Page 1

ANO VIII EDIÇÃO 75 MARÇO 2018

ESPORTE E AMIGOS

FOLIA PARA TODAS AS IDADES

Uma combinação mais que perfeita. São mais de três décadas de muitos jogos, encontros e confraternização. Uma turma alto-astral e cheia de história para contar. Confira.

O Carnaval foi pura diversão e encontro de gente querida. Fantasias das mais criativas e muitos heróis para fazer a alegria da garotada.


UM NOVO CONCEITO EM SALรƒO DE BELEZA

8 de Marรงo Dia internacional

da mulher

Uma homenagem do Espaรงo Noor


EXPEDIENTE

EDITORIAL COM VOCÊ, POR VOCÊ

A Revista Barramares voltou com mais novidades para você. A nossa reportagem cobriu a folia do Carnaval, registrou a forma de viver aqui, entrevistou uma escritora infantojuvenil, acompanhou a turma do futevôlei e ainda trouxe dicas interessantes de lazer e de qualidade de vida. Reafirmamos aqui a importância da participação de quem escolheu o Barramares como morada. Não deixe de nos enviar sugestões de pauta, pois a sua opinião é fundamental pra gente. Com certeza há muitos assuntos interessantes que acontecem aqui. Sugira, critique e opine. O nosso e-mail é editora@grupocoruja.com e o WhatsApp, 9 9734-6674. A administração, que busca, entre tantas frentes, ampliar a comunicação com você e sua família, vai sempre informar sobre novidades, projetos e ações em prol de todos, aqui na sua Revista. Acompanhe cada edição, fique por dentro de todas as atividades, usufrua das áreas comuns e da vida em comunidade. Participe! E fique com esse registro bonito de ver, essa turminha no encerramento da Colônia de Férias. Mais um dia para o álbum de família do Barramares.

ADMINISTRAÇÃO Síndico Geral Sérgio Camilo Trindade Subsíndico Geral Jose Antonio Canellas Subsíndico Administrativo Marcos A. F. Vieira Subsíndico Financeiro Murilo Albino Salgado Subsíndico de Patrimônio Jaime Perdigão Subsíndica Comunitária Elizabeth Michelsen Bloco 1 2491-7433 Síndica Elaine Pires Bloco 2 2491-5656 Síndico Laieta Thomas K. Ambrósio Bloco 3 2491-5120 Síndico José Carlos Pereira Bloco 4 2439-5918 Síndica Marta Blanck Castro Bloco 5 2491-4784 Síndica Rita de Cássia Vasconcelos Bloco 6 2491-5082 Síndico Basílio Clementino Bloco 7 2491-7360 | 7515-2178 Síndica Beatriz Edith de Abba Bloco 8 2491-4898 Síndico Jorge Luiz Mathias Av. Sernambetiba, 3300 - CEP 22630-010 Administração Geral 2491-4732 barramares@condominiobarramares.com.br Segurança 7825-9323

EQUIPE BARRAMARES

Diretora Responsável

Dil Melo dil.melo@grupocoruja.com Editora-Chefe

Tereza Dalmacio editora@grupocoruja.com Reportagem

Aldi Mafra | Marcos Alcântara Design e diagramação

Ana Maia

Comercial

(21) 3471-6799

www.grupocoruja.com


4

16

BEM VIVER

24

ENTREVISTA DO MÊS

26

20

BARRAMARES FUTEVÔLEI

6 PONTO A PONTO 12 TRANSPORTE LAGUNAR 14 DESORDEM PÚBLICA 18 PERTO DE CASA

CLICK MÁGICO


CJ587

Compra e venda de imóveis. O melhor negócio é deixar tudo nas mãos de quem realmente entende do assunto. Negociar um imóvel por conta própria pode custar muito caro. Não só em tempo, como em dinheiro. Ter uma boa assessoria durante toda a negociação proporciona segurança tanto para quem compra, quanto para quem vende. A BAP Administração de Bens auxilia você a gerenciar todo esse processo. Sem estresse, sem susto e sem dor de cabeça. Deixe tudo nas mãos da BAP.

(21) 4501-2300

www.bap.com.br

A marca da gestão eficiente.

/bapadm

@bapadm

BAP - Administração de Bens Ltda.

Barra da Tijuca: Avenida Evandro Lins e Silva, 840, sala 1.911 | Centro: Rua Rodrigo Silva, 30 Empresa certificada: PROCONDO | Empresa associada: ABADI • ADEMI • CRECI • SECOVI


6

PONTO A PONTO BRINQUEDOTECA | Atendendo ao anseio das mães das crianças de até 5/6 anos, a administração está em negociação para o início das obras para adaptação do Clubinho. Informaremos cada etapa aqui, na sua Revista.

SEGWAY | O setor de vigilância ganhou mais agilidade, melhorando o serviço e com redução de custos. Com a finalidade de melhorar a operacionalidade dos vigilantes, foi adotada a locação do equipamento, tornando mais eficaz o raio de ação e atuação.

