Saúde Integrativa - Revista (Abril-Julho)

Page 1

SAÚDE INTEGRATIVA REVISTA

EDIÇÃO ABRIL - JULHO, 2021 | VOLUME 8 |

FACULDADE DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS


SOBRE A REVISTA Esta é uma publicação da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás (FEn-UFG), em parceria com a Associação Brasileira de Enfermeiros Acupunturistas e Enfermeiros de Práticas Integrativas (ABENAH). O objetivo é divulgar as ações desenvolvidas pelo Ambulatório de Práticas Integrativas e Complementares, integrando ensino, pesquisa e extensão.

CRÉDITOS Editores e autores desta edição: Bryan Vitorino Pereira dos Santos Camila Alves Leão de Araújo

Revisão técnica desta edição: Ana Cecília Coelho Melo Cynthia Assis de Barros Nunes Sistematização dos dados do ambulatório de Práticas Integrativas e Complementares, edição de abril - julho de 2021:


EXPEDIENTE FUNDADA EM 2018 DANIELA DALLEGRAVE (2018-2019) CYNTHIA ASSIS DE BARROS NUNES (2019-ATUALMENTE)

Diretor: Claci Fátima Weirich Rosso Editor: Cynthia Assis de Barros Nunes Editor assistente: Ana Cecília Coelho Melo

Estagiários: Adriany Oliveira da Silva, Adrielly Carolina Dias de Souza, Bryan Vitorino Pereira dos Santos, Camila Alves Leão de Araújo, Kenia Pulquerio Rodrigues, Natália Freitas Trindade, Resigno Barros Lima Neto, Thaís Lobo

Colaboração: Ana Cecília Coelho Melo

Correspondência: Rua 227, Viela Q.68, S/N - Setor Leste Universitário, Goiânia - GO, 74605-080

Agendamentos: segunda à sexta, das 08 às 18h (sujeito à alteração) Whatsapp: (62) 9177-9676 Email: greenpicufg@gmail.com Instagram: @ambulatorio_fen


AMBULATÓRIO DA FACULDADE DE ENFERMAGEM O Ambulatório de Práticas Integrativas e Complementares (PIC) da Faculdade de Enfermagem da UFG funciona desde 01 de agosto de 2018. Trata-se de uma parceria da Faculdade de Enfermagem da UFG com a Associação Brasileira de Enfermeiros Acupunturistas e Enfermeiros de Práticas Integrativas (ABENAH). Os atendimentos são semanais, gratuitos e por demanda espontânea.

Coordenadora Geral: Cynthia Assis de Barros Nunes Vice-coordenadora Geral: Katiane Martins Mendonça Coordenadora Técnica: Ana Cecília Coelho Melo Coordenadora Administrativa: Jaqueline Evangelista da Costa Juliana de Oliveira Roque e Lima Patrícia Tavares dos Santos Membros Acadêmicos: Adriany Oliveira da Silva Adrielly Carolina Dias de Souza Bryan Vitorino Pereira dos Santos Camila Alves Leão de Araújo Kenia Pulquerio Rodrigues Natália Freitas Trindade Resigno Barros Lima Neto Thaís Lobo

Portaria 32/2018 - Faculdade de enfermagem da Universidade Federal de Goiás (62) 991779676

@ambulatorio_fen ambulatorio fen

Rua 227 Qd. 68 St. Leste Universitário - Goiânia-GO. CEP: 74605-080 Fones: 55 (62) 32096280 - www.fen.ufg.br


Atendimentos Online - PICsATUALMENTE, DURANTE A PANDEMIA ESTAMOS REALIZANDO ATENDIMENTOS APENAS NA MODALIDADE REMOTA. O ambulatório está ofertando, de forma remota, as seguintes PIC: Orientações da Medicina Tradicional Chinesa, Reiki, Fitoterapia, Thetahealing, Prescrição de Florais, Escuta Ativa. Os atendimentos presenciais não possuem previsão de retorno, mas quando isso for possível, comunicaremos em nossas redes sociais e também no site da Faculdade de Enfermagem. Terapeutas Voluntários: Cleidiane Alves Pereira; Cynthia Malta Pestana; Débora Giovanella; Matheus Moreira; Nábia Leandra do Padro; Nilva Mariano; Gustavo da Silva Souto; Ítalo Lutorres; Lyvia Pires Tavares e Sergio Abrikian.


