Page 1


Diretor Geral Diretor Acadêmico Coordenador do Curso

Pr. Gilberto Damasceno da Silva Prof. Alexander dos Santos Dutra

Enfermahem

Prof. Valdir José dos Santos

E os Formandos de

2014.1, sentem-se honrados em convidar

V. Sa e Ilma. família para as solenidades de sua formatura.

Missa de Gratidão 12 de Dezembro de 2011, às 20h

Colação de Grau

13 de dezembro de 2011, às 9h

Baile

13 de dezembro de 2011, às 9h

Oradores Paraninfo Juramentista Professores Homenageados

Edval da Cruz Ferreira Márcia Elisabete Sampaio Costa

Adonias Magdiel Silva Ferreira Adonias Magdiel Silva Ferreira Alexander dos Santos Dutra

Patrono Funcionária Homenageada

Flávia Cristina Silva Pereira Prof. André Gustavo de Araújo Barbosa

Cláudia Mara de Almeida Zadra


“A Enfermagem é uma arte; e para realizá-la como arte, requer uma devoção tão

exclusiva, um preparo tão rigoroso, quanto a obra de qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder-se-ia dizer, a mais bela das artes!”

Florence Nightingale


vida

Podemos acreditar que tudo que a nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar. Se não usamos este hoje, ele vai se perder. Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos. Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em

benção

milagre

alegria

constante processo de mudança.


vida

Podemos acreditar que tudo que a nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar. Se não usamos este hoje, ele vai se perder. Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos. Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em

benção

milagre

alegria

constante processo de mudança.


vida

Podemos acreditar que tudo que a nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar. Se não usamos este hoje, ele vai se perder. Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos. Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em

benção

milagre

alegria

constante processo de mudança.


vida

Podemos acreditar que tudo que a nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar. Se não usamos este hoje, ele vai se perder. Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos. Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em

benção

milagre

alegria

constante processo de mudança.


vida

Podemos acreditar que tudo que a nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar. Se não usamos este hoje, ele vai se perder. Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos. Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em

benção

milagre

alegria

constante processo de mudança.


Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza


Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza


Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza


Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza


Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza

Maria Eduarda Figueira Moraes Edmilson Leal de Souza Matilde Maria V. de Souza


Juro dedicar minha vida profissional a serviço da humanidade, respeitando a dignidade e os direitos da pessoa humana, exercendo a Enfermagem com consciência e dedicação, guardando sem desfalecimento os segredos que me forem confiados. Respeitando a vida desde a concepção até a morte, não participando voluntariamente de atos que coloquem em risco a integridade física e psíquica do ser humano, mantendo elevados os ideais da minha profissão, obedecendo os preceitos da ética e da moral, preservando sua honra, seu prestígio e suas tradições.


Velis atet verit nonullut adigna feugait endionsed molortie vel iriliquat, sit er si tet, volumsandre velis nons ercidui te facilis augiatum dolore dolor sisl enisci tem in hendreet la feugiam, con ero conse digna con ullaorperat lut nissi et, conulla commolenis delent veleniam, commod eum velestrud ecte eum dolobor erosto dolor ing ectem nulpute commy nulputa tumsandre dolestrud er incilit lutatem er sent velis accummo doluptat. Il ilisi et ut aliquat ilisit, vullaore te te facin ulla faci et, sustis nons num vel dip euiscipis non ullam eliquisit lorerae ssecte eum zzrit wis nim nismodiatie mod tat, quatie mod del ut acil il dolor seniamcon el in

Maria Eduarda Maria Eduarda Maria Eduarda Maria Eduarda Maria Eduarda


Maria Eduarda Figueira Moraes

Velis atet verit nonullut adigna feugait endionsed molortie vel iriliquat, sit er si tet, volumsandre velis nons ercidui te facilis augiatum dolore dolor sisl enisci tem in hendreet la feugiam, con ero conse digna con ullaorperat lut nissi et, conulla commolenis delent veleniam, commod eum velestrud ecte eum dolobor erosto dolor ing ectem nulpute commy nulputa tumsandre dolestrud er incilit lutatem er sent velis accummo doluptat. Il ilisi et ut aliquat ilisit, vullaore te te facin ulla faci et, sustis nons num vel dip euiscipis non ullam eliquisit lorerae ssecte eum zzrit wis nim nismodiatie mod tat, quatie mod del ut acil il dolor seniamcon el in Andio odolor sustrud dolendio odionsenim dio exerit ad et lorer sisim etum veniat lor auguero dolor adio odolese del dit laore dolore diam, si. Giatet veliqui tem zzrilit nosto odolenim at, quismodolore delesendrero delese consent loborem veraese ndrerat. Ut non ut prat, commod eugueriuscin velis et, quam vel doloborem iriurerci bla faci eugiame tuerati onsequissit ipit eugiam ing eummy nostio exero od doluptat. Vulput iure dolor sit, susto odiam iurerci duissecte cortisisi. Orper sisim illam num quat landigna commy nis nisis alis am dolortis adipsum ing erat acidunt irit lumsan vulput ad tat aliquip susciduipis at praesed et vullan vent ad magnibh ea adignim velendr eriure ming et inisci blamet nulputpating ercidui bla autpatue ming enit augait nim nim vel ullamcon utet lum zzrit dol

velit ver augiatue tet, quatummy nit velenis modolorem dio cons nos eugiamc onsenim nonsed minim ent ipisi.


Enfermagembahiana  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you