Issuu on Google+

GONÇALO LOBO PINHEIRO

60

ºGRANDE

PRÉMIO DE MACAU

SEXTA-FEIRA 8.11.2013

ESTE SUPLEMENTO É PARTE INTEGRANTE DO HOJE MACAU E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE

SÉRGIO FONSECA info@hojemacau.com.mo

D

ESTA vez o carnaval dos desportos motorizados chega à cidade uma semana mais cedo. Aquele que é ainda o maior cartaz desportivo da RAEM começa já este Sábado, com a celebração do 60.º aniversário, um evento que, até pelos valores em jogo, se quer memorável e mirífico. A edição 2012 ainda está bem viva na memória daqueles que a seguiram de perto. Em quatro dias vivemos a tragédia do motociclista Luís Carreira, o pódio do Tiago Monteiro na Corrida da Guia e a autoritária vitória de António Félix da Costa na Fórmula 3. Pelo meio, vimos incrédulos o acidente fatal de Philip Yau, o braço de ferro entre os pilotos de Macau e os agentes que comandam o desporto no território por causa dos subsídios destinados ao automobilismo e ainda assistimos incrédulos ao triste espectáculo da “A Portuguesa” que não queria tocar.

O circo chega à cidade

Tal como no Jubileu de Ouro, este ano a festa divide-se em dois fins-de-semana, sendo que o primeiro apenas ocupa as ruas do território no sábado e domingo. Se no segundo fim-de-semana, este sim, com quatro dias de duração como manda a tradição, se concentram as corridas mais simbólicas – Fórmula 3, WTCC e GP Motos – o primeiro não tem metade da graça. A presença do nove vezes campeão do mundo de ralis Sébastian Loeb na Taça Porsche garante a atenção da imprensa internacional, enquanto Couto, Ávila & a malta das corridas de Turismos entretêm as gentes cá do burgo. Muito pouco, a bem da verdade. Fica a ideia que o programa de corridas do próximo fim-de-semana foi vendido a retalho ao Grupo Volkswagen China (uma versão ligeiramente menor do Sports Car Champions Festival de há quinze dias em Xangai) e não houve sequer o cuidado e a imaginação em enquadrar uma corrida sonante que justificasse a existência deste mesmo primeiro fim-de-semana.

Os mais analíticos poderão questionar que sentido faz em ter um programa em que quatro das seis corridas são disputadas com carros iguais. Os entendidos irão perguntar se o passado foi esquecido e onde está a corrida de clássicos, ou o Grande Prémio não tivesse uma respeitável tradição nessa matéria. Já os mais críticos poderão dizer que assim se dá de bandeja mais um argumento às habituais vozes de descontentamento num Macau cada vez mais congestionado e poluído, mas mesmo assim tão condescendente à presença das corridas. Um fim-de-semana de quatro dias de artérias cortadas e zumbidos fora de horas uma vez por ano para aqueles que não são “maluquinhos pelos popós” é razoavelmente aceitável, mas mais do que isso tem que ser ponderado e, acima de tudo, justificável. Felizmente, até para a saúde do próprio Grande Prémio e relacionamento com as suas gentes, que fins-de-semana a dobrar, só de dez em dez anos...


60

SÉRGIO FONSECA info@hojemacau.com.mo

O

SÉBASTIEN LOEB CONFIANTE PARA A ESTREIA

“ADORO ISTO!” Taça Porsche Carrera Ásia

• Amplamente reconhecido como o mais competitivo troféu monomarca à face da terra, a Taça Porsche Carrera regressa a Macau na sua versão asiática. Sem contar para o campeonato, a corrida tem o aliciante de ter como convidado o nove-vezes campeão do mundo de ralis Sébastien Loeb à partida. O francês, que vem praticar com vista ao seu ingresso no WTCC em 2014, conhece bem o 997 GT3 Cup, tendo até vencido no passado a corrida da Taça Porsche francesa nas ruas de Pau. Loeb será certamente um obstáculo aos favoritos, Earl Bamber, campeão 2013, Martin Ragginger, Keita Sawa e Rodolfo Ávila. O piloto português de Macau foi terceiro esta temporada na Taça Porsche asiática, jogando a seu favor o

superior conhecimento da pista, para além de ter conduzido este mesmo modelo da casa de Weissach na edição passada da Taça GT Macau. REPRESENTANTES LOCAIS: Rodolfo Ávila e Kevin Tse

