Voz de Nazaré

Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

D o jornal católico da família D

Pe. Florence Dubois Fundador

ANO CIII - Nº 765 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Terra do Pará em Aparecida fotos: divulgação

Semana Mariana terminou dia 26. Réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida pode agora ir a outras paróquias. Porção de terra de Belém foi para o museu das lembranças do Jubileu. caderno 2, páginas 6 e 7.

apresentação

Pastoral da Acolhida sob nova coordenação w Dom Alberto procede a bênção e envio da porção de terra do solo paraense para Museu de Aparecida

Casal João Luiz e Úrsula Rodrigues assume trabalho de acolhida dos pregrinos do Círio de Nazaré. Cad.2, pág. 9.

Paróquia de Santa Maria instala IAM Implantação da Infância e Adolescência Missionária aconteceu em meio a muita animação. caderno 2, pag. 11.

Missa pela Família Nazaré w ocasião também foi marcada pelo aniversário de ordenação do pároco de Santa Maria, Padre José Maria

Celebração mensal em intenção dos benfeitores da Família Nazaré acontece na sexta-feira, 7. Cad. 1, página 11.

Dom Irineu em Visita Pastoral Bispo auxiliar fica até domingo na comunidade paroquial de Santa Teresinha do Menino Jesus, em Àguas Lindas. caderno 2, página 1.

Jornada Inaciana em Belém Acontece na Capela de Lourdes a 1º Jornada Inaciana, com o tema “Trajetórias dos Jesuítas no início do século XX no Pará". cad. 2, pag. 5.

w Dom Irineu em um dos momentos de oração na comunidade em Àguas Lindas, em Ananindeua


2

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Igreja Privilégio de ser católico João Carlos Pereira

charge do andré abreu

Jornalista e professor jcparis@orm.com.br

Jesus nos chama pelo nome

A

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Panorama José Pereira Ramos joseulina1@gmail.com

“Eu sou a Ressurreição e a vida”

O

Economista e escritor

Evangelho deste domingo relata um dos mais impressionantes milagres com que Jesus demonstrou aos descrentes que o Nazareno, “o filho do Carpinteiro”, era na realidade o filho de Deus. Demonstração dada não só no extraordinário ato de ressuscitar seu amigo Lázaro, “morto há quatro dias” como disse sua irmã Marta, mas também na afirmação verbal, clara e insofismável: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”, como relata São João. Jesus não apenas ressuscitou a vida terrena de Lázaro, mas anunciou que Ele também ressuscitaria. E para isso se dirigia a Jerusalém. Seria submetido a todos os sacrifícios humanos para a

nossa salvação eterna. O pré-anúncio de que todos nós, que acreditarmos e cumprirmos a sua Palavra, arrependendo-nos das nossas faltas, e não explorando os nossos semelhantes, teremos a vida eterna. Se isso não foi fácil para Jesus e Filho de Deus, não poderá ser fácil para nós, pobres humanos. A cada dia que pego nos jornais e constato como muitos prejudicam e até eliminam a vida dos seus semelhantes; que vejo intelectualizados aprovando leis que exploram os trabalhadores mal pagos, para desfrutarem de luxos e suntuosidades, esquecendo-se de que o dinheiro da nação vem de todos, sinto-me revoltado. Os impostos incidem da compra de um pequenino pão a suntuosas mansões. Seriam o sustentáculo de todo o povo, pobre ou rico, e não apenas dos privilegiados. Volto a repetir como sempre faço: precisamos aprender a votar melhor. E mais do que isso: ensinar aos nossos filhos, não apenas ganhar dinheiro, mas também amar a Deus e aos Irmãos. Só Deus nos dará a verdadeira vida, junto a seus anjos e santos, por toda a eternidade.

través do evangelista João, a Igreja nos faz refletir, neste quinto domingo da Quaresma, sobre a volta de Lázaro do mundo dos mortos. O corpo do amigo querido de Jesus já cheirava mal e as irmãs, Marta e Maria, estavam desoladas. Como para Deus nada é impossível, ao simples pedido de Seu Filho, o falecido levantou-se e, ao ouvir a ordem do Mestre - “Lázaro, vem para fora” -, caminhou. Seus pés e mãos estavam atados por lençóis mortuários e um pano cobria-lhe o rosto. Uma nova ordem de Jesus deu sentido à nova vida daquele que era cadáver: “desatai-o e deixai-o caminhar”. A partir de então, os Evangelhos silenciam sobre o destino de Lázaro. Com certeza, uniu-se ao grupo que estava ao lado do Redentor e deve ter tipo papel importantíssimo, embora anônimo, na difusão do Evangelho. Assim como Jesus chamou Lázaro pelo nome, também nós somos convocados, todos os dias, a caminhar com Ele. Ninguém duvide de que Jesus conheça o nome de todos nós, seu povo e rebanho. Sabe, sim, o nome completo, de toda nossa ancestralidade e de nossa descendência, ainda que nem tenhamos notícia de como ela será batizada. É privilégio saber que o Criador da vida nos conhece tão intimamente e, todos os dias, nos chama pelo nosso nomezinho, assim que precisamos acordar. Pode ser que sejamos despertados com a ajuda de alguém, de algum aparelho, ou do relógio biológico, mas o grande chamamento à vida é feito por Ele, que, da mesma forma como agiu em favor de Lázaro, nos manda caminhar, aproveitando tudo o que a vida, em seu nome, oferece. O chamado de Jesus é diário - para os que continuam vivos e para os que se vão deste mundo -, mas é preciso que estejamos atentos à sua voz, porque, do contrário, apenas acordaremos. E isso é muito pouco. Precisamos aproveitar a graça do despertar e caminhar na direção da voz – que é ensinamento - do Senhor.

Assim na terra como no céu ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

Encontro Fraterno ivens Coimbra Brandão

ivenscb@gmail.com

O sentido da esmola

J

Engenheiro civil e escritor

unto com a prática da oração e do jejum, a esmola forma o tripé que estabelece o equilíbrio para o horizonte de conversão do cristão, o que deve ser observado com mais intensidade no período da Quaresma. As primeiras coletas em favor da ‘República do Pequeno Vendedor’ ocorreram na década dos anos 70, sendo antecedidas por ampla divulgação. Dezenas de caminhões eram utilizadas, percorrendo a cidade em vários trajetos, levando na carroceria três ou quatro jovens e alegres carregadores. O objetivo era arrecadar utensílios não mais utilizados pelos doadores, mas que seriam recuperados em favor de meninos vendedores do Ver-O-Peso - sacoleiros, jornaleiros, engraxates - distantes de casa e da escola, que inicialmente eram reunidos para um

Fun­da­do em 5 de ju­lho de 1913 fundador Pe. Flo­ren­ce Du­bois, bar­na­bi­ta

arquidiocese de belém-pará

presidente Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Be­lém do Pa­rá vice-presidente Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pa­rá

almoço sob a liderança do padre Bruno Sechi, assim surgindo a ‘República’. Os utensílios que podem ser recuperados tomam o sentido de esmola, enquanto aquilo que a pessoa tem consciência de que não serve mais para nada, aproveitando a oportunidade para descarte, perde o mérito de esmola. O ato de doação é considerado como esmola, quando nos despojamos de algo que nos pertence, esquecido no armário, por exemplo, e doamos em favor de alguém que necessite. A esmola deve ser uma atitude consciente, permeada de misericórdia, dom de Deus. Ora toma-se como exemplo de esmola o depoimento público de uma senhora, mãe de um jovem carioca, surfista, que certa vez viu o filho chegar em casa descalço. Questionado, disse que havia doado os sapatos para um pobre de rua. Advertido que poderia ter os pés machucados, retrucou dizendo que, se sua mãe visse as condições dos pés daquele pobre, haveria de lhe dar toda a razão... Nesta Quaresma, firmemos o propósito de rezar mais, compreender o sentido e praticar o jejum e a esmola, para assim revigorar nosso processo de conversão.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior diretor administrativo e financeiro ­Marcos Aurélio de Oliveira diretor de comunicação Mário Jorge Alves da Silva diretor de captação de recursos ­Arnaldo Pinheiro

Luz e vida!

F

alando sobre a importância da Palavra de Deus em nossa vida, o Papa Paulo VI pergunta: “Como Jesus se faz presente nas almas?” Ele responde: “Através do veículo, que é a comunicação da palavra, passa o pensamento divino, passa o Verbo, o Filho de Deus feito Homem. Pode-se dizer que o Senhor se encarna dentro de nós quando aceitamos que a sua palavra venha viver dentro de nós... Portanto, antes de tudo, ouvir a Palavra; depois, conservar. É necessário não apenas um ato passivo de aceitação, mas também uma reação ativa, um ato reflexo: devemos meditar a Palavra. E ainda é necessário um terceiro momento:a palavra deve se transformar em ação e guiar a nossa vida. Ela deve ser aplicada ao nosso modo de viver, de julgar e de falar. Desta maneira a vida cristã se revela muito atraente” (Discurso em 26.02.1967). Conclui-se, daí, que o Evangelho não é um livro como os outros: onde lança raízes, ele provoca a revolução cristã, porque apresenta as leis para a união com Deus e para o relacionamento das pessoas entre si, sejam amigas ou inimigas, e pede incondicionalmente a unidade de todos, para que se realize o testamento de Jesus, pelo menos naquela parte da sociedade em que os cristãos que vivem a Palavra de Deus estão inseridos. Nosso problema? Deixar-nos guiar pela Palavra de Deus. Novo mês, nova Palavra de vida! É tempo de recomeçar!

coordenação Bernadete Costa (DRT/PA 1326) conselho de programação e editoração Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro editoração eletrônica Sérgio Santos (DRT/PA 579) As­si­na­tu­ras, dis­tri­bui­ção, ad­mi­nis­tra­ção e re­da­ção Av. Go­v. Jo­sé Mal­cher, Ed. Pau­lo VI, 915 CEP: 66055-260

- Na­za­ré, Be­lém - PA Te­l.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Re­da­ção: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veí­cu­lo da Fun­da­ção Na­za­ré de Co­mu­ni­ca­ção ­CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Im­pres­so no par­que grá­fi­co de O Li­be­ral

fundação nazaré de comunicação


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Conversa com meu povo

3

Arcebispo

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

A

Páscoa é como que aniversário de Batismo de cada cristão! Para celebrála bem, nas semanas que correm os cristãos foram ao encontro de uma Mulher Samaritana, seus familiares e concidadãos, e descobriram aquele que é a fonte de água viva que jorra para a vida eterna. Todos foram apresentados ao Cego de nascença, com seus pais e amigos, impressionados porque seus olhos foram abertos por Jesus. Ele é Luz do Mundo e o Batismo, também chamado de Iluminação, abre perspectivas inusitadas, cujo nome é fé! Agora, visitamos Betânia, cujo nome significa ‘Casa do Pobre’ ou ‘Casa da aflição’, mas para Jesus e seus discípulos é “Casa de amizade”. Lázaro está morto (Jo 11, 1-45). É uma situação trágica, pois morreu nada menos do que um amigo de Jesus, e amizade é coisa séria. A morte assusta, mesmo quando chegamos a nos acostumar, pois em nosso tempo é noticiada dia a dia, como um fato a mais, sem muito mistério ou sacralidade! Para Jesus, seus apóstolos e os amigos de Betânia, as coisas são diferentes. Marta que reclama pelo atraso de Jesus expressa nossa reação diante da morte de uma pessoa amada. O choro de Jesus pelo amigo morto é choro de Deus pela morte presente na humanidade e diante da própria morte que se aproxima. A Salvação que Ele traz deve tocar no mais fundo da realidade humana e, quando faz seu amigo voltar à vida, Jesus anuncia a completa libertação da morte. Existe esperança! Vale a pena acompanhar! O relato evangélico passa, num maravilhoso crescendo, da narração da doença à morte e sepultura e o retorno à vida do amigo Lázaro, cujo nome quer dizer ‘Javé ajuda’. Transparece a humanidade cheia de ternura de Jesus, com emoção, lágrimas, declaração de amizade e revelação do Filho de Deus. Depois da profissão de fé por Marta, a resposta de Jesus é promessa de vida: “Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais” (Jo 11, 25-26). Diante do sepulcro de seu amigo Lázaro, Jesus, que antes teve seu rosto banhado em lágrimas, proclama ser Ressurreição e Vida. Mas sabemos que Ele deverá entrar no sepulcro da morte, ser envolto em faixas como seu amigo Lázaro e ressuscitar ao terceiro dia. Cristo é para todos os homens e mulheres, feridos de morte pelo pecado, Ressurreição e Vida! Saímos do velório de Lázaro, ouvimos o grito de Jesus a todos os lázaros da história, passamos pelos passos da Paixão para amanhecer no Jardim da Ressurreição. Jesus cultivou bonitas e sadias amizades! Afinal, um amigo bom e fiel (Cf. Eclo 6, 15-17) vale mais do que um tesouro. Marta, a dona da casa, Maria, sua irmã, a mulher da escuta e dos gestos de carinho, e Lázaro, o irmão que era amigo do peito e, enfermo, veio a morrer. Naquela casa, Jesus chorou! Rosto de alguém que chora costuma

Amar e ser amado divulgação

que vivem a distância da graça de Deus, para resgatar a humanidade escrava do pecado e elevála, proclamando “Em tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23, 46). É a maior prova de amor: “Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida por seus amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando” (Jo 15, 12-13). Depois, sua Mãe, a Virgem Maria, foi certamente a pessoa de maior proximidade e intimidade com Jesus. Com ela, na Casa de Nazaré, também São José. Podemos pensar no trato que Jesus, Filho do Carpinteiro, e ele mesmo Carpinteiro, teve com tantas pessoas. Quando irrompe na vida pública, nós o vemos chamando w Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida por seus amigos e formando discípulos. A diversidade do grupo chama atenção porque acolhe gente “de todo tipo”. É que ele ama, e pronto! Alarga-se o círculo com um grupo muito simpático de mulheres: Maria Madalena, Joana, Susana, e muitas outras mulheres, que os ajudavam com seus bens ser mais bonito do que uma afetos são de doação de vida, (Cf. Lc 8, 1-3). Na Paixão, Morte nunca de apoio ou cobranças! É gargalhada! e Ressurreição, lá estavam elas, bom perceber que, na História Em Betânia, aprendemos a olhando de longe: Madalena, da Salvação, purifica-se pouco a estrada da liberdade interior, o Maria, mãe de Tiago Menor e pouco a compreensão do plano relacionamento sadio, a amizade de Joset, e Salomé (Cf. Mc 15, de Deus. A plenitude só chegou autêntica, expressão da afetividade 40-41). E foram testemunhas com Jesus Cristo, Palavra Eterna equilibrada. Quem melhor para da Ressurreição! (Mc 16, 1-8). O do Pai, que se fez carne no meio conduzir-nos na estrada da vida número de amigos aumenta pela de nós e, até o fim dos tempos, segundo o Espírito (Cf. Rm 8,9) do história afora e assim será, até a será o Espírito Santo que nos que aquela que ouviu palavras tão volta do Senhor. A Igreja cresce revelará todas as coisas. O Filho fortes e determinantes, que deram por testemunho, convivência, assume a missão, para visitar todas rumo à sua existência, a Virgem amizade, “contágio” positivo e as realidades humanas, indo até Maria? De fato, mais do que Maria frutuoso. o mais profundo de tudo o que de Betânia, Maria de Nazaré A amizade com Marta, Maria e significa fruto do pecado, para “escolheu a melhor parte”, e esta Lázaro expressa sua humanidade redimir! (Cf. Ef 4, 10) Por puro não lhe foi tirada! (Cf. Lc 10, 42) e o relacionamento sadio amor ele entrou nas profundezas O relacionamento mais com as pessoas. E chegam os da humanidade e, quando importante de Jesus é com o Pai e pobres, enfermos, pecadores, tocou inclusive o abandono, o Espírito Santo! Seus momentos todos entram em contato com experimentou a ausência de Deus, de oração expressam a vida íntima Jesus. Não se deixa “possuir”, em nome de todas as pessoas da Santíssima Trindade. Seus continua com liberdade o seu caminho, não cede às tentações e provocações do poder, é Rei, mas seu Reino não é daqui! E o Senhor Jesus ofereceu o mandamento do amor, garantiu sua presença (Mt 18, 20) entre aqueles que se reúnem em seu nome, plantou a vida na Igreja como comunhão fraterna, enviou discípulos dois a dois! Os Atos dos Apóstolos testemunham como começaram a viver os primeiros cristãos e como haveremos de viver até a volta do Senhor. “Ele está no meio de nós”, repetimos tantas vezes! O equilíbrio e o respeito no relacionamento entre as pessoas, as diversas experiências de comunhão, o exercício da caridade, tudo é oferecido para que o mundo creia: “Assim como tu me enviaste ao mundo, eu também os enviei ao mundo... Que todos sejam um, como tu, Pai, estás em mim, e eu em ti. Que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste” (Jo 17, 18-21).

