Page 1


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 1


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 2


Editorial Nas pedras no caminho ergo, muro, casas, cria abismos. Atrás delas me escondo e aguardo o raiar do dia. Em avalanches as pedras do caminho provocam divisões, dores, na poeira que se levanta nada mais se vê nada mais se avista. As pedras do caminho, fragmentadas, servem ao estilingue para abater o indefeso pássaro. Não importa o alvo, a proposta e ferir e sempre prosseguir no seu intento, até que nada mais havendo, reconhecerá sua vitória sem que haja alguém para aplaudi-la Nas pedras do caminho uma frágil mais singela flor encanta.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012

3


Fundador e Diretor Responsável: José Heitor da Costa Fundado em 12/09/2012 Presidente: Jaldete Vieira Garcia Vice-presidente: José Heitor da Costa Diretor Executivo: Valberto Garcia Diretor Comercial: João Pedro Gutierrez Teixeira Diretora de Publicidade: Carmem Lúcia Diretora de Projetos Gráficos e Web Designers: Iza Souza Diretor e Editor de Esportes: João Costa Diretor de Assuntos Internacionais: Gilmar Freitas Repórteres: Afonso Aquino. Pinheiro Junior. Rodrigues Taú. Wanda Lacerda. Álvaro Cintra. João Mendes. contato@jhcmidiadigital.com Cel: +55 (11) 98178-5433 Conselho Administrativo Presidente: Jaldete Vieira Garcia Vice-Presidente: José Heitor da Costa

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 4


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 5


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 6


Turismo Turismo no Brasil - Rio Grande do Sul / Gramado GRAMADO

Foto: Prefeitura Municipal de Gramado

Informações

L

ocalizada no coração da Região das Hortênsias, Gramado dista 115 km da capital do estado, Porto Alegre. Faz divisa com Caxias do Sul (ao norte), Três Coroas (ao sul), Canela (a leste), Nova Petrópolis e Santa Maria do Herval (a oeste). O terceiro destino mais desejado do Brasil, Gramado encanta com suas ruas floridas, com os detalhes da arquitetura e hospitalidade. Aqui as quatro estações do ano proporcionam verdadeiros espetáculos da natureza. O romantismo do outono, o aconchego da lareira e do vinho no inverno, a alegria e o colorido das flores na primavera e a energia do verão fazem de Gramado uma cidade simplesmente surpreendente! O Natal Luz, um dos maiores eventos natalinos no mundo, encanta com shows de fogos, som e luzes, além dos emocionantes desfiles. O Festival de Gramado - Cinema Brasileiro e Latino, é o maior evento cinematográfico do país, reunindo artistas, produtores, diretores e jornalistas numa semana de muito glamour.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 7


Uma excelente oportunidade de ver de perto a cultura típica alemã e italiana é participar das festividades da Festa da Colônia. São dias de muita música, danças, jogos e culinária típica. É inesquecível por que possui um interior riquíssimo em paisagens ainda inexploradas, compostas por vales, rios e cachoeiras e cada recanto conta um pouco da história de nossa cidade, preservada pelos descendentes dos colonizadores alemães e italianos. Foto: Prefeitura Municipal de Gramado

■ INFRA-ESTRUTURA A cidade de Gramado conta com a maior infra-estrutura turística do estado, com dois grandes centros de feiras e eventos, uma ampla rede hoteleira e uma rede gastronômica que garante um atendimento simultâneo de 15.000 pessoas. Clima & Geografia Com temperaturas abaixo de zero nos meses de maio, junho, julho, agosto e setembro, quando pode ocorrer queda de neve; no verão, temperatura amena, em torno de 22°C, com alguns dias mais quentes, mas com noites sempre agradáveis, moderadas pelo ar das montanhas e dos bosques.

Atrações Turísticas Foto: Pref. Mun. de Gramado

Pórtico (Entrada Petrópolis)

Via

Nova

Localizado na entrada de Gramado, sua construção é em estilo bávaro, visando dar boas vindas aos visitantes. Foi inaugurado em 6 de janeiro de 1973, além de ser uma bela construção, possui jardins bem cuidados e floridos, encantando os visitantes que sempre procuram, através da fotografia, obter uma lembrança de Gramado. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 8


Pórtico (Entrada Via Taquara) Foto: Pref. Mun. de Gramado

Localizado na entrada da cidade pela via Taquara, em estilo normando e inaugurado em 8 de Junho de 1991. É uma homenagem à colonização alemã.

Belvedere – Vale do Quilombo Foto: Pref. Mun. de Gramado

Paisagem que se descortina diante dos olhos do expectador, mostrando o quanto Gramado é privilegiada e dotada pela natureza. Ali, os 850m de altitude parecem uma oração de amor e suavidade, onde o ser humano se integra na criação.

Mini Mundo Foto: Pref. Mun. de Gramado

Criado pela família Höppner em 1981, nele funciona a fantasia de uma cidade em miniatura, ao estilo Legoland, na Dinamarca. Mostra réplicas de castelos, ferrovias, moinhos, praças, igrejas, estaleiros, teleféricos, torres, lagos, cascatas e casas típicas, num mundo imaginário e criativo. Igreja São Pedro Foto: Pref. Mun. de Gramado

Inaugurada em 1942, é uma das maiores demonstrações de religiosidade da comunidade. A estrutura montada em pedra basáltica exibe arte nos vitrais com imagens sacras e em perfeita harmonia arquitetônica. A torre, de 46 JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 9


m de altura, inspira uma prece a São Pedro, o padroeiro. Igreja do Relógio Foto: Pref. Mun. de Gramado

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) foi inaugurada em 5 de fevereiro de 1961 e dedicada ao apóstolo Paulo, seguidor de cristo. Seu relógio faz parte do dia a dia da cidade e sua localização, sobre um bouquet de hortênsias é um dos cartões postais de Gramado.

Palácio dos Embaixador

Festivais

Cine

Foto: Pref. Mun. de Gramado

Sede de exibição dos filmes participantes do Festival de Cinema de Gramado – cinema latino e brasileiro. No período do evento recebe artistas consagrados dos mais distintos lugares do mundo e lança no mercado filmes de curta, média e longa metragem, que concorrem ao “Kikito”.

Rua Coberta Foto: Pref. Mun. de Gramado

Cenário de eventos e apresentações, a Rua Coberta, que liga a Av. Borges de Medeiros e a Rua Garibaldi, é mais uma ótima alternativa em compras e gastronomia para o turista, principalmente em dias de chuva. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 10


Praça Major Nicoletti Foto: Pref. Mun. de Gramado

Inaugurada em 1936 e reinaugurada em 2003, recebeu o nome do 1º subintendente do local, responsável pela localização atual de Gramado, núcleo da sede desde 17 de janeiro de 1913. A praça compõe, com a Igreja Matriz São Pedro e o Palácio dos Festivais, um dos cenários mais característicos da cidade.

Parque Knorr – Aldeia do Papai Noel Foto: Pref. Mun. de Gramado

Bem no centro da cidade, nos jardins do Parque Knorr, num local repleto de encanto e magia você encontra a Árvore dos Desejos, o Chalé dos Ursos, Fábrica de Brinquedos, além da primeira casa da região em estilo bávaro, datada de 1940, toda decorada com motivos natalinos, onde hoje mora o Papai Noel. Dentro do parque está o mirante de onde pode ser apreciada a melhor vista do Vale do Quilombo.

Green Land Foto: Pref. Mun. de Gramado

O GREEN LAND, é uma oportunidade de contato com a natureza onde você vai encontrar um lago com lodo terápico, contato com os animais, emoção nas trilhas suspensas e na ponte pênsil. Neste lugar a natureza mostra a sua beleza de forma segura proporcionando diversão a adultos e crianças. Praça das Comunicações – Casa do JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 11


Colono Foto: Pref. Mun. de Gramado

Palco de realização da Festa da Colônia, é na Praça das Comunicações que se localiza a Casa do Colono, onde você encontra produtos típicos produzidos no interior da cidade.

Lago Joaquina Rita Bier Foto: Pref. Mun. de Gramado

Idealizado por Leopoldo Rosenfeldt, possui 17.000m2, num espaço cercado de casas de veraneio, hotéis e araucárias com até mais de 70 anos. Foi construído a pás e picaretas. O lago é embelezado com uma pequena ilha em seu interior. Uma caminhada por suas margens é revigorante.

