Issuu on Google+

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

D O JORNAL CATÓLICO DA FAMÍLIA D

PE. FLORENCE DUBOIS FUNDADOR

ANO CI - Nº 609 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Belém saúda Dom Irineu!

Nesta edição, momentos iniciais do novo Bispo Auxiliar junto aos fiéis de Belém. CADERNO 2, PÁGINA 1

COLABORAÇÃO PE. NILTON REIS

w DOM IRINEU foi recepcionado no Aeroporto Internacional de Belém ontem, 3, e será apresentado ao povo de Belém neste domingo, 6 LUIZ ESTUMANO

Funcionários da Fundação refletem sobre a Quaresma Dom Teodoro falou sobre a importância

da oração e do perdão. CADERNO 2, PÁGINA 5.

Movimento Focolares recebe Emmaus Voce em Belém w ORAÇÃO E ADORAÇÃO marcaram o dia de espiritualidade na Fundação Nazaré

Presidente do movimento chega em Belém. Missa marca

70 anos da missão de Chiara Lubich. CADERNO 2, PÁGINA 2. ALAN MONTEIRO

Nova Paróquia na Cabanagem Dom Alberto celebrou missa de instalação da Paróquia Santa Luzia do Bom Futuro. CADERNO 2, PÁGINA 10.

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

Ver-O-Peso faz 387 anos com festa e missa Festejo teve direito a bolo gigante. CADERNO 2, PÁGINA 8.

w PARÓQUIA ficou lotada de fiéis na missa de elevação à condição de paróquia


2

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Opinião Alegria de ser católico João Carlos Pereira

CHARGE DO ANDRÉ ABREU

jcparis@orm.com.br

Anchieta: mais um santo do Brasil

O

mundo está à espera da canonização dos papas João XXIII e João Paulo II, no dia 27 de abril. Antes, porém, o papa Francisco elevará à glória dos altares o padre espanhol José de Anchieta,que renasceu para a vida espiritualno Brasil e, por isso, terá seu nome escrito no livro do santos, como sendo brasileiro. Essa é uma norma da Igreja, que valoriza o local de onde a pessoa passou a viver a vida eterna. O que torna singulares as três próximas canonizações é o fato de o Papa haver dispensado, para seus antecessores, o segundo milagre, regra até então fundamental para o processo. No caso de Anchieta, a flexibilização foi maior: Francisco não exigiu a comprovação de milagre algum e tomou como referência o conjunto da obra. O processo de Anchieta circula pelo Vaticano há 400 anos, mas ele é considerado santo há pelo menos quatro séculos. Sobre sua humilde figura pairam lendas extraordinárias. Dizem que tinha o poder de levitar, enquanto celebrava a Eucaristia. Dele fala-se também ser dono do dom da ubiquidade, que consistia em estar em lugares diferentes, ao mesmo tempo, numa espécie de desdobramento. Já li que, certa vez, navegando pelo rio Tietê, debaixo de um sol fortíssimo, teve a vida preservada, graças a uma revoada de andorinhas que, fazendo sombra, protegeu-o. E mais: há relatos de que, certa vez, a embarcação em que navegava afundou e ele foi achado lendo seu breviário, no fundo do rio. Verdades ou lendas, as histórias sobre Anchieta encantam e elevam o espírito. Melhor do que ninguém, o Papa sabe o porquê de haver dispensado a comprovação dos milagres. A nós, resta agradecer a Deus pelo exemplo de vida consagrada de um homem que amava Nossa Senhora, para quem dedicou um poema lindíssimo, cuja primeira versão teria sido escrita na areia da praia. As ondas iam e vinham o poema não foi apagado. Precisa mesmo de milagres?

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Jornalista e professor

Panorama José Pereira Ramos joseulina@oi.com.br

295 anos de Diocese (parte 3) Continuando a transcrição anterior:

Economista e escritor

“... que doutos e virtuosos sacerdotes aceitassem o pastoreio das almas, do outro lado do Oceano, numa região tão inóspita e atrasada. A expulsão dos missionários pelas iníquas artimanhas do Marques de Pombal, quebrou o ritmo expansionista da Amazônia. Os aldeiamentos abandonados ficaram à mercê dos espertalhões e dos exploradores interessados apenas em alcoolizar os indígenas e per verter-lhes as mulheres. As fazendas do Marajó, em que os religiosos tanto desenvolveram a pecuária, passando ao poder “del-Rei”, foram dizimadas e depois distribuídas a aventureiros. Os seis primeiros bispos eram todos religiosos portugueses. O 7º dom Manuel de A. de Carvalho, fundador do Recolhimento do Amparo, atual Colégio Gentil Bittencourt, ainda era

Encontro Fraterno Ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br

Vida que brota da morte

D

Engenheiro civil e escritor

urante quinze anos, um grupo de cristãos se reuniu para rezar, ouvir a Palavra de Deus e planejar ações. Participavam dezesseis pessoas, a maioria casais, como eu e minha esposa, assistidos pelo hoje saudoso Frei Pedro Amém, vigário, depois pároco em Santo Antônio de Lisboa. Após a leitura de um trecho do Evangelho, todos eram convidados a comentar, buscando-se iluminar com a Palavra, realidades vividas. Frei Pedro se reservava a falar por último, com breves palavras, ao mesmo tempo corrigindo e incentivando. É neste espírito que ora me manifesto, de ser corrigido e animado, na medida em que me atrevo a comentar o trecho do Evangelho deste domingo, sobre a ressurreição de Lazaro (cf. Jo 11, 145). Enquanto Jesus opera o sinal, em

Fundado em 5 de julho de 1913

ARQUIDIOCESE DE BELÉM-PARÁ

FUNDADOR Pe. Florence Dubois, barnabita PRESIDENTE Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará VICE-PRESIDENTE Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário geral da Arquidiocese de Belém do Pará

português, mas pertencia ao clero diocesano. O 1º brasileiro foi dom Romualdo de Souza Coelho, paraense de Cametá, e isso foi providencial, pois durante a sua administração se proclamou a Independência. Maiores dificuldades teriam surgido se o antístite ainda fosse lusitano. Seguiram-se: dom José Afonso de M. Torres, fluminense: - dom Antônio Manuel de M. Costa, baiano; - dom Jerônimo Tomé da Silva, cearense; dom Antonio Manuel de C. Brandão, alagoano e dom Francisco do Rego Maia, pernambucano. Já em pleno século XX e o Brasil possuía apenas duas sedes metropolitanas: os arcebispados de Salvador e Rio de Janeiro. A Igreja separada do Estado, podia agora criar novas províncias e circunscrições eclesiásticas. Em 1906, São Pio X escolhia as terceiras arquidioceses para o Brasil. No mesmo 1º de Maio elevava à categoria arquiepiscopal: BELÉM e MARIANA. Belém pode orgulhar-se de ter sido a 1ª a consagrar-se ao Sagrado Coração de Jesus”. (a) Dom Alberto Ramos. É bom recordar, quando nos aproximamos dos 400 anos de Belém, com a celebração no 16º Congresso Eucarístico Nacional. comunhão com o Pai, transformando morte em vida, nos versículos que seguem, consta que os homens, na pessoa do sumo sacerdote Caifás, tramam a morte de Jesus: “Um deles, chamado Caifás, sumo sacerdote nesse ano, disse: ‘Vocês não sabem nada. Vocês não percebem que é melhor um só homem morrer pelo povo, do que a nação inteira perecer? “(Jo 11, 49-50). Em nossos tempos, ainda se mata em nome de uma ‘raça pura’, como o extermínio de seis milhões de judeus. Por questões políticas, o regime comunista soviético mandou matar milhares de oficiais e civis poloneses, o que ficou conhecido como o massacre de Katyn. Com a mesma astúcia de Caifás, para salvaguarda de combatentes aliados, foram lançadas duas bombas atômicas em cidades japonesas, matando logo no primeiro momento, 260 mil pessoas, dentre crianças e idosos. Ocorrem também assassinatos silenciosos, como os abortos provocados, silêncio que ecoa nas consciências, para sempre. Neste domingo, nós cristãos, somos motivados a promover a vida, nos deixando ‘ressuscitar’ para uma vida nova em Jesus Cristo.

DIRETOR GERAL Diácono Antônio Carlos Gomes de Freitas DIRETORA ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO Marluce Guerreiro Milhomem DIRETOR DE COMUNICAÇÃO Mário Jorge Alves DIRETOR DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS Arnaldo Pinheiro COORDENAÇÃO Bernadete Costa (DRT/PA 1326)

Sua voz “A Arquidiocese ganhou mais um bispo. Como você vê esse crescimento da Igreja de Belém?”

CONSELHO DE PROGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO João Carlos Pereira Padre Nilton Cezar Reis Padre Cláudio de Souza Barradas EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Sérgio Santos (DRT/PA 579) Assinaturas, distribuição, administração e redação Avenida Governador José Malcher, Edifício Paulo VI, 915 CEP: 66055-260, Bairro Nazaré, Belém - Pará Telefones: (91) 4006-9200/ 4006-9209.

A comunidade católica vem crescendo cada vez mais e com ela a necessidade de novas paróquias. O Papa Francisco deve ter sentido a necessidade de um reforço, e eis que temos agora D. Irineu. RAPHAEL DUARTE, 23, técnico em informática. Vejo que é uma benção de Deus e uma necessidade termos mais um pastor. O rebanho de nossa arquidiocese está em contínuo crescimento e com mais um pastor, seguramente seremos ovelhas mais fiéis a este rebanho. EDUARDO AMARAL, 22, estudante. É muito bom pra nossa igreja, pois irá ajudar ainda mais a espalhar a palavra de amor, esperança e caridade como Jesus fez com os nossos semelhantes antigamente. MIRNA DE PAULA, 16, estudante.

Fax: (91) 4006-9227 Redação: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veículo da Fundação Nazaré de Comunicação CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Impresso no parque gráfico de O Liberal

FUNDAÇÃO NAZARÉ DE COMUNICAÇÃO


3

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Arcebispo Conversa com meu povo Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

“Eu sou a ressureição e a vida”

V

ivemos com a Igreja três domingos correspondentes a temas muito caros à vida cristã, em vista da celebração dos Sacramentos de Iniciação, prevista para a Vigília Pascal. As pessoas que serão batizadas na Páscoa estarão diante de Jesus Cristo, aquele que oferece a Água Viva, Jesus, Luz do Mundo, o mesmo que se revela Ressurreição e Vida, quando se dirige a Betânia, casa de seus queridos amigos Lázaro, Maria e Marta (Jo 11, 1-45). Betânia foi um lugar de experiências muito felizes e profundas de Jesus com seus discípulos. Tudo indica que era uma casa em que se sentiam à vontade, espaço de intimidade e liberdade. Podemos imaginar a visita feita por Jesus, quando a Marta pressurosa até reclama por sua irmã de dedicar tanto à escuta do Mestre, ou os diálogos em torno de uma mesa de almoço. Jesus fizera voltar à vida a filha de Jairo e o filho único da viúva de Naim. Mas agora, trata-se de um amigo pessoal, com quem certamente terá partilhado confidências. É neste clima de intimidade, no qual se envolviam as duas irmãs de Lázaro, que acontece a revelação de Jesus como Ressurreição e Vida. Jesus mostra quem ele é e realiza o milagre do retorno à vida desta terra de seu amigo Lázaro. Certamente a compreensão dos Sacramentos e da presença salvífica de Jesus na vida dos cristãos pode acontecer também em ambientes de convivência fraterna e amiga a que somos convidados. Sinais da vida que vence a morte estão espalhados por toda parte. Em Jesus, Senhor e Salvador, identificamos a cura das enfermidades, o controle das forças da natureza e a vitória na luta renhida contra o demônio. Os sete sinais relatados pelo Evangelho de São João, que assim chama os milagres, passam por diversas situações humanas, dando-nos uma visão do alcance da ação do Senhor. Água se transforma em vinho, nas Bodas de Caná (Jo 2,1-12); o filho de um funcionário real é curado também em Caná (Jo 4, 46-54); um homem doente havia trinta e oito anos é curado por Jesus (Jo 5, 1-18); Cinco pães e dois peixinhos são multiplicados para uma multidão (Jo 6, 1-15); Jesus caminha sobre o mar da Galileia (Jo 6, 16-21); Um cego de nascença recupera a vista (Jo 9, 1-41). O sétimo sinal anuncia a própria Ressurreição de Jesus. Lázaro, que volta à vida, representa o homem renascido pela fé em Jesus Cristo. Muita gente acompanha, além de Marta, Maria e os Discípulos, o que Jesus fez. Também a mudança profunda que acontece na vida do cristão é

Arcebispo

DIVULGAÇÃO

A mote está vencida pela vitória de Jesus. O tempo novo se inaugura quando Jesus se afirma Ressurreição... acompanhada pela Comunidade, que o apoia e sustenta. A morte já está vencida, pela vitória de Jesus Cristo. O tempo novo se inaugura quando Jesus se afirma Ressurreição e Vida. Para chegar à profunda profissão de fé, feita por Marta, irmã de Lázaro, houve um caminho percorrido pelas pessoas envolvidas nos fatos. Daí recolhemos alguns ensinamentos preciosos. A amizade foi ponto de partida para um relacionamento profundo estabelecido entre a família, Jesus e seus discípulos. Nosso encontro com o Senhor pode também partir de coisas simples, de diálogos em que a vida, o serviço, os dramas familiares, as questões ligadas ao trabalho, ou o simples bate-papo pode ser início do aprofundamento do sentido da vida, para sermos então conduzidos ao Senhor. Não se jogue fora qualquer oportunidade para lançar sobre pessoas e fatos a luz do Evangelho, para chegar à confissão de Jesus como Ressurreição e Vida. As notícias correm! Jesus ficou sabendo da situação de Lázaro, com o qual tinha um relacionamento sincero e profundo. O Senhor sabe a glória de Deus se manifestará. Vive cada momento com dignidade e seriedade, sem precipitações, sabendo a hora de tomar as decisões. Seus discípulos de ontem e de hoje aprendem com o Mestre o caminho do discernimento, fundamental para que os acontecimentos não se precipitem. Hão de repetir muitas vezes, com o Tomé da decisão, mais do que

o homem da dúvida: “Vamos também nós, para morrermos com ele” (Jo 11,16). Será uma história muitas vezes tensa, cheia de crises, idas e vindas, quedas e soerguimento. É muito bom fazer esta estrada, sabendo que nunca estaremos sozinhos para chegar à Ressurreição e à Vida. Chegados com Jesus e seus discípulos a Betânia, nós também estamos em casa de pobres, o que significa este nome. Recolhemos todo o luto e o drama que significa a morte, sejam quais forem as circunstâncias. Os costumes da época, com carpideiras a clamar, ou mesmo os velórios de todos os tipos de nosso tempo, enfeitados ou maquiados, ou quem sabe os fornos crematórios postos em moda, mas morte é morte! Um dia, seremos desafiados a chamála irmã, com São Francisco, ou nos tornarmos os mais dignos de dó (Cf I Cor 15, 12-26), por sermos homens e mulheres sem esperança. O cristão entra de cabeça e coração nas situações humanas, não usa subterfúgios para explicá-las, gosta da verdade e as enfrenta com honestidade. Choro e lágrimas não fazem mal a ninguém! O que faz mal é enrolar a nós mesmos e aos outros. Nesta estrada da verdade, chegaremos à Ressurreição e à vida plena. O Evangelho de São João nos conduz pelas mãos, para aprender de Jesus. Ele consola as duas irmãs, ouve seus lamentos, chora com elas, provoca a profissão de fé, que precede o milagre! Jesus identifica em Marta a fé na ressurreição e a conduz a professar

sua fé atualizada naquele que é Ressurreição e Vida. Queremos também nós recolher as sementes da fé que são o fruto da graça recebida no Batismo, tantas vezes guardada e não praticada. Mas ela está dentro de cada homem e de cada mulher que recebeu o Sacramento. Nasce um convite renovado a tantas pessoas que se esqueceram, por muitos e variados motivos, da graça recebida. Pode ser esta a hora da graça, nesta Quaresma e na Páscoa que se aproxima, para a reconciliação com Deus e com a Igreja. Nosso convite toque na liberdade de cada pessoa, antes de prometermos coisas extraordinárias, até porque o mais extraordinário já aconteceu na Páscoa daquele que é Ressurreição e Vida. Jesus é Mestre, Catequista, Senhor e Irmão! Duas vezes chorou, comovendo-se interiormente. Deus, sim, mas Homem verdadeiro, com sensibilidade apurada. Vamos com Ele a todos os sepulcros! Mesmo diante das situações nas quais a morte do corpo e da alma dá sinais de putrefação - “Já cheira mal, é o quarto dia” (Jo 11, 39), soa a hora da esperança. Não há pedra de sepulcro, sentença de condenação que resistam àquele que é Ressurreição e Vida. Chegue a todos os ouvidos o convite: “O Mestre está aqui e te chama” (Jo 11, 28). Que o Senhor ressuscitado grite a todos os homens e mulheres que saiam de sua inércia e se deixem desamarrar pela ação da Igreja, para conhecerem aquele que é a Ressurreição e a Vida. Os sinais da Páscoa de Cristo se multipliquem, para que nos abramos à sua graça. O oitavo sinal está à disposição! É a Eucaristia de cada Domingo, onde se encontra aquele que é Ressurreição e Vida.


