Voz de Nazaré

Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br belém, De 7 a 13 de abril de 2017

D o jornal católico da família D

Pe. Florence Dubois Fundador

ANO CIII - Nº 766 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Programação da Semana Santa O Domingo de Ramos abre a Semana Santa celebrando a entrada triunfal de Jesus Cristo, em Jerusalém, poucos dias antes de iniciar a sua caminhada rumo ao Calvário. Programação da Arqudiocese de Belém. CAD. 1, pág. 3; e cad. 2, págs. 1, 6 e 12. luiz estumano

w foto do ano passado mostra Dom Alberto encaminhando-se procissionalmente à Catedral, na manhã de Domingo de Ramos divulgação

lançamento

celebração

Patrocinadores e apoiadores conheceram detalhes da maior festa relgiosa do Estado do Pará. caderno 2, página 7.

Missa pelos benfeitores será na capela da Fundação Nazaré de Comunicação.

Diretoria dá partida ao Círio 2017

Missa pela Família Nazaré no dia 7 caderno 1, página 11.

Os 92 anos de Padre Odorico Uma celebração eucarística marcou

a comemoração do aniversário natalício do

Padre Odorico Raffin. caderno 2, página 3. luiz estumano

w busto foi instalado na cidade de Marapanim

“Apóstolo do Salgado”

Monsenhor Edmundo Igreja w padre odorico presidiu celebração eucarística na casa episcopal

Busto inaugurado em frente à Matriz de Nossa Senhora das

Vitórias, homenagem da prefeitura. caderno 2, página 7.


2

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Igreja Privilégio de ser católico João Carlos Pereira

charge do andré abreu

Jornalista e professor jcparis@orm.com.br

Rezando com Pedro Siqueira

P

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Panorama José Pereira Ramos joseulina1@gmail.com

Domingo de Ramos

O

Economista e escritor

Mestre foi recebido pelos seus seguidores em Jerusalém com aplausos, ramos verdes - sinal de esperança no deserto – e cantando Hosana ao filho de Davi. Os admiradores estenderam seus mantos para que Jesus passasse por cima, montado num modesto jumento. Aplaudiram Jesus como o Messias que vinha trazer a libertação política para um povo que vivia oprimido. Poucos dias depois, a realidade foi sendo revelada. Jesus confirmou ser o Filho de Deus, e tinha vindo para um mundo que não era o seu. Declarou ser o caminho para a vida eterna. O povo, ansioso por mudanças imediatas, não tinha capacidade para interpretar as escrituras que já descreviam a sua trajetória. Não teria sido parte na mesma multidão que aplaudiu Jesus, que também

Encontro Fraterno ivens Coimbra Brandão

ivenscb@gmail.com

Ramos e Paixão

N

Engenheiro civil e escritor

o Domingo de Ramos a Igreja celebra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, quando foi saudado pela multidão como o Messias; e proclama o relato da Paixão, assim iniciando a última semana da Quaresma. No domingo, Jesus é aclamado pela multidão que bradava: “Hosana! Bendito aquele que vem em nome do Senhor, o rei de Israel” (cf. Jo 12, 13), e logo na sexta-feira seguinte é condenado pela turba que gritava: “Seja crucificado” (cf. Mt 27, 22). Naquele tempo, reis e conquistadores se apresentavam do alto de fogosos corcéis engalanados, e eram saudados por clarins. Jesus, no entanto, veio montado em um jumentinho (cf. Jo 12,14 -15), que o povo do Oriente utilizava como animal de carga, sendo saudado por pessoas

Fun­da­do em 5 de ju­lho de 1913 fundador Pe. Flo­ren­ce Du­bois, bar­na­bi­ta

arquidiocese de belém-pará

presidente Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Be­lém do Pa­rá vice-presidente Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pa­rá

gritou perante Pilatos: “Crucifica-o”?! Há poucas semanas fiz outra pergunta nesta coluna, sobre o tumulto do carnaval na Cidade Velha: “Não será parte dessa juventude que também puxa a Corda do Círio”? Quando vejo os protestos populares contra a corrupção dos políticos, faço outra pergunta: Não fomos nós que elegemos esses parlamentares?! Pior do que isso! Quantos parlamentares e políticos que participam das milionárias corrupções são batizados e se dizem cristãos, mas agem em contradição com os mandamentos de Deus e esquecidos dos nossos irmãos necessitados?! Temos todos opor tunidade de conversão. Estamos vivendo a Q u are sm a, épo c a de j ej um , de penitência, de perdão. Em todas as paróquias mutirões de confissões. Os verdadeiros católicos não devem perder a oportunidade de meditação e oração, lembrando-se de que estamos aqui de passagem. Deus nos dotou de inteligência e livre arbítrio para escolhermos o melhor caminho. A Bíblia detalha as atrações que nos afastam do caminho para Deus, que está sempre pronto a nos perdoar. A escolha é nossa. que empunhavam ramos de palmeira. Conforme concluem estudiosos, ao se apresentar montado em um animal de carga, Jesus testemunhava a prática da humildade, sinalizando que seu Reino não era deste mundo. Aliás, passados vinte séculos, os corcéis daquele tempo deram lugar aos luxuosos carros que são utilizados por governantes do alto escalão e por pessoas ditas importantes. Até mesmo endividados ostentam possantes e luxuosos carros, enquanto os menos aquinhoados se utilizam da bicicleta. Quanto às folhas de palmeira, que caracterizam as celebrações do Domingo de Ramos, são elas guardadas até secar, para que suas cinzas, agregadas ao óleo de oliveira, sejam utilizadas na Bênção da Quarta-Feira de Cinzas do ano seguinte. Diz a tradição, contando eu com o testemunho de minha esposa que, diante de uma tempestade, sua mãe pedia a proteção Divina, acendendo uma vela para queimar os ramos bentos que trazia para casa, enquanto rezava o Magníficat. Que as celebrações deste Domingo de Ramos sejam como portas abertas a nos indicar o caminho da conversão, diante da Paixão de Jesus Cristo.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior diretor administrativo e financeiro ­Marcos Aurélio de Oliveira diretor de comunicação Mário Jorge Alves da Silva diretor de captação de recursos ­Arnaldo Pinheiro

edro Siqueira estará entre nós, neste final de semana, para autografar seus livros e rezar o terço. O lançamento das obras acontecerá sábado no “Pátio Belém”, às 16 horas, e o santo terço, domingo, no Santuário de Fátima, às 9h30. Pedro dispensa qualquer apresentação. É um homem vestido de simplicidade, simpatia, juventude e fé. Sua presença na cidade é gesto de pura generosidade, porque deixa uma vida repleta de afazeres, no Rio de Janeiro, para um longo momento de oração com os belemenses. Sua história é muito conhecida: desde criança via seres angelicais e demoníacos, teve a graça de encontrar-se com Nossa Senhora e ouve mensagens que lhes são ditadas por grandes santos, como São Jerônimo, por exemplo, que chegam com uma objetividade impressionante. Os “recados” são transmitidos ao longo da recitação do terço, de um jeito bonito e delicado. Enquanto reza e canta, é abençoado com a permissão de ver – e nos descreve – a Santíssima Virgem. A Igreja reconhece a seriedade de sua missão e o acolhe. Seguindo a orientação de Jesus, ele ora e vigia. Faz isso porque as formas do mal não deixam ninguém sossegar. Mas quem está na Luz e trabalha por Ela, recebe proteção especial. Tenho ido aos encontros com Pedro e posso dar testemunho dos momentos vividos ao seu lado. Por estar perto de Nossa Senhora, enche de paz e de harmonia os ambientes onde reúne o povo para rezar. Seu exemplo deveria ser visto com mais atenção, porque faz o que Maria nos orientou: reza o terço. O encontro com Pedro Siqueira é absolutamente gratuito, porque ele dá de graça o que de graça recebeu, mas os organizadores de sua vinda pedem que, quem puder, leve um quilo de alimento não perecível. Não se trata de ingresso, mas de uma forma de fazer caridade. Jesus e Maria também nos pedem isso.

Assim na terra como no céu ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

Acolhida e rejeição

E

stamos na “Semana Santa”! Tempo muito rico de significado espiritual que nos faz mergulhar na imensidão do amor de Deus pela humanidade, manifestado em seu Filho Jesus. Como aproveitar bem este tempo? Participando ativamente de todo o Tríduo Pascal: Última Ceia e Lava-pés – Paixão e morte do Senhor Jesus – Vigília da Ressurreição e Páscoa. Lendo os Evangelhos encontramos que, certa vez, os apóstolos se aproximaram de Jesus e lhe disseram que “sua mãe e seus irmãos” estavam à sua espera, e Jesus surpreendeu a todos ao responder: “Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática” (Lc 8,21). São Gregório Magno comenta essa passagem e afirma que podemos ser mães de Jesus: “Devemos saber que quem é irmão e irmã de Jesus pela fé torna-se mãe por obra da Palavra. Se alguém com a sua palavra faz nascer o amor de Deus no coração de um próximo, ele como que o gera para a vida divina, e assim se torna mãe do Senhor”. A Palavra de Deus gera Cristo nas pessoas, nas comunidades, nas Igrejas. Precisamos entrar em constante comunhão com a Palavra de Deus, sabendo que assim nos colocamos em contato vital com Cristo, e absorvemos a sua vida. Quanto tempo de vida ainda temos? Não sabemos! Vivamos no momento presente a Palavra de Deus com aceleração crescente, a fim de que também nós sejamos, para o mundo e para a glória de Cristo, um Deus em carne.

coordenação Bernadete Costa (DRT/PA 1326) conselho de programação e editoração Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro editoração eletrônica Sérgio Santos (DRT/PA 579) As­si­na­tu­ras, dis­tri­bui­ção, ad­mi­nis­tra­ção e re­da­ção Av. Go­v. Jo­sé Mal­cher, Ed. Pau­lo VI, 915 CEP: 66055-260

- Na­za­ré, Be­lém - PA Te­l.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Re­da­ção: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veí­cu­lo da Fun­da­ção Na­za­ré de Co­mu­ni­ca­ção ­CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Im­pres­so no par­que grá­fi­co de O Li­be­ral

fundação nazaré de comunicação


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Conversa com meu povo

3

Arcebispo

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Domingo de Ramos - Bendito o que vem!

“É

por isso que o Pai me ama: porque dou a minha vida. E assim, eu a recebo de novo. Ninguém me tira a vida, mas eu a dou por própria vontade. Eu tenho poder de dá-la, como tenho poder de recebê-la de novo. Tal é o encargo que recebi do meu Pai” (Jo 10, 17-18). Aquele que foi incompreendido, perseguido, julgado e preso, para ser conduzido à morte ignominiosa, entra em Jerusalém aclamado pelas crianças e pela plebe espalhada pelas ruas, gente que tinha chegado para as festas pascais dos judeus. Ocorre um misto de espanto e de alegria, com as autoridades civis e religiosas estarrecidas diante dos fatos. Às escondidas, corre solta a conspiração contra Jesus. De sua parte, Jesus transforma prisão, tortura, cravos e Cruz em oportunidade preciosa para entregar-se livremente, realizando o misterioso desígnio da Trindade Santa. O réu se torna juiz! É a grandeza escondida atrás dos farrapos de um condenado com que estará a caminho do Calvário, mas visto agora, no início da semana, conduzido em glória e aclamações pelas ruas da cidade. A Igreja nos propõe repetir em nossas ruas os gestos de aclamação com os quais Jesus foi recebido em sua cidade. Por ela, o Senhor tinha chorado a ingratidão. A ela se encaminhou com coragem e firmeza. E agora Ele se deixa levar pelo povaréu que se postou nas estradas da redondeza. A Jerusalém Jesus tinha ido algumas vezes. Quando adolescente, esteve com sábios do Templo, interrogando e respondendo perguntas. Em outras ocasiões, especialmente nas festas judaicas, às claras ou veladamente, se fez presente, purificou o Templo com o chicote de sua palavra e de seus gestos, aceitou o confronto expresso em perguntas maldosas. Agora, sua glória vem num jumentinho, montaria dos pobres, os mantos reais são as roupas do próprio povo, ou os ramos de palmeira apanhados pela estrada. O coro de hosanas brota da boca das crianças que, mesmo sem serem “contadas” nos recenseamentos, não podem calar-se e se manifestam poderosas! Mistério da condescendência da bondade de Deus. A entrada de Jesus em Jerusalém abala os conceitos humanos de poder, honrarias, títulos e outras tantas grandezas. Propomos a meditação do mistério do Domingo de Ramos com um texto precioso da Liturgia das Horas (Dos Sermões de Santo André de Creta, bispo, Oratio 9 in ramos palmarum - Séc. VIII): Vinde, subamos juntos ao monte das Oliveiras e corramos ao encontro de Cristo, que hoje volta de Betânia e se encaminha voluntariamente para aquela venerável e santa Paixão, a fim de realizar o mistério de nossa salvação. Caminha o Senhor livremente para Jerusalém, ele que

divulgação

w Bendito! é a saudação das crianças e da plebe espalhadas pelas ruas para aclamar Jesus

O Senhor vem, mas não rodeado de pompa, como se fosse conquistar a glória. desceu do céu por nossa causa – prostrados que estávamos por terra – para elevar-nos consigo bem acima de toda autoridade, poder, potência e soberania ou qualquer título que se possa mencionar (Ef 1,21), como diz a Escritura. O Senhor vem, mas não rodeado de pompa, como se fosse conquistar a glória. Ele não discutirá, diz a Escritura, nem gritará, e ninguém ouvirá sua voz (Mt 12,19; cf. Is 42,2). Pelo contrário, será manso e humilde, e se apresentará com vestes pobres e aparência modesta. Acompanhemos o Senhor, que corre apressadamente para a sua Paixão e imitemos os que foram ao seu encontro, para nos prostrarmos a seus pés, com humildade e retidão de espírito, a fim de recebermos o Verbo de Deus que se aproxima, e acolhermos aquele

Deus que lugar algum pode conter. Alegra-se Jesus Cristo, porque deste modo nos mostra a sua mansidão e humildade, e se eleva, por assim dizer, sobre o ocaso (Cf. Sl 67,5) de nossa infinita pequenez; ele veio ao nosso encontro e conviveu conosco, tornando-se um de nós, para nos elevar e nos reconduzir a si. Diz um salmo que ele subiu pelo mais alto dos céus ao Oriente (Cf. Sl 67,34), isto é, para a excelsa glória da sua divindade, como primícias e antecipação da nossa condição futura; mas nem por isso abandonou o gênero humano, porque o ama e quer elevar consigo a nossa natureza, erguendo-a do mais baixo da terra, de glória em glória, até torná-la participante da sua sublime divindade. Portanto, em vez de mantos ou ramos sem

vida, em vez de folhagens que alegram o olhar por pouco tempo, mas depressa perdem o seu verdor, prostremo-nos aos pés de Cristo. Revestidos de sua graça, ou melhor, revestidos dele próprio, – vós todos que fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo (Gl 3,27) – prostremo-nos a seus pés como mantos estendidos. Éramos antes como escarlate por causa dos nossos pecados, mas purificados pelo batismo da salvação, nos tornamos brancos como a lã. Por conseguinte, não ofereçamos mais ramos e palmas ao vencedor da morte, porém o prêmio da sua vitória. Agitando nossos ramos espirituais, o aclamemos todos os dias, juntamente com as crianças, dizendo estas santas palavras: “Bendito o que vem em nome do Senhor, o rei de Israel”. Se a Igreja, desde o século IV, como mostrou a narrativa da peregrina “Etéria”, em sua visita à Terra Santa, convida a repetir o gesto das multidões de Jerusalém, aceitemos o apelo a retirar todas as barreiras que nos impeçam de acolher Jesus Cristo. Existem muitas portas fechadas, medo de Jesus Cristo, receio de se comprometer com Ele e com a Igreja. Nossas procissões são preciosos eventos de evangelização, com os quais damos visibilidade à nossa fé e seu testemunho público. A Semana Santa, que se aproxima, nos veja desacomodados, saindo de casa para chegar às Paróquias e às manifestações populares que se multiplicam nos dias que se seguem. Aquele que vem quer ir ao encontro daqueles que saem de si mesmos para acompanharem o Senhor da Jerusalém dos Ramos ao Cenáculo da Eucaristia, Lavapés e Mandamento Novo, da noite da Agonia ao julgamento, dali, pela Via Dolorosa, chegaremos ao Calvário, onde estará de pé, como Mulher Forte, a Virgem Maria. E que se aqueçam nossos corações para alcançarmos as Celebrações Pascais, na Ressurreição do Senhor e na renovação de nosso Batismo.


