Page 1

cultura do N0 16 – novembro 2014

www. marazzi.com.br

automóvel

automóveis e motocicletas

lançamentos - impressões - história

Os carros do

Salão

honda ctx 700n

carlisle swap meet fall meet hershey triumph tiger sport


E DI TOR I

AL

É no Salão do Automóvel que os fabricantes mostram lançamentos e projetos futuros

O

Salão Internacional de São Paulo não é só o maior momento da indústria automobilística brasileira, mas também é uma festa. Além de reunir em um só palco todas as estrelas de um show espetacular, é a forma de mostrar ao seu publico como serão as novidades dos próximos anos. Do outro lado do espetáculo, é o próprio público que responde diretamente aos fabricantes se suas idéias estão no rumo certo.

esforços para participarem de eventos que reunem muita história. Assim foi com as feiras de Carlisle e Hershey que, uma vez ao ano, se juntam para atrair visitantes de todo o mundo. Não bastassem as duas semanas de peregrinação pelas ruas e passagens cheias de objetos antigos, no dia de folga é a vez de visitar museus e ferros-velhos, com mais antiguidades.

nnn

Temos também nesta edição a apresentação de duas motocicletas que chegaram ao mercado, a Triumph Tiger Sport e a Honda CTX 700N. Duas propostas diversas de lazer e locomoção.

Em direção completamente contrária às inovações de um salão de tecnologia, os colecionadores e amantes das máquinas que um dia já foram novidade não medem

nnn


NESTA EDIÇÃO No 16 - Novembro 2014

16 sumário

04 Pelo Mundo

O que acontece no mundo dos lançamentos de automóveis

06 Salão Internacional do Automóvel de São Paulo A maior festa da indústria automotiva brasileira 18

Honda CTX 700N A novidade de Honda é uma cruiser simplificada, de fácil pilotagem

20 Triumph Tiger Sport A nova integrante da família Tiger tem uma proposta mais esportiva 22 Fall Carlisle Collector Car Swap Meet, Corral & Auction

Há 40 anos dois irmão juntaram alguns colecionadores. Hoje são milhares

28 Fall Meet Hershey A fábrica de chocolate abriga em seu estacionamento a maior feira do mundo 21 Junkyard Especial

Os automóveis que já “morreram” formam uma bela paisagem


pelo mundo

o melhor carro de corridas do mundo no salão do automóvel

pré-estreia do new fiesta sport Quem passa pelas ruas periféricas do Salão do Automóvel de São paulo, longe do frenesi dos grandes estandes, pode tomar um susto. É que em um estande está exposto um Porsche 917, considerado o melhor carro de corrida de todos os tempos. Se fosse o verdadeiro, que já teve residência fixa aqui no Brasil, seria verdade,

mas o carro é tão especial que até mesmo a réplica impressiona. A empresa AC Design, que já mostrou uma réplica do McLaren com o qual Ayrton Senna venceu o GP Brasil em 1993, desta vez preparou uma cópia do Porsche 917, que venceu duas vezes as 24 Horas de Le Mans e mantém o recorde da pista até hoje.

4 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

A Ford fez a pré-estreia do New Fiesta Sport, versão estilizada do hatch que chega no ano que vem. O modelo tem como base a versão SE 1.6 manual e vem equipado com uma série de itens de estilo esportivo. O pacote aerodinâmico é composto por para-choques diferenciados, saias e aerofólio, faróis máscara negra e identificação Sport nas soleiras e na tampa traseira. As rodas são de 16”. As cores são o vermelho, o branco e o preto. Os bancos de couro opcionais têm o emblema Sport. O motor 1.6 16V TiVCT Flex

tem duplo comando variável e 130 cv, com câmbio manual de cinco marchas. Controle eletrônico de estabilidade e tração (AdvanceTrac) e assistente de partida em rampa são outros equipamentos do Ford New Fiesta Sport.


pelo mundo

duas novas honda quadricilíndricas

land rover

discovery sport Mais um brasileiro classe “A” A Jaguar Land Rover confirmou, durante o Salão do Automóvel de São paulo, que o Discovery será produzido na fábrica do grupo em Itatiaia, RJ, a partir de 2016. A versão escolhida para ser brasileira é a Sport, novidade mundial e que começa a ser produzido na Europa apenas a partir de 2015.

O Land Rover Discovery Sport tem duas opções de motores, a diesel ou a gasolina. Ambos de quatro cilindros e com turbo, o motor a gasolina tem potência de 240 cv e o motor a diesel tem potência de 190 cv. Nos dois casos, o câmbio é o ZF automático de nove marchas e a tração 4x4 pode ser permanente.

