Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

D O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA D

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

ANO CI - Nº 611 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Ele ressuscitou! Aleluia!

O Filho do Homem tomou para si a fraqueza da humanidade. Por amor, enfrentou o Calvário até a morte de Cruz. O poder do Altíssimo Pai o exaltou como o Rei do Mundo. Nesta edição especial, Jesus nos mostra que Ele é o caminho para a vida eterna, pelo qual todos ressurgiremos com ele na glória da Ressurreição. DIVULGAÇÃO

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM


2

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Opinião Alegria de ser católico João Carlos Pereira

CHARGE DO ANDRÉ ABREU

jcparis@orm.com.br

Reflexões sobre “Noé” (final)

C

rendo haver sido escolhido por Deus, Noé, a personagem central do filme homônimo, chegou ao extremo de ameaçar de morte o futuro neto, caso fosse uma menina. Para ele, sua família seria a última da espécie. Deus, porém, fêlo entender diferente: mandou para a nora de Noé, uma linda garota, estéril que, tocada por Matusalém, ficou curada, duas meninas. Pela lógica, seria uma para cada um dos filhos do construtor da arca. Recado mais claro que esse, impossível. Noé havia deixado que aquela que seria a esposa de seu filho Cam (eles eram Sem e Jafé, além de Yam, que não aparece no filme) fosse trucidada por uma horda furiosa, que a pisoteou até a morte. Cam jamais perdoou o pai e o traiu. Na hora certa, se penitenciou, salvou Noé, mas decidiu que sue lugar era longe da família. Obcecado pela ideia de acabar com a espécie humana, esteve à beira de assassinar as duas netas, mas o amor, que nunca abandonou seu coração, o impediu de fazê-lo. É um perigo deixar que o homem se julgue apto a ser interlocutor de Deus e de sua palavra. Isso pode gerar situações como a que Noé criou. Por suas mãos morreram milhares, milhões de pessoas, mas ele estava certo de que fazia a vontade do Pai. Nos tempos modernos, isso tem se dado com alguns líderes que, a pretexto de fazer a vontade de Deus, promovem matanças horrorosas. Pior: em algumas denominações religiosas, pessoas se julgam curadas de doenças terríveis, porque ouvem do pregador a informação de que estão sadias. Certas disso, abandonam os tratamentos e, em pouco tempo, morrem. Verdade que Deus nos fala ao coração e nos orienta. Complicado é quando alguém se arvora a ser porta-voz do senhor e conduz o povo à morte. O Noé do filme parece ter feito as pazes consigo mesmo e com Deus, mas restam sempre as mesmas dúvidas. O filme é longo e cansativo, e deixa o homem ainda mais cheio de interrogações do que quanto entrou no cinema.

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br Jornalista e professor

Panorama José Pereira Ramos joseulina@oi.com.br

Páscoa da Ressurreição

N

Economista e escritor

ós cristãos, atingimos neste domingo a expressão máxima da nossa religião: Jesus Cristo Ressuscitou! A liturgia nos ofereceu 40 dias de preparação, iniciados com a meditação dos 40 dias de oração e jejum de Jesus no deserto. E Jesus, foi vítima das tentações do demônio. O Filho de Deus, repeliu o tentador. “... Adorarás o Senhor teu Deus, e só a Ele servirás”. Os fariseus não aceitaram que, um Palestino, filho dum carpinteiro, embora realizasse prodígios, se apresentasse como “Filho de Deus”. Eles esperavam um Messias imponente, capaz de derrotar política e militarmente os Romanos que os dominavam. “Eu não sou deste mundo, se fosse deste mundo...”. Os que se consideravam “poderosos” não entenderam nada. Condenaram um

Encontro Fraterno Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br

Pedra angular da nossa fé

A

Engenheiro civil e escritor

Páscoa celebra a Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. É a maior festa da cristandade. Assim como a pedra angular determina o equilíbrio, a estabilidade da estrutura de uma construção, a Ressurreição de Jesus Cristo é o fundamento de nossa fé. São Paulo é categórico: “E, se Cristo não ressuscitou é vã a nossa pregação e vã a nossa fé” (1Cor 15, 14). Para nós, cristãos, a Páscoa do Senhor é também o maior acontecimento da história, ápice de uma realidade, porque o Filho de Deus se fez homem, nascendo de uma mulher, Maria, se inserindo na história da humanidade. Revelou Deus-Pai de maneira explícita (cf. Jo 14, 8-9), e também através de sinais, como são chamados os milagres feitos por Jesus. Assumiu nossos pecados no alto da Cruz, se submetendo à morte

Fundado em 5 de julho de 1913

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário geral da Arquidiocese de Belém do Pará

inocente. Flagelaram, humilharam, crucificaram, e deixaram que fosse sepultado. O céu escureceu, o véu do templo se rasgou, e o Nazareno RESSUSCITOU! E com Ele ressuscitamos todos nós que acreditamos. Mais de vinte séculos se passaram e “os poderosos deste mundo”, continuam não acreditando. Continuam desobedecendo a Deus e caluniando Jesus. Criando leis contrárias ao Evangelho. E até contrárias à moral natural. Colocam os interesses políticos e econômicos acima do amor pelos menos favorecidos. Os políticos e a mídia direcionam o povo, para a globalização dos fluxos econômicos, valorizando o lucro e ridicularizando a razão. Os governos enganam o povo com migalhas e o escraviza com pesados impostos, como já o faziam os romanos. Só aqueles que têm verdadeira Fé, e temor a Deus, conseguem usufruir da liberdade e paz de espírito que o Senhor implantou. Para isso é necessário trabalhar a mente e o coração. Felizes os que souberam viver a Semana Santa, meditando sobre os passos de Jesus, reconhecendo-o com o verdadeiro Salvador, ressuscitando em nós o verdadeiro amor ao próximo. para nos devolver a Vida. “Por isso, a ‘páscoa’ não é simplesmente uma festa entre outras: é a ‘festa das festas’, ‘solenidade das solenidades’...” (cf. CIC §1169). “O ano litúrgico é o desdobramento dos diversos aspectos do único mistério pascal. Isto vale muito particularmente para o ciclo das festas em torno do mistério da encarnação (Anunciação, Natal, Epifania) que comemoram o começo de nossa salvação...” (cf. CIC §1171). A celebração da Páscoa ocorre no primeiro domingo após a primeira lua cheia da primavera no hemisfério norte. Enquanto a formação profissional me conferia o entendimento da função da pedra angular, São Paulo lançou um desafio. Já se vão quarenta e dois anos e meses, quando, em um Cursilho de Cristandade, meu coração foi perpassado pela proposta do Apóstolo dos Gentios, sua mensagem me convidando a deixar para traz ‘as coisas antigas’, para sair em busca de ‘uma realidade nova’ em Jesus Cristo (cf. 2Cor 17-18). Mercê de Deus, venho caminhando na estrada da esperança, de um dia encontrar a Vida.

DIRETOR GERAL Diácono Antônio Carlos Gomes de Freitas DIRETORA ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marluce Guerreiro Milhomem DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro COORDENAÇÃO Bernadete Costa (DRT/PA 1326)

Sua voz Enquete “O que a Páscoa significa pra você?”

CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO João Carlos Pereira Padre Nilton Cezar Reis Padre Cláudio de Souza Barradas EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Avenida Governador José Malcher, Edifício Paulo VI, 915 CEP: 66055-260, Bairro Nazaré, Belém - Pará Telefones: (91) 4006-9200/ 4006-9209.

É renovação. Momento de reflexão que passamos anualmente e que ser ve para que não nos esqueçamos daquele que morreu por nós. Para nossa alegria, Ele ressuscitou. Páscoa é Cristo Ressuscitado. NARA FREIRE, 25, Design de Interiores. Significa renovação. É o momento de se arrepender e saber pedir desculpas, e não deixar esse momento apenas para o Natal. Reunir a família e relembrar os atos de Jesus, fazendo orações e respeitando a data. RAFAEL MONTEIRO, 25, estudante. A ressurreição de Jesus Cristo, renovação e esperança. É a oportunidade de reunir a família em confraternização, celebrar a união com o espírito de amor, força e coragem para resistir às dificuldades. PEDRO BRAS, 27, funcionário público.

Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


3

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Arcebispo Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

S

"Ressuscitou como disse"

omos uma imensa nação constituída pela fé em Jesus Cristo morto e ressuscitado, homens e mulheres espalhados por todo o mundo, convocados a testemunhar sua presença salvadora a todos, certos de que este anúncio é portador de vida e de esperança. Nos anos de sua vida pública, o Senhor Jesus semeou esta esperança nos muitos encontros com as pessoas, como sinal da sua vitória sobre o pecado e a morte. Ninguém passou em vão ao seu lado! Aos seus discípulos, mesmo quando tinham a visão obscurecida, o Senhor anunciou-lhes o seu mistério de morte e ressurreição. E sua palavra se cumpriu: Jesus Cristo ressuscitou, como havia dito! No correr dos séculos, este anúncio chega às sucessivas gerações através do testemunho. A averiguação científica, no sentido frio que a caracteriza, não é suficiente para crer! Tratase de uma moção da liberdade, que traz consigo o risco, em que a pessoa aposta, antes de tudo, na honestidade e na seriedade de quem diz “Jesus ressuscitou”. É uma experiência semelhante ao acreditar no amor dos outros. Pode-se fazer mil observações, mas o passo decisivo será dado pela liberdade de quem se arrisca. Quem diz “Eu creio” torna-se, por sua vez, anunciador da mesma verdade. E o resultado é que, até o dia da volta do Senhor, no final dos tempos, a mesma força transformadora da Ressurreição de Cristo se atualiza e produz seus frutos. Queremos celebrar a Páscoa de Jesus Cristo mais uma vez. Nas últimas semanas, a Igreja propôs um caminho de conversão que, de certa maneira, antecipou o que se quer viver na Páscoa. É uma vida nova, na superação do pecado e da maldade. Quem se reconhece frágil e pecador, diante do Senhor Jesus Cristo, não teme aproximar-se do trono da graça, mas experimenta o acolhimento da misericórdia e do perdão. Páscoa é a alegria da conversão a Jesus Cristo! Celebrar a Páscoa é deixarse iluminar por Jesus Cristo. Na Vigília Pascal, o Rito da Luz expressa tal disposição. A escuridão da noite é vencida pelo fogo novo, sinal do Resuscitado: “Eis a luz de Cristo!” Graças a Deus, porque a esperança se acende no coração de todos os homens e mulheres. “Esta noite lava todo crime, liberta o pecador dos seus grilhões; dissipa o ódio e dobra os poderosos, enche de luz e paz os corações. Na graça desta noite o vosso povo acende um sacrifício de louvor; acolhei, ó Pai santo, o fogo novo: não perde, ao dividir-se, o seu fulgor”. Assim proclama a Igreja na Páscoa. Celebrar a Páscoa é fazer a

Arcebispo

DIVULGAÇÃO

A Liturgia da Igreja é para louvar a Deus e santificar os fiéis. Todo o caminho Quaresmal conduz à noite pascal memória dos feitos de Deus. Por isso as celebrações pascais são abundantes na proclamação da Palavra do Senhor. É costume passar algumas hora em oração - Vigília - de sábado para domingo, na Páscoa, ouvindo os passos principais da história da salvação. Atualizam-se palavras que iluminavam as celebrações pascais no Antigo Testamento: “Quando vossos filhos vos perguntarem: ‘Que significa este rito?’ respondereis: ‘É o sacrifício da Páscoa do Senhor, que passou ao lado das casas dos israelitas no Egito, quando feriu os egípcios e salvou as nossas casas’” (Ex 12, 26-27). “Quando amanhã teu filho te perguntar: ‘Que significam estes mandamentos, estas leis e estes decretos que o Senhor nosso Deus vos prescreveu?’ então lhe responderás: ‘Nós éramos escravos do Faraó no Egito, e o Senhor nos tirou do Egito com mão poderosa. O Senhor fez à nossa vista grandes sinais e prodígios terríveis contra o Egito, contra o Faraó e contra toda a sua casa. Ele nos tirou de lá para nos conduzir à terra que havia jurado dar a nossos pais. O Senhor mandou que

cumpríssemos todas essas leis e temêssemos o Senhor nosso Deus, para que fôssemos sempre felizes, e ele nos conservasse vivos, como o fez até hoje. Seremos justos se guardarmos estes mandamentos e os observarmos diante do Senhor nosso Deus, como ele nos ordenou’” (Dt 6, 20-25). Páscoa é memória cheia de gratidão! Celebrar a Páscoa é renovar a graça do Batismo. A liturgia da Igreja é feita para louvar a Deus e santificar os fiéis. Todo o caminho quaresmal percorrido pelos cristãos os conduz à noite pascal quando, acompanhando os que nela são batizados, todos renunciam ao pecado e ao demônio e professam a fé: Creio em Deus, Pai e Filho e Espírito Santo! Creio na Igreja, na Ressurreição da Carne, na Remissão dos pecados, na Vida Eterna! Velas acesas no Círio Pascal expressem a mesma vida recebida no dia do Batismo. Depois, a mesma água, sinal da vida no Batismo, é aspergida sobre o povo de Deus reunido: “Banhados em Cristo, somos uma nova criatura. As coisas antigas já se passaram, somos nascidos de novo. Aleluia” (Canto da Liturgia

Pascal). Celebrar a Páscoa é participar da Ceia do Senhor, onde o verdadeiro Cordeiro Pascal, Nosso Senhor Jesus Cristo, é dado em alimento na Santa Eucaristia. Páscoa é Comunhão Pascal, vivida de forma profunda e participada, deixando para trás os ressentimentos, ódios e rancores, abrindo-se para que as marcas do pecado sejam superadas. Celebrar a Páscoa é viver de forma diferente: “Pelo batismo fomos sepultados com ele na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dos mortos pela ação gloriosa do Pai, assim também nós vivamos uma vida nova. Pois, se fomos, de certo modo, identificados a ele por uma morte semelhante à sua, seremos semelhantes a ele também pela ressurreição. Sabemos que o nosso homem velho foi crucificado com Cristo, para que seja destruído o corpo sujeito ao pecado, de maneira a não mais servirmos ao pecado. Pois aquele que morreu está livre do pecado. E, se já morremos com Cristo, cremos que também viveremos com ele. Sabemos que Cristo, ressuscitado dos mortos, não morre mais. A morte não tem mais poder sobre ele. Pois aquele que morreu, morreu para o pecado, uma vez por todas, e aquele que vive, vive para Deus. Assim, vós também, consideraivos mortos para o pecado e vivos para Deus, no Cristo Jesus” (Rm 6, 4-10). A palavra de São Paulo é um roteiro precioso para viver a Páscoa! Celebremos, pois, a festa, com os pães ázimos da sinceridade e da verdade! (Cf. 1 Cor 5,8) Nossos votos de Páscoa cheguem a todos os irmãos e irmãs, com o convite a nos tornarmos sinais de vida nova. Há muita gente que espera o sinal de uma vida diferente da parte dos cristãos. Há um clamor pelo testemunho mais ativo nas estruturas do mundo, no compromisso com os valores do Evangelho, com a dignidade da vida humana e a verdade. Cabenos dar uma resposta corajosa e alegre, para que o facho luminoso do aleluia pascal continue a percorrer as estradas do mundo, através de nossa geração.


4

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Liturgia Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Jo 20,1-9

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

1No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. 2 Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo e não sabemos onde o colocaram”. 3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6Chegou também

Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entro no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte. 8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu e acreditou. 9De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos. B) COMENTÁRIO Na escrita do evangelho de S. João, se vêm quatro livros, e o 4º é tido como “O livro da Ressurreição (Jo 20,1-29)”, pelos episódios narrados ai sobre ela. No texto de hoje (Jo 20,1-9), Domingo da Páscoa, o tema é o do “túmulo vazio”. O primeiro impacto dos discípulos após a morte do mestre foi o fato de encontrar o túmulo vazio. De imediato não concluíram que ele

tivesse ressuscitado, mas que o seu corpo teria sido “roubado”, pois não o encontraram (v 2). É belo perceber que as verdades da fé não se apresentam de golpe, mas paulatinamente; só depois entenderam sobre a Ressurreição. A menção ao “primeiro dia da semana” (v 1) destaca a importância litúrgica do dia especial da Eucaristia, ligado ao dia da Ressurreição de Jesus, exatamente o 1º da semana - o domingo: o dia do Senhor - (Ap 1,10). Por que Maria Madalena, “sai correndo” e fala aos discípulos usando o verbo no plural: “não sabemos...”(v 2)? Certamente estaria acompanhada de outras mulheres (Mt 28,1-8; Mc 16,18; Lc 24,1-10), pois não seria prudente que ela fosse sozinha ao túmulo de madrugada. S. João, só ele, a menciona sozinha, além dela vir em primeiro lugar na lista de todos os evangelistas. “Ela saiu correndo”(v 2). Diante

de fatos emotivos, nosso coração dispara. Diante de fatos divinos na bíblia, as pessoas disparam, correm, têm pressa em agir: Abraão, Sara, o servo (Gn 18,1-8); na Páscoa o Senhor indica sua urgência em salvar o seu povo, não havia tempo de fermentar a massa e teriam que comer pão ázimo e tudo às pressas (Ex 12,11); logo o pai correu para recuperar o filho, e determinou rapidez nos preparativos da festa (Lc 15,20s). E aqui, Maria corre, assim como os discípulos (v 4). “Tiraram o Senhor do túmulo”. Desde os primeiros momentos, “Senhor” é o titulo dado a Jesus Ressuscitado (Kyrios). “O outro discípulos correu mais depressa...” (v 4). Provavelmente por respeito ou ênfase ao primado apostólico, o outro deixou Pedro entrar primeiro. O discípulo amado entra depois; porém só dele se diz que “viu e acreditou” (v 8); visão profunda de quem ama e chega à fé.

