Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

www.fundacaonazare.com.br

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

D O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA D

XCVIII - Nº 549 - PREÇO AVULSO: R$1,00

"A quem iremos, Senhor"

LUIZ ESTUMANO

Retiro Popular 2013, de autoria de Dom Alberto Taveira Corrêa, orienta fiéis a vivenciarem a Quaresma em oração e reflexão. O lançamento do livro aconteceu no domingo (3) na Fundação Nazaré de Comunicação. PÁGINA 7.

Mais de mil enviados para o anúncio LUIZ ESTUMANO

No dia 3 de fevereiro, 1300 missionários das paróquias da Arquidiocese de Belém participaram da Missa de Envio do Projeto Belém em Missão, presidida pelo Arcebispo, Dom Alberto Taveira. Na missa,

os evangelizadores receberam a cruz, o manual e as bençãos de Deus. Agora estão prontos para anunciar em "porta a porta" a mensagem de Jesus na Região Metropolitana de Belém. PÁGINA 15.

Carnaval com Cristo 2013 Confira a programação da Arquidiocese de Belém para o feriado de Carnaval. PÁGINA 10.

w COMPROMISSO Missionários carregam a Cruz na Missa de Envio do Belém em Missão

Papa eleva Cametá a Diocese Após 60 anos como prelazia, a Igreja de C a m e t á é e l eva d a a

Diocese. O título foi anunciado na quarta-feira (6). Dom Jesus Berdonces,

bispo da diocese, presidiu a missa no município . PÁGINA 11. DIVULGAÇÃO

Mensagem do Papa ao 21º Dia do Enfermo No dia 11 de fevereiro, a Igreja celebra a memória litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes, padroeira

dos enfermos. Confira a mensagem de Bento XVI ao 21º Dia Mundial do Enfermo. PÁGINA 5.

Nossa Senhora da Conceição com Igreja Nova No Bairro da Cidade Ve l h a , D o m A l b e r t o Taveira Corrêa presidiu a celebração de dedicação

da Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Maria no dia 02 de fevereiro. PÁGINA 11. LUIZ ESTUMANO

XCVIII - Nº 549 - PREÇO AVULSO: R$1,00

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

w CAMETÁ Missa em ação de graças pela elevação da prelazia a Diocese na Catedral

w PÁROCO Cônego David Larêdo, na nova igreja


2

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Opinião Alegria de ser católico João Carlos Pereira

CHARGE DO ANDRÉ ABREU

jcparis@orm.com.br

A lucidez que brota do Amor

H

á alguns dias, escutei um belíssimo sermão, proferido pro um sábio e santo padre da Companhia de Jesus, que continha palavras de unidade e de amor entre os cristãos. Num ensinamento rico de ideias que ajudaram a formar o corpo de conceitos do sacrossanto Concílio Vaticano II e que, por sua vez, foram retiradas dos ensinamentos de Jesus, ele condenou, com veemência, o preconceito contra os que não são católicos. “Por quê?” perguntava o sacerdote, “por que segregar alguém, pelo simples fato de estar falando de Jesus em outro lugar?” Aquelas palavras mostram o quanto é esclarecido o religioso que ama sua Igreja e acolhe, plenamente, os que dela não participam. Claro que em seus ensinamentos não havia incentivo a ninguém deixar de ser católico e ir correndo para outra religião – isso é até impensável – mas suas palavras continham o amor pelo ser humano, o amor que Jesus transformou em realidade, ao se deixar morrer por todos nós. Ao dizer isso, ele dava ênfase ao “todos” e não apenas por um grupo. Ninguém, seriamente, vai levar em conta bobagens como as que dão conta de que apenas os membros de certas denominações serão salvos ou “arrebatados” pelo Senhor, na hora do julgamento final. Só mesmo um pensamento fanatizado pode servir de luz – ou de grade, digamos a verdade – a pessoas que acham que apenas em suas igrejas haverá pontes para que se atravesse da vida para a vida eterna, com o passaporte carimbado para a salvação. O incisivo não ao preconceito contra os irmãos que falam de Cristo e não usam seu Santo nome em vão, e o sim de acolhida a todos que professam (ou até nem professem) a mesma fé são sinais da plena compreensão do Amor e não dos limites humanos, que precisam ser vencidos, a fim de que, como o próprio Redentor prometeu, um dia haja um só rebanho, conduzido por um só pastor. Isso, sim, é palavra de vida eterna.

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br Jornalista e professor

Panorama José Pereira Ramos joseulina@oi.com.br

Carmelita chamada para o Céu

A

Economista e escritor

s pessoas que frequentam o Carmelo de Santa Teresinha de Fortaleza, vão sentir falta da Irmã Maria da Purificação. Depois de ter ultrapassado diversos difíceis percalços de saúde, e problemas de articulações, com cirurgia nos dois joelhos, deixou a cadeira de rodas e voltou a andar, como fui testemunha, no início de Janeiro. Surpreendeu a todos, inclusive seus dedicados médicos, com repentinos e complicados problemas de saúde, falecendo em 31-01-2013. Sua função no Carmelo era a da irmã Externa, a que se comunica abertamente com os visitantes e trata dos problemas externos da Comunidade, angariou a amizade de inúmeros benfeitores, religiosos, sacerdotes e a admiração de muitos necessitados. Costumava dizer:

Encontro fraterno Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br

Sobrevivente do carnaval

O Engenheiro civil e escritor

leitor que esteve comigo na semana passada, certamente fará alguma relação com o presente texto. Pelo menos o título sugere. Para alguém quase octogenário, dizer que não gosta de carnaval pode parecer uma afirmativa cercada de moralismo. No entanto, os que me conhecem mais de perto, inclusive eu mesmo, bem sabem que estou sendo sincero, quando passo a relatar minhas observações, e a breve participação em eventos carnavalescos, mas também os sentimentos que me invadiam, e como sobrevivi ao assédio. Desde que me entendi ouvia falar em casa, que a bebida alcoólica era nociva, fazia mal à saúde e comprometia a convivência familiar e social. Ainda na 2ª infância, a primeira manifestação carnavalesca que dei conta foi o que chamavam

Fundado em 5 de julho de 1913

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário geral da Arquidiocese de Belém do Pará

“Vivemos das dádivas de Deus por intermédio de muitos benfeitores. Não podemos deixar de dividir com os que têm menos do que nós”. Tinha o nome religioso de “Maria da Purificação e do Amor Misericordioso”, daí a sua preocupação com os pobres. O nome civil era Maria Azenilda Dionísio Leite. Desde jovem, na sua comunidade paroquial, antes de entrar para o Carmelo, já demonstrava extraordinário espírito apostólico. Tinha 74 anos de idade, tendo entrado para o Carmelo aos 26 anos e no dia 02 de Fevereiro completaria 48 anos de Carmelita. Na última semana de vida, estava fazendo o Retiro Espiritual Individual, e sentindo-se mal recolheu-se ao hospital. A notícia do seu falecimento foi uma surpresa, correu rápido, e a Missa de Corpo Presente no Carmelo de Fortaleza contou com a presidência do arcebispo Dom José Tosi Marques, Mons. João Jorge Correa, Vigário Geral e mais 17 Sacerdotes. A Capela foi pequena para tantos participantes. Irmã Maria deixou excelente exemplo de despreendimento pelas coisas materiais, confiança em Deus e amor aos Irmãos. ‘bloco de sujos’, um pequeno grupo de homens geralmente vestidos de mulher, cantando e batendo em latas, a maioria apresentando visível estado de embriaguês, a percorrer ruas e avenidas, por vezes molhadas pelo tempo chuvoso. Quando jovem, fui convidado a participar dos chamados ‘blocos de salão’, constituídos de moças e rapazes, que formavam pares. Acabei cedendo, sendo enfiado em uma fantasia de rumbeiro, que estava na moda pela influência do ritmo caribenho que fazia sucesso, sob os acordes da orquestra de Xavier Cugat, isto no início dos ‘anos dourados’. Nas noites de festa em clubes da elite, o bloco se reunia na casa de um dos componentes, para ensaio e ‘aquecimento’, oportunidade em que a rapaziada tomava atitudes que se assemelhavam aos que formavam os ‘blocos de sujos’, ficando a diferença por conta da fantasia... Até que chegou a oportunidade de tomar uma atitude, das mais radicais, ao abandonar o bloco em plena apresentação, me sentindo livre, sobrevivente de um processo incompatível com o meu jeito de ser, com os meus projetos.

DIRETOR GERAL Monsenhor Raimundo Possidônio DIRETORA ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marluce Guerreiro Milhomem DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro COORDENAÇÃO Franklin Salvador (DRT/PA 2242)

Sua voz Por que passar o Carnaval com Cristo?

CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO João Carlos Pereira Padre Nilton Cezar Reis Padre Cláudio de Souza Barradas EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Avenida Governador José Malcher, Edifício Paulo VI, 915 CEP: 66055-260, Bairro Nazaré, Belém - Pará Telefones: (91) 4006-9200/ 4006-9209.

Porque minha folia e alegria não duram apenas 3 dias! Com Cristo tenho uma diversão sadia, diferente de muitas alegrias vazias de outros carnavais. DENNYS RODRIGUES, Multimídia de Web Porque a alegria com Cristo dura bem mais que poucos dias. Ele me abastece todos os dias me dando alegria e a felicidade que preciso para viver. DANIELLE MONTEIRO, Estudante de Comunicação Este momento de adoração, a minha alegria irá brindar o reencontro com Jesus. Eu rezarei e pedirei nas canções que entoarei por dias melhores e que a humanidade encontre em Cristo a alegria de viver. DIANA BRAGA, Pedagoga

Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


3

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Arcebispo Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

I

mpressionou-nos positivamente a comoção nacional em torno da tragédia ocorrida na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Ao manifestar a solidariedade da Arquidiocese de Belém ao Arcebispo daquela cidade, Dom Hélio Adelar Rubert, ouvi do pastor zeloso a confirmação de sua presença amiga e carregada de convicções cristãs junto aos que sofreram tanto, disposto a chorar com os que choravam, impulsionando-os a olharem para frente e para o alto. Na Homilia pronunciada na missa pelos falecidos, assim se expressava: “Queremos adorar o Senhor, bendizer seu nome santíssimo, escutar sua Palavra e pedir misericórdia e força

Águas mais profundas DIVULGAÇÃO

Ninguém se omita, pois pequenas e criativas soluções podem estar ao nosso alcance para este momento de tanta dor e imensos gestos de solidariedade de toda parte. A Palavra de Deus nos fortalece na solidariedade, nos ilumina e nos dá força e esperança nesta hora dura da provação, da angústia e sofrimento. O Senhor está conosco. Ele não abandona seu povo amado. É hora de silenciar e escutar a voz de Deus. É hora de reativar a nossa fé e dizer: Não entendemos, mas cremos no amor de Deus. É hora de não julgar e não condenar ninguém. É hora de sofrer em silêncio, na fé e no amor. É hora de dizer: "Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé”. Muitas pessoas e instituições se mobilizam para o crescimento da responsabilidade social em todos os ambientes de grande concentração de público. Ao mesmo tempo, com o Cardeal de São Paulo, Dom Odilo Scherer, nós nos perguntamos: “Onde estão os nossos jovens?” Continua ele: “A tragédia de Santa Maria nos motiva a voltarmos nossas atenções com maior empenho para os jovens: que não lhes falte a presença, o estímulo e o bom exemplo dos adultos nas escolhas que devem fazer para a vida; que tenham oportunidades para se preparar bem para assumirem seu lugar na sociedade e seu rumo na vida; que não sejam abandonados, de maneira resignada, aos ideólogos do vazio e da desorientação antropológica e moral, ou aos que investem pesado neles para explorar suas energias jovens e sua vontade de viver em função de manobras ideológicas ou ganhos econômicos, conduzindo-os para os becos sem saída da droga, da corrupção moral e social. Que não recebam apenas propostas vazias e niilistas para suas vidas, mas orientações e indicações sólidas para a construção de seu futuro. No Brasil, nós temos neste ano uma chance de ouro para

nos dirigirmos aos jovens. São eles que terão nas mãos a responsabilidade pela vida social, logo mais, daqui a poucos anos. E da vida da Igreja também. A Campanha da Fraternidade está às portas e a Jornada Mundial da Juventude já está mobilizando muitas energias jovens pelo Brasil todo. Como faremos para envolver a maioria absoluta dos jovens, que ainda não são alcançados pelas nossas propostas pastorais, nem nossas homilias dominicais, mas que se encontram, aos milhões, nas escolas e universidades e nas casas de diversão, sábados à noite?” Se nos sentimos profundamente tocados pela morte trágica de mais de duzentos jovens, proponho uma reflexão, estimulada pelos fatos recentes, por dados estatísticos e, mais ainda, pela palavra do Senhor a Pedro e aos outros discípulos, depois de uma noite intensa de trabalho, quando são levados a lançar de novo as redes para a pesca em águas mais profundas (Cf. Lc 5,1-11). Trata-se de uma provocação positiva, destinada a suscitar um diálogo na sociedade e a busca de soluções. Nosso país ostenta números preocupantes, com uma média de mortes violentas superior à de conflitos armados internacionais. Consta que nosso país teve 1,09 milhão de homicídios entre 1980 e 2010, com um índice epidêmico de 26,2 por cem mil habitantes. O Estado do Pará é o terceiro em nosso país em número de homicídios por cem mil habitantes (45,9)! Em 2010, ocorreram cento e trinta e sete homicídios diários em nosso país. Ainda que algumas áreas do país tenham estabilizadas as taxas de homicídios, estas são muito elevadas. Outro dado importante é a vitimização juvenil. Há uma elevada concentração dos casos de homicídios na população jovem do País. Entre 15 e 19 anos de idade, essa taxa é de 43,7%,

já entre 20 e 24 pula para 60,9%, enquanto de 25 anos até 29 atinge 51,6%. São taxas tão significativas que corremos o risco de não as levarmos a sério, por ficarmos acostumados com elas! O que fazer? De um lado, a responsabilidade dos governos, em seus diversos níveis, quanto às políticas públicas a serem implementadas. De outro lado, o cultivo de valores mais altos, a partir da família, passando pela Igreja, até envolver todas

as forças do bem na sociedade. Cresça nossa sensibilidade diante dos desafios, chamem-se eles violência, droga, criminalidade. Ninguém se omita, pois pequenas e criativas soluções podem estar ao nosso alcance. Permito-me ainda perguntar, justamente em tempo de Carnaval, que referenciais estão presentes na quantidade de festas dos próximos dias, muitas delas finalizadas num vazio total de terça para quarta-feira? Daqui a alguns dias sairão estatísticas dos acidentes ou crimes! Será que vale tudo? Não é hora de rever alguma coisa e verificar se o “liberou geral” está sendo construtivo e digno? Será conservadora a posição daqueles que levantam bandeiras em nome da dignidade humana com que Deus nos criou? É bom saber que a Quarta-feira de Cinzas da Igreja não foi inventada em função dos dias de folia, mas se volta para frente e para o alto, a Páscoa de Jesus Cristo, mostrando-nos o rumo da conversão e da fraternidade a serem experimentadas na Quaresma.


4

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Liturgia Homilia dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Lc 5,1-11.

