Issuu on Google+

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br D O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA D

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

ANO CI - Nº 605 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Convertei-vos e crede!

O clamor da Igreja aos fiéis nesta Quaresma é: "Convertei-vos e crede no Evangelho" (Mc 1, 15). Tempo quaresmal iniciou-se na Quarta-feira de Cinzas, 5, dia em que também foi aberta a CF 2014. CADERNO 2, PÁGINA 5 LUIZ ESTUMANO/ARQUIVO

w CINZAS Celebrações em que a Igreja dá início a um tempo de reflexão, penitência e intensas orações para a vivência da Quaresma

Carnaval com Cristo Carnavais com Cristo proporcionaram d i ve r s ã o e a o m e s m o t e m p o

"introduziram" os cristãos no "clima" da Quaresma. CADERNO 2, PÁGINAS 1 E 2 DIVULGAÇÃO

w REVIVER Liberdade com Cristo também no carnaval das casas penais

Novo articulista para a VOZ

Carnaval com Cristo nos presídios

Arquidiocese promove Jornada Vocacional Saiba tudo sobre o tráfico

Professor Ricardino Lassadier é especialista em Filosofia e Teologia e integrará a equipe de articulistas da Palavra Final. CADERNO 2, PÁGINA 11

Pe l a t e r c e i r a ve z consecutiva detentos tiveram um carnaval diferente promovido pela Pastoral Carcerária.

Encontro acontece neste domingo, 9, no CCFC. Qualquer pessoa interessada pode participar.

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br

CADERNO 2, PÁGINA 1

CADERNO 2, PÁGINA 6

humano, tema da CF 2014 A preocupação da Igreja, dados estatísticos relacionados a esse problema e ação de

mafiosos são tratados em reportagem especial. CADERNO 2, PÁGINAS 3 E 4


2

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Opinião Alegria de ser católico João Carlos Pereira

CHARGE DO ANDRÉ ABREU

jcparis@orm.com.br

O cardeal polonês e o prelado argentino

M

orris West é um autor para o qual os católicos deveriam prestar mais atenção. Ele era australiano e chegou a estudar no seminário, mas não foi ordenado. Seguiu carreira de professor e vendeu milhões de romances, tratando de temas ligados à Igreja Católica. West foi profético em pelo menos dois de seus títulos. Numa obra de 1963, depois transformada em livro, apresentou ao mundo um Cardeal que, vindo do bloco comunista, se tornaria Papa. Quinze anos mais tarde, um Cardeal polonês assumiria a barca de Pedro e, com o nome de João Paulo II, ajudaria a transformar o mundo. O livro se chama “As Sandálias do Pescador” e virou filme. Em 1998, Morris West lançou um livro no qual fala de um prelado argentino vitimado pela ditadura, que é levado a Roma e por pouco (na verdade, por decisão pessoal) não foi eleito Papa. Quando se encontrou com o Pontífice, pediu a ele que cuidasse dos pobres e que fosse, de verdade, um Pastor. Qualquer semelhança com Jorge Mario Bergoglio não seria exatamente mera coincidência. Esse livro se chama “A Eminência” e tive a graça de terminar a leitura na primeira vez em que fui a Roma. Envolvido pela magia da cidade eterna, depois de haver passado pelas colunas de Berninni e visitado os túmulos papais, no subsolo da basílica Vaticana, comprometi horas de sono, mas acabei de ler o livro cercado pelo ambiente do qual falava o autor. Deus escolhe as pessoas para enviar sinais ao mundo. É possível que tenha apontado para as mãos de Morris West e acertado que seriam responsáveis por alguns sinais. Pode ser que nada disso tenha acontecido. Afinal, ele escreve ficção e ficção, como todos sabem, é imaginação. Mas se tudo que escreveu for, de fato, fruto da imaginação, é bom reler (ou ler) com mais atenção o trabalho de West.

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Jornalista e professor

Panorama José Pereira Ramos joseulina@oi.com.br

Comunidade Santa Bernadette (parte 2)

C

Economista e escritor

ontinuando a narrativa da semana passada, lembro que um grupo de moradores do Conjunto Ypiranga, na Braz de Aguiar, manteve acesa a chama da Comunidade Santa Bernadette, durante alguns anos, até que surgiu a oportunidade de ser adquirida uma casa na Av. Cons. Furtado, próximo à Quintino Bocaiuva, para Sede da Comunidade Sta. Bernadette. Por feliz graça da vidente de N. S. de Lourdes, essa casa pertencia à Dona Zilda, católica convicta que freqüentou diariamente a missa das 6,30hs, na Basílica. Quando sua idade não permitiu mais essa caminhada, este cronista, teve a graça de levar-lhe a Sagrada Comunhão, aos domingos, por diversos anos, até o Senhor levar sua alma para o seu Reino. O que não poderia imaginar, era que

Encontro Fraterno Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br

55 anos da CAJU

R

Engenheiro civil e escritor

efiro-me à Casa da Juventude (CAJU), que no dia 02 de fevereiro passado completou 55 anos de fundação. No entanto, conhecemos a CAJU ainda jovem, com 18 anos, idos de 1977, quando pela primeira vez, eu e minha esposa participamos de um Congresso Marial, em Mosqueiro. Fomos levados a participar pelo nosso filho mais velho, então militante na Comunidade. Na época, o Congresso Marial reunia jovens estudantes do Colégio Nazaré, e da escola de aplicação da UFPA, o NPI. A técnica aplicada era elaborada pelos próprios jovens militantes, acompanhados pelo incansável Padre Raul. As reuniões preparatórias ocorriam no intervalo entre os turnos da manhã e tarde, de maneira a não comprometer o horário de

Fundado em 5 de julho de 1913

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário geral da Arquidiocese de Belém do Pará

seus familiares viriam a vender aquele imóvel para a Paróquia de Nazaré, negócio em que a comunidade contou com a boa vontade do Pároco de então, Pe. Silvio Jaques. Devotos e voluntários da Comunidade estão unindo esforços para que a construção da capelinha de Santa Bernadette, transforme-se numa realidade. Mas é realidade também, o fato de que apenas os moradores das proximidades, que freqüentam a missa dos Domingos às 08:30 hs, estão contribuindo. Porém a comunidade compreende o perímetro da Mundurucús à José Malcher, entre Quintino e Generalíssimo. É necessário que os católicos moradores em todo esse perímetro despertem para esta necessidade. A Comunidade já está abrindo matricula para as aulas de catequese e diversos idosos moradores, das proximidades, estão usufruindo das celebrações realizadas na Capela provisória. Q u e m p u d e r, c o l a b o r e n ã o apenas com donativos, mas também propagando o projeto da Capela que é muito bonito. Será mais um ponto de louvor e adoração a Jesus, através de sua Mãe aparecida em Lourdes à pobre e jovem Bernadette. estudo. Os Congressos eram realizados no final de semana do Recírio, e já na sexta-feira, desde as 14h, os ônibus que transportariam os jovens já aguardavam em frente ao ‘Nazaré’. O ingresso nos veículos era uma festa. Para muitos, uma ‘festa’ que não teria fim, uma alegria que ecoaria para sempre, em seus corações. Nossa família foi toda envolvida: o casal e quatro filhos, os dois menores ainda na 2ª infância, mas já lhes eram confiadas tarefas simples, como a distribuição de textos aos participantes. As atividades eram coordenadas por três jovens militantes, não havendo palestras, sendo os temas partilhados por todos. O casal que acompanhava o grupo era adotado pelos participantes como ‘pai’ e ‘mãe’, com a tarefa de dar apoio ‘logístico’, mas sempre envolvido nos trabalhos. Eu teria muito a relatar do que vivemos nos nove anos que participamos. No entanto, o refrão da música ‘Reencontrar’, composta por jovens militantes, diz muito mais: “Talvez seja assim: / Tirei minha roupa / me vesti de amor / Te segui sem pudor. / Fui e não vi / Se havia barreiras / Percebi que Teu signo é o amor.”

DIRETOR GERAL Diácono Antônio Carlos Gomes de Freitas DIRETORA ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marluce Guerreiro Milhomem DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro COORDENAÇÃO Marcos Valério (DRT/PA 1516)

Sua voz Como você pretende viver o carnaval mais próximo(a) de Cristo?

CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO João Carlos Pereira Padre Nilton Cezar Reis Padre Cláudio de Souza Barradas EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Avenida Governador José Malcher, Edifício Paulo VI, 915 CEP: 66055-260, Bairro Nazaré, Belém - Pará Telefones: (91) 4006-9200/ 4006-9209.

Pretendo me tornar um homem mais humilde. Quero ser melhor a cada dia e ser um exemplo de vida para todos os meus irmãos. LUIZ CLÁUDIO FERNANDES, 25, jornalista.

Eu pretendo viver da maneira mais cristã-católica possível: indo às missas e rezando para que a juventude possua o mesmo reconhecimento e busque a verdadeira felicidade, que é o próprio Cristo. TAMIRES MONTEIRO, 20, técnica em radiologia. Fazendo jejum, fazendo orações, rezando o terço, participando das missas, ajudando na evangelização das pessoas, passando o máximo do amor de Deus para a família e para o próximo. EDNA NASCIMENTO, 64, aposentada.

Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


3

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Arcebispo O

Rezar mais e rezar melhor!

tempo é um presente de Deus, quando visto a partir da experiência humana, pois não significa apenas uma categoria física, mas oportunidade para o crescimento das pessoas. Pra nós cristãos, é ocasião privilegiada para a graça de Deus atuar em nossas vidas, iluminando nossas escolhas e orientando o dia a dia. A Quaresma, apenas iniciada, é uma forma de viver o tempo nas próximas semanas, oferecida pela Igreja aos fiéis. É ainda ocasião para uma Campanha de Opinião Pública, que chamamos “Campanha da Fraternidade”, nossa contribuição para que a sociedade se torne mais fraterna, justa e igualitária. Neste ano de 2014, trataremos de um tema desafiante, o tráfico humano, realidade dolorosa, presente de diversas formas em todas as regiões de nosso país. Para nós, na Amazônia, brote um grito em prol da fraternidade e da superação do mal do tráfico de pessoas, que nos toca bem de perto. Estamos, pois, num “tempo forte” da vida cristã, que faz os dias, em si iguais em seu amanhecer, sol ou chuva, por do sol ou noite, chuva, vento, frio ou calor, se transformarem e adquirirem um colorido diferente. Vem de dentro a possibilidade de aproveitar este período. Quaresma não é tempo de fatos ou fenômenos extraordinários, como muita gente ainda tem receio. Pode até acontecer que algumas pessoas “peguem carona” na Quaresma da Igreja para espalhar o medo ou anúncio de dificuldades ou catástrofes. É bom saber que os dias e as estações continuam do mesmo jeito, que as pessoas ao nosso lado podem não estar nem aí para nossos atos de piedade ou práticas quaresmais. Sentirse-ão atraídas à vida da Igreja quando virem nosso testemunho coerente de vida cristã. Aí muitas outras pessoas desejarão fazer mortificações e jejuns, dedicarão mais tempo à oração e se converterão ao amor de caridade. Como a Quaresma depende de escolha, nosso convite chegue a todos os cristãos, assim como tantos homens e mulheres de boa vontade, para que abram os corações e as mentes a Jesus Cristo, Senhor e Salvador da humanidade, Caminho, Verdade e Vida. Nele está a fonte de vida e de felicidade. Seu amor misericordioso quer alcançar a todos, sem exceção. Ele não se cansa de perdoar e acolher as pessoas. A Igreja quer ser a Casa da Misericórdia para todas as pessoas, especialmente para quem se sente estropiado e cansado pelas labutas da vida. Jesus convida todos os homens e mulheres a segui-lo, tornando-se discípulos seus. Quem aceita o seu chamado inicia um processo de conversão, que quer dizer mudança de mentalidade, com a consequente mudança de rota na vida. São Paulo descreveu com maestria esta vida nova: “Tendo vós todos rompido com a mentira, que cada um diga a verdade ao seu próximo, pois somos membros uns dos outros. Podeis irar-vos, contanto que não pequeis. Não se ponha o sol sobre vossa ira, e não deis nenhuma chance ao diabo. O que roubava não roube mais;

Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Jejum, esmola e oração pelo contrário, que se afadigue num trabalho manual honesto, de maneira que sempre tenha alguma coisa para dar aos necessitados. De vossa boca não saia nenhuma palavra maliciosa, mas somente palavras boas, capazes de edificar e de fazer bem aos ouvintes. Não entristeçais o Espírito Santo de Deus, com o qual fostes marcados, como por um sinal, para o dia da redenção. Desapareça do meio de vós todo amargor e exaltação, toda ira e gritaria, ultrajes e toda espécie de maldade. Pelo contrário, sede bondosos e compassivos, uns para com os outros, perdoando-vos mutuamente, como Deus vos perdoou em Cristo. Sede, pois imitadores de Deus como filhos queridos. Vivei no amor, como Cristo também nos amou e se entregou a Deus por nós como oferenda e sacrifício de suave odor. A imoralidade sexual e qualquer espécie de impureza ou cobiça nem sequer sejam mencionadas entre vós, como convém a santos. Nada de palavrões ou conversas tolas, nem de piadas de mau gosto: são coisas inconvenientes; entregai-vos, antes, à ação de graças” (Ef 4,25 - 5,4). Para chegar lá, é necessário exercitar-se, e muito! Na Quaresma, os cristãos se dedicam, de forma especial, a três práticas formativas de sua vontade no seguimento de Jesus Cristo, que nos ajudam a assumir a vida nova assim descrita. Relacionamento consigo, com o próximo e com Deus. A primeira delas é chamada de mortificação, abstinência, ou jejum. As três expressões servem para indicar o processo de educação da vontade. Moderar o uso do alimento, escolher práticas que orientem nossos impulsos instintivos. Muitos o fazem por motivos de saúde ou por razões estéticas, enquanto nós desejamos fazê-lo para a educação da vontade e para partilhar o fruto do jejum com as pessoas necessitadas. A segunda tem o nome de esmola, palavra, quem sabe, desgastada, que é o exercício das obras de misericórdia, ações caridosas pelas quais vamos em ajuda do nosso próximo, nas suas necessidades corporais e espirituais. Instruir, aconselhar, consolar, confortar, são obras de misericórdia espirituais, como perdoar e suportar com paciência. As obras de misericórdia corporais consistem em dar de comer a quem tem fome, albergar quem não tem teto, vestir os nus, visitar os doentes e os presos, sepultar os mortos. A esmola dada aos pobres é um dos principais testemunhos da caridade fraterna e também uma prática de justiça que agrada a Deus (Catecismo da Igreja Católica 2447). “Quem tem duas túnicas reparta com quem não tem nenhuma, e quem tem mantimentos, faça o mesmo” (Lc 3, 11). “Dai antes de esmola do que possuis, e tudo para vós ficará limpo” (Lc 11, 41).

Enfim, intensificar a prática da oração, em todas as suas formas, é o terceiro exercício com o qual

os cristãos se comprometem na Quaresma, abrindo-se para Deus e dedicando tempo e qualidade de relacionamento com o Senhor. Rezar mais e rezar melhor!

Quaresma é tempo para Deus com jejum partilhado, de dar esmola como ajuda ao próximo e de intensa oração


4

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Liturgia Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mt 4,1-11

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

1 O Espírito conduziu Jesus ao deserto, para ser tentado pelo diabo. 2 Jesus jejuou durante quarenta dias e quarenta noites e, depois disso, teve fome. 3 Então, o tentador aproximou-se e disse a Jesus: “Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães!” 4 Mas Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus’”. 5 Então o diabo levou Jesus à cidade santa, colocou-o sobre a parte mais alta do templo 6 e lhe disse: “Se és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo! Porque está escrito: ‘Deus dará ordens aos seus anjos a teu respeito, e eles te levarão

nas mãos, para que não tropeces em alguma pedra’”. 7 Jesus lhe respondeu: “Também está escrito: ‘Não tentarás o Senhor teu Deus!’” 8 Novamente, o diabo levou Jesus para um monte muito alto. Mostrou-lhe todos os reinos do mundo e sua gloria 9 e lhe disse: “Eu te darei tudo isso se te ajoelhares diante de mim, para me adorar”. 10 Jesus lhe disse: “Vai-te embora, satanás, porque está escrito: ‘Adorarás ao Senhor teu Deus e somente a ele prestarás culto’”. 11 Então o diabo o deixou. E os anjos se aproximaram e serviram a Jesus. B) COMENTÁRIO A tentação marca o itinerário da vida humana. Ninguém se livra dela, pois o próprio Filho de Deus padeceu tal impacto. O que se requer é pedir a ajuda do Pai, como nos ensina o mestre, para não “cair na tentação” (Painosso/ Lc 11,4). O tentador tem aqui, o nome

de ‘diabo’, que significa ‘aquele que divide’. Jesus está unido ao Pai (Jo 10,30), e roga pela unidade (Jo 17,20-23). Quem fomenta a discórdia, alimenta a ação diabólica. O diabo tenta se valendo das necessidades naturais das pessoas: para o frio a tentação é o cobertor; para a sede é a água; e para a fome é a comida. Após uma quaresma de jejum (v 2), o inimigo desafia: “Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães” (v 3). Ele afronta Jesus em três tentações: a do poder; a do ter; e a do ser. São três tentações, como as três investidas ao profeta Balaão no Antigo Testamento (Nm 22-24). Ao p o d e r m i r a c u l o s o d e t ra n s f o r m a r s i t u a ç õ e s (pedra=pão), Jesus responde: ‘Não só de pão vive o homem’; e completa: “mas de toda palavra que sai da boca de Deus’(v 4). Há pessoas que dizem não participarem da missa por não

poderem comungar (o pão eucarístico); é uma tentação já que (o pão da palavra) o cristão se nutre da palavra vivificante na liturgia: “Tens palavras de vida eterna” (Jo 6, 68). É melhor nutrir-se por uma das vias ofertadas pelo Senhor, do que falir por inanição. A tentação do ter, está contra os valores da virtude da pobreza. E o pobre é rico na partilha: “quanto menos temos, mais podemos dar” (Teresa de Calcutá). E o “querer ser o tal” é a tentação do orgulho e da autossuficiência, rebatida por Jesus, com veemência (v 10), pois Jesus sabe que o diabo pretende desviar da meta da vida com Deus. Estamos expostos às tentações. Nem todo o que cita a bíblia está com Jesus; pode ser a tentação simulando o caminho do bem, pois até o diabo cita a Escritura. Estejamos atentos com as tentações que nos vêm no dia a dia com aparência da verdade.

