Page 1

FUNFARME n

o

t

í

c

i

a

s

Ano XIII / Nº 171 - Abril - 2016

Funfarme concede 40 bolsas de estudo a seus colaboradores

Entre os bolsistas, estão (a partir da esquerda) a técnica de enfermagem Ana Carolina Ceribelli, a auxiliar administrativa Silva Regina dos Santos, o assistente administrativo Wesley Lourencin, a técnica de farmácia Clarisse Fontes, o auxiliar de manutenção Rodrigo Policarpo, a técnica de enfermagem Bruna Costa e a telefonista Aline Soares Páginas 8 e 9


Revista Funfarme

Editorial

Qualificação profissional, chave para nosso sucesso O destaque desta edição da Revista Funfarme é o nosso programa que oferece bolsas de estudo aos colaboradores. Esta é uma das iniciativas que nossa Fundação mantém com o objetivo principal de possibilitar a qualificação de nossos profissionais. Todos nós sabemos, mas nunca é demais repetir que, para a Funfarme ser cada vez mais referência na área da Saúde em assistência, ensino e pesquisa, depende principalmente da qualificação de seus colaboradores. E qualificação significa investimento em educação, base para o desenvolvimento e sucesso de qualquer organização, empresa, instituição... país. O portal de notícias da revista Exame, a principal publicação brasileira de economia e negócios, trouxe em abril a notícia de que o Brasil não está nada bem no que se refere à qualificação dos profissionais. Aliás, não seria exagero afirmar que nossa situação é vexatória. O portal informa que a última edição do estudo elaborado pelo Fórum Econômico Mundial coloca o Brasil na 78ª posição entre as 124 nações analisadas. O levantamento avalia o desempenho do país em educação, distribuição da mão de obra, mercado de trabalho, percepção de negócios e capacidade de treinamento das empresas. Na América Latina, o Brasil ocupa o 15º lugar no ranking, atrás de países como Chile, Uruguai e Argentina. “O gargalo de qualificação profissional já afeta organizações de todas as áreas e de todos os portes, e isso se refletiu no estudo. No item que analisa a dificuldade que as empresas enfrentam para

encontrar profissionais qualificados, o Brasil está entre os 20 piores do mundo”, informa o portal de notícias. Para ler a notícia completa, acesse: http://exame.abril.com.br/publicidade/fundacred/conteudo-patrocinado/qualificacao-pode-mudar-o-mercado-de-trabalho-no-pais Então voltemos ao que ressaltamos três parágrafos atrás. Profissionais qualificados são fundamentais para o sucesso de qualquer organização. Sobretudo, em tempos de crise, como agora. “Colaboradores preparados são essenciais para o desafio de otimizar resultados e fazer mais com menos. O investimento em capacitação torna-se uma necessidade estratégica”, destaca o texto no portal da Exame. Este é justamente o raciocínio que devemos ter. Para eu, você, todos nós sermos competitivos neste mundo globalizado, neste mercado mergulhado numa grave crise, em que as oportunidades são cada vez mais escassas, só há um caminho: investir em nosso conhecimento, em nossa qualificação. Sermos cada vez melhores como profissionais e pessoas. “O mercado diminui, mas as oportunidades não. A empresa que estiver preparada vai sair na frente”, afirma uma especialista em educação na área de negócios, ouvida pela reportagem. Em vez de lamentarmos, encaramos a crise como um ambiente de oportunidades, momento para repensarmos nossa carreira, o modo como trabalhamos, os serviços oferecidos por nossa Funfarme e colaborarmos para fazer dela uma instituição referência.

Diretoria Funfarme

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XIII/ Nº 171 - Abril - 2016 • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Horácio José Ramalho • Vice-Diretor Executivo Funfarme: Dr. José Luís E. Francisco • Diretor Administrativo do HB: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Diretor Clínico do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Vice-Diretor Clínico: Dr. William José Duca 2

Funfarme Notícias - Abril - 2016

• Diretor Técnico: Dr. Paulo Nogueira • Vice-Diretor Técnico: Dr. Maurício de Nassau Machado • Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Júnior • Diretor do Ambulatório: Dr. Aldenis Borim • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor do HCM: Dr. Antônio C. T. Gusson • Vice-Diretora do HCM Dra. Eloísa Galão • Diretor Clínico do HCM: Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM:

Dr. Wagner Vicensoto • Diretor Técnico do HCM: Carlos Henrique Demarchi • Vice-Diretor Técnico do HCM Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiário: Carlos Cristal Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica BomGraf Tiragem: 2000 exemplares


Revista Funfarme

Dr. Horácio Ramalho recebe o título de cidadão uchoense

Dr. Horácio mostra o diploma de cidadão uchoense, ladeado à esquerda pelo vice-prefeito, Dr. Kléber Marin de Moraes, e o vereador Marcos Beiga e, à direita, pelo presidente da Câmara, Jurandir Ferrarezi, o presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Dr. Dimas Eduardo Ramalho, irmão do homenageado, e do deputado estadual Orlando Bolçone

