Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

www.fundacaonazare.com.br O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

ANO CV - Nº 850 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Jubileu na Igreja de Belém O Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa anuncia no próximo dia 22 o ano jubilar pelos 300 anos de criação da Diocese de Belém do Pará. Lançamento será junto ao clero arquidiocesano em ato na Catedral Metropolitana. CAD. 2, PÁG. 1. LUIZ ESTUMANO

w SÉ Sede da Igreja particular em Belém do Pará será lugar de várias celebrações festivas pela celebração do tempo jubilar tricentenário DIVULGAÇÃO

Lugares sagrados no Distrito

Educação Semanas de na Igreja missão do Carmo paroquial

Sagração do altar na Projeto leva educação Igrejas da ArquidioceParóquia Sagrado Cora- patrimonial à Igreja do se de Belém reavivam a ção de Jesus, no Distrito Carmo, em Belém. missão evangelizadora. Industrial. CAD. 2, PÁG. 3. CADERNO 2, PÁGINA 3. CADERNO 2, PÁGINA 5. LUIZ ESTUMANO

w MOMENTO em que Dom Alberto lançou o projeto de expansão da Família Nazaré

Família Nazaré cresce w DOM IRINEU presidiu a celebração no Distrito

É a constatação do re- que busca captar novos lia Nazaré. Campanha sultado da mobilização benfeitores para a Famí- segue. CAD. 2, PÁG. 7.


2

Opinião

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

IGREJA E VIDA CRISTÃ EM IMAGENS

1º Caderno

PRIVILÉGIO DE SER CATÓLICO João Carlos Pereira

Jornalista e professor jcparis1959@gmail.com

Entre ver o Papa e ouvir o Papa

Q w PERFEITA é a Palavra divina. Os apelos humanos parecem querer acrescentar ao Verbo divino a melhor retificação: o Amor. REGISTRO : LUIZ ESTUMANO (JORNAL VOZ DE NAZARÉ)

PANORAMA José Pereira Ramos

joseulina1@gmail.com

Frei Hans, promotor da paz!

O Economista e escritor

franciscano alemão, Frei Hans Stapel, Ofm, que dedica sua vida missionária ao atendimento às vítimas da terrível “toxicodependência”, foi indicado para receber o prêmio internacional, intitulado “Pomba Dourada da Paz”. Trata-se de um prêmio itinerário, ou seja, que fica a cada ano em poder do vencedor, uma personalidade de renome internacional, que tenha realizado extraordinário trabalho em favor da paz. No último ano o detentor da “Pomba da Paz” foi o padre Marcelino Pumgulimue, da Arquidiocese de Angola. Pertence à “Casa dos Rapazes”, obra que cuida de crianças carentes, e que recebeu o prêmio em 04/06/2017. Dentro da lista das personalidades que já receberam o título de “Promo-

ENCONTRO FRATERNO Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br; ivenscb@gmail.com

Símbolo nacional

N

Engenheiro civil e escritor

o decorrer da circulação desta edição do ‘Voz’, mais precisamente nesta segunda-feira, dia 19, celebra-se o Dia da Bandeira. O Pavilhão Nacional foi instituído quatro dias após a Proclamação da República. As cores verde e amarela dizem das nossas riquezas naturais, emoldurando um círculo na cor azul, retratando o céu da cidade do Rio de Janeiro na noite de 15 de novembro de 1889, destacando-se a constelação do Cruzeiro do Sul. Somos então levados a meditar sobre a natureza que nos cerca como parte do Universo, assim mostrando nossa integração com o que é infindável. Destacam-se também em nossa Bandeira os dizeres ‘ordem e progresso’, grafados em uma faixa branca sinalizando paz. Nós brasileiros estamos, portanto,

Fundado em 5 de julho de 1913 FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pará

tores Reconhecidos da Paz”, constam nomes como Barak Obama, Bento XVI, Dalai Lama e Nelson Mandela. Mas vamos falar do Frei Hans, que espalhou pelo Brasil e diversas outras nações as já famosas “Fazendas da Esperança”. Sabia despertar o interesse de voluntários bem intencionados e retirava tantas vítimas da droga, para uma nova vida, encaminhadas para recuperação profissional e religiosa. Muitos ex-viciados são hoje instrutores desse movimento. Uma recuperação total do indivíduo. A nossa Arquidiocese também já dispõe de uma “Fazenda da Esperança” no Mosqueiro. Despertamos os nossos irmãos para desejarem se empenhar nesse benéfico movimento. Particularmente, rezo pelo estabelecimento de um programa educativo, demonstrando os reais perigos do uso de drogas a partir da família e em especial nas escolas. Infelizmente é nas escolas que emissários de traficantes espalham e doam as drogas para os incautos que se poderão transformar em dependentes desse mal que destrói não apenas os usuários mas também suas famílias. Não podemos ficar de braços cruzados. comprometidos a percorrer a escala do progresso imbuídos do propósito de promover e manter a paz. Promover a paz não significa acomodação diante de injustiças, mas, sim, enfrentar desafios que nos levem à busca da justiça, que é o fundamento da paz social. Nas instituições militares, o hasteamento e o arreamento da Bandeira Nacional se constituem-se em um ato solene. Em eventos de maior significado, promovidos pela sociedade civil, o início do acontecimento é geralmente marcado pelo hasteamento da Bandeira, ou pelo canto do Hino Nacional, que é também uma forma de reconhecimento e respeito à nossa Nação. Também em eventos esportivos de maior importância, geralmente ao ar livre, o hasteamento do Pavilhão Nacional é acompanhado pelo Hino. Nas várias situações, enquanto os militares fazem continência, os civis se colocam de pé, todos em sinal de respeito. Toda reverência prestada ao Símbolo Nacional é justificada por representar a nossa Nação, entendendo-se por “O povo de um território organizado politicamente sob um único governo” (conf. ‘Aurélio’ – verbete 2).

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior DIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marcos Aurélio de Oliveira DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves da Silva DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro

uando São João Paulo II, ainda Papa, visitou o Brasil pela primeira vez e passou por Belém, o saudoso e muito querido arcebispo D. Alberto Ramos deu um conselho à população. Talvez temendo aglomerações e confusão em volta do Pontífice, disse que mais importante do que ver o Papa era ouvir o Papa. O chefe da Igreja, perto de nós, era um acontecimento inédito. Eu o vi duas vezes: uma, na “Almirante Barroso”, e outra, na porta de casa. Na época, éramos vizinhos de dona Eulina e do senhor Ramos, na avenida “Gentil Bittencourt” e vimos o Papamóvel com o sucessor de Pedro bem de perto, sem nenhum esquema de segurança. Tantos anos se passaram e eu não esqueci desse sábio conselho: melhor do que ver o Papa é ouvir o Papa, prestar atenção em suas palavras, ler o que ele escreve e buscar seguir os ensinamentos de quem, enviado pelo Espírito Santo, se tornou Vigário de Nosso Senhor Jesus Cristo na Terra.

É por essa razão que, quase diariamente, procuro escutar as homilias do Santo Padre na primeira missa da manhã, rezada na Casa Santa Marta, no Vaticano. As mensagens estão, invariavelmente, no site da Santa Sé, com versão em língua portuguesa. O acesso ao endereço eletrônico é gratuito. Há também um aplicativo de celular, igualmente gratuito, chamado “Liturgia Diária”, que traz notícias, homilias do Papa e leituras da Santa Missa, todos os dias. Há, também, imagens, o que deixa o aplicativo ainda mais interessante. Ver o Papa – ninguém há de negar – é uma experiência maravilhosa. Não por acaso a simples presença de Sua Santidade em algum lugar atrai multidões, mas ouvir o que ele tem a dizer é tão importante quanto. E com os recursos que o mundo virtual oferece, só pode alegar desconhecimento da palavra quem realmente não estiver interessado nela, porque internet e celular, hoje, estão ao alcance de todos.

Preparação do Sínodo A capital amazonense, Manaus, recebeu nos dias 14 e 15 deste mês o Card e a l L o re n z o Baldisseri, Secretário-geral do Sínodo dos Bispos, em reunião com o Conselho pré-sinodal, a Rede Eclesial Pan-Amazônica/ REPAM e bispos da região para avaliar o processo de preparação do Sínodo Amazônico, convocado pelo Papa Francisco para outubro de 2019. Participaram do encontro, além de bispos do Brasil, Peru, Equador, Bolívia, Colômbia, Argentina e Guiana, o Arcebispo de Huancayo, no Peru, e vice-presidente da REPAM, Cardeal Pedro Barreto; a Secretária executiva da REPAM-Brasil, Irmã Maria Irene Lopes dos Santos, o Secretário executivo, Maurício Lopez, assessores da Rede e representantes de

COORDENAÇÃO Bernadete Costa (DRT/PA 1326) CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Av. Gov. José Malcher, Ed. Paulo VI, 915 CEP: 66055-260

agências internacionais de desenvolvimento. A Presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil/CRB, Irmã Maria Inês Ribeiro, também esteve presente. O encontro foi convocado pelo Cardeal Baldisseri para ouvir os bispos da região amazônica, avaliar e planejar os próximos passos até o Sínodo, cujo tema será “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”.

- Nazaré, Belém - PA Tel.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


1º Caderno

Arcebispo

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

3

Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Obra completa

T

odas as gerações de cristãos assistiram anúncios a respeito do fim do mundo, inclusive com muita gente pretendendo converter os outros através de ameaças, com pífios resultados. Pois passa o medo e a vida volta ou até normal ou até piora. Conversão verdadeira só pode partir de umamudança profunda no coração. “Aprendei da figueira a lição: quando seus ramos vicejam e as folhas começam a brotar, sabeis que o verão está perto. Vós, do mesmo modo, quando virdes acontecer estas coisas, ficai sabendo que está próximo, às portas. Em verdade vos digo: esta geração não passará até que tudo isso aconteça. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão. Ora, quanto àquele dia ou hora, ninguém tem conhecimento, nem os anjos do céu, nem mesmo o Filho. Só o Pai (Mc 13,24-32). Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão. Se as suas são palavras de vida eterna, é conveniente para todos nós apegar-nos ao que não passa. Viver o Evangelho de Jesus, colocá-lo em prática a cada dia. E todas as suas palavras podem ser resumidas no amor a Deus, raiz da árvore de nossa vida, e nos ramos, flores e frutos, o amor ao próximo como nos amou, trazendo o Céu à terra. E não existe ocasião mais propícia do que cada momento

DIVULGAÇÃO

w O CÉU E A TERRA passarão, mas as minhas palavras não passarão. Ora, quanto àquele dia ou hora, só o Pai sabe.

presente. De fato. Preenchendo de amor a Deus e ao próximo cada minuto da vida, Deus recolhe tudo para dar valor de eternidade. Durante os últimos meses. Os acontecimentos sociais e políticos acirraram violentamente os nervos das pessoas suscitando inimizades e ódio. Temos ainda muito a aprender para chegar à maturidade política na qual

Deus nos dá sinais para continuar a obra que ele mesmo começou, mas não quer realizá-la sem a nossa participação o contraditório pode ajudar na compreensão de outros aspectos dos temas propostos às necessárias análises,sem que transformemos adversários políticos em inimigos, e são conhecidas no Brasil histórias de gerações que se eli-

minam por reciprocamente por décadas. A tarefa agora cabe a nós, cristãos, de mais uma vez reconstruir os laços desfeitos, derrubando os muros de ódio que se ergueram. Mas há outras tarefas de reconstrução a serem

assumidas. Basta pensar na terrível onda de insegurança e violência institucionalizada que se instalou e a tentação de responder a ela com mais armas e violência. Somente educação e educação para a paz podem ser resposta

adequada! Deus nos dá sinais para continuar a obra que ele mesmo começou, mas não quer realizá-la sem a nossa participação. Rezemos: Senhor nosso Deus, fazei que nossa alegria consista em vos servir de todo coração, pois só teremos felicidade completa, servindo a vós, o criador de todas as coisas. Amém


4

Arquidiocese

AGENDA DE DOM ALBERTO TAVEIRA CORRÊA

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

AGENDA DE DOM ANTÔNIO DE ASSIS RIBEIRO

AGENDA DE DOM IRINEU ROMAN

n De 16 a 22 de novembro de 2018

n De 16 a 22 de novembro de 2018

n De 16 a 22 de novembro de 2018

9h30 - Reunião - Região Episcopal Menino Deus (Paróquia de Santa Bárbara) 18h - Missa - Casa das Irmãs Missionárias da Santíssima Trindade n SÁBADO, 17 DE NOVEMBRO 19h - Crisma - Paróquia São Pedro e São Paulo n DOMINGO, 18 DE NOVEMBRO 9h - Crisma - Paróquia São Jorge 19h - Crisma - Paróquia Sagrada Família n SEGUNDA, 19 DE NOVEMBRO 8h30 - Gravações - FNC 15h - Gravações(FNC) 19h - Missa e Crisma - Catedral de Belém n TERÇA, 20 DE NOVEMBRO 8h30 - Audiências 10h - Atividades - CNBB 19h - Missa - Paróquia Santo Antônio de Pádua Coqueiro n QUARTA, 21 DE NOVEMBRO 8h30 - Audiências 9h - Entrega de prêmios (Pastoral Carcerária) 19h - Crisma - Paróquia Nossa Senhora do Loreto n QUINTA, 22 DE NOVEMBRO Celebrações na Semana Missionaria - Paróquia Santa Rita de Cássia (Planaltina -DF)

8h - Aulas na Faculdade Católica 13h - Viagem para ilha de Cotijuba n SÁBADO, 17, E DOMINGO, 18 DE NOVEMBRO Missão Juvenil - DNJ (Dia Nacional da Juventude) - Ilha de Cotijuba n SEGUNDA, 19 DE NOVEMBRO Missão Juvenil - DNJ (Dia Nacional da Juventude) - Ilha de Cotijuba 14h - Curso em Castanhal n TERÇA, 20 DE NOVEMBRO 8h - Aula na Faculdade Católica 15h - Curso em Castanhal 19h - Missa - Diocese de Castanhal n QUARTA, 21 DE NOVEMBRO 9h - Audiências 14h - Programa “Fé e vida” - Rádio Nazaré FM 91.3Mhz 16h - Audiências 20h - 4º Encontro com empresários católicos - Cúria n QUINTA, 22 DE NOVEMBRO 8h30 - Reunião do presbitério 19h - Missa com Crisma e 1ª Eucaristia (alunos do CESEP) (Capela Santa Bernadete) - Nazaré

n SEXTA, 16 DE NOVEMBRO

n SEXTA, 16 DE NOVEMBRO

Em Imperatriz

n SÁBADO, 17 DE NOVEMBRO

19h - Missa e Crismas (Paróquia Santa Maria Mãe de Deus)

n DOMINGO, 18 DE NOVEMBRO

10h - Missa e Crismas (Paróquia Jesus Bom Samaritano) 19h - Missa e Crismas (Catedral da Sé) n SEGUNDA, 19 DE NOVEMBRO

19h30 - Missa - Comunidade Santo Antônio (Paróquia Jesus Bom Samaritano) n TERÇA, 20 DE NOVEMBRO

8h30 - Reunião do Cabido Catedral 19h - Missa e Crismas (Paróquia Nossa Senhora do Ó) - Mosqueiro n QUARTA, 21 DE NOVEMBRO

17h - Audiências 19h - Missa e Crismas (Paróquia Cristo Rei) n QUINTA, 22 DE NOVEMBRO

8h30 - Reunião do Presbitério 10h - Lançamento do Projeto do ano jubilar dos 300 anos de criação da Diocese (Catedral da Sé) 19h - Reunião do Conselho Arquidiocesano dos Diáconos Permanentes (CADIP)

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

1º Caderno

Os compromissos de Dom Irineu Roman ser alterados sem aviso prévio.

n SEXTA, 16 DE NOVEMBRO

Os compromissos de Dom Antônio de Assis podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mc 13,24-32

J

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

esus disse a seus discípulos: 24“Naqueles dias, depois da grande tribulação, o sol vai se escurecer e a lua não brilhará mais, 25as estrelas começarão a cair do céu e as forças do céu serão abaladas. 26Então vereis o Filho do homem vindo nas nuvens com grande poder e glória. 27Ele enviará os anjos aos quatro cantos da terra e reunirá os eleitos de Deus de uma extremidade à outra da terra. 28Aprendei, pois, da figueira esta parábola: quando seus ramos ficam verdes e as folhas começam a brotar, sabeis que o verão está perto.

29Assim também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Filho do homem está próximo, às portas. 30Em verdade vos digo, esta geração não passará até que tudo isso aconteça. 31O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão. 32Quanto àquele dia e hora, ninguém sabe, nem o Filho, mas somente o Pai”. B) COMENTÁRIO

O capítulo 13 de Marcos responde à questão do fim dos tempos; e nos estudos bíblicos se chama: discurso escatológico de Jesus. Este texto é o ponto culminante do discurso. Por outro lado, apesar de transcorrido tanto tempo e comentários sobre o as-

sunto, ainda não está bem claro o sentido dessa proximidade (v 29), pela própria construção original do texto, pois o sujeito não vem expresso, e que ela pode ser: o fim do mundo criado (improvável); o fim de Jerusalém (destruição – ano 70); a chegada do “reino de Deus” (Lc 21,31); ou a segunda vinda de Cristo. A escolha do sentido depende da interpretação adotada para todo o discurso. Pela referência mais adiante no capitulo sobre o patrão (Mc 13,34-36), seria mais bem indicativo, apontando ao retorno de Cristo. O certo é que Jesus conclui o discurso dizendo: “Quanto àquele dia e hora, ninguém sabe, nem o Filho, mas somente o Pai” (v 32).

