Page 1


healingED04 - Editorial.indd 2

3/15/17 12:55 PM


EDITORIAL

FOTO CACÁ BRATKE

O que nos une? O

Luciana Chammas, diretora executiva da Healing Essências Florais.

processo de criação de uma revista envolve várias etapas e uma equipe multidisciplinar que vai, pouco a pouco, construindo as pautas, pensando nas ilustrações, buscando fontes, harmonizando textos, revisando o material... Enfim, um período de, aproximadamente, seis meses de trabalho intenso e de muito aprendizado. O editorial, estas linhas que você está lendo neste momento, é o último a sair do forno, porque para escrevê-lo eu releio todos os textos, buscando a essência desse material. Nesta quarta edição da revista ESSÊNCIA HEALING eu cheguei a duas conclusões importantes durante esse exercício: a primeira foi de que o tema que, de alguma maneira, aparecia constantemente nos artigos é o autoconhecimento. O assunto está presente na entrevista, no texto sobre práticas complementares, no artigo do Julian, nas matérias sobre ansiedade e autoestima... Ou seja, há sempre a ideia de que, a partir desse olhar para nós mesmos, conseguimos transformar aquilo que nos incomoda para que possamos viver em harmonia e, consequentemente, saudáveis. A segunda conclusão foi: não poderia ter sido diferente! Se estamos num veículo que aborda a terapia floral e o legado do Dr. Edward Bach, como não ser esse o tema principal da revista? Sem o exercício de autoconhecimento, a terapia floral se reduz a frascos com essências das plantas que poderão nos ajudar, sim, a lidar com problemas, mas não necessariamente provocando mudanças que possam nos deixar livres da causa real do nosso sofrimento. Já dizia o Dr. Bach: “Descobrirmos onde estamos errando (o que, quase sempre, nos passa despercebido) e o esforço sincero para corrigir a falha levam não apenas a uma vida de alegria e paz, mas também à saúde”. Então, se você ainda não abraçou essa ideia, talvez seja este um bom momento. Espero que esta edição possa lhe servir de inspiração. Boa leitura e até a próxima edição ;)

EXPEDIENTE Coordenadora Responsável Luciana Chammas Coordenadora de Marketing e Publicidade Ana Carolina Berriel Editora Keila Bis Diretora de Arte Rosana Grimaldi Revisor José Américo Justo Ilustradora Sandra Javera Equipe Comercial Angela Guedes Renata Vergilio Victória Moredo Equipe Administrativa Isabel Cristina Bava Elida Cavalcanti Luana Souza Diego Brito Equipe Blossom Gabriel Cárcomo Marcelle Machado Marília Leite Healing Essências Florais Comercial, Importadora, Exportadora e Eventos ltda Rua Joaquim Nabuco, 47, conj. 137 – Brooklin São Paulo - SP Cep: 04621-000 Tel: (11) 5095-4411 contato@healingflorais.com.br www.healing.com.br

CONTATO HEALING – WWW.HEALING.COM.BR

essência • Healing 3

healingED04 - Editorial.indd 3

3/15/17 12:55 PM


REPORTAGEM

Ansiedade na medida certa Conforme vamos alimentando vontades, alimentamos também a ansiedade. Na dose adequada, tudo bem! Mas quando extrapola, traz sofrimento. Nesse momento, a ajuda de um terapeuta e dos florais é muito eficaz para garantir o equilíbrio mental e emocional.

D

esejar faz parte da natureza do ser humano. Deseja-se amar e ser amado, ter novos relacionamentos, experiências, mais dinheiro, conforto, segurança, conhecimento, sabedoria, diversão... A lista dos “quereres” é interminável e, para muitas pessoas, funciona como combustível para viver. Mas para lidar com os desejos de forma saudável, é preciso também aprender a lidar com algo inseparável deles: a ansiedade. “A ansiedade pode ser definida como um temor em relação ao que desejamos ou um desejo em relação ao que tememos. Podemos, por exemplo, desejar ir a uma festa, mas tememos o que pode acontecer lá”, explica o psicanalista Julio Cesar Nascimento, de São Paulo. De acordo com Nascimento, todas as vezes que se está diante de algo que se quer

muito, é natural sentir uma certa quantidade de ansiedade sobre o próprio desempenho. “Uma dose ótima de ansiedade pode habilitar o sujeito a descobrir um comportamento mais criativo diante da situação que causa a ansiedade. Porém se torna patológica quando inibe a resposta criativa, paralisa ou quando é deslocada para alimentar sintomas, como a somatização, a transferência da dor psíquica para o corpo somático, causando dores físicas e doenças”, explica o psicanalista. “Quando se percebe também um comportamento apressado que repetitivamente é desastroso, está na hora de buscar a ajuda de um terapeuta”, avisa ele. Esse tipo de comportamento ocorre porque a ansiedade faz tudo parecer urgente, pede respostas e resoluções rápidas, o que acaba por incapacitar a ação. “Ao tentar entrar nes-

4 essência • Healing

healingED4 - Ansiedade.indd 4

3/15/17 11:50 AM


se ritmo acelerado, não temos maestria ou excelência”, avisa Nascimento.

A tomada de consciência

A jornalista Lizandra Magon de Almeida diz que já foi muito ansiosa e, com isso, ficava desesperada para resolver suas tarefas, não conseguindo ter a serenidade necessária para realmente parar e fazer o que precisava ser feito. “Estava perdida, começava várias coisas e não terminava nenhuma. Sentia-me mal com isso, o que criava um círculo vicioso do qual era difícil de me libertar. Perdia o sono, tinha taquicardia ou falava sem parar”, relembra. Por indicação da sua terapeuta, Lizandra foi buscar a ajuda da terapeuta floral Ana Roxo, de Sorocaba, interior de São Paulo. “Desde o início do tratamento com florais, já senti a diferença. Não significa que eu não sinta mais nenhuma ansiedade. O que mudou realmente foi minha postura em relação a ela: consigo identificá-la, respirar e controlá-la. Ou seja, é um aspecto meu que conheço e administro. Não tenho mais taquicardia nem nenhum sintoma físico, mas às vezes perco o sono”, explica a jornalista. Porém, no caso da ansiedade patológica, o sujeito é arrastado por ela, não consegue administrá-la, fica navegando nas suas águas turbulentas. Isso sinaliza que existe algo por trás da ansiedade que precisa ser olhado, ou seja, a causa real, que muitas vezes está inconsciente. “Fazer o vestibular, por exemplo, é bastante desafiador e passível, portanto, de proporcionar um bom nível de ansiedade. Para uma pessoa que sofre de baixa autoestima, pode se apresentar ainda mais potente”, explica Ana Roxo. Na terapia ou análise, essas questões são olhadas com atenção, o que faz com que, gradativamente, a ansiedade, que era uma consequência desses fatores, vá diminuindo. “Basicamente, boa parte do que constitui o conteúdo da nossa psique na vida adulta vem dos acontecimentos na infância. Se uma criança tem pais, ou um deles, muito

ACALME-SE E ESCOLHA SEU FLORAL A terapeuta floral Ana Roxo indica alguns dos florais de Bach para o tratamento da ansiedade: “Impatiens atua sobre o clássico comportamento da pessoa ansiosa que tem a atenção voltada para o futuro. Ao fazer isso, ela perde a experiência do agora, aprende menos, pode errar mais e atropela o tempo de aprendizado do outro, podendo se tornar irritável e intolerante. Com Impatiens, aprende-se a permanecer e aproveitar o momento presente, aceitando e lidando com o ritmo dos acontecimentos. Agrimony trabalha com as emoções associadas à ansiedade que podem surgir por outras questões, como a dificuldade em lidar e entrar em contato com os próprios problemas e angústias. É um perfil de pessoa que prefere estar em festas e em grupos, com uma aparente personalidade alegre, popular e festiva. Mas interiormente está cheia de angústia e ansiedade. Agrimony ajuda nesse contato com o mundo interior.

