Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

www.fundacaonazare.com.br BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA

ANO CV - Nº 854 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Especial "Em Família" no dia 21 Programa especial dedicado à Família Nazaré volta a ser exibido ao vivo pela TV Nazaré, no próximo dia 21 de dezembro. Na programação será sorteado um presépio entre benfeitores em dia com sua contribuição mensal. CADERNO 2, PÁGINA 1. LUIZ ESTUMANO

w BENFEITORES da Família Nazaré podem acompanhar ao vivo a programação da TV Nazaré, assim como visitar a Fundação Nazaré DIVULGAÇÃO

Aviso importante para os membros da Família Nazaré Caríssimos irmãos, amigos e membros da Família Nazaré, Obrigado por sempre nos ajudarem a manter os meios de comunicação da Arquidiocese de Belém: Rádio Nazaré FM, TV Nazaré, Jornal Voz de Nazaré e Portal Nazaré. Esta informação é muito importante

para você que teve dificuldade de quitar o seu boleto no mês de novembro. Faça a sua contribuição neste mês de dezembro, e acrescente nesse boleto a sua contribuição de novembro. Exemplo: Vamos supor que sua contribuição seja de R$ 50,00 (cinquenta reais) no mês de novembro; acrescente esse valor na contribuição de

dezembro. Então sua contribuição será R$ 50,00 (de novembro) + R$ 50,00 (de dezembro). Portanto, sua contribuição para dezembro será de R$ 100,00 (cem reais). Qualquer dificuldade, entre em conato conosco pelo número (91) 4006-9211. Não deixe de contribuir. Precisamos muito de sua ajuda.

Despedidas em Santarém Comunidade participou da Santa Missa e dos últimos compromissos oficiais de Dom Flávio Giovenale, que assumirá no dia 16 a Igreja em Cruzeiro do Sul, no Acre. CADERNO 2, PÁGINA 7 DIVULGAÇÃO

w DIÁCONOS apresentados à comunidade

Ponta de Pedras: primeiros diáconos

Eles são os primei- lhidos em Missa no ros consagrados ao município do Marajó. serviço da Igreja, aco- CADERNO 2, PÁGINA 3.

w MISSA da despedida de Dom Flávio Giovenale, na Diocese de Santarém, no Pará


2

Opinião

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

IGREJA E VIDA CRISTÃ EM IMAGENS

1º Caderno

PRIVILÉGIO DE SER CATÓLICO João Carlos Pereira

Jornalista e professor jcparis1959@gmail.com

Coroa do Advento

D

w FÉ, UNIDADE E DEVOÇÃO - Círio de Nossa Senhora do Ó - Ilha de Mosqueiro, PA FOTO: LUIZ ESTUMANO (JORNAL VOZ DE NAZARÉ)

PANORAMA José Pereira Ramos

joseulina1@gmail.com

Dois círios de cem anos

F

Economista e escritor

oi para a jovem Bernadette Soubirous que Maria Santíssima revelou, em 1858, “Eu sou a Imaculada Conceição”, confirmando o dogma proclamado pelo Papa Pio IX em 8 de dezembro de 1854, portanto, quatro anos antes, bem como a devoção da crença e da tradição popular de muitos séculos. Tenho a convicção de que em todas as dioceses do Brasil encontramos paróquias que têm a “Imaculada Conceição” como padroeira. E isto é uma constante no nosso Estado do Pará. Com a grande divulgação do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém, muitas paróquias do interior passaram a adotar o termo “círio” para as suas principais procissões. Assim vimos registrados neste jornal, na sua última edição, o primeiro centenário de círios da Imaculada Conceição, ocorridos em duas pa-

ENCONTRO FRATERNO Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br; ivenscb@gmail.com

Alegres no Senhor!

N

Engenheiro civil e escritor

este 3º domingo do Advento, dia 16, a Igreja suspende os sinais de penitência em favor da alegria evangélica, aquela que vem de Deus, considerada a proximidade do nascimento do Senhor: “Fiquem sempre alegres no Senhor! Repito: fiquem alegres” (Fl 4,4). O rito litúrgico também sinaliza tal momento,substituindo as cores dos paramentos dos celebrantes e dos demais componentes litúrgicos, do roxo penitencial para o róseo, da alegria. No trecho do Evangelho escolhido para ser refletido nesta semana, lêse a recomendação de João Batista, o precursor do Senhor: “Quem tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem. E quem tiver comida, faça a mesma coisa” (cf. Lc 3, 10-11). Na sociedade consumista em que vivemos caímos na tentação de acumular coisas. Há

Fundado em 5 de julho de 1913 FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pará

róquias: a de Salvaterra, presidido por Dom Evaristo Spengler, atual Prelado do Marajó, e o inesquecível Dom José Luiz Azcona, Bispo Emérito. O outro, da Vila de Caraparú, pertencente à Paróquia de Santa Isabel, cujo pároco é o padre Ruzevel do Socorro, que contou, na véspera, com Missa de Dom Carlos Verzeletti, Bispo de Castanhal, diocese à qual pertence. O Círio de Caraparú, do qual participei há vinte anos atrás, tem a particularidade de grande parte de seu trajeto ser fluvial, ou seja, a berlinda transportada numa canoa especial, toda ornamentada, como todas as demais embarcações que a acompanham no igarapé. Podemos dizer: um círio típico da região amazônica. O que desejo destacar é a devoção a Maria Santíssima, mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, em pleno período do Advento, preparando-nos para festejar o nascimento do Salvador. Peço ao Espírito Santo que ilumine todos os participantes dessas demonstrações de fé popular, fortalecendo o amor a Jesus, às suas famílias, aos amigos de profissão e, como disse Jesus, até aos seus adversários, sejam eles de clubes ou de partidos políticos. pessoas que chegam a ter na sapateira dezenas de pares de sapatos. Outras se deleitam com a propriedade de vários carros de luxo, sabendo-se do caso de um colecionador que colocou um de seus mimos na principal sala da casa... Confesso que disponho de um certo número de camisas, aquelas de malha, usadas no dia a dia. Vou ganhando de presente e acabo acumulando. Em compensação, disponho de apenas um terno, e não consigo ‘aposentá-lo’,mesmo depois de trinta anos,usando poucas vezes. Quando era estimulado pelos filhos a trocar nossa televisão, ainda de ‘tubo’, pelas usuais modernas, respondia que, como estava funcionando bem, não via necessidade. Até que um deles no último Natal nos surpreendeu com uma televisão moderna. Aceitamos de bom grado, mas logo tratamos de doar a uma instituição de caridade aquela que usávamos. Afinal, quem recebe de graça está comprometido a repassar de graça. A alegria evangélica é dom de Deus, permeando nossas atividades, contando-se com a Graça de Deus para abrirmos nossos corações às necessidades dos outros.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior DIRETOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marcos Aurélio de Oliveira DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves da Silva DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro

ecoração de Natal é coisa séria e tem mais a ver com evangelização do que propriamente com enfeites projetados sobre os móveis ou cantos da sala. Cada adorno possui um sentido que nos fala de Jesus Cristo e, portanto, do Evangelho. Arrumar a casa para o tempo do Advento e, depois, o do Natal, é um ato de amor que, além de embelezar os ambientes, possui um propósito didático-cristão. Na semana passada, me ocupei da Coroa do Avento, um conjunto simbólico da mais alta complexidade. Por fora é uma guirlanda verde, feita de festão na forma redonda, com a cor da esperança e da vida. Por dentro, um conjunto raro de sinais, através dos quais o Senhor nos fala de esperança e de como ela se completa com o perdão, que nos conduz à vida eterna em seu amor. Nós somos os ramos da árvore, usados na Coroa do Adento, que tem como tronco Jesus Cristo. No domingo passado, acendemos a vela vermelha – a primeira das quatro -, que aponta

para o perdão a Adão e Eva. Cristo desceu à Mansão dos mortos para dar-lhes o perdão, que se ampliou pela humanidade, em todos os tempos. Há também a compreensão de que ela traduz a Encarnação e o Jesus Histórico. No próximo domingo, acenderemos a vela verde para representar a fé dos Patriarcas Abraão, Isaac, Jacó, que creram na Promessa da Terra Prometida, a Canaã dos hebreus. Dali nasceria o Salvador, a Luz do Mundo. É também a vela de Jesus nos pobres e necessitados. A terceira vela, que pode ser rosa ou roxa, mostra a alegria do rei Davi, o rei que simboliza o Messias porque reuniu sob seu reinado todas as tribos de Israel, assim como Cristo reunirá em si todos os filhos de Deus. É o domingo da grande alegria. Nela podemos ver igualmente Jesus nos Sacramentos. A vela branca nos fala dos Profetas, que anunciaram um reino de paz e de justiça que o Messias traria. Ela também remete à Parusia, que é a segunda vinda de Jesus.

ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

Coragem apostólica

A

ssim como aconteceu com o profeta Jonas, encontramos no número 134 da exortação Alegrai-vos e exultai, que sempre permanece latente em nós a tentação de fugir para um lugar seguro, que pode ter muitos nomes: individualismo, espiritualismo, confinamento em mundos pequenos, dependência, instalação, repetição de esquemas preestabelecidos, dogmatismo, nostalgia, pessimismo, refúgio nas normas”. Diante destes obstáculos, precisamos pedir a graça do Espírito Santo para não hesitar em dar um passo em frente na caminhada. Precisamos pedir a coragem apostólica para comunicar o Evangelho aos outros e pedir forças para renunciar a fazer da nossa vida um museu de recordações. Em qualquer situação, deixemos que o Espírito Santo nos faça contemplar a história na perspetiva de Jesus ressuscitado, continuando sempre em frente, acolhendo as surpresas do Senhor. “Deus é sempre novida-

COORDENAÇÃO Bernadete Costa (DRT/PA 1326) CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Av. Gov. José Malcher, Ed. Paulo VI, 915 CEP: 66055-260

de, lemos no n. 135, que nos impele a partir sem cessar e a mover-nos para ir mais além do conhecido, rumo às periferias e aos confins. Leva-nos aonde se encontra a humanidade mais ferida e aonde os seres humanos, sob a aparência da superficialidade e do conformismo, continuam à procura de resposta para a questão do sentido da vida. Deus não tem medo! Não tem medo! Ultrapassa sempre os nossos esquemas e não Lhe metem medo as periferias. Ele próprio Se fez periferia (cf. Flp 2, 6-8; Jo 1, 14). Por isso, se ousarmos ir às periferias, lá O encontraremos: Ele já estará lá. Jesus antecipa-se-nos no coração daquele irmão, na sua carne ferida, na sua vida oprimida, na sua alma sombria. Ele já está lá. Da nossa parte, é necessário abrir a porta a Jesus Cristo, porque Ele bate e chama (cf. Ap 3, 20) a irmos ‘de cidade em cidade, de aldeia em aldeia proclamando e anunciando a Boa-Nova do Reino de Deus’ (Lc 8, 1)”.

- Nazaré, Belém - PA Tel.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


1º Caderno

Arcebispo

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

3

Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

A

pós a descida do Espírito Santo, a primeira pregação de Pedro suscitou reações impressionantes: todos “ficaram com o coração compungido e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: ‘Irmãos, que devemos fazer?’ Pedro respondeu: ‘Convertei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos vossos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo’” (At 2, 37-38). O mesmo autor dos Atos, São Lucas, relatou pergunta semelhante diante da pregação do precursor, aquele que veio preparar o caminho do Messias: “As multidões lhe perguntavam: ‘Que devemos fazer?’” (Lc 3,10). As respostas dadas por João Batista permanecem atuais e nos ajudam a abrir espaços em nossos corações para que o advento seja novo e o Senhor Jesus venha a ser acolhido, para a vida e a salvação do mundo. Com sua pregação, João exortava e evangelizava, anunciando que a salvação é oferecida a todos aqueles que vivem e agem com justiça e caridade. Para acolher o Salvador que continua vindo, faz-se necessário estabelecer um clima de comunhão e partilha. Trata-se de uma proposta da qual não nos é lícito fugir. Qualquer de nós, cristãos, precisa encontrar o seu modo de dividir o pouco ou o muito que venha a possuir com o próximo. Podemos pensar no escândalo da repartição dos bens em nosso planeta e bem perto de nós, em nosso país, onde, de um lado, o acúmulo de riquezas contrasta com a miséria de imensa fatia da

O que fazer?

DIVULGAÇÃO

w MENSAGEM de João Batista, permanentemente atual: convertei-vos!

Entre nós, na Arquidiocese de Belém, a Campanha “Belém, a casa do Pão”, tem surtido efeitos população. Mas podemos chegar bem perto, quando nossas mãos se abrem para socorrer os que mais precisam. No entanto, é bom olhar ao redor e verificar a imensa sensibilidade para a caridade e a justiça, testemunhada a partir de nossas comunidades cristãs e também por pessoas que anonimamente praticam a caridade, sem que a mão esquerda saiba o que faz a direita. Neste final de ano, são muitas as iniciativas que educam para a caridade. Entre nós, na Arquidiocese de Belém, a Campanha “Belém, a casa do Pão”, tem surtido efeitos, educando-nos para um modo novo de entender a vida e educando para a partilha, e ela tem contribuído para atrair à Igreja e à Fé muitas pes-

soas afastadas. A segunda e atualíssima resposta de João Batista toca no assunto permanentemente em pauta, a corrupção. Cobradores de impostos, o que significa gente que deveria trabalhar pelo bem comum, eram instados a não cobrar além do estabelecido. O ano civil que estamos terminando nos ofereceu o desagradável espetáculo de pessoas nas quais eleitores confiaram e no correr dos anos se revelaram interessados apenas no próprio proveito e no próprio bolso! A justiça nas contas e nas prestações de contas, o uso adequado do dinheiro público, o cumprimento das promessas feitas, tudo isso pode aplainar o caminho para que chegue a nós a verdade do Reino de Deus.

Aos militares, e estes em nossos tempos ganham nova visibilidade, a pregação de João Batista pede para não usar a violência, recomendação que pode se ampliar a grande parcela da população, já que é tamanha a criminalidade que a tentação de fazer justiça com as próprias mãos se atualiza de novo. Sabemos que o medo não é bom conselheiro, pois multiplica reações cada vez mais violentas, aumentando a espiral que já é a característica de nossos dias. Podemos ampliar o horizonte das perguntas e respostas, pedindo ajuda a João Batista. A necessidade da conversão tem passado pela nossa cabeça e pelo coração, provocando sincera revisão de vida, ou vivemos um dia depois do outro sem nos

movermos para o alto e para a frente, como pode e deve ser cada cristão? Se a misericórdia de Deus se manifesta em favor dos pobres e humildes de coração, cada um de nós se identifica com eles? E neste tempo de Advento, no qual vem à tona o clamor “Vem, Senhor Jesus”, pensamos e desejamos a vinda do Cristo? Mais ainda: no tempo de Jesus algumas classes de pessoas eram consideradas indignas da salvação de Deus. Porventura, há alguma pessoa ou grupo de pessoas excluídas de nosso amor, atenção e desejo de alcançar para a vida da Igreja? Cada pessoa desejosa da plena realização de sua vida humana e cristã aproveite este final de semana para verificar sua vida familiar, seu exercício profissional e sua participação na comunidade eclesial e na sociedade e faça a corajosa revisão de vida. Pode doer, mas

os frutos serão maravilhosos e duradouros! João Batista, com a coragem da verdade, anuncia que o Messias que estava para chegar viria para batizar no Espírito Santo e no fogo. O Senhor que chega também entre nós vem com a força da verdade, e é esta verdade que traz a alegria e a realização para as pessoas. Nossa fé não é portadora de uma mensagem de acomodação, mas de sadia inquietação. Alcançará a perfeita alegria a pessoa que se dispuser a sair de si, rever seus critérios de vida, ousar caminhos novos de justiça e de santidade. “Vem, Senhor Jesus!” Rezemos: Ó Deus de bondade, neste Domingo da alegria, vedes o vosso povo esperando o natal do Senhor. Dai que cheguemos às alegrias da salvação e as celebremos sempre com intenso júbilo na solene liturgia. Amém!


4

Arquidiocese

AGENDA DE DOM ALBERTO TAVEIRA CORRÊA

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

1º Caderno

AGENDA DE DOM ANTÔNIO DE ASSIS RIBEIRO

AGENDA DE DOM IRINEU ROMAN

n De 14 a 20 de dezembro de 2018

n De 14 a 20 de dezembro de 2018

n De 14 a 20 de dezembro de 2018

n SEXTA, 14 DE DEZEMBRO

n SEXTA, 14 DE DEZEMBRO

n SEXTA, 14 DE DEZEMBRO

8h30 - Visita à Área Missionária Canaã - Marituba 19h - Missa e Renovação de Votos - Comunidade Kerigma (Paróquia São Judas Tadeu) n SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO

9h - Encontro com os ouvintes do programa “A vida e o tempo”, da Rádio Nazaré FM (FNC) 17h - Reunião com Religiosas Diocesanas n DOMINGO, 16 DE DEZEMBRO

7h - Missa (Catedral da Sé) 11h - Missa (Fazenda da Esperança)

n SEGUNDA, 17 DE DEZEMBRO

20h - Confraternização do CADIP n TERÇA, 18 DE DEZEMBRO

19h - Missa (Paróquia de São Benedito) - Barreiro n QUARTA, 19 DE DEZEMBRO

9h - Missa (Abrigo João Paulo II – Marituba) 19h30 - Confraternização de Natal (Fundação Nazaré de Comunicação) n QUINTA-FEIRA, 20 DE DEZEMBRO

18h30 - Eucaristia pelos 120 anos da fundação da Igreja de São Sebastião Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

8h30 - Audiências 19h - Missa - Comunidade Santa Luzia (Paróquia Divina Misericórdia) n SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO 8h30 - Crisma - Paróquia São José de Queluz (Capelania dos Bombeiros) 11h - Missa com agentes da Pastoral Carcerária 19h - Crisma - Paróquia Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo n DOMINGO, 16 DE DEZEMBRO 7h - Crisma - Paróquia Cristo Peregrino 10h - Crisma - Capelania do Exército 19h - Missa - Paróquia Menino Deus (Marituba) n SEGUNDA, 17 DE DEZEMBRO Reunião com padre Jorge para demarcação da área da Paróquia de São Clemente 8h30 - Audiências 19h - Missa de encerramento do ano letivo - Esmac n TERÇA, 18 DE DEZEMBRO 8h30 - Audiências 10h - Atividades - CNBB 19h - Crisma - Paróquia de Sant´Ana n QUARTA, 19 DE DEZEMBRO 8h30 - Audiências 19h30 - Missa - Capela São Sebastião (Paróquia São João Batista e Nossa Senhora das Graças) n QUINTA, 20 DE DEZEMBRO 8h30 - Audiências 14h - Programa “Entre nós” - Rádio Nazaré FM – 91.3 Mhz 19h - Missa - Paróquia Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo (festividade) Os compromissos de Dom Irineu Roman ser alterados sem aviso prévio.

