Page 1

Ano XV / Nº 190 - Janeiro - 2018

"Amigos do Bem", muito obrigado! Diretores, lideranças e colaboradores da Funfarme reuniram-se em cerimônia para agradecer e entregar placas de prata a representantes dos “Amigos do Bem”, como são chamadas as comunidades dos municípios e empresas que se mobilizam em eventos ou outras iniciativas para arrecadar dinheiro em prol da Fundação e de seu complexo hospitalar. Ao longo dos últimos anos, foram milhares de mãos, anônimas ou não, ajudando a Funfarme. Páginas 4 e 5

2,3

milhões de reais foi o total arrecadado com as doações dos “Amigos do Bem” em 2017.

26

equipamentos foram adquiridos pela Funfarme graças às doações das comunidades e empresas.

17

comunidades de municípios da região mobilizaram-se para realizar eventos em prol da Funfarme, ano passado.


da Funfarme UMA DAS MAIS DISPUTADAS DO BRASIL Editorial

Amigos que nos fazem Bem No início de janeiro, as Diretorias da Funfarme e de suas Unidades realizaram uma cerimônia para homenagear os “Amigos do Bem”, como nossa instituição batizou os milhares de moradores, empresários e comerciantes que doaram um total de R$ 2,3 milhões ao complexo hospitalar, no ano passado. Nas páginas 4 e 5 desta Revista Funfarme, você terá mais detalhes da cerimônia e verá o quanto cresceram as doações das comunidades da região. Traduzindo em números, nos últimos cinco anos, a arrecadação de recursos em prol da nossa Fundação aumentou 800%! Saltou de R$ 258,9 mil para mais de R$ 2,3 milhões. Ao longo do ano, nós, diretores, lideranças e colaboradores da Funfarme fizemos questão de estar presentes aos vários eventos promovidos pelas comunidades dos municípios, nos quais ouvimos histórias que retratam o quanto o cidadão reconhece a nossa instituição e nosso empenho para oferecer-lhe atendimento humanizado e de qualidade. Histórias como a da senhora que abdicou de cuidar da casa para, durante a semana, preparar o almoço beneficente em prol do Hospital de Base. Ou do senhor que arremata no leilão um boi, paga o lance e devolve o animal para que seja novamente leiloado, aumentando a renda destinada à nossa Fundação. Temos certeza de histórias de carinho como estas repetiram-se inúmeras vezes em todas os municípios, o que nos emociona e alegra. Grande alegria também sentimos durante a homenagem ao ouvir de vários “Amigos do Bem” que esta parceria irá continuar neste e nos próximos anos. Importante destacar também que o expressivo aumento na arrecadação de doações é fruto do empenho e trabalho da equipe do nosso Setor de Captação de Recursos, instituído em 2015, juntamente com a colaboração de todos os outros setores da Fundação. Nunca será demais repetir: a todos, muito obrigado!

Diretoria da Funfarme

Funfarme

Visão Ser reconhecido como complexo hospitalar de assistência, ensino e pesquisa de excelência até 2021.

Missão

Valores

Transformar a saúde regional por meio da integração de assistência, ensino e pesquisa.

Humanismo, Responsabilidade Social e Ambiental, Meritocracia, Inovação, Integridade Absoluta, Qualidade e Segurança, Respeito.

Expediente Gestão 2017/2021 Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XV / Nº 190 - Janeiro - 2018 • Presidente dos Conselhos da Funfarme: Dr. Dulcimar Donizeti de Souza • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Luiz Sérgio Ronchi • Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Vice-Diretor Administrativo do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Diretor Clínico do HB: Dr. Alceu Gomes Chueire • Vice-Diretor Clínico do HB:

2

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

Dr. Valdeci Hélio Floriano • Diretora Técnica do HB: Dra. Maria Regina Pereira de Godoy • Diretor do Hemocentro Dr. Octávio Ricci Junior • Diretora Técnica do Hemocentro: Dra. Andreia Aparecida G. Guimarães • Diretor do Ambulatório: Dr. Luiz Sérgio Ronchi • Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire • Diretor Técnico do Instituto do Câncer: Dr. Carlos Eduardo Miguel • Diretora Administrativa do HCM: Dra. Leila Neves Bastos Borim • Vice-Diretora Administrativa do HCM: Dra. Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso

• Diretor Clínico do HCM: Dr. Paulo Poiati Junior • Vice-Diretor Clínico do HCM: Dr. Wagner Vicensoto • Diretor Técnico do HCM: Gustavo Henrique de Oliveira Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial Telefone: 17 3011-5435 Jornalista responsável: MTB 24.527 Jornalista: Fernanda Martinazzi Estagiários: Alexandre Souza e Rodrigo de Pádua Diagramação: Roger Goulart Impressão: Gráfica Fotogravura Rio Preto Tiragem: 2000 exemplares


Educação

Fundação entrega 2.200 kits escolares

Diretores e lideranças da Funfarme, com colaboradores e seus filhos, além dos estagiários e jovens aprendizes, durante entrega dos kits

Prestar assistência é base essencial da Funfarme. Há também benefícios que são oferecidos a todos seus colaboradores! Desta maneira, a Fundação chega a sua 8ª entrega de kits de materiais escolares a filhos de colaboradores, jovem aprendizes e estagiários CIEE, a maior já realizada pela entidade, distribuindo 2200 conjuntos. A entrega aconteceu, entre os dias 8 a 11 de janeiro, para crianças e jovens em idade escolar entre maternal e 3º colegial, além de estagiários a jovens aprendizes. A ação incluiu também colaboradores de empresas terceirizadas. O auxílio é oferecido desde 2010 e tem a intenção de incentivar os estudos e auxiliar no custeio dos materiais escolares. “Ao longo dos anos, a instituição buscou melhorar e acrescentar aos itens de cada conjunto. Investimos, este ano, mais de 200 mil reais no benefício para oferecermos qualidade e tirarmos um pouco dos gastos que toda família tem no início do ano. A assistência da Fundação vai além da Saúde”, garante Dra. Amália Tieco, diretora administrativa do HB Os kist são subdivididos em maternal ao jardim, 1º ao 5º ano, 6º ao 9º ano e colegial (que engloba os jovens aprendizes e estagiários). Dentre os itens que integram os kits, estão: mochila, conjuntos de lápis com 24 cores e canetas hidrocor com 12 cores, ambos da Faber Castell, estojo reforçado, canetas BIC e etc.

