Hoje Macau 17 AGOSTO 2022 #5073

Page 1

SOFIA MARGARIDA MOTA

TIAGO ALCÂNTARA

TAIWAN | MACAU

PODER DO POVO

SEPARATISTAS SANCIONADOS

ARRANJA-ME UM EMPREGO

PÁGINA 2

PÁGINA 4

METRO LIGEIRO

ANÚNCIOS EM CANTÃO PÁGINA 3

CHINA

OS FILHOS DA NAÇÃO PÁGINA 8

HOJE MACAU MOP$10

Nº 5074

DIRECTOR CARLOS MORAIS JOSÉ

Tesouro envenenado

www.hojemacau.com.mo•facebook/hojemacau•twitter/hojemacau

SOFIA MARGARIDA MOTA

QUARTA-FEIRA 17-8-2022

PUB.

Cumprida a quarentena obrigatória de sete dias no Hotel Tesouro, vários hóspedes, de malas aviadas, preparavam-se para sair. Em vez disso, foram surpreendidos pela notícia de que teriam de ficar mais cinco dias em isolamento. O motivo, veio a perceber-se mais tarde, teve que ver com o teste positivo de um trabalhador do Tesouro. PÁGINA 5


2 política

17.8.2022 quarta-feira

www.hojemacau.com.mo

SANÇÕES PARTIDO COMUNISTA PROÍBE ENTRADAS DE TAIWANESES EM MACAU

“Fanáticos” excluídos Obras ilegais Nova lei em vigor Entrou hoje em vigor o novo regime jurídico da construção urbana que agrava as multas aplicáveis a obras ilegais. De acordo com as alterações, a realização de obras ilegais passa a ser sancionada com multa de 5.000 a 1 milhão de patacas, no caso de pessoa singular, ou até 2 milhões de patacas, no caso de pessoa colectiva. Os sancionados ficam igualmente obrigados a demolir as obras ilegais. Se não procederem à

demolição, podem ser sancionados com multa de 5 mil a 500 mil patacas. Até hoje, as multas aplicadas para pessoas singulares iam de 1.000 a 20 mil patacas. Nas situações com pessoas colectivas as coimas podiam chegar às 50 mil patacas. O novo regime prevê ainda que quem coopere com as autoridades tenha uma redução da multa e, em alguns casos, pode ficar mesmo dispensado de realizar o pagamento. PUB.

ANÚNCIO CONCURSO PÚBLICO N.o 16/P/22 Faz-se público que, por despacho da Ex.ma Senhora Secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, de 5 de Agosto de 2022, se encontra aberto o Concurso Público para a «Prestação de Serviços de Vigilância aos Serviços de Saúde em Articulação com o Fortalecimento dos Trabalhos de Inspecção Sanitária nos Postos Fronteiriços», cujo Programa do Concurso e o Caderno de Encargos se encontram à disposição dos interessados desde o dia 17 de Agosto de 2022, todos os dias úteis, das 9,00 às 13,00 horas e das 14,30 às 17,30 horas, na Divisão de Aprovisionamento e Economato destes Serviços, sita na Rua do Campo, n.º 258, Edifício Broadway Center, 3.º andar C, Macau, onde serão prestados esclarecimentos relativos ao concurso, estando os interessados sujeitos ao pagamento de MOP50,00 (cinquenta patacas), a título de custo das respectivas fotocópias (local de pagamento: Secção de Tesouraria dos Serviços de Saúde, que se situa no r/c do Edifício do Centro Hospitalar Conde de São Januário) ou ainda mediante a transferência gratuita de ficheiros pela internet na página electrónica dos S.S.(www.ssm.gov.mo). Os citados documentos, só podem ser adquiridos pelos concorrentes que façam prova de possuir o alvará previsto na Lei n.º 4/2007 “Lei da actividade de segurança privada”. As propostas serão entregues na Secção de Expediente Geral destes Serviços, situada no r/c do Centro Hospitalar Conde de São Januário e o respectivo prazo de entrega termina às 17,45 horas do dia 13 de Setembro de 2022. O acto público deste concurso terá lugar no dia 14 de Setembro de 2022, pelas 10,00 horas, na “Sala de Reunião”, sita na Rua do Campo, n.º 258, Edifício Broadway Center, 3.º andar C, Macau. Os concorrentes têm de prestar, de acordo com o grupo, a favor dos Serviços de Saúde, uma caução provisória, mediante depósito em numerário ou em cheque, na Secção de Tesouraria destes Serviços, ou através de Garantia Bancária ou SeguroCaução de valor equivalente, a qual garante o exacto e pontual cumprimento das obrigações que assumem com a apresentação das propostas. - Grupo A: Trezentas e sessenta e seis mil patacas (MOP366.000,00) - Grupo B: Trezentas e vinte mil patacas (MOP320.000,00) - Apresentar proposta para o Grupo A e Grupo B em simultâneo: Seiscentas e oitenta e seis mil patacas (MOP686.000,00) Serviços de Saúde, aos 11 de Agosto de 2022. O Director dos Serviços de Saúde Lo Iek Long

M

AIS sete governantes de Taiwan, e as respectivas famílias, estão proibidos pelo Partido Comunista de entrarem em Macau, Hong Kong e no Interior do país. As sanções foram anunciadas ontem por um porta-voz do Gabinete para os Assuntos de Taiwan do Comité Central do Partido Comunista Chinês, em que os governantes são acusados de serem “fanáticos” da causa independentista. Os visados são Hsiao Bi-khim, Wellington Koo Li-hsiung, Tsai Chi-chang, Ker Chien-ming, Lin Fei-fan, Chen Jiau-hua e Wang Ting-yu, figuras ligadas ao Partido Progressista Democrático da Ilha Formosa. De acordo com as explicações do porta-voz do Gabinete para os Assuntos de Taiwan do Comité Central do Partido Comunista Chinês, citadas pela Xinhua, as sanções são justificadas com a necessidade de “salvaguardar o desenvolvimento pacífico das relações no estreito de Taiwan e os in-

O

Governo da RAEM assinou na segunda-feira múltiplos acordos de cooperação com o China Media Group, o gigante conglomerado de media estatal a que pertencem a CCTV, CNR, CGTN e CRI. A cerimónia de assinatura dos protocolos, realizada em videoconferência, contou com a participação de vários membros do Executivo, o director do Gabinete de Ligação do Governo Central na RAEM, o vice-ministro do departamento de propaganda do comité central do Partido Comunista Chi-

TIAGO ALCÂNTARA

Mais sete pessoas de Taiwan, e as respectivas famílias, estão impedidas de entrar em Macau, após uma directiva de Pequim. Os proscritos são acusados de serem “fanáticos” da causa separatista, classificação que agora foi também aplicada a vários titulares de altos cargos na Ilha Formosa

teresses das pessoas de ambos os lados do Estreito”. Segundo a mesma fonte, Su Tseng-chan, primeiro-ministro de Taiwan, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Joseph Wu, e Su Tseng-chan, presidente do Parlamento, que já tinham sido anteriormente colocados na lista negra, e estavam proibidos de entrar em Macau, passaram agora a ser

classificados como “fanáticos” separatistas.

Ligações proibidas

O Partido declarou também que todas as instituições ligadas a estes políticos de Taiwan ficam impedidas de estabelecer qualquer tipo de relações com instituições e pessoas no Interior. Além disso, foi também deixado o aviso de que qualquer

empresa do Interior que estabeleça relações comerciais, ou outras, com as pessoas sancionadas ou instituições ligadas a estas pode ser chamada a assumir responsabilidades criminais. Sobre qualquer acto visto como um passo em direcção “à independência de Taiwan”, o Gabinete para osAssuntos de Taiwan do Comité Central do Partido Comunista Chinês avisa que são “o maior obstáculo à reunificação da China” e “um grande perigo para o rejuvenescimento nacional”. Além disso, os sancionados são acusados de, “motivados por interesses pessoais”, actuarem em conluio com “com forças externas provocadoras”, que surgem associadas à visita de Nacy Pelosi a Taiwan. “Avisamos seriamente os fanáticos da independência de Taiwan a evitarem entrar ainda mais no caminho errado. Quem deliberadamente desafiar a lei vai ser seriamente punido”, afirmou o porta-voz. “Ninguém deve subestimar a nossa determinação, vontade e capacidade para defender a soberania da China e a integridade territorial”, foi acrescentado.

