Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

www.fundacaonazare.com.br BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA

ANO CV - Nº 864 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Festa nos 300 anos de Missão A missionariedade irá perpassar todas as atividades celebrativas do Ano Jubilar que inicia nesta sexta-feira, 22, comemorando 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará, explica o Arcebispo Dom Alberto. CADERNO 2, PÁGINA 9. LUIZ ESTUMANO

w MISSÃO evangelizadora na Amazônia será ainda mais fortalecida na Arquidiocese de Belém, afirma Dom Alberto, nos 300 anos da Diocese LUIZ ESTUMANO

Nova paróquia Março traz na Arquidiocese homenagens a São José de Belém É a Paróquia Santa Madre TereComunidades começam festisa de Calcutá, no conjunto Eduar- vidades em honra a São José . CADERNO 2, PÁGINA 10. do Angelim II. CAD. 2, PÁG. 3. DIVULGAÇÃO

w MONS. MANOEL será ordenado Bispo no domingo, 24, em Bragança

Ordenação Episcopal w INSTALAÇÃO da paróquia teve também a posse do padre João Paulo

Bispo eleito da Diocese de Pal- rá ordenado em Missa solene em meira dos Índios, em Alagoas, se- Bragança. CADERNO 2, PÁGINA 4.


2

Opinião

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

IGREJA E VIDA CRISTÃ EM IMAGENS

1º Caderno

PRIVILÉGIO DE SER CATÓLICO João Carlos Pereira Jornalista e professor jcparis1959@gmail.com

Tolerância zero é amor

R

w CELEBRAÇÃO: triunfal procissão eucarística de encerramento do XVII Congresso Eucarístico Nacional, em Belém em 2016 - REGISTRO : LUIZ ESTUMANO (JORNAL VOZ DE NAZARÉ)

PANORAMA José Pereira Ramos Economista e escritor

joseulina1@gmail.com

Fundação da Diocese de Belém, por Dom Alberto Gaudêncio Ramos

E

m 30 de março de 1983, comemorando os 264 anos da fundação da Diocese de Belém, o então Arcebispo, Dom Alberto Gaudêncio Ramos, escreveu neste jornal e no “O Liberal” o texto que ora repetimos, festejando o 3º século da fundação da nossa Diocese. “Em março de 1719, encontrava-se nesta cidade de Belém o bispo do Maranhão, Dom José Delgarte, e aqui prolongou sua estada, pois a 21 do mesmo mês sagraria a igreja de São Francisco Xavier, hoje conhecida como Santo Alexandre.

Mal podia imaginar que a essa hora já havia sido assinada em Roma, pelo Papa Clemente XI, a bula “Copiosus in Misericordia”, criando a ereção da diocese do Pará, justamente a 4 de março. A jurisdição do bispo do Maranhão, até essa data, ia dos confins do Piauí à Guiana Francesa, da Costa do Atlântico aos duvidosos limites com as colônias espanholas. Uns três milhões e 700 mil quilômetros quadrados! Mesmo assim, ainda houve protestos, na Atenas Brasileira, quando se cogitou de erigir

ENCONTRO FRATERNO Ivens Coimbra Brandão Engenheiro civil e escritor

ivenscb@oi.com.br; ivenscb@gmail.com

Cátedra da São Pedro

N

esta sexta-feira, dia 22 de fevereiro, a Igreja celebra a Cátedra de São Pedro, outorga conferida ao discípulo Pedro pelo próprio Cristo, ao proclamar: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei minha Igreja. E as portas do inferno jamais prevalecerão sobre ela” (cf. Mt 16, 18). Na minha caminhada de conversão venho aprendendo, aos poucos que seja, sobre certos detalhes que eu observava, sem, no entanto, ter o devido entendimento da dimensão, do simbolismo que representavam. Por exemplo, no meu casamento, ocorrido na Ca-

tedral, que teve a celebração presidida pelo hoje saudoso Monsenhor Geraldo Menezes, então Cura da Sé, embora eu já fosse graduado a nível de 3º grau, não me apercebia do significado de Catedral, nem do complemento Sé, muito menos do termo Cura da Sé. Hoje, partilho descobertas, talvez satisfazendo a curiosidade do leitor, mas, sobretudo, objetivando valorizar o simbolismo que tais descobertas encerram. Assim, a palavra ‘Catedral’ deriva de cátedra, que quer dizer ‘assento’, enquanto ‘Sé’ quer dizer ‘sede’ da Igreja local.

Fundado em 5 de julho de 1913 FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pará

o novo bispado do Pará! Belém, aconchegada ao fundo da baia de Sepererá ou Guajará, pequeno burgo acantonado em torno do promontório do Forte do Presépio, começava a estender-se pela campina, e assinalava o seu litoral com os grandes conventos de Santo Antônio, dos Mercedários, dos Jesuítas, dos Carmelitas e de outros ramos da Família Franciscana. Eram os principais focos de cultura, que abriram suas portas para a formação sacerdotal do clero diocesano e também humanística dos jovens mais destacados. Não foram pequenas as dificuldades para tentar a evangelização do vale amazônico. O primeiro bispo não encontrava nem catedral, nem seminário, nem residência”. Vou interromper para continuar na próxima edição, transmitindo um pouco mais da autêntica história da Igreja na Amazônia. Aqui em Belém, como em outras cidades mais populosas, a Arquidiocese é governada pelo Arcebispo, situando-se na Sé, ou ‘sede’, a catedral ou‘assento’ ocupado pelo Arcebispo (ou Bispo), no caso das Dioceses. É na Catedral que ocorrem as celebrações mais significativas. O Arcebispo (ou Bispo) poderá designar um sacerdote para cuidar da sede da arquidiocese (ou diocese), daí o termo ‘Cura da Sé’, ou seja, o cuidador da sede do governo da Igreja local. Considerada a universalidade da Igreja, a sede Episcopal situa-se na Basílica de São João de Latrão, no Vaticano, em Roma, citada como a ‘catedral das catedrais’. O Papa, também denominado ‘Bispo de Roma’, manifestase em atos solenes da cátedra da Basílica de São Pedro, sede da Igreja em Roma.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior DIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marcos Aurélio de Oliveira DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves da Silva DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro

udolph Giuliani foi Prefeito de Nova Iorque entre 1994 e 2001 e ficou conhecido por haver colocado em prática a ideia de que sua administração seria marcada por uma tolerância zero com a bandidagem. NY era uma cidade que não apenas vivia a sensação de insegurança como experimentava esse sentimento. O coração turístico dos Estados Unidos – há até quem a chame de capital do mundo – era um lugar bastante inseguro, até Giuliani colocar em prática o seu bem sucedido plano. Hoje, Nova Iorque é um modelo para o mundo e lá se pode andar tranquilamente. A exemplo do antigo gestor americano, o papa Francisco usou a mesma expressão – “tolerância zero” – para anunciar que a Santa Igreja de Cristo não mais tolerará escândalos de qualquer natureza. Sobretudo os ligados à violação ao sexto mandamento. Apoiado em decisões (pouco divulgadas, mas enérgicas) de seu antecessor, o papa emérito Bento XVI, Francisco acompanha de

perto, desde a quinta-feira (dia 21), um encontro para tratar da proteção dos menores na igreja. Ele e mais 114 representantes de conferências episcopais do mundo todo debaterão a o assunto, com base no princípio da tolerância zero. O tema é delicado e exige coragem. O Papa e a Igreja sabem que é preciso enfrentar com determinação um problema antigo e cortar suas raízes, a fim de evitar que o sangue ruim que nutre o tumor da impunidade continue a circular no organismo da instituição. Sem medo de expor a situação, o Papa e os Bispos precisam, mais do que nunca, das orações do rebanho de Cristo, do qual ele, Francisco, é o pastor terreno, para o bom andamento dos trabalhos. Com Francisco, a corda da tolerância estará esticada ao ponto máximo, para garantir dias mais seguros e mais felizes aos menores acolhidos pela Igreja. Rezar pelo êxito do encontro é nossa obrigação. Tolerância zero é um gesto de amor pela humanidade.

ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

União, sem fusão nem confusão

O

s esforços dos teólogos não se limitam a analisar a Trindade em si, mas a colocar em relevo o modo de relacionar-se do Deus Uno e Trino com a vida da humanidade, e a explicitar os efeitos que de tal relacionamento derivam para a pessoa humana, para a Igreja e para a vida social. A importância das relações trinitárias é que, quando são vividas, constituem a vida de Deus por participação, na socialidade humana. Um dos grandes desafios para a apresentação das realidades da fé cristã é conseguir “falar a linguagem da fé com uma língua universal”. Acontece algumas vezes, porém, que uma expressão usada na sua língua original não encontra nas línguas modernas uma tradução suficientemente adequada e, por isso, se prefere usar a palavra na língua original. Este é o caso da palavra grega “pericorese” que é muito rica de significado e exprime uma afirmação que constitui uma das novidades mais paradoxais do cristianismo: o fato que duas realidades podem estar uma dentro da outra, sem confundir-se; e continuam

COORDENAÇÃO Bernadete Costa (DRT 1326) CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Av. Gov. José Malcher, Ed. Paulo VI, 915 CEP: 66055-260

mantendo cada uma a própria identidade; na verdade estão “unidas sem confusão e separadas sem divisão”. Pericorese, aplicado ao âmbito trinitário, significa o estar um no outro, a presença ou compenetração que acontece reciprocamente entre as Pessoas divinas, as quais se unem distinguindo-se e se distinguem unindo-se. S. João Damasceno, nos primeiros séculos do cristianismo, a exprimia assim: “as três Pessoas da Trindade “são unidas mas não se confundem, estão uma nas outras, e esta interpenetração (pericorese) acontece sem fusão e sem mistura”. “Cada pessoa habita, tem a sua morada, na outra”. Se trata, portanto, da unidade entre Pessoas que não são a mesma Pessoa mas que são Um. Como é possível que duas realidades se percam uma na outra em simbiose total, e que todavia não se fundam entre elas, mas ao contrário, cada uma encontre justamente neste fato a sua própria identidade e a plenitude da própria existência? E mais ainda: qual é a importância que isto pode ter para a vida da humanidade? Vamos tentar responder.

- Nazaré, Belém - PA Tel.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


1º Caderno 1º

Arcebispo

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

Conversa com meu povo

N

o dia quatro de março de mil setecentos e dezenove, o Papa Clemente XI, pela Bula “Copiosus in Misericordia”, criou a Diocese de Belém do Grão-Pará, desmembrada da então Diocese do Maranhão, a pedido de Dom João V de Portugal. No dia primeiro de maio de mil novecentos e seis, foi elevada a Arquidiocese e Sede Metropolitana, pela Bula “Sempiternum humani generis”, do Papa São Pio X, passando a denominar-se Arquidiocese de Belém do Pará. Da data de sua criação até hoje, teve treze Bispos e dez Arcebispos. A Arquidiocese já teve sete Bispos Auxiliares. Até a presente data, são noventa as Paróquias em nossa Igreja Particular. São três as áreas missionárias em implantação e ainda três Reitorias com atividades pastorais diversificadas. Podemos afirmar com segurança que até aqui o Senhor nos ajudou (Cf. 1 Sm 7,12), dando-nos mais do que ousamos pedir (Cf. Oração do dia do XXVIII Domingo do Tempo Comum). Ao celebrar a abertura de nosso jubileu de trezentos anos, três olhares iluminam nossa vida de Igreja. Olhar para o nosso passado glorioso e marcado também pelo sofrimento, aprendendo as lições da história. A Diocese de Belém, hoje Arquidiocese, foi responsável pelo anúncio do Evangelho a toda a Amazônia, esta imensa e desafiadora riqueza de expressões culturais e religiosas, com as raças que vieram a compor a magnífica miscigenação que hoje se faz presente na Amazônia. Somos chamados a agradecer, reconhecendo os méritos das gerações que nos precederam, começando pelos missionários da primeira hora, para chegar à profusão de participantes na responsabilidade evangelizadora hoje existente, especialmente com a

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Três olhares

LUIZ ESTUMANO

w CATEDRAL Metropolitana de Belém, sede da Arquidiocese de Belém

Deveríamos ampliar nossa presença de Igreja nos diversos ambientes com atenção redobrada às raízes de nossos povos consciência crescente da presença laical nas atividades pastorais da Igreja. Agradecemos pelas gerações de sacerdotes dedicados, cujo trabalho, em condições tantas vezes limitadas, entregaram seu tempo e sua vida à Igreja e ao Evangelho de Cristo. Junto deles, um florescente corpo diaconal, com homens chamados especialmente ao serviço da caridade. E ainda tantos religiosos e religiosas e outras pessoas consagradas e dedicadas à Igreja. Olhando para o passado, cabe-nos também reconhecer nossas falhas, já que os defeitos dos outros são também assumidos por nós. Deveríamos ampliar nossa presença de Igreja nos diversos ambientes, com atenção redobrada às raízes de nossos povos. Com toda certeza, muitas tradições e práticas ancestrais poderiam ter sido reconhecidas com mais decisão e tocadas com a força do Evangelho, que não diminui nem atrapalha

qualquer cultura, antes eleva todas elas à sua máxima perfeição. Reconhecemos com humildade que a prática do serviço e da caridade, ainda que com tantos exemplos, obras e dedicação cujo testemunho foi dado, ficou aquém do que poderíamos ter feito! Pedimos perdão ao Senhor pela violência, a infidelidade, a conivência com as forças da opressão e da corrupção, que podem ter marcado a prática de vida dos cristãos. Sabemos ainda que muito sangue correu em nossa história. Pedimos perdão e ao mesmo tempo fazemos o gesto de oferta, sabendo que o verdadeiro martírio de tantos irmãos e irmãs se tornou semente de vida cristã em nossa Igreja. Enfim, o zelo missionário, ainda que reconhecidamente presente, não chegou à plena generosidade e dedicação que a causa do Evangelho pedia. Olhar para o presente, enxergando o bem que é feito. A Igreja

3

de Belém se constitui como um imenso caleidoscópio de cores e vivacidade, nas Pastorais existentes, Obras Sociais, Congregações Religiosas, Movimentos Eclesiais, Escolas Católicas, Comunidades de Vida e Aliança, Organizações diversificadas de atividades apostólicas. Um dos sinais significativos da atualidade da Arquidiocese é a Pastoral Vocacional e nossos Seminários. Temos o Seminário Maior São Pio X, o Seminário Maior Monsenhor Edmundo Igreja, o Seminário Maior Missionário Redemptoris Mater, o Seminário Propedêutico Dom Tadeu Prost e o Centro Vocacional São João Maria Vianney, além de um grande trabalho com o “Serviço de Animação Vocacional”. Estão ligadas à Arquidiocese, com seus respectivos Centros de formação e Formadores, as Comunidades “Obra de Maria”, “Sementes do Verbo”, “Doce Mãe de Deus” e “Mensageiros da Boa Nova”,

para formar sacerdotes missionários. Nossa Faculdade Católica de Belém, atualmente com os cursos de Filosofia e Teologia, prepara-se para ampliar seus horizontes e hoje já conta com cerca de trezentos alunos. O terceiro olhar é para o futuro. O ano jubilar que abrimos nestes dias terá como eixo a Missão. Sete Visitas Pastorais Missionárias, realizadas de março a agosto, envolverão os Bispos, Sacerdotes, Diáconos, Vida Religiosa, Comunidades de Vida e Aliança e, mais ainda, os leigos e leigas de nossas Paróquias. Neste tempo, nosso horizonte deve se ampliar. A pergunta a ser feita é a respeito das áreas não atingidas pela nossa ação pastoral. Cada Paróquia deverá tornar-se mais apostólica, missionária e evangelizadora, após as Visitas Pastorais Missionárias! A esta altura, queremos enxergar o futuro com a proposta de São Paulo VI, na Evangelii Nuntiandi (Cf. Exortação Apostólica Evangelii Nuntiandi, 21-22): A Boa Nova há de ser proclamada pelo testemunho. Suponhamos

um cristão ou punhado de cristãos que, no seio da comunidade humana em que vivem, manifestam a sua capacidade de compreensão e de acolhimento, a sua comunhão de vida e de destino com os demais, a sua solidariedade nos esforços de todos para tudo aquilo que é nobre e bom. Assim, eles irradiam, de um modo absolutamente simples e espontâneo, a sua fé em valores que estão para além dos valores correntes, e a sua esperança em qualquer coisa que se não vê e que não se seria capaz sequer de imaginar. Eles fazem aflorar no coração daqueles que os veem viver perguntas indeclináveis: Por que é que eles são assim? Por que é que eles vivem daquela maneira? O que é, ou quem é, que os inspira? Por que é que eles estão conosco? Semelhante testemunho constitui já proclamação silenciosa, mas muito valiosa e eficaz da Boa Nova. Nisso há já um gesto inicial de evangelização. Todos os cristãos são chamados a dar este testemunho e podem ser, sob este aspecto, verdadeiros evangelizadores. Entretanto, isto permanecerá sempre insuficiente, pois ainda o mais belo testemunho virá a demonstrar-se impotente com o andar do tempo, se ele não vier a ser esclarecido, justificado, aquilo que São Pedro chamava dar “a razão da própria esperança”, explicitado por um anúncio claro e inelutável do Senhor Jesus. Por conseguinte, a Boa Nova proclamada pelo testemunho da vida deverá, mais tarde ou mais cedo, ser proclamada pela palavra da vida. Não haverá nunca evangelização verdadeira se o nome, a doutrina, a vida, as promessas, o reino, o mistério de Jesus de Nazaré, Filho de Deus, não forem anunciados”. Este é o nosso compromisso! Seja este o nosso presente e nosso futuro.


