Page 1

TEMPO TEMPO

Máx: 28° / Mín: 15°

TERÇA-FEIRA

VARGINHA, 17 DE ABRIL DE 2018

EDIÇÃO 9.944

Sul de Minas sai na frente com Faculdade voltada para Metodologias Ativas no modo de ensino O Grupo Unis firmou parceria com o projeto e abriu suas portas para que participantes possam conhecer e se interessar por uma nova realidade Que a tecnologia está presente na vida de todo mundo e afeta todas as áreas, não é novidade para ninguém. Que hoje quase tudo se resume ao uso de smartphones, que a cada estão mais modernos e dinâmicos, tampouco. Contudo, algumas inovações ainda surpreendem, por mais que tenhamos acesso a elas constantemente. Então, pense nessa situação: uma sala de aula sem carteiras... local/ página 03

Chefs se apresentam ao vivo durante o Festival Gourmet

local/ página 04

Parceria com a Fapemig eleva investimentos da Cemig em inovação R$ 80 milhões neste ano

Acadêmicos do 1º período diurno da Fadiva participam de dinâmica e resultado surpreende a professora local/ página 05

Prefeito assina contrato para início das obras de revitalização da Praça Dom Pedro II local/ página 04

Coluna Trajetória

local/ página 03

A constituição mais comprida do ocidente, não é a mais cumprida

gazetacomercial2@gmail.com www.gazetadevarginha.com.br facebook.com/gazetavga

DEUS É FIEL

Luiz Fernando Alfredo

página 02


02 | GAZETA DE VARGINHA

17 DE ABRIL DE 2018

PONTO DE VISTA

Palavras de Vida

Louvor ao Deus Todo-poderoso Louvai ao SENHOR, porque é bom cantar louvores ao nosso Deus, porque é agradável; decoroso é o louvor. O Senhor edifica a Jerusalém, congrega os dispersos de Israel. Sara os quebrantados de coração, e lhes ata as suas feridas. Conta o número das estrelas, chamaas a todas pelos seus nomes. Grande é o nosso Senhor, e de grande poder; o seu entendimento é infinito. O Senhor eleva os

humildes, e abate os ímpios até à terra. Cantai ao Senhor em ação de graças; cantai louvores ao nosso Deus sobre a harpa. Ele é o que cobre o céu de nuvens, o que prepara a chuva para a terra, e o que faz produzir erva sobre os montes; O que dá aos animais o seu sustento, e aos filhos dos corvos, quando clamam. Não se deleita na força do cavalo, nem se compraz nas pernas do homem. O Senhor se agrada dos que o temem e dos que esperam na

sua misericórdia. Louva, ó Jerusalém, ao Senhor; louva, ó Sião, ao teu Deus. Porque fortaleceu os ferrolhos das tuas portas; abençoa aos teus filhos dentro de ti. Ele é o que põe em paz os teus termos, e da flor da farinha te farta. O que envia o seu mandamento à terra; a sua palavra corre velozmente. O que dá a neve como lã; esparge a geada como cinza; O que lança o seu gelo em pedaços; quem pode resistir ao seu frio? Manda a sua pala-

vra, e os faz derreter; faz soprar o vento, e correm as águas. Mostra a sua pala-

vra a Jacó, os seus estatutos e os seus juízos a Israel. Não fez assim a ne-

nhuma outra nação; e quanto aos seus juízos, não os conhecem. Louvai ao Senhor.

A constituição mais comprida do ocidente, não é a mais cumprida Além da nossa Constituição Federal ser a mais comprida do ocidente, não é a mais cumprida na sua totalidade, haja vista que alguns artigos de direitos fundamentais do indivíduo só são reconhecidos caso o litigante possa pagar um bom advogado para percorrer um longo caminho até a instância maior. Contando com aquelas leis inconstitucionais oriundas dos erros do Estado e dos municípios, especialmente, votadas e sancionadas por ignorância, populismo ou por dolo, a situação do Judiciário fica muito complicada, embora haja Juízes que descartam estas leis, tornando-as letra morta, não são suficientes para que a justiça impere, prejudicando direitos líquidos e certos. O que não deixa de ser um descumprimento da Constituição Federal e um atestado de incompetência dos legisladores. Sem entrarmos no mérito da lentidão da justiça, vamos analisar apenas os malefícios do

foro privilegiado, que permitiu a vários “criminosos do colarinho branco” ficarem livres de prestar contas à justiça, sendo absorvidos por prescrição e outras artimanhas jurídicas e tornando -se figuras idolatradas. Hoje, especificamente, temos tantos figurões investigados e denunciados, enrolados na impossibilidade do Supremo avançar e mais uma vez prejudicando a escolha correta dos eleitores. Não teremos como separar o joio do trigo, se não sabemos quais os investigados ou já denunciados, se serão condenados ou inocentados. Isto é prejudicial demais, pois o fato de grandes personalidades investigadas e não julgadas embaralham a cabeça dos eleitores (que nivelam a classe política bem por baixo) seguindo as pesquisas de intenções de votos apontando um condenado, Lula, liderando, Bolsonaro perigoso e pernóstico da direita, em segundo lugar, e Marina

Silva despreparada para o cargo de Presidente por ser da esquerda populista com aquela aparência no mínimo exótica e sem expressão convincente, mais perto deles, Ciro Gomes, que poderá juntar-se ao PT e seus puxadinhos. Não merecemos! Na dúvida, não devemos arriscar qualquer um, é melhor buscarmos outros nomes que tenham mais presença de estadista junto aos partidos de direita e centro, pois já vimos que a esquerda não tem preparo e muito menos idoneidade, com exceções é claro, quanto à alguns militantes para cargos menores – Foram 16 anos! Chega! É chegada a hora da imprensa especializada nortear os eleitores, falando só a verdade, mostrando as vantagens de um candidato e outro, pois esta sistemática chamada de coalizão (balcão de negócios) entre Executivo e Legislativo não mudará, e assim sendo, se não tivermos

um Presidente habilidoso, corajoso, reformador e capaz, a situação brasileira poderá se tornar até beligerante. Estamos registrando marcas de inflação baixa, mas não acreditamos que se tratam de estratégias econômicas e sim da redução do consumo, que nos permitem redução da taxa básica de juros. Registramos perspectivas de crescimento do produto interno bruto, o que pode desencadear inflação maior, se as reformas não forem encaradas de frente pelos poderes Executivo e Legislativo em 2019. Perguntamos a todos pré - candidatos: Usarão os discursos das verdadeiras e imprescindíveis reformas ou esmagarão o Temer injustamente por causa do congresso omisso, que só pensa nas próximas eleições? Lembrem-se, o atual presidente nada tem a ver com a herança maldita de Dilma Rousseff, grandessíssima filha da pútrida ideologia de poder do Lula. Luiz Fernando Alfredo

Gazeta de Varginha Ltda CNPJ: 21.535.075/0001-47 Telefones (35) 3221-4668 (35) 3221-4845 (fax) Diário de circulação regional Horário de funcionamento: 8h às 18h Diretora administrativa: Ana Maria Silva Piva Jornalista responsável: Lanamara Silva (MTB: 8304 JP) Editor: Rodrigo S. Fernandes (Sindjori-MG: 312/99) Administração / revisão: Lanamara Silva Jornalista e superintendente de redação: Paulo Ribeiro da Silva Fernandes (MTB: 16.851) Endereço: Av. dos Imigrantes, 445 -

Santa Maria - CEP: 37022560 – Varginha E-mail: gazetadevarginha@gmail.com (redação) gazetacomercial2@gmail.com (comercial) Site oficial: www.gazetadevarginha.com.br gazetavga.blogspot.com.br ABRAJORI – Associação Brasileira de Jornais do Interior SINDJORI – Sind. Prop. De Jornais e Revistas do Interior ADJORI – Associação dos Jornais do Interior de


17 DE ABRIL DE 2018

LOCAL

GAZETA DE VARGINHA | 03

Sul de Minas sai na frente com Faculdade voltada para Metodologias Ativas no modo de ensino O Grupo Unis firmou parceria com o projeto e abriu suas portas para que participantes possam conhecer e se interessar por uma nova realidade o Presidente do Grupo Unis, Prof. Me. Stefano Barra Gazzola.

Que a tecnologia está presente na vida de todo mundo e afeta todas as áreas, não é novidade para ninguém. Que hoje quase tudo se resume ao uso de smartphones, que a cada estão mais modernos e dinâmicos, tampouco. Contudo, algumas inovações ainda surpreendem, por mais que tenhamos acesso a elas constantemente. Então, pense nessa situação: uma sala de aula sem carteiras. As paredes de alvenaria são substituídas por vidros. O branco dá lugar a cores vibrantes nas paredes. Arquibancadas, puffs e assentos móveis, que permitem montagem em diversos formatos, estão colocados sob um chão de grama sintética. Você pode sentar, se deitar, ficar à vontade tirando seus sapatos para estudar, na presença de seu professor, que será um

mediador no processo de aprendizagem, e não somente o que leva o conhecimento. O caderno, aquele com folhas brancas, pautas e linhas, dá lugar ao seu tablet ou telefone celular. Conseguiu visualizar a cena? Acha impossível, ainda mais nos dias atuais? Se sua resposta foi não, vai se surpreender! As Metodologias Ativas, nome dado a essa nova forma de ensinar, já é realidade para alunos e professores do Grupo Unis. Os 3 campi que formam o Centro Universitário do Sul de Minas possuem salas formatadas neste modelo. Nela, alunos e professores interagem de forma dinâmica, utilizando a tecnologia e ambos trocando experiências no processo de ensinoaprendizagem. A inovação não para por aí. O Unis Pouso Alegre, uma das 5 uni-

dades presenciais do Grupo, além dos polos de educação a distância espalhados por todo o país, foi todo formatado neste modelo educacional. As salas de aula, o ambiente, a forma de ofertar conhecimento promovem uma verdadeira ruptura com o formato tradicional de ensinar. Vejamos um exemplo prático: dentro da mesma sala de aula, o professor divide o espaço em formas distintas de conteúdo. O aluno, passando por cada um desses pontos, precisa interagir de acordo com o que a proposta foi pedida. “O desafio é constante. Tanto professores quanto alunos estão, a cada momento, superando desafios e, principalmente, adquirindo conhecimento. Nada é mais prazeroso do que ver o aluno sendo protagonista de seu conhecimento”, explica

