Page 1

www. marazzi.com.br

N0 9 – setembro 2013

automóveis e motocicletas

avaliação

bmw

125i

lançamentos - impressões - história

Novo VW Golf

lançamento volvo xc60

clássicos

No Páteo

Highline 1.4 de 140 cv e GTi 2.0 DSG de 220 cv clássicas

focus

pré-lançamento

sedan

especial lançamento

a última kombi

avaliação

Fiat Uno College

citroën c4 lounge

lançamento

peugeot 408


E DI TOR I

AL

E a tecnologia vai ocupando seu espaço N

ão há nada que segure a tecnologia. Nem a paixão pela tradição e pela história. No Salão de Frankfurt, que acontece este mês na Alemanha, todas as marcas estão mostrando novidades, sempre baseadas na mais recente tecnologia, principalmente saquela que busca a maior eficiência energética. O Volkswagen Golf, em sua sétima geração, é um bom exemplo, já com uma versão totalmente elétrica na mostra. Por enquanto, nós ficamos apenas com as versões a gasolina. O Peugeot 208, em sua versão híbrida, é outro caso. nnn E a própria tecnologia vai ocupando seu espaço, dei-

xando para a história modelos que já tiveram o seu lugar. Para os saudosistas, resta versões comemorativas, como a da Kombi, que, em sua "Last Edition", poderá ficar para sempre na memória. nnn Entre encontro e mostras de tecnologia passadas e futuras, os motoristas brasileiros podem usufruir dos confortos das novas tecnologias, como aproveita muito bem o novo Ford Focus com sua injeção direta de etanol, a primeira no mundo. Enquanto isso, os modelos de todas as marcas que já conhecemos vão se modernizando, ficando cada vez mais seguros e eficientes.


NESTA EDIÇÃO

9

No 9 - Setembro 2013

sumário

04

Pelo Mundo O que acontece no mundo dos lançamentos de automóveis

08

Citroën C4 Lounge O sedã médio volta ao convencional e fica mais bonito

12

Ford Focus O novo carro é equipado com o primeiro motor flex com injeção direta

14

Volkswagen Golf Chega a sétima geração do fenômeno mundial da Volkswagen

16

Peugeot 408 Sedã agora tem menos opções mas ganha o câmbio de 6 marchas

18

Honda City Sport Tem aparência mais esportiva e vem apenas com câmbio manual

20

Fiat Uno College Vale a pena ter um modelo popular que se destaca na multidão?

26 BMW 125i

A aptidão pelo desempenho é a característica desse hatch

32 Volkswagen Kombi Last Edition

Edição especial para comemorar o fim de 56 anos de produção

32 Motocicletas clássicas

Um encontro de motocicletas no centro histórico de Santos

32 Encontro de antigos

A terceira edição da reunião dos automóveis e motocicletas


pelo mundo

volvo xc60 2014 Mais urbano e com visual “clean”, o suv sueco em duas versões, Dynamic e Top Confirmando que um suv é cada vez mais um veículo urbano, com pouca afinidade efetiva com o fora de estrada, o Volvo XC60 ganha visual mais limpo, com nova grade frontal e capô redesenhado. Na versão Dynamic T5, o XC60 custa R$ 154.950 e tem motor turbo com injeção direta de 240 cv. O

câmbio é automatizado de 6 marchas com duas embreagens. Já o Volvo XC60 Top AWD custa R$ 214.950 e tem, além do motor V6 turbo com injeção direta de 304 cv e câmbio automático de 6 marchas, teto solar panorâmico e acionamento elétrico da tampa traseira.

novos mercedes classe e no brasil Chegou a vez dos esportivos. A família E da Mercedes-Benz agora fica completa, com o E 250 Turbo Coupé e o E 350 Cabriolet. O E 250 Turbo Coupé tem o novo motor 2.0 de 4 cilindros turbo de 211 cv e o E 350 Cabriolet utiliza o motor 3.5 V6 de 306 cv. Ambos têm o câmbio automático de 7 marchas 7G-Tronic Plus. 4 Setembro 2013 Cultura do Automóvel


pelo mundo

mitsubishi “all new” outlander Com os mesmos pacotes mecânicos, o suv passou por “modernidade” visual Já está à venda no Brasil o novo Mitsubishi Outlander 2014, batizado pela marca japonesa de All New Outlander. Visualmente, o suv mudou bastante, com novos faróis de xenônio e grade frontal com apliques cromados. Na traseira, as novas lanternas têm o mesmo formato dos faróis. Na parte mecânica, no entanto, foram mantidos os dois motores, o 2.0 de 160 cv, que equipa a versão de entrada do modelo, e o V6 3.0 de 240 cv da versão GT. O Mitsubishi Outlander 2.0, que tem câmbio CVT e tração 4x2, custa R$ 102.990, enquanto que o Outlander GT, que tem câmbio automático de 6 marchas e tração 4x4, custa R$ 130.990. A versão esportiva pode receber o pacote Full Technology, passando a custar R$ 139.990.

audi sq5: 354 cv

A versão esportiva do utilitário esportivo Audi Q5 chega por aqui no início do próximo ano, custando cerca de R$ 300.000. Como todo “S” da marca, o Audi SQ5 tem visual mais agressivo, com suspensões 28 mm mais baixas e rodas de 20 polegadas, mas a esportividade está mesmo no motor V6 TFSI de 354 cv com câmbio automatizado de dupla embreagem de 8 marchas. Cultura do Automóvel Setembro 2013 5


pelo mundo

história: salão de frankfurt e mercedes-benz

Um dos anos de destaque do Salão Internacional de Frankfurt foi 1963, quando a Mercedes-Benz lançou a limousine 600, um marco na história dos sedãs de alto luxo no mundo. Exatos 20 anos depois, em 1983, o mesmo International Motor Show mostrava outro marco histórico da marca alemã, o então compacto Mercedes-Benz 190E, o antecessor do popular e atual Classe C. Mais recentemente, em 1997, o mundo conhecia o novíssimo Classe A, outro marco da Mercedes-Benz que introduzia novas tecnologias, incluindo a tração dianteira, algo incomum para a marca, na época.