4

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Liturgia Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Jo 11,1-45

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

1 Havia um doente, Lázaro, que era de Betânia, o povoado de Maria e de Marta, sua irmã. 2 Maria era aquela que ungira o Senhor com perfume e enxugara os pés dele com seus cabelos. O irmão dela, Lázaro, é que estava doente. 3 As irmãs mandaram... dizer a Jesus: “Senhor, aquele que amas está doente”. 4 Ouvindo isso, Jesus disse: “Esta doença não leva à morte; ela serve para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela”. 5 Jesus era muito amigo de Marta, de sua irmã Maria e de Lázaro. 6... Jesus ficou ainda dois dias no lugar onde se encontrava. 7 ...

disse aos discípulos: “Vamos de novo à Judeia”. 8 Os discípulos ... : “Mestre, ainda há pouco os judeus queriam apedrejar-te, e agora vais outra vez para lá?” 9 Jesus respondeu: “O dia não tem doze horas? Se alguém caminha de dia, não tropeça...10-11 Depois acrescentou: “O nosso amigo Lázaro dorme. Mas eu vou acordá-lo”. 12-14 Então Jesus disse abertamente: “Lázaro está morto. 15 Mas, por causa de vós, alegro-me por não ter estado lá, para que creais...” 16-20 Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro ele. Maria ficou sentada em casa. 21... Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. 22 Mas mesmo assim,... o que pedires a Deus, ele to concederá”. 23 Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”. 24 Disse Marta: “Eu sei ... na ressurreição, no último dia”. 25 ... Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida...26...

Crês isto?” 27 ... ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que deve vir ao mundo”. 28 Depois...ela foi chamar a sua irmã Maria, dizendo baixinho: “O mestre está ai e te chama”. 29 ...Maria ouviu isso, levantou-se depressa e foi ao encontro de Jesus. 30-32...caiu de joelhos diante dele e disse-lhe: “Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido”. 33 Quando Jesus a viu chorar...35 J e s u s c h o ro u . 3 6 - 3 9 D i s s e Jesus: “Tirai a pedra!” Marta... interveio: “Senhor, já cheira mal. Está morto há quatro dias”. 40 Jesus lhe respondeu: “Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?” 41-43 Tendo dito isso, exclamou com voz forte: “Lázaro, vem para fora!” 44 O morto saiu... Jesus lhes disse: “Desatai-o e deixaio caminhar!” 45 ...muitos judeus...e viram o que Jesus fizera creram nele.

B) COMENTÁRIO O tema principal aqui é a fé na pessoa de Jesus: “alegrome por não ter estado lá, para que creais” (v 15); “Eu sou a ressurreição e a vida...Crês isto?” (v 27); “Sim Senhor, eu creio...” (v 27); “Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?” (v 40); e conclui o texto: “viram o que Jesus fizera creram nele” (v 45). A confiança em Jesus é asseverada por ambas as irmãs de Lázaro: “Senhor, se tivesses estado aqui, o meu irmão não teria morrido” (v 21.32). E continua: Mas mesmo assim, o que pedires a Deus, ele to concederá (v 22). O pedido de Jesus a Deus; a fé em Jesus ultrapassa a realidade e o poder da morte! (v 40). A morte para Jesus é um simples sono. O poder de sua voz livra seu amigo e amigos das amarras da morte. Para tal, muitos e todos devemos crer nele (v 45).

Liturgia da Semana w Dia 4, sexta-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Sb 2,1a.12-22) Responsório (33) Evangelho (Jo 7,1-2.10.25-30) w Dia 5, sábado Cor (roxo) Primeira leitura (Jr 11,18-20) Responsório (7)

Evangelho (Jo 7,40-53) w Dia 6, domingo Cor (roxo) Primeira leitura (Ez 37,12-14) Responsório (129) Segunda leitura (Rm 8,8-11) Evangelho (Jo 11,3-7.17.20-27.33b-45) w Dia 7, segunda-feira Cor (verde)

Primeira leitura (Dn 13,41c-62) Responsório (22) Evangelho (Jo 8,1-11) w Dia 8, terça-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Nm 21,4-9) Responsório (Sl 101,2-21) Evangelho (Jo 8,21-30) w Dia 9, quarta-feira Cor (roxo)

Primeira leitura (Dn 3,14-20.24.49a.91-92.95) Responsório (Dn 3,52-56) Evangelho (Jo 8,31-42) w Dia 10, quinta-feira Cor (roxo) Primeira leitura (Gn 17,3-9) Responsório (Sl 104,4-9) Evangelho (Jo 8,51-59)

Santos da semana Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

04/04 - SEXTA-FEIRA. Santo Isidoro - Bispo e Doutor da Igreja.

08/04 - TERÇA-FEIRA. São Gonzalo Mercador - Bispo e Mártir.

Sucedeu a seu irmão São Leandro no Bispado de Sevilha. Desta família de santos temos outros irmãos: São Fugêncio e Santa Florentina. O VIII Concílio de Toledo (653) se referiu a ele com estas palavras: “doutor insigne, novíssimo ornamento, o varão mais sábio dos últimos séculos, cujo nome deve ser pronunciado com reverência”. Devemos rezar pela intercessão dos santos Espanhóis, que são muitos e importantes (Inácio de Loyola, João da Cruz, Tereza D’Avila, etc.), devido a grande perseguição contra a Igreja naquele país.

Gonzalo era espanhol de Granada, e foi muito querido entre seus irmãos mercedários e seu rebanho depois de sagrado bispo. Participou do Concílio de Florença, que se estendeu de 1431 a 1445. Mais tarde, devido sua perseverança mercedária em lutar pelos escravos e encarcerados, foi preso por um longo período em uma prisão muçulmana, onde era espancado regularmente, coisa que ele suportou em uma excepcional resistência física e psicológica. Após muitos tormentos, por ordem real, foi decapitado em 08 de abril de 1450.

05/04 - SÁBADO. São Vicente Ferrer - Presbítero. Dominicano natural da Catalunha, Espanha, viveu entre 1350 a 1419. Foi apóstolo brilhante e converteu grande número de hereges e muçulmanos pela pregação. Pregou na Itália setentrional, no sul da França e na sua terra natal. Esforçou-se para que fosse restabelecida a unidade da Igreja, durante o grande cisma do Ocidente (1378 a 1417). Há uma frase das suas pregações que estão em seus quadros ou imagens: “Temei a Deus e tributai-lhe glória”. Assim como em seu tempo ou nos dias atuais, o mundo não possui o santo temor de Deus. 06/04 - 5º DOMINGO DA QUARESMA. São Pedro de Verona - Sacerdote e Mártir. Verona, Itália, séc. XII, de família herética maniqueísta, ou seja, achavam que o bem e o mal eram forças opostas e o espírito era essencialmente bom e a matéria má. Essa doutrina foi fundada por Manes, séc. III, e até S. Agostinho bebeu dessa fonte antes de se converter. Mas, como disse Bento XVI: “toda heresia é um núcleo de verdade”. Graças a Deus, tanto Agostinho como Pedro, perceberam onde está a plenitude da Verdade. Pedro então, percebeu aos sete anos, tornou-se dominicano pregador e pedia na consagração eucarística a graça de ser martirizado. A caminho de Milão em 1252, foi morto em uma emboscada.

09/04 - QUARTA-FEIRA. São Libório - Bispo.

07/04 - SEGUNDA-FEIRA. Beato Alexander Rawlins - Sacerdote e Mártir. Alexander foi jesuíta de York, Inglaterra. Ele atuou seu ministério em um período difícil para evangelização inglesa, foi quando surgiu a Igreja Anglicana no século XVI através do cisma imposto pelo rei Henrique VIII. Por recusar obediência a esta igreja, assim como muitos padres e bispos que foram mortos ou expulsos, ele, juntamente com Henry Walpole, também jesuíta, sob as ordens da rainha Elizabeth I, sucessora de Henrique VIII e grande perseguidora da fé católica, foram eles torturados, estripados e enforcados.

Foi o 4º bispo de Lê Mans, França, século IV. Embora seja difícil traçar uma cronologia precisa. Todavia, consta que seu bispado durou 49 anos. O documento mais importante que temos é de seu sucessor, do século IX, o bispo Aldrico, que foi quem pesquisou os santos de Lê Mans. Mais tarde em 836 uma delegação transferiu suas relíquias, e eles presenciaram alguns milagres, como um pássaro que acompanhou sua transferência. Uma pintura muito antiga mostra-lhe com pedras na mão, pois é muito invocado nos problemas renais. 10/04 - QUINTA-FEIRA. Beato Marco Fantuzzi da Bolonha - Franciscano. Viveu entre 1405 a 1479. Estudou e se graduou por 25 anos em artes liberais, porém, Deus o chamou, e ingressou entre os frades menores no convento de San Paolo in Monte, onde foi um servo incansável da Palavra de Deus, era muito feliz nas pregações quaresmais. Foi o arauto da Palavra em várias partes da Itália. Em Bolonha promoveu a fundação do mosteiro de Corpus Domine. Auxiliava pela caridade evangélica mosteiros espalhados pela Europa, Oriente Médio até a Terra Santa, salvaguardando o movimento da reforma. Pio IX confirmou seu culto em 1868.


5

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Vaticano

DIVULGAÇÃO

CELEBRAÇÃO PENITENCIAL

“Com o perdão o coração renova-se e rejuvenesce”, diz o Papa em celebração

Papa confessou fiéis, mas antes, ele também se confessou com um dos padres

O

Papa Francisco presidiu a uma celebração penitencial no final da tarde da última sexta-feira na Basílica de São Pedro. O Santo Padre confessou alguns fiéis, mas antes ainda confessou-se a um dos 61 sacerdotes presentes na basílica vaticana. Esta celebração marcou o início da iniciativa “24 horas para o Senhor”, promovida pelo Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização. Este grande evento está a decorrer em várias dioceses do mundo durante este sábado. No decorrer da celebração penitencial o Papa Francisco começou por considerar que no período da Quaresma, a Igreja, em nome de Deus, renova o seu apelo à conversão. É um chamamento para mudar de vida: “Converter-se não é uma questão de um momento ou de um período do ano... é um compromisso que dura toda a vida”. O Papa Francisco citou o Apóstolo

João que escreve: “Se dissermos: ‘Não temos pecado’, enganamo-nos a nós mesmos e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, Ele, que é fiel e justo, perdoará os nossos pecados e nos purificará de toda injustiça.” Entra-se, assim, numa vida nova na qual somos chamados a renunciar ao pecado permitindo ver a realidade com olhos diferentes - salientou o Papa Francisco: “Esta vida nova permitenos ver a realidade com olhos diferentes, sem nos deixar distrair por coisas que não contam nada e que não podem durar no tempo. Por isso, somos chamados a renunciar a comportamentos de pecado e a dirigir os nossos olhos ao essencial”. “O homem vale mais por aquilo que é do que por aquilo que tem”, disse o Papa citando a Constituição Pastoral ‘Gaudium et Spes’. Eis, assim, a diferença entre a vida deformada pelo pecado e a vida

w PERDÃO Papa afirma importância do Sacramento da Reconciliação

iluminada pela graça: “Do coração do homem renovado por Deus, provêm bons comportamentos: falar sempre a verdade e evitar toda a mentira; não roubar, mas compartilhar aquilo que se tem com os outros, especialmente com quem precisa; não ceder à ira, ao rancor e à vingança, mas ser dócil, generoso e pronto ao perdão; não fazer calúnias que arruínam a fama das pessoas, mas ver mais o lado positivo de cada um”. O Papa Francisco referiu-se depois ao amor de Jesus Cristo no qual devemos permanecer: “O amor de Jesus Cristo dura para sempre, nunca terá fim, porque é a própria vida de Deus. Este amor vence o pecado e dá a força para nos reerguermos e recomeçar, porque com o perdão, o coração renova-se e rejuvenesce”. O nosso Pai nunca se cansa de amar e os seus olhos não se cansam de olhar para o caminho para ver se o filho que saiu volta ou perdeu-se - continuou o Santo Padre que afirmou ainda que

‘Deus não está somente na origem do amor, mas, em Jesus Cristo, chamanos a imitar o seu mesmo modo de amar: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. “Na medida em que os cristãos vivem este amor, tornam-se discípulos credíveis de Cristo no mundo. O amor não consegue ficar fechado em si mesmo. É aberto por natureza, difunde-se e é fecundo, gera sempre novo amor”. Finalmente o Papa Francisco referiu-se à iniciativa “24 horas para o Senhor”, dizendo que muitos serão missionários e proporão a outros a experiência da reconciliação com Deus. “24 horas para o Senhor” uma iniciativa à qual aderiram muitas dioceses, em várias partes do mundo: “A todos os que encontrardes, podereis comunicar a alegria de receber o perdão do Pai e de reencontrar a amizade plena com Ele. E dizer-lhes que o nosso Pai espera-nos, o nosso Pai perdoa-nos e mais ainda, faz festa”.

Caminhar em direção às promessas de Deus, senão somos “turistas existenciais” Na homilia da Missa na Casa de Santa Marta na última segundaf e i ra o Pa p a Fra n c i s c o f a l o u dos cristãos parados, dos que se enganam no caminho e dos que andam às voltas numa espécie de ‘turismo existencial’. Tomando como estímulo da sua meditação a leitura do Profeta Isaías o Papa Francisco evidenciou o fato de que Deus, antes de pedir alguma coisa, faz uma promessa. E nas promessas de Deus devemos confiar. Mas não basta, pois devemos caminhar para elas - afirmou o Papa Francisco mas são muitos os cristãos que estão

parados: “acreditam que haverá um Céu e tudo estará bem. Está bem que acreditem, mas não procuram! Cumprem os mandamentos, os preceitos: tudo... Mas estão parados. O Senhor não pode fazer deles fermento no seu povo, porque não caminham. E este é um problema: os parados. Depois, existem outros que se enganam no caminho: todos nós algumas vezes enganamo-nos no caminho, isso já o sabemos. O problema não é enganar no caminho; o problema é não voltar para trás quando reparamos que nos enganamos”.

O modelo de quem acredita e segue aquilo que a fé lhe indica é o funcionário do rei que procura a cura para o filho doente, tal como nos descreve S. João no Evangelho de hoje - continuou o Santo Padre - este funcionário é um homem que não duvida um instante de Jesus. Mete-se em caminho em direção a casa quando Jesus lhe assegura que o filho está curado. Oposto a este modelo existe aquele dos que vão à procura mas andam sempre às voltas sem tomarem a sério as promessas de Deus. São ‘turistas existenciais’ - afirmou o Papa Francisco: “São os

cristãos errantes: andam às voltas como se a vida fosse um turismo existencial, sem meta, sem tomar as promessas a sério. Aqueles que andam às voltas e enganam-se, porque dizem: ‘Eu caminho!’. Não tu não caminhas, tu andas às voltas.””A Quaresma é um belo tempo para pensar se eu estou em caminho ou se eu estou demasiado parado: convertei-vos. Ou se eu sou um turista teologal, um destes que fazem a volta da vida mas nunca fazem um passo à frente. E peço ao Senhor a graça de retomar o caminho, de meter-nos em caminho, mas em direção às promessas”.

Papa encoraja Salesianos a evangelizar os jovens, uma desafiadora missão

A V T A N J

Quaresma é o tempo para mudar de rumo, para reagir perante o mal e a miséria (31 de março). ivemos numa sociedade que exclui Deus do seu horizonte; e isto, dia após dia, narcotiza o coração (29 de março). odos temos necessidade de melhorar, de mudar para melhor. A Quaresma ajuda-nos a lutar contra os nossos defeitos (28 de março). Quaresma é um tempo de graça, um tempo para uma pessoa se converter e viver de maneira coerente com o próprio Batismo (27 de março). ão podemos ser discípulos tíbios. A Igreja precisa da nossa coragem para dar testemunho da verdade (25 de março). esus nunca está longe de nós, pecadores. Ele quer derramar sobre nós, sem medida, toda a sua misericórdia (24 de março).

O Papa recebeu na manhã da última segunda-feira, em audiências sucessivas: o Núncio Apostólico na Síria, D. Mario Zenari; o Presidente da Sociedade Bíblica Americana, Steven Todd Green, com a esposa e séquito; e, finalmente, os participantes no Capítulo Geral da Sociedade Salesiana de São João Bosco. Nas palavras que dirigiu aos Salesianos, o Papa fez votos de que o Espírito Santo os ajude a “captar as expectativas e os desafios do nosso tempo, especialmente dos jovens, e a interpretá-los à luz do Evangelho” e do seu próprio carisma - a evangelização dos jovens. “A evangelização dos jovens é a missão que o Espírito Santo vos confiou na Igreja. Ocorre preparar os jovens a trabalhar na sociedade segundo o espírito do Evangelho, como operadores de justiça e de paz, e

a viver como protagonistas na Igreja”. O Santo Padre evocou “o mundo da exclusão juvenil”, a começar pela “vasta realidade do desemprego, com tantas consequências negativas”. “Ir ao encontro de jovens marginalizados exige coragem, maturidade humana e muita oração. É necessário um atento discernimento e um acompanhamento constante”. Finalmente, Papa Francisco sublinhou a dimensão comunitária da vida dos Padres Salesianos. Para superar tensões, individualismo e dispersão, é preciso comunicação profunda e relações autênticas. Neste contexto o Santo Padre evocou “o espírito de família” que Dom Bosco lhes deixou em herança. “A força humanizante do Evangelho é testemunhada pela fraternidade vivida em comunidade, feita de acolhimento, respeito, ajuda recíproca, compreensão, cortesia, perdão e alegria”.