Equipe do RH e colaboradores de outros setores mobilizaram-se para entregar os materiais escolares, em quatro dias

"Se fosse comprar todos os anos em papelarias e lojas tradicionais, a gente teria um gasto médio de 150 reais por kit. Tenho dois filhos. Esses 300 reais que economizo, consigo investir em outras contas. Além disso, todo ano vejo que as crianças ficam ansiosas e felizes, esperando pelo momento de vir à Fundação buscar seu material." Kátia Cândido, enfermeira do CIEPS

Os estagiários Adler Lima, da Hospitalidade, Lucimara Pavão, do RH, e Gabriela Sousa, da Radiologia

"Para definir os itens que compõem cada kit, o RH (Recursos Humanos) consulta colaboradores sobre os materiais. O Setor de Compras escolhe os fornecedores de materiais com o melhor custobenefício e qualidade. RH e todos os setores envolvidos empenhamse muito nesta ação, pois sabemos o quanto é importante." Cristiane Midori, coordenadora do Setor de RH

A gerente de enfermagem Samantha Vaccari e a enfermeira Kátia (branco) acompanharam seus filhos

“Estou há um ano na Funfarme, e foi grande surpresa receber o kit, ainda mais, com materiais tão bons. Nunca tive este benefício em outras empresas. Achei um diferencial muito importante da Fundação ajudar seus colaboradores, incluindo estagiários e jovens aprendizes, para que estudem.” Adler Lima, da Hospitalidade

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

3


Solidariedade

Funfarme homenageia Amigos do Bem pela cooperação em 2017 Em reconhecimento às ações solidárias realizadas em 2017 em prol do complexo e que resultaram na arrecadação de R$ 562 mil para a instituição, diretores e lideranças da Funfarme homenagearam, em janeiro, estes parceiros pela ajuda. Representantes de 17 municípios da região e de empresas receberam placas de prata “Amigos do Bem” como gratidão e assistiram a um vídeo que mostrou os equipamentos adquiridos com o dinheiro arrecadado por suas ações, que, por sua vez, beneficiarão inúmeros pacientes do SUS. “Estas parcerias foram fundamentais para que o Hospital de Base pudesse investir em sua infraestrutura, oferecendo melhor atendimento à região. Estamos muito felizes e gratos. Nosso complexo hospitalar pretende ser também referência em oncologia e em tratamento de queimados para os cerca de 2 milhões de habitantes de nossa região. Ampliar nossos serviços é a melhor forma de retribuirmos”, disse Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme. A diretora do HB, Dra. Amália Tieco, agradeceu: “A Funfarme tem certeza de que estas parcerias continuarão e que outras cidades, empresas e mais parceiros se juntarão para colaborar com nosso complexo hospitalar.”

Dra. Amália Tieco, diretora administrativa do HB, agradece, ladeada pelo superintendente financeiro Robson de Pádua, Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme, e Dr. Horácio Ramalho, ex-diretor executivo da Fundação

Os municípios "Amigos do Bem" em 2017 • Adolfo • Álvares Florence • Bady Bassitt • Carneirinho-MG • Cedral • Cosmorama • Guapiaçu • Ibirá • José Bonifácio • Mendonça • Mirassolândia • Monções • Nipoã • Palestina • Potirendaba • Rio Preto • Tanabi 4

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

Empresários e representantes das comunidades participam da cerimônia

Dra. Amália Tieco e Robson de Pádua com os colaboradores da Captação de Recursos Mauro Bauduino, Rafael Albiero, Kátia Fiorin e a secretária executiva Léa


Solidariedade

Doações de cidades e empresas somam R$ 2,3 milhões em 2017 Ao longo dos últimos anos, a parceria de comunidades das cidades e de empresas da região com a Funfarme tem aumentado cada vez mais, o que se percebe no dia-a-dia, através de contribuições, doações e eventos cujo dinheiro é revertido para a Fundação. O balanço financeiro do Setor de Captação de Recursos só vem a confirmar o quanto cresce o envolvimento da população em prol do complexo hospitalar. Desde os simples gestos de anônimos até os grandes eventos, tudo se traduz agora em

A arrecadação anual da Funfarme aumentou

9

vezes em apenas cinco anos, passando de

258.900

reais, em 2012, para mais de

2,3

milhões de reais, em 2017.

valores, em que chama a atenção o expressivo aumento da arrecadação. “Isso traduz o reconhecimento de toda a comunidade da região à importância do nosso complexo hospitalar para a saúde da população. Este envolvimento dos moradores, comerciantes e empresários das cidades da região só aumenta a nossa responsabilidade de oferecer sempre atendimento humanizado, da melhor qualidade”, afirmou Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme.

Percentual sobre o total arrecadado ano a ano DOAÇÕES DIVERSAS (EVENTOS)

LEILÕES E EVENTOS DOAÇÕES DE EMPRESAS

2012

2013

2014

2015

2016

2017

No gráfico acima, você acompanha, através das linhas coloridas, a origem de cada recurso destinado à Funfarme. Se em 2012 apenas 16% do dinheiro arrecadado veio das comunidades, ano passado, elas e as empresas responderam por 100% do total. Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

5


Gestão / Segurança

Diretoria anuncia ganhadores do Ideias Premiadas 2018 IDEIAS PREMIADAS 3ª Edição

A Funfarme premiou, em janeiro, os autores das três melhores ideias de 2018 com certificados e prêmios em dinheiro. O primeiro colocado recebeu R$ 3 mil, o segundo, R$ 2 mil, e o terceiro, R$ 1 mil. O Ideia Premiada é uma ação da instituição que gratifica, com certificados e em dinheiro, os colaboradores que sugerirem boas mudanças para o complexo.

1ºº

1º lugar - Joel Bovério Bueno, do Hemocentro Ideia - mudança ou adequação da entrada de pedestres da guarita do Lucy Montoro/HCM

A partir da esquerda, Giovana Lopes (2º lugar), Ana Carolina (3º lugar), Dr. Jorge Fares e Joel Bovério (1º lugar)

2º lugar - Giovanna Lopes de Souza, da Emergência do HCM Ideia - instalar redutores de velocidade em frente ao HCM

3º lugar - Ana Carolina Diogo da Costa, do Centro Cirúrgico do HCM Ideia - criar senhas individuais nas impressoras para diminuir o desperdício de papel

Novos membros da CIPA tomam posse e já têm treinamento Os 42 novos membros da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) da Funfarme tomaram posse, em dezembro, tendo como presidente Lidiane Miotto, enfermeira do CIEPS, e vice-presidente, Wesley Ramos, assistente administrativo no Cartão de Ponto. Tão logo foram empossados, os 42 colaboradores já participaram de treinamento para aprenderem quais são suas funções e obrigações enquanto cipeiros. Numa demonstração da importância que a instituição dá à CIPA, sua posse teve a presença do Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme, Dra. Amália Tieco, diretora administrativa do HB, e dos engenheiros Maria José Zeituni e Abílio Martins. 6

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

Parte dos 42 integrantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

O objetivo da Cipa é prevenir acidentes e doenças decorrentes do trabalho. Para isso, ela procura identificar os riscos do meio ambiente do trabalho e elaborar mapa de risco, com os locais onde pode acontecer acidente de trabalho.