Ora, esta fala negativa de Jesus sobre o momento exato, não diz respeito tanto ao seu grau de conhecimento do fato, mas da missão de cada pessoa da Trindade na história da salvação: O Pai criador, o Filho redentor e o Espirito santificador. Este “saber” aqui, não se trata do saber “cognoscitivo”, do saber puro em si, mas refere-se antes a um “saber” de iniciativa ou decisão: a iniciativa ou decisão cabe ao Pai. Jesus em outro momento declara: “sentar à minha direita e a minha esquerda, não cabe a mim concedê-lo; mas é para aqueles aos quais meu Pai o preparou” (Mt 20,23). Assim sendo, Jesus não informa o dia e a hora; e se mantem no mais importante

de toda esta mensagem salvífica, que é a atitude de vigilância requerida a cada um de nós, neste processo da ação de Deus e reação do homem. O empenho e a atenção são indispensáveis para a realização do projeto do Pai trazido por Jesus, denominado “Filho do homem” (v 26). Aliás, a vigilância está ligada a prontidão. E a prontidão foi exigida por Deus a seu povo no início da salvação; da libertação do Egito, quando na Páscoa não havia tempo de esperar pela fermentação da massa para o pão a ser consumido; e, portanto deveria ser um pão sem fermento, “pão ázimo”. Ora,“prontidão e vigilância” são qualidades que todos devemos cultivar, do inicio até o fim.

Liturgia da Semana

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

w 16/11, SEXTA-FEIRA Cor (verde) Primeira Leitura (2Jo 4-9) Responsório (Sl 118) Evangelho (Lc 17,26-37) w 17/11, SÁBADO Cor (branco) Primeira Leitura (3Jo 5-8)

Os compromissos de Dom Irineu Roman ser alterados sem aviso prévio.

Responsório (Sl 111) Evangelho (Lc 18,1-8) w 18/11, DOMINGO Cor (verde) Primeira Leitura (Dn 12,1-3) Responsório (Sl 15) Segunda Leitura (Hb 10,11-14.18)

Evangelho (Mc 13,24-32) w 19/11, SEGUNDA Cor (vermelho) Primeira Leitura (Ap 1,1-4;2,1-5a) Responsório (Sl 1,1-2.3.4.6) Evangelho (Lc 18,35-43) w 20/11, TERÇA-FEIRA

Cor (verde) Primeira Leitura (Ap 3,1-6.14-22) Responsório (Sl 14) Evangelho (Lc 19,1-10) w 21/11, QUARTA-FEIRA Cor (branca) Primeira Leitura (Zc 2,14-17)

Responsório (Lc 1,46-55) Evangelho (Mt 12,46-50) w 22/11, QUINTA-FEIRA Cor (vermelho) Primeira Leitura (Ap 5,1-10) Responsório (Sl 149) Evangelho (Lc 19,41-44)


Vaticano 5 “Jesus diz claramente que Deus está do lado dos últimos”

1º Caderno 1º

C

om informações Vatican News. “O ensinamento que Jesus nos oferece hoje nos ajuda a recuperar o que é essencial em nossa vida e favorece um concreto e cotidiano relacionamento com Deus (...). Ele não mede a quantidade, mas a qualidade, perscruta o coração e olha para a pureza das intenções”. Na presença de 20 mil fiéis e turistas na Praça de São Pedro para o tradicional encontro dominical do Angelus do domingo, dia 11, o Papa Francisco refletiu sobre o Evangelho de Marcos, proposto pela liturgia do dia, que contrapõe duas figuras: o escriba, que “representa as pessoas importantes, ricas e influentes”, e a viúva, que “representa os últimos, os pobres, os fracos”. Jesus – explica Francisco – tem um julgamento firme em relação aos escribas que “se vangloriam da própria condição social, com o título “rabi”, ou seja, mestre, gostam de ser reverenciados e ocupar os primeiros lugares”. A ostentação deles é “sobretudo de natureza religiosa”, rezam para serem vistos, “e se servem de Deus para se creden-

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Reflexão sobre a liturgia do dia que contrapõe duas figuras, o escriba e a viúva FOTOS: DIVULGAÇÃO

w O PAPA FRANCISCO à janela do apartamento pontifício, domingo, 11

ciarem como defensores de sua lei”. “E essa atitude de superioridade e de vaidade – observou o Papa - os leva ao desprezo daqueles que contam pouco ou se encontram em uma posição econômica desvantajosa, como o caso das viúvas”. E Jesus, desmascara este mecanismo perverso: “Denuncia a opressão dos fracos feita instrumentalmente, com base em motivações religio-

sas, dizendo claramente que Deus está do lado dos últimos”. Para fixar bem esse ensinamento, Jesus dá aos seus discípulos o exemplo da viúva, “cuja posição social era irrelevante, porque ela não tinha um marido que pudesse defender-lhe os direitos, e que por isso torna-se presa fácil de algum credor sem escrúpulos, porque estes credores perseguiam os fracos para que pagassem a eles”:

“Essa mulher, que vai depositar somente duas moedinhas no tesouro do templo, tudo o que lhe restava, e faz a sua oferta procurando passar despercebida, quase envergonhando-se. Mas, precisamente nesta humildade, ela realiza um ato carregado de grande significado religioso e espiritual”. AS MEDIDAS DO SENHOR

Jesus – diz o Santo Padre - vê neste ges-

to “o dom total de si a quem deseja educar seus discípulos”: “O ensinamento que Jesus nos oferece hoje nos ajuda a recuperar o que é essencial em nossa vida e favorece um concreto e cotidiano relacionamento com Deus. Irmãos e irmãs, as medidas do Senhor são diferentes das nossas. Ele pesa as pessoas e suas ações de maneira diferente. Deus não mede a quantidade, mas a qualidade, perscruta o coração e olha para a pureza das intenções”. Isto significa que o nosso “dar” a Deus na oração e aos outros na caridade – observa o Papa - deveria sempre fugir do ritualismo e formalismo, bem como da lógica do cálculo, ser uma expressão de gratuidade, como fez Jesus conosco: nos salvou gratuitamente; não nos fez pagar a redenção. Desta forma, aquela viúva pobre e generosa

torna-se o “modelo da vida cristã a ser imitado”: “Dela não sabemos o nome, mas conhecemos o coração - a encontraremos no Céu e iremos saudá-la, certamente; e é isso que conta diante de Deus. Quando somos tentados pelo desejo de aparecer e de contabilizar os nossos gestos de altruísmo, quando estamos muito interessados no olhar dos outros e permitam-me a palavra quando fazemos “os pavões”, pensemos nessa mulher. Nos fará bem: nos ajudará a nos despojarmos do supérfluo para ir ao que realmente importa e a permanecermos humildes”. “Que a Virgem Maria – disse o Papa ao concluir - mulher pobre que se entregou totalmente a Deus, sustente-nos no propósito de dar ao Senhor e aos irmãos não algo de nós mesmos, mas nós mesmos, em uma oferta humilde e generosa”.

A Igreja não nasceu completamente ordenada A Carta de São Paulo apóstolo a Tito guiou a reflexão do Papa Francisco na homilia da segunda-feira, 12, na celebração da missa na Casa Santa Marta. Trata-se de especificar nos mínimos detalhes a figura do bispo; definir os critérios para colocar a Igreja em ordem. Fervor e desordem são as duas palavras que o Pontífice usa para contar como nasceu a Igreja, recordando também as “coisas admiráveis” realizadas. “Sempre há confusão, afirmou, a força do Espírito, desordem, mas não devemos

nos assustar” porque “é um belo sinal”. “A Igreja jamais nasceu completamente ordenada, tudo certo, sem problemas, sem confusão, jamais. Sempre nasceu assim. E esta confusão, esta desordem, deve ser organizada. É verdade, porque as coisas devem ser colocadas no lugar. Pensemos, por exemplo, no primeiro Concílio de Jerusalém: havia a luta entre os judaizantes e os não judaizantes... Mas pensemos bem: fazem o concílio e colocam as coisas no lugar”. Por isso, destacou o Papa, Paulo deixa Tito

em Creta para colocar ordem, recordando-lhe que a “primeira coisa é a fé”. Ao mesmo tempo, oferece critério e instruções sobre a figura do bispo como “administrador de Deus”. A definição que dá de um bispo é um “administrador de Deus”, não dos bens, do poder, dos acordos, não: de Deus. Sempre deve corrigir a si mesmo e perguntarse: “Eu sou administrador de Deus ou sou um negociante?”. O bispo é administrador de Deus. Deve ser irrepreensível: esta palavra é a mesma que Deus pediu a

Abraão: “Anda na minha presença e sê perfeito”. É a palavra fundamental, de um líder. COMO DEVE SER O BISPO

Francisco recordou ainda como deve ser o bispo. Nem arrogante nem soberbo, nem irascível nem dado ao vinho, um dos vícios mais comuns no tempo de Paulo, nem cobiçoso nem apegado ao dinheiro. Seria “uma calamidade para a Igreja um bispo do gênero”, que tivesse mesmo que um só desses defeitos, disse ainda o Papa. Já as peculiaridades do servidor de

Deus são: hospitaleiro, amante do bem, ponderado, justo, santo, dono de si, fiel à palavra digna de fé que lhe foi ensinada. Assim é o bispo. Este é o perfil do bispo. E quando se fazem as pesquisas à eleição dos bispos, seria belo fazer essas perguntas no início, não?, para saber se é possível ir avante com outras investigações. Mas, sobretudo, se vê que o bispo deve ser humilde, manso, servidor, não príncipe. Esta é a palavra de Deus. “Ah, sim, padre, isso é verdade, depois do Concílio Vaticano II isso deve ser feito...” – “Não,

depois de Paulo!”. Esta não é uma novidade pósconciliar. Isso é desde o início, quando a Igreja percebeu que deveria colocar em ordem com bispos do gênero. “Na Igreja, concluiu o Papa, não se pode colocar em ordem sem esta atitude dos bispos”. O que conta diante de Deus não é ser simpático, pregar o bem, mas a humildade e o serviço. Recordando a memória de São Josafá, bispo e mártir, Francisco pede orações para que os bispos “sejam assim, sejamos assim, como Paulo nos pede para ser”.

Posto de saúde na Praça de São Pedro para necessitados Quem passava pela Praça de São Pedro por estes dias ficava curioso em saber de que se tratava a estrutura que estava sendo montada

J O

próximo ao posto-móvel dos Correios Vaticanos, no lado esquerdo da Praça. Trata-se de um posto de saúde, que durante uma semana,

até o próximo domingo - quando será celebrado o II Dia Mundial dos Pobres - atenderá pessoas com dificuldades. Depois de rezar o An-

gelus, o Papa Francisco fez votos de que este dia “promova uma crescente atenção às necessidades dos últimos, dos marginalizados e

dos famintos: “No próximo domingo será celebrado o Segundo Dia Mundial dos Pobres, com muitas iniciativas de evangeli-

esus não se contenta com uma “porcentagem de amor”: não podemos amá-lo vinte, cinquenta ou sessenta por cento. Ou tudo ou nada. (14 de novembro) primeiro passo para conhecer Jesus Cristo é reconhecer a própria miséria, a necessidade de ser salvo. (13 de novembro)

w IMAGEM do cartaz promocional da iniciativa

zação, de oração e partilha. Também aqui na Praça de São Pedro, foi montado um posto de saúde que oferecerá tratamento por uma semana àqueles que estão em dificuldade. Faço votos de que este dia promova uma crescente atenção às necessidades dos últimos, dos marginalizados e dos famintos”. “Este pobre clama e o Senhor o escuta” é o tema deste II Dia Mundial dos Pobres, a ser celebrado 18 de novembro com uma Santa Missa presidida pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro.


Igreja no Mundo 1º Caderno Papa consagrará Catedral durante JMJ 6

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Durante a visita ao Panamá por ocasião da Jornada Mundial da Juventude em janeiro de 2019 FOTOS: DIVULGAÇÃO

w CATEDRAL Basílica de Santa Maria la Antigua será consagrada

C

om informações agência Gaudium Press. O Santo Padre Francisco, durante sua visita ao Panamá, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em janeiro de 2019, consagrará a Catedral Basílica de Santa Maria la Antigua, que há alguns anos está sendo restaurada. O Padre Javier Mañas García, guardião das igrejas do Bairro Antigo do Panamá, afirmou em entrevista ao Grupo ACI que está emocionado por saber “que em janeiro, por ocasião da JMJ, Sua San-

tidade o Papa Francisco terá a honra de consagrar esta Catedral, da qual nascem as demais Dioceses da América Latina”. “A Igreja local tem a missão de colocar os paramentos litúrgicos do altar e as imagens dos Santos. Isso é feito através do Comitê Arquidiocesano dos Amigos do Bairro Antigo, cuja missão é restaurar e devolver o esplendor do patrimônio religioso”, explicou o sacerdote. “Este templo é muito importante para nós, porque é a mãe da Igreja local e porque é a pri-

meira Catedral e Arquidiocese do continente”, acrescentou. As obras de restauração da igreja, que contaram com uma ajuda financeira do governo panamenho, deverão terminar em novembro de 2018. A restauração da Basílica menor contou com a instalação de um novo piso e fiação elétrica, além da restauração das pinturas, do altar e do teto. Também será instalado no início de 2019 um órgão monumental e um ar-condicionado devido ao calor.

Tanzânia celebra jubileu dos 150 anos de fé católica Com informações Vatican News. Milhares de Católicos Tanzanianos, juntamente com o Presidente daquele País, John Magufuli, e outros dignitários, celebraram no domingo, 4, os 150 anos de evangelização em Bagamoyo, um distrito costeiro, a 51 quilômetros de Dar-es-Salaam. O representante oficial do Papa Francis-

co nas celebrações da Tanzânia, o arcebispo de Nairobi (Quênia) Cardeal John Njue, presidiu às celebrações. O arcebispo Lebulu disse que Bagamoyo foi um local muito significativo na história do Catolicismo em Tanzânia, porque foi o primeiro lugar onde os missionários do Espírito Santo desembarcaram.

Dom Josaphat L ebulu também disse que Bagamoyo foi escolhido para as celebrações do Jubileu porque foi antes um local de dor e tortura envolvendo muitos escravos africanos vendidos e exportados a partir daquele porto. Contudo, com a chegada dos missionários, Bagamoyo se transformou num lugar de redenção.

w CARDEAL John Njue e o Presidente da Tanzânia, John Magufuli

Igreja no Brasil

Convento em Salvador sob nova direção

C

w IGREJA e o Convento de Nossa Senhora da Palma, em Salvador, Bahia

om informações da agência Gaudium Press. A Igreja e o Convento Nossa Senhora da Palma, em Salvador, agora ficarão sob a responsabilidade da Fraternidade Samaritanos Beneditinos. Na segunda-feira, 5 de novembro, o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu a cerimônia que marcou esse ato, no templo situado no Largo da Palma. Em sua homilia, Dom Murilo destacou a importância da preservação do templo e do convento. A Igreja e o Convento

Nossa Senhora da Palma foram construídos sobre o “Monte das Palmas”, uma das primeiras áreas de expansão da capital soteropolitana. Enquanto que o templo, datado de 1630, é conhecido como um ex-voto em agradecimento a uma graça alcançada por Bernardino da Cruz Arraes, o Convento teve a obra de construção iniciada em 1670, sendo erguido em torno de um pátio retangular, ladeado pela Igreja, que foi ampliada no mesmo período. No início, a Igreja ficou sob os cuidados da Ordem

dos Agostinhos Descalços. Após o regresso dos religiosos para Portugal, o templo foi transferido para a Irmandade do Senhor da Cruz em 1822. Com um formato de “T”, a planta da Igreja é composta por nave (com o teto decorado pela pintura ilusionista barroca, atribuída a Veríssimo de Souza Freitas), sacristia subdividida e acrescida dos corredores laterais e tribunas. Já a fachada mantém elementos em estilo rococó. E no interior do templo, há uma transição do rococó e neoclássico.

Bens Culturais da Igreja são tema de evento em Natal (RN) Com informações agência Gaudium Press. Em parceria com o Seminário de São Pedro e o Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o Arquivo Metropolitano da Arquidiocese de Natal realiza em 28 de novembro próximo o primeiro colóquio e a exposição “Bens culturais da Igreja: preservando o passa-

do, construindo o futuro”. O evento terá lugar no Seminário São Pedro, situado no bairro Tirol. Integrando as atividades realizadas pela disciplina Bens Culturais da Igreja, ofertada aos seminaristas, o colóquio pretende sensibilizar os participantes para a preservação desses bens culturais. Além disso, haverá a presença de especialis-

tas das mais diversas áreas que trabalham com a temática. No mesmo dia, serão lançados dois e-books sobre o tema, assim como o curso à distância de Bens Culturais da Igreja, que tem o intuito de promover a formação continuada do clero. O novo espaço da Arquidiocese de Natal, dedicado a Nossa Senhora dos Impossíveis, com-

preenderá o Conjunto dos Bancários e a segunda etapa do Conjunto Cidade Satélite, zona sul da capital potiguar, desmembrada da Paróquia de Santa Clara. A nova área será entregue ao Padre Carlos Sávio Ribeiro, atualmente vigário paroquial de Santo Afonso, em Mirassol. A data de criação será divulgada em breve.

w SEMINÁRIO DE São Pedro, local do evento


Igreja 7 Semana da Solidariedade e inclusão

1º Caderno

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Papa Francisco convida todas as pessoas de boa vontade , grupos, comunidades e instituições

A

Cáritas Brasileira promove a Semana da Solidariedade na Jornada Mundial dos Pobres convocada pelo Papa Francisco. Em comunhão com o Papa Francisco, a Cáritas Brasileira está promovendo a II Jornada Mundial dos Pobres em todo o território nacional. O tema escolhido este ano pelo Papa Francisco para a II Jornada Mundial dos Pobres (JMP) foi inspirado no Salmo 34: “Este pobre grita e o Senhor o escuta” (Sl 34,7). “As palavras do salmista tornam-se também as nossas no momento em que somos chamados a encontrar-nos com as diversas condições de sofrimento e marginalização em que vivem tantos irmãos e irmãs nossos que estamos habituados a designar com o termo genérico de ‘pobres’”, lê-se na mensagem do Pontífice divulgada para a

w IGREJA Papa pede envolvimento de todos: que "não haja um só pedinte" no Brasil

ocasião. Com o Papa Francisco, a Cáritas convida todas as pessoas, grupos, comunidades, instituições e pessoas de boa vontade para que participem

da Jornada Mundial dos Pobres – Semana da Solidariedade organizando momentos de encontros fraternos, celebrações ou mobilizações públicas entre os dias 11 e 18 de

novembro de 2018. A META É A INCLUSÃO SOCIAL

Em declaração ao Vatican News-Rádio Vaticano, o pre-

sidente da Cáritas Brasileira, Dom João José Costa, Arcebispo de Aracaju (SE), afirma que, sem dúvida, é preciso escutar o grito de tantas pessoas que estão vivendo à margem da sociedade. “ Que o Senhor nos dê um ouvido atento. Escutando este grito, que possamos responder conforme diz o salmista, que a nossa resposta concreta seja com gestos de solidariedade, de abraçar esta causa para a inclusão social. ” Dom João exorta os brasileiros a serem os braços de Deus para abraçar os que estão à margem da sociedade, passando fome e necessidade e que cada um procure fazer alguma coisa, celebrando com intensidade esta Jornada. “A meta principal é ver uma sociedade justa, fraterna e solidária, onde não haja um só pedinte no nosso Brasil.”

