Guia da Mantiqueira - Itajubá e Região - Edição 06 - Setembro 2013

Page 1

ANO 01 | EDIÇÃO Nº 06 | SETEMBRO 2013 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

01


0213,5x9,0cm AnĂşncio quinta-feira, 22 de agosto de 2013 17:38:00


03


Geraldo Gomes

Sumário 06 Conversa Franca

Um personagem itajubense fazendo história

10 Na Estrada

A riqueza cultural de Cristina

12 Aqui Tem

Rugby, esporte que ensina valores!

16 Arte & Cultura

Conferência Municipal de Cultura: aposta no futuro

Expediente

18 Almanaque 20 Turismo

Ninho da Águia une beleza natural e infraestrutura de lazer

22 Giro Por Aí

Observatório realiza Tardes e Noites de Portas Abertas

24 Evento

Itajubá terá primeiro Festival do Pastel de Milho

26 Comemoração

Convicsom e Gonfer comemoram aniversário com workshop internacional

28 Capa

FICA 2013 colore a cidade

33 Viver Bem

Powerplate: vibrações que fazem bem à saúde

34 Beleza & Estética

Cosméticos orgânicos: inovação do bem

38 Negócios

FRICI: a sua vitrine de negócios

40 Bichos & Cia.

Mercado Pet em alta

42 Bares & Restaurantes

Marquinhos Espetinhos: nova opção de lazer

44 Sabor da Terra

O doce sabor da Banana

46 Por Aqui, Por Ali 56 ‘Poncovô’ em Itajubá 57 ‘Poncovô’ em Maria da Fé 57 ‘Poncovô’ em Delfim Moreira 58 Utilidades 58 Classificados 04

ANO 01 | EDIÇÃO Nº 06 | SETEMBRO 2013

Edição e Revisão Kelly Monteiro (MTB 06.447/MG) Alexander Carvalho (MTB 10.850/MG) Jornalistas Colaboradores Gustavo Cortez (MTB 12.858/MG) Juliana Cunha (MTB 17.025/MG) Marco Antônio Gonçalves (MTB 17.873/MG) Marianna Medeiros (MTB 16.807/MG) Fotografia Renato Olivas e Geraldo Gomes Editoração Eletrônica Andréa Aparecida Pereira Diretor Comercial Adilson Santos Tel.: (35) 9225-8832 adilson.guiadamantiqueira@ gmail.com Redação e Publicidade Tel.: (35) 3622-4818 / 3622-5338 agencia.rumocomunicacao@ gmail.com

Impressão Gráfica Novo Mundo Rua Pedro Ribeiro Arantes, 1813, Vale dos Pinheiros. São Lourenço (MG) Tel.: 35 3339-3333 Foto de Capa: Yuri Renó /GuiadaMantiqueira /rumo.comunicacao www.guiadamantiqueira.inf.br As informações e imagens contidas nos anúncios são de total responsabilidade dos anunciantes. Todos os direitos reservados. A reprodução das matérias e das imagens somente será permitida se for previamente autorizada pela Rumo Comunicação Ltda., com crédito da fonte. Guia da Mantiqueira - Itajubá e Região é uma publicação da Rumo Comunicação Ltda.

Tiragem: 3 mil exemplares Baixe o leitor QR Code, posicione a câmera do seu celular, leia o código e saiba tudo o que acontece em Itajubá e região. Guia da Mantiqueira mais perto de você!


Editorial

Quando entrar Setembro...

ria com o iGama Turismo e Entretenimento apresenta um mapa com indicações dos palcos e de pontos culturais e de serviços da cidade. Setembro também é o mês em que se realiza a Feira Regional, Industrial, Comercial e de Turismo de Itajubá (Frici), iniciativa da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Itajubá (Aciei). A Frici também tem seu lado cultural, com atividades organizadas pelo Instituto Mantiqueira de Música e Arte (IMMA). Aproveite a chance e faça excelentes negócios, visitando, é claro, o estande do Guia da Mantiqueira. Aguardamos você! E as cidades já estão ficando mais coloridas aguardando o início da Primavera: os Ipês começam a florir e trazem uma ideia de renovação. Vamos lá? Afinal... “...não custa inventar

Toda beleza do Ipê amarelo Foto: Kelly Monteiro

... e a boa nova andar nos campos, haverá muita diversão, cultura e entretenimento neste pedacinho das montanhas de Minas, pois no mês da Primavera acontece o Festival Itajubense de Cultura e Arte, o FICA 2013. Em sua 3ª edição, o FICA veio mesmo para ‘ficar’: serão mais de cem atividades musicais, cênicas, artísticas, circenses, manuais que entreterão você e sua família. Descubra onde estas atividades acontecerão aqui no Guia da Mantiqueira, que em parce-

Uma nova canção Que venha trazer Sol de Primavera Abre as janelas do meu peito A lição sabemos de cor Só nos resta aprender” (Sol de Primavera, Beto Guedes)

.

Kelly Monteiro Editora 05


Conversa Franca

Um personagem itajubense

fazendo história

“Quando ele começou a criar a Turma do Pererê com personagens baseados na turma dele, ele me incluiu. Ficamos amigos. Ziraldo foi trabalhar em uma agência de propaganda e me levou para ser redator. “ Professor Nogueira, o Coruja Reportagem: Kelly Monteiro Fotos: Kelly Monteiro e Arquivo Pessoal

de Minas, e por um itajubense que Ziraldo conheceu na pensão em que moravam quando estudantes em Belo Horizonte: o professor Paulo Nogueira.

“No princípio da década de sessenta, o Brasil estava fervendo de ideias novas e esperanças. Tudo era novo no país: o cinema, a bossa da música, o teatro nas praças, a poesia, o canto, o poema, a certeza de que o país ia mudar para melhor, ia ser mais brasileiro. Foi nessa época – e dentro deste clima - que a Editora Cruzeiro lançou a primeira revista brasileira em quadrinhos totalmente em cores e dedicada toda ela a um só personagem e sua turma: o Pererê. (...) Acabou a revistinha, mas seus personagens permanecem vivos na lembrança de seus leitores mais apaixonados”. Com este prefácio, a Editora Abril relançava as melhores histórias da Turma do Pererê, em quatro almanaques. Criada pelo cartunista Ziraldo, a Turma do Pererê foi inspirada em amigos muito próximos da sua cidade, Caratinga, no Norte 06

Nos anos 1960, o personagem chamava-se General Nogueira. Porém, com o período político dos generais presidentes, o posto perdeu o charme e, em 1976, o personagem reapareceu e virou ‘Professor Nogueira’ - o Coruja. Aposentado pelo Centro Universitário de Itajubá - Fepi e membro da Academia Itajubense de Letras (AIL), Paulo revela, nesta entrevista, um pouco sobre a deliciosa história do personagem. Por que a Turma do Pererê foi um marco para a época? A primeira edição da revista em quadrinhos da Turma do Pererê foi publicada na década de 1960. Naquele tempo, existiam os personagens das histórias em quadrinhos americanos, da Disney. Eles mandavam a história pronta e aqui colocavam a legenda em Português e pronto. Os personagens eram bi-


Conversa Franca chos americanos, como o urso, o corvo, o crocodilo. O Ziraldo pensou: por que não fazer uma história com bichos brasileiros? Assim incorporou o Saci e criou personagens com onça, macaco, coelho, que são brasileiros. A Turma do Pererê também foi a primeira revista feita exclusivamente por um autor. Antes havia a revista Tico Tico com várias histórias, cada uma escrita por um autor diferente. Como conheceu o cartunista Ziraldo? O Ziraldo foi para Belo Horizonte estudar e levou os amigos dele de infância, os amigos que estudaram com ele no colégio em Caratinga. Eu também fui estudar em Belo Horizonte, fizemos o curso de Direito, e fiquei conhecendo a turma. Quando ele começou a criar a Turma do Pererê com personagens baseados na turma dele, ele me incluiu. Ficamos amigos. Ziraldo foi trabalhar em uma agência de propaganda e me levou para ser redator. Ele era chefe de arte. Éramos colegas de pensão, de escola e de trabalho. A amizade foi se solidificando e com os outros também. A coruja é o símbolo da sabedoria. O

senhor estudava muito e foi por isso que Ziraldo escolheu a coruja para representá-lo? Eu lia muito, gosto de ler, e peguei a fama de intelectual. Eu me formei em Direito e exerci a profissão por pouco tempo em Belo Horizonte. Quando me mudei para Itajubá fui trabalhar na antiga Faculdade de Filosofia. Comecei a trabalhar lá como secretário e fui professor na Filosofia e na Faculdade de Engenharia Civil. Depois, fundiram-se as duas escolas em um centro universitário e continuei como professor. Aposentei-me como pro fessor na Fepi. Em uma entrevista, Ziraldo disse que fui eu que o introduziu na leitura dos livros clássicos, como Machado de Assis, entre outros autores. Ele também cita, no último livro que escreveu - Os Haikais do Menino Maluquinho, que eu apresentei os Haikais para ele. E 50 anos depois ele lançou um livro de Haikais inspirados no Menino Maluquinho. Falamos-nos praticamente toda semana.

Turma do Pererê 07


Conversa Franca O senhor acredita que as iniciativas culturais precisam ser mais incentivadas em Itajubá? Ultimamente tem melhorado, pois a questão cultural da cidade era deixada um pouco de lado. A Academia Itajubense de Letras tem tentado trabalhar em cima disso; fizemos um concurso literário com a participação do Rotary Club, e vale a pena investir em cultura. Acompanho as iniciativas da Fepi, como o Dia dos Namorados Diferente (DND), que é muito interessante. Embora não participe mais diretamente, acompanho. Que histórias marcaram os tempos de convívio com Ziraldo? Tivemos muitos momentos interessantes. A Funarte promoveu uma reu-

nião em Brasília e fomos para lá. Outro momento importante foi quando fomos homenageados com o Ziraldo na Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Também momento de destaque foi quando desfilamos em um carro alegórico na Escola de Samba Nenê de Vila Matilde, no Carnaval de São Paulo, cujo enredo foi sobre o Ziraldo. Havia um carro sobre a Turma do Pererê. Desfilar em cima daquele carro foi uma experiência incrível. Também importante foi quando recebemos o título de cidadãos honorários de Caratinga. Ziraldo e os demais da turma nasceram por ali mesmo, mas eu era o único importado (brinca...).

AIL completa 49 anos Colaboração: Paulo Nogueira No dia 15 de agosto de 1964 um grupo de cidadãos itajubenses, amantes das letras e destacados no campo do pensamento, decidiu criar uma instituição que já vinha tomando vulto em suas almas e mentes: uma Academia que os reunisse para a troca de ideias e se tornasse um centro de divulgação de obras literárias, e que atraísse para seus quadros, ao longo do tempo, novos membros. Agora, preparando-se para comemorar 50 anos, a Academia Itajubense de Letras olha com orgulho para o seu passado, pois se tornou divulgadora de talentos, atuante no cumprimento de seus propósitos e presença marcante no panorama cultural da cidade. Graças a ela, afloraram na paisagem literária muitos talentos que antes se recolhiam ao anoni08

mato; vieram à luz muitas obras que de outra forma estariam até hoje inéditas; foram abertas linhas de comunicação com outras academias, por todo o Brasil e no exterior, levando o nome de Itajubá; tornaram-se conhecidos e respeitados, em outras terras, os poetas e prosadores itajubenses, distinguidos com troféus e diplomas de reconhecimento pela sua participação vitoriosa em eventos literários. Os fundadores da Academia e os que hoje a mantêm fizeram desses quase 50 anos uma trajetória de êxitos, não lhes faltando, em momento algum, entusiasmo e perseverança. Por isso, “Salve, salve nossa Academia, orgulho do Sul das Gerais”,como diz apropriadamente o seu Hino.


