Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

D O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA D

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

ANO C - Nº 589 - PREÇO AVULSO: R$1,00 LUIZ ESTUMANO

Fim das mazelas sociais Igreja está preocupada com problemas sociais. IBGE mostra que favelização e violência são fatores diretamente relacionados.Pronunciamento de Dom Alberto sobre violência no Pará e Encontro da Igreja na Amazônia inspiraram a VOZ a trazer reportagens especiais sobre esses temas nesta edição. CADERNO 2

RMB tem a maior concentração de favelas

Mulher é vítima de violências na Amazônia

Sínodo extraordinário sobre a família

Belém tem mais da metade e Marituba 77,2% da sua população morando em periferias. CADERNO 2, PÁGINA 1

Num clima pós-Encontro da Igreja na Amazônia, Igreja discute como mudar essa realidade. CADERNO 2, PÁGINA 4

Desafios pastorais da família no contexto da evangelização serão discutidos em 2014. CADERNO 1, PÁGINA 5 ARQUIVO/FABRICIO COLENY

Ano da Fé encerra-se no domingo, 24 ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

Diversos eventos ao longo do ano estiveram integrados à programação do Ano da Fé CADERNO 1, PÁGINA 8

Cresce violência contra indígenas Aumento foi de 72% em todo o Brasil. Os dados são do Conselho Indigenista Missionário (Cimi). CADERNO 2, PÁGINA 2


2

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Opinião Alegria de ser católico João Carlos Pereira

CHARGE DO ANDRÉ ABREU

jcparis@orm.com.br

Lição do Papa (parte 1)

R

ecebi um email muito bonito, no qual aparece a foto de uma missa presidida pelo Papa Francisco para jardineiros e pessoal da limpeza do Vaticano. Na mensagem, o pontífice aparece sentado, de costas, na última fila da igreja, e o texto explica a diferença entre ser chefe e ser líder. O Papa sentado de costas, no último lugar de Igreja, já é, por si só, um fato inusitado. Todos que estavam lá queriam ver Francisco de frente, diante do altar. Afinal, ele é o Papa e, até onde se sabe, os Papas não se recolhem à humildade da última fila, embora essa tenha sido uma das recomendações de Jesus. Num momento após a Comunhão, ele saiu do altar e ficou quietinho, rezando, longe dos olhares curiosos e felizes e igualmente distante dos fotógrafos. Francisco, com esse gesto, ensinou muito mais do que se tivesse feito uma homilia sobre esta passagem de São Lucas: “Jesus entrou em dia de sábado na casa de um dos principais fariseus para aí fazer a sua refeição. Os que lá estavam o observaram. - Então, notando que os convidados escolhiam os primeiros lugares, propôs-lhes uma parábola, dizendo: “Quando fordes convidados para bodas, não tomeis o primeiro lugar, para que não suceda que, havendo entre os convidados uma pessoa mais considerada do que vós, aquele que vos haja convidado venha a dizer-vos: dai o vosso lugar a este, e vós sejais constrangidos a ocupar, cheios de vergonha, o último lugar. - Quando fordes convidados, ide colocar-vos no último lugar, a fim de que, quando aquele que vos convidou chegar, vos diga: meu amigo, venha mais para cima. Isso então será para vós um motivo de glória, diante de todos os que estiverem convosco à mesa: - porquanto todo aquele que se eleva será rebaixado e todo aquele que se abaixa será elevado”. Silenciosamente, para um encontro íntimo com o criador. Ele não se chama Francisco por acaso.

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br Jornalista e professor

Panorama José Pereira Ramos joseulina@oi.com.br

Ano Litúrgico

E

Economista e escritor

stamos nos aproximando do fim do ano litúrgico, o que nos remete a uma meditação mais profunda sobre o nosso comportamento neste ano que termina exatamente no fim deste mês de novembro. É hora de consultar a minha consciência. Como me comportei durante este ano, perante Deus. Que participação mantive com a minha Igreja, com a minha família, com a minha comunidade, com a minha pátria. Como vivenciei o Ano da Fé. Duvidei da minha fé, ou mantive-me simplesmente estável? Fiz alguma coisa para enriquecer a minha Fé? Trabalhei para propagá-la? Tive o cuidado de me preparar para o maior acontecimento do ano, da minha Igreja, a Jornada Mundial da Juventude? Participei ou acompanhei o desenvolvimento deste grandioso evento

Encontro Fraterno Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br

Sugestão aceita! (parte 1)

F

Engenheiro civil e escritor

oi com satisfação que recebi um telefonema do amigo, Monsenhor Geraldo Menezes, que me parabenizava pelos meus 80 anos. No decorrer da conversa, relatei com breves palavras as dificuldades e ansiedades que passei quando fui acometido por um problema de saúde. Dizendo que acompanha meus escritos nesta coluna, Monsenhor Geraldo sugeriu que publicasse tal relato, entendendo que poderia ajudar outras pessoas. Recuemos então no tempo, quando eu era um fumante que chegou a consumir três carteiras ao dia. Até que, em 1998, decorridos 48 anos a bom fumar, foi detectada uma lesão no tronco da minha língua. A recomendação médica foi o procedimento cirúrgico, considerando o especialista uma probabilidade de dez por cento de ser uma manifestação

Fundado em 5 de julho de 1913

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário geral da Arquidiocese de Belém do Pará

que contou com a marcante presença do Papa Francisco? Participei financeiramente para essa realização, ou ainda pretendo participar? E qual foi a minha participação na nossa grande festa de Nossa Senhora de Nazaré? Participei das Novenas preparatórias? Integrei as Romarias? Puxei a Corda do Círio, sem cortá-la antes do tempo? Participei da parte espiritual, das missas na basílica, fazendo uma boa Confissão? Ou fiquei apenas no oba, oba, da tradição? Prezados leitores, não se espantem. Não pretendi fazer aqui uma pública confissão. Mas aproveitei a oportunidade para fazer um bom exame de consciência. E em consequência, provocar esse mesmo exame na cabeça das pessoas que se derem ao trabalho de me ler. Tenho certeza de que será útil para quem escreveu e para os que lerem. Uma grande oportunidade para podermos, na próxima semana, festejar com melhor consciência a grande festa de Cristo Rei. Precisamos conhecer cada vez melhor o REI DOS REIS. O Rei que nasceu numa estrebaria e morreu numa cruz. Mas Ressuscitou, abrindo-nos as portas do céu. Aleluia! de origem maligna. Quase nocauteado pela realidade, recuperei o fôlego com o propósito de parar de fumar, fazendo assim a minha parte, o que aconteceu em uma semana, me gratificando o fato de não ter sido vítima de sequelas, nem mesmo aquelas de ordem psicológica. Enquanto me submetia aos exames preparatórios para a cirurgia, parentes e amigos, todos rezavam. Depois fiquei sabendo, que minha esposa chegou a prometer sacrifícios, contanto que eu fosse poupado. Ela foi ouvida! Dois dias antes do previsto para a cirurgia levou um tombo, fraturando um dos braços. Como iria me acompanhar no hospital, pedi o adiamento do ato cirúrgico. Em seguida, fui acometido por uma forte gripe, fazendo-se necessário um novo adiamento. Enquanto isso, todos rezavam... Peço desculpas ao leitor por não concluir o relato nesta edição, diante da limitação do espaço. Ofereço um respeitoso abraço ao Monsenhor Geraldo, que presidiu meu casamento, celebrou a Missa das Bodas de Prata, e fez questão de concelebrar na Missa que festejou as Bodas de Ouro. Louvado seja Deus!

DIRETOR GERAL Diácono Antônio Carlos Gomes de Freitas DIRETORA ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marluce Guerreiro Milhomem DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro COORDENAÇÃO Marcos Valério (DRT/PA 1516)

Sua voz COMO VOCÊ ESTÁ VIVENDO O ANO DA FÉ?

CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO João Carlos Pereira Padre Nilton Cezar Reis Padre Cláudio de Souza Barradas EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Avenida Governador José Malcher, Edifício Paulo VI, 915 CEP: 66055-260, Bairro Nazaré, Belém - Pará Telefones: (91) 4006-9200/ 4006-9209.

De forma pessoal, em casal, e em família. Praticando a caridade com os irmãos e por meio da Palavra, pois na caminhada nós evangelizamos e somos evangelizados. MARIA LIDUÍNA BRAGA, 44 anos, representante comercial Buscando conhecer mais a minha Igreja, acreditando naquilo que ela ensina. É preciso ter fé para amar e então conhecer, mas também é preciso conhecer para amar. THAYNAH OLIVEIRA, 18 anos, estudante Vivi somente metade do Ano dá Fé de forma mais intensamente, pois foi quando ocorreu parte da minha conversão. Eu era de outra religião, e nesse tempo aprendi coisas novas em Deus. ARIADNE TRINDADE, 19 anos, estudante

Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


3

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Arcebispo Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

O fogo e o sol “E

is que o Dia há de chegar, como forno aceso a queimar. Os atrevidos, os que praticam injustiças, o Dia que há de vir, como palha, vai incendiar" - diz o Senhor dos exércitos - "sem deixar-lhes sobrar nem raízes nem ramos. Mas para vós que tendes o meu temor, o sol da justiça há de nascer, trazendo o alívio em suas asas". (Ml 3, 1910). “O céu e a terra de hoje estão sendo reservados para o fogo, guardados para o dia do juízo e da perdição dos ímpios". Ora, uma coisa não podeis desconhecer, caríssimos: para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não tarda a cumprir sua promessa, como alguns interpretam a demora. É que ele está usando de paciência para convosco, pois não deseja que ninguém se perca. Ao contrário, quer que todos venham a converter-se. O dia do Senhor chegará como um ladrão, e então os céus acabarão com um estrondo espantoso; os elementos, devorados pelas chamas, se dissolverão, e a terra será consumida com todas as obras que nela se encontrarem. Se é deste modo que tudo vai desintegrar-se, qual não deve ser o vosso empenho numa vida santa e piedosa, enquanto esperais e apressais a vinda do Dia de Deus, quando os céus em chama vão se derreter, e os elementos, consumidos pelo fogo, se fundirão? O que esperamos, de acordo com a sua promessa, são novos céus e uma nova terra, nos quais habitará a justiça (2 Pd 3, 8-13). Palavras assustadoras? Faz parte de nossa fé cristã a certeza de que o Senhor virá em sua glória no final dos tempos. Deus será tudo em todos (1 Cor 15, 28)! Palavras consoladoras, que nos estimulam na caminhada, fazendo toda a nossa parte para esperar e apressar a vinda do dia de Deus. Esperálo nos faz clamar cada dia com a Igreja “Vinde, Senhor Jesus”! Esperá-lo nos conduz à mesa Eucarística, pois todas as vezes que se celebra a Santa Missa o Único e Eterno Sacrifício de Cristo se faz presente e sua plenitude vem até nós. O Céu vem até nós! A Eucaristia de cada dia resume a história da humanidade e nos faz presente o seu sentido de encontro com Deus e uns com os outros.

Arcebispo

DIVULGAÇÃO

Faz parte da nossa fé cristã a certeza de que o Senhor virá em sua glória no final dos tempos Levar em conta o dia do Senhor é aproveitar todas as oportunidades para viver as realidades da eternidade, amando a Deus e ao próximo, com intensidade. Não vivemos no medo, mas na confiança e na certeza dos últimos tempos, inaugurados com a morte e ressurreição de Cristo. Não há, pois, tempo a perder. Quem nasce hoje seja conduzido a viver olhando para o alto e para frente, sem rastejar na poeira do pecado. Ao invés de ficar preocupado com o fim do mundo, trazer depressa para cá as realidades da eternidade, pois sabemos que só o amor de caridade ultrapassará os umbrais da eternidade! O que pode assustar, torna-se convite a viver bem! Nenhum receio de repetir: “Vinde, Senhor Jesus”! O fogo queima e purifica. A esta altura do ano, quando a Igreja nos fala das últimas e definitivas realidades, é hora de rever a nossa vida e fazer a faxina nos recantos mais íntimos de nossa casa interior. Há muita velharia a ser queimada! Há sentimentos de ódio, inveja ou ciúme a serem absolutamente descartados, jogados fora, mesmo. A proposta da Igreja é uma corajosa revisão de vida, sem medo de encarar os recônditos de nosso coração, onde se aninham maldades que nos corroem por dentro. Os soberbos e os ímpios a serem queimados estão dentro de nós. Não é o caso de buscar eventuais pessoas que praticam

o mal para condená-las, mas condenar a impiedade que está em nosso íntimo, deixando florescer o que é bom! Primeira decisão: corajosa revisão de vida e fogueira interior na qual se queime o que não presta! O sol da justiça brilhe para nós! Toda palavra que sai da boca de Deus, todas as experiências de sua graça que age em nós e em torno a nós, toda a força do Evangelho proclamado, o testemunho das pessoas que nos edificam! Deixarse iluminar pelo sol da justiça é ato de inteligência, pura sabedoria! A salvação de Deus quer entrar pelas frestas abertas nas janelas de nossas almas, como o sol da manhã que irrompe glorioso! Quando fazemos um balanço de nossa vida e dos contatos que temos com as pessoas, não é difícil perceber que a luz é maior do que as trevas. Estamos diante de uma luta desigual, na qual o amor de Deus e sua salvação valem mais do que a iniquidade! Na vida cristã, não cabe o pessimismo derrotista, que vê maldade e más intenções em cada gesto e cada olhar, mas a capacidade de ver e valorizar o bem. Nasce daí uma nova disposição para espalhar este bem. Brilhe o sol da justiça no cumprimento alegre às pessoas que encontramos ou na valorização dos pequenos gestos de quem nos cerca. Ilumine os ambientes a luz que se acende quando espalhamos boas notícias

e falamos bem dos outros, o que serve para esconjurar os defeitos e vícios eventualmente existentes! “Assim também brilhe a vossa luz diante das pessoas, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus.” (Mt 5,16). Comentando esta palavra do Evangelho, Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares, assim se expressava: “A luz se manifesta nas boas obras. Ela brilha através das boas obras praticadas pelos cristãos. Você me dirá: mas não são apenas os cristãos os que praticam boas obras. Muita gente colabora com o progresso, constrói casas, promove a justiça. Tem razão. Inclusive o cristão certamente faz, e deve fazer tudo isso, mas não é unicamente esta a sua função específica. Ele deve realizar boas obras com um espírito novo, aquele espírito que faz com que não seja mais ele a viver, mas Cristo nele. Com efeito, o evangelista Mateus não se refere apenas a atos de caridade isolados, como visitar os presos, vestir os nus ou cumprir todas as outras obras de misericórdia, atualizadas de acordo com as exigências de hoje, mas referese à adesão total do cristão à vontade de Deus, de modo a fazer de toda a sua vida uma boa obra. Se o cristão age assim, ele é transparente e os elogios que receber por suas ações não serão atribuídos a ele, mas a Cristo nele; assim Deus se fará presente no mundo por meio dele. "A tarefa do cristão, portanto, é deixar transparecer essa luz que habita nele, é ser o sinal da presença de Deus entre os homens” (Chiara Lubich, Palavra de Vida de Agosto de 1979).


4

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Liturgia Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Lc 21,5-19.

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

5 Algumas pessoas comentavam a respeito do templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: 6 “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. 7 Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isso? E qual vai ser o sinal de que essas coisas estão para acontecer?” 8 Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘sou eu!’ e ainda: ‘O tempo está próximo’. Não sigais essa gente! 9 Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso

que essas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”. 10 E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. 11 Haverá grandes terremotos, ... em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e ... sinais serão vistos no céu. 12 Antes que essas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. 13 Essa será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. 14 Fazei o firme propósito de não planejar a própria defesa, 15 porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. 16 Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. 17 Todos vos odiarão por causa do meu nome. 18 Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. 19 É permanecendo

firmes que ireis ganhar a vida!” B) COMENTÁRIO Jesus participa intensamente dos acontecimentos e preocupações de seu tempo. Ele está em sintonia com os comentários das pessoas e dá a sua opinião. Há uma admiração pela suntuosa beleza do templo e suas pedras bem talhadas (v 5). E ele diz: “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. Pessoas pensam que beleza e estabilidade são eternas, mas não o são. O comentário de Jesus sobre a admiração do presente contrapõe a um futuro catastrófico de destruição total. Para os israelitas o templo era mais que um local sagrado; era o símbolo da estabilidade política e religiosa da nação traduzidas em pedras. Mas “não ficará pedra sobre pedra” (v 6); é voz do mestre.

Era ideia de que o fim de Jerusalém seria o fim do mundo. Mas Lucas distingue o fim de Jerusalém do fim do mundo. Há um juízo de condenação ao povo eleito e ao Antigo Testamento. A antiga aliança será substituída pela nova selada no sangue de Cristo. As belas pedras do velho templo deixarão lugar às pedras vivas do novo templo espiritual, a Igreja. E ofertas votivas serão substituídas pela única agradável ao Pai, Jesus Cristo. A nova Igreja emerge dos escombros da antiga, e isto, através da morte. As grandes transformações históricas são banhadas de sangue. O caminho para a vida nova passa pelo sofrimento. A sabedoria prometida por Jesus já está no martírio de Estevão (At 17, 16-34) e Paulo (At 25,1ss). O cristão não está isento de perseguição (v 16); nada será perdido (v 18), e a vitória final está na perseverança (v 19).

Liturgia da Semana w Dia 15, sexta-feira Cor (verde) Primeira leitura (Sb 13,1-9) Responsório 18 (19) Evangelho (Lc 17,26-37) w Dia 16, sábado Cor (verde) Primeira leitura (Sb 18,14-16;19,6-9) Responsório 104 (105) Evangelho (Lc 18,1-8)

w Dia 17, domingo Cor (verde) Primeira leitura (Ml 3,19-20a)) Responsório 97 (98) Segunda leitura (2Ts 3,7-12) Evangelho (Lc 21,5-19) w Dia 18, segunda-feira Cor (verde) Primeira leitura (1Mc 1,10-15.41-43.54-57.62-64)

Responsório 118 (119) Evangelho (Lc 18,35-43) w Dia 19, terça-feira Cor (vermelho) Primeira leitura (2Mc 6,18-31) Responsório 14 (15) Evangelho (Jo 15,18-21;16,1-3) w Dia 20, quarta-feira Cor (verde)

Primeira leitura (2Mc 7,1.20-31) Responsório 16 (17) Evangelho (Lc 19,11-28) w Dia 21, quinta-feira Cor (verde) Primeira leitura (Zc 2,14-17) Cânt: (Lc 1,46-47.48-49.50-51.52-53.54-55) Evangelho (Mt 12, 46,50)

Santos da semana Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

15/11 - SEXTA-FEIRA. Santo Eugenio - Bispo e Mártir.

19/11 - TERÇA-FEIRA. Anastácio II - Papa. Sucessor de Gelásio I, mas que é comemorado dois dias antes. Sua grande obra em tão curto pontificado, 496 a 498, foi o fim do cisma entre Roma e Constantinopla, o chamado “cisma acaciano”, causado pelo imperador Zenão e o patriarca Acácio que queriam ignorar o concílio de Calcedônia. Com diplomacia, mas causando ódio do clero romano, ele aceita as consagrações e os batismos de Acácio. Só vieram a entender no séc. XVI. E descobrir que também tinha convertido o imperador Clóvis durante seu pontificado.