Inovação de ponta O Sul de Minas sai na frente na oferta desse estilo repensado de ensinar. Em grandes centros, por exemplo, a iniciativa ainda é tímida. Antes de investir no espaço e na capacitação de professores e colaboradores, o Grupo Unis foi a campo pesquisar o trabalho feito. Uma viagem à Finlândia, país referência em educação superior, foi o pontapé final para a introdução do trabalho. Lá, o professor funciona como um mentor e o aluno tem autonomia para buscar seu conhecimento. A viagem veio ao encontro de anos de estudos. O Grupo Unis compõe, há mais de 3 anos, o STHEM Brasil, um consórcio inédito no Brasil e que reúne Instituições de diversas regiões, estudando e multiplicando ações voltadas para o desenvolvimento de capital humano, inclusão social e crescimento econômico nos países da América Latina e do Caribe por meio de processos de estímulo à inovação acadêmica e ao aperfeiçoamento da educação superior. Aperfeiçoamento de educadores da região

Para atuar com as Metodologias Ativas, o Grupo Unis tem oferecido capacitação a seus professores e também a educadores dos mais distintos segmentos de toda a região. Em Pouso Alegrem por exemplo, 30 professores do Ensino Médio de escolas públicas das cidades de Ipuiuna, Conceição dos Ouros, Pouso Alegre e Cachoeira de Minas receberam treinamento, aliando conhecimento e prática e os tirando somente da condição de transmissor de informações. “O papel do professor dentro das Metodologias Ativas é o de oferecer oportunidades, materiais e estratégias adequados para a aprendizagem, podendo, ainda, identificar as potencialidades dos estudantes e ajudar a desenvolvê-las” explica o Superintendente Acadêmico do Grupo Unis e um dos mentores das Metodologias Ativas, Prof. Dr. Nilton dos Santos Portugal. Espaço para a comunidade A comunidade tem usufruído do espaço destinado às Metodologias Ativas das mais diferentes formas. Um exemplo são os moradores do bairro São João, em Pouso Alegre. Com cerca de 30 mil habitan-

tes, ele é considerado um dos mais populosos da cidade, por isso enfrenta problemas dos mais variados aspectos, como o alto índice de usuários de drogas e carência de atividades culturais e educacionais. Pensando em auxiliar as crianças e adolescentes que moram no espaço, os professores da Escola Estadual Professora Geraldina Tosta, que fica localizada no bairro São João, idealizaram o Projeto Resgate, que busca tirá-los das ruas, desenvolvendo, além do interesse pelos estudos, um trabalho que engloba valores éticos, civis e morais. O Grupo Unis firmou parceria com o projeto e abriu suas portas para que os participantes possam conhecer e se interessar por uma nova realidade, envolvendo estudo, pesquisa e orientação profissional. Os estudantes do Ensino Médio poderão participar semanalmente de aulas de qualquer curso de graduação oferecido pela Instituição, além de receberem orientação vocacional oferecida por profissionais. Enquanto isso os alunos do Ensino Fundamental participarão de atividades lúdicas dentro da Faculdade. As ações acontecerão 1 vez por semana.

Prefeito assina contrato para início das obras de revitalização da Praça Dom Pedro II O Prefeito Antônio Silva assinou nesta sexta-feira, 13, contrato autorizando a empresa Resende e Resende Construtora Ltda, a iniciar as obras de revitalização da Praça Dom Pedro II (Jardim do Sapo). A obra, que será custeada com recur-

sos próprios do município, da ordem de R$ 417.397,63, deverá estar pronta no prazo de sete meses após iniciada. Seguindo o cronograma, o contrato seguirá agora para a Procuradoria Geral do Município – PGM, para homologação, e, posterior-

mente para a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos para a ordem de serviço. A obra contemplara a troca do piso, reforma do Coreto, substituição das luminárias, reforma dos bancos e paisagismo. “Temos o com-

promisso de entregar a nossa população, a Praça do Jardim do Sapo, como é conhecida, um dos cartões postais de nossa cidade, um patrimônio público municipal, devidamente restaurada, dando a ela vida e luz”, disse o prefeito.


04|GAZETA DE VARGINHA

LOCAL

17 DE ABRIL DE 2018

Parceria com a Fapemig eleva investimentos da Cemig em inovação a R$ 80 milhões neste ano A Cemig assinou um aditivo ao termo de cooperação técnica e financeira nº 10.216/2011, celebrado entre a Empresa e a Fapemig A Cemig assinou um aditivo ao termo de cooperação técnica e financeira nº 10.216/ 2011, celebrado entre a Empresa e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). O aditivo permitirá a assinatura de quatro projetos, no valor de R$

3,83 milhões, e parcerias com quatro universidades do estado, no valor de R$ 6,5 milhões. Com a assinatura dos convênios, o valor total do investimento da Cemig em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) vai superar R$ 80 milhões, já nos primeiros meses

de 2018. O desembolso dos recursos financeiros será realizado de acordo com o cronograma de execução dos projetos, que ocorrem, em média, ao longo de três anos. A assinatura foi realizada no edifício sede da Cemig, em Belo Horizonte, na terça-feira

(10), pelo presidente da Cemig, Bernardo Alvarenga, o diretor de Relações Institucionais e Comunicação, Thiago de Azevedo Camargo, e pelo presidente da Fapemig, Evaldo Vilela. Para o presidente da Fapemig, a continuidade dos investimentos é muito importante para Minas Gerais. “Agradecemos a Cemig pela parceria, que traz muito orgulho para a Fapemig, pois irá proporcionar recursos significativos para a área de PD&I em Minas Gerais, gerando conhecimento, tecnologia e

inovação”, declara Vilela. “A Cemig sempre se destacou como modelo no setor elétrico brasileiro, tendo sido reconhecida pela 18ª vez consecutiva pelo Índice Dow Jones de Sustentabilidade. Dentre os critérios do índice, des-

taca-se a Gestão da Inovação, avaliada a partir dos investimentos em PD&I. Esse é um dos motivos que tornam essa parceria tão importante para a Companhia”, completou o presidente da Cemig, Bernardo Alvarenga.

Chefs se apresentam ao vivo durante o Festival Gourmet em Varginha O Festival Gourmet e Cultural do Sul de Minas atrai grande público por ser um sucesso gastronômico da região. Um dos momentos mais esperados todos os anos, é o Chef ao vivo. Em todos os dias, renomados chefs foram convidados pela organização para trazer as melhores receitas com diversos sabores para os presentes. Essa é uma ótima oportunidade para os visitantes acompanharem a construção dos pratos passo a passo e sanarem dúvidas. Confira a progra-

mação do evento para você não perder nenhuma apresentação dos chefs: Festim Festival Gourmet - 17 de abril na Água Doce Sabores do Brasil Chef Ricardo Martins – Sericícola Bistrô Chef André Yuki – Água Doce Cachaçaria Chef Fabio de Mello – Restaurante Symphatia Festival Gourmet – Céu aberto - 20 de abril Chef Ricardo Martins – Sericícola Bistrô Chef Mauro de Paula – Hotel Senac Grogotó Festival Gourmet – Céu aberto - 21 de abril Chef Nei – Senac Chef Mauro de Paula – Hotel Senac Grogotó Chef Ederson Teixeira – Frente da Gastronomia Mineira – FGM Chef Cidinha Lamounier – FBHA Festival Gourmet – Céu aberto - 22 de abril Chef Mauro de Paula – Hotel Senac Grogotó Chef Augusto Haki – Seo Haki / Água Doce


17 DE ABRIL DE 2018

LOCAL

GAZETA DE VARGINHA | 05

Acadêmicos do 1º período diurno da Fadiva participam de dinâmica e resultado surpreende a professora Os acadêmicos da Faculdade de Direito de Varginha têm a oportunidade de discutir temas jurídicos desde o primeiro período de curso Os acadêmicos da Faculdade de Direito de Varginha têm a oportunidade de discutir temas jurídicos desde o primeiro período de curso. Pensando na possibilidade de trazer o direito para as aulas de Filosofia e mostrar sua aplicação na prática, a professora Ma. Priscilla Guimarães desenvolveu junto dos estudantes do 1º período diurno uma dinâmica, que apresentou um resultado bastante curioso. Individualmente os acadêmicos escolheram falar um dos de quatro temas apresentados em sala, sendo dois de Direito Penal e

dois de Direito Civil. “Porte de Arma Branca e a Lei das Contravenções Penais”, “Responsabilidade do Estado sobre morte de detento em estabelecimentos penais”, “Direito dos pais de educar os filhos em casa” e “Prevalência da paternidade socioafetiva sobre a biológica”. A surpresa, segundo a professora, surgiu a partir do momento que todos perceberam que mais da metade dos alunos escolheram temas do Direito Civil para debaterem. “Fiquei surpreendida com o resultado final, pois foi constatado que a nova turma do 1° pe-

ríodo diurno se encontra em equilíbrio, uma vez que 55% escolheram temas de Direito Civil e 45% temas do Direito Penal”, ressaltou Priscilla. As justificativas para escolhas dos temas foram as mais diversas. O acadêmico Rafael Teixeira disse que escolheu o direito dos pais de educarem os filhos em casa, pois “se for uma atividade mal processada pode trazer um aumento na taxa de analfabetismo no país”. Já a aluna Mariana Dandhara escolheu falar sobre a morte de detentos em estabelecimentos penais “por ter certo

apreço por questões que tangem ao Estado e sua eficiência”. Professora Priscilla completou, dizendo que a premissa é que os alunos escolhem o curso de Direito seduzidos

pelo Direito Criminal e que isso pode estar mudando. “Talvez isso não faça mais sentido. Os alunos estão mais sensíveis a todos os temas de repercussão geral”, reforçou a profes-

sora. A FADIVA parabeniza o trabalho desenvolvido entre a Professora Ma. Priscilla Guimarães Cornélio e os acadêmicos do 1° período diurno.

