Page 1

tempo pouco nublado min 8 max 16 humidade 35-75% câmbios euro 10.7 baht 0.26 yuan 1.22 pub

Agência Comercial Pico • 28721006

hojemacau Mop$10

pub

Director carlos morais josé • segunda-feira 17 de janeiro de 2011 • ANO X • Nº 2290

Professor descobre fórmula para ganhar milhões no bacará. Mas foi preso por jogo ilegal última

Livraria Portuguesa deve ser um pólo cultural para toda a China, diz Ana Paula Laborinho página 7

Impulso nos transportes públicos pode esbarrar no carro próprio

Vem aí o apocalipse rodoviário

A convite da Direcção do Serviços de Tráfego (DSAT), especialistas e representantes da indústria debateram a política rodoviária do Governo e traçaram um cenário negro. O impulso planeado para os transportes públicos a partir de Agosto pode esbarrar num obstáculo mental: a mania egoísta das pessoas em se deslocarem em veículo próprio. E quanto maior, melhor. >página 4

Liga de Elite

Lam Pak e Ka I goleiam na estreia • P.10

TurboJet

Mau tempo faz janela partir • P.6

Susana Chou

CCAC ameaça transparência • P.5

pub

Empregada de Angela Leong ganha lotaria e não quer largar trabalho

Milionária a cuidar de multimilionários Página 6

os nossos contactos mudaram

info@hojemacau.com.mo

publicidade@hojemacau.com.mo


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

2

actual

Governo Central investe além fronteiras mas pede muito em troca

China por todos os lados Joana Freitas

joana.freitas@hojemacau.com.mo

“A China é conhecida por ter um imenso pragmatismo para atingir os objectivos”. Quem alerta é Manuel Ennes Ferreira, professor do Instituto Superior de Economia e Gestão de Portugal. Em declarações ao Diário Económico, o especialista em assuntos internacionais explicou que a recente compra da dívida portuguesa pela gigante asiática vai exigir contrapartidas que, apesar de “legítimas” são preços altos a pagar. A existência de regimes fiscais favoráveis aos investimentos chineses, as parcerias privilegiadas em empresas estratégicas portuguesas e uma possível cooperação na logística portuária são algumas das metas a atingir que, segundo especialistas da área dos negócios e assuntos internacionais entrevistados pelo mesmo jornal, perfazem “um preço que irá muito além dos juros cobrados pelo dinheiro já emprestado”. Hu Jintao, presidente da

China, anunciou recentemente o interesse em ver aberto o porto de Sines para eventuais investimentos chineses, o que é visto pelos especialistas como uma forma de ver reduzidas as barreiras às exportações chinesas para Portugal e para a Europa. A posição de Portugal como membro do Conselho de Segurança da ONU é também tida como “um forte incentivo para que a China se aproxime”, disse fonte diplomática ao Diário Económico. A utilização da terra lusitana como “trampolim”para o reforço das posições em África pode ser uma das estratégias da grande potência asiática, defendem os especialistas, nomeadamente no que concerne às indústrias da construção civil em Angola e Moçambique. O DE avança ainda com a notícia de assinaturas de acordos que “aproximam formalmente os interesses da China à PT, EDP e BPI, entre outros”. No início de Novembro, aquando da visita oficial de Hu Jintao, presidente

chinês, a Portugal, o responsável frisou o interesse em haver possíveis colaborações entre os dois países nas áreas das novas tecnologias, energias renováveis, turismo e protecção ao meio ambiente com a ideia de “duplicar o volume das trocas comerciais até 2015”, cita o DE, o que para Portugal representa um aumento de seis mil milhões de euros em importações à China. Domínio da Península Ibérica

Em “Terra de Fogo”... A China vai ser mais uma vez rainha. A “Tierra del Fogo Energia y Química” é uma empresa chinesa que vai investir mais de 7500 milhões patacas na Terra do Fogo, no sul da Argentina. Fernando Lin, director geral da companhia, apresentou o investimento à ministra da Indústria argentina, Débora Giorgi, na quinta-feira passada. O projecto compreende a construção

de uma fábrica de agroquímicos, uma central térmica e um porto comercial e vai gerar mil postos de trabalho, segundo comunicado do Ministério daquele pais. As obras do parque industrial de Rio Grande, a três mil quilómetros da capital, têm início marcado para Março ou Abril de 2011, com o Governo Chinês a deter 70% do capital da empresa.

Depois da confirmação do Banco Popular da China da compra de dívida portuguesa na passada quarta-feira, foi novamente a vez da Espanha. Segundo a agência Lusa, a China disse ter comprado dívida pública do país em leilão, tendo conseguido o governo espanhol financiar-se a 4,5% a três anos. À imprensa londrina, o vice-presidente do Banco Popular da China anunciou ter um plano de investimento na Europa a longo prazo. A China já detém 13% do capital espanhol. As taxas de juro concedidas a Portugal ascendem a 6,7% para dez anos e o contínuo investimento do pais asiático em Portugal é, para Francisco Van Zeller, presidente do Conselho Coordenador de Internacionalização, “um acto simbólico e de valor numa altura de crise”, cita o DE.

Hu Jintao e Barack Obama dão as mãos esta semana em Washington

“Fábrica do mundo” insuficiente António Caeiro Agência Lusa

O encontro de Hu Jintao com Barack Obama na Casa Branca, esta quarta-feira, dominará a visita do presidente chinês aos Estados Unidos, mas o momento historicamente mais significativo da viagem ocorrerá no dia seguinte, em Chicago. Na cidade onde o actual presidente americano iniciou a carreira política, Hu Jintao irá visitar uma empresa com capitais chineses, mostrando que a “fábrica do mundo” também cria emprego fora das suas fronteiras. De acordo com o programa antecipado pela imprensa local, Hu Jintao visitará igualmente uma escola secundária de Chicago que ensina a língua chinesa, outra área de cres-

cente investimento por parte da China. “Maior país em vias de desenvolvimento do mundo”, como os líderes chineses gostam de salientar, a China é também o mais rico em divisas externas, uma particularidade provavelmente inédita na História. O valor do PIB chinês per capita não chega a 4000 dólares, ocupando o 104.º lugar do ranking mundial – muito atrás de Cabo Verde, por exemplo. Os cofres do Estado, no entanto, estão recheados e, por ora, vão ajudando muitos países desenvolvidos a pagar as suas dívidas. Segundo o banco central chinês, as reservas da China em divisas aumentaram 18,7% em 2010, para 2,85 biliões de dólares, quase um terço dos quais – 907 mil

milhões de dólares – estão investidos em títulos do tesouro norte-americano. Parte daquele montante (200 mil milhões de dólares) foi canalizado em 2007 para um fundo soberano, CIC (China Investment Corporation), cujo presidente, o ex-viceministro das Financas Lou Jiwei, integra a comitiva de Hu Jintao. O património do CIC já soma quase 300 mil milhões de dólares e a sua carteira de investimentos, sobretudo na área da energia, estende-se do Cazaquistão ao Canada. Desde a adopção da política de “Reforma e Abertura” no final da década de 1970, milhares de multinacionais estabeleceram-se na China, atraídas pela sua inesgotável e barata mão-de-obra. No vizinho Vietname e em

outros países asiáticos, os salários são mais baixos, mas as infra-estruturas da China e a dimensão do seu mercado interno batem a concorrência. Em menos de cinco anos, a China construiu a mais extensa rede ferroviária de alta velocidade do mundo, com cerca de 8.300 quilómetros. O grande consórcio estatal do sector, a CRS Corporation, associou-se em Dezembro à General Electric para concorrer à construção de linhas idênticas na Califórnia. É uma parceria especialmente simbólica e que já este ano criará 250 postos de trabalho nos Estados Unidos. No século XIX, no velho Oeste americano, o caminho-de-ferro foi construído com o trabalho de centenas de milhares de imigrantes chineses. Desta vez, só a tecnologia será chinesa.


pub.

segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

3


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

4

política

Sucesso dos transportes públicos depende da aposta na educação cívica

O vício do carro privado Kahon Chan

kahon.chan@hojemacau.com.mo

Especialistas e representantes da indústria foram convidados pela Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) para debater sobre os seus planos para os transportes públicos, mas o director do organismo, Wong Wan, acabaria por admitir abertamente que as opiniões ouvidas não tinham sido tão inspiradoras como o esperado. Wong reiterou que o aumento das taxas dos parquímetros não era a única abordagem para controlar o crescimento no número de veículos, ao admitir que ia ser o inferno quando fosse dada a injecção de mais 40% na frequência de autocarros

públicos e mais táxis amarelos nas já congestionadas ruas do centro, a partir de Agosto. A DSAT organizou ontem uma sessão especial de debate sobre a sua última proposta de política de transportes terrestres e o director Wong Wan viu-se desesperado para desviar o foco da discussão para o controlo dos veículos privados, tendo sugerido que o aumento da taxa de estacionamento nas zonas controladas não chegava. “Há ainda muitos problemas no plano de consulta e as críticas podem ser feitas em maior profundidade”, afirmou, pedindo à plateia para que o desafiasse com perguntas. “As vossas questões podem ser mais difíceis do que as co-

Antigo presidente da Comissão Europeia visita o território O antigo presidente da Comissão Europeia e também ex-primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, vem ao território na próxima semana. No âmbito da realização de dois seminários na Universidade de Macau (Umac), Prodi irá falar sobre assuntos relacionados com a União Europeia nos próximos dias 21 e 22. O actual presidente do Painel da União Africana-ONU sobre a Manutenção da Paz vai tomar a palavra no seminário “União Europeia no século XXI”, na sexta-feira, e num debate sobre relações entre União Europeia, China e África, durante o sábado. Recentemente, Romano Prodi aceitou uma proposta para dar aulas numa universidade de topo na China durante um ano. Aliás, o ex-governante chegou a visitar a China Europe International Business School (CEIBS) para ver a realidade do campus universitário e falar com estudantes e docentes. Prodi, que é economista de formação, foi por duas vezes primeiro-ministro da Itália de 1996-1998 e novamente 2006-2008, cuja demissão, 20 meses depois, foi pedida ao chefe de Estado, Giorgio Napolitano, após o Senado lhe ter negado o voto de confiança que ele tinha pedido - com 156 votos favoráveis, 161 desfavoráveis e uma abstenção -, e presidiu à Comissão Europeia de 1999-2004. Iniciou a sua carreira académica em 1966 como professor de ciência política na Universidade de Bolonha e foi professor na Universidade de Harvard e no Instituto de Pesquisa de Stanford. A CEIBS ficou classificada, recentemente, entre as 30 melhores escolas de economia do mundo pelo Financial Times.- G.L.P.