Em reconhecimento à sua gestão como diretor-executivo da Funfarme, Dr. Horácio Ramalho recebeu da Câmara e da Prefeitura de Uchoa o título de cidadão uchoense. “Estes oito anos como diretor da Funfarme foram os mais felizes da minha vida, durante os quais pude realmente trabalhar em benefício do usuário do SUS”,

afirmou. Políticos locais e estaduais estiveram presentes, assim como lideranças da Funfarme. O vereador Marcos Beiga, autor do projeto que propôs a outorga do título, explicou: “Essa homenagem ao Dr. Horácio é justa e necessária frente ao atendimento prestado com excelência pela Funfarme a todo o cidadão uchoense”.

Dr. Horácio, com sua esposa, Dra. Vera Ramaho, e Dr. Jorge Fares, diretor-administrativo do HB

O prefeito de Uchoa, José Cláudio Martins, discursa durante a cerimônia

Lideranças e colaboradores da Funfarme e da Famerp prestigiaram a cerimônia, na Câmara de Uchoa Funfarme Notícias - Abril - 2016

3


Revista Funfarme

Sirlei e seu Maveco A sorte finalmente sorriu para a dona do cupom 5701, Sirlei Perpétua dos Santos, auxiliar administrativa da Emergência do Hospital de Base. Ela foi a ganhadora do Maverick 74, sorteado em ação solidária em prol do Setor de Transplante de Medula Óssea (TMO) do Hospital de Base (HB). Com a venda dos cupons, a Funfarme arrecadou R$ 150 mil, revertidos integralmente ao setor, como era o desejo do militar José da Silva Nascimento, paciente da TMO, que pediu à família que seu carro fosse doado ao HB, em caso de sua morte. Sirlei confessou que jamais havia ganhado prêmio em sorteios ou loterias e que os planos para o Maverick ainda são incertos. “Estou pensando, vou avaliar várias possibilidades com muito cuidado e critério. Sei o quanto o Seu José amava o carro e o carinho que a família tem por ele”, disse a dona do cupom sorteado entre 10 mil vendidos na região e até mesmo em outros Estados.

Sirlei, auxiliar administrativa da Emergência do HB

Seu José é exemplo do vínculo que nosso complexo hospitalar cria com seus pacientes e familiares e mostrou desprendimento ao doar algo inestimável em benefícios de pessoas que, como ele, precisam receber o melhor atendimento possível de nossa instituição. Dr. Horácio Ramalho

A entrega A entrega do carro contou com as presenças da diretoria e lideranças da Funfarme/Famerp e de familiares do militar aposentado José Nascimento da Silva, antigo dono da relíquia. Muito emocionadas, as irmãs do militar, Maria Aparecida do Nascimento Silva e Joana do Nascimento Pauli, não contiveram as lágrimas. “As duas coisas que meu irmão mais amava na vida eram a família e o carro”, disse Maria Aparecida. Sirlei recebe a chave do carro de Dr. Dulcimar, Dalcisa, Joana e Maria Aparecida e Dr. Horácio

Eles também ganharam

A partir da esquerda, Márcia, Sirlei, João e Neusa 4

Funfarme Notícias - Abril - 2016

A Funfarme também premiou aqueles que mais trabalharam para que as rifas fossem vendidas. João Evaristo, do Protocolo, conseguiu a incrível marca de 33 talões vendidos (cada um tinha 20 unidades). Neusa Bachega, do Caixa, ganhou por ter mais vendido internamente. Por fim, a auxiliar administrativa Márcia dos Santos também tirou a sorte grande: vendeu seu primeiro número, do primeiro talão, para a amiga e ganhadora do Maverick, Sirlei.


Revista Funfarme

Lucy Montoro ganha impressora 3D para fazer próteses com custo acessível a todos O que era uma mão projetada na tela do computador se transforma em uma prótese real que será utilizada por um paciente da unidade do Instituto de Reabilitação Lucy Montoro. Sim, em breve o Lucy Montoro estará oferecendo estas próteses aos pacientes do SUS da região que, após avaliação de seus profissionais, receberem indicação para utilizar próteses fabricadas por uma impressora 3D. A unidade ganhou o equipamento de uma médica da região e já realizou treinamento para seus profissionais aprenderem a manusear a impressora 3D. O curso foi ministrado

Algumas das próteses fabricadas na impressora 3D

pela pesquisadora Maria Elizete Kunkel, doutora em biomecânica da Unifesp de São José dos Campos. “Os dispositivos tradicionais que existem hoje para adultos são as próteses estéticas, que imitam uma mão perfeita, porém não possuem função motora, permanecem somente na função estática”, explicou a pesquisadora. “O objetivo com estas próteses não é estético, imitando a cor da mão humana, mas funcional. O benefício em conforto e qualidade de vida para essas crianças é significativo”, completou. Equipamento beneficia crianças, para as quais não havia próteses Atualmente, não há no mercado próteses infantis. O deficiente precisa esperar a fase adulta para solicitar uma ao SUS, com o inconveniente de que demora até dois anos para obtê-la custa caro ao poder público, de R$ 7 mil, no caso daquelas puramente estéticas, sem movimentos, a R$ 400 mil, no caso das automáticas.

