Voz de Nazaré

Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

D o jornal católico da família D

Pe. Florence Dubois Fundador

ANO CIV - Nº 787 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Círio 2017: jornada de peregrinações Missa do Mandato celebrada na Basílica Santuário dá início às peregrinações nos lares e comunidades visando a preparação espiritual dos fiéis para a chegada de mais um Círio de Nazaré. CADERNO 2, Página 9. fotos: luiz estumano

CARTAZ DO CÍRIO Brinde aos leitores da Voz de Nazaré na próxima edição

w celebração Basílica Santuário ficou mais uma vez lotada por devotos de Nossa Senhora de Nazaré durante a Missa do Mandato, segunda, 28

Ordenação em Ourém Arquidiocese tem Ordenação Episcopal Bispo Auxiliar de Belém. tudo pronto para a de Mons. Antônio, novo caderno 2, página 7.

w Feira foi uma das opções para os jovens discernirem sua vocação na Igreja

Festival, vocações e a missão na Igreja w monsenhor Antônio de Assis, novo Bispo Auxiliar

Missa pela Família Nazaré na sexta-feira

Assuntos tratados pela Arquidiocese Dia 1 de setembro, celebração em de Belém na sexta edição do Festival ação de graças pelos benfeitores da Vocacional. caderno 2, página 1. Fundação Nazaré. caderno 1, página 12


2

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Opinião Privilégio de ser católico João Carlos Pereira

charge do andré abreu

Jornalista e professor jcparis@orm.com.br

Deus salvou a “Sagrada Família”

O

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Panorama José Pereira Ramos joseulina1@gmail.com

Padroeira da cidade

E Economista e escritor

ste jornal estará circulando dia primeiro de setembro, dedicado, na Igreja de Belém, à sua padroeira oficial, Nossa Senhora de Belém do Grão Pará. Essa data tem um especial significado para mim e minha esposa Maria Eulina. Foi no dia 1º de setembro de 1954 que celebramos o nosso Matrimônio com as bênçãos de meu irmão, Dom Alberto Gaudêncio Ramos, portanto, há 63 anos! Só temos muito a agradecer a Deus e à sua Mãe Santíssima por tantas graças recebidas durante todos estes anos. E por nossos filhos e netos permanecerem firmes e fortes na fé em Nosso Senhor Jesus Cristo. Quando falo sobre isto, logo vem a pergunta: A padroeira de Belém não é Nª. Srª. de Nazaré? A resposta será sempre a mesma: não. A padroeira de Belém é a Mãe de Jesus.

Encontro Fraterno ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br; ivenscb@gmail.com

Manhãs festivas

R

Engenheiro civil e escritor

efiro-me às manhãs do dia 5 de setembro, o Dia da Raça, quando é celebrada, com a força e a esperança que a juventude encerra, a miscigenação de culturas que formam a raça brasileira. Foi instituído ainda ao tempo da ditadura Vargas, sustentada no tripé constituído pela propaganda, educação e civismo. Apraz-me lembrar dos tempos de uma Belém pacata, que se engalanava para acolher o entusiasmo contagiante da garotada que desfilava, trajando o uniforme do colégio a que pertencia. Era uma festa de confraternização que começava nos momentos da concentração, os colégios se posicionando ao longo das avenidas Brás de Aguiar e Gentil Bittencourt até que, chegada sua vez, alcançassem a ‘Serzedelo’, que levava à praça da República, onde ficava o palanque com as autoridades do Estado e do município.

Fun­da­do em 5 de ju­lho de 1913 fundador Pe. Flo­ren­ce Du­bois, bar­na­bi­ta

arquidiocese de belém-pará

presidente Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Be­lém do Pa­rá vice-presidente Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pa­rá

O primeiro bispo de Belém invocou as bênçãos de Nª. Srª. das Graças para a nossa Catedral. Ver a grande Imagem no lado direito do altar mor da Catedral. Porém, como Belém foi fundada no Forte do Presépio, próximo ao Natal, e a cidade foi cognominada Belém do Grão Pará, a Padroeira ficou sendo Nossa Senhora de Belém, a partir de 1616. Só a partir do início do século 19 é que foi desenvolvida na nossa capital a devoção à Mãe de Jesus, pela designação de Nª. Sª. de Nazaré (A terra em que Jesus cresceu). Devoção que cresceu em Belém e no próximo mês, mais uma vez, iremos extravasar esse amor, enchendo as nossas ruas. Não basta enchermos as ruas. O importante será enchermos o nosso coração, em especial no tempo atual, em que precisamos invocá-la pedindo que abençoe o nosso país, tão ameaçado pela corrupção política. Para isso prepararemo-nos, participando com verdadeiro sentido Cristão das milhares de novenas preparatórias que irão percorrer residências da nossa cidade. Que Nossa Senhora abençoe a todos seus verdadeiros devotos. Os colégios desfilavam em grupamentos de quatro a seis colunas, observando o ‘passo ordinário’, ocupando a quase totalidade da largura da avenida. Quando os trilhos dos bondes ainda se encontravam à mostra, serviam de guias para que as colunas se mantivessem alinhadas. À frente, vinham as bandas de tambores e clarins, seguidas das bandeiras do Brasil e do Pará, portadas por alunos empertigados, enquanto outros faziam a ‘guarda de honra’, quase todos exibindo medalhas de bom aproveitamento nos estudos. Como estímulo, foi instituído pelos organizadores um troféu para o colégio que melhor se apresentasse. Ocorreram então disputas, sendo a mais acirrada aquela entre os colégios ‘Nazaré’ e ‘Carmo’. Até que a inicial boa-intenção gerou confronto entre grupos de alunos, levando os organizadores do desfile a suspenderem a concessão de prêmios. Aquela garotada de então – adolescentes e jovens nos anos 50, 60, e 70 – hoje acompanham o desfile dos acontecimentos, do balcão encantado das lembranças.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior diretor administrativo e financeiro ­Marcos Aurélio de Oliveira diretor de comunicação Mário Jorge Alves da Silva diretor de captação de recursos ­Arnaldo Pinheiro

s terroristas que barbarizam o grande corredor turístico de Barcelona, “Las Ramblas”, há duas semanas, sentiram o peso da mão de Deus antes que pudessem executar a totalidade de seu plano. O projeto da célula criminosa era atingir o Templo Expiatório da Sagrada Família, uma das mais belas igrejas do mundo, cuja construção foi assumida por Antonio Gaudi, em 1883. Gaudi cuidou da obra por 40 anos. No final, a Sagrada Família já era sua casa. E o grande construtor que se declarava anticlerical, terminou a vida convertido ao catolicismo e, hoje, há um processo no Vaticano, pedindo sua beatificação. Os terroristas queriam atingir a casa de Deus, mas Deus acabou antes com a casa deles. Uma grande explosão impediu que o plano fosse levado à frente. O atentado a “Las Ramblas” só existiu porque à Sagrada Família não aconteceu. A Casa do Senhor foi poupada. O sonho de Gaudi, que só será concluído em 2026,

continuará sendo edificado. Quando estiver pronta, a Sagrada Família será maior que as catedrais de Colônia, na Alemanha, e NotreDame, em Paris, e as basílicas de Saint Paul, em Londres, e São Pedro, no Vaticano. O tempo mínimo de visita à “Sagrada Família” é de três horas, ou seja, uma manhã ou uma tarde. Isso se o ingresso for comprado pela internet, porque para se chegar à bilheteria gasta-se o mesmo tempo da visitação. A espera, contudo, vale a pena. O interior é deslumbrante. O exterior é uma maravilha. Só Gaudi, um gênio da arte, poderia fazer algo tão grandioso para a glória de Deus. Os terroristas do EI, que odeiam a beleza e tudo que, de alguma forma, possa exaltar o Deus cristão, sabiam bem por quais razões queriam atacar um dos maiores ícones mundiais do catolicismo, onde cada pedacinho de vidro ou lasquinha de pedra é uma exaltação à beleza e aos dons de Deus, na figura da Sagrada Família de Nazaré.

Assim na terra como no céu ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

O tijolo (Final)

N

a semana passada, por falta de espaço, interrompemos a conversa entre o dono da Ferrari e a criança que pedira ajuda para colocar seu irmão de volta em sua cadeira de rodas, após a tomada de satisfações do motorista com o menino por causa do tijolo que amassara a sua Ferrari. Após socorrer o menino, o motorista ouviu seu agradecimento: - Obrigado e que Deus possa abençoá-lo, agradeceu a criança. O homem viu então o menino se distanciar... empurrando o irmão em direção à casa. Foi um longo caminho até à Ferrari.... um longo e lento caminho de volta. Ele nunca consertou a porta amassada. Deixou assim para lembrá-lo de

coordenação Bernadete Costa (DRT/PA 1326) conselho de programação e editoração Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro editoração eletrônica Sérgio Santos (DRT/PA 579) As­si­na­tu­ras, dis­tri­bui­ção, ad­mi­nis­tra­ção e re­da­ção Av. Go­v. Jo­sé Mal­cher, Ed. Pau­lo VI, 915 CEP: 66055-260

não ir tão rápido pela vida, que alguém precisasse atirar um tijolo para obter a sua atenção... Deus tem várias maneiras de falar. Algumas vezes, quando não temos tempo de ouvir, ELE tem de jogar um tijolo. Será que você andou recebendo “tijoladas” na vida para poder parar e pensar? Pensar nas suas atitudes...Pensar nas suas fraquezas...Pensar no quanto você pode oferecer às pessoas, e por excesso de velocidade na vida, não o faz ... Pare, pense e veja o que você pode mudar em seu coração para ser uma pessoa melhor, um amigo mais presente, um cônjuge mais compreensivo, um filho mais terno, ... Pense nisso.

- Na­za­ré, Be­lém - PA Te­l.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Re­da­ção: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veí­cu­lo da Fun­da­ção Na­za­ré de Co­mu­ni­ca­ção ­CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Im­pres­so no par­que grá­fi­co de O Li­be­ral

fundação nazaré de comunicação


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Conversa com meu povo

3

Arcebispo

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Novo Bispo Auxiliar de Belém

U

ma tarde de oração na Capela da Medalha Milagrosa, em Paris, 12 de junho de 2017, nos braços de Nossa Senhora, teve conclusão inesperada e feliz, quando a Nunciatura Apostólica no Brasil me comunicou a realização de um insistente pedido ao Santo Padre de receber para a Arquidiocese de Belém um novo Bispo Auxiliar, cuja nomeação seria publicada no dia 28 de junho. Imediatamente entrei em contato telefônico com o eleito, Padre Antônio de Assis Ribeiro, SDB, depois de constatar o fato de que era um paraense da gema, papa-chibé nascido em Capitão Poço e criado em Ourém! De lá para cá, uma sucessão de informações carregadas de sentimentos de alegria e gratidão a Deus pelo presente recebido de Deus, pela benevolência do Papa Francisco. Dom Irineu Roman e eu, juntamente com o Clero e todo o povo de Deus na Arquidiocese, elevamos os braços aos Céus para a justa ação de graças. Quando foi publicada a nomeação, o futuro Dom Antônio de Assis, como deseja ser chamado, assim se dirigiu a todos nós, com palavras a serem registradas em letras de fogo em nossa história: “É com sentimento de alegria, surpresa e confiança em Deus que, pela primeira vez, me dirijo a vocês tendo tomado conhecimento da minha nomeação para Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém. Deus me fez uma grande surpresa dando-me uma séria e exigente missão! Essa notícia me causou um forte impacto emocional. Minha primeira reação foi aquela impulsiva de questionar: por que eu? Um forte sentimento de medo e ansiedade tomou conta de mim! Todavia, com discernimento e oração, também emergiu em mim a consciência vocacional e, com ela, o sentimento de confiança, de esperança, de serenidade e de gratidão. Sou consciente da minha pequenez, de ser pecador e estar carregado de fragilidades, mas creio firmemente que a Misericórdia Divina é infinitamente

maior do que tudo! Por isso, à Bondade Divina confio minha vida que ousou, por sua graça, me chamar para esse nobre serviço à Igreja, povo de Deus, em vista da promoção do Reino de Deus. Creio que Aquele que me chamou desde o ventre materno para ser seu servo (Cf. Is 49,1), por sua pura bondade (Cf. Gl 1,15) também continuará me dando os meios necessários para que eu possa servir com alegria, generosidade e ardor à nossa Igreja. Dela sou servo por vocação, não por mérito pessoal!” Ao povo de Deus, apresentou um verdadeiro programa de pastoreio: “Tenho plena consciência de ter sido chamado por Deus para ser um bom pastor; para isso peço a ajuda de vocês através da oração cotidiana, da paciência com o meu crescimento, do apoio necessário, da escuta e do acompanhamento. Entre ovelha e pastor deve haver uma afetiva e serena relação de confiança (Cf. Jo 10,11-17). Assim, crescemos juntos como irmãos, amigos e servidores uns dos outros! Um novo horizonte de serviços eclesiais se abre à minha frente, por isso peço-lhes orações para que as virtudes da compaixão, da solicitude, do entusiasmo e do espírito de iniciativa do Bom Pastor sejam marcas vivas da minha ação pastoral. Sou consciente de que vivemos em tempos de grandes obstáculos para a fé e a evangelização! Em meio a tantas correntes ideológicas contrárias a Jesus Cristo, ser um líder que tenha os olhos fixos nele (Cf. Lc 4,20), assumindo suas atitudes de Bom Pastor, educador e guia, é um enorme desafio. Mas é preciso não ter medo! Assim Deus falou ao jovem Josué chamado a liderar o povo Israelita, após a morte de Moisés: “eu estou mandando que você seja firme e corajoso... não tenha medo, não se acovarde... pois Javé, seu Deus, está com você aonde quer que você vá» (Js 1,9). São palavras profundamente estimulantes! Isso significa que a missão é de Deus, e nós, simplesmente, seus instrumentos!”

luiz estumano

w padre Antônio de Assis Ribeiro, SDB, novo Bispo Auxiliar de Belém

A ele cabe ajudar o Arcebispo na tarefa de conduzir o Povo de Deus pelos caminhos da verdade do Evangelho Quem é o novo Bispo Auxiliar de Belém? Filho de Hipólito dos Santos Ribeiro, já falecido, e Domingas de Assis Ribeiro, é o quinto filho de uma numerosa família de onze irmãos, oito homens e três mulheres. Nasceu no dia vinte e seis de junho de mil novecentos e sessenta e seis, na zona rural de Capitão Poço - PA. Estudou na cidade de Ourém e aos quatorze anos entrou, como aspirante, no Centro Vocacional Salesiano em Ananindeua - PA, onde passou cinco anos. Em mil novecentos e oitenta e cinco, iniciou a formação específica para a vida

religiosa salesiana em Manaus, que o conduziu, pelas sucessivas etapas, ao curso teológico na Universidade Pontifícia Salesiana em Roma. Após a ordenação diaconal retornou ao Brasil para a experiência do diaconado, trabalhando na formação dos estudantes de filosofia em Manaus. Foi ordenado sacerdote em Ourém, no dia dezessete de junto de mil novecentos e noventa e cinco, por Dom Miguel Maria Giambelli, então Bispo de Bragança, e continuou contribuindo na formação salesiana em Manaus. Cursou o mestrado em teologia moral na Academia Al-

fonsiana em Roma, e assumiu diversas responsabilidades dentro e fora da Inspetoria Salesiana da Amazônia, a saber: Diretor da Escola Salesiana do Trabalho em Belém, professor de Teologia Moral no Centro de Formação Presbiteral da Arquidiocese de Belém; fundou o Centro Associação Damas Salesianas em Ananindeua, ONG voltada para a promoção do voluntariado feminino, com o espírito salesiano; membro do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Pará, Conselheiro Municipal dos Direitos da Criança e do Ado-

lescente da capital paraense; diretor da Missão Salesiana de Yauaretê e pároco da Paróquia São Miguel Arcanjo na Diocese de São Gabriel da Cachoeira; diretor do Colégio Dom Bosco e pároco da Paróquia Dom Bosco em Manaus; diretor do Centro Juvenil Salesiano e pároco da Paróquia Nossa Senhora das Dores em Manicoré, na Diocese de Humaitá no Sul do estado do Amazonas. Até sua nomeação como Bispo Auxiliar de Belém, era vice-inspetor, delegado provincial para a Pastoral Juvenil Salesiana e vocacional, encarregado da promoção do voluntariado Juvenil Inspetorial e diretor-sócio da Faculdade Salesiana de Dom Bosco de Manaus. Um novo Bispo Auxiliar! A ele cabe ajudar o Arcebispo de Belém na tarefa de conduzir o Povo de Deus pelos caminhos da verdade do Evangelho. Ele veio para servir, trazendo, mais do que a rica folha de serviços prestados como sacerdote salesiano, a disposição para dar a vida pelo rebanho de Jesus Cristo. Como Bispo, é feito legítimo sucessor dos Apóstolos, para o anúncio da Palavra de Deus, o Pastoreio e a santificação do Povo de Deus. Escolheu como lema de seu ministério episcopal o texto de João 17,19: “Por eles me consagro”. Nossa Arquidiocese o recebe com muita alegria, desejando-lhe a fecundidade no ministério episcopal, unindo-nos à prece da ordenação: “Que ele vos sirva, ó Pai, dia e noite, intercedendo a vós pelo seu povo e oferecendo os dons da vossa Igreja. Pela força do Espírito Santo, que a plenitude do sacerdócio lhe comunica, concedeilhe o poder de perdoar os pecados segundo o vosso mandamento; que ele distribua os ministérios segundo o vosso preceito e desligue todo o vínculo, conforme o poder dado aos Apóstolos. Pela mansidão e pureza de coração, que ele seja para vós oferenda agradável, por vosso Filho, Jesus Cristo”.


