Page 1

P•1

Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

www.gujsp.com.br

Moradias irregulares invadem, cada vez mais, as calçadas de São Paulo Foto: Arquivo Jornal União São Paulo

Prefeitura adia licitação de

Ibirapuera e outros cinco parques Foto: Arquivo Jornal União São Paulo

PÁGINA 8

Segundo a Secretaria de Desestatização, a suspensão foi feita para que o edital fosse alterado, deixando alguns pontos mais claros, como a “obrigatoriedade de investimentos e melhorias que deverão ser feitos

Férias escolares: cuidados com a alimentação

Foto: Divulgação

PÁGINA 9

Só na Radial Leste, onde aconteceu um arrastão há pouco mais de um mês, são mais de 250 famílias alojadas em barracos

PÁGINA 5

Com horários mais flexíveis, tanto as crianças quanto os pais saem da rotina alimentar, muitas vezes substituindo refeições importantes por comidas processadas – como os famosos fast-foods


Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

P•2

REGIONAL

www.gujsp.com.br

Motoristas já podem pagar multas de trânsito pelo cartão de crédito Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO

Após adiar a medida sem explicar os motivos, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou as novas regras para que os motoristas possam pagar multas de trânsito pelo cartão de crédito, com a opção de parcelar o valor. A resolução foi publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (6). Até então, a única opção de pagamento para multas de trânsito era por boleto bancário. “Considerando a necessidade de aperfeiçoar a forma de pagamento das multas de trânsito e

Os motoristas poderão pagar várias multas de trânsito de uma vez só e ainda parcelar o valor de todas elas com taxas adicionais cobradas pelas operadoras

demais débitos relativos ao veículo, adequando-a a métodos de pagamentos mais modernos utili-

zados pela sociedade”, afirmou o Contran na Resolução 736. Os motoristas pode-

JORNAL UNIÃO SÃO PAULO Sede: Rua Nara Leão, 38 - Itaim Paulista - SP CEP 08152-030 - Fone: (11) 2831-4247 / 4396-8833 Sucursal ABC: Administração, redação e publicidade: Av. Maria Servidei Demarchi, 1.898 - Demarchi S.B Campo/SP - CEP 09820-000 - Fone: (11) 4396-8833 / 2831-4247 Editores Responsáveis: José de Lima Ribeiro MTB 56.758 Antonio de Lima Ribeiro Fotos: Acacio Nascimento e Milleny Rosa Comercial: Aylton Ribeiro

Jornalista: Camila Crepaldi / MTB: 51.929 Periodicidade: Semanal

rão pagar várias multas de trânsito de uma vez só e ainda parcelar o valor de todas elas. Ao fa-

zer o pagamento parcelado, o proprietário fica liberado das pendências e poderá licenciar o veí-

culo – já que, na prática, ele passará a dever à operadora do cartão, não ao Detran. Porém, pagar com o cartão de crédito será mais caro, já que as taxas adicionais cobradas pelas operadoras ficarão a cargo do motorista. Cada departamento estadual de trânsito (Detran) poderá contratar empresas para os novos meios de pagamento, desde que sejam credenciadas por entidades do Sistema Nacional de Trânsito e autorizadas por uma instituição credenciadora supervisionada pelo Banco Central do Brasil.

O Jornal ‘União São Paulo’ requereu registro da marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial, sob o protocolo nº 840555750, está registrado na Junta Comercial do Estado de São Paulo, sob o n˚ 0.480.939/13-5 O Jornal União São Paulo tem distribuição gratuita e pode ser encontrado nos principais semáforos da cidade de São Paulo, com destaque para o entorno da Av. Paulista, próximo às estações do metrô, trens e corredores de ônibus, também em diversos bairros e nos edifícios, condomínios e comércio em geral. “Os artigos não refletem a opnião deste jornal, sendo as opiniões e matérias de inteira responsabilidade de seus autores. Fica assegurado o direito de resposta a quem interessar, na forma do Artigo 5º incisos V da Constituição Federal.”.