Mimulus cuida do medo e da vergonha, que também desencadeiam a ansiedade, pois quem sente essas emoções vive em estado de atenção constante para evitar aquilo do qual tem medo. Mimulus traz coragem para lidar com os desafios e acreditar no bom andamento e desfecho dos acontecimentos. White Chestnut é útil para acalmar a mente acelerada, repleta de pensamentos. Esse floral ajuda a recuperar a tranquilidade mental, desarticulando o revolver de pensamentos incessantes. Five Flower, o composto emergencial criado pelo Dr. Bach, costumo colocar na primeira fórmula dos ansiosos, e a partir da segunda costumo retirá-lo, já que ele é um emergencial. Só quando preciso potencializar uma fórmula volto a colocá-lo novamente. Mas não o utilizo num processo terapêutico.“

severos, que cobram constantemente uma postura específica dela, é possível que cresça desenvolvendo uma certeza de que por mais que faça e se esforce, nunca estará à altura do que os pais esperam”, explica a terapeuta floral. No seu inconsciente pode ficar registrado algo como: “Você não é boa o suficiente”. Ana explica que, na fase adulta, racionalmente ela saberá das suas capacidades, mas a execução sairá falha ou muito menor do que é capaz, gerando ansiedade. “Isso pode acontecer porque provavelmente a figura de autoridade dos pais está sendo projetada nos gestores e, por gatilho inconsciente, ela resgata a sensação de não estar à altura da tarefa exigida, aquela mesma lá da infância. Uma outra projeção possível é que, mesmo que o chefe elogie o seu trabalho e ela cresça essência • Healing 5

healingED4 - Ansiedade.indd 5

3/15/17 11:50 AM


REPORTAGEM

profissionalmente, fará um esforço muito maior do que o necessário para a tarefa, porque nunca acha o seu trabalho suficientemente bom.”

Aprendendo a viver com calma

O psicanalista Nascimento sugere que, ao sentir a ansiedade, se faça um exercício de respirar fundo e se perguntar o que estava acontecendo minutos antes de a ansiedade surgir, qual é o simbolismo da cena que despertou a ansiedade, o que a situação lhe traz. “É comum acreditarmos que estamos ansiosos por causa de uma situação específica, mas na maioria das vezes essa situação é uma cena repetitiva, que nos incomoda, nos deixa ansiosos há muitos anos, frequentemente desde a nossa infância. Quando adquirimos uma compreensão interna profunda de que esse roteiro está sendo repetido, se torna mais fácil descobrir ou inventar soluções criativas para lidar melhor com os conflitos atuais, adotando uma nova postura diante da situação aflitiva, diminuindo com isso a ansiedade”, ensina. Como existe um grande número de essências florais específicas para o tratamento das mais diversas emoções, elas são de grande valia tanto para manter a calma e fazer o exercício proposto por Nascimento quanto para identificar o padrão de comportamento repetitivo. No caso da jornalista Lizandra, a terapia floral utilizada como complemento ao trabalho que ela já estava fazendo com sua terapeuta a ajudou a caminhar mais rápido no seu processo de equilí-

healingED4 - Ansiedade.indd 6

VIVA O MOMENTO PRESENTE! Hans Keeling trabalha como tradutor de Eckhart Tolle, autor do best-seller O Poder do Agora (Ed. Sextante). Neste bate-papo, ele fala a respeito de alguns dos principais ensinamentos do guru sobre como se desconectar do fluxo mental que causa ansiedade. Por que focar a atenção no momento presente é tão importante? Porque esse é o único espaço em que a nossa vida se desdobra. Tudo sempre acontece no momento presente. A única coisa que normalmente não vive no momento presente é a mente. Ela gosta de passar o tempo lembrando do passado ou antecipando o futuro, que muitas vezes gera emoções como medo, alegria, saudade, culpa, amor, raiva, ansiedade... Como se manter no momento presente? Há várias maneiras, como usar os cinco sentidos para se ancorar no instante – olhando, ouvindo, senti-

do o sabor, o cheiro, tocando. Também pode se concentrar na própria respiração ou no que está fazendo, no processo, sem ficar apegado ao resultado. Sentir as partes do corpo e não pensar sobre elas. Mas sentir a energia das mãos, pés, nariz... E sentir também as emoções. Mas há algo ainda mais importante. O que é? Ser o observador da própria mente, do fluxo de pensamentos positivos e negativos e das emoções geradas por eles. Com essa prática, uma nova dimensão de consciência surge seguida por um encontro com a paz interior. Sabemos, então, que somos muito mais do que apenas os nossos pensamentos.

brio mental e emocional. “Quando minha terapeuta me indicou os florais, eu já fazia as sessões terapêuticas com ela havia um bom tempo. Mas ela me disse que eles poderiam me ajudar a acelerar o tratamento da ansiedade. Com os florais, passei a ter compreensões mais profundas, que realmente me ajudam a me conhecer melhor”, constata. TEXTO KEILA BIS • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATOS ANA ROXO – WWW.ANAROXO.COM HANS KEELING – WWW.ILLUMINA.ORG JULIO CESAR NASCIMENTO – TEL. (11) 99404-1570

3/15/17 11:55 AM


PET SAUDÁVEL

Cordeiro na pele de leão

FOTO NOEMIA PARANHOS

De pequeno, médio ou grande porte, muitos cães se tornam agressivos porque não recebem o tratamento apropriado. Veja por que os florais adequados e certas regras na rotina proporcionam equilíbrio emocional aos pets e a toda a família.

A Dra. Eunice Parodi é médica veterinária, homeopata, acupunturista e terapeuta floral. Na clínica onde trabalha, indica florais para cães e gatos.

H

á cães que parecem anjinhos, mas quando saem de casa para passear, arrastam o tutor e compram briga com todos os cachorros da rua, mesmo que estes sejam três vezes maiores. Nos meus atendimentos, os clientes me perguntam: “Como faço para ensinar meu cão a passear calmamente, sem fazer barraco na rua?”. Esse animal é um ser social que vive em matilha e considera seus cuidadores como tal. Na matilha, a hierarquia é seguida à risca, somente um lidera e todos os outros obedecem. Quando não há liderança na família humana com a qual convive, ou seja, quando não se sente comandado por ela, o cão tende a ser o líder para “pôr ordem na casa”. Ao assumir essa liderança, alguns problemas de comportamento podem aparecer, dependendo do temperamento do animal. Os cães com tendência dominante podem ficar agressivos, rosnando e mordendo pessoas conhecidas, desconhecidas e outros cães. Já aqueles mais submissos, quando assumem uma posição de liderança, tornam-se ansiosos e também podem ficar violentos, reagindo a qualquer ameaça por medo. Para preparar cães calmos e que se relacionem bem com as pessoas e outros animais, os tutores precisam aprender a

forma correta de passear com eles, o horário ideal de alimentá-los e quais limites devem ser ensinados. Essas orientações sobre educação e saúde são feitas pelo veterinário. Assim, os cuidadores assumem a liderança da casa e de seus cachorros. Os florais também podem ajudar. E muito! Tanto o tutor quanto o cão. Certa vez atendi uma juíza de direito que tinha uma postura rígida e estava tendo dificuldade em educar seu pequeno cão. Ele já havia mordido várias pessoas e não se dava bem com outros cachorros. Após conversar longamente com ela, percebi que tinha alguns traços de insegurança, mas, devido à profissão, precisava manter uma postura mais rígida. Seu cão, percebendo sua fragilidade, reagia tomando a liderança para ele. Indiquei o floral Cerato para ela, para ajudá-la a acreditar na própria capacidade. Para o cãozinho que estava assumindo uma liderança sem ter esse perfil, sugeri os florais Mimulus e Larch, que o incentivaram a controlar o medo e a falta de confiança que o faziam reagir agressivamente. Os florais bem indicados, apropriados para cada situação ajudam o tutor e o pet na mudança de atitude frente aos desafios da vida. ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATO EUNICE PARODI – WWW.FLORALVITA.COM

essência • Healing 7

healingED4 - Ansiedade.indd 7

3/15/17 11:55 AM


ENTREVISTA

Florais também na hora de comer

FOTO ROGÉRIO VOLTAN

Um dos chefs brasileiros referência em culinária saudável, Renato Caleffi conta nesta entrevista como utiliza as essências florais no restaurante Le Manjue Organique, em São Paulo, por que é adepto da terapia floral e como cuida da sua saúde integral.

Renato Caleffi é um dos proprietários do restaurante paulistano Le Manjue Organique, que em português significa O Alimento Orgânico. Professor e pesquisador sobre alimentação funcional orgânica, é também coautor dos livros Escolhas e Impactos – Gastronomia Funcional (Ed. Loyola), Tudo sobre Panelas (Ed. Atlântica) e autor da série Achaz – Achaz no Sítio da Banana Verde e Achaz e o Mistério do Sorvete (Ed. Viajante do Tempo).