SEGURANÇA | O tema é uma preocupação permanente de toda a administração, que está sempre atenta às novidades tecnológicas, ouvindo especialistas e melhorando a sua operacionalidade. Há previsão de contratação de consultoria especializada na área de controle de acesso e vigilância patrimonial, visando tornar mais eficaz o sistema como um todo.

CONTROLE DE ACESSO | Há melhorias no controle de acesso dos blocos 7 e 8, com instalações e reposicionamento de novas cancelas. Foram implantadas cancelas mais modernas e nova localização delas, possibilitando melhor plano de ação da equipe envolvida no processo.

PARA QUEM TEM DÚVIDA: Q-LAPs | São placas esbeltas, que fazem parte da composição estética das fachadas dos edifícios do condomínio e protegem a caixa dos ares-condicionados (nos quartos) e amenizam a sensação de medo de altura para certas pessoas (nas varandas, áreas de serviço e quartos). Sua confecção é formada por argamassa de cimento, areia e grãos de isopor, além de armadura fina. Resistem a cargas bem leves (30 kg) e são mais vulneráveis às ações das intempéries, como chuva, sol, ventos e umidades, daí maior necessidade de sua conservação – informação do subsíndico Marcos Vieira, engenheiro civil.

BIBLIOTECA: QUER SER UM COLABORADOR? | A biblioteca do Barramares precisa de ajuda para se tornar mais operacional e para atender o morador com mais qualidade. Se você tem conhecimento de biblioteconomia e quiser colaborar com a comunidade, por favor, entre em contato com a administração. A sua ajuda será preciosa!


NÃO ALIMENTE OS POMBOS | Muitas pessoas consideram os pombos como ratos que voam, por causa da quantidade de doenças que transmitem. Alguns moradores colocam comedouros com alimentos para aves nas varandas de seus apartamentos e acabam atraindo também os pombos. Além da questão de saúde, há ainda a questão de higiene, já que há os dejetos não sujam apenas as grades das varandas, mas também as áreas comuns do condomínio. Os pombos transmitem doenças como micoses, salmonelose, criptococose, ornitose e dermatite, além de possuírem piolhos que também podem parasitar os humanos.

AGRADECIMENTO AO 31º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR E À GUARDA MUNICIPAL | Na reunião de avaliação semanal com os membros da administração, realizada na semana passada, ficou evidenciado, perante aos demais subsíndicos do Barramares, a eficiência da participação das corporações nos eventos carnavalescos na orla. Ao manifestar nossos agradecimentos, solicitamos que seja transmitido aos seus comandados o reconhecimento do profissionalismo demonstrado, apesar das adversidades do momento. Sérgio Camilo Trindade Síndico geral do Barramares

RECADASTRAMENTO | Estamos em fase de recadastramento e a sua participação é fundamental para que possamos aprimorar ainda mais nosso novo sistema de comunicação e acesso aos transportes que iremos implantar. Pedimos a sua colaboração: ligue e agende seu horário. De segunda a sexta, das 8 às 12h Mais informações: 2495-2379


8

ACIDENTES DOMÉSTICOS:

COMO EVITAR? INCÊNDIO:

• Peça a um especialista para verificar as suas instalações elétricas, especialmente se tiverem mais de 20 anos. Não hesite em substituílas por modelos atuais. Um incêndio em cada quatro é causado por uma instalação elétrica defeituosa; • Verifique, anualmente, as instalações de aquecimento e solicite a técnicos especializados para que façam a limpeza da chaminé, do exaustor e/ou do escape de gás. Não tente fazê-la sozinho/a; • Não ligue muitos aparelhos na mesma tomada ao mesmo tempo. Não os deixe em modo de espera (em standby); • É aconselhável guardar os materiais inflamáveis longe de fontes de calor: aquecedores, lâmpadas, fogão, entre outros;


• Mantenha os fósforos e isqueiros fora do alcance das crianças; • Não deixe-os cozinhando no fogão sem vigilância; • Limpe regularmente os fios elétricos dos seus aparelhos eletrodomésticos mais usados (fogão, frigorífico, máquina de lavar roupa, entre outros); • Certifique-se que apagou completamente os seus cigarros e não fume na cama, especialmente se tiver tomado um comprimido para dormir ou bebido álcool; • Não deixe velas acesas sem vigilância.

Fonte: Ageas

NA PRÓXIMA EDIÇÃO: Mais dicas para evitar acidentes domésticos.

SEU AMBIENTE PRONTO PARA SER USADO NO MESMO DIA, SEM QUEBRA QUEBRA

Pisos e revestimentos Pisos laminados (nacionais e importados) Pisos de madeira nobre (maciço e estruturado) Pisos Vinílicos Persianas (costinhas e tecidos) Moveis de Demolição Drywall Forros em geral Papel de parede Revestimento de parede Laminados auto-colantes (produzidos com garrafas PET ecológico) Acústica em geral Rua Mario Piragibe, 49 – Lins de Vasconcelos | Tel.: 2576 0046 Rua Érico Veríssimo 1000, loja 121 – Barra | Tel.: 3145 2004

www.lamiart.com.br

Mais de 40 anos no mercado


10

TRANSPORTE Informamos que os horários do serviço de transporte Útil, a partir do dia 1º de março de 2018, quinta-feira, contará com as seguintes alterações:

INCLUSÕES

EXCLUSÕES

• Volta do centro às 16h45 e 17h30

• Volta do centro às 17h20 e 17h40

• Ida para o centro às 15h30

• Mercado saindo do Barramares às 15h30 e 16h15

• Circular saindo do Barramares às 16h30 e 18h30

Estas alterações visam melhorar a atual utilização dos usuários do serviço de transporte, bem como as restrições de acesso aos estacionamentos impostas pelos mercados (Extra e Carrefour) e BarraShopping. A nova grade estará à disposição dos usuários a partir do dia 26/02/2018.


