Voz de Nazaré

Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

www.fundacaonazare.com.br belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

D o jornal católico da família D

Pe. Florence Dubois Fundador

ANO CIII - Nº 756 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Celebrar a vida consagrada Na Festa da Apresentação do Senhor, a Igreja celebra o XXI Dia Mundial da Vida Consagrada. Em Belém a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) realiza uma programação especial. CADERNO 2, Página 1 divulgação

w programação: como no ano passado, a Conferência dos Religiosos do Brasil realiza em Nazaré a Jornada Mundial da Vida Consagrada divulgação

provisões

Dom Irineu dá posse a mais um pároco

Padre Francisco, conhecido como Padre Red, é o novo pároco

da Paróquia de Santo André Apóstolo. caderno 2, página 3.

40 Horas festeja Nossa Senhora de Lourdes Paróquia de Ananindeua está vivenciando mais uma

festividade em honra a padroeira . caderno 2, página 11.

w novo pároco Padre Francisco Renova suas promessas diante de Dom Irineu luiz estumano/arquivo

ano letivo

Faculdade Católica de Belém Celebração eucarística presidida por Dom Alberto Taveira Corrêa

marca a abertura do ano acadêmico de 2017. caderno 2, página 5.

religiosa

50 anos de vida consagrada

w sede Faculdade Católica de Belém, na Rodovia BR 316, em Ananindeua

Irmã Margarida afirma ser a 'pessoa mais feliz do mundo

por ter escolhido a vida religiosa'. caderno 2, página 4.


2

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja Privilégio de ser católico João Carlos Pereira

charge do andré abreu

Jornalista e professor jcparis@orm.com.br

Católicos parados no estacionamento

N

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Panorama José Pereira Ramos (joseulina1@gmail.com)

Reformas do ano novo ( 2ª Parte)

P

Economista e escritor

rosseguindo o que iniciamos na última semana, sobre as reformas neste início de 2017, fico na esperança de que o rodízio dos párocos atraia as pastorais para uma atividade cada vez maior e mais esclarecida de suas ações missionárias. Também nas paróquias entregues às congregações religiosas. Quando chegamos ao Bairro de Nazaré, em 1971, o Pe. Giovanni Incampo já era o Pároco. Depois de tantos anos e tantas realizações na nossa região, retornou ao antigo cargo. No âmbito político nacional, ainda persiste um ambiente de incertezas e buscas de caminhos, agora agravados com a inesperada tragédia do acidente aéreo vitimando um juiz do STF. Precisamos rezar muito para que

Encontro Fraterno ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br

O tempo e eu

E

Engenheiro civil e escritor

m novembro do já passado ano de 2016, ao final do almoço que reuniu os poucos colegas remanescentes da turma de 1958 graduados em Engenharia Civil, um dos comensais assim se manifestou: É preciso aproveitarmos bem estes momentos, isto porque, mesmo se chegarmos aos 90 anos, só disporemos de mais dezesseis oportunidades.... Considerando que nos reunimos duas vezes por ano, concluímos que nosso colega já havia alcançado os 82 anos, a média da faixa etária do grupo. Tal afirmativa foi feita em tom de brincadeira, mas levou-nos à reflexão. Mais recentemente, o fisioterapeuta que me assiste, disse que estava triste diante do falecimento de uma cliente sua, acrescentando: ela estava com 87 anos, já viveu muito... São

Fun­da­do em 5 de ju­lho de 1913 fundador Pe. Flo­ren­ce Du­bois, bar­na­bi­ta

arquidiocese de belém-pará

presidente Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Be­lém do Pa­rá vice-presidente Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pa­rá

o nosso país tome um rumo certo. É necessário darmos um basta na corrupção no desamor, na violência. No âmbito internacional, no país de maior influência econômica no mundo, onde o presidente não precisa do maior número de eleitores para ser eleito, um polêmico cidadão que na propaganda eleitoral se declarava intransigente, tomou posse e aumenta as interrogações na nossa cabeça. O nosso Papa Francisco, de forma bem clara, pede-nos para que não sejamos egoístas. Que pratiquemos o amor, a confraternização e o respeito ao próximo. Não é uma missão fácil. Mas, não é impossível. Vamos pedir ao Espírito Santo que ilumine aqueles que têm de tomar decisões, dentro do amor e do perdão. A ambição pelo ter, possuir, desfrutar, é muito forte e leva muita gente a praticar injustiças. Porém, no mundo, vemos também todos os dias exemplos dignificantes de pessoas que amam a Jesus e deixam que o Espírito Santo atue em suas ações. Que lutam e trabalham em favor dos menos esclarecidos e os procuram ajudar. Rezemos para que haja mais amor, compreensão e perdão em 2017. ‘lembretes’ que podem deixar o idoso acuado, entre o tempo já vivido e que lhe pode restar. No entanto, as pegadas do passado não devem comprometer o momento presente, muito menos o medo de enfrentar o que virá. É preciso caminhar, potencializando-se no presente a experiência que acumulamos, na esperança de um futuro que não seja dominado pelo tempo. “Fechei os olhos e pedi um favor ao vento: leve tudo o que for desnecessário. Ando cansada de bagagens pesadas... Daqui para frente levo apenas o que couber no bolso e no coração” (Cora Coralina). A poetisa goiana cursou apenas até a terceira série do primário. Ao enviuvar, passou a fazer doces cristalizados para sustentar os quatro filhos, vendendo para vizinhos e amigos. Não se deixando dominar pelo tempo, aos 75 anos publicou seu primeiro livro, de uma série de tantos outros, sendo seu talento poético reconhecido nacionalmente. Não se acovardou diante do tempo, vindo a falecer aos 96 nos. “Por isso, queridos irmãos, durante este tempo de espera, esforcem-se para que Deus os encontre sem mancha e sem culpa, vivendo em paz” (2 Pd 3, 14).

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior diretor administrativo e financeiro ­Marcos Aurélio de Oliveira diretor de comunicação Mário Jorge Alves da Silva diretor de captação de recursos ­Arnaldo Pinheiro

a semana passada, o Papa disse uma coisa que teve a dimensão de uma advertência para a Igreja inteira. Ele alertou os católicos - leigos e religiosos (citou os padres, as freiras, os bispos, os consagrados, todo mundo) - para o comodismo a que nos entregamos (eu também). Criticou os que se acomodam na fé, não trabalham para mudar as estruturas injustas da vida e afirmou que muita gente transforma a Igreja num grande estacionamento de preguiçosos. Francisco foi duro no pronunciamento, porque conhece, melhor do que ninguém, a realidade que administra. Quando chama de preguiçosos os que se aquietam, é porque não dispõe de uma palavra melhor. Suavizar, abrandar, amolecer seria manter-se conivente com a moleza de quem acha que a Igreja de Cristo é um grande sombreiro, sob o qual cada um pode descansar, sem precisar olhar para o lado. Como fala para que todos entendam, disse em bom e claro italiano: a Igreja não é lugar onde os que não querem agir em favor da vida possam se esconder. A proposta de transformação do mundo que de que fala o Papa passa ao largo do comodismo. Ele já definiu a Igreja como um hospital de campanha, ao qual acorrem os feridos pela guerra do cotidiano, onde devem ficar de plantão médicos, cirurgiões, enfermeiros, psicólogos, cozinheiros, agentes de limpeza, todos, enfim, que atuam nesse tipo de serviço. Estar na Igreja significa ajudar a mover as estruturas para frente e para o alto. Para frente, enquanto caminhamos nesta vida. Para o alto, na preparação para o que virá. Quem não quiser participar do mutirão permanente pela vida não é digno de ser contado entre os membros de uma igreja que é santa, mas tocada por pecadores que devem aspirar à santidade. Ser Igreja é ser solidário. E solidariedade só se realiza na ação.

Assim na terra como no céu ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

Viver para o outro

N

a “Escola da Trindade” as lições não são apenas teóricas. Elas também ensinam e exigem muita prática. Só praticando é que uma pessoa se aperfeiçoa e cresce na “arte de amar” segundo o modo divino. Saber o que fazer é importante, mas praticar o que se sabe, é muito mais importante. Para “viver para o outro” (o ponto fundamental da primeira lição de quem entra na escola da Trindade!) é preciso praticar por um certo tempo (ao menos por um mês inteiro!) a frase do Evangelho: “Tudo o que fizerdes ao menor dos meus irmãos, é a Mim que fazeis” (Mt 25, 40). Lembrar-se desta frase do Evangelho nos motiva a fazer sempre o bem a cada pessoa que encontramos. Se você percebe que uma pessoa próxima de você está precisando de alguma coisa (uma água, uma informação, ou outra coisa qualquer), tomar a iniciativa e fazer o que a pessoa está precisando, é viver um aspecto do verdadeiro amor. Pode acontecer de lembrar-se disto uma vez no dia! Já é um passo importante! Aos poucos a gente vai adquirindo maior sensibilidade em perceber as necessidades dos irmãos, e praticando este “fazer o bem aos outros”, como se fosse diretamente a Jesus, sempre mais vamos entrando no estilo de vida da Trindade! Importante é começar a viver assim! Mais importante ainda é recomeçar sempre! E recomeçando sempre vamos perseverar até o fim! “Quem perseverar até o fim (da vida) será salvo” (Mt 24,13).

coordenação - INTERINO Padre Nilton Cezar Reis (DRT/PA 2840) conselho de programação e editoração Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro editoração eletrônica Sérgio Santos (DRT/PA 579) As­si­na­tu­ras, dis­tri­bui­ção, ad­mi­nis­tra­ção e re­da­ção Av. Go­v. Jo­sé Mal­cher, Ed. Pau­lo VI, 915 CEP: 66055-260

- Na­za­ré, Be­lém - PA Te­l.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Re­da­ção: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veí­cu­lo da Fun­da­ção Na­za­ré de Co­mu­ni­ca­ção ­CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Im­pres­so no par­que grá­fi­co de O Li­be­ral

fundação nazaré de comunicação


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Conversa com meu povo

3

Arcebispo

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Bem-aventuranças, boas notícias

O

Evangelho é a Boa Nova que Jesus veio ao mundo anunciar. A Boa Notícia chega aos corações, produzindo efeitos de conversão e de vida plena para todos. Durante o Ano Jubilar da Misericórdia, nós repetimos inúmeras vezes “Bemaventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”, expressão que foi cantada em todos os recantos da Terra, iluminando de forma especial os olhares dos jovens, reunidos com o Papa na Polônia para abraçarem novos critérios de felicidade e realização humana e cristã. Entretanto, é muito pouco falar de felicidade. O cristão projeta mais alto a sua existência, desejando que seja uma boa, mais ainda, excelente “aventura”. Uma bem-aventurança que conduz à plenitude para a qual todos os seres humanos foram criados. Se o Sermão da Montanha é chamado de “Carta do Reino”, a constituição de uma nova realidade, inaugurada por Jesus e em Jesus, as Bem-aventuranças (Cf. Mt 5, 1-12) são o ponto de partida para um projeto pessoal de vida, a ser assumido por todas as pessoas que professam a fé cristã e oferecido como proposta para toda a humanidade, indo em missão até os confins da terra. Quando o Evangelista São Mateus descreve Jesus no alto de uma montanha, de onde se vislumbra o Lago de Genesaré, ou Mar da Galileia, tinha certamente nos olhos do coração a memória, tão viva para os seus leitores, da lei oferecida ao povo na Aliança do Sinai. Jesus é o novo Moisés, portador da nova Lei inscrita nos corações e não em tábuas de pedra (Cf. 2Cor 3, 3). Aproximemonos como discípulos (Cf. Mt 5, 1-2), assentados em torno do Mestre para ouvi-lo! Esta é uma oportunidade privilegiada para acolher a Boa Notícia, deixá-la guardada no coração e assumi-la como missão. “Bem-aventurados os pobres no espírito, porque deles é o Reino dos Céus”. A liberdade diante das coisas é o ponto de partida para a experiência do encontro com Jesus. Várias vezes os Evangelhos nos mostram pessoas que deixaram tudo, redes, banca de impostos, projetos pessoais, vida pecaminosa, casa, pai, mãe, irmãos, terras, tudo o que possuíam, apenas para seguir a Jesus, apoiados apenas na Providência, com a certeza de virem a possuir bens mais consistentes. Jesus corta na raiz o apego às coisas, desmorona o ídolo da posse e da ganância. É notícia inusitada em todos os tempos, pois provoca uma revolução no interior dos corações, nos bolsos e nas relações sociais. “Na verdade, a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro. Por se terem entregues a ele, alguns se desviaram da fé e se afligem com inúmeros sofrimentos” (1 Tm 6, 10; Cf. Tg 5, 1-11). Imenso é o desafio de usar os bens sem deixar-se usar por eles. É caminho de bem-aventurança! “Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados”. Deixar-se enganar pela ilusão do

divulgação

w Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados

Uma bem-aventurança que conduz à plenitude para a qual todos os seres humanos foram criados bem estar, da falta de esforços e inclusive de lágrimas, prometer que não haverá sofrimentos na vida, ou não abrir os olhos das novas gerações para os esforços a serem assumidos é ludibriar as pessoas e conduzi-las a sofrimentos maiores ainda. Boa aventura é assumir a luta diária, inclusive com sangue, suor e lágrimas! É verdade a ser anunciada com calma, mas assumida com realismo. Pode parecer incrível, mas os que choram são bem-aventurados! É proposta de vida realizada!

“Bem-aventurados os mansos, porque receberão a terra em herança”. Basta olhar ao nosso redor para ver os frutos da força e da violência que se espalham por todo canto. Tantas armas, tanta raiva, ódio do diferente, competição e destruição continuam a mostrar seus frutos. Estamos ainda à espera dos corajosos, prontos a assumirem a proposta da não-violência ativa, a bem-aventurança da mansidão. Até lá, o Reino de Deus sofre, também ele, a violência originada

de nosso egoísmo! É hora de acordar! “Bem-aventurados os que têm fome e sede da justiça, porque serão saciados”. No mesmo Sermão da Montanha, o Senhor provocou seus ouvintes e todos nós: “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça” (Mt 6, 33). Buscamos as pessoas insatisfeitas, desejosas de novos valores, gente inquieta que quer a plenitude que só pode vir de Deus, cuja realização só acontecerá quando forem saciadas, bemaventuradas! “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia”. Esta bem-aventurança, proclamada em prosa e verso desde a chegada do Papa Francisco, é a força capaz de inverter a força de todos os justiceiros de todos os naipes e cores existentes no mundo. É a força da fraqueza, é bemaventurança! “Bem-aventurados os puros no coração, porque verão a Deus”. Ao ídolo do prazer, Jesus contrapõe a pureza de coração. Já o salmista cantava: “Senhor, quem entrará no Santuário prá te louvar? Quem tem as mãos limpas e o coração puro, quem não é vaidoso e sabe amar” (Cf. Sl 14). Mãos limpas e coração puro, lutar contra a correnteza no mundo que idolatra o prazer! Se os frutos do prazer desenfreado já se fazer ver, quem quer a bem aventurança comece a ser diferente! “Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus”. “A paz que é tão sonhada, cantada em canções tão lindas, só chegará até nós quando ouvirmos a voz do Senhor” (Mensagem Brasil). Bem-aventurança é construir a paz e não esperá-la passivamente. Ela é promovida quando se começa a amar, a sair de si mesmo, a oferecê-la como dom aos outros. Assim, a pessoa e o mundo serão bem-aventurados, porque edificaram a paz. “Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus”. “Bemaventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque é grande a vossa recompensa nos céus. Pois foi deste modo que perseguiram os profetas que vieram antes de vós”. As duas últimas bem-aventuranças, que se completam, são provocantes, pois dizem que podemos ser bemaventurados já, mesmo antes da solução de todos os problemas e da vitória sobre todos os males. É que com o sofrimento ou no meio da consolação, sempre é possível amar e ser bem-aventurados, se olharmos para todos os que enfrentaram provações e provocações e, mais ainda, se voltarmos os olhos da fé para “o bem-aventurado”, aquele que passou pela tortura, crucifixão e morte para chegar à Ressurreição. O Bem-aventurado tem um nome: Jesus Cristo!


4

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Arquidiocese agenda de dom alberto corrêa

agenda de dom irineu roman

n De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

n De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

w SEX 27 A SEG 30 JAN Em Viagem

w Sexta, 27 de janeiro

religiosas e os religiosos e posse do novo Vigário Episcopal para a Vida Religiosa Consagrada (Basílica)

TER 31 JAN

a Quinta, 2 de fevereiro

Em viagem ao Rio Grande do Sul (RS)

08h - Gravações 10h - Audiência

QUA 01 FEV

09h - Missa de abertura do Ano Letivo e Aula Inaugural (Faculdade Católica de Belém) 15h30 - Gravações QUI 02 FEV

06h30 - Missa (Carmelo Santa Teresinha - Benevides) 08h30 - Reunião do Conselho Episcopal 15h30 - Gravações 18h - Missa com as

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Aula Inaugural da Faculdade Católica de Belém em 1º de fevereiro Em prosseguimento as atividades pastorais e demais compromissos da Arquidiocese de Belém o Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, realiza extensa agenda nesta semana. O destaque está na celebração eucarística na quarta-feira, 1º de fevereiro, presidida por Dom Alberto que marca a abertura do ano

letivo da Faculdade Católica de Belém. O Arcebispo que também é Grão Chanceler da faculdade participa ainda da aula inaugural. Já na quinta-feira, 2 de fevereiro, Dom Alberto preside, às 6h30, missa no Carmelo Santa Teresinha, em Benevides, Região Metropolitana de Belém. Ainda no dia 2, ele celebrará missa

com religiosas e religiosos na Basílica Santuário de Nazaré, momento este que também marca a posse do Frei Paulo Alessandro Moreira Dias como o novo Vigário Episcopal para a Vida Religiosa Consagrada. Neste mesmo período o Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, está em viagem ao sul do país.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mt 5,1-12

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

1Jesus vendo as multidões subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2 e Jesus começou a ensiná-los: 3 “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos céus. 4 Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. 5 Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6 Bemaventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. 7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8 Bemaventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 9 Bemaventurados os que promovem a paz, porque serão filhos de Deus. 10 Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles

é o reino dos céus. 11 Bemaventurados sois vós quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós por causa de mim. 12 Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus”. B) Comentário O ser humano é feito à semelhança de Deus (Gn 1,26), o Santo por excelência. Só Ele é três vezes Santo (Is 6,3) e nos convoca: “Sede santos, porque eu, Iahweh, vosso Deus, sou santo (Lv 19,2)”. O Evangelho nos fala das “Bem-aventuranças”, ou seja, da “felicidade”; o bem que vem e se torna realidade. A felicidade ou Bem-aventurança em hebraico se diz “ashrê” ( Sl 84,13); em grego é “makários”, ou os “macarismos”: leque da felicidade. E o leque se abre para fora. Se alguém pergunta a Jesus:

“o que fazer para ser feliz; quem é feliz”? Ele responde com um elenco de condições e qualidades: os pobres, os aflitos, os mansos, os famintos, os misericordiosos, os puros, os pacíficos, e os perseguidos. Porém a cada uma das oito situações, se apresenta a razão de ser, como esclarecimento. O quadro se mostra como um contraste enorme, pois quem se sente feliz na aflição, na perseguição...? E mais, o mestre nos ordena a termos uma alegria ainda maior ou felicidade plena, convidando à alegria e exultação: “Alegrai-vos e exultai”(v12)... q u a n d o vo s p e r s e g u i re m , caluniarem, mentirem contra vós. E em oração lhe diríamos: Senhor, quem poderá alegrar-se neste turbilhão de padecimentos e agruras? Qual será a razão desta tamanha felicidade? Que felicidade é esta? Jesus aponta que é tê-lo como motivo: por causa de mim (v 11).

