Revista Funfarme - Junho 2021

Page 1

Junho/2021 | Ano XVII | nº 230

VOCÊ PROTEGIDO, COMÉRCIO GARANTIDO No início de junho, a Funfarme e a Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp) uniram forças para lançar a campanha para enfatizar sobre a importância da prática das normas exigidas pelos órgãos de saúde no combate ao coronavírus. A ação contou com a presença do secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, além de outros prefeitos e autoridades públicas da região e lideranças da saúde e economia. Leia mais nas páginas 4, 5 e 6

Funfarme Notícias - Junho 2021 1


Editorial

Nosso compromisso vai além da saúde Desde a nossa fundação na década de 1960, nosso principal compromisso foi cuidar e salvar vidas. Ao longo de nossa história, fomos aprimorando estas técnicas até nos transformamos em um dos principais complexos de saúde do país. Ao mesmo tempo em que buscávamos a excelência, a Funfarme também se preocupou com a responsabilidade social e a economia local. Afinal saúde, economia e sociedade estão ligados diretamente. Em meio à pandemia iniciamos uma campanha solidária que diariamente entrega 500 marmitas de sopas a instituições de caridade de Rio Preto. A ideia desta iniciativa partiu dos colaboradores do Complexo e a proposta foi imediatamente apoiada pela diretoria, principalmente pelo momento tão delicado que o mundo enfrenta. E, preocupados com a economia, o Hospital de Base junto com a Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp) lançou neste mês a campanha ‘Você Protegido, Comércio Garantido’. (Leia mais nas páginas 4, 5, 6, 7 e 8). Ao longo da ação serão distribuídas 50 mil máscaras para comerciantes e colaboradores para evitar a propagação da Covid-19. Também serão aplicados cinco mil adesivos e pôsteres em vários pontos com orientações e recomendações de combate ao coronavírus. Ainda como parte da campanha, diretores do HB e Acirp percorreram a avenida Potirendaba no dia 12 de junho, Dia dos Namorados, uma importante data para comércio. Comerciantes foram instruídos sobre cuidados e receberam material didático, além de máscaras N95. Expectativa do Governo Estadual é vacinar toda população adulta até setembro, até lá, é imprescindível a união de todos. Precisamos cuidar daqueles que sofrem com a vulnerabilidade social, amparar o comércio, e conter ao máximo o avanço da terceira onda. Tudo isso de forma simultânea. A pandemia mostrou sua força, mas podemos e vamos vencê-la. Pois juntos somos mais fortes.

Funfarme Nossa Missão Transformar a saúde regional por meio da integração de assistência, ensino e pesquisa.

Nossa Visão Ser reconhecido como complexo hospitalar de assistência, ensino e pesquisa de excelência até 2021.

Nossos Valores - Humanismo - Responsabilidade social e ambiental - Meritocracia - Integridade absoluta

- Inovação - Qualidade e segurança - Respeito

Expediente Informativo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme) Ano XVII / Nº 230 - Junho - 2021 • Presidente dos Conselhos da Funfarme: Dr. Francisco de Assis Cury • Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Jorge Fares • Vice-Diretor Executivo da Funfarme: Dr. Wagner Vicensoto • Diretora Administrativa do HB: Dra. Amália Tieco R. Sabbag • Vice-Diretor Administrativo do HB: Dr. João Fernando Picollo de Oliveira • Diretor Clínico do HB: Dr. Renato Ferreira da Silva • Vice-Diretor Clínico do HB: Dr. Emerson Quintino de Lima

2 Funfarme Notícias - Junho 2021

• Diretora Técnica do HB: Dra. Maria Regina Pereira de Godoy

• Diretora Clínica do HCM: Dra. Ana Luiza A. Silva

• Diretor do Hemocentro: Dr. Octávio Ricci Junior

• Diretora Técnica do HCM: Dra. Fernanda Del Campo Braojos Braga

• Diretora Técnica do Hemocentro: Dra. Andreia Aparecida G. Guimarães

• Vice-Diretor Técnico do HCM: Dr. Gustavo Henrique de Oliveira

• Diretor do Ambulatório: Dr. Carlos Eduardo Miguel

Produção Editorial: Intermídia Comunicação Empresarial

• Diretora do Lucy Montoro: Dra. Regina Chueire

Telefone: 17 3011-5435

• Diretor Técnico do Instituto do Câncer: Dr. Carlos Eduardo Miguel

Jornalistas: Fernanda Martinazzi, Alex Pelicer e Alexandre Souza

• Diretora Administrativa do HCM: Dr. Antônio Soares Souza • Vice-Diretora Administrativa do HCM: Dra. Maria Lúcia Luiz Barcelos Veloso

Jornalista responsável: MTB 24.527

Diagramação: Intermídia Comunicação Empresarial


Relações Institucionais

Deputado Federal Eduardo Bolsonaro junto a diretoria do Complexo Funfarme

Deputado federal Eduardo Bolsonaro visita Funfarme O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) visitou o Hospital de Base de Rio Preto (HB), no dia 28 de maio, para conhecer o maior complexo de saúde do interior de São Paulo. O parlamentar reuniu-se com os diretores da Funfarme, representados pelo diretor executivo do HB, Dr. Jorge Fares, pela diretora administrativa, Dra. Amalia Tieco, pelo vice diretor executivo da Funfarme, Dr. Wagner Vicensoto

e com o superintendente financeiro da Fundação, Robson Pádua, além dos responsáveis pelas relações institucionais da Funfarme Jurandyr Bueno e Sérgio Brogna. Além de Eduardo Bolsonaro, estiveram presentes o deputado Gil Diniz (sem partido) e os vereadores Sonaira Fernandes (Republicanos da Câmara de São Paulo) e Paulo Eduardo Lopes (PRTB de São Bernardo do Campo).

Os gestores hospitalares apresentaram aos parlamentares os investimentos que consolidam o HB como o 2º maior Hospital-Escola do Brasil. E também apresentaram os projetos futuros de ampliação, melhorias em infraestrutura e aquisição de novas tecnologias, alguns deles já em etapas avançadas junto ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Governo da Presidência da República.

Complexo recebe visita do deputado federal General Peternelli O deputado federal General Peternelli (PSL-SP) visitou o Hospital de Base, no dia 11 de junho. O parlamentar foi recebido pelos diretores do hospital em um café da manhã, onde debateram sobre a atual situação da saúde em Rio Preto e região, além dos desafios enfrentados pelo SUS. O deputado também conheceu as instalações do Centro Integrado de Pesquisa (CIP) do HB, um dos maiores e mais bem estruturados da América Latina, que conduz estudos clínicos e pesquisas básicas, nacionais e internacionais, nas mais diversas especialidades.