09


Na Estrada

A riqueza cultural de

Cristina

A musicalidade unida a um produto marcante na cidade, o café especial, deu origem ao Festival Café com Música.

Cristina: preservação da história Reportagem: Gustavo Cortez Foto: Geraldo Gomes

Com 15 mil habitantes, a pequena cidade de Cristina, no Sul de Minas Gerais, é grande quando se fala em Cultura. Os casarões antigos espalhados pela cidade preservam a história e tornam o visual privilegiado pela natureza mais bonito ainda. Quando o assunto é música a cidade tem tradição nas bandas de concerto. Monumentos instalados nas praças da cidade como ‘O Leão’, ‘O Peixinho’ e a ‘Cripta Dr. Silvestre Ferraz’ são os símbolos que representam histórias e pessoas marcantes de Cristina. A forte relação do município com o Brasil Império já começa pelo nome da cidade, uma homenagem à esposa de Dom Pedro II, Teresa Cristina. Inclusive uma das atrações turísticas é o Túmulo do Conselheiro do Império, Joaquim Delfino Ribeiro da Luz, filho da terra, importante figura na época do período imperial. 10

Entre as riquezas culturais de Cristina, destaca-se a Escola Municipal de Música ‘Joaquim Geraldo de Oliveira’, inaugurada em 2000. O nome faz referência a um músico da antiga ‘bandinha’ que lutou para que a mesma não acabasse. A Escola conta com alunos de 10 a 70 anos. Funciona em sede própria e em período integral de 40 horas semanais, com aulas as 5ª, 6ª e sábados. A Banda composta por músicos da Escola leva o nome de “Maestro Antônio de Freitas Carvalho”, uma homenagem a um músico e maestro cristinense. A musicalidade unida a um produto marcante na cidade, o café especial, deu origem ao Festival Café com Música. O evento anual marca o feriado de Corpus Cristhi e neste ano chegou à sua 5ª edição, realizado entre os dias 29 de Maio e 2 de Junho. Novidade em 2013, há investimento no setor gastronômico com a realização do primeiro


Na Estrada Festival Comida de Boteco. O objetivo do evento é fazer com que os donos de bares aperfeiçoem os pratos e petiscos oferecidos aos clientes. Oitos bares estão inscritos e a competição segue até o dia 21 de Setembro. Cristina não para: se destaca no Carnaval, com as tradicionais marchinhas, até eventos de Natal, como o Samba de Noel que reúne sambistas de Cristina e do Rio de Janeiro. A confraternização entre os cristinenses também é marca registrada da cidade. Há 35 anos, no mês de Julho, os cristinenses locais se encontram com os que já não moram na cidade para a tradicional ‘pelada’ dos ‘Casados x Solteiros’. As mulheres também participam e um almoço marca a confraternização de amigos.

Outras informações 80% da economia da cidade de Cristina gira em torno da produção de luvas de couro. São diversas fábricas que empregam a maioria da população local. O cultivo do Café na cidade está em expansão e é o setor mais rentável na agricultura local. Com relação ao turismo, a cidade apresenta recursos naturais privilegiados e integra o Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas. Entre os locais mais visitados estão a Pedra Branca, Pedra Riscada, Morro do Alemão, Parque Ecológico Municipal, Parque Urbano Cachoeira da Gruta, Museu do trem, diversas cachoeiras e monumentos.

11


Aqui Tem

Rugby,

esporte que ensina valores!

“A estrutura do Clube é suficiente para comportar até 60 atletas, porém, não é fácil atrair a atenção da garotada para um esporte tão diferente dos que são praticados por aqui.” Esporte ainda é pouco difundido no Brasil Reportagem: Alexander Carvalho Fotos: Divulgação

alunos de escolas públicas.

O rugby é um esporte de massa na Europa, Oceania e até em países da América do Sul, como a Argentina, porém no Brasil ainda é pouco difundido. Isto, no entanto, não significa que ele não esteja crescendo e passando a ser praticado cada vez mais. Em Itajubá, tudo começou quando a professora do Curso G9, Estela Maria de Oliveira, recebeu o desafio de cuidar da adaptação dos alunos franceses, filhos de funcionários da Helibras, matriculados na escola. Além da adaptação do currículo e de professores fluentes no idioma francês, ela sentia necessidade de mais alguma coisa. No meio deste processo ela conheceu um francês, chamado Françoise Lefebvre, que havia sido jogador amador de rugby. Após algumas conversas surgiu a ideia de criar um time de rugby, que auxiliaria na integração entre os alunos franceses e brasileiros do G9 e seria também um projeto social, pois abriria as portas para 12

Assim que começaram as atividades, Sandro Mozer de Assis, pai dos atletas Felipe e Bruno, de 15 e 13 anos, um brasileiro que até então não entendia nada de rugby, como ele mesmo confessa, se ofereceu para ajudar. A oferta foi aceita e desde então, eles integram a comissão técnica do Mantiqueira Rugby Clube. Hoje o Mantiqueira é formado por 25 adolescentes, a maioria entre 13 e 16 anos, que compõem a categoria M17, mas que jogam também no M19 com mais três atletas, de 17, 18 e 19 anos. Sandro comenta que a estrutura do Clube é suficiente para comportar até 60 atletas, porém, não é fácil atrair a atenção da garotada para um esporte tão diferente dos que são praticados por aqui. Apesar de ter pouco mais de um ano, o Mantiqueira ajudou a formar a base da seleção mineira


13


Aqui Tem para disputar a Copa Inglesa de Rugby Juvenil. O resultado do torneio disputado na cidade de São José dos Campos (SP) não era o mais importante, e ainda assim obtiveram o quarto lugar entre oito equipes participantes. “Fisicamente e mesmo tecnicamente não estão tão longe da equipe de São Paulo (a mais evoluída do País). O que eles aprenderam muito foi a postura dentro do campo, aquela coisa de disputar cada lance como se fosse o último”, diz Sandro. O Mantiqueira tem como parceiros o Curso G9, que encabeça o projeto, a Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas Gerais (Facesm) que oferece as instalações, com um campo quase integralmente para o rugby, e a Helibras, que patrocina o material esportivo de treino. A Prefeitura, e mais recentemente, a Universidade Federal de Itajubá (Unifei), são parceiras na logística, oferecendo transporte para as competições. O objetivo do Mantiqueira Rugby Clube é criar uma cultura do esporte na cidade e a partir da evolução, do crescimento do número de praticantes, colher os resultados do trabalho.

Atletas O vice-capitão do time, Artur Braga, de 16 anos, não gostava de futebol e acabou se encontrando no rugby. “No futebol tem aquele negócio da estrela, que recebe e bola para fazer o gol, mas no rugby não. Eu sou do Rio de Janeiro e até já tinha feito alguns amigos, mas com o rugby hoje estou muito mais integrado”, relata. O francês Rodolfo, de 17 anos, que chegou em Itajubá em Janeiro, também se sente em casa. “O rugby me ajudou mui14

Rugby produz integração

to a socializar!”, afirma. Jonas de Souza Faria Floriano, de 16 anos, diz ter sido influenciado pelos colegas de sala que falavam muito sobre o jogo e o deixaram curioso. “Queremos expandir a cultura do rugby, da disciplina, do companheirismo, tudo isso que mudou a gente”, explica.

O técnico pioneiro Françoise fala que aprendeu bons valores no esporte e sente necessidade de passá-los adiante. “Queria montar um projeto social para ajudar as crianças, pois é um esporte que transmite valores, como solidariedade e responsabilidade”, descreve. Mantiqueira Rugby Clube Para iniciantes, treinos aos sábados de 9h às 11h no campo da Facesm. Os mais experientes treinam também às segundas, terças e quintas-feiras, a partir das 18h30.


15


Arte & Cultura

Conferência Municipal de Cultura:

aposta no futuro

A Conferência Municipal de Cultura é uma das etapas para a adesão de Itajubá ao Sistema Nacional de Cultura, por meio do qual serão realizados planos de ações e políticas públicas que agregarão valor à cultura do Município. Grupos debateram sobre 4 eixos temáticos Reportagem: Kelly Monteiro Fotos: Emiliane Paixão e Secretaria de Comunicação (PMI)

Resgate da identidade da cidade, ações, pontos de cultura, envolvimento, iniciativas públicas e privadas, conceitos e necessidades. Estes e muitos outros temas foram debatidos na Conferência Municipal de Cultura, realizada em Itajubá no dia 10 de agosto, no campus da Universidade Federal de Itajubá (Unifei). A Conferência foi organizada pela Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Itajubá e reuniu representantes da própria Secretaria, da Unifei, da Universidade Cultural, do Instituto Mantiqueira de Música e Arte (IMMA), do Movimento Ideológico para o Desenvolvimento Cultural da Região do Alto Sapucaí (MIDECURAS), do Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas, do Guia da Mantiqueira e pessoas interessadas em colaborar com ideias para o reestabelecimento da Cultura em Itajubá. O vice-prefeito Christian Gonçalves também prestigiou o evento. A Conferência Municipal de Cultura é uma das etapas para a adesão de Ita16

jubá ao Sistema Nacional de Cultura, por meio do qual serão realizados planos de ações e políticas públicas que agregarão valor à cultura do Município. O tema geral da Conferência foi “Uma Política de Estado para a Cultura: Desafios do Sistema Nacional de Cultura”. Após a abertura do evento, a historiadora e especialista em

Historiadora e especialista em Turismo, Cultura e Gestão em Rede, Jussara Rocha proferiu a palestra sobre o tema central do evento


Arte & Cultura Turismo, Cultura e Gestão em Rede, Jussara Rocha, ministrou uma palestra elucidativa sobre o tema. Divididos em grupos, os participantes debateram sobre os Eixos Temáticos: Implementação do Sistema nacional de Cultura, Produção Simbólica e Diversidade Cultural, Cidadania e Direitos Culturais e Cultura e Desenvolvimento. Apesar da pouca adesão dos setores público e privado, e do público em geral – cerca de 30 pessoas participaram da Conferência, no período das 8 às 18 horas -, os debates geraram um relatório contendo as propostas que serão apresentadas na Conferência Estadual de Cultura, que será realizada em 11 de setembro. O secretário municipal de Cultura, Christian Gonçalves e a diretora do

IMMA, Thânia Mara Machado de Miranda, representarão a cidade no evento estadual, defendendo as propostas aqui geradas. Como suplente, foi eleito o publicitário Ricardo Lemes Pimenta.

Abertura de um dia dedicado à cultura

17


Almanaque

Memória

O Colégio Sagrado Coração de Jesus (CSCJ), conhecido como Colégio das Irmãs, iniciou suas atividades em Itajubá, em 1907, em regime de internato e externato. À princípio, funcionava em um prédio provisório existente na esquina da Rua Cel. Rennó com a Rua Santos Pereira. Em 1909, surgiu o projeto de transformação do colégio em Escola Normal e em 1912 efetuou-se a compra do terreno no qual a sede definitiva foi construída. Em 1975 a escola recebeu a atual denominação. A década de 1980, para o CSCJ, foi marcada pela consolidação de um ensino forte, por conquistas no âmbito esportivo e cultural, pelo respeito adquirido pela Fanfarra criada no final dos anos 1970 por seu instrutor Michel Allan e pelos cursos de secretari-

106 anos de atuação Foto: Imagem de Internet

ado e Educação pré-primária (Especialização). Com 106 anos completados em 1º de julho de 2013, o CSCJ continua sendo um dos mais renomados da cidade e da região.