Assim sendo Jesus conduz o pensamento da plateia a uma dimensão escatológica, ou seja, o mestre leva o cristão a tornar-se cada vez mais um ser “futurisso”, que embora estando no tempo presente, ele invista todo o seu potencial, com perspectiva voltada ao futuro; com segurança de vitória por parte de quem pode garanti-la: o Cristo. Já no inicio da narrativa do discurso, fala que Jesus “subiu ao monte”. Isto quer mostrar a importância dos ensinamentos dele, que são tão aquilatados quanto foi o pacto sinaítico, o compromisso de Deus com o seu povo e do povo com Deus, no monte Sinai. Há uma felicidade que não a contemplamos a não ser com os olhos da fé e na dinâmica e energia que nos vem do Senhor. Vivendo estas qualidades evangélicas: “pobreza” ao modo de Cristo, e todas elas, nós seremos bemaventurados, seremos felizes.

Liturgia da Semana w 27/01, SEXTA-FEIRA Cor ( Verde ) Leitura (Hb 10,32-39) Responsório (Sl 36) Evangelho (Mc 4,26-34)

w 28/01, SÁBADO

Cor ( Branco) Leitura (Hb 11,1-2.8-19)

Responsório (Lc 1,69-70.71-72.73-75 ) Evangelho (Mc 4,35-41)

w 29/01, DOMINGO Cor ( Verde) Primeira Leitura (Sf 2,3; 3,12-13) Responsório (Sl 145)

Segunda Leitura (1Cor 1,26-31) Evangelho (Mt 5,1-12a)

w 30/01, SEGUNDA-FEIRA

Cor ( Verde) Leitura (Hb 11,32-40) Responsório (Sl 30) Evangelho (Mc 5,1-20)

w 31/01, TERÇA-FEIRA

Cor ( Branco) Leitura (Hb 12,1-4) Responsório (Sl 21) Evangelho (Mc 5,21-43)

w 01/02, QUARTA-FEIRA Cor ( Verde) Leitura (Hb 7,25–8,6)

Responsório (Sl 39) Evangelho (Mc 3,7-12)

w 02/02, QUINTA - FEIRA Cor ( Branco) Leitura (Ml 3,1-4) Responsório (Sl 23) Evangelho (Lc 2,22-40)


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

5

Vaticano

C

om informações da Rádio Vaticano. “Nós, cristãos de hoje, temos a alegria de proclamar e testemunhar a nossa fé, porque houve aquele primeiro anúncio, porque houve aqueles homens humildes e corajosos que responderam generosamente ao chamado de Jesus”. Foi o que disse o Papa Francisco na sua alocução que precedeu a oração mariana do Angelus na Praça de São Pedro no domingo, 22, na qual ele comentou a passagem do Evangelho sobre o início da pregação de Jesus na Galileia e o chamado dos apóstolos. “O Evangelho deste domingo narra o início da pregação de Jesus na Galileia. Ele deixa Nazaré, um vilarejo nas montanhas, e se estabelece em Cafarnaum, um importante centro à margem do lago, habitado principalmente por pagãos, o ponto de cruzamento entre o Mediterrâneo e o interior da Mesopotâmia. Esta escolha significa que os destinatários de sua pregação não são apenas seus compatriotas, mas todos aqueles que chegam à cosmopolita “Galileia das nações”. Vista da capital Jerusalém, aquela terra - continuou Francisco - é geograficamente periférica e religiosamente impura, por causa da mistura com aqueles que não pertenciam a Israel. Da Galileia não se esperavam certamente grandes coisas para a história da salvação. No entanto, dali se espalha a “luz” sobre a qual refletimos nos domingos passados: a luz de Cristo. A mensagem de Jesus espelha a de Batista, anunciando o “reino dos céus”. Este reino não comporta o estabelecimento de um novo poder político, mas o cumprimento da aliança entre Deus e seu povo, que vai inaugurar uma época de paz e justiça. Para realizar este pacto de aliança com Deus, - afirmou o Papa

Angelus

Papa: converter-se não é mudar de roupa, mas de atitude

Passagem do Evangelho sobre início da pregação de Jesus na Galileia fotos: divulgação

w papa Francisco durante o Angelus do domingo 22 de janeiro

- cada um é chamado a converter-se, transformando sua maneira de pensar e de viver. Não se trata de mudar as roupas, mas as atitudes! “O que diferencia Jesus de João Batista – destacou o Papa – é o estilo, o método. Jesus escolhe ser profeta itinerante. Ele não espera as pessoas, mas se move ao encontro delas”. As primeiras saídas missionárias

de Jesus ocorrem ao longo do lago da Galileia, em contato com a multidão, especialmente com os pescadores. Ali Jesus não só proclama a vinda do reino de Deus, mas procura os companheiros para associar à sua missão de salvação. Neste mesmo lugar encontra dois pares de irmãos: Simão e André, Tiago e João; Ele os chama dizendo: “Sigam-me, eu vos farei pescadores de homens”. O

chamado os alcança no auge de suas atividades diárias: o Senhor se revela a nós não de modo extraordinário ou sensacional, mas na quotidianidade de nossas vidas. A resposta dos quatro pescadores é imediata e pronta: “No mesmo instante eles deixaram as suas redes e o seguiram”. “Nós, os cristãos de hoje, temos a alegria de proclamar e testemunhar a nossa fé porque houve aquele primeiro anúncio, porque houve aqueles homens humildes e corajosos que responderam generosamente ao chamado de Jesus”. “Às margens do lago, em uma terra impensável, nasceu a primeira comunidade de discípulos de Cristo. A consciência destes princípios inspire em nós o desejo de levar a palavra, o amor e a ternura de Jesus em todos os contextos, até mesmo ao mais impermeável e resistente. Todos os espaços da vida humana são terreno onde lançar as sementes do Evangelho, para dar frutos de salvação”. Francisco concluiu pedindo que a Virgem Maria nos ajude com a sua intercessão materna a responder com alegria ao chamado de Jesus e nos coloque a serviço do Reino de Deus.

Papa Francisco envia mensagem ao novo presidente dos EUA Com informações da Rádio Vaticano. Em ocasião da posse do 45° presidente dos Estados Unidos, o Papa Francisco enviou uma mensagem a Donald Trump que, na tarde da sextafeira, 20, prestou juramento diante do Capitólio, em Washington. Na mensagem, o Pontífice faz suas cordiais felicitações e assegura suas orações a fim de que Deus conceda sabedoria e força ao novo presidente no exercício do cargo. O Papa sublinha ainda o atual momento vivido no mundo com as “graves crises humanitárias” que exigem “respostas políticas unitárias e de longo alcance” e reza para que as decisões do novo presidente “sejam guiadas pelos ricos valores espirituais e éticos que construíram a história do povo americano”

O “N

e pelo empenho do seu país na promoção “da dignidade humana e da liberdade em todo o mundo”. No texto, Francisco diz ainda que, “sob a sua liderança, a estatura da América” possa ser medida pela preocupação com “os pobres, marginalizados e necessitados, como Lázaro, que está diante da nossa porta”. O Papa finaliza pedindo ao Senhor que conceda ao novo presidente, Donald Trump, à sua família e “a todo querido povo americano, suas bênçãos de paz, concórdia e toda prosperidade material e espiritual”. A posse foi acompanhada por milhares de pessoas nos jardins do Capitólio. Donald Trump foi eleito em 8 de novembro de 2016 com 47,01% dos votos.

fereçamos aos homens e mulheres do nosso tempo narrativas marcadas pela lógica da “boa notícia”. (24 de janeiro) ão temas, porque eu estou contigo” - Comunicar esperança e confiança no nosso tempo! (23 de janeiro)

w sede Fórum Mundial da Economia, onde esteve Cardeal Parolin

Diplomacia do Vaticano está mais dinâmica com Francisco Com informações da Rádio Vaticano. A diplomacia do Vaticano está mais dinâmica: foi o que disse o Secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin, na quinta-feira, 19, durante seu discurso em Davos, no 47º Fórum Mundial da Economia. “A atividade diplomática da Santa Sé aumentou muito, principalmente em razão da personalidade do Papa Francisco: isso é claro. Ele assumiu um papel de grande líder, de guia para os desafios globais presentes. E é reconhecido como um líder global. Quando recebemos no Vaticano as delegações de diversos Estados ou de diversas organizações, normalmente reconhecem este papel. Isso ficou muito claro, por exemplo,

na Conferência de Paris sobre as mudanças climáticas. Esta é, portanto, uma das razões pelas quais a diplomacia do Vaticano hoje está mais dinâmica”, declarou o Cardeal. O S e c re t á r i o d e E s t a d o recordou que o Pontífice, após a sua eleição, delineou três objetivos para a diplomacia do Vaticano: “O primeiro: lutar contra a pobreza. O segundo: construir pontes. Muitas vezes, quando lhe perguntam o que fazer em situações difíceis, de conflito e confronto, ele responde dizendo: ‘diálogo, diálogo, diálogo!’. O terceiro objetivo – explicou o Cardeal – é aquele de alcançar a paz no mundo. E seguindo estas três linhas, procuramos intervir nas situações onde é possível intervir”.


6

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja no Brasil fotos: divulgação

142ª edição da Festa

Festa de Nossa Senhora dos Navegantes em Porto Alegre Expressão da devoção mariana do povo gaúcho

C

om informações da agência Gaudium Press. A Arquidiocese de Porto Alegre iniciou no domingo, dia 22 de janeiro a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, no Rio Grande do Sul, com uma ampla programação que perdura por nove dias. Esta é a 142ª edição da Festa. A abertura oficial começa com uma missa presidida pelo bispo auxiliar Dom Adilson Busin, seguida da procissão e translado da imagem de Nossa Senhora dos Navegantes para o Centro Histórico da capital. No dia 2, quinta-feira, feriado na capital gaúcha, haverá missa logo pela manhã, seguida de grande

procissão que sai do Santuário de Nossa Senhora do Rosário e vai até o Santuário Nossa Senhora dos Navegantes. Esta procissão é considerada o ponto alto do evento, atraindo milhares de fiéis e peregrinos. Esta comemoração religiosa é a maior expressão pública da devoção mariana do povo gaúcho. No ano passado mais de 140 mil pessoas participaram da procissão com a imagem da Virgem sendo transportada pelos fiéis pelas ruas de Porto Alegre. Para 2017, quando em todo o Brasil se comemora o Ano Mariano, considera-se um número maior de

w procissão ponto alto do evento, atrai milhares de fiéis e peregrinos

participantes. Nossa Senhora dos Navegantes

A devoção e a designação de Nossa Senhora dos Navegantes têm início no século XV, com o ciclo das navegações dos europeus, especialmente com os portugueses. Aqueles que viajavam pelo mar pediam proteção a Nossa Senhora para retornarem aos seus lares. Maria tornouse a protetora durante as tempestades e nos demais momentos de perigos que o mar e os rios oferecem ainda hoje. A primeira imagem de Nossa Senhora dos Navegantes foi trazida de Portugal pelos navegantes. O descobridor do Brasil Pedro

Álvares Cabral trazia em sua nau capitânia uma imagem de Nossa Senhora da Boa Esperança -outro título para Nossa Senhora dos Navegantesque chegou às Índias com ele, onde uma capela em sua homenagem foi erguida e ali ficou até o século XVII. Atualmente esta imagem encontrase na Igreja da Sagrada Família, em Belmonte, Portugal. Para o Brasil, com os navegantes portugueses, trouxeram em suas c a rave l a s N o s s a S e n h o ra d o s Navegantes que também é conhecida como Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Boa Viagem e também como Nossa Senhora da Boa Esperança e Nossa Senhora da Esperança.

Diocese de Rio Preto promove campanha de ajuda ao Haiti Com informações da CNBB. A Diocese de Rio Preto, no interior de São Paulo, realizou a campanha “Alimente a Esperança – Ajude o Haiti”, com o objetivo de arrecadar alimentos para o país mais pobre das Américas e que vem sofrendo com catástrofes naturais, o Haiti. A campanha, que durou trinta dias, contou com o apoio de todas as

paróquias e comunidades da diocese. Com a atitude, cerca de 80 toneladas de alimentos não perecíveis foram arrecadados. “Acredito que nossa campanha levará um pouco de conforto para este povo que vem sofrendo tanto com as catástrofes naturais”, declarou o bispo de Rio Preto, Dom Tomé Ferreira da Silva. w integrantes do grupo Mãos Ungidas Interpretam os materiais

Pastoral do Surdo de Sorocaba oferece vídeos em Libras sobre a CF 2017 w Dom Jaime na sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte

Arcebispo Natal participa de reunião para tratar do sistema prisional Com informações da Arquidiocese de Natal. O Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, participou na quarta-feira, 18, na sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), em Natal, da qual também participaram representantes de algumas instituições, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RN). Na ocasião, o presidente TJRN, desembargador Expedito Ferreira, anunciou a criação de uma força-tarefa de juízes e servidores para analisar os processos de presos ainda não levados a julgamento, mas que estão encarcerados em unidades prisionais do Estado número que chega a 2.901 presos em um universo de 8.242 apenados. De acordo com informações publicadas no site do TJRN, o esforço concentrado irá contar com a participação do Ministério Público Estadual, Defensoria Pública

e OAB. Após a análise dos processos referentes aos presos provisórios, a situação dos presos já condenados também passará por uma revisão. Os primeiros resultados devem ocorrer em até 90 dias. Na reunião, Dom Jaime falou da necessidade de o sistema carcerário fazer uma triagem dos presos. “Quem cometeu uma infração leve, não pode ficar no mesmo espaço de quem já está com a pena definida, que cometeu delitos graves”, disse o Arcebispo. Ele defende que haja um presídio para cada tipo de crime. Dom Jaime também destacou a necessidade de uma agenda pelo desencarceramento, como defende a Pastoral Carcerária. A agenda aponta para a exigência de um programa de desencarceramento que estabeleça metas claras para a redução imediata da população prisional.

A oração, a explicação do cartaz e o hino da Campanha da Fraternidade de 2017 estão disponíveis em vídeo com interpretação na Língua Brasileira de Sinais (Libras). Esta é uma iniciativa da Pastoral do Surdo da Arquidiocese de Sorocaba (SP), que desde 2015 interpreta os materiais da CF para oferecer aos surdos. Neste ano, o tema proposto para a Campanha é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (cf. Gn 2, 15). Interpretam os materiais integrantes do grupo Mãos Ungidas. Dayane Abreu apresenta a explicação do cartaz, Wesley de Almeida a oração e Thais Rosa o hino da CF 2017. “Desde 2015 interpretamos em Libras os vídeos da Campanha da Fraternidade, pois a Campanha é muito rica e é importante que nossos irmãos surdos entendam a riqueza desse período da Quaresma, para poder viver sempre o que aprenderam e para isso é importante a tradução na Língua Brasileira de Sinais”, conta a assessora da Pastoral do Surdo na Arquidiocese de Sorocaba, Maria Angela de Oliveira. Inspiração na CF

A inspiração para o trabalho da

Pastoral do Surdo da arquidiocese de Sorocaba foi a Campanha da Fraternidade de 2006, quando o tema proposto para a ocasião foi “Fraternidade e pessoas com deficiência”. O lema daquela edição, “Levanta-te e vem para o meio”, motivou a atual assessora, Maria Angela, a aprender Libras e procurar pessoas para que pudessem participar das missas e da catequese com a tradução na língua de sinais. Atualmente, a arquidiocese conta com 18 paróquias que oferecem interpretação da liturgia da missa em Libras nos finais de semana. Todo o trabalho desenvolvido levou à criação, em 2014, da Casinha de Nazaré, a Obra Social da Pastoral do Surdo da Arquidiocese de Sorocaba, que tem o apoio do arcebispo emérito, dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues. O local é o ponto de encontro dos surdos, onde participam de oficinas gratuitamente, tais como de Libras, alfabetização na Língua Portuguesa, Português, Matemática, música, costura, pintura, tricô e crochê, informática, fotografia, capoeira, teatro, dança e dinâmicas de grupo. Tudo isso funciona com o apoio de estudantes universitários e profissionais voluntários.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

7

Igreja no Mundo

C

om informações da agência Gaudium Press. O Congresso Apostólico Mundial da Misericórdia (WACOM) foi realizado nas Filipinas de 16 a 19 de janeiro. No primeiro dia houve celebração eucarística na Catedral de Manila, presidida pelo Núncio Apostólico nas Filipinas, Dom Giuseppe Pinto e concelebrada pelo Cardeal Luis Antonio Tagle, Arcebispo de Manila, o Presidente da Conferência Episcopal das Filipinas Dom Sócrates Villegas, e outros prelados. “Somos os discípulos que Jesus quer que esteja com sua misericórdia... Somos os discípulos da Misericórdia”, pregou o purpurado. “Quando nós fazemos nossos atos de misericórdia, não se trata de nós, não é nosso trabalho, é a obra de Jesus, assim que ninguém pode ufanar-se”. O Cardeal pediu para refletir sobre como Deus tem sido misericordioso conosco e alcança a todos sem importar suas circunstâncias, criando uma família nascida aos pés de Cristo na Cruz. “Inclusive na morte, Jesus vem com a misericórdia de Deus. Não há necessidade humana ou crise ou dificuldade que Jesus não possa tocar. Jesus é o rosto, a voz, as mãos da misericórdia do Pai”.

Deus misericordioso

Congresso Apostólico Mundial da Misericórdia nas Filipinas Dedicação do monumento mais alto do mundo à Divina Misericórdia O Legado Papal para o Congresso Apostólico Mundial da Misericórdia, o Cardeal Philippe Barbarin, foi recebido pelo Cardeal Orlando Quevedo, Arcebispo de Cotabato. O Cardeal Quevedo, em sua palestra, pregou sobre a necessidade de refletir a Fé na vida diária e na dimensão pública, pedindo aos fiéis atender o guia moral dos Bispos em temas controversos da sociedade, como as execuções extrajudiciais vividas no país. No dia 19, os delegados do WACOM participaram das obras de misericórdia da Igreja local, da Eucaristia presidida por Dom Martín Uzoukwu, Bispo de Minna, Nigéria e acompanharão a bênção e dedicação do monumento mais alto do mundo dedicado à Divina Misericórdia, que perpetuará a memória do WACOM 2017.

fotos: divulgação

w congresso contou com a participação de centenas de pessoas

Legisladores no Egito buscam resgatar Caminho da Sagrada Família Com informações da agência Gaudium Press. O Presidente da Câmara de Representantes do Egito, Al Abdel Aal, manifestou recentemente a intenção de trabalhar para a recuperação do “Caminho da Sagrada Família”, uma rota de peregrinação pelos l u g a re s q u e s e g u n d o a tradição percorreram São José, a Santíssima Virgem e o Menino Jesus para proteger-se da perseguição do rei Herodes. A i n i c i a t i va , q u e a s autoridades concebem como um fomento ao turismo religioso na região, requer um notável investimento em infraestrutura, meios de transporte e hospedagem para permitir acolher aos peregrinos na totalidade

do caminho. Projetos anteriores identificaram o início da peregrinação à cidade de Al-Arish, localizada no norte do Sinai, e o ponto de destino o M o s t e i ro d a Vi rg e m Maria (Al-Muharraq) no ElQusiya, a 60 quilômetros d e A s s i u t . U m a c ova neste lugar foi, segundo a tradição, a residência da Sagrada Família durante seis meses, e o mosteiro é lugar de peregrinação desde o século XIII. A agência Fides informou que se estabeleceu nos últimos meses de 2016 um comitê para fazer um relançamento da proposta no Ministério de Turismo do Egito. O grupo está encabeçado por Hisham o Demeiri, ex-chefe da

w rota peregrinação por onde passou a Sagrada Família

Autoridade Egípcia para a promoção do turismo,

organismo que já havia trabalhado na restauração

da gruta de Abu Sarga, onde se construiu um templo no século V e se considera que foi o lugar de descanso da Sagrada Família no caminho de retorno à sua pátria. O “Projeto Sagrada Fa m í l i a ” c o n t a c o m o apoio de pelo menos 24 parlamentares egípcios, que se comprometeram a favorecer a implementação do mesmo em um Congresso organizado pela Associação Copta Americana em setembro de 2016. Estimativas do impacto do projeto afirmam que o número de peregrinos anuais que atrairia o Caminho da Sagrada Família seria superior a um milhão de pessoas, especialmente no tempo do Natal.