O Deputado Federal General Peternelli conheceu as instalações do CIP Funfarme Notícias - Junho 2021 3


Ação ‘Você protegido, Comércio garantido’

HB e Acirp lançam campanha com apoio de entidades de classe para conscientizar população e empresários no combate ao coronavírus A Funfarme e a Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp), por meio de seu Núcleo de Profissionais de Saúde, uniram forças para lançar a campanha “Você protegido, Comércio garantido” para enfatizar sobre a importância da prática das normas exigidas pelos órgãos de saúde no combate ao coronavírus, a fim de conter a pandemia em toda a cidade e, também, na região. A ação foi lançada no dia 8 de junho em evento, no Centro de Convenções da Funfarme/Famerp, que contou com a presença do secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, o presidente da Assembleia Legislativa, Carlão Pignatari, o prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo, além de outros prefeitos e autoridades públicas da região e lideranças da saúde e economia. Com um discurso incisivo, Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme, deu o tom de gravidade que justifica a campanha. “Nossa região contabiliza 24 mortes por 100 mil habitantes, bem acima da média do Estado, de 15 óbitos por 100 mil moradores. Temos muitos leitos, mas do que adianta se eles não são suficientes porque boa parte da população age como se a pandemia já fosse passado. Precisamos nos unir! Não é hora de confrontos ideológicos”, declarou o diretor da Funfarme. Assim seguiram os discursos das

A ação foi lançada em evento no Centro de Convenções da Funfarme/Famerp

autoridades e diretores da Funfarme/ Famerp e da Acirp, baseados em duas premissas: a união e a participação de todos os agentes da sociedade para conscientizar e mobilizar a população contra a pandemia – objetivo da campanha - e a repressão às festas e eventos que promovem aglomeração. Também aderiram à campanha Apas, Apeti, Assescrip, Ciesp, Praça Shopping, Rio Preto Shopping, Rotary Clube São José do Rio Preto, Palácio das Águas, Sincomércio, Sindifort – SJRP,

Dra. Amália Tieco destacou a importância da informação e orientação segura no período da pandemia 4 Funfarme Notícias - Junho 2021

Sindipan, Sinduscon, Sinhores e Sociedade de Medicina e Cirurgia de Rio Preto (regional da Associação Paulista de Medicina). “A campanha possui um cronograma de ações que englobam divulgação, orientação, palestras, suporte e, principalmente, a cultura da autorresponsabilidade na vitória contra a pandemia. Para o projeto ganhar mais força e expressividade, o Hospital de Base criou uma logomarca em prol da campanha que será colocada em outdoors, mídias sociais, sites, e outros canais de informação”, comenta a diretora do Núcleo, Cecília Negrini. A Funfarme participa de várias formas na campanha, como com a disponibilização de 50.000 máscaras que recebeu de empresas e estabelecimentos comerciais da região. Estas máscaras serão destinadas às organizações empresariais e do comércio para que estas doem a seus colaboradores. Também serão aplicados 5.000 adesivos e pôsteres em estabelecimento comerciais; além de abordagem ativa em pontos estratégicos pela equipe da campanha – com atividades junto aos empresários e, também, nos semáforos da cidade. Vídeos serão produzidos com os profissionais de saúde do Hospital de Base dando orientações sobre as medidas de proteção contra o coronavírus


Ação ‘Você protegido, Comércio garantido’ como a importância do uso da máscara e do álcool em gel e evitar aglomerações. Os vídeos serão divulgados em diversos locais para sensibilizar toda a sociedade. Serão exibidos nas aulas on-line dos colégios e faculdades para atingir crianças, jovens e adolescentes. A Acirp e o HB dedicaram atenção especial aos trabalhadores do comércio e demais setores da economia. Também serão divulgados vídeos com orientações específicas para funcionários das empresas e comércios em geral, a autoridades locais e entidades parceiras direcionado aos associados. Em paralelo, representantes dos órgãos de entidades de classe parceiras se comprometeram a orientar os associados para o cumprimento das normas, inclusive promovendo reuniões com empresários, principalmente aqueles do setor de bares e restaurantes, um dos mais afetados desde o início da pandemia, para que todos os protocolos sejam realizados à risca nos locais de trabalho, garantindo segurança para todos. O diretor geral da Famerp, Prof. Dr. Francisco de Assis Cury, abriu o evento ressaltando a importância da campanha diante do esgotamento do sistema de saúde. “A ocupação de leitos de UTI no HB gira em torno de 95%, e não reduz há muito tempo”. O presidente da Acirp, Kelvin Kaiser, explica que esta é uma iniciativa de extrema relevância para toda a população em relação também à autorresponsabilidade. “Saúde e economia se alinham nesta ação importante que objetiva a retomada segura da economia em todo o município de Rio Preto e na região. As pessoas precisam entender que a

Secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn discursa durante o início da campanha

Covid-19 é uma doença do coletivo, ou seja, se você não se cuidar também pode colocar o seu próximo em risco. É preciso que todos se conscientizem quanto ao uso correto da máscara, álcool em gel e distanciamento social. Se toda a sociedade tiver consciência e cumprir corretamente todas as normas exigidas pelos órgãos de saúde, todos nós ficaremos protegidos e o comércio continuará aberto, exercendo suas atividades, gerando emprego e renda. A consciência de cada um e os cuidados sanitários é que vão alavancar a retomada”. Diante da ameaça da terceira onda da pandemia, a diretora administrativa do Hospital de Base, Dra. Amália Tieco, afirma ser fundamental a parceria com a Acirp para deter o avanço da Covid-19. “Vamos participar com o que temos de

melhor, ou seja, informação e orientação segura, de qualidade e com responsabilidade. Além disso, contribuiremos com a mobilização de nossos mais de 8 mil funcionários, uma poderosa força multiplicadora que vai participar e divulgar a campanha”, declara Dra. Amália. Como o segundo maior complexo hospitalar do Brasil, formado pelo Hospital de Base de Rio Preto, juntamente com o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), a Funfarme também é um dos principais centros de atendimento e tratamento da Covid-19 no Estado de São Paulo. Nestes 15 meses de pandemia, o HB e o HCM já atenderam quase 5.700 pessoas já foram internadas na instituição. O Hospital de Base possui a segunda maior UTI de Covid do Brasil, com 183 leitos.

Todas as medidas de segurança foram tomadas para realização da cerimônia Funfarme Notícias - Junho 2021 5


Ação ‘Você protegido, Comércio garantido’

O presidente da Acirp, Kelvin Kaiser, e a diretora administrativa do HB, Dra. Amália Tieco, durante a distribuição dos kits no comércio

Campanha de conscientização para população contra o coronavírus é realizada em comércio de rua Na manhã do dia 12 junho, Dia dos Namorados, uma importante data para o comércio, diretores do Hospital de Base e da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp) distribuíram máscaras de proteção, cartazes e adesivos da campanha ‘Você Protegido, Comércio Garantido’ ao longo da avenida Potirendaba. A diretora administrativa do HB, Dra. Amália Tieco, destacou a importância da ação voltada para o comércio. “O foco da nossa ação é exatamente cuidar dos comerciantes e colaboradores, pois são pessoas que têm contato com muitos clientes. Por isso é fundamental a orientação, principalmente neste momento crítico. Também estamos distribuindo as máscaras N95, que são as mais corretas para este momento da pandemia”, explica. O comerciante Leonardo Asseituno, recebeu um dos kits e destacou que a ação vem em uma boa hora. “Estamos próximos da terceira onda e mesmo com hospitais lotados, a sensação é que algumas pessoas ainda não entenderam a gravidade da pandemia. Esta parceria do HB com a Acirp além de alertar, também conscientiza a população e protege os comerciantes”, afirma. Para o presidente da Acirp, Kelvin Kaiser, a iniciativa é de extrema relevância para retomada da economia. “Saúde e economia estão juntas e devem estar unidas para combater este vírus. Esta é uma ação que muda paradigmas, que conscientiza os comerciantes e alerta a população para dobrar os cuidados. É importante destacar que os comércios na sua grande maioria já segue a risca os protocolos de segurança e comerciantes 6 Funfarme Notícias - Junho 2021