Prótese custa 2.000 vezes menos

R$ 200,00

é o custo da prótese feita na impressora 3D contra

R$ 400 mil

de uma prótese automática convencional.

24 horas

é o tempo para ser montada totalmente a prótese. Ela é fabricada com fios de plástico, elástico, parafusos de aço e silicone para a ponta dos dedos.

O curso foi esclarecedor. O uso da impressora ampliou nossa forma de ver o tratamento para os pacientes que necessitam de uma prótese. Esta é uma opção mais acessível e que poderá ser trocada com mais frequência, conforme o crescimento da criança. Alice Gonçalves, terapeuta ocupacional da unidade do Lucy Montoro de Rio Preto

Funfarme Notícias - Abril - 2016

5


Revista Funfarme

hemoce ntroriop reto.com .br

tem novo site com informações detalhadas para a comunidade

Luis Fernando Neves, da Comunicação, e os Drs. Otávio Ricci, diretor do Hemocentro, Horácio Ramalho e José Luis Esteves, diretor executivo e vice da Funfarme, na apresentação do site

O Hemocentro de Rio Preto tem agora um portal com informações detalhadas aos doadores. No site também é possível conhecer um pouco mais do trabalho interno, que vai muito além da captação de sangue, explorando a parte laboratorial. No campo “notícias”, a comunidade fica sabendo de tudo o que acontece na instituição, como campanhas e eventos. O ambiente virtual tem também um canal onde explica sobre mitos e verdades da doação de sangue e de medula óssea, os requisitos para ser doador, o que e quais são os componentes do sangue, além de mostrar em quais casos são necessários. O site foi criado pelo Departamento de Comunicação com apoio e revisão da Diretoria Hemocentro e Diretoria Funfarme e foi desenvolvido pela agência de internet W3Mídia. Somente no primeiro mês, o site recebeu quase 1.000 acessos.

Muitas vezes a pessoa deixa de doar porque desconhece, tem informações erradas ou medo de determinados processos. O site tem por meta facilitar a doação na nossa região, permitindo aos nossos doadores obter informações em tempo real sobre nossas necessidades de sangue e transfusional.

A Fundação investe em melhorias e em novos canais de comunicação com nossos usuários. O portal é uma ferramenta que nos aproxima da comunidade, oferecendo informação com qualidade.

Dr. Otávio Ricci, diretor do Hemocentro

Dr. Horácio Ramalho, diretor executivo da Funfarme

Usuários podem acessar o novo portal em outras plataformas, como o celular 6

Funfarme Notícias - Abril - 2016


Revista Funfarme

Funfarme ganha novo morgue, com amplo espaço A Funfarme designou um novo e amplo espaço para o morgue (necrotério). As novas instalações contam agora 50 m² e têm também uma sala específica para os profissionais da captação de córnea. A engenheira civil da Fundação, Maria José Zeituni, responsável pelas obras, explica as mudanças: “Reaproveitamos um local que havíamos desocupado o ano passado, mais estratégico em que o acesso das funerárias é mais restrito e direto. O diretor-executivo da Funfarme, Dr. Horácio Ramalho, ressalta que as adequações tiveram por objetivo oferecer local mais digno e adequado.

400 profissionais são treinados para melhor orientar pacientes e cuidadores sobre disfagia Para aprimorarem ainda mais o atendimento aos pacientes com disfagia, cerca de 400 profissionais da saúde receberam treinamento sobre o distúrbio, promovido pela Funfarme e ministrado pela equipe do Serviço de Fonoaudiologia do Hospital de Base. “O objetivo é capacitar estes profissionais para que orientem o paciente disfágico e seu cuidador para evitar complicações como aspirações que levam à pneumonia aspirativa, evitando assim reinternações e outras complicações da saúde geral do paciente”, explicou a chefe do Serviço, Magali Orate. A fonoaudióloga Magali Orate tirou dúvidas dos participantes no final do curso

Funfarme participa de campanha municipal sobre autismo e lota anfiteatro do HCM com palestra

Formada há 15 anos pela Famerp, a pediatra Lilian Yamada deu a palestra para anfiteatro lotado

A Funfarme foi parceira ativa na campanha educativa promovida, durante todo o mês de abril, pela Secretaria de Saúde de Rio Preto e diversas entidades com o objetivo de dar visibilidade e orientar a população sobre o diagnóstico e tratamento do autismo. No dia 8, o Hospital da Criança e Maternidade recebeu médicos, residentes, alunos multiprofissionais e profissionais da saúde para assistirem à palestra “Capacitação em Transtorno do Espectro Autista (TEA): diagnóstico precoce”, ministrada pela médica pediatra Lilian Nakachima Yamada, pesquisadora do TEA. Os profissionais lotaram o auditório e tiveram a oportunidade de saberem mais sobre o diagnóstico precoce do TEA e detectar seus principais sinais, possibilitando o início mais rápido de terapias e tratamentos. Funfarme Notícias - Abril - 2016