VW e-up! e VW e-golf

As versões totalmente elétricas dos novos VW prometem agitar o Salão de Frankfurt

A Volkswagen apresentará no Salão de Frankfurt dois carros elétricos, o e-up! e o e-Golf. Ambos oferecem lista de equipamentos de série bastante atraente, como o controle automático de climatização com aquecedor e ventilação em estacionamentos, aquecedor do para-brisa, luzes diurnas de leds e, no e-Golf, o primeiro modelo da Volkswagen com faróis de leds. Os motores elétricos, câmbios e baterias de íons de lítio do e-up! e do e-Golf foram desenvolvidos pela própria empresa e são fabricados em grandes fábricas de componentes da Volkswagen na Alemanha.

O e-Golf tem motor elétrico de 85 kW (equivalente a 115 cv), com torque de 27,4 kgfm em qualquer rotação. Isso faz o e-Golf atingir 100 km/h em 10s4. A velocidade é limitada a 140 km/h. Já o e-up! tem motor elétrico de 60 kW (o que equivale a 82 cv), com torque de 21,3 kgfm. Faz de 0 a 100 km/h em 12s4 e tem velocidade máxima de 130 km/h. O e-up pode rodar 160 km com uma carga da bateria (18,7 kWh), enquanto o e-Golf, com bateria maior (24,2 kWh), tem autonomia de 190 km. Em ambos, há os modos de condução Eco e Eco+ e os modos de regeneração de energia na frenagem D1, D2, D3 e B.

O Volkswagen e-up! (à esquerda) e o e-Golf (à direita): totalmente elétricos 6 Setembro 2013 Cultura do Automóvel


pelo mundo

ford s-max

O S-Max Concept da Ford antecipa as tendências para o segmento de minivans da marca. Uma das novidades é a adoção de equipamentos inusitados, como o banco do motorista com monitoramento cardíaco e de nivel de glicose do sangue. O motor é o 1.5 EcoBoost turbo com comandos de válvulas independentes.

volvo concept coupé O Volvo Concept Coupé não é um carro futurista de sonhos, mas uma vitrine para demonstrar a versatilidade da SPA, nova plataforma da marca (Scalable Product Architecture). Tanto em um cupê com esse formato quanto em um suv como o XC90 será possível reconhecer os traços da SPA.

kia niro

O futuro candidato ao segmento B da Kia, que será mostrado no 65º Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt, é o Kia Niro. o conceito coreano foi projetado em um estúdio da Kia Motors em Frankfurt, localizado a menos de um quilômetro dos Pavilhões de Frankfurt (IAA), onde acontece a mostra.

um peugeot 208 híbrido no salão

O objetivo da Peugeot com uma de suas estrelas deste salão de Frankfurt, o 208 HYbrid FE, é ousado: reduzir pela metade as emissões do mais virtuoso dos 208 em produção, o 1.0 VTi 68, mantendo valores de desempenho dignos do esportivo da família, o 208 GTi. Isso até que seria mais fácil se o novo compacto 208 já não fosse um modelo reconhecido por sua leveza e pelos motores de última geração, já bem dotados em termos de eficiência energética. O Peugeot 208 HYbrid FE incorpora tecnologias extremas para a obtenção desse resultado, como o motor de 3 cilindros de 68 cv e a substituição dos espelhos retrovisores externos por micro-câmeras. Cultura do Automóvel Setembro 2013 7


lançamento

citroën

C4 lounge Ficou mais elegante e ganhou novo nome

A

mudança foi radical. O sedã médio da Citroën manteve o nome C4, que indica sua posição na hierarquia da marca, mas o pomposo nome Pallas, da geração anterior, dá lugar ao Lounge que, em inglês, significa salão. O novo C4 está 160 mm mais curto, mas não perdeu espaço interno, já que o entre-eixos de 2.710 mm foi mantido. Foi o portamalas de 513 litros que cedeu espaço, reduzindo para 450 litros. 8 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

Na frente, o Lounge também mudou, ganhando novos faróis e grade, com novos perfis de portas e laterais. Com linhas mais suaves, ficou agradável de ser visto. Dentro, mais mudanças radicais. A vanguarda do volante fixo, cheio de botões, com conta-giros na coluna de direção e velocímetro no centro do carro, deram lugar a um painel convencional. Vendido também na China, de lá veio a ideia de inclinar mais o encos-

to do banco traseiro, que passou de 26º para 29º, para maior conforto dos passageiros. Mas não são todos que gostam de forçar o pescoço para olhar para fora. Bom seria se fosse regulável. O motor 2.0 flex de 151 cv continua, assim como o câmbio manual de 5 marchas, mas o C4 ganha o câmbio automático japonês de 6 marchas, em substituição ao arcaico câmbio automático francês de 4 marchas do Pallas.


lan莽amento

Cultura Culturado doAutom贸vel Setembro 2013 9


lançamento citroën c4 lounge O C4 mais completo mesmo é o C4 Lounge Exclusive THP, que tem o motor 1.6 THP turbo de 165 cv como equipamento padrão, com o câmbio automático de 6 marchas. E mais: sensor de estacionamento dianteiro, câmera de ré, navegador com GPS, sistema de alerta de veículos no ponto cego e tela colorida de 7 polegadas com quadro de instrumentos configuráveis. Os faróis bi-xenônio e o teto solar são itens opcionais. Apesar do bom piso das vias argentinas, onde foi feita a avaliação (o C4 Lounge é produzido em Palomar, na Argentina), foi possível notar a melhor dirigibilidade do novo carro. Com suspensões levemente recalibradas, o Lounge é mais estável em curvas e muito suave e silencioso mesmo em velocidade.

