Page 1

ISBN 978-85-8286-487-6

Intrusos

Intrusos é uma vitrine estonteante das possibilidades do formato graphic novel e uma exploração carregada de ironia sobre temas como perda, ambição criativa, identidade e dinâmicas familiares. Com este trabalho, Adrian Tomine reafirma seu lugar não apenas como um dos criadores de quadrinhos mais relevantes da contemporaneidade, mas também como uma das maiores vozes da literatura norte-americana moderna. Seu dom para capturar emoções fica evidente aqui: o peso do amor e sua falta, o orgulho e o desapontamento da família, a ansiedade e a esperança de estar vivo no século XXI.

T OMI NE

Em seis histórias interconectadas e com um humor sombrio, Tomine forma um retrato tocante da vida contemporânea.

A D RI A N

Intrusos

ADRIAN TOMINE nasceu em 1974 em Sacramento, Califórnia. Começou no mundo dos quadrinhos publicando, por conta própria, sua série Optic Nerve. Seus quadrinhos foram transformados em antologias por publicações como Mc­S weeney’s, The Best American Comics e The Best American Nonrequired Reading. Sua graphic novel Shortcomings foi um dos livros notáveis do The New York Times em 2007. Desde 1999, Tomine é um dos autores que contribuem regularmente para a The New Yorker. Ele mora no Brooklyn com a esposa e a filha.

T O M I N E

c o n to s

9 788582 864876

AD R I AN

WWW.EDITORANEMO.COM.BR

aberto 24h

“Todo quadrinista que se preze nutre o desejo secreto de criar ‘O Livro’: um livro que pode ser dado para um amante da literatura que geralmente não lê quadrinhos; um livro que não requer explicações prévias nem pedidos de desculpas antecipados; que é desenvolvido o bastante em atitude, humanidade e complexidade para falar com maturidade por si mesmo [...] Intrusos, de Adrian Tomine, talvez seja finalmente Esse Livro, o que é impressionante e encorajador.” - C HRIS WARE, AUTOR DE JIMMY CORRIGAN – O MENINO MAIS ESPERTO DO MUNDO E BUILDING STORIES


Intrusos Contos

Adrian Tomine

Tradução: Érico Assis


Intrusos


BREVE HISTÓRICO da ARTE CONHECIDA como “HORTESCULTURA”


“H O RTESC ULTURA”

NÃO ESQUECE DE JUNTAR AS APARAS! NÃO QUERO QUE FIQUEm GRUDANDO NO SAPATO!

PARA DE PERDER TEMPO COM OS ARBUSTOS E CORTA A GRAMA LOGO!

PODE DEIXAR!

SEM PROBLEMAs!

OS VIZINHOS ME FALARAM QUE O JARDI­ NEIRO DELES COBRA SÓ OITO DÓLARES.

NOSSA… ME DESCULPA!

“H O RTESC ULTURA”

“Em 1933, tive uma revelação: os espaços ao ar livre como uma nova maneira de conceber a escultura.”

ESSE ORIENTAL SABIA DAS COISAS.

13


“ H O RTESC ULTURA”

TRABALHANDO NUMA COISA. JÁ VOU sair.

HAROLD? O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AÍ?

BATE

BATE

ESTÁ SE TOCANDO DE NOVO?

BATE BATE BATE BATE

BATE

É SÓ UM PROTÓTIPO, MAS É UMA ESCULTURA QUE EU FIZ E QUE TEM UMA PLANTA DE VERDADE CRESCENDO POR DENTRO DELA.

“ H ORTESCULTURA”

O QUE É ISSO?

UMA MURTA, NO CASO.

É A SÍNTESE ENTRE NATUREZA E ARTE; A UNIÃO ENTRE O MUNDO NATURAL E O ARTESANAL; UM OBJET D’ART QUE VIVE E RESPIRA.

EU NASCI PRA FAZER ISSO.

14


“H ORTESCULTURA”

EU SEI QUE A IDEIA É BOBA, MAS VOCÊ ACHA QUE ALGUÉM COMPRARIA?

FICOU LINDA! PODE SER O COMEÇO DE ALGO MAIOR! ESTOU ORGULHOSA! MAS é CLARO!

E AINDA VAI PODER SEGUIR COM A JARDINA­ GEM DE SEMPRE, NÉ?

SABIA QUE VOCÊ NUNCA ACREDITARIA EM MIM!