6

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Igreja no Brasil O

Centro Cultural Missionário (CCM), a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e a Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada realizaram, de 24 a 28 de março, a 3ª Semana Vocacional Missionária para animadoras e animadores vocacionais. O evento teve como objetivo qualificar os serviços de animação vocacional frente às mudanças socioculturais na sociedade e na Igreja no Brasil. Mais de 50 pessoas de diversos lugares do Brasil, entre padres, religiosas, religiosos e leigos, participaram do encontro. De acordo com organizadores, “a 3º Semana Vocacional Missionária quis construir uma cultura vocacional, como expressão de uma Igreja em permanente estado de missão”. O diretor do CCM, padre Estêvão Raschietti, apresentou o tema “Igreja em estado permanente de missão: contexto para construir cultura vocacional”. Ra s c h i e t t i s a l i e n t o u a

PASTORAL VOCACIONAL

Cultura vocacional é tema de formação no CCM Semana Vocacional Missionária foi dirigida a animadores vocacionais FOTOS: DIVULGAÇÃO

w MISSÃO é uma palavra que está diretamente ligada à palavra vocação, diz a Igreja

importância da dimensão missionária e peregrina

da Igreja. “Deus continua chamando, é Ele que faz a

missão”, afirmou. “Teologia e espiritualidade para uma

cultura vocacional missionária Latino-americana” foi o tema desenvolvido, n o dia 26, pelo assessor da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, padre Valdecir Ferreira. “Caminhos e orientações pedagógicas para a Pastoral Vocacional Missionária” foi outro tema abordado pela irmã Nilza Fátima de Moraes durante o evento. No último dia do curso, os participantes traçaram propostas concretas de ação para o trabalho vocacional missionário aplicadas à realidade de cada um dos presentes.

Bispos do NE 3 realizam reunião do Conser Os bispos do Conselho Regional (Conser) do Nordeste 3 da Conferência Nacional do Bispos do Brasil (CNBB), que compreende os estados da Bahia e do Sergipe, estiveram reunidos entre os dias 24 e 26 de março, em Salvador (BA). Na ocasião, foram debatidos temas pastorais e administrativos, como as prioridades apontadas na 51ª Assembleia Regional, realizada em novembro de 2013. Participaram da reunião 28 membros do episcopado do Regional. A organização do Tribunal Eclesiástico do Nordeste 3

foi um dos temas tratados. Os bispos ainda abordaram a proposta de criar e consolidar o Setor Juventude nas dioceses e incentivar a criação da Pastoral da Sobriedade, para discutir sobre a juventude e as drogas. A partir das prioridades assumidas das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE), os bispos apresentaram passos em vista do desenvolvimento da missionariedade, por meio da implantação dos Conselhos Missionários Diocesanos e da sustentabilidade, através de

propostas comuns para uma melhor articulação pastoral e valorização da vida. Durante o Conser, foram eleitos bispos referenciais para alguns setores. Para a juventude, foi eleito o novo bispo auxiliar de Salvador, monsenhor Estevam Santos, que receberá a ordenação episcopal no próximo domingo. Para os religiosos, o bispo auxiliar de Salvador (BA), dom Marco Eugênio, será o referencial. O arcebispo de Aracaju (SE), dom José Palmeira Lessa, acompanhará a Pastoral da Pessoa Idosa. O bispo de Jequié (BA), dom José Ruy Gonçalves,

foi eleito referencial para os diáconos. Representantes da obra pontifícia Ajuda à Igreja que sofre (AIS) visitaram o Conser e ofereceram auxílio aos bispos no trabalho desenvolvido nas dioceses do Regional. Houve, ainda, um momento de agradecimentos especiais na despedida dos bispos que deixarão o regional. O bispo de Bom Jesus da Lapa (BA), dom José Valmor César, assumirá a diocese de São José dos Campos (SP) e o bispo auxiliar de Aracaju (SE), dom Henrique Soares, foi nomeado para a diocese de Palmares (PE).

Igrejas tocarão os sinos no dia da canonização do beato Anchieta O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convocou todas as Igrejas do país para que tocassem os sinos, no dia 2 de abril, às 9 horas da manhã, por ocasião da canonização do beato José de Anchieta. Em carta, enviada aos bispos, o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, explica que será um “gesto de alegria, gratidão e comunhão por estar inscrito entre os santos, o Apóstolo do Brasil”. Durante a 52ª Assembleia Geral da CNBB, que acontecerá em Aparecida (SP), será celebrada missa em ação de graças pela canonização do beato, no dia 4 de maio, às 8h, no Santuário Nacional de Aparecida. CELEBRAÇÕES POR ONDE ANCHIETA PASSOU

O arcebispo de São Paulo (SP), cardeal Odilo Pedro Scherer, convidou o clero da arquidiocese para acolher a canonização com manifestações de “júbilo e ação de graças a Deus”, pedindo que os sinos toquem, todos juntos, às 14h, por cinco minutos, ao menos. No domingo, dia 6, haverá procissão saindo do Pátio do Colégio, às 10h15, em direção à Catedral da

Sé, onde será celebrada missa solene às 11h. Em Salvador (BA), o arcebispo local e primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, celebrará uma missa, às 18h, na Catedral Basílica. Na arquidiocese de Vitória do Espírito Santo (ES) haverá missa na catedral metropolitana, às 18h do dia 2, presidida pelo arcebispo local, dom Luiz Mancilha Vilela. Às 20h, a comunidade Shalom apresenta o musical “Anchieta para todas as tribos”. No domingo, dia 6, duas missas estão marcadas. Às 9h30, na paróquia Beato José de Anchieta, em Serra (ES), e às 16h, no pátio do Santuário de Anchieta (ES). O arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ), cardeal Orani João Tempesta, presidirá uma missa em ação de graças na Catedral Metropolitana de São Sebastião, w O BEATO José de Anchieta foi no dia 2 de abril, às 18h. canonizado na última quarta-feira O padre José de Anchieta nasceu em 19 de março de 1534, nas Jesus. A missão no Brasil começou em ilhas Canárias, Espanha. Seu primeiro 1553, quando, ainda noviço, aos 19 contato com os jesuítas foi quando anos, desembarcou em Salvador (BA) estudava filosofia na universidade para trabalhar com padre Manuel de Coimbra, Portugal. Em 1551, da Nóbrega e outros missionários. Anchieta entrou na Companhia de A fundação da cidade de São Paulo

está relacionada à primeira missa celebrada na missão de Piratininga, em 25 de janeiro de 1554, festa litúrgica da Conversão do apóstolo São Paulo. Ali, os jesuítas fundaram um colégio, o primeiro da Companhia de Jesus na América Latina. Outros elementos são marcantes na história do beato José de Anchieta, no Brasil. Ele ensinou a língua portuguesa aos filhos de índios e de portugueses; aprendeu a língua indígena; escreveu gramática, catecismo, peças de teatro e hinos na língua dos índios, além de outras obras em português, latim, tupi e guarani; participou de negociações de paz em conflitos entre índios e portugueses; fundou outro colégio no Rio de Janeiro, no qual foi reitor; foi responsável por outras missões; provincial dos jesuítas no Brasil; e escreveu muitos relatos sobre a missão e particularidades da terra e do povo brasileiro. José de Anchieta morreu em 9 de junho de 1597, em Reritiba, cidade fundada por ele no Espírito Santo que futuramente recebeu o nome de Anchieta. O título de “Apóstolo do Brasil” foi dado pelo prelado do Rio de Janeiro, dom Bartolomeu Simões Pereira, durante a homilia do funeral.


7

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Igreja no Mundo DIVULGAÇÃO

w MOMENTO HISTÓRICO Papa Francisco está ansioso para a visita. Ele passará por Belém, território Palestino

MISSÃO

Divulgado programa da peregrinação do Papa à Terra Santa Francisco partirá de Roma na manhã do sábado, 24 de maio

A

Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou o programa da peregrinação do Papa Francisco à Terra Santa, de 24 a 26 de maio, por ocasião dos 50 anos do encontro em Jerusalém, entre o Papa Paulo VI e o Patriarca Atenágoras, de Constantinopla. O Papa parte de Roma às 8.15 do sábado, 24 de maio, para Amã, capital da Jordânia. Para além do encontro com as autoridades jordanas, o Santo Padre celebra a Missa num Estádio de Amã e terá um encontro com refugiados e pessoas deficientes numa igreja latina.

No domingo, dia 25, de manhã, partirá de helicóptero de Amã para Belém, Território Palestiniano. Às 11 horas o Papa celebra missa na Praça da Manjedoura, em Belém. De tarde, após uma visita privada à gruta da Natividade, o Papa parte de helicóptero para o aeroporto de Tel Aviv, em Israel, de onde se transferirá, de novo de helicóptero, a Jerusalém, onde às 18h15, terá um encontro privado com o Patriarca Bartolomeu, de Constantinopla, que será concluído com a assinatura de uma declaração conjunta. Seguir-se-á, às 19 horas, na basílica

do Santo Sepulcro, um Encontro Ecuménico, por ocasião dos 50 anos do histórico encontro entre Paulo VI e o Patriarca Atenágoras. No último dia, segunda-feira, d i a 2 6 , o Pa p a Fra n c i s c o s e encontrará com as autoridades de Israel e deslocar-se-á ao Muro das Lamentações e ao Memorial de Yad Vashen. De tarde estará com Padres e religiosos, celebrando depois a missa com os Ordinários da Terra Santa, no Cenáculo de Jerusalém. Às 19 horas, a despedida oficial no aeroporto de Tel Aviv. Às 23h, a chegada a Roma.

Delegação inter-religiosa da República Centroafricana na audiência geral do Papa Permanece difícil a situação na República Centro-africana, onde se reacenderam nestes dias os reencontros entre grupos armados, nomeadamente na capital Bangui. Uma delegação da “Plataforma inter-religiosa para paz” no país tomou parte na audiência geral desta quarta-feira. Era composta por D. Dieudonné Nzapalainga, arcebispo de Bangui, pelo Pastor Nicolas Grékoyamé-Gbangou, Presidente das Igrejas Evangélicas, e o Imã de Bangui, Oumar Kobine Layama. Todos têm vindo a empenhar-se a fim de pacificar o país. Em entrevista à colega Marie du Hamel da seção francesa da Rádio Vaticano, o arcebispo de Bangui disse trazer ao Santo Padre a voz do povo centro-africano. “São homens e mulheres centro-africanos que vivem escondidos nos bosques,

dispersos, aterrorizados, e que já não são capazes, sequer, de exprimir as suas sensações… ou então que, caminhando pelas ruas falam, mas estão convictos de que ninguém os ouve… em nome deles, decidi, juntamente com outros, ir ter com as autoridades, com aqueles que têm poder de decisão, a fim de que pudessem ouvir, de forma directa, a nossa preocupação, o nosso sofrimento, as penas e a miséria dessas pessoas que choram e cujo número aumenta de dia para dia. É este o sentido da nossa missão perante as autoridades do mundo”. “Este grito pede antes de mais a segurança, pois sem segurança as crianças não podem voltar à escola, não podem ser retomadas as atividades hospitalares, agrícolas e nem sequer administrativas: tudo

permanecerá paralisado como está a acontecer atualmente. Não há segurança, e nós estamos a ver as consequências disso! Tudo está no ponto zero. A fim de que volte a segurança - dado que nem o Seleka, nem os anti-balaka conseguem proteger o povo centro-africano dirigimos um apelo à comunidade internacional para que intervenha a fim de proteger o povo centroafricano. A República Centroafricana é parte do concerto das Nações e é absolutamente impossível ficar a olhar, completamente indiferentes perante homens e mulheres que morrem como animais; não se pode ficar sem mexer um dedo! Já é tempo de agir, a fim de que amanhã a História não nos condene, perguntando-nos “O que fizestes do vosso irmão?”

Papa visitará localidade símbolo da violência da Máfia O Papa Francisco vai visitar a cidade de Cassano, na região da Calábria, sul da Itália. O anúncio foi feito sábado, na Catedral da cidade, pelo bispo da diocese e novo Secretário-geral da Conferência Episcopal Italiana, Dom Nunzio Galantino. A data da visita ainda não foi definida. “A iniciativa do Papa tem um significado simbólico muito forte e será ‘um evento para a Igreja em todo o mundo’”, adiantou o prelado. Em poucos meses, Cassano allo Jonio, um dos maiores municípios daquela região, foi palco de dois crimes brutais que comoveram todo o país: um menino de 3 anos foi assassinado e queimado pela ‘ndrangheta (a máfia local), e Padre Lazzaro, o pároco, foi morto ao tentar defender-se de um furto na residência paroquial. “Gostaria de dirigir um pensamento a Coco Campolongo, menino de três anos que foi queimado vivo num carro em Cassano allo Jonio. Esta fúria em relação a uma criança tão pequena parece não ter precedentes na história da criminalidade. Rezemos com Coco, que certamente está com Jesus no céu, pelas pessoas que cometeram este crime, para que se arrependam e se convertam ao Senhor”, disse o Papa depois do Angelus, a 26 de janeiro passado, uma semana depois do atroz delito. Dom Nunzio Galantino ressaltou que “a visita de Francisco não pode e não deve acarretar gastos injustificados para a Igreja diocesana e para o Município”. O bispo pediu que não se efetuem ‘maquilagens’ na cidade para tornála mais bonita aos olhos do Papa, mas eventualmente, intervenções estruturais duradouras pelo bem da cidade. “Toda a cidadania pode contribuir, como quiser e puder, com as despesas que a visita do Papa vai comportar, desde que o faça de modo regular e transparente. Os doadores devem estar conscientes de que sua contribuição não lhes dará o direito de receber tratamentos de preferência ou ‘primeiras filas’: os únicos privilegiados serão os doentes”. O Papa irá a Cassano “para pedir desculpas” aos pobres, ateus, jovens e ao território. “Se o Papa pede desculpas, devemos fazê-lo também”, lembra Dom Galantino. E convida associações, grupos e movimentos a promoverem o slogan “Nós também nos desculpamos”, a fim de que a visita de Francisco “não se reduza a um evento mediático, mas sacuda as consciências dos cidadãos das regiões locais e o território encontre finalmente o caminho da verdadeira beleza”. SANTA SÉ ACOMPANHA SITUAÇÃO NA VENEZUELA

Padre Lombardi, Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé publicou uma nota aos jornalistas a propósito da situação na Venezuela e o empenho da Santa Sé na resolução dos problemas atuais. Nesta nota esclarece que o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, conhece bem e ama a Venezuela, onde foi Núncio Apostólico e evidencia que a Santa Sé está desejosa de fazer todo o possível para o bem e a serenidade do país. Contudo, é necessário aprofundar e ter mais elementos para verificar quais são as esperanças e se existem as premissas para desenvolver um papel útil para chegar ao objetivo desejado. O comunicado avança que é isto que está a ser feito nas últimas horas.


8

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Nazaré Repórter LUIZ ESTUMANO FOTOS: DIVULGAÇÃO

l MONSENHOR CID COMPLETA 60 ANOS Na última segunda feira, 31, o vigário geral para as pastorais da Arquidiocese e pároco do Santuário de Fátima, monsenhor Raimundo Posidônio Carrera da Mata (Cid), completou 60 anos de vida. Às 12h aconteceu um almoço na residência paroquial, com a presença de alguns familiares, amigos e sacerdotes. Em seguida, no subsolo do Santuário de Fátima, houve a celebração eucarística na intenção dos 60 anos do monsenhor. Ao final da celebração houve homenagens feitas pelas pastorais e grupos do Santuário de Fátima, e também pela família do monsenhor Cid. Os familiares o presentearam com uma antiga imagem de N. Sra. da Imaculada Conceição, restaurada especialmente para este momento.

A Paróquia Nossa Senhora de Loreto já se prepara para a Semana Santa e terá uma programação especial entre os dias 13 e 20 de abril. No Domingo de Ramos, dia 13, haverá missa e bênção dos ramos com procissão em todas as celebrações. Na segunda, 14, acontece o terço às 6h e missa às 6h30 e confissão comunitária às 19h. Na terça, dia 15, terço às 6h e missa às 6h30 Novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro às 19h. Quarta-feira, 16, missa da unção às 19h. Na quinta-feira, 17, missa do lava pés e Ceia do Senhor às 19h. Na sexta, 18, há uma Via Sacra pública às 8h e memória da morte de Jesus 15h. No sábado, 19, Vigília Pascal às 19h e domingo de páscoa missas às 7h, 9h, 11h e às 19h.