O painel de instrumentos agora está na posição convencional

O Citroën C4 Lounge Origine custa a partir de R$ 59.900, um bom valor para um sedã dessa categoria, mas que precisa de muitos itens extra para se tornar desejado. O Tendande manual tem preço de R$ 62.490 e o automático R$ 66.690. Com muito mais equipamentos, o Exclusive, com mesmo motor e câmbio, salta R$ 7.500, para chegar aos 72.490. Quem quer o turbo, no entanto, deverá desembolsar R$ 77.990 para tê-lo no C4 Lounge.

Ficha técnica citroën c4 lounge 1.6 thp

A versão de entrada do Citroën C4 Lounge, a Origine, tem de série arcondicionado, rodas de liga leve de 16”, ABS, direção eletro-hidráulica, airbag duplo, sistema de som, volante multifuncional e computador de bordo. E vem com o câmbio manual. O Lounge Tendance, que tem um pouco mais de equipamentos, já pode ter o câmbio automático e ainda vem com rodas de 17”, ar-condicionado automático e sensores de chuva, estacionamento e crepuscular. Já o Citroën C4 Lounge Exclusive, versão com acabamento “quase top”, tem de série bancos e volante revestidos de couro, sistema start/stop, seis airbags e controlador de velocidade. Não há opção de câmbio manual, apenas o automático de 6 marchas.

Com 160 mm a menos no comprimento, o novo Citroën C4 ficou bem mais elegante. E manteve o espaço interno 10 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

Motor: 4 cil. em linha Cabeçote: 1.392 mm Cilindrada: 16V, turbo Combustível: gasolina Potência: 165 cv Torque: 24,5 kgfm Câmbio: autom., 6 m Tração: dianteira Pneus: 225/45 R17 Compr. : 4.621 mm Largura: 1.789 mm Altura: 1.392 mm Entre-eixos: 2.710 mm Tanque: 70 litros Peso: 1.423 kg Porta-malas: 450 litros


citroën c4 lounge lançamento

O volante do C4 não tem mais o miolo fixo, mas o conjunto ficou muito mais elegante com isso. A posição de condução é ótima

O navegador só está disponível na versão mais cara, a Exclusive THP

Porta-malas perdeu 63 litros mas tem melhor acesso

À esquerda, o motor THP 1.6 turbo de 165 cv, que equipa a versão de topo da linha. À direita, o motor 2.0 de 151 cv do restante das versões Cultura do Automóvel Setembro 2013 11


LANÇAMENTO

ford focus Ford Focus sempre foi considerado muito bonito, à frente das tendências de sua classe. Mas nesta geração ele foi além, ficou bonito e eficiente

N

ão importa quem foi o primeiro, é a eficiência que determina quem continuará no jogo. Na busca incessante pelo melhor aproveitamento energético, a engenharia automotiva – em especial aquela aplicada aos motores – os resultados são cada vez mais surpreendentes. No caso do novo Ford 12 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

Focus, que está sendo apresentado em doses homeopáticas, sim, realmente é o primeiro motor flex com injeção direta do mundo. O mais interessante, no entanto, é que o simples fato de enfiar etanol em um injetor de altíssima pressão resolveu um problema eterno, desde o primeiro motor a álcool, há mais de 30 anos: a

partida a frio. A Ford não explicou com detalhes o porquê de o motor Duratec Direct 2.0 não precisar de um sistema de partida a frio, apenas disse que a razão era absurdamente simples. E é: como na injeção direta o ar é comprimido na câmara de combustão antes de entrar em contato com o combustível, este pode estar a qual-

quer temperatura ao ser injetado na massa muito quente de ar, que foi comprimida na razão de 12:1. Simples assim. Esse motor de 178 cv, no entanto, não é a única novidade no Focus, que está inteiramente novo. Apenas para resumir os atributos desse sedã médio, ele recebeu equipamentos e sistemas antes disponíveis apenas


LANÇAMENTO

em modelos de maior valor, no caso da Ford, o novo Fusion. É a popularização da tecnologia, que a faz ficar cada vez mais acessível. Ainda fazendo bastante suspense sobre o novo carro que chega no fim do mês, inclusive no preço, a Ford antecipou que o Focus terá equipamentos inteligentes e inéditos na categoria, como o sistema de estacionamento automático, da conectividade SYNC com tela touch-screen de

8 polegadas e comandos de voz para celular, entretenimento, navegação e climatização. Vem com telas configuráveis MyFord Touch. Terá ainda seis airbags, controle de estabilidade e tração, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem e faróis de xenônio. E, é claro, haverá uma versão hatch mais acessível, com o também excelente motor Sigma 1.6 de 130 cv, com transmissão manual ou automatizada Powershift.