Um escrito do séc. IX, da abadia de São Dionísio nos mostra que Eugenio, séc I, era um cidadão romano e recebeu a mitra de Toledo (que é uma diocese de tradição desde os tempos apostólicos - 1º bispo provavelmente Tiago, até o atual Dom Antonio Cañizares Llovera). Depois de anos de proveitosa pregação em sua diocese, quis rever o amigo Dionísio, onde o encontrou preso. Também foi preso e decapitado. 16/11 - SÁBADO. Santa Margarida da Escócia - Rainha e viúva. Nasceu na Hungria, 1046. Indo à Inglaterra, foi obrigada a refugiar-se na Escócia, onde foi esposa do rei Malcom III. Rainha de vida austera, interessou-se pela reforma do país: Favoreceu a vida religiosa, a difusão da cultura, a educação popular. Sensível com a pobreza, pensamentos avançados para sua época. Faleceu em 1093. 17/11 - 33º DOMINGO DO TEMPO COMUM. Santos Victoria e Acisclo - Irmãos Mártires de Córdoba. Conhecemos a história dramática desses irmãos do século IV através dos escritos de são Eulógio de Córdoba que viveu entre 800 a 859. Pela distância cronológica criaram-se dúvidas sobre a veracidade dos fatos, mas a comprovação veio quando se descobriram seus nomes no rito moçárabe, que era a liturgia usada na península ibérica desde o século IV. Victoria foi morta a flechadas e seu irmão decapitado por ordem do imperador Diocleciano.

20/11 - QUARTA-FEIRA. São Félix de Valois - Confessor.

18/11 - SEGUNDA-FEIRA. Beato João Yoshida Xoum - Leigo Mártir. Desde os primeiros missionários jesuítas no séc. XVI, o Japão deu ao Céu muitos mártires. Aqueles que desafiavam o Shogum e outros regimes ao longo da história. Quatrocentos anos mais tarde, a frase de Tertuliano: “O sangue dos mártires é semente de novos cristãos”, parece estrangulada por um número tão baixo de cristão naquele país. Parece que nascem xintoístas, casam-se cristãos e morrem budistas. Porém, quando dão frutos, são um nobre exemplo como o de Yoshida, que foi até ao extremo de morrer crucificado e queimado em Nagasaki em 1619.

Nasceu em Paris, 1127. Era príncipe da Casa real francesa. Viveu como ermitão numa floresta quando São João da Mata o convidou para, juntos, fundarem uma ordem religiosa que se destinasse a libertar cristãos prisioneiros dos maometanos. Foi assim que nasceu a Ordem da Santíssima Trindade para a Libertação dos Cativos, “Padres Trinitários”. 21/11 - QUINTA-FEIRA. São Gelásio I - Papa. Oriundo da África romana, ascendeu à cátedra de Pedro em 492, em um período muito conturbado, pois a situação era esta: Teodorico, o grande, depois de reinar sob os godos e ostrogodos, chega a Itália. No oriente Anastácio ascendia e apoia a heresia monofisista. Também as heresias arianas e pelagianas espalhavam-se pelo império. Seu conhecimento teológico, escriturário e exímio orador foram fundamentais, e também mais uma vez vemos como o Espírito Santo sustenta nossa Igreja.


5

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Vaticano ASSEMBLEIA

Sínodo extraordinário sobre a família Durantre conferência foi apresentado documento de preparação para as famílias cristãs

R

ealizou-se na terça-feira, 5, no Vaticano, a conferência de imprensa sobre a preparação da assembleia extraordinária do Sínodo dos Bispos que será realizado em outubro de 2014, tendo como tema “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. Intervieram: o Relator Geral desta assembleia sinodal, Cardeal Peter Erdo, Arcebispo de Budapeste; Dom Lorenzo Baldisseri, secretário do Sínodo dos Bispos, e Dom Bruno Forte, Arcebispo de Chieti, secretário especial para este Sínodo. Foi divulgado o Documento de Preparação, que inclui um questionário com 38 quesitos que se deseja que possam

favorecer uma ampla consulta das bases, a começar pelos casais e famílias e pelas paróquias em geral. Sobre o conteúdo deste Documento e as novidades que de certo modo ele representa, Dom Bruno Forte comenta: “ressalto dois aspectos do tema: o primeiro diz respeito à atenção prioritária à evangelização, à qual tudo se deve orientar no ser e no agir do povo de Deus. A Igreja não existe para si mesma, mas para a glória de Deus e a salvação dos homens, e é chamada para levar a alegria do Evangelho. Esta alegria deve ser proclamada a todos, começando pela família, célula decisiva da sociedade e da própria Igreja. O segundo aspecto que gostaria

L D A E O É O A

embremos as Filipinas, o Vietnam e toda a região atingida pelo furacão Haiyan. Sede generosos na oração e na ajuda concreta (12 de novembro). eus nos ama. Descubramos a beleza de amar e de nos sentirmos amados (11 de novembro). nossa vida deve estar centrada no essencial: em Jesus Cristo. Todo o resto é secundário (9 de novembro). stá a chegar ao fim o Ano da Fé. Senhor, ajudai-nos neste tempo de graça a levar a sério o Evangelho (8 de novembro). s santos são pessoas que se deixam possuir totalmente por Deus. Não têm medo de ser ridicularizados, incompreendidos ou marginalizados (7 de novembro). preciso coragem para permanecer fiéis e coerentes ao Evangelho (5 de novembro). brigado a todos os missionários, homens e mulheres que, sem fazer barulho, tanto trabalham pelo Senhor e pelos irmãos (4 de novembro). luta contra o mal é dura e longa; é essencial rezar com constância e paciência (2 de novembro).

Ângelus

de destacar é a dimensão ‘pastoral’ , acentuado na formulação do tema, a perspectiva com a qual o Santo Padre nos convida a olhar o valor e os desafios da vida familiar hoje. Poder-se-ia definir esta dimensão com as palavras que o Beato João XXIII anotava no seu diário no dia 19 de Janeiro de 1962, no clima de preparação próxima do Concílio: ‘Olhar tudo à luz do ministério pastoral, ou seja, almas para salvar e edificar’. Não se trata, enfim, de debater questões doutrinais, aliás já tornadas explícitas pelo Magistério também recente (do Concílio Vaticano II na Constituição Pastoral Gaudium et Spes 47-52, à Exortação Apostólica Familiaris Consortio, de João Paulo II, em 1981), mas sim de compreender como anunciar eficazmente o Evangelho da família no momento em que estamos a viver, marcado por uma evidente crise social e espiritual”. O convite que daí resulta para toda a Igreja é de nos colocarmos em escuta dos problemas e das expectativas que tantas famílias vivem hoje, mostrando proximidade para com elas e propondo-lhes de forma credível a misericórdia de Deus e a beleza de responder à sua chamada. Em particular, num contexto como o da chamada “modernidade líquida” (Zygmunt Bauman), em que já nenhum valor parece definido e a instituição da família é muitas vezes contestada, se não completamente rejeitada, torna-se particularmente significativo mostrar os caracteres profundamente humanizantes da proposta cristã sobre a família, que nunca é contra ninguém, mas sempre e exclusivamente a favor da dignidade e da beleza da vida de todo o homem, em cada homem, para o bem toda a sociedade. Como tinham afirmado os Padres do Vaticano II, a família é uma “escola de humanidade mais rica”, na qual “as várias gerações se encontram e se ajudam mutuamente a alcançar uma sabedoria humana mais completa e a compor convenientemente os direitos

da pessoa com as outras exigências da vida social” (Gaudium et Spes 52). Nesta linha, o Documento preparatório da próxima Assembleia Sinodal afirma: “A doutrina da fé sobre o matrimônio deve ser apresentada de modo comunicativo e eficaz, para que ela seja capaz de atingir os corações e transformálos segundo a vontade de Deus manifestada em Cristo Jesus” (DP II). Atenção, acolhimento e misericórdia constituem o estilo de que o Papa Francisco dá testemunho e que pede que se tenha para com todos, incluindo as famílias dilaceradas e quem vive situações irregulares do ponto de vista moral e canônico. Insiste sobre “a misericórdia divina e a ternura em relação às pessoas feridas, nas periferias geográficas e existenciais”. Muitos são os desafios específicos e contextuais. Perfilam-se no horizonte problemáticas inéditas até há poucos anos, desde a difusão dos “casais de fato”, que não acedem ao matrimônio e o não tomam em consideração, até às uniões entre pessoas do mesmo sexo, às quais muitas vezes é permitida a adoção de filhos. Numerosas são também as situações contextuais novas, que exigem especial atenção da parte da Igreja: - cultura do nãoempenho; - pressupor a instabilidade do vínculo; - reformulação da própria ideia de família; - um difuso pluralismo relativista na concepção do matrimónio; e ainda - propostas legislativas que desvalorizam a permanência e a fidelidade do pacto matrimonial. Estes desafios comportam sérias consequências pastorais. Basta pensar nos muitos jovens, nascidos de matrimônios irregulares, que nunca poderão ver os pais receber os Sacramentos. Compreende-se a urgência dos desafios que se põem à evangelização, na situação atual, difundida por toda a parte da “aldeia global”.

(Papa Francisco)

Estamos em peregrinação rumo à plenitude da vida. O Amor de Deus é eterno “Nós estamos em peregrinação rumo à plenitude da vida e é essa plenitude que ilumina os nossos passos na nossa caminhada da vida quotidiana. O amor de Deus é eterno, a sua fidelidade é eterna”. Esta é, em síntese, a principal mensagem catequética do Angelus pronunciado no domingo, na Praça S. Pedro, pelo Papa Francisco. O Papa apresentou-se à Janela do Palácio Pontifício, na Praça de S. Pedro, repleta de fiéis e peregrinos vindos de todas as partes do mundo. A mensagem do Ângelus é centrada sobre o significado da vida para além da morte, da ressurreição dos mortos. Neste sentido o Papa Francisco começou por recordar que o Evangelho deste domingo apresenta-nos Jesus em discussão com os saduceus que negavam a ressurreição. E é precisamente

sobre este argumento que eles dirigem uma pergunta a Jesus com a mera intenção de ridicularizar a fé na ressurreição dos mortos. E partem precisamente do caso imaginário relativo ao tema do levirato: da mulher que teve sete maridos, todos eles mortos um atrás do outro e perguntam a Jesus a quem pertencerá esta mulher após a sua morte. Mas logo após ter dado esta resposta, observa o Papa Francisco, Jesus, servindo-se das Sagradas Escrituras passa ao contra-ataque com simplicidade e com uma originalidade que nos deixam cheios de admiração para com o nosso Mestre, o único Mestre. A prova da ressurreição Ele a encontra no episódio da sarça ardente na qual Deus se revela como Deus de Abrãao, de Isaac e de Jacob. O Nome de Deus está

ligado aos nomes dos homens e das mulheres com os quais Ele se relaciona e esta relação é muito mais forte do que a morte. Eis a razão por que Jesus afirma que Deus não é um Deus dos mortos, mas dos vivos porque todos vivem para Ele. “A relação decisiva, a aliança fundamental, é a aliança com Jesus: Ele mesmo é a Aliança, Ele é a Vida e a Ressurreição porque com o seu amor crucificado venceu a morte. Em Jesus Deus nos dá a vida eterna, concede-a a todos nós e todos graças a Ele têm a esperança de uma vida ainda mais verdadeira do que a atual vida. A vida que Deus nos prepara supera a nossa imaginação porque Deus surpreende sempre com o seu amor e com a sua misericórdia”. Portanto, na vida além da morte, acontecerá tudo ao contrário daquilo que imaginavam os

saduceus: não é esta nossa vida que servirá de referência à eternidade, mas pelo contrário, é a eternidade a iluminar e dar esperança à vida terrena de cada um de nós. Contemplada unicamente com os olhos humanos, somos levados a considerar que a nossa vida, a vida humana, caminha rumo à morte. Jesus, porém, recorda o Papa, transforma pelo contrário essa visão pessimista da vida e afirma que a nossa peregrinação vital vai da morte à vida. Por conseguinte, “nós, diz o Papa, caminhamos rumo á plenitude da vida e é precisamente essa plenitude da vida que nos ilumina diariamente na nossa vida . Daí a importância de acreditar na esperança da ressurreição que nos é dada graças à fidelidade de Deus: a “fidelidade de Deus é eterna”, disse o Papa Francisco.


6

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Igreja no Brasil

DIVULGAÇÃO

MISSÃO

Cáritas Internacional promove campanha Entidade avalia catástrofe que atingiu 3milhões

A

estimativa da Cáritas nas Filipinas é de que 9,5 milhões de pessoas foram afetadas pelo tufão “Haiyan” que devastou o arquipélago na última sexta-feira, 8 de novembro. Mais de 3 milhões de pessoas na região onde o nível de destruição é considerado máximo e as comunidades afetadas não têm acesso à água potável, comida e eletricidade. “É uma grande catástrofe, mas nosso plano de emergência já está em marcha”, afirmou, em entrevista à Rádio Vaticano, o secretário executivo da Cáritas Filipinas, padre Edwin Gariguez. Desde o dia 11, as

equipes da Cáritas Internacional estão presentes na região para avaliar as necessidades mais urgentes. O governo filipino avalia que água potável, produtos de higiene e limpeza, alimentos, remédios e abrigos são as prioridades imediatas, assim como a retirada dos escombros e o restabelecimento das comunidades. A o rg a n i za ç ã o l a n ç o u u m a campanha internacional de a r re c a d a ç ã o d e d o n a t i vo s e m seu site, e coordena os esforços de ajuda com a colaboração das dioceses próximas com capacidade para fornecer os suprimentos

w TUFÃO Muitas comunidades estão sem água, comida e eletricidade

de emergência. O presidente da Caritas Internacional, Cardeal O s c a r Ro d r í g u e z M a ra d i a g a , declarou que “o povo filipino pode contar com o apoio e suporte da Cáritas em todo o mundo”. As 96 Dioceses filipinas estão em alerta. Para o diretor regional da Cáritas

dos Estados Unidos, que estava nas Filipinas no momento da tragédia, “a dor causada por esse novo desastre é devastadora”. Ele explica que a organização está enviando barracas para a cidade de Cebú para que sirvam de abrigo temporário a 8 mil famílias.

Diocese de Nova Iguaçu (RJ) promove 1ª Convenção de Professores Católicos “Fé, esperança e caridade” é tema da 1ª Convenção de Professores Católicos, organizada pela Diocese de Nova Iguaçu (RJ), dias 6 e 7 de dezembro, no Seminário Diocesano Paulo VI. O encontro abordará a identidade, as virtudes e a missão do professor católico na educação, com a assessoria de filósofos e teólogos. Durante o encontro serão proferidas três palestras: 1ª) A fé: a força da identidade e da missão

do professor vem de Jesus, 2ª) A esperança: na identidade do professor católico está a marca do Sagrado que o impulsiona a suportar a missão, 3ª) A caridade: na identidade do professor católico o amor ao próximo faz com que ele permaneça em Deus e Deus nele. O curso é destinado a professores, com certificado de participação. Informações pelo telefone: (21) 9302-3794 e 8877-2609

Celam discute a luta pela inclusão social e superação do racismo O Departamento de Cultura e Educação do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) realizou entre os dias 4 e 8 de novembro em Bogotá, Colômbia, a reunião do Secretariado de Pastoral Afro Americana e Caribenha. O evento reuniu os Bispos referenciais e os secretários executivos desta pastoral com o objetivo de dar continuidade aos preparativos para o Encontro de Pastoral Afro Americana, que será realizado em 2015, no Haiti.

O coordenador nacional da pastoral Afro, padre Jurandyr Azevedo, representou a CNBB na reunião. Na mensagem final, os participantes recordaram que a luta pela inclusão social e superação do racismo que atinge os afroamericanos faz parte da missão da Igreja. A Pastoral Afro “é uma opção da Igreja na América Latina e no Caribe, assumida pelo magistério e expressa como tal nas diversas conferências gerais, e não uma

expressão emocional, ou popular, nostálgica, nem se trata de um caminho eclesial paralelo e isolado, nem um movimento de protesto, uma espécie de utopia política ou uma expressão de racismo reverso. É um espaço de comunhão eclesial, de inculturação e participação na sociedade e, ao mesmo tempo, um espaço de reconciliação e solidariedade”, diz o texto. Após a partilha dos trabalhos desenvolvidos em todo o continente,

Vaticano lança livro sobre diálogo inter-religioso O presidente e o secretário do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, respectivamente, cardeal Jean-Louis Tauran e padre Miguel Ángel Ayuso Guixot, divulgaram o livro “O diálogo inter-religioso no ensinamento da Igreja Católica”, de autoria do bispo Francesco Gioia, que também esteve presente no evento. O lançamento ocorreu hoje, 12, na Sala de Imprensa da Santa Sé. O livro apresenta, tanto aos fiéis católicos como aos seguidores de outras religiões, o pensamento oficial da Igreja, segundo o espírito da “Nostra Aetate”, documento elaborado durante o Concílio Vaticano II que fala sobre a aproximação da Igreja Católica com

outras religiões, a fim de promover o diálogo e a mútua colaboração. O volume, que contém mais de duas mil páginas, compreende uma coleção de textos conciliares, encíclicas, exortações apostólicas e discursos proferidos desde o pontificado de João XXIII a Bento XVI. Também há documentos dos setores da Cúria Romana relativos ao diálogo interreligioso. Ao todo, são 909 documentos dos quais sete são conciliares. Segundo o cardeal Tauran, o livro oferece fácil acesso ao método e aos fundamentos teológicos do diálogo inter-religioso ensinado e praticado no Magistério da Igreja Católica.

os participantes reafirmaram o compromisso de acompanhar os processos de resistência dos povos e comunidades afro no campo e na cidade, bem como o diálogo e colaboração com as organizações que atuam junto aos povos africanos. Também destacaram a necessidade de se buscar os meios necessários para a formação adequada dos leigos e dos vocacionados negros para a vida sacerdotal e religiosa, e o apoio à pastoral das mulheres negras.

Comissão para a Juventude propõe planejamento da evangelização nas paróquias O presidente da Comissão E p i s c o p a l Pa s t o ra l p a ra a J u ve n t u d e d a C N B B , dom Eduardo Pinheiro da Silva, enviou carta aos padres e responsáveis pela evangelização da juventude no Brasil. No texto, o bispo pede que as paróquias se empenhem na elaboração de um pequeno Plano Paroquial da Evangelização

da Juventude. Para dom Eduardo, “toda Paróquia, p a ra s e u c re s c i m e n t o e dinamismo pastoral, merece algo elaborado e escrito que sustente suas grandes e importantes opções. Caso contrário, conseguiremos muito pouco, perderemos preciosas oportunidades, alimentaremos apatias e omissões”.


7

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Igreja no Mundo SOCIEDADE

Conferência Episcopal repudia confrontos armados em Moçambique Bispos reúnem-se para protestar contra tensão político-militar em Moçambique

O

s Bispos Católicos de Moçambique, através da Conferência Episcopal, deram a conhecer, pública e oficialmente, na quinta-feira, 7, o seu pronunciamento face à tensão político-militar aliada ao recrudescimento da onda de raptos nos principais centros urbanos do país. Dom João Carlos, porta-voz da Conferência Episcopal de Moçambique (CEM), afirmou que os últimos acontecimentos ocorridos em Moçambique são sinais claros de que o país está em guerra, a avaliar pelos ataques armados entre homens armados da Renamo (maior partido da oposição) e agentes do exército governamental, incluindo crescentes casos de raptos na capital do país e em outros centros urbanos. A Conferência Episcopal de Moçambique (CEM) exige que se pare imediatamente com todas as

FOTOS: DIVULGAÇÃO

w PAÍS Eminências tentam interromper constantes consfrontos vividos

formas de hostilidade, confrontos armados e que se reabra o caminho do diálogo, como uma das melhores formas de ultrapassar qualquer diferendo ou conflito. O Porta-voz da (CEM) e igualmente

Bispo Auxiliar da Diocese de Maputo, Dom João Carlos, apela ao presidente da república, Armando Guebuza, para que faça tudo que estiver ao seu alcance de maneira a parar com os confrontos armados e crie

condições para um diálogo corajoso e concludente. A CEM apela igualmente à comunidade internacional, particularmente às representações diplomáticas em Moçambique e à s e m p re s a s e n vo l v i d a s n o d e s e n vo l v i m e n t o d o p a í s , a favorecerem a construção da Paz, sem a qual as conquistas destes últimos anos estariam em perigo. Há referências de que a tensão político-militar em Moçambique se intensificou com o assalto há dias à base da Renamo em Satungira (província central de Sofala) pelas forças Armadas de Defesa de Moçambique. Era naquele quartel que o líder da Renamo Afonso Dlhakama residia juntamente com os seus militares e desde o ataque à sua base militar, Afonso Dlhakama se encontra em local incerto.