4

Arquidiocese

AGENDA DE DOM ALBERTO TAVEIRA CORRÊA

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

1º Caderno

AGENDA DE DOM ANTÔNIO DE ASSIS RIBEIRO

AGENDA DE DOM IRINEU ROMAN

n De 22 a 28 de Fevereiro de 2019

n De 22 a 28 de Fevereiro de 2019

n De 22 a 28 de Fevereiro de 2019

n SEXTA, 22 DE FEVEREIRO

n SEXTA, 22 DE FEVEREIRO

n SEXTA, 22 DE FEVEREIRO

8h - Reunião dos Bispos do Regional Norte 2 - CNBB 19h - Missa pela Comunhão da Arquidiocese de Belém e abertura do Ano Jubilar pelos 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará (Mangueirinho)

8h - Reunião dos Bispos do Regional Norte 2 - CNBB 19h - Missa pela Comunhão da Arquidiocese de Belém e abertura do Ano Jubilar pelos 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará (Mangueirinho)

8h - Reunião dos Bispos do Regional Norte 2- CNBB 19h - Missa pela Comunhão da Arquidiocese de Belém e abertura do Ano Jubilar pelos 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará (Mangueirinho)

n SÁBADO, 23 A QUINTA,

n SÁBADO, 23 DE FEVEREIRO

n SÁBADO, 23 DE FEVEREIRO

Seminário preparatório para o Sínodo da Amazônia (Vaticano)

9h – Visita à Área Paroquial Santo Antônio de Pádua (Coqueiro) 18h - Missa - Comunidade Maíra

9h - Missa e visita do Núncio Apostólico, Dom Giovanni D´Aniello, à Faculdade Católica de Belém 10h - IV Reunião (Missionários da Terra Firme) 16h - Encontro com Guardas da Catedral de Belém

28 DE FEVEREIRO

n DOMINGO, 24 DE FEVEREIRO 9h - Ordenação Episcopal de Dom Manoel Filho - Bragança Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Ordenação Episcopal - Dom Manoel Filho - Bragança

n SEGUNDA, 25 A QUINTA, 2

n SEGUNDA, 25 A QUINTA,

I Retiro do Clero da Arquidiocese de Belém

Retiro do Clero da Arquidiocese de Belém

8 DE FEVEREIRO

Homilia Dominical 27 Disse Jesus aos seus discípulos: “A vós que me escutais, eu digo: amai os vossos inimigos e fazei o bem aos que vos odeiam, 28 bendizei aos que vos amaldiçoam e rezai por aqueles que vos caluniam. 29Se alguém te der uma bofetada numa face, oferece também a outra. Se alguém te tomar o manto, deixa-o levar também a túnica.30Dá a quem te pedir e, se alguém tirar o que é teu, não peças que o devolva. 31O que vós desejais que os outros vos façam, fazei-o também vós a eles. 32Se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Até os pecadores amam aqueles

que os amam.33E se fazeis o bem somente aos que vos fazem o bem, que recompensa tereis? Até os pecadores fazem assim.34E se emprestais somente àqueles de quem esperais receber, que recompensa tereis? Até os pecadores emprestam aos pecadores, para receber de volta a mesma quantia. 35Ao contrário, amai os vossos inimigos, fazei o bem e emprestai sem esperar coisa alguma em troca. Então a vossa recompensa será grande, e sereis filhos do Altíssimo, porque Deus é bondoso também para com os ingratos e os maus. 36Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso. 37Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis

28 DE FEVEREIRO

Os compromissos de Dom Antônio de Assis podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Irineu Roman ser alterados sem aviso prévio.

A) Texto: Lc 6,27-38

n DOMINGO, 24 DE FEVEREIRO

Padre Romeu Ferreira - Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (romeufsilva@gmail.comg)

No texto, Jesus começa dizendo aos seus alunos, seus discípulos: “A vós que me escutais”... Estejamos atentos, pois o mestre não usa o verbo “ouvir” e sim o “escutar”. Este é o mesmo verbo usado pelo Pai na condução da educação do povo bíblico; referência de comando mestre desde o Antigo Testamento: O “Shemá” Israel o Se-

nhor teu Deus (Dt 6,4)! “Esteja atento e te interesses” ó Israel (Povo de Deus) pelo que te diz o Senhor teu Deus! “Escuta, ó, Israel o Senhor teu Deus!” (Dt 6,4). Jesus o usa na instrução de seus discípulos. Ouvir para a Bíblia não é sinônimo de Escutar. Escutar requer atenção e empenho. Escutar é ouvir com interesse e atenção ao que é proferido. O mestre ensina a não revidar; ensina a transformar o mal em bem. Já desde o Antigo Testamento, na história de José do Egito, vendido pelos irmãos, diz José: “O mal que tínheis intenção de fazer-me, o desígnio de Deus o mudou em bem, a fim de cumprir o que se realiza hoje; salvar a vida de um povo numeroso” (Gn 50, 20). É o

(1Cor 15,45-49) Evangelho (Lc 6,27-38) w 25/02, SEGUNDA Cor (verde) Primeira Leitura (Eclo 1,1-10) Responsório (Sl 92) Evangelho (Mc 9,14-29)

w 26/02, TERÇA-FEIRA Cor (verde) Primeira Leitura (Eclo 2,1-13) Responsório (Sl 36) Evangelho (Mc 9,30-37) w 27/02, QUARTA-FEIRA Cor (verde) Primeira Leitura

condenados; perdoai e sereis perdoados. 38 Dai e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante, será colocada no vosso colo; porque, com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos”. B) COMENTÁRIO

procedimento do Pai, é o do Filho e deve ser o dos discípulos do Filho. “A vingança não está nos parâmetros do Cristo e, portanto, não há lugar também nos atos dos cristãos”. Ele instrui: amai os vossos inimigos; fazei o bem aos que vos odeiam... etc. Pois “Quem com o ferro fere, com ele será ferido”; “Quem semeia ventos, só recolhe tempestades”! Quem responde o mal com mal, multiplica a maldade no mundo; o mal se alastra. Assim que aos cristãos só lhes é permitido fazer o bem! Jesus é imitador do Pai e nos indica que façamos o mesmo: “sereis filhos do Altíssimo, porque Deus é bondoso também para com os ingratos e os maus” (v 35).

Liturgia da Semana w 22/02, SEXTA-FEIRA Cor (branco) Primeira Leitura (1Pd 5,1-4) Responsório (Sl 22) Evangelho (Mt 16,13-19) w 23/02, SÁBADO Cor (verde) Primeira Leitura (Hb 11,1-7)

I Retiro do Clero da Arquidiocese de Belém

Responsório (Sl 144) Evangelho (Mc 9,2-13) w 24/02, DOMINGO Cor (verde) Primeira Leitura (1Sm 26,2.7-9.12-13.22-23) Responsório (Sl 102) Segunda Leitura

(Eclo 4,12-22) Responsório (Sl 118) Evangelho (Mc 9,38-40) w 28/02, QUINTA-FEIRA Cor (verde) Primeira Leitura (Eclo 5,1-10) Responsório (Sl 1) Evangelho (Mc 9,41-50)


Vaticano 5 “Sejamos testemunhas da felicidade de Deus, não de ídolos”

1º Caderno 1º

C

om informações Vatican News. O Papa Francisco, antes da Oração Mariana do Angelus do domingo 17 de fevereiro de sol e ambiente primaveril, comenta o Evangelho das Bem-aventuranças na versão de São Lucas (Lc 7, 17.20-26). O Pontífice afirma que ter fé é confiar totalmente no Senhor, derrubando “ídolos mundanos”, e a que a felicidade é estar com Deus próximo aos pobres e não seguindo os “profissionais de ilusão”. O Pontífice começa explicando que o texto se articula “em quatro bem-aventuranças e quatro mandamentos formulados com a expressão ‘ai de vós’. São palavras fortes e incisivas que Jesus usa para nos abrir os olhos. Francisco nos convida, assim, “a refletir sobre o sentido profundo de ter fé, que consiste em confiarmos totalmente no Senhor”. Deus está próximo dos “pobres, dos que têm fome, aflitos e perseguidos” para libertá-los das suas escravidões, diz o Papa, e

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

Papa Francisco comenta o Evangelho das Bem-aventuranças antes do Angelus FOTOS: DIVULGAÇÃO

w PAPA durante a Oração Mariana do Angelus no domingo, dia 17

se dirige aos ricos, saciados, sorridentes e aclamados pelas pessoas com o “ai de vós” para “’despertá-los’ do engano perigoso do egoísmo”. DERRUBAR OS ÍDOLOS MUNDANOS

“Trata-se de derrubar os ídolos mundanos para

abrir o coração ao Deus vivo e verdadeiro; só Ele pode dar à nossa existência aquela plenitude tanto desejada ou difícil para se alcançar”. “São muitos, de fato, inclusive nos nossos dias, aqueles que se propõem como distribuidores de felicidade: vêm e pro-

metem sucesso a curto prazo, grande retorno de fácil alcance, soluções mágicas para cada problema e assim por diante. E aqui é fácil escorregar sem perceber no pecado contra o primeiro mandamento, isto é, a idolatria, substituir Deus com um ídolo. Idolatria e ídolos

parecem coisas de outros tempos, mas, na verdade, são de todos os tempos! Inclusive de hoje. Descrevem algumas posturas contemporâneas melhor que muitas análises sociológicas.” Por isso Jesus nos abre os olhos para a realidade, afirma o Papa. Somos felizes se estamos ao lado de Deus e “da parte daquilo que não é efêmero, mas dura pela vida eterna”. Somos felizes se “estivermos próximos aos pobres, aos aflitos e a quem tem fome”, acrescenta o Pontífice, “possuindo bens deste mundo”, mas conseguindo “compartilhar com os nossos irmãos”. “As Bem-aventuranças de Jesus são uma mensagem decisiva que nos motiva a não recolocar a nossa crença nas coisas

materiais e passageiras, a não procurar a felicidade seguindo os vendedores de fumaça que muitas vezes são vendedores de morte, aqueles profissionais da ilusão. Não, não seguir eles; são incapazes de nos dar esperança. O Senhor nos ajuda a abrir os olhos, a capturar um olhar mais penetrante sobre a realidade, a sarar da miopia crônica que o espírito mundano nos contamina.” O Papa finaliza sua mensagem através da motivação de Deus, de reconhecermos “aquilo que realmente nos enriquece, nos sacia, nos dá alegria e dignidade” e de nos tornarmos, assim, “testemunhas da felicidade que não engana. Aquela de Deus, não decepciona nunca”.

Papa: o Senhor nos pergunta onde está o irmão necessitado no nosso coração Com informações Vatican News. Assim como a Caim, o Senhor dirige também a nós pessoalmente a pergunta: “Onde está o teu irmão?”. Na homilia da missa na Casa Santa Marta, na segundafeira, 18, o Papa exortou a responder pessoalmente, mas não com respostas de circunstância para fugir do problema. Francisco recordou que se trata do irmão doente, encarcerado, faminto, como diz o Evangelho de Mateus no capítulo 25. O caso de Caim e Abel, proposto pela Primeira Leitura da Liturgia do dia, esteve no centro da reflexão do Papa. Uma leitura que faz parte daquele gênero literário que se repete várias vezes na Bíblia: “podemos chamar de ‘perguntas incômodas’ e respostas de ‘circunstâncias’. De fato, é “uma pergunta constrangedora” que Deus dirige a Caim: “Onde está o teu irmão?”. E a resposta neste caso é “um pouco de circunstância”, mas também dada para se defender: “Mas o que eu tenho a ver com a vida do meu irmão? Por acaso sou eu o seu custódio? Eu lavo as mãos. E assim Caim tenta escapar do olhar de Deus”, notou o Papa. PERGUNTAS INCÔMODAS

Francisco depois se concentrou nas “perguntas incômodas” que Jesus fez. Muitas vezes as dirigiu a Pedro, por exemplo, quando lhe perguntou três vezes: “Me amas?”.

Tanto que, no final, Pedro não sabia mais o que responder. Do mesmo modo, perguntou aos discípulos: “O que as pessoas dizem de mim?”. E eles responderam: “um profeta, o Batista ...”. “Mas vós, o que dizeis?”, perguntou Cristo. “Uma pergunta constrangedora.” Deus a Caim fez outra pergunta: onde está o teu irmão? “Esta é uma pergunta incômoda, disse o Papa, é melhor não fazê-la. E nós conhecemos muitas respostas: mas é a sua vida, eu a respeito, lavo as mãos... eu não me intrometo na vida dos outros”, cada um é livre de escolher a própria estrada... O Papa, com esses exemplos, evidencia que na vida de todos os dias, a essas perguntas incômodas do Senhor, “respondemos um pouco com princípios genéricos que não dizem nada, mas dizem tudo, tudo aquilo que está no coração”. RESPOSTAS DE CIRCUNSTÂNCIA

Portanto, a cada um de nós o Senhor hoje faz está pergunta: “Onde está o teu irmão?”. Talvez, alguém um pouco mais distraído pode responder que está em casa com a esposa, mas o Papa esclareceu que se trata do irmão doente, faminto, encarcerado, do perseguido pela justiça: “Onde está o teu irmão?” – “Não sei” – “Mas o teu irmão tem fome!” – “Sim, sim, certamente está almoçando

w PAPA FRANCISCO celebra a missa na Casa Santa Marta, segunda, 18

na Caritas da paróquia, sim certamente lhe darão de comer”, e com esta resposta, de circunstância, salvo a minha pele. “Não, o outro, o doente...” – “Certamente está no hospital!” – “Mas não tem lugar no hospital! E os remédios?” – “Mas é uma coisa que diz respeito a ele, eu não posso me intrometer na vida dos outros... terá parentes que lhe darão remédios”, e lavo as mãos. “Onde está o teu irmão, o encarcerado?” – “Ah, está pagando aquilo que merece. Ele cometeu, que pague. Nós estamos cansados de tantos delinquentes na rua: pague”. Mas talvez você nunca vai ouvir esta resposta da boca do Senhor. Onde está o teu irmão? Onde está o teu irmão explorado, que trabalha no mercado informal nove meses por ano para retomar, depois de três meses, outro ano? E assim não existe segurança, não existem férias … “Eh, hoje não existe emprego e se faz aquilo que aparece …”: outra resposta de circunstância .

Com estes exemplos concretos, o Papa pede para que cada um tome esta Palavra do Senhor como se fosse dirigida a cada um de nós pessoalmente: “O Senhor me pergunta: “onde está o seu irmão?”, e põe o nome dos irmãos que o Senhor nomeia no capítulo 25 de Mateus: o doente, o faminto, o sedento, aquele que não tem roupas, aquele irmão pequenino que não pode ir à escola, o usuário de droga, o encarcerado ... onde está? Onde está o seu irmão em seu coração? Existe espaço para essas pessoas em nosso coração?

C O

Ou falamos sim das pessoas e descarregamos a consciência dando uma esmola.” Mas que essas pessoas não incomodem muito, por favor, porque, continua o Papa, “com essas coisas sociais da Igreja”, acaba parecendo “um partido comunista e isso nos faz mal”. Tudo bem, mas o Senhor disse: onde está seu irmão? Não é o partido, é o Senhor”. “Estamos acostumados a dar respostas de ocasião, respostas para fugir do problema, para não ver o problema e não tocar no problema”. Francisco pede novamente para “fazer uma

lista” de todos aqueles que o Senhor nomeia no capítulo 25 de Mateus. Caso contrário, começa a ser criada “uma vida escura”: o pecado está agachado à sua porta, diz o Senhor a Caim, e “quando carregamos esta vida escura sem tomar pela mão o que o Senhor Jesus nos ensinou, à porta está o pecado, agachado, esperando para entrar e nos destruir”, recorda, exortando também a fazer-se outra pergunta contida no livro do Gênesis, aquela que Deus fez a Adão depois do pecado: “Adão, onde você está”? “E Adão se escondeu de vergonha, de medo. Talvez tenhamos sentido essa vergonha. Onde está o seu irmão? Onde você está? Em que mundo você vive que não percebe essas coisas, esses sofrimentos, essas dores? Onde está o seu irmão?... Onde você está? Não se esconda da realidade. Responda abertamente, com lealdade e com alegria a estas duas perguntas do Senhor.”

onvido-os a rezar nestes dias pelo encontro sobre a proteção de menores na Igreja, evento que eu desejei como um ato de forte responsabilidade pastoral diante de um desafio urgente de nosso tempo. (18 de fevereiro) cristão promove a paz, a começar pela comunidade onde vive. (17 de fevereiro)


Igreja no Mundo Templos dos EUA voltam a utilizar vitrais tradicionais 6

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

1º Caderno FOTOS: DIVULGAÇÃO

Resultado com imagens de grande colorido

C

om informações agência Gaudium Press. Como parte de um retorno à arquitetura sacra tradicional nas edificações religiosas nos Estados Unidos, a arte dos vitrais também está registrando um processo de reflorescimento. Os templos estão encomendando vitrais no estilo de Munique em um número maior ao dos estilos populares na segunda metade do século XX.

O estilo de Munique é inspirado na Real Fábrica de Vitrais Bávara de Munique, que viveu seu apogeu em meados do século XIX, o qual emprega peças de vitral maiores e buscam oferecer uma imagem com uma composição similar às pinturas do Gótico tardio ou os altares do Renascimento. O resultado são vitrais com imagens de grande colorido e detalhes que se converteram no padrão

mais alto de sua época nos templos norte-americanos e gozaram de enorme popularidade. A combinação dos vitrais com os estilos arquitetônicos tradicionais oferecem um valor adicional de beleza aos templos. “Há um sentido do sagrado quando você entra em um templo tradicional e você está esteticamente arraigado nessa tradição”, indicou Kevin Grabowski, Diretor nacional

w ARTE DOS VITRAIS está registrando um processo de reflorescimento

de projetos de Conrad Schmitt Studios. Entre os templos que tem encomendado vitrais recentemente se encontram o templo de São Pedro em Volo, Illinois, o

de San José em Downingtown, Pennsylvania, o Oratório de St. Stanislaus em Milwaukee, e o novo templo de São João Evangelista em Waynesboro, Virginia. Alguns dos tra-

balhos substituem vitrais de cores sólidas elaborados na década de 1960 e os especialistas afirmam que ao ser instalados nos templos parece que sempre estiveram ali.