HORÁRIOS TRANSPORTE COMUNITÁRIO Barramares SAÍDA

Barramares VOLTA

Barra da Tijuca

CENTRO

TIJUCA

METRÔ

BALSA

CENTRO

TIJUCA

BALSA

CIRCULAR

6h (MT/JB)

6h15

6h

7h40

7h

7h

8h

8h15

6h20 (T/JB)

7h (M)

6h20

8h40

7h10

7h50

9h

10h

7h (T)

8h45

7h

9h40

7h50

10h

10h

12h15

7h45 (N)

11h

7h30

10h40

8h45

12h15

11h

14h30

8h15 (N)

13h

8h

11h40

9h45

14h15

12h

16h30

9h (N)

15h

8h30

12h40

9h (N)

16h

13h

18h30

12h (MT)

17h

9h

14h40

11h

18h15

15h

13h30 (T)

18h

9h30

15h40

13h30 (T)

19h15

16h

15h30 (N)

10h

16h40

16h45

17h

17h (N)

10h30

17h10

17h30

17h30

18h (N)

11h

17h40

18h30

18h

19h (N)

11h30

18h10

19h30

18h30

12h

18h40

20h30 (F)

19h

13h

19h10

19h30

13h30

19h40

20h

14h 14h30 15h 15h30 16h

LEGENDAS: F: Via Praia do Flamengo e Botafogo JB: Via Jardim Botânico M: Via Metrô Jardim Oceânico MT: Via Metrô Jardim Oceânico e Túnel Dois Irmãos

16h30

N: Via Avenida Niemeyer

17h

T: Via Túnel Dois Irmãos


12

EM DISCUSSÃO

O TRANSPORTE LAGUNAR

Durante o período pré-olímpico, o transporte público hidrográfico foi tema na mídia em diferentes esferas da sociedade civil organizada. Os Jogos passaram e ficou a impressão que isso foi apenas “chuva de verão”. Mas, uma corrente volta a cogitar sobre essa possiblidade. Em uma recente reunião entre síndicos do Barramares e a empresa Ecobalsas foi discutida a possibilidade de um transporte de qualidade e com segurança para os moradores do bairro. Sérgio Camilo (síndico geral), Jose Antonio Canellas (subsíndico geral), Marcos A. F. Vieira (subsíndico administrativo) e Georges Bittencourt (sócio da Ecobalsas) participaram da reunião.

Segundo Camilo, os órgãos públicos não dão a devida atenção ao transporte lagunar na região: “quem chega no metrô, vê barcos navegando alucinados e em alta velocidade. Somente no dia em que houver um acidente, é que o poder público irá tomar uma providência. Ele (o poder público) não está dando a devida atenção aos aspectos construtivos dos píeres e principalmente quanto a segurança dos usuários. O transporte lagunar, principalmente os barcos que circulam no Canal de Marapendi, não têm a devida fiscalização, e isso nos preocupa bastante”. Georges Bittencourt, sócio da Ecobalsas, explicou que a empresa faz o serviço de balsa na Barra desde 2006 e admitiu: “infelizmente ainda temos muitos

obstáculos, como por exemplo, as dificuldades das autorizações para implantações dos decks de apoio, que acarreta em uma falta de padrão e segurança. Há ainda a poluição e assoreamento, o que amplia em muito as dificuldades enfrentadas. “Há uma carência de responsabilidade no que se refere ao licenciamento dos píeres. Seria papel da superintendência da Barra tratar desses assuntos, tendo em vista que foi fechado um acordo entre Estado e Município, em que os casos de menor magnitude seriam tratados pelo município. Nós vamos até onde conseguirmos com todos os documentos exigidos. Ele ainda comentou: “há um registro do caso de um píer que está protocolado há 8 anos e


os órgãos responsáveis não definem se o mesmo poderá ser implantado ou não. Já existe a regulamentação, mas ela só não é cumprida como deveria. “Só há fiscalização quando existe um incentivo maior, uma denúncia contundente, mais direcionada. E muitas das vezes não dá em nada”. No entanto, a preocupação maior dos síndicos do Barramares é a garantia da segurança dos usuários. “Nós procuramos a Ecobalsas, por terem um arcabouço de documentos que nos davam respaldo, com autorizações da marinha, apólice de seguro com cobertura para os usuários, etc. Há um ano fechamos um contrato. Nós usamos píeres em diversas localidades, principalmente no Downtown e no metrô, mas percebemos que esses carecem de uma regulamentação construtiva”, ressaltou Camilo. Assim como tratado na última edição de fevereiro da Revista, o Barramares recebeu uma notificação do Inea que tratava da continuidade da concessão de uso da área da marina: “nós buscamos sempre estar em dia com os nossos documentos e licenciamentos, por isso corremos atrás. Mas não adianta