O choro de Jesus pelo amigo morto é choro de Deus pela morte presente na humanidade


4

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Arquidiocese agenda de dom alberto corrêa

agenda de dom irineu roman

n De 31 de março a 6 de abril de 2017

n De 31 de março a 6 de abril de 2017

w SEXTA, 31 DE MARÇO

w SEXTA, 31 DE MARÇO A DOMINGO, 2 DE ABRIL

Em Palmas - TO

w SÁBADO, 1 DE ABRIL

17h - Missa de Jubileu de Prata de Ordenação do Padre Abraão (Baiacu - Vigia - PA)

15h30 - Gravações 18h - Audiências 19h - Reunião com a Diretoria do Círio de Nazaré (Basílica Santuário)

Visita Pastoral - Paróquia Santa Teresinha (Águas Lindas)

w SEGUNDA, 3 DE ABRIL

8h30 - Gravações (FNC) 19h - Missa - Comunidade Nossa Senhora das Candeias (Paróquia São Geraldo Magela)

w DOMINGO, 2 DE ABRIL

7h - Missa de posse do Padre Paulo da Eucaristia (Paróquia São Francisco – Tapanã) 10h30 - Palestra na Paróquia São Marcos (Marituba – PA) 19h - Crismas (Paróquia da Santíssima Trindade)

w TERÇA, 4 DE ABRIL

10h - Missa no Retiro das Pastorais da CNBB (Bosque Rodrigues Alves) 18h - Visita Pastoral - Paróquia São José de Queluz (Canudos)

w SEGUNDA, 3 A QUARTA, 5 DE ABRIL

w QUARTA, 5 DE ABRIL

Visita Pastoral - Paróquia São José de Queluz (Canudos)

Comissão Episcopal Para os Textos Litúrgicos (Brasília – DF)

w QUINTA, 6 DE ABRIL

w QUINTA, 6 DE ABRIL

8h30 - Reunião do Conselho Episcopal de 2017 11h - Audiências

Visita Pastoral - Paróquia São José de Queluz (Canudos) 8h30 - Reunião do Conselho Episcopal

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Posse de pároco no Tapanã e visita pastoral de Dom Irineu O Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa e o Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, participaram de várias nesta semana. De 31 de março a 2 de abril, Dom Irineu cumpre visita pastoral à Paróquia Santa Teresinha, no bairro de Águas Lindas. Após compromisso em Palmas, TO, Dom Alberto celebra missa de Jubileu de Prata de Ordenação do Padre

Abraão (Baiacu - Vigia, PA) no sábado, 1 de abril. Domingo, 2, o Arcebispo presidirá a missa de posse do Padre Paulo da Eucaristia, na Paróquia São Francisco, no Tapanã, às 7h. Às 10h30, Dom Alberto vai proferir palestra em Marituba e às 19h, presidirá missa de Crisma na Paróquia da Santíssima Trindade. O Arcebipso de Belém também participa da reunião da Comissão Episcopal Para

os Textos Litúrgicos, em Brasília- DF. O Auxiliar, Dom Irineu, na segunda-feira, 3, preside missa na comunidade Nossa Senhora das Candeias, ligada à Paróquia São Geraldo Magela, às 19h. De 4 a 6, ele cumprirá visita pastoral à Paróquia São José de Queluz, em Canudos. Por fim, Dom Alberto participa de reunião com a Diretoria do Círio de Nazaré,na Basílica Santuário, na quinta-feira, 6.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Jo 11,1-45

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

1Havia um doente, Lázaro, de Betânia, o povoado de Maria e de Marta, sua irmã. 2 Maria era aquela que ungira o Senhor com perfume e enxugara os pés dele com seus cabelos. O irmão dela, Lázaro, é que estava doente. 3 As irmãs mandaram... dizer a Jesus: “Senhor, aquele que amas está doente”. 4 Ouvindo isso, Jesus disse: “Esta doença não leva à morte; ela serve para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela”. 5 Jesus era muito amigo de Marta, de sua irmã Maria e de Lázaro. 6... Jesus ficou ainda dois dias no lugar onde se encontrava. 7 ... disse aos discípulos: “Vamos de novo à Judeia”. 8 Os discípulos ... : “Mestre, ainda há pouco os

judeus queriam apedrejar-te, e agora vais outra vez para lá?” 9 Jesus respondeu: “O dia não tem doze horas? Se alguém caminha de dia, não tropeça...1011 Depois acrescentou: “O nosso amigo Lázaro dorme. Mas eu vou acordá-lo”. 12-14 Então Jesus disse abertamente: “Lázaro está morto. 15 Mas, por causa de vós, alegro-me por não ter estado lá, para que creais...” 16-20 Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa. 21... Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. 22 Mas mesmo assim,... o que pedires a Deus, ele to concederá”. 23 Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”. 24 Disse Marta: “Eu sei ... na ressurreição, no último dia”. 25 ... Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida...26...Crês isto?” 27 ... ela: “Sim, Senhor,

eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que deve vir ao mundo”. 28 Depois... ela foi chamar a sua irmã Maria, dizendo baixinho: “O mestre está ai e te chama”. 29 ...Maria ouviu isso, ... e foi ao encontro de Jesus. 30-32...caiu de joelhos diante dele e disse-lhe: “Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido”. 33 Quando Jesus a viu chorar...35 J e s u s c h o ro u . 3 6 - 3 9 D i s s e Jesus: “Tirai a pedra!” Marta... interveio: “Senhor, já cheira mal. Está morto há quatro dias”. 40 Jesus lhe respondeu: “Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?” 41-43 Tendo dito isso, exclamou com voz forte: “Lázaro, vem para fora!” 44 O morto saiu... Jesus lhes disse: “Desatai-o e deixai-o caminhar!” 45 ...muitos judeus...e viram o que Jesus fizera creram nele. B) Comentário

O tema principal é a fé na pessoa de Jesus: “alegro-me por não ter estado lá, para que creais” (v 15); “Eu sou a ressurreição e a vida...Crês isto?” (v 27); “Sim Senhor, eu creio...” (v 27); “Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?” (v 40); e conclui o texto: “viram o que Jesus fizera creram nele” (v 45). A confiança em Jesus é asseverada por ambas as irmãs de Lázaro: “Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido” (v 21.32). E continua: Mas mesmo assim, o que pedires a Deus, ele to concederá (v 22). O pedido de Jesus a Deus; a fé em Jesus ultrapassa a realidade e o poder da morte! (v 40): Jesus é mais forte que a morte! A morte para Jesus é um simples sono. O poder de sua voz livra seu amigo e amigos das amarras da morte. Para tal, muitos e todos devemos crer nele (v 45).

Liturgia da Semana w 31/03, SEXTA-FEIRA

Cor (Roxo) Leitura (Sb 2,1a.12-22) Responsório (Sl 33) Evangelho (Jo 7,1-2.10.25-30)

w 01/04, SÁBADO

Cor (Roxo)

Leitura (Jr 11,18-20) Responsório (Sl 7) Evangelho (Jo 7,40-53)

w 02/04, DOMINGO Cor (Roxo) Primeira Leitura (Ez 37,12-14) Responsório(Sl 129)

Segunda Leitura (Rm 8,8-11) Evangelho (Jo 11,1-45)

w 03/04, SEGUNDA-FEIRA Cor (Roxo) Leitura (Dn 13,41c-62) Responsório (Sl 22) Evangelho (Jo 8,1-11)

w 04/04,TERÇA-FEIRA

Cor (Roxo) Leitura (Nm 21,4-9) Responsório (Sl 101,2-21) Evangelho (Jo 8,21-30)

w 05/04, QUARTA-FEIRA

Cor (Roxo) Leitura

(Dn 3,14-20.24.49a.91-92.95) Responsório (Dn 3,52-56) Evangelho (Jo 8,31-42)

w 06/04, QUINTA-FEIRA Cor (Roxo) Leitura (Gn 17,3-9) Responsório (Sl 104,4-9) Evangelho (Jo 8,51-59)


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

5

Vaticano divulgação

uma jovem de Nazaré

Solenidade da Anunciação: “Alegra-te, o Senhor é contigo!” Dois anúncios que nos mostram o que Deus dá a nós em seu Filho

C

om informações da Rádio Vaticano. Diante de um público estimado em um milhão de pessoas, o Papa Francisco presidiu na tarde do sábado, 25, no Parque de Monza, a Santa Missa na Solenidade da Anunciação. “Acabamos de ouvir o anúncio mais importante de nossa história: a anunciação a Maria (cfr. Lc 1, 26-38). Uma passagem densa, cheia de vida, e que gosto de ler à luz de outro anúncio: o do nascimento de João Batista (cfr Lc 1, 5-20). Dois anúncios que se seguem e que estão unidos; dois anúncios que, comparados entre eles, nos mostram o que Deus dá a nós em seu Filho. A anunciação de João Batista ocorre quando Zacarias, sacerdote, pronto para dar início à ação litúrgica, entra no Santuário do Templo, enquanto toda a assembleia está do lado de fora, à espera. A anunciação de Jesus, ao invés disto, realiza-se em um lugar perdido da Galileia, em uma cidade periférica e com uma fama não particularmente boa (cfr Jo 1,46), no anonimato da casa de uma jovem chamada Maria. Um contraste não sem pouca

importância, que nos indica que o novo Templo de Deus, o novo encontro de Deus com o seu povo, terá lugar em locais onde normalmente não se espera, às margens, na periferia. Lá se marcarão os encontros, lá se encontrarão; lá Deus se fará carne para caminhar junto a nós desde o seio de sua Mãe. Já não será mais um lugar reservado a poucos, enquanto a maioria permanece fora, à espera. Nada e ninguém lhe será indiferente, nenhuma situação será privada da sua presença: a alegria da salvação tem início na vida cotidiana da casa de uma jovem de Nazaré. Deus mesmo é Aquele que toma a iniciativa e escolhe inserir-se, como fez com Maria, em nossas casas, nas nossas lutas cotidianas, cheias de ansiedades e desejos. E é precisamente dentro das nossas cidades, das nossas escolas e universidades, das praças e dos hospitais que se cumpre o anúncio mais belo que podemos ouvir: “Alegra-te, o Senhor é contigo!”. Uma alegria que gera vida, que gera esperança, que se faz

carne no modo em que olhamos ao amanhã, na postura com que olharmos para os outros. Uma alegria que se torna solidariedade, hospitalidade, misericórdia para com todos. Como Maria, também nós podemos ser tomados w papa missa da Solenidade da Anunciação pela dúvida. “Certamente, Estas duas perguntas dizem o ritmo vertiginoso a que somos respeito à nossa identidade, a vida das submetidos parece nos roubar a nossas famílias, dos nossos países e esperança e a alegria. As pressões e a das nossas cidades. Dizem respeito à impotência diante de tantas situações vida de nossos filhos, de nossos jovens pareceriam quase nos tirar o ânimo e exige de nossa parte um novo modo e tornar-nos insensíveis diante de de situar-nos na história. Se a alegria inúmeros desafios. E paradoxalmente e a esperança cristã continuam a quando tudo se acelera para construir ser possíveis, não podemos, não – em teoria – uma sociedade melhor, queremos permanecer diante de no final não se tem tempo para nada e tantas situações dolorosas como para ninguém. Perdemos o tempo para meros expectadores que olham para o a família, o tempo para a comunidade, céu esperando que “pare de chover”. perdemos o tempo para a amizade, para Tudo aquilo que acontece exige de a solidariedade e para a memória. nós que olhemos para o presente com Nos fará bem perguntarmo-nos: audácia, com a audácia de quem sabe Como é possível viver a alegria do que a alegria da salvação toma forma Evangelho hoje nas nossas cidades? na vida cotidiana da casa de uma É possível a esperança cristã nesta jovem de Nazaré. situação, aqui e agora?

Chaves que o Anjo nos oferece Diante da dúvida de Maria, diante de nossas dúvidas, três são as chaves que o Anjo nos oferece para ajudar-nos a aceitar a missão que nos é confiada:

1

Evocar a Memória A primeira coisa que o Anjo faz é evocar a memória, abrindo assim o presente de Maria a toda história da salvação. Evoca a promessa feita a Davi como fruto da aliança com Jacó. Maria é filha da Aliança. Também nós hoje somos convidados a fazer memória, a olhar para o nosso passado para não esquecer de onde viemos. Para não nos esquecermos dos nossos antepassados, dos nossos avós e de tudo aquilo que passaram para chegarmos onde estamos hoje. Esta terra e a sua gente conheceram a dor de duas guerras mundiais; e às vezes viram a sua merecida fama de trabalhadores e de civilidade manchada por desregradas

ambições. A memória nos ajuda a não permanecer prisioneiros de discursos que semeiam fraturas e divisões como único modo para resolver os conflitos. Evocar a memória é o melhor antídoto a nossa disposição diante das soluções mágicas da divisão e do afastamento.

2

A pertença ao Povo de Deus A memória permite a Maria de apropriar-se de sua pertença ao Povo de Deus. Nos faz bem recordar que somos membros do Povo de Deus! Milaneses, sim, ambrosianos, certo, mas parte do grande Povo de Deus. Um povo formado por mil rostos, histórias e proveniências, um povo multicultural e multiétnico. Esta é uma das nossas riquezas. É um povo chamado a acolher as diferenças, a integrá-las com respeito e criatividade e a celebrar a novidade que provém dos outros; é um povo que não tem medo de abraçar as fronteiras; é um povo que

não tem medo de dar acolhida a quem tem necessidade porque sabe que ali está presente o seu Senhor.

3

A possibilidade do impossível “Nada é impossível para Deus” (Lc 1,37): assim termina a resposta do Anjo a Maria. Quando acreditamos que tudo depende exclusivamente de nós, permanecemos prisioneiros das nossas capacidades, das nossas forças, dos nossos míopes horizontes. Quando, pelo contrário, nos dispomos a deixarnos ajudar, a deixar-nos aconselhar, quando nos abrimos à graça, parece que o impossível começa a se tornar realidade. Sabem bem estas terras que, no decorrer de sua história, geraram tantos carismas, tantos missionários, tanta riqueza para a vida da igreja! Tantos rostos que, superando o pessimismo estéril e divisor, abriram-se à iniciativa de Deus e tornaram-se sinal do

quão fecunda possa ser uma terra que não se deixa fechar nas próprias ideias, nos próprios limites e nas próprias capacidades e se abrem aos outros. Como ontem, Deus continua a procurar aliados, continua a procurar homens e mulheres capazes de acreditar, capazes de fazer memória, de sentir-se parte de seu povo para cooperar com a criatividade do Espírito. Deus continua a percorrer os nossos bairros e as nossas ruas, vai em cada lugar em busca de corações capazes de escutar o seu convite e de fazê-lo tornar carne aqui e agora. Parafraseando Santo Ambrósio em sua comentário a esta passagem podemos dizer: Deus continua a buscar corações como o de Maria, dispostos a acreditar até mesmo em condições extraordinárias (cfr. Esposizione del Vangelo sec. Luca II, 17: PL 15, 1559). Que o senhor faça crescer em nós esta fé e esta esperança.

Papa no Angelus: viver como filhos da luz e caminhar na luz

S A

e aprendermos a ler tudo com a luz do Espírito Santo, perceberemos que tudo é graça! (28 de março) Quaresma é o momento favorável para intensificar a vida do espírito através do jejum, da oração e da esmola. (26 de março)

Com informações da Rádio Va t i c a n o . A c u ra d o c e g o d e nascença, narrada pelo Evangelho de João, proposto pela Liturgia do dia, inspirou a alocução do Papa – que precede a oração do Angelus - no IV Domingo da Quaresma, dia 26. “Com este milagre Jesus se manifesta e se manifesta a nós como luz do mundo” e que acolhendo novamente nesta Quaresma a luz da fé, “também nós, a partir da nossa pobreza”, sejamos “portadores de um raio da luz de Cristo”, disse. “O cego de nascença – explicou - representa cada um de nós que fomos criados para conhecer Deus, mas por causa do pecado somos como cegos, temos necessidade de uma nova

luz, a da fé, que Jesus nos deu”. “O fato de que aquele cego não tenha um nome, nos ajuda a refletir. Também nós fomos “iluminados” por Cristo no Batismo, e portanto somos chamados a comportar-nos como filhos da luz. E isso exige uma mudança radical de mentalidade, uma capacidade de julgar homens e coisas segundo uma outra escala de valores, que vem de Deus. O Sacramento do Batismo exige a escolha firme e decidida de viver como filhos da luz e caminhar na luz”. Concluiu pedindo à Virgem Santa “a graça de acolher novamente nesta Quaresma a luz da fé, redescobrindo o dom inestimável do Batismo".