FRANCESA APRESENTAM “MOSTRA DECIDIDAMENTE ANIMADOS” A mostra é um conjunto de cerca de 60 curtas de animação franceses organizados em seis programas temáticos, com curadoria do Festival de Animação de Annecy. Os roteiros são riquíssimos. O domínio de diversas técnicas o talento dos cineastas e o

dinamismo dos produtores são os ingredientes do forte desenvolvimento do cinema de animação francês que esta coleção retrata. A programação está em cartaz desde o dia 26 e segue até domingo, 6. As sessões são gratuitas e começam às 19h.

l ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA OFICINAS NO CURRO VELHO A Fundação Curro Velho abriu do dia 1° ao dia 4, as inscrições para cursos como violão, bateria, teclado e artes visuais para crianças, entre outros. As inscrições são gratuitas para alunos de escolas públicas de Educação Básica (Educação Infantil, Fundamental e Médio) e infocentros. Sendo necessário

O Banco do Estado do Pará (Banpará) renovou o convênio, que possui a mais de 16 anos com a associação paraense de pessoas com deficiência (APPD), para a prestação de serviços para pessoas com deficiências. Atualmente o Banco emprega 68 pessoas indicadas pela associação nas unidades da capital e interiores.

apresentar comprovante de matrícula no ato da inscrição. Para universitários, alunos de escolas particulares e demais pessoas é cobrada uma taxa de R$ 20,00 paga no ato da matrícula. Para mais informações acesse o site www. currovelho.pa.gov.br ou ligue para o telefone 3184-9100.

l CURSOS DO CENTRO

DE CULTURA E FORMAÇÃO CRISTÃ(CCFC)

Neste final de semana (5 e 6/04) acontece mais um módulo do Curso de Apologia “Por que sou católico” com o conteúdo, Jesus Cristo é Deus? Também o Curso Livre de Teologia com o módulo, Pneumatologia e o Curso de Missiologia com o módulo, Cultura Pós-Moderna. Todos os cursos são do Centro de Cultura e Formação Cristã- CCFC, que localiza-se na BR316, Km6, próximo ao 6º Batalhão da Polícia Militar . Você ainda pode participar. Inscreva-se!!! Maiores informações: (91) 4009-1550 ou 4009-1578

l ESPÍRITO SANTO, TEMA DE SEMINÁRIO NA IGREJA DAS MERCÊS No próximo dia 6, domingo, acontece na Igreja das Mercês, no bairro do Comércio, a partir das 9h até às 17h, o Seminário de Vida no Espírito

Na vinda ao Pará, no fim do mês de março, os Jovens Conectados da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB puderam conhecer a realidade nas ilhas ao redor de Belém.A experiência marcou profundamente os jovens que, acostumadas com tecnologias e o cotidiano urbano, conheceram uma nova realidade eclesial e social. O grupo de mais de 20 pessoas visitou uma pequena escola e casas de um igarapé na Ilha de Jamaci. Em seguida participaram da Santa Missa em Ilha Nova, em uma comunidade simples, chamada Menino Deus, às margens do rio. Segundo a participante do grupo Gracielle Reis, qua já havia visitado a capital paraense “essa foi uma experiência de esvaziamento, de aprender mais do que ensinar. Pude ver o quanto eles vivem a partir do essencial. Uma pobreza que não é miséria, mas de disponibilidade à providência de Deus, de docilidade, de ter consciência que não precisam criar tantas necessidades”, afirmou. Segundo Gracielle, a experiência de sair de uma realidade metropolita deve enriquecer o seu trabalho no Setor Juventude, com uma visão mais missionária mesmo na realidade cotidiana de uma grande cidade.

l SEMANA SANTA

l CINE LIBERO LUXARDO E CINEMATECA DA EMBAIXADA

l CONVÊNIO

l JOVENS CONECTADOS NAS ILHAS

Santo. O tema do seminário será “Vós, todos juntos, sois o corpo de Cristo” (ICor.12,27). Mais informações: 32123102.

l ESTUDO BÍBLICO

Acontecerá no próximo dia 13, de 8h30 às 14h, no auditório da Capela de Lourdes, o encontro de Estudos Bíblicos, focado na introdução do estudo da Bíblia. As inscrições podem ser feitas na secretaria da Capela, que fica localizada na Av. Jose Malcher, 1169. O Centro de Esudos Bíblicos - CEBI e SIES-Belém estão à frente do encontro. Para mais informações 3223-5728.


9

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 QUINTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo Tempo 08h00 - Retiro Popular 2014 08h55 - Plantão RCR 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Oração das Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Nazaré 21h00 - Orando com Você - Com. Shalon. 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEXTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo Tempo 08h00 - Retiro Popular 2014 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão RCR

10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Estação Segurança 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SÁBADO 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Caminho Aberto 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - Musical Nazaré 17h45 - Oração das Vésperas 17h55 - Oração do Ângelus 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h30 - Musical Mariano 18h30 - Preparando a Festa 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat DOMINGO 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes

Ligue: (91) 4006-9251 LUIZ ESTUMANO

O programa N A Z A R É E M R E V I S TA é composto d e e n t re t e n i m e n t o , c o m muita música, histórias de personalidades, informações, mensagens, dicas de economia, e também conta a participação do ouvinte respondendo ao jogo de perguntas e respostas. É apresentado por ROMILDO ROSA, de segunda a sexta, de 9h às 12h. 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Preparando a Festa 07h00 - SANTA MISSA 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - A Vida e o Tempo 16h00 - As Mais Tocadas 17h00 - Raiz do Céu 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M P B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio SEGUNDA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso

05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo Tempo 08h00 - Retiro Quaresmal 2014 08h55 - Plantão R C R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h50- Oração do Ângelus 17h45 - Liturgia das horas- Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gozosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio TERÇA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Novo Tempo 08h00 - Retiro Quaresmal 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental

14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R C R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio QUARTA - FEIRA 04h00 - ABERTURA DA EMISSORA 04h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Oração do Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Láudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 06h30 - A Bíblia ao alcance de todos 06h55 - Prestando Contas - Governo do Estado 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h30 - Bom dia Belém - Prefeitura de Belém 07h35 - Musical Mensagem 08h00 - Igreja Ponto a ponto 08h55 - Plantão R C R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão RCR 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Oração do Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Freqüência Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão RCR 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Liturgia das horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal RNA 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 10h55 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 14h30 15h00 15h30 16h10 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 21h00 21h05 21h15 21h40 21h45 22h30

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Palavra de Vida Eterna Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Deus com a gente Religare De Coração De Mãos Dadas Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Clip Show A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Terra Santa News Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Espaço Cultural

SÁBADO 00h00 02h00 02h30 03h00 04h00 05h00 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 07h45 07h50 08h00 09h00 09h30 10h00 11h00 12h00

Música Mensagem De Coração Conversa com Meu Povo Clip Show Espaço Cultural Evangeliza Show Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Notícias Pastorais Eu Creio Maria de Todos os Povos Viola Brasil Missa no Rio de Janeiro-RJ Conversa com Meu Povo Diálogo Aberto Pesca Amazônia Notícias Pastorais

12h45 12h50 13h00 13h30 14h00 15h00 16h45 17h30 18h00 18h55 19h00 20h00 20h30 22h30 23h00 23h05 23h59

Eu Creio Maria de Todos os Povos Viagem pela Amazônia Conversa com Meu Povo Pensando Bem Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP Notícias Pastorais Terço Gozoso Especial Musical Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Música Mensagem Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Espaço Cultural Encerramento da Programação da TV

LUIZ ESTUMANO

TERÇA-FEIRA

DOMINGO 00h00 Música Mensagem 02h00 Vida Consagrada 03h00 Clip Show 04h00 Igreja que Sofre 04h30 Música Arte e Vida 05h30 Igreja no Brasil 05h45 Maria de Todos os Povos 05h55 Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 Abertura da Programação da TV 06h00 Terço Glorioso 06h30 Santa Missa Dominical ao vivo TV Nazaré 07h30 Conversa com Meu Povo 07h55 Palavra de Vida Eterna 08h00 Notícias Pastorais 08h45 Eu Creio 08h50 Maria de Todos os Povos 09h00 Desenho 09h30 Viagem pela Amazônia 10h00 Diálogo Aberto 11h00 Pesca Amazônia 12h00 Notícias Pastorais 12h45 Clip Show 13h40 Encantos da Amazônia 14h40 Ângelus 14h55 Palavra de Vida Eterna 15h00 Vida Consagrada 16h00 Palavra de Vida Eterna 16h05 Dedo de Prosa 17h00 Missa Santuário Nacional de Aparecida 18h00 Desenho 18h30 Terço Glorioso 18h55 Palavra de Vida Eterna 19h00 Instrumetal Sesc Brasil 20h00 Janela Aberta 21h00 Espaço Cultural 22h30 Palavra de Vida Eterna 22h35 Questão de Fé 23h35 Terço Glorioso 23h58 Encerramento da Programação da TV SEGUNDA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Clip Show Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Gozoso

23h20 Mãe Maria 23h30 Deus com a gente 23h58 Encerramento da Programação da TV

O programa PENSANDO BEM tem o compromisso de debater temas relevantes aos direitos humanos, dando destaque à par ticipação do telespectador que pode interagir com o programa através da rede social Twitter seguindo o @pensandobem. É apresentado por LINDA RIBEIRO , quarta às 15h e reprise aos sábados às 14h. 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 14h30 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 20h50 21h00 22h00 22h45 22h55 23h00

Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Deus com a gente Religare Diálogo Aberto De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Gozoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Fazendo Esperança Terra Santa News Eu Creio Janela Aberta Nazaré Notícias Sinais do Sagrado Palavra de Vida Eterna Caminhando Na Fé

00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 14h00 15h00 15h40 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Janela Aberta Palavra de Vida Eterna Diálogo Aberto Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Doloroso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Novena do Perpétuo Socorro Sobre Todas as Coisas De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Sinais do Sagrado Terço Doloroso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Igreja que Sofre Questão de Fé Nazaré Notícias Sinais do Sagrado Conversa com Meu Povo Religare Encerramento da Programação da TV

QUARTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 02h45 02h50 03h00 03h40 03h55 04h00 05h00 05h15 05h20 05h25 05h55 05h58 06h00 06h30 06h45 06h55 07h00 08h00 08h05

A Palavra de Deus é Luz Mulher.com Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Novena do Perpétuo Socorro Mãe Maria Palavra de Vida Eterna Questão de Fé Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Fazendo Esperança Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Glorioso Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com

10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 13h45 13h50 14h00 14h30 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

De Mãos Dadas Atelier na TV Desenho Nazaré Notícias Desenho Fazendo Esperança Caminhando Na Fé A Palavra de Deus é Luz Mãe Maria Deus com a gente Religare Pensando Bem De Palavras Fazendo Esperança Caminhando Na Fé Sinais do Sagrado Terço Glorioso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Caminhando Na Fé Encantos da Amazônia Vida Consagrada Nazaré Notícias Caminhando Na Fé De Coração Deus com a gente Encerramento da Programação da TV

QUINTA-FEIRA 00h00 00h05 02h30 03h00 03h55 04h00 05h00 05h30 05h45 05h50 05h55 05h58 06h00 06h30 06h55 07h00 08h00 08h05 10h15 11h00 11h45 12h00 12h45 13h00 13h30 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h15 17h30 18h00 18h55 19h00 19h45 20h00 20h30 20h55 21h00 22h00 22h45 23h00 23h30 23h58

Palavra de Vida Eterna Mulher.com Conversa com Meu Povo Pensando Bem Palavra de Vida Eterna Encantos da Amazônia Conversa com Meu Povo Sobre Todas as Coisas Palavra de Vida Eterna Eu Creio Consagração a Nª Sª de Nazaré Abertura da Programação da TV Terço Luminoso Conversa com Meu Povo Palavra de Vida Eterna Santa Missa Palavra de Vida Eterna Mulher.com De Mãos Dadas Atelier na TV Sobre Todas as Coisas Nazaré Notícias Desenho Igreja que Sofre Conversa com Meu Povo Desenho Diálogo Aberto De Palavras Conversa com Meu Povo Desenho Sinais do Sagrado Terço Luminoso Santa Missa Palavra de Vida Eterna Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Terra Santa News Palavra de Vida Eterna Evangeliza Show Nazaré Notícias Sobre Todas as Coisas Conversa com Meu Povo Religare Encerramento da Programação da TV


10

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

A Semana AGENDA DE DOM TEODORO TAVARES

AGENDA DE DOM ALBERTO CORRÊA n De 4 a 10 de abril de 2014 w SEXTA, 4 DE ABRIL

CETEL - Comissão Episcopal para os textos litúrgicos - Brasília

w SÁBADO, 5 DE ABRIL

08:00 – 09:00 Audiência 11:00 – 14:00 Missa - Encontro com Focolarinos e Focolarinas - Centro Mariápolis Glória - Benevides 19:00 – 20:00 Ministério do Leitorado - Escola Diaconal

w DOMINGO, 6 DE ABRIL

07:00 – 08:00 Missa da Família Nazaré - FNC 09:00 – 10:30 Missa de Apresentação do novo Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman - Catedral

n De 4 a 10 de abril de 2014 11:00 – 16:00 Encontro do Movimento dos Focolares - HANGAR 19:00 – 20:00 Crismas na Paróquia do Bom Pastor - Marituba

w QUINTA, 3 DE ABRIL

w SEGUNDA, 7 DE ABRIL

w SÁBADO, 5 DE ABRIL

Retiro do Clero da Diocese de Óbidos

w SEXTA, 4 DE ABRIL

Retiro do Clero da Diocese de Óbidos

06:30 – 07:30 Missa no Carmelo 09:00 – 12:00 Gravações - FNC 15:00 – 17:00 Gravações - FNC

08:30h – Missa e encontro de formação com Congregação Religiosa Feminina

w DOMINGO, 6 DE ABRIL

w TERÇA, 8 DE ABRIL

09:00h – Missa de Apresentação de Dom Irineu Roman na Catedral 12:00h - Presença no Encontro do Movimento dos Focolares - HANGAR 18:30h – Missa na Comunidade São

08:30 – 11:00 Reunião do Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Belém 20:00 – 21:00 Conselho Diaconal w QUARTA, 9 DE ABRIL

Mariápolis Ginetta - SP

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Lourenço da Paróquia Santo Antonio de Lisboa w SEGUNDA, 7 DE ABRIL

09:00h – Reunião da Pastoral Ecumênica - Cúria 17:00h – Missa no MADM w TERÇA, 8 DE ABRIL

08:30h – Reunião do Conselho Presbiteral 18:00h - Missa e novena N Sra. Aparecida – Pedreira w QUARTA, 9 DE ABRIL

07:45h – 11:45h - Aula no IRFP 15:00h – Audiências

Os compromissos de Dom Teodoro Mendes Tavares podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Horários de Missas na Arquidiocese de Belém REGIÃO EPISCOPAL DE SANT’ANA Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3223-2362/3225-2715 Igreja N. S. das Mercês

(Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Telefone: 3212-3102

Sant'Ana da Campina

Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734

São Judas Tadeu

Condor - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3283-6020

Sta. Terezinha do Menino Jesus

Jurunas - Belém Sábado: 6h30 e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251

Santo Antônio de Lisboa

Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097

Santíssima Trindade

Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917

Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30e 19h30 Telefone: 3228-0864 Paróquia Santa Maria Goretti

Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023

N. S. de Nazaré (Basílica Santuário)

Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h, 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis

(Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30,9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba

REGIÃO EPISCOPAL SANTA MARIA GORETTI São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz

Canudos - Belém Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 20h Telefone: 3226-2151/ 3226-2612

São Domingos de Gusmão

Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 19h30 Telefone: 3253-2656 São Miguel

Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Val de Cans - Belém Sábado:19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388

Sagrada Família

Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30

REGIÃO EPISCOPAL SÃO JOÃO BATISTA São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém. Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 10h, 18h Telefone: 3297-7250

Nossa Senhora de Fátima

São Sebastião

São José

Jurunas - Belém Sábado: 7h, 17h e 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3271-2146

Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3283-3052

REGIÃO EPISCOPAL SANTA CRUZ Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642

Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 8h e 18h Telefone: 3277-4643

Santa Luzia

São Francisco Xavier

São Francisco de Assis

N. S. da Conceição

Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-4916

Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573

Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001

Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h; 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354

Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h00, 9h00 e 18h00 Telefone: 3215-7006

Conceição Aparecida

São Geraldo Magela

Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 3257-7950

N. S. do Perpétuo Socorro

Telégrafo - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 19h Telefone: 3264-9061 São Jorge

Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h, 19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato

Umarizal - Belém. Sábado e domingo: 6h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da

Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Icoaraci - Belém Sábado: 20h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3297-7251

Jesus Bom Samaritano

Tapanã - Belém. Sábado: 7h Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004

São Francisco das Ilhas

Cotijuba - Belém Sábado: 19h30; Domingo: 8h, 9h30, 19h30 Telefone: 3247-1438

Santa Edwiges

Nova Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30, 18h Telefone: 3279-1654

N. S. Rainha da Paz

Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h30 Telefone: 3277-4645

Coração Eucarístico de Jesus

Catalina - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 10h e 19h

N. S. da Imaculada Conceição

Outeiro - Belém Sábado: 8h Domingo: 7h Telefone: 3277-4648

N. S. do Bom Remédio

Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h, 18h30 Telefone: 3289-5355

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo

Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3288-4250

Domingo: 07h30 e 19h30 Telefone: (91)3724- 2565

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3237-8350

REGIÃO EPISCOPAL SÃO VICENTE DE PAULO Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3235-1405

Santo Afonso de Ligório

Divino Espírito Santo

São Miguel Arcanjo

Santo Inácio de Loyola

Santo Antônio de Pádua

Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30, 19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3234-4674