4

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Arquidiocese agenda de dom alberto corrêa

agenda de dom irineu roman

n De 1 a 7 de agosto de 2017

n De 1 a 7 de setembro de 2017

n SEXTA, 1 DE SETEMBRO 8h - Gravações 15h30 - Visita a Casa Penal 19h30 – Reunião

n SEXTA, 1º DE SETEMBRO 9h30 - Visita às Casas Penais 19h – Missa - Catedral de Belém (dia de Santa Maria de Belém) n SÁBADO, 2 DE SETEMBRO 10h - Ordenação de Dom Antônio Assis (Ourém) n DOMINGO, 3 DE SETEMBRO 7h - Missa - Paróquia Santo Afonso Maria de Ligório (Festividade) 10h - Missa - Comunidade São Francisco de Assis (Paróquia Santa Luzia do Bom Futuro) 19h - Missa - Paróquia São Domingos de Gusmão (Festividade) n SEGUNDA, 4 DE SETEMBRO 9h30 - Visita às Casas Penais 13h - Visita da imagem Peregrina (Benfeitor) 15h30 - Visita às casas penais (Seccional de São Braz) n TERÇA, 5 DE SETEMBRO 9h30 - Visita às Casas Penais n QUARTA, 6 DE SETEMBRO 9h30 - Visita às Casas Penais 19h - Missa Comunidade Semeando

n SÁBADO, 2 DE SETEMBRO 9h - Ordenação Episcopal de Dom Antônio de Assis Ribeiro (Ourém - PA) 20h - Missa Comunitária no Encontro da Comunidade Nova Aliança (Icoaraci) n DOMINGO, 3 DE SETEMBRO 7h - Assembleia da CRB (CNBB N2) 11h - Missa (Grêmio Português) 18h - Missa (Paróquia Coração Eucarístico de Jesus) n SEGUNDA, 4 A QUARTA, 6 DE SETEMBRO Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos n QUINTA, 7 DE SETEMBRO 18h - Missa na Fazenda da Esperança Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

com Maria n QUINTA, 7 DE SETEMBRO 17h - Batizado - Residência Episcopal

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Imagem Peregrina de Nossa Senhora nas casas penais Nesta semana os Bispos da Arquidiocese de Belém realizam diversas atividades pastorais como celebrações, visitas e reuniões. A partir de sexta-feira, 1º, ambos estarão realizando as visitas com a imagem Peregrina às Casas Penais, organizadas pela Pastoral

Carcerária. No sábado, 2, em Ourém, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira e o Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, estarão presentes à Ordenação Episcopal de Monsenhor Antônio de Assis Ribeiro. Ainda no sábado, Dom Alberto, presidirá missa às

20h no encontro da Comunidade Nova Aliança, em Icoaraci. No dia 3, o Arcebispo participa de Assembleia da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), na sede do Regional Norte II da CNBB. E, a partir da segunda-feira, 4, o Arcebispo reúne-se com a Co-

missão Episcopal para os textos litúrgicos (CETEL). O Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, presidirá a missa das 19h na sexta-feira, 1º, durante a festividade de Santa Maria de Belém, na Catedral Metropolitana. No dia 3, preside missa, pela manhã, na Paróquia Santo Afonso Maria de Ligório, e à noite, na Paróquia São Domingos de Gusmão, ambas em festividade. Na quinta-feira, 7, Dom Irineu realiza batizado na residência episcopal.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mt 16,21-27

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

21Jesus começou a mostrar a seus discípulos que devia ir a Jerusalém e sofrer muito da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos mestres da lei e que devia ser morto e ressuscitar no terceiro dia. 22Então Pedro tomou Jesus à parte e começou a repreendê-lo, dizendo: “Deus não permita tal coisa, Senhor! Que isso nunca te aconteça!” 23Jesus, porém, voltou-se para Pedro e disse: “Vai para longe, satanás! Tu és para mim uma pedra de tropeço, porque não pensas as coisas de Deus, mas, sim, as coisas dos homens!”

24Então Jesus disse aos discípulos: “Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. 25Pois quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim vai encontrá-la. 26De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida?... 27...o Filho... retribuirá a cada um de acordo com a sua conduta”. B) Comentário Jesus esteve sempre acompanhado dos discípulos e da multidão. Mas ele sabia que seu caminho entre os homens passaria pela solidão, principalmente quando tivesse que concluir sua obra salvífica, sua meta final. E a solidão

de Jesus não é aquela do isolamento, do sectarismo grupal ou pessoal. Ela é a solidão da entrega de si para livrar os outros e sentir-se só: “Como assim? Não fostes capazes de vigiar comigo por uma hora?” (Mt 26,40); é mais que “resgate”, é a entrega total e absoluta de si, conduzida ou gerada pelo amor extremo: “Ele tinha a condição divina, e não considerou o ser igual a Deus...Mas esvaziou-se a si mesmo,... humilhou-se e foi obediente até a morte, e morte de cruz” (Fl 2,6-8). Quando Pedro aconselha Jesus a evitar seu sofrimento, o faz em boa intenção, mas pelo impulso afetivo humano. O apóstolo não entendia que não há glória eterna fácil, não há ressurreição sem

calvário! O mestre repreende Pedro, e o chama até de satanás (v 23). A palavra satanás vem do hebraico “satan”, que significa aquele que tenta pelo desafio da prova; aquele que prova. Assim como “diabo” vem do grego e quer dizer “o que divide”, jogando um contra o outro. O “satanás” indica “o provador”. Jesus diz a Pedro que se afaste, Jesus pede ao Pai que afaste de si o cálice: são provações... E quem está livre delas? Por melhor que sejam as intenções, as provações não deixam de serem tentações. As coisas dos homens são boas, quando não contrastam com as de Deus, nos ensina o Mestre. A última parte do texto (v. 24-27) é como um co-

mentário sobre a morte no calvário. Perder a vida é morrer, e morrer pelo Reino é ganhar. Quem morre assim, ressuscita glorioso. O seguidor implacável de Cristo é o que trilha no caminho que passa pelo calvário, pelo patíbulo da cruz; não há desvio de rota; “quem quiser salvar a sua vida” – por atalhos – “vai perdê-la”; e “quem perder a sua vida” – assimilando todas as etapas até consumir-se – “vai encontrá-la”. Só quem vive a renúncia do “ego”, lutando na entrega incondicional de si pelo Reino, terá triunfo final, como diz Paulo: “Combati o bom combate...guardei a fé...me está reservada a coroa...não somente a mim, mas a todos...” (2Tm 4, 3s).

Liturgia da Semana w 01/09, SEXTA-FEIRA Cor (Branco) Primeira Leitura (1Ts 4,1-8) Responsório (Sl 96) Evangelho (Mt 25,1-13)

w 02/09, SÁBADO

Cor (Verde) Primeira Leitura (1Ts 4,9-11)

Responsório (Sl 97) Evangelho (Mt 25,14-30)

w 03/09, DOMINGO

Cor (Verde) Primeira Leitura (Jr 20,7-9) Responsório (Sl 62) Segunda Leitura (Rm 12,1-2) Evangelho (Mt 16,21-27)

w 04/09, SEGUNDA-FEIRA

Cor (Verde) Primeira Leitura (1Ts 4,13-18) Responsório (Sl 95) Evangelho (Lc 4,16-30)

w 05/09, TERÇA-FEIRA

Cor (Verde)

Primeira Leitura (1Ts 5,1-6.9-11) Responsório (Sl 26) Evangelho (Lc 4,31-37)

w 06/09, QUARTA–FEIRA

Cor (Verde) Primeira Leitura (Cl 1,1-8)

Responsório (Sl 51) Evangelho (Lc 4,38-44)

w 07/09, QUINTA–FEIRA Cor (Branco) Primeira Leitura (Cl 1,9-14) Responsório (Sl 97) Evangelho (Lc 5,1-11)


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

5

Vaticano

Cada um de nós é uma pequena pedra

Mas nas mãos de Jesus participa da construção da Igreja, disse Francisco durante o Angelus

C

om informações da Rádio Vaticano. “Cada um de nós é uma pequena pedra, mas nas mãos de Jesus participa da construção da Igreja”, a Igreja que “sempre precisa ser reformada, reparada”, pois mesmo com fundamentos sólidos, tem rachaduras. Foi o que afirmou em síntese o Papa Francisco no domingo, 27 de agosto, na alocução que precede a oração do Angelus. Inspirando-se no Evangelho do dia (Mt 16, 13-20), que “traz uma passagem-chave no caminho de Jesus com os seus discípulos”, o Papa falou da averiguação que Jesus faz com seus discípulos sobre quem ele é para eles, que são seus seguidores mais próximos, que “estão com ele todos os dias e o conhecem”, esperando naturalmente uma resposta diferente daquela manifestada pela opinião pública, que o

considerava um profeta. E a resposta vem de Simão Pedro, que o professa como “o Cristo, o Filho do Deus vivo”: “Simão Pedro encontra em seus lábios palavras que são maiores do que ele, palavras que não vem de suas capacidades naturais. Talvez ele não tenha feito a escola fundamental, e é capaz de dizer estas palavras, mais fortes do que ele! Mas são inspiradas pelo Pai celeste, que revela ao primeiro dos Doze a verdadeira identidade de Jesus”. Assim, o Mestre descobre que “graças à fé dada pelo Pai, existe um fundamento sólido sobre o qual se pode construir a sua comunidade, a sua Igreja. Por isto diz a Simão: “Tu és Pedro – isto é, rocha – e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”: “Também conosco, hoje, Jesus quer continuar a construir a sua Igreja, esta casa com alicerces sólidos, mas onde

fotos: divulgação

w papa a Igreja que “sempre precisa ser reformada e reparada”

não faltam rachaduras, e que tem contínua necessidade de ser reparada. Sempre. A Igreja sempre tem necessidade de ser reformada, reparada”. Mas nos sentimos pedras pequenas e não rochas – observou o Papa, acrescentando: PRECIOSA

“Todavia, nenhuma pedra pequena é inútil,

antes pelo contrário, nas mãos de Jesus a menor pedra se torna preciosa, porque Ele a recolhe, a guarda com grande ternura, a trabalha com o seu Espírito, e a coloca no seu lugar certo, que Ele desde sempre pensou e onde pode ser mais útil para toda a construção. Cada um de nós é uma pequena pedra, mas nas mãos de

Jesus participa da construção da Igreja”. Assim, como pedras trabalhadas por Jesus, “todos nós, por menores que sejamos nos tornamos “pedras vivas”, porque quando Jesus pega a sua pedra, a faz sua, a torna viva, cheia de vida, repleta de vida pelo Espírito Santo, repleta de vida de seu amor, e assim temos um lugar e uma missão

na Igreja: ela é comunidade de vida, feita de tantas pedras, todas diferentes, que formam um único edifício no sinal da fraternidade e da comunhão”. Ao recordar o martírio dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, o Papa volta ao Evangelho do dia que “nos recorda que Jesus quis para a sua Igreja um centro visível de comunhão em Pedro – também ele não é uma grande pedra, mas pega por Jesus, torna-se o centro de comunhão – em Pedro e naqueles que o sucederiam na mesma responsabilidade”, os “Bispos de Roma”, a cidade onde “Pedro e Paulo deram o testemunho de sangue”. Por fim, o pedido a Maria nossa Mãe, para que “nos sustente e nos acompanhe com a sua intercessão, para que realizemos plenamente a unidade e a comunhão pela qual Cristo e os Apóstolos rezaram e deram a vida”.

Anunciada viagem do Papa a Mianmar e Bangladesh Com informações da Rádio Vaticano. A Sala de Imprensa da Santa Sé comunicou na manhã da segunda-feira, 28 de agosto, que o Papa Francisco aceitou o convite dos Chefes de Estado e Bispos de Mianmar e Bangladesh e fará uma visita a ambos os países. De 27 a 30 de novembro, o Papa estará em Mianmar e irá à capital, Yangon, e Nay Pyi Taw. Em seguida, de 30 de novembro a 2 de dezembro, visitará Daca, em Bangladesh. O programa da viagem será publicado em breve. Em maio passado, Francisco recebeu no Vaticano a líder do governo de Mianmar e vencedora em 1991 do Prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, em um encontro que mar-

Q A

cou o início das relações diplomáticas bilaterais. Mianmar tem maioria budista e os cristãos são uma pequena parte da população. Francisco será o primeiro Papa a tocar aquele solo. De maioria muçulmana, Bangladesh, por sua vez, recebeu em 1986 o Papa João Paulo II. Em seu projeto de ‘internacionalizar’ o colégio cardinalício, o Papa Francisco nomeou os primeiros cardeais na história destes dois países: o arcebispo de Daca, Patrick D’Rozario, e o arcebispo de Yangon, Charles Bo. O lema da viagem em Bangladesh é “Harmonia e Paz” e o de Mianmar é “Amor e Paz”. Além de promover o diálogo entre as religiões, com esta viagem

Francisco chama a atenção para a perseguição que a minoria Rohingya sofre em Mianmar, denunciada e mencionada neste domingo, 27, pelo Papa no encontro dominical para a oração do Angelus. Mais de um milhão de Rohingya vivem em Rakhine, onde sofrem uma crescente discriminação desde o início da violência sectária de 2012 que deixou 160 mortos e cerca de 120 mil confinados em 67 campos de deslocados. O drama desta etnia impressionou a opinião pública em 2015, quando num êxodo maciço, velhas embarcações com centenas de pessoas sem alimentos não puderam atracar em nenhum país limítrofe, pois todos se recusavam em acolhê-los.

uantas mães derramam hoje lágrimas, como Santa Mônica, para que seus filhos voltem para Cristo! Não percam a esperança na graça de Deus! (27 de agosto)

Virgem Maria alcance para nós a graça de sermos fortemente animados pelo Espírito Santo, para testemunhar Cristo com franqueza evangélica. (26 de agosto)

w Santuário Jasna Gòra, em Czestochowa, na Polônia

Mensagem do Papa aos peregrinos de Czestochova, na Polônia Com informações da Rádio Vaticano. O Santo Padre enviou uma videomensagem no sábado, 26 de agosto, dia da memória litúrgica de Nossa Senhora de Czestochova - pelos 300 anos da coroação da imagem milagrosa de Jasna Gora, ocorrida em 8 de setembro de 1717. Em sua mensagem aos peregrinos, o Papa os cumprimenta e os abençoa nesta longa peregrinação ao Santuário de Jasna Gora, para venerar o quadro de Nossa Senhora da Virgem Negra, Padroeira da

Polônia. E afirmou: “Se Czestochova está no coração da Polônia, significa que a Polônia tem um coração materno; significa que toda palpitação da vida acontece com a Mãe de Deus. A ela, os peregrinos costumam confiar tudo: o passado, o presente, o futuro, as alegrias e as aflições da vida pessoal e nacional”. O Santo Padre recorda que ele também teve a graça de ir em peregrinação ao Santuário mariano de Czestochova ano passado, por ocasião dos 1050 anos do Batismo

da Polônia. E referindo-se ao jubileu da coroação da imagem mariana, disse: “Há 300 anos, o Papa concedeu que a imagem da Virgem de Jasna Gora fosse coroada como Rainha da Polônia. Ela é uma Mãe verdadeira, que traz o rosto marcado pelos sofrimentos”. L o g o , re c o rd o u Francisco, este solene Jubileu é um momento favorável para que ninguém se sinta órfão, pelo contrário, nossa Mãe está sempre ao nosso lado, nas tribulações e nas alegrias”.


6

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Igreja no Mundo

Mulheres da Colômbia acolhem o Papa

Cerca de cinco mil mulheres se reúnem para chamar atenção para a violência contra as mulheres

C

om informações da agência Ecclesia. O Papa vai visitar a Colômbia entre os dias 6 e 11 de setembro, e uma das iniciativas programadas na região de Villavicencio vai envolver a luta contra a violência praticada contra as mulheres. De acordo com a Rádio Vaticano, “cerca de cinco mil mulheres vestidas de cor de laranja vão acolher Francisco e chamar a atenção para a violência contra as mulheres”. Um evento que partiu de “trinta organizações femininas da cidade que elaboraram um manifesto intitulado “Nós mulheres de Villavicencio e

fotos: divulgação

do mundo, damos o primeiro passo para uma vida livre de violência”. “O objetivo é chamar a atenção para o tema, para que o Papa Francisco seja um aliado na luta contra a violência contra mulheres e que de Villavicencio promova o respeito pelos direitos da população feminina”, explica Nancy Gómez Ramos, porta-voz da as- w representantes da Associação que organiza a acolhida do Papa Francisco sociação ‘El Meta com mirada de Mujer’. ricano está a procurar causou centenas de mi- entre o Governo de A ida do Papa argen- entrar definitivamente lhares de mortos. Juan Manuel Santos tino à Colômbia acon- numa era de paz, deUm dos primeiros e o grupo guerrilheiro tece numa altura em pois de mais de 50 anos passos foi alcançado FARC – Forças Armaque este país sul-ame- de uma guerra civil que com o acordo de paz das Revolucionárias da

Colômbia. Esta iniciativa de acolhimento ao Papa em Villavicencio pretende também “destacar o papel significativo que as mulheres estão e podem vir a desempenhar no pós-conflito colombiano”, frisa Jenny Johann a Pa r r a C r u z , delegada feminina da “Comuna Tres”, de Villavicencio. Fr a n c i s c o v a i ser o terceiro pontífice a visitar a Colômbia, depois do Papa Paulo VI, em 1968, e de São João Paulo II, em 1986.

Organização para o Encontro Mundial das Famílias Com informações da agência Gaudium Press. No Santuário de Knock, na Irlanda, foi apresentado, na segunda-feira, o itinerário de preparação para o 9º Encontro Mundial da Família, que será organizado em Dublin de 21 a 26 de agosto de 2018. O Papa Francisco, em carta de 25 de março orientou aqueles que irão organizar

e participar do encontro a conhecerem o ensinamento de sua encíclica “Amoris laetitia”, com o qual “quer que as famílias estejam sempre em caminho, naquele peregrinar interior que é manifestação de vida autêntica”, afirma. O Padre Paolo Gentili, que é o Diretor do escritório nacional da Pastoral da Família

da Conferência Episcopal Italiana, fez parte de uma das equipes internacionais que ajudaram a preparar o encontro: “Pela primeira vez, o comitê organizador decidiu convocar todas as equipes das várias conferências episcopais do mundo. Alguns meses atrás, precisamente neste encontro, em

que se viveu a fraternidade nos dividimos em grupos linguísticos e começamos a refletir sobre o tema, sobretudo a preparar o espírito de acolhida de tantas famílias que gostariam de participar”. Os organizadores também criaram o programa “Amoris. Vamos falar sobre a família! Somos família!”:

Igreja no Brasil

Festa da Exaltação da Santa Cruz no Piauí Com informações da agência Gaudium Press. A cidade de Santa Cruz dos Milagres, no Piauí, organiza os últimos preparativos para a Festa da Exaltação da Santa Cruz, que acontece de 5 a 14 de setembro, atraindo anualmente centenas de milhares de fiéis de todo o país. Inspirada na temática “Filho, eis aí a Tua Mãe” (Jo 19, 27), milhares de romeiros são aguardados para a festividade religiosa, que contará com uma programação a fim de ressaltar a importância das famílias para o Santuário de Santa Cruz dos Milagres, terceiro maior destino de romaria da região Nordeste e único reconhecido pelo

w programação atrai centenas de milhares de fiéis de todo o país

Vaticano no Piauí. A tradicional festa já faz parte do calendário religioso do Estado. Durante dez dias, o evento pretende reunir milha-

res de fiéis em suas atividades, entre elas, as Missas na Igreja Matriz e no novo Santuário, além da cerimônia de acolhida às romarias com a

Celebração da Cruz. Em sintonia com o Ano Nacional Mariano por ocasião dos 300 anos do encontro de Nossa Senhora Aparecida nas

águas do rio Paraíba do Sul, a festa terá a presença de sacerdotes de paróquias que tem como padroeira um dos títulos de Nossa Senhora. Em preparação para a festividade maior, os romeiros participam de uma carreata de abertura pelas ruas da cidade em 3 de setembro, às 17h30, encerrando com a Santa Missa às 19h, no novo Santuário. A partir do dia 5 até 13 do próximo mês, ocorrerá o novenário às 19h. A conclusão dos festejos da Exaltação da Santa Cruz será em 14 de setembro, com a procissão às 16h. Para este dia, haverá a presença do Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito.