Tecnologia

O vasto conhecimento médico do mundo ao seu dispor. Basta um toque Imprescindível para a Funfarme manter-se como referência em ensino e formação de profissionais que aprimorem sempre o conhecimento. De preferência, o mais atualizado possível. Para isso, é fundamental facilitar o acesso a ele. A Fundação procura sempre criar este ambiente favorável ao investir em ferramentas e tecnologias que permitam aos médicos, residentes e demais profissionais da saúde ter alcance às últimas novidades acadêmicas e científicas do mundo. Hoje, no complexo hospitalar, este vasto arsenal de informações está à disposição. Recentemente, a Funfarme fez, de novo, importante investimento para renovar o acesso ao ClinicalKey, portal na internet pertencente à Elsevier, a maior editora de literatura médica e científica do mundo. Nele, estão disponíveis artigos científicos, revistas, livros e um enorme banco de imagens de exames gratuitas, atualizadas e unificadas em um só

lugar. Detalhe: o conteúdo também está em português. Outra ferramenta tecnológica já disponível há alguns anos é o UpToDate, portal que ajuda os médicos

no atendimento, condução do tratamento e suas decisões. Contém informações de mais de 6.500 médicos de todo o mundo, que auxilia no atendimento aos pacientes.

Dr. Moacir, frequentador assíduo dos portais Um dos entusiastas destas “ferramentas do conhecimento” disponibilizadas pela Funfarme é o médico cardiologista e hemodinamicista Moacir Fernandes de Godoy. Doutor em Cirurgia Cardiovascular e professor livre-docente da Famerp, ele é um consumidor compulsivo das novidades dos portais, sobre os quais comenta:

"O conteúdo destes portais é de valor inestimável não só para o aluno, como para o professor, que pode preparar aulas bem didáticas. Muito importante também é que podemos compartilhar este conhecimento."

Dr. Moacir Godoy acessa o ClinicalKey no computador em sua sala Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

7


Cardiologia

HB realiza procedimento inédito para colocar válvula em coração O inédito TAVI foi realizado no HB, no dia 19 de dezembro, pela equipe do Serviço de Hemodinâmica no paciente Miguel de Andrade, um senhor de 85 anos, morador de Fernandópolis. “Foi melhor do que nós esperávamos. Uma cirurgia convencional levaria cerca de seis horas. O procedimento durou cerca de uma hora e meia e constatamos que temos profissionais capacitados e estrutura para fazê-lo. Este foi nosso maior aprendizado”, afirmou o cirurgião cardiovascular Paulo Henrique Botelho, do HB Para auxiliar neste primeiro implante, a equipe da Funfarme recebeu o cirurgião e especialista na técnica Paulo Roberto Lunardi, de Porto Alegre, que ressaltou estar a equipe preparada e elogiou o apoio da instituição. “Há uma integração muito grande da administração do hospital com as equipes cirúrgica, de cardiologia clínica e intervencionista e de enfermagem, o que é imprescindível para o sucesso do procedimento e recuperação do paciente”, declarou Dr. Paulo Henrique.

O paciente Miguel de Andrade, acompanhado dos cirurgiões cardíacos Paulo Botelho e Carlos Aberto Buri e da diretora administrativa do HB, Amália Tieco

Cardiologistas e cirurgiões cardíacos que colaboraram para o sucesso do TAVI

Saiba o que é o TAVI, o implante valvar aórtico transcateter TAVI é sigla em inglês do implante valvar aórtico transcateter, um procedimento no qual o médico coloca uma válvula aórtica no coração do paciente para liberar a saída do sangue para todo o corpo. O diferencial do TAVI é que o médico não abre o peito do paciente. A válvula é levada por um catéter, introduzido através da artéria femoral, situada na região da virilha.

8

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

U Uma vez que chegou ao local onde a artéria está está obstruída, a v válvula é expandida com um balão, l liberando a passagem do sangue

Válvula a aórtica calcificada Uma microcâmera também a acompanha o catéter para permitir a que o médico leve a válvula através da artéria femoral até chegar ao coração O proc procedimento occedimento começa com a in incisão de menos de meio centímetro na artéria femoral, loc localizada na parte superior da coxa, por onde o médico introduz o catéter.


Obstetrícia

HCM passa a realizar a fetoscopia, técnica que salva bebê ainda no útero

Quinze dias após a fetoscopia, Íris Oliveira e seu marido constatam, felizes e aliviados, que Kariny, a filha que esperam, está bem, como mostrou exame de ultrassom realizado pelos ginecologistas obstetras Cristiane Dias (na foto, ao fundo) e Gustavo Henrique

O Centro Interdepartamental de Medicina Fetal (Cimefe) do HCM passou a realizar, a partir de janeiro, nova técnica cirúrgica chamada de fetoscopia, minimamente invasiva e que pode salvar vidas de bebês durante a gestação de alto risco. Inédito na região, o primeiro procedimento deste tipo a ser realizados no HCM foi feito pelo médico especialista em medicina fetal Gustavo Henrique de Oliveira, no dia 11 de janeiro, e ajudou à paciente Íris Fernanda Pinto Oliveira Andrade a ter uma gestação saudável. Íris ficou grávida de gêmeos, mas apenas um dos bebês desenvolveu-

-se adequadamente, enquanto o outro não evoluiu, tornando-se uma espécie de tumor que roubava sangue do bebê sadio, colocando sua vida em risco. Para evitar a morte do feto sadio, a equipe do HCM realizou a fetoscopia, na qual cauterizou vasos que ligavam o tumor ao bebê, permitindo a este receber o fluxo de sangue adequado. “O mais importante é garantir que a paciente tenha uma gravidez saudável e que o bebê desenvolva-se dentro do esperado. A fetoscopia proporciona também à gestante recuperação rápida, pois para o procedimento é necessário um corte de apenas 4 milímetros na

barriga”, explicou Dr. Gustavo Oliveira. O médico foi estudar a técnica em Barcelona, em 2005, e complementou os estudos nos Estados Unidos, em 2015. A partir deste agora, com a infraestrutura oferecida pelo HCM e a aquisição do aparelho para realizar esta técnica, o hospital torna o procedimento padrão para pacientes do SUS que necessitem da cirurgia para dar continuidade a uma gravidez saudável. “A técnica pode ser utilizada em diversas outras condições da gravidez de alto risco. Só trará benefícios às nossas pacientes”, ressalta o médico.

