Voz de Nazaré

Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

Pe. Florence Dubois Fundador

www.fundacaonazare.com.br belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

D o jornal católico da família D

ANO CIV - Nº 795 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Balanço da festividade 2017

A Arquidiocese de Belém e Diretoria da Festa de Nazaré apresentaram no auditório da Cúria Metropolitana, após Recírio, o balanço das 12 romarias oficiais do Círio de Nazaré 2017 . CADERNO 2, Página 1 . luiz estumano

w dom alberto, Arcebispo Metropolitano de Belém, acompanhado do novo coordenador da Festa, Cláudio Acatauassú e o atual, Roberto Souza luiz estumano

Dia de finados Familiares e ami- nagens aos entes sos cemitérios. gos prestam home- queridos em divercad.erno 2, pág. 4. divulgação

w cultura original a diversidade presente nos quilombos do país

Sobre quilombolas "Quilombolas: tra- sistência", tema da que inicia nesta edidição, fé, luta e re- reportagem especial ção. cad. 2, pág. 7.

w cemitérios de Belém prontos para receber os visitantes

Assembleia Arquidiocesana de Pastoral

Preparativos para o círio de Icoaraci

Tudo preparado para o evento que acontece de de 9 a 15 de novembro em Belém. cad. 2, pág. 5.

Paroquianos participam de diversos eventos que antecedem a grande procissão. cad. 2, pág. 11.


2

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Opinião Privilégio de ser católico João Carlos Pereira

charge do andré abreu

Jornalista e professor jcparis@orm.com.br

Olhares sobre o Círio (II)

O

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Panorama José Pereira Ramos joseulina1@gmail.com

Outubro maravilhoso

T

Economista e escritor

erminamos o mês de outubro, em que o Brasil demonstrou sua devoção à Mãe de Jesus, através do achado de duas pequeninas imagens: Conceição Aparecida e Nazaré. Inicia-se o mês com a devoção à mais jovem Doutora da Igreja, Santa Teresinha do Menino Jesus, com uma chuva de rosas e de Graças. Dia 4, a festa de São Francisco de Assis, aquele que soube seguir a pobreza evangélica, agregando, com seu exemplo, milhares de companheiros que fazem o bem pelo mundo afora. No dia 7, festejamos Nossa Senhora do Rosário, devoção antiquíssima que ela mesma confirmou em Fátima ao aparecer aos pastorinhos. Dia 8, o nosso grande Círio, que não é mais de um dia, mas permanente.

Encontro Fraterno ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br; ivenscb@gmail.com

Reconhecimento ao meu anjo da guarda

O

Engenheiro civil e escritor

noticiário dos naufrágios de duas embarcações de médio porte ocorridos no passado mês de agosto, um aqui no rio Xingu e outro próximo à ilha de Itaparica, na Bahia, levou-me mais uma vez a percorrer o túnel do tempo, chegando ao ano de 1960, quando prestava serviços profissionais na então Estrada de Ferro Tocantins, com sede em Tucuruí. Eram tempos quando não havia rodovia ligando aquela cidade a Belém, sendo o transporte de passageiros e cargas feito por via fluvial, demandando cerca de 36 horas o percurso até esta capital. Certo dia, bem cedinho, me dirigi ao trapiche de Tucuruí objetivando viajar para Belém, sendo-me oferecidas duas opções: uma lancha de pequeno porte, prevista para desatracar às 5h30, e um outro barco, daqueles que venciam as corredeiras do trecho encachoeirado

Fun­da­do em 5 de ju­lho de 1913 fundador Pe. Flo­ren­ce Du­bois, bar­na­bi­ta

arquidiocese de belém-pará

presidente Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Be­lém do Pa­rá vice-presidente Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pa­rá

Dia 1,1 um santo do nosso tempo, São João XXIII, o Cardeal Roncalli, que, ao ser eleito Papa, convocou o Concílio Vaticano II. Dia 12, Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil. Dia 16, Santa Teresa de Jesus que, em Ávila, reformou o Carmelo. No dia 12, Santa Edwiges, protetora dos endividados, e Santa Margarida Maria Alacoque, que recebeu de Jesus o encargo da divulgação da devoção ao seu Sacratíssimo Coração. Dia 18, o Evangelista São Lucas, que deve merecer especial atenção de nós, leigos. Dia 22, o dia Mundial das Missões. Nós, da Amazônia, região eminentemente missionária, devemos rezar e colaborar com os missionários da nossa região, além do nosso dever batismal de sermos missionários. Dia 25, Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, o Santo Brasileiro. Os nossos votos são de que tenhamos sabido aproveitar todas essas oportunidades. Vamos agora em novembro reverenciar nossos antepassados. do rio Tocantins, entre Marabá e Tucuruí, que deixaria o trapiche meia hora depois. Escolhi então a lancha, julgando que ganharia tempo. No entanto, depois de poucas horas de viagem, veio a encalhar em um ‘banco’ de areia, cabendo à tripulação providenciar o desencalhe, os homens se lançando na água e mergulhando, até fincarem seus pés na areia e os ombros de encontro ao casco da embarcação, levando-a a flutuar novamente. Enquanto aguardava tal ‘manobra’, eis que passou ao largo, como que imponente, deixando ouvir a cadência do característico ruído do seu possante motor, o barco que desatracaria um pouco mais tarde, deixando-me frustrado diante da escolha feita. No entanto, ao desembarcar aqui em Belém fui informado de que a referida embarcação havia naufragado. Proclamei então: Que sorte a minha! Todavia, nos dias de hoje, revendo os fatos à luz da fé, não tenho dúvida de atribuir ao meu anjo da guarda a escolha feita, sendo poupado de um sinistro que poderia ter ceifado a minha vida.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior diretor administrativo e financeiro ­Marcos Aurélio de Oliveira diretor de comunicação Mário Jorge Alves da Silva diretor de captação de recursos ­Arnaldo Pinheiro

primeiro dos grandes acertos do Círio de 2017 foi a escolha do cartaz. Criado pela Mendes Publicidade, o cartaz deste ano se coloca entre os mais bonitos de todos os tempos. Unindo simplicidade e beleza, a equipe de Oswaldo Mendes (pai e filho), conseguiu dizer muita coisa com apenas uma Bandeira, – a nossa Bandeira – tremulando ao fundo e sobre a qual foi aplicada a imagem da Peregrina. A leitura permitiu ver o Pará inteiro, sua terra e sua gente, seguindo Nossa Senhora, estrela da evangelização. A ideia de a estrela do Pará estar próxima da estrela da Evangelização fundiu propósitos num alto grau de beleza e de percepção. Vai ser difícil conseguir, em 2018, um resultado tão extraordinário. Mas todos os anos a Mendes enfrenta esse desafio. E o supera. Depois do cartaz, veio o manto, uma preciosidade de desenho e de concepção. Aline Folha e Marilza Ramos, que fizeram o manto de 2016, também se superaram. Na descrição da

peça, escreveram uma peça evangélica baseada na beleza. Marianamente, digamos assim, o manto de 2017 foi uma aula de estética e de sabedoria. Cada detalhe guardou um significado específico, que merece ser contemplado como obra de arte evangelizadora. O sistema de som, uma conquista de há anos, tem sido atrapalhado pelas grandes homenagens a Nossa Senhora. Em alguns momentos, quem vai na romaria fica confuso com tanto barulho. Promovem-se “shows” em cada esquina, corais e cantores. Como cada um quer fazer mais bonito, toma-lhe cantoria! Talvez uma integração entre a sonorização e as homenagens pudesse permitir que o trajeto inteiro escutasse o que poucos conseguem. Minha proposta seria nenhuma “conversa”, mais música e muita oração. O romeiro quer rezar, mas com tanto barulho fica impossível. Em suma: música integrada, o terço e alguma orientação muito necessária. A qualidade técnica do som, faço ressalva, estava muito boa.

Assim na terra como no céu ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

Maria, nosso modelo

C

om grande frequência ouvimos as pessoas dizerem: “Seja feita a vontade de Deus”. É uma expressão que, na maior parte dos casos, os cristãos proferem nos momentos de dor, quando não há mais o que fazer. Certamente essas situações ocorrem em nossa vida. Contudo, não é só nessas circunstâncias que se deve dizer “seja feita a vontade de Deus”, pois no cristianismo não existe apenas a “resignação cristã”. Precisamos, de fato, dizer “seja feita a vontade de Deus”, sobretudo, nas coisas que dependem de nós, nas decisões que tomamos, sintonizando, assim, toda nossa vida com o projeto de Deus para nós. Grande é nossa responsabilidade como testemunhas de Cristo, pois é pelo modo como nos comportamos que os outros podem intuir qual é a mensagem que Jesus trouxe a esta terra. E se o testemu-

coordenação Bernadete Costa (DRT/PA 1326) conselho de programação e editoração Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro editoração eletrônica Sérgio Santos (DRT/PA 579) As­si­na­tu­ras, dis­tri­bui­ção, ad­mi­nis­tra­ção e re­da­ção Av. Go­v. Jo­sé Mal­cher, Ed. Pau­lo VI, 915 CEP: 66055-260

nho de Cristo que nós damos é pouco e ainda deformado de um jeito ou de outro, a evangelização e a construção do Reino de Deus ficam comprometidas e não avançam na sociedade. Às vezes damos a impressão de que a religião que praticamos dobra somente o pescoço das pessoas mas não a vontade em sua raiz mais profunda, porque aquele que se diz cristão – discípulo de Cristo – vive centrado em si mesmo, insensível às dificuldades de seus vizinhos mais próximos. Em vez de testemunho de Cristo, damos um contra-testemunho. Ou o cristianismo é genuíno e radical, ou deixa muito a desejar e não incide na transformação da sociedade. Maria, na visita à casa de sua parenta Isabel, nos dá o exemplo de como sermos “Igreja em saída”, atentos às necessidades dos irmãos ao nosso redor.

- Na­za­ré, Be­lém - PA Te­l.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Re­da­ção: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veí­cu­lo da Fun­da­ção Na­za­ré de Co­mu­ni­ca­ção ­CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Im­pres­so no par­que grá­fi­co de O Li­be­ral

fundação nazaré de comunicação


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Conversa com meu povo

3

Arcebispo

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

D

evoção é prova de amor! Manifestar através de gestos o quanto se quer bem, entregar-se de corpo e alma às causas que movem a existência, expressar a própria fé com carinho, deixar que o coração transborde de alegria, exultar por aquilo que se passa dentro de nós! Tudo isso faz parte de nossa vida cristã e do modo cristão de encarar o mundo! Não somos apenas cabeça pensante, mas pessoas que amam e se dedicam àquilo em que acreditam. Durante algumas semanas, o povo de Belém mostrou o que tem de melhor, no Círio de Nazaré, expressão legítima de sua raiz religiosa cristã, católica e mariana. Todos ficaram edificados pela presença da “Estrela da Evangelização”, aquela que caminha à nossa frente na aventura da fé cristã. Tivemos imensa liberdade para manifestar, através dos vários ícones com que nossa história religiosa enfeitou essas provas de amor e devoção, as cordas de amor tecidas pela Virgem Maria para nos unirem ao seu Filho amado, Nosso Senhor Jesus Cristo, para o qual vivemos e caminhamos, na maravilhosa aventura da fé. O contato de Jesus com as pessoas e os grupos religiosos de seu tempo foi marcado por muitos conflitos, pela liberdade imensa com que suas palavras e atitudes propunham um caminho diferente, a ponto de atrair as multidões que a ele acorriam. Havia uma novidade no ar, e esta era feita de coisas muito simples. Sua pregação, enfeitada com parábolas tiradas do quotidiano e da natureza, atraía a todos! Os inúmeros mandamentos e preceitos com os quais gerações de entendidos na lei haviam multiplicado verdadeiros penduricalhos, dificultavam a prática religiosa. Grupos como os fariseus e saduceus, inimigos entre si, tinham em comum o desejo de preparar armadilhas ardilosas contra Jesus, que consegue escapar de todas elas com sabedoria. Certamente era duro para tais pessoas encontrar alguém que simplificava tanto a lei, reduzindo “apenas” ao amor toda a imensa ri-

A raiz e a árvore

divulgação

w "este é o mandamento que dele recebemos: quem ama a Deus, ame também seu irmão"

queza da lei! (Cf. Mt 22,34-40) O maior e primeiro mandamento, raiz de nossa vida, é “Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu entendimento!”, responde Jesus a uma pergunta provocante, feita por um fariseu, membro de um grupo considerado “separado”, pela dedicação ao estudo e meditação da lei. Eram tão competentes na observância dos preceitos que se tornaram convencidos da própria justiça, permitindo que o veneno do orgulho lhes impedisse a liberdade nascida da gratuidade, que é a fonte do amor verdadeiro. Julgavam a todos e consideravam fraca na prática religiosa a imensa multidão, vista como ignorante. E justamente o povo simples se sentia atraído por Jesus. Este, quando remete seu interlocutor ao maior mandamento, logo acrescenta que o segundo é “semelhante”: “Amarás teu próximo como a ti mesmo”. A raiz se expressa na grandiosidade da árvore frondosa que é o amor ao próximo. Aliás, quanto mais se aprofunda o sentido do amor a Deus, mais se dá conta de que este é real e verdadeiro quando conduz ao amor ao próximo, a ponto de a primeira carta de São

Quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê (1 Jo 4,20-2) João (1 Jo 4,20-21) afirmar: “Se alguém disser: “Amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, a quem vê, não poderá amar a Deus, a quem não vê. E este é o mandamento que dele recebemos: quem ama a Deus, ame também seu irmão”. A liturgia da Igreja põe ao lado do Evangelho de São Mateus, neste final de semana, o magnífico e atualíssimo texto

(Ex 22,20-26), no qual se abrem algumas indicações muito concretas para o amor ao próximo. Uma delas é o amor ao estrangeiro, que não venha a ser oprimido! Em nossos dias, a provocante presença de gente “de fora” em nossas grandes cidades e o fenômeno das migrações forçadas e das perseguições pelo mundo afora pedem atitude de abertura e criatividade de nossa parte. E desde tempos do livro

do Êxodo, Deus, protetor dos órfãos e das viúvas, continua clamando pelos frutos da caridade concreta com que devemos acolher os mais pobres e excluídos. Mais ainda: o uso do dinheiro, o lucro absurdo, a exploração e a agiotagem, a chaga da corrupção, a vergonhosa troca de favores e proveitos, escandalosamente estampada diante de todos! De nossa parte, como cristãos cha-

mados a anunciar um mundo diferente, pautado na lei de Deus, não é possível qualquer acomodamento. Antes, uma prática do amor ao próximo que purifique nosso trato com os outros. Próximo, num primeiro momento, pode ser o parente ou quem é da própria raça (Cf. Lv 19,18; Dt 15,3). No tempo de Jesus, havia uma discussão, para estabelecer os limites do que significava “próximo”. Perguntado sobre o assunto, Jesus respondeu com a parábola do Bom Samaritano (Lc 10,29-37). Resolveu o problema, fazendo com que próximo seja aquele de quem cada um de nós se aproxima, a ser amado, e pronto! Mais ainda, o mandamento que mais lhe agrada é amar como ele amou e tornar recíproco tal amor (Jo 15,12-13). Aqui está a estrada mestra para uma convivência justa e fraterna, capaz de curar os males da sociedade. O mesmo amor, raiz, galhos, flores e frutos, plantados por Deus no coração humano. Os cristãos são chamados a ser missionários desse amor, para transmiti-lo a todos, sem medo algum, conscientes de sua vocação de sal, luz e fermento, sinais de um mundo renovado. Que o façam com devotamento, dedicação total, amor incontido e alegre!


4

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Arquidiocese agenda de dom irineu roman

agenda de dom alberto corrêa n De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

n SEXTA, 27 DE OUTUBRO 8h - Gravações 10h - Audiências 16h - Missa pelo Círio e aniversário (Hospital Jean Bitar) n SÁBADO, 28 DE OUTUBRO 10h - Escola Diaconal (CCFC) 16h - Audiências 19h - Missa na festividade (Paróquia São Judas Tadeu) n DOMINGO, 29 DE OUTUBRO 9h - Missa na inauguração da Casa Feminina da Missão Belém 19h - Missa e Crismas (Catedral da Sé) n SEGUNDA, 30 DE OUTUBRO 8h - Gravações 10h - Audiências 11h - Audiências n TERÇA, 31 DE OUTUBRO 8h - Gravações 10h - Audiências n QUARTA, 1 DE NOVEMBRO 5h55 - Missa na Basílica de Nazaré (Fazendas da Esperança da Região Norte) 8h - Gravações 10h - Audiências 19h30 - Missa na festividade e ação de graças pelo 1º ano de inauguração (Igreja São João Paulo II) n QUINTA, 2 DE NOVEMBRO 10h - Missa pelos fiéis falecidos (Cemitério Recanto da Saudade)

agenda de dom antônio de assis ribeiro

n De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

n SEXTA, 27 A TERÇA, 31 DE OUTUBRO Viagem para Beatificação do Pe. João Schiavo - Caxias do Sul (RS) n QUARTA, 1 DE NOVEMBRO 8h30 - Audiências 19h - Missa na Área de Missa Sagrada Família Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – Aurá

n QUINTA, 2 DE NOVEMBRO 9h - Missa de Finados - (Cemitério parque - Rodovia BR316, Km 17 - Marituba)

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

n De 27 de outubro a 2

de novembro de 2017

n SEXTA, 27 DE OUTUBRO 10h - Encontro da Comissão Justiça e Paz - CNBB 19h - Missa com Crisma e 1ª Eucaristia Igreja Matriz de Nossa Senhora das Graças Ananindeua n SÁBADO, 28 DE OUTUBRO 8h - Palestra com Apostolado da Oração Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro n DOMINGO, 29 DE OUTUBRO 8h - Encontro formativo com a Pastoral Carcerária - Cúria 10h - Missa na Igreja São João Paulo II - (Travessa Mauriti) - Belém 18h30 - Missa na Igreja matriz Nossa Senhora Auxiliadora - Aurá n SEGUNDA, 30 DE OUTUBRO 6h30 - Missa na Residência Episcopal 8h30 - Audiências n TERÇA, 31 DE OUTUBRO 6h30 - Missa na Residência Episcopal 8h30 - Faculdade Católica n QUARTA, 1 DE NOVEMBRO 6h30 - Missa na Residência Episcopal 8h30 - Audiência n QUINTA, 2 DE NOVEMBRO 7h - Missa no Cemitério Santa Izabel - Belém

Os compromissos de Dom Antônio de Assis podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Homilia Dominical B) Comentário

Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mt 22, 34-40

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

34Os fariseus ouviram dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus. Então eles reuniram em grupo 35e um deles perguntou a Jesus, para experimentá-lo: 36“Mestre, qual é o maior mandamento da lei? 37 Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento! 38Esse é o maior e o primeiro mandamento. 39O segundo é semelhante a esse: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 40Toda a lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.