Você trabalha com gastronomia funcional. O que é esse tipo de alimentação? É uma gastronomia que respeita a sazonalidade dos produtos, utiliza alimentos orgânicos e técnicas de cocção própria, para potencializar e melhorar a absorção de fitoquímicos e, com isso, melhorar e promover a saúde. Por exemplo: quando faço o prato com arroz integral envolvido em pirarucu, com espinafre, pequi, castanha-de-caju e tomatinhos orgânicos. O tomate recebe bem o calor e potencializa o licopeno, uma substância antioxidante. Já a gordura natural do pequi e do pirarucu garante a melhor absorção do licopeno. O prato ainda possui castanhas-de-caju, que melhoram a absorção do cálcio do espinafre. Você utiliza os florais no preparo dos seus pratos? Sim. Eu gosto de adicionar as essências florais que têm a ver com os sentimentos mais universais, como o amor. Na verdade, eu gosto muito de colocar na minha criação do dia o sentimento de amor para ajudar a melhorar isso nas pessoas. Em qual momento do preparo do alimento você coloca os florais? De acordo com a minha terapeuta floral, eu posso adicionar o floral em qualquer momento, inclusive no cozimento. Então, dependendo da receita, coloco no molho ou na finalização de um prato, de um

risoto, por exemplo. Uso cerca de sete gotas do floral para 1 litro da receita. Você também toma floral? Há muitos anos, no começo da minha adolescência, eu li numa revista uma matéria sobre os florais de Bach e tomei. Depois de muito tempo, voltei a tomar, quando conheci a Sandra Epstein (terapeuta floral e criadora do sistema floral Araretama), que é hoje minha terapeuta floral. Na época em que a conheci, ela me contou sobre como os florais são feitos, para que servem... E eu gostei muito! E era um momento em que eu trabalhava com muitos alimentos biodinâmicos, um tipo de alimentação que tem uma forma especial e ecologicamente correta de trabalhar o preparo do solo, cultivo e armazenamento do alimento. É, então, importante para você cuidar de si com terapias e alimentos que respeitam o meio ambiente, sem ingredientes químicos? Eu procuro pelas coisas saudáveis. Tenho uma horta orgânica. Procuro me alimentar com comida orgânica, funcional, biodinâmica, que não tenha glúten, com pouco leite e seus derivados, ou seja, que seja vegana na maior parte das vezes. Faço massagem uma vez por mês e uso os meus florais diariamente. E eu mesmo faço o meu blend: misturo tudo num vidro e tomo algumas gotas em um copo grande de água.

8 essência • Healing

healingED04-Entrevista Caleffi.indd 8

3/15/17 1:05 PM


O que você pensa sobre a terapia floral? Uma forma de tratamento eficaz, fácil, viável para o dia a dia. Tem tratamentos que são complicados, requerem muita disciplina, e esse, não muita. Esse apenas requer que você acredite e tome as gotinhas das essências. Eu acho que as pessoas deveriam experimentar o tratamento com a terapia floral. É saúde pura também. Como assim? Às vezes você tenta fazer tudo o que é legal, bacana, mas você tem um desequilíbrio emocional que leva você a se boicotar e tenta boicotar seu próprio objetivo. E, às vezes, nos pequenos detalhes, nas relações com as pessoas, amigos, funcionários, familiares, cônjuge. E os florais nos ajudam a ter um olhar para dentro de si e ver onde você realmente precisa melhorar. Com os florais, eu percebo minha melhora emocional, que se reflete no meu cotidiano.

healingED04-Entrevista Caleffi.indd 9

Poderia contar um pouco mais sobre esses benefícios? Na consulta com a minha terapeuta floral, falo sobre as minhas necessidades, ela me ouve e indica a fórmula floral mais adequada para mim. Às vezes eu estou num momento em que preciso ser mais criativo; noutro momento, preciso de muita disciplina alimentar porque estou numa dieta... De uma forma geral, eu gosto de ter aflorados em mim os grandes sentimentos, emoções, forças e poderes, como amor, paixão, paz, criatividade e disciplina. Sou uma pessoa muito dinâmica e trabalho com muitas pessoas, com comida... Então, de uma forma geral, sem ter uma necessidade específica, eu gosto de melhorar isso em mim. Outro exemplo: quando faço meu mapa astral, mando as informações para minha terapeuta floral e ela faz uma fórmula floral específica para me ajudar no trânsito das influências dos planetas em minha vida. TEXTO KEILA BIS • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATO WWW.LEMANJUE.COM.BR

3/15/17 1:05 PM


TERAPIAS ASSOCIADAS

INVISTA NO SEU BEM-ESTAR Os florais trazem muitos benefícios quando atuam com a meditação, que agora faz parte das práticas integrativas do Sistema Único de Saúde (SUS).

“D

MEDITAÇÃO DE OBERVAR A RESPIRAÇÃO Sandro Bosco, professor de ioga, palestrante e autor, ensina uma das técnicas mais tradicionais e eficazes para ser feita diariamente. Ela faz parte do seu livro Meditação para Quem Acha Que Não Consegue Meditar (Ed. Matrix).

• Procure um lugar tranquilo onde possa ficar sozinho. • Você pode fazer essa meditação sentado no chão ou numa cadeira.

Em ambos os casos, a altura do joelho deve ser inferior à linha da cintura e as mãos acomodadas nas coxas perto do quadril. Os ombros para trás e para baixo. Mantenha os olhos fechados e relaxe as pálpebras. O pescoço fica confortável deixando o rosto numa altura nem para cima nem para baixo.

• No chão, sente-se com as pernas cruzadas à frente (veja a ilustração

acima). Coloque cobertores dobrados ou almofadas até encontrar a altura ideal para o quadril, deixando a coluna ereta sem esforço algum. Na cadeira, sente-se na beirada, com os dois pés apoiados no chão.

• Prepare o despertador para tocar dez a 20 minutos depois. O tempo que for viável a você.

• Agora, você está pronto para meditar. • Foque sua atenção em perceber o movimento de entrada e saída do ar.

Vá seguindo esse movimento. Se você se perder, parando de prestar atenção à respiração, tudo bem! Basta voltar e segui-la novamente.

iariamente, entre 20 e 30 minutos, eu me dedico a meditar todas as manhãs concentrando a minha atenção na respiração. Faço isso há seis anos, pois passei a ficar mais relaxado, aprendi a observar melhor antes de agir. E agir, quando decidido, com toda a força”, conta o Dr. Paulo Olzon, especialista em clínica médica. O Dr. Paulo – também conhecido como Dr. Diagnóstico pelo seu programa na Band News FM – aprendeu a técnica com o Dr. Roberto Cardoso, de São Paulo, responsável pelo curso de Formação de Facilitadores de Meditação do Núcleo de Medicina e Práticas Integrativas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “A meditação altera o funcionamento e a química do cérebro. Com isso, equilibra o funcionamento do corpo, a pressão arterial e os sistemas endócrino (hormonal) e imunológico. Ajusta o sono, a atenção e a memória melhoram, as escolhas ficam mais fáceis de serem feitas, a ansiedade diminui...” O raciocínio claro do médico obstetra Dr. Roberto Cardoso, ao enumerar as vantagens da meditação, revela a expertise e a mente harmônica de quem estuda, pesquisa, ensina e pratica a meditação há mais de 20 anos.

Força potencializada

A médica veterinária, terapeuta floral e também praticante de meditação Vera Barral, da capital paulista, diz que há uma sinergia muito positiva entre os florais e a meditação. “Ambos nos levam ao encon-

10 essência • Healing

healingED4-Terap Associadas.indd 10

3/15/17 3:05 PM


tro da nossa essência e a reconhecer nossa escuridão não para temê-la, mas para aprendermos a aceitar, enfrentar e lidar, sem temeridade e sem julgamento, com a nossa imperfeição”, explica ela. O Dr. Roberto diz que após alguns meses de prática o meditador aprende a se observar melhor. “Flagrando reações automáticas que tem sem pensar, passa a ter uma maior lucidez sobre si mesmo”, explica ele, autor de Medicina e Meditação (Ed. MG). Ele também desenvolveu sua tese de doutorado observando as mudanças em um grupo de mulheres grávidas que foram ensinadas a meditar. “Houve redução da ansiedade, diminuição da tensão muscular, aumento da temperatura das extremidades, indicando uma melhora no fluxo sanguíneo. E um aumento da resistência eletrodérmica, achados que indicam relaxamento.” Segundo Vera, os florais são muito im-

healingED4-Terap Associadas.indd 11

portantes também para os meditadores iniciantes, pois vão ajudá-los em muitos sentidos (veja o boxe abaixo). “A persistir na prática, a permanecer no aqui e no agora e a acalmar a mente.” TEXTO KEILA BIS • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATOS DR. ROBERTO CARDOSO – CONTATO@ROBERTOCARDOSO.NET • SANDRO BOSCO – WWW.SANDROBOSCO.COM.BR • VERA BARRAL – FACEBOOK VERA BARRAL-FLORAIS

FLORAIS PARA MEDITAR A terapeuta floral Vera Barral aponta as essências de Bach que auxiliam no processo e na manutenção da meditação.

• White Chestnut ajuda a silenciar a mente inquieta. • Clematis estimula o foco no aqui e no agora. • Impatiens traz a aceitação do nosso ritmo, sem ansiedades nem frustração, apenas praticar e praticar.