"O tempo todo fui tranquilizada pela equipe da Medicina Fetal. Agora que passaram as contrações, com a certeza de que minha filha Kariny Rebeca irá se desenvolver bem e que dentro de algumas semanas poderei segurá-la em meus braços, não poderia estar mais feliz." Íris Fernanda Pinto Oliveira, primeira paciente a ser submetida à Fetoscopia no HCM Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

9


Retrospectiva 2017

Fevereiro A equipe da Captação de Órgãos do HB recuperou tecidos e órgãos de três doadores no mesmo dia, acontecimento raro e que permitiu salvar a vida de 14 pessoas

Abril

A Famerp inaugura seu Centro de Convenções, com a presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Modernas instalações para receber eventos científicos e de formação profissional não só da Funfarme/Famerp, mas de outras instituições da cidade.

Junho

Neste mês, a Fundação e suas instituições integrantes receberam seus novos diretores, após eleições realizadas no começo de 2017

Maio

Março

Janeiro

2017: um ano de muitas conquistas,

O Serviço de Transplante de Coração do HB foi reativado e, somente em 2017, trouxe esperança a quatro receptores. O primeiro a receber um novo coração no ano foi Divino Almeida.

10 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

O CIEPS – Centro Integrado de Educação Permanente em Saúde, da Funfarme, divulga números expressivos, que demonstram a sua importância para o aprimoramento profissional dos colaboradores do complexo hospitalar. O balanço finalizado do ano de 2016 totalizou 550 eventos, com 19.705 participações.

O HCM realiza seu primeiro Simpósio de UTI Pediátrica e Emergência, trazendo importantes profissionais na área, como Dr. Rogério Andalaft, do Instituto Dante Pazzanese.


Retrospectiva 2017

A 24ª edição da SIPAT foi de encher o espírito com a grandiosidade do espetáculo “Pequeno Príncipe”, comandado pela equipe de teatro da Lígia Aydar. “. A Semana chamou a atenção do colaborador para a importância do que é “invisível aos olhos”.

Outubro Cinco municípios foram destaque na Revista Fun-farme, em setembro, evidenciando o que o todos vêm percebendo: a adesão de cada vez mais cidades em ações em prol da Fundação para que melhore ainda mais o atendimento à população.

O HCM completa 4 anos de promoção à saúde das gestantes, mães, recém-nascidos, bebês e crianças, com números expressivos e como centro de referência em humanização, cirurgia cardíaca pediátrica e gestação de alto risco.

A Captação de Recursos da Fundação dá show ao promover espetáculo de comédia, com comediantes que são destaque na internet; tudo de maneira solidária

Dezembro

Novembro

Setembro

A Fundação coloca à disposição dos usuários do SUS o novo Serviço de Radioterapia. A inauguração da Unidade contou com a presença do Governador do Estado, Geraldo Alckmin, e Secretário da Saúde, David Uip. Desta forma, o complexo consolida-se como referência em tratamento oncológico.

Agosto

Julho

investimentos e carinho da comunidade

Setor de Captação de Recursos fechou o ano com evento beneficente, um Jantar de Gala, que reuniu os principais empresários da região para angariar fundos para a compra de um tomógrafo a ser usado por pacientes do SUS na Emergência do HB; teve até show solidário do Zé Neto e Cristiano.

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018 11


Segurança do paciente

Rumo à ONA

Políticas Institucionais guiam o colaborador na redução de riscos ao paciente Reduzir os riscos aos quais os pacientes são expostos durante a assistência, exames, cirurgias e internações é uma das medidas mais importantes para que a instituição alcance o nível 1 de Acreditação ONA. Para isso, todos os colaboradores devem estar atentos e utilizar os Protocolos para a Segurança do Paciente na instituição. Os Protocolos orientam quanto às barreiras (ações) existentes para se evitar eventos adversos e/ou incidentes durante o atendimento ao paciente. As barreiras descrevem como agir e proceder em uma diversidade de situações como, por exemplo, o risco de queda. Para evitar este grave incidente, deve-se manter as grades das camas elevadas, transportar o paciente de forma segura, sinalizar quando há piso molhado, entre outras ações.

Uma das ações que visam à segurança do paciente é suspender as grades laterais do leito

Para saber mais, basta acessar no computador o diretório “Documentos Funfarme”, depois clicar na

pasta “Políticas Institucionais”, onde você encontrará o arquivo em PDF “Política de Segurança do Paciente”.

Meu Setor

Atenção e cuidado que fazem a diferença Um dos principais objetivos da Funfarme é o cuidado com o paciente. No Instituto do Câncer (ICA), pela natural gravidade dos problemas, este carinho fez com que um grupo especial fosse formado. Desde que o ICA iniciou suas atividades, assistentes sociais e psicólogas dedicam-se a promover o bem-estar físico, psicológico e social, acolhendo não só os pacientes, mas também seus cuidadores.

12 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

Estas profissionais podem bem ser chamadas de “cuidadores dos cuidadores”. Diariamente, elas transmitem todas as informações referentes ao tratamento, direitos dos pacientes por terem câncer e os apresenta a instituição, com seus serviços e benefícios. Os cuidadores também têm atenção exclusiva e recebem importante apoio e orientação psicológicos. “Nós trabalhamos muito a troca de experiências entre eles. É o momento em que contam o que estão passando, compartilham suas agonias, desafios, alegrias, se emocionam e, no final, todos se ajudam, incentivando uns aos outros”, comenta a assistente social Lilian Chessa. Grupos de 15 a 20 pacientes são formados por pacientes com perfis semelhantes ou a mesma patologia, assim, o ICA conta, por exemplo, com o grupo Mulher, que atende mulheres com câncer em ovário, mama, entre outras, o grupo da Proctologia e o da Urologia, entre outros.