4

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Arquidiocese agenda de dom alberto corrêa

agenda de dom irineu roman

n De 7 a 13 de abril de 2017

w SEXTA, 7 DE ABRIL

8h - Gravações 15h30 - Gravações 18h30 - Reunião do CADIP (Cúria Metropolitana)

n De 7 a 13 de abril de 2017

10h - Audiências 15h30 - Gravações

w SEXTA, 7 A DOMINGO, 9 DE ABRIL

8h - Missa do Crisma 18h - Missa da Ceia do Senhor (Catedral da Sé)

w SEGUNDA, 10 DE ABRIL

Visita Pastoral (Paróquia São José de Queluz)

w QUINTA, 13 DE ABRIL

w SABADO, 8 DE ABRIL

8h30 - Reunião do Clero 8h - Missa - Seminário Propedêutico

w TERÇA, 11 DE ABRIL

9h - Audiências

w DOMINGO, 9 DE ABRIL

8h30 - Gravações (FNC) 10h - Missa - CNBB 19h - Crisma (Paróquia São Geraldo Magela)

8h30 - Missa - Domingo de Ramos (Catedral da Sé) 18h - Missa na Jornada Arquidiocesana da Juventude Paróquia do Divino Espírito Santo Ananindeua

w QUARTA, 12 DE ABRIL

9h - Missa de Páscoa - Abrigo João Paulo II 18h - Missa - Capela São José – Paróquia Nossa Senhora de Nazaré (Basílica)

w SEGUNDA, 10 DE ABRIL

8h30 - Reunião do Presbitério de Belém 15h30 - Gravações

w QUINTA, 13 DE ABRIL

w TERÇA, 11 DE ABRIL

w QUARTA, 12 DE ABRIL

8h30 - Audiências 14h – Programa “Entre Nós” – Rádio Nazaré FM 18h - Missa da Ceia do Senhor - Basílica

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

8h - Gravações 10h - Audiências 8h - Gravações

Semana Santa 2017 Iniciam nesta semana, na Arquidiocese de Belém, as celebrações d a S e m a n a S a n t a 2 017. C o m momentos presididos pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa e seu Auxiliar, Dom Irineu Roman, a Páscoa do Senhor tem início no dia 9, Domingo de Ramos que remonta à entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém. No dia 9, o Arcebispo preside santa missa, às 8h30, na Catedral

Metropolitana, abrindo a Semana Santa. No início da noite, às 18h, Dom Alberto celebra a Eucaristia na Paróquia do Divino Espírito Santo, em Ananindeua, na chegada da Jornada da Juventude. Ainda nas celebrações da Semana Santa, ele preside duas celebrações eucarísticas, 8h e 18, ambas na Igreja Mãe de Belém, a primeira com a bênção dos santos óleos e a segunda a Ceia do Senhor. Já para o Bispo Auxiliar consta ainda

a visita pastoral na paróquia São José de Queluz que iniciou no dia 4 e segue até o domingo, 9. Na segunda-feira, 10, presidirá missa às 18h no Seminário Propedêutico Dom Tadeu Prost. No dia 12, preside missa de Páscoa, às 9h, no Abrigo João Paulo II e às 18h, na Capela de São José, ligada à Basílica de Nazaré. E na Quinta-Feira Santa, às 18h, Dom Irineu será o presidente da missa da Ceia do Senhor, às 18h, na Basílica, em Nazaré.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mt 27,11-54

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

11 Jesus foi posto diante de Pilatos e este o interrogou: Tu és o rei dos judeus? Jesus declarou: É como dizes. 12 E nada respondeu, quando foi acusado pelos sumos sacerdotes e anciãos. 13 Então Pilatos perguntou: Não estás ouvindo de quanta coisa eles te acusam? 14 Mas Jesus não respondeu uma só palavra, e o governador ficou muito impressionado. 15 Na festa da Páscoa, o governador costumava soltar o prisioneiro que a multidão quisesse. 16 Na ocasião, tinha um prisioneiro famoso, chamado Barrabás. 17 Então Pilatos perguntou à multidão reunida: Quem vós quereis que eu solte: Barrabás ou Jesus, a quem chamam de Cristo? 18 Pilatos bem sabia que

eles haviam entregado Jesus por inveja. 19-20 os sumos sacerdotes e os anciãos convenceram as multidões para que pedissem Barrabás e que fizessem Jesus morrer. 21 O governador tornou a perguntar: Qual dos dois quereis que eu vos solte? Eles gritaram: Barrabás. 22 Pilatos perguntou: Que farei com Jesus, que chamais de Cristo? Todos gritaram: Seja crucificado! 23-38 Com ele também crucificaram dois ladrões, um a direita e outro à esquerda de Jesus. 39 As pessoas que passavam por ali o insultavam... 41 Do mesmo modo, os sumos sacerdotes, junto com os mestres da lei e os anciãos... 44 Do mesmo modo, também os dois ladrões que foram crucificado com Jesus, o insultavam. 45 Desde o meio-dia até às três horas da tarde, houve escuridão sobre toda a terra. 46 Pelas três horas da tarde Jesus deu um forte grito: Eli, Eli, lamá sabactâni?... 50 Então Jesus deu outra vez um forte grito e

entregou o espírito. 51-54 O oficial e os soldados que estavam com ele guardando Jesus, ao notarem o terremoto e tudo que havia acontecido, ficaram com muito medo e disseram: Ele era mesmo Filho de Deus! B) Comentário: Na condenação de Jesus destaca-se a covardia, condutora da injustiça. Foi covarde tanto Pilatos, quanto os sacerdotes e os anciãos. A covardia de Pilatos está em que “sabia que eles haviam entregado Jesus por inveja” (v 18). E a dos demais, porque “convenceram as multidões para que pedissem Barrabás e que fizessem Jesus morrer” (v 20). Quantas pessoas sabem da verdade e pecam por omissão! E quantas outras que trabalham “pelos bastidores” para fazer o mal perpetrado com outras coniventes! Jesus salva os homens da

maldade, morrendo entre condenados, estando “um à direita e outro à esquerda” dele (v 38). E de modo similar suplica o perdão do Pai, sendo condenado injustamente: “Pai, perdoa-lhes: não sabem o que fazem” (Lc 23,34). Certo dia uma mãe pedia a Jesus o melhor para seus filhos: “Dize que estes meus dois filhos se assentem um à tua direita e o outro à tua esquerda, no teu Reino” (Mt 20,21). Moisés cumpre sua missão e morre, diz a bíblia: “sua vista não havia enfraquecido e seu vigor não se esgotara” (Dt 34,7). E Jesus, o novo Moisés, é muito mais que ele, pois é senhor de sua própria vida: morre entregando o seu espírito ao Pai com brado de vigor (v 46.50). O Evangelho conclui com a profissão de fé do oficial e os soldados, sobre Jesus, que disseram: “Ele era mesmo Filho de Deus!” (v 54).

Liturgia da Semana w 07/04, SEXTA-FEIRA

Cor (Roxo) Leitura (Jr 20,10-13) Responsório (Sl 17) Evangelho (Jo 10,31-42)

w 08/04, SÁBADO

Cor (Roxo) Leitura (Ez 37,21-28)

Responsório (Jr 31,10-13) Evangelho (Jo 11,45-56)

w 09/04, DOMINGO

Cor (Vermelho) Primeira Leitura (Is 50,4-7) Responsório (Sl 21) Segunda Leitura (Fl 2,6-11) Evangelho da procissão

(Mt 21,1-11) Evangelho da missa (Mt 27,11-54)

w 10/04, SEGUNDA-FEIRA Cor (Roxo) Leitura (Is 42,1-7) Responsório (Sl 26) Evangelho (Jo 12,1-11)

w 11/04, TERÇA-FEIRA

Cor (Roxo) Leitura (Is 49,1-6) Responsório (Sl 70) Evangelho (Jo 13,21-33.36-38)

w 12/04, QUARTA-FEIRA

Cor (Roxo) Leitura (Is 50,4-9a)

Responsório (Sl 68) Evangelho (Mt 26,14-25)

w 13/04, QUINTA-FEIRA

Cor (Branco) Primeira Leitura (Êx 12,1-8.11-14) Responsório (Sl 115) Segunda Leitura (1Cor 11,23-26) Evangelho (Jo 13,1-15)


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

5

Vaticano reflexão

Os nossos pequenos sepulcros "Somos convidados a decidir de que parte estar. Se do lado do sepulcro ou do lado de Jesus"

C

om informações da Rádio Vaticano. Na manhã do domingo, 2 de abril, o Papa Francisco presidiu a Santa Missa na localidade de Carpi, atingida por um terremoto em 2012 e que provocou 28 mortes e grandes danos materiais. Setenta mil fiéis participaram da celebração. “As leituras de hoje nos falam do Deus da vida, que vence a morte. Concentremo-nos, em particular, no último dos sinais milagrosos que Jesus realiza antes de sua Páscoa, no sepulcro de seu amigo Lázaro. Ali parece que tudo acabou: o túmulo está fechado por uma grande pedra; ao redor, somente choro e desolação. Também Jesus está abalado pelo mistério dramático da perda de uma pessoa querida: “Comoveuse profundamente” e ficou “muito perturbado”. Depois “chorou” e dirigiuse ao sepulcro, diz o Evangelho, “mais uma vez profundamente comovido”. É este o coração de Deus: afastado do mal, mas próximo de quem sofre; não faz desaparecer o mal magicamente, mas compartilha o sofrimento, o assume e o transforma habitando-o. Observemos, porém que, em meio à desolação geral pela morte de Lázaro, Jesus não se deixa tomar pelo desconforto. Mesmo sofrendo Ele mesmo, pede que se creia firmemente; não se fecha no choro, mas comovido, coloca-se a caminho em direção ao sepulcro. Não se deixa dominar pelo ambiente emotivo resignado que o circunda, mas reza com confiança e diz: “Pai, eu te dou graças”. Assim, no mistério do sofrimento, diante do qual o pensamento e o progresso se quebram como moscas no vidro, Jesus nos dá o exemplo de como nos comportar: não foge do sofrimento, que pertence a esta vida, mas não se deixa aprisionar pelo pessimismo. Em volta daquele sepulcro, acontece assim um grande encontrochoque. De um lado, existe a grande desilusão, a precariedade da nossa vida mortal que, atravessada pela

fotos: divulgação

w papa francisco presidiu a Santa Missa na localidade de Carpi

angústia pela morte, experimenta frequentemente a derrota, uma obscuridade interior que parece intransponível. A nossa alma, criada para a vida, sofre sentindo que a sua sede de eterno bem é oprimida por um mal antigo e obscuro. Por um lado existe esta derrota do sepulcro. Mas por outro lado há a esperança que vence a morte e o mal que tem um nome: a esperança se chama Jesus. Ele não traz um pouco de bem estar ou algum remédio para prolongar a vida, mas proclama: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”. Por isto decididamente diz: “Tirai a pedra!” e a Lázaro grita em alta voz: “Vem para fora!”. Queridos irmãos e irmãs, também nós somos convidados a decidir de que parte estar. Se pode estar do lado do sepulcro ou do lado de Jesus. Há também quem se deixe fechar na tristeza e quem se abre à esperança. Há quem permanece preso nos escombros da vida e que, como vocês, com a ajuda de Deus, levanta os escombros e reconstrói com paciente esperança. Aproximar Jesus de nossos sepulcros Diante dos grandes “porquês” da vida temos dois caminhos: ficar a olhar melancolicamente os sepulcros de

ontem e de hoje ou aproximar Jesus de nossos sepulcros. Sim, porque cada um de nós já tem um pequeno sepulcro, alguma zona um pouco morta dentro do coração; uma ferida, uma injustiça sofrida ou cometida, um rancor que não dá trégua, um remorso que vai e volta, um pecado que não se consegue superar. Identifiquemos hoje estes nossos pequenos sepulcros que temos dentro e convidemos Jesus para ir lá. É estranho, mas seguidamente preferimos estar sozinhos nas grutas obscuras que temos dentro, antes que convidar Jesus para estar lá; somos tentados em buscar sempre nós mesmos, remoendo e nos afundando na angústia, lambendo as chagas, antes que ir até Ele, que diz: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”. Não deixemo-nos aprisionar pelas tentações de permanecer sozinhos e desconfiados, chorando por aquilo que nos acontece; não cedamos à lógica inútil e inconclusiva do medo, do repetir resignado de que vai tudo mal e nada é mais como antes. Esta é a atmosfera do sepulcro; o Senhor deseja ao invés disto, abrir o caminho da vida, o do encontro com Ele, da confiança nele, da ressurreição do coração, o caminho do “Levanta-te! Levanta-te, saia!”. É isto que nos pede o Senhor, e

Ele está ao lado de nós para fazer isto. Ouçamos então como dirigidas a cada um de nós as palavras de Jesus a Lázaro: “Vem para fora!”; vem para fora do emaranhado da tristeza sem esperança; desata as vendas do medo que criam obstáculo no caminho; os laços das fraquezas e das inquietações que te bloqueiam, repete que Deus desata os nós. Seguindo Jesus aprendemos a não amarrar a nossa vida nos problemas que se apresentam; sempre existirão problemas, sempre, e quando resolvemos um, pontualmente chega outro. Podemos, porém encontrar uma nova estabilidade, e esta estabilidade é precisamente Jesus, esta estabilidade se chama Jesus, que é a ressurreição e a vida: com ele a alegria habita o coração, a esperança renasce, a dor se transforma em paz, o temor em confiança, a prova em oferta de amor. E mesmo que não faltem os pesos, haverá a sempre a sua mão que nos levanta novamente, a sua Palavra que nos encoraja e diz a todos nós, a cada um de nós: “Venha para fora! Venha para mim!”. Diz a todos nós: “Não tenham medo!”. Também a nós hoje, como então, Jesus diz: “Tirai a pedra!”. Por mais pesado que seja o passado, grande o pecado, forte a vergonha, não barremos a entrada do Senhor. Tiremos diante d’Ele a pedra que lhe impede de entrar: é este o tempo favorável para remover o nosso pecado, o nosso apego às vaidades mundanas, o orgulho que nos bloqueia a alma, tantas inimizades entre nós, nas famílias... este é o momento favorável para remover todas estas coisas. Visitados e libertados por Jesus, peçamos a graça de ser testemunhas de vida neste mundo que tem sede dele, testemunhas que suscitam e ressuscitam a esperança de Deus nos corações cansados e pesados pela tristeza. O nosso anúncio é a alegria do Senhor vivo, que ainda hoje diz, como a Ezequiel: “Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu”.

Divulgada agenda da viagem do Papa ao Egito Com informações da Rádio Vaticano. A Secretaria para a Comunicação (SPC) do Vaticano divulgou na manhã da segunda-feira, 03 de abril, o programa da visita que o Papa fará ao Egito nos dias 28 e 29 de abril. O Pontífice deixa o aeroporto de Fiumicino rumo à Cidade do Cairo às 10h45. Às 14h, no aeroporto internacional da capital egípcia, haverá a acolhida oficial.

A M

Na sequência, estão previstos os seguintes eventos: cerimônia de boas-vidas, visita de cortesia ao Presidente da República e visita de cortesia ao Grande Imâme de Al Azhar. Francisco fará um discurso aos participantes da Conferência Internacional sobre a Paz. O programa prevê no final da tarde encontros com as autoridades e com Sua Santidade Tawadros II

(Teodoro II), Patriarca de Alexandria. Estão programados discursos em ambos os eventos. Sábado, 29, a agenda do Pontífice contempla a celebração de uma missa, o almoço com os Bispos egípcios e enfim, um encontro de oração com o clero, os religiosos e os seminaristas.

Francisco deve também fazer um discurso neste evento. Às 17h, está marcada a partida do aeroporto de Cairo, com chegada em Roma/Ciampino às 20h30. Os horários indicados se referem à Cidade do Cairo, com diferença de 5h a mais em relação a Brasília.

Quaresma é, por sua natureza, tempo de esperança, porque nos conduz a renascer ‘do alto’, do amor de Deus. (3 de abril) esmo nos momentos mais difíceis e conturbados, a misericórdia e a bondade do Senhor são maiores do que qualquer coisa. (1º de abril)

w patriarca copto-ortodoxo Tawadros II, em solenidade do Natal


6

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Igreja no Brasil fotos: divulgação

fé e meditação

Igreja de Aracaju realiza a “Procissão do Fogaréu” na semana santa Aproximadamente oito mil fiéis são esperados na procissão

C

om informações da agência Gaudium Press. A tradicional “Procissão do Fogaréu” será realizada na Arquidiocese de Aracaju. O momento de fé e meditação será promovido pela Paróquia São Pedro Pescador, no bairro Industrial e ocorrerá à meia-noite da Quinta-

Feira Santa, 13 de abril. De acordo com a organização, aproximadamente oito mil fiéis são esperados na procissão, também conhecida como “Noite da Prisão de Cristo”. A iniciativa é realizada há seis anos, percorrendo dezenas de ruas

w conhecida como "Noite da Prisão de Cristo"

do bairro, com encerramento previsto para as 3h da Sexta-Feira Santa. Na ocasião, os penitentes, vestidos em indumentária especial e com tochas nas mãos, representam os soldados romanos. A Igreja matriz, conforme o pároco, Padre Willame Barreto Filho,

continuará sendo o ponto de partida e de chegada dessa caminhada penitencial. Além do bairro Industrial, as cidades de São Cristóvão e Rosário do Catete também realizam a procissão durante a Semana Santa, reunindo um número expressivo de fiéis.

Via Sacra da Campanha da Fraternidade atrai fiéis no Recife

w arcebispo e o vigário episcopal plantaram uma muda de pau-brasil

Com informações da agência Gaudium Press. Os fiéis pernambucanos participaram de um momento de fé e reflexão durante a Via Sacra da Campanha da Fraternidade. O rg a n i za d a p e l o Vi c a r i a t o Soledade, o evento ocorreu no centro do Recife e reuniu os católicos das 22 paróquias que compõem a circunscrição eclesiástica. Na ocasião, o Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, acompanhado pelos párocos que formam o Vicariato Soledade, foram recebidos pelo Vigário Episcopal Monsenhor Paulo Sérgio Vieira Leite. Em seguida, tanto o arcebispo quanto o vigário episcopal plantaram nos jardins do parque Treze de Maio uma muda de pau-brasil, árvore-

símbolo da Mata Atlântica, e que por sinal, é um dos seis biomas destacados na Campanha da Fraternidade 2017. Mais tarde, os fiéis seguiram o Clero na Via Sacra, que foi representada até a quarta estação dentro do parque. Para aproximar o público ao clima da Páscoa, houve uma encenação da Paixão de Cristo ao longo de algumas estações do trajeto que retrata o percurso seguido por Jesus até o calvário. Em um momento de oração, Dom Fernando Saburido lembrou que a Campanha da Fraternidade aponta os princípios da justiça. Ao término da Via Sacra, o prelado entregou a cada pároco do Vicariato Soledade uma muda de pau-brasil, como gesto concreto da iniciativa promovida anualmente pela Igreja no Brasil.