Taça Audi R8 LMS

• A “Audi R8 LMS Cup” é o único troféu monomarca da casa de Ingolstadt organizado em todo o Mundo. Com o forte apoio da Audi China, a segunda edição deste campenato vai ser pela primeira vez decidida na ruas do território. Enquanto Alex Young e Adderly Fong vão discutir o título, a corrida será provavelmente decidida entre os “convidados” Edoardo Mortara e André Couto. Mortara,

nove-vezes campeão do mundo de ralis Sébastien Loen é uma das atracções, se não talvez mesmo a maior atracção internacional, do primeiro fim-de-semana de corridas do 60.º Grande Prémio de Macau. A convite da Porsche China, no 50.º aniversário do modelo 911 da casa alemã, o reputado piloto francês vai correr na corrida Taça Porsche Carrera Ásia, mas só hoje terá a oportunidade de dar uma volta, ainda que não num carro de corridas, ao Circuito da Guia. “Apenas sei que é uma pista difícil no geral e que no geral, os pilotos ficam a gostar dela. Todos me dizem que é um circuito único e que é fantástico lá conduzir”, diz Loeb que irá enfrentar um pelotão de vinte e três Porsche 911 GT3 Cup, sendo esta a primeira vez que faz uma corrida de velocidade no continente asiático. O piloto de ralis com mais sucesso de todos os tempos tem alguma experiência em circuitos citadinos, tendo corrido em Pau, onde inclusive venceu, e nas ruas do Principado do Mónaco anteriormente. Loeb diz que este tipo de circuitos tem características parecidas com as etapas de rali: “No geral, é algo que gosto. Faz-me lembrar os ralis, porque não há tempo para levantar o pé e não há espaço para erros. Habitualmente, nos circuitos citadinos, as corridas são intensas, em que se joga ao detalhe, e onde se arrisca muito na qualificação. Adoro isto!” O piloto português de Macau, Rodolfo Ávila, um dos habituais protagonistas da Taça

que é piloto oficial da Audi no campeonato alemão DTM, venceu por quatro vezes consecutivas no Circuito da Guia, duas de Fórmula 3 e duas na Taça GT Macau com um Audi R8 em todo semelhante aquele que irá conduzir este fim-de-semana. Mas Couto, que abdicou de uma presença no WTCC por esta corrida, também não é um estranho ao R8 GT3 LMS, tendo vencido uma das duas mangas em Zhuhai e obtido a “pole-position”. REPRESENTANTE LOCAL André Couto

Formula Masters Series

• Este é o único campeonato de monolugares no continente asiático com alguma

º

GP

Porsche asiática, será um dos adversários de Loeb na corrida de domingo. Para Ávila, que foi abordado pela Porsche China para fazer de cicerone na primeira volta de Loeb ao circuito do território amanhã, “esta é uma oportunidade única de medir forças, de igual para igual, com um dos pilotos mais famosos do mundo. Sébastien Loeb é um dos pilotos com maior sucesso na história dos ralis, mas os seus talentos em circuitos são formidáveis também.”

Apenas sei que é uma pista difícil no geral e que no geral, os pilotos ficam a gostar dela. Todos me dizem que é um circuito único e que é fantástico lá conduzir SÉBASTIAN LOEB

O astro gaulês, que actualmente corre a tempo-inteiro no campeonato FIA-GT, vai com certeza aproveitar esta sua estreia no Circuito da Guia para aprender um circuito que faz parte do seu calendário para 2014 e em que é impossível testar previamente. Loeb será um dos três pilotos da equipa oficial da Citroën, marca que no próximo ano irá participar pela primeira vez a tempo-inteiro no Campeonato do Mundo FIA de Carros de Turismo (WTCC).

expressão. Estes pequenos fórmulas, todos iguais, construídos em Itália pela Tatuus, correm na Europa e já correram na Ásia com motores Abarth turbo, mas agora estão equipados com motores 2-0 litros da VW derivados da Fórmula 3. Macau não conta para um campeonato que não tem nomes sonantes, mas que provavelmente reúne um pouco do que será o futuro do automobilismo no continente na próxima década. A corrida que fecha o cartaz de provas do fim-de-semana conta com a presença de Andy Chang, o “menino bonito” do Instituto do Desporto, que depois de algumas corridas de Fórmula Ford em Inglaterra, participou na prova da Fórmula Masters Series em Xangai, sem resultados de vulto, para preparar a sua estreia em casa.