O novo Ford Focus segue a linguagem global Kinetic da marca, que já existia na versão anterior mas que ganha nova concepção visual. Segue uma linha um pouco diferente da utilizada no Fusion

O interior do novo Focus mantém o estilo do novo Fiesta e ainda contará com equipamentos do novo Fusion, como a conectividade SYNC com tela touch-screen de 8 polegadas e telas configuráveis Cultura do Automóvel Setembro 2013 13


lançamento

Os novos VW Golf Nas versões Highline 1.4 e GTI 2.0, as duas com turbo e injeção direta

A

pós anos estagnado na quarta geração, produzida na fábrica de São José dos Pinhais, o Golf volta a ter a atenção da Volkswagen, em sua sétima geração. Produzido na fábrica de Wolsburg, Alemanha, o novo Golf incorpora tecnologias inéditas para a marca e para seus seg-

mentos, como os sistemas start/stop, freios “Multicollision Brake” e DLA - Dynamic Light Assist, entre outros. Serão duas as versões vendidas aqui, o Highline 1.4, com motor TSI BlueMotion de 140 cv, que com câmbio manual custará R$ 67.990, e o GTI, com motor 2.0 TSI

Interior do Volkswagen Golf Highline 14 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

de 220 cv, por R$ 94.990. O Golf Highline também terá a opção do câmbio DSG de 7 marchas. Já o Golf GTI terá apenas câmbio automatizado DSG de 6 marchas. Os dois motores têm injeção direta de gasolina e são sobrealimentados com turbocompressores. O novo Golf é equipa-

do, de série, com 7 airbags (dois frontais, dois laterais, dois do tipo cortina e um de joelho para o motorista) e ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), além de uma infinidade de sistemas eletrônicos de segurança e conveniência. A partir de 2014 deverá ser importado do México.


lançamento

Entre as inúmeras novidades tecnológicas do novo Golf está o freio de estacionamento eletrônico

volkswagen golf gti

Ficha técnica Motor: dianteiro, transv. Combustível: gasolina Cilindrada: 1.984 cm3 Potência: 220 cv Torque: 35,7 kgfm Câmbio: autom., 6m Tração: dianteira Pneus: 225/45 R17 Peso: 1.260 kg Tanque: 50 litros

VW golf highline

Ficha técnica

Motor: dianteiro, transv. Combustível: gasolina Cilindrada: 1.395 cm3 Potência: 140 cv Torque: 25,5 kgfm Câmbio: m., 5m; aut., 7m Peso: 2.262 kg

Cultura do Automóvel Setembro 2013 15


impressões

Peugeot 408 AT6

A versão Allure com motor 2.0 ganha câmbio automático de 6 marchas

O

menor leque de opções para o 408 pode ser uma das boas novidades para a versão 2014. Três configurações, apenas, com duas opções de motores e duas de câmbio facilitam a escolha, com duas opções de acabamento e equipamentos. O melhor, mesmo, é o fim do ultrapassado câmbio automático de 4 marchas. Agora, só o de 6 marchas. O Allure mantém o pacote básico, com motor 2.0 e câmbio manual de 5 marchas, mas também pode ter o câmbio auto16 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

mático mais moderno e eficiente. O 408 Griffe perde a opção do motor 2.0 e fica só com o THP e o câmbio de 6 marchas. Características marcantes do 408, as suspensões mais firmes dão lugar a um pouco mais de conforto, com nova calibração nos amortecedores. Outra novidade são os pneus verdes, com menor resistência ao rolamento, o que favorece economia de combustível. O Peugeot 408 Allure custa R$ 59.990 e inclui faróis de neblina, sensor de estacionamento e ar-

a favor A “suavizada” nas suspensões, que deixou o 408 mais confortável, e a possibilidade do câmbio de 6 marchas com o motor 2.0.

contra Que tal oferecer o sistema de navegação também para o Allure, mesmo que opcional?


impressões

O Peugeot 408 tem boa posição de condução e bom nivel de equipamentos em todas as versões

Câmbio automático de 6 marchas favorece o desempenho do motor 2.0. Porta-malas de 526 litros

Ficha técnica peugeot 408 allure 2.0 automático

condicionado Dual-Zone. Com o câmbio automático, o 408 Allure custa R$ 65.990 e inclui rodas de 17” e para-brisa acústico. O Peugeot 408 Griffe custa R$ 73.990 e tem airbags laterais e de cortina, controles de tração e estabilidade, bancos de couro, teto solar e navegador com GPS, entre outros itens. Além, é claro, do motor THP 1.6 turbo de 165 cv. Como opcionais, pode-se incluir no Griffe sensores de estacionamento dianteiros e faróis de xenônio.

Motor: Dianteiro,transv. Cilindros: 4 em linha Cabeçote: 16 válvulas Cilindrada: 1.998 cm3 Potência: 151 cv Torque: 22 kgfm Câmbio: automático, 6m Tração: dianteira Rodas: liga leve, 17” Pneus: 225/42 R17 Compr. : 4.960 mm Largura: 1.815 m m Altura: 1.519 mm Entre-eixos: 2.710 mm Peso: 1.494 kg Tanque: 60 litros Porta-malas: 526 litros

Cultura do Automóvel Setembro 2013 17


LANÇAMENTO honda city sport

honda city sport O convencionalismo do sedã compacto da Honda foi rompido com a chegada de uma versão diferenciada, com carater e visual esportivo

A

linha 2014 do Honda City vem com uma nova versão, a Sport, disponível apenas com transmissão manual de 5 marchas. Fugindo um pouco do convencionalismo que marca o modelo, o Honda City Sport tem aparência mais esportiva, com a grade frontal pintada de preto fosco e com faróis de neblina, na dianteira, suporte de placa na cor do carro (nas outras ver18 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

sões ele é cromado) e maçanetas também pintadas na cor do carro, na traseira e nas laterais. As rodas de 16” têm desenho exclusivo e as lanternas e os faróis são do tipo máscara negra, contrastando com a ponteira de escape cromada. Para identificar a nova versão do carro, ele tem o emblema “Sport” na tampa do porta-malas. Internamente, o Honda City Sport tem pedais esportivos croma-

dos, bancos revestidos com tecido exclusivo e alavanca de câmbio com desenho e acabamento diferenciado. Estão mantidos também os equipamentos já conhecidos da linha City, como o painel blackout, com informações de autonomia, consumo médio e instantâneo, odômetro parcial e total. Como em todas as versões do City, o Sport tem volante de três raios com EPS (Electric Power