7


Revista Funfarme

Funfarme sorteia 40 bolsas de estudos

A Funfarme mantém convênio com instituições de ensino da cidade

Reafirmando a importância do estudo e do incentivo para o conhecimento e experiência de seus colaboradores, a Funfarme sorteou 40 bolsas de estudos para níveis técnico, graduação e pós-graduação entre 201 candidatos inscritos. A redução no valor das mensalidades varia de 50% a 100%. “Para os não contemplados, mantemos convênios com algumas instituições de ensino”, explica Cristiane Midori, coordenadora dos Recursos Humanos da Fundação.

Ensino Técnico Grupo Tecmed

14 bolsa de 100% A Funfarme pensa na carreira de seus profissionais, por isso, mantém algum tipo de convênio com todas as instituições de ensino ao lado, nas áreas administrativas, assistenciais e da saúde. No total, são 27 cursos disponíveis de níveis técnicos, graduação e pós. Os colaboradores que não foram contemplados no sorteio, e ainda assim têm interesse em continuar os estudos, podem procurar essas entidades que terão algum benefício.

Grupo Uniterp 3 bolsas de 100%Senac 3 bolsas de 100%

6 bolsas de 100%

8

UNIRP

4 bolsas de 50%

Funfarme Notícias - Abril - 2016

UNIP

6 bolsas de 100%

PósGraduação

Graduação

Ensino Superior UNIP

5 bolsas de 100%

IPECS

2 bolsas de 50%


Revista Funfarme

entre mais de 200 colaboradores Com a palavra, um dos 40 bolsistas Trabalho há quase 10 anos no HB e estou muito feliz com a oportunidade que a instituição me oferece de fazer o curso de técnico de enfermagem. Minha família está orgulhosa, tenho filhas que já estão na faculdade e seria ótimo poder estudar com elas. Gilberto Eleodoro da Silva, auxiliar operacional

Auxiliar operacional poderá cursar o técnico de enfermagem

Com a palavra, quem já desfrutou da bolsa Karina Rodrigues ingressou no Hospital de Base como auxiliar de enfermagem, em 2011. Três anos depois, foi sorteada. “Paguei bem menos que a metade dos 400 reais do curso técnico. Consegui manter meu horário de trabalho durante a manhã e estudar à noite, conciliando tudo durante um ano. Valeu muito à pena”, afirma a hoje técnica em enfermagem.

Com desconto de mais de 50% na mensalidade, Karina está em nova posição

VEM NOVIDADE AÍ! A Diretoria da Funfarme estuda oferecer curso de inglês aos colaboradores, do complexo hospitalar, com aulas on line ou em parceria com cursos de línguas.

Funfarme Notícias - Abril - 2016

9


Revista Funfarme

Funfarme ganha cada vez mais ambientes humanizados

Trazendo um pouco mais de leveza para salas, setores e alas do Hospital de Base, a Funfarme investe em ambientações que vem tornando o cotidiano do paciente um pouco mais tranquilo. Locais como a Câmara Hiperbárica, por exemplo, estão todos caracterizados com imagens de natureza, imergindo pacientes e funcionários em uma paisagem visualmente mais atraente, distraindo a mente e surpreendendo: “As pessoas comentam que nunca viram uma câmara com esse visual antes”, conta o técnico de enfermagem Márcio Ângelo Rodrigues. “São pacientes que passam por aqui todos os dias em setores como o de Internação, por exemplo, que recebeu uma série de reformulações tanto técnicas como estéticas. Pode parecer simples, mas faz diferença no dia a dia ter um local renovado, a sensação de mudança faz bem para todos. Os setores estão ainda mais limpos e aconchegantes”, comenta o coordenador da área de transplante de medula óssea, Dr. João Victor Piccolo Feliciano. Para a engenheira civil e de segurança, Maria José de Almeida Zeituini, que coordenou estas mudanças estruturais, cada setor está cada vez mais de acordo com o serviço oferecido.

O refeitório ganhou ares parisiense

Dr. João Victor Piccolo: “A sensação de mudança faz bem para todos”

Engenheira civil Maria José Zeituini, responsável pelas mudanças 10 Funfarme Notícias - Abril - 2016


Revista Funfarme Novos detalhes dos espaços de convivência da Funfarme,

O refeitório, como todos que passam por lá já perceberam, está todo ambientado com inspiração em cidades antigas. As mesas e cadeiras também foram aumentadas, trazendo mais acessibilidade cerca de mil pessoas que, em média, passam pelo local. Na nova ala da Oftalmologia, que teve seu espaço aumentado ao tornar-se vizinha do Instituto do Câncer, a recepção está com mais cadeiras, o que aperfeiçoou o atendimento. “Antes, alguns lugares eram escuros, de paredes brancas, sem atrativos. Paredes foram pintadas, trocamos pisos, refizemos a marcenaria e alguns quartos, tanto os de convênio quanto do SUS, receberam televisões e frigobares. Tudo é planejado para oferecer conforto, paz e mais acolhimento durante o período de internação de pacientes e de visitas de familiares”, explica a engenheira.