Santuário de Fátima registra aumento no número de peregrinos Com informações agência Gaudium Press. Segundo dados recentes o Santuário de Fátima, em Portugal, recebeu no ano de 2018 cerca de 7 milhões de peregrinos. A cifra supera a média de peregrinos registrada entre os anos de 2012 e 2018, excetuando-se o ano do centenário (2017), que era de 5,5 milhões a 6,5 milhões. Em 2012 o número de peregrinos chegou a 6,8 milhões. No total foram regis-

trados 4387 grupos de peregrinos que passaram pelo Santuário português em 2018. Desses, 1602 eram portugueses e 2785 eram estrangeiros, com um total de 679.577 peregrinos provenientes de 79 países. Ainda de acordo com os dados apresentados, 481 peregrinações foram organizadas no continente asiático, tendo como origem a Coreia do Sul, as Filipinas, a Índia, a Indonésia e a China,

w TEMPLO recebeu no ano de 2018 cerca de 7 milhões de pessoas

esse último país enviou 31 grupos à Fátima.

Dentre os espaços do Santuário mais visitados

estão a Capelinha das Aparições com 2,9 mi-

lhões de peregrinos; o Recinto de Oração com 2,4 milhões de peregrinos; a Basílica da Santíssima Trindade com 1,1 milhão de peregrinos; e a Basílica de Nossa Senhora do Rosário com 280.673 peregrinos. A Casa de São Francisco e Santa Jacinta Marto foi visitada por quase 392 mil peregrinos, enquanto que a Casa de Irmã Lúcia recebeu a visita de pouco mais de 347 mil peregrinos.

Igreja no Brasil

Santuário de Aparecida acolhe Romaria do Terço dos Homens

C

om informações agência Gaudium Press. O Santuário Nacional de Aparecida foi palco da 11ª edição da Romaria do Terço dos Homens, de 15 e 16 de fevereiro. O evento deste ano promete ser a maior peregrinação organizada com devotos de todo o país, sendo aguardados cerca de 50 mil fiéis. Seguindo o tema ‘Terço dos Homens: Não basta rezar, é preciso agir’, o encontro reuniu homens de todo o Brasil, que semanal ou mensalmente, se encontram para recitar o Santo Rosário em suas paróquias. Na programação do sábado, 16 de fevereiro, foi celebrada uma Santa Missa campal, às 7h30, na Tribuna Papa Bento

w SÃO aguardados cerca de 50 mil fiéis de todo o país

XVI, e às 13h45, foi recitado o Santo Rosário no Altar Central da Basílica, seguido pela consagração dos homens a Nossa Senhora Aparecida. A missão do Terço dos Homens é resgatar, para o seio da Igreja de Cristo, homens de todas as idades, pois a presença

masculina na Igreja é imprescindível para a formação da família e da sociedade cristã. O Terço dos Homens é um exemplo de fé e devoção. A oração do terço, além de conduzir para a oração, leva a todos a meditar sobre os principais mistérios da redenção

que Cristo nos oferece. Com a meditação do mistério redentor, também lembra-se que Maria de Nazaré, que assumiu a maternidade divina fazendo a vontade de Deus, dando-nos o Salvador. Este foi o jeito que o Pai escolheu para nos dar seu único Filho.

Inventário das documentações de igrejas antigas Com informações Arquidiocese. A Arquidiocese de Olinda e Recife, o Arquivo Dom José Lamartine Soares e a Comissão de Restauro lançaram em 15 de fevereiro o Inventário das documentações das igrejas antigas de Olinda e Recife. O lançamento do Inventário faz parte da 1ª fase do Projeto de Preservação da Memória do Arquivo Dom José Lamartine, em parceria com Governo de Pernambuco e a Fundarpe, com verba do Funcultura. Inventário resulta do trabalho de análise e de conservação de aproximadamente 400 caixas de documentos e acervo coletado. O material foi higienizado e restaurado, tendo sido previamente recolhido de igrejas históricas no território da Arquidiocese de Olinda

w OBRA higienização

e Recife. Para uma fase posterior do projeto, está prevista a disponibilização do Inventário em meio digital, em suporte e plataforma a serem definidos. O projeto de higienização e de restauro do arquivo abrangeu cerca de 400 caixas de documentos e objetos de igrejas antigas de Olinda e Recife.


1º Caderno 1º

Igreja

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

7

Jovens do Pará participam de evento nacional Programação é da Comunidade Sementes do Verbo em Palmas

A

Comunidade Católica Sementes do Verbo promove o Festival de Jovens, evento nacional que ocorre na Casa Mãe da comunidade, de 1° a 5 de março, em Palmas, no Tocantins. O festival tem como tema “Criativos no Espírito Santo”, e reúne jovens de todas as cidades do Brasil, e, objetivando oferecerlhes uma forte experiência com Deus durante o carnaval, através da Palavra, da formação, dos Ofícios Litúrgicos, da Adoração, noites artísticas, musicais, concurso de música e o acompanhamento.

Os jovens do Estado do Pará estarão presentes. Por exemplo: os de Icoaraci, local onde fica a Casa Monte Tabor, cuidada pela comunidade e, ainda participantes dos municípios de Moju, Vigia, Paragominas. Do Pará partirão sete ônibus para a cidade de Palmas, local da sede da Comunidade Sementes do Verbo, fundada em 2004, que este ano celebra 15 anos de missão. O evento deve reunir cerca de mil jovens na faixa etária de 16 a 30 anos. Dentre eles membros da Comunidade Católica Sementes do Verbo

e jovens das paróquias engajados em grupos e movimentos eclesiais. Irmão João Paulo, membro da comunidade situada em Icoaraci, integrante da comissão organizadora do evento, teve a oportunidade de participar pela primeira vez do festival aos 16 anos, em Belém, diz que para ele, foi um divisor de águas: "Foi nesse festival que eu escutei a voz de Deus, o chamado à vida consagrada e à vida sacerdotal. O Festival de Jovens acaba sendo um encontro com Deus, mas também de grandes descobertas, descoberta da sua vocação, da gran-

Mundo juvenil e a fé cristã

de riqueza que é a Igreja católica, você descobre um amor pela Igreja, descobre a sua vocação. Então, é uma experiência muito forte. Foi a experiência que eu vivi, a experiência de poder encontrar o meu lugar na Igreja”. O evento visa propor algo diferente aos jovens durante o carnaval através de uma vasta programação que compreende celebrações, reencontros, acompanhamento, orientações, conselhos, formações, projeto de vida e também uma dimensão festiva. Haverá a participação de pregadores, den-

tre eles os fundadores da Comunidade Católica Sementes do Verbo, o casal Georges e MarieJosette Bonneval.

As inscrições do evento nacional seguem abertas pelo site: festivaldejovens.org. Investimento 100 reais.

Dom Antônio de Assis Ribeiro - Bispo Auxiliar de Belém (domantoniodeassis@arqbelem.org)

300 Anos! Jovens, façam história! Pra frente! INTRODUÇÃO

N

esta semana a Arquidiocese de Belém muito se alegra com a celebração dos 300 anos de criação da Diocese de Belém do Grão-Pará. Já somam três séculos de história (1719- 2019)! Muitos elementos compõem a beleza do crescimento, fortalecimento, organização e expansão da Igreja Católica em Belém: sujeitos, líderes, conquistas, tendências, construções, eventos, teologias, formação, clero autóctone, leigos, processo consolidado, devoções, tradições... A criação de qualquer forma organizacional na Igreja Católica, como por exemplo, uma Diocese ou Paróquia, é sempre fruto de um processo de amadurecimento da fé, e da visibilidade da paixão missionária. Somos chamados a dar graças a Deus pela nossa história! Ele esteve e está conosco, nos conduz, nos anima e com a incessante intercessão de Nossa Senhora de Nazaré continua a nos conduzir como Igreja peregrina!

1

A ação humana e a Providência Divina A história saudável não é feita de intervenções esporádicas e saltitantes por parte de pessoas isoladas, mas é consequência de um processo de interação entre sujeitos que crêem, pensam, se articulam entre si, sonham e projetam; que se organizam, que ousam realidades novas e se esforçam para que as coisas possam acontecer. A história não é fruto do acaso, nem do espontaneísmo da natureza, muito menos da absoluta intervenção divina! Quem faz a história

somos todos nós humanos, assistidos pela Providência Divina que “por todos os nossos atos se interessa”. A celebração de 300 anos de criação da Diocese de Belém do Grão-Pará nos convida a reconhecermos as maravilhas de Deus em nossa história eclesial. Essa é uma atitude de fé, como disse Maria: “O Senhor fez em mim grandes coisas; Santo é o Seu nome!” (Lc 1,46). Liberdade humana e ação divina se entrelaçam e geram a história da Igreja! Por isso, com muita firmeza, somos estimulados a pensar sobre a participação de cada um de nós, como cristãos católicos, na construção do brilho da história eclesial que, juntos, estamos escrevendo.

2

Somos todos sujeitos eclesiais! Quem faz a história da Igreja não são isoladamente os papas, nem os bispos, nem os sacerdotes, nenhum sujeito por si mesmo; somos todos nós! Todavia, na dinâmica da história, há papéis e pesos específicos da atuação de categoria de sujeitos. Celebrar a história de uma instituição significa identificar as mais variadas formas de participação dos diversos sujeitos que a compõem. Como poderíamos falar da história da Igreja de Belém sem levar em conta a beleza e o dinamismo das virtudes dos leigos? Como poderíamos descrever a nossa história eclesial se não levarmos em conta o dinamismo da mulher leiga engajada? Ficaria incompleta também essa se não fôssemos capazes de considerar a missão, os carismas e a criatividade missionária da Vida Religiosa, Consagrada e Sa-

cerdotal! E como não considerar também outros sujeitos históricos da Igreja, como a diversidade dos nossos movimentos, grupos, associações e Novas Comunidades? Mas há ainda outra categoria de sujeitos eclesiais que em nossos dias tem recebido grande evidência e carinho. São eles, os jovens! Deixo aqui para os historiadores a sugestão da tarefa de pesquisarem como foi ao longo dessa história a preocupação da Igreja para com a juventude.

3

Jovens sujeitos eclesiais Com a celebração do Sínodo sobre os jovens, evidenciou-se a profunda consciência de que os jovens também são sujeitos eclesiais e não meramente objetos da preocupação pastoral da Igreja. E, porque são sujeitos, os jovens fazem conjuntamente a história da sociedade e da Igreja. Eles são Igreja! Enquanto sujeitos eclesiais, os jovens são chamados a ser protagonistas da ação pastoral da Igreja e não meramente pessoas figurantes, objetos de cuidado de líderes adultos. Contudo, o protagonismo juvenil não é gratuito; deve ser promovido e, certamente, é consequência de um processo de amadurecimento humano, cristão e catequético. Faz-se necessário acompanhá-los, caminhar com eles. Sem o devido crescimento integral, nenhuma pessoa se torna sujeito capaz de dar a própria contribuição para o crescimento da sociedade.

4

O dever de formar sujeitos O Papa Francisco por diversas vezes, dirigindo-se aos

jovens na Jornada Mundial da Juventude do Panamá 2019, os estimulou a “provocar os adultos”! Com outras palavras, o Papa Francisco incentivou os jovens a dar sua contribuição para o crescimento da Igreja; o Papa animou os jovens a dar com generosidade a própria contribuição para o brilho da história da Igreja. Mas visto, que a qualidade da atuação dos jovens na Igreja é sinal evidente de qualidade pastoral dos seus líderes pastores, então, é preciso que procuremos formar pastores capazes de educar os jovens na fé, para que eles possam testemunhar com entusiasmo a alegria de serem discípulos de Jesus Cristo, portadores de saúde integral e comprometidos com a promoção de uma sociedade mais justa e fraterna. Um dos sinais mais eloquentes de sensibilidade pastoral de um sacerdote ou de uma congregação é a cuidadosa atenção para com as crianças, os adolescentes e os jovens. Jesus teve uma predileção especial para com as crianças e os jovens do seu tempo! Não queremos simplesmente que os jovens lotem as nossas Igrejas, mas que sejam acolhidos, formados, acompanhados, respeitados e participem de tudo como sujeitos conscientes dos próprios direitos e deveres; capazes de desenvolver em si a paixão missionária e, de em todas as circunstâncias, ser testemunhas de otimismo, entusiasmo, cuidado com a própria vida e ricos de boas iniciativas.

5

Jovens, façam história! Jovens, façam história, porque a experiência existencial

da Juventude logo passa; mas conservem sempre e em todas as idades, no próprio coração, a virtude da jovialidade! Jovens, façam história! Sejam capazes de identificar tudo aquilo que é possível fazer e deem a sua própria contribuição! Nunca depreciem a beleza das manifestações do Espírito de Deus em sua mente e em seu coração! Jovens, façam história! Sejam capazes de correr atrás do próprio alimento espiritual! Nunca se esqueçam de que a Palavra de Deus está perto de nós e ao nosso alcance! Jovens, façam história! Sejam capazes de dar o máximo de si em tudo o que é bom, mas preservem-se na comunhão eclesial! Jovens, façam história! Sejam capazes de lutar conservando o espírito sereno e o coração sempre aberto para a verdade e o amor, jamais apelando para violência e nem para meios ilícitos para conseguirem o que querem! Jovens, façam história! Mas jamais esqueçam que tudo na vida tem um preço e, após o drama da cruz, vem a certeza da glória; portanto, não se acovardem diante das dificuldades, não se aniquilem e nem saiam da Igreja! Jovens, pra frente! Façam história! Temos muito mais do que 300 anos pela frente, não estamos sozinhos! O Senhor sempre estará conosco! REFLEXÃO:

1 2

Você reconhece a ação de Deus na história? Às vezes os católicos são acusados de passivos. Por que isso acontece? Como superar? Como podemos ajudar os jovens a ser, cada vez mais, protagonistas na Igreja?

3


8

Nazaré Repórter

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

RÁDIO NAZARÉ

J JORNADA VOCACIONAL 2019 é o tema que se apresenta para a juventude vivenciar na presença do Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, a Jornada Vocacional no dia 17 de março, a partir das 8h, na Faculdade Católica de Belém, localizada na rodovia BR 316, km 6, em Ananindeua/PA. Mais informações: (91) 3255-9012.

A Arquidiocese de Belém convida jovens de todas as paróquias a refletirem sobre o chamado de Deus em suas vidas. E no ano em que se festeja os 300 anos de criação da Diocese de Belém, a Jornada Vocacional se configura com boa oportunidade de discernimento vocacional. “Igreja: geradora educadora de vocações”

1º Caderno Z MH 3 . 91 FM

l RÁDIO NAZARÉ INFORMA SOBRE O AUTISMO O programa “Saúde e cidadania” de segunda-feira, 25, apresentará o tema “Autismo: características e diagnóstico”. No início do semestre letivo, os pais de crianças e adolescentes costumam cobrar de seus filhos um bom desempenho na escola. Por outro lado, a falta de atenção, dificuldade de acompanhar a rotina de estudos da turma e pouca interação com os colegas podem ser alguns sinais

J ENCONTRO VOCACIONAL THEOTOKOS A Comunidade católica Theotokos realiza no dia 10 de março o Encontro Vocacional. Os participantes vão refletir sobre o tema “Que seja feita a vontade de Deus” (At 21, 14), a fim de despertar, discernir e cultivar o chamado de Deus para suas vidas. O encontro ocorre a partir das 8h, na comunidade localizada na rodovia Arthur Bernardes, rua Capricórnio, quadra 13, nº 4, no residencial Eunice Weaver, no bairro da Pratinha, em Belém. Mais informações: (91) 98727-5794.

do Transtorno do Espectro Autista (TEA), o autismo. A psicóloga Karina Medrado, especialista em neuropsicologia pelo Instituto Neurológico de São Paulo, esclarecerá sobre o assunto, tratamento e outros aspectos do transtorno. Sintonize 91,3 MHz a partir das 16h, e participe conosco! O ouvinte pode interagir durante o programa ligando para a central de atendimento número 4006-9211.

RÁDIO NAZARÉ FM - 91,3. A SERVIÇO DA VIDA. NOSSA MISSÃO É EVANGELIZAR!

REDE NAZARÉ DE J JANTAR DANÇANTE A Paróquia de Nossa Senhora de Fátima promove sábado, 23, um jantar dançante, em prol da festividade 2019. Haverá show especial com a cantora regional Irla Maria. Cartelas à venda na secretaria paroquial, podendo ser adquiridas também no dia do evento. Início da programação: às 20h, no Centro de Recepções Fátima (Cefat), rua Antônio Baena, 155, bairro de Fátima, em Belém. Mais informações: (91) 3226-0503.

J PAIXÃO DE CRISTO 2019 O grupo de teatro São Genésio, da Paróquia Santa Cruz, convida a todos os interessados em participar da peça “A Paixão de Cristo 2019”, aos ensaios preparatórios, local e horário: àrea

TELEVISÃO

30

l PROGRAMA “JANELA ABERTA”, RIQUEZA DA VIDA DE IGREJA NA TV Acompanhe pela TV Nazaré, Canal 30.1 – ou na sintonia de sua cidade – a transmissão do programa Janela Aberta, toda segundafeira, às 21h, com reprises aos domingos, às 20h. O programa

da Matriz, na avenida Almirante Barroso, Marco, às terças e quintas-feiras, às 19h, e aos domingos, às 16h. Mais informações: (91) 32765774.

AL CAN

PORTAL NAZARÉ

é apresentado pelo Diácono Théo Cruz e aborda temas religiosos, com ênfase em temas vocacionais e na vivência da espiritualidade na Igreja, com especiais dedicados à Arquidiocese de Belém. W. WW RE. AZA ON M.BR A C CO DA FUN

J CASAMENTO COMUNITÁRIO

J CAMPANHA HEMOPA A Fundação Hemopa estende até sábado, 23, a campanha “Folia que salva vidas”, cujo objetivo formar estoque para atendimento transfusional da rede hospitalar durante as festas momescas. Requisitos para doar: ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de

saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto. Local das doações: Hemocentro Coordenador e Estação de Coleta Castanheira, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Mais informações: (91) 3110-6500.

A Paróquia de Santa Maria, Mãe de Deus inscreve até dia 28 de fevereiro para o casamento comunitário no dia 4 de maio. Entrega dos documentos: secretaria da Matriz, avenida Cláudio Saunders, 1670, bairro do Maguari, Ananindeua. Encontros preparatórios para os casais inscritos: 23 e 24 de fevereiro. Informações: (91) 3255-5284.