6h30 - Missa na Residência Episcopal 8h - Visita às comunidades da área Missionária Canaã com Dom Alberto 15h - Visita missionária: Comunidade Sagrado Coração de Jesus (na rua dos Caripunas e arredores) - Jurunas 19h - Missa - Comunidade Sagrado Coração de Jesus - Rua dos Caripunas (Jurunas)

n SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO

8h - Assembleia Arquidiocesana da Pastoral da Criança - Cúria 11h - Missa - Pia Sociedade Nossa Senhora das Graças - Guamá 14h30 - Visita à exposição da Marinha do Brasil 19h - Missa - Paróquia Nossa Senhora do Ó Mosqueiro

n DOMINGO, 16 DE DEZEMBRO

8h - 1ª Celebração da Missa na Rua com DNJ - Terra Firme 16h - Celebração da Missa com a Juventude da Região Coração Eucarístico (Paróquia Santa Edwiges)

n SEGUNDA, 17 DE DEZEMBRO

8h30 – Audiências 15h - Audiências 19h - Curso sobre o Sacramento do Matrimônio Área Missionária Canaã

n TERÇA, 18 DE DEZEMBRO

8h - Faculdade Católica 18h - Missa - Paróquia Santa Maria de Belém - Terra Firme

n QUARTA, 19 DE DEZEMBRO

5h - Missa com novena do Natal na Paróquia Santa Maria de Belém 14h - Programa “Fé e vida” - Rádio Nazaré FM - 91.3 Mhz 19h - Missa com Forum dos Movimentos e Serviços Eclesiais da Arquidiocese - CEFAT

n QUINTA, 20 DE DEZEMBRO

8h30 - Audiências 15h - Audiências 17h - Visita e Missa no assentamento SUIMPA (Paróquia Santa Rosa de Lima) - Benevides

Os compromissos de Dom Antônio de Assis podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Lc 3,10-18.

N

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

aquele tempo 10as multidões perguntavam a João: “Que devemos fazer?” 11João respondia: “Quem tiver duas túnicas dê uma a quem não tem; e quem tiver comida faça o mesmo!” 12Foram também para o batismo cobradores de impostos e perguntaram a João: “Mestre, que devemos fazer?” 13João respondeu: “Não cobreis mais do que foi estabelecido”. 14Havia também soldados que perguntavam: “E nós, que devemos fazer?” João respondia: “Não tomeis à força dinheiro de ninguém nem façais falsas

acusações; ficai satisfeitos com o vosso salário!” 15O povo estava na expectativa e todos se perguntavam no seu íntimo se João não seria o Messias. 16Por isso, João declarou a todos: “Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo. 17Ele virá com a pá na mão: vai limpar sua eira e recolher o trigo no celeiro; mas a palha, ele a queimará no fogo que não se apaga”. 18E ainda de muitos outros modos João anunciava ao povo a boa-nova. B) COMENTÁRIO

“Mestre, que devemos fazer?” (v 12). Esta é a pergunta principal do tex-

to. O mais importante é o comportamento. É curioso, pois o mestre parece não querer ensinar doutrinas e, sim, práticas para a vida cotidiana; sinal do que se conclui no primeiro contato com a leitura. A inquietação dos receptores da mensagem se manifesta na mesma direção – que se deve fazer - surgida de três classes de ouvintes discípulos: as multidões (v 11), os cobradores de impostos (v 12) e os soldados (v 14). Onde está você, onde estou eu neste painel humano da pregação do Batista: na primeira, na segunda ou terceira classe? Ninguém está fora dessa; procure seu lugar para melhor atuar. Caso não esteja eu ou

você entre os cobradores de impostos ou soldados, não podemos deixar de estar entre os que compõem as multidões. Elas são massas humanas indeterminadas quanto à idade, tamanho, saúde, ou mesmo, condição social. Todos nós somos convocados a partilhar o que temos com as pessoas: “Quem tiver duas túnicas dê uma a quem não tem; e quem tiver comida faça o mesmo!” (v 11). Haveria indicação mais segura e clara que esta para suavizar a miséria no mundo? Para um “Natal sem fome”? A pregação e atuação de João Batista eram tão benéficas para todos, que pensavam que ele mesmo seria o Cristo, o Messias esperado (v 15 // Jo 1,19-23). Então o pregador procu-

ra esclarecer, procura tirar as pessoas da confusão e levá-las a identificarem o verdadeiro Messias. De forma que o Batista confronta a si mesmo com a superioridade de Jesus. E isso tudo desde a natureza do batismo: um com água e outro com fogo e o Espírito Santo; ao mesmo tempo balanceia a sua pessoa com a própria pessoa de Jesus a quem o chama de “mais forte do que eu” (v 16). Ora, há neste caso um batismo prefigurativo, com um dom provisório advindo da pregação joanina; e logo, a chegada do batismo definitivo, com o dom escatológico - Espírito Santo - trazido por Jesus. Nós somos os destinatários e propagadores de seu efeito em nós, e de projetá-lo na vida das demais pessoas.

Liturgia da Semana w 14/12, SEXTA-FEIRA Cor (branco) Primeira Leitura (Is 48,17-19) Responsório (Sl 1) Evangelho (Mt 11,16-19) w 15/12, SÁBADO Cor (roxo) Primeira Leitura

8h30 - Audiências 14h - Programa “Entre nós” - Rádio Nazaré FM 19h - Missa - Paróquia Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo

(Eclo 48,1-4.9-11) Responsório (Sl 79) Evangelho (Mt 17,10-13) w 16/12, DOMINGO Cor (roxo) Primeira Leitura (Sf 3,14-18a) Responsório (Ct. Is 12,2-6)

Segunda Leitura (Fl 4,4-7) Evangelho (Lc 3,10-18) w 17/12, SEGUNDA Cor (roxo) Primeira Leitura (Gn 49,2.8-10) Responsório (Sl 71) Evangelho (Mt 1,1-17)

w 18/12, TERÇA-FEIRA Cor (roxo) Primeira Leitura (Jr 23,5-8) Responsório (Sl 71) Evangelho (Mt 1,18-24) w 19/12, QUARTA-FEIRA Cor (roxo) Primeira Leitura

(Jz 13,2-7.24-25a) Responsório (Sl 70) Evangelho (Lc 1,5-25) w 20/12, QUINTA-FEIRA Cor (roxo) Primeira Leitura (Is 7,10-14) Responsório (Sl 23) Evangelho (Lc 1,26-38)


1º Caderno 1º

Vaticano

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Empreendendo um caminho de conversão

5

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Mudar e preparar o caminho do Senhor

C

om informações Vatican News. No segundo Domingo do Advento, 9 de dezembro, o Papa Francisco rezou ao meio-dia a oração mariana do Angelus com os fiéis e peregrinos de todas as partes do mundo reunidos na grande Praça São Pedro, embelezada pelos símbolos do Natal: o presépio e a árvore de Natal. Depois de recordar que no último domingo a liturgia nos convidava a viver o tempo do Advento e da espera do Senhor com a atitude de vigilância, neste segundo domingo do Advento, disse o Papa, nos vem indicado como dar substância a essa espera: empreendendo um caminho de conversão. Como guia para este caminho, - continuou Francisco - o Evangelho nos apresenta a figura de João Batista, que “per-

correu toda a região do Jordão, pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados”. Para descrever a missão do Batista, o evangelista Lucas recolhe a antiga profecia de Isaías: “Esta é a voz daquele que grita no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas. Todo vale será aterrado, toda montanha e colina serão rebaixadas”. “Para preparar o caminho para o Senhor que vem, é necessário levar em conta as exigências da conversão a que o Batista nos convida. Antes de mais nada, somos chamados a recuperar os buracos produzidos pela frieza e pela indiferença, abrindo-nos aos outros com os mesmos sentimentos de Jesus, isto é, com a cordialidade e a atenção fraternas que se responsabiliza pelas necessidades do nosso pró-

ximo, isto é recuperar os buracos produzidos pela frieza. E não se pode ter uma relação de amor, de caridade, de fraternidade com o próximo se há buracos, como não se pode caminhar por uma estrada com muitos buracos. E tudo isso fazer com um cuidado especial para com os mais necessitados” Então, - prosseguiu Francisco - precisamos reduzir tantas severidades causadas pelo orgulho e pela soberba, fazendo gestos concretos de reconciliação com os nossos irmãos, pedindo perdão pelas nossas faltas. Não é fácil reconciliar-se, acrescentou o Papa, se pensa, quem irá dar o primeiro passo? O Senhor nos ajuda nisto se temos boa vontade. O fiel, sublinhou o Papa na sua alocução antes de rezar o Angelus -, é aquele que, estando pró-

w PAPA FRANCISCO durante o Angelus no segundo domingo do Advento

ximo de seu irmão, como João Batista abre estradas no deserto, ou seja, indica perspectivas de esperança mesmo naqueles contextos existenciais impenetráveis, marcados pelo fracasso e pela derrota. “Não podemos nos render a situações negativas de fechamento e rejeição; não devemos nos deixar sujeitar à mentalidade do mundo, porque o centro da nossa vida é Jesus e a sua palavra de luz, de amor, de consolação”. O Batista convidava as pessoas de seu tempo à conversão com força, vigor e severidade. No entanto, ele sabia ouvir, sa-

bia como realizar gestos de ternura e de perdão para com as multidões de homens e mulheres que iam até ele para confessar seus pecados e serem batizados com o batismo de penitência. Seu testemunho de vida, - acrescentou o Papa - a pureza de seu anúncio, a sua coragem em proclamar a verdade conseguiu despertar as expectativas e esperanças do Messias que há muito tempo estavam adormecidas. Ainda hoje, os discípulos de Jesus são chamados a ser suas humildes, mas corajosas testemunhas para reacen-

der a esperança, para fazer entender que, apesar de tudo, o reino de Deus continua a ser construído dia a dia com o poder do Espírito Santo. Pensemos, cada um de nós – disse Francisco –, “como eu posso mudar algo no meu comportamento para preparar o caminho do Senhor? Que a Virgem Maria – concluiu o Santo Padre -, nos ajude a preparar dia após dia o caminho do Senhor, começando por nós mesmos; e a espalhar em torno a nós, com tenaz paciência, sementes de paz, de justiça e de fraternidade.

Calendário das celebrações litúrgicas do Papa no Tempo de Natal Com informações Vatican News. O Mestre das Cerimônias Litúrgicas do Sumo Pontífice, Monsenhor Guido Marini, publicou na manhã da segunda-feira, 10, o Calendário das Celebrações que o Papa Francisco presidirá no Tempo de Natal 2018-2019. O Vatican News irá transmitir todas as celebrações, com comentários em português. (Para saber o horário no Brasil, diminuir 3 horas da hora indicada no início de cada cerimônia, conforme elencado a seguir):

Segunda-feira, 24 de dezembro às 21h30, a Missa da Solenidade do Natal do Senhor na Basílica de São Pedro, Missa do Galo. Terça-feira, dia 25, Festa do Natal: às 12 horas o Papa dirige da sacada central da Basílica de São Pedro sua mensagem de Natal ao mundo e concede a Bênção Urbi et Orbi. Na segunda-feira, 31 de dezembro, às 17 horas, o Papa preside na Basílica de São Pedro as Primeiras Vésperas, com a exposição do Santíssimo Sacramento, o

tradicional canto do Te Deum em agradecimento pelo ano que termina e a bênção eucarística. Na terça-feira, 1º de janeiro de 2019, às 10 horas, o Papa preside a Santa Missa na Basílica de São Pedro na Solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus e no 52º Dia Mundial da Paz sobre o tema “A boa política está a serviço da paz”. Por fim no domingo, 6 de janeiro, Solenidade da Epifania, o Papa preside a celebração da Santa Missa às 10 horas na Basílica de São Pedro.

Papa Francisco: preparar-se para o Natal com a coragem da fé Com informações Vatican News. Celebrar o Natal com verdadeira fé. Este foi o convite do Papa Francisco na homilia da Missa na Casa Santa Marta na segunda-feira, dia 10, na qual comentou o episódio do Evangelho do

C T

dia, que narra a cura de um paralítico. Foi a ocasião para o Papa reiterar que a fé infunde coragem e é o caminho para tocar o coração de Jesus. Pedimos a fé no mistério de Deus feito homem. A fé também hoje,

no Evangelho, mostra como toca o coração do Senhor. O Senhor muitas vezes fala a respeito da catequese sobre a fé, insiste. “Vendo-lhes a fé”, diz o Evangelho. Jesus viu aquela fé – porque é necessário

ustodiar a fé. Nesta segunda semana do Advento, peçamos a graça de nos preparar com fé para celebrar o Natal. (10 de dezembro)

oda pessoa humana, criada por Deus à sua imagem e semelhança, é um valor em si e é sujeito de direitos inalienáveis. (10 de dezembro)

coragem para fazer um buraco no telhado e descer o leito com o doente ali... precisa de coragem. Aquela coragem, aquelas pessoas tinham fé! Eles sabiam que se o doente fosse levado diante de Jesus, ele seria curado. Francisco recordou que “Jesus admira a fé nas pessoas”, como no caso do centurião que pede a cura para seu servo; da mulher síriofenícia que intercede pela filha possuída pelo demônio ou também da senhora que, somente tocando a barra da veste de Jesus, se cura das perdas de sangue que a afligiam. Mas “Jesus – acrescentou o Papa – repreende as pessoas de pouca fé”, como Pe-

dro que duvida. “Com a fé – continuou – tudo é possível”. Hoje pedimos esta graça: nesta segunda semana do Advento, nos preparar com fé para celebrar o Natal. É verdade que o Natal – todos o sabemos – muitas vezes se celebra não com muita fé, se celebra também mundanamente ou de modo pagão; mas o Senhor nos pede que o façamos com fé e nós, nesta semana, devemos pedir esta graça: poder celebrá-lo com fé. Não é fácil custodiar a fé, não é fácil defender a fé: não é fácil. O ATO DE FÉ COM O CORAÇÃO

Para o Papa, é emblemático o episódio da cura

do cego no capítulo IX de João, o seu ato de fé diante de Jesus que reconhece como o Messias. Francisco então exorta a confiar a nossa fé em Deus, defendendo-a das tentações do mundo: Hoje, e também amanhã e durante a semana, nos fará bem pegar este capítulo IX de João e ler esta história tão bonita do jovem cego desde o nascimento. E concluir do nosso coração com o ato de fé: “Creio, Senhor. Ajuda minha pouca fé. Defende a minha fé da mundanidade, das superstições, das coisas que não são fé. Defendea de reduzi-la a teorias, sejam elas ‘teologizantes’ ou moralistas … não. Fé em Ti, Senhor”.


6

Igreja no Mundo

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

1º Caderno

Romaria no México é reconhecida como Patrimônio da Humanidade Pedido de inclusão na lista do patrimônio foi feito pelo governo municipal de Zapopan FOTOS: DIVULGAÇÃO

w ROMARIA é a segunda em número de devotos no país

C

om informações Gaudium P ress. Através de um anúncio oficial, a Organização das Nações Unidas para a Educação e a Cultura (UNESCO) decidiu incluir como Patrimônio Imaterial da Humanidade a Romaria de Nossa Senhora de Zapopan, celebrada no Estado de Jalisco no México no dia 12 de outubro, sendo a segunda em número de devotos no país, depois das celebrações em honra de Nossa Senhora de Guadalupe de 12 de dezembro. O pedido de inclu-

são da Romaria na lista do patrimônio foi feito pelo governo municipal de Zapopan, em reconhecimento a uma manifestação pública de Fé que convoca anualmente mais de dois milhões de pessoas em um percurso de oito quilômetros a partir da Catedral Metropolitana de Guadalajara até a Basílica de Zapopan. A Romaria foi iniciada em 1734, ano no qual os devotos de Nossa Senhora de Zapopan residentes em Guadalajara pediram emprestada a venerada imagem com o fim de implorar sua proteção

diante das inundações e epidemias. A inclusão da Romaria na lista do Patrimônio foi avaliada pelo Comitê intergovernamental responsável pela salvaguarda do patrimônio cultural imaterial que está composto por representantes de 24 países signatários da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, de 2003, que deviam analisar sete propostas urgentes por risco de desaparecimento e 40 nomeações entre as quais se encontrava a Romaria.

O templo católico mais alto do mundo Com informações agência Gaudium Press. Muitas pessoas podem se surpreender, mas a verdade é que o templo mais alto do mundo católico se encontra fora da Europa. A Basílica de Nossa Senhora da Paz de Yamusukro, Costa de Marfim, é o templo católico mais alto do mundo e um dos maiores do planeta. Suas proporções rivalizam com o esplendor da Basílica de São Pedro no Vaticano, da qual busca ser a réplica africana, e o Santuário

de Nossa Senhora Aparecida no Brasil. A cúpula da Basílica, de grande similitude à da Santa Sé, tem uma altura de 158 metros, superando a original, de 137 metros de altura. Seu comprimento também é ligeiramente superior (195 metros), e sua largura de 150 metros permite que o templo albergue em seu interior a mais de 18 mil pessoas. Além do templo, o complexo, que inclui colunatas similares às do Vaticano, tem

uma explanada na qual podem congregar-se 300 mil pessoas. A monumental Basílica foi edificada entre os anos 1986 a 1989 pelo então presidente da Costa do Marfim, Félix Houphouet-Boigny, que financiou pessoalmente a milionária obra. A Basílica fez parte do projeto da cidade de Yamoussoukro, cidade natal do governante e designada como nova cidade capital. O templo foi construído com mármore

w BASÍLICA de Nossa Senhora da Paz de Yamusukro, Costa de Marfim

importado da Itália e adornado com vitrais fabricados na França, e oferecido como obséquio à Santa Sé. Após uma

reflexão inicial, foi aceito com a condição de que se edificasse também um hospital para pacientes necessitados e uma

universidade católica. O templo foi consagrado pessoalmente pelo Papa São João Paulo II no dia 10 de setembro de 1990.

Igreja no Brasil

Em Minas: ‘Basílica Irmã’ de Igreja de Israel

C

om informações agência Gaudium Press. O Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, localizado em Caeté, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), recebe neste mês de dezembro, o título de ‘Basílica Irmã’ da Basílica da Anunciação, em Israel, se tornando o segundo Santuário brasileiro a receber o título. Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Belo Horizon-

te, presidiu no dia 09 de dezembro, Santa Missa na Ermida da Padroeira de Minas Gerais, Basílica da Piedade, na qual recebeu o Frei brasileiro Bruno Varriano, reitor e guardião da Basílica da Anunciação. Na ocasião, foi entregue ao prelado o documento oficial com o título, além de uma pedra da casa de Nossa Senhora, local onde, segundo a tradição, a Mãe de Deus recebeu a visita do anjo Gabriel. “O título se refere à

grande importância do Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, muito visitado durante todo ao ano. Além disso, precisamos destacar a devoção mineira à mãe de Jesus”, explicou o Custódia da Terra Santa em Minas, frei Francisco Alexandre Viana, que acredita que o título dará ainda mais visibilidade internacional à Serra da Piedade e servirá para aumentar o número de romeiros, que já chega a meio mi-

lhão por ano. Segundo Dom Walmor, o título reforça a Fé do povo mineiro. “Ao reconhecer o Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade como território irmão da Basílica Nossa Senhora da Anunciação, em Nazaré, os franciscanos, guardiões da Terra Santa, fazem justa homenagem à devoção do povo mineiro, que desde o século XVIII peregrina ao topo da Serra da Piedade”, afirmou.

Igreja de cidade do Paraná terá missa em libras a partir de dezembro Com informações agência Gaudium Press. A partir de dezembro, o Santuário Senhor Bom Jesus, situado na cidade de Campo Largo, terá celebrações eucarísticas com intérpretes traduzindo-as simultaneamente para libras, Língua Brasileira de Sinais.