Além do visual, reformas técnicas melhoram a vida de pacientes e acompanhantes, como no caso do 8º andar do HB Pacientes “imersos” no oceano da Câmara Hiperbárica

Nova sala da UTI do 7º andar do HB, prestes a ser inaugurada

Ao deitar-se na máquina de ressonância magnética, o paciente tem uma agradável surpresa, ao apreciar imagem que reproduz o ambiente do fundo do mar Funfarme Notícias - Abril - 2016 11


Perfis

Revista Funfarme

Quem vê a psicóloga Ana Paula Altimari di Bernardo sorrindo, falando com todos com carinho, deve se perguntar como ela consegue atender a tantas pessoas que passam por momentos delicados da vida. A colaboradora já atua há 20 anos na Funfarme e sabe lidar com parentes de pacientes internados na UTI, rotina em sua profissão. Este jeito alegre faz parte da maneira que encara a vida. “Não me vejo fazendo outra coisa, amo o que faço. Trabalho ensinando os médicos residentes e a equipe multidisciplinar que temos que acolher a família, em todos os momentos, saber o modo de olhar, de tocar em determinados assuntos e de ajudar a todos a enfrentar o processo da melhor forma possível”. Formada na antiga Farfi, atual Unorp, ela saiu de Jales para dedicar-se totalmente à profissão, formar a família e ter os dois filhos, de 13 e 10 anos de idade. Nos últimos anos, ela vem atuando na sala de acolhimento e recebe as pessoas logo nos primeiros instantes no hospital. A psicóloga acredita que sua profissão ganhou evidência no atual cenário nacional. “Nos momentos de crise econômica, aparecem também crises pessoais. Como forma de ‘corte de gastos’, as pessoas deixam de lado a saúde mental.” A maior motivação neste quadro todo vem da mudança que o seu trabalho pode proporcionar às pessoas. “Ver diariamente o impacto positivo que a psicologia causa na vida de alguém renova meu ânimo e me dá ainda mais vontade de fazer o que faço”, pontua.

O cuidado indispensável

O sorriso que acalma e conforta

Questões sociais, questões humanas A história do Wesley Moraes do Afonso na instituição começou bem cedo. Foi estagiário em 2008 no Controle de Frequência e permanece nesse setor até hoje, agora como assistente de Departamento Pessoal. Além de contribuir com a parte administrativa da instituição, ele também é vice-presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidente (CIPA), sendo um dos membros com maior número de votos da história da Comissão. “Tive 413 votos”, comemora. Aliás, lidar com questões políticas é com ele mesmo. Wesley gosta de participar de discussões deste tipo e é ativista de movimentos sociais. Esta característica o ajuda muito na vida profissional e a lidar com questões de grupos. “Na CIPA, o nosso trabalho é prevenir acidentes de trabalho e no Controle de Frequência é ser a ‘recepção’ do colaborador. Para me especializar ainda mais, estou fazendo um curso técnico de Processos Gerenciais e pretendo seguir carreira, cuidando sempre do lado administrativo e das pessoas, para que o ambiente de trabalho seja o melhor possível”, explica. 12 Funfarme Notícias - Abril - 2016


Revista Funfarme

Visita de profissionais do Hospital Iamada, de Presidente Prudente, no setor de Endoscopia No dia 1° de abril, o HB recebeu profissionais do Hospital Iamada, de Presidente Prudente (SP) e um grupo de funcionários da empresa Johnson’s para conhecer o setor de Endoscopia do hospital. Eles puderam conferir a rotina de trabalho dos funcionários do setor e o trabalho de desinfecção dos aparelhos utilizados no cotidiano do espaço, como as lavadoras. Segundo a enfermeira Silvia de Cássia Galhardi, os visitantes apreciaram todo o aparato disponível no HB, além de levarem uma nova bagagem de experiências para sua cidade.

A visita reuniu médicos e profissionais de enfermagem de ambos hospitais

Presidente da ABTO dá palestra sobre biomarcadores em disfunções moleculares do transplante renal A Funfarme/Famerp recebeu o Professor Dr. Roberto Ceratti Manfro, presidente da ABTO –Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. Ele falou sobre biomarcadores moleculares nas disfunções do transplante renal para médicos, profissionais de enfermagem, residentes e alunos da fundação e do Instituto Urologia e Nefrologia de Rio Preto. Ao final da palestra, comentou sobre o atual cenário dos transplantes de órgãos no Brasil que, embora, tenha o segundo maior programa do mundo de transplantes renais e de fígado, este é insuficiente ainda para atender à demanda.