Mundo juvenil e a fé cristã Dom Antônio de Assis Ribeiro - Bispo Auxiliar de Belém (domantoniodeassis@arqbelem.org)

A importância do projeto de vida INTRODUÇÃO

Talvez todos nós algum dia, quando crianças, ouvimos esta pergunta: “o que você vai ser quando crescer?” Essa é uma pergunta muito importante para uma criança porque a estimula a pensar no futuro! Neste artigo, após a reflexão sobre o drama do vazio existencial, queremos convidá-lo a meditar sobre a importância da elaboração de um projeto de vida. Trata-se de um tema que não é muito apreciado em nossos dias, por isso, pouco se fala de vocação. A cultura do fazer é muito forte em detrimento do sentido e dos rumos da história das pessoas.

1

O que é um projeto? A palavra projeto vem do termo latino “projectum”; tem como base um prefixo e um verbo: pro (para, em direção de, a favor de) + iacere (que quer dizer arremessar, jogar para frente, lançar, atirar). Projetar significa lançar para a frente; esse verbo tem uma dimensão preventiva em vista da boa execução de alguma coisa. Projetar significa previamente tomar em consideração um conjunto de preocupações a respeito da realização de um empreendimento. Isso requer reflexão, discernimento, previsão de situações, estratégias. Projetar é considerar as exigências necessárias para que uma ação possa acontecer como se deseja. Dessa forma, quem quer construir uma casa, deve considerar uma série de questões para que seu projeto se realize. Por exemplo: onde vai construir, qual é o porte da construção, como é a situação do terreno, quem vai confec-

cionar o projeto arquitetônico, quanto vai custar, quais etapas vão ser necessárias...! Estamos acostumados a ver obras inacabadas por todos os lados! Em geral, foram empreendimentos iniciados sem seriedade projetual, às vezes, começadas em momentos de euforia econômica, mas sem seriedade de cálculos, sem garantia dos recursos, sem seriedade de gestão e, assim, acabaram abandonadas e incompletas causando sérios prejuízos!

2

A vontade além do instinto Algo semelhante acontece também com a nossa vida! Uma história bem sucedida e uma vida significativa não é fruto do acaso! Cada um de nós é chamado a edificar a sua história sobre o chão das capacidades dadas por Deus: a inteligência, a consciência moral, a capacidade de amar, a vontade, a liberdade etc. Essas são as condições que recebemos de Deus e que nos possibilitam a projeção da nossa própria história de vida, da qualidade do nosso viver, do teor das nossas escolhas, do rumo e do dinamismo da nossa existência. A meta final é a nossa felicidade pessoal. Por causa das capacidades com as quais Deus nos dotou, somente nós seres humanos podemos pensar em projeto de Vida, porque somente nós somos capazes de nos projetarmos, de querer, de sonhar, de decidir. Os animais irracionais não têm projetos de vida. Tudo neles acontece conforme a lei da natureza e segundo sua espécie. Há um determinismo biológico, movido pelo ins-

tinto, que tudo conduz. Mas com os seres humanos não é assim! Temos capacidades, todavia precisam ser estimuladas e desenvolvidas!

3

Por que é importante o projeto de vida? Precisamos de um projeto de vida para direcionar os rumos da nossa vida; precisamos de um projeto de vida para não sermos unicamente movidos pelos nossos instintos de sobrevivência; para não sermos vitalistas. O vitalismo é a ideologia que concebe a existência como pura “automanutenção”, ou seja, de uma existência em função do próprio dinamismo biológico, das necessidades fisiológicas e dos prazeres emocionais! Quem assim vive, cedo ou tarde, será surpreendido pelo vazio existencial ou carregará o peso de uma vida sem sentido! O projeto de vida é importante porque, através dele, nós nos afirmamos verdadeiramente como sujeitos da nossa história. O projeto de vida nos estimula a sermos os construtores da nossa história segundo um sonho devidamente discernido e articulado. O projeto de vida é importante para não sermos vítimas das circunstâncias históricas, tendo como consequência o ressentimento existencial que nos leva sempre a culpar os outros pela nossa própria frustração. Quem vive assim, em geral amargurado, é porque nunca assumiu a própria vida. Seja qual for o contexto social ou o econômico nos quais nos encontramos, é sempre possível uma contribuição pessoal que faça a diferença. A

indiferença em relação à propria história é quase sempre consequência do medo e do comodismo.

4

O desafio da superação do presentismo Estamos na era de uma forte mentalidade presentista; trata-se de uma ideologia que descarta a necessidade de projeto de vida, da importância de processos, de adoção de compromissos e metas para a vida pessoal; as coisas vão acontecendo espontaneamente e a vida se vai levando! O fenômeno do presentismo se apresenta como absolutização do momento presente, que rejeita a necessidade do amadurecimento, do discernimento, da projetualidade e da necessidade de etapas de desenvolvimento. A cultura presentista é imediatista, ou seja, é impaciente; pretende satisfazer seus desejos sem esperar o momento propício; dessa forma não respeita as exigências da maturidade e nem de condições éticas e morais. A mentalidade imediatista não se preocupa com as consequências das opções porque são feitas sem discernimento. Um jovem sem projeto de Vida, porque não pensa no futuro, apega-se ao efêmero, ao passageiro, ao momento presente! Para uma pessoa presa à ideologia presentista, a felicidade é feita de fragmentos de tempo, de momentos de prazer, mas a sua história é um peso por causa das responsabilidades das suas escolhas. O imediatismo é o vício que leva a pessoa a negar a necessidade de vivenciar as etapas e

processos; mas na vida somos convocados a nos educar, a saber esperar! O presentismo imediatista é muito grave porque elimina a visão de liberdade da pessoa; consequentemente, destrói a perspectiva da história como construção; descarta a necessidade do amadurecimento humano através de etapas; não se importa com as consequências dos atos, das escolhas, das palavras, das atitudes...

5

Projetar-se para não ser “biruta”! As consequências de uma vida sem projeto são lamentáveis. Tudo é bem-vindo e qualquer direção é boa para quem não sabe o que quer e nem para onde vai; isso não é saudável! Uma pessoa sem rumo, sem direção, sem ideais e nem sonhos é como uma biruta! A biruta é o instrumento que serve para indicar a direção e a intensidade do vento. Por isso não tem rumo certo! Uma pessoa “biruta” por si mesma é desorientada, vive sem rumo certo; é levada pelas circunstâncias e está à mercê da situação do meio em que vive. Dessa forma a “pessoa biruta” assume um dinamismo profundamente instável e imprevisível, à semelhança de um barco à deriva em pleno mar!

REFFLEXÃO: O que significa a palavra “projeto”? Por que a vontade humana vai além do instinto? Por que a mentalidade presentista dificulta a elaboração de um projeto de vida?

1

2 3


8

Nazaré Repórter

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

J FESTA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

RÁDIO NAZARÉ

A Comunidade de Nossa Senhora das Graças pertencente à Paróquia de São Francisco de Assis – Capuchinhos, localizada na Avenida Francisco Lobato, 140, entre as ruas Fernando Guilhon e Caripunas, em Belém, inicia a festividade em honra à Padroeira em 24 de novembro, com término em 27, com o tema “Maria, Modelo de fé e de igreja”. Durante os festejos haverá santa missa, procissão da padroeira e noites de arraial. Participe! Mais informações: (91) 3073-1500.

J CORRIDA E CAMINHADA SOLIDÁRIA A Paróquia da Mãe da Divina Providência promove sábado, 17, a 3ª edição da Corrida e Caminhada Solidária, promovida pelo núcleo Caritas da paróquia, em prol das famílias da comunidade. As inscrições estão sendo feitas

J MANHÃ ALEGRE E

FESTIVAL DO SORVETE

A Paróquia de São Raimundo Nonato realiza de 12 a 19 de novembro a Oficina de Arranjos Natalinos, ministrada pela professora Terezinha Cambraia. O evento será realizado na sala da terceira idade, ao lado da secretaria

Z MH 3 . 91 FM

l DIREITOS NO CONDOMÍNIO SERÁ TEMA NA RÁDIO NAZARÉ FM

na secretaria da paróquia. A concentração será às 6h em frente à Matriz. Haverá premiações para os três primeiros colocados. A igreja fica no conjunto Providência, Val de Cans, Belém. Informações: (91) 3257-2388.

J ARRANJOS NATALINOS

1º Caderno

A Paróquia da Mãe da Divina Providência, localizada no Conjunto Providência, bairro de Val de Cans em Belém, promove neste sábado, 17, a Manhã Alegre e o Festival do Sorvete para as crianças. A programação inclui uma manhã com muitas brincadeiras, louvor, dança, lanches e muito mais. Papai e mamãe, leve sua criança para participar desse dia especial. O evento será realizado no salão paroquial, a partir das 9h. Mais informações: (91) 3257-2388.

Programa “Direito e cidadania” da próxima terça-feira, 20, abordará o tema “Direito e deveres nos condomínios”. Na entrevista abordaremos alguns pontos, como: A função do síndico e quais são os Direitos e deveres dos condôminos. O presidente do Sindicato dos Condomínios

(Sindcon-Pa), Nazareno Nogueira, falará sobre o assunto. Sintonize 91,3 Mhz a partir das 16h. Lembramos que o ouvinte pode interagir durante a programação ligando para a central de atendimento, número 4006-9211 ou pelo facebook.com/ radionazare. Participe!

RÁDIO NAZARÉ FM - 91,3. A SERVIÇO DA VIDA. NOSSA MISSÃO É EVANGELIZAR!

REDE NAZARÉ DE TELEVISÃO

AL CAN

30

paroquial, de 9h às 11h. Inscrições na secretaria da paróquia, localizada na Avenida Senador Lemos, 1054, bairro do Umarizal, em Belém. Mais informações: (91) 32774644.

J NATAL MISSIONÁRIO O grupo Assistência Missionária da Comunidade Caju está promovendo campanha de arrecadação para realizar mais uma edição do Natal Missionário. Basta você doar qualquer brinquedo, roupas, alimentos não perecíveis ou doar um vale cesta no valor de R$ 30!

Essas cestas serão distribuídas em Dezembro aos moradores do Abrigo São Vicente de Paulo e das Ilhas próximas a Belém. Entre em contato com as Coordenadoras que a equipe vai ao local buscar a doação. Mais informações: 98225-4745 / 98197-8347.

Os ingressos para o Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPP) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) poderão ser trocados por 1 kg de alimento não-perecível nos dias 24 de novembro e 8 de dezembro. As doações serão destinadas a uma instituição de assistência social. Interessados devem chegar com antecedência às sessões (15h às 17h30), pois

os ingressos são limitados. O espaço recebe grupos escolares de terça a sextafeira e, aos sábados, o público em geral. A campanha vem ocorrendo em sábados específicos desde o mês de outubro. O Planetário fica na rodovia Augusto Montenegro, s/n, ao lado da Arena Guilherme Paraense (Mangueirinho).

l BRASIL-VENEZUELA NA TV: O QUE A IGREJA FAZ NESSA CAUSA SOCIAL Acompanhe pela TV Nazaré, canal 30.1 – ou na sintonia de sua cidade – a transmissão do programa “BrasilVenezuela” nesta sextafeira, 16, às 22h30, e a reapresentação no domingo, 18, às 14h. O programa é

J NATAL NO PLANETÁRIO J CONVITE O Grupo de Oração Arca da Aliança, da Paróquia de São Jorge, convida a todos a participarem dos encontros realizados toda segunda-feira, às 19h15, no salão paroquial. A igreja situa-se na avenida Dalva, bairro da Marambaia, em Belém. Participe desse momento de fé e oração do Santo Terço! Mais informações: (91) 3277-4641.

PORTAL NAZARÉ

um documentário que informa ao telespectador como a Igreja Católica está trabalhando com os imigrantes venezuelanos que chegaram ao Brasil. A produção é assinada pela Signis Brasil, rede de meios de comunicação de afinidade cristã. W. WW RE. AZA ON M.BR A C CO DA FUN

J FESTA DE CRISTO REI A Comunidade Jesus Libertador, da Paróquia de Santa Maria Goretti, localizada na Rua Paulo Cícero, 87, bairro do Guamá, em Belém, realiza a Festa de Cristo Rei de 22 a 25 de novembro, com o tema: Em Cristo somos chamados a servir como “Igreja em saída”. Durante os festejos haverá celebração eucarística,

l DIVULGUE A SUA COMUNIDADE NO PORTAL NAZARÉ

oração do terço, arraial e sorteio de prêmios. Participe! Mais informações: (91) 32836023.

Quer enviar sua sugestão para o Portal Nazaré? Envie um e-mail para: portal@ fundacaonazare.com.br. Lembre-se! As pautas devem estar de acordo com a missão da Fundação Nazaré de Comunicação: “Promover a formação integral da pessoa

humana e a defesa da vida, à luz do Evangelho, através dos meios de comunicação”. Você pode nos ajudar a levar mais longe o Evangelho, participando da Campanha Seja Mais Um. Faça parte da Família Nazaré. Acesse: www.sejamaisum.com ou ligue: (91) 4006-9211.


1º Caderno

Opinião

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

9

CNBB lança nova edição da Bíblia DIVULGAÇÃO

Livro sagrado será usado nas futuras publicações oficiais da Igreja no país

C

om informações CNBB. Em breve, uma nova tradução oficial da Bíblia Sagrada estará disponível para os fiéis. A CNBB já divulga o livro, que servirá de referência para a Igreja no Brasil. Após 11 anos de trabalhos, a nova versão da Bíblia foi lançada oficialmente em 21 de novembro, durante a reunião do Conselho Permanente da CNBB, na sede provisória, em Brasília. Conforme recomenda o Concílio Vaticano II, a tradução se baseia nos textos originais hebraicos, aramaicos e gregos, cotejados com a Nova Vulgata - a tradução ofi-

cial católica. O projeto teve início em 2007, quando a coordenação de tradução e revisão, composta pelos padres Luís Henrique Eloy e Silva, Ney Brasil Pereira e Johan Konings fizeram a revisão integral conjunta, que contou ainda com a colaboração dos professores, Padre Cássio Murilo Dias e Paulo Jackson Nóbrega de Souza, e da professora Maria de Lourdes Lima. A coordenação de tradução e revisão da Bíblia da CNBB afirma que o desejo é o de proporcionar aos católicos do Brasil uma tradução oficial da Bíblia, a ser usada nas futuras publicações oficiais

w NOVA versão da Bíblia, maior fidelidade aos textos originais

da Igreja no país, como lecionários litúrgicos e demais documentos, servindo também de referência para que, sempre quando preciso, se possa encontrar uma tradução segura, reconhecida pelo Magistério da Igreja Católica no Brasil e no mundo.

“Seguimos de perto a nova tradução que depois do Concílio Vaticano II foi publicada, em latim, para a Igreja Católica inteira, a Nova Vulgata. Ao mesmo tempo levamos em consideração a fluência e a beleza, para que o texto possa en-

trar facilmente no ouvido e ser guardado no coração como alimento espiritual”, declara a coordenação de tradução e revisão da Bíblia da CNBB. O texto está mais fluido que o existente em outras versões, e agora, apresenta-se simples e trans-

parente nas narrativas, mantendo a riqueza dos textos originais e a tradição litúrgica e espiritual através dos séculos. Ainda segundo a equipe de coordenação de tradução e revisão da Bíblia da CNBB, essa edição se distingue da anterior, sobretudo pela maior fidelidade aos textos originais conforme as opções adotadas pela Nova Vulgata. “Ao tomar por modelo a Nova Vulgata, não traduzimos do latim, mas dos textos originais em hebraico, aramaico e grego, segundo os mesmos critérios que tinham sido adotados para a nova tradução latina. Outro distintivo é que o texto inteiro da Bíblia foi retomado pela equipe dos três principais colaboradores, para garantir a homogeneidade da linguagem e do estilo”, lembra a coordenação.

Mater ecclesiae Pe. Wiremberg Miranda (wiremberg.miranda@gmail.com)

P

rezados leitores de nosso jornal católico Voz de Nazaré: dirijome este mês de novembro a vós para fazer uma reflexão dentro daquilo que nos é permitido, isto é, do espaço aqui neste excelente meio de evangelização, para refletir um pouco sobre a imagem e a devoção. Acerca da imagem de modo geral no dicionário temos: “Representação de uma pessoa ou uma coisa pela pintura, a escultura, o desenho etc.Pequena estampa que representa um assunto religioso ou qualquer outro. Reprodução visual de um objeto dada por um espelho, um instrumento de ótica. Parecença, semelhança: o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus. Representação das pessoas, dos objetos tal imagem dela (pessoa) me persegue. Metáfora, processo pelo qual se tornam mais vivas as ideias, emprestando ao objeto uma forma mais sensível: há belas imagens neste poema.