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

1Jesus estava na margem do lago de Genesaré, e a multidão apertava-se ao seu redor para ouvir a palavra de Deus. 2Jesus viu duas barcas paradas na margem do lago. Os pescadores haviam desembarcado e lavavam as redes. 3Subindo numa das barcas, que era de Simão, pediu que se afastasse um pouco da margem. Depois, sentou-se e, da barca, ensinava as multidões. 4Quando acabou de falar, disse a Simão: “Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca”. 5Simão respondeu: “Mestre, nós trabalhamos a noite inteira e nada pescamos. Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar

as redes”. 6Assim fizeram, e apanharam tamanha quantidade de peixes, que as redes se rompiam. 7Então fizeram sinal aos companheiros da outra barca, para que viessem ajudálos. Eles vieram, e encheram as duas barcas, a ponto de quase afundarem. 8Ao ver aquilo, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo: “Senhor, afasta-te de mim, porque sou um homem pecador!”. 9É que o espanto se apoderará de Simão e de todos os seus companheiros, por causa da pesca que acabavam de fazer. 10 Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão, também ficaram espantados. Jesus, porém, disse a Simão: “Não tenhas medo! De hoje em diante tu serás pescador de homens”. 11 Então levaram as barcas para a margem, deixaram tudo e seguiram a Jesus. B) COMENTÁRIO O evangelho deste domingo

é o da pesca milagrosa, apresentando três momentos: a descrição do local e ambientação da pregação (v 1-3); a pesca milagrosa (v 4-7); e a reação de Pedro, com seu chamado pelo mestre à missão (8-11). O cerne da mensagem do texto é a vocação de Simão e com ele os demais (“seguiram a Jesus” v 11), a partir da pesca milagrosa. A palavra de Deus é a energia de tudo. Ela é a ponte entre Jesus e o povo: Jesus para anunciar e o povo para escutar. Após a pregação, ordena o mestre: “Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca”. Pedro está desiludido da pesca sem resultado, apesar do esforço (v 5). Nota-se em Pedro, mais o predomínio da fé que o da obediência a Jesus: “em atenção à tua palavra, vou lançar as redes” (v 4-5). O resultado foi magnânimo. Surgiu o convite de ajuda, com a aceitação e benefícios

para os que exerciam a mesma profissão(v 7). Diante do fato eclode a voz do aprendiz: “Senhor, afasta-te de mim, porque sou um homem pecador!” (v 8). É assim: Quando se tem a experiência do resultado da ação do Senhor, imergimos em nosso interior e constatamos Sua bondade e nossa indignidade. Os apóstolos são exemplos para nós, chamados ao apostolado. A frase de Simão é expressão clara de sua consciência em sentimento de fragilidade. São Paulo disse um dia: “Tudo posso naquele que me dá força” (Fl 4,13). “De hoje em diante tu serás pescador de homens” (v 10). A atividade futura de Pedro será inovada; continuará pescador, mas os “peixes” serão pessoas. Peixe em grego [ixthüs] significa “Jesus Cristo Filho de Deus Salvador”. Portanto, a atividade de Simão e demais “apóstolos”, deve ser a de fazer dos homens, cristãos; filhos de Deus salvos em Seu Filho Jesus Cristo.

Liturgia da Semana w Dia 08, sexta-feira IV Semana do Tempo Comum Cor (verde) Primeira leitura (Hb 13,1-8) Responsório 26 (27) Evangelho (Mc 6,14-29) w Dia 09, sábado Cor (verde) Primeira leitura (Hb 23,15-17.20-21) Responsório 22 (23)

Evangelho (Mc 6,30-34) w Dia 10, domingo V Domingo do Tempo Comum Cor (verde) Primeira leitura (Is 6,1-2a.3-8) Responsório 137 (138) Evangelho (Lc 5,1-11) w Dia 11, segunda-feira V Semena do Tempo Comum Cor (verde)

Primeira leitura (Gn 1,1-19) Responsório 103 (104) Evangelho (Mc 6,53-56) w Dia 12, terça-feira Cor (verde) Primeira leitura (Gn 1,20-2) Responsório (8,4-5.6-7.8-9) Evagelho (Mc 7,1-13) w Dia 13, quarta-feira Quarta-feira de Cinzas

Cor (verde) Primeira leitura (Jl 2,12-18) Responsório 50 (51) Evangelho (Mt 6,1-6.16-18) w Dia 14 quinta-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Dt 30,15-20) Responsório (1,1-2.3.4 e 6) Evangelho (Lc 9,22-25)

Santos da semana Benedito Otávio (artpresent@hotmail.com) 12/02 - TERÇA-FEIRA São Bento ou Benedito de Aniane - Abade

08/02 - SEXTA-FEIRA Santa Josefina Bakhita - Virgem

Oriundo de uma nobre família francesa-visigoda. Enviado para estudar na corte de Pepino, o Breve, depois entrou para o exército de Carlos Magno, lutando na Itália contra os lombardos. Na região do Ticino salvou um religioso caído e ferido. Isso marcaria sua vida para sempre. Voltou à França e ingressou no mosteiro de San Sequano, em Dijon. Tornou-se um abade muito áustero, que os irmãos reclamavam. Mais tarde fundou um mosteiro em Aniane, onde prosperou muito sob as regras de São Bento. Faleceu em 821.

Já vimos histórias de santos com infância difícil e que foram contra regras como: “quem teve infância ruim não tem mais jeito”. Bakhita, que na língua do Sudão, África, de onde ela veio, significa: “aquela que tem boa sorte”, é abençoada para nós pois, mesmo depois de ser tirada de sua tribo e família aos sete anos, ter passado por muitos patrões escravocratas e acabado sendo vendida a um cônsul italiano, sua vida tomou um rumo que culminaria entre as Irmãs Canossianas da caridade. Do passado, marcas de chibatadas, porém no coração muito amor a distribuir.

13/02 - QUARTA-FEIRA Beata Cristina de Spoleto - Viúva e Agostiniana

09/02 - SÁBADO Santo Altone - Abade Viveu no séc. VIII e fundou o mosteiro de Altomünster, na Diocese de Freising, Baviera, Alemanha. O rei Pepino, o Breve, doou um bosque para que ele construísse seu mosteiro. Altone consagrou o lugar a são Bonifácio e muitos relatos de milagres são contados em torno da construção do mosteiro. Há informações biográficas do séc. XI de que ele também foi monge de Othloh. Sua festa a princípio limitava-se a Altomünster, Weingarten e Freising, depois se estendeu a toda a Baviera, sempre em 9 de fevereiro. 10/02 - 5º DOMINGO DO TEMPO COMUM Santa Austreberta - Abadessa de Pavilly Sua família aristocrática queria para ela um belo casamento, porém a jovem apresentou-lhes um forte amor por Jesus Cristo. Eles se opuseram, porém ela procurou o bispo Omero, hoje santo, que acompanhou-a e orientou-a. Estudou e foi provada de diversas formas. Após vinte anos de muita oração, perseverança e fé, tornou-se beneditina no mosteiro de Luxeuil, França. Logo depois foi eleita badessa e apoiou a reforma do convento de Pavilly. Eram famosas suas visões e milagres. Morreu em 704.

11/02 - SEGUNDA-FEIRA São Gregório II - Papa Foi subdiácono e sacellarius, isto é, tesoureiro. Também cuidou da biblioteca Papal, pois Sérgio I tinha grande confiança nele. Ao se tornar diácono, acompanhou o Papa a Constantinopla, para debater os cânones do Concílio Quinissexto com o truculento imperador Justiniano II, onde resolveu todas as questões levantadas pelo imperador. Com ele teve início o verdadeiro lugar dos Papas. Seguiram-se as perseguições dos iconoclastas. Nomeou o bispo Bonifácio para evangelização da Alemanha. Consertou as muralhas de Roma, temendo os muçulmanos. Faleceu em 731.

De Spoleto, na Úmbria, século XV, temos o exemplo de vida, mesmo sem saber muito de sua vida, pois o que importa mesmo para Deus é a nossa conversão. Sabe-se que após a morte do marido se entregou por um tempo à concupiscência da carne, mas foi tocada e acabou abraçando a Ordem Secular de Santo Agostinho, vivendo a partir daí em penitência, oração e caridade aos pobres e doentes. Ao falecer, em 1458, foi sepultada na igreja de São Nicolau e seu túmulo tornou-se lugar de veneração pelos muitos milagres. 14/02 - QUINTA-FEIRA São Valentim - Mártir Há muitas versões, inclusive dois santos com o mesmo nome e no mesmo século III: um sacerdote que foi contra a lei do imperador que proibia os casamentos, justificando que enfraquecia seu exercito. Foi preso, torturado e decapitado. O outro era bispo de Terni, muito bondoso, interveio em uma briga de um casal, reconciliando-os, também morreu decapitado. É ou são padroeiros dos namorados. Inclusive no resto do mundo o dia dos namorados é 14/02. Depois veio uma série de lendas pagãs misturando deuses, cupidos, celebrando a imoralidade do namoro e não como sendo um caminho para o matrimônio.


5

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Vaticano MENSAGEM DO PAPA PARA O 21º DIA MUNDIAL DO ENFERMO “Vai e faz tu também o mesmo” (Lc 10, 37) DIVULGAÇÃO

Amados irmãos e irmãs!

1

No dia 11 de Fevereiro de 2013, memória litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes, celebrar-se-á de forma solene, no Santuário mariano de Altötting, o XXI Dia Mundial do Doente. Este dia constitui, para os doentes, os operadores sanitários, os fiéis cristãos e todas as pessoas de boa vontade, “um momento forte de oração, de partilha, de oferta do sofrimento pelo bem da Igreja e de apelo dirigido a todos para reconhecerem na face do irmão enfermo a Santa Face de Cristo que, sofrendo, morrendo e ressuscitando, operou a salvação da humanidade” (João Paulo II, Carta de instituição do Dia Mundial do Doente, 13 de Maio de 1992, 3). Nesta circunstância, sinto-me particularmente unido a cada um de vós, amados doentes, que, nos locais de assistência e t ra t a m e n t o o u m e s m o e m casa, viveis um tempo difícil de provação por causa da doença e do sofrimento. Que cheguem a todos estas palavras tranquilizadoras dos Padres do Concílio Ecuménico Vaticano II: “Sabei que não estais (…) abandonados, nem sois inúteis: vós sois chamados por Cristo, a sua imagem viva e transparente” (Mensagem aos pobres, aos doentes e a todos os que sofrem).

2

Para vos acompanhar na peregrinação espiritual que nos leva de Lourdes, lugar e símbolo de esperança e de graça, ao Santuário de Altötting, desejo propor à vossa reflexão a figura emblemática do Bom Samaritano (cf. Lc 10, 25-37). A parábola evangélica narrada por São Lucas faz parte duma série de imagens e narrações tomadas da vida diária, pelas quais Jesus quer fazer compreender o amor profundo de Deus por cada ser humano, especialmente quando se encontra na doença e no sofrimento. Ao mesmo tempo, porém, com as palavras finais da parábola do Bom Samaritano – “Vai e faz tu também o mesmo” (Lc 10, 37) –, o Senhor indica qual é a atitude que cada um dos seus discípulos deve ter para com os outros, particularmente se necessitados de cuidados. Tratase, por conseguinte, de auferir do amor infinito de Deus, através de um intenso relacionamento com Ele na oração, a força para viver diariamente uma solicitude concreta, como o Bom Samaritano, por quem está ferido no corpo e no espírito, por quem pede ajuda, ainda que desconhecido e sem recursos. Isto vale não só para os agentes pastorais e sanitários, mas para todos, incluindo o próprio enfermo, que pode viver a sua condição numa perspectiva de fé: «Não é o evitar o sofrimento, a fuga diante da dor que cura o homem, mas a capacidade de aceitar a tribulação e nela amadurecer, de encontrar o seu sentido através da união com Cristo, que sofreu com infinito amor» (Enc. Spe salvi, 37).

Gólgota. Ela não perde jamais a esperança na vitória de Deus sobre o mal, o sofrimento e a morte, e sabe acolher, com o mesmo abraço de fé e de amor, o Filho de Deus nascido na gruta de Belém e morto na cruz. A sua confiança firme no poder de Deus é iluminada pela Ressurreição de Cristo, que dá esperança a quem se encontra no sofrimento e renova a certeza da proximidade e consolação do Senhor.

5

3

Diversos Padres da Igreja viram, na figura do Bom Samaritano, o próprio Jesus e, no homem que caiu nas mãos dos salteadores, Adão, a humanidade extraviada e ferida pelo seu pecado (cf. Orígenes, Homilia sobre o Evangelho de Lucas XXXIV, 1-9; Ambrósio, Comentário ao Evangelho de São Lucas, 71-84; Agostinho, Sermão 171). Jesus é o Filho de Deus, Aquele que torna presente o amor do Pai: amor fiel, eterno, sem barreiras nem fronteiras; mas é também Aquele que “Se despoja” da sua “veste divina”, que baixa da sua “condição” divina para assumir forma humana (cf. Flp 2, 6-8) e aproximar-Se do sofrimento do homem até ao ponto de descer à mansão dos mortos, como dizemos no Credo, levando esperança e luz. Ele não Se vale da sua igualdade com Deus, do seu ser Deus (cf. Flp 2, 6), mas inclina-Se, cheio de misericórdia, sobre o abismo do sofrimento humano, para nele derramar o óleo da consolação e o vinho da esperança.

4

O Ano da fé, que estamos a viver, constitui uma ocasião propícia para se intensificar o serviço da caridade nas nossas comunidades eclesiais, de modo que cada um seja bom samaritano para o outro, para quem vive ao nosso lado. A propósito, desejo recordar algumas figuras, dentre as inúmeras na história da Igreja, que ajudaram as pessoas doentes a valorizar o sofrimento no plano humano e espiritual, para que sirvam de exemplo e estímulo. Santa Teresa do Menino Jesus e da Santa Face, «perita da scientia amoris» (João Paulo II, Carta ap. Novo millennio ineunte, 42), soube viver «em profunda união com a Paixão de Jesus» a doença que a levou «à morte através de grandes sofrimentos» (Audiência Geral, 6 de Abril de 2011). O Venerável Luís Novarese, d e q u e m m u i t o s c o n s e r va m ainda hoje viva a memória, no exercício do seu ministério sentiu de modo particular a importância da oração pelos e com os doentes e atribulados, que acompanhava frequentemente aos santuários marianos, especialmente à gruta de Lourdes. Movido pela caridade para com o próximo, Raul Follereau dedicou a sua vida ao cuidado das pessoas leprosas mesmo nos cantos mais remotos da terra, promovendo entre outras coisas o Dia Mundial

contra a Lepra. A Beata Teresa de Calcutá começava sempre o seu dia encontrando Jesus na Eucaristia e depois saía pelas estradas com o rosário na mão para encontrar e servir o Senhor presente nos enfermos, especialmente naqueles que não são «queridos, nem amados, nem assistidos». Santa Ana Schäffer, de Mindelstetten, soube, também ela, unir de modo exemplar os seus sofrimentos aos de Cristo: «o seu quarto de enferma transformou-se numa cela conventual, e o seu sofrimento em serviço missionário. (...) Fortalecida pela comunhão diária, tornou-se uma intercessora incansável através da oração e um espelho do amor de Deus para as numerosas pessoas que procuravam conselho» (Homilia de canonização, 21 de Outubro de 2012). No Evangelho, sobressai a figura da Bem-aventurada Virgem Maria, que segue o sofrimento do Filho até ao sacrifício supremo no

Por fim, quero dirigir um pensamento de viva gratidão e de encorajamento às instituições sanitárias católicas e à própria sociedade civil, às dioceses, às comunidades cristãs, às famílias religiosas comprometidas na pastoral sanitária, às associações dos operadores sanitários e do voluntariado. Possa crescer em todos a consciência de que, “ao aceitar amorosa e generosamente toda a vida humana, sobretudo se frágil e doente, a Igreja vive hoje um momento fundamental da sua missão” (João Paulo II, Exort. ap. pós-sinodal Christifideles laici, 38). Confio este XXI Dia Mundial do Doente à intercessão da Santíssima Virgem Maria das Graças venerada em Altötting, para que acompanhe sempre a humanidade que sofre, à procura de alívio e de esperança firme, e ajude todos quantos estão envolvidos no apostolado da misericórdia a tornar-se bons samaritanos para os seus irmãos e irmãs provados pela enfermidade e o sofrimento, enquanto de bom grado concedo a Bênção Apostólica. Vaticano, 2 de Janeiro de 2013.