Prefeito Antônio Silva assina contrato com empresa vencedora da licitação O Prefeitura Antônio Silva assinou nesta sexta-feira, 13, contrato com o empresário Fernando Rodrigues Ximenes da empresa RX Construtora, vencedora da licitação para a realização das obras de Revitalização do Centro de Varginha. Agora o contrato seguirá para a Caixa Econômica Federal que fará a análise da documentação para a liberação da verba pelo Ministério das cidades. O recurso é da ordem de R$1milhão, fruto de emenda parlamentar do deputado Dimas Fabiano, mais contrapartida do município no valor de R$146 mil. O projeto, de autoria da Prefeitura de Varginha, vai contemplar o alargamento e a troca de piso das calçadas da Avenida São José, Rua Presidente Antônio Carlos, Travessa Monsenhor Leônidas, Rua Deputado Ribeiro de Resende,

Rua São Paulo, Rua Presidente Álvaro Costa, passando pela Rua Delfim Moreira, até o calçadão da Wenceslau Brás. O trecho da Rua Presidente Antônio Carlos, entre a Avenida São José e a Rua Deputado Ribeiro de Resende, receberá a colocação de piso intertravado, entretanto, não será bloqueado o tráfego de veículos. A revitalização do Centro é mais um compromisso da administração, que vem trabalhando em um projeto que atenda as expectativas dos comerciantes e consumidores, de for-

ma que o centro se torne mais atrativo aos olhos da população de Varginha e visitantes, podendo usufruir do tradicional centro da cidade com maior conforto. Particionaram da assinatura o Secretário de Planejamento, José Manoel Magalhães Ferreira e o vereador Leonardo Ciacci, presidente da Câmara, representando o deputado Dimas Fabiano. A prefeitura de Varginha comunica aos comerciantes em geral, que receberão um cronograma com o início das obras, a fim de evitar transtornos.


06| GAZETA DE VARGINHA

17 DE ABRIL DE 2018

REGIONAL

COLUNA MINAS GERAIS Rede de Notícias do Sindijori Prefeituras recorrem ao Refis Mais de 50% das prefeituras brasileiras recorreram ao Refis para melhorar arrecadação. O número foi apontado em pesquisa divulgada este mês pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios). O levantamento reuniu informações de 1.961 administrações municipais, o que representa mais de 35% dos 5.568 municípios brasileiros. Do total de entrevistados, 1.026 afirmaram ter promovido programa de refinanciamento de dívidas. Desses, 88,6% já haviam regulamentado a medida com aprovação de lei pela Câmara Municipal. Apenas cem municípios não estavam com a lei em vigor: 47% estavam elaborando a legislação, 37% aguardando aprovação do Legislativo e 9% estavam para ser sancionados.O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto Sobre Serviços (ISS) são os tributos que mais estocam a dívida ativa. (Jornal da Manhã – Uberaba) Governo abandona UPA de Divinópolis Unidade de Pronto

Atendimento (UPA) superlotada. Na sexta-feira, 13, haviam 56 pessoas internadas e 125 em casa na fila aguardando vaga por algum procedimento, como cirurgias ortopédicas. Até aí, nenhuma novidade. A falta de repasses também não é fato novo. Mas, desta vez, o número de parcelas atrasadas vem penalizando não somente a unidade de saúde, mas também a Prefeitura de Divinópolis. São 17 meses de atraso por parte do Governo do Estado, isso desde os últimos meses de 2016. O acúmulo vem obrigando o Município a retirar dinheiro de outras áreas importantes para suprir a falta na saúde. (Portal Agora – Divinópolis) Cargos são alvos da Operação Hoopoe O Ministério Público de Minas Gerais e a Polícia Civil deflagraram nesta sexta-feira, 13, a operação Hoopoe, com o objetivo de desbaratar esquema de desvios de recursos públicos na prefeitura de Araguari, no Triângulo Mineiro. A investigação teve início em Araguari com o promotor André Luis Alves de Melo, responsável

pela curadoria do Patrimônio Público, o delegado Rodrigo Fiorino da Polícia Civil, que presidiu as investigações desde o início, e o apoio do Grupo Especial do Patrimônio Público, por meio do delegado Fernando Lima Barbosa, de Belo Horizonte. (Gazeta do Triângulo – Araguari) Eventos fortalecem Juiz de Fora Juiz de Fora já se firma como polo regional de eventos. Apesar da ausência de pesquisas locais que permitam dimensionar o setor, quem atua no ramo afirma que a infraestrutura oferecida pela cidade e os preços mais baixos em comparação com os grandes centros têm atraído cada vez mais o interesse do público de municípios da Zona da Mata e Vertentes, além da região Serrana do Rio de Janeiro. Na quinta, 12, e sexta-feira, 13, a cidade sediou mais uma edição do Fashion Days, tradicional evento local de moda. Na ocasião, foram apresentadas coleções de 40 marcas. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora) Nova ação no STF

contra o Governo O PSDB entrou com nova Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), contra o governo do Estado de Minas Gerais, com pedido de medida cautelar para que sejam repassados imediatamente aos municípios os recursos retidos do IPVA. Segundo dados da Associação Mineira dos Municípios (AMM), o governo estadual deve aos municípios R$ 749 milhões em recursos do IPVA. Em dezembro passado o PSDB já havia ajuizado uma ação semelhante contra o governo mineiro, junto ao STF, o que garantiu o pagamento do ICMS aos municípios, embora segundo a AMM os repasses ainda estão em atraso. (Tribuna do Mucuri – Teófilo Otoni) Prefeitura ignora emenda milionária A prefeitura de Montes Claros corre o risco de perder uma emenda parlamentar conseguida pela deputada federal Raquel Muniz (PSD), no valor de R$ 300 mil, destinada à reforma da Central de Abasteci-

mento do Norte de Minas (Ceanorte). Há pendências na documentação, como licença ambiental e projeto de engenharia. O recurso, disponibilizado desde 2017, não pode ser usado até que o município resolva a questão. O prazo para regularização é junho deste ano. Se a prefeitura não solucionar as pendências, perderá o recurso. (O Norte de Minas – Montes Claros) Galeria homenageia ex-prefeitos Varginha, desde a sua fundação, teve 39 prefeitos. E todos estão representados na Galeria de Ex-Prefeitos inaugurada na última quarta-feira, 11, no hall de entrada da Prefeitura de Varginha. O evento, na verdade, cumpre uma proposta do ex-vereador e atual superintendente da Fundação Cultura, Leandro Acayaba. A solenidade contou com as presenças de quatro exmandatários: o atual prefeito, Antônio Silva, cumprindo seu quarto mandato; deputado estadual Dilzon Melo, Aloysio Ribeiro de Almeida e Eduardo Benedito Ottoni. Além destes, parentes de muitos outros es-

tavam presentes (Gazeta de Varginha) Projeto "Pelos 7 Cantos" é lançado Foi lançado na Casa da Cultura, na última quarta-feira, 11, um projeto que tem como uma de suas propostas se tornar referência na área cultural de Sete Lagoas. Evento teve presença do prefeito Leone Maciel, secretários municipais, vereadores, artistas, servidores públicos e comunidade, na apresentação do “Pelos 7 Cantos – 1º Festival de Talentos de Sete Lagoas”. Objetivo principal é incentivar quem sonha fazer sucesso em diversas vertentes da arte. Outro anúncio do dia foi a confirmação da data para abertura da próxima edição da Feira da Paz de Sete Lagoas, com uma programação especial no dia 11 de maio. (Sete Dias – Sete Lagoas)

Carreta de 15 metros integra projeto de Furnas inagurado em São José da Barra, MG O projeto Educar Para Preservar, lançado por Furnas nesta segunda-feira (16), em São José da Barra (MG), transformou uma carreta baú de 15 metros em uma unidade móvel de educação. O projeto irá percorrer 39 municípios mineiros banhados pelo Lago de Furnas. A intenção é conscientizar sobre a importância da preservação ambiental e o combate ao desperdício de energia elétrica. A carreta foi equipada com laboratório e conta com material audiovisual,

maquetes, jogos, experimentos interativos e tecnologia de realidade aumentada. Ao longo do projeto, será desenvolvido um concurso que vai premiar as melhores

iniciativas de preservação ambiental criadas pelas comunidades. A unidade móvel deve atender quase 300 mil pessoas entre estudantes do ensino fundamental de 234 escolas,

professores e moradores. Os participantes também poderão usar o site interativo e o projeto terá um espaço para participação das prefeituras.


17 DE ABRIL DE 2018

REGIONAL

GAZETA DE VARGINHA | 07

TJMG aumenta pena de suspensão de direitos políticos de ex-prefeita de Três Pontas, Sul de MG A ex-prefeita foi condenada à suspensão dos direitos políticos por três anos e, ainda, à obrigação de ressarcir R$ 3.771,02 aos cofres públicos

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) deu provimento a recurso interposto pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e reconheceu a prática de enriquecimento ilícito por uma ex-prefeita de Três Pontas, no Sul do estado, aumentando a pena de suspensão dos direitos políticos aplicada pela 1ª Vara Cível da Comarca para oito anos e aplicando multa em desfavor dela. Em 2017, a Justiça

havia reconhecido a prática de improbidade administrativa em ação proposta pelo MPMG. Na oportunidade, a ex-prefeita foi condenada à suspensão dos direitos políticos por três anos e, ainda, à obrigação de ressarcir R$ 3.771,02 aos cofres públicos. Ela foi acusada pelo Ministério Público de, em 2 de dezembro de 2012, utilizar carro oficial e motorista pago pelo município para ir a São Paulo participar

das festividades do casamento de um cantor sertanejo. Conforme apurado, a ex-prefeita e a então chefe de Gabinete da prefeitura hospedaram-se em um hotel de luxo. A ação aponta que o município de Três Pontas arcou com as despesas de ajuda de alimentação (R$ 1.200), reembolsou as despesas com hospedagem (R$ 1.552) e, ainda, custeou a diária da chefe de Gabinete (R$ 525).

Recursos A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Três Pontas recorreu da decisão, uma vez que a Justiça não reconheceu a prática de enriquecimento ilícito e que os termos da condenação foram brandos em relação ao que prevê a Lei de Improbidade Administrativa. Para a Promotoria de Justiça, o ato de improbidade praticado foi grave e atentou contra o patrimônio ético-moral da coletividade, uma vez que foi cometido pela mais alta autoridade do município e, inclusive, divulgado nas redes sociais por servidor público responsável pela coordenação dos programas culturais e eventos da prefeitura. A ex-prefeita também recorreu da decisão ar-

gumentando que teria se deslocado para São Paulo para se reunir com executivos que teriam interesse em montar uma unidade produtiva em Três Pontas e que o fato de o casamento do cantor ter sido realizado na mesma data e no mesmo hotel em que se hospedou se tratou de “mera coincidência”. Ela alegou que não teria causado prejuízo aos cofres públicos e que não teria agido de má-fé. Decisão O TJMG, contudo, em decisão que, agora, não pode mais ser questionada, entendeu que os fatos alegados pelo Ministério Público eram “incontroversos” e que “a má-fé e o dolo da ex-prefeita estão claros”. Assim, a decisão de condenação foi alterada de forma que a ré

também fosse condenada por prática de enriquecimento ilícito, tivesse os direitos políticos suspensos pelo prazo de oito anos e, ainda, fosse condenada ao pagamento de multa civil no valor dos recursos que foram acrescidos ao seu patrimônio de forma indevida. Além da multa, permanece o dever da condenada de indenizar os danos materiais sofridos pelo município de Três Pontas em razão de sua conduta ilegal. Conforme a Promotoria de Justiça de Três Pontas, da suspensão dos direitos políticos da ex-prefeita decorre o impedimento de votar e de ser votada. Além disso, por oito anos, ela fica proibida de se filiar a partido político ou exercer qualquer cargo público.