Steering - direção eletricamente assistida), porta-malas de 506 litros e tanque de 47 litros. O motor do Sport é o 1.5 i-VTEC flex com variação eletrônica no comando de válvulas tem potência de 116 cv e torque de 14,8 kgfm. O Honda City Sport é equipado com freios a disco nas quatro rodas, ABS e EBD (Electronic Brake Distribution). Tem três anos de garantia, sem limite de quilo-


honda city sport LANÇAMENTO

Interior sofisticado com revestimento dos bancos de tecido

Ficha técnica honda city sport

metragem e está disponível nas cores branco Taffeta, prata Global, cinza Paladium, cinza Iridium, preto Cristal e vermelho Rally, esta última excluviva da nova versão. O Honda City Sport tem preço de R$ 56.470. As outras versões custam R$ 50.990 (City DX manual), R$ 57.390 (City LX manual), R$ 60.450 (City LX automático) e R$ 64.990 (City EX automático).

Motor: V6, longitudinal Cilindrada: 2.897 cm3 Combustível: diesel Potência: 241 cv Torque: 56 kgfm Câmbio: autm., 5 m Rodas: alumínio, 18” Pneus: 265/60 R18 Compr. : 4.822 mm Largura: 1 .943 mm Altura: 1 .761 mm Entre-eixos: 2.915 mm Vão livre: 218 mm Porta-malas: 457 litros

A ponteira de escapamento do Honda City Sport é cromada

Rodas de 16 polegadas com desenho exclusivo para a versão

Pedaleiras esportivas com acabamento de alumínio

Alavanca de câmbio com desenho exclusivo Cultura do Automóvel Setembro 2013 19


Avaliação

Fiat Uno College

Disponível apenas nas cores azul ou branco, essa versão especial conta com detalhes coloridos por dentro e por fora CARRO testado

Potência 75 cv Torque 9,9 kgfm Autonomia média 16,3 km/litro 0-100 km/h 15s8 Velocidade máxima 151 km/h Preço R$ 33.470 Versão testada R$ 33.470

aprovado: visual alegre espaço interno economia de combustível posição de dirigir

O

lançamento do Fiat Uno já surpreendeu duas vezes. A primeira em 1983, quando o modelo surgiu na sua primeira configuração. A outra foi há três anos, quando o Brasil deu uma nova cara ao sucesso mundial, com o Novo Uno. O conceito “round square” dessa nova geração, que significa “quadrados arredon20 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

dados”, forneceu inspiração para várias edições especiais (veja Cultura do Automóvel de agosto), entre elas o Uno College, apresentado juntamente com a linha 2014 do modelo. A Série Especial Uno College é derivada do Uno Vivace 1.0 4 portas e por isso suas principais características não são equipamentos, mas sim o visual alegre e colorido.

Apesar de ter muitas cores distribuidas no interior e no exterior, o College só está disponível em duas cores de carroceria, branco Banchisa e azul Vitality. O destaque fica por conta dos retrovisores externos, pintados de vermelho, assim como as maçanetas externas e os anéis estéticos na grade dianteira. As rodas são de liga leve, mas disfarçadas sob uma

pintura branca. Externamente o College vem com as barras no teto iguais às da versão Way, os faróis têm máscara negra e as lanternas traseiras são fumê. Completa o visual exterior os adesivos laterais nas bases das portas e o logotipo “College” na coluna C. Não se pode negar que é um carro que chama bastante a atenção.


O Uno College é baseado na versão de entrada da linha, mas tem alguns equipamentos de versões superiores, como as rodas de liga leve brancas e o console de teto com porta-objetos e óculos

As capas dos espelhos retrovisores são sempre vermelhas

No interior, carpete com bordas vermelhas criam um ambiente mais alegre. O apoio para o pé esquerdo é uma boa sacada

não aprovado: rodas de liga leve pintadas de branco funcionamento do motor frio

Aí é que entra a primeira dúvida: será que esses adornos coloridos não vão se tornar cansativos? Faz parte da aventura de comprar uma edição especial. Por dentro, o Uno College tem como destaque o tecido dos bancos com detalhes azuis e vermelhos, com a novidade dos bancos dianteiros com porta-objetos e bolsos na parte traseira.

O painel de instrumentos também é bem colorido. A moldura central do sistema de ventilação é azul e o acabamento das saídas de ar são vermelhos. O volante revestido de couro também tem uma parte vermelha. Nas portas, as maçanetas são vermelhas e os puxadores são azuis. Ou seja: cores para todos os lados. Mas o resultado final é de

muito bom gosto, bem melhor do que as soluções externas. A lista de equipamentos de série também é bastante generosa, para uma versão de entrada Vivace: ar-condicionado, direção hidráulica, faróis de neblina, travas e vidros elétricos, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, volante com regulagem de altura, pré-disposição

para rádio, cintos dianteiros com regulagem de altura, cintos laterais traseiros retráteis, conta giros e econômetro, além de espelho no para-sol do lado do motorista, porta-óculos e tapetes exclusivos. Com todas essas características e equipamentos, a Série Especial College se torna atraente em seu segmento, com preço sugerido de R$ 33.470. Cultura do Automóvel Setembro 2013 21


avaliação

FIAT uno college

O painel de instrumentos é bastante simplificado, mas eficiente e de leitura muito fácil. E bonito, quando iluminado. Tem econômetro