6

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Catequese IVAN CARDOSO

Um só coração e uma só alma Padre Agostinho Cruz afs.cruz@hotmail.com

Os limites do pecado são superados pela confissão

D Bacharelando em Teologia pela Faculdade Dehoniana (SP), Pároco de São João Batista e Nossa Senhora das Graças (Icoaraci)

urante toda a semana, tenho a alegria de poder estar diante de pessoas que buscam sanar em seus corações as feridas causadas pelo pecado. Procuro ter um trato especial para com estes irmãos e irmãs penitentes; pois, sei que não é fácil viver com o pecado; ele, além de machucar, faz do pecador um humilhado, os envergonha, e muitas vezes rouba-lhes a vontade de viver. O primeiro sentimento que percebo por parte daquele que vem em busca da absolvição de suas culpas, é a vergonha por não saberem confessar; aí, eu procuro de um modo bem simples, usar imagens que podem ajuda-los; uma delas é a imagem da vidraça do confessionário; pergunto para o penitente se ela está limpa, e ele responde que não, aí eu o faço ver que realmente tem algumas manchas no vidro, o que lhe rouba a sua beleza; digo a eles que da mesma forma é o coração deles, foi criado bom para transparecer a beleza de Deus, mas o pecado vai fazendo sujeira, deixa manchas, e se não cuidarmos de tirá-las ficaram encrustadas no coração. Outra imagem, é a do doente que visita o médico; explico-lhes que devemos ir ao médico quando estamos doentes, ou para nos prevenirmos das doenças; e ao chegar ao médico tem que dizer quais os sintomas que está sentindo, a fim de que o médico faça o procedimento;

na confissão é a mesma coisa, devemos buscar o sacerdote, que age na pessoa de Cristo, como médico de nossa alma, e contar-lhe tudo o que causa dor, onde está machucado, e como está se sentido, a fim de que no exame de consciência, sincero e profundo, alcance a enfermidade da alma, e assim, possa curála. É uma experiência incrível, ver aqueles que chegaram claudicante, saírem na leveza da paz que somente Cristo pode oferecer-lhes. Ao atender a confissão dos pequeninos e dos anciãos, sinto a compaixão de Deus, que se derrama sobre os que dobram os seus joelhos e num ato de grande piedade dizem-me: “Padre, dá-me

a sua benção porque pequei!”. Isso mesmo, os “pródigos” voltam à casa paterna, onde Deus os acolhe num abraço restaurador. Eu escuto as mais variadas fórmulas e preces que vão brotando dos corações sanados. Tem alguns que dizem o tempo da última confissão, que cumpriram penitência e que querem experimentar de nosso o amor de Deus, que cura e liberta do pecado. Devemos confessar regularmente, pois, ocasionalmente somos colocados à prova, somos seduzidos pelo mal. O ato da confissão regular ajuda a criar a reta consciência, a detestar o pecado e querer sempre a graça de Deus.

Na confissão sacramental, o pecador experimenta a força de Cristo levantando-o para o alto, desgarrando da vida velha ocasionada pelo pecado; isso mesmo, o pecado é uma força contrária à vida, e puxa o homem para baixo, fazendo com que viva arrastado em suas faltas, sem que possa erguer a cabeça, pois rouba-lhes a dignidade. A maior riqueza da confissão é quando pela absolvição se experimenta o céu; onde Deus, que é um Pai misericordioso, através da morte e ressurreição de seu Filho, reconcilia o mundo consigo e concede ao pecador arrependido o perdão dos pecados. Tudo isso acontece na Igreja, na comunidade dos fiéis, onde os sacerdotes perdoam em nome de Cristo, os seus irmãos que vieram em busca da cura e da salvação. O pecado não respeita limites, por isso é pecado, por que é algo que transgride; mas, a graça da penitência superabunda lá onde o pecado aconteceu. Outro dia, estava celebrando a Eucaristia e o vigário estava na sala da penitência, e eu vi uma senhora levando pelos braços uma jovem para se confessar; é que a jovem tinha limitações visuais, e pediulhe ajuda. Fiquei refletindo, quantos de nós, saudáveis de nossa visão, não sabemos o lugar da reconciliação, e esta jovem, vem ensinar-nos que a graça da salvação é maior do que o pecado, por isso, pede aos irmãos que ajude a encontrar o lugar do perdão. Que sirva de exemplo para todos, sacerdotes e fiéis, que o desejo do céu deve ser maior do que os limites impostos pelo pecado. A p rove i t e e s s e t e m p o para fazer um bom exame de consciência, seguida de um propósito de emenda, para fazer uma boa e santa confissão. Que Deus ilumine as trevas do coração, dissipando-as com sua luz!

Palavra de padre Padre Zezinho, scj

Cabeça e coração no céu

S

e meu leitor ainda não percebeu, reflita sobre este fato: a catequese, que significa repercutir a fé, passa-la adiante, depende de princípios e doutrinas, mas também se prende fortemente à pessoas e pregadores. Fui formado nos mesmos bancos de seminário e de faculdade que outros trinta ou quarenta colegas meus que hoje pregam a palavra de Deus. Mas o tempo, as leituras e as experiências nos levaram a enfoques diferentes da fé católica. Alguns de nós, por causa dos professores que tivemos e dos livros que lemos, privilegiamos o enfoque “pensar e compreender”. Outros por movimentos pelos quais se encantaram, por livros e professores que decidiram seguir, optaram pelo enfoque “sentir e vivenciar”.

É natural que as nossas pregações divirjam. A doutrina da Igreja é a mesma, mas com algumas nuances. Contudo, os enfoques são tão fortes que se puser as duas correntes, uma depois da outra num púlpito, os fiéis de um lado e de outro, estranharão aquele tipo de catolicismo. No entanto, foi sempre assim. A igreja teve São Clemente e Tertuliano, São Bernardo de Claraval e Pedro Abelardo, Meister Eckhart e Richard Rolle e tem hoje, aqui no Brasil, a teologia da libertação e os grupos pentecostais e carismáticos. Cada lado dirá que o seu é mais eclesial. A mesma igreja que canonizou santos e pensadores e católicos que viveram para compreender e explicar e aprofundar a fé como Tomás de Aquino, Alberto Magno, Agostinho, Tereza de Ávila,

Interfiramos nos enfoques apenas quando o enfoque sair fora de foco. Quem sabe mais, ensine. Quem vive mais, empolgue

também canonizou santos que trabalharam a vivência e a afetividade como Terezinha de Lisieux, Padre Pio. João Maria Vianey, e inúmeros santos que não eram muito ligados a livros e a estudos, mas viveram intensamente o que sabiam. Entre nós a santidade se atinge pelo pensar, pelo viver e pelo fazer. Em alguns casos os instrumentos de santificação foram os estudos e os livros e em outros foram os joelhos esfolados, os dedos num rosário… Todos eles decidiram levar adiante o enfoque que mais os tocou. Enveredaram ou pela mística de saber mais ou pela mística do sentir mais. Os dois enfoques não precisam ser opostos. Quem estuda mais tem a obrigação de chamar a atenção do irmão que não lê muito e sabe pouco. O irmão que não lê muito mas vive

intensamente o serviço aos irmãos tem todo direito de exigir que o irmão mais instruído seja coerente na sua fé. Há santos com livros e santos sem livros. É santa a humilde irmãzinha religiosa que ora pelos enfermos, passa a vida cuidando de crianças ou dos mais carentes enquanto dedilha seu rosário numa fé sem muita informação. Ela pratica o que sabe. E isto e melhor do que saber e não praticar. É santo o estudioso que se debruça sobre calhamaços e procura impregnar de mais filosofia e teologia a fé católica O cansaço de ambos aponta para a santidade de querer Deus mais amado e mais conhecido. Interfiramos nos enfoques apenas quando o enfoque sair fora de foco. Quem sabe mais, ensine. Quem vive mais, empolgue.


7

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Arquidiocese EM BELÉM

O livro tem 195 páginas e já está à venda na Fundação Nazaré, Lojas Lírio Mimoso e Paróquias da Arquidiocese, e custa apenas R$ 8,00.

DOM ALBERTO lança Retiro Popular 2013

Em 20 anos, livros para reflexão na Quaresma superam 6 milhões de exemplares

“A

q u e m i re m o s , Senhor?” é o título do mais novo livro “Retiro Popular”, de autoria do Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, lançado na capital paraense na manhã do domingo (3), após a missa mensal dedicada à Família Nazaré, na Capela da Fundação Nazaré de Comunicação. A edição 2013, da editora Canção Nova, é destinada à reflexão espiritual durante a Quaresma pôde ser adquirida em primeira mão pelo arcebispo, que após a celebração autografou os primeiros exemplares adquiridos. Em 2012, mais de 80 mil unidades foram vendidas. A primeira tiragem deste ano já soma 50 mil exemplares impressos. O título deste ano traz um questionamento do Evangelho de São João, a partir de um diálogo de Jesus com os discípulos: “A quem iremos, Senhor? (Jô 6, 66-68). A obra propõe u m a a l t e r n a t i va p a ra quem deseja viver bem a Quaresma em preparação à Semana Santa. A

FOTOS: LUIZ ESTUMANO

w AUTÓGRAFOS Após a missa, Dom Alberto Taveira autografou os livros dos fiéis

publicação traz um roteiro explicativo para o tempo litúrgico e é destinada para igrejas, comunidades, grupos e leigos. O livro Retiro Popular é produzido por Dom Alberto Taveira desde 1992. Tem como proposta orientar os fiéis católicos para uma p re p a ra ç ã o e s p i r i t u a l .

Para a surpresa de Dom Alberto, em duas décadas de publicações, mais de seis milhões de exemplares já foram vendidos. “Há 20 anos o Senhor vem inspirando na divulgação do retiro popular, que tenho feito com muita alegria por chegar às pessoas do mundo todo, louvo a Deus por isso”, destacou.

w MISSA Benfeitores da Família Nazaré participaram da celebração no dia 3

Segundo o Arcebispo, a publicação tem uma característica especial. “Por meio deles as pessoas são estimuladas a viver bem esse tempo especial com a graça de Deus. Muita gente gostaria de fazer um retiro espiritual pessoal, mas nem sempre pode, devido à correria do dia e suas conturbações,

por isso, a proposta dele é que cada pessoa separe trinta minutos do seu dia e faça o seu próprio retiro popular”, explica. Após a celebração, Dom A l b e r t o s e g u i u p a ra a Catedral Metropolitana, e apresentou a obra aos fiéis católicos após a Missa de Envio dos Missionários do Projeto Igreja de Belém em Missão, no domingo (3). A dona de casa Mirací Beleza, 76, acompanha de perto o trabalho do arcebispo, e destaca o fortalecimento espiritual e cristão. “É um l i v ro q u e c o n t é m u m a orientação muito forte e enriquecedora, além de apresentar um texto bem inscrito e com lições de vida a ser seguidas”, conta. O lançamento oficial do livro aconteceu no último dia 27, na Canção Nova, em São Paulo. No ano passado o livro contou com o tema “Tu és o Cristo, o Filho do Deus Vivo”. E se propôs a acompanhar o Evangelho de São Marcos, o primeiro que foi escrito. Tratou-se de uma apresentação de Jesus Cristo, filho de Deus.

w SORTEIO Shirlene Monteiro recebe imagem da Sagrada Família

Dom Alberto destaca a caridade na Missa da Família Nazaré Celebrar a união da família e reafirmar a corresponsabilidade do processo evangelizador dos veículos de comunicação da Arquidiocese de Belém, responsáveis por levarem os projetos da Igreja à Amazônia, é o objetivo que reúne mensalmente membros da Família Nazaré para uma celebração eucarística especial. No encontro deste domingo (3), mais de 100 pessoas entre elas colaboradores e funcionários participaram da missa na Capela da Fundação Nazaré de Comunicação transmitida ao vivo pela TV Nazaré. A celebração foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa,

e concelebrada pelo padre Sebastião Fialho, Assistente Eclesiástico. Na homilia, Dom Alberto falou sobre a importância do anúncio do evangelho e que todos devem ser os apóstolos da Boa Nova. “Jesus falava que o evangelho deveria chegar até os confins da terra. Então, cabe a todos nós cristãos continuar o nosso caminho e testemunhar a Palavra de Deus”, disse. E pediu para que todos, assim como no evangelho, reafirmem o compromisso com os meios de comunicação para que a Palavra de Deus seja difundida em todos os lugares do mundo. Em seguida, fez uma reflexão sobre o evangelho de São Paulo, no qual

falava sobre a importância da caridade. “Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, mas se não tivesse caridade, eu não seria nada”, ressaltou. E citou a Cruz como o símbolo missionário. “A cruz é o sinal do amor de Deus, uma haste aponta para o céu e a outra aponta para o amor ao próximo, o amor da caridade”, frisou. Ao final da missa aconteceu o sorteio da imagem da Sagrada Família para os participantes da celebração. A sorteada foi Shirlene Monteiro Ratis, de 31 anos. “É a primeira vez

que participo desta celebração, mas com um grande desejo de sempre participar e, desta forma, poder retribuir as bênçãos de Deus divulgando seus ensinamentos, em busca de uma vida melhor”, reforçou. No projeto desde o início, a colaboradora Maria de Lourdes, 84, não perde a oportunidade de se reunir com os demais benfeitores da Família Nazaré para um momento sagrado. “Mesmo com as limitações da idade e os problemas de locomoção procuro sempre participar das missas e partilhar as dificuldades e conquistas desde grande meio de evangelização”, resume.


8

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Formação Escutando o Coração Ir. Lourdes Silva, fsp (lourdesilva2000@hotmail.com)

Vocação, uma resposta de fé

N

a edição anterior, conhecemos o chamado de São Paulo Apóstolo. Sua conversão-vocação foi uma grande experiência de fé, ressaltando a iniciativa de Deus na vida de Saulo. De modo singular, Deus age na vida daqueles(as) que Ele chama para cooperar no seu projeto de salvação. Você se lembra como Saulo-Paulo respondeu? - Pronta e generosamente (cf.Gl 1,11ss). Retomando a narrativa de Atos dos Apóstolos 9,1-19, podemos aprofundar outros aspectos da vocação de São Paulo. Veremos também, como esse chamado ilumina o tema da Jornada Vocacional - 2013: Vocação, uma resposta de fé .Deixese, pois, envolver e busque, no texto, respostas para sua vida. Assim, ele iluminará também o chamado de Deus para você, hoje. 1. Saulo, respirando ainda ameaça de morte contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se aos sumos sacerdotes. 2. Foi pedir-lhe cartas para a sinagoga de Damasco, a fim de poder trazer para Jerusalém presos, os que lá encontrasse pertencendo ao Caminho, quer homens quer mulheres. 3. Estando ele em viagem e aproximando-se de Damasco, subitamente uma luz vinda do céu o envolveu de claridade. 4. Caindo por terra ouviu uma voz que lhe dizia: - Saul, Saul,

porque me persegues? 5. Ele perguntou: - Quem és tu Senhor? E a resposta: - Eu sou Jesus, a quem tu estás perseguindo. 6. Mas levantate, entra na cidade, e te dirão o que deves fazer. 7. Os homens que viajavam com ele detiveram-se emudecidos de espanto, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém. 8. Saulo ergue-se do chão. Mas, embora tivesse os olhos abertos, não via nada. Conduzindo-o então, pela mão, fizeram-no entrar em Damasco. 9. Ele esteve três dias sem ver e nada comeu nem bebeu. 10. Ora, vivia em Damasco um discípulo chamado Ananias. O Senhor lhe disse em visão: - Ananias! Ele respondeu: - Estou aqui Senhor! 11. E o Senhor prosseguiu: - Levanta-te, vai pela rua chamada Direita e procura, na casa de Judas, por alguém de nome Saulo, de Tarso. Ele está orando. 12. E acaba de ver um homem chamado Ananias, entrar e lhe impor as mãos para que recobre a vista. 13. Ananias respondeu: - Senhor, ouvi de muitos, a respeito deste homem, quantos males fez a teus santos em Jerusalém. 14. E aqui está com autorização dos chefes dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome. 15. Mas o Senhor insistiu: - Vai, porque este homem é para mim, um instrumento escolhido para levar o meu nome diante das nações pagãs, dos reis e dos filhos de Israel. 16. Eu

e fiques repleto do Espírito Santo. 18. Logo lhe caíram dos olhos umas como escamas, e recobrou a vista. Recebeu então o batismo. 19 E, tendo tomado alimento, sentiu-se reconfortado (At 9,1-19). Seguindo o texto, vejamos como o chamado de São Paulo ilustra o tema da Jornada Vocacional-2013: Vocação, uma resposta de fé. Os teólogos afirmam que Deus nos encontra na situação em que vivemos. Portanto, na nossa realidade concreta. Assim foi também para Saulo-Paulo. Conhecemos as intenções de Saulo. Ele tinha um projeto de morte para os seguidores de Jesus. Como, então, Deus veio ao seu encontro? - Onde ele estava quando foi alcançado pela graça do chamado? - Então, será que Deus força alguém a responder-Lhe? No caso de Saulo, como foi sua experiência? - O que marcou e transformou a mente e o coração de Saulo-Paulo? O texto acentua a ação da luz, vinda do céu, que o envolveu... Assim, à luz do Ressuscitado, Saulo reconheceu nAquele que ele perseguia, o Salvador que, como judeu, ele esperava. Isso mudou totalmente o rumo de sua vida. Desde, então, Saulo tornou-se apóstolo e passou a anunciar