Bispos africanos dizem não à miséria e às explorações Os Bispos africanos dizem “não à miséria” numa mensagem conclusiva da reunião de Bujumbura, em Burundi, da Coordenação Justiça e Paz do SCEAM (Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagáscar, com sede em Acra, Gana). O texto enviado à agência SIR e assinado pelo Arcebispo Dom Gabriel Justice Yaw Anokye, Arcebispo de Koumassi (Gana) e vice-presidente do SCEAM, enumeram claramente o que produz a miséria na África e em Madagáscar. Exprimem uma “clara rejeição da exploração dos mais pobres e dos mais fracos, a redução à escravatura, o tráfico das nossas crianças e dos seus órgãos”; denunciam “a insegurança crescente em alguns países e regiões do continente”, recordando “as violências e assédios criminosos na África Central, os conflitos recorrentes na República Democrática do Congo, o fanatismo e o extremismo religioso na Nigéria, Mali, Egipto, Somália , Quénia e Tanzânia”. Os Bispos dizem “Não” à “exploração injusta dos nossos recursos naturais, e uma indústria mineral que causa conflitos violentos e criminosos”. A sua esperança é que “os Estados africanos tenham a coragem de escrever e votar

leis que protejam os seus respectivos recursos naturais”. E pedem aos Países para percorrerem a estrada da “boa governação, que exclui todas as formas de corrupção e má gestão”. Em seguida os Bispos africanos exprimem preocupação com a gestão das águas do rio Nilo, da qual depende “o bem-estar mínimo das populações e dos Países nas suas costas”. A este propósito os Bispos convidam a “um diálogo paciente e frutuoso”. E se comprometem igualmente, para “uma cultura democrática respeitosa da liberdade de opinião”, e pedem “uma democracia que tenha em conta os direitos dos imigrantes e enfrente sem hipocrisia a questão dos refugiados no respeito da sua dignidade humana fundamental”. Entre os pedidos: “o respeito pela Constituição de cada país, dando aos cidadãos a possibilidade de uma alternância política”. Quanto aos crimes contra a humanidade, os bispos dizem ser favoráveis “ao direito legal e penal”. Os Bispos africanos, como fizeram há algumas semanas numa mensagem específica sobre a tragédia de 3 de outubro em Lampedusa, exprimem em seguida um pensamento especial para as vítimas do naufrágio e suas

FOTOS: DIVULGAÇÃO

w EGITO Texto denuncia violência e assédios em países da África Central

famílias. E se empenham por fim em fortalecer as suas estruturas de Justiça e Paz “para um diálogo eficaz com os

povos africanos, as organizações da sociedade civil, os diversos grupos religiosos e os governos”.

CEAST apela ao respeito pela vida humana A II Assembleia Anual dos Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé terminou na quarta-feira, 6, com apelos ao respeito à vida, que é um

dom de Deus. Os prelados da CEAST definiram, por outro lado, a nova Evangelização como o novo tema do próximo triênio pastoral.

Papa denuncia quem é benfeitor da Igreja mas rouba o Estado “Pecadores somos todos. Corruptos não”, disse o Pontífice na missa da última terça-feira, 12, na Casa de Santa Marta. Ele denunciou os corruptos partindo da passagem do Evangelho em que Jesus nos pede para perdoarmos sete vezes por dia. Recordou ainda que o próprio Cristo considerava muito mau o comportamento dos que são motivo de escândalo. “Pecado é uma coisa mas o escândalo é outra”. “A diferença é que quem peca e se arrepende,

pede perdão, sente-se débil, sentese filho de Deus, humilha-se e pede a salvação a Jesus. Mas daquele que escandaliza, o que é que escandaliza? Quem não se arrepende. Continua a pecar, mas faz de conta de ser cristão: é a vida dupla. E a vida dupla de um cristão faz tão mal, tão mal. Mas eu sou benfeitor da Igreja! Meto a mão no bolso e dou à Igreja. Mas com a outra rouba: ao Estado, aos pobres... rouba. É um injusto. Isto é vida dupla”.

“E nós devemos assumir-nos como pecadores, sim, todos, somos todos. Mas corruptos não. O corrupto está fixo num estado de suficiência, não sabe o que é a humildade. Jesus a estes corruptos dizia serem sepulcros esbranquiçados, que parecem belos exteriormente mas dentro estão cheios de ossos, morte e podridão. Cristãos corruptos e padres corruptos...quanto mal fazem à Igreja. Porque não vivem no espírito do Evangelho, mas no espírito da mundanidade”. S. Paulo

- comentou o Papa Francisco - diz claramente na Carta aos cristãos de Roma: “Não vos conformeis com este mundo”, e o próprio texto - continua o Santo Padre - até vai mais longe pois S. Paulo propõe que não entremos nos parâmetros deste mundo, na mundanidade que nos leva à vida dupla: “uma podridão envernizada: esta é a vida dos corruptos. Peçamos hoje a graça ao Espírito Santo que foge a todo engano, peçamos a graça de reconhcermo-nos pecadores”.


8

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Arquidiocese IGREJA

Ano da Fé encerra-se no próximo domingo, 24 Evento foi proclamado pelo Papa Emérito, Bento XVI

O

ano de 2012 foi um marco para a I g re j a C a t ó l i c a , pois foi quando teve início o Ano da Fé, implantado pelo Papa Emérito Bento XVI e confirmado pelo Papa Francisco. O Ano da fé foi criado com o objetivo de estreitar a relação dos fiéis com Jesus Cristo, um verdadeiro momento de reafirmação da fé católica. Diversos eventos estavam integrados a este momento como a Romaria da Juventude, que aconteceu em julho deste ano, no Rio de Janeiro. No dia 24 de novembro encerra-se o Ano da Fé com a Santa Missa, Solenidade de Cristo Rei do Universo, presidida pelo Papa Francisco, na Praça São Pedro, às 10h30. O Ano da Fé termina no dia da Festa de Cristo, Rei do Universo, que acontece no último domingo que antecede o Tempo do Advento e é o dia nacional dos cristãos leigos e leigas, chamados a ser sinais e construtores do Reino de Deus. No domingo o Evangelho de São Lucas (Lc 23, 35-43) retrata a crucificação de Jesus e a descrença dos soldados e dos sacerdotes em relação se Ele era ou não o Salvador do Mundo. No mês de novembro também

quer que seja um recomeço de esperança para as pessoas marginalizadas da sociedade e para as minorias católicas que são perseguidas no mundo. Com esse sentimento de resgate da fé cristã e reaproximação de Cristo em todas as celebrações deste ano, foi realizada a profissão de fé com o Credo NicenoConstantinopolitano, rezado em todas as missas. ANO DA FÉ EM BELÉM

ocorre o término do Ano Litúrgico, que consiste no calendário religioso marcado pelos mistérios da vida de Cristo desde a encarnação até o regresso glorioso. O Ano Litúrgico e n c e r ra - s e a n t e s d o P r i m e i ro Domingo do Advento e começa no domingo do Advento. O Ano da Fé foi proclamado pelo Pontífice no dia 11 de outubro de 2012 por meio do documento “Porta fidei” e tem a Virgem Maria como modelo de fé pessoal e eclesial. Este ano está chegando ao fim, porém a Igreja

A Arquidiocese de Belém preparou uma programação especial para a conclusão do Ano da Fé. No dia 24, às 17h, acontece a reunião do Fórum dos Movimentos, com a presença do Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, na Igreja de Santo Alexandre. Ás 18h iniciase a Procissão Eucarística com o Santíssimo Sacramento até a Catedral Metropolitana de Belém. Após a chegada da procissão ocorre a Adoração e às 19h começa a Santa Missa Solene, presidida por Dom Alberto Taveira. Para o Pe. Gonçalo, pároco da Catedral de Belém, o Ano da Fé não se encerra: “o Ano da Fé é um recomeço de uma revitalização da fé no coração do povo de Deus. Que ele seja um momento de intensificar a nossa fé em Cristo Jesus”.

Nossa Senhora da Conceição é celebrada em Mosqueiro O dia 8 de dezembro é lembrado e marcado pela celebração da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, rainha de todos os santos e a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, que fica em Mosqueiro, antecipa a festa da padroeira para o dia 22 de novembro com o término em 1° de dezembro. Tema abordado: “Com Maria, iremos fazer discípulos entre todas as nações”. As atividades iniciam-se no dia 22, às 6h da manhã, com a caminhada da alvorada, saindo da comunidade São Francisco terminando na Igreja Matriz, com um café partilhado. Às 18h ocorre a Celebração Penitencial com confissão

individual. No dia 23, às 7h, começa o Ofício da Imaculada Conceição e às 19h acontece a trasladação luminosa, com saída da Igreja Matriz até a Capela de Nossa Senhora das Vitórias e às 21h acontece um jantar em família, no salão paroquial. No domingo, 24, terá a procissão, que saíra da comunidade Nossa Srª das Vitórias, passará pelo Ramal do DMER, Av. Lalor Mota, Av. BeiraMar e Pça. do Carananduba. Após a chegada ocorre a Santa Missa, celebrada por Dom Vicente Zico, Arcebispo Emérito de Belém e às 20h30 terá o jantar familiar. Durante toda a programação irão

acontecer celebrações sempre às 1 9h, com cada grupo pastoral comandando uma noite da festividade. Na quintafeira, 28, é dia de Adoração Eucarística e Confissão Sacramental, que terá atividades as laudes, rosário, vésperas e Santa Missa, às 19h, presidida por Dom Alberto Taveira, Arcebispo da Arquidiocese de Belém. Na Santa Missa, do dia 30, celebrada pelo Pe. Francisco acontecerá o Casamento Comunitário, às 19h e o jantar familiar às 20h. No dia do encerramento, 1°, ocorre Santa Missa, às 7h, com caminhada das Crianças e o bingão, no campo do Conceição. E às 19h terá outra celebração.

Novena da Medalha Milagrosa começa no dia 18 A Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo junto com a Família Vicentina realizam a Novena de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, entre os dias 18 e 26 de novembro, na Capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, localizada na Avenida Senador Lemos, diariamente a partir das 17h.

Em 2013, o tema da novena e da festa é “Feliz aquela que acreditou...” (Lc 1,45), e vem abordar a humildade que Maria teve em aceitar o plano de Deus. No dia 27 de novembro ocorre a festa de Nossa Senhora das Graças, com a distribuição da medalha milagrosa. Às 17h inicia-se a procissão

em homenagem a Nossa Senhora das Graças. O cortejo sairá da Capela, percorrerá algumas ruas do bairro e retornará para o mesmo local. Às 18h inicia-se a Santa Missa, presidida por Dom Teodoro Mendes, Bispo Auxiliar da Arquidiocese. Ainda neste dia haverá celebrações às 6h30 e às 12h.

Comunidade Santa Luzia celebra sua festividade 2013 A comunidade Santa Luzia, pertencente à Paróquia São Lucas Evangelista, no bairro do Coqueiro, prepara-se para mais uma festividade em honra a sua padroeira. Este ano a programação litúrgica e cultural é baseada no tema: “Que a Juventude caminhe com Santa Luzia, ao encontro do Senhor”. A programação inicia-se no dia 8, com missas todos os dias a partir das 19h e ampla atração cultural durante a noite, com arraial e venda de comidas típicas. No dia 13, dia dedicado à padroeira, acontece o encerramento com a procissão que sairá às 18h da Igreja Matriz em direção à Capela Santa Luzia, que fica localizada no Conjunto Guajará II, n°: 37. Este ano, muitas atrações musicais irão animar a festividade. Todos são convidados a participar desse momento de fé.

Paróquia em Marituba homenageia Nossa Senhora de Nazaré O Círio de Nazaré, que acontece em Belém, no mês de outubro é a maior manifestação de fé do Estado, porém em vários municípios do Pará as homenagens a Virgem Maria continuam ao longo do ano. E no mês de novembro, a Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em Marituba, realiza a edição 71° do Círio em honra a Senhora de Nazaré. O tema de 2013 é “Maria de Nazaré, modelo de fé” e o lema é “Servir ao Senhor com alegria” (Sl 91) e iniciou no dia 7 até o próximo domingo, 17. No último sábado, 9, aconteceu o Círio das crianças da catequese, que saiu da Comunidade Nossa Senhora da Paz e às 19h ocorreu a abertura oficial da festividade com celebração. E no domingo aconteceu o Círio, com saída da Comunidade São José e na chegada houve Santa Missa, com a presença de Dom Alberto Taveira, Arcebispo da Arquidiocese de Belém, e da banda do Colégio Nossa Senhora da Paz. Durante a festividade as celebrações iniciam sempre às 19h. A programação social traz música ao vivo, venda de comidas típicas, desfile de princesas, entre outros. ARQUIVO/IVAN CARDOSO

Aniversário do Chanceler da Cúria Metropolitana O Pe. Jaime Barbosa Sidônio completou idade nova na última quarta-feira, 13 de novembro. O padre é Chanceler e Moderador da Cúria Metropolitana de Belém. Nasceu no dia 13 de novembro de 1947, sendo ordenado padre no dia 26 de junho de 1975.


9

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Nazaré Repórter DIVULGAÇÃO

J Juventude legionária participa de retiro Os jovens integrantes da Legião de Maria se reúnem neste fim de semana no III Retiro Espiritual da Juventude Legionária, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Eneida de Moraes. Com o tema “Junto à Virgem Maria, permaneça com Fé e Coragem na barca do Senhor”, o encontro abordará diversas temáticas

de reflexão que envolvem a realidade da juventude cristã. Nossa Senhora, filho pródigo, Sacramentos e namoro santo serão alguns dos temas tratados, além da história de Frank Duff, fundador da Legião de Maria. Adoração ao Santíssimo Sacramento e Santa Missa marcam a programação.

J Programa Aquisição de Alimentos

J Migração das rádio AM A presidente Dilma Rousseff assinou no dia 7 de novembro o decreto que permite a migração das emissoras de rádio AM para a faixa de FM. A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto, em Brasília. Estavam presentes na solenidade ministros de Estado, parlamentares, radiodifusores e

J Convite

A Comunidade Mar a Dentro convida todos para participarem do encontro “Cerco de Jeicó”. Serão sete dias e sete noites de muita Adoração Eucarística. Basta escolher o seu horário e participar. A Comunidade fica localizada na rua Alcindo Cacela, n° 708, em São Brás.

representantes de entidades do setor. A estimativa da Abert é que 90% das 1784 emissoras AM passarão a operar na faixa de FM. Nesta frequência, as rádios ganharão qualidade de áudio e de conteúdo, competitividade e alcance por meio de telefones celulares.

J Concurso de Arte e Patrimônio

Com a alta verificada no mês de outubro, o preço da alimentação básica dos paraenses apresenta um reajuste acumulado em 2013 (jan-out) de quase 8,00%. Este percentual é praticamente o dobro da inflação estimada para o mesmo período. Os maiores reajustes no mês ocorreram no preço da manteiga, do pão e da carne bovina. A tendência para os dois últimos meses do ano é de alta na alimentação básica. Os estudos foram feitos pelo Dieese/Pa.

Maranhão, o governo do estado e 74 cidades já aderiram ao novo modelo. O próximo passo para os municípios que aderiram ao novo formato do PAA é elaborar um plano operacional com propostas de participação no programa. O documento deve apresentar metas de beneficiários fornecedores e das entidades a serem atendidas - unidades da rede socioassistencial, entidades de segurança alimentar e nutricional, instituições públicas ou filantrópicas de ensino, entre outras.

J Comemoração

No último dia 7 foi lançado em Belém o edital do Concurso Prêmio Arte e Patrimônio. Integrantes da equipe do edital e artistas premiados em outras edições da proposta falaram sobre os pontos do edital e a ideia da relação entre arte e patrimônio, na sacada da Casa das Onze Janelas. Serão selecionados 40 projetos inéditos nos eixos: patrimônio cultural como arte, patrimônio cultural como tradição, patrimônio cultural como civilização e patrimônio cultural como cosmologia. As inscrições estão abertas e seguem até o dia 25 deste mês. A iniciativa é do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Centro Cultural Paço Imperial e do Ministério da Cultura. Para mais informações: www.artepatrimonio.org.br.

J Alimentação mais cara

Os municípios de Santa Inês, Urbano Santo, Jenipapo do Vieira e Bom Lugar firmaram termos de adesão com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para operar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O novo formato do programa, que substitui os convênios pela adesão, permite aos estados e municípios executar as ações de forma mais simples e com a indicação de metas a serem cumpridas por meio de um plano operacional. No

J Resíduos sólidos Foram divulgados dados de que a Região Norte precisa investir R$ 750 milhões para a coleta e dar a devida destinação à totalidade de resíduos sólidos, considerando como modalidade de destinação a disposição em aterros sanitários. Com base na experiência de outros países, a ABRELPE estima que são necessários de 15 a 20 anos para se reduzir a geração de resíduos, primeiro passo previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). DIVULGAÇÃO

LUIZ ESTUMANO

Especial

No dia 14 de novembro uma das personalidades mais antigas em exercício na Diretoria do Círio de Nazaré e atual diretor de captação de recursos da Fundação Nazaré de Comunicação, Arnaldo Pinheiro, completa 70 anos. São mais de 30 anos dedicados à Igreja Católica de Belém. “Acredito que estou durante todo esse tempo porque Nossa Senhora ainda me quer ao seu lado para o apoio que for preciso. Há onze anos deixei meu próprio negócio e hoje dedico-me inteiramente à Igreja, seja na Diretoria do

Círio ou na Fundação Nazaré de Comunicação”. A FNC parabeniza-o por mais um ano de vida e agradece a sua contribuição em favor da Igreja de Belém!

J Preço do Pescado Pesquisas feitas pelo Dieese/Pa e Secon/PMB, realizadas no mês de outubro, mostram que a maioria do pescado comercializado em mercados municipais da capital paraense apresentaram quedas de preços. No mês passado, as quedas mais significativas ocorreram nos preços dos seguintes tipos de pescados: tucunaré, com queda de 28,13%, seguido do surubim, com queda de 21,84%; da sardinha, com queda de 13,65%; da piranha, com queda de 11,11%; da arraia, com queda de 7,81%; da dourada, com queda de 7,80%; do aracu, com queda de 7,52% e da pirapema, com queda de 6,63%. Também em outubro, algumas espécies de pescado apresentaram altas de preços com destaque para o camurim, com crescimento de 34,15%, seguido do mapará (7,83%).