As santas missas do primeiro e do terceiro sábado do próximo mês, às 19h, já contarão com a tradução para o idioma brasileiro de sinais, reconhecido como a segunda língua oficial do país. “Com grande alegria anunciamos que nosso San-

tuário acolhe a comunidade dos deficientes auditivos em nossas celebrações”, publicou o Santuário, em sua página no Facebook. Os primeiros bancos da lateral esquerda da igreja estarão reservados para surdos e pessoas com deficiência auditiva.

w SANTUÁRIO SENHOR BOM JESUS, cidade de Campo Largo


Igreja 7 Romaria Nacional da Juventude 2019

1º Caderno

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Evento acontecerá no dia 27 de abril do próximo ano na casa da Mãe Aparecida

C

om informações CNBB. O encontro dos jovens na Casa da Mãe Aparecida já tem data! A Romaria Nacional da Juventude 2019 acontecerá no dia 27 de abril de 2019, a partir das 13h30, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Com o tema “Maria: Paixão pela vida e pelo Senhor da vida”, o evento reunirá os jovens para momentos de espiritualidade, formação e confraternização, proporcionando um grande encontro das diversas expressões juvenis que vivem e levam o amor de Cristo pelo Brasil. A romaria é realizada pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB (CEPJ) em parceria com o Santuário

Nacional. As caravanas poderão inscrever-se para a romaria a partir de um formulário online que em breve será lançado especialmente para o evento. Esta será a quarta edição da Romaria Nacional com o atual formato. Com o projeto Rota300, em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora nas águas do Rio Paraíba do Sul, foi possível repensar e retornar com a atividade, que durante muitos anos, até a década de 90, levou os jovens ao santuário mariano. Para o padre Antônio Ramos do Prado, sdb, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, a romaria é um importante momento de unidade para a juventude: “A cada ano

em outros lugares do Brasil e estamos refletindo essas possibilidades”, adianta o assessor. IDENTIDADE VISUAL

temos uma temática ligada a Maria ou a um tema em destaque para a Igreja no momento. A romaria tem também uma identidade de formação de lideranças, catequese, testemunhos, missa, conferência, caminhada e um evento à noite com

música”. O objetivo da romaria é que todas as expressões juvenis do país se encontrem, tenham esse momento de confraternização e também de se reconhecerem, pois a diversidade dos carismas na juventude é uma ri-

queza para a Igreja, sendo a romaria um desses momentos de unidade. “Sabemos da dificuldade de todos participarem, porque o país é muito grande. Uma sugestão dos bispos dos regionais é que este formato de romaria aconteça também

Além da silhueta da imagem de Nossa Senhora Aparecida, a estrela, a cruz, o coração e os pés são os elementos centrais da identidade visual da Romaria Nacional 2019. Desenvolvida pela equipe de design do Jovens Conectados, os elementos têm como referências frases do Papa Francisco ditas na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, mensagem enviada aos jovens da Rota300, a mensagem aos jovens brasileiros em vídeo durante o Sínodo dos Bispos em outubro deste ano, e a exortação Evangelii Gaudium.

Mundo juvenil e a fé cristã Dom Antônio de Assis Ribeiro - Bispo Auxiliar de Belém (domantoniodeassis@arqbelem.org)

O Documento do Sínodo dos Bispos sobre os jovens Capítulo I: Igreja em atitude de escuta (N. 06-20) INTRODUÇÃO

O

primeiro capítulo do Documento do Sínodo dos jovens nos convida à reflexão sobre a importante atitude da escuta e suas consequências como base de uma autêntica pastoral juvenil. A escuta é uma atitude pastoral marcada pela empatia e demonstra uma das mais altas qualidades do ministério de pastores dos jovens. O Sínodo reconheceu a diversidade dos contextos e culturas do mundo juvenil, bem como os grandes processos de mudanças atuais que constituem fortes desafios pastorais.

1

O valor da escuta (N. 6-9) O documento nos estimula vivamente a aprofundar o significado da escuta dos jovens. A escuta é “um encontro de liberdade, que exige humildade, paciência, disposição para entender, um compromisso de elaborar as respostas de uma nova maneira”. A escuta transforma o coração daqueles que a experimentam quando nos colocamos numa atitude de harmonia e docilidade ao Espírito Santo. A escuta não é apenas uma atividade de “coleção de informações”, nem uma estratégia para alcançar um objetivo. Trata-se do modo como Deus se relaciona com seu povo. O livro do Êxodo nos diz que Deus vê a miséria de seu povo e ouve suas lamentações, deixa-se tocar nas profundezas e desce para libertá-las (Ex 3,7-8). Também “a Igre-

ja, através da escuta, entra no movimento de Deus que, no Filho, vem ao encontro de todo ser humano”.

2

Os jovens precisam ser ouvidos Os jovens querem ser ouvidos porque são chamados a fazer escolhas e, por isso, precisam ser reconhecidos e acompanhados. Através do processo de escuta proporciona-se aos jovens a possibilidade do discernimento para a tomada das suas decisões. Todavia, o Sínodo reconheceu que o mundo está carente de adultos disponíveis e capazes de ouvir os jovens. Contudo, o Sínodo também reconhece que não faltam na Igreja iniciativas e experiências que oferecem aos jovens a possibilidade da escuta e do confronto. Através da experiência da escuta a comunidade eclesial de hoje torna clara a necessidade de que seja replicada a atitude do Ressuscitado diante dos discípulos de Emaús.

3

Jesus escuta os jovens Não podemos dar respostas e receitas pastorais prontas. É necessário provocar os jovens para que se manifestem, assim como fez Jesus caminhando com os discípulos de Emaús. Isso é possível através da escuta como “uma troca de presentes num contexto de empatia”. Jesus permite que os jovens contribuam com a comunidade, ajudando-os a captar novas sensibilidades, faz perguntas e estabelece as condições para que o anúncio do Evangelho

atinja o coração: «Não estava o nosso coração ardendo quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?» (Lc 24,32). Pastores qualificados, enquanto bispos, sacerdotes, educadores e agentes de pastorais, são chamados a priorizar o ministério da escuta dos jovens. É um serviço indispensável! Sem a devida escuta, não há acompanhamento! A escuta é um carisma do Espírito Santo.

4

A diversidade de contextos e culturas (N. 10-14) O Sínodo muito se enriqueceu com a diversidade de presenças e contribuição das diferentes regiões do mundo, destacando a beleza da Igreja. Apesar da crescente globalização, há muita riqueza juvenil nos diversos contextos socioculturais e eclesiais. Por isso falamos de “juventudes”. O mundo juvenil não é homogêneo. Um fato muito significativo são as mudanças no mundo juvenil, sobretudo, em diversos âmbitos: demográfico e cultural (perda das antigas tradições; fenômenos como a exclusão, a marginalização, a discriminação, a dominação, os preconceitos, a colonização cultural...são negativas situações que afetam gravemente a qualidade da vida dos jovens.

5

Compromissos eclesiais (N. 15-16) A Igreja dá uma contribuição fundamental para a educação integral dos jovens nas mais diversas partes do

mundo, em locais como as escolas, centros de formação profissional, faculdades e universidades, centros juvenis e oratórios. A Igreja também está comprometida na acolhida de jovens refugiados cristãos e não cristãos. A Igreja promove atividades com jovens como beneficiários do ministério vocacional. Há a necessidade de desenvolver processos pastorais completos, desde a infância até à vida adulta, propiciando aos jovens a entrada na comunidade cristã. Grupos paroquiais, movimentos juvenis e associações realizam processos de acompanhamento e formação de jovens em sua vida de fé. A Jornada Mundial da Juventude continua a ser um ponto de referência para os jovens do terceiro milênio como experiência viva de fé e comunhão.

6

Alguns desafios (N 17-20) a) Priorizar as pessoas: muitas vezes, o peso e o excesso de preocupações administrativas absorvem de maneira excessiva e sufoca as energias de muitos pastores. Isso dificulta o encontro com os jovens e impede o acompanhamento. É necessário dar prioridade aos compromissos pastorais, espirituais e repensar as formas concretas de exercer o ministério; b) Promover a missionariedade da Paróquia: ela é lugar relevante para os jovens, mas é necessário repensar sua vocação missionária. “Seu baixo significado nos espaços urbanos, a falta de dinamismo das propostas, juntamente com as

mudanças espaço-temporais nos estilos de vida, exigem uma renovação”. “Muitas vezes o rio da vida juvenil flui às margens da comunidade, sem atendê-la” (N.18); c) Promover a iniciação à vida cristã: um grande desafio é a promoção da iniciação à beleza da fé dos adolescentes e jovens; apresentar a comunidade como o lugar da comunhão e como verdadeira família dos filhos de Deus que expressa a força geradora que transmite a fé. A iniciação cristã não é um curso de instrução religiosa que geralmente termina com o sacramento da Confirmação. É urgente repensar completamente a abordagem da catequese e contar com processos de acompanhamento pessoal. d) Incentivar a formação de seminaristas e consagrados: os seminários e as casas de formação são lugares de grande importância, nos quais os jovens chamados ao sacerdócio e à vida consagrada aprofundam sua própria escolha vocacional e amadurecem no seguimento de Jesus. A formação tem como meta o desenvolvimento dos dons de Deus e da profunda conversão do coração do homem em sintonia com o coração de Deus. REFLEXÃO:

1 2

Para você, qual é a importância da experiência da escuta? Por que os jovens precisam ser ouvidos? Quais as atitudes de Jesus com os discípulos de Emaús?

3


8

Nazaré Repórter

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

J NATAL DOS FILHOS PREDILETOS

1º Caderno

RÁDIO NAZARÉ

A Comunidade Fraternidade “O Caminho”, promove no dia 25, às 8h, o Natal com os filhos prediletos. O objetivo do encontro é partilhar com os irmãos que vivem nas ruas a alegria do Cristo Ressuscitado, através de oração, conversas e louvor. O evento será realizado na Casa Bom Pastor, localizada na Vila Coimbra, 1, no bairro de Nazaré, em Belém. Participe e leve algo para partilhar! Mais informações: (91) 3222-7673.

Z MH 3 . 91 FM FOTO: LUIZ ESTUMANO

J CELEBRAÇÃO NATALINA A Paróquia São Miguel Arcanjo, localizada no bairro da Cremação, convida a todos para as celebrações eucarísticas de Natal. No dia 24, a missa do Galo inicia às 19h30, e no dia 25, haverá celebração eucarística, às 19h. Mais informações: (91) 3283-6022.

l FÉ E VIDA: UM ANO NO AR!

J MISSA DE NATAL

J NATAL NA MARAMBAIA

J MISSA NATALINA

A Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, localizada no bairro de Fátima, realiza a sua programação de celebração pelo nascimento de Jesus no dia 24 de dezembro, com a tradicional Missa do Galo, a partir das 19h, e no dia 25, haverá a Missa de Natal às 19h. Participe e leve sua família! Mais informações: (91) 3226-0503.

A Paróquia Jesus Ressuscitado, localizada no bairro da Marambaia, realiza no dia 24 a programação natalina iniciando com a Cantata Natalina a partir das 18h, em seguida, às 19h, será celebrada a Missa do Galo. No dia 25, a programação natalina continua com a Santa Missa, às 18h. Todos estão convidados a participar deste momento de celebração do nascimento de Jesus! Mais informações: (91) 3277-4643.

A Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada no bairro do Telégrafo, em Belém, realiza no dia 24 de dezembro a tradicional Missa do Galo, a partir das 19h. Durante a celebração eucarística, haverá a apresentação do Coral infantil da Fundação Carlos Gomes. Participe com sua família! Mais informações: (91) 3233-1797.

J NATAL SOLIDÁRIO Com o tema “Juntos, movimentando o Amor”, os colaboradores do Banco da Amazônia iniciaram no dia 5 de novembro, a Campanha Natal Solidário 2018, competição entre as agências e gerências executivas da Matriz da instituição para arrecadar brinquedos novos e alimentos não perecíveis a fim de

O programa "Fé e vida", apresentado pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, completou um ano de evangelização através das ondas do rádio, na última quartafeira, 12. Neste período foram apresentados temas relativos ao comportamento humano como: Ética, vitimismo, felicidade, tentação, alegria, respeito e

perdão, entre outros assuntos sempre com a proposta de trazer à público reflexões sobre a nossa existência. Para acompanhar o programa "Fé e vida" basta sintonizar a Rádio Nazaré FM – 91.3 Mhz, todas as quartas-feiras, a partir das 14h. O ouvinte pode interagir durante a programação ligando para a central de atendimento, no número 4006-9211. Participe!

RÁDIO NAZARÉ FM - 91,3. A SERVIÇO DA VIDA. NOSSA MISSÃO É EVANGELIZAR!

serem doados a entidades da grande Belém e, tem objetivo atender pessoas que precisam de um incentivo a mais para sorrir. Realizada desde 2004, cerca de duas toneladas de donativos já foram arrecadados entre fraldas geriátricas, brinquedos, alimentos não perecíveis, livros, sapatos, lençóis

e toalhas, beneficiando mais de 1600 entidades, resultados que refletem o envolvimento e o comprometimento de todos os colaboradores, terceirizados, estagiários e parceiros para fazer o bem, dar esperança e promover alegria e felicidade. Todos podem contribuir com a ação, fazendo doações

no dia 16 de dezembro em qualquer agência da instituição ou na recepção do edifício-sede, das 8h30 às 11h30, na avenida Presidente Vargas, 800, na frente da sede do Banco da Amazônia (esquina com a travessa Carlos Gomes). Informações: 4008-3507 / 4008-3491 / 98822-4580 e 98758-0816.

REDE NAZARÉ DE TELEVISÃO

AL CAN

30

J NOITE DA MISERICÓRDIA A Comunidade Shalom Belém realizará no próximo domingo, 16, a Noite da Misericórdia e convida a todos a participar deste momento de evangelização, a partir das 17h, na praça da República, no anfiteatro daquele logradouro com acesso pela rua Oswaldo Cruz com a avenida Assis de Vasconcelos. Durante a programação haverá missa campal, apresentação de projeto de artes, jantar com os irmãos de rua e entrega de kits de higiene. Participe dessa noite especial! Mais informações: (91) 3353-9956.

J SORTEIO DE KIT PROVIDENTINOS

l DIA 21, O PROGRAMA “EM FAMÍLIA” AO VIVO NA TV! Você que é sócio evangelizador da Família Nazaré terá um programa em sua homenagem no próximo dia 21 de dezembro, a partir das 9h, direto do estúdio da TV Nazaré. Sintonize o canal 30.1 e acompanhe toda a programação. A iniciativa

PORTAL NAZARÉ

A Fraternidade Jovens Providentinos realizará o sorteio de um kit contendo uma imagem de Nossa Senhora Mãe da Divina Providência de 25 cm, um quadro com a mesma estampa e um terço. O sorteio será pela loteria federal no dia 12 de janeiro de 2019. Os jovens providentinos têm como grande missão no bairro da Terra-firme levar todos a conhecer o Cristo, através de missões e evangelizações, e para isso precisa de colaboração. As cartelas estão sendo vendidas na secretaria da Paróquia São Domingos de Gusmão. Mais informações: (91) 98269-2457.

tem por finalidade destacar a participação da Família Nazaré na manutenção dos veículos da Fundação Nazaré de Comunicação, responsável pela propagação da ação evangelizadora da Igreja de Belém pelo rádio, jornal, TV e portal. W. WW RE. AZA ON M.BR A C CO DA FUN

l ATENÇÃO! TEMOS UM CONVITE ESPECIAL PRA VOCÊ!

J AUTO DE NATAL A Paróquia São Geraldo Magela promove no dia 15 o Auto de Natal com a participação do coral das crianças da Pastoral da Catequese e da cantora Gigi Furtado. A programação iniciará com a Santa Missa, às 18h e, em seguida,

será realizado o Arraial Natalino com sorteio de vários prêmios, leilão fraterno e venda alimentos. Participe com sua família desse momento festivo! A igreja fica na rua São Paulo, 246, no conjunto Marex. Mais informações: (91) 3257-7950.

Na próxima sexta-feira, 21 de dezembro, a partir das 9h, será realizada mais uma edição do programa especial “Em Família”, na Fundação Nazaré de Comunicação, localizada na Avenida Governador José Malcher, Edifício Paulo VI, em Nazaré. O momento é dedicado aos membros da Família Nazaré e a todos que desejam conhecer mais de perto o trabalho e os bastidores dos veículos de comunicação da

Fundação Nazaré. Venha nos visitar ou acompanhe ao vivo, a partir das 9h, pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30.1, Rádio Nazaré FM, Portal Nazaré e nossas redes sociais: Facebook: /FNCBelem e Twitter: @ FundacaoNazare. Durante a nossa programação especial, você também pode enviar sua mensagem para nossas redes sociais. Conheça e faça parte da Campanha Seja Mais Um: www. sejamaisum.com.


Igreja 9 Preparação para o Sínodo Amazônico

1º Caderno

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Encontro de Povos e Comunidades das Bacias do Araguaia e Tocantins realizado este mês

C

om informações Vatican News. Promovido pela Rede Eclesial Pan-Amazônica Repam-Brasil foi realizada no início deste mês mais uma etapa do processo de escuta em preparação ao Sínodo Amazônico. O Encontro de Povos e Comunidades das Bacias do Araguaia e Tocantins recebeu representadas as dioceses de Marabá, Cametá, Conceição do Araguaia e São Félix do Xingu, no Pará; Imperatriz, Tocantinópolis, Miracema, Palmas, Porto Nacional e Cristalândia, no Tocantins; São Félix de Araguaia, Barra do Garças e Rondonópolis-Guiratinga, em Mato Grosso. A Bacia Hidrográfica Tocantins-Araguaia ocupa 967 km², o equivalente a 11% do território brasileiro. Seu tamanho é menor somente que o da bacia Amazônica, o que a consolida como a maior bacia hidrográfica exclusivamente brasileira, uma vez que a bacia do Amazonas está situ-

FOTOS: DIVULGAÇÃO

w PREPARATIVOS AO SÍNODO Assembleia Territorial realizada em Miracema, Estado do Tocantins

ada também em países vizinhos. CARTA PARA TODA A SOCIEDADE

Os participantes do encontro redigiram uma carta aberta para toda a sociedade. Preocupações e denúncias, bem como compromissos estão manifestados no texto. “Com profetismo, denunciamos os crimes e as agressões que estão sendo cometidas contra a vida das bacias destes dois rios, afetados e impactados de maneira imprudente e irrespon-

sável”, diz a carta. No texto, eles ainda afirmam o compromisso com as bacias do Araguaia e Tocantins. “Vamos proteger as nascentes e lembraremos todos os dias destas águas em nossas vidas, pois, precisamos delas para viver!” Os encontros de preparação ao Sínodo Amazônica têm despertado um clima de forte comunhão e entusiasmo em toda a Igreja na região. Existe a consciência de que este é um momento de crescimento e a análise das

escutas territoriais estão apontando para novos caminhos, como indicado pelo Papa Francisco ao convocar a Assembleia de outubro de 2019. O arcebispo de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães, revelou em entrevista ao Vatican News a sua expectativa: “Quero trabalhar esta admiração. Estou admirado, e como admirado, quero corresponder, quero me preparar e envolver o meu povo, a minha Igreja, meus presbíteros... Sei que as pessoas que não moram aqui neste

ciclo amazônico têm dificuldade de entender, acham que não lhes diz respeito... mas o Sínodo não é para a Amazônia, é sobre a Amazônia. É para o mundo, para toda a Igreja, e se pudermos colocar um palitinho de fósforo, acendê-lo nesta grandiosidade de escuridão, nessa nebulosidade do mundo, se cada um fizer um pouquinho, vamos fazer muito! Então, eu quero me encantar, eu quero fazer o percurso de preparação ao Sínodo ‘encantado’, abstraindome de todas as preocupa-

ções e negatividades que foram colocadas como obstáculo. Quero vencer estas batalhas”. “É um momento único, não sabemos quando haverá outro Sínodo para a Amazônia. Com esta preocupação de fundo com a ecologia integral e a Igreja... tudo interligado... interessante, porque estamos vivendo um tempo da interconexão, tudo está interligado. Quando não temos Internet parece que estamos vivendo noutro mundo!”. “A Amazônia está nos dando este sinal: Deus já fez isso interligado, mexeu numa coisa, mexeu em tudo. A Internet de Deus veio primeiro do que a Internet humana e não estamos conseguindo ler esta história deste jeito. Eu quero fazer esta leitura. Antes do que a interligação, a inteligência humana, a obra da Criação, a inspiração de Deus fez para ficarmos interconectados pelas redes sociais, Deus fez com a natureza. Acho esta ideia muito bonita”.