Marcos A. F. Vieira (subsíndico administrativo), Jose Antonio Canellas (subsíndico geral), Georges Bittencourt (sócio da Ecobalsas) e Sérgio Camilo (síndico geral).

nada os condomínios estarem em dia com as exigências e os órgãos públicos não fazerem nada. Nós vamos continuar cobrando fiscalização e uma regulamentação contundente para acabar de vez com a bagunça no transporte lagunar na região”. Em breve, a administração e a Ecobalsas querem se reunir com representantes de outras associações e com a CCBT para juntos cobrarem do poder público as devidas providências.

A mobilidade urbana na Barra da Tijuca voltará à pauta na próxima edição, mostrando os projetos de parlamentares para torná-la realidade, o papel da prefeitura e o que pensa a população.


14

DESORDEM PÚBLICA PREOCUPA COMUNIDADE

No fim de janeiro, a Câmara Comunitária da Barra da Tijuca realizou uma reunião com representantes de associações de moradores para discutir a desordem urbana na cidade. O secretário de Ordem Pública (Seop), coronel Paulo César Amêndola, que foi convidado e confirmou presença, não compareceu. Mas mesmo assim

o presidente da CCBT, Delair Dumbrosck, deu continuidade ao encontro. O síndico geral do Barramares, Sérgio Camilo, compareceu e comentou: “nas imediações do condomínio são várias as reclamações. Entre elas estão a presença dos moradores de rua, os ambulantes irregulares que

se apropriaram da feira semanal para vender produtos e a falta de fiscalização no que se refere ao transporte lagunar da região”. Diante de tantas irregularidades, a equipe de reportagem foi ouvir a opinião dos moradores em um dia de feira em frente ao condomínio.


O casal Carlos Alberto Veiga e Margarida (Mar de Coral) salienta: “os camelôs devem ser fiscalizados. Aliás, não se sabe de onde trazem esses produtos, se têm nota fiscal. Na feira, aqui em frente ao Barramares, não víamos tanto, agora eles estão em maior número. Já no que se trata do transporte, vemos que aqui na Barra as vans voltaram e isso é desagradável, pois não são seguras”.

Clarice Menna (Mar de Coral) é frequentadora da feira e informou: “infelizmente, cada vez mais pessoas procuram o trabalho informal, mas isso já era de esperar. Afinal, o número de trabalhadores desempregados é muito grande. Sobre a permanência deles na feira, deveriam ficar só se tivessem nota fiscal dos produtos. Deveria haver uma fiscalização maior nesse quesito”.

Para Raquel Barbosa da Rocha Pitta (Mar de Coral), toda essa situação, que não só o carioca, mas todos os brasileiros enfrentam, diz respeito à falta de caráter, moral e cívica de muitas pessoas. “O problema é estrutural. Na verdade, o que enfrentamos é uma desordem social. Infelizmente, muitos cidadãos se deixam corromper por pouco. Eu ainda tenho esperança que nas próximas eleições as pessoas votem com mais consciência”, disse.

Vera Lúcia Barros (Mar de Mármara) informou: “com relação aos camelôs, eu não sou contra, desde que o poder público fiscalize adequadamente a legalização pra eles estarem ali. Eu sou a favor de que se criem meios para que possam trabalhar honestamente. No que se refere aos moradores de rua, o problema gira em torno de uma moradia ideal, pois, muitas vezes, a prefeitura os tira daqui e no dia seguinte estão de volta. Os órgãos públicos devem dar a devida atenção a essas pessoas”.


16 O conceito de viver bem é individual, pois a necessidade de um não é necessariamente a do outro. Mas, aqui no condomínio pode-se perceber que há um grande prazer com o espaço que o morador escolheu para viver. As crianças de ontem são os pais de hoje e o Barramares segue fazendo feliz muitas gerações. E os que chegaram há pouco tempo, também celebram esse bem viver.

BEM VIVER Horácio Flavio Melo, pai de Rafael (3 anos), mora no Mar Tirreno há 37 anos. Ele não esconde a emoção de relembrar momentos da infância: “eu tinha 6 anos quando descia muito para brincar com o meu pai. Hoje tenho a oportunidade de vir com meu filho e é um momento único pra mim. Sem contar que o Rafael ama vir para as quadras; quando chega, não para quieto”.

As amigas Ana Carolina Prado (Mar de Java) e Juliana Marques, fantasiadas de ninfas, se preparavam para curtir um dos blocos de Carnaval da cidade. Ana tem 22 anos e há 19 mora no condomínio. “Eu gosto muito daqui, tenho muitos amigos e quando era pequena participava de todas as festinhas. Hoje é a minha irmã que participa. Atualmente, prefiro mais a academia”, comentou.