Para substituir a tão querida CB 600F Hornet, a Honda lançou uma nova família de motocicletas quadricilíndricas. As novas Honda CB 650F e CBR 650F não compartilham nenhuma característica técnica com outros modelos da marca no Brasil e o público para essas novas motocicletas são os jovens, que facilidade de pilotagem e esportividade em um upgrade para as 500 cm³. O motor é um quatro cilindros em linha DOHC de 649 cm³ e refrigerado a água, com 87 cv e 6,4 kgfm. A CB 650F e a CBR 650F compartilham a base, com

mínimas diferenças, em razão do apelo mais esportivo com o uso de carenagens e no semi-guidão da CBR, que tem visual esportivo. Os painéis de instrumentos são iguais, assim como o tanque de combustível de 17,3 litros. A Honda CB 650F está disponível nas cores preta (STD e ABS) e branca, azul e vermelha (ABS), e a CBR 650F na cor vermelha (STD e ABS) e branca (ABS). Os preços são de R$ 28.990 (CB 650F STD), R$ 31.190 (CB 650F ABS), R$ 31.690 (CB 650F ABS Team HRC), R$ 30.690 (CBR 650F STD) e R$ 32.890 (CBR 650F ABS.

Cultura do Automóvel Novembro 2014 5


salão de Sâo Paulo

Salão do

Automóvel

A

28ª edição do Salão do Automóvel, chamado oficialmente de Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, mostrou muitas novidades de sonho para aqueles motoristas que estão sempre desejando um carro melhor, mas focou também nos novos modelos que estão chegando junto com as inúmeras novas fábricas que estão sendo instalados no Brasil. Marcas consagradas como BMW, Audi e Mercedes-Benz produzirão seus modelos por aqui e isso fará com que o nivel de qualidade e sofisticação dos carros nacionais dêem um grande salto. Mas as novas marchas chinesas que também estão se instalando por aqui significam boas novas. Muitos carros-conceito foram mostrados, assim

como uma profusão de modelos equipados com tecnologia híbrida indicam o caminho do futuro dos automóveis. A Audi, que voltará a produzir no Brasil o A3 Sedan e o Q3, teve como principais estrelas o novo TT Roadster e o A3 Sportback e-tron, seu compacto com tecnologia híbrida. Ambos chegam aqui ano que vem.

6 Novembro Novembro 2013 2014Cultura Culturado doAutomóvel Automóvel

TT A3 Sportback e-tron

A 28a edição do Salão Automóvel de São Paulo mostrou novos modelos das novas fábricas que estão chegando por aqui


salão de sâo Paulo A BMW, outra marca que está construindo sua fábrica no Brasil, mostrou 17 veículos em seu estande, alguns deles inéditos, como o X4 e o Série 2 Active Tourer. O primeiro, um crossover compacto definido pelo fabricante como SAV Sport Activity Vehicle, é quase uma versão em escala do X6 e chega no próximo mês em nosso mercado. Já o BMW Série 2 Active Tourer é um hatch de teto e o primeiro BMW de tração dianteira.

Série 2 Active

BMW X4 A Chery, que focou em sua nova fábrica no Brasil, a primeira de uma marca chinesa, mostrou o novo Celer nacional, já em início de produção, e o novo QQ, que também será fabricado aqui no ano que vem. Outros dois destaques da marca foram o conceito Alfa, que deverá inspirar um futuro sedã, e o novo Tiggo 5, utilitário esportivo mais sofisticado que o atual Tiggo e que só chega em 2016.

Chery

Tiggo 5

Alfa

Celler Cultura do Automóvel Novembro 2014 7


salão de Sâo Paulo Camaro Z-28

Onix Track Day

Corvette C7

Um dos maiores estandes do salão era o da Chevrolet. Além de toda a sua linha, estavam expostos alguns ícones da marca como o Camaro e o Corvette, justamente os que mais atrairam a atenção dos visitantes. O Corvette C7, que faz sua primeira aparição oficial no Brasil, é o superesportivo da Chevrolet que, depois de sua sexta geração, nunca mais fez feio frente a marcas tradicionais como Porsche e Nissan. Já o Camaro, apesar de ser vendido no país em suas versões convencionais cupê e conversível, foi mostrado no salão na versão de pista, com motor 7.0 V8 de 512 cv. Nenhum dos dois serão vendidos aqui. Quatro conceitos foram expostos no estande da Chevrolet, entre eles o Onix Track Day e o Spin Active.