Voce sabia... ... que a Matriz de Nossa Senhora de Lourdes, em Maria da Fé, é Patrimônio Cultural, tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA)? Destacam-se em seu interior as pinturas feitas pelos irmãos Gentilli e Ulderico, em 1940, e as esculturas em madeira marmorizada e gesso de Marino Del Fávero. O projeto de restauro da igreja acaba de ser aprovado pelo Ministério da Cultura (MinC) e inicia-se a fase de captação de recursos por meio da Lei Rouanet. O Ateliê Arte e Restauro Juarez Oliveira é responsável pelo restau-

Matriz é tombada pelo IEPHA Foto: Kelly Monteiro

ro e o prazo para conclusão da obra é de dois anos.

Tem uma história curiosa ou um fato histórico para contar? Você pode ser o autor desta página: agencia.rumocomunicacao@gmail.com 18


19


Turismo

Ninho da Águia une

beleza natural e infraestrutura de lazer

“Emoldurada pela linda mata virgem e pela cachoeira, há uma completa área de lazer”

Espaço privilegiado Reportagem: Alexander Carvalho Fotos: Divulgação e Kelly Monteiro

A Cachoeira Ninho da Águia preserva toda a beleza da natureza exuberante da Serra da Mantiqueira, porém oferece estrutura para o turista, algo raro em se tratando de quedas d’água, que em geral são mais indicadas para acampar. Situada no quilômetro 4 da rodovia MG – 350, o Ninho da Águia dista 15km do centro de Itajubá e 11km do centro de Delfim Moreira. Sua localização privilegiada oferece acesso asfaltado e há um bom número de vagas de estacionamento. Apesar de haver estrutura para que o turista vá até o local apenas para saborear uma boa comida no restaurante e somente apreciar a paisagem sem sequer molhar os pés, o lugar não decepciona os mais aventureiros. Há várias trilhas para se chegar até às cachoeiras e passarelas ligando as ilhas ao longo do leito do rio Santo Antônio. Emoldurada pela linda mata virgem e pela cachoeira, há uma completa área 20

de lazer, com piscinas abastecidas com água de mina, área de churrasco, campos society, lanchonete, quiosques, além da estrutura de duchas e vestiários. No verão, principalmente, há quem prefira ficar a maior parte do tempo dentro da piscina se refrescando. Para atender aos banhistas mais ávidos, há o bar da piscina, com sorvetes, comes e bebes.

Beleza exuberante das cachoeiras


Turismo No restaurante, localizado junto ao estacionamento, a especialidade da casa é a truta, sempre fresquinha, pois é adquirida de criadores da região. Há também no cardápio porções de batatas fritas, frango à passarinho, mandioca frita e o tradicional pastel de milho. Funciona diariamente de 9h às 17h durante todo o ano, com mais movimento durante o verão. Para visitação é cobrada uma taxa de R$ 6,00 por adulto e R$ 4,00 por criança. Ressalva para as quartas-feiras, quando as piscinas não funcionam. Cachoeira Ninho da Água Rodovia MG 350, Km 79 Bairro Água Limpa Tel.: 3621-2216 Delfim Moreira

Passarelas ligam as ilhas

21


Giro Por Aí

Observatório realiza Tarde e Noite

de Portas Abertas

Se as condições atmosféricas forem favoráveis haverá observação assistida através dos telescópios tanto à tarde como à noite.

OPD receberá os visitantes com uma programação imperdível Reportagem: Kelly Monteiro Fotos: ClemensDarvinGneiding e Giuliana Capistrano

Observar as estrelas e os planetas é uma oportunidade única e que pode ser aproveitada por você que mora na região sulmineira ou que está aqui a passeio. O Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), desde 2005, abre o Observatório do Pico dos Dias (OPD), em Brazópolis (MG), para visitação pública. O evento “Tarde e Noite de Portas Abertas” integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e, em 2013, o

portão do OPD será aberto dia 14 de setembro, das 14h às 20h. Os visitantes que estiverem no local poderão permanecer no OPD até às 22 horas. Se as condições atmosféricas forem favoráveis haverá observação assistida através dos telescópios tanto à tarde como à noite. O evento será cancelado na presença de chuva forte, mesmo que já tenha iniciado. Para garantir o bom atendimento e a segurança dos visitantes, a entrada será permitida

1.864 metros de altitude e uma vista de tirar o fôlego

22


Giro Por Aí O OPD está localizado entre os municípios de Brazópolis e Piranguçu, a 1.864 metros de altitude, 900 metros acima do nível médio da região, a 37 quilômetros de Itajubá, 300 quilômetros do Rio de Janeiro e 50 quilômetros de São Paulo. O acesso é por 12 quilômetros de estrada de terra a partir da rodovia MG295. É o principal observatório astronômico profissional em solo brasileiro e possui quatro telescópios: um com espelho de 1.6 metros de diâmetro, dois com 60 centímetros e um com 40 centímetros. De 400 artigos científicos arbitrados em prestigiadas revistas internacionais. Além disso, proporciona a formação avançada de pessoal para as áreas científicas e técnicas.

somente com a apresentação de convite individual. O convite é gratuito e está disponível para impressão na página eletrônica do LNA (www.lna.br) até o dia 12 de setembro. O transporte até o OPD é por conta do visitante. Visitas de escolas e grupos organizados durante a semana devem ser agendadas pelos telefones (35) 3629-8103 ou 3629-8100, de segunda a sexta-feira, das 14 às 17 horas ou pelo e-mail avichi@lna.br. Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) Observatório do Pico dos Dias (OPD) www.lna.br

23


Evento

Itajubá terá primeiro Festival do

Pastel de Milho

“O objetivo é tornar a festa uma tradição anual e valorizar a cultura do pastel de milho na cidade” Pastel de milho é sucesso entre os Itajubenses Reportagem: Juliana Cunha Foto: Imagem de Internet

pelo coreógrafo Marcílio Bastos, também poderão ser apreciadas.

Concurso

Quentinho, crocante, de massa saborosa e bem recheado. Huum! Mineiro que é mineiro não resiste a um bom pastel de milho. A iguaria é tão apreciada entre os Itajubenses que recebeu o registro de Patrimônio Cultural Imaterial de Itajubá por meio do Decreto Municipal 4.283 de 14 de dezembro de 2010. Para celebrar o título, acontecerá na Av. dos Ferroviários, o Sambódromo de Itajubá, durante os dias 20, 21 e 22 de setembro, a partir das 18 horas, o 1º Festival do Pastel de Milho. A iniciativa contará com dez barracas organizadas por entidades de Itajubá, como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e o Lar da Providência. Todas prometem oferecer o melhor pastelzinho da cidade e, para conquistar a clientela exigente, prometem investir na criatividade e inovar nos recheios. Além do quitute, quem participar do Festival poderá curtir o som de diversas duplas e bandas da cidade. Quadrilhas organizadas por escolas municipais, brincadeiras no palco e apresentações organizadas 24

O grande destaque da festa fica por conta do concurso que irá eleger a Rainha do Pastel de Milho. A eleita receberá todos os préstimos de rainha: coroa, faixa, buquê, uma cesta de presentes e a quantia de trezentos reais. A premiação também se estenderá ao segundo e terceiro lugares, porém sem premiação em dinheiro. As candidatas deverão ter mais de 15 anos e entrar em contato com Marcilio Bastos pelo telefone (35) 8432 8078, pelo Facebook do coreógrafo ou ainda pelo e-mail dancamarciliobastosjazz@hotmail. com. Além de escolher a representante do Festival, cada entidade irá selecionar um representante para disputar “o maior comilão” de pastel de milho da cidade. O ganhador receberá a quantia de mil reais destinada à instituição representante. De acordo com Denise Ferreira, Diretora de Cultura da Secretaria Municipal de Cultura, a ideia do Festival é promover o quitute tão estimado entre os Itajubenses, divulgar o trabalho de artistas da cidade e com isso, popularizar


Evento ainda mais esse patrimônio no município. “O objetivo é tornar a festa uma tradição anual e valorizar a cultura do pastel de milho na cidade”, revela Denise. Marcilio, responsável pela produção cultural do Festival, conta que a Festa será muito alegre e colorida, pois toda a decoração e os shows foram inspirados na Festa do Boi realizada no Amazonas. “Itajubá verá uma festa linda, com uma produção como há muito tempo não se vê por aqui. Com a despedida do Inverno, vamos saudar a Primavera, resgatando a beleza das festas antigas e revelando um folclore estilizado, com diversos recursos diferentes”, conta o coreógrafo.

A origem do quitute O petisco nasceu em 1819, quando 80

famílias deixaram Delfim Moreira junto ao Padre Lourenço da Costa e fundaram uma vila que daria origem a cidade de Itajubá. Ao final das buscas por áreas de plantio e pecuária, os alimentos acabaram sobrando somente farinha de milho e polvilho. Esses dois ingredientes deram origem à massa que, recheada com carne e frita na gordura de capivara, deu origem ao pastel. A saborosa receita se espalhou pela vila e com o tempo foi aperfeiçoada. Hoje, o pastel é oferecido com os mais diversos recheios, mas a receita original feita de farinha de milho, polvilho, sal e água com recheio de carne é unânime entre a maioria dos Itajubenses apaixonados pela iguaria.