Operações contra tráfico de drogas prendem três pessoas no Sul de MG Duas operações da Polícia Militar levaram três pessoas à prisão por tráfico de drogas em Monte Santo de Minas e Cambuí (MG), neste fim de semana. Cinco adolescentes, também suspeitos de envolvimento de tráfico, foram apreendidos.

Na primeira ocorrência, na noite de sábado (14), em Monte Santo de Minas, a operação foi no Centro da cidade. Duas mulheres e quatro adolescentes, de 14 e 15 anos foram encontradas. Próximas a elas, havia 15 buchas de maconha. Outro ado-

lescente, de 16 anos, alegou ser dono da droga. Todos foram levados à delegacia. Em Cambuí, um homem de 25 anos foi visto em atitudes suspeitas em uma quadra esportiva no Bairro Santo Antônio, na madrugada de domingo (15). Ele fugiu com um com-

parsa, mas foi localizado em uma casa. A polícia encontrou nove pinos e cinco papelotes de cocaína, doze porções de maconha e três pedras de crack. O suspeito foi levado à delegacia de plantão em Pouso Alegre (MG). Fonte: G1


08 | GAZETA DE VARGINHA

REGIONAL

17 DE ABRIL DE 2018

Deputado Rodrigo Pacheco reúne lideranças no município de Passos para filiações ao Democratas O objetivo é o ingresso na legenda de prefeitos, vereadores e lideranças políticas de diversas regiões de Minas Gerais Em evento neste sábado, 14, na Câmara Municipal de Passos, o deputado federal Rodrigo Pacheco, précandidato ao governo de Minas pelo Democratas, reuniu dezenas de lideranças políticas de partidos distintos e representantes da sociedade civil e deflagrou o primeiro ato de uma série de filiações ao partido que se repetirá em outras cidades do interior do estado. O objetivo é o ingresso na legenda de prefeitos, vereadores e lideranças políticas de diversas regiões de Minas. Presidente do Democratas em Minas Gerais, Rodrigo Pacheco destacou a busca por um arco de alianças robustecido que alavanque o campo de oposição ao atual governo. Atualmente, existem conversas avançadas com o Progressistas, com o Avante, com o PEN, além do PTC e o Solidariedade.

“Teremos uma densidade política e uma capilaridade no interior que nos permitirão sonhar e ter expectativa de êxito nas eleições desse ano. A esperança nunca pode faltar, mas além da esperança e preciso ter trabalho. E trabalho nós estamos fazendo diuturnamente, conversando com pessoas, filiando pessoas ao Democratas, conversando com outros partidos, fortalecendo nosso grupo. Rodrigo vislumbra a união dessas forças políticas para uma mudança radical do atual cenário administrativo de Minas Gerais. “Sobretudo, criando uma expectativa e uma esperança no povo de Minas Gerais de ver algo diferente do que está aí, algo diferente do que já foi, e pensar Minas Gerais independente, Minas Gerais diferente, e Minas Gerais para Frente. E para frente que se anda e é

para frente que nós temos que ir”, afirmou. Entre as diversas adesões à legenda registradas neste sábado, destaque-se em especial a de Tuco Campos, ex-vereador de Passos e pré-candidato a deputado federal pelo Democratas. “Queria agradecer ao Rodrigo Pacheco pela minha filiação ao Democratas em nome de um projeto muito maior, um projeto que vai transformar Minas Gerais”, relatou Campos. Em comum, as lideranças que discursaram no evento vislumbraram em Rodrigo Pacheco o homem público com perfil talhado para assumir o governo de Minas Gerais e proporcionar aos mineiros o resgate do crescimento do estado. “Nossa esperança é que o Rodrigo Pacheco faça um governo diferente. Que aproveite a inteligência de Minas para gerar desenvolvimen-

to”, revelou o professor Fábio Kallas. “O atual governo não olha para a segurança do estado. O governo não tem capacidade de defender Minas”, avaliou o doutor Gilberto Kirchiner. Já para Carlos Chagas, tesoureiro do Democratas em Minas Gerais, a candidatura de Rodrigo Pacheco “é a realização de um sonho do Democratas que é votar num candidato a governador. Não posso deixar de falar do Tuco Campos, que tem uma grande força de trabalho e mostrará essa força como deputado

estadual’. Tia Cinira, ex-vereadora e ex-presidente da Câmara de Passos, ressaltou as qualidades de Pacheco como homem público. “A política precisa de renovação. E a candidatura de Rodrigo Pacheco representa esse sonho de todo o sul de Minas”. “A primeira vez que vi o Rodrigo Pacheco, senti que ele seria governador de Minas Gerais. É um político ético, honesto e representa a renovação”, disse Laércio Cintra, prefeito de Guaranésia. Por sua vez, Rodrigo Mattar, presidente do Democratas de

Passos, destacou a qualidade de Pacheco como “facilitador’ para resolver os problemas do estado. “O Rodrigo Pacheco se coloca como uma solução para os problemas que Minas apresenta”. O deputado estadual Gustavo Corrêa (Democratas), reafirmou seu compromisso de estar ao lado de Rodrigo. “Reafirmo meu compromisso de estar com o Rodrigo Pacheco. Esse atual governo quebrou Minas Gerais. As pessoas exigem mudança e essa mudança se chama Rodrigo Pacheco’.

Médico plantonista é preso por suspeita de assédio sexual a pacientes em Nepomuceno Um médico plantonista foi preso na tarde deste domingo (15) suspeito de assédio sexual a pacientes em Nepomuceno (MG). As investigações da Polícia Civil apontam pelo menos dois casos confirmados do crime.

Segundo a polícia, a prisão preventiva do médico já havia sido decretada em Nepomuceno há alguns dias, mas ele não foi mais visto na cidade. Ao chegar para trabalhar na Santa Casa de Misericórdia, na tarde deste domingo, ele foi

preso. Há suspeitas de que ele tenha saído da cidade por alguns dias por perceber as movimentações da investigação. Ainda segundo a polícia, a suspeita é de que o homem teria assediado pacientes em

outras cidades e se mudava quando os crimes começavam a ser descobertos. O G1 tenta contato com a defesa do médico e com a Santa Casa. Até esta publicação, não havia retorno dos envolvidos. Fonte: G1


17 DE ABRIL DE 2018

REGIONAL

GAZETA DE VARGINHA | 09

Tecnologia digital aumenta competitividade e melhora a vida no campo em Minas Gerais A utilização de equipamentos de precisão que permitem poupar insumos e reduzir impactos no meio ambiente não é mais privilégio dos grandes produtores. A tecnologia digital tem impulsionado o agronegócio em Minas Gerais, melhorando a qualidade dos produtos, aumentando a competitividade e elevando a renda no campo. O Governo de Minas Gerais tem estimulado este movimento no meio rural e ampliado a utilização da tecnologia de ponta nas empresas e autarquias relacionadas à assitência, pesquisa e fiscalização do agronegócio no estado. Exemplo disso é o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA),

que deu início, em março, à certificação das Granjas Reprodutoras de Suídeos Certificados (GRSCs) com a utilização de tecnologia em dispositivo móvel, desenvolvida pelo próprio Instituto. Até então, o trabalho de campo para essa certificação era feito em formulários impressos. Minas possui o quarto maior rebanho nacional de suínos, com cerca de 5,1 milhões de animais e o terceiro maior rebanho de matrizes fêmeas em reprodução, com 308.854 animais. No estado, há 29 dessas granjas que abrigam cerca de 39 mil reprodutores de suídeos certificados. O uso da nova tecnologia trará transparência e agilidade ao processo de supervisão para a certificação das 29 GRSCs.

De acordo com o assessor da Diretoria Técnica do IMA, Bruno de Melo, o uso do dispositivo móvel padroniza as atividades, facilitando o trabalho dos fiscais no campo. O diretor-geral do IMA, Marcílio Magalhães, ressalta que o instituto vem investindo em novas tecnologias para o aprimoramento das ações desenvolvidas pela autarquia. “Lançamos o Portal do Produtor no qual os próprios pecuaristas e agricultores podem emitir pela internet, por meio de senha pessoal, documentos que anteriormente somente eram obtidos presencialmente junto ao IMA", observa o diretor-geral. “Hoje, a maioria dos pequenos produtores compreende a necessi-

dade, o valor e a velocidade das informações no mundo atual. O uso de smartphones, tablets, notebooks se tornou comum nas regiões rurais”, afirma o gerente da Divisão de Inovação e Tecnologia Ambiental (Diati) da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural

de Minas Gerais (Emater-MG), João Carlos Guimarães. Segundo Guimarães, recentemente, a Emater-MG adquiriu dois VANTs, um tipo de drone utilizado para a realização de pesquisas científicas e experimentos, diferente dos modelos mais conheci-

dos, destinados ao lazer. “O objetivo inicial é fazer o mapeamento do parque cafeeiro do estado. Posteriormente, a ferramenta será disponibilizada para auxiliar os produtores rurais familiares por meio da assistência técnica”, explica o gerente.


