Page 1

Guia de orientações para pacientes submetidos a Cirúrgia de Prótese de Quadril


2


Guia de orientações para pacientes submetidos a Cirúrgia de Prótese de Quadril

1a Edição | 2019 Dr. Raul Sturari | Diretor Técnico | CRM-DF 13156

3


Sumário

4

06

Quadril

08

O que é artroplastia total de quadril (ATQ)

10

Quando a Artroplastia de quadril é indicada?

11

Expectativas Realistas

11

A cirurgia

12

Permanência no hospital

13

Fisioterapia

14

Recuperação

14

Cuidados com a ferida


15

Alta hospitalar

16

Cuidados importantes

18

Ao levantar

19

Ao sentar

20

Ao andar

21

Ao subir e descer escadas

22

Orientaçþes para atividade sexual

22

Procure o Hospital em casos de:

5


Quadril O quadril é uma das maiores articulações do corpo. Ele é a articulação entre uma esfera e uma cavidade. A cavidade é formada pelo acetábulo, que é parte da pelve. A esfera é a cabeça do fêmur (osso da coxa), ou a extremidade superior dele. As superfícies ósseas da esfera e da cavidade são cobertas de cartilagem articular, um tecido macio que amortece as extremidades dos ossos e permite que se movam com facilidade. Uma membrana fina, chamada de membrana sinovial, reveste a articulação do quadril. Em um quadril sadio, essa membrana produz uma pequena quantidade de um fluido que lubrifica a cartilagem e elimina praticamente todo o atrito durante os movimentos do quadril.

6


Cartilagem destruída Espaço articular reduzido

Esporões ósseos

7


O que é artroplastia total de quadril (atq): Na Artroplastia total de quadril (também chamada de prótese total do quadril), o osso e a cartilagem lesionados são retirados e substituídos por prótese.

Camada plástica

Componente acetabular

Cabeça do fêmur

Haste do fêmur

(Esquerda) Componentes individuais de uma artroplastia total de quadril. (Centro) Componentes unidos para formar um implante. (Direito) Implante colocado no quadril.

8


Lesão da articulação

Substituição com a prótese

9


Quando a Artroplastia de quadril é indicada? A decisão de fazer uma artroplastia de quadril deve ser tomada pelo paciente em conjunto com a família, o médico da assistência primária e o cirurgião ortopédico. As recomendações para a cirurgia baseiam-se nas dores e nas limitações de movimento do paciente, não na idade. A maioria dos pacientes submetidos à artroplastia total de quadril tem entre 50 e 80 anos de idade, mas os cirurgiões ortopédicos avaliam cada paciente individualmente. Há vários motivos pelos quais o médico pode recomendar a artroplastia de quadril. As pessoas que se beneficiam com a artroplastia de quadril normalmente apresentam: • Dor no quadril que limita as atividades do dia a dia, como caminhar ou se curvar; • Dor no quadril mesmo durante repouso, de dia ou de noite; • Rigidez no quadril que limita a capacidade de se movimentar ou levantar a perna; • Alívio insuficiente da dor com o uso de anti-inflamatórios, fisioterapia ou aparelhos que auxiliam a caminhar.

10


Expectativas Realistas Um fator importante na decisão sobre a realização da Artroplastia de quadril é compreender o que o procedimento pode e o que ele não pode fazer. A maioria das pessoas que fazem a artroplastia de quadril sente uma redução enorme das dores no quadril e uma significativa melhora na capacidade de realizar as atividades comuns do dia a dia.

A cirurgia É bastante provável que você seja internado no dia da cirurgia. O procedimento cirúrgico leva algumas horas. Depois da cirurgia, você será levado à sala de recuperação, onde permanecerá, enquanto sua recuperação da anestesia é monitorada. Depois que acordar, será levado para seu quarto no hospital.

11


Permanência no hospital É provável que precise permanecer no hospital por alguns dias. Para proteger o quadril no início da recuperação. pode ser preciso usar um objeto para manter a posição, como um travesseiro de espuma entre as pernas. • Em caso de dor, comunique a enfermagem. O manejo da dor é uma parte importante da recuperação. • Logo após a cirurgia pode haver um dreno junto ao curativo que ficará por 24h-48h, que deverá ser manuseado apenas pela equipe de enfermagem e pelo médico. • O curativo será realizado pelo seu médico, ou enfermeiro. • O banho no primeiro dia será realizado na cama e, quando for autorizado, no chuveiro. • Peça ajuda à equipe de enfermagem para urinar ou evacuar. Pode ser que esteja fazendo uso de SVD (sonda vesical de demora, nesse caso sua urina saíra por um coletor externo que será esvaziado pela enfermagem).

12


Fisioterapia • A equipe de fisioterapia ira atender durante toda a internação, atuando na promoção e reabilitação. • Caminhadas e atividades leves são importantes para sua recuperação. A maioria dos pacientes submetidos à artroplastia total de quadril começa a ficar de pé e a andar com a ajuda de aparelhos e de um fisioterapeuta após autorização do cirurgião. O fisioterapeuta ensinará exercícios específicos para fortalecer o quadril e restaurar os movimentos, para que possa andar e realizar outras atividades comuns do dia a dia. • É comum que os pacientes tenham respiração superficial no início do período pós-operatório. Para ajudar a evitar que isso ocorra, é importante forçar a respiração profunda. O fisioterapeuta pode trazer-lhe um aparelho respiratório simples chamado de espirômetro, para incentivá-lo a respirar profundamente.