locadas pelos média. Penso que esta é a melhor forma de comunicação porque o nosso trabalho será provavelmente mais adequado à sociedade se formos confrontados com questões mais difíceis e profundas.” O desafio era que os residentes locais não esta-

vam não davam mostras de hesitação em comprar carros novos até ao Verão, quando 40% mais autocarros públicos estão na calha para serem injectados nas congestionadas ruas de Macau, que serão afectadas também pelas obras de construção da linha do

metro ligeiro de superfície e pela aposta no serviço de táxis amarelos. Wong admitiu que a população não deveria esperar uma melhoria dramática a partir de Agosto, já que essa combinação tinha tudo para resultar numa situação dolorosa. “As actuais condições rodoviárias deverão permanecer na mesma a 1 de Agosto. Com os veículos privados ainda a aumentar, o aumento das frequências pode acabar por ser esbatido pelo maior tempo de deslocação devido aos congestionamentos de trânsito. Tendo isso em vista, pensamos que é urgente planear e implementar o controlo do crescimento do número de veículos e reservar mais espaço na via para o transporte público.”

filipa.queiroz@hojemacau.com.mo

a uma semana dos portugueses votarem

Apoiantes dos principais candidatos à presidência da República Portuguesa no território reúnem-se esta semana em jantares-convívio no território. Coincidência de ideias só mesmo na hora de escolher o local do repasto. Apesar da cor (de rosa), o Clube Militar foi o local eleito para acolher ambos os jantares-convívio de apoio às candidaturas de Aníbal Cavaco Silva e Manuel Alegre no território. O jantar de apoio à recandidatura do actual presidente da República Portuguesa está marcado para terça-feira, dia 18, às 19 horas; o de apoio à candidatura de Alegre terá lugar no dia seguinte, às 20 horas. “Foi uma coincidência, achámos que seria o local ideal por ser um espaço de referência para os portugueses em Macau”, justificou Miguel Bailote. O representante operacional da candidatura de Cavaco Silva em Macau confirmou a presença no jantar-convívio do deputado Pedro Bacelar Gouveia, de visita a Macau; também Pedro Lobo e os outros elementos da Comissão de Honra das Comunidades Portuguesas, a saber: Fernando Gomes, Manuel Maria Gomes, Fátima Santos Ferreira,

Miguel de Senna Fernandes, Alfredo Ritchie, Anabela Ritchie e António Félix Pontes. Já do lado de Alegre, até ontem não havia ainda presenças confirmadas. Albano Martins, que não se importa de ser referido como mandatário de Alegre em Macau, desvaloriza a campanha no território. “Aqui deixamos o voto à inteligência das pessoas”, sustenta. Mas a atitude do socialista – não militante, como faz questão de frisar – não é a mais optimista. “Não acredito que Manuel Alegre tenha muitos votos aqui, Macau é um feudo da direita”, atira. Em termos globais, as posições são diferentes. À direita: o optimismo. Apesar de Miguel Bailote falar de uma pré-campanha “que se perdeu na discussão de problemas laterais” e num “ataque às falhas do passado” dos principais candidatos. Já o representante socialista constata uma campanha “possível” perante um cenário de “constrangimentos” difíceis de contornar. “Alegre aparece como alternativa para dar credibilidade à política

Filipa Queiroz

Alegre cavaqueira

mas enfrenta uma recandidatura e, além disso, tenta congregar votos de dois partidos [Partido Socialista e Bloco de Esquerda] que estão em constante colisão”, explica o economista. Quanto à participação do território nas eleições Miguel Bailote acredita no peso dos votos de Macau à direita. “Na minha óptica, apesar de escasso ainda tem alguma carga”, disse, lembrando que a direita recolheu “quase 800 votos” nas últimas eleições e que “os portugueses nascidos cá têm sempre votado”. A perspectiva da direita local é de que Cavaco tem sido até agora “o único a demonstrar apoio e reconhecimento aos portugueses no estrangeiro”. Albano Martins é peremptório na resposta. “Cavaco nunca deu

Com apenas 34% das deslocações a serem feitas actualmente em transportes públicos, Wong sublinhou que levaria o seu tempo até que as pessoas abdicassem da sua conveniência egoísta em nome de um modo de transporte que beneficiasse a todos. O comentador Wong Tong considera que a contenção no número de automóveis deveria acontecer em simultâneo com o impulso nos transportes públicos. Mas observa que há algo em falta na população que pode ser um obstáculo à realização simultânea dos dois objectivos. “Quando Londres ou Estocolmo lançaram a sua contenção nos veículos privados nos anos 90, a resistência não foi tão grande como em Macau porque a educação cívica era mais bem sucedida naquelas cidades”, afirmou. “O Governo, e não apenas a DSAT, deveria trabalhar na comunidade, onde os valores têm sido distorcidos pela explosão do jogo.”

atenção a nada em Portugal, muitos menos cá fora”. “Como pessoa culta, ao contrário de Cavaco, Alegre percebe que as comunidades são parte integrante de Portugal e por isso estará com atento”, defendeu o representante socialista no território. Albano Martins vê em Alegre um potencial presidente que questiona e dinamiza, ao contrário do opositor “que diz que nunca se engana e raramente tem dúvidas”. Bailote também não. O representante está convencido de que a campanha do actual presidente da República corre de forma positiva e, tal como indicam as sondagens, acredita que Cavaco Silva não terá de mudar-se de Belém daqui a uma semana. Em Macau, os cerca de 11 mil cidadãos registados no Consulado Geral de Portugal na RAEM e recenseados como eleitores terão não um mas dois dias para votar, 22 e 23 de Janeiro, no edifício da Rua Pedro Nolasco da Silva, entre as 8h e as 19h. A lista de candidatos também não se limita a dois mas estende-se a mais quatro nomes: Francisco Lopes (Partido Comunista Português), José Manuel Coelho (Partido da Nova Democracia) e os independentes Defensor Moura e Fernando Nobre - sem representação legal no território.


Reclusos de Macau prestam serviços de forma voluntária O Estabelecimento Prisional de Macau, em colaboração com a Cáritas de Macau, deu início ao Projecto de Serviço – “Amar a Sociedade” no sentido de estimular os reclusos a participarem activamente no apoio à comunidade. A primeira fase do projecto de serviço tem a duração de seis meses. Os reclusos são organizados para a prestação de serviço, de forma voluntária e gratuita, nas instituições não lucrativas de Macau, incluindo: lares de idosos, centro de cuidados para idosos, lares de pessoas deficientes, lares de jovens, entre outros. O projecto destina-se aos presos condenados. Estes podem inscrever-se, voluntariamente, junto do EPM, que irá considerar e avaliar os participantes. A primeira fase do referido projecto foi já iniciada, com sucesso, no dia 15 de Dezembro de 2010.

A antiga presidente da Assembleia Legislativa (AL) Susana Chou publicou recentemente no blogue que a forma como o Comissariado contra a Corrupção (CCAC) lidou com o caso do término da comissão de serviço dos ex-adjuntos do comissário Vasco Fong, tornado público cerca de 15 dias depois de ter acontecido, coloca em causa a eficácia do “Governo de transparência” de Macau. Chou escreve na página pessoal online que a discreta mudança de funções de Afonso Chan Seak Hou e Endy Tou Wai Fong, que passaram a assumir os cargos de delegados do procurador da RAEM, Ho Chio Meng, apanhou-a de surpresa. Especialmente pela deputada Kwan Tsui Hang, como membro da Comissão Disciplinar do Comissariado Contra a Corrupção, não ter tido conhecimento da mudança no quadro de altos funcionários do CCAC até ser abordada pela imprensa para comentar o caso. Chou defende ainda que o Governo devia ter anunciado as mudanças antes da saída dos pub

Transparência em causa devido ao caso do CCAC, aponta Chou

Uma caixinha de surpresas

delegados. A antiga presidente da AL explica que “[...] foi até aos jornalistas descobrirem que os dois comissários adjuntos tinham voltado para o Ministério Público, e terem começado a questionar o Governo, só então é que a verdade veio a público “. Na semana passada, Vasco Fong negou qualquer tentativa deliberada de encobrir ou adiar o anúncio da partida de ambos os adjuntos, considerando que isso seria “inútil”, uma vez que o público acabaria por saber. O comissário disse ainda que em vez disso apenas planeava organizar um anúncio quando os substitutos estivessem confirmados, tendo em conta a estabilidade do moral da equipa, o feriado público e a documentação em vista, já que anunciar a substituição antes da aprovação do Chefe do Executivo ser dada seria “politicamente incorrecta”.

segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

5 “Certamente que o Governo tem o poder de fazer alterações de pessoal e que é normal que as pessoas se demitam ou saiam por variados motivos”, continua Susana Chou no blogue, mas a antiga presidente da AL faz a ressalva: “Desta vez o Governo lidou com a situação de forma tão misteriosa, alegando apenas ‘motivos pessoais’ para explicar a saída dos delegados e sem nomear nenhum sucessor. Era inevitável que as pessoas questionassem ‘porquê?’ e quão clara é a transparência do nosso Governo”. Relativamente ao sistema de porta-vozes do Governo, Chou também diz também que ouviu comentários muito negativos nos meios de comunicação social e por alguns locais. “Quando começamos a fazer algo de novo, é necessário tempo até que possamos fazê-lo bem, mas de qualquer forma eu acredito que o nosso porta-voz tem muito espaço para melhorar muitos aspectos”, remata a antiga presidente da AL no blogue.


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

6 Mandala recorre de decisão judicial

Após de na semana passada ter alertado sobre a paragem de 45 dias nos voos de ligação à Indonésia, a companhia aérea Mandala Airways pretende interpor recurso ao Tribunal Comercial de Jacarta. Condenada a suspender as viagens por falta de pagamento de dívidas, a empresa quer agora pedir a suspensão da pena, de forma a reestruturar o negócio, que “estava a operar com prejuízo”, salientou à Lusa o presidente do conselho de administração. Diono Nurjadin considera a continuação dos trabalhos da companhia como a única forma de sobrevivência da empresa. Caso o tribunal conceda provimento ao recurso, a Mandala Airways tem 45 dias para apresentar o projecto de reestruturação. Entretanto, o Gabinete de Gestão de Crises de Turismo de Macau recebeu na sexta-feira um total de 15 pedidos de informação sobre o incidente.

sociedade Empregada de Angela Leong decide ficar mesmo depois de ganhar na lotaria

Mulher a dias felizes Kahon Chan

kahon.chan@hojemacau.com.mo

Uma das empregadas domésticas malaias de Angela Leong, em quem é depositada grande confiança para tomar conta de Stanley Ho, optou por permanecer ao serviço da rica família mesmo depois de ter ganhado milhões numa lotaria, noticiou um jornal de Hong Kong, confirmando um rumor que tem vindo a circular há algum tempo. Leong, no entanto, diz nunca ter ouvido falar no assunto.

