamento da RAEM para 2021, as receitas dos casinos devem fixar-se em 130 mil milhões de patacas, previsão que o Executivo tem recusado rever. No entanto, após Julho, os casinos precisam de registar uma média de 14,5 mil milhões de patacas por mês em receitas para alcançar a meta estabelecida.

Segundo as contas feitas no orçamento da RAEM para 2021, as receitas dos casinos devem fixar-se em 130 mil milhões de patacas

E

M Julho as receitas dos casinos foram de 8,4 mil milhões de patacas, naquele que foi o segundo melhor mês do ano, de acordo com os dados divulgados ontem pela Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ). O montante do mês passado foi apenas superado em Maio, quando os casinos arrecadaram 10,4 mil milhões de patacas. Em relação ao período homólogo do ano passado, os 8,4 mil milhões de patacas representam um crescimento de 528,1 por cento, uma vez que em Julho de 2020 as receitas não tinham ido além de 1,34 mil milhões de patacas. Contudo, os milhões arrecadados estão muito longe

2.8.2021 segunda-feira

www.hojemacau.com.mo

do período pré-pandemia covid-19. O valor de Julho deste ano representa apenas um terço (34,2 por cento) das receitas de Julho de 2019, quando os casinos tinham facturado 24,5 mil milhões de patacas. Os números de Julho contrastam com Junho,

que foi o pior mês do ano, com as concessionárias a contabilizarem receitas de 6,5 mil milhões de patacas, resultado que coincidiu com a descida do número de visitantes, na sequência de um surto comunitário de covid-19 na província vizinha de Guangdong.

Em relação aos primeiros sete meses do ano, os casinos registaram uma subida de 63,9 por cento nas receitas comparativamente a igual período do ano passado, com 57,4 mil milhões de patacas de receitas brutas acumuladas contra 35 mil milhões de

Por um lado, o cenário antevê-se complicado uma vez que nos primeiros sete meses do ano o valor mais elevado foi em Maio, com receitas de 10,4 mil milhões de patacas. Por outro, as restrições de viagem entre Macau e o Interior estão mais “apertadas”. Desde sábado que as pessoas que se desloquem a Macau num voo do Interior precisam de apresentar o resultado negativo de um teste de ácido nucleico com validade inferior a 48 horas. João Santos Filipe

Trânsito Número de veículos cresceu 2% em Junho

No final de Junho havia 244.946 veículos matriculados no território, o que representa um aumento de dois por cento face ao período homólogo, de acordo com os dados da Direcção dos Serviços de Estatística e Censos. No período em causa, houve um aumento de 2,3 por cento ao nível dos automóveis e de 3,6 por cento de motociclos, que são agora 112 mil automóveis e 103 mil motociclos em circulação. Em Junho de 2021 o movimento de automóveis nos postos fronteiriços situou-se em 305.283, mais 491,4 por cento, em termos anuais, devido principalmente ao movimento de automóveis ligeiros (276.893) ter subido 971,1 por cento. Além disso, o movimento de automóveis pesados de carga (26.873) registou um aumento homólogo de 4,4 por cento.

Desemprego Taxa de 2,9% no segundo trimestre

A taxa de desemprego em Macau foi de 2,9 por cento no segundo trimestre do ano, mantendo-se praticamente inalterada em relação aos três meses anteriores, anunciaram na sexta-feira as autoridades. A taxa de desemprego entre residentes (3,9 por cento) desceu 0,1 pontos percentuais, indicou a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) em comunicado. “Entre os desempregados à procura de novo emprego, a maioria trabalhou anteriormente no ramo de actividade económica das lotarias, outros jogos de aposta e actividade de promoção de jogos e no ramo da construção”, detalhou a DSEC. “Por seu turno, a mediana do rendimento mensal do emprego dos residentes empregados cifrou-se em 20.000 patacas, sendo idêntica à do trimestre passado”, acrescentou na mesma nota.

BANCA LUCROS DO BNU DESCERAM 13,6 POR CENTO NO PRIMEIRO SEMESTRE DESTE ANO

O

Banco Nacional Ultramarino (BNU) registou lucros de 219,4 milhões de patacas no primeiro semestre deste ano, menos 13,6 por cento em termos anuais, anunciou na sexta-feira a instituição. “Este resultado reflecte o efeito continuado da descida das taxas de juro, com a queda da margem

financeira em 75,8 milhões de patacas (-17,9 por cento) por comparação com o primeiro semestre de 2020, não obstante os valores mais elevados do crédito por comparação com 30 de Junho do ano passado”, de acordo com uma nota enviada à Lusa. O BNU salientou que “a descida da margem fi-

nanceira foi parcialmente compensada pelo aumento dos outros proveitos 'core', que aumentaram em 31,8 por cento ou seja 24,6 milhões de patacas, o que inclui um aumento das comissões líquidas de 21,6 milhões de patacas, e pelo controlo rigoroso dos custos operacionais prosseguindo,

no entanto, a sua política de investimentos em tecnologia e inovação”. Assim, o resultado líquido do banco diminuiu 13,6 por cento comparativamente ao primeiro semestre de 2020 em 34,5 milhões. A instituição bancária sublinhou ainda que continua a “apresentar um elevado

rácio de solvabilidade de 20,8 por cento”. Em 2020, o BNU anunciou lucros de 420,3 milhões de patacas, uma perda de 41,7 por cento quando comprado com os resultados de 2019, antes da pandemia do novo coronavírus, que afectou a economia global e a capital mundial do jogo.


segunda-feira 2.8.2021

sociedade 7

www.hojemacau.com.mo

A

Situação desvalorizada

A Central Nuclear de Taishan fica a cerca de 70 quilómetros de Macau e os problemas mais recentes foram dados a conhecer em Junho, através da CNN. A

emissora americana teve acesso a um documento em que a EDF pedia autorização ao Governo dos EUA para transferir tecnologia à CGNPC. A empresa estatal chinesa está na lista negra dos EUA por apropriação de tecnologia para desenvolvimento militar.

“Durante o funcionamento da Unidade 1 foi registado um pequeno dano relacionado com o combustível, porém, tudo está dentro dos níveis definidos.” CHINA GUANGDONG NUCLEAR POWER

TAISHAN REACTOR NUCLEAR SUSPENSO PARA “MANUTENÇÃO”

Alto e pára o baile

A empresa responsável pela Central Nuclear de Taishan, a 70 quilómetros de Macau, diz que está a fazer “manutenção e investigação dos danos relacionados com o combustível”. A suspensão do reactor nuclear acontece depois de a parceira EDF ter afirmado que se o complexo fosse em França as operações seriam suspensas

Ambiente Praias afectadas por Maré Vermelha

TIAGO ALCÂNTARA

Cheoc Van foi ontem afectada por uma maré vermelha, que levou a Direcção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água (DSAMA) a apelar aos cidadãos para que não entrassem na água. A maré vermelha é uma concentração de algas, que altera a cor da água para tons

amarelados ou vermelhos. A situação não afectou a praia de Hác Sá, pelo que as autoridades sublinharam que os banhistas podem continuar a usar o espaço. Mesmo assim, o Governo diz que vai supervisionar a praia, para reagir caso a situação sofra alterações.

Após a notificação dos problemas, a CGNPC explicou que houve uma acumulação de crípton e xénon, dois gases inertes, no circuito primário do reactor número da estação. A empresa frisou também que se trata de “fenómeno conhecido, estudado e previsto nos procedimentos operacionais”. Posteriormente, a agência estatal chinesa responsável por supervisionar as centrais nucleares do país, garantiu que os níveis de radioactividade na região estavam normais, apesar de reconhecer os danos sofridos em cinco barras de combustível. Na altura, a situação foi igualmente desvalorizada pelo ministério da Ecologia e do Ambiente da China. “Não há problema de derrame radioactivo para o ambiente”, afirmou o ministério em comunicado, acrescentando que a radiação no reactor aumentou, mas manteve-se dentro dos “níveis permitidos”. João Santos Filipe

Crime Detido por reincidir em fogo posto

TIAGO ALCÂNTARA

empresa estatal China Guangdong Nuclear Power (CGNPC) suspendeu o reactor da Central Nuclear de Taishan para “manutenção e investigação dos danos relacionados com o combustível”. O anúncio foi feito na sexta-feira, através de um comunicado, em que foi abordado o estado da central que fica a cerca de 70 quilómetros de Macau. “Durante o funcionamento da Unidade 1 foi registado um pequeno dano relacionado com o combustível, porém, tudo está dentro dos níveis definidos pelas especificações técnicas, pelo que a unidade pode continuar a operar de forma estável”, assegurou a CGNPC, no mesmo comunicado. A suspensão do reactor levou a empresa Energia de França, proprietária de 30 por cento da Central Nuclear, através da empresa Taishan Nuclear Power Joint Venture (TNPJVC, na sigla inglesa), a considerar que estão a ser adoptados os melhores padrões para reagir a estas situações. “A decisão do operador TNPJVC está em linha com o que a EDF teria feito em França, no que diz respeito aos procedimentos adoptados nas centrais que operam em território francês”, vincou. A eléctrica francesa, controlada pelo Estado Francês, tinha dito no final do mês passado que os problemas registados na Central Nuclear de Taishan teriam levado à suspensão, caso a situação ocorresse em França. O comunicado foi feito numa altura em que a CGNPC ainda não tinha concordado com a suspensão, que aconteceu agora.