“Permaneçam firmes na Fé” é o tema do Dia dos Mártires de Uganda Com informações da agência Gaudium Press. Dom Vincent Kirabo, Bispo de Hoima, Uganda, anunciou o tema do Dia dos Mártires de Uganda, uma multitudinária celebração que constitui a maior manifestação pública de Fé do país e ao qual acodem peregrinos de diversos países da região. O tema selecionado por Dom Kirabo é uma citação da Carta aos Colossenses: “Permaneçam

firmes na Fé que lhes ensinou”. “Este tema nos chama a sermos testemunhas fortes em nossa Fé, nossas vidas pessoais, os lugares de trabalho e nas áreas onde vamos descansar”, indicou o Bispo. O prelado destacou a celebração do primeiro centenário da Evangelização em mais de cinco paróquias locais e a celebração dos 52 anos de existência da Diocese. “Estamos muito maduros

em nossa Fé e o que necessitamos é aprofundar no Evangelho”, afirmou. O anúncio foi realizado pelo Bispo durante a Peregrinação Mariana Diocesana na Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus, no dia 1º de janeiro. O Dia dos Mártires comemora aos crentes que deram a vida pela causa da perseguição do rei Kabaka Mwanga II. O grupo de 22 mártires católicos

que foram beatificados por Bento XV em 1920, enquanto que o Beato Papa Pablo VI os canonizou em 1964. Além deste grupo de mártires, dois catequistas assassinados por ódio à Fé em 1918 foram beatificados em 2002 por São João Paulo II e sua memória se agrega à dos Santos anteriores. Dos dois mártires canonizados, Santo Andrew Kaggwa e Santo Anatoli Kiriggwajjo, eram oriundos da Diocese de Hoima.

Livro conta como foi difundida a devoção aos anjos

w livro "Anjos e Jesuítas” de autoria de Padre Marcello Stanzione

Com informações da agência Gaudium Press. Os padres da Companhia de Jesus, os Jesuítas, são conhecidos por serem grandes missionários. E são conhecidos também como grandes educadores e teólogos. Porém poucos sabem o quanto foram eles os responsáveis pela expansão da devoção aos Santos Anjos. “Graças aos jesuítas houve uma grande difusão da devoção aos anjos durante os séculos XVI, XVII e XVIII. Eles publicaram centenas de ensaios e escritos teológicos sobre os anjos”.

É o que afirma o Padre Marcello Stanzione, autor do livro “Anjos e Jesuítas”. Padre Marcello compilou todas estas histórias no livro “Anjos e jesuítas”. Ele é um dos maiores especialistas em Anjos. Sobre eles escreveu mais de 50 livros. Santo Inácio, São Francisco Xavier, São Pedro Fabro, os primeiros jesuítas tiveram sempre muito presente em suas pregações, os anjos. A eles encomendavam muitas de suas missões. Uma dessas missões que foram encomendadas e postas sob a proteção dos anjos foi o Japão.


8

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Nazaré Repórter

rádio nazaré

fm

z mh 3 . 91

J Baile Infantil

l Programa Saúde e Cidadania

No próximo dia 18, às 17h, acontece no salão paroquial Dom Vicente Zico, da Paróquia da Santíssima Trindade, no bairro da Campina, o segundo Baile Infantil de Carnaval. O evento é organizado pelo Encontro de Casais com Cristo (ECC). Ao som de marchinhas católicas, as crianças participarão de brincadeiras e concursos que favoreçam o sadio entrosamento entre elas. A entrada é gratuita. Mais informações na Secretaria da Paróquia ou no telefone: 3323-4871.

Na próxima segundafeira, 30, o Programa Saúde e Cidadania esclarecerá todas as dúvidas sobre a depressão – doença mal compreendida por muita gente e que afeta mais de 350 milhões de pessoas de todas as idades e gêneros. Quer saber mais sobre o tema? O psiquiatra Deyvson Reis esclarecerá tudo sobre o assunto. Sintonize 91,3MHz a partir de 16h e participe conosco! Interaja durante a programação ligando para a central de atendimento,

J Casamento especial na Paróquia do Santo Antônio de Lisboa A Paróquia de Santo Antônio de Lisboa, no Bairro de Batista Campos, informa que abrirá durante o mês de fevereiro as inscrições para novas turmas do casamento especial. As inscrições ocorrerão diretamente na secretaria paroquial, localizada na Rua dos Tamoios, 1875. Informações na secretaria das 08h às 12h e das 14h às 18h ou pelo telefone (91) 3222-0097 e 3215-7004.

fotos: divulgação

número 4006-9211, ou acessando as redes sociais da Rádio Nazaré.

Rádio Nazaré FM - 91,3. A serviço da vida. nossa missão é evangelizar!

rede nazaré de televisão

al can

30

J Paróquia promove

1º baile de carnaval

A Paróquia de São Francisco de Assis, no bairro da Campina, em Icoaraci, promove no próximo dia 11, às 22h, o 1º Baile de Carnaval. O evento ocorrerá em um espaço anexo à matriz, com apresentações musicais, sorteios e concurso para escolha da melhor fantasia e desfile da rainha do carnaval. Ingressos disponíveis na paróquia. Informações (91) 3297-0765.

l Novena De Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Os telespectadores da Rede Nazaré de Televisão podem acompanhar todas as terças-feiras, às 15h, ao vivo, diretamente do Santuário, localizado no Bairro do Telegrafo, em Belém, a novena da Mãe do Perpétuo Socorro. A devoção em Belém remonta a 1947,

portal nazaré

com a chegada dos padres redentoristas, responsáveis por levar ao mundo o conhecimento dessa devoção, a pedido de Pio IX, em 1866, ao confiar aos Missionários Redentoristas a missão de torná-la conhecida e amada em todo o mundo: “Fazei que todo o mundo a conheça”. w. ww re. a naz .br o a com dac fun

l Aplicativo Rede Nazaré J Seminário Laudato Si´ A Rede Eclesial Pan-Amazônica, em parceria com a Comissão Episcopal para a Amazônia, promoverá, em maio, o Seminário Laudato Si’, a ocorrer em vários municípios do estado atendidos pelo Regional Norte 2 da CNBB, entre os quais, Abaetetuba, Belém, Cametá, Bragança e Ponta de Pedras, no Marajó. Podem participar pessoas ligadas às dioceses e prelazias do Regional. Informações: 3266-0055.

J FESTIVIDADE DE NOSSA

SENHORA DOS NAVEGANTES

A comunidade de Nossa Senhora dos Navegantes, na Vila da Barca, celebra a sua padroeira, com o tema “Navegando contigo, Santa Maria, para os braços de Jesus e seu coração” e o lema “Maria contigo é tão doce navegar”. A programação iniciou-se no dia 23 e segue até o dia 2, com procissão luminosa por algumas ruas do bairro do Telégrafo.

J Festividade na Vila dos Cabanos A Comunidade Nossa Senhora do Livramento, pertencente à Paróquia São José Trabalhador, na Vila dos Cabanos, Barcarena, promove a partir deste final de semana a sua festividade, este ano com o tema “Com a Virgem do Livramento vivenciemos os valores cristãos na família”. O Círio acontece domingo, 29, a

partir das 8h, com saída da Comunidade Nossa Senhora das Dores, em Itupanema. Durante toda a semana novenários e noites temáticas. A festa da padroeira acontece no dia 5 de fevereiro com Missa, Coroação de Nossa Senhora e Bingo Festivo a partir das 10h. Mais informações pelo telefone 99120-5587.

Desde outubro de 2015 a Fundação Nazaré de Comunicação disponibiliza de maneira gratuita o aplicativo “Rede Nazaré”. Através dele é possível acompanhar a produção da Rede Nazaré de Televisão, da Rádio Nazaré FM 91,3 FM, e o Programa Voz do Pastor, apresentado por Dom Alberto Taveira, Arcebispo de Belém. Baixe o aplicativo

no celular ou no tablet com os sistemas operacionais IOS e Android.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

9

Fundação Nazaré Escute na Rádio Nazaré FM 91.3 SEXTA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05- Especial Pe. Zezinho 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R.C .R 09h00 - Nazaré em revista 09h30 - Informe Noticias 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Segurança e cidadania 14h30 - Informe Noticias 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticias 15h55 - Plantão R .C .R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Saudade em Versos e Canções 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

SÁBADO 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 06h30 - Questão de Fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje

07h30 - Musical Mensagem 08h00 - Conhecendo Jesus 10h00 - Maria de Todos os Povos 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Musical Nazaré 15h00 - Criança Evangelizando Criança 16h00 - Evangelizando Através do Dizimo 17h00 - A vida e o tempo 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Musical Nazaré 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Domínio jovem 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat

DOMINGO 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 07h00 - Santa Missa 08h00 - Vem e Segue-me 10h00 - Domingo Alegre 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - As Mais Tocadas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 19h00 - Clássico Nazaré 20h00 - Circuito M.P.B 22h00 - A voz do Pastor 22h15 - Especial PE. Zezinho 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

SEGUNDA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Abertura da Emissora 05h00 - Lírio Mimoso

Ligue: (91) 4006-9251 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 -Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R.C.R 09h30 - Informe Notícia 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h50 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h20 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R .C .R 16h00 – Saúde e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios da Alegria 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Crescendo na Fé 21h00 - Orando com Você - Com. Maíra 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

TERÇA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Dolorosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R.C .R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R

10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Regina Coeli, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R .C . R 16h00 - Direito e cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h25 - Informe Notícia 17h30 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 17h45 - Voz do Pastor 18h00 - Novena Nossa Senhora Perpétuo Socorro 18h30 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Família em Ação 22h00 - A voz do pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat - Igreja no Rádio

QUARTA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus 05h15 - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R .C. R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R .C. R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do Pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Varanda Musical 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h30 - Informe Noticia 15h55 - Plantão R.C .R 16h00 - Educação e Cidadania 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia

17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do Terço - Mistérios Gloriosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você - Com. Mar adentro. 22h00 - A voz do pastor 22h30 – Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem de Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

QUINTA - FEIRA 04h00 - Abertura da Emissora 04h05 - Especial Pe. Zezinho 05h00 - Lírio Mimoso 05h05 - Cura-me Senhor 05h10 - Ângelus - Liturgia das horas - Laudes 05h30 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 06h00 - A Voz do Pastor 06h15 - Forrozinho da fé 07h00 - Jornal Brasil Hoje 07h35 - Novo tempo 08h00 - Igreja ponto a ponto 08h55 - Plantão R .C .R 09h00 - Nazaré em revista 09h55 - Plantão R.C.R 10h30 - Informe Notícia 11h55 - Momento de Oração - Ângelus, Pai - nosso 12h00 - A voz do pastor 12h15 - Cardápio Instrumental 13h30 - Informe Notícia 14h00 - Entre nós 14h30 - Informe Notícia 15h00 - Terço da Misericórdia 15h15 - Musical Nazaré 15h30 - Informe Notícia 15h55 - Plantão R .C .R 16h00 - Varanda Musical 16h30 - Informe Notícia 17h30 - Informe Notícia 17h45 - Ângelus - Liturgia das Horas - Vésperas 18h00 - A Voz do Pastor 18h15 - Oração do terço - Mistérios Luminosos 18h40 - Musical Mariano 19h00 - Voz do Brasil 20h00 - Musical Mensagem 21h00 - Orando com Você 22h00 - A voz do Pastor 22h30 - Jornal R.N.A 23h00 - Programa Salmos ao Deus da Vida 23h50 - Mensagem De Encerramento 00h00 - Rede Milícia Sat – Igreja no Rádio

Assista na TV Nazaré - Canal 30 SEXTA - FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - Mãe Maria 02h55 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Evangeliza Show 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Diálogo Aberto 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Doloroso 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - Meu Pensamento 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Sobre Todas as Coisas 10h30 - De Mãos Dadas 10h55 - Palavra de Vida Eterna 11h00 - Terço das Santas Chagas 11h30 - Mãe Maria 11h45 - Desenho 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - Meu Pensamento 13h50 - Mãe Maria 14h00 - Igreja Que Sofre 14h30 - Despertai Para o Amor 15h00 - De Coração 15h30 - De Mãos Dadas 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Caminhando Na Fé 17h15 - Sobre Todas as Coisas 17h30 - Terço Doloroso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Clip Show 21h00 - Meu Pensamento 21h05 - Mãe Maria 21h15 - Terra Santa News 21h40 - Palavra de Vida Eterna 21h45 - Nazaré Notícias 22h30 - Espaço Cultural 23h58 - Encerramento da Programação da TV

SÁBADO 00h00 - Música Mensagem 02h00 - De Coração 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Clip Show 04h00 - Espaço Cultural 05h00 - Evangeliza Show 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Gozoso 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Notícias Pastorais 07h45 - Eu Creio

07h50 - Maria de Todos os Povos 08h00 - Missa no Rio de Janeiro-RJ 09h00 - Viola Brasil 09h30 - Conversa com Meu Povo 10h00 - Diálogo Aberto 11h00 - Pesca Amazônia 12h00 - Notícias Pastorais 12h45 - Eu Creio 12h50 - Maria de Todos os Povos 13h00 - Viagem pela Amazônia 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Santa Missa e Adoração em São Paulo-SP 15h45 - Pensando Bem 16h45 - Notícias Pastorais 17h30 - Terço Gozoso 18h00 - Especial Musical 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Encantos da Amazônia 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Música Mensagem 22h30 - Conversa com Meu Povo 23h00 - Palavra de Vida Eterna 23h05 - Espaço Cultural 23h59 - Encerramento da Programação da TV

DOMINGO 00h00 - Música Mensagem 02h00 - Vida Consagrada 03h00 - Clip Show 04h00 - Igreja que Sofre 04h30 - Música Arte e Vida 05h30 - Igreja no Brasil 05h45 - Maria de Todos os Povos 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Glorioso 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Palavra de Vida Eterna 07h00 - Santa Missa Dominical 08h00 - Notícias Pastorais 08h45 - Eu Creio 08h50 - Maria de Todos os Povos 09h00 - Desenho 09h30 - Viagem pela Amazônia 10h00 - Diálogo Aberto 11h00 - Pesca Amazônia 12h00 - Notícias Pastorais 12h45 - Clip Show 13h40 - Encantos da Amazônia 14h40 - Ângelus 14h55 - Palavra de Vida Eterna 15h00 - Vida Consagrada 16h00 - Palavra de Vida Eterna 16h05 - Dedo de Prosa 17h00 - Missa Santuário Nacional de Aparecida 18h00 - Desenho 18h30 - Terço Glorioso 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Instrumental Sesc Brasil 20h00 - Janela Aberta 21h00 - Espaço Cultural 22h30 - Palavra de Vida Eterna 22h35 - Questão de Fé 23h35 - Terço Glorioso 23h58 - Encerramento da Programação da TV

SEGUNDA - FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com

02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - Mãe Maria 02h55 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Encantos da Amazônia 04h00 - Clip Show 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Gozoso 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - Meu Pensamento 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Sobre Todas as Coisas 10h30 - De Mãos Dadas 11h00 - Terço das Santas Chagas 11h30 - Mãe Maria 11h45 - Desenho 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - Meu Pensamento 13h50 - Mãe Maria 14h00 - Igreja Que Sofre 14h30 - Sobre Todas as Coisas 14h45 - Igreja No Brasil 15h00 - Diálogo Aberto 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Caminhando Na Fé 17h15 - Sobre Todas as Coisas 17h30 - Terço Gozoso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Caminhando Na Fé 20h00 - Despertai Para o Amor 20h30 - Terra Santa News 20h50 - Palavra de Vida Eterna 20h55 - Meu Pensamento 21h00 - Janela Aberta 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Sobre Todas as Coisas 22h55 - Palavra de Vida Eterna 23h00 - Caminhando Na Fé 23h20 - Mãe Maria 23h30 - Religare 23h58 - Encerramento da Programação da TV

TERÇA - FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Janela Aberta 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Diálogo Aberto 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Doloroso 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa

08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Desenho 10h30 - De Mãos Dadas 11h00 - Terço das Santas Chagas 11h30 - Igreja no Brasil 11h45 - Sobre Todas as Coisas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Igreja que Sofre 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Mãe Maria 14h10 - Desenho 15h00 - Novena do Perpétuo Socorro 15h40 - Sobre Todas as Coisas 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Conversa com Meu Povo 17h00 - Mãe Maria 17h10 - Palavra de Vida Eterna 17h15 - Desenho 17h30 - Terço Doloroso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Sobre Todas as Coisas 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Igreja que Sofre 21h00 - Questão de Fé 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Sobre Todas as Coisas 23h00 - Conversa com Meu Povo 23h30 - Religare 23h58 - Encerramento da Programação da TV

QUARTA - FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com 02h30 - Caminhando Na Fé 02h45 - Mãe Maria 02h55 - Palavra de Vida Eterna 03h00 - Novena do Perpétuo Socorro 03h40 - Mãe Maria 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Questão de Fé 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Glorioso 06h30 - Caminhando Na Fé 06h45 - Meu Pensamento 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Sobre Todas as Coisas 10h30 - De Mãos Dadas 11h00 - Terço das Santas Chagas 11h30 - Mãe Maria 11h45 - Sal da Terra 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Fazendo Esperança 13h30 - Caminhando Na Fé 13h45 - Meu Pensamento 13h50 - Mãe Maria 14h00 - Igreja que Sofre

14h30 - Religare 15h00 - Pensando Bem 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Fazendo Esperança 17h00 - Caminhando Na Fé 17h15 - Sobre Todas as Coisas 17h30 - Terço Glorioso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h30 - Adoração ao Santíssimo 21h00 - Meu Pensamento 21h05 - Encantos da Amazônia 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Caminhando Na Fé 23h00 - De Coração 23h30 - Religare 23h58 - Encerramento da Programação da TV