A leitura de hoje é a síntese mais preciosa não só da Lei, como de todo o ensinamento de Jesus. Ele é o mestre, que responde aos questionamentos propostos pelos peritos de então, aqueles mais conceituados no assunto (fariseus, saduceus, doutores da lei). Jesus instrui sobre a instrução, pois Lei em hebraico, dita “toráh”, significa “instrução”. Eles indagam assim: que manda a Lei, qual é o maior dos mandamentos (dez) da Lei? E aqui, “maior” equivale a importante, pois o mestre entende assim já que ao responder coloca em ordem de importância falando de: primeiro e segundo; e não de números em dimensão cardinal: 1

e 2; dando também uma só reposta: o amor! Amor para com Deus e para com as pessoas: eis a clave de toda a Bíblia (Lei e Profetas). É curioso verificar que Jesus ao responder transforma a pergunta singular (qual é o maior mandamento) em plural (...esses dois mandamentos), quando conclui sua posição. Isto indica que o amor deve ser desdobrado: amar a Deus e amar ao próximo. Amar apenas um, seria só 50%; ou mesmo um amor inválido. O amor somente para com Deus, não é o que Ele requer! E, sim, um amor dosado, composto. E esse amor “bifurcado” deve ser um sentimento só na prática da vida, “o mandamento maior” (v 36). Assim sendo, não posso amar a Deus se não amo meu ir-

mão: eis a lição ministrada por Jesus. Há uma tendência maniqueísta de separar o homem de Deus, como se a vida fosse compartimentos estanques. Há um perigo de que as estruturas, mesmo boas, porém, rígidas, nos levem a riscos de criar barreiras e até imaginar que o procedimento seja desejo de Deus; de não percebermos que somos nós os que limitamos e condicionamos nossas ações. O certo é que diante da palavra de Cristo, só há uma Lei prioritária que é a do amor, como medida absoluta em direção de foco para Deus e para quem está perto, para o próximo. É importante constatar que Deus e o próximo estão incluídos num mesmo preceito de amor. E que o fato de estar Deus e o

próximo juntos, constitui uma simbiose perfeita! E que isto não pretende rebaixar a Deus e, sim, elevar o homem. A originalidade do mestre está na síntese da instrução da Lei. O que conta para ele é mostrar o sentido que qualquer ato humano imprime ao amor, em toda escolha que se apresente ao indivíduo. Se alguém tem que fazer algo, que ele o faça com amor. Jesus é exemplo máximo e espelho para o comportamento de todo ser humano – ele é realmente o Deus humanado - ele não só é mestre especial, como também leva o homem a ser especial com Deus e com as demais pessoas. Antes ele dissera: “Amaivos uns aos outros, como eu vos amei”.

Liturgia da Semana w 27/10, SEXTA-FEIRA

Cor (verde) Primeira Leitura (Rm 7,18-25a) Responsório (Sl 118) Evangelho (Lc 12,54-59)

w 28/10, SÁBADO Cor (vermelho)

Primeira Leitura (Ef 2,19-22) Responsório (Sl 18) Evangelho (Lc 6,12-19)

w 29/10, DOMINGO Cor (verde) Primeira Leitura (Êx 22,20-26) Responsório (Sl 17)

Evangelho (Mt 22,34-40)

w 30/10, SEGUNDA

Cor (verde) Primeira Leitura (Rm 8,12-17) Responsório (Sl 67) Evangelho (Lc 13,10-17)

w 31/10, TERÇA-FEIRA Cor (verde)

Primeira Leitura (Rm 8,18-25) Responsório (Sl 125) Evangelho (Lc 13,18-21)

w 01/11, QUARTA-FEIRA Cor (verde) Primeira Leitura (Rm 8,26-30)

Responsório (Sl 12) Evangelho (Lc 13,22-30)

w 02/11, QUINTA-FEIRA

Cor (roxo) Primeira Leitura (Is 25,6a.7-9) Responsório (Sl 26) Evangelho (Jo 6,37-40)


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

5

Vaticano

O cristão é chamado a comprometer-se Papa destaca o Evangelho que apresentou uma nova face a face entre Jesus e seus opositores

C

om informações da Rádio Vaticano. O Papa Francisco rezou a oração mariana do Angelus, do domingo, 22, Dia Mundial das Missões, com os fiéis e peregrinos reunidos na Praça São Pedro. “O Evangelho deste domingo nos apresenta um novo face a face entre Jesus e seus opositores. O tema abordado é o do tributo a César: uma pergunta “espinhosa”, sobre se é lícito ou não pagar o imposto ao imperador de Roma, que era submetida à Palestina no tempo de Jesus. As posições eram diferentes. Portanto, a pergunta feita pelos fariseus: É lícito ou não pagar imposto a César? era uma armadilha para o Mestre. De fato, dependendo de como tivesse respondido, ele seria acusado de estar a favor ou contra Roma”, disse o Papa na alocução antes da oração. O Pontífice ressaltou “que Jesus, também

neste caso, responde com calma e aproveita a pergunta maliciosa para dar uma lição importante, colocando-se acima da polêmica e coalizões opostas”. Ele diz aos fariseus: Mostrem-me a moeda do imposto. Eles levaram então a moeda a Ele, e Jesus, olhando a moeda, perguntou-lhes: De quem é a figura e inscrição? Os fariseus responderam: De César. Então Jesus concluiu: «Pois deem a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.» “Por um lado, intimando a restituir ao imperador o que lhe pertence, Jesus declara que pagar o imposto não é um ato de idolatria, mas um ato devido à autoridade terrena; por outro lado, e é aqui Jesus dá um “tapa de luva”, lembrando o primado de Deus, pede para dar ao Senhor da vida do homem e da história o que lhe cabe.”

ghghghghgh

w papa francisco no Angelus do domingo, dia 22 de outubro A imagem de Deus

Segundo o Papa, “a referência à imagem de César, cunhada na moeda, diz que é justo sentir-se plenamente, com direitos e deveres, cidadãos do Estado; mas, simbolicamente, faz pensar na outra imagem impressa em cada homem: a imagem de Deus”. “Ele é o Senhor de tudo, e nós, que fomos criados “à sua imagem”

pertencemos, sobretudo a Ele. A partir da pergunta colocada pelos fariseus, Jesus faz uma pergunta mais radical e vital para cada um de nós, uma pergunta que nós podemos nos fazer: a quem pertenço? À família, à cidade, aos amigos, à escola, ao trabalho, à política, ao Estado? Sim, claro. Mas primeiramente, Jesus nos recorda, você pertence a Deus. Esta é a pertença fundamental. Foi Ele que

deu tudo o que você é e o que você tem. Portanto, a nossa vida, podemos e devemos vivê-la todos os dias no reconhecimento dessa nossa pertença fundamental e no reconhecimento do coração para com nosso Pai, que cria cada um de nós individualmente, único, mas sempre segundo a imagem de seu Filho amado, Jesus. É um maravilhoso mistério.” O Papa disse ainda que

“o cristão é chamado a se comprometer concretamente nas realidades humanas e sociais sem contrapor “Deus” e “César”, pois contrapor Deus e César seria um comportamento fundamentalista. O cristão é chamado a comprometer-se concretamente com as realidades terrenas, iluminandoas com a luz que vem de Deus. A confiança prioritária em Deus e a esperança Nele não levam a uma fuga da realidade, mas sim a trabalhar e dar a Deus o que lhe pertence. É por isso que o fiel olha a realidade futura, a de Deus, para viver a vida terrena em plenitude e responder com coragem aos seus desafios”. Francisco pediu à Virgem Maria para que “nos ajude a viver sempre de acordo com a imagem de Deus que trazemos em nós, dentro, dando também a nossa contribuição na construção da cidade terrena”.

Papa a Teófilo III: trabalhemos pela unidade entre nós Com informações da Rádio Vatican. O Papa Francisco recebeu em audiência na segunda-feira, 23, no Vaticano, o Patriarca greco-ortodoxo de Jerusalém, Teófilo III. Depois de dar as boasvindas a Teófilo III, o Papa agradeceu ao Patriarca pela recepção calorosa a ele oferecida durante sua visita a Jerusalém de 24 a 26 de maio de 2014, em que o Pontífice visitou alguns lugares Sagrados da Palestina. Francisco disse que se lembra com emoção o momento de oração diante do túmulo de Jesus na Basílica do Santo Sepulcro. A esse propósito, o Papa manifestou sua alegria pela restauração desse local sagrado:

“Não foi simplesmente protegida a integridade de um monumento do passado, mas se trabalhou também para que continue ressoando no futuro o testemunho que brota daquele sepulcro vazio: «Ele ressuscitou! Não está aqui! Vejam o lugar onde o puseram» (Mc 16, 6).” “Alegro-me pelo fato de o Patriarcado grecoortodoxo de Jerusalém, o Patriarcado armênio de Jerusalém e a Custódia Franciscana da Terra Santa terem trabalhado juntos em ótima sintonia, também para a Basílica da Natividade de Belém, e para alcançar esse objetivo. Agradeço de coração ao Patriarca Teófilo III pelo seu com-

w encontro Papa Francisco e o Patriarca Teófilo III

promisso.” Segundo o Papa, este encontro ofereceulhe a oportunidade de expressar novamente sua proximidade a todos aqueles que sofrem por causa dos conflitos

que há anos afligem a Terra Santa. Francisco recordou também os membros das várias comunidades cristãs da Terra Santa. O Pontífice reiterou o sincero desejo e o compromisso de pro-

gredir no caminho rumo à unidade plena entre nós”. “Sei bem que algumas feridas do passado continuam deixando marcas na memória de muitos. Não é possível mudar a história, mas,

sem nos esquecer as faltas graves de caridade cometidas durante os séculos, dirijamos juntos o olhar para o futuro de reconciliação plena e comunhão fraterna, e trabalhemos agora, como o Senhor deseja. Não fazêlo seria a culpa mais grave de hoje, seria não ouvir o convite urgente de Cristo e os sinais dos tempos que o Espírito semeia no caminho da Igreja.” O Papa concluiu: “Reitero a minha proximidade aos irmãos cristãos da Terra Santa e o meu afeto pelos amigos das outras grandes religiões presentes na região, esperando e rezando para que chegue logo para todos o dia de uma paz estável e duradoura.”

Ameaça aos rios: Francisco pede respostas rápidas e eficazes Com informações da Rádio Vaticano. Respostas rápidas e eficazes: este é o pedido do Papa

T J

Francisco aos participantes do Congresso internacional “Água e Clima. Os grandes rios do

mundo se encontram”. O evento aconteceu de 23 a 25 de outubro, quando representações

rabalhemos todos juntos para promover a paz entre os povos e garantir o respeito dos direitos humanos. (24 de outubro)

esus nos deu uma luz que brilha na escuridão: defenda-a, proteja-a. É a maior riqueza confiada à sua vida. (23 de outubro)

governamentais das principais bacias fluviais do mundo se reuniram em Roma para dar vida a um diálogo construtivo para enfrentar o futuro da água em meio às mudanças climáticas. Diante de fenômenos sempre mais violentos, como inundações, secas e destruição de ecossistemas, a finalidade do encontro é criar uma visão comum em vista da COP 23, que se realizará em Bonn (Alemanha) no mês de novembro, e do Fórum Mundial da Água de Brasília, previsto para

março de 2018. A mensagem do Papa Francisco foi lida pelo Secretário de Estado, Card. Pietro Parolin, que participou da inauguração do evento. No texto, o Pontífice expressa os votos de que o trabalho dos participantes para sensibilizar a consciência da comunidade internacional leve não só a soluções práticas, mas evidencie também a necessidade de uma abordagem mais integrada em vista da promoção do desenvolvimento e da difusão de uma “cultura do cuidado”.

De modo especial, o Papa espera que a ameaça representada pelas mudanças climáticas aos irmãos e irmãs nos países mais vulneráveis possa encontrar “respostas rápidas e eficazes”. Do evento participaram também o DiretorGeral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Dr. José Graziano da Silva. As problemáticas relativas ao Rio Amazonas foram expostas pela embaixadora venezuelana Maria Jacqueline Mendoza Ortega.


6

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Igreja no Mundo Ávila abre Ano Jubilar Teresiano fotos: divulgação

Se repetirá cada vez que o dia 15, Festa de Santa Teresa de Jesus, coincidir com um domingo

C

om informações da Rádio Vaticano. Uma Solene Celebração em Ávila, Espanha, presidida pelo Cardeal Ricardo Blázquez, Presidente da Conferência Episcopal Espanhola, marcou no domingo, 15, o início do Ano Jubilar Teresiano. A Missa foi celebrada na Plaza del Mercado Chico, no coração do centro histórico de Ávila, reunindo cerca 3.000 fiéis que quiseram tomar parte da abertura do primeiro Ano Jubilar Teresiano periódico concedido

pelo Papa Francisco à Ávila, toda vez que o dia de Santa Teresa coincide com o domingo. Em sua homilia, o Cardeal Ricardo Blázquez agradeceu ao Papa por ter concedido o Ano Jubilar Teresiano periódico, ao mesmo tempo que convidou para ler os escritos da Doutora da Igreja, recordando que em Ávila, “cada recanto fala dela”. Ávila já estava vivendo um momento histórico no sábado, 14, quando o Bispo Dom Jesús García Burillo abriu pe-

la primeira vez a Porta Santa, localizada no átrio de acesso à igreja do Convento de “La Santa”, onde nasceu a Santa Teresa de Jesus. Esse momento ocorreu na presença de milhares de pessoas que começaram a passar pela Porta, enquanto os sinos tocavam e o hino nacional soava fora do templo. A Porta Santa permanecerá aberta e os peregrinos poderão ter a Indulgência Plenária, obedecidas as condições estabelecidas pela Igreja.

Panamá busca famílias para acolhida de peregrinos da JMJ Com informações da agência Gaudium Press. A experiência da acolhida cristã também é um elemento fundamental da organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Por esta razão, os organizadores do evento, que ocorrerá no

Panamá em janeiro de 2019, estão convidando as famílias para que se inscrevam e acolham em seus lares aos jovens peregrinos que participarão do encontro mundial. “As Famílias de Acolhida representam uma grande contribuição para

a JMJ. É nestes espaços onde os peregrinos têm um contato direto com a cultura do país que lhes acolhe, e a família se nutre de uma nova cultura, criando um vínculo com os peregrinos e fazendo sua família maior no Senhor”, expõem a partir da

Arquidiocese do Panamá. Quando um peregrino pede alojamento à organização da JMJ, é alojado seja em uma casa de família de acolhida ou em salões paroquiais, colégios, ginásios e barracas. É a paróquia a responsável em coordenar os

alojamentos e distribuir aos peregrinos nas famílias de acolhida. A Jornada Mundial da Juventude do Panamá, será celebrada entre os dias 22 a 27 de janeiro de 2019 com o lema “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segun-

do a tua palavra”, inspirado no Evangelho de Lucas 1, 38. A jornada é o maior evento católico no mundo que congrega jovens (por volta de dois e três milhões, segundo as cifras dos encontros mais recentes).

Igreja no Brasil

Dados revelam 38 santuários dedicados a Mãe Aparecida Com informações da agência Gaudium Press. De acordo com um levantamento feito pela redação do portal A12, existem 38 santuários - contando com a Basílica da Mãe Santíssima na cidade de Aparecida - dedicados a Padroeira do Brasil pelo país. Na cidade de São Paulo, são diversos os santuários que homenageiam a Mãe Aparecida. A exemplo disso está a igreja pertencente à Diocese de Jundiaí, que foi elevada a dignidade de templo diocesano no dia 22 de dezembro de 1992. Desde aquela época, um extenso número de fiéis procurava diariamente a igreja de Jundiaí a fim de pedir a intercessão e agradecer as bênçãos recebidas pela Mãe Maria. Já o Santuário Nossa Senhora Aparecida, no município paulista de São Manuel, localizado no Distrito de Aparecida de São Manuel, é considerado o segundo templo dedicado a Padroeira do Brasil. A história de devoção teve início por volta de 1840, sendo que em 1858 foi inaugurada no local a primeira capela dedica a Mãe Santíssima. Com o aumento do número de fiéis que vinham procurar o lugar, houve a necessidade de se construir uma nova igreja, inaugurada em fevereiro de 1911 e elevada a Santuário em 15 de agosto de 1913.

Neste ano, o espaço tornou-se também o primeiro santuário da Diocese de Botucatu. Além desses exemplos citados pela A12, a Gaudium Press listou outro santuário em honra a Nossa Senhora Aparecida. Situado na cidade de Tambaú, foi criado através de um sonho do Padre Donizetti Tavares de Lima - que recentemente teve suas virtudes heroicas reconhecidas pelo Vaticano. Naquele tempo, o sacerdote tinha o desejo de construir uma igreja que homenageasse a Padroeira do Brasil, entretanto, não pode concre-

tizá-lo devido a sua morte. Mais tarde, uma comissão iniciou as providências para a construção do novo templo. Antes, houve a criação da Paróquia de Tambaú, sob a invocação de Santo Antônio, no dia 14 de maio de 1902. Quando o Padre Donizetti assumiu a comunidade, encomendou a réplica da Imagem de Nossa Senhora Aparecida para colocar na Igreja Matriz. Em 1929, um incêndio provocado por um curto circuito desmoronou as estruturas da igreja. Das 23 imagens que havia no local, restou apenas a imagem da Padroeira do Brasil,

que estava intacta e foi retirada pelo sacerdote. Diante daquele trágico episódio, o Padre Donizetti prometeu construir um santuário para a Virgem Santíssima. Mas seu desejo só foi concretizado após seu falecimento, aos 79 anos. O lançamento da pedra fundamental do Santuário Nossa Senhora Aparecida ocorreu no dia 1º de novembro de 1961. O término foi no ano de 1966. Nesta mesma igreja, que faz parte da Diocese de São João da Boa Vista, estão os restos mortais do Servo de Deus.

As homenagens pelos 65 anos da CNBB Com informações da CNBB. Desde o dia 14 de outubro, data oficial do seu aniversário, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está realizando uma série de atividades para marcar, de forma solene, a celebração dos seus 65 anos, com o mote: “Tempo de Viver a Unidade”. Segundo padre Antônio Silva da Paixão (Nequinho), Subsecretário da entidade “há três tipos de festa: memória, festa e solenidade”. A festa é um evento com fim em si mesmo. A memória se restringe ao aspecto de lembrar fatos e a solenidade contém em si a festa e a memória. “A festa de 65 anos da CNBB não é uma festa qualquer, é uma solenidade. Vamos fazer memória e pensar o que nós em 2017 estamos contribuindo para que a CNBB seja o que ela precisar ser: ‘servidora’”, disse. Sobre as comemorações, padre Nequinho afirmou que o propósito é reforçar a ideia da unidade que vem inspirando o planejamento 2017. A programação se estende por toda semana com atividades que buscam, de diferentes formas, trabalhar a ideia da unidade. No dia 24 de outubro, na Reunião do Conselho Permanente, com a participação dos bispos representantes dos 18 regionais da CNBB e das Comissões Episcopais Pastorais, acontece a solenidade de inauguração da nova casa e de homenagens pelos 65 anos da entidade.