A imagem, os ícones, a configuração e a figuração da Virgem Maria - o Culto Neste sentido, podemos afirmar, em relação à Virgem Maria tantas imagens que nosso povo devoto e fiel a Ela se aproxima e presta o culto que lhe é devido. Por tais imagens são atraídos e diante delas rezam e contemplam o sagrado. O dicionário de mariologia no verbete dos ícones afirma que tal palavra, do grego, imagem, (Ícone=imagem) designa uma pintura sagrada feita em painel de madeira com uma técnica particular e segundo uma tradição transmitida há séculos. Aí são representados Cristo, Maria, os santos, cenas do AT e NT, bem como numerosas festas do calendário litúrgico. São de formato mais reduzidos e, portanto, portáteis. A origem dos ícones deve ser situada no

começo do cristianismo. Os mais antigos chegados até nós, todavia, não são anteriores aos sécu-

los V- VI e são pintados encáustica, que é uma técnica surgida, ao que parece, no Egito: as co-

res, compostas em cera, eram espalhadas com ferro em brasa, em vez de o serem com pincel, dentre outras técnicas utilizadas ao longo dos séculos das tradições e desses países. O que vem ao caso dentro deste nosso discurso, as imagens do ocidente, (as produzidas em gesso, barro cozido, madeira, mármore, ou outros formatos) que as imagens do oriente (os ícones) tudo quanto aqui discorremos serve para o culto e o louvor Deus que passa por essas “peças sagradas”, inculturadas, portanto, feitas por gênios da arte, por gente simples que segundo minha visão neste sentido são dotados de dons especiais que Deus lhes deu gratuitamente e são os primeiros que contemplam esse sinal da graça e do

amor de Deus. Quando falamos da Virgem Maria, Ela por si só já é a Imagem plena e plenificada da Igreja, por isso que não há um único mês do ano civil em que a comunidade não a cultue, pois que, de janeiro a dezembro, a Igreja celebra Santa Maria, com uma diversidade impressionante de títulos, muitos dos quais nem conhecemos, seja em nível internacional, nacional, local, regional, pessoal, diocesano, congregacional e etc. Nossa Senhora é celebrada e cultuada nas imagens e nos ícones, Ela é a imagem da Igreja e nada mais justo e digno de assim o fazermos, até mesmo em nossos atos particulares e naqueles que a Igreja nos apresenta e sugere como culto único e eclesial. Na nossa próxima matéria daremos um aceno também breve sobre tal culto que devemos prestar à Virgem Mãe de Deus.

Cursilho de Cristandade Pe. Antônio Mattiuz, csj (antoniomattiuz@gmail.com)

G

rande número de cursilhistas está engajado em trabalhos da Igreja em suas comunidades. Grande número de cursilhistas atuam nas comunidades nas mais diversas pastorais. Uns são catequistas, outros agentes da misericórdia, outros atuam no dízimo e muitos outros nas equipes de liturgia. Nem todos os cursilhistas têm a devida competência

Proclamar bem a Palavra de Deus para proclamar bem a Palavra de Deus. Muita gente do povo se queixa da incompetência de leitores que proclamam mal a Palavra de Deus. A boa vontade é muito importante, mas não basta. É vital ter capacitação.

É pavoroso saber que 50% dos fiéis que vão à igreja saem insatisfeitos pelo mau uso do microfone, pela má proclamação da Palavra ou pelo canto mal executado. Proclamar é declamar, é ler a Palavra para o povo ouvir e entender. Muitos lêem por

nada. 70% da má leitura se resolve fazendo isto: 1- Manter o microfone uns 10 cm longe da boca. 2- Imaginar-se o Apóstolo ou o profeta que vai falar. 3- Pronunciar bem todas as palavras e nada de correria. 4- Proclamar a Palavra com

entusiasmo, fé e convicção. 5- Ler o trecho 4-5 vezes, até sabê-lo quase de cor. 6 - N a d a d e b e r re i r o . Quem tem voz de trovão, modere-se. Quem tem voz muito fraca, reforce-a. Quem quiser ser agente mais competente da liturgia, estude e pratique o livrinho “Iniciação Litúrgica”, do Pe. Antonio Mattiuz. Pode adquiri-lo na Cúria por R$ 3,00.


10

Santa Missa

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

1º Caderno

Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL SANT’ANA

(Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400

Telefone: 3297-7250

N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h, Domingo: 12h e 17h

São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500

Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251

N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828

Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734

Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001

Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3292-0013

Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h, Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724

São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h,Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30, Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 10h, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503 Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 Nossa Senhora de Nazaré

REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950 N. Sra do Perpétuo Socorro Telégrafo - Seg. a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797 São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Terça a Sábado: 18h Dom.: 7h, 9h e 18h/1ª Sexta-mês: 9h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 17h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30 REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h

São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036

São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30 Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765 REGIÃO EPISCOPAL CORAÇÃO EUCARÍSTICO DE JESUS Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433 Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654 N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645 Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136 Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h São José de Anchieta Alameda Ns-13, 65 - Coqueiro Sexta - 7h30 Domingo - 7h; 18h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h Telefone: 3289-5368 Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391 Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200 Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua

Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674 REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS

Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232

Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199 Santíssimo Sacramento Nova União - Marituba Sábado: 18h30 (Capela N. Sra. do Perpétuo Socorro) Domingo: 18h30 (Capela S. Francisco de Assis) REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405 Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971

Paróquia Nossa Senhora do Carmo Benevides Sábado - 19h Domingo - 8h e 19h Telefone: (91) 3724-1098

São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Quinta : 7h e 18h30. Sexta: 18h30 Sábado: 9h e18h30. Domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3353-0364

Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351

Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284

N. Sra. de Nazaré Marituba - Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344

Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443

N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654

N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440

N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278

Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891

São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583

Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620

Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h, Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135 Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202 N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147 N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183 Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3237-8351 Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião); 10 h 3 0 ( I g . D i v. E s p . S a n t o ) ; 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153

Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 Paróquia Santíssimo Redentor Icuí-Guajará - Ananindeua Sábado: 19h30 - Igreja Matriz Domingo: 7h - Igreja Matriz 9h - Comunidade Santo Afonso 17h - Igreja Matriz 19h - Comunidade Cristo Rei São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h - Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário das missas da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


1º Caderno

A

capela da Fundação Nazaré de Comunicação recebeu primeiramente o Movimento Arquidiocesano do Terço dos Homens Mãe Rainha para a oração do Terço Mariano, que no dia 9, sexta-feira, precedeu a Missa em ação de graças do mês de novembro pelos sócios benfeitores da Família Nazaré. A Missa é uma celebração mensal em que a Arquidiocese de Belém agradece a Deus e reza pelas pessoas que ajudam com suas doações a manter a Fundação Nazaré de Comunicação com o trabalho dos veículos oficiais de comunicação arquidiocesana. A Fundação está situada na avenida Governador José Malcher, bairro de Nazaré, Belém. A programação foi transmitida ao vivo pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30.1, e transmitida em cadeia pela Rádio Nazaré FM – 91.3 e pelo Facebook, através da página da Fundação Nazaré. Integrantes do Apostolado da Oração também participaram da Santa Missa que contou ainda com a presença da imagem de Cristo Rei e com a participação de paroquianos da Paróquia de Cristo Rei, localizada no bairro da Guanabara, que na ocasião divulgou sua festividade em honra ao padroeiro. A Santa Missa foi presidida pelo padre Neuzivan Alves Gama, vigário da Paróquia de Cristo Rei. Na homilia,

Fundação Nazaré 11

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Missa pela Família Nazaré: “Milagre de Deus!” Disse o padre Neuzivan Gama, durante a missa pelos benfeitores o sacerdote destacou um acontecimento importante para a Igreja: a Dedicação da Basílica do Latrão, Mãe de todas as Igrejas, cuja dedicação é celebrada liturgicamente em 9 de novembro. A homilia foi centrada na liturgia da Palavra do dia que destaca a profecia de Ezequiel, na primeira leitura, na qual Deus fala sobre a importância do templo como corpo e casa de oração. A Igreja, frisou o padre, é espaço privilegiado para a escuta de Deus. O Evangelho, João 2, 13-22, motivou-o a comentar a importância do zelo do templo, seja ele casa de oração, seja

o corpo guardião do dom da vida, e deteve-se na passagem “O zelo por tua casa me consumirá” (Jo 2, 17), frisando que o cristão deve ter o mesmo cuidado que mantém com sua casa, “que seja o mesmo, e de maneira respeitosa, zelar pela casa de Deus, o templo de oração. Deus ama todas da mesma forma, sem distinção, não quer saber de coisas que nos distraem na casa d’Ele. Deus só quer saber do nosso coração”. CONSAGRAÇÃO - No término da Santa Missa houve a Consagração a Cristo Rei, conduzida pelo presidente da celebração que, em seguida,

agradeceu à Fundação Nazaré de Comunicação pela oportunidade de celebrar a Santa Missa pelos benfeitores da instituição: “Quero agora me dirigir a você que mantém conosco a fidelidade da sua contribuição com a qual a Arquidiocese de Belém pode levar mais longe o anúncio do Evangelho”. A paroquiana Rosângela Damasceno acompanhou a transmissão da Missa pelo Facebook e rezou pela Paróquia de Cristo Rei e também pela Fundação: “Deus abençoe nossa Paróquia e todos os funcionários da Fundação Nazaré de Comunicação”.

O BENFEITOR É UM MILAGRE DE DEUS!

Na benção final, padre Neuzivan pediu a oração de todos pelo Papa Francisco, pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa e seus auxiliares, Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, e ainda pelo padre Pedro Junior, pároco da Paróquia de Cristo Rei. Por fim, invocou as bênçãos de Deus para a Família Nazaré. Suas palavras finais: “Meu amado irmão, você que ajuda a Fundação Nazaré, também é um comunicador do Reino de Deus. Com aquilo que você pode nos ajudar, saiba que é de tamanha

importância, porque é graças à sua contribuição que momentos como esta Santa Missa podem levar Jesus a tantos lugares ao mesmo tempo e colocálo na presença de tantas pessoas que precisam tanto da sua mensagem de paz. Caríssimo irmão da Família Nazaré, você é um milagre de Deus! Que o Senhor abençoe você cada vez mais”. Família Nazaré - É um projeto da Fundação Nazaré de Comunicação, formado por pessoas que ajudam na manutenção dos trabalhos dos veículos de comunicação da instituição. Para conhecer mais sobre o projeto e sobre a campanha Seja Mais Um, acesse o site www. sejamaisum.com ou ligue (91) 4006-9211. FOTOS: DIVULGAÇÃO

w PADRE NEUSIVAN durante a celebração

w EQUIPE de liturgia com o pároco e a imagem de Cristo Rei

Parabéns para você!

A

gradeço a Deus por mais um ano de vida, por tantas bençãos e proteção! Agradeço também por minha saúde, pela da minha família e dos amigos. Que Deus e Nossa Senhora me livrem de todo o mal e me cubram de amor. ANDRÉIA DOS SANTOS PORTELA, bancária, 32 anos,

16/11 Alfredo Braga Pastana Ivaneide Celestino Janete Oliveira Bordalo José Maria de Avellar Liliane Glaysse Paiva Monteiro Lourival Holanda Bezerra Paullinia Régia Bahia Mendes França Rosilda Pereira da Silva 17/11 Antônio Carlos Miranda Antônio Henrique dos Santos Raiol Casal Edcarlos da Rocha e Milva Dutra Lindoso

Gregória Gama da Fonseca Lucila da Silva Pereira Cardoso Luiz Mendes da Costa Maria Vitória Souza Paracampo Rosália Souza Santos Severiana de Fátima de Araújo Monteiro Vera Lúcia Bulhão do Nascimento Waldemir Andrade 18/11 Casal Marcelo Santos e Claudilene Costa Silva Delma Rita Lima Mafra Dias Jorge Luiz Barros dos Santos José Claudio Gonçalves da Silva Maria da Conceição Evangelista de Sousa Maria de Nazaré Costa de Amorim Maria do Carmo Lopes de Lima Maria Raimunda Pantoja Barreto Marilene de Aguiar Queiroz Michele de Ponte Souza Carvalho Paula Fabiana dos Reis Morais Rosemary Costa da Penha 19/11 Antônio Carlos Gonçalves Pereira Carmem Neide Pinheiro da Silva Eunice Ruth Barbosa de Sousa Sá Jacyra Ribeiro Moreira Maria Celina Maciel Neves Maria Iaria Souza Barbosa Maria Lima Freitas Maria Oeiras de Carvalho Marlene Barbosa de Moraes Roberto Sérgio Paraense Gomes Salomão Lara Daibes 20/11 Andréia dos Santos Portela Casal Francisco Pereira Sobrinho e Sonia Amorim Sobrinho Casal João Araújo dos Santos

e Zaíra Brito dos Santos Consuelo Almeida de Carvalho Elayne Maria Ribeiro Isaura de Santana Cardoso Lucimar de Sousa Silva Luiz Carlos da Silva Luiz Otávio Cordeiro de Oliveira Maria Lúcia Alves Pontes Paulo Edson Ribeiro de Barros Rex Maria Ribeiro Vieira Stela Carneiro de Oliveira 21/11 Casal Antônio Maria Martins e Marilene Bezerra de Oliveira Edson Haroldo Rayol da Silva Fernando Guerreiro Pereira Francisca das Chagas Jamacaru José Olavo Ferreira Leonildo de Oliveira Conceição Linda Maria Palmeira Imbiriba w

Luciana Silva Moraes Ataíde Maria do Carmo Ribeiro Caldas Rosângela Patelo da Silva Sônia Maria Santos Tânia Lazera Lima Paes Vitória Rocha Ferro 22/11 Ana Maria Gomes Vieira Cecília E. F. Silva Cecília Maria Furtado Ribeiro Cecília Marques de Lima Doracy dos Reis Marques Edna Souza de Aquino Joseni Cardoso Paixão Lucival de Alencar Nelson Paulo Martins de Queiroz Ronilson Récio Santos dos Santos Sadia Mamed Edoron Machado Silvia Maria Gonzaga Guimarães Veraluce Fonseca Neves

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 18/11 - Pe. Glebson Joan Nunes Rodrigues 19/11 - Pe. Divã Anísio de Sousa 20/11 - Diác. Benedito Otávio Cardoso Quaresma 22/11 - Pe. Antônio Luiz Farias de Oliveira

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 16/11 - Pe. Valdinei de Lima Silva 20/11 - Pe. Adalberto do Espírito Santo Brandão 21/11 - Pe. Adrick José de Sousa Araújo 21/11 - Pe. Vanderson Jorge da Costa Barata

AJUDE A MANTER A FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO. LIGUE PARA 4006-9200 E SEJA SÓCIO DA FAMÍLIA NAZARÉ.


Arquidiocese Cursilhos de Cristandade promovem Jornada Arquidiocesana em Belém 12

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

1º Caderno

Encontro de oração, reflexão e envio

C

FOTOS: DIVULGAÇÃO

om o intuito de to proporcionando promover um aos cursilhistas um encontro de oraresgate da identidação, reflexão e envio, de e consciência de o Movimento de Cursua pertença ao mosilhos de Cristandade vimento, para que (MCC) da Arquidiocepossam evangelizar se de Belém realizou os ambientes e as nesta quinta-feira, 15, periferias que necesde 8h às 17h, no Cositem da fomentação légio Dom Bosco, na do Evangelho. Travessa Benjamin De acordo com Constant, no Reduto, Michel Mamede, via primeira Jornada ce-coordenador do Arquidiocesana para MCC/Belém, a ideia w PADRE Francisco Bianchini cursilhistas da capital para a realização da e do interior do EstaJornada ArquidioceDentro do Ano do Laido. Com abertura, mensana partiu de Dom Alsagem e celebração de cato, que propõe uma berto durante um almoencerramento presidida presença mais ativa ço no ano passado, com por Dom Alberto Taveira dos leigos nos serviços o objetivo de congregar Corrêa, a jornada contou e pastorais da Igreja, a os cursilhistas das parócom a presença do padre Jornada Arquidiocesana quias arquidiocesanas: Francisco Bianchini, as- do MCC quer reavivar “Queremos reunir o sessor espiritual nacional. o carisma do movimen- maior número de inte-

w A JORNADA acontece no Instituto Dom Bosco, no bairro do Reduto

eu indico

E

GLEICE MARIA BRABO DA SILVA,

administradora 60 anos

u indico o livro ‘Carta de um rabino convertido’, do autor Paul Drach. Esse livro traz grandes surpresas para nós, católicos. Paul Drach foi um rabino e teólogo que se converteu ao catolicismo alguns anos depois. Ele amava sua religião e não teve nenhum desentendimento para que pudesse trocar de religião. Ele apenas procurou se aprofundar e estudar, quando fez a feliz descoberta que a igreja Católica Apostólica Romana é que detém a verdadeira revelação, e compreendeu a doutrina católica. É uma leitura boa para o crescimento intelectual e espiritual dos leitores.

grantes para que, com as pregações e outros momentos, possamos recordar e reforçar o compromisso deles com Cristo. Nosso carisma evidencia a evangelização de ambientes e temos o intuito de fazer memória ao primeiro dos cursilhistas ao conhecer o movimento”. A programação na quinta-feira inicia-se com acolhida e credenciamento às 8h, seguida de Oração Inicial a cargo dos padres Antônio Mattiuz e Welbert Oliveira, diretores espirituais do movimento na Arquidiocese. Após a abertura por Dom Alberto, a jornada constará de pregação com o padre Francisco Bianchini (Xiko) sobre o tema “Cursilhista volta ao primeiro amor” que se encerrará

BOA DICA

com dinâmica de grupo. Na segunda pregação, também ministrada pelo padre Xiko, o tema será “Jesus Cristo conta contigo”, com duração de quarenta minutos. Logo após, Adoração ao Santíssimo Sacramento. À tarde, após o retorno do almoço, haverá roda de conversa, cujo tema “Qual minha resposta ao Amor de Deus”, seguida de plenária. Encerrando a jornada, celebração eucarística, às 16h30, presidida por Dom Alberto. O MOVIMENTO

O Movimento de Cursilhos de Cristandade está presente na vida da Igreja do Brasil desde 1962, trazido por leigos e sacerdotes da missão católica espanhola. Em Belém desde 1964 o movimento

se empenha em acompanhar e cumprir a caminhada evangelizadora da Igreja. O MCC é uma pastoral ambiental, visando a transformação evangélica dos ambientes, para formar missionários em consonância com o Plano de Pastoral da Arquidiocese de Belém. Seus encontros são realizados em três dias, sempre aos finais de semana, com entrada na noite de sexta-feira e saída no final do domingo. Possui um método próprio que desperta e capacita a criar núcleos de cristãos nos vários ambientes levando os critério e valores do Evangelho. Podem participar adultos e jovens com capacidade de redescobrir e reafirmar sua personalidade através de opções livres e conscientes.