25


Comemoração

Convicsom e Gonfer comemoram

aniversário

com workshop internacional

“A técnica de palheta alternada é como se fosse a quinta e a sexta marcha: veloz, mas relaxada e confortável, sem o estresse das técnicas comuns de guitarra”. Gambale: blues é essencial na formação de um guitarrista Reportagem e Fotos: Marco Antônio Gonçalves

Com apenas sete anos e o incentivo dos seus irmãos mais velhos, Frank Gambale já tocava guitarra em Camberra, na Austrália, onde nasceu. Influenciado por monstros da música como Jimi Hendrix, Eric Clapton, Jerry Garcia e dono de uma técnica própria, foi vencedor do “Grammy Awards” e por duas vezes do “Grammy Nominations”. Gambale hoje é um dos guitarristas mais aclamados do mundo e esteve em Itajubá em um workshop comemorativo aos 13 anos da Convicsom e os cinco anos do Gonfer Instituto de Música, realizado no Anfiteatro Albert Sabin, na Faculdade de Medicina, no dia 30 de julho, reunindo dezenas de guitarristas, músicos e entusiastas da boa música. Eduardo Gonfer, diretor do Instituto Gonfer, disse que esta foi uma oportunidade de os músicos da região estarem em contato direto com um dos maiores nomes da guitarra do mundo. “Ele é um expoente na guitarra, vencedor de 26

Grammy, inventor de uma técnica de se tocar guitarra que hoje todos usam. Foi uma experiência única na cidade”, disse Eduardo, que já trouxe outros nomes importantes da música instrumental mundial para Itajubá. Gambale se apresentou de uma maneira completamente descontraída e interagiu bastante com o público presente no anfiteatro. “Sempre me vi mais como um músico e não somente como guitarrista”, disse ele, contando que também aprendeu outros instrumentos e que pode ficar ouvindo um disco que gosta por horas para poder assimilar toda a harmonia contida na música e todos os seus instrumentos, não apenas a guitarra. O artista também contou sobre sua parceria com ChicCorea, um importante pianista e tecladista de jazz norte-americano, que lhe rendeu o maior prêmio da música mundial, nos anos 1980. Gambale ainda disse que admira o trabalho de Ivan Lins e arriscou alguns acordes de “Ma-


Comemoração dalena”, sucesso do músico brasileiro. Alternando respostas a perguntas do publico com músicas, Gambale contou piadas, arriscou falar em Português (nem sempre acertando) e encantou a plateia ao mostrar e contar como surgiu sua técnica de tocar guitarra: o Sweep-picking, ou “palheta alternada”. O músico definiu assim essa técnica: “Quando ouço guitarristas tocando em alta velocidade, me soa como um carro muito rápido em uma estrada à quarta marcha. Soa como se estivessem se debatendo, se esforçando ao máximo, no limite de suas habilidades. A técnica de palheta alternada é como se fosse a quinta e a sexta marcha: veloz, mas relaxada e confortável, sem o estresse das técnicas comuns de guitarra”, afirmou. Ele lançou vários livros e vídeos

didáticos que tornaram seu nome sinônimo desta técnica. Entretanto, ele diz que fica frustado quando as pessoas o enxergam somente como um técnico e desprezam seu conteúdo musical. “Nunca pratiquei apenas técnicas. O SweepPicking foi uma evolução nascida do desejo de tocar outros instrumentos como o piano e o saxofone”, disse. Gambale deu várias dicas para os músicos presentes, entre elas disse que o blues é essencial na formação de um guitarrista. “Todo guitarrista deveria aprender blues, antes de tocar qualquer coisa”, frisou.

27


Capa

FICA 2013 colore a cidade

Consolidado como um dos principais eventos culturais da região, o FICA transforma Itajubá.

Contação de histórias: remexendo com o imaginário Reportagem: Marco Antônio Gonçalves Fotos: Yuri Renó

Com a chegada de Setembro, vem também o sol na medida certa, uma brisa suave, o desabrochar das flores. Setembro tem sabor de recomeço, de coisa nova, de despertar e, sobretudo de esperança e alegria. Em Itajubá, a Primavera não é o único motivo para as flores darem o ar de sua graça. Setembro traz consigo o Festival Itajubense de Cultura e Arte (FICA) que deixa o mês ainda mais colorido. Consolidado como um dos principais eventos culturais da região, o FICA transforma Itajubá. Em cinco dias, de 11 a 15, a cidade vai despertar para a cultura de uma forma pouco imaginada antes da primeira edição do Festival, em 2011. Neste terceiro FICA, a proposta é inovadora e o tema do Festival, “Um Prisma à Utopia”, nos remete a uma dimensão utópica, onde o real e o imaginário se encontram. O FICA pretende lançar sobre a cidade não um olhar convencional, fixo, mas um olhar irradiado de intensidade. 28

Um olhar que é capaz de fazer com que o extraordinário, o inabitual, o maravilhoso possa cruzar as fronteiras da realidade.

Mediação Cultural Esta será a maior edição do Festival já realizada. São 32 coordenadores e 40 produtores voluntários que têm trabalhado para fazer dele um marco, fazendo com que a cidade se transforme em referência em cultura para todos os lugares. Além disso, houve um número recorde de inscrições de artistas: um total de 612 inscritos de todo o País nas áreas da música, dança, teatro, circo, oficinas, poesia, literatura, artes visuais e performances. Uma das maiores apostas da coordenação e um dos principais diferenciais do Festival são as propostas de Mediação Cultural, que incluem diversas ações de inclusão e democratização. Na área de acessibilidade, contará,


Capa por exemplo, com oficina de dança e movimento para inclusão de pessoas com deficiência e com performance eletroacústica para pessoas com baixa visão. A equipe de produção tem um responsável direto por este assunto e, entre os voluntários, há pessoas portadoras de necessidades especiais. O FICA desenvolverá ainda ações em escolas públicas da rede de ensino estadual e municipal. A organização pensou ainda nas pessoas que, por alguma circunstância, não fazem parte do grupo que geralmente acompanha as apresentações artísticas. Em agosto, realizou-se um trabalho de memória oral com os idosos dos asilos de Itajubá: Lar da Providência e Vila Vicentina. Depois, no final do mês, os idosos foram agraciados com bailes nas institui- ções. A programação do FICA inclui, no último dia do evento, uma

festa de Folia de Reis no Lar e na Vila Vicentina. O meio ambiente também é uma das preocupações do FICA. Como medida de diminuição dos impactos ambientais, está sendo elaborado um inventário de fatores de emissão de CO2, através de dados como o consumo de combustível e papel, entre outros. Ao final do evento, serão tomadas medidas de compensação através do plantio de mudas. A programação é variada, com cerca de 90 atrações e mais de uma centena de artistas participantes. São cinco palcos de música, quatro de artes do corpo (teatro, dança, circo), além de uma casa utilizada como galeria de artes visuais.

Oficina de Xilogravura do FICA 2012: arte nas pontas dos dedos

29


Confira no mapa os principais palcos do FICA, pontos turísticos e serviços de Itajubá Apoio: Guia da Mantiqueira Criação do Mapa: iGama Turismo e Entretenimento

30


31


Capa

Programação Música DD Palco Rockatória (Rock) - Rotatória da Medicina

DD Palco Mercado Municipal (Samba) DD Palco Coreto (Instrumental e Popular) Praça Central DD Palco Capela (Erudito) - Colégio das Irmãs DD Palco BPS - Sound System, Hip Hop e Skate.

Artes do Corpo DD Palco Medicina (Teatro e Dança) Faculdade de Medicina

DD Palco Cabaré (Dança, Circo, performances, Drag queens e variedades, precedido de caminhada burlesca) - Sede Social do Clube Itajubense DD Palco Carneiro (Estrelando Cia. Brava com peça de rua sobre a história de Joana Darc na abertura do FICA dia 11, às 17h) - A confirmar DD Palco Praça Central (Circo, teatro) Atrações infantis: Sapucaiaços (Música e contação de histórias), O Semeador de Sonhos (Circo), As presepadas de Damião (Teatro de rua) Para eventos em locais fechados e com restrição de plateia, os ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência.

Poéticas e Artes Visuais DD A grande promessa das artes visuais e poéticas para este ano é a montagem da casa que funcionará como galeria para abrigar as instalações, fotografias, performances, saraus e outras atividades ainda em elaboração. O espaço está localizado na Avenida BPS, 1117 e deverá surpreender e a todos durante o Festival. DD Esta área temática contará ainda com declamações de poesia na rua, exibições públicas de vídeo, espetáculos de projeção e intervenções com graffiti. 32

Oficinas DD Caracterização e maquiagem artística

DD Maracatu para crianças DD Oficina de tintas á base de terra DD Bioarquitetura e construção de esculturas em espaço público

DD Danças urbanas DD Dança do ventre DD Construção e

manipulação de bonecos articulados (a confirmar) DD Fotografia analógica DD Graffiti para crianças DD Voz e canto DD Durante o sábado e domingo de manhã haverá oficinas e atividades educativas para público infantil na praça Central.

Intervenções DD Seresta - Músicos da cidade de Cristina e região conduzirão a população pelas ruas de um antigo bairro de Itajubá. Confira o trajeto na programação final do FICA. DD Cortejo - Bonecões, fanfarras, maracatu e outros grupos musicais confirmados para este que promete ser um dos maiores cortejos artísticos da história de Itajubá.

Inscrições para oficinas poderão ser feitas até 8 de setembro no site. Programação confirmada até o fechamento da edição. Mais informações e a programação completa, você encontra no www.ficaitajuba.com.br.


Viver Bem

Powerplate:

vibrações que fazem bem à saúde

A ideia é estimular os músculos, tendões e ligamentos corporais por meio de uma vibração tridimensional. Modalidade atrai adeptos de várias idades Reportagem: Mariana Medeiros Foto: Divulgação

lhores resultados, com um tempo de treinamento menor, pois cada sessão dura cerca de 30 minutos.

Plataforma vibratória, ou powerplate, é uma tecnologia desenvolvida pela Nasa que pode ser utilizada tanto para relaxamento muscular quanto para estimular a força física e a flexibilidade. Desenvolvida na década de 1980, o objetivo era combater a perda da densidade óssea e massa muscular em astronautas durante a permanência no espaço. Hoje, atrai adeptos das mais variadas áreas: desde adolescente até pessoas já na terceira idade. A ideia é estimular os músculos, tendões e ligamentos corporais por meio de uma vibração tridimensional. Simone Carvalho, proprietária da Forma Academia, onde a tecnologia é aplicada, explica o motivo pelo qualo método faz tanto sucesso: “Um treino convencional de resistência recruta de 40% a 80% de fibras musculares, já o treino sobre a plataforma vibratória consegue recrutar de 95% a 100%”. Ou seja, pode-se alcançar me-

No entanto, é necessário prestar atenção no equipamento utilizado. Existe uma diferença entre plataforma vibratória e plataforma oscilatória. “A primeira é mais cara e trabalha com uma tecnologia tridimensional. A segunda é mais popular, porém não proporciona os mesmos resultados.“Nessas plataformas o corpo chacoalha, treme”, explica Simone. A máquina em si lembra uma esteira, dessas de academia. Nada assustador. Quando a vibração começa, o coração acelera um pouco. Tudo treme. Mas o desconforto dura pouco: segundos, talvez. Rapidamente, a sensação que fica é boa, de estar fazendo exercício sem muito esforço. E os minutos parecem passar rápido. No final, o que fica é a vontade de “quero mais”. Forma Academia Rua Dr. Silvestre Ferraz, 311 Centro - Itajubá . Tel.: 3622-4027 33


Beleza & Estética

Cosméticos orgânicos:

inovação do bem

“A cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência.” Proferida por Mahatma Gandhi, a frase é antiga, mas continua atual. Por meio da natureza, é possível extrair quase tudo o que é necessário à vida humana”.

Cupuaçu: manteiga é altamente hidratante Reportagem: Mariana Medeiros Fotos: Renato Olivas e Imagem de Internet

Não se trata apenas de alimentos. Na área da beleza, a natureza é uma poderosa aliada. O açaí, por exemplo, é grande fonte de ômega 3 e 6, ajuda no combate aos radicais livres e é um ótimo antioxidante. A manteiga de cupuaçu é altamente hidratante, assim como o Aloe Vera. Além destes, também é possível citar o buriti, a castanha, o cacau, dentre muitos outros, que possuem propriedades benéficas para a saúde e a estética.

guns ingredientes químicos (como corantes e Parabenos, por exemplo) são alvos de polêmica. Para pesquisadores da área, não se sabe certamente qual o efeito deles no organismo, em longo prazo. Pensando nisso, uma boa alternativa talvez seja aderir aos cosméticos orgânicos. Utilizando-se de, no mínimo, 95% de componentes certificados como naturais e orgânicos, os produtos não prometem resultados pretensiosos e imediatos, mas a

A indústria farmacêutica sabe disso e, nesse sentido, atua de maneira eficaz. A cada dia são lançados novos produtos, que prometem uma infinidade de benefícios. Praticamente pequenos milagres em forma de potes de cremes, xampus e esfoliantes. É comum encontrar nas prateleiras de supermercados produtos que se dizem naturais. No entanto, é necessário observar se os mesmos são, de fato, amigos da natureza. Explica-se: um aspecto pouco observado nesses cosméticos é a fórmula. Al34

Cosméticos a venda no Mercato Orgânico Santa Luzia: “Não agridem o meio ambiente e tampouco a saúde de quem os produz”, diz Lucinda


Beleza & Estética certeza de que se está consumindo saúde. A ideia écuidar da beleza com o melhor que a natureza pode oferecer.