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

C

om informações da CNBB - Um grupo de pessoas com as mãos dadas, de diferentes idades e etnias, representando a multiplicidade da sociedade brasileira é a mensagem exposta no cartaz da Campanha da Fraternidade 2018. Especialmente no Ano do Laicato, a Igreja no Brasil convida a todos, por meio da CF 2018, a refletir sobre a problemática da violência, particularmente em como superá-la. No cartaz, segundo o secretário-executivo das Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Luís Fernando, as pessoas que nele formam um círculo e unem as mãos indicam que a superação da violência só será possível a partir da união de todos. “A violência atinge toda a sociedade brasileira em suas múltiplas esferas, o caminho para superar a violência é a fra-

Cartaz da Campnha da Fraternidade 2018 Peça traz o lema “Fraternidade e superação da violência” e lema “Vós sois todos irmãos”.

ternidade entre as pessoas que se unem para implementar a cultura da paz”, explica. A escolha do Cartaz, de acordo com o padre Luís Fernando, foi feita com base em duas etapas. A primeira foi aberta a participação da população que pôde enviar sugestões de arte por meio de um edital aberto ao público e a segunda passou pela avaliação do Conselho Permanente da CNBB. “A partir dessa escuta é que chegou a atual configuração do Cartaz”, sublinhou.

Com o tema “Fraternidade e superação da violência”, a CF 2018 além de mapear a violência, colocará também em evidência as iniciativas que existem para superá-la, bem como despertar novas propostas com esse objetivo. “A Igreja no Brasil escolheu o tema da superação da violência devido ao crescimento dos índices de violência no Brasil. Esse tema já foi discutido na década de 80, num contexto em que o país vivia a recessão militar e dentro desse contex-

to foi possível mapear diversas formas de violência”, afirma padre Luís. Ele explica ainda que o lema da CF “Vós sois todos irmãos” foi extraído do capítulo 23 do Evangelho de São Mateus, no qual Jesus repreende os fariseus e mestres da lei, por suas práticas não serem coerentes com os seus discursos: “Os fariseus e mestres da lei valorizavam a sociedade hierarquizada. Jesus propõelhes então um novo modelo mais comunitário e fraterno “Vós sois todos irmãos”. “O lema da Campanha da Fraternidade 2018 é um convite para a superação da violência por meio do reconhecimento

7

Igreja

de que cada pessoa humana é irmão, é irmão e se assim o é então não se pode deferir contra ele (a) atos de violência”, finaliza padre Luís. Subsídios - Além do cartaz, todo ano a Igreja no Brasil disponibiliza subsídios e materiais para ajudar as comunidades, famílias e cidadãos a vivenciarem o propósito da Campanha. Esses materiais estarão à disposição do público no site da CNBB.

Mundo juvenil e a fé cristã Dom Antônio de Assis Ribeiro - Bispo Auxiliar de Belém (domantoniodeassis@arqbelem.org)

Aspectos do perfil da jovem Maria (parte 2)

N

a conclusão da Festividade do Círio 2017, o nosso arcebispo Dom Alberto Taveira Correa, anunciou o tema do Círio 2018: “Uma jovem chamada Maria”. O tema foi acolhido com grande alegria, sobretudo, pelo setor juventude da Arquidiocese de Belém. Veio numa hora muito oportuna! Na próxima série de reflexões nesta coluna, vamos propor um caminho de aprofundamento das motivações pelas quais o nosso arcebispo anunciou esse tema e não outro! Temos grandes motivações eclesiais e civis para centrar a nossa atenção sobre a juventude no próximo ano. O tema nos convida a ir além do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Por enquanto vamos continuar o profundamente do perfil da jovem Maria de Nazaré. Visão distorcida e maldosa Conforme já alertamos, a nossa devoção à Nossa Senhora se empobreceria se ficássemos presos à imagem. E quem dessa forma, está na prisão da ignorância. Nesses dias, lendo um artigo de um não-católico, percebi que com sutileza e tanta pobreza de conteúdo teológico, nas entrelinhas, tentava desqualificar a grandeza de Maria. Então me perguntava a mim mesmo: por que a figura de Maria gera tanta inquietude em certos grupos?Porque, doentiamente, tentam rebaixar a figura daquela que dis-

se “todas as gerações me chamarão bem-Aventurada” e saudada por Isabel como a “bendita és tu entre as mulheres”? Por que, esquizofrenicamente, enaltecem o filho e rebaixam sua mãe? Há claramente uma atitude biblicamente desonesta e violenta! Por acaso,Jesus alguma vez para afirmar a sua grandeza única, desprezou a sua mãe?Por quê são cegos em relação às virtudes de Maria e enaltecem alguns valores de Abraão, de Isaac, Jacó, Gideão, Samuel, Moisés, Salomão etc.? Que desproporcionalidade! Todavia, o efeito dos ataques é totalmente contraproducente; a melhor resposta está na mente, na linguagem, na vida, no afeto e no coração do povo que acolhe respeitosamente a Palavra de Deus, sem manias seletivas e ama a mãe de Jesus! Por isso, com remorso, os sacerdotes que o digam, são poucos os “protestantes”, que ao final da vida, atormentados por remorsos e voltam à Igreja Católica e morrem Católicos pedindo perdão por tanta agressividade. No Céu está Maria, a mãe de Jesus, e quem quer ir para o Céu, esteja em comunhão com ela e com seu Filho. Por isso, caros leitores, sigamos adiante, como bons filhos de Maria, irmãos de Jesus o nosso Salvador, a profundando o perfil da Jovem Maria. Maria, uma jovem comprometida Maria é uma jovem,

cidadã, virgem, COMPROMETIDA: era noiva de José...! - Significa que tinha sonhos, que acreditava na família e em seus valores! - Significa que tinha um sério projeto de vida... Soube dizer ”não” ao presenteísmo, tinha olhos voltada para o futuro! - Maria não teve medo do futuro, não teve medo de tomar decisões, de entregar-se ao serviço de Deus e servir aos necessitados! Solidária! - A jovem Maria tinha um projeto de vida: era noiva de José...! Queria casar-se! - Significa que tinha sonhos, que acreditava na família e em seus valores! - Significa que soube dizer ”não” a o p re s e n t i s m o, a o imediatismo,hedonismo (drogadição) tinha olhos voltada para o futuro com seriedade! - Maria não teve medo do futuro, não teve medo de tomar decisões, de entregar-se ao serviço de Deus e servir aos necessitados! Solidária!

1

Maria ORANTE: eladialoga com Deus! Conversou com o anjo Gabriel, mensageiro de Deus! - Escuta atentamente a mensagem de Deus; - Ela acolhe e reflete sobreo significado da Palavra de Deus! - Ela é uma jovem de Oração! Faz a experiência da Leitura Orante da P. de Deus. Em sua oração (magnificat) reconhece as maravilhas de

Deus em sua vida, na vida do seu povo e na história da humanidade! Maria, uma jovem E S T U DA N T E DA PALAVRA - Jovem que escuta a voz de Deus e a medita; - Maria é a jovem da virtude da Meditação, da reflexibilidade... - Maria não é uma jovem dispersa – fenômeno da dispersão, vazio existencial... - O fenômeno da impulsividade leva muitos jovens à violência, ao vício... - O mal do ativismo, do produtivismo, do utilitarismo... da cultura da aparência! - Para que estudar?

2

3

Maria é, SANTA: o anjo a cumprimenta como “Cheia de graça!”. - Ela é cheia da ação do Espírito de Deus!Vive emEstado de santidade, é preservada do mal, do pecado, da maldade... Vive sem vícios! - Ela experimenta uma santidade ativa, santidade dinâmica, santidade empreendedora, santidade inquieta, santidade missionária! - Maria erauma jovemvirtuosa, tinha valores, era contida, casta, disciplinada, preservada, íntegra... - Tinha um ideal de vida, sensibilidade moral, senso crítico... - Os jovens e a corrupção... Maria, uma jovem SANTA: - O anjo a cumprimenta como “Cheia de graça!”. - Ela é cheia da ação

do Espírito de Deus!Vive emEstado de santidade, é preservada do mal, do pecado, da maldade... Vive sem vícios! - Ela experimenta uma santidade ativa, santidade dinâmica, santidade empreendedora, santidade inquieta, santidade missionária! - A Santidade juvenil é possível: acompanhamento, leitura da Palavra de Deus, frequência aos sacramentos, oração pessoal, missionariedade, caridade, serviço...testemunho de vida na família e com os colegas! Maria, jovem capaz de DOAÇÃO E SACRIFÍCIO - A disponibilidade para o serviço: foi depressa visitar Isabel! - A experiência do sacrifício: o caminho, montanha, desertos, fadigas... - A beleza da experiência do voluntariado juvenil; - Santidade e martírio... - Os santos sacrifício de cada dia: a santidade do cotidiano – Cumprir bem os deveres, estar alegres, ser solidário...

4

5

Maria, uma jovemSENSÍVEL E SOLIDÁRIA - Maria é uma jovem profundamente sensível aos outros; - É capaz de perceber necessidades – ajuda Isabel... - Quando adulta – mãe, percebe a carência de vinho em Caná... - É corresponsável por grandes processos de mudanças...

- Maria denuncia o egoísmo, a inércia e o comodismo de muitos jovens de hoje... Maria, uma jovem PROTAGONISTA (capaz de boas iniciativas) - Maria é uma jovem que vive a experiência de um sadio protagonismo juvenil; - Ela é capaz de sempre tomar boas iniciativas; é uma jovem rica de espírito de iniciativa; - Trata-se de um protagonismo de comunhão, não conflita... Maria, uma jovem DISCÍPULA MISSIONÁRIA - É a jovem modelo do discípulo missionário; - Maria, antes de tudo põe à escuta e assimila a Palavra de Deus; - Maria, disponível, torna-se grávida, deixando Jesus crescer no seu ventre; - A jovem Maria, grávida, sai de casa, enfrenta desafios e vai ao encontro de Isabel; - Precisamos de jovens evangelizando jovens... em todos os ambientes, mas precisam conhecer a pessoa de Jesus Cristo... É o papel da catequese e dos catequistas.

6

Maria, uma jovem profetiza - “Todas as gerações me chamarão bem-aventurada” (Lc 1,47); - É profetiza da alegria e da Esperança; - Maria é profetiza da nossa futura plena comunhão com Deus! - Saber ler e interpretar com otimismo da história da humanidade (magnificat).


8

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Nazaré Repórter

rádio nazaré

fm

divulgação

z mh 3 . 91 fotos divulgação

l Especial “Esperança e vida”

J Vestibular da Facbel

A Faculdade Católica de Belém (FACBEL) inscreve até o dia 30 de novembro para o Vestibular 2018, para os cursos em bacharelado em Filosofia e Teologia. O candidato tem duas opções de inscrições, online pelo site catolicadebelem. com.br ou presencial na sede da Católica de Belém na BR 316, KM 6, Ananindeua. A faculdade oferta 400 vagas.

J Vestibular UEPA 2017 Os candidatos do Processo Seletivo 2017 (Prosel) e da terceira etapa do Programa de Ingresso Seriado (Prise) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) já podem conferir as regras, cronograma e o quadro de vagas para esta edição do vestibular. Este ano, a Instituição disponibiliza um total de 3.702 vagas,

sendo que 50% destas serão reservadas aos candidatos oriundos de escolas públicas do Pará. As inscrições para candidatos ao Prosel iniciam em outubro, enquanto a confirmação da inscrição dos estudantes da terceira etapa do Prise poderá ser feita a partir de hoje no site www.uepa.br/daa.

J PS 2018 UFPA O Processo Seletivo 2018 (PS 2018) da Universidade Federal do Pará (UFPA) segue até dia 30 de outubro com as inscrições abertas. No total, serão 7.350 vagas disponíveis em 83 diferentes habilitações ofertadas pela Universidade. As inscrições poderão ser feitas por meio do site do Centro de Processos Seletivos (CEPS) da UFPA.

J Santos 2017 Nos dias 3 e 4 de novembro o Grupo de Teatro e Dança Sant’Arte, às 19h30, se apresenta na Paróquia Santa Rita de Cássia, no conjunto Cidade Nova V, em Ananindeua, o projeto Santos para contar histórias de homens e mulheres que viveram em plenitude o amor a Cristo, o bem e a caridade com o próximo, sem esperar nada em troca, e em alguns casos, sendo brutalmente massacrados. Histórias contadas de maneira poética, segundo a interpretação de seus atores em solos, utilizando técnicas corporais e de interpretação, para encenar as personalidades religiosas .

J Luau A Paróquia Nossa Senhora Rainha da Paz, no Benguí, promove sábado, 28, um “Luau Mariano” com muita oração, teatro, pregação e animação. O evento acontecerá no Espaço Pastoral Pe. João Derickx, em frente à Igreja Matriz, e inicia às 19h00.

J Bazar? A Cáritas Brasileira Regional Norte 2 da CNBB está promovendo, em dezembro, um bazar beneficente em prol de seus projetos e ações sociais. Os interessados em doar roupas, calçados e acessórios podem procurar a Cáritas pelos telefones: 3347-9809 ou 3226-9273. A arrecadação acontece até 17 de novembro.

São isentos do pagamento da taxa de inscrição todos os alunos cotistas e candidatos que estudaram todo o Ensino Médio em escola pública ou em escola privada, com bolsa integral. Para aqueles que não se enquadram no perfil de isentos, o pagamento da taxa de inscrição deverá ser feito até o dia 31 de outubro.

Na próxima quintafeira, 2, a Igreja viverá a celebração dos Fiéis Defuntos, momento em que são lembramos com carinho de todos os entes queridos que já partiram para a eternidade. A Rádio Nazaré FM apresentará o “Especial Esperança

e vida”, programa especial de reflexão e meditação para os ouvintes acompanharem esse dia de fé e esperança na vida eterna. Será uma programação especial de oração, reflexões e meditações. Sintonize 91,3 MHz e participe!

Rádio Nazaré FM - 91,3. A serviço da vida. nossa missão é evangelizar!

rede nazaré de televisão

al can

30

J Hospital Galileu abre vagas para

enfermeiro e técnico de enfermagem

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar está com oito vagas abertas para o cargo de enfermeiro e seis para técnico em Enfermagem no Hospital Público Estadual Galileu, em Belém. Todas as vagas também são destinadas a pessoas com deficiência (PCD). Forma de Carreiras da Pró-Saúde candidatura para ambos (www.prosaude.org.br/ os cargos: cadastramento trabalheconosco), onde do currículo no Portal de

os interessados também podem conferir outras vagas disponíveis.

J Encontro Regional Norte da PPI No período de 7 a 10 de novembro a Arquidiocese de Belém recebe o Encontro Regional Norte da Pastoral da pessoa Idosa. O evento, que tem realização da coordenação nacional da

referida pastoral, tem como tema “Direitos da pessoa idosa” com o objetivo de colaborar na construção da rede de apoio à pessoa idosa e contará com a participaçãonte

de agentes da pastoral do regional norte I e II. Na próxima edição da Voz de Nazaré haverá matéria completa com programação e local do evento.

J Curso para noivos

J Exposição

A Paróquia de São Raimundo Nonato, no Umarizal, realiza nos dias 11 e 12 de novembro o curso de preparação para noivos com o tema “Pois onde estiver o amor, ali estará também o vosso coração” (Lc 12,37). As inscrições são realizadas na secretaria paroquial da Matriz, situada

Pelo terceiro ano, o Espaço São José Liberto recebe a exposição de imagens sacras do grupo Entre Santos sob o tema “Maria de todos os santos”. São apresentadas cerca de 50 peças que tem medidas entre 25 cm e 50 cm e ficam em exposição comercial aberta ao público até o dia 30 de outubro. As peças são produzidas no atelier do EntreSantos, criado em 2013, que é formado apenas por artesãs. A visitação pode ser feita de segunda à sábado, das 9h às 18h30. Domingos e feriados de 10h às 18h. A entrada é franca.

na Avenida Senador Lemos, 990. Maiores informações: (91) 32774644.

l Festividade São Judas Tadeu Acompanhe terça-feira, 28, a partir das 19h, pela TV Nazaré – canal 30, ou na sintonia da sua cidade – a transmissão ao vivo da Missa Solene de abertura

da festividade da Paróquia de São Judas Tadeu, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa.

sacra

portal nazaré

w. ww re. aza on m.br a c co da fun

l Portal: canal da fundação Acompanhe no Portal Nazaré (fundacaonazare. com.br), o canal “Fundação”. Nele estão notícias sobre as festividades das paróquias, iniciativas

das comunidades e demais informes sobre a Arquidiocese de Belém. Você também pode encaminhar sugestão de pauta para o e-mail portal@ fundacaonazare.com.br


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

9

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 SEXTA - FEIRA 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h05 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto - Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Varanda Musical 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 – Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

SÁBADO 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus

10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Musical Nazaré 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - A vida e o tempo 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat

DOMINGO 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - Santa missa 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - As Mais Tocadas 15h00 - Terço da Misericórdia 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 Ângelus, Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M P B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

SEGUNDA - FEIRA 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes

Ligue: (91) 4006-9251 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h05 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto - Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R C R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

TERÇA - FEIRA 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h05 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto - Pe. Nilton Cezar 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR

10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUARTA - FEIRA 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h05 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto - Pe Nilton Cezar 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 – Educação e cidadania 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h15 – Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Varanda Musical

16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você - Com. Mar Adentro 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