Lançado o site do Mês Missionário Extraordinário de 2019 Com informações CNBB. Outubro de 2019 será marcante no contexto da missão na Igreja. Desde o início de 2018, são preparadas iniciativas para oferecer às dioceses do mundo inteiro formas de animação em vista do Mês Missionário Extraordinário (MME). O site dedicado para a ocasião é um endereço no qual estão disponíveis materiais de formação, documentos, testemunhos missionários e histórias de beatos, santos e mártires de ontem e de hoje. Há também um guia sobre o MME. O s i t e w w w. o c t o ber2019.va “foi criado para promover e animar o MME, de modo a contribuir, através dos conteúdos multimídia que serão inseridos, para inspirar o tempo de oração e reflexão

sobre a missão ad gentes de todos os cristãos”, explicou secretário geral da Pontifícia União Missionária, padre Fabrizio Meroni, que é diretor do Centro Internacional de Animação Missionária (CIAM) e da Agência Fides. A primeira área do site apresenta o tema “Bati-

zados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo” sobre fotos de visitas do papa Francisco a países de vários continentes e imagens que remetem à missão além fronteiras “ad gentes”. Uma barra oferece o guia do MME para download, em forma de folder, já está

disponível em português. Os outros três destaques do site são Formação, Mundo e Testemunho. Há também um campo de artigos e notícias sobre novidades relacionadas ao tema da missão. TESTEMUNHOS

Missionários que doa-

ram suas vidas e que estão a caminho ou já estão entre os proclamados santos pela Igreja são lembrados como testemunhas da ação missionária. Algumas das histórias que podem ser conhecidas é a dos 19 mártires da Argélia, que serão beatificados neste sábado, 8 de

dezembro, em Orão, na Basílica de Notre-Dame de Santa Cruz. “As características comuns dos 19 mártires são: fé sólida em Cristo e seu Evangelho; amor pela terra onde o Senhor os havia enviado; a atenção e a delicadeza evangélica para o povo argelino, especialmente para os pequenos e os humildes, com especial atenção aos jovens; respeito pela fé do outro e desejo de compreender o Islã”, diz o texto. Para acompanhar as atividades que serão desenvolvidas no Brasil, as Pontifícias Obras Missionárias disponibilizaram uma página com sugestões de trabalho e a proposta assumida pela CNBB após aprovação do Conselho Permanente da entidade.

Fortalecimento das Redes Católicas de Educação no país Com informações CNBB. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) juntamente com a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) está dialogando com a Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC) para a criação do projeto “Redes em Rede – juntos pela Educação Católica” que tem como finalidade o fortalecimento da Educação

Católica e suas diversas redes católicas de ensino no Brasil. “A missão da escola católica é evangelizar. Significa anunciar aquelas verdades que Jesus nos trouxe: o bem, a verdade, a fraternidade, a conivência, a solidariedade, o amor”, destaca o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner. A crise no Brasil afe-

tou diversos seguimentos da sociedade e as escolas católicas também sentiram esse impacto. Daí surgiu o “Redes em Rede – juntos pela Educação Católica”. “O projeto surgiu a partir da análise do cenário educacional atual, que demonstra a necessidade de um trabalho e ação coletiva das Instituições Católicas neste âmbito e nos outros diversos temas

que perpassam a Igreja Católica, com a perspectiva de uma ação a partir do Evangelho”, explica o secretário executivo da ANEC, James Pinheiro dos Santos. Atualmente, a entidade representa cerca de 430 mantenedoras, 2 mil escolas, 130 instituições de ensino superior e 100 obras sociais, totalizando 2,5 milhões de alunos e aproximadamente 100 mil professores e fun-

cionários representados. Essa frente pode dar ao projeto Redes em Rede um corpo sólido seja no fortalecimento das instituições nos cenários educacional, social, eclesial e cultural, seja na fortificação das redes já existentes e das pequenas Instituições. Para dom Leonardo, as escolas católicas para poderem realizar plenamente a missão não podem fazer de forma

isolada, mas servir como Igreja. “Há a necessidade de trabalhar em rede. Esse apoio mútuo seja na administração, seja elaboração de material didático, na ajuda mútua para podermos ser presença evangelizadora na sociedade brasileira”, finaliza. A exposição do projeto será feita na reunião do Conselho Permanente da CNBB, em março de 2019.


10

Santa Missa

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

1º Caderno

Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL SANT’ANA Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h, Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724 N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h, Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h,Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30, Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 10h, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503 Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h

Telefone: 3283-6023 Nossa Senhora de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 11h e 18h Telefone: 3257-7950 N. Sra do Perpétuo Socorro Telégrafo - Seg. a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797 São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Terça a Sábado: 18h Dom.: 7h, 9h e 18h/1ª Sexta-mês: 9h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 17h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h

Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250 São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251 Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004 São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30

REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3292-0013 Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Paróquia Nossa Senhora do Carmo Benevides Sábado - 19h Domingo - 8h e 19h Telefone: (91) 3724-1098 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351

Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281

N. Sra. de Nazaré Marituba - Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344

São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765

N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654

REGIÃO EPISCOPAL CORAÇÃO EUCARÍSTICO DE JESUS

N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278

Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433 Santo Antônio de Pádua Rod. Mário Covas - Coqueiro, Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200 Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654 N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645 Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136 Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h São José de Anchieta Alameda Ns-13, 65 - Coqueiro Sexta - 7h30 Domingo - 7h; 18h

São Benedito Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30

Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h Telefone: 3289-5368

REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA

Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391

São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30

Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674

Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua

São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h, Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135 Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202 N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147 N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183 Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3237-8351 Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião); 10 h 3 0 ( I g . D i v. E s p . S a n t o ) ; 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153

Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199 Santíssimo Sacramento Nova União - Marituba Sábado: 18h30 (Capela N. Sra. do Perpétuo Socorro) Domingo: 18h30 (Capela S. Francisco de Assis) REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405 Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Quinta : 7h e 18h30. Sexta: 18h30 Sábado: 9h e18h30. Domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3353-0364 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 Paróquia Santíssimo Redentor Icuí-Guajará - Ananindeua Sábado: 19h30 - Igreja Matriz Domingo: 7h - Igreja Matriz 9h - Comunidade Santo Afonso 17h - Igreja Matriz 19h - Comunidade Cristo Rei São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h - Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário das missas da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


1º Caderno

Fundação Nazaré 11

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Missa pela Família Nazaré

DIVULGAÇÃO

Contou com a participação de paroquianos da Paróquia da Nossa Senhora de Guadalupe

C

elebração mensal, realizada na sexta-feira, 7, nos estúdios de gravação, em agradecimento pela colaboração dos benfeitores da Família Nazaré, da Fundação Nazaré de Comunicação, contou com a participação da comunidade Paroquial de Nossa Senhora de Guadalupe que, até o dia 12, viveu a festividade em honra da padroeira. A Santa Missa foi presidida pelo pároco de Guadalupe, padre Raimundo das Neves Almeida. O Terço Mariano, realizado pelo grupo Terço dos Homens da Mãe Rainha, antecedeu a celebração. As duas programa-

ções foram transmitidos simultaneamente pela TV, Rádio e Portal Nazaré, para comodidade de todos. Além dos grupos paroquiais e do Apostolado da Oração, também participaram diversos benfeitores, uma vez que essa celebração é motivada por eles. Na homilia, padre Raimundo comentou o Evangelho do dia, Mateus 9, 27-31, que fala sobre o poder da fé e da cura: “O conteúdo da nossa caminhada cristã começa na fé. Uma fé que Jesus suscitou no coração dos apóstolos e que hoje suscita em homens e mulheres de bom coração”. Segundo o pároco, esta mes-

w RÉCITA do terço pelo grupo Terço dos Homens da Mãe Rainha

ma fé está presente no coração de cada pessoa que contribui mensalmente com a Família Nazaré e dessa forma faz chegar mais longe o Evangelho de Cristo na Amazônia: “Quando cada membro desta Família Nazaré pensa nos outros e preocupa-se com a evangelização, está fazendo o que o profeta Isaías nos diz: ‘os cegos verão’”.

SEJA UM BENFEITOR

Quem ainda não faz parte da Família Nazaré pode realizar seu cadastro no Portal Nazaré (www.fundacaonazare.com.br/cadastro) ou ligar para o número 40069211/4006-9212, contribuindo assim com a missão evangelizadora da Arquidiocese de Belém, como integrante

da família de benfeitores. A contribuição dos benfeitores da Família Nazaré é um dos principais fatores que concorrem para o êxito da evangelização, realizada pelos diversos projetos pastorais da Igreja de Belém, tendo à frente o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa.

O Advento em pauta na Rádio Nazaré Os ouvintes da Rádio Nazaré FM podem acompanhar o Tempo do Advento nas manhãs de segunda a sexta-feira, nos programas "Igreja ponto a ponto", e "Nazaré em revista". As dúvidas do ouvintes acerca deste tempo especial de fortalecimento da fé e de conversão, os ouvintes da emissora arquidiocesana podem ter esclarecidas essa questões de fé por intermédio do primeiro programa, o "Igreja ponto a

ponto", apresentado pelo padre Nilton Cézar Reis, pároco da Paróquia Cristo Peregrino, e Ouvidor da Fundação Nazaré de Comunicação. O programa vai ao ar das 8h às 9h, sempre de segunda a sexta-feira, pela Rádio Nazaré, 91, 3 Mhz. O programa tem a missão de mostrar um perfil da Igreja na atualidade, e durante um espaço de tempo, padre Nilton também aborda temas da fé ligados ao Advento.

REVISTA - Outro momento

em que a temática do Advento é apresentada é durante o programa "Nazaré em revista", apresentado por Elyvanne Barbosa, coordenadora da Rádio Nazaré FM. O programa é um recorte de diversos temas cotidianos da Igreja, e também durante um espaço de tempo, Elyvanne promove uma breve catequese buscando levar ao ouvinte esclarecimentos importante a res-

peito desta época natalina. O programa "Nazaré em revista" vai ao ar sempre de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h. Para acompanhar ambos os programas, basta sintonizar a Rádio Nazaré FM – 91.3 Mhz, na frequência do seu rádio. Se quiser interagir, o ouvinte pode ligar para a central de atendimento, no número 4006-9211. Também é possivel acompanhar a Rádio Nazaré ao vivo

pelo site da Fundação - www. fundacaonazare.com.br, e ainda pelo facebook.

SERVIÇO Programas Igreja ponto a ponto Seg a sex - 8h-9h - Pe. Nilton Cezar Reis Nazaré em revista - seg a sex - 10h às 12h - Elyvanne Barbosa

Parabéns para você! DIVULGAÇÃO

A

gradeço a Deus e a Nossa Senhora de Nazaré por mais um ano de vida. Agradeço por minha saúde e de estar celebrando esta data ao lado de minha família e amigos. Que todas as bençãos se derramem sobre mim, amém! RAYANE FILOMENO DE SOUZA, Auxiliar de cozinha, 25 anos (15/12)

14/12 Antônio José de Moraes Cabeça Benjamin Délcio Coelito de Oliveira Casal Mário Chagas e Valdinéia Ferreira Pinheiro Deusa Maria Neri Feitosa Elza Maria de Araújo Almeida Florberta Noronha João Paulo de Queiroz Bittencourt João Saraiva da Silva

Keyla Andréa Gonçalves Silva Mota Lena Vânia de Souza Gaia Luís Guilherme Castilho Oliveira Manoel Antônio do Nascimento Olga de Sá Cruz Oscarina Pantoja Rezende Paulo César Martins Fonseca Severina da Silva Pereira Sueli da Silva Santos Taíssa Silva de Carvalho 15/12 Antônia Severina de Souza César Augusto Lima da Silva Etelvina Batista Santos Eusivaldo Correia do Amaral Gertrudes Maria Costa da Conceição Luciene Ferreira Rodrigues Luiz Otávio Oliveira Monteiro Maria das Graças Galvão Arcoverde Maria de Lurdes Fonseca Maria Elza Amaral Silva Maria Rita Campos Guedes Osvaldo Emerson Rayane Filomeno de Souza Risette de Brito Alves 16/12 Alice Teixeira Cei Caio Moreno Lisboa Mendes Domingas Ana Ferreira Oliveira Elaine Silva Mesquita Ernanie José de Albuquerque Pereira Erundina de Araújo Campello Flávio Fernando Martins Amaral Francisca Lima da Silva Leonice do Ó Fernandes Alvarez Maria Auxiliadora Shaw Maria Célia de Andrade Marques Maria de Nazaré Barbosa de Lima Margalho Marilene Nunes de Souza Mônica Cristina Moraes Conduru

Paulo Sérgio Fontes do Nascimento Valter Antônio Chagas de Goés 17/12 Cybele Puget Maria de Lourdes Castro da Silva Maria de Lourdes das Virgens Alves Maria do Carmo Barros de Souza Raimundo Nonato de Souza Matos Sandra Maria Ribeiro Caxiado 18/12 Clarice Costa Feio Fátima das Graças Ribeiro Joseane Brito Campos Leoney Rodrigues Pompeu Luzia Xavier de Leão Márcio Alexandre Araújo Orandi Maria das Dores Silva Mendes Maria Júlia Carvalho Maria Rita Pinheiro Sotero

w

19/12 Carlos Augusto Santos Batista Cleide Fonseca Rodrigues Isabel Cristina Pinheiro de Sousa Maria Selma Pinto de Souza Mário Miranda Wan Meyl Oliver Corrêa Filho Terezinha de Jesus Nunes da Silva 20/12 Alexandre Augusto de Figueiredo dos Anjos Joaquim Nazaré Farias José Conceição de Sousa Araújo Maria de Belém Silva Cotta Maria Sandra Rodrigues Maria Sônia Leite Nassar Raimunda Salazar Regina Socorro de Oliveira Lousada Sebastião Borges Guedes Wagner Miranda Reis

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 15/12 - Diác. Luiz Otávio Oliveira Monteiro 17/12 - Pe. Plínio Moraes Pacheco 18/12 - Diác. José Ferreira da Costa 20/12 - Pe. Rafael da Costa Brito

w

Aniversário de Ordenação dos padres e diáconos diocesanos 14/12 - Pe. Fabrício da Silva Albuquerque 14/12 - Diác. Sabino Manoel de Souza Barros 16/12 - Pe. Raimundo Cosme Batista Alves 18/12 - Pe. José Reinaldo Ferreira 20/12 - Mons. Marcelino Gonçalves Ferreira 20/12 - Côn. José Gonçalo Vieira 20/12 - Côn. Joel Lopes de Oliveira

AJUDE A MANTER A FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO. LIGUE PARA 4006-9200 E SEJA SÓCIO DA FAMÍLIA NAZARÉ.


1º Caderno Arquidiocese N Projeto Árvore dos Sonhos da Paróquia do Perpétuo Socorro 12

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

este domingo, dia 16, sonhos vão virar realidade graças aos padrinhos que acolheram os pedidos das cartinhas do Projeto Árvore dos Sonhos, promovido pela Pastoral Social da matriz da Paróquia de Nossa Senhora Mãe do Perpétuo Socorro. Com o tema “Com a Mãe do Perpétuo Socorro sejamos crianças e adolescentes discípulos missionários do Redentor em um mundo ferido” e lema “Da devoção à ação”, a entrega acontece após a Santa Missa das 8h30 na matriz, localizada na Rodovia Artur Bernardes, 459, Telégrafo. O Projeto Árvore dos Sonhos surgiu da necessidade de atender crianças e adolescentes que por ocasião do Natal não tinham o brinquedo dos sonhos, e, mais ainda, sensibilizar os fiéis paroquianos a ajudarem as crianças e adolescentes da paróquia, ou seja, dos grupos e pastorais atendidos pela paróquia. A iniciativa deu certo e este ano será a 11° edição do projeto que visa a partilha do irmão com os irmãos

Projeto visa a partilha do irmão com os irmãos mais necessitados DIVULGAÇÃO

w À EXTREMA DIREITA, o pároco do Perpétuo Socorro, em companhia de alguns padrinhos

mais necessitados. Cerca de 1300 cartas foram colocadas na Árvore dos Sonhos no

mês de novembro. As cartas são das crianças e adolescentes na faixa etária de zero a 13 anos, incluindo as gestantes e pessoas com deficiência (PcD) com até 21 anos de idade. Todas as cartas já foram recolhidas pelos padrinhos. Agora, o momento é de recolher os presentes deixados pelos padrinhos e organizar a entrega. Esse dia, contará com a mobilização de 200 pessoas ligadas aos grupos, pastorais, movimentos e serviços da Paróquia, que, segundo a coordenadora da Pastoral Social, Irnaclei Pantoja, é um dia muito especial devido à quantidade de crianças e à alegria do pedido realizado. Os pedidos são variados, desde brinquedos, roupas, sapatos, cestas básicas, curso de inglês

eu indico

E

u indico o livro ‘Tratado da verdadeira devoção à Santíssima Virgem’, do autor São Luís Maria Grignion de Montfort. Esse livro é uma obra prima sobre Nossa Senhora, sobre Mariologia. É uma consagração que de fato muda a nossa vida espiritual. Por isso aconselho todos a lerem-no. Aqui se encontram pensamentos, orações e meditações sobre Nossa Senhora.

SIDNEY FERREIRA DE SOUZA, AUXILIAR ADMINISTRATIVO

25 anos

e outros. Segundo Irnaclei Pantoja, de todos os pedidos, o que mais a tocou foi o de uma criança que pediu que

BOA DICA

o padrinho lhe proporcionasse uma noite de Natal, com uma ceia natalina para celebrar o nascimento do me-

nino Jesus. O pedido foi atendido. Graças ao projeto muitos padrinhos se comprometem a continuar apadrinhando as crianças. “No dia da entrega tem padrinho, criança e famílias todos chorando de felicidade, porque tem muitas crianças que não têm oportunidade e o projeto acaba garantindo isso, essa união, o compromisso de todos, essa questão da família e o Natal que realmente a gente espera, esse Advento que a gente espera sempre”, disse Irnaclei. “Nós sabemos a importância dos padres da nossa paróquia, porque a e gente tem um carinho muito grande pelos redentoristas, congregação que servimos, porque os padres são muito solícitos com o projeto, através da divulgação e também dos leigos, neste caso os padrinhos que a cada ano abraçam a causa”.

LIVROS E CD'S

n NATAL COM MARIA

n DOM BOSCO, presente de Deus para

E

s t e l i v ro é u m grande gesto de amor a Dom Bosco (1815-1888). Ele é a maior referência humana em minha vida, porque foi quem me levou a Jesus, por um lado, e, ao mesmo tempo, me educou para educar e evangelizar muitos adolescentes e jovens, diz o autor, padre Marcos Sandrini. Seu sistema educativo, com liturgias juvenis, música, jogos, divertimentos, estudos e aprendizado de uma profissão, formou ótimos pais de família e um número significativo de sacerdotes e irmãos. Desejamos que, com o exemplo de Dom Bosco, a leitura deste livro inspire as pessoas que trabalham com os jovens, dando-lhes novo ânimo para a caminhada.

- Livro (Paulinas R$8,00)

ste livro aborda o nascimento de Jesus e tem como objetivo ajudar as pessoas a se prepararem para o Natal, em companhia de Maria, a Mãe de Jesus e nossa. Inicialmente, apresenta o significado dos símbolos do Advento e do Natal. Em seguida, traz roteiros de celebrações com o método da leitura orante, organizados de acordo com o período.

as juventudes - Livro (Paulus, R$30,00)

E


BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Caderno Dois

Papa reza em dezembro pela “transmissão da fé” É necessário escuta para poder “transmitir a fé”, diz o Pontífice.

