Page 1

DE OLHO NOS FATOS ANO XVII -  Nº 333

Gazeta São Mateus

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

1ª Quinzena de Novembro de 2011

Escola pública faz desfile de moda com recicláveis Vestido de noiva fechou o desfile com muito sucesso Alunos da Escola Estadual Recanto Verde Sol no Jardim Limoeiro, s/n, Terceira Divisão, zona leste de São Paulo realizaram no dia 17 de outubro de 2011 a etapa final do Projeto Interdisciplinar “Reciclar, Reutilizar e Reaproveitar”. O Projeto teve duração de dois meses e contou com a participação de todos os alunos do Ensino Médio. As atividades desenvolvidas dentro do projeto tinham como objetivo compreender que a reciclagem é uma das formas mais sustentáveis do mundo. Página 4

O pinião

O jornal não pode atender a tudo e a todos ao mesmo tempo

Não é a primeira e nem será a última vez em que pessoas por má fé ou apenas desinformação mesmo apontam suas baterias para o jornal e fazem algumas reclamações ou cobranças quanto ao nosso comportamento ou conduta. Faz parte do ofício. Na medida em que somos uma atividade de caráter praticamente público estamos sujeitos e até ajuda a melhorar nossos serviços quando as críticas são pertinentes. Página 2

E ditorial

O Câncer do Lula e o atendimento

Saiba como o paciente é encaminhado para o tratamento contra o câncer nas redes pública e privada

Recentemente fomos surpreendidos com a notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está com um câncer na laringe, constatado depois de quase dois meses de uma rouquidão acentuada. Lula, a pedido de parentes e alguns amigos próximos, foi examinado no Hospital Sírio Libanês e começou uma quimioterapia que deverá ajudá-lo a superar essa dificuldade. É o que desejamos a ele e a qualquer pessoa que passe pela mesma situação.

Transporte em São Mateus

Página 2

Mandatos petistas chamam atenção para pretensão do Governo de Estado cobrar integração nos transporte. Leia na página 7.

Esta ação objetiva organizar a resposta ao governo do estado de SP, GERALDO ALCKMIN - PSDB, contra ação da EMTU e METRA em querer cobrar do povo trabalhador a integração entre os transportes de massa (ONIBUS munici-pais e intermunicipais e TROLEBUS) que a vinte anos é gratuita em nosso município. Entendemos que a o governo tu-cano PSDB, a EMTU e a METRA, tem o dever de assumir estes custos e garantir o transporte para os trabalhadores.

Panfletos na porta; tem quem não gosta

Anos após da adoção da Lei Cidade Limpa, uma feliz iniciativa do primeiro mandato do prefeito Gilberto Kassab (PSD-SP) se percebe certo relaxamento no seu rigor e acompanhamento pelo poder público. Seja diretamente no cumprimento do que ainda resta da lei, seja na fiscalização das alternativas que foram criadas como forma de driblar as restrições que a lei impunha na divulgação comercial. É público, notório e cada vez mais intenso a utilização de panfletos por grandes, médias e pequenas redes de supermercados, empresas de material de construção, lojas e até farmácias que, na modalidade porta-a-porta infestam de papel portões, pisos de garagens quando não ainda pior; as calçadas ou leito carroçável. Página 8

Projeto Florescer chega no Iguatemi

Projeto córrego limpo – revitalização do Cipoaba

Um jardim para borboletas... O Projeto SOMAR/CEMAIS em parceria com a administração do condomínio – Gestão 2011 está revitalizando áreas verdes do Parque Residencial Santa Bárbara. Em comemoração ao mês da Primavera, o projeto Somar/Cemais elaborou proposta de revitalização de áreas comuns do condomínio Parque Residencial Santa Bárbara em São Mateus financiado com recursos parciais da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo. Página 9

O evento aconteceu na Escola Isaac Schraiber, no Parque São Rafael

No Jardim Arantes apreensão com as chuvas

No último sábado, dia 22 de outubro aconteceu à formatura de um grupo de jovens que participaram do “I Curso de Capacitação em Fotografia, Web Designer, Comunidade, Meio Ambiente e Criação de Blogs”, patrocinada pela Sabesp em parceria com a Escola Estadual Professor Issac Schraiber, onde ocorreu o evento, a Ong Reciclar, o Telecentro Reciclar, a UBS Pq. São Rafael e algumas secretarias municipais.

A presidente da Associação dos Moradores do Jardim Arantes, Maria Suely A. O. Ortolan protocolou no início deste mês carta com 65 assinaturas dirigida ao subprefeito de São Mateus mostrando a preocupação daquela comunidade de um loteamento irregular com o próximo período das chuvas previsto para o final deste ano e começo do ano seguinte.

Dersa demora e moradores fazem plantio de mudas Moradores da Rua Dorotéia Eugrássia se reuniram na manhã do dia 5 de novembro para realizar o que seria de responsabilidade da Dersa: o plantio de uma grande área na rua ao lado da extensão da Avenida Jacu Pêssego. Para tanto, Elisabete Huffmann, representando a comunidade solicitou e foi atendida pelo Projeto Florescer que surpreendentemente doou 600 mudas de árvores nativas da floresta amazônica que, espera-se se desenvolvam adequadamente no local.

Página 8

Página 6

Preservação da Natureza

A natureza não se vinga, apenas devolve o que não lhe pertence.

Página 5


Gazeta São Mateus

Página 2

E ditorial

O Câncer do Lula e o atendimento

Saiba como o paciente é encaminhado para o tratamento contra o câncer nas redes pública e privada Recentemente fomos surpreendidos com a notícia de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está com um câncer na laringe, constatado depois de quase dois meses de uma rouquidão acentuada. Lula, a pedido de parentes e alguns amigos próximos, foi examinado no Hospital Sírio Libanês e começou uma quimioterapia que deverá ajudá-lo a superar essa dificuldade. É o que desejamos a ele e a qualquer pessoa que passe pela mesma situação. Mas não foi somente o fato de Lula ver-ser doente e iniciar tratamento que ocupou linhas e tempo na mídia. A lembrança de algumas pessoas de que ele poderia ou deveria se tratar através do Sistema Único de Saúde – SUS para provar todas as dificuldades deu pano prá manga. A decisão de onde ou como irá se tratar atualmente, já não sendo mais chefe de estado e com amplos recursos é apenas dele. Se ele pode pagar pelo tratamento que assim o seja. É um direito dele. O que não está tendo graça é a reação descabida e severa de parte expressiva da imprensa que buscou desqualificar as pessoas que por uma razão ou outra sugeriram o caminho do SUS. Pode ser que entre estes, vários desejam mesmo que o Lula se exploda. Eles devem ter lá seus motivos e esse não é o eixo desse artigo e destes sequer vamos considerar. O que ocorre é que para outros que sugeriram o caminho do SUS não era, como argumentam muitos que tentam desqualificar essas considerações, dor de cotovelo, revanchismo, inveja, etc. Claro, de novo, também pode ser isso, mas, pode ser também que são pessoas que tem a memória fresca para lembrar que em mais de uma ocasião, o ex-presidente Lula enalteceu o serviço público de saúde, principalmente os de maior presença dos recursos do governo federal. Em dada ocasião, no nordeste do País, Lula chegou a considerar que já dava para ele ficar doente naquela região pois teria um UPA – Unidade de Pronto Atendimento novinho para lhe atender. No que tem de opinativo, esse editorial sustenta o direito das pessoas indicarem o Lula experimentar o SUS sim, da mesma forma que o Lula tem o direito de não o fazê-lo. No mais, como esse assunto praticamente está sepultado e, mesmo que de forma injusta, anda doendo no lombo de quem propôs a Lula experimentar o sistema, vamos inverter o foco e tentar entender com funciona os possíveis tratamentos de câncer no Brasil. Na rede pública Se na rede pública brasileira o paciente com câncer, ainda sem saber que o tem, enfrenta uma longa espera por exames, consultas e pelo tratamento da doença, na rede privada não é mais suave e na maioria dos casos tem que esperar pela autorização de convênios ou

com a falta de cobertura dos planos para os caros remédios oncológicos. Claro que não está em nenhuma das duas categorias o ex-presidente. Na rede pública, pelo Sistema Único de Saúde (SUS) o paciente deve ir até a unidade de saúde mais próxima de onde mora quando apresentar algum sintoma ou queixa de saúde. Muito comum é que a unidade que está mais próxima de nós não tenha condições de dar o atendimento para o caso de câncer; é a sina do pobre. Em geral o paciente será encaminhado para um hospital ou unidade de especialidades. Lá, se tiver sorte será examinado por um especialista que vai requisitar exames para comprovar o possível câncer. É nesse momento que a pessoa pode começar a sofrer com os atrasos. O paciente pode esperar meses até conseguir os exames e consultas com especialistas. A depender da região onde está, o paciente pode ser encaminhado diretamente para um hospital ou clínica que seja uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia ou para um Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (CACON), que pode tratar qualquer tipo de câncer. Outra opção é que a pessoa seja encaminhada para um centro de excelência, como o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp). Para ser aceito, entretanto tem que ser indicado por unidade que faça parte do sistema de referência desse centro, além de apresentar comprovação da existência do câncer. A partir deste momento, o paciente começa a espera por uma vaga para os tratamentos de radioterapia, quimioterapia e cirurgia, que pode ultrapassar os três meses. Rede privada Já para a rede privada a pessoa deve ir a uma unidade na rede de cobertura do seu plano ou marcar uma consulta com um médico dessa mesma rede. Uma legislação obriga os convênios a conseguir uma consulta para os pacientes com câncer dentro de um mês. Após a consulta, o médico precisa pedir autorização para o convênio para realizar os exames. A empresa tem até cinco dias úteis para autorizá-lo, mas esse prazo pode ser estendido por mais cinco dias caso a empresa peça “informações adicionais” ao médico. Depois dos exames, o convênio ainda precisará aprovar o tratamento indicado para o paciente. No entanto, o paciente da rede privada ainda pode ter que enfrentar problemas durante o tratamento com remédios prescritos pelo médico. É que os convênios quase nunca cobrem a compra dos medicamentos orais por que não tem essa exigência da Agência Nacional de Saúde. Caso o paciente não possa pagar pelos remédios que, em alguns casos pode custar até R$ 15 mil por mês, o paciente pode entrar na Justiça contra o Estado brasileiro. Em geral, o processo dura menos de um mês e é favorável ao paciente.