Aprendamos do Apóstolo a disponibilidade à voz do Senhor. Desse modo, também podemos responder na fé à nossa vocação

mesmo lhe mostrarei quanto lhe é preciso sofrer em favor do meu nome. 17. Ananias partiu. Entrou na casa, impôs sobre ele as mãos e disse: - Saul, meu irmão, o Senhor me enviou, Jesus, o mesmo que te apareceu no caminho por onde vinhas. É para que recuperes a vista

a fé em Cristo. Isso é o que ele próprio afirma, na Carta aos gálatas: - Pessoalmente, eu era desconhecido às Igrejas da Judéia que estão em Cristo. Nelas, apenas se ouvia dizer: quem outrora nos perseguia, agora evangeliza a fé que antes devastava, e por minha causa glorificavam a Deus (Gl 1,23-24). Vemos, então, que a partir do encontro de Saulo com Jesus, sua vida mudou. Ele agora percebe o poder de Jesus que o alcança e o cega, com a intensidade de sua luz. Ouve-lhe nitidamente a voz...: - Eu sou Jesus, aquele que você persegue! Experimenta também a força do Ressuscitado, que lhe ordena a pôr-se de pé, ao ver-se caído por terra e cego: - Levante-se e entre na cidade, lá lhe dirão o que você deve fazer. Com a ajuda de Ananias, Paulo responde, entregando-se humilde e docilmente, Àquele que se mostrou maior e mais forte do que ele. Abre mão do seu projeto... e abraça o projeto de Jesus. Aprendamos do Apóstolo a disponibilidade à voz do Senhor. Desse modo, também podemos responder na fé à nossa vocação. A autora é da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Belém

Na próxima semana, “Primavera do Mundo”, com padre Idamor da Mota Jr.

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica Para reflexões durante o Ano da Fé, o jornal Voz de Nazaré continua nesta edição a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta todos os elementos essenciais e fundamentais da fé da Igreja numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica.

CAPÍTULO TERCEIRO

A resposta do homem a Deus EU CREIO

1

Como responde o homem a Deus que se revela? O homem, sustentado pela graça divina, responde a Deus com a obediência da fé, que é confiar plenamente em Deus e acolher a sua Verdade, porquanto garantida por ele, que é a própria Verdade. 142-143

2

Quais são na Sagrada Escritura as principais testemunhas de obediência da fé? Há muitas testemunhas, em particular duas: Abraão, que, posto à prova, “creu em Deus” (Rm 4,3) e sempre obedeceu a seu chamado, tornando-se “pai de todos os crentes” (Rm 4,11.18); e a Virgem Maria, que realizou do modo mais perfeito, durante toda a sua vida, a obediência da fé: “Fiat mihi secundam Verbum tuum — Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38). 144-149

3

Na prática, o que significa para o homem crer em Deus? Significa aderir ao próprio Deus, confiando nele e dando assentimento a todas as verdades por ele reveladas, porque Deus é a verdade. Significa crer num só Deus em três Pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. 150-152 176-178

4

Quais são as características da fé? A fé, dom gratuito de Deus e acessível a todos os que a pedem com humildade, é virtude sobrenatural necessária à salvação. O ato de fé é um ato humano, ou seja, um ato da inteligência do homem que, sob o impulso da vontade movida por Deus, dá livremente o próprio consenso à verdade divina. Além disso, a fé é certa porque fundada na Palavra de Deus, é operosa “pelo amor” (Gl 5,6); está em contínuo crescimento graças, em particular, à escuta da Palavra de Deus e à oração. Ela nos faz prelibar desde já a alegria celeste. 153-165 179180 183-184

5

Por que não há contradições entre fé e ciência? Embora a fé supere a razão, jamais poderá haver contradição entre fé e ciência, porque ambas têm origem em Deus. É o mesmo Deus que dá ao homem tanto a luz da razão quanto a fé. 159 “Crê para compreender, compreende para crer” (Santo Agostinho)


BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Juventude Carta de São João Bosco à juventude

9

O demônio tem normalmente duas artimanhas principais para afastar da virtude os jovens

S

ão João Bosco, nascido no dia 16 de Agosto de 1815 e nascido para a vida eterna no dia 31 de janeiro do ano de 1888. Beatificado por Pio XI no dia 2 de junho de 1929 e canonizado pelo mesmo pontífice no dia 1 de abril de 1934 é conhecido por todos como o educador da juventude. Publicamos a seguir um texto do seu epistolário: O demônio tem normalmente duas artimanhas principais para afastar da virtude os jovens. A primeira consiste em persuadi-los de que o serviço de Deus exige uma vida triste sem nenhum divertimento nem prazer. Mas isto não é verdade, meus caros jovens. Eu vou lhes indicar um plano de vida cristã que poderá mantê-los alegres e contentes, fazendo-os conhecer ao mesmo tempo quais são os verdadeiros divertimentos e os verdadeiros prazeres, para que vocês possam exclamar com o santo profeta Davi: “Sirvamos ao Senhor na santa alegria”. A segunda artimanha do demônio consiste em fazê-los conceber uma falsa esperança duma longa vida que permite converter-se na velhice ou

na hora da morte. Prestem atenção, meus caros jovens, muitos se deixaram prender por esta mentira. Quem nos garante que chegaremos à velhice? Se se tratasse de fazer um pacto com a morte e de esperar até então... Mas a vida e a morte estão entre as mãos de Deus que dispõe de

tudo a seu bel-prazer. E mesmo se Deus lhes concedesse uma longa vida, escutai, entretanto, sua advertência: “O caminho do homem começa na juventude, ele o segue na velhice até a morte”. Ou seja, se, jovens, começamos uma vida exemplar, seremos exemplares na idade adulta, nossa morte será santa e nos fará entrar na felicidade eterna. Se, pelo contrário, os vícios começam a nos dominar desde a juventude, é muito provável que eles nos manterão em escravidão toda a nossa vida até a morte, triste prelúdio de uma eternidade terrível. Para que esta infelicidade não lhes aconteça, eu lhes apresento um método de vida alegre e fácil, mas que lhes bastará para se tornarem a consolação de seus pais, a honra da pátria de vocês, bons cidadãos da terra, em seguida felizes habitantes do céu... Meus caros jovens, eu os amo de todo o meu coração e bastame que vocês sejam jovens para que eu os ame extraordinariamente. Eu lhes garanto que

vocês encontrarão livros que lhes foram dirigidos por pessoas mais virtuosas e mais sábias que eu em muitos pontos, mas dificilmente vocês poderão encontrar algum que os ame mais que eu em Jesus Cristo e deseja mais a felicidade de vocês. Conservem no coração o tesouro da virtude, porque possuindo-o, vocês têm tudo, mas se o perderem, vocês se tornarão os homens mais infelizes do mundo. Que o Senhor esteja sempre com vocês e que Ele lhes conceda seguir os simples conselhos presentes, para que vocês possam aumentar a glória de Deus e obter a salvação da alma, fim supremo para o qual fomos criados. Que o Céu lhes dê longos anos de vida feliz e que o santo temor de Deus seja sempre a grande riqueza que os cumule de bens celestes aqui e por toda a eternidade. Vivam contentes e que o Senhor esteja com vocês. Seu muito afeiçoado em Jesus Cristo. João Bosco, Sacerdote e patrono da Jornada Munidal da Juventude Rio 2013.

Última chamada para os voluntários da JMJ O ano da juventude chegou e a contagem regressiva continua para a Jornada Mundial da Juventude 2013 que será realizada no mês de julho, no Rio de Janeiro. Devido a grande procura, o setor vonluntário do Comitê Organizador Local (COL) prorrogou até sexta-feira (15) as inscrições para os vonluntários que desejam participar deste grande evento mundial. O Setor divulgou que os vonlutários poderão trabalhar nos locais de hospedagem dos peregrinos, nos pontos de informação espalhados pela cidade, na organização dos eventos durante a JMJ, nos atos culturais, catequeses, tradução, serviços de saúde, comunicação, setor administrativo, entre outros. Os vonluntários receberão um e-mail com as informações necessárias para a execução do serviço durante o encontro dos jovens com o Papa Bentro XIV. Para fazer a sua inscrição basta acessar o s i t e w w w. rio2013.com/ pt/voluntarios e responder as perguntas que aparecerem na tela. Participe!

JORNADA VOCACIONAL Para muitos j ove n s o p r o c e s s o de discernimento vocacional é um verdadeiro desafio. Saber qual é a sua vocação não é fácil. Com o objetivo de ajudar esses jovens, a Arquidiocese de Belém promoverá no próximo dia 17 de fevereiro, a partir das 8h, a 3ª Jornada Vocacional. S e g u n d o o coordenador do evento, padre Lindomar Pinheiro, são esperados mais de 800 jovens, de todas as 73 paróquias da Arquidiocese. Além de se encontrar com o Arcebispo, Dom Alberto Taveira, e seu auxiliar, Dom Teodoro Tavares, a juventude terá formação por meio de oficinas sobre os 4 estágios vocacionais: vida matrimonial,

PRIMEIRA PARTE

YOUCAT

E

seremos exemplares na idade adulta, nossa morte será santa e nos fará entrar na felicidade eterna. Se, pelo contrário, os vícios começam a nos dominar desde a juventude, é muito provável que eles nos manterão em escravidão toda a nossa vida até a morte, triste prelúdio de uma eternidade terrível. Para que esta infelicidade não lhes aconteça, eu lhes apresento um método de vida alegre e fácil, mas que lhes bastará para se tornarem a consolação de seus pais, a honra da pátria de vocês, bons cidadãos da terra, em seguida felizes habitantes do céu... Meus caros jovens, eu os amo de todo o meu coração e bastame que vocês sejam jovens

e-mail com as informações necessárias para a execução do serviço durante o e n c o n t ro d o s jovens com o

rio2013.com/ pt/voluntarios e responder as perguntas que aparecerem na tela. Participe!

m preparação à Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio2013), o jornal Voz de Nazaré inicia seus estudos sobre o YOUCAT que, baseado no Catecismo da Igreja Católica, está escrito por e para JOVENS que querem saber em que acreditam. O estudo se dividirá em quatro par tes. Estudaremos juntos. Boa leitura!

sacerdotal, religiosa e como leigo(a) consagrado(a). Os jovens serão orientados consequentemente por um casal, por um sacerdote, por uma religiosa e por uma leiga consagrada. O tema do encontro será “Vocação, uma resposta de fé”, baseado na proposta do Ano da Fé e em Efésios 4.1. O momento inicial será de reflexão acerca do tema. Haverá, em seguida, momentos de adoração eucarística e de teatro, dança, testemunhos, além de mesas-redondas, em que os todos poderão fazer perguntas. Qualquer pessoa, de qualquer faixa-etária pode participar. O encontro encerra-se às 17h, com a missa. O almoço será vendido no local.

Em que cremos

1

Por que há pessoas que negam a Deus, se elas O podem descobrir pela razão?

Descobrir Deus invisível é um grande desafio para o espírito humano. Muitos, perante isso, recuam de medo. Alguns também não querem descobrir Deus precisamente porque, então, teriam de mudar a sua vida. Quem diz que a questão de Deus é absurda, porque insolúvel, torna o assunto demasiado simples. [37-38] - 357

2

Pode Deus de alguma forma abarcar-Se em conceitos? Pode-se falar razoavelmente d’Ele?

Embora nós, seres humanos, sejamos limitados e a infinita grandeza de Deus nunca se ajuste aos conceitos humanos, podemos, no entanto, falar acertadamente sobre Deus. [39-43,48]

Para fazermos afirmações sobre Deus, utilizamos imagens imperfeitas e noções limitadas. Cada dito sobre Deus situa-se, portanto, sob a condição de que a nossa linguagem não está à altura da grandeza de Deus. Assim, temos continuamente de purificar e melhorar o nosso discurso sobre Deus.


10

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Igreja CARNAVAL COM CRISTO

Às portas de uma Santa Quaresma Confira as programações dos carnavais da Arquidiocese de Belém

D

iferente dos que se planejam para ir às folias no período de carnaval, muitos optam por passar um carnaval diferente. É o caso dos que procuram os tradicionais “carnavais com Cristo” que acontecem na cidade. Além disso, alguns jovens ficaram receosos em ir para certos lugares, pois a tragédia que aconteceu na boate “Kiss”, em Santa Maria

IVAN CARDOSO

(RS), deixando 237 mortos, ainda está recente na memória deles. É por isso que as igrejas da Arquidiocese de Belém oferecem a todas as pessoas, especialmente aos jovens, os carnavais sadios, onde há diversão, alegria, porém não esquecendo

w PREGADOR Frei Francisco Mendes será um dos palestrantes no carnaval "Cristo Alegria 2013"

PROGRAMAÇÃO w

Alegrai-vos Tema: “Firmes na Fé”. Período: 9 a 12/02/2013. Local: Paróquia Nossa Senhora do Ó, em Mosqueiro. Entrada franca. Contato: (91) 3771-1278, Elaine Fróes.

w

Cristo Alegria Tema: “Viva essa alegria, viva esse Cristo Alegria”. Período: 10 a 12/02/2013. Local: Colégio Gentil Bittencourt. Entrada franca. Contato: (91) 8233-9996, Diácono Emanuel Machado Duarte.

w

Enchei-vos Período: 10 a 12/02/2013. Local: Paróquia São Francisco de Assis, Igreja dos Capuchinhos Entrada franca. Contato: (91) 3222-8709/ 9612-0135, Edilza

w

Focolares Tema: Faça uma mudança visível. Período: 9 a 12/02/2013. Local: Mariápolis Glória, Benevides-PA. Idade: Jovens acima de 17 anos. Preço: R$145,00. Contato: (91) 3724-2190.

w jam para ir às folias no período de carnaval, muitos optam por passar um carnaval diferente. É o caso dos que procuram os tradicionais “carnavais com Cristo” que acontecem na cidade. Além disso, alguns jovens ficaram receosos em ir para certos lugares, pois a tragédia que aconteceu na boate “Kiss”, em Santa Maria

está recente na memória deles. É por isso que as igrejas da Arquidiocese de Belém oferecem a todas as pessoas, especialmente aos jovens, os carnavais sadios, onde há diversão, alegria, porém não esquecendo

Deus. É dada uma pausa na festa e dedica-se um tempo aos louvores, orações e pregações. O estudante Josué Vitório Feitosa, 34, morador do distrito de Icoaraci, participa desde adolescente dos “carnavais com C r i s t o ” . E s s e a n o n ã o va i s e r diferente. Até porque pelo terceiro ano consecutivo ele faz parte da coordenação do mais famoso carnaval com Cristo de Icoaraci: o Rebanhão. Há 15 anos os grupos da Renovação Carismática de Icoaraci: Exército de Deus, Servos de Caná, Renovados com Cristo e Comunidade Renovados com Cristo, pertencentes às paróquias locais, São João Batista e Nossa Senhora das Graças e Paróquia Nossa Senhora de Fátima, se unem, organizam e trazem à comunidade o que há de melhor em termos de pregações, orações, missas, adoração, confissão, louvor e animação. E

ele participava há quatro anos do Renovai-vos, até então o único carnaval com Cristo da cidade. “Desde que eu conheci a Renovação eu comecei a participar desse tipo de carnaval. Me falaram que tinha esse ‘carnaval diferente’ em Belém e eu resolvi conhecer”, conta Josué.