O porta-malas do Fiat Uno tem capacidade para 280 litros de bagagem, com o banco traseiro na posição normal. Com o encosto levemente vertical, 290 litros. Com o banco rebatido, 690 litros 22 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

Ajuste interno manual dos espelhor retrovisores externos

Abertura remota do porta-malas e bocal do tanque de combustível

Não se pode dixer que o Uno College não ofereça um ambiente bastante agradável mesmo para quem viaja atrás. E o espaço para as pernas é surpreendente, para um carrinho tão compacto


FIAT uno college

OS NÚMEROS

3.770 mm 1.548 mm

A avaliação de um Fiat Uno College, no entanto, no que diz respeito à dirigibilidade, agilidade e conforto, não é diferente de qualquer novo Uno. O motor 1.0 de 75 cv é bastante esperto, apenas dando um pouco de trabalho quando frio e abastecido com etanol. É prudente deixar aquecêlo por alguns instantes antes de enfrentar uma subida um pouco mais íngreme. Na temperatura normal de funcionamento, no entanto, é ótimo. Uma das boas características do novo Uno é o conforto de rolamento, muito melhor do que o do velho Uno, que está se aposentando este ano. Mas o excesso de suavidade nas suspensões às vezes deixa o carro meio solto em curvas mais ousadas. A dirigibilidade linear, no entanto, não é comprometida por causa disso. Disponível apenas com a carroceria de quatro portas, o Uno College é extremamente prático para o uso urbano, com acesso fácil para os ocupantes do banco de trás. E espaço não falta: para um veículo compacto, pequeno até, o novo Uno oferece bastante conforto para quatro passageiros. O quinto passageiro, sentado ao centro do banco traseiro, pode comprometer um pouco o conforto de todos, até porque ele não terá apoio para a cabeça nem cinto de segurança

1.656 mm

2.376 mm desempenho

equipamentos ITENS

Velocidade máxima 151 km/h 160

0-100 km/h

7s0

205

11s5

Estrada

5

opc

Airbag duplo

opc

opc

15s8

Alarme

opc

opc

Apoio de cabeça traseiro central

n/d

n/d

16s0

20

18,2 km/l 12,5

opc

ABS nos freios

14,3 km/l 12,5

college

250

Cidade

5

vivace

20

ficha técnica motor Posição: dianteiro, transversal Cilindros: 4 em linha Cabeçote: 8 válvulas Cilindrada: 999 cm3 Taxa de compressão: 12,15:1 Potência: 75 cv a 6.250 rpm Torque: 9,9 kgfm a 3.850 rpm Combustível: flex transmissão Câmbio: câmbio manual, 5 marchas Tração: dianteira Rodas e pneus Rodas: liga leve, 14 polegadas Pneus: 175/65 R14 freios Dianteiros: a disco, ventilados Traseiros: a tambor direção Assistência: hidráulica ........................................................................................ medidas Porta-malas: 280 litros Tanque: 48 litros Peso: 920 kg

Ar-condicionado

opc

série

Banco com regulagem de altura

série

série

Bancos de couro

n/d

n/d

Câmbio Dualogic

n/d

n/d

Econômetro

opc

opc

Câmera de ré

n/d

n/d

Cintro traseiro central de 3 pontos

n/d

n/d

Computador de bordo

n/d

n/d

Controle de estabilidade

n/d

n/d

Controle de tração

n/d

n/d

Controlador de velocidade

n/d

n/d

Direção hidráulica

opc

série

Entrada para USB/MP3/Bluetooth

opc

opc

Espelhos retrovisores elétricos

n/d

n/d

Faróis auxiliares

opc

série

Lavador vidro traseiro

opc

série

Desembaçador traseiro

opc

série

Rádio AM/FM

opc

opc

Rodas de liga leve 14”

opc

série

Sensor de estacionamento

n/d

n/d

Shift paddle (câmbio com borboleta)

n/d

n/d

Teto solar

n/d

n/d

Trava elétrica

opc

série

Vidros elétricos

opc

série

Volante com ajuste de altura

opc

série

Cultura do Automóvel Setembro 2013 23


Avaliação

BMW 125i M Sport

Com desempenho de esportivo e pacote de equipamentos completo, o caçula merece a designação M Sport no nome CARRO testado

Potência 218 cv Torque 31,6 kgfm Autonomia média 13,3 km/litro 0-100 km/h 6s2 Velocidade máxima 243 km/h Preço R$ 154.950 Versão testada R$ 154.950

aprovado: desempenho dirigibilidade acabamento estabilidade câmbio de 8 marchas

O

caçulinha da BMW, assim como todo irmão mais novo, apesar de não parecer, não é tão inocente assim. Desde a versão de entrada, o 116i, que tem motor 1.6 turbo de apenas 136 cv, passando pelo 118i, com o mesmo motor mas com potência de 170 cv, o hatch de quatro portas já mostra suas tendências 24 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

esportivas. Baixo, “grudado” no chão e com posição de pilotagem que lembra um carro de competição, a potência do motor quase que não seria tão importante, se não houvesse uma versão bem mais esportiva, o BMW 125i. Esta versão tem motor maior, um 2.0 de bons 218 cv, tanto que merece os complementos do seu nome, o “M”, de Motorsport, a divisão de

alto desempenho da marca, e o “Sport”. Para quem é fã da marca, é bom ressaltar que o 125i, apesar do “M”, não tem a preparação típica dos legítimos carros da Motorsport, que, no caso da Série 1, limita-se aos pacotes de equipamentos incorporados aos modelos. Neste carro o “M” aparece no volante e na soleira das portas.