Consciência social Quem não quer cuidar da saúde e, ao mesmo tempo, se sentir bonito? Vivemos em uma sociedade que frequentemente nos diz que não basta estar saudável: deve-se, também, ser belo. Para alcançar esses dois objetivos, vale cuidar da alimentação, praticar exercícios físicos, procurar qualidade de vida e até investir em alguns cosméticos. Lucinda Moreira é proprietária do Mercato Orgânicos Santa Luzia, situado no centro de Itajubá, e explica o motivo pelo qual prefere os produtos orgânicos e naturais:

“Não é apenas uma questão de consumir algo que não fará mal no futuro, mas também de ter consciência social, uma vez que são itens certificados, que não agridem o meio ambiente e tampouco a saúde de quem os produz.” Na loja de Lucinda há uma variedades destes produtos. Na linha de cosméticos, são comercializados artigos da marca Arte dos Aromas, que oferece desde cosméticos para o cabelo, corpo e rosto, até itens mais sofisticados como perfumes e aromatizadores. Vale a pena conferir! Mercato Orgânicos Santa Luzia Rua Santos Pereira, 17, Centro Itajubá - Tel.: 3623-4129

35


36


37


Negócios

Frici

a sua vitrine de negócios

“O nosso foco é a exposição de produtos e serviços. Os eventos culturais têm o objetivo de oferecer lazer a mais para o público e descontração para os expositores” Reunião pré-evento Reportagem e Fotos: Alexander Carvalho

O aquecimento dos negócios em função da Frici

Em sua 12ª edição, a Feira Regional, Industrial, Comercial e de Turismo de Itajubá (Frici) se consolidou como o principal evento de negócios do Sul de Minas. Para se ter uma idéia da solidez da Feira, que figura no calendário oficial da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico desde 2004, no coquetel de lançamento foram vendidos mais de 90% dos estandes. Quem traça o perfil e o histórico da feira é o gerente da entidade responsável pela realização: a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Itajubá (Aciei), José Geraldo Enadur, que organiza o evento desde sua primeira edição, realizada em 1998. A diretoria da época da concepção do evento, presidida por José Célio da Silva, tinha o objetivo de criar uma vitrine para Itajubá e municípios vizinhos, na qual os pequenos empresários pudessem mostrar os seus produtos. 38

Durante os meses que antecedem a Feira há aumento significativo do movimento nas gráficas, empresas que trabalham com Silk Screen, com brindes, com mídia externa, entre outras de material de divulgação. Os mais de 120 estandes movimentam a economia do município na semana anterior e na semana do evento, neste caso o comércio em geral, os restaurantes, transportes coletivos, taxis, bares e toda rede hoteleira. Também são gerados inúmeros empregos temporários. “Cada estande tem geralmente quatro atendentes, o pessoal que trabalha nos eventos culturais, pessoal da limpeza, recepção, segurança, eletricista, pedreiros, enfim uma grande variedade e quantidade de ofertas de trabalhos temporários”, revela José Geraldo. Trata-se de um evento multi setorial, de comércio, indústria, turismo


Negócios e serviços (aí se inclui a área educacional). O comércio vende muito, mas o objetivo maior é a exposição, para que as empresas tenham retorno posterior. “Não temos números concretos sobre o retorno financeiro das empresas, pois as pessoas são meio reticentes em apresentar resultados. Mesmo assim, sabemos de muitas empresas que tiveram bom retorno e se desenvolveram muito após a participação na Frici e outras, que vieram de fora para expor e depois se instalaram em Itajubá”, conclui.

O social e cultural da Frici Muitas pessoas não conhecem o que a cidade produz, portanto é uma oportunidade de mostrar isso à população. Por isso a Aciei proporciona, de forma gratuita, a visita de estudantes ao evento. O Instituto Mantiqueira de Música e Artes (IMMA) é o responsável pelas atrações culturais. “Lembramos que o nosso foco é a exposição de produtos e serviços, por isso não trazemos shows grandes, para não tirar o foco. Os eventos culturais têm o objetivo de oferecer um lazer a mais para o público e uma descontração para os expositores após um dia de trabalho”, ressalva o organizador. Outra atração será o concurso de Miss Itajubá que acontecerá durante o evento, com desfiles e todo o ritual clássico que escolherá a representante itajubense no Miss Minas Gerais.

Os valores arrecadados na bilheteria serão revertidos para a Associação de Apoio ao Menor Aprendiz de Itajubá (Aamai). “Estamos esperando cerca de 35 mil visitantes durante os quatro dias de evento. Fazemos o possível para que seja um bom evento, mas quem faz a diferença realmente são os expositores, com a criatividade na montagem dos estandes, distribuição de brindes e novidades apresentadas. Não poderíamos deixar de agradecer também à Prefeitura Municipal e ao Sebrae, que são grandes parceiros da Aciei na Frici”, conclui José Geraldo.

FRICI - 2013 Castelli Hall - Av. Poços de Caldas (BR- 459), Distrito Industrial. Dia 05, 06 e 07 de setembro, das 14h às 23h e dia 08, das 12h às 22h. www.frici.com.br

José Geraldo, Meyre e Orli.

39


Bichos & Cia.

Mercado Pet em alta

Um dos grandes desafios do setor é acabar com a crença de que a qualidade da ração animal não é importante e difundir a ideia de que é cientificamente adaptada às necessidades dos animais.

O cãozinho todo relax recebendo a tosa e carinho no Pet Shop Reportagem: Gustavo Cortez Foto: Divulgação

Nos últimos anos, os Pets Shops se tornaram atraentes para os donos de bichinhos de estimação. A variedade de serviços de Pet Food (alimentação animal), Pet Care (cuidados pessoais), Pet Vet (serviços veterinários) e Pet Serv (serviços diversos) foi a responsável pelo ‘up-grade’ neste setor. Segundo dados divulgados pelo Estudo Pet Brasil 2012, o segmento teve um faturamento recorde no País em 2012. O valor de R$ 14,2 bilhões representa um aumento de 16,4 % em relação ao ano de 2011, número bem acima do crescimento da economia brasileira no mesmo ano que foi de 0,9%. Outro motivo que contribuiu para a expansão foi o aumento do poder de compra da Classe C. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação ( Abinpet), as vendas de comida animal continuam sendo a maior fonte de receita do setor. O Pet Food ocupa 68,5% do faturamento de 2012. 40

O varejo de assessórios e brinquedos representa 16,2% do faturamento total e foi também o que mais cresceu no mundo pet, com alta de 17,29% em comparação a 2011. Em alta, o mercado de trabalho responsável pela demanda abriu novas vagas de trabalho no ano passado e empregou 200 mil pessoas. A Abinpet divulgou ainda que o Brasil é um dos grandes exportadores de produtos para animais de estimação. As exportações subiram 11,75% em 2012, o equivalente a uma receita de 184,329 milhões de dólares. Para a veterinária Nathália Almeida, proprietária da Clínica Bicho Mania, em Piranguinho (MG), este crescimento se deu em razão da importância dada aos bichos de estimação. “Hoje eles são tratados como membros da família”, ressalta. Apesar de muitos considerarem os acessórios e serviços oferecidos aos animais como supérfluos,


Bichos & Cia. Nathália garante: “Todos esses cuidados colaboram para melhor qualidade de vida do animal. Animais que brincam são mais ativos e muitas vezes os acessórios suprem minimamente a falta dos donos quando saem para trabalhar. Manter um animal limpinho, cheiroso, pelo hidratado e bonito faz bem para o animal e para a convivência com o dono. O uso de roupinhas é muito importante no Inverno, lembrando que animais muito peludos não precisam de roupas e ao invés de ajudar acaba formando nós nos pêlos difíceis de serem tirados”.

Obstáculo Um dos grandes desafios do setor é acabar com a crença de que a qualidade da ração animal não é importante e difundir a ideia de que é cientificamente adaptada

às necessidades dos animais. “Os donos de animais muitas vezes reclamam do preço da ração, por isso a dificuldade de convencê-los que o alimento específico para cada raça e tamanho é prioridade”, completa a veterinária. A Clínica Bicho Mania oferece para seus clientes rações para todas as raças e tamanhos, além de produtos de estética como xampus, produtos específicos para o pêlo, lacinhos, coleiras, caminhas, brinquedos, enfim, a linha pet completa. Clínica Bicho Mania Rua Leonino Gomes, 70, Centro - Piranguinho Telefone: 35 3644-1311

41


Bares & Restaurantes

Marquinhos Espetinhos: nova opção de lazer

“O ambiente é familiar, pois apesar de ser um novo bar, o proprietário já possui uma clientela fiel, que sempre o prestigiou nos estabelecimentos parceiros por onde passou”. Espetos de sabores variados Reportagem: Alexander Carvalho Foto: Imagem de Internet

Às segundas-feiras é possível jantar uma comida típica da culinária mineira, como uma saborosa canjiquinha com suan ou um franguinho caipira com arroz vermelho. Há pouco mais de dois meses foi inaugurado, em Itajubá, o Marquinho Espetinhos. O novo empreendimento chegou para preencher uma lacuna da Avenida Paulo Chiaradia, que no passado era conhecida por ter bons bares. Além dos já afamados espetinhos de filé de frango, kafta simples e recheada, linguiça, carne de vaca, carne de porco, coração de frango, queijo nozinho e bacon, são servidas porções variadas, como filé de tilápia, kafta, fritas, entre outras. Ah! Não dá para dispensar também o bom pão com pasta de alho assado, para acompanhar os espetinhos ou porções. Para quem quer saborear as delícias do local, mas prefere, ou não pode sair de casa, basta pedir para entregar que o Marquinho garante que chega quentinho em sua casa. 42

Aos sábados sempre tem atração musical a partir das 20h. Por lá já passaram a Banda Valentina, Código Verona e Rafa Novaes. Os casais mais animados até arriscam uns passos de dança. O atendimento do local é de primeira, com garçons ágeis e atenciosos. As cervejas, com opções das marcas tradicionais e algumas prêmio, estão sempre bem geladas. O ambiente é familiar, pois apesar de ser um novo bar, o proprietário já possui uma clientela fiel, que sempre o prestigiou nos estabelecimentos parceiros por onde passou e agora não seria diferente, com seu próprio negócio. Marquinhos Espetinhos Av. Paulo Chiaradia, 366 São Vicente - Itajubá Tel.: 3621-2058


43


Sabor da Terra

O doce sabor da

Banana

Vem aí o 1ª Festival Gastronômico de Pratos Sabor da Banana, em Piranguçu, no dia 6 de setembro. O Guia da Mantiqueira traz para você esta deliciosa receita de Bolo de Banana, é claro! Delicie-se!