Arquidiocese de Niterói (RJ) promove “Mutirão de Confissões” pela Páscoa Com informações da agência Gaudium Press. Em vista da celebração da Páscoa, que ocorre em 16 de abril, as paróquias da Arquidiocese de Niterói estão realizando mutirões de confissões durante os próximos meses, a fim de preparar os fiéis para esta que é considerada a festividade mais importante da Liturgia Católica. O mutirão de confissões t e ve i n í c i o n o d i a 2 4 de março e está sendo p ro m ov i d o p e l o s s e i s vicariatos arquidiocesanos. Praticamente, em todas as

noites, vem ocorrendo uma celebração penitencial, com confissões individuais em

uma paróquia diferente. Além do pároco, os padres da região à qual pertence

a igreja, comparecem para auxiliar no atendimento às confissões. A ideia,

“Festa da Misericórdia de Maceió” ocorre no segundo Domingo da Páscoa Com informações da agência Gaudium Press. A “Festa da Misericórdia de Maceió” será promovida no Estado de Alagoas no segundo Domingo da Páscoa, dia 23 de abril. O evento terá lugar no Santuário da Divina Misericórdia São João Paulo II e Beata Irmã Dulce, localizado no bairro Dique Estrada, a margem da Lagoa Mundaú. Neste ano, o encontro iniciará a partir das 14h e contará com uma programação repleta de

atividades religiosas, como a realização de momentos de acolhida, oração do Terço da Misericórdia, Adoração ao Santíssimo Sacramento e testemunhos, além de atendimentos às confissões que serão feitos por sacerdotes diversos. Ao final, às 18h, haverá a celebração da Santa Missa, presidida pelo Arcebispo de Maceió, Dom Antônio Muniz. “Em comunhão com a Igreja de todo o mundo, esse

será um momento de elevar preces e agradecimentos a Jesus Misericordioso, e de clamar ‘Jesus, eu confio em Vós!’”, informa, em nota, o site da Arquidiocese. “A Festa da Misericórdia surge da vontade do Coração de Jesus, quando ele mesmo revela a Santa Faustina: ‘Desejo que a Festa de Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores’ (Diário 699)”, completa.

segundo a Arquidiocese, é que todos os fiéis possam participar do Sacramento da Reconciliação, momento de encontro íntimo com D e u s . D e a c o rd o c o m as orientações da Igreja Católica, os católicos devem se confessar, individualmente, pelo menos uma vez ao ano, por ocasião da Páscoa. “O sacramento da confissão é a celebração do abraço misericordioso de Deus, que sempre nos perdoa”, declarou o Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco.


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

7

Igreja no Mundo fotos: divulgação

evento

Irlanda se prepara para Encontro Mundial das Famílias 2018 Convite aberto para a participação de todos

C

om informações da agência Gaudium Press. A Arquidiocese de Dublin, na Irlanda, divulgou recentemente um vídeo promocional em preparação ao Encontro Mundial das Famílias, que ocorrerá entre os dias 22 a 26 de agosto de 2018 e terá por tema “O Evangelho da família, alegria para o mundo”. No vídeo, Dom Diarmuid Martin,

Arcebispo local, convida os fiéis a participarem do evento. “Estou muito satisfeito de que tenham nos pedido para ser a sede deste encontro. Convido todos a se unir a nós na preparação deste evento e que também possam vir a Dublin para celebrar com as famílias de todo o mundo”. Um site em inglês (http://www. worldmeeting2018.ie/) foi lançado pela Arquidiocese de Dublin com o

w preparação várias peças foram criadas para divulgar o evento

objetivo de disponibilizar informações sobre o Encontro Mundial das Famílias. Versões em outros idiomas estão sendo preparadas e serão disponibilizadas em breve. “Nosso Santo Padre, o Papa Francisco, está incentivando famílias do mundo todo a virem à Irlanda em 2018 para celebrar a vida e a família. E para refletir a importância da família para nós”, afirma o Cardeal Kevin Farrel, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida. E m 2 01 5 o c o r re u o ú l t i m o

Encontro Mundial das Famílias, que foi celebrado na Filadélfia, Estados Unidos, e contou com a participação de 18 mil pessoas. Na época, o Arcebispo da Filadélfia, Dom Charles Chaput, ressaltou que “o espírito de toda a cidade foi sumamente positivo” e que esperase que o encontro programado para acontecer em Dublin tenha o mesmo resultado. “Esperamos receber as pessoas de cada canto do mundo para este Encontro Mundial das Famílias em 2018”, conclui o prelado.

Tradição de queimar cartas com pedidos a São José é realizada na Espanha

w juventude diversas ações foram apresentadas na feira

A criatividade juvenil na Feira das Boas Ações em Barcelona Com informações Rádio Vaticano. Terminou na sexta-feira, 31, o Simpósio Europeu sobre os Jovens em Barcelona. O evento foi acompanhado pelo Papa Francisco, do Vaticano, que enviou mensagem de encorajamento e reflexão sobre os desafios da evangelização: que através do diálogo, “os jovens sejam portadores convictos da alegria do Evangelho”. Nesta quarta, 29, os participantes puderam explorar a Feira das Boas Ações, um espaço para “mostrar o dinamismo e a criatividade da Igreja na Europa”, disse Dom Michel Remery, vice-secretário geral do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE), que promoveu o evento. Ele explicou

que a inspiração parte dos próprios jovens, já que demonstram que “não são somente usuários dos serviços, mas os principais protagonistas da sua pastoral, se adequadamente acompanhados”. Entre as iniciativas da Feira, destacase a “Valeria e o padre” (Valerie um der Priester), uma página no Facebook seguida por mais de um milhão de pessoas. O espaço foi criado por uma jovem jornalista alemã que acompanhou e observou por um ano inteiro a vida de um jovem sacerdote. Um outro canal, o “Espaços de oração nas escolas” (Prayer spaces school), ajuda crianças e jovens a explorar os temas da vida, da espiritualidade e da fé num ambiente dinâmico e interativo.

Meninos mártires mexicanos de Tlaxcala serão canonizados Com informações da agência G a u d i u m P re s s . O s m e n i n o s Mártires de Tlaxcala, três indígenas assassinados por ódio à Fé em 1527 e 1529 e beatificados pelo Papa São João Paulo II em 1990, serão canonizados. O Papa Francisco aprovou o decreto que os eleva aos altares como Santos, segundo informou o Departamento de imprensa da Santa Sé. O primeiro dos meninos mártires é Cristóbal, nascido em 151 e filho de um importante cacique, sendo seu filho maior e predileto. Ao escutar os

frades evangelizadores decidiu pedir o batismo e depois pregar ao seu próprio pai. Os outros dois mártires, Antonio e seu criado Juan, se ofereceram para ajudar a um religioso, Frei Bernardino Minaya, a evangelizar a província de Huaxyacac. Para a canonização dos mártires não se requiriu a comprovação de um milagre realizado por sua intercessão, mas os votos favoráveis da Sessão Ordinária de Cardeais e Bispos membros da Congregação.

Com informações agência Gaudium Press. São José, Padroeiro da Igreja Universal, é um dos Santos mais queridos da Igreja. E não é para menos, já que teve a bela missão de ser o pai adotivo do Filho de Deus, e ser custódio de Jesus e de Maria Santíssima. Por esta razão não é de estranhar que a ele se acuda diante de toda necessidade. Santa Teresa de Jesus recomendava acudir a São José em todo momento. Ela dizia: “não me lembro até agora ter suplicado a ele qualquer coisa que tenha deixado de receber”. Re c o n h e c e n d o a e s t e g r a n d e w tradição é realizado desde 1893 taumaturgo, desde o século XIX ocorre em Valência, José. As cartas chegam à Igreja da Espanha, uma preciosa tradição: Casa Generalícia da comunidade ou a queima de cartas a São José, que são enviadas pelo correio. nasceu graças ao impulso da Beata “As pessoas pedem muito Petra de São José, fundadora da pelo trabalho, família, problemas Congregação Mães Desamparadas familiares, união da família. Também e São José da Montanha. A Beata há quem pede bebês; casais jovens foi quem impulsionou o primeiro que não podem ter família também Santuário do mundo dedicado a São se encomendam a São José, e muitas José em Barcelona. vezes acabam vindo apresentar a A tradição vem de uma paroquiana criança a São José, porque dizem que se encontrava enferma e deixou que por intercessão de São José a fundadora uma carta com um tiveram um filho”, comenta a Irmã pedido. Após sua cura, se estendeu Purificação Moya. o costume, que depois chegou em Todas as cartas que são recebidas Valência, onde se vinha realizando são queimadas no dia 19 de março, desde 1893, quando a Congregação solenidade litúrgica de São José, como começou sua presença na cidade. o fazia a Beata Petra. Tudo como um É assim que durante todo o ano gesto simbólico de que o que ali está as religiosas Mães Desamparadas e escrito sobe ao céu e é entregue ao São José da Montanha em Valência Padroeiro da Igreja Universal. “Assim recebem centenas de cartas que como sobe a fumaça, com ela sobem devotos escrevem implorando algum os pedidos e, desta forma, chegam mais favor de Deus por intercessão de São rápido ao Senhor”, comenta a religiosa.


8

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Nazaré Repórter

rádio nazaré

fm

z mh 3 . 91

J Terço Mariano

luiz estumano

Domingo, 9, às 9h30, Pedro Siqueira recitará o Terço Mariano na Matriz da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Belém. Autor de quatro livros, Siqueira há muito recita o Terço Mariano com músicas e meditação, em diversas capitais. Programação gratuita para os fiéis, mas os organizadores solicitam que os interessados levem 1 kg de alimento não perecível para as obras sociais da Matriz. A Paróquia de Fátima fica na travessa Antônio Baena, 2167, no bairro de Fátima. Informações: (91) 32280864/3226-0503.

l Semana Santa na Rádio Nazaré FM J Biometria O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TREPA) informa aos eleitores da capital paraense que desde 29 de março passado, tornou-se obrigatório o recadastramento biométrico. O recadastramento acontece por meio de agendamento, no site do TRE-PA (www.tre-pa.jus.

br/eleitor/recadastramento-biometrico/sistema-deagendamento). Depois o eleitor deve comparecer à Unidade da Justiça Eleitoral ou posto de atendimento pelo qual escolheu ser atendido e levar qualquer documento original com foto, comprovante de residência e o Título de Eleitor. Atendimentos: até 23 de março de 2018. divulgação

Neste tempo forte litúrgico vivido pela Igreja, a Rádio Nazaré FM apresenta o Especial Semana Santa 2017, levando aos ouvintes as transmissões das celebrações e reflexões apresentadas pelos sacerdotes da Arquidiocese de Belém. Uma novidade: durante o especial, a

mudança de apresentador do Programa Maria de Todos os Povos, que, a partir do próximo sábado, 15, será o pe. Wagner Maria. Domingo de páscoa, 16, até Pentecostes, os ouvintes poderão acompanhar a meditação da Via Lucis, que contempla as alegrias da ressurreição do Senhor.

Rádio Nazaré FM - 91,3. A serviço da vida. nossa missão é evangelizar!

rede nazaré de televisão

al can

30

luiz estumano

J Hemopa em estado de alerta A Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) informa que seu estoque de sangue está com apenas 40% da capacidade de atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar. Atualmente, o hemocentro está com um estoque de apenas 108 bolsas de hemácias e não consegue atender a demanda dos hospitais. Pelo que, o Hemopa

convoca todos os cadastrados que não doaram nos últimos 90 dias, no caso de mulheres, e 60 dias, homens. Máximo de doaçãos ao ano: quatro. A Fundação Hemopa fica na Travessa Padre Eutíquio, 2.109, Batista Campos, e no acesso ao Pórtico Metrópole, entrada do shopping localizado no km da BR-316. Coletas: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Mais informações pelo Alô Hemopa: 0800-2808118.

J Prêmio MPT de Jornalismo Abertas as inscrições para a 4ª edição do Prêmio MPT de Jornalismo, criado pelo Ministério Público do Trabalho para valorizar produções jornalísticas dedicadas à investigação e denúncia de injustiças trabalhistas. Podem concorrer reportagens públicas de 2 de maio de 2016 a 5 de maio de 2017. Inscrições até 5 de maio no site. Informações, inscrições, categorias e edital acesse www.premiomptdejornalismo.com.br.

J XXII Festa da

Divina Misericórdia

O Movimento Apostólico da Divina Misericórdia realiza dia 23 a XXII Festa da Divina Misericórdia. “Mãe da Misericórdia: a estrela que ilumina todos os caminhos” (Padre Pio) é o tema da programação que consta de procissão e Missa. Trajeto: inicia na praça Waldemar Henrique, às 7h30, e seguindo para a Sé, na Cidade Velha. À chegada, às 9h, Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém, presidirá a Santa Missa e abençoará os quadros da Divina Misericórdia.

l Semana Santa na TV Nazaré A Rede Nazaré de Televisão transmite domingo, 9, a partir das 8h, a Santa Missa na Catedral Metropolitana, no Domingo de Ramos que abre as celebrações da Semana Santa na Arquidiocese de Belém. A celebração eucarística será presidida pelo Arcebispo

portal nazaré

Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa e que, na ocasião, dará a bênção dos ramos levados pelos fiéis. Acompanhe a programação litúrgica da Semana Santa 2017 na TV Nazaré, canal 30 – ou na sintonia da sua cidade – e acompanhe. w. ww re. aza on m.br a c co da fun

l Streaming da TV Nazaré O Portal Nazaré (www. fundacaonazare.com.br) traz inúmeras ferramentas para acompanhar todo o conteúdo produzido pela Fundação Nazaré de Comunicação. Uma dessas utilidades é o streaming (transmissão online) da TV Nazaré que permite acompanhar toda a

grade de programação da emissora. Por meio do canal na plataforma Youtube, o interessado consegue assistir, de onde estiver e em tempo real, aos programas, celebrações e transmissões. Acesse www.youtube.com/ user/ FNComunicacao e acompanhe!


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

9

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 SEXTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R. C. R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão R. C. R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h30 - Varanda Musical 15h55 - Plantão R. C. R 16h30 - Via sacra 17h30 - Musical de Meditação 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 – Jornal R. N. A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

SÁBADO 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos

11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Musical Nazaré 14h30 - Terço da Misericórdia 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - A vida e o tempo 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat

DOMINGO 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - As Mais Tocadas 15h00 - Terço da Misericórdia 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M.P.B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

SEGUNDA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes

Ligue: (91) 4006-9251 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R. C. R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 – Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R .C .R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

TERÇA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Sebastião Fialho 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso

12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUARTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Ivan Conceição 08h55 - Plantão R.C .R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 – Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 – Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor

18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

QUINTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular - Pe. Roberto Cavalli 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R. C. R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem De Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - Adoração ao Santíssimo 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Clip Show 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Evangeliza Show 04:00 - Diálogo Aberto 05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Doloroso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - Adoração Ao Santíssimo 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Sal da Terra 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - Tele Curso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Doloroso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - EvangelizaShow 21:00 - Espaço Cultural 22:30 - Terra Santa News 22:50 - Mãe Maria 23:00 - Palavra de Vida Eterna 23:05 - Caminhando Na Fé 23:20 - Fraternidade em Ação 23:30 - Terço Doloroso 23:55 - Meu Pensamento

SÁBADO 00:00 - Música Mensagem 02:00 - De Coração 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Clip Show 04:00 - Espaço Cultural 05:00 - Telecurso Ensino Fundamental 06:00 - Terço Gozoso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Palavra de Vida Eterna 07:00 - Notícias Pastorais 07:45 - Sal da Terra 08:00 - Igreja no Brasil 08:10 - Palavra de Vida Eterna 08:15 - Mãe Maria 08:25 - Meu Pensamento 08:30 - Conversa com Meu Povo

09:00 - Missa no Rio de Janeiro-RJ 10:00 - Pesca Amazônia 11:00 - Sal da Terra 11:15 - Mãe Maria 11:25 - Meu Pensamento 11:30 - Igreja no Brasil 11:40 - Terra Santa News 12:00 - Notícias Pastorais 12:45 - Meu Pensamento 12:50 - Mãe Maria 13:00 - Viagem pela Amazônia 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Pensando Bem 15:00 - Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP 16:45 - Notícias Pastorais 17:30 - Terço Gozoso 17:55 - Palavra de Vida Eterna 18:00 - Música Mensagem 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Cine Nostalgia 21:30 - Encantos da Amazônia 22:30 - Espaço Cultural 23:30 - Terço Gozoso 23:55 - Meu Pensamento

DOMINGO 00:00 - Música Mensagem 02:00 - Vida Consagrada 03:00 - Clip Show 04:00 - Igreja que Sofre 04:30 - EvangelizaShow 05:30 - Igreja no Brasil 05:40 - Meu Pensamento 05:45 - Mãe Maria 05:55 - Palavra de Vida Eterna 06:00 - Terço Glorioso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Meu Pensamento 07:00 - Notícias Pastorais 07:45 - Sal da Terra 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Igreja no Brasil 08:15 - Mãe Maria 08:25 - Meu Pensamento 08:30 - Missa e Procissão de Ramos 10:00 - Diálogo Aberto 11:00 - Pesca Amazônia 12:00 - Notícias Pastorais 12:45 - Ângelus 13:00 - Encantos da Amazônia 14:00 - Terra Santa News 14:20 - Palavra de Vida Eterna 14:25 - Meu Pensamento 14:30 - Igreja que Sofre 15:00 - Cine Nostalgia 16:00 - Dedo de Prosa 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Sal da Terra 17:20 - Mãe Maria 17:30 - Terço Glorioso 17:55 - Palavra de Vida Eterna 18:00 - Missa Santuário Nacional de Aparecida 19:00 - Vida Consagrada 20:00 - Espaço Cultural 21:30 - Janela Aberta 22:30 - Palavra de Vida Eterna 22:35 - Questão de Fé 23:35 - Terço Glorioso