Bruna Salgueiro e o marido Gustavo (Mar de Coral) têm dois filhos, Rafael (7 anos) e Eduardo (5 anos). A família está aqui há 5 anos e diz: “viemos pra cá pelo fato da minha mãe morar próximo. O ambiente familiar e espaçoso fez a diferença. A geração tem se renovado e, talvez, para aumentar as opções de lazer, projetos, como o da ciclovia e da pista de skate, que já foram cogitados, poderiam ser retomados. Dessa forma, o espaço seria melhor aproveitado”.


João Ronaldo Barone e os filhos, Matheus (8 anos) e João Gabriel (10 anos), são pura animação. O trio adora jogar uma bolinha na quadra: “são 7 anos de condomínio e, para nós, a infraestrutura, a área de lazer e o transporte foram fundamentais para nos mudarmos pra cá. As crianças jogam futebol, fazem capoeira e eu aproveito mais a academia”.

Graça Guimaraens mora desde 1980 e elogia o local que escolheu para viver: “é um ambiente muito agradável, com ótima infraestrutura, tranquilo e próximo à praia. Sempre que consigo participo das festas. Não tenho nada para reclamar, só gostaria de fazer uma solicitação, pois às sextas à tarde costumávamos ir ao Carrefour e ao shopping, mas não temos mais o ônibus no horário da volta. Para muitos moradores, esse é um momento de lazer e convivência”.

Pedro Siqueira (Mar de Java) e o filho, Davi (7 anos), se divertem bastante pelas áreas comuns do Barramares. Já são 4 anos como condôminos e Pedro comenta: “o que mais pesa é a segurança. Daqui, nosso filho vai de balsa para a escola. Aqui é muito tranquilo”.

Zedde Boni (Egeu), no auge dos seus 99 anos, é daquelas que adora tomar um banho de sol nas áreas comuns: “eu vivo aqui com a minha filha e não tenho do que reclamar, pois o Barramares é muito bom”.

Rafael Carilho (Mar de Mármara) passeava com o pequeno Rafael (7 meses) e ressaltou: “há um ano e meio morávamos em outro ponto da Barra. Não tínhamos a infraestrutura que temos aqui e a tranquilidade de ir até a praia, por exemplo. Nos mudamos, principalmente, pela localização”.


18

PERTO DE CASA

&

DIVERSÃO

ARTE

Nesta edição, algumas atividades para a garotada e também para a família. Confira.

SKATE | SHOPPING BARRA GARDEN Para os fãs de skate, aí vai uma dica: o Shopping Barra Garden tem uma pista ideal para quem ama manobras radicais ou até mesmo para quem é iniciante no esporte. Os amantes da modalidade e que desejam se aprimorar ainda têm a oportunidade de serem orientados por instrutores. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 14h às 22h | Sábado, das 10h às 22h | Domingos e feriados, das 12h às 21h.

CINEMATERNA | RIO DESIGN Época de filhos pequenos e bebês é sempre mais atribulada e a mamãe acaba sem muita opção de lazer. Ir ao cinema é uma tarefa complicada ao levar os pequenos, mas um programa especial para ambos, mamãe e bebê, pode ser a solução. No dia 6 de março, a sessão das 14h estará aberta para as mamães de plantão. Cinematerna é o nome do projeto que organiza encontros semanais no cinema, seguidos de bate-papo num café, em meio à amamentação e trocas de fraldas. As mães retomam sua vida cultural e trocam experiências sobre a maternidade. Lembrando que os filmes são escolhidos por enquete.

PATINAÇÃO NO GELO | BARRASHOPPING Já para quem prefere os patins, o BarraShopping tem uma novidade: até o dia 1º de abril haverá uma pista de patinação no gelo no local. São 200 metros quadrados e com capacidade para até 50 pessoas simultaneamente. A arena fica na Praça de Eventos (Lounge I), e recebe crianças a partir de 5 anos e adultos de todas as idades. Horário de funcionamento: todos os dias, a partir das 12h.


TEATRO | BRADESCO Pela primeira vez no Brasil, o famoso Ballet Estatal de São Petersburgo no Gelo chega com duas horas e meia de duração em um belíssimo espetáculo. São quatro décadas de apresentação em teatros de todo mundo. Entre as obras apresentadas estão os clássicos “Bela Adormecida”, “Giselle”, “O Lago dos Cisnes” e “Don Quixote”, que são representados por essa companhia de forma requintada, aristocrática e sutil, preservando fundamentalmente a herança do balé russo. Sua arte é marcada pela grande expressividade, pureza e estilo particular que o tornou famoso internacionalmente. Horários: 12, 13 e 14 de abril | 21h e 15 de abril | 20h.


20

CLICK

MÁGICO

Nesta seção, você vai sempre encontrar um momento bacana da comunidade. Para esta edição, o Carnaval de famílias felizes e brincando juntas. Acompanhe a farra dessa turma.