TERAPEUTAS VOLUNTÁRIOS Ana Carolina Pereira dos Santos Ana Cecília Coelho Melo Ana Kleide Luiz Esteves Andréa Nogueira Anailde Alves Azevedo Bárbara Teodora Tavares Alves Bryan Vitorino Pereira dos Santos Carolina Silveira Carmen Lúcia Francisca Borba Consuelo Guilardi Cynthia Malta Pestana Lorena Pires Tavares Debora Giovanella Lyvia Pires Tavares Dionne Hallyson Silva de Siqueira Fernanda Vieira Teixeira Arêdes Maria Vitoria Evangelista de Sousa Geisell Castro da Silva Mariene de Fátima Ferreira Gustavo da Silva Souto Bittencourt Italo Lutorres Maria Paixão Timóteo Araújo Jaqueline Evangelista da Costa Marisa Gonçalves Aguiar Jennifer Siqueira Souza Matheus Moreira Juliana de Sousa dos Santos Barreto Nábia Leandra do Prado Kenia Regina Nunes Ribeiro Nelzina Pereira Pestana Layena Lindsy Souza Martins Ribeiro Nilva Mariano Sidneia Boiko Martins Raquel Alves Pereira Rejane Braga Rodrigo Correa Bittencourt Sergio Abrikian Sidneia Boiko Martins Tania Mieko Ueno Tsukamoto Thallyta Araújo


07

SUMÁRIO PÁGINAS 11 À 20 EDUCAÇÃO PERMANENTE NO AMBULATÓRIO DE PIC-UFG

PÁGINAS 21 À 25 O QUE TE TRAZ PAZ

PÁGINA 26 À 32 O INSTITUTO CONFÚCIO DA UFG E SUA IMPORTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO

PÁGINA 33 À 42 INFOGRÁFICOS - ATENDIMENTOS

PÁGINAS 43 - 44 WORKSHOP DO FÓRUM SINO-PORTUGUÊS DE MEDCICINA TRADICIONAL


Iniciaremos esse boletim com uma poesia escrita por uma das discentes do nosso projeto, a aluna Natália Freitas Trindade para o módulo II do curso de Educação Permanente do Ambulatório. O poema “Enraizados” pode ser encontrado no nosso Instagram (@ambulatorio_fen) com a narração da discente: Thaís Lobo.




EDUCAÇÃO PERMANENTE


Como uma forma de ampliar o vínculo com todos os colaboradores do Ambulatório e para ampliar os olhares acerca das tecnologias de cuidado por meio das PIC propôs-se o curso de educação permanente , no qual se pretendeu contemplar diferentes atores para atuação com as PIC . O curso de “Educação permanente do Ambulatório de Práticas Integrativas e Complementares: Diálogos e Reflexões” foi composto por três módulos, sendo estes: Módulo I - “Práticas integrativas e complementares: um começo”, Módulo II - “Fitoterapia brasileira: das origens à contemporaneidade” e Módulo III - “Música e Saúde no contexto das PICS”. O primeiro módulo intitulado “Práticas Integrativas e Complementares: um começo" ocorreu nos dias 28 e 31 de Maio e contou com a participação de profissionais com formação em Medicina Tradicional Chinesa e Ayurveda. Nesse módulo foi apresentado sobre a importância das evidências científicas no processo de estudo, validação e divulgação das PIC, bem como o papel das racionalidades terapêuticas no processo de saúde, incentivando a reflexão sobre a saúde, as PIC e seu papel no cuidado humanizado (Figuras 1). 12


Figura 1- Flyer de divulgação da programação do Módulo I


Já o Módulo II possuiu uma abordagem voltada para a Fitoterapia e foi intitulado “Fitoterapia brasileira: das origens à contemporaneidade”. Ocorreu no dia 28 e 30 de Junho e contou com a participação de profissionais incríveis, como o Prof. Dr. Pierre Alexandre dos Santos, Prof. Dra. Gabriela Deutsch, Prof.Dra. Fabiana Ribeiro Santana, a bióloga Daniela Ribeiro Souza, o fisioterapeuta Matheus E.S.Moreira e a terapeuta Débora Giovanella. Durante esse módulo fomos apresentados ao universo da Fitoterapia, no Brasil e no Mundo, além do seu papel no nosso cotidiano, seja a partir do conhecimento advindo por meios científicos ou daquele herdado de nossos familiares e ancestrais (Figuras 2 e 3).