G azeta S ãoM ateus

Empresa Jornalística Gazeta São Mateus Administração, Publicidade e Redação: Rua Libra, 85 - Jd. Santa Bárbara São Mateus - São Paulo - Cep: 08330-370 Fone:/Fax: 2962-3172 - Cel: 9431-7658 e-mail: gazetamateus@terra.com.br Diretora: Luci Mendonça Diretora Comercial: Cristina Mendonça da Silva Jornalista Responsável: Luci Mendonça – Mtb 43029-SP Redação: J. de Mendonça Neto Colaboradores: Marcelo Doria, Dra. Cibelle Mendes e Cristiane Ortega Repórter Fotográfico: Giuseppe Celestino Diagramação: Daniela Lima - dan_slima@hotmail.com (Obs: Matérias assinadas não representam, necessariamente, a opinião do jornal)

Fotolito e Impressão: Gráfica Pana - Fone: 3208-2487 CNPJ - 02.740.573/0001-87

Proibida a reprodução total ou parcial dos textos

Tiragem: 20 mil exemplares Circulação: São Mateus, Itaquera, Guaianazes, Vila Formosa, Mooca, Vila Prudente, São Miguel, Tatuapé e Mauá Distribuição gratuita

o ã i n pi

O

Não é a primeira e nem será a última vez em que pessoas por má fé ou apenas desinformação mesmo apontam suas baterias para o jornal e fazem algumas reclamações ou cobranças quanto ao nosso comportamento ou conduta. Faz parte do ofício. Na medida em que somos uma atividade de caráter praticamente público estamos sujeitos e até ajuda a melhorar nossos serviços quando as críticas são pertinentes. Não foi exatamente o que ocorreu com relação a uma crítica que recebemos de uma moradora do Condomínio Santa Barbara insinuando que estivemos ausentes ou não apoiamos os esforços de um comerciante local que andou convocando os moradores para discutir seus problemas, principalmente de segurança através da reunião do Conseg, do 49 DP de São Mateus. Essa pessoa, aparentemente nossa leitora até agora, visto que se prontificou a emitir algumas opiniões sobre o nosso veículo, estranhou a nossa ausência, mais precisamente quando o senhor Valdir Sampell saiu debaixo de chuva distribuindo panfletos e conversando com os moradores convocando

1ª Quinzena de novembro de 2011

O jornal não pode atender a tudo e a todos ao mesmo tempo para uma reunião, atitude pra lá de louvável. Parece que a queixosa ainda aponta uma suposta omissão nossa quanto a questão da segurança naquele local. Oras, pode ter ocorrido, e nesse caso ocorreu, de não estarmos panfletando na chuva, afinal essa é ou seria mais a responsabilidade dos moradores ou dos ativistas do Conseg e não nossa. Pode ter ocorrido também de não termos noticiado com a freqüência que a leitora possa achar ideal a questão da segurança, de novo, naquele local. Essas possíveis ocorrências entretanto não autoriza julgar o comportamento do jornal da forma que ela fez. Segundo ela, não divulgamos nem estimulamos a reunião, mas divulgamos políticos e/ou eventos e festas em nossas páginas. Primeira consideração que faço é que é natural que as pessoas achem que o seu problema é sempre mais grave e urgente que o dos outros. Assim é fácil entender porque a pessoa fica sempre querendo mais atenção do jornal para o seu problema ou de sua comunidade. Mas, independente disso, vale esclarecer que além do que vai nas nossas páginas o jornal tem um grande e responsável trabalho de bastidores.

Só para o conhecimento da leitora, enquanto diretora do jornal e moradora do bairro tenho tido reuniões periódicas com o coronel da PM da área Adilson Pereira e com o delegado Targino da 8ª Seccional sempre lembrando os assuntos que dizem respeito a segurança ou a falta dela que vem infernizando os moradores de São Mateus e não apenas de condomínio A ou B. Vale lembrar ainda, que faço isso com o Grupo Gestor de São Mateus que tem como característica se preocupar com os problemas gerais das comunidades de São Mateus, o que deveria ser uma obrigação de todos os moradores não apenas de alguns poucos abnegados. Além dessas considerações quero deixar claro aqui que nenhum político banca o jornal, que por sinal custa caro. Esse apoio vem da publicidade de nossos comerciantes que tem clareza e entendimento desse esforço de informar. O fato dos políticos, por vezes estarem presentes nas páginas do jornal indicam a seriedade como temos nos comportados. Isso não quer dizer que é proibido os políticos requisitarem espaços para alguma divulgação de seu interesse. Isso acontece aqui, mas é espaço pago como ac-

Luci Mendonça

Diretora do Jornal

ontece lá no outro jornal, lá na outra televisão e por ai vai. Pra finalizar fique sempre à vontade para emitir suas críticas ao nosso trabalho. Como contra partida apenas requeremos o direito de apresentar o “outro lado” de cada questão que nos é levantada como foi esse caso agora. Aproveitamos também a oportunidade para parabenizar o esforço do Valdir Sampell que busca mobilizar os moradores para discutir suas questões nos fóruns mais apropriados. Quanto a uso que a leitora deixará de fazer com o jornal isso fica a critério dela. O ideal, entretanto é que ela o lê-se antes em suas diversas edições e não apenas algumas para emitir uma juízo mais adequado. Quanto ao resíduo dos periquitos, que ela citou para finalizar seu estado de ânimo contra o jornal, este pode virar adubo através da compostagem ou devidamente embalado e destinado a coleta se houver por parte de sua dona consciência ambiental.

FPHP Frente Paulista de Habitação Por Cristiane Ortega Lopes (Psicopedagoga)

Educação

Resultado final: Como entrar com recurso

O fim do ano letivo vem chegando e com ele são divulgados os resultados finais dos alunos, onde se encaminha o aluno para a série seguinte ou o retém na mesma série. O que poucos divulgam é o direito assegurado por lei que o aluno tem de contestar esse resultado. A Deliberação CEE Nº 11/96 dispõe sobre pedidos de reconsideração e recursos referentes aos resultados finais de avaliação de alunos do sistema de ensino fundamental e médio do Estado de São Paulo, regular e supletivo, público e particular. Segundo ela, todo aluno que se sentir prejudicado em seu resultado final poderá entrar com pedido de reconsideração ao diretor da escola em que estuda, sendo representado pelo responsável, caso seja menor de idade. O diretor reunirá o Conselho de Escola e reavaliará os registros existentes. A escola deverá estar devidamente documentada e embasada nas orientações dessa deliberação, caso contrário deverá dar causa ganha pelo aluno. Caso a direção apóie a decisão do Conselho e mantenha a reprovação, se ainda assim o aluno se sentir injustiçado poderá recorrer à Diretoria de Ensino, mas através de solicitação

escrita entregue na própria escola dirigida ao Dirigente de Ensino. O pedido de reconsideração, dirigido ao Diretor da Escola, deverá ser interposto até o 5º dia subseqüente à data de afixação ou ciência inequívoca do resultado final. Não havendo na Escola procedimentos que garantam ao aluno o cumprimento do prazo previsto no parágrafo anterior, caso a escola esteja fechada, por exemplo, o pedido de reconsideração poderá ser entregue até o 5º dia do mês em que se inicia o período letivo subseqüente. A comunicação da decisão sobre o pedido de reconsideração, ao aluno ou ao seu responsável, deverá ser feita até o 10º dia subseqüente à interposição do pedido, mediante termo de ciência assinado pelo responsável. Da decisão da direção da Escola caberá recurso do aluno ou, do seu responsável legal, dirigido ao Delegado de Ensino, mediante petição escrita e fundamentada que será protocolada na Escola até o 5º dia útil após o resultado do recurso da escola. A Diretoria de Ensino terá até 30 dias após o seu recebimento para dar seu parecer.

Convocamos todos para uma manifestação na Praça Patriarca no centro próximo ao Viaduto do Chá, e a Prefeitura, ato de Repudio contra as invasões que estão ocorrendo no centro em apartamentos e prédios públicos, movimentos este que não respeita as leis, e propriedades privadas, querendo ser beneficiados sem critérios e participação. Quem não pode ir mande alguém da família, sua participação é importante. Dia 25 de novembro de 2011, as 14hs. Ligar na frente para saber se vai ter ônibus fone 2682-6947 Elgito/Socorro

NOTA DE REPUDIO

Os movimentos Sociais de Luta por Moradia vem, ao longo dos últimos anos, mantendo estrito relacionamento com o Poder Publico Municipal – SEHAB/ COHAB, procurando, através do diálogo, propor e encontrar soluções para o problema habitacional da cidade. Invasões de próprios público e/ou privados como as desencadeadas no dia 07 de Novembro de 2011, não contribuem em nada para o encaminhamento dessas soluções. Não há e nem haverá concordância, por parte dos signatários desta, com ações que, alem de ilegais, querem inverter a ordem de atendimento em detrimento dos milhares de cidadões que, respeitando as regras, aguardam solução para conquistar sua casa própria.Cabe ressaltar que, conforme estabelece a Resolução CMH Nº 17 de 22 de fevereiro de 2006, a seleção da demanda de cada programa deve ser feita a partir do cadastro unificado SEHAB/COHAB, respeitadas as prioridades especificas de cada programa e segundo as diretrizes elencadas naquele dispositivos, onde consta expressamente que “NÃO SERÃO ATENDIDAS FAMILIAS QUE TENHAM INVADIDO IMOVEL PUBLICO OU PRIVADO” (item 3, alínea C da Resolução). Desta forma repudiamos veementemente essas ações que tem sido repetidamente, patrocinada por um pequeno grupo que não representa a grande maioria dos Movimentos Sociais de Luta por Moradia e exigimos o cumprimento da Legislação mencionada. FPHP FRENTE PAULISTA DE HABITAÇÃO

BENEFÍCIOS - INSS ***EVITE FILAS***

• MULHERES • APOSENTADORIA E HOMENS • PENSÃO POR MORTE a partir de 65 ANOS • ACIDENTE DE TRABALHO ou DEFICIENTES, • REVISÃO DE APOSENTADORIA E PENSÃOpodem ter direito a um benefício, • DEPARTAMENTO JURÍDICO PRÓPRIO mesmo sem nunca • CONTAGEM DE TEMPO DE SERVIÇO terem contribuído • ANÁLISE DE DOCUMENTOS ao INSS

FAÇA VALER SEUS DIREITOS!