A diretora administrativa do HB, Dra. Amália Tieco, fixa cartaz em estabelecimento com dicas e orientações de como combater a Covid-19

A diretora administrativa do HB, Dra. Amália Tieco, fixa cartaz em estabelecimento com dicas e orientações de como combater a Covid-19

mostram indignação com aqueles que não usam máscara. Vamos juntos passar por esta crise, contato com apoio de toda sociedade”, afirma. A comerciante Érica Lois também aprovou a iniciativa. “A ação representa

um cuidado a mais com o comerciante e, automaticamente, nos beneficia de outra maneira, pois passa mais credibilidade ao cliente. Pois, ao entrar no comércio, ele verá cartazes de orientação e conscientização de combate ao Covid-19”, diz.


Projeto Piloto

Prefeito Evandro Mura, Dra. Amália Tieco, diretora do HB, lideranças da Funfarme e do município durante a assinatura do termo de parceria.

HB terá unidade de telemedicina em Santa Fé do Sul para consultas via internet O Hospital de Base e a Prefeitura de Santa Fé do Sul apresentaram, em 23 de junho, projeto piloto que poderá ter enorme impacto na saúde da região Noroeste do Estado e servir de modelo para o Brasil. A parceria entre hospital e prefeitura resulta na instalação de um posto avançado de telemedicina que vai permitir aos moradores do município terem consultas

de acompanhamento com os médicos do HB através de vídeo. “Este projeto vai facilitar ainda mais o acesso dos moradores de Santa Fé do Sul aos nossos médicos, sobretudo neste momento de pandemia. Temos certeza de que ele dará certo e iremos replicar em outras cidades de nossa região”, declarou Dra. Amália Tieco, diretora administrativa do Hospital de

Base. O prefeito Evandro Mura compartilha da mesma visão de Dra. Amália. “O posto irá auxiliar ainda mais a população diante da dificuldade de se deslocar para Rio Preto durante a pandemia. Temos a internet e tecnologia que possibilitam conectar pacientes, médicos e instituições de saúde com segurança, então devemos usá-las”, disse Mura.

Veja como funcionará o posto O posto de telemedicina será instalado no segundo semestre deste ano, possibilitando que o morador, com agendamento prévio, tenha consulta de acompanhamento com o médico através do computador dotado de câmera de vídeo. “Importante frisar que a primeira consulta continuará sendo presencial, no hospital, as posteriores, de acompanhamento, é que serão na modalidade telemedicina”, explica Fernando Batista, gerente administrativo da Funfarme. “Claro que, sempre que o médico avaliar ser necessária a consulta presencial, ele orientará o paciente para agendá-la. A prioridade sempre é oferecer o atendimento mais seguro e de melhor resolutividade”, completa o diretor do Ambulatório. Com este posto, os moradores não precisarão percorrer os 400 quilômetros (ida e volta) entre Santa Fé do Sul e Rio Preto que, somados à espera no ambulatório e consulta, demandam um dia inteiro. “Iremos oferecer a mesma assistência médica, proporcionando conforto e qua-

lidade para estes milhares de pacientes”, afirma Dra. Amália. No posto avançado, os moradores contarão com profissionais da área administrativa e técnicos de enfermagem do Hospital de Base e a infraestrutura necessária, como salas dotadas de computadores com câmeras. “Os técnicos de enfermagem darão toda assistência e auxiliarão o paciente até o momento de iniciar a consulta, que ocorrerá com toda a privacidade”, explica Fernando. A prefeitura cederá o espaço físico e o HB viabilizará o projeto através de seus profissionais e da tecnologia que permite a consulta online. Dra. Amália Tieco faz questão de ressaltar que o atendimento é permitido por lei e todas as atividades do posto de telemedicina funcionarão de acordo com as normas estabelecidas pelas autoridades de saúde e dos conselhos de classe dos profissionais que atuarão no local. As lideranças do Hospital de Base estão muito confiantes no sucesso do pro-

jeto. Confiança baseada na experiência que o Ambulatório adquiriu nestes últimos dois anos em que passou a utilizar a telemedicina para atender a população. O ineditismo desta parceira está no fato de ser o primeiro posto instalado numa cidade da região Noroeste do Estado de São Paulo.

7.500

consultas de moradores de Santa Fé do Sul são agendadas, em média, por ano, no Ambulatório do HB. Destas, em

1.200

consultas o paciente não comparece, ou seja, 16% do total dos agendamentos no ano. Funfarme Notícias - Junho 2021 7


CIP

Estudo com 119 pacientes voluntários do HB comprova que remédio reduz em 37% risco de morte por Covid-19 O Hospital de Base foi um dos 15 centros médicos, que participou do estudo do medicamento tofacitinibe, que reduz em 37% o risco de morte em pacientes hospitalizados em decorrência da Covid-19. O Centro Integrado de Pesquisa (CIP) foi a instituição com mais voluntários, 119, o que representa 41% dos 289 pacientes adultos internados nos 15 centros médicos brasileiros. O estudo foi coordenado pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa, vinculado ao Hospital Israelita Albert Einstein, em parceria com a Pfizer, farmacêutica que produz o tofacitinibe. Os resultados mostraram menor incidência de mortes ou falência respiratória por causa da Covid-19 entre pacientes que receberam o fármaco (18.1%) em comparação aos que receberam o placebo (29.0%). O estudo também monitorou os participantes pelo período de 28 dias e administrou o tofacitinibe por via oral. A cardiologista Lilia Nigro Maia, diretora do CIP do HB explica que o sistema imune é ativado ao entrar em contato com o vírus. Só que, em alguns pacientes, essa ativação vai além da conta, provocando uma “tempestade inflamatória”. “O tofacitinibe age modulando o sistema imunológico para prevenir que haja esta ‘tempestade’. Se usado no momento apropriado,

A cardiologista Lilia Nigro Maia, diretora do CIP, fala sobre a importância do uso do medicamento tofacitinibe

ele evita a lesão do pulmão, mas principalmente a falência respiratória (quando há necessidade de ventilação mecânica) e mortes”, destaca Dra. Lilia. O remédio foi usado nos três primeiros dias após a internação dos pacientes. Todos os participantes haviam recebido o diagnóstico de infecção pela Covid-19 por meio do RT-PCR, e a maioria apresentava pneumonia em decorrência do coronavírus. Todos os testes foram conciliados com corticoides, não interferindo no tratamento padrão já adotado pelos hospitais em

combate ao vírus. De acordo com o estudo, os eventos adversos observados naqueles que receberam o tofacitinibe foram similares aos dos pacientes que tomaram placebo, fazendo com que o seu uso seja considerado seguro pelos pesquisadores. “Não é cura, mas 37% de redução no contexto que a gente está é muito importante. É um paciente que sai mais cedo do hospital, uma família que não perde um ente, é um leito de UTI desocupado, um paciente que pode ser desenvolvido para a sociedade recuperado”, conclui a diretora do CIP do HB.

