Issuu on Google+


Dicas de construção: Este modelo pode ser construído usando os seguintes tipos de cola: - Cola Quente - Cola de isopor (ou UHU) - Epóxi - 3M 77 adesivo spray Minha cola preferida para a construção deste modelo é a COLA QUENTE, até porque ela será necessária para vedar a fuselagem. (Escolha os bastões transparentes não os leitosos) Para as peças que devem ser laminadas(flutuadores e o bico), bem como as tiras da fuselagem, recomendo a cola de isopor comum, é muito mais leve. A cola 3M spray também é ótima para as peças laminadas e as tiras da fuselagem. Para a nacele(parte onde é fixado o motor, recomendo fortemente a cola quente já que ela reforça bem essa parte.


VISテグ GERAL DO KIT


Guia de ReferĂŞncia


CRONOLOGIA


1º Passo: Unir as duas partes que compõe a asa (foto à esquerda). Recomendo usar cola quente e uní-las sobre uma superfície plana, uma mesa por exemplo. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.

2º Passo: Colar as varetas de reforço nos sulcos da asa. Cada vareta tem o seu tamanho de acordo com o sulco pré cortado na asa. Recomendo o uso de cola de isopor. DICA: Quando usar a cola de isopor, passe a cola, junte as partes a serem coladas e separe-as por 1 minuto e depois junte novamente. Caso contrário demora muito para secar.


3º Passo: Unir as partes que compõe as laterais da fuselagem (foto à esquerda). Recomendo usar cola quente e uní-las sobre uma superfície plana, uma mesa por exemplo. Basta respeitar a marcação nas peças: “A” com “A” e “B” com “B”. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.

Dica: À direita uma foto mais aproximada. Recomendo após colá-las colar fita adesiva do lado de dentro para vedar a passagem de água.


4º Passo: Nas laterais da fuselagem, antes de qualquer coisa, deve-se colar as tiras de depron. Observe a foto à esquerda. Essas tiras devem envolver toda a borda das Duas peças laterais da fuselagem como veremos em fotos mais à frente.

5º Passo: Observe à direita que depois de colar as tiras já podemos colar as cavernas. Cada peça das cavernas tem sua identificação e na fuselagem a identificação correspondente. Siga as marcações nessa etapa. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


FUSELAGEM LATERAIS


6º Passo: Hora de unir as laterais da fuselagem, aqui Pode-se usar colar quente ou cola de isopor. Observe que na caverna “F3” vai uma tira bem onde está o círculo na foto à esquerda.

Visão da fuselagem já tomando forma. Veja no próximo slide mais fotos detalhando o resultado dessa etapa. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


FUSELAGEM VISテグ GERAL


7º Passo: Vamos agora montar a base da bateria na Fuselagem(foto ao lado). Note que o local onde ela vai colada está marcado nas partes internas da fuselagem. Aqui recomendo cola quente.

À direita podemos ver a base da bateria já Devidamente colada. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


BASE DA BATERIA VISテグ GERAL


8º Passo: Vamos agora montar a parte de baixo da Fuselagem(foto ao lado). Aqui usei cola de isopor e depois nas juntas, por dentro da fuselagem, vedei com a cola quente. Tente usar uma camada fina de cola quente Para não agregar muito peso.

À direita podemos ver a base da fuselagem em seu devido lugar. Como usei cola de isopor nessa parte, optei por usar alfinetes até a secagem da cola. No caso de cola quente não são necessários os alfinetes. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


BASE DA FUSELAGEM VISテグ GERAL


9º Passo: Para a montagem do estabilizador vertical, podemos usar cola de isopor. Cole as peças laterais com cuidados para não obstruir o canal por onde passarão os fios do servo e a extensão que vai do motor ao ESC.

À direita podemos ver que a extremidade da peça foi lixada. Isso deve ser feito nas duas extremidades da peça de ambos os lados. Isso irá diminuir o arrasto durante o voo. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


ESTABILIZADOR VISテグ GERAL


10º Passo: Uma das partes mais importantes, a montagem da nacele do motor. Aqui vamos colar as tiras nas peças laterias da nacele.

Aqui a peça já com as tiras coladas, deve-se Fazer isso nas duas peças laterais. Veja mais fotos a seguir. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


11º Passo: Depois de colada as tiras, deveos curvar as Peças e cortar os lados em ângulo como na Foto à esquerda. O corte deve ser feito dos lados onde há uma inclinação na peça(veja destaque em amarelo). DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.