LIVROS E CD'S

n NATAL - AS MAIS BELAS CANÇÕES - CD (Paulus, R$9,90)

n VOSSOS FILHOS E VOSSAS FILHAS PROFETIZARÃO - Livro (Paulinas, R$31,90)

E

P

ste CD é um produto ímpar para o Natal. Seu repertório é composto de clássicos cânticos natalinos, conhecidos e apreciados em todo o mundo, como “Glória a Deus” (melodia francesa tradicional de Natal), “Noite Feliz” (Franz Gruber), “Boas Festas” (do saudoso Assis Valente), “Chegou o Natal” e “Nasceu-nos um Menino” (melodias alemãs tradicionais de Natal), “Adeste Fideles” (tradicional) e a maravilhosa “Happy Christmas” (John Lennon e Yoko Ono).

e. Zezinho participou da preparação do Sínodo com os jovens em Roma, em setembro de 2017. O Papa Francisco queria ouvir o que os jovens católicos e ecumênicos, inclusive os jovens não crentes, queriam dizer para a Igreja de hoje. Os jovens seriam os protagonistas daquele encontro. Nesse livro, Pe. Zezinho optou por escrever sobre as antigas e novas profecias protagonizadas pelos jovens destes últimos sessenta anos. O livro quer ajudar a entender o que é uma Igreja disposta a ouvir os seus jovens. Nem sempre são entendidos corretamente, mas já será um grande passo se forem ouvidos.


BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Caderno Dois

Arquidiocese lança o jubileu de 300 anos da Diocese de Belém do Pará

FOTOS: LUIZ ESTUMANO

Anúncio será no dia 22, durante reunião do clero arquidiocesano

D

ia 1º de maio de 1906 a Diocese de Belém do Pará foi elevada à Arqudiocese de Belém, um dos mais siginificativos momentos históricos para a Igreja Católica de Belém, com sede na capital do Estado do Pará. Constituída como Arquidiocese, é sede de Província Eclesiástica, a maior província amazônica, tendo 14 circunscrições em dois Estados: Pará e Amapá. A atual configuração da Arquidiocese de Belém não pode ser considerada sem levar em conta o relevo histórico que é a sua jornada enquanto foi uma diocese. E é exatamente esse o resgate histórico que a Arquidiocese irá promover a partir do próximo dia 22 de novembro de 2018. Nessa data, em meio à reunião com o clero arquidiocesano, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, irá anunciar oficialmente como decorrerrá esse tempo espacial de celebração da vida da Igreja na Amazônia ao longo de três séculos de existência, como instrumento de evangelização do povo amazônida. A história da Arquidiocese de Belém perpassa

a jornada de outras igrejas que foram criadas a dela própria, conforme explicara já anteriormente o Arcebispo Dom Alberto. "A nossa Igreja é sede da Província Eclesiástica. Temos uma história, Bispos, sacerdotes, religiosas, religiosos, missionários...tantas pessoas nesta nossa Amazônia. E pensar que até o final do século 19 a Arquidiocese ou Diocese de Belém compreendia toda a Amazônia. Daqui nasceram as outras igrejas, Prelazias, Dioceses, Arquidioceses, como a de Manaus, e também de Porto Velho; tudo nasceu desta igreja de Belém. Nós temos uma historia, nós não nos inventamos. Nós somos responsáveis por guardar uma herança”, observa o Arcebispo. A herança da igreja de Belém vem desde a fundação da cidade e do início da Evangelização na Amazônia, fato de mais de 400 anos de história. Dinâmica, a atual Arquidiocese renova-se constantemente e atualmente tem sete Regiões Episcopais, 89 paróquias, 226 sacerdotes, 145 diáconos, movimentos e pastorais que, junto com o Arcebispo de

w CATEDRAL, sede da Arquidiocese de Belém, local da reunião do clero arquidiocseano

w ARCEBISPO METROPOLITANO de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa

Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e seus dois Bispos Auxiliares, Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, assumem a missão de fazer da Igreja de Belém uma Igreja Viva. 300 ANOS - No dia 22, os presbíteros, “em unidade com a Arquidiocese de Belém, tanto no tema pastoral como na espiritualidade”, participam do lançamento jubilar na Região Episcopal Sant`Ana. O encontro será Catedral Metropolitana de Belém, informa côn. Roberto Cavalli, coordenador da Pastoral Presbiteral.

Vestibular: inscrições são aceitas até dia 30 de novembro A Faculdade Católica de Belém segue com inscrições para o Vestibular

2018, para os cursos em bacharelado em Filosofia e Teologia. As inscrições

poderão ser realizadas até o dia 30 de novembro. As provas serão rea-

lizadas nos dias 02 e 03 de dezembro. O candidato tem duas opções de inscrições: na modalidade online pelo site catolicadebelem. com.br ou presencial na sede da Faculdade Católica de Belém, situada na BR 316, KM 6, no município de Ananindeua. De acordo com o edital, das 400 vagas ofertadas, 200 vagas para o curso de bacharelado em Filosofia, sendo 100 vagas para o turno da manhã e 100 vagas para o turno da noite; e 200 vagas para o curso de bacharelado em Teologia, sendo 100 vagas para o turno da manhã e 100 vagas para o turno da noite. Entre as novidades deste vestibular, é a criação de um polo no Colégio Santo Antônio, localizado na Rua Frei Gil, praça Dom Macedo Costa, 128, bairro da Campi-

na. Serão ofertados 200 vagas para o polo no turno da noite, sendo que o funcionamento dos cur-

sos está condicionado à existência de 25 alunos aprovados e matriculados em cada curso.

INSCREVA-SE! 1) ONLINE

http://bit.ly/inscricaovest2018facbel 2) PRESENCIAL

Faculdade Católica de Belém - BR 316, KM 6 - Ananindeua Baixe o Edital! http://bit.ly/editalvest2018facbel SERVIÇO:

Vestibular 2018 | Católica de Belém - Prazo: 30 de novembro - Taxa: R$ 60,00 - Provas: 02 e 03 de dezembro - Local das Provas: Faculdade Católica de Belém - Hora das Provas: 8h30 às 12h30 INFORMAÇÕES:

- BR 316, KM 6 - Ananindeua - (91) 3255-2324 | 98442-5713 (WA) - contato@catolicadebelem.com.br - http://catolicadebelem.com.br - http://fb.me/catolicadebelem


2

Arquidiocese

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

2º Caderno

Miscelânea Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

E

m cumprimento do que prometi no finalzinho da nossa edição passada, nesta de hoje veremos como foi o fim da FETAPA (Federação de Teatro Amador do Pará). Para começo de conversa, devo dizer que foi triste, injusto, imerecido. Em meio a uma assembleia geral, numa tarde não lembro em que mês do ano de 1978, no auditório do Colégio Augusto Meira, irrompeu intempestivamente no local um grupelho, liderado por Luis Otávio Barata, do grupo Cena Aberta, um agitador cultural no bom e no mau sentido, a meu ver mais no mau que no bom, nenhum só deles confederado e, portanto, sem direito a voz e voto. Tomando a palavra sem antes solicitá-la à presidência da mesa, pintou e bordou, conseguindo, por artes do diabo, extingui-la e, ali mesmo, fundar uma outra, a Fesat, que, por sua vez, não muito tempo depois, como se

Nazareno Tourinho (IV) devido à lei bíblica do Talião, levou a breca. Voltando às peças do Nazareno Tourinho em que atuei como ator e que dirigi, uma delas deveria ter sido “Severa Romana”, cujo personagem central a mais querida “santa” popular paraense, sepultada no cemitério de Santa Izabel, brutalmente assassinada, em sua residência, por ter se negado a se deixar possuir sexualmente por um cabo, cujo nome não me vem à memória, do qual, embora com nojo, mas vida de ator é assim mesmo, eu seria o intérprete. Escrevi linhas acima que deveria ter sido responsável por sua montagem, coisa que infelizmente deixou de acontecer, não por culpa minha. Razão: para Tourinho, o texto, pelo menos os dele, é sagrado,

DIVULGAÇÃO

e os mais renomados encenadores modernos, o texto, embora tenha sua maior importância, por ser, em princípio, a origem ou, para quem o preferir, a alma do espetáculo teatral, se o teatro fosse uma fruta, o caroço, é, apenas, um pretexto para o espetáculo, sendo o escritor o autor do texto e o diretor o do espetáculo, não apenas podendo, mas devendo, modificá-lo para o bem da montagem. Na noite em que iniciamos o chamado ensaio de mesa, na sala anexa ao auditório da SAI (Sociedade Artística Internacional), hoje sede da Academia Paraense de L etras, em frente ao Corpo de Bombeiros e ao lado do Colégio Paes de Carvalho, na rua João Diogo, generosamente entregue aos meus cuidados por quem de direito, o engenheiro já falecido,

w SEPULTURA de Severa Romana

imexível, (vá o neologismo), intocável, imutável, devendo ser ence-

nado tal qual o autor o escreveu. Já para mim, como para os melhores

Augusto Meira Filho, grande incentivador das artes, padrinho dos artistas, conhecido como o namorado de Belém. Na noite em que começamos o ensaio de “Severa”, o Nazareno viajou para o Rio e antes de ir, teve a delicadeza de dar um pulo à SAI, para se despedir de nós. Conhecendo de sobra a intransigência com que defendia a integridade de suas peças com unhas e dentes, falei-lhe: - Senta um pouco aqui para nos dizer como queres que seja o espetáculo. Com aquele ar demagógico, que às vezes assumia, ele respondeu: - Não precisa, o texto agora é teu. Podes fazer com ele o que bem quiseres. - Posso? - Pode. - Posso mesmo? - Mas claro que pode, já não falei? - Então, tá. O desfecho dessa história fica para a próxima semana. Até por lá. Shalom.

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

16/11 - SEXTA-FEIRA Santa Agnes de Assis - Virgem

20/11 - TERÇA-FEIRA São Gregório, o decapolita - Monge e Anacoreta

No convento de S. Damião em Assis, podem-se ler os nomes das primeiras seguidoras de Clara e Francisco. São as jovens de Assis, que sentiram o espetacular e coletivo chamado para essa novidade do Espírito Santo na Igreja, os Franciscanos. Entre muitas, estão a família de Santa Clara: Ortolana, sua mãe, Agnes, sua irmã caçula, e Beatriz e Pacífica, suas outras irmãs. Mesmo sendo família, viviam na obediência e oração. A mando de Clara, Agnes foi a Florença, em 1219, fundar o 2º convento das Clarissas, o de Moticelli. Morreu em 1253, três meses depois de Clara, conforme seu ardente desejo.

O historiador e cardeal Barônio, séc. XVI, nos confirma seu nascimento em Erinópolis de Decápolis, Ásia Menor, 762. Tornou-se monge e permaneceu 14 meses no mosteiro, mas algo lhe inquietava o coração. Morou um tempo em uma caverna, daí ser também chamado “anacoreta”. Passou por Éfeso, Constantinopla, Corinto, Roma, Cicília e Tessalônica. Nessas viagens descobriu sua função: lutar contra os iconoclastas, isto é “quebradores de imagens”, que, antes do protestantismo, já afirmavam serem idolatria. Criou-se o movimento contra: a iconodulia, os “veneradores de imagens”. Fundou também um mosteiro.

17/11 - SÁBADO Beato Antonio Torino - Mártir Foi missionário italiano em terras da Argentina no século XVIII. O beato Antônio Torino lutou incansavelmente para dar a conhecer a essas pessoas, nativos e colonizadores, a Palavra de Cristo e a fé Católica. Por uma incompreensão, foi tomado pelos nativos e pendurado em uma árvore, ferido com um grande e profundo corte na barriga, estripado ainda vivo enquanto pregava o Evangelho. Hoje em dia, o que fere os missionários e os pregadores é o descaso da mensagem que estão transmitindo. 18/11 - 33º DOMINGO DO TEMPO COMUM São Barula - Criança Mártir Um diácono da igreja de Cesaréia foi preso, torturado e chamado à presença do prefeito para se explicar: Ele falou da beleza do cristianismo e que até as crianças sentiam esse amor. Foi quando o prefeito chamou Barula de 6 anos do meio da platéia e lhe perguntou: “Quem é o verdadeiro Deus?”. A criança lhe disse: “O Deus dos cristãos!”. Foi um espanto para todos, mas, irredutível, o prefeito mandou espancar o diácono e a criança. A mãe, mesmo muito angustiada, pedia para ele ter força, pois logo estaria com Jesus. O diácono foi queimado e Barula decapitada.

21/11 - QUARTA-FEIRA Maria Mãe da Igreja - Solenidade

19/11 - SEGUNDA-FEIRA São Abdias - Profeta Foi um dos 12 profetas menores, registrado canonicamente, cujo livro é o menor de todo o Antigo Testamento, com apenas 21 versículos. Como comentou São Jerônimo, “Profeta pequeno em versos, mas não de idéias”. Seus versículos consolam Jerusalém após o exílio na Babilônia, garantem o braço forte da lei de Deus contra os inimigos, até mesmo os edonitas que deveriam ser irmãos, e profetisam o “Dia do Senhor” sobre todas as nações, mais tarde compreendido como o surgimento do Messias. A imagem acima, esculpida pelo Aleijadinho representa-o. Encontra-se à entrada da basílica de Bom Jesus de Matosinhos, MG.

O Pe. Cornélio Fabro escreveu um belo artigo, lembra que Pio IX entrou para a História como o papa da Imaculada Conceição, cujo dogma foi proclamado em 08/12/1854. Já Pio XII foi o papa da Assunção, em 01/11/1950. E Paulo VI, o pontífice de Maria Mãe da Igreja. Em uma alocução no fechamento da 3ª sessão do C.Vaticano II, em 21/11/1964, declara: “Portanto, para glória da Virgem [...], proclamamos Maria Mãe da Igreja, isto é, de todo o Povo de Deus, fiéis e pastores, que lhe chamam Mãe amorosíssima”. 22/11 - QUINTA-FEIRA Santos Filêmon, Ápia e Onésimo - Discípulos de São Paulo E já que vimos a pequena carta de Abdias do Antigo Testamento, agora eis uma outra pequena carta do Novo Testamento, escrita por São Paulo, e que não é questionada pelos pesquisadores. Possui 25 versículos, e um profundo ensinamento de respeito às leis dos homens, conversão, perdão, um forte sentido de discípulo e missionário deste senhor rico: Filêmon, seu servo, Onésimo e sua esposa, Ápia. Foram companheiros de são Paulo em todos os sentidos. Aqui também podemos repetir as palavras de s. Jerônimo.


2º Caderno

Arquidiocese

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018 DIVULGAÇÃO

w COMUNIDADE paroquial participou da cerimônia de sagração

3 DIVULGAÇÃO

w DOM IRINEU bispo auxiliar de Belém, presidiu a cerimônia na matriz

Sagração na Paróquia do Distrito Industrial Cerimônia ocorreu na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus

N

a segunda-feira, dia 12, na matriz da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no Distrito Industrial, em Ananindeua, foi realizada a cerimônia do rito de sagração do altarmor e a bênção do novo presbitério. Dom Irineu Roman, um dos Bispos Auxiliares da Arquidiocese de Belém, presidiu a cerimônia e concelebraram os padres Francisco José Sadeck dos Santos, André Teles, João Mendonça, José de Souza e o pároco Paulo Cruz. Centenas de fiéis compareceram pela ocasião da cerimônia, dentre eles os membros do Movimento Apostolado da Oração da matriz, que foram fundamentais para a realização da reforma, pois foram eles que mobilizaram a comunidade para adquirir recurso para o início da primeira etapa iniciada em 2017. Em 2019, será realizada a segunda etapa, esta contemplará a ampliação das laterais com a instalação de novas janelas, novo piso e nova fachada. Estava presente também o arquiteto responsável pela obra, Jeo-

vá Barros e família. Segundo o pároco, padre Paulo Cruz, a paróquia tem um espírito missionário que não inverte apenas em obras, mas em formações e evangelizações. Para ele, a obra proporciona a vivencia da espiritualidade. “É um presbitério que leva a espiritualidade, a oração, tudo que está ali como o retábulo, os Ícones, os desenhos feitos tudo isso nos transporta para uma espiritualidade, uma mística dentro do templo e, também, toda a simbologia”. O projeto de arte sacra foi desenvolvido pelo arquiteto Jeová Barros e utilizou como referência os ícones da devoção ao Sagrado Coração de Jesus. O novo presbitério tem o mobiliário litúrgico feito na técnica do “Faux Bois”, que imita a madeira. Segundo ele, o conjunto da obra proporcionou um ambiente acolhedor. “Eu sempre trabalhei com arte autoral. Geralmente sou chamado e apresento uma proposta. E aqui na Igreja do Sagrado Coração de Jesus foi assim também. O conjunto da obra

w DOM IRINEU durante a cerimônia de sagração do novo altar

busca ampliar na Igreja uma atmosfera de oração, recolhimento e fé. O ambiente é marcadamente devocional e isso foi respeitado pelo autor e bem acolhido pela comunidade local”. O arquiteto responsá-

vel pela reforma do presbitério possui obras de sua autoria nos painéis da matriz da Paróquia de Nossa Senhora do Bom Remédio, no Conjunto Satélite, na matriz de Nossa Senhora Imaculada da Conceição, no

Entroncamento; nos vitrais da matriz de Nossa Senhora do Ó, em Mosqueiro e, na Capela do Pão de Santo Antônio, no Guamá, e reforma geral da Capela de Santa Terezinha no Conjunto Império Amazônico, no

bairro do Souza. A matriz da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus foi elevada a paróquia em 27 de agosto de 2011. O primeiro pároco foi o padre André Teles que ficou até fevereiro de 2014. Padre Paulo Cruz tomou posse em 2014 e permanece como pároco da matriz. A paróquia tem como padroeiro o Sagrado Coração de Jesus e realiza na primeira sexta-feira do mês, adoração ao Santíssimo Sacramento às 18h e Santa Missa Solene, às 19h. Atualmente, há dez comunidades pertencentes à Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, localizada na Rua Primeira Rural, 402, próximo à Rua do Fio.