J Nova presidência A OSIB (Organização dos Seminários e Institutos do Brasil) do Regional Norte II, da CNBB, elegeu na última segunda-feira, 11, sua nova presidência para o biênio 2014-2015. Foram eleitos como presidente, Pe. Adriano Santos, CM (Seminário São Vicente de Paulo - Lazaristas); vice-presidente, Pe. Vladian Alves (reitor do Seminário São Pio X); secretário Pe. Tadeu Pimentel (reitor do Seminário de Ponta de Pedras) e ecônomo Pe. Lindomar Pinheiro (reitor do Seminário Dom Tadeu Prost). A OSIB é composta por 19 padres que trabalham nos Seminários e Institutos religiosos do Regional Norte II da CNBB.

J Preço do Leite sobe em Belém

J Vacina contra a Pneumonia

Segundo o Dieese/PA, em outubro/2012, o litro do leite foi comercializado em média nos supermercados da grande Belém a R$ 2,52 e fechou o ano bem mais caro, sendo comercializado em média a R$ 2,62. Em janeiro deste ano houve uma nova alta e foi comercializado em média a R$ 2,66. A situação para o mês de novembro não é muito animadora. As pesquisas realizadas nos supermercados da grande Belém não apresentam queda no preço do produto.

A pneumonia é a quarta causa de morte registrada por ano, especialmente entre aqueles com mais de 65 anos. Um importante avanço para a prevenção da infecção nesta faixa etária foi a recente aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), para a vacina pneumocócica conjugada 13-valente em adultos acima de 50 anos. A vacina oferece maior imunidade para as infecções causadas pelo pneumococo, bactéria responsável por doenças como pneumonia pneumocócica, meningite e otite. A recomendação anterior era apenas para crianças de até seis anos. O Dia Mundial da Pneumonia foi comemorado no dia 12 de novembro, e desde 2009 tem como objetivo conscientizar a população sobre a doença, que responde por 18% dos óbitos infantis, além de ser o primeiro agente de morte entre crianças menores de cinco anos.


10

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 SEXTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Freqüência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SÁBADO 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Caminho Aberto 15h00 - Criança Evangelizando Criança

Ligue: (91) 4006-9251

16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - Musical Nazaré 17h45 - Oração das Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h30 - Musical Mariano 18h30 - Preparando a Festa 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat

LUIZ ESTUMANO

DOMINGO 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - SANTA MISSA 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - A Vida e o Tempo 16h00 - As Mais Tocadas 17h00 - Raiz do Céu 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M P B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEGUNDA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração

O programa A VOZ apresenta o Evangelho do dia com reflexão anunciada por DOM A L B E R T O , Arcebispo de Belém, relacionando a Palavra de Deus com a vida em missão de diversas comunidades. Vai ao ar diariamente nos horários de 6h, 12h, 18h e 22h. O ouvinte também fica informado das ações realizadas pela Arquidiocese de Belém.

D O PA S T O R

- Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h50- Oração do Ângelus 17h45 - Liturgia das horas- Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio TERÇA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA

04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio QUARTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia

14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão RCR 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio QUINTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Freqüência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Oração das Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Nazaré 21h00 - Orando com Você - Com. Shalon. 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 10h55 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 15h30 16h10 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 21h00 21h05 21h15 21h40 21h45 22h30

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Palavra de Vida Eterna Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco De Coração De Mãos Dadas Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Clip Show A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Terra Santa News Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Espaço Cultural

SÁBADO

Escute na Rádio Nazaré FM 91.3

00h00 02h00 02h30 03h00 04h00 05h00 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 07h45 07h50 08h00 09h00 09h30 10h00 11h00 12h00

Música Mensagem De Coração Conversa com Meu Povo Clip Show Espaço Cultural Evangeliza Show Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Missa no Rio de Janeiro-RJ Viola Brasil Conversa com Meu Povo Diálogo Aberto Pesca Amazônia Notícias Pastorais

12h45 12h50 13h00 13h30 14h00 15h45 16h45 17h30 18h00 18h55 19h00 20h00 20h30 22h30 23h00 23h05 23h59

Eu Creio Maria de Todos os Povos Viagem pela Amazônia Conversa com Meu Povo Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP Pensando Bem Notícias Pastorais Terço Gozoso Especial Musical Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Música Mensagem Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Espaço Cultural Encerramento da Programação da TV

DOMINGO 00h00 02h00 03h00 04h00 04h30 05h30 05h45 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h45 08h50 09h00 09h30 10h00 11h00 12h00 12h45 12h50 13h00 13h30 13h40 14h40 14h55 15h00 16h00 16h05 17h00 18h00 18h30 18h55 19h00 20h00 21h00 22h30 22h35 23h35 23h58

Música Mensagem Vida Consagrada Clip Show Igreja que Sofre Música Arte e Vida Igreja no Brasil Maria de Todos os Povos Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Dominical Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Desenho Viagem pela Amazônia Diálogo Aberto Pesca Amazônia Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Igreja que Sofre Igreja no Brasil Encantos da Amazônia Ângelus Palavra de Vida Eterna Vida Consagrada Palavra de Vida Eterna Dedo de Prosa Missa Santuário Nacional de Aparecida Desenho Terço Glorioso Palavra de Vida Eterna Instrumetal Sesc Brasil Janela Aberta Espaço Cultural Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Terço Glorioso Encerramento da Programação da TV

SEGUNDA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 04h00 05h00 05h15 05h20

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Clip Show Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna

LUIZ ESTUMANO

23h30 Boas Notícias 23h58 Encerramento da Programação da TV TERÇA-FEIRA

O programa NOTÍCIAS informa tudo o que acontece na Arquidiocese de Belém e na Igreja do mundo todo. Mostra as ações das pastorais, ministérios, movimentos e grupos da Igreja Católica na apresentação de LARISSA CRISTINA , com exibição no sábado, às 7h, 12 e 19h, e no domingo, às 8h e às 12h.

PASTORAIS

05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 20h50 21h00 22h00 22h45 22h55 23h00 23h20

Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco Diálogo Aberto De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Gozoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Fazendo Esperança Terra Santa News Eu Creio Janela Aberta Nazaré Notícias Sinais do Sagrado Palavra de Vida Eterna Caminhando Na Fé Mãe Maria

00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 14h00 15h00 15h40 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Janela Aberta Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Novena do Perpétuo Socorro Sobre Todas as Coisas De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Sinais do Sagrado Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Igreja que Sofre Questão de Fé Nazaré Notícias Sinais do Sagrado Conversa com Meu Povo Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

QUARTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h40 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Novena do Perpétuo Socorro Mãe Maria Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com

10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco Pensando Bem De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Glorioso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Encantos da Amazônia Vida Consagrada Nazaré Notícias Caminhando Na Fé De Coração Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

QUINTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 20h55 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Pensando Bem Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Luminoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Diálogo Aberto De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Sinais do Sagrado Terço Luminoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Terra Santa News Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Boas Notícias Encerramento da Programação da TV


11

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Panorama Cidadela

Pe. Cláudio Barradas (pjrbarradas@ig.com.br)

D

epois de uma ausência, para mim sofrida, de nem sei quantas semanas - que, verdade verdadeira, me pareceram séculos - das páginas deste querido semanário, quer como articulista, quer como revisor, em obediência, a bem dizer forçada, à determinação médica de repouso total e absoluto por, no mínimo, um mês inteirinho, eis-me, até que enfim, de volta, ao que tudo indica recuperado, novinho em folha, mil e mil graças a Deus, pronto para outra. À mesa de trabalho, encontro à minha espera o pedido anônimo de um parecer, se possível neste espaço, para proveito de mais pessoas, sobre algumas afirmações, no entender de quem mo fez equivocadas, de autoria de um de nossos mais expressivos escritores, veiculadas, há poucas semanas, por sua badalada página dominical, num dos jornais da cidade. Como as tais afirmações se referem, todas, a assunto religioso, e como esta coluna veio à luz com a finalidade de, sempre que preciso, sair em defesa de quanto diz respeito a coisas, pessoas e fatos de nossa Igreja, daí chamar-se cidadela, não posso, nem devo, deixar de atender a esse pedido, muito embora tenha o autor em questão como um grande amigoirmão e o admire por demais, seja

De volta

como ser humano, seja como artista e intelectual. Dito o que, sem mais, às suas afirmações e a meu modesto parecer. Pela ordem: 1ª afirmação: “o povo ficou lá embaixo, enquanto Moisés subia o

Testemunho de Fé DIVULGAÇÃO

Monte Sinai para falar sozinho com Jeová.” Meu parecer: Jeová é a pronuncia errada de Yhwh (Javé), surgida por volta de 100 d.C. e baseada no texto bíblico dos massoretas, escribas judeus que, de meados do século

Envie seu TESTEMUNHO para: voz@fundacaonazare.com.br

“Minha conversão começou aos 20 anos. Desde os 12 eu sofria bullying na escola por ser diferente dos meninos da minha idade e depois de uns anos vivendo desse jeito resolvi ser igual a eles e comecei a faltar aula e beber, tudo escondido dos meus pais. Há uns seis anos meus pais fizeram o Encontro de Casais e me incentivaram a mudar. Meu pai pediu que eu fosse para um retiro de jovens e eu fui. No retiro, uma força me levou para dar um testemunho mesmo sem saber o que dizer. Já se passaram três anos e hoje sou um deles. Pertenço ao grupo jovem JESB (Jovens Evangelizadores de São Brás).

VIII até quase o ano 1000, realizaram um sério trabalho critico sobre o Antigo Testamento, anotando cuidadosamente o texto DIVULGAÇÃO com suas variantes, acentos, colocação de pontos para expressar as vogais, uma vez que o hebreu escrito original não as tinha. Engano dos massoretas, no caso: em vez dos pontos correspondentes a Yahvé, puseram os de Adonay (Senhor). Só que, ao invés de escreverem, debaixo da consoante Y, o A breve de Adonay, escreveram um E breve e assim deu Yehovah ou Yehowah. Ressaltese que os judeus jamais o pronunciaram assim. 2ª afirmação, com meu parecer: No episódio da sarça ardente, encontrável no livro do Êxodo 3, 1-4, 17, em nenhuma das oito bíblias que tenho consta que, então, como está na tal página, Deus tenha prescrito ao povo o que não fazer. Muito menos, acrescento eu, o que fazer. Lá, precisamente em Ex. 3, 15-17, consta, apenas, que Deus ordenou a Moisés que lhes dissesse, textualmente: “o Senhor Deus de vossos pais, de Abraão, de Isaac e de Jacó, me apareceu e me disse: ‘Eu vos tenho presentes e vejo como os egípcios vos tratam. Decidi tirar-vos da opressão egípcia e fazer-vos subir ao país dos cananeus, hiteus, amorreus, fereseus, heveus e jebuseus, para uma terra que mana leite e mel’.” Como se pode ver, ordem nenhuma. As demais afirmações, pois que ainda as há, e meu parecer sobre elas, como, por hoje, meu espaço acabou, ficam para a próxima edição.

ORLANDO COSTA NETO, 23 anos, universitário

Parabéns para você! Agradeço a Deus e a Nossa Senhora pelo dom da vida por mais um ano de bênçãos que completo. Agradeço também pela minha família e por tudo que até hoje eu tenho conseguido pela graça do Senhor. GEORGINA BEZERRA DE BARROS, 66 anos

15/11

Ângela Maria Silva Guimarães Benildes Ribeiro Godinho Francisco Davi De Queiroz Maciel Georgina Bezerra De Barros Getúlio Martins De Araujo E Silva Inoya Do Carmo Nascimento Cortes Jose Ribamar Da Silva Melo Karla Tereza Silva Ribeiro Maria Lenil Ferreira Dias Odila Pereira Andrade Rute Das Neves Pinheiro Da Costa Sonia Maria Da Costa Oliveira Walber Milhomem De Souza

16/11

Alfredo Braga Pastana Cristian Da Costa Awe Ivaneide Celestino Jorge Luis Dos Santos Cardoso Joseane De Jesus Rodrigues Borges José Luiz Da Silva Figueiredo

José Maria De Avellar Liliane Glaysse Paiva Monteiro Lívio William Moraes Da Costa Lourival Holanda Bezerra Lucila Da Silva Oliveira Marilva Lobo Bentes Rosilda Pereira Da Silva

17/11

Antônio Carlos Miranda Arly Alves Pinheiro Deise Daiane Mota José Maria Souza Da Silva Maria Auxiliadora Da Silva Souza Maria Da Glória Miranda Sá Silva Maria De Fátima Cunha Da Silva Maria Silvana Lorenço Da Silva Maria Vitoria Souza Paracampo Roberta Lima Alexandre Awe Roberto Moraes De Albuquerque Rosália Souza Santos Severiana De Fátima De Araujo Monteiro Vera Lucia Bulhão Do Nascimento Waldemir Andrade

Tônia Suely Pereira Costa Vaz Wyller De Oliveira Barbosa

19/11

Benedita Lobato Teixeira Carmem Neide Pinheiro Da Silva Eunice Ruth Barbosa De Sousa Sá Francisco Das Chagas Alves Jacyra Ribeiro Moreira Maria Celina Maciel Neves Manoel Da Silva Vasconcelos Maria De Fátima Bandeira Teixeira Maria Lima Freitas Maria Oeiras De Carvalho Roberto Sérgio Paraense Gomes

20/11

Elayne Maria Ribeiro Isaura De Santana Cardoso Lucimar De Sousa Silva Maria Cristina Costa Rocha w

18/11

Jorge Luiz Barros Dos Santos Maria De Nazaré Costa De Amorim Maria Do Carmo Lopes De Lima Maria Do Perpetuo Socorro Dos Santos Silva Maria Do Rosário Da Costa Marilene De Aguiar Queiroz Michele De Ponte E Souza Carvalho Naira Conceição De Souza Paula Fabiana Dos Reis Morais Sônia Maria Silva Bógea

Maria Raimunda Pantoja Barreto Otávio Maciel Paulo Edson Ribeiro De Barros Raimundo Souza Gonçalves Rex Maria Ribeiro Vieira Stela Carneiro De Oliveira

21/11

Francisca Das Chagas Jamacarú Raimunda Correa Do Couto Orimar De Pádua Ferreira Izabel Carvalho De Carvalho Linda Maria Palmeira Imbiriba Alzira Ferreira Da Conceição Sandra Tereza Dos Santos Nagat Rosângela Patelo Da Silva Vitoria Rocha Ferro José De Arimatéia Silva De Aguiar Maria Do Carmo Ribeiro Caldas Tânia Lazera Limer Paes

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 18/11 - Pe. Glebson Joan Nunes Rodeigues 21/11 - Pe. Orlaneidson Antônio Lima de Araújo

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 20/11 - Pe. Adalberto de Espírito Santo Brandão

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Entretenimento Cinema & DVD

Na Locadora

Pedro Veriano (pveriano@gmail.com)

Nove Dias

O filme é muito bem realizado e sabe dosar a ficção que entra no argumento para melhor ilustrar o drama real

“O

Nono Dia”(Der Neunte Tag/Alemanha,2008) focaliza um padre católico de Luxemburgo, Henri Kremer (Ulrich Matthes), preso no campo de concentração de Dachau, o primeiro dos usados pelos nazistas no correr da imposição do regime (2ª. Guerra Mundial). Em determinado momento ele recebe, com indisfarçável espanto, a notícia de que a autoridade local, em especial o tenente ex-seminarista Gebhardt (August Diel), estava lhe dando nove dias de licença para ir à sua casa, primeiramente por conta da recente morte de sua mãe. Na verdade, o militar queria que ele servisse de veiculo à ideia de ganhar da Igreja a cumplicidade na política de Hitler, acabando com o que se diz “o silêncio”do Papa Pio XII. Foram muitos padres presos em Dachau. Eles ocupavam um espaço especial, mas sofriam repressões que iam da comida extremamente racionada à própria bebida, com um limite de água para cada preso. Kremer não se dobrou aos homens de Hitler. Disse que a sua fé estava acima das circunstâncias e via em Pio XII uma inteligência a serviço da religião a ponto de conseguir driblar certas maldades

SANTA PACIÊNCIA - ANDRÉ ABREU

BOA DICA

do Instituto Goethe com vários prêmios e menções internacionais, sendo recomendado pelo grupo que escreve “Decent Films, Faith on De recomendável nos cinemas comerciais pode ser “Capitão Phillips”, que no momento em que escrevo ainda não vi. O ator Tom Hanks pode ganhar o Oscar do próximo ano no papel do comandante de cargueiro norte-

mulher fechada em seu mundo egoísta; Maria

PALAVRAS CRUZADAS NASSRALLA

LIVROS E CD'S

n BREVE INTRODUÇÃO AOS SACRAMENTOS

n MARIA, MÃE DE JESUS

A obra é do teólogo Bruno Forte, que explica de maneira rápida e essencial o que são os Sacramentos com o objetivo de facilitar o acesso a esse tipo de conhecimento para o público. O livro mostra como cada Sacramento reaviva e enriquece a relação com o Pai, com o Filho e com o Espírito Santo e contém orações que acompanham rápidas reflexões. Essa leitura é um verdadeiro convite para abrir o coração para o Deus vivo.

É u m a p ro d u ç ã o que tem a difícil tarefa de mostrar a vida de Maria de Nazaré, a mãe de Jesus, por meio de um roteiro que tem como ponto de partida a vida de três figuras femininas: Herodiades, a mulher fechada em seu mundo egoísta; Maria Madalena, pecadora que se tornou discípula de Jesus; e Maria de Nazaré, figura central. Durante todo o filme é possível perceber a riqueza de uma vida que foi o “Eis-me” a Deus.

(PAULINAS, 128 PÁGS, R$ 11,70)

de uma garrafa. O objeto vai bater numa praia e o jovem palestino Naim (Mahmud Shalaby) a encontra e responde por e-mail (tinha o endereço no rodapé da mensagem). Começa uma correspondência dos adolescentes que a política separa de forma cruel. Um crítico chamou o filme de “Romeu e Julieta no Oriente Médio”. Não é bem assim. O casal que se forma a partir de um texto pela paz luta para ao menos se encontrar no mundo caótico que separa duas facções político-religiosas. Poucos filmes adentram no delicado tema da busca pela paz no mundo moderno como este dirigido pelo francês Thierre Binisti (um

w ESTREIA Filme conta a história de um padre preso em um campo de concentração

VITOR HUGO DOS SANTOS LOURINHO, 20 anos, universitário

QUADRINHOS

garotada, do desenho “Bons de Bico” no qual os perus tentam descobrir a causa de sua espécie servir como prato predileto da ceia natalina. E ainda “Thor”, fantasia baseada em quadrinhos da editora Marvel, com apoio muito distante na mitologia grega.

Ta l ( A g h a t e Monitzer), uma jovem francesa que mora em Israel, lança no mar uma mensagem de paz com os palestinos dentro de uma garrafa. O objeto vai bater numa praia e o jovem palestino Naim (Mahmud Shalaby) a encontra e responde por e-mail (tinha o endereço no rodapé da mensagem). Começa uma correspondência dos adolescentes que a política separa de forma cruel. Um crítico chamou o filme de “Romeu e Julieta no Oriente Médio”. Não é bem assim. O casal que se forma a partir de um texto pela paz luta para ao menos se encontrar no mundo caótico que separa duas facções político-religiosas. Poucos filmes adentram no delicado tema da busca pela paz no mundo moderno como este dirigido pelo francês Thierre Binisti (um professor em colégio da sua terra natal). Os jovens atores e as locações (locais onde se passa a história) dão o toque de realismo que evoca o sentimento de tolerância, de compreensão, afinal, o que se deve esperar crente nas bênçãos divinas. Um bom filme que não chegou aos nossos cinemas.

O livro “Jovens Sarados”, do padre Leo, é uma boa leitura que ajuda não só os jovens, mas todos a vivenciar a cada dia os ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Neste livro Pe. Leo convoca toda a juventude para uma nova postura de vida, uma conversão diária e um encontro pessoal com Jesus Cristo. Mostra, ainda, que é possível ser alegre e aproveitar as coisas boas da vida, sendo inteiramente de Deus.