Para curvar as peças dessa forma, usei calor. Para isso pode-se usar um soprador térmico ou mesmo uma chama de fogão, porém, muito cuidado, isso pode causar a inutilização da peça. DICA: Caso não tenha habilidade com fogo, recomendo dobrá-la aos poucos exercendo leve pressão sobre uma superfície curva.


12º Passo: Aqui basta colar o servo no encaixe pré cortado Na peça. Recomendo usar cola quente e reforçar bem, Depois da montagem você não terá mais acesso a este servo. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.

Depois de colado o servo é hora de montar a nacele ao redor do servo, observe a foto à direita. Deve-se montar a base da necele e apenas Uma das laterais, isso porque nessa etapa já Deve-se linkar o profundor. Veja a seguir mais fotos ilustrando.


NACELE VISテグ GERAL


13º Passo: Agora vamos preparar as peças da empenagem. Cole as 2 varetas de reforço obedecendo os respectivos sulcos pré cortados na peça. Fixe o profundor como preferir, no meu caso usei p método “tension hinges”. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.

Depois de fixar, linkar o servo e fechar as Laterais da nacele, é hora de colar o estabilizador horizontal. Tenha certeza de não ter que mexer mais dentro da nacele. À direita veja como a nacele deve ficar com o estabilizador horizontal já colado. Use cola quente nessa etapa.


14º Passo: Vamos preparar a asa para ser colada à fuselagem. Antes de colar a asa devemos fixar os ailerons, o que pode ser feito da maneira que você preferir, no meu caso usei “tension hinges” mas, recomendo usar dobradiças. DICA: Antes de colar as laterais observe bem as Fotos do aeromodelo para não errar

Agora basta encaixar a asa na fuselagem e colá-la usando cola quente, PORÉM, deve-se observar à direita que a parte de cima e de baixo da fuselagem tem uma curva, para não errar aqui, use a peça que fecha a parte superior da fuselagem como guia e faça uma marcação na asa para depois aplicar a cola. Não cole a peça que fecha a parte de cima da fuselagem ainda. Certifique-se de vedar as juntas com uma fina camada de cola quente. Já a parte de baixo veja foto no próximo slide.


ASA / FUSELAGEM VISÃO GERAL

Observe a peça realçada na foto à direita, ela deve ser colada na parte de baixo da asa onde serão fixados os servos, as bordas dessa peça indicam o lugar correto onde deve ser colada as laterais de baixo da fuselagem na asa. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


14º Passo: Hora de fixar a peça de compensado que é a base do estabilizador do aero. Aqui, use cola epoxi, eu usei a Araldite Hobby. Essa parte deve ser bem reforçada já que vai sustentar toda a empenagem e ainda terá que suportar o torque do motor.

Essa peça é fixada na parte de cima da asa. Recomendo depois de todo montado o aero, que ela seja envernizada para evitar que apodreça por estar em contato com a água. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


15º Passo: Cole a peça destacada na foto à esquerda ao conjunto do estabilizador, use cola quente. Com o estabilizador nesse estágio, vamos fixá-lo á asa do aeromodelo. Certifique-se de já ter passado toda a fiação.

Use cola epoxi(Araldite) e não economize. Feito isso, já podemos fixar a parede de fogo que também é feita de compensado. Recomendo que use a Araldite aqui também. Veja a parede de fogo já fixada na foto à direita. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


16º Passo: Vamos aos flutuadores, cada flutuador é composto de 5 peças, veja foto à esquerda. Para montá-los, basta laminar(colar) as 5 peças. Aqui pode-se usar a cola de isopor que é mais leve.

Veja à direita o resultado. Feito isso, eles devem ser colador nas extremidades da asa, use cola quente. Observe que eles devem estar alinhados com as laterais da asa. Veja fotos a seguir.


FLUTUADORES VISテグ GERAL


17º Passo: Agora vamos fixar o leme ao estabilizador vertical. Aqui usei dobradiças de chapa de raio-x, mas Isso pode ser feito da maneira que você achar melhor.

Veja à direita o local onde o leme deve ser fixado. Note que o leme se encaixa perfeitamente ao desenho da peça. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


18º Passo: Vamos começar a preparação dos servos dos ailerons e do leme. DICA: Observe que ao redor dos servos vai colada a peça que destacamos do slide Nº 24. Use cola quente para fixá-la. Feito isso pode-se colar os servos usando a cola quente.