J RECÉM CASADOS A Paróquia da Santíssima Trindade realiza o 2º Encontro de Recém Casados no dia 24 de março, com o tema “No matrimônio há a imagem e semelhança de Deus”. Inscrições: secretaria da Matriz, até 17 de março. O encontro é voltado para casais com até três anos de casados, desejosos de vivenciar uma experiência diferente com Deus. Horário: de 8h às 18h, no prédio Monsenhor Geraldo Menezes, rua Padre Prudêncio, 86, bairro de Batista Campos. Mais informações: (91) 32234871.

l TUDO DOS 300 ANOS NO PORTAL Acesse o Portal Nazaré e confira a segunda matéria “Você conhece a Igreja de Belém?” da série “300 anos - Diocese de Belém”, que conta um pouco sobre os vários bispos que contribuíram para a Igreja de Belém ao longo dos 300 anos de história. A abertura do Ano Jubilar ocorre nesta sexta-feira, 22, a partir das 17h, com celebração eucarística

presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, às 19h, na Arena Guilherme Paraense – Mangueirinho. E você acompanha tudo pelo Portal Nazaré (www. fundacaonazare.com. br ) e pelas redes sociais da Fundação Nazaré de Comunicação: Facebook: /FNCBelem e Twitter: @ FundacaoNazare.


Igreja Sínodo da Amazônia é tema de seminário de estudos

1º Caderno 1º

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

9

Prepoaração para o Sínodo ocorre de 25 a 27 deste mês no Vaticano

C

om informações Canção Nova. A Secretaria Geral do Sínodo organiza, de 25 a 27 de fevereiro próximo, um Seminário de Estudos em preparação à Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos sobre o tema “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. Este Sínodo, convocado pelo Papa Francisco, será realizado no próximo mês de outubro. O seminário será realizado

no Instituto S. M. Bambina, no Vaticano, e terá como tema “Rumo ao Sínodo Especial para a Amazônia: dimensão regional e universal”. O primeiro dia será dedicado a aspectos eclesiais e pastorais à luz da Exortação Apostólica Evangelii Gaudium. Já no segundo dia serão discutidas questões ligadas à promoção da ecologia integral no horizonte da Encíclica Laudato sì, documento do Papa Francisco sobre o cuidado com a

casa comum. Encerrando o seminário, o último dia será dedicado a um resumo e comunicação sobre o caminho de preparação ao Sínodo. Participarão do seminário os presidentes das conferências episcopais da região Amazônica, mas também bispos e especialistas de outras áreas geográficas. Com isso, será possível destacar a relação entre a particular situação eclesial e ambiental amazônica e outros contex-

tos territoriais similares. Papa Francisco anunciou a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-Amazônia no dia 15 de outubro de 2017, antes de rezar a oração mariana do Angelus. Na época, o Santo Padre explicou que a reunião discutirá novos métodos para que a palavra do Evangelho chegue a esta porção do Povo de Deus comumente esquecida. “O objetivo principal des-

ta convocação é identificar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, especialmente dos indígenas, frequentemente esquecidos e sem perspectivas de um futuro sereno, também por causa da crise da Floresta Amazônica, pulmão do nosso planeta”, disse Francisco na época.

SÍNODO DA AMAZÔNIA ATENDE GRITO DOS POVOS E DA NATUREZA, DIZ DOM HUMMES O presidente da REPAM, Dom Cláudio Hummes, palestrou na terça-feira, 19, na PUC/ SP sobre o tema do Sínodo de outubro: “Amazônia: novos caminhos para a igreja e para uma ecologia integral”. Dom Cláudio afirma que a importância de se tratar esse assunto no meio acadêmico é justamente por envolver todas as realidades da sociedade nessa reflexão: “Esse tema interessa a toda a Igreja e o Papa tem insistido nisso. Essa escuta não é só do povo, mas também de especialistas, de estudos mais profundos, para que as decisões do Sínodo tenham embasamento científico, bíblico, histórico, cultural.”, diz Dom Cláudio. FASES DO SÍNODO

A ‘escuta’ a que o cardeal se refere é uma das fases do processo sinodal. Após o anúncio feito pelo Papa, em 2017, de que haveria

FOTOS: DIVULGAÇÃO

um Sínodo para a Amazônia, foi feito um documento preparatório, por um conjunto de especialistas da América Latina e de Roma, que continha uma série de perguntas. A antropóloga e assessora da REPAM/Brasil, Moema Miranda, explica que este questionário foi distribuído para toda a Pan-Amazônia, e a partir dele, realizado este grande w DOM CLÁDIO, presidente da REPAM processo de escuta: “Foram mais de 250 goroso dessas respostas ses últimos meses enatividades organizadas para o sínodo.” tão vivemos esta fase em toda a região, como Dom Cláudio ressalta de escuta, um grande assembleias territoriais, que esta fase de escuta movimento dos últimos rodas de conversa, fó- vai até o dia 28 de feve- meses, e termina agora, runs temáticos, de dife- reiro, e explica as de- sendo feita uma síntese rentes naturezas envol- mais etapas: do que resultou dessa vendo povos indígenas, “Neste momento, escuta. Essa síntese ribeirinhos, quilombo- nesta semana estamos vai para Roma, para o las, os moradores das vivendo o fechamento conselho Pré-Sinodal, cidades, universidades, dessa fase de escuta. e até maio será elabotodas as pastorais, ca- Os sínodos começam rado o novo documento tequese… um processo com este questionário que será entregue aos muito bonito. E essa enviado também para padres sinodais. Essa é escuta se consolidou os bispos da região em a próxima fase. De maio então num conjunto de questão, que neste ca- a outubro, a última fase, documentos enviado so são os nove países em que os bispos podepara REPAM, que fez que compõem a região rão estudar, fazer consulum registro muito ri- pan-amazônica. Nes- tas a especialistas, para

que possam se preparar para o Sínodo.” Desde o dia 11 de fevereiro até ontem, os assessores da REPAM e os membros do Conselho Sinodal estiveram reunidos para fazer a síntese do material produzido durante os eventos de escuta. Moema esteve bem de perto neste trabalho, e já consegue ver alguns frutos: “Foi uma semana muito produtiva, pois a voz que vem das comunidades é uma voz de alegria pela presença da Igreja, mas também de chamado para que a Igreja esteja mais presente ao lado dos povos em suas lutas. É muito bom ver que o Sínodo desperta em toda a Igreja um grande entusiasmo de participar, mostrar que os povos da Amazônia respondem ao chamado do Papa. Os frutos são uma imensa participação das comunidades, uma Igreja Sinodal, uma Igreja que escuta,

e os bispos como pastores dessa Igreja.” EXPECTATIVA PARA O SÍNODO

Dom Cláudio Hummes recorda que, ao fazer o anúncio para o Sínodo, o Papa expressou dois objetivos fundamentais: “O primeiro é buscar novos caminhos, e não somente animar os antigos. Novos caminhos para a Igreja na Amazônia como Igreja missionária, profética, misericordiosa, mas também buscar novos caminhos para a proteção da própria Amazônia, essa questão ecológica, climática, da devastação da Amazônia. Então são dois grandes eixos, a própria Igreja e a questão da Amazônia como região muito importante para o planeta e que está sendo mais ameaçada do que nunca. Esse Sínodo vem ao encontro desse grito dos povos e do grito da natureza.”

Papa nomeia novo bispo para o Brasil

w PE. EVALDO nomeado Bispo

O Papa Francisco nomeou Bispo da Diocese de Viana (MA), na quartafeira, 20, o padre Evaldo Carvalho dos Santos, atual pároco de Santo Antônio, em Quixeramobim, na Diocese de Quixadá (CE). Nascido a 9 de março de 1969, em Fortaleza (CE),

fez a profissão religiosa em 27 de setembro de 1995 na Congregação da Missão e foi ordenado sacerdote em 10 de janeiro de 1998. Estudou Filosofia (19911994) e Teologia (19951999) no Instituto de Pastoral Regional, em Belém do Pará. Especializou-se

Cursilho de Cristandade Havia um rei muito poderoso que obrigava todos os seus súbditos a chama-lo com o título de “SÁBIO”. Certo dia, em suas andanças, o rei se deparou com um agricultor que vivia na roça com sua esposa. O soberano lhe perguntou: Sabes com quem estás falando? - Sim. Estou falando com o meu rei.

Qual é o meu título? O agricultor respondeu que só o chamaria de rei e não de sábio, pois não via motivos para tanto. O rei, furioso, mandouo jogar na prisão. Todo mês o rei ia visitar o homem na prisão para ver se mudara de idéia e lhe desse o título de ‘sábio’. Mas a resposta era sempre a mesma: só rei. Por fim, o rei tentou mu-

em Serviços Sociais na Universidade da Amazônia - UNAMA (2005-2008) e em Serviços Sociais, Políticas Públicas e Direitos Sociais na Universidade Estadual do Ceará (2012-2013). A missão do padre inclui cargos de vigário paroquial de “São José” em Tucuruí,

Diocese de Cametá (PA) (1998); Missionário na Missão de Itaituba (PA) (1999); reitor do Seminário Lazarista de Teologia, em Belém (PA) - (2003-2009), membro do Diretório da CRB - Conferência dos Religiosos do Brasil (20022003), dentre outros.

Pe. Antônio Mattiuz, csj (antoniomattiuz@gmail.com)

O sábio dar de estratégia. Chamou sua esposa para vê-lo. Ela o abraçou, muito indignada pela ação absurda do rei e falava mal dele. O rei observava da sua janela, escondido atrás da cortina e ouviu o agricultor dizer que

o rei era bondoso, que dava assistência aos pobres, que aplicava bem os impostos e que dava trabalho a todos. Surpreso, o rei desceu à prisão, abraçou o pobre agricultor, pediu-lhe perdão e o libertou. Então, o agricultor disse: “Obrigado, meu rei sábio”. O rei lhe perguntou: “Por que me chamas de sábio”? O colono disse: “Porque o

senhor soube reconhecer o seu erro e pedir desculpas”. Você também sabe reconhecer seus erros e pedir desculpas? Errada é a pessoa que acha de estar sempre certa. Também dentro de casa, devemos sempre ter em nossos lábios essas três palavras: “Obrigado, com licença e desculpa”. É assim que se é sábio e se mostra amor.


10

Santa Missa

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

1º Caderno

Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL SANT’ANA Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h, Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724 N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h, Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251

(Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354

Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097

Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643

Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h,Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917

São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 11h e 18h Telefone: 3257-7950

Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30, Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006

N. Sra do Perpétuo Socorro Telégrafo - Seg. a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797

São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 10h, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503 Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 Nossa Senhora de Nazaré

São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Terça a Sábado: 18h Dom.: 7h, 9h e 18h/1ª Sexta-mês: 9h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 17h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h

São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251 Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004 São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30 Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765 REGIÃO EPISCOPAL CORAÇÃO EUCARÍSTICO DE JESUS Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433

Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199

N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828

Santíssimo Sacramento Nova União - Marituba Sábado: 18h30 (Capela N. Sra. do Perpétuo Socorro) Domingo: 18h30 (Capela S. Francisco de Assis)

N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3292-0013 Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232

Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h São José de Anchieta Alameda Ns-13, 65 - Coqueiro Sexta - 7h30 Domingo - 7h; 18h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h Telefone: 3289-5368

REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA

Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391 Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674

Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971

Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284

N. Sra. de Nazaré Marituba - Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583

Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017

Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603

Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351

Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654

Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3248 0515

Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405

São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Quinta : 7h e 18h30. Sexta: 18h30 Sábado: 9h e18h30. Domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3353-0364

Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h, Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135

N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645

REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO

Paróquia Nossa Senhora do Carmo Benevides Sábado - 19h Domingo - 8h e 19h Telefone: (91) 3724-1098

Santo Antônio de Pádua Rod. Mário Covas - Coqueiro, Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200

São Benedito Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30

São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250

REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS

N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147 N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183 Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3237-8351 Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião); 10 h 3 0 ( I g . D i v. E s p . S a n t o ) ; 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153 Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316

Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h e 20h Domingo: 7h, 8h30 e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 Paróquia Santíssimo Redentor Icuí-Guajará - Ananindeua Sábado: 19h30 - Igreja Matriz Domingo: 7h - Igreja Matriz 9h - Comunidade Santo Afonso 17h - Igreja Matriz 19h - Comunidade Cristo Rei São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h - Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário das missas da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


1º Caderno 1º

Família Nazaré 11

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

FOTOS: LUIZ ESTUMANO

w MISSA pelos benfeitores ocorre na capela da Fundação Nazaré

Com visita da imagem de São José

A

Arquidiocese de Belém e a Fundação Nazaré convidam para a Missa mensal pelos benfeitores da Família Nazaré que será celebrada no dia 1º de março, a primeira sexta-feira do mês, na capela da Fundação Nazaré de Comunicação, presidida pelo cônego Sebastião Fialho. Em virtude de ser o mês de março dedicado a São José, a celebração contará com a visita da imagem do santo e também de fiéis da Paróquia de São José, do bairro do Umarizal, em Belém. A Rede Nazaré de Televisão, e também a Rádio Nazaré FM transmitirão tudo ao vivo, assim como o Portal Nazaré e a página da Fundacão Nazaré de Comunicação no Facebook, e ainda pelo Youtube. Antes da Missa, será rezado o Santo Terço pelo Movimento Arquidiocesano do Terço dos

w TERÇO MARIANO dá início à celebração pela Família Nazaré

Missa pela Família Nazaré será dia 1º de março todas as pessoas da Família Nazaré, benfeitores que ajudam a manter a Fundação Nazaré de Comunicação.

Seja um benfeitor - Quem não faz parte

w APOSTOLADO da Oração também participa da Santa Missa pelos benfeitores da Arquidiocese

Homens “Mãe Rainha” e o Apostolado da Oração. Cônego Sebastião Fialho pede que os fiéis intercedam nessa

celebração pelas outras comunidades que reverenciam a devoção a São José “porque ele também é o padroeiro

de outras comunidades, não apenas da nossa”. Fialho refere-se à Paróquia de São José, localizada no bairro do

Umarizal, em Belém que, assim como acontece todos os meses, é uma das paróquias convidadas a rezar por

ainda da Família Nazaré pode realizar seu cadastro no Portal Nazaré (www.fundacaonazare.com.br/cadastro) ou ligar para o número 4006-9211/4006-9212. Dessa maneira, qualquer pessoa que queira, pode contribuir com a missão evangelizadora da Arquidiocese de Belém, como integrante da família de benfeitores. A contribuição dos benfeitores da Família Nazaré é um dos principais fatores que concorre para o êxito da evangelização realizada pelos diversos projetos pastorais da Igreja de Belém, tendo à frente o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa.

Parabéns para você!

A

gradeço a Deus e a Virgem Maria por interceder por mim e me conceder mais um ano de vida. Sou muito feliz e grata por tudo durante todos esses anos, agradeço pela família que tenho e que Deus sempre me ilumine, me abençoe e me mantenha cheia de seu Espírito Santo. Agradeço ao Jornal Voz de Nazaré pelo lindo trabalho desenvolvido. Continuem levando o evangelho de Cristo à nossa comunidade. Desejo a todas as pessoas felicidades e fiquem na santa paz. ANA CRISTINA COSTA CREÃO, aposentada 60 anos, 26/02 22/02 Basílio de Queiroz Carlos Alberto de Oliveira Ivete Santana Tadaiesky Ivete Soares da Cunha Jairo Levi Mesquita Tapajós Janiovaldo Alves Barbosa Lorena Daura Hage Ferreira Lorena Pereira Maria Regina Barbosa Costa Mônica do Socorro Jennings 23/02 Alexandre Samarone Silva de Souza Elza Félix de Sá

Francisca Carvalho de Oliveira Maria Eli Soares Dantas Maria Lúcia Martins Costa Marta da Cruz de Oliveira Telma Lúcia Oliveira da Costa Wilson José Fernandes Zenira Gonçalves Alves de Almeida 24/02 Adalberto do Rêgo Silva Cezarina do Nascimento Arcanjo Clóvis Alcântara Lobato Luiz Antônio Correia Manoel Gonçalves Filgueira Maria José Silva Trindade

Maria Nazaré Bestene de Oliveira Mauro José Lopes Oliveira Rejane Paz Pinto Rosiley Moura Therezinha Wilkens Cavalcante 25/02 Casal Manoel Soares e Guiomar Ferreira Rodrigues Louise Henriette Rosário da Silva Maria do Carmo Ferreira Chaves Maria Domingas Miléo Salles Maria Emília Rocha de Miranda Nazaré Damasceno Reis Oscar da Silva Batista Serapião Nadiel Pinheiro Simone da Conceição Martins de Sousa 26/02 Alessandra Castilho Batista Amélia da Glória Vasconcelos Lins Ana Cristina Costa Creão Ângela Maria da Silva Cunha Charly Araújo

w

Enedina Maria Bentes Martins José Barradas Soares Lucicléa Oliveira Maria José dos Santos Carneiro 27/02 Casal Márcio Roberto de Souza e Simone Ferro Costa Dora Ferreira Francisco Antônio Sales da Costa Idália Caetano da Cunha Souza Luiz Alberto da Luz Maria do Socorro Ramos Pereira Terezinha Tavares da Costa Thiago Cardoso Dias 28/02 Ana Maria Costa de Oliveira Diocele Tavares Alves José Augusto Espírito Santo Teixeira Maria das Mercês Travassos Rabello Maria do Carmo Nassar Maria Jurema da Costa Silva Renata Guerreiro Milhomem de Miranda

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 22/02 - Diác. Emanoel Nazareno Martins Brito 24/02 - Pe. Joseíldo Zeferino da Silva 27/02 - Côn. José Gonçalo Vieira 28/02 - Pe. Adailson Oliveira da Silva 28/02 - Pe. Hirlan da Silva Figueiredo

AJUDE A MANTER A FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO. LIGUE PARA 4006-9200 E SEJA SÓCIO DA FAMÍLIA NAZARÉ.