QUINTA - FEIRA 04h00 - Abertura da emissora 04h05 - Ofício em sufrágio das Santas almas do purgatório 04h30 - Musical Esperança e vida 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h15 - Ângelus - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Terço e Ladainha em favor das almas 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Musical Esperança e vida 07h00 - Missa Fiéis Defuntos. 08h00 - Musical Esperança e vida 09h00 - Especial Esperança e vida - “Superando o luto. A dor da ausência” - Pe. Nilton Reis 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h30 - Ofício em sufrágio das Santas almas do purgatório 13h00 - Musical Esperança e vida 15h00 - Terço da Misericórdia 15h20 - Musical Esperança e vida 16h00 - Especial Esperança e vida - “Compreendendo a fé a cristã” - Pe. Nilton Reis 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h30 - Terço e Ladainha em favor das almas 19h00 - Musical Esperança e vida 20h00 - Especial Esperança e vida - Réquiem de Mozart - Pe. Nilton Reis 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Ofício em sufrágio das Santas almas do purgatório 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida - Gregoriano 23h50 - Mensagem de encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00h00 - Fraternidade em Ação 00h10 - De Mãos Dadas 01h10 - Terra Santa News 01h30 - ClipShow 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - Mãe Maria 02h55 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - EvangelizaShow 04h00 - Diálogo Aberto 05h00 - TeleCurso - Ensino Médio 05h30 - TeleCurso - Ensino Médio Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h50 - Mãe Maria 06h00 - Terço Doloroso 06h25 - Palavra de Vida Eterna 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - Mãe Maria 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa Mantinal 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Mãe Maria 10h25 - Palavra de Vida Eterna 10h30 - De Mãos Dadas 11h30 - Terço das Santas Chagas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - Sal da Terra 14h00 - Igreja que Sofre 14h30 - Fraternidade em Ação 14h40 - Mãe Maria 14h50 - Palavra de Vida Eterna 14h55 - Meu Pensamento 15h00 - De Mãos Dadas 16h00 - TeleCurso - Ensino Médio 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Palavra de Vida Eterna 17h05 - Caminhando Na Fé 17h20 - Fraternidade em Ação 17h30 - Terço Doloroso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa Vespertina 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - EvangelizaShow 21h00 - Espaço Cultural 22h30 - Terra Santa News 22h50 - Mãe Maria 23h00 - Palavra de Vida Eterna 23h05 - Caminhando Na Fé 23h20 - Fraternidade em Ação 23h30 - Terço Doloroso 23h55 - Meu Pensamento

SÁBADO 00h00 - Música Mensagem 02h00 - De Coração 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Clip Show 04h00 - Espaço Cultural 05h00 - Telecurso Ensino Fundamental 06h00 - Terço Gozoso 06h25 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Notícias Pastorais 07h45 - Sal da Terra 08h00 - Igreja no Brasil 08h10 - Palavra de Vida Eterna 08h15 - Mãe Maria 08h25 - Meu Pensamento 08h30 - Conversa com Meu Povo

09h00 - Missa no Rio de Janeiro-RJ 10h00 - Pesca Amazônia 11h00 - Sal da Terra 11h10 - Palavra de Vida Eterna 11h15 - Mãe Maria 11h25 - Meu Pensamento 11h30 - Igreja no Brasil 11h40 - Terra Santa News 12h00 - Notícias Pastorais 12h45 - Meu Pensamento 12h50 - Mãe Maria 13h00 - Viagem pela Amazônia 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Pensando Bem 15h00 - Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP 16h45 - Notícias Pastorais 17h30 - Terço Gozoso 17h55 - Palavra de Vida Eterna 18h00 - Música Mensagem 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Cine Nostalgia 21h30 - Encantos da Amazônia 22h30 - Espaço Cultural 23h30 - Terço Gozoso 23h55 - Meu Pensamento

DOMINGO 00h00 - Música Mensagem 02h00 - Vida Consagrada 03h00 - Clip Show 04h00 - Igreja que Sofre 04h30 - EvangelizaShow 05h30 - Igreja no Brasil 05h40 - Meu Pensamento 05h45 - Mãe Maria 05h55 - Palavra de Vida Eterna 06h00 - Terço Glorioso 06h25 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Meu Pensamento 07h00 - Terra Santa News 07h20 - Mãe Maria 07h30 - Santa Missa Dominical 08h30 - Sal da Terra 08h45 - Palavra de Vida Eterna 08h50 - Igreja no Brasil 09h00 - Conversa com Meu Povo 09h30 - Viagem pela Amazônia 10h00 - Diálogo Aberto 11h00 - Pesca Amazônia 12h00 - Notícias Pastorais 12h45 - Ângelus 13h00 - Encantos da Amazônia 14h00 - Terra Santa News 14h20 - Palavra de Vida Eterna 14h25 - Meu Pensamento 14h30 - Igreja que Sofre 15h00 - Cine Nostalgia 16h00 - Dedo de Prosa 17h00 - Palavra de Vida Eterna 17h05 - Sal da Terra 17h20 - Mãe Maria 17h30 - Terço Glorioso 17h55 - Palavra de Vida Eterna 18h00 - Missa Igreja de Aparecida 19h00 - Vida Consagrada 20h00 - Espaço Cultural 21h30 - Janela Aberta 22h30 - Palavra de Vida Eterna 22h35 - Questão de Fé 23h35 - Terço Glorioso

SEGUNDA-FEIRA 00h00 - Fraternidade em Ação 00h10 - De Mãos Dadas

01h10 - Terra Santa News 01h30 - EvangelizaShow 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - Mãe Maria 02h55 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Encantos da Amazônia 04h00 - ClipShow 05h00 - TeleCurso - Ensino Médio 05h30 - TeleCurso - Ensino Médio Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h50 - Mãe Maria 06h00 - Terço Gozoso 06h25 - Palavra de Vida Eterna 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - Mãe Maria 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa Mantinal 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Mãe Maria 10h25 - Palavra de Vida Eterna 10h30 - De Mãos Dadas 11h30 - Terço das Santas Chagas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - Igreja no Brasil 13h55 - Palavra de Vida Eterna 14h00 - Igreja que Sofre 14h30 - Fraternidade em Ação 14h40 - Mãe Maria 14h50 - Palavra de Vida Eterna 14h55 - Meu Pensamento 15h00 - De Mãos Dadas 16h00 - TeleCurso - Ensino Médio 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Palavra de Vida Eterna 17h05 - Caminhando Na Fé 17h20 - Fraternidade em Ação 17h30 - Terço Gozoso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa Vespertina 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Janela Aberta 21h00 - Cine Nostalgia 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Mãe Maria 22h55 - Meu Pensamento 23h00 - Caminhando Na Fé 23h15 - Fraternidade em Ação 23h25 - Palavra de Vida Eterna 23h30 - Terço Gozoso 23h55 - Meu Pensamento

TERÇA-FEIRA 00h00 - Igreja no Brasil 00h10 - De Mãos Dadas 01h10 - Conversa com Meu Povo 01h40 - Palavra de Vida Eterna 01h45 - Meu Pensamento 01h50 - Mãe Maria 02h00 - Igreja que Sofre 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Religare 03h30 - De Coração 04h00 - Janela Aberta 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h50 - Mãe Maria 06h00 - Terço Doloroso 06h25 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Preparando a Festa

07h00 - Santa Missa Mantinal 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Mãe Maria 10h25 - Palavra de Vida Eterna 10h30 - De Mãos Dadas 11h30 - Terço das Santas Chagas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Sal da Terra 13h15 - Meu Pensamento 13h20 - Mãe Maria 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Desenho 15h00 - Novena do Perpétuo Socorro 15h45 - Sal da Terra 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Conversa com Meu Povo 17h00 - Palavra de Vida Eterna 17h05 - Terra Santa News 17h25 - Meu Pensamento 17h30 - Terço Doloroso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa Vespertina 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Sal da Terra 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Terra Santa News 20h50 - Mãe Maria 21h00 - Questão de Fé 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Igreja no Brasil 22h55 - Meu Pensamento 23h00 - Conversa com Meu Povo 23h30 - Terço Doloroso 23h55 - Meu Pensamento

QUARTA-FEIRA 00h00 - Fraternidade em Ação 00h10 - De Mãos Dadas 01h10 - Terra Santa News 01h30 - Encantos da Amazônia 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - Mãe Maria 02h55 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Novena do Perpétuo Socorro 03h45 - Caminhando Na Fé 04h00 - Questão de Fé 05h00 - TeleCurso - Ensino Médio 05h30 - TeleCurso - Ensino Médio Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h50 - Mãe Maria 06h00 - Terço Glorioso 06h25 - Palavra de Vida Eterna 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - Mãe Maria 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa Mantinal 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Mãe Maria 10h25 - Palavra de Vida Eterna 10h30 - De Mãos Dadas 11h30 - Terço das Santas Chagas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - Sal da Terra 14h00 - Igreja que Sofre 14h30 - Fraternidade em Ação 14h40 - Mãe Maria 14h50 - Palavra de Vida Eterna 14h55 - Meu Pensamento

15h00 - De Mãos Dadas 16h00 - TeleCurso - Ensino Médio 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Palavra de Vida Eterna 17h05 - Caminhando Na Fé 17h20 - Fraternidade em Ação 17h30 - Terço Glorioso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa Vespertina 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Pensando Bem 21h00 - Encantos da Amazônia 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Mãe Maria 22h55 - Meu Pensamento 23h00 - Caminhando Na Fé 23h15 - Fraternidade em Ação 23h25 - Palavra de Vida Eterna 23h30 - Terço Glorioso 23h55 - Meu Pensamento

QUINTA-FEIRA 00h00 - Igreja no Brasil 00h10 - De Mãos Dadas 01h10 - Conversa com Meu Povo 01h40 - Palavra de Vida Eterna 01h45 - Meu Pensamento 01h50 - Mãe Maria 02h00 - Igreja que Sofre 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Encantos da Amazônia 04h00 - Pensando Bem 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h50 - Mãe Maria 06h00 - Terço Luminoso 06h25 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa Mantinal 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Mãe Maria 10h25 - Palavra de Vida Eterna 10h30 - De Mãos Dadas 11h30 - Terço das Santas Chagas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Sal da Terra 13h15 - Meu Pensamento 13h20 - Mãe Maria 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Desenho 15h00 - Adoração Ao Santíssimo 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Conversa com Meu Povo 17h00 - Palavra de Vida Eterna 17h05 - Terra Santa News 17h25 - Meu Pensamento 17h30 - Terço Luminoso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa Vespertina 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Sal da Terra 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Terra Santa News 20h50 - Mãe Maria 21h00 - Diálogo Aberto 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Igreja no Brasil 22h55 - Meu Pensamento 23h00 - Conversa com Meu Povo 23h30 - Terço Luminoso 23h55 - Meu Pensamento


10

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Santa Missa Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém Região Episcopal Sant’Ana Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724 N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h Região Episcopal Santa Maria Goretti Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503

Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 Nossa Senhora de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 Região Episcopal Santa Cruz Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950 N. Sra do Perpétuo Socorro Segunda a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797 São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Terça a Sábado: 18h Dom.: 7h, 9h e 18h/1ª Sexta-mês: 9h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 17h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30

Região Episcopal São João Batista São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250 São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251 Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004 São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30 Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765 Região Episcopal Coração eucarístico de jesus Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433 Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654 N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645 Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136 Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h Telefone: 3289-5368 Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391

Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200 Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674 Região Episcopal Menino Deus N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655 Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351 N. Sra. de Nazaré Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135 Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202 N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147 N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183 Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3237-8351 Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião);

10 h 3 0 ( I g . D i v. E s p . S a n t o ) ; 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153 Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199 Santíssimo Sacramento Nova União - Marituba Sábado: 18h30 (Capela N. Sra. do Perpétuo Socorro) Domingo: 18h30 (Capela S. Francisco de Assis) Região Episcopal São Vicente de Paulo Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405 Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3279-2621 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


11

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Família Nazaré Ação de Graças pelos coleteiros Celebração eucarística aconteceu na Paróquia de Cristo Rei, no bairro da Guanabara

O

s casais Encontro de Casais com Cristo (ECC) participaram de missa em Ação de Graças pelos trabalhos realizados como coleteiros no Círio de Nazaré, dia 26. A missa foi presidida pelo pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, na Paróquia Cristo Rei, na Guanabara, e concelebrada pelo diretor Arquidiocesano do (ECC), padre Gelcimar Souza Santos. O Encontro de Casais com Cristo é um serviço em favor evangelização das famílias que está inserido nas sete regiões episcopais da Arquidiocese de Belém. Ao longo dos anos os casais do (ECC) realizam coletas durante as procissões do Círio, em prol da Fundação Nazaré de Comunicação. Este ano, durante as coletas, participaram 430 casais, o que totaliza 960 pessoas, que atuaram no serviço de coleta ou na reta guarda, ou seja, prestando auxílio. As coletas foram realizadas nas seguintes procissões do Círio: traslado para Ananindeua, moto romaria, romaria rodoviária, trasladação, Procissão do Círio e Círio das Crianças. A missa foi o momento que os casais puderam agradecer pelo trabalho desenvolvido durante o Círio 2017.

luiz estumano

w casais voluntários durante o Círio de Nazaré

Para o diretor arquidiocesano do (ECC), padre Gelcimar Santos, pároco da matriz da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, cada casal tem uma importante colaboração como coleteiro no Círio,

joão paraense

w coleta foi realizada em diversas procissões

cujos valores arrecadados são em prol da Fundação Nazaré de Comunicação, visando a Evangelização, ou seja, o anúncio da Boa Nova feito pelos meios de comunicação da Arquidiocese de Belém.

Durante o triênio 20152017, quem esteve à frente do ECC como casal arquidiocesano foi João e Célia Cardoso. Segundo João Cardoso, foi priorizado durante as coletas a conscientização das

pessoas, da importância do gesto, pois é a possibilidade de proporcionar que outras pessoas conheçam o Evangelho, seja pela Rádios Nazaré, TV Nazaré, Jornal Voz de Nazaré e Portal Nazaré.

Testemunho de Fé

T

udo começou nos primeiros dias de vida da minha filha, Pérola, quando a médica olhou para ela e disse que ela viria a óbito, por conta da icterícia. Fiquei sem chão, fria, me ajoelhei sobre a Pérola e pedi para Nossa Senhora de Nazaré que intercedesse junto a Je-

sus, que Ele tivesse misericórdia da minha filha e lhe desse a cura. Pedi, supliquei a Nossa Senhora por ela e por sua cura. Nossa promessa foi levá-la vestida de anjinho no círio das crianças e cumprimos. Meu pedido a Nossa Senhora foi para que ela ficasse viva conosco, não importava como. Meu medo era tanto de perdêla, que não pedi perfeição em nada, mas Deus, por meio de Nossa Senho-

ra nos abençoaram. Logo após a alta dela do hospital, ganhei a imagem de Nossa Senhora de Nazaré em um sorteio da peregrinação da minha comunidade e, logo depois, outra imagem - de Nossa Senhora do Ó! Foi inexplicável. Fé em Maria!

divulgação

Andreza Santos, micro empresária,

35 anos

Parabéns para você! divulgação

E

u agradeço a Deus e a Nossa Senhora por mais uma ano de vida e pela família. Tenho orgulho dos meus quatro filhos e dos meus sete netos. Só posso agradecer pela presença de Deus em minha vida e no meu lar. Sonia Maria Mendes Maués, dona de casa,

65 anos 30/10

27/10 Carolina dos Santos Vaz Francisca dos Santos Amorim Florentina Ferreira Favacho Mauro Elso Mescouto de Souza Nely Bezerra Leal Rosa Maria Silva Guidao 28/10 Ana Almeida dos Santos André Luiz Souza Coelho Afonso Henrique Macedo de França João Batista de Melo Mota Lucila Lira Mendes Luzia Rodrigues dos Santos Leite Maria Dulce Silva de Aquino Marilene Duarte Minas Olinda Cardoso dos Santos Olgarina Barata Almeida 29/10 Ângela Maria Sousa de Brito Dalcy Coelho Edvaldo do Carmo Nogueira Evarista Soares Costa Evaristo Seguins Gomes Izabel Cabral Rodrigues e família (transmissor da rádio)

Maria de Nazaré Marques Franco Maria Terezinha Pantoja de Nazaré Ricarda Chagas Fernandes Pinto 30/10 Alberto Lino Almeida Bruno Gomes Pedroso Lucimar Cabral Cunha Maria Aurora de Carvalho Santos Maria Celeste Guerreiro Ferreira Maria de Nazareth dos Santos Thury Raimundo Viana de Oliveira Roseane Duarte dos Santos Sônia Maria Mendes Maués 31/10 Antônio Max de Oliveira da Silva Benedito Sérgio Magina Fernandes Dinair Santo Maciel Leinda Maria Abreu Silva Maria Jonilda Lima Brito Raimunda Morais Gomes w

Raimundo Pinheiro dos Santos 01/11 Angela Maria Siqueira Duarte Antonio Augusto Castro de Azevedo Carmen Teles Fernandes Ceci do Carmo Reis Cesar Augusto Ferreira dos Santos Hilma do Amparo Ferreira Monteiro Jose Xavier da Silva Jucilene Silva Oeiras Maria José Ramalho do Espírito Santo Maria Martins e Martins Palmira Cardoso de Moraes Raimundo de Nazaré Ferreira Moreira Rocilene Rabelo de Castro Walquíria de Nazará Araújo 02/11 Esmerina Tarjes Feio Francisco Pereira Ladislau Onilda de Nazaré Alencar Diamantino Raimundo Borges de Lima

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 31/10 - Diác. Pedro de Abreu Ramos 01/11 - Pe. Manoel Francisco dos Santos

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Arquidiocese Fundação faz sorteio para benfeitores

Outro sorteio será realizado dia primeiro de novembro para cadastrados até o dia 31

A

Fundação Nazaré de Comunicação realizará um sorteio no dia 1 de novembro para benfeitores da Família Nazaré cadastrados nos meses de setembro e outubro. Podem participar do certame aquelas pessoas que efetuarem seus cadastros até o dia 31 de outubro. O cadastro habilita o inscrito a tornar-se um benfeitor da Família Nazaré - formada por todas as pessoas que, de boa vontade, contribuem mensalmente com recursos financeiros que ajudam a Arquidiocese de Belém a manter a sua

são investidas na melhoria constante do trabalho da Fundação Nazaré de Comunicação, especialmente na modernização de equipamentos dos quatro veículos - rádio, TV, jornal e portal -, na melhoria de infraestrutura da instalações físicas do prédio da instituição e demais necessidades. Participe! Cadastre-se na Av. Gov. José Malcher, Ed. Paulo VI, 915 Nazaré, Belém - PA. Tel.: (91) 40069211/ 4006-9200/40069209; no site oficial www. fundacaonazare.com.br ou e-mail: famjor@fundacaonazare.com.br ou faleconosco@fundaconazare.com.br

priscila pinheiro

w benfeitora Maria Inês foi a contemplada no primeiro sorteio luiz estumano

O SORTEIO

obra de evangelização por meio da Comunicação Social, trabalho sustentado pela Fundação Nazaré de Comunicação, instituição composta pela Rádio Nazaré FM, TV Nazaré, Portal Nazaré e pelo Jornal Voz de Nazaré. A promoção é realizada pela segunda vez neste ano. É iniciativa da Arquidiocese de Belém pra demonstrar o seu agradecimento por todas as pessoas que, generosamente, fazem doações para contribuir com a evangelização desenvolvida pela Fundação. As doações provenientes dos benfeitores

O objeto do sorteio para a Família Nazaré é uma réplica da imagem de Nossa Senhora de Nazaré. A imagem está ornada com manto exclusivo, confeccionado pelo estilista Luis Langer, especialmente para o sorteio. O primeiro sorteio aconteceuocorreu no dia 4 de outubro, presidido pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taluiz estumano

w missa pela Família Nazaré ocorre na capela da Fundação Nazaré

quadrinhos andré abreu

veira Corrêa. A benfeitora Maria Inês Santos Silva, moradora do bairro do Telégrafo, mantémse fiel à Arquidiocese de Belém há oito anos como benfeitora da Família Nazaré. No primeiro sorteio participaram todos os benfeitores que já pertenciam à Família Nazaré. Agora, a chance para está entre os mais recentes benfeitores cadastrados.