14


Figura 2- Flyer de divulgação da programação do Módulo II


Figura 3- Flyer de divulgação da programação do Módulo II


No módulo III, intitulado “Música e Saúde no contexto das PICS” tivemos a participação da Prof. Dra. Suelen Malaquias, da enfermagem, do Prof. Ms. Vinícius Carneiro, da música e da musicoterapeuta Ms. Elvira Alves e Giuliane Delucca. Foram proporcionados momentos de reflexões sobre o papel da música no cuidado e como essa intervenção pode ser realizada. Além de um momento especial com a apresentação de intervenções com uso da música durante atendimento de PIC, por meio de grupos de trabalho divididos no primeiro dia (Figuras 4 e 5).

17


Figura 4- Flyer de divulgação da programação do Módulo III


Figura 5- Flyer de divulgação da programação do Módulo III


O curso de educação permanente trouxe contribuições para toda a equipe do Ambulatório de PIC da FEN/UFG, pois suscitou reflexões sobre os temas dos módulos, trouxe informações científicas sobre os assuntos e permitiu o desenvolvimento de um olhar clínico e crítico das terapias e suas funcionalidades no cuidado humano. Esse tipo de ação de capacitação é importante por aproximar os discentes, docentes e terapeutas de profissionais que pesquisam as PIC no seu cotidiano com profissionais que as vivenciam diariamente, pois permite uma troca de experiências e desenvolvimento de novas estratégias para o cuidado. Sugerimos que seja reproduzido em outros contextos!

20


O QUE TE TRAZ PAZ?


Cada indivíduo enxerga a paz e possui diferentes formas de relaxar e se divertir. Buscando conhecer as diferentes visões e significado da paz para diversas pessoas, o Ambulatório de PIC da FEN/UFG realizou um concurso cultural em seu Instagram, para que as pessoas enviassem fotos que representassem um momento de paz. Assim, tivemos 6 inscrições e a votação ocorreu através dos comentários do Instagram, sendo que cada comentário corresponderia a um voto e com um total de 544 votos, nossa ganhadora foi a aluna de graduação da FEN, Kênia Pulquerio Rodrigues.

“Eu achei muito interativo o concurso. Uma forma de criar um vínculo entre o projeto de extensão e a comunidade. Houve uma competição para ver quem ganhava. Eu sou bastante competitiva em tudo e após convencer meus familiares a votarem sem parar, veio o resultado esperado. Eu escolhi a foto porque gostei bastante dela. As cores, a paisagem em si e o local me encantou. Gosto muito do projeto e espero que tenha novos concursos.” Kênia Pulquerio Rodrigues. 22





SUA IMPORTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO


O Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da Universidade Federal de Goiás, promoveu no primeiro semestre de 2021, cursos na área de línguas, como o curso de Mandarim I e na área da saúde, como o curso de Introdução à Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Cabe ressaltar que o Instituto Confúcio de Medicina Chinesa promove acesso facilitado aos cursos para a comunidade acadêmica da UFG, assim como a comunidade externa à universidade, contribuindo para a formação na área em questão. A partir dessa acessibilidade, foi possível que integrantes do Ambulatório de PIC da FEN/UFG participassem dos cursos. Abaixo trazemos as considerações de três alunas do curso de Introdução à MTC: Camila Alves Leão de Araújo, aluna de graduação da Faculdade de Enfermagem (FEN) da UFG, Claudet Miranda Silveira, técnica administrativa da FEN/UFG e Nilza Alves Marques Almeida, docente na FEN/UFG.

27


“Meu interesse na Medicina Tradicional Chinesa começou antes da graduação, contudo foi se aflorando, durante a mesma, por eu fazer parte de projetos de extensão com a temática voltada para as PIC, como o Ambulatório da FEN. Então, quando fiquei sabendo do curso do Instituto Confúcio já me interessei, por causa do tema e do valor acessível para pessoas vinculadas à FEN. Posso dizer que quaisquer expectativas que tive quanto ao curso foram superadas durante cada aula e que indico o curso a todos que tiverem um tempo, mesmo que sejam profissionais já formados ou aqueles que não compreendem nada do assunto, pois não irão se arrepender. Depois desse curso, acredito que será apenas a porta de entrada para outros cursos incríveis que estão por vir.” Camila Alves Leão de Araújo.