Atendemos em dois endereços: Av. Satélite, 543A - sala 1 - São Mateus - SP – Fone: 2012-6397 Rua 7 de Abril, 118, cj. 202, sala 01 – Centro – Fone: 3151-2991

Gazeta São Mateus Para anunciar 2285-5255 livre 95028208 vivo 94317658 claro Aqui o seu anúncio é LEGAL!


Gazeta São Mateus

1ª Quinzena de novembro de 2011

C

Página 3

idadania

Clóvis Chaves Ex-Subprefeito de São Mateus

Documentos emitidos durante evento promovido pelo Vereador Francisco Chagas no Jardim Santo André já podem ser retirados

USP/Maconha

M

oradores do Jardim Santo André, na região de São Mateus, podem retirar os documentos que foram emitidos para menores de 14 anos, durante o Programa CUT Cidadã Nordestinos, levado para a região pelo vereador Francisco Chagas. O evento foi realizado em 9 de outubro, em comemoração ao Dia do Nordestino. Na ocasião, foram atendidas mais de 12 mil pessoas no Campo do Cruzeiro, Parque das Flores, e cerca de mil RGs emitidos. Na mesma data, mulheres também puderam fazer exames de papanicolau e mamografia. Por serem demorados, os resultados destes exames ainda não estão disponíveis, mas devem chegar em breve. Tanto os documentos como os exames devem ser retirados na sede da Sociedade Amigos de bairro do Jardim Santo An-

E

dré, na rua Miguel Ferreira de Melo, 520, ao lado do AMA Jardim Santo André. “O Programa CUT Cidadã é um exemplo de que é possível ampliar o acesso do cidadão aos direitos básicos,

como a simples emissão de um documento. Acredito que com o evento em São Mateus, conseguimos atingir esse objetivo”, destacou o Vereador Francisco Chagas, autor da lei que criou o

Dia do Nordestino em São Paulo, com a proposta de homenagear os milhões de nordestinos que vivem na cidade, integrando o dia 8 de outubro ao Calendário de Eventos do Município.

Vereador Francisco Chagas realiza Audiência Pública no Parque das Flores Audiência foi solicitada visando aproximar o poder público dos cidadãos e, ao mesmo tempo, propõe um debate sobre a implementação de política públicas nas região

N

o próximo dia 25 de novembro, às 14 horas, o Parque das Flores recebe uma Audiência Pública para debater os principais problemas da região e a implementação de políticas públicas em diversas áreas. A audiência é organizada

pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de São Paulo, atendendo à solicitação do vereador Francisco Chagas. Na ocasião serão discutidas a construção de um CEU, de um posto de saúde e de um campo de futebol, além de questões relacionadas à

habitação e regularização fundiária. Para o parlamentar, “a ideia da audiência nas regiões mais longínquas da cidade é uma forma de aproximar o poder público dos cidadãos”. Além do Vereador Francisco Chagas serão convidados os Secretários Municipais de

Esportes, Educação, Habitação, Saúde e o Subprefeito de São Mateus. Maiores informações na sede da Sociedade Amigos de bairro do Jardim Santo André, na rua Miguel Ferreira de Melo, 520, ao lado do AMA Jardim Santo André.

Valor foi para R$ 41,87, segundo publicação do Diário Oficial do município

Sergio Lima/Folhapress

Prefeitura de São Paulo reduz Aldo diz que vai cancelar mais taxa da inspeção veicular de 50 convênios com ONGs

Aldo Rebelo anunciou os nomes de três novos secretários da pasta, durante entrevista nesta segunda-feira

Prefeitura reduziu valor da inspeção veicular

A

Prefeitura de São Paulo reduziu o valor da taxa cobrada no Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos para R$ 41,87, segundo publicação do Diário Oficial do município do último sábado (12). De acordo com a publicação, este valor ainda poderá ter acrescido a correção monetária e pode chegar aos R$ 49,30 anunciados em setembro pelo prefeito Gilberto Kassab. O valor já havia sido reajustado de R$ 56,44 para os R$ 61,98 em janeiro deste ano. A medida se deve após revisão, recomendada pelo

:

Tribunal de Contas do Município, “do valor cobrado para fins de inspeção veicular, baseada em uma análise técnica, econômica e financeira na qual deverão ser justificados, demonstrados e analisados todos os parâmetros e custos necessários para estipulação da tarifa”. O estudo de reequilíbrio econômico-financeiro foi elaborado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e o valor final deverá ser fixado por portaria para início de vigência em 1º de janeiro de 2012, segundo a publicação.

Gazeta São Mateus

O

ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PC do B), afirmou nesta segunda-feira que cancelará entre 50 e 60 convênios firmados pela pasta com ONGs (organizações não governamentais) na gestão do seu antecessor, Orlando Silva. Silva deixou o ministério após denúncias de corrupção relacionadas a convênios com ONGs dentro do programa “Segundo Tempo”. Por um decreto presidencial de 31 de outubro, todos os convênios com entidades de direito privado sem fins lucrativos --categoria na qual se encaixam as ONGs-- estão suspensos até que sua regularidade seja avaliada. De acordo com Rebelo, os convênios em que ainda não houve desembolso do

governo, ou seja, em que nenhuma parcela do contrato foi paga, não serão retomados após o período. “Esses contratos eu suspendi e não pretendo realizá-los”, afirmou. Para os contratos em execução, nos quais ainda faltam parcelas a serem paga pelo governo, Rebelo propõe uma fiscalização “in loco”. “Uma equipe do ministério vai procurar os Estados, os municípios e as ONGs que estão executando esses contratos, na companhia de um servidor da CGU”, disse. Se for encontrado algum problema na execução do contrato, o ministro diz acreditar que será necessário avaliar se é possível a entidade se “recuperar” e prestar o serviço ou se o convênio será suspenso com “as consequências jurídicas devidas”.

Para anunciar: 2285-5255 livre 95028208 vivo/94317658 claro Aqui o seu anúncio é LEGAL!

ste país maravilhoso enfrenta situações no mínimo inquietantes. No Chile os estudantes fazem protestos por melhor qualidade de ensino, estamos falando de um país pequeno e com um IDH elevado quando, comparado com o Brasil. Lá se luta pela melhoria do ensino que já é bom, aqui, onde o ensino é deficiente, a luta da nossa elite infantil se da porque a Polícia Militar deteve três universitários por porte de maconha dentro da USP. A presença da Polícia dentro da instituição ocorre devido a um convênio firmado pela reitoria, atendendo ao pedido dos próprios alunos por mais segurança em toda a cidade universitária, especialmente, após os índices de furtos, assaltos, estupros, sequestros relâmpagos terem aumentado 300% e o assassinato do estudante Felipe Paiva dentro do estacionamento da Faculdade de Economia e Administração da USP. Com a presença do policiamento esses índices caíram de maneira significativa em quatro meses: furtos 92%; sequestros 87,5%; lesão corporal 77,88% e roubos 66,7%. No momento em que presenciamos o crescimento assustador do uso de drogas no meio da nossa juventude, destruindo sonhos, esperança e presenciando famílias inteiras sofrendo e pagando caro quando um dos seus membros é afetado por esse vício. Uma doença que se espalha por todas as camadas sociais, prejudicando a saúde dos usuários e aumentando ainda mais a violência nas ruas. Quando os privilegiados estudantes, da mais tradicional e conceituada instituição de ensino do país, promove um grandioso ato culminando com a ocupação da Reitoria, a população mundial pensa que estão lutando em prol da melhoria do ensino, da saúde da população, da democracia, de melhores condições habitacionais, do transporte coletivo, ou contra a corrupção alarmante que o país vive, porém, não foi um desses motivos que movimentou a Cidade Universitária. Nada disso é abordado ou denunciado pelos nossos “cabeças”, pois, a grande preocupação é retirar os Policiais Militares que tiveram o atrevimento de deterem

três estudantes, somente, porque foram flagrados com porte de maconha. Como pode ousar prender alguém da elite estudantil dentro de um local mantido por dinheiro público, onde um colega foi assassinado há poucos meses? Os policiais deveriam saber que a lei de entorpecente, vista pelos grevistas, só deve ser aplicada aos estudantes que não conseguem estudar na USP, preferencialmente, aqueles que moram na periferia, nas favelas, morros, cujos pais pobres não puderam dar aos filhos uma escola que os teriam preparado para terem igualdade de condições nos vestibulares e talvez pudessem estudar na melhor escola mantida com o dinheiro de todos nós. Infeliz e desastrosa a fala do nosso ilustre Ministro da Educação Fernando Haddad “USP não é cracolândia, campus universitário devemos ter cuidado na interação com a comunidade universitária”, ou seja, cuidado com os cultos, “filhos de papai” da USP e “pau” no povo da cracolândia. Muito preocupante é o fato da ocupação continuar após duas assembleias dos próprios estudantes decidirem pela permanência da PM e a desocupação da Reitoria, todos deviam saber que em qualquer movimento a assembleia é soberana, como pode 80 estudantes decidirem por 89 mil? Também como estudiosos deveriam conhecer o princípio comezinho de direito, “decisão judicial – cumpre-se”. Liderança que não acata resolução de assembleia, decisão judicial, depreda o patrimônio publico, se municia com Coquetel Molotov, gasolina e fogos é pior que qualquer bandido. Quem julga ter o direito de usar entorpecente que o faça, apesar de todos os riscos que assume, apenas que seja em local isolado e não público, deixando que todas as energias da esmagadora maioria dos estudantes de bem, daquela instituição, sejam voltados para contribuir com o desenvolvimento do país e o bem estar do seu povo. O campus da USP deve ser o altar sagrado para AA, transmissão do conhecimento, do saber e não para baderneiros de plantão usar drogas e outros atos ilícitos em local que é patrimônio do povo de São Paulo e do Brasil.

DIAL - Neste caso ele pode começar amanhã mesmo!

‘Se um dia disserem que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: a Arca de Noé foi construída por amadores; profissionais construíram o Titanic...’