Missa pela Família Nazaré no dia 3 de novembro A Fundação Nazaré de Comunicação informa que a Missa mensal pela Família Nazaré será no dia 3 de novembro na capela da insituição. Como de costume, a celebração ocorre na primeira sexta-feira do mês, dedicada também ao Sagrado Coração de Jesus, por isso, a mis-

sa tem a presença do Apostolado da Oração. A celebração é antecedida do terço mariano, conduzido pelo Grupo de Oração Arquidiocesano Terço dos Homens. Momento especial será também a visita da imagem de Nossa Senhora das Graças,

BOA DICA

conduzida pela coordenação da festividade da padroeira de Icoaraci visita - A Fundação Nazaré também informa que no dia 30 de outubro, sexta-feira, na Missa das 8h, a instituição receberá a visita da imagem de Cristo Rei, que está inciando sua festividade.

livros e cd's

n SENHOR, ENSINA-NOS A ORAR - Orações para todos os momentos - Livro (Paulus, 21,00)

E

eu indico divulgação

Matheus Fernando Viggo 18 anos, universitário

nsina-nos a orar é um livro com orações para diversas ocasiões para a pessoa e para a família. Assim, a obra traz as orações mais tradicionais da Igreja, salmos para orar em diversas circunstâncias, orações aos santos, orações na luta contra o mal. É um livro para ajudar os fiéis a tomar consciência da presença de Deus em suas vidas.

E

u indico “A Bíblia jovem”, que é um livro diferente dos que já li, com a Palavra de Deus, escrita na língua dos jovens. A gente entende claramente os detalhes, dá vontade de lê-la de uma vez só. A gente vai lendo e não sente as horas passarem. É um livro bíblico que contém frases de santos e pensadores de humanidade, e ilustrações das passagens bíblicas como referência. É uma Bíblia feita para o jovem.

n ASSIM FALOU JESUS - CD (Paulinas, R$ 16,50)

O

CD “Assim falou Jesus” é destinado a todas as pessoas que desejam, nos momentos de oração, refletir e rezar à luz das palavras de Jesus. Os refrãos, inspirados nos textos do Evangelho e da espiritualidade cristã, com melodias orantes, receberam arranjos instrumentais adequados que permitirão às pessoas um encontro mais profundo consigo mesmo e com o Senhor.


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

N

a segunda-feira, 23, às 9h, após o Recírio, a Arquidiocese de Belém e Diretoria da Festa de Nazaré apresentaram à imprensa local, no auditório da Cúria Metropolitana, o balanço das 12 romarias oficiais do Círio de Nazaré 2017, cujo tema “Maria, Estrela da Evangelização”. Durante a coletiva foram apresentados o tema da festa 2018 e a nova diretoria para o biênio 2018/2019. Estiveram presentes na coletiva o Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, o diretor coordenador da Festa deste ano, Roberto Souza, e o novo diretor coordenador, a ser empossado, Cláudio Acatauassú Nunes. Ao iniciar o balanço, Dom Alberto fez um agradecimento todo especial à imprensa local, pela cobertura positiva durante a Quadra Nazarena. Prosseguindo, Dom Alberto enfantizou a importância do Círio de Nazaré como norteador do trabalho pastoral da Arquidiocese: “O Círio representa tudo que realizamos na Igreja em Belém durante o ano todo, justamente porque seu tema corresponde ao que a Igreja está vivendo e a Igreja sentese inspirada por aquilo que queremos viver no Círio. Este ano teve como tema “Maria, Estrela da Evangelização”. Por quê? Porque em novembro teremos a IX Assembleia Arquidiocesana de Pastoral da nossa arquidiocese. Então, nós refletimos a evangelização como a graça e a identidade da própria Igreja.” Para Dom Alberto o Círio 2017, de número 225, alcançou seu principal objetivo que foi de evidenciar Maria como estrela da evangelização que aponta para Jesus: “Podemos testemunhar que de fato isso aconteceu. Mais pessoas se aproximaram de Jesus, mais pessoas entraram na Igreja, mais pessoas acolhem e valori-

2º C aderno

Coletiva apresenta balanço do Círio 2017 Divulgados o tema da festa 2018 e a nova diretoria para o biênio 2018/2019 fotos: luiz estumano

w Dom Alberto, com Roberto Souza, atual coordenador, e Cláudio Acatauassú, seu sucessor

zam o Círio. Então, o saldo é positivo: muito mais que os números, importa a qualidade do trabalho de evangelização.” E essa evangelização, pontua Dom Alberto, foi confirmada com os números apresentados pelo diretor coordenador do biênio 2016/2017, Roberto Souza. Este ano, foram confeccionados 100 mil

livros de peregrinações que orientaram os encontros iniciados a partir da missa do mandato, em agosto. Com os encontros estima-se que 600 mil pessoas foram atingidas pelas reflexões, orações e meditações dos 12 encontros contidas no livro. Para Roberto, que se despede este ano da coordenação geral, a

evangelização foi o que norteou todos os trabalhos da diretoria, desde a preparação até a execução da Festa de Nazaré: “O tema já nos guiou para fazer esse trabalho mais intenso e com participação maior de eventos que fossem voltamos exatamente para essa evangelização. Cito como exemplo o Círio Mu-

sical, que tem um grande alcance de pessoas na transmissão televisiva, além, é claro, do trabalho de acolhida de jovens que evangelizam pessoas na Praça Santuário”. O Círio Musical, promovido pela Diretoria com organização da Comunidade Shalom, alcançou cerca de 11 milhões de pessoas

w redução de 15% nas ocorrências atendidas pela Cruz Vermelha em relação ao ano passado

que acompanharam a transmissão da Rede Nazaré de Televisão. O Círio 2017 movimentou também 29 municípios que receberam visitas da Peregrina que este ano alcançou o número de 445 peregrinações. Outra característica da festa deste ano foi a incrível baixa no número de ocorrências: redução de 53% nos delitos durante a grande procissão do domingo e a diminuição de 15% nas ocorrências atendidas pela Cruz Vermelha em relação ao ano passado, quando foram de 760 atendimentos.

Movimentação da economia O Círio de Nazaré movimenta praticamente todos os setores econômicos paraenses, com destaque para o setor de serviços, onde o foco maior é o turismo, mas há grande movimentação também no comércio, indústria e no setor agrícola. Em termos de impactos globais, estima-se que o efeito Círio tenha injetado na economia paraense, mesmo com toda a crise, cerca de R$ 1 bilhão de reais. Grande geradora de empregos, a Festa de Nazaré abre cerca de 60 mil vagas, sendo 95% no mercado informal.

Temática 2018 e nova diretoria Ainda durante a coletiva de imprensa foram apresentadas a temática da Festa de Nazaré para o ano que vem e a nova diretoria coordenadora que assumirá em breve em cerimônia solene. “Uma jovem chamada Maria”, tema escolhido pelo Arcebispo, que traz como reflexão a juventude e sua vocação na Igreja, está inserida no ano em que o Vaticano reunirá bispos do mundo todo durante o Sínodo dos Bispos 2018

para discutir o papel dos jovens. “Se nós não cuidarmos bem da juventude, estaremos comprometendo o próprio futuro. O Papa tem consciência disso e, por isso, convocou o Sínodo para falar de juventude, sobre vocação, sobre o testemunho dos jovens na vida da Igreja. Ele quer ouvir os jovens. Nós também queremos levar até eles a mensagem do Evangelho. Queremos, assim, fazer com que a

juventude saiba que é Igreja e a Igreja queira cada vez mais ser jovem, ser renovada”, disse Dom Alberto. Ele prosseguiu: “Caminharemos agora nesse tom da juventude. Maria deu seu ‘sim’ muito jovem, aos 14, 15 anos. Uma pessoa que sempre se manteve fiel. Pelo que sabemos, sempre se manteve perto de Jesus: era aquela que, como mãe, tornou-se também sua discípula. Ela, como diz

São João Paulo II, continua acompanhando a Igreja na peregrinação da fé”. Dom Alberto também apresentou Cláudio Tobias Acatauassú Nunes como novo diretor coordenador da festa para o biênio 2018/2019. Cláudio já está há 15 anos na diretoria da festa e já assumiu cargos nas diretorias de decoração, evangelização e, mais recentemente, na de eventos. Com alegria,

o novo diretor recebeu com grande expectativa a notícia: “Recebi o anúncio com muita alegria. Com a ajuda do clero, das comunidades e das paróquias, ou seja, de todos os órgãos envolvidos com o Círio de Nazaré, tenho certeza de que faremos um Círio tranquilo, que agradará a todos. Digo isso porque temos a confiança em Nossa Senhora de Nazaré e em seu filho Jesus”. Sobre o tema, Cláu-

dio acredita que haverá uma grande motivação: “Dom Alberto anunciou ontem o tema e com certeza vai motivar muito os jovens a participarem. Temos também um bispo auxiliar envolvido com a juventude, com um carisma que trabalha com jovens. Creio que será um ano em que teremos grande participação dos jovens de uma forma mais atuante e engajada durante a festividade de Nazaré”.


2

5

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Igreja

2º Caderno Miscelânea

Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

A propósito do Círio (1)

H

oje era para eu veicular o que aprendi, e não foi pouco, sobre o Círio de Nazaré, na prazerosa e utilíssima leitura do livro “Meus 80 Círios”, de autoria da luminosa criatura - também pudera: com nome de estrela! – Mízar Bonna. Como, porém, tanto na Trasladação, quanto no Círio, vi e ouvi algumas coisas, felizmente bem poucas, que me pareceram, a mim e a outras pessoas, digamos, incorretas, ouso enumerá-las nesta edição, antes que caiam no esquecimento, com a melhor das intenções, crítica construtiva, pelo que acompanhada de sugestões, queira Deus que acertadas e, sobretudo, plausíveis, realizáveis, ainda que, possivelmente, não sejam levadas em conta. Comecemos pelo Círio em si. No chamado por alguns moderninhos, injusta pois que erroneamente, “tempo do atraso”, - quem dera que todo atraso fosse assim! – o Círio, se bem me lembro, era animado, e como, pelos dobrados e marchas de mais de uma banda de música, todas elas de se lhes tirar o chapéu. Este ano, ora graças, apareceu umazinha, na Trasladação, garbosa, eficiente, animadíssima, formada inteiramente

luiz estumano

w o despropósito das serpentinas no Círio

por jovens. Pena que, salvo engano meu, tenha sido só na Trasladação e apenas uma.

Que fim levaram? Por que, há tempos, que não mais? Ah, que falta fazem e quanta! Era

só elas começarem a tocar – lembram-se os de mais idade que nem eu? – e toda aquela massa, involuntária e inconscientemente, punha-se a caminhar ritmicamente, levada pela música, sem ser preciso alguém ficar gritando, lá da Concha Acústica, pelo serviço de som instalado ao longo de todo o trajeto, às vezes, pelo que me é dado ver, sem o devido atendimento: “caminha, povo de Deus! Não para (sic!), povo de Deus! Mais rápido, povo de Deus!” E eu, lá do meu canto: Argh! Que elas voltem nas trasladações e nos círios dos próximos anos, no mínimo para dinamizá-los. E o despropósito de atirar sobre a berlinda, à sua passagem, do alto de edifícios e repartições, serpentinas e mais serpentinas?! Despropósito sim, meus e minhas, uma vez que, força convir, serpentina é, sempre foi e sempre o será, coisa de Carnaval, consequentemente imprópria, inadequada, fora de lugar, num evento religioso qual o Círio. Círio e Carnaval, queira-se ou não, - está na cara, evidentíssimo –

não são a mesma coisa. Muito embora tenham pontos em comum, como, por exemplo, o fato de serem acontecimentos de rua, de massa e festivos, divergem frontalmente em sua essência. Um, o Carnaval, é de cunho profano e o outro, o Círio, é de cunho religioso. Sim, sei que Dalcídio Jurandir, nome de proa da literatura, não só paraense, amazônica, mas, sem favor nenhum, brasileira e, mais, universal, isto dito por quem entende do riscado, afirmou, ignoro por qual razão, mas, seja ela qual for, totalmente equivocada, para dizer o menos, denominou-o “carnaval devoto”. Não, não que não: nunca, nuncras, núncaras, nunquinha, mas quando já! Repito: Carnaval é Carnaval, Círio é Círio. Portanto, gente ilustre dos edifícios e repartições, por amor à Verdade, parem de, ainda que bem intencionados, parem de carnavalizar com suas serpentinas e quejandos. Já repararam o que acontece com muitas delas? A resposta, por falta de espaço e para causar suspense, fica para a próxima edição. Shalom!

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br) 31/10 - Terça-feira São Estáquis - Discípulo de São Paulo e Bispo

27/10 - Sexta-feira Santa Balsamia - Enfermeira Molhada

Em Constantinopla, São Stachys, ordenado como o primeiro bispo daquela cidade pelo próprio apóstolo Santo André. Seu nome grego significa “espiga de milho”. Aparece em Romanos 16, 9 como “meu amado Estáquis”. Fora da conservadora história escrita pelos gregos, temos relatos que o indicam como bispo de Bizâncio ou Argiropolis, instituído por Santo André. Essas versões foram construídas em torno do final do século VIII por Epifânio, Doroteo e Hipólito, pesquisando a literatura dos discípulos do Senhor.

Balsamia é natural de Roma, século V. Foi para Reims, França, trabalhar como “enfermeira molhada”, quer dizer, amamentar bebês de senhoras ricas, prática muito antiga e comum. Segundo estudos do século X, muitos bebês que receberam esse leite, conhecido mais tarde como “o bálsamo dos santos”, tornaram-se santos. O mais ilustre foi são Remígio, bispo de Reims, comemoração litúrgica 19/01, que conseguiu converter e batizar a rainha Clotilde e o rei dos Francos, Clovis, e todo o reino, fazendo da França a “filha mais velha da Igreja”. 28/10 - Sábado

São Joaquim Perez Royo - Dominicano e Mártir

Nascido em Hinojosa, Teruel, Espanha, 1691. Aos 18 anos ingressa no convento dominicano de Nossa Senhora do Pilar, em Valência. Aos 21 anosm, ao sua profissão perpétua, foi enviado à China, missão à qual coisa seu coração já o chamava há muito tempo. Trabalhou duro, evangelizando o povo de Fukien por trinta anos, até que foi preso e julgado junto com quatro irmãos. Foram todos condenados à morte em 18/12/1746, permanecendo na prisão por mais dois anos, até à morte por asfixia, em outubro de 1748. Suas relíquias foram levadas para Manila, Filipinas, onde são veneradas na Igreja de San Domenico. 29/10 - 30º Domingo do Tempo Comum Beata Chiara “Luce” Badano - Jovem Focolarina Nasceu em Sassello, Savona, Itália, 1971. Desde muito criança demonstrava personalidade amável. Deslumbrava-se com a neve e o mar. Aos nove anos ingressa no “Gen”, um grupo de jovens do Movimento dos Focolares. Gostava muito de esportes, e foi num jogo de tênis que se revelou a primeira dor. Diagnosticaram um tumor muito raro em uma pessoa de sua idade. Entretanto, levava sua doença sempre no bom humor. Próximo à morte, em 1990, dizia que estava preparada para seu Noivo. Suas últimas palavras foram de consolo à mãe: “Mãe, até mais, seja feliz, porque eu sou”. Beatificada em 2010.

01/11- Quarta-feira Santos Jerome, Valentino e Pedro - Mártires

30/10 - Segunda-feira Santos Zenóbio e Zenóbia - Mártires Eram irmãos e viveram na cidade de Kilikias, Ásia Menor, séc. III. Eram herdeiros de uma grande fortuna. Zenóbio estudou medicina e prestava serviços aos desamparados e pagãos da época. Observando sua conduta, eles eram atraídos ao cristianismo. O prefeito Lysias ordenou que fosse detido. Em sua presença, ele declarou sua fé incondicional, sendo então condenado à morte. Sua irmã interveio e também se declarou cristã. Foram, pois, os dois condenados à decapitação.

Da cidade de Hai Duong Tonkin, hoje Vietnã, conhecemos aqueles que viveram o amor máximo para com o cristianismo, que é o martírio. São eles: Jerome Hermosilla e Berrio Valentine Ochoa, bispos, e Almató Pedro Ribeira, sacerdote da Ordem dos Pregadores. Decapitados por ordem do Imperador Tu Duc, em 01 de novembro de 1861. Seu apostolado, entre fugas e disfarces, ainda chegou a durar 32 anos. São reverenciados, entre tantos e tantos mortos, neste dia especial. Canonizados em 1988 por João Paulo II. 02/11 - Quinta-feira Acindino, Pegasius, Aftonio, Elpidiforo, Anempodisto e companheiros - Mártires Se hoje é difícil evangelizar o Oriente Médio, imagine no século IV. Pois essa equipe, pela graça de Deus, desempenhou sua função, que não era de pregações e conversões em massa, mas pelo testemunho do martírio. E por sinal muito impressionante. Sob a ordem do rei persa Shapur II, foram muito torturados, mas, milagrosamente, curados das feridas. Foram colocados em chumbo quente, e nada sofreram. Jogados no rio em sacos amarrados, flutuavam como bóias. Só então, quando foram queimados, foi que o céu aceitou suas almas. Escritos de Heráclio e Simeão Metaphrastes no-lo confirmam.