O jornal “Apple Daily” publicou a história como um dos destaques da sua edição de sábado, tendo obtido a confirmação junto de um parente de Stanley Ho. De acordo com o artigo, a empregada originária da Malásia terá vencido o primeiro prémio da Mark Six, a única lotaria legal em Hong Kong, no seu aniversário no ano passado, facturando mais de 30 milhões de dólares de Hong Kong. O diário não descobriu ao certo qual a data exacta do concurso em causa, mas referiu que a atribuição de um

Turistas pagam cada vez mais

Do terceiro trimestre de 2010 para os três últimos meses do ano o Índice de Preços Turísticos (IPT) aumentou 7,84%. A subida de preços dos quartos de hotel, artigos de joalharia, restauração e transportes ajudou Macau a obter mais 11,63% de lucros relativamente a 2009. A compra de bens diversos e os alojamentos foram as áreas com mais aumento, de 21% e 18,97%, respectivamente. O Natal, o Grande Prémio e o feriado da Implantação da República da China foram os dias mais contributivos para este acréscimo. O IPT reflecte a variação dos preços dos serviços consumidos pelos visitantes que entram no território e baseia-se nos níveis de consumo alimentar, hotelaria, vestuário e entretenimento.

Novembro com menos visitantes

Uma descida de quase 10% no número de visitantes do território através de viagens turísticas foi o balanço de Novembro de 2010 comparativamente a período homólogo. Organizadas pelas agências de viagens, as deslocações provenientes da China continental baixaram 12,3%, para 320 mil, as de Hong Kong desceram 3,2% (21.672 visitantes), as de Taiwan tiveram uma quebra de 29,6% e as da Malásia decresceram em 4%. Só o Japão, a Índia e a República da Coreia se afastaram desta tendência, contribuindo com a chegada de 34. 845 turistas à RAEM, um aumento total de 200,6%, com a Coreia a liderar como local de partida (139,5%). Apesar de o penúltimo mês do ano ter contabilizado apenas 450.597 pessoas que visitaram Macau através de viagens turísticas, os sete primeiros meses de 2010 apresentaram números elevados, o que perfez um total de mais de cinco milhões de visitantes no território, um acréscimo de 25,4% se comparado a 2009, segundo dados da Direcção dos Serviços de Estatísticas e Censos.

prémio individual acima dos 30 milhões apenas ocorreu em poucos sorteios da lotaria no ano passado, nos meses de Fevereiro, Março, Agosto e Setembro. Apesar de se ter visto milionária da noite para o dia, a empregada não abriu mão das funções que vinha desempenhando há uma década na casa de Angela Leong, alegadamente devido à sua lealdade e aos laços afectivos com Sabrina Ho, a filha mais velha de Stanley Ho e Angela Leong. A fonte anónima citada pelo

jornal terá dito que a empregada era atenta e diligente no trabalho, o que lhe valeu a confiança para cuidar dos filhos de Angela e Stanley quando este recuperava numa cama de hospital. Mas Angela Leong não quis comentar o alegado rumor. Citada pelo jornal, confirmou apenas ter como empregadas algumas malaias que terão ganho algumas apostas. “Realmente nunca ouvi dizer que alguma tivesse ganhado o primeiro prémio da Mark Six”, disse.

nova sondagem para horta e costa

Acabam umas e começam outras obras onda atinge barco da Turbojet

Vento parte janela e deixa dois feridos Uma onda de grandes dimensões criada pelo vento norte terá atingido um catamarã operado pela TurboJet com força suficiente para partir uma janela, causando ferimentos ligeiros numa criança e na sua mãe. O acidente fora do comum ocorreu após as 8h, numa altura em que o sinal de “monção forte” estava ainda activo em Hong Kong para avisar o público das fortes rajadas superiores a 40km/h, quando a janela da frente do lado de estibordo (direita) do catamarã foi subitamente partida em pedaços. A “chuva” de fragmentos de vidro atingiu uma mulher de 30 anos e a sua filha de dois. Ambas tiveram ferimentos muito superficiais, que não necessitaram de curativos. De acordo com o comunicado da Capitania dos Portos (CP), que

cita uma testemunha, a janela terá partido numa altura em que o mar estava particularmente agitado e a embarcação sofria o contínuo impacto de ondas de grande altura. O catamarã, identificado como “Austal 48M”, era um dos dois que foram adquiridos pela TurboJet a um outro operador de “ferries”, a First Ferry, há um par de anos. Trata-se do único navio a fazer parte da frota da CotaiJet. Ao contrário dos “hydrofoils” da Boeing – o mais notável membro da frota da TurboJet que exibe as suas arrojadas estruturas em forma de asa quando navega a toda a velocidade – os navios Austal têm ganho uma má reputação junto dos passageiros devido à fraca tolerância a ondas mais fortes. – K.C.

É já no final de Janeiro que se prevê estarem concluídas as obras de reordenamento da rede de drenagem na Avenida Horta e Costa referentes ao 1.º troço. Depois passa-se à execução dos trabalhos referentes ao 2º troço na próxima terça-feira, num eixo compreendido entre a Estrada de Coelho do Amaral e a Rua de Francisco Xavier Pereira, com data prevista de conclusão até princípios de Abril. Com a conclusão do 1.º troço de obras será aberto ao público os lugares de estacionamento provisórios para motociclos situados no troço em frente do Mercado Municipal Almirante Lacerda, além disso o troço compreendido entre o Mercado Municipal Almirante Lacerda e a Estrada de Coelho do Amaral Na sequência da primeira sondagem realizada em Maio do ano transacto, a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT) vai encomendar Instituto de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Tecnologia e Ciência de Macau a realização de uma nova sondagem para auferir a opinião pública quanto a esta obra. O estudo, que começa hoje e terá um prazo de dez dias, será sobretudo baseado em inquérito de rua para se novamente reco-

lher a opinião dos moradores das imediações da Avenida de Horta e Costa, dos comerciantes existentes ao longo desta via e os motoristas profissionais quanto a esta obra, de forma a permitir assim a sucessiva optimização do plano de trabalhos do Executivo.


Reservas cambiais sobem 29,8% As reservas cambiais aumentaram 29,8% em 2010 para um total de 190,2 biliões de patacas. Segundo dados da Autoridade Monetária de Macau, as reservas cambiais correspondem a cerca de 36 vezes a circulação monetária. Em comparação a Novembro, as reservas correspondiam a um aumento de 4,4%.

segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

7

pub

Livraria Portuguesa deve ser pólo cultural, diz Laborinho

De Macau para todo o lado A Livraria Portuguesa, em processo de atribuição de nova concessão, deve ser um pólo cultural tanto na região como no espaço continental vizinho, disse à Lusa a presidente do Instituto Camões (IC), Ana Paula Laborinho. “O que desejamos que aconteça é que essa livraria possa ser um pólo cultural para Macau. Mas muito mais do que apenas Macau, pudesse ser um pólo cultural para a região”, afirmou. A anterior concessão da Livraria Portuguesa terminou no passado dia 31 de Dezembro e por decisão dos dois sócios maioritários, Instituto Camões e Fundação Oriente, decidiu-se abrir um processo de manifestação de interesse de exploração, a que concorreu somente um interessado: a Praia Grande Edições. Ana Paula Laborinho lamentou à Lusa que ninguém em Portugal tenha manifestado interesse em explorar a Livraria Portuguesa, adiantando que está neste momento a ser feito o balanço da livraria em relação ao antigo concessionário e escusou-se a comprometer-se com datas

para o reinício de actividade do espaço. O concurso para a concessão da exploração da Livraria Portuguesa foi lançado pelo Instituto Português do Oriente (IPOR) ainda em 2010 dado que os cinco anos de contrato do concessionário que explora o espaço terminaram a 31 de Dezembro. Apesar da manifestação de interesse de várias empresas, apenas a Praia Grande Edições, que publica o jornal Ponto Final e a revista Macau Closer e é propriedade do jornalista Ricardo Pinto, manifestou interesse na concessão. Com três funcionários, três pisos de exposição e uma localização privilegiada no centro da cidade onde transitam milhares de turistas que

diariamente invadem as ruas de Macau, a Livraria Portuguesa será concessionada por cinco anos, cabendo à empresa vencedora os custos de exploração e os proveitos num espaço a “custo zero” disponibilizado pelo IPOR que exige, no entanto, a permanência dos funcionários da livraria. O Instituto Português do Oriente, responsável pela divulgação da língua e cultura portuguesas em Macau, tem como sócios o Instituto Camões (51%), a Fundação Oriente (44%), sendo os restantes cinco por cento repartidos pelo Banco Nacional Ultramarino, Banco Espírito Santo, EDP, Hovione, CelsÁsia e Sociedade de Turismo e Diversões de Macau.

Jogo encerra 2010 com 57,5% a mais de receitas

O segredo está no bacará O sector do jogo encerrou 2010 com receitas brutas totais de 189.588 milhões de patacas, um valor 57,5% acima do verificado em 2009, revelam dados oficiais. De acordo com os dados disponíveis na página electrónica dos Serviços de Inspecção e Coordenação de Jogos, a subida das receitas do sector, sobre as quais o Governo cobra 35% de impostos directos e cerca de 4% de impostos indirectos, foi potenciada pelo crescimento de quase 70% das receitas nas salas VIP de bacará. Em 2009 as receitas do bacará VIP totalizaram 79.834 milhões de patacas contra 135.648 milhões de patacas em 2010, um aumento de 69,9%. Desde 2005 – o primeiro ano completo com vários operadores no mercado – que as receitas do sector do jogo, fundamentalmente no jogo em casino, têm registado subidas muito elevadas, multiplicando por diversas

vezes os lucros das empresas e as receitas da administração de Macau. O terceiro trimestre de 2010 – quando o sector registou 47 723 milhões de patacas – apurou receitas superiores a todo o ano de 2005, quando o sector do jogo registou 47.134 milhões de patacas. Já as receitas apuradas entre Outubro e Dezembro de 2010 – no valor de 55 398 milhões de patacas – ficaram ligeiramente abaixo do total apurado em todo o ano de 2006, quando o jogo lucrou 57.521 milhões de patacas. Nas contas de 2010 o jogo em casino apurou receitas brutas de 188.343 milhões de patacas, enquanto as apostas de futebol, basquetebol, cavalos e cães e as lotarias geraram receitas de 1.245 milhões de patacas. No final do ano, os 33 casinos de Macau disponibilizavam 4791 mesas de jogo e 14.050 “slot machines”.