Liturgia da Semana w Dia 7, sexta-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Is 58,1-9a) Responsório (50) Evangelho (Mt 9,14-15) w Dia 8, sábado Cor (roxo) Primeira leitura (Is 58,9b-14) Responsório (85)

Evangelho (Lc 5,27-32) w Dia 9, domingo Cor (roxo) Primeira leitura (Gn 2,7-9; 3,1-7) Responsório (85) Segunda leitura (Rm 5,12.17-19) Evangelho (Mt 4,1-11) w Dia 10, segunda-feira Cor (roxo)

Primeira leitura (Lv 19,1-2.11-18) Responsório (18) Evangelho (Mt 25,31-46) w Dia 11, terça-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Is 55,10-11) Responsório (33) Evangelho (Mt 6,7-15) w Dia 12, quarta-feira

Cor (roxo) Primeira leitura (Jn 3,1-10) Responsório (50) Evangelho (Lc 11,29-32) w Dia 13, quinta-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Est 4,17n.p-r.aa-bb.gg-hh) Responsório (137) Evangelho (Mt 7,7-12)

Santos da semana Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

07/03 - SEXTA-FEIRA. Beato José Olallo Valdês - Religioso.

11/03 - TERÇA-FEIRA. São Constantino - Rei e Mártir.

Nasceu em Havana, Cuba, 1820, mesmo depois de sua mãe ter rejeitado fazer aborto devido complicações na gestação. Entretanto ele foi abandonado no orfanato de São José em Havana. Foi educado e cresceu em casas de caridade contribuindo para fazer-lhe um homem sério e responsável. Ingressou na Ordem Hospitaleira de São João de Deus. Foi transferido para a cidade de Porto Príncipe, hoje Camagüey, onde exerceu a prática da caridade até o fim de sua vida em 7 de março de 1889. Sua Beatificação, grande acontecimento em Cuba, se realizou em Camagüey, 2008, presidida pelo cardeal José Saraiva Martins.

Constantino fez parte da heróica história do cristianismo na Escócia. Ele era rei da Cornualha, pequena região da Inglaterra e depois se casou, mas levava uma vida mundana, desgostando sua esposa e seus súditos. Após ter contato com os ensinamentos de São Columbano, converteu-se e se tornou o maior evangelizador de sua pátria e o responsável pela conversão do país. Morreu no dia 11 de março de 598 após ser atacado por um pagão, e se tornou o primeiro mártir escocês. 12/03 - QUARTA-FEIRA DE CINZAS. Santo Inocêncio I - Papa e Confessor

08/03 - SÁBADO. São João de Deus - Religioso. Nasceu em Montemor-o-Novo, Portugal, 1495. Depois de sair de casa aos 8 anos, foi pastor de ovelhas e militar. Tenta então voltar para casa, ao saber que seus pais haviam morrido e partiu novamente. Desta vez seu coração clamava por algo que ele não sabia explicar. Então, ao ouvir os sermões de S. João de Ávila, o peso de toda sua vida de pecado caiu como uma bomba. Se mortificou por muitos anos, foi visto como louco, até recobrar a consciência e finalmente fazer a vontade de Deus, construindo um hospital em 1539. E os Irmãos Hospitaleiros são hoje conhecidos pelo mundo. 09/03 - 1º DOMINGO DA QUARESMA. Santa Francisca Romana - Religiosa. Francisca nasceu em 1384, de uma nobre família romana cristã. Desde jovem, manifestou a vocação para uma vida de piedade e penitência. Casou-se com um jovem nobre e desta santa união teve seis filhos. Dedicaram seu tempo à caridade aos pobres e necessitados. Quando a Roma de sua época padecia de fome, miséria, doenças e guerras, perdeu três de seus filhos. Após a morte do marido, reuniu algumas de suas amigas, também viúvas, e fundou a Ordem das Irmãs Oblatas Olivetanas de Santa Maria Nova. Morreu, no dia 09 de março de 1440.

10/03 - SEGUNDA-FEIRA. São Simplício - Papa. Simplício dirigiu a Igreja de 468 a 483, período em que se deu a queda do Império Romano em 476 d.C. quando os hérulos tomaram Roma. Ele revelou larga experiência no serviço da Igreja, conhecera pessoalmente o papa Leão Magno que governou a Igreja de 440 a 461. Simplício velou pela disciplina eclesiástica, pelo serviço ao povo de Deus através da administração dos sacramentos e a pregação. As batalhas em defesa da ortodoxia contra as intrigas dos hereges foram marcantes. Faleceu em Roma, 10 de março de 483.

O santo deste dia foi um papa que dirigiu a Igreja nos anos 401417, em um longo período e muito importante na vida eclesial. Teve um pontificado operoso e acidentado, durante o qual Roma foi invadida e saqueada pelos bárbaros visigodos. Inocêncio teve lutas acesas contra as heresias pelagianas, que pregava a auto-suficiência não precisando da Graça de Deus. Também precisou defender São João Crisóstomo, que fora injustamente despojado do Patriarcado de Constantinopla. 13/03 - QUINTA-FEIRA. São Rodrigo de Córdoba - Sacerdote e Mártir. Andalúcia em Cordova (Córdoba), Espanha. Era um território ocupado pelos árabes no século VIII. Rodrigo viveu durante os reinados de Abderramão II e Mohammad I. Um dia foi interceder em uma briga de dois irmãos seus, um cristão e outro muçulmano, para conseguir a paz entre eles, coisa que ele não conseguiu. Mais tarde o irmão muçulmano espancou-o e o arrastou até o cádir, que era juiz muçulmano, foi pois, acusado de apostasia. Então, condenaram-no a morte por decapitação em 13 de março de 857.


5

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Vaticano

DIVULGAÇÃO

PRONUNCIAMENTO

“Cristãos incoerentes são um escândalo que mata”, diz o Papa

Pontífice diz que quem recebe o Crisma manifesta a sua vontade de ser cristão

O

cristão incoerente dá escândalo e o escândalo mata - estas as palavras muito fortes do Papa Francisco, pronunciadas na última quinta-feira na missa em Santa Marta. Tomando como primeiro estímulo da sua homilia um crisma administrado durante a Missa, o Santo Padre afirmou que quem recebe este sacramento manifesta a sua vontade de ser cristão. Quem pensa como cristão deve agir como cristão e apontou a leitura da Carta de S. Tiago: “Ouvimos o Apóstolo Tiago que

diz a alguns incoerentes, que se envaideciam de serem cristãos, mas exploravam os seus trabalhadores e diz assim: ‘Olhai que o salário que não pagastes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos está a clamar; e os clamores dos ceifeiros chegaram aos ouvidos do Senhor do universo!’ É forte o Senhor”. “Quem ouve isto até pode pensar que o disse um comunista. Não disseo o Apóstolo Tiago! É Palavra do Senhor. É a incoerência. E quando não há coerência cristã e se vive com esta incoerência, faz-se o escândalo.

w PAPA Santo Padre pede sensatez aos cristãos em suas ações

E os cristãos que não são coerentes fazem escândalo”. Este escândalo de que fala o Papa Francisco começa, desde logo, no tipo de atitude que um cristão deve ter para com os outros: acolher e testemunhar o amor de Deus. E tal como S. Francisco que disse para pregarmos o Evangelho em todo o tempo, se necessário também com as palavras, o Papa Francisco, sem se referir ao “pobrezinho de Assis” concretizou com um exemplo muito parecido e definidor da atitude de coerência que deve ter um cristão:

“Se tu te encontras - imaginemos perante um ateu e ele diz-te que não crê em Deus, tu podes ler-lhe toda uma biblioteca, onde diz que Deus existe e mesmo provar que Deus existe, mas ele não terá fé. Mas se perante este ateu tu dás testemunho de coerência de vida cristã, alguma coisa começará a trabalhar no seu coração. Será precisamente o teu testemunho aquilo que o levará a esta inquietude, sobre a qual trabalha o Espírito Santo. É uma graça que todos nós, toda a Igreja deve pedir: ‘Senhor, que sejamos coerentes’”.

Papa aos líderes da Venezuela: Favorecei a reconciliação e a justiça

N T N N A

uma família, é normal cuidar de quem está necessitado. Não tenhais medo da fragilidade! (27 de fevereiro). odos nós, batizados, somos discípulos missionários. Somos chamados a nos tornar um Evangelho vivo no mundo (25 de fevereiro). ossa Senhora está sempre ao nosso lado, sobretudo quando o peso da vida se faz sentir com todos os seus problemas (24 de fevereiro). unca percamos a esperança! Deus nos ama sempre, mesmo com os nossos erros e pecados (22 de fevereiro). Confirmação é importante para um cristão; dá-nos a força para defender a fé e difundir o Evangelho com coragem (21 de fevereiro).

“Sigo com particular apreensão o que vai acontecendo nestes dias na Venezuela” - afirmou, pouco antes da conclusão da audiência geral, dirigindo a sua atenção àquele país latino-americano que desde há três semanas por uma vaga de violência anti governamental que já causou quinze mortos e 140 feridos. “ Fa ç o vo t o s d e q u e c e s s e m cessem quanto antes as violências e hostilidades e que todo o povo da Venezuela, a começar

pelos responsáveis políticos e institucionais, se empenhem em favorecer a reconciliação, através do perdão recíproco e de um diálogo sincero, respeitador da verdade e da justiça, capaz de enfrentar temas concretos a favor do bem comum”. O Papa concluiu o seu apelo rezando a Deus pelas vítimas dos recontros e suas família, pela intercessão de Nossa Senhora de Coromoto, Padroeira da Venezuela.

“A Cruz está sempre no caminho do cristão”, diz o Papa A Cruz está sempre no caminho do cristão - esta a principal mensagem do Papa Francisco na missa desta terça-feira em Santa Marta. O Santo Padre concentrou a sua homilia nas perseguições aos cristãos e advertiu que, hoje em dia, existem mais mártires que nos primeiros tempos da Igreja. No Evangelho deste dia S. Marcos diz-nos que Jesus, respondendo a Pedro, afirma que: ‘quem deixar casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos ou campos por minha causa e por causa do Evangelho, receberá cem vezes mais agora, no tempo presente, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos…’. Perante isto - observou o Papa Francisco - talvez Pedro tivesse pensado que seguir Jesus fosse uma interessante atividade comercial! Mas Jesus, a todo este

‘ganho’, juntou-lhe também as perseguições: “Como se dissesse: ‘Sim vocês deixaram tudo e recebereis aqui na terra, tantas coisas: mas com a perseguição!’ Como uma salada com tanto óleo de perseguição: sempre! Este é o ganho do cristão e este é o caminho daquele que quer seguir Jesus, porque é o caminho que Ele fez: Ele foi perseguido! É o caminho do rebaixamento. Aquilo que Paulo disse aos Filipenses: ‘Rebaixou-se. Fez-se homem e rebaixou-se até à morte, morte de cruz’. Esta é precisamente a tonalidade da vida cristã”. Tal como nas bem-aventuranças - continuou o Santo Padre - em que Jesus nos diz que ‘bem aventurados quando vos insultarem e perseguirem por causa do meu nome’. A perseguição é, portanto,

uma das bem-aventuranças explicou o Papa, que recordou que logo a seguir à vinda do Espírito Santo os discípulos começaram a pregar e a serem perseguidos: Pedro foi preso, Estevão foi assassinado - ‘o mundo não tolera o anúncio do Evangelho’ - afirmou o Papa Francisco. “Porque o mundo não tolera a divindade de Cristo. Não tolera o anúncio do Evangelho. Não tolera as Bem-Aventuranças. E assim a perseguição: com as palavras, as calúnias, as coisas que diziam dos cristãos nos primeiros séculos, as difamações, a prisão... Mas nós esquecemos facilmente. Mas pensemos a tantos cristãos, há 60 anos, nos campos, nas prisões dos nazis, dos comunistas... tantos! Por serem cristãos! Mesmo hoje... ‘Mas hoje temos mais cultura e

não existem estas coisas’ Existem! E eu digo-vos que hoje existem mais mártires do que nos primeiros tempos da Igreja”. “São condenados porque têm uma Bíblia. Não podem fazer o sinal da cruz. E este é um caminho alegre, porque nunca o Senhor nos prova mais do que aquilo do que nós podemos levar. A vida cristã não é uma vantagem comercial, não é um fazer carreira: é simplesmente seguir Jesus! Mas quando seguimos Jesus sucede isto. Pensemos se nós temos dentro de nós a vontade de ser corajosos no testemunho de Jesus. Também pensemos - vai fazer-nos bem - em tantos irmãos e irmãs que hoje - hoje! - não podem rezar juntos, porque são perseguidos; não podem ter o livro do Evangelho ou uma Bíblia, porque são perseguidos”.


6

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Igreja no Brasil INCENTIVO

Prêmios de Comunicação da CNBB divulgam ganhadores

Qualidade dos trabalhos demonstram preocupação dos profissionais com valores cristãos

E

ntre os mais de 50 trabalhos inscritos na edição 2014 dos Prêmios de Comunicação da CNBB, 15 obras foram selecionadas. Na categoria em que participam, os veículos receberão os troféus Margarida de Prata, para o cinema, Clara de Assis, para a televisão, Dom Helder Câmara, para a imprensa. A cerimônia de entrega dos prêmios será no dia 1º de maio, durante a 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida (SP). A assessora da Comissão Episcopal para a Comunicação da CNBB, irmã Élide Fogolari, comenta que a qualidade dos trabalhos que concorram aos prêmios superou as expectativas. De acordo com a religiosa, a premiação vem cumprindo seu papel de incentivar a comunicação à serviço da vida e a promoção dos valores cristãos. “Ao anunciar os vencedores, queremos renovar nossos agradecimentos pela participação de todos. Nos chamou atenção, mais uma vez, a qualidade dos trabalhos inscritos, prova do quanto podemos contar com profissionais trabalhando sério por uma comunicação pautada nos valores humanos, cristãos e éticos, base de uma sociedade democrática e cidadã”, destacou.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

SELECIONADOS

A s p ro d u ç õ e s f o ra m a va l i a d a s p o r u m j ú r i constituído por profissionais e pesquisadores nas respectivas áreas. Os trabalhos escolhidos tratam de temas atuais como a pobreza, juventude, fé, questões sociais, povos indígenas, tráfico de pessoas, entre outros. Em carta enviada aos participantes, assinada pelo arcebispo de Campo Grande (MS) e presidente da Comissão, dom Dimas Lara Barbosa, a CNBB agradeceu a todos que enviaram suas produções, motivando para que os veículos prossigam no compromisso com a comunicação cidadã. CONFIRA OS GANHADORES

1. Margarida de Prata - a) Revelando Sebastião Salgado, documentário de Betse de Paula; b) Por uma questão de justiça, os advogados contra ditadura, documentário de longa-metragem de Sílvio Tendler; c) Rio de Fé: um encontro com Papa Francisco, documentário de longametragem de Carlos José Fontes Diegues; d) Às claras, menção honrosa, de Evandro Lima Rodrigues e e) Remoção, menção honrosa, de Mariana Campos da Silva. 2. Clara de Assis - a) A reportagem Visita do Papa Francisco ao Brasil, de Luiz Petry e Equipe, da TV Rede

w PELA VIDA Premiação distinta para os comunidadores a serviço da vida

Globo b) O documentário Nossa Senhora Aparecida, de Luís Otávio da Silva, da TV Canção Nova e c) Documentário Populações Vulneráveis, de Solange Calmon, da TV Senado. 3. Dom Helder Câmara de Imprensa - a) reportagem História de um refúgio, do jornalista Fernando Geronazzo de Souza, publicado na Revista Família Cristã; b) reportagem Excluídos - Quilombolas / Indígenas / Ciganos, dos jornalistas Maristela Crispim, Fernando Maia, Iracema Sales e Melquíades Júnior,

Pastoral Familiar realiza formação em Brasília A Comissão Arquidiocesana da Pastoral Familiar de Brasília (DF) promoveu encontro de formação do setor PréMatrimonial, no último domingo, dia 23, no auditório da Cúria Metropolitana. Mais de 130 agentes participaram. A formação contou com o r a ç õ e s , testemunhos e palestra, conduzida pelo casal Léo e Dóris, membros da Comissão do Regional Centro-Oeste da Pastoral Familiar. O trabalho realizado nas comunidades

Matrimonial, no último domingo, dia 23, no auditório da Cúria Metropolitana. Mais de 130 agentes participaram. A formação contou com o r a ç õ e s , testemunhos e palestra, conduzida pelo casal Léo e Dóris, membros da Comissão do Regional Centro-Oeste da Pastoral Familiar. O trabalho realizado nas comunidades

da Conferência Nacional do Bispos do Brasil (CNBB), padre Francisco de Assis Wloch, presidiu a missa de encerramento do encontro. Para este ano, estão previstas duas formações arquidiocesanas: uma sobre o setor Pós-Matrimonial e outra sobre o setor Casos Especiais. De acordo com a organização, as datas serão divulgadas com antecedência.

da arquidiocese foi partilhado pelos participantes. O subsecretário adjunto de Pastoral da Conferência Nacional do Bispos do Brasil (CNBB), padre Francisco de Assis Wloch, presidiu a missa de encerramento do encontro. Para este ano, estão previstas duas formações arquidiocesanas: uma sobre o setor Pós-Matrimonial e outra sobre o setor Casos Especiais. De acordo com a organização, as datas serão divulgadas com antecedência.

do Jornal Diário do Nordeste e c) reportagem, da jornalista Júlia Fátima de Jesus Cruz, com a Especial - Jornada Mundial da Juventude, do Jornal da PUC-Rio. 4. Microfone de Prata a) Entretenimento, Rádio Vida FM, Arquidiocese de Salvador - Programa - Faixa Neojiba; b) Jornalismo, R á d i o R i o M a r, d a Arquidiocese de Manaus - Jornal Primeira Hora; c) Religioso, Rádio 9 de Julho, da Arquidiocese de São Paulo - Programa - Sala Franciscana, d) honrosa, Bíblia Deus com a Gente -

Paulinas Rádio RECONHECIMENTO

Completando 46 anos, o prêmio Margarida de Prata é um dos mais antigos. Foi criado em 1967 e já premiou mais de 100 filmes brasileiros entre longas e curtas-metragens e menções especiais. Para o professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e crítico de cinema, Miguel Pereira, os trabalhos selecionados na edição deste ano “têm em comum um olhar generoso sobre os homens e as crenças”.