Liturgia da Semana w Dia 18, sexta-feira Cor (vermelho) Primeira leitura (Is 52,13 - 53,12) Responsório (30) Segunda leitura (Hb 4,14-16; 5,7-9) Evangelho (Jo 18,1-19,42) w Dia 19, sábado Cor (branco) Primeira leitura (Gn 1,1-2,2)

Responsório (103) Segunda leitura (Gn 22,1-2.9a.10-13.15-18) Evangelho (Mt 28,1-10) w Dia 20, domingo Cor (branco) Primeira leitura (At 10,34a.37-43) Responsório (117) Segunda leitura (Cl 3,1-4) Evangelho (Jo 20,1-9)

w Dia 21, segunda-feira Cor (branco) Primeira leitura (At 2,14.22-32) Responsório (15) Evangelho (Mt 28,8-15) w Dia 22, terça-feira Cor (branco) Primeira leitura (At 2,36-41) Responsório (32) Evangelho (Jo 20,11-18)

w Dia 23, quarta-feira Cor (branco) Primeira leitura (At 3,1-10) Responsório (Sl 104,4-9) Evangelho (Lc 24,13-35) w Dia 24, quinta-feira Cor (branco) Primeira leitura (At 3,11-26) Responsório (8) Evangelho (Lc 24,35-48)

Santos da semana Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

18/04 - SEXTA-FEIRA São Galdino - Cardeal

22/04 - TERÇA-FEIRA São Caio - Papa

Galdino nasceu em 1096. Cresceu em Milão em uma família da nobreza, sempre vivendo e participando na catedral de Milão, onde tornou-se arquidiácono. Mais tarde tornou-se bispo por aclamação popular e em seguida cardeal, porém sofreu as perseguições do antipapa Vitor IV. Praticava a caridade e instigava todos a fazêlo igualmente. Pregava contra os hereges, convertia multidões e socorria também os pobres que se encontravam presos. Morreu no púlpito em 1176, justamente no fim de um sermão inflamado contra os hereges e os políticos.

O Líber Pontificalis nos afirma que ele veio da Dalmácia, de uma nobre família romana e que seria parente do imperador Diocleciano, porém, faleceu antes da grande perseguição que este mesmo imperador despejou sobre os cristãos em 303. Seu pontificado durou de 283 a 296. Foi atribuído a ele a determinação definitiva das ordens inferiores ao episcopado, abrindo assim, espaço ao presbiterado. Há fontes que afirmam que ele teria sido martirizado por decapitação, como podemos ver no ícone bizantino ao lado, mesmo sendo parente de Diocleciano. Porém, essas fontes não são confirmadas.

19/04 - SÁBADO Santo Expedito de Melitene - Mártir Era chefe da 12ª Legião romana em Melitene, sede de uma das províncias romanas da Armênia. Hoje chama-se Malatya, centro oriental da Turquia. Essa legião era conhecida como a “Fulminante”, pois narrase que, com a força da oração, conseguiram vencer um cerco bárbaro na região dos Quades, isto é, na atual Hungria. Talvez seja por isso a invocação dele nas causas urgentes. Foi martirizado com seus companheiros em Melitene, no ano de 303, sob as ordens do imperador Diocleciano, por não aceitar render culto aos deuses pagãos. 20/04 - DOMINGO DA PÁSCOA DO SENHOR Santa Eliena de Laurino - Virgem anacoreta A cidade de Laurino, sudoeste da Itália, no séc. III já chegou a ter cerca de 20 mil habitantes, hoje não ultrapassa 2 mil, devido às migrações como em muitos municípios da velha Itália, mas com uma vasta história de fé e testemunho. Tem como patrona essa habitante do séc. VI, também conhecida como Eliena ou Elena, que de forma pioneira e guiada pelo Espírito, decide recolher-se à solidão meditativa de uma caverna por 21 anos, porém sem deixar a prática da caridade para com os doentes. Muito querida naquela região, é venerada em 22 de maio, em 29 de junho e em 18 de agosto.

23/04 - QUARTA-FEIRA Santo Adalberto de Praga - Bispo e Mártir

21/04 - SEGUNDA-FEIRA Santo Anastácio, o Sinaíta - Abade e teólogo Existem dois Anastácios, patriarcas de Antioquia, que ao todo viveram entre 561 a 609 aproximadamente, os quais são confundidos com este, abade do mosteiro de S. Catarina, no monte Sinai. E que viveu em torno do ano 700. Uma pessoa não muito lembrada, mas que teve um grande papel na luta contra diversas heresias, como: Monofisismo; nestorianismo; monotelismo; o avanço mulçumano. Através de suas inúmeras obras, além de ajudar na busca de sua vida, foram textos extraordinários de explicações bíblicas, escritas no Sinai, que lhe renderam uma frase: “É um novo Moisés re-escrevendo no monte santo”.

Originário da Boêmia, território da Europa central que limita-se com a Alemanha a oeste; a Polônia a nordeste; a província checa da Morávia, a leste e Áustria, ao Sul. Ele foi batizado com o nome eslavo “Voytèch”. Pela sua imensa capacidade e pouca idade, foi criado bispo de Praga, com apenas 27 anos como Adalberto, sendo o 2º pastor daquela cidade pagã, vivendo no terrível século X. Com grande ímpeto, mas lhe faltava experiência. Mesmo assim fez trabalhos de evangelização. A caminho da Prússia, mesmo com a escolta do rei polonês Boleslaw, foi morto com um grupo de monges na costa do Mar Báltico. 24/04 - QUINTA-FEIRA São Fidélis de Sigmaringa - Sacerdote e Mártir Nasceu em Sigmaringa, Alemanha, séc. XVI. Estudioso, tornou-se mais tarde um conhecido filósofo e advogado, porém um profundo chamado o inquietava. Até que renuncia a tudo e ingressa entre os Capuchinhos. Assumiu o nome “Fidélis” ou “Fiel”. Depois, revelou-se grande pregador e orientador da fé católica para muitos outros irmãos, até ser preso e obrigado a negar a fé. Na prisão rezava: “Meu Jesus, tende piedade de mim; Santa Maria, Mãe de Deus, assisti-me”. Recebeu várias apunhaladas, morrendo ali mesmo aos 45 anos de idade.


5

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Vaticano IGREJA

João Paulo II e João XXIII serão reconhecidos santos pela Igreja FOTOS: DIVULGAÇÃO

Evento do dia 27, que vai canonizar os dois Papas, será em um dia e sem os exageros da beatificação de 2011

O

Vaticano anunciou no dia 31 de março que vai fazer uma cerimônia mais sóbria e sem extravagâncias para a canonização dos Papas João Paulo II e João XXIII. A cerimônia será no dia 27 de abril. Segundo o Vacinato, será bem mais simples que a cerimônia de beatificação de João Paulo II, ocorrida em 2011, que durou três dias. Desta vez, não haverá vigília dos fiéis. O cardeal Agostino Vallini, vigário de Roma, disse que as igrejas do centro de Roma permanecerão abertas durante a noite antes da canonização para proporcionar um retiro espiritual aos peregrinos. São esperadas entre 5 milhões e 7 milhões de pessoas em Roma para os dias prévios e posteriores à canonização, que incluem a semana da Páscoa e o dia 1º de maio. Peregrinos poloneses devem chegar em grande número para a canonização que vai fazer João Paulo II ser considerado santo. O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que a Praça São Pedro comporta somente 250 mil pessoas. Em 2011, a missa de beatificação reuniu 1,5 milhão de fiéis na praça e arredores, segundo a polícia de Roma. Lombardi não confirmou se o Papa Emérito Bento XVI vai participar da

w JOÃO PAULO II é um exemplo de humildade

canonização. “Ele foi convidado”, afirmou. O Vaticano anunciou a criação de uma ampla e articulada plataforma digital para informar a todos os fiéis e peregrinos sobre o grande evento das canonizações dos Papas. Adotou há alguns anos as novas tecnologias e as redes sociais como uma das melhores maneiras de comunicar e, portanto, não pouparam em mídia para a cerimônia, que deve atrair a Roma centenas de milhares de fiéis. O Vaticano informou ainda que criou um site e um aplicativo para celulares e tablets só para essa

w JOÃO XXIII levou uma vida de santidade

ocasião, com o objetivo de “oferecer a peregrinos e fiéis a possibilidade de acessar notícias e informações úteis sobre as celebrações, mas também às reflexões espirituais relativas à vida e o magistério de ambos os Papas”. O portal oficial do evento já está no ar no endereço 2papisanti. org, e está disponível em cinco idiomas (italiano, inglês, francês, espanhol e polonês). Nele, o público encontrará notícias, eventos e outras informações, além de material biográfico, vídeos e fotografias dos dois Pontífices. O projeto digital foi criado por um grupo de estudantes

de Ciências da Comunicação da universidade católica LUMSA de Roma, informou o Vaticano. Além do site, os alunos lançaram uma página no Facebook (2popesaints), uma conta no Twitter e no Instagram (@2popesaitns e 2popesaints, respectivamente) e também um canal de vídeo no YouTube. O Papa Francisco convidou o Pontífice Emérito Bento XVI às canonizações de João Paulo II e de João XXIII, que acontecerão no dia 27 de abril na Praça de São Pedro, mas a presença de Bento XVI ainda não foi confirmada.

Jovens do Brasil entregam símbolo da JMJ aos poloneses

A

multidão de peregrinos reunida na Praça São Pedro, no Domingo de Ramos, 13, acompanhou a passagem do ícone e da cruz, símbolos da Jornada Mun-

TA C S J É

dial da Juventude, entregues aos representantes do comitê da Polônia. O país onde nasceu o beato João Paulo II acolherá a próxima Jornada em 2016, na cidade de Cracóvia.

odo o encontro com Jesus nos muda a vida (15 de abril). Semana Santa é um bom momento para nos confessarmos e voltarmos à reta estrada (14 de abril). omo é doce estar diante do Crucifixo, ficar simplesmente sob o olhar cheio de amor do Senhor! (EG 264) (12 de abril). ó a confiança em Deus pode transformar a dúvida em certeza, o mal em bem, a noite numa alvorada radiosa (11 de abril). esus ensina-nos a não ter vergonha de tocar a miséria humana, de tocar a sua carne nos irmãos que sofrem. (EG 270) (10 de abril). preciso recuperar um espírito contemplativo, para que o amor de Deus incendeie os nossos corações (8 de abril).

Na ocasião, o papa Francisco anunciou o tema da próxima JMJ: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão misericórdia” (Mt 5,7). E s t ava m p re s e n t e s n a cerimônia os 250 delegados, entre eles bispos, sacerdotes, religiosos e leigos, que participaram do encontro sobre as Jornadas Mundiais da Juventude, organizado pelo Pontifício Conselho para os Leigos, bem como a delegação brasileira, membros da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB e da Equipe dos Jovens Conectados. “A entrega da cruz aos jovens foi feita trinta anos atrás pelo beato João Paulo II: ele pediu aos jovens que a levassem por todo o mundo como sinal do amor de Cristo pela humanidade. No próximo d i a 2 7 d e a b r i l , t e re m o s todos a alegria de celebrar a canonização deste papa, junto com João XXIII”, destacou Francisco. Após a celebração, atendendo aos chamados dos 24 jovens brasileiros

que participaram da entrega dos símbolos da JMJ, o papa desceu do carro e se aproximou para cumprimentar o grupo.


6

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Igreja no Brasil Queridos amigos,

N

ove meses após a minha inesquecível viagem ao Brasil, onde fui recebido de braços abertos pelo povo carioca, sinto uma alegria especial acolhendo hoje este grupo, guiado pelo cardeal Dom Orani Tempesta, que representa todos os que de alguma forma colaboraram na XXVIII Jornada Mundial da Juventude, tornando possível que o amor de Deus tocasse - literalmente - no coração de milhões de pessoas. Falando de coração, tenho uma confidência a fazer-lhes: Quando cheguei ao Brasil, no meu primeiro discurso oficial, disse que queria ingressar pelo portal do imenso coração dos brasileiros pedindo licença para bater delicadamente à sua porta e passar a semana com o povo brasileiro. Porém, ao término daquela semana, voltando para Roma, cheio de saudades, deime conta de que os cariocas são uns “ladrões”! Sim, “ladrões”, pois roubaram o meu coração! Aproveito a presença de vocês aqui hoje para agradecer-lhes por este “roubo”: Muito obrigado por terem me contagiado com o entusiasmo de vocês lá no Rio de Janeiro, e por hoje me ajudarem “matar” as saudades do Brasil. Como dizia, cada um dos que estão presentes aqui representa os leigos, religiosos, sacerdotes e bispos que deram a sua contribuição generosa durante a Jornada. Sei que não foi fácil organizar um evento destas dimensões. Imagino que, às vezes, houve quem pensasse que não tinha como dar certo. Por isso, como é bom poder olhar para atrás e ver que as horas de trabalho, os sacrifícios, até mesmo os desentendimentos passageiros são pouca coisa quando comparada com a grandiosidade da ação de Deus sobre os nossos pobres recursos humanos. É a dinâmica da multiplicação dos pães. Quando Jesus pediu aos apóstolos que dessem de comer à multidão, estes sabiam que isso era impossível. Porém, foram generosos. Deram ao Senhor tudo aquilo que tinham. E Jesus multiplicou os seus esforços. Não foi assim que aconteceu com a Jornada Mundial da Juventude? Mas, não só devemos olhar para trás. Devemos, antes, olhar para o futuro, fortalecidos

JMJ 2013

Papa envia mensagem à juventude brasileira O Comitê Organizador da JMJ do Rio de Janeiro recebeu mensagem do Papa Francisco por ocasião do Dia Mundial da Juventude GHGHGHGHGH

w PAPA FRANCISCO conquistou o carinho de todos os jovens brasileiros em 2013 com a certeza de que Deus sempre multiplicará os nossos esforços. Jesus constantemente nos repete: “Dailhes vós mesmos de comer” (Mc 6, 37). Por isso, este milagre vivido na Jornada da Juventude deve se repetir todos os dias, em cada paróquia, em cada comunidade, no apostolado pessoal de cada um! Não podemos ficar tranquilos sabendo que há ainda “tantos irmãos nossos que vivem sem a força, a luz e a consolação da amizade com Jesus Cristo, sem uma comunidade de fé que os acolha, sem um horizonte de sentido e de vida” (Exort. ap. Evangelii gaudium, 45).

Por isso, é preciso repensar naquelas três ideias que, em certo sentido, resumem toda a mensagem da Jornada Mundial da Juventude: ide, sem medo, para servir. Devemos ser uma “Igreja em saída” (cf. ibid., 20), como discípulos missionários que não tem medo das dificuldades, pois já vimos que o Senhor multiplica os nossos esforços, e por isso estamos sempre mais motivados em servir, doando-nos sem reservas, cheios da alegria do Evangelho. Queridos amigos, na realização desse compromisso, olhemos para o exemplo de José de Anchieta, o

Apóstolo do Brasil, recentemente declarado santo. Numa de suas cartas, ele escreveu: “Nada é difícil para aqueles que acalentam no coração e têm como fim único a glória de Deus e a salvação das almas, pelas quais não hesitam em dar a sua vida” (Carta ao Padre Tiago Laynez). Pois é pela sua intercessão que lhes animo a seguir adiante, com alegria e coragem na bela missão de manter viva no coração dos brasileiros a chama de amor por Cristo e pela sua Igreja. Novamente agradeço a presença de vocês e peçolhes que nunca deixem de rezar por mim. Muito obrigado!

Monsenhor Marcony é ordenado Bispo, em Brasília “Pois tudo é d’Ele, por Ele e para Ele; a Ele a glória eternamente” é o lema escolhido pelo Bispo Auxiliar de Brasília (DF), dom Marcony Vincícius Ferreira, que recebeu a ordenação episcopal, no dia 12, em cerimônia na catedral metropolitana. A c e l e b ra ç ã o f o i p re s i d i d a pelo cardeal José Freire Falcão e concelebrada pelos Arcebispos de Brasília, dom Sérgio da Rocha, e de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis. Participaram da missa o núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello e 30 bispos de diferentes regiões do país. Durante a homilia, Dom Falcão disse que a missão e o sacrifício são naturais da missão episcopal. “Ser pastor é ser para os outros. É amar as ovelhas com os sacrifícios da própria vida, assim como Cristo nos amou. A vida amadurece na medida que é dada aos outros”, destacou. O cardeal pediu ao povo que reze por dom Marcony “para que seja um

w ORDENAÇÃO Clero reunido para foto oficial com Bispo Marcony bom pastor e saiba que o episcopado não é para ele, mas para os outros”. Dom Marcony nasceu no dia 3

de março de 1964, em Brasília (DF). Ingressou no Seminário Maior Nossa Senhora de Fátima, em 1982, onde

cursou Filosofia e Teologia. Recebeu a ordenação presbiteral em 3 de dezembro de 1988.