“H O RTESC ULTURA”

CONTE DO SEU NOVO NEGÓCIO, QUERIDO.

ANDA!

AH, CONTE!

AH, EU NÃO QUERO ENTEDIAR NINGUÉM!

É… AGORA FICAMOS CURIOSOS!

EM TERMOS SIMPLISTAS, COMBINEI OS CAMPOS APARENTEMENTE DÍSPARES DA HORTICULTURA E DA ESCULTURA NAS ARTES PLÁSTICAS PARA CRIAR UMA EXPRESSÃO ARTÍSTICA INOVADORA, VITAL, LITERALMENTE VIVA. IMAGINEM ESTÁTUAS AO AR LIVRE, DE GRANDE ESCALA (PRODUZIDAS INDIVIDUALMENTE PELA MÃO DESTE QUE VOS FALA), QUE SE INTEGRAM À FLORA CUIDADOSAMENTE SELECIONADA E TRATADA. É O QUE CHAMO DE “HORTeSCULTURA”.

BOM…

15


É BASICAMENTE ISSO…

DO QUE, HÃ… DO QUE É FEITO, HAROLD?

PUXA… NÃO QUERIA FALAR PELoS cotovelos!

EM PARTE, SIM. TEM ABERTURAS NA ESTÁTUA PARA A PLANTA CRESCER E FLORIR.

HUM! E AS PLANTAS CRESCEM DENTRO?

ENTÃO É UMA VERSÃO GIGANTE DOS… HÃ… COMO É QUE SE CHAMA?

NÃO FALA, SEU METIDÃO FILHO DA PUTA.

AH, MADEIRA… ARGILA… MAIS ARGILA. AINDA ESTOU ACERTANDO UMAS COISINHAS.

EM ALGUNS CASOS, NÃO EU USO TREPADEIRAS TINHA POR FORA, CAMPSIS, TAMBÉM OU até HERA­DO­DIABO. UM­­

AH, VOCÊS PARECE SABEM... VENDEM PORCO­ESPINHO POR AÍ... TIPO UM

ESTALA ESTALA

CALA ESSA BOCA CHEIA DE MERDA, SEU­­

AH! M LEMBR

OS BONECOS CABEÇA DE GRAMA!

16


“H O RTESC ULTURA”

BOM, ACHO QUE PODERIA DESCREVER ASSIM… SE ESTIVESSE EXPLICANDO PARA UMA CRIANÇA.

OU PARA ALGUÉM QUE NÃO ENTENDE DE ARTE MODERNA…

HEH HEH… OK, BEM…

EU NÃO ME OFENDI, JERRY! ALIÁS, CRÍTICAS DE ALGUÉM QUE NÃO É MAIS do QUE UM CAIXA DE BANCO COM MESA PRÓPRIA É SINAL DE QUE ESTOU NO CAMINHO CERTO, E QUE­­

CALMA LÁ, HAROLD. NÃO QUIS OFENDER.

FELIZ ANO NOVO, PESSOAL!

“H O RTESC ULTURA”

FIZ A GENTE PASSAR VERGONHA, NÃO FOI?

DESCULPA.

SEMANA QUE VEM EU APARO A GRAMA DELES DE GRAÇA.

NUNCA MAIS VAI FALAR COMIGO?

17


“ H ORTESC ULTURA”

ELES NÃO VIERAM SEMANA PASSADA?

DE NOVO?

MEUS PAIS ESTÃO VINDO. FALEI QUE EU FArIA O JANTAR.

MAMÃE! ELES TÊM INTERESSE EM COMPRAR UMA HORTESCULTURA.

PAPAI!

“ H ORTESC ULTURA”

BOM, PAPAI… O CUSTO INICIAL É $500, E A MANUTENÇÃO CUSTA, POR MÊS-OPA!

EU ACHEI SENSACIONAL, HAROLD. QUANTO VAI SER A FACADA?

BOM, DÁ PRA VOCÊ REZAR, aí talvez OS ANJINHOS DO JARDIM venham e façam TUDO DE GRAÇA!

ENTÃO TENHO QUE CONTINUAR PAGANDO TODO MÊS?

18

HEH HEH


“H O RTESC ULTURA”

BOM, ÓBVIO QUE SUA “BRINCADEIRA” NÃO CAIU BEM.