Diretoria da SBCat prepara assembleia A diretoria da Sociedade Brasileira de Catequetas (SBCat) esteve reunida em São Caetano do Sul (SP), na segunda-feira, dia 24, para articular as ações propostas pela assembleia de 2013 e preparar o próximo encontro da entidade. A SBCat foi criada em junho de 2012 e contava com uma liderança provisória. Eleita em junho de 2013, a atual diretoria é composta pelo presidente, padre Eduardo Calandro; a vice-presidente, irmã Rosângela A p a re c i d a Fo n t o u ra ; o secretário, padre Luís Gonzaga Bolinelli; e o tesoureiro, padre Jordélio Siles Ledo. Durante a assembleia da SBCat de 2013 foram definidos o estatuto e as a ç õ e s p a ra f o r t a l e c e r o trabalho pastoral da área de catequese, como o convite

a novos membros, a busca por publicações na área catequética para divulgação e por parcerias com outras sociedades latino-americanas. De acordo com o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação BíblicoCatequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Décio Walker, a SBCat procura, ainda, fomentar o crescimento da reflexão catequética no Brasil, caminhando em sintonia com a Comissão Episcopal. A próxima assembleia da SBCat acontecerá nos dias 27 e 28 de agosto deste ano, em São Paulo (SP). Os 17 sócios fundadores e convidados t ra b a l h a r ã o a t e m á t i c a “ Ava l i a ç ã o d o P ro c e s s o Catequético da Igreja do Brasil para avançar sempre mais”.


7

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Igreja no Mundo

FOTOS: DIVULGAÇÃO

PEREGRINA

Eslovênia terá imagem de Nossa Senhora Aparecida

Em setembro, outra imagem de N. S. Aparecida será levada para Miami, nos EUA

U

ma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida será levada para a Eslovênia. O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Aparecida (SP), cardeal

Raymundo Damasceno Assis, estará no país do leste europeu no dia 2 de março e fará a entronização da imagem na Basílica de Nossa Senhora das Dores, no Monastério de Sticno, em Liubliana.

w N. S. APRECIDA é padroeira do Brasil. Festa reúne milhões de pessoas

O envio da imagem foi um pedido do embaixador do Brasil na Eslovênia, Gilberto Fonseca Guimarães de Moura, após receber visita de um grupo de eslovenos que participou da Jornada Mundial da Juventude

Rio2013. Em sua carta mensal ao país, o diplomata afirmou que os jovens voltaram “encantados” com o Brasil. Em setembro, outra imagem de Nossa Senhora Aparecida será levada para Miami, nos Estados Unidos.

Papa pede fim da violência na Venezuela

w CONFLITOS Confrontos também na América Latina preocupam

Ao final da catequese geral, realizada no dia 26, no Vaticano, o Papa Francisco fez um apelo para que cesse a violência e a hostilidade na Venezuela. “Que todo o povo venezuelano, começando pelos responsáveis políticos e institucionais, se una para favorecer a reconciliação nacional por meio do perdão mútuo e do diálogo sincero, do respeito pela verdade e pela justiça, capazes de fazer frente a questões concretas para o bem comum”, pediu Francisco. O Papa assegurou sua oração, principalmente, aos que perderam a vida. Convidou os que creem a rezar a Deus e a pedir a materna intercessão de Nossa Senhora de Coromoto, para que o país recupere a paz e a harmonia quanto antes.

COMUNICADO

No dia 25, a presidência da Conferência Episcopal da Venezuela divulgou um comunicado sobre os últimos acontecimentos no país. No texto, os bispos manifestam preocupação e lembram os mortos e feridos. “Os falecidos ou os feridos não pertencem nem ao governo nem à oposição, mas a suas famílias e ao povo da Venezuela, sem distinções”, afirmam. Também pedem orações pelas vítimas e insistem “na necessidade de um encontro sincero, aberto e fraterno que permita o diálogo de todos que compõem a sociedade venezuelana”. O texto, na íntegra, em espanhol, está disponível no site da Conferência Episcopal da Venezuela: www.cev.org.ve.

Violência na Venezuela e posição da Igreja Pelo menos 13 pessoas morreram e 150 ficaram feridas desde o dia 12 de fevereiro, na Venezuela, somandose ainda vários danos materiais, na sequência dos protestos contra o presidente Maduro, que acusa os

manifestantes de querer promover um golpe de Estado. Leopoldo Lopez, um dos líderes da oposição, foi preso e os protestantes acusam o Governo de usar uma força desproporcionada, pedindo ainda mudanças em questões

como a insegurança, a escassez alimentar ou a inflação. A presidência da Conferência Episcopal Venezuelana emitiu um comunicado, esta terça-feira, no qual mostra a sua “preocupação” perante o

clima de instabilidade política e social. Os bispos católicos recusam o “uso da força” pelas forças de segurança, nalgumas manifestações, e pedem que o direito a protestar não seja usado para promover a violência e o “vandalismo”.

Tweet do Papa: “Rezemos pela paz na África, especialmente na República no Sudão" O Papa lançou neste sábado, 15 de fevereiro, um novo Tweet com o hast # p ray f o r p e a c e (rezar pela paz): “Rezemos pela paz em África, especialmente na República CentroAfricana e no Sudão do Sul”

w ÁFRICA Papa Francisco está preocupado com os conflitos que acontecem em todo o mundo


8

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Nazaré Repórter J Combate ao HPV

LUIZ ESTUMANO

J São Francisco de Assis

Começa no próximo dia 10 de março a campanha de imunização contra o vírus do papiloma, vírus mais conhecido como (HPV). A vacina será oferecida gratuitamente, a partir dessa data, para meninas de 11 a 13 anos, nascidas entre 1 ºde janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2003. A ideia é prevenir, antes que tenham contato com o vírus, para que a eficiência não seja maior. A Universidade do Estado Para é uma das instituições parceiras da Sesma nesta campanha de prevenção.

A Paróquia de São Francisco de Assis, localizada no Tapanã, realizou no dia 4 de março o “Exaltai a Cristo”, com o tema “Deus não nos chamou para impurezas, mas para a santidade”. O evento se iniciou às 7h com a oração do terço, e a programação seguiu durante o dia todo. Pela manhã houve momentos de louvor, dança, encenação sobre santidade, pregações, dinâmica e reunião dos grupos. Durante a tarde, às 14h, foi feita uma animação com os jovens para que, às 14h45, fosse rezado o terço da Santíssima Misericórdia. A finalização do evento ficou por conta da Comunidade Ieshua, com momentos de oração, testemunhos, adoração ao Santíssimo Sacramento e, às 19h, Santa Missa encerrando a programação da Paróquia.

J Exposição

J Encontro da Pastoral do Dízimo

“Carnaval das Àguas”

Carnaval nas ilhas do Pará se transforma em exposição. O tradicional carnaval que ocorre no município de Cametá e no Rio Tocantins inspirou a exposição “Carnaval das Àguas”, que é uma produção de técnicas em aquarela, vídeos, fotografias, fantasias e máscaras dos mestres de carnaval. A exposição faz parte do projeto de extensão desenvolvido pela Faculdade Estácio (FAP), desde 2012, em vários municípios do Estado do Pará que têm o nome de “Cartografias Amazônicas”. A exposição segue até segunda-feira, 10, no 3° piso do Shopping Boulevard, na Avenida Doca de Souza Franco.

J Exposição Foi prorrogada para o dia 15 deste mês o período de visitações à exposição “ Dalcidio Jurandir - barro do principio do mundo’’. A mostra é resultado de levantamento biográfico sobre o escritor feito pelos estudantes do curso de Letras da Universidade da Amazônia (Unama).

J Curso bíblico A paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, localizada na Cidade Nova I, WE 10b, em Ananindeua, promoveu o curso “Bíblia em Comunidade - Visão Global”, que se iniciou no domingo, 2, às 8h. A aula inaugural foi o tema “Dei Verbum”. O curso será ministrado durante dois domingos por mês. Para mais informações e inscrições: 3245-7440.

Aconteceu no dia 15 de fevereiro, de 8h às 12h, na Igreja Matriz da Paróquia Santa Cruz (Av. Almirante Barroso) um encontro com os dizimistas e missionários que fazem parte da Pastoral do Dízimo da Arquidiocese de Belém. O evento contou com a presença de 200 missionários tendo momentos de reflexão, louvores e agradecimentos a Deus.

J Paróquia São José Operário J Aniversário Neste domingo, 9, a diretora administrativa e financeira da Fundação Nazaré de Comunicação, Marluce Milhomem, completa mais um ano de vida. A FNC lhe parabeniza e agradece por todo o trabalho exercido em prol da empresa. Felicidades e muitos anos de vida!

Foi realizado dia 1° de março, pela Paróquia de São José Operário, o 3° Arrastão de Carnaval com Cristo. O evento aconteceu na Praça do Conjunto Carnaúba, bairro do Icuí, em Ananindeua. A animação foi feita por bandas católicas e evangélicas. Para inovar a festa, cada comunidade se propôs a usar vestimentas de cores diferentes, excluindo o tradicional abadá. O Arrastão de Carnaval com Cristo foi promovido pela Pastoral da Catequese, em parceria com os Ministérios de Música das Comunidades.

J Curados para Amar

J Jubileu da Congregação Preciosíssimo Sangue

Nos dias 29 e 30 de março, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Pará - Benedito Nunes - acontecerá o 36º encontro “Curados para Amar’’, promovido pela Comunidade Católica kerygma. Podendo comportar um grande número de pessoas os organizadores do evento contam com a presença de aproximadamente 1.500 pessoas no local diariamente. O público infantil terá um espaço direcionado e será acompanhado por pessoas especializadas na evangelização de crianças. O evento começara às 8h e vai até as 18h, com pausa para o almoço, e contará com a presença do missionário Roberto Tannus. A entrada é franca.

Aconteceu neste 1º de março, na Catedral Santa Maria Mãe de Deus - Castanhal, a comemoração do Jubileu de dez irmãs preciosinas. As irmãs Antonia Selma Araújo Santos, Ir. Carmem Lúcia de Souza Monteiro e a Ir. Maria Conceição Alves festejaram o jubileu de 25 anos - prata. As Irmãs Maria do Carmo Marques Dantas, Ir. Maria Leny Lima Borges e a Ir. Marivalda Silva Ferreira comemoraram o jubileu de rubi - 40 anos. Já a Irmã Azélia Dantas Ribeiro completaram 50 anos de consagração sendo assim o jubileu de ouro. As Irmãs Marieta de Oliveira Borges e Ir. Maria das Graças Godot completaram 60 anos de consagração. Quem celebrou o evento foi Dom Carlos Verzeletti, a partir das 10h.

J Paróquia São Raimundo Nonato A Paróquia São Raimundo Nonato realizará nos dias 12 e 13 de março, uma formação para tratar da Campanha da Fraternidade 2014, que tem como tema “É para liberdade que Cristo nos libertou”. O objetivo é preparar as pastorais e o público paroquiano, em geral, para a Campanha deste ano.

J Recital Johann Sebastian Bach, no Centur Será realizado no dia 13, na Fonoteca do Centur, 3° andar, “O recital Johann Sebastian Bach”, às 17h. Será um duo entre piano e violino feito pelos musicistas Tinoko Costa e Lukas Henrique. A entrada é gratuita.

J Oficina: A literatura e o Cinema Brasileiro Estão abertas, até amanhã, 8, as inscrições para a Oficina “A literatura e o Cinema Brasileiro”, com Felipe Cruz, da Associação Paraense de Jovens de Críticos de Cinema. A oficina que ocorre do dia 11 a 13 de março, objetiva a reflexão comparativa, crítica e estética entre a produção cinematográfica e literária, no Brasil. As inscrições são gratuitas e presenciais e podem ser feitas de 10h às 19h, no SESC Boulevard, na Avenida Boulevard Castilho França, Campina. Mais informações: 3224-5654.

J VII Encontro Despertai O Grupo de Oração Servos Missionários promoveu a partir do dia 1º, na Paróquia São Pio X, o VII Encontro “Despertai”. O evento foi mais uma opção para os católicos que desejavam passar um carnaval diferente, ao lado de Jesus. O Despertai aconteceu na Matriz da Paróquia, que fica na Br 316, Km 6, em frente ao 6º Batalhão da Polícia Militar. Adoração, Missas, pregações e visitas missionárias fizeram parte da programação que se encerrou com a Missa e imposição das Cinzas, na quarta-feira, 5.

J De volta A apresentadora Vera Sampaio está de volta às manhãs da Rádio Nazaré. A assessora de comunicação da Cáritas arquidiocesana está radiante com o retorno. Ela apresenta o programa Novo Tempo, que vai ao ar de 7h às 8h.

J Paróquia do Divino Espírito Santo A Paróquia do Divino Espírito Santo, localizada na Arterial 18, Cidade Nova 4, em Ananindeua, informa que ocorreu uma mudança no horário da missa da noite, por questões de segurança. A Santa Missa que antes era celebrada às 19h, passa a ser celebrada às 18h.


9

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 QUINTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial PE. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Freqüência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Oração das Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Nazaré 21h00 - Orando com Você - Com. Shalon. 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEXTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial PE. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias

09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Freqüência Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SÁBADO 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial PE. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Caminho Aberto 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - Musical Nazaré 17h45 - Oração das Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h30 - Musical Mariano 18h30 - Preparando a Festa 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat DOMINGO 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor

Ligue: (91) 4006-9251 FOTOS: DIVULGAÇÃO

O programa IGREJA PONTO A PONTO tem o objetivo deixar você por dentro do calendário litúrgico da semana. O ouvinte acompanha a Igreja de ponto a ponto com notícias, entrevistas, mensagens e músicas reflexivas. É apresentado pelo Pe. Nilton Reis, de segunda a sexta, às 8h. 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - SANTA MISSA 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - A Vida e o Tempo 16h00 - As Mais Tocadas 17h00 - Raiz do Céu 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M P B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEGUNDA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA

04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h50- Oração do Ângelus 17h45 - Liturgia das horas- Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio TERÇA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso

12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio QUARTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão RCR 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 10h55 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 15h30 16h10 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 21h00 21h05 21h15 21h40 21h45 22h30

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Palavra de Vida Eterna Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco De Coração De Mãos Dadas Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Clip Show A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Terra Santa News Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Espaço Cultural

SÁBADO 00h00 02h00 02h30 03h00 04h00 05h00 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 07h45 07h50 08h00 09h00 09h30 10h00 11h00 12h00 12h45

Música Mensagem De Coração Conversa com Meu Povo Clip Show Espaço Cultural Evangeliza Show Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Missa no Rio de Janeiro-RJ Viola Brasil Conversa com Meu Povo Diálogo Aberto Pesca Amazônia Notícias Pastorais Eu Creio

12h50 13h00 13h30 14h00 15h45 16h45 17h30 18h00 18h55 19h00 20h00 20h30 22h30 23h00 23h05 23h59

Maria de Todos os Povos Viagem pela Amazônia Conversa com Meu Povo Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP Pensando Bem Notícias Pastorais Terço Gozoso Especial Musical Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Música Mensagem Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Espaço Cultural Encerramento da Programação da TV

23h00 23h20 23h30 23h58

TERÇA-FEIRA

DOMINGO 00h00 02h00 03h00 04h00 04h30 05h30 05h45 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 07h45 07h50 08h00 09h00 09h30 10h00 11h00 12h00 12h45 12h50 13h00 13h30 13h40 14h40 14h55 15h00 16h00 16h05 17h00 18h00 18h30 18h55 19h00 20h00 21h00 22h30 22h35 23h35 23h58

Música Mensagem Vida Consagrada Clip Show Igreja que Sofre Música Arte e Vida Igreja no Brasil Maria de Todos os Povos Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Santa Missa Dominical -378 Anos de Belém-Pa ao vivo - Catedral de Belém-Pa Desenho Viagem pela Amazônia Especial Belém 378 Anos Pesca Amazônia Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Igreja que Sofre Igreja no Brasil Encantos da Amazônia Ângelus Palavra de Vida Eterna Vida Consagrada Palavra de Vida Eterna Dedo de Prosa Missa Santuário Nacional de Aparecida Desenho Terço Glorioso Palavra de Vida Eterna Instrumetal Sesc Brasil Especial Belém 378 Anos Espaço Cultural Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Terço Glorioso Encerramento da Programação da TV

SEGUNDA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Clip Show Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança

Caminhando Na Fé Mãe Maria Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

O programa QUESTÃO busca refletir sobre os assuntos do dia a dia e da vida cristã, com formato de entrevistas, com estudiosos de diversos assuntos referentes à fé católica. É apresentado pelo Pe. André Teles, toda terça, às 21h.