QUINTA - FEIRA 00h00 - Palavra de Vida Eterna 00h05 - Mulher.com 02h30 - Conversa com Meu Povo 03h00 - Pensando Bem 03h55 - Palavra de Vida Eterna 04h00 - Encantos da Amazônia 05h00 - Telecurso Ensino Médio 05h30 - Telecurso Espanhol 05h45 - Palavra de Vida Eterna 05h55 - Consagração a Nª Sª de Nazaré 05h58 - Abertura da Programação da TV 06h00 - Terço Luminoso 06h30 - Conversa com Meu Povo 06h55 - Preparando a Festa 07h00 - Santa Missa 08h00 - Palavra de Vida Eterna 08h05 - Mulher.com 10h15 - Desenho 10h30 - De Mãos Dadas 11h00 - Terço das Santas Chagas 11h30 - Igreja no Brasil 11h45 - Sobre Todas as Coisas 12h00 - Nazaré Notícias 12h45 - Novena de Nossa Senhora de Nazaré 12h55 - Palavra de Vida Eterna 13h00 - Igreja que Sofre 13h30 - Conversa com Meu Povo 14h00 - Mãe Maria 14h10 - Desenho 15h00 - Diálogo Aberto 16h00 - Telecurso Ensino Médio 16h30 - Conversa com Meu Povo 17h00 - Mãe Maria 17h10 - Palavra de Vida Eterna 17h15 - Desenho 17h30 - Terço Luminoso 17h55 - Preparando a Festa 18h00 - Santa Missa 18h55 - Palavra de Vida Eterna 19h00 - Nazaré Notícias 19h45 - Sobre Todas as Coisas 20h00 - Conversa com Meu Povo 20h30 - Terra Santa News 20h55 - Palavra de Vida Eterna 21h00 - Evangeliza Show 22h00 - Nazaré Notícias 22h45 - Sobre Todas as Coisas 23h00 - Conversa com Meu Povo 23h30 - Religare 23h58 - Encerramento da Programação da TV


10

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Santa Missa Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém Região Episcopal de Sant’Ana N. Sra da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724 N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Sta. Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h30 e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 N. Sra. da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém Sábado: 7h, 17h e 19h Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3271-2146 N. Sra de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 N. Sra do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h Região Episcopal Santa Maria Goretti Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Sábado: 6h30 e 20h Domingo: 7h, 8h30, 17h30 e 20h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 N. Sra de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3228-0864

Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 N. Sra de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 Região Episcopal Santa Cruz Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950 N. Sra do Perpétuo Socorro Segunda a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797 São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 N. Sra da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Sra Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 N. Sra de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 18h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito Rua São Benedito, Barreiro

Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30 Região Episcopal São João Batista São João Batista e N. Sra das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250 São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 N. Sra de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251 Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004 São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 N. S. da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30 Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765 Região Episcopal Coração eucarístico de jesus Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 10h e 19h Telefone: (91) 3285-1433

Telefone: 3289-5368

Telefone: 3237-8351

N. Sra de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391 Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 3237-8350

Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião); 10h30 (Ig. Div. Esp. Santo); 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153

Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674

Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199

Região Episcopal Menino Deus

Região Episcopal São Vicente de Paulo

N. Sra. Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828

Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405

N. Sra. das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655 Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351 N. Sra. de Nazaré Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135

Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654

Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202

N. S. Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645

N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147

N. S. do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136

N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183

Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017

Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529

Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h

São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h

Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3279-2621 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Sra. de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 N. Sra do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Sábado: 7h e19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apostolo Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta - 19h Sábado: 19h - Domingo: 8h e 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

11

Fundação Nazaré fotos: divulgação

w Programa leva informação de forma clara para os ouvintes da Rádio Nazaré

orientação

Rádio Nazaré - programação que valoriza a cidadania Especialista da área da saúde fornece orientação sobre prevenção e tratamento

C

ontribuindo com a promoção da cidadania a Rádio Nazaré leva aos ouvintes uma programação voltada para garantia dos direitos e os deveres das pessoas. Entre os programas que seguem esta linha está o “Saúde e cidadania”, que vai ao ar todas as segundas-feiras, das 16h às 18h, com apresentação do radialista Jota Cardoso. O programa tem a presença de especialistas da área da saúde que abordam a cada semana diferentes assuntos, com a finalidade de levar esclarecimentos de forma prática e dinâmica. Durante as conversas os especialistas dão dicas e orientações sobre saúde, tendo como foco a qualidade de vida. No ar desde 2011, o programa tem a participação dos ouvintes que podem enviar as suas dúvidas para serem respondidas ao

Testemunho de Fé

vivo pelo entrevistado. Na segunda-feira, 23, o assunto em questão foi o déficit de atenção. Para falar sobre o tema foi entrevistado o psiquiatra da criança e adolescência, Kleber Oliveira, que participou pela primeira vez do programa. Segundo ele, o número de crianças que apresentam o déficit de atenção é grande. “Fico feliz em ter sido convidado para falar de um tema muito importante, quando 5% de crianças têm transtorno de déficit de atenção, um número para mim muito grande, que não são diagnosticados e que acabam sendo marginalizadas no âmbito escolar. Falar desse tema para mim que trabalho com crianças é algo realmente muito feliz, fico muito contente de estar participando”, afirmou o especialista.

Serviço

S

O programa Saúde e Cidadania vai ao ar toda segunda-feira, das 16h às 18h, pelas ondas da Rádio Nazaré, 91,3. O ouvinte pode participar fazendo perguntas pelo Twitter ou Facebook da Rádio Nazaré ou através do telefone: 4006-9211.

empre fui uma jovem temente a Deus, porém como tantas outras fiquei distante da Igreja por muito tempo. Em 1991 minha mãe foi atropelada na Almirante Barroso e ficou gravemente ferida e os médicos a deram 36 horas de vida! Eu não morava em Belém é foi maior minha dor. Nesse dia ajoelhei-me no quarto e clamei para Jesus pela vida dela e dentro do meu coração acreditei na sua cura, hoje minha mãe está curada. Desde então a minha conversão foi total! Participo da igreja, das missas, das liturgias e muitas graças tenho alcançado! Heloisa Maria Esperante Nunes, 59 anos, Economista

Parabéns para você!

G

ostaria de agradecer a Deus e a Virgem Maria Santíssima pelo dom da minha vida, pela minha saúde é as bênçãos recebidas em minha vida por estar ao lado da minha família sempre. Soraia Vilhena Palheta,

assistente administrativa 01/02 27/01 Casal Marli Ramos Alves dos Santos e Diácono Ronaldo Augusto Barra Cordeiro Elcy Lima da Silva Francisco Ademir Soares Dantas

João Crisostomo dos Santos Maria das Graças Silva Barroso 28/01 Ana Maria Pinto Merca Antonia Vanderleida de Souza Creuza de Souza Lima Dolores da Conceição Ferreira Dalmacio Lucimar Bastos de Oliveira Manoel Oliveira Cardoso Maria Jose Costa de Freitas Maria Marluce Modesto da Costa Maria Regina Arruda Barreto Maria Regina Vieira Rodrigues Marizete Portal Lago Rosa Laura Barra e Silva Terezinha de Jesus Costa Ferreira Vera Lucia Álvares Ataliba 29/01 Divaldo Amancio Bezerra Felipe Calazans Oliveira de Sousa Francisca Batista Pimentel Francisco Rodrigues da Costa Julia Campos Costa Maria Pereira dos Santos Leite 30/01 Christian Wesley Paixão e Costa Lidiane Viegas Gonçalves Alves Lourival Moia Furtado Paulo Ledo Gonçalves Rizete Martinha Pamplona da Silva Shirley Consolação Sinval de Nazaré Teixeira Dias 31/01 Ana Maria Mota Martins e Família Casal Antonio Soares e Maria do Perpetuo Socorro S. Soares Emanuel Guilherme Amaral da Roma

Manoel de Freitas Maria do Socorro Soares de Vilhena Maria Elenice Souza Carvalho Maria Terezinha Pereira do Nascimento Oselina de Sousa Cruz Sara Garcia de Lima 01/02 Elza Maria Ferreira Oliveira Ana Maria Borges Santa Brigida Maria Samira Nascimento Lyra Argemiro Dias do Nascimento Neto Ivani Ataíde Avelino Raimunda Fernandes Mendes (Filha) Luzia Ribeiro Santana w

Soraia Vilhena Palheta Casal Fabio José Cruz da Silva e Roseane Machado da Silva 02/02 Carmem de Moraes Braga Raimunda do Rosário Silva Gilberto Pereira Feio Maria Ferreira de Figueiredo Instituto Catarina Laboure (Ir. Célia) Aldecy Fernandes de Aguiar Ester Jaques Paiva Ana do Socorro Silva Frazão Tereza Monteiro Judite Magina da Costa

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 29/01 - Pe. Nello Rufaldi 29/01 - Pe. Hélio Frison 31/01 - Cônego Ronaldo de Souza Menezes 31/01 - Pe. Frei Eldi Pereira Silva 01/02 - Frei José Luiz do Carmo Salomão

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 28/01 - Cônego Djalma Lopes de Costa 28/01 - Pe. Valdir Gomes da Silva 30/01 - Cônego Jayme Moura 30/01 - Pe. João Gilvan Gomes Costa 31/01 - Pe. Fábio Giovanni Martins Jacob de Carvalho 31/01 - Pe. José Benedito Araújo de Castro 03/01 - Pe. Moacir Robledo de Oliveira 01/02 - Pe. Plutarco de Souza Almeida 02/02 - Pe. José Edmundo da Silva Santiago

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Arquidiocese agenda

Programação de retiro com Cristo Paróquias, dioceses e novas comunidades apresentam uma agenda repleta de eventos

A

divulgação

Arquidiocese de Belém, através das novas comunidades e de suas paróquias promovem este mês de fevereiro varias programações de carnaval, objetivando confraternizar e possibilitar aos fiéis uma experiência com Deus, longe dos excessos oferecidos neste período. Paróquias

A Paróquia de Santa Rosa de Lima, em Benevides, promove no dia 25 o ‘Primeiro Arrastão de Carnaval Rosear Cristo Fest’. A concentração será às 16h, na Paróquia de Nossa Senhora do Carmo e seguirá até a Matriz de Santa Rosa de Lima. Os abadas podem ser adquiridos na secretária paroquial. Na Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, no Bairro da Jaderlandia, em Ananindeua, a programação do ‘Encast 2017’ será entre os dias 26 de fevereiro a 1º de março, com o tema “Para amar-te neste mundo, não tenho nada mais que hoje”. O evento conta com pregação, louvor e adoração. No sábado, 26, haverá o arrastão com o trio elétrico por algumas ruas do bairro. A concentração sairá da comunidade Santa Clara até a comunidade de São Cristovão. Informações: (91)99260-7053/99921 – 2927/98848 – 0028/98186 – 6096. Capelania Militar

A programação da Capelania Militar de Santo Expedito, uma do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, ocorre nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro, o ‘Cristo Alegria’ (Aviva), com o tema “Amei-te com amor e te atrai com misericórdia” (Jr 31- 13). A programação começa às 8h do dia 26 e segue até o dia 28, com louvor, adoração, pregação e o terço. O evento ocorre no Ginásio Superior de Educação Física. Informações: (91)98133- 2513/98118/8613. Diocese de Ponta de Pedras

Em Pontas de Pedra, no Marajó,

também ocorre uma programação especial de carnaval. O retiro ‘Adorai 180 graus’, que traz como tema “Só quero esse amor e mais nada”, de 24 a 28 no Seminário da Diocese. Novas comunidades

As novas comunidades também possibilitarão aos seus membros varias programações de carnaval. A Comunidade Maíra realiza de 25 a 28 de fevereiro, no Ginásio da Universidade Estadual do Pará o ‘Renovai-vos’, com o tema “A minha vida se alegra em Deus meu Salvador”. A abertura ocorrerá dia 25 às 15h, com pregação do Padre Anderson Marçal, da Comunidade Canção Nova, seguida da Missa, com Dom Alberto Taveira. No dia 26,

quadrinhos andré abreu

Dom Irineu Roman, Bispo Auxiliar, será o celebrante. Informações: (91) 3266 - 8624 / 98229.5413 / 980703213 / 98148 -2762. A Comunidade Kerygma, realiza nos dias 26, 27 e 28, das 8h às 18h, na Paróquia de São Judas Tadeu, na Condor, mais uma edição do ‘Curados para Amar’. Este ano com pregações do missionário Cristiam Cintra, da Comunidade Clamando por Milagres e do fundador da comunidade Kerygma, Gersom Pojo. Informações (91) 98156–1222. A Comunidade Shalom realiza de 26 a 28 o ‘Renascer’, com o tema “Alegra- te” (Lc ,1,28). Ao longo da programação ocorrerão pregações, Santa Missa, e o Seminário de Vida no Espírito Santo. O local a definir.

Informações: (91) 98123 –1070. A R e n ova ç ã o C a r i s m á t i c a Católica (RCC) este ano, promoverá quatro carnavais com Cristo. Um deles o ‘Enchei-vos’, nos dias 25 a 28 de fevereiro, na Escola Paulino de Brito, na Avenida Almirante Barroso. Em Icoaraci, ocorrerá na Paróquia de São João Batista e Nossa Senhora das Graças, o ‘Rebanhão’, entre os dias 26 a 28. Pelo primeiro ano, a RCC, promoverá o ‘Vinde e Vede’. O evento ocorre de 25 a 28, na Escola João Paulo II, no Coqueiro, com o tema “Meu espírito exulta de alegria”. Entre os dias 26 a 28, acontece no salão paroquial da Paróquia de Nossa Senhora das Graças, em Ananindeua, a primeira edição do ‘Vinde e Alegrai-vos’.

BOA DICA

livros e cd's

n Cantores de Deus - Em verso e em canção CD ( Paulinas R$ 18,90)

“E

m Verso e Em Canção” é o álbum de estreia do grupo Cantores de Deus, lançado em 1997. O grupo foi formado pelo Padre Zezinho, nesse primeiro disco eles apresentam 14 faixas em português e espanhol, com as faixas ‘Primeira Cristã’ e “Pueblos Hermanos”.

eu indico divulgação

Janyni Lima , 22 anos, Técnica de rádio e TV

O

Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem é um livro esclarecedor sobre a consagração da Virgem Maria. É um livro que nos faz apaixonar mais e mais por Nossa Senhora. Além disso, o Tratado nos dá um método simples e eficaz de consagração, de nos entregar inteiramente a Maria. A partir desse conhecimento, passamos a ser seguidores de Jesus, pelas mãos de Maria.

n Quem canta? O que cantar na liturgia? - Livro (Paulus R$ 19,00)

“Q

ue vosso modo de celebrar seja a própria expressão de vossa fé!” Essa afirmação do Papa João Paulo II tem motivado nossa reflexão, por vezes insistente, sobre a qualidade tanto do canto quanto da música que deve ser utilizada na liturgia bem como sobre a atitude espiritual de quem a executa. Para ajudar nessa reflexão, reunimos neste livro uma série de textos que buscam aprofundar essas e outras questões.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Q

2º C aderno

uinta-feira, 2 de fevereiro, Festa da Apresentação do Senhor, a Igreja celebra o XXI Dia Mundial da Vida Consagrada. Em Belém a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Regional Pará e Amazonas, organizou uma programação especial, a Jornada Mundial da Vida Consagrada, trazendo como tema “Testemunhas de esperança e de alegria”. A programação começa nesta segunda-feira, 30, com o tríduo, no Centro Social de Nazaré, prosseguindo até o dia 2, com Missa em ação de graças e a posse do novo vigário episcopal, presididas por Dom Alberto Taveira, Arcebispo de Belém, às 18h, na Basílica Santuário. Os três dias que antecedem o dia 2 de fevereiro, segundo Irmã Marlucia, coordenadora regional da CRB, objetivam preparar os consagrados para a renovação dos seus votos, assim como seus compromissos com a Igreja. Palavras suas: “A Apresentação do Senhor é uma solenidade onde Jesus é apresentado no templo como luz das nações, e isso é um elemento importante para a vida consagrada, porque ela é chamada para ser um sinal que indica algo. E esse Jesus, luz das nações, é quem ilumina e aquece os corações dos religiosos, que indica o caminho predominante do consagrado. É também àquele que se apaixonou por Jesus. Essa paixão que nos leva a deixar pai, mãe, nação e nos colocarmos a serviço da humanidade. O consagrado e consagrada são luzes que recebem do próprio Cristo. São um sinal que deve indicar algo que vai além”. Atuação na Amazônia Missionária

Para Irmã Marlucia, celebrar a

dia mundial

CRB realiza programação da Vida Consagrada em Belém Tema "Testemunhas de esperança e de alegria"

fotos: divulgação

w Religiosas integrantes da Conferência dos Religiosos do BrasiL, Regional Pará e Amazonas

Jornada é reforçar o compromisso missionário dentro da Região Norte, especificamente no Pará e no Amazonas: “Penso que o dia 2 de fevereiro é também para os religiosos uma oportunidade e ocasião de renovar seu compromisso de estar a serviço da missão na Amazônia,

sendo sinal e luz. A Vida Consagrada nasce de uma família, por isso que é muito importante que todos conheçam o nosso trabalho, pois é por meio da família que nascem o sacerdote, o religioso e o missionário. A Vida Consagrada por natureza é missionária. Ela existe, porque

Novo Vigário Episcopal para a Vida Consagrada Durante a programação da Jornada Mundial da Vida Consagrada, dia 2 de fevereiro, Frei Paulo Alessandro Moreira Dias, Pároco da Paróquia de São José de Queluz, no Bairro do Canudos, será empossado por Dom Alberto como o novo Vigário Episcopal para a Vida Consagrada na Arquidiocese de Belém, cargo antes ocupado pelo cônego Jaime Sidônio, falecido no dia 19 de outubro de 2016. Paraense de Belém, Frei Paulo Alessandro Moreira Dias, 42 anos de idade, 10 de sacerdócio, além de pároco da Paróquia de São José de Queluz, é superior regional da Ordem dos Agostinianos Recoletos. Já atuou como pároco da paróquia de Santa Mônica, no Bairro do Leblon, no Rio de Janeiro. Foi primeiro conselheiro da vigararia do Brasil da Ordem dos Agostinianos Recoletos. Desenvolveu missão no Marajó, por seis anos. Fora do Brasil, trabalhou na paróquia de Nossa Senhora da Consolação, em Buenos Aires, Argentina: “Fiquei bastante surpreso e feliz pelo convite por parte do nosso arcebispo. Pude presenciar durante as exéquias de Padre Jaime o carinho enorme por parte da vida religiosa. Acredito que ele foi uma pessoa que muito contribuiu para a vida religiosa, tratou essa área com muita atenção, carinho e entrega, o que me deixa um pouco preocupado de tentar não de

existe uma missão. Ser missionário na Amazônia é um dom é um dar e receber ao mesmo tempo, seja para os missionários que chegam, seja para os nativos. Ser missionário aqui também é um desafio, mas estamos à disposição da Igreja e isso nos motiva a renovar o nosso compromisso a cada ano”.

Dia Mundial da Vida Consagrada O Dia Mundial da Vida Consagrada, 2 de fevereiro, foi instituído por São João Paulo II, em 1997. Seu objetivo é celebrar a vida de homens e mulheres que consagraram suas vidas a Deus por meio dos votos de pobreza, castidade e

obediência. Nesse dia o Papa preside na Basílica de São Pedro, às 17h30, horário de Roma, a Santa Missa, com a presença dos membros dos Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica.