Bolo de banana Reportagem: Alexander Carvalho Foto: Charlie Curcio

Ingredientes: 8 bananas 2 ovos 2 xícaras de farinha de trigo 1 xícara de leite 1 xícara e meia de açúcar

polvilhe com um pouco de açúcar e se quiser, canela. Forno em mais ou menos 180°C. 30 e 40 minutos. Fonte: facebook.com/receitasroca

1ª Festival Gastronômico de Pratos Sabor da Banana Informações pelo telefone: 3643-1123 ou pelo e-mail: pirangucu@emater.mg.gov.br

4 colheres (sopa) margarina 1 colher (chá) bem cheia de fermento

Preparo: Amasse bem 4 bananas em um prato. Em um recipiente grande bata os dois ovos, acrescente o leite e os demais ingredientes, inclusive as 4 bananas amassadas sempre misturando bem. Deixe a farinha de trigo por último. Bata bem a massa. Coloque na fôrma untada. Coloque as outras 4 bananas fatiadas por cima da massa na forma, 44

O verdadeiro sabor da banana


45


Por Aqui, Por Ali

Eventos

Imagem de Internet

1º Seminário Regional de Proteção Animal. Visa promover uma nova abordagem para a proteção de animais domésticos, por meio da discussão das leis vigentes, da apresentação de alternativas para contornar os problemas de superpopulação, da utilização do manejo etiológico a fim de promover o bem estar animal em canis e abrigos. Em 28 de setembro, das 8 às 18h. Câmara Municipal de Pouso Alegre. Av. São Francisco, 320, Primavera. Informações: 3429-6547.

Lançamento. A Pousada La Luna, em Delfim Moreira, recebe o autor Paulo Cesar Prince Ribeiro (PC Prince) para o lançamento do seu novo livro infanto juvenil: OVÍDIO e MERLE, Aventuras na Pradaria (Editora Tanta Tinta, 2013). Será um evento com música, quitutes, leitura de trechos da obra, e conversas animadas com o autor. Dia 22 de setembro: 14h - receptivo/ abertura/ música, 15h - leitura de trechos/ palavras dos anfitriões/ conversa com o autor, 16h30 - encerramento. Apoio: Alquimia Rural, Cantina Lanza, MicroLan, Pousada La Luna, CTCSM e Guia da Mantiqueira. Pousada La Luna. Rua Marechal Deodoro, 40, Centro. E-mail: lalunadelfim@gmail.com. Tel.: 3624-1310.

Cursos

5ª Encontro de Pilotos Asa e Parapente. Um dos mais esperados encontros de pilotos de voo livre do País acontecerá em Brazópolis, no dia 17 de setembro. Faça sua inscrição e obtenha mais informações no site www.vocotinha.tur.br. Exposição. A artista plástica Ilda Ferreira apresenta suas esculturas em uma exposição no Espaço Cultural João Batista Brito, até 26 de setembro. Apoio: Prefeitura Municipal de Itajubá e Musa Aguardente de Frutas. Pça. Theodomiro Santiago, Itajubá. Festival de Massas. Participe e colabore com o CAPS Dr. Bezerra de Menezes saboreando deliciosas massas neste Festival que acontece no dia 22 de setembro, das 12 às 14 horas. Toda a renda será revertida para a instituição. Av. Allan Kardec, 422, Novo Horizonte. Tel.: 3622-3946. Four Seasons IV - Ilha da Fantasia. Uma festa de época para lembrar os bons tempos da dance music! Elton John, Tina Turner, Kid Abelha, Tim Maia, Rita Lee, entre outros sons que compõem o cardápio musical da noite. Dia 14 de setembro, 23h, no Clube XVI de Julho. Informações: facebook.com/marciliobastos.bastos. Informações: 8432-8078. 46

Coral Municipal de Itajubá. Você gosta de cantar? Então participe do Coral Municipal de Itajubá. Ensaios as terças-feiras, às 19h30, no Palácio “26 de fevereiro”, Pça. Adolfo Olinto, 67, Centro, e as quartas-feiras, às 8h, no Cerepi (Centro de Referência do Professor de Itajubá), na Av. João Antônio Pereira, 444, Varginha. Mais informações pelo telefone 3692-1896. Escolinha de Futebol. Aulas de futebol para crianças de 6 a 17 anos.Os jogadores podem fazer testes na Toca da Raposa e seguir carreira no time de base do Cruzeiro. Treinos de quarta-feira a sábado, das 9h às 14h, e das 14h às 16h30. Faça sua inscrição. Escolinha de Futebol do Cruzeiro Esporte Clube - Unidade Itajubá. Itajubá Tênis Clube (ITC). Av. Paulo Chiaradia, 371. Telefone 3622-1150.

Bares - Itajubá Bar do Alex. Localizado em uma chácara próxima à cidade, o que contribui para o clima fresco mesmo em dias quentes. O local serve tira-gostos tradicionais da culinária mineira, cervejinha gelada e bebidas quentes para quem preferir. A programação musical de qualidade é um diferencial e tem reunido gente interessante e descolada. Estrada do Ramalhete s/n, Anhumas. ¯à


47


Por Aqui, Por Ali Bar do Chopinho. Lá não falta nunca a água de coco gelada, inclusive para viagem. Lugar certo para a happy hour e para o chopp Musa gelado nos finais de semana. Mercado Municipal. Avenida Vi¯ à cente de Paulo. Tel.: 3012-2023.

Õ

Bar do Jaci. Lá o balcão não é privilégio de alguns, pois todos se sentam em bancos em frente aos vários balcões de mármore. Além dos tira-gostos tradicionais, como costelinha, frango caipira, língua de vaca, apresenta outros especialmente criados para o Festival Itajubar, como a Tutuzela, a campeã de vendas. A cerveja é sempre gelada e há cachaças de qualidade para acompanhar os tira-gostos. ‘Seu’ Jaci e sua esposa Clarissa recebem bem os novos clientes, que também são acolhidos pelos ‘veteranos’. Rua da Floresta, 66, Cruzeiro. Tel.: 8876-2040. à

Õ

Bar do Pedro. O atendimento diferenciado, com o proprietário visitando as mesas, contribui para o bom atendimento. Para acompanhar a cerveja gelada, o tira-gosto mais famoso é o frango crocante. O lugar também é frequentado por quem quer mais badalação, principalmente em dias de som ao vivo. Aberto de segunda-feira a sábado, serve almoço entre 11h e 14h e reabre as portas a partir das 19h30. Av. BPS, 996, Pinheirinho. Tel.:3621-1817. ¯ à

Õ

Barzim. Classic Rock e Blues Bar fazem o estilo do Barzim, assim como a cerveja e o chope Musa sempre gelados e que acompanham os tira-gostos e petiscos, além do atendimento de primeira. Rola som ao vivo as sextas-feiras e sábados. Rua Pereira Cabral, 74, Centro. Tel.: 9186-7034. ¯à Buteko. Seus dias podem ficar mais animados: do happy hour diário, futebol às quartas-feiras, à música ao vivo das sextas, nunca faltam o chope Brahma bem gelado e petiscos. Terças-feiras, som ao vivo (19h) e chopp em dobro (das 18h às 21h); quarta-feira, futebol (acertando o placar a mesa ganha uma rodada de chopp); quinta-feira, som ao vivo (19h) e chopp em dobro (das 18h as 21h); sexta-feira, som ao vivo a partir das 20h. Dois ambientes distintos: área interna com 4TVs de 42”, e ambiente externo com mesas amplas e ombrelones. Possui área dedicada ao público infantil, o ButekoKids, sempre com a supervisão de uma monitora. Av. Rennó Jr. 109, Bairro Medicina. Tel.: 3621-2223. ¯à Five Stars. Ponto de encontro dos universitários que aproveitam a localização estratégica e a boa cerveja para promoverem suas festas estudantis. Tradicional bar da cidade, conta com a cervejinha “NA HORA” do agradável Mozart. Praça Theodomiro Santiago, 48

53, Centro. Tel.: 3622-4059.

¯Õ à

Mineirinho. A decoração mescla objetos antigos a fotos dos áureos tempos do futebol itajubense. Há a opção de escolher alguma mesa ou sentar-se ao balcão, como fazem os clientes mais assíduos, que muitas vezes auxiliam para que a cerveja chegue aos que estão nas mesas. Tira-gostos bem feitos e cerveja gelada não faltam. Rua Padre José Joaquim Santana, 13, São Vicente de Paulo. ¯ à

Õ

Queijaria do Mário. Funciona como queijaria durante o dia e a partir das 18h01 se transforma em um bar, que além de petiscos oferece cervejas especiais. Entre as especialidades estão os sanduiches de linguiça, de filé mignon e o Metido a Besta, além dos tira-gostos de queijo, como a badalada Provoleta. Rua Dr. Américo de Oliveira, 36, Centro. à

Õ

Quintal Paulista. O ambiente remete aos bares bacanas da capital paulista. Serve espetinhos diferentes, como de camarão, batatinha e espeto frio, que caem bem acompanhados de cerveja geladas e de drinks especiais. Música ao vivo aos domingos e terças-feiras. Av. Dr. Antônio Braga Filho, 1055. Tel.: 3012-2017. ¯à Sushi House. Para os amantes da culinária oriental há opções diversificadas: o típico saquê ou a tradicional brasileiríssima cerveja, que chega à mesa deliciosamente gelada; o chopp Musa, sushis e tempurás ou uma porção de batatas fritas. No Sushi do Shopping, almoço self service, sushi e churrasco. Rua Dr. João de Azevedo, 140, centro. Tel. (35) 3622-7911. Sushi House Villa Nova Shopping. Rua Dona Maria Carneiro, 100, Boa Vista. Tel.: 3622-2956. à

Õ

Comidinhas - Itajubá A Deliciosa. Fundada em 1960 por Edgar Carvalho, a mais tradicional sorveteria da cidade ainda mantém a produção de sorvetes artesanais e naturais. A afamada vitamina simples e especial é única, e há outras opções de vitamina e de refrescos. Praça Dr. Theodomiro Santiago, 23, Centro. Tel.: 3622-2760.

Õ


49


Por Aqui, Por Ali Bona - Pizza em Cone. Variados sabores de pizza em cone, salgadas e doces. Todos os cones salgados acompanham molho de tomate e orégano. Faz entregas. Rua Miguel Braga, 173, loja 2. Tel.: 3621-7165. à

Õ

Café do Vadinho. Lanchonete tradicional em Itajubá, o Vadinho hoje é comandado pelos filhos do fundador, Vivaldi. É ponto de encontro dos itajubenses e frequentadores da cidade, para um cafezinho acompanhado de salgados, lanches, pão na chapa e das consagradas fogazzas fritas na hora. A variedade de sucos também é grande, mas há quem prefira um leite achocolatado. Rua Coronel. Rennó, 113, Centro. Tel. 3622-3860. à

Õ

Café Floresta. Neste requintado espaço, é servido o consagrado Café Floresta em suas diferentes versões, como Petit Four e outros acompanhamentos. Há também opções de salgados para um café da tarde. A decoração impecável tem como uma das mais belas peças as mesas com tampo de vidro sobre grãos de café torrados que formam feições de personalidades brasileiras e estrangeiras. Rua FranciscoMasseli, 436, Centro. Tel. 3622-0385.

Õ

Fórum Café. Tomar um bom café e comer folheados saborosos, e além dis-so poder se distrair lendo revistas bacanas. Este é o charme do Fórum Café, bastante procurado para reuniões informais, entre pessoas que estão no centro da cidade e distante do escritório. Rua Antônio Simão Mauad, 149, Centro.