SEGUNDA- FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News

01:30 - EvangelizaShow 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Encantos da Amazônia 04:00 - ClipShow 05:00 - TeleCurso - Ensino Médio 05:30 - TeleCurso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Gozoso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Mantinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Igreja no Brasil 13:55 - Palavra de Vida Eterna 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - TeleCurso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Gozoso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Janela Aberta 21:00 - Cine Nostalgia 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Mãe Maria 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Caminhando Na Fé 23:15 - Fraternidade em Ação 23:25 - Palavra de Vida Eterna 23:30 - Terço Gozoso 23:55 - Meu Pensamento

TERÇA- FEIRA 00:00 - Igreja no Brasil 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Conversa com Meu Povo 01:40 - Palavra de Vida Eterna 01:45 - Meu Pensamento 01:50 - Mãe Maria 02:00 - Igreja que Sofre 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Religare 03:30 - De Coração 04:00 - Janela Aberta 05:00 - Telecurso Ensino Médio 05:30 - Telecurso Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Doloroso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Mantinal

08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Sal da Terra 13:15 - Meu Pensamento 13:20 - Mãe Maria 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Desenho 15:00 - Novena do Perpétuo Socorro 15:45 - Sal da Terra 16:00 - Telecurso Ensino Médio 16:30 - Conversa com Meu Povo 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Terra Santa News 17:25 - Meu Pensamento 17:30 - Terço Doloroso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Sal da Terra 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Terra Santa News 20:50 - Mãe Maria 21:00 - Questão de Fé 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Igreja no Brasil 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Conversa com Meu Povo 23:30 - Terço Doloroso 23:55 - Meu Pensamento

QUARTA-FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Encantos da Amazônia 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Novena do Perpétuo Socorro 03:45 - Caminhando Na Fé 04:00 - Questão de Fé 05:00 - TeleCurso - Ensino Médio 05:30 - TeleCurso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Glorioso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Mantinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Sal da Terra 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas

16:00 - TeleCurso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Glorioso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Pensando Bem 21:00 - Encantos da Amazônia 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Mãe Maria 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Caminhando Na Fé 23:15 - Fraternidade em Ação 23:25 - Palavra de Vida Eterna 23:30 - Terço Glorioso 23:55 - Meu Pensamento

QUINTA-FEIRA 00:00 - Igreja no Brasil 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Conversa com Meu Povo 01:40 - Palavra de Vida Eterna 01:45 - Meu Pensamento 01:50 - Mãe Maria 02:00 - Igreja que Sofre 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Encantos da Amazônia 04:00 - Pensando Bem 05:00 - Telecurso Ensino Médio 05:30 - Telecurso Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Luminoso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Mantinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Mãe Maria 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - De Mãos Dadas 11:30 - Terço das Santas Chagas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Sal da Terra 13:15 - Meu Pensamento 13:20 - Mãe Maria 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Desenho 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - Adoração Ao Santíssimo 16:00 - Telecurso Ensino Médio 16:30 - Conversa com Meu Povo 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Terra Santa News 17:25 - Meu Pensamento 17:30 - Terço Luminoso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Sal da Terra 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Terra Santa News 20:50 - Mãe Maria 21:00 - Diálogo Aberto 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Igreja no Brasil 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Conversa com Meu Povo 23:30 - Terço Luminoso 23:55 - Meu Pensamento


10

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Santa Missa Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém Região Episcopal Sant’Ana

17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503

Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724

Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023

N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h Região Episcopal Santa Maria Goretti Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30,

Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30 Região Episcopal São João Batista

Telefone: 3289-5368

Telefone: 3237-8351

Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391 Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200

Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião); 10h30 (Ig. Div. Esp. Santo); 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153

Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674

Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199

Nossa Senhora de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400

São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250

São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500

São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036

Região Episcopal Menino Deus

Região Episcopal São Vicente de Paulo

Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251

N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828

Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405

Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655

Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 Região Episcopal Santa Cruz Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950

São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250

N. Sra do Perpétuo Socorro Segunda a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797

Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30

São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641

Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281

São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644

São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765

Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941

Região Episcopal Coração eucarístico de jesus

Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 18h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito

Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433

Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351 N. Sra. de Nazaré Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135

Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654

Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202

N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645

N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147

Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136

N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h

Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h

Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3279-2621 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

11

Fundação Nazaré celebração

Sexta-feira, 7, a Missa pela Família Nazaré Oração do Terço Mariano antecipa a celebração transmitida ao vivo pela TV Nazaré às 15h

T

oda a comunidade é convidada a participar da missa na Capela da Fundação Nazaré de Comunicação, na próxima sexta-feira, 7, às 15h. É a celebração mensal em que a Fundação agradece pelos benfeitores da Família Nazaré, sempre na primeira sextafeira do mês no decorrer do ano de 2017. Antes da missa, às 14h30, o grupo do Terço dos Homens reza o Terço Mariano pela vivência do Jubileu Mariano - 300 anos de

luiz estumano

bênçãos", comemorativo aos três séculos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida. S ã o i n t e g ra n t e s d a Fa m í l i a Nazaré todas as pessoas dispostas a contribuir com a obra de evangelização da Arquidiocese de Belém, ajudando com sua doação todos os meses, e cujos recursos s ã o reve r t i d o s à m a n u t e n ç ã o dos veículos de comunicação da Igreja de Belém: Tv Nazaré, Rádio Nazaré FM, Portal Nazaré e o jornal Voz de Nazaré.

w via sacra Funcionários em momento de oração em 2016

Via Sacra na Fundação A Fundação Nazaré de Comunicação, visando preparar espiritualmente seus funcionários no

período da Semana Santa, realizará a a Via Sacra nas dependências da instituição no dia 12, às 9h.

LEILÃO A Fundação Nazaré de Comunicação realizou leilão no dia 31. O certame ocorreu nas dependências do estúdio da TV Nazaré para dispor aos interessados

bens que já não servem mais ao uso da instituição. Equipamentos de utilização na Comunicação Social e veículos foram colocados à disposição do público.

Testemunho de Fé divulgação

u tinha câncer e ao sair para o hospital para a quimioterapia aguardava o taxisEta que não apareceu. Foi quando tudo co-

te, pois precisava me confessar. Aquela sede em pedir perdão foi se tornando cada vez maior. Através do amor de Deus e da sua infinita misericórdia, quando eu recebi com carinho o sacerdote em minha casa e me confessei, reuni os meus filhos e a minha esposa para pedir perdão. Naquele momento a cura espiritual foi alcançada para glória de Deus.

meçou a mudar na minha vida e na família. Pegamos outro táxi e aquele “anjo taxista” falou de alguns testemunhos de pessoas que alcançaram cura através do amor infinito de Deus, o deixar esvaziar-se de si mesmo, pelo clamor, por ouvir mais e amar ao próximo sem distinção, pois eles os levam ao encontro com Deus. Aquele encontro me tocou profundamente. Então, para surpresa da família, pedi para que chamassem um sacerdo-

Antonio Braga do Nascimento, 67 anos, aposentado

Parabéns para você! divulgação

B

om, eu quero agradecer primeiro a Deus, por ele sempre estar do meu lado, em minhas orações e na minha vida. Agradeço também por mais um ano de vida com saúde, com meus amigos e minha família é não tenho palavras para descrever o quão sou grata por ter um Deus tão maravilhoso na minha vida e ser rodeada de amigos. Ana Paula de Queiroz Bittencourt,

14 anos, estudante 13/04

07/04 Ana Celeste Pereira Ferreira Anilce Socorro de Souza Ferreira Gabriela Elisa Mambrini Ferri

Márcia Vânia Maria Paz da Consolação Maria de Nazaré de Miranda Silva Otília Maria do Vale Santiago Lima 08/04 Carlos Rocha Casal Rildo da Costa de Alcântara e Simone Cristina Dornelas de Alcântara Maria Altamira Vieira Espindola Nelcy Ribeiro Marques Zeneide Oliveira da Silva 09/04 Acácio José da Costa José Jorge Lima Frazão José Maria Quadros Fernandes Maria Cleofas Primavera de Matos Maria de Jesus Reis Oliveira Maria de Nazaré Furtado Ferreira Maria Helena Nascimento de Souza Marina Costa Ribeiro de Miranda 10/04 Carlos Alberto Rosas Corrêa Fátima Ramos de Oliveira Martins Josefa Pereira de Melo Maria José Ferreira Teixeira Olívia Rodrigues Trindade 11/03 Ana de Oliveira Miranda Eremita Lira Moraes Irineu Saraiva Rodrigues José Armando da Silva Gomes Osmarina Paiva Vasconcelos Selma Margareth Pantoja Machado

Silvita Diniz Silva 12/03 Berenice Castilho Oliveira Ediana do Socorro de Lima Melo Esmelita Rodrigues Maués Francisca Souza dos Passos Gabriel Mendes Machado José Maria Góes de Souza Luis Antonio Lima da Cruz Maria Lúcia Oliveira Davis Rafael Mendes Machado Raymunda Santos Miranda Regina Célia Lima Albuquerque Tereza Lazera Kemp w

13/04 Alfredo Braga Furtado Ana Paula de Queiroz Bittencourt Benedita de Sena Rodrigues Cecy Pastana Sampaio Fátima de Nazaré Pantoja Rezende Katiane Abdon da Piedade Maria Célia Silva Souza Maria da Conceição Bandeira de Souza Maria do Socorro Paulo da Cunha Maria Páscoa Santos Dias Maria Rozângela Cardoso Pinto Rosemira Silva Carreira Sônia Maria Platilha

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 07/04 - Pe. Angelino Bento da Costa 08/04 - Pe. Vanildo Padoin 10/04 - Diác. Fábio Lobato Cândido Silva 12/04 - Diác. Nilson Ferreira Lima 13/04 - Pe. José Carlos Ferreira de Oliveira

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 12/04 - Pe. Luiz Fernando Martins do Rosário 13/04 - Pe. Tadeu Flávio Santos dos Santos

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Arquidiocese

fotos: divulgação

w dom irineu com demais sacerdotes em uma das celebrações

w presença na comunidade são momentos de encontros fraternos

visita pastoral

pastor, com o objetivo de animar na fé e na esperança aquela parcela do Povo de Deus. Graças às celebrações, reuniões, visitas e ao conhecimento daquela paróquia, espero contribuir com minha experiência e conhecimentos, tendo em vista uma evangelização mais eficiente e efetiva para o bem espiritual e em favor da vida deste povo. A visita é feita tamém ao pároco, ao vigário paroquial, aos religiosos e religiosas e demais lideranças leigas”, declarou Dom Irineu Roman. To d a a c o m u n i d a d e e s t á mobilizada para viver, com muito entusiasmo, a experiência dessa visita de Dom Irineu. Segundo Frei Paulo, a última visita foi, em 2005, do atual Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Dom Orani João Tempesta, à época Arcebispo Metropolitano de Belém. Maria Madalena Fontes Oliveira, 70 anos, agente da Pastoral do Dízimo há 10 anos, assim avalia a presença de Dom Irineu: “É um momento de graça receber o nosso pastor na Paróquia de São José de Queluz. Saber da presença dele entre nós é um convite para sermos Igreja, ainda mais pela contribuição dele durante as confissões. Dom Irineu, estando conosco, vivenciando a nossa realidade, certamente será motivo de graça não só para mim, como para todos os demais paroquianos”.

Dom Irineu visita a Paróquia São José de Queluz Estadia do bispo se estende até domingo, 9

A

Matriz de São José de Queluz acolheu o Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, em visita pastoral à paróquia, com a finalidade de animar as comunidades e o povo de Deus, estar mais próximo do pároco e vigários paroquiais e dialogar com suas lideranças leigas. Iniciada terça-feira, 4, a visita segue até domingo, 9. A paróquia centenária, cuja matriz se localiza na avenida Cipriano Santos, 311, bairro de Canudos, é administrada pela Ordem dos Agostinianos Recoletos. A presença do Bispo auxiliar na paróquia contará com encontros com as pastorais, grupos, movimentos, comunidades e contato com a obra social da paróquia no Centro Santo Agostinho. Segundo Frei Paulo Alessandro Dias, com a visita o Bispo se aprofundará no conhecimento dos trabalhos lá desenvolvidos e animará com sua palavra os fiéis: “A visita pastoral tem como objetivo verificar a caminhada da paróquia em todos

o s s e n t i d o s : p a s t o ra l , g r u p a l , de fé e vida religiosa. A nossa é uma comunidade de cinco freis, quatro sacerdotes e um irmão, q u e p ro c u ra m o s a d m i n i s t ra r em comunidade toda essa Vida Pa r o q u i a l . D o m I r i n e u ve m justamente para conhecer, ver a nossa caminhada e, principalmente, nos animar ao dirigir a Palavra ao povo”. “A visita pastoral em uma paróquia é um acontecimento importantíssimo que tem nos mobilizado para isso. Se tivermos que parar alguma coisa para dar atenção à visita pastoral, isso vai ser feito. Vamos recebê-lo com muita alegria, porque sua visita é muito importante, a presença do pastor é o próprio Cristo entre nós, é isso que ele representa. As palavras de Dom Irineu, com certeza serão tomadas como a própria palavra do Cristo, que nos corrigire, anima, dá alento, nos incentiva a continuar caminhando e crescendo na fé”. “Desejo ser uma presença de bom

quadrinhos andré abreu

Programação

Na abertura da visita, 4, o bispo auxiliar foi recepcionado na casa paroquial. Em seguida, foi acolhido

BOA DICA

pelo pároco, com momentos de oração e bênção aos fiéis. Nesse dia presidiu missa e ajudou a ouvir confissões. Na quarta-feira, 5, visita aos funcionários e voluntários, no Centro Social Santo Agostinho. Às 15h, 17h e 18h, encontros com a comunidade religiosa e grupos paroquiais. À noite presidiu missa na Comunidade São João Paulo II. Na quinta-feira, 6, participou de novena de Santa Rita e visita ao Seminário e, à noite, mais visitas e missa. Na sexta-feira, 7, visita aos enfermos, à tarde Via-Sacra e à noite encontro com MECES e Pastoral da Saúde, seguido, às 20h, de missa na Comunidade Sagrada Família. No sábado, 8, encontro com grupos Agostinianos e Equipe de Pastoral Vocacional. À tarde encontro com catequistas e missa. No domingo, 9, visita e missa na comunidade Santa Rita de Cássia e encontro com a Pastoral Familiar e ECC. Às 15h30, reunião com a comunidade e às 17h Missa de encerramento da Visita Pastoral. visita pastoral

Em visita pastoral Dom Irineu Roman esteve na Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, em Ananindeua, de 28 de março a 2 de abril. A seguir, no mês de abril, visita pastoral à Paróquia de São José de Queluz. Em maio, visita pastoral à Paróquia de Santa Teresinha, no Tenoné. Em junho, à Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no Conjunto Julia Seffer e, em agosto, à Paróquia do Coração Eucarístico de Jesus, no Conjunto Catalina.

livros e cd's

n Com Maria, vocacionados para a alegria do Evangelho - CD (Paulus R$ 19,90)

A

eu indico

Luciana Regina de Queiroz Pinho , 38 anos,pedagoga

E

u indico o livro “Santos de calças jeans”, de Adriano Gonçalves. É uma leitura muito dinâmica dessa busca da santidade, e fala, principalmente, da forma de como os jovens podem obter a santidade no meio em vivem e nas suas atividades. Nessa obra Adriano nos mostra que a santidade está ao alcance de todos, em especial, daqueles jovens que buscam ser santos em sua juventude.

Paulus Editora oferece o 43º CD do Coral Palestrina de Apucarana, PR, na regência da maestrina Ir. Custódia Maria Cardoso. O CD “Com Maria, vocacionados para a alegria do Evangelho” vai enriquecer e dar maior sentido às celebrações vocacionais, porque celebrar e cantar o Chamado, contemplando Maria, a vocacionada do Pai, é ter a certeza de que o caminho que seguimos nos conduzirá para a Alegria do Evangelho.

n Eis tua mãe - Síntese de Mariologia - Livro (Paulinas R$ 15,00)

F

alar de Maria é entrar em um mundo fascinante. Nesta obra, “Eis tua Mãe”, o autor convida o leitor a abrir-se ao encontro com Maria humana, humilde, simples e totalmente disponível a Deus e ao próximo. Esta atitude prepara o indivíduo para percorrer o caminho da Virgem de Nazaré, o qual lhe permitiu ter um final feliz na Glória, com a Santíssima Trindade.