A CERIMÔNIA, POR DOM IRINEU Dom Irineu, explica a cerimônia. “Realizamos a dedicação ou sagração do novo altar e do presbitério, incluindo também a pia batismal, o ambão, que é a mesa da Palavra e, também o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e as imagens dos quatro evangelistas Mateus, Marcos, Lucas e João”. E continua: “O altar-mor no presbitério é o centro da liturgia, ele representa o próprio Cristo, onde ele se oferece através das ofertas do Pão e do Vinho pa-

ra ser a presença real de Jesus, mas, também toda a assembleia, todos os batizados, todos os filhos e filhas que são amados por Deus são altar de Cristo, porque se Cristo é o altar é o centro de toda vida, de toda a liturgia, os fiéis, aqueles que são membros da Igreja, que fazem parte da vida cristã são altares espirituais que buscam sempre Deus. Dentro da dedicação do altar a gente valoriza esses aspectos da importância da celebração litúrgica, onde tudo converge para o altar por isso que

o altar é ungido com óleo, abençoado com água benta, porque lá se oferece as ofertas do próprio Deus que é o próprio Cristo que se oferece por nós”. Segundo ele, foi um momento de espiritualidade e de vivencia da fé. “Foi uma celebração muito bonita, a Igreja estava lotada, o povo ficou muito feliz, ficou muito alegre, foi um momento de espiritualidade, de vivencia da fé muito profundo no momento da sagração e da dedicação do altar”.

Projeto leva ação de educação patrimonial à Igreja do Carmo LUIZ ESTUMANO

w IGREJA de Nossa Senhora do Carmo

Com o intuito de promover a valorização e a preservação do patrimônio religioso, histórico, arquitetônico e cultural de Belém, as Obras Sociais da Arquidiocese, instituição sem fins lucrativos, realizará nos dias 23 e 24, na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Cidade Velha, o projeto de educação patrimonial cujo tema “Igrejas Históricas de Belém – Memórias de Fé e Afeto” aberto para toda a comunidade. O mês de novembro foi escolhido de forma especial por celebrar o Dia do Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Pará, comemorado em 5 de no-

vembro. Dessa forma, a Igreja do Carmo foi a escolhida para abrigar a programação que visa o cuidado com o patrimônio visto que o templo passou por restauração iniciada em 2013 e entregue em 2015. A abertura, às 9h da sexta-feira, 23, será marcada coma a apresentação do projeto musical “Memórias da Fé” com canções tradicionais religiosas interpretadas pelos músicos do Instituto Carlos Gomes, Reginaldo Viana e Roger Santos. Em seguida, às 10h, será aberta a exposição “Expressões Artísticas e Multilinguagens” com representações em ma-

quetes da influência arquitetônica do estilo barroco nas igrejas de Belém, produzidas por alunos da Escola Municipal João Paulo II, de Ananindeua. Outra exposição em evidência é “Igreja do Carmo” com registros do processo de restauração pelo qual o espaço passou. Ainda na sexta-feira, de 14h às 17h, haverão visitas guiadas pelos espaços da Igreja com parceria do grupo de jovens do Beco do Carmo. Para Luci Azevedo, da organização do projeto e voluntária das Obras Sociais, pretende-se estender a ação para as outras igrejas que fazem parte do

conjunto arquitetônico e histórico de Belém. “Convidamos algumas escolas, inclusive a Escola do Carmo, para desenvolver esse trabalho de educação patrimonial. Convite este também estendido aos moradores, que foram parceiros desde o início na restauração e que passaram por oficinas, para que possam participar desse processo de compreensão e através disso estabelecer essa relação de afeto do público com o patrimônio.” No sábado, 24, a programação inicia às 8h30 com as visitas guiadas e encerrará ao meio-dia com apresentação cultural.


4

Igreja

2º Caderno

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Emoção de fiéis brasileiros em Roma

Por ocasião da participação da catequese explanada pelo Papa Francisco na praça São Pedro

T

oda quarta-feira o Papa Francisco realiza a audiência geral na Praça São Pedro, mas a do dia 14 de novembro foi especial para os brasileiros Fernanda Barbosa e o Arnon Lobo. Eles participaram pessoalmente da catequese. Quando o Santo Padre apontou no papamóvel, Fernanda não conteve as lágrimas. “Eu acho que ele veio para revolucionar a humanidade, ele é um enviado de Deus realmente. É uma pessoa muito especial e eu já imaginava que eu ia me emocionar porque as palavras dele sempre me tocaram muito. Eu acho que esse Papa tem um papel muito importante, uma missão muito importante aqui na Terra, especialmente pelo momento que o mundo está vivendo, que o Brasil está vivendo. Eu acho que ele significa muito e a gente

DIVULGAÇÃO

vemos aqui. Nós estivemos bem pertinho do Papa, como recémcasados. Nós tínhamos nos casado em sete de abril e a emoção é a mesma”, lembra. SUCESSOR DE PEDRO

w GRUPO de brasileiros presentes à catequese do Papa Francisco no Vaticano no dia 14

precisa ouvi-lo”, disse, emocionada. Os dois foram de Belo Horizonte, Minas Gerais, e é a primeira vez do casal no Vaticano. “Eu até liguei para a minha mãe na hora porque eu quase não aguentei. Realmente, para mim foi muito emocionante mesmo”,

afirmou Arnon. SENTIMENTO COMUM AOS PEREGRINOS

Mas a alegria de encontrar o Pontífice na Praça não é privilégio apenas de quem vem pela primeira vez, como conta Maurício Venturin que estava com um gru-

po de 29 pessoas do Rio Grande do Sul. Eles chegaram antes das sete da manhã e conseguiram um lugar bem à frente. “Já é a quarta vez que eu venho a Roma, mas sempre é a mesma emoção inicial como se a gente estivesse pela primeira vez diante do sucessor de São Pedro.

As pernas tremem, a alegria e a emoção vêm aos olhos. Então, é uma emoção muito grande sentir essa fé, essa devoção que o Santo Padre nos passa”, relata. Um sentimento compartilhado também pela esposa de Maurício, Carolina Mohr. “Em abril nós esti-

O grupo estava acompanhado pelo padre Cleiton Pena, da Paróquia Santa Fé, Diocese de Caxias do Sul. Para ele, uma das maiores belezas desse momento de catequese é ver o rosto de todos que chegam aqui esperando uma palavra abençoada daquele que é o representante de Cristo na terra. “É uma sensação maravilhosa porque nós sabemos que ele é o sinal da nossa comunhão. Ou seja, nós estamos lá no Brasil, tão longe, e ao mesmo tempo nós estamos tão unidos com toda a Igreja porque nós temos essa figura tão especial que é o sucessor de Pedro”, diz o padre.

Festa para Santa Isabel da Hungria A Comunidade Santa Isabel da Hungria, pertencente à Paróquia de São Francisco de Assis (Capuchinhos), localizada no bairro do Guamá, está em festa desde o último dia 8 em honra a sua padroeira com o tema “Santa Isabel, fiel discípula missionária do Senhor”. A programação conta com celebrações, novenas, procissões e atrações culturais. Durante a semana, no período da festividade, as novenas e missas acontecem às 19h, com cada grupo ou pastoral da comunidade sendo responsável por um dia. Segunda-feira, 12, a Pastoral Familiar e o Encontro de Casais com Cristo (ECC) foram os responsáveis pela Santa Missa e ao término houve

YOUCAT

O

Jornal Voz de Nazaré segue os estudos sobre o YOUCAT - Catecismo da Igreja Católica, escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciouse por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

apresentação do grupo de canto Gefran ou Luan. Na quinta-feira, dia 15, após novena e missa ocorreu o Baile da Santidade, no pátio da comunidade, a partir das 20h e apresentação do grupo de canto Oferenda de Amor (Jocy). No dia 17, sábado, a comunidade recebe a visita da Imagem e da Relíquia de São Francisco de Assis, que realizam peregrinação em Belém e a celebração eucarística será presidida por Dom Antônio de Assis Ribeiro, Bispo Auxiliar

de Belém. A programação cultural da noite será o Ministério RPM. No dia 18, último dia de festividade, as atividades festivas começam pela manhã, a partir das 8h com Santa Missa, com o coral das crianças Vozes de Paz. E a partir das 17h30 inicia a celebração de encerramento da festividade e em seguida a procissão com animação de Samiria e grupo de canto Ternura de Deus. Ao final haverá queima de fogos, venda de comidas e pescaria.

SERVIÇO Festividade Santa Isabel da Hungria Período: até o dia 18/11/2018 Local: Comunidade Santa Isabel da Hungria Travessa Guerra Passos, 442 - Guamá

TERCEIRA PARTE

A VIDA EM CRISTO SEGUNDA SEÇÃO: OS DEZ MANDAMENTOS SEGUNDO CAPÍTULO

Ama o teu próximo como a ti mesmo De que forma o filho . De que modo os pais honram os seus filhos? os seus pais? 372 371.honra Um filho estima e honra os seus pais na medida em que lhes manifesta amor e gratidão. [2214-2220, 2251].

Deus confiou os filhos aos pais para que estes fossem para os filhos modelos estáveis e justos, os amassem e estimassem, enfim, para que tudo fizessem no sentido de os filhos se poderem desenvolver corporal e espiritualmente. [2221-2231]


Arquidiocese 5 Paróquias realizam a Semana Missionária

2º Caderno

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Programação conta com a mobilização dos grupos, pastorais, movimentos e serviços

P

aróquias da Arquidiocese de Belém realizam a Semana Missionária Arquidiocesana de 18 a 25 seguindo o Plano de Pastoral da Arquidiocese de Belém, com base no Eixo da Missionariedade, e subsidiado pela cartinha da Semana Missionária “Igreja em Saída”, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A Semana Missionária conta com a mobilização dos grupos, pastorais, movimentos e serviços, com o propósito de reavivar a missão evangelizadora da Igreja. A programação está em sintonia com o Ano Nacional do Laicato. A partir do Plano de Pastoral foram criadas comissões responsáveis pelos seis eixos de atuação. A comissão do Eixo Missionariedade é composta pelo padre Paulo Cruz, pároco da matriz da Paróquia do Sangrado Coração de Jesus, no

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Distrito Industrial, em Ananindeua. No mês de agosto foi realizado um encontro que reuniu vigários episcopais, párocos e membros da paróquia para informar e mobiliar a comunidade sobre a programação.

SÃO GERALDO MAGELA

NA CAMPINA

A matriz da Paróquia da Santíssima Trindade realiza a Semana Missionária com projeto de evangelização voltado à Igreja de Nossa Senhora do Rosário da Campina dos Homens Pretos, através de visitas às residências, ações pastorais, adoração ao Santíssimo Sacramento, formações, reuniões com a comunidade e momentos de oração. Pastorais, grupos, serviços e movimentos estarão unidos para atender aos apelos da Igreja que convida todos para ir ao encontro do próximo. A programação inicia com missa às 17h30, em seguida procissão rumo

munidades. A Paróquia de São Benedito fica na Passagem São Benedito, próximo a Passagem Santa Maria.

w PROGRAMAÇÃO está em sintonia com o Ano Nacional do Laicato

à Praça do Rosário. Nos dias 19 e 20, sempre às 19h, formações temáticas e, no dia 21, a programação envolve orações e conferência. No dia 22, às 18h30, visitas às pessoas portadoras de câncer. No dia 23, às 19h, adoração ao Santíssimo, em seguida, na praça, partilha de sopa. No dia 24, 7h30, lanche partilhado, oração de envio, saída em grupo para a missão na área do Rosário até 11h30. No dia 25, às 8h, celebra-

ção de Santa Missa e a bênção de pães. Às 16h, concentração na Praça do Rosário para saída em caminhada retornando à Igreja da Trindade para o encerramento na praça. PROGRAMAÇÃO NOS CAPUCHINHOS

Adorações, visitas nos lares e celebrações compreendem a programação da Semana Missionária, na matriz da Paróquia de São Francisco de Assis, Capuchinhos, localizada na Travessa Castelo Bran-

co, bairro de São Brás. PARÓQUIA SÃO BENEDITO, NO BARREIRO

No dia 18, às 18h30, na matriz da Paróquia de São Benedito, no Barreiro, padre José Reinaldo Ferreira, preside missa de abertura e envio dos missionários, que vão atuar através de visitas nas residências que integram a área da igreja. A programação também é composta de celebrações na matriz e nas co-

A matriz da Paróquia de São Geraldo Magela, no Conjunto Marex, realiza ampla programação. A programação é mobilizada pelas pastorais, grupos e movimentos. A matriz fica localizada na Rua São Paulo, 246, Conjunto Marex, bairro Val de Cans. NO DISTRITO INDUSTRIAL

Com o tema “Igreja em saída” a matriz da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no bairro do Distrito Industrial, realiza programação com visitas aos lares e comunidades a partir deste domingo, 18. A matriz fica localizada na Rua Primeira Rural, 402, próximo à Rua do Fio, no Distrito Industrial, em Ananindeua.

SANTA MARIA MÃE DE DEUS, NO MAGUARY De 4 a 11 de novembro, na Matriz da Paróquia Santa Maria Mãe de Deus, localizada no Conjunto Maguary, realizou-se a Semana Missionária, uma iniciativa do Conselho Missionário Paroquial (Comipa) em comunhão com a Arquidiocese de Belém que pede às paróquias que neste mês de novembro sejam realizadas atividades voltadas para

o despertar à missão. Durante toda a semana as comunidades se reuniram às 6h para a oração do Terço, seguido de café partilhado e visitas às famílias. À noite aconteciam as celebrações dirigidas pelos Ministros Extraordinários da Sagrada Eucaristia com a presença dos missionários leigos, quando faziam a partilha das experiên-

cias vivenciadas durante o dia. No sábado, 10, pela manhã houve a celebração da renovação das promessas do batismo e no domingo, dia 11, às 7h, aconteceu na igreja Matriz a celebração de encerramento da Semana Missionária com a caminhada do povo de suas comunidades, cantando e rezando. As doze comunidades que

integram a paróquia foram organizadas em cinco Núcleos de Animação Missionária (NAMs), cada um deles voltados para um continente, com sua cor caracterizada: Continente Africano (cor verde) formado pelas comunidades Cristo Libertador, Santa Rita de Cássia e Menino Jesus; Continente das Américas (cor vermelha) formado pelas Comunidades Cristo Jovem,

Jesus e Maria; Continente Europeu (cor branca) formado pelas comunidades Sagrada Família e Santa Mãe de Deus; Continente da Oceania (cor azul) formado pelas comunidades São Pedro e Divina Misericórdia; Continente Asiático (cor amarelo) formado pelas comunidades Sagrado Coração de Jesus, Nossa Senhora da Vitória e Bom Jesus dos Passos.

Próxima edição do “Sede Santos” ocorre neste sábado, dia 17 Com o objetivo de levar a juventude e o público em geral a um encontro pessoal com Deus a Comunidade Católica Theotokos Mater Ecclesiae - Mãe de Deus e Mãe da Igreja - promove a 2º edição do encontro Sede Santos com o tema “Buscai as coisas do alto” (Cl 3, 1), neste sábado dia 17. O evento consta de uma programação dinâmica com oração, louvor, apresentação, pregações, Adoração e Santa Missa. O evento é gratuito e ocorre na Escola da Pratinha II, situada na Rodovia Arthur Bernades, a partir das 15h. A primeira edição do evento ocorreu em setembro deste ano e motivados pela participação expressiva da juventude e do grande público veio a necessidade de realizar mais uma edição do encontro que, assim como o primeiro, promete ser dinâmico. A comunidade de leigos consagrados responsável pelo encontro foi fundada em 2015, e tem como ca-

Marcelo Lopes, em seguida intervalo. Às 20h, haverá Santa Missa, presidida pelo padre Paulo João Ribeiro, vigário da matriz da Paróquia da Divina Misericórdia, bairro de Águas Negras, em Icoaraci distrito de Belém. A COMUNIDADE

w EVENTO busca encontro das pessoas com Deus através de vários temas

risma anunciar a alegria do Evangelho, amar e valorizar as famílias, acolher a juventude e ser fiel a Santa Mãe Igreja. Segundo o fundador da comunidade, Márcio Reis, o evento busca o encontro das pessoas com Deus através de temas relacionados à juventude. “O evento visa um encontro pessoal através de temas que são comuns na vida da juventude como afetividade, sexualidade, namoro santo, vocação, discernimento, maturidade humana e, através do carisma da nossa comunidade: acolhimento à

juventude, de valorização à família, levar a alegria do Evangelho, a alegria de ser um jovem de Deus sem perder o encanto da vida. O foco principal é para que eles tenham um verdadeiro encontro com o Senhor e decidam serem jovens sarados, alegres, felizes, porém dentro da universidade, dentro sociedade em que convivem, dentro do campo profissional, da família e, possam ser normais, mas uma normalidade que Jesus nós convida a viver, renunciando a vida do pecado”, disse. A programação ini-

cia às 15h, com Terço da Misericórdia, oração, momento de louvor e animação. Às 16h, ocorre a primeira pregação, esta com o tema do evento, “Sede Santos”, facilitada pela catequista Joyce Figueiredo, em seguida intervalo. Às 17h30, animação, louvor, apresentação de dança. Às 18h, ocorre a segunda pregação com o tema “Buscai as coisas lá do alto” (Cl 3,1), facilitada por Márcio Reis, fundador e consagrado da comunidade. Às 19h, adoração ao Santíssimo Sacramento, conduzido pelo diácono permanente

A Comunidade Católica Theotokos Mater Ecclesiae - Mãe de Deu e Mãe da Igreja -, é uma comunidade de Leigos Consagrados ligados ao Movimento das Novas Comunidades, fundado pelo casal Marcio e Ana Claudia Reis, em 2015. A comunidade Theotokos tem dois estados de Vida, de vida e de aliança. Atualmente dois membros de vida e cinco mem-

bros de aliança, além de possuir pessoas vivenciando o caminho vocacional e formativo. Desenvolve a missão de devolver o sentimento de pertença a Deus e a Igreja àqueles que se encontram afastados ou a margem da sociedade e da graça de Deus. As atividades da comunidade ocorrem na área da Arquidiocese de Belém, evangelizando através de carisma da comunidade, da espiritualidade, esta baseada nas virtudes de Maria Santíssima, segundo Santo Afonso Maria de Ligório, e através de pregações, formações, grupos de oração, rosário pelas famílias, cenáculos nas residências e encontros como “Chamados ao Amor” e “Sede Santos”

SERVIÇO Encontro Sede Santos Data: Sábado – 17 de novembro Local: Escola da Pratinha II, situada na Rodovia Arthur Bernades, s/n, bairro Pratinha, ao lado do depósito de suprimentos do Exército Hora: 15h. O encontro encerra com Santa Missa às 20h. Informações: (91) 98727-5794.