Arquidiocese Centro Magis promove retiro quaresmal para jovens 12

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

1º Caderno

Encontros acontecerão sempre às terças-feiras, às 17h diária a partir dos exercícios espirituais de Santo Inácio de Loyola. De acordo com o irmão Davidson, os encontros, que acontecerão sempre às terças-feiras, pontualmente às 17h, sendo orientados pelo livro “Retiro Quaresmal 2019: Serás Libertado pelo Direito e pela Justiça (Is 1,27)”,

Inicia na próxima terça-feira, 26, às 17h, o Retiro Quaresmal para jovens, promovido pelo Centro Magis Amazônia, na avenida Governador José Malcher, Nazaré. Orientado pelo Irmão Davidson Braga, sj, o retiro, totalmente aberto, objetiva orientar jovens a reforçarem a oração

edição Secofe, que, entre outros encaminhamentos, roteiriza momentos de oração pessoal, meditação da Palavra e exercícios, de forma a oferecer uma preparação plena para a vivência da Páscoa.. Os encontros serão para partilha de experiências, resolução de dúvidas e atendimento pessoal

sobre possíveis dilemas. A primeira turma tem limite de 30 pessoas, caso esse número seja ultrapassado, outra turma será formada. Não é necessário inscrição, sendo apenas indispensável a aquisição do livro, disponível na secretaria do Centro Magis. Informações: (91) 3223-5728.

Retiro da Comunidade Fraternidade O Caminho to nos libertou” (GL 5,1) e objetiva resgatar os jovens para o encontro com Deus através do carnaval, porém com Cristo. O retiro dinâmico consta de Adoração, missas, oração, louvor, pregações, baile de mascaras e gincanas. Segundo Marinel Martins, que compõe a equipe organizadora do evento, antes de fazer

Em Belém, a Comunidade Católica Fraternidade O Caminho realiza o “Frater Folia”, retiro de carnaval no período de 3 a 6 de março, na Escola Estadual Doutor Justo Chermont, localizado na Travessa Vileta, 916, bairro da Pedreira. O evento em sua 4° edição tem a temática “Foi para liberdade que Cris-

parte da comunidade não entendia como o carnaval podia ser animador durante os retiros de carnaval. Hoje, recomenda a experiência a todos: “Hoje em dia eu sei o prazer, que vale a pena ser de Deus e, cada vez confirmar ainda mais que vale a pena abrir mão das coisas do mundo, os prazeres do

eu indico

E

u indico o livro “Vencendo o impossível com Santa Rita de Cássia”, produção da Knowload, coleção Livro Católico. O livro apresenta testemunhos incríveis de graças alcançadas, além de retratar a emocionante história de Santa Rita, pouco

conhecida de tantos que ela já ajudou. O livro ilustra com fotos raras e verídicas relacionadas com a vida da santa, além de relatos, preces e mensagens de reflexão, para você não se sentir sozinho e desamparado. É um livro excelente!

carnaval que o mundo dá para ser de Deus e levar a outros jovens para sentirem e viverem um carnaval verdadeiramente diferente”. Segundo ela são esperadas cerca de 150 pessoas. Pela ocasião da abertura do evento, dia 3, com concentração na Praça Eneida de Moraes, situada na Avenida Pedro Miranda, em frente ao Cesep às 16h e arrastão pelas principais ruas rumo ao local do retiro. À chegada, haverá uma extensa programação assim como nos demais dias do evento. Lembrando que no local do retiro os participantes ficarão acomodados e terão direito as refeições durante os quatro dias de retiro. As inscrições seguem abertas, porém as vagas são limitadas, sendo 50,00 reais para os adultos e valor de 30,00 reais para crianças e adolescentes na faixa etária de 3 a 13 anos. Os participantes terão direito a um abadá, copo e uma máscara. Mais informações: (91) 99283-2536 ou (91) 99200-6533.

BOA DICA

Rosear Cristo Fest Domingo, 24, a Paróquia Santa Rosa de Lima, em Benevides, realiza a terceira edição do Rosear Cristo Fest com o tema “Por amor nos libertou”, trazendo muita alegria para seus brincantes. Muito louvor ao Se-

nhor, canto, dança e adoração ao Santíssimo Sacramento constam da programação. A concentração será em frente à paróquia, partir das 14h. Prestigie com sua família! Mais informações: (91) 98053-8122.

Curados para Amar A Comunidade Kerygma realiza o “Curados para amar” de 3 a 5 de março com o tema “Alegrai-vos sempre no Senhor” e convida a todos para viver um feriado diferente e experimentar a verdadeira alegria, a que vem de Deus. A programação envolve o Santo Terço, louvor, pregação, oração, ado-

ração, Santa Missa, kerygma kids, sorteio de prêmios e brindes e muita diversão. O evento ocorre das 8h às 17h, na Paróquia São Francisco de Assis (Capuchinhos), situada na avenida Castelo Branco, 1541, no bairro São Brás. Entrada franca. Mais informações: (91) 98156-1222.

LIVROS E CD'S

n INÁCIO DE LOYOLA - Soldado, pecador, santo - DVD (Paulinas, R$29,20)

O

filme “Inácio de Loyola” é um drama histórico que tem início em Pamplona, Espanha, em 1521, quando o capitão Loyola, a serviço do vice-rei Navarro, assume o comando de um exército de 300 soldados na batalha de Pamplona, contra 12 mil soldados do exército francês. Derrotado e ferido em combate, Inácio é obrigado a ficar por meses em recuperação e, para preencher seu tempo, passa a dedicar-se à leitura da vida de Jesus e dos santos. A partir de então, toma a maior decisão de sua vida: colocá-la a serviço de Deus, com as armas da fé, da humildade e da prática de exercícios espirituais.

n COM DEUS ME DEITO, com Deus me levanto - Livro (Paulus, R$45,00)

A MARILENE BARROS DA SILVA,

dona de casa, 43 anos

belíssima oração “Com Deus me deito, com Deus me levanto” é rezada por muitos e não consta nos manuais oficiais de religião; sendo tão popular, usamos parte dela como título deste livro, que traz uma seleção de rezas da tradição oral e outros elementos da rica religiosidade popular brasileira, pesquisada pelo autor durante quarenta anos. Este tesouro vem acompanhado de informações históricas, explicação e reflexões para estudiosos e rezadores.


BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

Caderno Dois

Arquidiocese celebra 300 anos de Diocese de Belém Núncio Apostólico, Dom Giovanni D´Aniello preside Santa Missa às 19h. Ginásio Mangueirinho abrirá para acolher o povo de Deus a partir das 16h. FOTOS: LUIZ ESTUMANO

w PADROEIRA da Arquidiocese e também da capital do Pará, Santa Maria de Santa de Belém receberá homenagem especial na celebração solene pelos 300 anos da criação da Diocese

É

nesta sexta-feira, 22, a partir das 16h, na arena Guilherme Paraense (o Mangueirinho), a grande celebração que a Arquidiocese de Belém comandará junto com todo o povo de Deus para festejar a abertura do Ano Jubilar que será presidida pelo Núncio Apostólico, Dom Giovanni D´Aniello, e concelebrada pelo clero arquidiocesano, tendo à frente o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, assim como os seus Bispos Auxiliares, Dom Iri-

w IGREJA Mãe, a Sé Catedral é o símbolo da presença da Igreja em

neu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro. Toda a Arquidiocese está mobilizada para a comemoração jubilar e informa que o Mangueirinho abrirá os portões

às 16h, para o acesso das representações das sete Regiões Episcopais que adentrarão o espaço destinado à Santa Missa, assim como para o povo de Deus que deverá ocupar

os demais espaços daquele ginásio esportivo. Durante a Missa presidida por Dom Giovanni D´Aniello, a imagem de Santa Maria de Belém, padroeira da Arquidiocese

de Belém, e também padroeira da cidade de Belém do Pará, será entronizada em lugar especial do presbitério preparado pela Arquidiocese de Belém para a Santa Missa. As equipes da Fundação Nazaré de Comunicação farão a cobertura completa da celebração solene, desde as primei-

ras movimentações e você pode acompanhar tudo pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30.1, Rádio Nazaré (93.1), Portal Nazaré e pelas mídias sociais da instituição: Facebook:/FNCBelem e Twitter: @FundacaoNazare. Também o Jornal Voz de Nazaré fará toda a cobertura.

Família Nazaré também celebra 300 anos de evangelização A Fundação Nazaré de Comunicação, responsável por toda a divulgação da evangelização da Arquidiocese de Belém, também está inserida na celebração dos 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará. A instituição é a mantenedora da Comunicação Social da Arquidiocese de Belém por meio da Rede Nazaré de Comunicação, canal 30.1, Rádio Nazaré FM (91.3 Mhz), Portal Nazaré e o Jornal Voz de Nazaré. Junto com a Fundação Nazaré de Comunicação também festeja os 300 anos da Diocese de Belém do Pará a Família Nazaré, projeto subsidiário de sustentação da evangelização, que ajuda

a manter o trabalho dos veículos de comunicação arquidiocesanos. Você pode presentear a Igreja de Belém com o seu cadastro na Família Nazaré e se tornar +UM sócio evangelizador para contribuir com a propagação do Evangelho pelos veículos da Fundação Nazaré de Comunicação. Tornando-se um sócio evangelizador, você participa da grande festa jubilar no dia 22 e ainda contribui com os trabalhos realizados pela Rede Nazaré de Televisão, Jornal Voz de Nazaré, Portal Nazaré e Rádio Nazaré. É a Fundação Nazaré a responsável pelas coberturas e transmissões da vida de Igreja na nossa

CAMPANHA SEJA MAIS UM - Colabore com a obra de evangelização da Arquidiocese sendo mais um benfeitor da Fundação Nazaré de Comunicação. O cadastro pode ser feito pessoalmente na sede da Fundação, situada na avenida José Malcher, nº 915 – Edifício Paulo VI, Nazaré, de segunda a sábado, das 7h às 19h. Ou pelos sites oficiais (www.sejamaisum.com), (www.fundacaonazare.com.br), ou pelo telefone (91) 4006-9211. Se preferir entrar em contato por e-mail, envie mensagem para famjor@fundacaonazare. com.br e faleconosco@fundacaonazare.com.br w

PADROEIRA da Arquidiocese e também da capital do Pará, Santa Maria de Santa de Belém receberá homenagem especial na celebração solene pelos 300 anos da criação da Diocese

deste momento de unidade da Igreja de Belém pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30.1, Rádio Nazaré (93.1), Jornal Voz de Nazaré, Portal Nazaré e pelas mídias sociais da Fundação Nazaré: Facebook:/FNCBelem e Twitter: @FundacaoNazare. E que Deus possa abençoar sempre você e a sua família! Celebre conosco os 300 anos! w SUBSÍDIO Programa "Seja + Um" na Rádio Nazaré: apoio ao benfeitor

Arquidiocese de Belém. Sua contribuição nos ajuda diretamente na partilha da vida diária na Arquidiocese. E como sócio benfeitor da Famí-

lia Nazaré você torna-se +UM missionário que ajuda a Fundação a propagar grandes momentos de fé como a Abertura do Ano Jubilar – 300 anos

da Diocese de Belém, na próxima sexta-feira, 22, a partir das 16h, na arena Guilherme Paraense – Mangueirinho. Acompanhe e participe

Recorte e preencha a ficha com seus dados completos e entregue no dia 22 de fevereiro, na Arena Guilherme Paraense – Mangueinho, para nossa equipe devidamente identificada.


2

Igreja

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

2º Caderno Côn. Cláudio Barradas

Miscelânea

(claudiobarradaspe@gmail.com)

Jesus e o Espírito Santo

H

oje, aqui, você, prezado leitor, verá comigo, primeiro, se consta na Bíblia que Jesus se referiu alguma vez ao Espírito Santo, sobre quem comecei a falar na edição passada, listando as vezes e os livros bíblicos em que Ele aparece. Caso a resposta seja positiva, isto é, sim, veremos quantas vezes, em que circunstâncias e, o que Ele disse. Comecemos. Resposta à primeira pergunta: consta sim, e como! Vinte e duas vezes. À segunda, número de vezes: no Evangelho de Mateus, sete; no de Marcos, três; no de Lucas, cinco; no de João, sete. Terceiro: as circunstâncias e o que Jesus afirma. Para isso recorro à Bíblia tradução ecumênica, edições Loyola, São Paulo, 1994, que, nas palavras do saudoso Dom Luciano Mendes de Almeida, à época Arcebispo de Mariana e presidente da CNBB, “contém o texto integral do Antigo (ou Primeiro) Testamento,

com os livros deuterocanônicos ou apócrifos, e o do Novo Testamento, traduzidos, introduzidos e anotados por ampla equipe de estudiosos de diversas confissões cristãs e do Judaísmo, representando a harmonia da unidade e o respeito da diversidade na leitura fiel do livro acolhido como Palavra de Deus.” As sete, em Mateus: A primeira, em 10,20. Circunstância: ao enviar os doze apóstolos em missão, antecipa-lhes algumas das dificuldades pelas quais passarão: por sua causa, serão levados perante governadores e reis e serão entregues aos tribunais. Recomendação: quando forem entregues nada de se preocuparem em saber como falar, ou o que dizer. Razão, textualmente: “o que tiverdes de dizer vos será concedido naquela hora, pois não sereis vós a falar, é o Espírito do vosso Pai que falará em vós.” A segunda, em 12,18. Depois de curar a todos os que, então, seguiam-no,

Jesus lhes ordena severamente que não tornassem pública sua identidade, a fim de se cumprir a palavra do profeta Isaías (Is 42,1-4): “eis o meu servo... sobre ele porei o meu Espírito”, etc. A terceira, em 12,28. Depois de ser acusado por fariseus de só expulsar os demônios por Beelzebu, o chefe dos demônios, Jesus, dentre outras afirmações, diz-lhes: “mas, se é pelo Espírito de Deus que eu expulso os demônios, então o reinado de Deus já vos alcançou.” A quarta, em 12,31: “eis por que (sic!) eu vos declaro: todo pecado, toda blasfêmia será perdoada aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada.” A quinta, logo depois, em 12,32: “e se alguém profere uma palavra contra o Filho do Homem (Ele, Jesus), isto lhe será perdoado, mas se falar contra o Espírito Santo, isto não lhe será perdoado,” etc. A sexta, em 22,43: Jesus deixa alguns fariseus

DIVULGAÇÃO

w A POMBINHA BRANCA, uma das formas visíveis do Espírito Santo

sem resposta, ao lhes perguntar: “como é então que David, inspirado pelo Espírito,” etc. A sétima e última, em 28,19. Jesus Ressuscitado, ao enviar em missão

(artpresent@superig.com.br)

26/02 - TERÇA-FEIRA Beata Pietà da Cruz Ortiz Real - Virgem

22/02 - SEXTA-FEIRA Santos Irmãos de Kola - Mártires da Geórgia

De Bocairente, Valência, Espanha, 12/11/1842. A 1ª Comunhão despertou nela o desejo de pertencer ao Senhor e viver para Ele. Estudou no Colégio de Loreto e aí ingressou no noviciado. Mas o pai, alegando necessidade na família, levou-a de volta. Isso foi apenas o começo dos muitos empecilhos que impediram sua consagração. Ela chegou a achar que Deus não a queria, então rezou muito. Finalmente em contato com Jesus e seu Divino Coração, descobre o rumo. Nascem as Irmãs Salesianas do Sagrado Coração de Jesus em 1890, para amar, servir e reparar os ultrajes do mundo inteiro.

Kola, Geórgia. Evangelizada por S. André. No séc. VI, divididos entre sua antiga fé pagã e o cristianismo. Mesmo assim, as crianças brincavam juntas. Ao tocar o sino, os católicos corriam para a igreja, até que nove crianças pagãs também queriam participar. Foram barradas: “só participariam se fossem batizadas!”. Foram sim batizadas, mas os pais ficaram furiosos, pediram ajuda ao príncipe, que a negou, então eles mesmos cavaram um grande buraco, jogaram as crianças lá, ainda vivas, e taparam com pedras. Hoje, mesmo sendo Ortodoxos, a Igreja de Pedro tem grande respeito pela Igreja de André.

27/02 - QUARTA-FEIRA São Baldomero - Monge e subdiácono

23/02 - SÁBADO Beato Ludovico Mzyk - Sacerdote e Mártir

24/02 - 7º DOMINGO DO TEMPO COMUM Beata Ascensão do Coração de Jesus - Co-fundadora. Florença ou Florentina Nicol Goñi nasceu em Tafalla, território de Navarra, Espanha, 1868. Aos 17 anos entrou no convento de Santa Rosa em Huesca, onde desenvolveu o amor e dedicação pela juventude. 1912 o governo espanhol fecha a Escola de Santa Rosa. Nesse tempo de crise surge o bispo Ramón Zubieta chamando missionárias para missão em Urubamba, Peru. Madre Ascensión foi a primeira religiosa a adentrar nas florestas peruanas. Fundaram-se então as Missionárias Dominicanas do Rosário, hoje em vários países.

nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,” etc. As do Evangelho de Marcos e as do de João ficam para a próxima edição, que nesta meu espaço acabou. Shalom!

Diác. Benedito Otávio

Santos da semana

Polonês de Chorzów Stary, nascido a 22/04/1905, Ludovico ou Ludwik, era sacerdote e professo da Sociedade do Verbo Divino, SVD. Os “verbitas” estão hoje em vários países, inclusive no Brasil e em nossa arquidiocese. Foi beatificado por João Paulo II, em Varsóvia, 13/06/1999 com mais 107 mártires poloneses. Morto pelos nazistas em Poznan, 23/02/1942, que invadiram seu país, impuseram seu regime e perseguiram as raças e a fé do povo. Foi assassinado pelos guardas na fortaleza onde estava preso.

seus onze discípulos - o décimo segundo, Judas Iscariotes, já levara a breca, enforcando-se – ordena-lhes: “ide, pois; de todas as nações fazei discípulos, batizando-os em

25/02 – SEGUNDA-FEIRA Domingos Lentini Nasceu em Lauria, Província de Potenza, Itália, Diocese de Tursi-Lagonegro, em 20/11/1770, em uma família humilde e piedosa. Desde que ingressou na vida religiosa em sua paróquia e posteriormente no seminário de Policastro, aprofundou-se em uma espiritualidade mística. Ao longo da vida e pós-morte, foram-lhe atribuídos adjetivos que explicam muito seu ser: Ministro da Cruz. Ministro da Caridade. Pio XI o chama de Herói das Virtudes Teologais e Cardeais. Firme na Cruz de Cristo e nas Dores de Maria, chamava incansavelmente a todos à conversão e à penitência. Atribuíem-se-lhe várias curas.