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

2º C aderno luiz estumano

luiz estumano

w Dom alberto, na Procissão de Ramos do ano passado

abertura

Semana Santa 2017 - Catedral de Belém divulga programação

Tradição rememora a Paixão, Morte e Ressurreição do Salvador

A

pós o período de 40 dias, subsequentes à Quarta-feira de Cinzas, conhecido como Quaresma, em que os fiéis dedicam-se à penitência, é chegada a Semana Santa. A tradição religiosa católica celebra no mundo inteiro a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. A Catedral Metropolitana de Belém, Igreja Mãe da Arquidiocese, iniciará solenemente a Semana Santa, também conhecida como Semana Maior, com a bênção e Procissão de Ramos, seguidas de pontifical, no próximo domingo, dia 9. No Domingo de Ramos a liturgia católica relembra, atualizando-a, a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Na Semana Santa, que termina com o Domingo da Ressurreição, a Igreja Católica revive os passos san-

grentos da Paixão de Jesus, após intensa preparação com meditação, jejuns, caridade e penitência durante os 40 dias do peíodo quaresmal. Os cristãos celebraram-na pela primeira vez em 1682. Em todo o mundo católico, nesse período, mais que nos outros é riquissima a programação litúrgica. Para o Cura da Sé, Pe. Roberto Cavalli, a Semana Santa possibilita aos fiéis um encontro especialíssimo com o Pai: “A vontade é que aquilo tudo que será vivido nesses dias possa ajudar as pessoas a se encontrarem com Deus e a viverem realmente o mistério do Senhor, mistério da nossa salvação, mistério da nossa redenção, que nos vem pela morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo”. Disse mais: “é uma semana especial porque está sendo

celebrado o centro da nossa fé. Fé centrada na Paixão, Morte e Ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo. Então, viver esse momento é viver a nossa fé, colocarmo-nos diante do Senhor em atitude de adesão a Jesus Cristo e,

w procissão de Ramos chegando à Igreja da Sé

consequentemente, dispostos a deixar o homem velho para trás e buscar o homem novo que nos chama a viver a Palavra de Deus que é Cristo Ressuscitado”. Este ano será o primeiro em que Padre Roberto presidirá, na Catedral, as celebrações da Semana Santa, responsabilidade

que aceitou com grande satisfação: “assumo a missão na Catedral com alegria neste momento particular muito importante da nossa fé. Com a mesma alegria, preparei tudo, porque, quanto mais preparados a liturgia e o espaço litúrgico, mais fácil é esse encontro das pessoas com Deus”. divulgação

w catedral local das celebrações centrais da Semana Santa na Arquidiocese de Belém

Programação A Semana Santa tem início neste domingo, 9, com a celebração do Domingo de Ramos. Nesse dia, às 8h30, em frente à Igreja de Santo Alexandre, haverá bênção dos Ramos e, em seguida, procissão rumo à Catedral, onde haverá Santa Missa. Os fiéis que participarem devem levar um ramo. Ainda do dia 9, celebrações às 17h e 19h, na Catedral. Nos dias 10 e 11, sempre na Catedral, confissões a partir das 15h, com celebração eucarística às 18h. Na Quarta-Feira Santa, 12 de abril, Missa às 18h e, ao final, procissão da fuga, com a imagem de Senhor dos Passos, até a Basílica Santuário de Nazaré. No dia 13, Quinta-Feira Santa, na Sé, às 8h, Pontifical do Crisma, com bênção

dos santos óleos do Crisma, dos Catecúmenos e dos Enfermos, bem como a renovação das promessas sacerdotais pos todos os presbíteros da Arquidiocese. Às 18h, iniciando o Tríduo Pascal, Missa da Ceia do Senhor, que celebra a instituição do sacerdócio e da Eucaristia. Nela, após a homilia, a esperada cerimônia do lava-pés. Ao final, trasladação da Sagrada Reserva, ou seja, das hóstias consagradas, para o altar de Nossa Senhora da Graça, onde ficará exposta para a adoração dos fiéis, até às 24h. Na sexta-feira, 14, celebra-se a Paixão e Morte de Jesus Cristo. Pela manhã, com saída da Basílica de Nazaré às 7h, Procissão do Senhor dos Passos, enquanto

que, às 8h, sairá, da Igreja de São João Batista, a procissão com a imagem de Nossa Senhora das Dores. Ambas as procissões encontramse na praça fronteira à Igreja de Nossa Senhora das Mercês, no centro comercial de Belém, onde o Padre Maurício Henrique Almeida dos Santos, pároco de Jesus Ressuscitado, proferirá o Sermão do Encontro, findo o qual, as duas imagem seguirão procissionalmente para a Catedral. Ainda no dia 14, ao meio-dia, na Capela do Colégio Santo Antônio, Padre Agostinho Cruz, pároco da Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora das Graças, em Icoaraci, profere o tradicionalíssimo Sermão

das Sete Palavras, meditação sobre as últimas palavras de Jesus na Cruz. Às 17h, na Sé, solene ação litúrgica da Paixão do Senhor, com leitura da Paixão, oração universal, adoração da cruz, ou seja, do Crucificado, e comunhão das Sagradas Reservas. Às 18h, procissão com a imagem do Senhor Morto. No sábado, 15, às 21h, na Sé, a principal celebração de todo o ano litúrgico, a Vigília de Pascal, celebrada igualmente em todas as Igrejas Matrizis. Finalmente, encerrando o Tríduo, o Domingo de Páscoa, 16, que celebra a Ressurreição de Jesus, ponto central da fé cristã. Na Sé, batismo às 10h e missas às 7h, 9h e 17h e, às 19h, missa solene.


2

5

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Igreja

2º Caderno Miscelânea

Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

P

ermita-me o prezado leitor atender a dois pedidos que me foram feitos há poucos dias. Um deles é a explicação do que seja água lustral, expressão usada por mim na edição passada aqui de Miscelânea. Comecemos pela palavra lustral. Ela é um adjetivo que designa tudo aquilo que serve para lustrar, ou seja, para dar brilho, tornar brilhante ou polido e, por extensão, purificar, limpar. Assim, por exemplo, escreve o mestre Machado de Assis, à página 252 de seu famoso romance “Quincas Borba”: “Era falso que dona Tonica não lustrasse as unhas.” E Jorge Medauar, à página 121 de sua obra “Água Preta”: “apreciava o marido feito lorde, o cabelo lustrando de brilhantina.” E o grande poeta Cruz e Souza, em “Últimos Sonetos”: “vamos fazer dos áridos rochedos/ manar água lustral e apetecida/ pelo ansioso coração bebida/ no silêncio e na sombra d’arvoredo.” E ainda ele, no mesmo

Água Lustral divulgação

w No mundo católico, chamamos a água do Batismo de água lustral

livro: “Noss’alma fica na clarividência/ dos astros, dos anjos e dos santos / fica lavada na lustral dos

prantos.” Se lustral, como se acaba de afirmar, é tudo aquilo que serve para limpar, purificar,

água lustral é, logicamente, aquela cuja função purificar. Para os povos antigos, água lustral era a água sagrada,

obtida extinguindo-se na água comum um tição ardente extraído da pira dos sacrifícios. Pira, em sentido restrito, era a fogueira em que se incineravam os cadáveres. Em sentido amplo, qualquer fogueira. No mundo católico, chamamos a água do Batismo de água lustral. Com toda a propriedade, uma vez que, para nós, ela é, simultaneamente, sinal e instrumento de purificação. O segundo pedido é a respeito dos Eunucos, assunto de nossa edição de 10-16 de março. Quem a fez deseja saber o que se pensava deles, como eram vistos e tratados nos tempos bíblicos. Como a resposta demanda um bom espaço e este meu, de hoje, está praticamente chegando ao fim, deixo-a para a semana vindoura, se até lá ainda estiver aqui por baixo, dando trabalho a quem convive comigo. Shalom.

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br) 11/04 - Terça-feira Santo Estanislau - Bispo e Mártir

07/04 - Sexta-feira Beato Alexander Rawlins – Sacerdote e Mártir

Nasceu em Cracóvia, Szczepanowa, Polônia, em 1030. Fez seus estudos em Liège, Bélgica. Ordenado sacerdote, sucedeu a São Lamberto como bispo da Cracóvia em 1072. Governou sua Igreja como um bom pastor, socorreu os pobres e todos os anos visitava o seu clero. O rei Boleslau II, a quem tinha censurado por não respeitar os votos do sagrado matrimônio, mandou matá-lo em 1097. Canonizado pelo Papa Inocêncio IV em Assis, em 1253. É o santo padroeiro da Polônia. Seus restos, conservados na catedral de Cracóvia, são há séculos venerados por multidões de peregrinos.

Alexander foi jesuíta de York, Inglaterra. Exerceu seu ministério em um período difícil para a evangelização inglesa: foi quando surgiu a Igreja Anglicana no século XVI graças ao cisma obra do rei Henrique VIII. Por recusar obediência a essa igreja, assim como muitos padres e bispos que foram mortos ou expulsos, ele, juntamente com Henry Walpole, também jesuíta, sob as ordens da rainha Elizabeth I, sucessora de Henrique VIII e grande perseguidora da fé católica, foram torturados, estripados e enforcados. 08/04 - Sábado São Gonzalo Mercador - Bispo e Mártir

E para encerrar esse tríduo, neste domingo de Páscoa, não um sacerdote, mas um irmão que tem a plenitude do sacramento da Ordem, que é a mitra de bispo e a graça de doar a vida pela fé católica: Gonzalo, espanhol de Granada, e querido mercedário. Participou do Concílio de Florença, 1431 a 1445. Depois foi preso por um longo período em uma prisão sombria, onde era espancado regularmente. Após muitos tormentos, por ordem real, foi decapitado em 8 de abril de 1450. 09/04 - Domingo de Ramos São Libório - Bispo

Foi o 4º bispo de Le Mans, França, séc. IV, embora seja muito difícil traçar uma cronologia precisa. Todavia, consta que seu bispado durou 49 anos. O documento mais importante é de seu sucessor do séc. IX, o bispo Aldrico, que pesquisou os santos de Le Mans. Em 836, o bispo de Paderdorn mandou uma delegação com o intuito de transferir suas relíquias. Foi então que a delegação presenciou alguns milagres, e um pássaro que acompanhou sua transferência. Um quadro muito antigo mostra-o com pedras, por ser muito invocado nos problemas renais.

12/04 - Quarta-feira São Júlio I - Papa

10/04 - Segunda-feira Beato Marco Fantuzzi da Bolonha - Franciscano Viveu de 1405 a 1479. Estudou e se graduou aos 25 anos em artes liberais, depois do que, Deus o chamou e ele ingressou entre os frades menores no convento de San Paolo in Monte, onde foi um servo incansável da Palavra de Deus. Era muito feliz nas pregações quaresmais. Foi o arauto da Palavra em várias partes da Itália. Em Bolonha promoveu a fundação do mosteiro de Corpus Domini. Auxiliava pela caridade evangélica mosteiros espalhados pela Europa, Oriente Médio até a Terra Santa.

Nasceu em Roma e lá permaneceu, pois assumiu a cátedra de Pedro. Viveu no período em que a Igreja respirava a liberdade religiosa concedida pelo imperador Constantino, o Magno, em 313. Mas, como o cristão não tem onde reclinar a cabeça, tomou a defesa da Igreja contra os primeiros hereges que, com a morte de Constantino, foram favorecidos pelos imperadores seguintes. Era Ario com a sua idéia de negar a divindade de Cristo. Edificou algumas das importantes basílicas em Roma. Morreu em 352, após quinze anos de pontificado. 13/04 - Quinta-feira Santa Santos Carpo, Papylus, Agatonica e companheiros - Mártires

Em Pérgamo, Ásia, região que hoje pertence à Turquia, foram martirizados Carpo, bispo de Gurdos na região da Lydia, Papylus, diácono de Tiatira, Agatonica, irmã de Papylus, e muitos irmãos de suas comunidades. Deram suas vidas pela fé em Jesus Cristo e o anúncio do Evangelho, recusando comer carnes oferecidas aos ídolos pagãos, isso entre os séculos II e III da era cristã. Fonte desses relatos: A “História Eclesiástica”, de Eusébio de Cesaréia, e o “Breviário Sírio”.


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

3

Arquidiocese

2º Caderno

fotos: luiz estumano

w Pe. odorico celebrando a Santa Missa na capela da residência episcopal

F

oi entre amigos, religiosas e com a presença do bispo Dom Irineu Roman que o Padre Odorico Raffin comemorou seu aniversário natalício de 92 anos completados no último dia 29 de março. Na segunda-feira, 3, uma celebração eucarística realizada na residência episcopal em intenção do aniversário e presidida pelo próprio aniversariante marcou a data. Em missão há mais de 30 anos na Amazônia, o sacerdote dedicou-se ao anúncio da Palavra e à construção de templos católicos. Padre Odorico Raffin nasceu na Itália, em 29 de março de 1925 e foi ordenado sacerdote em 2 de julho de 1950. Em Belém, reside na residência episcopal e integra a Arquidiocese como não-incardinado com uso de ordem para exercer o ministério livremente a serviço da Arquidiocese. Seus trabalhos na Amazônia já somam 32 anos, sendo 25 deles atuando na Arquidiocese de Belém. Nesse sentido, o Arcebispo M e t ro p o l i t a n o , D o m A l b e r t o Taveira Corrêa, registrou felicitações e gratidão a Deus pelo dom da vida do Padre Odorico. O sacerdote italiano recebeu os “parabéns” no dia 3 em meio à rotina de seu costumeiro trabalho em prol da melhoria da evangelização arquidiocesana, uma vez que dedica sua vida e missão a serviço da Igreja, com muita atenção a obras de infraestrutura, sendo responsável, inclusive, pela edificação de 19 igrejas aqui na Arquidiocese. Na data de seu aniversário o padre recordou que o primeiro desafio ao chegar ao Brasil foi acostumar-se com o clima amazônico que alterna calor e muita chuva, muito diferente da realidade na Itália: “Apesar do clima não ser do nosso, a gente se acostuma graças a Deus”, brincou. Mesmo passados 32 anos desde a sua primeira visita, seu ardor missionário não arrefeceu. Palavras suas, textuais: “Neste dia, aqui entre tantos amigos, eu agradeço a saúde que Deus me deu para me colocar

w padre Odorico: rosto marcado pelo tempo, mas sempre sorridente

comemoração

Missa em ação de graças pelo aniversário natalício de Padre Odorico Raffin Sacerdote italiano dedicou sua vida à missionariedade nesta realidade e poder fazer o mínimo de qualquer coisa útil para nosso povo”. Para Dom Irineu Roman, Bispo Auxiliar, o tempo é de dar graças e louvar a Deus pelo exemplo dado pelo sacerdote de 92 anos. O bispo convive com o presbítero na residência episcopal, convivência que ele considera enriquecedora: “A convivência com ele nos faz sentir bem

porque a experiência e sabedoria dele nos ajudam muito. Como aprendemos com eles! Padre Odorico é uma bênção para nós na residência episcopal e na Arquidiocese de Belém”. Já para a Irmã Carmem Silva, da Congregação Irmãs Missionárias da Santíssima Trindade, a sabedoria é um dos vários dons dados por Deus ao Padre Odorico: "considero-o um exemplo de testemunho. Ele é

sacerdote, engenheiro, arquiteto, pessoa de muita responsabilidade para construir templos. E estes são muito importantes por congregar fiéis que neles se alimentam da Palavra de Deus e do Corpo e Sangue de Cristo. Ele é um exemplo, um testemunho, de vida e oração, celebra em qualquer hora, principalmente nas periferias. Tudo isso é um testemunho de vida e também de fé que fica para todos nós”.

Vida dedicada à missionariedade A primeira par te da vida sacerdotal de Padre Odorico deu-se na Itália, na Diocese de Concórdia-Podernone, inicialmente como vigário paroquial; depois, trabalhos da cúria, professor no seminário menor e, em seguida, administrador diocesano. Par ticipou na fundação da Paróquia de Maria Auxiliadora, uma igreja tipicamente turística na região de Piancavallo, na cidade de Aviano. Até novembro do ano passado, Padre Odorico era pároco, mas atualmente está aposentado. Em 1985, a convite do Padre Cláudio Pighin com quem tem relação muito próxima, Padre Raffin veio para o Brasil, permanecendo em Macapá até 1992, quando veio

w padre odorico dando a sagrada comunhão aos fiéis

para Belém. Desde então seu maior ofício na Arquidiocese tem sido a construção de igrejas, resultado de sua formação técnica em construção civil quando cursou o ensino médio. Nesse trabalho de edificação, seus esforços vão desde a angariação de recursos até à entrega da obra coberta e com piso pronto, ficando cada paróquia responsável pelos detalhes e pelo acabamento. Padre Cláudio recorda quando juntos trabalharam na edificação da Igreja Matriz da Paróquia de Santa Maria Goretti, no Bairro do Guamá. Para o Padre Pighin foi nesse segundo período da vida sacerdotal do Padre Odorico que ele pôde dar mais sentido a sua vocação como missionário: “Sempre o admirei

muito por ter tido a coragem, com a sua não jovem idade, de partir e se doar para quem mais precisa. Não se preocupou como envelhecer, mas se preocupou como se doar mais. É um missionário entusiasta e por isso não tem limites para alcançar metas pastorais”. Ele continua: “é de poucas palavras, mas de muito exemplo. Ele se preocupa muito em estar próximo das pessoas. Uma vez lhe disse: “Padre Odorico, por tudo o que você fez na Igreja, como não te homenagearam com algum titulo de monsenhor ou outro?”. E ele me respondeu: “o melhor titulo que me podem dar é que me chamem de ‘padre’”, resposta que resume toda a sua vida de sacerdote simples, humilde e obediente ao Senhor”.

w Homenagem a Padre Odorico pelos seus 92 anos de idade


4

5

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

artigo

A Urbe líquida: espaços culturais (final)