Comunhão na diversidade w frei Paulo Alessandro Moreira Dias

superar, que essa não é a intenção, porque acredito que cada pessoa tem a sua forma particular de agir, de pensar e ver as coisas, mas tentar corresponder a essa ausência, essa perda do Padre Jaime e somar à vida religiosa. Eu sempre gosto de dizer que cuidar da vida religiosa é cuidar de mim mesmo que sou religioso. É cuidar da minha congregação e da minha família religiosa. Por isso assumo com muito carinho essa tarefa. Estou disposto a servir e me coloco à disposição para isso, me coloco em primeiro lugar nas mãos de Deus e a serviço da vida religiosa”.

A Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) é um organismo da Igreja responsável por articular a Vida Consagrada. Atua principalmente com a formação do consagrado e da consagrada através de retiros e encontros de espiritualidade. Segundo Irmã Marlucia, as formações ocorrem em várias etapas: “Nós temos encontros específicos, a exemplo do curso de formação humana e cristã, que funciona o ano todo. Também oferecemos curso sistemático para jovem w irmã Marlucia aspirante e postulante realizado no mês de outubro, após das várias congregações. Além o Círio de Nazaré”. dos retiros anuais, a exemplo do


2

5

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja

2º Caderno Miscelânea

Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

Lições de Jesus durante a longa viagem a Jerusalém (II)

A

ntes de prosseguir o estudo dos ensinamentos de Jesus durante sua longa viagem a Jerusalém (Lc 9, 31-19, 40), sintome na obrigação – e o faço deveras comovido e com a maior alegria – de agradecer de público a bela e expressiva matéria, estampada na edição passada deste jornal, sempre generoso para comigo, referente ao vigésimo quinto aniversário de minha ordenação presbiteral, ocorrida em 25 de janeiro de 1992. Aproveito o ensejo para uma pequena retificação, a meu ver imprescindível a bem da verdade. No trecho final da citada matéria, onde se lê que ser padre, textualmente, “me enche de alegria, por ter sido objeto dessa graça merecida”, substitua-se a palavra merecida, pois que não a disse, por imerecida, que foi a que falei. Nem que eu fosse o pior dos cabotinos, teria tido a audácia e a insensatez de me achar merecendente do sacerdócio. Mas quando! Ninguém o é, foi ou jamais o será. Nem mesmo o maior dos santos. Pura graça de Deus, consequentemente, gratuita e imerecida, sempre e sempre. Feita a devida ressalva, continuemos, sem mais, o estudo a que me referi no iniciozinho destes rabiscos. Se bem me lembro, meu artigo

divulgação

w QUEM põe a mão no arado e olha para trás não é apto para o reino de Deus

anterior terminou com o pedido feito a Jesus por certa mulher chamada por ele a segui-lo: - Senhor, deixa-me primeiro ir enterrar meu pai (Lc 9, 59). Comecemos, portanto, com a pronta resposta de Jesus a ela: - Deixa que os mortos enterrem seus mortos; quanto a ti, vai anunciar o reino de Deus. (Lc 9,60). Jesus, aí, explicam os biblistas, jogando com o duplo sentido da palavra mortos, o físico e o espiritual, quer dizer-lhe: “Deixa que os mortos espirituais, isto é, os que recusaram a vida do reino de Deus, enterrem seus

mortos físicos.” Com esse ensinamento, Jesus nos faz saber que segui-lo requer necessariamente considerar secundária, de somenos, qualquer outra obrigação, uma vez que Ele, por ser quem é, - o primordial – é, e porque é tem de ser, sempre e sempre, a prioridade número um, cabendo-lhe, pois, de pleno direito, a primazia em tudo e por tudo, sobre tudo o mais. Sim, sei: há os mortos a serem sepultados. Mas e daí? Até hoje jamais se ouvir falar em um único cadáver, mesmo dos que não tinham mais nenhum parente neste

mundo, que tenha ficado insepulto. Sempre logo aparecerá alguém para sepultá-lo o quanto antes, se não por caridade, simplesmente para se livrar do mau cheiro. Quanto a evangelizar, caso a caso, é trabalho individual, a quem foi chamado para ele, intransferível, cada qual com sua missão e seu campo de ação. E, se o escolhido se furtar a ele, se não o cumprir e a contento, sabe-se lá quantas e quantas almas correrão o sério risco de se perder! E aí, olha a culpa! E, com a culpa, a pena. E que pena! A uma terceira pessoa que lhe diz “Eu te seguirei, Senhor, mas permiteme primeiro despedir-me da minha família” Jesus sentencia: - “Quem põe a mão no arado e olha para trás não é apto para o reino de Deus. (Lc 9,61s)”. Ensinamento: no seguimento é imprescindível a perseverança, sem o que, de todo impossível ficar com Jesus. E sem Jesus, seja-se quem se for, o que se é? Nada, ninguém, existência vazia, sem razão de ser. Em síntese final: exigências para o seguimento de Jesus: disponibilidade contínua, permanente, renúncia a quaisquer seguranças e firme perseverança. Quem, aí, se habilita, para o seu bem? Umbora, antes que seja tarde!

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br) 31/01 - Terça-feira. São Julius d’Dorta - Sacerdote.

27/01 - Sexta-feira. Santa Devota - Mártir. Devota é natural da Córsega, quarta ilha do mar Mediterrâneo, depois da Cicília, Sardenha e Chipre. Hoje é administrada pela França, mas almeja a independência. No começo do cristianismo foram mandados para lá os cristãos de Roma por ordem de Septímio Severo. E é da Córsega que conhecemos Devota, que foi apedrejada até a morte. Levada de barco para ser sepultada dignamente, de sua boca sai uma pomba que guia a embarcação até Gaumates Lês, hoje pertencente ao principado de Mônaco.

Pela revisão do Martirológio Romano, feita pelo cardeal historiador César Barônio, no século XVI, foi organizada e definida a celebração deste santo do século IV para 31 de janeiro. Outras pesquisas descobriram que ele saiu da Grécia com um irmão diácono chamado Julião, e que os dois eram desbravadores e construtores de igrejas, que talvez tenham chegado a 100 em vários lugares, com a permissão do imperador Teodosio. A reverência a Julius, no belíssimo lago Dorta, norte da Itália, continua até hoje. Foi sepultado na igreja de Pedro e Paulo na pequena ilha do lago.

28/01 - Sábado. Beato Carlos Magno - Imperador. O rei dos francos, imperador do ocidente, coroado pelo papa Leão III como imperator Augustus, marcou uma era. O historiador francês Pierre Miquel, que cita sua coroação entre as 16 datas mais importantes do mundo, afirma: “antes de 800 a Europa vivia a anarquia de reinos, ameaça árabe e bárbara. Após, é a Europa civilizada pelo cristianismo, expandida, sob o abrigo de Carlos Magno”. Mesmo com toda sua importância, a Igreja demonstra sua seriedade nos processos dos santos, pois ele foi canonizado pelo anti-papa Pasquale III, porém, Bento XIV o confirma como beato. 29/01 - 4º Domingo do Tempo Comum. São Aquilino - Sacerdote e Mártir. Chegou à fé católica graças aos estudos teológicos em Colônia, onde se fez padre. Recusou duas vezes ser bispo, porque queria se dedicar inteiramente ao ministério e à oração. Para isso, fugiu para Paris, onde tratou os doentes com cólera, realizando muitas curas. Depois foi para Pavia, então nas mãos de arianos e cátaros, contra os quais ele pregava. Esfaqueado em Milão, em 1015, por alguns hereges, foi retirado de um esgoto e levado à Basílica de San Lorenzo, enterrado na Capela da Rainha onde está até hoje.

01/02 - Quarta-feira. Beatos de Angers - Mártires da Revolução Francesa.

30/01 - Segunda-feira. Santa Jacinta de Marescotti - Religiosa. Para nossa época, desejar objetos e enfeitar o ambiente em que vivemos e o próprio corpo pode ser normal. Mas às vezes, até mesmo para nós, nossos desejos não abafam a verdadeira missão aqui na terra? A bela Jacinta compreendeu que o consumo estava abafando seu contato com Deus, estava abafando o chamado. Converteu-se a tempo, buscando na oração e severa penitência as respostas. Foi declarada Santa pelo Papa Pio VII em 1807.

A Revolução Francesa foi um dos mais bem elaborados golpes não só na Igreja, mas também, na família, no amor verdadeiro. Até hoje, usa-se a frase: “liberdade, igualdade e fraternidade”. Na faixa presidencial do Brasil ou na bandeira de Minas Gerais, encontramos símbolos e frases que lembram esse dito “ideal”. Então pergunto: por que tantos mortos, principalmente padres e religiosos, como os 99 da diocese de Angers, que lembramos hoje? Foram obrigados a jurar fidelidade à sua constituição, assim como os romanos pediam para adorar seus deuses. Ao recusarem, foram todos guilhotinados. 02/02 - Quinta-feira. Apresentação de Jesus no Templo e Purificação de N. Senhora. Só Lucas (2, 22 - 40) narra que decorrido o prazo estabelecido pela Lei mosaica para a purificação das mulheres que davam à luz (Lv 12, 1 - 4), Maria e José levaram o Menino Jesus ao Templo para o apresentar a Deus, conforme também prescrito na Lei (Lv 12, 6-8). Na ocasião, ela ofereceu ao Senhor o sacrifício ritual de dois pombinhos, estabelecido para a purificação de mulheres pobres. Jesus e Maria não estavam sujeitos à Lei, mas quiseram observá-la por amor à humildade e para nos dar o exemplo.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

3

Arquidiocese

2º Caderno

fotos: divulgação

mudanças nas paróquias

Novo pároco assume Santo André Apóstolo

Dom Irineu Roman deu a posse em missa solene

D

esde o começo do mês a Arquidiocese de Belém movimenta-se com a posse dos novos titulares das paróquias que a compõem. No último dia 21 a Paróquia Santo André Apóstolo, da Região São Vicente de Paulo e elevada ao título de paróquia há cerca de um ano, acolheu com alegria o novo pároco, Padre Francisco Monteiro Ferreira, conhecido como Padre Red, em missa solene presidida por Dom Irineu Roman. Padre Red substitui Padre Vanderson Jorge que foi designado para Matriz de Nossa Senhora Rainha da Paz. Na celebração de investidura de Padre Red estavam presentes, além da comunidade paroquial, o Cônego Sílvio Trindade e os padres André Teles, Evandro Favacho e Vanderson Jorge. Do Bispo Auxiliar, que presidiu a celebração, o novo pároco recebeu a estola roxa, a pia batismal e as chaves do sacrário e da igreja. Em seguida, foi saudado pela comunidade. Este é o segundo pároco, ao tempo que a paróquia

também celebrou um ano de que foi elevada em celebração também presidida por Dom Irineu. A Igreja Santo André Apóstolo surgiu no ano de 1996, conduzida pelos Franciscanos, em seguida recebeu os Missionários Xaverianos até o ano de 2015 e no ano seguinte, acolheu sacerdotes do Movimento Providentino. Trajetória

O novo pároco assume sua terceira paróquia, tendo anteriormente passado por paróquias da Arquidiocese e da Diocese de Castanhal nos seus quase 20 anos de sacerdócio. Natural de Fortaleza, no Ceará, Padre Red integrou o Movimento dos Focolares como missionário e em 1996 se encardinou à Arquidiocese de Belém, pelas mãos de D o m Vi c e n t e J o a q u i m Zico, na época, Arcebispo Metropolitano. Já como diácono, iniciou sua caminhada no Santuário de Fátima, logo depois foi designado para a região de Santo Antônio do Tauá, nordeste do estado, onde foi ordenado presbítero e

permaneceu durante um ano. Depois, retornou para Belém onde assumiu por 14 anos como titular da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, Bairro Águas Lindas. E, desde abril de 2014, estava como vigário na Paróquia Santa Rita de Cássia, Bairro Coqueiro, em Ananindeua. Para a nova missão, Padre Red conta que já conhecia um pouco da realidade da Igreja de Santo André em outras oportunidades, e realizou visitas no local para se habituar ao cotidiano paroquial. Seu objetivo é integrar mais ainda os grupos, movimentos e pastorais da paróquia e dar continuidade à construção do salão da catequese, ao lado da paróquia e que já está avançada. “ Pe rc e b i l o g o q u e as pessoas daqui são comprometidas e que assumem, de fato, o trabalho e a partilha. Fico muito agradecido pela acolhida que tive por parte deles e desejo que cada um continue firmes e fortes e também fiéis. E que neste Ano Mariano Nossa Senhora os proteja!”, afirmou o novo pároco.

w dom irineu durante cerimônia de posse na paróquia

Próximas provisões Nos próximos dias, ainda atendendo a provisão de novos párocos assinada pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, acontecerá a posse de outros párocos. No dia 8, na Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, no bairro

do Castanheira, haverá a posse do Padre Antônio Garces de Oliveira, CM, vindo de Fortaleza, no Ceará, onde a congregação possui sede. No dia 12 de fevereiro, a Paróquia Nossa Senhora Rainha da Paz, em Ananindeua, recebe o Padre Vanderson Jorge.

Edições CNBB disponibiliza texto preparatório para o Sínodo dos Jovens A editora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a Edições CNBB, lançou a versão impressa e em português do Brasil do documento preparatório para a XV Assembleia Geral Ordinário do Sínodo dos Bispos, que terá como tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”. Nele está disponível um questionário que todas as paróquias devem receber para avaliar a proposta apresentada pelo papa e comentar sobre suas expectativas e vida. O tema escolhido pelo papa expressa a preocupação pastoral da Igreja com os jovens, em conformidade com as reflexões das assembleias sinodais recentes sobre a família e com o conteúdo da exortação apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia. O Sínodo dos Jovens destina-se, portanto, a acompanhar a juventude em seu modo de vida em direção à maturidade. A Igreja espera que através de um processo de discernimento bem orientado, os jovens possam descobrir o seu projeto de vida e re a l i z á - l o c o m alegria, abrindo-se ao encontro com Deus das Dioceses, Prelazias e demais e com os homens, pessoas que tenham interesse sobre e participando os temas para que possam voltar ativamente na para seus lugares munidos de mais edificação da Igreja e conhecimentos e experiências sobre da sociedade. os direitos básicos de todos os Seres A 15ª Assembleia humanos, que são os civis e políticos. Geral Ordinária do Posteriormente a Comissão irá fazer a Sínodo dos Bispos divulgação da programação completa. foi convocada pelo

Seminário de Direitos Humanos Nos dias 15 e 16 de fevereiro a Comissão de Justiça e Paz – CJP da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB do Regional Norte 2 (Pará e Amapá), promoverá o Seminário de Direitos Humanos com os temas sobre a Exploração Sexual e Tráfico Humano. São esperados vários participantes,

papa Francisco para outubro de 2018. O documento preparatório para assembleia sinodal que agora é oferecido pela Edições CNBB foi apresentado no Vaticano, no dia 13 de janeiro. Um dos objetivos do texto é encontrar as melhores maneiras para acompanhar os jovens a reconhecer e acolher o chamamento à vida plena e anunciar o Evangelho de maneira eficaz. O texto está organizado em três partes: “Os jovens no mundo de hoje”; “Fé, discernimento, vocação” e “Ação pastoral”. Ele é direcionado ao Sínodo dos Bispos, ao Conselho das Igrejas Orientais Católicas, às Conferências Episcopais, à Cúria Romana e à União dos Superiores Gerais. Na carta de divulgação, o papa pede que a juventude “não tenha medo de escutar o Espírito que vos sugere escolhas ousadas”. Francisco também recordou uma das palavras de Jesus aos discípulos, que lhe perguntavam: “Rabi, onde moras?”. Ele respondeu: “Vinde e vede!”. “Jesus dirige o seu olhar também a vós, convidando-vos a caminhar com Ele”, destacou o pontífice. Assim como aconteceu no Sínodo da Família, na fase de consulta ao povo de Deus, haverá questionário e consulta online aos jovens do mundo inteiro que poderão responder sobre suas expectativas e vida. Também haverá perguntas específicas e divididas por continente. Entre em contato com a editora Edições CNBB pelo sac@edicoescnbb. com.br ou pelos telefones (61) 2193-3019 e 0800-9403019


4

5

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja

2º Caderno

FOto: divulgação

Irmãs Carmelitas de Benevides

Irmã Margarida - 50 anos de vida consagrada

w Ir. Margarida à frente de Dom Alberto

“Posso afirmar que sou a pessoa mais feliz do mundo por ter escolhido a vida religiosa"

N

o próximo dia 2, Dom Alberto Taveira, Arcebispo de Belém, preside a Santa Missa de Ação de Graças pelos 50 anos de vida consagrada de irmã Margarida da Virgem e do Menino Jesus, cujo nome de batismo é Aurinda do Nascimento Costa. A celebração ocorre na capela do Carmelo de Santa Teresinha, em Benevides, Região Metropolitana. Trajetória

Nascida em Portugal, irmã Margarida entrou aos 20 anos para o Carmelo de Fátima, na cidade de Cova da Iria, onde se localiza o santuário dedicado à Virgem,

em Portugal. Na década de 1960, foi enviada com mais sete irmãs para missão na África Oriental. Lá foram responsáveis pela fundação da ordem em Moçambique, quando pertencia a Portugal. Durante o processo emancipatório do país, o grupo imigrou para o Brasil, p r i m e i ra m e n t e B e l é m . Segundo irmã Margarida, o pedido para que a ordem se instalasse no Pará foi feito por Dom Alberto Ramos, na época Arcebispo de Belém: “Nessa época Dom Alberto estava interessado em trazer uma ordem contemplativa para cá. E sabendo sobre a nossa ordem através de sua irmã, que mora no Carmelo

em Fortaleza, nos convidou. Em 1977 viemos e ficamos instaladas no convento das irmãs legionárias de Nossa Senhora Rainha dos Corações, enquanto o nosso convento em Benevides e s t ava e m c o n s t r u ç ã o . Contamos muito com o apoio de Dom Alberto e Dom Tadeu Prost, seu auxiliar”. Irmã Margarida, assim c o m o o u t ra s i r m ã s d o Convento, segue o carisma da ordem religiosa, inspirada no Profeta Elias, que levava uma vida de pobreza, oração e silencio, sempre rezando pelo mundo. O Carmelo de Benevides segue a construção

tradicional das ordens de clausuras, com uma área interna chamada claustro e uma área externa. Depois de fazer os votos perpétuos, as freiras não saem da clausura, a não ser para cumprir obrigações civis, como votar durante as eleições. Atualmente 14 religiosas vivem no Carmelo, das quais 10 professaram os votos solenes, três os votos temporários, uma noviça e uma postulante. 50 anos de consagração

Sobre os seus 50 anos de consagração, irmã Margarida afirma que só foram possíveis graças à ajuda de Jesus Cristo

e de todas as pessoas que sempre a apoiaram: “Posso afirmar que sou a pessoa mais feliz do mundo por ter escolhido a vida religiosa e agradeço a todos que sempre rezam por nós. Embora muitas as dificuldades, o apoio de minhas irmãs foi importante para conseguir chegar até aqui. Digo para as moças que têm no coração a vontade de seguir essa missão que tenham coragem para segui-la”.

Serviço O Carmelo localizase no centro de Benevides. Telefone: (91) 3724-1118.

