Page 1

PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

BRENDOW DE PAULA GABRIEL ANDRADE BRAGA HUDSON MORAES J. GUILHERME MAZER RAUL MARTINS


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

INTEGRANDES BRENDOW DE PAULA

201504454081

Av .C els

oC GABRIEL ANDRADE BRAGA 201506247679 ha rur

i

Rod. Anton

HUDSON MORAES 20150668063 io Machado

JOSÉ GUILHERME ROCHA MAZER 201502498103 Sant’anna

RAUL MARTINS 201502537991

DOCENTE CATHERINE D’ANDREA

DICIPLINA ATELIÊ URBANISMO II

INSTITUIÇÃO

1/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

GLEBA A SER LOTEADA I NT R O D U Ç Ã O O trabalho propõe elaborar um projeto de lotemanteo em uma área urbana degradada, a partir da compreensão do processo de produção social dos problemas e contradições que lhe são inerentes, elaborando propostas e diretrizes gerais

Av .C els

oC

e setoriais de uso e ocupação do solo, habitação, envolvendo conhecimentos de morfologia e de tipologia urbanos e utilizando os instrumentos Uma leitura geral da gleba e do seu entorno , foi estudada com visitas em loco. E assim a partir de dados físico-ambientais, socioeconômicos e

Sant’anna

considerando uma faixa de 600 metros adjacentes

i

io Machado

previstos no Estatuto da Cidade.

rur

Rod. Anton

meio ambiente, mobilidade, infraestrutura,

ha

restrições legais coletamos dados e elaboramos prancha síntese que permitirão a definição da vocação do novo loteamento. Que por sua vez tem a intenção de pensar na qualidade de vida interligada com atividades físicas e o contato com a natureza, levando em consideração diferentes classes sociais e incorporando-as em uma mesma gleba com ttamanhos de lotes distintos em uma mesma gleba.

IMAGEM GOOGLE EARTH.

2/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

LOCALIZAÇÃO A gleba adotada se localiza entre a rodovia Antonio Machado Sant’anna e a av. Celso Charuri na cidade de

HIERARQUIAS A hierarquia viária na região, apresenta distintos tipos e vias, abrangendo um maior parte de rodovias e avenidas tendo assim um fluxo moderado a alto em horários de pico.

Ribeirão Preto - SP, como mostra no mapa anterior. Hoje a atual situação do local funciona como plantação de grãos.

GABARITO Com analise do mapa ao lado , a predominância de tipologia no

entorno da gleba são de até dois

pavimentos, cerca de 95% da área ocupada apresentam edifícios da primeira tipologia (1 e 2 pavimentos) conforme caracteriza a legenda. Edifício que possuem entre 3 e mais de 5 pavimentos são em pontos específicos da carta gráfica, Se tratam de edifícios presentes em condomínios de torres residenciais e/ou residenciais de até 3 pavimentos.

3/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

HIERARQUIA VIÁRIAS A Gleba e contornada por vias expressas com um fluxo alto a moderado podendo ter um trânsito maior em horários de pico,

4/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

VEGETAÇÃO E CLIMA Nessa carta encontramos informações sobre conforto ambiental, quantidade e tipologia de vegetais presentes na gleba. Os ventos predominantes são de sudeste para noroeste, Em relação a insolação não temos problemas por sombreamento de edificações vizinhas, nem pela mata situada ao lado da gleba. O terreno atualmente tem um percentual de cerca de 80% do solo utilizado para produção agrícola, expecificadamente grão como soja e milho.

5/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

EQUIPAMENTOS URBANOS Existem poucos equipamento perto da gleba como escolas e hospitais quase nao hรก algum apenas uma UBS.

6/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

USO DO SOLO A área estudada apresenta um percentual aproximado de 80% da ocupação por residências, ficando nitido a falta de comércio local que atenda a população dos bairros próximos e a gleba na escala de vizinhança. as áreas institucionais próximas a gleba são associações, lazer e outros, não tendo ligações à saúde ou a educação ficando claro a necessidade das mesma no novo bairro a ser criado.

7/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

OCUPAÇÃO A maior das quadras possuem um percentual de 100% das ocupação, as áreas menos ocupadas se encontram ao sudoeste da gleba, por serem áreas de chacaras e associações, e nas adjacências das vias expressas, a gleba encontra-se uma área de respiro, a única área mais ocupada que fica bem proxima a gleba, separada pela APP (área proteção permanente) que é considerada uma ZUP (zona urbanização permantente) é um condomínio residencial locazado ao lado direito do terreno .