E

sta mudança de época de sociedades invisíveis tem características que exigem de nós atenção e sensibilidade pastoral: 1. Mudança de significado do Tempo, do Espaço e das Relações Humanas: Não estamos mais num contexto de cristandade [todos são cristãos e católicos], mas numa guinada cultural que reconhece o mundo não com o convencional [na lógica do aceitar], mas no deslocamento do ser para o saber aproveitar e definir a partir do que deseja e agrada. O tempo não é mais o determinado pela religião, mas pelo gosto e necessidades imediatas; o espaço de encontro e de vivências não se dá pelo religioso, mas pela identificação com pessoas e estruturas – aliás, a juventude da era cibernética prefere mais as salas de batepapo, instagram e facebook do que o encontro pessoal; a vida é mais virtual, nas relações humanas tornaramse efêmeras e estéticas, gosto não se discute; a união dura até quando durar o affer e não o amor. 2. Mudança simbólica da vida:os homens e mulheres da Urbe, sobretudo as juventudes se reúnem em “comunidades afetivas temporárias”; não tanto grupos de permanência militante. Assim, vemos pulular formas juvenis de concepções religiosas, não necessariamente cristãs com identidade católica, mas holísticas, sobretudo, identificadas com a Nova Era; movimentos que pretendem dar soluções imediatas aos problemas humanos com fórmulas quase mágicas (neopentecostais protestantes e católicos). Este ambiente religioso plural de guetos sociais configuram um modo de ser determinado

divulgação

w PE. JOÃO MENDONÇA, autor do artigo

pela velocidade, avanço tecnológico, competitividade e versatilidade (Cf. CNBB, 85, n. 12). 3. Mudança das relações sociais e afetivo-sexuais: desde as transformações vividas nas famílias até a constituição de novos laços familiares; mais a partir de vínculos, do que da tradicional relação pais e filhos. A família não é mais aquele núcleo que t ra n s m i t e a o s f i l h o s a tradição religiosa. No âmbito de muitas famílias existem diversas compreensões e vivências religiosas. É cada vez mais raro encontrar f i l h o s q u e v i ve m n a s famílias a experiência d a “ i g re j a d o m é s t i c a ” . Para muitos, o encontro com o transcendente acontece fora de qualquer convencionalidade, por isso alguns aceitam Jesus Cristo, mas não conseguem se inserir numa comunidade eclesial (CNBB, 85, n . 20). Aqui o axioma: Jesus Cristo sim, a Igreja não, é bastante concreto. Neste sentido é muito mais forte a emotividade da religiosidade do que a razão (ID, n. 19), uma espécie de retorno ao sagrado de forma individualista. To m a r c o n s c i ê n c i a

deste pluralismo cultural, religioso, ético é importante para a vida eclesial na Urbe. É uma atitude ingênua pretender ser religioso e evangelizar com os métodos de ontem imaginando que estamos ainda num contexto religioso homogêneo e de cristandade. Estamos, então, diante de três desafios para a compreensão e vivência pastoral da Igreja em Belém: 1. Nova racionalidade: passamos das verdades intocáveis e dogmáticas para a razão técnico-industrial. Vi ve m o s n u m m u n d o conectado e um dos medos de nossos medos é de não ter acesso a esta nova tecnologia que se insere numa realidade de inclusão. 2. Nova insignificância: a religião, a espiritualidade e o sagrado como manifestações de um ato de fé eminentemente cristão se encontram hoje com a crítica da religião. Não se trata da existência ou não de Deus, mas da impossibilidade de fazer experiência de algo que não se pode observar e nem tocar. Então, o sagrado se transporta para o ecossistema e a realidade planetária, nos quais o ser humano parece desejar encontrar o absoluto. Aumentam assim os ateus e agnósticos, também entre os

jovens, que preferem uma “Igreja invisível” (Mudança de religião no Brasil, CERIS, p. 86. 108. 115). O que fazer, então? É preciso levar muito à serio o momento que estamos, a Urbe líquida na qual vivemos porque não há respostas prontas. Temos que ter consciência e escutar muito bem as perguntas. Dizer que Jesus é a resposta é fácil, o problema é saber por que desta importância. No documento de Aparecida foram indicadas algumas pistas que faço eco neste momento a partir da nossa realidade (DAp, 517-518). 1. Precisamos aceitar que na Urbe líquida os vínculos familiares estão cada vez mais diversificados; 2. As categorias sociais devem ser conhecidas e trabalhadas na sua identidade social, econômica, política e cultural, daí o valor das Cebs como pequenas comunidades; 3. Apostar no sentimento de misericórdia num contexto de violência e insegurança. Superar a lei do olho por olho, dente por dente; 4 . Ac e i t a r q u e h á novas linguagens para a evangelização. Discurso pronto e normas rígidas não abrem campo ao diálogo; 5. As paróquias precisam ser setorializadas, descentralizadas em pequenas comunidades de vivência religiosa; 6. O padre, o bispo, o diácono não podem ser profissionais do sagrado, mas pastores segundo o coração de Deus com a capacidade de comunicar a Palavra, formar lideranças, refletir com o

laicato, aceitar a diversidade de ministérios; em uma palavra, se reinventar; 7 . Usar dos meios de comunicação para evangelizar superando o mero devocionismo católico; 8. Compreender a mudança geográfica da Igreja com a nomeação de Francisco: da periferia para o centro. O papa trouxe para o centro da Igreja as dores da periferia com o saber acolher, anunciar e denunciar, o resgate da igreja sinodal, menos curial e mais disponível; 9. Ainda na esteira de Francisco é preciso tirar das gavetas o Concílio Vaticano II e avançar para águas mais profundas no corpo das Urbes que estão presente nas cidades invisíveis; 10. Vencer a tentação da indiferença clerical achando que basta cantar, dançar e distribuir bênçãos para evangelizar, sabendo, por fim, cantar, dançar e abençoar a partir dos gritos que brotam do emaranhado da cidade de Deus. Muito bem dizia padre Zezinho: “Uma Igreja que não pensa dá o que pensar”; A evangelização nas urbes líquidas é um tremendo desafio. Importa ir além da mera informação, do mero discurso, para se tornar formação da liberdade, da consciência crítica e da solidariedade. Para tanto, nossa Assembleia precisa conhecer esta sociedade complexa e líquida do conhecimento para entender seus símbolos, ritos, corpos, linguagens e anseios. E aí dentro reinventar nossas comunidades e a formação de nossos agentes da evangelização.

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica O Jornal Voz de Nazaré continua as reflexões iniciadas em 2013, Ano da Fé, com a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta, numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica, com seus elementos fundamentais.

III Parte (A Vida em Cristo) CAPÍTULO SEGUNDO “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” O QUARTO MANDAMENTO: HONRAR TEU PAI E TUA MÃE

461

. Como os pais educam os seus filhos na fé cristã?

Principalmente com o exemplo, a oração, a catequese familiar e a participação na vida eclesial. 2252-2253

462

. Os laços familiares são um bem absoluto?

Os vínculos familiares, embora importantes, não são absolutos porque a primeira vocação do cristão é de seguir Jesus, amando-o: “Quem ama pai ou mãe mais do que a mim, não é digno de mim. E quem ama filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim” (Mt 10,37). Os pais devem favorecer com alegria o seguimento de Jesus por parte dos seus filhos, em qualquer estado de vida, mesmo na vida consagrada ou no ministério sacerdotal. 2232-2233


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

5

Arquidiocese

2º Caderno novo pároco

Posse do padre Paulo, no Tapanã

A celebração eucarística foi presidida por Dom Alberto na Paróquia São Francisco de Assis

N

o domingo, 2 de abril aconteceu a cerimônia de posse do Padre Paulo da Eucaristia, em celebração realizada na Paróquia de São Francisco de Assis, no Tapanã. A missa foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e concelebrada pelo Prior Geral do Instituto Missionário Servos de Jesus Salvador, Padre Afonso Maria da Cruz Castaldoni, sjs, Padre Francisco Assis, sjs, e do Padre Paulo da Eucaristia, sjs, ambos salvistas. A cerimônia de posse teve início às 7h, na presença de centenas de fiéis que lotaram a paróquia. Dom Alberto deu a posse ao sacerdote que atuava na matriz como vigário paroquial desde 2015. Para a comunidade a posse do novo pároco é motivo de celebração, acolhendo o sacerdote como novo pastor. De julho de 2016 a fevereiro de 2017, esteve à frente da paróquia o Padre João Otávio Brasil de Andrade Figueira, que em um curto espaço de tempo contribuiu intensamente nos grupos e pastorais. O sacerdote, animado, declara que o seu trabalho está em conformidade

fotos: divulgação

w Pe. paulo em momento da celebarção que marcou sua posse

com o seu lema e destaca a sua perspectiva como novo pároco da paróquia: “O meu trabalho está bastante voltado ao meu lema de ordenação ‘Eu não fui enviado senão as ovelhas perdidas da casa de Israel’, (Mt 15, 24). Portanto, ir ao encontro do pobre e do fraco, e dar a ele a partir do reconhecimento da sua

humanidade a capacidade de tornarse um homem inteiro”. O engajamento dentro da matriz paroquial é percebido pelas iniciativas do Padre Paulo, entre elas a “Conferência Jovem: O amor humano no plano divino”, que em 2017 chega a sua segunda edição. Momento este que propõe a toda comunidade

uma semana de intenso aprendizado com louvor, missa, oração, formação, aprofundamento por meio de palestras e workshops, conforme o tema proposto, este ano: “Os Sete Pecados Capitais”. Há também o evento chamado Oxigênio (O2), que pelas ruas do bairro leva animação e evangelização. Histórico Natural de São Paulo, Padre Paulo da Eucaristia, cujo nome de batismo é Valmir Lino, nasceu em 09 de janeiro de 1982, caçula de cinco filhos; filho do casal José Lino da Silva e Luiza Santos da Silva. Em 16 de junho de 2012 foi ordenado sacerdote pelas mãos do bispo emérito de Santo Amaro, Dom Fernando Antônio Figueiredo, OFM. Em São Paulo, em 2012, foi vigário na Paróquia de Nossa Senhora de Pentecostes e em 2013 foi pároco da Paróquia Santa Cecília. Desde setembro de 2015, atuou como vigário na Paróquia de São Francisco de Assis, no Tapanã. O nome como sacerdote é uma referência ao apóstolo Paulo e ao seu reencontro com Jesus ter sido diante da Eucaristia.

Ordem Franciscana recebe novo membro S ábado, 8, às 18h, o candidato Francisco José Corrêa de Araújo fará a sua Profissão Perpétua à regra da Ordem Franciscana Secular, durante missa na Comunidade Santa Isabel da Hungria, pertencente à Paróquia São Francisco de Assis (Capuchinhos). A celebração eucarística será presidida pelo Frei Sílvio Almeida, Superior do Convento dos Frades. A igreja localiza-se na travessa Guerra Passos, entre a passagem Napoleão Laureano e a rua Intendente Dr. Virgílio Mendonça, no bairro do Guamá. O leigo Francisco de Araújo almeja consagrar-se à vida de penitência evangélica, segundo a Regra da OFS após um tempo de formação inicial e depois de ter atuado em diversos serviços na Igreja como no Ministério da Caridade da Arquidiocese de Belém, na Pastoral Litúrgica e na Pastoral da Aids da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Regional Norte 2). Estarão presentes à missa Antônio Alves, Ministro da Fraternidade local, e a Fraternidade composta por 35 irmãos professos e sete formandos. Francisco iniciou a sua formação em 17 de setembro de 2009 e concluiu os estudos em 17 de novembro de

O

YOUCAT

Jornal Voz de Nazaré segue os e s t u d o s s o b re o YOUCAT - Catecismo da Igreja Católica escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciouse por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

sua natureza, é um compromisso perpétuo com a observação dos conselhos evangélicos: pobreza, obediência e castidade. Integrado à família franciscana, Francisco passa a ocupar posição específica na Ordem Franciscana Secular que se configura como uma união orgânica de todas as fraternidades católicas espalhadas pelo mundo e abertas a todos os grupos de fiéis. Ordem Franciscana Secular

w vocação de Francisco (à direita) será confirmada durante a missa

2011, entretanto, motivos profissionais levaram o candidato a professar seus votos somente neste ano. A Profissão Perpétua é o ato eclesial solene pelo qual o candidato, lembrado do chamamento recebido de Cristo, renova as promessas batismais e afirma publicamente o próprio compromisso de viver o Evangelho no mundo, segundo o exemplo de São Francisco e seguindo a Regra da O.F.S. O candidato Francisco pontua que, com a profissão poderá testemunhar a sua vocação “servindo

à Pastoral da Aids e demais serviços que a Igreja me confiar”. Os pedidos de admissão à Ordem Franciscana Secular são apresentados a uma Fraternidade local, cujo Conselho decide sobre a aceitação dos novos irmãos. A incorporação na Fraternidade é realizada mediante um período de iniciação, um tempo de formação de, ao menos um ano, e pela Profissão da Regra. Para tal itinerário gradual está empenhada toda a Fraternidade, também no seu modo de viver. A Profissão, por

A OFS tem suas origens no século XIII, quando leigos manifestaram o desejo de seguir os passos do fundador São Francisco de Assis, fonte de inspiração da sua missão. Fraternidade São Francisco de Assis, foi fundada a 4 de outubro de 1907 na cidade de Belém do Pará, pertencente à área paroquial de São Francisco de Assis (Capuchinhos) da Arquidiocese de Belém. Sua sede é a Casa Santa Clara, situada no Guamá. A Regra e a vida dos franciscanos seculares é observar o Evangelho de Jesus Cristo segundo o exemplo de São Francisco de Assis, que fez do Cristo o inspirador e o centro da sua vida com Deus e com os homens.

TERCEIRA PARTE

A VIDA EM CRISTO PRIMEIRO CAPÍTULO

A dignidade do ser humano

286- O que é a liberdade e para que existe? A liberdade é a possibilidade, concedida por Deus, de poder agir totalmente por si próprio; quem é livre não age por determinação alheia. [1730-1733, 1743-1744].

Deus criou-nos como pessoas livres e quer a nossa liberdade para podermos optar, de todo o coração, pelo bem, pelo mais alto bem, ou seja, por Deus. Quanto mais praticarmos o bem, mais livres nos tornamos. 51


6

5

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Arquidiocese A

Semana Santa é um momento muito forte e especial, onde a igreja faz memória da paixão, morte e ressurreição de Jesus. O tríduo pascal, que se inicia na Quinta-Feira Santa, encerrando no Domingo de Páscoa, com a missa de lava-pés, adorações, ações litúrgicas e a grande vigília pascal. Sendo assim, as paróquias da Arquidiocese de Belém irão celebrar essa semana especial, que na vida dos católicos vivenciam cada experiência junto a Jesus Cristo. Confira a programação de algumas paróquias:

2º Caderno

paixão, morte e ressurreição

Programação da Semana Santa em paróquias de Belém Missa de lava-pés, adorações, ações litúrgicas e a grande vigília pascal luiz estumano

Paróquia São Judas Tadeu - Condor

Domingo, 09, bênção e procissão de ramos com saída às 06h30, da frente da CTBEL, na Avenida Bernardo Sayão, missa na chegada. Na segundafeira, dia 10, às 19h, espiritualidade paroquial. Terça-feira, dia 11, às 19h, celebração eucarística, logo em seguida primeira parte da encenação da Paixão de Cristo. No dia 12, às 19h, oficio das trevas e a segunda parte da apresentação da peça da Paixão de Cristo. Dia 13, às 19h, celebração de lava-pés, em seguida adoração até as 24h. Na Sexta-feira da Paixão, dia 14, Via–Sacra, às 06h30, saindo da Travessa Nove de Janeiro com Bernardo Sayão; às 15h haverá terço da misericórdia, às 15h30 reflexão das sete dores de Maria e às 16h ação litúrgica em seguida meditação das sete palavras de Jesus e terceira parte da apresentação da peça. No Sábado Santo, dia 15, solene vigília pascal, às 20h, e no dia 16, iniciando às 05h da manhã com uma apresentação musical do ministério de música, em seguida celebrações às 07h, 09h e 19h, este dia contará com a quarta parte da encenação da Ressurreição de Cristo. Paróquia Santa Teresinha - Jurunas

A procissão de ramos será às 07h do domingo, concentração acontece no Centro Comunitário Cônego Benedito Chaves, logo após santa missa na chegada. Na quinta-feira às 19, solene celebração de lava-pés, em seguida procissão do santíssimo até o altar preparado para adoração eucarística até às 24h. Sexta-feira Santa iniciando com Via-Sacra às 07h, com a imagem de Bom Jesus dos Passos que será conduzida pelos homens, saindo da frente da comunidade Rainha da Paz, e a imagem de Nossa Senhora das Dores será conduzida pelas mulheres, saindo da Pariquis com Bom Jardim, posteriormente haverá sermão do encontro na igreja matriz , em seguida exposição do Senhor Morto, a partir das 12h o som da Rádio Nazaré será ligado para o sermão das sete palavras, às 17h ação litúrgica, após a celebração haverá procissão do Senhor Morto.No Sábado Santo Vigília Pascal iniciando às 20h. No Domingo de Páscoa celebrações eucarísticas às 08h30 e 18h. Paróquia da Santíssima Trindade

Domingo de ramos, às 07h, benção e procissão saindo da igreja de Nossa Senhora do Rosário, seguido de santa missa. Dia 10 haverá celebração eucarística, às 18h30, em seguida confissões às 19h. Na quarta- feira, dia 12, às 19, Via-Sacra, com saída da Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Na quinta- feira, às 19h, missa da ceia do Senhor, seguido de adoração até as 24h. Sexta-feira da Paixão, às 16h ação litúrgica, em seguida procissão do Senhor Morto. Sábado Santo, às 19h, vigília pascal. No Domingo de

ramos às 07h, com missa na chegada; Quinta-Feira Santa, às 18h Ceia do Senhor e adoração até a meia noite: Sexta-Feira da Paixão, às 08h ViaSacra e às 15h ação litúrgica, em seguida procissão do Senhor Morto e às 9h, encenação da Paixão de Cristo; Sábado Santo, 19h vigília pascal; Domingo da ressurreição, missas nos horários de costume. Paroquia são João Batista e Nossa Senhora das Graças

w paróquia de Santa Terezinha missa de lava-pés na quinta, 19 horas

Páscoa haverá celebrações às 07h, 08h30, 10h, na igreja do Rosário. Paróquia de São José - Umarizal

Domingo de ramos santa missa às 07h, logo após procissão da bênção de ramos, saindo da capela São Vicente até a igreja matriz, em seguida celebração eucarística, às 09h, na Quinta-Feira Santa celebração da Ceia do Senhor, às 19h, com procissão e exposição do Santíssimo, adoração até as 24h. SextaFeira da Paixão, às 16h ação litúrgica, logo após procissão do Senhor Morto no Sábado Santo, às 20h, solene vigília pascal, Domingo de Páscoa celebrações às 07h , 09h na comunidade de São Vicente, 11h e 19h., na igreja matriz de São José. Paróquia de Santa Luzia – Jurunas