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Arquidiocese Belém recebe o projeto “Toda Vida tem Esperança”

2º Caderno

A

cidade de Belém recebe nos dias 3 e 4 de novembro o espetáculo musical “Street Light”, realizado pela Fazenda da Esperança, comunidade terapêutica de recuperação de dependentes químicos, em parceria com o grupo italiano Gen Rosso, do movimento dos Focolares. O espetáculo integra o projeto “Toda Vida tem Esperança”, que já passou pelas cidades de Joinville (SC), Aparecida do Norte (SP), Vitória (ES), Maceió (AL) e chega à capital paraense com a proposta de valorização da vida. O Street Light é uma apresentação que conta com a participação de jovens atendidos pela Fazenda da Esperança. Nas cidades por onde passou o espetáculo é renovado toda vez, graças à contribuição dos integrantes onde a comunidade terapêutica possui um núcleo. Em todas as apresentações os jovens participam de momentos de aprofundamento pessoal e espiritual nos primeiros dias, depois, poderão escolher participar de workshops e oficinas temáticas que envolvem a preparação de um grande evento como cenário, dança, música e divulgação. E, para culminar a experiência, sobem ao palco, juntamente com o conjunto internacional, para apresentar o musical “Street Light”. O musical tem como principal objetivo levar aos jovens uma propos-

3

Musical objetiva levar aos jovens uma proposta de valorização da vida fotos: divulgação

w baseado no gênero pop, trabalho do grupo tem grande repercussão

ta e valorização da vida, da esperança, da cultura da partilha e da fraternidade como ferramentas de transformação. Todas

essas propostas estão presentes na história narrada sob a forma de um musical. Na edição da turnê em Belém,

aguarda-se a participação de 450 jovens das fazendas de Bragança (PA), Abaetetuba (PA), Oeiras (PA), Coroatá

Gen Rosso O grupo, atualmente atuante na Itália, tem origem em Loppiano, França. Com um trabalho no gênero pop, a banda foi f o r m a d a e m 19 6 6 , como parte do projeto m u s i c a l G e n Ro s s o International Performing Arts Grou, a partir de uma idéia de Chiara Lubich, que formou um

grupo de rapazes e outro de moças, com o fim de comunicar, a t ra vé s d a m ú s i c a , mensagens de paz e fraternidade universal, como contribuição à realização de um mundo mais unido. Rosso, em italiano, quer dizer vermelho, Gen, geração nova, por isso o nome de

Gen Rosso. O grupo de moças, que também foi formado, chama-se Gen Verde, em conformidade com a cor da bateria. A banda conta com 17 c o m p o n e n t e s , provenientes de nove países: Brasil, Congo, Quênia, Arg entina, Espanha, Itália, Suíça, Filipinas e Polônia.

(MA), Balsas (MA) e Bacabal (MA), todas do eixo meio norte. “É um evento onde os acolhidos da Fazenda da Esperança participam na questão da motivação e de usar a arte como instrumento de formação e de mudança. Para isso, eles utilizam o teatro, a dança, a música e todas essas questões que envolvem o meio artístico para que os jovens participem”, afirma Andreza Luiza, secretária da Fazenda da Esperança, em Belém. E prossegue: “A Fazenda da Esperança de Belém está usando esse show para mostrar e divulgar o trabalho, para que todos conheçam e assim nós poderemos ajudar várias famílias e chamar também o povo para fazer essa obra crescer ainda mais.” Após a apresentação em Belém, o projeto segue para Sobral, no Ceará,

nordeste brasileiro. Serão disponibilizados dois mil ingressos para o público interessado em prestigiar nos dias 3 e 4 de novembro, quando a Fazenda, os acolhidos e a banda irão trabalhar a questão da evangelização, da conscientização de antidrogas na apresentação realizada, às 19h30, na Assembleia Paraense, situada na Avenida Almirante Barroso, 4614, Souza. Os ingressos, no valor de R$ 30, podem ser adquiridos no escritório da Fazenda em Belém, que funciona na Cúria Metropolitana, e também nos quiosques de venda nos principais shoppings da capital. A renda obtida será revertida para custeio dos shows e da comunidade terapêutica. Maiores informações: (91) 3215-7001 ou pelo email: turnê.belem@gmail.com.

Fazenda da Esperança A Fazenda da Esperança tem presença em todo o Brasil e no exterior. São mais de 120 pólos, sendo alguns deles nas Filipinas, na África

do Sul, na Rússia e em Portugal. Aqui no Pará há seis unidades da Fazenda, localizadas em Abaetetuba, Bragança, Óbidos, Tucumã, Belém e Redenção.

Sétima edição da Ação Solidária lança livro N o d i a 2 6 d e n ovembro, durante a 7ª edição da Ação Solidária, será lançado, na Praça Frei Caetano Brandão, em frente à Catedral Metropolitana de Belém, o livro “400 anos da Catedral d e B e l é m ” , q u e re trata a história desse Templo e da Paróquia de Nossa Senhora da Graça, desde sua construção até os dias atuais. O lançamento será antecedido de missa na própria Catedral, às 19h. De autoria do engenheiro agrônomo Ernesto Boulhosa, a obra é fruto de uma pesquisa de dois anos. Segundo o autor, é uma visão de um paroquiano, mas com detalhes contados em ordem cronológica. Nele é contado o processo de evangelização desde as primeiras construções do templo - Paróquia Nossa Senhora da Graça - e o empenho de cada bispo ao longo dos anos, destacando-se a atuação do atual Arcebispo, Dom

Alberto Taveira Corrêa. O livro surgiu de um desafio feito pelo cônego José Gonçalo Vieira a Ernesto Boulhosa. Perguntado se aceitava escrever um livro que retratasse a história da Catedral, Boulhosa demorou dois meses para dar seu sim, devido à responsabilidade que isso requeria, bem como por, sendo o sétimo livro de sua autoria, tinha uma temática totalmente diferente da sua até então, o regionalismo. “Quando o cônego Gonçalo pediu para escrever os 400 anos disse que teria uma visão de paroquiano. O interessante é descobrir que a Paróquia Nossa Senhora da Graça está umbilicalmente unida à fundação da cidade de Belém. Depois o trabalho missionário de nossos bispos, padres, diáconos e leigos na construção e manutenção deste Templo de amor a Jesus Cristo. Que traz paz, perse-

verança, conversão e amor divino. Com esse livro espero contribuir para que as pessoas conheçam melhor a história da Nossa Catedral de Belém. Quantos frutos laboriosos foram colhidos, devido a ela ter acompanhado o desenvolvimento de Belém”. Para o cura da Ca-

tedral, cônego Roberto Cavalli, o livro abrilhanta o momento que vivência a Catedral, em virtude dos 400 anos da Paróquia Nossa Senhora da Graça. Cônego Roberto foi o responsável pelo prefácio do livro e deixou explícito nas páginas que a história da Catedral se con-

funde com a da Paróquia: “É realmente algo muito importante. Nós temos poucas obras que falam sobre a Catedral e é bom a gente ressaltar essa importância religiosa da Catedral, mas também a importância cultural que a Catedral tem para sociedade paraense”. E frisou: “daqui a dois anos estaremos completando 300 anos de diocese de Belém e isso também nos ajuda a vivenciar bem esse tempo”. O livro possui 144 páginas e é uma publicação da editora Cromos. Enriquecem-no fotos de peças do interior da Catedral e dos bispos. A obra estará à venda dia 26, ao preço de R$ 50,00, no estande a ser montado na Praça Frei Caetano Bradão. Uma parte do valor arrecadado será destinada à manutenção do templo e a outra à publicação de novas edições. Ao depois, estará disponível na Catedral e no Espaço

São José Liberto, Praça Amazonas. Ação Solidária

A Ação Solidária, ora em sua 7ª edição, é uma iniciativa da Catedral Metropolitana de Belém e acontecerá nos dias 25 e 26 de novembro. O objetivo maior é proporcionar aos segmentos mais carentes da sociedade os serviços de formação de cidadania, assistência social e trabalhos de evangelização realizados pelas pastorais e movimentos da igreja, como forma de ampliar e facilitar o acesso aos serviços públicos e privados. Haverá emissão de documentos, no dia 25 pela manhã e, à tarde, dia, 26. Nesses dois dias, na Praça Frei Caetano Brandão, em frente à Catedral Metropolitana de Belém, Cidade Velha ocorre a Feira Paroquial, com a apresentação dos trabalhos realizados pelas forças vivas da Paróquia.


4

5

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Arquidiocese Cemitérios de Belém recebem serviços de limpeza Familiares e amigos prestam as devidas homenagens

N

esta quinta-feira, 02, dia de Finados, familiares e amigos de entes queridos se reúnem para visitarem e prestarem suas homenagens em diversos cemitérios de Belém como tradicionalmente ocorre durante esse período do ano. O mais visitado todos os anos é o cemitério de Santa Izabel, localizado no Bairro do Guamá, sendo um dos mais antigos da capital paraense. Neste ano estima-se que mais de 35 mil pessoas devem visitar a partir

do final de semana, até a data do feriado. O dia de finados é a data que leva mais visitantes aos cemitérios da capital. No cemitério São Jorge, localizado no Bairro da Marambaia, o segundo mais visitado, estimase 20 mil visitantes. O espaço possui quase 22 mil sepulcros. Para isso, a Prefeitura de Belém por meio de diversos órgãos municipais, preparou uma grande operação para garantir a tranquilidade e a segurança de pedestres e motoristas. Além

2º Caderno

luiz estumano

w órgãos públicos efetivaram serviços de limpeza nos principais cemitérios da cidade

de um mutirão de limpeza que segue até o próximo sábado, 28, com 105 agentes de limpeza e 40 roçadeiras. Uma equipe de manutenção de árvores também fará a poda na vegetação local. A estimativa da administração é que o número de visitantes este ano seja de aproximadamente 60 mil em todos os cemitérios. Segurança

A Guarda Municipal de Belém (GMB) deve reforçar o efetivo de guardas para garantir

a segurança dos visitantes, entorno dos cemitérios, em escala de revezamento. Ao todo, 115 agentes irão fiscalizar tanto a parte interna quanto o entorno dos cemitérios. No tapanã, por exemplo, 13 guardas serão deslocados para o bairro. O cemitério de Santa Izabel contará com efetivos de 50 guardas municipais distribuídos em pontos estratégicos, com o apoio da Policia Militar na área externa. No cemitério de São Jorge, 12 guardas compõem o efetivo,

enquanto no Soledade e São José sete guardas farão rondas periódicas. Economia

Durante o período da manhã, agentes da Secretaria de Economia (Secon) irão realizar ações de ordenamento em frente aos cemitérios, no intuito de organizar o comércio informal nas proximidades para que produtos – como flores, velas e demais artigos – possam ser comercializados sem obstruir a passagem de visitantes.

Trânsito

Durante o Dia de Finados, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) re a l i z a r á r o n d a s e orientação do trânsito nas proximidades dos cemitérios mais movimentados da capital. A operação começará às 7h e encerra às 17h. Os agentes de trânsito da Semob também estarão atuando nas áreas adjacentes aos cemitérios, orientando os motoristas nas principais avenidas de acesso.

Missa de integração da Pastoral do Dízimo divulgação

w equipe do Dízimo presente à Missa

Na manhã de domingo, 22 de outubro, a Paróquia Santa Maria, Mãe de Deus, localizada no bairro do Maguari em Ananindeua, celebrou Missa de Integração da Pastoral do Dízimo. A igreja matriz ficou tomada por fiéis da comunidade e por missionários das pastorais do Dízimo que compõem a Região Episcopal São Vicente de Paulo, casais em preparação para a vida matrimonial, coordenados pelo Setor Família da paróquia, também estivese fizeram presentes. A celebração

foi presidida pelo Pe. José Francisco, da Paróquia Nossa Senhora das Graças, localizada em Ananindeua - Centro. Ele ressaltou com grande ênfase o mês das Missões, expondo a importância e a necessidade da realização das atividades missionárias bem como o compromisso de todos, como cristãos, a realizar o trabalho de evangelização. Momento de grande expressão de amor e partilha registrouse no rito da Comunhão, quando todos, revigorados

na fé e de forma integrada e calorosa deram-se as mãos para rezarjuntos. Ao final da Missa, encaminhadas pelo corredor central em direção ao altar, todos os missionários das 15 paróquias presentes foram apresentadas e acolhidas com uma grande salva de palmas, ocasião em que Pe. Francisco conduziu uma oração abençoando-os e agradecendo-lhes pela iniciativa e pela cooperação missionária. Após a Santa Missa foi servido um festivo café da manhã para todos os dizimistas.

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica O Jornal Voz de Nazaré continua as reflexões iniciadas em 2013, Ano da Fé, com a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta, numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica, com seus elementos fundamentais.

III Parte (A Vida em Cristo) CAPÍTULO SEGUNDO “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” SÉTIMO MANDAMENTO: NÃO ROUBAR

515

516

Cabe ao Estado promover a segurança em relação às garantias das liberdades individuais e da propriedade, além de uma moeda estável e serviços públicos eficazes; vigiar e guiar o exercício dos direitos humanos no setor econômico. Em relação às circunstâncias, a sociedade deve ajudar os cidadãos a encontrar trabalho. 2431

Os dirigentes de empresas têm a responsabilidade econômica e ecológica das suas operações. Devem considerar o bem das pessoas e não apenas o aumento dos lucros, embora eles sejam necessários para assegurar os investimentos, o futuro das empresas, a ocupação e o bom andamento da vida econômica. 2432

- Qual é a responsabilidade do Estado a respeito do trabalho?

- Que dever têm os dirigentes de empresas?


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

5

Arquidiocese

2º Caderno

APA: orientações pastorais para os próximos anos

fotos: luiz estumano

Assembleia acontece de 9 a 15 de novembro

A

Arquidiocese de Belém realiza a 9º Assembleia Arquidiocesana de Pastoral (APA) de 9 a 15 de novembro em Belém. Com o tema “Evangelizar, Graça, Vocação e Identidade da Igreja”, a assembleia tem como proposta realizar um diagnóstico sobre suas ações e propostas voltadas a missão da Igreja de Belém. A Arquidiocese de Belém promove desde 1980 a Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, que acontece a cada quatro anos. Em 2017 o evento chega a sua 9º edição à luz do tema “Evangelizar, Graça, Vocação e Identidade da Igreja”, retirada do documento Evangelii Nuntiandi (1975), do Papa beato Paulo VI. A assembleia é necessária para avaliar a caminhada realizada e elaborar o Plano de Pastoral que orienta a vida pastoral da Igreja. Para sua realização, desde o ano passado, iniciou-se o processo de avaliação e planejamento seguindo um roteiro de questões que se propõe a levantar um diagnóstico da situação, que leve a perceber o grau de envolvimento com a missão da Igreja em Belém, ou seja, o que cada instância, segmento, grupo, força viva está realizando e se isso contribui para a unidade, a comunhão, a eficácia da missão eclesial. O primeiro passo começou nas paróquias e nas diversas instâncias pastorais em nível arquidiocesano que produziram um relatório e escolha dos seus representantes para uma miniassembleia das regiões episcopais e dimensões que congregam diversas

YOUCAT

O

Jornal Voz de Nazaré segue os estudos sobre o YOUCAT - Catecismo da Igreja Católica escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciouse por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

pastorais. O segundo passo foi fruto das miniassembleias, com a elaboração dos relatórios e a escolha dos delegados para participar da Assembleia Arquidiocesana. Segundo Monsenhor Raimundo Possidônio, Vigário Geral para a Pastoral, o momento atual é a fase final de síntese dos relatórios que depois de sistematizados será o documento de trabalho

da Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. Pessoas envolvidas n o s C o n s e l h o s Pa roquiais de Pastoral (CPPs) e membros das Pastorais participam durante a Assembleia. Monsenhor Raimundo Possidônio destacou que: “Durante a APA todas as orientações serão discutidas em grupos e serão escolhidas as três orientações pastorais

w Monsenhor envolver todos que participam da vida da Igreja

para os próximos anos. O que for aprovado na APA servirá de preparação para a realização do Sínodo Arquidiocesano que se realizará em 2019”. De acordo com ele “o que se bus-

w centro de formação um dos locais marcados para a programação

ca com isso é fomenta a unidade e integração das ações da caminhada da Igreja em Belém, tendo em vista sua missão evangelizadora e o fortalecimento de sua identidade”. O Monsenhor refere-se ao papel de cada pessoa dentro da Igreja e dos rumos com a realização da Assembleia Arquidiocesana de Pastoral: “A Assembleia só tem sentido se envolver todas as pessoas que participam ativamente da vida da Igreja. Daí a importância de valorizar todos os segmentos que fazem parte da Arquidiocese. Ninguém ou nenhum grupo, - a bom juízo – pode se considerar fora desse processo perde sua identidade e esvazia

sua espiritualidade. E prejudica a missão que é de todos! É isso que está sendo trabalhado quando refletimos o tema da Assembleia”. E conclui: “Quanto a uma nova avaliação, mais do que isso, precisamos criar um mecanismo que acompanhe os passos que serão dados após a assembleia visando aproveitar o mais possível a concretização dos compromissos pastorais que forem escolhidos. Aliás, essa é uma demanda, um apelo, que vem dos relatórios de avaliação. Caberá à Assembleia definir isso também e a coordenação de Pastoral deve concretizar esse desejo de nossa Igreja.

Programação Quinta, 09

- Dia de reunião com os Bispos e Conselho Episcopal, na Residência Episcopal, às 8h30. Sexta, 10 Reunião da Coordenação da Assembleia com os Bispos, na Residência Episcopal, às 8h30. Sábado, 11

- Reunião com os diáconos permanentes, pela manhã. Das 14h30 às 18h, reunião com a Vida Religiosa e demais pessoas consagradas, no auditório do Colégio Nazaré. Segunda, 13

TERCEIRA PARTE

A VIDA EM CRISTO PRIMEIRO CAPÍTULO

A dignidade do ser humano Por que deve um pecador voltar-se para Deus e pedir-Lhe 313-perdão?

O pecado destrói, ofusca ou nega o Bem. Deus, por Seu turno, que é totalmente bom, é também o autor de todo o Bem. Por isso, o pecado atenta (também) contra Deus, pelo que a ordem só em contato com Ele poderá ser restabelecida. [1847] 224-239

- Reunião com o Conselho Presbiteral, na Residência Episcopal, das 8h30 às 12h. Terça, 14 - Reunião do Presbitério, às 8h30 às 13h. Quarta, 15 Assembleia com os representantes das regiões episcopais e das paróquias, no Centro de Cultura e Formação Cristã (CCFC), das 8h30 às 17h.


6

5

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Festividades C

om o tema “Maria Serva do amor e São Judas Tadeu, apóstolo do Senhor” e lema “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos se vos amardes uns aos outros (Jo 13,35) a Paróquia São Judas Tadeu, Condor, em Belém, realiza a festividade em honra ao padroeiro a partir do dia 28 de outubro com programação litúrgica e cultural que se estende até 5 de novembro. Em mensagem para a comunidade, Padre Rafael Brito, pároco em São Judas Tadeu, afirma que o tema reflete sobre o discipulado e a missionariedade e levanta a seguinte questão “como ser cristão no mundo de hoje?”. Segundo ele, a resposta do que é ser cristão, mesmo que pareça simples, vai mais além do que ser simplesmente batizado, frequentar as missas aos domingos, ser engajado nas pastorais e recebe os santos sacramentos. O pároco afirma que “ser cristão no mundo de hoje é ser misericordioso com os irmãos, pois a tendência do mundo contemporâneo é só julgar e julgar. Ser cristão no mundo de hoje é ser humilde na comunidade que participamos, pois é muito forte o sentimento de competição presente em nosso meio”. Ele completa: “ser cristão é ser justo na sociedade, pois a injustiça tem destruído com a nossa nação e precisamos com urgência através do testemunho fazer a diferença. Ser cristão no mundo de hoje é ser verdadeiro consigo mesmo, pois é muito fácil e cômodo ser o contrário.” A preparação para o

2º Caderno

Festa de São Judas Tadeu inicia neste sábado, 28 Paróquia da Condor realiza programação deste ano com muitos eventos mas ruas do bairro. O encerramento das peregrinações foi com missa na quinta-feira passada, 26, presidida pelo pároco, padre Rafael Brito. Transmissão pela TV Nazaré

A programação da festividade 2017 tem início neste sábado, 28, dia do padroeiro, com celebração eucarística às 6h30 presidida pelo pároco. No mesmo dia haverá, ainda, missa às 8h, 10h, 12h, 16h e 19h, sendo esta última a missa solene presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa, Arcebispo Metropolitano, e com a presença da imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré. A celebração será transmitida pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30, para comodida-

de de quem não puder comparecer ao festejo. Também na programação do dia 28 acontece terço da misericórdia cantado às 15h e abertura da programação social com Jantar de São Judas Tadeu a partir das 20h30, seguido de show musical com o Ministério de Música Nova Vida. Durante a semana a programação litúrgica segue com terço da aurora e adoração às 5h30, novena e terço às 18h e missa às 19h. No dia 29 de outubro haverá missa e sacramento do batismo, às 9h, presidida pelo padre Rafael. No dia 2, próxima quinta-feira, a missa do dia será presidida pelo bispo auxiliar Dom Antônio de Assis Ribeiro, e em seguida, às 20h, haverá arraial de São Judas Tadeu.