Um simples ferreiro dos arredores de Lyon, França, despertou a admiração de todos, por sua piedade e caridade para com os pobres. Deixando tudo, entrou para o mosteiro, onde tornase abade e sub-diácono por ordem de Gaudrico, Bispo de Lyon. Mas jamais quis ser ordenado sacerdote. Levou a vida monástica como um verdadeiro homem de Deus, até morrer em 630. Seu nome aparece em todos os martirológios após o século sétimo. Suas relíquias foram preservadas com intensa veneração no mosteiro de São Lyon Direita. 28/02 - QUINTA-FEIRA Beato Ciriaco Maria Sancha y Hervás - Cardeal Para alguns críticos da Igreja, os cardeais são pessoas burocráticas e ambiciosas que só pensam em poder. Mas quem é autentico católico e observa a Igreja como nossa casa e o clero como nossos irmãos, encontra nela belos exemplos de fé, amor e outros atributos. Na Escola Diaconal estudamos os livros do cardeal Tomáš Špidlík; recentemente o papa beatificou o cardeal Newman e hoje temos o exemplo do espanhol de Toledo Sancha, conhecido como o “pai dos pobres”, que trabalhou em Cuba, fundou as Irmãs da Caridade, foi preso e viajou muito em missão. Por isso, rezemos pelos cardeais.


2º Caderno

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

Arquidiocese

5 3

FOTOS: LUIZ ESTUMANO

w PARÓQUIA de Santa Teresa de Calcutá em construção na comunidade

w PARTICIPAÇÃO celebração contou com a presença da comunidade

Dom Alberto Taveira instala 90ª paróquia da Arquidiocese de Belém

Paróquia de Santa Teresa de Calcutá no conjunto Eduardo Angelim II, no Parque Guajará

A

comunidade do conjunto Eduardo Angelim II, no Parque Guajará, após muita oração e trabalho, acolheu com grande júbilo no domingo, 17, a instalação da Paróquia de Santa Madre Teresa de Calcutá, a nonagésima da arquidiocese, durante rito presidido por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, e posse do seu primeiro pároco, padre João Paulo Fernandes Ribeiro, ordenado em julho do ano passado. A celebração contou com a presença de toda comunidade que, junto com o padre João Paulo, trabalhou incessantemente para a adequação

física da matriz, antes centro pastoral João Maria Vandori. Estiveram presentes na celebração, sacerdotes entre eles cônego Vladian Alves, reitor do Seminário São Pio X, e padre Agostinho Cruz, Vigário Episcopal da Região São João Batista, a qual a nova paróquia estará ligada. A celebração eucarística foi dividida em dois momentos: o primeiro com instalação da paróquia e posse do novo pároco, e o segundo com o rito normal. Padre Agostinho leu o decreto de instalação da nova paróquia que, como dito anteriormente, é a nonagésima da arquidiocese, e, em seguida, cônego Vladian

w DOM ALBERTO presidiu celebração e empossou o seu primeiro pároco

leu a provisão de posse do padre João Paulo. Com todas as etapas que compõem o rito de instalação de uma nova

w JOÃO PAULO FERNANDES RIBEIRO, primeiro pároco da igreja

paróquia e do de posse, a Paróquia de Santa Madre Teresa de Calcutá foi entregue à comunidade sob calorosa salva de pal-

mas. Dom Alberto considera que a Arquidiocese de Belém faz uma opção muito séria quando adotou a vocação missioná-

ria: “queremos chegar a todos os recantos, não queremos que fique qualquer área do território da arquidiocese sem a presença do Evangelho, sem a pregação da Palavra de Deus, e daí a necessidade de criar paróquias.” Segundo ele, é uma grande alegria saber que a ação da Igreja estende-se por todas as partes formando comunidades cristãs: “Queremos evangelizar de todas as formas possíveis, fazendo com que o povo de Deus seja atendido. Queremos celebrar esses 300 anos marcando a presença da Igreja e quanto mais ela pode estender sua presença mais feliz nós estamos”.

w DOM ALBERTO durante o rito de posse do pároco, padre João Paulo

PARÓQUIA DE SANTA TERESA DE CALCUTÁ A Paróquia de Santa Madre Teresa foi desmembrada da Paróquia Divina Misericórdia, quando antes era sua comunidade. Com a Matriz compõem a área pastoral mais quatro comunidades: Santa Rita de Cássia, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Santo Antônio. Para Rosa Maria Carneiro, coordenadora paroquial, a conquista de uma paróquia irá contribuir para ação pastoral naquela área: “Era uma área que estávamos precisando muito de uma ação mais concreta, de

uma paróquia própria. Com a graça de Deus, que iluminou os caminhos, veio este presente que ergue-se hoje, a Paróquia de Santa Madre Teresa de Calcutá.” Segundo ela, tudo iniciou em julho do ano passado, quando o padre João Paulo, à época recém ordenado, foi designado como vigário paroquial da Divina Misericórdia e responsável pela futura área Missionária de Santa Madre Teresa de Calcutá. “Demos atenção na evangelização das famílias da co-

munidade, fazendo confissões, atendimento aos doentes, e de lá pra cá, com muita oração e as orientações do nosso padre João Paulo, sendo concluído com este momento de grande felicidade.”, afirma a coordenadora. O novo pároco, tendo a missão de assumir sua primeira paróquia, afirma que o Cristianismo dá a todos os fiéis a possibilidade de sempre aprender: “Sinto-me pequeno diante da grande missão, mas ao mesmo tempo disponível. Dizendo sim a Deus, ao meu bispo, à

Igreja, de aceitar esse desafio por amor e quem confia em Deus não fica sozinho.” Padre João Paulo lembra que "o centro pastoral Padre João Maria Vandori já existia aqui, estava basicamente abandonado; quando cheguei aqui em torno das cinco comunidades o centro comunitário era o que eu tinha de mais concreto. Então comecei a evangelização a partir do centro, primeiro de forma mais pastoral. É um ato de fé na vida cristã. A verdade é que a gente tem que apren-

der a ser tudo. O cristianismo tem essa graça da gente aprender. A santa de devoção que dá nome à nova paróquia será o modelo de evangelização, diz padre João: “Madre Teresa foi uma santa que, além de cuidar dos pobres, proporcionou a paz aonde ia. Na Índia, nos povos hindus e muçulmanos, ela levou esse cristianismo de paz. Tanto no coração de Dom Alberto quanto no nosso surgiu essa vontade de fazer do Eduardo Angelim II esse lugar de paz”.


4

Igreja

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

2º Caderno

Ordenação Episcopal de Mons.Manoel Filho

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Em Bragança no próximo domingo, 24. Ele seguirá para Alagoas.

A

s Dioceses de Palmeira dos Índios (AL) e de Bragança, no Estado do Pará, celebram domingo, 24, às 9h, a Ordenação Episcopal de Monsenhor Manoel de Oliveira Soares Filho durante Santa Missa solene presidida pelo Bispo da Diocese de Bragança, Dom Jesus Maria Cizaurre Berdonces, e concelebrada pelo Bispo Emérito de Bragança, Dom Luis Ferrando e Dom Carlos Verzeletti, Bispo da Diocese de Castanhal. Monsenhor Manoel foi nomeado no dia 19

de dezembro do ano passado pelo Papa Francisco para a vacante Diocese de Palmeira dos Índios (AL). Até ser nomeado, padre Manoel vinha atuando como pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida no município Dom Eliseu, no Estado do Pará. Após a Ordenação Episcopal, Mons. Manoel irá pastorear a Diocese de Palmeira dos Índios, no Estado de Alagoas. O Bispo da Diocese de Bragança, Dom Jesus Maria, rende graças a Deus pela nomeação do sacerdote, expressando

votos de feliz missão naquela diocese alagoana. A Ordenação será no município de Bragança, no Ginásio de Esportes Dom Eliseu Coroli. A posse do sacerdote na Diocese de Palmeira dos Índios, em Alagoas, será no dia 10 de março, durante Missa solene na Catedral de Nossa Senhora do Amparo. A Missa solene da Ordenação Episcopal de Mons. Manoel contará também com a presença dos padres Raimundo Elias, pároco da Catedral de Nossa Senhora do Rosário, e Gerenaldo

Messias, Vigário Geral da Diocese de Bragança. A Arquidiocese de Belém está presente à Ordenação de Mons. Manoel, representada pelos Bispos Auxiliares, Dom Antônio de Assis Ribeiro e Dom Irineu Roman. MISSÃO - Mons. Manoel chega ao episcopado após 25 anos de sacerdócio e trabalho paroquial, paralelamente aos estudos especializados no campo da Doutrina Social da Igreja. Escolheu como lema episcopal "Mas, em atenção a Tua Palavra, vou lançar as redes", trecho das Sa-

w MONS. MANOEL (à esquerda) e Dom Jesus

gradas Escrituras, evangelho de Lucas 5, 5. Mons. Manoel também destacou-se na atuação bem próxima do

bispo diocesano de Bragança. Dom Jesus Maria, como Vigário da Catedral de Nossa Senhora do Rosário.

Assembleia paroquial em Ananindeua A Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua, realizou de 15 a 17 a 26ª. assembleia paroquial de pastoral para rever, avaliar e projetar a missão evangelizadora daquela igreja Matriz à luz do apelo do Papa Francisco, Igreja em Saída, das diretrizes da última assembleia arquidiocesana e do tema aprovado no Conselho Pastoral Paroquial (CPP): “ Gestão, sustentabilidade financeira e pastoral”.

Participaram da reunião, coordenada pelo pároco, padre João Mendonça, 130 representantes comunitários, eleitos em suas respectivas comunidades, pastorais e movimentos. Aberta no dia 15, a assembleia começou com a Santa Missa. Em seguida, houve uma reflexão da mensagem do padre Daniel Oliveira da Cunha, superior geral dos Salesianos, para este ano sobre o tema da san-

tidade, inspirado na carta do Papa Francisco sobre esse tema, intitulada “A santidade é também para você”. Padre Daniel ajudou a entender melhor o tema da mensagem do Pontífice e auxiliou a comunidade paroquial a repensar sua ação pastoral à luz da santidade comum, no ordinário da vida, sempre no seguimento de Jesus. Sábado, 16, à tarde, foi o estudo do tema da as-

w PARTICIPAÇÃO representantes comunitários, pastorais e movimentos

sembleia com assessoria de profissional especializado em ações do terceiro setor, ajudando em melhor compreender a contabilidade e o controle para melhorar a gestão fi-

nanceira e pastoral. Domingo, 17, encerrou-se com a reunião plenária para a apresentação do relatório sobre o estado atual da paróquia, pelo padre João Mendonça,

contendo desafios e propostas de ação. O pároco provocou a assembleia a repensar a ação evangelizadora tendo em vista o dinamismo apostólico e a realidade financeira atual.

Curso de formação feminina Teologia Patrística é assunto Em Belém, a Paulus Livraria promove o curso de formação feminina com o tema “Maria, mãe da Igreja e mestre de vida espiritual”, de fevereiro a junho. O evento faz parte do projeto formativo da livraria denominado Café e Debate, que proporciona cursos de aperfeiçoamento pessoal e profissional. O curso segue de fevereiro a junho, as inscrições seguem abertas. O curso será ministrado pela primeira vez na capital pela religiosa Angela Tutas, professora, doutora em Ciências Eclesiásticas Orientais pelo Pontifício Instituto Oriental de Roma. O público alvo são freiras, mulheres, professores catequistas,

YOUCAT

O

J o r n a l Vo z d e N a z a ré segue os estudos sobre o YOUCAT Catecismo da Igreja Católica, escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciou-se por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

estudantes e demais interessados. A formação objetiva descobrir a missão original da mulher (vocacional e profissional) e reforçar a sua dimensão psicológica, afetiva e espiritual. À luz da vida de Maria e de algumas Santas da Igreja (Macrina, Teresa de Ávila, Edith Stein). O curso tem como objetivo proporcionar reflexões sobre a vida feminina, corpo, alma e espírito, que visa ter como forma interna o amor divino. Descobrir as forças femininas que levam a alma feminina àquele ser para qual é destinada. Formar a afetividade para o cumprimento da sua realização em sintonia com o projeto

eterno de sua missão. Iniciar a alma feminina à arte do discernimento espiritual e proporcionando-lhe o incentivo para sua evolução espiritual. O primeiro encontro ocorreu dia 16 de fevereiro, mas as inscrições ainda podem ser realizadas, pois os próximos acontecerão nos dias 16 de março, 27 de abril, 18 de maio, 14h às 17h30 e no dia 15 de junho das 9h às 12h30, sempre aos sábados, no Auditório da livraria, localizado Rua 28 de Setembro, 61, bairro Campina. O investimento é de 100,00 reais. Mais informações: (91) 3225- 0222 ou (91) 98966-0000.

durante colóquio, em Belém

Em Belém, iniciou o Colóquio Teológico promovido pela Paulus livraria sobre Teologia Patrística. O evento visa favorecer o conhecimento na área da patrística, filosofia cristã dos três primeiros séculos. O colóquio compreende quatro módulos, cujo primeiro ocorreu no último sábado, dia 16. Serão realizados mais três módulos, facilitado pela religiosa Angela Tutas, um em março, abril e maio. A temática proposta foi um pedido da própria facilitadora, a religiosa Angela Tutas, que aborda várias temáticas durante os colóquios realizados no Brasil, porém, em Belém,

pela livraria é a primeira vez. O colóquio é voltado para os sacerdotes, seminaristas, estudantes de teologia bíblica, religiosos (as) e leigos (as). O primeiro módulo abordado foi sobre “A vida pastoral da Igreja no pensamento dos padres apostólicos, que objetivou a iniciação ao conhecimento das primeiras comunidades de vida apostólica. Abordagem dos conhecimentos dos padres apostólicos a partir das fontes. O segundo módulo, será “Apologética Cristã: A defesa na fé do pensamento de São Justino de Irineu de Lião”, dia 16 de março, 9h às 12h30. O terceiro módulo, “Espiritualidade Monástica Oriental”, dia 27 de abril, 9h às TERCEIRA PARTE 12h30. O quarto módulo, “O ministério pastoral no pensamento de São João Crisóstomo de São Gregório Magno”, dia 18 de SEGUNDA SEÇÃO: OS DEZ MANDAMENTOS maio, 9h às 12h30. Todos os módulos ocorrem SEGUNDO CAPÍTULO no auditório da Paulus Livraria, localizado na Ama o teu próximo como a ti mesmo Rua 28 de Setembro, 61, bairro da Campina. As - Existe alguma precedência de - O que é o amor? inscrições seguem aberum gênero em relação ao outro? tas no valor de 100,00 reais. Mais informações: Não. Deus concedeu ao homem e à mulher O amor é a livre entrega (91) 3225- 0222 ou (91) a mesma dignidade. [2332,2335] do coração. [2346] 98966-0000.

A VIDA EM CRISTO

401

402


5

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

Especial Juventude

Jovens protagonistas de um mundo melhor

D

estaques nesta edição é o início das atividades do ano de 2019 da Juventude Salvista, é um grupo de louvor, carismático e missionário. Outro destaque também são as Missas para a Juventude, presididas por Dom Antônio, agora transmitidas aos domingos, pela Rede Nazaré de Televisão. E, ainda, a realização do primeiro Encontrão da Pastoral Universitária (PU). A Juventude Salvista, núcleo jovem da Fraternidade Jesus Salvador, dá início às atividades no ano de 2019 com celebração eucarística neste domingo, 24, às 19h, presidida pelo padre João da Cruz, SJS, na Matriz da Paróquia da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo, no Conjunto Sideral, em Belém. A Juventude Salvista, é um grupo de louvor, carismático e missionário. Tem espiritualidade carismática, isto é, dons carismáticos colocados em prática para evangelizar, salvar e santificar a humanidade. Esta espiritualidade é nitidamente oracional e apostólica. Ela nasce do Espírito Santo derramado no coração de cada jovem e da sua adoção filial por Deus. São colunas, ainda, da espiritualidade a Devoção a Sagrada Eucaristia, ao Divino Espí-

Atividades da juventude salvista têm início com Santa Missa Programação tem início com celebração eucarística neste domingo, 24 DIVULGAÇÃO

w PARÓQUIA da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo, no Sideral

rito Santo e a Santa Virgem Maria, sob o Título

de Nossa Senhora de Pentecostes. Em comu-

nhão com a missão dos Consagrados Salvistas,

a Juventude Salvista tem também a missão de levar os jovens a estarem bem dispostos ao “Louvor de Deus”, impulsionados pela Graça do Batismo ou Efusão do Espírito Santo. De acordo com Mateus Rodrigues, a celebração deste domingo será o pontapé inicial das atividades anuais, que, entre outras, constam da Missa da Juventude no último dia 21 na Fundação Nazaré de Comunicação, no qual os grupos jovens participam. A Juventude S a l v i s t a p ro m o v e r á também o seu retiro de

carnaval, previsto para 2 de março, com local e horário a ser divulgados ainda. O grupo existe em São Paulo, e no próximo dia 12 completa 17 anos. Em Belém, o movimento já existia desde 2013, mas foi oficializado apenas em julho do ano passado, após retiro de formação. A Juventude Salvista promove ainda encontros formativos para os membros do movimento, grupos de oração onde jovens se reúnem para reavivar a espiritualidade e manter a convivência, retiros e espiritualidades.