7

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Igreja no Mundo SOLIDARIEDADE

Fundação João Paulo II: sinal de amor pelas populações africanas Canonização de João Paulo II traz à tona apelo por ajuda ao Continente Africano

N

a iminência da canonização de Papa Roncali e do Papa Wojtyla, recordamos hoje aqui na rubrica “África Global” a Fundação João Paulo II para o Sahel… Numa homilia muito articulada em que estabelecia uma relação entre a questão da água na Bíblia e a seca no deserto africano do Sahel, o Papa João Paulo II lançava, a 10 de Maio de 1980, em Ougadougou, n o a c t u a l B u r k i n a - Fa s o , u m premente apelo às instituições internacionais, aos governos, às ONG’s, aos investigadores, aos fieis do mundo inteiro… a ajudarem, de todas as formas, as populações sahelianas martirizadas pela seca e a desertificação… A esse apelo responderam com generosidade sobretudo os fieis católicos da Alemanha, aos quais se juntou mais tarde a Conferência Episcopal Italiana. Quatro anos mais tarde, em 1984, o Papa criava a Fundação João Paulo II para o Sahel para - dizia – “dar forma orgânica, permanente e eficaz às ajudas da Igreja destinadas aos Países do Sahel, num espírito de caridade e de autêntica promoção humana”. 2014 é, portanto, o trigésimo aniversário da Fundação, e é o ano da canonização do Beato João Paulo II. Mais do que uma simples coincidência, trata-se de um mistério – consideraram os bispos africanos administradores da Fundação, na sua assembleia anual, no Senegal, em Fevereiro passado. Senegal é, de facto, um dos nove países membros da Fundação. Os outros oito são Cabo Verde, GuinéBissau, Chade, Gâmbia, Mali, Mauritânia e Níger. A Fundação tem um secretariado em Ouagadougou, capital do BurkinaFaso, mas a sua sede é no Vaticano, junto do Conselho Pontifício “Cor Unum” que a tutela legalmente e controla o capital, informando periodicamente o Pontífice sobre a situação. Segunda-feira, numa conferência de imprensa, sobre as duas Fundações criadas pelo Papa João Paulo I - a para o Sahel e a Fundação Populorum Progressio para a América Latina - o actual Secretário de Cor Unum, Mons. Dal Toso, fazia notar que o Papa João Paulo II sempre quis evitar que a Fundação fosse uma imposição dos países do Norte aos do Sul, como muitas vezes acontece. De facto, numa das ocasiões, Karol Wojtyla sublinhava que citamos “a solução está nas mão dos africanos: colaborar com eles, mesmo no plano técnico, não quer dizer substituí-los”. Trata-se, portanto, duma realização concreta da comunhão eclesial, fruto também da co-responsabilidade de todos. Por sua vez, na emissão “Afrofonia” da RV, dedicada sábado passado à Fundação JPII para o Sahel, Mons. Karel Kasteel, antigo Secretario do “Cor Unum” e como tal observador da Santa Sé junto da Fundação João Paulo II para o Sahel, falava com grande alegria da Fundação…

DIVULGAÇÃO

w AJUDA África continua clamando por apoio mundial

“É uma grande alegria poder falar desta Fundação pontifícia que acompanhei quase desde o início, de 1993 a 2009 e, por isso, vi como o ideal do grande Santo Papa João Paulo II se pôde realizar. É verdade que o objectivo principal era e é combater a seca e colaborar para encontrar a melhor forma de combater a desertificação, mas por vezes esquece-se que o espírito da Fundação é também o de levar toda a população, não só católicos, mas também muçulmanos e membros da Religião Tradicional Africana a colaborar nisso. Aliás, é preciso também recordar a memória do servo de Deus, Cardeal Zoungrana, arcebispo de Ouagadougou (primeiro arcebispo africano francófono) que inspirou o Papa para que criasse essa Fundação com vista também numa grande colaboração entre todos, tanto é que uma importante oferta para a Fundação foi feita por um muçulmano do Burkina-Faso em jeito de reconhecimento pela atenção que o Papa João Paulo II tinha tido em relação a esse grande país”. Como observador do Papa junto da Fundação, teve a oportunidade de visitar os países beneficiários dela. Que imagem se fez deles e da utilidade da Fundação para eles? “Como observador do Papa pude efectivamente visitar os nove países. Cada um tem a sua própria identidade e características próprias. É verdade que o Burkina-Faso, estando de certo modo no centro, exerceu maior influência sobre o conjunto dos países, tanto é que por um certo tempo nos reuníamos sempre lá, mas devo dizer que conservo maravilhosas recordações seja do Níger, seja de Cabo Verde… as ilhas de Cabo Verde juntaram-se depois à Fundação… primeiro eram só 8 países; depois, graças ao então bispo da Praia, pôde-se acrescentar Cabo Verde à Fundação. E então passamos a ter também Cabo Verde que, como sabe, é um país de antiga tradição católica, tem muitos séculos de catolicismo, enquanto que os outros são de mais recente cristandade… mas cada um deles é tão maravilhoso que quando

uma pessoa vai uma vez, fica sempre com vontade de regressar… Também é marcante a gratidão das pessoas, o apego que têm em relação ao Santo Padre e a compreensão do desejo que João Paulo II teve de ajudar mesmo as populações das aldeias mais remotas a fim de que as mulheres não tenham de ir buscar a água sabe-se lá a quanto quilómetros de distância…. É todo um conjunto de coisas! … Um dos projectos de que me recordo particularmente era nos arredores de Bamako, no Mali, um dos maiores países do Sahel, um projecto que permitia a um grupo de mulheres ter perto da cidade hortas onde pudessem cultivar, com água suficiente, tudo o que lhes ocorria para a alimentação familiar e também vender um pouco daquilo que cultivavam. Visitar esse projecto, (assim como tantos outros), foi uma festa porque via-se que a Fundação tinha atingido a sua velocidade de cruzeiro, como costumava dizer o Cardeal Etchegaray que, na qualidade de Presidente do Cor Unum na altura, visitou também esses países para constatar pessoalmente o andamento da Fundação.” A Fundação forma animadores, operadores da saúde, hidráulicos, mecânicos, agricultores, criadores de gado, técnicos florestais, etc. Financia sobretudo pequenos projectos comunitários, realizados em colaboração com a Igreja e com as comunidades locais. É também um instrumento de diálogo inter-religioso, na medida em que a grande maioria dos beneficiários nos nove países membros são de religião muçulmana. Actualmente a Fundação está em fase de reestruturação. É que a crise financeira internacional faz-se sentir também sobre ela. Mas é só isso? Ainda Mons. Karel Kasteel… “Inicialmente houve essa grande generosidade dos católicos alemães na sequência do apelo feito – recordo - de joelhos pelo Papa no Estádio de Ouagadougou. Depois, a generosidade todos os anos da Conferência Episcopal italiana. Mas não é tanto o facto que os fundos diminuem, é que aumentam os projectos, aumenta a

necessidade de ajudar as pessoas. Por isso, não há dúvida de que o capital deve ser aumentado. E, como para todas as fundações, é preciso encontrar, de um modo ou doutro, mais fundos para ir ao encontro das necessidades: bolsas de estudo, procura da água… e de tudo o que serve para combater a desertificação que é, efectivamente, um problema gravíssimo em toda essa região.” No âmbito da reestruturação da Fundação – disse-nos tanto Mons. Dal Toso como D. Pedro Zilli, bispo de Bafatá na Guiné-Bissau – está-se a tentar diversificar as fontes de entrada. Neste sentido nasceu recentemente na França, por ex., uma Associação Amigos da Fundação João Paulo II para o Sahel que vai também ajudar a modernizar o site. Também se está a tentar sensibilizar os próprio africanos, especialmente os que têm meios, para que contribuam para o capital da Fundação. Recorde-se que uma vez por ano, fazem-se colectas em cada um dos países membros destinadas à Fundação. No plano administrativo – disse-nos D. Pedro Zilli - vão tentar reduzir as despesas de viagens para reuniões, procurando fazê-las via skipe, por ex. A Fundação gere anualmente cerca de dois milhões de dólares. Em 2013 financiou, nos nove países membros, 131 projectos num total de 1 milhão e 600 mil dólares. No âmbito desta reestruturação, um perito francês na elaboração de projectos, contratado pelo Conselho Pontifício Cor Unum está a fazer uma ronda pelos países membros da Fundação para formar formadores… Em Cabo Verde esteve 6 dias no início de Março. Marina Almeida, Secretária da Caritas Nacional dava conta disso, em entrevista à Rádio Nova, sublinhando o empenho a fim de que a Fundação que é dos sahelianos leve avante o seu objectivo de promoção humana das comunidades. Com efeito, é com olhos postos no crescimento integral e humano das comunidades que a Igreja age, manifestando a misericórdia e a proximidade de Cristo em relação a quem está em dificuldades, sublinhava o Papa João Paulo II, no encontro com os Conselhos de Administração das duas Fundações, Populorum Progressio e João Paulo II para o Sahel, em Julho de 2000… “(…) Através da sua acção, a Igreja quer indicar que Deus se faz próximo de quem está em dificuldades para que volte a ter esperança e dignidade. A Igreja não pretende ser uma simples agência de ajuda humanitária; quer, isso sim, dar testemunho da caridade de Cristo que liberta o ser humano de todos os males. Nesta luz vão as iniciativas empreendidas por estas duas fundações em nações e continentes particularmente provados. É nesta luz que se coloca toda a acção caritativa da Igreja, que o Conselho Pontifício “Cor Unum” é chamado a inspirar e a coordenar.”


8

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Nazaré Repórter FOTOS: LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

RÁDIO NAZARÉ

Z MH 3 . 91 FM

l RÁDIO NAZARÉ PROMOVE REFLEXÃO DA VIA SACRA E VIA LUCIS

Nesta semana a rádio Nazaré FM tem uma programação imperdível! Especial Semana Santa 2014. Padres e religiosos estarão meditando, com orações e reflexões os momentos decisivos da vida dos cristãos. O especial começou nesta segunda feira, 14, com o pe. Nilton Cezar , que explicou com detalhes os preparativos dos 3 dias que antecedem a Páscoa do Senhor. Já na quinta feira, pe Agostinho Cruz meditará sobre a Eucaristia na vida dos Cristão. Na sexta, além do Sermão do encontro e do Sermão das sete palavras, Frei Eduardo Ferreira meditará sobre “Maria aos pés da cruz”. Ainda na sexta-feira, pe. Nilton Cezar meditará sobre a Loucura e o escândalo da cruz. No sábado santo Pe. Nilton nos falará sobre o Sagrado silêncio. E no domingo de páscoa a novidade será a Via Lucis que tratará das alegrias da ressurreição do Senhor. Especial Semana santa na rádio Nazaré FM. A Páscoa de Cristo na Páscoa da gente. LUIZ ESTUMANO

O programa EDUCAÇÃO E CIDADANIA é um periódico

l ATENÇÃO! Na próxima quarta-feira, 23, a TV NAZARÉ irá transmitir ao vivo a missa em honra ao padroeiro da comunidade, São Jorge. A celebração

l PROGRAMAÇÃO DE PÁSCOA I A Unidade Educacional Especializada José Álvares de Azevedo, localizado no bairro da Batista Campos, está com uma programação especial para a páscoa. A abertura da festa será às 9h com mensagens de reflexão e apresentação do Coral Cantarte. Haverá três temas de reflexão: “As dores do Messias”, “A Crucificação” e “A Ressurreição de Jesus”. O Unidade trabalha com o atendimento de informática educativa desenvolvendo projetos de pesquisas, acompanhamento pedagógico conforme o quadro de disponibilidade e necessidades da comunidade em geral prestando serviço de informações e pesquisa a Internet, elaboração de trabalhos escolares, projetos profissionais, cadastro funcional, cadastro de pessoa física entre outros serviços, quando solicitado. Para mais informações ligue: 3222-5930.

l PROGRAMAÇÃO PÁSCOA II A Fundação Nazaré de Comunicação realizará no próximo dia 25, uma confraternização para todos os seus colabores entre eles os empregados, voluntários, estagiários, prestadores de serviço, membros do conselho curador, fiscal, de programação e editoração. A Santa missa será presidida às 11h, pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Teodoro Mendes.

l ESCUTE NO RÁDIO semanal de entrevistas ao vivo, com especialistas, debatendo temas atuais de educação e cidadania, sempre esclarecendo as duvidas do ouvinte, através do telefone (4006-9211). É apresentado por JOTA CARDOSO, toda quinta feira, das 16h ás 18h.

acontece na paróquia São Jorge, no bairro da Marambaia, e a transmissão acontece às 10h, pela Rede Nazaré de Televisão, canal 30.

l CAPELA BEATO JOSÉ ANCHIETA FESTEJA CANONIZAÇÃO

A Capela do Beato José de Anchieta foi construída há mais de 15 anos e pertence à Paróquia de Nossa Senhora do Bom Remédio. Ela está localizada Conjunto Maguari e foi construída por um padre missionário jesuíta José Bulfoni, já falecido, que trabalhou por muitos anos na paróquia de São Sebastião da Boa Vista, na ilha de Marajó. Quando se aposentou, realizou um trabalho missionário na área do Conjunto Maguari, pertencente à paróquia do Bom Remédio. A comunidade que se organizou na área, em homenagem ao grande jesuíta que catequizou a Terra de Santa Cruz, chamada Brasil, dedicou a Capela construída na área ao Beato José de Anchieta. A Comunidade que exulta alegria pela canonização de seu padroeiro, organizou uma carreata no último dia 5, pelas ruas do bairro que terminou na Capela do Imaculado Coração de Maria e com uma missa presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman. É com essa homenagem e Santa Missa que a Paróquia de Nossa Senhora do Bom Remédio manifesta sua alegria pela canonização do Apóstolo do Brasil, São José de Anchieta.

REDE NAZARÉ DE

TELEVISÃO

0 AL 3 CAN

l PROGRAMAÇÃO ESPECIAL NA SEMANA SANTA A Semana Santa não para na TV Nazaré com as transmissões com o Papa Francisco direto do Vaticano. É só ficar ligado em nossa programação para acompanhar o Santo Padre. Quinta-feira, 17, dois grandes momentos: a “Celebração do Crisma”, às 9h e às 18h, a “Missa da Instituição da Eucaristia” com o momento do “Lava pés”. Nesta Sexta- feira Santa, a partir das 21h30 participe da “Celebração da Paixão do Senhor” e, na virada de sexta para sábado a meia-noite você acompanha “O Caminho da Cruz”, direto do Coliseu, em Roma. No sábado Santo , às 15h30, direto da Basílica de São Pedro, a Vigília Pascal com o Papa Francisco e, no Domingo, a grande festa de nossa Fé: a Santa Missa de Páscoa, a partir do meio dia. Feliz e abençoada Páscoa a todos! LUIZ ESTUMANO

l ASSISTA NA TV O Programa NOTICIAS PASTORAIS, é informativo de tudo o que está acontecendo na Arquidiocese de Belém e na igreja no mundo. Um momento para conhecer os trabalhos de pastorais, movimentos, ministérios e grupos da igreja católica. É apresentado por LARISSA CRISTINA, todo sábado ás 7h, 12h e 19h, com reprise no domingo ás 8h e 12h.

PORTAL NAZARÉ

W. WW RE. A NAZ .BR O A COM DAC FUN

l SEMANA SANTA VIRTUAL E

ON LINE NA FUNDAÇÃO NAZARÉ

l PÁSCOA NA FUNDAÇÃO NAZARÉ Na época de páscoa e fim do período quaresmal, muitas são as celebrações que acontecem para renovação da fé cristã, e na Fundação Nazaré de Comunicação não poderia ser diferente. Na

última quarta-feira, 16, todos os funcionários da FNC participaram de uma Via Sacra às 11h pelas instalações da empresa. No próximo dia 25, haverá a celebração de Páscoa das emissoras da Fundação.

Durante a semana Santa, você poderá acompanhar todos os principais eventos que serão transmitidos pela TV Nazaré e Rádio Nazaré, através do Portal Nazaré - www.fundacaonazare.com. br ou pela nossa Fanpage facebook.com/fncbelem. Além disso, serão disponibilizados álbuns com as fotos referentes a cada evento e banners com a programação completa. - Quinta-feira : “Celebração do Crisma”, às 9h, e “Missa da Instituição da Eucaristia”, com o momento do “Lava pés”, às 18h . - Sexta- feira Santa - a partir das 21h30h participe da “Celebração da Paixão do Senhor” - De sexta para sábado à meia-noite (00:0h) você acompanha “O Caminho da Cruz”, direto do Coliseu em Roma. - No sábado Santo às 15h30 direto da Basílica de São Pedro a Vigília Pascal com o Papa Francisco. - No Domingo a grande festa de nossa Fé a Santa Missa de Páscoa a partir do meio dia (12h). Feliz e abençoada Páscoa a todos.