HB participará de estudos de droga antiviral experimental em fase 3 contra Covid O Hospital de Base também participará dos testes da fase 3 do antiviral molnupiravir. A droga experimental possui mecanismo de ação contra a fase de replicação viral da Covid-19. O CIP será um dos sete centros de pesquisas do país que participará do estudo. O estudo MOVe-Out avaliará o uso de 800 mg do molnupiravir, na forma de comprimidos orais, duas vezes ao dia, por cinco dias. Segundo a farmacêutica, a dosagem e forma de administração foram determinadas na fase anterior de pesquisa clínica e apresentaram bons resultados na ação antiviral em pacientes não hospitalizados com Covid, e com sintomas iniciais. “As análises da fase 2 demonstraram que participantes não hospitalizados que tomaram o medicamento tiveram menor chance de serem hospitalizados 8 Funfarme Notícias - Junho 2021

quando foi administrado molnupiravir em comparação a quem recebeu o placebo. O medicamento antiviral oral atua impedindo a replicação do vírus e tem potencial de ação em diversos vírus RNA, incluindo o SARS-CoV-2. Esperamos que num futuro muito próximo este medicamento se prove como um grande aliado no tratamento da Covid-19 e no combate à pandemia”, afirma Dra. Suzana Lobo, responsável pelo Serviço de Medicina Intensiva do HB. O mecanismo de ação do antiviral foi descoberto por pesquisadores da Universidade de Emory, em Atlanta, Georgia (EUA) e o desenvolvimento do medicamento ficou a cargo da empresa de biotecnologia Ridgeback Biotherapeutics, sediada em Miami, em parceria com a MSD.

Dra. Suzana Lobo está à frente do estudo do antiviral molnupiravir


CIP

CIP participará de testes clínicos de nova vacina contra a gripe desenvolvida pelo Butantan O Centro Integrado de Pesquisa (CIP) do Hospital de Base participa dos estudos clínicos em humanos de uma nova vacina tetravalente contra a gripe desenvolvida pelo Instituto Butantan. O imunizante inclui quatro cepas do vírus Influenza, sendo duas cepas A (H3N2 e H1N1) e outras duas cepas B (B Victoria e B Yamagata). O objetivo dos ensaios clínicos será avaliar a imunogenicidade e a segurança do imunizante. A pesquisa incluirá crianças de 3 a 8 anos, crianças e adolescentes de 9 a 17 anos, adultos de 18 a 59 anos e idosos de 60 anos ou mais. Os interessados em participar dos ensaios clínicos poderão acessar o site do HB. “Este estudo é muito importante, pois poderá trazer uma nova vacina para o Sistema Único de Saúde (SUS). O intuito é empregar esta vacina tetravalente nas campanhas futuras de imunização contra a influenza. E mostra mais uma vez o reconhecimento, a expertise do Hospital de Base para fazer ensaios de validação da vacina. Além deste estudo de influenza, novos estudos serão conduzidos pelo CIP no futuro com vacinas contra Covid, Chikungunya e vírus sincicial respiratório”, o virologista Dr. Maurício Nogueira. Atualmente o Butantan fornece ao

O virologista Dr. Maurício Nogueira destaca que a participação do CIP na pesquisa é devido ao reconhecimento e capacidade da instituição

Ministério da Saúde uma vacina trivalente para uso na rede pública de saúde, que protege contra três tipos do vírus Influenza, sendo dois da cepa A e um da B. O novo imunizante desenvolvido no instituto inclui mais uma cepa do tipo B. Neste ano o Butantan vai entregar ao governo federal cerca de 80 milhões de doses para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Por incluir mais uma cepa do vírus, acredita-se que ela ampliará a imuniza-

ção contra os vírus influenza B e a proteção, especialmente em populações consideradas de risco para o agravamento da doença, como crianças, adolescentes, idosos e gestantes, por exemplo. O estudo contará com cerca de 6,5 mil participantes em onze centros de pesquisa do Brasil. Além de Rio Preto, participarão dos estudos as cidades de Ribeirão Preto, São Paulo, Serrana, São Caetano do Sul, Belo Horizonte, Porto Alegre, Pelotas, Fortaleza, Recife e Laranjeiras.

Seja um voluntário, clique aqui!

A equipe do Centro Integrado de Pesquisa (CIP) entrará em contato, por telefone, para agendamento dos voluntários. Não poderão participar do estudo pessoas com hipersensibilidade (alergia) às proteínas do ovo ou frango ou qualquer um dos constituintes da vacina; mulheres grávidas e portadores de doenças crônicas descompensadas.

Hospital de Base participa de estudo de vacina contra Covid-19 O Centro Integrado de Pesquisa (CIP) do HB, participa do desenvolvimento clínico de uma nova vacina contra a Covid-19. Voluntários foram convidados para participar dos testes com o imunizante produzido pela biofarmacêutica canadense Medicago em parceria com o laboratório inglês e GlaxoSmithKline (GSK). O novo imunizante candidato a registro junto às agências de regulações internacionais se diferencia das demais

vacinas disponíveis no mercado por utilizar plantas como principal matéria-prima. A Medicago usa plantas da espécie Nicotiana benthamiana, uma parente do tabaco. Essa técnica já é usada com sucesso em vários países em vacinas contra a gripe. “É um estudo de segurança e efetividade para avaliarmos os efeitos colaterais e efeito da vacina. Estudo está programado para durar um ano e, neste período, vamos acompanhar os voluntá-

rios. Em determinado momento acontecerá o crossover. Isto quer dizer que em determinado momento quem tomou vacina, tomará placebo e quem tomou placebo receberá a vacina”, o virologista Dr. Maurício Nogueira. Este é o quinto estudo de vacina contra a Covid-19 testada no Brasil. Os ensaios anteriores foram com os imunizantes dos laboratórios Sinovac, AstraZeneca, Pfizer/BioNTech e Janssen (Johnson & Johnson).