Meios com mensagem

Governo assina acordos com o China Media Group - CCTV

nês, entre outros altos dignitários. Ho Iat Seng destacou a “sólida cooperação existente” entre o Executivo de Macau e o China Media Group na produção de conteúdos que mostrem “o am-

biente da cidade única, que é Macau”, onde se pode testemunhar “a fusão da cultura oriental e ocidental.” O Chefe do Executivo mostrou-se esperançado que os acordos estabelecidos revelem “a imagem e paisagem cultural distinta e rica de Macau, consolidando a base para a construção de “um centro, uma plataforma e uma base” para a RAEM, bem como para “contar bem a história da China ao exterior e mostre a

implementação bem-sucedida de ‘Um País, Dois Sistemas’ com características de Macau”.

Voz de Pequim

Por outro lado, o presidente do China Media Group, Shen Haixiong, recordou que “o Presidente Xi Jinping se preocupa sempre com os residentes de Macau e presta atenção à prosperidade de Macau”. O dirigente comprometeu-se em “desempenhar em pleno o papel de difundir a voz

principal em Hong Kong e Macau, bem como a transmitir bem a voz do Governo Central e contar bem história de Macau com efeitos positivos”. Destacando que o acordo irá aprofundar a integração da RAEM na conjuntura nacional, “sublinhou que a pátria é boa, e que Macau vai ficar cada vez melhor”. Um dos acordos foi assinado com a TDM, representada pela presidente da Comissão Executiva da TDM – Teledifusão de Macau, S.A., Lo Song Man, para o acesso a conteúdos do canal desportivo CCTV5. João Luz


quarta-feira 17.8.2022

A

METRO JORNAL DE CANTÃO ANUNCIA DESFECHO DE CONCURSO PÚBLICO ANTES DO GOVERNO

Informação privilegiada

Wu Chou Kit criticou a eventual fuga de informação que levou o Diário de Guangzhou a anunciar a empresa vencedora do concurso público na RAEM com uma proposta que ronda 339 milhões de patacas SOFIA MARGARIDA MOTA

construção do Metro Ligeiro está envolvida em mais uma polémica, após o Diário de Guangzhou ter anunciado, antes das Obras Públicas, o desfecho do concurso público do projecto de concepção de design e construção da Linha Leste. No entanto, o facto de uma notícia sobre o possível vencedor do concurso de 339 milhões de patacas ter sido publicado no Interior, ainda antes do anúncio oficial, está a causar mal-estar. Ao Jornal do Cidadão, o deputado Wu Chou Kit mostrou-se preocupado com a forma como as notícias começaram a circular. Wu afirmou acreditar que a empresa terá sido notificada da sua selecção para fazer os trabalhos, mas ainda deverão faltar completar alguns procedimentos, como o período para recorrer da decisão, o pagamento da caução e a assinatura do contrato.

O deputado Leong Hong Sai considera que as empresas do Interior são mais capazes, têm experiência e a tecnologia necessária para fazerem estes trabalhos No entanto, o deputado criticou a empresa, por ter informado os meios de comunicação de Cantão, logo depois de ter sido notificada, sem tentar perceber como decorrem todos os procedimentos no território.

EMPRESA PORTUGUESA ALVO DE CRÍTICAS Wu Chou Kit entende que a fiscalização da operação da primeira linha do Metro Ligeiro, a cargo da empresa portuguesa Consulasia, foi “inaceitável” e contribuiu para atrasos e derrapagem orçamental do projecto. “Sem experiência em metros ligeiros, o atraso no período de construção e o aumento no custo da primeira fase do Metro Ligeiro foram alvo

Rua da Felicidade Deputado alerta para edifício degradado Leong Hong Sai, deputado ligado aos Kaifong, alertou para a queda de uma viga num edifício antigo na Rua da Felicidade. Em declarações citadas pelo jornal Ou Mun, Leong Hong Sai lembrou que a responsabilidade de preservação e manutenção dos prédios

é dos proprietários, mas a falta destas acções a longo prazo vai causar problemas de segurança. Desta forma, chama também a atenção para outros edifícios antigos com fendas e problemas de estrutura, pelo facto de estarem desocupados há muito tempo.

política 3

www.hojemacau.com.mo

de críticas por parte da população”, disse Wu, numa interpelação escrita ao Governo. A Consulasia – Consultores de Engenharia e Gestão, Limitada, que faz parte do grupo Consulgal, com sede em Oeiras, recebeu 197 milhões de patacas para fiscalizar o sistema e equipamentos electromecânicos do Metro Ligeiro.

O cenário do Governo já ter assinado o contrato com a empresa também não foi totalmente afastado por Wu, que neste caso, admite que a falha terá sido da Direcção dos Serviços de Obras Públicas, que devia ter anunciado a decisão em primeira mão. Por isso, o também presidente da Associação de Engenharia de Transportes e Trânsito de Macau avisou que no futuro o Governo deve obrigar as empresas nos concursos a manter confidencialidade até ao anúncio oficial.

Elogios à vencedora

Apesar das críticas, Wu Chou Kit elogiou a escolha da empresa do Interior. Para o deputado, a companhia escolhida não só tem mostrado capacidade de construção em vários projectos, como é também uma forma de aprofundar relações na Grande Baía. Por sua vez, Leong Hong Sai, deputado dos Kaifong, também se expressou publicamente, em declarações ao Jornal do Cidadão, para a apoiar a escolha do Executivo. Segundo Leong, as empresas do Interior são mais capazes, têm experiência nesta área e a tecnologia necessária, o que contrasta com a realidade local. Contudo, o deputado dos Moradores sublinhou que o Governo tem de exigir à empresa que utilize mão-de-obra local para contribuir para a economia do território. Leong Hong Sai deixou ainda o desejo que as obras do Metro Ligeiro, projecto que diz ser pouco comum para a realidade local, sirvam para que as empresas do território se desenvolvam e ganhem conhecimentos que as tornem competitivas na Grande Baía. João Santos Filipe

inscritos como contribuintes do segundo grupo do imposto profissional e alguns operadores de estabelecimentos comerciais. De acordo com as contas do Executivo, 253 mil pessoas vão receber o apoio. Entre os beneficiários, 219 mil são trabalhadores, 5,7 mil profissionais liberais, e ainda 28 mil estabelecimentos comerciais. A medida para

A

2.ª Comissão Permanente da Assembleia Legislativa eliminou da Lei da Actividade de Exploração do Jogo o artigo que permitiria à polícia a aceder contas bancárias e violar o sigilo profissional de advogados, sem necessidade de mandado judicial.Arevelação foi feita ontem por Chan Chak Mo, deputado que preside à comissão, após uma reunião para analisar o diploma que estipula o novo regime para promotores de jogo. “O dever de colaboração era imposto, na versão inicial, a qualquer pessoa ou entidade. Achámos que o âmbito subjectivo era muito alargado”, justificou o presidente da comissão, citado pela TDM - Rádio Macau. “Qualquer pessoa que não estivesse relacionada directamente com o assunto [em que se pedia a colaboração], mas que tivesse relações comerciais com as concessionárias, como por exemplo os vendedores de hortaliças, podiam ser obrigados pela polícia a disponibilizar informações”, acrescentou. Como alternativa, a proposta passa a incluir a obrigação dos agentes prestarem as informações necessárias para verificar a idoneidade e avaliar a capacidade financeira. No caso de recusarem, é considerado que não têm essa capacidade nem idoneidade. Chan Chak Mo também adiantou ontem que a lei que está a ser analisada deve ser votada na especialidade até Novembro, a tempo de entrar em vigor com os novos contratos de concessão do jogo.

PUB.