REPRESENTANTE LOCAL: Andy Chang

Lamborghini Super Trofeo Asia

• Aquele que se auto-denomina o troféu monomarca mais rápido do mundo também se estreia em Macau. Longe da competitividade e nível dos “primos” da Audi e da Porsche, o troféu da casa italiana aglomera na sua maioria abonados “Gentleman Drivers”. Apesar da Lamborghini vender actualmente em Macau mais de duas dezenas de exemplares por ano, a sua corrida entre nós não terá qualquer representante da terra. Depois das dificuldades dos “irmãos” Gallardo GT3 a fazer a curva do Melco em pretéritas edições, aceitam-


hoje macau sexta-feira 8.11.2013

ANDRÉ COUTO E RODOLFO ÁVILA MUDARAM DE CORRIDA ESTE ANO

NA PROCURA DOS LUGARES CIMEIROS SÉRGIO FONSECA info@hojemacau.com.mo

A

NDRÉ Couto (AC) e Rodolfo Ávila (RA) têm este fim-de-semana mais em comum do que serem pilotos portugueses a representar Macau e serem os únicos pilotos do território com arcaboiço internacional. Curiosamente, Couto e Ávila optaram este ano por não correr no segundo fim-de-semana do Grande Prémio de Macau, o mais importante do 60.º aniversário, para tomarem parte dos troféus asiáticos que vão para o asfalto no primeiro fim-de-semana de provas. Ao Hoje Macau (HM), explicaram as suas escolhas.

HM - Objectivo para o fim-de-semana? RA - Obviamente que gostaria fi-

car num lugar do pódio e adoraria ainda mais vencer a corrida, mas temos que ser realistas. Este é um campeonato muito forte e um lugar nos seis primeiros é sempre um bom resultado. Depois, o Circuito da Guia é um circuito especial, em que é sempre preciso ter um pontinha de sorte para obter um bom resultado. HM - Porquê correr na corrida da Taça Audi e não no WTCC? AC - Gostaria de ter feito as duas corridas mas, quando fui obrigado a escolher, apostei na Taça Audi, pois tenho garantido à partida um carro que me dá mais possibilidades de obter um bom resultado do que regressar para a corrida de WTCC. Corri pela Audi na prova de Zhuhai

e eles gostaram do meu trabalho e convidaram para fazer Macau. Faz mais sentido para mim continuar esta boa relação com a Audi, do que participar no WTCC, onde sabia que dificilmente teria disponível um carro capaz de lutar pelos lugares cimeiros. HM - Objectivo para o fim-de-semana? AC - O meu objectivo, em todas as corridas, passa sempre por lutar pelos primeiros lugares e este fim-de-semana não vai ser excepção. Não será fácil vencer, pois a concorrência participa neste campeonato durante o ano todo ou conhece muito bem o carro, como é o caso do Edoardo Mortara.

FOTO GONÇALO LOBO PINHEIRO

HM - Porquê correr na corrida

Taça Porsche e não na Taça GT Macau? RA - decisão de correr na Taça Porsche foi tomada em conjunto com o Team Jebsen, que tem uma longa história no automobilismo da região. Fiz a temporada na Taça Porsche e faz todo o sentido para mim participar nesta corrida, a última do troféu com o modelo 997. A maior parte das pessoas não têm a noção de quanto custa participar na Taça GT Macau. Para montar um projecto vencedor estamos a falar de valores que são quase o dobro do que a corrida do WTCC e a projecção é muito menor.