6

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Igreja no Brasil programação

CEBs promovem a 6ª Caminhada dos Mártires em Florianópolis Evento tem por objetivo fazer memória aqueles que deram a vida pela causa do Reino

C

om informações da Arquidiocese de Florianópolis. As Comunidades Eclesiais de Bases (CEBs) promoveram a 6ª Caminhada dos mártires, no dia 26 de março. A saída da caminhada foi do centro de Florianópolis, na Rua Major Costa, passando pelas comunidades do Mont Serrat e Alto do Caeira. Terminou com uma celebração eucarística na Igreja Nossa Senhora Aparecida – Santuário dos Mártires, no Alto do Caeira. A Caminhada dos mártires foi lançada em 2012 durante 11º Encontro Estadual das CEBs, com toda Arquidiocese de Florianópolis e com a presença do Arcebispo Dom

Wilson. Na ocasião, aproximadamente 1.000

Fiéis de Fortaleza participam de “Celebração Penitencial” Com informações da agência Gaudium Press. Os fiéis de Fortaleza, no Ceará, participaram da “Caminhada Penitencial”. A iniciativa aconteceu no domingo, 19, às 7h, partindo da Igreja Nossa Senhora da Saúde, no bairro Mucuripe, com destino a Catedral Metropolitana. Através de uma carta enviada aos sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos, o A rc e b i s p o D o m J o s é Antonio Aparecido Tosi Marques destacou que “Com Maria, primeira discípula, aprendemos a seguir Jesus na renúncia de si, no levar a cruz e na vivência do Evangelho”. Segundo Dom José Antonio, para sermos capazes de misericórdia, devemos primeiro nos colocar à escuta da Palavra de Deus, o que significa recuperar o valor do silêncio, a fim de meditar a Palavra que nos é dirigida. Deste modo, prosseguiu, é possível contemplar a misericórdia de Deus e assumi-

la como próprio estilo de vida. “No período Quaresmal viveremos este sinal público de Conversão e Páscoa: o que nos chama a atenção ao respeito com a criação, dom de Deus e nossa casa comum; na construção da fraternidade humana, na dignidade da vida”, completou o Arcebispo. Ainda conforme o prelado, “esta Celebração Penitencial é uma oportunidade de Confissão Sacramental para os fiéis que assim desejarem: gesto concreto de conversão, mudança de vida, com a confissão dos próprios pecados e busca do perdão de Deus no Sacramento da Reconciliação, experiência do encontro com a Misericórdia do Senhor”. Durante a “Caminhada Penitencial”, uma grande cruz foi levada nos ombros pelos fiéis, como sinal do sacrifício e da misericórdia de Cristo, que tomou sobre si todos os pesos da humanidade para redimi-la.

w uma grande cruz é levada durante a caminhada

pessoas saíram do centro até o Alto do Caeira em

procissão, com as imagens dos mártires. Agora faz parte

da programação anual da Arquidiocese. O evento tem por objetivo fazer memória aqueles que deram a vida pela causa do Reino, que morreram lutando com fé e esperança no Deus da vida. Foram profetas, santos e mártires que profetizaram sem medo, lutaram pela justiça do povo oprimido e marginalizado, pela igualdade e liberdade, pela inclusão social, pelo direito a terra, cuidado com a casa comum, moradia, pão, partilha da Palavra de Deus e a Eucaristia. Profetas, santos e mártires deixaram ensinamentos: a luta social, de classes, o direito de todos por terra, comida, trabalho e um lugar ao sol.

Congresso Nacional de Educação Católica acontece em Belo Horizonte Com informações da agência Gaudium Press. A Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (Anec) promove entre os dias 19 e 21 de julho o 4º Congresso Nacional de Educação Católica. O encontro ocorrerá no BH Hall, em Belo Horizonte, e conta com o apoio da PUC Minas. Na ocasião, a temática central a ser refletida durante o evento será “Educação Católica e os Desafios do Século XXI: debater o presente para construir

o futuro”. Ao todo, serão oito eixos temáticos para apresentação de trabalhos. As inscrições para participação nas mesas temáticas estarão abertas a partir de 17 de maio. É necessário apresentar o número da inscrição feita anteriormente. De acordo com a o rg a n i za ç ã o , e s t i m a - s e que 2 mil pessoas devem comparecer ao Congresso. A conferência de abertura, intitulada “O Papel da E d u c a ç ã o n o P ro c e s s o

Civilizatório”, será ministrada pelo filósofo, professor e ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. Ainda no primeiro dia do evento, na parte da tarde, serão feitas as sessões temáticas para apresentação dos trabalhos. No último dia, 21 de julho, será realizada uma celebração eucarística. As inscrições para apresentação de trabalhos e participação devem ser feitas através deste link: anec.org. br/congresso.

Festa de São José do Limoeiro reúne milhares de devotos no Ceará Com informações da agência Gaudium Press. A 45ª edição da Festa de São José do Limoeiro na cidade de Crato, no Ceará, atraiu milhares de devotos do Pai Nutrício de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ao final das celebrações, houve uma Missa presidida pelo bispo diocesano Dom Gilberto Pastana, que através de uma frase, sintetizou o significado de toda a festividade: “celebrar a festa de um Santo, é como imitá-lo”. De acordo com os dados da Polícia Militar local, cerca de 3 mil pessoas estiveram presentes no encerramento da Festa de São José do Limoeiro. Ainda em suas palavras, Dom Gilberto ressaltou que São José é um grande exemplo para as famílias que desejam continuar unidas e caminhar na graça de Deus.

fotos: divulgação

w procissão foi realizada após a cerimônia

O pastor diocesano ainda chamou a atenção dos fiéis para três perspectivas, às quais devem ser observadas em suas ações perante Deus: a espera pela manifestação divina; a capacidade de escutar e aguardar as revelações nas vidas dos cristãos; e a importância em saber ceder, obedecer ao que o Senhor

pede a cada filho seu. “Pensar em São José é pensar em Maria e em Jesus”, acrescentou o bispo de Crato. Após a cerimônia, foi re a l i za d a a t ra d i c i o n a l procissão pelas ruas do bairro Limoeiro, na qual os devotos, com suas casas enfeitadas, receberam o cortejo em honra a São José.


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

7

Igreja no Mundo Oferenda Floral

Festa da Senhora dos Desamparados fotos: divulgação

Programação acontece há 75 anos na cidade espanhola de Valência

C

om informações da agência Gaudium Press. A cidade espanhola de Valência viveu nos dias 18 e 19 de março um dos momentos de piedade popular mais importantes: a Oferenda Floral à Nossa Senhora dos Desamparados, padroeira da cidade, que em 2017 está comemorando 75 anos. O evento reuniu mais de 100 mil pessoas diante da monumental imagem de Nossa Senhora instalada em frente da Basílica. A imagem foi vestida com preciosas flores levadas pelos fiéis, conforme costume local. Neste ano

foram empregados por volta de 60 mil ramos de cravos, em sua maioria brancos e vermelhos, e aos pés da imagem foram colocadas diversas cestas floridas. Uma vez que a celebração coincide com a festa de São José, também se colocou aos pés de Nossa Senhora dos Desamparados uma imagem do pai adotivo de Jesus datada de finais do século XIX. Por ocasião da festividade, o Arcebispo de Valência, Cardeal Antônio Cañizares, pediu que a Oferenda de Flores a Nossa Senhora fosse “um ato de amor e desagravo dos valencianos à Mãe de Deus”.

w evento reuniu mais de 100 mil pessoas diante da monumental imagem de Nossa Senhora

O purpurado pediu um gesto de carinho a Nossa Senhora durante a oferenda

floral: “Peço também que este ano a tradicional, brilhante e vibrante Oferenda de Flores

se converta em um ato de desagravo e de súplica de nossa querida Valência”.

Basílica de Notre Dame com um novo espetáculo de luzes no Canadá Com informações da agência Gaudium Press) A Basílica de Notre Dame e m M o n t re a l , C a n a d á , é um dos templos mais chamativos da América do Norte e sua notável beleza faz que frequentemente seja erroneamente identificado como uma Catedral. Durante 15 anos, a Basílica contou com um espetáculo de iluminação que destacou notavelmente sua inusual beleza. Desde o dia 20 de março, o espetáculo foi substituído, levando a um novo nível o impacto que os numerosos visitantes já recebem com a arquitetura e a arte sacra do templo. O projeto recebe o nome de ‘Aura experience’ e busca através de uma produção

w basílica conta com um espetáculo de iluminação há mais de 15 anos

elaborada dar o máximo esplendor possível ao templo no aniversário de 360 anos da paróquia e o 375 da cidade de Montreal. O templo foi

construído como capela do Mosteiro Sulpiciano e substituiu o templo paroquial original, se convertendo no templo mais emblemático da

localidade. “A luz revela a riqueza da herança da Basílica de Notre Dame e nos convida a celebrar sua beleza”, afirma

a apresentação oficial da iniciativa. “A experiência começa com um caminho de luzes, revelando a riqueza da Basílica de obras requintadas”. As técnicas de luz e som envolvem aos visitantes na forma de um “surpreendente universo”, “apresentado sobre uma das mais sublimes telas imagináveis: a Basílica de Notre-Dame”. “É uma experiência luminosa espetacular que destacará a grandeza arquitetônica deste lugar de culto”, afirmou Martin Coiteaux, ministro provincial responsável da região de Montreal, ao explicar o apoio do governo ao projeto. A inauguração do espetáculo luminoso do templo faz parte essencial das celebrações oficiais pelo aniversário da cidade.

Paróquia romana abre suas portas para o Presépio de Páscoa Com informações da agência Gaudium Press) A realização do presépio não ocorre somente no Natal. Há alguns anos uma paróquia em Roma decidiu evocar a Paixão, Morte e Ressurreição de uma maneira muito especial com o Presépio de Páscoa. Trata-se da Paróquia de Nossa Senhora de Valme, situada na via de Vigna Due Torri, que desde o domingo, 20 de março abriu suas portas para oferecer uma preciosa representação de um presépio pascal. Diferentemente do nascimento natalino, se mostra uma cena onde são representados os momentos mais significativos da Semana Santa, com figuras e objetos animados que se realçam com projeções audiovisuais sobre o céu do presépio, jogos de luzes e uma narração de 15 minutos baseada nas Sagradas Escrituras. Ali se representa a Santa Via Sacra, o Monte Calvário, o Horto das Oliveiras, o Cenáculo, inclusive a tormenta, e o terremoto ocorrido após a morte de Jesus, Além

w presépio a Paixão, Morte e Ressurreição de uma maneira especial

da abertura do sepulcro após a ressurreição de Cristo. Catequese

Seus realizadores são um grupo de paroquianos, que veem neste presépio pascal uma oportunidade para oferecer uma pequena catequese, especialmente para as crianças, e assim entender o verdadeiro sentido da Páscoa, e que significado tem os dias da Semana Santa. Para realizá-lo foram necessários vários meses de trabalho, já que o presépio inclui a parte artística,

também a iluminação, montagens de vídeo e áudio, que se uniram aos textos das Sagradas Escrituras, além da música que evoca as procissões de Semana Santa na Espanha; tudo sincronizado por um computador. A ideia nasceu do mesmo presépio de Natal que a paróquia realizou com narrações e jogos de luzes. Em vista de seu grande êxito, a comunidade, encabeçada por seu pároco, o sacerdote espanhol Alfredo Fernández, decidiu realizar o presépio, mas com a representação da Paixão, Morte e Ressurreição do

Senhor, sendo uma continuação do que se havia realizado no Natal. “Não é uma novidade, é uma realidade que existia já há tempos e que, involuntariamente, foi refrescada (...) A Semana Santa não é um fato para recordar uma tradição passada, é na verdade a semana do amor onde Cristo manifesta, através da liturgia, a verdade daquilo que Ele quer viver conosco. Então, tudo aquilo que ajude a viver esta verdade, será bemvindo!”, disse o Padre Fernández durante uma entrevista para o canal de televisão TV2000it. M a s o p re s é p i o p a s c a l d a Paróquia de Nossa Senhora do Valme não é o único que se realiza na Itália. Em cidades como Assis, onde nasceu o presépio de Natal com São Francisco, também se representa os momentos mais significativos da Semana Santa. Além disso, esta cena da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor vem também de uma antiga tradição napolitana que data do século XVI, que quis reviver a paróquia romana.


8

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Nazaré Repórter

rádio nazaré

fm

z mh 3 . 91 fotos: divulgação

w Pe. agostinho: Sete Palavras

J Semana Santa Grandes eventos marcarão a Semana Santa nas paróquias

w Pe. maurício: Sermão do Encontro

da Arquidiocese. Na Catedral Metropolitana intensa movimentação de Domingo de Ramos, 9, até à Páscoa, dia 16.

O Sermão do Encontro será proferido pelo padre Maurício Dias e o Sermão das Sete Palavras, pelo padre Agostinho Cruz.

J Parabéns, padre Odorico!

luiz estumano

A Arquidiocese de Belém, na pessoa do Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa, agradece a Deus pelo dom da vida do padre Odorico Raffin, por ocasião do seu aniversário natalício transcorrido na quarta-feira, 29. Segunda-feira, 3 de abril, às 6h30, haverá missa em Ação de Graças na capela da Residência Episcopal, seguida de café da manhã festivo em sua homenagem. Italiano nascido a 29 de março de 1925 e ordenado sacerdote no dia 2 de julho de 1950, padre Odorico dedica sua vida e missão ao serviço da Igreja na Amazônia desde que chegou ao Brasil. Há mais de 20 anos é residente na Arquidiocese de Belém do Pará. Seu maior ofício é zelar pela infraestrutura arquidiocesana, empenhado na construção de igrejas. Atualmente acompanha obras da 19ª igreja para a Arquidiocese.

Segunda-feira, 3, no programa Saúde e Cidadania, da Rádio Nazaré FM, a pneumologista Lúcia Sales esclarecerá os ouvintes sobre doenças pulmonares, seus sintomas, causa e seu tratamento. O ouvinte poderá interagir durante a programação ligando para

a central de atendimento, número 4006-9211 ou ainda pelas redes sociais twitter. com/radionazare e pelo facebook.com/radionazare. Sintonize 91,3MHz e acompanhe o programa Saúde e Cidadania, a partir das 16h, todas as quartasfeiras. Participe!

Rádio Nazaré FM - 91,3. A serviço da vida. nossa missão é evangelizar!

rede nazaré de televisão

J Cinema

J Jubileu de Prata

Com exibição única, o Cinema Olympia apresenta no dia 13 de abril o filme “Vida e Paixão de Jesus Cristo” (1903) dos diretores Lucien Nonguet e Ferdinand Zecca. Considerado um clássico do cinema mudo, o longa-metragem com classificação livre apresenta a história da vida de Jesus Cristo em capítulos. A exibição no dia 13 será às 18h30, com entrada franca. O Cinema Olympia está localizado na avenida Presidente Vargas, 918, Campina. Mais informações: (91) 3230-5380

Padre Manoel Abraão, vigário da Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, celebra 25 anos de Ordenação Sacerdotal no domingo, 2. O Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, presidirá a missa em Ação de Graças na matriz daquela paróquia às 8h. Após a Missa, café da manhã compartilhado, no salão paroquial, situada à rua Fortaleza, 117, Águas Lindas, Ananindeua.

J Peregrinações de Fátima As peregrinações da imagem de Nossa Senhora de Fátima nas empresas, hospitais e órgãos públicos iniciaram no dia 27 de março e seguem até 13 de maio. O momento de espiritualidade faz parte de preparação para a festividade da padroeira que este ano celebra o centenário das aparições em Portugal e os 50 anos de fundação da paróquia. A festividade em honra a Nossa Senhora de Fátima será de 1° a 14 de maio com o tema “O meu imaculado Coração vos conduzirá até Deus”.

J Combate

ao trabalho infantil

No último dia 30 de março a Comissão Regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, da Justiça do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 8ª Região (Pará e Amapá), apresentou a instituições, fundações e à imprensa, no auditório Aloysio da Costa Chaves, no TRT, o resultado da pesquisa realizada no levantamento sobre o trabalho infantil feito junto a escolas públicas no

l Doenças pulmonares: sintomas, causas e tratamento

J Profissão Perpétua Dia 8 de abril, às 18h, durante Missa na Comunidade Santa Isabel da Hungria, situada entre a travessa Guerra Passos e a passagem Napoleão Laureano, Canudos, Francisco José Corrêa de Araújo fará a Profissão Perpétua como membro da Ordem Franciscana Secular .

al can

30

l Missa em Aparecida A Rede Nazaré de Televisão dá seguimento à sua missão evangelizadora através de uma programação voltada para a Eucaristia. Assim, todos os domingos, ela irradia a missa dominical e no próximo dia 2,

portal nazaré

transmitirá, a partir das 7h, diretamente do Santuário Nacional de Aparecida, em São Paulo, sua celebração eucarística. Sintonize o canal 30 – ou a sintonia de sua cidade – e acompanhe a Santa Missa. w. ww re. a naz .br o a com dac n u f

JrETIRO rEENCONTRAR Inscrições até 31 de março, ao Retiro Reencontrar, da Comunidade Maíra. Com o tema “Jovem carrega sua cruz e me siga”, o retiro vai de 31 a 2 de abril. Informações: Centro de Evangelização - Tv. 14 de Março, 1182, Umarizal, ou telefones 3266-8624/982295413. Pará. Na próxima edição, este Jornal Voz de Nazaré trazerá mais detalhes desse relevante trabalho.