A devoção à Santa Cruz que dá nome à cidade surgiu há mais de duzentos anos. Reza a lenda que um beato pediu a um vaqueiro a ajuda para fazer uma cruz e colocála no alto de um morro, onde hoje está situada a igreja matriz. Muitos relatos de graças depois, o cruzeiro foi tido como santo e transformou-se em ponto de peregrinação, uma fé que dura até hoje. As principais festas religiosas acontecem no dia 3 de maio, quando se celebra a invenção da Santa Cruz; 14 de setembro, encerramento das festas de Exaltação à Santa Cruz e no segundo domingo de novembro, quando é realizado o Encontro dos Santos.

Tradicional Caminhada Franciscana reúne fiéis em Aracaju Com informações da agência Gaudium Press. A tradicional Caminhada Franciscana ao Santuário de Nossa Senhora Divina Pastora reuniu as fraternidades da Ordem de São Francisco, que celebraram

em 2017 os 45 anos do templo situado no interior sergipano. Em cada caminhada, as fraternidades se encontram em um povoado da cidade e caminham aproximadamente nove quilô-

metros até chegar ao Santuário. O p e rc u r s o p e n i tencial conta com momentos de orações, encerrando com a celebração da Santa Missa. Este ano a cerimônia foi presidida pelo Frei

Jonaldo. No momento da ação de graças, foi montado um cenário vivo pela passagem dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida nas águas do rio Paraíba do Sul, em São Paulo.

w tradicional caminhada franciscana


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

7

Panorama Povo de Deus: mistério de comunhão na diversidade fotos: divulgação

Pe. João Mendonça, sdb

E

m nossos dias, muito se fala de diversidade, seja aquela de gênero, como a diversidade religiosa, ética, política, cultural, etc. Na verdade, a época atual tornou-se plural, portanto, complexa, até líquida. Em vista da 9ª. Assembleia Pastoral Arquidiocesana, desejo contribuir com o resgate da expressão Povo de Deus. A iniciativa de formar um povo de diferentes raças, línguas e culturas, foi do próprio Deus, como bem nos revelam as Escrituras: “Eu serei vosso Deus e vós sereis o meu povo” (cf. Ex 6,6-7; Dt 7,6-9s; Ex 3,13-15; 1 Pd 2,9-10). Trata-se de uma experiência realizada à luz da fé. A partir da rica experiência do Concílio Vaticano II, à luz da Lumem Gentium (LG)– sobre a Igreja - do decreto Apostolicam actuositatem (AA) - sobre o Apostolado dos leigos, e Ad gentes (AG) – sobre a missão além-fronteiras, e do documento da CNBB sobre os leigos, Sal da terra e luz do mundo, de 2016, acredito que é possível resgatar elementos importantes que ajudem a concretizar mais ainda o ser leigo de forma positiva na Igreja, não como aquele que não é, mas aquele que é segundo a natureza do Batismo. Apresento esta reflexão em três partes: 1. Povo de Deus à luz do ser Igreja; 2. Povo de Deus à luz da laicidade apostólica; 3. Povo de Deus à luz da Igreja em saída.

1

Povo de Deus à luz do ser Igreja.

O Concílio superou a fórmula de uma autocompreensão da Igreja como sociedade perfeita

da natureza de ser povo em marcha, em exílio, no areópago das comunicações, da política, da família, da economia, da ciência, do magistério, além fronteiras sempre alimentados pelo amor (AA, 8; CNBB, cristãos leigos e leigas na Igreja e Sociedade, n. 250-273).

w PE. JOÃO MENDONÇA, autor do artigo

para a ideia de sinal. Assim afirma o Vaticano II: “A Igreja é em Cristo como que o sacramento de unidade” (LG, 1). Um conceito importante que transcende a visão dela mesma como resposta à pergunta de Paulo VI: Igreja, quem és? Ao se perguntar sobre sua natureza a Igreja se entende a partir da Trindade como obra da plena gratuidade do Pai, como resposta missionária da plena generosidade do Filho e da plena ação santificadora do Espírito (LG, 2-4). Somente nesta ciranda trinitária é possível compreender a Igreja na sua unidade, nos carismas, na hierarquia, nas formas de animação e governo e renovação ao longo do tempo, portanto, sinal visível do senhorio de Deus; de modo que a Igreja se manifesta como redil, lavoura, família, mãe e nova Jerusalém (LG, 6), imagens que nos revelam a íntima natureza da Igreja. Portanto, a Igreja não é uma estrutura, nem mesmo uma hierarquia, nem um conjunto de normas. A Igreja é uma comunidade em exílio permanente rumo ao Reino definitivo. Ela é corpo vivo, um organis-

mo cujos membros se conectam através dos carismas e serviços como uma teia de relações (1 Cor 12,27). A cabeça de todo esse sistema eclesial é Jesus Cristo, o missionário do Pai (LG, 8-9). Nele, a Igreja compreende-se como povo sacerdotal, profético e régio numa enorme variedade e diversidade de funções (LG10-13).

2

Povo de Deus à luz da laicidade apostólica.

Com a compreensão conciliar do sacerdócio comum (LG, 10), o Povo de Deus resgatou o valor da laicidade, perdida ao longo dos séculos pelo processo de sacerdotalização. Resgatando, por conseguinte, a natureza missionária do Povo de Deus, segundo os carismas, que têm por “obrigação propagar a fé” (LG, 17). A Igreja floresceu nos seus inícios através da ação de leigos e leigas (AA, 1). O termo apostolado nasce exatamente desta ação orquestrada pelo corpo vivo da Igreja desde sua laicidade até a hierarquia (AA, 2), a “Igreja cresce através da rede de articulações, que são os membros” (Ef 4,16).

Então, há uma diversidade de serviços, mas a missão é a mesma: Evangelizar. A laicidade, portanto, e aqui me refiro, sobretudo, aos leigos, se expressa no apostolado, a partir da fonte batismal onde “se impõe o ônus insigne de trabalhar para que o anúncio da salvação divina seja conhecido e acolhido por todos os seres humanos, em toda a terra” (AA, 3). O protagonista desta ação apostólica é o Espírito Santo que, na sua libérrima iniciativa, distribui os carismas (1 Cor 12,11). Não há, portanto, carismas mais importantes e menos importantes, todos contribuem para o apostolado na vida íntima com Cristo que é a espiritualidade cristã (AA, 4). Por conseguinte, a laicidade apostólica é exercida na fé, esperança e caridade à luz da Palavra, impelidos pelo amor de Deus e pela competência adquirida. Urge resgatar neste momento histórica da Igreja de Belém o valor da laicidade apostólica na mais pura intimidade com Deus. Então, os leigos e leigas, não devem temer as ações externas às comunidades, nas realidades temporais, sempre imbuídos

3

Povo de Deus à luz da Igreja em saída.

O Papa Francisco pede uma Igreja em Saída, sem medo de se sujar, contanto que não fique no sofá da comodidade. No entanto, esta expressão do papa não é uma novidade. Ele apenas retirou da gaveta esquecida do Vaticano II aquilo que o mesmo já tinha pedido. À luz da missão do Filho e do Espírito, este povo ungido pelo batismo é enviado a cumprir a vontade de Deus que “quer a salvação de todos” (1 Tm 2,4-6). A Igreja, povo em exílio, é missionária e favorece o crescimento de seus membros a partir da pregação e do testemunho como “manifestação da epifania do desígnio de Deus e seu cumprimento no mundo, na história, em que Deus, por intermédio da missão, realiza a história da Salvação” (AG, 3-9; CNBB, DGAE 2015-2019, n. 38-39). Aqui encontramos um tema hoje crucial na evangelização que é a iniciação cristã referendada pelo Concílio (AG, 14; CNBB, DGAE 20152019, n. 41-46; CNBB, Iniciação à vida cristã,

doc. 107, 2017). O Concílio pediu que a evangelização fosse além da exposição de dogmas e se tornasse uma “iniciação a toda a vida cristã, um aproximar-se de Cristo, durante o tempo que for necessário, no mistério da salvação, na prática da vida evangélica, nas celebrações litúrgicas, na vida de fé, de culto e de amor, características do povo de Deus” (AG, 14). Mergulhados, portanto, em Cristo morto, sepultado e ressuscitado, a vida cristã é uma inserção no povo de Deus, para ser povo e não mero espectador; missionário, portanto. É este processo iniciático que levará o povo a despertar para as vocações específicas, para a vida religiosa consagrada, para a laicidade apostólica, para o surgimento de novas igrejas particulares, para o despertar da vocação missionária além-fronteiras e de Institutos voltados à missão (AG, 15-27). A CNBB assumiu este desafio no documento 107, sobre a iniciação. A questão é se vamos concretizá-los nas dioceses, paróquias e comunidades, ou se o engavetaremos na desculpa de que não dá para mudar. Na vivência de uma Assembleia pastoral não podemos perder a oportunidade de tirar das gavetas de nossas comodidades o valor essencial de ser Povo de Deus em exílio, em saída, na diversidade de carismas e unidade de ação à luz da Trindade, o modelo da verdadeira comunidade.

Papa renova apelo por cuidado com a criação Após a catequese de quarta-feira, 30, o Papa Francisco recordou o Dia de Oração pelo Cuidado da Criação, que será celebrado nesta sexta-feira, 1º. O Santo Padre deixou um novo apelo em prol do cuidado com a Casa Comum. Francisco disse aos fiéis reunidos na Praça São Pedro que ele e o Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu, prepara-

ram, juntos, uma mensagem para a ocasião. Eles convidam todos a assumir uma atitude respeitosa e responsável com a criação. “Também apelamos a quantos ocupam papéis influentes a ouvir o grito da terra e o grito dos pobres, que mais sofrem pelos desequilíbrios ecológicos”, frisou o Papa. O Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação foi instituí-

do pelo Papa Francisco em 2015 e celebrado pela primeira vez em 1º de setembro daquele ano. A proposta é recordar a contribuição que os cristãos devem dar para a superação da crise ecológica. A data é celebrada anualmente, assim como já acontecia há tempos na Igreja ortodoxa. “Anualmente, o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação

oferecerá a cada fiel e às comunidades a preciosa oportunidade para renovar a adesão pessoal à própria vocação de guardião da criação”, explicou o Papa na época da criação da data. No ano passado, o Papa também escreveu uma mensagem para a celebração da data. O tema desta mensagem foi “Usemos de misericórdia para com a nossa casa comum”.

w NATUREZA é um dom de Deus a ser zelado


8

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Nazaré Repórter J Festa de Santa Teresinha A Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro do Jurunas, prepara vasta programação para a sua festa de 21 de setembro a 1º de outubro. “Ao teu lado, Maria, quero permanecer pequena, na casa de Isabel, recebendo tua visita, aprendo a praticar a ardente caridade” é o tema escolhido para a reflexão em comunidade. O pároco Mons. Marcelino Ferreira, explica que o tema é alusivo ao Ano Mariano. A programação constará da

rádio nazaré

festividades luiz estumano

Semana Missionária, missas diárias, retiro espiritual, carreata, terços, novenas e visita da imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré e terá a presença do Bispo Auxiliar , Dom Irineu Roman, no dia 25. No dia 1º de outubro, o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, presidirá a Missa Solene pelo dia da padroeira, às 18h. Ao longo das celebrações do dia, a bênção das rosas. Procissão e queima de fogos concluem o festejo. divulgação

J Festividade de Nossa

Senhora das Graças

A Paróquia de São Judas Tadeu, localizada no bairro da Condor, em Belém, convida o povo de Deus para prestigiar a festividade da Comunidade Nossa Senhora das Graças. Iluminados pelo tema “Com Nossa Senhora das Graças somos servos do Senhor”, a comunidade iniciou a festa da padroeira no dia 25 de agosto passado e continuam com a programação até o dia 3. O pároco Padre Rafael Brito destaca a grande procissão luminosa pelas ruas próximas à igreja no domingo, 3, às 18h. Informações: (91) 3115-6020.

J Restaurai 2017 A Paróquia de Cristo Rei, vai realizar o Restaurai Jovem 2017 no domingo, 3, a partir das 14h30, com o tema “Verdades do tempo”. Criado no ano de 2016, o encontro nasceu da preocupação com a realidade delicada da juventude e a necessidade de agir. Em 2017, o

fm

l Adoção será tema na Rádio Nazaré FM Na próxima terça-feira, 5, o Programa Direito e Cidadania, apresentado pelo Juiz federal do Trabalho, Dr. Océlio de Jesus Morais, apresenta o tema “Perfil das crianças em processo de adoção em Belém”. O juiz titular da 1a. Vara da Infância e Juventude, João Augusto Figueiredo de Oliveira, vai falar sobre o assunto. Sintonize 91,3 MHz a partir de 16h e participe! O ouvinte pode interagir durante a

divulgação

programação ligando para a central de atendimento, no número 4006-9211 ou ainda pelas redes sociais twitter.com/radionazare e pelo facebook.com/ radionazare, enviando suas dúvidas, ou sugerindo novos temas para os próximos programas.

Rádio Nazaré FM - 91,3. A serviço da vida. nossa missão é evangelizar!

rede nazaré de televisão

al can

luiz estumano

Restaurai espera restaurar o espírito jovem-cristão que existe dentro de cada pessoa, reviver o protagonismo juvenil e aguçar o espírito de missão. Entrada franca. Endereço: Rua Liberdade, s/nº - Guanabara. Informações: (91) 32351405

J LECTIO DIVINA A Catedral de Belém dá seguimento ao curso sobre Lectio Divina este mês. Nos dias 6 e 13 o vigário Padre João Paulo Dantas ministrará mais uma sequência de palestras sobre o tema. A atividade será das 19h às 22h em ambos os dias com entrada gratuita aos interessados. Participe e conheça a beleza e a profundidade da Sagrada Escritura. O local do curso é no Salão dos Ponificais, dentro da Catedral Metropolitana de Belém. divulgação

30

luiz estumano

l Apresentação do

J Visite a EXPOCEN Continua em cartaz até o dia 3 a EXPOCEN, exposição organizada pela Arquidiocese de Belém para celebrar o primeiro aniversário da realização do XVII Congresso Eucarístico Nacional, realizado em Belém no ano passado de 15 a 21 de agosto. A exposição reúne fotografias

z mh 3 . 91

novo Bispo de Belém

e peças sacras utilizadas no evento nas celebrações eucarísticas e paramentos utilizados pelo clero. A exposição pode ser vista no Salão dos Pontificais, no interior da Catedral de Belém. A igreja fica em frente à praça Frei Caetano Brandão, no bairro da Cidade Velha.

A TV Nazaré vai transmitir ao vivo a Missa Solene de apresentação do novo Bispo Auxiliar de Belém, no sábado, 9. Durante a celebração, Dom Alberto Taveira Corrêa, o Arcebispo irá apresentar oficialmente ao povo de Deus o padre Antônio de Assis Ribeiro,

que na ocasião já estará Ordenado como Bispo para auxiliar na missão evangelização da Arquidiocese de Belém. A missa será às 9h na Catedral de Belém. Também no dia 10, a TV Nazaré também transmitirá a missa de saída do Círio de Nossa

J SIMPÓSIO DE MARIOLOGIA

J Vacinação contra HPV Até 30 de setembro a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) vacinará homens e mulheres de 15 a 26 anos contra HPV em Belém. O Ministério da Saúde determinou que municípios com estoque de doses a vencer até setembro deste ano façam a imunização temporária enquanto durar o estoque. Há 52 salas de vacina na capital, distribuídas nas Unidades Municipais de Saúde e Estratégias Saúde da Família. O esquema vacinal é de três doses,

com intervalo de zero, dois e seis meses. Pessoas que tomarem a primeira dose neste período terão duas doses seguintes garantidas no Sistema Único de Saúde (SUS). A vacina HPV previne contra o aparecimento do câncer do colo de útero, 4ª maior causa de morte entre as mulheres no Brasil, e protege homens contra os cânceres de genitais e orofaringe, além de prevenir mais de 98% das verrugas genitais, doença estigmatizante e de difícil tratamento.

A Arquidiocese de Belém, por intermédio da Faculdade Católica de Belém, promoverá de 19 a 21 de setembro o Simpósio Internacional de Mariologia com o tema “A identidade e a Missão de Maria na História da Salvação”. As inscrições, mediante pagamento, são presenciais na Faculdade, na Cúria Metropolitana

de Belém e na Catedral de Belém. A Faculdade Católica fica na rodovia BR-316, Km 6 - Águas Lindas – Ananindeua. Mais informações: (91) 32552324/3215-7001/32157002/3223-2362 e nos endereços http:// catolicadebelem.com.br/; http://catolicadebelem.com. br/; e catolicadebelem@ catolicadebelem.com.br

J Retiro para casais O tema “Amar é perdoar!” será o centro das reflexões na espiritualidade que a Comunidade Sementes do Verbo estará promovendo no período de 1 a 3 deste mês, destinada a casais, noivos e namorados. A programação iniciará na sexta-feira, 1º, às 18h e terminará domingo, 3, às 16h. Informações: (91)

3247-2771/981540555, e-mail montetabor@ sementesdoverbo. org, facebook/ sdverbo, instagram: @ sementesdoverbo e site www. Sementesdoverbo. org ou na sede da comunidade na travessa do Cruzeiro, 404, no bairro do Cruzeiro, em Icoaraci.

portal nazaré

w. ww re. a naz .br o a com dac fun

l Portal transmite Ordenação de Mons. Antônio de assis Neste sábado (2), a Igreja de Belém estará em festa para receber o mais novo Bispo Auxiliar da capital, Monsenhor Antônio Assis, que será Ordenado Bispo, em Ourém, nordeste

do Estado, às 10h. O Portal Nazaré transmitirá em cadeia com a Rede Nazaré de Televisão esse momento via Youtube, basta pesquisar TV Nazaré ao vivo e acompanhar a programação.