D

Diocese de Castanhal Tema: Se Creres, verás a Glória de Deus. Período: 9 a 12/02/2013. Local: Castanhal.

Entrada Franca. C o n t a t o : ( 91 ) 8 3 2 5 - 0 0 0 2 , Anderson Nascimento. Pregação: Comunidade Kerygma, no dia 10 w

Rebanhão 15 Anos de evangelização! Tema: “Se creres, verás a glória de Deus” (Jo 11, 40). Período: 10 a 12/02/2013. Local: Salão Paroquial Pe. Teodoro Kokke, atrás da Igreja Matriz de São João Batista e N. Sra. Das Graças. Entrada franca. Contato: (91) 8374-9729, Ângela Silva.

w

Renascer Tema: Viva um Carnaval diferente. Período: 10 a 12/02/2013. Local: CEFAT-Centro de Evangelização do Santuário de Fátima Entrada franca. Contato: (91) 8245-1758, Célia Ferreira, Comunidade Shalom

w

Renovai-vos Tema: “Sou Católico, vivo a minha Fé!”. Período: 10 a 12/02/2013. Local: CEFAT-Centro de Evangelização do Santuário de Fátima Entrada franca. Contato: (91) 3266-8624/ 8289-3266 Comunidade Maíra

nenhum minuto da presença de Deus. É dada uma pausa na festa e dedica-se um tempo aos louvores, orações e pregações. O e s t u d a n t e J o s u é Vi t ó r i o Feitosa, 34, morador do distrito d e I c o a ra c i , p a r t i c i p a d e s d e adolescente dos “carnavais com Cristo”. Esse ano não vai ser diferente. Até porque pelo terceiro ano consecutivo ele faz parte da coordenação do mais famoso carnaval com Cristo de Icoaraci: o Rebanhão. Há 15 anos os grupos da Renovação Carismática de Icoaraci: Exército de Deus, Servos de Caná, Renovados com Cristo e Comunidade Renovados com Cristo, pertencentes às paróquias locais, São João Batista e Nossa Senhora das Graças e Paróquia Nossa Senhora de Fátima, se unem, organizam e trazem à comunidade o que há de melhor em termos de pregações, orações, missas, adoração, confissão, louvor e animação. E as crianças também têm o seu espaço. O Rebanhão Kid’s conta com uma programação especial com brincadeiras, jogos, música e muita diversão. Josué Vitório participa do Rebanhão desde a sua segunda edição. Antes disso, ele participava há quatro anos do Renovai-vos, até então o único carnaval com Cristo da cidade. “Desde que eu conheci a Renovação eu comecei a participar desse tipo de carnaval. Me falaram que tinha esse ‘carnaval diferente’ em Belém e eu resolvi conhecer”, conta Josué.

Sua expectativa para os três dias de Rebanhão 2013 é a melhor possível: “em Icoaraci o carnaval com Cristo tem sido uma linda experiência. Tem dado certo. As pessoas participam e temos recebido um grande apoio do Arcebispo”, explica. Frei Francisco Mendes será um dos palestrantes que marcarão presença no Cristo Alegria 2013. Ele que nasceu e morou durante alguns em Belém, está atualmente em missão na Igreja de São Raimundo Nonato, no Piauí, e resolveu passar as férias em sua cidade natal. O tema geral do Cristo Alegria será “Levanta-te, eu te chamo”. Dessa forma todas as pregações serão baseadas nessa temática. Será abordada a experiência do jovem com o Senhor. Frei Francisco disse que os carnavais com Cristo são uma outra opção que as pessoas têm para se divertir, porém sempre perto de Deus. “Nós aproveitamos essa época para introduzir a Quaresma, e preparar os jovens para ela. Há tantos desvalores, brigas e situações de morte, então desejamos mostrar Jesus Cristo aos jovens, refazer os laços, mostrar os valores”, disse o frade. Ele espera que o Cristo Alegria desse ano seja proveitoso e que possa fazer a conversão dos jovens e alimentá-los espiritualmente. “Eu convido os leitores da VOZ DE NAZARÉ a participarem desses três dias de carnaval para conhecerem, reconhecerem e aprenderem com Jesus Cristo. Venham de coração aberto!”, disse.


11

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Igreja

DIVULGAÇÃO

ELEVAÇÃO

Prelazia de Cametá é elevada a Diocese Dom Jesus Berdonces presidiu a celebração na Catedral em Cametá

N

a última quarta-feira (6), o Santo Padre, Papa Bento XVI, elevou a Prelazia de Cametá a Diocese. A mudança caracteriza um novo estágio da Igreja nesse local. Para o Bispo da Diocese, Dom Jesus Maria Cizaurre Berdonces, a mudança significa que a Igreja local está mais madura depois de quase 60 anos de existência como Prelazia. Uma missa de ação de graças na Catedral de São João Batista (padroeiro de Cametá) marcou a nomeação da Diocese. Na ocasião, a população manifestou a sua alegria pela conquista. Prelazia é um tipo de circunscrição eclesiástica erigida para atender as necessidades em um território (prelazia territorial) ou de um grupo de fiéis (prelazia pessoal). As prelazias territoriais e pessoais são similares às igrejas particulares e têm fiéis, clero e pastor próprio. Segundo o Bispo,

w SANTA MISSA Dom Jesus Berdonces preside celebração aguardada há seis anos

o povo da região recebeu a notícia com muita alegria. “Já eram seis anos esperando por esse momento. Ano passado eu enviei a papelada para Roma e agora está chegando a nomeação”, explica. Dom Jesus também é presidente do Regional Norte II da CNBB. Ele explica que são poucas as Prelazias que ainda existem e que todo o Regional está crescendo em evangelização, estrutura e trabalho pastoral. “Isso é fruto de muitos anos de igreja. Estamos colhendo um fruto que outros, no passado, semearam. É mais um sinal da maturidade que o Regional está tendo em nível local. Passamos de uma terra de missão para ser uma Igreja local amadurecida”, diz. Cametá é um município banhado pelo Rio Tocantins, na região nordeste do estado do Pará. Com a elevação, mudam algumas coisas no plano pastoral. A Diocese conta com

DIVULGAÇÃO

w AGORA, DIOCESE Fiéis participaram da celebração em Cametá-PA

cerca de 26 sacerdotes, 4 lazaristas, e 21 diocesanos. A Prelazia de Cametá foi criada em novembro de 1952

pela Bula Providentissimi Consilium do Papa Pio XII, desmembrada da Arquidiocese de Belém do Pará.

LUIZ ESTUMANO

w NA CIDADE VELHA Paroquianos de N. S. da Conceição lotaram a igreja

LUIZ ESTUMANO

w NOVA IGREJA Dom Alberto presidiu a celebração de na Cidade Velha

Dedicação da Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Maria No último dia 2, o bairro da Cidade Velha, em Belém, recepcionou milhares de fiéis que foram prestigiar a Celebração Eucarística presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, em honra a dedicação da nova Igreja

Matriz à Imaculada Conceição de Maria. A missa de cerimônia aconteceu por volta das 19h e reuniu outros membros do clero. Foram cinco anos de construção. Cerca de 95% da obra está concluída, os 5% restantes são reservados para

O que é a Dedicação de uma Igreja? A cerimônia de Dedicação ou Consagração, como também é conhecida, é um dos ritos mais antigos do Catolicismo. É todo edifício destinado à reunião do povo de Deus, que deve ser dedicado ao Senhor em rito solene, pelo fato deste lugar ser sinal do povo de Deus e de reunião para se ouvir a Palavra.

a inauguração do novo batistério, previsto para ser entregue no fim deste ano. O Templo tem capacidade de 700 lugares, e tem a assinatura do arquiteto Cláudio Pastro.Para o pároco da igreja, Cônego David Larêdo o momento é

de felicidade. “É uma alegria muito grande, pois foi um esforço enorme e muito preocupante. Isto eu posso agradecer ao povo de Conceição porque eles ajudaram muito e tiveram muita disposição” declarou Cônego David.

Como é realizada a Celebração? Geralmente a Celebração da Dedicação de uma Igreja é feita pelo Arcebispo ou Bispo da Diocese, conforme o rito indicado no Pontifical Romano, no qual a igreja é aspergida com água benta, o altar é ungido com os santos óleos e etc. A partir desse dia, entra no calendário

daquela paróquia, a Festa da Dedicação daquela igreja sem a necessidade de o rito ser repetido novamente, ou seja, como memória do importante fato ocorrido. Todos os objetos usados para o culto devem ser abençoados. A Igreja é abençoada, juntamente com seus fiéis.


12

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Em Nazaré DIVULGAÇÃO

CARNAVAL COM CRISTO

Basílica terá Adoração da Juventude Primeira vez que ação é realizada na Praça Santuário de Nazaré

N

a terça-feira de Carnaval (12), haverá Adoração da Juventude realizada na Praça Santuário, após a Santa Missa das 18h. Na primeira vez que ação é realizada, a Adoração é aberta ao públi-

co e conta com a participação de todos os grupos de jovens da Basílica Santuário de Nazaré: Movimento da Juventude de Nazaré (Mojuvena), Família Zaccariana, Jovens Evangelizadores de São Brás e Milícia Celeste,

w SANTÍSSIMO SACRAMENTO Pe. Geffison Silva conduz a adoração na Basílica

antiga Santa Maria Goretti. A adoração será presidida por Pe. Geffison Silva e será

um momento de cânticos, danças e palmas, mas também com silêncio e atitude de

escuta, em que todos poderão vivenciar a presença de Cristo de diferentes maneiras.

Celebração Eucarística marca aniversário do Prefeito de Belém n Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social (COMUS)/ Prefeitura de Belém

C

om capacidade para duas mil pessoas, a Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré ficou lotada para a

missa em ação de graças pelo aniversário do prefeito Zenaldo Coutinho, no início da noite desta segunda-feira, 04. CRÉDITO: ALESSANDRA SERRÃO/NID/COMUS

Ac o m p a n h a d o d a primeira dama e das filhas, Zenaldo Coutinho recebeu homenagens de amigos, equipe de governo e de pessoas que acompanhavam o evento religioso, transmitido ao vivo para mais de quarenta municípios paraenses. Durante a cerimônia, o reitor da Basílica Santuário,

padre José Ramos pediu bênçãos e luz ao prefeito para uma boa gestão nos quatro anos à frente da prefeitura de Belém. “Que este homem que administra a cidade do Círio de Nazaré, maior evento religioso do mundo, tenha os passos iluminados por Maria, mãe de Deus”, pediu. Ao final da celebração, o

prefeito Zenaldo Coutinho foi surpreendido com uma bênção especial com a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, a mesma usada nas romarias do Círio. “É muito bom receber o carinho de tanta gente e, como bom devoto de Nossa Senhora de Nazaré, me senti honrado com a presença da imagem”, agradeceu. CRÉDITO: ALESSANDRA SERRÃO/NID/COMUS

w CELEBRAÇÃO Vice-prefeita, Prefeito de Belém e família participaram da Santa Missa

w SOB AS BENÇÃOS Kléber Vieira, Arnaldo Pinheiro, Zenaldo Coutinho e Pe. Ramos

Escola Nazarena da Fé promove cursos até Junho Do dia 19 à 22 deste mês, terá início o primeiro curso de formação Cristã, promovido pela Basílica Santuário de Nazaré por meio da Escola Nazarena da Fé. O curso será sobre o Ano Litúrgico 2013, que estudará o Ano C, de Lucas. Todos os cursos ocorrerão sempre das 19h15 às 21h, no Centro Social de Nazaré. O objetivo é formar leigos e leigas evangelizadores, pois a palavra de Deus é fundamento da evangelização. Para participar é preciso ter o desejo do aprofundamento bíblico para compreender a experiência de um povo que em sua história descobriu que Jesus Cristo que caminha conosco, experiência que deve se tornar a experiência de cada cristão. Para quem estiver intere ssa do, as inscrições estão sendo realizadas na Loja Lírio Mimoso, unidade Nazaré. Os cursos são abertos ao público, direcionados a todos os que buscam compreender e viver a fé da Igreja Católica em Jesus Cristo Ressuscitado. Ao final do curso, em junho,

os participantes que tiverem até três faltas, receberão certificado de participação. Pe. Ramos, quem ministrará os cursos, falou da importância da formação. “Este ano é uma ocasião propícia para que os fiéis conheçam e compreendam mais profundamente o fundamento da Fé, o que também lhes proporcionará “o encontro com um acontecimento, com uma pessoa que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, um rumo decisivo e pleno de paz e caridade”. Além de Pe. Ramos, o teólogo George Alexandre Vasconcelos também dará o curso. A programação dos cursos surgiu afim de contribuir para uma conversão renovada ao Senhor e à redescoberta da fé, para que os membros da Igreja sejam testemunhas credíveis e alegres do Senhor ressuscitado no mundo de hoje, capazes de indicar a “Porta da Fé” as pessoas que estão em busca ou afastadas da fé da Igreja. Mais informações pelos números: 40098400 ou 4009-8407.


13

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Nazaré Repórter J UFPA concede título de Doutor honoris

causa a dom Erwin Krautler (COM pessoa e se manifesta como “porta-voz” n Fonte: CNBB da sociedade que, em geral, já tem o conhecimento do desempenho ilustre e Na primeira reunião do ano de 2013, o repetido do contemplado. Conselho Universitário (CONSUN) da Honoris causa significa “em (por) causa Universidade Federal do Pará (UFPA) de honra”, o que, em sentido amplo, discutiu e aprovou por unanimidade a significa dizer “em honra da verdade”, concessão do título de Doutor honoris que é o objeto maior e mais fundante da causa ao bispo da Prelazia do Xingu, reta Academia. Basicamente o Dr. h.c. tem dom Erwin Krautler, em reconhecimento as mesmas regalias acadêmicas de um a sua trajetória de vida em favor dos doutor acadêmico, não incidindo, aqui, direitos humanos e das causas indígenas responsabilidades salariais da Instituição na Amazônia. No artigo assinado pelos que outorga o grau: é uma valiosa professores da UFPA Ivana de Oliveira condecoração, real e honorífica. Gomes e Paulo Lucas da Silva, é possível Esta menção honrosa se soma a dezenas saber quais foram o critérios para a de outros títulos e premiações que dom homenagem. A previsão é de que o Erwin já recebeu, no Brasil e no exterior, bispo receba o título em Belém, e em ato sempre se destacando pela defesa dos comemorativo, em Altamira. direitos humanos, dos povos indígenas e Segue um trecho do artigo: do meio ambiente. Ao conferir o título do A concessão de um título de Doutor Doutor honoris causa a dom Erwin, a UFPA honoris causa (Dr. h.c.) por uma reconhece uma trajetória viva e densa de Universidade a uma pessoa significa o muita dedicação do homem que saiu como reconhecimento da seriedade, empenho, padre, da Áustria para o Brasil, em 1965, e qualidade e quantidade do trabalho, que há 32 (25/01/1981) anos é bispo do desta pessoa, em causas nobres, Xingu, seja de pleno juri, seja como bispo descobertas científicas inovadoras e prelado, efetivo, nomeado pelo saudoso de grande valor para a sociedade. A Papa João Paulo II. Universidade reconhece o valor desta

J 2º Encontro de Noivos A Pastoral Familiar da Paróquia de Jesus Ressuscitado informa que se encontram abertas, desde o dia 28/01/13, as inscrições para o 2º Encontro de Noivos que acontecerá nos dias 09/03/13 (sábado) das 15h às 19h e 10/03/13 (domingo) das 8h às 12:30h no Centro Catequético da Igreja matriz. As inscrições deverão ser

feitas na Secretaria da Paróquia até o dia 02/03/13. Os noivos deverão apresentar no ato da inscrição a certidão de batismo para fins matrimoniais e efetuar o pagamento de uma taxa no valor de R$ 30,00, que se destina a custear as despesas com o material que será utilizado no encontro.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

J Missa de Posse do TJPA Na última sexta-feira (1), foi realizada a posse do novo corpo diretivo do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA). A Missa em Ação de Graças aconteceu às 9h, na Catedral de Belém e foi presidida pelo Vigário Pastoral da Arquidiocese de Belém, Monsenhor Raimundo Possidônio da Mata. Foram empossados a Desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento (no detalhe) à Presidência, na VicePresidência o Desembargador Cláudio Augusto Montalvão das Neves, na Corregedoria de Justiça das Comarcas da Região Metropolitana de Belém

o Desembargador Ronaldo Marques Valle, e na Corregedoria de Justiça das Comarcas do Interior a Desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães.