Lago Negro Foto: Pref. Mun. de Gramado

Inicialmente chamava-se Vale do Bom Retiro. Após um incêndio que arrasou a imensa mata existente na região, Leopoldo Rosenfeldt construiu o lago, decorando suas margens com árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, daí seu nome, Lago Negro. Suas águas são profundas e de um verde escuro carregado, refletindo o alto dos pinheiros que se alternam com o colorido das azaléias no inverno e o azul das hortênsias no verão. Por toda sua margem existe um passeio florido, podendo-se andar a pé ou de bicicleta. Porém a maior atração fica por conta dos pedalinhos, que dão ao lago um alegre e movimentado colorido. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 12


BRASIL 10 animais estranhos do Brasil Por Natasha Romanzoti em 21.11.2012 as 19:58

N

osso país é mesmo um país de diversidade, não só no que diz respeito a diferentes etnias humanas, mas também de animais dos mais variados (e estranhos) possíveis. Confira alguns deles:

10 – PREGUIÇA A preguiça não é tão estranha no sentido de estarmos acostumados à sua existência, mas, certamente, se repararmos direito nela, é um bicho bastante bizarro. Aparência esquisita, movimentos lentos e sem energia são suas principais características. Vivendo “de boa” pendurada nas copas das árvores copa do Brasil, Nicarágua e Peru, a preguiça tem dedos com garras curvas gigantes que parecem ganchos. O animal pode usá-las para se defender, mas por ser tão pacato, geralmente só as usa para ficar parecendo uma rede em um galho de árvore. O cultivo de algas em sua pele (o revestimento exterior de sua pele tem grandes sulcos que recolhem e crescem algas) lhe dá uma cor verde que funciona como camuflagem. Então, o JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 13


que às vezes pode parecer um amontoado de folhas gigante pendurado em um galho é na verdade uma preguiça. Frutos, folhas secas e galhos compõem a dieta de uma preguiça. Elas fazem tudo de cabeça para baixo, incluindo comer e acasalar. As fêmeas tendem a ficar juntas, enquanto os machos são solitários e só aparecem para acasalar. Se tiver que caminhar sobre a terra, a preguiça vai usar suas garras (se andasse ereta, pareceria o Pé Grande). Ela tem que rastejar a barriga e usar as garras para se impulsionar. Não admira que prefira se pendurar nas árvores (só desce cerca de uma vez por semana para urinar e defecar). No entanto, a preguiça pode nadar muito bem. Também pode virar a cabeça em 270 graus e mantê-la quase em linha reta virada para cima enquanto seu corpo está pendurado de cabeça para baixo.

9 – CAPIVARA Em que outro país haveria um animal que mais parece um rato gigantesco em cada zoológico? A capivara é uma visão conhecida em diversas cidades brasileiras. Não deixa de ser um roedor muito estranho, no entanto – e também o maior deles. A capivara pode ser encontrada em diversas regiões da América do Sul e Central. Ela costuma viver em regiões às margens de rios e lagos. Utiliza a água como refúgio dos predadores, pois consegue ficar submersa por alguns minutos e possui uma grande agilidade para nadar. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 14


Uma fêmea costuma gerar de 2 a 8 filhotes por gravidez. A capivara alimentase de capim, ervas e outros tipos de vegetação encontrados nas beiras de rios e lagos. Um animal adulto pesa em média 80 kg, e alcança 1,20 metros. Elas vivem de 15 a 20 anos e, como boa roedora, possui dentes incisivos que podem chegar a 7 centímetros. De roedores estranhos o Brasil entende, como confirmam esses outros “ratos gigantes”, a paca e a cotia.

8 – ANTA A família Tapiridae é um grupo de mamíferos da ordem Perissodactyla que habita a América Central, a América do Sul e o sul da Ásia, conhecidos popularmente como “anta”. São os maiores mamíferos da América do Sul, e pertencem a mesma ordem dos cavalos, embora possuam um parentesco mais próximo aos rinocerontes. A anta chega a pesar trezentos quilogramas. Tem três dedos nos pés traseiros e um adicional, bem menor, nos dianteiros. Tem uma tromba flexível, que sente cheiros e umidade. Vive perto de florestas úmidas e rios, e toma frequentemente banhos de água e lama para se livrar de carrapatos, moscas e outros parasitas. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 15


As antas comem folhas, frutos, brotos, ramos, plantas aquáticas, grama e pasto. Também podem se alimentar em plantações de cana-de-açúcar, arroz, milho, cacau e melão. Para manter seus 300 quilinhos, passa quase dez horas por dia forrageando em busca de alimento. Esses animais têm hábitos noturnos e solitários. De dia, escondem-se na mata, e só se reúnem durante o acasalamento e a amamentação. A fêmea tem geralmente apenas um filhote, e o casal se separa logo após o acasalamento. Quando ameaçadas, as antas mergulham na água ou se escondem na mata. Ao galopar, derrubam pequenas árvores, fazendo muito barulho. Se alguém souber por que os seres humanos usam a palavra “anta” com sentido pejorativo, favor me avisar. Aparentemente, esses animais não são nada bobos, e se domesticados, podem aprender muitas coisas, como girar uma maçaneta para abrir uma porta ou beber água numa garrafa de refrigerante.

7 – TAMANDUÁ O tamanduá-bandeira, também conhecido como papa-formigas, é um mamífero quadrúpede desdentado. Com aspecto bizarro, solitário, pacífico e cauteloso, ele pode ser encontrado na América Central e do Sul. O animal tem uma pelagem espessa que se torna maior na cauda. Seu focinho tem formato cilíndrico. Sua visão é fraca, mas sua capacidade de olfato é aguçada (cerca de 40 vezes maior que a do homem). É assim que ele procura formigueiros ou cupinzeiros para se alimentar. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 16


O peso de um adulto desta espécie chega a 40 kg, seu comprimento pode chegar até 2 metros (incluindo a cauda) e sua altura pode chegar a 60 centímetros. Eles têm uma coloração acinzentada, com faixas diagonais pretas com as bordas brancas. O tamanduá tem fortes longas garras dianteiras com as quais escava os formigueiros e cupinzeiros onde, em seguida, introduz sua língua, pegajosa e longa (aproximadamente 60 centímetros!), para explorar o local e levar os insetos à boca. O tamanduá-bandeira é capaz de ingerir até 30.000 insetos por dia. Suas garras também são utilizadas para se defender dos predadores: ele abraça seu inimigo para cravar-lhe as longas garras. Daí que surgiu a expressão popular “abraço de tamanduá”. O tamanduá-bandeira está ameaçado de extinção devido à destruição de seu habitat. Os fatores que têm contribuído para isso são caça indiscriminada, queimadas (seu pelo é extremamente inflamável) e o avanço da agropecuária no cerrado (ecossistema que, por ser bem aberto, não possui lugares onde o tamanduá-bandeira possa se esconder).

6 – UACARI O Uacari (Cacajao calvus) é uma espécie raríssima que vive nas florestas ao norte da Amazônia. Esse animal estranho encontrado no Brasil e no Peru está listado como uma espécie em extinção; ele é especialmente vulnerável devido à perda de seu habitat, e por ser caçado para a alimentação. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 17


Os uacaris pesam cerca de 2 a 3 kg e possuem 35 a 60 centímetros de comprimento. Sua cauda possui cerca de 15 centímetros de comprimento. Apesar de terem a cara vermelha, a cor da sua pele pode variar entre quase branco a um castanho avermelhado muito escuro. A razão para sua face colorida pode ser pelos mesmos motivos que as aves são coloridas: para facilitar a detecção de semelhantes na floresta espessa e densa. Eles não vivem muito bem em cativeiro. Os uacaris se alimentam de insetos, sementes, nozes, frutas, néctar e similares. Convivem em grupos de 10 e 40 indivíduos. Há relatos de grupos com mais de 100. Essas criaturas ágeis balançam entre as árvores pendurando-se pela sua cauda e raramente descem ao chão. Eles são capazes de saltar 20 metros ou mais entre diferentes árvores.