Tiragem: 60.000 exemplares | Fotolito e Impressão: Atlantica www.gujsp.com.br jornalismogujsp@gmail.com; jornalismo@jornaluniaosp.com.br

Assessoria Jurídica: Jazanias & Advogados Associados - Av. Portugal, 397 - sala 1004 - Centro - Santo André - SP - CEP:09040-010 ( (11) 4903-1903 / 98109-1625 - www.jazanias.com.br


P•3

Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

SINDICAL

www.gujsp.com.br

Na luta, SINDICARGAS-SP assegura direitos dos trabalhadores no Acordo Coletivo 2018-2019 POR MÁRCIA VISSIOLI Depois de tantas idas e vindas nas negociações salariais deste ano, o sindicato conseguiu driblar as inúmeras dificuldades criadas pelo setor patronal e fechou o Acordo Coleti-

vo 2018-2019 garantindo melhorias nos benefícios dos trabalhadores. Ao todo foram 08 (oito) reuniões exaustivas e vários impasses, porque o SETCESP tentou impor as mudanças previstas na nova legislação trabalhista.

Se não fosse a resistência e habilidade dos nossos dirigentes sindicais, todas as nossas conquistas históricas estariam seriamente ameaçadas, porque os patrões, com o pensamento voltado sempre para os seus lucros, que-

rem a todo custo o retrocesso nas relações entre empregado e empregador. No acordo, não apenas foi assegurado o reajuste salarial de 2,5% como também a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de R$700,00.

A diretoria do SINDICARGAS-SP exalta o resultado positivo desta campanha salarial que contou com o apoio dos trabalhadores em todos os momentos. Os esforços e a perseverança não foram em vão, a catego-

ria e o sindicato estão de parabéns, mesmo em um cenário nacional de desemprego e crise econômica, deram continuidade à sua luta pela valorização ao vencer mais uma queda de braço com o patronal.

Foto: Divulgação

Ao todo foram oito reuniões exaustivas e vários impasses, porque o SETCESP tentou impor as mudanças previstas na nova legislação trabalhista

No acordo, não apenas foi assegurado o reajuste salarial de 2,5% como também a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de R$700,00


P•4

EDUCAÇÃO

Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

www.gujsp.com.br


Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

SAÚDE/REGIONAL

P•5 www.gujsp.com.br

Férias escolares: cuidados Estações do Metrô de SP com a alimentação ganham música ambiente Foto: Divulgação

Com horários mais flexíveis, tanto as crianças quanto os pais saem da rotina alimentar, muitas vezes substituindo refeições importantes por comidas processadas – como os famosos fast-foods

POR CAMILA CREPALDI

Durante o mês de férias, são poucos os pais que têm a oportunidade de tirar alguns dias de folga no trabalho para realizar atividades com seus filhos, já que o tempo ocupado na escola está vago. A verdade é que a grande maioria não consegue disponibilizar o tempo que as crianças precisam pois o trabalho não permite e, seja em casa com os cuidados de algum parente, ou em atividades recreativas, a alimentação acaba tendo seus altos e baixos nesse período. Durante este período é comum que as crianças e adolescentes fiquem um pouco mais à vontade em relação ao que comem e aos horários das refeições. No entanto, cabem aos pais e responsáveis ficarem atentos e garantirem que os jovens se alimentem de forma correta e sem exageros. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Goldsmiths, em Londres, e publicado pelo periódico Daily Mail, crianças que co-

mem muito fast-food terão QI mais baixo do que as que são alimentadas com refeições feitas com ingredientes frescos. Com os horários mais flexíveis proporcionados pelas férias, tanto as crianças quanto os pais saem da rotina alimentar, muitas vezes substituindo refeições importantes por comidas processadas – como os famosos fast-foods –, refrigerantes e sucos artificiais; todos muito prejudiciais à saúde dos mais jovens. Esse tipo de produto é ruim ao organismo devido ao sistema endócrino ainda estar em desenvolvimento. Ao comerem alimentos processados e ricos em açúcar e sódio, sobrecarregam o organismo de dopamina e desencadeiam o vício nesse tipo de alimentação, que por consequência pode levar à obesidade. Além disso, nessa fase - infância e adolescência - a alimentação saudável promove benefícios à saúde, crescimento, desenvolvimento e previne problemas, como anemia e deficiência de ferro e outros nutrientes.