10| GAZETA DE VARGINHA

17 DE ABRIL DE 2018

SAIBA SEUS DIREITOS

Reconhecida imunidade tributária do Serpro por executar serviços públicos essenciais O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), reconheceu a imunidade tributária do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) quanto a impostos estaduais e extinguiu débito de ICMS que vinha sendo cobrado pelo Distrito Federal relativo a serviços de telecomunicações prestados pela empresa pública entre os anos de 2005 e 2010, no valor de R$ 124,4 milhões. O relator manteve, porém, a obrigação de o Serpro emitir nota fiscal pelos serviços prestados. A decisão foi tomada na Ação Cível Originária (ACO) 2658, ajuizada pelo Serpro contra o DF, na qual a empresa pública pleiteou o reconhecimento da imunidade recíproca prevista no artigo 150, inciso VI, alínea “a” da Constituição Federal e a extinção do débito consubstanciado em auto de infração. A exigibilidade do crédito tributário já estava suspensa por decisão liminar. Na ação, o Serpro alegou ser responsável pela operação dos principais sistemas do Gover-

Pai que praticava alienação parental deve indenizar ex-mulher em R$ 50 mil

no Federal, viabilizando a execução de serviços públicos essenciais e estratégicos a toda coletividade, tais como a arrecadação de tributos, a execução orçamentária, a emissão de carteiras de habilitação e passaporte, entre outros. Sustentou que deveria ser reconhecido o direito à imunidade recíproca para proteger o que é instrumental à atuação do Estado e o que está vinculado às suas atividades fundamentais. Já o DF alegou que as empresas públicas não estão expressamente

mencionadas no dispositivo constitucional em questão e que as atividades desenvolvidas pelo Serpro não integram a categoria de serviços públicos propriamente ditos e não são prestados em regime de monopólio, mas sim de forma supletiva, nas hipóteses relacionadas ao interesse nacional. Em sua decisão, o ministro Barroso observou que a legislação e os documentos juntados aos autos indicam que o Serpro presta serviços de tratamento de informações e de processamen-

to de dados que visam modernizar e dar agilidade a setores estratégicos da Administração Pública e, apesar de o serviço de comunicação e de processamento de dados não ser prestado pelo Estado de forma exclusiva, conclui-se que o Serpro desenvolve atividades essenciais ao funcionamento do Estado brasileiro desde a sua criação, na década de 1960. “Verifica-se que os serviços desenvolvidos pelo Serpro envolvem segurança da informação em prol do bem-estar coletivo.

Dr. Gustavo Chalfun

Drª. Patrícia Bregalda Lima

OAB/MG 81424 Rua Argentina, 535 Vila Pinto Tel: 3222-4801

OAB/MG 65099 Av Salum Assad. David, 70 - Santa Luiza Tel: ( 35) 3214-5051

gustavo@chalfun.com.br

Dr. Daniel Piva OAB/MG 81667 Delfim Moreira, 258, sala 201- Centro Varginha -MG Tel: 3222 2851

dapiva@ig.com.br

patriciabregalda@varginha.com.br

A 1ª câmara Cível do TJ/MS condenou um homem a indenizar a ex-mulher por praticar alienação parental com a filha do casal. A condenação por danos morais foi fixada em R$ 50 mil. De acordo com os autos, o casal se divorciou em 2002 e, a partir de então, o homem tentou reatar o relacionamento com a ex-mulher. Entretanto, ao não obter êxito, ele teria passado a induzir a filha do casal para que ela desenvolvesse sentimentos negativos em relação à mãe. Por esse motivo, em 2014, a mulher ingressou na Justiça contra o ex-marido, alegando que a alienação parental gerou graves abalos psicológicos à filha, que continua a sofrer com crises emocionais decorrentes da indução. A autora afirmou que havia sido denunciada injustamente a autorida-

des policiais pelo exmarido, que buscava denegrir sua imagem. Por isso, pleiteou indenização por danos morais. Em sua defesa, o ex-marido alegou a prescrição da pretensão da autora. Ao julgar o caso, o juízo de 1º grau julgou improcedente o pedido formulado pela autora, que interpôs recurso. Ao analisar o recurso, a 1ª câmara Cível do TJ/MS considerou que a alienação parental não cessou por muitos anos seguintes, de acordo com os depoimentos da filha e da psicóloga que a atendia após o fim do relacionamento dos pais. Para o colegiado ficou comprovada a violação direta e intencional da obrigação do genitor de promover e estimular uma relação positiva e harmoniosa entre a criança e seu outro genitor.

Dr. José Simplicio da Silva Filho OAB/MG 73.079 Praça São Pedro, 36, Vila Floresta Tel: ( 35) 3067-1070

ssimplicio@hotmail.com

Dr. Gustavo Pinto Biscaro

Dr. Vicente Lima Lorêdo

OAB/MG 106.276 Rua: Presidente Evaristo Soares. 255 - Vila Pinto Tel: (35) 3222-1049

OAB/ MG 84.176 20ª Sub-Seção Rua Maria Benedita, 63 -sala 106 - Vila Pinto 3223-5362/9988-3485

gustavopbiscaro@gmail.com

vicentelloredo@yahoo.com.br

Mande sua pergunta para gazetadevarginha@gmail.com


GAZETA DE VARGINHA | 11

17 DE ABRIL DE 2018

MINAS

PR e MDB se aproximam nos debates sobre a sucessão em Minas e podem estar juntos Dirigentes do PR e do MDB avançaram, na última semana, as conversas para marcharem em uma mesma chapa nas eleições de Minas Gerais deste ano. Uma reunião no início desta semana pode selar, enfim, a aliança. Como informou O TEMPO, a inclusão do nome da expresidente Dilma Rousseff como pré-candidata ao Senado pelo PT atrapalhou e muito as negociações partidárias, fato que afastou as duas siglas da mesa dos petistas. Interlocutores dos dois partidos classificaram a vinda de Dilma para o cenário mineiro como uma “traição” por parte do PT, que agora segura um abacaxi nas mãos.

Apesar do diálogo ter avançado, tanto o PR quanto o MDB defendem nomes próprios para liderar uma disputa ao governo estadual. Recém-filiado à sigla, Josué Alencar é colocado pelo PR como o nome ideal para o momento – um empresário sem vínculo negativo com escândalos de corrupção e de família tradicional, bem vista pelos mineiros (ele é filho do ex-presidente da República José Alencar, morto em 2011). Nesta proposta, o espaço dado ao MDB na chapa seriam as vagas ao Senado. “Josué só não foi eleito em 2010, porque não quis. É um cara que carrega a estima do pai e tem uma energia políti-

ca muito grande. Seria um bom nome de renovação”, conta um animado e otimista membro do PR. Anteriormente, ventilou-se a possibilidade de que o ex-deputado federal e ex-secretário de Estado de Defesa Social Bernardo Santana, um dos principais caciques do PR no Estado, pudesse se tornar candidato a vice-governador em uma chapa com Pimentel. O cenário, que já sofria resistência de partes do PT e do MDB, acabou perdendo força com a entrada de Alencar na sigla. Por outro lado, o MDB defende que o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado

Pequenas intervenções que reduziriam o caos no trânsito Congestionamentos diários, cruzamentos perigosos. Longe dos grandes corredores, motoristas e pedestres enfrentam problemas cotidianos no trânsito, e, muitas vezes, a solução está na ponta da língua e não demanda grandes obras ou investimentos. Um simples reforço na sinalização ou a alteração do sentido de uma via podem ser a chave para alguns gargalos de Belo Horizonte, onde quase 1,9 milhão de veículos fazem da mobilidade urbana um dos principais desafios da cidade. Nos horários de pico, entrar e sair da rua José Cleto, no bairro Santa Cruz, na região Nordeste da capital, é quase impossível. Segundo moradores, as vias Jorge Angel Livraga e Manoel José da Silva, que cruzam com a rua no ponto mais movimentado, são estreitas e têm carros estacionados dos dois lados. Para eles, uma alternativa se-

ria transformá-las em vias de mão única. “Ali virou rota para quem quer fugir do Anel, mas não tem sinalização nenhuma. Nós temos problema de manobra e atropelamento, e, às 7h, ninguém consegue andar”, conta o eletricista Paulo Geraldo Lacerda, 62, que já bateu o carro na rua. Os moradores pediram ajuda à Câmara Municipal para conseguirem melhorias na José Cleto, como faixa de pedestres e semáforo, além de reforço na sinalização. Na região Leste, os motoristas enfrentam dificuldade para atravessar a rua Salinas. O problema ocorre, sobretudo, nos horários de pico, quando o semáforo na rua Floresta com a avenida do Contorno fecha para carros, e uma fila de veículos se forma na via, fechando o cruzamento com a Salinas. “Sempre tem acidente aqui, porque os motoristas que

estão na Salinas e na Floresta querem passar ao mesmo tempo. Eu acho que, se houvesse um semáforo no cruzamento, reduziria esse problema”, pontua o comerciante Adriano Rodrigues, 30. Paciência. Próximo dali, no bairro Colégio Batista, na região Nordeste, uma nova rotatória, implantada neste ano a pedido dos moradores, acabou piorando a situação, na opinião de alguns motoristas. Eles dizem que o espaço para a circulação de veículos ficou pequeno: os ônibus não conseguem fazer a curva e passam sobre os tachões – conhecidos como “olhos de gato” – que delimitam a rotatória. Além disso, muitos pais param na rua Saldanha da Gama, uma das saídas da rotatória, para desembarcar os filhos pequenos na escola, e a fila de carros causa congestionamentos.

Adalclever Lopes, seja, de fato, o grande nome majoritário. Antes colocado pelo PT como nome certo para a chapa ao Senado, o emedebista também se considerou pessoalmente traído ao ver o

anúncio de que Dilma pode ser candidata no Estado. “Se antes era um blefe para conseguir mais poder de barganha, de negociação, com certeza o MDB, agora, nesta en-

trada de Dilma, está se colocando de fora de uma construção com Pimentel”, diz um emedebista, que garante que o partido jogará duro e terá, de fato, um candidato próprio.

Construir para desenvolver!!! A Fábrica de Blocos Luciano tem atendido grandes obras em Varginha e região! Com qualidade e presteza tem feito com que seus clientes se mantenham sempre satisfeitos.