J proibida a saída do pescado Pelo 29º ano consecutivo o Governo do Estado editou, em 27 de março, o decreto proibindo a saída do pescado do território paraense, do mesmo modo que fez a Prefeitura de Belém na região metropolitana. O decreto, extensivo até 14 de abril, visa principalmente balancear os preços do produto para o consumidor local, durante a Semana Santa.

J Cerco de Jericó A Comunidade Ieshuá realiza até domingo, 2, na sede da comunidade, a programação Cerco de Jericó. Iniciada no dia 26 de março, a atividade consta, principalmente, de oração intensa e adoração ao Santíssimo Sacramento. Os interessados queiram dirigir-se à sede da comunidade, situada à rua 15 de agosto, 1107, no Distrito de Icoaraci.

l Doação online Além de notícias da Igreja no Brasil e no mundo, o Portal Nazaré (www. fundacaonazare.com.br) traz a possibilidade de fazer doação online de forma segura e prática. A doação pode ser realizada em débito ou cartão de crédito. Os sistemas utilizados são o Pagseguro e o Paypal,

neste sendo possível realizar a modalidade doação programada com até sete valores disponíveis. No site também é possível tornarse benfeitor por meio do link clicável “cadastro”, preenchendo a ficha de inscrição e colaborar de forma mais constante. Quem ama, doa. Ajude!


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

9

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 SEXTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h30 - Varanda Musical 15h55 - Plantão R.C.R 16h30 - Via sacra 17h30 - Musical de Meditação 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

SÁBADO 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos

11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Musical Nazaré 14h30 - Terço da Misericórdia 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - A vida e o tempo 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat

DOMINGO 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - nÂngelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - As Mais Tocadas 15h00 - Terço da Misericórdia 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M.P.B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

SEGUNDA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes

Ligue: (91) 4006-9251 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R.C.R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

TERÇA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Sebastião Fialho 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso

12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUARTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Ivan Conceição 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor

18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUINTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Roberto Cavalli 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Clip Show 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Evangeliza Show 04:00 - Diálogo Aberto 05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Doloroso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Mantinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Sal da Terra 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - TeleCurso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Doloroso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - EvangelizaShow 21:00 - Espaço Cultural 22:30 - Terra Santa News 22:50 - Mãe Maria 23:00 - Palavra de Vida Eterna 23:05 - Caminhando Na Fé 23:20 - Fraternidade em Ação 23:30 - Terço Doloroso 23:55 - Meu Pensamento

SÁBADO 00:00 - Música Mensagem 02:00 - De Coração 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Clip Show 04:00 - Espaço Cultural 05:00 - Tele curso Ensino Fundamental 06:00 - Terço Gozoso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Palavra de Vida Eterna 07:00 - Notícias Pastorais 07:45 - Sal da Terra 08:00 - Igreja no Brasil 08:10 - Palavra de Vida Eterna 08:15 - Mãe Maria 08:25 - Meu Pensamento 08:30 - Conversa com Meu Povo

09:00 - Missa no Rio de Janeiro - RJ 10:00 - Pesca Amazônia 11:00 - Sal da Terra 11:10 - Palavra de Vida Eterna 11:15 - Mãe Maria 11:25 - Meu Pensamento 11:30 - Igreja no Brasil 11:40 - Terra Santa News 12:00 - Notícias Pastorais 12:45 - Meu Pensamento 12:50 - Mãe Maria 13:00 - Viagem pela Amazônia 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Pensando Bem 15:00 - Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP 16:45 - Notícias Pastorais 17:30 - Terço Gozoso 17:55 - Palavra de Vida Eterna 18:00 - Música Mensagem 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Cine Nostalgia 21:30 - Encantos da Amazônia 22:30 - Espaço Cultural 23:30 - Terço Gozoso 23:55 - Meu Pensamento 00:00 - Música Mensagem

DOMINGO 02:00 - Vida Consagrada 03:00 - Clip Show 04:00 - Igreja que Sofre 04:30 - Evangeliza Show 05:30 - Igreja no Brasil 05:40 - Meu Pensamento 05:45 - Mãe Maria 05:55 - Palavra de Vida Eterna 06:00 - Terço Glorioso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Meu Pensamento 07:00 - Santa Missa Dominical 08:00 - Notícias Pastorais 08:45 - Sal da Terra 09:00 - Conversa com Meu Povo 09:30 - Viagem pela Amazônia 10:00 - Diálogo Aberto 11:00 - Pesca Amazônia 12:00 - Notícias Pastorais 12:45 - Ângelus 13:00 - Encantos da Amazônia 14:00 - Terra Santa News 14:20 - Palavra de Vida Eterna 14:25 - Meu Pensamento 14:30 - Igreja que Sofre 15:00 - Cine Nostalgia 16:00 - Dedo de Prosa 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Sal da Terra 17:20 - Mãe Maria 17:30 - Terço Glorioso 17:55 - Palavra de Vida Eterna 18:00 - Missa Santuário Nacional de Aparecida 19:00 - Vida Consagrada 20:00 - Espaço Cultural 21:30 - Janela Aberta 22:30 - Palavra de Vida Eterna 22:35 - Questão de Fé 23:35 - Terço Glorioso 00:00 - Fraternidade em Ação

SEGUNDA-FEIRA 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Evangeliza Show

02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Encantos da Amazônia 04:00 - Clip Show 05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Gozoso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Igreja no Brasil 13:55 - Palavra de Vida Eterna 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Gozoso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Janela Aberta 21:00 - Cine Nostalgia 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Mãe Maria 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Caminhando Na Fé 23:15 - Fraternidade em Ação 23:25 - Palavra de Vida Eterna 23:30 - Terço Gozoso 23:55 - Meu Pensamento 00:00 - Igreja no Brasil

TERÇA-FEIRA 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Conversa com Meu Povo 01:40 - Palavra de Vida Eterna 01:45 - Meu Pensamento 01:50 - Mãe Maria 02:00 - Igreja que Sofre 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Religare 03:30 - De Coração 04:00 - Janela Aberta 05:00 - Tele curso Ensino Médio 05:30 - Tele curso Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Doloroso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna

08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Sal da Terra 13:15 - Meu Pensamento 13:20 - Mãe Maria 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Desenho 15:00 - Novena do Perpétuo Socorro 15:45 - Sal da Terra 16:00 - Tele curso Ensino Médio 16:30 - Conversa com Meu Povo 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Terra Santa News 17:25 - Meu Pensamento 17:30 - Terço Doloroso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Sal da Terra 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Terra Santa News 20:50 - Mãe Maria 21:00 - Questão de Fé 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Igreja no Brasil 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Conversa com Meu Povo 23:30 - Terço Doloroso 23:55 - Meu Pensamento 00:00 - Fraternidade em Ação

QUARTA-FEIRA 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Encantos da Amazônia 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Novena do Perpétuo Socorro 03:45 - Caminhando Na Fé 04:00 - Questão de Fé 05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Glorioso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Sal da Terra 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas

16:00 - Tele Curso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Glorioso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Pensando Bem 21:00 - Encantos da Amazônia 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Mãe Maria 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Caminhando Na Fé 23:15 - Fraternidade em Ação 23:25 - Palavra de Vida Eterna 23:30 - Terço Glorioso 23:55 - Meu Pensamento 00:00 - Igreja no Brasil

QUINTA-FEIRA 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Conversa com Meu Povo 01:40 - Palavra de Vida Eterna 01:45 - Meu Pensamento 01:50 - Mãe Maria 02:00 - Igreja que Sofre 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Encantos da Amazônia 04:00 - Pensando Bem 05:00 - Tele curso Ensino Médio 05:30 - Tele curso Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Luminoso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Sal da Terra 13:15 - Meu Pensamento 13:20 - Mãe Maria 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Desenho 15:00 - Adoração Ao Santíssimo 16:00 - Tele curso Ensino Médio 16:30 - Conversa com Meu Povo 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Terra Santa News 17:25 - Meu Pensamento 17:30 - Terço Luminoso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Sal da Terra 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Terra Santa News 20:50 - Mãe Maria 21:00 - Diálogo Aberto 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Igreja no Brasil 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Conversa com Meu Povo 23:30 - Terço Luminoso 23:55 - Meu Pensamento


10

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Santa Missa Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém Região Episcopal Sant’Ana

17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503

Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724

Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023

N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h Região Episcopal Santa Maria Goretti Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30,

Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30 Região Episcopal São João Batista

Telefone: 3289-5368

Telefone: 3237-8351

Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391 Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200

Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião); 10h30 (Ig. Div. Esp. Santo); 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153

Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674

Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199

Nossa Senhora de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400

São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250

São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500

São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036

Região Episcopal Menino Deus

Região Episcopal São Vicente de Paulo

Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251

N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828

Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405

Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655

Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 Região Episcopal Santa Cruz Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950

São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250

N. Sra do Perpétuo Socorro Segunda a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797

Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30

São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641

Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281

São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644

São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765

Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941

Região Episcopal Coração eucarístico de jesus

Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 18h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito

Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433

Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351 N. Sra. de Nazaré Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135

Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654

Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202

N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645

N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147

Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136

N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h

Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h

Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3279-2621 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

11

Fundação Nazaré programação

Missa pela Família Nazaré no dia 7 Transmitida pela TV Nazaré. Oração do terço antes, às 14h30 S erá sexta-feira, 7, a missa mensal em intenção dos benfeitores da Família Nazaré, pessoas de boa vontade que ajudam a Arquidiocese de Belém a evangelizar através dos meios de comunicação na Fundação Nazaré de Comunicação. O terço mariano, às 14h30, antecede a celebração que começa às 15h, sendo a Santa Missa, transmitida ao vivo pela TV Nazaré, em cadeia com a Rádio Nazaré FM e pelo Portal Nazaré pela internet. A c e l e b ra ç ã o m e n s a l p e l o s benfeitores da Fundação Nazaré conta com a participação do Movimento Arquidiocesano dos Homens do Terço

Mãe Rainha. Por ser a sexta-feira também o dia dedicado à devoção da Igreja ao Sagrado Coração de Jesus, a missa também conta com a participação dos membros do Apostolado da Oração das paróquias. Além disso, a celebração também é comemorativa ao Jubileu Mariano “300 anos de bênçãos”, que celebra no Brasil os 300 anos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul, em São Paulo. As motivações relacionadas acima fazem da Santa Missa de sexta-feira,

sempre na primeira sexta-feira de cada mês uma ocasião muito especial da Arquidiocese de Belém celebrar a Ação de Graças mensal por cada uma daquelas pessoas “que com a sua generosidade, com aquilo que, de coração, colocam à disposição da Igreja, é motivo de alegria para nós. Por isso, esta celebração para rezarmos por todos àqueles que se recomendam às nossas orações, mas em especial, pelos benfeitores”, comenta o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, presidente da Fundação Nazaré de Comunicação. A MISSA - Toda a comunidade é convidada a participar da missa que é celebrada na Capela da Fundação Nazaré de Comunicação, sempre presidida por sacerdotes da Arquidiocese de Belém. Essa celebração especial pelo benfeitor da Família Nazaré ocorrerá sempre na primeira sexta-feira do mês no decorrer do ano de 2017. FAMÍLIA NAZARÉ - São todas as pessoas dispostas a contribuir com a obra de evangelização da Arquidiocese de Belém, ajudando com sua doação todos os meses, e cujos recursos são revertidos à manutenção dos veículos de comunicação da Igreja de Belém. A valiosa participação da Família Nazaré é o que possibilita à Igreja de

Belém ir mais longe para anunciar o evangelho de Jesus Cristo. Pelas doações recebidas dos benfeitores é possível que a comunidade acompanhar pelo sinal da TV Nazaré, canal 30, a transmissão ao vivo da celebração pelo benfeitor, assim como de eventos arquidiocesanos. A Arquidiocese de Belém dissemina o evangelho por toda a Amazônia Legal por meio da Rádio Nazaré FM pela sintonia 91,3 MHz, pela TV Nazaré no canal 30 (outras cidades com retransmissoras da emissora oferecem o acesso pelo canal de cada localidade), pelo Portal Nazaré, que coloca à disposição dos internautas todo o conteúdo dos veículos da instituição, e ainda pelo Jornal Voz de Nazaré, o semanário arquidiocesano que há 103 anos registra para a sociedade todo o trabalho de evangelização realizado.

Serviço Missa pela Família Nazaré Data: 07/04/2017 Local: Capela da Fundação Nazaré Horário: 14h30 - Terço Mariano 15h – Missa Cadastro para a Família Nazaré: ( 91 ) 4 0 0 6 - 9 211 / 9 9 315 - 574 3 (whatsApp)

Testemunho de Fé divulgação

D

esde os primeiros ensinamentos religiosos, na paróquia de Santa Teresinha, percebi duas coisas sobre Deus: é que Ele está sempre ao nosso lado, a segunda que ele ama fazer isso. Percebi desde cedo também que é impossível viver sem as bênçãos de Deus. A prova que tenho sobre isso, é que inúmeras bênçãos têm caído sobre minha vida, tudo estava tranqüilo para mim, até que meu pai, voltando de um exame de rotina, trouxe uma notícia bastante incomum: foi diagnosticado com um câncer de próstata. Tentando entender o que realmente isso podia significar, alternei momentos de tristeza e fé, e ela venceu diante da gravidade da doença e de nossa

pequenez, segui os ensinamentos bíblicos e depositei nas ações de Deus e recebi, imediatamente, do Senhor a calma e a paciência necessária para enfrentar essa batalha. Acalmei meus familiares e relembrei-lhes do poder de Deus. Por fim, digo-lhes que meu testemunho é de vitória da saúde, da fé e da vitória de Deus. Meu pai está curado e essa batalha vencida alimentou ainda mais nossa fé no amigo fiel, Deus. Bruniec Bueno de Castro Pinto, 26 anos, militar

Parabéns para você! divulgação

Q

uero agradecer a Deus, primeiramente, pelo dom da minha vida. Por tudo quero dar graças, pois, sem Ele, não estaria de pé. Quero pedir bênçãos sobre a minha vida e pedir também as bênçãos sobre a minha família que está ao meu lado em tudo o que eu preciso. Izabellla Waleska Lima da Conceição,

23 anos, autônoma 31/03 Any Lobão de Souza Izabella Waleska Lima da Conceição Jose C. Mata Fonseca

Maria de Lourdes de Souza Melo Maria de Nazaré Espírito Santo Teixeira (In memorian) Paula Lima Tavares Raimundo Posidônio Carrera da Mata 01/04 Cassandra Romeiro Catharina Ribeiro Costa Doralice Cunha Palheta Elza Maria de Sousa Rabelo Glória Azevedo Joélcio da Trindade Machado Margarida de Nazaré Ferreira Maria Catharina Alho da Silva Maria da Conceição Viana da Silva 02/04 Araci Madeira Machado Elza Lias Monteiro Matos 03/04 Ana Marcy Souza de Oliveira Ana Paula Costa Oliveira Antônio de Pádua Pereira de Freitas Benedito Jose Brabo Pantoja Glauderita Peres Pinheiro Souza Icléa Figueiredo da Silva Leomar Lopes Ferreira Maria Benedita Sampaio de Andrade Maria Neide R. Morais Maria Tomázia Santos Duarte Neide Baia Pinheiro Lourenço Silvia Regina Ferreira Garcia 04/04 Alexandre Souza Parente

Daniela R. Franco Davi Ribeiro da Silva Josina Sousa da Costa E Silva Liege Lima Cavalcante Lindalva Freitas de Lima Maria Benedita Palheta Maria Cristina Borges Celso Maria de Fátima Rosa Cabral Rodolfo José Pereira Amâncio Vicentina Lemos e Silva 05/04 Carlos Daniel Vale da Rosa w

Francelina Ferreira Pinheiro Marco Antônio Maués Matos Maria das Graças Ribeiro Lopes Raimunda de Barros Nunes Raimundo Nonato Nogueira da Silva 06/04 Alexandre Lobato Farias Benedito dos Anjos Clarice Begot da Ressurreição Lucimar Brito Picanço Maria do Socorro Nascimento dos Santos Mariana Conceição da Trindade Barbosa

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 31/03 - 31/03 - Mons. Raimundo Possidônio Carrera da Mata (Mons. Cid) 01/04 - Pe. José Reinaldo Ferreira 01/04 - Diác. Francisco do Nascimento Lima 02/04 - Côn. Sílvio da Silva Trindade 02/04 - Frei Benedito Rôxo de Melo 02/04 - Pe. Arnaldo Sodré 06/04 - Ariovaldo Pires de Oliveira

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 31/03 - Pe. Jonas da Silva Teixeira

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Arquidiocese A

saudade da partida de João Nassarala encontrou apoio, uma vez mais, na casa de Deus, na última quarta-feira, 29, quando a viúva Anna de Nazareth recebeu familiares e amigos na Paróquia da Santíssima Trindade, às 18h30, para a missa de sétimo dia pelo sufrágio da alma do colaborador do Jornal Voz de Nazaré. Nassrala faleceu no dia 23 e seu corpo foi velado em uma capela funerária onde também cônego Gonçalo Vieira, pároco da Paróquia da Santíssima Trindade, celebrou a missa de corpo presente. João Nassralla Miguel Rossi, ou simplesmente Nassaralla, era casado com Anna de Nazareth Rabello Rossi, tecladista do Coral da Trindade. Eles fizeram o primeiro Encontro de Casais com Cristo (ECC) em 1977, na Paróquia da Santíssima Trindade.

partida

Nassrala, colaborador do Voz de Nazaré, faleceu Muitos anos ele publicou a sessão Palavras Cruzadas neste semanário Ambos, como Casal Arquidiocesano, foram fundadores do Grupo de Apoio em 1980, e durante muitos anos foram os cuidadores e responsáveis pela Igreja do Rosário da Campina. A rotina de vida de Nassrala e Ana foi vivida com devota atenção à Igreja, visto que junto da esposa, eram assíduos freqüentadores da Paróquia da Santíssima Trindade, figurando

para aquela comunidade como um exemplo de dedicação a Deus e às Sagradas Escrituras. A Fundação Nazaré de Comunicação solidariza-se com a família de seu colaborador e pede a Deus que conforte a todos nesse momento de pesar. HOMENAGEM- Publicamos nesta página, uma das diversas palavras-

cruzadas, criadas por Nassrala especialmente para o Jornal Voz de Nazaré. A mesma foi publicada na edição de 13 de fevereiro de 2015. Abaixo, o Monsenhor Geraldo Menezes, que também foi pároco da Paróquia da Santíssima Trindade, dedica artigo em homenagem a Nassrala, com quem manteve próxima amizade.