6

Arquidiocese

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

2º Caderno

Catedral Metropolitana promove XX Mostra de Corais Santa Cecília Apresentações na Catedral de Belém e no Conservatório Carlos Gomes C om a participação de mais de 22 corais, a Catedral Metropolitana juntamente com sua Schola Cantorum promovem nos dias 20 e 22 deste mês, terça e quinta-feira, a XX Mostra de Corais “Santa Cecília”, único encontro musical do gênero sacro realizado no Estado que este ano traz o tema “Cecília: o louvor agradável a Deus”. O evento será realizado no Conservatório Carlos Gomes e na Catedral Metropolitana. A Mostra é um encontro musical que teve início em 1999 com o Cônego José Gonçalo Vieira que, à época, Cura da Sé de Belém. O encontro é dedicado à Santa Cecília, padroeira dos músicos e objetiva divulgar o belo Canto Sacro, congregando corais de diferentes formações e experiências musicais diferenciadas, mas que estruturam suas atividades nessa modalidade e utilizam a linguagem musical como expressão de louvor a Deus. Este ano a mostra, será realizada na Sala Étore Bósio, do Instituto Estadual Carlos Gomes, com mais de 22 corais participand. O tema deste ano evidencia o papel significativo e simbólico com o qual Santa Cecília deixa sua marca na vida da Igreja nascente e que repercute até os dias atuais como sinal de entrega e amor

Nascimento, da Schola Cantorum, a perspectiva é de que, nestes 20 anos de evento, a música sacra seja ainda mais divulgada: “expectativa é que juntemos o trabalho musical de 16 regentes atuantes em nossa cidade, mais de 400 cantores praticantes desta arte musical envolvendo crianças, adolescentes, adultos e terceira idade e 10 instrumentistas em dois dias muito especiais onde praticaremos e ouviremos muita musica, com uma troca de aprendizagem e de experiências para que possamos deixar para as gerações de novos regentes e cantores que estão iniciando suas práticas e modelos bem sólidos desta pratica”. SANTA CECÍLIA

profundos de louvor ao Senhor e Deus. No dia 20, terça, a programação inicia às 19h, na sala Étore Bósio do Conservatório Carlos Gomes, situado na Avenida Gentil Bittencourt, 977,

entre Quintino e Generalíssimo, em Nazaré. No dia 22, às 18h, haverá missa em honra a Santa Cecília, seguida da apresentação musical. Para os dois dias a entrada será franca. Para o regente Eduardo

Santa Cecília é uma santa cristã, padroeira dos músicos e da música sacra, pois consta que ao morrer ela teria cantado a Deus. Não se tem muitas informações sobre a sua vida. É provável que tenha sido martirizada entre 176 e 180, sob o império de Marco Aurélio. Escavações arqueológicas não deixam dúvidas sobre sua existência, mas sua história só foi registrada no século V, na narrativa Paixão de Santa Cecília. É a santa da Igreja Ca-

tólica que mais tem basílicas em Roma e uma das mais veneradas da Idade Média, além de ser a primeira encontrada com corpo incorrupto, no ano de 1599, mesmo depois de tantos séculos. SCHOLA CANTORUM

A Schola Cantorum da Catedral de Belém foi fundada no dia 06 de maio do ano de 1735, sendo o primeiro estabelecimento de ensino musical do Pará. Note-se que os estabelecimentos mais conhecidos hoje são posteriores, como o Conservatório Carlos Gomes e outros. A Schola Cantorum da Catedral de Belém ficou emudecida durante várias décadas. No ano de 1985 foi reorganizada pelo ex-Cura da Sé, Monsenhor Nelson Soares, mais precisamente no dia 23 de março daquele ano. Atualmente é composta por mais de 60 integrantes, todos voluntários, sob a regência do maestro Eduardo Nascimento e acompanhada pelo pianista Paulo José Campos de Melo. Participa de muitos eventos culturais e religiosos da cidade, além de promover a 20 anos esta Mostra de Corais dedicada a Santa Cecília, toda com repertório sacro, sendo a única do Estado do Pará.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO Dia 20 Coral Itacy Silva - Regente: Eduardo Mário da Silva Nascimento Coro Experimental Dóris Azevedo–Regente: Eduardo Mário da Silva Nascimento CoroUni - Regente: Cristina MamiOwtake Coral Fazend’Art - Thais Cybele Coral Fides Exauditi - Regente: Padre José Luiz Zucchi Coral INCANTUS - Regente: Elil Anjos Coro Experimental Francofônico - Regente: Adnaldo Kunimuni

Madrigal á Capella Silvério Maia - Regente Adnaldo Kunimuni Madrigal Regina Coeli - Regente André Gaby Dia 22 Schola Cantorum da Catedral de Belém – Eduardo Mário da Silva Nascimento Coro Carlos Gomes - Maria Antônia Jimenes Coral Vozes da Amazônia - Eduardo Mario da Silva Nascimento

Coral Amiguinhos de Jesus - Sara Bianca da Silva Santos Madrigal J. B. Castro - Jares Coral Angelorum - Thais Cybele Madrigal da Uepa - Ana Sousa Coral de Alunos da Emufpa - Ediel Sousa Coral do Curso Técnico da Emufpa - Milton Monte Coral do Banco do Brasil - Mario Reinaldo de Oliveira Cunha Coral Nossa Senhora do Rosário - Regente Pe. José Luiz Zucch

Cruz Vermelha arrecada donativos para campanha “Natal Solidário” Para realizar o desejo de crianças em situação de vulnerabilidade

social, a Cruz Vermelha Brasileira do Pará conta com a solidariedade

da população durante a campanha “Natal Solidário”, iniciada neste

mês. A campanha objetiva arrecadar roupas, alimentos e brinquedos que serão doados para crianças em situação de vulnerabilidade dos municípios da Região Metropolitana. A campanha, em sua segunda edição, foi idealizada pelo departamento de juventude da Cruz Vermelha e vai ao encontro da instituição, sendo o valor humanitário na busca ativa dos que mais precisam. Na primeira edição realizada no ano passado cerca de 560 crianças foram beneficiadas com os brinquedos arrecadados. A meta este ano é atender cerca de mil crianças. O presidente da Cruz Vermelha, Jair Bezerra, ressalta que devem ser doa-

dos “brinquedos de qualidade que possam oportunizar um sorriso a vida das crianças”. A mobilização ocorre entre os voluntários da instituição, empresas públicas e privadas e população em geral. Os interessados em doar brinquedos ou outros itens como roupas, alimentos e material de higiene, podem deixar no pólo de arrecadação,

na própria sede da instituição. A entrega dos brinquedos e dos demais itens arrecadados ocorrerá no dia 22 de dezembro, a data promete um momento de lazer e entretenimento com diversas atrações voltadas para crianças, em um cenário natalino montado especialmente para despertar ainda mais o lado lúdico.

SERVIÇO Os interessados em doar brinquedos ou outros itens como roupas, alimentos e material de higiene, para Campanha “Natal Solidário”, podem deixar no pólo de arrecadação, situado na sede da Cruz Vermelha Brasileira Pará,

localizada na Travessa Barão do Triunfo, Passagem Nossa Senhora das Graças, 58, entre as avenidas João Paulo II e Almirante Barroso, no bairro do Marco, até o dia 14 de dezembro. Informações: 989373332.


2º Caderno

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Arquidiocese

LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO

w PROGRAMA "Em Fmília" - benfeitor é o destaque principal

C

om informações do Portal Nazaré - Você conhece os meios de comunicação da Arquidiocese de Belém? Eles têm a missão de levar a evangelização para toda a população da Amazônia. Você já viu a dimensão da região amazônica? Devido a isso, a Arquidiocese de Belém necessitou de um suporte que permitisse que o Evangelho alcançasse toda a Amazônia, o Brasil e até o mundo. E em dezembro de 1993, foi criada a Fundação Nazaré de Comunicação - FNC (https://bit.ly/2yzH43g), pelo então Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Vicente Joaquim Zico, com a finalidade de dar voz para a evangelização. Atualmente, a Fundação Nazaré de Comunicação possui quatro veículos: Rádio Nazaré FM (91.3), Rede Nazaré de Televisão (canal 30), Jornal Voz de Nazaré e Portal Nazaré, todos dedicados e empenhados em levar a educação, a cultura, a arte e a evangelização o mais longe possível. E sabia que você pode contribuir para esta missão? A Família Nazaré é um projeto mantenedor da FNC, criado em março de 2000, por Dom Vicente Zico, então Arcebispo de Belém. O Círio de Nazaré, a grande festa da Rainha da Amazônia e outros eventos católicos são promovidos pela Arquidiocese de Belém e por você também. Atual-

7

w CONHECER a Fundação Nazaré faz parte da programação ao vivo

Arquidiocese celebra ampliação da Família Nazaré

Projeto ganhou 155 novos membros somente em outubro de 2018 DIVULGAÇÃO

w ADESÕES fortalecem a missão da Fundação: ECC Arquidiocesano DIVULGAÇÃO

w ORAÇÕES por mais benfeitores: adesão do Terço dos Homens

mente, a nossa Família Nazaré conta com 4151 sócios evangelizadores, que contribuem mensalmente para a manutenção dos meios de comunicação da Arquidiocese. A nossa meta em 2018 são seis mil sócios evangelizadores e no to-

CAMPANHA SEJA MAIS UM - Colabore com a obra de evangelização da Arquidiocese sendo mais um benfeitor da Fundação Nazaré de Comunicação. O cadastro pode ser feito pessoalmente na sede da Fundação, situada na avenida José Malcher, nº 915 – Edifício Paulo VI, Nazaré, de segunda a sábado, das 7h às 19h. Ou pelos sites oficiais (www.sejamaisum.com), (www.fundacaonazare.com.br), ou pelo telefone (91) 4006-9211. Se preferir entrar em contato por e-mail, envie mensagem para famjor@fundacaonazare. com.br e faleconosco@fundacaonazare.com.br

tal almejamos 10 mil e para isto contamos com a colaboração de cada um. Faça parte da nossa Família, visite o site www.sejamaisum.com e conheça a nossa Campanha Seja Mais Um. Com a colaboração de cada membro con-

seguimos transmitir o Evangelho, os eventos e a grande Festa da Rainha da Amazônia para milhares de pessoas. A cada Círio de Nazaré, mais e mais pessoas são apresentadas a devoção mariana. Somente em outubro de 2018, ganha-

mos 155 membros e somos gratos a cada um. Durante o ano de 2017, 315 novos sócios evangelizadores aderiram à Família Nazaré. E em 2018, até o mês de outubro, já possuímos 663 novos cadastros. Queremos expressar a nossa gratidão por cada doação e mensagem. Agradecer aos casais do Encontro de Casais com Cristo (ECC), Terço dos Homens e Equipes de Nossa Senhora, da Arquidiocese de Belém, que contribuem diretamente com esta campanha. De forma especial, durante o mês de outubro, a equipe do ECC doou seu tempo para nos ajudar na arrecadação durante a Coleta feita nos trajetos das romarias do Círio de Nazaré: foram cerca de 500 casais trabalhando ativamente durante os dias do Círio. EM FAMÍLIA

No próximo dia 21 de dezembro (sexta-feira), a partir das 9h da manhã, acontecerá mais uma edição do especial do programa Em Família, na Fundação Nazaré de Comunicação, localizada na avenida José Malcher, Edifício Paulo VI, nº 915,

bairro de Nazaré. O momento é uma oportunidade para os sócios e os que ainda não são sócios conhecerem mais de perto o trabalho e os bastidores dos meios de comunicação da FNC. O especial Em Família vem sendo promovido pela Instituição desde dezembro de 2017, primeiro programa, e desde então já foram realizadas quatro edições (dezembro/2017, fevereiro, maio e agosto/2018) com o objetivo de homenagear os membros da Família Nazaré e tornar público os serviços realizados pela Fundação. Não esqueça! Nosso próximo encontro será dia 21 de dezembro, a partir das 9h. Continue nos ajudando a evangelizar a Amazônia. Ajudenos a alcançar a nossa meta de seis mil sócios evangelizadores. Conheça o trabalho da Fundação Nazaré de Comunicação: sintonize 91.3, assista o canal 30, leia o jornal Voz de Nazaré (Edição física ou online) e acesse o nosso portal: www. fundacaonazare.com. br e acompanhe nossas redes sociais, facebook: /FNCBelem, twitter: @ FundacaoNazare e youtube: FNComunicacao.


8

A

Em Nazaré

Juventude Zaccariana de Belém, que faz parte do grupo de jovens da Paróquia Nazaré, sedia desde quinta-feira, dia 15, na Casa de Plácido, o Encontro Nacional da Juventude Zaccariana 2018 (ENJUZ). O momento objetiva reunir os jovens zacarianos vindos de todo o Brasil, pertencentes às paróquias dirigidas pela Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo (Barnabitas), para ajudá-los a refletir sobre os ensinamentos de Santo Antonio Maria Zaccaria, santo fundador da Ordem. Com o tema “O amor nasce do conhecimento” os jovens participarão de momentos de louvor e adoração

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

2º Caderno

Juventude Zaccariana de todo o Brasil reunida em Belém

Refletem ensinamentos de Santo Antonio Maria Zaccaria, fundador da Ordem

com a presença da jovem Ana Paula Pettini,

revelação da musica teen católica 2013 do GAGARIM LEMOS

w EVENTO recebeu participantes vindos de diferentes regiões do país

Rio Janeiro, que hoje desponta como uma

das mais belas vozes da música católica. O

evento será realizado até o domingo, dia 18.

Belém recebe representantes de todo o Brasil para o Encontro da Pastur O V Encontro Nacional da Pastoral do Turismo aconteceu nos dias 9,10 e 11, na Casa de Plácido, localizada no Centro Social de Nazaré. Pela primeira vez, o evento foi promovido na capital paraense e recebeu vários participantes vindos de diferentes regiões do país. Com o tema “A Pastoral do Turismo e o cuidado com o patrimônio cultural e religioso”, a programação foi composta por palestras especiais que objetivaram fomentar e promover a prática do turismo religioso em todo o Brasil.

Na oportunidade, foi ministrada pelo padre José Adelson Ramos das Mercês, Referencia Norte dos Clérigos Regulares de São Paulo, os Barnabitas uma palestra sobre o Círio de Nazaré que emocionou a todos quando o sacerdote exibiu um vídeo da grande festa da rainha da Amazônia, mostrando assim as várias formas de expressões da fé mariana em Belém. Os participantes, também, conheceram as igrejas que estão localizadas no centro histórico da cidade. A missa de encerramento aconte-

ceu na Igreja da Sé, presidida pelo bispo auxiliar de Belém e referencial da Pastoral do Turismo da CNBB, Dom Irineu Roman, e concelebrada pelo padre barnabita e diretor espiritual da Pastur da Paróquia de Nazaré, Francisco Saraiva Nunes; cônego e coordenador da Pastur da Catedral, padre Roberto Cavalli; capelão da Basílica Santuário Senhor do Bonfim, padre João de Deus e o coordenador geral da Pastur Nacional, padre Manoel Filho. A próxima edição do evento será realizada em Salvador/Bahia. YÊDA SOUSA

w EVENTO para colaboradores da OSPAN e Grupo de Idosos de Nazaré

Garantia de direitos da Pessoa Idosa é tema de encontro Garantir o direito da pessoa idosa e orientá-la a viver com mais qualidade de vida e dignidade. Com este objetivo o Núcleo de Projetos Sociais da Paróquia de Nazaré promoveu na quinta-feira, dia 08, uma palestra ministrada pela 2ª Promotora de Justiça da Pessoa com Defi-

ciência e da Pessoa Idosa do Ministério Público do Estado do Pará, Ioná Silva de Sousa. O evento foi direcionado aos colaboradores da OSPAN e ao Grupo de Idosos de Nazaré. Na oportunidade, a promotora explicou aos participantes as leis que compõem a Cons-

tituição Federal e o Estatuto do Idoso que os asseguram de proteção integral durante toda a vida e em situações de vulnerabilidade. O padre Barnabita, Francisco Saraiva, também, participou do momento onde abençoou a todos os presentes.


2º Caderno

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Em Nazaré 9 Paróquia de Nazaré prepara a Semana Missionária

YÊDA SOUSA

w PARTICIPANTES da manhã de formação no auditório Dom Vicente Zico, em Nazaré

YÊDA SOUSA

Semana Missionária acontece de 18 a 25 de novembro

O

w DIÁCONO MANOEL VALENTE ministrou palestra durante a programação preparatória

s paroquianos de Nazaré participaram no sábado, dia 10, de uma formação, realizada no auditório Dom Vicente Zico, localizado no Centro Social, para dar início às peregrinações que antecedem a Semana Missionária. O diácono Manoel Valente ministrou uma palestra com o tema “Igreja em Saída” aos integrantes das comunidades, movimentos e grupos da Paróquia de Nazaré que realizarão atividades específicas em preparação espiritual para este momento. Durante a apresentação o diácono explicou o objetivo do evento que

será promovido pela Arquidiocese de Belém e incentivou aos participantes a não desistirem da vida missionária e acolherem os irmãos que trazem consigo diferentes histórias e experiências. “Há de construir uma eclesiologia evangelizadora com o rosto dos povos da Amazônia, sem imposições ou exclusões, mas dialogante e acolhedora, pois o evangelizar acontece por meio do encontro fraterno e da relação “Eu-Tu por ELE: o Cristo Ressuscitado”, disse. A Semana Missionária é promovida pela Arquidiocese de Belém acontecerá no período de 18 a 25 de novembro.