DE FÉ

05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 20h50 21h00 22h00 22h45 22h55

Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco Diálogo Aberto De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Gozoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Fazendo Esperança Terra Santa News Eu Creio Janela Aberta Nazaré Notícias Sinais do Sagrado Palavra de Vida Eterna

00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 14h00 15h00 15h40 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Janela Aberta Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Novena do Perpétuo Socorro Sobre Todas as Coisas De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Sinais do Sagrado Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Igreja que Sofre Questão de Fé Nazaré Notícias Sinais do Sagrado Conversa com Meu Povo Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

QUARTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h40 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Novena do Perpétuo Socorro Mãe Maria Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna

08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Família em Foco Pensando Bem De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Glorioso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Encantos da Amazônia Vida Consagrada Nazaré Notícias Caminhando Na Fé De Coração Boas Notícias Encerramento da Programação da TV

QUINTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 20h55 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Pensando Bem Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Luminoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Diálogo Aberto De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Sinais do Sagrado Terço Luminoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Terra Santa News Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Boas Notícias Encerramento da Programação da TV


10

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

A Semana AGENDA DE DOM ALBERTO CORRÊA

AGENDA DE DOM TEODORO TAVARES

n De 7 a 13 de março de 2014 w DOMINGO, 9 DE MARÇO

w SEXTA, 7 DE MARÇO

08:30 – 17:00 III JORNADA VOCACIONAL DA ARQUIDIOCESE DE BELÉM - Centro de Cultura e Formação Cristã - Ananindeua - PA 19:00 – 20:00 Missa de Posse do Padre Possidônio - Paróquia Nossa Senhora das Vitórias - Marituba - PA

07:00 – 12:00 Visita ao Projeto de água e sanitário ecológico com Comissão do Banco da Amazônia 16:00 – 17:30 Gravações - FNC 19:00 – 20:00 Missa na Comunidade Nova Aliança

w SABADO, 8 DE MARÇO

n De 7 a 13 de março de 2014

08:30 – 09:30 Missa de Abertura da Campanha da Fraternidade 2014 - Portal da Amazônia 11:00 – 12:30 Audiências 16:00 – 17:00 Audiências 19:30 – 20:30 Missa de instalação do Curato Santo André e posse do Padre Walter Parise, Sx. - Coqueiro, Ananindeua – Pará

w SEGUNDA, 10 DE MARÇO

Dia inteiro Retiro do Clero 08:00 – 12:00 Gravações – FNC w TERÇA, 11 DE MARÇO

Dia inteiro Retiro do Clero 06:30 – 07:30 Missa no Carmelo w QUARTA, 12 E QUINTA 13 MARÇO

Dia inteiro - Retiro do Clero

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

w SABADO, 8 DE MARÇO 08:30 – 09:30 Missa de Abertura da Campanha da Fraternidade 2014 - Portal da Amazônia 17:00 - Missa na Basílica Santuário de Nazaré w DOMINGO, 9 DE MARÇO 08:30 – 17:00 III JORNADA VOCACIONAL DA ARQUIDIOCESE DE BELÉM Centro de Cultura e Formação Cristã - Ananindeua - PA 19:00 - Missa na Comunidade Santo Antônio Zacaria - Paróquia Nossa Senhora de Nazaré w SEGUNDA, 10 DE MARÇO

9:00 - Reunião com a Pastoral Ecumênica Início do Retiro do Clero

w TERÇA, 11 DE MARÇO Dia inteiro - Retiro do Clero w QUARTA, 12 E QUINTA 13 MARÇO Dia inteiro - Retiro do Clero

Os compromissos de Dom Teodoro Mendes Tavares podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Horários de Missas na Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL DE SANT’ANA

Nossa Senhora da Graça

(Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3223-2362/3225-2715 Igreja N. S. das Mercês

(Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Telefone: 3212-3102

Sant'Ana da Campina

Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu

Condor - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3283-6020

Sta. Terezinha do Menino Jesus

Jurunas - Belém Sábado: 6h30 e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251

Santo Antônio de Lisboa

Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097

Santíssima Trindade

São Miguel

Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima

Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30e 19h30 Telefone: 3228-0864

Paróquia Santa Maria Goretti

Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 N. S. de Nazaré (Basílica Santuário)

Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h, 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis

(Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30,9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba

Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001

REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição

Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30, 19h Telefone: 3258-1554/3274-8281

Val de Cans - Belém Sábado:19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388

Sagrada Família

Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30

REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA

São João Batista e Nossa Senhora das Graças

Icoaraci - Belém. Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 10h, 18h Telefone: 3297-7250

São Francisco de Assis

Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036

Nossa Senhora de Fátima

Icoaraci - Belém Sábado: 20h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3297-7251

Tapanã - Belém. Sábado: 7h Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

Jesus Ressuscitado

São Francisco das Ilhas

Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-4916

Santa Luzia

Jurunas - Belém Sábado: 7h, 17h e 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3271-2146

REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI São Pedro e São Paulo

Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413

São José de Queluz

Canudos - Belém Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 20h Telefone: 3226-2151/ 3226-2612

São Domingos de Gusmão

Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 19h30 Telefone: 3253-2656

São Geraldo Magela

Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 3257-7950

N. S. do Perpétuo Socorro

Telégrafo - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 19h Telefone: 3264-9061 São Jorge

Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h, 19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato

Jesus Bom Samaritano

Cotijuba - Belém Sábado: 19h30; Domingo: 8h, 9h30, 19h30 Telefone: 3247-1438

Santa Edwiges

Nova Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30, 18h Telefone: 3279-1654

N. S. Rainha da Paz

Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h30 Telefone: 3277-4645

Coração Eucarístico de Jesus

Catalina - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 10h e 19h

N. S. da Imaculada Conceição

Umarizal - Belém. Sábado e domingo: 6h30 e 18h Telefone: 3277-4644

Outeiro - Belém Sábado: 8h Domingo: 7h Telefone: 3277-4648

Santa Cruz

N. S. do Bom Remédio

Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30

Santo Inácio de Loyola

Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h; 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 8h e 18h Telefone: 3277-4643

Santo Afonso de Ligório

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3237-8350

N. S. da Conceição

São José

Divino Espírito Santo

São Francisco Xavier

Castanheira - Belém Sábado: 17h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642

Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h00, 9h00 e 18h00 Telefone: 3215-7006

Santo Antônio de Pádua

Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3288-4250

Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3283-3052

Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h, 18h30

REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO

Cristo Rei

Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573

Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917

São Sebastião

Telefone: 3289-5355

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo

São Miguel Arcanjo

Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3234-4674 REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS N. S. Auxiliadora

Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. S. das Vitórias

Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655 Sagrado Coração de Jesus

Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h, 18h Telefone: 3265-5413

Sagrado Coração de Jesus

Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 Telefone: 3255-9475 Menino Deus

Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30, 18h Telefone: 3237-8351

Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3235-1405 Coqueiro - Ananindeua Sábado: 7h Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3263-0603 Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h, 18h Telefone: 91541971

São Lucas Evangelista

Guajará - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2621

Santa Teresinha

Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30, 18h Telefone: 3237-1489

N. S. de Guadalupe

Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 11h, 18h Telefone: 3245-7440

Cristo Peregrino

Jaderlândia - Ananindeua Domingo: 19h Telefone: 3237-9891

Santa Paula Frassinetti

Cidade Nova VI - Ananindeua Sábado: 19h30; Domingo: 6h30, 8h15, 18h Telefone: 3279-2620

Transfiguração do Senhor

Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30, 20h Domingo: 7h30, 19h Telefone: 3286-8570

Santa Rita de Cássia

Colônia - Marituba Domingo: 9h Telefone: 3279-2624

Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30, 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 17h30, 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310

N. S. das Graças

São Vicente de Paulo

N. S. de Nazaré

Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3255-2654 N. S. do Ó

Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30, 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X

Águas Lindas - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 10h e 19h Telefone: 3215-7003

Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30, 19h Telefone: 3283-8400

São José Operário

Conj. Carnaúba, Icuí Domingo: 7h e 18h

Telefone: (91) 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo

Cidade Nova 8 - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h e 19h45 (Com. São José) Telefone: 3287-2418

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


11

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Panorama PAZ NO MUNDO

Ucrânia: Apelo para a paz de líderes cristãos de 13 Países da área Representantes das igrejas se reuniram para exprimir visão comum de questões que preocupam

O

Comité Consultivo interconfessional cristão (CCIC) - formado pelas comunidades cristãs ortodoxas, católicas e protestantes do Azerbaijão, Arménia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Letónia, Lituânia, Moldávia, Rússia, Tajiquistão, Uzbequistão, Ucrânia e Estónia - emitiu uma declaração sobre a situação na Ucrânia. “Nós, os representantes das Igrejas - lê-se na declaração - nos reunimos para exprimir a nossa visão comum sobre algumas questões vitais que preocupam a população dos nossos Países. Durante estes dias as nossas orações e a nossa solidariedade estão voltados para o povo da Ucrânia, que está a passar por duras provas. Todas as nossas comunidades rezam por aqueles que morreram ou sofreram durante o recente conflito político e social, para que uma paz duradoura e a compreensão - escrevem os Chefes das Igrejas do CCIC - se estabeleçam entre todos os cidadãos da República irmã da Ucrânia, independentemente da sua filiação étnica ou religiosa. E xo r t a m o s a t o d o s a q u e l e s de quem depende o futuro da Ucrânia - continuam a declaração - a respeitarem rigorosamente o princípio da liberdade de consciência e de religião, bem como o da nãointerferência do Estado e das forças políticas nos assuntos internos das organizações religiosas. Todos

DIVULGAÇÃO

w APELOS PELA PAZ já foram feitos pelo Pontífice, dirigidos a líderes de diversos países do mundo

recordamos muito bem as trágicas consequências que uma tal situação teve na história dos nossos Países. Os métodos revolucionários, qualquer apelo à violência, à discriminação e à tomada à força dos lugares sagrados, só podem danificar a unidade entre os cristãos e as boas relações entre as organizações religiosas e o Estado,

que visam a prosperidade e o bemestar de toda a sociedade”. A declaração termina com a exortação ao povo ucraniano “a fazer todos os esforços para evitar eventuais provocações, e manter vivo no coração o amor para qualquer próximo, pela sua dignidade humana e a sua crença religiosa.

Da nossa parte, manifestamos a nossa sincera vontade de promover, através da oração e do empenho, o diálogo fraterno e a paz na sociedade ucraniana”.

Francisco Rodrigues da Costa Janiovaldo Alves barbosa João de Deus de Sousa Lya Pinheiro Maria Etelvina de Matos Feitosa Maria Iolanda ferreira de Araújo Maria Iolanda leão Pimentel Núbia Tavares Rosa Maria de Deus s. Monteiro

Francisco Pedro Vilanova Janari Wanderley Tavares Vieira Luiz Fabiano Vieira de Franca Maria da Conceição Oliveira do Couto Maria da conceição klautau da Silva Maria Mirtes Gama de Oliveira Maria Rosa dos Reis Freitas Maria Raimunda Hurrel Raimundo Marcio Nunes Antunes Solange Silva Narduce Terezinha de Jesus Santos Terezinha de Jesus Araújo Botelho Zacarias Damasceno do Couto

Maria Fernandes de Souza Maria José Bastos Furtado Núbia da Cruz Pinto Osmarina Eulalia Pantoja de Lima Raimunda Magalhães de Souza Raimunda Silva de Lima Sirley Damasceno Kodani

Parabéns para você! Por muitos anos andei afastado de um bem maior que, ao mesmo tempo, estava bem perto de mim. Sempre estive ligado à Igreja, mas com uma vida dupla. No decorrer dos tempos, esta vida foi me destruindo por dentro, mas o Senhor realizou uma virada radical em minha historia. Foi em um final de semana, com um gesto simples, em um lugar mais simples ainda. Foi a partir de então que eu pude viver repleto no seu amor divino, a cada dia experimentando ainda mais esse amor que mudou meus sonhos. Hoje anuncio esse amor nas universidades, nas famílias, aos jovens e onde mais o Senhor mandar. PAULO FERREIRA, 20 anos,

graduando em Eng. Florestal

07/03

Alda Maria de Pinho Couto Ana Carolina do Rosário Vieira Maria Izaneide Cunha da Silva Maria José Simões Maria Rosa Silva de Medeiros Núbia Regina Pinto da Silva Yolanda Moreira de Oliveira

08/03

Amélia Cassiano Bezerra Ana Claudia Ferreira de Almeida Antonia de Deus Rodrigues Carneiro Francisco Nelson Belarmino

09/03

Francisca Menezes da Silva Francisca Neide n. Ferreira Heliana Maria Silva Brasil Jandira Oliveira Aragão Lindalva Augusto Nascimento Maria Carmem Raiol de Souza Marluce Guerreiro Milhomem de Souza Neide Mesquita Neusa Souza da Costa Raimundo Francisco Soares Gregório Sheila de Fátima do Rosário Vieira

10/03

Antonia Iris Lima da Silva Cezar Pinto da Fonseca Teles Josielle do Socorro Nunes Antunes Maria de Araujo Maucher Maria de Nazaré Leal Rodrigues Maria de Fátima Cardoso Monteiro Maria Evanilda Martins Palmeira Marcos Vinicius de Lima Marivaldo de Souza Carneiro Noemia Carneiro de Araújo Paulo Sergio Maranhão Vasconcelos Raimundo João Corrêa de Carvalho Rosanira da Silva Portal Terezinha de Jesus Santos

11/03

Adalberto Joaquim Castro Vilar Antonio Jorge Ribeiro da Silva Elzeneide Maia de Moraes

12/03

Adriana Brandão dos Santos Catarina Pinto Carvalho Eliceia Furtado Barra Genoveva de Figueiredo Barbosa Herminia de Fátima Pereira Ferreira Isabel Reis Maria de Nazaré de Lira Macedo Maria da Conceição Saba R. da Fonseca Maria Edemilde Guimarães Alves

w

13/03

Ana Santana Mendes Maia Ângela Maria Santos Viana Benedita Soares de Souza Cileide Santos Vilhena Daniel Ferreira de Lima Deusarina Barata Carvalho Eduardo Antonio Simões Correa Ivanilda Pantoja Amaral José Machado Carneiro Maria Ferreira Reis Marcos França Leão Maria Liduina de Lima Lisboa Maria José Ribeiro Medeiros Raimunda de Amorim Pinto Wanda Ruth Corrêa de Andrade

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 07/03 - Diác. Manoel Gomes da silva 08/03 - Pe. Benedito Lopes de Campos

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 06/03 - Diác. Gilson Rufino Gonçalves Filho 08/03 - Pe. Lucas Fernando da Silva 08/03 - Diác. Ubiratan de Souza Dias 11/03 - Pe. Paulo Maria Catel 12/03 - Pe. Wiremberg José da Silva 13/03 - Diác. Nilton Antonio Campos Pinheiro

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Entretenimento Cinema & DVD

Na Locadora

Pedro Veriano (pveriano@gmail.com)

Lili

Caçadores de Obras de Arte "Doze anos de escravidão" é, a meu ver, o melhor dentre os candidatos