Dr. Roberto Manfro participa de evento para profissionais, residentes e alunos

Boas práticas da Comunicação e Endomarketing da Funfarme motivam visita de profissionais do Mato Grosso do Sul No dia 12 de março, profissionais da área de gestão de pessoas e comunicação do Mato Grosso do Sul visitaram o HB para conhecer o Departamento de Comunicação, Marketing e Endomarketing da Funfarme e suas atividades desenvolvidas e resultados. Os profissionais disseram que a visita foi muito produtiva e que há grande possibilidade de adotar algumas práticas com as quais tiveram contato.

Luís Fernando Neves, coordenador do departamento, fala aos visitantes Funfarme Notícias - Abril - 2016 13


Revista Funfarme

Região reconhece importância do complexo Funfarme com ações em prol da Fundação A qualidade do atendimento e serviços da Funfarme é reconhecida pelas comunidades das cidades da região que retribuem com arrecadação de dinheiro em prol da Fundação, em vários eventos, como leilões, festas e rodeios. Dois rodeios, em Mirassolândia, no dia 16 de abril, e em Bálsamo, no dia 23, realizaram o “Desafio do Bem”, durante o qual foram arrecadadas doações em prol do Instituto do Câncer (ICA). O desafio caracteriza-se justamente pelo enfrentamento da fúria do touro pelo peão. Enquanto a batalha é travada na arena, a plateia faz sua doação.

Rodeio de Mirassolândia Na edição deste ano, o vice-diretor executivo da Funfarme, José Luis Esteves Francisco, o superintendente financeiro, Robson Pádua, e João Evaristo estiveram no rodeio para agradecer a parceria com a comunidade de Mirassolândia.

Lideranças da Fundação prestigiam as ações beneficentes nos rodeio

Drs. Horácio Ramalho, José Luis Esteves e Fábio Leite e outros representantes da Funfarme compareceram à Festa do Peão

A primeira edição do Desafio do Bem de Bálsamo em prol do ICA foi um sucesso, com muitas doações. O Desafio do Bem foi organizado pelo Clube de Rodeio Tradições, que realiza a Festa do Peão de Bálsamo, em parceria com a organização Orgulho Caipira.

14 Funfarme Notícias - Abril - 2016


Revista Funfarme

Vacinação imuniza mais de 4 mil colaboradores contra gripes Em parceira com a Secretaria Municipal da Saúde de Rio Preto, a Funfarme iniciou no mês de abril, pelo 8º ano consecutivo, a campanha de vacinação de 4 mil profissionais da saúde do complexo contra os vírus H1N1, H3N2 e um tipo genético da Influenza B. Foram três dias de ação, em dois pontos da Fundação: no segundo andar do HB e no subsolo do HCM. A campanha contou com a participação de lideranças e colaboradores da Gerência de Enfermagem do HB e HCM, enfermeiras supervisoras e enfermeiras clínicas, auxiliares e técnicos de enfermagem, Superintendência Assistencial, Núcleo Hospitalar de Epidemiologia, salas de vacinação do Ambulatório, Serviço Especializado de Segurança e em Medicina do Trabalho, Recursos Humanos, Famerp, Comissão de Residência Multiprofissional, Comissão de Aprimoramento e Aperfeiçoamento da Funfarme e Famerp, Tecnologia da Informação e Centro Integrado de Educação Permanente em Saúde (Cieps).

Trabalho em um setor que atendemos diversos pacientes por dia, então é sempre bom estarmos atentas às campanhas de vacinação e redobrarmos o nosso cuidado. Márcia Oliveira, enfermeira da Emergência SUS

É imprescindível a imunização dos profissionais da área da saúde, já que estão expostos cotidianamente, indireta ou diretamente, a diferentes e diversos microrganismos que podem gerar quadros de infecção. Estamos atentando a uma medida preventiva muito importante e alcançando todos os nossos colaboradores, sejam eles profissionais da saúde, administrativos ou operacionais da Fundação. Dr. Horácio Ramalho

José Carlos Gonçalves, chefe da segurança da Fundação, disse que “foi tudo muito rápido e sem fila”

Equipe da enfermagem, liderada pela enfermeira da medicina do trabalho Sandra Giglio (ao centro de sapatos bege), que organizou a vacinação