5 – MATACO (TATU-BOLA) O mataco é uma espécie de tatu-bola, animal brasileiro que não poderíamos deixar de falar, já que o mascote da Copa do Mundo de 2014 será o tatu-bola. Esse apelido vem do método extremamente original de proteção desses animais: eles não correm, camuflam-se ou lutam, apenas se enrolam em uma bola “blindada” graças a sua “armadura” esquisita. O mataco vive na Bolívia, na região central do Brasil, no Paraguai e na Argentina. Esta classe de tatu não cava sua própria tocas, mas sim aproveita tocas de tamanduá abandonadas. Eles gostam de áreas gramadas ou pantanosas perto de florestas. Estes tatus castanho-escuros são as únicas espécies que podem se enrolar e proteger completamente seus corpos inteiros dentro de sua concha. A frente desconectada das porções traseiras do escudo é o que permite esta façanha. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 18


As garras em suas patas da frente são extremamente poderosas, e o tatu caminha e corre na ponta destas garras. Eles caçam para se alimentar cavando ninhos subterrâneos e sob vegetação em decomposição. Larvas de besouro são o seu principal alimento, mas também comem formigas, cupins, outros insetos e frutas. O mataco é considerado uma espécie em extinção. Mineração e desenvolvimento agrícola ameaçam sua existência, além do animal ser extremamente fácil de ser capturado ou caçado.

4 – BOTO O boto, especialmente o boto cor de rosa, é um animal brasileiro cercado de muitas lendas. A mais famosa delas é que essa criatura do mar adora se transformar em um homem bonito que seduz as moças, ou uma mulher bonita que leva os homens jovens para a água. Aqueles que entram em suas garras são afogados e seus espíritos se tornam golfinhos. Os nativos da Amazônia acreditam que este animal é um presságio de má sorte. Mas não se assuste se encontrar com um. Ele não vai hipnotizá-lo e levá-lo para o fundo do mar, mas provavelmente vai querer brincar. Botos são criaturas muito curiosas, que gostam de interagir com barqueiros e nadadores. O boto é o maior de todos os golfinhos de rio. Pode pesar até 180 kg e mora nas porções profundas de rios perto de bancos de areia e outras formações JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 19


naturais que causam piscinas de águas profundas. O golfinho respira através de um bico localizado na parte superior de sua cabeça, e precisa sair da água uma a duas vezes por minuto para tanto. Sua incrível flexibilidade lhe permite nadar ao redor de árvores e através das florestas que inundam durante a estação chuvosa. Construções hidrelétricas são a maior ameaça que o boto sofre em estado selvagem. Represas são a principal causa de mudança do fluxo dos rios, que, por sua vez, perturbam a configuração natural dos bancos de areia que os botos dependem para profundidade adequada de água. Também afetam os ciclos naturais de reprodução de peixes, que o boto depende para sua fonte de alimento. Embora esses elementos causem problemas para eles, os botos têm uma sobrevida maior do que muitos de seus primos.

3 – URSO-DE-ÓCULOS Achou que não havia ursos no Brasil? Bom, se você ver um, vai ser o urso-deóculos. Foram as manchas brancas que marcam seus olhos que lhe renderam esse apelido bizarro. Essa é a única espécie de urso que vive na América do Sul, mas não se preocupe; é raro ver uma dessas criaturas. Existem apenas 18.000 vivos atualmente. O urso-de-óculos é mais frequentemente encontrado nas florestas profundas da Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Brasil, mas também pode habitar florestas tropicais, estepes e desertos. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 20


Eles podem ser de qualquer cor do preto ao castanho, ou avermelhados. O urso adulto tem cerca de 150 a 180 centímetros e pesa 100 a 155 kg. O macho é muitas vezes maior e mais pesado que a fêmea. Esses ursos comem vegetação, pequenos animais, incluindo ratos, coelhos e aves, bulbos de orquídeas, folhas e frutas. As frutas são, de longe, sua comida favorita. Diferentemente da maioria dos ursos, o urso-de-óculos é noturno. Ele come e passeia à noite. Quando o amanhecer chega, o animal sobe em uma árvore, se recolhendo ao seu “ninho” ou plataforma que ele construiu para dormir. Muitos ursos sobem em árvores, mas a maioria prefere dormir em cavernas e tocas.

2 – SAGUI PIGMEU O sagui pigmeu (Callithrix pygmaea) é um macaco encontrado no oeste do Brasil, no Peru e no Equador Oriental e no sudeste da Colômbia. É o menor macaco do mundo, com um comprimento de corpo de 14 a 16 centímetros, excluindo a cauda. Essa coisinha fofa alimenta-se de frutas, folhas, insetos e pequenos répteis. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 21


1 – CANDIRU Nenhuma lista sobre animais estranhos brasileiros está completa sem o candiru. Esse peixe amazônico fino, pequeno e quase transparente está entre os poucos vertebrados hematófagos, que se alimentam do sangue de outros peixes. Os candirus fazem isso se ancorando a eles com uma série de espinhos em forma de gancho. Uma infestação severa pode enfraquecer e, even t ua l m e n t e , matar uma vítima infeliz. Eles também se alimentam de peixes mortos, comendo-os de dentro para fora. Em alguns casos, eles podem nadar para dentro da uretra ou do ânus de homens e mulheres, e ficar preso lá por causa de seus espinhos. Isso é muito doloroso e potencialmente mortal, porque quando a vítima humana deixa a água, o peixe morre e seu corpo começa a apodrecer. A infecção resultante pode causar morte. Somente um delicado processo cirúrgico pode remover o peixe dos órgãos genitais. Moral da história: não faça xixi na Amazônia.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 22


Cantora Madonna desembarca no Brasil com a polêmica turnê MDNA Diego Ponce de Leon

H

á quem diga que ela já era. “Foi-se o tempo”, “a época passou”, dizem. Bobagem. O público e o mercado provam o contrário. Reinado garantido e irrevogável. Madonna desembarca esta semana no país com a turnê mais lucrativa do ano. Rio (domingo), São Paulo (4 e 5) e Porto Alegre (9) vão experimentar o show que viajou por 23 países em cinco meses. A passagem pelo Brasil elevará MDNA à lista das 10 turnês que mais arrecadaram na história. O recorde de um artista solo é dela, inclusive. Três anos atrás, Sticky & Sweet Tour abocanhou R$ 1 bilhão de reais. Número sem precedentes e sem concorrentes. O fôlego transcende os palcos. Não é só ao vivo que ela deixa para trás Lady Gaga, Rihanna, Britney Spears e companhia. O disco MDNA (lançado este ano e que originou o show) alcançou o primeiro lugar em 51 países, durante a pré-venda no iTunes, e estreou no topo da parada da Billboard. As “princesas” engolem poeira. “Todas estão aí porque Madonna veio antes. Abriu o mercado e possibilitou o cenário atual”, afirma Juliana Pires, gerente de projetos e dançarina, fã da Rainha do Pop desde a infância. Juliana e a irmã caçula, Rafaela, embarcam hoje para o Rio para realizar um sonho: “Quando soube da vinda dela, coloquei na cabeça que iríamos. Não dá para perder essa chance”. A oportunidade vai custar caro às irmãs. Entre ingressos, passagens e estadia, lá se vão R$ 3 mil, pelo menos. Elas não se arrependem. “Lenda da música”, resumem, quase em uníssono. No Rio, há quem esteja acampado há semanas. Rafaela, ansiosa, já avisou à irmã: “Vamos chegar bem cedo. Quero estar na grade, para não perder um detalhe. É o maior espetáculo que existe”. Fato.

Além da música A nova geração talvez não saiba, mas não é por acaso tamanha euforia em nome da cantora americana. A cena pop foi amplamente JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 23


moldada por Madonna. Desde 1984, quando o mundo conheceu Like a virgin, nada mais foi o mesmo. Desbravou a sexualidade (e todos os gêneros derivados), destemidamente. Falou de AIDS e gays quando ninguém o faria. Liderou, sem querer, movimentos feministas. Estabeleceu a linguagem do videoclipe (ao lado de Michael Jackson). Vendeu mais que a Bíblia (com o livro Sex, de 1993). O Papa João Paulo II tentou impedir sua entrada na Itália, algumas vezes. Falhou. A apresentação durante o Superbowl (final do campeonato de futebol americano), no início do ano, foi acompanhada por 115 milhões de telespectadores. Pela primeira vez na história da TV americana, a atração musical rendeu maior audiência que o próprio jogo. As intervenções transgrediram à música. É (para surpresa de alguns) uma das autoras infantis de maior sucesso mundial (a coleção As rosas inglesas, de sua autoria, foi lançada em mais de 100 países e traduzida para 30 idiomas). Ganhou o Oscar, duas vezes, como intérprete das canções originais, e responde por algum dos documentários mais rentáveis do cinema, graças às estripulias de Na cama com Madonna (1991) e I’m going to tell you a secret (2005). Reiventa-se constantemente. Dita a moda, cortes de cabelos e vestuário. Popularizou o crucifixo como acessório e colocou o sutiã sobre a roupa. Ela cria, nada se inventa, todos copiam. Trinta anos depois, tudo igual. Segue controversa e adorada. Depois de varrer a Colômbia, ontem, o Rio recebe o primeiro show no país, neste domingo. Há quem esteja acampado há semanas.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 24