Ilha Verde Manifestação contra centro budista Uma multidão concentrou-se, na quinta-feira à noite, para protestar contra um alegado centro budista na Ilha Verde. Segundo o Canal Macau, os manifestantes eram proprietários do Edifício Green Island e viram, durante o dia, várias pessoas levarem para três lojas no local vários objectos de culto, além de terem notado ainda a presença de monges budistas. Um dos

proprietários disse à emissora que nas lojas havia mais de 100 estátuas de buda e que o centro iria afectar a vida dos residentes. No entanto, o proprietário terá defendido que o espaço vai apenas ser utilizado como restaurante vegetariano. A concentração de residentes levou à mobilização de um forte contingente da polícia, com pelo menos cinco viaturas no local.

Um homem de 70 anos foi preso por alegadamente ter cometido o crime de fogo posto, de acordo com a Polícia Judiciária (PJ). O residente terá cometido o delito numa altura em que se encontrava em liberdade condicional, após ter sido condenado pelo mesmo tipo de crime, em 11 ocasiões, em 2009. Devido aos crimes anteriores, o homem

tinha sido condenado a 18 anos de prisão, porém, conseguiu liberdade condicional em Maio depois de cumprir 12 anos da pena. A detenção ocorreu na madrugada de sábado, depois do indivíduo ter largado mais um fogo num centro comercial do Iao Hon, no dia anterior. Segundo as autoridades, os motivos do crime não são conhecidos.


8 eventos

2.8.2021 segunda-feira

www.hojemacau.com.mo

EXPOSIÇÕES MIECF ARRANCA QUINTA-FEIRA COM FOCO NA COOPERAÇÃO AMBIENTAL

E

NTRE quinta-feira e sábado, realiza-se no Venetian o Fórum Verde do MIECF 2021 com o tema “Rumo a uma Nova Era Verde e de Baixo Carbono”. A discussão sobre planos nacionais de protecção ambiental e a cooperação entre as várias regiões do Pan-Delta do Rio das Pérolas serão os dois principais focos de análise e discussão. O MIECF organizará, em parceria com o Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Ministério da Ecologia e Ambiente da República Popular da China, na sexta-feira a “Sessão II: O ProgramaAmbiental do 14.º Plano Quinquenal Nacional e o Caminho para o Futuro”. Este painel vai contar com a participação de um grupo de especialistas do ministério referido, incluindo o subdirector do Departamento de Assuntos Gerais, Wan Jun, o chefe

do Gabinete Geral, Zheng Weibo, o chefe do Departamento de Resíduos Sólidos e Químicos, Wen Xuefeng, o subchefe do Departamento de Mudanças Climáticas, Wang Tie, e o coordenador-adjunto do Laboratório do Centro de Investigação do Ambiente Atmosférico do Instituto das Ciências Ambientais do Sul da China, Sun Jiaren. No cerne da discussão vai estar as diversas políticas de protecção ambiental estabelecidas no 14.º Plano Quinquenal Nacional. Também na sexta-feira, realiza-se a Conferência de Cooperação e Intercâmbio para Indústrias de Protecção Ambiental do Pan-Delta do Rio das Pérolas”. Em cima da “mesa” vai estar a discussão sobre as vantagens da indústria de protecção ambiental de cada uma das nove províncias do Pan-Delta do Rio das Pérolas, assim como de associações e empresas homólogas locais de Macau.

Melco Operadora celebra centenário do PCC com música patriótica

Para celebrar o 100.º aniversário do Partido Comunista da China (PCC), a Melco Resorts & Entertainment organizou uma sessão de música patriótica que contou com a participação de Xu Qing, antigo professor associado da Academia de Arte do Exército de Libertação do Povo, para fazer uma apresentação dos pontos de vista histórico e cultural de músicas a 70 funcionários da concessionária. O especialista discorreu sobre as letras, poemas e composições de algumas das mais conhecidas melodias patrióticas, traçando um mapa musical dos vários marcos históricos dos 100 anos do PCC. Entre os temas apresentados, destaque para “Meu País, Meu Povo”, “A Pérola do Oriente” e “Hino à Bandeira Vermelha”. Em comunicado, a vice-presidente executiva Akiko Takahashi afirmou “o prazer de inculcar o patriotismo e o apreço à mãe pátria aos colegas”, de forma a desenvolverem “uma compreensão avançada do sucesso, história e cultura da China”. A concessionária refere ainda que mais de 5.300 funcionários participaram em seminários para aprender e cerca de 6.000 participaram em visitas a exposições nacionalistas.

O mito no g

CINEMA ‘A LENDA DO GRANDE PRÉMIO DE MACAU’ NO

O filme ‘A Lenda do Grande Prémio de Macau’, de autoria de Sérgio Basto Perez foi nomeado para os International Motor Film Awards 2021 na categoria de melhor filme de evento. A obra produzida pela DST apresenta a história do grande acontecimento desportivo local. Estreia na quinta-feira no Museu do Grande Prémio

U

M filme sobre o Grande Prémio de Macau foi nomeado para os ‘óscares’ do automobilismo, anunciou a Direcção dos Serviços de Turismo (DST) na passada sexta-feira. “O filme ‘A Lenda do Grande Prémio de Macau’ (…), produzido pela DST, foi oficialmente seleccionado como uma das seis nomeações na categoria de “Best Event Film” Melhor Filme de Evento nos ‘International Motor Film Awards 2021’, pode ler-se no comunicado. O filme, do realizador local Sérgio Basto Perez, “apresenta uma viagem pela história do Grande Prémio de Macau, guiada pelas vozes de pilotos de carros e de motos do passado e do presente, com um vislumbre da atmosfera única, carácter e emoção na ocorrência de um fim-de-semana no Grande Prémio de Macau”, acrescentou a DST. O filme foi desenvolvido para ser exibido no Museu


segunda-feira 2.8.2021

eventos 9

www.hojemacau.com.mo

CABO VERDE PR CELEBRA ESCRITORES NA REABERTURA DO MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA

O

grande ecrã

OMEADO PARA ÓSCARES DO AUTOMOBILISMO

do Grande Prémio de Macau, recentemente inaugurado. A estreia está marcada para 5 de Agosto, sendo projectado duas vezes por dia, à excepção de terça-feira, quando o museu está fechado ao público.

História singular feita no plural

“Nunca esperei ser nomeado para um festival com este prestígio. Ficámos nas nuvens com esta notícia”, afirmou Sérgio Basto Perez numa publicação de Facebook. O realizador local revelou também para aqui chegar foram necessários mais de 17 anos de trabalho, incluindo a exaustiva pesquisa de um vasto arquivo de imagens “do nosso mais prestigiado e amado evento”. Quanto à produção, o autor adianta que foi “desenvolvida como uma demonstração emotiva da singularidade da mais lendário

corrida da Ásia, num dos circuitos urbanos com mais história.” Todos os filmes nomeados são elegíveis para as nomeações nos prémios de Realização Técnica, Melhor Fotografia, Melhor Acrobacia,

O filme “apresenta uma viagem pela história do Grande Prémio de Macau, guiada pelas vozes de pilotos de carros e de motos do passado e do presente, com um vislumbre da atmosfera única, carácter e emoção” que caracterizam o evento

Melhor Som e Melhor Edição, bem como para o “Grand Prix Award”. Os resultados do “International Motor Film Awards 2021” vão ser anunciados em 15 de Setembro, em Londres. A DST salientou que o evento internacional “reconhece os talentos em realização e produção, desde filmes de alta qualidade e anúncios publicitários, até às produções estudantis e independentes” e que “são considerados os óscares do mundo do automobilismo”. O realizador local enalteceu o compromisso e apoio da DST, do Instituto do Desporto, da Comissão Organizadora do Grande Prémio de Macau, da organização e equipa da Federação Internacional do Automóvel. Aproveitou também para agradecer o contributo de condutores e talentos locais do sector audiovisual. João Luz com LUSA

Presidente de Cabo Verde celebrou os escritores da língua portuguesa, que classificou como “deuses” por serem quem melhor trabalha o idioma, na cerimónia de reinauguração do Museu da Língua Portuguesa, sábado em São Paulo, no Brasil. Num breve discurso, o Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, também ele autor literário, disse ser um prazer enorme participar na reinauguração do museu, que esteve fechado durante quase seis anos depois do incêndio de 2015, e lembrou que a língua portuguesa se expandiu da Europa para a América Latina, África e Ásia e foi sendo “recriada através de falas, diferentes sotaques”. O Presidente cabo-verdiano frisou que a língua portuguesa “é uma língua que foi cada vez mais apropriada e reconstruída e afagada pelos deuses”. “Os deuses da nossa língua comum são, para além dos nossos povos humildes, aqueles que melhor trabalham o idioma”, afirmou o chefe de Estado de Cabo Verde. “São os escritores, os contistas, os poetas, os grandes deuses da poesia, e aqui, em nome desta ideia, deste critério de diversidade, recordo e falo do enigma que é Guimarães Rosa, que é Sophia de Mello Breyner Andresen, que é Fernando Pessoa […] e que são muitas e muitos outros autores de uma língua que é falada por muitos milhões de pessoas”, destacou Fonseca. O Presidente de Cabo Verde acrescentou: “É uma língua que é de nós todos, dos portugueses, dos brasileiros, mas também é a língua que é partilhada cada vez mais por milhões de angolanos, moçambicanos, cabo-verdianos, são-tomenses, timorenses, guineenses, e também por muitas comunidades nossas espalhadas pelos quatro cantos do mundo”.