V

aticano - A Rede Mundial de Oração do Papa divulgou que no mês de dezembro, Francisco convida à escuta para bem fazer o “serviço da transmis-

são da fé”. “Quem quiser partilhar sua fé com a palavra tem que escutar muito. Imitemos o estilo de Jesus, que se adaptava às pessoas que tinha diante

d’Ele para aproximá-las do amor de Deus. Rezemos para que as pessoas comprometidas com o serviço da transmissão da fé encontrem uma linguagem adaptada aos nossos dias em diálogo com a cultura, em diálogo com o coração das pessoas e, sobretudo, escutando muito”.

DIVULGAÇÃO

w O PAPA FRANCISCO em profunda oração

Vem aí o programa "Em Família" especial no próximo dia 21 A distância em linha reta (rota aérea) entre Belém, no Pará, e o centro do Vaticano é 7765 km (4825 milhas ou 7765 milhas marítimas). E a partir da capital do Estado do Pará, no coração da Amazônia, na Região Norte do Brasil, a Arquidiocese de Belém mantém a Fundação Nazaré de Comunicação, que detém os veículos de comunicação oficiais arquidiocesanos. A partir do contato com o povo amazônida, a equipe de profissionais produz a “comunicação a serviço da vida” na TV Nazaré (canal 30.1), Rádio Nazaré FM, Portal Nazaré e o Jornal Voz de Nazaré, veículos com os quais cumpre o mandato de Jeusus Cristo anunciando o Reino de Deus “até os confins da terra”. O especial “Em Família” é transmitido simultaneamente em cadeia por todos os veículos da instituição. A programação se iniciará às 9h, toda voltada à “Família”. Enquanto está sendo exibido, o programa também mostra a visita de Dom Irineu Roman, um dos bispos auxiliares de Be-

LUIZ ESTUMANO

w DOM IRINEU ROMAN , o Cônego Roberto Cavalli e os apresentadores do programa "Em Família"

lém, acompanhado da TV Nazaré. FAMÍLIA NAZARÉ

O programa especial “Em Família” é preparado

especialmente para receber o benfeitor da Família Nazaré. O sócio evangelizador que desejar, pode comparecer à Fundação Nazaré para participar

ao vivo da programação. Na ocasião, ele também pode conhecer os espaços da Fundação, e, dessa forma, saber em que e como são aplicados os DIVULGAÇÃO

w UM PRESÉPIO igual a esse será sorteado no dia 21

CAMPANHA SEJA MAIS UM - Colabore com a obra de evangelização da Arquidiocese sendo mais um benfeitor da Fundação Nazaré de Comunicação. O cadastro pode ser feito pessoalmente na sede da Fundação, situada na avenida José Malcher, nº 915 - Edifício Paulo VI, Nazaré, de segunda a sábado, das 7h às 19h. Ou pelos sites oficiais (www.sejamaisum.com), (www.fundacaonazare.com.br), ou pelo telefone (91) 4006-9211. Se preferir entrar em contato por e-mail, envie mensagem para famjor@fundacaonazare. com.br e faleconosco@fundacaonazare.com.br

recursos de sua doação mensal à instituição. SORTEIO

O programa "Em Família" especial é todo dedicado aos benfeitores. Em cada edição, a instituição tem procurado contemplar os sócios evangelizadores com sorteios para os membros da Família Nazaré que se cadastraram e contribuíram nos últimos meses. No dia 21, o contribuinte concorrerá a um presépio. Este será o último programa especial "Em Família" do ano de 2018. Criado para animar a

missão da Família Nazare, o programa "Em Família" começou no dia 20 de dezembro do ano passado. Como naquela ocasião, desta vez também haverá sorteio de um presépio. O programa, a exemplo do próprio nome, terá como tema "A Família", a partir da mensagem do Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, para quem cada casa deve viver o plano de amor vivenciado pela Sagrada Família de Nazaré, como uma semente do amor de Deus em cada lar. REDES SOCIAIS

O programa, exibido em uma live na fanpage do Facebook, também pode ser visto no Portal Nazaré (www.fundacaonazare.com.br), e pelo canal da Fundação no youtube. Durante o programa, a comunidade pode interagir com a equipe de profissionais, enviando mensagens e postando suas opiniões ou pedido de orações ao longo da exibição pela televisão. Benfeitor, prestigie o programa "Em Família". Visite a Fundação Nazaré e conheça-nos!


2

Igreja

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

2º Caderno

Miscelânea Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

N

o finalzinho da edição passada de “Miscelânea” escrevi que foi Alberto Mendes, componente do grupo de teatro da Paróquia de São José de Queluz, quem me levou para os capuchinhos, e que, nesta edição, diria como foi. Sem mais, vamos a isso. Ao voltar do Rio de Janeiro, por via marítima, se não me falha a memória em 1952, Alberto conheceu a bordo um frade capuchinho, Frei Alfredo de Como, que estava vindo da Itália, sua terra, para integrar a comunidade que atuava na Paróquia de São Francisco de Assis, no bairro de São Brás. Conversa vai conversa vem, Alberto contou-lhe que fazia teatro comigo e que eu, palavras suas, não minhas, textuais, apesar de ainda iniciante na direção, já era (ôlálá!) excelente diretor. Empolgado, Frei Alfredo pediu-lhe que, assim que chegasse a Belém, me levasse até ele, o que, de fato, aconteceu. Nesse nosso encontro, lá em seu convento,

Influências (continuação)

DIVULGAÇÃO

Frei Alfredo foi logo me dizendo que desejava implantar o teatro na paróquia, por ver nele excelente meio, quer de evangelização, quer de catequese, e, para tanto, gostaria de poder contar com minha ajuda. L o u c o p o r t e a t ro desde criança, dei-lhe meu sim, no ato. Como não sou de perder tempo, nem de deixar para amanhã o que posso fazer hoje, nesse mesmo dia, nem bem anoiteceu, lá estava eu, pronto para entrar em ação. Tal como aconteceu antes, quando atuava em Queluz, todas as noites, à pé, tanto na ida quanto na volta, quer por ser liso, quer por não haver linha de ônibus do Umarizal, bairro em que residia, na baixa da Domingos Marreiros, entre 9 de Janeiro e 22 de Junho, ao depois Alcindo Cacela, eu corria para lá, cortando caminho, terço na mão, só retornando já quase meia-noite, no que gastei muita so-

w O ANTIGO Salão Bento XV, hoje totalmente remodelado

la de sapato. Nesse ano, ou seja, em 1952, montei lá, ao que me lembro, o drama “O mártir do dever”, de autor desconhecido. Além de dirigir, eu interpretava o personagem título, um sacerdote, que, levado a julgamento por um crime que não cometera, deixa-se sacrificar para não revelar segredo de confissão. Ainda em 1952 montamos a Paixão do Senhor, também de autor desconhecido. Alberto interpretava Jesus. Para completar o elenco, que numeroso, recorri à moçada que à noite, sem ter o que fazer, uns

descuido nosso, sobretudo meu – a cruz de um dos ladrões não estava bem fincada na cavidade aberta (que erro o nosso!) no assoalho do palco, de modo que, lá pelas tantas, soltaram-se os calços que lhe davam firmeza e ela começou a se balançar, obrigando o pobre do ator, para se equilibrar, a se remexer de um lado para o outro, ao contrário dos movimentos da cruz, como se estivesse se rebolando. Já imaginou o leitor se a cruz tomba, fazendo o coitado se esborrachar de cara no chão? Por sorte, - melhor dizendo:

zanzavam na praça em frente à Matriz, àquela altura um descampado, outros matavam o tempo batendo papo no trecho da Castelo que passava ao lado do local em que ensaiávamos e nos apresentávamos, o salão Bento XV. Aqui, uma nota hilária, mas que, a quando do incidente, foi trágica e quebrou a dramaticidade da cena, fazendo a platéia rir às gargalhadas. Logo na estréia da Paixão, por infelicidade, não se sabe como, - houve quem dissesse que por artes do tinhoso, mas para mim, por

graças à providência divina – essa desgraça não aconteceu. Em 1953, salvo engano, montamos “Quadros da Paixão”, “E a luz brilhou nas trevas” e “O advogado em apuros”. “Quadros da Paixão” era uma adaptação minha dos relatos evangélicos da Paixão do Senhor. Jesus, como sempre, era o Alberto Mendes, por ser o mais alto e o menos feio do grupo. “E a luz brilhou nas trevas” era um auto de Natal, ou coisa parecida, também de minha autoria. Foi apresentada em dezembro, por tratar do nascimento de Jesus. Acompanhamento, ao piano, da professora Laura Rodrigues. Descuidado como sou, reconheço, mas não há jeito de me corrigir, não tirei cópia desses dois textos, de forma que lá se foram ambos, levados pelo tempo. Quem sabe não foi melhor assim. Minha auto-crítica me diz que tinham pouco valor. Também está me dizendo que já estourei meu espaço. Pelo que, ponto final. Até à próxima edição, se Deus mo permitir. Shalom!

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

14/12 - SEXTA-FEIRA Beato Nimatullah Youssef Kassab Al-Hardini - Monge Maronita

18/12 - TERÇA-FEIRA São Graciano - Bispo de Tours Foi um dos sete missionários enviados por Roma para evangelizar a Gália, futura França. Nos registros da diocese de Tours consta que Graciano foi o primeiro bispo dessa diocese. Tudo começou em 249, quando ele chega a Tours, local que o papa Fabiano, agora santo, lhe designara para exercer o difícil cargo de bispo. Segundo a tradição, o próprio Jesus teria aparecido a ele para avisar-lhe que a sua morte se aproximava. De fato, logo depois ele morreu, numa data imprecisa, mas no ano de 301. Seu corpo foi sepultado no cemitério que ele mesmo implantara nos arredores da cidade.

Eis um justo que se desenvolveu como um cedro do Líbano (Sl 92, 13). Nasceu em 1808, estudou no mosteiro maronita de Santo Antonio Houb. Chegou a trabalhar em agricultura com seu pai, mas a vocação religiosa chamava-o mais forte. Foi um monge muito fervoroso em suas orações, permanecendo por horas com as mãos pra cima e os olhos fixos no crucifixo. Adorava diariamente a Jesus Eucarístico e recitava o santo terço. Lia e relia o famoso livro de Santo Afonso “Glórias de Maria”. Perscrutemos nosso interior e meditemos se não precisamos de orantes assim.

19/12 - QUARTA-FEIRA São Anastácio I - Papa

15/12 - SÁBADO Beata Maria della Pace - Virgem Mercedária Mercedária da ordem terceira, Maria da Paz, viveu no mosteiro de Santa Maria, em Granada, Espanha. Tornou-se famosa por inúmeros milagres realizados ainda em vida, que foi sem mancha nem ruga (Ef 5, 27). Às vezes o caminho da santidade é plano e reto, e é essa a vontade de Deus, como está nos salmos. Foi para junto de seu Esposo celestial em 1606. Fou sepultada no mosteiro de S. Maria, onde é muito visitada e opera milagres. A Ordem confirma em 15/12 sua festa litúrgica. 16/12 – 3º DOMINGO DO ADVENTO - ANO C Santa Adelaide de Burgundy - Imperatriz Nasceu em Burgundy, França, 931, filha do Rei Rupert II da Borgonha. Casou-se com o Imperador Otto, o Grande. Após a morte do esposo usou o seu poder para restaurar vários monastérios, evangelizar, converter pagãos e ajudar os pobres. Quando seu filho Otto II pode assumir o trono, retirou-se para o convento em Alsacia até sua morte em 999. Foi canonizada por Urbano II em 1097. É padroeira dos casais de segunda união, das viúvas e de filhos enteados. Na liturgia da Igreja é representada dando alimentos aos pobres.

17/12 – SEGUNDA-FEIRA São Floriano e companheiros - Soldados Mártires Por muitos séculos se colocou em dúvida a história do soldado romano Floriano e seus 40 companheiros, que preferiram a Jesus do que os deuses pagãos. Passa-se um tempo e um escrito de um monge dá outra versão. Passase mais um tempo e uma inscrição de tumba revela outra coisa. Em caso de dúvidas como essas sempre prevalece a ação do Espírito. Na obra acima, de Guido Reni, 1630, Floriano aparece no canto direito com a palma do martírio e entre grandes santos, como patrono da Bolonha, onde é muito venerado.

Cronologicamente 39º pontífice. Mesmo com um curto pontificado, 399 a 401, deu grande contribuição à Igreja. Combateu a heresia donatista, um grupo rigoroso que não queria dar perdão aos que pecavam, e também os maniqueus, do profeta persa Mani, que misturavam doutrinas, e eram a “nova era” da época. Combateu também o origenismo, que levantava a dúvida da pré-existência da alma e até do inferno. Gostaria de fazer pensar: “O que é pior... épocas em que os papas sofrem calamidades e guerras ou épocas com essas dúvidas de fé dos próprios irmãos?”. Rezemos pelo clero! 20/12 - QUINTA-FEIRA São Zeferino - Papa Eis mais um papa do período dos santos padres. Ocupou a cátedra de Roma de 199 a 217. Segundo o Líber Pontificalis e os escritos de Eusébio de Cesaréia, era romano. Promulgou dois decretos litúrgicos, um referente à ordenação clerical e outro sobre a Missa. Combateu heresias, entre elas a mais preocupante, o adocionismo, segundo o qual a Trindade não são pessoas distintas entre si. Mesmo tendo governado a Igreja em tempos de perseguição sangrenta, não temos comprovação de que foi martirizado.


2º Caderno

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Arquidiocese

Marituba celebra Crisma de adultos na Paróquia Bom Pastor N

o dia 6, uma quinta-feira, Dom Antônio de Assis Ribeiro., um dos Bispos auxiliares da Arquidiocese de Belém, esteve na Matriz da Paróquia do Bom Pastor, em Marituba, para celebrar a Santa Missa, ocasião muito especial para 20 adultos que receberam o Sacramento da Crisma. Foi a culminância do trabalho da Pastoral da Catequese que desde 2008 vem preparando seus paroquianos para esse momento sublime, sendo que os catequistas já atuam com a preparação remota dos crismandos para o sacramento do Matrimonio no futuro, informa o pároco, padre Acácio Cardoso. A preparação dos crismandos demanda sete meses de formação, na qual a Pastoral de Conjunto organiza três encontros. O primeiro é querigmatico, um encontrão de espiritualidade para os que vão receber os sacramentos - Batismo, Crisma, Primeira Comunhão e o Matrimônio. Os catequisandos que vão receber o Matrimônio participam de um encontro direcionado somente para eles, oportunidade em que são abordados vários

3

FOTOS: DIVULGAÇÃO

A Crisma aconteceu em Missa presidida por Dom Antônio, Bispo auxiliar de Belém

w CRISMANDOS receberam o sacramento em Missa com Dom Antônio

w CRISMANDOS empunham suas velas no momento da celebração

assuntos de convivência matrimonial. Durante os sete meses de formação, os crismandos são acompanhados também com todos os ritos do RICA (Ritual de

Iniciação Cristã de Adulto), realizados durante as Missas. "É muito bonito, pois chama a atenção de novos adultos que não receberam os sacramentos e percebem que eles tam-

w MOMENTO da celebração em que foram ordenados os diáconos

bém podem recebe-los", observa padre Acácio. A Paróquia do Bom Pastor desenvolve outras formas de evangelizar a comunidade, conta padre Acácio: "Além da

w DOM ANTÔNIO unge uma das crismandas

catequese, temos diversas formas de trazer e evangelizar o povo: fazemos isso com as Missas nas casas, peregrinações e os diversos trabalhos de evangelização de casa em casa. Todos esses trabalhos chamam a atenção do povo e despertam nas pessoas o desejo de regularizar sua vida de sacramento". IDOSOS - Padre Acácio conta que o trabalho de evangelização pela Catequese tem trazido à Paróquia Bom Pastor belas experiências de vida na Igreja: “Em todas as nossas turmas, percebemos a presença de muitos idosos. Nesta turma tivemos a senhora Doroty, que já

tem 81 anos de idade. E ela sentiu o desejo de conhecer a Palavra de Deus e poder vivenciar os sacramentos. É tão bonito perceber que ao longo desses 10 anos desde a implantação da catequese com adultos, muitos frutos já foram colhidos, pois a maioria dos nossos paroquianos passou pela catequese e isso facilita o trabalho de evangelização na Paróquia Bom Pastor”. Durante a Santa Missa, Dom Antônio promoveu interação com os fiéis, como incentivá-los a falarem em voz alta a frase que está na frente da Igreja: “Devolvendo ao coração do homem o lugar que é de Deus”.

w PROSTRADOS diáconos assumem o serviço à Igreja

Ponta de Pedras acolhe primeiros diáconos permanentes A Diocese de Ponta de Pedras acolheu dois novos Diáconos Permanentes para o serviço pastoral daquela Igreja particular no início deste mês. Adalberto Gouvêa e Hamilton Ferreira entram para a história da Igreja Católica no Marajó como os primeiros diáconos permanentes. A formação inciada em 2016 foi feita na Escola Diaconal “Dom João Gazza”, da Diocese de Abaetetuba-PA. Hamilton é casado há

25 anos com Rosangela Silva e tem três filhos. Adalberto mantém um matrimônio há 32 anos com Lilian Tavares Gouvea, sendo também pai de três filhos. A celebração eucarística foi no dia 1º de dezembro, e começou às 9h, na Catedral Diocesana Nossa Senhora da Conceição, presidida pelo bispo diocesano, Dom Teodoro Mendes Tavares. Vários sacerdotes da diocese e diáconos vindos de outras

dioceses participaram da celebração. Após a proclamação do Evangelho, os candidatos foram apresentados ao bispo que manifestou sua acolhida e interrogou sobre a dignidade dos candidatos. Após a apresentação, o bispo proferiu a sua homilia, na qual ressaltou a importância do evento para a história da diocese, além de ter refletido sobre as origens do diaconato e sobre a missão dos que recebem o pri-

meiro grau do Sacramento da Ordem, que sintetiza-se no serviço da liturgia, da palavra e da caridade. Após a homilia, o bispo interrogou os candidatos sobre suas disposições para o ministério. Após esse momento, entoou-se a ladainha de todos os santos, através da qual se implorou a intercessão dos santos pelos pré-diáconos. Em seguida, o bispo impôs as mãos e rezou a oração consecratória sobre

os candidatos que, logo depois, foram revestidos com as vestes diaconais. Por fim, foi realizado o rito da entrega do livro dos Evangelhos para os candidatos, simbolizando o compromisso assumido com a pregação da Palavra e com o testemunho do que se prega. Nos ritos que se seguiram, os já diáconos exerceram seus ofícios na liturgia da missa. Ao término da celebração, foram feitos os devidos agradecimentos e lidas as

provisões dos diáconos e a ata da celebração. Os diáconos Hamilton e Adalberto fazem parte da primeira turma de candidatos ao diaconato permanente da Diocese de Ponta de Pedras junto com mais três candidatos de Ponta de Pedras e dois de Muaná. Após a ordenação, o diácono Hamilton foi nomeado coordenador da Cáritas Diocesana, enquanto o diácono Adalberto foi nomeado coordenador da Pastoral Familiar.