13


Recuperação O sucesso da cirurgia dependerá em seguir, nas primeiras semanas após a cirurgia, as instruções que o cirurgião ortopédico der sobre os cuidados em casa. • Siga sempre as orientações do seu médico, fisioterapeuta e equipe de enfermagem. • Não deite em do lado operado; • Pode ser preciso usar um objeto para manter a posição, como um travesseiro de espuma entre as pernas.

Cuidados com a ferida • Proteja sempre a ferida durante o banho. • Durante a internação o curativo será realizado pela enfermagem ou o médico. E será orientado como será realizado em casa; • Em casa evite molhar a ferida até que esteja bem fechada e seca. Depois, você pode continuar a fazer curativos na ferida para evitar que as roupas ou as meias causem irritação.

14


Alta hospitalar No dia da alta hospitalar, esperamos que você consiga andar com auxílio de muletas ou andador e que você tenha consciência de todos os movimentos que não poderá realizar durante o período determinado pelo seu ortopedista. Planeje a organização de sua casa, para melhor locomoção. Várias modificações podem ser adotadas para facilitar a locomoção pela casa durante a recuperação. Os seguintes itens podem ajudar nas atividades do dia a dia: • Barras de apoio ou corrimãos bem presos às paredes do boxe ou da banheira; • Corrimãos firmes em todas as escadas; • Uma poltrona estável para a recuperação inicial, com um assento firme (que permita que os joelhos fiquem abaixo do quadril), um encosto firme e dois braços; • Um elevador sanitário; • Uma bancada de banho estável ou uma cadeira para tomar banho; • Uma esponja com cabo longo ou uma ducha manual; • Uma vareta para vestir, uma calçadeira para meias e uma calçadeira de cabo longo para sapatos, para colocar e tirar sapatos e meias sem dobrar excessivamente o novo quadril; • Um pegador que permita pegar objetos sem dobrar demais os quadris; • Almofadas firmes para as cadeiras, sofás e carro, que permitam que você se sente com os joelhos abaixo do quadril; • Retirada de todos os tapetes soltos ou cabos elétricos das áreas por onde caminha na sua casa.

15


Cuidados importantes

NÃO fique com o pé virado para dentro. Mantenha seu pé em linha reta.

NÃO gire/rode o corpo para o lado operado quando for pegar algum objeto. Mantenha os objetos que são usados com maior frequência perto de você, do lado contrário ao operado.

Não sente em cadeiras baixas.

16


NÃO feche ou cruze as pernas. Mantenha as pernas separadas com um triângulo de espuma/ travesseiro entre elas.

NÃO puxe o seu cobertor desta maneira. Peça ajuda ao seu acompanhante ou a enfermagem para deixar o cobertor ao alcance de suas mãos.

Não sente com o corpo inclinado para frente.

17


Ao levantar

Desça pelo lado operado.

Apoie-se nos cotovelos para levantar da cama.

Gire o corpo colocando primeiro a perna operada para fora da cama e sente-se, mantendo o tronco levemente inclinado para trás.

Arraste as nádegas para frente e fique de pé apoiando-se na borda da cama e na perna não operada. A perna operada deverá ficar esticada.

18


Ao sentar • Ao sentar-se é importante que a cadeira utilizada seja alta e possua apoios para os braços. • Ao levantar faça o apoio na perna não operada juntamente com os braços, evitando-se inclinar para frente, até ficar em pé. Depois utilize muletas ou andador para caminhar.

19


Ao andar

1

Coloque primeiro o andador ou as muletas à frente.

2 Avance com a

perna operada.

3 Apoie o peso

do corpo nos braços e, por último, leve a perna não operada.

A quantidade de peso que você pode colocar sobre a perna operada dependerá do tipo de cirurgia e será orientada pelo seu ortopedista e fisioterapeuta.

20


Ao subir e descer escadas

Ao descer escadas, colocar primeiro a perna operada e lembre-se de nĂŁo apoiar todo o seu peso nela.

Ao subir escadas, colocar primeiro a perna nĂŁo operada lembrando-se sempre de nĂŁo apoiar o peso todo no quadril operado.

21


Orientações para atividade sexual Após a cirurgia, atividade sexual não está proibida, porém você terá que ter alguns cuidados, como, não cruzar as pernas e não dobrar muito o quadril. Você pode usar travesseiros embaixo dos joelhos, das costas, ao lado do corpo para conforto ou apoio. Se necessário, esteja pronto para perguntar ao seu médico ou fisioterapeuta. Observação: Em caso de dúvidas com relação ao retorno às atividades domésticas, de trabalho e esportivas, procure seu ortopedista.

Procure o Hospital em casos de: • • • • •

22

Ferida operatória muito vermelha e quente; Presença de secreção na ferida operatória Perna muito inchada e dolorosa Panturrilha muito inchada e dolorosa Se der um mau “jeito” ou se você escutar um estalo no quadril operado, e a perna ficar mais curta e sentir dor.


Siga as orientações e cuide do seu novo quadril. Boa recuperação! 23


24


Declaração (deve ser destacado para anexar ao prontuário)

Data da Internação: Horário:

/

/

Eu,_____________________________________________________________ (Paciente / Representante legal) declaro que recebi, nesta data, as orientações necessárias sobre xxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx. Nesta ocasião, tive a oportunidade de fazer perguntas e solicitar esclarecimentos, de modo satisfatório, pelo profissional identificado abaixo.

__________________________________________________________ Assinatura e carimbo do profissional que forneceu informações _________________________________________ Assinatura do paciente / Representante legal

25


26


/SantaLuciaBrasilia

28

santalucia.com.br

Profile for Grupo Santa

Guia de Orientações ao Paciente Submetido a Cirurgia de Prótese de Quadril  

PRÉVIA

Guia de Orientações ao Paciente Submetido a Cirurgia de Prótese de Quadril  

PRÉVIA

Advertisement