A arte de negociar ! PAI - Escolhi uma ótima moça para você casar. FILHO - Mas, pai, eu prefiro escolher a minha mulher. PAI - Meu filho, ela é filha do Bill Gates... FILHO - Bem, neste

caso, eu aceito. Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates. PAI - Bill, eu tenho o marido para a sua filha! BILL GATES - Mas a minha filha é muito jovem para casar! PAI - Mas este jovem é

vice-presidente do Banco Mundial... BILL GATES - Neste caso, tudo bem. Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial. PAI - Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomen-

dado para ser vice-presidente do Banco Mundial. PRES. BANCO MUNDIAL - Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o necessário. PAI - Mas, Sr., este jovem é genro do Bill Gates. PRES. BANCO MUN-

Moral da estória: Não existe negociação perdida... Tudo depende da estratégia.


Gazeta São Mateus

Página 4

1ª Quinzena de novembro de 2011

Saúde

Bairro do Palanque ameaçado de perder UBS

A

comunidade do bairro do Palanque, vem sofrendo como descaso e o desrespeito por parte da coordenação de saúde. Ocorre que, há meses, os moradores do bairro vem tomando conhecimento informalmente por alguns representantes da saúde, que parte dos moradores do bairro não será mais atendida no posto do Palanque. Diga-se de passagem que o Programa de Saúde da família (PSF), que lá funciona foi e é fruto do trabalho da comunidade daquele bairro e que por manipulações politiqueiras pois essa é a atitude de alguns membros da saúde com interferência de gestores e conselheiros locais, não podem e nem devem ser tratadas como atos políticos, vez que, desrespeitam e passam por cima do direito da população, que há anos a fio vem batalhando para melhorar os serviços essenciais

naquele bairro. Segundo esses boatos, estão querendo expulsar os moradores do posto do Palanque e incluir os moradores do Jd. Marilú, então perguntamos: Onde está o respeito ao munícipe e ao bairro, pois, o posto de saúde é uma conquista de 10 anos de nosso bairro? Vale lembrar a coorde-

nação de saúde, que, no ano de 2001 os moradores do bairro do Palanque, através do ORÇAMENTO PARTICIPATIVO, fomos contemplados com a construção de uma UBS e por manobras politiqueiras perdemos a unidade para o Jd. da Conquista. Ficamos a ver navio e agora novamente estão nos desrespeitando.

Não aceitaremos este descaso conosco, se o Jd. Marilú não tem atendimento médico não é problema nosso e sim da secretaria e coordenação de saúde, pois a alegação da coordenação é a mais incabível, vez que alegam que o posto do Palanque não tem estrutura para acomodar seus moradores. A solução encontrada é nos expulsar e incluir os moradores do Jd. Marilú? Isso faz sentido? Onde está a coerência? Que, sob o pretexto de uma casa ser insuficiente para atender seus moradores, expulsa-os para receber outros alheios aquela moradia? Secretário e autoridades da saúde, nos mereçemos respeito e queremos ser tratados com humanidade e dignidade, preceitos garantidos por nossa constituição e que vocês também devem respeitar ao invés de passar atropelando como se não vivêssemos em um Estado Democrático de direitos. De uma liderança local.

Alunos da Escola Estadual Recanto Verde Sol promovem desfile de moda com materiais recicláveis

A

lunos da Escola Estadual Recanto Verde Sol no Jardim Limoeiro, s/n, Terceira Divisão, zona leste de São Paulo realizaram no dia 17 de outubro de 2011 a etapa final do Projeto Interdisciplinar “Reciclar, Reutilizar e Reaproveitar”. O Projeto teve duração de dois meses e contou com a participação de todos os alunos do Ensino Médio. As atividades desenvolvidas dentro do projeto tinham como objetivo compreender que a reciclagem é uma das formas mais sustentáveis do mundo. A partir desse objetivo, os estudantes viram, refletiram e discutiram o documentário Lixo Extraordinário, que mostra o trabalho do artista plástico Vik Muniz, no aterro sanitário do Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, RJ, onde ao longo de dois anos, ele fotografou um grupo de catadores de materiais recicláveis e os retratou em sua arte. Além disso, durante o desenvolvimento do projeto os alunos foram desafiados a fazer e produziram croquis e fichas técnicas de roupas confeccionadas com materiais recicláveis. Os alunos foram divididos em turmas e cada uma delas recebeu um tema para desenvolver e confeccionar os trajes. Na tarefa tiveram a colaboração de familiares e amigos. Os temas rela-

P

Por: Dra. Cibelle Mendes

“REMATRÍCULAS ESCOLARES” “Com a proximidade do fim de mais um ano letivo, inicia-se em grande parte das instituições de ensino o período de reserva de vaga, matrícula ou rematrícula, mas este consumidores devem ficar atentos aos abusos, principalmente com relação a reajustes superiores a inflação e recusa na concessão da transferência ainda que o aluno esteja inadimplente .” Além das regras impostas pelo Código de Defesa do Consumidor, as escolas particulares têm o dever de obedecer aos critérios estabelecidos pela Lei 9870/99 (Lei das Mensalidades Escolares), alterada pela MP 2173-24/2001, que fixa parâmetros de reajuste para as mensalidades escolares em no máximo o percentual correspondente a inflação do ano, quaisquer outros aumentos devem ser obrigatoriamente justificados por escrito. A Lei estabelece ainda: que escola é obrigada a informar aos alunos, afixando nas suas dependências, em local de fácil acesso, de forma clara, os valores das mensalidades, com antecedência mínima de 45 dias, antes da data final para a matrícula ou rematricula, sabendo-se ainda que o valor das mensalidades só pode ser revisto ou sofrer aumento uma única vez no ano. Outras garantias são impostas pela Legislação visando proteger este consumidor e evitar abusos, entre elas, está a proibição de desligar o aluno em débito antes do fim do ano letivo, de submetê-lo a qualquer tipo de humilhação ou ameaça, ficando vedada ainda a retenção de documentos escolares ou a aplicação de qualquer outra penalidade pedagógica, por motivo de atraso no pagamento das mensalidades. Com relação ao material escolar solicitado, é quase comum a ocorrência de situações abusivas com a inclusão de itens em excesso, ou daqueles que sequer devem constar da lista, o Procon adverte que produtos usados para a infra-estrutura da escola, e não do aluno, não devem ser solicitados, sendo assim, copos descartáveis, água potável ou mesmo papel higiênico não devem ser comprados pelos pais. Cumpre lembrar que o contrato oferecido ao consumidor deve ser elaborado em linguagem simples e direta, com letras em tamanho de fácil leitura, as cláusulas abusivas são nulas, assim como devem ser interpretadas de maneira mais favorável ao contratante, pois o Defesa do Consumidor é aplicado amplamente a estas situações. Cibelle Mendes de Oliveira Lopes, OAB/ SP 284.402, é Advogada com escritório constituído na Avenida Mateo Bei, 1670. (11) 2015-4828

Dúvidas ou comentários sobre o artigo acesse www.cibellemendes.adv.br ou envie um e-mail para: cibellemendes@adv.oabsp.org.br

SP precisa de doadores de sangue do tipo O Estoques da Fundação PróSangue, responsável pelo abastecimento de 128 hospitais da região metropolitana de São Paulo, estão baixos

tivos a vestuários foram: roupas esportivas, infantis, de festa, folclóricas, tribos, décadas, históricas, roupas relacionadas a profissões, fantasias, e por fim houve a simulação de um casamento. Durante o evento ainda houve releitura de obras de arte e confecção de objetos, bolsas, porta-maquiagem,

caixas de presente, etc. O desfile do dia 17 foi finalizado com uma apresentação de um coral, que cantou a música Imagine, de John Lennon. Com esse projeto, a equipe docente espera ter contribuído para ajudar a desenvolver na vida e no dia-a-dia de seus alunos uma nova consciência de

que a reciclagem, além de ser uma nova fonte de geração de renda é também fator fundamental para um mundo melhor. A escola parabeniza a todos os alunos pelo excelente trabalho e espera que no próximo ano o produto final do projeto seja tão bom quanto o que eles apresentaram neste ano.

IPVA 2012 deve cair até 10%, diz pesquisa Neste ano donos de carros pagaram em geral 7,2% menos; fazenda divulga tabela nos próximos dias

esquisa feita pela agência AutoInforme/Molicar aponta desvalorização de até 10,3% no valor venal dos veículos. Com isso, conclui-se que o IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores) de 2012 deverá ser menor em relação ao que foi pago neste ano. O licenciamento mais barato não significa necessariamente uma boa notícia. Isso porque trata-se do valor de mercado, ou seja, quanto mais “barato” for o imposto, maior

JURÍDICO

a desvalorização. A pesquisa levou em consideração as 12 marcas de veículos mais vendidas no país e tomou como base o mês de setembro deste ano em relação ao valor que era comercializado em setembro do ano passado. Com isso, quanto mais novo for o veículo, maior será a queda. Porém, ela não é linear. Exemplo disso é que veículos ano 2010 da Volkswagen tiveram depreciação de 5,9%, assim como os da

Toyota, que tiveram desvalorização de 5,2%. O valor exato só será conhecido após a divulgação a ser feita pela Secretaria da Fazenda do Estado. Ela é feita com base na tabela Fipe, que por sua vez coleta dados em lojas de veículos usados, concessionárias e em publicações especializadas. Procurada, a pasta informou que a tabela será divulgada “nos próximos dias”. Alíquotas As alíquotas variam entre

os veículos: carros a gasolina pagam 4% sobre o valor venal; dupla são tributadas em 4%; bicombustíveis recolhem 4%; carros a álcool e gás recolhem 3%; picapes de cabine ônibus, utilitários, microônibus, tratores e motocicletas pagam 2%; e caminhões 1,5%. Historicamente, cerca de 65% da frota tributável se enquadra na alíquota de 4%. Esta não será a primeira vez que o contribuinte pagará menos. Neste ano, foi em média

A

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo está convocando pessoas que tenham sangue do tipo O, positivo e negativo, para auxiliar a reforçar, por meio de doação, os estoques da Fundação PróSangue, órgão da pasta responsável pelo abastecimento de 128 hospitais da capital e região metropolitana. O estoque de bolsas destes dois fatores está no patamar crítico. O sangue O positivo é o mais frequente na população brasileira. Mas o O negativo é mais raro no país, sendo apenas encontrado em aproximadamente 6% dos doadores brasileiros. O sangue O negativo tem caráter universal, podendo ser doado para pessoas de todos os tipos sanguíneos. É muito utilizado em casos emergenciais, de pessoas que passam por cirurgia e precisam

de transfusão. Para doar basta estar em boas condições de saúde, alimentado, ter entre 16 e 67 anos, pesar no mínimo de 50 kg e trazer documento de identidade original. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes. “É muito importante que a população colabore e ajude a reforçar os estoques da PróSangue, por meio de um gesto de solidariedade que pode salvar vidas”, afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede da Secretaria. Para fazer a doação de sangue, as pessoas podem se dirigir aos postos listados abaixo. Mais informações podem ser obtidas pelo Alô PróSangue 0800-55-0300 ou no site www.prosangue.sp.gov.br.