FÁBRICA DE BLOCOS

LUCIANO

Blocos - Canaletas Areias - Britas Avenida dos Imigrantes, 4.425 Vargem - Varginha - MG Fone: 3223-8833 / 9971-0206


17 DE ABRIL DE 2018

BRASIL

GAZETA DE VARGINHA | 13

PM do Rio de Janeiro assume dificuldade em diferenciar armas esportivas

Policiais ouvidos pelo jornal "O Estado de S. Paulo" relataram que só é possível diferenciar uma um simulacro de arma do tipo Airsoft do armamento real no momento do disparo. "Mesmo de perto não dá para saber. Se pego na mão, ainda fico na dúvida Até o golpe é parecido, o peso também. Só o ba-

rulho do tiro é que é realmente outro. Se querem fabricar para esporte ou lazer, deveriam fazer num formato diferente, e restringir ou proibir as que estão por aí", disse um soldado da PM, sob anonimato. Armas fabricadas para a prática esportiva e idênticas a armas de fogo, como a do tipo Airsoft , vêm sendo

usados frequentemente por assaltantes, traficantes de drogas e milicianos no Rio. O Ministério Público indica que quatro em cada dez assaltos já são cometidos com esses simulacros. Outro policial disse que até 70% das armas apreendidas pela polícia atualmente são do tipo Airsoft. "Atrapalha muito o trabalho.

Se avistamos traficantes com muitos fuzis, não vamos pagar para ver", contou. Também ocorre o oposto, quando policiais reagem por achar que a arma do criminoso é falsa. Aconteceu em janeiro na Praia da Reserva, na zona oeste do Rio. Um PM de folga avaliou que a arma de um assaltante era réplica, e tentou imobilizá-lo. O criminoso baleou uma estudante de 21 anos. Em nota oficial ao "Estadão", a Polícia Militar concordou que a retirada da ponteira das armas do tipo Airsoft "torna difícil identificá-la visualmente". Segundo o texto, "muitas vezes, em ocorrências policiais, somente após o armamento ser apreendido os policiais descobrem não se tratar de uma arma de fogo." Dados do Instituto

de Segurança Pública (ISP), braço estatístico da Secretaria de Segurança, mostram que de 2014 para cá foram apreendidos em ações criminosas, em média, 1.550 simulacros por ano. Já a média de armas de fogo ficou em 8.830. No Youtube, há uma infinidade de vídeos de usuários de Airsoft em brincadeiras de "combate" e simulação de operações militares. Há, inclusive, alguns que se intitulam "Como transformar Airsoft em arma de fogo real" - o que não é viável, pois os simulacros não suportariam munição, segundo PMs. Em outros vídeos, são exibidos ferimentos provocados pelo choque da bolinha nos olhos do "oponente" ou na testa. A polícia aconselha as vítimas a nunca reagir a assaltos, em ne-

nhuma hipótese. Desde o dia 16 de fevereiro, a segurança pública do Estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal comandada pelo general do Exército Walter Braga Netto. De acordo com o ISP, em fevereiro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, os homicídios dolosos diminuíram, mas as mortes praticadas por policiais subiu (17%), assim como os roubos de veículo (11%). Em fevereiro de 2018, 677 armas de fogo foram apreendidas ante 569 no mesmo período de 2017. Os dados relativos aos crimes registrados em março, assim como a produtividade policial no mês passado ainda não foram divulgados As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Redução do Fies deixa salas de aula das faculdades vazias

Mais da metade das salas de aula das faculdades particulares mineiras está vazia, segundo levantamento do site Quero Bolsa. A pesquisa, baseada em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2016, aponta que, em média, 50,7% das vagas de instituições de ensino superior no Estado esta-

vam desocupadas. No país, a média é de 52,9%. Para o diretor do departamento de inteligência de mercado do Quero Bolsa, Pedro Balerine, o enxugamento do fundo do Financiamento Estudantil (Fies) feito pelo governo federal e o desemprego explicam o cenário. “Entre 2010 e 2014, houve um oferta muito grande

de financiamento estudantil, e as faculdades se planejaram para atender essa demanda. Porém, houve uma reviravolta a partir de 2015, e o Fies teve corte em investimento. As faculdades se planejaram para uma demanda que não ocorreu”, diz Balerine. Só no mês passado, o então ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou uma redução de 29% nos investimentos do Fies. “O desemprego também agravou esse quadro, porque as pessoas que estudavam e perderam o emprego foram obrigadas a trancar a faculdade”, diz Balerine. Os cursos mais ociosos no país são o de petróleo e gás, com taxa de desistência de 96%, e o de engenharia de petróleo, com 85,8% de ocio-

sidade, conforme o estudo. Outra alternativa para manter alunos é o parcelamento das mensalidades. “A faculdade dilui o valor da mensalidade em um período maior que o da duração do curso”, explica o diretor do Quero Bolsa, Pedro Balerine. “Porém, é uma estratégia de risco, que pode gerar inadimplência”, avalia. A oferta de bolsas de estudo é outra estratégia comum das faculdades particulares na crise, destaca Balerine. Regional. Em Minas, o índice de ociosidade continuou em torno de 50% em 2017, segundo o presidente da Federação dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Minas Gerais (Fenen-MG), Emiro Barbini.

SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DE VARGINHA E REGIÃO - MG EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Varginha e Região - MG, convoca todos os empregados pertencentes a base territorial do Sindicato, a saber: Alfenas, Alpinópolis, Alterosa, Areado, Boa Esperança, Bom Sucesso, Camacho, Cambuquira, Campanha, Campo Belo, Campo do Meio, Campos Gerais, Cana Verde, Candeias, Capitólio, Careaçu, Carmo da Cachoeira, Carmo do Rio Claro, Carmópolis de Minas, Carrancas, Carvalhópolis, Conceição da Aparecida, Conceição das Pedras, Conceição do Rio Verde, Congonhal, Coqueiral, Cordislândia, Cristais, Delfinópolis, Elói Mendes, Fama, Guapé, Heliodora, Ilicínea, Itaguara, Itatiaiuçu, Jesuânia, Lambari, Lavras, Luminárias, Machado, Monsenhor Paulo, Natércia, Nepomuceno, Oliveira, Paraguaçu, Passa Tempo, Passos, Perdões, Pimenta, Piumhi, Poço Fundo, Pouso Alegre, Ribeirão Vermelho, Santana da Vargem, Santana do Jacaré, Santo Antônio do Amparo, São Bento Abade, São Gonçalo do Sapucaí, São João da Mata, São José da Barra, São Roque de Minas, São Tomé das Letras, Serrania, Silvianópolis, Soledade de Minas, Três Corações, Três Pontas, Turvolândia e Varginha, ativos e aposentados, associados ou não, a comparecerem à Assembléia Geral que será realizada à Rua Silva Bittencourt, 127, Centro - Varginha (MG), no dia 23 de abril de 2018, com início às 17:00 horas em primeira convocação e às 18:00 horas em segunda convocação, para deliberarem sobre os seguintes assuntos: 1) discussão e aprovação da prestação de contas do exercício de 2017; 2) discussão e aprovação da previsão orçamentária para o exercício de 2018. Varginha-MG, 16 de abril de 2018 Fábio Massote Chaves Presidente


14 | GAZETA DE VARGINHA

17 DE ABRIL DE 2018

POLÍTICA

Governo gastou R$ 3 bi em cinco anos com aposentadoria rural irregular O presidente Michel Temer não conseguiu usar a reforma ministerial para amarrar os partidos de sua base aliada ao projeto eleitoral do MDB. Fragilizado após a operação Lava Jato atingir amigos próximos e trazer de volta o risco de uma terceira denúncia pela Procuradoria Geral da República, Temer preferiu manter no governo partidos que lançaram pré-candidatos ou que já anunciaram apoio a outros presidenciáveis. Sem o compromisso da base e sem muito a oferecer na reta final do governo, o presidente

deu início, nas últimas semanas, à ofensiva para tentar atrair esses partidos para sua órbita eleitoral. O emedebista passou a reunir presidentes dessas legendas para conversas sobre eleições e fez questão de prestigiar jantares partidários para comemorar a entrada de novos filiados. Na terça-feira passada, dia 10, Temer chamou o presidente do PRB, o ex-ministro Marcos Pereira, para sondar a possibilidade de o partido apoiar o projeto do MDB, seja ele próprio o candidato ou o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Não teve

sucesso. O PRB manteve o comando do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior mesmo após lançar o empresário Flávio Rocha, dono das lojas Riachuelo, como précandidato à Presidência. No mesmo dia, Temer participou de jantar do PR para saudar os novos deputados do partido. No encontro, cumprimentou os parlamentares um a um e discursou por 15 minutos, enaltecendo a aliança com a sigla, que ocupa o Ministério dos Transportes desde início do governo. O PR passou a ser um dos partidos mais

procurados por presidenciáveis após a condenação e prisão do expresidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O partido anunciou que, caso o ex-presidente

consiga uma liminar para ser candidato, a sigla estará junto com o petista no pleito. Na semana anterior, Temer já tinha participado de jantar na casa do

presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI). O PP tem dado suporte à pré-candidatura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEMRJ).

Odebrecht deve quase R$ 1 bilhão no Peru "Chegamos a ter quase 300 caminhões trabalhando ao mesmo tempo. É uma pena o que aconteceu com eles e conosco", lamenta Juan Alonso Checa enquanto abre um arquivo no computador. Ele vira a tela e a planilha mostra que a Odebrecht deve mais de 16 milhões de soles peruanos à sua empresa. O drama da MIQ Logistics é compartilhado por mais 562 empresas que estão há mais de um ano sem receber da brasileira e, juntas, cobram dívida que já passa dos 900 milhões de soles ou quase R$ 1 bilhão. Peça central do escândalo de corrupção que também levou um ex-presidente para a cadeia no Peru, a Odebrecht está com as contas bloqueadas e, enquanto colabora com o Ministério Público, se esforça para seguir a vida e tentar se reerguer. O avanço da operação Lava Jato no Brasil revelou que o esquema de corrupção usado pelas grandes empreiteiras brasileiras foi replicado em vários países da América Latina. Como um fio de novelo puxado, a

investigação mostrou que o modelo foi replicado da Argentina à Venezuela. No Peru, a Odebrecht reconheceu pagamento de US$ 29 milhões em propina. A notícia de que diversos governos receberam dinheiro ilegal da empreiteira deflagrou uma crise interna sem precedente que, para a Odebrecht, resultou no bloqueio de contas e ativos. Juan Alonso Checa, gerente-geral da MIQ Logistics, lembra bem desse momento. "Era fevereiro de 2017 e, logo depois do congelamento das contas, paramos de receber." Os caminhões da empresa de Alonso Checa carregavam tubos para o maior projeto da empreiteira brasileira no Peru: o Gasoduto Sur. O ambicioso empreendimento de US$ 7,3 bilhões prevê uma rede de gasodutos com 1.134 quilômetros de extensão para cruzar o país em um trajeto complexo que vai do litoral à floresta e chega a uma altitude perto de 5 mil metros. As obras estão paradas e a MIQ Logistics vê a dívida crescer US$ 150 mil

por mês porque a conta da armazenagem dos tubos continua chegando. São justamente as empresas contratadas para o gasoduto que compõem a maioria da Associação de Fornecedores da Odebrecht. A entidade reúne 563 empresas que têm 922,8 milhões de soles peruanos a receber - cerca de R$ 970 milhões - sendo que quase 150 empresas não aguentaram e tiveram de fechar as portas nos últimos meses. Cálculos não oficiais citam que, no efeito dominó do tsunami gerado pela brasileira, mais de 10 mil trabalhadores perderam o emprego. O grupo que sofreu calote é variado e vai de fabricantes de motores a empresas de segurança privada passando por companhias aéreas, escritórios de auditoria e fabricantes de caminhões. Alguns dos empresários da lista vão praticamente toda semana cobrar o dinheiro pessoalmente no escritório da Odebrecht, instalado em moderno edifício espelhado em uma das zonas comerciais mais caras de