• Gentian proporciona determinação para a prática diária. • Aspen ajuda a criar coragem para o empenho na prática

sem temer ou criar fantasias. Afasta os medos sobre o desconhecido.

3/15/17 3:05 PM


#

FOTO ED IVANUSHKIN

BEM-ESTAR

Menopausa sem neura Os florais ajudam as mulheres a passar por essa fase da vida com serenidade e sabedoria, aliviando – e muito! – os sintomas físicos e emocionais.

A

lém dos famosos fogachos, ondas de calor intensas que causam sudorese profunda, seguidas de frio, as oscilações de humor da enfermeira Lúcia Gonçalves estavam muito fortes desde o momento em que entrou na menopausa. “Emocionalmente me sentia deprimida e por isso precisei fazer uso de medicamentos antidepressivos e ansiolíticos, pois acabei desenvolvendo síndrome do pânico”, conta ela. A ginecologista Dra. Carolina Corsini (CRM 109680), de São Paulo, explica que os sintomas climatéricos (climatério é o nome do período de transição entre a vida reprodutiva e a não reprodutiva da mulher, que engloba a menopausa) podem afetar qualquer mulher. “Mas a intensidade deles está relacionada a fatores genéticos e ambientais”, diz. “A menopausa, que é a última menstruação da mulher, acontece porque o ovário para de

produzir hormônios, feminino e masculino. Por isso ocorrem tanto os sintomas físicos como emocionais: diminuição da libido, calores, ressecamento vaginal, irritabilidade, insônia... O metabolismo tende a ficar mais lento e é comum ocorrer ganho de peso nesse período. Os índices de colesterol também podem piorar.” Para passar por tanta mudança, Lúcia foi aconselhada por uma amiga a procurar a ajuda da terapia floral. “Ela me disse que seria uma alternativa para a harmonização emocional e física, além de desintoxicar o organismo dos medicamentos alopáticos. Eu sou enfermeira e, pelo meu conhecimento técnico, não queria utilizar estes medicamentos pelo grau de dependência física e emocional que eles trazem”, diz. Com o auxílio da terapeuta floral Ana Maria Uliana, de Maceió, iniciou o tratamento. “Há muitos florais de Bach que podem ajudar nessa época a tratar, por exemplo, do medo do envelhecimento, de não ser desejada, da apatia, pânico, dos sintomas da depressão, impaciência, sentimentos de angústia e ansiedade”, enumera a terapeuta. Lúcia diz que ganhou tanto bem-estar, que continua o tratamento com florais até hoje, mesmo com o fim do climatério. “Eles me trouxeram um grande benefício tanto emocional quanto físico. Os fogachos diminuíram, passei a me compreender melhor e as causas que geravam a ansiedade e o pânico. Os florais modificaram a minha vida. Hoje, todos na minha família utilizam, até os meus gatos.” TEXTO KEILA BIS CONTATO ANA MARIA ULIANA – TEL. (82) 99949-0322

12 essência • Healing

healingED04-Bem Estar.indd 12

3/15/17 12:53 PM


#

Climatério sob controle Conheça os florais, óleos essenciais e hidratante que auxiliam as mulheres no período da menopausa.

Na mais plena paz 1

2

1. FLORAL DE BACH IMPATIENS Indicado para o tratamento da irritação, impaciência e ansiedade. Ajuda a seguir o fluxo da vida com calma, tranquilidade e tolerância consigo mesma, e com os outros.

2. FLORAL DE BACH OLIVE O corpo fica revitalizado e restaurado com Olive, pois ele induz a uma gostosa entrega ao relaxamento. Indicado para momentos de muita exaustão e forte cansaço.

Outros produtos LANÇAMENTO: ESTOJO PARA FLORAIS DE 10 ML A Healing criou o artigo, com duas alças, para o transporte seguro das essências. Os florais são adquiridos separadamente.

3. FLORAL DE BACH WALNUT 3

4

É o floral adequado para os momentos de transição. Como um bom amigo que nos acompanha em todos os momentos, esta essência ajuda a atravessar as mudanças com segurança.

4. FLORAL DO DESERTO MALA MUJER Auxilia na liberação das tensões emocionais, principalmente quando a pessoa se sente má. Com isso, é liberada a expressão positiva das qualidades femininas.

Óleos para o bem-estar

FOTOS DIVULGAÇÃO

5

6

KIT ROSAS COM FLORAIS DO SISTEMA ARARÊTAMA Ternura, Abundância, Entusiasmo, Compartilhar e, especialmente, Equilíbrio, que compõem o kit, apoiam a mulher na menopausa.

5. ÓLEO ESSENCIAL MENTHA, DA VIDA BOTHANICA Para banhos, massagens e aromatização de ambientes, ajuda a “refrescar” a mente preocupada, ativar a circulação e aliviar as dores musculares.

6. ÓLEO ESSENCIAL GERÂNIO, DA VIDA BOTHANICA Para banhos, massagens e aromatização de ambientes, ameniza os sintomas da menopausa, é anti-inflamatório, fungicida e diurético.

AQUA ÍGNEA TRANSFORMAÇÃO Com aroma de rosa branca, este hidratante da Ararêtama contém essências florais para trazer esperança, movimento, assertividade e mudança. À VENDA NA LOJA ONLINE: healingflorais.com.br

13 essência essência• •Healing Healing 13

healingED04-Bem Estar.indd 13

3/15/17 12:53 PM


REPORTAGEM

APRENDA A CULTIVAR O AMOR POR SI MESMO Como uma planta que precisa de água, adubo, sol para poder germinar, crescer e florescer, a autoestima também precisa ser cultivada. Nesta reportagem, veja como isso pode ser feito e como os florais são úteis nesse processo.

V

ocê já parou para refletir: o que pensa sobre si mesmo? Você se admira, se aprecia? Consegue se perdoar pelos erros cometidos? Sente-se suficientemente bom ou imperfeito? Sente-se digno de receber amor, de ser próspero ou acha que somente os outros são? Segundo a psicóloga e terapeuta floral Lilian Daisy, de Belo Horizonte, esse tipo de reflexão revela o nível da sua autoestima. “A autoestima está relacionada à autoavaliação, ou seja, à opinião que temos sobre nós mesmos e não sobre o que o outro pensa sobre nós.” Porém a avaliação que o outro faz a nosso respeito é na maioria das vezes importante porque o sujeito cresce tirando conclusões sobre si a partir do que as outras pessoas (pais, professores, amigos...) disseram sobre ele. Dessa forma, está acostumado a pensar e olhar para si mesmo a partir do olhar do outro. “É fundamental, portanto, que desde a infância os responsáveis elogiem os acer-

tos e conquistas das crianças e jovens, ressaltando suas qualidades e singularidades, mostrando como cada pessoa é única. Deve-se evitar sempre as comparações. E estimular o humor e o autoperdão diante dos erros, nutrindo sempre a consciência de que ser humano significa também errar, pois somos eternos aprendizes”, ensina Lilian. Por isso, dialogar é importante para ajudá-los a lidar com as diversas emoções e pensamentos que surgem conforme vão se relacionando e tendo experiências. O analista de sistemas Márcio Martins da Silva conta que a sua falta de autoestima começou a se revelar na infância e um dos motivos foi a pouca conversa entre ele e seus familiares. “Não aceitava minha aparência, me achava magro e alto. Os colegas da escolar me colocavam apelidos, o que me deixava irritado e triste. Como tenho vários irmãos e meus pais trabalhavam muito, não conseguia conversar com eles a respeito desse sentimento de inferioridade,

14 essência • Healing

healingED4 - Autoestima.indd 14

3/15/17 12:02 PM


me tornando uma criança tímida. Foi nessa época que comecei a me isolar dos colegas, já que o convívio me fazia mal.”