FOI BRINCADEIRA! QUE NEM ELE SEMPRE FAZ PIADA DO MEU PESO!

descarga

VAMOS FALAR A VERDADE: SEUS PAIS ME ODEIAM, E TENHO CERTEZA QUE É PORQUE SOU BRANCO.

APOSTO QUE TEM OUTROS MOTIVOS ALÉM DESSE.

AH, PARA.

“H O RTESC ULTURA”

NÃO, NÃO… espera UM POUQUINHO! É UMA ARTE INOVADORA E VITAL DA QUAL NINGUÉM FALOU ATÉ AGORA!

CERTO! E é POR ISSO QUE VALE A NOTÍCIA!

MAS-- TÁ, SÓ QUE…

TSC… “REVISTA DE REFERÊNCIA” MEU CU.

TÁ BOM… ENTENDI. OBRIGADO.

19


EU TÔ DIZENDO, JOE… VAI SAIR AOS MONTES.

NÃO SEI SE É PRA NÓS, HAROLD. NÓS VENDEMOS VASINHOs DE PLANTA… OS COMUNS DE TERRACOTA E TAL.

uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, Joe! ISSO AQUI É UMA NOVA FORMA DE ARTE, INOVADORA E VITAL!

BATE

É QUE É BEM GRANDE, E NÃO SEI SE TEMOS COMO ABRIR TODO ESSE ESPAÇO NO MOMENTO.

eu entendo, eu entendo! SEI QUE LEVA UM TEMPO PRAS PESSOAS SE ACOSTUMAREM COM O QUE É NOVO, POR ISSO­­ HÃ, OLHA SÓ, HAROLD…

NÃO VAI QUERER UM PILANTRA ROUBANDO sua ideia logo de cara, NÉ?

FAZ O SEGUINTE, JOE: DEIXA ESSA À MOSTRA E, QUANDO VENDER, VOCÊ ME LIGA.

EU TENHO QUE VOLTAR PRO SERVIÇO, MAS… VOCÊ JÁ REGISTROU A IDEIA? SABE… PROPRIEDADE INTELECTUAL, ESSAS COISAS?

OLHA, HAROLD… RESOLVA A PARTE JURÍDICA E AÍ CONVERSAMOS. CERTO?

BOM…

20

HMM… NÃO SEI, HAROLD. ACHO QUE EU NÃO FICO À VONTADE pra DIZER AO CLIENTE QUE TEM QUE CONTRATAR VOCÊ PRA FAZER A MANUTENÇÃO… AD INFINITUM.

JOE, ISSO NÃO TEM NADA A VER, MAS­­

OLHA… SE FOSSE VOCÊ EU CONFERIA, HAROLD.

…E É POR ISSO QUE O JOE CHOI É UM EMPRESÁRIO DE SUCESSO E EU NÃO! POR QUE EU SOU TÃO BURRO?!


“H ORTESCULTUR A”

BEM, ENTÃO A GENTE REGISTRA A IDEIA, NÉ! É ISSO QUE EU QUERO PROTEGER!

CREIO QUE PODERÍAMOS REGISTRAR A PALAVRA “HORTESCULTURA”, MAS ISSO NÃO PROTEGE, HÃ, A IDEIA.

INFELIZMENTE A LEI DE PROPRIEDADE INTELECTUAL NÃO FUNCIONA ASSIM, HAROLD.

NOSSA… VOCÊ SABE COMO CORTAR A ONDA DE ALGUÉM, HEIN?

“H O RTESC ULTURA”

SERIA COMO REGISTRAR O SANDUÍCHE DE MANTEIGA DE AMENDOIM COM GELEIA!

VEJA BEM… NA PRÁTICA, VOCÊ ESTÁ COMBINANDO DUAS COISAS QUE JÁ EXISTEM E querendo ALEGAR PROPRIEDADE.

AH, QUAL É!

SE ISSO NÃO É UMA NOVA FORMA DE ARTE INOVADORA E VITAL, O QUE DIABOS É ENTÃO?!

EU… PREFIRO NÃO COMENTAR.

21


editoranemo.com.br facebook.com/nemoeditora twitter.com/editoranemo

Profile for Grupo Autentica

Intrusos  

Intrusos é uma vitrine estonteante das possibilidades do formato graphic novel e uma exploração carregada de ironia sobre perda, ambição cri...

Intrusos  

Intrusos é uma vitrine estonteante das possibilidades do formato graphic novel e uma exploração carregada de ironia sobre perda, ambição cri...