André Couto

Rodolfo Ávila

VOLTA DE AQUECIMENTO -se apostas se os Super Trofeo conseguem dobrar uma das curvas mais emblemáticas do Circuito da Guia. REPRESENTANTE LOCAL: Não há

Taça de Carros de Turismo de Macau

• Conhecida durante muitos anos como “Taça CTM” apenas, esta corrida, que atrai um vasto leque de viaturas, muitas que ajudaram a escrever linhas do passado recente do WTCC. O campeão asiático Tin Sritrai (BMW 320si), o campeão chinês Andy Yan (Chevrolet Lacetti), o campeão filipino Ferdinand Pastor (Honda DC5) são alguns dos favoritos de uma longa

lista, onde também constam os nomes de Kenneth Look (Chevrolet Cruze), Lo Ka Chun (Honda FD2), ou Michael Choi (Honda FD2). Com a elite dos carros de turismo de Macau a migrar para o WTCC neste evento, a maior esperança da RAEM para um bom resultado este fim-de-semana está em Leong Ian Veng (Honda FD2), precisamente o campeão 2013 do MTCS na classe rainha e cujo o Honda é preparado pela JAS Motorsport, a equipa oficial da Honda no WTCC. Destaque para a presença na prova de Hélder Rosa (Honda DC5), e dos veteranos Belmiro Aguiar (Honda DC5) e José Mariano da Rosa (Honda EP3), este último sem dúvida um dos pilotos com mais presenças no Grande Prémio de Macau.

REPRESENTANTES LOCAIS: Leong Ian Veng, Belmiro Aguiar, Hélder Rosa, Lui Man Fai, Kuok Io Veng, Wong Kiang Kuan, Chan Kin Man, Loi Man Fai, Lou Hon Kei, Leong Chi Kin e José Mariano da Rosa.

Corrida de Interport MAC/HKG – Hotel Fortuna

• A corrida que coloca frente a frente rivais das duas regiões administrativas especiais é sempre uma das preferidas e onde momentos animados estão garantidos. Longe vão os tempos que esta corrida se destinava a “iniciados”, hoje a grelha de partida é na sua maioria composta por pilotos, que por uma razão, ou outra, não têm possibilidades de escalar na pirâmide do automobilismo local. Chou Keng

POR SÉRGIO FONSECA

Kuan, o grande favorito, vai defender o título. Como em anos anteriores Álvaro Mourato e Wong Wan Long vão tentar quebrar a supremacia do eterno favorito, sendo que a oposição de Hong Kong tem nos últimos anos ficado aquém das expectativas, não se esperando que seja diferente este ano. Uma nota para a presença da dupla portuguesa do 24-32 Racing Team, Rui Valente e Sérgio Lacerda. REPRESENTANTES LOCAIS: Álvaro Mourato, Rui Valente, Sérgio Lacerda, Wong Wan Long, Choi Kei Lei, Chou Keng Kuan, Lui Man Kit, Lam Hong Fai, Wong Ka Hong, Ng Cheong I, Tou Lap Pang, Ip Tak Meng, Leong Iok Choi, Cheong Chi Hou, Chu Hiu Fong, Chao Chong In, Wong Leong Man e Patrick Chan