A autodesvalorização aprisiona

Márcio lembra também que os conceitos de seus pais sobre o que é certo e errado eram muito rígidos, o que acabou reforçando nele um comportamento de inflexibilidade. “Esse problema se estendeu para a adolescência e também para a fase adulta, se agravando à medida que o tempo passava. Não aceitava as brincadeiras dos amigos, tinha uma autodefesa exagerada.” A terapeuta diz que repetir o padrão de comportamento dos pais ocorre porque eles são o primeiro e mais importante espelho das crianças. “Ou seja, elas irão se inspirar e copiar as atitudes dos pais ou responsáveis de acordo com o que veem, escutam ou aprendem com eles. Daí a importância de os pais também olharem sobre como é a sua autoestima.” Sem consciência do seu real valor, com uma estrutura emocional instável, muito pessimismo, se sentindo constantemente despreparado para os desafios, com grande dificuldade nos relacionamentos familiar e profissional, com medo de expor suas ideias e ser reprovado e muito sensível às opiniões alheias, Márcio decidiu procurar a ajuda da terapeuta floral Lilian para aprender a ter autoestima

autocensura, sentimento de vergonha da própria aparência. Já Pine é indicado para quem tem um rigor muito grande no autojulgamento e acaba se condenando por qualquer motivo. E Gentian quando há a tendência de enxergar o lado negativo de qualquer situação, acreditando que tudo lhe sairá mal e que nada dará certo.” Ainda de acordo com a terapeuta floral, a falta de autoestima pode também surgir ou se agravar em qualquer fase da vida, já que se trata de um exercício, de um estímulo que precisa ser feito diariamente. “Esta é a boa notícia: a autoestima, ou seja, a opinião a respeito de si mesmo, o valor e carinho por si, o quanto uma pessoa se aprecia e se admira, pode realmente ser aprendida e desenvolvida.” Para tanto, é preciso ter paciência para cultivar esse novo olhar por si mesmo, mais amoroso, paciente e bem-humorado. “Sempre lembro a meus pacientes a seguinte metáfora: todos nós temos um anjinho e um diabinho. Sabe quem vencerá? Aquele que você alimentar. Vencerá aquele que você escutar e no qual focar a sua atenção. Vigie a mente! Para cada pensamento negativo a respeito de você, substitua por no mínimo três positivos. Afinal, você é uma pessoa única, especial e valiosa.” TEXTO KEILA BIS • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATO LILIAN DAISY – TEL. (31) 99984-9255

O amor-próprio liberta

“Os florais e as conversas com Lilian foram e estão sendo essenciais para essa nova fase de minha vida. Estou conseguindo ser mais amigo de mim mesmo, e consequentemente mais feliz. Agora vejo perspectivas para o futuro, tendo consciência de que errar é uma forma de aprender. Sinto menos insegurança, o que faz com que tenha uma relação mais prazerosa com minha família e colegas de trabalho”, conta Márcio. Lilian fala sobre algumas essências florais que ajudam a tratar os sintomas da falta de autoestima. “Crab Apple, por exemplo, ajuda a transformar as questões de autoaversão,

BUSQUE AJUDA Se passar do limite, a falta de autoestima cria sérios transtornos psíquicos e pede tratamento. Normalmente, uma pessoa com falta de autoestima se sente inadequada, rejeitada, incapaz, insegura, culpada, é muito severa e crítica consigo mesma, supervaloriza seus defeitos e fica presa aos resultados negativos. A terapeuta floral Lilian Daisy avisa que quando esse sentimento de menos-valia é alimentado por

muito tempo, pode-se desenvolver transtornos como depressão e síndrome do pânico. “Assim, fique atento e procure a ajuda de um profissional se perceber que essas características negativas estão muito afloradas, a ponto de você perceber o mundo e as pessoas como hostis, o que pode levá-lo a querer se isolar.”

essência • Healing 15

healingED4 - Autoestima.indd 15

3/15/17 12:02 PM


ARTIGO

FOTOS DIVULGAÇÃO

Como escolher os florais de Bach? Fundador e diretor da Healingherbs, empresa inglesa que produz os florais de Bach, Julian Barnard é também pesquisador, palestrante e autor de vários livros sobre o assunto.

Neste artigo, Julian Barnard responde essa pergunta com sabedoria e simplicidade para ajudá-lo a aproveitar ao máximo todo bem que a terapia com os florais de Bach tem a oferecer.

E

m alguns aspectos a resposta que você dá para essa pergunta indica quais florais são adequados a você. Se você for muito confiante e determinado, talvez Vervain ou Impatiens sejam bons no seu caso. Se você é indeciso, tome Scleranthus. Ou, se duvida de si mesmo, tome Cerato. A pergunta não é tão simples assim, obviamente. Trabalhar com florais de Bach é um processo de autodesenvolvimento e implica encontrar um caminho verdadeiro na vida. A princípio, isso pode parecer difícil. E no começo talvez seja interessante contar com a ajuda de um terapeuta floral ou alguém que conheça as qualidades dos 38 florais de Bach. Caso procure um profissional, ele lhe fará perguntas sobre você e a sua situação. O modo como irá responder o ajudará a determinar quais florais são ideais para você. Quais perguntas podem ser feitas? Para mim trata-se de três coisas bem diretas: qual é o problema, quando começou e o que você acha que significa? A última pergunta é a mais difícil. Todos começamos com a primeira pergunta: qual é o problema? Imagine que eu esteja sofrendo de uma dor de cabeça crônica. Quando começou? Há seis meses. E o que aconteceu há seis meses? Talvez eu saiba responder. E então vem a pergunta: como você se sente em relação a isso? Ansioso, bravo, em dúvida, deprimido, assustado, nostálgico, chocado ou até mesmo:

“Eu não sinto nada”. Em qualquer uma das situações, algo apontará para um dos 38 florais de Bach. Nem todos trabalham com esse processo analítico. Também podemos trabalhar intuitivamente. Lembre-se de que não há regras aqui; não há apenas uma linha correta de abordagem. Alguns utilizam o pêndulo ou testes musculares (cinesiologia). Outros escolhem os florais por meio de respostas emocionais à imagem das flores. Mas se abordarmos o assunto dessa maneira ainda haverá a dúvida de como essas informações podem nos ajudar a mudar. Essencialmente, mudar a nossa compreensão de nós mesmos e da nossa experiência de vida é exatamente o princípio de funcionamento dos florais de Bach. Os florais em si não contêm substâncias químicas. Eles contêm informações que podem alterar a nossa visão daquilo que está acontecendo (mais informações sobre esse assunto no livro Os Florais de Bach e os Padrões Inscritos na Água, de Julian Barnard, recém-lançado pela Editora Blossom). Uma parte essencial desse processo todo é aprender o nome de cada floral e entender um pouco qual é o seu propósito. Claro que se você tem um cachorro medroso e dá a ele Mimulus não importa se o cachorro compreende seus medos ou ansiedade, muito menos o nome da flor. Ou no mínimo não é necessário que o cachorro entenda isso da nossa maneira. Ele pode

16 essência • Healing

healingED4 -ArtigoJulian.indd 16

3/15/17 11:59 AM


simplesmente aceitar a mudança. Mas se eu quero mudar então ajuda entender como esse estado emocional se desenvolveu e o que eu posso fazer para alterar as minhas respostas habituais considerando a descrição daquele floral. Nós precisamos, então, voltar às palavras do Dr. Bach:

Mimulus

Para o medo de coisas terrenas: doenças, dor, acidentes, pobreza, escuro, solidão, infortúnios. Para os temores da vida cotidiana. É para as pessoas que, silenciosa e secretamente, carregam seu fardo, não falando de seus medos com ninguém. Essa é uma descrição bem direta, certo? Será que eu me reconheceria nela caso eu procurasse no livro e lesse essa descrição? Vejamos agora a descrição de Impatiens:

Impatiens

Para aqueles que são rápidos de raciocínio e de atitudes e que desejam que tudo seja feito sem hesitação ou demora. Quando doentes, ficam ansiosos por uma rápida recuperação. Eles têm muita dificuldade em lidar com pessoas lentas, pois acham que esse tipo de comportamento é errado, uma perda de tempo, e não medem esforços para torná-las mais rápidas, não importa como. Com frequência, preferem trabalhar e pensar sozinhos, para que possam fazer tudo de acordo com seu próprio ritmo. É mais fácil reconhecer-se e essa descrição dá pistas essenciais do modo como esses florais atuam. Bach escreveu: “Quando doentes, ficam ansiosos por uma rápida recuperação”. E geralmente esse é um modo interessante de reconhecer o tipo de floral adequado a você: como você se comporta quando fica doente? A resposta para essa pergunta leva à próxima questão: quão bem você se conhece? E essencialmente esta é a resposta para a pergunta: como você escolhe florais de Bach? Depende de quem você é e em que ponto você está na vida. Quando eu comecei a trabalhar com os florais de Bach, costumava ler e reler as descrições dos 38 florais e anotar os nomes que cha-