Celebração pelos 13 anos de ordenação do padre Ozenildo foto: joão paraense

w padre ozenildo à direita de Dom Irineu, durante a celebração eucarística

Na Paróquia de Santo Antônio de Pádua, em Ananindeua, o Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, celebrou na terça-feira, 17, Santa Missa em Ação de Graças pelos 13 anos de ordenação sacerdotal do vigário, pe. Ozenildo Dias. A celebração foi concelebrada pelo pároco, padre Adalberto Brandão, e pelo próprio aniversariante. Na ocasião a I g re j a M a t r i z e s t ava repleta de fiéis, familiares e a m i g o s . Ao c h e g a r, Dom Irineu parabenizou padre Ozenildo pela data, agradeceu a presença dos fiéis e externou a felicidade

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica O Jornal Voz de Nazaré continua as reflexões iniciadas em 2013, Ano da Fé, com a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta, numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica, com seus elementos fundamentais.

III Parte (A Vida em Cristo) CAPÍTULO SEGUNDO O Terceiro Mandamento: lembra-te de santificar as festas

450

. Por que Deus “abençoou o dia do sábado e o santificou” (Ex 20,11)?

Porque no dia de sábado se faz memória do repouso de Deus no sétimo dia da criação, bem como da libertação de

Israel da escravidão do Egito e da Aliança que Deus sancionou com o seu povo. 2168-2172 2189

de poder retornar à Paróquia de Santo Antônio de Pádua, antes pertecente à Região Episcopal São Vicente de Paulo e agora à nova Região E p i s c o p a l , d o C o ra ç ã o Eucarístico de Jesus, integrada pelas paróquias do Coração Eucarístico de Jesus, Santa Edwiges, N o s s a S e n h o ra Ra i n h a da Paz, Nossa Senhora do Bom Remédio, Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Santa Luzia do Bom Futuro, Santa Teresinha do Menino Jesus, Nossa S e n h o ra d e L o u rd e s e Arcanjo São Miguel. Finda a celebração, os presentes participaram de um jantar festivo no salão paroquial. Padre Nildo

Padre Ozenildo (Nildo) foi ordenado sacerdote no dia 15 de janeiro de 2004, pelas mãos do Arcebispo Emérito de Belém, Dom Vicente Joaquim Zico, na época Arcebispo Metropolitano de Belém. De acordo com Padre Nildo, uma semana depois de sua ordenação Dom Vicente encaminhou-o para estudar em Roma, onde se especializou em Direito Canônico. Ao retornar a Belém, assumiu a Paróquia de São Vicente de Paulo, no Paar, em Ananindeua. Em 2016, é transferido à Paróquia de Santo Antônio de Pádua como vigário, com a missão de cuidar da Pastoral Familiar. Este ano articulou o Encontro de Casais com Cristo (ECC) na paróquia.


5

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

luiz estumano/arquivo

ano acadêmico

Celebração abre ano letivo da Faculdade Católica de Belém

Dom Alberto Taveira Corrêa preside missa solene

N

a quarta-feira, 1º, a Faculdade Católica de Belém, credenciada e devidamente implantada, abre seu ano acadêmico de 2017 com celebração eucarística na matriz da Paróquia de São Pio X, situada nas imediações do centro acadêmico, presidida pelo Arcebispo Metropolitano e Grão Chanceler da Faculdade, Dom Alberto Taveira Corrêa . A seguir aula inaugural, sobre os principais desafios da bioética no país. O começo do ano acadêmico representa mais uma etapa para a Faculdade Católica de Belém. O fato acontece após a realização de dois processos seletivos para leigos, o que reforça o caráter da instituição em oferecer os cursos de Filosofia e Teologia para seminaristas do Seminário São Pio X e para leigos. “O início do ano acadêmico nos dá imensa esperança na consolidação da nossa faculdade como espaço de aprofundamento no conhecimento em seus diversos âmbitos, iluminado pela fé através da formação filosófica e teológica. O fato de ser uma faculdade se enriquece com a presença não só dos que se preparam para o sacerdócio ou a vida religiosa, mas com tantos que desejam uma graduação em

Filosofia e Teologia, para se tornarem agentes de mudança e presença positiva nos diversos âmbitos da sociedade. Haverá com isso maior enriquecimento pela partilha de experiências e conhecimento”, afirmou o diretor geral da Faculdade,

w formação dos presbíteros, mas também para os leigos

“Desejamos oferecer o contato com a verdade evangélica, para que nos âmbitos da educação, cultura, política, arte, muitos se empenhem na construção do bem em todos os níveis para todos, no cuidado com toda a criação”.

Cônego Vladian Alves. Para ele, o objetivo é que a formação oferecida através de uma faculdade de identidade católica leve a consciência da responsabilidade que temos diante dos desafios que se impõem na região amazônica:

divulgação

divulgação

w Cônego Vladian, diretor geral da Faculdade

w pe. Lindomar Pinheiro, vice-diretor da Faculdade

Concretização de um sonho A Faculdade Católica de Belém representa a concretização de um sonho acalentado por diversas pessoas, desde que foi idealizado pelo Cardeal Dom João Orani Tempesta quando era Arcebispo de Belém, atualmente, Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ), e do Padre Fabrizio Meroni quando foi Diretor do Centro de Cultura e Formação Cristã. Nos últimos anos, esse sonho teve grande avanço no cenário da educação superior. No dia 24 de junho 2016 foi entregue a Dom Alberto o credenciamento da instituição pelo

O

YOUCAT

Jornal Voz de Nazaré s e g u e os estudos sobre o Y O U C AT Catecismo da Igreja Católica escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciouse por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

Ministério da Educação (MEC), publicado no Diário Oficial da União, Portaria 521 do dia 21 de junho de 2016. O credenciamento representou oficialmente que a faculdade estava habilitada ao funcionamento com os dois cursos iniciais, o curso superior em Filosofia e o de Teologia. Com a abertura das inscrições para o vestibular serão ofertadas por ano 400 vagas, sendo 200 vagas para cada um dos cursos. As vagas foram preenchidas no primeiro processo seletivo, aberto para 97 seminaristas que iniciaram sua formação visando o presbiterato.

No dia 12 de setembro do ano passado, a faculdade foi implantada em solenidade. O ato solene teve a presença de diversas autoridades eclesiásticas, civis, acadêmicas, além do clero arquidiocesano, seminaristas, corpo docente e funcionários da mais nova faculdade. Agora, a faculdade caminha para sua devida ampliação e se destaca como referência em formação. O projeto da instituição de ensino superior prevê a abertura para especializações, novos cursos, entre outras atividades, visando

torná-la um centro acadêmico e, em seguida, universidade. “Nossa faculdade tem um futuro promissor de cada vez mais ampliar e favorecer uma formação de qualidade que é da Igreja por meio da faculdade. Ela passa de uma formação que continua a ser dos presbíteros, mas também para leigos”, destacou Padre Lindomar Pinheiro, vice-diretor da Faculdade. Segundo ele, a instituição irá promover junto com outras instituições de ensino superior um simpósio de âmbito acadêmico para refletir a própria natureza da faculdade católica.

Segunda parte

Como celebramos os mistérios cristãos segunda seção CAPÍTULO QUARTO

Outras Celebrações Litúrgicas

275- Podem as relíquias ser veneradas? A veneração de Relíquias é uma necessidade natural do ser humano, para testemunhar o respeito e a devoção por pessoas veneráveis. As relíquias

dos santos são corretamente veneradas quando é louvada a ação de Deus nessas pessoas que se entregaram totalmente a Ele. [1674]


6

5

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja

2º Caderno

Nota da Pastoral Carcerária: não é crise, é projeto

“(...) enquanto não se eliminar a exclusão e a desigualdade dentro da sociedade e entre os vários povos, será impossível desarraigar a violência.” (Papa Francisco, Evangelii Gaudium, 59)

A

pesar do clamor nacional que se seguiu aos massacres de Manaus, Roraima e Rio Grande Norte, o principal produto do sistema prisional brasileiro sempre foi e continua sendo a morte, a indignidade e a violência. Em números bastante subestimados, fornecidos pelas próprias administrações penitenciárias, no mínimo 379 pessoas morreram violentamente nas masmorras do país em 2016, sem que qualquer “crise” fosse publicamente anunciada pelas autoridades nacionais. Nesse sistema, sob a tutela e responsabilidade do Estado, onde a mortalidade é 6,7 vezes maior do que fora dele, e as situações de violações sistemáticas de direitos são notórias e encontram-se detalhadamente registradas em uma infinidade de relatórios produzidos por organizações governamentais e não-governamentais, não foi por falta de avisos ou “recomendações” q u e a s p e s s o a s p r i va d a s d e liberdade deixaram de ser mortas e vilipendiadas em sua dignidade. O que se deduz da atual conjuntura é que a morte de centenas e a redução de centenas de milhares a mais abjeta d e g ra d a ç ã o h u m a n a p a re c e não ser digna de incomodo ou atenção quando executadas metodicamente e aos poucos, sob o verniz aparentemente racional das explicações de caráter gerencial, e sem que corpos mutilados sejam expostos ao olhar da mídia. O acordo rompido em Manaus, Roraima e Rio Grande do Norte não foi o da convivência pacífica entre as facções, que nunca existiu, mas entre o Estado e o “grande público”, a quem jamais deveria ser permitido enxergar as verdadeiras cores deste grande massacre brasileiro que se

desenrola há tempos. A guerra de facções por sua vez, transformada em uma narrativa lúdica, desinforma e distrai daquilo que jaz no cerne da questão: o processo maciço de encarceramento que vivenciamos, e que desde 1990 multiplicou em mais de sete vezes a população prisional brasileira, somando, juntamente com os presos domiciliares e em medida de segurança, mais de 1 milhão de seres humanos sob tutela penal, segundo dados do CNJ2. Esse formidável, custoso e cruel aparato de controle social, estruturado em pleno período democrático, deita raízes profundas em nosso sistema econômico que “exclui para se manter”, como já afirmou o Papa Francisco3, e cuja lógica neoliberal e mercantilizante atinge todas as relações humanas, sem exceção. Crime e castigo tornaram-se commodities, e corpos, quase todos pretos, novamente tornaram-se objetos de comércio e barganha, dessa vez em benefício dos senhores das prisões privadas. Juízes, promotores e defensores, por ação ou omissão, cada qual com sua parcela de responsabilidade, também desempenham papel central na gestão deste caos, emprestando legitimidade jurídica para um sistema de encarceramento que funciona à margem de qualquer legalidade. Em relatório divulgado em outubro de 2016, que apresentou o resultado do acompanhamento de mais de uma centena de casos de tortura em 16 estados e no Distrito Federal, a Pastoral Carcerária já apontava a participação estrutural do sistema de justiça na ocultação e validação de práticas violadoras de direitos. Diante do aparente colapso da estrutura prisional brasileira e da repercussão nacional e

internacional dada ao caso, o Sistema de Justiça retomou às pressas os paliativos mutirões carcerários, e o Governo Federal desfiou um rosário de propostas absurdas, que vão do reforço à fracassada política de construção de novas unidades, até o descabido e perigoso uso das Forças Armadas no ambiente prisional. Soma-se a essas propostas o desvio de verbas do Fundo Penitenciário Nacional para outras finalidades, por meio da Medida Provisória 755, e o Decreto n.º 8.940/2016, que estabeleceu as regras mais rígidas dos últimos anos para a concessão do indulto presidencial. Assim, o Governo Federal, alicerçado pelo Judiciário e o Ministério Público, vai reforçando a agenda repressiva e encarceradora, que aplicada nas últimas décadas resultou na mesma catástrofe que agora se propõe a resolver. Na esteira destas propostas, ONG’s e veículos de imprensa pedem a “retomada do controle” das prisões pelo Estado, num apelo cifrado por mais violência, e listas de soluções e medidas reformadoras são febrilmente reeditadas, vindo ao socorro de um sistema que há mais de 30 anos evidencia sua irreformável natureza desumana. Desde 2013 um conjunto de organizações e movimentos, entre eles a Pastoral Carcerária, Mães de Maio e Justiça Global, tem pautado a necessidade de ações estruturais para reverter o atual quadro de encarceramento em massa, por meio das propostas articuladas na Agenda Nacional pelo Desencarceramento5, e alertando para a contínua degradação do sistema.

Na atual conjuntura, não podemos cair na falácia das análises simplistas e das medidas que pretendem apenas aplainar o terreno até o próximo ciclo de massacres, nem titubear no enfrentamento aos pilares desse sistema, como a atual política de guerra às drogas, a militarização das polícias, o aprisionamento provisório, a privatização do sistema prisional, e a política de expansão do aparato carcerário. Se a opção que alertávamos há tempos era pelo desencarceramento ou barbárie, o Estado de forma clara e reiterada optou pela barbárie. Parafraseando Darcy Ribeiro, já não se trata mais de uma crise, mas de um projeto. E a perversidade de tal projeto não poderá cair sob nenhuma anistia. Poderá haver anistia pactuada entre os poderes d o E s t a d o , m a s n ã o h ave r á perante a consciência e perante Aquele que se apresentou sob a figura de um preso, torturado, executado na Cruz, Jesus, o Nazareno, feito Juiz Supremo que julgará especialmente aqueles que violaram a humanidade. (Lc 11,50-51) Assim, mais do que nunca devemos continuar a construir laços verdadeiros de solidariedade com o povo preso e seus familiares, reforçar o trabalho em torno da Agenda Nacional pelo Desencarceramento, e redobrar nossa luta profética pela realização do sonho de Deus: um mundo sem cárceres. 19 de janeiro de 2017. Pastoral Carcerária Nacional - CNBB

Agenda Nacional pelo Desencarceramento Em novembro de 2013, em audiência pública com o Gover no Federal provocada pelas Mães de Maio, movimentos e organizações sociais de enfrentamento ao Estado Penal apresentaram agenda para o sistema prisional, cuja proposta central aponta para a exigência de um programa de desencarceramento que estabeleça metas claras para a redução imediata e drástica da população prisional. Para viabilizar o desencarceramento e fortalecer as práticas comunitárias de resolução pacífica de conflitos, são articuladas na agenda, basicamente, as seguintes diretrizes:

l Suspensão de qualquer investimento

em construção de novas unidades prisionais; l Restrição máxima das prisões cautelares, redução de penas e

descriminalização de condutas, em especial aquelas relacionadas à política de drogas; l Ampliação das garantias da execução penal e abertura do cárcere

para a sociedade; l Vedação absoluta da privatização do sistema prisional; l Combate à tortura e desmilitarização das polícias e da gestão pública.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja

2º Caderno Em 31 de janeiro a Igreja celebra mais um ano de falecimento de São João Bosco, que partiu no ano de 1888. Ele deixou um grande legado para a humanidade, principalmente no trabalho diretamente com a juventude. Nos mais diversos lugares do mundo existe um projeto desenvolvido a partir das idéias de Dom Bosco. No Pará, um desses projetos é a Escola Salesiana do Trabalho (EST), uma obra social filiada à Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia (ISMA), instituição de governança das casas salesianas da região norte. Essa escola atende jovens de baixa renda. Já educou e profissionalizou centenas de jovens para o mercado de trabalho nos 54 anos de educação e evangelização fundamentados na pedagogia de Dom Bosco. A EST é uma obra/presença Salesiana que compõem a Rede Salesiana Brasil de Ação Social. Tem como premissa promover o desenvolvimento integral das novas gerações e a superação das diferentes formas de pobreza e exclusão social, tendo as virtudes cristãs e o carisma salesiano como referencia para apoiar os jovens nas suas opções fundamentais de vida. Educação e Cursos

A escola disponibiliza vagas destinadas ao ensino básico de nível fundamental e médio, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Oferece ainda nove cursos profissionalizantes distribuídos na área da indústria e comércio: Assistente Administrativo, Auxiliar de Produção, Manutenção de Equipamentos de Informática, Eletricidade Predial Mecânica Automática, Mecânica Diesel, Mecânica Industrial, Mecânica Refrigeração e Marcenaria. Os cursos desenvolvidos pela EST estão respaldados e validados pelo Ministério do Trabalho Emprego e Renda e inseridos na Lei 10.097/00, lei da aprendizagem que possibilita aos adolescentes e jovens na faixa etária de 14 a 23 anos de ambos os sexos a possibilidade de inserção no mercado de trabalho na condição de aprendiz. A escola também atua na qualificação e requalificação de adultos através de seus cursos livres, que têm curta duração, para ambos os

mercado de trabalho

A Escola Salesiana do Trabalho e o exemplo de Dom Bosco São 54 anos trabalhando na formação profissional da juventude divulgação

w cursos profissionalizantes atraem centenas de jovens para a EST

sexos, independente de escolaridade, oferecendo cursos de mecânica de moto, diesel e autos, mecânica de refrigeração, injeção eletrônica, mantidos por uma taxa cobrada durante os meses de aula. As aulas nos cursos profissionalizantes ocorrem de segunda a sexta nos três turnos. Há cursos em que o alunos só vêm uma vez na semana, pois os outros quatro dias são reservados à vivência prática na empresa, como é o caso de marcenaria, refrigeração, auxiliar de produção e assistente administrativo. Em outros cursos o alunos estão inseridos nas empresas. De acordo com o diretor da Escola, Padre Francisco Sadeck, a formação está fundamentada na dimensão humana, profissional e espiritual: “Nossa proposta é fundamentada na formação integral da pessoa em todas as suas dimensões, humana, profissional e espiritual. A espiritualidade é o alicerce da vida conscientemente vivida. O sistema preventivo busca acolher o jovem

considerando sua condição humana e suas necessidades educativas, sociais, formativas e profissionalizantes, buscando compreender o jovem em todas as suas dimensões, orientando-o para a prática do bem e evitar o mal”. Histórico

A escola objetiva promover assistência social como instrumento de proteção social básica para crianças, adolescentes, jovens e famílias em situação de vulnerabilidade social. Fundada pelo Padre Lourenço Bertolusso em 1º de maio de 1962, após a assinatura da escritura de doação do terreno, feita pela família Ferro Costa. Pedagogia

A pedagogia Salesiana, conhecida como sistema preventivo, é uma experiência educativa criada por D. Bosco, que vem ao longo do tempo se adaptando à realidade através da ação das comunidades de educadores que a atualizam sempre de forma dinâmica. É uma proposta comprovadamente eficiente para a educação da juventude

O

e se baseia na proteção e cuidado para com os jovens, em especial os mais necessitados e abandonados e em estado de perigo, visando a formação de bons cristãos e honesto cidadãos, e alicerçada na caridade, na assistência, no carinho, na presença contínua, vigilante, amorosa e fraterna do educador. Segundo Dom Bosco, a Educação “é coisa do coração”. Nesse sentido, todo educador deve ganhar o coração do jovem e falar com a linguagem do coração e assim despertálo para o amor, a felicidade, a tolerância, a compreensão e a consciência cidadã e, consequentemente, transformar o mundo à sua volta.