Várias medidas para reduzir impacto do GPM

O

presidente da Comissão do Grande Prémio de Macau e secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Cheong U, disse, ontem, que já estão definidas diversas disposições para minimizar o impacto do evento para a população, designadamente no que se refere ao trânsito, pedindo a compreensão dos habitantes e fazendo votos que todos continuem a colaborar para o bom andamento do acontecimento desportivo, ou seja, saírem mais cedo de casa, irem a pé ou utilizarem os transportes públicos nas deslocações durante o período do Grande Prémio. O secretário presidiu, este meio-dia, à cerimónia de inauguração da nova Torre de Controlo e ritual tradicional de bênção da 60.ª edição do evento. Na ocasião, agradeceu a todos que, ao longo do ano, estiveram envolvidos nos trabalhos preparatórios para uma realização aperfeiçoada e bem sucedida do Grande Prémio, especialmente no reforço da promoção junto da comunidade. Ou seja, para que todos os cidadãos possam sentir o ambiente festivo e a alegria do sucesso do Jubileu de Diamante do maior acontecimento do desporto motorizado do território. Cheong U garantiu que a Comissão não poupará esforços para encontrar meios que permitam reduzir a pressão do trânsito rodoviário e outros efeitos do Grande Prémio na vida da população, nomeadamente, na próxima quinta e sexta-feira, em que é necessário as pessoas deslocarem-se para o trabalho e os estabelecimentos de ensino. E, reiterou o apelo aos cidadãos para cooperarem indo a pé ou dando preferência aos transportes públicos, bem como saindo de casa mais cedo. Além disso, acrescentou que a Comissão irá aumentar o número de portões, retardar a hora de fecho do circuito, acelerar os trabalhos de abertura do circuito ao público após as corridas, bem como a coordenação com algumas instituições do ensino que adoptam um horário flexível durante o evento. Quanto à questão de tolerância ou horário flexível na função pública, Cheong U, afirmou que os Serviços de Administração e Funções Pública (SAFP) já enviaram um aviso oficial aos restantes serviços, indicando que, sob o princípio de não se prejudicar o normal funcionamento dos serviços ao público e dentro do quadro legal, os respectivos dirigentes podem adoptar disposições de horário dos trabalhadores no sentido de aliviar o trânsito rodoviário.


|

• 9 DE NOVEMBRO (AMANHÃ) 6h - Fecho do Circuito 6h30/7h - Inspecção do Circuito 7h30/8h - Treinos livres da Corrida de Interport MAC/HKG – Hotel Fortuna 8h15/8h45 - Treinos livres da Taça Audi R8 LMS 9h/9h30 - Treinos livres da Taça Porsche Carrera Asia 9h45/10h15 - Treinos livres do Fórmula Mestres China Série 10h30/11h - Treinos livres da Lamborghini Super Trofeo Série da Asia 11h15/11h45 - Treinos livres da Taça de Carros de Turismo de Macau - CTM 12h05/12h35 - Treinos da Corrida de Interport MAC/HKG – Hotel Fortuna (cronometrados) 12h50/13h20 - Treinos da Taça Audi R8 LMS (cronometrados) 13h35/14h05 - Treinos da Taça Porsche Carrera Asia (cronometrados) 14h20/14h50 - Treinos do Fórmula Mestres China Série (cronometrados) 15h05/15h35 - Treinos da Lamborghini Super Trofeo Série da Asia (cronometrados) 15h50/16h20 - Treinos da Taça de Carros de Turismo de Macau - CTM (cronometrados) 18h30 - Abertura do Circuito • 10 DE NOVEMBRO (DOMINGO) 6h - Fecho do Circuito 6h30/7h - Inspecção do Circuito 7h30/8h50 - Treinos livres 9h15/10h - Corrida de Interport MAC/HKG – Hotel Fortuna - 10 voltas 10h25/11h10 - Taça Audi R8 LMS - 10 voltas 11h35/12h20 - Taça Porsche Carrera Asia - 10 voltas 12h45/13h45 - Taça de Carros de Turismo de Macau - CTM - 12 voltas 14h20/15h05 - Lamborghini Super Trofeo Série da Asia - 10 voltas 15h05/15n35 - Evento Especial 16h/16h45 - Fórmula Mestres China Série - 10 voltas 18h30 - Abertura do Circuito • 14 DE NOVEMBRO (QUINTA-FEIRA) 6h - Fecho do Circuito 6h30/7h - Inspecção do Circuito 7h30/8h30 - Treinos livres do 47.º Grande Prémio de Motos de Macau - Star River•Windsor Arch 8h55/9h35 - Treinos livres da Corrida Cotai Strip Resorts Lotus Grande China 9h55/10h35 - Treinos livres da Macau Road Sport Challenge – Suncity Group 10h55/11h40 - Treinos livres do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3–Star River•Windsor Arch 12h/12h30 - Treinos livres da Taça GT Macau - City of Dreams 12h50/13h30 - Treinos livres de Masters Challenge Scirocco R China 13h50/14h20 - Teste do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA – Corrida da Guia de Macau – apoio Star River•Windsor Arch 14h40/15h10 - Treinos do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3–Star River•Windsor Arch (cronometrados) 15h50/16h35 - Treinos do 47.º Grande Prémio de Motos de Macau - Star River•Windsor Arch (cronometrados) 18h30 - Abertura do Circuito 6h - Fecho do Circuito 6h30/7h - Inspecção do Circuito