REGIÃO EPISCOPAL MENINO DEUS N. S. Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. S. das Vitórias

Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655

Sagrado Coração de Jesus

Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h, 18h Telefone: 3265-5413

Sagrado Coração de Jesus

Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 Telefone: 3255-9475

Menino Deus

Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30, 18h Telefone: 3237-8351

N. S. de Nazaré

Colônia - Marituba Domingo: 9h Telefone: 3279-2624

N. S. das Graças

Coqueiro - Ananindeua Sábado: 7h Domingo: 7h, 9h30, 19h30 Telefone: 3263-0603 Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h, 18h Telefone: 91541971

São Lucas Evangelista

Guajará - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2621

Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30, 18h Telefone: 3237-1489 N. S. de Guadalupe

Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 11h, 18h Telefone: 3245-7440

Cristo Peregrino

Jaderlândia - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891

Santa Paula Frassinetti

Cidade Nova VI - Ananindeua Sábado: 19h30; Domingo: 6h30, 8h15, 18h Telefone: 3279-2620

Transfiguração do Senhor

Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30, 20h Domingo: 7h30, 19h Telefone: 3286-8570

Santa Rita de Cássia

Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3255-2654

Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30, 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 17h30, 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310

N. S. do Ó

São Vicente de Paulo

Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30, 19h30 Telefone: (91) 3771-1278

São Pio X

Águas Lindas - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 10h e 19h Telefone: 3215-7003

Santa Rosa de Lima Independente - Benevides

Segunda a Sexta :18h Sábado:17h

Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30, 19h Telefone: 3283-8400

São José Operário

Conj. Carnaúba, Icuí Domingo: 7h e 18h Telefone: (91) 3295-3545/3031-1172

Nossa Senhora do Amparo

Cidade Nova 8 - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h e 19h45 (Com. São José) Telefone: 3287-2418

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


11

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Panorama

Palavra de vida Chiara Lubich

C

“EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO: AMAI-VOS UNS AOS OUTROS. COMO EU VOS AMEI, ASSIM TAMBÉM VÓS DEVEIS AMAR-VOS UNS AOS OUTROS.” (Jo 13,34)

ertamente você gostaria de saber quando foi que Jesus disse essas palavras. Pois bem, Ele falou assim antes que iniciasse a sua Paixão. Porque foi então que Ele fez um discurso de despedida que é o seu testamento, do qual fazem parte essas palavras. Imagine, então, o quanto elas são importantes! Se ninguém se esquece das palavras ditas por um pai antes de morrer, quanto mais, quando se trata das palavras de um Deus! Então, leve-as muito a sério e, juntos, vamos procurar entendêlas profundamente. “Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” Jesus está para morrer, e suas palavras trazem a marca desse evento próximo. Com efeito, a sua partida iminente exige sobretudo a solução de um problema: de que modo Ele pode permanecer entre os seus para conduzir a Igreja? Você sabe que Jesus está presente, por exemplo, nas ações sacramentais. Na Eucaristia da Missa Ele se faz presente. Pois bem, também lá onde se vive o amor mútuo, Jesus está presente. De fato, Ele disse: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome (e isso é possível mediante o amor mútuo) eu estou ali, no meio deles” (Mt 18,20). Portanto, na comunidade cuja vida profunda é o amor mútuo, Ele pode permanecer eficazmente presente. E por meio da comunidade Ele pode continuar revelando-se

ao mundo, pode continuar a sua influência no mundo. Você não acha isso uma coisa esplêndida? Não lhe vem o desejo de viver logo esse amor junto com os cristãos que são seus próximos? João, que cita as palavras que estamos aprofundando, vê no amor mútuo o mandamento por excelência da Igreja, cuja vocação é justamente ser comunhão, ser unidade. “Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” Jesus diz, logo em seguida: “Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros” (Jo 13,35). Portanto, se você quiser descobrir o verdadeiro sinal de autenticidade dos discípulos de Cristo, se quiser conhecer o distintivo deles, então deve reconhecê-lo no amor mútuo vivido. Os cristãos são reconhecidos por esse sinal. E, se ele faltar, o mundo não mais descobrirá Jesus na Igreja. “Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” O amor mútuo gera a unidade. E a unidade, o que realiza?... “Que todos sejam um - diz ainda Jesus - a fim de que o mundo creia...” (Jo 17,21). A unidade, revelando a presença de Cristo, arrasta o mundo atrás Dele. Diante da unidade, do amor mútuo, o mundo acredita Nele. “Eu vos dou

um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” No mesmo discurso de despedida Jesus define este mandamento como “seu”. É seu e, portanto, Ele o estima de modo todo especial. Você não deve entendê-lo simplesmente como uma norma, uma regra ou um mandamento ao lado dos outros. Com ele Jesus quer revelar a você um modo de viver, quer dizer-lhe como configurar a sua existência. De fato, os primeiros cristãos faziam desse mandamento a base de suas vidas. Pedro dizia: “Sobretudo, cultivai o amor mútuo, com todo o ardor”. (1Pd 4,8). Antes de trabalhar, antes de estudar, antes de ir à Missa, antes de qualquer atividade, verifique se o amor mútuo reina entre você e os que vivem com você. Se isso for verdade, sobre essa base, tudo tem valor, enquanto que, sem esse fundamento, nada agrada a Deus. “Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” Jesus lhe diz ainda que esse mandamento é “novo”. “Eu vos dou um novo mandamento”. O que significa isso? Será que esse mandamento não era conhecido? Não. “Novo” significa: feito para os “tempos novos”. Então, de que se trata? Veja: Jesus morreu por nós.

Testemunho de Fé

Portanto, nos amou até a medida extrema. Mas que tipo de amor era o seu? Certamente não era como o nosso. O seu amor era, e é, um amor “divino”. Ele disse: “Como meu Pai me ama, assim também eu vos amo” (Jo 15,9). Ele nos amou, portanto, com o mesmo amor com qual Ele e o Pai se amam. E com esse mesmo amor nós devemos nos amar mutuamente para realizar o mandamento “novo”. Na realidade, porém, você como homem, como mulher, não possui um amor dessa natureza. Mas se alegre porque, como cristão, você o recebe. E quem é que o doa? É o Espírito Santo que o infunde no seu coração, nos corações de todos os que têm fé. Existe, então, uma afinidade entre o Pai, o Filho e nós cristãos, graças ao único amor divino que possuímos. É esse amor que nos insere na Trindade. É esse amor que nos torna filhos de Deus. É por esse amor que o Céu e a terra estão unidos como que por uma grande corrente. Por esse amor a comunidade cristã se insere na esfera de Deus e a realidade divina vive na terra lá onde existe o amor entre os que creem. Você não acha que tudo isso é de uma beleza divina e que a vida cristã é extraordinariamente fascinante? CHIARA LUBICH (Este comentário à Palavra de Vida foi publicado originalmente em maio de 1980)

Envie seu TESTEMUNHO para: voz@fundacaonazare.com.br

DIVULGAÇÃO

Sempre fui muito católica. Acompanho o círio de Nazaré e sempre tive a preocupação de passar para o meus familiares os ensinamentos da Igreja Católica. Mas muitas vezes passamos por provações que somente fazem reforçar a nossa fé em Nossa Senhora de Nazaré. No ano de 2012, senti um certo incômodo na região abdominal. No começo achei que não seria nada, mas os sintomas não passavam. Recorri ao um medico que me

falou que mais cedo ou mais tarde teria que fazer uma cirurgia de extirpação da minha vesícula. Por eu ter certa idade e por ser uma cirurgia senti medo e receio da cirurgia que teria que fazer. Rezei, pedi a Nossa Senhora que eu fizesse uma cirurgia simples e sem complicações apesar de saber que nos dias de hoje esse procedimentos são poucos invasivos, mas com seus riscos. Hoje, me sinto bem, fiz minha cirurgia e no meu pós-

operatório não senti qualquer tipo de dor ou incomodo e tenho a plena certeza que quem me deu essa graça foi Nossa Senhora de Nazaré, que intercedeu junto ao Pai por mim. Esse testemunho é uma simples forma de agradecer por essa e tantas graças alcançadas em minha vida. HELENA SILVA SOUZA, 74 anos, aposentada.

Parabéns para você! DIVULGAÇÃO

Tempo de agradecer o dom da vida, presente divino do Criador! Conquistar uma nova oportunidade de testemunhar as maravilhas do Senhor! Celebrar o encanto de viver na Paz e no Amor! ANA CELESTE FERREIRA

04/04

Maria Ferreira de Araújo Antonio Messias Mathias dos Reis

Josina Sousa da Costa e Silva Liege Lima Cavalcante Maria de Fátima Rosa Cabral Maria Benedita Palheta Lindalva Freitas de Lima Maria Cristina Borges Celso Stefania Matos Henrique Antônia Iraildes da Silva José Carlos Rodrigues Melo Davi Ribeiro da Silva Rodolfo José Pereira Amâncio Daniela R. Franco Cleber de Melo Carim Amorim Jucelina Martins e Silva

Admilson Dias Vieira

Roberto Corrêa Lazera

05/04

Hilda Coelho Sepeda Maria Benedita Cordeiro da Silva Gabriela Elisa Mambrini Ferri Elida dos Santos Porto Maria Eneida de Oliveira Silva Anilce Socorro de Souza Ferreira Otilia Maria do Vale Santiago Lima Ibrael de Seixas Tork Maria de Nazaré de Miranda Silva Antonio Naldo de Castro Tavares Mariana Miranda dos Santos Ana Celeste Pereira Ferreira Jose Vitor da Silva Vilhena

Marina Costa Ribeiro de Miranda Maria Lopes de Castro Acácio José da Costa Lúcio Costa da Silva Maria Ana Cleta da Silva Costa Maria Cleofas Primavera de Matos Jose Jorge Lima Frazão José Maria Quadros Fernandes Maria de Nazaré Furtado Ferreira Maria Helena Nascimento de Souza Maria de Jesus Reis Oliveira Gleydson Geovane dos Santos Miranda

06/04

Carlos Rocha Airton Cavalcante Lopes de Souza Maria Altamira Vieira Espindola Zeneide Oliveira da Silva Nelcy Ribeiro Marques Patricia Marinho da Silva

Vicentina Lemos e Silva Francelina Ferreira Pinheiro Raimunda de Barros Nunes Raimundo Lopes Jocelina Monteiro Pantoja Carlos Daniel Vale da Rosa Celeste Correa Campos Clarice Begot da Ressureicao Nilze Neves Do Nascimento Jorge Nobre Sousa Wilma da Graca Pereira Franco Maria do Socorro Nascimento Dos Santos Benedito dos Anjos Lucimar Brito Picanco

07/04

08/04

w

09/04

10/04

Josefa Pereira de Melo Maria Jose Ferreira Teixeira Carlos Alberto Rosas Correa Fernando Antonio Souza Bemerguy Olivia Rodrigues Trindade Fátima Ramos de Oliveira Martins Maria Iranélia Brasil Dias

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 06/04 - Diác. Ariovaldo Pires de Oliveira 07/04 - Pe. Angelino Bento da Costa (O. de Maria) 08/04 - Pe. Vanildo Padoin

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Entretenimento Cinema & DVD

Na Locadora

Pedro Veriano (pveriano@gmail.com)

Adeus, Meninos

Filme Pioneiro Sobre a Vida de Cristo Imagens do filme mudo eram acompanhadas por orquestra sob a tela

H

á muitos anos não se exibe em Belém “Vida,Paixão e Morte de N. S. Jesus Cristo” (La Vie et la passion du Christ/França,1903) com música ao vivo. Nos idos do cinema mudo era de praxe o filme passar com uma orquestra situada debaixo da tela tocando composições que no entender de alguns registravam as cenas da Paixão como os artistas do início da cinematografia haviam imaginado. Depois surgiu uma versão com música gravada na própria película. E ainda houve uma cópia colorizada pelo próprio exibidor, pintando quadro a quadro numa demonstração extraordinária de paciência. “Vida de Cristo”, filme dirigido por Lucien Nonguent e Ferdinand Zecca, é uma peça muito importante da história do cinema. É um dos primeiros títulos com metragem superior a 30 minutos (tem 45). Também é pioneiro no corte de sequência com detalhes em meio ao processo narrativo. E usa planos próximos, coisa que na época não era bem vista, pois se pensava que o ator seria mais observado se a câmera o pegasse de corpo inteiro. E ainda havia ligeiros movimentos da objetiva, com deslocamento do foco em momentos como na caminhada de Jesus com os apóstolos. Os atores principais ficaram conhecidos apenas como Monsieur e Madame Moreau. O Sr. Moreau fez o papel de Jesus. As filmagens foram feitas ao ar livre, e muitas

eu indico

cópias foram tiradas para diversas partes do mundo. Sabe-se que no Brasil cada dono de cinema tinha a sua. Em Belém isso era rotina e a cópia que passava no antigo cinema Poeira (depois Nazaré 1) era uma das colorizadas a mão. Interessante é que o povo humilde dos primórdios do século passado via o filme, na Semana Santa, como um documentário. Havia quem se benzesse em certas horas. Um respeito enorme cercava a plateia e muitas famílias colocavam a ida ao cinema no programa de visita ao Senhor Morto na Sexta Feira da Paixão. Lembro de um ano em que um político local reclamou do filme mudo ser exibido anualmente quando já se tinha como rotina o cinema falado e os filmes ganhavam a tecnologia das cores. Ele pedia a proibição de “A Vida de Cristo” como uma blasfêmia. Por outro lado eu vi crianças comentarem o filme de forma ingênua, tristes porque o “artista” não reagia às agressões e “acabava morrendo”. O maestro santareno Izoca contou-me que tocou piano nas exibições de “La Vie de Christ”. Usava música folclórica para melhor chegar a imagem ao povo. Pe l o m e n o s t r ê s gerações foram criadas

vendo o trabalho de Nungent e Zecca, dois cineastas franceses dos primeiros anos dessa arte & indústria. Zecca fez outro filme sobre Jesus e mudou-se para outro estúdio. Foram precursores de muitos elementos que hoje fazem parte da linguagem cinematográfica. “A Vida de Cristo”, com música pesquisada e executada por Paulo José Campos de Melo, do Instituto Carlos Gomes, estará na tela centenária do Olympia no domingo, dia 6 de abril. Mais tarde, no Dia da Páscoa, o filme volta ao cartaz, encerrando um programa especial de obras de conteúdo religioso como “O Manto Sagrado”, “A Canção de Bernadette”, “Vincent, O Capelão das Galeras” e “O Sinal da Cruz”. Filmes de minha coleção que estarão brindando o público no período propício a que se os reveja.

DIVULGA'AO

FRATER JOSE PAULO DA CRUZ SJS, 34, Religioso Salvista.

SANTA PACIÊNCIA - ANDRÉ ABREU

BOA DICA

espaço para o outro. De acordo com o autor, não

a dois outros semitas. O próprio padre que os acobertava também é

PALAVRAS CRUZADAS NASSRALLA

LIVROS E CD'S

n RELIGIÃO E CIÊNCIA - Temas do Ensino Religioso (PAULINAS, R$ 19,50, PÁGS 104)

Por outro lado eu vi

w O FILME etará na tela centenária do Olympia no domingo, dia 6 de abril

Eu Indico o livro Leitura Orante Da Bíblia, do Pe. Eduardo José Sjs, que nos fala que por meio da Palavra de Deus temos um encontro com Jesus.

QUADRINHOS

folclórica para melhor chegar

O d i re t o r d e cinema Louis Malle estava triste com seus filmes feitos em Hollywood e voltou à sua terra natal (França) onde conseguiu fazer um trabalho biográfico: “Au Revoir, Les Enfants” (Adeus, Meninos). Lembrou do tempo em que foi aluno interno de um colégio religioso situado no interior francês durante a 2ª Guerra Mundial. Tornou-se amigo de um garoto judeu que a direção do colégio fazia passar por católico para livrá-lo da Gestapo (policia alemã) - que, na época, perseguia judeus e comunistas. Jean (Raphael Fejto) era o próprio Malle. Filho de família rica, fora guinado ao internato, pois os pais sentiam que a vida em Paris estava sujeita às agruras do período de ocupação alemã. O amigo Julie (Gaspard Manesse) acabava sendo deportado quando a polícia alemã invade o colégio e o prende junto a dois outros semitas. O próprio padre que os acobertava também é preso. Todos morreriam em campos de concentração segundo a narrativa oral que se ouve no fim da narrativa.

A obra familiariza o educador do ensino religioso com as discussões e consensos que fazem parte do cotidiano de seus colegas de física, matemática, química e biologia. O autor é professor de Ciências Sociais da PUC-SP e pretende oferecer auxílio do conhecimento científico também para o ensino religioso, contribuindo para que essas disciplinas escolares venham somar-se aos esforços de fazer com que os estudantes reflitam sobre a realidade de modo responsável e crítica.

n SER UM ENTRE BILHÕES - Leituras de alter-ajuda. A mística dos últimos lugares (PAULINAS, R$ 26,55, PÁGS 280) Nesse livro, Pe. Zezinho desmistifica a importância do primeiro lugar, por isso sugere a alter ajuda, quando o ser humano é chamado para sair de si e ajudar o outro. O autor faz o convite a sairmos de nós mesmos em diversas situações do dia a dia, deixando livre um espaço para o outro. De acordo com o autor, não precisamos esmagar ninguém para conquistarmos o nosso lugar, mas somos chamados a viver em sociedade respeitando a dignidade de cada um.