DIVULGAÇÃO

eu indico

dos nazistas. O f i l m e , dirigido por Volker Schlondorff (de “O Tambor”), é muito bem realizado e sabe dosar a ficção que entra no argumento para melhor ilustrar o drama real. “O Nono Dia” deve entrar em cartaz no cinema Olympia nos próximos dias (possivelmente já nesta 6aFeira). É um programa do Instituto Goethe com vários prêmios e menções internacionais, sendo recomendado pelo grupo que escreve “Decent Films, Faith on Films”. De recomendável nos cinemas comerciais pode ser “Capitão Phillips”, que no momento em que escrevo ainda não vi. O ator Tom Hanks pode ganhar o Oscar do próximo ano no papel do comandante de cargueiro norte-

americano abordado por piratas somálios em 2009. Interessante é que só Hanks é o ator profissional no filme. Todos os demais são amadores. E o fato focalizado é real, com o filme deixando ver a imagem do verdadeiro comandante. O mais é programa para a garotada, do desenho “Bons de Bico” no qual os perus tentam descobrir a causa de sua espécie servir como prato predileto da ceia natalina. E ainda “Thor”, fantasia baseada em quadrinhos da editora Marvel, com apoio muito distante na mitologia grega.

Uma Garrafa no Mar de Gaza

(PAULINAS, 200MIN., R$ 37,90)


Caderno Dois BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

POBREZA

Pará tem a cidade e a capital com maior proporção de favelados Belém tem mais da metade e Marituba 77, 2% da sua população morando B nos aglomerados subnormais. Igreja se preocupa com essa realidade elém tem mais da metade da população vivendo em favelas e Marituba tem 77,2% de moradores residentes em aglomerado subnormais. É o que afirma o mais recente estudo do IBGE, que apresenta dados do ano de 2010. Ananindeua ficou na terceira posição, com percentual de 61,2% e apresentando 288.611 moradores residentes nessas áreas. De acordo com a pesquisa, Belém é a quarta cidade do país e a capital com maior proporção de pessoas morando em favelas, o que corresponde a 54,5% dos moradores e a 58 mil habitantes. A região metropolitana de Belém, com seis municípios e 2,1 milhões de habitantes, possui índice de 66%. A capital com a segunda maior proporção é Salvador com 3,1% de sua população. Os aglomerados fixaram-se primeiro nas proximidades do centro, e mais recentemente em bairros mais distantes, destinados à habitação pelo governo, porém de estrutura menos desenvolvida. São comunidades muito densas, com pouco espaçamento entre as residências. O alto preço do metro quadrado de terreno em Belém e o alto déficit habitacional são apontados como influências para formação desse tipo de aglomerados em Belém. MARITUBA

Com distância aproximada de 11 quilômetros da capital, Marituba tem a maior proporção de moradores em favelas de todo o País. Dos seus 108 mil habitantes, cerca de 83,3 mil (77,2%) moram em invasões. Em comparação c o m a Ro c i n h a , m a i o r favela do País, a população residente em invasões em Marituba corresponde a um número 20% maior. Apesar de ser um dos menores municípios do Pará, com 111,09 km de área, tem a terceira maior taxa de densidade demográfica do Estado: 443,24 habitantes por km. Considerada “cidade dormitório” da capital, por não ter indústrias e sua economia depender basicamente do setor de serviços, além de seus moradores terem seus empregos em Belém, Marituba é também das cidades mais jovens do Pará, com surgimento em 1994, após emancipação de Ananindeua. A PESQUISA

O estudo “Aglomerados

LUIZ ESTUMANO

w BELÉM Na capital paraense é visível a favelização contrastando com as áreas mais urbanizadas Subnormais - Informações Territoriais” foi divulgado no último dia 6, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A Pesquisa sobre favelas foi aplicada no País inteiro, sendo que em 323 municípios foram detectados aglomerados subnormais, totalizados em 6.329 favelas e 3,2 milhões de residências. Deste total, 49,8% estavam situados na região Sudeste; 28,7% estão no Nordeste, 14,4% no Norte, 5,3% no Sul, e 1,8% no Centro-Oeste. Foram reunidos os dados de 15.868 dos cerca de 317 mil setores em que o País foi dividido para o Censo 2010. Portanto, não significa que não haja moradias precárias em outros municípios e é possível afirmar que a maior parte das moradias do Brasil com essas características precárias e/ou informais foi mapeada no estudo. A maior concentração desses aglomerados se deu, conforme apontaram os pesquisadores, nas Regiões Metropolitanas e Regiões Integradas de Desenvolvimento. EDUCAÇÃO

O levantamento também constatou que apenas 1,6% dos moradores de favelas têm curso superior completo. Comparado a dados de moradores que viviam fora de favelas, a diferença é significativa. Nesses locais, 14,7% dos habitantes haviam completado o 3º grau. Na região Norte, 2,8% dos

moradores dos aglomerados subnormais completaram o ensino superior. É a maior proporção observada entre as regiões do País. No Pará, 488 mil dos moradores de favelas não têm instrução educacional ou ensino fundamental. Dos que concluíram o fundamental, 224 mil não terminaram o médio. Outros 267 mil têm ensino superior incompleto e apenas 31 mil pessoas o concluíram. Quanto à presença de frequentadores de creche ou escola pública, a maior participação é dos que residiam em aglomerados subnormais. Do total do Brasil, 86,9% dos moradores dessas localidades estavam inseridos nesse tipo de instituições de ensino. ÁREAS PLANAS

A pesquisa mostra que a maioria (52,2%) dos domicílios situados em aglomerados subnormais estava em áreas predominantemente planas. Outros 26,8%, em áreas com aclive ou declive moderado, e 20,7% em locais com aclive ou declive acentuado. Os percentuais dos tipos de via foram: 51,8% dos domicílios estavam em ruas; 39,7% em becos ou travessas; 4,2% em escadaria, e 2% num caminho ou trilha. Já 0,9% viviam em uma via sem circulação interna. Foi observado ainda que 12% das casas em áreas de favelas estavam situadas às margens de córregos, rios e lagoas.

BENS

Duas em cada 10 re s i d ê n c i a s e m f ave l a s tinham computador com acesso à internet, conforme os dados do I B G E re l a t i vo s a o a n o de 2010. Dos chamados aglomerados subnormais, 20,2% se enquadravam nesta característica. Aproximadamente 17,8% das casas contavam com carros para uso particular, e m o t o s e m 10 , 3 % . J á em residências fora dos aglomerados subnormais,

48,1% tinham pelo menos um carro na garagem, e outras 11,3% tinham moto. Televisão estava presente em quase todos os lares, o e q u i va l e n t e a 9 6 , 7 % dos domicílios em favelas. Aparelhos de rádio estavam presentes em 207.038 casas. Verificou-se ainda que mais da metade dos lares em favelas tinha apenas telefone celular. Em 53,9% do total, existia apenas o aparelho telefônico móvel e 32,1% possuam telefone fixo e móvel.

AS DEZ CIDADES COM A MAIOR PROPORÇÃO DE MORADORES EM FAVELAS: Marituba (PA) 83.368 - 77,2% Vitória do Jari (AP) 9.044 - 73,7% Ananindeua (PA) 288.611 - 61,2% Belém (PA) 758.524 - 54,5% Cabo de Santo Agostinho (PE) 87.990 - 47,7% São José do Ribamar (MA) 72.987 - 44,8% Laranjal do Jari (AP) 16.210 - 40,7% Cubatão (SP) 49.134 - 41,5% Iranduba (AM) 14.840 - 36,4% Angra dos Reis (RJ) 60.009 - 35,5%

AGLOMERADO SUBNORMAL: O IBGE considera aglomerado subnormal a área ocupada irregularmente por no mínimo 51 unidades habitacionais carentes, em sua maioria de serviços públicos essenciais, ocupando ou tendo ocupado, até período recente, terreno de propriedade alheia (pública ou particular) e estando dispostas, em geral, de forma desordenada e densa. Os aglomerados são caracterizados por ocupação ilegal (atual ou recente) da terra (quando existente, título de propriedade há menos de dez anos), urbanização fora dos padrões e/ou precariedade de serviços essenciais. Regiões com menos de 51 barracos foram consideradas pelo estudo como áreas urbanas regulares.


2

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Sociedade

Caderno Dois FOTOS: LUIZ ESTUMANO

INVERNO

Chuvas típicas de fim de ano castigam Belém Período chuvoso alaga as ruas da capital e torna um caos a vida dos paraesens

O

fim do ano se aproxima e com ele vem o nosso típico inverno. Em Belém não neva, mas só de cair a temperatura e ficar com aquele “clima de montanha” o belemense já passa a andar mais agasalhado e sai menos de casa. No último dia 5, houve cinco horas de chuva intensa, ocasionando engarrafamento em vários pontos de Belém e atrapalhado a mobilidade dos belemenses. Estressados com o trânsito parado, os passageiros desceram dos ônibus e muitos seguiram a pé rumo ao Entroncamento, tentando adiantar a viagem. De acordo com a Secretaria de Saneamento (Sesan), a chuva coincidiu com a maré alta, o que prejudicou os pontos mais baixos da cidade.

O Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM) detectou uma diminuição das chuvas no Estado desde o dia 8, o que provoca um alívio aos paraenses. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no início deste mês choveu 50% do volume de água previsto para todo o mês de novembro. Devido ao grande volume de chuvas, em vários bairros de Belém ruas ficam alagadas ocasionando várias doenças. Leptospirose e Hantavírus, ambas transmitidas pela urina de rato, hepatites, dengue e micoses são algumas dessas patologias. Gestos simples como: andar calçados, evitar o contato com a água e alimentos contaminados e ingerir água limpa, ajudam na prevenção de doenças.

w FORTE CHUVA Última ocorrência coindiciu com maré alta e inundou áreas periféricas

A responsabilidade deve ser compartilhada porque o sangue não vem de torneiras. Não há outra fonte senão o ser humano, de você, de cada um de nós”, disse a gerente de captação de doadores do hemocentro, a assistente social Juciara Farias. Várias campanhas estão sendo feitas para que o número do doações aumente, para que não falte sangue a

nenhum paciente. Uma delas acontece nesta terça-feira, 19, na Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), das 8 às 16h, no prédio Central-Perimetral. Dia 20, a coleta será no Hospital Divina Providência, das 8h às 16h, na Av. João Paulo II, Rua Dom Aristides. Dia 23, a campanha será realizada na sede da Secretaria de Estado de Justiça

e Direitos Humanos (Sejudh), das 8 às 14h.

SERVIÇO O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações, pelo telefone: 0800-280-8118.

LEMBRANDO QUEM PODE DOAR SANGUE: Candidatos com boa saúde, com idade entre 16 anos completos e 67 anos e peso acima de 50 kg. É necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses

e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores pode ser obtido online, por meio do site: www. hemopa.pa.gov.br, 30 dias após a coleta do sangue.

NÃO ESQUEÇA:

LUIZ ESTUMANO

Caso você sinta algum mal estar como febre, dor de cabeça, dores musculares, procure imediatamente um posto de saúde mais próximo, pois lá será diagnosticado o seu problema e você será medicado (a) corretamente. HEMOPA O período de chuva em Belém também interfere no número de comparecimento de doadores de sangue ao Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa), principalmente pela parte da tarde quando as chuvas são mais intensas. Desde o dia 4 que o Hemopa não efetua nem 100 coletas

por dia, o que significa uma redução de aproximadamente 50%. Entre os tipos sanguíneos, o de que mais se precisa no momento é o “O Negativo”, conhecido como “doador universal”, que pode ser transplantado p a ra q u a l q u e r t i p o d e sangue do sistema ABO. “Não deixe que as chuvas atrapalhem sua doação de sangue. Todos devem ajudar.

w COLETAS Período chuvoso chega a reduzir em 50% o número de doações

Violência contra populações indígenas cresce 72% em todo o Brasil De 378 para 1.276. Esse foi o aumento no número de vítimas indígenas que sofreram algum tipo de violência, como ameaças de morte, homicídios, tentativas de assassinato, racismo, lesões corporais ou violência sexual. O crescimento em 2012 corresponde a 237% em comparação aos índices de 2011. É o que afirma o Relatório de Violência Contra os Povos Indígenas, lançado em junho deste ano pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi). O levantamento abrange dados relacionados ao aumento de assassinatos de indígenas nos últimos dez anos, o colapso da saúde, os suicídios, a baixa execução orçamentária e outros problemas. A pesquisa inclui ainda dados sobre conflitos de terra, violências praticadas contra o patrimônio e povos em situação de isolamento,

violências por omissão do Poder Público e violências praticadas por particulares ou agentes públicos. Os dados do Relatório revelam que voltou a crescer o número de assassinatos de indígenas em 2012. Em todo o Brasil foram registradas 60 vítimas, nove a mais que no ano anterior. O estado do Mato Grosso do Sul, com 37 casos, continua apresentando o maior número de ocorrências. Nos últimos dez anos, os levantamentos do Cimi mostram que pelo menos 563 indígenas foram assassinados no país, sendo que 317 destas mortes ocorreram no Mato Grosso do Sul. No quesito violência gerada pela falta de terra, foram registrados 54 casos de omissão e morosidade na regularização de terras indígenas. Os dados do Cimi indicam que das 1.045 terras indígenas,

339 (32%) estão sem providência, enquanto 293 (28%) estão em estudo. Destas, 44 ainda estão engavetadas no Palácio do Planalto. No caso das violências relacionadas à omissão do poder público, houve crescimento na desassistência à educação escolar (18.865 vítimas) e à saúde (80.496) e na disseminação de bebidas alcoólicas e outras drogas (254). Ainda de acordo com o Relatório, aumentaram também os casos de invasões possessórias e exploração ilegal de recursos naturais, ameaças de morte - com crescimento de 200% em relação a 2011 -, homicídio culposo, racismo e discriminação étnicoculturais e tentativas de assassinato, com 1.024 vítimas. Além disso, no entanto, os dados apontam que o suicídio está causando um genocídio silencioso no Mato

Grosso do Sul. Nove Guarani Kaiowá se suicidaram em 2012, de um total de 23 suicídios em todo o Brasil. Os dados oficiais são ainda mais dramáticos, já que o Ministério da Saúde registrou 56 suicídios entre os Guarani-Kaiowá no mesmo período. As ameaças a grupos de indígenas isolados também são retratadas no Relatório, já que os impactos dos mega projetos de infraestrutura tornam a ameaça de extinção destes povos uma possibilidade cada vez mais real. Os dados do Relatório foram obtidos a partir dos relatos e das denúncias dos povos e organizações indígenas, de informações levantadas pelas equipes dos 11 regionais do Cimi, de notícias veiculadas pela imprensa, além de informações obtidas por órgãos públicos.


3

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Sociedade

Caderno Dois COLABORAÇÃO: ÉRIKA NUNES

ANO LETIVO COMPROMETIDO

Greve de professores no Pará Docentes paralisaram mais de 50 dias suas atividades exigindo direitos e condições de trabalho

A

greve dos professores da rede pública do Pará iniciada no dia 6 de outubro continua. Paralisação já chega a mais de 50 dias. A Justiça tentou por meio de audiência presidida pelo desembargador Rômulo Nunes, encerrar a greve, sem êxito. A reação do governo ante o impasse também encontrou resistência por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp). Os

alunos acompanham com preocupação a paralisação que prejudica o segundo semestre letivo e irá forçálos à reposição de aulas, que coincidirá com o recesso festivo do fim de ano. A determinação dos grevistas em continuar a paralisação levou o Governo do Pará a tomar medidas o retorno às aulas. As iniciativas desagradaram o movimento grevista. O corte no ponto de

w ASSEMBLEIA NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Governo reagiu contratando temporários

professores manifestantes, desconto dos dias parados, e a contratação de novos professores sem concurso público nesta semana foram alvo de críticas ao governo por parte do Sintepp. “Isso não vai nos calar”, diz matéria no portal da entidade na internet. O site mantém a classe grevista atualizada das informações e na terça-feira, 12, um quadro garantia que 70 municípios paraenses haviam aderido à greve. O Sintepp segue com a greve até a última

instância e anuncia que irá ingressar com ação judicial contra as determinações da administração estadual. Os grevistas também tentarão liminar na Justiça para suspender o corte no ponto e a contratação de novos professores. A greve tomou proporções tensas na semana passada, a exemplo da ocupação da sede da Alepa, considerada abusiva pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPE). O Sintepp reivindica pagamento de retroativos no

valor de R$ 72 milhões. O governo chegou a oferecer reajuste da hora/atividade a partir do próximo calendário, p a s s a n d o d e 2 0 % p a ra 25%, mas a proposta foi rejeitada. A Secretaria de Estado de Administração (SEAD) informou que o Pará já ultrapassou o limite dos gastos, imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, para pagamento de pessoal, chegando a 46,65%, e n q u a n t o o p rev i s t o é 46,17%.

Governo brasileiro disponibiliza bolsas no exterior para estudantes Muitos estudantes quando terminam o ensino médio fazem ve s t i b u l a r p a ra c u r s a r u m a u n i ve r s i d a d e e s e f o r m a r e m determinada área. Após isso vem o sonho de fazer a própria universidade fora do estado no qual reside ou até mesmo fora do país, com a finalidade de ter mais qualificações e já ter um bom currículo para ingressar no mercado de trabalho. Muitos ainda não sabem, mas o Governo Federal tem um programa que possibilita estudantes terem uma qualificação no exterior. O “Ciência Sem Fronteira” é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. Cerca de 6,7 mil estudantes brasileiros já estão no exterior em universidades de excelência, como bolsistas.

DIVULGAÇÃO

w ESTUDANTES Ciência Sem Fronteiras possibilita intercâmbio a alunos

A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições

de fomento - CNPq e Capes -, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC. O programa prevê a utilização de até 101 mil bolsas de graduação e pós-

graduação até 2015, sendo que destas 75 mil terá as despesas custeadas pelo governo. O “Ciência Sem Fronteiras” também busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreas prioritárias definidas no Programa, bem como criar oportunidade para que pesquisadores de empresas recebam treinamento especializado no exterior. No programa “Ciência Sem Fronteiras” as vagas são distribuídas em 28 países e além das bolsas de estudo oferecem auxílios alojamento, alimentação, instalação e segurosaúde. Atualmente, são quase 15 mil brasileiros distribuídos em 28 países. Atende estudantes de graduação, tecnólogo, pós-graduação, doutorado e pós-doutorado das áreas de engenharia, tecnologia e ciências. Para se inscrever, basta ficar atento ao site do programa: www. cienciasemfronteiras.gov.br.

ACEs e ACSs reivindicam melhores condições de trabalho Agentes de Combate a Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) estão em greve desde o dia 9 de setembro. A pauta de reivindicação da categoria exige 19 itens, entre eles o vale-alimentação de R$ 240,00, adicionais de insalubridade e escolaridade e equipamentos individuais de proteção, além de materiais de expedientes e insumos. Os agentes alegam também que os seus respectivos locais de trabalho estão precários e alguns nem existem, além de não disporem de equipamentos de proteção individual, como luvas, botas, calças especiais e máscaras. Pedem ainda a redução de jornada de 8h para 6h. No dia 8, os agentes de saúde do município fizeram uma passeata que saiu da Praça da República

até a Secretaria Municipal de Administração (Semad) para entregar um ofício marcando uma audiência com o secretário Augusto Coutinho para o dia 11 deste mês. Mas segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública do Estado do Pará (Sintesp), os agentes compareceram à Secretaria no dia marcado e não houve ninguém para atendê-los. Além de reajuste salarial de 9% e melhores condições de trabalho, os ACS em particular, reivindicam o pagamento retroativo das parcelas de R$ 950,00 que já deveriam ter sido pagas desde janeiro. O Ministério Público encaminhou um ofício para a categoria dizendo que os agentes voltassem a trabalhar, mas ainda de acordo com o Sindicato, as negociações não teriam avançado e a categoria retomou a greve este mês.