Funfarme Notícias - Junho 2021 9


Cardiopatia Congênita

Em 12 de junho, no dia das doenças do coração da criança, especialistas da CardioPedBrasil do HCM reforçam que o diagnóstico ajuda a salvar vidas Uma em cada cem crianças do Brasil nasce com um problema no coração, de acordo com o Ministério da Saúde. Devido a este e outros dados alarmantes, o dia 12 de junho foi escolhido para chamar a atenção da população, do poder público e da Saúde para os cuidados com a cardiopatia congênita, doença que se forma no coração do bebê, antes mesmo do nascimento. Somente nos últimos 3 anos, a CardioPedBrasil do HCM atendeu 10.637 crianças, fez 1.271 cirurgias, realizou 14.514 ecocardiogramas e 320 cateterismos (sendo 148 procedimentos), tratando crianças de todos os estados do país e até de nações vizinhas, como Venezuela e Colômbia. Na semana da conscientização, foi realizada uma live pelo Instagram, para tirar dúvidas e conversar mais sobre o assunto. A equipe da CardioPedBrasil promoveu também diversos posts nas redes sociais com orientações e informações. O chefe da CardioPedBrasil do HCM, Prof. Dr. Ulisses Alexandre Croti ressalta a importância do diagnóstico

As equipes médicas, assistenciais e multiprofissionais da CardioPed Brasil mantêm estritas rotinas de acompanhamento do paciente

precoce para o início do tratamento imediato e mais adequado. “É muito importante pra chamar atenção das grávidas e de toda a população para a importância de realizar um ecocardiograma fetal, um exame do coração da criança, após a 20ª semana de gestação. É por meio dele que é evidenciada qualquer anomalia. Outro ponto

importante a salientar, é que quando a gestante for ganhar seu filho, que seja no mesmo hospital em que ele será tratado do coração, recebendo assim, todas as orientações necessárias para o cuidado com este bebê. O útero é o melhor e mais seguro transporte para uma criança gerada com problema no coração”, salientou o Prof. Dr. Croti.

Teste do coraçãozinho É um exame que deve ser feito entre 24h e 48h após o parto (para os bebês que nasceram com mais de 34 semanas). “É assegurado na lei e vale para toda criança nascida no Brasil. O teste é indolor. Consiste em colocar um aparelho chamado oxímetro na mão direita do bebê e outro no pé esquerdo. O equipamento mede a quantidade de oxigênio no sistema circulatório. Comparando os valores, sabemos

se há algum problema grave no coração da criança. Com o diagnóstico precoce, é possível dar o encaminhamento para o melhor tratamento e, assim, salvar muitas vidas!”, pontua Prof. Dr. Ulisses Croti. A coordenadora da enfermagem do Serviço no HCM, enfermeira Bruna Cury, ressalta para os pais quais sinais e fatores de risco devem se atentar. “Se a criança apresentar lábios, dedos

Milagre Vitório Silva Lemos é um milagre na vida de Priscila Silva e Eduardo Lemos. Com 12 semanas de gestação, cerca de 3 meses, os pais descobriram uma malformação na parede do abdômen do filho. Após exames e a confirmação do problema, a equipe médica desconfiou que Vitório também poderia ter algum tipo de cardiopatia. Com 22 semanas de gravidez, as suspeitas se confirmaram. Moradora de Uberlândia, Priscila se preparou para o nascimento do filho, no HCM. “Por indicação dos médicos, decidimos que nosso filho teria de nascer 10 Funfarme Notícias - Junho 2021

no mesmo hospital onde receberia os tratamentos. Assim que nasceu, ele ficou quase 2 meses na UTI. Foram várias cirurgias na barriguinha e no coração. Por isso, a importância de diagnóstico precoce e de equipes especializadas para cuidar de crianças cardiopatas. Ele é nosso milagre”, afirmou a mãe.

Priscila Silva e Eduardo Lemos com o filho Vitório Silva Lemos; Bebê é um ‘milagre’ segundo o casal

dos pés e/ou das mãos roxos, dificuldade de mamar e cansaço constantes é um alerta. Além disso, algumas síndromes genéticas (por exemplo Down), o uso de alguns medicamentos, histórico familiar próximo (pai, mãe e/ou irmãos) e problemas como diabetes gestacional, podem aumentar o risco de desenvolvimento de cardiopatias congênitas”, pontua Bruna.


Conscientização

Especialista da Funfarme alerta para o agravamento da saúde de jovens originados da obesidade infantil O dia 3 de junho chama atenção da população para a Conscientização da Obesidade Infantil. A data foi estipulada principalmente por causa de uma explosão de novos casos no Brasil, entre crianças de 5 a 9 anos, nos últimos 30 anos. De acordo com um comparativo feito entre a Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição (PNSN) de 1989 e a Pesquisa de Orçamentos Familiares feita entre 20082009, a frequência de sobrepeso nesta faixa etária aumentou, aproximadamente, de 9% para 33%, ou seja, os casos praticamente quadruplicaram. O médico endocrinologista pediátrico do Ambulatório, Dr. Sebastião Camargo Schmidt Neto, o estilo de vida com o aumento do tempo das crianças diante das telas, por exemplo, e o próprio isolamento da pandemia, levou as crianças a comerem mais e praticar menos atividades físicas. “Existem duas modalidades de atividades que as crianças costumam praticar, as programadas e as não-programadas. Isto quer dizer, natação, futebol, artes marciais, balé, entre outras, são aquelas que têm dia e hora para acontecer. Já as não-programadas, correspondem àquelas brincadeiras de rua, pega-pega, esconde-esconde, amarelinha, pega-bandeira e etc. Ambas as práticas decaíram muito ao longo dos anos, pois foram substituídas por videogames, ta-

O que fazer? Para evitar este tipo de problema ou combatê-lo, o médico sugere uma união entre todos os familiares para uma mudança de hábitos. “Não existem culpados. É importante criar este ambiente harmonioso, em que todos tenham o mesmo objetivo. O primeiro passo é identificar o problema e neste momento o médico pode te ajudar. Além disso, mudar hábitos alimentares e incentivar atividades físicas podem ajudar a diminuir o sobrepeso, evitando possíveis problemas de saúde”, aconselha o médico.

blets e celulares, as famílias se isolaram mais por insegurança nas ruas e assim por diante”, explica o endocrinologista. Outro problema relatado pelo especialista é a mudança de estilo de vida e alimentação ultraprocessada. “O ritmo das famílias mudou e, com isso, a forma como pais e filhos relacionam-se com a comida e com as atividades diárias tam-

bém. Tudo tornou-se muito rápido para dar tempo de cumprir com as agendas e etc. Para a medicina e a saúde pública, a obesidade infantil e todos estes fatores podem sobrecarregar o sistema de saúde em duas décadas, já que as crianças de hoje, provavelmente, desenvolverão muitas comorbidades”, ressalta Dr. Sebastião Schmidt Neto.

Números da obesidade infantil no Ambulatório Entre os anos de 2018 e 2020:

539

pacientes atendidos

1.059

atendimentos Pacientes com idade entre 0 e 16 anos, para obesidade infantil, entre 2018 e 2020.

“Atendemos menos em anos de pandemia para assegurarmos as medidas de proteção contra o coronavírus. Nosso maior receio tem sido justamente esta crise sanitária mundial, já que o isolamento reforçou ainda mais o sedentarismo. O quanto antes começarem as mudanças no estilo de vida, melhor será. Assim, não pagaremos para ver” Dr. Sebastião Schmidt Neto, endocrinologista pediátrico.