Gazeta São Mateus

1ª Quinzena de novembro de 2011

No Jardim Arantes apreensão com as chuvas

A presidente da Associação dos Moradores do Jardim Arantes, Maria Suely A. O. Ortolan protocolou no início deste mês carta com 65 assinaturas dirigida ao subprefeito de São Mateus mostrando a preocupação daquela comunidade de um loteamento irregular com o próximo período das chuvas previsto para o final deste ano e começo do ano seguinte. Existe uma grande área com cobertura vegetal no entorno o que por si só seria garantia de que as águas das chuvas pudessem ser absorvidas pelo solo, entretanto o Córrego da Nascente do Canal do Mar Morto, próximo ao local, está assoreado e não poderá contribuir para conter quantidade significativa das águas de chuva com a tendência de transbordamento. Mas, de fato, o que mais preocupa os moradores são as obras de escavação do Gasoduto Gaspal II, empreendimento da Petrobrás que passa por dentro do Sítio da Floresta em área montanhosa e com nível bem acima do que verificado na área ocupada. A comunidade está apreensiva pois tem recente a experiência de fevereiro deste ano onde sofreram grave enchente de lama, por conta do solo revolvido com as escavações. Bastou um pouco de chuva mais forte para que a lama atingisse a comunidade mais embaixo. A apreensão é quanto a repetição dessa situação em breve. Como pode ser observada nas fotos, a comunidade está bastante próxima a área onde, por conta da topografia, é local de passagem da água de chuva que escorre. A área que é

P

O asfalto e as casas ficam cobertas de lama.

proximo d..

ser que não tenham responsabilidade direta, mas, ciente do risco de nova ocorrência igual a verificada em fevereiro deste ano, não custa estudar saídas e eventualmente tomar medidas para evitar ou minimizar o previsível desastre. E é nesse sentido que a comunidade vem se dirigindo as autoridades. Para que estudem e se possível tomem providências para evitar novos contratempos para os moradores. A carta ao subprefeito do qual gostaríamos de acompanhar a resposta faz parte desse processo de ficar em alerta.

tou com a presença de representantes da Defensoria Pública que se comprometeram a encaminhar judicialmente os diversos pedidos de esclarecimentos sobre as obras, prazos e locais atingidos por modificações, a maioria entre os presentes sinalizaram disposição de luta cientes da necessidade de somar forças entre as comunidades para se posicionarem em melhores condições nas possíveis futuras negociações. Conforme ficou claro em diversas intervenções nas reuniões preliminares e posteriormente na plenária, existe a desconfiança de que a falta de informações oficiais e a contra informação, além da desconfiança de que as informações veiculadas a contagotas pelos poderes públicos são propositais e servem para confundir, dificultar e desarticular a organização popular e assim enfraquecer a reação. A VONTADE DAS COMUNIDADES Durante a plenária de apresentação do que as comunidades decidiram houve consenso no sentido de que é preciso pressionar os poderes públicos para que, principalmente, as informações, sejam divulgadas com transparência e objetividade. Obras e prazos também devem ser comunicados com antecedência e clareza. Diante do que vem pela frente, as comunidades também manifestaram a intenção

de organizadamente resistir a despejos e remoções e sempre que possível permanecendo no local que deve ser legalizado e urbanizado. No caso das remoções que forem inevitáveis, o desejo das comunidades é que ocorram negociações com o poder público para que novas construções sejam viabilizadas, preferencialmente nas proximidades dos locais onde já estão e onde mantém laços comunitários e de trabalho. Mais ainda; que os custos dessas novas moradias possam estar dentro das possibilidades de serem assumidos pelos moradores que se dispõem a pagar. Para estas comunidades, continuar a morar na região, considerando que alguns deles ali residem há diversas décadas, é manter seus laços comunitários, ter o acesso às escolas e serviços

trombone Carta do leitor “VOCÊ SABE COM QUEM TÁ FALANDO???”

Lucy Mendonça: Eu fiquei estarrecido com o comportamento hostil e deseducado por parte do atual subprefeito de São Mateus, Coronel Guerra, conforme relatado em seu texto. Queira Deus que o prefeito Gilberto Kassab tome uma atitude urgente e transfira ou demita este coronel da reserva, que demonstra não estar preparado para tão importante cargo. Aliás, eu tenho acompanhado várias reuniões públicas do Comandante Geral da PM, Coronel Álvaro Camilo, como também do Secretário da Segurança e do Delegado Geral da Polícia Civil, onde todos eles, tem dito que a nova filosofia das policias é reconhecer e tratar a população como os seus legítimos Patrões, porque é ele, o povo, que de uma ou de outra forma garante seus empregos e pagam os seus salários. Em 35 anos atuando na imprensa, eu me orgulho de ter conhecido e convivido com excelentes profissionais da Segurança, de Soldado a General de Exército. Graças a Deus a maioria sempre me atendeu com respeito e educação, apesar de alguns Metidos e Arrogantes, com que eu tive alguns poucos problemas e enfrentamentos à altura. Quero crer que o subprefeito de São Mateus tenha se excedido, indevidamente, em decorrência de algum problema ou stress passageiro. Caso contrário só nos resta torcer para que o prefeito Gilberto Kassab tome as devidas providências para devolver o Coronel Guerra ao banco de reservas da nossa gloriosa Polícia Militar do Estado de São Paulo. *Mauro Borges. Presidente do Jornal MB Zona Leste Presidente do CONSEG da Vila Matilde. Site: www.drogamata.com.br”

FIQUE SABENDO

Obras do Gaspal No estado de São Paulo estão em andamento as obras dos gasodutos Gaspal II, ligando Guararema à Estação de Controle de Gás de Mauá, com 55 Km de extensão; o Gasan II, que liga as estações de controle de gás de Mauá e São Bernardo do Campo, com 39 km; o Gastau, ligando Caraguatatuba a Taubaté, com 96 km e entre Alagoas e Pernambuco, está em construção o gasoduto Pilar-Ipojuca, com 189,1 km de extensão.

Comunidades se encontram pelo direito à moradia

or conta das ameaças de remoção de moradias para as obras para a Copa de 2014 e criação dos parques lineares, moradores de diversas comunidades nas proximidades de onde está previsto a instalação do estádio do Corinthians se reuniram em setembro no pátio da Escola Estadual Milton Cruzeiro em Itaquera. A iniciativa partiu dos próprios moradores e dos movimentos Nossa Itaquera e Copa Prá Quem?Na ocasião, mais de 400 pessoas tiveram acesso a algumas informações que foram obtidas ou confirmadas junto aos poderes públicos a respeito das obras pretendidas, principalmente as que envolvem os preparativos para a abertura da Copa de 2014 e à criação do Parque Linear do Rio Verde e de seus possíveis impactos sobre a população, principalmente as que envolvem as remoções de moradias. Diante do que se tomou conhecimento na abertura do encontro, as comunidades, divididas em grupos, ocuparam salas de aulas, debateram suas particularidades e responderam as duas questões propostas pela organização para fechar à plenária. O que queremos e o que faremos? Durante o processo cada comunidade escolhia e indicava também os seus representantes por locais para acompanhar os desdobramentos e a continuidade das reuniões e ações do movimento. Durante o encontro que con-

Boca no

Calçadas irregulares

Neste lindo local na temporado da chuva vira um inferno para os moradores,o barro desce com muita violencia .

uma espécie de córrego seria um condutor natural dessa água, desde que nao tivesse assoreada. Tanto é assim que está previsto para essa local um parque linear a ser feito pela Secretaria do Verde e Meio Ambiente. O que se sabe, segundo informam as lideranças locais, é que representantes da Petrobrás tem argumentado que a Cetesb – que cuida de licenciar e observar as operações que criam impactos ambientais, a tenham isentado de toda e qualquer responsabilidade pelo escorrimento da lama. Que assim seja. Pode até

Página 5

públicos já conhecidos e mesmo seus empregos e fontes de renda. Também é desejo das comunidades que essas negociações sejam conjuntas e coletivas, além de pacíficas e organizadas. Rejeitam a remoção para albergues e ou a bolsa-aluguel em razão dessas iniciativas não resolverem a questão de onde moraram com dignidade. Além das reivindicações que tomaram forma no Encontro, as comunidades propuseram reunirem-se por comunidade, tomar decisões conjuntas e criar uma única agenda de ações; estabelecer canais de comunicação entre elas e os movimentos de luta por moradia; criar um blog e divulgar nos locais de moradia ameaçados os resultados das reuniões do movimento; manifestarem-se diante das subprefeituras de Itaquera e Penha e até mesmo resistir a despejos. (JMN e VAC)

Falar com político é uma tarefa desgastante e nada fácil, ele não nos escuta, só em vésperas de eleições, falar com o prefeito do nosso distrito de são Mateus nem pensar, então levo a quem. Ao jornal, as calçadas da cidade de são Paulo esta um horror. Não podia ser diferente a do nosso bairro segue a mesma trilha dos demais bairros, questão de algum tempo a av. Mateo Bei, nos seus dois km, final teve uma melhoria fantástica na calçada, sem gasto algum para a prefeitura, e isso poderia ser aplicado em toda a cidade, mas vamos nos concentrar no nosso bairro, fazer e manter a calçada são obrigação do proprietário do imóvel, sendo assim basta um aviso ao imóvel que ele conserte a calçada dentro de dias ou meses, esse prazo fica por conta da prefeitura, caso a calçada n seja concertada a prefeitura aplicara uma multa bem alta o suficiente que o dono do imóvel por questão de economia conserte a calçada, temos o exemplo do que deu certo na av. Mateo Bei, basta querer, e em anexo uma foto de calçadas, como s e o pedestre têm condições de andar por umas dessas calçadas, publiquem isso, por favor, obrigado pela atenção, Jose de Almeida - Leitor deste jornal

Gazeta São Mateus Para anunciar 2285-5255 livre 95028208 vivo/94317658 claro Aqui o seu anúncio é LEGAL!