Considerado por muitos a maior novidade do Salão Internacional de São Paulo, o Jeep Renegade simboliza a maior revolução em nosso mercado nos últimos tempos. Será produzido na fábrica brasileira a FCA - Fiat Chrysler Automobiles -, situada em Pernambuco, e fez a sua primeira aparição no país. O jipinho Renegade, que já é fabricado na Itália e será feito também na China, não é derivado de nenhum carro de passeio e terá motor turbo-diesel com câmbio automático de 9 marchas. Da Fiat, as atrações mais interessantes eram apenas o 500 Abarth, versão esportiva com motor turbo de 167 cv do nosso simpático 500, que chega ainda este ano, e o estranhíssimo conceito FCC4.

8 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

Spin Active

Renegade

Renault xxxxxx

500 Abarth

FCC4


salão de sâo Paulo A Citroën expôs uma série de veículos customizados para demonstrar que a criatividade é a sua tônica. Dentro da atmosfera ‘Feel Good’ de seu estande, o destaque foi o C4 Lounge THP Flex e o motor flex de 173 cv que vai equipar também os outros modelos que utilizam o THP atual de 165 cv. Uma versão customizada desse modelo é o Sport White, show car com pintura fosca feito especialmente para

o Salão. Versões personalizadas do C3 e do AirCross eram o Parisian Vintage e o Lunar. Também sobre o AirCross, mas em uma edição limitada de 470 unidades, é o Salomon. Já o C3 Hybrid Air mostrou uma inédita tecnologia híbrida de motor a combustão e armazenamento de ar comprimido. E, por fim, o conceptcar Citroën Cactus, que simboliza o futuro das linhas da marca.

AirCross Salomon

Cactus

C4 Lounge Sport White C3 Parisian Vintage

T6

T5

A chinesa Jac colocou em seu estande suas duas próximos lançamentos, o SUV T6, que chega agora com motor 2.0 custando R$ 69.990, e o SUV compacto T5, que chega no próximo ano com motor 1.5 e câmbio automático CVT.

Aircross Lunar Cultura do Automóvel Novembro 2014 9


salão de Sâo Paulo

Mustang Ford: não há nenhuma dúvida de que o modelo mais impactante no enorme estande da marca era o Mustang, que está comemorando 50 anos de existência com uma nova geração global, com três motores, 5.0 V8, 3.7 V6 e um 2.3 EcoBoost. Bastante interessantes, também, eram os conceitos aplicados no EcoSport, o Storm, o Beauty e o The Beast. Outro carro-show era o Edge Concept.

The Beast 10 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

Storm

Beauty


salão de sâo Paulo Na onda dos carrinhos “simpáticos”, a chinesa Geely apostou na doçura do mascote de seu país, o urso Panda, para criar o seu micro-compacto. Em sua terra natal ele tem esse nome, mas em outros mercados, como o brasileiro, em que o nome Panda pertence à Fiat, o carro leva o nome de GC2. Já está à venda no Brasil por R$ 29.900.

Geely “Panda”

Civic Si

No estande da Honda, muitas atrações. A maior delas era o conceito NSX, apresentado em destaque no centro do estande. Apesar de evocar o passado do superesportivo NSX, dos anos 80, este conceito tem propulsão híbrida e será produzido a partir de 2015. Mais conceitual é o FCEV, cuja energia é retirada de células de hidrogênio. O melhor da Honda, no entanto, tem os dois pés no chão, isto é, os quatro pneus no chão, já que são realidade e, cada um em seu segmento, estão dando uma mexida no mercado. Um é o HR-V, irmão menor do CR-V, que chega no próximo ano, e o outro, já lançado é o Civic Si, que agora ficou ainda mais esportido devido à carroceria de duas portas. O grupo indiano que mantém as marcas britânicas Jaguar e Land Rover, cada uma em seu estande, não tinha muito o que mostrar, além do Jaguar XE, sedã esportivo de 340 cv e tração traseira, e do novo Land Rover Discovery Sport, que será fabricado a partir de 2015. Da Lexus, marca de luxo da Toyota, o destaque é para o primeiro SUV premium NX 200t, que virá no início de 2015. O belo conceito RC Coupé também estava exposto.