A assistente sociaL Lilian Chessa e a psicóloga Duzolina Adhara, responsáveis pelo grupo que, formado também por terapeutas ocupacionais, dedica-se a promover o bem-estar físico, psicológico e social de pacientes do ICA e cuidadores


Humanização

Cuidando de quem cuida Os pacientes do Complexo da Funfarme contam com verdadeiros “anjos da guarda”, colaboradores e cuidadores do Setor Bem Estar e Qualidade de Vida no Trabalho, que lhes oferecem carinho e atenção além do tratamento clínico. Os dramas e angústias dos pacientes causam impacto no emocional desses “anjos”. Natural, então, que eles também precisem de cuidadores. Pensando nisso a Funfarme criou o projeto “Cuidando de Quem Cuida”, realizado pelos profissionais do setor de Bem Estar e Qualidade de Vida no Trabalho, ele consiste em dar apoio psicológico aos seus colaboradores. “Eu não conhecia esse projeto até uma colega me indicar. Depois das consultas, eu alcancei um certo equilíbrio psicológico, fiquei menos ansioso”, conta L.E.P, enfermeiro da instituição. As psicólogas Eliane Regina Lucania Dionísio e Tânia Mari Reis Carvalho atendem os colaboradores da Funfarme, tanto individual quanto em grupo a partir de busca espontânea ou por encaminhamento. Durante o atendimento, elas auxiliam as pessoas para que aprendam a lidar com o que pensam, com seus sentimentos e emoções. O atendimento em grupo funciona da seguinte forma: as profissionais juntamente com a chefia avaliam a necessidade de um determinado setor e propõem uma intervenção grupal durante a qual as psicólogas realizam treinos de habilidades de vida, que visam melhorar o enfrentamento das demandas cotidianas, di-

Eliane Regina e Tânia Mari, psicólogas que dão assistência aos colaboradores da Funfarme

minuir o estresse, a ansiedade. Caso seja identificada alguma demanda elas encaminham tanto para a consulta individual quanto para a consulta com o psiquiatra responsável, Dr. Gerardo Maria De Araújo Filho. O auxiliar administrativo do ICA, João Marcos da Silva, enfatiza a importância do projeto: “O Cuidando de Quem Cuida é fundamental porque, além dos pacientes, os colaboradores também precisam de auxílio para não adoecerem mentalmente. A interação em grupo foi importante porque nos conhecemos melhor e apuramos o nosso convívio.”

O setor Bem Estar e Qualidade de Vida no Trabalho realizou

1.325

atendimentos, entre janeiro de 2017 e janeiro de 2018 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018 13


Recursos Humanos

Funfarme é premiada por melhores práticas em reabilitação A coordenadora do Recursos Humanos da Funfarme, Cristiane Midori, recebeu o prêmio na categoria Acadêmicos, durante o Congresso de Reabilitação Profissional, promovido pelo Centro Brasileiro de Segurança e Saúde Industrial (CBSSI). O prêmio foi concedido ao trabalho de mestrado “Condições para uma reabilitação profissional bem-sucedida”, elaborado por Midori tendo como objeto de estudo o programa de reabilitação profissional da Funfarme, compreendendo o período entre 2012 e 2016. Além do prêmio, Midori e Rosimeire Messias, também do RH, receberam menção-honrosa na categoria Parceria Público-Privado com o trabalho “Quando uma reabilitação

Midori (de óculos) recebe prêmio

dá certo”, em que relatam os casos de sucesso de dois colaboradores que participaram do Programa. Midori preferiu, em vez de comentar

o prêmio, destacar o empenho do colaborador, sem o qual o Programa não tem êxito. “O mais importante para o sucesso da reabilitação são a disposição e a iniciativa do colaborador de começar uma nova etapa em sua vida. Esta inicia com a aceitação de sua nova condição enquanto trabalhador, de se perceber como indivíduo capaz de desenvolver as atividades diárias e de trabalho, apesar das restrições”, explicou a coordenadora de RH. Rosemeire complementa: “O interesse do colaborador em aprender novas atividades, estar aberto às mudanças e reconhecer suas competências é fundamental para seu desenvolvimento e a superação de dificuldades impostas por suas incapacidades”, ressaltou.

Perfil Profissional

Foco e determinação Tudo na vida da estagiária do Recursos Humanos (RH) Lucimara Pavão foi batalhado. Sua irmã gêmea nasceu com problema sério de saúde, o que impediu que sua mãe trabalhasse e, em 2013, o pai quase morreu em acidente de trabalho. Coube a Lucimara cuidar do pai internado, e foi nessa época que se apaixonou pelo ambiente hospitalar e por cuidar dos outros. Após conseguir oportunidade na Funfarme, focada, em apenas quatro meses de Trabalho, Lucimara é apontada pelos colegas como exemplo de resiliência e determinação. Aluna do 4º ano da Faculdade de Psicologia, ela estabeleceu um objetivo e traçou metas e priorizou ações. “Não conseguimos ter tudo de uma vez, então, para chegar aonde quero, tenho que estabelecer prioridades e abrir mão de muitas outras coisas”, teoriza a estagiária. Foi exatamente dando foco à psicologia que Lucimara deixou o emprego de 10 anos como operadora de AutoCAD numa confecção de

14 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

roupas para integrar o RH da Funfarme, ainda que, como estagiária, vendo sua renda cair pela metade. “Para a vida ter sentido, devemos fazer o que gostamos, com carinho e amor. Abri mão de um emprego que não era na minha área para estar aqui hoje, trabalhando no que realmente gosto e porque me vi no terceiro ano da faculdade sem ainda ter atuado na psicologia. Organizei-me financeiramente em 2017 para fazer essa transição”, explica. Determinação foi fundamental para que ela tomasse esta decisão em busca do seu sonho. E Lucimara não se arrepende. Emocionada, ela conta que em pouco tempo, já aprendeu muito. “Sou extremamente grata a toda equipe do RH, que me deu esta oportunidade. É recompensador ver que já me colocam para auxiliar em seleções e, desta maneira, quando encontro algum novo colaborador, que ajudei a conquistar a vaga, sinto-me realizada.”