Funfarme Notícias - Junho 2021 11


Hemocentro

No Dia Mundial do Doador de Sangue, Hemocentro recebeu doadores em clima de Festa Junina No dia 14 de junho foi celebrado o Dia Mundial do Doador. Por isso, visando incentivar a doação de sangue e o cadastro de novos doadores de medula óssea, o Hemocentro de Rio Preto recebeu os doadores de forma diferente, em clima de Festa Junina. Entre os dias 14 a 19 de junho, a instituição ofereceu lanches especiais após doação como cachorro-quente, pão de queijo, bolo, doces e pipoca. Além disso, as recepcionistas do Hemocentro estiveram vestidas a caráter, a recepção e a sala de coleta receberam decoração especial. Tudo isso, para agradecer a solidariedade de cada doador. Bárbara Cabrera, enfermeira coordenadora do setor de Captação de doadores do Hemocentro, conta que as doações caem drasticamente durante o mês de junho. “Nós procuramos fazer uma semana diferente para atrair novos doadores, oferecendo lanches e comidas típicas de Festa Junina. É muito importante a doação de cada um, porque com uma única doação, é possível salvar até quatro vidas. Além disso, a data serve de reforço para que pessoas e grupos desenvolvam o hábito da doação, para que possamos manter nossos estoques em bons níveis e abastecidos”, afirmou Bárbara. Atualmente a instituição recebe, em média, 50 doadores por dia. Para manter

Equipe do Hemocentro durante a ação realizada no mês de junho

o estoque em níveis considerados ideal são necessárias 100 doações por dia. É importante destacar que o Hemocentro é responsável pelo abastecimento de 39 instituições de saúde de Rio Preto e região. Nestas unidades são realizadas em médica 6.500 transfusões por mês. O Dia Mundial do Doador de Sangue (World Blood Donor Day) é comemorado em 14 de junho. O evento foi

Pratos típicos das festas juninas foram oferecidos aos doadores

12 Funfarme Notícias - Junho 2021

organizado pela primeira vez em 2005, por uma iniciativa conjunta da Organização Mundial da Saúde, da Federação Internacional da Cruz Vermelha e das Sociedades do Crescente Vermelho para aumentar a conscientização sobre a necessidade de sangue e seus hemocomponentes e para agradecer aos doadores de sangue pelo dom de salvar vidas.

A sala de espera também recebeu decoração especial durante a campanha


Conscientização

Fisioterapeutas do HB inovam em técnicas que auxiliam no tratamento de pacientes com Covid-19 O Serviço de Fisioterapia da Instituição está engajado na reabilitação dos pacientes internados, principalmente frente ao aumento no número de pacientes crônicos em UTI devido à pandemia da Covid-19. Por conta da criticidade e necessidade de utilização de medicações como sedativos e bloqueadores neuromusculares, associado ao imobilismo, potencializam-se as perdas funcionais. Por isso, os profissionais da fisioterapia se mobilizaram para fazer uso de dispositivos que auxiliam nesse processo de recuperação. Com a ajuda da Engenharia foi possível produzir alguns deles como barras paralelas, possibilitando ao paciente caminhar em UTI, a construção do DASBEL (Dispositivo Auxiliar de Sedestação Beira Leito) que é um apoio para que o paciente consiga sentar à beira leito, além de eletroestimulação muscular com equipamento moderno e a utilização do Laser na recuperação das lesões de tecido, equipamentos recém-adquirido pelo HB. Em conjunto com os novos aparelhos, os profissionais também fazem uso do tratamento convencional com bola, halteres, faixa elástica, andador, cicloergômetro e prancha ortostática. Para a chefe do serviço de Fisiote-

rapia do HB, Juliana Rodrigues Correia Mello, a perda de massa muscular dos pacientes é um fator crítico e de alerta no tratamento de pacientes pós-Covid. “A recuperação destes pacientes necessita de um trabalho, que se inicia já em uma fase em que aparecem os primeiros sintomas da doença, de forma precoce, e os profissionais atuam para prevenir e minimizar os efeitos deletérios do imobilismo por meio de técnicas, intervindo até a alta hospitalar. Depois disso, é necessária reabilitação físico funcional, na maioria das vezes, com necessidade da continuidade na fase domiciliar”, afirmou Juliana.

A fisioterapeuta ressalta ainda que essa perda de massa muscular pode prejudicar a realização de tarefas básicas do dia a dia. “A perda funcional promove incapacidades e até deformidades articulares, além de comprometimento da função respiratória pela fraqueza da musculatura,

fazendo com que o paciente mesmo em uma fase tardia da doença, tenha dificuldades e necessite de ajuda para executar tarefas cotidianas básicas ou mais complexas necessárias para a vida independente na comunidade e tarefas relacionadas à mobilidade”, completou Juliana. Funfarme Notícias - Junho 2021 13


Humanização

Equipe do HB promove encontro de pai e filha após 60 dias de internação A equipe multidisciplinar da UTI do 7° andar realizou um encontro muito especial no dia 17 junho no Hospital de Base. O paciente Victor Hugo Teixeira Moutinho passou por um transplante de pulmão e deixou de ver a filha Emanuelly, de oito meses. Tomando todas as medidas de segurança, sem que o pai soubesse, profissionais do setor promoveram o emocionante reencontro. Após 60 dias, Victor pôde segurar a filha no colo por alguns minutos e amenizar a saudade. Além da filha, o paciente também recebeu a visita do pai, mãe e esposa. “Foi muito emocionante, porque apesar de a gente estar indo ver ele, todas as vezes ele perguntava da filha. Ele é apaixonado por ela, que tem sido um estímulo muito grande para a recuperação dele”, conta Paulo Lopes Moutinho, pai de Victor Hugo. A fisioterapeuta Viviane Queiroz foi a idealizadora do reencontro. “Durante atendimento ao Victor Hugo surgiu a ideia de promover esta ação, pois assim, o paciente teria mais estímulos duran-

Após 60 dias de saudades, Victor Hugo reencontrou a filha Emanuelly, de oito meses

te este período de recuperação. Por ele estar na UTI, ele não via a filha há mais de dois meses, o único contato era por videochamada. Conversei com toda a equipe e houve uma mobilização geral para realizar o reencontro tão especial”, afirma. Com o pretexto para manter a surpresa, a equipe multidisciplinar alegou

que levaria o paciente para dar uma volta no interior da instituição. Ao sair da UTI, Victor Hugo se deparou toda a família. A primeira reação do paciente, foi pedir para segurar a filha. “Foi um momento especial para todos nós, mas sem dúvidas, foi muito importante para ele. Segurar a filha no colo deu mais força para o Victor”, diz Efigênia Aparecida Teixeira de Lima Moutinho. Por alguns minutos, pai pode matar a saudade que trazia consigo nos últimos 60 dias. O contato visual entre pai e filha simbolizou o quão foi importante aquele momento.

Fibrose cística

O reencontro surpresa entre pai e filha foi organizando pela equipe multidisciplinar da UTI do 7° andar

Victor Hugo sofria de fibrose cística e por isso precisou realizar o transplante de pulmão. A família mudou-se de Contagem/MG para Rio Preto em novembro de 2019 para tratamento do paciente. “Fizemos a primeira consulta e iniciamos o processo de mudança para Rio Preto, porque o transplante exige estar perto. Com a pandemia, o transplante acabou sendo suspenso por um tempo. Nesse período, ele foi chamado duas vezes para o transplante. Na primeira, o pulmão do doador não estava bom para ser transplantado e na segunda, o pulmão tinha traço de Covid. Mas, na terceira vez deu certo”, completa Paulo.