Edital (8/FGCL/2022) Nos termos do artigo 6.º da Lei n.º 10/2015 (Regime de garantia de créditos laborais), o Conselho Administrativo do Fundo de Garantia de Créditos Laborais (FGCL) deliberou, em 12 de Agosto de 2022, autorizar a atribuição dos créditos requeridos a favor dos trabalhadores dos devedores abaixo mencionados (inclusive os eventuais juros de mora), pelo que, de acordo com a alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.º da lei acima referida, conjugada com o n.º 2 do artigo 72.º do “Código do Procedimento Administrativo”, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M de 11 de Outubro, os devedores abaixo referidos são notificados que o FGCL irá, no prazo de oito dias contados a partir da data da publicação deste edital, atribuir os montantes resultantes dos créditos a favor dos trabalhadores mencionados no quadro abaixo. Além disso, nos termos do artigo 8.º da mesma Lei, o FGCL fica sub-rogado nesses créditos, após a sua atribuição. Número

Devedor(es)

Nome dos trabalhadores

N.º do pedido

Montante total dos créditos (MOP)

PAN, 495/2022 $9,786.50 XIUHUAN

Crise Apoio de 15 mil patacas começa a ser distribuído hoje O apoio de 15 mil patacas para trabalhadores, profissionais liberais e operadores de estabelecimentos comerciais começa a ser distribuído hoje, por transferência bancária ou por cheque enviado pelo correio. Os destinatários são trabalhadores locais com rendimentos de trabalho inferiores a 600 mil patacas nos últimos dois anos, profissionais liberais

LEI DO JOGO RECUO NA VIOLAÇÃO DE SIGILO PROFISSIONAL

combater à mais grave crise da RAEM implica uma despesa dos cofres públicos de 7,14 mil milhões de patacas. Os cidadãos que tiverem dúvidas sobre se recebem o apoio podem consultar a página electrónica da Direcção de Serviços de Finanças, a aplicação Macau Tax ou o sistema de consulta disponível nos quiosques de auto-atendimento da DSF.

1

JAPAN CONCEPT GROUP INTERNACIONAL LDA.

YANG, YUTING

$13,013.30 496/2022 $3,226.80

Os devedores acima referidos podem comparecer, durante as horas de expediente, na sede da Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais, sita na Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado nos. 221 a 279, Macau, para consultar o respectivo processo. 15 de Agosto de 2022. O Presidente do Conselho Administrativo do FGCL, Wong Chi Hong


4 sociedade

17.8.2022 quarta-feira

www.hojemacau.com.mo

JOGO VÍCIO AFECTA MAIS SOLTEIROS E BUDISTAS

O

EMPREGO PODER DO POVO EXIGE PROTECÇÃO DAS VAGAS PARA RESIDENTES

O fardo da residência

Numa altura em que a taxa de desemprego está em 4,8 por cento, a associação Poder do Povo entregou ontem na sede do Governo uma carta a exigir a garantia do emprego para locais. A entidade deseja que a segunda ronda de apoios económicos, de 10 mil milhões de patacas, chegue a todos os residentes

A

associação Poder do Povo entregou ontem uma carta na sede do Governo, dirigida a Ho Iat Seng e exigir que o Executivo garanta a protecção dos empregos para locais. A missiva pede atenção especial ao desemprego dos residentes, segmento demográfico que deve ser prioritário nas políticas laborais. Lam Weng Ioi, secretário-geral da associação Poder do Povo, disse que a situação do desemprego dos residentes está cada vez pior. Nesta fase, a taxa de desemprego é de 4,8 por cento e a taxa de subemprego atingiu 4,1 por cento. Para criar mais vagas de emprego, o responsável defende que sejam lançados mais concursos para obras, sendo essencial a definição de critérios para garantir que, em cada projecto, haja uma proporção mais equilibrada entre residentes e trabalhadores não-residentes (TNR). A Poder do Povo exige que todos os residentes sejam incluídos na segunda ronda de apoios económicos, no valor de dez mil milhões de patacas, uma vez que a medida não beneficia todos os locais. Desta forma, os residentes que ficam de fora deveriam receber mais um cheque pecuniário, apontou. A associação vincou que também está atenta à inflação, exigindo que as autorida-

des supervisionem o aumento dos preços, sobretudo dos combustíveis, uma vez que representam o maior aumento no Índice de Preços do Consumidor.

Um caso exemplar

Wong, residente e desempregado do sector da construção civil, foi um dos que acompanhou a Poder do Povo na entrega da carta a Ho Iat Seng, acusando as autoridades de substituírem residentes por TNR. “A 15 de Março não renovaram os contratos de centenas de residentes, eu incluindo. Mas a obra ainda não estava terminada. Porque é que só deixam os TNR trabalhar em vez dos locais?”, questionou. O residente queixa-se também de tratamento injusto por parte dos empregadores.

“Como estou desempregado há algum tempo, a minha família causa-me muito stress. A minha mulher queixa-se de mim todos os dias. Eu também queria ter um emprego, mas não consigo.” WONG DESEMPREGADO

“Os TNR podem fazer horas extraordinárias e trabalhar aos domingos. A Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais encobre os sub-contratados”, acusa. No caso da construção civil, a maior parte dos trabalhadores subcontratados vêm do Interior da China porque as empresas responsáveis pelos projectos são desta zona do país, optando por não recrutar em Macau, alertou Wong. O residente acusa ainda a DSAL de não fazer bem o acompanhamento da situação de quem está no desemprego. “A DSAL apresentou-me uma vaga de trabalho para um estaleiro de obras, mas depois de ter passado a fase de entrevistas, a empresa não me contratou. Quando perguntei as razões, disseram-me que já tinham sido contratadas pessoas suficientes.” Wong queixa-se ainda de estar a passar por uma situação financeira difícil e um período complicado a nível psicológico. “Como estou desempregado há algum tempo, a minha família causa-me muito stress. A minha mulher queixa-se de mim todos os dias. Eu também queria ter um emprego, mas não consigo”, indicou. O residente declarou ainda que tem aproveitado este tempo para realizar diversas acções de formação, a fim de ter uma melhor preparação na hora de procurar emprego. Nunu Wu com A.S.S.

S homens solteiros, de meia idade e budistas têm maior probabilidade de se tornarem jogadores patológicos. A conclusão é apontada num estudo da Universidade Politécnica de Macau (UPM), intitulado “Profiling of Gamblers and Problem Gamblers Among Casino Patrons in Macau SAR”, da autoria dos académicos To Wai Ming e Huang Guihai. Segundo o portal Macau News Agency, o estudo conclui que os homens chineses, entre 35 e 54 anos, trabalhadores independentes e solteiros, numa situação de divórcio, viuvez ou separação, que vivam sozinhos, “têm uma elevada probabilidade de serem jogadores problemáticos”. Publicado este mês no Journal of Gambling Studies,

o estudo estabelece uma ligação entre o vício de jogo e o Budismo. “Enquanto que a associação entre o Budismo e o jogo patológico parece ser um pouco surpreendente, tal pode explicar-se pelo facto de os homens chineses que são influenciados pelo Confucionismo e Budismo verem o jogo, incluindo o jogo nos casinos, como uma intensa actividade social e uma forma de testar a sorte e o destino de uma pessoa”, apontam os académicos. A investigação da UPM teve como base um inquérito feito a 1,352 pessoas que jogaram nos últimos 12 meses em Macau antes da pandemia em 2020. Um terço dos inquiridos era residente e cerca de metade era natural da China, sobretudo da província de Guangdong.

Veículos eléctricos Alerta para problemas de importação

A qualidade dos motociclos eléctricos importados e os alegados problemas de inspecção e importação levaram Lam Lon Wai a questionar o Governo, que irá Assembleia Legislativa dar explicações sobre este assunto. O deputado entende que os novos motociclos eléctricos adquiridos ao abrigo do plano de concessão de apoio financeiro ao abate de motociclos obsoletos, não têm a mesma qualidade. Isto porque “a capacidade de carregamento, autonomia e desempenho energético são insatisfatórios”, além de que os residentes “verificaram que os motociclos tinham saído da fábrica há mais de dez anos”. O Governo assegurou que existem 241 tipos de veículos eléctricos com importação aprovada para efeitos de reconhecimento de marcas e modelos. Além disso, “desde a importação até à matrícula, os veículos têm de passar pela avaliação das especificações técnicas e de inspecção”. As autoridades prometeram ainda rever “os regimes de fiscalização relativo à atribuição de matrícula e os requisitos de inspecção”.


quarta-feira 17.8.2022

sociedade 5

www.hojemacau.com.mo

HOTEL TESOURO QUARENTENA ALARGADA E INCERTEZA DEIXAM RESIDENTES DESOLADOS

A vida a andar para trás

Depois da identificação de um caso positivo de covid-19 num trabalhador do Hotel Tesouro, quem se preparava para sair de quarentena nesse dia ficou a perceber a razão que levou à extensão do isolamento até ao próximo sábado. Incredulidade e desalento passaram a ser os sentimentos dominantes. Uma residente destacou ao HM a falta de responsabilização das autoridades de, mas não o fizeram. Se pedissem desculpa, em vez de mentirem, teria sido mais fácil”, acrescentou a residente. A incerteza e as políticas preventivas são os maiores receios da residente, que confessa não temer as consequências de saúde de contrair o vírus, mas sim as implicações restritivas, como ser enviada para o hospital. “Se me disserem que vou sair, de certeza, no dia 20 estaria muito bem com esse compromisso. Mas