Dom Bosco Dom Bosco, também chamado de São João Bosco, aclamado pelo Papa João Paulo II como o Pai e Mestre da Juventude, nasceu em 16 de agosto de 1815. Foi padre, educador e criador do sistema preventivo em educação. Dedicou toda a sua vida à educação e à religião, além de se em penhar no desenvolvimento da imprensa católica. Morreu no ano de 1888, na cidade de Turim, Itália, com 72 anos. Sua beatificação aconteceu em 1929, pelo então Papa Pio XI. Sua herança continua atual. Seu amor pelos jovens e sua sabedoria pedagógica ainda não foram superados. Dom Bosco é o grande santo mestre e pai da juventude. Sua obra salvou milhares de jovens e seu pedido de que os jovens sejam amados, mas que eles próprios saibam que são amados, ainda é levado por todo o mundo. joão paraense

Projeto de padre trabalha com jornal impresso em Outeiro Jornal ‘Voz de Nazaré’ é um dos instrumentos do projeto “Jornal: Infinitas possibilidades de aprendizagem”, desenvolvido pelo Padre Mauricio Dias, Pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, no Outeiro, Distrito em que é professor. Mais de 100 jornais serão trabalhados dentro do projeto, de acordo com o padre, destacando-se o centenário ‘Voz de Nazaré’, um dos veículos de comunicação da Arquidiocese de Belém, responsável por pautar os principais assuntos da Igreja de Belém, do Brasil e do mundo. O ‘Voz de Nazaré’ este ano completa 104 anos de existência, no próximo dia 5 de julho. A proposta de Padre Mauricio é transformar o jornal em um apoio pedagógico complementar às atividades curriculares, oferecendo aos alunos como mais um recurso didático e, desta forma, incentivando o d e s e n vo l v i m e n t o e s c o l a r e sensibilizando nas crianças e jovens o gosto pela leitura. Além de contribuir com o ensino e

7

a aprendizagem, o projeto pretende promover a atualização do aluno em relação às informações do que ocorre na sua cidade, no país e no mundo, despertando seu interesse por questões sociais, culturais e políticas, resultando na formação de cidadãos mais informados e críticos da realidade. Leitura de mundo

Segundo Padre Mauricio, o trabalho com o jornal impresso é muito amplo e enriquecedor, sendo importante instrumento de pesquisa em sala de aula, já que é fonte inesgotável de possibilidades, abrangendo todas as áreas do conhecimento. “Além de o jornal informar o indivíduo sobre dado assunto, ele retrata as possibilidades de refletir sobre comunicação, contexto social contemporâneo, transformações na sociedade, o papel da imprensa, formação de opiniões, entre outros, possibilitando a apropriação de um texto verídico, do cotidiano dos alunos. Utilizá-lo como ferramenta de aprendizagem propicia uma leitura de

w o centenário Jornal 'Voz de Nazaré' é uma das fontes de leitura

mundo, onde o aluno se coloca como agente do processo e, principalmente, como um cidadão crítico e modificador do espaço em que vive”. A metodologia aplicada constará de aulas teóricas e praticas. Nas aulas teóricas serão abordadas, entre outras questões, as funções dos jornais e a diferença entre a informação e a opinião. Nas aulas práticas os alunos colocarão em ação os conhecimentos adquiridos, com a elaboração de uma

coletiva à imprensa e a confecção de um jornal da escola, em parceria com o Programa Mais Educação, do Ministério da Educação. U m a d a s p r i m e i ra s t u r m a s atendidas pelo projeto será a de ensino fundamental do Centro Educacional 5 de Março, localizado na Avenida Paulo Costa, no Centro Comercial do Outeiro. Alunos de oito e nove anos viverão em primeira mão a experiência proposta por Padre Mauricio.


8

5

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja

2º Caderno

FORMAÇÃO

Jovens participam de encontro vocacional na Diocese de Marabá divulgação

Estiveram presentes aproximadamente 50 adolescentes

“S

omos chamados a incentivar as vocações para que à messe não faltem trabalhadores”, destaca dom Vital Corbellini Com informações da Diocese de Marabá (PA). Entre os dias 20 e 22 de janeiro, aproximadamente 50 adolescentes participaram do encontro vocacional da diocese de Marabá (PA). O encontro é um passo importante para o discernimento vocacional do jovem. Para o Bispo de Marabá (PA), Dom Vital Corbellini, uma vez que jovens sentiram-se chamados ao sacerdócio, faz-se necessário reuni-los para um diálogo de discernimento da vocação: “É sempre Deus quem chama a pessoa para o serviço da comunidade”. “A origem de toda e qualquer vocação é o Senhor, de modo que é preciso o discernimento. Da mesma forma ocorre na vida de quem se sente chamado ao sacerdócio”, lembra Dom Vital: “O Senhor passou na vida de nossos jovens e disse: vem e segue-me, assim como Ele disse aos seus discípulos. E estes deixaram tudo e o seguiram, assim

w DOM Vital Coberllini e os participantes do encontro de discernimento

como nos falam os evangelistas”. Ele ainda destacou que o encontro vocacional teve como objetivo compreender o chamado do Senhor como graça de Deus e possibilitálo como missão para o jovem, para que siga o caminho sacerdotal com segurança e amor: “Deus envia os vocacionados de modo que necessitamos acompanhá-los com responsabilidade, discernimento e amor. Somos chamados a incentivar as vocações para que à messe não faltem trabalhadores (cfr. Mt 9,37-38) de modo que todos possam conhecer

a Palavra de Deus, vivam o dom da eucaristia, sejam sal da terra e luz do mundo, assim como nos fala o Senhor e o mandamento maior: o amor a Deus, ao próximo como a si mesmo”. O bispo pede orações “pelo aumento das vocações à vida sacerdotal, religiosa e matrimonial”. Os seminaristas da Diocese, juntamente com o reitor do Seminário, participaram do acompanhamento do encontro vocacional, realizado no fim de semana. Também participaram da formação casais vocacionais que ajudaram na preparação e execução do encontro.

Seminário

No dia 5 de fevereiro, a Diocese dará início às atividades do recém criado Seminário Menor em Marabá. A ideia do Centro de Formação é introduzir os jovens à vocação sacerdotal. Até então a região contava apenas com o Seminário Maior em Ananindeua, na Arquidiocese de Belém (PA). Ainda no fim de semana, a Diocese ganhou um novo padre: o diácono Célio Lima . A cerimônia de ordenação foi na Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, com a presença de padres, diáconos, lideranças e o povo de Deus.

Sal e Luz Leno Carmo (lenocarmo@yahoo.com.br)

“E

, adiantando-se dali, Jesus viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, num barco com seu pai, Zebedeu, consertando as redes; e chamou-os; eles, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no”. Esta perícope do Evangelho de Jesus segundo Mateus (4, 21-22 [1]), proclamada na liturgia dominical recente, a cada releitura é um provocativo e, ao mesmo tempo, penso ser um alerta a refletirmos sobre o estado e o cultivo de nossas redes relacionais, como paramos na dinâmica de nossas vidas para consertar, tecer, tratar as teias de nossa convivência, dos relacionamentos que compõem o complexo emaranhado de nossas vidas, junto às pessoas que amamos, muitas destas próximas de nós, ao mesmo tempo longe de um toque, um abraço, uma escuta ativa, um sorriso. Saímos para pescar e pronto, pouco percebemos que os estragos nestas redes podem resultar em prejuízos até irremediáveis. Os discípulos, junto com o pai, consertavam as redes no cotidiano de trabalho e relações interpessoais, quando são convidados a deixar tudo e seguir o Mestre. Ante seu chamado, são impelidos a mudar o rumo de seus caminhos cotidianos, a redesenhar seus destinos e escolhas, a abandonaram os velhos hábitos. É o Senhor quem chama. A metáfora do conserto das redes nos diz que muitas vezes há que se remendar a teia de nossas amizades

Consertando redes e relacionamentos diversos. Afinal, magoamos, ferimos, somos indiferentes, orgulhosos, egoístas e as redes de nossa vida se rasgam por não resistir ao peso de nossas misérias, daí a importância de consertá-las, com paciência, resignação e, mais que isso, perdão. Um desculpar-se, um ato de solidariedade ou até um sorriso são atitudes importantes e, em muitas vezes, são a abertura à graça do amor que restaura e renova a rede para “pescar” o bem. A novidade do Evangelho restaura as redes, o novo do amor que vence e triunfa, tudo renova e fecunda, faz a nova rede servir para acolher as almas que “pescarmos” para o Senhor, retiradas do mal das prisões e dos grilhões da morte, almas que viraram as costas ao bem e seguiram ao oposto da luz, imersas nas sombras, sofrendo a dor de não sentirem-se atingidas pelo amor misericordioso do Senhor. Contudo, com uma nova chance de serem resgatadas. Os discípulos “deixam o barco e seu pai, e O seguem”. Nada pode nos prender aqui, na contingência do mundo material, na efemeridade da vida biológica, na estética rude e na lógica do ter, nas escravidões que fazem petrificar a rede do coração. Sair para pescar nos mares que o Senhor vai indicar é ter a confiança que Ele nos acompanha, está no

barco e isto é o mais importante. Tecer as redes é também a metáfora do coração, que precisa ser lavado no perdão e na caridade, na liturgia de cada dia que nos convida a celebrar a presença de Jesus no meio de nós. Por isso a inquietude de avaliar como estão nossas redes relacionais, dialógicas, talvez sujas e cheias de furos e espaços descosturados, abertos. Como está a rede de nosso coração, se com amargura, desesperança ou dor, se cética ou insensível ao chamado contínuo do Cristo que vem até nós. Como nas águas escuras da Amazônia, ao pescar não vemos com segurança o peixe que se esguia por debaixo do verde de nossos cursos d’água, daí a confiança de lançar as redes em um profundo ato de

Conserta, Senhor, as redes rompidas, arrebentadas, estragadas do meu coração. Que assim seja!

fé, na esperança de trazer quem por misericórdia divina que atinge ambos, cruzou nosso caminho e, quem sabe, tem em nós um sinal enviado por Deus para perseverar. Somos servos inúteis por certo, um nada que com o Senhor, entretanto, faz-se tudo, Ele nos torna capazes de pescar e reunir, congregar, para libertar, no nome do Senhor, das prisões existenciais os que se encontram sem rumo e sem sentido, sem “para quê” viver. Tecer, consertar as redes, este é o tempo do Senhor em nossas vidas, a luz que brilha nas trevas e dissipa as sombras de nossas maldades, do nosso “fundo mau”, para nos trazer à vida novamente, soprar as nossas narinas para que sejamos testemunhas de um amor perfeito, agápico, perene; para também n’Ele sermos fontes de água límpida. Lavar as redes da sujeira que deixamos fazer morada em nosso coração é o chamado de um tempo novo, de graça e fé, como canta o padre Zezinho: somos “fazedores da paz, cristãos de um tempo diferente onde a gente tem de lutar, se quer fazer alguma coisa pela paz, a gente tem que lutar, tem que arriscar, tem que falar, tem que dançar, tem que levar o pão e a paz”. Jesus nos observa e vem ao nosso encontro com os braços abertos e cheios de amor. É tempo de tecer as redes e seguir o Senhor. Peçamos, pois, como o saudoso padre Léo: “Conserta, Senhor, as redes rompidas, arrebentadas, estragadas do meu coração”. Que assim seja!


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

N

a manhã do último domingo, 22, a Comunidade São Brás, da Paróquia de Nazaré, iniciou a festividade do seu padroeiro, que segue até o dia 3 de fevereiro, tendo como tema “Com São Brás lutemos pela paz, em defesa da vida”. A celebração foi presidida pelo reitor da Basílica Santuário de Nazaré, Padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves. A comunidade é uma das seis que fazem parte da Paróquia. Foi criada no final da década de 1970, oficializada por Padre Giovanni Incampo, funcionando atualmente na capela localizada na Vila Farah, na Av. Governador José Malcher, onde são realizados as celebrações e os encontros das pastorais e grupos atuantes na comunidade. A festividade reúne, tradicionalmente, além dos integrantes da comunidade, os trabalhadores do complexo de São Brás, incluindo o antigo mercado e a feira, especialmente durante a procissão que todos os anos percorre as ruas do bairro, cujo nome também homenageia o padroeiro, acontecendo sempre no domingo que antecede o Dia de São Brás (3 de fevereiro). Há notícias de que uma procissão dedicada ao santo já era realizada em Belém há muitos anos, partindo da Igreja das Mercês em direção à Basílica de Nazaré. D u ra n t e a S a n t a M i s s a d e abertura, o reitor do Santuário de Nazaré enfatizou que os cristãos devem conhecer, amar e seguir Jesus: “Devemos testemunhar com nossa própria vida e como comunidade, sendo discípulos e missionários de

9

comunidade

Começa a Festividade do Glorioso São Brás 2017

Evento reúne tradicionalmente trabalhadores do complexo de São Brás fotos: divulgação

perseguição religiosa, durante a qual o santo bispo não se cansava de exortar seus fiéis à firmeza na fé. Descoberto por soldados, São Brás retirou-se para um lugar solitário, a fim de continuar governando aquela Igreja. Morreu em 316, torturado com ferros em brasa e depois decapitado. O costume de abençoar as gargantas no seu dia continua até hoje, e lembra a mãe do menino curado por São Brás, que levava a ele velas na prisão. Estudos sobre São BrásMuitos mencionam muitos milagres atribuidos à sua intercessão. Ele é muito venerado na França e na Espanha. Programação

Cristo, vivendo a comunhão e a unidade, como os primeiros cristãos”. História

São Brás nasceu na Armênia, no século III. Foi médico e bispo em

Sebaste. Como médico, usava dos seus conhecimentos para resgatar a saúde, não só do corpo, mas também da alma, pois se ocupava em evangelizar os pacientes. Em sua época aconteceu uma forte

29/01 - Procissão às 08h, com saída da Escola Benvinda de França Messias e término na sede da comunidade, com Santa Missa à chegada. 02/02 - Adoração ao Santíssimo, 19h30. 03/02 - Dia de São Brás - Missa Solene, às 19h30, com bênção da garganta ao final.

Inscrições prorrogadas para turmas da catequese A pastoral da Catequese da Basílica Santuário de Nazaré, atendendo a pedidos, prorrogou as inscrições para as turmas de 2017. As turmas são: primeira c o m u n h ã o p a ra c r i a n ç a s , adolescentes e adultos, Crisma para adultos e adolescentes, e t u r m a s d e p e r s eve ra n ç a para quem já recebeu os sacramentos, mas quer fortalecer seu compromisso cristão. As inscrições agora seguem até 31 de janeiro. A Catequese da Basílica Santuário de Nazaré é uma das pastorais mais ativas da paróquia. Trabalha na formação

e evangelização de centenas de crianças, adolescentes e adultos todos os anos. Só em 2016 foram cerca de 300 pessoas evangelizadas, contando crisma e primeira comunhão. Para se inscrever são necessárias xerox da certidão de batismo, uma foto 34 e uma taxa simbólica. A catequese funciona de terça-feira a sexta de 8h às 12h e das 14h às 18h. Aos sábados das 8h às 12h. Inscrições no Centro Social de Nazaré, primeiro andar. Mais informações: (91) 3223-1564. Confira os dias e horários disponíveis

Primeira Comunhão e Crisma para adultos Quinta-feira: 15h às 17h Sábado: 17h30 às 19h30 Primeira COMUNHÃO para Crianças

Quinta-feira: 19h às 21h Primeira Comunhão (Turma de Perseverança)

Sexta-feira: 15h às 17h Sábado: 8h30 às 10h30 Pré Catequese a partir de 4 anos Sábado: 8h30 às 10h30 Pré Catequese Primeira COMUNHÃO e Crisma para adolescentes

Sábado: 15h às 17h Fo r m a ç ã o p a r a n ovo s catequistas Atenção, você que deseja ser catequista: a Paróquia de Nazaré através da Pastoral da Catequese, está com uma programação especial para catequistas. formação

Nos dias 24 e 25 de janeiro a pastoral realizará o Curso d e Fo r m a ç ã o p a r a N ovo s Catequistas. Os interessados devem inscrever-se até o dia 24, data do inicio do curso, no Centro Social de Nazaré. Para mais informações: (91) 3223-1564

Renovação das Promessas do Matrimônio A Pastoral Familiar da Basílica Santuário de Nazaré está celebrando 10 anos de evangelização famíliar. Com o intuito de confraternizar e render graças pelo sucesso do projeto que uniu em Cristo cerca de 500 casais, a pastoral convida para a Renovação das Promessas do Matrimônio todos os casais que participaram desde o primeiro casamento. Essa é a primeira vez que a pastoral irá renovar as promessas

do Matrimônio desses casais. Segundo Márcio Miranda, que com sua esposa Andreia integra a coordenação dessa pastoral:“A ideia partiu do padre Giovanni Incampo, paróco à época visando fortalecer os laços dos casais, e celebrar os 10 anos da pastoral, celebrados no dia 8 de dezembro de 2016”. A celebração de Renovação das Promessas acontecerá no dia 28 de janeiro, às 19h, na Basílica Santuário de Nazaré.


10

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

quarta edição

Movimento da Divina Misericórdia realiza IV Congresso

fotos: divulgação

Evento ocorre de 10 a 12 de fevereiro na Cidade Nova

O

Movimento Arquidiocesano Apostólico da Divina Misericórdia realiza o IV Congresso da Divina Misericórdia de 10 a 12 de fevereiro, com o tema “Mãe da Misericórdia – a Estrela que ilumina todos os caminhos”. O evento ocorre na Paróquia Santa Paula Frassinetti, na Cidade Nova VI, Ananindeua. À luz do IV do Congresso Apostólico Mundial da Misericórdia, realizado de 16 a 20 de janeiro nas Filipinas, será realizado o IV Congresso da Divina Misericórdia em Belém, que a cada três anos acontece em sintonia com o Congresso Mundial. De acordo com a coordenadora geral do movimento de Belém, Maria Marta Souza, o evento é uma oportunidade para a propagação da misericórdia: “Eu vejo muitos frutos depois de cada congresso, no sentido de propagar a Misericórdia Divina. Quando as pessoas se reúnem em busca de aprendizado acabam sendo mais misericordiosas para com os seus irmãos, fortalecendo a corrente do bem”. Re l a ç ã o d o s t e m a s a serem estudados e seus

palestrantes: “Conhece tua Mãe”, com Padre Romeu da Silva; “Carta Apostólica - Rosarium Virginis Mariae de João Paulo II”, com Padre Idamor da Mota; “Nossa Senhora e Santa Fa u t i n a ” , Pa d re A n d r é Teles; “Dogmas Marianos”, com Padre Edvaldo Amaral; “Nos passos de Maria”, com Padre Ulisses José; “ O s e g re d o d e M a r i a ” , Padre Maurício Henrique; “Maria, a mensageira do Céu”; Padre Jan Sopicki e “Maria, Mãe da Igreja”, com o Cônego Vladian Alves. No dia 10, o evento será aberto com missa às 18h, na matriz da Paróquia de Santa Paula Frassinetti. No dia 11, segundo dia do evento, a programação será extensa: acolhida pela manhã, seguida de conferência conduzida pelo secretário geral do Congresso Continental, em São Paulo, Padre Jan Sopicki, que pelo quarto ano participa do congresso em Belém. Após a conclusão haverá os oitos blocos temáticos com temas diferentes, conduzidos por sacerdotes. Às 16h, terá início a mesa redonda

com todos os participantes dos blocos temáticos. Em seguida, Santa Missa. No dia 12, data de encerramento, haverá adoração ao Santíssimo, Terço da Divina Misericórdia, terço mariano, testemunho, e Santa Missa de encerramento. Congressos

Em Belém, a cada três anos o Movimento Arquidiocesano Apostólico da Divina Misericórdia realiza o Congresso da Divina Misericórdia, que acontece sempre após o Congresso Apostólico Mundial da M i s e r i c ó rd i a , e s t e a n o realizado nas Filipinas. O primeiro Congresso Mundial foi em 2008, em Roma; o segundo, em Cracóvia, em 2011, e o terceiro em Bogotá, em 2014. No Brasil, este ano acontece em Aparecida, São Paulo, o 1º Congresso Continental da Misericórdia, de 22 a 25 de junho, considerado eco do Ano Santo da Misericórdia. A proposta central do encontro é refletir sobre a bula do Jubileu Extraordinário da Misericórdia - Misericordiae Vultus -, o rosto Misericordioso de Deus, como

um estilo de ser Igreja para favorecer o caminho da nova evangelização no continente americano e no mundo. Inscrições

As inscrições podem ser feitas na Paróquia da Santíssima Trindade, apenas

às terças-feiras, e, às quartas e sextas-feiras pela manhã, nas diversas paróquias da Arquidiocese de Belém e na Casa da Misericórdia Santa Faustina. Mais informações pelo telefone: 3222-0853.