Lima. Uma das menores dívidas da lista é da Niban Buffets. Eddy Huamani Mori é o dono e o sushiman da empresa que atende casamentos e eventos corporativos. "Fornecíamos refeições em almoços corporativos e coffee breaks. Todos os eventos eram bem bonitos, mas fiquei muito tempo sem receber." Hoje, Mori comemora porque recebeu um inesperado pagamento há cerca de duas semanas. "Eles

deviam pouco, eram algumas centenas de soles, mas finalmente pagaram." O sushiman foi beneficiado pelo esforço que a empreiteira tem feito para tentar reduzir a lista de devedores. Desde o congelamento das contas, a empresa ficou sem dinheiro e a venda de ativos precisa ser autorizada pelo governo, que não aprovou a venda de dois grandes projetos: uma hidrelétrica e um empreendimento de irrigação. Sem faturar, o braço de en-

genharia da Odebrecht conseguiu que o governo flexibilizasse parcialmente a regra e, agora, a venda de equipamentos de até US$ 50 mil pode ser feita sem necessidade de aval. Assim, computadores e equipamentos de escritório passaram a ser vendidos para retomar pagamentos aos fornecedores. As menores dívidas, como do buffet japonês, têm prioridade e cerca de 200 empresas já receberam algum valor.


GAZETA DE VARGINHA | 15

17 DE ABRIL DE 2018

ESPORTE

Hamilton vê título difícil, e Rosberg cutuca ex-rival: "Não está em forma em 2018" Lewis Hamilton sempre disse que a temporada 2018 se desenhava complicada. Afinal, a concorrência de Ferrari e RBR à Mercedes se intensificou e a própria equipe alemã vem enfrentando dificuldades para extrair o máximo do modelo W09. Mas fato é que, depois de três corridas, o cenário não nada agradável para o inglês. Afinal, Hamilton viu no último domingo, na China, o jejum de vitórias aumentar para seis corridas. Além disso, a desvantagem em relação ao líder da tabela Sebastian Vettel só caiu para nove pontos porque o alemão, que estava duas posições à frente do inglês em

Xangai, foi acertado por Max Verstappen e terminou apenas em oitavo lugar. Até o antes criticado Valtteri Bottas superou o inglês nas últimas duas provas, nas quais terminou em segundo. Tanto do meu lado, mas também na equipe, estamos com desempenho abaixo do esperado. Do meu lado foi um desastre. Vou ter que ver para que eu possa parar de perder pontos e voltar ao meu nível normal de desempenho - disse Hamilton depois da corrida em Xangai. Hamilton ainda confia na força da Mercedes, campeã mundial de pilotos e construtores nos últimos quatro anos. Mas

a preocupação é evidente: - Quem sabe o que essa temporada reserva? Se continuar do jeito que está, vai ser muito difícil vencer. Mas se houver uma oportunidade e nós terminarmos na ponta, isso significaria ainda mais porque é uma temporada ainda mais difícil do que as anteriores. Quem aproveitou para dar aquela cutucada em Hamilton foi o antigo rival Nico Rosberg, que dividiu com o inglês as atenções - e as vitórias - na Mercedes entre 2013 e 2016. Para o alemão, campeão da F1 há dois anos, Hamilton está pressionado: Lewis não está em

forma, mas ele sempre teve tais fases. Se ele não está confiante, ele começa a pensar e comete erros. Estou curioso para ver se ele reage em Baku - disse Rosberg, referindo-se

ao palco da próxima corrida, daqui a duas semanas, no Azerbaijão. Se serve de consolo para Hamilton, o quarto lugar rendeu a ele a 28ª pontuação consecutiva na Fórmu-

la 1, um recorde. A última vez na qual o inglês deixou uma corrida sem pontos foi na Malásia, em 2016, quando o quase sempre infalível motor Mercedes abriu o bico.

Capacidade reduzida e obras ao redor: palco da estreia do Brasil é inaugurado uma casa novinha em folha, bonita, mas ainda precisa ser colocada em ordem. Considerado pronto pela Fifa e pelo Comitê Organizador Local da Copa do Mundo, o estádio de Rostov, palco da estreia da seleção brasileira no Mundial, foi inaugurado neste domingo com uma partida do Campeonato Russo. O Rostov, time da cidade, venceu o SKA Khabarovsk por 2 a 0. O atacante islandês Björn foi o autor do primeiro gol da nova arena. O russo Khoren fez o segundo. Com as duas equipes na parte de baixo da tabela e um jogo de baixo nível técnico, o estádio foi a grande atração. Para o primeiro evento-teste, a capacidade máxima foi 13 mil torcedores e todos os ingressos foram vendi-

dos. Dentro, tudo pronto. O estádio é confortável, os elevadores para portadores de deficiência funcionaram bem, assim como os banheiros, que estavam limpos. Nos bares, certa demora no atendimento, mas algo natural para este momento. Também foi um teste para voluntários, alguns falavam inglês e espanhol, e também de segurança. Como de hábito aqui na Rússia, a revista foi rigorosa com torcedores e imprensa. Foram usados equipamentos de raio-X e detectores de metal. Tudo com policiais de olho no público e bem perto. Outros dois testes serão feitos. No próximo, a arena será testada com 30 mil pessoas. E, na última avaliação, serão utilizados os 45

mil lugares, a capacidade total. As outras duas partidas serão realizadas nos dias 29 de abril e 13 de maio. O Rostov enfrentará as equipes russas Tosno e Ural, respectivamente. Dois meses antes de receber o jogo entre Brasil e Suíça, em 17 de junho, válido pela primeira rodada do Grupo E, o estádio de Rostov ainda tem máquinas e operários trabalham intensamente do lado de fora. Uma grande área está sendo pavimentada. Mesmo neste domingo, com a presença do público, a obra não parou. Outro detalhe possível de observar do lado de fora: as placas que orientam sobre os setores da arena estão apenas em russo. Não há sinalização em inglês, por exemplo. Ao menos por ora. Dentro, no entanto, tudo está

sinalizado em inglês. O Estádio de Rostov foi construído especialmente para a Copa do Mundo e depois do Mundial será utilizado pelo clube que leva o nome da cidade. Na Copa, além do jogo do entre Brasil e Suíça, vai receber mais quatro partidas: Uruguai x Arábia Saudita, Coreia do Sul x México, Islân-

dia x Croácia e um jogo das oitavas de final. Arena de Nizhny Novgorod também abre suas portas Neste domingo, também foi inaugurada a Arena de Nizhny Novgorod. Dos 12 estádios da Copa do Mundo, nove estão prontos: Luzhniki, estádio do Spartak, Arena São Petersbugo,

Sochi, Kazan, Rostov on Don, Nizhny Novgorod, Ecaterimburgo e Kaliningrado. Ainda estão pendentes: Arena Samara, Volgogrado e Saransk. Todos eles obrigatoriamente passarão por três eventos-teste até o Mundial. A Copa do Mundo começa no dia 14 de junho e termina em 15 de julho.


16 | GAZETA DE VARGINHA

ESPORTE

17 DE ABRIL DE 2018

Boa enfrenta Fortaleza nesta terça (17) em Varginha para se recuperar da derrota em Londrina-PR O Boa enfrenta o Fortaleza-CE nesta terça-feira no Melão, tentando se recuperar da derrota para o Londrina-PR. O jogo começa às 19h15

Para a torcida boveta nada de novo na estreia do BEC na Série B. O mesmo sistema de-

fensivo com muitos jogadores e sem poder ofensivo. Apenas para resumir, o time de Var-

ginha conseguiu apenas um chute no gol do Londrina em 90 minutos. Ainda com jogado-

Jogador por um dia reúne mais de 50 sócio-torcedores da Caldense A Associação Atlética Caldense realizou na manhã desse domingo, 15, a segunda edição do “Jogador por um dia”. Evento reuniu cerca de 50 sócio-torcedores para vivenciar um dia de treinamentos com a comissão técnica do clube. O evento foi repleto de atividades físicas e técnicas, para simular a rotina de um atleta profissional. Dos poucos mais de 50 sócios presentes, 42 literalmente entraram em campo. Inicialmente o preparador físico William Basso propôs um circuito de core, com treinamentos funcionais, para

aquecer o grupo. Todos passaram pelas estações que exigiram resistência e muita força. Depois, foi a vez do contato com a bola, com o técnico Johnatan Alemão comandando os exercícios técnicos. Os jogadores-atletas realizaram treinos de de ataque contra defesa e cruzamentos com chegadas ofensivas e, claro, um

coletivo. A grande atração foi o desafio de pênaltis com o goleiro Omar. Todos tiveram direito a bater um pênalti. No fim, dos 42 cobradores, 17 balançaram as redes. Três deles foram sorteados e contemplados com uma camisa, meião e short de treino da Veterana. Fonte: André Vince

res sem condições ideais de jogo, o técnico Sidney Moraes levou apenas 19 jogadores. Dois destaques contra o Londrina: o goleiro Fabrício e o atacante Dagoberto. Fabrício defendeu um pênalti e fez outras defesas importantes evitando que o Boa fosse goleado. Quanto a Dagoberto (ex-Cruzeiro) foi do céu ao inferno em 18 minutos. Entrou e no primeiro chute conseguiu marcar o gol da vitória de seu time. E logo depois se contundiu e deixou o campo. Entrevistado antes da partida, o técnico

Sidney Moraes, disse que o time precisa ainda de alguns jogos para o entrosamento que deseja. E o elenco ainda está sendo qualificado. Sem lateral direito de ofício, Sidney teve de improvisar o zagueiro Caíque na posição. E na zaga, uma novidade, Gustavo Conceição, também apelidado de “Geladeira” ao lado de Renato Jústi. Outra novidade é o centroavante Ygor “Catatau”. Considerando apenas o nome há de se pensar que o atleta é baixinho, como o personagem do desenho

animado. Nada disso, o jovem (22 anos) tem o tipo físico muito parecido com um jogador da posição que fez muito sucesso por aqui. Boa X Fortaleza-CE Contra o Fortaleza, nesta terça-feira, o time deve ser o mesmo que começou a partida em Londrina. Talvez com um volante na lateral direita. Assim o time pode ter na formação inicial Fabrício; França, Gustavo Conceição, Renato Jústi e Elivélton; Amaral, Machado, Alyson e Jhon Cley; Wilian Bárbio e Ygor Catatau.