SOFIA MARGARIDA MOTA

E

NQUANTO aguardavam o muito esperado aviso para descer e fazer check-out depois de cumprida a quarentena obrigatória para entrar em Macau, os “hóspedes” de dois pisos do Hotel Tesouro tiveram uma desagradável surpresa. “Atendi a chamada de um número anónimo, pensando que me iriam dizer para descer para fazer check-out. Atendi o telefone toda animada, porque estava a 40 minutos de sair daqui. Quando me disseram que ‘infelizmente teria de ficar até dia 20’ vi tudo a desabar à minha frente e não acreditei no que se estava a passar.” É desta forma que Sofia Mota resume o choque que sofreu ao saber que teria de ficar mais cinco dias em quarentena, meio dia depois do anúncio de que um trabalhador do Hotel Tesouro teria testado positivo. Na segunda-feira, poucos minutos antes das 23h, o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus anunciava que um trabalhador (de 24 anos de idade, do sexo masculino, trabalhador não-residente) teria testado positivo e que as “pessoas que se encontram

em observação médica neste hotel, necessitam de prolongar o período de observação médica até 20 de Agosto”. Uma residente de apelido Chen, contou ao HM que lhe disseram na fatídica chamada que haveria muitos casos positivos no piso onde cumpria quarentena com o seu filho e que, essa seria a razão para ficar mais cinco dias de quarentena, sem colocar em risco da comunidade devido à possibilidade de estar ainda a decorrer o período de incubação do vírus. “Mais tarde, vimos nas notícias que a razão era o teste positivo do trabalhador

Testes em massa Agendamento desactivado desde ontem

As autoridades desactivaram ontem o serviço de agendamento online de testes massivos, tendo em conta a entrada em vigor do chamado período de normalização da pandemia. Desde a meia-noite de terça-feira que o serviço deixou de estar activo. Desta forma, todos os que suspeitam terem sido infectados e pretendam fazer um teste despistagem podem marcá-lo através da seguinte ligação: https://app.ssm.gov.mo/mandatoryrnatestbook, que está também no Código de Saúde de Macau. Com este sistema, os residentes podem agendar a realização do teste PCR gratuito. Os resultados deste teste não podem ser usados para passagem fronteiriça, nem podem ser usados como o teste periódico para os trabalhadores dos grupos-alvo.

se existem mesmo muitos casos positivos no meu piso, temo que se repita o que aconteceu no Parisian, onde foram precisos cinco dias com testes negativos para todas as pessoas saírem da quarentena”. Sofia Mota tem mantido contacto com outros “companheiros de quarentena” que se viram obrigados fazer mais cinco dias de isolamento e revela que o “sentimento geral é de desolação”. Além da obrigatoriedade de ficar no hotel quando se preparavam para sair, a falta de informação e de racionalidade são factores de destabilização emocional. “Isto dá cabo de nós emocionalmente, e a nível pessoal, todos temos uma vida, temos de trabalhar. Quando chegamos estamos preparados para a possibilidade de testar positivo, principalmente depois da espera para darmos entrada no hotel. A situação no aeroporto foi a que mais me assustou”, conta. João Luz

do hotel. Mentiram-nos, quiseram-nos culpar desta situação. Esta situação de falta de responsabilização é ridícula”.

Bomba emocional

No meio das mensagens contraditórias, Chen perdeu um pouco a paciência e perguntou às autoridades se o hotel estava ou não em condições para garantir a segurança dos hóspedes na eventualidade de se verificarem casos positivos entre “isolados” ou mesmo trabalhadores. “Quando um trabalhador de um hotel de quarentena é infectado, o Governo devia assumir a responsabilida-

Covid-19 Registados 12 casos importados na segunda-feira

As autoridades detectaram 12 casos importados esta segunda-feira, sendo que dez são assintomáticos, sem histórico de infecção. Trata-se de dois homens e oito mulheres, com idades compreendidas entre os cinco e os 63 anos, provenientes de Portugal, Canadá, Malásia, Singapura, Estados Unidos e Taiwan. Os restantes dois casos importados de covid-19 foram classificados como recaídas e dizem respeito a um homem e uma mulher, com idades compreendidas entre os 48 e os 58 anos, oriundos de Portugal e do Paquistão. Estas duas pessoas foram encaminhadas para isolamento médico no Centro Clínico de Saúde Pública do Alto de Coloane.

FALECIMENTO Alfredo Augusto Ferreira Marques A família de Alfredo Augusto Ferreira Marques tem o penoso dever de informar que este seu ente querido faleceu no dia 14 de Agosto de 2022 no Centro Hospitalar Conde de São Januário. Deixa esposa, Zhang Yuexia, filhos, Miguel Dias Marques e César Augusto Marques, irmãos, José Marques, António Marques, Victor Marques, Isabel Marques, Joaquim Marques, netas, Xénia da Silva Marques e Joana Dias Marques e outros familiares. Mais se comunica que o velório terá lugar na Capela da Casa Mortuária Diocesana de Macau no dia 18 de Agosto de 2022 (Quinta-feira), devendo ser celebrada uma missa de corpo presente pelas 20:00 horas do mesmo dia. No dia seguinte, 19 de Agosto de 2022 (Sexta-feira) será também rezada uma missa, pelas 10:00 horas, na mesma Capela da Casa Mortuária Diocesana de Macau, seguindo o corpo para a China onde decorrerá a cremação. A família enlutada agradece penhorada e antecipadamente a todos que queiram estar presentes nesses piedosos actos.


6 eventos

17.8.2022 quarta-feira

www.hojemacau.com.mo

LITERATURA “OS MEMORÁVEIS”, DE LÍDIA JORGE, TRADUZIDO PARA CHINÊS E PUBLICADO NA CHINA

Letras universais A

obra “Os Memoráveis”, da escritora portuguesa Lídia Jorge, foi traduzida para chinês e publicada esta semana pela editora chinesa Haitian Publishing House. A editora, detida pelas autoridades da Zona Económica Especial de Shenzhen, já tinha publicado em Outubro a tradução chinesa de “Essa Dama Bate Bué!”, o primeiro romance da luso-angolana Yara Nakahanda Monteiro. “Os Memoráveis” é protagonizado por Ana Maria Machado, uma repórter portuguesa em Washington que, em 2004, foi convidada a fazer um documentário sobre a Revolução de 1974, considerada pelo embaixador norte-americano à época, em Lisboa, “um raro momento da História”. Segundo comunicado da editora, Publicações D. Quixote, a repórter aceita o trabalho, forma uma equipa e entrevista vários intervenientes e testemunhas do golpe de Estado, “revisitan-

“Os Memoráveis”, publicado em 2014, conquistou no ano seguinte o Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues

FRC Recital celebra heróis da pandemia A Fundação Rui Cunha recebe hoje, às 18h30, o recital de piano “Encontro Estival de Música – Reiniciar após a Crise: Saudação aos nossos Heróis Anti-Epidemia”, organizado em conjunto com a MMAS (Macau Music Arts Space) e IAA (Macau Interdisciplinary Arts Association). O recital reúne Kelly Chang, Es-

ther Cheang e Aaron Lo, jovens locais que vão trazer ao palco o som de suites, sonatas, valsas, fantasias e outras peças de compositores clássicos, como o polaco Frédéric Chopin, o alemão Johannes Brahms, o chinês Wang Jianzhong, o húngaro FranzLiszt, o austríaco Wolfgang Amadeus Mozart ou os fran-

ceses Jean-Philippe Rameau, Claude Debussy e Eric Satie. Segundo os organizadores, o evento serve para “homenagear todos os que estiveram na linha da frente a apoiar no combate ao surto pandémico do último mês” e ainda “a extraordinária resiliência e colaboração da população de Macau”.