DIVULGAÇÃO

w PARALIZAÇÃO Agentes protestaram em Belém pelos seus direitos


4

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Igreja na Amazônia “A

mazônia como chão da partilha, pátria solidária, morada de povos irmãos e casa dos pobres”. Essa frase é um fragmento da Carta final do I Encontro da Igreja Católica na Amazônia, realizado no final do mês passado, em Manaus. A expressão “casa de pobres” pressupõe as extremas dificuldades para sobreviver na região. Durante o encontro, muitas informações foram divulgadas. Chamou a atenção a exploração das fragilidades da mulher amazônida. Ver a Amazônia como chão de partilha é a essência da missão evangelizadora daqueles que se dispõem a investir na vivência de valores cristãos na região para fortalecer ainda mais a “morada dos povos irmãos”. Muitas informações foram levadas ao encontro para fazer com que os participantes tivessem a verdadeira dimensão do que significa evangelizar na Amazônia. Ficou evidente que é necessário olhar mais para a mulher que vive e luta para sobreviver na Amazônia: o quesito dignidade está sendo ignorado nessa batalha. “A Igreja que está na Amazônia não como aqueles que têm as malas na mão, para partir depois de terem explorado tudo o que perderam. Desde o início a Igreja está presente na Amazônia com missionários, congregações religiosas, sacerdotes, leigos e Bispos e lá continua presente e determinante no futuro daquela área”. Essa frase é do Papa Francisco aos Bispos do Brasil, Rio de Janeiro, 27 de julho de 2013. Sua opinião aponta para uma presença firme e estimulante da Igreja na região amazônica. Resistir até o fim, não desistir, mesmo que as adversidades pareçam relevantes. E é importante permanecer:

Caderno Dois

ENCONTRO DA IGREJA NA AMAZÔNIA

Igreja alerta para índices de violência contra a mulher Encontro da Igreja na Amazônia colocou em evidência questões sociais relevantes. Religiosos declararam-se horrorizados com os dados do tráfico humano

DIVULGAÇÃO

a sobrevivência tem impulsionado a população para vários caminhos, e no caso da mulher, tem sido alvo preferencial no mercado do tráfico de pessoas.

A Irmã Henriqueta Cavalcante, integrante da Comissão de Justiça e Paz, esteve no encontro e falou de tráfico de pessoas, trabalho escravo e tráfico de drogas.

O saldo de tudo o que ela disse foi chocante para os presentes. “Constatamos o crime impune da prática do trabalho escravo que ocorre nas empresas do agronegócio e nas áreas de mineração e ficamos horrorizados ante o criminoso tráfico de pessoas e drogas, sustentado pela ganância, miséria e impunidade, e o assassinato de jovens”, reporta o documento final do encontro. O movimento em defesa dos direitos da mulher agita-se este mês para por a sociedade em debate acerca dos mecanismos que possam reduzir os ainda gritantes índices de violência contra elas. No próximo dia 25 de novembro será dia de empunhar bandeiras pelo “Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher”. Desde outubro o estado do Pará vem engajando-se a essa luta quando convocou a população paraense a viver o “Outubro Rosa”. Preocupada, a Igreja e os leigos solidarizam-se ante às graves ocorrências de violência contra a mulher como o episódio que levou à morte Feliciana Mota, expoente na luta por melhorias na vida de policiais no Estado. Feliciana foi vítima de violência urbana, porém a mulher que vive no campo não vive luta diferente: é corajosa

lutadora por direitos da mulher seja no campo, indígena ou quilombola. Esse é o perfil das valentes mulheres da Amazônia, assim como há expressivos nomes de guerreiras em luta por todo o país. A Igreja assumiu sua participação nesse debate e engaja-se junto ao povo amazônico para fortalecer suas lutas históricas. “Mesmo antes da criação da Amazônia Legal, em 1953, a Igreja Católica na Amazônia se reunia por meio dos seus Bispos para posicionar-se pastoralmente diante dos problemas sofridos pelos povos desta região e enfrentar os grandes desafios que se anunciavam, pelas intervenções políticas e econômicas”, ratifica a Carta da Amazônia. A vocação solidária da igreja se afirma na visão engajada dos seus pastores, refletida na posição firme diante dos problemas, como fez Dom Alberto Taveira, no último dia 8, ao se pronunciar para a sociedade s o b re o s ú l t i m o s f a t o s violentos vividos em Belém na semana que passou. “Se o governo vai tentar o soerguimento econômico destas regiões, é urgente que um largo surto espiritual se antecipe aos progressos materiais e os acompanhe, e os envolva, dando-lhes rumo seguro e feliz”, frisa o documento final.

Rádio Nazaré, uma proposta de evangelização No dia 7 de novembro comemorase o Dia do Rádio. A Rádio Nazaré FM, fundada em 14 de dezembro de 1993, surgiu a partir de um sonho. Foi criada com o objetivo de evangelizar e educar os povos da Amazônia. Quem faz parte dessa história, comemora. Com a frequência 91,3 MHz, a rádio alcança atualmente 92 municípios e possui em sua grade atrações para a toda a família com informação, entrevistas interativas, participação direta e indireta dos ouvintes, programas religiosos e formativos, além de um repertório musical selecionado com músicas católicas. No decorrer do tempo a rádio vem conquistando a credibilidade e admiração da população paraense, principalmente por contribuir para o crescimento do ser humano tanto no aspecto espiritual quanto nos âmbitos social, cultural e educacional.”Nossa missão é evangelizar acima de tudo e levar Jesus Cristo a todo o mundo. As pessoas perderam o cuidado com o outro, sendo difícil encontrar

LUIZ ESTUMANO

w NAZARÉ EM REVISTA Romildo Rosa sente-se feliz por evangelizar

alguém que fale de vida sem antes falar de morte no dia a dia”, diz a coordenadora da rádio Nazaré, Elyvane Barbosa, que trabalha na fundação há 16 anos. Ela conta que

nasceu como profissional do radio na própria Fundação Nazaré. O programa “Nazaré em Revista” completou no último dia 5 o seu primeiro ano de existência. O

parabéns foi marcado com a presença ilustre de diretores e funcionários da Fundação Nazaré, convidados e ouvintes. No evento foi oferecido um coffee break a todos os presentes. Nazaré em Revista é um programa de entretenimento, com duração de três horas, e é apresentado pelo radialista Romildo Rosa Sobrinho, de segunda a sexta, das 9h às 12h. Com uma grande audiência o programa tem uma proposta de motivação, solidariedade e evangelização por meio das mensagens de fé. O programa é dividido em quatro blocos: Mãos estendidas (solidariedade); Dicas de economia (informações); Recicle, renove e inove (reaproveitamento); Quis (Conhecimentos gerais) e a Voz no Rádio (notícias da Voz de Nazaré). “Estou no radio há 30 anos. Comecei na Rádio Educadora de Bragança em 1984. Não conhecia a rádio. Vejo que o radio é o meio de comunicação diferente do impresso e da TV. No radio você vive o imediatismo”, disse.


5

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Igreja

Caderno Dois

CIDADE

Dom Alberto faz pronunciamento sobre violência no Estado do Pará Violência está relacionada ao tráfico de drogas que, nas áreas periféricas, monta a sua estrutura

N

a última sexta-feira, 8, o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, fez um pronunciamento no Nazaré Notícias, exibido pela TV Nazaré, falando sobre a violência no Estado do Pará, especificamente na metrópole de Belém. Hoje o índice de violência na capital está relacionado em grande parte ao tráfico de drogas. Segundo levantamento feito pelo IBGE, o Pará é o maior ponto de distribuição de drogas. O pesquisador da UFPA Ayala Colares, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), explica que a parte da droga que fica na metrópole é consumida nas grandes periferias da cidade e

lá o tráfico monta a sua estrutura, porque nestas grandes periferias o estado é menos presente e o poder de atuação dos traficantes nessa área é maior. Leia o que disse Dom Alberto: “A nossa sociedade de Belém é marcada nesses tempos por um índice que preocupa a todos nós. Não é vantajoso para ninguém o aumento da violência. Vivemos um período em que as relações da sociedade se tornam tensas, relações entre grupos de pessoas, relações entre pessoas que têm responsabilidades diversas na sociedade. É nosso dever dizer que estamos acompanhando com alguns sentimentos importantes.

O primeiro deles: A solidariedade com todas as pessoas que são marcadas por essa violência, seja qual for a sua origem. Fatos recentes estarreceram a sociedade: pessoas que são mortas como se fossem uma brincadeira. Sintam todas essas pessoas e suas famílias a nossa solidariedade, a nossa presença, o nosso amor, a certeza de nossas orações e a disposição para fazer aquilo que estiver ao nosso alcance. O segundo sentimento é de uma indignação e, portanto, um apelo a todas as pessoas que têm autoridade, responsabilidade, possibilidade para que a gente modifique este

quadro social, que está sendo muito pesado. Todas as pessoas que têm autoridade se sintam convidadas pela Igreja Católica para que, juntos, arregacemos as mangas para melhorar esta situação da sociedade. O terceiro sentimento é não menos importante e urgente: a paz começa em casa, começa comigo, começa quando eu cultivo sentimentos de respeito, de valorização da vida, de atenção às pessoas. Que nós nos tornemos como aquela belíssima oração de São Francisco que pede instrumentos da paz de Deus. Que o senhor modifique os nossos corações para melhor”.

REPÓRTER J Projeto O Pronatec Copa Social, um projeto que qualifica jovens em situação de vulnerabilidade, vai atender vítimas de exploração sexual. O Ministério do Turismo (MTur) e o Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI) acabam de firmar parceria que permite que os jovens atendidos pelo projeto “ViraVida”, do SESI, e seus familiares, sejam incluídos no Pronatec Copa Social. O programa do MTur vai oferecer 37 cursos, entre eles, garçom, barista e auxiliar de cozinha. Inicialmente o programa irá as cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Cabo de São Agostinho, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Goiânia, João Pessoa, Maceió, Manaus, Natal, Parnaíba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo, Vitória e Uruguaiana.

J Lançamento Na última quarta-feira, 13, foi lançado no Teatro Experimental do Pará Waldemar Henrique o livro “Na Sagrada Face, as minhas orações”, de autoria de Nazaré Maroja Bentes. O conteúdo do livro envolve o Catecismo da Igreja Católica, o mistério do terço, Lectio Divina e perguntas e respostas sobre a Bíblia. Tem ainda prefácio escrito pelo Arcebispo Emérito de Belém, Dom Vicente Zico. A obra poder ser adquirida nas lojas Lírio Mimoso, na livraria Três Corações e na Comunidade Mar a Dentro, no valor de R$ 15,00.

J Jogos Escolares As meninas paraenses do Colégio Santa Rosa (Belém / PA) venceram com facilidade a equipe do Colégio Sinopse (PI) por 2 sets a 0 (25/9 e 25/3), na abertura do torneio feminino de vôlei da Terceira Divisão dos Jogos Escolares da Juventude Belém 2013, etapa de 15 a 17 anos. Em partida válida pela primeira rodada do grupo C, o apoio da torcida foi o diferencial para a vitória das atletas da casa. Mães e amigos das donas da casa estavam na arquibancada da quadra do Colégio Moderno, na manhã do dia 12. Os Jogos Escolares da Juventude Belém 2013 são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizados por Ministério do Esporte e outras organizações, além do apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém.

J Campanha contra a violência nas escolas de ensino médio

J Supersalários

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) lançou em Brasília no último dia 7 a segunda fase da campanha “Conte Até 10”, agora com enfoque no público escolar. Por meio de roteiros de aulas, os professores serão orientados a trabalhar o tema da violência sob o olhar da valorização da vida e da mudança de comportamento para enfrentar situações-limite. Com o lema “valente mesmo é quem não briga”, a ideia é estimular o debate e o conhecimento das consequências sociais e penais de um crime de homicídio, estimular atitudes de paz e de respeito aos direitos humanos e servir de base para a discussão sobre temas correlatos como o bullying, a discriminação e o funcionamento do sistema de Justiça. Vinte mil roteiros serão distribuídos

Apesar de cortar a maioria dos supersalários na última folha de pagamento, o Senado ainda mantém servidores com vencimentos superiores ao teto constitucional, hoje fixado em R$ 28 mil. Ao menos 27 funcionários continuam com megacontracheques mesmo depois da ordem do Tribunal de Contas da União (TCU) para a Casa se adequar ao limite. No último dia 5, o Senado cortou pelo menos 528 supersalários na folha de outubro. A postura rendeu uma economia de R$ 1,3 milhão. Entretanto, a Casa não cumpriu a outra parte da ordem do tribunal que era devolver os valores pagos irregularmente nos últimos cinco anos.

às escolas públicas e privadas de ensino médio dos 100 municípios com os maiores índices de mortalidade de jovens decorrente de homicídios, segundo a pesquisa Mapa da Violência 2013 - Homicídios e Juventude no País, realizada pela empresa Cebela/Flacso Brasil, e divulgada pelo Ministério da Saúde. Cidades como Simões Filho (BA); Rio Largo e Maceió (AL); Ananindeua (PA); e São Miguel dos Campos (AL) ocupam os cinco primeiros lugares entre os 100 municípios com mais de dez mil jovens, cuja taxa de mortes desse público é maior que 272% para cada 100 mil habitantes. Os ministérios públicos estaduais vêm programando lançamentos locais da campanha para aproximar a sociedade do tema.

J Ato público Os trabalhadores das Centrais Sindicais no Pará e em todo o Brasil realizaram no último dia 12 uma mobilização contra o fator previdenciário, utilizado no cálculo do valor da aposentadoria, e a favor da correção da tabela de renda. Segundo as Centrais Sindicais, a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) é um instrumento de justiça fiscal, já que a tributação cresce conforme a renda do contribuinte. Mas quando a tabela não é corrigida, as distorções pesam, principalmente, no bolso dos trabalhadores.

J Concurso Na última quarta-feira, 13, houve uma cerimônia de entrega dos prêmios aos vencedores do Concurso de Pintura promovido pela Arquidiocese de Belém, por meio da Pastoral Carcerária. O Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e outras autoridades estavam presentes nos evento que aconteceu no Centro de Recuperação Feminino. Na ocasião as obras vencedoras juntamente com as demais produzidas pelos internos das diversas casas penais do estado do Pará ficaram expostas para os participantes da cerimônia.


6

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Círios

Caderno Dois Círio do Acará

HOMENAGENS

Círio de Icoaraci 2013 Depois de Belém, festividade no distrito é uma das que mais reúnem fiéis na RMB

N

o quarto domingo d e n ove m b ro , 2 4 , é comemorado na Vila Sorriso o Círio de Nossa Senhora das Graças. Os sentimentos de amor e de fé levarão milhares de pessoas às ruas de Icoaraci, distrito de Belém. A expectativa dos icoaracienses é grande. Este ano o Círio de Icoaraci completará 61 anos, com o tema: “Virgem Maria, ícone da fé obediente”. As homenagens começarão no dia 22, com missa às 20h na Igreja Matriz. Haverá também a Trasladação, da Paróquia de Fátima para a capela de São Sebastião, no Cruzeiro. No domingo, acontecerá a grande procissão do Círio de Nossa Senhora das Graças em direção à Igreja Matriz, com encerramento de toda a festividade no Recírio no dia 8 de dezembro.

ARQUIVO/LUIZ ESTUMANO

w ICOARACI Rua por onde passa a procissão do Círio é enfeitada do início ao fim ARQUIVO/IVAN CARDOSO

Círio de Marituba O município de Marituba comemorou neste dia 10 de novembro a 71° edição do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, com o tema: “Maria de Nazaré, modelo de fé”. A procissão saiu da capela da Comunidade São José, no bairro da colônia, e seguiu pelas ruas da cidade em direção ao salão paroquial da Igreja Matriz, que recebeu a imagem com uma missa. A proposta este ano é realizar uma procissão alegre, com o intuito de contribuir com toda a sociedade de Marituba a manter viva a fé católica.

Paragominas, na região nordeste do estado, neste terceiro domingo de novembro, 17, levará às ruas da cidade um grande número de devotos da Virgem de Nazaré. O município realizará o seu 21° Círio, tendo como procissões: Cavalgadas, Moto Romaria, Trasladação e Carreata do Círio. Os fieis sairão da Igreja da Promissão III em direção à Igreja Matriz, no centro da cidade. As homenagens terão um colorido especial. Ruas da cidade serão enfeitadas para receber com muita fé e devoção a padroeira da cidade.

Círio de Abaetetuba Este ano o Círio de Abaetetuba vem com o tema: “A jovem Maria alimenta sua fé na vivência da Palavra”. Comemorado no último domingo deste mês, dia 24 de novembro, o Círio de Nossa Senhora da Conceição terá saída da Igreja de Santa Rosa de Lima com chegada à Catedral de Nossa Senhora da Conceição. A cidade conta com a presença de milhares de devotos para, mais uma vez, celebrar com grande emoção a sua padroeira.

Círio de Primavera

w MARITUBA N. S. de Nazaré recebe muitas homenagens durante o trajeto LUIZ ESTUMANO

Círio de Paragominas

Acontece neste domingo, 1 7 , o C í r i o d e Ac a r á , homenageando a sua padroeira, Nossa Senhora de Nazaré. Este ano a festa terá como tema: “Maria, modelo de juventude e vocação, aumenta a nossa Fé”. A abertura da festividade iniciou-se no dia 3 deste mês com a celebração da Missa na Igreja Matriz. No sábado, 16, acontecerá a troca do manto de Nossa Senhora. Logo após iniciar-se-á a Trasladação até a comunidade de Nossa Senhora de Nazaré (Cacoal). O C í r i o s e re a l i za r á com a saída da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, percorrendo várias ruas da cidade até a Igreja Matriz. Após o término do traslado, a sociedade Acaraense se confraternizará, por mais um Círio realizado.

w PARAGOMINAS Município reúne muitos fiéis para as honras a Santa Padroeira

O Círio é uma das manifestações de fé do povo de Primavera. É o evento local que mais reúne pessoas durante os festejos marianos. O Círio já é realizado há 55 anos no município e é ocasião para fiéis fazerem suas homenagens à Virgem de Nazaré. Este ano, acontecerá no dia 17 de novembro, com o tema: “Com Maria, fortalecendo nossa fé de cristão”. A festividade teve início com a acolhida da imagem no dia 9 e a missa da Trasladação será realizada no dia 16, na Igreja Matriz. No domingo do Círio, a imagem saírá da Capela de Santo Expedito para a Matriz.

Conferência sobre Belo Monte O Parlamento Europeu, em Bruxelas, na Bélgica, promoveu no dia 14 deste mês um debate sobre Belo Monte e o Ministério P ú b l i c o Fe d e r a l t e ve u m representante no encontro. A Conferência “A mega-usina de

Belo Monte: Amazônia à venda?” foi organizada pela Eurocâmara, que, em julho, enviou três deputadas para conhecer os impactos e discutir o projeto de Belo Monte com setores do governo, do judiciário e da

sociedade civil. De acordo com eurodeputadas organizadoras do evento, a Conferência apresentou as conclusões da missão e discutiu aspectos técnicos, econômicos, ambientais, sociais e legais (sob as legislações nacional e

internacional) da hidrelétrica, bem como a co-responsabilidade de empresas européias envolvidas no empreendimento como acionistas, fornecedoras de equipamentos ou seguradoras/ resseguradoras.