• 15 DE NOVEMBRO (SEXTA-FEIRA)

9 a 10, 14 a 17 de NOVEMBRO de 2013

|

PROGRAMA PROVISÓRIO

7h30/8h15 - Treinos do 47.º Grande Prémio de Motos de Macau - Star River•Windsor Arch (cronometrados) 8h30/9h - Treinos livres do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA – Corrida da Guia de Macau – apoio Star River•Windsor Arch 9h20/9h50 - Treinos da Corrida Cotai Strip Resorts Lotus Grande China (cronometrados) 10h10/10h40 - Treinos da Macau Road Sport Challenge – Suncity Group (cronometrados) 11h/11h45 - Treinos livres do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3–Star River•Windsor Arch 12h15/12h45 - Treinos livres do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA – Corrida da Guia de Macau – apoio Star River•Windsor Arch 13h05/13h35 - Treinos de Masters Challenge Scirocco R China (cronometrados) 13h55/14h25 - Treinos da Taça GT Macau - City of Dreams (cronometrados) 14h45/15h15 - Treinos do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3–Star River•Windsor Arch (cronometrados) 15h35/16h25 - Treinos do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA – Corrida da Guia de Macau – apoio Star River•Windsor Arch (cronometrados) 18h30 - Abertura do Circuito

hoje macau sexta-feira 8.11.2013

STAR RIVER • WINDSOR ARCH 60.º GRANDE PRÉMIO DE MACAU

60

º

GP

INAUGURADA NOVA TORRE DE CONTROLO DO GRANDE PRÉMIO DE MACAU

• 16 DE NOVEMBRO (SÁBADO) 6h - Fecho do Circuito 6h30/7h - Inspecção do Circuito 7h30/7h50 - Treinos livres do 47.º Grande Prémio de Motos de Macau - Star River•Windsor Arch 8h20/9h20 - Corrida Cotai Strip Resorts Lotus Grande China - 10 voltas 9h50/10h50 - Macau Road Sport Challenge – Suncity Group - 10 voltas 11h20/12h20 - Masters Challenge Scirocco R China - 8 voltas 12h50/13h10 - Treinos da Taça GT Macau - City of Dreams (cronometrados) 14h/14h50 - Grande Prémio de Macau de Fórmula 3–Star River•Windsor Arch– (Prova Classificativa) - 10 voltas 15h30/16h30 - 47.º Grande Prémio de Motos de Macau - Star River•Windsor Arch – 15 voltas 18h30 - Abertura do Circuito • 17 DE NOVEMBRO (DOMINGO) 6h - Fecho do Circuito 6h30/7h - Inspecção do Circuito 7h15/7h40 - Treinos livres 7h55/8h05 - Treinos livres da Taça GT Macau - City of Dreams 8:30/8:45 - Treinos livres do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA – Corrida da Guia de Macau – apoio Star River•Windsor Arch 9h20/10h20 - Taça GT Macau - City of Dreams – 12 voltas 10h45/13h - Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA – Corrida da Guia de Macau–apoio Star River•Windsor Arch - 2 corridas de 9 voltas com 15 minutos de intervalo 13h40/14h40 - Evento Especial 15h10/15h25 - Dança do Leão 15h30/16h30 - Grande Prémio de Macau de Fórmula 3–Star River•Windsor Arch – 15 voltas 18h30 - Abertura do Circuito * O programa está sujeito a alterações sem aviso prévio. ** Se as condições permitirem a abertura do circuito, antes da hora marcada, será anunciado.

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Cheong U, presidiu, ontem, à cerimónia de inauguração da nova Torre de Controlo do Grande Prémio de Macau. Depois de muita polémica, a nova edificação torna-se, assim, no novo ícone do evento para os anos futuros.


GP Macau #60 - I