mavam a minha atenção. Demorou para aprender o nome e as características de todas as essências. Testei deliberadamente todas as essências e experimentei cada uma delas para tentar aprender e entender. Pode não funcionar do mesmo jeito para todo mundo. Talvez você queira resultados mais imediatos. Houve tentativas de criar um tipo de questionário para que as suas respostas pudessem indicar quais florais deve tomar. Mas acredito que essa seja uma abordagem muito mecânica. E também mais prescritiva. Digo isso porque se olha apenas para a resposta e não para a pessoa de fato. Se eu for consultar um terapeuta, eu prefiro que ele me veja como alguém individual e não apenas um cliente a ser tratado. Geralmente se vê esta abordagem prescritiva em que dizem: “Você é mandão e controlador? Então vou lhe prescrever Vine”. Mas essa abordagem carece de sutileza e compaixão. E um dos motivos é que essa pessoa (que pode até precisar de Vine) precisa entender como chegou a esse estado emocional, por que desenvolveu essa necessidade de controlar. Apontar o dedo parece mais uma punição do que compreensão e empatia. Tenho de admitir que muitas pessoas que compram os florais de Bach estão apenas procurando um jeito de resolver os problemas de sua vida. Elas podem não estar interessadas nas ideias expostas pelo Dr. Bach em Cura-te a Ti Mesmo: Uma Explicação da Causa Real e da Cura da Doença. E se estivermos apenas procurando por uma solução rápida para o problema essa pode não ser a melhor abordagem. Assim como a maioria dos problemas de saúde leva tempo para se desenvolver, o processo de mudança também leva tempo. E acho que é justo dizer que trabalhar com os florais de Bach leva tempo. Sempre existe, porém, o composto emergencial Five Flower. Tomamos esse floral quando precisamos de apoio imediato em situações de crise ou após um acidente ou um trauma. E isso não requer qualquer essência • Healing 17

healingED4 -ArtigoJulian.indd 17

3/15/17 11:59 AM


ARTIGO

autoanálise. Esse floral ajuda a trazer calma em momentos conturbados, sem dúvida. Portanto, é um bom ponto de partida. Se der certo para você e ajudar em uma emergência, então pode aprofundar a investigação e descobrir como e por que ele funcionou. O Dr. Bach acreditava, com base em suas experiências como médico, que a nossa saúde física está relacionada ao nosso estado emocional e mental. De fato, há uma teoria por trás da terapia floral de que se você conseguir mudar o seu estado emocional, então haverá uma mudança física. Voltando a Impatiens, podemos ver como um temperamento irritável e explosivo pode causar problemas físicos. Se eu puder reconhecer esse aspecto dentro de mim e mudar, então talvez eu seja mais feliz como pessoa, e minha mente e meu corpo serão mais saudáveis. Você pode perguntar se é realmente necessário reconhecer a si

healingED4 -ArtigoJulian.indd 18

mesmo para poder mudar. Sempre haverá opiniões distintas a esse respeito. Mas esta é a minha experiência pessoal. Uma parte do processo da terapia floral é aprender a confiar para poder mudar. E isso pode significar confiar em seu terapeuta, em si mesmo, em sua família e amigos. Nesse ponto, há uma coisa importante que deve ficar muito clara: quando você toma florais de Bach, você está sempre no controle daquilo que acontece. Você não pode ser forçado a mudar. E há outra coisa a mencionar: você não irá se prejudicar se tomar o floral errado. Se um deles não for adequado ao seu caso, então você apenas não terá uma reação ou resposta. Então será sempre seguro para você trabalhar com os florais de Bach da Healingherbs. TEXTO JULIAN BARNARD • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATO INFO@HEALINGHERBS.CO.UK

3/15/17 11:59 AM


Exemplos do material didático dos cursos online oferecidos pela Blossom.

EDUCAÇÃO

Formação em terapia floral a distância Conheça as experiências de alguns dos alunos da Blossom que viram nessa profissão uma forma de aperfeiçoar e complementar suas funções.

E

les têm idades diferentes, profissões diferentes e moram em lugares diferentes. Mas, em comum, dividem o desejo de aperfeiçoar o conhecimento em terapia floral. E por isso, cada um a sua maneira, chegaram à Blossom Educação em Terapia Floral, um centro de ensino e pesquisa online. Criada há um ano, a Blossom tem o objetivo de atender a essa demanda e também de dar a oportunidade a quem deseja se formar nessa terapia complementar. Talita Olivieri, 31, de Natal, que é psicóloga e está cursando a Formação Blossom Master em Terapia Floral, diz que ao final do seu curso pretende também atuar como terapeuta floral. “Gosto muito da forma como o curso é feito. É totalmente online. A instituição nos estimula a estudar diariamente e continuamente, mas dá liberdade para que o aluno possa estipular seus horários, de acordo com a sua disponibilidade. Os professores são competentes e os materiais, atu-

alizados, bem elaborados e acessíveis. Gosto muito também da diversidade de vídeos e palestras para maior assimilação e apreensão do conteúdo”, conta ela. A busca da fonoaudióloga, terapeuta floral e terapeuta reikiana Katia Regina Alves Negreiros, 64, de São Paulo, foi outra. Após ter cursado especialização em Terapia Floral na Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), em 2009, por uma série de acontecimentos não colocou em prática, de forma profissional, tudo o que havia aprendido. “Com o curso da Blossom Teoria e Prática ganhei mais conhecimento, confiança e autonomia para assumir minha vocação e realização pessoal. Já o curso Terapia Floral nas Fases da Vida me proporcionou mais conhecimento sobre a antroposofia, uma filosofia que condiz com a proposta da ONG onde trabalho.” Para o nutricionista Gilclay Gomes de Abreu, 41, de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, que faz o curso Master em Terapia Floral, assim como Talita, o interesse foi outro. “Eu já trabalho como terapeuta floral há bastante tempo. Resolvi fazer o curso por conta do título Master em Terapia Floral, isso faz a diferença para mim. Além disso, o curso oferecido pela Blossom é um dos melhores do mercado, completo. Os professores são de variadas formações, mas todos trabalham com terapia floral. E todas as vezes que precisei falar com o pessoal de apoio, sempre fui muito bem atendido”, explica ele. TEXTO KEILA BIS

• CONTATO WWW.BLOSSOMEDU.COM.BR

essência • Healing 19

healingED4 -ArtigoJulian.indd 19

3/15/17 11:59 AM


PESQUISA

Medicina cubana realiza estudo com florais Médicos fazem pesquisa com pacientes de hospital de Cuba que comprova a eficácia dos florais no tratamento dos sintomas e do alívio da dor causados pela síndrome do túnel do carpo.

N

o Departamento de Ortopedia e Reumatologia do Hospital da Universidade Arnaldo Milián Castro, de Santa Clara, em Cuba, alguns dos pacientes procuram por tratamento para a síndrome do túnel do carpo. A doença, que surge principalmente devido ao esforço repetitivo, o qual comprime o nervo mediano no canal do carpo, que se localiza entre a mão e o antebraço, causa dor e sensação de formigamento. Muitos que já tinham recebido tratamento, mas sem nenhuma melhora, estavam na fila de espera para a realização de uma cirurgia. Foi nesse período de espera que 43 desses pacientes foram convidados por um grupo de médicos a participar do estudo Investigando a Eficácia do Uso Externo dos Florais de Bach na Síndrome do Túnel do Carpo: Um Estudo Piloto. Liderado pela médica especialista em clínica geral Saira R. Rivas-Suárez, o estudo clínico randomizado duplo cego e controlado com placebo (ou seja, um método de estudo científico utilizado para testar a eficácia de uma abordagem terapêutica) teve como objetivo avaliar a eficácia de um creme manipulado com os florais de Bach nos sintomas e sinais da síndrome do túnel do carpo.

healingED4-saber.indd 20

Foram aplicados questionários, em forma de autorrelatos, para avaliar o nível dos sintomas. O creme foi preparado em farmácia homeopática adicionando os florais de Bach Elm, Star of Bethlehem, Vervain e Hornbean (cedidos pela Healingherbs) a uma base neutra. Ele foi usado pelos participantes por 21 dias. Os participantes – com gravidade entre leve e moderada síndrome do túnel do carpo – foram divididos em três grupos: placebo (14 participantes usaram um creme sem florais), não cego (13 pessoas que sabiam que estavam utilizando o creme com florais) e cego (16 participantes que não sabiam se estavam utilizando o creme com florais). Ao final, foi aplicado novamente o questionário de verificação da gravidade da doença. E os resultados apontaram redução da dor intensa, dor noturna e formigamento nos grupos que utilizaram o creme com os florais, concluindo que o creme com os florais de Bach pode ser uma intervenção de sucesso no manejo dos sintomas de leve a moderado da síndrome do túnel do carpo. TEXTO KEILA BIS • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATO GCBACH – WWW.GCBACH.COM

3/15/17 1:07 PM


SABER

Dicas de leitura Livros e um audiobook para aproveitar a vida com sabedoria e amor.

À VENDA NA LOJA ONLINE: http://healingbrasil.com.br/lojav2

ESCRITO NA ÁGUA Julian Barnard, produtor das essências florais de Bach há mais de 30 anos, expõe seus conceitos sobre a informação impressa na água durante a preparação de um floral, que beneficia milhares de pessoas no tratamento emocional. As explicações estimulam o leitor a ampliar sua percepção sobre essas reações. OS FLORAIS DE BACH E OS PADRÕES INSCRITOS NA ÁGUA Julian Barnard – Editora Blossom

DO COMEÇO AO FIM

VIVER COM PLENITUDE

AMOR EM TRANSMITIR

APRENDER OUVINDO

A consciência da morte faz com que a vida importe. Por quê? Porque essa certeza instiga a uma transformação na maneira de viver e a sermos o melhor de nós mesmos. Reflexões acerca desse tema dão o tom do livro escrito pela professora doutorada na Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP).