Caderno Dois BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

ARQUIDIOCESE DE BELÉM

Dom Irineu Roman, novo Bispo Auxiliar, é apresentado ao povo Apresentação do novo Bispo será neste domingo, 6, com missa às 9h, na Catedral de Belém

A

população de Belém do Pará viveu grandes emoções esta semana. Entre as várias notícias divulgadas na capital, está a acolhida ao novo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman. Nesta edição, o VOZ DE NAZARÉ dá destaque aos primeiros passos de Dom Irineu Roman, que escolheu como lema “Vim para servir”. Disposto a servir ao Reino de Deus, Dom Irineu desembarcou ontem, 3, no aeroporto de Belém, acompanhado de familiares que vieram participar da missa de sua apresentação oficial ao rebanho de Belém. O novo Bispo Auxiliar de Belém regressou de sua cidade natal, Vista Alegre do Prata, pequeno município do Estado do Rio Grande do Sul, onde passou um período de descanso junto aos seus familiares. Na chegada a Belém, Dom Irineu foi recepcionado por Dom Vicente Zico, Bispo Emérito, amigos e fiéis. Dom Irineu aproveitou os dias que antecederam sua missa de apresentação em Belém para resolver questões inerentes à nova missão na função de Bispo Auxiliar de Belém. Antes de ser nomeado pelo Santo Padre, Dom Irineu era o Pároco de Santa Edwiges. Ainda como sacerdote, atuou como diretor espiritual da Escola de Evangelização Santo André (EESA), missões pastorais que o tornaram muito querido entre os fiéis. A ordenação episcopal de

COLABORAÇÃO PE. NILTON REIS

w RECEPÇÃO Arquidiocese agiliza preparativos para a apresentação oficial de Dom Irineu. É o segundo Bispo Auxilar.

Dom Irineu aconteceu no dia 19 de março, na cidade de Vista Alegre do Prata, RS. A data era representativa para o Bispo Auxiliar por ser o dia dedicado a São José, padroeiro da cidade, e da congregação a qual pertence o Bispo Auxiliar, também denominada “Josefinos de Murialdo”. Dom Irineu ordenou-se Bispo Auxiliar durante missa na Paróquia de São José, em Vista Alegre do Prata, presidida

pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa. Entre os Bispos presentes, estavam Dom Alessandro Ruffinoni, Bispo de Caxias do Sul, e Dom Celmo de Lazzari, Bispo do Vicariato de Sucumbios, no Equador, também pertencente à Congregação dos Josefinos de Murialdo. A ordenação episcopal de Dom Irineu aconteceu pela imposição de mãos de vários bispos, entre

eles, Dom Alberto Taveira Correa, na missa concelebrada pelo Bispo Auxiliar Dom Teodoro Mendes, pelo Bispo Emérito Dom Vicente Zico, e de integrantes do clero de Caxias do Sul. Concluídos os ritos de sua ordenação episcopal no Sul do país. Nesta semana será a vez do povo de Belém do Pará, acolher seu novo Bispo, na missão de auxiliar o pastoreio de Dom Alberto

Taveira Correa. A missa de apresentação de Dom Irineu será neste domingo, 6, às 9h, na Catedral de Belém.

SERVIÇO Catedral Metropolitana de Belém Praça Frei Caetano Brandão, s/n - Cidade Ve l h a . Te l e f o n e ( 91 ) 32232362/ 32252718/ 32416282

Nota sobre a transferência da data da canonização do Beato Anchieta A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) comunica que a assinatura do Decreto de canonização do Beato Anchieta foi transferida para esta quinta-feira, 03 de abril. A seguir a íntegra da nota. Nota sobre a canonização do Beato Anchieta

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Louvamos a Deus pela vida e missão do Beato José

Informamos que a assinatura do Decreto de canonização do missionário padre José de Anchieta foi transferida para esta quinta-feira, 03 de abril, por volta do meio-dia (horário de Roma). Comunicamos, ainda, que durante a 52ª Assembleia Geral da CNBB, que acontecerá em Aparecida - SP, será celebrada missa em ação de graças pela canonização do beato, no dia 4 de maio, às 8h, no

Santuário Nacional de Aparecida. Louvamos a Deus pela vida e missão do Beato José de Anchieta. Cardeal Raymundo Damasceno Assis Arcebispo de Aparecida Presidente da CNBB Dom José Belisário da Silva Arcebispo de São Luís Vice-presidente da CNBB Dom Leonardo Ulrich Steiner Bispo Auxiliar de Brasília Secretário Geral da CNBB


2

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

História

Caderno Dois

FOCOLARES - 70 ANOS

Movimento festeja espiritualidade da unidade com a presença da presidente

Emmaus Voce é acolhida com grande carinho por membros do Movimento Focolares de Belém

O

saguão do Aeroporto Internacional de Valde Cans, em Belém, transformou-se no ponto de encontro para os animados integrantes do Movimento dos Focolares que estiveram ali para recepcionar a mais destacada personalidade para eles: Emmaus Voce, a atual presidente do Focolares e sucessora de Chiara Lubich, na propagação do carisma da unidade. A chegada de Emmaus a Belém foi motivo de intensa alegria para os aderentes do Focolares da Região Norte e do meio Norte, uma vez que a capital paraense recebeu visitantes de todos os estados nortistas e ainda do Maranhão e do Piauí. A calorosa recepção no aeroporto foi apenas o primeiro passo da passagem de Emmaus por Belém para vivenciar com o Norte do Brasil os 70 anos do movimento. O estado do Pará encerra a viagem de Emmaus ao Brasil, onde ela desembarcou no dia 22 de março para cumprir extensa agenda. Na capital paraense, ela se hospedou no Centro Mariápolis Glória, em Benevides, sede logística do Focolares. Dali, ela cumpriu

vários compromissos a fim de conhecer as experiências vividas pelos focolarinos do Norte. No sábado, dia 5, ela terá encontro com o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Correa. O compromisso de Emma com Dom Alberto antecede o momento de maior culminância da viagem a Belém. Trata-se do grande encontro no Hangar - Centro de Convenções da Amazônia, que movimentará focolarinos de toda parte do Norte que estão em Belém para partilhar com ela a missão de Chiara Lubich. Neste domingo, 6, o dia de convivência entre focolarinos será interrompido, para a celebração da Santa Missa a ser presidida pelo Arcebispo de Belém Dom Alberto Taveira Correa. O Bispo Auxiliar Dom Teodoro Mendes também estará presente. A reunião com Emmaus Voce prossegue com espaço para apresentações culturais dos estados participantes da reunião, testemunhos e na parte da tarde, um grande encontro com a juventude, vista como aqueles que continuarão a missão de Chiara Lubich no futuro.

DIVULGAÇÃO

w VISITA Alegria marcou encontro de focolarinos com Emmaus Voce, presidente do Movimento dos Focolares

CNBB divulga declaração sobre os 50 anos do golpe civil-militar Conselho Episcopal Pastoral (Consep) aprovou hoje, 1º de abril, declaração sobre os 50 anos do golpe civil-militar, intitulada “Por tempos novos, com liberdade e democracia”. O texto, assinado pela Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), alerta as “gerações pós-ditadura para que se mantenham atuantes na defesa do Estado Democrático de Direito”. Os bispos relembram “os 21 anos que fizeram do Brasil o país da dor e da lágrima” e reafirmam “o compromisso da Igreja com a defesa de uma democracia participativa e com justiça social para todos”. Leia, na íntegra, a declaração da CNBB. DECLARAÇÃO POR TEMPOS NOVOS, COM LIBERDADE E DEMOCRACIA A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB faz memória, neste 1º de abril, com todo o Brasil, dos 50 anos do golpe civilmilitar de 1964, que levou o país a viver um dos períodos mais sombrios de sua história. Recontar os tempos do regime de exceção faz sentido enquanto nos leva a perceber o erro histórico do golpe, a admitir que nem tudo foi devidamente reparado e a alertar as gerações pós-ditadura para que se mantenham atuantes na defesa do Estado

Democrático de Direito. Se é verdade que, no início, setores da Igreja apoiaram as movimentações que resultaram na chamada “revolução” com vistas a combater o comunismo, também é verdade que a Igreja não se omitiu diante da repressão tão logo constatou que os métodos usados pelos novos detentores do poder não respeitavam a dignidade da pessoa humana e seus direitos. Estabeleceu-se uma espiral da violência com a prática da tortura, o cerceamento da liberdade de expressão, a censura à imprensa, a cassação de políticos; instalaram-se o medo e o terror. Em nome do progresso, que não se realizou, povos foram expulsos de suas terras e outros até dizimados. Ate hoje há mortos que não foram sepultados por seus familiares. Ainda paira muita sombra a encobrir a verdade sobre os 21 anos que fizeram do Brasil o país da dor e da lágrima. Ajuda-nos a pagar essa dívida histórica com as vítimas do regime a Comissão da Verdade que tem por objetivo trazer à luz, sem revanchismo nem vingança o que insiste em ficar escondido nos porões da ditadura. Graças a muitos que acreditaram e lutaram pela redemocratização do país, alguns com o sacrifício da própria vida, hoje vivemos tempos novos. Respiramos os ares da liberdade e da democracia.

Porém, é necessário superar a injustiça, a desigualdade social, a violência, a corrupção, o descrédito com a política, o desrespeito aos direitos humanos, a tortura... A democracia exige participação constante de todos. Fiel à sua missão evangelizadora, a CNBB reafirma seu compromisso com a defesa de uma democracia participativa e com justiça social para todos. Conclama a sociedade brasileira a ser protagonista de uma nova história, livre do medo e forte na esperança. Nossa Senhora Aparecida, padroeira de nossa Pátria, nos projeta com seu manto, ilumine nossas mentes e corações a fim de que trilhemos somente os caminhos da paz, da justiça e do amor. Cardeal Raymundo Damasceno Assis Arcebispo de Aparecida Presidente da CNBB Dom José Belisário da Silva, OFM Arcebispo de São Luís do Maranhão Vice Presidente da CNBB Dom Leonardo Ulrich Steiner Bispo Auxiliar de Brasília Secretário Geral da CNBB


3

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Igreja

Caderno Dois

A imagem de Deus é o casal matrimonial Papa concluiu o ciclo de catequeses sobre os sacramentos falando do matrimônio Apresentamos a íntegra da catequese pronunciada pelo Papa Francisco durante a Audiência Geral, na última quarta-feira, 2.

H

oje concluímos o ciclo de catequeses sobre os sacramentos falando do matrimônio. Este sacramento nos conduz ao coração do desígnio de Deus, que é um desígnio de aliança com o seu povo, com todos nós, um desígnio de comunhão. No início do Livro do Gênesis, o primeiro livro da Bíblia, no ápice do relato da criação se diz: “Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e mulher… Por isto o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne” (Gen 1, 27; 2, 24). A imagem de Deus é o casal matrimonial: o homem e a mulher; não somente o homem, não somente a mulher, mas todos os dois. Esta é a imagem de Deus: o amor, a aliança de Deus conosco é representada naquela aliança entre o homem e a mulher. E isto é muito belo! Fomos criados para amar, como reflexo de Deus e do seu amor. E na união conjugal, o homem e a mulher realizam esta vocação no

sinal da reciprocidade e da comunhão de vida plena e definitiva. 1. Quando um homem e uma mulher celebram o sacramento do matrimônio, Deus, por assim dizer, reflete-se neles, imprime neles seus próprios traços e o caráter indelével do seu amor. O matrimônio é o ícone do amor de Deus por nós. Também Deus, de fato, é comunhão: as três Pessoas do Pai, do Filho e do Espírito Santo vivem desde sempre e para sempre em perfeita unidade. E é justamente esse o mistério do matrimônio: Deus faz dois esposos uma só existência. A Bíblia usa uma expressão forte e diz “uma única carne”, tão íntima é a união entre o homem e a mulher no matrimônio. E é justamente esse o mistério do matrimônio: o amor de Deus que se reflete no casal que decide viver junto. Por isto, o homem deixa a sua casa, a casa dos seus pais e vai viver com sua esposa e se une tão fortemente a ela que os dois se tornam – diz a Bíblia – uma só carne. Mas vocês, esposos, lembra-se disso? Estão conscientes do grande presente que o Senhor vos deu? O verdadeiro “presente de casamento” é este! Na vossa união há o reflexo da Santíssima Trindade e com a graça de Cristo vocês são um ícone vivo e credível de Deus e do seu amor. 2. São Paulo, na Carta aos Efésios, coloca em destaque que nos esposos cristãos se reflete um mistério grande: a relação instituída por Cristo com a Igreja, uma relação nupcial (cfr Ef 5, 21-33). A Igreja é a esposa de Cristo. Esta é a relação. Isto significa que o

matrimônio responde a uma vocação específica e deve ser considerada como uma consagração (cfr Gaudium et spes, 48; Familiaris consortio, 56). É uma consagração: o homem e a mulher são consagrados em seu amor. Os esposos, de fato, em força do Sacramento, são revestidos de uma verdadeira e própria missão, para que possam tornar visível, a partir de coisas simples, cotidianas, o amor com que Cristo ama a sua Igreja, continuando a doar a vida por ela, na fidelidade e no serviço. 3. É realmente um desígnio maravilhoso aquele que é inerente ao matrimônio! E acontece na simplicidade e também na fragilidade da condição humana. Sabemos bem quantas dificuldades e provações conhecem a vida de dois esposos… O importante é manter viva a ligação com Deus, que está na base da ligação conjugal. E a verdadeira ligação é sempre com o Senhor. Quando a família reza, a ligação se mantém. Quando o esposo reza pela esposa e a esposa reza pelo esposo, aquela ligação se torna forte; um reza pelo outro. É verdade que na vida matrimonial há tantas dificuldades, tantas; seja o trabalho, seja que o dinheiro não basta, seja que as crianças tenham problemas. Tantas dificuldades. E tantas vezes o marido e a mulher se tornam um pouco nervosos e brigam entre si. Brigam, é assim, sempre se briga no matrimônio, algumas vezes voam até os pratos. Mas não devemos ficar tristes por isto, a condição humana é assim. E o segredo é que o

atos e o público possa voltar e viver a comédia em tantos momentos. É possível que os verões, daqui para frente, sejam mais caros de passar, há que se aprender a se abrigar melhor do sol e entender como é o carpe diem da natureza. Até mesmo a cortina vermelha do palco principal, parece hoje pesada, às vezes até difícil de se abrir, embora esconda o que ainda está lá, apenas não se manifesta com tanta altivez de outrora, dá espaço ao silêncio dos bastidores, de onde parece antegozar o som e a alegria da festa cênica do porvir. Hoje uma viga tortuosa sustenta a estrutura principal, logo na fachada do prédio, há um véu branco que cobre o telhado que parece desbotado, mas curiosamente, lhe concede um certo ar de imponência, de intelectualidade, como a desafiar o tempo, como a sugerir eternidade. Mas o velho teatro é ainda a casa do povo, de toda gente, mesmo dos que resistem ao certo charme de sua modesta estrutura, onde duas pequenas vigas já adormeceram, como mínimos insensíveis das mãos de um ancião. É i m i n e n t e s u a d e r ro c a d a ? Não, ele ainda vive! Ele ainda é, matreiramente, uma promessa, futuro que se descortina em uma nova forma de “estar aqui”. O teatro vive! Ainda há o som da orquestra. Ela já não toca os clássicos com tanto vigor, mas oferta certa ternura, suave

amor é mais forte que o momento no qual se briga e por isto eu aconselho aos esposos sempre: não terminem um dia no qual tenham brigado sem fazer as pazes. Sempre! E para fazer as pazes não é necessário chamar as Nações Unidas, que venham pra casa fazer a paz. É suficiente um pequeno gesto, um carinho, um olá! E amanhã! E amanhã se começa uma outra vez. E esta é a vida, levá-la adiante assim, levá-la adiante com a coragem de querer vivê-la juntos. E isto é grande, é belo! É algo belíssimo a vida matrimonial e devemos protegê-la sempre, proteger os filhos. Outras vezes eu disse nesta Praça uma coisa que ajuda tanto a vida matrimonial. São três palavras que devem ser ditas sempre, três palavras que devem estar em casa: com licença, obrigado e desculpa. As três palavras mágicas. “Com licença”: para não ser invasivo na vida dos cônjuges. Com licença, mas o que te parece? Com licença, permito-me. “Obrigado”: agradecer o cônjuge; agradecer por aquilo que fez por mim, agradecer por isto. Aquela beleza de dar graças! E como todos nós erramos, aquela outra palavra que é um pouco difícil de dizê-la, mas é preciso dizêla: “desculpa”. Com licença, obrigado e desculpa. Com estas três palavras, com a oração do esposo pela esposa e vice-versa, com fazer as pazes sempre antes que termine o dia, o matrimônio seguirá adiante. As três palavras mágicas, a oração e fazer as pazes sempre. Que o Senhor vos abençoe e rezem por mim. LUIZ ESTUMANO

Sobre chuvas, teatro e vida Dizem que as fortes chuvas, as tempestades precedem a bonança, que ao seu término é possível ver o arco-íris, sinal da promessa do Criador que preenche tudo ao seu redor com suas formas multicores e com a vida que sempre se impõe. Para muitos, a chuva é sinal de bênção, de purificação, referência de batismo. É água que vem do céu, límpida, incolor; a molhar a terra, a extrair do chão o cheiro de mato molhado. Chuva que traz lembranças, sonhos deixados no tempo, recordações do passado ainda tão teimoso em estar presente em sons e imagens que aparecem como em uma tela perfeita, acima de qualquer limitação, um filme que é reprisado constantemente, à medida em que se avança para o poente. E assim ela veio, desta vez mais forte, no lombo do tempo, molhou o velho teatro, manchou suas paredes antes tão resistentes às tardes cheias de raios e trovões; e assim, abalou as estruturas da casa de sonhos e fez morada. Da chuva travessa e intensa veio o bolor que apagou alguns registros, danificou certas memórias; resultaram ainda as fissuras, doloridas marcas do tempo que agora se manifestam de forma intensa. Por certo que passarão as dores, contudo será do jeito que o administrador entender ser melhor, quem sabe após um período de reformas para abrir-se novamente, para que o tempo se eternize em seus

DIVULGAÇÃO

w VGGHGG Igghghghghghghghghghghghghghghghghghghghghghgh

expressão de presença em outras formas de sequenciar os acordes, um a um, em uma regência constante, serena. É música que se toca em melodia apenas diferente, em um diapasão mais constante, com a percussão a soar no “um, dois” do coração humano. O teatro vive! É um monumento da própria história, é eloquente expressão em seus pátios, no salão nobre, em suas escadarias, nas colunas e coxias onde se esconde a magia que transforma uma pequena gota em um oceano, nos espelhos que mais parecem confidentes e conselheiros sábios e principalmente, no palco pontilhado de luzes, na boca de cena onde o artista se eterniza, onde se vive sua magia no espetáculo

do real imaginário. Do proscênio onde aguardamos o evento da vida é possível ver que a cortina tremula sob a batuta do vento norte. Há luz, há vida que resiste e de uma forma intranquila quer atuar de novo. O velho teatro parece esperar o momento, o seu momento! Não se sabe ao certo o espetáculo que virá, mas por certo virá, o teatro não cederá ao finito, seu futuro é uma presença em cada canto da plateia, ávida por mais apresentações, seu futuro é o aplauso do público que não cansará jamais de pedir “bis”. Homenagem ao arista Cláudio Barradas, à simplicidade de sua peculiar presença.