Além da filha Emilly, os pais e a esposa de Victor Hugo participaram do reencontro 14 Funfarme Notícias - Junho 2021


Porcentagem do Bem

Poty e Complexo Funfarme fazem parceria para ação beneficente A Bebidas Poty e Complexo Funfarme fecharam parceria no Projeto Porcentagem do Bem, que prevê a doação de parte do valor da venda de produtos fabricados na empresa por um período de três meses que vai de junho a agosto deste ano. A Poty doará R$ 0,10 de cada unidade vendida do álcool 70% e da água sanitária, ambos da marca Klarinha, produzidos em uma unidade do parque industrial da empresa em Potirendaba. A diretora administrativa do Hospital de Base, Dra. Amália Tieco, considera fundamental a participação de grandes empresas da região, com atuação nacional, como a Bebidas Poty, em iniciativas de apoio ao complexo hospitalar. “Assim como a Poty, o HB e o complexo Funfarme atendem não só a região, mas todo o Brasil. Ter esta grande empresa ao nosso lado é imprescindível para que possamos investir na nossa infraestrutura, aquisição de insumos e tecnologias para podermos melhorar sempre o atendimento e serviços para a população da região”, declara Dra. Amália. Para José Luiz Franzotti, Diretor Presidente da Bebidas Poty, a iniciativa merece o apoio da sociedade. “O complexo de atendimento hospitalar do HB e Funfarme é um dos melhores do Brasil

e tem sofrido muito com o impacto da pandemia. Ao final de cada mês faremos o levantamento e o repasse do valor vendido e estamos felizes em contribuir para que eles continuem com o bom atendimento”, afirma José Luiz Franzotti. O Projeto Porcentagem do Bem é aberto às empresas que queiram contribuir com a doação de qualquer porcentagem da venda de seus produtos. O objetivo final da ação é manter o aten-

dimento humanizado aos pacientes do SUS, investir no conforto do paciente e seus familiares e atendimento em alta complexidade com qualidade. A cada ano, o complexo hospitalar realiza cerca de 800 mil atendimentos, mais de 1 milhão e 500 mil exames médicos e mais de 43 mil cirurgias. Para realizar estes e outros milhares de serviços à população, a Funfarme conta com mais de 8.000 funcionários.

Funfarme Notícias - Junho 2021 15


Captação

A Captação de Recursos da Fundação teve um mês cheio de gratidão! Foram muitas doações em diversas frentes

Durante o mês de junho, diversas cidades da região de Rio Preto se mobilizaram para organizar grandes eventos online, como leilões virtuais, em prol do HB. Por conta da pandemia, diversos eventos tiveram que se adaptar a essa nova realidade e os Parceiros do Bem da Funfarme não mediram esforços para que a corrente de solidariedade pudesse continuar.

Tidinha Trento – Votuporanga 200 kg de alimentos

Grupo Espírita Solidário de Santa Fé do Sul 24 naninhas, 23 palhacinhos de fuxico, 30 mantas para bebês, 12 toalhas de banho Adulto e 12 mantas de adulto

16 Funfarme Notícias - Junho 2021

Sindicato dos Empregados no Comércio 328 kg de alimentos e 40 litros de leite


Captação

Doação Sr. Antônio - Mirassol 100 kg de alimentos

Banco Sicoob 25 cestas básicas

Siamar 380 kg de alimentos

Marcos da Gama – Nipoã 100 kg de alimentos e 12 litros de leite

Se também quiser ajudar, basta entrar em contato com o setor de Captação de Recursos pelos números: (17)

3201-5189 / (17) 99622-6614

Funfarme Notícias - Junho 2021 17


RHC

Sistema Nervoso Central:

Tumor Primário Do

Encéfalo

O Sistema Nervoso Central (SNC) é formado pelo encéfalo e medula espinhal. É composto por um tipo especial de tecido denominado tecido nervoso, o qual possui como tipos celulares os neurônios e as células da glia. Em crianças, os tumores do SNC são o segundo tipo mais comum de neoplasia. Em comparação com outros tipos de câncer, os tumores cerebrais são relativamente raros, sendo que, nos adultos, o glioblastoma multiforme representa cerca de metade dos casos. O câncer do SNC representa de 1,4 a 1,8 de todos os tumores malignos no mundo. As estimativas de novos casos foi de 11.090 em 2020 de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Os fatores que aumentam o risco da doença são: Exposição à radiação ionizante - por exemplo pessoas que lidam com raio-X, pessoas que se submetem à radioterapia ou exames excessivos com radiação. Deficiência do sistema imunológico.

Causas ambientais e ocupacionais que estão relacionadas com maior risco da doença são: Radiação (raios-X e Gama); Exposição a arsênico, chumbo, mercúrio, óleo mineral, entre outros; Trabalhar na indústria petroquímica (combustíveis), em indústrias de borracha, plástico, gráfica, indústria de papel, refinaria, usina nuclear, prestação de serviços elétricos e de telefonia e na agricultura (devido ao contato com agrotóxicos, solventes, diesel, poeiras), dentre outros.

Hospital de Base Nos últimos 5 anos foram diagnosticados 210 novos casos de tumores primários do encéfalo, em 88% dos pacientes a doença ocorreu na fase adulta e 12% em crianças menores de 12 anos. Em relação às morfologias, as mais frequentes foram Glioblastoma (51%), Astrocitoma (17%), Oliglodendroglioma (8%), Meduloblastoma (4%), Ependimoma (4%), e os demais tipos de neoplasias somaram 16%. Distribuição dos casos de tumor do encéfalo, segundo faixa etária e sexo - período de 01/01/2015 a 31/12/2019

Sintomas: Alguns sintomas da doença dependendo da localização são: Dor de cabeça com pressão no crânio acompanhada de náuseas, vômitos sonolência e visão embaçada. Convulsões. Perda da audição, visão ou dormência de alguma parte do corpo. Dificuldades motoras, ou para caminhar e executar tarefas. Alterações de personalidade ou raciocínio. Dificuldades para falar.

Tratamento: O tratamento para este tipo de tumor é uma combinação de cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Sendo a cirurgia o primeiro passo, com intenção de máxima ressecção possível, tanto para diminuir a carga tumoral, quanto para permitir o diagnóstico. O tratamento tem como objetivo prolongar e manter ao máximo a qualidade de vida do paciente, para isso, envolve vários profissionais de saúde como fisioterapeuta, enfermeiro, fonoaudiólogo e nutricionista. 18 Funfarme Notícias - Junho 2021

Distribuição dos de tumor do encéfalo, segundo tratamento realizado


Espaço ASFF

ASFF INFORMA: O mandato da atual diretoria expirou no dia 9 de fevereiro, sendo prorrogado por 180 dias, em razão do quadro de pandemia da Covid-19. Tal situação, impossibilitou a realização de eleições e, tendo em vista que essa situação ainda perdura, seguindo a normatização Federal, Estadual e Municipal que restringe reuniões e aglomeração de pessoas para manter o distanciamento social, a ASFF, que integra funcionários do segmento de saúde em atividades de alto grau de riscos no enfrentamento da pandemia, a situação atípica é considerada “caso fortuito” ou “força maior”. Considerando a manutenção do quadro que impossibilita a realização de eleições, o contato entres membros da diretoria são realizados via telefone, por isso, o processo de eleições gerais estabelecidas no art. 57 do Estatuto Social será prorrogado por mais 180 dias, a contar desta data, mantendo-se durante esse período os cargos nas condições em que se encontram.