Esther Cheang

Kelly Chang

Aaron Lo

Contra o fascismo

Brasileira Julia Murat vence Leopardo de Ouro em Locarno

C

OM um apelo à defesa da democracia, da diferença e do diálogo, e uma crítica ao “governo fascista” de Jair Bolsonaro, Júlia Murat agradeceu o prémio, recordando que o anterior e único Leopardo de Ouro conquistado por uma longa-metragem do cinema brasileiro data de 1967, quando distinguiu “Terra em Transe”, de Glauber Rocha, e o país se encontrava sob ditadura militar (1964-1984). “Uma ditadura que durou mais 17 anos”, recordou Murat, desejando “sinceramente, que tenhamos agora uma história diferente”. “Espero que sejamos capazes de parar a loucura deste governo fascista”, afirmou Júlia Murat, já distinguida no festival de Berlim pelo filme anterior, “Pendular”. Sem prémios para “Nação Valente”, de Carlos Conceição, seleccionado para a competição

oficial, é assim “Gigi la Legge”, do italiano Alessandro Comodin, Prémio Especial do Júri, que de algum modo garante uma presença portuguesa no palmarés principal: o filme teve montagem do realizador João Nicolau, a quem Comodin também dirigiu os agradecimentos. O maior número de prémios fo,i porém, reunido por “Tengo Sueños Eléctricos”, da costa-riquenha Valentina Maurel, com três Leopardos: Melhor Realização, Melhor Actriz (Daniela Marín Navarro) e Melhor Actor (Amien Gutiérrez). Na competição dedicada a Cineastas do Presente, o Leopardo de Ouro distingiu “Nightsiren”, da realizadora eslovaca Tereza Nvotová, enquanto o Prémio Especial do Júri e o Leopardo de Melhor Actriz foram para o filme “How Is Katia?”, da cineasta ucraniana Christina Tynkevych, e a sua protagonista,

Anastasia Karpenko, que deixaram um apelo pelo seu país: “Rezem pela Ucrânia! ‘Slavia’ Ucrânia!” Nesta secção, o croata Juraj Lerotic teve o Leopardo de Melhor Realização e o Prémio de Melhor Primeira Obra, por “Safe Place”.

Presença lusa

O cinema português esteve representado em Locarno com “Nação Valente”, de Carlos Conceição, na competição oficial, e com a estreia extra-competição dos documentários “Onde fica esta rua? Ou sem antes nem depois”, de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, e “Objectos de Luz”, de Acácio de Almeida. O realizador Daniel Soares estreou a ‘curta’ “Please make it work”, que resultou de uma residência académica no festival. O júri da competição principal de Locarno - competição internacional - foi composto pelos produtores e realizadores Michel Merkt, Prano Bailey-Bond, Alain Guiraudie, William Horberg e Laura Samani.


quarta-feira 17.8.2022

www.hojemacau.com.mo

Publicado em 2014, o livro de um dos nomes mais sonantes da literatura portuguesa contemporânea vai ser agora publicado na China com o cunho da editora Haitian Publishing House. O livro de Lídia Jorge já tinha sido traduzido para outros idiomas, mas esta é uma estreia no mercado chinês

O romance “constitui uma assumida marca de cidadania ao trazer a Revolução de Abril de 1974 para as páginas de uma obra literária, cuja intensidade de linguagem e mestria narrativa, (...) faz dela uma notável presença na literatura portuguesa”.

do os mitos da Revolução de Abril”. “Os Memoráveis”, publicado em 2014, conquistou no ano seguinte o Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues, atribuído pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof). O júri considerou que o romance “constitui uma assumida marca de cidadania ao trazer a Revolução de Abril de 1974 para as páginas de uma obra literária, cuja intensidade de linguagem e mestria narrativa, conjugada por uma hábil técnica compositiva, faz dela uma notável presença na literatura portuguesa contemporânea”.

Outras traduções

A obra foi traduzida para francês, logo em 2014, e para espanhol e eslovaco em 2020, com apoio da Linha de Apoio à Edição e Tradução da Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) e do Instituto Camões. Nascida há 75 anos em Boliqueime, no Algarve, Lídia Jorge estreou-se em

1980 com o romance “O Dia dos Prodígios”. Além de inúmeros romances, da sua bibliografia fazem igualmente parte colectâneas de contos, obras de literatura infantil, de ensaio, de teatro, de poesia e de crónicas. Lídia Jorge recebeu vários prémios literários portugueses e internacionais, entre os quais o Prémio FIL de literatura em Línguas Românicas em 2020, de Guadalajara, um dos mais importantes da América Latina. A Universidade de Massachussets, nos Estados Unidos, inaugurou a 5 de Abril a Cátedra Lídia Jorge, dedicada ao estudo da obra da escritora portuguesa, juntando-se a uma cátedra criada em Setembro de 2021 na Universidade de Genebra, na Suíça. Lídia Jorge é também, desde Março de 2021, membro do Conselho de Estado, órgão político de consulta do Presidente da República português.

PUB.

eventos 7


8 china

17.8.2022 quarta-feira

www.hojemacau.com.mo

PUB.

ANÚNCIO

“Prestação dos serviços de limpeza nos Gabinetes e outras instalações sob a gestão do IAM” Concurso Público n° 011/DGF/2022 Faz-se público que, por deliberação do Secretário para a Administração e Justiça, de 28 de Julho de 2022, se acha aberto o concurso público para a “Prestação dos serviços de limpeza nos Gabinetes e outras instalações sob a gestão do IAM”. O programa do concurso e o caderno de encargos podem ser obtidos, em todos os dias úteis e dentro do horário normal de expediente, no Núcleo de Expediente e Arquivo do Instituto para os Assuntos Municipais (IAM), sito na Avenida de Almeida Ribeiro nº 163, r/c, Macau ou descarregados de forma gratuita através da página electrónica deste Instituto (http://www.iam.gov. mo). Se os concorrentes quiserem podem descarregar os documentos acima referidos, sendo também da sua responsabilidade a consulta de actualizações e alterações das informações na nossa página electrónica durante o período de entrega das propostas. O prazo para a entrega das propostas termina às 12:00 horas do dia 14 de Setembro de 2022. Os concorrentes ou os seus representantes devem entregar as propostas e os documentos no Núcleo de Expediente e Arquivo do IAM. A caução provisória pode ser prestada em numerário ou garantia bancária. Caso seja em numerário, a prestação da caução deve ser efectuada na Tesouraria da Divisão de Assuntos Financeiros do IAM ou no Banco Nacional Ultramarino de Macau, juntamente com a guia de depósito (em triplicado), tendo ainda que entregar a referida guia na Tesouraria da Divisão de Assuntos Financeiros do Instituto, após a prestação da caução, para efeitos de levantamento do respectivo recibo oficial. Caso seja sob a forma de garantia bancária, a prestação da caução deve ser, obrigatoriamente, efectuada na Tesouraria da Divisão de Assuntos Financeiros do IAM. As despesas resultantes da prestação da caução constituem encargos do concorrente. O valor da caução provisória é o seguinte: Grupo A - Setenta e oito mil, oitocentas e vinte patacas (MOP78.820,00); Grupo B - Oito mil, novecentas e oitenta patacas (MOP8.980,00); Grupo C - Trinta e cinco mil, quinhentas e vinte patacas (MOP35.520,00); Grupo D - Doze mil, oitocentas e vinte patacas (MOP12.820,00); Grupo E - Dezasseis mil, quinhentas e vinte patacas (MOP16.520,00); Grupo F - Trinta e três mil e quarenta patacas (MOP33.040,00); Grupo G - Dez mil, seiscentas e vinte patacas (MOP10.620,00); Grupo H - Quarenta e cinco mil, duzentas e oitenta patacas (MOP45.280,00); O acto público de abertura das propostas realizar-se-á no Centro de Formação do IAM (sito na Avenida da Praia Grande, Edifício China Plaza, 6.º andar), pelas 10:00 horas do dia 15 de Setembro de 2022. Macau, aos 5 de Agosto de 2022. O Administrador do Conselho de Administração para os Assuntos Municipais Lam Sio Un www. iam.gov.mo

Filhos, precisam-se Anunciadas novas medidas para estimular natalidade

A

China anunciou ontem novas medidas para incentivar as famílias a ter mais filhos, após ter aplicado rígidos controlos de natalidade durante mais de 30 anos, ao abrigo da política ‘um casal, um filho’. O país mais populoso do planeta enfrenta agora uma crise demográfica, com a força de trabalho a envelhecer, uma economia em desaceleração e o menor crescimento populacional em décadas. Apesar de as autoridades terem abolido a política de filho único em 2016, permitindo até três crianças por casal, os nascimentos continuaram a diminuir nos últimos cinco anos. Na terça-feira, o ministério da Saúde pediu ao

Governo central e às autoridades locais que gastem mais em saúde reprodutiva e melhorem os serviços de assistência à infância. Esses serviços são em grande parte insuficientes no país. As autoridades locais devem “pôr em prática medidas activas de apoio à fertilidade”, através de subsídios, deduções fiscais e melhores seguros de saúde, bem como educação, habitação e ajuda ao emprego para as famílias, defendeu o ministério. As províncias também devem garantir que têm um número suficiente de creches até ao final do ano para crianças entre dois e três anos.