Sheraton Grand “The Conservatory” abriu Chama-se “The Conservatory” e é o nome de um novo espaço gastronómico situado no Sheraton Grand Macao que abriu portas na sexta-feira. Segundo uma nota de imprensa, este é um espaço que pretende servir “comida eclética”, proporcionando “experiências distintas” que incluem um restaurante de comida cantonense, de nome “Chaan”; uma sala de chá, “The Tea Room”; um espaço dedicado aos doces, intitulado “The Sweet Shop” e ainda

um típico pub inglês, o “Three Bottles”. O “The Conservatory” foi buscar inspiração “à arquitectura clássica de Londres e a um estilo de vida urbano e contemporâneo”, sendo que os seus menus foram criados com a ideia de “estabelecer uma conexão harmoniosa entre três experiências”. “O espaço partilhado com cozinhas do oriente e do ocidente é o local ideal para encontros de família e amigos”, aponta a mesma nota de imprensa.


10 china

2.8.2021 segunda-feira

www.hojemacau.com.mo

EUA NOVO EMBAIXADOR CHINÊS APRESENTA-SE E REVELA INTENÇÕES

Manter a porta aberta O novo embaixador da China nos Estados Unidos, Qin Gang, disse na quarta-feira que acredita que “a porta das relações China-EUA, que já está aberta, não pode ser fechada.” “Esta é a tendência do mundo, o apelo dos tempos e a vontade do povo”, disse Qin ao chegar aos Estados Unidos. “Há cinquenta anos atrás, o Dr. Henry Kissinger fez uma visita secreta à China e abriu a porta para a normalização das relações China-EUA”, disse Qin. “Foi durante a Guerra Fria. Naquela época, praticamente não havia contacto entre os dois países. O Dr. Kissinger teve que viajar secretamente para a China através de um terceiro país. Cinquenta anos depois, enquanto 11º

embaixador chinês nos Estados Unidos, posso viajar abertamente e voar directamente para este país. Como o

mundo mudou com o passar do tempo”, precisou. “Ao longo do último meio século, a relação China-EUA

continuou a avançar, apesar das voltas e reviravoltas. Não só teve um impacto profundo nos dois países, mas também

mudou significativamente o curso da história e do mundo.” O relacionamento China-EUA “uma vez mais chegou

PUB.

COVID-19 NANJING CERRA FILEIRAS Edital (47/FGCL/2021) Nos dos pedidos: 49/2021, 50/2021, 51/2021, 52/2021, 53/2021, 54/2021, 57/2021, 58/2021, 62/2021, 63/2021, 66/2021, 67/2021, 68/2021, 85/2021, 88/2021, 89/2021, 119/2021, 120/2021, 121/2021, 122/2021, 123/2021, 125/2021, 126/2021, 127/2021, 128/2021, 130/2021, 133/2021, 139/2021, 140/2021, 141/2021

Nos termos da alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.º da Lei n.º 10/2015(Regime de garantia de créditos laborais), conjugado com o n.º 2 do artigo 72.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro, vem o Conselho Administrativo deste Fundo notificar o devedor dos pedidos acima referidos, “SOCIEDADE DE ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO CIVIL C&U LIMITADA”, com sede na Alameda Dr. Carlos D’Assumpção, No.180, Edf. Tong Nam Ah Central Comércio, 14 Andar A, Macau, o seguinte: Relativamente aos 30 ex-trabalhadores(Cheang Iok Tong, Ng Hong Yi, Fong Wai Chun, Lei Chong Wai, Chan Chi Lon, Zhong Guohua, Lok Man Sang, Choi Tong Wai, Liang Yongxiang, Cheong Weng Peng, Li Dongxuan, Lam Kuong Nga, Leong Wa Hong, Ieong Chan Ieng, Cheang Kin Chong, Lao Iok Man, Tong Chi Kin, Leong Wang Iok, Lam Lok Weng, Chan Hong Kin, Tai Hon Kun, Che Kuok Io, Ao Ieong Kan Chun, Lei Kuok Hong, Liang Bingrou, Luo Shujie, Chan Mao Tong, Ho Kuai Hong, Ieong Wai Ip e Lok Iok Kuong), no que diz respeito ao requerimento junto deste Fundo para pagamento dos créditos emergentes das relações de trabalho, o Conselho Administrativo deste Fundo, em 29 Julho de 2021, deliberou, nos termos do artigo 6.º da Lei n.º 10/2015(Regime de garantia de créditos laborais), efectuar o pagamento dos créditos e dos juros de mora em causa aos ex-trabalhadores acima referidos, no valor total de $1 968 446,50(Um milhão, novecentas e sessenta e oito mil, quatrocentas e quarenta e seis patacas e cinquenta avos). Mais se informa o devedor que este Fundo irá efectuar o pagamento dos créditos àquelas ex-trabalhadoras, oito dias após a data da publicação da presente notificação. De acordo com o artigo 8.o da referida Lei, após efectuado o pagamento dos créditos, este Fundo fica sub-rogado naqueles créditos. O devedor pode, durante as horas de expediente, deslocar-se à sede da DSAL, sita na Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado nos 221 a 279, Edifício Advance Plaza, Macau, para consultar o referido processo. 29 Julho de 2021 O Presidente do Conselho Administrativo do Fundo de Garantia de Créditos Laborais, Wong Chi Hong

N

ANJING, capital da província de Jiangsu, no leste da China, está em alerta máximo depois de testemunhar mais de 100 novas infecções por coronavírus desde 20 de Julho. A megacidade, com uma população de mais de 9,3 milhões, relatou 173 casos da Covid-19 transmitidos localmente, incluindo sete com sintomas graves na quinta-feira (29), disseram as autoridades de saúde locais, observando que a variante do vírus por trás da última onda de infecções foi a variante Delta altamente infeciosa. Nove funcionários do Aeroporto Internacional de Nanjing Lukou foram considerados positivos pela

primeira vez durante um teste de rotina realizado em 20 de Julho. Novas infecções espalharam-se posteriormente entre residentes de outras ocupações, incluindo motoristas de táxi e funcionários universitários. Para conter a propagação do vírus, a cidade lançou a terceira ronda de uma campanha de testes de ácido nucleico com tudo incluído na quarta-feira (28). Quase 6.900 equipas médicas ajudaram mais de 1,9 milhão de residentes no distrito de Jiangning, onde está localizado o aeroporto, a concluir os seus testes em apenas um dia. Nanjing também construiu laboratórios para realizar testes avançados de

Covid-19, incluindo seis laboratórios infláveis, que podem rastrear até 1,8 milhão de pessoas todos os dias. Novas infeções também foram relatadas entre passageiros de voos que visitaram o aeroporto de Nanjing e os seus contactos em outras partes da China, incluindo as províncias de Guangdong, Sichuan e Liaoning. Pequim também relatou dois casos confirmados de Covid-19 transmitidos localmente até o meio-dia de quinta-feira, que viajaram para Zhangjiajie, uma famosa cidade turística na província de Hunan, onde vários turistas foram diagnosticados como casos confirmados ou assintomáticos. Alguns deles teriam entrado em contacto com casos com histórico de viagens ao aeroporto de Nanjing. “Aqueles que foram inoculados também podem ser infetados, mas o número de infecções pode ser muito maior se as pessoas não forem vacinadas”, disse Zhang Wenhong, um renomado especialista médico na China.

a uma nova conjuntura crítica, enfrentando não apenas dificuldades e desafios, mas também oportunidades e potencialidades”, continuou. “Enquanto dois grandes países que diferem na sua história, cultura, sistema social e estágio de desenvolvimento, a China e os Estados Unidos estão a entrar numa nova ronda de exploração, compreensão e adaptação mútuas, tentando encontrar uma forma de cooperarem na nova era”, disse Qin. “O rumo desta importante relação será vital para o bem-estar dos povos chinês e americano e para o futuro do mundo. Os dois povos e a comunidade internacional esperam um relacionamento sólido, estável e crescente entre os dois países”, afirmou. “Como disse o presidente Xi Jinping, precisamos abrir novos caminhos e construir novas pontes, sempre que necessário, para superar todos os riscos e desafios. O presidente Joe Biden disse que tudo é possível”, prosseguiu. O embaixador disse ainda que manterá o espírito do telefonema entre os dois presidentes na véspera do Ano Novo Chinês e procurará construir pontes de comunicação e cooperação com todos os setores dos Estados Unidos. “Estou ansioso para trabalhar em estreita colaboração para salvaguardar as bases das relações China-EUA, defender os interesses comuns dos dois povos e esforçar-me para trazer as relações China-EUA de volta à normalidade, transformando o caminho para os dois países fazerem com que o respeito mútuo, igualdade, cooperação de benefício mútuo e a coexistência pacífica passem de uma possibilidade a uma realidade”. O embaixador desejou ainda aos Estados Unidos “uma vitória rápida” contra a pandemia de Covid-19, dizendo: “Como os Estados Unidos estão a lutar arduamente contra a Covid-19 e a recuperar a economia sob a liderança do presidente Biden, desejo ao país uma vitória rápida contra a pandemia, e desejo ao povo americano tudo de bom”. Antes de ser embaixador, Qin atuou como vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da China. O seu predecessor, o embaixador Cui Tiankai, completou o seu mandato e voltou à China em 23 de Junho.


segunda-feira 2.8.2021

china 11

www.hojemacau.com.mo

Regra de ferro

PUB.