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

8

pub.


pub.

segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

9


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

10

desporto

FUTEBOL | Lam Pak e Ka I abrem época com goleadas

Resultados e marcadores

Liga arranca sem surpresas Marco Carvalho

info@hojemacau.com.mo

As emoções do desportorei regressaram este fimde-semana aos estádios do território, mas o arranque do principal Campeonato de Futebol da RAEM, este ano rebaptizado com a pomposa designação de Liga de Elite, não trouxe novidades no que toca ao equilíbrio de forças entre os emblemas que disputam a competição. Os principais candidatos ao triunfo na prova – Lam Pak e Windsor Arch Ka I – abriram a época com goleadas esmagadoras e as duas outras equipas que nutrem aspirações legítimas ao título, o FC Porto e o Monte Carlo empataram a uma bola no jogo grande da ronda inaugural da competição. Os dragões do território, que terminaram a edição de 2010 do Campeonato na segunda posição da tabela final, deram o pontapé de saída na nova temporada ao início da noite de sexta-feira, num embate duro em que os comandados de Daniel Pinto esgrimiram argumentos com o Monte Carlo, formação que conta com quatro títulos no seu palmarés. O depauperado relvado do Campo da Universidade de Ciência e Tecnologia serviu de palco ao mais apelativo desafio da primeira jornada da Liga de Elite, um encontro que contou com uma assistência pouco superior a meia centena de pessoas. O jogo decorreu, como se esperava, sob o signo do equilíbrio, ainda que

o conjunto presidido por Firmino Mendonça tenha entrado melhor na partida. Paulo Cheang, jogador que se sagrou campeão na época passada com a camisola do Ka I, inaugurou o marcador à passagem do minuto 14 e o Futebol Clube do Porto respondeu com eficácia ao golo do onze canarinho 22 minutos depois, com o brasileiro Marquinhos a repor a igualdade no placard com um remate poderosíssimo. O encontro chegou ao intervalo empatado e o empate acabou por pautar o andamento do marcador até ao final da partida, não obstante ambas as equipas terem beneficiada de várias oportunidades flagrantes para inaugurar o marcador. Daniel Ferreira foi o primeiro a desperdiçar para o Futebol Clube do Porto, mas a

grande “perdida” da noite teve como protagonista o nigeriano Friday Freeman. O avançado contratado pelo Monte Carlo no último defeso aproveitou um erro da defesa do Futebol Clube do Porto para recuperar a bola em terreno proibido, mas apesar de ter apenas o guarda-redes Chang Chang Wa pela frente não conseguiu bater o novo titular das redes dos dragões do território. Chang voltou a estar em evidência no último minuto do encontro, ao afastar para canto um remate forte de Geofredo de Sousa. O primeiro encontro da nova temporada foi um dos mais equilibrados, mas nem por isso foi o mais frutuoso. O Ka I, campeão em título, quer deixar claro desde o início que os objectivos para a presente temporada passam

Benfica estreia-se com vitória na 2.ª divisão O fim-de-semana pautou também o arranque do Campeonato da Segunda Divisão, prova que é este ano disputada pela Casa do Sport Lisboa e Benfica em Macau. A formação encarnada estreou-se no segundo escalão com uma vitória tranquila sobre a Selecção de Sub-18, derrotando o onze da Associação de Futebol de Macau por três bolas a uma. O Benfica inaugurou o marcador aos 32 minutos, com o reforço Pascoal Júnior a marcar após uma boa combinação com o jovem Iuri Capelo. O segundo golo materializou-se a meio da segunda parte, com Daniel China a marcar de cabeça na sequência de um pontapé de canto e o terceiro foi apontado por Iuri Capelo aos 77 minutos na sequência de uma boa jogada de ataque das águias de Macau. O golo de honra da Selecção de Sub-18 foi apontado por Ho Ka Seng. Nos restantes jogos da jornada, destaque para o triunfo da Alfândega sobre o Kei Lun por duas bolas a zero e para os triunfos da Autoridade Monetária sobre o Cheoc Lun e do Chang Wai sobre o C.P.K, ambos por três bolas a uma.

pela revalidação do título e não deixou créditos por mãos alheias frente ao enfraquecido Hoi Fan, goleando o onze do Clube de Natação por oito bolas a uma. Kwok Siu Tin, jogador que na última época alinhava precisamente com a camisola do Hoi Fan, inaugurou o marcador aos 12 minutos com um remate bem colocado de fora da área. Aos 30 minutos, o veterano Chan Him reforçou a vantagem da formação orientada por Rui Cardoso e aos 45 minutos, Ho Ngai Fai estreou-se a marcar com a camisola dos campeões do território, apontando o terceiro tento do Ka I. O festival de golos continuou pela segunda parte, com Lei Kam Hong a juntar o nome à lista de marcadores aos 63 minutos, cinco minutos antes de Cao Zhi Jie ter apontado o golo de honra do Hoi Fan. Lao Pak Kin apontou o quinto tento dos campeões do território aos 74 minutos e menos de um minuto depois o macaense Luis Amorim seguiu as pisadas do colega de equipa, deixando o seu nome nos anais da primeira mega-goleada da prova. Os dois últimos golos do Ka I, apontados aos 79 e aos 80 minutos, saíram dos pés de

FC Porto

1 – 1 Monte Carlo

Marquinhos 36’

Paulo Cheang 14’

GD Polícia 1 – 0 Lam Ieng

William Gomes, avançado brasileiro que jogou na última temporada com a camisola do Clube Desportivo Monte Carlo. Entrada de leão foi também a entrada protagonizada pelo Lam Pak. A formação orientada por Chan Man Kin derrotou o Hong Ngai por seis bolas a uma, num encontro em que os golos da formação azul e branca foram todos apontados por novos reforços. Vernon Wong, dianteiro que vestiu durante as últimas épocas a camisola da Selecção de Sub-23, inaugurou o marcador aos doze minutos e Hou Man Hou (ex-Ka I) dilatou a vantagem do Lam Pak cinco minutos depois, antes do furacão Lin Lei Yi entrar em acção. O jogador da República Popular da China, que se estreia este ano a jogar no futebol do território não podia ter tido uma estreia mais promissora, ao apontar um “hat-trick”. Lin marcou aos 52, aos 55 e aos 86 minutos, dois minutos antes de Hou Man Hou marcar o segundo golo da conta pessoal e encerrar o andamento do marcador. Chan Hou Wan foi o autor do tento de honra da formação neo-primodivisionária. A maior surpresa da ronda inaugural da Liga de Elite foi protagonizada pela Selecção de Sub-23 da Associação de Futebol de Macau. A selecção jovem do território não se ressentiu

H. Soares 89’

Hong Ngai 1 – 6 Lam Pak C. H. Wan 77’

Vernon Wong 12’ H. M. Hou 17’, 88’ L. L. Yi, 52’, 55’, 86’

Sub-23

4 – 0 Artilheiros

Hoi Fan

1 – 8 Windsor Arch Ka I

C. K. Cheong 10’ L. K. Hang 32’, 44’ C. C. In 55’ Cao Zhi Jie 68’

Kwok Siu Tin 12’ Chan Him 30’ Ho Ngai Fai 45’ Lei Kam Hong 63’ Lao Pak Kin 74’ Luis Amorim 75’ W. Gomes 79’, 80’

da saída de algumas das suas principais referências e goleou o Grupo Desportivo Artilheiros por quatro golos sem resposta. Cheong Kin Cheong inaugurou o marcador aos dez minutos e vinte e dois minutos depois, Leong Ka Hang reforçou a vantagem do onze Sub-23. O jovem avançado repetiu a dose um minuto antes de cair o pano sobre a primeira parte e, na segunda metade, Choi Chan In consumou a goleada com o derradeiro golo da sua equipa aos 55 minutos. No outro encontro da ronda inaugural do Campeonato, o Grupo Desportivo da Polícia de Segurança Pública fez valer a experiência de longos anos que leva no primeiro escalão e levou a melhor sobre o Lam Ieng com uma vitória pela margem mínima. O único golo do encontro foi apontado por Herculano Monteiro Soares no último minuto da partida.

Tabela classificativa Equipa

J

V

E

D

GM-GS

Pontos

Ka I

1

1

0

0

8-1

3

Sub 23

1

1

0

0

4-0

3

Lam Pak PSP

M. Carlo Porto

Lam Ieng

Artilheiros

Hong Ngai Hoi Fan

1 1 1 1 1 1 1 1

1 1 0 0 0 0 0 0

0 0 1 1 0 0 0 0

0 0 0 0 1 1 1 1

6-1 1-0 1-1 1-1 0-1 0-4

1 -6 1-8

3 3 1 1 0 0 0 0


Jorge Teixeira vive momentos de tensão na Tunísia O jogador português Jorge Teixeira, do FC Zurique, viveu de perto os momentos de tensão que, nos últimos 29 dias, provocaram mais de 70 mortos na Tunísia, onde a equipa suíça se encontrava a estagiar até ontem. Apesar de o conjunto helvético ter escolhido um local relativamente seguro - a estância balnear de Sousse, a duas horas da capital, Tunis -, os dirigentes decidiram antecipar o regresso a casa em uma semana, devido à instabilidade que se vive também naquele local, como relatou o defesa-central português. “Estamos num sítio espectacular mas nas ruas há muita confusão. Chegaram a atirar pedras ao nosso autocarro. Foi esse o incidente mais grave que tivemos, porque temos sido bem tratados e até nos sentimos seguros”, disse Jorge Teixeira

Jaime Pacheco faz balanço positivo da primeira semana

Jogadores chineses “querem aprender” O técnico português de futebol Jaime Pacheco mostrou-se “satisfeito” com os resultados da sua primeira semana à frente do Beijing Guo’A n, salientando que os jogadores chineses “querem aprender”. “Eles estão a descobrir agora o futebol. Não têm a qualidade técnica dos europeus, mas nota-se que querem aprender”, disse Jaime Pacheco à agência Lusa. “Tem sido uma experiência muito agradável e os jogadores estão também satisfeitos (…). Estou a gostar e espero que a lua-de-mel dure muito tempo”, acrescentou. Jaime Pacheco chegou no passado dia 4 a Pequim com um contrato de um ano para treinar o Beijing Guo’A n, campeão da China em 2009 e uma das mais prestigiadas equipas do país. Devido ao rigoroso inverno na capital chinesa, os treinos decorrem em Kunming, sul do país, onde as temperaturas são mais amenas. A superliga chinesa, disputada por 16 equipas, só começa em Abril.