Veja à direita como deverá ser o resultado final. Acima eu usei uma haste dupla para o servo dos ailerons e uma haste única para o leme. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


SERVOS VISテグ GERAL


19º Passo: Para fazer os links como na foto à esquerda, recomendo usar raio de bicicleta e canudinho de pirulito. Essa parte deve ser bem rígida e não dá pra fazer com arame normal.

Veja à direita como deverá ser o resultado final. As peças em destaque podem ser feitas com hastes de servos e coladas com Araldite. Essas peças irão receber os arames com pontas Em “Z” que virão da haste do servo de comando. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


SERVOS VISテグ GERAL


Nessas fotos podemos ver o detalhe dos links Instalados na parte superior da asa. Observe que o arame(raio de bicicleta) tem que girar livre dentro dos canudinhos. Na foto abaixo vocテェ pode observar a parte de baixo as hastes que irテ」o receber os links do Servo dos ailerons. DICA: Os ailerons devem se mover livremente. SERVOS VISテグ GERAL


DICA: Veja nas fotos a seguir sugestões alternativas para a instalação dos links. A escolha de algum deles vai partir de você, o resultado será o mesmo em ambas as opções. A diferença é são mais fáceis de fazer. IMPORTANTE: Caso escolha fazer a linkagem sobre a asa o servo deverá ser instalado com a Haste ara cima como na foto à esquerda. LINKAGEM ALTERNATIVA


20º Passo: Ates de fecharmos a parte superior da fuselagem devemos preparar os locais onde vão instalados os eletrônicos. Observe os círculos na foto à esquerda de baixo para cima, nesses locais vão instalados respectivamente: Bateria, ESC e Receptor. Recomendo usar velcro para fixá-los.

IMPORTANTE: Antes de colar a parte de cima da fuselagem devemos cortar na peça as escotilhas de acesso à bateria e ao ESC e RX. Veja à direita os círculos em amarelo, corte a escotilha da bateria de um tamanho que facilite sua troca, já a escotilha do ESC e RX pode ser um pouco menor, isso vai de cada um. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


À esquerda podemos ver a escotilha da bateria aberta, note que nesse caso foi usar tiras de balsa nas bordas para evitar que a tampa caia dentro da fuselagem. Você pode fazer o mesmo com tiras de depron nas duas escotilhas. Observe que a fita de velcro é comprima para Permitir o acerto do CG de acordo com o tamanho da bateria usada.

Veja à direita o ESC já instalado no seu local correto. Observe que o conector do ESC está dimensionado para chegar tranquilamente ao Conector da bateria. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


21º PASSO: Agora vamos às entradas e saída de ar. Sabemos que o conjunto lipo + ESC esquenta muito e nãoqueremos ter uma pane voando sobre a água. Aqui basta definir os locais das duas entradas frontais e o da saída traseira. Use um ferro de solda ou esquente algo que possa usar para fazer os furos em ângulo de 45 graus.

Feito isso, basta colar as entradas que acompanham o kit sobre os furos usando cola quente ao seu redor. Acima podemos ver as entradas e à direita a saída de ar. Não podemos exagerar porque estaremos na agua. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


22º PASSO: Nesse ponto já podemos fechar a parte superior da fuselagem. Use cola quente e se preferir pode usar fita adesiva para segurar ou algum peso sobre a peça. À esquerda as escotilhas ainda não estavam abertas, mas facilita muito fazendo antes como descrito anteriormente.

O processo é semelhante ao usado para colar o fundo da fuselagem. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


23º PASSO: À esquerda podemos ver as 9 peças que compõe o bico do aeromodelo. Recomendo usar cola de isopor para laminá-las.

À direita as 9 peças já coladas. Nesse ponto, use cola quente para colar o bico à fuselagem do aeromodelo. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


24º PASSO: A seguir devemos usar a peça template que acompanha o KIT para conseguir o formato adequado. Usando a peça template, faça o desenho do formato como na foto ao lado em cima e embaixo do bico.

Com um estilete afiado, vá cortando o excesso do bico até chegar ao desenho. Depois, basta usar uma lixa para dar o Acabamento como na foto à direita. DICA: Sempre que tiver alguma dúvida veja o Guia de Referência no Slide 4.


Polaris Hidroavião - 4FLY Aeromodelismo Elétrico