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 25


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 26


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 27


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 28


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 29


SAUDE Ministério da Saúde anuncia produção de mais um remédio contra AIDS Agência Brasil

M

ais um remédio para tratamento de HIV/aids será feito no Brasil. O Ministério da Saúde anunciou hoje (30) o início da troca de tecnologia para produção nacional do antirretroviral Atazanavir. Assim, 11 dos 20 remédios oferecidos pelo sistema público de saúde serão fornecidos por laboratórios nacionais. O medicamento faz parte do coquetel distribuído para 45 mil pessoas, cerca de 20% dos pacientes. Com a transferência de tecnologia, em 2017 o remédio será totalmente produzido pelo Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O acordo foi feito com a norte-americana Bristol-Meyers Squibb, dona da patente do Atazanavir. A previsão é de que a parceria resulte em economia de R$ 385 milhões em cinco anos. Até lá, o Brasil continuará comprando comprimidos da companhia.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 30


Envelhecimento Facial “Ainda que inexorável e dependendo de inúmeras variáveis” (Johnson & Hadley), o processo de envelhecimento, ocorre por inúmeros fatores. Dentro destes o primordial seria em relação a Genética, o qual acomete a todos, mas de formas diferentes quanto a características individuais tais como etnia, latitude, cor entre outras. A principal influencia da genética seria quanto aos erros que ocorrem na formação do Colágeno e seus mais variados tipos, moléculas estas de vital importância na manutenção da fisionomia jovial. Fatores ambientais e de exposição tais como Sol, Fumo e hábitos de vida também modificam muito esta equação principalmente no que se refere a estética de apresentação visual. O fumo, por exemplo, propicia uma característica comumente atribuída a este hábito que seriam os sulcos ao redor dos lábios principalmente pronunciados no “buço”. Todo indivíduo por característica evolutiva, fixa seu primeiro olhar na face, o que na grande maioria das situações já confere uma posição de comportamento diante desta pessoa, tal acontecimento muitas vezes não toma a consciência, mas desta característica surge algumas expressões do tipo “A primeira impressão é a que fica” ou “Seu rosto é seu cartão de visitas”. Tais considerações sempre levaram o ser humano há uma busca pelo, rejuvenescimento, correções, modificações e simetria, o que a Cirurgia Plástica busca proporcionar. A Face é o segmento do corpo, pelo seu grau de particularização, possibilita uma grande gama de variações individuais, consecutivamente formas de envelhecimento diferentes para cada pequeno detalhe. Sendo assim, a Cirurgia Plástica apresenta técnicas cirúrgicas e terapêuticas variadas com o objetivo de restaurar o que foi perdido ou mesmo modificar o que incomoda aquele paciente. Há

acontecimentos

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 31


característicos clássicos (o que não quer dizer que seja obrigatória a ocorrência; cada indivíduo com sua Cirurgia Plástica particularidade) em relação à algumas fases da vida bem como comportamentos e hábitos de vida: Aos 30 anos - Uma certa flacidez já se expõe, a pálpebra já apresenta um inicio ou aumento de dobras, há evidenciação ou mesmo aumento do sulco nasolabial “ bigode chinês ” e há formação de uma saculação na região lateral da mandíbula. Sobre tais alterações há técnicas cirúrgicas como a blefaroplastia, para um remodelamento na região da pálpebra, e técnicas de preenchimento para atenuação de linhas de expressão. Aos 40 anos - Década marcante para as mulheres, pois há uma queda hormonal abrupta, de forma que muitas alterações na elasticidade, turgor, tonicidade tornam-se grandes incômodos, principalmente quanto a velocidade em que se instala tais condições, outras características relativas a esta idade são as rugas e sulcos cinéticos, também conhecidas como linhas de expressão. Tais alterações são atenuadas, com o uso de Toxina botulínica que paralisa a musculatura responsável pelo movimento, de forma a não mais evidenciar este tipo de rugas. Há também concomitante uma remodelação de localização da gordura subcutânea que causa concavidades onde antes era convexo e vice-versa, alterando a conformação linear ovalada da face, esta remodelação marcada principalmente por rugas ao redor dos olhos “ pés de galinha”, perda da definição da mandíbula de forma que esta passa a se confundir com o pescoço. Para tais alterações, técnicas de preenchimento das linhas de expressão e das áreas com perda de volume como a região malar “maçãs do rosto ” devolvem a jovialidade da face. E há procedimentos de Plicatura de Platisma “ reposicionar a pele e musculatura do pescoço”, para que este torne-se novamente definido. Aos 50-60 anos - Além das características já citadas se encontrarem mais pronunciadas, há mudanças mais drásticas como: O canto da boca que se angula para baixo dando ares de cansaço e amargura. A ponta do nariz começa a direcionar-se para baixo lembrando uma gota o que também trás uma desarmonia ao centro da face. Outra queixa marcante e recorrente entre a população e a sensação de pele sobrando, o que muitas vezes é referido com “face de bulldog” quando a área das bochechas exibe uma maior flacidez. Quanto a estas alterações as medidas corretivas são mais voltadas para a Cirurgia Plástica, como Ritidoplastia conhecida Cirurgia Plástica também como face lift, a Rinoplastia onde há correção das alterações no nariz. Proporcionalmente à variável inconstância das profundas alterações da face, existe uma infinidade de intervenções mais ou menos invasivas. Importante é reconhecer que as possibilidades de tratamento estão à nossa disposição. Dr. Eduardo Sucupira Dr. Marcel Orletti

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 32


Mundo A Natureza e a artista Pequenas ondas resultam em grandes fotos

O

ndas geram boas fotos, isso é incontestável. Porém, a maioria das fotografias de ondas capturam preferencialmente as monstruosas paredes de água que às vezes surfistas corajosos tentam dominar, colocando o próprio fotógrafo em grande risco apenas para registrar a bela ação da natureza. Mas não precisa ser sempre assim, como bem sabe a fotógrafa australiana Deb Morris, que já fez imagens incríveis de ondas bem menores.

Deb sempre gostou de fotografia. Ela nasceu e cresceu em Bondi, na Austrália, perto de Sydney, imersa na cultura surf. Deb comprou sua primeira câmera fotográfica, uma Olympus, com 14 anos, e passou os anos 1980 e 1990 fotografando sua costa natal. Depois de décadas no mundo corporativo, Deb decidiu transformar a fotografia de hobby a trabalho em tempo integral. Foi quando lhe disseram que, se ela quisesse ter uma chance de sucesso, precisava de um “nicho”. Na época, a informação só a confundiu. No entanto, por acidente, em junho de 2010, durante uma gravação com alguns surfistas, ela começou a tirar fotos da JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 33


quebrada das ondas já na areia e imediatamente soube que tinha encontrado sua especialidade, ou seja, seu nicho.

Ondas pequenas, fotografias encantadoras Deb agora mora em Angourie, uma meca do surf em Nova Gales do Sul. A ideia de fotografar essas pequenas ondas, capturando de arco-íris a reflexos pratas na água, surgiu pela vontade de registrar aqueles momentos que as pessoas simplesmente não veem a olho nu.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 34


“Isso me inspira. Há tantos aspectos, formas, cores, movimento, etc., na água”, comenta Deb. E se, olhando as fotografias e os detalhes insinuantes nelas, você imagina que são mexidas, não é bem assim. Segundo Deb, 85% das fotos “são como são”. Às vezes, ela trata suas imagens no Photoshop para trazê-las à vida, por exemplo, em um dia chuvoso, fazendo um jogo com variações de cor. Mas nunca muda a forma de uma onda, pois não acredita que haja necessidade. Pioneirismo seu próprio nicho fotográfico valeu a pena para micro artista australiano onda Deb Morris, que terminou em segundo lugar no Prêmio Shutterbug prestígio.

As Ondulações: "Eu amo a captura de um momento em que a olho nu perde, como esta onda 5cm." Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido Crescendo em Bondi, Deb Morris sempre foi perto da costa, mesmo quando ela passou 16 anos vivendo no interior de Victoria. Fotógrafo amador há mais de 30 anos, Morris, de 46 anos, comprou sua primeira câmera quando ela tinha 14 anos.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 35


O gotejamento: "Eu amo a frente na aparência, são os pequenos detalhes que faltam que eu amo, como este gotejamento" Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

Dois anos atrás, depois de 25 anos de trabalho no curso da indústria, ela foi demitida junto com muitos colegas. "Fiquei com um dilema, o que fazer?", Lembra ela. "Eu decidi seguir meu sonho de ser uma fotógrafa."

