Issuu on Google+


conhecendo o projeto

Jean-Michel

Basquiat

foi

um

famoso

grafiteiro norte-americano, de ascendência

Basquiat Graffiti consiste em processos de formação e

porto-riquenha, por parte de sua mãe, e

produção coletiva, com difusão das artes através do

haitiana, por parte do pai. Seu traço era

graffiti em cinco comunidades e/ou cidades da região

marcado por carregar uma estética que o

metropolitana de Belo Horizonte. O projeto envolve

ligava ao neo-expressionismo.

processos de pesquisa, preparação, produção, divulgação e difusão, através de oficinas e workshops. Com essas ações busca-se viabilizar o contato das comuni-

e/ou cidades da Região Metropolitana de Belo

dades com aspectos conceituais da arte contem-

Horizonte. Como metodologia será utilizado o

porânea. Serão utilizadas técnicas artísticas que incor-

graffiti e processos de pesquisa, preparação,

porem elementos representativos da cultura local e

produção, divulgação e difusão, em oficinas e

mineira.

workshops.

A ideia desse projeto em homenagear o artista parte

Pretende-se com isto, incentivar, promover e

da percepção da importância de que o conhecimento

estimular jovens artistas e graffiteiros para a

da arte contemporânea tem para artistas de rua, princi-

produção coletiva, artística, cultural, formativa e

palmente para o graffiti. Assim, a ideia é unir formação

profissional.

artística à fruição e à prática, em um projeto inovador. Basquiat Graffiti consiste em viabilizar a produção coletiva e a difusão das artes em cinco comunidades


como?

A proposta baseia-se na experiência que está sendo vivida pelo

Serão utilizadas técnicas artísticas que incorporem

proponente na realização do projeto "Intervenção de Graffiti", que está

elementos representativos da cultura local e mineira

em fase de pré-produção, nas comunidades de Granja de Freitas e Serra,

nas produções, trazendo o diálogo desses elementos à

em Belo Horizonte, e nas cidades de Itatiaiuçu, Igarapé, Mateus Leme, Itaúna, Santana do Paraíso e Pouso Alegre. Em BH, o projeto é viabilizado

aspectos conceituais da arte contemporânea e, claro,

por meio do Fundo Municipal de Cultura. No interior, por meio da Lei

da linguagem do graffiti.

Estadual de Incentivo a Cultura, com patrocínio da Usiminas.

comunidade e/ou cidade, estimulando a apreensão de possíveis sensações presentes no cotidiano, além do contato com manifestações e grupos culturais locais. Os produtos destas interações poderão ser registrados por meio de fotografias, mapas, desenhos, etc. Esta etapa será articulada com projetos já existentes e instituições que tenham trabalho de pesquisa relacionado à localidade, será catalogado ou registrado. Para desenvolver o projeto serão selecionados pela

O projeto prevê ainda a instalação, em cada comuni-

curadoria artística 10 artistas e/ou graffiteiros (02 por

dade, de um ateliê comunitário em parceria com equi-

comunidade e/ou cidade) com experiência compro-

pamentos culturais públicos, como uma associação

vada, que tenham trajetória em projetos culturais de

comunitária, uma escola ou centros culturais, ONGs e

relevância. Estes graffiteiros irão identificar, subsidi-

outros. O ateliê será utilizado como local de produção e

ados por nossa equipe de pesquisa e produção, na

vivência artística.

comunidade e/ou cidade em que vivem espaços significativos que receberão a intervenção artistíca a partir de temáticas culturais locais e que remetam aos interesses coletivos de cada comunidade e/ou cidade. Para cada ação a ser realizada, serão envolvidos mais outros 20 jovens [por comunidade] com interesse e aptidão artistíca que sob a orientação da equipe gestora desenvolverá, a partir de processos de pesquisa realizados, os encontros vivenciais para a criação artística dos painéis a serem graffitados.