Igreja 2º Caderno Monsenhor comemora ordenação presbiteral 4

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Monsenhor Marcelino Gonçalves Ferreira foi ordenado presbítero em 20 de dezembro de 1977

U

ma Santa Missa em Ação de Graç a s m a rc a r á o s 41 anos de ordenação presbiteral do monsenhor Marcelino Gonçalves Ferreira, pároco da Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, no Jurunas, e vigário-geral da Arquidiocese de Belém. Essa celebração eucarística acontecerá quinta-feira, dia 20, na Matriz da Paróquia de Santa Terezinha. Após a celebração, todos serão convidados para a quadra da matriz para as comemorações festivas com direito a bolo e ‘parabéns pra você’, momentos que reunirão os fiéis e pessoas ligadas aos movimentos e pastorais. Para ele a data é motivo de muita alegria. “Nesses 41 anos eu sinto felicidade por ser padre, fazer aquilo que a Igreja tem me pedindo, nisto está a minha alegria. A festa na realidade não é do

FOTO: LUIZ ESTUMANO

padre, é de Jesus Cristo que me chamou para ser padre!”. Segundo Maria Glória Pimentel, coordenadora pastoral, “monsenhor a cada dia motiva muito os fiéis e as suas homilias são de uma riqueza, de uma verdadeira lição de vida”. O bispo auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, parabenizou o Monsenhor. "Além de ser um bom padre, um ex- w ALEGRIA "Nesses 41 anos eu sinto felicidade por ser padre" celente sacerdote, muito experiente na tador espiritual. Que tural de Soure. Em 1962 ordenação presbiteral foi Arquidiocese de Belém, Deus o abençoe, que ele chegou a Belém. Ingres- em 20 de dezembro de um grande amigo, uma continue por muitos e sou no Seminário em 1977 por Dom Alberto pessoa maravilhosa, um muitos anos no seu mi- 04 de março de 1972. Gaudêncio Ramos, em exemplo de humildade, nistério sacerdotal e na Foi instituído leitor em Castanhal, escolheu o de sabedoria, de dedica- Arquidiocese de Belém. 18 de maio de 1975 por lema “Que todos sejam ção e de amor a Igreja. Fico muito feliz por ele, Dom Alberto Gaudên- um” (Jo. 17, 21). Dos trabalhos PastoParabenizo, pela nossa que Deus o abençoe na cio Ramos, acólito em 28 de maio de 1975 por rais realizados estão: viamizade, por ser o padre sua missão”. Dom Alano Pena, orde- gário paroquial em Casque ele é, exemplo para HISTÓRICO nado diácono em 07 de tanhal, em 1978; reitor os demais sacerdotes, novembro de 1976, por do Seminário São Pio Monsenhor Marcelino sempre bom conselheiro, bom amigo, bom orien- Gonçalves Ferreira é na- Dom Tadeu Prost. Sua X de janeiro de 1979 a

dezembro de 1988; pároco da Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro do Jurunas, cuja posse foi no dia 02 de janeiro de 1989, onde permanece até hoje; secretário da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - Regional Norte II, 1989 a 1990; tomou posse como vigário geral da Arquidiocese de Belém no dia 27 de janeiro de 1995, quando recebeu o título de monsenhor, depois confirmado pelo Papa Bento XVI. Acompanha o Movimento das Equipes de Nossa Senhora desde o ano de 1979. Atualmente acompanha equipes 2A – Nossa Senhora do Rosário, 3A – Nossa Senhora da Glória e 2C – Nossa Senhora Aparecida. É vice presidente da Fundação Nazaré de Comunicação.

Fundação Nazaré recebe visita de padre do Instituto do Verbo Encarnado O sacerdote Fábio de Sousa Rodrigues, do Instituto do Verbo Encarnado, de São Paulo (SP), visitou segunda-feira, 3, as instalações da Fundação Nazaré de Comunicação, acompanhado do padre João Paulo Dantas, Vigário da Catedral Metropolitana. Padre Fábio esteve em Belém para ministrar curso durante o retiro do Advento promovido pela Sé nos dias 1º e 2 de dezembro. Esta foi a primeira vez de sua estada em Belém. Segundo nos informou, espera retornar à capital num período mais festivo, como o do Círio de Nazaré. Em sua participação no retiro, padre Fábio abordou para as 60 pessoas presentes os exercícios espirituais de Santo Inácio de Loyola como forma de preparação ao período considerado pela Igreja dedicado à meditação e

compreensão da vinda do Senhor e do seu retorno: “Um momento de partilha, meditação e silêncio, no qual os leigos puderam refletir sobre a vinda de nosso Senhor. De certo modo apliquei nele os exercícios espirituais de Santo Inácio de Loyola. Esses exercícios, como diz o santo, são muito úteis para nos desapegarmos dos afetos desordenados e orientar a nossa vida em direção a Deus. Momento muito especial esse retiro: com a ajuda dos textos de Santo Inácio, mostrei aos participantes esse caminho que devemos traçar para chegar à santidade. O tempo do Advento é um tempo forte como é chamado dentro da igreja, em que ela, como mãe, deseja que seus filhos preparem-se bem nessas quatro semanas para a vinda de Cristo,

YOUCAT

O

Jornal Voz de Nazaré segue os estudos sobre o YOUCAT Catecismo da Igreja Católica, escrito para JOVENS que querem saber em q ue acredit am. Este projeto iniciouse por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

w PE. FÁBIO na redação do Jornal Voz de Nazaré

fato histórico acontecido há 2 mil anos atrás. Além disso, ao mesmo tempo, a Igreja quer que nos preparemos para a segunda vinda de Cristo, a quando do juízo final”.

A espiritualidade dos santos exercícios de Santo Inácio de Loyola faz parte do Instituto do qual padre Fábio é integrante. Instituto que tem como carisma a evangelização da cul-

tura ou inculturação do Evangelho, pelo qual os seus membros comprometem todas as suas forças para prolongar a Encarnação em todo homem e em todas as manifestações do homem

e buscam trabalhar em suma docilidade ao Espírito Santo e dentro da figura de Maria, a fim de conduzir para Jesus Cristo tudo o que é autenticamente humano, inclusive nas situações mais difíceis e nas condições mais adversas. No dia seguinte ao término do retiro, o sacerdote aproveitou para conhecer mais a capital no breve momento antes do seu retorno. Segundo ele, a oportunidade foi proveitosa: “Estou gostando muito. No dia de hoje aproveitei e conheci a Basílica, fiz de carro um pouco do percurso do Círio. Nas imagens e nas igrejas desta cidade, vê-se que a devoção mariana aqui é fortíssima. Vim conhecer também essa grande instituição que é a Fundação Nazaré de Comunicação”.

TERCEIRA PARTE

A VIDA EM CRISTO SEGUNDA SEÇÃO: OS DEZ MANDAMENTOS SEGUNDO CAPÍTULO

Ama o teu próximo como a ti mesmo que motivo a Igreja -È permitida a eutanásia? 381-éPor contra a pena de morte? 382 A Igreja empenha-se contra a pena de morte porque ela “é tão cruel como desnecessária” (João Paulo II, St. Louis, 27/01/1999). [2226-2267]

Provocar a morte ativamente atenta sempre contra o mandamento “Não matarás!” (Ex. 20:13). Pelo contrário, assistir a uma pessoa no processo de morte constitui mesmo um mandamento humano. [2278-2279]


Arquidiocese 5 "Vozes de Cristo Rei" em apresentações BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

"

2º Caderno

Coral da Paróquia Cristo Rei, da Guanabara, participa de vários eventos neste mês de dezembro

C

om o tema “Jesus, nosso Natal” o Coral Voz de Cristo Rei, da Paróquia Cristo Rei, situada no bairro da Guanabara, Ananindeua, realiza duas apresentações gratuitas ao público neste final de semana, 15 e 16, dentro da programação Cantata Natalina 2018, promovida há cinco anos, na Igreja Matriz e na Basílica Santuário de Nazaré. O coral, criado em 2013, iniciou com o objetivo de evangelizar através da música, além de proporcionar a iniciação musical lírica sacra com as crianças da paróquia e, assim, incentivando cada vez mais a participação delas nas atividades da igreja. “Há cinco anos o coral iniciou com a proposta de incentivarmos a participação das crianças na igreja através das apresentações do coral. Como também de realizarmos, através desse

movimento, uma evangelização não só para as crianças como para os seus familiares. Foram realizadas formações de canto coral, que até hoje continuam”, ressaltou a regente responsável pelo coral, Márcia Holanda, com formação técnica canto coral. Com crianças com faixa etária a partir dos três anos, o coral também alcança os mais velhos. “Apesar de ser um coral com maior número de crianças, temos também o coral adulto que paralelo ao das crianças também são trazidos à proposta, unindo crianças, adolescentes, jovens e adultos”, disse a regente. Além das apresentações de final de ano, o coral realiza apresentações durante o ano inteiro, principalmente em festas litúrgicas e no serviço das celebrações eucarísticas. No segundo semestre tem início a preparação com ensaios para os

eventos natalinos. Nos ensaios, de acordo com a responsável, as crianças reagem sempre com grandes expectati-

vas e a alegria habitual delas: “Ficam empenhadas, pois elas se apresentam sempre com recursos de mão dentre ou-

tras coisas isso traz nas músicas delas um toque lúdico de brincadeira e alegria. A evangelização é sempre uma preocu-

pação nossa, dá-se nos momentos de oração, reflexão das letras das canções que falam sobre as histórias bíblicas.” A s a p re s e n t a ç õ e s acontecerão no dia 15, às 19h, na Matriz de Cristo Rei, situada na Rua Liberdade, Guanabara, em Ananindeua e no domingo, 16, o grupo apresenta-se às 19h, na concha acústica da Praça Santuário, em frente à Basílica de Nazaré. Para a regente, as expectativas são as maiores: “Movimentar um número considerável de pessoas para que essas possam ouvir a mensagem que gostaríamos de passar, sobre o verdadeiro Natal. Que é nosso Senhor! E assim confortar de alguma forma os corações, levar uma mensagem de amor aqueles que estão passando por momentos difíceis dentre tantas coisas que um movimento como esse pode ofertar.”

Faculdade Católica divulga os aprovados no Vestibular 2019

A

Faculdade Católica de Belém divulgou na segunda-feira, 10, os nomes dos aprovados no processo seletivo geral que oferta 250 vagas divididas entre os cursos de bacharelado em Filosofia e em Teologia. Os aprovados têm até a próxima sexta-feira, 21 para se matricular devendo portar os documentos necessários descritos no edital. Este é o terceiro ano que a Faculdade Católica promove seu processo seletivo desde que adquiriu a personalidade de instituição de ensino superior concedida pelo Ministério da Educação, em 2016. As provas, realizadas nos dias 1 e 2 deste mês, foram realizadas na

sede da instituição com prova de conhecimentos gerais e uma redação. Os nomes dos aprovados podem ser conferidos acessando o site da instituição: www.facbel.edu. br/vestibular-2019-01/. Os aprovados têm até o dia 21 de dezembro para efetuar a matrícula para, no dia 4 de fevereiro de 2019, iniciar os estudos com a abertura do ano acadêmico. Após as inscrições será realizado mais um processo seletivo e um vestibulinho para ocupar as vagas remanescentes. Neste de agora é necessário que os admitidos, 65 em Filosofia e 6 em Teologia, portem os seguintes documentos e suas fotocópias: Cartei-

ra de Identidade; CPF; Título de Eleitor; Certificado de Alistamento Militar (Reservista) para os candidatos de sexo masculino; Certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente; Histórico Escolar do ensino médio ou equivalente; comprovante de residência e duas fotos 3x4 atuais. Além disso, é necessário também o comprovante de quitação da primeira parcela da semestralidade. As matrículas são presenciais devendo os interessados se dirigir até a sede da Faculdade, localizada na BR 316, KM 6, Águas Lindas, em Ananindeua, no horário de 8h às 12h e de 14h às 17h. Para Maria do Socorro

LUIZ ESTUMANO

w ESTE ANO é o terceiro que a Faculdade Católica promove o vestibular

de Almeida Sousa, coordenadora pedagógica e da comissão do processo seletivo, realizar mais um vestibular é interessante pelo fato da instituição formar, em pouco tempo, a primeira turma de filosofia já como instituição credenciada junto ao MEC: “Para nós do corpo docente é muito gratificante esse crescimento da faculdade. Junto com os seminaristas que estudam para formar-se sacerdotes há uma mo-

vimentação, tímida ainda, de leigos que buscam formação superior. É de grande alegria fazer parte dessa caminhada para a formação.” VAGAS REMANESCENTES

Após o final das matrículas dos admitidos neste processo seletivo a Faculdade Católica irá realizar um novo para ocupar as vagas remanescentes, marcado para os dias 16 e 17 de janeiro de 2019, constando de

prova objetiva e redação. A instituição emitirá um novo edital para informar o período e formas de inscrição e o período de provas, além do conteúdo programático. E, ainda após este, será aberto o vestibulinho, de 28 a 29 de janeiro de 2019, para aqueles que interessados em trocar de curso, é apenas realizada a análise documental. Maiores informações: (91) 3255-2324 ou contato@catolicadebelem.com.br.

Missa Natalina no Abacatal A Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, localizada no bairro Anita Gerosa, em Ananindeua/ PA, realiza uma intensa programação de celebração do nascimento do Menino Jesus. No dia 24 de dezembro, haverá

a Missa do Galo, a partir das 19h30. Ao final da celebração, serão entregues enxovais para as gestantes atendidas nos projetos sociais da paróquia. No dia 25 de dezembro, também haverá a Santa Missa para os qui-

lombolas a partir das 10h, na Comunidade Sagrado Coração de Jesus, localizada na Comunidade do Abacatal. E à noite, às 19h, haverá a Santa Missa na paróquia. Participe! Mais informações: (91) 3255-3828.


6

Panorama

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

2º Caderno

Sistema de Segurança Pública do Estado divulga Operação Boas Festas

Programação contará com 6,6 mil policiais militares que reforçarão o policiamento ordinário

C

om informações da assessoria. Coordenada pela Polícia Militar do Pará e integrada aos órgãos do Sistema de Segurança Pública estadual, a Operação Boas Festas, lançada no sábado, 8, na Praça da Bandeira, contará com 6,6 mil policiais militares que reforçarão o policiamento ordinário na capital, área metropolitana e demais regiões paraenses até o dia 1º de janeiro de 2019. Na capital, o trabalho da PM contará com 4.435 militares. Já em Ananindeua e Marituba, a população contará com aproximadamente 1.250 militares, sendo 400 em reforço ao policiamento ordinário. A operação foi lançada em Belém e paralelamente na área metropolitana e cidades das demais regiões do Estado. O coronel Hilton Benigno, comandante geral da PMPA, durante o lançamento oficial da

operação, afirmou que a operação reforçará o policiamento nas áreas comerciais, bancárias, nos grandes corredores de tráfego e nos pontos turísticos dos municípios paraenses. O objetivo é conter os delitos oportunos em função do aquecimento do comércio e devido às festas de final de ano. Representando a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, o coronel PM André Cunha reforçou os objetivos da Operação. “A operação se destina à intensificação do policiamento ostensivo nas principais áreas comerciais para onde a população se dirige para as compras natalinas. Esse mesmo modelo que foi feito aqui em Belém, foi desenvolvido nas cidades de Marabá, Altamira, Abaetetuba, Santarém e Ananindeua, por exemplo, com essa mesma característica. A união de esforços das forças

FOTOS: DIVULGAÇÃO

trabalho de policiamento, sendo 400 em reforço diário nas duas cidades. REGIÃO METROPOLITANA

w OPERAÇÃO foi lançada na Praça da Bandeira na última semana

estaduais e municipais para intensificação da presença de policiamento nesses locais. Vamos entrar também com a fiscalização da polícia administrativa, por parte da Polícia Civil, principalmente em estabelecimentos de diversão noturna em relação a som e documentação de funcionamento”, disse. Também presente no

lançamento, Joy Colares, presidente do Clube de Diretores Lojistas de Belém, destacou a importância da operação. “Sabemos a importância desse trabalho integrado e estaremos presentes para prevenir possíveis ações delituosas nas áreas comerciais da capital. Estamos aqui para colaborar para o bom resultado das ações das Boas

Festas”, disse. Somente na área comercial de Belém que envolve, sobretudo, os bairros da Campina e do Comércio, cobertas pelo trabalho de militares do 2º BPM, serão 240 PMs a mais, somados aos 500 já atuantes na área daquele batalhão. Em Ananindeua e Marituba, a população contará com 1.250 militares no

Em Ananindeua, a Operação Boas Festas foi lançada na Praça Matriz. O ato foi coordenado pelo Comando de Policiamento Regional Metropolitano (CPRM), Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRV), Polícia Civil, Guarda Municipal de Ananindeua e Secretaria Municipal de Trânsito de Ananindeua (Semutran). A partir de agora, Ananindeua, Marituba e Benevides terão 400 policiais atuando diariamente nas ruas, tendo como foco, de acordo com o comandante da operação, coronel Carlos Dantas, os centros comerciais e as áreas bancárias, onde a prática de roubo aumenta nesse período do ano. O policiamento contará com o apoio da Guarda Municipal e Semutran.

Inicia pré-matrícula para o ano letivo de 2019 da rede municipal Desde o dia 10, segunda-feira, está disponível a pré-matrícula para o ano letivo de 2019, realizado pela Prefeitura de Belém, por meio da sua secretaria de educação. Os responsáveis dos novos alunos que buscam ingressar na rede municipal podem utilizar o serviço de pré-matrícula online, que reserva a vaga automaticamente, de acordo com a oferta e considerando o turno e série. Na primeira semana, de 10 a 17 de dezembro, serão pré-matriculados os alunos da educação infantil. Na semana seguinte, do dia 18 ao dia 21, é a vez do ensino fundamental ciclado, ou seja, o que compreende do 1º ao 9º ano. O ensino fundamental da Educação de Jovens e Adultos (EJA) terá a prématrícula realizada entre os dias 26 de dezembro e 15 de janeiro de 2019. A pré-matrícula online foi pensada para atender aos alunos novos, que podem ser transferidos da rede de ensino federal, estadual, particular, também aqueles que nunca estudaram ou desistentes de anos anteriores. Para a confirmação da matrícula, os pais

ou responsáveis pelos alunos devem comparecer à escola na qual fez a inscrição, de 26 a 28 de dezembro, munidos dos seguintes documentos: cópia do registro de nascimento ou carteira de identidade, cópia do comprovante de residência, ressalva ou histórico escolar, exceto para os alunos da educação infantil e os que nunca frequentaram uma escola, cartão do NIS, cópia do CPF para os alunos que já possuam o documento e os maiores de 18 anos, cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS), carteira de vacinação para crianças da educação infantil, laudo médico para alunos com deficiência, caso possua, e para alunos inscritos no Programa Bolsa Família, o responsável deverá apresentar o cartão do responsável pelo aluno beneficiário e/ou folha resumo cadastro único. As cópias devem ser simples e legíveis, devendo ser apresentado o documento original para conferência. O período de comparecimento à unidade para os alunos da categoria EJA será estendido até o final da pré-matrícula, no dia 15 de janeiro de 2019.

w ESCOLAS estaduais e municipais iniciaram o processo de matrículas para o próximo ano

Rede estadual também inicia matrículas para o próximo ano Com informações agência Pará. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) já está preparada para atender as demandas de matrículas para o ano que vem. Desde a terça-feira, dia 18, até o dia 11/01/2019, ocorre o prazo da pré-matrícula de alunos novos com deficiência e demais alunos. Atualmente a secretaria atende a mais de 600 mil alunos em cerca de 1.000 escolas de todos os 144 municípios do Pará. Uma agenda foi previamente acertada para o período de matrícula. Entre os dias 14/01/2019 a 08/02/19, será feita a confirmação de matrícula dos alunos novos que fizeram a pré-matrícula. De 14/01/2019 à 21/01/19

será feita a confirmação da matrícula dos alunos novos, com deficiência e, em seguida, é a vez dos demais novos alunos fazerem a confirmação da matrícula, no período de 22/01/2019 à 29/01/19. Devem fazer a confirmação os alunos do 1º ao 9º Ano do Ensino Fundamental (EF) 09 anos; das turmas multisseriadas anos iniciais do EF I 9 anos; da 1ª a 4ª Etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental, Saberes da Terra - Fundamental, Some Fundamental, Mundiar Fundamental, Educação Infantil Indígena - Creche e Pré-Escola, Educação Indígena Ensino Fundamental I e II 9 anos, e 1ª a 4ª Etapa da EJA Funda-

mental Indígena. No período de 30/01/19 à 08/02/19, chega a vez da confirmação de matrícula dos demais alunos novos do Ensino Médio Regular (1º ao 3º ano); 1ª e 2ª Etapas da EJA Médio, SEI, Some Médio, Ensino Médio EJA Campo, Mundiar Médio, Educação Indígena Ensino Médio. De 14/01 à 22/02/19, acontecerá a rematrícula dos alunos da rede e os processos de transferência interna. Por fim, no período de 14/02/19 à 04/03/19 ocorre a chamada enturmação dos alunos e movimentação entre turmas. O fechamento definitivo do sistema da Seduc será a partir do dia 04/03/19. São informações ne-

cessárias para a pré-matrícula quatro documentos: nome completo, data de nascimento, nome da mãe e endereço completo e CEP. Todos esses dados serão solicitados pelo atendente da central no 0800 280 0078, de segunda à sexta, das 8h às 18h e, no site www.seduc. pa.gov.br, basta seguir os passos do formulário a ser preenchido. A confirmação de matrícula será realizada in loco na escola escolhida pelo usuário no ato da pré-matrícula. Os alunos com deficiência deverão apresentar, na confirmação de matrícula, documento comprobatório da deficiência ou outro documento de acompanhamento dessa deficiência.