“Estamos a treinar quatro horas por dia, duas de manhã e duas à tarde. As coisas estão a correr bem. Na próxima semana começaremos a fazer jogos particulares”, contou Jaime Pacheco. Por ora, o técnico português ainda não pode contar com os três melhores jogadores da equipa, entre os quais o guarda-redes principal, elementos que estão a disputar a Taça Asiática, no Qatar, ao serviço da selecção da China. O plantel inclui três estrangeiros, um australiano, um croata e um hondurenho, o que leva Jaime

Pacheco admitir existir "uma grande polivalência de línguas”. Ele próprio comunica com a equipa através de um intérprete que fala espanhol, o preparador físico fala inglês, um dos adjuntos de Pacheco, o senegalês Khadim Faye, fala francês e o outro, Luís Diogo Campos, é português. Criado em 1992, o ano em que a China autorizou a profissionalização do futebol, o novo clube de Jaime Pacheco é uma parceria entre a empresa Guo’A n, do consórcio estatal Citic, e o governo municipal de Pequim.

segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

11

Sporting | Bettencourt apresenta demissão O presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt, anunciou o pedido de demissão. Bettencourt já comunicou a Dias Ferreira, presidente da Assembleia Geral do Sporting, que vai deixar a presidência dos leões. Depois da derrota frente ao Paços de Ferreira em casa, Bettencourt foi a à sala de imprensa e comunicou a decisão. “Para bem do Sporting, deixo de ser presidente”, disse. “Por várias circunstâncias, entendo que o melhor para a vida do Sporting é eu deixar de ser presidente deste grande clube”, continuou. Dias Ferreira, presidente da Assembleia Geral do Sporting, acompanhou Bettencourt à sala de imprensa, mas não se pronunciou sobre a demissão do líder da direcção. Paços de Ferreira sensacional

O Paços de Ferreira surpreendeu este sábado o Sporting, em Alvalade, e venceu (3-2) o terceiro classificado da liga portuguesa. Com um arranque fulgurante, a equipa da capital do móvel colocou-se em vantagem aos 28 minutos, num pontapé a cerca de 35 metros da baliza de Samuel. O defesa pacense rematou forte, Rui Patrício voou mas não a tempo de evitar o golo. O Sporting reagiu com ganas de empatar e empatou mesmo.

Benfica volta à carga pelo argentino

Telma Monteiro de volta às vitórias em Baku

Afinal, o Benfica ainda não desistiu da contratação de Gabriel Funes Mori, ponta-de-lança de 19 anos do River Plate, garantiu ao jornal A Bola uma fonte próxima do jogador e do processo, que acrescentou que “a próxima semana será decisiva”. Depois de uma pausa de 15 dias nas negociações, as águias voltam a entrar em cena, determinadas em assegurar uma das maiores promessas do futebol argentino. Em cima da mesa está uma oferta de dez milhões de euros, valor que poderá ser suficiente para convencer o presidente do emblema de Buenos Aires, Daniel Passarella. Primeiro porque os milionários atravessam grave crise financeira; segundo porque, mesmo depois da venda de Diego Buonanotte ao Málaga, por quatro milhões de

Telma Monteiro (-57 quilos) venceu Masters em Baku. Na final dominou a campeã mundial que há quatro meses lhe ganhou em Tóquio. À partida para o Azerbaijão, Telma Monteiro avisara que estava “confiante” para o Masters de Baku, a exclusiva prova que apenas admite os 16 melhores do ranking em cada categoria. Não estava enganada. Num dia inesquecível e mostrando consistência física acima do habitual, aspecto em que teve particular cuidado na preparação, Telma (25 anos) conquistou a medalha de ouro dos -57 quilos na estreia na prova. Há um ano ficara impedida de disputar a primeira edição em Suwon (Coreia do Sul) por estar a recuperar de lesão na perna esquerda. Agora, no Serhedchi Olympic Sports Center, garantiu a primeira medalha de Portugal na competição e no seu incrível palmarés. “É um dia perfeito”

Liedson, aos 41 minutos, conseguiu o golo que o leão tanto procurou, mas três minutos depois um penálti permitiu a Manuel José fazer o segundo golo do Paços. A perder ao intervalo, o Sporting entrou para a segunda parte a fazer mais pressao. O Paços de Ferreira, por seu lado, defendeu-se o mais possível para tentar evitar o segundo golo dos leões. O jovem Diogo Salomão empatou o jogo aos 62 minutos, após grande passe de Valdés, mas o Paços de Ferreira não se encolheu e foi em busca da vitória. Pizzi, aos 81, fez mesmo o golo da vitória, depois de nos minutos anteriores o Paços ter ameaçado por duas vezes. Sem soluções de ataque no banco, Paulo Sérgio mandou a equipa subir no terreno, os leões bem bombearam bolas para a área mas o golo não surgiu. O Sporting saiu derrotado e sob uma vaia monumental dos adeptos presentes em Alvalade.

Suspiro por Funes Mori Farta de ouvir o hino japonês euros, o River continua a precisar de capital para tentar a aquisição do reforço mais desejado: Andrés D'Alessandro, do Internacional de Porto Alegre. “Entre segunda e quarta-feira a operação poderá ficar fechada”, disse um dirigente do River ao diário Olé, sem anunciar o nome dos clubes interessados. A verdade é que o Benfica não está sozinho na corrida, tem a concorrência de peso da Fiorentina e do FC Porto, sendo que os dragões têm negociado directamente com os representantes do jogador - Lucas Bernasconi e Ronald Baroni - ao passo que do lado das águias a operação é conduzida pelo empresário Kia Joorabchian, que conta no terreno com o agente Miguel Pires, o qual tem linha directa com o tio do jogador.

Melhor ainda foi o facto de, na final, ter derrotado a campeã do Mundo e grande rival, Kaori Matsumoto, por wazari - somando também um yuko - e deixando a japonesa em branco. Magnífico! Em Setembro, Matsumoto ganhara-lhe em Tóquio, durante o prolongamento na decisão do título mundial, com Telma esgotada fisicamente. Desta vez não. “A época passada, apesar de ter sido muito boa [sete pódios no Circuito Mundial] faltaram as vitórias. Talvez por ter começado um bocado atrasada, devido a lesões. Mas, agora, arrancar o ano logo a vencer é muito bom”, começou por afirmar Telma ao jornal A Bola. “Dei o máximo. Foi o primeiro Masters e ainda por cima, a forma como ganhei a final e contra a Matsumoto... É um dia perfeito. Deixou-me emocionada. Na altura, fiquei bastante alegre mas, agora, estou mais calma. Não podia perder uma vez mais com ela... Estava a ficar um bocado farta de ir às finais e ouvir o hino japonês”, diz entre gargalhadas. “Até já o sei de cor”, acrescenta após ter amealhado 6 mil dólares (4500 euros) pelo êxito e 400 pontos para o ranking.


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

o Hoje [r]ecomenda

12

[f]utilidades Su doku [ ] Cruzadas

HORIZONTAIS: 1-Ombreia. Humor untuoso. 2-Motejo. Ocultar, debaixo de alguma coisa. 3-Tipos de lixo. Nome da letra que, no alfabeto grego, corresponde ao nosso n. 4-Abrv. Náut., estibordo. Funcionário que fazia as vezes de conde, no governo do respectivo condado. 5-Dirigir súplicas a Deus. Sufixo diminutivo. Suficiente, usado nos registos da frequência escolar ou dos exames. 6-Ant. peso chinês. Islão. 7-Em numeração romana, significa um. Bate-estacas. Altar. 8-Esporas, colorida por um óxido de ferro. 9-Espécie de filária. Distribuir pelas ruas. 10-Qualidade de grácil. 11-Serra de Portugal. Ornato como um florão.

VERTICAIS: 1-Úbere. Rede velha. 2-Planta medicinal. Ministro do Dáimio, no antigo regime do Japão. 3-Repetição. Fortificar. 4-Prurido causado pela dentição nas gengivas das crianças. Urucubaca. 5-Nome de um vitamina. Governa. Matricula de Israel. 6-Antigo povo ao norte do Sião. Planta de fibra têxtil. 7-Lugarzinho. Gracejar. 8-Aselha para botão. Cevada. 9-Empresa Pública. Povo da África austro-ocidental. 10-Unidade monetária da África do Sul. 11-Constelação do Zodíaco. Semelhante ao ar.

Soluções do problema HORIZONTAIS: 1-UMBRAL. CERO. 2-VAIA. ALAPAR. 3-RESIDUOS. NI. 4-EB. VISCONDE. 5-ORAR. ELA. S. 6-FAO. ISLAME. 7-I. BUGIO. ARA. 8-ACORES. OCRE. 9-NARU. ARRUAR. 10-GRACILIDADE. 11-OURAL. ROSAO. VERTICAIS: 1-UVRE. FIANGO. 2-MAEBOA. CARU. 3-BIS. ROBORAR. 4-RAIVA. URUCA. 5-A. DIRIGE. IL. 6-LAUS. SISAL. 7-LOCELO. RIR. 8-CASOLA. ORDO. 9-EP. NAMACUAS. 10-RAND. ERRADA. 11-ORIES. AEREO.

REGRAS |

Insira algarismos nos quadrados de forma a que cada linha, coluna e caixa de 3X3 contenha os dígitos de 1 a 9 sem repetição solução do problema do dia anterior

«Magnetic Poetry», Social Smokers

Eloquência tratada com carinho instrumental ou o resultado das sessões Poetry Slam no MusicBox traduzidas na estreia dos Social Smokers. «Magnetic Poetry» é o produto de uma Lisboa actual, contemporânea, cosmopolita e aglutinadora. Biru, Silva o Sentinela e Jorge Vaz Nande são os protagonistas de uma longa-metragem em que a banda sonora serve na perfeição todas as falas.