POR CAMILA CREPALDI Desde o início do ano a Secretaria de Cultura do Estado e o Metrô realizam ações artísticas nas estações da Capital. O projeto “Metrô + Música” começou no dia 6, em seis estações, e no último dia 10 se estendeu para as 55 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. O sistema de som é o mesmo pelo qual as mensagens sonoras são emitidas, mas a programação agora terá, além das informações, uma lista com mais de 200 músicas. As “playlists” foram criadas pelo Instituto de Cultura e Cidadania (Icult), com faixas nacionais e internacionais, dos gêneros clássico, jazz, bossa nova, MPB e samba. A previsão é de que o serviço também alcance o interior dos trens.

Foto: Divulgação

O sistema de som é o mesmo pelo qual as mensagens sonoras são emitidas, mas a programação agora terá, além das informações, uma lista com mais de 200 músicas.


Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

P•6

REGIONAL/ECONOMIA

www.gujsp.com.br

Prefeitura quer reestruturar Receita libera centros de compra popular 2ºlote do IR 2018 Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO A Prefeitura formou um grupo de trabalho, com membros de diversas Secretarias, para tratar da criação de um circuito de compras na região central, conforme publicado no Diário Oficial de quinta-feira, 5. A medida deve potencializar as atividades econômicas da cidade e tem como alvos os bairros Brás, Pari, Liberdade, Bom Retiro e os subdistritos da Rua 25 de Março e da Santa Ifigênia. Entre os objetivos principais desta iniciativa estão a identificação de locais para a instalação de estruturas de apoio aos consumidores e de áreas de estacionamento de veículos fretados, para embarque e desembarque de passageiros, e para carga e descarga

A medida tem como alvos os bairros Brás, Pari, Liberdade, Bom Retiro e os subdistritos da Rua 25 de Março e da Santa Ifigênia. de mercadorias. A proposta deve englobar medidas de segurança pública e buscar integração

com a rede hoteleira da cidade. Um relatório deve ser apresentado em 90 dias.

Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO

A Receita Federal já liberou, desde o último dia 9, a consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2018. O lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017. Segundo dados da Receita, o crédito bancário de 3.360.917 contribuintes será realizado no dia 16 de julho, no valor total de R$ 5 bilhões. Desse total, R$ 1.625.313.329,20 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que tratam o art. 16 da Lei nº 9.250/95 e o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 3.358 contribuintes idosos acima de 80

Segundo dados da Receita, crédito bancário de 3.360.917 contribuintes será realizado no dia 16 de julho

anos, 49.796 contribuintes entre 60 e 79 anos, 7.159 contribuintes com alguma deficiência física ou men-

tal ou moléstia grave e 1.120.771 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

A OPERAÇÃO BAIXAS TEMPERATURAS JÁ COMEÇOU. Com a chegada do frio, a Prefeitura de São Paulo já iniciou a Operação Baixas Temperaturas. Ajude as pessoas em situação de rua solicitando pelo 156 uma abordagem social no endereço onde elas se encontram.

(11) 96827-5760 SEU DIREITO DE SABER É NOSSO DEVER. www.prefeitura.sp.gov.br


P•7

Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

REGIONAL

www.gujsp.com.br

Câmara aprova luz gratuita Edson Aparecido assume para famílias pobres Secretaria Municipal da Saúde Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO A Câmara dos Deputados concluiu a aprovação do projeto que vende seis distribuidoras da Eletrobras no Norte e Nordeste. Por acumularem um prejuízo que passa dos R$ 20 bilhões em 20 anos, o Governo busca resolver travas judiciais para atrair mais investimentos. O leilão está marcado para o dia 26. Na última terça os deputados mantiveram os pontos centrais e acrescentaram alguns pontos ao texto. O principal foi a gratuidade da tarifa de energia elétrica para famílias de baixa renda que consumirem até 70 quilowatts-hora. Pela lei em vigor, existe um desconto na conta para quem consumir diferentes faixas de zero a 220 quilowatts-hora por mês.

Gratuidade da tarifa sera concedida para famílias que consumirem até 70 quilowatts-hora Segundo o relator do projeto, deputado Júlio Lopes, a mudança não gera aumento de custos para o governo: “seria o equivalente se a tari-

fa de 60 watts fosse liberada ao Brasil inteiro. Como consumo será monitorado, você não terá aumento de custos”, concluiu.