NX 200t

HR-V Cultura do Automóvel Novembro 2014 11


salão de Sâo Paulo As marcas Kia e Hyundai, irmãs de criação mas sérias concorrentes em nosso mercado, se destacam pela, variedade, quantidade e qualidade de seus produtos. E era o que se via em seus estandes no salão. A Kia, que não tem fábrica no Brasil mas mesmo assim tem uma significante parcela de mercado, focou seus esforços nos lançamentos Carnival e Sorento, que chegam em sua terceira geração. Mas o que mais chamou a atenção no estande foi o belo sedã de luxo Quoris. A Hyundai, dividida entre a fábrica brasileira e seu HB20 e a vasta gama de importados, tinha como destaque o conceito R-Spec, criado sobre o HB20 especialmente para o salão para mostrar as tendências para esse modelo, e o Veloster Turbo de 204 cv. A chinesa Lifan antecipa que vai lançar por aqui o X50, mini SUV urbano de 103 cv, e faz clínica com o sedã médio 820. Sempre se destacando com um superesportivo, a Mercedes-Benz não fez diferente e mostrou o AMG GT S, de 510 cv, ao lado do não menos imponente S 63 AMG Coupé, de 585 cv. No estande da Nissan, é claro que o superesportivo GT-R de 545 cv sempre atrai as atenções, mas o conceito Kicks, que fez sua estreia mundial em São Paulo, mostra como será o crossover urbano compacto que poderá ser fabricado no Brasil. 12 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

Carnival

Sorento Veloster

AMG GT S

S 63 AMG

GT-R

Outlander PHEV Kick Concept

GC PHEV


salão de sâo Paulo A Mitsubishi expôs todos os seus modelos, inclusive os de competição, mas o que mais chamou a atenção foram os híbridos, tanto o conceito CG PHEV, SUV que não tem a coluna central, com as portas traseiras abrindo para trás, quanto o Outlander PHEV, híbrido já disponível no mercado brasileiro. O sedã Lancer nacional também foi mostrado no salão. A Mini aproveitou o Salão de São Paulo para lançar o modelo que, provavelmente, será o mais popular de toda a sua linha. Depois do primeiro modelo, o hatch “convencional” que permitiu a criação de uma completa linha de versões e carrocerias mas nunca fugiu da sua de duas portas, o Mini de 5 portas (4 portas mais a traseira hatch) é a grande sensação. Mas não foram apenas colocadas mais duas portas no carro, ele cresceu 72 mm no entreeixos. Não é muito, já que o carrinho não poderia perder a sua graça, mas foi suficiente para que as portas não ficassenm muito pequenas e os três passageiros do banco de trás pudessem se encaixar. O duas portas leva apenas quatro pessoas. Também no salão estava o Mini Coutryman, SUV compacto de quatro portas que vai ser fabricado no Brasil. A Renault é outra marca que tem muito para mostrar. Além de seus produtos normais, suas atrações incluiam o show-car Duster Oroch e o conceito Kwid.

Mini 5 portas

Mini 5 portas

Countryman A picape Oroch, derivada do Duster, apesar do exagero na decoração, acabou ficando com linhas agradáveis para uma cabine dupla, exatamente como os brasileiros gostam das picapes. Já o conceito Kwid, como a própria Renault o define, tem ares de um divertido buggy. Com portas tipo asa de gaivota, o Kwid vai mais longe incorporando ao veículo um drone, que pode auxiliar em caminhos difíceis. Foram mostrados também o novo Fluence, que será lançado oficialmente nas próximas semanas, e o esportivo Megane R.S., cupê de duas portas e 265 cv.

Duster Oroch

Kwid Concept Cultura do Automóvel Novembro 2014 13


salão de Sâo Paulo

919 Hybrid A Porsche levou todo o seu portifólio, porém os dois carros que mais atrairam as atenções foram mesmo os exclusivíssimos 919 Hybrid de competição, com o qual a marca participa do Campeonato Mundial de Endurande (WEC), e o 918 Spyder, brinquedinho de apenas 887 cv. Os híbridos da marca mostram que potência e luxo também podem se aliar à economia e baixas emissões: o Panamera e o Cayenne híbridos são os carros da vez. O Panamera S-E Hybrid estava exposto no estande, mas o Cayenne estava lá representado apenas pelo novo Turbo. 14 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

918 Spyder


salão de sâo Paulo O Salão de São Paulo serviu à Subaru para fazer a avant-première de seus dois mais novos esportivos, o WRX e o WRX STI. Até agora esses dois carros eram uma versão do Impreza mas, passando a serem um modelo próprio, ganharam nova plataforma e ficaram ainda mais bonitos eesportivos. O conceito Viziv 2 inova mesclando motores elétricos nas rodas traseiras, motor boxer diesel dianteiro e tração integral. Da Suzuki, o jipinho Jimny vai para seu terceiro ano de produção no Brasil porém os destaques no salão foram o conceito Crosshiker e o lançamento S-Cross. A Toyota mostrou três conceitos muito interessantes, o FCV, sedã equipado com célula de combustível a hidrogênio, o FT-1, esportivo que deverá ser a base dos futuros carros da marca, e o FV-2, exercício de estilo e tecnologia. O FVC é movido pela energia elétrica proveniente da reação eletroquímica entre hidrogênio (combustível pelo qual é alimentado) e oxigênio. O sistema libera apenas água, de forma que não há escapamento no FCV. O FT-1, cujo nome signifida Future Toyota, nasceu dos video games e sintetiza a tradição da marca com os esportivos de outras épocas, como o 2000 GT e o Supra. E o FV2 não utiliza volante, mas sim os movimentos do corpo de quem o conduz para as manobras.