Mini Shipsterns: "isso sempre me faz lembrar da quebra infame na Tasmânia." Imagem: Deb Morris Fotografia.Fonte: Fornecido

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 36


Sem saber por onde começar, ela consultou dois amigos fotógrafo profissional. "Ambos me ofereceram exatamente o mesmo conselho: encontrar um nicho."

Dentro de: ". Este foi um verdadeiro desafio para chegar, apenas 8-10cm de altura, mas com a forma perfeita"Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido Morris, que trocou rural de Victoria para Wooloweyah no norte NSW costa em 2003, recorda vividamente o momento em que ela encontrou seu nicho. "Foi a 10 junho de 2010, e eu estava tomando fotos de surfistas ", lembra ela. "Eu vi os disjuntores da costa, as ondas pequenas perto de curto, e eu comecei a experimentar."

Vidro Azul: "As condições neste dia foram perfeitas, transformando a água em vidro líquido." Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 37


Quando ela chegou em casa e carregado as fotos em seu computador, Morris viu que ela estava em alguma coisa. "Eu tive um momento de revelação e decidiu concentrar-se em ondas".

Golden Glow: "Tomado no final da noite com o sol proporcionando um brilho maravilhoso de ouro". Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

Considerando fotografia de onda é um gênero estabelecido de fotografia, quase todas as carangas estão atirando na água, dentro do barril. Morris decidiu tentar algo diferente, atirando pequenas ondas que são tipicamente 3cm a 30cm alto, para imagens macro ela apelidou de "fotografia de micro-ondas".

Sob o azul: "Eu não uso waterhousing, mas isso faz você sentir que está sob a água." Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 38


Ele levou cerca de seis meses de tentativas e erros antes que ela aperfeiçoasse sua técnica para a perfeição. Os resultados são impressionantes: belas imagens de ondas que capturam tanto a pausa e o pico da onda, e até mesmo as gotas caindo a sua ponta, assim como ele está prestes a quebrar. Entubado: "uma onda de inverno verdade tomado nas primeiras horas do dia

para permitir que o arco-íris de cores." Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

"Eu vivo perigosamente com a engrenagem sem proteção, porque eu deliberadamente não usar habitação água", diz Morris, que vadeia fora cerca de um metro para o surf, e confia em seus reflexos rápidos para mantê-la fiel segura a sua Nikon. "Isso obrigou-me a obter ângulos diferentes, porque eu tenho que ficar de fora da onda." "Em uma base diária, é a pequenas coisas me deixa interessado, é uma vantagem real, um nicho."

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 39


Inverno Touchdown: "cores de inverno verdadeiras, mas para mim é a conexão entre o lábio e a onda que a torna especial." Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

Como a maioria dos artistas aspirantes, há dois anos, Morris não estava em posição de gastar o dinheiro e anunciar seu negócio embrionário. Em vez disso, ela se virou para o Facebook, o lançamento de uma página, que ganhou mais de 5000 fãs em 18 meses. "O Facebook tem sido brilhante", diz Morris. "É gerou vendas e me ajudou a promover o meu trabalho." Também levou Morris a Prêmios Shutterbug , e seus vice-campeão prêmio de 2012. Simon Crerar é jornalista Limited História Visual, siga-o no twitter.com / simoncrerar

O Coringa: ". Uma das minhas favoritas Para mim parece um palhaço com um caracol na sua headwhat sobre você?" Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 40


Prata fundido: "ondas têm muitas texturas, mas raramente você vê a suavidade de seu movimento Esta beleza se apresentou três centímetros na costa.". Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

Purple haze: "Eu amo o lado artístico a esta onda, a sua forma, cores e forma tornam muito especial." Imagem: Deb Morris Fotografia. Fonte: Fornecido

Língua Techno: "as cores e forma desta imagem refletem a perfeição do dia." Imagem: Deb Morris Fotografia.Fonte: Fornecido

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 41


Touchdown Lick: "As condições neste dia foram tão perto da perfeição quanto eles ficam Esta onda 5 centímetros pouco é outro exemplo de capturar aqueles momentos que perdemos com a olho nu." Imagem: Deb Morris Fotografia

A Batalha de Bangladesh para livrar os ataques com ácido Mulher obrigada a se casar de novo com ex-marido que jogou ácido em seu rosto depois que ela se divorciou dele por ser infiel

O

ito dias depois, a 36 anos de idade, foi em casa, em Bangladesh, quando seu excônjuge chegou e jogou ácido em seu rosto Ele foi preso por um ano, mas após sua liberação Nurbanu é mais uma vez viver com o homem que a deixou cega e severamente marcado Por KERRY MCDERMOTT

O marido de Nurbanu jogou ácido em seu rosto oito dias depois que ela se divorciou dele por ser infiel. JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 42


Cicatrizes horríveis desta mulher servem como um lembrete cruel e permanente do momento em que seu marido de 18 anos jogou ácido em seu rosto. Nurbanu tinha se divorciado de seu marido infiel e violento depois de pegá-lo com outra mulher. Oito dias depois, ela estava cozinhando em casa, em Bangladesh, quando ele parou em uma moto e encharcou-a com ácido, deixando-a cega e desfigurada. Com 36 anos tem agora que suportar estar com seu ex-cônjuge novamente depois que sua mãe a obrigou a assinar uma declaração de tê-lo libertado da prisão após o ataque. O marido de 18 anos passou a se esconder depois mutilar sua ex-mulher, mas foi pego dez meses depois e preso por um ano, de acordo com um relatório sobre o The Huffington Post . "Sua mãe pagou para a sua libertação sob fiança", disse Nurbanu, que é de Satkhira, no sudoeste de Bangladesh. "Ela me fez assinar uma declaração de tê-lo libertado. Ela usou os meus filhos para me convencer a casar com ele de novo. "As pessoas pensam, um marido iria cuidar de uma mulher cega. Mas isso não acontece ", disse Nurbanu. Ela também disse que seu cônjuge continua a bater e ameaçar ela, acrescentando: ". Esta é a forma como os meus dias passam ' Nurbanu, que é incapaz até mesmo de preparar uma refeição para si mesma após o ataque devastador de seu marido, é uma das milhares de mulheres vítimas de violência com ácido em Bangladesh nos últimos anos. Disputas financeiras, propostas de casamento rejeitados e linhas conjugais são motivos comuns por trás dos ataques no país. Devastador: a filha Nurbanu é vista cozinhando para sua mãe, que já não é capaz de preparar uma refeição após o ataque ácido Rotina: Nurbanu disse o marido continua a ser ameaçador e violento com ela Monira Rahman, presidente da Fundação dos Sobreviventes ácido "(ASF), em Bangladesh, tem trabalhado com as vítimas dos ataques de ácido e gasolina no país nos últimos 14 anos.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 43


Especialistas culpam baixo status social das mulheres em Bangladesh para a frequência dos ataques perturbadores. Embora existam casos de homens sendo atingindos, a esmagadora maioria das vítimas são do sexo feminino, e, enquanto o número de incidentes estão caindo, os ataques devastadores ainda ocorrem com relativa frequência no país. O assaltante joga ácido nítrico ou sulfúrico, na face, corpo e / ou nos órgãos genitais da vítima o que resulta na deformação permanente e formação de cicatrizes. Um total de 59 ataques já foram registrados no país este ano, de acordo com a Fundação dos Sobreviventes de Ácido. De 118 sobreviventes em 2011, 75 eram do sexo feminino, e 13 deles eram menores de 18 anos. Motivos comuns por trás dos ataques violentos incluem a terra ou financeira disputas, brigas conjugais, e amargura sobre avanços repelidos. Em 2011, o governo de Bangladesh anunciou novas restrições à venda de ácido em uma tentativa de diminuir o número de ataques, e o número de incidentes registrados caiu de 500 em 2002 para 111 no ano passado. Mas ativistas dizem que mais deve ser feito para aumentar os direitos das mulheres em Bangladesh, a fim de livrar o país de forma permanente de violência baseada no gênero como ataques com ácido. Em um blog para o Huffington Post, ela disse que a maioria das meninas e mulheres que haviam trabalhado tinha sofrido nas mãos dos homens que acham ser elas "mercadorias" e "acreditava que eles tinham o direito de desfigura-las e violar os seus direitos" . Ms Rahman disse que o número de ataques com ácido em Bangladesh caiu graças aos JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 44