Serviço

festejo 2017 teve início no dia 10 de outubro com a missa de envio

para as peregrinações com bênção e entrega das imagens. No dia 22

passado houve a divulgação da festividade em uma carreata por algu-

Festividade São Judas Tadeu Tema: “Maria Serva do amor e São Judas Tadeu, apóstolo do Senhor” De 28 de outubro a 5 de novembro Endereço: Avenida Alcindo Cacela, 4195, Condor. Informações: (91) 3115-6020 / (91) 98185-4757 | paroquiajudastadeu@yahoo.com.br

Devoção Natural de Caná da Galiléia, na Palestina, primo-irmão de Jesus, era filho de Alfeu, também chamado Cléofas, irmão de São José, e de Maria. Seu pai foi um dos discípulos a quem

Jesus apareceu, no entardecer do dia da ressurreição, quando iam para a aldeia de Emaús e sua mãe era uma das mulheres que estavam juntamente com Maria Santíssima, aos pés da

cruz de Jesus. No ano 50 d.C. participou do primeiro concílio em Jerusalém. Sua pregação tinha muita força, pois era sempre acompanhada do testemunho de sua vida.

Sua coerência de fé e de vida impressionaram vividamente os pagãos que se convertiam em massa ao Evangelho, por meio dele. Isso provocou a fúria invejosa de falsos pregadores, de

feiticeiros e de ministros pagãos, de tal modo que eles conseguiram incitar parte da população contra São Judas Tadeu que foi martirizado a golpes de machado, no dia 28 de outubro do ano 70.

Círio das Crianças no Júlia Seffer fotos: divulgação

w Imagem Detalhes do manto em alumínio

O Círio das Crianças da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, localizada no conjunto Júlia Seffer, ocorrerá no dia 29, às 7h30, com saída da comunidade Nossa Senhora das Dores, localizada na praça do Parque Ani, em direção à Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. O tema escolhido para este ano foi “Cubrame com teu manto de Amor”, apresentado no dia 1º de outubro, junto com o Cartaz Oficial do Círio das Crianças 2017, durante a missa das 7h30, na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no conjunto Júlia Seffer. A festa já é tradicional e vem acontecendo há oito anos, realizada

pelos pais das crianças da Pastoral Catequética, além da organização, feita pela própria pastoral. O m a n t o q u e va i ornar a imagem de Nossa Senhora de Nazaré no círio tem como tema “A armadura da fé”, bordado sobre uma folha de alumínio, com aspectos da religiosidade local, a corda e o brasão do padre Joseildo Zeferino pelos seus sete anos de sacerdócio. A peça contém um 1kg de miçangas e strass emprestando beleza, graça e inspiração para os fiéis que querem continuar seguindo os passos de Maria. Contornando todo o manto, uma corda simboliza as promessas.

w Apresentação do mantos às crianças


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

7

Especial

2º Caderno reportagem multimídia

Quilombolas: tradição, fé, luta e resistência (1) O Jornal Voz de Nazaré publica a partir desta edição a íntegra da reportagem multimídia – TVs, Rádio, Impressos, mídias sociais - sobre a vida dos Quilombolas feita pela Signis Brasil. A finalidade desta iniciativa é a fortalecer a presença da Igreja por meio de um jornalismo profético. Toda a produção esteve a cargo da Rede Aparecida e foi produzida por ocasião do dia da Consciência Negra no Brasil, que ocorre no dia 20 de novembro.

N

este mês de novembro, diversas cidades e estados de nosso país celebram, no dia 20, o Dia da Consciência Negra. A data faz memória ao falecimento de Zumbi dos Palmares, o último líder do Quilombo dos Palmares (maior quilombo do Brasil Colônia), no ano de 1695. Entre os séculos XVII e XVIII, o Brasil vivia o auge do período da escravidão, pois europeus colonizadores, que habitavam nosso país, faziam uso da mão de obra de negros, que, trazidos de suas colônias na África para as nossas terras, eram transformados em escravos. Eles eram vistos como mercadorias, ou mesmo como animais; eram avaliados fisicamente: os escravos com dentes bons, canelas finas, quadris estreitos e calcanhares altos tinham preço mais elevado; era uma avaliação eminentemente racista. Vieram da África para o Brasil nos porões dos navios negreiros. Amontoados, em condições desumanas. No começo, muitos morriam antes de chegar ao Brasil, e os corpos eram lançados ao mar. Os negros que conseguiam fugir se refugiavam com outros em igual situação em locais bem escondidos e fortificados no meio das matas. Esses locais eram conhecidos como quilombos. Nessas comunidades, eles viviam de acordo com sua cultura africana, plantando

e produzindo. Na época colonial, o Brasil chegou a ter centenas dessas comunidades espalhadas, principalmente, pelos atuais estados da Bahia, Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Alagoas. Eram entendidos pelo Conselho Ultramarino do governo português em 1740 como todo “agrupamento de negros fugidos, que passasse de cinco, ainda que não tivesse ranchos levantados em parte despovoada nem se achassem pilões neles”. A definição da Associação Brasileira de Antropologia de 1989 para esse agrupamento é: “toda comunidade negra rural que agrupe descendentes de escravos, vivendo de cultura de subsistência e onde as manifestações culturais têm forte vínculo com o passado”.

fotos: divulgação

w originalidade a diversidade cultural preservada nas comunidades quilombolas do Brasil

Dívida histórica

As comunidades quilombolas são grupos étnicos – predominantemente constituídos pela população negra rural ou urbana –, que se autodefinem a partir das relações com a terra, do parentesco, do território, da ancestralidade, das tradições e das práticas culturais próprias. Estima-se que em todo o país existam mais de três mil comunidades quilombolas. Passados mais de 300 anos da morte de Zumbi dos Palmares, notamos que nosso país tem uma enorme dívida histórica com o povo Quilombola, que, mesmo após 129 anos da assinatura da Lei

w comunidades quilombolas espalhadas por diversas regiões do país

Áurea, ainda sofre preconceito e luta resistentemente em busca de reconhecimento do espaço a que tem direito. Vamos conhecer, nesta reportagem, três cidades brasileiras com comunidades quilombolas: Bom de Jesus da Lapa (Bahia), Eldorado (Vale do Ribeira-SP) e São Bento do Sapucaí (Vale do Paraíba-SP), saber como vivem, nos dias atuais, os descendentes de escravos e como estão as áreas utilizadas como quilombos no passado.

Signis Brasil Signis é uma associação católica internacional, com reconhecimento Pontifício. Iniciada em 2001 com a convergência das Associações católicas anteriores, relativas à imprensa, cinema e vídeo, rádio, televisão e profissionais da comunicação.

w religiosidade presente em toda a cultura africana

O nome SIGNIS não é uma sigla, mas constitui-se da palavra Signo que significa sinal e Ignis, fogo. Portanto, move-se como sinal sob a força do Espírito Santo. Esta Associação mundial se organiza por continentes: América do Norte, América Latina

e Caribe, Pacífico, Europa, África e Ásia. A Signis tem sede em Bruxelas, conta com membros em 100 países e contatos em tantos outros. Representa a mídia católica em várias organizações e instituições governamentais e não governamentais.

w quilombos locais de resistência dos escravos contra a escravidão


8

5

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

fotos: divulgação

w a imagem da Virgem é colocada em seu andor

N

a manhã do domingo, 22, uma das mais antigas romarias oficiais da quadra nazarena, a Procissão da Festa, percorreu algumas ruas da Paróquia de Nazaré. Assim como a Romaria da Juventude, a cada ano a procissão sai de uma comunidade diferente da Paróquia de Nazaré, para que, assim, todas possam ser contempladas. Este ano a comunidade escolhida foi a Sagrada Família. A programação teve início às 7h com missa presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman. Logo em segui-

w grande multidã levou a imagem em procisssão

Procissão da Festa saiu da Comunidade Sagrada Família Com o percurso de aproximadamente 1,6 km da, a caminhada, em direção à Praça Santuário de Nazaré. O cortejo, de aproximadamente 1,6 km, começou na Rua Domingos Marreiros, seguiu pela Travessa 14 de Março, Rua Antônio Barreto, Avenida Generalíssimo Deodoro e Avenida Na-

zaré, até à Praça Santuário. Durante a procissão, integrantes das seis comunidades que compõem a Paróquia de Nazaré, juntamente com a Confraria de Nazaré, assumiram a condução do andor com a Imagem da Senhora de Nazaré. A Festa de Nazaré é

w corredores saúdam a Virgem à saída da romaria

Romaria dos Corredores levou cerca de 2 mil fiéis às ruas de Belém Para demonstrar a fé e a devoção a Nossa Senhora de Nazaré, não há hora nem l u g a r. A p ro x i m a d a mente dois mil fiéis acordaram cedinho na manhã do sábado, dia 21, para participar da quarta edição da Romaria dos Corredores. A procissão, que se iniciou às 5h50, saiu da Praça Santuário de Nazaré, seguindo pela Avenida Generalíssimo Deodoro, Avenida Conselheiro Furtado,

Travessa Padre Eutíquio, Praça da Bandeira, Rua João Diogo, Rua Coronel Fontoura, Rua Tomazia Perdigão, contorno pela Praça Frei Caetano Brandão (Igreja da Sé), Rua Padre Champagnat, Avenida Portugal, Rua 16 de Novembro, Avenida Almirante Tamandaré, Trav. Gama Abreu, Av. Nazaré, retornando à Praça Santuário, aonde chegou às 7h10. Foram 7 km de louvor e homenagens à Rainha da

Amazônia. Ao final do percurso, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto abençoou a multidão presente com a Imagem da Virgem de Nazaré. A primeira edição dessa romaria foi criada em 2014, como sugestão de uma comitiva de corredores de rua da capital paraense. O pedido foi aprovado pelo chefe da Igreja de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e pela Diretoria da Festa.

uma realização dos Padres Barnabitas, Direto-

ria da Festa de Nazaré, com apoio do Governo

do Estado e Prefeitura de Belém.

AVISO! Em função da quadra nazarena, os horários das atividades realizadas na Basílica Santuário de Nazaré mudaram, mas com

o encerramento da festividade 2017, informamos que voltamos à programação normal. Confira os horários do Santuário:


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

9

Em Nazaré

2º Caderno

fotos: divulgação

w saída do Recírio da Praça Santuário

Devotos se despedem com muita fé da 225ª edição do Círio de Nazaré

O

dia amanheceu cheio de comoção e gratidão na Basílica Santuário de Nazaré. No início da segunda-feira, dia 23, aconteceu a programação de encerramento da quadra nazarena 2017. Logo nas primeiras horas da manhã, centenas de devotos lotaram o Santuário para acompanhar um dos momentos mais emocionantes desse período: o retorno da Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré ao Glória. A cerimônia foi conduzida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa. Logo após a subida da Imagem ao Glória, na Basílica Santuário, centenas de fiéis dirigiram-se à Praça Santuário para se despedirem

w no colégio Gentil Bittencourt as despedidas dos devotos

Procissão do Recírio encerrou quadra Nazarena da 225ª edição da Festa de Nazaré, onde participaram de missa presidida por Dom Alberto e concelebrada pelos Bispos Auxiliares, Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro. Após a celebração, todos saíram em procissão, que é a mais curta e uma das mais antigas da Quadra Nazarena. A Imagem da Senhora de Nazaré, conduzida em um andor por integrantes da Diretoria da Festa, contornou a Praça Santuário rumo ao Colégio Gentil Bittencourt, na Avenida Magalhães Barata. A quadra nazarena termina, mas aqui vivenciamos o Círio o ano inteiro! O Santuário da Rainha da Amazônia continua de portas abertas para acolher todos os filhos de Nossa Senhora de Nazaré! w retorno da Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré ao Glória

Encerramento da Festividade teve programação especial Após dias de orações, peregrinações, romarias e vigílias, chegou ao fim a 225ª edição do Círio, que teve como tema “Maria, Estrela da Evangelização”. No domingo,

w coordenação Padre Luiz Carlos com o novo casal coordenador (D)

Dom Alberto anuncia novo casal coordenador da Diretoria da Festa de Nazaré Na mesma noite de domingo, aconteceu na Casa de Plácido, cerimônia de encerramento, com a presença do Arcebispo Metropo-

litano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, Bispos Auxiliares, Padres Barnabitas e a Diretoria da Festa de Nazaré. Nessa ocasião

foi anunciado o novo casal coordenador da Festividade para o biênio 2018/19, Cláudio e Lilian Acatauassú Nunes.

22, foi realizada a Missa de encerramento do Círio 2017, presidida por Dom Bernardo Johannes, Bispo de Óbidos, na Basílica Santuário de Nazaré. Após a cele-

bração, a programação seguiu na concha acústica, com a apresentação do musical do Canto das Irias, da Comunidade Católica Shalom.

Círio de Luz e Tema 2018 Este ano, o público apreciou um encerramento cheio de novidades. Foi apresentado o Círio de Luz, um projeto da produtora paraense Mekaron Filmes. Trata-se de um espetáculo de Vídeo Mapping com projeção audiovisual na fachada da Basílica, onde foi utilizada tecnologia 3D, além de ser composta por ilustrações que narram a

história do Círio, acompanhadas de uma trilha sonora original, feita exclusivamente para o momento. Foram reproduzidos personagens, lugares, símbolos e fatos históricos, a partir de um profundo trabalho de pesquisa sobre a festa nazarena, criação e animação de imagens. Nesse momento, foi anunciado ao pú-

blico o tema do Círio 2 0 1 8 : “ U m a j o v e m chamada Maria”. O fim da apresentação foi integrado à tradicional queima de fogos. O Círio de Luz foi uma realização da Arquidiocese de Belém, Padres Barnabitas e Diretoria da Festa de Nazaré, e contou com o patrocínio do Grupo Líder através da Lei Semear de Incentivo à Cultura.


5

10 belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Igreja

2º Caderno

Servindo à verdade Prof. Ricardino Lassadier

O

lá, meu irmão e minha irmã. Se você acompanhou o ultimo “Servindo à Verdade”, deve estar lembrado de que o tema foi “inspiração”. Comentei sobre a inspiradora figura do beato Bartolo Longo (“apóstolo do Rosário”). Fiquei contente pela boa repercussão e pela curiosidade despertada em muitos irmãos acerca da espiritualidade de Bartolo. Porém, na medida em que tive a oportunidade de conversar com várias pessoas, percebi que existe carência geral de uma catequese acerca do que seria a espiritualidade em si mesma e de práticas que a desenvolvam. Em outras palavras, muita gente (muita mesmo!) desconhece o que é e em que consiste ter e cultivar uma espiritualidade. Gostaria de oferecer exatamente isso: uma simples catequese abordando esse tema. O monge beneditino Dom Estevão Bettencourt ensina que “espiritualidade é a atitude (compreendendo convicções e práticas) que o homem assume frente aos valores espirituais (Deus, alma humana, imortalidade póstuma...). Isto é, a espiritualidade consiste na “postura” ou no modo de nos portarmos diante das realidades espirituais e com elas nos relacionarmos. Em sentido clássi-

Para a “sopa” não esfriar! co, a espiritualidade corresponde à mística. Todos (ordenados, religiosos, leigos) precisamos cultivar uma espiritualidade, visto que todos precisamos nos aproximar de Deus, dos santos. A prática da espiritualidade (ou de uma espiritualidade) nos ajuda a estabelecer uma espécie de amizade com os santos e anjos. Porém, o mundo contemporâneo, que é materialista, ativista e hedonista (prazer a todo custo, desenfreado) vê a espiritualidade como coisa ultrapassada, de gente desocupada, é considerada perda de tempo. Mas é interessante notar que os Apóstolos sentiram a necessidade de que Jesus os direcionasse na prática espiritual. Nosso Senhor respondeu ensinando-lhes a rezar o “Pai-Nosso” (cf. Lc 11, 1-14). Você já ouviu a expressão “mosca não senta em sopa quente”? Pois é! A “sopa” é a alma; a “mosca” representa satanás. Necessitamos manter a alma aquecida para que o mal, o pecado, não faça morada. A espiritualidade nos ajuda a manter a alma aquecida, pois nos aproxima de Deus. É preciso dizer, no en-

divulgação

w monge beneditino Dom Estevão Bettencourt: valores espirituais

tanto, que o cultivo de uma espiritualidade não nos torna impecáveis, todavia, faz com que nos tornemos inconformados com nossos pecados. Se caímos, desejamos nos levantar, se nos sujamos queremos nos limpar. Como citei acima, alastram-se o materialismo, o ativismo, o hedonismo, de modo a dificultar o cultivo da espiritualidade. Mas o Espirito Santo não nos abandona e faz nascer no seio da Igreja os “Grupos de Oração”, os vários grupos conhecidos como “Terço dos Homens”, as “Escolas de Meditação”. Também podemos notar a fecunda presença do

Paráclito na Igreja quando notamos que ela é rica em espiritualidades e carismas. Só para lembrar alguns exemplos: Temos a espiritualidade beneditina expressa no binômio “oração e trabalho”, temos a espiritualidade franciscana que enfatiza a pobreza e a fraternidade, temos a espiritualidade do Focolare, manifestada no carisma da Unidade, e muitas outras formas de espiritualidade. Mas vamos supor que você diga: “Está tudo muito bem, mas eu não sou religioso, não participo de nenhum Movimento e de nenhuma Nova Comunidade, sou um simples leigo. Como

posso desenvolver praticas que me ajudem no cultivo de minha espiritualidade?”. Eu respondo a você que estamos na mesma condição. Também eu sou leigo, também eu (embora tenha trânsito entre religiosos, Novas Comunidades e Movimentos), não integro, não sou membro de nenhuma dessas realidades. Também eu necessito cultivar práticas que man-

tenham minha “sopa” aquecida, ou seja, que não deixe minha alma esfriar, por isso cultivo práticas que mantenham minha espiritualidade viva. E gostaria de dividir com você essa experiência. Entretanto, antes, uma observação: seria importante que se buscasse um diretor espiritual. Geralmente o diretor espiritual é um sacerdote, mas pode ser um religioso, um diácono ou mesmo um leigo que seja experiente na vida espiritual. O importante é que seja alguém em quem você possa confiar e que o ajude na caminhada de oração, de intimidade com Deus, no empenho por uma vida virtuosa. O diretor espiritual ideal deveria ser sábio, santo e inteligente. Agora... o espaço acabou! Dividirei com você meu simples esforço em nosso próximo encontro. Sigamos em frente buscando pensar com a Igreja no serviço da Verdade. Fique com Nossa Senhora e São José.