Por todo o país

As cidades mais ricas da China já introduziram

Espaço Laboratório espacial equipado com painéis solares

A Agência Espacial Tripulada da China (CMSA, em inglês) revelou que o primeiro módulo de laboratório da estação espacial chinesa usa energia gerada por um “par de asas”, composto por enormes matrizes solares flexíveis. O módulo Wentian, uma estrutura do tamanho de

uma carruagem de metro de Pequim, foi lançado para o espaço e em Julho irá acoplar-se à estação espacial da China. Wentian tem uma envergadura de painel solar de mais de 55 metros. Os painéis solares montados nos módulos Tianhe, Wentian e Mengtian (este último a ser lançado em Outubro deste ano) foram produzidos através do uso de tecnologia de matriz solar flexível de terceira geração, de acordo com a CMSA, informa o Diário do Povo.

empréstimos para a habitação, incentivos fiscais, auxílios educacionais e até subsídios para encorajar as mulheres a terem mais filhos. As directivas publicadas ontem parecem querer alargar esta política a todo o território. A taxa de natalidade da China caiu, no ano passado, para 7,52 nascimentos por 1.000 pessoas, a menor desde que os registros começaram em 1949, segundo o Gabinete Nacional de Estatísticas chinês. O maior custo de vida e propensão para famílias menores estão entre os motivos citados para esse declínio nos nascimentos. No início de Agosto, as autoridades de saúde alertaram que a população da China vai diminuir até 2025.

Banco Central Taxas de juros com mínimos históricos

O Banco Popular da China (banco central) reduziu segunda-feira as taxas de juro, pela primeira vez desde Janeiro passado, para mínimos históricos, face ao abrandamento da economia, suscitado pela política de ‘zero casos’ de covid-19. Em comunicado, a instituição confirmou a redução em 10 pontos base das linhas de crédito de médio prazo (MLF) para um ano e dos acordos de recompra reversos (“repos”) para sete dias, colocando ambas as taxas em novos mínimos históricos. A injecção de liquidez ascende a 400.000 milhões de yuans via MLF, por um ano, com juros de 2,75 por cento, e outros 2.000 milhões de yuans, através de “repos” em sete dias, com juros de 2 por cento. O banco central garantiu que a decisão visa “manter uma liquidez razoável e suficiente no sistema bancário”, e que as operações anunciadas “satisfazem plenamente as necessidades das instituições financeiras”.


quarta-feira 17.8.2022

XUNZI

Por isso, digo que a natureza humana constitui o princípio original e a matériaprima, e que é padronizada, ordenada e exaltada por esforço deliberado. Se não existisse natureza humana nada existiria ao qual aplicar esforço deliberado. Se não existisse esforço deliberado, a natureza humana seria incapaz de se fazer mais bela. Natureza humana e esforço deliberado devem unir-se para que a reputação do sábio e a tarefa de unir tudo debaixo do Céu sejam assim completadas. E por isso digo, quando o Céu e a Terra se unem nasce a miríade de criaturas. Quando yin e yang interagem, as mutações e transformações ocorrem. Quando natureza humana e esforço deliberado se unem, todas as coisas debaixo do Céu ficam ordenadas. O Céu pode dar à luz criaturas, mas não consegue impor distinções entre as

www.hojemacau.com.mo

h

9

ELEMENTOS DE ÉTICA, VISÕES DO CAMINHO

Discurso Sobre o Ritual

criaturas. A Terra consegue sustentar as pessoas, mas não consegue ordenar as pessoas. No mundo, todos os membros da miríade de coisas e também a raça humana devem esperar pelo sábio e só então serão apropriadamente divididas. As Odes dizem, “Ele acalma os cem espíritos e faz o mesmo com os rios e altos cumes”. Isto exprime o que quero dizer. Os ritos funerários usam a vida para ornamentar a morte – fazem abundante uso de imitações da vida da pessoa para a escoltarem na morte. Assim, tratamos os mortos como se ainda estivessem vivos; tratamos os que partiram como se sobrevivessem ainda, de modo a que príncipio e fim recebam uma e a mesma atenção. Quando uma pessoa acaba de morrer, lava-se o seu cabelo e corpo, prende-se o cabelo e aparam-se as unhas e enche-se

IX

e cobre-se a sua boca de modo a que a sua aparência se assemelhe à que tinha em vida. Em caso de não se lavar o cabelo, usa-se um pente molhado para o pentear três vezes antes de parar. Se não se lavar o corpo, então toma-se uma toalha molhada para o limpar três vezes antes de parar. Enchemse as orelhas com tampões. Enche-se a boca com arroz cru e cobre-se com cascas secas, ao contrário do que fazem os vivos. Colocase a roupa de baixo, mas cobre-se com três camadas de vestes. Coloca-se um cinto em torno da cintura, mas sem o fechar. Cobre-se a face e os olhos e prende-se o cabelo, mas sem o cobrir com um chapéu ou segurar com um alfinete. Escreve-se o nome do defunto numa placa e depois o nome não deve surgir em qualquer outro lado, de modo a que apenas esclareça a quem pertence o caixão.

Xunzi (荀子, Mestre Xun; de seu nome Xun Kuang, 荀況) viveu no século III Antes da Era Comum (circa 310 ACE - 238 ACE). Filósofo confucionista, é considerado, a par do próprio Confúcio e Mencius, como o terceiro expoente mais importante daquela corrente fundadora do pensamento e ética chineses. Todavia, como vários autores assinalam, Xunzi só muito recentemente obteve o devido reconhecimento no contexto do pensamento chinês, o que talvez se deva à sua rejeição da perspectiva de Mencius relativamente aos ensinamentos e doutrina de Mestre Kong. A versão agora apresentada baseia-se na tradução de Eric L. Hutton publicada pela Princeton University Press em 2016.


2

7

5

4 5

10 [f]utilidades

4

7 TEMPO 6

1 4

POSSIBILIDADE DE TROVOADAS MIN 25 MAX 30 HUM 75-98% UV 7 (ALTO) • EURO 8.18 BAHT 0.22 YUAN 1.18

31

32

1 3 5 7 6 3 4 6

3 4 36 1 5 5 7 3 2 6

7 6 2 4 2 3 1 5

33

35

PUB.

6 4 5 1 1 2 7 5

2 1 5 7 4 6 3 3

7 7 2 3 6 1 5 5

1 3 6 2 5 7 1 4 6

2 7 2 4 3 5 6 3

4 7 3 2 1 6 5 2 1 6

5 3 2 5 4 7 6 1

6 5 7 3 2 4 4 1

4 6 1 7 4 3 2 7

5 2 4 6 6 1 3 5 7

SOLUÇÃO DO PROBLEMA 33

3 1 6 2 5 4 1

PROBLEMA 34

UM FILME HOJE S7 U D O K U 2 3 4 1 6 5 3 4 5 1 34

17.8.2022 quarta-feira

www.hojemacau.com.mo

3

2 1 6 4 5 7

1 5 2 3 7 6

7 6 1 2 3 4

4 3 7 6 2 5

CINETEATRO

2 3 4 5 7 6 1

POR UM PUNHADO DE DÓLARES | SERGIO LEONE (1964)

7 6 2 4 5 1 3

6 5 7 3 1 4 2

34

“Por um Punhado de Dólares” é o primeiro filme da trilogia de Sergio Leone que culminou na obra prima “O Bom, o Mau e o Vilão”. A acção passa-se na cidade mexicana de San Miguel, e Joe (Clint Eastwood), também conhecido como o homem sem nome, vai tirar partido da luta entre as famílias rivais Rojo e Baxter, para fazer algum dinheiro e trazer justiça à vida da população. A banda sonora ficou a cargo de Ennio Morricone e o filme é considerado um marco histórico no género porque tornou os Spaghetti Westerns (filmes de cowboys feitos por italianos) populares nos Estados Unidos. João Santos Filipe

C I N E M A

SALA 1

DORAEMON THE MOVIE: NOBITA’S LITTLE STAR WARS 2021 [A] FALADO EM CANTONÊS Um filme de: Yamaguchi Susumu 14.00, 17.45

MINIONS: THE RISE OF GRU [B] FALADO EM CANTONÊS LEGENDADO EM CHINÊS Um filme de: Kyle Balda, Brad Ableson, Jonathan del Val 16.00, 19.45

CHILLI LAUGH STORY [B]