J II Formação Arquidiocesana do ECC O Conselho Arquidiocesano do Encontro de Casais com Cristo - ECC, da Arquidiocese de Belém (Pa), realizou no dia 13 de janeiro, no Centro de Cultura e Formação Cristã, sua II Formação Arquidiocesana, que visa, fundamentalmente, o Estudo do Documento Nacional. Após a acolhida dos casais, representantes das 46 Paróquias presentes, alguns acompanhados de seus Diretores Espirituais, Pe. Fabrício Pereira (Paróquia São Francisco da Ilhas - Cotijuba); Pe. Glebson Rodrigues (Paróquia São Vicente de Paulo); e Pe. Adailson Silva (Paróquia Nossa Senhora do Amparo), o evento iniciou com a Palestra: ECC a Serviço da Evangelização, proferida pelo Mons. Raimundo Possidônio (Mons. CID), seguida da apresentação dos membros do Conselho Regional Norte

II (Pará e Amapá), casal regional Gama e Rosa. O casal arquidiocesano, Ede e Ana, iniciou os trabalhos discorrendo de forma pedagógica, todo o conteúdo teórico do Documento Nacional, e brindou os participantes, inicialmente, com a dinâmica sonora BOM DIA SOL, em vários idiomas, fazendo-se acompanhar por todos. No segundo momento, os casais setoriais Leno e Rose (Setor C) e João e Célia (Setor D), prosseguiram o estudo, dessa vez, com foco nas realidades setoriais, por funções, interagindo com as equipes dirigentes, em perguntas e respostas. A formação encerrou-se com a Missa celebrada pelo Diretor Espiritual do ECC, Pe. Alberto Maia, para 440 pessoas. Vale salientar o empenho de todo os membros e assessores do Conselho, para o êxito do evento.

J Pastoral da Criança traça metas para 2013 Na última terça-feira (5), a redação da VOZ DE NAZARÉ recebeu a visita das coordenadoras regionais da Pastoral da Criança Ir. Graça Maria (Diocese de Conceição do Araguaia), Ir. Graça Silva (Diocese de Santarém) e Ir. Eliana Sanxes (Diocese de Óbidos). Elas estavam em Belém para participar do Encontro Regional da Pastoral da Criança que aconteceu em Belém, nesta semana, no Hotel Transbrasil, e reuniu cerca de 20 coordenadores regionais. Representantes de todas as Dioceses do Regional Norte II participaram da assembleia que teve o objetivo de traças as metas para 2013. As decisões desse encontro são levadas para a Assembleia Nacional, composta

pelos Regionais, que este ano acontecerá em julho, em Aparecida-SP. A Pastoral da Criança, reconhecida no Brasil pelo Ministério da Saúde como fundamental à sociedade por sua importância, funciona como uma rede viva. Graças a essa rede, os coordenadores conseguem se comunicar em todo o Brasil, com todas as PC, em até 42 horas. “É uma rede articulada”, explica Ir. Graça Maria. No encontro foram discutidas as prioridades da assistência da pastoral, e como fomentar nas lideranças o sentido social aliado à prática da evangelização e da fé. “Foi positiva essa troca de ideias para acelerarmos os pontos que são prioridade e capacitarmos os lideres”, explicou Ir. Graça Silva.


14

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Social SUPERAÇÃO

Deficiência física não é obstáculo para quem tem um sonho

FOTOS: LUIZ ESTUMANO

Alunos deficientes físicos que foram aprovados em concorrido Processo Seletivo são exemplos de superação

w DETERMINAÇÃO Mário Mendonça desenvolveu os seus próprios mecanismos de superação para realizar os seus sonhos

N

sempre o acompanhou. “Eu sou o mundo, muitas pessoas complementando, assim, o sociedade”, esclarece. apenas a ponta do iceberg para seguem em situação de aprendizado obtido na escola O calouro Mário Mendonça dizer para as pessoas que elas desvantagem. As condiem que estudam. Adaptar uma é deficiente visual. O fato de ter podem realizar seus sonhos”, ções desiguais são postas pela sofórmula de química para o apenas 0,2% de visão apenas diz. “Eu agradeço ao Instituto Braille, por exemplo, é tarefa dos ciedade a milhões de brasileiros de um lado não o impediu que me ajudou a lidar com a professores do IAZ. Para os que que, desde o nascimento, têm de de conquistar o 81º lugar no rejeição”, acrescenta. enfrentar uma realidade que ainnão conseguem ler, um programa concorrido curso de Engenharia da não conseguiu se adequar tode computador auxilia o aluno na IAZ - Outra luz na vida de Elétrica. A trajetória escolar do talmente a eles. Você pode se perleitura de textos. aluno foi marcada por desafio. Ele Mário foi o Instituto Álvares de E os sonhos de Mário não têm guntar o que essas pessoas fazem passou por 10 escolas. O motivo Azevedo (IAZ), uma instituição fim: seu plano é se formar e em para enfrentar o mundo em desera sempre o mesmo: a escola não preparada para ajudar o seguida fazer Bacharelado em vantagem. Alguns nada. Outros estava preparada para recebê-lo. deficiente físico a ter autonomia Engenharia Mecatrônica. Sua demonstram que são muito maioMas o estudante enxergou a de vida. O acompanhamento mãe, a dona de casa Simone res que a própria desvantagem. luz no fim do túnel que tanto dessa instituição funciona como de Mendonça, se emociona ao Essa é a condição das pessoas queria enxergar: as duas últimas um complemento na educação ver a superação do filho cuja com deficiência física. Apesar das escolas particulares em que regular do aluno. “Nesses 50 anos enfermidade foi detectada aos dificuldades que essas pessoas estudou, ambas no município de trabalho o Instituto ajuda no 3 anos de idade e, desde então, estão sujeitas a enfrentar, para de Ananindeua, se propuseram processo de conscientização veio perdendo aos poucos a muitas delas o “comando de a se adequar à deficiência dele. dos direitos dessas pessoas”, visão. “Agradeço primeiramente ordem” é “não se conformar com Assim, ele conseguiu concluir explica a diretora do Álvares a Deus e em seguida aos a situação de desvantagem e lutar o Ensino Médio e se capacitar de Azevedo, Ana Braga. Ela professores do IAZ”, comenta. pelo seu reconhecimento social e para a prova da UFPA. Como comemora o fato de este ano o U F P A - A U F PA d e v e pelos seus direitos sociais”. ele não conseguia enxergar o número de aprovados ter sido Mário Mendonça, Siblia que os professores escreviam no apresentar uma proposta de maior. “Eles entraram pequenos Gomes, Esmeralda Alves e quadro, prestava muita atenção acessibilidade para receber os na instituição e agora os vemos Manasses Galvão são pessoas na explicação do professor. novos alunos. Enquanto isso, ingressar na universidade”, diz. com deficiência física. Mas eles O u s e j a , e l e d e s e n vo l ve u o IAZ também deve continuar Os profissionais do IAZ ajudam sempre tiveram a convicção de seus próprios mecanismos de a c o m p a n h a n d o o s j ove n s os alunos com deficiência física que são iguais a todas as outras superação. A determinação adaptando o material didático. nas suas principais necessidades, pessoas, inclusive aos outros mais de 77 mil candidatos que disputaram as 8.614 vagas ofertadas no último Processo Seletivo da Universidade Federal do Pará (UFPA). Foi movidos por essa certeza que eles foram em busca da vaga deles. Mário passou em Engenharia Elétrica. Siblia foi aprovada em Licenciatura em História. Esmeralda ingressou em Serviço Social. E Manasses será futuramente um professor de Educação Física. Eles provaram p a ra e l e s m e s m o s q u e e ra possível realizar o que queriam. Sobre isso, a pesquisadora na área da inclusão Regina Cohen explica que tudo é possível e que a situação de desvantagem é criada pela própria sociedade, que não consegue se adequar às necessidades especiais dessas pessoas. “Se forem fornecidas as condições adequadas, cada ser humano encontrará um ambiente propício para a sua existência e realização e para uma contribuição positiva à w GRATIDÃO Simone agradece a Deus e aos professores do IAZ que ajudam alunos com deficiência física


15

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Arquidiocese w MISSIONÁRIA Ana Celeste, membro da Pastoral da Pessoa Idosa, mostra os instrumentos para a missão

ENVIO

“No peito, eu levo uma Cruz e no meu coração, o que disse Jesus” Com Bençãos, Cruz e Manual, mais de 1300 missionários são enviados pelo “Belém em Missão” FOTOS: LUIZ ESTUMANO

“É

Missão em Belém, é a vida a nascer, é semente lançada, é a terra tocada. São os pés neste chão, é missão em meu lar, em meu ser”. Com o refrão do hino do Projeto Igreja de Belém em Missão ensaiado, mais de 1300 missionários de várias paróquias de Belém formaram um grande coral durante a Missa de Envio, na Catedral Metropolitana, no domingo (3). A celebração especial foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, e foi co-celebrada pelo coordenador de pastoral, Monsenhor Raimundo Possidônio da Mata, e sacerdotes convidados. Na ocasião, os voluntários receberam a bênção, a cruz e o manual da missão. A aposentada Maria do Carmo Barbosa, 66, membro do projeto na Paróquia de Santa’Ana, no bairro do comércio, aguardava ansiosa o momento do envio. Além dela, outros 11 missionários, na faixa etária de 50 a 60 anos realizam o projeto no campo missionário entre as ruas Benjamim Constant e Quintino Bocaiúva, centro de Belém. “Este é um momento muito esperado. É uma experiência muito enriquecedora poder encontrar com os membros de outras regiões episcopais e trocar informações sobre a missão. Nosso grupo mantém uma missão continua e o próximo passo será a melhor articulação dele. Procuramos ir de casa em casa e orientar as pessoas mais necessitadas, como os doentes, levando a Palavra de Deus, com muito amor no coração. Esperamos que o projeto se espalhe e transforme Belém em uma cidade melhor”, resume. Segundo Monsenhor Cid, o momento dá início à segunda etapa

do projeto. “Este é a segundo grande passo. O primeiro contou com dois anos de formação dos missionários, meio a retiros e encontros espirituais arquidiocesanos e diocesanos. Agora, é hora de ação, na qual todos vão às ruas, de porta em porta, anunciar o evangelho e provocar a conversão para Jesus Cristo”, resume. Durante a homilia, Dom Alberto destacou o chamado para a vocação, e reforçou, “o profeta é aquele que se coloca à disposição do Dom divino. Todo evangelizador precisa primeiro se deixar encantar pela Palavra de Jesus e se colocar à disposição do evangelho. Precisamos de cristãos de coluna vertebral, que não desanime com as primeiras dificuldades ou provações. Quando for entregue a Cruz missionária, todos deverão seguir em nome de Jesus e da Igreja de Belém”, disse. Na ocasião, o Arcebispo adiantou o planejamento e reforçou as orientações aos missionários. “Todos deverão confiar e identificar muito bem o campo missionário. Vão ao encontro das pessoas que mais precisam. Pois, se o pastor não for aos lugares mais desafiadores, as ovelhas ficarão desgarradas. Olhem para a Cruz e ofereçam o Dom mais importante, o da caridade de Cristo”. Ao final da celebração, os membros das seis regiões episcopais de Belém receberam a Bênção de Envio, a Cruz Missionária e o Manual contendo todas as informações e orientações para a realização da missão. “A Cruz mostra como tem que ser o coração de um missionário. Uma haste aponta para o céu e a outra abre os braços, apontando para Deus e para a humanidade, simbolizando o amor da caridade”, destacou Dom Alberto.

ENVIO

w BENÇÃO Missionários do Projeto Belém em Missão renovam os votos Arquidiocese

“No peito, eu levo uma Cruz e no meu coração, o que disse Jesus”

w MISSA Dom Alberto Taveira preside missa de envio na Catedral


16

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

A semana AGENDA DE DOM TEODORO TAVARES

AGENDA DE DOM ALBERTO CORRÊA n De 8 a 14 de fevereiro

n De 8 a 14 de fevereiro

w Sexta-feira, dia 08 07:30 - 12:00 - Primeira Reunião do Clero 18:00 - 20:00 - Reunião da Equipe de Formadores w Sábado, dia 09 05:30 - 06:30 - Missa no Carmelo Santa Teresinha em Benevides w Domingo, dia 10 Retiro de Carnaval da Arquidiocese 10:00 - 11:00 - Missa Caminho Neo-Catecumenal 15:00 - 16:00 - Missa no Encontro da RCC w Segunda-feira, dia 11 Retiro de Carnaval da Arquidiocese

19:00 - 20:00 - Crismas e Missa de encerramento da festividade da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes no 40 horas w Terça-feira, dia 12 Retiro de Carnaval da Arquidiocese 10:00 - 11:00 - Missa no “Rebanhão” em Icoaraci 17:00 - 18:00 - Missa na Comunidade Maíra no “Renovai-vos” w Quarta-feira, dia 13 19:00 - 20:00 - Missa de 4ª feira de Cinzas na Catedral da Sé w Quinta-feira, dia 14 08:30 - 11:30 - 16º Reunião do Conselho Presbiteral

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

w Sexta-feira, 08/02/2013 Retiro do Clero w Sábado, 09/02/2013 08 às 12:00h – Retiro para Candidatos a Diácono Permanente 18:00h - Missa de abertura do “Reinovai-vos” – Com. Maira na UEPA w Domingo, 10/02/2013 09:00h – Missa - Casa Comunitária Nossa Senhora Loreto - Aeronáutica 19:00h – Missa na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no 40 Horas w Segunda-feira, 11/02/2013 09:00h – Reunião Pastoral das Ilhas 18:00h – Missa com os participantes do Retiro em Santa Bárbara w Terça-feira, 12/02/2013 - CARNAVAL 16:00h - Missa no “Cristo Alegria” – Ginásio do Colégio Gentil w Quarta-feira, 13/02/2013 CINZAS 09:00h – Missa no Retiro da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Benevides Os compromissos de Dom Teodoro Mendes Tavares podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Horários de Missas na Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL DE SANT’ANA Nossa Senhora da Graça

(Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3223-2362/ 3225-2715

Igreja N. S. das Mercês

(Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Telefone: 3212-3102

Sant'Ana da Campina

Comércio - Belém Sábado: 12h Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu

Condor - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3283-6020

Sta. Terezinha do Menino Jesus

Jurunas - Belém Sábado: 6h30 e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251

Santo Antônio de Lisboa

Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097

Santíssima Trindade

Capina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917

N. S. da Conceição

Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h30 Telefone: 3215-7006

São José Operário

Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3251-0029

Santa Luzia

Jurunas - Belém Sábado: 7h, 17h e 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3271-2146 REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI

São Pedro e São Paulo

Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 20h Telefone: 3226-2151/ 3226-2612