Dois corações - uma cítara n Monsenhor Geraldo Menezes Pessoas há que desejaríamos, se possível fosse, que vivessem para sempre. Coloco entre elas o meu saudoso amigo João Nassrala Miguel Rossi, que Deus chamou a Si na quintafeira, 23 de março. Nassrala (o nome é de origem árabe e significa NASCIDO DE DEUS) era casado há 58 anos com a minha caríssima

amiga Anita, (Anna de Nazareth Rabello Rossi) e constituía com ela o tipo do casal ideal. Conhecedores da Doutrina social da Igreja e da Sagrada Escritura, prendiam a atenção dos que os ouviam em suas palestras sobre a Pastoral Familiar, como casal responsável, em nível arquidiocesano, pelo Encontro de Casais com Cristo durante vários anos. Nassrala teve a felicidade de casarse com Anita - ambos eram engajados na Pastoral dos Casais, através da Paróquia da Santíssima Trindade, à qual pertenciam, e na qual se firmaram sempre mais no amor mútuo, e a Jesus e ao próximo, com uma devoção extraordinária. O casal recebera a tarefa de se empenhar na liderança da vida paroquial da igreja matriz da Santíssima Trindade e de colaborar na igreja de Nossa Senhora do Rosário. Afeiçoados à música, Nassrala tocava bem o violão. Anita é uma exímia autodidata, dominando o teclado. Tendo começado a tocar esse instrumento nas Liturgias da igreja de Santana, colabora há anos no Coral da Paróquia da Santíssima Trindade, na Matriz desse nome, e na igreja de Nossa Senhora do Rosário, da

divulgação

w nassrala e a esposa Anita, casal com uma intensa vida na igreja

mesma paróquia. Interessante é acentuar que toda essa vida religiosa muito intensa era sempre executada A DOIS, mesmo quando Nassralla já estava adoentado. Por isso, o exemplo excelente desse casal faz-me lembrar uma frase que peço emprestada a Santo Inácio de

quadrinhos andré abreu

BOA DICA

Antioquia: “Como cordas de uma lira, juntas, fazem ressoar este canto: Jesus Cristo”. Po s s a m o s c a s a i s d e n o s s a Arquidiocese imitar Nassrala e Anita em suas ocupações pastorais, tocando, ambos, a mesma cítara: JESUS CRISTO!

livros e cd's

n Cantos da Semana Santa - Coral Palestrina de Curitiba - CD (Paulinas, R$ 17, 20)

C

D com 14 faixas especialmente escolhidas para as celebrações da Semana Santa, incluindo Domingo de Ramos, Quinta-feira Santa, Ofício da Paixão e Sábado Santo. Inclui as músicas “Aclamação para a bênção dos ramos”, “Pai, em tuas mãos (Sl 30)” e “Ladainha de todos os santos”.

eu indico divulgação

Elisângela da Silva Nascimento, 43 anos, administradora

I

ndico cd “Luz de uma nova canção”, do cantor Jonny, das Paulinas Comep, por ser de uma sensibilidade incrível que nos leva à oração e também a uma consciência do nosso amor ao próximo. Os arranjos, somados às letras profundas, alicerçadas na Sagrada Escritura, e também “linkados” com temas atuais, nos levam a uma reflexão da vida e do nosso relacionamento com Deus.

n Maria de Jesus - Pensamentos para cada dia do ano (Paulus, R$ 15,00)

B

em que todos já sabemos: Maria é plenamente de Jesus. No início de cada mês, versos breves sobre os momentos maiores da fé. E a partir do anúncio de sua maternidade, Maria convida cada um a refletir no mistério, do qual ela mesma nem imagina ser a Portadora: o Filho de Deus nela se torna Humano. O breve opúsculo convida você, leitor ou leitora, a “meditar no coração”, para acrescentar algum pensamento ou verso bem pessoal. É o desejo maior de quem lhe oferece os que aqui vão para reflexão diária.


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

2º C aderno

bispo na comunidade

Dom Irineu realiza visita pastoral em Águas Lindas, Ananindeua

A

té o próximo domingo, 2 de abril, a comunidade paroquial de Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro de Águas Lindas, em Ananindeua, recebe a visita pastoral do Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, Dom Irineu Roman. Com o objetivo de reanimar a vida, a espiritualidade e da pastoral das comunidades e da matriz, durante a visita acontecem celebrações, reuniões e espiritualidades. Prossegue assim o ciclo d e v i s i t a s p a s t o ra i s n a Arquidiocese de Belém. Para Dom Irineu, a Visita Pastoral marca sua presença de Pastor da Igreja junto ao rebanho. É o momento de os bispos estarem com os padres, diáconos, religiosos e leigos engajados, para escutar, acolher, abençoar e ajudar a todos a conhecer mais e melhor a Jesus, Mestre, Guia e Salvador, e ama-lo. O documento da Congregação para os bispos de 1973 define a visita pastoral como: “Uma das formas, toda particular, com as quais o bispo (...) mantém contatos pessoais com o clero e com os demais membros do povo de Deus, para conhecêlos e dirigi-los, exortá-los à fé e à vida cristã, além de ver com os próprios olhos em sua eficiência concreta, e assim avaliar as estruturas e os instrumentos destinados ao serviço pastoral”. Para Dom Irineu as visitas proporcionam mais unidade e comunhão. Além disso, o bispo, como pastor da Igreja local, precisa conhecer o seu rebanho, portanto, a visita pastoral oferece essa proximidade: “Através dos momentos de celebrações, reuniões, visitas e por meio do conhecimento daquela paróquia, contribuir com minha experiência e

Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus acolhe o Bispo Auxiliar divulgação

w Dom irineu dirige a palavra à comunidade paroquial de Santa Teresinha

conhecimentos, tendo em vista uma evangelização mais eficiente e efetiva para o bem espiritual e em favor da vida deste povo”. Ainda segundo ele, os

frutos da visita são os mais diversos. Dentre outros, “a alegria do pastor junto de seu rebanho; uma maior amizade com o pároco e o vigário paroquial; conhecimento das

necessidades espirituais e pastorais da paróquia visitada; abertura de novas frentes de evangelização; animação dos agentes de pastoral e lideranças da paróquia;

conhecimento da realidade religiosa, pastoral e social da área paroquial ”. Além da visita à Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, Dom Irineu irá a outras quatro paróquias ao longo do ano: paróquia de São José de Queluz em Canudos, em abril; paróquia de Santa Teresinha, no Tenoné, em maio; paróquia do Sagrado Coração de Jesus, Conjunto Julia Seffer, em junho e, finalizando, paróquia do Coração Eucarístico de Jesus, no Conjunto Catalina, em agosto.

Programação A visita pastoral de Dom Irineu à Paróquia de Santa Teresinha foi muito aguardada a visita pela comunidade paroquial. Desde que a informação chegou, os grupos e pastorais divulgaramna e iniciaram os preparativos. Durante toda a visita, o Bispo Auxiliar residiu na casa paroquial, convivendo bem próximo da realidade paroquial. De acordo com o pároco, Padre Jonas Teixeira, antes da visita os fiéis aguardavam com grande expectativa: “A presença do bispo entre nós, com toda certeza, é um motivador a mais. Tudo foi planejado e orientado por ele nesses dias que se seguirão. Desde as visitas aos doentes até

a conversa com lideranças. Serão grandes momentos que viveremos”. A acolhida a Dom Irineu na Matriz da Paróquia de Santa Teresinha aconteceu no dia 28 de março, às 18h, seguida de santa missa presidida por ele. Na quarta-feira, 29 de março, ele iníciou a visitação às comunidades da paróquia, a primeira das quais foi a de São Raimundo Nonato. Dom Irineu visitou ainda as comunidades das Irmãs da Caridade, São José e Imaculada Conceição, em todas presidindo a celebração eucarística. Nesta sexta-feira, 31, pela manhã, Dom Irineu visita a Comunidade

Guadalupe e, à noite, às 19h, na Comunidade de São José, preside a Eucaristia em Ação de Graças pelos 16 anos de sacerdócio do pároco, Padre Jonas. No quinto dia de visitas, o bispo visitará a Comunidade de São Vicente de Paulo, reunir-se-á com as lideranças e preside Missa na Matriz pelos dois anos da Novena das Rosas e dos Consagrados. No dia 2 de abril, encerrando a visita, a celebração solene, às 8h, em ação de graças pelos 25 anos de ordenação presbiteral do vigário paroquial, Padre Manoel Abraão. Um café festivo encerra a permanência de Dom Irineu nessa paróquia.


2

5

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Igreja

2º Caderno Miscelânea

Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

N

a edição passada aqui de Miscelânea, depois de mostrar, com base em seus ensinamentos tanto no evangelho de Mateus quanto no de Marcos, o que pensava Jesus sobre os conceitos hebraicos de pureza e impureza, entendidas, como vimos, em sentido cultual, - relembrando, brevemente: que, para ele, não tinham a menor importância, uma vez que o que lhe importava era a pureza moral – afirmei que seu modo de agir coincidia, nem poderia ser diferente, com seu modo de pensar. Ou seja: que, no dia a dia, sistematicamente, de caso pensado e de cabeça erguida, desrespeitava as leis, as tradições e os costumes judaicos de então, referentes a elas. Alguns exemplos comprobatórios da veracidade do que acabo de afirmar. Contrariando o que, como já vimos, estatui o Livro dos Números, “quem tocar um morto, um cadáver humano, ficará impuro durante sete dias.” (19,11); “quem tocar um morto, um cadáver humano, e não se purificar, contaminará a morada do Senhor, e será excluído de Israel, porque não foi aspergido com água lustral. Continua impuro e nele continua a impureza”, (19, 13) – vêmo-lo, em Mt 9, 23, em Mc 5, 41, e em Lc 8, 54, tomar pela mão uma

Jesus e a Pureza divulgação

w Deixou uma prostituta lavar-lhe os pés com suas lágrimas

menina, segundo Marcos, de doze anos, falecida havia pouco, e fazê-la reviver. Em Lc, (7,11-15), à entrada da cidade de Naim, encontra-se com o cortejo fúnebre do filho único de uma viúva e, “movido de compaixão”, aproxima-se, toca o féretro, manda o morto levantarse e entrega-o, claro está que pela mão, portanto, tocando-o, à sua mãe.

E ainda há mais, pois não era só nesse ponto que Jesus contrariava o que ordenavam as leis, os ensinamentos e as tradições hebraicos de seu tempo. Uma breve e sintética listagem de suas revolucionárias transgressões: não apenas deixava os leprosos aproximar-se dele, como os buscava e chegava a tocá-los sem a menor

repulsa, com todo o carinho; curava enfermos no sábado, dia de repouso absoluto obrigatório, para espanto e revolta dos fariseus; entrava em contato pessoal com publicanos, os cobradores de impostos, tidos por todos como pecadores e traidores da pátria, a ponto de chamar um deles, Levi, ou Mateus, a ser seu discípulo; fazia refeições em casa de publicanos, em companhia de pecadores; deixou que uma prostituta lavasse-lhe os pés com suas lágrimas, enxugasse-os com seus cabelos e os beijasse, e, ainda por cima, abençoou-a e a enalteceu; entrava em terras pagãs, isto é, habitadas por povos estrangeiros, não-judeus, politeístas; conversou em público com uma mulher que, para piorar, samaritana, raça odiada pelos hebreus. E por aí vai. Libérrimo de preconceitos e, só por isso, já admirável, nosso Jesus, não é mesmo? Discípulos seus que somos, por sermos cristãos graças ao Batismo, sejâmo-lo de fato, na prática, diariamente. Portanto, imitandolhe o exemplo, não tendo nenhum preconceito, seja ele de que tipo for, nunca, nunquinha. Shalom!

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

04/04 - Terça-feira Santo Isidoro - Bispo e Doutor da Igreja

31/03 - Sexta-feira São Guido de Pomposa - Abade beneditino

Sucedeu a seu irmão São Leandro no Bispado de Sevilha. Nessa família há dois irmãos santos: São Fugêncio e Santa Florentina. O VIII Concílio de Toledo (653) se referiu a ele com estas palavras: “doutor insigne, novíssimo ornamento, o varão mais sábio dos últimos séculos, cujo nome deve ser pronunciado com reverência”. Devemos rezar pela intercessão dos santos Espanhóis, que são muitos e importantes (também Santo Inácio de Loyola), devido à grande perseguição contra a Igreja naquele país.

Nasceu na 2ª metade do século X, em Casamare, Itália. Após concluir os estudos na cidade natal, mudou-se para Roma, onde recebeu o hábito de monge beneditino e retirou-se à solidão. Sob a direção espiritual de São Martinho, viveu observando fielmente as Regras. Três anos depois, seu diretor espiritual o enviou ao mosteiro de Pomposa. Embora desejasse afastar-se do mundo, seu trabalho como musicista era necessário para a comunidade cristã. Foi diretor espiritual de seu pai e irmãos, que acabaram também se tornando religiosos. Grande profeta de sua própria casa e também do imperador Henrique III.

05/04 - Quarta-feira São Vicente Ferrer - Presbítero

01/04 - Sábado Santo Hugo de Grénoble - Bispo e Confessor Hugo nasceu numa família de condes em 1053. Aos 28 anos de idade foi sagrado Bispo pelo Papa São Gregório VII. Durante 52 anos ficou à frente da diocese de Grénoble, na França, só por obediência, embora se sentisse atraído para a vida monástica. Deu apoio a São Bruno, fundador da Ordem Cartuxa, e colaborou eficazmente na reforma da Igreja. Tal era a fama de sua santidade que foi canonizado apenas dois anos depois de ter falecido no ano de 1132. Julgar-se que ele era muito jovem ao ser sagrado bispo e ainda por ser de família de condes é não acreditar na ação do Espírito Santo na Igreja. 02/04 - 5º Domingo da Quaresma São Francisco de Paula - Religioso Nasceu em 1416 na cidade de Paola, Calábria, Itália. Já aos 13 anos se tornou eremita. Manifestações milagrosas no dia a dia do convento causaram assombro e começaram a atrair-lhe discípulos, todos desejosos de seguir seu exemplo de vida dedicada a Deus. Fundou a Ordem dos Mínimos cujo lema “Quaresma perpétua”. Teve a felicidade de ver a Ordem dos Irmãos Mínimos aprovada pela Santa Sé em 1506. Morreu em 2 de abril de 1507. Humílimo, humildade nem sempre compreendida, naõ aceitou ser ordenado sacerdote.

03/04 - Segunda-feira São Sisto I - Papa e Mártir Filho de um pastor romano, segundo Eusébio em sua obra “História Eclesiástica”. Foi papa entre os imperadores Trajano (98-117) e Adriano (117 a 138). Entre as reformas, está a permissão para os fiéis cantarem junto com o clero o “sanctus”, a proibição de leigos tocarem nos vasos sagrados (patena, cálice, etc.). O corporal passa a ser de linho. Também combateu os gnósticos que questionavam os princípios da existência, ferindo os fundamentos de Cristo. Morto pela perseguição de Adriano em 125.