NOVOS CONVÊNIOS: FAZE KIDS

Apoio educativo para crianças a partir de quatro anos, as aulas presenciais , duas vezes por semana, pela manhã ou à tarde, conforme a disponibilidade de vaga, com foco em alfabetização para

crianças sendo português e matemática como principais pilares, voltados para leitura e escrita. A criança recebe um kit pedagógico com livros e caderno de atividades, além de jogos pedagógicos para praticar em casa, mais material pedagógico adequado para sala de aula. O material é de alto nível para o aprendizado da criança. Toda a atenção em sala é voltada para apenas seis crianças na sala conforme a fase de cada uma. O espaço da Faze Kids possui sala com ambiente confortável, climatizada, cadeiras aconchegantes próprias para o aprendizado. A mensalidade, incluindo todo o material pedagógico, tem o investimento de R$ 199,00. Os associados da ASFF têm desconto de 10%. Rua São Paulo, 328 – Jd. Bordon (17) 98829-3957.

ATUALIZE SEU CADASTRO Atualize seu cadastro conosco e fique sempre por dentro das novidades! Ligue para nós nos ramais 1512 / 1516 ou mande uma mensagem para nosso WhatsApp (17) 99631-3380! Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades! (17) 99631-3380

@asffoficial

Clinica Materno Infantil:

Dra. Tatiane Nicolau, especialista em Pediatria pela SBP com foco em Pediatria Geral, Puericultura e Medicina Intensiva Pediátrica. - Dra. Thamires Lima, Nutricionista Pós-Graduada em Nutrição Hospitalar com foco em Nutrição Materno-Infantil (17) 99664-1026 Rua Jair Martins Mil Homens, 500, sala 1026 - Condomínio Navarro Building - Nova Redentora Associado ASFF tem 5% de desconto na consulta com pagamento no Cartão ASFF.

asff.funfarmeefamerp Funfarme Notícias - Junho 2021 19


NHE

Eventos adversos pós-vacinação Covid-19 Em resposta à atual pandemia da Covid-19, foram desenvolvidas dezenas de vacinas em um curto espaço de tempo, de maneira sem precedentes na história. Apesar de licenciadas pela ANVISA com base na avaliação dos ensaios clínicos, é fundamental o monitoramento de sua efetividade e segurança durante a campanha de vacinação em massa. Evento Adverso Pós-Vacinação (EAPV) é definido como qualquer ocorrência médica indesejada após a vacinação e que, não necessariamente, possui uma relação causal com o uso de uma vacina ou outro imunobiológico (imunoglobulinas e soros heterólogos). Um EAPV pode ser qualquer evento indesejável ou não intencional, isto é, sintoma, doença ou um achado laboratorial anormal (CIOMS; WHO, 2012). O Programa Nacional de Imunizações define que todo evento clinico temporalmente após aplicação da vacina Covid-19 (até 30 dias), leve ou grave deverá ser notificado à vigilância, independente de possuir outro diagnóstico diferencial ou de comprovação de causalidade. Portanto, solicitamos aos profissionais do complexo Funfarme que comuniquem ao Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE) toda suspeita de EAPV, para que possamos garantir a oportuna investigação do caso. ESPECIAL ATENÇÃO e BUSCA ATIVA devem ser dadas à notificação de eventos adversos graves, raros e inusitados, óbitos súbitos inesperados, erros de imunização (programáticos), além dos Eventos Adversos de Interesse Especial (EAIE). As definições de casos e a lista dos EAIE se encontram no Manual de Vigilância Epidemiológica de Eventos Adversos Pós-Vacinação, 4ª edição, 2020. Ministério da Saúde 14 e/ou no anexo B.

Tabela 1. Doenças e Agravos de Notificação Compulsória, notificados na FUNFARME no ano de 2020 e janeiro a junho de 2021 2020

DNC

jan a junho 2021

Doenças compulsórias

not

conf

not

conf

AIDS HIV+ AIDS < 13anos Botulismo Coqueluche Criança exposta HIV Dengue Doença de Chagas Doença de Creutzfeldt‐Jakob Doença Neuroinvasiva‐arbovírus Esquistossomose Eventos Adversos pós vacinação Febre Amarela Febre Chikungunya Febre Maculosa Febre Tifóide Febre ZiKa Gestante HIV Hanseníase Hantaviroses Hepatites Virais Infecções sexualmente transmissíveis Leishmaniose Tegumentar Leishmaniose Visceral Leptospirose Malária Meningites ‐ Outras Doença Meningocóccica Paralisia Flácida Aguda Pneumoconiose Sarampo Sífilis Adquirida Sífilis Congênita Sífilis Gestante Síndrome Gripal por COVID‐19 Síndrome Respiratória Aguda Grave* Toxoplasmose Congênita Toxoplasmose Gestante Tuberculose Varicela

64 54 1 0 6 34 1.493 0 4 41 0 10 3 35 7 2 45 5 9 8 276 40 4 61 49 10 67 3 6 0 12 58 35 8 29.471 5.137 47 32 89 1

64 54 1 0 0 34 713 0 0 7 0 10 0 1 0 0 0 5 9 0 276 40 4 9 0 9 58 3 0 0 1 58 34 8 4.924 2.724 44 31 89 1

22 27 0 0 2 12 2.489 1 3 32 2 789 5 9 3 2 58 2 1 4 68 5 0 23 25 3 61 0 1 0 2 15 17 3 45.799 3.986 12 4 44 0

22 27 0 0 0 12 1.437 0 0 0 2 789 0 0 0 0 0 2 0 0 68 5 0 1 0 1 52 0 0 0 0 15 17 3 8.792 3.144 0 4 44 0

Agravos compulsórios

not

conf

not

conf

Atendimento Antirrábico Humano Acidente de Trabalho Acidente Material Biológico Acidente por Animais Peçonhentos Intoxicações Exógenas Violência interpessoal/autoprovocada

44 562 197 383 391 407

44 562 197 383 267 407

21 435 137 210 196 187

21 435 137 210 133 187

Referências: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Protocolo de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação. Estratégia de vacinação contra o vírus SARS-CoV-2 (Covid19 - Brasília: Ministério da Saúde, 2020. BEGHETTO, M. Eventos Adversos Pós-Vacinação Covid-19 e Influenza. Blog levi@enf2021(viewed 15April2021) Avaliable from: https://www.ufrgs.br/levi/eventos-adversos-pos-vacinacao/#page-content

Doenças de Notificação Compulsória! - notifique NHE/Funfarme - ramais do NHE/HB – 1380 e 1837. Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. À noite, nos finais de semana e feriados, no NHE ou no telefone do plantão do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de SP (17) 3227-8814. 20 Funfarme Notícias - Junho 2021