Õ

Ilha do Pastel. Saborear pastéis de diferentes sabores, em tamanhos maiores do que os tradicionais e com muito recheio? Basta ir à Ilha do Pastel, lanchonete inspirada na cidade de Ilhabela, litoral paulista, cuja decoração trás fotos da cidade produzidas pelo fotógrafo Ge-raldo Gomes. Rua Cel. Francisco Braz, 153, Centro. Tel. 3622-3796. à

Õ

Império da Empada. Oferece grande variedade de empadas, desde a tradicional de frango, passando por quatro queijos, palmito, camarão, entre outras. Também possui delivery, pelo qual é possível pedir o empadão. Avenida Coronel Carneiro Júnior, 13, Centro. Tel. 3622-0199.

Õ

Mix Potato. As deliciosas batatas assadas, recheadas com diversos sabores é a alternativa para quem quer fugir das opções mais tradicionais para saciar a fominha noturna. Avenida Doutor Henriqueto Cardinali, 361, Varginha. Tel.: 3620-0550. à

Õ

50

Nagib’s. As esfihas abertas e fechadas vão além das tradicionais de carne e frango: há esfias de escarola, cheddar, ricota e chocolate. Há também quibes, doces libaneses, além de pratos especiais às terças-feiras. Atendimento pode ser delivery ou no próprio local. Avenida João Antônio Pereira, 13, Varginha. Tel.: 3622-0988. à

Õ

Ranchinho do Pastel de Milho. Preserva a tradição do pastel de milho, produto genuíno da culinária de Itajubá. Decoração com objetos antigos. O pastel sempre quentinho, fritado na hora, com cerveja gelada é o que os clientes procuram. Abre às 17h30 e tem delivery. Rua José Marciano Filho, 120, Boa Vista. Tel.: 3621-6028. ¯à Seu Mostarda. Quem gosta de cachorro quente tem um lugar especializado. Com recheios variados e com o delicioso cachorro quente prensado, o Seu Mostarda fica em frente à ‘Praça do Banco do Brasil’ com as mesas dispostas em um ambiente que lembra uma varanda. Praça Adolfo Olinto, 14. Centro. Tel.: 3622-1703. à

Õ

Restaurantes - Itajubá Bella Vista Espaço Gastronômico. Local certo para apreciar pratos à la carte, massas frescas com deliciosos molhos, trutas, pizzas com o molho da casa, batatas recheadas e hambúrgueres, o famoso Burrito da culinária mexicana. Serve almoço aos domingos com variedade de massas frescas. Abre de segunda a segunda, a partir das 19h. Rua Pedro Bernardo Guimarães, 46, Centro (descida para a Santa Casa). Tel.: 3622-2797. à

Õ

Casa Grande. Self service com churrasqueira. Os pratos típicos mineiros ficam sobre o fogão à lenha. As massas também são muito saborosas, bem como as sobremesas. Funciona como bufê, com estrutura de palco para som ao vivo e amplo espaço para os convidados. Rua Alcides Faria, 10, Centro. Tel. 3622-2037.

Õ

Cantina Pé de Porco. Tem como principal prato a feijoada, que deu origem ao nome


51


Por Aqui, Por Ali do local e tem um sabor inigualável. Vez por outra amigos se reúnem no local para uma roda de samba. Rua Cel. Francisco Braz, 226, Centro. Tel.: 3622-1951. à

Õ

Cantina Tati. Serviço à la carte, com pratos bem elaborados e saborosos. Procurado por quem quer beber cerveja e comer boas porções no fim de tarde. A novidade são os pratos executivos, com a qualidade das tradicionais refeições. Pç. Theodomiro Santiago, 10, Centro. Tel.: 3622-5047. à

Õ

Carvão e Lenha. Costela no bafo servida na telha, acompanhada de um saboroso arroz com alho, farofa e vinagrete é o carro chefe da casa. A pizza na pedra também é um diferencial. Serve almoço (self-service) com comida quentinha sobre o fogão à lenha. Av. dos Ferroviários, 89, Boa Vista. Tel.: 3623-5497. à

Õ

Dom Cesário. Alta gastronomia, onde o chef Dom Cesário recebe pessoalmente os seus clientes. As pizzas são muito procuradas e as sobremesas diferenciadas. Ambiente bonito e que protegerá os clientes do frio no inverno. Rua Thiago Carneiro Santiago, 16, Centro. Tel.: 3623-5700/3622-3198. à

Õ

Itajubá Flat Bistrô. Charmoso restaurante no interior do Itajubá Flat. Local certo para jantar romântico e para almoçar aos domingos. A mesa de frios é um atrativo a parte e a carta de vinhos oferece várias opções. Música ao vivo com Neco e seu violão às quintas-feiras, a partir das 19h. Aceita reservas. Rua Antônio Corrêa Cardoso 164, Varginha, Itajubá. Tel.: 3622-2210. à

Õ

Ora Pro Nobis. O único restaurante ovo-lacto-vegetariano da cidade, com variedade de pratos frios e quentes, bem elaborados e saborosos. Decoração moderna com elementos que remetem ao estilo de vida vegano. Avenida Cesário Alvim, 264, Centro. Tel.: 3622-4227.

Õ

Sem Nome. Funciona como self service com balança no horário do almoço, com grande variedade de pratos, carnes de churrasco e sobremesas. No período noturno serve à la carte, com a mesma qualidade. Rua Capitão João Rennó, 47, Centro. Tel. 3623-5050. à

Õ

Toca do Caboclo. Self service com pratos típicos da culinária mineira e decoração temática caipira. Oferece churrasco e há parquinho para crianças. Av. Antônio Braga Filho, 819, Varginha. Tel.: 36223306.

Õ

52

Xodó. Destaque para os pratos a base de peixe, camarão, bacalhau e massas. Serve churrasco, pratos executivos e sopas. A decoração acompanha o estilo do casarão e no teto é possível ver uma ‘laje’ de tijolos em formato abobadado do sobrado. Abre de terça a sábado, das 11h às 15h, e das 19h às 23h, e aos domingos, das 11h às 16h. Rua Cel. Rennó, 381, Centro. Tel. 3622-4433. à

Õ

Restaurantes - Delfim Moreira Cantina Lanza. Tradicional pizzaria e casa de massas artesanais, possui ambiente familiar amplo local para confraternizações, reuniões, festas e encontro com a família e amigos. As majestosas pizzas margherita, mineira, frango com alho entre outras são as melhores da cidade, as massas caseiras são elaboradas com receitas italianas e se tornam um bom pedido acompanhadas dos melhores vinhos oferecidos pela casa. Disk Pizzas e massas. Rua Pres. Tancredo Neves, 136, Bairro Itagyba. Tel.: 3624-1281. à Lanza Arte e Sabor. Recém-inaugurada, a mais nova opção de Lanchonete da cidade oferece lanches, panquecas, porções, deliciosos sorvetes e açaí. Ambiente familiar agregando sofisticação e o mais saboroso fastfood da cidade. Temos serviço no Disk Lanches e panquecas. Rua Benedito Valadares, 30, Centro. Tel.: 3624-1644. à

Õ

Kraemerbierhaus. A casa da cerveja Kraemerfass é um espaço de entretenimento para famílias, casais e amigos que buscam apreciar a arte da cultura cervejeira. Abriga a fábrica e o restaurante, com inspiração na Normandia, em estilo enxaimel, ambos abertos ao público. O lugar certo para degustar cervejas gourmet e petiscos. Disponível para encontros empresariais e confraternizações. Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 332, Centro. Tel.: 3624-1334. à

Õ

Pousada e Restaurante La Luna. Pratos da culinária italiana caprichosamente preparados e servidos pelos proprietários na calorosa cozinha da Pousada La Luna. Abre para almoço, serve pizzas e caldos em ambiente aconchegante, tudo isso re-


53


Por Aqui, Por Ali gado à vinhos, cervejas e música ao vivo. Veja mais em: facebook.com/lalunadelfim. Rua Marechal Deodoro, 40, Centro. Tel.: 3624-1310. ¯ à

Õ

Restaurante Ninho da Águia. Abre todos os dias, servindo almoço e porções. Com comida caseira, disponibiliza também de algumas refeições a la carte. Investe em pratos que valorizam a culinária mineira e possui pratos como a Truta, peixe típico da região. Tudo isso em meio à paisagem da Serra da Mantiqueira. Frango caipira e leitoa devem ser solicitados com pelo menos uma hora de antecedência. Rod. Itajubá - Delfim Moreira, KM80.

Õ

Restaurantes - Maria da Fé Restaurante Três Marias. Comida mineira no fogão à lenha. Macarronada, leitoa, saladas variadas, frango caipira e sobremesas caseiras. Av. José de Campos Sales, 151.

Õ

Restaurante Carioca. Oferece comida caseira, marmitex, prato feito, feijoada todas as sextas e sábados. Uma boa opção, com preço justo. Dom Bosco, 06, Centro.

Õ

Restaurantes - Piranguçu Restaurante Caipira Pé na Roça. Oferece deliciosa comida mineira feita no fogão à lenha e pizzas com bordas recheadas, assadas na fornalha. Tem como especialidade a leitoa à pururuca, o frango caipira e variados tipos de pratos quentes, saladas e sobremesas. Ambiente familiar, parquinho para as crianças, lago com pedalinho, loja de artesanato, espaço para eventos, estacionamento e atendimento de qualidade. Abre aos sábados, domingos e feriados. Estrada dos Antunes, Km2. Tel.: 3643-1115. ¯ à

Õ

Pizzarias - Itajubá Kilogrego. A já tradicional pizzaria da Praça Adolfo Olinto, agora tem uma filial no Pinheirinho, com uma linda vista do bairro. O delivery também é uma ótima opção, com a promoção que dá

uma Coca-Cola na compra de uma pizza grande (15 sabores na promoção). Rua Domiciano Costa Moreira, 350, Bairro Pinheirinho. Tel.: 3621-3213. à

Õ

Pizzaria Nápoli. Especializado em delivery e atende muito bem a quem quer saborear a pizza ali mesmo. Todos os sabores de pizza são excelentes, mas a Napolitana (com alho) é das melhores da cidade. Rua Primo Capelo, 10, Centro. Tel.: 3622-1415. à Skina da Pizza. Forno à lenha e os mais variados sabores de pizzas, entreguem em sua casa. Pizzas em promoção, como Alho, Calabresa, Mexicana, Presunto e Banana. Destaque para pizza de Bacalhau, Califórnia, Pêssego e Carne Moída. Rua Cel. Joaquim Francisco, 158, Bairro Varginha. Tel.: 3622-8011. à Toca da Nona. Restaurante e pizzaria com uma aura de cozinha italiana. Oferece pizza gigante, que rende 16 pedaços. Aos sábados, os pés de valsa da cidade se reúnem no salão do piso superior para dançar ao som dos melhores conjuntos musicais da região. Rua Eduardo Piquet, 78, Bairro São Vicente ¯ à de Paulo. Tel.: 3621-1311.