9

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 QUINTA - FEIRA 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo tempo 08h00 - Especial Semana Santa 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Missa dos Santos Óleos 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Oração das Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Especial Semana Santa 21h00 - Orando com Você - Com. Shalon. 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - MENSAGEM DE ENCERRAMENTO 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEXTA - FEIRA 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado

07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo tempo 08h00 - Procissão do encontro 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Maria aos pés da cruz 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - Sermão das Sete Palavras 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Especial Semana Santa 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Especial Semana Santa - Via Sacra 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Penitencial 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Textos Biblícos e antífonas 21h00 - Via Sacra 22h00 - A Voz do Pastor 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SÁBADO 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Especial Semana Santa 10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Caminho Aberto 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - Musical Nazaré 17h45 - Oração das Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - A Voz do Pastor

Ligue: (91) 4006-9251 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h30 - Musical Mariano 18h30 - Preparando a Festa 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial Páscoa - Via Lucis 23h50 - MENSAGEM DE ENCERRAMENTO 00h00 - Rede Milícia Sat DOMINGO 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - SANTA MISSA 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Especial Páscoa- Via Lucis 11h00 - Musical Mensagem -Ressurreição 11h55 - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - A Vida e o Tempo 16h00 - As Mais Tocadas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Musical Mensagem- Ressurreição 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Via Lucis 23h50 - MENSAGEM DE ENCERRAMENTO 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEGUNDA - FEIRA 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia

11h50 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h50- Oração do Ângelus 17h45 - Liturgia das horas- Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Especial Páscoa -Via Lucis 23h50 - MENSAGEM DE ENCERRAMENTO 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio TERÇA - FEIRA 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia

17h25 - Informe Notícia 17h30 - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Especial Páscoa - Via Lucis 23h50 - MENSAGEM DE ENCERRAMENTO 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio QUARTA - FEIRA 05h00 - ABERTURA DA EMISSORA 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo tempo 08h00 - Retiro popular 2014 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão RCR 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Especial Páscoa- Via Lucis 23h50 - MENSAGEM DE ENCERRAMENTO 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00h00 - A Palavra de Deus é Luz 00h05 - Mulher.com 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - A Palavra de Deus é Luz 02h50 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Evangeliza Show 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Diálogo Aberto 05h00 - Caminhando Na Fé 05h15 - A Palavra de Deus é Luz 05h20 - Palavra de Vida Eterna 05h25 - Fazendo Esperança 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Doloroso 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - A Palavra de Deus é Luz 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Santa Missa 08h00 0 Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - De Mãos Dadas 10h55 - Palavra de Vida Eterna 11h00 - Atelier na TV 11h45 - Desenho 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Desenho 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - A Palavra de Deus é Luz 13h50 - Mãe Maria 14h00 - Deus com a gente 14h30 - Religare 15h00 - De Coração 15h30 - De Mãos Dadas 16h10 - Desenho 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Caminhando Na Fé 17h15 - Sinais do Sagrado 17h30 - Terço Doloroso 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Clip Show 21h00 - A Palavra de Deus é Luz 21h05 - Mãe Maria 21h15 - Terra Santa News 21h40 - Palavra de Vida Eterna 21h45 - Nazaré Notícias 22h30 - Espaço Cultural SÁBADO 00h00 - Música Mensagem 02h00 - De Coração 02h30 0 Conversa com Meu Povo 03h00 - Clip Show 04h00 - Espaço Cultural 05h00 - Evangeliza Show 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV

06h00 - Terço Gozoso 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Notícias Pastorais 07h45 - Eu Creio 07h50 - Maria de Todos os Povos 08h00 - Viola Brasil 09h00 - Missa no Rio de Janeiro-RJ 09h30 - Conversa com Meu Povo 10h00 - Diálogo Aberto 11h00 - Pesca Amazônia 12h00 - Notícias Pastorais 12h45 - Eu Creio 12h50 - Maria de Todos os Povos 13h00 - Viagem pela Amazônia 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Pensando Bem 15h00 - Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP 16h45 - Notícias Pastorais 17h30 - Terço Gozoso 18h00 - Especial Musical 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Encantos da Amazônia 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Música Mensagem 22h30 - Conversa com Meu Povo 23h00 - Palavra de Vida Eterna 23h05 - Espaço Cultural 23h59 - Encerramento da Programação da TV DOMINGO 00h00 - Música Mensagem 02h00 - Vida Consagrada 03h00 - Clip Show 04h00 - Igreja que Sofre 04h30 - Missa e Procissão de Ramos com o Papa Francisco 08h00 - Desenho 08h30 - Procissão de Ramos e Santa Missa Dominical 10h00 - Diálogo Aberto 11h00 - Pesca Amazônia 12h00 - Notícias Pastorais 12h45 - Clip Show 13h40 - Encantos da Amazônia 14h40 - Ângelus 14h55 - Palavra de Vida Eterna 15h00 - Vida Consagrada 16h00 - Palavra de Vida Eterna 16h05 - Dedo de Prosa 17h00 - Missa Santuário Nacional de Aparecida 18h00 - Desenho 18h30 - Terço Glorioso 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Instrumetal Sesc Brasil 20h00 - Janela Aberta 21h00 - Espaço Cultural 22h30 - Palavra de Vida Eterna 22h35 - Questão de Fé 23h35 - Terço Glorioso 23h58 - Encerramento da Programação da TV SEGUNDA-FEIRA

00h00 - A Palavra de Deus é Luz 00h05 - Mulher.com 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - A Palavra de Deus é Luz 02h50 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Encantos da Amazônia 04h00 - Clip Show 05h00 - Caminhando Na Fé 05h15 - A Palavra de Deus é Luz 05h20 - Palavra de Vida Eterna 05h25 - Fazendo Esperança 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Gozoso 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - A Palavra de Deus é Luz 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - De Mãos Dadas 11h00 - Atelier na TV 11h45 - Desenho 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Desenho 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - A Palavra de Deus é Luz 13h50 - Mãe Maria 14h00 - Deus com a gente 14h30 - Religare 15h00 - Diálogo Aberto 16h00 - De Palavras 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Caminhando Na Fé 17h15 - Sinais do Sagrado 17h30 - Terço Gozoso 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Fazendo Esperança 20h30 - Terra Santa News 20h50 - Eu Creio 21h00 - Janela Aberta 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Sinais do Sagrado 22h55 - Palavra de Vida Eterna 23h00 - Caminhando Na Fé 23h20 - Mãe Maria 23h30 - Deus com a gente 23h58 - Encerramento da Programação da TV TERÇA-FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Janela Aberta 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Diálogo Aberto 05h00 - Conversa com Meu Povo 05h30 - Sobre Todas as Coisas 05h45 - Palavra de Vida Eterna

05h50 - Eu Creio 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Doloroso 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - De Mãos Dadas 11h00 - Atelier na TV 11h45 - Sobre Todas as Coisas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Desenho 13h00 - Igreja que Sofre 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Desenho 15h00 - Novena do Perpétuo Socorro 15h40 - Sobre Todas as Coisas 16h00 - De Palavras 16h30 - Conversa com Meu Povo 17h00 - Desenho 17h15 - Sinais do Sagrado 17h30 - Terço Doloroso 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Sobre Todas as Coisas 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Igreja que Sofre 21h00 - Questão de Fé 22h00 Nazaré Notícias 22h45 - Sinais do Sagrado 23h00 - Conversa com Meu Povo 23h30 - Religare 23h58 - Encerramento da Programação da TV QUARTA-FEIRA 00h00 - A Palavra de Deus é Luz 00h05 - Mulher.com 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - A Palavra de Deus é Luz 02h50 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Novena do Perpétuo Socorro 03h40 - Mãe Maria 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Questão de Fé 05h00 - Caminhando Na Fé 05h15 - A Palavra de Deus é Luz 05h20 - Palavra de Vida Eterna 05h25 - Fazendo Esperança 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Glorioso 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - A Palavra de Deus é Luz 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - De Mãos Dadas 11h00 - Atelier na TV 11h45 - Desenho

12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Desenho 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - A Palavra de Deus é Luz 13h50 - Mãe Maria 14h00 - Deus com a gente 14h30 - Religare 15h00 - Pensando Bem 16h00 - De Palavras 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Caminhando Na Fé 17h15 - Sinais do Sagrado 17h30 - Terço Glorioso 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Encantos da Amazônia 21h00 - Vida Consagrada 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Caminhando Na Fé 23h00 - De Coração 23h30 - Deus com a gente 23h58 - Encerramento da Programação da TV QUINTA-FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Retiro de Páscoa 04h00 - Terço Luminoso 04h30 - Missa do Crisma com o Papa Francisco 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - De Mãos Dadas 08h00 - Retiro de Páscoa 09h00 - Missa do Crisma 11h00 - Atelier na TV 11h45 - Sobre Todas as Coisas 12h00 - Retiro de Páscoa 13h00 - Igreja que Sofre 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Desenho 15h00 - Retiro de Páscoa 16h00 - De Palavras 16h30 - Conversa com Meu Povo 17h00 - Desenho 17h15 - Sinais do Sagrado 17h30 - Terço Luminoso 18h00 - Missa do Lava Pés 19h30 - Sinais do Sagrado 19h45 - Sobre Todas as Coisas 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Terra Santa News 20h55 - Palavra de Vida Eterna 21h00 - Evangeliza Show 22h00 - Retiro de Páscoa 22h45 - Sobre Todas as Coisas 23h00 - Conversa com Meu Povo 23h30 - Religare 23h58 - Encerramento da Programação da TV


10

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Igreja Pesar O

fim da tarde da última quarta-feira, 15, foi de pesar para a Arquidiocese de Belém. O Padre José Maria Carvalho Alves (Pe. Zezinho) voltou à casa do Pai Eterno. Ele atuou como pároco por mais de dez anos da Paróquia Santa Rita de Cássia, na Cidade Nova 5, em Ananindeua, onde o corpo foi velado . A Fundação Nazaré de Comunicação une-se em oração a toda a comunidade católica neste momento de Fé e Esperança.

Horários de Missas na Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL DE SANT’ANA Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3223-2362/3225-2715 Igreja N. S. das Mercês

(Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Telefone: 3212-3102

Sant'Ana da Campina

Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734

São Judas Tadeu

Condor - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3283-6020

Sta. Terezinha do Menino Jesus

Jurunas - Belém Sábado: 6h30 e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251

Santo Antônio de Lisboa

Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097

Santíssima Trindade

Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917

Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30e 19h30 Telefone: 3228-0864 Paróquia Santa Maria Goretti

Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023

N. S. de Nazaré (Basílica Santuário)

Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h, 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis

(Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30,9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba

REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz

Canudos - Belém Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 20h Telefone: 3226-2151/ 3226-2612

São Domingos de Gusmão

Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 19h30 Telefone: 3253-2656 São Miguel

Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Val de Cans - Belém Sábado:19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388

Sagrada Família

Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30

REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém. Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 10h, 18h Telefone: 3297-7250

Nossa Senhora de Fátima

São Sebastião

São José

Jurunas - Belém Sábado: 7h, 17h e 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3271-2146

Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3283-3052

REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642

Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 8h e 18h Telefone: 3277-4643

Santa Luzia

São Francisco Xavier

São Francisco de Assis

N. S. da Conceição

Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-4916

Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573

Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001

Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h; 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354

Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h00, 9h00 e 18h00 Telefone: 3215-7006

Conceição Aparecida

São Geraldo Magela

Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 3257-7950

N. S. do Perpétuo Socorro

Telégrafo - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 19h Telefone: 3264-9061 São Jorge

Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h, 19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato

Umarizal - Belém. Sábado e domingo: 6h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da

Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Icoaraci - Belém Sábado: 20h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3297-7251

Jesus Bom Samaritano

Tapanã - Belém. Sábado: 7h Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

São Francisco das Ilhas

Cotijuba - Belém Sábado: 19h30; Domingo: 8h, 9h30, 19h30 Telefone: 3247-1438

Santa Edwiges

Nova Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30, 18h Telefone: 3279-1654

N. S. Rainha da Paz

Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h30 Telefone: 3277-4645

Coração Eucarístico de Jesus

Catalina - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 10h e 19h

N. S. da Imaculada Conceição

Outeiro - Belém Sábado: 8h Domingo: 7h Telefone: 3277-4648

N. S. do Bom Remédio

Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h, 18h30 Telefone: 3289-5355

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo

Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3288-4250

Domingo: 07h30 e 19h30 Telefone: (91)3724- 2565

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3237-8350

REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3235-1405

Santo Afonso de Ligório

Divino Espírito Santo

São Miguel Arcanjo

Santo Inácio de Loyola

Santo Antônio de Pádua

Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30, 19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3234-4674

REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS N. S. Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. S. das Vitórias

Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655

Sagrado Coração de Jesus

Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h, 18h Telefone: 3265-5413

Sagrado Coração de Jesus

Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 Telefone: 3255-9475

Menino Deus

Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30, 18h Telefone: 3237-8351

N. S. de Nazaré

Colônia - Marituba Domingo: 9h Telefone: 3279-2624

N. S. das Graças

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 7h Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3263-0603 Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h, 18h Telefone: 91541971

São Lucas Evangelista

Guajará - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2621

Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30, 18h Telefone: 3237-1489 N. S. de Guadalupe

Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 11h, 18h Telefone: 3245-7440

Cristo Peregrino

Jaderlândia - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891

Santa Paula Frassinetti

Cidade Nova VI - Ananindeua Sábado: 19h30; Domingo: 6h30, 8h15, 18h Telefone: 3279-2620

Transfiguração do Senhor

Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30, 20h Domingo: 7h30, 19h Telefone: 3286-8570

Santa Rita de Cássia

Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3255-2654

Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30, 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 17h30, 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310

N. S. do Ó

São Vicente de Paulo

Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30, 19h30 Telefone: (91) 3771-1278

São Pio X

Águas Lindas - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 10h e 19h Telefone: 3215-7003

Santa Rosa de Lima Independente - Benevides

Segunda a Sexta :18h Sábado:17h

Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30, 19h Telefone: 3283-8400

São José Operário

Conj. Carnaúba, Icuí Domingo: 7h e 18h Telefone: (91) 3295-3545/3031-1172

Nossa Senhora do Amparo

Cidade Nova 8 - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h e 19h45 (Com. São José) Telefone: 3287-2418

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


11

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

A Semana AGENDA DE DOM TEODORO TAVARES

AGENDA DE DOM ALBERTO CORRÊA n De 18 a 24 de abril de 2014 w SEXTA, 18 DE ABRIL

AGENDA DE DOM IRINEU ROMAN

n De 18 a 24 de abril de 2014

n De 18 a 24 de abril de 2014

w SEXTA – SEMANA SANTA 18 DE ABRIL

w SEXTA – SEMANA SANTA 18 DE ABRIL

Manhã – Via-Sacra 16:00h – Celebração da Paixão do Senhor, Paróquia Jesus Ressuscitado, na Marambaia

17h - Ação Litúrgica da Paixão de Cristo Catedral

w SEXTA 19 DE ABRIL

Manhã – Via-Sacra 16:00h – Celebração da Paixão do Senhor na Paróquia da Santíssima Trindade

w SÁBADO – SEMANA SANTA 19 DE ABRIL

21h - Vigília Pascal - Catedral

w SÁBADO – SEMANA SANTA 19 DE ABRIL

w DOMINGO, 20 DE ABRIL

19:00h – Celebração da Missa da Vigília Pascal, Paróquia Jesus Ressuscitado

w SEGUNDA 21 A QUINTA 24 DE ABRIL

09:00h – Celebração da Missa na Comunidade Santa Quitéria – Ilha do Maracujá 18:00h - Celebração da Missa e Crisma, Paróquia Santa Maria Goretti

w DOMINGO DE PÁSCOA, 20 DE ABRIL

16:30h – Encontro com Jovens na Comunidade Santa Isabel da Hungria 19:00h – Celebração da Missa na Comunidade Santa Isabel da Hungria

w TERÇA, 22 DE ABRIL

08:00h – Celebração da Missa de Páscoa no IRFP 19:30h – Celebração da Missa na Igreja São Sebastião, em Icoaraci

w QUARTA, 23 DE ABRIL

10h - Missa - Basílica de Nazaré 19h - Missa “Domingo de Páscoa” - Catedral Em Roma

19:00h – Celebração da Missa e Crisma na Paróquia Santa Edwiges

w DOMINGO DE PÁSCOA, 20 DE ABRIL

09:00h - Celebração da Missa na Catedral 19:00h – Celebração da Missa na Paróquia Coração Eucarístico

w SEGUNDA, 21 DE ABRIL

06:30h - Celebração da Missa na Residência Episcopal 08:30h - Audiências

w TERÇA, 22 DE ABRIL

10:00h - Celebração da Missa na Paróquia São Jorge, no Bairro da Marambaia 19:30h – Celebração da Missa na Paróquia Sagrada Família, no bairro do Curió

w QUARTA, 23 DE ABRIL

07:45h – 11:45h - Aula no IRFP 19:00h – Celebração da Missa na Paróquia São Marcos , no bairro da Marambaia

w QUINTA, 23 DE ABRIL

w QUINTA, 24 DE ABRIL

08:30h – Audiências 18:00h – Celebração da Missa na Capela Divina Misericórdia

09:30h – Celebração da Missa de Páscoa na Capela do Pão de Santo Antonio 14:00h – Programa Entre Nós, na Rádio Nazaré FM 18:00h – Celebração da Missa na Paróquia São Jorge, no bairro da Marambaia Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Teodoro Mendes Tavares podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Testemunho de Fé

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Envie seu TESTEMUNHO para: voz@fundacaonazare.com.br

DIVULGAÇÃO

Nasci e cresci em uma família católica, mas vivia a fé sem tantos compromissos. Minha espiritualidade se limitava a uma única hora do domingo. Em 2010, por meio de minha namorada, agora esposa, participei do curso Nova Vida, da Escola de Evangelização Santo André, na Paróquia da Santíssima Trindade. Foi algo marcante para meu encontro pessoal com Jesus Vivo e Ressuscitado. A partir de então, muitas áreas da minha vida foram tocadas e

transformadas pelo Senhorio de Cristo. Outro passo decisivo para minha caminhada de fé foi conhecer e praticar o Método de Ovulação Billings, método natural de planejamento familiar, que possibilitou descobrir, através de muito diálogo e oração, o brilho da castidade. De lá para cá, crismei, casei e tive minha primeira filha. Hoje, busco conhecer ainda mais a fé através do Catecismo da Igreja Católica, sites, livros, DVDs, e o resultado

disso tem sido fantástico. Atualmente ministro aulas de catequese. Testemunho isso para que todos sintam-se motivados a conhecer e viver de forma mais intensa, integral e sacramental a fé católica, (re)descobrindo toda sua beleza e coerência. ANDRÉ LUIS BITAR DE LIMA GARCIA, 29 anos, advogado.