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

9

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 SEXTA - FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R. C. R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão R. C. R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração – Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h30 - Varanda Musical 15h55 - Plantão R. C. R 16h30 - Via sacra 17h30 - Musical de Meditação 17h45 - Ângelus – Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço – Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 – Jornal R. N. A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio SÁBADO 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço – Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos

11h55 - Momento de Oração – Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Musical Nazaré 14h30 - Terço da Misericórdia 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - A vida e o tempo 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h15 - Oração do Terço – Mistérios da Alegria 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat

DOMINGO 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço – Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - As Mais Tocadas 15h00 - Terço da Misericórdia 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço – Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M.P.B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio SEGUNDA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço – Mistérios da Alegria

Ligue: (91) 4006-9251 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R. C. R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R .C .R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

TERÇA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço – Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Sebastião Fialho 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso

12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUARTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do Terço – Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Ivan Conceição 08h55 - Plantão R.C .R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração – Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 – Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão R.C.R 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 – Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor

18h15 - Oração do Terço – Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você – Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUINTA-FEIRA 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus - Liturgia das horas - laudes 05h30 - Oração do terço – Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro Popular – Pe. Roberto Cavalli 08h55 - Plantão R.C.R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R. C. R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do terço – Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem De Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - Adoração Ao Santíssimo 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Clip Show 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Evangeliza Show 04:00 - Diálogo Aberto 05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Doloroso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Fraternidade em Ação 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - Caminhando Na Fé 10:45 - Mãe Maria 10:55 - Meu Pensamento 11:00 - Férias Animadas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Sal da Terra 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - Tele Curso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Doloroso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Evangeliza Show 21:00 - Espaço Cultural 22:30 - Terra Santa News 22:50 - Mãe Maria 23:00 - Palavra de Vida Eterna 23:05 - Caminhando Na Fé 23:20 - Fraternidade em Ação 23:30 - Terço Doloroso 23:55 - Meu Pensamento SÁBADO 00:00 - Música Mensagem 02:00 - De Coração 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Clip Show 04:00 - Espaço Cultural 05:00 - Tele curso Ensino Fundamental 06:00 - Terço Gozoso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Palavra de Vida Eterna 07:00 - Notícias Pastorais 07:45 - Sal da Terra 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Comunidade Viva 08:25 - Meu Pensamento 08:30 - Conversa com Meu Povo 09:00 - Férias Animadas 10:00 - Pesca Amazônia

11:00 - Sal da Terra 11:15 - Mãe Maria 11:25 - Meu Pensamento 11:30 - Palavra de Vida Eterna 11:35 - Igreja no Brasil 11:40 - Terra Santa News 12:00 - Notícias Pastorais 12:45 - Meu Pensamento 12:50 - Mãe Maria 13:00 - Viagem pela Amazônia 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Pensando Bem 15:00 - Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP 16:45 - Notícias Pastorais 17:30 - Terço Gozoso 17:55 - Palavra de Vida Eterna 18:00 - Música Mensagem 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Cine Nostalgia 21:30 - Encantos da Amazônia 22:30 - Espaço Cultural 23:30 - Terço Gozoso 23:55 - Meu Pensamento

DOMINGO 00:00 - Música Mensagem 02:00 - Vida Consagrada 03:00 - Clip Show 04:00 - Igreja que Sofre 04:30 - Evangeliza Show 05:30 - Palavra de Vida Eterna 05:35 - Igreja no Brasil 05:40 - Meu Pensamento 05:45 - Mãe Maria 05:55 - Palavra de Vida Eterna 06:00 - Terço Glorioso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Meu Pensamento 07:00 - Notícias Pastorais 07:45 - Sal da Terra 08:00 - Santa Missa Dominical 09:00 - Férias Animadas 09:50 - Meu Pensamento 09:55 - Palavra de Vida Eterna 10:00 - Diálogo Aberto 11:00 - Pesca Amazônia 12:00 - Notícias Pastorais 12:45 - Ângelus 13:00 - Encantos da Amazônia 14:00 - Terra Santa News 14:20 - Palavra de Vida Eterna 14:25 - Meu Pensamento 14:30 - Igreja que Sofre 15:00 - Cine Nostalgia 16:00 - Dedo de Prosa 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Sal da Terra 17:20 - Mãe Maria 17:30 - Terço Glorioso 17:55 - Palavra de Vida Eterna 18:00 - Missa Santuário Nacional de Aparecida 19:00 - Vida Consagrada 20:00 - Espaço Cultural 21:30 - Janela Aberta 22:30 - Palavra de Vida Eterna 22:35 - Questão de Fé 23:35 - Terço Glorioso SEGUNDA-FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Evangeliza Show 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Encantos da Amazônia 04:00 - Clip Show

05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Gozoso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Fraternidade em Ação 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - Caminhando Na Fé 10:45 - Mãe Maria 10:55 - Meu Pensamento 11:00 - Férias Animadas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Igreja no Brasil 13:50 - Meu Pensamento 13:55 - Palavra de Vida Eterna 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - Tele Curso - Ensino Médio 16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Gozoso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Janela Aberta 21:00 - Cine Nostalgia 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Mãe Maria 22:55 Meu Pensamento 23:00 Caminhando Na Fé 23:15 Fraternidade em Ação 23:25 Palavra de Vida Eterna 23:30 Terço Gozoso 23:55 Meu Pensamento

TERÇA-FEIRA 00:00 - Igreja no Brasil 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Conversa com Meu Povo 01:40 - Palavra de Vida Eterna 01:45 - Meu Pensamento 01:50 - Mãe Maria 02:00 - Igreja que Sofre 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Religare 03:30 - De Coração 04:00 - Janela Aberta 05:00 - Tele curso Ensino Médio 05:30 - Tele curso Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Doloroso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Palavra de Vida Eterna 10:20 - Mãe Maria

10:30 - Conversa com Meu Povo 11:00 - Férias Animadas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Sal da Terra 13:15 - Meu Pensamento 13:20 - Mãe Maria 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Desenho 15:00 - Novena do Perpétuo Socorro 15:45 - Sal da Terra 16:00 - Telecurso Ensino Médio 16:30 - Conversa com Meu Povo 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Comunidade Viva 17:25 - Meu Pensamento 17:30 - Terço Doloroso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Sal da Terra 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Terra Santa News 20:50 - Mãe Maria 21:00 - Questão de Fé 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Palavra de Vida Eterna 22:50 - Igreja no Brasil 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Conversa com Meu Povo 23:30 - Terço Doloroso 23:55 - Meu Pensamento

QUARTA-FEIRA 00:00 - Fraternidade em Ação 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Terra Santa News 01:30 - Encantos da Amazônia 02:30 - Caminhando Na Fé 02:45 - Mãe Maria 02:55 - Palavra de Vida Eterna 03:00 - Novena do Perpétuo Socorro 03:45 - Caminhando Na Fé 04:00 - Questão de Fé 05:00 - Tele Curso - Ensino Médio 05:30 - Tele Curso - Ensino Médio Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Glorioso 06:25 - Palavra de Vida Eterna 06:30 - Caminhando Na Fé 06:45 - Mãe Maria 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Fraternidade em Ação 10:25 - Palavra de Vida Eterna 10:30 - Caminhando Na Fé 10:45 - Mãe Maria 10:55 - Meu Pensamento 11:00 - Férias Animadas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Fazendo Esperança 13:30 - Caminhando Na Fé 13:45 - Sal da Terra 14:00 - Igreja que Sofre 14:30 - Fraternidade em Ação 14:40 - Mãe Maria 14:50 - Palavra de Vida Eterna 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - De Mãos Dadas 16:00 - Tele Curso - Ensino Médio

16:30 - Fazendo Esperança 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Caminhando Na Fé 17:20 - Fraternidade em Ação 17:30 - Terço Glorioso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Caminhando Na Fé 20:00 - Pensando Bem 21:00 - Encantos da Amazônia 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Mãe Maria 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Caminhando Na Fé 23:15 - Fraternidade em Ação 23:25 - Palavra de Vida Eterna 23:30 - Terço Glorioso 23:55 - Meu Pensamento

QUINTA-FEIRA 00:00 - Igreja no Brasil 00:05 - Palavra de Vida Eterna 00:10 - De Mãos Dadas 01:10 - Conversa com Meu Povo 01:40 - Palavra de Vida Eterna 01:45 - Meu Pensamento 01:50 - Mãe Maria 02:00 - Igreja que Sofre 02:30 - Conversa com Meu Povo 03:00 - Encantos da Amazônia 04:00 - Pensando Bem 05:00 - Tele curso Ensino Médio 05:30 - Tele curso Espanhol 05:45 - Palavra de Vida Eterna 05:50 - Mãe Maria 06:00 - Terço Luminoso 06:25 - Conversa com Meu Povo 06:55 - Preparando a Festa 07:00 - Santa Missa Matinal 08:00 - Palavra de Vida Eterna 08:05 - Mulher.com 10:15 - Palavra de Vida Eterna 10:20 - Mãe Maria 10:30 - Conversa com Meu Povo 11:00 - Férias Animadas 12:00 - Nazaré Notícias 12:45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12:55 - Palavra de Vida Eterna 13:00 - Sal da Terra 13:15 - Meu Pensamento 13:20 - Mãe Maria 13:30 - Conversa com Meu Povo 14:00 - Desenho 14:55 - Meu Pensamento 15:00 - Adoração Ao Santíssimo 16:00 - Tele curso Ensino Médio 16:30 - Conversa com Meu Povo 17:00 - Palavra de Vida Eterna 17:05 - Terra Santa News 17:25 - Meu Pensamento 17:30 - Terço Luminoso 17:55 - Preparando a Festa 18:00 - Santa Missa Vespertina 19:00 - Nazaré Notícias 19:45 - Sal da Terra 20:00 - Conversa com Meu Povo 20:30 - Comunidade Viva 20:50 - Mãe Maria 21:00 - Diálogo Aberto 22:00 - Nazaré Notícias 22:45 - Palavra de Vida Eterna 22:50 - Igreja no Brasil 22:55 - Meu Pensamento 23:00 - Conversa com Meu Povo 23:30 - Terço Luminoso 23:55 - Meu Pensamento


10

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Santa Missa Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém Região Episcopal Sant’Ana Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724 N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h Região Episcopal Santa Maria Goretti Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503

Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 Nossa Senhora de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 Região Episcopal Santa Cruz Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950 N. Sra do Perpétuo Socorro Segunda a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797 São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 17h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30

Região Episcopal São João Batista São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250 São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251 Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004 São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30 Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765 Região Episcopal Coração eucarístico de jesus Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433 Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654 N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645 Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136 Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h Telefone: 3289-5368 Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391

Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200 Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674 Região Episcopal Menino Deus N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655 Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351 N. Sra. de Nazaré Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135 Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202 N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147 N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183 Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3237-8351 Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião);

10h30 (Ig. Div. Esp. Santo); 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153 Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199 Santíssimo Sacramento Nova União - Marituba Sábado: 18h30 (Capela N. Sra. do Perpétuo Socorro) Domingo: 18h30 (Capela S. Francisco de Assis) Região Episcopal São Vicente de Paulo Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405 Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3279-2621 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

11

Família Nazaré Fundação Nazaré realiza formação da Brigada de Incêndio A

prevenção contra incêndio foi tema do curso de formação que a Fundação Nazaré promoveu, na semana passada, para o grupo de funcionários que compõem a Brigada de Incêndio da instituição. A atividade visou proporcionar conhecimentos aos brigadistas nas áreas de primeiros socorros e noções primárias e de emergência da maneira de atuar, em caso de eventual sinistro com incêndio. Orientados por profissionais da empresa RR Consultoria, os funcionários participaram de dois dias de formação, sendo o primeiro dedicado à parte sobre incêndio e a segunda parte direcionada aos conhecimentos sobre o atendimento nos primeiros socorros às vítimas. O treinamento se faz necessário perante as necessidades de prevenção apresentadas pela estrutura da Fundação Nazaré de Comunicação, instituição vinculada à Arquidiocese de Belém, a qual sustenta em uma única edificação com três pavimentos todo o trabalho de evangelização arquidiocesana por meio da Comunicação Social desenvolvida pela TV Nazaré, Rádio Nazaré FM, o Portal Nazaré e o Jornal

Formação possibilita a prevenção contra incêndios e os primeiros socorros Voz de Nazaré. O treinamento contou com o acompanhamento de uma técnica em Enfermagem, uma técnica em Segurança no Trabalho e um bombeiro civil. “A Fundação Nazaré é uma edificação que precisa dessa atenção preventiva contra sinistros como o incêndio, devido a sua estrutura, formada de componentes que podem ser potenciais propagadores de um incêndio, uma vez que há muitos elementos eletrônicos e elétricos”, observou o bombeiro Jean Farias. Elyvanne Barbosa, coordenadora da Rádio Nazaré FM, foi uma das participantes da forma-

fotos: luiz estumano

w demonstração do atendimento em primeiros socorros a vítimas

ção. Disse que o treinamento veio ao encontro de seus anseios de estar sempre atenta ao cuidado com o próximo, considerando a parte prática de combate ao incêndio como “muito importante”, mas as

noções de primeiros socorros a deixaram ainda mais motivada à prevenção: “É gratificante sabermos a melhor maneira de preservar íntegra a vida do nosso irmão”. Auxiliar de serviços

gerais, Gesiraldo Lobato, destacou a oportunidade de poder saber um pouco mais dos detalhes sobre aquilo que pode dar origem a um incêndio: “No dia a dia, não imaginamos que coisas simples podem oferecer

w Bombeiro Jean Farias em momento de explicações sobre a parte prática de combate a incêndio

um risco grande”, disse, no que concordou o cinegrafista Rodovan Sarmento. “Reparamos que estamos em um ambiente em que devemos ter o máximo de cuidado. Aprendi muito nesta formação”, completou. A conclusão da formação contou ainda com uma rápida avaliação teórica “para nos assegurarmos de que os funcionários da Fundação Nazaré absorveram a contribuição que podemos transmitir a eles”, destacou a técnica em Segurança no Trabalho, Thayanne Rocha. A Brigada de incêndio da Fundação Nazaré de Comunicação associa-se ao trabalho desenvolvido pela Comissão Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho (CIPA). Recentemente também foi concluída a reciclagem dos funcionários da Divisão Técnica da instituição, “tudo isso para assegurar a boa condução do nosso trabalho e preservar a integridade do bem maior que são a segurança e a vida dos nossos funcionários”, assinala Marcos Aurélio de Oliveira, Diretor Administrativo e Financeiro da Fundação Nazaré.

Parabéns para você!

E

u louvo e agradeço a Deus pelo dom da vida e pelas bênçãos que Ele tem me dado, pela paz que tem me proporcionado no meu trabalho, na minha paróquia e na minha comunidade. Peço saúde para que eu continue o meu trabalho pela Igreja. Terezinha Kós Miranda,

84 anos, tabeliã vitalícia 01/09 Ana Margarida Ramos Sarmento Izabel de Jesus Amaral Maria da Conceição Ferro Maria das Graças Rodrigues Sasaki Maria de Belém Leão Cunha Maria de Belém Teixeira Angelim Maria do Socorro Jesus dos Santos Farias Maria Helena Soares Costa

Milza Hage Cecim Raimundo Marques Cardoso Simone da Silva Mamede 02/09 Aline do Socorro Furtado da Silva Analea Menezes Gomes Isaura Barbosa da Silva Maria de Nazaré Silva e Silva Maria do Perpétuo Socorro Vale da Silva Maria Lúcia da Fonseca Gomes Maria Soares 03/09 Altair dos Santos Fonseca Aurilena Neves Deuzalina Faro Sampaio Deuzilene Moreira Viana Edilena Cordeiro da Silva Fátima Ramos de Oliveira Jaime Barros da Silva Jeffer Júnior Duarte Gonçalves Jorge Aristeu Costa José Humberto Vianna Longo José Maria Alves da Silva Junior Manoel Carmelino Mendes de Souza Maria das Graças Afonso do Amaral Maria de Nazaré da Luz Silva Maria do Socorro Tavares Castro Ruth Pimentel Monteiro Silney Alexandre Costa dos Santos Terezinha de Jesus F. dos Santos 04/09 Carlos Alberto Frota e Silva Domingas Medeiros da Silva Grupo de Oração Mensageiro da Boa Nova - Orlando Guimarães Maria do Socorro Ferreira das Dores Raimunda Nonata Nantes de Abreu

Roberto Costa de Andrade Rômulo Cunha Vieira Rosa Maria Pinheiro Silvia Clelia Lobato da Silva Vale Terezinha de Jesus Pereira Guimarães 05/09 Carlos Ernani Nunes Garcia Elizângela Neves Fernandes Francisca Barbosa de Paiva João do Carmo Barbosa Manoel Benedito Lobato da Silva Manoel Luis Fernandes da Silva Maria de Lourdes Brito Souza Neide do Socorro Serrão de Oliveira Raimunda de Souza Gonçalves w

06/09 Lidia Suely Lago de Araújo Maria do Carmo Silva Milton Ferreira Ribeiro Neide Barbosa Brabo Nilma de Nazaré de Souza Ferreira Regina Maria Canelas Toppino Terezinha Costa da Silva Vitoria do Socorro Santos Negrão 07/09 Domingos Pinheiro da Costa Maria Alice da Costa Silva Roberto Teixeira de Oliveira Rosana Sousa Leão Terezinha de Kós Miranda

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 01/09 - Pe. Carlos Magno D’Almeida 02/09 - Pe. Amadeu Alves Linhares Neto 02/09 - Pe. Antônio Cleidivan Bezerra Vieira 04/09 - Pe. Cleiton Marcos da Silva Liker 04/09 - Pe. Francisco Javier Martinez 04/09 - Diác. Raimundo Cordeiro de Brito 05/09 - Pe. Ulisses José Albuquerque de Campos 07/09 - Diác. Raimundo Nonato Santos

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 02/09 - Pe. Ederaldo da Mata Silveira 03/09 - Pe. Hellyson Wagner Amaral de Lima 04/09 - Diác. Benedito Otávio Cardoso Quaresma

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Arquidiocese N

esta sexta-feira, 1º de setembro, a partir das 15h, a Capela da Fundação Nazaré de Comunicação recebe mais uma celebração eucarística em intenção dos benfeitores da Família Nazaré. Com presença da imagem de Nossa Senhora do Bom Remédio, a celebração será presidida pelo pároco de Bom Remédio, cônego José Luiz Alves Fernandes, e concelebrada pelo vigário paroquial, padre Everson Corrêa Vianna. Antes, às 14h, haverá oração do Terço Mariano, com participação da comunidade presente. A celebração desta sexta é em agradecimento pela contribuição voluntária dos que integram a Família Nazaré, programa de contribuição da Fundação Nazaré de Comunicaçã que ajuda na manutenção e ampliação do trabalho evangelizador realizado pelos quatro meios de comunicação social, TV, Portal, Rádio e Jornal. Além disso, a missa objetiva celebrar o Jubileu Mariano no Brasil

Missa pela Família Nazaré nesta sexta-feira, 1º Celebração com a presença da imagem de Nossa Senhora do Bom Remédio luiz estumano

w presença membros do Apostolado da Oração, presença constante

pelos 300 anos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida. A Fundação elaborou um calendário de missas, todas na primeira sexta-feira de cada mês, com a participação de

paróquias com devoção mariana. Em abril, a primeira celebração contou com a presença da imagem de Nossa Senhora Auxiliadora e foi conduzida por paroquianos da Paróquia de mesmo

nome, situada no bairro Anita Gerosa, em Ananindeua. Com transmissão ao vivo pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30, a celebração no dia 1º terá a presença dos pa-

roquianos da Paróquia Nossa Senhora do Bom Remédio, da Região Episcopal Coração Eucarístico de Jesus, que irão trazer a imagem, uma vez que a Matriz e as comunidades festejam a padroeira neste mês de setembro. Antes da missa, às 14h, também com transmissão ao vivo, haverá a oração do Terço Mariano, acompanhada por membros de comunidades e do Apostolado da Oração, uma vez que a primeira sexta-feira do mês é dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, e também pelo Grupo Arquidiocesano do Terço dos Homens. Além disso, toda a comunidade do entorno está convidada a participar da celebração.