Viziv

FV2

WRX STI

Crosshiker

FT-1

FVC

Cultura do Automóvel Novembro 2014 15


salão de Sâo Paulo A Troller, empresa cearense de veículos que foi incorporada à Ford, mostrou no Salão o novo T4, segunda geração do jipinho que foi lançada este ano. Com um mercado restrito àqueles que realmente gostam de um fora de estrada radical, a exposição expôs variações do T4, como a versão especial Off-Road e o conceito Rescue. O Off-Road mostra opções de estilo e acabamento, assim como os acessórios originais da marca. Já o Rescue foi montado comouma unidade avançada de resgate, para chegar a lugares de difícil acesso em ações de emergência. A marca sueca Volvo, que atualmente faz parte do grupo chinês Geely, mostrou no Salão de São Paulo três novos modelos, as versões de entrada da linha Comfort, o V40 e o XC60, e o V40 R-Design. O Volvo V40tem motor 2.0 turbo de 180 cv e câmbio automático de 6 marchas, enquanto que sua versão esportiva R-Design e o SUV XC60 têm o motor 2.0 Drive-E de 245 cv e câmbio automático de 8 marchas. O estande da Volvo foi dividido em três áreas de tecnologia da marca, Sensus, IntelliSafe e Drive-E. A primeira foca na conectividade do veículo, a segunda aborda o carro-chefe da marca, que é a filosofia a favor da segurança, e a terceira mostra os conceitos tecnológicos do novo motor Drive-E, que se baseia no downsizing. 16 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

Off-Road

T4

V40

V40 R-Design

XC60

Por fim, a Volkswagen. Dona de uma extensa lista de modelos de produção local e também de importados, ocupava um dos maiores estandes da mostra. Foram treze as novidades apresentadas: Cross Up, novo CrossFox, T-ROC, Golf GTE, híbrido plug-in , Golf Variant, interessantíssima perua, novo Touareg, Fusca GSR, releitura do Super Beetle 1303 de 1973, Saveiro Surf, de visual e apelo jovem, com, Fox Pepper, conceito com motor 1.6 MSI de 120 cv e câmbio manual de seis marchas, SpaceFox, novo Space Cross, novo Jetta sedã e a versão especial Dark Label da picape Amarok.


sal찾o de s창o Paulo

Beetle 1303 de 1973 e Fusca GSR Saveiro Surf

Golf GTE

T-Roc

Fox Pepper

Crossup

Golf Variant Cultura do Autom처vel Novembro 2014 17


impressões

HONDA CTX700N Custom para principiantes. Fácil, fácil de pilotar

S

aia um pouco do convencional e pense em uma motocicleta custom leve, silenciosa e confortável. Essa é a Honda CTX 700N. O nome vem dos conceitos utilizados na sua concepção: Confort, Technology e eXperience. Meio forçado, mas o nome da motocicleta é o que menos importa. A Honda CTX 700N, na verdade, não é uma custom, mas poderia ser classificada como uma

cruiser “light”. O compartilhamento de componentes mecânicos com uma completa família de motocicletas, que incui até um scooter, é um fator restritivo para que a CTX tenha uma pesonalidade própria, mas isso faz com que ela seja bastante simples e aconômica, inclusive nos custos de produção. Sem a profusão de cromados de uma custom tradicional e sem a aptidão para longas viagens

18 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

de uma cruiser de grande cilindrada, a CTX acaba por oferecer o estilo custom do coprpo largado para trás e as pernas para a frente. Aliás, a primeira coisa em que se procura ao montar na motocicleta são justamente as pedaleiras do piloto. Herda desse tipo de motocicleta a suspensão traseira de pequeno curso, o que significa trancos na coluna do piloto quando se trafega em pisos irregulares.

a favor Belíssimo visual, pilotagem fácil devido ao peso bem distribuido e à pequena altura do banco. Funcionamento muito suave, potência e torque compatívels com a sua cilindrada.

contra A suspensão traseira limitada não é um defeito, mas sim uma característica das motocicletas que a inspiraram. O portaobjetos no tanque deveria ter chave


impressões

De comportamento brando, a NC 700X oferece ótima posição de pilotagem

A Honda CTX 700N tem freios com sistema antitravamento ABS, mas não tem o combinado CBS. Importada do Japão, o fabricante poderá avaliar as possibilidades de produzir o modelo em Manaus, AM, juntamente com a NC 700X. O preço da CTX é de R$ 32.077 e a cor disponível é apenas o preto fosco, como a da motocicleta das fotos.