Faça valer seu direito de cidadão, reclame envie seu email para - gazetamateus@terra.com.br VISITE NOSSO SITE www.gazetasaomateus.com.br


Gazeta São Mateus

Página 6

1ª Quinzena de novembro de 2011

Projeto córrego limpo – revitalização do Cipoaba O evento aconteceu na Escola Isaac Schraiber, no Parque São Rafael

No último sábado, dia 22 de outubro aconteceu à formatura de um grupo de jovens que participaram do “I Curso de Capacitação em Fotografia,

Web Designer, Comunidade, Meio Ambiente e Criação de Blogs”, patrocinada pela Sabesp em parceria com a Escola Estadual Professor Is-

sac Schraiber, onde ocorreu o evento, a Ong Reciclar, o Telecentro Reciclar, a UBS Pq. São Rafael e algumas secretarias municipais.

O evento coroava o esforço de educando e educadores durante o curso e uma mostra do que se produziu com o curso pode ser vista.

Antes, porém foram realizadas apresentações sobre o Programa Córrego Limpo; sobre o processo de capacitação dos jovens e um breve

histórico das ações no Córrego Cipoaba, iniciadas em 2005, pela professora Assunta e outros que vale a pena lembrar a seguir em linhas gerais.

Escola Estadual Isaac Schraiber em defesa da preservação e limpeza do córrego da região Em 2002, quando a diretora e vice-diretora Teresa Cintra e Edilamar Caoneto Zago, respectivamente chegaram à escola o quadro era desolador dentro e fora. Por conta de uma incidente de violência num passado recente, a escola era mal vista, mas, ao mesmo tempo,

o seu prédio se apresentava como única opção de lazer para uma região de carência acentuada. “Abri espaço para discutir as questões dos moradores com os moradores”, relata Teresa. Dessas conversas a primeira demanda evidenciada foi a necessidade de

se fazer um esforço de recuperação do poluído córrego Cipoaba que passa atrás do prédio da escola. “Cheguei a ver peixinhos nele quando era menina”, lembrou Edilamar na época e depois. Os alunos então se juntaram à comunidade num movimento para recuperar o riacho.

Na ocasião foi reivindicado um tronco coletor da Sabesp que foi conseguido logo depois. Também produziram um vídeo que foi disponibilizado na internet contando um pouco dessa ação de cidadania. O trabalho chegou a ser inserido num concurso promovido pela

Microsoft em 2006 e levou o prêmio Gestão Escolar e Tecnologia. A recompensa deu visibilidade à escola e rendeu outras parcerias – a mais recente com o Instituto Criar, organização não governamental concebida pelo apresentador Luciano Huck

que formam técnicos em áudio, cinema, TV e novas mídias. “Antes, as crianças tinham vergonha de dizer que estudavam aqui”, conta Teresa. “Hoje, não temos vagas para todos que nos procuram.” Na ocasião, parte desse esforço, foi divulgada neste jornal.

Comunidade visita estação de tratamento de esgotos Localizada no bairro do Ipiranga a Estação Experimental de Tratamento de Esgotos Jesus Netto recebeu a visita dos alunos do projeto para conhecer as diversas etapas dessa importante prestação de serviços. Na ocasião os alunos e acom-

panhantes foram recebidos pela equipe composta por dois técnicos comunitários, uma assistente social e uma bióloga. Buscando explicar a necessidade de tratamento do esgoto e as etapas utilizadas, a bióloga da Sabesp utilizou

Nessa foto o córrego tenta recuperar o espaço que lhe foi tomado. Gabriel de O. C. da Silva - aluno do Projeto Córrego Limpo Revitalização do Cipoaba.

Algumas imagens feitas durante as oficinas de fotos que evidenciam o potencial de observação dos alunos. É hora de irmos a cam-

po e mostrar pra vocês o que caracteriza o meio ambiente do Parque São Rafael e, em que ele se distinguiu ou se assemelha ao meio ambiente de outros bairros. O Cór-

um linguajar acessível e ajustada ao entendimento dos jovens, sem prejuízo das informações técnicas que precisava passar. Falou sobre o tratamento preliminar, de como o esgoto enquanto efluente chega à estação e passa por uma

grade inicial para reter os grandes resíduos sólidos, depois as caixas de areia para remover partículas maiores e posteriormente em sistemas de lagoas de estabilização, lodos ativados em tratamentos secundários e terciários com a eliminação de todos

Imagens do projeto

Apesar de ter muita vegetação a gente observa que o esgoto não é tratado e o lançamento é direto no córrego. Jezreel Dalcin de Santana - aluno do Projeto Córrego Limpo - Revitalização do Cipoaba.

rego Cipoaba apresenta suas facetas e queremos além de suas margens, ver o que esse leito acomoda. As chuvas não só inundam as margens mas também o faz lançar para

fora o que não deveria estar lá (pneus, cadeiras, caixas d’água velhas e inutilizadas, colchões e plástico; sim, muito plástico que como sabemos leva aproximadamente 200

os contaminantes através de processos físico químicos e biológicos. Como resultado, minimamente se consegue água de reuso. Entre uma explicação e outra, estórias engraçadas e interessantes eram contadas pela bióloga o que fez com

que a turma se mantivesse motivada naquele sábado de frio, mas com sol tímido. Esse mesmo sol que animou os presentes que se concentraram em frente à Ong Reciclar enquanto aguardavam transporte para a ETE no Ipiranga.

São condições desumanas de habitação!. Victor Rian Lima Caetano - aluno do Projeto Córrego Limpo - Revitalização do Cipoaba.

(duzentos anos) para se dissolver na natureza. A erosão também diz olá e em alguns lugares chega com facilidade a calçada e parte do asfalto. As construções que es-

tão às suas margens e consequentemente lançam o esgoto diretamente no seu leito acabam por piorar sua condição já caótica. Acompanhe as imagens.


1ª Quinzena de novembro de 2011

Gazeta São Mateus

Página 7

Prêmio Educador Nota 10 no Sapopemba

D

iversos professores e colaboradores do Pólo EAD Alternativo Sapopemba conveniado com a UNICID – Universidade Cidade de São Paulo foram homenageados no dia 22 na Fábrica de Cultura do Sapopemba com o prêmio Educador Nota 10. Na ocasião, também, dezoito professoras de educação infantil, algumas das CEI´s Bom Parto e Daniel Comboni colaram grau do Curso Superior de Pedagogia. Entre estes se destacaram: o professor Claudelino Gregório, efetivo no magistério público estad-

ual que trabalhou no SENAI e desenvolveu vários projetos de inclusão social na região. Aposentou-se como diretor de unidade escolar da rede estadual; a professora Cristiane Ortega Lopes, tutora da UNICID, paraninfa da turma 189 do Pólo Sapopemba, pedagoga e psicopedagoga; a professora e mestra em Educação, Elenize Maura; a professora e psicóloga, Eunice de Almeida Souza; o colaborador e consultor de Políticas Públicas Educacionais professor Matias Vieira; a professora Claudia, diretora da CEI Dom Luciano – Bom Parto; Professora Cristiane Ortega

a Irmã Tiber, do Instituto Daniel Comboni; o professor e maestro Douglas e sua esposa regente Márcia da Escola no Mundo da Música. Ainda foram destacados pelo Pólo EAD Alternativo Sapopemba a professora Zenilda - coordenadora pedagógica e os professores e colaboradores do cursinho Alternativo de Sapopemba, que preparam jovens e adultos de baixa renda para os vestibulinhos: ETEC, SENAI, Liceu de Artes e Ofícios, CEFET e vestibulares do ENEM desde o ano de 2004. Os professores Claudelino,

Anderson, Marcel, Zacarias, Lourdes, Jr.Lima, Matias Vieira, Elenize e Cristiane Ortega foram homenageados com o recebimento do “Prêmio Educador Nota 10”. A professora Cristiane Ortega, na condição de paraninfa das formandas destacou em seu discurso a importância da profissão do professor como orientador de pensamentos e ações que envolvem o trabalho do educador. O evento teve a participação de autoridades convidadas tais como o suplente de deputado estadual, Ulisses Sales, a vereadora Juliana Cardoso, o advogado e consultor jurídico do Pólo EAD Alternativo, Dr. Genival Fausto Silva e a diretora e jornalista da Gazeta de São Mateus, Luci Mendonça. O Vereador Gilson Barreto e o Senador Eduardo Suplicy parabenizaram o evento onde mais de quatrocentas pessoas participaram. Entre as empresas e entidades que apoiaram destaque para Gazeta de São Mateus, Informativo Sapopemba, C.B.

Professor Lima agradece a presença dos convidados

Produções, Servgalli Troféus, Criativa Loucuras de Amor, Rara Beleza, Rotary Nova Sapopemba, Secretaria do Estado da Cultura, Oscip Cata Vento, Cursinho Alternativo de Sapopemba, Pólo EAD Unicid Sapopemba, Colégio Soa Mateus, Instituto Daniel Comboni, Creche Dom Luciano Bom Parto, Escola no Mundo da Música, Maestro Douglas e professor Jr. Lima. O prof. Jr. Lima que faz parte do PED - Programa

de Especialização ao Docente em Sapopemba e São Mateus espera contar com o apoio de empresários e lideranças para outros eventos em prol dos professores no mês de dezembro, pois, segundo a “cutucada” que deu nas autoridades presentes: “Só se faz um País com o Professor”, e é preciso haver uma maior conscientização dos nossos governantes e sociedade civil em prol da valorização permanente da classe do professorado.