A estagiária Lucimara Pavão, aluna da Faculdade de Psicologia


Educação

Sucessos da Funfarme

O segredo é ousar Inteligente e destemida, Mariana Lorijola Coltro é uma profissional cuja trajetória é recheada de mudanças. Ela enfatizou a importância de mudar e de sempre se manter atualizada, especialmente quem trabalha na área da Saúde. Formada em Enfermagem pela Famerp, Mariana escolheu atuar na área Pediátrica, inicialmente. Está no HB há nove anos, período durante o qual participou de treinamento de transplante de medula óssea infantil em hospital de referência em São Paulo, trabalhou no setor de TMO e, desde 2014, é supervisora de Enfermagem do Hemocentro. “Todas essas mudanças geraram ansiedade, receios e medo, mas foram fundamentais para o meu crescimento pessoal e profissional, pois exigem muita dedicação e estudos. Quando os obstáculos surgem, o amor à profissão me dá forças para continuar. Eu amo o que faço.”

Mariana Lorijola Coltro, supervisora de Enfermagem do Hemocentro

Atualmente, Mariana faz parte de várias comissões internas (CIPA, Comitê de Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente, Comissão para Acreditação ONA e Comitê Transfu-

sional) e recentemente concluiu sua 2ª pós-graduação em Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente pelo IEP-HSL (Instituto de Ensino e Pesquisa, do Hospital Sírio Libanês).

“Realmente a Mariana tem facilidade de aprender e atitude de inovar. É muito participativa, comprometida e trabalha bem em equipe. É muito bom poder contar com uma profissional assim. Ela serve de exemplo para quem está chegando agora.” Maria Regina Jabur, superintendente assistencial da Fundação.

Homenagem

Tia Lygia

A anestesista Lygia: exemplo de profissional

Hoje comecei a pensar sobre a “Tia Lygia” porque, talvez, ache que ela ainda não se foi, não partiu, como se fala no WhatsApp, custando a acreditar. A Tia trabalhou no HB como plantonista por vários anos. Nunca a vi reclamando no serviço. Trabalhava sem pedir privilégio por ter mais idade em relação a outros plantonistas.

O único pedido que fez para mim foi para trocar de sala, quando era escalada em cirurgia contaminada, por motivos óbvios. Nunca a vi discutindo no corredor sobre escala, dia de plantão, porte de cirurgia que ia anestesiar. Serve de exemplo para a geração nova de anestesistas. Como grande característica, ela era a anestesista que sabia servir. Só sabia falar: “faço”. Não perguntava nada como “por quê?”, “quando?”, “onde?”. Dentro dessa linha, atendeu a meu pedido duas vezes: fez a anestesia da cesárea para nascimento de minha filha e filho, inclusive, uma foi no feriado. Além de tudo, se ofereceu para trazer o irmão do Molina para Rio Preto de ambulância, como médica transportadora. No que diz respeito à sua família, serviu a seus filhos de maneira incessante, pelo que me consta. Aos filhos, devo lembrar que a grande dificuldade do ser humano é de entender a perda de entes queridos. Sempre achamos

que partiu cedo, que falta algo a mais a ser feito por aqui. Em suma, não entendemos o tempo de Deus em relação ao nosso, não compreendemos que são tempos diferentes. Quando não aceitamos, devemos pensar no passado inicialmente e verificar a atuação dessa pessoa querida aqui na Terra que, no caso, foi de servir ao próximo sem hesitação, missão que foi cumprida com êxito total. Mas certamente a dor da perda não vai passar fácil. Procure então olhar para frente e pense: a Tia foi recrutada para continuar a servir a Deus, provavelmente porque este precisava aumentar a produtividade no céu. Nada melhor do que requisitá-la. Mas, se mesmo assim ficar difícil, pense no que ela gostaria que vocês filhos deveriam fazer e, aqui vale lembrar, não pode ter falha, pois é pedido de mãe e ela não está aqui para cobrar.

Dr. Antônio Carlos Meinberg, anestesita do HB Funfarme Notícias - Janeiro - 2018 15


Recursos Humanos

Inscreva-se! Apenas 30 vagas. Início dia 15 de fevereiro. Este Programa tem como objetivo conhecer e desenvolver novos talentos entre os colaboradores da Fundação. Como você pode ver nos quadros, o primeiro módulo acontece de fevereiro a junho e o segundo, de setembro a dezembro. Informações no Setor de Recursos Humanos.

Critérios de participação: Ser colaborador(a) FUNFARME, no mínimo, há dois anos. Não exercer cargo/função de liderança

Possuir nível superior completo. Não possuir restrições no prontuário nos últimos 12 meses (falta injustificada, advertência e suspensão).

Iniciativa de encher os olhos Em mais uma ação do carinho que recebe da comunidade, a Funfarme foi parceira do projeto “Ver Bem”, que realizou exames oftalmológicos em 465 crianças e adolescentes de famílias em vulnerabilidade social, de Rio Preto. Destas, 115 foram diagnosticadas com miopia e/ou hipermetropia e receberam, gratuitamente, óculos de grau. O projeto “Ver Bem” uma iniciativa da ONG Renovatio, envolveu, além da Funfarme, a Prefeitura de Rio Preto e o HB Saúde. Os óculos foram entregues pelo prefeito Edinho Araujo, a diretora administrativa do Hospital de Base, Amália Tieco, o secretário de saúde, Aldenis Borim e a gerente de Saúde da Família, Paula Sodré, numa cerimônia que lotou o auditório do Senac. “Algumas destas crianças chegam a ter 50% a menos da visão, o que atrapalha e às vezes até atrasa o desenvolvimento destas crianças e o desempenho escolar. Acredito que fazer esta ação vai levá-los a enxergar um mundo novo, cheio de detalhes”, afirmou Amália Tieco, diretora administrativa do Hospital de Base. 16 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

O secretário municipal de Saúde Aldenis Borin, junto com o prefeito Edinho Araújo e a diretora administrativa Amália Tieco entregaram os óculos para 115 crianças e jovens

O clima no auditório do Senac foi de alegria, com pais acompanhando seus filhos, curiosos e esperançosos por uma nova visão


Humanização

Emoção domina confraternização entre profissionais da UTI cardioped e familiares de pacientes Fim de ano é momento de confraternização e, naturalmente, das emoções aflorarem. Não foi diferente no HCM. Familiares de pacientes da UTI Cardio Pediátrica foram convidados a participar de confraternização realizada pelo grupo CorAção, formado por psicólogas, médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos e fisioterapeutas. Para animar a festa, o grupo de voluntárias Só Rindo cantou e dançou, descontraindo o ambiente. Sandra, mãe do pequeno Davi, emocionou-se: “O grupo e todos no HCM foram maravilhosos com meu filho, que teve cardiopatia muito grave. Eles nos deram apoio para vencer nossos medos. Graças a eles, meu filho está bem.”