Agitadores anti-China sem lugar na estrutura administrativa

O

Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado manifestou no sábado o seu apoio ao Tribunal de Última Instância da Região Administrativa Especial (RAEM) na sua decisão de desqualificação de alguns candidatos às eleições para a Assembleia Legislativa da região. No sábado à tarde, o tribunal rejeitou os recursos de três grupos eleitorais sobre a sua candidatura e afirmou a decisão da Comissão de Assuntos Eleitorais da RAEM de desqualificar três listas de candidatos de concorrer às eleições para a Assembleia Legislativa (ver Grande Plano). “A decisão baseia-se numa base legal sólida e em factos”, disse o gabinete numa declaração que expressa o seu forte apoio à decisão. Segundo a declaração, “a Lei Básica da RAE de Macau estipula que os membros da Assembleia Legislativa devem defender a Lei Básica e prometer lealdade à RAE de Macau. Ao rejeitar os recursos dos candidatos, que foram desqualificados por não cumprirem os requisitos da lei, e ao manter a decisão da Comissão

Atribuição de subsídios aos pilotos locais que participem em corridas no exterior durante 2021 Requisitos do pedido de subsídio e critérios para atribuição do subsídio I.

2. O requerente deve, ainda: 2.1) Ser sócio da Associação Geral de Automóvel de Macau, China (AAMC); 2.2) Ser portador de todas as licenças legais e indispensáveis para a participação em corridas no exterior; 2.3) Obter a qualidade de estar em representação da AAMC; 2.4) Ter participado nas corridas oficiais do Grande Prémio de Macau (GPM) realizadas durante 2020 (com partida efectuada). 3. A atribuição de subsídio em 2021 é limitada à participação em corridas homologadas até ou antes de Outubro de 2021 pela Fédération Internationale de Motocyclisme (FIM), pela Fédération Internationale de L’Automobile (FIA), pela Federation of Automobile and Motorcycle Sports of People of China ou pela Associação Geral de Automóvel de Macau - China (até ao máximo de 4 corridas por cada piloto requerente), devendo estas competições no exterior ser do mesmo tipo e de nível equivalente ao da efectivamente participada pelo piloto requerente nas corridas do GPM em 2020 (motos, carros de turismo ou Fórmula). A atribuição está sujeita aos seguintes critérios de avaliação: (Tabela I) 3.1) Classificação geral numa das corridas do GPM de 2020, analisando-se o nível de competição do requerente nestas corridas; 3.2) Potencialidade de desenvolvimento do requerente no desporto motorizado (incluindo idade, etc.); 3.3) Importância e popularidade da corrida em que irá participar, analisando-se o nível de competição do requerente em diferentes tipos de corridas, internacionais ou regionais; 3.4) Efeitos promocionais e de divulgação de Macau.

Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado “Qualquer agitador anti-China nunca deve ser autorizado a entrar na estrutura administrativa da RAEM e tornar-se administrador por qualquer meio.”

Eleitoral para as Eleições da Assembleia Legislativa, o tribunal salvaguardou a ordem constitucional na RAEM, tal como estabelecida pela Constituição e pela Lei Básica”. Ainda segundo o documento, “a defesa do princípio dos ‘patriotas administram Macau’ é fundamental para assegurar a plena e fiel implementação

de “um país, dois sistemas”. “Qualquer agitador anti-China nunca deve ser autorizado a entrar na estrutura administrativa da RAEM e tornar-se administrador por qualquer meio”, lê-se na declaração, acrescentando que esta é uma “regra de ferro que deve ser completamente implementada na revisão da elegibilidade dos candidatos”.

AMBIENTE ALERTA PARA UM MÊS DE CLIMA EXTREMO

“A

Requisitos do pedido de subsídio e critérios de atribuição do subsídio: 1. Na sequência do disposto no n.o 1 do artigo 34.o do Decreto-Lei n.o 67/93/M, de 20 de Dezembro, o requerente deve satisfazer uma das seguintes condições: 1.1) Ser natural da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM); 1.2) Ser de nacionalidade portuguesa ou chinesa e ter na RAEM a sua residência há mais de 1 ano; 1.3) Residir na RAEM há, pelo menos, 3 anos.

China intensifica os seus esforços para emitir alertas meteorológicos e garantir uma melhor coordenação e implementação de respostas de emergência, uma vez que se prepara para condições climáticas mais extremas em Agosto”, segundo um técnico de controle de enchentes na quarta-feira. Julho e Agosto são os meses em que costumam geralmente ocorrer inundações na China. Desde o início deste ano, a precipitação média em todo o país foi de 31,48 centímetros - uma queda de 1,1 por cento em termos anuais. No entanto, algumas áreas foram atingidas por chuvas torrenciais durante um período de tempo muito curto. “Trinta e três estações meteorológicas registraram chuvas diárias recordes e as instalações de controlo de enchentes em muitos lugares não lidaram bem com a pressão”, segundo Zhou Xuewen, secretário-geral do Comando de Controlo de Inundações e Alívio de Secas e vice-ministro do Ministério da Gestão de Emergências.

“Como a frequência de condições meteorológicas extremas causadas pelas mudanças climáticas tem aumentado, devemos melhorar nosso sistema de previsão meteorológica, para que possam ser emitidos alertas precisos. Além disso, as autoridades locais precisam de testar os seus sistemas de resposta a emergências para garantir que sejam eficazes, enquanto que as equipas de resposta a emergências devem reagir rapidamente quando o clima extremo chegar”, disse Zhou. “As inundações deste ano afectaram 34,81 milhões de pessoas. Um total de 146 pessoas estão mortas ou desaparecidas, 72.000 casas desabaram e as perdas económicas directas são estimadas em 123 mil milhões de yuans”, resumiu Zhou. De meados ao final de agosto, fortes chuvas poderão ocorrer na área de Beijing-Tianjin-Hebei, nas áreas leste e central, na Região Autônoma da Mongólia Interior e em partes das províncias de Heilongjiang, Jilin e Liaoning.

4. A atribuição do subsídio é calculada com base em critérios de avaliação assentes em valorações percentuais correspondentes à participação efectiva nas corridas declaradas pelo piloto e aceites no pedido de atribuição de subsídio no ano de 2020. II.

Procedimentos do requerimento: Os pilotos locais que satisfaçam os requisitos acima referidos do ponto I devem apresentar ao Instituto do Desporto, até ao dia 10 de Setembro de 2021, o formulário para a “Atribuição de subsídio aos pilotos locais participantes em corridas no exterior durante 2021” devidamente preenchido e com os seguintes documentos: 1. Pedido com indicação obrigatória do valor do subsídio requerido; 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.

Plano de actividades detalhado (incluíndo a designação, classe, datas, locais e o número de corridas no exterior da RAEM e respectivas mangas, até ao máximo de 4 corridas); Mapa pormenorizado das despesas previstas; Curriculum vitae do requerente; Cópia do B.I.R.M. do requerente; Cópia do cartão de sócio da AAMC; Cópia de todas as licenças legais e indispensáveis para a participação em corridas no exterior da RAEM; Documento comprovativo da qualidade de estar em representação da AAMC; Prova de participação obrigatória e obtenção de resultados oficiais das corridas do GPM de 2020.

III.

Os subsídios em 2021 são concedidos nos seguintes termos: 1. Os pilotos locais que satisfaçam os requisitos indicados no ponto II; 2. Uma vez que as corridas sejam aprovadas, todas as corridas terminadas e aceites que constam do plano de actividades da alínea 2) do ponto II (com partida efectuada), os pilotos locais devem entregar ao Instituto do Desporto, até ao dia 1 de Novembro de 2021, os relatórios de actividades sobre a participação nas corridas relacionadas, bem como os documentos comprovativos das informações relativas à promoção efectiva de Macau; 3. O subsídio só é atribuído após análise do relatório de actividades sobre a participação nas corridas declaradas no plano de actividades no n.o 2 deste ponto e o seu montante será calculado de acordo com a participação efectiva em cada um desses eventos; 4. Não será atribuído subsídio se o relatório de actividades for entregue fora do prazo previsto pelo requerente no n.o 2 deste ponto.

IV.

Local e modo de entrega da documentação: O formulário do requerimento deve ser entregue devidamente preenchido e acompanhado dos documentos exigidos pelo requerente, por correio registado com aviso de recepção ou directamente contra recibo nas instalações da sede do Instituto do Desporto: Endereço: Av. Dr. Rodrigo Rodrigues, n.o 818, Macau Tel : (853) 87962204 Tabela I - Critérios de avaliação

1) 2) 3) 4)

Critérios de avaliação Classificação geral numa das corridas do Grande Prémio de Macau de 2020, analisando-se o nível de competição do requerente nestas corridas Potencialidades de desenvolvimento do requerente no desporto motorizado (incluindo idade, etc.) Importância e popularidade da corrida em que irá participar, analisando-se o nível de competição do requerente em diferentes tipos de corridas, internacionais ou regionais Efeito promocional e de divulgação de Macau TOTAL

Percentagem 60% 10% 25% 5% 100%


12

h

www.hojemacau.com.mo

O Jardim de Encantos Que Zhao Yuan Viu PAULO MAIA E CARMO

texto e ilustração

«Um rio num dia de Outono é uma corrente límpida e serena,/ É o Outono estendido em ondas, cintilando ao longe./ Acompanho com o olhar velas que se perdem no horizonte,/ Com elas lá vai o meu afecto para o meu hóspede em viagem.»