Gazeta São Mateus

Página 8

1ª Quinzena de novembro de 2011

Ocorrências policiais

Meio Ambiente

Projeto Florescer chega no Iguatemi POLICIA MILITAR ENCONTRA PONTO DE TRÁFICO EM SÃO MATEUS

Dersa demora e moradores fazem plantio de mudas

M

oradores da Rua Dorotéia Eugrássia se reuniram na manhã do dia 5 de novembro para realizar o que seria de responsabilidade da Dersa: o plantio de uma grande área na rua ao lado da extensão da Avenida Jacu Pêssego. Para tanto, Elisabete Huffmann, representando a comunidade solicitou e foi atendida pelo Projeto Florescer que surpreendentemente doou 600 mudas de árvores nativas da floresta amazônica que, espera-se se desenvolvam adequadamente no local. Sob a supervisão do Ivo, da entidade doadora, crianças, jovens e adultos foram plantando as mudas depois

de caminhada de um grupo que desceu a unidade do Ceu próxima por volta das 078h30 juntando-se aos demais moradores que esperavam no local. Algumas centenas de mudas foram plantadas no dia.

Grande parte delas serão identificadas em outro momento por placas que serão providenciadas pelo Projeto Florescer. Naturalmente a ação feita pela comunidade e pela instituição não isenta a Dersa

de suas responsabilidades. Tratou-se de uma ação comunitária com dois objetivos: lembrar a empresa de suas responsabilidades, mas, ao mesmo tempo dar um exemplo de que a ação das comunidades pode ser complementar e até mais eficiente quando envolvidos por uma boa causa. Da parte de quem fez a diferença, que foi o Projeto Florescer, fica o convite para que os interessados somem esforços a seu objetivo de plantar um milhão de mudas de árvores na região de São Mateus. Se alguém tiver interesse e área livre para o plantio pode entrar em contato com a entidade através de sua página na internet www.projetoflorescer.com.br.

Panfletos na porta; tem quem não gosta

A

nos após da adoção da Lei Cidade Limpa, uma feliz iniciativa do primeiro mandato do prefeito Gilberto Kassab (PSD-SP) se percebe certo relaxamento no seu rigor e acompanhamento pelo poder público. Seja diretamente no cumprimento do que ainda resta da lei, seja na fiscalização das alternativas que foram criadas como forma de driblar as restrições que a lei impunha na divulgação comercial. É público, notório e cada vez mais intenso a utilização de panfletos por grandes, médias e pequenas redes de supermercados, empresas de material de construção, lojas e até farmácias que, na modalidade porta-a-porta infestam de papel portões, pisos de garagens quando não ainda pior; as calçadas ou leito carroçável. Tem gente que aprecia, mas a maioria mesmo detesta essa prática. Não bastasse essa suporta irregularidade, uma vez que também está proibido a distribuição de panfletos, alguns empreendimentos imobiliários, de vendas de autopeças e de automóveis adotaram a prática de serem divulgados em pseudo-jornais que mantendo um título de aparência

informativa, faz mesmo a divulgação de produtos. Não são exatamente produtos editorais. Esses sim, livres dessa restrição, mas um simulacro de jornal cujo intuito é mesmo divulgar os produtos citados. Que os empreendimentos imobiliários, de automóveis usem esse artifício vá lá. Estão com a legislação a seu favor. Agora os supermercados, matérias de construção e os outros citados que não usam esse expediente contam mesmo é com a tolerância do poder público e torra a paciência dos moradores. O que surpreende mesmo e ainda pode deixar a coisa mais grave é o fato de o próprio serviço público do município, no caso as subprefeituras, utilizarem o mesmo expediente de colocar na porta do munícipe publicação que ele não pediu. Ao que se sabe ou se desconfia cabe ao poder público fiscalizar da melhor forma possível pelo cumprimento das leis e as dúvidas existem na cabeça dos munícipes se, ao contrário, esse tal de poder público também esteja infringindo a lei. Resumo da ópera: panfleto na porta e principalmente no chão tem quem não gosta nem um pouco.

Por volta das 16h30min, a equipe do serviço de inteligência do 38º Batalhão da Policia Militar, averiguava uma denúncia anônima a qual relatava que no interior de uma residência havia uma grande quantidade de entorpecente, após breve vigilância pelo local, os policiais solicitaram apoio e adentraram o local obtendo êxito na localização das drogas;

77 vidros contendo lançaperfume, 1780 pinos contendo cocaína, 666 crack, 984 invólucros de maconha. Logo após, os milicianos de posse da foto da denunciada, efetuaram buscas pelas imediações e conseguiram detê-la a qual de pronto confessou ser a responsável pela droga. Ocorrência apresentada no 49º dp. Celso de Campos Marini Maj PM CMT Interino

POLICIA MILITAR PRENDE HOMICIDA DE GCM DE ITAQUAQUECETUBA No dia 26/10/11, por volta de 21:50h, agentes do 38º BPM/M receberam um disque denúncia sobre um indivíduo que teria praticado homicídio contra o Guarda Civil Metropolitano, Herivelto de Freitas Barbosa Junior, ocorrido no dia 25/10/11, na Rua Salvia, Nº 18 – Pq das Flores. Os policiais militares da Agência de Área do 38º BPM/M, São Mateus, com as características do suspeito, apoiados pelo Sgt PM Felino e guarnição, ficaram em campana pela Rua das Marga-

ridas, Nº 66 – São Mateus, e detiveram Eduardo Silgueiro, conduzindo-o ao 55º DP no Pq São Rafael, onde foi reconhecido pelo ajudante do caminhão e, posteriormente, pelo motorista. No dia dos fatos o GCM Herivelto escoltava o caminhão da empresa Ponto Frio, que foi morto na tentativa do roubo de carga. O homicida foi encaminhado ao DHPP para ser autuado em flagrante. Celso de Campos Marini Maj PM Comandante Interino

ROUBO COM RETENÇÃO DE VITIMA

Policiais Militares do 28ºBPM/M foram acionados via COPOM para atender ocorrência de Roubo com Reféns, no Supermercado Pérola situado na Rua Inácio Monteiro, nº 10 Cidade Tiradentes/SP. Ao Chegarem ao local os criminosos avistaram os Policiais e atiraram, houve confronto armado, e um dos indivíduos foi ferido e socorrido por policiais militares ao Hospital Tiradentes, onde entrou em óbito, o outro individuo

foi preso ileso. Quando os policiais adentraram o supermercado localizaram outro individuo morto, possivelmente alvejado pelo próprio parceiro. Outros dois indivíduos fugiram em um Ford/Fiesta, de placas não anotadas. Foram aprendidos dois revolver calibre 38, numeração 462505 e o outro com a numeração suprimida. A ocorrência foi apresentada no DHPP. Adilson Pereira de Carvalho Cel PM CMT

TRÁFICO DE ENTORPECENTES Policiais Militares da 3º Cia do 19ºBPM/M com a Vtr M-19320 em patrulhamento por volta das 16h07min do dia 19OUT11 na Rua Antonio Seixas, 77 Jardim Adutora, Sapopemba/SP deparou com um indivíduo em atitude suspeita, este ao avistar a viatura empreendeu fuga e durante um breve acompanhamento o mesmo dispensou uma pochete na via, e ao ser abordado e efetuado a revista pessoal

nada de ilícito foi encontrado com o mesmo, porém no interior da pochete foi localizado 104 (cento e quatro) invólucros de maconha, 27 (vinte e sete) eppdendorf de cocaína, 03 (três) frasco de lança perfume e R$ 37,50 (trinta e sete reais e cinqüenta centavo) em espécie. Ocorrência apresentada no 49º DP, em São Mateus. Adilson Pereira de Carvalho Cel PM CMT

Guarda Civil Metropolitana (GCM) apreende mais de 3 mil produtos na Operação Finados e conduz dois “flanelinhas” ao Distrito Policial A ação da GCM começou dia (28/11) nos cemitérios da cidade e se encerra hoje às 18 horas. Durante esse período, foram apreendidos e levados para o pátio das subprefeituras locais em vários pontos da cidade, 3.837 produtos variados, entre eles: velas,cervejas, refrigerantes,água, CDs e DVDs, vasos de flores, enxadas e ferramentas para jardinagem, fósforo, salgadinhos variados, botijão de gás, lonas plásticas, mesas, cadeiras e tripés. Além disto, dois homens, que atuavam como flanelinhas, no entorno dos cemitérios foram conduzidos ao 8º DP. Lá foi constatado que os mesmos são foragidos da Justiça. Sobrevôos de helicóptero também auxiliaram no monitoramento e coibição do comércio ambulante no entorno dos cemitérios. O efetivo empregado nestes seis dias foi de 1.385 GCMs

e 178 viaturas (carros, motos, bases comunitárias móveis, bicicletas e GCMS a pé), voltada ao atendimento do cidadão, a manutenção da ordem no entorno dos cemitérios espalhados pela cidade, a proteção do patrimônio público, no encaminhamento de pessoas em situação de risco para atendimento social e no apoio aos agentes públicos. As ações da Guarda Civil foram planejadas de acordo com os índices de vulnerabilidade de cada cemitério, em conjunto com a Superintendência do Serviço Funerário e as Subprefeituras. A Operação Finados, começou na última sextafeira e teve como foco a ação de grupos que comemoram o Haloween ou utilizam dos espaços para rituais de Magia Negra.


1ª Quinzena de novembro de 2011

Gazeta São Mateus

Página 9

Um jardim para borboletas...

O Projeto SOMAR/CEMAIS em parceria com a administração do condomínio – Gestão 2011 está revitalizando áreas verdes do Parque Residencial Santa Bárbara.