FALADO EM CANTONÊS LEGENDADO EM CHINÊS E INGLÊS Um filme de: Coba Cheng Com: Ronald Cheng, Gigi Leung, Edan Lui, Sandra Ng 21.30 SALA 2

MAMA’S AFFAIR [B]

FALADO EM CANTONÊS LEGENDADO EM CHINÊS E INGLÊS

Um filme de: Kearen Pang Com: Teresa Mo, Keung To, Jer Lau 14.30, 19.15, 21.30

CRAYON SHINCHAN THE MOVIE: THE TORNADO LEGEND OF NINJA MONONOKE [B] FALADO EM CANTONÊS Um filme de: Masakazu Hashimoto 16.45 SALA 3

THOR: LOVE AND THUNDER [B]

Um filme de: Taika Waititi Com: Chris Hemsworth, Natalie Portman, Tessa Thompson, Christian Bale 14.15, 19.15, 21.30

SUMIKKOGURASHI: THE LITTLE WIZARD IN THE BLUE MOONLIGHT [A] FALADO EM CANTONÊS LEGENDADO EM CHINÊS Um filme de: Takahiro Omori 16.30, 17.45

2 3 6 7 5 4 1 5 7 4 3 2 1 6 THOR: LOVE AND THUNDER 7 6 1 4 3 5 2 3 5 2 1 6 7 4 Propriedade Fábrica de Notícias, Lda Director Carlos Morais José Editores João Luz; José C. Mendes Redacção Andreia Sofia Silva; João Santos Filipe; Pedro Arede, 4 2 7 Nunu 5Wu Colaboradores 1 6 3 Anabela Canas; António Cabrita; Ana Jacinto Nunes; Amélia Vieira; Duarte Drumond Braga; Gonçalo Waddington; José Simões Morais; Julie Oyang; Paulo Maia e Carmo; Rosa Coutinho Cabral; Rui Cascais; Sérgio Fonseca; Colunistas André Namora; David Chan; João Romão; Olavo Rasquinho; www. 6 1 5 Paul2Chan 4 3 7 Wai Chi; Paula Bicho; Tânia dos Santos Grafismo Paulo Borges, Rómulo Santos Agências Lusa; Xinhua Fotografia Hoje Macau; Lusa; GCS; Xinhua hojemacau. Secretária com.mo 1 4 3 Morada 6 Pátio 7de redacção 2 e Publicidade 5 Madalena da Silva (publicidade@hojemacau.com.mo) Assistente de marketing Vincent Vong Impressão Tipografia Welfare da Sé, n.º22, Edf. Tak Fok, R/C-B, Macau; Telefone 28752401 Fax 28752405; e-mail info@hojemacau.com.mo; Sítio www.hojemacau.com.mo 36

1 5 2 5 2 4 7 3 1 6 4 3 7 5 2 1 6 1 7 3 5 6 2 4 5 2 1 4 3 6 7 ANÚNCIO 3 4 6“Prestação 2 de5serviços 7 de1limpeza 3 7 6 2 5 4 1 para jardins e parques, campos livres instalações sob a gestão do IAM” 7 5 1 6 4 e outras 3Concurso 2 Público n° 009/DGF/2022 6 4 3 1 7 2 5 42022,1seFaz-se 7público3que,2por deliberação 6 5do Secretário para a Administração 2 5 4e Justiça, 6 de 261de Julho 7 de 3 acha aberto o concurso público para a “Prestação de serviços de limpeza para jardins e parques, 6campos3Olivres 2e outras 4 instalações 1 5sob a gestão 7 do IAM”. 7 1 2 3 6 5 4 programa do concurso e o caderno de encargos podem ser obtidos, em todos os dias úteis e expediente, no Núcleo de Expediente e Arquivo do Instituto para os Assuntos 2dentro 6do horário 5 normal 1sito nade7Avenida 4de Almeida 3 Ribeiro nº 163,1r/c, Macau 6 ou5descarregados 7 4 de 3forma 2 Municipais (IAM), gratuita através da página electrónica deste Instituto (http://www.iam.gov.mo). Se os concorrentes quiserem podem descarregar os documentos acima referidos, sendo também da sua responsabilidade a consulta de actualizações e alterações das informações na nossa página electrónica durante o período de entrega das propostas. O prazo para a entrega das propostas termina às 12:00 horas do dia 6 de Setembro de 2022. Os concorrentes ou os seus representantes devem entregar as propostas e os documentos no Núcleo de Expediente e Arquivo do IAM. A caução provisória pode ser prestada em numerário ou garantia bancária. Caso seja em numerário, a prestação da caução deve ser efectuada na Tesouraria da Divisão de Assuntos Financeiros do IAM ou no Banco Nacional Ultramarino de Macau, juntamente com a guia de depósito (em triplicado), tendo ainda que entregar a referida guia na Tesouraria da Divisão de Assuntos Financeiros do Instituto, após a prestação da caução, para efeitos de levantamento do respectivo recibo oficial. Caso seja sob a forma de garantia bancária, a prestação da caução deve ser, obrigatoriamente, efectuada na Tesouraria da Divisão de Assuntos Financeiros do IAM. As despesas resultantes da prestação da caução constituem encargos do concorrente. O valor da caução provisória é o seguinte: Grupo A - Cento e dezasseis mil, novecentas e sessenta patacas (MOP 116.960,00); Grupo B - Cento e cinco mil e novecentas patacas (MOP 105.900,00); Grupo C - Quarenta e três mil patacas (MOP 43.000.00); Grupo D - Vinte e sete mil e setecentas patacas (MOP 27.700,00); O acto público de abertura das propostas realizar-se-á no Centro de Formação do IAM (sito na Avenida da Praia Grande, Edifício China Plaza, 6.º andar), pelas 10:00 horas do dia 7 de Setembro de 2022. Macau, aos 5 de Agosto de 2022. O Administrador do Conselho de Administração para os Assuntos Municipais Lam Sio Un www. iam.gov.mo


quarta-feira 17.8.2022

opinião 11

www.hojemacau.com.mo

macau visto de hong kong

David Chan

COMPRE AGORA E PAGUE DEPOIS RECENTEMENTE, EM Hong Kong houve alguns desenvolvimentos sobre o sistema “compre agora e pague depois” (BNPL sigla em inglês). O Hong Kong Consumer Council salientou que, entre Janeiro de 2021 e Julho de 2022, se registaram 22 queixas relacionadas com este modelo de compras, um terço das quais relacionadas com a plataforma de vendas online. Os queixosos eram jovens, donas de casa e pessoas sem rendimentos estáveis. A maior parte tinha comprado aparelhos electrónicos e roupas. Os montantes envolvidos situaram-se entre várias centenas e 2 mil dólares de Hong Kong (HKD). Existe muita informação online que indica que o sistema de pagamento BNPL se tornou muito popular e veio substituir os cartões de crédito durante a pandemia. Este método assenta na filosofia “desfrute agora e pague depois”. Os consumidores não precisam de ter cartão de crédito, só precisam de instalar esta aplicação. De um modo geral, os consumidores usam os telemóveis para abrir contas e fazem as compras na plataforma. Inicialmente, só precisam de pagar uma parte do valor e, depois de receberem os artigos, pagam o resto em três prestações. Algumas plataformas chegam a aceitar pagamento diferido. O pagamento a prestações pode ser facultado pela plataforma ou pelo vendedor. Se a plataforma fornecer crédito e permitir que os consumidores paguem as compras em prestações, passa ela a ser o credor que empresta dinheiro aos consumidores. Passa a existir uma relação de empréstimo entre a plataforma e o consumidor. Neste caso, independentemente de acontecer em Hong Kong ou em Macau, a plataforma, enquanto empresa que fornece empréstimos, deve apresentar um pedido específico aos respectivos Governos e, só depois de obter autorização, poderá dar seguimento ao seu negócio. Se o pagamento a prestações for facultado pelo vendedor, a relação que estabelece com o consumidor traduz-se num contrato de venda de bens e, portanto, não se trata de um empréstimo. Em Hong Kong, esta transacção é regulada pela Sale of Goods Ordinance (Portaria de Venda de Bens). Em Macau, está sujeita ao Código Civil e Comercial de Macau. A maior parte da informação que se encontra na Internet mostra que o pagamento a prestações é facultado pela plataforma, e é a isso que devemos prestar atenção. O BNPL é atractivo para os consumidores por três razões. A primeira é a conveniência. Neste modelo, a transacção é totalmente realizada através do telemóvel. Uma vez que a maioria dos telemóveis tem programas de pagamento específicos incorporados, a plataforma liga-se a esses programas, o que poupa imenso tempo aos consumidores e resulta no axioma “onde há um telemóvel há uma transacção”. Em segundo lugar, a utilização da aplicação é muito simples. Os consumidores

Registar-se nas plataformas e obter crédito para consumo é fácil. É também, como é óbvio, difícil de supervisionar. A epidemia afectou a economia e criou situações problemáticas. Temos todos de ter muito cuidado

só precisam de fornecer os seus dados pessoais e passam a poder comprar a crédito. A principal razão para a aprovação ser tão rápida é a plataforma não ser um banco e não verificar os registos de compras a crédito dos consumidores. Esta facilidade permite que pessoas sem cartão de crédito, como estudantes e freelancers, possam aceder sem problemas a este serviço. Em terceiro lugar, o risco de os dados pessoais serem roubados é mínimo. Se um consumidor usar um cartão de crédito, os seus dados podem ser armazenados na rede, e existe o risco de serem roubados. No modelo pague agora e pague depois, os dados são guardados na plataforma, reduzindo o risco de roubo.