- Um mês de encontros em cada comunidade; - 06 horas semanais, divididas em 02 dias, totalizando 120 horas de aula;

Durante o processo de pesquisa será feito um levanta-

- 100 jovens impactados, diretamente;

mento de aspectos históricos e culturais, com

- Painel coletivo de 60m em cada comunidade, gerando impactado em

aplicação de roteiros perceptivos em lugares das

milhares de pessoas.


pÚblico alvo Este projeto visa contribuir para a formação artística e profissional de jovens talentos de 05 comunidades de Belo Horizonte e região metropolitana. Todas as suas etapas tem acesso gratuito e os alunos-artistas, selecionados para participarem do procesos, receberão uma bolsa, desde que participem de pelo menos 80% das atividades previstas. Além disso, os ateliês em que as oficinas e workshops ocorrerão serão instaladas em espaços das comunidades, como ONGs, que já desenvolvem trabalhos nessas comunidades. Assim, buscamos atingir artistas, graffiteiros e arte-educadores (jovens e adultos), além dos moradores das comunidades nas quais o projeto será realizado. diversificado com os produtos do projeto. As ações de divulgação on line possibilitam que um público distante tenha contato com o processo e resultados do projeto. Todas as atividades serão gratuitas.


abrangÊncia 05 comunidades de Belo Horizonte e/ou cidades de Minas Gerais.

Possíveis cidades a serem atendidas: Itatiaiuçu, Igarapé, Mateus Leme, Itaúna, Santana do Paraíso.


plano de comunicaÇÃo / reciprocidade Peças de Comunicação

Quantidades

Apresentação

8 disparos

X

X

X

Spot

350 inserções

X

X

X

Cartaz

350 unidades

X

X

X

30 mil

X

X

X

Banner

3

X

X

X

Citação dos apresentadores

6

X

X

X

5.000 pessoas

X

X

X

1 unidade

X

X

X

1

X

X

X

Assessoria de Imprensa (citação

Patrocinio

Apoio

nos releases e em todos os materiais enviados à imprensa)

Flyer

Merchandising nos locais de realização Blimp nos locais de realização Site


apoios e parceirias Realização

Apoio

Incentivo

*Obs: Estas apoios descritos acima, são referentes as atuais ações do projeto aprovador na LEIC de 2010.

Curso de Graffiti em Horto/BH - 2011

Curso de Graffiti em Conselheiro pena/MG - 2011

Mutirão de Graffiti no Horto/BH - 2011

Paroquia NS Aparecida - Alto Vera Cruz/BH - 2011

Festival Lixo e cidadania - ASMARE/BH- 2011

Dia da Pátria Pça. da Liberdade/ BH - 2011

*todas estas ações ilustradas acima foram feitas em parceria com instituições e entidades.


investimento R$337.083,75 (trecentos e trinta e sete mil, oitenta e três reais e setenta e cinco centavos) Cotas de Patrocínio Apresentação (cota única)......R$337.083,75 (R$269.667,00 passíveis de dedução do ICMS - projeto aprovado* na Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais). Patrocínio (duas cotas)......R$168.541,88 (R$134.833,50 passíveis de dedução do ICMS) Apoio (quatro cotas)......R$84.270,94 (R$67.416,75 passíveis de dedução do ICMS)

As cotas acima, bem como o plano de reciprocidade abaixo são ilustrativos, podendo ser negociados e alterados caso a caso.

Protocolo: 0743/001/2011 Nome do Projeto: Basquiat Graffiti - A Formação e a Produção Coletiva das Artes Através do Graffiti Empreendedor: Frederico Eustáquio Maciel Município: Belo Horizonte Valor aprovado: R$269.667,00


Contatos: AndrĂŠ Macedo 31.3568.9588 31.9181.6414 andre@coletivoimaginario.org Coletivo ImaginĂĄrio Avenida Amazonas, 311 - sala 806 - Centro CEP: 31.180-000 Belo Horizonte - MG contato@coletivoimaginario.org


Basquiat Graffiti