[ Te l e ] v i s ã o TDM 13:00 TDM News - Repetição 13:30 Jornal das 24h RTPi 14:30 RTPi Directo 17:30 Liga Sagres: Sporting vs Paços de Ferreira (Repetição) 19:00 TDM Entrevista (Repetição) 19:30 Olhos de Água 20:25 Acontecimentos Históricos 20:30 Telejornal 21:00 Jornal da Tarde RTPi 22:10 O Clone 22:58 Acontecimentos Históricos 23:00 TDM News 23:30 TDM Desporto 00:00 A de Autor 00:50 Telejornal - Repetição 01:20 RTPi Directo INFORMAÇÃO TDM RTPi 82 14:00 Telejornal Madeira 14:30 Nobre Povo 15:00 Magazine EUA Contacto – N. Jersey 15:30 Couto & Coutadas 16:00 Bom Dia Portugal 17:00 O Preço Certo 17:45 O Olhar Da Serpente 18:30 Linha Da Frente 19:00 Voo Directo 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 O Preço Certo 21:45 Magazine EUA Contacto – N. Jersey 21:45 Portugal No Coração TVB PEARL 83 06:00 Bloomberg Gamechanges and Bloomberg First Up 07:30 NBC Nightly News 08:00 Putonghua E-News 08:30 ETV 10:30 Inside the Stock Exchange 11:00 Market Update 11:30 Inside the Stock Exchange 11:32 Market Update 12:00 Inside the Stock Exchange 12:02 Market Update 12:30 Inside the Stock Exchange 12:35 Market Update 13:00 CCTV News - LIVE 14:00 Market Update 14:40 Inside the Stock Exchange 14:43 Market Update 15:58 Inside the Stock Exchange 16:00 Guess What? Timothy & Annabel 16:30 ZingZillas 17:00 The Large Family 17:30 Kids Of The World 18:00 Putonghua News 18:10 Putonghua Financial Bulletin 18:15 Putonghua Weather Report 18:20 Financial Report 18:30 America’s Funniest Home Videos 18:50 6 billion Others 19:00 The Wall Street Journal Report 19:30 News At Seven-Thirty 19:50 Weather Report 19:55 Earth Live 20:00 The Pearl Report 20:30 Lost 21:30 Heston’s Feast 22:30 Market Place 22:35 True Blood 23:40 World Market Update 23:45 News Roundup 00:00 Earth Live 00:05 The 39th Hong Kong Arts Festival 00:10 Dakar Raly 2011 00:40 Nip/Tuck 01:30 The Wall Street Journal Report 01:55 FIFA Football World 02:30 Bloomberg Television 05:00 TVBS News 05:30 CCTV News ESPN 30 13:00 (Delay) Argentina - Chile Dakar Rally 2011Day 16 13:30 (Delay) Argentina - Chile Dakar Rally 2011 - Weekly Highlights 14:00 US Open 9-Ball C’ship 2010 Francisco 16:00 AFC Asian Cup 2011 Qatar vs. Kuwait 18:00 (Delay) Tour Down Under Classic Highlights 18:30 Argentina - Chile Dakar Rally 2011 Day 16 19:00 Argentina - Chile Dakar Rally 2011 - Weekly Highlights 19:30 (LIVE) Sportscenter Asia

20:00 The Monday Night Verdict Npl 20:30 Simply The Best 21:00 (LIVE) AFC Asian Cup 2011 Jordan vs. Syria 23:30 The Monday Night Verdict Npl STAR SPORTS 31 08:00 (LIVE) Australian Open 2011 Mens / Womens 1st Round 20:00 World Match Racing Tour Monsoon Cup 21:00 (LIVE) AFC Asian Cup 2011 Saudi Arabia vs. Japan 23:30 (Delay) Score Tonight STAR MOVIES 40 11:50 The Advocate’s Devil 13:25 When In Rome 15:05 The Falcon And The Snowman 17:20 Trade 19:25 Encino Man 21:00 Alien Hunter 22:45 Lies & Illusions 00:30 Golden Gate HBO 41 13:00 My Sister’S Keeper 14:45 My Girl 16:25 New York Minute 18:00 Street Fighter - The Ultimate Battle 19:40 Species II 21:00 Sin Nombre 22:35 Curb Your Enthusiasm 23:40 Stigmata CINEMAX 42 12:00 The Relic 13:45 Beneath The Blue 15:15 Strangers On A Train 17:00 Lois & Clark: The New Adventures Of Superman 18:30 Posse: The Revenge Of Jessie Lee 20:30 Vacancy 2: The First Cut 22:00 Evil Never Dies 00:00 Zombie Strippers MGM 43 12:30 Just Between Friends 14:30 Straight Out of Brooklyn

www.macaucabletv.com

16:00 Lone Wolf Mcquade 17:45 Rockula 19:15 CQ 21:00 The Russia House 23:15 Steele Justice DISCOVERY CHANNEL 50 13:00 Mythbusters - Phone Book Friction 14:00 Gladiators: Back From The Dead 15:00 When Rome Ruled Egypt 16:00 Seven Wonders Of Ancient Rome 17:00 Dirty Jobs - Snake Researcher 18:00 How It’s Made 19:00 Man Vs Wild - Bear’s Ultimate Survival Guide Part One 20:00 Dirty Jobs 21:00 Swamp Loggers 22:00 Toughest Military Jobs - Big 23:00 Swords 00:00 Swamp Loggers NATIONAL GEOGRAPHIC CHANNEL 51 13:00 Dome 14:00 Pressure Cook 15:00 The Border - The Human Stash 16:00 Inside The State Department 17:00 Phantom Wolverine 18:00 Breakout - Escape To Vegas 19:00 True Stories - Russian Sub Rescue 20:00 Dome 21:00 Nat Geo’s Amazing Moment 22:00 Breakout - The Texas Seven 23:00 Alaska State Troopers - Crime On The Kenali 00:00 True Stories - Russian Sub Rescue ANIMAL PLANET 52 13:00 Wild Recon - Ocean Killers 14:00 Animal Planet Reveals Asia 15:00 Unleashed: A Dogumentary 16:00 Echo And The Elephants Of Amboseli 17:00 Animal Witness 18:00 Animal Cops South Africa 19:00 Downsize My Pet - Toska & Megan 20:00 Grizzly Bear Stake Out 21:00 Dogs 101 22:00 Echo And The Elephants Of Amboseli 23:00 Animal Witness 00:00 Grizzly Bear Stake Out HISTORY CHANNEL 54 13:00 Death Masks 15:00 The Universe - Edge Of Space 16:00 The Islamic World 17:00 Pawn Stars 18:00 The Malaysian Arms Heist 19:00 Ancient Torture Tech 20:00 Life After People - Holiday Hell 21:00 Fatima’s Lost Prophecy 22:00 Pawn Stars 23:00 American Pickers - Super Scooter 00:00 Modern Marvels - Underwear STAR WORLD 63 13:00 Elton John & Leon Russells - The Union 13:50 Australia’s Next Top Model 14:45 How I Met Your Mother 15:10 Rules Of Engagement 15:35 Castle 16:25 Private Practice 17:15 The Bachelorette 18:10 Canada’s Next Top Model 19:00 Gary Unmarried 19:30 How I Met Your Mother 20:55 Rules Of Engagement 21:50 The Bachelorette 22:45 Australia’s Next Top Model 23:40 Grey’s Anatomy 00:35 How I Met Your Mother

(MCTV 40) Star Movies 13:25 WHEN IN ROME Informação Macau Cable TV


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

[O]bjectiva Gonçalo Lobo Pinheiro

13 Raio [X]

Mensagem António MR Martins

Se espreita um sinal Um som

Um assobio fatal Se espreita um acenar Um gesto

O Islamismo é a principal religião na Malásia (2010)

Um adeus para esfriar

Para[ ]comer • Pérola 3/F, Sands, Largo de Monte Carlo, no.203 8983 82222888 3352 http://www.sands.com.mo • VINHA Alm Dr. Carlos d' Assumpção 393 r/c AC 2875 2599vinha@macau.ctm.net http://www.vinha.com.mo • FAT SIU LAU (SINCE 1903) Av.Dr.Sun Yat-Sen,Edf.Vista Magnifica Court Rua de Felicidade No.64, R/C Macau 2857 3585fsl1903@macau.ctm.net http://www.fatsiulau.com.mo

• Casa Carlos Bispo Medeiros 28D 2852 2027

• HAC SA PARK Hac Sa Park-Hac Sa Beach Coloane 2888 2297 http://www.yp.com.mo/hacsa

• António (TP) R, dos Negociantes 3 28999998

• SOL NASCENTE (TP) Av Dr Sun Yat Sen No.29-37 R/C 2883 6288 http://www.yp.com.mo/solnascente • TENIS CIVIL (LEON) Av.da República N°14 1° Macau 2830 1189 http://www.yp.com.mo/leon • Platão Trav. São Domingos No.3 2833 1818 reservation@plataomacau.com • Banza (Tp) Nam San Bl.5, GH 28821519

Se espreita um carinho Um abraço • Galo (Tp) Clérigos 45 2882 7318 http://www.yp.com.mo/domgalo • Riquexó Av Sid Pais 69 2856 5655

• Clube Militar Av Praia Grande 795 2871 4000 cmm@macau.ctm.net • Espaço Lisboa Lda (Col) Gaivotas 8 2888 2226 2888 1850 • Camilo Av Sir Anders Ljungsted 37 2882 5688

• Dom Galo Vista Magnifica Court 2875 1383 domgalo@yp.com.mo http://www.yp.com.mo/domgalo • O Santos (TP) R. do Cunha 28827508 • Porto Exterior Ed Chong U 2870 3276 http://www.portoext.com.mo • Restaurante Fernando (Col) Praia Hác Sá 9 2888 2264

• Ó MANEL (Tp) Fernão M Pinto 90 2882 7571

• Litoral Restaurante Lda Alm Sérgio 261 2896 7878 2896 7996 http://www.yp.com.mo/litoral

• A PETISQUEIRA (TP) S João 15A 2882 5354

• Nga Tim Café (Col) Caetano 8 2888 2086

• Sawasdee Thai Av Sid Pais 43AE 2857 1963 • Aquamarine Thai Café (Tp) Jardm Nova Taipa bl 21 2883 0010

Banza

• Bangkok Pochana Ferrª Amaral 31 2856 1419 • Kruatheque Henrique Macedo 11-13 2835 3555

(Taipa) Nam San Bl. 5, GH Tel. 2882 1519 • O Porto Interior Alm Sérgio 259B 2896 7770 • A Lorcha Alm Sérgio 289 2831 3195