Para os retalhistas é vantajoso se o pagamento a prestações for facultado pela plataforma, porque expande a clientela e aumenta as vendas. Neste modelo, a plataforma cobra aos retalhistas uma taxa de cerca de 5por cento. Se o consumidor fizer os pagamentos no prazo, geralmente não tem de pagar qualquer taxa. Se o pagamento estiver em atraso, a plataforma cobra taxas e juros. Segundo o relatório da empresa de crédito americana Lendingtree, quatro em cada 10 americanos já usaram o serviço BNPL. De acordo com o Global Data, o volume de transacções BNPL cresceram de 33 mil milhões de dólares em 2019 para 120 mil milhões em 2021. A Worldpay assinalou no relatório sobre pagamentos globais em 2022, que a proporção das compras online duplicará de 2,9 por cento em 2021 para 5,3 por cento em 2025. Aparentemente o modelo de compras BFPL parece ser benéfico para consumidores, para os retalhistas e para a plataforma. Como os consumidores não precisam de pagar as compras na totalidade inicialmente, sentem-se menos pressionados e têm a ilusão de ter uma capacidade financeira superior à que realmente têm, o que os leva a fazer compras de valor mais elevado. Após repetidas utilizações, os problemas financeiros vão começar a aparecer. Conforme mencionado anteriormente, porque os consumidores que usam este serviço são sobretudo pessoas com rendimentos instáveis, a sua capacidade de honrar os pagamentos é questionável. Por conseguinte, estas pessoas enfrentam problemas mais graves do que aqueles que auferem rendimentos estáveis e requerem mais atenção social.

De acordo com o inquérito ao emprego, emitido pela Direcção de Serviços de Estatística e Censos de Macau, relativo ao segundo trimestre de 2022, o salário médio dos residentes de Macau era de 19.400 patacas, menos 600 patacas que no trimestre anterior. A taxa de desemprego local era de 4,8 por cento. Devido à pandemia, a taxa de desemprego subiu, e o salário médio dos residentes de Macau desceu. Estes factores vão reduzir o consumo dos residentes, que passarão a comprar pouco mais do que o indispensável. Além disso, não existem fronteiras na Internet. Registar-se na plataforma com um telemóvel e poder obter um crédito para consumo não é difícil. Mais importante ainda, alguns retalhistas que cooperam com as plataformas também têm lojas em Macau, o que merece a atenção de todos nós. A Autoridade Monetária de Hong Kong afirmou que actualmente não existe legislação para regular as operações destas plataformas. No entanto, serão emitidas orientações relevantes no segundo semestre de 2022 para regular o seu funcionamento. Também é importante saber que as empresas que concedem crédito em Macau têm de cumprir o que está estabelecido no Artigo 17 (1) (b) do Sistema Jurídico Financeiro Decreto-Lei No. 32/93/M. De acordo com esta disposição, só as empresas licenciadas pelo Governo de Macau podem exercer a actividade de instituições financeiras; caso contrário as suas operações são ilegais. Registar-se nas plataformas e obter crédito para consumo é fácil. É também, como é óbvio, difícil de supervisionar. A epidemia afectou a economia e criou situações problemáticas. Temos todos de ter muito cuidado.

Professor Associado da Escola Superior de Ciências de Gestão/ Instituto Politécnico de Macau • Consultor Jurídico da Associação para a Promoção do Jazz em Macau • legalpublicationsreaders@yahoo.com.hk • http://blog.xuite.net/legalpublications/hkblog


“Um chefe é um homem que precisa dos outros.” PALAVRA DO DIA

Veni, vidi, vici

A

PUB.

Charles Leong “Aprendi muito esta semana e esperemos venham mais.”

posição, sendo apenas superado pelo Audi R8 LMS GT3 da dupla Chris Chia/Cheng Congfu. Na segunda corrida, David Chen, que desta feita fez o arranque, entregou o carro com uma vantagem confortável a Charles

Leong, mas este com pneus usados e o seu rival Cheng Congfu calçado com pneus novos, o avanço inicial rapidamente se esfumou e o ex-campeão asiático de Fórmula Renault e ex-campeão chinês de Fórmula 4 teve que transpirar para

17.8.2022

aguentar o seu adversário atrás de si rumo a um triunfo irrepreensível.

do fim-de-semana. Charles Leong também falou sobre a perseguição do seu rival Cheng Congfu, que é sem dúvida o mais experiente piloto de carros de GT da China, tendo competido no DTM e na classe LMP1 do Campeonato do Mundo de Endurance da FIA, e como esta batalha se tornou um “diálogo directo entre a velha e a nova geração de pilotos de GT”.

Boas perspectivas

Sério aviso ao GP Macau

Charles Leong estreia-se a vencer no Campeonato China GT ao volante de um Ferrari

CHINA GT

estreia de Charles Leong Hon Chio nas corridas de GT dificilmente poderia ter corrido melhor. O jovem piloto de Macau venceu uma das corridas do Campeonato da China de GT no circuito internacional de Ningbo, naquela que foi a primeira prova em carros de GT para o duplo vencedor do Grande Prémio de Macau de Fórmula 4. Após ter falhado a prova de abertura do Campeonato da China de Resistência (CEC na sigla inglesa), o piloto do território foi chamado pela equipa chinesa Harmony Racing para conduzir o Ferrari 488 GT3 do piloto-empresário David Chen Wei’an na primeira prova da temporada do Campeonato da China de GT, competição cujos fins-de-semana são compostos por duas corridas com uma hora de duração. A dupla Charles Leong/David Chen funcionou bem desde o início do fim de semana, com o piloto de Macau a qualificar-se no 2.º lugar para a primeira corrida, disputada na tarde de sábado, ao passo que o seu companheiro de equipa marcava o melhor tempo na qualificação para a corrida de domingo. A corrida de sábado não teve muita história, com o Ferrari vermelho a arrancar de segundo, com Charles Leong ao volante, e a terminar mesma nessa

Paul Valéry

quarta-feira

“Aprendi muito esta semana e esperemos venham mais”, escreveu Charles Leong nas redes sociais. Apesar da exibição convincente, o piloto que não competia desde o Grande Prémio de Macau do ano passado confirmou ao HM que não tem qualquer acordo para o resto da temporada do Campeonato da China de GT com a Harmony Racing. Contudo, o piloto de 20 anos acredita que poderá ter uma hipótese nas provas do Campeonato da China de Resistência, onde a equipa que tem dois Ferrari inscreveu apenas um “Cavallino Rampante” na ronda inicial. Na conferência de imprensa após a corrida de domingo, David Chen disse ter ficado encantado com o sucesso da equipa na execução do plano de pré-evento e com a “vitória desde a pole position” na segunda corrida, elogiando o seu companheiro de equipa pelo excelente desempenho ao longo

Apesar do programa da 69.ª edição do Grande Prémio de Macau ainda não ter sido desvendado, tanto o Campeonato da China de GT como o Campeonato da China de Fórmula 4, que também teve a sua primeira prova da temporada em Ningbo, anunciaram já os seus finais de temporada no Circuito da Guia. Se o Campeonato da China de GT teve uma grelha de partida com apenas 10 carros, a verdade é que a única competição nacional de monolugares da China não teve mais. Apenas 10 carros competiram nas quatro corridas de Fórmula 4 no circuito da província de Zhejiang, um número bastante reduzido para uma competição que continua a apostar num conjunto chassis-motor que vai para o seu oitavo ano de serviço. Sérgio Fonseca