Dominicano natural da Catalunha, Espanha, viveu de 1350 a 1419. Foi apóstolo brilhante e converteu grande número de hereges e muçulmanos pela pregação. Pregou na Itália setentrional, no sul da França e na sua terra natal. Esforçou-se para o restabelecimento da unidade da Igreja durante o grande cisma do Ocidente (1378 a 1417). Há uma frase das suas pregações que está em seus quadros ou imagens: “Temei a Deus e tributai-lhe glória”. Assim como em seu tempo ou nos dias atuais, o mundo não tem o santo temor de Deus. 06/04 - qUINTA-feira São Pedro de Verona - Sacerdote e Mártir Verona, Itália, séc. XII, de família herética maniqueísta para quem o bem e o mal eram forças opostas e o espírito essencialmente bom e a matéria má, doutrina fundada por Manes, séc. III. Até Santo Agostinho bebeu dela antes de converter-se, pois tinha pontos convincentes. Como diz Bento XVI: “toda heresia é um núcleo de verdade”. Tanto Santo Agostinho como São Pedro perceberam onde está a plenitude da Verdade. Pedro a percebeu, então, aos sete anos, e tornou-se dominicano pregador e pedia na consagração eucarística a graça de ser martirizado. Coisa que aconteceu a caminho de Milão em 1252, em uma emboscada.


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

3

Igreja

2º Caderno nota pública

CNBB: reforma da Previdência “escolhe o caminho da exclusão social”

"Convocamos os cristãos e pessoas de boa vontade a se mobilizarem ao redor da atual Reforma da Previdência"

C

om informação CNBB (Regional Sul). A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, na quinta-feira,

dia 23 de março, uma nota sobre a Reforma da Previdência. No texto, aprovado pelo Conselho Permanente da entidade, os bispos elencam alguns pontos da Pro-

posta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, considerando que a mesma “escolhe o caminho da exclusão social” e convocam os cristãos e pessoas de boa fotos: divulgação

vontade “a se mobilizarem para buscar o melhor para o povo brasileiro, principalmente os mais fragilizados”. Em entrevista coletiva à imprensa, também foram apresentadas outras duas notas. Uma sobre o foro privilegiado e outra em defesa da isenção das instituições filantrópicas. Na ocasião, a Presidência da CNBB falou das atividades e temas de discussão durante a reunião do Conselho Permanente, que teve início na terça-feira, dia 21 e terminou no fim da manhã da quinta, 23. Apreensão

w bispos durante a coletiva de imprensa para a divulgação da nota pública

Na nota sobre a PEC 287, a CNBB manifesta apreensão com relação ao projeto do Poder Executivo em tramitação no Congresso Nacional. “A previdência não é uma concessão governamental

ou um privilégio. Os direitos Sociais no Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio”, salientam os bispos. O G o v e r n o Fe d e r a l a rg u m e n t a q u e h á u m d é f i c i t p rev i d e n c i á r i o , justificativa questionada por entidades, parlamentares e até contestadas levando em consideração informações d i v u l g a d a s p o r o u t ro s governamentais. Neste sentido, os bispos afirmam não ser possível “encaminhar solução de assunto tão complexo com informações inseguras, desencontradas e contraditórias”. A entidade valorizou iniciativas que visam conhecer a real situação do sistema previdenciário brasileiro com envolvimento da sociedade.

Leia na íntegra:

NOTA DA CNBB SOBRE A PEC 287/16 - “REFORMA DA PREVIDÊNCIA” “Ai dos que fazem do direito uma amargura e a justiça jogam no chão” (Amós 5,7)

O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunido em Brasília-DF, dos dias 21 a 23 de março de 2017, em comunhão e solidariedade pastoral com o povo brasileiro, manifesta apreensão com relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, de iniciativa do Poder Executivo, que tramita no Congresso Nacional. O Art. 6º. da Constituição Federal de 1988 estabeleceu que a Previdência seja um Direito Social dos brasileiros e brasileiras. Não é uma concessão governamental ou um privilégio. Os Direitos Sociais no Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio. Abrangendo atualmente mais de 2/3 da população economicamente ativa, diante de um aumento da sua faixa etária e da diminuição do ingresso no mercado de trabalho, podese dizer que o sistema da Previdência precisa ser avaliado e, se necessário, posteriormente adequado à Seguridade Social. Os números do Governo Federal que apresentam um déficit previdenciário são diversos dos números apresentados por outras instituições, inclusive ligadas ao próprio governo. Não é possível encaminhar solução de assunto tão complexo com informações inseguras, desencontradas e contraditórias. É preciso conhecer a real situação da Previdência Social no Brasil. Iniciativas que visem ao conhecimento dessa realidade devem ser valorizadas e adotadas, particularmente pelo Congresso Nacional, com o total envolvimento da sociedade. O sistema da Previdência Social possui uma intrínseca matriz ética. Ele é criado para a proteção social de pessoas que, por vários

motivos, ficam expostas à vulnerabilidade social (idade, enfermidades, acidentes, maternidade…), particularmente as mais pobres. Nenhuma solução para equilibrar um possível déficit pode prescindir de valores éticos-sociais e solidários. Na justificativa da PEC 287/2016 não existe nenhuma referência a esses valores, reduzindo a Previdência a uma questão econômica. Buscando diminuir gastos previdenciários, a PEC 287/2016 “soluciona o problema”, excluindo da proteção social os que têm direito a benefícios. Ao propor uma idade única de 65 anos para homens e mulheres, do campo ou da cidade; ao acabar com a aposentadoria especial para trabalhadores rurais; ao comprometer a assistência aos segurados especiais (indígenas, quilombolas, pescadores…); ao reduzir o valor da pensão para viúvas ou viúvos; ao desvincular o salário mínimo como referência para o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), a PEC 287/2016 escolhe o caminho da exclusão social. A opção inclusiva que preserva direitos não é considerada na PEC. Faz-se necessário auditar a dívida pública, taxar rendimentos das instituições financeiras, rever a desoneração de exportação de commodities, identificar e cobrar os devedores da Previdência. Essas opções ajudariam a tornar realidade o Fundo de Reserva do Regime da Previdência Social – Emenda Constitucional 20/1998, que poderia provisionar recursos exclusivos para a Previdência. O debate sobre a Previdência não pode ficar restrito a uma disputa ideológico-partidária, sujeito a influências de grupos dos mais diversos interesses. Quando isso acontece, quem perde sempre é a verdade. O diálogo sincero e

fundamentado entre governo e sociedade deve ser buscado até a exaustão. Às senhoras e aos senhores parlamentares, fazemos nossas as palavras do Papa Francisco: “A vossa difícil tarefa é contribuir a fim de que não faltem as subvenções indispensáveis para a subsistência dos trabalhadores desempregados e das suas famílias. Não falte entre as vossas prioridades uma atenção privilegiada para com o trabalho feminino, assim como a assistência à maternidade que sempre deve tutelar a vida que nasce e quem a serve quotidianamente. Tutelai as mulheres, o trabalho das mulheres! Nunca falte a garantia para a velhice, a enfermidade, os acidentes relacionados com o trabalho. Não falte o direito à aposentadoria, e sublinho: o direito — a aposentadoria é um direito! — porque disto é que se trata.” Convocamos os cristãos e pessoas de boa vontade, particularmente nossas comunidades, a se mobilizarem ao redor da atual Reforma da Previdência, a fim de buscar o melhor para o nosso povo, principalmente os mais fragilizados. Na celebração do Ano Mariano Nacional, confiamos o povo brasileiro à intercessão de Nossa Senhora Aparecida. Deus nos abençoe! Brasília, 23 de março de 2017. Cardeal Sergio da Rocha Arcebispo de Brasília Presidente da CNBB Dom Murilo S. R. Krieger, SCJ Arcebispo de São Salvador da Bahia Vice-Presidente da CNBB Dom Leonardo Ulrich Steiner, OFM Bispo Auxiliar de Brasília Secretário-Geral da CNBB


4

5

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

artigo

A Urbe líquida: espaços culturais (1)

A

Arquidiocese de Belém se prepara para realizar sua 9ª. Assembleia. Será um tempo oportuno para repensar a evangelizar no contexto da Urbe, afinal a Igreja surgiu no mundo urbano e se propagou a partir da complexa realidade das cidades. Porém, aos poucos, ela optou pelo rural e criou sistemas rurais de evangelização onde a praça, a o templo e a delegacia eram os centros de referência. No entanto, ao acordar, a Igreja se percebeu num contexto urbano, onde os centros de referência mudaram e ela perdeu a praça, o templo e a delegacia, ficou apenas com a nostalgia do passado. Ela Esqueceu que o próprio Jesus, ao contrário de João Batista, o homem do deserto, era dos centros urbanos e foi um itinerante da cidade. Na cidade, afirma m u i t o b e m A p a re c i d a , existem laboratórios culturais (DAp, 509). Contudo, a Urbe, será sempre um produto da criação humana. Ela inclui e exclui simultaneamente proporcionando impactos sobre o sujeito urbano. Nela interagem valores, culturas, tradições, interpretações va r i a d a s d o c o t i d i a n o , projetos e condutas. Por isto, a cultura urbana produz significados que, atualmente, não se cristalizam em dogmas culturais, são líquidos, angustiosamente efêmeros. Neste sentido, a Urbe líquida produz sensações em seus habitantes que se expressam em linguagens às vezes incompreensíveis, é um caos repleto de mitos, símbolos e ritos que ditam o ser em sociedade. A sociedade urbana c o n t e m p o r â n e a , ve i o de um mundo rural fechado, unanime e de

divulgação

w PE. JOÃO MENDONÇA, autor do artigo

valores intocáveis. Com a modernidade rompeu-se a tradição, a cristandade, os valores intocáveis, cresceu a mobilidade social, o trabalho produtivo e a religião católica perdeu sua hegemonia. A Urbe é cada vez mais plural, Urbes, portanto, mais vertical e isolada pelas seguranças próprias dos bairros segregados com políticas próprias, lideranças reconhecidas e fronteiras determinadas. Não é mais a sociedade dos vizinhos, mas do medo, que aprisiona seus habitantes em guetos domésticos. A evangelização herdou as mesmas carências. Trata-se de um urbanismo líquido porque, ao mesmo tempo em que surge tão evidente é invisível e até soturna. Neste mundo urbano escondem-se seres humanos com culturas, religiões, classes, sociedades com binômios bem definidos, como afirma Aparecida: “tradiçãomodernidade; globalidadeparticularidade; inclusãoexclusão; personalizaçãodespersonalização; linguagem secular-linguagem religiosa; homogeneidadepluralidade; cultura urbanapluriculturalidade” (DAp, 512). Por conseguinte, o mero populismo religioso moderno que busca atrair fieis resolve

o problema imediato, mas não congrega pessoas nem evangeliza, porque a Urbe segue um padrão próprio que é da invisibilidade marcado pelas visões religiosas presentes nas culturas(DAp, 238), em outras palavras, as ofertas são abundantes e o poço precisa ser transbordante porque o eco-humano urbano é um itinerário que vagueia na busca de saciar a própria sede. Estamos diante de uma nova antropologia religiosa. Não há mais a territorialidade visível e demarcada como espaço de vivência. O que há é a formação de laços em territórios religiosos i n t e rd e p e n d e n t e s q u e formam cidades culturais invisíveis dentro da Urbe. A religião pode criar laços, mas precisa ser criativa, ousada e menos territorial. É a religião dos migrantes que expressam a fé segundo a ida ao poço de seus interesses, devoções e identificação. São os crentes sem Igreja, distantes, indiferentes e ressentidos com a Igreja institucional hierárquica e clerical (DAp, 310.173. A Urbe atrai e encanta mais pelos corpos que se deslocam do que pelos corpos estáticos e definidos verticalmente. É a sociedade das sensações onde Deus não

existe, pelo menos o Deus que a religiosidade trancafiou dentro dos templos. Daí a grande massa batizada, mas não praticante que muda de experiência religiosa segundo a qualidade da água do poço que lhe é oferecida. A Igreja de Belém está imersa neste emaranhado urbano e acredita que Deus habita nesta cidade. Ela precisa estar consciente de que a Urbe deixou de ser homogênea e maleável, tornou-se um corpo com variadas categorias sociais, econômicas, políticas, culturais, com classes sempre mais visíveis: descartáveis, pobres, classe média e uma elite insensível, vertical e preconceituosa, que rejeita a possibilidade de descer da montanha de suas glórias e quer uma igreja à serviço de suas mesas. Contudo, n e s t a g ra n d e U r b e , h á corpos sociais que ainda se alimentam dos grãos que caem das mesas das pastorais e movimentos, comunidades e planos pastorais que se descabelam para acertar na evangelização, mas não admitem que os cachorrinhos c o m a m d a s s o b ra s . H á uma tendência a segurar até os grãos simbolizados no neo-pelagianismo, no agnosticismo e no jansenismo moral-religioso que não liberta, mas escraviza. Papa Francisco no discurso no congresso da Igreja Italiana em Florença em 2015, se referia exatamente a estas vertentes do complexo corpo eclesial que, muitas vezes, não permite que as sementes do verbo sejam fecundadas. O neo-pelagianismo

moderno se manifesta na Urbe com o rigor das leis, das doutrinas e dogmatismos, das estruturas e dos projetos perfeitos que se confrontam com as linguagens das culturas urbanas sempre mais dialogantes. Os agnósticos se fecham no subjetivismo e na impossibilidade de encontrar no poço a fonte de água viva que sacia a sede de Deus. Impedem que o processo de inculturação da fé se torne uma realidade assimilada pelas culturas urbanas. A pessoa fica refém de sua própria razão ou sentimentos. O jansenismo moral-religioso, cria uma casca religiosa que protege de toda e qualquer dúvida e não deixa que a experiência de fé passe pela carne humana, mas a rejeita como algo pecaminoso e nojento. É a religião da devoção e não do compromisso com o sagrado. A Igreja, então, encontra-se diante de um dilema cultural que ainda não conseguiu entender e dar a água que a Urbe tanto busca no “meio dia” de suas andanças (DAp, 44). Ainda não chegamos a compreender que neste emaranhado de culturas está misturado as sensações rurais, urbanas e tecnológicas de ponta. É um grande caleidoscópio que nos revela variadas realidades que às vezes nos cegam e não permitem que a evangelização seja transfigurada e uma boa noticia libertadora das grandes sombras que “marcam o cotidiano das grandes cidades, como exemplo a violência, pobreza, individualismo e exclusão” (DAp, 514). Continua na próxima edição

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica O Jornal Voz de Nazaré continua as reflexões iniciadas em 2013, Ano da Fé, com a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta, numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica, com seus elementos fundamentais.

III Parte (A Vida em Cristo) CAPÍTULO SEGUNDO “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” O QUARTO MANDAMENTO: HONRAR TEU PAI E TUA MÃE

460

. Quais são os deveres dos pais em relação aos filhos?

Os pais, participantes da paternidade divina, são os primeiros responsáveis pela educação dos seus filhos e os primeiros anunciadores da fé a eles. Têm o dever de

amar e respeitar os filhos como pessoas e como filhos de Deus, e de prover, quanto possível, às suas necessidades materiais e espirituais, escolhendo para eles uma escola

adequada e ajudando-os com prudentes conselhos na escolha da profissão e do estado de vida. Em particular têm a missão de os educar na fé cristã.2221-2231


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Arquidiocese

2º Caderno Centenário das comemorações dos Jesuítas no Estado do Pará

A

comissão do centenário das comemorações dos Jesuítas no Estado do Pará e dos cem anos da Capela de Nossa Senhora de Lourdes programou para quartafeira, 4, a 1º Jornada Inaciana, cujo tema “Trajetórias dos Jesuítas no início do século XX no Pará”. O evento faz parte da programação que acontece ao longo deste ano em comemoração ao centenário. A Jornada, com entrada franca, será das 19h às 21h, no salão São Francisco Xavier, localizado na Avenida Governador José Malcher, 1169, Bairro de Nazaré, e está voltada não só para aos fiéis frequentadores da capela, mas também para todos os interessados e m c o n h e c e r a t ra j e t ó r i a d o s Jesuítas no Pará, ou aprofundar-se no estudo da contribuição jesuítica no processo de evangelização e no contexto histórico da sua presença em terras paraenses. “A história dos Jesuítas se confunde com a história do Pará e com a história do Brasil, não tem como separar, pelo trabalho que eles desenvolveram e estão desenvolvendo até hoje, principalmente, na área da formação, da catequese e na área da espiritualidade, onde temos uma das maiores obras de Santo Inácio, fundador da Companhia,

5

programação

Capela de Lourdes realiza jornada inaciana

fotos: divulgação

que são os exercícios espirituais. É uma forma de tomar conhecimento dessa riqueza que é a espiritualidade inaciana”, destacou o coordenador geral da comissão do centenário, Célio Lima. A Jornada terá como facilitadores os padres jesuítas Ilário Govoni e Adelson Araújo, este de Belo Horizonte (MG). A programação festiva começou em 11 de fevereiro, data em que se comemora Nossa Senhora de Lourdes e o dia em que a capela completou 100 anos de fundação. Entre as atividades programadas para este ano, que seguem até 10 de fevereiro de 2018, destacam-se ciclo de palestras, cine fórum, atividades religiosas, retiros espirituais, procissões e missões.