esforços do governo, a caridade, doadores e organizações internacionais de desenvolvimento para resolver o problema, mas acrescentou que não havia muito mais trabalho a fazer. Houve 111 ataques com ácido em Bangladesh em 2011, em comparação com 500 em 2002. Mas a Sra. Rahman disse "baseada no gênero" violência como ataques com ácido só pode ser completamente erradicada quando as mulheres em Bangladesh tiverem seus direitos reconhecidos. "Só o empoderamento das mulheres e a igualdade teremos uma sociedade que tem tolerância zero para a violência contra as mulheres", escreveu ela. A ASF Bangladesh baseado uniu-se com a caridade voluntária Serviços Overseas (VSO), que apoia a fundação, treinando profissionais médicos em locais no tratamento de queimaduras, a criação de serviços de aconselhamento, e por mulheres de treinamento da organização apoia a produção de roupas que ajudam a reduzir as cicatrizes , que podem então vender para ajudá-los a ganhar a vida. De acordo com a PSA, os sobreviventes de ataques com ácido tem muito pouca chance de encontrar trabalho. As mulheres solteiras que são vítimas de violência com ácido são também improvável para se casar no futuro. Junto com as cicatrizes visíveis deixadas por ácido, vítimas de ataque suportam traumas psicológicos e, em muitos casos, o isolamento social e ostracismo.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 45


Posição brasileira sobre Palestina tem baixo custo e grandes dividendos País tinha pouco a perder e muito a ganhar com forte apoio aos palestinos na reivindicação na ONU Bastidores: Roberto Simon - O Estado de S.Paulo

O

Brasil tinha pouco a perder e muito a ganhar com o forte apoio à reivindicação palestina na ONU. Do lado dos israelenses e americanos, os âni-

mos estavam menos exaltados ontem do que em setembro de 2011, quando os palestinos pleitearam o reconhecimento pleno no Conselho de Segurança. Desta vez, Israel e EUA sabiam que perderiam de lavada na Assembleia-Geral e optaram por um lobby bem mais discreto na base da “contenção de danos”. Do lado do mundo islâmico - espaço estratégico da chamada “política Sul-Sul” do Itamaraty -, o Brasil voltou a ser ovacionado por copatrocinar a resolução aprovada ontem e tentar atrair os latino-americanos para o campo palestino. Segundo um funcionário de alto escalão do governo brasileiro, desta vez foi “muito mais moderada” a pressão americana sobre países que, como o Brasil, bancaram a ofensiva diplomática do presidente Mahmoud Abbas. Nas palavras de um diplomata israelense, “não valia a pena” protestar contra a posição brasileira. “O Brasil faz parte do grupo de países que vota sistematicamente contra Israel na ONU e sabemos que isso não vai mudar tão cedo, pois é uma diretriz do Itamaraty. Mas nós ‘concordamos em discordar’ sobre política e, ao mesmo tempo, nunca tivemos uma agenda de cooperação e comércio tão promissora”, explicou. A agência de pesquisa do governo israelense, Matimop, acaba de fechar acordos ambiciosos com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) e com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para financiar empresas de tecnologia. Companhias de segurança de Israel querem faturar com a Copa e a Olimpíada. E, após comprar drones israelenses, o Brasil passará a produzir em breve aviões não tripulados em uma fábrica no Rio Grande do Sul, fruto da parceria entre a Elbit, de Israel, e a Em-

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 46


braer. Desde o início do governo Dilma Rousseff, cinco ministros israelenses visitaram Brasília. Elogios. Os palestinos, do outro lado, comemoram exatamente esse aspecto político da diplomacia brasileira que os israelenses tentam ignorar. “Com o apoio firme a uma Palestina livre, o Brasil demonstra ser um país que promove o direito e a paz e, por ser amigo de todos, deve desempenhar um papel importante no Oriente Médio”, diz o embaixador da Autoridade Palestina em Brasília, Ibrahim Alzeben. Desde dezembro de 2010, quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva - 48 horas antes de deixar o poder - reconheceu o Estado palestino, Alzeben chefia uma “embaixada” e não mais uma “representação especial”. A decisão do Brasil no fim de 2010 causou um efeito dominó na América do Sul: dois dias depois, a Argentina fez o mesmo, seguida por Uruguai, Chile (país sul-americano com a maior população palestina), Paraguai, além do bloco bolivariano. Apenas a Colômbia, grande aliada dos EUA na região, não reconheceu a Autoridade Palestina (Bogotá se absteve na votação de ontem). Em outubro, o chanceler brasileiro, Antonio Patriota, esteve com o presidente Abbas em Ramallah, onde garantiu que o Brasil apoiaria novamente a iniciativa nas Nações Unidas. Mas não foi a primeira vez que Abbas escutou do governo Dilma a promessa de fazer campanha pelo Estado palestino. Em meados do ano passado, ela veio da boca de um mensageiro especial: o ex-presidente Lula, que se reuniu com o líder do Fatah em uma cúpula da União Africana na Guiné Equatorial, oferecendo seus “bons ofícios” para trazer mais países latino-americanos ao barco palestino. Enquanto Israel e o Hamas se enfrentavam na Faixa de Gaza, na semana passada, os países do Ibas (Índia, Brasil e África do Sul) emitiram uma nota conjunta sob iniciativa de Nova Délhi exigindo um cessar-fogo, o fim do bloqueio israelense ao território e condenando o “uso desproporcional da força”. O documento não mencionava os disparos de foguete contra alvos civis em Israel.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 47


CAPA Palestina é reconhecida como Estado observador das Nações Unidas

Secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon (esquerda) com o presidente da AP, Mahmoud Abbas - Frank Franklin II/AP

M

udança de status foi aprovada por 138 países, contra nove. Outros 41 países se abstiveram da votação

Gustavo Chacra, correspondente em Nova York - As Nações Unidas reconheceram oficialmente a Palestina como Estado observador da entidade em votação na Assembleia-Geral da entidade em Nova York. Foram 138 votos a favor, 9 contra e 41 abstenções. Cinco países não votaram. A aprovação ocorreu no dia do aniversário de 65 anos da Partilha, que previa a criação de uma nação judaica e outra árabe na região onde hoje estão Israel, Cisjordânia e a Palestina.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 48


Protesto na Bélgica apoia reconhecimento da Palestina como 'Estado observador' na ONU

Mulher segura bandeira palestina em protesto realizado em Madri, Espanha, apoiando o pedido de Abbas - Andres Kudacki/AP

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 49


Palestinos balançam bandeiras em manifestação pela mudança de status da Palestina na ONU

Em Ramallah, palestino comemora aprovação da Palestina como Estado observador nas Nações Unidas

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 50


Presidente da Autoridade Palestina discursa na Assembleia-Geral da ONU e pede por 'certidão de nascimento' da Palestina

Palestinos comemoram em Ramallah, levantando cartazes de Mahmoud Abbas e Yasser Arafat

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 51


Menino balança bandeira da Palestina em Ramallah após ONU aprovar mudança de status

O texto dos palestinos pedindo o reconhecimento afirma o "compromisso em uma resolução permanente do conflito com base em dois Estados vivendo lado a lado em paz e segurança". A liderança palestina acrescentou estar "comprometida com negociações para o status final de Jerusalém, refugiados palestinos, assentamentos, fronteiras, segurança e água". Israel e os Estados Unidos estiveram entre os poucos países que se posicionaram contra a elevação de status da Palestina, que até ontem era apenas uma entidade observadora das Nações Unidas. A partir de agora, está no mesmo patamar do Vaticano e da Suíça até 2002, quando o país europeu decidiu se tornar membro pleno. As principais potências emergentes, como Brasil, China, Índia, Rússia e Turquia, assim como algumas europeias, como a França e a Espanha, votaram a favor do reconhecimento da Palestina como Estado observador em uma vitória para o presidente palestino, Mahmoud Abbas, que comandou a iniciativa. No ano passado, Abbas começou a sua ofensiva diplomática na ONU ao tentar se tornar um membro pleno da entidade. O problema é que este status exige JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 52