A

dolf Hitler queria ser pintor. Quando estudante mostrou um de seus quadros para um professor de pintura. O mestre foi categórico: “-Você dará um grande pintor...de parede”. Vem daí o ódio que depois o líder nazista deflagrou contra as artes plásticas modernas, e o seu desejo de se apoderar de todas as grandes obras de pintores e escultores que estavam em cidades dominadas pelos alemães. Dizia que estava colhendo material para o Museu do Reich, um projeto megalômano que não saiu do papel. O saque às obras de arte foi levado em conta pelos aliados já no fim do conflito(1945). Os americanos armaram civis para caçar esses tesouros escondidos pelos soldados alemães em lugares diversos, especialmente em cavernas. O grupo ganhou o nome de Caçadores de Obras Primas, ou, em inglês, Monumental Men (Homens de Monumentos). Depois de ganhar um livro sobre o assunto, escrito por Robert M.Edsel e Brett Witter, o tema chega ao cinema com d i re ç ã o e ro t e i ro d o a t o r George Clooney. “Caçadores de Obras Primas” tinha tudo para ser bom. O assunto ainda não tinha sido

eu indico

explorado a contento e as filmagens em locação davam força ao relato. Além disso, Clooney como diretor tinha sido bem sucedido nos primeiros trabalhos na área, como“Boa Noite, Boa Sorte”e “Tudo Pelo Poder”. Mas desta vez a culpa maior coube ao roteiro que ele escreveu com seu parceiro habitual: Grant Hesov. Ao invés deles contarem a odisseia dos “caçadores” de forma linear para que o público se tornasse sensível à empreitada, fragmentou a trama, abrindo espaços para relatos paralelos inclusive um esboço de romance de um dos investigadores com uma espiã alemã (presença de Cate Blanchett a boa atriz de “Blue Jasmine”). S e m e m o ç ã o , o f i l m e c o r re

como um mosaico de fatos que o espectador é convidado a juntar. Tanto que uma sequencia que seria emocionante, a morte de um dos rapazes(papel do francês Jean Dujardin de “O Artista”)passa como um acontecimento fortuito. Com metragem de pouco mais de duas horas de projeção, “Caçadores de Obras Primas” chega a cansar. Quando um filme é desse tipo eu consulto o relógio no meio da sessão.E com o frio intenso da sala, um absurdo quando se lança mão de dois compressores para o ar refrigerado de uma sala pequena e com a umidade ambiente a tarefa ganha ares de extrema vontade de sair. E eu fiquei pasmo ao constatar que os cinemas de Belém não exibiram antes da entrega dos Oscar o filme “12 Anos de Escravidão”, a meu ver o melhor dentre os candidatos. A rede Cinépolis fez uma promoção ofertando meio ingresso a quem visse os filmes concorrentes ao premio de Hollywood e lançou esta produção em 10 salas de estados do sul, sudeste e nordeste. Nós, do norte, somos sempre rejeitados. Cabenos as experiências carnavalescas que a indústria majoritária produz inspirada na mitologia grega, além das animações que visam crianças (um pagante que sempre leva outro como companhia). É mais lucrativo. Mesmo que nada acrescente sob o ponto de vista cultural (pois nada que se conta casa com o que se sabe dos livros didaticos).

Eu indico O Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, de São Luís de Montfort. É um livro apaixonante, por meio do qual aprendemos a real importância de Maria em nossas vidas. Com este livro aprendi a amar a Mãe do meu Senhor mais do que nunca e honrar Jesus seu filho.

DIVULGA'AO

TAMIRES MONTEIRo, 20, técnica em radiologia médica.

QUADRINHOS SANTA PACIÊNCIA - ANDRÉ ABREU

BOA DICA

os filmes concorrentes ao premio de Hollywood e lançou esta produção

Os poemas são repletos de passagens bíblicas

forma, o quão grandioso é cada ser chamado

Um circo, nos arredores de Paris, é a meta da órfã Lili (Leslie Caron) que busca um tio já que ficou sem casa para morar em sua aldeia. O tio, um padeiro, também tinha morrido, e Lili pede a um mágico que encontra no caminho (Jean Pierre Aumont) que lhe dê abrigo, arranjando para ela um emprego. O mágico é casado com uma vedete (Zsa Zsa Gabor) e tenta minorar o sofrimento da garota pedindo a ajuda dos colegas que trabalham com marionetes (Paul/ Mel Ferrer) e Jaquot /Kurt Kaszar). Só que a ingênua Lili pensa que são os bonecos, dublados por Paul, que falam com ela. E o artista que maneja esses bonecos acaba se apaixonando pela jovem embora pessoalmente exiba um comportamento rude, pois era um bailarino e ficou defeituoso de uma perna quando esteve na guerra. “Lili” é um musical da Metro que marcou época. Pequeno como a personagem principal, transpira a meiguice da mocinha e o drama do herói. Com direção de Charles Walters usa a canção “Hi Lili Hi Lo” que se guarda na memória. Eu vi este filme quando estreou aqui, no antigo cinema Moderno. Nunca esqueci. Agora, em DVD, já comprei meu exemplar e está no lote dos mais queridos. Nada de obra-prima, mas uma simpatia total. Leslie Caron, hoje com 82 anos, havia saído do sucesso de “Sinfonia de Paris” em 1951 (“Lili”é de 1953). Excelente desempenho.

PALAVRAS CRUZADAS NASSRALLA

LIVROS E CD'S

n DOCES GOTAS DE FÉ (PAULINAS, R$ 13, 96 PÁGS)

n A PÉTALA - Sete dias nas Colinas de Torreglia (PAULINAS, R$ 24,90, 248 PÁGS)

É inspirado em instantes de contemplação à natureza. A autora Rosa Maria Ayres mostra em seus poemas as bênçãos que Deus nos oferece cotidianamente. O texto indica uma forma de viver com alegria, otimismo e como crescer espiritualmente. Os poemas são repletos de passagens bíblicas que tratam de solidariedade, amor ao próximo, confiança e proteção de Deus. Revela que o Senhor nos acompanha a todo instante através da natureza: no canto de um pássaro...

Uma obra escrita com precisão e elegância. Aborda as inquietações do nosso tempo. Em sua jornada de 7 dias, nas colinas de Torreglia, na Itália, a autora nos faz descobrir no dia a dia o íntimo do que somos no universo, e da mesma forma, o quão grandioso é cada ser chamado à vida. Nos leva a refletir quanto é importante buscar a paz espiritual e nos incentiva a olhar a vida com o olhar de uma criança. Uma leitura que nos possibilita encontrar a paz no coração.


Caderno Dois BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

CARNAVAL COM CRISTO

Carnaval da Renovação Carismática anima todas as idades FOTOS: DIVULGAÇÃO

Diversão e espiritualidade ao mesmo tempo, no mesmo espaço

“A

qui a gente sente uma alegria tão forte que eu nunca senti em outro lugar”. Muitos podem dizer o mesmo sobre os encontros de carnaval com Cristo, mas para Leonildo Caldas, de 14 anos, foi de grande importância. Ele participou pela primeira vez do Enchei-vos, promovido pela Renovação Carismática Católica, e afirmou ter sentido sua alma leve e renovada, mesmo já tendo vivido experiências desagradáveis nesse período: “Eu senti que Deus me abraçou, me aceitou de volta”. É exatamente esse objetivo d o s eve n t o s c r i s t ã o d e carnaval, facilitar o encontro pessoal de todos com Jesus. Por isso no Enchei-vos, que

aconteceu na quadra da Paróquia de São Francisco de Assis (Capuchinhos), também houve Espaço Infantil e AdoleSantos, com atividades evangelizadoras e recreativas para os menores de 14 anos. PRESENÇAS Entre os dias 1 e 4 de março, milhares de pessoas passaram pelo encontro, que contou com a presença de Dom Alberto Taveira, Florismar Batista, da RCC Goiás, e Toni Sá, coordenador do Ministério para as Famílias, da RCC Pará. “Reunidos num só corpo pela força da Cruz” foi o tema central, vivido em todos os encontros de carnaval da RCC pelo Brasil.

w ATÉ NAS PENITENCIÁRIAS Pastoral promoveu Carnaval com Cristo para os detentos

Arcebispo Metropolitano de Belém e Assessor Eclesiástico da RCCBRASIL, D o m A l b e r t o Ta v e i r a fez uma partilha sobre o Movimento na sua vida e o que espera da RCC. Falou também sobre a diversidade de encontros de carnaval: “Nós nunca juntaríamos o povo todo que está presente

w DETENTOS tiveram um verdadeiro encontro com Jesus Cristo

nesses encontros, fazendo vários encontros nós estamos atendendo muita gente”, e f e z u m c o n v i t e p a ra participar de um grupo de oração a quem não participa. Além das pregações voltadas para o tema principal, foi possível observar a unidade entre os membros dos grupos de oração da Arquidiocese

de Belém, e, em especial, das novas comunidades. A Fraternidade O Caminho e Comunidade Kerygma participaram de toda a programação, confirmando e pondo em prática a unidade da Igreja e a unidade do Movimento, conforme é direcionamento da RCC para este ano.

w ESTUDO Agentes se preparam para a desafiadora missão nas prisões

Pastoral Carcerária Pastoral Carcerária promove realiza 3° Carnaval com formação para novos agentes Cristo nos presídios

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Contando com a p a r t i c i p a ç ã o d i re t a d a Comunidade Shalon e de membros da Renovação Carismática Católica (RCC), a Pastoral Carcerária promoveu e m d i ve r s a s U n i d a d e s Prisionais o 3º Carnaval com Cristo, denominado LIBERT”CRISTO/2014. Os encontros que aconteceram nos dias 3 e 4 de março foram repletos de emoção, com uma animação sem precedentes, louvores, reflexões e depoimentos emocionados dos internos. Eles tiveram, segundo o coordenador da Pastoral Carcerária Arquidiocesana, Ademir Silva, uma atuação determinante para o êxito

dessa ação religiosa. E ra v i s í ve l a a l e g r i a dos participantes, com alguns indo às lágrimas. To c a d o s p e l o E s p í r i t o Santo, deram grandes e importantes testemunhos de conversão, emocionando, a partir daí, não apenas seus companheiros de infortúnio, mas também aos responsáveis pela condução dos trabalhos de espiritualidade em cada unidade prisional. Ao f i n a l d e c a d a encontro foi realizado uma rodada de depoimentos, quando cada participante teve a oportunidade de relatar sua experiência com Deus por meio do LIBERT”CRISTO/2014.

C o m o t e m a “ Ro m p e n d o c a d e i a s em comunhão com Cristo”, a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Belém realizou nos dias 22 e 23 de fevereiro, um curso de formação para novos Agentes de Pastoral visando dinamizar os trabalhos de evangelização nos cárceres. O encontro que aconteceu no auditório da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, no bairro da Pedreira, contou com 85 participantes. Foram abordados assuntos de alta relevância que serão fundamentais nos trabalhos dentro e fora das unidades prisionais. Ser Pastoral Carcerária, Justiça Restaurativa, Direitos Humanos, Sistema Prisional Paraense e Inserção Social figuraram os principais temas abordados que ficaram sob a responsabilidade da liderança da Pastoral Carcerária, além de palestrantes externos como Orlanda Alves (ex-secretária do Regional Norte 2 da CNBB), Ivaldo Capeloni (Ditetor do Núcleo de Reinserção Social da SUSIPE) e Solange, assistente social integrante da equipe técnica do

Departamento de Ação Integrada, também da SUSIPE. Um grande destaque no evento foi a participação de um número significativo de Alunos da Escola Diaconal Santo Efrém, os quais, a critério da orientação da referida Escola deverão estagiar em breve na Pastoral Carcerária, assim como o farão em outras Pastorais. Ao final do encontro, o Diácono Ademir agradeceu a participação de todos, tanto da equipe de apoio quanto dos novos e antigos agentes da Pastoral Carcerária, ressaltando a importância da presença dos alunos da Escola Diaconal Santo Efrém, aos quais pediu apoio no sentido de estimularem com a permissão de seus respectivos párocos, a criação da Pastoral Carcerária em suas Paróquias. Diácono Ademir também ressaltou a importância de todos assumirem a condição de multiplicadores da Ação da Pastoral Carcerária, divulgando sua mística e assim mais do que ampliar, consolidar a presença da Igreja nos Cárceres.


2

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois

CARNAVAL COM CRISTO

Mais de 10 mil pessoas participaram do Cristo Alegria 2014 Ocasião foi uma “renovação da fé” para quem participou M úsicas, adorações, testemunhos e animação marcaram os três dias de um dos carnavais com Cristo mais animados da cidade: o Cristo Alegria. No domingo, 2, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, fez a abertura do evento que contou com a participação de muitos fiéis que foram vivenciar um carnaval diferente. Para o coordenador da festa, diácono Emanuel Duarte, os três dias foram bons e superaram todas as expectativas. “A abertura foi maravilhosa, contamos com a presença do nosso Arcebispo, que elogiou muito, nos incentivou e nos parabenizou pelo nosso trabalho. O segundo dia, foi dedicado para Nossa Senhora e foi um momento muito bonito. No último dia tivemos pregações muito bonitas e a missa de encerramento com o nosso Arcebispo Emérito, Dom Vicente Zico. Esta edição superou todas as nossas expectativas”, disse o diácono. A p re s e n ç a d e m u i t o s j ove n s marcou os três dias de evento, e, para esta edição, eles prepararam uma apresentação em flash mob, em que todos dançaram igualmente. A novidade deste ano foi que os jovens ficaram responsáveis pela animação dos três dias. Para a jovem Ieci Noronha, de 17 anos, o Cristo Alegria foi maravilhoso. “Foi muito bom, porque não é qualquer um que pode estar aqui passando um Carnaval com Deus, ganhando graças e vivendo a verdadeira alegria. Eu sou da equipe de comunicação há cinco anos e gosto muito disso. Hoje, não me vejo em outro carnaval”, explicou a jovem. Há 12 anos o Cristo Alegria acontece em Belém e em cada edição sempre há novos convidados. Este é o caso de Maria da Graça Costaluna, 66 anos, que participou do evento pela primeira vez. “É a primeira vez que eu participo e estou gostando muito. Vim desde o primeiro dia e vou ficar até o final. Gostei muito, toda a programação foi muito legal, um dia melhor que o outro. Ano que vem eu volto, se Deus quiser. Vale a pena vir para cá”, disse a aposentada.

JOÃO PARAENSE

JOÃO PARAENSE

w FOLIA Nesta edição, momentos de louvor e animação foram conduzidos pelos jovens

Peregrinações são preparação para festividades em honra a São José DIVULGAÇÃO

As peregrinações em homenagem a São José continuam acontecendo nas comunidades do bairro de Canudos. No dia 15 de fevereiro a peregrinação saiu da Igreja Matriz chegando até a comunidade da Sagrada Família. No dia 22 saiu da Sagrada Família em direção às imediações da comunidade de santa Rita. Ainda no bairro de Canudos a imagem seguirá no próximo dia 8 para a comunidade de Santo Agostinho da Aldeia. No dia 15 vai para a comunidade do Sagrado Coração de Jesus. A Transladação acontecerá no dia 18, partindo da comunidade do Sagrado Coração de Jesus. As peregrinações acontecem por volta das

17h, aproximadamente, com o contingente de 95 pessoas. Paralelamente às peregrinações que estão ocorrendo de comunidade em comunidade, durante a semana, algumas famílias estão fazendo em suas residências terços em devoção a São José. Os temas escolhidos para serem debatidos e abordados durante os terços têm a ver com a Campanha da Fraternidade, a exemplo de “São José, defensor da vida’’, “São José, defensor da vida familiar’’, “São José, defensor de uma vida com princípios”. E s s e s e ve n t o s e s t ã o acontecendo no bairro de Canudos e todos os fundos arrecadados serão em prol da reforma da Igreja de São José de Queluz.


3

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2014

O desafio está lançado: não ao tráfico Cerimônia de lançamento em Brasília foi compartilhada com missas em todo o país. Igreja convoca o povo de Deus para reagir contra o crime que atinge 30 milhões de adultos e crianças no mundo. Rede mundial do tráfico alcança 1,8 milhão de vítimas na América Latina. Quadrilhas possuem braços em todo o Brasil, com mais de 70 rotas na Amazônia.