O autor faz a biografia dos últimos dez anos de vida de sua mãe. Conduz o leitor a perceber que o diagnóstico de uma doença grave como o câncer não é sentença de morte. “É, sim, combustível para que a vida seja aproveitada ao máximo”, diz ele. “Humor e amor fazem toda a diferença nessa situação.”

Com informações, exercícios e histórias, a autora transmite sua sabedoria sobre os florais de Bach, a terapia floral e o autoconhecimento com descontração. E também com poesia. Para cada um dos 38 florais descobertos pelo Dr. Bach, criou uma poesia que aborda a qualidade genuína de cada essência.

O Cura-te a Ti Mesmo, a principal obra deixada pelo Dr. Bach, pode agora ser acessado e baixado gratuitamente no site da Blossom. Neste audiolivro, as informações escritas pelo Dr. Bach sobre a origem das doenças são repassadas, no decorrer dos oito capítulos, por vozes serenas e claras.

BIAGRAFIA – UMA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO E SEU FINAL FELIZ Pedro Varella – Editora Autografia

FLORAIS DE BACH – DA TEORIA À PRÁTICA Mariza Helena R. F. Ruiz – Editora Blossom

NO CAMINHO – FRAGMENTOS PARA SER O MELHOR Maria Júlia Paes da Silva Ilustrações de Gilberto Tomé – Edições Loyola

healingED4-saber.indd 21

AUDIOBOOK – CURA-TE A TI MESMO – UMA EXPLICAÇÃO SOBRE A CAUSA REAL E A CURA DAS DOENÇAS Dr. Edward Bach – Editora Blossom Para acessar, inscreva-se em www.blossomedu.com.br/biblioteca/

3/15/17 1:07 PM


RESPONSABILIDADE SOCIAL

SAÚDE PARA TODOS

FOTO DIVULGAÇÃO

Com as terapias naturais e complementares, o Projeto Beth Bruno auxilia comunidades em situação de vulnerabilidade social do Norte do país, que vivem com um precário sistema de saúde.

Agentes de saúde e coordenadores do Projeto Beth Bruno em um dos encontros na chácara Emaús, perto de Santarém, onde reciclam o saber para melhor atender suas comunidades.

T

oda terça, quinta e sábado, das 8h às 11h, na Pastoral da Saúde de Itaituba, no Pará, um grupo de agentes de saúde está a postos para atender a população que vai chegando à procura de ajuda para as dores emocionais, mentais e físicas. “Normalmente, os problemas mais relatados são reumatismo, pressão alta, dor de estômago e na coluna. E no estado emocional sofrem de depressão, medos variados, estresse, impaciência e preocupação com amigos e familiares”, conta Maria Sandra de Freitas Martins. Maria Sandra é uma das agentes que trabalham no espaço atendendo os clientes com homeopatia popular, terapia floral e

fitoterapia. Ela foi capacitada pelo Projeto Beth Bruno, lançado em 2010, em Santarém, no Pará, com o objetivo de promover a saúde integral nas comunidades mais carentes do Norte do Brasil por meio da formação de profissionais em terapias naturais e complementares. “Começamos com agentes que já trabalhavam com ervas medicinais. O nosso objetivo era levar a terapia floral, mas respeitando sempre as necessidades e o saber dessas pessoas que têm, na natureza, uma farmácia natural”, explica Luciana Chammas, fundadora e coordenadora do Projeto, gerenciado pelo Instituto Transformar Cuidando, uma organização não governamental mantida pela Healing Essências Florais, pela Blossom Educação em Terapia Floral e pela fundação inglesa The Twelve Healers Trust. “Além disso, não queríamos nos limitar aos florais, pois eles trabalham questões mentais e emocionais, mas sabemos que quando o desequilíbrio chega ao corpo, há outras formas de se cuidar. Portanto, teríamos que incluir outras terapias.” O Projeto foi estruturado com a ajuda de técnicos, educadores, terapeutas, psicólogos e dos agentes que seriam treinados. “E os treinamentos começaram e não pararam mais, já que a ideia é também des-

22 essência • Healing

healingED04-Resp Social.indd 22

3/15/17 1:03 PM


pertar nos agentes a vontade de aprender outras terapias à medida que fossem adentrando neste universo das práticas integrativas e complementares. Primeiro, começamos com a bioenergética, fitoterapia, homeopatia e os florais. Em seguida, veio o curso de reiki. A meditação chegou em 2016”, conta Luciana.

O real valor da cura

Na primeira etapa, o Projeto contou com a ajuda financeira de organizações da Irlanda e Alemanha. Depois, o dinheiro arrecadado nos atendimentos passou a manter a iniciativa. “Os preços dos atendimentos variam. As sessões de bioenergética, homeopatia e terapia floral custam 10 reais. As homeopatias, florais, garrafadas e xaropes também valem 10 reais. As pomadas custam 5 reais”, explica Maria Antonia da Costa, agente de saúde de Monte Alegre, no oeste do Pará, município com falta de médicos especialistas, de equipamentos para realização de exames laboratoriais, saneamento básico e atuação da vigilância sanitária. “Antes trabalhávamos muito com as questões físicas. Foi maravilhoso quando aprendemos no Projeto sobre as dores da alma, que é o nosso estado emocional. Quando ele está em desarmonia, adoecemos. Por isso, a terapia floral é tão importante. Conseguimos prevenir as pessoas de adoecerem”, avalia Maria Antonia. Uma das cerca de 120 pessoas que são atendidas mensalmente pelo Projeto em Monte Alegre é Elisete Sadala. “Procurei por ajuda para tratar da minha ansiedade, depressão e falta de concentração. Passei

healingED04-Resp Social.indd 23

a tomar floral e hoje me sinto muito tranquila. Para mim, é importante cuidar da minha saúde com remédios naturais, sem substâncias químicas. É muito eficaz.”

Colhendo bons frutos

Irmã Marialva da Costa, coordenadora do Projeto, diz que hoje ele está presente em mais de 25 comunidades de Roraima, Maranhão, Piauí e Pará. “A maior parte está concentrada no Pará. Há cerca de 120 agentes de saúde formados e cerca de 2 mil pessoas atendidas por ano”, conta. “Durante esses sete anos, muitas mudanças positivas vêm acontecendo, mas a que considero a mais importante é a compreensão da saúde como luta, partilha e organização em grupos.” O que também garante o bom andamento do Projeto são os encontros anuais que acontecem numa chácara próxima a Santarém, onde os agentes se reúnem para compartilhar experiências, fazer novos cursos e confraternizar. “Tem pessoas que viajam dois dias de barco para chegar até lá”, diz Luciana. Além de quem vive na cidade em situação de vulnerabilidade social, participam do Projeto comunidades ribeirinhas e indígenas. “É muito bom saber que toda a dedicação do Dr. Bach para encontrar suas essências chegou até populações que reconhecem no seu legado um poderoso instrumento a favor da saúde”, avalia Luciana. TEXTO KEILA BIS • ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA CONTATO PROJETO BETH BRUNO – WWW.TRANSFORMARCUIDANDO. ORG.BR (ASSISTA AO VÍDEO SOBRE O PROJETO BETH BRUNO), WWW.HEALINGFLORAIS.COM.BR

3/15/17 1:03 PM


TERAPEUTAS Encontre aqui um terapeuta floral mais próximo de você. BELO HORIZONTE - MG LILIAN DAISY • Especialista em Terapia Floral IBHE e NUSEG/UERJ • Psicologia Clínica • Atendimentos e Cursos Florais de Bach • Certificado Internacional (31) 99984-9255

BRASÍLIA - DF

COTIA - SP

ESPAÇO FLORAL • Atendimentos • Cursos de Florais • Orientação Vocacional • Venda de • Florais e Fórmulas • Livros (61) 98151-2813 / 99840-1804

DENISE GIARELLI • Terapeuta Floral • Acupunturista • Biomagnetista • Mentoring • Facilitadora Healingherbs (11) 98674-0299 / 3493-4357

ESPACOFLORAL18@OUTLOOK.COM

WWW.DENISEGIARELLI.COM.BR

FRANCA – SP

JI-PARANÁ - RO

SIMONE M. GOMES • Farmacêutica e Terapeuta Floral

WWW.FLORDEJASMIM.COM.BR

LUCIMAR TEIXEIRA • Terapia Floral • Curso Florais de Bach com Certificado Internacional (69) 99942-6500