2º Caderno

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Arquidiocese

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

w HOMENAGENS como a das crianças emocionaram o Bispo

Dom Flávio Giovenale despede-se de Santarém O bispo segue para Cruzeiro do Sul, Acre onde tomará posse no domingo, 16

C

om informações da CNBB Norte 2 - Dom Flávio Giovenale despediu-se no dia 11 de Santarém, diocese que pastoreou nos últimos seis anos. Logo no início daquela tarde, o bispo viajou para Cruzeiro do Sul, no Acre. Os primeiros dias na nova missão devem ser marcados por encontros e reuniões preparatórias à Missa de Posse que ocorrerá no próximo domingo, 16. Em 8 de dezembro de 1997, Dom Flávio foi ordenado bispo após sua nomeação para a Diocese de Abaetetuba

onde ficou até dezembro de 2012. Em 15 de dezembro de 2012, o bispo assumiu a Diocese de Santarém sucedendo a Dom Esmeraldo Barreto de Farias. O bispo salesiano confessou, em entrevista exclusiva ao site da CNBB Norte 2 que “o coração está com um misto de sentimentos, ansioso pela nova missão e, por outro lado, sentindo a saudade destes anos bonitos vividos com intensidade em Santarém”. Dom Flávio assinala que a maior recordação a ser levada para vida toda é a experiência de amor

que recebeu na Diocese de Santarém. “Tive certeza do amor desse povo, fui muito amado. Essa experiência de amor e crescimento é o que eu levo. Foram seis anos de um bonito trabalho, criação de dez paróquias, renovação da catequese, de carinho dos idosos e das crianças e muitos momentos felizes”, afirmou. Despedidas – A Missa de Envio do bispo para Diocese de Cruzeiro do Sul foi celebrada no domingo, dia 9, na Catedral de Nossa Senhora da Conceição. A celebração também foi a última dentro dos festejos

7

w ORAÇÃO diocese reza pela nova missão de Dom Flávio

da padroeira da cidade e diocese de Santarém. Ao fim da Missa, crianças o homenagearam. Segunda-feira, 10, marcou o fim dos trabalhos de Dom Flávio na Cúria Diocesana de Santarém. Foi o último expediente dele e ali o bispo recebeu homenagens de todos os funcionários que integram a Cúria, do Sistema Diocesano de Comunicação, do Centro Diocesano de Pastoral e de outros departamentos da diocese. Foram momentos de leitura de mensagens e também oração. Com mãos es-

tendidas sobre o bispo, os funcionários rezaram e pediram a Deus que abençoe Dom Flávio na nova missão. Em Cruzeiro do Sul, no Acre, Dom Flávio chegou no início da madrugada de quartafeira, 12. Acompanhado de seu antecessor, Dom Mosé João Pontelo, Dom Flávio deve conhecer as prioridades da Diocese nesses primeiros dias de trabalho e também organizar com a equipe litúrgica local a celebração eucarística de posse que será no domingo, 16, às 18h no horário oficial DIVULGAÇÃO

w DOM FLÁVIO "Tive certeza do amor desse povo, fui muito amado".

do Acre (21h no horário de Brasília). A celebração onde Dom Moselo passará o báculo a Dom Flávio será na Catedral Nossa Senhora da Glória, centro da cidade. “Não conheço nada no Acre, nunca trabalhei e nem estive lá. Vou com a disposição de conhecer e amar, assumir as prioridades da diocese e levá-las pra frente”, finalizou o salesiano. A saída de Dom Flávio da Diocese de Santarém marca também sua saída do Regional Norte 2 da CNBB. A serviço do regional nortista, Dom Flávio foi referencial em trabalhos nas Pastorais da Criança, do Menor, bem como da Cáritas Brasileira. Em Abaetetuba ou Santarém, Dom Flávio sempre foi conhecido pela alegria do serviço e por seu amor incondicional para com as crianças e idosos. Expressando gratidão, amizade e comunhão, o presidente regional da CNBB e Bispo de Óbidos, Dom Bernardo Bahlmann deve participar da celebração do próximo domingo. O Bispo de Cametá, Dom José Altevir da Silva, também estará presente. Ele é o primeiro padre nativo da região.

Dom Fernando Panico visita Fundação Nazaré de Comunicação Na terça-feira, 11, Dom Fernando Panico, bispo emérito do Crato (CE) esteve na sede da Fundação Nazaré de Comunicação (FNC) para conhecer as instalações e o funcionamento dos veículos de comunicação. O bispo emérito encontra-se em Belém desde a semana passada para participar das comemorações jubilares do cônego Sebastião Fialho, assessor eclesiástico da FNC. No final de semana, Dom Fernando participou da celebração eucarística em Igarapé–Açu, cidade natal do Côn. Fialho, presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano. Dom Fernando era o bispo titular de São Luís, no Maranhão, na época

que Cônego Sebastião entrou no seminário. Já na visita, acompanhada por Marcos Valério, coordenador da TV Nazaré e pelo cônego Roberto Cavalli Jr., Diretor Geral da Fundação Nazaré, o Bispo afirmou que estava maravilhado com toda a estrutura mantida pela Arquidiocese de Belém: “A igreja muito estimula o trabalho da comunicação para servir como suporte de evangelização do povo para ser maior orientada para prática do bem, da justiça. Parabenizo a Fundação Nazaré nas suas diversas esferas: Jornal, TV, Rádio, e Portal. Parabenizo também Dom Alberto Taveira por sua coragem. E apelo também àqueles da Família Nazaré que

LUIZ ESTUMANO

w DOM FERNANDO junto ao côn. Roberto e Marcos Valério

são tocados para cultivar essa bela obra.” Dom Fernando foi o responsável pela rea-

bertura do processo de reabilitação do Padre Cícero, tendo sido, desde então, o principal defen-

sor do religioso cearense: “nos últimos anos acompanhei esse processo que no início tinha o no-

me de reabilitação e foi introduzido a pedido do cardeal Joseph Ratzinger que posteriormente veio a se tornar papa. Padre Cícero viveu uma situação eclesial histórica um tanto conturbada, incompreendido e até injustiçado pelas próprias autoridades da igreja, sofreu, mas na humildade, nunca desobedeceu. O processo quando veio de Roma mudou de nome e agora, o Papa Francisco achou por melhor mudar o nome para reconciliação e, depois de muito tempo, veio uma resposta que abre uma porta esperançosa para o futuro do Padre Cícero. Talvez eu não veja, mas espero que um dia ele seja reconhecido por sua santidade nos altares.”


8

E

Em Nazaré

m preparação para o Círio 2019 a Arquidiocese de Belém, juntamente com os padres Barnabitas, realizaram a posse dos novos integrantes que deverão trabalhar nos preparativos e na execução da 227ª edição do Círio de Nazaré. A programação teve início com uma missa presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa e concelebrada pelo Reitor da Basílica Santuário e presidente da Diretoria da Festa, padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves. Em sua homilia, Dom Alberto citou um trecho da consagração a Nossa Senhora de Nazaré e destacou que esta oração deve nortear os trabalhos desenvolvidos por todos. “Doce Senhora de Nazaré, a ti consagro agora as minhas aspirações, meus projetos, meus sonhos, minha missão, minhas realizações, tudo o que tenho e tudo o que sou”.

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

2º Caderno

Círio 2019: empossada nova Diretoria da Festa de Nazaré

Nomeação dos novos diretores e realocar casais nas equipes da Diretoria da Festa de Nazaré Logo após a celebração aconteceu na Casa de Plácido a cerimônia oficial para nomear os novos diretores e realocar os casais nas equipes que compõem a Diretoria da Festa de Nazaré. Da mesa de abertura, fizeram parte Dom Alberto, presidente da Diretoria da Festa de Nazaré e reitor da Basílica Santuário, padre barnabita Luiz Carlos Nunes Gonçalves e coordenador da Guarda de Nazaré, Guilherme Azevedo. Durante o pronunciamento, Dom Alberto ressaltou que “organizar o Círio é humanamente impossível, dizemos entre nós que é um milagre”, disse.

DIRETORIA DE ARRAIAL E ARRECADAÇÃO Diretor Responsável: Roberto Mauro Santos de Souza Diretores Membros: Alexandre Albuquerque Chaves Arnaldo da Silva Pinheiro José Roberto Pereira Damasceno Ronaldo Luiz Gonzaga Martins

DIRETORIAS EXECUTIVAS Diretoria Administrativo-Financeira Diretor Coordenador: Claudio Tobias Acatauassu Nunes Diretor Secretário: Antônio Flavio Pereira Américo Diretor Assessor Jurídico: Sérgio Oliva Reis Diretor Financeiro: Humberto Catunda de Moura Filho

DIRETORIA DE DECORAÇÃO Diretor Responsável: Pedro AntonioMufarrej Hage Diretores Membros: Emanoel Conceição Resque Oliveira João Roberto Barros da Silva

DIRETORES BENEMÉRITOS Antônio César Azevedo Neves Arnaldo Silva Pinheiro Augusto Cezar Almeida Vasconcelos Gleidson Dias de Figueiredo Oswaldo Diniz Mendes

ALINE ANDRADE

w NO TOTAL 33 casais integram as diretorias do Círio, entre elas as de procissão e evangelização CONFIRA AS MUDANÇAS

O casal Ronaldo e Juliana Martins são o novo integrante da Diretoria da Festa de Nazaré. Como parte do protoco-

lo oficial da cerimônia, o casal coordenador entregou um broche simbólico ao novo casal integrante. O D i re t o r O t á v i o Bahia de Rezende fará

parte da equipe da Diretoria de Procissões. Em 2018, integrou a Diretoria de Eventos. Os diretores Rodolfo Telles Kalume e Franco Marcial Gomes Barreto

farão parte da equipe da Diretoria de Eventos. Ano passado, eram integrantes da Diretoria de Eventos e Diretoria de Patrimônio, respectivamente.

NOVA COMPOSIÇÃO DA DIRETORIA DA FESTA Conselho Consultivo Presidente: Dom Alberto Taveira Corrêa Presidente da Diretoria da Festa: Pe. Luiz Carlos Nunes Gonçalves Provincial Barnabita: Pe. José Ramos das Mercês Pároco de Nazaré : Pe. Giovanni Incampo Diretor Coordenador Círio 2018: Claudio Tobias Acatauassu Nunes Diretor Coordenador Círio 2016/2017: Roberto Mauro Santos de Souza Diretor Secretário 2019: Antônio Flávio Pereira Américo

DIRETORIA DE ENGENHARIA E PATRIMÔNIO Diretor Responsável: Augusto Cezar Almeida Vasconcelos Diretores Membros: Antônio Massoud Salame Rodrigo da Silva Cardoso Ronaldo Pinheiro de Souza

DIRETORIA DE PROCISSÕES

DIRETORIA DE EVENTOS Diretor Responsável: Albano Henriques Martins Junior Diretores Membros: Franco Marcial Gomes Barreto Renato Rodrigues Correa Rodolfo Telles Kalume

DIRETORIA DE EVANGELIZAÇÃO

Diretor Responsável: Antônio Luís Ferro de Souza Diretores Membros: Jorge Otávio Bahia de Rezende Mário José Tuma Junior Thiago Luís Silva de Menezes

Diretor Responsável: Jorge Xerfan Neto Diretores Membros: Carlos Sérgio Fernandes da Silva Cássio Caldato Emilio de Angelis Vallinoto Maurício de Bittar de Mesquita Roberto de Oliveira Corrrea

DIRETORIA DE MARKETING

DIRETORIA COLEGIADA

Diretor Responsável: Oswaldo Diniz Mendes Diretor Membro: Antônio César Azevedo Neves

Diretor Presidente: Pe. Luiz Carlos Nunes Gonçalves Diretor Coordenador: Claudio Tobias Acatauassu Nunes

Primeiro Apoiador Oficial do Círio 2019

O

primeiro contrato de Apoiador Oficial para o Círio 2019 é da empresa Transcidade Serviços Ambientais (Cidade Limpa). A parceria foi firmada na segunda-feira, 10 entre o diretor secretário da Diretoria da Festa de Nazaré (DFN), Flávio Américo e, Eduardo Vasconcelos, representante da empresa. Para que o Círio e toda sua programação sejam realizados, a DFN conta com a colaboração de parceiros de diver-

sos segmentos. A participação de empresas e profissionais liberais nos projetos de Apoiador ou Patrocinador Oficial possibilita a educação de centenas de crianças e a realização de ações de evangelização que atingem milhões de pessoas no Brasil. Sem dúvida, são profissionais e instituições que fazem a diferença. O Secretário, Flávio Américo destaca: “Tornar-se um Patrocinador ou Apoiador do Círio de Nazaré é também firmar parceria com

todas as atividades mantidas pelas Obras Sociais da Paróquia de Nazaré, além de promover a recuperação, manutenção e melhoria da Basílica Santuário”. Para fazer parte do time de Apoiadores e Patrocinadores Oficiais, basta entrar em contato com o a Diretoria da Festa de Nazaré pelo telefone (91) 4009-8417 ou através do e-mail secretaria@ciriodenazare.com.br ou, ainda, na própria sede da Diretoria, no Centro Social de Nazaré.


2º Caderno

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018 ALINE ANDRADE

Em Nazaré 9 Casamento comunitário Preparação dos casais vem desde início do ano

P

elo 12º ano consecutivo a Paróquia de Nazaré, através de sua Pastoral Familiar, realizou no sábado, 08, o Casamento Comunitário. Com o tema “Jesus, Sal e Luz em nossa família” 74 casais receberam o sacramento do matrimônio. A celebração foi presidida pelo pároco de Nazaré e diretor espiritual da

w CERIMÔNIA 74 casais receberam o sacramento do matrimônio

Pastoral Familiar, padre Giovanni Maria Incampo, e concelebrada pelos padres barnabitas José Maria Ramos e Francisco Maria Saraiva. Durante a homilia, padre Giovanni parabenizou os noivos pela decisão e destacou que o casal deve caminhar junto, tendo como exemplo a Sagrada Família. “Nos dias em

que vivemos devemos incentivar os casais a receber a benção do matrimônio, colocando assim Jesus em sua relação, um incentivando o outro nos caminhos da Igreja. Tenham como exemplo a Sagrada Família, postura de pessoas que se amam, se respeitam e se veneram, trata-se de uma família onde reina o amor”. ALINE ANDRADE

Primeira Eucaristia na Comunidade SAMZ No segundo domingo do Advento, dia 09, 23 crianças receberam o Sacramento da 1ª Eucaristia, na Santa Missa realizada na Comunidade Santo Antônio Maria Zaccaria, pertencente à Paróquia de Nazaré. A celebração foi presidida

pelo pároco de Nazaré, padre Giovanni Maria Incampo. O sacerdote explicou aos pequenos e aos pais a importância da comunhão para os cristãos e que esta não tenha sido a última vez que assim o fizeram. “Comungar

é crescer acompanhado de Jesus. Que os pais estimulem seus filhos a alimentarem-se, sempre, do Corpo de Cristo. Dessa forma, tudo valerá a pena: Nascer cristão, receber os sacramentos, os sacrifícios que fizeram durante a vida etc”, explicou. YÊDA SOUSA

w CONFRATERNIZAÇÃO idosos em meio aos festejos de final de ano

Confraternização do Grupo de Idosos O Núcleo de Projetos Sociais da Paróquia de Nazaré (NUPS) promoveu na última semana a confraternização de Natal para o Grupo de Idosos. A programação aconteceu na Casa de Plácido, no Centro So-

cial de Nazaré. Durante o ano inteiro o Grupo de Idosos de Nazaré participou de diversas ações inclusivas realizadas pelo NUPS com o objetivo de promover qualidade de vida aos idosos. A confrater-

nização de final de ano contou com apresentações teatrais além da apresentação do coral da Adepará. As reuniões do Grupo de Idosos da Paróquia de Nazaré devem retornar no dia 08 de janeiro de 2019.

Encerramento do Ano Letivo

w CRIANÇAS aprendem desde cedo a importância da Eucaristia

Os pequenos atendidos pela Creche Sorena, uma das instituições mantidas pelas Obras Sociais da Paróquia de Nazaré (OSPAN), aprendem desde cedo o verdadeiro sentido do Natal. Na sexta-feira, 07, os pais e responsáveis participaram da festa de encerramento do Ano Letivo que foi

celebrada em concomitância à Festa de Natal. As turmas do Maternal I e II, e Jardim I e II realizaram uma apresentação artística em homenagem ao nascimento do menino Jesus. A creche atende 120 crianças, em tempo integral, que recebem acompanhamento psicopedagógico, odon-

tológico e recreativo, além de adquirirem conhecimentos acerca da Palavra de Deus a partir das aulas de religião e catequese. A Sorena é mantida sob a direção dos padres barnabitas e a coordenação das Irmãs Missionárias de Santa Teresinha: Ir. Celeste, Ir. Maria de Lourdes e Ir. Ana.


Arquidiocese 2º Caderno Novas comunidades na Terra Firme 10

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Mobilização resultante de visita pastoral de Dom Antônio à Paróquia Santa Maria de Belém

O

B i s p o Au x i l i a r de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, esteve reunido na terça-feira, 11, com representantes das pastorais, movimentos e diversos grupos da Paróquia de Santa Maria de Belém, localizada na Terra Firme, com objetivo de iniciar o processo de criação de futuras comunidades no entorno da matriz, localizada na Passagem Castanheira, 12, entre a Rua Universal. A reunião é fruto da visita pastoral realizada por Dom Antônio na Paróquia no mês de novembro deste ano. Diante da realidade e da extensão territorial foi observado a necessidade da implantação de futuras comunidades; atualmente a paróquia possui

FOTOS: DIVULGAÇÃO

w GRUPO que visitou a comunidade com Dom Antônio

três comunidades, sendo elas São Francisco de Assis, Sagrado Coração de Jesus e São Guido. Do encontro com Dom Antônio participaram representantes dos movimentos e pastarias, destacando-se Terço dos Homens, Pastoral Familiar, Legião de Maria, Di-

vina Misericórdia, Cursilhos de Cristandade, Apostolado da Oração, Movimento Eucarístico Jovem (MEJ) e Pastoral do Menor; participaram ainda representantes das três comunidades e dos padres Romeu Catan e Vitório, respectivamente, pároco e vi-

w PARÓQUIA da Terra Firme deve contar com nova área

gário da matriz. Dom Antônio, deixou em relevo pontos que devem ser seguidos pelos missionários, por exemplo, a presença de novos evangelizadores numa determinada área geográfica deve promover uma forte ação missionária; a animação

missionária deve considerar a necessidade da aquisição de um terreno; cada grupo deverá fazer um planejamento pastoral das atividades naquela área e promover as atividades que forem possíveis. Para a concretização dessas ações é necessá-

rio o mapeamento dos territórios em comunidades católicas, definição de seis novas áreas para a evangelização visando a criação de futuras comunidades. A próxima reunião ocorre dia 27, às 14h, novamente com a presença de Dom Antônio.