7

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Igreja

Caderno Dois REPRODUÇÃO: LUIZ ESTUMANO

EQUIPES DE NOSSA SENHORA

40 anos de espiritualidade conjugal no Pará Missa na Basílica Santuário neste domingo marcará as quatro décadas de atuação dos casais membros na região

H

á 40 anos, em 1973, um casal catarinense recém-chegado a Belém - ele transferido por motivo de trabalho - em seu primeiro domingo na cidade, dirige-se a uma igreja do bairro para a Santa Missa dominical. Participante em sua cidade de origem (Brusque/SC) de uma Equipe de Nossa Senhora que reunia casais católicos, ao final da celebração o casal procurou o sacerdote, se apresentou e indagou sobre a presença das ENS em Belém. Ao ser informado de que esse Movimento ainda não existia na cidade, Mônica e Plínio propuseram ao padre Giovanni Incampo, pároco da Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, a implantação do Movimento em Belém. Ao conhecer os objetivos das Equipes, padre Giovanni a d e r i u p ro n t a m e n t e e tornou-se um entusiasta deste Movimento. Ativo na comunidade equipista até os dias de hoje, ele reflete: “parece até estranho que um Movimento de Espiritualidade Conjugal e familiar, sob o nome e proteção da Virgem Maria, não estivesse presente e nem conhecido na cidade de Santa Maria de Belém e, em especial, na paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, centro promotor da maior romaria mariana do mundo. Foi mesmo Nossa Senhora que, providencialmente, trouxe e implantou em Belém o Movimento de suas Equipes”.

O sacerdote logo conversou com diversos casais e foi constituída a primeira Equipe de Belém. Lançada no dia 17 de novembro de 1973, faziam parte dela Carmen e José Maia, Celeste e Nelson Ribeiro, Maria e Miguel Coelho, Maria Coeli e Gelson Silva, Odete e José Cruz, Terezinha e Geraldo Guimarães, e, naturalmente, Mônica e Plínio Hahn, tendo como conselheiro espiritual o padre Giovanni. Ainda participam da Equipe os casais Maria e Miguel, Terezinha e Geraldo e a viúva Odete, do Cruz. O padre Giovanni continua acompanhando Equipes, agora na cidade de Capitão Poço. “Na Eucaristia e na oração sempre buscamos o alimento da nossa fé. Nas Equipes de Nossa Senhora encontramos o apoio para a nossa vida conjugal”, afirma o casal Mariazinha e Miguel. A semente plantada com fé e regada com amor conjugal e sacerdotal germinou e cresceu. Hoje nesta região são mais de 480 casais e 50 sacerdotes e acompanhadores espirituais, reunidos em 74 Equipes, vivendo o objetivo essencial das ENS de “ajudar os casais a tenderem para a santidade”, em clássica definição do padre Henri C a f f a re l , f u n d a d o r d o Movimento, dirigida aos equipistas brasileiros. Os 40 anos das ENS no Pará são comemorados com a Santa Missa neste domingo, 17, às 20h, na Basílica

EQUIPES DE NOSSA SENHORA As Equipes de Nossa Senhora nasceram em 1939, durante o período da Segunda Guerra Mundial, na França, com quatro casais sob o acompanhamento e orientação do padre Henri Caffarel, em processo de beatificação. Hoje estão presentes em 79 países, sendo cerca de 130 mil participantes. O Movimento foi trazido ao Brasil por um casal de São Paulo, em 1950, Nancy e Pedro Moncau, contando atualmente com 3.500 Equipes, com 44 mil membros, sendo o primeiro lugar em número de casais integrantes. Ao Pará o Movimento foi trazido pelo casal Mônica e Plínio Hahn, em 1973. As equipes são formadas por até sete casais e possuem acompanhamento de um conselheiro espiritual. A metodologia do Movimento propõe a vivência de pontos concretos de esforço que os casais se comprometem a exercer na sua vida: a Escuta da Palavra de Deus; Meditação; Oração Conjugal; Dever de Sentar-se (diálogo conjugal); Regra de Vida, Retiro anual. Mais informações, no site do Movimento nesta região (www. ensnorte2.com.br) ou no site nacional (www.ens.org.br).

w PARÁ Cerca de 480 casais e 50 sacerdotes formam as 74 equipes de N.S. na região

Santuário, presidida pelo Arcebispo de Belém, D. Alberto Taveira Corrêa, e concelebrada por sacerdotes

conselheiros espirituais do Movimento. Devem comparecer membros de Equipes de todas as cidades

participantes: Abaetetuba, Belém, Capanema, Capitão Poço, Castanhal, São Miguel do Guamá e Salinópolis.

Arcebispo convoca fiéis para estreia de filme O Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, convida toda a sociedade a assistir ao documentário nacional “Blood Money - Aborto legalizado”, que estreia nesta sexta, 15. Segundo o Arcebispo, o filme mostra de forma clara “que a vida é dom de Deus e não pode de forma alguma ser manipulada e tampouco aniquilada”. Dom Alberto também está pedindo um empenho de todos, principalmente dos padres, para a divulgação do filme,

anunciando sempre nas missas. “Cada instância de atuação eclesial saiba, com criatividade, contribuir para a divulgação”, frisou, em carta dirigida aos sacerdotes. “Trata-se de um grande serviço à vida, que podemos oferecer aos cristãos católicos e a toda a sociedade”, explicou. Em Belém, a estreia será no cinema Moviecom, localizado no Shopping Pátio Belém. Os horários das sessões podem ser consultados no site www.moviecom.com.br.


8

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Arquidiocese

Caderno Dois

DIVULGAÇÃO

LUIZ ESTUMANO

w PARÓQUIA Paroquianos fortes na Eucarístia e na caridade aos irmãos necessitados

MINHA PARÓQUIA, MINHA VIDA

Exemplo de fé e de caridade Lazaristas coordenam com amor a Paróquia São Raimundo Nonato

U

m a I g re ja quase centenária no coração de Belém. Localizada no bairro do Uma-

rizal, a Paróquia São Raimundo Nonato segue firme o exemplo de seu padroeiro nos serviços missionários e de caridade. Com 96 anos de fundação, a paróquia faz parte da região episcopal Santa Cruz, e atua sob a responsabilidade de Pe. Antônio Assis da Silva pertencente à congregação dos Lazaristas. Atualmente possui sete comunidades, inúmeras pastorais e um legado de devotos que se reúnem, diariamente, para rezar e agradecer ao Santo Padroeiro. Há quatro anos à frente dos trabalhos de São Raimundo, Pe. Antônio, de 52 anos, não esconde a felicidade de conduzir um grande rebanho pertencente à quase centenária paróquia, situada no centro da cidade. Segundo ele, durante esse tempo sua maior satisfação tem sido prestigiar o fortalecimento da Igreja e a presença marcante dos fiéis

nas atividades paroquiais. “Como em muitas paróquias da Arquidiocese de Belém, São Raimundo Nonato conta com grande participação dos devotos nas atividades, em especial, na eucaristia. Durante esse tempo, pude perceber a grande dedicação das pessoas e o desejo em fortalecer os trabalhos nas comunidades e nas pastorais. Sinto uma satisfação enorme em poder servir a população dentro de uma Igreja Viva”, destacou. Pe. Antônio conta que por ser coordenada por lazaristas a paróquia possui as características marcantes d o s s e g u i d o re s d e S ã o Vicente de Paulo: intensos trabalhos missionários e de caridade no auxílio aos mais pobres. Em São Raimundo Nonato, as atividades são coordenadas por uma assistente social que organiza cursos profissionalizantes e artesanais, como: conserto de eletrodomésticos, artesanatos em flores, corte e costura, entre outros, dando oportunidade de emprego para centenas de pessoas. Há mais de 30 anos, a paróquia também oferece consultas médicas realizadas de forma voluntária por um clínico geral e uma pediatra. “Também realizamos um trabalho muito bonito em que cerca de cem famílias carentes são assistidas pela paróquia e recebem,

YOUCAT

w IGREJA São 96 anos de história no centro de Belém LUIZ ESTUMANO

w PÁROCO Há quatro anos Pe. Antônio conduz a missão

mensalmente, cestas básicas g ra ç a s à s d o a ç õ e s d o s paroquianos”, disse. Entre os desafios em coordenar uma paróquia de 96 anos, Pe. Antônio conta que o maior deles é expandir cada vez mais o trabalho missionário. “Hoje, não podemos esperar que as pessoas procurem a Igreja, é preciso que a Igreja as procure! Acredito que o nosso maior desafio é assumir uma postura d e p re s e n ç a e m t o d o s os setores, criando mais espaços e mais comunidades para que possamos

assumir uma postura mais evangelizadora”, contou. Além de pároco, Pe . A n t ô n i o a s s u m i u , recentemente, outra missão. O sacerdote foi nomeado pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, como o mais novo vigário episcopal da Região Santa Cruz. Para ele, a notícia foi recebida com surpresa. “Com muita surpresa, no entanto, recebida com muita alegria em poder trabalhar em comunhão com o arcebispo e desenvolver o trabalho pastoral com a arquidiocese”, comentou.

PRIMEIRA PARTE

Em que cremos

40

41

Para Deus “nada é impossível” (Lc 1,37) Ele é todo-poderoso. [268-278]

Não. A frase “Deus criou o mundo” não é um axioma rebuscado na ciência natural. Trata-se de uma afirmação teológica (theos = Deus, logos = sentido). Isto é, uma asserção de caráter divino acerca do sentido e da origem das coisas. [282-289]

Pode Deus fazer tudo? Ele é omnipotente?

E

ja quase centenária no coração de Belém. Localizada no bairro do Uma-

U

m preparação à Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, o jornal Voz de Nazaré realizou seus estudos sobre o YOUCAT, que é o Catecismo da Igreja Católica escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam.

Quem, na sua necessidade, chama por Deus acredita na Sua omnipotência. Ele conduz todas as coisas e pode tudo. É um mistério como Ele exerce livremente a Sua omnipotência. Não raramente se pergunta: “Então onde está Deus?” Ele diznos através do profeta Isaías: “Os Meus pensamentos não são os vossos, nem os vossos caminhos são os Meus” (Is 55,8) A omnipotência de Deus revela-se frequentemente quando as pessoas não esperam mais nada dela. A impotência de SextaFeira Santa foi o pressuposto para a Ressurreição. Pai, tudo Te é possível (Oração de Jesus no jardim do Getsémani) (Mc 14,36)

A ciência natural torna o Criador desnecessário?

A narrativa da Criação não é um modelo explicativo científico-natural do início do mundo. “Deus criou o mundo” é uma declaração teológica na qual se refere a relação do mundo com Deus. Deus quis o mundo; Ele acompanha-o e aperfeiçoa-o. Ser criado é uma qualidade inerente às coisas e uma verdade elementar sobre elas.


9

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Em Nazaré

Caderno Dois

CELEBRAÇÕES

Crianças e adolescentes fazem 1ª Eucaristia 110 membros das seis comunidades da Paróquia de Nazaré recebem o Corpo de Cristo

N

este sábado, 9, foi celebrada na Basílica Santuário a primeira Eucaristia de 110 crianças e adolescentes pertencentes às seis comunidades que integram a Paróquia de Nazaré (Nossa Senhora das Graças, Sagrada Família, Sagrado Coração de Jesus, Santo Antônio Maria Zaccaria, São Brás e Santa Bernadete). Após dois anos de intensa preparação com os encontros de catequese, em missa presidida pelo Pe. Waldeci Silva, pároco da Basílica e responsável pelo setor de catequese, os jovens receberam pela primeira vez o corpo de Cristo. Em um momento marcado por reflexões, fé, esperança no comprometimento de todos com Deus e com a Igreja, pais, catequistas e coordenadores da Pastoral da Catequese se emocionaram com a concretização

deste que é um momento único na vida do católico, por significar a iniciação cristã na Igreja. Irla Marques, coordenadora da Pastoral da Catequese, falou sobre a importância do momento: “A primeira Eucaristia é um momento marcante na etapa da formação do cristão, pois oferece a oportunidade de participar da comunhão durante a missa, recebendo o Corpo de Cristo, sinal de integração mais efetiva e concreta na vida da Igreja. A missa é o momento em que celebramos os mistérios de Cristo e a sua Igreja,” conclui . Emocionada, dona Sandra Campos, que acompanhava a filha, falou que o momento era de muita felicidade, esperança e fé: “para mim é muito importante que minha filha, a única das quatro que falta passar por esse momento, possa experimentá-

lo justamente aqui com a Virgem de Nazaré. Fico emocionada só de pensar, principalmente por tudo que Nossa Senhora já fez em minha vida. É como se eu a estivesse entregando para seguir na caminhada com a Igreja e quero muito que isso aconteça”. CONFISSÃO

Dois dias antes da celebração, os jovens participaram de outro momento importante: a Confissão, um dos sete Sacramentos que fazem parte da doutrina católica que serve como preparação para que o cristão receba a Eucaristia. “É o momento da reconciliação com Deus, quando n o s d i g n i f i c a m o s p a ra p o d e r participar do grande banquete que nos é oferecido na missa, quando nos tornamos em Cristo um único corpo”, ressaltou Irla Marques.

RENOVAÇÃO DO BATISMO

Na sexta-feira, 8, após a confissão, todos os catequizandos participaram da Renovação do Batismo, primeiro Sacramento da lei cristã, em um momento especial celebrado pelo Diácono Edmilson na Comunidade Santo Antônio Maria Zaccaria. Para a preparação das crianças e adolescentes, a Paróquia de Nazaré conta atualmente com 60 catequistas que, para desempenhar essa importante função na Igreja, participam de momentos de formação didática e espiritual. As inscrições para a catequese da Paróquia de Nazaré acontecem anualmente a partir do dia 15 de janeiro. Para se inscrever as crianças devem ter acima de 10 anos. Mais informações: (91) 3223 - 1564. DIVULGAÇÃO

VII Experimente, Retiro Espiritual Jovem é sucesso de público M a i s d e 1 2 0 j ove n s participaram no último final de semana de um momento de muita animação, oração e adoração a Deus, no VII Retiro Espiritual Jovem da Basílica de Nazaré. O retiro “Experimente” é organizado pelo Movimento da Juventude Nazarena (MOJUVENA), que este ano trouxe como tema: “Eis que

estou à porta e bato. Posso entrar?”. O objetivo é sempre o de proporcionar ao jovem a experiência do primeiro amor com Cristo e marcar o encontro com uma forma diferente de evangelizar, que vai do louvor e do teatro à adoração e reflexão dos ensinamentos de Deus. Romualdo Baccaro, um dos coordenadores da

w ENCONTRO Retiro proporciou momentos de animação, oração e adoração a Deus

Pastoral da Juventude, fala sobre o intuito do retiro: “procuramos abrir o coração dos jovens de uma maneira diferente já que essa é a sua primeira experiência e s p i r i t u a l . Temos uma dinâmica que conta com músicas, teatro e depois evoluímos para palestras e adorações. Tentamos fazer com que o jovem se sinta à vontade com Cristo e para

aprender seus ensinamentos”. Nilza Lopes, membro do MOJUVENA, diz que o retiro foi uma forma de aproveitar o sentimento de fé, respeito e amor ao próximo q u e a i n d a s e e n c o n t ra avivado devido à realização da programação do Círio de Nazaré. “O Círio de Nazaré sempre deixa em nós um sentimento muito especial de amor, fé e respeito. O retiro é

uma forma de continuarmos com esse sentimento, de o aproveitarmos nas pessoas e até mesmo uma oportunidade de repassá-lo aos irmãos que não viveram esse momento”, diz. O encontro contou também com a presença do padre Geffison Silva, Barnabita da Basílica Santuário de Nazaré e orientador espiritual da Juventude Nazarena.

PF realiza Retiro Espiritual em preparação ao Casamento 2013 Uma forma especial de unir os casais em Cristo por meio do matrimônio. Assim pode-se definir o Casamento Especial que é realizado há sete anos pela Pastoral Familiar da Paróquia de Nazaré. Neste ano, acontecerá no dia 7 de dezembro, na Basílica Santuário. Próximo à realização do Casamento Especial, os 68 casais que frequentam a preparação irão participar neste final de semana de um Retiro Espiritual Especial que acontecerá na casa de Plácido, Centro Social de Nazaré. O Retiro que terá como tema “A Fé Verdadeira Leva ao Amor Verdadeiro” é mais uma forma de mostrar aos casais a importância do amor, da família e de um

matrimônio fundamentado nas leis de Deus. Segundo Cleonice Vilhena, que com seu marido Orlando Vilhena coordena o Casamento Especial, este ano o evento conta com um diferencial na sua preparação. É a primeira vez que está sendo desenvolvida também a preparação à Crisma de alguns noivos que ainda não receberam o Sacramento. “O casamento especial da Basílica de Nazaré conta com um diferencial que é a preparação dos casais”, conta. Depois de mais de quatro meses de preparação, três noivos receberão o Sacramento do Batismo no dia 24 durante a missa de encerramento do Retiro Espiritual, presidida pelo

padre Paolo Catel, diretor espiritual da Pastoral Familiar. Já no dia do casamento, dia 7, pela parte da manhã, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, presidirá a missa de Crisma de 82 noivos. Todos os noivos que irão fazer o batismo e a crisma, e até mesmo aqueles que não precisarão fazer, estão participando da catequese de preparação. Além desses dois Sacramentos, todos os casais deverão se confessar antes da celebração do dia 7. O Retiro Espiritual, que representa a fase final de preparação dos noivos, acontecerá a partir das 7h30 até às 18h dos dia 23 e 24 e contará com a participação de palestrantes da Comunidade Canção Nova.