Apostolado da Oração da Paróquia Jesus Ressuscitado promove formação A Rede Mundial de Oração do Papa, também conhecida como Apostolado da Oração, promoveu no s á b a d o , 1 4 d e j a n e i ro , n a Pa r ó q u i a d e J e s u s Ressuscitado, uma formação com o objetivo de fazer a divulgação da recriação do movimento. A palestrante foi a coordenadora Arquidiocesana do Apostolado, Graça Ta v e r n a r d . O e v e n t o foi organizado pela coordenadora paroquial, Leila Cavalcante. O evento contou ainda com representantes das Paróquias da Imaculada Conceição e São Geraldo Magela. A programação iniciou-se às 8h30 com a oração do santo terço e prosseguiu por toda a manhã, com encerramento às 12h. O Apostolado da Oração é uma rede mundial de oração a serviço dos desafios da humanidade e da missão da Igreja, expressos nas

intenções mensais de oração do Papa Francisco. Atualmente a Igreja está sendo despertada para um novo ardor missionário e, por isso, o Papa pede um novo jeito de evangelizar, mais atualizado, utilizando todos os meios de comunicação. G r a ç a Ta v e r n a r d transmitiu aos associados que o Apostolado da Oração necessita ir ao encontro do outro através da oração, com ação e disponibilidade para servir a Igreja, “pois estamos em tempos novos onde são utilizados novos meios para transmitir a BoaNova, que é a Palavra de Deus, especialmente com relação à mídia – e dessa forma o Apostolado possa voltar às origens, à fonte inicial da espiritualidade do Coração de Jesus que é, por sua essência ,missionária, porém a mudança principal deve acontecer dentro do coração”. O Santo Padre confia ao

w momento da formação do Apostolado da Oração, Paróquia de Jesus Ressuscitado

Apostolado da Oração duas intenções de oração para cada mês, que expressam as suas grandes preocupações pela humanidade e pela Igreja. Além de se comprometer a orar por estas intenções, o Apostolado da Oração é responsável por divulgá-las no mundo inteiro e fazer com que mais pessoas acompanhem o Papa na sua oração. A intenção especial do Papa para o mês de janeiro são para as pessoas que vivem nas ruas, atingidas pelo frio e tantas vezes pela indiferença. O Apostolado da Oração está sendo recriado para fazer melhor e de forma nova o

que já faz de melhor: ajudar a missão de Cristo na igreja através de uma vida de oração e missionariedade, através de visitas aos enfermos nas casas ou em hospitais, enxovais para gestantes, entronização do Sagrado Coração de Jesus nos lares católicos, entre outras ações. Congresso

As formações estão acontecendo em todas as regiões da Arquidiocese de Belém e visam, além de informar, reavivar nos associados o exigente e apaixonado caminho de v i ve r e m p e r m a n e n t e

disponibilidade por amor ao Senhor, também como preparação para o XXV Congresso do Apostolado da Oração, que acontecerá no Hangar – Centro de C o n v e n ç õ e s e Fe i r a s da Amazônia, no dia 18/06/2017,e que terá como tema “Coração de Jesus formado pelo Espírito Santo no Seio da Virgem Mãe”, tirado da petição da Ladainha do Sagrado Coração de Jesus e voltado para o Ano Mariano, já que Maria é o modelo de disponibilidade apostólica, cujo coração está cheio de Jesus e dos seus projetos.


belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

A

Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, localizada no Bairro do 40 Horas, em Ananindeua, está vivenciando mais uma festividade em honra da padroeira. Com o tema “Maria, Estrela da nova evangelização: ajuda-nos a cultivar e guardar a criação”, a programação vai de 2 a 12 de fevereiro. A celebração eucarística de abertura, às 19h, do dia 2, será presidida pelo pároco, Padre Manuel Valadão. Em todo o período da festividade as missas ocorrem nesse mesmo horário. A celebração do dia 3 será presidida pelo Padre Idair Bonadiman, d a Pa r ó q u i a d e S a n t a Edwiges, no Panorama XXI. A animação dessa celebração estará a cargo da comunidade Nossa Senhora das Graças e do Apostolado da Oração. Nos dias 5 e 6 a animação fica por conta das comunidades Santa Bernadeth, Nossa Senhora Aparecida, Catequese e Pastoral Familiar. Nesses dois dias Padre Manuel Valadão preside as celebrações. D o m I r i n e u Ro m a n , Bispo auxiliar da Arquidiocese de Belém, presidirá a celebração do dia 7 que terá a participação da comunidade São João B a t i s t a e Pa s t o r a l d o Batismo. Nos dias 8, 9 e 10, as celebrações serão sempre às 19h, esperando-

11

devoção

Festividade de Nossa Senhora de Lourdes no 40 Horas A programação vai de 2 a 12 de fevereiro, durante o período missas às 19h fotos: divulgação

w SAÍDA da procissão da Igreja matriz com a imagem de Nossa Senhora de Lourdes

se o comparecimento dos paroquianos. O Círio de Nossa Senhora de Lourdes será no dia 11, saindo da igreja de São Bartolomeu, com

Missa à chegada, presidida por Dom Alberto. Em sua mensagem afirma o pároco: “ a festividade de Nossa Senhora de Lourdes é um momento privilegiado

p a ra f o r t a l e c e r a a ç ã o missionária entre as forças vivas paroquiais. Neste sentido a festa quer estar em sintonia com a Campanha da Fraternidade deste ano,

abordando os temas dos biomas brasileiros. Este ano a Igreja do Brasil celebra os 300 anos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida e a Igreja Universal os 100 anos da aparição de Nossa Senhora de Fátima a três pastorinhos. Nossa Senhora se manifesta sempre aos mais humildes, para demonstrar que ela está intercedendo pelos seus filhos através da oração”. A paróquia é administrada pelos padres missionários da Congregação dos Oblatos de Maria Imaculada, que há 200 anos ajuda na missão evangelizadora em vários países, inclusive no Brasil. Os padres também auxiliam na Paróquia de São Francisco de Assis, no Bairro do Tapanã.

Serviço A Paróquia de Nossa S e n h o ra d e L o u rd e s localiza-se na Rua São Luis, Nº 363, Bairro 40 Horas, Ananindeua. Telefone: (91) 3275 – 2391.

Dom Irineu ministra crisma na Paróquia do Perpétuo Socorro A celebração do sacramento da crisma de 25 adultos ocorreu no dia 22 de janeiro às 19h, presidida por Dom Irineu Roman, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, presentes os catequistas Marcio Barbosa, Deyved Nascimento e Liane Silva, que auxiliaram na formação dos crismandos. A preparação da turma ocorreu durante seis meses com temas referentes à fé cristã. Os encontros aconteceram aos sábados à noite e domingos pela manhã. Nas segundasfe ira s à no it e h avi a o encontro de espiritualidade, com palestras ministradas p e l o Pa d re M a rc i o Halmenschlager, com a colaboração dos catequistas. Dentre os temas abordados

destacaram-se o Congresso Eucarístico, sacramento do batismo, eucaristia, crisma, sexualidade e espiritualidade na família. Houve também as celebrações do catecumenato, cerimônias apropriadas ao catequizando, uma forma de confirmação do que vão receber . Hoje esses adultos foram encaminhados para o engajamento nos grupos e pastorais da paróquia. Durante esse período, os casais participantes que ainda não haviam contraido matrimônio, contrairamno em dezembro do ano p a s s a d o . E e m j a n e i ro fizeram sua primeira comunhão. Na celebração Dom Irineu enfocou a importância desse sacramento na vida de todo cristão, enfatizando

w DOM iRINEU com a turma de crismandos da Paróquia do Perpétuo Socorro

que não se pode desistir da vida na Igreja, pois muita gente quando se crisma não persevera na sua missão: “Como é bom ver que esses adultos hoje vão receber a crisma. Peço-lhes que perseverem na sua fé e não desistam, que continuem a caminhada nas pastorais e, quem sabe, possam futuramente ajudar na

catequese". “Estou muito satisfeita e realizada com essa etapa cumprida com eles. Foram meses perseverando com essa turma, pois sei o quanto é difícil eles continuarem conosco. Mas, graças a Deus, tivemos uma boa turma, que quis continuar esse trabalho, com interesse e dedicação. Estou muito feliz”, falou

Liandra Costa, coordenadora da catequese geral. Liane Silva falou em mensagem: “muitos foram chamados e poucos os escolhidos. Pois bem: nesse ciclo que se completa hoje, muitos deixaram de acreditar no amor de Deus, mas vocês perseveraram e conseguiram fazer parte desse momento único”.

Equipe de Missas com Crianças completa 42 anos

w eMcri atualmente é um dos principais movimentos da paróquia

No ultimo dia 22 a Equipe de Missas com Crianças (EMCRI) da Paróquia Mãe do Perpétuo Socorro, no Bairro do Telégrafo, completou 42 de existência. Uma celebração eucarística de ação de graças foi presidida pelo vigário paroquial, Padre Léo Rockenbach, para comemorar a

data. O grupo surgiu na década de 70 com o objetivo de animar as crianças que participam das celebrações juntamente com os pais. Hoje é um dos principais movimentos da paróquia e responsabiliza-se pela evangelização de crianças, jovens e adultos.


12

belém, De 27 de janeiro a 2 de fevereiro de 2017

Igreja C

om informações da Pastoral Carcerária Nacional. Este ano de 2017 demarca duas décadas da realização da Campanha da Fraternidade de 1997, que teve como tema “A Fraternidade e os Encarcerados” e lema “Cristo liberta de todas as prisões”. O propósito daquela edição da Campanha da Fraternidade foi despertar a sensibilidade e a solidariedade dos cristãos, e de todos os homens e mulheres de boa vontade, para com as vítimas e p a ra c o m o s e n c a rc e ra d o s , fazendo com que toda a sociedade percebesse a realidade das mazelas carcerárias no Brasil. Em 1997, de acordo com o textobase daquela campanha, a população prisional do Brasil era de 129.169 presos, sendo 96,31% homens e 3,69% mulheres, em sua maioria, 95%, pertencente às camadas mais pobres da sociedade. Passados 20 anos, a situação só piorou: atualmente, mais de 650 mil pessoas estão presas no Brasil (quantidade cinco vezes maior que em 1997) e o percentual de mulheres encarceradas saltou para 6,5% do total de presos. O que não mudou foi o alvo preferencial das prisões: os jovens, os pretos e os pobres. A

2º Caderno campanha da fraternidade

CF de 1997 sobre prisões no país completa 20 anos

Situação só piorou, com o aumentou do número de encarcerados divulgação

propósito, como já constatava a o texto-base da CF 1997, “a punição parece ter privilégio de classe. Os pobres são os suspeitos de sempre e os criminosos de ‘colarinho branco’ quase sempre ficam impunes e continuam delinquindo”.

As bandeiras levantadas pela Campanha da Fraternidade de 1997 seguem mais atuais do que nunca: mudança e melhoria na política penal – uma vez que o sistema de justiça segue moroso e seletivo; criação de conselhos da comunidade - estes não

existem em todos os lugares e onde já estão instalados, por vezes funcionam com estruturas precárias; capacitação dos funcionários das prisões e da polícia para uma atuação educativa e humana – demanda ainda urgente, pois os presos e as pessoas mais pobres seguem tendo seus direitos violados pelos que agem em nome do Estado. Duas décadas após a realização da CF 1997, a Pastoral Carcerária Nacional, que acompanha o sofrimento dos presos nas masmorras m e d i eva i s q u e s ã o a s p r i s õ e s brasileiras, chegou à conclusão de que nenhum modelo de encarceramento é capaz de ressocializar alguém ou ajudar na diminuição da violência na sociedade, por isso tem difundido e proposto em todo o país a Agenda Nacional pelo Desencarceramento.

Evangelização no Terceiro Milênio Maria Elisa Bessa de Castro

O laicato santo: de São Francisco de Sales a São João Paulo II

C

orria o século XVI, quando a Igreja vivia uma grave crise espiritual, em pleno andamento da segunda geração da Reforma Protestante, quando Deus abençoou o mundo com a envergadura intelectual e espiritual de São Francisco de Sales. Nascido em 21 de agosto de 1567, o olhar místico do santo, unido à sua profunda ascese e vida interior, produziu um precioso tesouro espiritual dirigido aos leigos, sob o título de “Filoteia” ou “Introdução à Vida Devota”, em cujo teor apresenta à vida leiga, um caminho para alcançar a santidade. “Filoteia”, cuja expressão significa uma alma que Ama a Deus, constitui uma obra de direção espiritual e ou aconselhamento endereçada inicialmente a uma parenta do autor, que era casada e pediu-lhe conselhos espirituais. Dada a maravilha mística que emergia do escrito, muitas pessoas requisitaram-lhe que o publicasse. Deste modo, a primeira edição deu-se em 1609. Na obra, São Francisco de Sales demonstra que a santidade não é uma exclusividade da vida sacerdotal ou religiosa, pois ela é possível em todos os estados de vida, inclusive, aos casados e aos solteiros. Eis que em pleno século XVI, portanto, trezentos e quarenta e quatro anos antes do Concílio Vaticano II e da edição da Constituição Dogmática Lumen Gentium, o autor de Filoteia propõe aos leigos viver a santidade, ainda que inseridos no mundo. Ou seja, a santidade não é um privilégio da clausura, da vida religiosa e ou da Ordem, pois que ela pode ser vivida secularmente. A experiência de São Francisco de Sales como leigo, vivida, portanto, antes do sacerdócio, como filho de família nobre, acadêmico de direito e teologia, advogado e intelectual forneceu-lhe elementos

para o itinerário espiritual proposto no livro, a experiência de um leigo que busca uma vida devota, uma vida de santidade. Passados quatros séculos, décadas antes do Concílio Vaticano II, como que um prenúncio da primavera que nasceria para o laicato, surgiu diversos movimentos eclesiais leigos, que resgataram a mesma proposta de santidade, leia-se, a vivência plena do evangelho no mundo laico. Nesta esteira podemos citar: as Equipes de Nossa Senhora datada de 1938 (Paris - França); o Cursilho de Cristandade surgido em 1948 (Palma de Maiorca – Espanha); O Folcolares nascido em 1943, no contexto da Segunda Guerra Mundial (Trento – Itália); a Casa da Juventude fundada em 1959 (Belém – Brasil). Ressalte-se que esses movimentos eclesiais, fundados antes do Concílio, tiveram seu esplendor nas décadas seguintes, setenta e oitenta e ainda hoje, já solidificados, produzem muitos frutos espirituais. Na plenitude do período pós conciliar, surgem novos movimentos dirigidos aos leigos, entre os quais temos: o Encontro de Casais com Cristo e a Renovação Carismática Católica; e em Belém o Movimento da Juventude Nazarena, datado de 1970. Quando achávamos que o Concílio já tinha produzido todas as novidades ao laicato, surge o baluarte da assim denominada Nova Evangelização, a missionariedade no limiar do século XXI, diante dos desafios que este prenunciava. Filho da teologia espiritual de Santa Faustina (a qual é fruto de seus colóquios com Nosso Senhor Jesus Cristo sobre a Divina Misericórdia, verificados durante o período de 1931 a 1938, ano de sua morte) e do novo ardor teológicomissionário surgido no período pós conciliar, o mundo viu nascer o Papa Peregrino, João Paulo II, um incansável promotor da importância

do laicato na Igreja e na sociedade. É cediço que Karol Wojtyla deu uma importante e preciosa contribuição sobre essa temática no curso do Concílio Vaticano II. Antes disso, podemos afirmar que ele viveu pessoalmente a experiência do leigo no trabalho, na atividade cultural e política e no compromisso com a sociedade de seu tempo e espaço. Em seu sacerdócio, episcopado e papado, São João Paulo II deu grande incentivo ao movimento leigo; o que, sabemos, ser fruto de sua determinante a experiência como estudante, artista, operário e opositor aos regimes nazista e soviético. Essa experiência influenciou sobremaneira o seu magistério, com destaque para a Encíclica Veritaris Splendor, de 06 de agosto de 1993; a Exortação Apostólica sobre a vocação e missão dos leigos na Igreja e no mundo, intitulada Christifideles Laici, de 30/12/1998; a Exortação Apostólica Familiaris Consortio, de 22 de novembro de 1981; Carta às Famílias, de 02 de fevereiro de 1994; e as Catequeses sobre o amor humano – Teologia do Corpo, proferidas no período de 06 de setembro de 1979 à 28 de novembro de 1984, as quais geraram a obra “Homem e Mulher Ele os criou”. Nomagistério de São João Paulo II,

São Francisco de Sales demonstra que a santidade não é exclusividade da vida sacerdotal ou religiosa

o fiel leigo é lançado nas fronteiras da história, em todas as suas perspectivas e circunstâncias de tempo e espaço, a saber: família, cultura, trabalho, economia etc. Particular atenção ele concedeu à mulher e aos jovens. O Papa da Misericórdia criou a Jornada Mundial da Juventude e exortou os jovens a formar a geração “dos santos de calça jeans”, isto é, os jovens que gostam cinema, shopping, música, tecnologia, usam jeans e tênis e, em meio a tudo isso, vivem a santidade. No campo da família, beatificou os cônjuges Maria e Luigi Beltrame Quattrocchi, em 2001 - os primeiros proclamados juntos como casal. E beatificou quase 20 leigos e leigas. O Papa da Juventude e da Família deu profunda ênfase e incentivo aos movimentos leigos e às comunidades de vida, que se desenvolveram a partir da teologia da Igreja e do laicato. De São Francisco de Sales a São João Paulo II, a Igreja, em seu magistério e nas obras de seus santos, sê-nos apresenta variadas propostas de itinerários espirituais para alcançar a santidade, consoante o estado de vida secular. Todas elas têm seu ponto comum em Deus, o Senhor de nossa existência. Como diria o autor de “Filoteia”: “Faça todas as coisas em nome de Deus e fará tudo bem. Se comer ou beber, trabalhar ou descansar, ganhará muito aos olhos de Deus, ao fazer todas essas coisas como Deus quer que se faça”. Maria Elisa Bessa de Castro Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarístico da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

Próximo rtigo: Prof. Ricardino Lassadier