Serviço

w capela Nossa Senhora de Lourdes, na Governador José Malcher

A I Jornada Inaciana será realizada com o tema “Trajetórias dos Jesuítas no início do século XX no Pará”. O evento será das 19h às 21h, no salão São Francisco Xavier, localizado na Avenida Governador José Malcher, 1169, Bairro de Nazaré. Entrada franca.

Catequistas participam de retiro espiritual A

Coordenação ArquiO primeiro retiro diocesana de Catedestinado aos catequistas quese realiza de 31 de das duas regiões episcopais março a 2 de abril o retiro foi o início do itinerário espiritual para os catequiscatequético, que marca tas das regiões episcopais o processo de iniciação à São João Batista e Coração Vida Cristã. Acontecerá Eucarístico de Jesus, com o o mesmo com as demais tema “Faça tudo o que Ele regiões episcopais da vos disser”. A programação Arquidiocese. O itinerário acontece no Centro de Escatequético contempla piritualidade da Arquidioretiros, formações, conversão cese de Belém, Monte Tae encontros e terá a duração bor, localizado no Distrito de aproximadamente um de Icoaraci. ano. Ao final do itinerário, E s p e r a - s e o previsto para abril de 2018, comparecimento de mais de w evento 2016 com participação de catequistas de várias paróquias da Arquidiocese haverá Missa de envio ao cem catequistas, que poderão ministério dos catequistas. desfrutar de momentos de pregação, “O retiro é o momento de sexta-feira, 31, às 18h. No sábado, Fernandes, às 12h. No domingo, dia oração, missas, confissões e efusão do cuidarmos da nossa espiritualidade, 1°, a celebração eucarística será do encerramento do retiro, a missa Espírito Santo. O vigário episcopal de nossa intimidade com o Senhor, presidida pelo vigário da Região será presidida pelo coordenador da Região São João Batista, pe. de nossa formação e de priorizarmos Episcopal Coração Eucarístico arquidiocesano de catequese, Padre Agostinho Cruz, presidirá Missa, nossa vida espiritual. A partir deste de Jesus, cônego José Luiz Alves Antônio Farias, às 12h. ano iniciamos nosso itinerário, o caminho de experiência com Deus a partir do retiro”, destacou a catequista TERCEIRA PARTE YOUCAT Plácida Piteira, da Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, Para o Padre Antônio Farias, que está há quatro anos como coordenador arquidiocesano de catequese, o retiro PRIMEIRO CAPÍTULO espiritual é importante: “Temos crescido nessa consciência de que A dignidade do ser humano o retiro espiritual é fundamental e imprescindivel para a revisão de : O Que é a eterna bem-aventurança? vida daqueles que são chamados ao ministério de catequistas. Como nós sabemos, os catequistas são as A eterna beme ilimitada. Esta felicidade é um primeiras testemunhas, aqueles que aventurança é ver a Deus puro dom da graça de Deus, pois procuram anunciar Jesus Cristo e ser inserido na bemnão a conseguimos produzir nem através de seu testemunho de vida. aventurança de Deus aprender na sua grandeza. Deus O retiro proporciona de fato esse [1720-1724, 1729]. deseja que nós nos decidamos Jornal Voz de Nazaré segue os estudos momento favorável de encontro, Em Deus Pai, Filho e Espírito pela nossa felicidade, aqui já na sobre o YOUCAT - Catecismo da Igreja de experiência com Deus, de Santo encontram-se Vida, terra, optando livremente por Deus, Católica escrito para JOVENS que reavivamento da fé, assim como alegria e comunhão sem fim. amando-o acima de tudo, fazendo querem saber em que acreditam. Este projeto fazer iniciação à Vida Cristã. Daí Ser acolhido n’Ele será para o bem e evitando o mal com todas iniciou-se por ocasião da Jornada Mundial da a necessidade do itinerário para nós uma felicidade inexplicável as forças. 52, 156-158. Juventude, Rio, 2013. esses catequistas”.

A VIDA EM CRISTO

285

O


6

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

300 anos de Bênçãos

5

2º Caderno

Emoção dos fiéis encerrou a fotos: divulgação

w missa de encerramento da Semana Mariana em Belém

w terra Dom Irineu faz o rito de envio da porção de terra paraense


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

2º Caderno

300 anos de Bênçãos

7

Semana Mariana em Belém

Paróquia de Aparecida lotou com a presença dos fiéis. Porção de terra do Pará está no Santuário.

D

omingo, 26 de março, encerrouse a Semana Mariana, organizada pela Arquidiocese de Belém para celebrar a chegada da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, em meio à celebração do Jubileu Mariano “300 anos de bênçãos” no Brasil, para comemorar os 300 anos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul, em São Paulo. A celebração da Missa do encerramento ocorreu à noite, na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, localizada no bairro da Pedreira. Uma igreja totalmente tomada pelos fiéis ocasionou também emocionadas demonstrações de fé e devoção à Mãe de Jesus. Uma porção de terra do solo paraense e o manto que recobriu a imagem de Nossa Senhora durante a peregrinação por todas as Regiões

Episcopais da Arquidiocese de Belém foram enviados ao Santuário Nacional de Aparecida em São Paulo para compor o acervo do museu que reúne peças da história da devoção em torno de Nossa Senhora Aparecida no Brasil. A Missa na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e concelebrada pelo seu Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, celebração transmitida ao vivo para todo o Brasil pela TV Nazaré e Portal Nazaré em cadeia com a Rede Aparecida de Comunicação. Dom Alberto saudou os presentes dizendo da alegria que sentia “por estar reunido com o povo de Deus naquela que será, daqui para a frente,

a ‘igreja guardiã’ da imagem jubilar da padroeira do Brasil”, referindo-se à Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Belém. A igreja tornou-se pequena para a grande multidão que compareceu. Quem não pôde entrar na igreja, acompanhou a transmissão através de um telão instalado na quadra de esportes da paróquia. A liturgia do 4º domingo da Quaresma referia-se à cura do cego de nascença. Na homilia, Dom Alberto destacou que "Nossa Senhora nos ajuda a enxergar Jesus. Onde passa Nossa Senhora, em qualquer um dos seus títulos, Ela nos ajuda a olhar para Jesus. Quero pedir com vocês a Nossa Senhora, para que nossos olhos se abram e que Ela ilumine nosso coração e nossos passos para bem vivermos este Ano Mariano.”

Gesto simbólico

Momento relevante da missa foi no final quando o Arcebispo abençoou uma porção de terra do Estado do Pará, posta em recipiente apropriado e lacrado, para ser enviada ao Santuário Nacional para compor a Coroa do Jubileu dos 300 anos do achado da imagem da padroeira do Brasil. Dom Alberto do gesto: “Esta terra quer fazer memória da história do povo paraense. Uma terra muitas vezes manchada de sangue, muitas vezes mal distribuída. O sonho das famílias que tiram o seu sustento da agricultura traz nosso desejo de que a vida seja verdadeiramente reconhecida e valorizada”. A partir de abril haverá as Semanas Marianas nas paróquias diocesanas.


8

5

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

fotos: divulgação

w participantes da programação, voluntários conheceram os novos coordenadores

A

Pastoral da Acolhida da Paróquia de Nazaré realizou, sábado, 25, no Centro Social de Nazaré, a 1ª reunião geral no em preparação ao Círio 2017. Na oportunidade, os voluntários fixos conheceram o casal João Luiz e Úrsula Fróes Rodrigues, que estarão atuando na coordenação geral ao longo deste ano. Assumir a pastoral é ter ciência da importância deste serviço, comenta o casa: “Somos o exército de Nossa Senhora de Nazaré e precisamos fortalecer as alianças compartilhando, dividindo e multiplicando o acolhimento ao nosso irmão”. O casal foi apresentado oficialmente à coordenação da pastoral em uma reunião na sexta-feira, 24, à noite,

w casal Jão Luiz e Úrsula Fróes Rodrigues, coordenação

apresentação

Pastoral da Acolhida: 1ª reunião geral e nova coordenação geral As atividades da Pastoral são intensificadas durante a realização do Círio

pelo pároco de Nazaré, padre Giovanni Incampo, e pelo ex-coordenador, Reinaldo Pessoa, que repassou ao casal as informações necessárias para dar continuidade à organização e ao trabalho da pastoral. A Pastoral - O serviço da pastoral é realizado durante todo o ano, mas é no período do Círio de Nazaré que as atividades se intensificam, para acolher e dar apoio aos

mais de 16 mil romeiros que vêm de longe para participar da maior manifestação católica do mundo. Um dos principais objetivos do serviço oferecido é acolher com dignidade as caravanas, romeiros e peregrinos que se dirigem à Basílica Santuário em longas caminhadas a pé, ou de bicicleta, para pagar promessas por graças alcançadas pela intercessão

NOTAS Guarda de Nazaré prepara retiro espiritual para abril A Guarda de Nossa Senhora de Nazaré está organizando o seu primeiro retiro espiritual de Páscoa, que acontecerá no dia 1º de abril. As inscrições podem ser feitas na sala da Guarda de Nazaré, no Centro Social, mediante taxa e mais a doação de 1kg de alimento não perecível. O retiro será no auditório da Escola Salesiana do Trabalho, localizada na avenida Pedro Miranda, 2403, no bairro da Pedreira. Mais informações pelo telefone (91) 3252-0853.

Retiro da Comunidade Sagrado Coração de Jesus A Comunidade do Sagrado Coração de Jesus (Padre Afonso) da Paróquia de Nazaré realizará no dia 1º de abril um retiro espiritual contando com a presença do padre Giovanni Incampo, pároco de Nazaré, do Ministério Adorar Jesus e diversos palestrantes. O tema do retiro será “Fazei tudo o que ele vos disser”. A participação no evento requer pagamento de taxa e a doação de 1kg de alimento não perecível. A comunidade Sagrado Coração de Jesus fica na travessa Caripunas, próximo à avenida Generalíssimo Deodoro. Mais informações pelo telefone (91) 3222-5940.

de Nossa Senhora de Nazaré. O grupo de voluntários proporciona a primeira acolhida com cuidados básicos como massagens, lavagem dos pés, curativos, água, comida, atendimento médico e espaço de descanso. O trabalho da pastoral é completamente voluntário e todo o material utilizado durante os atendimentos aos romeiros é fruto de doações.

A principal expressão desse trabalho é a Casa de Plácido, local que proporciona a primeira acolhida aos peregrinos que vêm a Belém. Casa de Plácido - A Casa foi inaugurada em 31 de maio de 2009, marcando o terceiro aniversário de elevação da Basílica de N a za r é à c a t e g o r i a d e Santuário Mariano da Arquidiocese de Belém.

Retiro Ágape: inscrições ainda abertas O grupo Sementes da Misericórdia, um dos quatro grupos que integram a juventude nazarena, está com as inscrições abertas para o Retiro Ágape, que acontecerá nos dias 28, 29 e 30 de abril, no Seminário Mãe da Divina Providência, em Benevides. O tema “Com Deus tem jeito” quer propor uma reflexão, principalmente à juventude que vive sem esperança de que as coisas possam dar certo, de que a santidade possa acontecer e de que vale a pena ser de Deus. “Propomos

ao jovem viver essa real experiência de amor concreto de Deus, pois a partir desta é compreensível que, com Deus, todas as tribulações e dificuldades tem jeito”, conclui Thaynah Oliveira, integrante do grupo. O Retiro é destinado a jovens entre 15 e 45 anos. As inscrições são online ou presenciais nas quartasfeiras e domingos, na lateral da Basílica Santuário. Aos sábados, às 19h, no Centro Social, sala 5. A taxa de inscrição dará direito à estadia, alimentação e transporte.


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

A

Santa Missa do sábado, 25, na Basílica Santuário de Nazaré, foi por uma intenção mais do que especial: dar graças a Deus pelo dom da vida do querido padre Mário Pozzoli, que comemorou seus 86 anos de vida. A celebração foi presidida pelo padre Sílvio Jaques, tendo o aniversariante como concelebrante e também o confrade DelgraciasChirhakarhula. Durante a Santa Missa, padre Sílvio lembrou da trajetória do confrade, padre Mário, em especial sua contribuição para com a formação dos religiosos Barnabitas brasileiros que atualmente fazem parte da Congregação. Ao final da celebração, após o tradicional parabéns, padre Mário agradeceu à assembleia lembrando do trecho da primeira leitura do dia que fala sobre a unção de Davi como rei, mesmo sendo um humilde pastor (1Sm 16,1b.6-7.1013ª): “Eu sinto-me também como ele, um simples servo que foi escolhido e aqui estou”, comentou o sacerdote. Após a missa foi realizada uma confraternização reunindo em especial os antigos e atuais integrantes d o M ov i m e n t o d e J u ve n t u d e Nazarena (MOJUVENA), grupo fundado por padre Mário Pozzoli há 46 anos na Paróquia de Nazaré e que até hoje continua desempenhando a missão de evangelizar jovens. Legado - Padre Mário Pozzoli nasceu em Lentate Sul Seveso, província de Monza e Brianza, na Itália, no dia 25 de março de 1931. Sentiu ainda menino o chamado para a vida religiosa: aos 10 anos de idade, rezando aos pés de Nossa Senhora do Rosário. A partir daí, passou a dedicar sua vida a atender àquele claro apelo. Foi ordenado em 31 de dezembro de 1958, em Roma, Itália. Em 1960, aos 29 anos, foi enviado ao Brasil, à cidade de Bragança, no Pará. Anos depois, foi transferido para a Basílica de Nazaré, onde em 1970 fundou o Movimento da Juventude Nazarena (MOJUVENA), grupo que se mantém vivo até hoje e realiza diversas ações de inclusão e evangelização. O barnabita também foi responsável pela criação do Grupo das Madrinhas das Vocações, que contribui material e espiritualmente com a formação dos seminaristas. Após 20 anos atuando em Belém, foi transferido para o Rio de Janeiro, onde permaneceu por cinco anos, e depois foi para Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde deu início a

9

aniversário

Padre Mário Pozzoli comemora 86 anos de vida

Ocasião contou com missa para dar graças a Deus pelo dom da vida fotos: divulgação

w padre Mário Pozzoli comemorando com alegria seus 86 anos de vida

um dos projetos sociais mais expressivos de todo o Brasil: a Associação Divina Providência, obra social que objetiva atender crianças e jovens da periferia. Chegou a atender mais de 3 mil crianças diariamente na capital mineira. Em 2013 retornou à Basílica Santuário de Nazaré, onde desde então acompanha de perto todos os trabalhos desenvolvidos e também auxilia os confrades em seus projetos. Aos 86 anos de idade, padre Mário Pozzoli se mantém ainda em atividade nas programações do Santuário da Rainha da Amazônia, em especial ao Movimento Nova Evangelização, que reúnese a cada 15 dias no Centro Social de Nazaré.

w momento festivo durante a confraternização que aconteceu depois da celebração eucarística

Legião de Maria realiza retiro e solenidade da Acies A Legião de Maria, Comitium Nossa Senhora de Nazaré, da Paróquia de Nazaré, realizou no dia 25 um retiro espiritual e a solenidade da Acies. O

evento aconteceu no Centro Social de Nazaré, com adoração ao Santíssimo, cânticos, orações, palestras, Via Sacra na Capela Bom Pastor, seguida de

w membros: Comitium Nossa Senhora de Nazaré da Legião de Maria

Santa Missa presidida pelo padre Mark Antony Pondoc, CRSP, atual Diretor Espiritual do Comitium. Os presentes realizaram a sua Consagração

individual, feita um a um e de dois em dois. A cerimônia encerrou-se com a Consagração coletiva e as Orações Finais da Tessera.

w altar durante o retiro espiritual e a solenidade da Acies


10

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Opinião

2º Caderno Servindo à verdade Prof. Ricardino Lassadier

O

lá, meu irmão e minha irmã. Como anda sua caminhada quaresmal? O mundo não colabora, mas precisamos seguir em frente buscando nosso amadurecimento espiritual. E é sobre essa vertente da Quaresma que gostaria de refletir, ou seja, como um tempo adequado para caminharmos no amadurecimento espiritual e moral, já que são dois “lados da mesma moeda”. Essa maturidade implica no desenvolvimento da capacidade de nos tornarmos senhores de nós mesmos, ainda que as circunstâncias sejam adversas. Muitas vezes tenho a alegria de ser convidado para ministrar encontros de formação para casais e não é incomum alguém querer “dar uma palavrinha” durante o intervalo. Nesse momento, as pessoas desejam ser ouvidas e logo confidenciam certas dificuldades e revelam coisas como: “professor, nesses dias encontrei por acaso uma namorada de minha juventude. Sabe, parece que voltou todo aquele sentimento”. Ora, isso não deve ser motivo de escândalo. Na verdade, é algo bem comum, visto que somos influenciados por lembranças que estão arquivadas na mente. Algo assim vem à tona por fazer lembrar um tempo que contém certo saudosismo. Isso pode mexer com a imaginação e é aqui que começa o perigo. A questão é: o passado não volta e é imaturidade trocar a felicidade construída diariamente na realidade por algo como: “o que aconteceria se eu tivesse ficado com ela?”. Ruminar e alimentar essa pergunta não resulta em nada de bom, já que a pessoa