aprovação também do Conselho de Segurança, onde a administração de Barack Obama antecipou que usaria o poder de veto. Diante deste cenário, o líder palestino decidiu optar apenas pelo Estado observador, onde a maioria simples na Assembleia-Geral já era suficiente. A aprovação na Assembleia-Geral não implica na independência da Palestina. O país, porém, poderá ingressar automaticamente em uma série de órgãos ligados à ONU, incluindo o Tribunal Penal Internacional (TPI). Neste caso, há o temor de que Israel ou autoridades israelenses sejam alvos de processos. De acordo com o estatuto de Roma, que determina o estatuto do TPI, há três casos para o processo de pessoas - 1) caso ela seja de um dos países signatários,;2) caso o crime tenha sido cometido no território de um dos países signatários; e 3) caso haja recomendação do Conselho de Segurança da ONU. Ações em Gaza e na Cisjordânia poderiam ser alvo de processo no TPI. Nos últimos dias, o governo Obama tentou, sem sucesso, convencer Abbas a se comprometer a não buscar o tribunal internacional. Para os EUA e Israel, a iniciativa palestina na ONU é um ato unilateral e viola os Acordos de Oslo. Os dois governos insistem que não contra o reconhecimento da Palestina, mas esta deve ser criada através de negociações bilaterais. "Pedimos aos dois lados para não tomarem ações que deixam mais difícil o retorno às negociações", disse a secretária de Estado, Hillary Clinton. Não há praticamente diálogo entre israelenses e palestinos ao logo dos quatro anos da administração de Obama, a não ser por alguns hiatos. Netanyahu disse por sua vez que "a resolução na ONU não avançará em nada o ideal palestino para o estabelecimento de seu Estado. AO contrário, apenas tornará mais distante". Alguns países europeus, incluindo a França, adotavam discurso similar, mas mudaram de postura depois do recente conflito em Gaza. Com o aumento da popularidade do Hamas, os franceses e outros europeus avaliaram como necessário o fortalecimento de Abbas, do Fatah, através da votação na Assembleia-Geral. O Hamas, que era contra a iniciativa de Abbas, mudou de posição e passou JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 53


a apoiar a busca do reconhecimento na ONU, segundo alguns de seus portavozes disseram ao longo da última semana. O Congresso dos EUA ameaça reagir tanto contra os palestinos como contra as Nações Unidas. Ambos perderiam importantes fundos de financiamento do governo americano, culminando na eliminação de importantes projetos da ONU e na dificuldade para Abbas pagar as contas. Israel também pode adotar medidas financeiras restritivas.

Discursos O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas recebeu muitos aplausos e pediu, durante seu discurso, que as Nações Unidas emitissem a "certidão de nascimento" à Palestina. No início de sua fala, Abbas citou os ataques israelenses em Gaza. "Há homens, mulheres e crianças mortos junto com seus sonhos. A Palestina vem hoje à Assembleia-Geral porque acredita na paz e nosso povo está desesperado por isso." "Nós ouvimos e vocês ouviram as ameaças de Israel, principalmente nos últimos meses, em resposta ao nosso pedido de ser um Estado observador das Nações Unidas", disse Abbas, enfatizando não estar presente na votação da Assembleia-Geral para "complicar o processo de paz". O presidente da Autoridade Palestina encerrou o discurso dizendo que continuará buscando a independência da Palestina. "É tempo de agir e de seguir em frente, é por isso que estamos aqui hoje...o mundo precisa dizer a Israel: chega de agressões, assentamentos e ocupações." O embaixador de Israel Ron Prosor falou após Abbas e afirmou que o país não pode apoiar o pedido da Autoridade Palestina porque "nenhum dos elementos vitais para a paz está na resolução". Prosor voltou a falar que a paz só pode ser atingida com um acordo entre Israel e a Palestina e pediu que os países das Nações Unidas "não ajudem os palestinos hoje em sua marcha da insensatez."

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 54


POLÍTICA O dia após o desastre político Resposta ao reconhecimento da ONU da Palestina: Netanyahu decidiu em uma onda de construção nos assentamentos

C

onstruir 3.000 unidades habitacionais em Jerusalém Oriental - a partir da Cisjordânia. Apesar do compromisso de Obama de construção também promovido em E1 irá tornar mais difícil para o estabelecimento de um Estado palestino contínuo Barak Ravid Israel decidiu responder ao movimento palestino na ONU e aprovar a construção de cerca de 3.000 unidades habitacionais em Jerusalém Oriental e os assentamentos israelenses na Cisjordânia. fonte política sênior disse que a construção continuada é feito de acordo com o mapa dos interesses estratégicos de Israel. Fonte diplomática, Israel vai promover a construção em E1 connecting Jerusalém e Maale Adumim. Esta é uma área que irá evitar uma segunda partição seqüência Tritoritli norte da Cisjordânia para o sul e complicar muito a criação de um Estado palestino contínuo. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, como seus antecessores Ariel Sharon e Ehud Olmert deu no início de seu compromisso de longo prazo para o governo dos EUA não construir nesta área. Se o programa será promovido e realizado área de construção será uma violação do compromisso de Netanyahu para presidente dos EUA, Barack Obama.

Criação de um novo posto em E1, no ano passado Foto: Michal Fattal

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 55


Site 911 Instalação militar dos EUA constrói um subterrâneo secreto Gush Dan

D

e acordo com o relatório, o Washington Post, "A instalação foi construída ao lado de uma das bases no centro. Ela pode ser realizada de forma a

utilizar uma batalha comum de dois exércitos Gili Cohen Estados Unidos supervisiona a construção do complexo subterrâneo - para o exército subterrâneo secreto, conhecido como os "911 site", o Washington Post relata que " De acordo com o relatório, serão construídas em cinco andares abaixo chão, perto da base da Força Aérea localizado em Tel Aviv IAF.. Há uma base em Tel Aviv Sde Dov, mas deverá deixar nos próximos anos Talvez esta seja uma das bases de corpos na região central - Tel. Nof ou Palmachim. O plano de construção inclui um piso de salas de aula, um grande auditório no piso inferior mais. Uma análise deste programa sugere que pode construir um modo seguro, para usar para o combate conjunto possível ambos os exércitos. Detalhes do plano de construção revela que a estrutura em si consiste de lugares diferentes:. Nos três andares mais perto da terra terá o tamanho de um pouco menos de 4.000 metros quadrados, os pisos inferiores são muito menores e terão equipamentos militares. Paralelamente, relata o Washington Mensagem "em outro contrato de construção americano em Israel, para ser lançado neste verão, a construção de um grande complexo que inclui comunicações e energia elétrica - mesmo que ele pode ser usado para uma" gestão de campo de batalha buraco "construção está prevista para durar cerca de dois anos e meio.. O Corpo de Engenheiros irá supervisionar o trabalho do Exército dos EUA

Segundo o relatório de um post, este último projeto em uma série de projetos JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 56


realizados pelo Corpo dos EUA de Engenheiros em Israel ao longo dos anos, incluindo,. Estabelecimento brotos Base da Força Aérea, no Neguev, estabelecendo hangares subterrâneos - combatentes subterrâneos, construção de instalações para armas Nuclear ("Israel não admite que o país possui", o relatório) de comando e controle, centros de informações básicas, e muito mais. Construção de "911 Site" Estima-se mais de cem milhões de dólares, e está prevista para dois anos. Somente as empresas dos EUA estão autorizados a contratar para o canteiro de obras, a proposta iria fechar no início de dezembro. De acordo com esta proposta, trabalhadores da construção civil de Israel não irá participar na construção do site, mas apenas os trabalhadores provenientes dos Estados Unidos ou Canadá, Europa Ocidental, Polónia, Moldávia, Tailândia, Filipinas, Venezuela, Romênia e China. Trabalhadores da construção civil em vez requerem licenças especiais, e construção das instalações estarão sob forte esquema de segurança, com a fundação será isolado por cercas, para que eles separadamente de outras bases militares Leilão descreve uma série de restrições sobre o processo de criação de um site, embora eles não são anormais para a construção de qualquer instalação militar:. Saída e entrada permitida em apenas um lugar, a construção em si vai estar sob segurança armada anteriormente serviu na Força Aérea, e coletar informações sobre o site para 911 "é estritamente proibido. Pós relatório acrescenta que a confiança e se estende escritório de design arquitetônico de

Ada Karmi - ensino , que vende ao público para edifícios

como o Supremo Tribunal Federal (planejadas em conjunto com seu irmão Ram Carmi) ou do campus da Universidade Aberta em Raanana. Concurso capítulo extenso do Corpo de Engenheiros EUA dedicado à descrição dos doorjambs que deve ser instalado na nova unidade - "porta de cada entrada, exceto o banheiro e chuveiros mezuzá deve ser escrita com tinta indelével, e o texto será Ashkenazi ou sefardita, mas não estão envolvidos, e aprovados por um autorizado pelo Rabinato Chefe. ".