A

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu oficialmente a Campanha da Fraternidade de 2014. A cerimônia de lançamento presidida pelo Bispo Auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, aconteceu na Quartafeira de Cinzas, dia 5, às 14h, na sede da CNBB, em Brasília, e foi transmitida ao vivo pelas emissoras de inspiração católica. Este ano, a campanha aborda o tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Estiveram presentes ao lançamento entidades da sociedade civil e representantes do governo, como o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso; o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcello Laverene Machado; e a secretária Executiva do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), pastora Romi Márcia Bencke, dentre outras personalidades. Na ocasião, foi divulgada a mensagem do Papa Francisco para a Campanha da Fraternidade. Simultaneamente, em todo o país, paróquias e Dioceses programaram atividades para a Quarta-feira de Cinzas a fim de inaugurar a CF 2014 em suas respectivas comunidades, em horários e locais de acordo com suas realidades eclesiais. BELÉM: PORTAL DA AMAZÔNIA ABRE-SE PARA A CF 2014

A Arquidiocese de Belém concedeu entrevista à imprensa também no dia 5, pela manhã, para anunciar oficialmente a Campanha da Fraternidade, na Cúria Metropolitana. Dom Alberto Taveira Corrêa concluiu à noite os compromissos oficiais da campanha com a missa de Cinzas, celebrada na Catedral de Belém, para conclamar o povo paraense a se engajar na luta pelo combate ao tráfico humano. No próximo sábado, dia 8, os trabalhos da CF 2014 se iniciarão com a abertura oficial no Portal da Amazônia. O Portal da Amazônia, lugar turístico, é uma referência histórica que remete à lembrança da cidade de Belém como a capital do Estado do Pará, e alusão à capital como a porta de entrada para a Amazônia ou Metrópole da Amazônia. A

imponência da referência turística é tamanha que influenciou a prefeitura a investir nesses referenciais para aplicar à orla de Belém uma aparência de excelente lugar, propício ao lazer para a população. É nesse cenário que a Arquidiocese de Belém lançará neste dia 8 a Campanha da Fraternidade 2014. A escolha do Portal da Amazônia para o lançamento da campanha cujo tema é “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1) deu-se em razão das características peculiares do lugar, simbólico para a coordenação da Campanha da Fraternidade. Embora seja um referencial turístico atualmente, o Portal está localizado na orla de Belém, especificamente na região onde é grande a movimentação portuária da capital, como entreposto para a chegada e a partida de embarcações de todo tipo de porte, de navios comerciais a pequenos barcos, fatores preponderantes no universo da exploração do tráfico humano. O texto base mostra a realidade cruel do tráfico humano e aponta que há ramificações desse tipo de crime no Brasil, com mais de 240 rotas de tráfico espalhadas em todos os Estados da Federação, segundo dados analisados pelo Ministério da Justiça. O conteúdo traz informações e estatísticas sobre a questão do tráfico humano, obtidas junto a órgãos

oficiais e organismos internacionais, sobretudo da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). A Igreja posiciona-se contra o tráfico de pessoas tomando como referencial bíblico a passagem da carta de São Paulo aos Gálatas. “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). A opinião do Papa Francisco também auxilia na motivação da campanha. Para o Santo Padre, “o tráfico de pessoas é uma atividade ignóbil, uma vergonha para as nossas sociedades que se dizem civilizadas!”. A resposta da Igreja no Brasil às considerações papais sobre o assunto será vivida ao longo do ano de 2014, em todo lugar que seja propício a uma discussão do tema da campanha, o tráfico humano. A CNBB acredita que a Campanha surtirá seus efeitos uma vez que acontece durante o período quaresmal, época em que a sociedade se recolhe a um período de reflexões existenciais com vistas à conversão individual, em clima adequado, propiciado pela própria liturgia, preparatória à Páscoa de Nosso Senhor. Aliadas às reflexões, a Igreja convida o povo de Deus a ajudar a sociedade em geral a se unir para combater essa prática criminosa, procurando conhecer melhor o problema do tráfico humano, tão presente e escondido na sociedade. O texto base da Campanha sugere

como estudo do problema o método ver-julgar e agir. O primeiro passo é “ver” como e onde se encontra o tráfico humano. “Julgar” é o segundo passo, quando procurase encontrar as causas do tráfico para o trabalho escravo, exploração sexual, adoção ilegal e retirada de órgãos, tecidos e ossos. O terceiro passo é “agir” com tentativas de buscar soluções para o problema do tráfico humano e outras formas de tolhimento da liberdade. Conforme a CNBB, o objetivo do tema abordado é identificar as práticas de tráfico humano com suas várias formas e caminhos e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humana, assim mobilizando cristãos e a sociedade brasileira contra o crime que submete as vítimas a humilhações privativas da liberdade como a prostituição, escravidão ou comércio de órgãos. Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) informam que foram investigadas 514 denúncias de tráfico de pessoas no Brasil, entre 2005 e 2011. A zona fronteiriça do Brasil, segundo outros estudos sobre o tema, foi o local escolhido por traficantes para alcançar pelo menos 475 pessoas, identificadas como vítimas do tráfico de pessoas nos 11 estados de fronteira brasileira, no mesmo período pesquisado pela ONU. A Campanha da Fraternidade está sob a coordenação de uma ampla frente de trabalho que surgiu dos grupos de Trabalho de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e de Combate ao Trabalho Escravo, da Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB). Atuam juntos a Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz (CNBB), representantes católicos e das igrejas pertencentes ao Conselho de Igrejas Cristãs (CONIC), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), vinculada à Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), a Pastoral da Mobilidade Humana, o Serviço Pastoral do Migrante, e muitas organizações sociais, como a Rede “Um Grito Pela Vida”.

Igreja clama pelo resgate dos filhos de Deus, vítimas do tráfico A temática do tráfico humano surgiu no final do século XIX. O Protocolo de Paris (1904) foi o primeiro acordo internacional visando à repressão ao tráfico de pessoas. Em 1921, nova Convenção para Supressão de Tráfico de Mulheres e Crianças busca superar o sentido moralista ligado à condenação da conduta social. Em 1949, em Lake Success, a questão ainda permaneceu restrita à proibição da prostituição. A Organização das Nações Unidas (ONU) realizou a Convenção contra

o Crime Organizado Transnacional, em 1999, na Itália. O Protocolo de Palermo está em vigor desde 2003 com orientação aos seus participantes para proteger crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, e trabalhadores adultos em situação de trabalho escravo; prevenir, suprimir e punir o tráfico de pessoas, inclusive com a proteção de migrantes, prevenindo contra o contrabando deles. Os protocolos ali estabelecidos também pedem atenção contra a fabricação ilegal e o tráfico de

armas de fogo, que complementam o documento, e foram aceitos pelo Brasil. O Estado Brasileiro, após a assinatura do Protocolo de Palermo, lançou, em 2006, a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e, em 2008, o I PNETP Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Agora, está em vigor o II PNETP (2013-2016). Além disso, há várias iniciativas de organizações da sociedade brasileira e a Igreja engaja-se à luta por meio de suas pastorais voltadas para esse

trabalho. O II PNETP prevê ações em cinco linhas operativas visando o a p e r f e i ç o a m e n t o d o m a rc o regulatório para fortalecer o combate ao tráfico de pessoas; a integração e fortalecimento das políticas públicas, redes de atendimento e organizações para prestação de serviços necessários à luta contra o tráfico de pessoas; capacitação para o enfrentamento ao tráfico de pessoas; produção, gestão e disseminação de informação e conhecimento sobre tráfico de pessoas; e campanhas e mobilização.


4

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2014

CF de olhos atentos aos “gatos” traficantes O tráfico humano sustenta diversos outros crimes contra a dignidade humana

O

Código Penal só especifica como crime de tráfico de pessoas o praticado para fins de exploração sexual ou quando a vítima submete-se a trabalho forçado em condição de escravidão. Há uma proposta elaborada pela CPI do tráfico humano que inclui na lista de crimes a adoção ilegal, o trabalho escravo e a remoção de órgãos. A partir da segunda metade do século XX, as formas de escravidão no âmbito do trabalho forçado também vêm sendo debatidas em fóruns internacionais, especialmente na OIT e na ONU. Com o fenômeno da globalização, intensificam-se tráficos de todo tipo e cresce a necessidade de combater essa modalidade de crime. O entendimento da realidade enfrentada pelas vítimas do tráfico de pessoas pode levar a sociedade a ajudar a combater essa modalidade de crime, engajando-se à CF. Para começar, é necessário o cidadão entender que o tráfico humano é um crime organizado, com estrutura sofisticada e capilarizada, favorecendo os “serviços”. As ramificações são muitas e as rotas existem com braços internos e internacionais, ou seja, os caminhos tomados pelos traficantes costumam sair do interior dos estados em direção aos grandes centros urbanos ou às regiões de fronteira internacional. E o pior complicador é a invisibilidade: o crime não se torna visível à sociedade porque as vitimas não denunciam.

A Campanha da Fraternidade, no entanto, propõe-se a ir de encontro a essa realidade. A CNBB pede ao povo de Deus um empenho maior para conhecer o problema e apela à solidariedade de pessoas comprometidas com a justiça social para poder interferir positivamente para o enfrentamento concreto ao problema do tráfico humano no Brasil. É preciso clareza das informações e segurança para agir, fortalecendo, assim, a sociedade e as autoridades constituídas a socorrer com urgência àqueles que sofreram ou estão sofrendo as consequências desse tipo de crime, em poder dos seus algozes. O período da Quaresma convida os discípulos missionários a uma verdadeira conversão que implica recomeçar a partir de Jesus Cristo. Então, o caminhar do povo de Deus deve ser sensível a situações que atentam contra a dignidade humana e seus direitos fundamentais, como o tráfico humano, o tema da Campanha da Fraternidade deste ano. O foco central da abordagem do tema é esse tipo de crime cruel que explora pessoas sem nenhuma condição de se defender, enganadoas com falsas promessas de melhores condições de vida em outras cidades ou países. No destino para onde são levadas, as vítimas deparam-se com a dura realidade que foram “traficadas” para atividades clandestinas nas áreas da construção, confecção, entretenimento, sexo, serviços

Tráfico rentável: milhões de vítimas, bilhões de dólares em lucro

aderno

C

“gatos” traficantes

D

ois

O tráfico de pessoas é uma atividade criminosa contra a dignidade do ser humano que rende aos traficantes altíssimas somas em dinheiro na movimentação das rotas espalhadas em todo o mundo. Segundo a ONG Walk Free são 30 milhões de pessoas no mundo exploradas no tráfico humano e a ONU estima que o tráfico humano renda 32 bilhões de dólares anuais, situando-o entre os crimes organizados mais rentáveis. A OIT informa que são 21 milhões de vítimas no mundo obrigadas ao trabalho forçado e à exploração sexual, sendo 1,8 milhão na América Latina. Os exploradores do tráfico escolhem como vítimas pessoas adultas (15,4 milhões - 74%) e jovens abaixo de 18 anos (5,6 milhões - 26 %). As mulheres são o alvo preferido (55 %) e os homens são 45 % das vítimas exploradas para abastecer o rentável mercado criminoso do tráfico que leva as pessoas para a Índia (14 milhões), para a China (3 milhões), para o Paquistão (2,1 milhões), para a Nigéria (705 mil pessoas) e para a Etiópia (650 mil pessoas). Os desdobramentos do tráfico são cruéis. Presas aos traficantes, as vítimas são exploradas em atividades clandestinas que expõe ao risco a vida dos filhos e filhas de Deus. Iludidas, as pessoas traficadas são obrigadas ao trabalho escravo forçado (14,4 milhões), à exploração sexual/casamento forçado (4,5 milhões), além das vítimas direcionadas ao tráfico de órgãos e para a adoção ilegal.

agrícolas e domésticos, adoções ilegais, remoção de órgãos, etc. A CNBB convoca a sociedade a se municiar de informações para reconhecer as características do crime para ajudar no combate aos agentes criminosos. De antemão, a CNBB alerta o povo de Deus de que mesmo que a vítima tenha dado seu consentimento ao aliciador, perante a ação do traficante a pessoa não é livre, de acordo com o que dispõe o Protocolo de Palermo. Esse protocolo tornou-se o principal instrumento legal internacional de combate a essa modalidade criminosa e estabelece que a vítima do tráfico seja protegida pela lei do seu país de origem. A lei brasileira protege então, os traficados que devem ser vistos como vítimas e amparados pelos direitos humanos. O Protocolo de Palermo propõe combinar prevenção, proteção e assistência às vítimas, aliada à perseguição e punição aos criminosos. É importante observar que o “gato” (aliciador ou traficante de pessoas) usa de coação (forçar) contra a vítima, uma prática comum. Uma vez escolhida a vítima, eles passam a abordá-la com promessas de melhoria de vida, que camuflam outras atividades ilegais. Pelas difíceis condições de vida real em sua terra natal, a pessoa “cai na conversa do gato” e passa a ser dominada pelo traficante, esperançosa de que terá uma vida melhor. O perfil dos aliciadores deve ser observado com cuidado. Em geral, são pessoas que pertencem ao

rol de amizades das vítimas ou de familiares, apresentam boa escolaridade ou alto poder de convencimento - por vezes é também vítima - e atraem as pessoas aliciadas com proposta de uma vida melhor. Alguns se apresentam como trabalhadores ou proprietários de casas de shows, bares, falsas agências de encontros, de matrimônios ou de modelos. No caso do trabalho escravo, o agente criminoso é denominado “gato”. A coordenação da CF também ressalta que é necessário, sobretudo, analisar o perfil das vítimas. Normalmente, elas encontram-se em situação de vulnerabilidade, na maioria dos casos, por dificuldades econômicas ou por estarem em mobilidade. A maior atenção deve se ter com as vítimas já em poder dos traficantes. Indefesas, elas são dominadas pelos traficantes a fim de serem exploradas no trabalho, na exploração sexual, no tráfico para a extração de órgãos, tecidos e ossos humanos e no tráfico de crianças e adolescentes. Os atos mais comuns cometidos pelos criminosos é o recrutamento, o transporte, a transferência, o alojamento e o acolhimento de pessoas. O tráfico torna-se evidente por meios que a sociedade pode reconhecer: ameaça, uso da força, outras formas de coação, rapto, engano, abuso de autoridade, situação de vulnerabilidade, aceitação de pagamentos ou benefícios para obter o consentimento de uma pessoa que tenha autoridade sobre a outra.

A rota do tráfico humano no Brasil A Pesquisa sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para Fins de Exploração Sexual Comercial no Brasil (PESTRAF), já em 2003, havia mapeado 241 rotas nacionais e internacionais que saem do interior dos Estados em direção aos grandes centros urbanos ou às regiões de fronteira. O Brasil está na trilha do tráfico humano como um ponto de saída para as vítimas. As rotas estão distribuídas nas regiões Norte (76) Nordeste (69), Sudoeste (35), CentroOeste (33) e região Sul (28). No período de 2003 a 2012, a Amazônia Legal teve a metade de todos os trabalhadores libertados no Brasil. Neste período foram registrados 62.802 casos de pessoas em trabalho escravo ou análogo ao escravo. Nessa modalidade, a maioria dos traficados são homens (95,3%). O trabalho doméstico, muitas vezes em idade bastante precoce, é uma prática muito

comum e bem aceita no país. O labor doméstico prejudica profundamente crianças e adolescentes, pois a carga de trabalho é muito pesada, e a maioria das crianças não consegue frequentar a escola. Por outro lado, é uma atividade que acontece de forma escondida, tornando-se difícil vigiar e normatizar esse tipo de exploração da força de trabalho infanto-juvenil. O crime organizado desenvolveu ampla estrutura e sofisticado serviço-meio para facilitar suas diversas atividades. Existem fornecedores de documentos falsos, serviços jurídicos, lavagem de dinheiro, transportadores, entre outros. A dimensão geográfica grandiosa da Amazônia e a dificuldade de comunicação, de transporte e logística estrutural deficitária fazem da região uma área de potencial exploração ao mercado do tráfico humano, se levadas em conta as características

econômicas que ainda hoje fazem da região um lugar de cobiça internacional. A raiz do tráfico tem influência do histórico econômico da região. A produção da borracha e a construção da MadeiraMamoré atraíram para a Amazônia milhares de pessoas, a maioria, nordestinos. Na Segunda Guerra, o governo constituiu os “soldados da borracha”, trabalhadores q u e e n f re n t a ra m g rave s problemas e muitos ficaram sob aprisionamento. Nos anos 1970, dezenas de milhares de trabalhadores vieram para a Amazônia, aliciados por empreiteiros a serviço dos projetos agropecuários. Esses trabalhadores encontraram u m s i s t e m a d e t ra b a l h o implacável. Foi o período marcado também pela febre do garimpo, o que proporcionou o tráfico de mulheres para a exploração sexual, com rotas de tráfico para outros países.


5

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Arquidiocese N

a última quarta-feira, 5, no dia que a Igreja Católica abriu o período a Quaresmal, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, junto com o coordenador de Pastoral da Arquidiocese, Monsenhor Raimundo Possidônio, convocou uma coletiva de imprensa para lançar a Campanha da Fraternidade 2014. Neste ano, os Bispos do país se reuniram para elaboração do tema que será tratado durante todo o ano e terá como foco a fraternidade e o tráfico humano. Segundo o Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, esse fenômeno existe em todo o lugar, porém há uma atenção diferenciada para a região Norte. “Aqui na nossa região temos uma infinidade de portos e várias coisas acontecem nesses meios, tráfico de drogas, de pessoas, mulheres, crianças para extração de órgãos, situações de escravidão para o trabalho, ..., então temos o assunto da CF deste ano extremamente importante para o Brasil inteiro, especialmente para nossa Região Amazônia”, explicou o Arcebispo. O coordenador de

Caderno Dois

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2014

Arquidiocese de Belém lança CF 2014

Coletiva de imprensa foi realizada para falar da proposta da Igreja para 2014 DIVULGAÇÃO

w PRONUNCIAMENTO de D. Alberto Taveira foi breve, mas bastante direto ao assunto

pastoral e da Campanha da Fraternidade da Arquidiocese de Belém, Monsenhor Ra i m u n d o Po s s i d ô n i o , ressaltou que crimes como o tráfico humano são escondidos principalmente família e ele falou que o foco da Campanha será a

denúncia. “Primeiramente temos que deixar esse tema aflorar, para as pessoas conhecerem essa realidade que é dramática, desumana, e depois envolver a sociedade como um todo, a partir do Estado, do município e dos órgãos de governo que

trabalham envolvendo essa situação, e um dos grandes gestos que a Campanha irá promover é da denúncia”, reiterou o coordenador. A após a escolha do tema, a Arquidiocese de Belém promoveu um seminário no mês passado que teve um

texto base preparado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para auxiliar o trabalho que será desenvolvido ao longo do ano. Monsenhor Raimundo Possidônio disse que o encontro foi discutido de acordo como o tema está presente na bíblia e as ações envolvidas. Monsenhor Cid acrescentou que “também como gesto concreto a Igreja em Belém irá fazer uma coleta ao longo da Quaresma por meio de ações nas paróquias, e no Domingo de Ramos irá recolher esse dinheiro para designá-lo depois ao gesto concreto da Arquidiocese a nível regional e nacional”. O Lançamento oficial será neste sábado, às 8h30, no Portal da Amazônia, com uma celebração presidida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa.