Tempo de amadurecimento divulgação

w quaresma façamos exame de consciência e uma boa confissão

deixará de viver a beleza e as graças do momento presente (com todas as lutas que ele comporta) e também não será capaz de viver o passado. Isso é fragilidade espiritual que pode desaguar em imaturidade moral. Logicamente ninguém é culpado por brotar uma “paixonite”, mas tornamse vítima de sua própria opção, se se deixar mergulhar e se afogar nela. O homem que é espiritualmente maduro sabe que Deus dá a graça. Mas sabe que cabe a ele escolher se corresponde ou não à graça dada. No final somos responsáveis pelas escolhas e consequentes realizações de nossas vidas. Diz o Padre Francisco Faus (“A Conquista das Virtudes”, pag. 9) “que o dom da graça divina não é dado a uma pedra nem a uma planta, mas a seres humanos, inteligentes e livres que

pensam, que decidem, que podem dizer ‘sim’ e dizer ‘não’. A vida de uma pessoa madura exige coerência entre ação, pensamento e sentimento. A incoerência denota e indica fragilidade espiritual. O homem incoerente não tem profundidade espiritual e seus alicerces morais são frágeis. Um padre ou um religioso não pode ficar suspirando pela vida de casado que não tem. Um casado não deve ficar suspirando pela namorada que não desposou. A maturidade exige que estejamos naquilo que somos. O homem imaturo é um homem incompleto. Sempre vai suspirar pelo que não tem, porém se vier a ter, vai lamentar o que perdeu por ter feito essa escolha. A imaturidade leva à frivolidade. O que preocupa é que essa frivolidade se alastra como uma

espécie de epidemia espiritual. O pensador Gilles Lipovetsk diz que vivemos no império do efêmero. O império do efêmero é composto por pessoas que se recusam a amadurecer, que são escravos de seus desejos (dos que realizam ou dos que querem realizar) e são incapazes de estabelecer compromissos para a vida toda. Uma pessoa assim não é capaz nem de estabelecer amizade verdadeira. Pois não suportará ouvir a verdade. O imaturo aprecia constantemente ser agradado, não suporta ser contrariado. E se for contrariado? Vai querer romper a relação: “esqueça meu telefone!”, “vou excluí-lo do meu face!”, “não fale mais comigo!”. Todas essas atitudes expressam a imaturidade e o temperamento efêmero da criança que “fica de mal” quando o coleguinha não quer fazer sua vontade. Efêmeros não constroem pontes, cavam abismos. Se nos vemos nessas linhas, façamos um exame de consciência e uma boa confissão. Sigamos em frente, procurando pensar com a Igreja no serviço da Verdade. Fique com Nossa Senhora e São José. Graduado (Bacharel e Licenciado) e Especialista em Filosofia pela UFPA e Especialista em Teologia pelo CESUPA.

Próximo artigo: Maria Elisa Bessa de Castro

Palavra de vida Chiara Lubich

“Fica conosco, pois já é tarde.” (Lc 24,29)

F

oi esse o convite dirigido ao desconhecido que os dois companheiros de viagem encontraram no caminho que ia de Jerusalém à localidade de Emaús. Eles “falavam e discutiam” entre eles sobre o que tinha acontecido dias antes na cidade. O homem dava a impressão de ser a única pessoa que não sabia de nada. Por isso os dois, aceitando a sua companhia, lhe falaram desse “profeta poderoso em palavras e em obras diante de Deus e dos homens”, em quem eles tinham confiado totalmente. Ele tinha sido entregue aos romanos pelos chefes dos seus sacerdotes e pelas autoridades judaicas, sendo depois condenado à morte e crucificado1. Uma tragédia terrível, cujo sentido eles não eram capazes de entender. Ao longo do caminho o desconhecido ajudou os dois a compreender o significado daqueles acontecimentos, baseando-se na Escritura. E assim reacendeu no coração deles a esperança. Chegando a Emaús, pediram que ele ficasse para jantar: “Fica conosco, pois já é tarde”. Enquanto ceavam juntos, o desconhecido abençoou o pão e o repartiu com eles. Esse gesto fez com que eles o reconhecessem: o Crucificado, que estava morto, agora estava ali, ressuscitado!

Imediatamente os dois mudaram de programa: voltaram a Jerusalém e procuraram os outros discípulos para dar-lhes a grande notícia. Também nós podemos estar desiludidos, indignados, desencorajados diante de uma trágica sensação de impotência diante das injustiças que atingem pessoas inocentes e indefesas. Também na nossa vida não faltam a dor, a incerteza, a escuridão… E como gostaríamos de transformá-las em paz, esperança, luz, para nós e para os outros. Queremos encontrar Alguém que nos compreenda profundamente e ilumine o caminho da vida? Jesus, o Homem-Deus, aceitou livremente experimentar, como nós, a escuridão da dor, para ter a certeza de atingir no mais profundo a situação de cada um de nós. Aceitou a dor física, mas também a dor interior: desde a traição por parte dos seus amigos até a sensação de ser abandonado2 por aquele Deus que Ele sempre tinha chamado de Pai. Por causa da sua confiança inabalável no amor de Deus, superou aquela imensa dor, confiando-se novamente a Ele3. E Dele recebeu nova vida. Ele conduziu também a nós, homens, por esse mesmo caminho e quer acompanhar-nos: “(…) Ele está presente em tudo aquilo que tem sabor de dor (…). Procuremos

reconhecer Jesus em todas as angústias, as aflições da vida, em todas as escuridões, as tragédias pessoais e dos outros, os sofrimentos da humanidade que nos rodeia. São Ele, porque Ele os tornou seus (…). Bastará fazer algo de concreto para aliviar os ‘seus’ sofrimentos nos pobres (…), para encontrar uma nova plenitude de vida”.4 Uma menina de sete anos conta: “Sofri muito quando meu pai foi preso. Amei Jesus nele. Assim consegui não chorar diante dele quando fomos visitá-lo”. E uma jovem esposa: “Acompanhei meu marido Roberto nos últimos meses de sua vida, depois de um diagnóstico sem esperança. Não me afastei dele nem por um instante. Eu via Roberto e via Jesus… Roberto estava na cruz, realmente na cruz.” O amor mútuo

Jesus, o Homem-Deus, aceitou livremente experimentar, como nós, a escuridão da dor

entre eles tornou-se luz para os seus amigos e eles se envolveram numa competição de solidariedade que nunca mais se interrompeu; pelo contrário, se estendeu a muitos outros, dando origem a uma associação de promoção social chamada “Abraço Planetário”. “A experiência vivida com Roberto”, diz um amigo dele, “nos arrastou com ele numa verdadeira caminhada rumo a Deus. Muitas vezes nos perguntamos qual o significado do sofrimento, da doença, da morte. Creio que todos os que tiveram a sorte de fazer esse percurso ao lado de Roberto tenham agora a compreensão bem clara de qual seja a resposta”. Neste mês todos os cristãos celebram o mistério da morte e ressurreição de Jesus. É uma ocasião para reacender a nossa fé no amor de Deus que nos permite transformar a dor em amor; cada desapego, separação, fracasso e a própria morte podem tornar-se para nós fonte de luz e de paz. Na certeza de que Deus está perto de cada um de nós em qualquer situação, queremos repetir confiantes o pedido dos discípulos de Emaús: “Fica conosco, pois já é tarde”. Letizia Magri

1 Cf. Lc 24,19ss. 2 Cf. Mt 27,46; Mc 15,34. 3 Cf. Lc 23,46. 4 Cf. Chiara Lubich, Palavra de Vida, revista Cidade Nova, abril de 1999.


belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

2º Caderno

11

Arquidiocese fotos: divulgação

w programação várias apresentações aconteceram durante o evento

w Irmãs Preciosinas participaram da programação na paróquia

implantação

Infância e Adolescência Missionária na Paróquia Santa Maria Mãe de Deus

Ocasião também foi marcada pelo aniversário de ordenação do pároco José Maria

A

w implantação da Infância e Adolescência Missionária na paróquia

instalação da Infância e Adolescência Missionária (IAM) e o 31º aniversário de Ordenação do pároco padre José Maria da Silva Ribeiro movimentaram a comunidade da Paróquia Santa Maria, Mãe de Deus, no Maguari, município de Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Os dois fatos importantes resultaram em festejo naquela igreja. Padre José Maria foi ordenado no dia 19 de março de 1986 na Igreja Matriz de São José, em Castanhal. Por isso, o dia 19 passado foi destacado pela festa surpresa que os paroquianos prepararam para comemorar os 31 anos de sua Ordenação sacerdotal. O contentamento da comunidade foi compartilhado com familiares e amigos do padre José Maria que vieram de Castanhal para o festejo. Terminada a celebração eucarística, houve um café da manhã servido para 400 pessoas da paróquia e das suas comunidades, mesclado por calorosas homenagens para o aniversariante. Depoimentos em vídeo demonstraram durante a comemoração as felicitações de alguns familiares, padres e amigos que

não puderam estar presentes, e outras mais. Em seguida, o padre José Maria e seus familiares confraternizaram-se ainda mais no almoço especialmente preparado para eles. MISSIONÁRIOS - Dia 20 de março, segunda-feira, a Igreja Matriz da Paróquia Santa Maria M ã e d e D e u s f o i n ova m e n t e tomada pelos fiéis na celebração das 19h que foram à igreja participar da implantação da Infância e Adolescência Missionária (IAM). Dois sons diferentes animaram a igreja: eram as crianças em sua espontaneidade que cantavam alegremente no rito da missa, recepcionando também as visitantes missionárias da Ásia, que encantaram com suas vozes num misto de cultura e oração. Outros visitantes também celebraram o momento, como as Irmãs Preciosinas e fiéis das paróquias Sagrado Coração de Jesus, do Distrito Industrial, em Ananindeua, São Lucas Evangelista, do conjunto Guajará I, e Nossa Senhora Auxiliadora, do Aurá. A paroquiana Lúcia Araújo expressou-se, dizendo: “Parabenizamos, mais uma vez, o padre José Maria, não só pelos seus 31 anos de sacerdócio, mas também pelo belíssimo trabalho à frente da paróquia, no Maguari, levando seu povo a assumir que “A missão de Jesus agora é nossa”, o lema da Paróquia Santa Maria Mãe de Deus.

w padre josé maria participando do café da manhã depois da missa


12

belém, De 31 de março a 6 de abril de 2017

Panorama C

onsiderado a maior feira ao ar livre da América Latina e um dos principais pontos turísticos de Belém, o Mercado do Ver-oPeso completou no dia 27 de março, 390 anos de fundação. Com o intuito de ser um posto aduaneiro da capital paraense, hoje o complexo reúne 50 mil pessoas que buscam desde aves vivas até artigos de artesanato. A Prefeitura de Belém e o Governo do Estado prepararam programação que contou com o tradicional bolo de aniversário. A programação especial no dia iniciou logo cedo, às 6h, com alvorada, fogos e música com a banda da Guarda Municipal. A programação que durou até o início da tarde teve por volta das 9h o parabéns e o corte do bolo. O bolo deste ano foi ofertado pelo Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral) com 10 metros de comprimento. Na preparação da massa foram usados 600 ovos, 40 kg de farinha de trigo, 60 kg de açúcar, 10 kg de manteiga e 20 litros de leite. No recheio foram usados 35 kg de goiabada e doces de leite, cupuaçu e bacuri. Para finalizar, a cobertura será de glacê e frutas secas. Em seguida, foram realizados o tradicional Jogos do Ver-o-Peso que reuniu cerca de 120 feirantes, divididos em seis equipes batizadas com nome de frutas regionais. As provas foram reproduções das atividades realizadas na feira como: descascar castanha e macaxeira, peneirar goma de tapioca, despolpar cupuaçu, descascar camarão

2º Caderno

parabéns

Mercado do Ver-o-Peso completa 390 anos

Programação especial iniciou cedo, com alvorada, fogos e música fotos: divulgação

w o bolo compartilhado por todos que passaram naquele momento

e beber açaí, acompanhado de peixe frito e farinha. Complexo do Ver-o-Peso Inaugurado em 27 de março

de 1627 por portugueses, o Ver-oPeso funcionava como posto de fiscalização e tributos dos gêneros trazidos para a sede das capitanias, denominado Casa de Haver o Peso.

Em 1847, com o término do contrato de arrendamento, a Casa foi demolida e iniciada a construção dos mercados de peixe e de carne, este último também conhecido como Mercado Municipal ou Mercado Bolonha, uma vez que sua edificação foi feita pelo engenheiro Francisco Bolonha. Passando por mudanças estruturais até atingir o formato atual com área de 30 mil metros quadrados, o complexo recebe por dia cerca de 50 mil pessoas. No espaço onde trabalham aproximadamente cinco mil pessoas, distribuídas em cerca de 12 atividades comerciai espalhadas pelo chamado Complexo do Ver-o-Peso (Mercado de Peixe, Mercado de Carne, Feira da Alimentação e a Feira do Açaí). Um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DieesePa) aponta que a contribuição conjunta de todas as atividades do Complexo do Ver-o-Peso injete na economia paraense diariamente mais de R$ 1 milhão de reais.

Paróquia promove a segunda corrida e caminhada de Rita A Paróquia de Santa Rita de Cássia, localizada na Cidade Nova 5, em Ananindeua, promove no próximo domingo, 2 de abril, a “2ª Corrida e Caminhada de Rita”, a partir das 6h, saindo de frente da paróquia. Criada em 2016, o Projeto Corrida e Caminhada de Rita visa promover a saúde, bem-estar e a qualidade de vida para os atletas, por meio do incentivo à prática esportiva. A Corrida de Rita é um evento da Festividade da Paróquia de Santa Rita de Cássia. A programação conta com apoio de órgãos governamentais, como Semutran, Polícia Militar, Samu, C o r p o d e B o m b e i ro , S E E L / Mangueirão, Federação Paraense de Atletismo; bem como de todos os

paroquianos. De acordo com a organização d o e ve n t o a e x p e c t a t i va d e participantes para este ano deve ser de 400 atletas inscritos, sem contar com os que comparecem sem apresentar inscrição, com isso o evento deverá registrar um número bem superior ao ano passado. “Nosso objetivo é promover a Saúde, bem-estar e a qualidade de vida para os atletas e paroquianos, por meio ao incentivo a pratica do esporte e lazer, vejo que muitas pessoas se preocupam com sua saúde e bem estar, não é só uma questão de estética, mas de saúde, de se sentir bem consigo mesmo”, destacou Luiz Eduardo Pinho, coordenador do evento.

w concentração Em 2016 evento contou com grande participação

Os três primeiros colocados da categoria geral recebem medalhas; no masculino e no feminino, serão entregues troféus, assim como para as três equipes com maior quantidade de participantes.

Serviço “2ª Corrida e Caminhada de Rita” Largada - Paróquia Santa Rita de Cássia, Cidade Nova 5, WE 32, 642 Data - 2 de abril (domingo). Hora - 6h

Obra com registros da Praça Batista Campos disponível nas livrarias Em fevereiro passado a Praça Batista Campos completou 113 anos e uma obra reúne todas as transformações ao longo do tempo de um dos espaços mais visitados de Belém. O livro intitulado “Praça Batista Campos – Simplesmente Bela” é um oferecimento da Associação de Amigos da Praça Batista Campos (AAPBC) e encontra-se disponível nas livrarias da capital. A Praça Batista Campos, tombada em 1983 pelo Município, foi considerada a mais bonita do Brasil inteiro pelo “Prêmio 100 Mais” em 2005. O livro tem como objetivo fazer um resgate da memória local do espaço e manter preservada a história de um dos principais pontos de Belém. A AAPBC, organizadora do livro que contou com ajuda do historiador Carlos Pará, é um grupo que ajuda a manter essa memória.

cuidada. A ideia é somar forças com o poder público, pois essa é uma das praças mais bonitas do país e faz parte da história da população”, afirmou. O espaço onde hoje existe a Praça Batista Campos, data do século XIX e inicialmente era chamado de “Largo da Salvaterra”. Em 1897 durante o governo do intendente Antônio Lemos, a praça passou a ter o nome pelo qual é conhecida até hoje em homenagem a um dos principais personagens da Cabanagem: o Cônego Batista Campos . w batista campos premiadas como um das mais bonitas do Brasil

A vice-presidente da Associação, Francisca Oliveira, 58 anos, explica que o grupo busca desenvolver um trabalho em parceria com o poder público para auxiliar na manutenção

e preservação do espaço. “Nós nos unimos com o intuito de preservar a praça, para conscientizar os frequentadores sobre a importância de manter a praça mais limpa e bem

Serviço Livro “Praça Batista Campos – Simplesmente Bela” O livro foi organizado pela Associação dos Amigos da Praça Batista Campos e está sendo comercializado no valor de R$ 30.