POR CAMILA CREPALDI O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, decidiu trocar o secretário da Saúde de São Paulo, Wilson Pollara, que era um dos principais auxiliares e homem de confiança de seu antecessor, João Doria. No lugar dele assume Edson Aparecido, que até então presidia a Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP). Ex-deputado, Aparecido é um quadro tradicional do PSDB e ocupou a secretaria da Casa Civil no governo de Geraldo Alckmin. Desde que assumiu, Covas já fez várias alterações na equipe, trocando titulares de pastas como Obras, Transportes, Justiça e Prefeituras Regionais.

Foto: Divulgação

Edson substituirá Wilson Pollara, que era um dos principais auxiliares de João Doria


Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

P•8

REGIONAL/SAÚDE

www.gujsp.com.br

Prefeitura adia licitação de

Ibirapuera e outros cinco parques DA REDAÇÃO A Prefeitura de São Paulo suspendeu, por 30 dias, a licitação da concessão do Ibirapuera, na zona sul, e outros cinco parques municipais. Segundo a Secretaria de Desestatização, a suspensão foi feita para que o edital fosse alterado, deixando alguns pontos mais claros, como a “obrigatoriedade de investimentos e melhorias que deverão ser feitos pelo concessionário nos parques da periferia”. A concessão foi uma das promessas de campanha eleitoral de João Doria (PSDB), que deixou a Prefeitura em abril para disputar o governo do Estado. A Pasta informou

Foto: Arquivo Jornal União São Paulo

Segundo a Secretaria de Desestatização, a suspensão foi feita para que o edital fosse alterado, deixando alguns pontos mais claros, como a “obrigatoriedade de investimentos e melhorias que deverão ser feitos

Brasil tem 70 mil novos casos de tuberculose por ano Foto: Divulgação

POR CAMILA CREPALDI A tuberculose é um grave problema de saúde pública. Segundo números do Ministério da Saúde, são notificados anualmente 70 mil novos casos e mais de 4 mil mortes em decorrência da doença. No cenário global, são mais de 10 milhões de novos casos e 1 milhão de mortes todos os anos. De acordo com o Ministério da Saúde, o surgimento da AIDS e o aparecimento de focos de tuberculose resistente aos medicamentos agravaram ainda mais o cenário. O médico e coordenador da equipe médica do Docway, Dr. Aier Adriano Costa, explica que o principal sintoma da doença é a tosse seca ou produtiva. A tuberculose é transmitida por vias aéreas, a partir da inalação de aerossóis. Ao falar, espirrar e tossir, pessoas contaminadas lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contém bacilos. Calcula-se que em um ano, um indivíduo que tenha baciloscopia positiva possa infectar, em média, de 10 a 15 pessoas. Esses bacilos podem se de-

Com o início do tratamento adequado a transmissão tende a diminuir gradativamente, e após 15 dias de tratamento, chega a níveis baixíssimos positar em roupas, lençóis, copos e outros objetos. O médico explica ainda que a transmissão só ocorre de forma plena enquanto o indivíduo estiver eliminando bacilos. Com o início do tratamento adequado a transmissão tende a diminuir gradativamente, e

após 15 dias de tratamento, chega a níveis baixíssimos, quase insignificantes. Quanto a prevenção, no caso das crianças, existe uma vacina chamada BCG (Bacillus Calmette-Guérin), ofertada gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

que a paralisação será “rápida”. O edital, que já estava em andamento, previa que a abertura das propostas fosse na próxima quinta. Segundo a secretaria, a abertura dos envelopes ocorrerá em 30 dias. “Nesse prazo, interessados terão tempo para se adequarem às alterações”, diz a nota. O projeto envolve, além do Ibirapuera, os parques Jacintho Alberto, Eucaliptos, Tenente Brigadeiro Faria Lima, Lajeado e Jardim Felicidade. O texto do edital da Prefeitura prevê que o acesso seja gratuito. / Agências


P•9

Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

REGIONAL

www.gujsp.com.br

Moradias irregulares invadem, cada vez mais, as calçadas de São Paulo Foto: Divulgação