Qianlong (1711-99) o imperador que sabia do poder visual de uma pequena rocha para evocar uma grande montanha, parou um dia em Suzhou para visitar um jardim, onde reconheceu as possibilidades de fazer coincidir uma ideia de harmonia, projectada num reduzido espaço natural, com a do domínio de um vasto império submetido ao mandato celeste que ele cumpria. Na altura da sua visita em 1765, podia já reclamar o prestígio de uma tradição pois o seu avô, Kangxi (1661-1722) já lá estivera em 1703 mas ele, auspiciosamente, iria expandir o conceito exemplar e usá-lo como modelo para jardins que mandaria fazer no Palácio de Verão de Rehe (Jehol) e no retiro de montanha de Chengde. Esse jardim que possuía uma estranha capacidade de sedução chamase Floresta do Leão (Shizilin Yuan) e foi criado em 1342 pelo monge Chan Budista Wen Tianru em memória do seu mestre, o abade Zhong Feng. O nome derivaria tanto da caprichosa forma de uma porosa rocha taihu, originária do lago com o mesmo nome no sopé da montanha Dongting, que se assemelhava à forma de um leão; como ao Cume do leão, no monte Tianmu em Lin’an junto de Hangzhou (Zhejiang) onde o abade Zhong Feng alcançara o Nirvana. O nome desse monte, por sua vez, derivava do Sutra do rugido do leão, que expõe o Dharmakaya, o inconcebível aspecto dos budas, de onde eles emergem e aonde regressam. Conhecimentos transmitidos a Qianlong e que dilatavam a fascinação

do lugar, que possuía ainda um encanto ligado à história da pintura, e cuja visão o imperador desejou ter perto de si. Ordenou então a produção de pinturas, algumas não feitas sobre o motivo mas pinturas de pinturas. Como a que mandou executar cerca de 1768, por um pintor da sua corte. Fang Cong, pintor activo na segunda metade do século XVIII que possuía o curioso título de «fornecedor do palácio» (Neiting gongfen) faria então a pintura A Floresta do leão, de acordo com Nizan (rolo horizontal, tinta e cor sobre papel) que se conserva no Museu do Palácio, em Pequim. Essa pintura fora feita por Nizan juntamente com um seu amigo Zhao Yuan, um pintor de Suzhou nascido em Ying (Shandong) activo entre 1350-75, e em cujas pinturas de paisagens se nota a cuidada observação das veneradas rochas de formas extravagantes, que nelas figuram como montanhas. Uma originalidade admirada por Qianlong que no seu tempo não foi bem aceite por Zhu Yanzhang (1328-98) o imperador Hongwu, que desconfiou da singularidade daquele espírito livre. E quando este recusou, por falta de vocação, fazer os retratos de eminentes dignitários ordenou a sua prisão, mas a sua pintura persistiria. Quando anos depois Qianlong apusesse o seu carimbo de aprovação, como uma vénia, nas pinturas de Zhao Yuan, talvez tivesse por momentos intuido que existia uma forma de soberania maior que um jardim ou um país e esse espaço era infinito.

2.8.2021 segunda-feira


segunda-feira 2.8.2021

JOSÉ SIMÕES MORAIS O Governador Carlos Eugénio Corrêa da Silva (1876-1879) referia na Portaria N.º 18 publicada no Boletim da Província de Macau e Timor de 25 de Janeiro de 1879: <Tendo vagado o lugar de inspector da repartição dos incêndios desta cidade, pela exoneração pedida pelo major Augusto César Supico, [Portaria N.º17 de 20 de Janeiro de 1879], hei por conveniente nomear para exercer o mesmo cargo, o major do corpo do estado-maior do exército Raymundo José de Quintanilha, director das obras públicas desta província, que tomará conta hoje mesmo.> Vindo de Lisboa, chegara no dia 19 de Janeiro no transporte de guerra África e logo a 24 foi mandado tomar conta da respectiva repartição das obras públicas para a qual fora nomeado por decreto de 27 de Setembro de 1878. Ainda em 1879 o Major Quintanilha tentou submeter um regulamento à aprovação do Governador Correia da Silva, segundo refere Beatriz Basto da Silva. Seria ele, por decreto de 23 de Março de 1881, exonerado do lugar de director das obras públicas de Macau pelo Governador Joaquim José da Graça, Visconde de S. Januário, que nomeou para o referido lugar o capitão do estado-maior de engenharia do exército de Portugal, Constantino José de Brito. Este, já promovido a Major, foi nomeado inspector da repartição dos incêndios por Portaria N.º 84 de 14 de Novembro de 1881, <devendo tomar posse hoje mesmo da referida repartição>. Com esta nomeação, o Governo da província achou “conveniente ordenar, que o subinspector da mesma repartição o alferes António d’ Azevedo e Cunha Júnior [desligado das obras públicas como condutor em 1879] faça dela entrega hoje mesmo, ficando eu satisfeito pela maneira porque o referido subinspector desempenhou o serviço da inspecção durante o tempo que esteve interinamente a seu cargo.” Assim agradecia o Governador Graça ao alferes Azevedo e Cunha Jr., que interinamente exercera o cargo na Inspecção de Incêndios (Kao-fô Kúng Kun). “À medida que os serviços de incêndio se tornaram cada vez mais complexos, em 2 de Maio de 1883, o governador assina o Regulamento do Serviço dos Incêndios em Macau, apresentado pelo então director das Obras Públicas e inspector de incêndios, major de engenharia do Estado Maior Constantino José de Brito, que foi aprovado por portaria

www.hojemacau.com.mo

Criação oficial do Corpo de Bombeiros

de 10 de Agosto do mesmo ano. Com a promulgação do Regulamento, os bombeiros de Macau seguem os caminhos normalizados e marca a criação do Corpo de Bombeiros de Macau”, segundo o excelente livro Corpo de Bombeiros, edição comemorativa do 130.º Aniversário do Estabelecimento do Corpo de Bombeiros da RAEM. REGULAMENTO DO SERVIÇO DE INCÊNDIOS Publicado no Boletim da Província de Macau e Timor de 9 de Agosto de 1883, o Regulamento do Serviço de Incêndios datado de 2 de Maio desse ano foi elaborado por Constantino José de Brito e mandado executar por Portaria n.º 93 de 10 de Agosto refere: <Tornando-se necessário regularizar o serviço dos incêndios nesta cidade, dentro da verba autorizada no orçamento da província: hei por conveniente, tendo ouvido o conselho do governo, aprovar e mandar que se execute o regulamento que baixa assinado pelo secretário-geral do governo [Manuel Paes de S. Castro] e faz parte integrante desta portaria>. Ainda a 10 de Agosto, o Governador Thomaz de Souza Roza por Portaria n.º 94 exonerou o major do estado-maior de engenharia Constantino José de Brito do cargo de inspector dos

incêndios, para que fora nomeado a 14 de Novembro de 1881. Regulamento do Serviço dos incêndios em Macau a que se refere a portaria supra. Capítulo I Organização e pessoal – Artigo 1.º A inspecção dos incêndios tem por fim superintender o serviço dos incêndios e prover a tudo quanto lhe diga respeito. Artigo 2.º - A inspecção dos incêndios forma um corpo activo de bombeiros que terá o seguinte pessoal [com vencimento anual]: um inspector (216$000 réis); um patrão-chefe (102$000); três primeiros-patrões (71$400 réis cada); 2 segundospatrões (61$200 cada); 2 sotas (51$000 cada); 20 condutores e 34 moços (recebem gratificações anuais de 51$000). Artigo 3.º -O fornecimento da água nos casos de incêndio será feito pelos indivíduos pertencentes às companhias de carregadores desta cidade, nos termos das posturas e regulamentos policiais e pela forma designada nos artigos 27.º e 48.º deste regulamento. (Quando o número dos carregadores das companhias for insuficiente para o fornecimento da água, o inspector poderá contratar outros dentro da respectiva verba do orçamento). Artigo 4.º -A inspecção deverá ter pelo menos 4 bombas, sendo duas em Macau, uma na Taipa e outra em Colovan. Artigo 5.º -O inspector é o chefe

PARA CHEGAR A PATRÃO-CHEFE É PRECISO SER HOMEM EXPERIMENTADO NO SERVIÇO DOS INCÊNDIOS, TER SERVIDO PELO MENOS UM ANO COMO PATRÃO, TER BOM COMPORTAMENTO, IDADE APROPRIADA E DISPOSIÇÃO FÍSICA PARA O SERVIÇO