Missas para a juventude Incentivar e fortalecer o protagonismo juvenil na Arquidiocese de Belém tem sido a agenda prioritária para o Setor Juventude que vem atuando sob a coordenação pastoral de Dom Antônio de Assis Ribeiro, um dos bispos auxiliares de Belém, Bispo Referencial para a Juventude. Dentre as diversas atividades propostas e já realizadas visando o fortalecimento, a evidência e, especialmente, a espiritualidade juvenil tem tido a preferencial

atenção da Arquidiocese. Instrumento de consolidação das atividades de mobilização e formação tem se complementado com o que há de mais sagrado para a Igreja: a Santa Missa. Nas primeiras reuniões e atividades de grupos realizadas com a juventude, Dom Antônio incentivou a concretização de ações lúdicas para os jovens e, após esse momento, a culminância de tudo foi a Santa Missa que ocorreu ao logo de todo o ano passado, o que

resultou na confraternização geral de jovens de todas as paróquias, aglutinados no projeto da “Missas para a Juventude nas Regiões Episcopais”. A Santa Missa também foi ponto culminante de todo o trabalho realizado para a elaboração do Projeto Educativo-Pastoral do Setor Juventude da Arquidiocese de Belém (2018-2020), cuja apresentação oficial para o povo de Deus ocorreu durante Missa na Basílica Santuário de Nazaré, presidida pelo Bispo Auxiliar, Dom Antônio. A aplicação das atividades propostas no plano vem ocorrendo, com apoio de ações formativas como o Projeto de Leitura Orante da Bíblia Sagrada. Outras

LUIZ ESTUMANO

w JOVENS participando da missa realizada na Fundação Nazaré

atividades de mobilização são conduzidas no Centro Pastoral da Juventude, preparado especialmente parqa eles em Ananindeua, às proximidades do Seminário Pio X. MISSA NA TV - Em uma quinta-feira, dia 6 de janeiro deste ano, outro projeto tomou forma para os jovens.: as Missas para a Juventude,

presididas por Dom Antônio, agora transmitidas aos domingos, às 11h, pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30.1 (ou na sintonia da sua cidade). A celebração televisiva da Missa conta com a participação de jovens de vários grupos, paróquias e comunidades. A iniciativa atende a

uma das diretrizes do Projeto Educativo Pastoral do Setor Juventude que prevê a realização de uma Santa Missa aos domingos com a participação efetiva da juventude da Região Metropolitana. Por enquanto, a celebração é gravada, mas Dom Antônio informa que a intenção da Arquidiocese de Belém é que seja ao vivo em breve.

Encontrão da Pastoral Universitária O Setor Juventude da Arquidiocese de Belém convida todos os universitários a participarem do I Encontrão da Pastoral Uni-

versitária (PU), neste sábado, 23, das 15h às 18h30. A atividade será animada pelo tema “Estamos sempre prontos a dar razão

da vossa esperança a todo aquele que vola pede” (1 Pd 3,15). O evento será no auditório da Capela de Lourdes, localizada na

avenida Governador José Malcher, 1169, bairro de Nazaré, em Belém. Mais informações: (91) 989263908/98064-0721.


6

Em Nazaré

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

2º Caderno FOTOS: ALINE ANDRADE

w DOM ANTÔNIO presidindo a Missa do Calouro

w CELEBRAÇÃO Missa do Calouro na Basílica Santuário

Dom Antônio presidiu missa para calouros Programação foi na Basílica Santuário com a presença de muitos estudantes, novos universitários

E

m celebração aos aprovados nos vestibulares neste início de ano, o Bispo Auxiliar de Belém Dom Antônio de Assis Ribeiro realizou na última semana a Missa do Calouro. A programação aconteceu na Basílica Santuário de Nazaré. Alunos, professores e colaboradores que atuam nas mais diversas instituições de ensino superior do Estado participaram do momento. Durante a homilia Dom Antônio agradeceu a presença de todos e parabenizou os calouros pela conquista: “Certamente foram noites em claro, dias de muito estudo e renúncias para que vocês alcançassem este tão almejado e neste momento uma nova fase da vida se inicia para vocês. Que o conhecimento científico não ponha em prova a fé, que deve estar alicerçada em Deus”.

w CELEBRAÇÃO Missa do Calouro na Basílica Santuário, presidida pelo bispo auxiliar, Dom Antônio

Inscrições para o curso de noivos estão abertas

Caminho Neocatecumenal realiza catequese pós-batismal

Estão abertas as inscrições para o curso de preparação para a vida matrimonial da Paróquia de Nazaré. Os interessa-

O movimento Caminho Neocatecumenal da Paróquia de Nazaré está promovendo um clico de catequese pós-batismal. A intenção dos encontros é

dos devem realizar a inscrição no atendimento da Basílica Santuário, de segunda a sexta-feira das 7h as 18h, basta levar

uma cópia do RG do casal. A programação será realizada nos dias 15,16 e 17 de março no Centro Social de Nazaré.

fazer com que os cristãos redescubram a importância das promessas do batismo. Os encontros acontecem todas as segundas e quintas-feiras,

às 20h, no Centro Social de Nazaré e serão 15 ao todo. Qualquer pessoa acima de 14 anos pode participar e não é necessário realizar inscrição.

Interatividade no Santuário de Nazaré Seguindo as mais recentes tendências tecnológicas, o Santuário de Nazaré também utiliza os meios digitais para promover a evangelização e a devoção mariana. Estamos presentes na internet e redes sociais. Acesse nossos sites e siga nossos perfis: NOSSOS SITES

Para ficar por dentro de notícias, programações, história, detalhes e outras informações, basta acessar o site da Basílica Santuário de Nazaré: www.basilicadenazare.com.br, da Rádio Basílica de Nazaré: www.radiowebbasilicadenazare. com.br; ou do Círio de

Nazaré: www.ciriodenazare.com.br. REDES SOCIAIS

Confira nossos perfis, curta nossas postagens e saiba tudo o que acontece em tempo real. TWITTER

@basilicanazare FACEBOOK

/basilicadenazareoficial INSTAGRAM

@basilicadenazareoficial WHATSAPP

Envie sua mensagem, peça música e participe das promoções enviando mensa-

gem para: (91) 992639440. YOUTUBE

W W W. y o u t u b e . com/basilicadenazare FAÇA SUA DOAÇÃO ONLINE

Agora você que deseja ajudar nossos projetos sociais e de evangelização também pode fazer sua doação online. Basta clicar no botão na barra lateral dos sites. Você será direcionado ao site do Pagseguro. Se ainda não é cadastrado, basta se cadastrar e escolher a forma de contribuição, nos cartões ou boleto bancário, pagável em diversos locais.


2º Caderno

Em Nazaré

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019 YÊDA SOUSA

w PE. LUIZ CARLOS acompanhou a caminhada

ANDREIA TEIXEIRA

w CHEGADA à Basílica Santuário

5 7 ALINE ANDRADE

w ENCONTRO com a Imagem Peregrina

Vovó Peregrina chega à Basílica Santuário

A

pós 5h30m de peregrinação, a italiana Emma Morosini chegou à Basílica Santuário de Nazaré, na manhã desta sexta-feira (15) e concluiu a missão de conhecer o Santuário da Rainha da Amazônia. Devota de Nossa Senhora, a enfermeira, conhecida mundialmente como “Vovó Peregrina”, tem 95 anos, saiu do Maranhão em janeiro com destino à Basílica, como forma de agradecer pela cura de uma grave doença, que quase lhe tirou os movimentos das pernas. O Reitor da Basílica Santuário, Padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves, junto à Diretoria da Festa de Nazaré e da Guarda de Nazaré a encontraram-na na BR-316 para lhe dar todo o suporte necessário até sua chegada, quando foi recebida com uma programação especial dedicada a ela.

Ela 95 anos e saiu do Maranhão em janeiro com destino à Basílica Santuário KAROL COELHO

ENTENDA A HISTÓRIA

w EMMA MOROSINI recebida pelos Padres Barnabitas da Basílica

Saindo do Seminário São Pio X, seguiu pela BR 316, Avenida João Paulo II, Av. Ceará, Av. Magalhães Barata até chegar enfim à Basílica Santuário. Durante o percurso, os peregrinos rezavam e cantavam louvores à Virgem Ma-

ria como forma de incentivo para a conclusão dessa missão. À chegada, Emma foi recebida pelo Pároco de Nazaré e pelo Superior Provincial Norte da Ordem dos Clérigos Regulares de São Paulo (Padres Barnabitas), Padre GioDIVULGAÇÃO

w ENCONTRO Adorar Jesus espera por você

Ministério “Adorar Jesus” espera por você Responsável pela animação da Adoração da Juventude todas as quartas-feiras na Basílica Santuário de Nazaré, o movimento Adorar Jesus

trabalho dos voluntários que recebem os romeiros durante o período do Círio, e o espaço permanente de ex-votos e objetos ligados ao Círio, o Memória de Nazaré. Em seguida participou da Santa Missa presidida pelo Pároco de Nazaré, Padre Giovanni Incampo.

conta diversos setores como espiritualidade, infraestrutura, liturgia e música. Toda segundafeira o grupo se reúne para um momento de

oração e formação, na sala 12 do Centro Social de Nazaré. Participe! Assista as Missas de Nazaré pela Televisão: Rede Vida e TV Nazaré

vanni Incampo e Padre José Adelson Ramos das Mercês, trazendo consigo a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, conduzida até o altar, após recebê-la. Feita a acolhida, Emma visitou a Casa de Plácido, onde conheceu o

A missão de Emma iniciou-se em 1994, quando ela tinha 70 anos e fora diagnosticada com Peritonite, uma doença que consiste na inflamação do peritônio, tecido que reveste a parede interna do abdômen e recobre a maioria dos órgãos dessa região. Essa inflamação é provocada por bactéria ou fungo. Alcançada a graça, soli-

citada a Nossa Senhora, iniciou a sua missão. Ao longo de sua caminhada de agradecimento, “Vovó Peregrina” já conheceu vários santuários do mundo e passou por países como França (Santuário de Lourdes), Portugal (Santuário de Fátima), México (Santuário de Guadalupe), Paraguai (Santuário de Assunção) Argentina (Santuário de Luján) e Brasil, onde conheceu o Santuário de Aparecida. Sempre solicitando a Nossa Senhora a paz mundial, a restauração das famílias e a proteção aos jovens. Em 2015, a convite do Santo padre, o Papa Francisco, conheceu o Vaticano, onde recebeu sua bênção e o incentivo para seguir sua missão e continuar rezando pelos jovens, famílias e enfermos.


Arquidiocese 2º Caderno D Pastoral Presbiteral promove retiro do clero para a primeira turma 8

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

e 25 a 28 de fevereiro, na Casa de Retiros Monte Tabor, localizada no distrito de Icoaraci, acontece o Retiro do Clero Arquidiocesano para a primeira turma de presbíteros. Com a presença dos bispos de Belém, o retiro terá meditação, oração e aprofundamentos com pregação de Dom José Luís Azcona Hermoso, OAR, Bispo Emérito do Prelado do Marajó. O Retiro Anual do Clero integra o calendário oficial da Arquidiocese de Belém e ocorre em duas etapas devido ao grande número de sacerdotes. Durante os quatro dias de retiro os sacerdotes junto com o Arcebispo e com seus Bispos Auxiliares, mantêm momentos de oração e pregação sob orientação do pregador, escolhido antecipadamente. “Assim como os leigos, nós, sacerdotes, temos este momento em que fazemos uma parada para meditar e que, assim, possamos renovas nossas forças, de maneira especial a força espiritual e assim iniciarmos um

Pregação de Dom José Luís Azcona, Bispo Prelado Emérito do Marajó LUIZ ESTUMANO

DOM JOSÉ AZCONA

w FACHADA principal da Casa de Retiros Monte Tabor

ano novo nas paróquias e comunidades”, destaca Cônego Roberto Cavalli Junior, responsável pela organização do retiro. O retiro situa-se num momento em que a Arquidiocese de Belém dá início às comemorações do tricentenário de cria-

ção da diocese que tem por tema “Anunciando o Evangelho de Jesus Cristo na Amazônia: Memória, Identidade e Missão” e lema “Ide e anunciai” (Mc 16,15). Segundo o Cônego Roberto, “estaremos todos aproveitando o convite que os 300 anos

nos pedem: memória, identidade e missão”. Na programação do retiro haverá momentos de deserto, momento mariano, meditação, oração, adoração ao santíssimo sacramento, santas missas e confissões. Desta primeira etapa do retiro

Evangelização no Terceiro Milênio

A

04 de março de 1719, por meio da Bula “Copiosus in Misericórdia”, do Papa Clemente XI, nascia a Diocese de Belém, desmembrada da Diocese do Maranhão, a pedido de Dom João V de Portugal. Em 1º de maio de 1906 a então Diocese de Belém foi elevada a Arquidiocese e sede Metropolitana, conforme determinado pelo Sumo Pontífice São Pio X na Bula “Sempiternum humani generis”. Assim, caríssimo leitor, quando esta edição do “Voz de Nazaré” chegar às suas mãos, estaremos inaugurando o Ano Jubilar das celebrações pelos 300 anos da Igreja de Belém. Diversas raças e culturas formam o mosaico humano desta terra, uma gente solidária e hospitaleira, humilde, alegre e poética, formada na cultura católica e na piedade popular, devota da Santíssima Virgem, o Lírio Mimoso da Amazônia. De fato, desde a fundação da cidade de Belém, em 12 de janeiro de 1616, essa frondosa região e seu povo foram marcados pelo anúncio da Boa Nova do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, sempre sob a proteção e intercessão da Mãe de Deus. Sob tais emblemas, inaugurou-se um novo tempo para a humanidade aqui vivida. O Céu desceu a este lugar, marcando-o com o indelével selo do AMOR DIVINO... Eis que em 04 de mar-

participarão 50 presbíteros. O tema central da pregação será definido por Dom José Azcona. Em março, de 11 a 14, o retiro será voltado para a segunda turma, também no Tabor. Pregador: Dom Antônio Augusto Dias Duarte, um dos bispos auxiliares da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. Dom José Luís Azcona Hermoso, OAR, nasceu em Pamplona, no dia 28 de março de 1940. É um religioso missionário da Ordem dos Agostinianos Recoletos, bispo prelado emérito do Marajó, no Estado do Pará. Foi ordenado sacerdote por Dom Giovanni Canestri, na Basílica de São João de Latrão, em Roma, em pleno Concílio Vaticano II. Em 1964 concluiu a teologia

Maria Elisa Bessa de Castro

“Copiosus in Misericórdia”

TARSO SARRAF

wDOM ALBERTO ergue a imagenzinha da Virgem de Nazaré encontrada por Plácido José de Souza

ço de 1719, a Igreja Católica institui-se oficialmente nesta terra, por meio da criação da Diocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará. Verifica-se, pois, que desde o nascedouro da Diocese, a Igreja Católica de Belém foi colocada sob o patrocínio da Piedosíssima Virgem Maria. Fico a imaginar quão belas e profundas histórias de vida marcaram a Missão Evangelizadora desses 300 anos. Quantos sacrifícios experimentados pelos primeiros Bispos para cá nomeados e pelos primeiros sacerdotes diocesanos ordenados! Quantos desafios enfrentados e quantas vitórias

celebradas! Vislumbre você também, amigo leitor, quantos Sacramentos foram desde então ministrados (Batizado, Primeira Comunhão, Crisma, Confissão, Unção dos Enfermos...); quanta caridade e amor foram dedicados aos pobres; quantas Santas Missas foram celebradas; quantas piedosas e bonitas procissões foram realizadas; quantas novenas, terços e ladainhas foram rezadas; quantas solenidades litúrgicas foram vividas... Pensemos nas igrejas mais antigas da Diocese (Catedral, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja de Nossa Senhora das Mercês, Igreja de

Santo Alexandre, Igreja da Santíssima Trindade e Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré) e nas milhões de pessoas, sacerdotes e leigos, que por ela passaram. Pensemos também nas Igrejas construídas na segunda metade do século XX e no início do presente século, aqui inclusas as mais novas, elevadas já na gestão de nosso Arcebispo, Dom Alberto Taveira Corrêa. Pensemos na Igreja/Paróquia na qual congregamos, vislumbrando as inúmeras pessoas que foram ali evangelizadas, recebendo o Batismo, a Primeira Comunhão e o Crisma; e, ainda, nos

e cursou o doutorado em teologia moral no Instituto Alfonsiano dos padres redentoristas em Roma. Trabalhou na Alemanha de 1966 a 1970 como capelão de imigrantes espanhóis. Por duas vezes foi provincial da Congregação. Depoios, trabalhou na Espanha, Alemanha e Colômbia, até chegar ao Brasil em 1985. Em fevereiro de 1987 foi nomeado bispo pelo então papa João Paulo II. A sagração episcopal ocorreu em 5/04/1987 por Dom Alberto Gaudêncio Ramos, em Belém, Pará. Desde 12 de abril daquele ano permanece em Soure, Ilha do Marajó. Desde 1º de junho de 2016 foi sucedido por Dom Evaristo Pascoal Spengler, tornando-se Bispo Emérito dessa circunscrição.

incontáveis católicos que participaram da celebração da Santa Missa, chorando ou sorrindo, emocionados. Visualizemos, com o olhar da fé, quantas graças foram alcançadas e quantas lágrimas foram derramadas aos pés do Sacrário ou de uma imagem de Nossa Senhora nas Igrejas da Diocese de Belém, no curso desses 300 anos; e quantas novenas e terços foram

rezados por homens e mulheres, jovens e crianças dentro da Igreja do nosso bairro. Meditemos, então, quanta vida recém-nascida, jovem, adulta ou idosa foram celebradas e quanta dor, saudade e tristeza foram vividas pela morte de entes queridos, tudo dentro do mesmo espaço eclesial. Vislumbremos, enfim, quantas vidas humanas (em seus diversos estados e faixas etárias) entrelaçaram-se com o Divino, plenificando o Corpo Místico de Cristo... na perspectiva da Igreja Católica na Diocese de Belém... Rememoremos quantas alegrias e tristezas, luzes e trevas, bonanças e tempestades, nós, católicos do século XXI, tivemos a dádiva de vivenciar, estando sob o manto da Diocese de Belém e, depois, Arquidiocese... Alegremo-nos, pois, por esse precioso presente que nos foi legado pelos sacerdotes, pelas religiosas e pelos leigos que nos precederam. Cheios de júbilo e gratidão, ofereçamos ação de graças à Santíssima Trindade e a Santa Maria de Belém por esses 300 anos que marcaram e ainda marcam este lugar, seu povo e sua raiz católica.

Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarísticos da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

PRÓXIMO ARTIGO: Prof. Ricardino Lassadier


2º Caderno

Q

uarta-feira, 20, pela manhã, Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano de Belém recebeu jornalistas na Cúria Metropolitana para tratar dos 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará e da extensa programação comemorativa que ocorrerá ao longo do ano de 2019. Dom Alberto falou, em resumo, sobre a criação e o percurso da Diocese de Belém ao longo dos 300 anos de missão como Igreja particular da Amazônia. Criada no dia 4 de março de 1719 pela Bula Copiosus in Misericordiae, do Papa Clemente XI, a Diocese de Belém é a terceira mais antiga do Brasil. O Arcebispo também detalhou a programação da abertura do Ano Jubilar, que ocorrerá nesta sexta-feira, 22, a partir das 17h, na Arena Guilherme Paraense (Mangueirinho). A cerimônia contará com a presença de bispos do Pará e do Amapá e a celebração eucarística pelos três séculos da presença da Igreja em Belém será presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello. A missionariedade deverá perpassar toda a programação celebra-

9

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

Arcebispo Dom Alberto fala dos 300 anos da Diocese de Belém

Enfoque missionário marcará celebração do Ano Jubilar JOÃO PARAENSE

LUIZ ESTUMANO

w MISSIONARIEDADE, enfoque principal, diz Dom Alberto

w NÚNCIO Apostólico, Dom Giovanni D´Aniello

tiva no decorrer do Ano Jubilar, de acordo com Dom Alberto, em conformidade com o pedido do Papa Francisco para a evangelização. “A nossa comemoração é, sobretudo, missio-

nária. Queremos fazer a Igreja chegar até aos lugares mais distantes, até as situações mais desafiadoras. Então, nós queremos celebrar como missão”, destaca o Arcebispo. Nesta dimensão

missionária, a Arquidiocese de Belém está instalando áreas missionárias e criando novas paróquias como a Paróquia Santa Teresa de Calcutá, a 90ª da Arquidiocese e a 31ª criada por Dom Alberto à frente do governo arquidiocesano. A nova paróquia foi instalada no dia 17, no conjunto residencial Eduardo Angelim, em Icoaraci. A título da missão destacada por Dom Al-

berto, a Arquidiocese de Belém realizará sete visitas pastorais missionárias nas comunidades diocesanas, as quais irão começar no dia 25 de março, com a presença do Arcebispo de Belém e dos bispos auxiliares, Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, junto de padres e outras forças da Igreja para intensificar a ação missionária em cada região visitada.

Regiões Episcopais -

Durante o ano de 2019 haverá também sete celebrações da Santa Missa em cada região episcopal da Arquidiocese de Belém, além de programações missionárias específicas e outras programações como publicações, ordenações e celebrações, todas realizadas com enfoque missionário na sua condução para o povo de Deus.

Bispos alertam para riscos de rompimentos de barragens Os bispos do Xingu, Dom Frei João Muniz Alves e Dom Erwin Kräutler (ex-presidente do Cimi), em carta pública, chamam a atenção da sociedade nacional para o que vem ocorrendo na Volta Grande do Xingu, além de outras 45 barragens que correm o risco de romper, conforme mostra o Relatório da Agência Nacional de Águas (ANA). Os bispos apontam que depois da Usina Hidrelétrica Belo Monte ter sido construída, com efeitos negativos para as populações tradicionais e moradores de cidades como Altamira, a empresa canadense Belo Sun pretende explorar as minas de ouro na Volta Grande do Xingu. “Se o projeto chegar a concretizar-se, ameaçará de modo dramático os sítios arqueológicos e afetará sensivelmente o ecossistema da região”. A Belo Sun vai explorar áreas às margens do rio Xingu, a apenas 14 km da barragem de Belo Monte. Os movimentos populares de Altamira (PA) realizaram, no dia 31 de janeiro, uma roda de conversa chamada “Da lama à luta: de Brumadinho à Volta Grande do Xingu”. Um documento foi

DIVULGAÇÃO

w XINGU - existência de barragens e risco de rompimento preocupa

divulgado ao término da atividade.

Além das montanhas de lixo, dos túneis

e devastação de áreas de mata para a explo-

ração de ouro, Belo Sun vai construir mais uma barragem de rejeitos na Volta Grande do Xingu, um paredão com 44 m de altura, maior que a barragem de Mariana. Segundo os documentos da própria empresa, um possível rompimento da barragem teria consequências catastróficas. “A cada dia que passa os meios de comunicação nos assustam com nova contagem de corpos achados na lama e anunciam o número de desaparecidos. Estamos horrorizados com a catástrofe que ceifou a

vida de tantas pessoas”, diz trecho da carta. O projeto tem deixado a população e organizações ambientais e de Direitos Humanos em constante alerta. “Apreensivos e temerosos diante dos enormes riscos que esse empreendimento significa para o ser humano e o meio ambiente. Sabemos, no entanto, que as consequências de um desastre serão irreversíveis e jamais haverá recuperação das águas e das áreas atingidas no Xingu”, destaca a carta. Confira o conteúdo do documento na íntegra:

PRELAZIA DO XINGU "Quando virdes a abominação desoladora instalada onde não deve...fujam para os monte" (Mc 13, 14).

A catástrofe de Brumadinho A cada dia que passa os meios de comunicação nos assustam com nova contagem de corpos achados na lama e anunciam o número de desaparecidos. Estamos sempre mais horrorizados com uma catástrofe que ceifou a vida de tantas pessoas. Ficamos de coração partido pensando nas famílias inconsoláveis pela perda de um ente querido. Partilhamos a sua dor e saudade rezando pelos falecidos e suplicando ao Nosso

Bom Deus que conforte com seu amor e ternura os familiares, parentes e amigos aflitos. Não hesitamos, porém, de denunciar a negligência e omissão dos responsáveis por esse crime e insistir que sejam apuradas as verdadeiras causas do rompimento da barragem. Os desastres de Mariana, Barcarena e de outros lugares ficaram até hoje sem explicação convincente e manifestam a face cruel e desumana da mineração no Brasil. Na Prelazia do Xingu, depois de Belo Monte com seus efeitos tão negativos para os ribeirinhos e indígenas, chega

uma empresa canadense que pretende explorar as minas de ouro na Volta Grande do Xingu. Se o projeto chegar a concretizar-se ameaçará de modo dramático os sítios arqueológicos e afetará sensivelmente o ecossistema da região. Estamos muito apreensivos e temerosos diante dos enormes riscos que esse empreendimento significa para o ser humano e o meio ambiente. Quem realmente pode garantir que as instalações previstas tenham a segurança apregoada? Sabemos, no entanto, que as consequências de um desastre serão irreversíveis e jamais haverá re-

cuperação das águas e das áreas atingidas no Xingu. Apelamos aos Governos Federal e Estadual para que se abstenham de conceder licenciamento a uma empresa estrangeira que quer levar o ouro do Brasil deixando atrás de si uma paisagem lunática envenenada. Altamira-PA, 10 de fevereiro de 2019 Dom João Muniz Alves, ofm

Bispo do Xingu

Dom Erwin Kräutler, cpps

Bispo do Xingu


10

Festividades

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

2º Caderno

Festividade de São José é lançada no Umarizal

DIVULGAÇÃO

Festejo acontecerá de 10 a 19 de março

‘S

ão José, guardião da nossa família’ é o tema da festividade em honra ao santo, na paróquia que fica no bairro do Umarizal, em Belém. No último dia 19, na missa de bênção e restauração as famílias, o pároco, o cônego Sebastião Fialho, apresentou o cartaz e abençoou o kit das peregrinações, que será usado pelos dinamizadores dos encontros, iniciando a programação religiosa da festivi-

dade em 2019. “A festa do padroeiro é um momento de renovação da paróquia, de fortalecer o compromisso com as obras e a fé no santo de devoção”, disse o cônego em sua homilia. As peregrinações iniciaram nesta semana, no dia 20, e seguem até o dia 9 de março, nas residências do bairro, quando os participantes são chamados a refletir sobre temas referentes a São José, fazer orações,

ladainhas e vivenciar momentos de partilha. “É muito importante para a renovação de nossa devoção em São José e para mostrar sua importância na vida de Jesus e da igreja”, comentou Ana Cecília Segtowich, 57 anos, que faz parte de uma equipe de dinamizadores, que receberam o kit, composto por livro, cartaz e imagem de São José, na missa do dia 19. A festividade de São José será de 10 a 19 de

w APRESENTAÇÃO do cartaz pelo cônego Sebastião Fialho

março, com uma ampla programação que inclui missas, procissões, momentos de devoção ao santo e arraial – com comidas típicas e apresentações culturais. 19 de março, Dia de São José, será o ponto alto da festividade, quando haverá missa no Shopping

Boulevard, seguida por procissão que sairá do shopping em direção à igreja matriz, na Domingos Marreiros. Na chegada, será celebrada uma missa campal. CAMPANHA

Durante a Festividade de São José 2019,

será reforçada a campanha de apoio às obras da Igreja matriz da paróquia, que estão em andamento. “Quero minha paróquia bonita, vou ajudar”. Os interessados em colaborar podem ligar para a secretaria da paróquia (91) 3230-1633.

Comunidade Três Pastorinhos realiza festividade

Festividade em São José de Queluz Sob a luz do tema “Com São José guardião da Igreja” e o lema “Peregrinamos! Olhamos para o alto!”, no mês de março inicia a festividade em honra ao padroeiro da Matriz da Paróquia de São José de Queluz, bairro do Canudos. As homenagens ocorrem de 10 a 19 e, compreendem programação litúrgica com Missas, Novenas e Procissão de São José; na programação cultural, comidas típicas e atrações à noite e, o tradicional ‘Almoço de São José’, que

ocorre no dia 15. As famílias terão os seus lares visitados durante a realização das Peregrinações nos Lares que ocorre no período da festividade. De 10 a 18, às 19h30, haverá Novena Solene e em seguida a Santa Missa. No dia 19, Festa Litúrgica de São José, haverá Missas Solenes às 7h, 10h, 12h, 17h e 19h, cujos Lírios serão abençoados. Após a Santa Missa Solene das 7h, ocorre a Procissão de São José, que percorre algumas ruas do bairro rumo à Igreja Matriz.

De 16 a 19, à noite haverá programação cultural no salão anexo a matriz. No dia 15, será realizado o Janta de São José, cujas cartelas no valor de 30,00 reais ainda podem ser adquiridas na secretaria paróquia, localizada na Avenida Cipriano Santos, 311, no bairro de Canudos. Os recursos arrecadados com a venda das cartelas serão destinadas para as Obras Sociais mantidas pela Igreja Matriz. Mais Informações: (91) 3226-2151 ou (91) 3226-2612.

A Comunidade Três Pastorinhos, ligada à Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Belém, realizou festividade em honra a São Francisco Marto e Santa Jacinta Marto no período de 17 a 19 passado. O tema “Francisco e Jacinta Marto: Santos Pastorinhos, modelo de participação na vida da Igreja” norteou a comunidade na homenagem aos padroeiros. A programação começou no dia 17 com um Tríduo que teve o Terço Mariano e a proclamação da Palavra, atividade que se estendeu até terçafeira, dia 19. A mesma programação religiosa se repetiu na quarta-feira, 20. Às 6h houve a Recitação do Terço Mariano com a proclamação da Palavra. A programação da tarde teve procissão às 17h, que saiu da Comunidade e percorreu a travessa Antônio Baena, rua Diogo Móia, travessa Três de Maio, avenida Marquês de Herval, travessa Curuzu e avenida Visconde de Inhaúma, retornando à Comunidade Três Pastorinhos. A Missa encerrou a procissão, presidida por Monsenhor Raimundo Possidônio da Mata, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima. Desde o dia 10 de fevereiro, a comunidade vivenciou a festividade. Naquela ocasião, houve a Missa de envio dos missionários para as peregrinações nas famílias próximas à igreja.

PADROEIROS - São Francisco Marto e Santa Jacinta Marto, junto com a prima Lúcia são os pastorinhos que presenciaram as aparições de Nossa Senhora de Fátima na Cova da Iria, em Portugal. Francisco nasceu em 1908 e Jacinta em 1910. Ambos sempre estavam em companhia de Lúcia, que falava de Jesus. Os três cuidavam de ovelhas, rezavam e brincavam juntos. No período de 13 de maio a 13 de outubro de 1917, a Virgem Maria lhes apareceu em várias ocasiões na Cova da Iria. Em 23 de dezembro de 1918, Francisco e Jacinta adoeceram com uma epidemia de broncopneumonia. No dia 4 de abril de 1919, Francisco faleceu e Jacinta sofreu com a morte do seu irmão. Mais tarde, sua

doença se agravou. Em 20 de fevereiro de 1920, após muitos sofrimentos, ela faleceu aos 10 anos. Os corpos de Francisco e Jacinta foram transladados para o Santuário de Fátima, em Portugal. Ao abrir o sepulcro de Francisco verificou-se que o rosário colocado em seu peito estava envolvido entre suas mãos e o corpo de Jacinta, após 15 anos, estava incorrupto. No dia 13 de maio de 2000, o então Papa João Paulo II, em visita à Fátima, beatificou Francisco e Jacinta, os mais jovens cristãos não mártires. E em 13 de maio de 2017, nos 100 anos das Aparições da Virgem Maria na Cova da Iria, Papa Francisco canonizou os dois pastorinhos, as primeiras crianças não mártires santificadas pela Igreja.


2º Caderno

A

Paróquia Santa Maria, Mãe de Deus promove no dia 2 de março, a partir das 17h, o Baile de Carnaval 2019, no Centro de Evangelização Nossa Senhora das Graças, localizado na avenida Cláudio Saunders, 1670, bairro do Maguari, em Ananindeua/PA. A proposta da festa é celebrar a alegria. Ela busca, ainda, ser inclusiva, unindo crianças, jovens, adultos e idosos no mesmo espaço. Segundo a Pastoral da Comunicação da paróquia, o intuito é reunir “não só os paroquianos, mas todos os cristãos da arquidiocese e também aqueles que não têm proximidade com a igreja, além de disponibilizar neste período de euforia, um momento de confraternização saudável para todas as famílias”. Este é o primeiro ano que a organização da paróquia realiza o baile festivo com Cristo e são esperadas mais de 100 pessoas. O evento, aberto ao público em geral, inicia a programação às 17h para o público infantil, envolvendo brincadeiras, venda de lanches, animação, louvor, concurso de fantasias e sorteios de prêmios. A partir das 19h, ocorre a programação para o público adulto, com apresentações de bandas, danças, sorteio de brindes e barracas com venda de comidas variadas, além de muita diversão para toda a família. Para participar do evento, estão sendo vendidos cartões consumo que dão direito ao consumo alimentício e aos sorteios dos prêmios. As entradas estão sendo vendidas com os articuladores das Comunidades na secretaria paroquial e durante as celebrações eucarísticas aos domingos estão sendo realizados plantões de vendas. CRISTO ALEGRIA - AVIVA 2019

A Comunidade católi-

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

5 Arquidiocese 11

Paróquia Santa Maria Mãe de Deus realiza baile familiar

Evento acontece dia 2 de março no Centro Nossa Senhora das Graças

ca Cristo Alegria, promove nos dias 3, 4 e 5 de março o Encontro de carnaval ‘Cristo alegria: Aviva’ 2019, sob o tema “Primeiro o reino” (Mt 6, 33). O evento traz uma programação que envolve animação, louvor, teatro, pregações, Santa Missa, adoração ao Santíssimo Sacramento, espaço kids destinado às crianças, etc. O encontro será realizado no Centur, localizado na avenida Gentil Bittencourt, esquina com a travessa Rui Barbosa. Entrada gratuita. Participe! Mais informações: (91) 99150-7118. LOUVA CRISTO 2019

A Comunidade Sagrado Coração de Jesus,

tos e crianças. O evento ocorre na comunidade, localizada na travessa 4 do Conjunto Bela Manoela, no bairro do Tenoné, em Belém. Mais informações: (91) 98933-4599. DIVINA FOLIA 2019

que pertence à Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus promove neste sábado, 23, a partir das 15h30, o Louva Cristo sob o tema “O dom de celebrar a verdadeira alegria”. A programação envolve oficinas, brincadeiras, concurso de fantasia, louvor, espiritualidade, e muito mais. Podem participar adul-

A Pa r ó q u i a Divina Misericórdia, junto com o grupo de jovens, promove neste domingo, 24, o Bloco “Divina Folia” 2019, com o objetivo de oferecer à juventude uma opção cristã para curtir esse período festivo. A concentração será às 15h, no terreno do futuro Santuário Arquidiocesano da Divina Misericórdia, localizado na rodovia Augusto Montenegro, 1980, e

em seguida, percorre as ruas da comunidade Fé em Deus e retorna para a comunidade. Na chegada, haverá um grande momento de louvor e adoração. Participe! Mais informações: (91) 98745-0974. ENCONTRO MARIÁPOLIS

O Movimento dos Focolares promove no período de 2 a 5 de março, o Mariápolis 2019, com o tema “Nós: uma proposta, um desafio!”. O evento inicia às 12h com a Santa Missa, no Centro Mariápolis Glória, locali-

zado na Aaenida Augusto Meira Filho, 1000, Centro, em Benevides/PA. O evento tem como objetivo viver o evangelho de Jesus, como Maria, através de convivência, espiritualidade, louvor, teatro, Santa Missa e momentos temáticos para as famílias, para os jovens e ainda haverá espaço destinado especialmente às crianças. As inscrições podem ser feitas através do site: www.centromariapolisgloria.org.br. Participe! Mais informações: (91) 98895-2737.


12

BELÉM, DE 22 A 28 DE FEVEREIRO DE 2019

2º Caderno

Viva os 300 anos da Diocese de Belém! Celebre com a Arquidiocese de Belém nesta sexta-feira, 22, a abertura oficial do Ano Jubilar DIVULGAÇÃO

LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

LUIZ ESTUMANO

ÁIBUM DE FAMÍLIA/JOSE RAMOS

LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO

Profile for Fundação Nazaré de Comunicação

Voz de Nazaré  

Edição de 22 a 28 de fevereiro de 2019.

Voz de Nazaré  

Edição de 22 a 28 de fevereiro de 2019.

Advertisement