Õ

Varanda. Linda vista da cidade, impecável decoração, excelente atendimento e o sabor inigualável das pizzas e demais iguarias. Rua Comendador Antônio Rodrigues de Oliveira, 254, Bairro Cruzeiro. Tel.: 3621-4413. à Vipão. Acaba de migrar da Av. BPS para o centro da cidade, mantendo a qualidade das pizzas (noite) e refeições (dia). Agora localizadoem um charmoso casarão, com salas amplas e arejada varanda. As novidades são o almoço de domingo e o chope Musa. Rua Dr. João de Azevedo, 85, centro. à

Õ

¯MÚSICA

AO VIVO

ÕDIA

àNOITE

Quer o seu estabelecimento ou o serviço que oferece retratados neste espaço? Envie sua nota gratuitamente. agencia.rumocomunicacao@gmail.com 54


55


‘Poncovô’ em ITAJUBÁ

Atrativos Culturais

Cachoeira do Corredor Serra dos Toledos, km 3 - Serra dos Toledos

Panoramio - Google

Espaço Cultural João Baptista Brito Praça Theodomiro Santiago, 104, Centro. Tel.: 3692-1808 De segunda a sexta, da 8h às 18h

Corredeira do Rio Manso Estrada do Rio Manso, km 3 (navegável no período das chuvas novembro a março)

Bibliotecas Biblioteca Infanto-Juvenil Bernardo Guimarães Praça Dr. José Braz, s/n, Morro Chic. Tel.: 3692-1801

Casa Centenária Rua Cel. Rennó, 55, Centro. Tel.: 3622-5237 Igreja Matriz de Nossa Senhora da Soledade Praça Padre Paulo, 18, Centro Museu Municipal Wenceslau Braz Praça Dr. João Braz, s/n, Bairro Boa Vista De 2ª a 6ª feira, das 8 às 12h e das 14 às 17h Santuário de Nossa Senhora da Agonia Rua Projetada, s/nº. Bairro Nossa Senhora da Agonia. Tel.: 3623-2512 Todos os dias da semana, das 7h às 21h

Artesanato Associação de Artesanato Artes da Terra Praça Getúlio Vargas - Tel.: 3621-7386 Associação de Artesãos de Itajubá Praça Wenceslau Braz - Tel.: 3622-3646

Aventura Abrigo do Clube Montês Itajubense Pedra da Piedade, 1, Bairro Capituba. Tel.: 3622-5673 56

Biblioteca Mauá Campus Prof. José Rodrigues Seabra Av. BPS, 1303, bairro Pinheirinho, Itajubá - MG Telefax: 3629-1124 Biblioteca Municipal Praça Theodomiro Santiago, 104, Centro. Tel.: 3692-1743

Compras Mercado Municipal Av. Paulo Chiaradia, Bairro São Vicente Aberto de 2ª a 6ª feira, das 7h às 18h, e aos sábados e domingos das 7h às 12h.

Passeio Horto Florestal Anhumas Rua Brasópolis, n°2. Bairro São Judas Tadeu. Tel.: 3692-1837 De terça-feira a domingo. Serra da Pedra Aguda Estrada do Anhumas Km 10. Bairro Anhumas (Visita Guiada)


‘Poncovô’ em MARIA DA FÉ

Atrativos Culturais

Oficina Gente de Fibra Rua Teodomiro Santiago, 160. Tel.: 3662-1702

Igreja Nossa Senhora de Lurdes Praça Nossa Senhora de Lurdes

Aventura

Arte e Design

Cachoeira Véu de Noiva Estrada Velha de Itajubá - 4 km

Ateliê Arte da Terra Av. Luiz Corrêa Cardoso, 96, Turquia. Tel.: 9161-2728

Pico da Bandeira Acesso por estrada de terra (bairro da Pedra Preta) com cerca de 8 a 10 km do centro da cidade

Ateliê JP Ecodesign Av. Dr. Silvestre Dias Ferraz, 474, Laje. Tels.: 4105-0717/8443-0039

Wikipedia

Ateliê Leonardo Bueno Trevo Maria da Fé - Cristina, 55. Tel.: 3662-1299

Casa do Artesão Mariense - Centro Cultural Praça Getúlio Vargas, 01, Centro. Tel.: 36621135 Estúdio Domingos Tótora Rua Darci Cardoso, 300. Tel.: 3662-1328

‘Poncovô’ em DELFIM MOREIRA

Artesanato

Aventura

Associação de Artesãos da Fundação Roge Rua Clementino Batista da Cunha, s/n, Bairro Vargem. Tels.: 3624-1529/3624-1222

Cachoeira Ninho da Águia Rod.MG 350, Km 79, Bairro Água Limpa. Tel.: 3621-2216

Alquimia Rural Artesanato Rua Pres. Tancredo Neves, 135, Bairro Itagyba. Tels.: 3624-1391/9929-7615

Cachoeira do Areião Rodovia Itajubá-Lorena BR459, Km 187

Atrativos Culturais

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Soledade Praça Sebastião Rodrigues Ferreira, s/nº, Centro. Tel.: 3624-1104 Todos os dias, das 7h às 19h30.

Arquivo GM

Museu Histórico e Cultural de Delfim Moreira Agendamento de visitas: de 2ª a 6ª, das 8 às 11h e das 13 às 17h. Tel.: 3624-1288.

57


Utilidades Itajubá - DDD 35 Empresas de Ônibus DD DD DD DD DD

Expresso Gardênia - Tel.: 3623-5274 Expresso Valônia - Tel.: 3621-1414 Viação Bel Tour - Tel.: 3623-5377 Viação Natércia - Tel.: 3623-4274 Viação Pássaro Marrom - Tel.: 3623-5180 DD Viação Santa Teresinha - Tel.: 3623-5424 DD Viação São José - Tel.: 3623-5424 DD Viação Transul - Tel.: 3623-5377

Esportes e Turismo DD Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas - Tel.: 3621-1859 DD iGama Turismo e Entretenimento Tel.: 8867-3562 DD Primata - Escalada e Aventura - Tel.: 3622-2481 DD Triboo! Montanhismo - Tel.: 36225673

Hotéis DD DD DD DD DD

Hotel A Modelar - Tel.: 3623-1466 Hotel Amantykir - Tel.: 3622-5252 Hotel Bramig - Tel.: 3623-5252 Hotel Brasil - Tel.: 3623-7800/3430 Hotel Centenário -Tel.: 36221146/3622-1866 DD Hotel Coroados -Tel.: 3622-1977 DD Hotel Embaixador -Tel.: 3622-4646 DD Hotel Oriente -Tel.: 3623-5317/4122

DD DD DD DD DD DD

Hotel Senzala - Tel.: 3621-3267 Itajubá Flat - Tel.: 3622 -2210 Novo Hotel -Tel.: 3623-5422 Palace Hotel - Tel.: 3623-4500 Poeta Flat Hotel - Tel.: 3622-1932 Real Hotel - Tel.: 3623-1422

Hospitais DD Hospital Escola de Itajubá - Tel.: 3629-7600 DD Hospital Odontomed - Tel.: 36212000 DD Hospital Saúde Ceam - Tel.: 36298000 DD Santa Casa de Misericórdia - Tel.: 3622-0011 DD Unimed Itajubá -Tel.: 3629-5304

Pontos de Táxi DD Ponto Avenida - Tel.: 3623-1975 DD Ponto de Táxi 2 - Tel.: 3623-4620 DD Ponto de Táxi Mercado Municipal Tel.: 3622-0604 DD Ponto de Táxi Praça Central - Tel.: 3622-0597 DD Ponto de Táxi da Rodoviária - Tel.: (35) 3623-5369

Serviços Públicos DD 4º Pelotão de Bombeiros Militar de Minas Gerais - Tel.: 3692-1790 (Urgência: 193) DD 33ª Delegacia Regional de Polícia Civil - Tel.: 3623-5511

DD Departamento de Defesa Civil de Itajubá - Tel.: 3692-1802 (Urgência: 199) DD Polícia Militar- Tel.: 3623-1900 (Urgência: 190)

Maria da Fé - DDD 35 Hotéis DD Hotel Colonial Gold -Tel.: 3662-2032 DD Sítio Arvoredo - Tel.: 8424-9444 DD Pousada Flor de Cerejeira - Tel.: 9105-6892 DD Pousada Maria da Fé - Tel.: 36621411 DD Pousada Vovó Pina - Tel.: 3662-1753 DD Pousada da Serra - Tel.: 3662-1301 DD Pousada JC -Tel.: 3662-1361 DD Hotel Dona Marta- Tel.: 3662-1293

Delfim Moreira - DDD 35 Hotéis DD Fazenda Boa Esperança - 9927-6655 DD Hotel Serra Bonita - 36241456/3624-1561 DD Pousada Fazenda Lageado- 36261110 / 3662-1316 DD Pousada e Restaurante La Luna 3624-1310 DD Pousada Solar da Mantiqueira 9963-6677 DD Rancho Wind Inn - 9996-7894

Classificados Idiomas

Manicure

Veterinário

Aprenda italiano com o professor Alessandro Giaccari. Tel.: 8846-5120. sgiaccari@gmail.com.

Faça sua unha em casa! Atende às segundas-feiras. Celina Damazia. Tel.: 92010988.

Veterinária Santa Teresinha. Tel.: 3621-1215/99861251. www.veterinaria santateresinha.com.br

Aprenda francês com a professora Ylca Maciel da Costa. Tels.: 3622-4427/99900052. Armarinhos Loja Nova. Armarinhos e aviamentos a partir de R$ 1,99. Av. Cel. Carneiro Jr., 150, Centro. Tel.: 36218303. Farmácias Farmácia Santa Edwiges. Aberta até meia-noite. Praça Pereira dos Santos, 7. Tel.: 3623-4696. Festas Crepe Suíço e Mini Pizza. Aceita encomendas. Fale com Cristina. Na Praça Getúlio Vargas ou Tel.: 8814-4544. 58

146 - Casa - Nossa Senhora da Agonia - Alto Padrão - R$ 800 mil

Sebos

517 - Apto em construção - 2 dormitórios (1 suíte) parcelado obra avançada R$ 260 mil

Toca do Zeu. Revistaria e Sebo de livros e discos. R. Prof. Cornélio de Faria, 126. Tel.: 8875-0207.

511 - Venda Apto Novo - Varginha Batalhão - 2 dormitórios (1 suíte) - R$ 228 mil

Serviços

Imóveis Venda 121 - Casa Pinheirinho Alto Padrão - R$ 780 mil

Serbam Créditos. Empréstimos a aposentados, pensionistas, servidores públicos . Av. Cesário Alvim, 161. Tel. 3622-5131.

000 - Casa Pinheirinho Alto Padrão - R$ 800 mil

Cutelaria Afie Aqui. Afia alicates de cutícula, tesoura, facas, máquina de corte e tosquia. Av. Cel. Carneiro Jr., 89B, Centro.

132 - Casa - Porto Velho - 3 dorms (1 suíte) - R$ 280 mil

Desentupidor e encanador Vitor Bonafé. Rua Projetada C, 263. Tel.: 36223326

128 - Casa - Varginha Batalhão - 3 dormitórios (1 suíte) - R$ 300 mil

134 - Casa - Varginha - 4 dormitórios (1 suíte) - R$ 400 mil 138 - Sobrado - Bela Vista 3 dormitórios (1 suíte) - R$ 350 mil

520 - Venda Apto Novo Varginha - 2 e 3 dormitório (1 suíte) R$ 200 mil e R$ 240 mil 522 - Venda Apto - N.S. Agonia - 2 dormitório (1 suíte) - R$ 260 mil


59


60