Parabéns para você! DIVULGAÇÃO

Maria das Graças Rodrigues Saavedra Maria de Fátima Soares Silva Maria de Lourdes Vasconcelos Penna Mariza Portal de Brito Teresinha de Sousa Rodrigues

19/04

“Quero aproveitar esse espaço para agradecer a Deus, e a Nossa Senhora de Nazaré, por me possibilitar mais um ano de vida. Esse mês completo 48 anos de idade, com saúde, paz, alegria, e ao lado da minha família que é o meu alicerce. Peço saúde e progresso para todos meus entes queridos”. SANDRA HELENA SANTANA MORGADO, dia 19 de abril

18/04

Albanize Reis de Abreu Pina Doroti Pinto Debs Elvina dos Santos Gomes Esmeralda de Oliveira Almeida Franklim Rabêlo da Silva João Bosco de Lima Campos José Ferreira Espírito Santo Laura Marília Brasil Alencar Leonardo Lima de Oliveira Luzia de Fátima Peixoto Vasconcelos Maria Bricio de Lima

Bartira da Conceição Feio Carlos Hermógenes de Sousa Rocha Débora Celeste Cunha Santa Brígida Elizabeth das Graças Rosário Alves Glacilda Ferreira Furtado Izamir Carnevali Araujo João Costa de Morais João Costa de Moraes Kleber Lopes de Barros Luiz de Gonzaga Lima Fontenelle Lígia Maria Pinto Moreira Maria de Nazaré da Costa Maria do Carmo de Jesus Fernandes Maria Lela da Silva Milfan Derze Barbosa Lira Sandra Suely de Seixas Brito Silvana Sousa Barros

20/04

Alessandra Marques Moraes Elton Jose Cruz Assunção Olinda Antunes Maria Tereza Ferreira de Sousa Marilena Bandeira Costa Vanessa Amorim Rodrigues

Maria das Graças Monteiro da Silva Marcela de Lima Melo Nilla Rocha Mauriti Raimundo Afonso Ipiranga

22/04

Adalberto Conceição da Silva Ana Lúcia Silva Rodrigues Claudomiro Matos de Souza Elza da Silva Sena Ivanilde Ferreira Pinto Izete Santana Tadaiesky Manoel Delmo Silva de Oliviera Maria de Nazaré Lima Borges Maria Téuria Barreto Gomes Mary Helena Pinheiro Soares Narciso Correia Pinto Ivanilde Ferreira Pinto Pedro Inácio Guima Terezinha Barros da Costa Raes da Rocha

23/04

Ana Clara Santos Mathias Antônia do Nascimento Monteiro w

24/04

Alice Imbiriba de Souza Gomes Déa de Azevedo Martins Evandro Jose Pinho da Silva Flávia de Paula Cardoso Francisco Assis de Souza Pereira Nobre Itamir da Rocha Cardoso Kleber Humberto Coelho Barros Maria da Conceição da Silva Alves Maria da Graça Costa Miranda Maria de Sousa Gomes Maria Helena Rendeiro Sales Maria Santana Siqueira dos Santos Jesus Regina Soares de Oliveira

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 19/04 - Diác. Fabio Lobato Cândido Silva 19/04 - Diác. José Maria de Araújo 19/04 - Pe. Léo Rockenbach 19/04 - Pe. Marco Antônio de Souza 20/04 - Pe. Cícero Roberto de Araújo 23/04 - Pe. Antônio Arcanjo Cruz

21/04

Aldelina Santana dos Reis Anete Cristina Chagas de Farias Antonio Flavio Pereira Américo Cleonice Barbosa Lopes Elcyr Antonio Godinho de Souza Junior Ivana Maria das Dores Silva Jose Ferreira do Carmo Maria das Graças Melo Machado

Antônio Jorge da Silva Costa Jacirene Maura Sodré Jorge Raimundo de Aquino Josefa Lisboa da Silva Maria das Graças Soares Martins Rita de Jesus Gomes de Castro Sydner Garcia Veras Vera Maria Mattos

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 18/04 - Pe. Valdemir Batista de Sena Júnior 23/04 - Diác. Jorge Raimundo de Aquino 24/04 - Pe. Vanildo Padoin

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Entretenimento Cinema & DVD

Na Locadora

Pedro Veriano (pveriano@gmail.com)

Perdidos na Tormenta

Cinema na semana

Afora “Noé”, tem uma nova aventura do Capitão América, o mais xenófobo dos heróis americanos, d e s t a ve z c o m o p e r s o n a g e m lamentando certo tipo de traição ideológica. Mas nada a comprometer a espetaculosidade proposta pelos produtores ligados às histórias em quadrinhos (a Marvel Comics). Há também dois lançamentos nacionais s cinemas comerciais de é “Noé”, de Darren Aronofsky. O embora se dê ênfase comercial ao países como o Brasil, onde diretor ganhou fama com trabalhos chamado “SOS Mulheres ao Mar”, a maioria católica influía de gêneros diversos como “O que a gente busca palavras para muito na programação, hoje se acoCisne Negro”, mas a sua obra que definir tanta bobagem. modam a um esquema adotado a pretensamente recria o dilúvio é “Rio 2” , ainda em cartaz, é partir dos Estados Unidos fonte das muito criticada pelas liberdades salutar por tratar de nosso país num produtoras de filmes mais influentomadas do texto que se lê no setor dominado por estrangeiros. O tes. Mas não era assim. Em décadas Gênesis. Ainda vou tratar do filme & brasileiro Carlos Saldanha, ora um passadas as salas programavam filtema, mas é interessante notar que dos produtores ativos do estúdio mes de teor religioso e atraiam mulAronofsky quis dizer que os homens de animação Blue Sky, coloca a sua tidões para vê-los. não mudam. E Deus não quis acabar arara azul e os companheiros dela Lembro-me de uma semana do com a humanidade. Alguns fatos numa viagem do Rio de Janeiro, onde cinema Nazaré, antes chamado mostrados no roteiro podem ser foram vistas em um filme anterior, Poeira, onde se exibiu os primeiros notados aqui e agora. à Amazônia, terra de ascendentes filmes em cinemascope e da ave e onde se processa o eles se baseavam em textos desmatamento à custa de sagrados. Do grupo estavam “O negócios escusos. Manto Sagrado” (The Robe) Belém não é vista no desenho. e a sequência “Demétrio e Passa de Salvador para Manaus. os Gladiadores”. Antes disso Mas há um apelo às nossas coisas programava-se em espaços com um casal de pesquisadores como os cinemas Moderno e mata adentro procurando animais Independência, “Os Últimos em vias de extinção. Tudo bem Dias de Pompéia”, “O Beijo de colocado em termos técnicos. O Judas”, e diversas adaptações que confunde é o excesso de falas de vidas de santos. Isto sem que a dublagem irrita. falar no clássico “Vida,Paixão No mais, a partir do dia 11, e Morte de N. S. Jesus Cristo”, um programa de filmes dignos obra dos franceses Ferdinand da época: “O Manto Sagrado”, Zecca e Lucien Noguent, cartaz “O Sinal da Cruz”,”Vicente O “obrigatório” de quase todos as Capelão das Galeras”, “A Canção salas, mesmo em se tratando de de Bernadete” e o sempre um filme mudo (de 1903) . exibido “Vida de Cristo”. No w MANTO SAGRADO é um dos filmes antigos Hoje o único filme em cartaz centenário cine Olympia com com um assunto ligado à Bíblia que foi exibido em cinemascope ingresso franqueado.

A partir do dia 11, uma sequência de filmes sagrados será exibida no Cine Olympia

O

DIVULGA'AO

eu indico

Eu indico o livro Civilização do amor: Projeto e missão. É um importante subsídio que reconhece e valoriza a presença significativa dos jovens em suas várias expressões, considerando o pluralismo de carismas, as metodologias de trabalho, suas ações e motivações. Para quem quer construir a Civilização do Amor, tendo a juventude não como coisa, mas assumindo-a como causa, este é um importante material. EDUARDO DA AMAZÔNIA, 29, Pastoral da Juventude

QUADRINHOS SANTA PACIÊNCIA - ANDRÉ ABREU

BOA DICA

vida do Karol Wojtyla, com ênfase no período do

nosso país, se misturou às tradições indígenas. As

Depois da guerra (a 2ª, Mundial), crianças perambulam pela Alemanha arrasada. Muitas são levadas a abrigos pelos soldados aliados. Mas elas estão muito traumatizadas e relutam em viajar numa ambulância ou em qualquer carro que tenha grades, pensando que estarão de volta aos campos de concentração. “Perdidos na Tormenta” (The Search/ EUA,1948), filme dirigido por Fred Zinnemann (de “A Um Passo da Eternidade”) trata de Karel Malik, um garotinho de 9 anos que separase dos pais detidos pelos nazistas e ao fugir do campo de concentração junta-se a um colega no caminho da triagem que selará seu destino. O pavor emudece o menino. E quando é possível, ele foge. O colega que foge com ele morre afogado. E o menino, depois de andar muito pelos destroços da cidade bombardeada, é achado por um soldado americano (estreia do ator Montgomery Clift) que primeiro o alimenta e depois o ensina muitas coisas, inclusive, o idioma inglês. Ao mesmo tempo em que Karel é tratado pelo americano de quem se torna amigo, a mãe dele, sobrevivente do holocausto, o procura nas entidades que abrigam os refugiados de guerra. O desencontro ao longo da narrativa dá suspense ao filme. E o papel do menino Ivan Jandi (19371987) é impressionante. Mereceu um Oscar especial e um Globo de Ouro. Impossível o espectador não se comover com a narrativa.

PALAVRAS CRUZADAS NASSRALLA

LIVROS E CD'S

n 365 DIAS COM JOÃO PAULO II (PAULINAS R$ 26,20 PÁGS 536)

n MITOS E LENDAS DO FOLCLORE DO BRASIL (PAULINAS R$ 25, 00 PÁGS 64)

E s s a é u m a o b ra d e aparência simples, porém conduz o leitor para a meditação e oração seguindo os ensinamentos e as palavras do Papa João Paulo II. O livro aborda um breve resumo da vida do Karol Wojtyla, com ênfase no período do seu pontificado em que se destaca a preocupação ecumênica, a evangelização, o relacionamento com os jovens e a vida cristã. A leitura se apresenta como um mosaico que possibilita refletir sobre diversos temas da doutrina e da vida cristã, segundo a escola de João Paulo II.

O livro aborda o surgimento das lendas no Brasil e como elas sobrevivem no imaginário popular e são passadas de geração em geração. Acredita-se que as lendas tenham vindo com os imigrantes europeus, e aqui, em nosso país, se misturou às tradições indígenas. As lendas reunidas no volume são apresentadas na forma de versos cantados pelos “compadres” Zé Fragoso e Chico Simas. As caricaturas lembram os cordéis nordestinos, que são ricos na tradição popular de nossa gente. E é assim a livro convida crianças a se deliciarem com as histórias.


Caderno Dois BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

PÁSCOA DO SENHOR

Jesus, o rei, vivo para sempre!

Nesta semana especial a Igreja convida os fiéis a comtemplar Cristo

“Q

uem sou eu perante Jesus que sofre?” - esta a questão proposta pelo Papa Francisco que acompanhará os cristãos nestes dias da Semana Santa. Dias em que, mais do que em qualquer momento, a verdade da fé transforma-se numa experiência de carne e sangue. Uma experiência à qual, no decurso do seu primeiro ano de pontificado, Francisco - o Papa das periferias - habituou a Igreja, exortando-a a abrir as portas e a tornar-se um coração palpitante de caridade para com quem está sempre à margem. A Semana Santa é assim - afirmou o Papa Francisco na audiência geral de 27 de março de 2013 - um tempo para abrir as portas do nosso coração: “A Semana Santa é um tempo de graça que o Senhor nos dá para abrir as portas do nosso coração, da nossa vida, das nossas paróquias - que pena tantas paróquias fechadas! - nas nossas paróquias, nos movimentos, nas associações, e sair ao encontro dos outros, fazermo-nos próximos para levar a luz e alegria da nossa fé. Sair sempre!” Assim como no ano passado foi celebrar à prisão de menores em Casal del Marmo, o Papa Francisco celebrará nesta Quinta-Feira Santa, a Missa da Ceia do Senhor, às 17h30, para pessoas com deficiência e para pessoas idosas no Centro Santa Maria da Providência, instituição gerida pela Fundação Don Carlo Gnocchi. Na manhã desse mesmo dia, o Papa Francisco dará início ao Tríduo Pascal presidindo à Missa Crismal na Basílica de S. Pedro. Na Sexta-Feira Santa, dia 18, às 17 horas, o Santo Padre presidirá à Celebração da Paixão

Acompanhe nesta edição os passos da Arquidiocese de Belém para viver bem a Semana Santa e proclamar que Jesus, o Filho de Deus que venceu a morte para a salvação de toda a humanidade, está vivo e reina para sempre. Aleluia!

SEMANA SANTA 2014 ARQUIDIOCESE DE SANTA MARIA DE BELÉM DO GRÃO PARÁ CATEDRAL METROPOLITANA DE BELÉM

Mensagem do Cura da Sé

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

do Senhor. Este tempo foi também marcado pelos gestos concretos como: a caridade pelos irmãos, busca do sacramento da penitência, oração

vida e viver do Cristo que é Vida para todos. irmãos e irmãs, a graça d e uma Santa Páscoa. Que possam sentir a mesma alegria que

Iniciamos o tempo da Quaresma com um forte apelo à conversão: “Converteivos e credes no evangelho”. Durante a Quaresma tivemos bem perto da Palavra de Deus, pois pela escuta da palavra, chegamos à Páscoa do Senhor. Este tempo foi também marcado pelos gestos concretos como: a caridade pelos irmãos, busca do sacramento da penitência, oração mais contemplativa, fazendo um profundo retiro espiritual. O profeta Joel diz: “Rasgai nossos corações e não as nossas vestes”. Chegamos à Páscoa. Páscoa é renovação completa de nossa vida. A Liturgia Pascal nos convida a vivermos com intensidade o Mistério do Ressuscitado. Cristo Ressuscitado é, para todos, força da caminhada. Pedro e João e os demais apóstolos tiveram a experiência desta Força, a partir da Ressurreição do

DIVULGAÇÃO

do Senhor e, mais tarde, às 21h15h, a Via Sacra, no Coliseu de Roma. Momentos fundamentais no itinerário da vida espiritual de um cristão que nos ajudam a ter coragem para sairmos dos nossos pequenos hábitos para anunciar Cristo. Somo um pouco como S. Pedro - tal como afirmou o Papa na Semana Santa de 2013: “Muitas vezes contentamo-nos com uma qualquer oração, uma missa dominical não constante e algum gesto de caridade, mas não temos a coragem de sair para levar Cristo. Somos um pouco como S. Pedro. Basta que Jesus fale de paixão, morte e ressurreição, de entrega de si, de amor para com todos, o Apóstolo chama-o à parte e repreende-o.” Depois do silêncio tumular de Sábado Santo, a Vigília Pascal vai iluminar de Luz um sepulcro vazio o Papa Francisco presidirá na Basílica Vaticana, a partir das 20h30h, a Solene Vigília. No dia seguinte, 20, o Domingo de Páscoa, da Varanda Central da Basílica de S. Pedro, o Santo Padre abençoará o mundo na tradicional Mensagem Pascal e Bênção Urbi et Orbi. A Rádio Vaticano transmitirá todas as celebrações e pela internet é possível acompanhar pelo site oficial do Vaticano (www.radiovaticana.va ).