Evangelização no Terceiro Milênio Maria Elisa Bessa de Castro

D

Salve Maria Imaculada! (parte 2)

ando continuidade ao nosso itinerário sobre a Conceição Imaculada da Santíssima Virgem, percorreremos no escrito de hoje o terceiro e último fundamento apontado por Santo Afonso Maria de Ligório em sua obra “As Glórias de Maria”; e finalizaremos com uma conclusão.

III. Convinha ao Espírito Santo preservar Maria, sua esposa, da mancha original: dois

são os motivos indicados por Santo Afonso para justificar que convinha ao Paráclito preservar a Virgem Santa do pecado original. São eles:

III.1) À Esposa do Espírito Santo convinha uma formosura ilibada.

Maria foi a única criatura que mereceu ser chamada de Mãe e Esposa de Deus. Neste sentido, Maria tornou-se o Sacrário do Santo Espírito, posto que por sua virtude tornou-se Mãe do Verbo Encarnado. No dizer do Pseudo-Jerônimo, Maria é um Jardim fechado, de fonte selada, onde o inimigo não pode entrar.

III.2) À Esposa do Espírito Santo convinha uma santidade sem par. O Divino Espíri-

to amou Maria, desde o princípio, exaltando-a sobre todas as criaturas. Consoante proclamado por Davi no Salmo 86 “Seus alicerces es-

tão sobre as montanhas santas; o Senhor ama as portas de Sião mais do

que a todas as tendas de Jacó...e o mesmo Altíssimo a fundou”. Estas ex-

pressões significam que Maria foi Santa desde a sua conceição; razão por que o Anjo Gabriel a saldou com Ave, cheia

de Graça! “O Senhor é contigo”. Com efeito, a

Maria a graça de Deus foi dada em plenitude desde a sua concepção. A este propósito, São Tomás de Aquino afirma que a graça santificou não apenas a alma de Maria, mas também a carne, a fim de que depois ela revestisse o Verbo Eterno. Os argumentos teológicos/espirituais apresentados pelo fundador da Congregação do Santíssimo Redentor (popularmente conhecidos como Padres Redentoristas) para fundamentar a premissa de que a Mãe de Deus foi concebida sem a mancha do pecado original (fundamentos estes contidos em sua obra-prima “As Glórias de Maria”, editada primeiramente em 1750), foram confirmados 154 anos depois pelo Papa Pio IX ao proclamar esta constatação como verdade de fé, a 8 de dezembro de 1854, a quando da Proclamação do Dogma da Imaculada Conceição da Puríssima Virgem, por meio da Bula Ineffabilis Deus. No dizer do próprio Pio IX: “era absolutamente justo que, como tinha um Pai no

w "EU SOU a Imaculada Conceição"

céu, que os Serafins exaltam como três vezes santo, o Unigênito tivesse também uma Mãe na terra, em quem jamais faltasse o esplendor da santidade. Com efeito, essa doutrina se apossou de tal forma dos corações e da inteligência dos nossos antepassados, que deles se fez ouvir uma singular e maravilhosa linguagem. Muitas vezes se dirigiram à Mãe de Deus como a toda santa, a inocentíssima, a mais pura, santa e alheia a toda mancha de pecado, … mais formosa que a beleza, mais amável que o encanto, mais santa que a santida-

de, … a sede única das graças do Santíssimo Espírito, sendo, à exceção de Deus, a mais excelente de todos os homens, por natureza, e até mesmo mais que os próprios querubins e serafins. E para a decantarem os céus e a terra não acham palavras que lhes bastem” (Ineffabilis Deus, 31). Por fim, decreta Pio IX: “Pela inspiração do Espírito Santo Paráclito, para honra da santa e indivisa Trindade, para glória e adorno da Virgem Mãe de Deus, para exaltação da fé católica e para a propagação da religião católica, com a autoridade de Jesus Cristo, Senhor

nosso, dos bem-aventurados Apóstolos Pedro e Paulo, e nossa, declaramos, promulgamos e definimos que a Bem-aventurada Virgem Maria, no primeiro instante de sua conceição, foi preservada de toda mancha de pecado original, por singular graça e privilégio do Deus Onipotente, em vista dos méritos de Jesus Cristo, Salvador dos homens, e que esta doutrina está contida na Revelação Divina, devendo, portanto, ser crida firme e para sempre por todos os fiéis” (Ineffabilis Deus, 42). Eis que a Conceição Imaculada da Virgem Santíssima foi por ela própria confirmada à menina Bernadete, em Lourdes (França). Em aparição datada de 25 de março de 1858, Bernadate perguntou à bela e formosa Senhora quem era ela, tendo esta lhe respondido: “Eu sou a Imaculada Conceição!”. Mais do que uma resposta à simples pergunta de uma criança, por tais palavras, a Virgem Maria proclamou ao mundo a sua Conceição

Imaculada, confirmando os escritos de santos da Igreja, como São Bernardo, São Tomás de Aquino, Santo Afonso Maria de Ligorio e São Luiz Maria Monfort; e, ainda, a verdade de fé proclamada pelo Papa Pio IX em 8 de dezembro de 1854, por meio da Bula Ineffabilis Deus Passados 268 anos desde a primeira edição de “As Glórias de Maria” (1750), 164 anos desde a proclamação do Dogma da Imaculada Conceição pelo Papa Pio IX (1854) e 160 anos desde a aparição de Nossa Senhora à menina Bernadete, em Lourdes (França), confirmando o dogma outrora proclamado, daqui da Amazônia, para onde tal devoção nos foi trazida pelos portugueses (espalhando-se por diversos lugares, começando por Belém, onde tem paróquia a Ela dedicada, e em muitos municípios onde é padroeira, tais como Abaetetuba, Santarém, Limoeiro do Ajuru e Conceição do Araguaia). Unimo-nos em júbilo amoroso para também proclamar SALVE MARIA IMACULADA!

Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarísticos da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

PRÓXIMO ARTIGO: Prof. Ricardino Lassadier


2º Caderno

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Festividades 11

Marituba promove 62º círio do Menino Deus

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Tradição que já alcança mais de seis décadas

E

m Marituba, a Matriz da Paróquia Menino Deus promove de 16 a 25 de dezembro festividade em honra ao padroeiro do município da região Metropolitano de Belém. Os festejos têm como tema “Menino Deus Vida da Família” e traz uma programação religiosa que envolve novenas, missas e a 62ª edição do Círio do Menino Deus, e, ainda, atividades culturais com apresentações de bandas e vendas de comidas típicas. A matriz fica localizada na Rua Cláudio Barbosa, 170, no Centro de Marituba. Em mensagem o pároco Ederaldo da Mata Silveira destacou a importância do momento religioso para o município de Marituba: “Va-

mos juntos rezar pelo nosso município e pelos seus diversos desafios, para que Marituba seja uma cidade limpa, uma cidade linda. Limpa de violência, das drogas, dos lixões, da injustiça”. Sobre a temática deste ano ele ressaltou que “a luz do ano do Laicato escolhemos este tema, pois entendemos que à luz da Sagrada Família e da grande famílias dos santos de Deus, nossas famílias podem viver os valores cristãos”. Como parte do primeiro dia da programação acontece pela manhã a primeira Corrida do Círio, com largada em frente à matriz, às 6h. Os interessados podem se inscrever na secretaria da matriz das

8h às 12h ou 14h30 às 17h30, até o dia 15. O valor da inscrição é R$ 50,00, com direito a camisa e o boné personalizados. O primeiro, segundo e o terceiro lugar receberão prêmios. A programação cultural ocorre sempre depois da missa das 19h, com atrações musicais e vendas de comidas típicas, na Praça Matriz. Uma Santa Missa, às 19h, presidida pelo bispo auxiliar, Dom Irineu Roman, marca a abertura da festividade. Durante a festividade as celebrações de missas acontecem às 19h, antecedida por novena, às 18h; no dia 24, serão duas celebrações, além das 19h, mais uma às 19h30.

w IMAGEM do Menino Deus em procissão pelas ruas de Marituba

No dia 21, às 9h, Santa Missa dos Enfermos e às 10h, Manhã Alegre dos Idosos. No dia 22, as crianças serão acolhidas pelos festejos, na realização do Círio das Crianças, que ocorre depois da missa das 9h; a procissão sai da Comunidade São Paulo, localizada no final da Rua Pedro Mesquita, rumo a matiz da Paróquia Menino Deus. Neste dia. Às 20h30, Jantar do Círio, no Ginásio Poliesportivo de Marituba.

Dia 23, às 18h30, missa e em seguida a realização da trasladação rumo à matriz da Paróquia de Bom Pastor, localizada no Conjunto Nova Marituba. No dia 24, véspera do Natal do Senhor, às 19h30, Missa da Vigília de Natal do Senhor. Dia 25, Solenidade do Natal do Senhor, Círio do Menino Deus, que inicia depois da missa presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto

Taveira Corrêa, às 7h, na Paróquia de Jesus Bom Pastor, localizada no Conjunto Nova Marituba, Rua J, Qd, 0-17. A procissão segue pelas principais ruas do município rumo à matriz da Paróquia do Menino Deus. À noite, após a programação religiosa que encerra a festividade, apresentação musical na Praça da Matriz e, às 22h, um abraço simbólico na praça e queima de fogos encerrando os festejos 2018.

Paróquia da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo em festa Com informações da Pascom paroquial - Uma paróquia dedicada ao Nascimento de Jesus. Fundada há 18 anos, a Paróquia da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo, situada na rua Ariri Bolonha nº 2100, no conjunto Jardim Sideral, em Belém, está em plena preparação para a festividade deste ano que traz como tema “Um menino nos foi dado, Jesus o Príncipe da Paz.” (Isaías 9,6). A programação começa no dia 14 de dezembro com o tradicional jantar dançante. O momento conta com a reunião de inúmeras famílias da comunidade, que em confraternização, apreciam também um show de artistas locais. No dia 15, os crismandos recebem o sacramento pela imposição das mãos do Bispo

FOTO: PASCOM PAROQUIAL

w CRIANÇAS e adolescentes que receberam a primeira comunhão

Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, às 19h. O início da festividade 2018 será no dia 20 de dezembro, a partir das 20h, com Missa Solene presidida por Dom Irineu Roman, em seguida, no palco que fica na área

externa da igreja haverá apresentação de atrações culturais. Diversos grupos, movimentos e pastorais estarão, também, ao lado de fora falando dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano, na feira pastoral.

A agenda da festividade segue com celebração eucarística, sempre às 19h30, nos dias 21 e 22. No domingo dia 23, será o grande show de prêmios, um dia inteiro com sorteio de brindes, bingo e música. À noite,

a paróquia recebe o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, para a Missa de encerramento da festividade. O ponto alto da grande festa do Nascimento de Jesus será no dia 25. Uma procissão sairá da Comunidade São José, localizada no Conjunto Orlando Lobato, às 18h, em direção à Matriz para a Missa Solene de Natal. CRIANÇAS E ADOLESCENTES RECEBERAM A PRIMEIRA COMUNHÃO

No dia 8 de dezembro, dia da Solenidade

da Imaculada Conceição de Maria, cerca de 80 crianças receberam o Sacramento da Primeira Comunhão, na Paróquia da Natividade. O Pároco, Inácio da Trindade, ressaltou que aquele momento era o primeiro em Comunhão com o Corpo de Cristo, mas que não deveria ser o último. “Hoje vocês farão a primeira eucaristia e vão encontrar com Jesus no pão e vinho. Vivam do mesmo jeito que Maria, quando o anjo disse a ela: não tenha medo, pois agora você vive cheia da Graça!”, disse o sacerdote.

SERVIÇO Paróquia Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Av. Ariri, 2100, Jardim Sideral, Parque Verde – Belém. Informações (91) 982963689 / 3355-0242

CNBB solidariza-se com a Arquidiocese de Campinas e famílias em luto A Presidência da CNBB enviou, na quarta-feira, 12, uma mensagem de solidariedade ao Mons. José Eduardo Meschiatt, administrador da Arquidiocese de Campinas (SP). O atentado deixou pelo menos cinco pessoas mortas, inclusive o atirador, e outras quatro feridas. Confira a mensagem: Ao Revmo. Sr.

Mons. José Eduardo Meschiatt

Administrador Diocesano Caro irmão, A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB oferece a sua solidariedade e oração à Arquidiocese de Campinas, especialmente às famílias atingidas pelo trágico acontecimento

da morte violenta de seus entes queridos, durante a celebração da Eucaristia na Catedral Metropolitana. Solidariedade e preces extensivas aos irmãos que foram internadas devido aos ferimentos. A violência não faz parte da vida de quem segue Jesus Cristo. Vemos, mais uma vez, como as armas podem ser usadas para tirar a vida de outras pessoas e de quem as usa. A Campanha da Fraternidade deste ano foi uma longa e profunda meditação a partir da necessidade de superar a violência. Temos diante de nós mais uma demonstração de que há necessidade de buscarmos incessantemente a superação da violência para vivermos na fraternidade, com direito e a justiça. O senhor, por favor, transmita a proximidade da

Presidência da CNBB a todas as pessoas que estão sofrendo, inclusive aos familiares do irmão que provocou essa dor. Deus, na sua misericórdia, o perdoe e conceda aos falecidos o descanso eterno. Continuamos unidos pela oração e pelo desejo de servir. Cardeal Sergio da Rocha

Arcebispo de Brasília Presidente da CNBB

Dom Murilo S. R. Krieger, SCJ

Arcebispo de São Salvador Vice-Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner, OFM

Bispo Auxiliar de Brasília Secretário Geral da CNBB


12

BELÉM, DE 14 A 20 DE DEZEMBRO DE 2018

Especial Juventude

Jovens protagonistas de um mundo melhor

O

Vaticano realizou em outubro passado o Sínodo dos Bispos, com o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, visando estabelecer os pilares da atividade pastoral da Igreja com os jovens, na XV Assembleia Geral Ordinária dos Bispos. Acolhendo a sugestão do Papa Francisco, o Jornal Voz de Nazaré vem destacando nesta página a atuação do Setor Juventude na Igreja de Belém. Nesta edição, destaca-se o preparativo para a Jornada Mundial da Juventude, que ocorre no próximo mês. FOTOS: DIVULGAÇÃO

w PAPA FRANCISCO foi o primeiro peregrino a receber o kit da JMJ

w COMITIVAS de jovens panamenhos na expectativa do evento

Comitê Local apresenta programação do Festival da Juventude na JMJ 2019 Unir jovens do mundo todo para compartilhar talentos artísticos, religiosos e experiências de fé

O

Comitê Organizador Local das dioceses do Panamá e Costa Rica anunciaram na sexta-feira, 7, a programação do Festival da Juventude, parte integrante da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2019, a ser realizada de 22 a 27 de janeiro no Panamá. O objetivo é unir jovens de todo o mundo para compartilhar seus talentos artísticos, religiosos e suas experiências de fé e de vida. A programação inclui música, teatro, danças, exposições, encontros e muito mais. O comitê divulgou em coletiva de imprensa a agenda oficial do Festival que será realizado de 23 a 27 de janeiro de 2019 e contará com sete palcos oficiais identificadas com os nomes dos santos padroeiros da JMJ 2019 em 33 diferentes locais que combinarão experiências artísticas. Uma das novidades do programa do Festival da Juventude é a “Copa JMJ 2019”, torneio de futebol que acontecerá na quarta-feira, 23 de janeiro, no Town Center, na Costa del Este. O objetivo deste jogo de

futebol é unir os jovens peregrinos do mundo através de uma atividade esportiva que será mais para compartilhar do que para competir; uma oportunidade para desenvolver os valores do trabalho em equipe, camaradagem, esforço, respeito, honestidade e colaboração. AGENDA PAPAL

Em novembro passado, o Comitê Organizador divulgou a agenda oficial do Santo Padre nos dias de JMJ. Além das atividades relativas aos eventos centrais da jornada, o Papa Francisco ainda terá encontro com jovens infratores de um centro de reabilitação de menores, com jovens enfermos e com os bispos da América Central. “Foi um desejo do Papa Francisco ir ao encontro dos jovens que não poderão estar nos grandes eventos da jornada e a visita aos menores infratores e aos enfermos vem desta preocupação do Santo Padre”, contou o arcebispo Ulloa Mendieta. O Papa Francisco chegará ao Panamá no dia

23 de janeiro com um vôo saído de Roma. A previsão da chegada é às 16h30, quando receberá as honras como Chefe de Estado, sendo acolhido pelas autoridades do governo panamenho e da Igreja. Após esta cerimônia, Papa Francisco irá para a “sua casa no Panamá”, a Nunciatura Apostólica, para descansar da longa viagem. No dia 24 de janeiro, o Papa Francisco se encontrará com o presidente da República, autoridades governamentais, corpo diplomático e representantes da sociedade em um encontro com mais de 70 bispos da América Cen-

tral. Às 17h, se realizará a Cerimônia de Acolhida e Abertura da JMJ no Campo Santa Maria La Antigua. Um encontro muito especial do Papa Francisco acontece no Centro de Menores em Las Garzas de Pacora no dia 25 de janeiro no período da manhã. Os jovens privados de liberdade participarão de uma liturgia penitencial com o Santo Padre, em um ato de arrependimento, reconciliação e perdão. Já no período da tarde, acontece a Via Crucis com os jovens peregrinos no Campo Santa Maria La Antigua. No sábado, dia 26 de janeiro, durante a manhã, o Papa

Francisco dedicará o altar da Catedral Basílica Santa Maria La Antigua, um momento em que a Igreja Arquidiocesana se reunirá em festa com sacerdotes, consagrados e movimentos laicos de todo o território diocesano. A Catedral, totalmente reformada e com mais de 400 anos de história, tem uma capacidade para 600 pessoas, porém a Praça da Independência abrigará mais de 1800 fiéis das paróquias da arquidiocese. Após esta celebração na Catedral, o Santo Padre se reunirá em privado com um grupo de jovens representando os cinco continentes para

um almoço e diálogo no Seminário Maior São José. À tarde, os peregrinos se reunirão para a Grande Vigília com o Papa Francisco no campo São João Paulo II, onde pernoitarão até a missa do domingo, dia 27. A Missa de Envio será celebrada nos primeiros momentos da manhã do dia 27, às 8h. Depois, o pontífice visitará algumas obras de caridade da Igreja na Casa Hogar el Buen Samaritano, um centro de acolhida para pacientes enfermos de AIDS, sem distinção de sexo, religião ou orientação sexual, jovens carentes de recursos para viver a condição. Neste local, o Papa Francisco rezará a oração mariana do Angelus com jovens dependentes de drogas e álcool. Ainda no domingo, às 16h30, o Papa terá um encontro com os voluntários da JMJ – que somam milhares e que tornam possível o evento. Do encontro, o Santo Padre se dirigirá ao Aeroporto Internacional de Tocumen para uma cerimônia de despedida antes de sua partida para Roma.

Profile for Fundação Nazaré de Comunicação

Voz de Nazaré  

Edição de 14 a 20 de dezembro de 2018.

Voz de Nazaré  

Edição de 14 a 20 de dezembro de 2018.

Advertisement