Domingo: 7h30, 9h, 17h, 19h Telefone: 3277-4641

São Domingos de Gusmão

São Raimundo Nonato

Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 19h30 Telefone: 3283-6023 São Miguel

Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima

Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30e 19h30 Telefone: 3228-0864

Santa Cruz

Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941

Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 19h Telefone: 3264-9062/

São Francisco Xavier

Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023

Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h, 18h Telefone: 3283-3052

N. S. de Nazaré (Basílica Santuário)

Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Paróquia Santa Maria Goretti

Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h, 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis

(Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30,9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba

Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30

REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição

Castanheira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642 São Sebastião

Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h; 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado

Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela

Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 3257-7950

Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/ 3259-0413

Telégrafo - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 19h Telefone: 3264-9061

São José de Queluz

São Jorge

Canudos - Belém Sábado: 6h30 e 20h

Umarizal - Belém. Sábado e domingo: 6h30 e 18h Telefone: 3244-8416

N. S. do Perpétuo Socorro

Marambaia - Belém Sábado: 19h

Val de Cans - Belém Sábado:19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388

Sagrada Família

Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA

São João Batista e Nossa Senhora das Graças

Icoaraci - Belém. Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 10h, 18h Telefone: 3297-7250

São Francisco de Assis

Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036

Coração Eucarístico de Jesus

Catalina - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 10h e 19h

N. S. da Imaculada Conceição

Outeiro - Belém Sábado: 8h Domingo: 7h Telefone: 3277-4648

N. S. do Bom Remédio

Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h, 18h30 Telefone: 3289-5355 Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo

Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3288-4250 Santo Antônio de Pádua

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3237-8350

Santo Afonso de Ligório

Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30, 19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 Arcanjo São Miguel

Santa Edwiges

N. S. Auxiliadora

Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. S. das Vitórias

Sagrado Coração de Jesus

Menino Deus

Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30, 18h Telefone: 3237-8351 N. S. de Nazaré

Colônia - Marituba Domingo: 9h Telefone: 3279-2624

Santo Inácio de Loyola

Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h, 18h Telefone: 3295-3545

São Lucas Evangelista

Guajará - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2621

Santa Teresinha

Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30, 18h Telefone: 3245-7440

N. S. de Guadalupe

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3245-7440 Jaderlândia - Ananindeua Domingo: 19h Telefone: 3237-9891 Cidade Nova VI - Ananindeua Sábado: 19h30; Domingo: 6h30, 8h15, 18h Telefone: 3279-2620

Transfiguração do Senhor

Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30, 20h Domingo: 7h30, 19h Telefone: 3282-1274

Santa Rita de Cássia

Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30, 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 17h30, 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310

São Vicente de Paulo

Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30, 19h Telefone: 3283-8400

São José Operário

Conj. Carnaúba, Icuí Domingo: 7h e 18h Telefone: (91) 3295-3545/ 3031-1172

N. S. das Graças

Nova Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30, 18h Telefone: 3279-1654

Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3255-2654

N. S. Rainha da Paz

Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30, 19h30 Telefone: (91) 3771-1278

Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h30 Telefone: 3277-4645

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 7h Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3263-0603

Santa Paula Frassinetti

Jesus Bom Samaritano

Cotijuba - Belém Sábado: 19h30; Domingo: 8h, 9h30, 19h30 Telefone: 3247-1438

Divino Espírito Santo

REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS

Águas Lindas - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h, 18h Telefone: 3265-5413

São Francisco das Ilhas

Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3235-1405

Cristo Peregrino

Nossa Senhora de Fátima

Tapanã - Belém. Sábado: 7h Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

Cristo Rei

Una - Ananindeua Sábado: 6h30 Domingo: 7h, 20h Telefone: 3234-4674

Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655

Icoaraci - Belém Sábado: 20h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3297-7251

REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO

N. S. do Ó

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui?

Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


17

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Panorama FESTIVIDADE

Paróquia homenageia a Padroeira dos Enfermos No dia 11, a Igreja celebra o dia dedicado a Nossa Senhora de Lourdes

“L

ourdes e o Creio – Creio em Jesus através de Maria” é o tema da festividade da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro do Coqueiro, que acontece até o dia 11, dia dedicado à padroeira. A programação inclui vários momentos de louvor, adoração e missas seguidas de diversas atrações culturais e animado arraial festivo. Este é o segundo ano que a paróquia realiza sua festividade. Antes de ser elevada, atuou por muitos anos como comunidade pertencente à Paróquia Santo Antônio de Pádua, no mesmo bairro.A festividade deste ano foi aberta com missa no sábado, 2, e Círio de Nossa Senhora de Lourdes, no domingo, 3, com saída Comunidade São Bartolomeu, reunindo grande número de fiéis pelas ruas do bairro. A programação deste final de semana promete animar ainda mais a comunidade de Ananindeua. Um dos momentos mais aguardados acontece neste domingo, 10, quando o Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, Dom Teodoro Mendes Tavares, preside missa na Matriz, às 19h.Para a coordenadora de pastoral Eliete Aviz Rosa, o momento é de muita alegria e de agradecimento. “Até aqui só temos a agradecer o apoio de todos os colaboradores por mais essa grande conquista. Foram vários momentos de formações espirituais e de promoções para a me-

lhor realização da festa. Todos estão de parabéns, vai ser mais um belíssimo momento para honrar nossa padroeira”, destacou. No último dia da festividade, 11, dia dedicado à padroeira dos doentes, o pároco Lucivaldo Silva celebra Missa dos Enfermos, às 8h30. Às 17h, será a vez dos pequenos celebrarem a Santa Padroeira na Missa das Crianças, que reunirá todas as crianças da catequese. A noite, às 19h, haverá missa em homenagem a Nossa Senhora de Lourdes presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, encerrando a programação litúrgica. Após a celebração haverá a apresentação musical do Ministério de Música - Inspiração Divina, às 20h. A paróquia fica localizada na Estrada do 40 horas, Rua São Luiz, n° 363, bairro do Coqueiro, em Ananindeua.

Parabéns para você! LUIZ ESTUMANO

“Agradeço a Deus por mais um ano de vida, pela saúde que Ele me proporciona.” MARIA SEABRA DE SOUZA,

89 anos, 9 de janeiro

8/2 Elza Maria Ferreira da Silva Helena Maria Teixeira Negrão Maria Terezinha da Cruz Costa Paulo Monteiro dos Santos Valeria Cristina Farias 9/2 Catarina de Nazaré Pinto Carvalho Marco Aurelio de Souza Rodrigues Manoel Raimundo da Costa Maria Cristina Guedes Velasco Maria Jose Moreira Vieira Maria de Nazaré Ferreira Vidal

Maria Ruth dos Santos Moraes Sueli Gomes Oliveira Veloso 10/2 Amiraldo José Castro de Souza Edinaldo Amaral Mousinho Eliana Conceição Netto Lobato José Mauricio Duarte José Mendes da Fonseca Maria Emilia Ferreira Maria das Graças Vieira Barbosa Otacílio Rodrigues Dias Simião Gama dos Reis Vilmar Lima Silva 11/2 Arminda Trindade Lopes Azuleide Góes da Silva Creuza de Carvalho Ferreira José Maria Ribeiro David Maria José Figueiredo de Seixas Duarte Maria de Lourdes Aleixo de Amorim Maria Madalena Rosário de Oliveira Roberto Borges da Cruz Vanda Lúcia da Paixão 12/2 Adair Chagas Pereira Leal Gesson Souza Lima Guiomar Mendes Raiol Heveraldo Max da Cruz Cardoso Joana Celia de Freitas Trindade Lourenço Sirotheau Keuffer Maria Haydee Matos Carneiro Maria da Glória Oliveira dos Santos Rosa Ferreira de Sousa

Rozalia Monteiro Brito Taissandra de Sousa Rodrigues Vitor Henrique Barbosa Moreira 13/2 Ana Oeiras de Oliveira Antonio Massoud Salame Edval Santana Siqueira Francisco Lourenco de Souza Ismael Dias de Azevedo Kleber dos Santos Gomes Maria de Jesus Miranda Maria do Socorro Americo Farias Nilce Nogueira de Oliveira Sandra Lea de Jesus Tavares w

Therezinha de Jesus Amaral Maia 14/2 Ana Emilia de Almeida Lima Ana Maria Pureza Pinto Carmelita Santos Angelim Clarice Pacheco Paes Barreto Elvira Conceicao Medeiros Vieira Jacira Otavia de Almeida Castilho Luzia Santana Siqueira Maria de Lourdes Raiol Trindade Marly de Fatima Busby Pinto Raimundo da Cruz Raimunda Heliete S. Santos Raimunda Pereira da Costa

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 8/2 - Pe. Francisco José Sadeck dos Santos 8/2 - Pe. Luiz Carlos Nunes Gonçalves 10/2 - Diác. Otacílio Rodrigues Dias 12/2 - Pe. Nello Rufaldi 12/2 - Pe. Raimundo Nonato Cândido da Silva 12/2 - Pe. Rafael Bartoletti

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 10/2 - Pe. Francisco de Assis Oliveira do Santíssimo Sacramento 11/2 - Pe. Wagner Fernandes Marques da Silva

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


18

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré SEXTA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - Voz do Pastor 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h50 - Caminhando na Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Especial Roberto Carlos 08h00 - Igreja Ponto a Ponto 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe notícia 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão RCR 16h00 - Freqüência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço – Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio SÁBADO 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Especial Roberto Carlos 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Caminho Aberto 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - Musical Nazaré

DIVULGAÇÃO

17h45 - Oração das Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h30 - Musical Mariano 18h30 - Preparando a Festa 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat DOMINGO 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus, 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - SANTA MISSA 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - A Vida e o Tempo - Envelhecer de Bem com a Vida 16h00 - As Mais Tocadas 17h00 - Raiz do Céu 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito MPB 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEGUNDA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h50 - Caminhando na Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Especial Roberto Carlos 08h00 - Igreja Ponto a Ponto 08h55 - Plantão R CR 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Notícia 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso

O programa VEM E SEGUEME é um bate-papo sobre a vocação, além de despertar os ouvintes jovens sobre a vida sacerdotal. Apresentação fica por conta da IRMÃ ELAINE ASSUNÇÃO e seminaristas convidados. Todo domingo de 8h às 10h. 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Saúde e Cidadania 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Frequência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h50 - Oração do Ângelus 17h45 - Liturgia das horas- Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio TERÇA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor

05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h50 - Caminhando na Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Especial Roberto Carlos 08h00 - Igreja Ponto a Ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe notícia 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Direito e Cidadania 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Freqüência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio QUARTA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h50 - Caminhando na Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Especial Roberto Carlos 08h00 - Igreja Ponto a Ponto 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe notícia 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor - Reprise 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Educação e Cidadania 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia

15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão RCR 16h00 - Frequência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio QUINTA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 06h00 - Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h50 - Caminhando na Fé 06h55 - Prestando Contas 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Especial Roberto Carlos 08h00 - Igreja Ponto a Ponto 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe notícia 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da misericórdia 15h15 - Igreja em Diálogo 15h30 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Frequência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Oração das Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Amor à Igreja 20h30 - Musical Nazaré 21h00 - Orando com Você - Com. Shalon 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré SEXTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 07h55 08h00 10h15 10h55 11h00 11h45 12h00 12h30 12h35 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 15h30 16h00 16h30 17h00 17h15 17h20 17h30 18h00 18h55 19h00 19h35 19h55 20h00 20h15 20h20 20h30 20h50 21h00 22h00 22h30 23h58

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Palavra de Vida Eterna Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Palavra de Vida Eterna Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco De Coração Desenho De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Oração da Tarde Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Desenho Palavra de Vida Eterna Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Terra Santa News Eu Creio Caminho de Evangelização Nazaré Notícias Espaço Cultural Encerramento da Programação da TV

SÁBADO 00h00 02h00 02h30 03h00 04h00 05h00 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 07h45 07h50 08h00 09h00 09h30 10h00 11h00

Música Mensagem De Coração Conversa com Meu Povo Caminho de Evangelização Espaço Cultural Evangeliza Show Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Notícias Pastorais Eu Creio JMJ Missa no Rio de Janeiro-RJ Viola Brasil Igreja no Brasil Diálogo Aberto Pesca Amazônia

12h00 12h45 12h50 13h00 13h30 14h00 15h45 16h45 17h30 18h00 18h55 19h00 20h00 20h30 22h30 23h00 23h05 23h59

Notícias Pastorais Eu Creio JMJ Viagem pela Amazônia Conversa com Meu Povo Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP Pensando Bem Notícias Pastorais Terço Gozoso Especial Musical Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Música Mensagem Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Espaço Cultural Encerramento da Programação da TV

DOMINGO 00h00 02h00 03h00 04h00 04h30 05h30 05h45 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h45 08h50 09h00 09h30 10h00 11h00 12h00 12h45 12h50 13h00 13h30 13h40 14h40 14h55 15h00 16h00 16h05 17h00 18h00 18h30 18h55 19h00 20h00 21h00 22h30 22h35 23h35 23h58

Música Mensagem Vida Consagrada Oração e Adoração Igreja que Sofre Música Arte e Vida Sobre Todas as Coisas JMJ Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Igreja no Brasil Palavra de Vida Eterna Santa Missa Dominical Notícias Pastorais Eu Creio JMJ Desenho Viagem pela Amazônia Diálogo Aberto Pesca Amazônia Notícias Pastorais Eu Creio JMJ Igreja que Sofre Mãe Maria Encantos da Amazônia Ângelus Palavra de Vida Eterna Vida Consagrada Palavra de Vida Eterna Dedo de Prosa Missa Santuário Nacional de Aparecida Desenho Terço Glorioso Palavra de Vida Eterna Instrumetal Sesc Brasil Janela Aberta Espaço Cultural Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Terço Glorioso Encerramento da Programação da TV

SEGUNDA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Oração e Adoração Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV

IVAN CARDOSO

23h58 Encerramento da Programação da TV TERÇA-FEIRA

No programa JMJ, o telespectador fica por dentro da programação e de todos os acontecimentos da Jornada Mundial da Juventude 2013. É apresentado por SIDNNEY MENDES, aos sábados às 7h50,12h50 e 19h50h, e aos domingos, 5h45, 8h50h e 12h50. 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 07h55 08h00 10h15 11h00 11h45 12h00 12h30 12h35 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h20 17h30 18h00 18h55 19h00 19h35 20h00 20h15 20h20 20h30 20h50 21h00 22h00 22h30 23h00 23h05 23h20 23h30

Terço Gozoso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Palavra de Vida Eterna Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco Diálogo Aberto De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Oração da Tarde Terço Gozoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Desenho Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Terra Santa News Eu Creio Janela Aberta Nazaré Notícias Igreja que Sofre Palavra de Vida Eterna Caminhando Na Fé Mãe Maria Boas Notícias

00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 10h15 11h00 11h45 12h00 12h30 12h35 13h00 13h30 14h00 15h00 15h40 16h00 16h30 17h00 17h20 17h30 18h00 18h55 19h00 19h35 19h50 20h00 20h30 21h00 22h00 22h30 23h00 23h05 23h20 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Janela Aberta Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Palavra de Vida Eterna Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Novena do Perpétuo Socorro Sobre Todas as Coisas De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Oração da Tarde Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Conversa com Meu Povo Igreja que Sofre Questão de Fé Nazaré Notícias Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Sobre Todas as Coisas Mãe Maria Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

QUARTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h40 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 07h55 08h00 10h15 11h00

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Novena do Perpétuo Socorro Mãe Maria Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV

11h45 12h00 12h30 12h35 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h20 17h30 18h00 18h55 19h00 19h35 20h00 21h00 22h00 22h30 23h00 23h05 23h20 23h30 23h58

Desenho Nazaré Notícias Palavra de Vida Eterna Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco Pensando Bem De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Oração da Tarde Terço Glorioso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Encantos da Amazônia Vida Consagrada Nazaré Notícias De Coração Palavra de Vida Eterna Caminhando Na Fé Mãe Maria Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

QUINTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 10h15 11h00 11h45 12h00 12h30 12h35 13h00 13h30 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h20 17h30 18h00 18h55 19h00 19h35 19h50 20h00 20h30 21h00 22h00 22h30 23h00 23h05 23h20 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Pensando Bem Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Luminoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Palavra de Vida Eterna Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Diálogo Aberto De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Oração da Tarde Terço Luminoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Conversa com Meu Povo Terra Santa News Evangeliza Show Nazaré Notícias Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Sobre Todas as Coisas Mãe Maria Boas Notícias Encerramento da Programação da TV


19

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Entretenimento Cinema & DVD

Na Locadora

Pedro Veriano (pveriano@gmail.com)

Final Feliz Melhor ver em casa, na TV daria uma “Sessão da Tarde” com certeza

“O

Lado Bom da Vida” (Silver Lining Playbook) se chamou em Portugal “Guia Para um Final Feliz”. De fato, o filme, baseado em uma história de Matthew Quick com roteiro do diretor David O. Russel, é uma armação romântica dentro da velha fórmula hollywoodiana que fecha com o beijo do casal em foco, uma espécie de “selo amoroso” que denuncia felicidade. A história gira em torno de dois tipos rotulados de doentes mentais: o jovem desportista Pat (Bradley Cooper) e a viúva Tiffany (Jennifer Lawrence). Ele esteve em um hospital psiquiátrico e, tendo alta, vai para a casa dos pais sabendo que a mulher o abandonou. Ela, depois do marido ter morrido em um desastre, toma remédios para estabilizar suas emoções. Os dois se afinam, mas ele persegue a ex-esposa e ela tenta ajudá-lo reconhecendo que ele seria o ideal para compartilhar sua vida daí em diante. O filme ainda cuida de mostrar o pai de Pat (Robert De Niro, candidato a Oscar), um bem humorado apostador de jogos chamado também de Pat, e a mulher dele, Dolores (Jacki Weaver) sempre confiante na recuperação do filho. Os diálogos e a ação,

eu indico

afora a parte psicológica que se trata sem qualquer base científica, são bem acomodados na comédia americana que os estúdios de cinema exploram rotineiramente. O que difere dos exemplares de hoje desse gênero é a ausência de uma porfia pela sexualidade, lugar comum nas tramas que envolvem enamorados modernos. É bom, por exemplo, o que faz

a atriz Jennifer Lawrence, uma personagem que se vê desprezada depois de perder o esposo e de ganhar fama de “maluquinha” no bairro onde mora. Ela está no Oscar deste ano, mas o filme é muito simplório, muito bobo para dar mais substância a seu papel. O nome dado pelos lusitanos parece mais coerente. Não é uma amostragem do lado bom da vida. É, sim, um relato que desde a primeira cena aposta no final feliz. E para chegar a isso a pessoa é obrigada a passar duas horas na sala de cinema. Melhor ver em casa, na TV daria uma “Sessão da Tarde” com certeza. Outro filme em cartaz nos cinemas é “Os Miseráveis”, versão musical da obra de Victor Hugo. Quem conhece o livro vai se irritar. E quem não suporta operetas também. Ainda mais pelo fato dos próprios atores, que não são cantores, cantarem suas falas. Some a isso a metragem que leva na tela mais de duas horas e meia. Um teste de paciência que se apoia na fotografia e na produção luxuosa. Mas é duro, acreditem, ver o intérprete de “Gladiador” Russel Crowe cantando como Javert, o vilão do romance original. Se salva a fotografia e a produção que deixa um visual bonito. Mas cansa. E muito.

w CANDIDATA AO OSCAR Jennifer Lawrence interpreta a viúva Tiffany, personagem pouco aproveitada no filme

DIVULGAÇÃO

CARLOS WAGNER CERQUEIRA DINIZ, 38 anos, representante comercial

SANTA PACIÊNCIA - ANDRÉ ABREU

BOA DICA

w O filme ainda cuida de mostrar o pai de Pat (Robert De

E quem não suporta operetas também. Ainda mais pelo fato dos próprios atores, que não são cantores, cantarem suas falas. Some a isso a metragem que leva na tela mais de duas horas e meia. Um teste de paciência que se apoia na fotografia e na produção luxuosa. Na Locadora Mas é duro, acreditem, ver o intérprete de “Gladiador” Russel Crowe cantando como Javert, o vilão do romance original. Se salva a fotografia e a produção que deixa um visual bonito. Mas cansa. E muito. Jennifer Lawrence

Um engraxate francês encontra no porto de Havre um menino africano que tinha viajado com os p a i s d e n t ro d e u m contêiner visando chegar à Londres onde mora a sua avó. Todos os imigrantes ilegais que viajavam em contêineres são presos e deportados. O menino consegue fugir e vai se refugiar na casa do engraxate que lhe tinha dado comida quando o viu pela primeira vez. Daí em diante, o homem de meia idade, que no momento se preocupa com a mulher, doente, passa a envidar esforços para embarcar o garoto em um barco que vai para a Inglaterra. A dedicação é beneficiada por Deus com o milagre da cura da esposa que no entender dos médicos estava desenganada. “O Porto” (Le Havre) é um filme dirigido pelo finlandês Aki Kaurismäki que recebeu o Prêmio Ecumênico do Festival de Cannes e mais 14 outros lauréis. É muito simples como linguagem, apoiando-se em bons intérpretes e na “cor local” das filmagens em locação. Mas o que comove o público é o seu recado humano, a graça da caridade, o que as pessoas de menos posses fazem para ajudar quem está em situação igual ou pior do que elas. Um raro exemplo de cinema cristão. O filme está sendo exibido em Belém no Cine Estação (fins de semana), mas tem cópia em DVD nas locadoras e lojas para venda. Vale a pena conferir. Em tempo: o engraxate é interpretado por André Wills, o garoto africano por Blondin Miguel. E em pontas estão dois atores franceses famosos nos anos 60/70: Jean Pierre Léaud, como um denunciante, e Pierre Étaix como um médico.

Eu indico o livro “A CURA DA NOSSA AFETIVIDADE E SEXUALIDADE”, da Comunidade Canção Nova, pois é um leitura ótima e dinâmica. O jovem que ler aprende muito a respeito do tema. Na Comunidade Maíra indiquei o livro, todos leram e gostaram muito, por isso recomendo.

QUADRINHOS

A história gira em torno de dois tipos rotulados de doentes mentais: o jovem desportista Pat (Bradley Cooper) e a viúva Tiffany (Jennifer Lawrence). Ele esteve em um hospital psiquiátrico e, tendo alta, vai para a casa dos pais sabendo que a mulher o abandonou. Ela, depois do marido ter morrido em um desastre, toma remédios para estabilizar suas emoções. Os dois se afinam, mas ele persegue a ex-esposa e ela tenta ajudá-lo

O Porto

LIVROS E CD'S

n ARCA DE HAICAIS ,LENA JESUS PONTE,MARCIA MISAWA (Paulinas,32págs,R$ 16,00)

n O CICLO DA PÁSCOA, CELEBRANDO A REDENÇÃO DO SENHOR,BRUNO CARNEIRO LIRA(Org.)(Paulinas,128págs,R$16,50)

Tendo surgido no Japão há séculos, o haicai é o menor poema do mundo, com apenas três versos. Nesta obra, com um ABC dos bichos, a autora constrói haicais ora sobre características físicas dos animais, ora em similaridade poética com as coisas do mundo e dos homens. Os textos com ritmo e sonoridade, trazem conteúdos de profundidade e reflexão.

Refletindo sobre o Tempo da Páscoa, esta obra nos leva a participar de maneira consciente, ativa e frutuosa da Liturgia neste tempo, nos ajuda a apropriar dos mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo. Destina-se às equipes paroquiais de liturgia, que desejam preparar celebrações mais autênticas e orantes.

PALAVRAS CRUZADAS


20

BELÉM, DE 8 A 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Palavra Final C

onsoante exorta-nos o Beato João Paulo II em Carta às Famílias (Paulinas. São Paulo: 1994. N. 6), o cosmos, enquanto universo de todos os seres vivos, está inscrito na paternidade de Deus como sua fonte primeira (in Efésios 3,14-16). Já no início do Livro do Gênesis, encontramos inscrita a realidade da paternidade e da maternidade e, em consequência, da família humana. A chave hermenêutica dessa revelação situa-se na expressão “imagem e semelhança de Deus” (In Genêsis 1,26). Com efeito, a criação humana deu-se em virtude da Palavra de Deus: “Façase” (In Gênesis 1,3), palavra esta que é completada pelos seguintes termos: “Façamos o homem à nossa imagem, à nossa semelhança” (In Genêsis 1,26). Destarte, antes de criar o homem, o Criador reentra em si mesmo para procurar o modelo e a inspiração no mistério do seu ser. Assim, do “nós” divino gera-se a criaçao humana: “Deus criou o homem à sua imagem, criou-o à imagem de Deus; Ele os criou homem e mulher” (In Gênesis 1,27). Ressalte-se que nenhum dos seres vivos, a exceção do homem, o foi criado “à imagem e semelhança de Deus”. Neste sentido, não obstante a paternidade e a maternidade humana sejam biologicamente semelhantes à de outros seres vivos da natureza, aquelas têm semelhança com Deus (de maneira essencial e exclusiva); semelhança de vida esta sobre a qual se funda a família, aqui concebida enquanto comunidade de vida humana, comunidade de pessoas unidas no amor. E continua o Beato João Paulo II, afirmando-nos que o modelo originário da família deve ser procurado no próprio Deus, no ministério trinitário da sua vida. O “nós” divino constitui o modelo eterno do “nós” humano e, em primeira instância, daquele “nós” humano que é formado pelo homem e pela mulher, criados à imagem e semelhança de Deus. Desde o princípio, portanto, o homem é criado, enquanto homem e mulher; uma dualidade que marca a vida humana, seja ela no âmbito individual, seja no âmbito coletivo. A família é, por conseguinte, uma comunidade de pessoas, com importante ressalva da absouta transcendência do Criador em relação à criatura, de onde emerge a referência exemplar ao “nós” divino. A família nasce, então, no bojo da comunhão conjugal; doravante denominada pelo Concílio Vaticano II de “aliança conjugal”, na qual o homem e a mulher se dão e se recebem um ao outro (In Gaudium et Spes, 48). Assim, ao dobrarmos os joêlhos diante do Pai, do qual emerge toda paternidade e maternidade, conscientizamo-nos de que, ao nos tornarmos pais, realizamos o sentido pleno e específico da família. De fato, a maternidade implica necessariamente a paternidade e vice-versa, dado que estas se originam da dualidade obsequiada pelo Criador ao ser humano. Na família constituída sob a perspectiva divina, manifesta-se uma nova unidade, em que encontra pleno cumprimento a relação de “comunhão” dos pais. Na atuação da aliança originária (entre os cônjuges e entre estes e Deus), os filhos por estes gerados devem consolidar tal aliança, enriquecendo e arraigando a comunhão conjugal do pai e da mãe. É necessário, pois, que eles tenham os corações e os pensamentos voltados para aquele Deus, do qual toda paternidade e maternidade

Evangelização no Terceiro Milênio MARIA ELISA BESSA DE CASTRO

Paternidade e Maternidade responsável na perspectiva trinitária consoante o magistério de João Paulo II - PARTE I DIVULGAÇÃO

Os pais ensejam colaboradores de Deus no dom da vida, na geração e na educação dos filhos tomam o nome, a fim de que tirem daquela fonte a força para renovarem-se continuamente no amor. A cada pessoa gerada da aliança de amor firmada entre os pais, renovase a criação humana relatada no Gênesis. Dentro desse contexto, os pais ensejam colaboradores de Deus no dom da vida, na geração e na educação dos filhos. Seus filhos, não são deles, mas, de Deus. Apenas vêm ao mundo por meio dos pais. Não obstante vivam com os pais, seus filhos não lhes pertencem e, sim, ao Criador, assim como eles mesmos pertencem ao Senhor. No dizer de João Paulo II “a paternidade e a maternidade representam em si mesmas uma particular confirmação do amor, cuja extensão e profundidade original permitem descobrir” (Ibid n. 7). No entanto, tal não se oportuniza de imediato; mas, paulatinamente, posto que se estabelece enquanto contexto sacramental diário, isto é, construído dia-a-dia. Trata-se de um “in fieri”, ou seja, um processo em construção permanente. O “ser casal”, portanto, emerge como instrumento da obra trinitária criadora, tornando-se colaboradores no dom da vida (gerando e educando os filhos para a consecução da Civilização do Amor) e, também, sendo para um para o outro, fonte de

vida em sentido amplo (In Humanae Vitae e Familiare Consortio). Neste sentido, a paternidade e maternidade só tornam completas a partir do momento em que os cônjuges são capazes de, na vida diária, não apenas de transmitir aos filhos os valores evangélicos, como também e principalmente de vivenciá-los na disponibilidade ao serviço, na capacidade de perdoar, de renunciar, de escutar, de doar-se e sacrificar-se. A educação dos filhos exige necessariamente que os pais eduquem seus filhos na perspectiva do amor. Com efeito, não basta promover os cuidados básicos necessários (tais como alimentação, saúde, vestuário, educação moral e intelectual, lazer, moradia etc); pois, muito embora tais fatores sejam importantes e necessários, o ato de educar os filhos com amor ultrapassa esse limite. Trata-se de um sentimento a ser transmitido mais pelo testemunho que pelo discurso, vez que é aquele que permite aos filhos vivenciar o amor. De fato, todo

o discurso educador do pai e da mãe deve vir acompanhado do exemplo. O grande segredo da educação está inserido no amor mútuo entre os pais; na medida em que é servindo aos filhos que o casal se esforça diaa-dia para se tornar semelhante a Deus e, assim, o revelar àqueles. No mesmo sentido, afirma a Familiaris Consortio que o amor de pai e mãe deve ser para os filhos sinais visíveis do amor de Deus, de quem toda paternidade e maternidade recebem o nome no céu e na terra (In Efésios 3,15). Os pais e as mães, no cotidiano da Aliança de Amor Familiar enquanto comunhão de amor, cujo modelo é a relação mística esponsal entre Jesus (cabeça) e a Igreja (membros), ao educarem seus filhos, são também educados. Dito de outro modo: são educadores e educandos ao mesmo tempo. Assim, nas irreverências, desobediências, má criações etc dos filhos, os pais aprendem a paciência, a temperança, a mansidão, o perdão e muitas outras virtudes. O exercício da paternidade enseja uma ascese diária permanente na busca do aperfeiçoamento. Neste processo, não existe opinião unilateral do pai ou da mãe, em relação às diretrizes educacionais dos filhos, mas, opinião do casal; o que implica na vivência do ser “uma só carne”. Ao educarem seus filhos, os pais devem ter pensar e agir de forma uníssona. Por outro lado, o amor dedicado aos filhos não pode ser maior para uns, em detrimento de outros; pois tal forma discriminatória de amar gera inveja e malquerença no seio familiar. Afinal, Deus ama todos os seus filhos indiscriminadamente. Sejam os pais imitadores Dele (In Efésios 5,1-12). Outro ponto importante a ser considerado na vivência da paternidade e da maternidade, é a oração conjugal. Orando, o Senhor lhes concederá a sabedoria capaz de transformar seus corações, os habilitando à árdua tarefa de colaborar com Deus na educação e formação dos filhos para o Amor. O primordial para o casal é viver e assumir sua paternidade e maternidade dentro de essência cristã; e assim continuem fazendo (sendo pai e mãe), aconteça o que acontecer. Como diria Santa Tereza D’ávila: “não se pertube o vosso coração com a ânsiade de ver resultados. Continue a orar e a semear, pois o fruto virá, seja por seu próprio intermédio, seja através de outros semeadores que também trabalham na messe”. Maria Elisa Bessa de Castro Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarístico da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

Próximos artigos: Pe. Giovanni Martoccia

Pe. Fábio de Melo

Pe. Reginaldo Manzotti

Irmã Ângela Tutas

Voz de Nazaré  

Edição de 08 a 14 de Fevereiro de 2013