POR CAMILA CREPALDI

Trafegar por algumas ruas da cidade de São Paulo não traz mais a beleza descrita em letras de música que comentam pontos tradicionais da bela São Paulo. Isso porque, além da sujeira, calçadas são tomadas por moradias improvisadas que vão ganhando cada vez mais espaço nos grandes centros. Há pouco mais de um mês os arrastões na Radial Leste foram os assuntos mais comentados. A movimentação foi perto do Viaduto Bresser e, segundo informações da polícia, não aconteceu crime na ação, o tumulto foi por conta de protestos da parte dos moradores em situação de rua que se abrigam nas calçadas da Radial. Motoristas relataram que,

Só na Radial Leste, onde aconteceu um arrastão há pouco mais de um mês, são mais de 250 famílias alojadas em barracos assustados, se viram obrigados a invadir o canteiro central para fugir do tumulto, não só pelo tempo parado na

via, mas pelo risco de assaltos pelos manifestantes que transitavam por entre os carros. Depois do ocorrido, a

Justiça determinou que o governo e a Prefeitura de São Paulo adotem medidas sociais e de segurança para quem mora ou circula na

região. Houve um tempo em que tais moradias eram levantadas apenas embaixo de viadutos, mas quem

transita por São Paulo percebe que esta não é mais a realidade. Não apenas viadutos, mas calçadas e canteiros viraram terrenos extensos para inúmeros barracos apoiados um no outro, formando novas comunidades, como vilas em meio a vias públicas. A prefeitura destaca que a medidas para não permitir a expansão dessas ocupações, no entanto, há moradores que recebem auxilio-aluguel e, ainda assim, se instalam embaixo de viadutos. Medidas de verificação dessa situação já estão sendo tomadas, e caso confirmadas, tais moradores perderão o direito ao auxílio. Atualmente são mais de 250 famílias nessa situação, somente às margens da Radial Leste.


Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

P • 10

REGIONAL

www.gujsp.com.br

Prefeitura de SP anuncia abertura de mais 3 unidades do Descomplica Foto: Arquivo Jornal União São Paulo

POR CAMILA CREPALDI

A Prefeitura de São Paulo anunciou que irá levar o Descomplica SP para mais três regiões da cidade. A apresentação da expansão do programa foi feita pelo atual prefeito, Bruno Covas, na Prefeitura Regional de São Miguel Paulista, espaço que recebeu a primeira unidade do descomplica, no início deste ano. O Descomplica, inspirado no Poupatempo, tem como objetivo expandir os serviços oferecidos pela Prefeitura para os bairros, atendendo com eficiência e agilidade os moradores que não precisam se

Anúncio foi feito pelo atual prefeito, Bruno Covas, na Prefeitura Regional de São Miguel Paulista, local que recebeu a primeira unidade do programa no início deste ano

deslocar até o Centro da cidade. “Nós tivemos a alegria de abrir as portas

para a primeira unidade do Descomplica. Aqui em São Miguel Paulista oferecemos, des-

de março, mais de 350 serviços públicos chegando a fazer cerca de mil atendimentos diá-

rios. Vale ressaltar que, estamos aprimorando os atendimentos, mas já registramos 96% do

índice de satisfação medido pelos usuários que passam por aqui”, afirmou Edson Marques, prefeito de São Miguel Paulista. As Prefeituras Regionais de Campo Limpo, na Zona Sul, do Butantã, na Oeste, e de Santana/Tucuruvi, na região Norte, terão suas estruturas totalmente modernizadas para receber o programa. A primeira das três unidades começará a ser construída em novembro no Campo Limpo, com estrutura para atender até 2 mil pessoas por dia. As unidades do Butantã e Santana deverão ter as obras iniciadas em dezembro.


P • 11

Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

REGIONAL

www.gujsp.com.br

Motoristas de ônibus reduzem multas em 31% em São Paulo Foto: Arquivo Jornal União São Paulo

DA REDAÇÃO

Não são apenas os condutores de carros e motos que estão respeitando mais as leis de trânsito na capital – ou pelo menos só levando menos multas. Também os motoristas de ônibus estão reduzindo o número de infrações. A queda no total de multas nos coletivos foi de 31% em um ano e passou de 15,7 mil, no primeiro trimestre do ano passado, para 10,8 mil no mesmo período neste ano, de acordo com os dados mais atualizados do Painel de Mobilidade Segura, da Prefeitura de São Paulo. Em intervalo igual, a redução no número de multas entre os veículos de passeio foi de 24,5% e entre as motocicletas, de 11,5%. De cada quatro multas levadas pelos motoristas