28


“O meu interesse pelo curso foi devido a minha grande admiração pela MTC, por suas práticas simples e eficazes, pela cultura chinesa, por acreditar que as bases da saúde estão realmente centradas no emocional, no estilo de vida, nos exercícios físicos, na alimentação e nos tratamentos, tais como: Acupuntura, Ventosas, Fitoterapia, Tui Ná, GuaSha, Moxabustão. Criei os meus três filhos a base de cuidados naturais, chás, alimentação saudável, uso do açúcar somente qdo foram para a escola (impossível ter o controle). Minha experiência com o curso foi ótima, os professores Thiago e Andy sempre foram muito receptivos, quanto às nossas dúvidas e nosso desconhecimento do assunto. As aulas, apesar de virtuais, foram muito dinâmicas e interessantes. Gostaria que tivesse sido por um período mais longo. Os dias e horários foram excelentes e não houve conflito com outras atividades que tenho no decorrer da semana. A minha visão mudou bastante, percebi a enorme responsabilidade que temos conosco e com o nosso próximo. 29


O curso me fez relembrar de alguns princípios do Taoísmo que julgo ser essenciais na busca da qualidade de vida de todos. Humildade, não violência (principalmente nestes tempos nebulosos pelos quais estamos passando em função da pandemia), humildade, generosidade, simplicidade… Toda a aprendizagem que tive e que ainda terei nos próximos cursos que realizarei servirão para me auxiliar nos trabalhos como voluntária no Ambulatório da Fen e para tratar pessoas da minha família e amigos que estejam precisando e acreditem, como eu, na importância e eficácia da MTC. Recebo tratamento através da colega Jaqueline Evangelista, tais como acupuntura, moxabustão, ventosas e gua sha, o que tem ajudado em muito os meus problemas de artroses, artrites e outras "dores físicas" decorrentes da proximidade dos meus 70 anos.” Claudet Miranda Silveira

30


“No curso de Medicina Tradicional Chinesa (MTC), ofertado pelo Instituto Confúcio de Medicina Chinesa da Universidade Federal de Goiás (UFG) neste primeiro semestre de 2021, tive a oportunidade como docente e membro da equipe do Ambulatório da Faculdade de Enfermagem da UFG, de acesso ao conhecimento básico desta ciência milenar. Fazer este curso foi o primeiro passo, muito outros passos serão necessários trilhar para ser uma profissional experiente como nossos mestres Zhang Xuanping (Andy) e Thiago dos Santos Freire. Até mesmo por ser a MTC uma ciência milenar, com vastos conhecimentos produzidos e de grande relevância para a promoção da saúde e prevenção e tratamento de doenças. A metodologia utilizada no curso foi satisfatória e favoreceu o aprendizado proposto na ementa, mesmo diante da pandemia da COVID-19 que impossibilitou a oferta de aulas presenciais com aplicação prática dos conteúdos teóricos.

31


Os professores foram exemplares e se dedicaram ao máximo para garantir o aprendizado significativo a todos os participantes, mesmo aqueles sem conhecimento prévio de MTC. Houve troca de experiências muito ricas e o curso me instrumento para a busca por aprimoramento teórico e prático, com vista a me qualificar cada vez mais para a atuação no ambulatório, com direcionamento para a área de Saúde da Mulher, na qual tenho atuação na docência em enfermagem. Deixo a minha gratidão aos professores Andy e Thiago pela oportunidade de tê-los como meus primeiros mestres em MTC”. Nilza Alves Marques Almeida

Referências: Disponível em: https://institutoconfucio.ufg.br/n/142380-nodia-26-de-maio-de-2021-ocorreu-a-1-reuniao-do-conselhodeliberativo-do-instituto-confucio-de-medicina-chinesa-da-ufg. Acesso em: 23 jun, 2021

32


ATENDIMENTOS REMOTOS


ABRIL/2021



MAIO/2021



JUNHO/2021




JULHO/2021



WORKSHOP DO FÓRUM SINO-PORTUGUÊS DE MEDICINA TRADICIONAL


“Evento promovido pelo Ministério do Comércio da China, realizado entre os dias 9 a 22 de junho de 2021, ofertados de forma não presencial. O objetivo do evento foi apresentar a teoria e os princípios da Medicina Tradicional Chinesa- MTC e seus benefícios, para os países de língua portuguesa. No intuito, de trazer as inovações tecnológicas desenvolvidas na China voltadas para a produção de fitoterápicos; formação de médicos (incluindo estrangeiros) em MTC; tratamentos inovadores na área da dermatologia (estética); para depressão; para a área cardiovascular utilizando a MTC e Medicina ocidental- MO e com ênfase no tratamento da Covid-19: prevenção, tratamento e cuidados de enfermagem às pessoas susceptíveis ou em tratamento da doença de forma leve a grave. Ademais, o evento proporcionou a troca de experiência exitosas utilizando a MTC pelos participantes através de um seminário oferecido dentro do evento. Os participantes enviavam suas experiências com MTC e as melhores eram selecionadas pelos organizadores do Workshop para serem apresentadas nos dois últimos dias do evento.” Professora Drª Michele Dias da Silva Oliveira 44