Senhor. Nossa Paróquia vive este tempo forte de Santas Missões Populares (SMP). Você é CONVIDADO como verdadeiro cristão a ser discípulo missionário, na realização das SMP, para que muitos corações voltem a ter vida e viver do Cristo que é Vida para todos. Desejo a todos os irmãos e irmãs, a graça d e uma Santa Páscoa. Que possam sentir a mesma alegria que tivera Maria Madalena ao encontrarse como Mestre, Aquele que tanto amava... Com os Discípulos de Emaús, que encontrando o Ressuscitado, voltaram para dizer: Ele está Vivo, ressuscitou, aleluia! Santa Páscoa! Pe. José Gonçalo Vieira Cura da Sé de Belém Pe. Glaucon O. Feitosa Vigário

PROGRAMAÇÃO 16 abril - quarta-feira Santa “O Filho do Homem vai morrer, conforme diz a Escritura a respeito dele. Contudo, ai daquele que o trair.” 18h00 Santa Missa 19h00 Procissão da Fuga do Senhor (translado do Senhor dos Passos até a Basílica) 17 abril - quinta-feira Santa “Jesus Cristo fez de nós um reino e sacerdotes para Deus, seu Pai” 09h00 - MISSA DO CRISMA Pontifical de Óleos Renovação das Promessas Sacerdotais. “Eu vos dou esse novo mandamento” 18h00 MISSA DA CEIA DO SENHOR Lava pés/ Instituição do Sacerdócio e Eucaristia/ Transladação do SS. Sacramento para Adoração até às 24h 18 abril - sexta-feira Santa “Jesus Cristo se tornou obediente até a morte numa cruz.” PROCISSÃO DO SR. DOS PASSOS 07H00 -Saindo da Basílica de Nazaré com a imagem do Senhor dos Passos 08h00-Saindo da Igreja de São João Batista com a imagem de Nossa Senhora das Dores para o Encontro na Igreja das Mercês. SERMÃO DO ENCONTRO com Pe. José Gonçalo Vieira Local: Capela do Colégio Santo Antônio (Pça Dom Macedo Costa) SERMÃO DAS SETE PALAVRAS com Pe. José Gonçalo Vieira Local: Capela do Colégio Santo Antônio (Pça Dom Macedo Costa) 17H00 - AÇÃO LITÚRGICA DA PAIXÃO DO SENHOR Leitura da Paixão/ Oração Universal/ Adoração da Cruz/ Comunhão 18H - PROCISSÃO DO SENHOR MORTO NB.: Traga uma vela ou tocha para iluminar a Procissão 19 abril - sábado Santo “Ele ressuscitou e vai à vossa frente para a Galileia” 21h- VIGÍLIA DA PÁSCOA NB.: trazer vela com proteção 20 de abril - Domingo da Páscoa “Aleluia, Cristo ressuscitou!” 07h00- Santa Missa 09h00- Santa Missa 10h00- Batismo Solene 19h00- Missa Solene


2

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Igreja

Caderno Dois LUIZ ESTUMANO

CAMPANHA

Centro de Cultura e Formação Cristã será revitalizado Centro se prepara para a primeira campanha em prol da reforma

C

om 14 anos de existência, o Centro de Cultura e Formação Cristã (CCFC), localizado na BR-316, bairro de Águas Lindas, tem como missão dar cumprimento à atuação da Arquidiocese de Belém no que concerne ao campo da cultura e da formação cristã, através de cursos, formações, palestras, entre outros. O CCFC agora se prepara para dar mais um passo em sua história, a realização da sua primeira Campanha

w CUIDADO CCFC é importante Centro de Formação para a Igreja em Belém

de Revitalização. O prédio que possui uma arquitetura moderna e imensos jardins, precisa de cuidados, uma pintura em nível de urgência, além de outros processos de restauro. “O CCFC é nosso, é da Arquidiocese de Belém, é preciso continuar a missão e para isso, é necessário também disponibilizar uma estrutura adequada para melhor acomodação e bem estar daqueles que buscam formação para aprofundar seu

conhecimento e sua fé”, disse Padre Idamor, diretor do CCFC. A campanha que está prevista para o inicio do mês de maio, conta com o apoio de todos aqueles que não somente participam das atividades do CCFC como alunos, professores e amigos, mas também daqueles que queiram colaborar com a revitalização do Centro de Cultura. COMO COLABORAR:

Cada pessoa poderá contribuir de acordo com as suas possibilidades e quem desejar também poderá fazer sua doação. Para doações materiais como galão de tinta, entre em contato pelo telefone: 4009-1566 ou 4009-1578 ou entregue na secretaria. Para aqueles que desejam fazer uma doação em dinheiro poderá depositar em conta bancária. Banco do Brasil, Agência: 1436-2, Conta Corrente: 59.109-2. Ajude!

UNIV: 3 mil estudantes encontrarão o Papa Francisco Cerca de 3 mil estudantes se encontrarão em Roma na Páscoa. O encontro, realizado há 47 anos, nasceu em 1968, impulsionado por São Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei. Conforme informações da assessoria de imprensa da Prelazia, “a ecologia da pessoa e de seu ambiente” é o tema discutido entre universitários de todo o mundo que até o dia 20 de abril, participarão do UNIV, em Roma. O encontro, como todos os anos, acontecerá durante a Semana Santa. Estudantes de mais de 200 universidades de todo o mundo se reúnem no Fórum UNIV 2014, em sua 47 ª edição, para refletir sobre o tema “Cosmos: a ecologia da pessoa e de seu ambiente”. Na última quarta-feira, 16 de abril, os universitários participaram da audiência geral com o Santo Padre. Na ocasião, entregaram ao Papa Francisco algumas cartas que foram escritas por idosos de vários países dos cinco continentes. A ideia é ser uma “ponte” para fazer chegar ao Papa mensagens daqueles que, por causa da idade não podem chegar fisicamente. O p o r t a - vo z d o F ó r u m , G i ova n n i Va s s a l l o a f i r m a : “como estudantes recebemos com alegria o chamado do Papa para proteger toda a criação e o ambiente em que vivemos. Com este pequeno gesto, queremos dar o nosso contributo para uma nova relação entre as gerações: nós jovens queremos aprender com os mais velhos, e por isso nos tornamos seus portavozes, para fazer chegar essas mensagens de todos os lugares do mundo até o Papa.” O Fórum oferece inúmeros eventos culturais em diversos locais de Roma: conferências, seminários, exposições, concertos, grupos de estudo, mesas redondas. Entre os convidados da

DIVULGAÇÃO

w UNIVERSITÁRIOS preocuoados com o meio ambiente academicos levam tema ao Papa conferência deste ano destaca-se o médico argentino Abel Albino, da Fundação Conin, que promove a luta contra a desnutrição infantil; Esther Jimenez, diretora do Centro Internacional Trabalho e Família da IESE Business School e Kishore Jayabalan, diretor do Instituto Acton Roma. Uma das principais atividades do Congresso é o Fórum Encontro Romano, cujo tema é “O Poder de servir: detalhes que fazem o intangível tangível” e o Fórum de Iniciativas Sociais, um espaço dedicado à apresentação de projetos de voluntariado e solidariedade cujos protagonistas são estudantes universitários de todo o mundo, em favor dos pobres das periferias das grandes cidades universitárias do mundo.

Os participantes arrecadam fundos para ajudar alguns projetos de educação e formação na África, promovido pelo Harambee África International. “O UNIV, disse Vassallo, é uma ocasião maravilhosa para conhecer e discutir temas fundamentais com colegas de todo o mundo. A ecologia humana nos lembra que existe um ecossistema que pode desenvolver melhor tudo o que é humano. Este ecossistema é como a terra boa que faz a planta crescer. Para cultivar o ser humano, a terra boa é a família e a escola, terra encontrada nos cinco continentes e que toca a cada um de nós trabalhar.” O Presidente do UNIV 2014 é o economista finlandês Oskari Juurikkala. Nestes 47 anos mais de

100 mil estudantes universitários participaram do Fórum. Todos os anos os participantes são recebidos pelo Papa. 2014 será um ano particularmente importante, por causa da canonização de João Paulo II, que durante o seu pontificado, demonstrou particular simpatia e afeto para com os jovens do UNIV. Os textos dos 46 encontros precedentes, juntamente com outras informações sobre o Congresso estão disponíveis no site: www.univforum.org site. A Prelazia do Opus Dei organiza atividades de formação cristã que acompanham o programa do Fórum. O encontro é uma oportunidade para conhecer a cidade de Roma seguindo os passos da história da Igreja desde os primeiros séculos.


3

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois LUIZ ESTUMANO

SEMANA SANTA 2014

Sermão das sete palavras: 135 anos de fé, cultura e tradição Meditação sobre as últimas Palavras de Jesus na Cruz serão transmitidas pela rádio e TV Nazaré

w REFLEXÃO Pe. Gonçalo será responsável pela pregação do Sermão das Sete Palavras

O

ícone bíblico da Crucifixão reproduz os eventos ocorridos no Calvário, consoante relata o Evangelho de São João. Este ícone originou uma oração denominada “As Três Horas da Agonia”. Os ritos e as medições desta oração constituem patrimônio da Congregação das Irmãs Doroteias (fundada por Santa Paula Frassinetti, em Gênova-Itália), que chegaram a Belém em 1877, a convite de Dom Macedo Costa, para aqui desenvolverem o serviço religioso, educacional e assistencial. Em 10 de abril de 1879, na Capela do Colégio Santo Antônio, realizava-se pela primeira vez em nossa cidade, a cerimônia das “Três Horas da Agonia”, também conhecida como “Sermão das Sete Palavras”, um rito de fé, cultura e tradição que hoje, Sexta Feira Santa de 2014, completa 135 anos. No intuito de melhor ambientar a cerimônia, a 5 de abril de 1881 chegou a Belém, proveniente da Itália, o conjunto icônico do Calvário, contendo imagens de Nosso Senhor Crucificado e das testemunhas de sua agonia na Cruz: Nossa Senhora d a s D o re s , S ã o J o ã o e M a r i a Madalena. Belas e expressivas, as imagens que retratam a Crucifixão do Filho de Deus ainda hoje encantam e emocionam os que visitam a Capela do Colégio Santo Antônio, nomeadamente, os que acompanham a cerimônia do Sermão das Três Horas da Agonia, na Sexta Feira Santa. Desde a primeira edição realizada em Belém, a cerimônia foi ilustrada com o canto do Oratório intitulado “Le Sette Ultime Parole di Nostro Signore Sulla Croce” (As Sete Últimas Palavras de Nosso Senhor na Cruz), de autoria do italiano Giuseppe S ave r i o Ra f f a e l e M e rc a d a n t e (1795-1870). Nos primeiros anos de realização, eram as próprias Irmãs Dorotéias que cantavam em italiano as estrofes do oratório, entremeando as meditações sobre as Sete Palavras

que Nosso Senhor Jesus proferiu nas três horas em que agonizou na Cruz antes de expirar. Posteriormente, juntaram-se a elas, as órfãs internas do colégio, as senhoras que trabalhavam cuidando destas jovens, as integrantes da Irmandade “Filhas de Maria” e cantores líricos convidados. Nos anos quarenta e cinquenta do século XX, o coro era formado exclusivamente por integrantes das “Filhas de Maria” e solistas convidados, nomes influentes da música erudita belenense, entre eles, Helena Coelho Cardoso, Judith Pepes Nazaré, Edith Oliveira da Paz, Adelermo Matos, Neyde Bentes Valle, João Bosco da Silva Castro e Alice Lima Albuquerque. Neste tempo já existiam pregadores que a cada ano eram convidados para meditar as Sete Palavras de Jesus na Cruz. A partir da década de sessenta, a tradição de cantar as estrofes do oratório “Le Sette Ultime Parole di Nostro Signore Sulla Croce” nos intervalos entre cada uma das meditações passou a ser executada pelo Coral Santa Cecília, da Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, sempre com um solista convidado. Por lá passaram nomes como Antonio Correa, Heitor Carneiro, Eduardo Nascimento, Mariane Lima, Tainá Souza, Patrícia Oliveira, Sílvio Rodrigues, Antonio Mendes, Marília Vasconcelos e Rafael Ventimilha. Organizado atualmente pela Arquidiocese de Belém, a cerimônia d o S e r m ã o d a s S e t e Pa l av ra s adentrou no século XXI, com memoráveis pregações de sacerdotes e bispos, convidados pelo Arcebispo, entremeadas pelo virtuoso canto do Coral Santa Cecília, formado exclusivamente por leigos católicos, sob a regência do maestro Eduardo Nascimento, tendo ao piano Paulo José Campos de Melo e solistas convidados. Às 12h desta Sexta Feira de 2014, passados 135 anos desde que a Irmãs Doroteias realizaram a primeira edição do Sermão das Sete Palavras na Capela do Colégio Santo Antônio, a cerimônia se repetirá, desta feita, com as meditações do pregador deste ano, Padre José Gonçalo Vieira, e as estrofes do oratório “Le Sette Ultime Parole di Nostro Signore na Sulla Croce”, renovando a tradição de fé e cultura que nos transportará aos acontecimentos do Calvário.


4

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

LUIZ ESTUMANO

w REUNIÃO Dom Irineu se colocou a disposição para ajudar a Pastoral

A

Região Metropolitana de Belém é cercada por 39 ilhas, e nelas há várias famílias e histórias diferentes. Por estarem afastadas por vários quilômetros de água da capital do Estado, elas precisam de mais atenção e ajuda, principalmente da Igreja Católica. A Pastoral das Ilhas tem como coordenador, o Bispo Auxiliar de Belém Dom Teodoro Mendes, que desde quando chegou a capital paraense assumiu a Pastoral e trabalha em prol das comunidades que ela atende. Padre José Ferreira, pároco da Paróquia São Francisco das Ilhas, em Cotijuba, é um dos membros que fazem parte da pastoral e disse que foco é organizar o trabalho no local. “Nossa paróquia atente 14 comunidades das ilhas e lá o nosso trabalho é a organização do trabalho de evangelização, além de reuniões para definir os horários de missas e a realização delas”, esclarece o pároco. Com a grande preocupação em atender as famílias que residem nas comunidades das ilhas, a Cáritas da Arquidiocese de Belém vem implantando desde 2006 dois projetos que objetivam as melhores condições de vida aos ribeirinhos: o projeto ‘Sanitário Ecológico Seco’ e ‘Captação de Água da Chuva’, que a cada ano vem beneficiando um número maior de ilhas. Segundo o Padre José Ferreira, os encontros com Dom Teodoro Mendes acontecem uma vez ao mês e são colocadas em práticas todas as pautas que a Pastoral das Ilhas trabalha. N o ú l t i m o d i a 10 , v á r i a s lideranças da Pastoral das Ilhas tiveram o seu encontro anual para discutir os assuntos que são de total importância da pastoral e dos trabalhos envolvidos. Na ocasião, o novo Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman foi apresentado às lideranças e se colocou à disposição para ajudar nos trabalhos que são desenvolvidos por Dom Teodoro Mendes. “Na verdade, vim para me apresentar e dizer que me disponho a colaborar também, já que nós trabalhamos na unidade e na comunhão, então me comprometo a colaborar, porque todos nós colaboramos uns com outros”, explicou Dom Irineu. Pela parte da tarde, Dom Irineu Roman fez uma participação especial no programa Entre Nós, na Rádio Nazaré FM, que vai ao ar de 14h às 15h. O novo bispo auxiliar dividiu a apresentação ao lado de Dom Teodoro Mendes. O programa veicula as notícias do trabalho que é desenvolvido nas comunidades ribeirinhas pela Pastoral das Ilhas. Dom Irineu foi

Caderno Dois LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

w CÁRITAS projeto atende várias famílias das comunidades ribeirinhas

PASTORAL DAS ILHAS

Lideranças ribeirinhas são recebidas por Dom Irineu Roman O foco agora é organizar ações nas ilhas que circundam Belém LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

w DOM TEODORO assume a pastoral desde quando chegou em Belém e realiza um belo trabalho

entrevistado por Dom Teodoro e falou as suas expectativas sobre a missão de ser bispo, das mudanças que aconteceram em sua vida e também como foi a sua ordenação no dia 19 de março, em Vista Alegre do Prata, RS. Com exclusividade à reportagem da VOZ DE NAZARÉ, Dom Irineu explicou qual será o seu trabalho na Arquidiocese de Belém como novo bispo auxiliar. “Meu serviço específico será trabalhar a questão das novas paróquias e também das novas comunidades aqui na área metropolitana. Cada um de nós tem uma frente, vamos fazer visitas pastorais e depois ficarei aberto a trabalhar pela edificação, criação e abertura de novas comunidades, porque a Igreja só cresce e vive a partir da comunidade. A fé tem que ser comunitária, ela existe individualmente, mas não pode crescer e expandir se só for particular, pois a Igreja desde Jesus Cristo sempre funcionou em comunidade”, explicou o Bispo.

LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

w MISSÃO Pastoral das Ilhas atende as 39 ilhas da Região Insular de Belém


5

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois

IGREJA

Espiritualidade do Clero para a Páscoa do Senhor A partir desta edição, a VOZ DE NAZARÉ publica o resumo do tema da Espiritualidade do Clero para a Páscoa do Senhor 2014, uma reflexão dirigida pelo Padre Agostinho Cruz, Vigário Episcopal da Região Episcopal São João Batista e Pároco de São João Batista e Nossa Senhora das Graças, em Icoaraci. O documento base foi a Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium”, do Papa Francisco. 1º PARTE EXORTAÇÃO APOSTÓLICA EVANGELLI GAUDIUM

A

Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium”, do Romano Pontífice nasce da XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã”, de 2012. O Papa Francisco reelabora o que emergiu desse Sínodo de modo pessoal, escrevendo um documento programático e exortativo, utilizando a forma de “Exortação Apostólica”. Como tal, tem estilo e linguagem próprios: coloquial e direto, como manifestou Francisco em seus meses de pontificado. A missionariedade é o coração do texto, em que o Papa convida todos os fiéis cristãos a uma nova etapa evangelizadora, caracterizada pela alegria. Trata-se de cinco capítulos: “A transformação missionária da Igreja”; “Na crise do compromisso comunitário”; “O anúncio do Evangelho”; “A dimensão social da evangelização” “Evangelizadores com espírito”. Vale salientar de forma bem clara, que, “O que mantém unido todas essas temáticas é o amor misericordioso de Deus, que vai ao encontro de cada pessoa”. A bem da verdade, o que o Papa nos indica, no fundo, “é a Igreja que se faz companheira de percurso dos nossos contemporâneos na busca de Deus e no desejo de vê-lo”. *********

“A alegria do evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus”: assim inicia a Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium” com a qual o Papa Francisco desenvolve o tema do anúncio do Evangelho no mundo de hoje, recolhendo por outro lado a contribuição dos trabalhos do Sínodo que se realizou no Vaticano de 7 a 28 de Outubro de 2012 com o tema “A nova evangelização para a transmissão da fé”. Finalidade: “Desejo dirigir-me aos fiéis cristãos - escreve o Papa para convidá-los a uma nova etapa de evangelização marcada por esta alegria e indicar direções para o caminho da Igreja nos próximos anos” (1). Trata-se de um premente apelo a todos os batizados para que com renovado fervor e dinamismo levem aos outros o amor de Jesus num “estado permanente de missão” (25), vencendo “o grande risco do mundo atual”, o de cair “numa tristeza individualista” (2). O Papa nos convida a “recuperar a frescura original do Evangelho”,

Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão- Pará Espiritualidade do Clero para a Páscoa do Senhor Local: Igreja de Santo Alexandre, 14 de abril de 2014. LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

w ESPIRITUALIDADES marcam as experiências pessoais de fiéis durante perído da Semana Santa

e n c o n t ra n d o “ n ova s f o r m a s ” e “métodos criativos”, a não aprisionarmos Jesus nos nossos “ e s q u e m a s m o n ó t o n o s ” ( 11 ) . Precisamos de uma “uma conversão pastoral e missionária, que não pode deixar as coisas como elas são” (25) e uma “reforma das estruturas” eclesiais para que “todas se tornem mais missionárias” (27). O Pontífice pensa também numa “conversão do papado”, para que seja “mais fiel ao significado que Jesus Cristo lhe quis dar e às necessidades atuais da evangelização”. A esperança que as Conferências Episcopais pudessem dar um contributo para que “o sentido de colegialidade” se realizasse “concretamente” afirma o Papa - “não se realizou plenamente” (32). É necessária uma “saudável descentralização” (16). Nesta renovação não se deve ter medo de rever costumes da Igreja “não diretamente ligados ao núcleo do Evangelho, alguns dos quais profundamente enraizados ao longo história” (43) . Sinal de acolhimento de Deus é “ter por todo lado igrejas com as portas abertas” para que aqueles que

estão à procura não encontrem “a frieza de uma porta fechada”. “Nem mesmo as portas dos Sacramentos se deveriam fechar por qualquer motivo”. Assim, a Eucaristia “não é um prêmio para os perfeitos, mas, um generoso remédio e um alimento para os fracos. Estas convicções têm também conseqüências pastorais que somos chamados a considerar com prudência e audácia” (47). Reafirma de preferir uma Igreja “ferida e suja por ter saído pelas estradas, em vez de uma igreja (…) ocupada em ser o centro e que acaba prisioneira num emaranhado de obsessões e procedimentos. Se algo nos deve santamente perturbar (…) é que muitos dos nossos irmãos vivem “sem a amizade de Jesus (49). O Papa aponta as “tentações dos agentes da pastoral”: o individualismo, a crise de identidade, o declínio no fervor (78). “A maior ameaça” é “o pragmatismo incolor da vida quotidiana da Igreja, no qual aparentemente tudo procede na faixa normal, quando na realidade a fé se vai desgastando” (83). Exorta a não se deixar levar por um “pessimismo estéril” (84 ) e a sermos sinais de

esperança (86) aplicando a “revolução da ternura”(88). É necessário fugir da “espiritualidade do bem-estar” que recusa “empenhos fraternos” (90) e vencer a “mundanidade espiritual”, que “consiste em buscar, em vez da glória do Senhor, a glória humana” (93). O Papa fala daqueles que “se sentem superiores aos outros”, porque “inflexivelmente fiéis a um certo estilo católico próprio do passado” e “em vez de evangelizar (…) classificam os outros”, ou daqueles que têm um “cuidado ostensivo da liturgia, da doutrina e do prestígio da Igreja, mas sem que se preocupem com a inserção real do Evangelho” nas necessidades das pessoas ( 95). Esta “é uma tremenda corrupção com a aparência de bem (…) Deus nos livre de uma igreja mundana sob cortinas espirituais ou pastorais” (97) . Orientador: Pe. Agostinho Cruz, Vigário Episcopal da Região Episcopal São João Batista e Pároco de São João Batista e Nossa Senhora das Graças, em Icoaraci. Continua na próxima edição.


6

BelĂŠm, de 18 a 24 de abril de 2014


7

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Cidade

Caderno Dois

ALEGRIA DA FÉ

Jornada da Juventude Diocesana marca o Domingo de Ramos

Na caminhada jovens levaram animação, decontração e louvor para as ruas de Belém

N

o último dia 13, Domingo de Ramos, e também, Dia da Juventude, a juventude católica se reuniu para XXIX Jornada Mundial da Juventude - JMJ Diocesana, que teve como tema “Felizes os pobres de espírito, porque deles é o Reino do Céu” (Mt 5, 6). A caminhada deste ano proporcionou aos jovens momentos de reflexão, além de estimulá-los à participação carismática no Setor da Juventude Católica. Nesse mesmo dia, o “Bote Fé”, que é um filme colaborativo, foi lançado. Trata-se de vídeos gravados por celular ou tablet enviados pelos jovens que participaram da Jornada Mundial da Juventude 2013, em que estava registrado o momento deles com o Papa Francisco, a solicitação desse material foi feita pela rede de comunicação católica Aleteia e pelo Setor de Comunicação da Jornada. É um filme sem fins lucrativos e mais um produto oficial da JMJ Rio2013. A JMJ- Diocesana é uma forma de preparar os jovens para a próxima Jornada Mundial da Juventude 2016, que será em Cracóvia, na Polônia. Jovens do mundo inteiro unidos em uma só fé para adorar a Cruz Peregrina símbolo da Jornada Mundial da Juventude, entregue aos jovens pelas mãos do Beato João Paulo II. São os jovens, os grandes protagonistas desse grande encontro de fé, esperança e unidade. São eles que fazem desses encontros verdadeiros momentos de tolerância e respeito. Sim, tolerância e respeito, pois todos os que participam abrem os braços para receber novas culturas, novos hábitos e até mesmo novas amizades. O Papa Francisco, deixou uma mensagem para essa juventude que põe Deus acima de tudo na vida e se entrega para adorar Àquele que se entregou na cruz para a salvação de todos, Jesus. Nove meses se passaram, e mesmo assim, o Santo Padre ainda sente toda aquela energia da JMJ2013, e, agradeceu por ter voltado à Roma contagiado pelo entusiasmo da juventude católica. Pediu ainda, que os jovens não fiquem calmos sabendo que ainda há tantos irmãos que não conhecem a palavra de Deus. A juventude necessita ser mais missionária e por as Palavras e ensinamentos de Deus em prática, cativando mais e mais jovens para a vida cristã na Igreja. E para fazer parte também dessa conquista, o Setor da Juventude da Arquidiocese de Belém, realizou também no dia 13, na capital paraense uma procissão de Ramos diferente, percorreram a Escadinha do Cais do Porto, avenida Presidente Vargas, Serzedelo Corrêa, Conselho Furtado, Padre Eutíquio e João Diogo rumo a Catedral Metropolitana de Belém. A p ro c i s s ã o c o n t o u c o m a participação dos Bispos de Belém. Dom Alberto Taveira Corrêa se inseriu na caminhada na altura da avenida Presidente Vargas com rua Carlos Gomes, no trajeto pediu aos jovens para que levantassem a Cruz Peregrina, símbolo da caminhada. E

FOTOS: LUIZ ESTUMANO

w IGREJA juventude arquidiocesana demontra publicamente a sua fé disse ainda estar muito alegre com a juventude que louva “a exemplo de Jesus que ao entrar em Jerusalém disse que a palavra de Deus precisa ser anunciada, pois se o homem se calar as pedras gritarão.” O Arcebispo atribuiu à comparação da passagem bíblica a grande animação dos jovens que alegremente se manifestavam cantando, brincando, pulando. “Enfim, fico feliz de ver a resposta dessa bonita juventude que hoje está nas ruas demonstrando que as pedras não falarão por eles.”, afirma Dom Alberto Taveira. Dom Irineu Roman, participou do seu primeiro evento público de massa como Bispo Auxiliar de Belém e contou ter gostado muito da experiência. “Fico muito feliz na missão de Bispo Auxiliar, estou vivendo o novo. Fico feliz porque essa juventude representa o novo. Estou aqui para acolhe-los em nome da Igreja e para ouvir os seus

clamores.”, explicou. Dom Teodoro Mendes Tavares, participou caminhando ao lado dos jovens. Adentrou o percurso próximo a rua Gama Abreu. Ele, que já tem uma tradição com as caminhadas da juventude, acompanhou tudo bem de perto, louvou e se alegrou. Para ele “era mais um momento de alegria e que estava achando muito bonito a juventude nas ruas evangelizando, além disso, enfatizou que, essa mesma juventude agora pode utilizar as mídias sociais para proclamar a Palavra do Senhor e que não devem se envergonhar disso.” Pelo caminho os jovens abordaram o tema da caminhada desse ano, Campanha da Fraternidade 2014 que traz como tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou” e os 30 anos da entrega da Cruz Peregrina. O louvor foi feito através

w EXEMPLO juventude católica nas ruas por uma sociedade melhor

de um trio elétrico, a alegria e agito da caminhada ficou por conta dos Ministérios da Comunidade Kerigma e Exército de Deus. A caminhada foi recepcionada pelo Cura da Catedral Metropolitana, Pe. Gonçalo Vieira, onde aconteceu a celebração da Santa Missa e encerrouse a Jornada da Juventude Diocesana de Belém, marcando a abertura oficial da Semana Santa. A proposta da Jornada Mundial da Juventude Diocesana, “é fazer a pessoa de Jesus Cristo o centro da fé e da vida e de cada jovem para que Ele possa ser o ponto de referência constante e também a inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações”. No Brasil, a JDJ está inserida dentro das atividades da Campanha da Fraternidade, buscando ser realizada em sintonia com as reflexões propostas pela CNBB.


8

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Igreja

Caderno Dois

PREPARAÇÃO

Papa propõe reflexão para a Semana Santa Papa Francisco utilizou passagens biblicas para os fiéis viverem bem esta semna especial

“A

Semana Santa é um bom momento para confessar e retomar o caminho certo”, disse o papa Francisco no twitter, no dia 14. Como proposta para viver a Semana Santa que celebra a paixão, morte e ressurreição de Jesus, o papa Francisco convidou os fiéis a um exame de consciência. Na missa do Domingo de Ramos, 13, e procissão na Praça de São Pedro, o papa deixou de fazer a homilia e propôs momento de reflexão sobre a passagem bíblica que retrata a Paixão de Cristo. O papa sugeriu alguns caminhos para a Semana Santa e disse ser preciso questionar qual postura se deve assumir diante do Senhor. “Quem sou eu, diante de Jesus que sofre? Ouvimos muitos nomes. O grupo de líderes, alguns sacerdotes, alguns fariseus, alguns mestres da lei que tinham decidido matá-lo. Eles estavam esperando a oportunidade para prendêlo”, disse. Francisco falou sobre a atitude de Judas, que é retratado na Bíblia como o traidor. “Eu sou como Judas, que finge amar e beija o Mestre para entregá-lo, para traí-lo? Eu sou um traidor? Eu sou como os líderes que, com pressa, fazem o tribunal e procuram falsos testemunhos: Eu sou como eles? E quando eu faço essas coisas, se eu as faço, acredito que com isso salvo o povo?”, acrescentou. Onde está meu coração?

O papa continuou com as suas perguntas em meio a uma Praça silenciosa e reflexiva. “Eu sou como Pilatos que, quando vejo que a situação está difícil, eu lavo as minhas mãos e não sei assumir a minha responsabilidade e deixo condenar - ou condeno eu - as pessoas? Eu sou como

FOTOS: DIVULGAÇÃO

w PRAÇA DE SÃO PEDRO ficou lotada para a celebração de Domingo de Ramos aquela multidão que não sabia bem se se encontrava em uma reunião religiosa, ou num processo ou em um circo, e escolhe Barrabás? Para eles é a mesma coisa: era mais divertido humilhar Jesus”, afirmou. O papa falou, ainda, do comportamento de José e de Maria que acompanharam o paixão de Jesus. “Eu sou como José, o discípulo e s c o n d i d o , q u e l eva o corpo de Jesus com amor, para sepultá-lo? Eu sou como essas duas Marias que permanecem na porta do sepulcro, chorando, rezando? Eu sou como esses líderes que no dia seguinte foram a Pilatos para dizer: ‘Mas, olha ele dizia que iria ressuscitar; que não seja mais um engano’, e bloqueiam a vida, bloqueando o sepulcro para defender a doutrina, para que a vida não venha para fora? Onde está meu coração?”, questionou. Ao concluir a reflexão, o papa Francisco pediu aos fiéis para que verificam com qual dos personagens cada um se identifica, propondo que esse questionamento seja vivido durante a Semana Santa.

PREPARAÇÃO

w REFLEXÃO Santo Padre pede profunda meditação


9

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Em Nazaré

Caderno Dois DIVULGAÇÃO

SEMANA SANTA

Missa de Ramos lota de fiéis o Santuário A missa, que aconteceu no último domingo, 13, deu início à programação de Semana Santa do Santuário.

C

entenas de fiéis lotaram o Santuário da Rainha da Amazônia no último domingo, 13. Neste dia foi celebrada a missa de Ramos, que representa para os cristãos a entrada de Jesus em Jerusalém e o início da Semana Santa. Então, desse dia em diante, o Santuário começou uma programação especial que segue até o domingo da Páscoa. Durante a Segunda e Te r ç a - Fe i ra S a n t a , a programação da Basílica Santuário contou somente com missas. Hoje, QuartaFeira Santa, 16, os eventos

começaram a se intensificar, pois ocorrerá um dos momentos mais esperados e tradicionais do Santuário, o Mutirão de Confissões, que contará com a participação de todos os padres Barnabitas da Basílica Santuário. E a Procissão de Fuga do Senhor, com um translado d a C a t e d ra l à B a s í l i c a Santuário. Ontem, 17, QuintaFeira Santa, será realizado o Tríduo Páscal, período de três dias em que acontecem os eventos em preparação à Páscoa do Senhor. Nesse dias, acontecerão após a celebração dos Santos Óleos,

w BASÍLICA DE NAZARÉ ficou lotada de fiéis durante a celebração do Domingo de Ramos

na Catedral, a celebração da Ceia do Senhor e Lava Pés às 18h, e Adoração ao Santíssimo às 21h. Hoje, 18, Sexta-Feira Santa, dia de jejum e abstinência, a Basílica Santuário contará com quatro principais eventos. Às 7h, acontecerá a Procissão do Senhor dos Passos da Basílica Santuário ao encontro com a Virgem das Dores na Igreja das Mercês. Às 14h, na Praça Santuário, acontecerá

a Via Sacra, encenada pela Juventude Nazarena. Às 15h, terá a celebração da Paixão e Morte de Nosso Senhor. A programação da Sexta-Feira Santa encerra-se às 18h com Procissão do Senhor Morto. No Sábado Santo,19, a programação contará com a celebração da Vigília da Ressureição com a Bênção do Fogo Novo e a procissão do Círio Pascoal à Basílica Santuário, isto a partir das 20h. Às 23, começará

a Vigília do Caminho Neocatecumenal. No Domingo de Páscoa, 20, dia em que se celebra a Ressurreição do Senhor, haverá uma programação de Missas às 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h. Mais informações sobre a programação da Basílica Santuário podem ser obtidas no site da Basílica: www.basilicadenazare.com. br ou pelo telefone: (91) 4009-8400.