SIMONE.FLORDEJASMIM@

LUCIMAR.TEIXEIRA1@GMAIL.COM

LILIAN_DAISY@HOTMAIL.COM

CURITIBA - PR ELIANA D’ASSUMPÇÃO Formação Internacional em: • Acupuntura • Biomagnetismo • Florais • Gongos e Taças Tibetanas • Terapias Curativas (41) 99973-2254

JOINVILLE – SC MARIANITA PEREIRA • Terapeuta Floral de Bach • Facilitadora do Curso Florais de Bach • Practitioner Saint Germain (47) 99943-2983

(16) 3720-3615 / 3017-0884

HOTMAIL.COM

MACEIÓ - AL ANA M. ULIANA • Cursos Florais de Bach, Minas e Reiki (82) 99949-0322 / 99180-4915 / 3031-8143 ANAULIANA@YAHOO.COM.BR

PORTO ALEGRE - RS AUREA MARTINS • Terapeuta Floral - AEPERS Nº 22394/16 Atendimento com hora marcada (51) 99143-6434 AURINHAMF@HOTMAIL.COM

FLORDANITA.FLORAIS@GMAIL.COM

RIO DE JANEIRO - RJ

RIO DE JANEIRO - RJ

GINA M. G. SOMMERFELD • Curso: A Terapia Floral como Prática Complementar de Saúde • Especialização em Terapia Floral UFRJ (21) 99639-7370

LIZETE DE PAULA • Terapeuta Floral • Facilitadora do Curso Florais de Bach Healingherbs (21) 98887-6826

WWW.PSIQUISMO.COM.BR

LIZETE.FLOR13@GMAIL.COM

RIO DE JANEIRO - RJ MARIA DA GLÓRIA COELHO • Terapia Floral • Body Talk • Aromaterapia • Cursos: Prática e Florais Healingherbs (21) 99513-4774 MG-COELHO@HOTMAIL.COM

24 essência • Healing

ANUN TERAPEUTAS2.indd 24

3/15/17 1:09 PM


RIO DE JANEIRO - RJ ROSIMARY JUVENTUDE • Terapias Rosmarinus • Cursos e Consultas • Florais de Bach • Reiki • Bioeletrografia (21) 98656-0808 / 99629-7908 ROSIMARYJUVENTUDE@ YAHOO.COM.BR

SÃO PAULO – SP DRA. CLARICE MURATA • Terapeuta Floral • Habilitação também no CRO • Cursos Florais com Certificado Internacional (11) 97101-5068

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS – SP BERNARDA RODEGHERI • Terapeuta Florais de Bach • Palestrante • Facilitadora Florais de Minas • Astróloga • Magnified Healing • Auriculoterapeuta (12) 99709-1984 CANTINHODOTERAPEUTACURSOS@ GMAIL.COM

SÃO PAULO – SP ISABEL GAGLIARDI • Cursos • Atendimentos Florais Bach e Saint Germain • Bio-feedback (11) 99192-9942 ICGAGLIARDI.WIX.COM/ FLORES-DA-ALMA

CLARICEFLORAIS@YAHOO.COM.BR

ICGAGLIARDI@UOL.COM.BR

SÃO PAULO - SP

SÃO PAULO - SP

KEILA C. BIS MORAIS • Terapeuta Floral • Jornalista de bem-estar • Facilitadora de workshops sobre autoconhecimento (11) 98602-9614

LUCY GODOY • Terapeuta Floral de Bach • Nível Internacional • Cursos Healingherbs Inglaterra/Brasil (11) 99727-0906

KBISMORAIS@YAHOO.COM.BR

GODOYLUCY@HOTMAIL.COM

SOROCABA E SÃO PAULO - SP

SOROCABA – SP

ANA ROXO • Atendimentos e Cursos em Terapia Floral • Curso com Certificado Internacional • Facilitadora Healingherbs (11) 3815-9620 / (15) 3342-8991

JUREMA ELY MARSOLA • Terapeuta Floral • Certificado Internacional em Florais de Bach, Califórnia e Pacífico • Mestre em Reiki (15) 3231-8999

WWW.ANAROXO.COM

JUREMAELY@GMAIL.COM

SÃO PAULO - SP EUNICE PARODI • Veterinária • Florais • Homeopatia e Acupuntura • Harmonia de seus animais, família e ambiente (11) 99257-9512 EUNICEPARODI@GMAIL.COM

SÃO PAULO – SP KATIA ROBADEL • Terapia Floral • Reiki • Shiatsu • Cromoterapia • Auriculoterapia • Curso Florais de Bach • Arteterapia (11) 99263-5981 KATIA_ROBADEL@HOTMAIL.COM

SÃO PAULO – SP NORA DI PACCE • Terapeuta Floral • Facilitadora de Treinos • Taoistas de Energia • Analista Comportamental Atende na Vila Madalena (11) 98234-6750, Skype: ndipacce NDIPACCE@GMAIL.COM

ANUNCIE VOCÊ TAMBÉM! RESERVE SEU ESPAÇO PARA A PRÓXIMA EDIÇÃO. CONTATO@ HEALINGFLORAIS.COM.BR

(11) 5095-4411

essência • Healing 25

ANUN TERAPEUTAS2.indd 25

3/15/17 1:09 PM


A MINHA HISTÓRIA

Espalhando liberdade e amor Por sentir as transformações positivas que os florais sempre lhe proporcionaram, Keila C. Bis Morais decidiu abandonar a profissão de jornalista e assumir a carreira de terapeuta floral. Agora, o mesmo bem emocional e mental que recebeu e recebe com as essências tem a oportunidade de levar aos seus clientes.

FOTO MÁRCIA COSTA

floral, vai te ajudar. Aproveita que está na Inglaterra, onde ‘‘Tome nasceu a terapia floral.” Nunca vou me esquecer dessas pala-

Keila C. Bis Morais é jornalista, especialista em terapia floral e atualmente cursa psicanálise. É em São Paulo que mora e tem seu consultório, onde atende seus clientes.

vras, ditas por telefone pela minha prima. Na época, em 2001, eu morava em Londres e estava com muito estresse relacionado ao excesso de trabalho. Mesmo me sentindo muito cansada, não conseguia dizer não ao gerente do restaurante onde trabalhava, que sempre me ligava no meu único dia de folga me pedindo para eu cobrir a falta de algum funcionário. Na farmácia mais próxima comprei Centaury, o floral que nos ajuda a dizer não quando é importante. Com Centaury criei desenvoltura para recusar os pedidos com tranquilidade e, com isso, ganhei muita qualidade de vida, pois passei a ficar mais descansada, pude conhecer melhor a cidade, viajar, fazer um curso que sempre quis fazer... Desde então, os florais fazem parte da minha vida. De volta ao Brasil, continuei recorrendo a eles nos momentos difíceis, mas a partir de 2013 passei a ter um contato ainda maior. Trabalhava como editora-assistente da revista Bons Fluidos e precisei ler bastante sobre o assunto para entrevistar Julian Barnard – um dos discípulos de Bach, que vinha ao Brasil para uma conferência –, pois iríamos publicar uma entrevista com ele na revista. Li as obras Cura-te a Ti Mesmo e Coletânea de Escritos de Edward Bach, e as sabedorias desses livros sobre saúde e autoconhecimento ressoaram em mim de tal forma que o amor pela terapia floral transbordou. Por “coincidência”, no mesmo ano comecei a fazer terapia e justamente com um psicanalista que também é terapeuta floral, e faz parte do tratamento com ele o uso dos florais. No ano seguinte, como jornalista, fui convidada pela Healing Essências Florais a conhecer o Projeto Beth Bruno, no Pará, e fiquei ainda mais encantada com os benefícios que as essências espalham também às pessoas de lá. Pouco tempo depois, cursei pós-graduação em terapia floral, e no final do curso decidi pedir demissão da revista e assumir minha nova carreira: a de terapeuta floral. Há dois anos essa é a minha profissão. Além do amor absoluto que tenho por ela, ainda tenho a sorte de exercer uma função que proporciona tanto bem aos meus clientes. O Dr. Bach criou um repertório de essências florais para nos ajudar a viver com liberdade, saúde e um profundo e pleno amor por nós mesmos e por todas as manifestações de vida. Sou eternamente grata a ele. ILUSTRAÇÃO SANDRA JAVERA • CONTATO KEILA CRISTINA BIS MORAIS – KBISMORAIS@YAHOO.COM.BR

26 essência • Healing

healingED04 - A Minha História.indd 26

3/15/17 1:00 PM


healingED04 - A Minha Histรณria.indd 27

3/15/17 1:00 PM


ANUNCIO PAG 28.indd 1

3/16/17 3:53 PM

Completa  

Este é um veículo criado pela Healing Essências Florais e traz, em seu conteúdo, matérias relacionadas com os florais de Bach e a Terapia Fl...

Advertisement