10

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

A Semana

Caderno Dois AGENDA DE DOM TEODORO TAVARES

AGENDA DE DOM ALBERTO CORRÊA n De 15 a 21 de novembro

n De 15 a 21 de outubro

w SEXTA, 15 NOVEMBRO

w SEXTA, 15 NOVEMBRO

09:00 – 10:00 11:00 – 12:00 15:00 – 16:00 18:00 – 19:00

Crismas: Paróquia São Pedro e São Paulo - Guamá Missa: MUR - UFRA Audiência Crismas no Colégio Santa Rosa – Colégio Santa Rosa

08:00-12:00 – Trilha da Juventude – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – Aurá 18:00 - Missa e CRISMA na Capela de Lourdes - Belém

w SÁBADO, 16 NOVEMBRO

19:00 – Ordenação Presbiteral de Valdinei Lima Silva em Bragança

w SÁBADO, 16 NOVEMBRO

w DOMINGO, 17 NOVEMBRO

16:30 – 18:30 Ordenação: Presbiteral - Alto Urumajó / Bragança (PA)

08:00-12:00h – Formação Ecumênica com alunos do Curso Bíblico da Arquidiocese 12:00 - Missa na Basílica 19:30 - Missa e CRISMA em Benfica

w DOMINGO, 17 NOVEMBRO

10:00 – 11:00 Crismas: Paróquia Jesus Bom Samaritano 12:00 – 13:00 Missa: Equipes de Nossa Senhora - Basílica de Nazaré 18:00 – 19:30 Crismas: Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Júlia Seffer

w SEGUNDA, 18 NOVEMBRO

09:00 – Reunião da Pastoral Ecumênica 10:00 - Audiências 19:00 - Missa e Crisma na Paróquia Cristo Rei

w SEGUNDA, 18 A QUARTA 20 NOVEMBRO

Comissão Episcopal Para os Textos Litúrgicos – Brasília (DF)

w QUINTA, 21 NOVEMBRO

w TERÇA, 18 NOVEMBRO

08:30 – 13:00 Nona reunião do Clero de 2013 - REGIÃO SANTA CRUZ 15:30 – 17:00 Gravações: FNC 19:00 – 20:00 Crismas: Paróquia João Paulo II

Visita Pastoral na Paróquia N Sra do Carmo – Benevides

w QUARTA, 20 NOVEMBRO

Visita Pastoral na Paróquia N Sra do Carmo – Benevides

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Teodoro Mendes Tavares podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Horários de Missas na Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL DE SANT’ANA

São Miguel

Nossa Senhora da Graça

Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022

Igreja N. S. das Mercês

(Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3223-2362/3225-2715 (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Telefone: 3212-3102

Sant'Ana da Campina

Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu

Condor - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3283-6020

Sta. Terezinha do Menino Jesus

Jurunas - Belém Sábado: 6h30 e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251

Santo Antônio de Lisboa

Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097

Santíssima Trindade

Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917

N. S. da Conceição

Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h30 Telefone: 3215-7006

São José

Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-4916

Santa Luzia

Jurunas - Belém Sábado: 7h, 17h e 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3271-2146 REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI

São Pedro e São Paulo

Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413

São José de Queluz

Canudos - Belém Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 20h Telefone: 3226-2151/ 3226-2612

São Domingos de Gusmão

Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 19h30 Telefone: 3253-2656

Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo

Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573

Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3288-4250

Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30e 19h30 Telefone: 3228-0864

São Francisco Xavier

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3237-8350

Paróquia Santa Maria Goretti

Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Nossa Senhora de Fátima

Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 N. S. de Nazaré (Basílica Santuário)

Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h, 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis

(Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30,9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba

Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30

REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição

Castanheira - Belém Sábado: 17h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642

Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3283-3052

Val de Cans - Belém Sábado:19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388

Sagrada Família

Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA

São João Batista e Nossa Senhora das Graças

Icoaraci - Belém. Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 10h, 18h Telefone: 3297-7250

São Francisco de Assis

Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036

Nossa Senhora de Fátima

Icoaraci - Belém Sábado: 20h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3297-7251

Jesus Bom Samaritano

Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h; 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354

Tapanã - Belém. Sábado: 7h Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

Jesus Ressuscitado

São Francisco das Ilhas

São Sebastião

Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h e 19h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela

Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 3257-7950

N. S. do Perpétuo Socorro

Telégrafo - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 19h Telefone: 3264-9061 São Jorge

Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h, 17h, 19h Telefone: 3277-4641

Cotijuba - Belém Sábado: 19h30; Domingo: 8h, 9h30, 19h30 Telefone: 3247-1438

Santa Edwiges

Nova Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30, 18h Telefone: 3279-1654

N. S. Rainha da Paz

Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h30 Telefone: 3277-4645

Coração Eucarístico de Jesus

Catalina - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 10h e 19h

N. S. da Imaculada Conceição

Umarizal - Belém. Sábado e domingo: 6h30 e 18h Telefone: 3277-4644

Outeiro - Belém Sábado: 8h Domingo: 7h Telefone: 3277-4648

Santa Cruz

N. S. do Bom Remédio

São Raimundo Nonato

Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941

Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h, 18h30 Telefone: 3289-5355

Santo Antônio de Pádua

Santo Afonso de Ligório

REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO

Cristo Rei

Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3235-1405

Divino Espírito Santo

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 7h Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3263-0603

Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30, 19h Telefone: 3258-1554/3274-8281

Santo Inácio de Loyola

Arcanjo São Miguel

São Lucas Evangelista

Una - Ananindeua Sábado: 6h30 Domingo: 7h, 20h Telefone: 3234-4674

REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS N. S. Auxiliadora

Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. S. das Vitórias

Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655 Sagrado Coração de Jesus

Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h, 18h Telefone: 3265-5413

Sagrado Coração de Jesus

Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 Telefone: 3255-9475 Menino Deus

Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30, 18h Telefone: 3237-8351

Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h, 18h Telefone: 91541971 Guajará - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2621

Santa Teresinha

Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30, 18h Telefone: 3245-7440

N. S. de Guadalupe

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3245-7440

Cristo Peregrino

Jaderlândia - Ananindeua Domingo: 19h Telefone: 3237-9891

Santa Paula Frassinetti

Cidade Nova VI - Ananindeua Sábado: 19h30; Domingo: 6h30, 8h15, 18h Telefone: 3279-2620

Transfiguração do Senhor

Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30, 20h Domingo: 7h30, 19h Telefone: 3286-8570

Santa Rita de Cássia

Colônia - Marituba Domingo: 9h Telefone: 3279-2624

Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30, 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 17h30, 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310

N. S. das Graças

São Vicente de Paulo

N. S. de Nazaré

Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3255-2654 N. S. do Ó

Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30, 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X

Águas Lindas - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 10h e 19h Telefone: 3215-7003

Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30, 19h Telefone: 3283-8400

São José Operário

Conj. Carnaúba, Icuí Domingo: 7h e 18h

Telefone: (91) 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo

Cidade Nova 8 - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h e 19h45 (Com. São José) Telefone: 3287-2418

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


11

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Discursos do Papa A

VOZ DE NAZARÉ continua nesta edição a publicação dos discursos do Papa durante a

JMJ. A iniciativa é fruto de pedidos dos leitores. O leitor poderá colecionar os textos que serão

Caderno Dois

publicados e aprender com as sábias palavras do Sumo Pontífice que está conquistando o mundo.

OS DISCURSOS DE FRANCISCO 28 DE JULHO-RJ

DÉCIMO QUINTO DISCURSO DO PAPA NO BRASIL, NA PRAIA DE COPACABANA (RJ) - ENCONTRO COM O CONSELHO EPISCOPAL LATINO-AMERICANO (RESIDÊNCIA DO SUMARÉ, RJ) 1 - Introdução Agradeço ao Senhor por esta oportunidade de poder falar com vocês, Irmãos Bispos responsáveis do CELAM no quadriênio 2011-2015. Há 57 anos que o CELAM serve as 22 Conferências Episcopais da América Latina e do Caribe, colaborando solidária e subsidiariamente para promover, incentivar e dinamizar a colegialidade episcopal e a comunhão entre as Igrejas da região e seus pastores. Como vocês, também eu sou testemunha do forte impulso do Espírito na V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe, em Aparecida no mês de maio de 2007, que continua animando os trabalhos do CELAM para a anelada renovação das Igrejas particulares. Em boa parte delas, essa renovação já está em andamento. Gostaria de centrar esta conversação no patrimônio herdado daquele encontro fraterno e que todos batizamos como Missão Continental. 2 - Características peculiares de Aparecida Existem quatro características típicas da referida V Conferência. Constituem como que quatro colunas do desenvolvimento de Aparecida que lhe dão a sua originalidade.

constituída pelos cânticos e as - Documento que se prolonga em

a Igreja e o compromisso da Missão Continental.

Continental implica pertença eclesial. esta, que começa pelo

são os desafios vigentes da missionariedade

- Início sem documento Medelín, Puebla e Santo Domingo começaram os seus trabalhos com um caminho preparatório que culminou em uma espécie de Instrumentum laboris, com base no qual se desenrolou a discussão, a reflexão e a aprovação do documento final. Em vez disso, Aparecida promoveu a participação das Igrejas particulares como caminho de preparação que culminou em um documento de síntese. Este documento, embora tenha sido ponto de referência durante a V Conferência Geral, não foi assumido como documento de partida. O trabalho inicial foi pôr em comum as preocupações dos pastores perante a mudança de época e a necessidade de recuperar a vida de discípulo e missionário com que Cristo fundou a Igreja. - Ambiente de oração com o Povo de Deus É importante lembrar o ambiente de oração gerado pela partilha diária da Eucaristia e de outros momentos litúrgicos, tendo sido sempre acompanhados pelo Povo de Deus. Além disso, realizando-se os trabalhos na cripta do Santuário, a “música de fundo” que os acompanhava era

constituída pelos cânticos e as orações dos fiéis. - Documento que se prolonga em compromisso, com a Missão Continental Neste contexto de oração e vivência de fé, surgiu o desejo de um novo Pentecostes para a Igreja e o compromisso da Missão Continental. Aparecida não termina com um documento, mas prolonga-se na Missão Continental. - A presença de Nossa Senhora, Mãe da América É a primeira Conferência do Episcopado da América Latina e do Caribe que se realiza em um Santuário mariano. 3 - Dimensões da Missão Continental

Continental implica pertença eclesial. Uma posição como esta, que começa pelo discipulado missionário e implica entender a identidade do cristão como pertença eclesial, pede que explicitemos quais são os desafios vigentes da missionariedade d i s c i p u l a r. M e l i m i t o a assinalar dois: a renovação interna da Igreja e o diálogo com o mundo atual. Renovação interna da Igreja Aparecida propôs como necessária a Conversão Pastoral. Esta conversão implica acreditar na Boa Nova, acreditar em Jesus Cristo portador do Reino de Deus, em sua irrupção no mundo, em

IGREJA NA PERIFERIA

Por isso, gosto de dizer que a posição do discípulo missionário não é uma posição de centro, mas de periferias: vive em tensão para as periferias... incluindo as da eternidade no encontro com Jesus Cristo. No anúncio evangélico, falar de ‘periferias existenciais’ descentraliza e, habitualmente, temos medo de sair do centro A Missão Continental está projetada em duas dimensões: programática e paradigmática. A missão programática, como o próprio nome indica, consiste na realização de atos de índole missionária. A missão paradigmática, por sua vez, implica colocar em chave missionária a atividade habitual das Igrejas particulares. Em consequência disso, evidentemente, verifica-se toda uma dinâmica de reforma das estruturas eclesiais. A ‘mudança de estruturas’ (de caducas a novas) não é fruto de um estudo de organização do organograma funcional eclesiástico, de que resultaria uma reorganização estática, mas é consequência da dinâmica da missão. O que derruba as estruturas caducas, o que leva a mudar os corações dos cristãos é justamente a missionariedade. Daqui a importância da missão paradigmática. A Missão Continental, tanto programática como paradigmática, exige gerar a consciência de uma Igreja que se organiza para servir a todos os batizados e homens de boa vontade. O discípulo de Cristo não é uma pessoa isolada em uma espiritualidade intimista, mas uma pessoa em comunidade para se dar aos outros. Portanto, a Missão

sua presença vitoriosa sobre o mal; acreditar na assistência e guia do Espírito Santo; acreditar na Igreja, Corpo de Cristo e prolongamento do dinamismo da Encarnação. Neste sentido, é necessário que nos interroguemos, como pastores, sobre o andamento das Igrejas a que presidimos. Estas perguntas servem de guia para examinar o estado das dioceses quanto à adoção do espírito de Aparecida, e são perguntas que é conveniente pôr-nos, muitas vezes, como exame de consciência. 1) Procuramos que o nosso trabalho e o de nossos presbíteros seja mais pastoral que administrativo? Quem é o principal beneficiário do trabalho eclesial, a Igreja como organização ou o Povo de Deus na sua totalidade? 2) Superamos a tentação de tratar de forma reativa os problemas complexos que surgem? Criamos um hábito proativo? Promovemos espaços e ocasiões para manifestar a misericórdia de Deus? Estamos conscientes da responsabilidade de repensar as atitudes pastorais e o funcionamento das estruturas eclesiais, buscando o bem dos fiéis e da sociedade? 3) Na prática, fazemos os fiéis leigos participantes da missão? Oferecemos a palavra de Deus e

os sacramentos com consciência e convicção claras de que o Espírito se manifesta neles? 4 ) Te m o s c o m o c r i t é r i o habitual o discernimento pastoral, servindo-nos dos Conselhos Diocesanos? Tanto estes como os Conselhos paroquiais de Pastoral e de Assuntos Econômicos são espaços reais para a participação laical na consulta, organização e planejamento pastoral? O bom funcionamento dos Conselhos é determinante. Acho que estamos muito atrasados nisso. 5) Nós, Pastores Bispos e Presbíteros, temos consciência e convicção da missão dos fiéis e lhes damos a liberdade para irem discernindo, de acordo com o seu processo de discípulos, a missão que o Senhor lhes confia? Apoiamolos e acompanhamos, superando qualquer tentação de manipulação ou indevida submissão? Estamos sempre abertos para nos deixarmos interpelar pela busca do bem da Igreja e da sua Missão no mundo? 6) Os agentes de pastoral e os fiéis em geral sentem-se parte da Igreja, identificam-se com ela e aproximam-na dos batizados indiferentes e afastados? Como se pode ver, aqui estão em jogo atitudes. A Conversão Pastoral diz respeito, principalmente, às atitudes e a uma reforma de vida. Uma mudança de atitudes é necessariamente dinâmica: “entra em processo” e só é possível moderá-lo acompanhando-o e discernindo-o. É importante ter sempre presente que a bússola, para não se perder nesse caminho, é a identidade católica concebida como pertença eclesial.

NÃO SER ONG

A Igreja é instituição, mas, quando se erige em ‘centro’, se funcionaliza e, pouco a pouco, se transforma em uma ONG. Então, a Igreja pretende ter luz própria e deixa de ser aquele ‘mysterium lunae’ de que nos falavam os Santos Padres


12

BELÉM, DE 15 A 21 DE NOVEMBRO DE 2013

Palavra Final E

ste assunto foi um tema importante na antiguidade clássica e cristã continuando até nossos dias. Sempre foi motivo de discussão entre correntes filosóficas principalmente no estoicismo e no platonismo. A filosofia estoica considerava a alma humana como princípio vivo, que se origina da matéria e se dissolve ao fim de cada conflagração cíclica. O platonismo, ao invés, a considerava preexistente ao nascimento de cada ser humano. No decurso dos séculos II e III, o confronto com as heresias gnósticas e a filosofia platônica obrigou a Igreja a elaborar a doutrina cristã sobre a alma e o corpo. Para os gnósticos, o universo corporal é obra não do Deus supremo, mas de uma divindade denominada por eles de Demiurgo. Vários teólogos e filósofos se aprofundaram nesse estudo. Entre eles citamos Justino que rejeita a ideia de que a alma tenha com o divino uma afinidade tal que o homem, através dela, possa encontrar sua felicidade (Dialogo com Trifão, 4). Ele destaca o caráter inovador da mensagem cristã da ressurreição corporal que se tornou realidade com a redenção realizada por Jesus Cristo. Na realidade, Cristo veio trazer aos homens uma esperança nova, extraordinária: “que Deus prometa não conservar a imortalidade à imortalidade, mas tornar imortal o que era mortal?” (Sobre a ressurreição, 10). Outro teólogo, Santo Irineu centra sua reflexão sobre a unidade de Deus e seu desígnio de salvação: o Deus transcendente é também o Deus criador, que graças as duas “mãos”, o Logos (Verbo) e o Espírito criou o universo e realizou toda economia da salvação. Os homens são criaturas compostas de um corpo (corruptível, mas chamado à incorrupção) e de uma alma (sopro de vida que anima o corpo), criados à imagem e semelhança de Deus. Contudo, a “semelhança” divina não se realizará no homem a não ser que por seu consentimento à graça divina receba nele um terceiro elemento, o Espírito. (Este assunto está bem detalhado no meu livro: Meditação Cristã, Um Caminho de Sabedoria, p. 17). Para Irineu, o Espírito não é um elemento da natureza do homem, mas uma participação gratuita à vida divina. Todavia, o Espírito não é um dom simplesmente acrescentado à natureza. Para atingir a perfeição é necessário que possua nele esse dom divino, necessário para aceder à vida verdadeira que é visão de Deus. “Felizes os puros de coração porque verão a Deus”. Tertuliano também insiste sobre a unidade do composto humano: a alma e corpo. Enquanto Irineu

Caderno Dois Tesouros da Igreja IRMÃ ÂNGELA TUTAS

Reflexões sobre a alma humana DIVULGAÇÃO

O espírito forma uma parte constitutiva da natureza humana, pois a alma e corpo nada valem sem o espírito distingue o sopro divino (afflatus) que constitui a alma humana do Espírito divino (spiritus) dado aos que se tornam dignos dele. O Espírito forma uma parte constitutiva da natureza humana, pois alma e corpo nada valem sem o espírito. Portanto, a carne é o eixo da salvação. É na carne, com a carne e pela carne que a alma medita tudo o que se encontra no seu coração (Irineu, Sobre a ressurreição, XV, 3). Na linha do pensamento de São Paulo, que serve de inspiração para Origenes, se destaca a dimensão tricotômica do ser humano: corpo, alma e espírito. Este último é o elemento divino presente no homem que incita a alma ao bem. A alma é considerada com duas dimensões: superior e inferior. A parte superior ou intelecto é chamada, em termos bíblicos, também de coração (kardia). O intelecto é a sede do livre-arbítrio e da sensibilidade espiritual. Orígenes defende que o intelecto é criado à imagem de Deus, do Logos. Este ao se submeter ao Espírito torna-se contemplativo e acede à semelhança divina, espiritualizando até mesmo a parte inferior da alma. Quanto ao corpo (soma), é um elemento

característico de toda criatura. Em uma época de grandes heresias cristológicas e trinitárias a contribuição dos Padres Capadócios foi a de esclarecer o papel salvador da carne de Cristo e a insistência na união corporal realizada entre Cristo ressuscitado e os cristãos. “É o homem e não uma parte do homem, que é imagem e semelhança de Deus. É o homem todo que é salvo. A alma humana, embora sendo de natureza intelectual imortal, não é divina por natureza: é somente capaz de ser progressivamente deificada, por uma livre participação que Deus lhe concede”. O homem se torna por graça o que Deus é por natureza (Gregório de Nissa). Quanto à matéria, criada também por Deus, é boa e capaz de tomar parte na deificação da alma. Para melhor entendimento oriento aos leitores

um aprofundamento no termo “livre arbítrio”. Os Capadócios distinguem na criação material e no corpo humano dois estados: a condição terrestre e a condição escatológica (vida pós-morte). Na condição terrestre, o corpo humano é “animal”, “psíquico” e corruptível, revestido de túnicas de pele (cf. Gn 3,21): precisa alimentar-se, reproduzirse sexualmente, e está sujeito ao sofrimento e à morte. Como túnicas de pele queremos nos referir à estrutura do corpo humano incluindo os instintos e sentimentos. Mesmo nestas condições, o corpo pode e deve tornar-se um auxiliar da alma no seu combate espiritual e na busca de Deus, por uma ascese de transfiguração e não de destruição. Assim o corpo é percebido em seu estado presente como uma realidade ambígua: “amigo e inimigo ao mesmo tempo” (Gregório de Nazianzo). Depois da ressuscitação, o corpo ressuscita incorruptível, reluzente de glória, cheio de força, ocasionando a resuscitação do corpo espiritual que será um corpo glorioso, transfigurado pelo poder divino do Espírito vivificante de Cristo glorioso. E aqui citamos São Paulo quando diz que sem a ressurreição do Senhor Jesus não haveria salvação e nossa fé seria vã. É nisto que devemos nos fixar para conseguir a imortalidade e a incorruptibilidade do nosso ser, que segundo Santo Irineu, isso nos é conferida na celebração e participação eucarística. Irmã Ângela Tutas é doutora em “Scientiis Eclesiasticis Orientalibus” e professora de Patrística no Instituto Regional para Formação Presbiteral da CNBB Norte 2.

Próximos artigos:

Maria Elisa Bessa de Castro

Pe. Fábio de Melo

Pe. Reginaldo Manzotti

Pe. Giovanni Martoccia


Voz de Nazare  

Edição de 15 a 21 de Novembro de 2013

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you