CAKOL COELHO

w DIVERTIMENTO dentro do cinema assistindo ao filme "Pé Pequeno"

CAKOL COELHO

w PASSEIO com direito a visitar shopping center de Belém

Crianças e adolescentes participam de momento de lazer Como forma de proporcionar um momento de lazer para as crianças e adolescentes atendidos pelo Cantinho São Rafael, projeto social mantido pelas Obras Sociais da Pa-

róquia de Nazaré, a Diretoria da Festa proporcionou aos pequenos um final de semana de muita diversão. Na sexta-feira, 09, aproximadamente cem estudantes

foram ao cinema e assistiram ao filme “Pé Pequeno”, que traz uma mensagem positiva, mostrando que não podemos fazer pré-julgamento de quem não conhecemos verdadeira-

mente. Esta foi uma parceria entre DFN, o setor de marketing do Shopping Pátio Belém e Moviecom. No sábado, 10, o Ita Center Park foi o cenário da diversão

dos cento e trinta e oito alunos que brincaram durante toda a tarde de forma gratuita. A Diretoria da Festa de Nazaré junto à coordenação do parque promoveram o momento.

YÊDA SOUSA

w PROGRAMAÇÃO contou com várias atrações e muita alegria

YÊDA SOUSA

w NO PARQUE DE DIVERSÃO aproveitaram para se divertir


Arquidiocese 2º Caderno Nota de pesar pelo falecimento de João Paulo do Valle Mendes, fundador do Cesupa 10

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Médico, educador na área da saúde, deixa grande legado ao ensino superior no Pará

J

oão Paulo do Valle Mendes, médico, fundador e reitor do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa), faleceu no começo da tarde do dia 12, em Belém. Mendes foi professor do curso de Medicina da Universidade Federal do Pará, responsável pela formação de diversas gerações de médicos no Estado. A graduação em Medicina foi concluída em 1954 pela Faculdade de Medicina e Cirurgia do Pará. No exercício da profissão, Mendes foi médico adjunto da Clínica Ginecológica do Hospital Santa Casa de Misericórdia. Fez pós-graduação na Universidade de São Paulo (USP).

Familiares e a comunidade ligada ao Cesupa participaram do velório, no campus de Medicina do Cesupa, situado na avenida Almirante Barroso. Durante os funerais de seu fundador, a direção do Cesupa divulgou comunicado na página institucional, informando a suspensão de aulas na terça-feira. O corpo de João Paulo foi sepultado às 11h no cemitério de Santa Isabel. Distinção – A Universidade Federal do Pará (UFPa) concedeu o título honorífico de Professor Emérito a João Paulo do Valle Mendes no ano de 2012, como reconhecimento pelos 30 anos em que atuou como professor. Na

FOTOS: DIVULGAÇÃO

w JOÃO PAULO Já aposentado, ele era Professor Emérito da UFPA

UFPA, João Paulo ministrou disciplinas nos cursos de Odontologia,

Medicina, Farmácia e Enfermagem. Foi vicereitor de 1981 a 1985.

O Cesupa divulgou nota por seu falecimento, na qual ressaltou:

“por sua comunidade de gestores, docentes, estudantes, ex-alunos, colaboradores e amigos, faz-se reduto da maior saudade para orar pelo desfecho da vida terrena do seu idealizador, fundador e reitor, João Paulo do Valle Mendes, modelo ímpar de professor, educador devoto, encarnação plena da razão de existir do CESUPA, origem e destino do projeto de liberdade e florescimento humano desta Casa”. Igreja - A Arquidiocese de Belém também externou condolências aos familiares de João Paulo, através do casal Coordenador do Círio 2018, o Diretor Cláudio e sua esposa Lílian Acatauassú.

Evangelização no Terceiro Milênio Maria Elisa Bessa de Castro

N

a manhã de quarta feira, 14 de novembro de 2018, estava eu na Capela de Santo Antônio de Lisboa venerando as Relíquias do Seráfico São Francisco de Assis, quando um silêncio altíssimo de amor invadiu minha alma, seguindo-se a simples e brandos sinais do Redentor, que me permito compartilhar com você, amigo leitor. As Relíquias estavam em um belíssimo e antigo relicário, junto com uma pequena e humilde imagem de São Francisco de Assis, ambos situados dentro de um Oratório de madeira envelhecida, fechado por um vidro. Abaixo um perfumado jardim de lírios e folhagens. Simples, bonito e delicado... Tão logo cheguei à frente do Oratório, meus joelhos foram ao chão e, assim, fiquei absorta, em oração e lágrimas. Confesso que naqueles primeiros momentos, eu nada enxerguei ao meu entorno. Parecia só existir eu e o infinito de amor. Passado aquele estado de torpor e inebriamento, a muito custo, consegui levantar-me. Decidi, então, fazer fotos das Relíquias para o meu álbum religioso digital. Feitas as imagens, meu olhar pousou sobre as pessoas que lá estavam para venerá-las... todas orantes, contritas, piedosamente felizes... Quão profunda era a ternura que grassava no ar, emoldurada pelo perfu-

Uma manhã piedosa

w RELÍQUIA DE PRIMEIRO GRAU de São Francisco de Assis e sua Imagem

me dos lírios. Fiquei a meditar, cá no meu coração... o Pobrezinho de Assis despojou-se de toda a riqueza familiar; esvaziou-se de si mesmo; desapegou-se completamente do mundo; penitenciou exacerbadamente o corpo e a

alma, conformando-se inteiramente ao Cristo... Enfim, abraçou amorosamente a contradição da Cruz. Em seu tempo, foi humilhado, perseguido, caluniado, maltratado, excluído... Mas em Cristo foi exaltado, fez jus ao direito de con-

templar a visão beatífica da Santíssima Virgem e a Glória da Trindade Santa. E, para nós, cá na terra, subiu à honra dos Altares. Eis que naquela manhã de 2018, estávamos nós, os fiéis devotos, em uma Capela erigida por frades, filhos espiri-

tuais do Pai Seráfico São Francisco de Assis, venerando as suas Relíquias. Passados quase dez séculos, estávamos nós, em Belém do Pará (no coração da Amazônia), venerando as Relíquias de um homem rico que se fez pobre ao extremo, por amor a Jesus, inaugurando, assim, um novo carisma na Santa Madre Igreja, o carisma da Santa Pobreza; carisma este que permanece encantando jovens pelo mundo inteiro, chamando-os ao sacerdócio e à vida religiosa. Em meio a tal meditação, uma bonita e meiga senhorinha pediu-me para fazer uma foto sua com as relíquias, ao que atendi prontamente. Realizada a pequena sessão de fotos, ela se recolheu para rezar o terço, sentadinha na terceira fileira de bancos. E eu, como não tivesse lugar nas duas primeiras fileiras, fui ajoelhar-me para rezar na fileira onde estava ela. Após finalizar minhas orações, cumprimentei-a e disse o meu nome. Para a surpresa de ambas, descobrimos que erámos coleguinhas

de um grupo de whatsapp, coordenado pelo cônego Vladian Alves. Não conhecíamos a fisionomia uma da outra, porque nossas fotos de perfil são sempre de Jesus, de Nossa Senhora e de Santos. A terna senhorinha chama-se Margarete Langanke. Que alegria quando nos descobrimos filhas espirituais e amigas do cônego Vladian! São as tais coincidências de Deus. Depois daquela feliz descoberta, fizemos uma foto para marcar o inusitado encontro aos pés das Relíquias do Pobrezinho de Assis. Os acontecimentos daquela doce e piedosa manhã levaram a concluir, como sempre (como que para reiterar no meu coração e no meu cérebro), que tais descobertas, coincidências, sorrisos de quem reza, delicadezas de Filhos de Maria, fraternidade sobrenatural, olhar amoroso, semblante de quem vive a vislumbrar as realidades celestes, são características únicas dos católicos, em todos os tempos e lugares da história. Esta é a Igreja fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo: Una, Santa, Católica e Apostólica. ETERNA!!! Somos felizes por ser Filhos da Igreja Católica.

Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarísticos da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

PRÓXIMO ARTIGO: Prof. Ricardino Lassadier


2º Caderno

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018 LUIZ ESTUMANO

Festividades 11 Círio de Nazaré acontece pelo segundo ano no Tocantins

As riquezas do Círio de Nazaré continuam a ser conhecidas fora do Pará

P

w A BERLINDA, com a imagem da Senhora, no Círio de Belém

ela segunda vez o Estado do Tocantins terá a oportunidade de partilhar das alegrias vividas pelos fiéis diante da imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, padroeira do povo paraense. A exemplo do que acontece em Belém do Pará, Palmas, sua capital, está vivenciando festivamente presença da imagem peregrina da Virgem de Nazaré que visita aquele Estado para a realização do segundo Círio de Nazaré em solo tocantinense. A Arquidiocese de Palmas, tendo à frente o anfitrião, Arcebispo Metropolitano Pedro Brito Guimarães, no úl-

timo dia 14, à noite, a acolheu a imagem Peregrina, à sua chegada ao Tocantins. A festividade segue até sábado, dia 17, com a Missa de encerramento no altar da primeira missa celebrada em Palmas, na Praça dos Girassóis. A expectativa da Diretoria da Festa de Nazaré é que cerca de 5 mil fiéis participem da procissão que se inicia às 16h com previsão de encerramento às 19h. A programação, este ano, é mais extensa, e a imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré percorre órgãos públicos, instituições privadas e um número

maior de paróquias. A programação começou com a recepção da imagem de Nossa Senhora no Aeroporto de Palmas. Às 21h, a imagem seguiu em carreata até à matriz da Paróquia Coração de Maria, onde, às 22h, houve a acolhida, vigília e Missa. Na quinta, dia 15, a programação iniciou-se com Missa na matriz da Paróquia de Jesus de Nazaré, às 6h, seguindo-se visita a outras paróquias e instituições, até está sexta, dia 16. Às 16h do dia 17, sábado, inicia-se o Círio, a procissão luminosa com a corda. A missa de encerramento está marcada para às 19h. DIVULGAÇÃO

Bazar da Solidariedade O Centro Social Santo Agostinho, em parceria com a Paróquia São José de Queluz, promove no dia 06 de dezembro o Bazar da Solidariedade, a partir das 7h30 no es-

tacionamento do centro social, localizado na Avenida Cipriano Santos, 265, bairro de Canudos em Belém. A programação inclui venda de café da manhã, bebidas e comi-

das variadas. No bazar haverá vendas de roupas novas e usadas, bijuterias, acessórios, calçados, brinquedos e muito mais. Participe! Maiores informações (91) 3226-2151.

1º Corrida Solidária Santo Agostinho O centro social Santo Agostinho promove no dia 16 de dezembro a 1º corrida solidária, a partir das 6h. O grande objetivo é arrecadar fundos para os projetos de assistência, saúde e educação do centro social que realiza atendimento à comunidade carente há 15 anos. Haverá três tipos de categorias: a corrida oficial corresponde ao trajeto de 5 km e só pode se inscrever pessoas maiores de 18 anos neste módulo. A corridinha que é destinada ao publico infanto-juvenil com faixa etária entre 06 a 17 anos. E a caminhada de 3 km destinada a todos. Os vencedores receberão premiações em dinheiro. As inscrições seguem

w DIA 18 os fiéis em Paragominas vão às ruas homenagear a Virgem

Devotos homenageiam Nossa Senhora de Nazaré em Paragominas

abertas até o dia 10 de dezembro no centro santo Agostinho, localizado na Avenida Cipria-

no Santos, 265, bairro de Canudos em Belém. Para mais informações: (91) 3226-2151.

A grande procissão do Círio de Nazaré em Paragominas, nordeste do Pará, acontece neste domingo, dia 18, a partir das 6h, saindo da comunidade do CAIP. Esta é a 26º edição da tradicional procissão religiosa que tem como tema esse ano “O Senhor fez em mim maravilhas”, baseado em Lucas 1:49. “Nós queremos com esse tema dar continuação à reflexão do ano passado em que a gente falava que Deus olhou seu povo. A obra da criação é uma obra maravilhosa. E Deus enviou seu Jesus Cristo e Ele nos deixou a igreja. Agora Deus continua olhan-

do por nós. Ele continua olhando por nós. Ele continua se fazendo presente em nossas vidas através da Palavra”, disse o padre Maurício Soares, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré. De acordo com a organização do evento a expectativa é que mais de 70 mil devotos participem da tradicional procissão nos 8 km de percurso. Todos os anos, milhares de fieis se comovem, choram e cantam os hinos e mostram explicitamente sua devoção agradecendo a mãe de Deus. A programação inicia no sábado, 17, com o Círio das Crianças a partir

das 7h30, com a missa solene no Lago Verde. À noite, às 19h, haverá a missa da trasladação na matriz, em seguida, a procissão percorre as principais ruas da cidade com a imagem da virgem de Nazaré em destino a comunidade do CAIP. No domingo, pela manhã, após santa missa, às 6h, a Imagem da santa percorre as ruas da cidade saindo da frente da paróquia de Nossa Senhora de Nazaré na promissão 3, em destino a praça Célio Miranda no centro de Paragominas, encerrando assim o Círio de Nazaré com missa no anfiteatro da praça.


12

BELÉM, DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2018

Especial Juventude

Jovens protagonistas de um mundo melhor

O

Vaticano realizou em outubro passado o Sínodo dos Bispos, com o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, visando estabelecer os pilares da atividade pastoral da Igreja com os jovens, na XV Assembleia Geral Ordinária dos Bispos. Acolhendo a sugestão do Papa Francisco, o Jornal Voz de Nazaré vem destacando nesta página a atuação do Setor Juventude na Igreja de Belém. Nesta edição, o destaque é a programação do Dia Nacional da Juventude 2018 (DNJ 2018). FOTOS: DIVULGAÇÃO

w DOM ANTÔNIO com as lideranças na formação do dia 27

w O GRUPO, em estudo do subsídio disponibilizado para este ano

Juventude Arquidiocesana promove DNJ 2018 Programação acontece nas regiões episcopais neste final de semana, 17 e 18 de novembro

C

om o tema “Juventude construindo uma cultura de paz” o Setor Juventude ligado à Arquidiocese de Belém promove nas regiões episcopais nos dias 17 e 18 o Dia Nacional da Juventude 2018 (DNJ 2018). O tema de 2018 quer estimular os jovens a serem verdadeiros protagonistas da promoção da cultura da Paz e da Justiça. O Dia Nacional da Juventude trata-se de uma atividade festiva e formativa juvenil anual com enfoque na reflexão de uma importante temática à luz da proposta da Campanha da Fraternidade do ano em curso. A atividade é nacional, e em em Belém ocorre após os festejos do Círio de Nazaré. O tema “Juventude construindo uma cultura de paz” através do subsídio nacional apresenta três sub-temas a serem refletidos: Direitos Humanos, a Cultura da Paz e as Políticas Públicas para a Juventude. Com os jovens iluminados pelo Sínodo da Juventude, o Ano do Laicato, a preparação para o Sínodo da Amazônia e as diretrizes do Projeto Educativo Pastoral do Setor Juventude (PEPSJ), o Setor Juventude propõe um DNJ missionário por regiões episcopais, para, atento à realidade sóciocultural juvenil local, atingir os objetivos dessa atividade. A proposta metodológica consiste em duas etapas: a primeira, de motivação à temática, aconteceu no dia 27 de outubro, às 14h30, na Cúria Metropolitana, ocasião em que

Dom Antônio de Assis Ribeiro, um dos bispos auxiliares de Belém e referencial para o Setor Juventude, discutiu o tema com as expressões juvenis e conselhos juvenis locais. A segunda consta de dois dias: 17 formativo e 18 missionário e celebrativo. Entre os principais objetivos estão o de aprofundar o debate sobre o protagonismo juvenil sadio; consolidar uma pastoral juvenil orgânica atenta às demandas locais; contribuir regionalmente com a programação nacional e também colaborar nos festejos dos 300 anos da diocese de Belém. “Para o dia 18, as regiões episcopais escolheram uma comunidade para realizar o momento missionário. Por exemplo: a organização da Região Menino Deus, em Ananindeua e Marituba, optou pela Comunidade Deus Seja Louvado na Área Missionária Canaã”, explica André Ribeiro, da coordenação do Setor Juventude. Para ele, a juventude deve aproveitar a ocasião para pôr em prática o protagonismo juvenil: “a Igreja nos últimos anos nos convida para exercer esse papel. Com o Sínodo dos Bispos, a temática do Círio de Nazaré e com o Sínodo da Amazônia para o pró-

cada Setor Diocesano da Juventude e grupos jovens poderão criar o cartaz com a identidade dos seus jovens, com suas características regionais. SUBSÍDIO

O subsídio, disponível para download no site da Editora CCJ, contém 48 páginas com três roteiros de encontros, um Ofício Divino da Juventude, além de dicas de como organizar e preparar os encontros com os grupos de jovens. A proposta é de refletir sobre as temáticas: “Direitos Humanos”, “Cultura de Paz” e “Políticas Públicas para a Juventude”. O material traz também indicações de músicas, citações bíblicas, textos, indicações de sites e filmes que podem contribuir com a organização metodológica dos encontros. HISTÓRICO

ximo ano, somos convidados a voltar às bases, às paróquias e ser missionários”. IDENTIDADE VISUAL

Desde o ano passado, o Dia Nacional da Juventude e a Jornada Diocesana da Juventude têm uma identidade

visual conjunta, pensada para dar unidade às atividades em todo o Brasil. Nessa nova identidade, as cores representam as regiões do Brasil: Norte, Nordeste, Centro-este, Sudeste e Sul, e toda base da identidade trabalha com o rosto da juventude. No entanto,

O DNJ surgiu em 1985, durante o Ano Internacional da Juventude, promovido pela ONU, em um contexto ainda semelhante em que a necessidade de mobilizar os jovens para construção de espaços de participação onde fossem estimulados a pensar, repensar e articular-se para construção de uma nova sociedade.

Voz de Nazaré  

Edição de 16 a 22 de novembro de 2018.

Voz de Nazaré  

Edição de 16 a 22 de novembro de 2018.

Advertisement