Romaria da Juventude lança edital do Festival de Música e Dança Mariana A Romaria da Juventude da Basílica Santuário de Nazaré lançou esta semana o edital do Festival de Música e Dança Mariana 2014. O Festival, que tem como o b j e t i vo p ro m ove r confraternização e divulgar os trabalhos dos Ministérios de Músicas paroquias da Arquidiocese de Belém, acontecerá no dia 24 de maio na Praça Santuário. Edilson Lima, coordenador da Romaria da Juventude em Belém, ao falar do festival diz que este é, dentre outros, um processo de união dos

jovens católicos. “O festival de Música e Dança Mariana é um trabalho de integração e divulgação dos trabalhos dos jovens e as suas paróquias ou comunidades. Além disso, o evento é importante para a concretização de um processo de união de jovens católicos”, fala. Edilson Lima conta também que estarão habilitados para participar do festival ministérios de qualquer gênero musical e de dança que tenham o compromisso de aceitar as regras elaboradas pela coordenação, que visa a participação e valorização da criatividade dos jovens. “Realizaremos um festival de música visando a participação dos jovens e ao mesmo tempo valorizando sua criatividade,

dedicação e compromisso de representar sua paróquia por meio de uma composição musical inédita, apresentação de dança sacra e musical”, conta. As inscrições para o Festival de Música e Dança Mariana deverão ser realizadas entre os dias 22 de abril e 3 de maio. As fichas de inscrição podem ser adquiridas com os coordenadores das paróquias ou com a coordenação geral da Romaria da Juventude por meio dos e-mails: romariadajuventude.blm@gmail. com /adamchristian@ymail.com ou toddypool@yahoo.com.br. As inscrições custam R$ 50,00. O edital completo está disponível na página oficial da Romaria, na rede social Facebook.

Sopa da Acolhida deste mês acontecerá dia 25 A Pastoral da Acolhida, da Basílica Santuário de Nazaré, e s t á o rg a n i za n d o p a ra o próximo dia 25, o segundo Sopão da Acolhida do ano é organizado por voluntários, a Pastoral conta com a ajuda de todos para tornar o evento cada vez mais abrangente e que atenda um número maior de pessoas carentes em Belém. Conforme explicou Margarida Teixeira, secretária da Pastoral, o Sopão da Acolhida acontece todos os meses. Além de sopa são distribuídos alimentos como mingau, café com leite e pães. Tudo por meio de doação e pelas mãos de voluntários. “Tudo o que é feito é graças

às doações de voluntários que, movidos pela fé e pela solidariedade, não medem e s f o r ç o s p a ra f a z e r e s s e trabalho de amor ao próximo e também de respeito”, diz. O Sopão da Acolhida é distribuído principalmente no mesmo percurso feito durante a procissão do Círio de Nazaré, indo por Nazaré, Praça da República, Comércio e Ver- oPeso. Um percurso não definido exatamente, conforme explica a coordenação, pois eles ficam nas ruas até que a quantidade de alimentos termine. Para realizar este trabalho, assim como outros feitos pela Pastoral da Acolhida, coordenada

pelo pároco de Nazaré, padre Waldeci Silva, a pastoral precisa de mão de obra voluntária durante o ano todo e mais intensamente durante o Círio, na recepção dos romeiros. Para ser um(a) voluntário(a) da Pastoral da Acolhida, basta participar da reunião geral ou procurar a sede da pastoral que fica na Casa de Plácido, Centro Social de Nazaré. Mais informações pelos telefones: 8131 - 8568 (falar com a Margarida ) / 8156-9885 (Maria Helena - coordenadora). O Horário de funcionamento da casa é de segunda-feira a sábado, de 8h às 19h, e domingo, de 8h às 12h.


10

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois

FESTA

XIX Festa da Divina Misericórdia Festa já é um preparativo para o congresso mundial que acontecerá em agosto, em Bogotá, Colômbia

“M

i s e r i c ó rd i a D i v i n a , graça e compromisso missionário”, esse é o tema principal que embalará a XIX Festa da Divina Misericórdia, que ocorrerá em Belém. A temática é um preparativo para o III Congresso Mundial da Divina Misericórdia que acontecerá, nos dias 15 a 19 de agosto, em Bogotá, na Colômbia. A Fe s t a é p r o m ov i d a p e l a Arquidiocese de Belém e esta edição será realizada por meio da Paróquia São José, localizada no bairro do Umarizal. Homenageará os dois pontífices que serão canonizados no dia, 27 de abril, os Papas João XXIII e João Paulo II, que se tornarão santos por serem idealizadores das mudanças na Igreja Católica, ensinando os cristãos a estarem mais próximo da Igreja, acreditando na fé e dispostos a levar a evangelização ao mundo. A celebração acontece há 19 anos e pela primeira vez será realizada na Paróquia São José. O local foi escolhido pelo do Bispo Auxiliar de Belém, Dom Teodoro Mendes. Segundo a Coordenadora da Festa da Misericórdia, Marta Coelho, existe um trabalho grandioso por traz da

LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

w DEVOÇÃO Fiéis sairão em procissão para homenagear Jesus Misericordioso, no bairo do Umarizal celebração. ‘’Nos a preparamos o ano todo. Existem inúmeras pessoas envolvidas e todas dispostas a fazer um evento maravilhoso. Como foi pedido por Jesus Misericordioso, são realizadas novenas em toda a cidade e, no dia do evento, organizamos alas

de devotos, que carregam o símbolo da festa’’, ressaltou a coordenadora. A procissão acontecerá no dia 27 de abril com a concentração na Igreja de São José, às 7h. A partir das 7h30, a procissão percorrerá a rua Marechal Hermes, o Boulervard

PASCOM SANTA RITA

Castilhos França, avenida Portugal, rua Padre Champagnat e Praça Caetano Brandão. Após a procissão acontecerá a Santa Missa, às 9h, na Catedral da Sé, no bairro da Cidade Velha, presidida pelo Bispo Auxiliar Dom Teodoro Mendes.

Paróquia Santa Rita de Cássia prepara-se para a Páscoa

A Paróquia Santa Rita de Cássia, localizada em Ananindeua, abriu sua programação da Páscoa com uma belíssima procissão de ramos, ocorrida no último domingo,13, que saiu da Comunidade de Santo Agostinho, e reuniu centenas de fiéis, percorrendo as principais ruas da comunidade no entorno do Conjunto Cidade Nova V, no bairro do Coqueiro. Na homilia, o pároco André Teles w A PARÓQUIA SANTA RITA quer inserir os fiéis em um clima intenso de oração fez homenageou a juventude da paróquia, grupo pastoral escolhido para organizar a estrutura dos grandes eventos da igreja nesta Semana Santa. “Peço que acolham nossos jovens, que o incentivem e que deste convívio, saiam novos projetos de famílias e vocações abençoados por Deus. É o que eu desejo a vocês e desejo a todos uma ótima Semana Santa”, disse o sacerdote aos paroquianos. A programação da Paróquia segue com celebrações durante toda a semana que antecede a Páscoa. Na segunda ,14, terça,15, e quarta-feira,16, foi realizado o Tríduo Penitencial, que são três dias de celebrações, momento em que a comunidade reuniu-se, com os Sacerdotes, para a reflexão dos pecados, e preparação espiritual para Vigília Pascoal. No dia 17, a missa dos lavas pés, será presidida pelo Pároco de Santa Rita de Cássia, Padre André Teles e reunirá fiéis de várias comunidade

para o momento de reflexão e reforçar sua a aliança com Jesus, lembrando d’Ele no meio de nós, a frente da Igreja e seus discípulos. Já na sexta-feira santa, às 7h acontecerá a procissão do encontro, momento em que os homens carregarão Jesus na cruz ao encontro de Maria carregada pelas mulheres. Os homens sairão da comunidade Nossa Senhora do Perpetuo Socorro e as Mulheres da Comunidade Santo Agostinho. Às 12h, acontecerá o Sermão das Setes Palavras de Jesus na Cruz, e será transmitida ao vivo, via telão, na paróquia Santa Rita de Cássia. Às 15h, será a hora da celebração da Paixão do Senhor e adoração a Santa Cruz, na Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia. Logo após a procissão do Senhor Morto, será promovida a apresentação da peça teatral “Paixão de Cristo”. No sábado,19, acontecerá a celebração da Vigília Pascal, cerimônia oficial da Ressurreição de Jesus. Durante essa celebração as pessoas, principalmente adultos, serão batizadas e adultos catecúmenos são recebidos em plena comunhão com a Igreja. No domingo, 20, cumprindo o encerramento da Semana Santa, onde diversas celebrações da Páscoa do Senhor serão promovidas durante todo o dia na Igreja de Santa Rita de Cássia. Esse dia é o momento marcante para o cristão, pois foi quando Jesus Ressuscitou, vencendo a morte e o pecado, ressurgiu para nos garantir que a vida seja a última palavra.


BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Panorama O

s membros do Pontifício Comitê de Ciências Históricas foram recebidos na última quarta-feira, 15, no Vaticano pelo papa Francisco, por ocasião do 60º aniversário da instituição fundada pelo papa Pio XII. O Santo Padre reiterou que “é sempre válida a célebre afirmação de Cícero em ‘De Oratore’, parcialmente retomada pelo beato João XXIII, um apaixonado pelos estudos de história, no discurso de abertura do Concílio Vaticano II: ‘Historia vero testis temporum, lux veritatis, vita memoriae, magistra vitae’. O estudo da história representa, de fato, um dos caminhos para a busca apaixonada da verdade, que, desde sempre, está no íntimo do homem”. Aos presentes na audiência realizada no Palácio Apostólico, o Santo Padre afirmou: “Em seus estudos e no seu ensino, vocês podem confrontar, em particular, os fatos da Igreja que caminha no tempo, com a sua história gloriosa de evangelização, de esperança, de luta cotidiana, de vida utilizada no servir, de constância no trabalho pesado, como também de infidelidade, de rejeições, de pecados”. Francisco destacou o trabalho da comissão no contexto da Igreja de

Condolências do Papa pelas vítimas do incêndio em Valparaíso O Papa Francisco reza pelas vítimas do gigantesco incêndio que atingiu na última quarta-feira, a cidade portuária de Valparaíso, no Chile, onde causando a morte de 16 pessoas e deixou cerca de 10 mil desabrigados. Num telegrama assinado pelo Secretário de Estado, o Cardeal Pietro Parolin, o Papa exprimiu a sua “proximidade espiritual” a todos os habitantes da cidade, partilhando a dor daqueles que perderam as suas casas e bens. O Santo Padre exorta às autoridades e a todo o povo “a não desanimar diante de tal adversidade, para que com espírito de caridade fraterna chegue a todas as pessoas afetadas a ajuda de que necessitam”.

11

Caderno Dois

CAMPANHA

Francisco: a história é um instrumento para discernir o hoje na Igreja O Santo Padre recebeu o Pontifício Comitê de Ciências Históricas, que completa 60 anos de fundação hoje: “Estas pesquisas, marcadas por autêntica paixão eclesial e pelo amor sincero da verdade, podem ajudar muito os que têm a tarefa de discernir o que o Espírito Santo quer dizer à Igreja de hoje”. “O Comitê de Ciências Históricas se insere há tempos no diálogo e na cooperação com instituições culturais e centros acadêmicos de muitas nações e é acolhido com respeito no âmbito mundial dos estudos históricos”, porque é “no encontro e na colaboração com os pesquisadores

de cada cultura e religião que podemos oferecer uma contribuição específica ao diálogo entre a Igreja e o mundo contemporâneo”. “Entre as iniciativas programadas, eu penso em particular no congresso internacional do centenário do início da Primeira Guerra Mundial, que apresentará os mais recentes resultados dos estudos sobre as iniciativas diplomáticas da Santa Sé durante aquele trágico conflito, além da ajuda dos católicos e de outros cristãos para socorrer os

feridos, refugiados, órfãos e viúvas. E também na busca dos desaparecidos e na reconstrução de um mundo dilacerado depois do período que Bento XV chamou de ‘inútil massacre’”. O papa Francisco terminou assegurando que “hoje ressoa mais atual do que nunca o seu profundo apelo: ‘Com a paz, nada se perde; com a guerra tudo pode ser perdido’. Quando escutamos estas palavras proféticas, percebemos que a história é realmente ‘magistra vitae’”. DIVULGAÇÃO


12

BELÉM, DE 18 A 24 DE ABRIL DE 2014

Palavra Final

Caderno Dois

Evangelização no Terceiro Milênio MARIA ELISA BESSA DE CASTRO

Jesus Cristo, Redentor do Homem DIVULGAÇÃO

Tudo está consumado E Jesus com braço forte, Nos abismos, crua morte, Vencedor precipitou. Quem nas culpas cai de novo, Volve ao domínio da morte, E perde a celeste vida Que Jesus Lhe conquistou. 6ª estrofe do Oratório Le Sette Ultime Parole di Nostro Signore Sulla Croce Giuseppe Mercadante

D

esejando o Filho dar ao Pai uma satisfação infinita para remir os homens da escravidão do pecado e do poder do inferno, bastaria o seu sublime esvaziamento, a kenose de um Deus que se faz homem, bastaria uma gota do seu Sangue Precioso, uma lágrima que se afigura qual pérola brilhando ao sol. No entanto, compadecendose da mísera humanidade, quis o Divino Pai que a redenção se verificasse por meio da morte de Cruz do Unigênito Filho, vontade que é por Ele abraçada com amor imensurável, até o limite do extremo aniquilamento, um profundíssimo abismo de misericórdia, cujas chagas penetraram até a medula dos seus ossos, atingindo-lhe o humor de suas estranhas. A morte de Jesus no madeiro da Cruz encerra a entrega total e generosa de uma vida fecunda que se deixou fenecer, secar, aniquilar-se por amor, não retendo uma gota sequer, fosse de seu Preciosíssimo Sangue, abundantemente derramado de Seu Sagrado Corpo triturado, como a uva no lagar, fosse da medula de seus ossos, que secou por inteiro no traspassar do seu Coração pela lança do soldado. As primeiras alianças firmadas por Deus com o homem foram simbolizadas em ritos e sacrifícios, cópias das realidades celestes. Com Noé, a aliança foi sinalizada pelo Arco-Íris, estendendo-se a toda a criação; com Abraão, o sinal foi simbolizado pela circuncisão e dirigiu-se aos Patriarcas e suas descendências; e com Moisés, a aliança dirigiu-se a Israel, exigindo como contrapartida a observância da Lei e, sobretudo, do sábado. O povo do Antigo Testamento fazia Memorial destas Alianças aspergindo os altares com o sangue de animais sacrificados. Segundo a Lei Mosaica, quase todas as coisas se purificam com sangue (o Altar - Lv 8, 15; 16, 19, os Sacerdotes - Lv 8, 24-30, os Levitas - Nm 8, 15; e o povo pecador - Lv 9, 15-18) e sem a

ghghghghghghghghghghghghghghghgh ghghghghghghghghghghghghghghghgh ghghghghghghghghghghghghghghgh efusão do sangue não há purificação. Neste sentido, afirma São Paulo na Carta aos Hebreus que se as cópias das realidades celestes são purificadas com tais ritos, é preciso que as próprias realidades celestes sejam purificadas com sacrifícios melhores que estes (Hb 9, 22-23). Era necessário, então, que a Nova Aliança firmada por Deus com os homens, tendo Jesus Cristo como mediador, fosse também selada com sangue, leia-se, com o Sangue Dele próprio, obtendo assim a redenção eterna da humanidade. O sinal místico da Nova e Eterna Aliança encerrada na pessoa de Cristo é a Cruz. Se a violação da primeira Árvore da Vida foi causa do primeiro pecado (a desobediência) e, por este, veio a deformação do homem, que

perdeu a semelhança divina; na Nova Árvore da Vida (isto é, a Cruz onde o Filho de Deus foi elevado) o homem readquire esta semelhança com o Criador. No dizer do Beato João Paulo II (in Carta Encíclica Redemptor Hominis, nº 8), Jesus Cristo é o Redentor do Homem porque Nele, pela Sua Morte de Cruz, o mundo visível, criado por Deus para o homem, readquire novamente o vínculo

originário com a mesma fonte divina da Sabedoria e do Amor. Assim como no homem-Adão este vínculo de amor entre Deus e o homem foi quebrado, no Homem-Cristo esta aliança foi de novo reatada. Na Cruz Redentora sela-se esta Nova e Eterna Aliança, que restitui aos filhos de Adão a semelhança divina, deformada desde o primeiro pecado. No madeiro da Cruz o homem é novamente criado à imagem e semelhança de Deus. Também nela, Jesus revela plenamente o homem ao próprio homem. Nesta Sexta Feira Santa, após dois mil e quatorze anos deste acontecimento único que marcou para sempre a história humana, a ponto de dividi-la em antes e depois de Cristo, permanecemos impactados pelo mistério da única Morte Redentora, inflamados por tamanho amor divino, olhando para Aquele que transpassaram... Em nossa Belém do século XXI, um povo percorre em silêncio orante suas ruas centenárias, igrejas e capelas, transportandose em espírito às ruelas milenares de Jerusalém a caminho do Calvário e às cenas que ali aconteceram quando o Filho de Deus entregou a vida no madeiro da Cruz. Nesta cidade que faz memória do sacrifício vivido pelo Homem do Sofrimento em procissões, cerimônias e pregações, um povo reza e medita sobre o significado místico-humano, transcendente-imanente das cruentas dores por Ele vividas no Sacrifício Redentor; um povo ama e adora a Santa Cruz Redentora; enfim, um povo derrama-se de amor pelo manso e humilde Coração, o Cordeiro Imolado, a Ternura de Deus, que a nós desceu feito carne para, exangue, redimir nossa natureza corrompida... Nós vos adoramos, Senhor Jesus Cristo e Vos bendizemos. Porque, pela Vossa Santa Cruz redimistes o mundo. Maria Elisa Bessa de Castro Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarístico da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

PRÓXIMOS ARTIGOS: Pe. Giovanni Martoccia

Prof. Ricardino Lassadier

Irmã Ângela Tutas

Voz de Nazaré  

Edição de 18 a 24 de Abril de 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you