A procissão de domingo de ramos sairá às 07h do setor missionário São Pedro e São Paulo, localizado na Monte Alegre próximo a Quintino Bocaiúva. Na quarta-feira, dia 12, haverá uma espiritualidade, às 19h; Quinta-Feira Santa, celebração da Ceia do Senhor, às 19h; Sexta-Feira Santa, às 07h, Via-Sacra, com saída da Praça Monte Alegre, às 16h, ação litúrgica com procissão do Senhor Morto; Sábado Santo incia com a celebração de fogo novo na quadra paroquial, em seguida, às 20h, vigília pascal. Domingo de Páscoa as celebrações eucarísticas serão nos horários de 09h e 18h30. Paróquia Santo Antonio de Lisboa - Batista Campos

No domingo, 09, será a procissão de ramos às 09h, saindo do centrão l o c a l i za d o n a Trave s s a Pa d re Eutíquio até a capela com santa missa na chegada; quarta-feira, dia 12, Via-Sacra, às 19h; Quinta-Feira Santa celebração às 19h; Sexta da Paixão haverá oficio divino às 07h, em seguida confissões, às 15h ação litúrgica, posteriormente procissão de Cristo Morto; Sábado Santo vigília pascal, às 19h, e Domingo de Páscoa celebrações nos horários de costume. Santuário de Fátima

O Domingo de Ramos inicia às 07h com bênção, partindo da capela Três Pastorinhos, com chegada à

igreja matriz, seguindo de celebração eucarística. Quinta-Feira Santa inicia-se às 18h, em seguida adoração até meia noite. No sábado, às 19h, a vigila pascal. Domingo de Páscoa celebrações 06h45, 08h30, 17h30 e 19h30. Paróquia São Geraldo Magela - Val de Cans

Domingo de Ramos às 07h, procissão saindo da Comunidade Nossa Senhora das Candeias para missa na matriz. Segunda-feira, confissões às 16h; Quinta-Feira-Santa, às 19h30, Missa da Ceia do Senhor, logo após adoração às Sagradas Reservas; Sexta-Feira Santa, às 07h Via Sacra saindo da capela dos Santos Inocentes indo até igreja matriz; às 17h celebração da Paixão do Senhor; Sábado Santo, às 19h, celebração da Vigília Pascal; Domingo de Páscoa, missa na Comunidade Nossa Senhora das Candeias, às 09h, na igreja matriz às 11h e 18h. Paróquia São Pio X - Ananindeua

A concentração da procissão de ramos será às 07h, em frente à comunidade São Benedito, às 08h, missa na chegada da procissão; Quinta-Feira Santa, às 19h30, missa da ceia do Senhor e Lava-Pés; SextaFeira Santa, às 15h, ação litúrgica da Paixão de Jesus Cristo, logo após procissão do Senhor Morto. No Sábado Santo haverá vigília pascal às 19h, com a Bênção do Fogo Novo em frente à Igreja Matriz. Domingo de Páscoa com celebrações às 09h, 11h e 18h. Paroquia Nossa Senhora do Amparo - Cidade Nova

Missa e procissão de ramos no domingo, 9, saindo às 07h na WE 42, com missa na chegada; dia 12, confissões, às 19h; Quinta-Feira Santa, às 18h, Ceia do Senhor, posteriormente adoração até as 23h; Sexta-Feira da Paixão, às 08h ViaSacra, às 12h terço da misericórdia e novena, às 15h ação litúrgica e em seguida procissão do Senhor Morto; Sábado Santo, 20h, com vigília pascal; Domingo de Páscoa missas às 09h, 12h e terço em latim, 18h. Paróquia Santa Cruz - Marco

Concentração da procissão de

Às 07h benção e procissão de ramos saindo da orla de Icoaraci; Sexta-Feira Santa, procissão de Nossa Senhora das Dores, saindo da comunidade Nossa Senhora das Graças e, a procissão do Senhor dos Passos sairá da comunidade do Perpetuo Socorro; ainda na sextafeira, às 16h, ação litúrgica, em seguida Procissão do Senhor Morto; Sábado Santo, às 20h, solene vigília pascal; Domingo de Páscoa celebrações nos horários de costume. Paroquia Santo Antônio de Pádua - Coqueiro

No domingo de ramos a procissão sai às 07h da Praça Valparaíso; terçafeira mutirão das confissões nos horários de 09h às 12h e das 16h às 19h, em seguida procissão de Nossa Senhora das Dores saindo da matriz para Comunidade Santa Terezinha; Quinta-Feira Santa, confissões às 16h e missa na comunidade de Santa Terezinha, às18h e na comunidade Cristo Redentor às 19h30, missa na igreja matriz às 19h30, seguida de vigília eucarística. Primeiro dia do tríduo pascal, sexta-feira, Via Sacra, às 07h, saída da Comunidade Cristo Redentor e às 15h terço da misericórdia, às 16h celebração da Paixão de Nosso Senhor, em seguida Procissão do Senhor Morto; Sábado Santo, segundo dia do tríduo pascal, celebração da vigília, às 19h30; domingo da ressurreição, missa às 07h na Igreja Matriz, 07h30 na comunidade Santa Terezinha, 08h30 na capela Cristo Redentor e após a missa das 18h- haverá a encenação da Paixão de Cristo Musical. Paróquia de São Domingos do Gusmão Terra Firme

Procissão de ramos será às 07h, saindo da Comunidade de Cristo Libertador com missa na chegada; Quinta-Feira, às 19h, santa missa de lava-pés com adoração; Sexta-Feira Santa, às 07h via sacra com saída da Comunidade de Cristo Libertador, às 15h, celebração da Paixão do Senhor; Sábado Santo às 20h vigília pascal; domingo da ressurreição missa da páscoa às 07:30 e a noite as 19h. Paróquia Nossa Senhora das Graças - Ananindeua

No domingo de ramos, às 08h, concentração Posto Bom Jesus, na BR 316 km 08; Sexta-Feira da Paixão em todas as comunidades ação litúrgica às 15h; Sábado Santo celebração às 19h da vigília pascal na sede paroquial e nas comunidades no mesmo horário; a celebração do Domingo da Páscoa do Senhor será nos horários de costume.


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

7

Igreja

2º Caderno

fotos: divulgação

“Apóstolo do Salgado”

Cidade de Marapanim homenageia monsenhor Edmundo Igreja

Busto foi inaugurado em frente à Matriz de Nossa Senhora das Vitórias

O

Movimento Providentino, celebrou no último dia 25 de março, o 21º aniversário de falecimento do monsenhor Edmundo Igreja, fundador do Instituto Providentino. Em Marapanim, nordeste do Pará, cidade onde o sacerdote atuou por mais de quatro décadas, a Prefeitura Municipal juntamente com os cidadãos marapanienses homenagearam o “Apóstolo do Salgado”, como era conhecido em vida, com um busto inaugurado na Praça da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Vitórias. Estiveram presentes na ocasião autoridades civis e eclesiásticas da cidade, entre os quais Cônego Djalma Lopes e os padres Vanderson Jorge e Evandro do Carmo, ambos nascidos na cidade de Marapanim. A cerimônia iniciou com

um histórico sobre a vida de monsenhor Edmundo, seguida de bênção do busto feita pelo Cônego Penitenciário, Djalma Lopes, encerrando com o hino do município executado pelo grupo “Santa Cecília”, banda de música marcial da cidade. O busto de monsenhor Edmundo Igreja integra uma série de homenagens dedicadas ao religioso. A programação iniciou em 2014, ano em que ele completaria 100 anos se estivesse vivo. Desde então, vários momentos celebrativos foram organizados, entre eles, inauguração de uma estátua em Mocajuba, cidade natal de monsenhor e celebração comemorativa na Catedral Metropolitana de Belém. Padre Evandro do Carmo, do Movimento Providentino, conta que a ideia do busto estava sendo trabalhada

w durante a inauguração com a participação do cônego Djalma Lopes

desde 2014. “No dia 25, no aniversário de falecimento do monsenhor e fazendo memória a todo seu trabalho em prol do Salgado, foi o momento propício para esta homenagem. Esta e as outras homenagens ajudam a manter firme a memória da dedicação de 42 anos por aquela Paróquia de Marapanim e as demais administradas por ele”. Ainda de acordo com Padre Evandro, está sendo planejado outro agraciamento programado para o mês de agosto, precisamente no dia 9, dia do aniversário natalício do fundador do Movimento Providentino. Trajetória

Monsenhor Edmundo Armando Saint’Clair Igreja, nascido no dia 09 de agosto de 1914 no município de Mocajuba (PA), na localidade de Putiri. Veio para capital, Belém, trazido por Dom

Adriana Arydes lança festividade de Santa Paula Frassinetti A Pa r ó q u i a d e S a n t a Pa u l a Fra s s i n e t t i , e m A n a n i n d e u a , promove show com a cantora Adriana Arydes, sábado 8. O evento marca o lançamento da Festividade de Santa Paula Frassinetti, na ocasião será apresentado o cartaz da festividade 2017 que ocorre de 4 a 11 de junho

com o tema “A exemplo de Maria e Santa Paula. Aprendamos a fazer a vontade de Deus” e o lema “Vontade de Deus: tu és meu paraíso”. O show acontece a partir das 19h30, no salão da matriz paroquial localizado na travessa WE 72, 762, bairro Cidade Nova. Informações: 3279-2620.

Festa de Santo Expedito A Igreja de Santo Expedito - Capelania Militar do Corpo de Bombeiros do Pará - realiza festividade em honra a Santo Expedito de 8 a 19. As novenas acontecem sempre às 19h, exceto no Tríduo Pascal, dias 13, 14 e 15. Na programação constam procissões, quermesses e atrações. No dia 19, Dia de Santo Expedito, haverá três. A primeira, às 8h, presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, e em seguida acontece procissão. A segunda, às 12h, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e a terceira às 19h, sendo presidida pelo padre Cleber Lopes, e em seguida haverá procissão. A Capelania fica localizada na avenida Júlio César, nº 3.000.

Lustosa. Recebeu a batina das mãos de Dom Antônio Almeida Lustosa, Arcebispo Metropolitano, na época. Tendo terminado o seu tempo de Filosofia, recebeu durante o curso de Teologia as ordenações das ordens menores das mãos de Dom Mário Miranda Vilas Boas. Foi ordenado sacerdote em 1º de novembro de 1947 na Catedral Metropolitana de Belém, por Dom Mário de Miranda Vilas-Boas. Dois meses depois, tomou posse da Paróquia de São José de Queluz, em Canudos, onde permaneceu até o dia 12 de fevereiro de 1950. Tornou-se monsenhor em 23 de agosto de 1965. Por um pedido de Dom M á r i o , f o i t ra n s f e r i d o para a região do salgado, onde tomou posse de três paróquias independentes: Curuçá, São Caetano de Odivelas e Marapanim. Permaneceu nessa região

até a década de 70, mesmo com as adversidades na locomoção cobria toda área com o trabalho missionário, devido isso ganhou o título de “Apóstolo do Salgado” como era conhecido pela região. Em 1967, para auxiliar em seus trabalhos de evangelização e pastoral, fundou o Seminário Movimento Providentino, que hoje leva seu nome. No local ele descobria as vocações e formava jovens na catequese para levá-los à região onde atuava. O nome do Instituto fez-se pela devoção à Mãe da Divina Providência. No mesmo a n o f o i n o m e a d o p a ra vigário piscopal da Comarca São José, hoje Diocese de Castanhal, pelo Papa Paulo VI. Seu falecimento foi em casa em 25 de março de 1996 e, em 2010 a Arquidiocese de Belém abriu processo para reconhecer a beatificação de monsenhor.


8

5

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

fotos: divulgação

ENCONTRO

Catequistas participam de primeiro retiro espiritual de 2017

w encontro de espiritualidade contou com a participação de diversos catequistas

Programação teve como temática "Maria, a primeira catequista”

N

o dia 31 de março a Região Episcopal Santa Maria Goretti iniciou o seu primeiro retiro espiritual de 2017, que aconteceu até o domingo, dia 02, na Casa de Plácido, Centro Social de Nazaré. Com o tema “Maria, a primeira catequista” a programação contou com momentos de espiritualidade, louvor e capacitação para catequistas que atuam nas mais de 50 paróquias que integram a Região Episcopal Santa Maria Gorreti, do

qual a Paróquia de Nazaré também faz parte. Para Jaqueline de Jesus, que há 28 anos trabalha como catequista na Basílica Santuário de Nazaré, o retiro é uma forma de renovação do compromisso com a evangelização. “Participar do Retiro é ótimo. Ele iniciou com a re n ova ç ã o d e n o s s a s promessas, o nosso chamado. É uma experiência única para cada um, me faz lembrar quando a primeira vez que me reuni com um grupo

w a programação foi encerrada com uma celebração eucarística

de crianças, onde tinha a total responsabilidade de anunciar o Evangelho

e fazer com que elas compreendessem”, contou Jaqueline. A programação

foi encerrada pela manhã com uma celebração eucarística.

w momento religioso na comunidade Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus e Guarda de Nazaré realizam espiritualidade

w espiritualidade contou com a participação de vários membros

No sábado, 1° de abril, a Comunidade Sagrado Coração de Jesus, que integra a Paróquia de Nazaré, promoveu a sua primeira espiritualidade. Com o tema “Fazei tudo o que Ele vos disser”. A programação teve início às 8h com missa presidida pelo pároco de Nazaré, Padre Giovanni Incampo. No decorrer do dia, palestras, orações e louvores fizeram parte do evento. O Ministério de Música Adorar Jesus animou todos os presentes. Também na manhã do sábado, 1°

de abril, a coordenação de eventos e espiritualidade da Guarda de Nossa Senhora de Nazaré (GNSN) promoveu o seu primeiro retiro espiritual de Páscoa. O momento teve como objetivo preparar os integrantes da GNSN para a Semana Santa. Além de orações e louvores, o evento, que aconteceu no auditório da Escola Salesiana do Trabalho, em Belém, contou com a presença do reitor da Basílica Santuário de Nazaré, Padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves.

w devoção guardas de Nazaré durante a espiritualidade


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

9

Em Nazaré

2º Caderno

luiz estumano

celebração

Basílica Santuário divulga programação da Semana Santa

Paroquianos devem ficar atentos aos horários

A

Semana Santa acontecerá de 09 a 16 de abril. A tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo, inicia no Domingo de Ramos, dia 09, momento que se relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, e termina com a Ressurreição de Cristo, que ocorre no domingo de Páscoa, dia 16. Na Basílica Santuário de Nazaré

a programação é extensa e incluem missas, benção dos ramos, mutirão de confissão, Procissão de Fuga do Senhor, celebração de benção dos Santos Óleos, Lava Pés, Adoração Eucarística, Vigília, Adoração. Os clérigos regulares de São Paulo (Barnabitas) desejam uma Feliz e Santa Páscoa aos paroquianos, frequentadores e devotos de Nossa Senhora de Nazaré.

Programação 09/04 - Domingo de Ramos l Missas: 6h30 - 8h - 10h - 16h30 - 18h e 20h l Bênção Solene dos Ramos na Praça Santuário - procissão seguida de missa, às 8h 12/04 - Quarta-feira Santa l Mutirão de Confissão: 8h às 12h e 14h às 20h l Procissão do Senhor dos Passos, 19h (Saindo da Catedral para a Basílica

Santuário)

13/04 - Quinta-feira Santa l 8h30 - Celebração dos Santos Óleos na Catedral l 18h - Ceia do Senhor e lava-pés

COMUNIDADE SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS 09/04 - Domingo de Ramos l 8h Benção dos Ramos na Quintino com Fernando Guilhon, seguida de procissão e Missa 13/04 - Quinta-feira Santa l 19h - Celebração da Ceia do Senhor e Lava Pés (Adoração ao Santíssimo até 22h) 14/04 - Sexta-feira Santa l Adoração ao Santíssimo Sacramento das 6h às 14h l 15h - Paixão e Morte de Nosso Senhor 15/04 - Sábado Santo l 19h - Vigília Pascal (trazer velas com suporte) 16/04 - Domingo de Páscoa l 8h - Missa

PAUTA DE ADORAÇÃO (Quinta-feira Santa - Dia 13) l 21h - Diretoria da Festa, MECE l 22h - Guarda de Nossa Senhora de Nazaré e GOTH l 23h - Dimensão Familiar l 0h às 6h Vigília da Juventude (Sexta-feira Santa - Dia 14) l 6h - Comunidades: Nossa Senhora das Graças e São Brás l 7h - Comunidades: Sagrada Família e Santa Bernadete l 8h - Confrarias Nossa Senhora de Nazaré e São José, Apostolado da Oração e Pastoral da Pessoa Idosa l 9h - Legião de Maria, RCC e Divina Misericórdia l 10h - Catequese, Acólitos e Guarda Mirim l 11h - Liturgia, Pastur, Acolhida e OSPAN l 12h - Caminho Neocatecumenal 14/04 - Sexta-feira Santa l 7h - Procissão do Senhor dos Passos l 14h - Via Sacra l 15h - Paixão e Morte de Nosso Senhor l 18h - Procissão do Senhor Morto l 19h - Via Sacra na Praça Santuário 15/04 - Sábado Santo l 20h - Vigília Pascal Benção do fogo na Praça Santuário (trazer velas com suporte) l Das 23h ás 6h - Vigília do Caminho Neocatecumenal 16/04 - Domingo de Páscoa l Missas às 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h

w basílica Santuário de Nazaré, programação intensa na Semana Santa

COMUNIDADE SANTO ANTÔNIO MARIA ZACCARIA 09/04 - Domingo de Ramos l Missas: 8h30 e 19h l Benção dos Ramos procissão seguida de Missa às 8h30

13/04 - Quinta-feira Santa 19h - Ceia do Senhor e Lava Pés (Adoração ao Santíssimo até 23h) 14/04 - Sexta-feira Santa l Adoração ao Santíssimo das 6h às 12h l 15h - Paixão e Morte de Nosso Senhor l 18h - Procissão do Senhor Morto 15/04 - Sábado Santo l 19h - Celebração da Vigília Pascal (trazer velas com suporte) 16/04 - Domingo de Páscoa l Missas às 8h30 e ás19h.