• Restaurante Thai Abreu Nunes 27E 2855 2255

• Afonso III Central 11A 2858 6272

• LA COMEDIE CHEZ VOUS Ed Zhu Kuan S/N G (Oppsite Cultural Centre) 2875 2021

• Bar Oporto Tv Praia 17 2859 4643 • Maria’s Comida Portuguesa Patane 8A 2823 3221

• LE BISTROT (Tp) Nova Taipa Garden Block 27, G/F 2884 37392884 3994

• Restaurante Pinocchio (Tp) Regedor 181-185 2882 7128 • Canal dos Patos Parque Municipal Sun Yat Seng 2822 8166

• CHURRASCÃO Nova Taipa Garden, Block 27 G/F, Taipa 2884 37392884 3994 • Yin Alª Dr Carlos d’Assumpção 33 2872 2735

let the bullets fly Cineteatro | PUB

• Fogo Samba VENETIAN-Grand Canal Shoppes Apt 2412 2882 8499

[ ] Cinema

Sala 2 the tourist [b] Um filme de: Florian Henckel, von Donnersmarck Com: Angelina Jolie, Johnny Depp 14.30, 16.30, 19.30, 21.30 SALA 1 let the bullets fly [C] (legendado em inglês) Um filme de: Wen Jiang Com: Yun-fat Chow, Wen Jianf, You Ge 14.30, 16.45, 19.15, 21.30

Sala 3 if you are the one 2 [b] (legendado em inglês) Um filme de: Xiang Feng Com: You Ge, Hsu Chi 14.30, 16.45, 19.15, 21.30

Um copo de vinho Se espreita um olhar Um piscar

Uma imagem por falar Se espreita a coragem Uma acção

Uma simples mensagem Se espreita a razão Uma emenda

Uma certa frustração Se espreita de tudo Uma luz Um som

Uma voz

Um aperto de mão Uma solução

Mas o mundo é mudo

[António deixa mensagens em forma de uma poesia sentida]

Anúncio: Tem algum Raio X para mostrar ao mundo? O Hoje Macau recicla as suas radiografias, sem custos, sem uso de maquinaria moderna, sem corpo médico. Basta que as envie ao nosso cuidado para raiox@hojemacau.com.mo e nós tratamos das suas maleitas. Mostre-nos o que os outros não vêem. Sem medo. Ficamos à sua espera. Obrigado.


segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com.mo

14

opinião n a m a r g em José I. Duarte

O

Melhorar para informar

s órgãos de comunicação social deram notícia, há poucos dias, da realização da segunda ronda de consultas relativa à nova proposta da Lei de Terras. Estas notícias sugerem a necessidade de fomentar alguma reflexão sobre os processos de consulta pública. Por um lado, no plano da natureza dos assuntos sujeitos a consulta; por outro, no plano dos objectivos e metodologias utilizadas nos processos em si; finalmente, no que respeita ao papel das diversas entidades públicas na sua concepção, execução e acompanhamento. Não abordarei aqui todos estes aspectos, nem o farei da forma sistemática que merecem. Tal me levaria para além dos propósitos e extensão deste espaço de opinião. Abordarei apenas algumas questões básicas, no quadro das boas práticas recomendadas para a execução de processos de consulta pública. Esta reflexão tem na sua origem um incidente ocorrido aquando da realização da última sessão de consulta, e dos argumentos naquela ocasião apresentados pela administração para justificar as suas opções. Relate-se o incidente. Alguém, participando naquela reunião, terá manifestado desacordo quando à não abertura das sessões ao público em geral; e, em termos gerais, às dificuldades levantadas à participação independente

c a r t o on por Steff

É do interesse público que assim seja, para que o debate seja profícuo e atinja objectivos essenciais que sempre estão associados a qualquer processo de consulta. Primeiro, o melhoramento do processo legislativo e da qualidade das leis, porquanto ele dê voz e meios de expressão a todos os reais interessados naquelas actividades. Em defesa das opções da administração ter-se-á argumentado que “muitas pessoas nem sequer sabem o que é a Lei de Terras”; e ter-se-á sugerido que o público, em geral, já estaria apropriadamente representado por via das associações convidadas a participar. Esta argumentação suscita diversos problemas. Em primeiro lugar, invocar o facto de muitas pessoas não conhecerem a lei para as manter à margem das sessões de apresentação da proposta é, em si mesmo, paradoxal! Pois que nos objectivos da realização de sessões públicas se inclui, por natureza, o objectivo de divulgação. Aliás, mandam as boas práticas que as actividades de preparação e divulgação de um processo de consulta pública se iniciem bem antes da realização da própria consulta. Isto para permitir, evidentemente, que os interessados possam familiarizar-se

com as questões essenciais trazidas à consulta e sobre elas possam documentar-se e reflectir atempadamente. E é do interesse público que assim seja, para que o debate seja profícuo e atinja objectivos essenciais que sempre estão associados a qualquer processo de consulta. Primeiro, o melhoramento do processo legislativo e da qualidade das leis, porquanto ele dê voz e meios de expressão a todos os reais interessados. E, segundo, o aumento da eficácia da aplicação lei: pelo atendimento que ela dê aos diversos interesses em jogo, por um lado; e, por outro, pela legitimidade que lhe acresça em virtude do mesmo processo de discussão - aberta, atempada e transparente. Ora, é de notar que a legitimidade, no sentido aqui usado, não deriva do processo formal, em si, mas da natureza substantiva da discussão a que ele dá origem. Deriva, em especial, de os

presidente tunisino foge

legítimos interessados serem efectivamente, mais do que ouvidos, escutados. Claro que pode discutir-se em que circunstâncias se justifica uma consulta pública e quais os instrumentos adequados a cada caso. E só por demagogia se argumentaria que todas a regulamentações ou leis deveriam ser previamente sujeitas a tal processo. Não só tal seria dificilmente defensável no plano abstracto dos princípios, como seria manifestamente irrealizável no plano prático. Mas, em termos gerais, poderia argumentar-se que quando mais profundos e extensos forem os efeitos esperados de uma lei na organização da nossa vida social e económica e, previsivelmente, maior o número de pessoas por ela afectadas, mais se justifica um amplo processo de consulta pública, aberto ao mais largo número de cidadãos interessados. Tal, pareceria ser, manifestamente, o caso da presente lei. É difícil imaginar muitos outros temas que de forma tão evidente e intensa produzam mais efeitos sobre as nossas condições de vida do que aqueles que regulam, precisamente, a utilização e ocupação do espaço físico em que nosso quotidiano se desenrola. Aliás, é o próprio preâmbulo da proposta de lei a reconhecê-lo. Por um lado, porque invoca, para fundamentar a revisão da actual lei, “a progressiva elevação de atenção dos cidadãos à gestão de solos”; e, por outro, porque reconhece que “os solos são a base da vida da população e a pedra basilar das infra-estruturas”. Mais paradoxal resulta, em consequência, a justificação apresentada para a não abertura das sessões abertas ao público. Já relativamente à adequação da representação dos interesses do público em geral por via das associações convidadas pelo governo – que, se presume, conhecem todas a Lei de Terras –, um comentário parecerá suficiente. Não parece competir à administração determinar quem, para estes efeitos, representa ou não representa os interesses gerais da população. Que associações colectivas da mais diversa natureza sejam ouvidas não merece contestação. Que a administração se arrogue o poder de determinar que elas representam os variados e, possivelmente, divergentes interesses dos cidadãos e dos diferentes sectores sociais, é, no mínimo, abusivo. Em que se fundamenta tal putativo mandato de representação? Outrossim, parece claro que as explicações aduzidas para contestar uma questão que, em si mesma, é legítima e justificável, podem contribuir para sugerir que os objectivos da consulta são mais formais que substantivos. E, consequentemente, do episódio - e das ilações lógicas que dele se podem extrair - pode resultar, mais que tudo, o enfraquecimento da qualidade dos resultados que venham a produzir-se.


eleva

Não é o grau, o posto, o emprego ou a dignidade que o homem, mas o seu carácter. Padre Manuel teixeira [1912-2003]

Dito da Semana

“Pereira Coutinho? Não sei quem é, desculpem”. ZHENG YAN, PRESIDENTE DA AIR MACAU EM DECLARAÇÕES AOS JORNALISTAS

O exemplo de Singapura Um terço da população activa foi recrutada no exterior. Não é por acaso que Singapura tem das melhores empresas do Mundo e continua a liderar o ranking dos países e territórios onde é mais fácil fazer negócios. Em Macau, há empresários que desistem de fazer investimentos porque o recrutamento ao exterior continua a ser um processo muito complexo e pouco transparente.

habitação pública e segurança social, dois sectores em que Macau necessita urgentemente de evoluir e se modernizar. Oitenta por cento dos residentes de Singapura vive em habitações públicas. Um projecto que arrancou em 1960 e tem tido excelentes resultados. Macau está muito atrasado e os privados não devem gostar muito de ver o Governo intervir no sector. A meta dos 19 mil fogos até 2012 permanece.

Cumpri-la será suficiente, pois não existem condições reais para alterações significativas. Quanto à previdência central, espero que a experiência da Cidade-Estado seja suficiente para que haja consenso para aumentar as contribuições de empregados e patrões, pois o actual sistema só levará o regime à falência. Singapura é também uma boa referência para a política de importação de mão-de-obra.

15 ol h a del a

“Não conhece Pereira Coutinho”

• Macau volta a olhar para Singapura. Foi assim com Edmund Ho no início do seu mandato e agora com Fernando Chui Sai On. Copiar o que é bom ou aprender com quem tem provas dadas pode ser benéfico. Em alguns aspectos, Singapura deve ser um exemplo para Macau, mas os dirigentes locais não podem esquecer as diferenças existentes entre a RAEM e a Cidade-Estado, a começar pela identidade e a história de cada um. Nos dois mandatos de Edmund Ho ouvi falar em cursos, acções de formação e deslocações a Singapura, mas a verdade é que a reforma dos serviços públicos está longe de estar concluída. Parece que aprendemos pouco com os quadros da Cidade-Estado, mas agora a cooperação foi reforçada. Macau bem precisa que o futuro Centro de Formação dos Trabalhadores da Função Pública se torne numa estrutura eficiente e dinâmica. Nesta visita, Fernando Chui Sai On colocou a ênfase na

segunda-feira 17.1.2011

www.hojemacau.com.mo

P.S. O Chefe do Executivo foi a Singapura sem tradutor. Fernando Chui Sai On tem mostrado grande preocupação na ligação do Governo com os jornalistas, por isso não percebo que na comitiva não tenha sido incluído um elemento para assegurar a tradução para a segunda língua oficial da RAEM. É certo que na Cidade-Estado estava Alexis Tam que, uma vez mais, resolveu o problema. O Chefe do Executivo deve rever esta situação. O mesmo sucede, de resto, com os secretários, que nem sempre se fazem acompanhar de tradutores quando comparecem em actos públicos. Uma palavra final para Vasco Fong. As cerimónias do Comissariado contra a Corrupção devem ser comunicadas às redacções nas duas línguas oficiais. Não foi o que sucedeu na quartafeira com a tomada de posse do novo adjunto do CCAC.