Existe, sim, uma versão mais forte do hatch, o BMW M135i, que tem motor de 6 cilindros turbo de 320 cv e que realmente merece ser chamado de “estúpido”. Mas esse carro precisa ficar restrito a poucos, uma vez que exige condução especializada. Vamos ficar, então, na versão que já oferece bastante desempenho e diversão.


O banco do motorista tem regulagens elétricas na altura, posição longitudinal e na inclinação do encosto, que podem ser memorizadas para duas pessoas diferentes

No console, entrada auxiliar e USB para ouvis suas músicas

Um pouco de conforto para quem viaja no banco de trás: saídas controladas para o ar-condicionado

não aprovado: surgimento de barulhos internos com o tempo espaço no banco traseiro

O BMW 125i M Sport tem um dos motores mais desenvolvidos da marca para esse segmento, um 4 cilindros de 1.997 cm3 de cilindrada com turbo twin-scroll, de turbina única mas com duas saídas, injeção direta de gasolina e controle variável de válvulas (Valvetronic) e comandos (duplo Vanos). A potência de 218 cv é atingida às 5.000 rpm,

com torque máximo de 31,6 kgfm a apenas 1.350 rpm. Com o câmbio automático de 8 marchas, não é difícil imaginar quanto “empurra” esse conjunto em uma aceleração plena, principalmente se considerado que o carro é leve, com peso total de 1.440 kg. A tração traseira, que encontra na BMW seus últimos resquícios quando se trata de automóveis

destinados ao grande público, é o grande lance do 125i, já que permite uma tocada bastante diferente do que se está acostumado com carros de tração dianteira. As suspensões são duras demais, mas não se tem notícia que alguém que tenha escolhido um 125i com plena consciência de sua opção tenha reclamado. Sim, pula demais nos asfalto

padrão brasileiro, o que leva, em pouco tempo, a um carro barulhento, mas é extremamente agradável e firme em estradas ou pistas de asfalto liso. Nessa condição, o BMW 125i é suave, silencioso e muito confortável para quem vai na frente. Para quem viaja no banco traseiro, o espaço é pouco, mas o acesso pelas portas traseiras ajuda bastante. Cultura do Automóvel Setembro 2013 25


avaliação

bmw 125i M Sport

Cluster de relógios bastante tradicional, mas com todas as informações necessária e de leitura muito fácil, mesmo à noite

O porta-malas do BMW 125i M Sport, assim como o de todas as versões hatch da série 1 , tem capacidade para 360 litros de bagagem. Com o banco traseiro rebatido cabem 1.200 litros 26 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

O sistema de partida keyless dispensa o uso da chave

O seletor de marchas mais parece um joystick

Motor 2.0 de quatro cilindros com tudo o que é possível para levá-lo aos 218 cv de potência: turbocompressor twin-scroll, comando de válvulas variável duplo-Vanos e Valvetronic


bmw 125i M Sport

OS NÚMEROS

4.324 mm 1.421 mm

Mas a vida ao volante do BMW 125i M Sport não é só desempenho. O pacote de equipamentos patrocinado pela letra M do nome traz muita coisa boa, não muito fáceis de serem encontrados em compactos. É o caso do controle de suspensões, com quatro modos de condução. A mais confortável é a Comfort, que é repetida no modo Eco Pro, que ainda torna o motor mais econômico. A Sport torna as suspensões bastante firmes, e a Sport+ também desliga os controles eletrônicos de condução. Há também o sistema start/stop, que desliga o motor em paradas em semáforos, reativando-o instantaneamente ao tirar o pé do freio ou pisar no acelerador. Para quem não gosta desse artifício para economizar combustível, é possível desligá-lo. Também não é necessário usar a chave nem para abrir as portas nem para ligar o motor: basta tocar as maçanetas ou apertar o botão de ignição no painel. Para isso é necessário estar com a chave junto de si, no bolso ou na bolsa. O BMW 125i M Sport custa R$ 154.950, um valor indiscutivelmente alto para um compacto, mas que justifica cada centavo para quem procura exatamente esse tipo de automóvel. Mais em conta são as versões com motor 1.6 turbo, o BMW 116i (R$ 89.950) e o 118i (R$ 106.950).

1.984 mm

2.690 mm equipamentos

desempenho Velocidade máxima 243 km/h 160

0-100 km/h

205

250

6s2

7s0

11s5

16s0

Cidade 11,3 km/l 5

Estrada

5

12,5

20

15,3 km/l 12,5

20

ficha técnica motor Posição: dianteiro, longitudinal Cilindros: 4 em linha Cabeçote: 16 válvulas, turbo Cilindrada: 1.997 cm3 Taxa de compressão: 10,0:1 Potência: 218 cv a 5.000 rpm Torque: 31,6 kgfm a 1.350 rpm Combustível: gasolina transmissão Câmbio: automático, 8 marchas Tração: traseira Rodas e pneus Rodas: liga leve, 14 polegadas Pneus: 245/35 R18 freios Dianteiros: a disco, ventilados Traseiros: a disco, ventilados direção Assistência: elétrica ........................................................................................ medidas Porta-malas: 360 kg Tanque: 52 litros Peso: 1.440 kg