Chave para abertura do banco

Painel de instrumentos totalmente digital com muita informação e excelente visualização

Poucos cromados na CTX

honda ctx 700n

Ficha técnica

No tanque, um pequeno e prático porta-objetos, mas que deveria poder ser trancado à chave

Motor: transversal,4T Cilindros: 2 em linha Cilindrada: 669,6 cm3 Potência: 47,6 cv Torque: 6,12 kgfm Câmbio: 6 marchas Transmissão: corrente Partida: elétrica Pneu (d): 120/70 ZR 17 Pneu (t): 160/60 ZR 17 Compr. : 2.255 mm Largura: 892 m m Altura: 1.165 mm Entre-eixos: 1.530 mm Altura do banco: 720 mm Altura do solo: 130 mm Peso: 209 kg Tanque: 14,2 litros

Cultura do Automóvel Novembro 2014 19


lançamento

Triumph Tiger Sport A nova Triumph Tiger Sport tem caráter mais estradeiro que as irmãs Tiger 800 e Tiger Explorer 1200. O preço é de R$ 45.990

N

o ano passado, a Triumph lançou na Europa uma nova motocicleta, a Tiger Sport 1050, que também foi lançada oficialmente no Brasil. Ela já havia sido mostrada no Salão Duas Rodas, mas só agora começa a ser vendida em nosso país. Apesar de já ter uma bela gama de modelos de uso misto, as duas Tiger 800 e as duas Tiger Explorer 1200 (normal e XC), alguns clientes da marca que já tinham a Tiger 1050 de outras

gerações, trazidas por outro grupo comercial, não se desfizeram de seu modelo preferido até que a nova geração chegasse. É que a Tiger Sport 1050, como o próprio nome sugere, não tem o caráter fora de estrada das outras duas, mas sim uma vocação mais esportiva. É uma moto de rua com estilo de aventura, voltada para o piloto que prefere um desempenho mais apropriado para uso em estradas asfaltadas. Em relação à última Tiger Sport conhecida, a

20 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

parte traseira da Tiger Sport atual é nova e todos os componentes foram renovados, como é o caso do para-brisa redesenhado. A nova Tiger Sport vai muito bem para o uso diário, mas também capaz de cobrir longas distâncias com conforto e bom desempenho. Alguns itens foram desenvolvidos, como a balança traseira monobraço e o conjunto ótico frontal, com quatro novos faróis do tipo refletor, que substituíram

os anteriores faróis de projeção. Um conjunto de inovações também alterou a ergonomia da Tiger Sport, como o banco mais baixo em 5 mm e mais estreito, o que melhorou a manobrabilidade, principalmente para pilotos não tão altos. O guidão é mais baixo e mais próximo do piloto, para um caráter mais esportivo. A Tiger Sport teve também a geometria de suspensões levemente alterada, com ângulo de


lançamento

A nova geração da Tiger Sport teve alguns componentes renovados, como a balança traseira monobraço e o parabrisa redesenhado

O painel multifuncional inclui computador de bordo

Ficha técnica triumph tiger sport

cáster meio grau a menor (isso a torna um pouco mais ágil em curvas) e distância entre eixos ligeiramente maior. O motor é um tricilíndrico quatro tempos refrigerado a água de 1.050 cm3, 125 cv 10,6 kgfm. O câmbio é de 6 marchas. A Triumph Tiger Sport é vendida no Brasil em duas cores, branco e vermelho, ambas combinadas com preto, e com acessórios originais para instalação no ponto de vendas. O preço da Tiger Sport é de R$ 45.990.