10

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Opinião

2º Caderno Evangelização no Terceiro Milênio Maria Elisa Bessa de Castro

C

onforme nos ensina Santo Afonso de Ligório, o martírio da alma sofrido pela Santíssima Virgem durou toda a sua vida. Iluminada pelo Espírito Santo, mais que a todos os profetas, compreendia melhor que estes as predições a respeito do Messias, consoante registrava as Sagradas Escrituras. Eis porque ela já sentia compaixão pelo inocente Salvador, mesmo antes de lhe ser Mãe. O douto fundador dos Redentoristas conclui, portanto, que por causa desse conhecimento que possuía sobre as dores a serem suportadas pelo Verbo Divino, para a salvação dos homens, e sobre a cruel morte que o aguardava em vista de nossos pecados, já então teve início o sofrimento de Nossa Senhora. Ao tornar-se Mãe do Filho de Deus, essa dor tornou-se sem medida. Em revelações da Virgem Maria à Santa Brígida da Suécia, deu-se a conhecer que a espada de dor profetizada por Simeão transpassou a sua alma durante todos os dias de sua vida. Disse-lhe Ela: “quando eu aleitava meu Filho, o aconchegava ao colo, já contemplando a morte cruel que lhe estava reservada... Passei toda a minha vida entre dores e lágrimas, porque a minha dor, que era compaixão com o meu Filho, nunca se apartava dos meus olhos”. Muito embora Nossa Senhora tenha sofrido em sua alma as dores da Paixão do seu Filho durante toda a sua vida, a piedade popular enumerou sete fatos dolorosos que marcaram profundamente sua existência terrena e são para nós fonte de meditação. Surgiu, deste modo, o título de Nossa Senhora das Dores, também conhecida como Mater Dolorosa, que significa Mãe Dolorosa. Trata-se de um título que se refere de forma particular à estas sete dores por ela sofridas.O início do

A Senhora das dores

também conhecida como Coroa das Sete Dores de Maria, a qual data de meados do século XIII. Com a proximidade da Semana Santa, esse exercício espiritual sernos-ia muito frutuoso, razão porque o partilharmos no presente escrito.

culto à Nossa Senhora das Dores deu-se no ano 1221 no Mosteiro de Schönau, na então Germânia, hoje, Alemanha.

Por outro lado, devemos à Ordem dos Servitas (Servos de Maria), o Execício de Nossa Senhora das Dores,

Pecadores redimidos, Com o sangue do Senhor, Atendei, vede se há Dor igual a minha dor.

IV) O encontro com Jesus no caminho do calvário - Os soldados levaram Jesus. Uma grande multidão o seguia. Entre o povo havia mulheres que choravam e se lamentavam por causa dele. (Lc 23,27)

Minha angústia, dor e pranto, Quando sem vida, em meus braços Vi meu Filho sacrossanto Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

V) A morte de Jesus na Cruz - Perto da cruz estavam a Mãe de Jesus e a irmã dela, mulher de Cléofas e também Maria Madalena. E Jesus disse a sua mãe: Ai está o vosso filho. E a João ele disse: Aií está tua mãe. (Jo 19,25-27)

Oh! Que dor mais cruciante, Que suprema solidão, Ao levarem-no ao sepulcro, Invadiu-me o coração. Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

I) A Profecia de Simeão - Uma espada de dor transpassará a tua alma. (Lc 2,35)

Dolorosa, aguda espada Transpassou-me o coração Quando a morte do meu Filho Me predisse Simeão Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

II) A Fuga para o Egito Fugindo do furor de Herodes. Então José tomou a criança e sua mãe e fugiu de noite para o Egito. (Mt 2,14)

Fugi aflita para o Egito, Ferida de dor veemente Quando Herodes procurava Matar meu Filho inocente Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

III) A perda do Menino Jesus no Templo - Filho, por que fizeste assim conosco? Eis que teu pai e eu te procurávamos cheios de aflição. (Lc 2,48)

Quem dirá quanto eu senti, Quando sem Filho me achei Cercada de mil angústias Três dias O procurei Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

Que martírio na minh’alma Encontrando o meu Jesus No caminho do Calvário Arquejando sob a Cruz Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

Mas, ó céus, ó terra, vede: Dor maior não pode haver Vendo a morte do meu Filho Foi pura graça eu não morrer! Reza-se 1 Pai Nosso e 07 AveMarias

VI) Jesus é descido da Cruz e Maria o recebe em seus braços - José, da cidade de Arimatéia, tirou o corpo de Jesus da cruz e o enrolou num lençol de linho e Maria o recebeu em seus braços. (Lc 23,53) Contemplai quanto eu senti,

VII) O sepultamento de Jesus e a soledade de Nossa Senhora - As mulheres que haviam seguido Jesus, desde a Galiléia, foram com José e viram o túmulo e como Jesus tinha sido colocado ali.. (Lc 23,55).

Finalizamos, pedindo perdão ao Divino Salvador: “Pela Virgem

Dolorosa, vossa Mãe, tão piedosa. Perdoai-me meu Jesus, perdoai-me meu Jesus”. Maria Elisa Bessa de Castro Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarístico da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

Próximo artigo: Prof. Ricardino Lassadier

Sal e Luz Leno Carmo (lenocarmo@yahoo.com.br)

“P

orque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3,16). Esta é a mais bela, precisa e maior referência da paternidade, a de Deus Pai, inspiração de tantas obras de arte, peças musicais e afago nos nossos corações, certeza que o mor é mesmo imortal e neste dom que tem em Deus Pai a meta do amor que chega até o coração humano ressoando a misericórdia, o perdão e a alegria própria dos que se sentem amados e por isso, amam com a força indestrutível capaz de gerar vida, de fecundidade, a paternidade é fonte de alegria e realização humana. Ser pai é mesmo um desafio e uma permanente descoberta e reinvenção de si mesmo, um desalojar-se em direção a um outro, tão indefeso quanto capaz de mobilizar nosso mundo para acolhê-lo, paternidade evoca em nós, homens, a renúncia, a doação de si, do tempo, dos talentos, do cansaço e de tudo quilo que constrói e que cria, ser pai é uma bênção e uma bela missão que também se dá no sacerdócio, na fecundidade dos filhos dados por Deus que são acolhidos na Igreja por seu pastor, filhos amados e instruídos no caminho da graça e que testemunham dia a dia, seja na família, na comunidade, um amor

A graça da paternidade de entrega e de dedicação que não vê obstáculos mas oportunidades para amar sempre mais, que não para diante da dificuldade mas extrai da dor, do suor e da exaustão, a força para colocar-se permanentemente a serviço. Nos tempos em que vivemos, em pleno século XXI, ser pai é também ser alvo do inimigo das almas, aquele que odeia os filhos de Deus, que quer devorar os que dizem seu “sim” à procriação, à paternidade responsável, voluntária, decidida, fruto de um matrimônio que busca a santidade, no permanente diálogo de amor entre um homem e uma mulher, na realidade que “desde o princípio” foi querida e abençoada por Deus, que evolui do Eros ao Philia, no caminho capaz da meta agápica de uma fecundidade permanente, possível somente em Deus, sentido de nossas vidas. Homem é aquele que se abre na confiança ao Senhor a este dom, seja na decisão da conjugalidade, abençoada pelo sacramento matrimonial ou na escolha da vida religiosa consagrada, dois únicos caminhos de resposta ao chamado vocacional à fecundidade e alvos dos imensos e contumazes atos de desestímulo a este dom. O mundo, em cuja adoração se prostra ao

dinheiro, não nos quer fecundos, ele trabalha sob a ordem das raposas para produzir homens incapazes de viver esta realidade, efeminandoos ou os deixando fracos, covardes, medrosos, ambiciosos ou voltados apenas para si mesmos, narcisistas, individualistas e destruidores de valores, relativistas e fechados ao amor, tão diferentes da imagem sobre a qual fomos criados, tão distantes do Cristo de Deus, o novo Adão, cuja graça, sabedoria e sintonia com o Pai são indiscutivelmente a raiz de onde brota a água que jorra para a vida eterna (Jo 4, 14). Próximos de vivenciar mais uma sagrada semana, desde a entrada do Senhor em Jerusalém até sua morte de cruz e a ressurreição que nos abriu o caminho para o céu naquele que é o próprio caminho para a eternidade, vida e verdade, o Espirito nos faz recordar deste amor que nos amou primeiro, perfeito, pleno, para que entendamos também os diversos sinais, pontuados ao longo da história de Israel de pais que nos deram o exemplo de seu “sim”, desde Noé, passando pelos patriarcas; Abraão, Isaac, Jacó, por tantos outros e chegando aquele cuja paternidade putativa é um imenso farol de confiança em Deus, de coragem e de docilidade ao Senhor,

o glorioso e justo São José, modelo pra todos nós que ao lado da Virgem Maria, experimentou a cruz das perseguições e os silêncios em sua missão mas protegeu o Messias com inigualável destemor, próprio dos heróis, dos servos preciosos de Deus. Há poucos dias um amigo tornou-se pai de uma menina e dedico a ele este artigo, lembrando-o por certo das dificuldade que virão e noites de sono, vigílias e angústias ofertadas pelo amor que nossos filhos recebem de nós, virão também momentos caros, memórias construídas no amor dos primeiros dias, dos meses e anos, da infância e da meninice própria de cada filho que recebe de nós um amor único como única é a personalidade de cada um e no caso dele, como o meu, do complexo mas apaixonante mundo feminino, permeado dos mistérios próprios do ser mulher que desde os primeiros tempos encantam e perfumam por onde passam. A coragem da paternidade em nossos difíceis dias é mesmo um confiar no Senhor, um olhar para Maria Santíssima que em permanente “sim” ao amor de Deus e como Mãe, nos estende a mão para buscar a santidade de nossas famílias que quando está a findar-se o vinho bom, o tem renovado por seu pedido a Jesus e volvendo pra nós seu olhar, repete como em uma cantiga singular que nos embala o coração.....”Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2, 5). Que assim seja!


belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Festividades

2º Caderno

F

ocando o êxito do Círio de Nazaré 2017 e de toda a sua programação, a Diretoria da Festa de Nazaré (DFN) conta com a colaboração de parceiros de diversos segmentos da sociedade paraense. Um passo importante é o coquetel de lançamento do Projeto de Patrocinador e Apoiador Oficial do Círio 2017, onde as empresas interessadas conhecem detalhes sobre a participação delas na realização da festividade e seus desdobramentos sociais. Neste ano, o evento ocorreu quinta-feira, 6, no salão nobre da Associação Comercial do Pará (ACP). A Diretoria da Festa firmou parceria com a ACP há alguns meses para ampliar a divulgação entre possíveis colaboradores e fortalecer a credibilidade do evento. Durante o evento, o Presidente da Associação Comercial do Pará, Fábio Lúcio, fez uma breve palestra com o tema “Círio, economia e turismo – O Pará em destaque na vitrine mundial”. A Diretoria também apresentou um vídeo mostrando a beleza da festa nazarena e a importância da colaboração das empresas. Roberto Souza, atual diretor coordenador do Círio, considera que “a participação de empresas e profissionais liberais nos projetos de Apoiador ou Patrocinador

11

iniciativa

Diretoria da Festa lança projeto de Patrocínio e Apoio ao Círio 2017

Evento juntou parceiros da festa religiosa paraense luiz estumano

w êxito de todos os eventos do Círio 2017 foi o objetivo do encontro de parceiros

Oficial demonstra uma visão social muito valorosa por parte deles, pois possibilita a educação de centenas de crianças e a realização de

ações de evangelização que atingem milhões de pessoas no Brasil e no mundo, além da manutenção do Patrimônio histórico de

Belém. Sem dúvida, são profissionais e instituições que fazem a diferença”. Todos os membros da Diretoria da Festa de Nazaré

estavam presentes no evento junto com o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa. O músico Salomão Habib apresentou-se durante o coquetel. Os projetos de Patrocínio e Apoio Oficial do Círio 2017 podem ser consultados no site www. c i r i o d e n a z a r e . c o m . b r, solicitados através do e-mail secretaria@ciriodenazare. com.br ou pelo telefone (9)3222-4470. Confirmados

A 225ª edição do Círio já tem como patrocinadoras as empresas: Armazém Paraíba, Belágua, Bradesco, Claro, Dufry, Grand Mercure Hotel, Gráfica Aquarela, Guaraná Cerpa, Hospital Porto Dias, Ita park, Reicom, Unimed Belém, Vale. Já confirmaramse apoiadoras do Círio as empresas Affa engenharia & Arquitetura Ltda, Albano Martins Advogados, Alucar Locadora de Veículos, Doceria Amorosa, Eko Estratégias em Comunicação, Escritório Dr. Antonio Pereira, Fecomércio, Laboratório Beneficente de Belém, Logos Turismo, L o t u s Ad m i n i s t r a ç ã o , Marko Engenharia, Máxima Segurança, Pomme D´or, Quadra Engenharia, Simineral, Studio Novità, Transcidade (cidade limpa). A Celpa participa como apoiadora máster.

Paróquia de Jesus Ressuscitado em festividade A Paróquia de Jesus Ressuscitado, no bairro da Marambaia, estará em festividade no período de 16 a 23 deste mês. “Somos o povo nascido na água do batismo. Sepultados em Cristo, Nele ressuscitamos” é o tema que vai incentivar a reflexão da comunidade. Durante a programação litúrgica, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e Dom

Irineu Roman, seu Bispo Auxiliar, além de Dom Teodoro Mendes Tavares, da Diocese de Ponta de Pedras, e outros padres da Arquidiocese de Belém participarão da festividade. Serão oito noites de muita festa com celebrações e louvores, animadas por bandas apresentando-se ao vivo, brincadeiras variadas, sorteios, enfim, um congraçamento dos paroquianos,

tudo sob a coordenação geral do pároco padre Maurício Dias. A programação já está acontecendo desde o dia 27 de março e nesta sextafeira, 7, será encerrada a peregrinação nas casas da comunidade e sábado, 8, a Santa Missa encerrará esta etapa do festejo. As celebrações eucarísticas contarão com a presidência do Bispo

Auxiliar Dom Irineu Roman no dia 16, às 18h, o Arcebispo Dom Alberto Taveira Corrêa celebrará a missa das 19h, no dia 18, e Dom Teodoro Mendes, Bispo da Diocese de Ponta de Pedras presidirá a celebração das 19h no dia 19, dentre outros membros do clero convidados. O pároco Maurício Dias presidirá a missa de encerramento no dia 23, às 17h.


12

belém, De 7 a 13 de abril de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

jovens

Jornada Diocesana da Juventude 2017 “O Poderoso fez em mim coisas grandiosas” (Lc 1, 49) é o tema do evento neste ano

O

Setor Juventude da Arquidiocese de Belém realiza, em nível arquidiocesano, a Jornada Diocesana da Juventude, um desdobramento da Jornada Mundial da Juventude 2019 a ser sediada no Panamá. Com o tema “O Poderoso fez em mim coisas grandiosas” (Lc 1, 49), sugerido pelo Santo Padre, a programação acontece no dia 9 de abril, Domingo de Ramos, iniciando-se com caminhada seguida de celebração eucarística. A Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) realiza-se entre as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), direcionadas a cada ano por um tema escolhido pelo papa em preparação para a JMJ. A JDJ 2017 será iluminada pela figura da Virgem Maria. “Grandes coisas fez por mim o Onipotente” (Lc 1, 49) é o tema deste ano, enquanto que “Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus” (Lc 1, 30), será a temática em 2018. Para o Padre Everson Vianna, assessor do Setor Juventude, o tema escolhido pelo Papa Francisco destaca-se no cenário nacional pelo

Todas as regiões episcopais Pelo sexto ano consecutivo, desde 2012, o Setor Juventude é o responsável pela Jornada Diocesana. Anteriormente, no Domingo de Ramos acontecia na Sé um encontro da juventude,

em especial dos crismandos, com o Arcebispo. No dia 9, uma caminhada de jovens de todas as regiões episcopais da Arquidiocese marcará o evento da JDJ. A Paróquia de Santa

Paula Frassinetti será o ponto de encontro, com concentração a partir das 14h30 e saída, às 16h, rumo à Paróquia do Divino Espírito Santo, estando a animação a cargo da banda Mater Dei.

fato de viver-se aqui o Ano Mariano. Para ele, Maria é um espelho para toda a Igreja. Durante a jornada diocesana, seu exemplo deve levar o jovem a sentir-se impelido a espalhar a mensagem de fé além de suas comunidades: “O exemplo de Maria, faz o jovem perceber que a Igreja precisa dele, do entusiasmo, da criatividade e da alegria que o caracterizam. Maria, com certeza, cumpre o papel não só de mãe do Senhor, mas de apóstola. Com apenas 15 anos, ao dizer ‘sim’ ao Senhor, leva Jesus no ventre e o compartilha com o mundo. Isso nos faz entrever que o melhor instrumento para evangelizar os jovens é outro jovem”. Ainda segundo ele, a JDJ tem grande importância pelo seu fator evangelizador nos jovens: “queremos pensar na juventude como fase em que se afirmam suas escolhas, suas aptidões, suas experiências e, acima de tudo, sua necessidade de encontro com Deus. A evangelização deverá ser considerada como a ação fundamental e prioritária para o jovem assumir sua identidade cristã e envolver-se na edificação do reino de Deus”.

Serviço Trajeto do cortejo: Travessa WE72, Rua SN 23, Avenida Dom Vicente Zico, Travessa SN 03, Travessa WE-42, Estrada da Providência e Avenida Dom Vicente Zico até a Matriz do Divino Espírito Santo. À chegada, encerrando a jornada, celebração eucarística, presidida por Dom Alberto.