Sandra (de rosa), mãe do paciente Davi, foi convidada pela equipe médica para contar sua emocionante história, sendo presenteada

Equipe multiprofissional do grupo CorAção, durante a festa de confraternização

Voluntárias do grupo Só Rindo animaram com dança e música pacientes e familiares

Oncologia Pediátrica sorteia bicicleta entre seus pacientes Belos gestos são rotina no HCM – felizmente! Em retribuição ao carinho e atenção que experimentou durante sua permanência no hospital, a ex-paciente Alana Magri Zorzelon doou, pelo terceiro ano consecutivo, uma bicicleta para ser sorteada entre as crianças em tratamento na Oncologia Pediátrica. A bicicleta foi sorteada, dia 8 de janeiro, para o paciente João Emanuel Cordeiro Torres, de 8 anos, que

teve outro ótima notícia no mesmo dia. Recebeu alta hospitalar, após uma semana de tratamento quimioterápico contra a leucemia. “Ao sabermos que ele havia ganhado a bicicleta ficamos muito felizes. Vocês não têm ideia do quanto. Justamente neste Natal, o João havia nos pedido uma bicicleta, mas não podíamos dar. Não tenho como agradecer à Alana”, disse Vera Lúcia Cordeiro Torres, mãe do paciente.

Feliz, João Emanuel exibe a tão sonhada bicicleta Funfarme Notícias - Janeiro - 2018 17


Cultura

Biblioteca

Agradecimentos Reconhecimento à qualidade do profissional da Funfarme

Dicas de livros da “Biblioteca Dr. José Paulo Cipullo”, situada no térreo do HB. Colaboradores, pacientes e acompanhantes podem retirá-los. Informações no ramal 1843.

Os cabeças-deplanilha De Luis Nassif

‘Os cabeças-de-planilha’ revela uma realidade perturbadora - por trás das estruturas, das teorias econômicas e das leis de mercado estão seres humanos com suas qualidades e seus defeitos - obstinação, voluntarismo, vaidade e ganância.

Ascensão e queda do imperio x De Sergio Leo

Em “Ascensão e Queda do Império X”, o jornalista Sergio Leo descreve a impressionante saga das empresas de Eike Batista – todas elas com o “x” presente no nome como símbolo da multiplicação de riqueza, ousadia, criatividade e capacidade de execução. Sua trajetória, no entanto, mostrou-se diferente. Inicialmente um ícone de sucesso no mundo dos negócios, o empresário viu seu conglomerado quebrar e sua fortuna desabar de US$ 30 bilhões para pouco mais de US$ 200 milhões.

Aliança do crime De Dick Lehr e Gerardo O’Neill Inspiração para o filme homônimo estrelado por Johnny Depp, Aliança do crime narra a vida do lendário gângster James “Whitey” Bulger, um dos criminosos mais cruéis e notórios da história dos Estados Unidos.Considerado em certa época o segundo nome na lista de mais procurados do FBI, atrás apenas de Osama bin Laden, James “Whitey” Bulger construiu um impressionante império do crime. 18 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

Minha família agradece imensamente, em nome de meu pai, o atendimento que ele teve desde o momento em que foi atendido na emergência até a alta médica, pela dedicação e carinho com que foi tratado pelos médicos, enfermeiros e demais funcionários do hospital. Em especial, o atendimento da emergência e todos os cuidados que foram essenciais para preservar a vida do meu pai. Quero agradecer também ao neurologista de plantão, juntamente com toda sua equipe, nosso muito obrigado. Nossa família agradece a essa família especial chamada HB! Valdemir Vellani – Rio Preto

Meu pai, Sr. Milton Bocchi, faleceu em dezembro, assim sendo, como filho, me sinto no dever de agradecer o carinho, o respeito pela dignidade humana e o profissionalismo dos vários setores pelos quais passamos nesses anos de luta. Agradecer, em especial, a toda equipe da Oncologia. Deus abençoe a todos. Muitíssimo obrigado! Milton Bocchi – Rio Preto

Agradeço a toda a equipe do Hospital de Base que nos tratou com tanto carinho e competência, em especial, à equipe médica do Dr. Carlos Dario, Dr. Paulo Espada e Dra. Ana Paula. Em geral, a todos que nos atenderam a palavra é GRATIDÃO. A vocês, todo meu respeito e carinho. Que Deus os abençoe e que tenham sucesso! Ana Claudia Calil Rocha (Mãe do paciente Gabriel Calil Rocha) – Rio Preto

Agradeço a todos que, com carinho, cuidaram da minha mãe pelos serviços prestados por todas as equipes e locais por onde ela passou. A dedicação e humanização deste hospital são dignas de serem reconhecidas. Agradeço a todas as equipes de enfermagem por tamanha dedicação, em especial, do 4° e 8° andares. Meus sinceros votos de muita saúde e paz, que continuem agindo com grande dedicação e respeito para com o próximo. São muitos agradecimentos e gostaria de citar o nome de cada um, mas seria necessário um livro e talvez não existam palavras suficientes e significativas que me permitam agradecer todos vocês com justiça e devido merecimento. A ajuda e o apoio prestado foram, para mim, de valor inestimável. Muito obrigada Hospital de Base! Ana Maria Celestino Gonçalves – Rio Preto

Fui encaminhado para o Hospital de Base, onde passei por alguns procedimentos emergenciais. Quero agradecer todos os médicos e enfermeiros que me atenderam, pois, sem este profissionalismo e dedicação, eu não teria resistido. O infarto que sofri foi gravíssimo, minha coronária direita estava 100% obstruída. A equipe que passou o catéter foi incrivelmente profissional e, ao mesmo tempo, humana. Trataram a mim com muito carinho. Posteriormente fui transferido para a UTI UCOR, onde o tratamento de excelência não foi diferente. Graças a estes anjos disfarçados de médicos, enfermeiros e todos os outros envolvidos nesta causa, hoje estou ótimo. Deus abençoe essa maravilhosa instituição e todos profissionais que aqui estão. Carlos Xisto Pio – Rio Preto

Agradeço a todos que auxiliaram minha mãe, Xarlouth, no período em que permaneceu neste hospital. Fico muito grata a todos e que Deus os abençoe. Que a espiritualidade maior tome conta de todos esses médicos. Bênçãos a todos os seus familiares. Regina Celia Cabral – (filha da paciente Xarlouth Gade) – Rio Preto


Espaço ASFF A ASFF preparou para você, associado, uma programação especial. Confira, planeje-se e não fique de fora!