Funfarme Notícias - Abril - 2016 15


Revista Funfarme

O grupo reúne-se às segundas-feiras, no anfiteatro do quarto andar do HB

Grupo antitabaco colhe os frutos da boa saúde

Fumei 20 anos. Estou há 8 meses sem pegar no cigarro. André Godoi

Por quatro anos, o grupo antitabaco da Funfarme tem ajudado na redução do número de profissionais tabagistas na instituição. Os resultados têm sido bastante expressivos. No ano passado, Das 14 pessoas que cumpriram todo o programa, 11 pararam de fumar. “Tudo é feito de maneira motivadora e rápida, estimulando os participantes a deixarem o hábito em até três meses. O tempo de encontro pode se estender, caso haja necessidade”, explica o psicólogo responsável pelo grupo, Randolfo dos Santos. “Segui à risca todo o tratamento, o que envolvia ir semanalmente às reuniões, tomar os medicamentos e se policiar vinte e quatro horas. Fumei durante vinte anos e estou há oito meses sem pegar em cigarro”, conta o farmacêutico André Godoi. São quatro sessões mensais. Nos encontros, os participantes recebem orientações sobre o cigarro, como parar de fumar e a manutenção da abstinência. Também são feitos acompanhamentos com médicos, farmacêuticos e nutricionistas para prescrição de remédios e orientação sobre ganho e perda de peso. “Foram 35 anos fumando e, em agosto, completo um ano sem. Sempre tive vontade de parar e nunca consegui sozinha. Hoje, não sinto nenhuma vontade, não tive nenhuma recaída e estou com a saúde cem por cento melhor. Só tenho a agradecer o apoio do grupo”, afirma a assistente administrativa Regina Moreira. E mesmo após o término do tratamento, o paciente pode continuar a frequentar as reuniões do grupo para orientações extras. Os encontros acontecem às segundas-feiras, às 7h30min, no anfiteatro do 4° andar do antigo convênio. Os interessados podem entrar em contato pelo ramal 1215.

Fumei 35 anos. Estou há 1 ano sem fumar. Regina

16 Funfarme Notícias - Abril - 2016


Revista Funfarme

Páscoa com muita diversão

O HCM e o Lucy receberam diversas ações que transformaram a Páscoa de seus pacientes em pura diversão. Voluntários da ONG Amigos de Cuca e familiares de paciente que fez tratamento na Oncologia do HCM organizaram ações na data comemorativa. Houve brincadeiras, pintura no rosto e muito chocolate. Também não faltou doce no Lucy Montoro! Os colaboradores realizaram uma caça aos ovos para seus pacientes. Eles seguiram as patinhas de coelho coladas no chão até chegarem aos ovos de chocolate.

Funfarme Notícias - Abril - 2016 17


Revista Funfarme

Que Páscoa inesquecível!!! Para as crianças internadas no HCM, a Páscoa foi de muita alegria. Para os colaboradores do Atendimento do Ambulatório, foi inesquecível. Afinal, três anos depois de o HCM ser inaugurado, eles ainda não conheciam o hospital!!! Decidiram então conhecê-lo, mais num clima de muita emoção. Os colaboradores então fizeram uma campanha na qual arrecadaram 90 brinquedos e, no dia 28 de março, fizeram a alegria da garotada internada na Ala de Oncologia do HCM.

Oba! Eu tenho uma casinha no HCM! Verdadeiras obras de arte foram entregues, no dia 5 de abril, ao Hospital da Criança e Maternidade e instituições assistenciais e filantrópicas de Rio Preto. “Casas do Snoopy”, o cãozinho personagem do famoso desenho “A Turma do Charlie Brown”, foram decoradas por artistas plásticos renomados de Rio Preto e presenteadas em ação do Shopping Iguatemi e produtores do filme em desenho animado, lançado em fevereiro nos cinemas.

Fiquei feliz por minha criação ir para o HCM, pois, sem saber o destino, escolhi cores alegres e vibrantes, na intenção de agradar crianças. Germana Zanetti, artista plástica que pintou a casinha de Snoopy, possui obras expostas nos Estados Unidos, Portugal e França

18 Funfarme Notícias - Abril - 2016


Revista Funfarme

Biblioteca Dicas de livros da “Biblioteca Dr. José Paulo Cipullo”, situada no térreo do HB. Colaboradores, pacientes e acompanhantes podem retirá-los. Informações no ramal 1843.

O resgate

De Nicholas Sparks

Taylor McAden é voluntário do corpo de bombeiros da pequena Edenton. Destemido a ponto de parecer imprudente, enfrenta incêndios, participa de salvamentos, desafia a morte sem hesitar. Mas uma coisa ele não tem coragem de fazer: entregar seu coração. Numa noite de tempestade, enquanto sinalizava postes de energia caídos, Taylor encontra um carro batido na beira da estrada. Assim que recobra os sentidos, Denise, a motorista, pergunta pelo filho. Mas Kyle, um menino de 4 anos que tem problemas de audição e de fala, não está em sua cadeirinha no banco traseiro. Durante a busca pelo garoto, Denise se surpreende ao ver que está diante de um homem capaz de abrir mão da própria vida para salvar uma criança.

Eterna gratidão Em reconhecimento e agradecimento aos mais de 18 anos de trabalho, Eliana Maria Francisca dos Santos, enfermeira no 6º andar do HB, recebeu placa em sua homenagem, em março, numa cerimônia com os antigos colegas e parte da diretoria da Fundação.