As malas são acessórios originais, instalados no ponto de venda

Os faróis de projeção foram substituidos por faróis do tipo refletor

Motor: 3cil.,transversal Cabeçote: DOHC, 12V Cilindrada: 1.050 cm3 DiamxCurso:79x71,4mm Potência: 125 cv Torque: 10,6 kgfm Câmbio: 6 marchas Pneus D: 120/70 ZR17 Pneus T: 180/55 ZR17 Compr. : 2.150 mm Largura: 835 mm Altura: 1.310 mm Altura do banco: 830 mm Entre-eixos: 1.540 mm Peso: 235 kg Tanque: 20 litros

Cultura do Automóvel Novembro 2014 21


especial

conheça carlisle no outono Onde é Carlisle? E quem quer ir para a Pensilvânia no outono? Esse é um tipo de turismo que só interessa aos apaixonados por automóveis antigos

22 Novembro 2014 Cultura do Automóvel


U

especial

m conselho: jamais tente convencer a sua família de que fazer turismo pelo interior do bucólico estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, é uma boa idéia para as férias de todos. Principalmente no outono. A menos que seus parentes também sejam fanáticos por objetos motorizados antigos e coisas enferrujadas, assim como você certamente é. Caso contrário não estaria lendo esta reportagem. Como você continuou a leitura, vamos lá. Neste caso, o nome Carlisle deve ser bem conhecido, provavelmente ouvindo falar de seus amigos que lá foram e voltaram com suspeita de tétano. Ou porque os agentes da alfândega abriram a mala de um sujeito e fecharam correndo, para não contaminar todo o ambiente de graxa. Foi nesse local que, há exatos 40 anos, os irmãos Bill e Chip Miller montaram a feira ‘Post War’ 1974, com a área em questão alugada para o evento. O nome “pós guerra” não era à toa: tanto eles quanto outros entusiastas de automóveis antigos se ressentiam da escassez de evento que priorizassem automóveis dos anos 50 e 60. Grandes feiras como Hershey, também na Pensilvânia, era e é até hoje uma feira mais voltada para veículos pré guerra. Em sua primeira edição, a feira reuniu 600 expositores e 13 mil visitantes pagando um dólar pelo ingresso. Com aumento do interesse nos carros antigos mais recentes, em poucos anos, Carlisle se tornou a meca dos colecionadores de todo o mundo. é a maior feira do mundo nesse em locação própria. Após alugar por 6 anos a área de 350 mil m2, eles compraram o terreno e se estabeleceram definitivamente. O sucesso da feira de outono levou a outra edição, na primavera, e a outros 12 eventos mais específicos durante o ano, como o Corvettes At Carlisle, sempre em agosto. Atualmente, só a feira de outono reune quase 10 mil expositores, 2 mil veículos para venda e atrai 100 mil visitantes. Por ano, Calisle movimenta US$ 100 milhões. Cultura do Automóvel Novembro 2014 23


especial

carlisle collector car swap meet, corral & auction

Com números tão expressivos de tamanho e quantidade de pessoas e coisas, fica fácil perceber que um “passeio completo” pela feira de Carlisle demanda tempo e boa disposição. Dividida em ruas e passagens transversais, os expositores, chamados pelos organizadores de “vendors”,

alugam um espaço por US$ 105 e fazem dele o que quiser, colocando seus carros, motocicletas ou objetos para vender ou apenas mostrar. A maioria deles monta uma barraca para pernoitar ou engata seu motohome ou trailer, para passar até seis dias no local. Os dias

24 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

oficiais da feira de outono são de terça a domingo, pelos quais o visitante paga US$ 10 por dia ou US$ 30 para todas os dias. Os visitantes mais habituados levam um carrinho para

transportar suas compras, vale de radio fliers até carrinhos de feira, mas é possível comprar um por US 15 logo na entrada.


especial

Cultura do Autom贸vel Novembro 2014 25


especial carlisle collector car swap meet, corral & auction

O extenso nome da feira de Carlisle é justificado: swap meet é a feira de peças e bugigangas, que inclui automóveis, motocicletas, bicicletas, placas diversas, componentes mecânicos e qualquer outra coisa para a qual seja possível encontrar um interessado. Os americanos também chamam de feira de pulgas, ou flea market, denominação que nós já estamos habituados. Em outra parte da feira há o corral, ou curral mesmo, daqueles para cavalos. Nessa área apenas os veículos podem ser expostos e colocados à venda. Diferentemente dos carros à venda no swap meet, no corral eles geralmente são impecáveis, ou, pelo menos, devem entrar e sair por conta própria. no máximo, em uma carreta. É a parte preferida de quem não gosta muito da ferrugem, prefere os carros bonitos e customizados. Por fim, há o leilão de automóveis (auction), onde é possível colocar seu veículo para venda pela melhor oferta ou então comprar um, dando o lance vencedor. Os carros para leilão ficam em uma parte coberta da feira e se deslocam para outro local próximo, para os lances.

A feira termina no domingo, quando logo pela manhã muitos já se pôem a caminho de casa. Eles vêm de todas as partes do país para passar essa semana. Alguns ainda vão para a feira de Hershey, a umas 50 milhas dali, para mais uma semana de graxa e ferrugem.