E

m comemoração ao mês da Primavera, o projeto Somar/ Cemais elaborou proposta de revitalização de áreas comuns do condomínio Parque Residencial Santa Bárbara em São Mateus financiado com recursos parciais da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo. Em execução o jardim para borboletas e beija-flores. A proposta sugerida em assembléia indicou a construção

e manutenção no condomínio de um espaço de gestão ambiental a ser constituído de horta educativa, herbário, viveiro de mudas, compostagem e baias específicas para armazenamento de matérias recicláveis. Houve, entretanto, por parte de alguns moradores ausentes da assembléia que fez a indicação, resistência. Mais por falta do entendimento da proposta. Para superar essa impressão, a equipe do atual

Os três desejos de Alexandre: no ar, fora do caixão, à vista de todos. Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões desses pedidos e ele explicou:

projeto vem desenvolvendo canteiro foi estrategicamente o projeto do jardim basicaacertada. A presença dos mente próximo aos blocos de pneus na área escolhida para o residências de onde se partiu jardim; uma área que acumula a maior resistência em relação água de chuva e das nascentes à proposta de instalação do esdemarca melhor o local. Além paço. Nesse sentido várias rede, naturalmente, permitir a uniões vem sendo realizadas reutilização dos pneus usados para prestar esclarecimentos. e infelizmente encontrados Vem dando certo. Segundo em grande quantidade em São participantes do projeto a Mateus quando são recolhidos partir do início da implanpela subprefeitura. Os pneus tação dos jardins, diversos usados no jardim foram doamoradores se colocaram a disdos pela Coordenadoria de posição para ajudar e passarInfraestrutura urbana e Obras, am a elogiar o trabalho. Dessa na pessoa do engenheiro Carforma o espaço vem sendo los Tatsuo Hoshi. Antes de construído coletivamente, colocado no local os pneus sem pagamentos de mão-deforam lavados e pintados em obra para as pessoas que se regime de mutirão e o plantio envolveram e executado peo resultado já los diretores do Afinal, o segredo CEMAIS, volpode ser observado nas é não correr atrás untários e por proximidades das borboletas... participantes da dos blocos 58, aula de dança de É cuidar do jar59 e 60 do consalão, estas se dim para que elas tornaram volundomínio. A decisão venham até você. tárias nas ações de se utilizar ambientais. pneus como Serviço: Mário Quintana. limites do Horta educa-

As pérolas são feridas curadas

tiva e herbário Motivados pela aceitação da ideia dos jardins para borboletas e beija-flores o CEMAIS iniciou a implantação da horta educativa que também será implanta em pneus, parte da ação que foi proposta para ser implantada na área próxima ao bloco 60 e que por necessidade

de captar recursos não serão iniciadas neste momento. Centro de Estudo de Meio Ambiente & Integração Social. - www.cemais.org/ cemais. faleconosco@cemais.org - (011) 2012.1050 – 9452.2956(TIM) – 7626.2770 (CLARO). - Rua Gêmeos, 69 – sala 1 e 2 – São Mateus.

PARABÉNS

28/11 - Marcelo Doria e suas Marias festejando mais um ano de vida parabéns.

1 Por isso que ele era chamado de ‘O GRANDE’ Os 3 últimos desejos de ALEXANDRE O GRANDE:

1

Que seu caixão fossetransportado pelas mãodos médicos da época;

2

Que fossem espalhados no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistados como prata , ouro e pedras preciosas;

3

Que suas duas mãos fossem deixadas balançando

Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;

2

Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;

3

Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos. Pense nisso...

Pensamento do vento

Pérolas são produto da dor, resultado da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia. A parte interna da concha de uma ostra é uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola é formada. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas,

pois a pérola é uma ferida cicatrizada:

A

- Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de um amigo? - Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? - Suas idéias já foram rejeitadas? Então produza uma pérola... cubra suas mágoas e as rejeições sofridas com camadas e camadas de amor. Lembre-se apenas de que uma ostra que não foi ferida, não produz pérolas, pois uma pérola é uma ferida cicatrizada.

B C

“Caráter”

“Os ventos que às vezes levam algo que amamos são os mesmos ventos que nos trazem algo que aprendemos a amar. Por isso, não devemos chorar pelo que nos foi tirado, e sim aprender a amar o que foi nos dado, pois tudo que realmente é nosso o vento nunca irá levar.”

gAZETA sÃO mATEUS Para anunciar 2285-5255 livre 95028208 vivo 94317658 claro Aqui o seu anúncio é LEGAL! www.gazetasaomateus.com.br

Cada pensamento seu constrói seu caráter. Da mesma forma que os tijolos são colocados um em cima do outro para construir uma casa, assim são seus pensamentos a cada momento. A pessoa que você se torna, as coisas que você conquista, a alegria e a realização que você sente, tudo isso depende dos pensamentos que você usa para construir a sua vida. Você pode usar cada pensamento e cada momento para tornar-se mais forte. Nenhuma conquista de real valor surge do nada. Precisa ser construída. Você tem o poder de construir a vida que realmente deseja. E esse

poder surge em momentos que você vive, nas escolhas que você faz, nas atitudes que você toma. Neste exato momento, você está construindo sua vida. Neste exato momento, você está fazendo a diferença no rumo que a sua vida tomará. Este é um momento especial que pode mudar seu futuro. Você está aproveitando este momento ao máximo? PENSE NISSO!!!!!!!

5/11 - Vinicius Rodrigues, 10 anos, apagando as velinhas ao lado de sua avó Cristina e Vó bisa Maria. Muitas felicidades.

Reflexão

A solidão

A solidão é um sentimento que nos leva ao vazio e ao isolamento, mesmo estando acompanhados nos sentimos sozinhos, porque os pensamentos nos remetem a um estado de reflexão, onde achamos faltar algo para nossa vida, onde achamos que tudo que fizemos não tem valor, onde achamos que todos foram embora e nos deixaram, mas nós é que fechamos nossos olhos para àqueles que nos amam e nos querem bem, simplesmente para vivermos esse sentimento vazio e sem expectativas. Quando se tem vontade de alimentar a solidão, é necessário refletir sobre seus pensamentos e sentimentos e ver se você não está criando uma barreira para você mesmo, se realmente quer melhorar e aproveitar tudo de maravilhoso que a vida pode lhe proporciona. Procure ajustar seus sentimentos, procure doar-se mais as coisas que realmente lhe dão prazer para viver e deixe de lado tudo aquilo que não lhe faz bem. Se sempre está rodeado de pessoas que lhe quer bem e mesmo assim você achar que está sozinho, procure em seu íntimo o motivo para essa sensação, algo pode estar fazendo você se sentir assim, desta forma procure modificar esse sentimento e deixe que a alegria habite seu coração. Por muitas vezes achamos que não conquistamos nada, mas temos absolutamente tudo, só não damos o devido valor às nossas conquistas. Abra seus olhos para a vida e veja o quanto você foi e é agraciado por Deus todos os dias.


Gazeta São Mateus

Página 10

1ª Quinzena de novembro de 2011

Variedades A arte de não adoecer Se não quiser adoecer “Fale de seus sentimentos”

Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia Se não quiser adoecer “Tome decisão” A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele. Se não quiser adoecer “Busque soluções” Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença. Se não quiser adoecer “Não viva de aparências” Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de

bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor. Se não quiser adoecer “Aceite-se” A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia. Se não quiser adoecer “Confie” Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus. Se não quiser adoecer “Não viva sempre triste” O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive. “O bom humor nos salva das mãos do doutor”. Alegria é saúde e terapia.

A lição do bambu Chinês

Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada, durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, mas, uma maciça e fibrosa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída. “Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês”: você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e, às vezes não vê nada por semanas, meses, ou anos. Mas, se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5o ano chegará, e, com ele, virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava... O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos... Especialmente no nosso trabalho, (que é sempre um grande projeto em nossas vidas) é que devemos lembrar do bambu chinês, para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão. Tenha sempre dois hábitos:

Persistência e paciência, pois você merece alcançar todos os sonhos!!! É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão. Autor desconhecido

CEMESMA - CENTRO MÉDICO SÃO MATEUS S/C LTDA Várias Especialidades FONES: 2919-5146 Dr. Mitsuo Koshimizu 2962-5176

Oftalmologia CRM 35459

Av. Mateo Bei, 3471 - São Mateus - SP EXAME MÉDICO PARA MOTORISTA CREDENCIADO PELO DETRAN Rua Elísio Ferreira, 544 – São Mateus – SP (Próx. ao Cartório de São Mateus) – Fone: 2919-0769

(Dr Dráuzio Varella)

Restaurante e Casa do Norte

Recordações Nordestinas

De terça a domingo pizza e esfihas (à partir das 18) A melhor cozinha típica nordestina da região

Telefones: 2751-7673 2751-7607 w w w. r e c o r d a c o e s n o r d e s t i n a s . c o m . b r

Av. Sapopemba, 16.048 - Jd. Rodolfo Pirani - SP

CO N TA B I L I DA D E

Gazeta São Mateus Para anunciar 2285-5255 livre 95028208 vivo 94317658 claro

Aqui o seu anúncio é LEGAL! VISITE NOSSO SITE

www.gazetasaomateus.com.br

Ter atitudes

* Abertura de Empresa * Assessoria Contábil * Assesoria Jurídica

Fiscal - Trabalhista - Contábil Fone: (11) 2010-1030

contato@contabilmolina.com.br

w w w. c o n t a b i l m o l i n a . c o m . b r Rua Dr. Felice Buscáglia, 453 - São Mateus São Paulo - SP (Altura do 3.300 da Av. Mateo Bei

Ter atitude é reagir diante das dificuldades; Ter atitude é respeitar a opinião do outro; Ter atitude é expressar-se diante dos fatos; Ter atitude é calar-se quando necessário; Ter atitude é revigorar a sua força; Ter atitude é ter a intenção de fazer; Ter atitude é alimentar a sua coragem; Ter atitude é pensar com a razão; Ter atitude é proporcionar ao outro o bem; Ter atitude é buscar em você o melhor em suas palavras; Ter atitude é praticar o bem sempre em qualquer circunstância; Ter atitude é voltar-se para si próprio e rever seus sentimentos; Ter atitude é acima de tudo, ter a responsabilidade em tudo que se faz.

IMÓVEIS

Engenharia - Advocacia

Dr. Jair Hessel Jr. Diretor Jurídico

Ricardo Hessel Corretor Imobiliário Engenheiro Civil CREA 5061362089 Acadêmico de Direito

w w w.etruriaimoveis.com.br Av. Sapopemba, 13.874 - São Mateus - SP Fone: (11) 2919-0077 / 8414-1000

Dra. Cristina R. de Souza

Advogada

Cívil, Família, IPTU Desdobro de Lotes Escrituração de Imóveis, Consumidor Juizado Especial e Contratos em Geral

asambapa@bol.com.br

Fones: (11) 2015-3479 / (11) 9820-6481 Av. Francisco de Sta. Maria, 1262 - São Mateus - SP

Gazeta São Mateus - Edição 333  

Edição 333 do Jornal Gazeta São Mateus