4

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois

COTIJUBA

Dom Alberto e Dom Teodoro visitam comunidades

Dom Teodoro participou de caminhadas com os fiéis, visitou enfermos e evangelizou pessoas DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

w VGGHGG Igghghghghghghghghghghghghghghghghghghghghghgh

N

a última segunda-feira, 24, o Bispo Auxiliar de Belém Dom Teodoro Mendes esteve na ilha de Cotijuba a convite do Padre José Reinaldo Ferreira, pároco da Paróquia de São Sebastião das Ilhas. Durante sua estadia entre os ribeirinhos, Dom Teodoro participou de caminhadas com os fiéis, visitou pessoas enfermas, e promoveu momentos de evangelização para os moradores daquela localidade.

No dia 24, segunda-feira, Dom Teodoro passou o dia em visita às comunidades. Ele foi a Santa Luzia, na Praia do Vai Quem Quer; São Sebastião das Ilhas, na Praia Funda; e São João Batista, no Poção, estas, comunidades pertencentes à paróquia São Francisco das Ilhas. A viagem de Dom Teodoro a Cotijuba encerrou-se no sábado, 29, com a presença do Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Correa,

w VGGHGG Igghghghghghghghghghghghghghghghghghghghghghgh

que também foi a Cotijuba, a convite do Padre José Reinaldo Ferreira. Dom Alberto chegou à tarde, por volta das volta das 16h e presidiu a missa das

19h30, na Paróquia São Francisco das Ilhas. Ali, O Arcebispo abençoou uma embarcação, doada aos paroquianos de São Francisco das ilhas.

Consep discute encaminhamentos do projeto Saúde+10 A proposta de lei de iniciativa popular que pede mais recursos para a saúde pública no Brasil esteve em debate na reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da CNBB. A iniciativa é fruto de uma campanha de mobilização nacional, iniciada em 2012, e difere-se de outros projetos de iniciativa popular sobre matéria de direitos políticos, pois está inserida no âmbito dos direitos sociais e tem incidência direta na repartição da renda tributária da União destinada à saúde pública. O projeto de lei prevê a garantia do repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para a saúde pública brasileira. Os membros da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), o economista Guilherme Delgado e o médico Geniberto Paiva, apresentaram ao Consep a situação em que se encontra o projeto de lei no Congresso Nacional, entregue em agosto de 2013. Segundo Delgado, a proposta é iniciar um diálogo com o governo

para que haja um posicionamento diante do projeto, que teve mais de dois milhões de assinaturas. “Desde agosto, está paralisado, sem qualquer prioridade no Congresso e, até o presente, não recebeu manifestação explícita do Executivo. Não dá para tolerar que o projeto seja banalizado e entre na vara comum das iniciativas que vão ser postergadas, esquecidas”, disse. Somente a CNBB coletou mais de 800 mil assinaturas, que foram entregues em um ato público realizado no dia 5 de agosto de 2013, Dia Nacional da Saúde. Para Paiva, é preciso “resolver o problema crônico de subfinanciamento do Sistema Único de Saúde, que tem 25 anos, mas que não é propício para as pessoas que mais necessitam”. O médico explicou que é preciso capacitar recursos humanos, bem como organizar os serviços prestados à população. Lembrou dos avanços tecnológicos na área da saúde e, consequentemente, do quanto é caro, atualmente, fazer diagnósticos e tratamentos.

“O projeto visa elevar a aplicação compulsória do setor público, cuja despesa per-capita atual é de menos de três reais por dia no Sistema Único de Saúde, reconhecidamente baixa em comparação internacional. Isto tem direta consequência no atendimento da população mais pobre, enquanto a classe média é forçada a recorrer à medicina privada”, acrescentou. O bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia, dom Armando Bucciol, ressaltou o sofrimento das pessoas

que moram no interior do Brasil. “É preciso que nós como Igreja, como sociedade civil, nos manifestemos quanto a este descaso gravíssimo em que os mais pobres acabam pagando um preço muito alto”, afirmou. Participam da campanha de mobilização do Saúde +10 a CNBB, o Conselho Nacional de Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Centro Brasileiro de Estudos de Saúde, Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Federal de Medicina, Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

CETEL realizou primeiro encontro anual em Brasília Termina nesta sexta-feira, 4, a reunião da Comissão Episcopal de Textos Litúrgicos (CETEL), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O encontro acontece pelo menos três vezes ao ano, em Brasília (DF), sede da CNBB, e conta com o auxílio de

um grupo reduzido de Padres, Bispos e Arcebispos do Brasil, entre eles o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa. Objetivo da CETEL é inserir termos mais precisos, ou mesmo, acrescentar novos termos aos textos

litúrgicos de acordo com os textos originais que estão na Edição Típica do Missal publicado em Latim. Outro cuidado é com a linguagem poético-musical. O s f e i t o s d o e n c o n t ro s ã o coordenados pelo presidente da

CETEL e da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia, Bispo Dom Armando Bucciol. O trabalho da CETEL existe há quase sete anos, a pedido da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.


5

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois LUIZ ESTUMANO

ESPIRITUALIDADE FNC

"Oração intensa para fortalecer a fé", diz Dom Teodoro

Espiritualidade na Fundação Nazaré teve momentos de adoração

A

Fundação Nazaré de Comunicação viveu momentos especiais de oração e vivência da Palavra de Deus no último sábado, 29. Os funcionários do complexo de Comunicação Social da Arquidiocese de Belém reuniram-se durante a manhã para ouvir a pregação do tema “A Transfiguração do Senhor”, explanada pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Teodoro Mendes, que ao final do encontro também celebrou a Santa Missa. As reflexões sobre diversas

passagens das Escrituras Sagradas motivaram aos funcionários da FNC momentos de adoração ao Senhor, além de um momento reservado a confissões, com auxílio do Padre Waldeci e do Bispo Auxiliar Dom Teodoro Mendes. Assim a Fundação Nazaré se integrou às reflexões das 24 Horas de Adoração ao Senhor, ação proposta pelo Papa Francisco à Igreja no mundo inteiro. Durante a pregação do tema Dom Teodoro destacou a importância da oração como meio do ser humano

w DURANTE FORMAÇÃO colaboradores da FNC adoraram a Jesus Sacramentado

se aproximar de Deus. , da postura humilde diante de Deus buscando Nele a fonte de toda a sabedoria para “aproveitarmos bem o dom da vida”, destacou Dom Teodoro. Dom Teodoro também reforçou para os funcionários a importância do manuseio

PANORAMA DAS PARÓQUIAS PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS No último dia 29 de março, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, localizada no conjunto Julia Seffer, em Ananindeua, realizou o II Festival da Pizza pra arrecadar fundos para a festividade que ocorrerá no mês de junho. O evento contou com música e sorteio de prêmios para os paroquianos. PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO No próximo dia 9, a Paróquia Nossa Senhora da Conceição estará recebendo fiéis para confissões. Quem desejar participar desse momento que antecede a Semana Santa deve dirigir-se até a paróquia às 19h. SANTUÁRIO DE FÁTIMA O Santuário de Nossa Senhora de Fátima informa que realizará dia 9, um mutirão de confissões no subsolo da igreja, às 19h. A comunidade contará com padres de várias regiões episcopais para auxiliarem nesse

momento de penitência. PARÓQUIA SANTÍSSIMA TRINDADE A paróquia Santíssima Trindade realizará confissões do dia 10 a 14 deste mês, de 16h às 20h. A PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO Todas as quarta e sexta-feira a Paróquia de São Sebastião, localizada no bairro da Sacramenta, realiza a Via Sacra, às 18h. No próximo domingo, 6, às 7h, haverá a missa dos Ministros Extraordinários do Espírito Santo e às 17h, acontecerá um louvor direcionado pelo grupo Coroa do Espírito Santo. P A R Ó Q U I A TRANSFIGURAÇÃO DO SENHOR A Paróquia Transfiguração do Senhor em parceria com Serviço de Aprendizagem Rural (SENAR) promoverá do dia 7 a14 de abril, um curso de pintura em vidro, das 14h às 17h. A Paróquia fica localizada na rua paraíso, bairro do Curuçambá, Ananindeua.

Sesc Boulevard “Música e Teatro” O cantor e compositor mineiro, Zeca Torres, se apresentará hoje, 4, às 19h, no Sesc Boulevard. Zeca mostrará para o público o seu show “Porto de Lenha”. Zeca nasceu no Rio de Janeiro, cidade onde o músico cresceu e pode guardar várias referências culturais e musicais. O cantor, que reside atualmente em Manaus, já mostrou seu talento em vários palcos do Brasil, ao lado de cantores como Nilson Chaves e Boca Livre. A entrada é franca.

Após o show, às 21h, a companhia de teatro “Tato Criação Cênica”, do Paraná, se irá encenar o espetáculo “Tropeço”, que retrata a costumeira visão que temos sobre a velhice, a apresentação dá vida a duas velhas que moram juntas. Mostra solidão e as pequenas ações rotineiras, no qual se cria um universo de sutileza e extravagância, poesia, comicidade e mãos que andam, dançam, riem e choram. A entrada é grátis, mas é preciso a retirada de ingressos antecipadamente na bilheteria do local.

e leitura orante da Palavra de Deus, e “o quanto é importante pensarmos na Bíblia Sagrada como um livro que reflete a vida que vem de Deus. É um ótimo presente”, disse ele, incentivando os funcionários a tê-la consigo sempre.

A manhã de convivência dos funcionários passou por momentos de adoração e terminou com saudações recíprocas entre os funcionários e Dom Teodoro, que desejou “a todos uma abençoada Semana Santa”.

Pará terá Núcleo de Atendimento aos Transtornos Globais de Desenvolvimento No último dia 1°, na Estação Gasômetro, foi realizada a abertura da Semana de Conscientização sobre o Autismo, em alusão ao dia 2, Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo. O evento que segue até o próximo dia 5, está sendo promovido pela Secretária de Estado e Educação (SEDUC) em parceria com a Secretária de Estado Justiça e Direitos H u m a n o s ( S e j u d h ) . Po r conta da importância desse tratamento e para ampliar o atendimento à pessoa autista, a Seduc irá inaugurar, ainda este

mês, o Núcleo de Atendimento aos Transtornos Globais de Desenvolvimento, que atenderá aos alunos autistas da Região Metropolitana de Belém. O Núcleo contará com cinco salas de acompanhamento, cozinha, refeitório e área administrativa, o que possibilitará a ampliação e o desenvolvimento de novos trabalhos, como o projeto de arte autista, psicomotricidade, atendimento fonoaudiólógico e acompanhamento das famílias, que acontece com palestras, oficinas e atendimento psicológico aos familiares das pessoas autistas.


6

BelĂŠm, de 4 a 10 de abril de 2014


BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

7

ARQUIDIOCESE DE BELÉM

DOM IRINEU ROMAN

LUIZ ESTUMANO

BISPO AUXILAR


8

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

História

Caderno Dois

VER-O-PESO - 387 ANOS

Complexo Ver-o-Peso completa 387 anos Programação contou com celebração eucarística presidida pelo padre Vanildo Padoim

A

comemoração dos 387 anos do complexo Ver-O-Peso marcou a última sexta-feira, 28, da cidade de Belém. Um dos principais cartões postais completou mais um ano de existência e teve uma programação especial durante todo o final de semana. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) atendeu cerca de 300 pessoas com emissão de cartões Passe Fácil, além de palestrarem sobre a Educação no Trânsito. Já a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), que também estava realizando ações, promoveu orientações sobre saúde, além de realizar exames médicos como verificar pressão e glicemia. Entre as comemorações, houve também uma c e l e b ra ç ã o e u c a r í s t i c a presidida pelo padre Vanildo Pa d o i m , d a Pa r ó q u i a Nossa Senhora do Loretto, localizada no bairro Marco. Pe. Vanildo não é paraense, e natural de Florianópolis (SC) e ficou bastante animado com o convite para a missa dos 387 anos do Ver-O-Peso. “O convite partiu de uma das agentes que trabalha em uma das pastorais da nossa paróquia, e fiquei muito feliz com o convite, pois entrei em contato com a realidade daqui, e ao final da Santa

Missa recebi muitos elogios”, disse o pároco. O Ver-O-Peso é uma das maiores referências culturais do Estado. Foi inaugurado em 1625 às margens da Baía do Guajará, e nele tudo se encontra: música, uma variedade de frutas, trabalhadores animados e muitas curiosidades. Desde o século 17 várias mudanças e alterações ocorreram no complexo, houve a criação do Mercado de Ferro, o aterramento da Baía do Guajará, a ampliação do Mercado de Carne e a construção do Porto. Paraenses, turistas que procuram produtos típicos daqui sempre vão ao VerO-Peso, pois sabem que lá vão encontrar o que precisam. Ele é chamado de ‘complexo’, pois faz p a r t e d e u m c o m p l e xo arquitetônico e paisagístico de 35 mil m , que também é composto por outras construções históricas, entre eles os Mercados de Ferro de Carne, a Praça do Relógio, a Feira do Açaí e demais pontos turísticos. O Ver-O-Peso é um espaço de memória que guarda em sua história a vida de ilustres e desconhecidos de Belém, e também guarda histórias dos seus cinco mil trabalhadores, que todo o dia vão para o mercado para adquirir seu sustento.

COMUS PMB

w PREFEITO de Belém participou da programação do aniversário do cartão-postal COMUS PMB

w PADRE VANILDO exibe a pupunha, fruta típica da região, durante a Santa Missa

DIVULGAÇÃO

w MISSÃO Conselho abordou assuntos direcionados à vida missionária

Formado Conselho Missionário Diocesano em Marabá A diocese de Marabá (PA) promoveu encontro de formação missionária, entre os dias 28 e 30 de março, no Centro de Formação Diocesana. Durante o evento, foi criado o Conselho Missionário Diocesano (Comidi). O encontro contou com a presença e apoio do bispo diocesano, dom Vital Corbellini, e da assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB, irmã Dirce Gomes da Silva. A partir das diretrizes da CNBB, foram tratados assuntos como a Teologia da Missão, a pessoa do missionário e a animação missionária no Brasil. Os participantes também discutiram a organização, estrutura e tarefas do Comidi e dos Conselhos Missionários Paroquiais (Comipas). Ao final do encontro, foi constituído o Comidi. O grupo é composto por 15 pessoas. O conselho já tem reunião marcada para programar as atividades de 2014.