DA CRIANÇA AO ADULTO, TODOS CAÍRAM NO SAMBA Foliões de todas as idades aproveitaram dois dias de muitas brincadeiras, samba no pé e fantasias criativas. Pacote completo para o Carnaval do Barramares. A administração, em parceria com a RD7 Entretenimento, promoveu uma bela festa, com direito a marchinhas de Carnaval que ficaram por conta de Júnior e Banda. Batman e Mulher-Maravilha fizeram a alegria da meninada. E os moradores ainda puderam registrar o momento com o estande da foto maluca. Confira os cliques:

O casal Paulo Pestana e Aline Queiroz (Mar de Mármara) curtiu o último dia de Carnaval ao lado da filha, Lara (7 anos): “viemos todos os anos para prestigiar. É muito bom”.

LAVAGEM

ESTOFADOR EXCLUSIVO DO BARRAMARES. OFERECEMOS ATENDIMENTO DIFERENCIADO.

Restauração de tapetes em geral

• • • • • •

Tel.:

Tapetes Ivan Fernandes Persianas Orçamento sem Carpetes compromisso Estofados Cortinas Impermeabilização de estofados

985598230 / 969228375

Conforto, Qualidade e Elegância no seu estofado

www.facebook.com/estofadornossoambiente (21) 2568-6312 | 98746-2777


Bernardo Paiva (Mar de Bali) era só alegria com o filho, Yohan (7 meses). O morador contou a felicidade de passar momentos como esse ao lado dos filhos: “moro aqui desde que nasci e, quando era pequeno, vinha em todos os bailinhos. Agora estou desfrutando isso com eles. E esses eventos são ideais também para rever os amigos”.

Energia que contagia, Roberta Bandeira de Mello (Mar de Bali) e o filho, Gabriel (5 anos), foram para o meio do salão brincar: “eu prestigio o baile todos os anos e sempre trago os amigos para estarem comigo. O condomínio melhorou em tudo, é nítido”.


22

Maria Cecília Lopes (Mar de Bali) é mãe de Gabriel (7 anos), vestido de Flash, e Rafael (3 meses), vestido de cigano. “Gostamos muito dos dias de festa aqui no Barramares; sempre participamos, pois é muito especial”, contou.

Elizabeth Campos (Mar de Java) e o marido, Francisco, receberam convidados no evento: “foi tudo maravilhoso e organizado. Nós adoramos”.

Maria Estela Pasco Lima (Mar de Java), vestida de Mulher-Maravilha, aproveitou ao lado da filha, Maria Valentina (5 anos), cada minuto no baile: “a cada ano que passa as atividades estão melhores”.

Luciana Paiva Siqueira (Mar de Bali) elogiou a festa: “foi ótima, mas deveria acontecer com mais frequência”. Ela estava ao lado do marido, Renato Gomes de Oliveira, e da filha, Luana (11 anos). Luciana contou que Luana customiza suas próprias fantasias.


Luciana Motta (Mar de Java) parou um pouco a brincadeira com o filho, Cadu (2 anos), para registrar o momento de confraternização ao lado da irmã, Carolina Motta, da mãe Rosa, da avó Alice e dos sobrinhos, Gustavo (2 anos) e Laura (3 meses). “Nada melhor do que estar em família e socializar com os vizinhos. Essas iniciativas são ótimas, pois reúnem os condôminos e promove interação entre eles”, informou Luciana.

As amigas do Mar de Coral, Maria Lígia Mileci e Helena Abdalla curtiram com muito samba no pé. “Mesmo o bailinho sendo mais voltado para as crianças, nós tiramos uma casquinha”, brincou Helena.

Alessandro Martins (Mar de Coral) e as filhas, Rafaela (5 anos) e Manuela (8 anos), posaram para a foto ao lado do Batman e da Mulher-Maravilha. “Eu, particularmente, adoro os eventos, porque são 10. As minhas filhas se divertem bastante também”, disse Alessandro.


24

ENTREVISTA

SANDRA VASCONCELOS Ela é professora aposentada, casada, tem duas filhas e dois netos, mora no condomínio desde 1981. Formada pela PUC, ela lecionou por 25 anos na escola anexa ao condomínio, Golda Meir. Trabalhou com crianças de 4 a 10 anos de idade e descobriu nelas a força para um mundo melhor. Depois que parou de lecionar, se dedicou à literatura. Escreveu, em 2015, “A Bruxa Lixonilda e a Fada Recicleide”. A história se passa em uma bela cidade que teve sua natureza ameaçada pela poluição do lixo. Mas com a conscientização e mobilização da população, graças à ajuda de crianças que incentivaram a coleta seletiva para o reaproveitamento e reciclagem do lixo, a cidade renasceu ao ter o seu meio ambiente novamente preservado. “Não pensei que um dia poderia me tornar autora de livros infantojuvenis! Muito disso eu devo a minha família, que sempre me apoiou, meu marido e minhas filhas. E essa felicidade, o condomínio me ajudou a concretizar. Aliás, aqui criei minhas filhas e encontrei meu trabalho perfeito. Foi tudo um presente de Deus pra mim”, explicou.