ITENS

125i

ABS nos freios

série

Airbag duplo

série

Airbags laterais e de cortina

série

Apoio de cabeça traseiro central

série

Ar-condicionado

série

Banco com regulagem de altura

série

Bancos de couro

opc

Câmbio automático 8 marchas

série

Navegador GPS

opc

Comando de troca de marchas no volante

opc

Cinto traseiro central de 3 pontos

série

Computador de bordo

série

Controle de estabilidade

série

Controle de tração

série

Controlador de velocidade

série

Direção elétrica

série

Entrada para USB/MP3/Bluetooth

série

Espelhos retrovisores elétricos

série

Faróis de xenônio

opc

Faróis direcionais

opc

Câmera de ré

série

Rádio AM/FM

série

Rodas de liga leve 18”

série

Sensor de estacionamento

série

Sistema start/stop

série

Teto solar

série

Trava elétrica

série

Vidros elétricos dianteiros

série

Volante com ajuste de altura

série

Cultura do Automóvel Setembro 2013 27


lançamento

VW Kombi

Last Edition

Aproveite. Esta é a última Kombi do mundo

O

fim da Kombi era uma questão de tempo. Impossibilitada de manter sua ótima relação custo/ benefício, caso ganhasse os equipamentos obrigatórios para 2014 (freios com ABS e airbags), nossa velha amiga de 56 anos vai nos deixar. E, é claro, chega a hora de conhecermos mais uma edição comemorativa da perua, que já começou a se firmar na história com a Série Prata, de 2005, comemorando o fim do motor a ar, e com a Kombi 50 anos, comemorando meia década de vida com 50 unidades numeradas em 2007. A Kombi Last Edition será vendida em 600 unidades numeradas, com o salgado preço de R$ 85.000. Pode parecer muito, um acréscimo de 70% no valor normal do modelo, mas as expectativas justificam. A pintura “saia e blusa” azul e branca é a característica principal da Kombi Last Edition, assim como o acabamento mais refinado , que inclui até cortinas nas janelas. 28 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

Interior de tecido azul claro é um refinamento nunca visto na Kombi

Acabamento refinado inclui rádio e mp3

Uma característica marcante na Kombi, desde a sua criação nos anos 40, é a coluna de direção quase vertical


lançamento

Pneus com faixas brancas, com rodas e calotas da mesma cor, ornam com a pintura

No interior da Kombi é possível acomodar 4.806 litros de bagagem

Cortina nas janelas, com o logotipo do modelo

Painel de instrumentos simplificado, com odômetro digital

volkswagen kombi

Ficha técnica

Revestimento interno das portas é feito de vinil na cor azul Atlanta

Alto-falante do sistema de áudio

Motor: 4 cil. em linha Posição: traseiro Cilindrada: 1.390 cm3 Combustível: flex Potência: 80 cv Torque: 12,7 kgfm Câmbio: manual, 4 m Tração: traseira Pneus: 185-R14 Compr. : 4.505 mm Largura: 1 .920 mm Altura: 2.040 mm Entre-eixos: 2.400 mm Tanque: 45 litros Peso: 1.259 kg Porta-malas: 4.806 litros

Cultura do Automóvel Setembro 2013 29


clássicas

Valongo Moto Classic A segunda edição do encontro de motocicletas clássicas aconteceu no Valongo, centro histórico da cidade de Santos, no litoral paulista

N

em o frio e a insistente chuva conseguiram reduzir o entusiasmo dos colecionadores de motocicletas clássicas. Naquela manhã de 27 de julho, um sábado cinzento, as motocicletas começaram a se acumular no Valongo, antiga estação ferroviária, hoje restaurada, no centro histórico da cidade de Santos, no litoral de São Paulo. Uma Yamaha RD 350 1973 foi a atração do dia, merecendo o prêmio “Originalidade”, entre30 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

gue pela organização do evento a seu proprietário Roberto Figueiredo, da cidade de Praia Grande, em São Paulo. O prêmio “Antiguidade” ficou com a Lambretta 1961 de Miguel Katito, de Cubatão, SP, e o prêmio “Raridade ficou com a Mondial 175 1960 do veterano piloto de motocicletas Alfredo Claro Filho, de Santos, SP. Além das clássicas, a região ficou tomada de motocicletas estradeiras, que chegaram de vários locais do estado.

Prêmio “Antiguidade”: Lambretta 1961 de Miguel Kakito


clássicas

A Yamaha RD 350 1973 de Roberto Figueiredo, de Praia Grande, SP, levou o prêmio “Originalidade”

Uma rara Honda CB 750 Four K0 de 1970

Kawa KZ 1000, Kawa ZR-1 e Honda F

Outra rara Honda CB 750 Four K0 de 1970

Hondas CB 500 Four e CB 550 Four

Honda CB 900F Cultura do Automóvel Setembro 2013 31


clássicos

Mais uma bela ma Uma reunião descontraída com motocicletas e automóveis clássicos

U

m domingão de sol sempre provoca aquela dúvida: vou para a praia, para a piscina ou vou sair com um veículo antigo. Às 7h00 da manhã, quando o portão do 3o Páteo do Marazzi abriu, parecia que os clássicos haviam perdido a parada. Mas não, logo o bosque se encheu de 32 Setembro 2013 Cultura do Automóvel

motocicletas e automóveis antigos, para mais uma manhã muito agradável. Veja aqui alguns dos veículos que participaram do encontro, que aconteceu no último dia 25 de agosto. O próximo será em 10 de novembro, no mesmo local: Rua Pio XI 1.024, Alto da Lapa, São Paulo.


clรกssicos

anhรฃ de domingo...

Cultura do Automรณvel Setembro 2013 33


classicos

encontro de antigos

34 Setembro 2013 Cultura do Autom贸vel


Cultura do Automóvel  

Edição 9 - setembro/2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you