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 57


ECONOMIA Alemanha valida novas medidas de apoio para a Grécia

A

ngela Merkel cercada no Parlamento antes da votação no Bundestag de auxílio à Grécia. (Foto Peter Thomas. Reuters)

O plano recebeu um amplo apoio no Bundestag. O ministro da Economia, Wolfgang Schäuble tinha defendido texto, sublinhando que tudo era do interesse da Alemanha e Grécia. Deputados alemães na sexta-feira não deu nenhuma surpresa, e uma grande maioria, a luz verde às medidas adotadas no início desta semana pela zona do euro para salvar a Grécia da bancarrota. Um total de 473 deputados votaram a favor (100 votos contra, 11 abstenções) das medidas definidas pelos ministros das Finanças da zona do euro, que serão refletidas em particular pela liberação de uma parcela de 43,7 bilhões de euros em Atenas. O resultado foi, sem dúvida, porque mesmo antes da votação, a oposição - os sociais democratas do SPD e Verdes - anunciaram que iriam votar sim para o lado do governo de coalizão de Angela Merkel (CDU / CSU e FDP). Mas a JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 58


chanceler foi capaz de validar o texto, sem recorrer a voz da oposição. "O SPD decidiu votar a favor dessa ajuda, ele não suporta o governo federal, é sua a responsabilidade de europeus, posições contínuas que ele tomou até agora" , disse Peer Steinbrück, SPD candidato para as eleições parlamentares a chanceler e principal rival de Angela Merkel prevista para o Outono de 2013. Um total de 293 votos necessários para a assistência à adoção. E o resultado foi adquirido com a única voz conservadora (217) eo FDP liberal (80). O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, enfatizou a necessidade de novas ajudas à Grécia, no interesse de países da Europa, mas também da própria Alemanha. "Ninguém benefícios tanto na área do euro e os alemães, economicamente e politicamente" , ressaltou o ministro. "Todos os observadores internacionais concordam que o novo governo grego está fortemente empenhado em implementar reformas acordadas e muito progresso tem sido feito. " "Sem o nosso apoio, não é apenas o futuro da Grécia que está em perigo, mas também o futuro da zona do euro como um todo" , disse ele. Em seu discurso, o braço direito de Angela Merkel salientou, no entanto, que o caminho ainda é longo e que a Grécia deve prosseguir nos seus esforços. Ele também fechou a porta novamente a um cancelamento da dívida grega. "A especulação sobre o cancelamento da dívida atual é exatamente o sinal errado que não enviamos, especialmente se queremos continuar a apoiar a Grécia neste caminho difícil " , disse ele, acrescentando: "Essas especulações falsas não resolvem o problema". No início desta semana, os ministros das Finanças dos 17 tinha acordado com o Fundo Monetário Internacional para que a dívida da Grécia seja reduzida para 124% do PIB em 2020, contra uma meta inicial de 120% preconizada pelo FMI ou alívio de cerca de 40 bilhões de euros até 2020. A área do euro também se comprometeu a trazer em 110% do PIB em 2022 da dívida grega - que ameaça chegar a 190% em 2014 - o que irá facilitar o retorno da Grécia nos mercados. O acordo da dívida pavimentou o caminho para o pagamento, como esperado pela Grécia, sem o qual o país estava condenado ao fracasso no curto prazo. Ministros concordaram em pagar um total de € 43700000000 bloqueadas por semana. A primeira parcela de um pouco mais de 34 bilhões devem ser pagos em 13 de dezembro. O pagamento final será feito em três parcelas durante o primeiro trimestre de 2013. Finlândia e Países Baixos são os dois países na área do euro precisam de aprovação parlamentar para liberar ajuda. (AFP)

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 59


ESPORTES Após admitir pressão da Fifa, Marin diz que Felipão foi escolha exclusiva sua Paulo Passos, Ricardo Perrone e Rodrigo Mattos Do UOL, em São Paulo Daniel Marenco/Folhapress

Felipão aperta a mão de Marin durante sua apresentação como novo técnico da seleção brasileira

O

presidente da CBF, José Maria Marin, já admitiu que antecipou o anuncio do nome do novo técnico da seleção brasileira por pedido da Fifa. A escolha seria divulgada apenas em janeiro, mas aconteceu na última quinta-feira. O nome do eleito, Luiz Felipe Scolari, porém, o cartola jura que foi ele quem decidiu. “A escolha de um técnico compete exclusivamente à CBF. Estou consciente desse fato. Não quero dividir com ninguém. Cabe a mim como presidente da entidade ter a coragem de decidir. Eu escolhi o técnico da seleção, bem como o coordenador (Carlos Alberto Parreira)”, disse o Marin, demonstrando irritação com o questionamento.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 60


O dirigente foi demovido da ideia de esperar até janeiro para anunciou novo técnico pela Fifa. A organizadora da Copa das Confederações e da Copa do Mundo não queria que o Brasil fosse ao sorteio do próximo sábado sem treinador. “Logo após a demissão de Mano Menezes, imediatamente a CBF tomou a decisão de indicar um novo treinador, Luiz Felipe Scolari. Tenho certeza que isso é uma boa notícia para o torcedor brasileiro”, comemorou Joseph Blatter, presidente da Fifa.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 61


O escolhido da CBF é consultor voluntário do Ministério do Esporte para assuntos referentes a Copa do Mundo. O UOL Esporte apurou que o ministro Aldo Rebelo foi avisado por Marin sobre a escolha bem antes do anuncio oficial. O escolhido da CBF é consultor voluntário do Ministério do Esporte para assuntos referentes a Copa do Mundo. O UOL Esporte apurou que o ministro Aldo Rebelo foi avisado por Marin dirigente foi demovido da ideia de esperar até janeiro para anunciou novo técnico pela Fifa. A organizadora da Copa das Confederações e da Copa do Mundo não queria que o Brasil fosse ao sorteio do próximo sábado sem treinador. “Logo após a demissão de Mano Menezes, imediatamente a CBF tomou a decisão de indicar um novo treinador, Luiz Felipe Scolari. Tenho certeza que isso é uma boa notícia para o torcedor brasileiro”, comemorou Joseph Blatter, presidente da Fifa. O escolhido da CBF é consultor voluntário do Ministério do Esporte para assuntos referentes a Copa do Mundo. O UOL Esporte apurou que o ministro Aldo Rebelo foi avisado por Marin sobre a escolha bem antes do anuncio oficial.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 62


CARROS Smart dá asas ao pequeno Fortwo Modelo conceitual une moda e ecologia; projeto é assinado pelo estilista Jeremy Scott Thiago Vinholes

Foto: Smart Smart Forjeremy Concept

A

Smart apelou para o universo fashion ao criar um novo “look” para o Fortwo. A fabricante apresentou no Salão de Los Angeles, nos Estados Unidos, o conceito Forjeremy, uma versão do compacto elaborada pelo estilista norteamericano Jeremy Scott. Os principais diferenciais do carro são a motorização elétrica e a inusitada presença de asas. Isso mesmo, o Fortwo ganhou asas na parte traseira e mais: a marca levou a ideia a sério. O projeto será produzido em série limitada e comercializado em 2013 – a Smart ainda não divulgou os preços do novo “modelito”. “Tanto os Smart como as asas representam a sensação de liberdade em cidades com trânsito muito movimentado”, explica Scott a respeito do desenho

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 63


escolhido para o carro, cujo desenvolvimento ainda teve ajuda de profissionais do estúdio de design da Mercedes-Benz.

JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 64


De alumínio não têm apenas função estética no conceito A decoração incorporou as luzes de freio do veículo, que ao acenderem criam um efeito luminoso ainda mais chamativo. Chamar atenção, aliás, é o ponto forte do trabalho de Jeremy Scott, que ficou famoso ao criar roupas pra lá de exóticas para divas da música pop, como Madonna, Kate Perry e Lady Gaga. Smart Smart Forjeremy Concept JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 65


JHC Mídia Digital - Edição 008 Ano 2012 66


Contato contato@jhcmidiadigital.com Cel: +55 (11) 98178-5433 www.jhcmidiadigital.com


JHCMídiaDigital - Edição 008 Ano 2012  

Nas pedras no caminho ergo, muro, casas, cria abismos. Atrás delas me escondo e aguardo o raiar do dia. Em avalanches as pedras do caminho p...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you