8/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

D E C L IV I D A D E

9/18


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

OCUPAÇÃO Nesse mapa podemos visualizar pontos importantes da gleba como a declividade com um solo pouco acidentado possuindo áreas com1% de declive. . Zonas de proteção máxima nas adjacências do terreno, a presença de córrego do Retiro Saudoso que trazem potencialidades para o projeto. Uma diretriz viária passa ao meio da gleba que terá que ser respeitada, falta de comércio local é um ponto que temos que levar em consideração assim como a falta de equipamentos.

4/12 10/15


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

PLANO DE MASSAS A idéia do loteamento era traçar as avenidas e tomar como partido a diversificação de tipologias, ou seja, desenvolver diferentes tamanhos de lotes para atender a todas as classes sociais amenizando a diferença e distancia entre as mesma que acontece nos dias de hoje. Misturar ao loteamento as diferentes tipologias junto com grande massas de área verde, pensando que a área pertence a uma ZUR (zona de urbanização restrita) onde a uma parcela maior de área verde que tem que ser doada, assim pode ser criadas praças para a contemplacação dos morados e seus visitantes. Ao meio da avenida no canteiro central pensa-se em colocar uma ciclovia onde no centro desses canteiros os usuários se sentirão mais seguro ao transitarem diminuindo o risco de acidentes ocorrido por veículos e bicicletas. Uma faixa de comercio será criada fazendo uma cinta ao longo da avenida Celso Charuri para tentar suprir a falta de lojas e prestadores de serviço nas áreas adjacentes.

4/12 11/15


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

L O T E A M E NT O QUADRO DE ÁREAS (m²) 619.481,90m²

ÁREA DA GLEBA:

221.109,521m²

ÁREA VERDE:

148.967,37m²

ÁREA UNIFAMILIAR:

QUANTITADADE DE LOTES 24,28% 28,10%

467 unid.

LOTES RES. UNIFAMILIAR : LOTES RES. MULTIFAMILIAR 10PAV:

34.221,49m²

ÁREA DOADA:

5,52%

ÁREA MULTIFAMILIAR 3PAV:

18932,04m²

3,00%

ÁREA MULTIFAMILIAR 10PAV:

38.489,27m²

6,20%

17.973,30m²

ÁREA COMÉRCIO: ÁREA VIAS:

139.788,107m²

14 unid.

LOTES RES. MULTIFAMILIAR 3PAV:

36 unid.

LOTES RES. MULTIFAMILIAR 3PAV:

36 unid.

LOTES COMERCIAIS :

76 unid.

3,00% 22,60%

DENSIDADE POPULACIONAL LÍQUIDA :

381,41 hab/ha.

íNDICES URBANÍSTICOS TIPOLOGIAS

ÁREA DO LOTE

RECUOS

T.O.

C.A.

UNIFAMILIAR

de 200m até 420m

frente 5m, fundo 5m, laterais 2m

50%

2

MULTIFAMILIAR ATÉ 3PAV.

600m

frente 5m, fundo 5m, laterais 1,5m

50%

3

h/6

65%

MULTIFAMILIAR ATÉ 10PAV.

2750m

T.P.

D.P.L.

D.P.B

5%

381,41

138,121

5

12/15


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

TIPOLOGIAS

LOTE RESIDENCIAL UNIFAMILIAR 14X30M 14,00

5,00

TAXA DE OCUPAÇÃO: 60% COEFICIENTE DE APROVEITAMENTO: 1,20 DENSIDADE POPULACIONAL: 80,90hab/ha NÚMERO DE PAVIMENTOS: máximo 2

30,00

2,00

NÚMERO DE LOTES: 626 lotes unifamiliares.

5,00

RECUOS: de 5,00 frontal, 5,00 de fundo e 2,00laterais.

13/15


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

TIPOLOGIAS

LOTE RESIDENCIAL MULTIFAMILIAR 20X30M

TAXA DE OCUPAÇÃO: 60% 20,00

5,00

COEFICIENTE DE APROVEITAMENTO: 2 DENSIDADE POPULACIONAL: 44,4hab/ha NÚMERO DE PAVIMENTOS: máximo 3 NÚMERO DE LOTES: 626 lotes 2,00

RECUOS: de 5,00 frontal, 5,00 de fundo e 2,00laterais.

5,00

30,00

2,00

14/15


PROJETO DE LOTEAMENTO URBANO V I A B I L I Z A N D O A S U S T E N TA B I L I D A D E E A I G U A L D A D E S O C I A L

IMAGENS TRIDIMENSIONAIS DO LOTEAMENTO

projeto de loteamento urbano  
projeto de loteamento urbano  
Advertisement