26 Novembro 2014 Cultura do Automóvel


especial

Cultura do Autom贸vel Novembro 2014 27


especial

Hershey, um imenso

I

magine um imenso parque de diversões cujo maior divertimento é garimpar raridades. Assim é Hershey, local onde, uma vez por ano, reune os aficionados por automóveis e demais objetos antigos e raros, que buscam ampliar a sua coleção. O primeiro encontro de veículos antigos de Hershey, o National Fall Meet, aconteceu em 1955. Em poucos anos, passou de um pequeno local com alguns espaços para carros e mercado de pulgas para a maior exposição de automóveis clássicos do mundo. As pessoas vêm de todas as partes do mundo para expor, comprar, vender, fazer amigos, comer guloseimas ou simplesmente olhar e passar um tempo agradável. Existem aproximadamente 9.000 espaços ocupados por expositores e vendedores de peças antigas de automóveis, motocicletas, tratores, bicicletas e até aviões. São 3.000 vendedores e representantes de peças e componentes e mais 1.000 carros antigos expostos para venda no curral de 28 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

automóveis. A área ocupada pelo evento é de 3,5 milhões de metros quadrados, o equivalente a 3,5 autódromos de Interlagos ou mais de 2 parques do Ibirapuera. A feira é montada nas áreas de estacionamento do Parque Hershey, de propriedade da famosa fábrica de chocolates, e do Giant Center, um enorme estádio de múltiplas funções que abriga o time de hóquei no gelo Hershey Bears. O público estimado para os principais quatro dias do evento (quarta, quinta, sexta e sábado) é de aproximadamente 300 mil pessoas, coroado por um desfile no último dia de 1.400 veículos antigos de fabricação entre 1900 até 1989. Com exceção dos veículos de competição, todos os veículos que participam do desfile devem obrigatoriamente, entrar funcionando, movidos por conta própria. independentemente do ano e do tipo de veículo. É comum participarem desse desfile automóveis a vapor do século 19.


especial

o mercado de pulgas

Três milhôes e meio de metros quadrados com automóveis, motocicletas, barcos e aviões, além de milhares de objetos que fariam a felicidade de qualquer colecionador Cultura do Automóvel Novembro 2014 29


especial

national fall meet hershey

Este senhor passeava tranquilamente com sua picape Ford 1913, como se estivesse no início do século passado

Studebaker Jr. Uma relíquia datada do início de vida da marca norte-americana, que foi fundada em 1852

30 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

Essa picape Chevrolet Gigante 1946 provavelmente trabalhou a vida toda. Agora merece aposentadoria

Locomobile 1901, por US$ 35.000. Não parece muito original, não?


especial

Um raríssimo Buckmobile 1903, com motor monocilíndrico, à venda por US$ 8.900

Uma motocicleta BMW R35 de 1948, com monocilindro longitudinal e eixo-cardã

Studebaker 1922, à venda por US$ 2.500. Vai precisar de muito WD40

Cultura do Automóvel Novembro 2014 31


especial national fall meet hershey

O Plymouth Businesman era utilizado por caixeiros viajantes em viagens solitárias. Era só porta-malas

Mas não é a motoneta do Jambo e Ruivão? É uma Motorette Yardman 1959 com motor Continental

32 Novembro 2014 Cultura do Automóvel

É, este Ford Modelo T realmente não estava mesmo à venda

Reo 1906. Nessa época, os carros de Henry Ford ainda não eram muito populares


especial

Esta picape não é muito conhecida fora dos Estados Unidos: Mack Jr., da linhagem dos enormes caminhões

Alguém conhecia esta Indian? Uma Brave 1951 monocilíndrica de 250 cm3

A traseira do mais belo automóvel de todos os tempos: Chevrolet 1959. Sem mais palavras

Cultura do Automóvel Novembro 2014 33


especial

Um monte de ferro-velho

34 Setembro 2014 Cultura do Automóvel

Não é apenas um local onde os carros terminam sua jornada, mas um pedaço da história


E

m qualquer lugar do mundo, quando você precisa de uma peça para seu automóvel, ou compra em uma loja ou então, se for um modelo antigo, procura em um ferro-velho. Neste junkyard, perto da Filadélfia, percor-

especial rer seus corredores é como relembrar a história da indústria automobilística norte-americana. São 2.500 automóveis divididos por épocas. O mais interessante é o muro que circunda a área, totalmente formado de automóveis empilhados.

Cultura do Automóvel Setembro 2014 35


Cultura do Automóvel  

Edição 16 - Novembro/2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you