Acontecimento da Semana

Gilberto Lopes

A Figura da Semana Maior do que os sistemas • José Mourinho faz já parte da história do futebol mundial. Goste-se ou não do estilo, vai ser lembrado pelos êxitos, embora poucos recordem a maneira como as suas equipas jogavam. Até agora, os treinadores mais marcantes, como Helenio Herrera (Inter dos anos 60) ou Rinus Michels (Ajax dos finais da década de 60 e selecção da Holanda em 74 e 88) deixaram um esquema táctico, que revolucionou o desporto-rei. Michelis, considerado em 1999 o treinador do século, criou o chamado futebol moderno ou total, de que Johan Cruyff foi o melhor intérprete. O treinador do Real Madrid está acima das equipas que tem dirigido. No Porto, Chelsea, Inter ou Real, José Mourinho optou por sistemas diferentes, moldando os jogadores ao sistema que melhores resultados podia garantir. Com o sucesso que todos conhecemos. O mais significativo terá sido, eventualmente, a conquista do Inter de Milão por uma equipa veterana, que o português transformou numa máquina de ganhar, com a ajuda de um holandês (Sneijder)que merecia ter estado na lista final da FIFA para melhor jogador do Mundo em 2010. É essa forma de estar no futebol que lhe tem assegurado títulos em Portugal, em Inglaterra e em Itália. Em Espanha, vamos ver o que vai suceder, pois a concorrência é muito forte. O Barcelona é apenas a actual melhor equipa do Mundo, mas na segunda temporada José Mourinho costuma ser implacável. Não gosto de algumas das facetas de Mourinho, a quem Franz Beckenbauer chamou esta semana grosseiro e mal- educado, mas não tenho dúvidas que já é - e, provavelmente, será mais tarde consagrado - o melhor treinador de sempre.

Interferência do poder político nos tribunais? MAIS e menos • “Os ex-titulares do cargo de Chefe do Executivo e dos principais cargos não podem, em procedimento criminal, ser inquiridos como testemunhas, peritos ou declarantes sobre factos confidenciais ou reservados de que tenham tomado conhecimento no exercício das respectivas funções, sem que seja obtida autorização prévia do Chefe do Executivo”. (...) “Os ex-titulares do cargo de Chefe do Executivo e dos principais cargos têm o dever de guardar segredo sobre factos confidenciais ou reservados de que tenham tomado conhecimento no exercício das respectivas funções, enquanto

não forem objecto de divulgação pública, salvo autorização do Chefe do Executivo” - Lei 22 de 2009. A decisão do actual Chefe do Executivo de não autorizar Edmund Ho a prestar depoimento como testemunha no terceiro processo conexo ao do antigo secretário Ao Man Long tem fundamento legal? Integra-se no espírito da lei 22 de 2009 ou Fernando Chui Sai On foi longe demais na interpretação da legislação? Não estamos perante uma interferência do poder político, o que coloca em causa a independência dos tribunais?

Confesso que nunca acreditei que Edmund Ho ou Susana Chou fossem a tribunal responder às questões do advogado de Pedro Chiang. Com o respeito que me merece João Miguel Barros, também não percebi porque desistiu do depoimento da antiga presidente da Assembleia Legislativa ou não apresentou qualquer recurso em relação à decisão do tribunal em aceitar a decisão de Fernando Chui Sai On. O advogado acabou por prescindir da testemunha Edmund Ho. Vou aguardar pelas alegações finais, marcadas para quarta-feira.

+ José Braz-Gomes é o novo director-geral da subsidiária off-shore da Caixa Geral de Depósitos. Uma decisão acertada, que premeia o trabalho que tem desenvolvido ao longo de três décadas de permanência no território. Vai fazer falta ao BNU, mas continuará a prestigiar a banca portuguesa em Macau. - Não era preciso o Conselho de

Consumidores fazer um inquérito para saber que as agências de viagem estão a cobrar taxas ilegais quando os serviços são pagos com cartão de crédito. Espero agora que as autoridades obriguem as agências de viagem a cumprir a lei.

Propriedade Fábrica de Notícias, Lda Director Carlos Morais José editor Vanessa Amaro Redacção António Falcão; Filipa Queiroz; Gonçalo Lobo Pinheiro; Kahon Chan; Joana Freitas; Rodrigo de Matos Colaboradores Carlos Picassinos; José Manuel Simões; Marco Carvalho; Maria João Belchior (Pequim); Rui Cascais; Sérgio Fonseca Colunistas Arnaldo Gonçalves; Boi Luxo; Correia Marques; Gilberto Lopes; Hélder Fernando; João Miguel Barros; Jorge Rodrigues Simão; José I. Duarte; Marinho de Bastos; Paul Chan Wai Chi; Pedro Correia Cartoonista Steph Grafismo Paulo Borges; Catarina Lau Ilustração Rui Rasquinho Agências Lusa; Xinhua Fotografia António Falcão; António Mil-Homens; Lusa; GCS; Xinhua Secretária de redacção e Publicidade Laurentina Silva (publicidade@hojemacau.com.mo) Assistente de marketing Vincent Vong Impressão Tipografia Welfare Morada Av. Dr. Rodrigo Rodrigues nº 600 E, Centro Comercial First Nacional, 14º andar, Sala 1407 – Macau Telefone 28752401 Fax 28752405 e-mail info@hojemacau.com.mo Sítio www.hojemacau.com.mo


A IGREJA QUER RE-EVANGELIZAR MACAU...

O QUÊ? esse tempo já acabou há muito com os...

... descobrimentos

segunda-feira 17.1.2011 www.hojemacau.com

!!!

pub

Professor chinês cria fórmula para vencer no casino

Do bacará para o chilindró

Kahon Chan

kahon.chan@hojemacau.com.mo

Um professor chinês alega ter descoberto uma fórmula “infalível” para ganhar no jogo do bacará em Macau, mas quando quis testar a sua hipótese nas mesas de jogo controladas remotamente através da fronteira, foi considerado culpado do crime de jogo ilegal. Um recurso sobre autoridade jurisdicional foi rejeitado por um tribunal em Cantão. Foi em Dezembro de 2008 que o professor Zhang, da Universidade de Pequim, tentou pôr em prática a sua alegada fórmula “infalível” para vencer no jogo do bacará, que desenvolveu no final desse ano, de acordo com o artigo publicado no sábado pelo “Jin Hua Times”, da capital chinesa, e pelo “Sing Tao Daily”, de Hong Kong. Mas nessa altura, viu-se barrado com o amigo Li na fronteira em Macau, alegadamente

por um problema de visto, mas um outro amigo, Wang, passou e foi sozinho jogar no casino. O teste pôde assim ser levado adiante, graças a Wang, que entrou num dos casinos de Macau e começou a jogar. À medida que ia fazendo as apostas, ia informando por telefone a situação na mesa aos outros dois amigos, que voltaram para trás e se instalaram num hotel em Cantão. E era por telefone que o professor Zhang ia dando instruções com base nos seus cálculos. O grupo apostou três milhões de dólares de Hong Kong, e após mais de uma dúzia de horas de jogo, ao longo de três dias, ganhou mais 11,3 milhões de dólares. Nenhum dos jornais conta como foi que a polícia de Cantão foi notificada acerca do jogador invulgar, mas Wang e os outros dois acabaram por ser detidos a 31 de Dezembro, em Cantão. Em Julho de 2009, a polícia de Cantão

determinou que se tratava de uma aposta ilegal a realizada através do telefone. Todas as apostas e ganhos foram confiscados, além de 15 dias de detenção e de uma multa de mil yuans (1195 patacas). O professor, no entanto, contra-argumentou que o jogo na verdade teve lugar em Macau e apresentou um recurso num tribunal distrital de Pequim contra o departamento de polícia de Cantão, considerando que este não tinha autoridade jurisdicional sobre um jogo orientado à distância que geograficamente tinha lugar em Macau. E argumentou também que a operação tinha um interesse científico superior ao do jogo. Odepartamentodepolícia, contudo, defendeu que, tendo o próprio Zhang explicado detalhadamente como apostou o seu próprio dinheiro em jogos de mesa manipuladas através de conversas telefónicas, o acto em si deveria ser considerado um envolvimento ilegal em jogo além-fronteiras. O tribunal distrital de Chaoyang, em Pequim, acabou por decidir contra Zhang, porque as ordens de aposta eram originadas a partir da China Continental, pelo que as acções dos três homens deveriam ser consideradas como um todo e a polícia de Cantão tinha poder de jurisdição para punir o académico.

a fechar

Toyota Tentativa de homicídio

Dois clientes da Toyota que afirmam que os seus veículos sofreram episódios de aceleração súbita e descontrolada vão processar a empresa por “tentativa de homicídio” e exigem um “pedido de desculpas formal” aos clientes. “Vamos processar a Toyota por tentativa de homicídio, porque eles podiam e deviam ter evitado esta situação toda. Tinham consciência do que se passava e andaram a brincar com a vida dos seus clientes”, disse à Lusa Daniel Estêvão, filho de Arminda Estêvão, cujo Toyota Corolla de mudanças automáticas “passou de quase zero para mais de cem quilómetros à hora” quando a condutora entrava na garagem de casa, em Junho de 2010.

Carlos Castro Cinzas pelo ralo

Sob muitos flashes de máquinas fotográficas, holofotes de câmaras de televisão e as luzes néon de Times Square, familiares, amigos e muitos populares fizeram ontem em Nova Iorque a última, e muito discutida, despedida a Carlos Castro. As cinzas tiveram de ser lançadas numa grelha do metropolitano, já que a lei norte-americana não permite que cinzas sejam espalhadas pela cidade. Muitos portugueses na cidade protestaram contra o circo que se armou para a despedida, a considerar Carlos Castro um pedófilo que não merecia tal atenção.

Hoje Macau • 2011.01.17 #2290  

Edição do jornal Hoje Macau de Segunda-feira • 17 de Janeiro de 2010 • ANO IX • Nº 2290