O excesso de velocidade é a infração mais comum entre os condutores dos ônibus e representa 40,5% das multas verificadas pelos radares

LINDA CASA (NOVA) EM ATIBAIA/SP

de ônibus, três foram registradas pelos radares (8.192) e uma foi notificada manualmente pelos fiscais de trânsito (2.692) – mesmo percentual entre carros e motos. O excesso de velocidade é a infração mais comum entre os condutores dos ônibus e representa 40,5% das multas verificadas pelos radares. Entre as infrações manuais, o avanço no farol vermelho lidera, com 28,3%. Para o SPUrbanuss, sindicato das empresas de ônibus, a redução está relacionada aos programas de treinamento e de qualificação profissional, que têm conscientizado os motoristas, além do monitoramento eletrônico dos veículos. A frota do transporte público da capital tem 14,4 mil ônibus e cerca de 33 mil motoristas.

OPORTUNIDADE ÚNICA: VALOR R$ 680.000,00

EM SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP

CHÁCARA COM CASA 6 SUÍTES / SALÃO DE FESTA / 2 CASAS DE CASEIRO / ÁREA DE LAZER /LAGO NASCENTE / POÇO ARTESIANO

Casa com 3 suítes , sala, cozinha, lavanderia, churrasqueira, garagem 4 carros. Localização no bairro nova Atibaia com fácil acesso as rodovias Fernão Dias e Dom Aceita permuta menor valor.

VALOR R$ 580.000,00

ÁREA IDEAL DE: 21.302 METROS. FRENTE: 257,40 M FUNDOS: 32M LATERAL DIREITA: 661,85M LATERAL ESQUERDA: 656,10M,

*FÁCIL ACESSO A RODOVIA TIBIRIÇÁ - LUGAR LINDO !! ACEITA PERMUTA, COM MENOR VALOR.


Ano IV - Nº 70 - De 12 a 19 de Julho de 2018

P • 12

REGIONAL

www.gujsp.com.br

Petrobras sobe gasolina para maior valor desde o fim de maio Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO A Petrobras subiu o preço da gasolina nesta quarta (11) para R$ 2,039 por litro nas refinarias, o maior valor desde o dia 23 de maio, quando a cotação internacional do petróleo chegou perto dos US$ 80 (R$ 306) por barril. A oitava alta seguida desde o dia 22 de junho, acompanhando a escalada das cotações internacionais e a variação da taxa de câmbio. Na segunda, a cotação do petróleo tipo Brent, negociado em Londres, fechou em US$ 78,16 (R$ 299) por barril. A política é alvo de questionamentos, que ganharam força durante a greve dos caminhoneiros, no fim de maio, e levaram o governo a conceder subvenções ao preço do óleo diesel ao custo de R$ 13,6

Litro vai para R$ 2,039 nas refinarias. Se trata da oitava alta seguida desde o dia 22 de junho, acompanhando a escalada das cotações internacionais e a variação da taxa de câmbio bilhões. O preço da gasolina nas refinarias da estatal acu-

mula alta de 9,31% desde 22 de junho, quando a companhia interrompeu a

GRUPOCND.COM.BR

contato@grupocnd.com.br www.facebook.com/grupocnd

sequência de quedas iniciada no fim de maio a partir do recuo das cota-

ções internacionais. Segundo a estatal, o valor cobrado por suas refi-

narias representa 31% do preço final do combustível nas bombas – a conta considera o preço da última semana de junho, último dado disponível. O restante é composto por impostos, margens de lucro de distribuição e revenda e o percentual de etanol anidro misturado ao produto vendido nos postos, atualmente em 27%. No início de julho, 15 estados aumentaram o preço de referência para o cálculo do ICMS sobre a gasolina, o que deve ter reflexo nos preços de bomba. Os impostos estaduais representavam, no fim de junho, 28% do preço final. Já os federais eram responsáveis por 15%. O preço do diesel nas refinarias segue em R$ 2,0316 por litro desde o início de junho.

Edição 70 SP  
Edição 70 SP  
Advertisement