Quarta-feira de Cinzas: entenda o significado A Quarta-feira de Cinzas na Igreja é um momento especial porque nos introduz precisamente no mistério quaresmal. Uma das frases – no momento da imposição das cinzas – serve de lembrete para nós: ‘Lembrate que do pó viestes e ao pó, hás de retornar.’ A cinza quer demonstrar justamente isso; viemos do pó, viemos da cinza e voltaremos para lá, mas, precisamos estar com o nosso coração preparado, com a nossa alma preparada para Deus. A Quarta-feira de Cinzas leva-nos a visualizar a Quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor. A liturgia do tempo quaresmal mostra-nos a esmola, a oração e o jejum como o princípio da Quaresma. A própria Quarta-feira é um tempo de muita conversão, de muita oração, de arrependimento, um tempo de voltarmos para Deus.

litúrgico de conversão estabelecido pela Igreja para que nos preparemos para a grande festa da Páscoa. É tempo de nos arrependermos dos nossos pecados e de mudar algo em que precisamos ser melhores para

viver mais próximos de Cristo. A Quaresma dura 40 dias; começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Ao longo desse período, sobretudo na liturgia do domingo, fazemos um esforço

QUARESMA O tempo quaresmal é o tempo

YOUCAT

E

m preparação à Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, o jornal Voz de Nazaré realizou seus estudos sobre o YOUCAT, que é o Catecismo da Igreja Católica, escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam.

para recuperar o ritmo e o chamado de verdadeiros filhos de Deus. A cor litúrgica desse período é o roxo, que significa luto e penitência. É um período de reflexão, de penitência, de conversão espiritual em preparação para o mistério pascal. Na Quaresma, Cristo nos convida a mudar de vida. A Igreja nos convida a viver esse tempo como um caminho a Jesus Cristo, escutando a Palavra de Deus, orando, compartilhando com o próximo e praticando boas obras. Ela nos convida a viver atitudes cristãs a fim de que nos pareçamos mais com Jesus Cristo, já que por ação do pecado, nos afastamos de Deus. Por isso, a Quaresma é o tempo especial do perdão e da reconciliação fraterna. A cada dia, durante a vida, devemos retirar de nosso coração o ódio, o rancor, a inveja, os zelos que se opõem ao nosso amor a Deus e aos irmãos. Nesse tempo, aprendemos a conhecer e a apreciar a cruz de Jesus. Com isso aprendemos também a tomar nossa cruz com alegria para alcançar a glória da ressurreição.

PRIMEIRA PARTE

Em que cremos

109

108

Com Jesus, um de nós chegou a Deus e lá permanece para sempre. No Seu Filho, Deus está humanamente próximo de nós. Quanto ao mais, Jesus disse no Evangelho segundo São João: “E quando Eu for elevado da terra, atrairei todos a mim” (JO 12, 32).

Agora, que a morte já não é mais o fim de tudo, veio ao mundo a alegria e a esperança. Depois de a morte deixar de ter poder sobre Jesus (Rm 6, 9), também já não tem mas poder sobre nós, que pertencemos a Jesus. [655, 658].

O que significa dizer que Jesus subiu ao Céu?

O que mudou no mundo com a ressurreição?


6

Igreja

BELÉM, DE 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2014

Caderno Dois DIVULGAÇÃO

PANORAMA DA IGREJA

Papa visitará o Colégio Pio Brasileiro A data da visita do Pontífice à instituição ainda será definida w COLÉGIO Pio Brasileiro fica localizado em Roma e será visitado pelo Papa

O

Arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Raymundo Damasceno Assis, informou em entrevista à Radio Vaticano que o Papa Francisco visitará o Colégio Pio Brasileiro em Roma. A instituição comemora 80 anos no dia 3 de abril. O Colégio Pio Brasileiro nasceu a partir do Pontifício Colégio Pio Latino-americano, uma instituição eclesiástica, criada em 1858 para a formação do clero da América Latina, em Roma. O número de alunos do Pio Latino, como era conhecido, cresceu durante os anos e os responsáveis pensavam no desmembramento da instituição,

atendendo ao anseio de Bispos brasileiros de ter um colégio eclesiástico próprio, na cidade romana. Na época, o Papa Pio XI e as lideranças da Companhia de Jesus apoiaram a ideia. Após campanha nacional para arrecadar recursos para a obra do colégio, em 1927, a construção iniciou-se dois anos depois. Em 3 de abril de 1934 o Colégio Pio Brasileiro foi inaugurado. A primeira turma teve 34 alunos, entre padres e seminaristas. Cardeal Damasceno disse ainda que a CNBB assumirá a direção do colégio, que esteve aos cuidados do jesuítas desde o início. A data da visita do Papa ao Pio Brasileiro ainda será definida.

CAF se prepara para Jornada Vocacional da Arquidiocese Neste domingo, 8, a partir das 8h, a Arquidiocese de Belém e o Serviço de Animação Vocacional (SAV) realizam a primeira Jornada Vocacional em 2014, que contará com a participação de congregações religiosas da Região Episcopal de Belém, pastorais e movimentos católicos. A Basílica Santuário de Nazaré será representada pelo Centro de Atendimento à Família (CAF), que, durante o dia do evento, mostrará aos presentes a importância da instituição da família. Com o tema “Vocação,

sinal de esperança para a Igreja” e subtema “Ide vós também para a minha vida” (Mt 20,7), o evento tem o objetivo de esclarecer e despertar nos jovens as vocações de sacerdote, de esposos ou de leigos cristãos. Sendo assim, congregações religiosas e vários departamentos da Igreja como pastorais, movimentos e grupos, estarão no evento para atender aos participantes. Segundo Alina Figueiredo, que, junto com seu esposo Ramiro Vidal é responsável pelo CAF da Basílica, “é u m a re s p o n s a b i l i d a d e muito grande mostrar aos jovens e despertar neles a sua vocação”. Alina também se lembra do trabalho do CAF que é formado por casais que se dispõem ao atendimento às famílias. “Nós atendemos casais com relacionamento em crise, filhos desorientados e revoltados, namorados que almejam o casamento, ..., nós os orientamos nos princípios cristãos. Sempre sob a orientação de um sacerdote”, explica. A Jornada Vocacional contará com a participação do Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Ta v e i r a C o r r ê a , q u e ministrará uma palestra sobre a vocação de s a c e rd o t e . O eve n t o acontecerá no Centro de Cultura e Formação Cristã da Arquidiocese de Belém, na BR 316, Km 06 - Seminário São Pio X. A entrada é gratuita. Mais informações: 3255-9012.


BelÊm, de 7 a 13 de março de 2014

7


8

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Igreja

Caderno Dois LUIZ ESTUMANO

QUARTA-FEIRA DE CINZAS

Quaresma: tempo de conversão ao amor de Deus e ao amor do próximo Papa realizou audiência geral na Quarta-Feira de Cinzas, dia 5

N

a audiência geral da quartafeira, dia 5, o Papa Francisco dirigiu uma mensagem aos peregrinos presentes na Praça de S. Pedro sobre o novo tempo litúrgico que se inicia, a Quaresma: “No tempo da Quaresma, a Igreja faz-nos dois importantes convites: tomar consciência mais viva da obra redentora de Cristo, e a viver com mais empenho o nosso Batismo”. A consideração por tudo quanto Jesus fez pela nossa salvação cria em nós a gratidão - continuou o Santo Padre - e a forma de agradecer o imenso amor de Jesus, que Se deixou crucificar por nós, é a nossa conversão: é darmo-nos a Ele,

amando os nossos irmãos. Contudo, para nos convertermos e amarmos os irmãos não nos podemos habituar à violência - afirmou o Papa - aos irmãos que dormem na rua, aos refugiados à procura de liberdade e dignidade. Uma sociedade onde os pais já não ensinam os filhos a rezar e a fazer o sinal da cruz. O Papa Francisco perguntou diretamente a todos os presentes: “Os vossos filhos e os vossos netos sabem fazer o sinal da Cruz? - pensai no vosso coração - e sabem rezar o PaiNosso e a Avé Maria?”. É por todas estas interrogações e inquietações que a Quaresma é importante: “Por isto a Quaresma é o momento favorável para nos convertermos ao amor do

próximo: uma amor que saiba fazer própria a atitude de gratuidade e de misericórdia do Senhor ‘que Se fez pobre por nós para nos enriquecer com a sua pobreza”. Desta forma - concluiu ao Papa - somos chamados a viver profundamente o nosso Batismo com uma viragem, uma conversão que nos faça sair da resignação e habituação ao mal em nós e ao nosso redor. “ N e s t e c a m i n h o , q u e re m o s invocar com particular confiança a proteção e ajuda da Virgem Maria: que seja Ela, primeira crente em Cristo, a acompanhar-nos nos dias de oração intensa e de penitência, para chegar e celebrar, purificados

e renovados no espírito, o grande mistério da Páscoa do seu Filho”. No final da audiência o Papa Francisco saudou também os peregrinos de língua portuguesa: “Com ânimo feliz e agradecido, saúdo o grupo vindo de Ribeirão e de Guimarães e também os professores e os alunos das comunidades escolares da Lourinhã e de Viana do Castelo. Sobre vós e demais peregrinos de língua portuguesa, invoco a proteção da Virgem Maria. Que Ela vos tome pela mão durante os próximos quarenta dias, ajudandovos a ficar mais parecidos com Jesus ressuscitado. Desejo-vos uma santa e frutuosa Quaresma”.

Palavra de vida Chiara Lubich

“ S e o b s e r va rd e s o s m e u s mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu observei o que mandou meu Pai e permaneço no seu amor” (Jo 15,10).

E

ssas palavras são extraídas do amplo discurso que Jesus dirige aos seus apóstolos após a última ceia, conforme o quarto Evangelho (Jo 13,31-17,26). O que vem em relevo é o fato de que a observância dos seus mandamentos nos faz permanecer no amor. São palavras que fazem lembrar um versículo anterior, no qual Jesus diz aos seus apóstolos: “Se me amais, observareis os meus mandamentos” (Jo 14,15), onde vem em evidência que o amor a Jesus deve ser a motivação, a raiz da qual deve partir a observância dos seus mandamentos. Existe assim uma reciprocidade entre o amor a Jesus e a prática dos seus mandamentos. O amor a Ele nos impulsiona a viver a sua palavra de modo sempre mais fiel; ao mesmo tempo, a palavra de Jesus vivida nos

faz permanecer no amor a Ele - e, portanto, nos faz crescer sempre mais nesse amor. “ S e o b s e r va rd e s o s m e u s mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu observei o que mandou meu Pai e permaneço no seu amor”. Portanto, permanecer no seu amor. Mas, o que Jesus quer dizer com essa expressão?

Com certeza ele quer dizer que a observância dos seus mandamentos é o sinal, a prova de que somos seus verdadeiros amigos; é a condição para que também Jesus nos retribua e nos garanta a sua amizade. Mas parece querer dizer também uma outra coisa, ou seja, que a observância dos seus mandamentos constrói em nós aquele amor que é característico de Jesus. Comunica-nos aquele modo de amar que notamos em toda a sua vida terrena: um amor que tornava Jesus uma só coisa com o Pai e, ao mesmo tempo, o impulsionava a identificar-se

e a ser uma só coisa com todos os seus irmãos, especialmente os menores, os mais fracos, os mais marginalizados. O amor de Jesus era um amor que sanava toda e qualquer ferida da alma e do corpo, que doava a paz e a alegria a cada coração, que superava toda divisão, reconstruindo a fraternidade e a unidade entre todos. Se colocarmos em prática a palavra de Jesus, Ele viverá em nós e transformará também a nós mesmos em instrumentos do seu amor. “ S e o b s e r va rd e s o s m e u s mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu observei o que mandou meu Pai e permaneço no seu amor”. Como viveremos, então, a Palavra de Vida deste mês?

Lembrando-nos do objetivo que ela nos propõe e orientando-nos decididamente para este objetivo: uma vida cristã que não se satisfaz com uma observância fria, externa, dos mandamentos, fazendo só o

mínimo que eles exigem, mas uma vida feita de generosidade. Foi assim que os santos agiram. E eles são a Palavra de Deus transformada em vida. Neste mês tomemos uma de suas Palavras, um de seus mandamentos, e procuremos traduzi-lo em vida. E sendo que o Mandamento Novo de Jesus “Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei” (cf. Jo 15,12) é, de certo modo, o coração, a síntese de todas as palavras de Jesus, vamos vivê-lo com todo o radicalismo. CHIARA LUBICH *** Este comentário à Palavra de Vida foi publicado originalmente em maio de 1994. A Palavra de Vida é um trecho do Evangelho comentado por Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares. Ela é traduzida em 96 línguas e idiomas, e atinge milhões de pessoas no mundo inteiro, através da Imprensa, Rádio, TV e Internet. Chiara Lubich concluiu sua ‘Santa Viagem’ no dia 14 de março de 2008.


9

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Igreja

Caderno Dois

MENSAGEM

Papa Francisco envia mensagem para a CF 2014 Pontífice diz que não é possível ficar impassível

P

or ocasião da abertura da Campanha da Fraternidade 2014, que aborda o tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou”, o Papa Francisco enviou mensagem aos bispos da CNBB e a todos os fiéis das Dioceses, paróquias e comunidades do Brasil. No texto, o Papa afirma que o tráfico de pessoas é uma “uma chaga social”. “Não é possível ficar impassível, sabendo que existem seres humanos tratados como mercadoria! Pense-se em adoções de criança para remoção de órgãos, em mulheres enganadas e obrigadas a prostituir-se, em trabalhadores explorados, sem direitos nem voz, etc. Isso é tráfico humano!”, destacou Francisco. Ao final da mensagem, Francisco concedeu bênção apostólica a todos os brasileiros desejando uma Quaresma de vida nova em Cristo. Confira a íntegra da mensagem:

Queridos brasileiros, Sempre lembrado do coração grande e da acolhida calorosa com que me estenderam os braços na visita de fins de julho passado, peço agora licença para ser companheiro em seu caminho quaresmal, que se inicia no dia 5 de março, falandolhes da Campanha da Fraternidade que lhes recordo a vitória da Páscoa: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gal 5,1). Com a sua Paixão, Morte e Ressurreição, Jesus Cristo libertou a humanidade das amarras da morte e do pecado. Durante os próximos quarenta dias, procuraremos conscientizar-nos mais e mais da misericórdia infinita que Deus usou para conosco e logo nos pediu para fazê-la transbordar para os outros, sobretudo aqueles que mais sofrem: “Estás livre! Vai e ajuda

os teus irmãos a serem livres!”. Neste sentido, visando mobilizar os cristãos e pessoas de boa vontade da sociedade brasileira para uma chaga social qual é o tráfico de seres humanos, os nossos irmãos bispos do Brasil lhes propõe este ano o tema “Fraternidade e Tráfico Humano”. Não é possível ficar impassível, sabendo que existem seres humanos tratados como mercadoria! Pense-se em adoções de criança para remoção de órgãos, em mulheres enganadas e obrigadas a prostituir-se, em trabalhadores explorados, sem direitos nem voz, etc. Isso é tráfico humano! “A este nível, há necessidade de um profundo exame de consciência: de fato, quantas vezes toleramos que um ser humano seja considerado como um objeto, exposto para vender um produto ou para satisfazer desejos imorais? A pessoa humana não se deveria vender e comprar como uma mercadoria. Quem a usa e explora, mesmo indiretamente, torna-se cúmplice desta prepotência” (Discurso aos novos Embaixadores, 12/XII/2013). Se, depois, descemos ao nível familiar e entramos em casa, quantas vezes aí reina a prepotência! Pais que escravizam os filhos, filhos que escravizam os pais; esposos que, esquecidos de seu chamado para o dom, se exploram como se fossem um produto descartável, que se usa e se joga fora; idosos sem lugar, crianças e adolescentes sem voz. Quantos ataques aos valores basilares do tecido familiar e da própria convivência social! Sim, há necessidade de um profundo exame de consciência. Como se pode anunciar a alegria da Páscoa, sem se solidarizar com aqueles cuja liberdade aqui na terra é negada? Queridos brasileiros, tenhamos a certeza: Eu só ofendo a dignidade humana do outro, porque antes vendi a minha. A troco de quê? De poder, de fama, de bens materiais... E isso

– pasmem! A troco da minha dignidade de filho e filha de Deus, resgatada a preço do sangue de Cristo na Cruz e garantida pelo Espírito Santo que clama dentro de nós: “Abbá, Pai!” (cf. Gal 4,6). A dignidade humana é igual em todo o ser humano: quando piso-a no outro, estou pisando a minha. Foi para a liberdade que Cristo nos libertou! No ano passado, quando estive junto de vocês afirmei que o povo brasileiro dava uma grande lição de solidariedade; certo disso, faço votos de que os cristãos e as pessoas de boa vontade possam comprometer-se para que mais nenhum homem ou mulher, jovem ou criança, seja vítima do tráfico humano! E a base mais eficaz para restabelecer

a dignidade humana é anunciar o Evangelho de Cristo nos campos e nas cidades, pois Jesus quer derramar por todo o lado vida em abundância (cf. Evangelii gaudium, 75). Com estes auspícios, invoco a proteção do Altíssimo sobre todos os brasileiros, para que a vida nova em Cristo lhes alcance, na mais perfeita liberdade dos filhos de Deus (cf. Rm 8, 21), despertando em cada coração sentimentos de ternura e compaixão por seu irmão e irmã necessitados de liberdade, enquanto de bom grado lhes envio uma propiciadora Bênção Apostólica. Vaticano, 25 de fevereiro de 2014. Francisco

DENUNCIE!!! Ajude a combater o tráfico humano. As denúncias podem ser feitas por telefone para os números 100 ou 180. Denuncie também na Polícia Civil ou Militar. Em caso de crime tráfico internacional, acione a Polícia Federal. A CNBB também recebe denúncias pelo número 3246-8666.