Acima, a partir da esquerda, a gerente de enfermagem Edna Castro, Dr. Horácio Ramalho, Cristiane Midori, Eliane e Dr. José Luis Esteves, durante festa de despedida da colaboradora. Ao lado, Eliana, de camisa florida, recebe o carinho das companheiras de trabalho

Uma breve historia De Geoffrey Blainey

“É como ver a paisagem pela janela de um trem em movimento”, afirma o Prof. Geoffrey Blainey, um dos mais aclamados historiadores da atualidade. Em Uma Breve História do Mundo, o autor faz um balanço da fantástica saga da humanidade, magistralmente compilada desde seus primórdios até os frenéticos dias em que vivemos. Sem jamais perder o foco, Blainey vai mais além: descreve a geografia das civilizações e analisa o legado de seus povos.

Agradecimentos Elogio à Funfarme no Diário da Região

uma longa jornada De Nicholas Sparks

Aos 91 anos, com problemas de saúde e sozinho no mundo, Ira Levinson sofre um terrível acidente de carro. Enquanto luta para se manter consciente, a imagem de Ruth, sua amada esposa que morreu há nove anos, surge diante dele. Mesmo sabendo que é impossível que ela esteja ali, Ira se agarra a isso e relembra diversos momentos de sua longa vida em comum: o dia em que se conheceram o casamento, o amor dela pela arte, os dias sombrios da Segunda Guerra Mundial e seus efeitos sobre eles e suas famílias. Perto dali, Sophia Danko, uma jovem estudante de história da arte, acompanha a melhor amiga a um rodeio. Funfarme Notícias - Abril - 2016 19


Revista Funfarme

INFLUENZA a preocupação continua!

A principal PREVENÇÃO é a VACINAÇÃO* e a HIGIENIZAÇÃO FREQÜENTE DAS MÃOS com água e sabão ou álcool gel a 71%.

Tabela 1 - Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE/HB/FUNFARME no período de janeiro a março de 2016.

Lembrando que a Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Existem 3 tipos de vírus influenza sazonais: Influenza A, B e C. Atualmente, influenza A (H1N1) e A (H3N2) são os subtipos sazonais circulando. A Vacina 2016* é composta pelas seguintes cepas: A/California/7/2009 (H1N1) pdm09, A/Hong Kong/4891/2014 (H3N2), B/ Brisbane/60/2008(linhagem Victoria) . ATENÇÃO: Considera-se CASO SUSPEITO de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): indivíduo de qualquer idade INTERNADO com Síndrome Gripal (SG) SG - caracterizada por febre de início súbito, mesmo que referida, acompanhada de tosse ou dor de garganta e pelo menos um dos seguintes sintomas: cefaléia, mialgia ou artralgia, na ausência de outro diagnóstico específico; E que apresente dispnéia, ou os seguintes sinais de gravidade: saturação de O2 < 95% em ar ambiente; sinais de desconforto respiratório. Mais informações acessem: 1. http://www.hospitaldebase.com.br/files/nhe/2016/informe-tecnico-campanha-vacinacao-influenza-2016.pdf 2.http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/ leia-mais-o-ministerio/416-secretaria-svs/vigilancia-de-a-a-z/influenza/ l2-influenza/10959-vacinacao-influenza

*Grupos prioritários a serem vacinados nesta 2ª etapa Nacional:

• Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade. • Gestantes em qualquer período da gestação • Puérperas: mulheres no período até 45 dias após o parto • Pessoas com 60 anos ou mais de idade • Trabalhadores da saúde dos serviços públicos e privados • Indígenas; a vacinação será indiscriminada para toda a população indígena a partir de 6 meses de idade • Pessoas portadoras de doenças crônicas (conforme listagem definida pelo Ministério da Saúde em conjunto com sociedades científicas). As pessoas com doença crônica poderão ser vacinadas mediante indicação ou receita médica. • Privada de liberdade e funcionários dos sistemas prisional das penitenciárias. Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837 . Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30. HTTP://www.hospitaldebase.com.br/nhe À noite, nos finais de semana e feriados, o telefone do plantão da Vigilância Epidemiológica do município de São José do Rio Preto: 17 - 99784-8863.

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/FUNFARME *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até março **SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) internados Not. (notificados) Conf.(confirmados) Influenza e dengue até 18/04/2016

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA Devido a situação epidemiológica, a vacinação foi antecipada, de 11 a 18/04/16 no complexo FAMERP e FUNFARME foram vacinados 5.016 profissionais de saúde. A Campanha Nacional de Vacinação contra influenza continuará até 20/05/2016. Em São Jose do Rio Preto estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde. ATENÇÃO – Dia D - 30/04/2016 (sábado) 8 ás 17h VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA Unidades Básicas de Saúde do Município SJ Rio Preto/SP 20 Funfarme Notícias - Abril - 2016

Revista hb abril 2016  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you