Seja um benfeitor

Quem ainda não faz parte da Família Nazaré pode realizar seu cadastro no Portal Nazaré (www.fundacaonazare.com.br/cadastro) ou ligar para o número 4006-9211/4006-9212. Dessa maneira, qualquer pessoa que deseje contribuir com a missão evangelizadora da Arquidiocese de Belém, pode fazê-lo, tornandose integrante da família de benfeitores. A contribuição dos benfeitores da Família Nazaré é um dos principais fatores do êxito da evangelização realizada pelos diversos projetos pastorais da Igreja de Belém tendo à frente o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa.

Recadastramento Família Nazaré Benfeitores devem atualizar informações urgente Você que contribui para a divulgação do Evangelho, atualize seu cadastro. Com essa atualização e sua contribuição poderemos continuar a evangelizar. Informe seu nome, endereço e CPF. Sua ajuda é muito importante para nós. Atualize seu cadastro pelo telefone (91) 4006-9211, pelo Whatsapp (91) 99315-

quadrinhos andré abreu

BOA DICA

5743, pelo site www.fundacaonazare.com.br e também nas nossas redes sociais. Continue mantendo os meios de Comunicação da Arquidiocese de Belém. Se preferir recadastrarse pessoalmente, dirija-se à Fundação Nazaré, situada na avenida Governador José Malcher, 915 - Edifício Paulo VI, bairro de Nazaré, em Belém.

livros e cd's

n DVD Série Mini-Curso de Teologia Jesus - Paulus Vídeo (Paulus, R$ 25,00)

O

rganizado em oito momentos, o vídeo é o terceiro volume da série Minicurso de Teologia e retrata importantes passagens da vida de Jesus, como seu batismo por João, suas palavras e milagres, entre outras.

eu indico divulgação

Janair Corrêa, estudante, 44 anos

E

u indico o livro Ágape, do padre Marcelo Rossi. Nesse livro o padre Marcelo nos fala do amor incondicional de Deus pelos seus filhos amados. É o tipo de leitura que fortalece a nossa fé, nos faz entender porque Deus nos ama tanto e tudo quanto ele é capaz de fazer por nós, seus filhos. É uma obra que recomendo, sobretudo, àqueles que buscam a razão da sua verdadeira felicidade.

n Bíblia dia a dia 2018 - capa cristal - Nossa Senhora Aparecida (Paulinas, R$ 15,84)

C

hegou A Bíblia dia a dia 2018, com capa ilustrada e sobrecapa cristal. Possui indicação da primeira leitura e salmo, transcrição dos Evangelhos com respectivos comentários, espaço para anotações e páginas duplas para anotações aos domingos. Também conta planejamento diário para 2018 e 2019, as principais orações do cristão, índice remisso dos Evangelhos e calendário permanente. Com A Bíblia dia a dia você pode antecipar-se e conhecer toda a liturgia da Palavra durante todos os dias do ano ou preparar comentários litúrgicos para celebrações da Palavra em sua comunidade. Os comentários bíblicos são de autoria de Cônego Celso Pedro da Silva e as ilustrações internas de Cláudio Pastro.


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

2º C aderno

w celebração Dom Alberto durante a celebração eucarística

fotos: luiz estumano

w participação evento contou com a presença de diversos religiosos

Festival Vocacional mobilizou a Igreja em Belém Concentrados no Seminário Pio X, jovens puderam discernir sobre vocações

w padre Lindomar, coordenador do Festival

A

Arquidiocese de B e l é m re a l i z o u nos dias 26 e 27 a sexta edição do Festival Vocacional por intermédio do Serviço de Animação Vocacional (SAV), com o tema “Eis-me aqui. Faça-se em mim segundo tua Palavra” . Além da programação litúrgica, a atividade reuniu uma feira de vocações religiosas e show. Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém, abriu o evento com a Santa Missa na Paróquia de São Pio X, localizada no complexo do Seminário Pio X, em Ananindeua. Concluída a celebração eucarística, Dom Alberto dirigiu-se à área externa do complexo e, diante da comunidade que o seguiu, declarou

aberta a programação do Festival Vocacional. Realização do Serviço de Animação Vocacional (SAV) da Arquidiocese de Belém, o festival tem a proposta de reforçar o chamado de Cristo junto à comunidade, fazendo despertar a vocação religiosa entre os participantes oriundos de todas as paróquias que procuram estar presentes ao evento. Padre Lindomar Pinheiro, coordenador do Serviço de Animação Vocacional explica que a realização do festival é muito importante para a Arquidiocese de Belém, haja vista que é um evento que possibilita aos participantes “discernir sobre a sua participação na vida da Igreja. Uma vez presentes conosco, eles se permi-

w jovens de diversas paróquias participaram

w abertura Arcebispo de Belém, Dom Alberto, abrindo a programaçao

tem aproximar-se mais de Deus, entendem bem como podem contribuir com a missão que Jesus pede a cada um de nós que é a continuidade da sua própria missão de salvação”. O coordenador do festival comentou ainda que o festival vocacional ajuda os presentes a compreender como agir em comunidade sendo um leigo,

padre, religioso e ainda com a vocação familiar pelo Matrimônio. Uma das pessoas que já sabe da sua missão pelo reino de Deus é Irmã Maria Samara, da Congregação das Irmãs Legionárias que esteve no evento. “A vocação é algo que vem de Deus e para vivê-la depende da resposta da pessoa. E se queremos buscar a santidade, basta dizer ’sim’,

confirma a religiosa. L eigo consagrado, Márcio José da Silva, da Comunidade Mar a Dentro, também esteve no festival. O missionário falou da alegria de anunciar Jesus, mas ressaltou a necessidade de mais vocações na Igreja para fortalecer as comunidades que necessitam da partilha pela evangelização, como faz a sua, adentrando

w evento atividade reuniu uma feira de vocações religiosas e show

as comunidades ribeirinhas para tornar Jesus ainda mais conhecido. Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém, visitou a feira vocacional, percorreu os estandes onde estavam expostos resultados e produtos do trabalho do Serviço de Animação Vocacional e conversou com muitos dos participantes, em sua maioria, jovens. Ao final do evento ela falou sobre o festival vocacional, destacando a celebração do Ano Mariano, que motivou as reflexões do encontro vocacional. “No mês de agosto, dedicado às vocações, também celebramos a Assunção de Maria. Nisso, lembramos também que Nossa Senhora é a Mãe de todas as vocações a nos incentivar inspirados no seu ‘sim’ a Deus”. Animado com a alegria em volta do ambiente do festival que contou com dinâmicas para a juventude e um show do cantor Cosme, Dom Alberto concluiu que “todo mundo hoje mostra tantas coisas, muitas vezes sem critérios formadores, a Arquidiocese se alegra de mostrar nossa juventude sadia buscando viver a vida de Igreja, seja pelo Matrimônjo santo, seja como um vocacionado para a vida religiosa consagrada, como um leigo consagrado, e como um sacerdote. De tantas escolhas que o mundo oferece, constatamos, felizes que há muitos de nós confiantes e respondendo ao chamado de Jesus para servi-lo”.


2

5

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Igreja

2º Caderno Miscelânea

Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

C

omo prometi, no finalzinho da edição passada aqui de Miscelânea, nesta de hoje elencaremos as vezes em que, na Bíblia, aparece o verbo amaldiçoar, bem como os livros em que ele se encontra e, se o espaço der, assim o espero, relacionaremos quer os nomes dos amaldiçoadores, quer os dos amaldiçoados, além das razões da maldição. Desta vez, minha guia é apenas a Concordância da Sociedade Bíblica do Brasil, por não ter, também, a Católica. Segundo ela, o verbo em questão é encontrado, ao todo, sessenta e quatro vezes, na verdade, sessenta e cinco, sendo sessenta e duas no Primeiro (ou Antigo) Testamento e três no Segundo (ou Novo), em vinte e dois livros: dezenove do Primeiro Testamento e três do Segundo. Os dezenove do Primeiro Testamento e o número de citações de cada: Gênesis, quatro citações segundo a Concordância da Sociedade Bíblica, mas, pelas minhas contas, que me

Maldição (XIII) parecem corretas, cinco; Êxodo, duas citações; Levítico: cinco; Números: quatorze; Deuteronômio: duas; Josué: uma; Juízes: três; I Samuel: uma; II Samuel: oito; I Reis: uma; II Reis: uma; Neemias: duas; Jeremias: uma; Malaquias: três. Os três do Segundo Testamento: Marcos: uma; Romanos: uma; Tiago: uma. Detalhemos as vezes em que esse verbo aparece. As cinco do livro do Gênesis: Em 4,11, que não consta na Concordância Bíblica, Deus diz a Caim que é a terra que o amaldiçoa, por ele ter se tornado fraticida ao matar, por inveja e ciúme, um inocente, seu irmão Abel. Textualmente: “A voz do sangue do teu irmão clama da terra a mim. Por isso te amaldiçoa esta terra que abriu a garganta para receber de tua mão o sangue do teu irmão.” Em 5,29 Lamec, pai de Noé, afirma que Deus

amaldiçoara a terra. A razão encontra-se em Gênesis 3,17, dada pelo próprio Deus a Adão: “Porque deste atenção à tua mulher e comeste da árvore proibida, maldito seja o solo por tua culpa,” etc. Em 8,21, ao aspirar o perfume dos animais e aves lhe oferecidos por Noé em holocausto (lembrando: holocausto, biblicamente, era o sacrifício em que a vítima, depois de sacrificada, era inteiramente queimada e a fumaça subia ao céu como sinal de entrega total a Deus), o Senhor diz a si mesmo: “Não voltarei a amaldiçoar a terra por causa do homem.” Em 12,3, Deus diz a Abraão: “Abençoarei a quem te abençoar e amaldiçoarei quem te amaldiçoar.” Finalmente, em 27,29, diz Isaac, já cego, a seu filho Jacó, que fazendose passar por seu irmão Esaú atende à solicitação do pai de sair para caçar e lhe trazer a caça como

divulgação

w Deus amaldiçoa caim: tela do florentino Giovanni Domenico Ferretti

alimento: “maldito quem te amaldiçoar, bendito quem te abençoar”. Para terminar, pois meu espaço está acabando, as duas citações que se encontram no livro

do Êxodo: em 21,17, o código da Aliança - palavras de Deus a Moisés - estatui: “quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe é réu de morte.” E em 22,27, ainda o Senhor a

Moisés, com vista a todos: “... – não amaldiçoarás o chefe do teu povo.” As citações que deixaram de ser vistas ficam para nossa próxima edição. Shalom!

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

05/09 - Terça-feira São Bertino - Confessor

01/09 - Sexta-feira S. Maria de Belém - Padroeira da Cidade e da Arquidioc. de Belém

Natural de Konstanz, na Alemanha, recebeu formação monástica no célebre Mosteiro de Luxeuil, que seguia a austera regra de São Columbano. Fundou, auxiliado por Santo Omer e outros companheiros, o Mosteiro de São Pedro, na Ilha de Sithiu, no Artois, e governou-o durante cerca de 60 anos, até que morreu no ano 700 com mais de 100 anos de idade. Esse mosteiro, que depois passou a se chamar de São Bertino, teve nada menos que 22 monges elevados pela Igreja às honras dos altares.

Se perguntarem quem é a padroeira de Belém, não é N. Sra. de Nazaré, pois há toda uma bela história da devoção à “Santa Maria de Belém”, que se celebra no dia 1º de setembro. Iniciada nos mosaicos da antiga catedral de Belém de Judá, na gruta da Natividade, construída em 330 pelo convertido imperador Constantino, depois espalhou-se pela Europa até Portugal. Conhecidos nomes da nossa história tiveram grande fé e trouxeram essa devoção até nós. Finalmente os pontífices Clemente XI, 1719, e Pio X, 1906, confirmaram o nome exclusivo como padroeira principal da cidade e da Arquidiocese. 02/09 - Sábado Santa Ingrid - Religiosa Falta para o mundo moderno orientação espiritual. Vejamos o exemplo desta sueca que viveu no séc. XIII. Muito centrada na fé desde criança, entretanto, obediente aos costumes de sua época. Aceitou o matrimônio que lhe impuseram, e nunca largou o auxílio espiritual do padre dominicano Pedro de Dacia, e também a prática da caridade. Até que enviuvou pouco tempo depois, então sim, pôde, com a permissão do bispo e do rei, fazer os votos perpétuos e fundou um mosteiro em Skanninge, Suécia, sob as regras de São Domingos. 03/09 - 22º Domingo do Tempo Comum Santa Phoebe - Viúva e Colaboradora de São Paulo

Uma antiga tradição aponta esta grega como grande colaboradora do apóstolo dos gentios. Os primeiros documentos a chamam-na de “ministra”. Mais tarde, surgirá uma expressão muito ligada à ministra, às diaconisas, que não eram como os diáconos, mas desempenhavam grande papel na Igreja. 1Tm 5, 3-16 nos esclarecem o papel das viúvas. Uma visão revolucionária desse texto pode confundir a verdadeira intenção, principalmente de quem não tem o amor em servir.

06/09 - Quarta-feira Santa Eva de Dreux - Mártir

04/09 - Segunda-feira Santa Rosália - Virgem Nasceu de uma família nobre do sul da Itália em 1125. Tinha 14 anos quando Nossa Senhora lhe apareceu e recomendou que deixasse o mundo, pois nele sua alma correria perigo. Rosália, obedecendo à Virgem, fugiu ocultamente de casa, sem avisar os pais. Dois Anjos, com figuras humanas, a acompanharam até uma gruta onde ela se ocultou, levando vida de oração e penitência. Novamente escoltada pelos mensageiros celestes, Santa Rosália foi para o alto do Monte Pelegrino, onde passou 16 anos até sua morte.

S. João Crisóstomo, outros santos e até mesmo na oração eucarística, “Eva” indica o início do pecado, o rasgo, a queda original. Dificilmente algum cristão gostaria de se chamar assim, embora haja algumas que o façam só para contrariar. Porém, independente do nome, essa jovem de Dreux, território do norte da França de hoje, doou sua vida e foi obediente à fé, o que a primeira Eva não foi. Os relatos de seu martírio são vagos, mas a Tradição confirma-lhe a existência. Suas relíquias foram depositadas na igreja de S. Pedro, em Dreux. 07/09 - Quinta-feira São Calcedônio - Mártir

Como já vimos em outra história hagiográfica, quando não há muitos fatos a respeito da vida de um santo, há uma intervenção Divina para seu reconhecimento. Em 1753, o então papa Bento XIV doou aos jesuítas, para o convento de N. Sra. Manresa, uma relíquia de um mártir dos primeiros séculos, com esta inscrição: “Calcelonius in pace”. Constataram-se então muitos milagres em Malta, Palermo, Catânia, graças a pedidos feitos a ele.


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

3

Panorama

2º Caderno

Grito e oração pelos excluídos A

presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, em carta enviada a todos os Bispos do Brasil, convida os pastores a mobilizarem as suas dioceses em um “dia de oração e jejum pelo Brasil“ e indicam claramente que “o dia sugerido é o 7 de setembro próximo“. A carta é assinada pelo presidente, vice-presidente e secretário-geral da CNBB e se conclui com um modelo de oração já publicada por ocasião da recente festa do Corpo e Sangue de Cristo. A ideia que perpassa a convocação do episcopado brasileiro é que todas as pessoas que buscam viver a espiritualidade compreendem que a Igreja deve estar unida em oração e também incentive o povo de Deus à oração, uma vez que o panorama político e social do país passa por profundas mudanças sobre as quais cabe a criteriosa análise de cada um, mas, sobretudo, é determinante que o Brasil precisa de oração no seu sentido bem mais amplo, suplicando ao Senhor a justiça social e a consequente paz para toda a nação, entendem os Bispos. O lema do 23º Grito dos Excluídos deste ano é “Por Direitos e Democracia, a luta é todo o dia”. Fruto das semanas sociais brasileiras, o evento

CNBB conclama a todos que façam da oração o maior manifesto por justiça social

é um espaço aberto onde pastorais, movimentos, sindicatos e organizações mais diversas se confrontam num grito comum pela vida, em primeiro lugar. Tradicionalmente, a celebração é feita na semana da Pátria no dia 7 de setembro, dia em que a nação reúne-se no feriado nacional para co-

memorar a independência do Brasil. A mobilização do Grito dos Excluídos 2017 tem por base o lema “Por direitos e Democracia, a luta é todo dia” para chamar a atenção da sociedade para a urgência da organização e da luta popular frente à conjuntura em que o Brasil vive

hoje, em meio a um cenário de retrocessos, de desmonte do processo democrático e da perda iminente de direitos dos trabalhadores, conquistados com intensas lutas sociais. A manifestação ressalta ainda que a corrupção política é algo que só tem se agravado e tornou o Brasil um país

de inseguranças sob várias perspectivas sociais. O Grito dos Excluídos, segundo os organizadores, quer rediscutir esse sistema, propondo que a vida esteja em primeiro lugar. História - A proposta do Grito surgiu no Brasil no ano de 1994 e o 1º Grito dos Excluídos foi realizado em setembro

de 1995, com o objetivo de aprofundar o tema da Campanha da Fraternidade do mesmo ano, que tinha como lema “Eras tu, Senhor”, e responder aos desafios levantados na 2ª Semana Social Brasileira, cujo tema era “Brasil, alternativas e protagonistas”. Em 1999 o Grito rompeu fronteiras e estendeu-se para as Américas. O Grito dos Excluídos é uma manifestação popular carregada de simbolismo, é um espaço de animação e profecia, sempre aberto e plural de pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos. O Grito é uma descoberta, uma vez que agentes e lideranças apenas abrem um canal para que o Grito sufocado venha a público. O Grito brota do chão e encontra em seus organizadores suficiente sensibilidade para darlhe forma e visibilidade. O Grito é coletivo e une vozes da Igreja, dos sindicatos, das Pastorais; não se caracteriza por discursos de lideranças, nem pela centralização dos seus atos; o ecumenismo é vivido na prática das lutas e é importante para fortalecer o compromisso de todos.