Graduado (Bacharel e Licenciado) e Especialista em Filosofia pela UFPA e Especialista em Teologia pelo CESUPA.

Próximo artigo: Maria Elisa Bessa de Castro

Palavra de vida Chiara Lubich

“O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve”(Mt23,11). irigindo-se à multidão que o seguia, Jesus anunciava a novidade do estilo de vida daqueles que querem ser seus discípulos, um estilo “contracorrente” diante da mentalidade mais difundida1. Naquele tempo, como também hoje, era fácil fazer discursos moralistas e depois não viver coerentemente, mas, em vez disso, procurar para si posições de prestígio no contexto social, maneiras de ficar em relevo e de servir-se dos outros para obter vantagens pessoais. Mas aos seus discípulos Jesus pede uma lógica totalmente diferente nas relações com os outros, aquela que Ele mesmo viveu:

D

“O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.”

E m u m e n c o n t ro com pessoas desejosas de descobrir como se vive o Evangelho, Chiara Lubich partilhou deste modo a sua experiência espiritual: “Deve-se sempre fixar o olhar no único Pai de muitos filhos. Depois, olhar para todas as criaturas como filhas de um único Pai. (...) Jesus, nosso modelo, ensinounos apenas duas coisas que são uma: a sermos filhos de um só Pai e a sermos irmãos uns dos outros. (...) Portanto, Deus nos chamava à fraternidade universal”.2 É essa a novidade: amar a todos, como fez Jesus, porque todos– como eu, como você, como qualquer pessoa na terra – são filhos de Deus, amados e esperados desde sempre por Ele. Desse modo descobrimos que o irmão a ser amado concretamente, “também com os músculos”, é cada uma daquelas pessoas que encontramos

diariamente. É o papai, a sogra, o filho pequeno, o filho revoltado. É o detento, o mendigo e o deficiente. É o chefe da repartição e é a faxineira. É o companheiro de partido e é aquele que tem ideias políticas diferentes das nossas. É quem tem a nossa mesma fé e cultura, mas também o estrangeiro. A atitude tipicamente cristã para amar o irmão é colocar-se a seu serviço:

“O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.” Diz ainda Chiara: “Aspirar constantemente

ao primado evangélico, colocando-se o mais possível a serviço do próximo. (...) E qual é o modo melhor de servir? Fazer-se “um” com cada pessoa que encontramos, sentindo em nós os seus sentimentos: assumi-los como coisa nossa, que se tornou nossa pelo amor. (...) Ou seja: não mais viver fechados em nós mesmos; procurar carregar os seus pesos, compartilhar as suas alegrias”.3 Toda e qualquer capacidade e qualidade positiva que tenhamos, tudo aquilo que nos possa fazer sentir “grandes” é

A atitude tipicamente cristã para amar o irmão é colocar-se a seu serviço

uma ocasião imperdível de serviço: a experiência profissional, a sensibilidade artística, a cultura, como também a capacidade de sorrir e de fazer sorrir; o tempo que podemos oferecer para escutar a quem tem dúvidas ou está sofrendo; as energias da juventude, como também a força da oração, quando a força física se desvanece.

“O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve.”

E esse amor evangélico, desinteressado, mais cedo ou mais tarde acende no coração do irmão o mesmo desejo de partilha, renovando os relacionamentos na família, na paróquia, nos lugares de trabalho ou de lazer e colocando as bases para uma nova sociedade. Hermez, um adolescente do Oriente Médio, conta: “Era domingo. Assim que acordei pedi a Jesus que me iluminasse

o dia todo no meu modo de amar. Percebi que meus pais tinham ido à Missa e me veio a ideia de limpar e arrumar a casa. Procurei caprichar em todos os detalhes, até mesmo com flores em cima da mesa! Depois preparei o café da manhã, arrumando tudo. Quando voltaram, meus pais ficaram surpresos e muito felizes com o que encontraram. Naquele domingo tomamos café mais felizes do que nunca, conversando sobre muitas coisas, e consegui contar para eles as muitas experiências que tinha vivido durante a semana. Aquele pequeno ato de amor tinha dado o toque para um dia maravilhoso!” Letizia Magri 1 Cf. Mt 23,1-12. 2 Cf. C. Lubich, A unidade nos albores do Movimento dos Focolares. Payerne (Suíça), 26 de setembro de 1982. 3Ibidem.


belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

A

Paróquia São João Batista e Nossa Senhora das Graças, em Icoaraci, iniciou os preparativos para os festejos em homenagem a Nossa Senhora das Graças, com a realização de momentos de espiritualidade durante os meses de outubro e novembro, estudos, orações e peregrinações. Os festejos acontecem de 26 de novembro a 11 de dezembro, com programação religiosa e cultural. O Círio em devoção à padroeira chega a sua 65ª edição, com o tema “Maria, uma Mulher Vestida com o sol”, (Ap 12, 1). A Semana Mariana iniciou dia 23, com estudos dos encontros do livro de peregrinações 2017, extraídos da Exortação Apostólica Signum Magnum, do Papa Paulo VI. Os estudos seguem até sexta-feira, 27, às 19h, no salão paroquial Padre Teodoro Kokke da matriz que fica localizada na Praça Pio XII. Neste domingo, 29, acontece o ‘Cenáculo com Maria’ no salão paroquial das 8h30 às 12h. Neste mesmo dia haverá missa de envio das peregrinações às família, presidida pelo padre Agostinho Cruz, às 18h, na Igreja matriz. A partir da missa de envio, as peregrinações nas casas dos devotos, nas empresas, repartições públicas, escolas e paróquias, seguem de 30 de outubro a 20 de novembro. Dia 3, primeira sexta-feira do mês, haverá visita da imagem de Nossa Senhora das Graças à Fundação Nazaré de Comunicação

11

Paróquia de Icoaraci inicia preparativos para o círio Este ano o Círio em devoção à padroeira chega a sua 65º edição fotos: divulgação

w padre agostinho conduzindo os momentos de espiritualidade que antecedem o círio

w participação momento de espiritualidade contou com a grande presença de paroquianos

(FNC), às 14h30, em seguida missa na Capela da instituição. Círio

Neste ano o Círio de Nossa Senhora das Gra-

ças completa 65 anos. Para bem viver este momento a programação conta com diversos momentos. Além da espiritualidade, outros eventos marcam a programa-

ção. No dia 19 acontece a carreata de divulgação do Círio, às 8h30 e às 17h a peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima. No Dia 20 ocorre a espiritualidade voltada à diretoria do Círio, às 19h30, na Casa de Retiro Monte Tabor. Dia 21, 5º peregrinação, às 18h. Dia 22, apresentação do projeto “Um canto para Maria”, às 20h, na Igre-

ja matriz. Dia 23, missa e carreata da Paróquia da Nossa Senhora do Livramento para Paróquia São Francisco de Assis, às 18h. Dia 24, às 17h30, traslado da imagem de Nossa Senhora de das Graças, com saída do Colégio Nossa Senhora de Lourdes rumo à matriz. Neste mesmo dia na matriz da Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora das

Graças missa às 18h, presidida pelo padre Agostinho Cruz. Após a celebração eucarística haverá carreata rumo à matriz da Paróquia Nossa Senhora de Fátima. Dia 25, às 18h, na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima, missa presidida pelo padre Fabrício Albuquerque, em seguida haverá a saída da trasladação rumo a Igreja de São Sebastião, na Orla do Cruzeiro. Na chegada da trasladação haverá missa presidida pelo padre Tiago Barros, da Comunidade Semente do Verbo. Dia 26, 7h, na Igreja de São Sebastião, padre Antônio Cleidvan, presidirá missa da saída do Círio. A procissão do Círio segue rumo a matriz da Paróquia de São João Batista e Nossa Senhoras das Graças. Na chegada, haverá Santa Missa presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman. Durante a quinzena do Círio, de 27 de novembro a 11 de dezembro, haverá programação religiosa na matriz, com missas às 19h, com padres convidados para presidirem a Santa Missa. Dia 10, às 18h, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, preside missa de encerramento do quinzenário. Dia 11, às 19h, Recírio, cuja celebração eucarística será presidida pelo padre Agostinho Cruz, na matriz da Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora das Graças.


12

belém, De 27 de outubro a 2 de novembro de 2017

2º C Igreja C Pe. João Schiavo será o novo beato brasileiro aderno

om informações da CNBB Sul 3 - A Beatificação do Venerável Pe. João Schiavo, acontecerá no próximo dia 28 de outubro, às 10 horas, nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul (RS), transmitida pela TV Nazaré. Dom Irineu Roman, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, estará presente à ceriomônia religiosa. O celebração será presidida pelo Prefeito da Congregação das Causas dos Santos, Cardeal Angelo Amato, que virá especialmente de Roma para a celebração que contará ainda com a presença de vários bispos, centenas de sacerdotes, religiosos e autoridades eclesiais. O evento é organizado pela Diocese de Caxias do Sul, Congregação das Irmãs Murialdinas de São José e a Congregação dos Josefinos de Murialdo, juntamente com a Associação dos Amigos do Pe. João Schiavo, com o apoio da comunidade caxiense e os devotos. O ponto alto da Beatificação será a leitura do documento do Papa que proclama o Pe. João Bem-Aventurado a o descerramento da imagem representando o Pe. João Schiavo na glória de Deus. O quadro, pintura a óleo em tela de 2,70 X 1,60 foi produzida pelo caxiense Vasconcelos Machado de Oliveira e levou três meses para ficar pronta. Após a Beatificação a imagem permanecerá na capela do Pe. Schiavo, onde está seu túmulo, em Fazenda Souza. A Beatificação será um momento raro e grandioso para a Igreja, visto que hoje, segundo o Postulador da Causa, Pe. Orides Ballardin, a Congregação das Causas dos Santos tem protocolados mais de quatro mil Causas de Beatificação e Canonização. Pe. Orides considera que o processo foi relativamente rápido: “iniciou em 2001 e recém celebramos os 50 anos de morte do Pe. João Schiavo e os 20 anos da cura que o Vaticano reconheceu como milagre”. Para o evento religioso, são esperados milhares de pessoas de todo o Brasil e do exterior, onde chegou a devoção ao Pe. João Schiavo, inclusive com relatos de graças alcançadas em diversos países. Da Argentina, onde há a presença dos Josefinos e Murialdinas, chegarão 160 pessoas, além de devotos do Chile, Equador e da Itália, de onde vem um grupo de 31 pessoas, incluindo 9 parentes do futuro

Solenidade contará com representante do Vaticano e será transmitida ao vivo pela TV Nazaré no sábado, dia 28 fotos: divulgação

w beato Pe. Schiavo

w no brasil ele serviu fielmente à Igreja

beato. Beatum tem origem no latim e significa “feliz”, “bem-aventurado” e representa o último passo antes da canonização – ou seja, santo. As etapas são as seguintes: Servo de Deus; Venerável; Beato; Santo. Com a Beatificação do Pe. João Schiavo, o Brasil alcança o número de 52 beatos e 36 santos.

Causas dos Santos, que analisaram as orações feitas por intercessão de Pe. João Schiavo para obter a cura do caxiense Juvelino Cara. No dia 18 de outubro de 2016, ocorreu, em Roma, a Reunião Ordinária dos Cardeais e Bispos, conclusão do processo de beatificação do padre João Schiavo. No dia 1º de dezembro de 2016 o Papa Francisco autorizou a Congregação das Causas dos Santos promulgar o Decreto de Reconhecimento do Milagre de cura do caxiense Juvelino Cara, pela intercessão do Venerável Servo de Deus Pe. João Schiavo, Josefino de Murialdo, italiano que viveu na Serra Gaúcha de 1931 a 1967 e realizou inúmeras obras relacionadas à educação, obras sociais e formação religiosa. O Vaticano confirmou no dia 04 de fevereiro de 2017 a data da Beatificação do Venerável Pe. João Schiavo, para o dia 28 de outubro do mesmo ano.

Etapas da de Beatificação

A Causa de Beatificação do Pe. João Schiavo, foi introduzida na Diocese de Caxias do Sul, pelo bispo Dom Paulo Moretto, em agosto de 2001, mesmo ano em foi aberto o processo diocesano sobre a vida, virtudes e fama de santidade dele, concluído em outubro de 2003, e entregue no Vaticano, em novembro do mesmo ano. Foi instaurado novo processo na Diocese de Caxias do Sul, em 2009, para analisar a cura de Juvelino Cara, recolhendo depoimentos dos médicos e enfermeiras que o atenderam e familiares próximos. Em dezembro de 2015, após ter recebido o parecer da Comissão de Cardeais que analisaram o Livro sobre a Vida, Virtudes e Fama da santidade do Servo de Deus, o Papa Francisco decretou a Venerabilidade de Pe. João Schiavo. Em fevereiro de 2016, a Comissão de Médicos do Vaticano reconheceu, na documentação analisada, que a cura não tem explicação médico-científica. Em junho cumpriu-se mais uma etapa do processo com a avaliação positiva da Comissão de Teólogos do Vaticano, composta por sete estudiosos da Congregação das

Milagre

Em outubro de 1997, a partir de uma aguda dor intestinal, Juvelino Carra, de Caxias do Sul (RS), foi encaminhado para uma cirurgia de emergência (laparotomia). O médico cirurgião Dr. Ademir Cadore constatou que na realidade se tratava de uma trombose mesentérica venosa superior aguda, envolvendo todo o intestino delgado. Após atenta observação, averiguação e avaliação, foi tomada a decisão de desistir da cirurgia, fechar o abdômen e encaminhar o paciente à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para ser acompanhado até à iminente morte. Os familiares foram informados pelo médico da real situação: “Não há o que fazer a não ser aguardar o óbito”. Diante desta desconcertante notícia, a esposa de Juvelino pegou o santinho com a oração de Pe. João Schiavo, e repetia: “Pe. João, tu deves sarar meu marido, tu deves ajudá-lo, tu deves reconduzi-lo para casa…”, enquanto apertava forte a imagem, a ponto de

w cardeal Angelo Amato, do Vaticano

amassá-la. Uma vez na UTI, Juvelino começava a dar evidentes sinais de melhora, para surpresa de todos. Em sete dias teve alta hospitalar, sem apresentar problemas ou sequelas. Transcorridos 12 anos do acontecido, por ocasião do processo sobre o presumível milagre, as avaliações da equipe médica do Vaticano confirmaram o estado de saúde normal de Juvelino. *Milagre: Consiste em uma graça alcançada cujo resultado a ciência é incapaz de produzir, necessita da intervenção divina. o beato

O sacerdote, da Congregação dos Josefinos de Murialdo, nasceu na Itália, em Sant’Urbano de Montecchio Maggiore (VI), no dia 8 de julho de 1903 e desde criança desejava ser padre. Entrou na Congregação dos Josefinos de Murialdo e, em 1919, fez sua primeira Profissão Religiosa. No dia 10 de julho de 1927, com 24 anos, foi ordenado sacerdote. Quatro anos depois, realizando seu desejo de ser missionário e seguindo a ordem da obediência, partiu para o Brasil, chegando em Jaguarão (RS), no dia 05 de setembro de 1931 e de lá, poucas semanas depois para Caxias do Sul (RS), mais especificamente em Ana Rech para se dedicar a animação e formação dos candidatos para a Congregação dos Josefinos de Murialdo. Desde que chegou em solo brasileiro, Padre João desenvolveu uma intensa atividade vocacional e foi o primeiro mestre de noviços da missão Josefina no Brasil. Viveu sua vocação e missão sobretudo na Região de Caxias do Sul: em Ana Rech, foi animador dos seminaristas e noviços, professor, iniciador e diretor da Escola Normal Rural Murialdo; em Galópolis, foi diretor da Escola e pároco; em 1941, fundou o Seminário Josefino de Fazenda Souza, interior de Caxias do Sul, sendo o primeiro diretor dessa obra que marcaria sucessivas gerações

de jovens. Além disso, funda no Brasil a Associação das Mães Apostólicas com o intuito de ter o apoio e a oração pela perseverança dos seminaristas. Fundou diversas obras em favor das crianças e jovens pobres: Abrigo de Menores São José, em Caxias do Sul; Obra Social Educacional, em Porto Alegre (Partenon e no Morro da Cruz, respectivamente); Abrigo de Menores em Pelotas e Rio Grande (RS); Colégio Nossa Senhora Mãe dos Homens, em Araranguá (SC). Foi o primeiro Superior dos Josefinos da então Vice-Província no Brasil de 1937 a 1946 e Provincial de 1947 a 1956. A ele se deve o desenvolvimento das Obras Josefinas, o reconhecimento oficial das escolas e a formação religiosa dos primeiros confrades brasileiros. Após um período de discernimento, em consonância com o fundador das Irmãs Murialdinas de São Jose Padre Luigi Casaril, no dia 09 de maio de 1954, Pe. João Schiavo iniciou, em Fazenda Souza\Caxias do Sul, o primeiro grupo das Irmãs Murialdinas de São José, no Brasil. Em 1957 fundou em Fazenda Souza, a Escola Santa Maria Goretti das Irmãs Murialdinas, onde atuou como diretor e professor. Em fevereiro de 1956 deixou o cargo de Superior Provincial, mas continuou prestando serviço à sua Congregação e dedicando-se às Irmãs Murialdinas. Padre João Schiavo, cuja saúde há tempo estava debilitada, adoeceu gravemente no final de novembro de 1966 e faleceu dia 27 de janeiro de 1967, com fama de santo. Desde então, sua sepultura, atualmente no interior de uma capela que leva o seu nome, em Fazenda Souza, é local de orações e peregrinações. Ali, todo o dia 27, às 16 horas, é celebrada missa em sua memória. Por sua intercessão são atribuídas muitas graças e a fama de santidade estende-se até mesmo para fora do Brasil, com relatos de graças alcançadas na Argentina (Mendoza) e outras nações onde atuam os Josefinos e as Murialdinas.