9

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Em Nazaré

Caderno Dois

FESTIVIDADE

Festividade da comunidade Santa Bernadete começa domingo Programação na comunidade se estenderá até o dia 29 de abril com eventos litúrgicos e culturais

N

este domingo, 6, começará a Festividade da comunidade Santa Bernadete da Paróquia de Nazaré. A festividade em homenagem a padroeira da comunidade acontecerá até o dia 29 de Abril e contará com uma programação litúrgica e festiva que contará com Missa, espiritualidade, tríduo, adoração, terço, palestras, procissão, bingo e tarde alegre. Segundo Celina Lúcia, coordenadora da comunidade, a festividade além de ser um momento de homenagem à santa, também é um momento de reflexão e engajamento. “ A Fe s t i v i d a d e e m h o n ra a Santa Bernadete é acima de tudo um convite à reflexão e também

uma forma de fazer com a que comunidade se una em missão, em oração para continuar perseverando a fé em Santa Bernadete . Será um mês de celebração, com uma programação religiosa e festiva. Estamos nos preparando muito para este momento “ explicou. A festividade trará o tema: “Não prometo fazer-te feliz neste mundo, mas sim no outro” (Nossa Senhora de Lourdes à Santa Bernadete). Celina Lúcia explicou o significado do tema. “O tema foi inspirado em Santa Bernadete e a aparição de Nossa Senhora. A menina Bernadete vivia neste mundo de forma muito doente, de forma oprimida, cheia de preconceito e morreu muito

jovem, aos seus 35 anos. Era uma pessoa muito boa, caridosa. Nossa Senhora apareceu à ele e lhes fez essa promessa, e hoje ela com toda certeza está muito feliz” disse. A missa de abertura da festividade acontecerá neste domingo às 8h30. Toda a programação acontecerá na comunidade Santa Bernadete,

com exceção da Tarde Alegre, um dos eventos de encerramento, que acontecerá na Sede Social da Assembleia Paraense, na avenida Presidente Vargas, 762. A Comunidade Santa Bernadete fica na avenida Conselheiro Furtado, Nº 1571. Mais informações: (91) 8899 - 5060.

PROGRAMAÇÃO LITÚRGICA Missa de Abertura - 06/04 às 8h30 Espiritualidade - 07/04 das 14h às 18h Tríduo - 08 a 10/04 às 15h Adoração ao Santíssimo - 11 /04 das 14h às 18h Terço dos homens - 14/04 às 19h Palestra - Tema: A fé de Bernadete levou-a a Santidade- 15/04 às 17h Encerramento com missa e procissão: 16/04 às 18h Programação Festiva Bingo - 12/04 das 16h às 19h Tarde Alegre - 29/04 das 16h às 20h na sede social da Assembleia Paraense.

Romaria da Juventude realiza Espiritualidade de Páscoa A Romaria da Juventude e Juventude da Basílica Santuário de Nazaré estarão realizando no próximo dia 12 de Abril, no Centro Social de Nazaré, uma Espiritualidade de Páscoa.

Segundo Edilson Lopes, coordenador da Romaria, o evento trará o tema: “A descoberta do amor se dá através da experiência da misericórdia” e será direcionado somente para as paróquias que fazem parte da coordenação da Romaria da Juventude em Belém e Juventude Nazarena, como objetivo de preparar espiritualmente todos para viverem a Páscoa em Cristo. A espiritualidade acontecerá das 14h às 19h, no Centro Social de Nazaré e contará

com abertura, meditação, seguido da oração do terço da misericórdia às 15h e oração e pregação do Padre Geffison Silva da Basílica Santuário de Nazaré. A Romaria da Juventude é a 8ª Romaria das 11 que integram a festa do Círio de Nazaré. Nela milhares de jovens saem as ruas na tarde do sábado posterior ao Círio para homenagear a virgem de Nazaré, padroeira dos paraenses. Mais informações sobre a espiritualidade pelos telefones: (91) 8912- 4753 / 88631525.

Escola da fé inicia terceira sessão de cursos

Segundo Edilson Lopes,

Nazarena, como objetivo de preparar espiritualmente todos para viverem a

com abertura, meditação, seguido da oração do terço da misericórdia às 15h e oração e pregação do

saem as ruas na tarde do sábado posterior ao Círio para homenagear a

Formar, a partir de Jesus Cristo, discípulos missionários alimentados pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, comprometidos com valores éticos da moral cristã, em vista do Reino de Deus na sociedade. Este é o objetivo da Escola da Fé da Basílica de Nazaré, que iniciará na próxima terça-feira (8) seu curso do mês de Abril. Nesta que representa a terceira sessão de cursos no ano de 2014 a Escola tratará do assunto Escatologia com o tema: Morte e Ressurreição. Sendo assim, de forma didática e para melhor o assunto ser explorado ele será dividido em três subtemas. São eles: A Morte na Visão Médica que será ministrado pela Dra. Airle Miranda da Universidade Federal do Pará (UFPA) ; A Morte na Visão Legal

ministrado pelo Dr. Wilson Dahas (Advogado) ; A Morte na Visão Cristã pelo Pe. Jaime Pereira do Seminário São Pio X e A Ressurreição na Visão Bíblica pelo Pe. Giovanni Martoccia, Xaveriano. Com uma programação realizada desde fevereiro, a Escola da Fé, projeto idealizado pelo padre José Ramos das Mercês, Reitor da Basílica Santuário, vem evangelizando e ensinando conforme os ensinamentos de Deus e da Igreja, centenas de pessoas em Belém. Segundo a direção da Escola, o mesmo está sendo um sucesso de público e é direcionado para todos os interessados em compreender e viver a fé da Igreja Católica em Jesus Cristo ressuscitado. Esta terceira sessão de cursos acontecerá de 8

a 11 de Abril, das 19h às 21h no Centro Social de Nazaré localizado ao lado do estacionamento da Basílica Santuário, conhecido também como Parque de Nazaré. Mais informações sobre a Escola da Fé e seus cursos pelos telefones: (91) 8187-3203 (Ronaldo) / 8314 - 4611(Flávio Paixão) / 8112 0163 (Rubenval Júnior).

SERVIÇO Escola da Fé Terceira Sessão : Escatologia. Tema: Morte e Ressurreição Data: 08 a 11de Abril Hora: 19h às 21h Local: Centro Social de Nazaré Inscrição: Balcão de Atendimento da Basílica Santuário Valor: R$25


10

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Arquidiocese

Caderno Dois LUIZ ESTUMANO

LUIZ ESTUMANO

w DESAFIOS Comunidade trabalha para melhorar a nova paróquia

w UNIÃO Paroquianos dispostos a colaborar no serviço pastoral

MINHA PARÓQUIA, MINHA VIDA

Paróquia Santa Luzia do Bom Futuro é implantada na Arquidiocese de Belém Trabalho intenso de evangelização da comunidade ajudou a conquista paroquial

N

o dia 30 de março, a antiga comunidade Santa Luzia do Bom Futuro, localizada no bairro da Cabanagem, tornou-se mais uma paróquia da Arquidiocese de Belém, que foi elevada pelo intenso trabalho de evangelização no bairro. Com a implantação desta Paróquia, soma-se 80, em toda a Arquidiocese. A missa de implantação foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa e contou com a presença de muitos fiéis, que participaram do momento de transição da paróquia. Na ocasião, Dom Alberto empossou e apresentou para a comunidade o padre Valdir Gomes da Silva, como pároco. A Paróquia Nossa Senhora do Bom Futuro está localizada em um lugar humilde, acolhedor e muito receptivo, todos os comunitários que agora passam a ser paroquianos, são unidos e estão à frente de muitos trabalhos. Este é o cenário que descreve a nova paróquia. José Murilo Nogueira do Nascimento, que é um dos líderes comunitários, disse que o momento foi especial e que está muito feliz. “Ver minha comunidade virar paróquia foi um momento de muita emoção, pois ver um trabalho de evangelização com mais de 25 anos tendo um reconhecimento é motivo de muita alegria. E não me sinto feliz só por mim, mas também por todas as pessoas que participam de nossa comunidade por todos, que de uma certa forma foram os fundadores, e no dia 30 foi um momento ímpar para toda a comunidade”, disse o jovem. Padre Valdir Gomes da Silva é cearense, e está residindo em Belém desde junho de 2013, na Paróquia São Jorge, no bairro da Marambaia. Ele disse que o convite para assumir uma

COLABORAÇÃO/ALAN MONTEIRO

w MISSA Fiéis lotaram a paróquia no bairro da Cabanagem para conhecer seu pároco COLABORAÇÃO/ALAN MONTEIRO

de Santa Edwiges e foi desmembrada para ser elevada e fazer parte da Região Episcopal de São João Batista, e como o pároco é novo no local, ainda não conhece toda a realidade. Para isso, será realizada no final desta semana uma reunião com todos os líderes para definir o calendário da paróquia e todas as funções administrativas e evangelizadoras na Paróquia Nossa Senhora do Bom Futuro. O pároco também disse que tem muitos projetos para começar a colocar em ação na nova paróquia e que precisa da ajuda e de muitas doações. “Existem muitas coisas a fazer quando é criada uma paróquia, mas não podemos nos precipitar, temos que ter as prioridades. Aq u i o m e u p r i m e i r o projeto é a secretaria que é indispensável. Depois disso, terminar a reforma da Casa Paroquial, para que eu possa vir morar e junto com tudo isso, também o meu outro foco é fazer a unidade das comunidades. Meu trabalho vai ser nesse sentido de tentar trazer pra nossa paróquia todos que se sentem a vontade e fazer a unidade entre eles. Além é claro, de trabalhar com as pastorais, os movimentos e é isso que eu to querendo e pretendo fazer”, explicou o padre.

SERVIÇO w APRESENTAÇÃO Dom Alberto presidiu a missa de posse do pároco Valdir Gomes

paróquia veio diretamente no Arcebispo em dezembro do ano passado. “Dom Alberto me fez esse convite e fizemos todo o processo para tornar a antiga comunidade como paróquia. Dom Irineu quando ainda era pároco, nos ajudou muito nesse processo e hoje ela foi implantada

como paróquia e estou muito feliz”, disse o sacerdote. Segundo alguns p a ro q u i a n o s , a a n t i g a comunidade tinha toda estrutura de uma paróquia, porém só faltava ter um pároco e ser elevada. Murilo conta que os grupos ativos na comunidade são as

pastorais da catequese, do batismo, dízimo, pastoral do menor, da juventude. Grupo da Associação das Mães Apostólicas (AMA), Nova Vida, Anunciação, Renascer, Raymã e Escola de Evangelização Santo André (EESA). Padre Valdir disse que a nova Paróquia era comunidade

A Paróquia do Bom Futuro fica na Rua Bragança, entre Augusto Montenegro e Av. Independência. A comunidade precisa de ajuda e doações para a conclusão da Casa e Salão Paroquial, além da construção da secretaria. Quem quiser ajudar ou saber mais informações sobre a nova paróquia, pode entrar com contato com o Paulo no telefone: 8716-2691 ou Luiz: 8086-0012. Ajude!


BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

11

Santa Luzia do Bom Futuro

Paróquia Santa Luzia do Bom Futuro

LUIZ ESTUMANO

Bairro da Cabanagem Missa: Domingo, ás 8h e 19h Terça, ás 19h30 Quinta, ás 19h30


12

BELÉM, DE 4 A 10 DE ABRIL DE 2014

Palavra Final

O

lá meu irmão e irmã, no curso que ministrei sobre o CIC (Catecismo da Igreja Católica) no CCFC (Centro de Cultura e Formação Cristã), uma das questões que mais apareceram foi sobre o pecado. Para tentar ao menos indicar uma resposta sobre o tema que é por si vastíssimo, procurei resumir um texto que originalmente é mais extenso. Ao mesmo tempo, na medida em que estamos caminhando rumo à Páscoa, refletirmos sobre a realidade e a gravidade do pecado é algo de grande proveito, pois ajuda-nos no fortalecimento da consciência e na vontade de nos afastarmos do mal. O mundo contemporâneo, a civilização atual “não vê com bons olhos” qualquer reflexão ou doutrina que trate da questão do pecado. O motivo é simples: na mentalidade vigente busca-se negar qualquer consciência sobre a culpa, dessa forma instala-se uma concepção de inconsequência universal, ou seja, ninguém seria culpado. Uns dizem que todas as nossas ações têm suas origens em impulsos inconscientes, logo, não temos culpa e precisamos aprender a lidar com isso para sermos felizes. Entenda-se aqui “lidar” como aceitar. Outros dizem que nossas ações brotam de uma sociedade injusta e desigual, isto é, o homem é exclusivamente produto do meio, logo, não existem pecados pessoais, somente pecados sociais. Segundo essa concepção materialista, bastaria suprir as necessidades materiais da pessoa humana para que ela tivesse uma conduta moral virtuosa. Mas o que está por trás da negação da consciência da culpa e do pecado? Essa resposta é igualmente simples: a negação da responsabilidade. Dizendo de outra forma, o homem desde a modernidade e mais ainda na contemporaneidade empenhouse em negar a consciência sobre o pecado, visto que, negando o pecado, nega ao mesmo tempo a culpa; e negando a culpa, nega a responsabilidade. Essa mentalidade fica muito evidente, por exemplo, no período de carnaval, mas também em eventos como as “paradas gays”. Em tais acontecimentos pregam o “amor livre” onde a única regra é a busca do prazer. Se houver prazer não há mal algum, logo, não há pecado. Será? Ao católico cabe

Caderno Dois

Servindo à verdade PROF. RICARDINO LASSADIER

Pecado: triste realidade O pacado, segundo o Catecismo da Igreja Católica, é um desejo ou um ato contrário à Lei Eterna aprender a Doutrina da Igreja que é a inteligência da fé. Esta nos ensina que a realidade do pecado é presente na história humana e que seria inútil dar outros nomes ao pecado para camuflá-lo ou mesmo ignorá-lo (cf. CIC, 386). A Igreja crê na existência do pecado, não por gostar de modo masoquista da culpa e sim por compreender, que a consciência da culpa nos faz responsáveis e nos coloca em alerta para o recebimento da salvação. Por isso, nossas condutas devem ser guiadas pelo ensinamento do Magistério da Igreja, pautado na Escritura e na Tradição. A Igreja orienta dizendo: “O pecado é uma falta contra a razão, a verdade, a consciência reta; é uma falta ao amor verdadeiro para com Deus e para com o próximo, por causa de um apego perverso a certos bens. Fere a natureza do homem e ofende a solidariedade humana. Foi definido como ‘uma palavra, um ato, ou um desejo contrários à lei eterna” (CIC, 1849). Se ficarmos atentos a essa definição, as palavras usadas são aquelas que expressam uma idéia de negatividade, de ausência. O CIC usa por duas vezes a palavra falta em referência contrária à razão, a verdade, a consciência reta; assim como ao amor verdadeiro a Deus e ao próximo. Propomos uma breve consideração sobre a concepção de pecado enquanto falta. Falta contra a razão: implica postular à ignorância, a falta de conhecimento, a obscuridade inclusive em nível intelectual. Isso nos indica que o pecado pode eclipsar até a inteligência, o raciocínio. Basta lembrarmos

quanto mal foi causado, em diversos momentos da história, por pessoas inteligentes, mas que, no entanto viviam mergulhadas no pecado: Hitler, Lenin dentre outros. Falta contra a verdade: é a afirmação da mentira, do engano, é a proclamação da ilusão que se dirige à inexistência, é a negação da criação e do criador. É, então, algo abominável, fonte de heresias e apostasias. Falta contra a consciência: é o estabelecimento da inconsciência ou da falta de ciência das coisas de Deus. Sendo a consciência o “local” da intimidade entre o homem e Deus, afirmar a inconsciência é requerer a impossibilidade da relação entre homem e Deus, entre criatura e Criador, entre imagem e representado. O CIC também indica que o pecado constitui-se como dupla falta contra o amor em dois sentidos: para com Deus e para com o próximo. Falta do amor para com Deus: é a perversão do amor que sugere um “amor” egolátrico (idolatria de si mesmo), que se fecha e é incapaz de ver Deus como Ele é, mas ao contrario, é o desejo que imagina um deus que é imagem e semelhança do homem. Falta de amor para com o próximo: está ligado a falta anterior. Este

aspecto do pecado é a fonte da incapacidade de enxergar o homem em sua dignidade de pessoa, mas ao contrário, vê o próximo como um objeto destituído de existência própria. O próximo só existe mediante a utilidade que tem ou pode oferecer. O CIC também afirma que o pecado fere a natureza e ofende a solidariedade. A ferida produzida pelo pecado mostrase na impossibilidade de compor uma relação sadia, assim como no estabelecimento de uma concepção corrupta acerca da humanidade e sua natureza. Em uma palavra: perversão. O pecado, ainda segundo o CIC, é um desejo ou um ato contrário a Lei Eterna. É desejar o que é oposto a Vontade de Deus, aos seus Mandamentos, aos preceitos propostos e indicados por sua Igreja. É um apego a efemeridade, ao prazer volúvel, inconstante. É apegar-se a si e fechar-se a Deus; por isso o pecado entristece, ofende a Deus (CIC, 1850). Mente, portanto, todo aquele que diz amar a Deus, mas não se empenha em converter-se, em melhorar, em não pecar, em crescer em santidade. Que o pecado seja nossa tristeza e a santidade nossa alegria. Procurando pensar com a Igreja no serviço da Verdade, desejo-lhe desde já uma santa Páscoa. Fique com Nossa Senhora e São José. Graduado (Bacharel e Licenciado) e Especialista em Filosofia pela UFPA e Especialista em Teologia pelo CESUPA.

PRÓXIMOS ARTIGOS: Pe. Giovanni Martoccia

Maria Elisa Bessa de Castro

Irmã Ângela Tutas


Voz de Nazaré