“Senhor, salvai o vosso povo e libertai-o” divulgação

(Salmo 27,9) Reunidos em Belém, de 28 a 31 de agosto de 2017, nós, Bispos do Regional Norte II da CNBB (Pará e Amapá) nos deparamos, mais uma vez, com a realidade preocupante em que os povos indígenas, quilombolas e outros grupos tradicionais se encontram. Apesar de inscritos na Constituição Federal de 1988 (Art. 231 e 232), os direitos indígenas estão seriamente ameaçados pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC)215/2000 que pretende passar a decisão final da demarcação de terras indígenas do Executivo para o Legislativo e a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 3239, que prevê a Lei do Marco Temporal para definir um limite de tempo para a ocupação e o reconhecimento de terras indígenas e questiona a existência dos territórios

w direitos dos povos quilombolas e indígenas foram ratificados pelos Bispos da Região Norte

quilombolas. Para favorecer o agronegócio, as empresas mineradores e os criadores de gado, grupos representados pela bancada ruralista no Congresso propõem a anu-

lação ou diminuição de áreas tradicionalmente habitadas por povos indígenas e quilombolas e a abertura de Áreas de Conservação a empresas mineradoras. Projetos de mineração e agrone-

gócio, do jeito como vêm sendo implementados na Amazônia, trazem consequências desastrosas e irreversíveis para o meio-ambiente e os povos que habitam essa região. O recente decreto

presidencial sobre a extinção da Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), emanado sem nenhuma consulta prévia dos povos diretamente atingidos, como prevê a Constituição Fe-

deral, é mais um golpe contra a Amazônia. Como pastores da Amazônia não podemos nos calar diante dos desmandos governamentais e conclamamos a todos os homens e mulheres de boa vontade a se opor às contínuas investidas contra a Amazônia e seus povos “utilizando, inclusive, legítimos mecanismos de pressão, para que o governo cumpra o dever próprio e não-delegável de preservar o meio ambiente e os recursos naturais (...) do seu país, sem se vender a espúrios interesses locais ou internacionais” (LS 38). Pedimos ao Senhor da Vida que salve os seus povos da extinção física e cultural e liberte a Amazônia da destruição e ruína. Belém, 30 de agosto de 2017 Os Bispos do Pará e Amapá


4

5

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

2º Caderno Festividade A Nossa Senhora Auxiliadora festejada em Santa Maria cidade de Santa Maria do Pará, nordeste do Estado, esteve em festa ao longo de todo o mês de agosto com grandes manifestações religiosas em honra a Nossa Senhora Auxiliadora organizadas pela Igreja Católica Apostólica Romana. Entre as principais, destacam-se as visitas da imagem nas comunidades, órgão públicos, escolas e o 4° Passeio Ciclístico que ocorreu na sexta-feira, 25, a qual reuniu grande número de fiéis com suas bicicletas, motos e carros. Eles partiram alegremente pelas ruas e avenidas da cidade rezando, cantando e fazendo diversas homenagens à “Mãe Auxiliadora dos cristãos”. O evento é um dos vários momentos de preparação para o círio e a cada ano torna-se mais expressivo e participativo. Neste ano, deu-se início às 18h em frente ao Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, na rua Dr. Rayol e terminou por volta das 20h no mesmo local. Um segundo momento que merece destaque é o tradicional translado da imagem de Nossa Senhora para o local de início do Círio que fica na Comunidade Santa

Tradicional procissão levou população a participar do círio em honra a Maria divulgação

w homenagens à Nossa Senhora levaram os fiéis às ruas do município de Santa Maria do Pará

Teresinha, esta a última preparação para a grande caminhada de fé e sempre ocorre pela parte da noite, um dia antes do principal evento. Este ano ocorreu no sábado, 26. Após a Santa Missa, a imagem da padroeira foi conduzida até a berlinda e a trasladação percorreu várias ruas da

cidade, movida por vários hinos de louvor, homenagens e muita fé. No domingo, 27, ainda bem cedo, a cidade já estava bastante movimentada pelos fiéis que caminhavam em direção à concentração para a procissão. O círio foi iniciado na Comunidade Santa Teresinha às

7h e de lá a imagem da “Mãe das famílias Santa-marienses” partiu pelas ruas e avenidas da cidade acompanhada pelo povo de Deus que cantou e rezou agradecendo a Deus pelos benefícios alcançados pela intercessão de Nossa Senhora, esta que já tem como títu-

Credenciamento SEBRAE

XXIV Festival Internacional de Dança A Escola de Danças Clara Pinto convida para o lançamento do XXIV F I D A - Fe s t i v a l Internacional de Dança da Amazônia, que será realizado na quarta-feira, 6, às 19h, na própria escola, situada na traves-

lo o ofício de auxiliar os cristãos em direção a Nosso Senhor Jesus Cristo. Em cada passo, em cada casa e em cada parada um sinal de fé e amor daqueles que expressaram sua gratidão pelas bênçãos alcançadas ou daqueles que, perseverantes, esperam

uma graça por intermédio da Mãe de Deus. Após duas horas e quinze minutos de procissão, o círio mais rápido da história chegou ao destino e a imagem foi retirada da berlinda e conduzida até a frente da Igreja Matriz. À chegada, o pároco continuou os ritos da Missa diante dos celebrantes. No momento da homilia, enfatizou as virtudes de Nossa Senhora, o Ano do tricentenário de Aparecida e falou da sua alegria em participar pela primeira vez do Círio. Durante abênção final padre Ermínio Arbítrio abençoou os fiéis utilizando a imagem da padroeira que, em seguida, foi recolhida para a berlinda no presbitério da Igreja Matriz, onde ficará até o final da festividade que se encerrará com o Recírio e a primeira edição do Fest Maria coma presença da cantora Fatima Sousa.

O Sebrae inscreve até o dia 27 para o credenciamento de empresas prestadoras de serviços de consultoria e instrutoria junto à instituição. Empresariado manteve reunião com o Sebrae em Belém na última terçafeira para sanar dúvidas sobre o processo de credenciamento. Interessados devem inscrever-se exclusivamente pela internet, pelo link do edital publicado na página da instituição (www.pa.sebrae.com.br). O processo tem duas fases e o resultado é para o final de janeiro de 2018.

sa Doutor Moraes, 52, no bairro de Nazaré, em Belém. O evento tem a coordenação geral da professora Clara Pinto e a realização do festival tem apoio de diversas entidades. Informações: (91)32231744/98844-7070.

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica O Jornal Voz de Nazaré continua as reflexões iniciadas em 2013, Ano da Fé, com a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta, numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica, com seus elementos fundamentais.

III Parte (A Vida em Cristo) CAPÍTULO SEGUNDO “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” SEXTO MANDAMENTO: NÃO COMETER O ADULTÉRIO

499

. Porque é que a inseminação e a fecundação artificiais são imorais?

São imorais porque dissociam a procriação do ato com que os esposos se entregam mutuamente, instaurando assim um domínio da técnica sobre a origem e o destino da pessoa humana. Além disso, a inseminação e a fecundação heteróloga, com o recurso a técnicas que envolvem uma pessoa estranha ao casal dos esposos, prejudicam o direito do filho a nascer dum pai e duma mãe conhecidos por ele, ligados entre si pelo matrimônio e tendo o direito exclusivo a tornarem-se pais, só um através do outro. (2373-2377)

500

. Como deve ser considerado um filho?

O filho é um dom de Deus, o maior dom do matrimônio. Não existe um direito a ter filhos («o filho exigido, a todo o custo»). Existe, ao contrário, o direito do filho a ser o fruto do ato conjugal dos seus progenitores e o direito a ser respeitado como pessoa desde o momento da sua concepção. (2378)


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

C

om grande alegria, a Província Capuchinha de Nossa Senhora do Carmo, por meio da Fraternidade de Nossa Senhora Auxiliadora, de Belém, acolheu o novo presbítero, Frei Odinei Mota, ordenado no último dia 26 de agosto, sábado, pela imposição das mãos e oração consecratória do Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, em celebração eucarística às 19h, na Matriz da Paróquia de São Francisco de Assis – Capuchinhos -, em São Brás. Com presença de familiares, amigos, irmãos e irmãos da fraternidade capuchinha, diáconos e da comunidade paroquial a celebração foi dividida em duas partes: primeiro com o rito de ordenação com a Ladainha de Todos os Santos, imposição das mãos do Bispo Auxiliar invocando o dom do Espírito Santo e Oração Consecratória, e, na segunda parte, a celebração teve seguimento. Frei Odinei passou por todas as etapas da formação. Iniciando com dois anos de postulantado, seguido de um ano de noviciado. De-

5

Ordenação de Frei Odinei Mota na Paróquia dos Capuchinhos Celebração aconteceu na Paróquia de São Francisco de Assis, em Belém divulgação

w Frei Odinei ordenado pela imposição das mãos de Dom Irineu

pois seguiu para o pósnoviciado em São Luís, no Maranhão, onde estudou Filosofia. Em Manzanillo, em Cuba,

exerceu um ano de tirocínio e estudou quatro anos de Teologia em Havana, capital cubana, onde é missionário e pa-

ra onde voltará após o capítulo provincial, em dezembro deste ano. “A ordenação do Frei Odinei é um motivo de

muita alegria para nós Capuchinhos. Ele é fruto de sete anos de trabalho pastoral na área do Baixo Acará na Diocese

de Abaetetuba. Ele é o fruto que o Senhor nos presenteou durante esse tempo que assumimos essa área pastoral. Sua ordenação é motivo de alegria porque deixa evidente a ação missionária da nossa província e paróquia, visto que ele é missionário em Cuba e para lá voltará a partir de dezembro”, afirmou Frei Sílvio Almeida, superior da congregação dos capuchinhos em Belém. Ele prossegue: “Nossa província tem crescido também em números. Este ano já ordenamos três de nossos sacerdotes e temos dois diáconos em vista da ordenação. Trata-se de um crescimento motivado pelo testemunho dos frades que, de modo simples, apresentam a beleza da vida franciscana. É acima de tudo graça de Deus, que tem sido muito generoso para conosco”.

Comemoração dos 140 anos da chegada das Irmãs Doroteias Para comemorar os 140 anos da chegada das irmãs Doroteias e da fundação do Colégio Santo Antônio a Congregação de Santa Doroteia no Brasil promove de 2 a 6 de setembro uma extensa programação alusiva a data, que envolve espiritualidade, peregrinações, celebrações eucarísticas, apresentações culturais e confraternização. A abertura da programação, no sábado, 2, pela manhã, no próprio Colégio, será marcada com o “Encontro de Espiritualidade e Formação de Leigos”. No domingo, dia 3 de setembro, às 9h, na Escadinha do Cais do Porto, acontece a “Peregrinação – chegada das Irmãs Doroteias”; em seguida será celebrada Santa Missa. Na segunda-feira, dia 4, e terça-feira, 5, às 8h30, no auditório do

luiz estumano

w Colégio Santo Antônio 140 anos de atuação na Amazônia, situado no centro de Belém

Colégio, tem apresentações culturais feitas pelas diversas turmas de alunos. Na quarta-feira, dia 6, às 8h, na Capela do Colégio, “Celebração Eucarística em Ação de Graças pela chegada das

Irmãs Doroteiais e pelos 140 anos do Colégio Santo Antônio”. Depois da celebração e marcando o encerramento das comemorações, ocorre a confraternização da comunidade Doroteia.

O

A Congregação de Santa Doroteia do Brasil é uma instituição religiosa fundada no dia 12 de agosto de 1834, inicialmente chamada Filhas de Santa Fé, passou a

chamar-se Irmãs de Santa Doroteia quando Paula Frassinetti assumiu a obra apostólica. Paula foi forte e suave, sabia escutar e compreender, pois era humana. Amava as crianças e a juventude.

TERCEIRA PARTE

YOUCAT J o r n a l Vo z d e Nazaré segue os estudos sobre o YOUCAT - Catecismo da Igreja Católica escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciou-se por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

Histórico

A VIDA EM CRISTO PRIMEIRO CAPÍTULO

A dignidade do ser humano

307

- O que é a fé?

A fé é a força pela qual concordamos com Deus, reconhecemos a Sua

Verdade e nos ligamos a Ele pessoalmente. [1814-1816, 1842]

Com eles repartiu seus dons e fundou obras, sonhando a construção de um amanhã, seguindo a vontade de Deus. O reconhecimento das suas obras evangelizadora foi motivo da ampliação em outros países e, atendendo aos chamados, Paula enviou um grupo de irmãs, em 1866 a Portugal e ao Brasil. Em 12 de fevereiro de 1866, um grupo chegou em Recife, Pernambuco, concretizando a primeira expansão da congregação em terras brasileiras. Em 1877, Paula enviou as irmãs à segunda obra no Brasil. Partiram de Roma para o Norte e chegaram à Amazônia, em Belém do Pará, no dia 3 de setembro. A congregação compartilha nesta data a alegria da evolução de uma obra evangelizadora e educacional, voltada à formação de crianças e jovens. “Uma obra que transcende muitas décadas, fortalecida em seus princípios, agregando em sua forma de educar pela via do coração e do amor, através da firmeza e da suavidade de Santa Paula Frassinetti, as honras da superação dos sinais dos tempos e das conquistas e avanços, contemplando os leigos como responsáveis e missionários Doroteus, junto às Irmãs Doroteias”, relata a mensagem da comemoração.


6

5

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Panorama C

om informações da CNBB - A Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) divulgou nota segunda-feira, 28, na qual repudia a extinção da Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), feita pelo Governo Federal na última quarta-feira, 23. No texto, o organismo vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) considera que o decreto baixado pelo Executivo “vilipendia a democracia brasileira, pois com o objetivo de atrair novos investimentos ao país o Governo brasileiro consultou apenas empresas interessadas em

2º Caderno

“Extinção da Renca vilipendia democracia brasileira”

Afirmação é dos Bispos da Repam em nota sobre extinção de reserva explorar a região”. De acordo com a Repam, nenhuma consulta aos povos indígenas e comunidades tradicionais foi realizada, como manda o Artigo 231 da Constituição Federal de 1988 e a Convenção 169, da Organização Internacional do Trabalho (OIT). “O Governo cede aos grandes em-

presários da mineração que solicitam há anos sua extinção e às pressões da bancada de parlamentares vinculados às companhias extrativas que financiam suas campanhas”, lê-se no texto. A manifestação da Repam ainda cita como consequências à extinção da área o aumento do desmatamento;

a perda irreparável da biodiversidade; a impossibilidade de garantir a proteção da floresta, das unidades de conservação e das terras indígenas; além de representar uma ameaça política para o Brasil inteiro, “impondo mais pressão sobre as terras indígenas e Unidades de Conservação”.

Leia o texto na íntegra, assinado pelo presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB e também da Repam, cardeal Cláudio Hummes, e pelo Presidente da Repam-Brasil e Secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB, dom Erwin Kräutler:

Brasília, 28 de agosto de 2017

Nota de repúdio ao Decreto Presidencial que extingue a RENCA

A

Rede Eclesial PanAmazônica (REPAM), ligada ao Conselho Episcopal Latino-Americano e do Caribe (CELAM), e no Brasil organismo vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com a Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB, por meio de sua Presidência, unida à Igreja Católica da Pan-Amazônia e à sociedade brasileira, em especial aos povos das Terras Indígenas Waãpi e Rio Paru D’Este, vem a público repudiar o anúncio antidemocrático do Decreto Presidencial, altamente danoso, que extingue a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (RENCA) na última quarta-feira (23). A RENCA é uma área de reserva, na Amazônia, com 46.450 km2 – tamanho do território da Dinamarca. A região engloba nove áreas protegidas, sendo três delas de proteção integral: o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, as Florestas Estaduais do Paru e do Amapá; a Reserva Biológica de Maicuru, a Estação Ecológica do Jari, a Reserva Extrativista Rio Cajari, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru e as Terras Indígenas Waiãpi e Rio Paru d`Este. A abertura da área para a exploração mineral de cobre, ouro, diamante, ferro, nióbio, entre outros, aumentará o desmatamento, a perda irreparável da biodiversidade e os impactos negativos contra os povos de toda a região. O Decreto de extinção da RENCA vilipendia a democracia brasileira, pois com o objetivo de atrair novos investimentos ao país o Governo brasileiro consultou apenas empresas interessadas em explorar a região. Nenhuma consulta aos povos indígenas e comunidades tradicionais foi realizada, como manda o Artigo 231 da Constituição Federal de 1988 e a Convenção 169,

Ouvimos o grito da terra e o grito dos pobres

da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O Governo cede aos grandes empresários da mineração que solicitam há anos sua extinção e às pressões da bancada de parlamentares vinculados às companhias extrativas que financiam suas campanhas. Ao contrário do que afirma o Governo em nota, ao abrir a região para o setor da mineração, não haverá como garantir proteção da floresta, das unidades de conservação e muito menos das terras indígenas – que serão diretamente atingidas de forma violenta e irreversível. Basta observar o rastro de destruição que as mineradoras brasileiras e estrangeiras têm deixado na Amazônia nas últimas décadas: desmatamento, poluição, comprometimento dos recursos hídricos pelo alto consumo de água para a mineração e sua contaminação com substâncias químicas, aumento de violência, droga e prostituição, acirramento dos conflitos pela terra, agressão descontrolada às culturas e modos de vida das comunidades indígenas e tradicio-

nais, com grandes isenções de impostos, mas mínimos benefícios para as populações da região. Riscos ambientais e sociais incalculáveis ameaçam o “pulmão do Planeta repleto de biodiversidade” que é a Amazônia, como nos lembra Papa Francisco na carta encíclica Laudato Si, alertando que “há propostas de internacionalização da Amazônia que só servem aos interesses econômicos das corporações internacionais” (LS 38). A política não deve submeterse à economia e aos ditames e ao paradigma eficientista da tecnocracia, pois a prioridade deverá ser sempre a vida, a dignidade da pessoa e o cuidado com a Casa Comum, a Mãe Terra. Em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, em 9 de julho de 2015, o papa Francisco não hesitou em proclamar: “digamos não a uma economia de exclusão e desigualdade, onde o dinheiro reina em vez de servir. Esta economia mata. Esta economia exclui. Esta economia destrói a mãe terra”. Na LS, o papa Francisco

alerta ainda que “o drama de uma política focalizada nos resultados imediatos (…) torna necessário produzir crescimento a curto prazo” (LS 178). Ao contrário, para ele “no debate, devem ter lugar privilegiado os moradores locais, aqueles mesmos que se interrogam sobre o que desejam para si e para os seus filhos e podem ter em consideração as finalidades que transcendem o interesse econômico imediato” (LS 183). A extinção da Renca representa uma ameaça política para o Brasil inteiro, impondo mais pressão sobre as terras indígenas e Unidades de Conservação, e abrindo espaço para que outras pautas sejam flexibilizadas, como a autorização para exploração mineral em terras indígenas, proibida pelo atual Código Mineral.

Por todos esses motivos, nos unimos às Dioceses locais do Amapá e de Santarém, aos ambientalistas e à parcela da sociedade que, por meio de manifestações nas redes sociais e de abaixo-assinados, pedem a imediata sustação do Decreto Presidencial que extingue a Reserva. Convocamos as senhoras e os senhores parlamentares a defenderem a Amazônia, impedindo que mais mineradoras destruam um dos nossos maiores patrimônios naturais. Não nos resignemos à degradação humana e ambiental! Unamos esforços em favor da vida dos povos que vivem no bioma amazônico. O futuro das gerações vindouras está em nossas mãos! Que Deus nos anime no mais fundo de nossos corações e nos ilumine e confirme na busca da tão sonhada Terra Sem Males.