E de onde surgiu a ideia de escrever um livro? Sandra responde: “em meio a problemas de saúde nas cordas vocais, me vi obrigada a deixar a sala de aula. Foi nesse momento que me deram a oportunidade de ficar responsável pela sala de leitura da escola. Mal sabia a diretoria que essa incumbência iria despertar meu interesse pela literatura infantojuvenil e a vontade de alavancar a carreira de autora”. Já sobre a escolha do tema, a autora admite: “eu havia feito um projeto em 2009, chamado ‘O Lixo Pode Ser um Luxo’, que tinha como objetivo promover, por meio da leitura, pesquisas e trabalhos artísticos, a conscientização da importância da reciclagem para preservação do meio ambiente. Percebendo a necessidade de conscientizar os alunos quanto ao grande problema do acúmulo de resíduos no meio ambiente, mostrando a necessidade de mudar hábitos e costumes da população em relação ao lixo para garantir o futuro da vida do homem na Terra, resolvi aprofundar esse projeto, o que culminou no livro”. A obra conquistou pais, alunos e até mesmo os netos de Sandra. “Tudo isso é uma troca de amor. Escrevi essa história, pois acredito no potencial transformador das crianças! Não tem como não ficar feliz quando vemos o retorno e carinho delas. Pra


mim, a possibilidade de ser útil e ajudar não tem preço. Eu fico com uma satisfação muito grande, de dever cumprido; e isso é muito gratificante. Meu neto, Leandro, por exemplo, levou o livro para trocar na escola”, ressaltou. Quer conhecer um pouco mais sobre esse trabalho? Acesse o Facebook: Sandra V. A. Rodrigues.

Não pensei que um dia poderia me tornar autora de livros infantojuvenis! Muito disso eu devo a minha família, que sempre me apoiou, meu marido e minhas filhas. E essa felicidade o condomínio me ajudou a concretizar.” SEU AMBIENTE PRONTO PARA SER USADO NO MESMO DIA, SEM QUEBRA QUEBRA

Pisos e revestimentos Pisos laminados (nacionais e importados) Pisos de madeira nobre (maciço e estruturado) Pisos Vinílicos Persianas (costinhas e tecidos) Moveis de Demolição Drywall Forros em geral Papel de parede Revestimento de parede Laminados auto-colantes (produzidos com garrafas PET ecológico) Acústica em geral Rua Mario Piragibe, 49 – Lins de Vasconcelos | Tel.: 2576 0046 Rua Érico Veríssimo 1000, loja 121 – Barra | Tel.: 3145 2004

www.lamiart.com.br

Mais de 40 anos no mercado


26

O FUTEVÔLEI FAZ HISTÓRIA NO BARRAMARES

Inaugurada há 35 anos, a Rede de Futevôlei reúne os amantes do esporte. Ela está localizada na praia, em frente ao condomínio. E para contar um pouco a história de como esse grupo se formou, que hoje conta com mais de 20 integrantes, a reportagem foi ao encontro dos participantes, que semanalmente batem uma bolinha. Alvaro David Silva, presidente da Rede e morador do Rio Mar, conta que os primeiros participantes já jogavam futebol juntos, praticamente todos os dias, quando chegavam do trabalho, e que aos poucos o número de atletas cresceu, até que eles tiveram a ideia de criar um espaço para essa confraternização na areia, perto do mar, unindo o futebol ao vôlei. Paulo Barata, ex-morador, explica que ele já jogava futevôlei em Copacabana e resolveu trazer a modalidade para as areias da Barra, para que moradores e convidados do condomínio Barramares pudes-

sem conhecer um pouco mais o esporte. E não é que deu certo? O sucesso foi tanto que, hoje, filhos e netos dos primeiros integrantes já começam a fazer parte da equipe. Entre eles, Diego (11 anos), que desde pequeno frequenta a Rede com o pai, Vitor Frick (Mar de Egeu). “Eu comecei a jogar com o meu pai, Ricardo Frick, que foi um dos fundadores da Rede. Aos poucos fui tomando gosto pelo esporte e agora trago meu filho, Diego, para vivenciar isso também. Assim como eu, outros filhos de fundadores passaram a vir e assim criamos laços muito fortes de amizade. Nosso intuito é deixarmos o esporte como legado para as futuras gerações, para que eles deem continuidade nessa prática esportiva”, comentou Vitor. Os preciosos momentos proporcionados pelo futevôlei marcaram a história do condomínio. “Isso aqui é uma verdadeira celebração da

amizade. Somos uma verdadeira família. E para muitos, esse momento alivia o estresse do cotidiano”, destacou Claudio Valle (Mar de Bali). Já sobre o apoio da administração, Alvaro fala que é fundamental: “nós sabemos que eles têm as prioridades do condomínio como um todo e que nos atendem sempre que podem. O Sergio Camilo, síndico geral, é muito parceiro, e isso para nós é muito importante. Vale destacar que os gastos para a manutenção do espaço e da rede são pagos com o valor que é recolhido anualmente entre os integrantes do grupo”. Quando se trata de novos participantes, Alvaro ressalta: “nós sempre estamos abertos a receber novos moradores e moradoras também, por que não? Jogamos todos os sábados e domingos, das 8h30 às 10h. Nós jogamos em dupla e as partidas são de até 18 pontos”.