Horário do Clube

Associe-se à ASFF!

Aproveite o sol! Às sextas e sábados, o Clube ASFF fica aberto até as 18 horas. Não perca!

Você, colaborador Funfarme que ainda não é associado! Você pode ter acesso aos convênios da ASFF por meio do Cartão ASFF. Com ele, suas compras ou serviços têm prazo para pagamento (direto na folha) em até 40 dias, desconto e parcelamento na rede conveniada. Além do Cartão ASFF, o associado tem acesso a vários benefícios (veja alguns ao lado) Todo associado ASFF e seus dependentes (cônjuge e filhos, enteados, filhos adotivos até 21 anos) têm acesso ao Clube da ASFF: piscina, campo de futebol e churrasqueira. Procure-nos com um comprovante de residência e fotos.

Sempre o melhor para o Associado! A ASFF busca sempre atender da melhor maneira seus associados. Assim, a equipe da Associação dá amparo nos momentos da chegada de uma nova vida e apoio fraternal na despedida de um ente querido por meio dos vales kit bebê e auxílio funeral. Desta maneira, a ASFF acredita que cuida e faz a diferença na vida de seus associados. Em 2017, a entidade entregou 26 kits bebês e concedeu 20 auxílios funerais.

Vale kit bebê: Associada ou associado cuja esposa esteja gestante, procurar a ASFF e solicitar o vale kit bebê. Um mês antes do parto, é oferecido o vale-compras para complementar o enxoval do bebê. Este benefício não é válido para filhos ou netos.

Auxílio funeral: Em caso de óbito de pai, mãe, cônjuge, filhos ou do próprio associado, é fornecido o “auxílio funeral” (R$175,00 para pais do associado / R$ 350,00 para cônjuge, filhos ou próprio associado). Este benefício é prestado até 30 dias após o óbito, com apresentação da certidão de óbito.

CONVÊNIOS Sapatos Quinta Valentina A Quinta Valentina é uma loja de sapatos que só atende em empresas. Ela estará mensalmente na Feirinha da ASFF. Acompanhe o calendário de visitas junto à ASFF e fique por dentro das novidades e tendências!

Nutricionista Flavia Belucci – Ao associado ASFF, desconte de 50% de desconto para 1 consulta e 1 retorno em 15 dias. O pagamento é feito diretamente à nutricionista. Consultório no bairro São Manoel. Celular 17 98807-8464.

A Polishop é uma rede de lojas com cerca de 700 produtos. Aos associados da ASFF, descontos de 10 a 20%, dependendo da campanha e parcelamento em até 6 vezes no Cartão ASFF. Lembramos que as condições de descontos e parcelamento são aplicadas somente nas feirinhas. Acompanhe os informativos!

Clínica DermKa: Especializada em estética facial e corporal, drenagem linfática pré e pós operatória e laserterapia. Oferece desconto de 10% ao associado e parcela os procedimentos em 3 vezes no Cartão ASFF. Celular 17 99146-2746.

Funfarme Notícias - Janeiro - 2018 19


NHE

FEBRE AMARELA Doença infecciosa febril aguda causada pelo vírus do gênero FlavivÍrus. Possui dois ciclos de transmissão: silvestre e urbano. O macaco é o principal reservatório natural. No ciclo urbano, a transmissão ocorre a partir de vetores urbanos (Aedes aegypti) infectados. Definição de caso suspeito: paciente com febre aguda (de até sete dias), de início súbito, com icterícia, procedente de área de risco para febre amarela ou de locais com ocorrência de epizootias em primatas não-humanos ou isolamento de vírus em vetores, nos últimos 15 dias, sem comprovação de ser vacinado contra febre amarela.

Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (DNC), notificadas no NHE/HB/FUNFARME no período de janeiro a dezembro de 2017.

Situação atual da Funfarme tabela 1 e do Estado de São Paulo, tabela 2 figura 01.

Figura 1. Distribuição dos casos de Febre Amarela autóctones segundo município de infecção. Estado de São Paulo, 2017-2018

Tabela 1. N° de notificações de casos suspeitos e confirmados de Febre Amarela (FA), na FUNFARME, no período de 2013 a 2017.

* 1 óbito com residência em Poço Fundo-MG e LPI em Mairiporã Fonte: Sinan; CVE/CCD/SES-SP Atualizado em 22/01/2018

Tabela 2. Distribuição dos casos notificados de Febre Amarela segundo classificação. - Estado de São Paulo, 2017-2018.

Referências: 1 Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância em saúde. – Febre Amarela. 6. – Brasília: Ministério da Saúde, 2017. 706p. 2 Brasil. Ministério da Saúde.Secretária de Atenção á Saúde. Febre Amarela: Guia para Profissionais de Saúde.Brasília: Ministério da Saúde,2017.67p. 3 Cimerman S. Febre Amarela: Informativo para profissionais de Saúde. Sociedade Brasileira de Infectologia-Associação Médica Brasileira 2017.22p.

VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA É a medida de prevenção e controle mais eficaz. O esquema vacinal consiste em uma dose única a partir dos 9 meses de idade, em residentes ou viajantes de municípios com recomendação da vacina (Organização Mundial de Saúde – OMS, 2016). Em algumas situações, existe risco de reação após a vacinação, sendo necessária avaliação médica criteriosa. Nos casos com reação da vacina, deve-se procurar avaliação médica imediatamente. No Brasil, no período de 2007 a 2012, a incidência de reação relacionada à vacina de febre amarela foi de 0,42 caso por 100 mil doses administradas.

Para os colaboradores da FUNFARME, a vacina está disponível na Sala de Vacina do Ambulatório do HB às terças-feiras, a partir das 7h30 no período da manhã.

Fonte: SINANnet-SINANweb-FIN-FII-NHE/HB/HCM/ FUNFARME - *Dados provisórios, investigações em andamento, levantamento até dia 18/01/2018. - Not. (notificados) Conf.(confirmados) - Dengue e influenza até 18/01/2018

Doenças de Notificação Compulsória! - NOTIFIQUE NHE/FUNFARME - Ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. À noite, nos finais de semana e feriados, no NHE ou no telefone do plantão do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de SP (17) 3227-8814. 20 Funfarme Notícias - Janeiro - 2018

Revista HB - Janeiro 2018  
Revista HB - Janeiro 2018  
Advertisement