Dom Cláudio Cardeal Hummes Presidente da REPAM e da Comissão Episcopal para a Amazônia Dom Erwin Kräutler Presidente da REPAM-Brasil e Secretário da Comissão Episcopal para a Amazônia


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

7

Arquidiocese

2º Caderno

fotos: luiz estumano

w redação: visita do novo Bispo Auxiliar às instalações da TV Nazaré

w na rádio nazaré Bispo participa do programa de Romildo Rosa

Monsenhor Antônio de Assis cumpre agenda na Arquidiocese de Belém Agenda de eventos antecede ordenação episcopal a acontecer em Ourém D esde sua chegada dia 17 a Belém, Monsenhor Antônio de Assis Ribeiro, SDB, vem realizando uma série de atividades na capital paraense, antecedendo sua ordenação episcopal, marcada para este sábado, 2, na cidade de Ourém, nordeste paraense. O novo Bispo Auxiliar já esteve em contato com comunidades ribeirinhas atendidas pela Arquidiocese, visitou as instalações da Cúria e da Fundação Nazaré e recebeu a bênção, dada por Dom Alberto, dos paramentos litúrgicos que irá utilizar. Filho de Hipólito dos Santos Ribeiro (falecido) e Domingas de Assis Ribeiro, Monsenhor Antônio de Assis Ribeiro é o quinto filho de um total de 11 irmãos, e nasceu na zona rural do município de Capitão Poço. Começou sua formação em Ananindeua, Região Metropolitana de Be-

w benção das ínsignias do novo Bispo Auxiliar, por Dom Alberto, na Residência Episcopal

lém, e depois se mudou para Manaus, capital do Amazonas, para concluir parte de sua formação. Nos últimos seis anos esteve no Amazonas, co-

mo vice-inspetor da Inspetoria Salesiana São Domingos Sávio e também atuando como coordenador nacional da Pastoral Juvenil Salesiana. De per-

fil voltado para o serviço, Monsenhor sempre buscou estar à disposição das comunidades periféricas e também indígena. Relativamente à no-

va missão, Monsenhor Antônio de Assis se diz confiante, avaliando como plano de Deus para seu ministério: “O meu ânimo está sereno

Compromissos pré ordenação Mons. Antônio de Assis Ribeiro, nomeado em junho passado para somar no trabalho de evangelização na Arquidiocese de Belém junto a o A rc e b i s p o M e t ro politano, Dom Alberto Taveira Corrêa, será o segundo Bispo Auxiliar de Belém, uma vez que o primeiro foi Dom Irineu Roman. Seu lema episcopal: “Por eles me consagro!” (Jo 17,19). Sua chegada à capital paraense, pois ele estava desempenhando funções em Manaus (AM), contou com calorosa recepção do Arcebispo Metropolitano, de amigos e conhecidos, depois do que, seguiu para a residência episcopal, local onde moram os bispos da Ar-

quidiocese de Belém. No último final de semana de agosto, em companhia de Dom Alberto, Mons.Antônio esteve nas ilhas conhecendo a ação missionária da Pastoral das Ilhas e participou da formação aos dirigentes de peregrinação do Círio de Nazaré, no Hangar, Centro de Convenções da Amazônia. Na segunda-feira, 28 de agosto, o novo bispo auxiliar conheceu os setores, organismos e departamentos da Cúria Metropolitana, sede administrativa da arquidiocese. Em seguida, visitou a Fundação Nazaré de Comunicação (FNC), acompanhado pelos Diretor de comunicação, Mário Jorge Alves, pelo Diretor

administrativo-financeiro, Marcos Aurélio, e pelos coordenadores dos meios de comunicação, Marcos Valério (TV Nazaré), Bernadete Costa (Voz de Nazaré), Elyvane Barbosa (Rádio Nazaré) e Paul Adrian (Portal Nazaré). Em entrevista ao programa Nazaré Revista, da Rádio Nazaré, apresentado por Romildo Rosa, Mons.Antônio agradeceu o acolhimento dado pelo Arcebispo e pelo presbitério de Belém e manifestou alegria em retornar ao estado para ser Auxiliar na capital: “É uma alegria muito grande poder voltar a Belém, surpreendentemente para servir como bispo, mas as surpresas de Deus acontecem e estamos aqui. O desejo que

tenho é de servir, de ser realmente bom samaritano, um bom Cirineu. Aos poucos serei introduzido e estou disposto a aprender e a somar com todos que aqui trabalham pelo Reino de Deus”. Na terça-feira, 29 de agosto, na residência episcopal, houve a bênção dos paramentos litúrgicos que serão utilizados pelo novo Bispo Auxiliar em sua ordenação episcopal. No domingo, 3 de setembro, pela manhã, sua primeira celebração como bispo será na sua cidade natal, Capitão Poço e, à noite, em Ourém. Na segundafeira, 4 de setembro, ele preside celebração eucarística na igreja local de Igarapé Açu, cidade onde foi batizado.

e confiante. Creio que tudo isso seja projeto de Deus. Ele me chamou para o sacerdócio e agora me chamou para esse serviço. Sou sacerdote por vocação e serei bispo por obediência, mas obedeço com serenidade e com alegria. Desejo servir o povo e a Arquidiocese, somar para que continuemos a evangelização”. Agora, próximo de sua ordenação, o novo bispo considera muito importante ordenar-se na sua terra natal: “voltar à nossa própria casa, próprio contexto cultural e histórico, é muito significativo. Sempre amei o povo do Pará, de Ourém, de Capitão Poço. Então sinto-me no meio do meu povo e creio que isso seja importante para nos entendermos melhor e ver fragilidades, valores e possibilidades. Estamos aí para servir”.

Ordenação em Ourém A ordenação episcopal de Monsenhor Antônio de Assis será em Ourém, no nordeste paraense, nesse sábado, 2, às 10h, presidida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto, na praça Lauro Sodré, em frente à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição. Os bispos Dom Flávio Giovenale, SDB, de Santarém, e Dom Francisco Meinrad Merkel, CSSp, Bispo de Humaitá, Amazonas, serão concelebrantes e co-ordenantes. A Rede Nazaré de Televisão e Rádio Nazaré transmissão tudo ao vivo.

Serviço I n f o r m a ç õ e s : ( 91 ) 3 215 7001/3215-7002 comunicacao@arqbelem.org (92) 2101-3400/99111-4858 comunicacao@isma.org.br Outras informações: www.sma. org.br/ordenacaoepiscopalpar aense.


8

5

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

fotos: divulgação

w auditório lotado durante a programação realizada no Hangar

C

erca de dois mil fieis participaram da Manhã de Formação dos Dirigentes de Peregrinação, realizada no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, no último domingo, 27, em função da preparação espiritual dos voluntários que participam das peregrinações nos lares e comunidades do município formado por sete regiões episcopais da Arquidiocese de Belém. O evento contou com momentos de espiritualidade e orientações. Os presentes receberam o Livro das Peregrinações, cujo tema, compreensivelmente é, “Maria Estrela da Evangelização”, o mesmo do Círio deste ano. Segundo o Padre João Paulo, vigário do Curato da Sé, esse tema já foi explicado há tempos pelo Papa Paulo VI, que o dera como título a Nossa Senhora, ao chamá-la de Estrela da Evangelização, para que nos guie e nos ensine a evangelizar com amor e

w dirigentes recebem materiais que serão utilizados nas peregrinações

Cerca de dois mil participantes na Manhã de Formação Momento de preparação espiritual para os voluntários

w "maria Estrela da Evangelização”, tema refletido no evento

devoção. Segundo o referido sacerdote, o objetivo específico, este ano, é que sigamos o exemplo de Maria e que sejamos

evangelizadores. O material distribuído é preparado com antecedência e seu conteúdo é revisado cuidado-

samente pela Diretoria do Círio. De acordo com o Diretor de Evangelização, Jorge Xerfan, a preparação inicia-se

quando “Dom Alberto anuncia o tema do Círio do ano seguinte e entrega esse material que contém, além de breves comentários a respeito do assunto, o título dos 15 Encontros que compõem o Livro das Peregrinações”. Para o Diretor Coordenador da Diretoria da Festa de Nazaré, Roberto Souza, as peregrinações levam a Palavra de Deus: “É um momento de agradecermos a todos aqueles que colaboraram para a preparação desse livro e na organização desse evento”. A celebração eucarística foi presidida por Dom Alberto e concelebrada pelo novo Bispo

Inscrições abertas Pastoral da Acolhida continua para o concurso de campanha de arrecadação redação do Círio Desde a última semana escolas de ensino médio das redes pública e particular de todo o Estado podem inscrever seus alunos no XXIII concurso de redação do Círio de Nazaré. O tradicional certame, promovido pela Diretoria da Festa de Nazaré, será realizado no dia 17 de setembro, às 9h, no Centro Social de Nazaré. O concurso premiará os três melhores textos em prosa, elaborados a partir da proposta apresentada pela comissão responsável pelo concurso. A redação deverá ter abordagem religiosa, e, ainda que sejam abordados temas transversais, o enfoque principal deve ser dado à figura de Maria de Nazaré, mãe de Jesus. O edital sinaliza que cada instituição poderá inscrever até dois

alunos, obedecendo às normas do concurso. Para inscrever-se, basta acessar o site do Círio de Nazaré (www. ciriodenazare.com.br), ir para o menu downloads, preencher a ficha de inscrição e encaminhar para secretaria@ ciriodenazare.com.br, anexando cópia de documento de identidade. As fichas também poderão ser entregues na Secretaria da Diretoria da Festa, situada à Praça Justo Chermont, Centro Social de Nazaré, das 12 às 20 horas. As inscrições seguem abertas até 14 de setembro. A Diretoria da Festa de Nazaré divulgará apenas o resultado dos três primeiros lugares, até o dia 29 de setembro de 2017, no site www.ciriodenazare.com.br e na sede da Diretoria da Festa.

A Pastoral da Acolhida segue com a campanha de arrecadação de materiais a serem utilizados no acolhimento dos romeiros que chegam à Casa de Plácido

durante o período do Círio de Nazaré. Contribua doando alimentos não perecíveis, materiais de primeiros socorros, toalhinhas, produtos de higiene e limpeza.

As doações devem ser entregues no Centro Social de Nazaré na sala da Pastoral da Acolhida, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 15h às 21h e, aos sábados, das 9h às 12h.

Auxiliar que, ao final, abençoou os fiéis presentes com a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré. O Livro das Peregrinações está disponível tanto no aplicativo “Círio de Nazaré” para IOS e Android, quanto no site www.ciriodenazare.com.br. Os párocos que faltaram ao encontro podem receber o seu kit de evangelização na Loja Lírio Mimoso, anexa à Basílica Santuário.

Materiais necessários Material solicitado destinado ao atendimento dos romeiros na Casa de Plácido durante o Círio 2017: Equipe de Cozinha:

Alimentos não perecíveis

Equipe de Lava-pés:

- Sabonete líquido - Hidratante - Luva Descartável - Bucha de Banho - Toalhinhas

Equipe de Limpeza

- Detergente - Sabão em pó - Bota - Luva Látex

Equipe de Massagem:

- Óleo Mineral - Hidratante - Papel Toalha - Álcool em gel

Equipe da Saúde:

- Luva Descartável - Gaze - Seringa - Algodão em rolo - Atadura - Soro - Esparadrapo - Micrópore


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

9

Em Nazaré

2º Caderno

Círio 2017: Missa do Mandato dá início às peregrinações

fotos: divulgação

Jornada de peregrinações nos lares e comunidades

N

a noite da segunda-feira, 28, a Basílica Santuário ficou mais uma vez lotada por devotos de Nossa Senhora de Nazaré. Desta vez, o motivo foi a Missa do Mandato, evento que marca o início da jornada de peregrinações nos lares e comunidades, como preparação espiritual ao Círio de Nazaré. A missa foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e contou com a presença dos 18 Bispos

do Regional Norte II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Em sua homilia Dom Alberto agradeceu a presença de todos: “Em mais este momento de união que o Círio nos proporciona, agradeço a Deus mais uma vez pela presença de cada um aqui, pessoas que vem da região das ilhas, dos bairros e lugares mais distantes, com um único objetivo: a evangelização. Que Jesus acompanhe vocês nessa caminhada, que prepara

w imagens da Virgem que serão levadas em peregrinação às famílias

todos os corações para mais um Círio de Nossa Senhora de Nazaré”. Na

integram a Arquidiocese de Belém. A Diretoria da Festa

Campanha arrecadará recursos para construção de auditório

Lançamento da Romaria das Crianças No sábado, dia 26 de agosto, uma Missa na Basílica Santuário de Nazaré marcou o lançamento da Romaria das Crianças e a versão do cartaz oficial do Círio para a Romaria. A Romaria é uma das 12 oficiais da Quadra Nazarena e é organizada pela Diretoria da Festa e acontece no primeiro domingo após o Círio. A celebração eucarística foi presidida pelo reitor do Santuário, padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves. Estavam presentes crianças representando escolas, pastorais, a Guarda Mirim de Nazaré, catequese e órgãos de assistência infanto-juvenil da capital paraense. A animação da celebração foi realizada pelas crianças que integram o coral “Cantinho São Rafael”, uma das instituições assistidas pelas Obras Sociais da Paróquia de Nazaré (OSPAN). Em sua homilia padre Luiz Carlos falou sobre a importância de guiar os pequenos ao reino dos céus: “Jesus, sendo filho de Maria e José, nos ensinou que é na humildade e simplicidade de uma criança que alcançaremos o reino do céu. Crianças são a herança, o prosseguimento e a confirmação da família. Por isso é nosso dever encaminhá-

Santa Missa estiveram presentes centenas de fiéis das 87 paróquias que

de Nazaré e o Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) estimam que durante as peregrinações, que devem acontecer até o inicio de outubro, as imagens de Nossa Senhora visitem, aproximadamente, 120 mil lares paraenses. Cada imagem visita cerca de 20 residências, o que resulta numa participação de aproximadamente um milhão e 700 mil fiéis, segundo o Dieese.

las a Jesus com o amor de Maria e a dedicação de São José”. A ilustração do cartaz foi elaborada pelo artista Emanuel Ferreira, a partir de sugestão do reitor da Basílica e presidente da Diretoria do Círio, padre Luiz Carlos N. Gonçalves. O artista destaca que a criação da versão infantil do cartaz oficial do Círio para a Romaria das Crianças deste ano

foi “uma viagem ao tempo em que minha mãe juntava minhas mãozinhas para rezar para o “papai e a mamãe do céu” e de ter a inocência das brincadeiras na calçada em frente ao portão de casa. Foi um desafio no mínimo atrevido, mas que, humildemente e guiado pelas mãos de Nossa Senhora, pude desenvolver, conseguindo uma peça que

Durante a Missa do Mandato, padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves, reitor da Basílica Santuário, lançou a campanha promovida pelas Obras Sociais da Paróquia de Nazaré (OSPAN) visando arrecadar recursos em prol da construção do auditório Dom Alberto Ramos, localizado no Centro Social de Nazaré. A campanha trouxe a Belém uma novidade que promete agradar os devotos: a Água Mineral Nossa Senhora de Nazaré, que tem como principal diferencial sua embalagem exclusiva no formato da imagem da padroeira dos paraenses, disponível na versão de 500ml ou um litro. O produto já está disponível para comercialização, exclusivamente nos postos de venda instalados na lateral da Basílica Santuário e na Loja Lírio Mimoso. Novidade

A campanha de arrecadação com as vendas foi sugerida pelo Superior Provincial Norte dos Barnabitas e Supervisor de Comunicação da Basílica Santuário de Nazaré, Padre José Ramos das Mercês, que já atuou como reitor do Santuário e também pároco de Nazaré:“Fomos procurados pela empresa responsável pela idealização do formato das embalagens e vimos a possibilidade de poder trazer aos devotos de Nazaré esta novidade que promete agradar, além de fazer com que todos participem da concretização deste so-

w novidade Água Mineral Nossa Senhora de Nazaré

nho do nosso saudoso Padre Luciano”. Por se tratar de água mineral, o líquido pode ser consumido tranquilamente, ou, para os que desejarem, apenas ser abençoado. As garrafas são fabricadas em polietileno tereftalato, popularmente chamado de PET. A produção e o envase são feitos pela empresa Cambará, que desenvolveu o design exclusivamente para a campanha. Centro Social

O Centro Social de Nazaré foi idealizado em 1986, pelo então Pároco de Nazaré, Padre Luciano Brambilla, CRSP, para atender à crescente demanda por espaço físico que pudesse atender às Pastorais, Movimentos e Serviços paroquiais. Desde sua

inauguração, o espaço passou por adaptações e atualmente conta com diversas salas multiuso, dentre as quais, a Capela Bom Pastor, a Casa de Plácido, o espaço Memória de Nazaré e o auditório Dom Vicente Zico, sendo atualmente o principal local de eventos realizados pela Paróquia. Entretanto, um dos locais primordiais não chegou a ser concluído: o auditório Dom Alberto Ramos, que terá capacidade para 400 pessoas. O nome proposto para o auditório faz uma justa homenagem ao sétimo Arcebispo de Belém, que esteve à frente desta Arquidiocese de 1957 a 1990, sucessor de Dom Mário de Miranda Vilas-Boas e antecedente de Dom Vicente Joaquim Zico.