Paulo Barata (ex-morador) é um dos fundadores da Rede: “eu já jogava futevôlei em Copacabana e resolvi trazer a modalidade pra cá. Hoje temos o prazer de já estarmos na 3ª geração de esportistas do Barramares”.

Alvaro David Silva (Rio Mar) é um dos primeiros integrantes do grupo: “eu amo estar aqui entre amigos e convidados, como o Júnior, ex-jogador do Flamengo”.

Jean Luc Rosat (Rio Mar), mais conhecido como Suíço, já foi jogador de vôlei profissional pelos times Botafogo e Atlântica Boa Vista. Ele era cortador e hoje se diverte com as partidas de futevôlei entre amigos.

Ivens Paulo Silva (Rio Mar) é um dos que está desde o começo no grupo. Ele conta que já fez muitas amizades: “além de ter emagrecido, conheci pessoas muito especiais e que levo pra vida. Além do futevôlei, eu ainda jogo futebol de salão e basquete”.


28 Carlos Nemarque (Mar de Bali) joga com o grupo desde 1980: “se eu não estivesse aqui, já tinha morrido. Vir pra cá me dá ainda mais vontade de viver. Fazemos uma bagunça, e é muito legal. Eu já jogava futebol de salão, mas futevôlei aprendi a jogar aqui”.

Vitor Frick (Mar Egeu) é pai de Diego (11 anos) e já leva o filho para bater uma bolinha: “é assim mesmo, temos que passar essa alegria para as novas gerações”.

Paulo Fernando Cerqueira Cortes (Mar de Mármara) comentou: “pra mim, esse grupo tem total importância. São muitos anos de convivência, enchemos o saco um do outro, discutimos, mas todo fim de semana estamos aqui”.

Alexandre Guaraná (ex-morador) confessou: “hoje em dia é difícil encontrarmos um grupo tão animado e uma amizade que resista por tanto tempo”.


Roberto Noronha (ex-morador), mesmo já tendo saído do condomínio, faz questão de confraternizar com os amigos e desfrutar desses momentos de lazer: “é uma alegria voltar e interagir com eles”.

Claudio Valle (Mar de Bali) admitiu: “isso aqui é a minha clínica semanal. Já começo a semana revigorado”.


··d·i·d a ia

a·a· ·· ndnd

*Não*Não descartar em vias descartar em públicas. vias públicas.

ioo····ppaaddrroeiro c í r t oe i ro da paatríci o ão p da i rl s ã i rl a e de s a d

Patrick’s Day

1ª edição do tradicional festival de cerveja irlandês 1ª edição do tradicional festival de cerveja irlandês

De 15 15 aa 18 18 De de Março Março de de 12h 12h às às 22h 22h de praça central praça central CURADORIA: CURADORIA:


OS MORADORES DOS CONDOMÍNIOS ABAIXO TÊM BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS E PODEM ESTUDAR COM ATÉ 65% DE DESCONTO DURANTE TODO O CURSO. CONDIÇÕES VÁLIDAS PARA MATRÍCULAS VIA ENEM, TRANSFERÊNCIA E VESTIBULAR REALIZADAS EM MARÇO DE 2018. ABM: Aloha Atlantys Barra D’Oro Barra Golden Barra Marina Barra Inn Barra One Barra Sol Casa Blanca Costabella Estrela do Mar Itapoã-Jatiúca

Lake Buena Vista Lyon Marbella Mar de Prata Paradiso Porto Seguro Royal Barra Santorini Sol de Marapendi Via Barra Via Cancun Villa Di Genova

GRADUAÇÃO PRESENCIAL E A DISTÂNCIA

BARRA BONITA: Conde do Recreio Jardim do Alto La Vista Pablo Picasso Summer Club Sunset PARQUE DAS ROSAS: California Park Four Seasons Liberty Place Rosa da Barra Rosa do Sol Varandas da Barra

SIM, UMA DAS MELHORES UNIVERSIDADES PRIVADAS DO BRASIL, SEGUNDO O MEC, FICA AQUI NA BARRA E TEM CONVÊNIO COM O SEU CONDOMÍNIO.

PENÍNSULA: Aquarela Excellence Quintas da Península Saint Barth Saint Martin Via Bella OUTROS: Barramares Jd. Oceânico Nova Ipanema Rio2

ENEM E VESTIBULAR

DIA 17/3 INSCRIÇÕES ABERTAS

* Desconto válido para os condomínios listados apenas para novas matrículas realizadas em março.

•CAMPUS BARRA MARAPENDI, INSPIRADO NAS UNIVERSIDADES AMERICANAS •91% DE MESTRES E DOUTORES NO CORPO DOCENTE •83% DOS NOSSOS FORMANDOS ESTÃO EMPREGADOS EM ATÉ 6 MESES (PESQUISA DELOITTE/ILUMNO)

•ALTA QUALIDADE COM CUSTO ACESSÍVEL

2574 8888 AV. GENERAL FELICÍSSIMO CARDOSO, 500 BARRA DA TIJUCA

Revista Barramares 75  

Edição 75

Revista Barramares 75  

Edição 75

Advertisement