Na estreia em casa, Carlos Barbosa vence o Marreco e se aproxima dos líderes Depois de três jogos fora de casa, o Carlos Barbosa, enfim, estreou na LNF diante do seu torcedor. Com gols de Lé, Felipe Valério e Pesk, o time gaúcho não teve dificuldades para derrotar o Marreco por 3 a 0. A equipe do técnico Marquinhos Xavier soma agora sete pontos, aproximando-se dos líderes. Outros três jogos foram realizados na rodada. Em Blumenau (SC), o Blumenau goleou o lanterna Belém por 10 a 3. Os gols dos catarinenses foram marcados por Ivan (dois), Garrincha (dois), William (dois),

Rudi (dois), Libânio e Andi. Edilson (três vezes) descontou para os paraenses. Em São José dos Campos (SP), o São José foi superado pelo Foz Cataratas por 2 a 1. Completando os jogos desta sexta, o Paraíso derrotou o Tubarão por 4 a 2 em São Sebastião do Paraíso (MG). Neste sábado

acontecem mais duas partidas. Fonte: SporTV


12| GAZETA DE VARGINHA

17 DE ABRIL DE 2018

EVANGÉLICA COMPROMISSO DE AMAR!!!

Meus queridos amigos leitores e irmãos em Jesus Cristo, no dia de hoje nós vamos refletir e discorrer sobre a esperada determinação dos cristãos em amar de verdade seus semelhantes com o devido comprometimento. Portanto, fineza abrir a Palavra de Deus no Livro de Rute, Capítulo 1, (um), versos 6 (seis), e versos 11 (onze) a 18 (dezoito), bem como também em Lucas 9, (nove), versos de 51 (cinquenta e um) a 53 (cinquenta e três), tudo conforme abaixo: "6 Então, se dispôs ela com as suas noras e voltou da terra de Moabe, porquanto, nesta, ouviu que o SENHOR se lembrara do seu povo, dando-lhe pão." "11 Porém Noemi disse: Voltai, minhas filhas! Por que iríeis comigo? Tenho eu ainda no ventre filhos, para que vos sejam por maridos? 12 Tornai, filhas minhas! Ide-vos embora, porque sou velha demais para ter marido. Ainda quando eu dissesse: tenho esperança ou ainda que esta noite tivesse marido e houvesse filhos, 13 esperá-los-íeis até que viessem a ser grandes? Abster-vos-íeis de tomardes marido? Não, filhas minhas! Porque, por vossa causa, a mim me amarga o ter o SENHOR descarregado contra mim a sua mão. 14 Então, de novo, choraram em voz alta; Orfa, com um beijo, se despediu de sua sogra, porém Rute se apegou a ela. 15 Disse Noemi: Eis que tua cunhada voltou ao seu povo e aos seus deuses; também tu, volta após

a tua cunhada. 16 Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. 17 Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; façame o SENHOR o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti. 18 Vendo, pois, Noemi que de todo estava resolvida a acompanhá-la, deixou de insistir com ela." Lucas 9:51 a 53, como seguem: "51 E aconteceu que, ao se completarem os dias em que devia ele ser assunto ao céu, manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém. 52 e enviou mensageiros que o antecedessem. Indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos para lhe preparar pousada. 53 Mas não o receberam, porque o aspecto dele era de quem, decisivamente, ia para Jerusalém." Meus irmãos, o Livro de Rute inicia-se com 3 (três) mulheres unidas por uma tragédia. Após a morte do maridos e dos seus filhos, Noemi decidiu retornar à sua casa em Belém, contudo orientando às suas noras à permanecerem na terra de Moabe. Uma das noras, Órfã ficou em Moabe, mas Rute escolheu acompanhar Noemi, dizendo: "... Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu Povo, o

teu Deus é o meu Deus..." (v. 16). Queridos, a vida ministerial, (de Igreja), é assim, normalmente temos que fazer escolhas difíceis e doloridas, todavia espiritualmente acertadas, pois os laços que nos devem unir não são laços de consanguinidade, (da carne), mas os laços de afinidade, (espirituais), principalmente alicerçados na pregação do Evangelho de Jesus Cristo, o qual afirma que aquele que deixar pai e mãe em favor do Evangelho receberá muito mais e ainda herdará a Vida Eterna, o maior bem e o maior direito. Eis a confirmação na Palavra de Deus descrita em Mateus 19:29, que segue: "29 E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe [ou mulher], ou filhos, ou campos, por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais e herdará a vida eterna." Amigos, retornando ao texto inspirado no Livro de Rute, constatamos que as 2 (duas) mulheres, quais sejam, Rute e Noemi, começaram juntas suas jornadas de servir ao Senhor Deus, iniciandose uma nova vida centrada na intimidade com o Deus Todo Poderoso, e com o seu Povo, deixando e abandonando a terra de Moabe, (terra natal), prefigurando Rute, a moabita, em dimensão pro-

APRESSE-SE AO COMBATE

fética, o valor universal da obra redentora de Jesus Cristo, que não faz acepção de nacionalidades, haja vista que o homem espiritual deve sempre prevalecer sobre o homem natural e bairrista. Por outro lado, muitas vezes a teimosia em não se curvar à vontade de Deus para nós está enraizada no orgulho, mas o comprometimento, ao contrário, nasce do Amor. Quando Jesus, acertadamente, optou em obedecer ao Pai Celestial, em aceitar o sacrifício e a beleza da Cruz do Calvário, ao ressuscitar dos mortos ao terceiro dia, diz o texto de Lucas, que o Mestre ressuscitado, manifestando intrepidez até no semblante, assim resoluto em ir para Jerusalém antes de se completar os dias em que devia ser assunto aos ao Céu, firmando e afirmando o Projeto de Deus para as nossas vidas. (o Povo Santo da Jerusalém Celestial). (v.51). Concluindo, pela determinação de Jesus Cristo, de morrer e ressuscitar por nós, encontramos a força suficiente, rompendo em Fé, para viver e até morrer por Ele, certos da Vida Eterna, desde aqui até toda a Eternidade na Jerusalém Celestial. E Glórias a Deus por tudo isso! Na Paz do Senhor Jesus. Ministério Arca da Aliança. Dr. Simplício.

Cultos da Igreja Arca da Aliança em Varginha. Todas as Quintas, Sábados e Domingos às 19 horas e 30 minutos. Rua Orminda Vasconcelos, 465, Vila Floresta, CEP. 37004-350. Estamos esperando a sua visita!

Havia 40 dias que o gigante filisteu debochava do exército de Israel, e nenhum dos israelitas aceitava enfrentá-lo, porque quem fosse deveria se apresentar a Deus aprovado como obreiro. Davi era pastor das ovelhas do seu pai e fora enviado para ver como estavam seus irmãos no campo de batalha. Ao presenciar o desafio cheio de ironia feito por Golias, aquele jovem decidiu vingar o Nome do Senhor. Os filisteus não esperavam que o Altíssimo tivesse preparado um dos Seus servos para dar fim à ameaça feita ao Seu povo. O inimigo não é onisciente; portanto, nem desconfia dos propósitos de Deus, até vê-los cumpridos. Se estivermos sob a direção celestial, sairemos vencedores das lutas. Permaneça firme quando o maligno avançar contra a sua vida, lançando tentações. O Todo-Poderoso sabe o que o diabo planejou para prejudicar você, a força usada por ele e como você tem de agir, a fim de derrotá-lo. O Senhor jamais é surpreendido. Ele conhece a capacidade do maligno para oprimi-lo e é perfeitamente capaz de anular e destruir os intentos do rei da perversidade. Quando Deus nos usa para derrotar qualquer investida diabólica contra a nossa vida ou a de uma pessoa a quem estamos ajudando, podemos ter certeza de que a vitória dependerá da fé que empregarmos em tal situação. Se você for observador, verá que antes de o mal atingi-lo, você fora avisado du-

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. (Filipenses 4:6)

rante a ministração da Palavra. O Altíssimo nos avisa até como operará em nosso favor. Portanto, fique atento ao ler a Bíblia e ao escutar a pregação dela. O gigante filisteu cometeu um grande erro ao desdenhar de Davi, o qual ia combatê-lo com o cajado de pastor e algumas pedras na sua sacola. Golias disse: Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus? (1 Sm 17.43). Davi sentiu que aquela era a hora de lhe dar uma lição, pois tinha sido amaldiçoado pelo gigante, em nome de seus deuses. Ora, quem é amigo de um servo do Senhor tem a promessa de que Ele será também seu amigo; porém, quem é inimigo de Deus O terá como seu inimigo. O gigante não acreditava que aquilo estivesse lhe acontecendo; afinal, para ele, um “herói” famoso, era humilhante enfrentar um jovem “sem juízo”. Ele ficou surpreso ao ver que Davi se apressara para chegar até ele. Essa deve ser uma característica de quem Deus levanta. O servo do Senhor não precisa esperar o mal chegar, e sim partir para destruílo logo. Ora, se temos o Pai celestial ao nosso lado, por que temermos ou demorarmos a executar a obra? A presença de Deus nos enche de coragem, dandonos força e capacidade para cumprir o nosso chamado. Na verdade, só precisamos crer e agir como agrada ao Senhor. Assim, jamais tropeçaremos em qualquer obstáculo. A vitória será de quem confia no Onipotente.

Gazeta de Varginha 17/04/2018  

Edição 9.944

Gazeta de Varginha 17/04/2018  

Edição 9.944

Advertisement