5

10 belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Igreja

2º Caderno Servindo à verdade Prof. Ricardino Lassadier

O

lá, meu irmão e minha irmã. Em Agosto, como você deve estar lembrado, a Igreja nos propôs reflexões acerca das vocações. Embora o referido mês já tenha se encerrado, gostaria de tecer algumas considerações sobre a vocação de Bispo. No primeiro domingo de Agosto falou-se dos presbíteros. Minha intenção é tratar da especificidade da vocação episcopal, já que todo bispo é padre, mas nem todo padre é bispo. Os primeiros bispos foram ordenados pelos apóstolos. É São Paulo quem nos indica (2Tm 1,6). Nessa passagem, Paulo fala da ordenação de Timóteo mediante a imposição de suas mãos. Esse rito é repetido até hoje a quando da ordenação de um novo bispo. Cada bispo católico está inserido e realiza a Sucessão Apostólica. É a Sucessão que nos dá a certeza de que estamos seguindo fielmente Jesus, em Sua verdadeira Igreja. Isto é, seguimos a Verdade pela via verdadeira. Em nossa Igreja, ou melhor, na Igreja de Cristo, não existe auto ordenação. Isto é, o verdadeiro bispo recebe esse poder, essa missão,

Guardiões luiz estumano

w dom alberto Arcebispo Metropolitano de Belém

de outros bispos realizando uma ordem sucessória que se iniciou com os Doze Apóstolos e perdurará até o fim dos tempos. Ensina o CIC (861): “Para que a missão a eles confiada fosse continuada após a sua morte, (os apóstolos) confiaram a seus cooperadores imediatos, como por testamento, o múnus de completar e confirmar a obra iniciada por eles, recomendando-lhes que atendessem a todo o rebanho no qual o

Espírito Santo os instituíra para apascentar a Igreja de Deus. Constituíram, pois, tais varões e administram-lhes, depois, a ordenação a fim de que, quando eles morressem, outros homens íntegros assumissem seu ministério”. Desde os primórdios a Igreja é assaltada por doutrinas, grupos, pessoas que se intitulam legítimos seguidores de Jesus. É contra esses perigos que São Paulo dizia: “Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho

sobre o qual o Espírito Santo vos estabeleceu como guardiões, como pastores da Igreja de Deus que ele adquiriu com o seu sangue. Eu sei que depois de minha partida, surgirão entre vós lobos ferozes, que não pouparão o rebanho. Além disso, do vosso próprio meio aparecerão homens com doutrinas perversas, que arrastarão discípulos atrás de si” (At 20, 28-30). Palavras proféticas as de Paulo! Quantas religiões, quantos grupos se dizem

legítimos seguidores de Jesus! Paulo diz que o Espírito Santo estabeleceu “guardiões”, que em grego é EPISKOPOI, de onde vem o termo BISPO. Na Igreja Católica, o bispo é aquele que recebeu a missão (desde os apóstolos), de salvaguardar o Evangelho de Jesus. É do bispo a responsabilidade de manter o povo no caminho da fidelidade e da Verdade. O bispo é quem celebra, dirige, ensina e como pastor, defende a Igreja (cf.CIC, 939). Isso significa que uma instituição que se diga legitima Igreja de Jesus , porém, não guarde a Sucessão Apostólica, não é a Igreja fundada por Cristo. É verdade que, hoje em dia, muita gente rejeita a Igreja Católica, justamente por ela conter a autoridade episcopal. Mas esta autoridade constitui o sagrado Magistério que vem (como vimos) desde os apóstolos. Foi Jesus que identificou o

acolhimento da autoridade apostólica e por consequência episcopal ao acolhimento de sua própria autoridade: “Quem vos ouve a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita, e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou” (Lc, 10, 16). Louvemos e agradeçamos a Deus pela vocação episcopal, pela constituição do Sagrado Magistério. É ele que garante “a unidade da Igreja Católica, sua continuidade até hoje, de maneira ininterrupta, conservando intacto o ‘depósito da fé’, que recebeu do Senhor, é a sua apostolicidade, isto é, a Sucessão Apostólica” (AQUINO, p.12)* Sigamos em frente buscando pensar com a Igreja no serviço da Verdade. Fique com Nossa Senhora e São José. *AQUINO, Felipe. Sagrado Magistério (Col. Escola da Fé, vol. III).Lorena-SP: Cleofas, 2001.

Graduado (Bacharel e Licenciado) e Especialista em Filosofia pela UFPA e Especialista em Teologia pelo CESUPA.

Próximo artigo: Maria Elisa Bessa de Castro

Palavra de vida Chiara Lubich

“Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.” (Mt 16,24) Jesus está em plena vida pública, anunciando abertamente que o Reino de Deus está próximo e se prepara para ir a Jerusalém. Seus discípulos, que intuíram a grandeza da sua missão e reconheceram nele o Enviado de Deus esperado por todo o povo de Israel, não veem a hora de se libertar da dominação romana, e sonham com a aurora de um mundo melhor, de paz e de prosperidade. Mas Jesus não quer alimentar essas ilusões: diz claramente que a sua ida a Jerusalém não o levará ao triunfo, mas, pelo contrário, à rejeição, ao sofrimento e à morte. Revela também que ao terceiro dia ressuscitará. São palavras difíceis de compreender e de aceitar. Tanto que Pedro reage e se opõe abertamente a um projeto tão absurdo; pelo contrário, procura convencer Jesus a mudar de ideia. Depois de repreender

Pedro severamente, Jesus se dirige a todos os discípulos com um convite assombroso: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.” Mas o que é que Jesus pede aos seus discípulos de ontem e de hoje, com essas palavras? Será que Ele quer que desprezemos a nós mesmos? Que nos dediquemos inteiramente a uma vida ascética? Que procuremos o sofrimento para agradar mais a Deus? Mais que isso: esta Palavra de Vida nos exorta a caminharmos nos passos de Jesus, acolhendo os valores e as exigências do Evangelho para ficarmos cada vez mais semelhantes a Ele. E isso significa viver a vida com plenitude, integralmente, como Ele fez, mesmo quando no caminho aparece a sombra da cruz.

“Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.”

Não podemos negar o fato de que cada um tem a sua cruz: a dor, nas suas

múltiplas formas, faz parte da vida humana, mas a nós parece incompreensível, contrária ao nosso desejo de felicidade. No entanto, é exatamente ali que Jesus nos ensina a descobrir uma luz inesperada. Como acontece às vezes quando, entrando em certas igrejas, descobrimos como são maravilhosos e luminosos os seus vitrais que, vistos de fora, parecem escuros e sem beleza. Se quisermos seguir Jesus, Ele pede que façamos uma completa reviravolta nos nossos valores, deixando de nos colocar no centro do mundo e rejeitando a lógica da busca do interesse pessoal. Ele propõe que prestemos mais atenção às exigências dos outros do que às nossas; que saibamos empenhar as nossas energias para que os outros sejam felizes, fazendo como Ele, que não perdeu nenhuma ocasião para confortar e dar esperança àqueles com quem se encontrava. Desse modo, libertando-nos do egoísmo, pode começar para nós um crescimento em hu-

manidade, a conquista de uma liberdade que realiza plenamente a nossa personalidade.

“Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.”

Jesus nos convida a sermos testemunhas do Evangelho, mesmo quando essa fidelidade é colocada à prova pelas pequenas ou grandes incompreensões do ambiente social em que vivemos. Jesus está conosco e quer que estejamos com Ele nessa aventura de arriscar a vida pelo ideal mais audacioso: a fraternidade universal, a civilização do amor. Esse radicalismo no amor é uma exigência profunda do coração humano, como testemunham também personalidades de tradições religiosas não cristãs que seguiram a voz da consciência até as últimas consequências. Gandhi, por exemplo, escreve: “Se

alguém me matar e eu morrer com uma oração pelo meu assassino nos lábios, e com a lembrança de Deus e a consciên-

cia da sua presença viva no santuário do meu coração, só então se poderá dizer que tenho a não violência dos fortes”.1

Chiara Lubich encontrou no mistério de Jesus crucificado e abandonado o remédio para sanar toda ferida pessoal e toda falta de unidade entre pessoas, grupos e povos, e compartilhou essa descoberta com muitos. Em 2007, por ocasião de uma manifestação de Movimentos e Comunidades de diversas Igrejas em Stuttgart, na Alemanha, escreveu:

“Também cada um de nós, na vida, sofre dores ao menos parecidas com as suas. (...) Quando sentirmos (...) essas dores, lembremo-nos Dele que as assumiu como próprias: são como que uma sua presença, uma participação na sua dor. Façamos como Jesus, que não ficou estarrecido, mas, acrescentando àquele grito as palavras: ‘Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito’ (Lc 23,46), abandonou-se novamente ao Pai. Como Ele, também nós podemos ir para além da

dor e superar a provação dizendo-lhe: ‘Nela, eu te amo, Jesus Abandonado; amo a ti, ela me faz recordar-te, é uma expressão tua, um semblante teu’. E se, no momento seguinte, nos lançarmos a amar o irmão e a irmã e a atuar aquilo que Deus quer, experimentaremos, na maioria das vezes, que a dor se transforma em alegria (...). Os pequenos grupos em que vivemos (...) podem conhecer pequenas ou grandes divisões. Também nessa dor podemos ver o Seu semblante, superar aquela dor em nós e fazer de tudo para recompor a fraternidade com os outros. (...) A cultura da comunhão tem como caminho e modelo Jesus crucificado e abandonado.”2 Letizia Magri 1M.K. Gandhi, Antiche come le montagne, Ed. di Comunità, Milão 1965, pp. 95-96. 2C. Lubich, Por uma cultura de comunhão – Encontro Internacional “Juntos pela Europa” – Stuttgart (Alemanha), 12 de maio de 2007 – http://www. together4europe.org/ .


belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

11

Festividade

2º Caderno

Cremação festeja São Miguel Arcanjo

Comunidade comemora padroeiro até o dia 29

C

om o tema “Com São Miguel, somos a Grande Família dos Filhos de Deus” e o lema “Eles eram um só coração e uma só alma” (At, 4,32), a Paróquia de São Miguel Arcanjo, na Cremação, realiza a festividade em honra ao padroeiro, de 21 a 29 deste mês. As atividades compreendem a parte litúrgica, com celebrações, alvorada, novena, e a parte cultural, com arraial, bingo e atração musical. Em mensagem destinada à comunidade, o pároco, padre Raimundo Cosme Batista Alves, afirma desejar que o festejo, iluminado pelo Ano Mariano, seja tempo de evangelização: “Que a festividade 2017 nos conscientize sempre mais como Igreja, Família do Senhor. A exemplo dos primeiros cristãos, somos convocados, a partir da fé, para experiência do amor fraterno, uma convivência de família, na consciência e na busca do bem comum, mesmo diante

das nossas diversidades e fragilidades”. E prossegue: “que São Miguel Arcanjo abençoe todos os paroquianos da Cremação, os devotos do Santo e a todos os que colaboram pelo êxito de mais uma festividade”. A diretoria da festa expressou em mensagem o seu agradecimento pelo empenho de todos os paroquianos, pessoas de boa vontade e patrocinadores que, de alguma forma, colaboram para o êxito de mais uma festividade: “motivo de intensa evangelização que a cada ano vem aumentando o seu brilho e importância na Arquidiocese de Belém”. Em preparação ao festejo, desde o dia 9 de agosto vêm realizando-se diversos eventos, com objetivo de formar e evangelizar. Nesse mesmo dia, iniciou-se a Quaresma de São Miguel. Dia 20 de agosto, formação e espiritualidade para os evangelizadores. No dia seguinte, 21, foi realizada na Matriz

de São Miguel Arcanjo a missa de envio das imagens para peregrinação. As peregrinações nas casas dos paroquianos estendem-se até o próximo dia 15 de setembro. Programação

As atividades da festividade 2017 de São Miguel Arcanjo têm início no dia 21 de setembro, às 5h45, com alvorada, queima de fogos e a recitação do terço nas ruas. À tarde, a partir das 17h30, haverá o primeiro dia de novena de São Miguel, e, às 19h, santa missa, presidida pelo vigário paroquial, padre Antônio de Pádua. A programação segue nesse mesmo ritmo, com alvorada às 5h45, novena às 17h30 e celebração às 19h, presidida por um sacerdote convidado. Dia 24 de setembro, às 16h, Procissão das Crianças, reunindo os jovens e adolescentes da paróquia. De 21 a 28, sempre a partir das 20h, acontece a programação cultural

da festividade, com quermesse, cantores regionais e venda de comidas típicas. Dia 29 de setembro, dia de São Miguel, alvorada às 6h, missa às 7h30 e 12h, esta última presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, às 15h, Exorcismo de São Miguel, presidido pelo pároco. Após a no-

vena do dia às 17h30, missa solene de encerramento da festividade,

às 19h, seguida de procissão luminosa e, ao final, show pirotécnico.

Serviço Festividade São Miguel Arcanjo 2017 Tema: “Com São Miguel, somos a Grande Família dos Filhos de Deus” De 21 a 29 de setembro Endereço: Avenida Alcindo Cacela, 2984, Cremação. Contato: (91) 3283-6022 ou paroqui asmarcanjocremacao@gmail.com

Paróquia da Terra Firme festeja Santa Maria de Belém Desde 30 de agosto, a Paróquia de Santa Maria de Belém, na Terra Firme, realiza Tríduo festivo em honra à padroeira, festejada pela Igreja no mês de setembro. Com celebrações eucarísticas e programação cultural, o festejo encerra-se nesta sexta-feira, 1º de setembro, dia de Santa Maria de Belém. A Paróquia da Terra Firme realiza esse Tríduo, como forma de celebrar a data litúrgica da padroeira, uma vez que sua festividade aconteceu no mês de maio, entre os dias 26 a 31, com o tema “Maria, Mulher que vive para a Eucaristia”, e encerrada com coroação de Nossa Senhora e missa, presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman. Além da festa litúrgica, o Tríduo visa comemorar o quarto ano de implantação da paróquia em 2011, em solenidade presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom

Alberto Taveira Corrêa. Até essa data, a paróquia era apenas uma comunidade, vinculada à Paróquia de São Domingos de Gusmão. Tornada paróquia, foi entregue aos cuidados do Pontifício Instituto Missões para o Exterior, o PIME, que apresentou o padre Romeo Catan, PIME, como seu primeiro pároco. De acordo com o padre Catan, “é uma grande honra para a paróquia receber a devoção da padroeira da capital Belém e da Arquidiocese: Somos privilegiados. Ela é aquela que sempre nos acompanha e nós precisamos desse acompanhamento. Somos uma paróquia que vem mudando a realidade local através da

oração e visitas missionárias”. Programação

Com participação das famílias, a programação do Tríduo iniciou-se com celebração eucarística às 19h, presidida pelo pároco, padre Romeo Catan. Após a Santa Missa, apresentação cultural e venda de comidas típicas. Na quinta-feira, 31, a programação seguiu o mesmo modelo do dia anterior, com missa, seguida de arraial. Nesta sexta-feira, 1º de setembro, dia de Santa Maria de Belém, a celebração, às 19h, é organizada pela Comunidade São Guido e presidida pelo pároco, com encerramento da programação cultural.

Serviço Paróquia Santa Maria de Belém Tríduo em honra à padroeira 30, 31 de agosto e 1º de setembo Endereço: Passagem Castanheira, 12, com Rua Universal. Terra Firme. Informações (91) 3253-5422.


12

belém, De 1 a 7 de setembro de 2017

Círio 2017

2º Caderno

Pastoral Carcerária dá início à peregrinação às casas penais

divulgação

Programação inclui a visita da imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré ao sistema carcerário

D

urante o mês de setembro, consagrado à Sagrada Escritura e de preparação para o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a Pastoral Carcerária, da Arquidiocese de Belém, e a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) realizam visitas com a imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré às casas de detenção femininas e masculinas, e aos centros de internação de adolescentes, da região metropolitana de

Belém. As visitas acontecem desde o dia 1º e seguem até o dia 25. As peregrinações às casas penais de Belém, Ananindeua e Marituba já se tornaram um evento oficial no período que antecede o Círio de Nazaré a realizar-se em outubro. A ação tem o objetivo de levar um pouco da espiritualidade da maior festa religiosa do Brasil para dentro do cárcere. As procissões irão acontecer em 23 casas penais de Belém, Ananindeua e Marituba.

Durante as visitas, os detentos rezam e recebem as bênçãos do Bispo acompanhante da imagem que é conduzida até a entrada das celas. Dessa forma, as visitas alcançam seu objetivo maior, levando a misericórdia de Deus até os internos em reclusão. A visita da imagem às casas penais vem sendo realizada desde 1997, quando o tema da campanha da fraternidade foi “Cristo liberta de todas as prisões - A fraternidade e os encarce-

rados”. A ação tem inicia nesta sexta-feira, 1º, com as visitas ao Centro de Recuperação Feminino, no Coqueiro, com o Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, e pela tarde, na Seccional da Cidade Nova, em Ananindeua, com o Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa. Ao longo das próximas semanas, até o dia 25, a visitação prossegue sendo alternada entre Dom Alberto Taveira, Dom Irineu Roman e também

w visita imagem peregrina nas casas penais

com a participação do recém nomeado Bispo Auxiliar de Belém, Mon-

senhor Antônio de Assis, segundo o cronograma organizado.

Banco da Amazônia Lançamento mostra o Círio em quadrinhos apóia o Círio O jornalista, chargista e ilustrador Luis Pinto, em

Tradicional parceiro da Arquidiocese de Belém durante os eventos do Círio de Nazaré, o Banco da Amazônia já sinalizou apoio para a festa mariana em Belém do Pará. Guiados pelo tema “Círio 2017 – Fé na coragem, no talento e nas pessoas”, funcionários e amigos daquela

instituição bancária prepara o lançamento da Campanha Publicitária do Círio da maior feste religiosa do Pará. A campanha será lançada na sexta-feira, 8, durante almoço para convidados na sede do banco, localizada na avenida Presidente Vargas, em Belém.

parceria com a Diretoria da Festa de Nazaré e Arquidiocese de Belém, irá lançar a revista “Círio de Nazaré em Quadrinhos”. O projeto conta com leveza e popularidade a história do Círio de Nossa Senhora de Nazaré a qual certamente se confunde com a história de Belém, do Pará e do Brasil. O início cronológico do quadrinho dá-se em 1793, quando o então Governador da província do

Pará, Francisco de Souza Coutinho, começou a organização junto com o Padre José Noronha, do arraial e dos festejos do Círio daquele ano, o primeiro círio. Transcorre a partir de então uma trama envolvente com uma narrativa empolgante, que descreve inclusive várias mudanças ocorridas no decorrer de tantos anos da festa da Rainha da Amazônia. Esta é a única revista

em quadrinhos genuinamente paraense. Inovação – Será utilizado o código QR na Revista da História do Círio, para que o leitor, através de seu aparelho celular possa acessar um mapa de Belém ilustrado com desenhos dos pontos históricos e católicos da cidade, os quais representam importante significado para o Círio. A revista será lançada no dia 14 de setembro.

TRT8 no Círio 2017 O Tribunal Regional do Trabalho – 8ª Região (TRT8) atuará no Círio 2017 por meio da Comissão de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem,

junto à Diretoria da Festa de Nazaré, a Arquidiocese de Belém, e várias instituições da sociedade civil, que buscam ampliar o envolvimento de todos no combate ao

trabalho infantil e o pleno desenvolvimento de crianças e jovens. A cooperação do TRT8 com o Círio de Nazaré data desde 2015.

daquela Congregação. Informações: Travessa Padre Prudêncio, 748,

próximo à OAB. Horário comercial. Telefone (91) 3241-9469.

Arte e caridade A ilustração ao lado é um dos diversos cartões artesanais confeccionados pela Ir. Marília Menezes, da Congregação das Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo na Amazônia. A iniciativa da religiosa tem o intuito de homenagear Nossa Senhora de Nazaré às proximidades do Círio de Nazaré, tendo como inspiração para os desenhos o tema da festa deste ano, “Maria, Estrela da Evangelização”. Os cartões artesanais podem ser adquiridos por um valor simbólico e a renda vai subsidiar obras


Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.