ARTES, LETRAS E IDEIAS

13

da repartição dos incêndios e incumbe-lhe toda a direcção do serviço… Artigo 6.º -O inspector deve acudir com a possível rapidez a todos os incêndios, e tomar a direcção suprema e exclusiva dos trabalhos, obrigando todos os seus empregados a cumprir pontualmente as suas ordens, e não consentindo que pessoas estranhas intervenham num serviço cuja responsabilidade é toda sua, devendo por isso também tomar a direcção das bombas particulares que concorram nos incêndios. Artigo 7.º -De todos os incêndios o inspector remeterá ao governo da província uma parte em que mencione a causa do incêndio, o local, a hora, quais as duas bombas que primeiro se apresentaram no incêndio para serem premiadas (…) esta comunicação será publicada no Boletim da província. Os artigos de 8.º a 14.º referem-se aos deveres do inspector, responsável pela conservação de todo o material dos incêndios, pela disciplina do corpo de bombeiros, que será por ele escolhido e a quem deverá dar instrução. A nomeação do patrãochefe e dos primeiros patrões será feita pelo governo sob proposta do inspector e remeter ao governo o mapa das despesas anuais da sua repartição. Sobre o patrão-chefe, nos artigos 15.º a 19.º, refere-se ter por obrigação fiscalizar e vigiar todo o pessoal seu subordinado e o estado do material que está sob a sua responsabilidade na estação em que estiver aquartelado. Antes do inspector estar presente no local de incêndio é ele que toma a direcção dos trabalhos. Para chegar a patrão-chefe é preciso ser homem experimentado no serviço dos incêndios, ter servido pelo menos um ano como patrão, ter bom comportamento, idade apropriada e disposição física para o serviço. Nos artigos 20.º a 23.º referese sobre os primeiros patrões, que terão a seu cargo as bombas da estação em que residirem. Terão a seu cargo a bomba da vila da Taipa e outra da vila de Colovan e para ser primeiro patrão terá de ter servido pelo menos durante três anos como segundo patrão e conhecer os poços, cisternas e quaisquer outros depósitos da água. Sobre os segundos patrões os artigos 24.º e 25.º referem, ter servido pelo menos durante dois anos como sota e coadjuvarão os primeiros patrões na direcção e serviço das suas bombas e os substituirão em todas as suas faltas ou impedimentos. Assim, a 2 de Maio de 1883 nasceu oficialmente o Corpo de Bombeiros.


20

1 0 7 4 2 8 14 8[f]utilidades 6 0 7 9 0 7 5 9 1 3 5 7 3 1 0 0 5 8 9 2 P O T7R O 8V O A D A 6S TEM 7 5 0 6 5 0 4 3 6 8 2 3 0 1 19

MIN

S4 5 U6 8D3 0O2 7K1 9U 0 7 2 6 4 1 8 9 3

24 6

5 8 7 9 4 0 2 8 3 0 6 5 1

21 2 0 9 1 3 7 8 0 4 9 5 2 7

23

9 5 1 6 7 8 2 3 9 0 3 5 0 4 2 8 7

6 0 5 9 2 1 7 9 0 3 7 8 4

0 4 9 6 3 7 1 5 3 0 2 7 8 4

3 1 6 0 0 7 6 5 2 4 8 9 2

4 3 5 1 7 5 6 8 0 7 2 9 8

7 2 9 8 4 4 5 2 6 3 3 1 6

1 3 6 1 9 0 8 4 9 7 5 2 8

2 0 2 1 6 4 1 5 9 9 7 8 8 5 3 4

4 9 7 3 5 9 8 1 2 6 3 0 0 1 7 6

8 7 5 3 7 4 5 9 1 6 0 2 9

3 4 2 3 4 0 8 8 5 5 6 9 1 1 6 9 2

8 4 9 3 7 6 2 0 5

7 3 4 5 2 2 0 6 9 8 4 1 8 5 1

1 6 8 5 3 5 4 4 7 2 9 3 0

5 6 6 1 0 1 9 2 3 4 8 8 7 4 0 9 5 3 4 2 0 0 1 8 6 7 4 9 3

SOLUÇÃO DO PROBLEMA 21

2 9 8 8 3 5 1 9 7 1 2 6 0 0 3

5 2 6 7 8 4 0 3 1 9

MAX

1 8 3 9 7 0 2 4 5 6

0 4 9 6 3 5 1 7 2 8

7 1 0 8 9 3 4 5 6 2

32

HOJE 3 6 8 1 4 2 7 9 0 5

9 0 2 3 5 6 8 1 4 7

HUM

7 0 - 9 5 % ´•

EURO

9.49

BAHT

0.24

CINETEATRO

4 5 7 2 6 1 9 0 8 3

2 9 5 4 1 8 3 6 7 0

8 7 4 5 0 9 6 2 3 1

6 3 1 0 2 7 5 8 9 4

THE SAME SKY | NETFLIX (2019)

YUAN

1.23

C I N E M A

SALA 1

SALA 3

THE BOSS BABY: FAMILY BUSINESS [B]

LUCA [A] FALADO EM CANTONÊS Um filme de: Enrico Casarosa 14.15

FALADO EM CANTONÊS LEGENDADO EM CHINÊS Um filme de: Tom McGrath Com: Alec Baldwin, Jeff Goldblum, Ariana Greenblatt, Jimmy Kimmel 14.30, 16.30, 19.30

BUTT DETECTIVE THE MOVIE: THE CASE OF THE COURAGEOUS CURRY + MYSTERY OF THE LADYBUG RUINS [B]

BLACK WIDOW [B]

Um filme de: Cate Shortland Com: Scarlett Johansson, Florence Pugh, Rachel Weisz, David Harbour 21.30

FALADO EM CANTONÊS LEGENDADO EM CHINÊS Um filme de: Hiroki Shibata 16.00

SALA 2

OLD [C]

Um filme de: Jaume Collet-Serra Com: Dwayne Johnson, Emily Blunt, Edgar Ramírez 14.15, 16.45, 19.05, 21.30

Um filme de: M.Night Shyamalan Com: Gael García Bernal, Vicky Krieps, Rufus Sewell 17.30, 19.30, 21.30

JUNGLE CRUISE [B]

22

9 0 5 1 3 2 7 4 8 6

O tema Guerra passou 8da 2 6 Fria 4 nunca 9 5 0 de3moda 7 no1 grande ecrã e volta a ser abordado nesta série. 3 4dividida 9 6pelo8Muro 1 de0Berlim, 5 2 Numa7Europa o destino de duas famílias cruza-se quando 1 7 2 3 5 4 6 8 0um9 agente secreto, com o nome “Romeo”, tem como

6 1 9 7 5 8 3 0 2 4 0 6 4 6 1 8 www. 0 5 8 2 hojemacau. com.mo 3 9 7 5

missão seduzir uma mulher que vive na República Federal da Alemanha, à época o lado ocidental de o país que estava no centro da Guerra Fria. “The Same Sky” conta uma história com drama e algum suspense. Andreia Sofia Silva

JUNGLE CRUISE

2 0 8 5 4 3 4 1 9 6 2 7 Propriedade 7 3 5Fábrica 1 de9Notícias, 8 Lda Director Carlos Morais José Editores João Luz; José C. Mendes Redacção Andreia Sofia Silva; João Santos Filipe; Pedro Arede; Salomé Fernandes Colaboradores Anabela Canas; António Cabrita; António de Castro Caeiro; Ana Jacinto Nunes; Amélia Vieira; Duarte Drumond Braga; Emanuel Cameira; 0 9 Gonçalo 2 7M.Tavares; 3 5Gonçalo Waddington; Inês Oliveira; João Paulo Cotrim; José Simões Morais; Luis Carmelo; Nuno Miguel Guedes; Paulo José Miranda; Paulo Maia e Carmo; Rosa Coutinho Cabral; Rui Cascais; Sérgio Fonseca; Teresa Sobral; Valério Romão Colunistas André Namora; David Chan; João Romão; Olavo 1 7 Paul 3 Chan 9 Wai 6 Chi; 4 Paula Bicho; Tânia dos Santos Grafismo Paulo Borges, Rómulo Santos Agências Lusa; Xinhua Fotografia Hoje Macau; Lusa; GCS; Rasquinho; Xinhua Secretária de redacção e Publicidade Madalena da Silva (publicidade@hojemacau.com.mo) Assistente de marketing Vincent Vong Impressão Tipografia 8 6Morada 4 Pátio 2 da1Sé, 0n.º22, Edf. Tak Fok, R/C-B, Macau; Telefone 28752401 Fax 28752405; e-mail info@hojemacau.com.mo; Sítio www.hojemacau.com.mo Welfare

24

PUB.

9 4 2 3 0 6 8 7 1 5

26

20 SÉRIE UMA

PROBLEMA 22

22

2.8.2021 segunda-feira

www.hojemacau.com.mo

1 7 8 6 4 2 0 5 3 0 4 8 6 2 7 5 9 1 8 0 9 3 1 Instrução 5 7 6 2 n.º 2/CAEAL/2021 9 2 5 8 1 3 0 6 7 6 5 1 7 0 3 8 9 4 3 1 6 0 4 9 7 5 8 Comissão 4A 9 2 5 de8Assuntos 0 6 Eleitorais 7 1 da Assembleia 7 6 Legislativa 3 4 5(CAEAL) 1 8 2emite 9 e manda publicar, nos termos da alínea 10) do n.º 1 e do n.º 2 do artigo 10.º da Lei 2 8 4 9 6 7 3 1 5 4 0 1 3 9 6 2 7 5 Eleitoral para a Assembleia Legislativa da Região Administrativa Especial de 5 3 (adiante 7 0 2designada 1 4 8por 9Lei Eleitoral),5aprovada 8 9 7pela6Lei2 n.º3 3/2001, 0 4 Macau alterada pelas4Leis 7 1 3 5 n.os 9 11/2008, 2 0 612/2012 e 9/2016, 1 republicada 7 2 9 8pelo0Despacho 4 3 do 6 Chefe do Executivo n.º 21/2017, a presente instrução vinculativa: 3 2 6 1 9 8 5 4 0 6 9 0 5 3 8 1 4 2 0 6 5 2 7 4 9 3 8 2 5 7 1 0 4 6 8 3 9 4 0 8 3 6 Secção 1 2 I7– Propaganda8eleitoral 3 4 2 7 5 9 1 0

Todos os materiais de propaganda, informações ou mensagens, divulgados em quaisquer locais antes da data abaixo mencionada, incluindo na Internet, cujo conteúdo seja susceptível de dirigir a atenção do público para um ou determinados candidatos e de sugerir, de forma expressa ou implícita, que os eleitores votem ou deixem de votar nesse candidato ou candidatos devem ser removidos ou eliminados pelos mandatários das candidaturas, candidatos, mandatários da comissão de candidatura e por quem os afixou ou permitiu a sua afixação, até às 24 horas do dia 2 de Agosto de 2021.