CURSOS NO MÊS DE MARÇO/2014 - PAULUS LIVRARIA Os Cursos serão ministrados no Auditório da Livraria Rua 28 de Setembro, 61 - Campina. Maiores informações pelo telefone: (91) 3212-1195 Tema: Bíblia Estudo bíblico Objetivo:Tem como finalidade o aprofundamento bíblico para um melhor conhecimento e vivência da palavra de Deus oferecendo instrumentos e metodologia na transmissão desses conhecimentos nas várias atividades pastorais. Facilitador: Equipe CEBI Data: 08 e os demais encontros todo primeiro sábado do mês. Horário: 9:00 às 14:00h. Público-alvo: Agentes de pastoral, catequistas, membros de movimentos e novas comunidades, demais interessados no assunto. Vagas: 60 Investimento: R$ 35,00 por Semestre. Livro indicado: Coleção uma Introdução à Bíblia Curso: Formação continuada para contadores de história Objetivo:Contribuir para que o ato de ouvir e contar histórias sejam vistos como uma prática indispensável ao desenvolvimento integral da criança. Desenvolver, junto aos professores e demais interessados, as expressões oral, corporal e escrita, através

do contar e ouvir histórias. Facilitadora: Andrea Cozi: Mestranda do Programa de Pós-graduação Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Pará. Data: Terceiro sábado de cada mês. Horário: 9:00 às 13:00h. Carga horária: 54 h Investimento: R$ 150,00 livro indicado: Caminhos da literatura infantil Tema: Catequese Curso: Iniciação cristã de Inspiração Catecumenal Objetivo: Proporcionar aos participantes conhecer a literatura de inspiração catecumenal, bem como seu conceito de evangelização que é fundamentada na sabedoria da igreja acumulada ao longo dos séculos. Facilitador: Prof. Ricardino Lassadier Data: 22 Horário: 9:00 às 12:00h. Público-alvo: Agentes de pastoral, catequistas, membros de movimentos e novas comunidades, demais interessados no assunto. Vagas: 50 Investimento: R$ 10,00 Livro indicado: Coleção Iniciação Cristã de Inspiração Catecumenal


10

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Em Nazaré

Caderno Dois

VISITA

Bispo Emérito de Blumenau visita Basílica Dom Angélico Sândalo veio a Belém participar do Retido do Clero, em Icoaraci

N

a última sexta-feira, 28, a Basílica Santuário de Nazaré recebeu a ilustre visita do Bispo Emérito de Blumenau, SC, Dom Angélico Sândalo Bernardino, que veio a Belém para participar do Retiro do Clero da Arquidiocese de Belém, que aconteceu na comunidade Monte Tabor, em Icoaraci. Acompanhado do Reitor da Basílica padre José Ramos das Mercês, o Bispo Emérito aproveitou a oportunidade para visitar os estúdios do Santuário e falar ao vivo aos fiéis ouvintes da Rádio Web Basílica de Nazaré. Durante a conversa, ele discorreu sobre vários assuntos, dentre eles sobre o Papa Francisco e seu trabalho com os jovens e a Igreja. Pregando sempre a humildade e a aproximação com os fiéis, Dom Angélico falou muito sobre essas características em um sacerdote que, segundo ele, “deve sempre ser humilde”. Ele aproveitou também a oportunidade para deixar uma mensagem aos jovens: “sejam perseverantes. Respeitem o próximo, sobretudo os idosos. Se relacionem mais com a família e evitem os

DIVULGAÇÃO

w RÁDIO Bispo visitou Estúdio Santuário e deixou mensagem aos jovens

problemas do mundo, como drogas, álcool. Confiem em Deus e sejam fortes”. O Bispo agradeceu pela hospitalidade da cidade. Disse ter se sentido muito acolhido em sua primeira visita a Belém. Disse que virá mais vezes, na próxima oportunidade durante o Círio de

Nossa Senhora de Nazaré, em outubro. Dom Angélico Sândalo Bernardino estudou Filosofia na cidade de Ipiranga em São Paulo e Teologia no Seminário Maior Nossa Senhora da Conceição, em Viamão. Em Ribeirão Preto

cursou a faculdade de Jornalismo. Foi ordenado sacerdote aos 12 de julho de 1959. Foi nomeado Bispo Auxiliar de São Paulo pelo Papa Paulo VI, em 12 de dezembro de 1974. Na Arquidiocese de São Paulo teve atuação marcante em favor da população menos favorecida, sendo Bispo responsável pela Pastoral Operária. Foi Vigário Episcopal das Regiões Episcopais em São Miguel Paulista, e das Regiões Episcopais de Belém e Brasilândia. Foi responsável pela Cáritas no regional Sul-1 da CNBB; diretor do Jornal O São Paulo. De 1995 a 2002 foi membro da Comissão Episcopal de PastoralSetor Vocações e Ministérios da CNBB, período que ocorreu o Ano Nacional das Vocações. Foi nomeado pelo Papa João Paulo II, aos 19 de abril de 2000 para ser o primeiro Bispo da nova Diocese de Blumenau. Tomou posse nessa cidade no dia 24 de junho de 2000. Em 18 de fevereiro de 2009 teve a sua renúncia aceita por limite de idade, pelo Papa Bento XVI, no governo da Diocese de Blumenau 2.

1º Encontro Vocacional dos Barnabitas em 2014 inicia-se hoje Nesta sexta-feira, 7, inicia-se o primeiro encontro vocacional dos Barnabitas no ano de 2014. Com o tema “Sai da terra, e vai!”, o encontro é inspirado na vocação de Abraão e acontecerá durante todo o final de semana no Seminário Mãe da Divina Providência, em Benevides. Voltado

para jovens do gênero masculino que estejam cursando o ensino médio, o encontro é uma alternativa encontrada pelo seminário de aproximar mais estes jovens dos ensinamentos de Cristo, sobretudo os que se sentem chamados a viver a vida religiosa, mostrando-lhes a congregação e os

princípios que a regem. Tudo isso de forma descontraída, por meio de estudo, palestras, orações e também diversão. Irmão Luiz Cláudio, reitor do Seminário Mãe da Divina Providência, falou sobre a escolha do tema e a inspiração para a vocação: “começamos o primeiro encontro

do ano tomando como base o considerado primeiro grande chamado de Deus da história para a vida cristã, o chamado a Abraão”. O Encontro Vocacional dos Barnabitas contará com palestras, oração, adoração, além de momento recreativo com prática de esportes e convívio.

Rádio Web Basílica de Nazaré lança nova programação A Rádio Web Basílica de Nazaré, um dos meios de comunicação e evangelização do Santuário, que leva a Palavra de Deus a milhares de fiéis em todo o Brasil e no mundo pela internet, está lançando uma nova programação que entrou na grade a partir da segunda-feira, 2 de março. Sob a supervisão do padre Barnabita Maciel Pereira, que, por muito se compromete e acredita na evangelização por meio das mídias, a Rádio Web Basílica de Nazaré, que antes possuía uma programação apenas musical, agora contará com muito mais para seus ouvintes. Com essa nova roupagem a Rádio Web conta com várias novidades, dentre elas uma parceria firmada com a “Rede Evangelizar é Preciso”, programa de rádio e TV do padre Reginaldo Manzotti. A parceria permitirá a veiculação por meio de um link de transmissão do programa “Hora da Misericórdia”, com o padre Reginaldo Manzotti, que irá ao ar de segunda a sexta-feira, às 15h. Além disso, a nova programação contará com oração do Ângelus e terço Mariano e da Mãe da Divina Providência, Santa Missa ao vivo da Basílica Santuário de Nazaré e programas especiais e ao vivo, como o já tradicional programa “Louvando ao Senhor”, com o locutor Herlan Ferreira, que conta com Evangelho do dia, reflexão

da palavra, entrevistas e mais sobre o mundo católico e a Paróquia de Nazaré. A Rádio acredita na evangelização por meio da música, por isso possui uma programação musical especial como o programa “Juventude de Cristo”, para os jovens. Aos sábados tem o programa “Desfile Musical”, com uma programação especial que contará com um cantor católico em cada programa. Aos domingos tem os programas “Especial Padre Zezinho, “Canta Amazônia”, com músicas regionais, e “Melodias da Vida”, para uma reflexão com Deus. O programa “Louvando ao Senhor” terá um novo quadro. Além das entrevistas de todas as sextas-feiras, nas quartasfeiras, um advogado estará no estúdio para esclarecer a dúvida do ouvinte sobre questões de direitos civis, tributários, canônicos e mais, com a participação direta do ouvinte. O final da noite conta com o programa “O Amor está no Ar”, com uma seleção de música romântica para encher o coração dos casais de sentimento de amor e união para a constituição da família. M a i s i n f o r m a ç õ e s s o b re a n ova programação e horários da rádio estão no site: www.radiowebbasilicadenazare.com. br. Para entrar em contato com o estúdio, basta ligar para: (91) 4009-8416/ 8436.


11

BELÉM, DE 7 A 13 DE MARÇO DE 2014

Palavra Final

Caderno Dois DIVULGAÇÃO

Servindo à verdade PROF. RICARDINO LASSADIER

Eis-me aqui!

O

lá meu irmão, minha irmã, é com alegria que venho, às vésperas da Quaresma, fazer parte do grupo de pessoas que colaboram para o centenário jornal “Voz de Nazaré”. Permitam-me que me apresente de modo muito pessoal e em tom de “bate-papo”: prazer, sou professor Ricardino Lassadier, Graduado (Bacharel e Licenciado) e Especialista em Filosofia pela UFPA e Especialista em Teologia pelo CESUPA. Detalhe: gosto de ser chamado “professor”, pois o sou não apenas por profissão e sim por vocação.

Paulo II . Mas visto que, quanto mais amigos no Céu melhor, não posso dizer que a lista esteja fechada. Há algumas semanas atrás cheguei a casa e minha Lídia disse que haviam telefonado da Fundação Nazaré. Isso se repetiu alguns dias até que depois de alguns embaraços, conseguimos nos falar. O contato não foi muito fácil, pois tenho certa resistência a um objeto que parece se propagar tão rápido quanto catapora. É o tal de celular! Pois bem, para minha surpresa veio o convite para que eu colaborasse com um artigo por mês para o jornal “Voz de Nazaré”. Fiquei contente, honrado e - como já disse

Assumindo este perfil apologista achei por bem denominar o meu espaço no Voz de "Servindo a Verdade" Tenho a satisfação de lecionar no “Instituto Regional Para formação Presbiteral” (IRFP) e na Rede Pública Estadual. Desde 2006, tenho a honra de colaborar com o “Centro de Cultura e Formação Cristã” (CCFC), a convite do pe. Fabrizio Meroni (que era o diretor dessa intituição), ministrando diversos cursos. Merece destaque o curso sobre o estudo do “Catecismo da Igreja Católica: razões e fundamentos da fé” que durou quatro anos. Realizo vários encontros e cursos em novas comunidades, paróquias, congregações religiosas. Esses encontros são geralmente de cunho formativo, sempre com ênfase no ensino da Doutrina Católica. Meu livro da cabeceira é o “Catecismo da Igreja Católica” (CIC), que me gabo de ter lido quatro vezes. Aliás, preciso confessar que aqui está minha grande paixão: livros. Possuímos uma pequena biblioteca com mais de 1000 volumes. É difícil dizer quais meus autores prediletos, mas em todo caso, grosso modo posso citar como os autores de ficção: Conan Doyle (autor de todas as aventuras de Sherlock Holmes), Aghata Christie (Assassinato no Expresso do Oriente...), Alexandre Dumas (O Conde de Monte Cristo, Os Três Mosqueteiros...), Vitor Hugo (Os Miseráveis...), Charles Dickens (Um Conto de Natal...). Os autores de não ficção: João Paulo II, Bento XVI, Dom Estevão Battencourt, Santo Agostinho, São Justino, Platão, Rousseau, G.K. Chesterton, Felipe Aquino, Scott Hahn, Raniero Cantalamessa, Olavo de Carvalho, Jacques Maritain, Emmanuel Mounier. Certa vez eu li a seguinte frase: “Diga-me o que lês e te direi quem és”. Aí estão alguns dos meus autores preferidos com o objetivo de dar-me a conhecer um pouco melhor. Casado, há 16 anos, com minha amada Lídia. De nosso Matrimônio brotaram os seguintes frutos: Vitória, Sofia Catarina e Gabriel. Sou filho de dona Graça e seu José. Meus santos de devoção: Nossa Senhora, glorioso São José, São Justino, Santo Agostinho, Santa Catarina de Sena, Santo Tomás de Aquino, São Bento e o Beato João

- surpreso. Confesso que aceitei com certa relutância interior, afinal estarei entre “gente grande”. Dentre outros cito a título de exemplo, alguns que lembro no momento em que escrevo estas linhas: Dom Alberto Taveira, pe. Claudio Barradas, João Carlos Pereira, pe. Giovanni Martoccia, Pedro Veriano, irmã Lourdes Silva, irmã Ângela Tutas, pe. Romeu Ferreira, pe. Idamor da Mota. Quanta gente boa! E, como você bem sabe amigo leitor, citei apenas alguns dos colaboradores do “Voz”. Dentre eles, certamente, serei o menor. Comecei a pensar como deveria se chamar o espaço que, mensalmente, deveria ter minha humilde colaboração? Pensei que deveria ser um nome que expressasse amor e fidelidade à Cristo e à Igreja, nossa Mãe. Pensei deveria ser um nome que deixasse claro a unidade entre fé e razão. Pensei que deveria ser um nome que manifestasse apego a sã doutrina. Na oração diária do Terço coloquei, intimamente, essa intenção. Os dias se passaram e lembrei o que muita gente diz, não sem razão: que tenho uma forte veia apologista. Mas o que é apologia e o que é um apologista? De maneira bem simples e resumida, podemos dizer que a apologia é a defesa da fé, é ao mesmo tempo, uma área de fronteira entre filosofia e teologia que apresenta os fundamentos da fé. Nos primeiros séculos da Igreja, muitos foram os apologistas, alguns eram leigos e outros sacerdotes. Eram pessoas que detinham uma grande cultura filosófica, advinda de um mundo helênico, pagão. Tais pessoas se convertiam à fé cristã e, uma vez convertidas procuravam defender a fé, difundir a fé fazendo uso de todo o conhecimento que possuíam, ou seja, colocaram toda a bagagem cultural a serviço da fé. E, nesse aspecto, inseriram a razão para auxiliar a fé. Os apologistas, na medida em que defendiam a fé, debatiam e enfrentavam questionamentos, ataques que a Igreja sofria. Os apologistas sempre se fizeram presente na Igreja. Alguns exemplos

de apologistas: São Justino e Santo Agostinho nos primeiros séculos; Santo Tomás de Aquino na alta Idade Média. Também em nossa época há apologistas: G. K. Chesterton e Bento XVI. No Brasil temos bons apologistas: Dom Estevam Bettencuort, pe. Paulo Ricardo, prof. Felipe Aquino. Para fazer apologia é preciso um bom casamento entre fé e razão, ambas servindo a verdade. Assumindo este perfil apologista achei por bem denominar o meu espaço no Voz de “Servindo a Verdade”. Neste espaço pretendo sentir com a Igreja, ou talvez seja adequado dizer pensar

com a Igreja. Neste nosso primeiro encontro procurei fazer-me conhecer, espero que - se for vontade de Deus - muitos outros encontros acorram. Me esforçarei para usar uma linguagem coloquial, simples com a intenção de chegar a todos para colaborar com reflexões, partilhar conteúdos formativos sempre procurando pensar com a Igreja no serviço da verdade. Boa Quaresma. E fique com São José e Nossa Senhora. Graduado (Bacharel e Licenciado) e Especialista em Filosofia pela UFPA e Especialista em Teologia pelo CESUPA.

PRÓXIMOS ARTIGOS: Pe. Giovanni Martoccia

Maria Elisa Bessa de Castro

Irmã Ângela Tutas


12

BelĂŠm, de 7 a 13 de fevereiro de 2014


Voz de Nazaré