Secção II – Desobediência da instrução Quem faltar ao cumprimento da presente instrução incorre no crime de desobediência qualificada, nos termos do n.º 3 do artigo 10.º da Lei Eleitoral. Aprovada na reunião de 28 de Julho de 2021.

O Presidente da Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa Tong Hio Fong

3 4 2 0 8 1 5 7 9 6

Edital

(44/FGCL/2021)

Edital

(45/FGCL/2021)

Nos dos pedidos: 108/2021, 110/2021

Nº de pedido: 146/2021

Nos termos da alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.º da Lei n.º 10/2015 (Regime de garantia de créditos laborais), conjugado com o n.º 2 do artigo 72.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro, vem o Conselho Administrativo deste Fundo notificar o devedor dos pedidos acima referidos, “COMPANHIA DE ENGENHARIA PACIFIC TECHNICIAN LIMITADA”, com sede na Rua de Xangai, nº175, Edf. Da Associação Comercial De Macau, 14 Andar G-K, Macau, o seguinte:

Nos termos da alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.º da Lei n.º 10/2015 (Regime de garantia de créditos laborais), conjugado com o n.º 2 do artigo 72.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro, vem o Conselho Administrativo deste Fundo notificar o devedor dos pedidos acima referidos, “LUCKY TRIP VIP ENTRETENIMENTO E INVESTIMENTO SOCIEDADE UNIPESSOAL LIMITADA”, com sede na Alameda Dr. Carlos D’Assumpção No,322-362, Centro Comercial Cheng Feng, 10 Andar C, em Macau, o seguinte:

Relativamente aos 2 ex-trabalhadores(Cheong Kei Nam e Hoi Keng Chit), no que diz respeito ao requerimento junto deste Fundo para pagamento dos créditos emergentes das relações de trabalho, o Conselho Administrativo deste Fundo, em 29 Julho de 2021, deliberou, nos termos do artigo 6.º da Lei n.º 10/2015(Regime de garantia de créditos laborais), efectuar o pagamento dos créditos e dos juros de mora em causa aos ex-trabalhadores acima referidos, no valor total de $22 704,00(Vinte e duas mil, setecentas e quatro patacas).

Relativamente ao ex-trabalhador Cheong Hei Meng, no que diz respeito ao requerimento junto deste Fundo para pagamento dos créditos emergentes das relações de trabalho, o Conselho Administrativo deste Fundo, em 29 de Julho de 2021, deliberou, nos termos do artigo 6.º da Lei n.º 10/2015(Regime de garantia de créditos laborais), efectuar o pagamento dos créditos e dos juros de mora em causa ao ex-trabalhador acima referido, no valor total de $46 996,10(Quarenta e seis mil, novecentas e noventa e seis patacas e dez avos).

Mais se informa o devedor que este Fundo irá efectuar o pagamento dos créditos àquelas ex-trabalhadoras, oito dias após a data da publicação da presente notificação. De acordo com o artigo 8.o da referida Lei, após efectuado o pagamento dos créditos, este Fundo fica sub-rogado naqueles créditos.

Mais se informa o devedor que este Fundo irá efectuar o pagamento dos créditos àquele ex-trabalhador, oito dias após a data da publicação da presente notificação. De acordo com o artigo 8.º da referida Lei, após efectuado o pagamento dos créditos, este Fundo fica sub-rogado naqueles créditos.

O devedor pode, durante as horas de expediente, deslocar-se à sede da DSAL, sita na Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado nos 221 a 279, Edifício Advance Plaza, Macau, para consultar o referido processo.

O devedor pode, durante as horas de expediente, deslocar-se à sede da DSAL, sita na Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado nos 221 a 279, Edifício Advance Plaza, Macau, para consultar o referido processo.

29 Julho de 2021

29 de Julho de 2021

O Presidente do Conselho Administrativo do Fundo de Garantia de Créditos Laborais,

O Presidente do Conselho Administrativo do Fundo de Garantia de Créditos Laborais,

Wong Chi Hong

Wong Chi Hong


segunda-feira 2.8.2021

opinião 15

www.hojemacau.com.mo

ai, portugal, portugal

André Namora

CENTENAS QUE JÁ VÃO DORMIR DESCANSADOS

OS CIENTISTAS médicos já conseguiram descobrir que o ser humano até aos dias de hoje já foi afectado por duzentos e cinquenta tipos de demência, vulgo Alzheimer. O que não é verdade. A doença à base de demências não se deve chamar de Alzheimer, como se todos os tipos de demências fossem iguais e como todas as demências fossem Alzheimer. Infelizmente, os clínicos e a comunicação social têm culpas no cartório em denominarem qualquer tipo de demência por Alzheimer e deixar as pessoas no mais puro analfabetismo sobre o tema. Alzheimer foi simplesmente o neuropsiquiatra alemão que viveu entre 14 de Junho de 1864 e 19 de Dezembro de 1915, de nome Alois Alzheimer, que descobriu pela primeira vez o primeiro tipo de demência, o qual lhe mostrou que um cidadão estava a perder a memória e o conhecimento paulatinamente. E porque estamos a falar do avanço da ciência médica acerca dos vários tipos de demência? Porque na semana passada rebentou uma “bomba” em Portugal sobre esta matéria. A comunicação social anunciou que os advogados de defesa de Ricardo Salgado alegaram que o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) e o português que ficou

Com uma das piores doenças do mundo a atingir Ricardo Salgado, os seus “criados” passam a dormir tão bem que até vão ressonar...

com o cognome de “Dono Disto Tudo, o DDT) sofria de demência . Ricardo Salgado foi o homem mais poderoso em Portugal. O banco da família, o BES, realizou os mais mirabolantes tipos de negócios e que a nível internacional usou e abusou de milhares de milhões de euros dos clientes. O BES foi à falência e milhares de portugueses que tinham depositado no banco de Ricardo Salgado as poupanças de uma vida, ficaram sem nada. O processo nunca irá terminar, especialmente, depois de terem inventado uma história tristíssima do um banco mau e de um banco bom em que dividiram o BES. Hoje, o tal banco bom, denominado Novo

Banco, tem sido apenas um sugadouro dos dinheiros públicos onde uns felizardos têm ganho salários e mordomias chorudos que amiúde provocam escandalosas conclusões na gestão da nova unidade hoteleira. Anunciaram que Ricardo Salgado terá um dos duzentos e cinquenta tipos de demência. Com esta doença que afecta milhões de pessoas em todo o mundo não se brinca. Nem pensar, que os advogados de defesa de Ricardo Salgado tivessem inventado uma doença desta gravidade como estratégia para que o seu cliente nunca mais colocasse os sapatos num qualquer tribunal. Nem pensar. Isso seria um crime maior do que todos os crimes que Ricardo Salgado cometeu ao longo da vida, inclusivamente a corromper centenas de personalidades situadas nos mais diversos locais de decisão como chefes de governos, presidentes da República, ministros, secretários de Estado, deputados, juízes, presidentes de conselhos de administração de empresas cruciais do país, enfim, centenas e centenas de VIP’s que foram corrompidos por Ricardo Salgado e que não dormem descansados desde que teve início a chamada “Operação Marquês”, que entre muitos, envolve o ex-primeiro-ministro José Sócrates.

Os advogados de Ricardo Salgado vão apresentar ao tribunal as provas clínicas da possibilidade efectiva de o seu cliente estar com falta de memória e com a actividade cerebral em plena degeneração. Naturalmente que não sabemos qual o tipo de demência que poderá ter Ricardo Salgado. Se for uma demência frontotemporal poderá viver muitos anos e apenas com a memória recente a desaparecer. Se for um outro tipo de demência, daqueles que pode patentear violência, que destrói tudo em casa, que não reconheça a esposa e os filhos, que saia pela porta fora e só pára de andar quando o cansaço o atira para o chão, então, teríamos Ricardo Salgado, infelizmente, com uma mazela cerebral que nunca mais permitiria abordar com credibilidade factos passados ao longo da sua vida. E neste particular, muitas centenas de corruptos já poderiam passar a dormir descansados visto ter terminado o perigo de Ricardo Salgado chegar a um tribunal e denunciar toda essa cambada que viveu à custa dos seus interesses económicos e materiais. Em Portugal, de norte a sul, centenas de “amigos” de Ricardo Salgado ao ouvirem a notícia de que o banqueiro estaria com um tipo de demência abriram, por certo, uma garrafa de champanhe, e disseram para com os seus botões “estamos safos, nada nos irá acontecer a não ser gozar os milhões que Salgado nos deu”... A notícia caiu mesmo como uma “bomba”, meus amigos leitores. Nem fazem a mínima ideia quanta satisfação reina em certas casas da Quinta da Marinha, em Cascais, no Estoril, em Sintra, no Porto, em Évora e em vários países, em especial no Brasil para onde já fugiram muitos a quem Ricardo Salgado passou vários cheques ou malas cheias de dinheiro vivo. Há um ex-ministro que é meu vizinho que emagreceu mais de dez quilos desde que “rebentou” o BES, tem andado desesperado porque se Ricardo Salgado pronunciava o seu nome a um juiz o fulano sabe que iria para a prisão muitos anos. No sábado à noite, já andava a passear no bairro como o homem mais feliz do mundo. O DDT tinha-os todos na mão, centenas de corruptos ao mais alto nível, andavam com o cuzinho a tremer por todos os lados, deixaram de ir a festas, a conferências, a seminários, colocaram todos os bens em nome dos netos e enviaram fortunas para offshores, tudo fizeram para que Ricardo Salgado se mantivesse calado e em troca continuaria em liberdade. Agora, estão salvos, já não baixam a cabeça. Com uma das piores doenças do mundo a atingir Ricardo Salgado, os seus “criados” passam a dormir tão bem que até vão ressonar... *Texto escrito com a antiga grafia


‘‘Quem aprende uma nova língua adquire uma alma nova.’’ PALAVRA DO DIA

Juan Ramón Jiménez

segunda-feira

2.8.2021 episódio 48

O Jogo das Escondidas

REUTERS

COVID-19 YOUTUBE SUSPENDE SKY NEWS AUSTRÁLIA POR DESINFORMAÇÃO

E

O

YouTube anunciou ontem a suspensão por uma semana da Sky News Austrália da sua plataforma de partilha de vídeos devido a informações consideradas falsas sobre a covid-19. A mudança surge na sequência de uma análise de vídeos enviados pelo canal de TV de propriedade do magnata Rupert Murdoch. “Temos políticas claras estabelecidas sobre informações falsas sobre a covid-19 (...) para evitar a disseminação de informações falsas sobre o coronavírus que podem prejudicar o mundo real”, disse o YouTube em comunicado. Com 1,86 milhões de assinantes no YouTube, o canal pertence a uma subsidiária do grupo de News Corp de Murdoch e em alguns dos vídeos que coloca e que são amplamente partilhados nas redes sociais em todo o mundo questionam a existência de uma pandemia e a eficácia das vacinas. Há três dias, o canal fez uma publicação na qual um apresentador, conhecido pela sua hostilidade às restrições de saúde, criticou a decisão das autoridades de estender o confinamento em Sydney. A Sky News confirmou que foi temporariamente bloqueada pelo YouTube e um porta-voz afirmou que o canal “apoia discussões e debates sobre uma ampla variedade de tópicos e pontos de vista, o que é vital para qualquer democracia”. “Levamos a sério o nosso compromisso de atender às expectativas da equipa editorial e da comunidade”, acrescentou. O YouTube tem três tipos de penalidades para violações: a primeira é uma suspensão de uma semana, depois duas semanas para uma ofensa reincidente em 90 dias e, finalmente, uma remoção permanente da plataforma. A plataforma de vídeo do YouTube é propriedade da Alphabet, a empresa-mãe do Google.

Jacinda Ardern “Hoje, em nome do Governo da Nova Zelândia, peço um pedido de desculpas formal e sincero às comunidades do Pacífico que sofreram discriminação na forma como as leis de imigração da década de 1970 foram aplicadas.”

Racismo nunca mais Nova Zelândia pede desculpas aos habitantes das ilhas do Pacífico

A

primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, apresentou ontem um pedido formal de desculpas aos habitantes das ilhas do Pacífico que foram "injustamente alvo" das operações policiais na década de 1970. Durante esta década, a polícia e os funcionários da imigração, muitas vezes acompanhados por cães, realizaram "batidas" com o objectivo de prender e deportar pessoas cujos vistos de trabalho haviam expirado. Durante este período, as pessoas das Ilhas do Pacífico representavam um terço daqueles cujos vistos tinham expirado, mas 86 por cento dos processos de deportação. Já os britânicos e americanos que vivem na Nova

Zelândia representaram um terço das pessoas em situação ilegal, mas apenas 5 por cento dos processos. "Hoje, em nome do Governo da Nova Zelândia, peço um pedido de desculpas formal e sincero às comunidades do Pacífico que sofreram discriminação na forma como as leis de imigração da década de 1970 foram aplicadas", disse Jacinda Ardern numa reunião de dignitários do Pacífico em Auckland. Embora os factos datem de há quase meio século, Ardern reconheceu que a sua memória permanece muito viva com aqueles que foram vítimas e que isso continua a minar qualquer confiança que possam ter. Após a Segunda Guerra Mundial, a Nova Zelândia incentivou a migração de

Alemanha Ex-guarda de campo de concentração nazi julgado em Outubro

PUB PUB.

Um tribunal alemão julgará a partir de Outubro um ex-guarda centenário do exército nazi SS, acusado de cumplicidade no assassínio de 3.518 prisioneiros do campo de concentração de Sachsenhausen, perto de

Berlim. O Tribunal Provincial de Neuruppin acatou a denúncia apresentada pelo Ministério Público em Fevereiro passado contra esta pessoa. A historiadora Stephanie Bohra, colaboradora científica do centro de

documentação de Berlim Topografia do Terror, destacou a abertura do processo, lembrando que "o assassinato não prescreve", pelo que deve ser levado à justiça. “É sobre o esclarecimento de crimes e os ex-prisioneiros

têm a oportunidade de relatar o que aconteceu ali”, considerou a historiadora. Cerca de 200.000 prisioneiros foram colocados no campo de concentração de Sachsenhausen, dos quais cerca de 20.000 foram mortos.

pessoas das ilhas do Pacífico, como Samoa, Tonga e Fiji, a fim de lidar com a escassez de mão de obra devido ao crescimento económico. Mas na década de 1970, os migrantes foram acusados de ocupar os empregos de neozelandeses. O ministro dos Povos do Pacífico, William Sio, que emigrou com sua família de Samoa para a Nova Zelândia, em 1969, chamou os ataques de "actos racistas da pior espécie". Jacinda Ardern disse que a Nova Zelândia está comprometida em acabar com o racismo, na esperança de que o pedido de desculpas "apazigue" as comunidades das ilhas do Pacifico.

um folhetim por Fernando

Sobral

LA não respondeu. Ele fechou os olhos e depois procurou no bolso do casaco cheio de sangue e tirou uma bracelete de jade. Deu-a a Ding Ling: - É para ti. Comprei-a antes do atentado. Ela aceitou-a e retorquiu. Não simulou os seus sentimentos: - Já não sabemos o que é a bondade. Ficamos surpreendidos quando nos confrontamos com ela. Obrigado. Ele sorriu e depois disse: - Imaginas quem foi? Só vejo três hipóteses. Max Wolf. Joaquim Palha. Sofia Palha. - Eu riscaria o primeiro. Não lhe interessa problemas com as autoridades portuguesas. Os outros, sim. Podem ter tudo a perder com a tua interferência. Amoroso levou a mão ao braço. A dor continuava lá, para o recordar dessa noite. - Precisas descansar, querido tenente. Eu estarei aqui. Mas tens de dormir. Ding Ling falou com doçura. O seu rosto enigmático estava agora exposto à luz que iluminava a sala. Amoroso sentiu-se protegido. Algo que não acontecia há muito tempo. Muitas horas depois, Félix Amoroso foi levado até a um riquexó por Bei Li. Esta, com voz cândida, disse-lhe: - Tanto somos filhos do que queremos recordar como do que queremos esquecer. Mas é bom que o tenente não esqueça o que se passou. - Não esquecerei. - Faz bem, tenente. O problema não é a dor nem o amor. É sempre as desculpas que as pessoas dão para ficarem com o dinheiro. E sobre o que fazem para o ter. O resto, seja a violência, as traições ou a guerra não são os problemas principais. Só o dinheiro o é. Amoroso concordou. A luz encadeava-o. Despediu-se e partiu. O caminho, cheio de solavancos, foi penoso. Quando chegou a casa deitou-se, relembrando as últimas horas. Depois foi lavar-se e mudar de roupa. Quando voltou à rua foi até ao Grémio Militar para almoçar. Comeu um bacalhau cozido com grão que lhe fez recordar uma velha tasca junto ao quartel do Carmo, em Lisboa. Cumprimentou colegas militares e depois saíu, procurando evitar o sol inclemente que queimava as ruas e os prédios de Macau. Sentia-se dorido mas mais determinado do que nunca. (continua)

Profile for Jornal Hoje Macau

Hoje Macau 02 AGOSTO 2021 #4822  

Nº 4822 de 02 AGOSTO de 2021 - Edição em papel do jornal Hoje Macau

Hoje Macau 02 AGOSTO 2021 #4822  

Nº 4822 de 02 AGOSTO de 2021 - Edição em papel do jornal Hoje Macau

Profile for hojemacau
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded