Voz de Nazaré

Page 1

ARQUIDIOCESE

DE BELÉM

Pe. Florence Dubois Fundador

www.fundacaonazare.com.br D o jornal católico da família D

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

ANO CIV - Nº 798 - PREÇO AVULSO: R$1,00

Igreja em unidade missionária

A Arquidiocese de Belém deve seguir em unidade missionária, com rosto amazônico e amparada pela devoção mariana. Foi a conclusão da Assembleia Pastoral Arquidiocesana quarta-feira, 15 . CADERNO 2, Páginas 6 e 7. divulgação

w delegados Em número de 140, eles representaram todas as Regiões Episcopais e aprovaram o Plano Pastoral para o biênio 2018-2019 luiz estumano

Festividade Campanha natalina de Cristo na FNC Rei Programação aconteFundação Nazaré de ce na Paróquia locali- Comunicação segue zada na Guanabara, em com a campanha junto Ananindeua. à Família Nazaré. cad.erno 2, página 3

caderno 1, página. 11 luiz estumano

w presépio será sorteado entre benfeitores da Família Nazaré divulgação

Participe da "Semana da Vida”

w paróquia Ide Cristo Rei, situada na Guanabara

Programação acontece na Paróquia Santa Paula Frassinetti, de 20 a 25 de novembro, na Cidade Nova, em Ananindeua. cad.erno 2, página 1

w vida como dom imensurável de Deus


2

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Opinião Privilégio de ser católico João Carlos Pereira

charge do andré abreu

Jornalista e professor jcparis@orm.com.br

Para Dani e Beto; Lilian e Claudio

Comente esta charge: voz@fundacaonazare.com.br

Panorama José Pereira Ramos joseulina1@gmail.com

Oportuna meditação

N

Economista e escritor

este 33º Domingo do Tempo Comum, a liturgia coloca para meditarmos uma parábola que mostra claramente como os conceitos de Deus são diferentes das nossas ambições humanas. Não adianta a qualidade ou quantidade de bens materiais que acumulemos. Adianta sermos gratos pelas Graças que recebemos de Deus, sejam elas grandes ou pequenas. Sempre devemos compartilhá-las com quem delas necessite. É a real aplicação do velho ditado “Ninguém é tão rico que não necessite de uma ajuda, ou ninguém é tão pobre que não possa também ajudar”. Peçamos a Deus que nos dê sabedoria para reconhecer e agradecer as Graças que recebemos a cada dia da nossa vida. Daí vem a nossa responsabilidade batismal. O dever de

Encontro Fraterno ivens Coimbra Brandão

ivenscb@oi.com.br; ivenscb@gmail.com

Bandeira Nacional

A Engenheiro civil e escritor

Bandeira, assim como o Hino Nacional, são os símbolos maiores de uma nação, entendendose como nação um povo organizado segundo suas leis, que preserva sua história. Assim, cada brasileiro está inserido em um pedacinho de nossa Bandeira, sendo corresponsável pela sua integridade. A Bandeira Nacional foi instituída pelo Decreto Nº 4 de 19 de novembro de 1889, quatro dias após a proclamação da República. Seu desenho foi inspirado pela Bandeira do Império, sendo o escudo imperial português substituído por um círculo azul onde constam 27 estrelas, representando os estados da República Federativa do Brasil, mais o Distrito Federal. As estrelas estão distribuídas conforme o céu da cidade do Rio de Janeiro, na noitede 15 de novembro de 1889, destacandose a constelação do Cruzeiro do Sul.

Fun­da­do em 5 de ju­lho de 1913 fundador Pe. Flo­ren­ce Du­bois, bar­na­bi­ta

arquidiocese de belém-pará

presidente Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Be­lém do Pa­rá vice-presidente Monsenhor Marcelino Ferreira Vigário-geral da Arquidiocese de Belém do Pa­rá

sermos missionários e divulgar a autêntica doutrina de Jesus, baseada nos dez mandamentos que Deus entregou a Moisés. É muito oportuna esta meditação, neste momento em que vemos tantos “criminosos de colarinho branco” serem levados aos bancos dos réus. Cidadãos que deveriam ajudar os mais necessitados, deles se utilizam para o ambicioso e ilusório enriquecimento humano. Que o Espírito Santo ilumine essas pessoas e, também, a todos nós. Um dia todos seremos chamados a prestar contas de como desenvolvemos os dons que Deus nos deu. Nada disto é novidade. Tudo isto está muito bem relatado nas parábolas evangélicas. Não adianta criar leis incoerentes, nem falsas filosofias, como o absurdo que estão espalhando, atribuindo às crianças a escolha do seu próprio sexo. E o que a natureza criou? Estão querendo virar deuses? Coitados. Estão esquecendo que não é fácil passar pela “porta estreita”. Fora disso, conclui o Evangelho de hoje, “Haverá choro e ranger de dentes”. (Mt.24,30) Corta o círculo azul uma faixa branca, com a mensagem ‘Ordem e Progresso’. Completa o desenho de nossa Bandeira um losango de cor amarela representando as nossas riquezas minerais, tudo emoldurado com um retângulo verde, invocando a pujança das nossas florestas. Ora partilha-se com o leitor informações, ou mesmo curiosidades, sobre o rito do manejo da Bandeira, como nos quarteis, onde é hasteada no alvorecer e arriada antes do anoitecer. Aliás, é um procedimento que deve ser adotado em todas as instituições, de tal modo que o Pavilhão Nacional não fique hasteado às escuras. Em determinadas situações fica exposto à noite, quando devidamente iluminado. Também é praxe recolher a Bandeira quando o material que a compõe se deteriora, sendo em seguida formalmente incinerado. Que no 128º aniversário de nossa Bandeira, todos nós brasileiros, a classe política em especial, renovemoso o compromisso proposto em nossa Bandeira, que deve ser baseado em atitudes norteadas pela ética, tudo em favor do bem comum.

DIRETOR GERAL Padre Roberto Emílio Cavalli Junior diretor administrativo e financeiro ­Marcos Aurélio de Oliveira diretor de comunicação Mário Jorge Alves da Silva diretor de captação de recursos ­Arnaldo Pinheiro

Dani e Beto Souza coordenaram a Diretoria da festa de Nossa Senhora de Nazaré nos últimos dois anos e, ao lado de seus companheiros, fizeram Círios inesquecíveis. Serão substituídos por Lílian e Claudio Acatauassu Nunes no comando das duas próximas procissões. Há o casal que sai e o casal que entra, protagonizando uma espécie de troca de guarda, fundamental para o processo de renovação exigido pela vida. O casal que sai deixa exemplosde simplicidade e de humildade, traços também presentes na personalidade de seus sucessores. Como o casal que sai, o que entra também é afeito à oração, aos longos períodos de retiro, Adoração e serviço à causa da Igreja. Para eles, assim como para todos os Diretores, o fazer o Círio se coloca como primeira e mais importante missão de suas vidas. Por não receberem salário ou qualquer outro tipo de benefício, a gratuidade de seus gestos torna o labor ain-

da mais bonito e meritório. Organizar um Círio é tarefa para doze meses de reuniões e decisões, que precisam ser acertadas. Quando a berlinda passa com a imagem da Peregrina, o que não se vê é tudo que foi feito, milimetricamente organizado, para a preamar da fé. Na condição de repórter que há mais tempo faz cobertura de Círio e tão de perto acompanha o cotidiano da Diretoria, ao Beto e à Dani registro o reconhecimento pelo tanto que fizeram pelo nosso Círio e pela confiança que depositam no meu trabalho. Quando pediam sigilo, jamais troquei sua confiança por um furo de reportagem. A Lilian e ao Claudio, amigos-irmãos de tantos anos, desejo que continuem sendo o que sempre foram: pessoas de fé, ação e oração, cujo primeiro e grande desafio será tratar da duração da grande romaria. O Senhor e a Senhora os escolheram e neles depositam a certeza de que fizeram e farão o melhor pelo seu Círio.

Assim na terra como no céu ... Pe. Helio Fronczak

heliofronczak@gmail.com

Caminho juntos

A

palavra “sínodo” é um termo de origem grega (syn-ódos) e tem uma etimologia que nos interpela: ódos significa “caminho”; syn é uma partícula que quer dizer “com”, “juntos”. O termo caminho, no horizonte teológico, indica um itinerário evangélico que se desenvolve no curso do tempo e conhecerá a sua realização na eternidade, nos “novos céus e na nova terra” (2Pd 3, 13). A sinodalidade, isto é, a realidade do caminhar juntos, não deve ser interpretada mecanicamente: não existem regras que, aplicadas, produzam de modo imediato, seguro e irreversível, os efeitos desejados. É um processo no qual aparecem sucessos e fracassos; conquistas e derrotas. Se queremos “fazer sinodalidade” precisamos estar abertos ao Espírito, prontos para tornar flexíveis as nossas programações pastorais para responder aos desafios que a

coordenação Bernadete Costa (DRT/PA 1326) conselho de programação e editoração Padre Agostinho Filho de Souza Cruz Cônego Cláudio de Souza Barradas Edwaldo Lobo Monteiro editoração eletrônica Sérgio Santos (DRT/PA 579) As­si­na­tu­ras, dis­tri­bui­ção, ad­mi­nis­tra­ção e re­da­ção Av. Go­v. Jo­sé Mal­cher, Ed. Pau­lo VI, 915 CEP: 66055-260

realidade nos põe. O segundo componente do termo, o syn (“com”), é uma partícula muito importante do ponto de vista bíblico e teológico. Não deve ser entendido em sentido geográfico como “lugar comum”, pois podemos estar um “ao lado” do outro e não estar “com” o outro. O simples estar ao lado não leva automaticamente à pertença recíproca. Também não pode ser reduzido somente às suas dimensões psicológica e sociológica; pois podemos construir grupos bem equipados nos aspectos interativos e dotados de eficientes habilidades cooperadoras, que, porém, não vivem a experiência comunional. O “syn” cristão – para ser compreendido corretamente – deve ser pensado nas dimensões trinitária, cristológica, epiclética, eclesiológica, mariana e antropológico-social. Sobre essas “dimensões” do evento sinodal aguardem.

- Na­za­ré, Be­lém - PA Te­l.: (91) 4006-9200/ 4006-9209. Fax: (91) 4006-9227 Re­da­ção: (91) 4006-9200/ 4006-9238/ 4006-9239/ 4006-9244/ 4006-9245 Site: www.fundacaonazare.com.br E-mail: voz@fundacaonazare.com.br Um veí­cu­lo da Fun­da­ção Na­za­ré de Co­mu­ni­ca­ção ­CNPJ nº 83.369.470/0001-54 Im­pres­so no par­que grá­fi­co de O Li­be­ral

fundação nazaré de comunicação


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Conversa com meu povo

3

Arcebispo

Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Os melhores dons são os que recebemos V

ivemos em tempos de concorrência e de competição, e nos habituamos a buscar o maior rendimento possível de tudo aquilo que fazemos, inclusive na correria para passar na frente dos outros. Parece tudo tão normal, até porque entramos cada dia mais nas leis do mercado, que regem relações entre pessoas, organizações comerciais e países. Acostumamo-nos a conferir as estatísticas, conferimos a tabela dos campeona- w Parábola dos talentos: O Reino de Deus cresce quando usamos os dons recebidos para servir tos esportivos, queremos que vença o desde a sua concepnosso time, sonhamos ção, pois Deus foi tão com o maior lucro dos criativo que ninguém investimentos bancá- é igualzinho, além da rios. Tudo tão normal dignidade que é próque perdemos de vista pria de todos. Admirar um elemento impor- a diversidade entre as finais do Ano Litúrgi- Talentos, aprendemos dos. Nem todos sabem tante de nossa vida, e pessoas, valorizar a co, a Igreja nos oferece que o Reino de Deus fazer tudo, mas todos este é dado pela fé que polarização magnífica a conhecida Parábola cresce quando usamos sabem fazer alguma coiprofessamos. Trata-se entre homem e mudos Talentos (Mt 25,14- os dons recebidos para sa para edificar o bem. da gratuidade, sinal do lher, como Deus pen30), que faz parte de servir. Talento é tudo Tudo o que é guardado amor pessoal com que sou e criou, trata-se de um discurso de Jesus aquilo que faz crescer ciosamente se estraga, Deus nos prodigaliza e um magnífico mistério a respeito da Nova Lei. a comunidade e revela segundo o ensinamencuida de nós. a ser descoberto duAntes, a Parábola das a presença de Deus. O to do Senhor: “Não A vida! Ninguém pô- rante a vida toda. Dez Virgens insistiu na “dinheiro” do Patrão, ajunteis tesouros aqui de encomendar seus Os dedos da mão proximidade do Rei- que é o Pai dos Céus, na terra, onde a traça traços físicos, nem o não são iguais! Afirno de Deus, que pode são os bens do Reino e a ferrugem destroem temperamento que lhe mação tantas vezes chegar a qualquer mo- de Deus, o dom gratui- e os ladrões assaltam e foi concedido, as even- repetida, ainda na mento (Mt 25,1-13). to que fazemos de nós roubam. Ao contrário, tuais características família, proporciona Depois, a Parábola do mesmos aos outros. ajuntai para vós tesourecebidas por herança, a admiração pelas caJuízo Final ensina a toO que eu sei fazer? ros no céu, onde a traça ligadas à família que te- racterísticas dos filhos mar posse do Reino no Entram aqui todos os e a ferrugem não desmos. Da parte de Deus, e filhas. Gerar uma acolhimento aos peque- talentos e capacidades troem, nem os ladrões através de qualquer criança é participaninos. Na Parábola dos que nos foram concedi- assaltam e roubam. Pois circunstância com que ção no ato criador de fomos gerados, este é o Deus, e cada filho ou presente fundamental e filha tem um lugar fundante de todo o res- próprio. As comparato de nossa existência. ções costumam ser deAcolher a vida como sastrosas, pois levam a nos foi dada, aceitar a traumas e complexos própria existência, é graves no desenvolvicondição de equilíbrio mento da personalipessoal e de convivên- dade. Mais ainda! Na cia com as outras pes- Igreja, chamamos de soas. vocação o olhar espeAs diferenças! En- cífico de Deus, com o canta-me conversar qual convida as pessocom os pais e mães, as a contribuírem na quando descobrem implantação de seu muito cedo que os pri- Reino. No grande conmeiros meses de seus certo da vida de Igreja, filhos mostram que não há lugar para todos e são cópias dos mesmos existem dons próprios pais, mas possuem concedidos pelo Setemperamento próprio nhor, a serem postos e uma personalidade a serviço. Não falar de destinada a se consoli- vocação na família sigdar no correr dos anos, nifica privar de um ditudo a ser contemplado, reito humano e cristão admirado e respeitado. fundamental os filhos Têm razão a Igreja e que foram dados! tantos batalhadores peO que são os dons lo valor da vida humana de Deus? Nestes dias

Deus foi tão criativo que ninguém é igualzinho, além da dignidade que é própria de todos.

divulgação

onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração” (Mt 6,19-21). Profissão, capacidade artística ou artesanal, capacidade de ouvir, criatividade, tudo conta nos valores do Reino de Deus. E o que dizer dos dons que nos possibilitam servir à Comunidade de Igreja? São Paulo nos faz entender: “Vós todos sois o corpo de Cristo e, individualmente, sois membros desse corpo. Assim, na Igreja, Deus estabeleceu, p r i m e i ro, o s apóstolos; segundo, os profetas; terceiro, os que ensinam; depois, dons diversos: milagres, cura, beneficência, administração, diversidade de línguas. Acaso todos são apóstolos? Todos são profetas? Todos ensinam? Todos fazem milagres? Todos têm dons de cura? Todos falam em línguas? Todos as interpretam? Aspirai aos dons mais elevados. E vou ainda mostrar-vos um caminho incomparavelmente superior”. (1 Cor 12,27-31) O vinculo que une todos os dons recebidos, o caminho excelente, é o do amor de caridade. “O amor é paciente, é benfazejo; não é invejoso, não é presunçoso nem se incha de orgulho; não faz nada de vergonhoso, não é interesseiro, não se encoleriza, não leva em conta o mal sofrido; não se alegra com a injustiça, mas fica alegre com a verdade. Ele desculpa tudo, crê tudo, espera tudo, suporta tudo. O amor jamais acabará (1 Cor 13,4-7). É o caminho para a vida de família, de comunidade e de Igreja, além de ser fermento inigualável para mudar as relações na sociedade, superando o ciúme, a inveja e a competição desleal, que tanto atraso provocam em nosso mundo e na Igreja. Os melhores dons recebidos tornam-se ainda melhores quando oferecidos e doados!


4

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Arquidiocese agenda de dom antônio de assis ribeiro

agenda de dom irineu roman

agenda de dom alberto corrêa n De 17 a 23 de novembro de 2017

n De 17 a 23 de novembro de 2017

n De 17 a 23 de novembro de 2017

n SEXTA, 17 DE NOVEMBRO 8h - Gravações 10h - Audiências 15h - Reunião 19h - Missa e Crismas (Paróquia Cristo Rei) n SÁBADO, 18 DE NOVEMBRO 6h - Missa 10h - Reunião com Cursilho de Cristandade 15h - Audiências 17h - Missa na Jornada da Caridade 19h - Missa e Crismas - Com. Ssmo. (Par. S. Benedito) n DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO 10h - Missa e Crismas (Paróquia Jesus Bom Samaritano) 16h - Missa na Assembleia da RCC 19h - Missa (Paróquia Santa Maria Goretti) n SEGUNDA, 20 DE NOVEMBRO 8h - Gravações 14h30 - Reunião 20h - Missa (Paróquia São Geraldo Magela) n TERÇA, 21 DE NOVEMBRO 6h25 - Missa (Carmelo Santa Teresinha) 9h - Bênção de inauguração (Shopping - Ananindeua) 14h30 - Reunião 19h - Crismas (Paróquia do Apóstolo Santo André) n QUARTA, 22 DE NOVEMBRO 09h - Reunião do Cabido Catedral 19h30 - Missa e Dissolução da Diretoria do Círio de Nazaré (Basílica Santuário) n QUINTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO 14h30 - Reunião 19h - Crismas (Paróquia Sagrada Família)

n SEXTA, 17, a DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO

n SEXTA, 17 DE NOVEMBRO 6h30 - Missa na Residência Episcopal 9h - Faculdade Católica 14h - Estudo - Campanha da Fraternidae 2018 - CNBB 19h - Missa e Crisma na Paróquia São Judas Tadeu 22h - Vigília Eucarística – Igreja Nossa Senhora das Mercês n SÁBADO, 18 DE NOVEMBRO 9h -Missa com as irmãs Preciosinas 12h - Assembleia Salesiana 16h - Visita aos jovens na Casa de Retiro - Benevides 18h - Jornada Pastoral da Caridade - Ginásio Abacatão n DOMINGO, 19 DE NOVEMBRO 7h30 - Missa - Paróquia São Benedito - Barreiro 11h30 - Missa no encontro da Juventude Salesiana Colégio Nossa Senhora do Carmo – Ananindeua 19h - Missa e Crisma - Paróquia Nossa Senhora das Vitórias - Marituba n SEGUNDA, 20 DE NOVEMBRO 8h30 - Audiências 19h - Missa e palestra na Paróquia Santa Paula Frassinetti - Ananindeua n TERÇA, 21 DE NOVEMBRO 9h - Faculdade Católica 15h - Reunião da Pastoral Universitária - Cúria 19h - Reunião com o Setor Juventude - Cúria n QUARTA, 22 DE NOVEMBRO 8h30 - Audiências 15h - Reunião da Pastoral da Pessoa Idosa - Cúria 19h - Missa na festividade de Cristo Rei - Guanabara n QUINTA, 23 DE NOVEMBRO 8h30 - Audiências 19h30 - Missa com alunos do Colégio Santa Catarina - Basílica Santuário

Os compromissos de Dom Alberto Taveira podem sofrer alterações sem aviso prévio.

4º Encontro Nacional da Pastoral do Turismo n SEGUNDA, 20 DE NOVEMBRO

8h30 - Audiências 16h - Reunião Pastoral da Saúde (Cúria) n TERÇA, 21 DE NOVEMBRO 10h - Atividades CNBB

16h - Visita aos Departamento - Hospital Divina Providência 17h - Missa - Capela do Hospital Divina Providência n QUARTA, 22 DE NOVEMBRO

9h - Reunião do Cabido 19h - Missa (Paróquia Santa Paula Frassineti) n QUINTA, 23 DE NOVEMBRO

8h - Gravação 19h - Missa - Comunidade Nossa Senhora das Graças (Paróquia Santo Afonso Maria Ligório)

Os compromissos de Dom Irineu Roman podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Os compromissos de Dom Antônio de Assis podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Homilia Dominical Padre Romeu Ferreira romeufsilva@gmail.com

A) Texto: Mt 25,14-30

Formado em Exegese pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma

J

esus contou...: 14 “um homem ia viajar para o estrangeiro. Chamou seus empregados... entregou seus bens. 15A um deu cinco talentos, a outro deu dois e ao terceiro, um; a cada qual de acordo com a sua capacidade. E...viajou.16 “O empregado que havia recebido cinco talentos saiu logo, trabalhou com eles e lucrou outros cinco. 17 Do mesmo modo o que havia recebido dois lucrou outros dois. 18 Mas aquele que havia recebido um só saiu, cavou um buraco na terra e escondeu o dinheiro do seu patrão.19

Depois..., o patrão voltou... 20O empregado que havia recebido cinco talentos entregou-lhe mais cinco, dizendo: Senhor, tu me entregaste cinco talentos. Aqui estão mais cinco que lucrei. 21 O patrão lhe disse: muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel... de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria! 22 Chegou... o que havia recebido dois talentos... Aqui estão mais dois que lucrei. 23 O patrão lhe disse: Muito bem...!... Vem participar da minha alegria! 24 Por fim, chegou...que havia recebido um talento e disse: Sei que és um homem severo,... 25 Por isso... escondi o teu talento no chão. Aqui tens o que te

pertence. 26O patrão lhe respondeu:Servo mau e preguiçoso!...27 Então devias ter depositado meu dinheiro no banco... 28 ... o patrão ordenou: Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! 29 Porque a todo aquele que tem será dado mais... 30 Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora na escuridão... B) Comentário Jesus nos fala de talentos, que significa: capacidade, qualidade, dons; e no contexto original era uma moeda vigente. Para entender a mensagem nos perguntamos: qual era o valor do talento? O talento valia seis mil (6.000) denários e um denário, era uma diária. Logo, um talento valia

como19 anos de diárias. Mesmo assim os cinco talentos são considerados pouco (v 21), para dar a entender o valor grandioso do Reino. Vejamos que o patrão, Deus, dá os talentos conforme a capacidade de cada um (v 15). Atentemos à ação dos que receberam os bens que não eram deles. Os primeiros produziram algo que já lhes pertence: “Aqui estão mais cinco, que lucrei” (v 20.22). Já o último não tem nada, matou o talento, na imagem do sepultar (v 18), como a um morto. Os primeiros foram aprovados: “Muito bem servo bom e fiel” (v 21.23), e convidados a participar da festa, expressa na alegria. O outro pelo contrário, não foi convidado e sim jogado fora, não

para a alegria e sim para o choro e ranger de dentes, porque era “Servo mau e preguiçoso”, portanto inútil. Este pensava que fosse suficiente e justo devolver o que recebera e foi reprovado, pois o que conta para o Senhor é o fruto do que produzimos em razão do que Dele recebemos. Quando o patrão diz a um e outro servo: “vem participar da minha alegria”, surge uma nova luz! Já não é um relacionamento de empregado e patrão, mas de pessoa que participa plenamente na vida da outra, como de igual a igual no sentimento de felicidade, diante do bem recebido ou reconhecido. Para o Reino, não basta ser honesto, devolver o que é do outro, mas multiplicar o bem recebido.

Liturgia da Semana w 17/11, Sexta-feira

Cor (branca ) Primeira Leitura (Sb 13, 1-9) Responsório (Sl 18) Evangelho ( Lc 17, 26-37)

w 18/11, Sábado Cor (branca) Primeira Leitura

(Sb 18, 14-16; 19, 6-9) Responsório ( Sl 104) Evangelho ( Lc 18, 1-8)

w 19/11, Domingo

Cor (verde) Primeira Leitura (Pr 31,10-13.19-20.30-31) Segunda Leitura (1 Ts 5,1-6)

Responsório (Sl 127) Evangelho (Mt 25,14-30)

w 20/11, Segunda

Cor ( verde) Primeira Leitura (1Mc 1,10-15.41-43.54-57.62-64) Responsório (Sl 118) Evangelho (Lc 18,35-43)

w 21/11, Terça Feira

Cor (branca) Primeira Leitura (Zc 2,14-17) Responsório (Lucas 1,46-55) Evangelho (Mt 12,46-50)

w 22/11, Quarta-feira

Cor (vermelha) Primeira Leitura (2Mc 7,1.20-31)

Responsório ( Sl 16) Evangelho (Lc 19,11-28 )

w 23/11, Quinta-feira

Cor (branca) Primeira Leitura (1Mc 2,15-29) Responsório (Sl 49) Evangelho (Lc 19,41-44)


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

5

Vaticano

C

om informações da Rádio Vaticano. “A condição para estar prontos ao encontro com o Senhor não é somente a fé, mas uma vida cristã plena de amor e de caridade pelo próximo”. É a mensagem do Papa aos cerca de 20 mil fiéis que no domingo, 12 de novembro, participaram da oração mariana do Angelus, na Praça São Pedro.

Uma vida cristã plena de amor e de caridade pelo próximo

Não podemos nos guiar por coisas que nos parecem mais fáceis fotos: divulgação

A Parábola das Dez Virgens

Comentando a Parábola das Virgens, tema da leitura evangélica do dia, Francisco advertiu: “Se nos deixarmos guiar por coisas que nos parecem mais fáceis, satisfazendo nossos interesses, nossa vida fica estéril, incapaz de dar vida aos outros... e não acumulamos nenhuma reserva w papa Francisco durante o Angelus, do domingo, 12 de novembro de óleo para a lamparina de nossa fé”. vigilantes e tentarmos de amor, de compartilha necessitado, podemos “Ao invés, se formos fazer o bem com gestos e de serviço ao próximo ficar tranquilos: o Se-

nhor poderá chegar a qualquer momento e até o sono da morte não nos assustará, porque teremos a reserva de óleo acumulada com as boas ações de todos os dias”. Neste sentido, o Papa exortou a estarmos prontos ao encontro com o Senhor: “Muitas vezes, no Evangelho, Jesus exorta a vigiar: ‘Vigiai, pois não sabeis o dia, nem a hora’. Vigiar, portanto, não significa apenas não dormir, mas estar preparados. Este é o significado de ser sábios e prudentes: não esperar até o último instante de nossa

vida para colaborar com a graça de Deus, mas fazê-lo desde já”. Após rezar o Angelus, o Papa concedeu a todos a sua bênção e nas saudações finais, lembrou que no sábado, 1, em Madri, foram proclamados beatos Vicente Queralt LLoret e 20 companheiros mártires, e José Maria Fernández Sánchez e 38 companheiros mártires. Todos foram mortos durante a guerra civil espanhola entre 1936 e 37. “Damos graças a Deus pelo grande dom destas exemplares testemunhas de Cristo e do Evangelho”, completou.

O Papa e a preocupação ambiental Com informações da Rádio Vaticano. No final da manhã do sábado, 11, o Papa Francisco recebeu no Vaticano uma delegação do Fórum das Ilhas do Oceano Pacífico (Pacific Islands Forum) e proferiu um discurso centrado integralmente na questão ambiental, dando destaque à preocupação com a ecologia integral, já expressa na Encíclica Laudato si. Região de imensas belezas culturais e naturais, mas particularmente suscetível a fenômenos extremos de caráter climático, a área do Pacífico sofre impactos como o aumento do nível dos mares e a progressiva destruição do ecossistema constituído pela barreira coralina. “Quem transformou

este maravilhoso mundo marinho em um cemitério despojado de vida e de cor?”, já se questionavam trinta anos atrás os bispos filipinos. Respondendo, Francisco ressaltou algumas causas deste degrado, muitas das quais diretamente relacionadas à conduta humana. Como exemplo, o Francisco citou o drama das populações litorâneas e empobrecidas obrigadas a se transferir em consequência do aumento do nível do mar. Introduzindo o tema do aquecimento global, o Papa mencionou a 23ª Conferência sobre Mudanças Climáticas, COP23, em andamento em Bonn, na Alemanha e que nesta edição, é presidida pelas Ilhas Fi-

ji, arquipélago localizado no Oceano Pacífico. “Espero que os trabalhos da COP-23, assim como os que seguirão, possam levar ter em consideração a “Terra sem confins onde a atmosfera é extremamente fina e fugaz”, como a descreveu um dos astronautas da Estação Espacial Internacional com quem pude falar recentemente”. A Terra sem confins e o universo

Para o Papa, esta visão de uma “Terra sem confins” anula as distâncias geográficas e destaca a necessidade de uma conscientização mundial, de uma colaboração e solidariedade internacionais, de uma estratégia comum que não permi-

w Conferência sobre o Clima acontece em Bonn, na Alemanha

tam a indiferença diante de problemas graves como o degrado do ambiente natural e da saúde dos oceanos, relacionado com o degrado humano e social que a humanidade de

hoje está vivendo. “Que tipo de mundo desejamos transmitir àqueles que virão depois de nós, ás crianças que estão crescendo? Esta pergunta não se refere

apenas ao meio ambiente... Quando nos questionamos sobre o mundo que queremos deixar, nos referimos sobretudo à sua orientação, sentido e valores”, concluiu Francisco.

Papa: escândalos ferem e matam corações e esperanças Com informações da Rádio Vaticano. “Escândalos que ferem os corações e matam esperanças e ilusões”, palavras proferidas pelo Papa Francisco na missa matutina celebrada, na segunda-feira, 13 de novembro, na Capela da

O N

Casa Santa Marta. “É inevitável que aconteçam escândalos”, recordou o Pontífice, retomando as palavras de Jesus no Evangelho do dia, “mas ai daquele que produz escândalos!”. E Jesus adverte os seus discípulos: “Prestem atenção em vo-

cês mesmos!”. “Ou seja, fiquem atentos a não escandalizar. O escândalo é feio porque o escândalo fere, fere a vulnerabilidade do povo de Deus, fere a fragilidade do povo de Deus e muitas vezes essas feridas são carregadas pra

cristão nunca pode ser pessimista! (13 de novembro)

ão podemos mudar o mundo sozinhos, mas juntos podemos semear a alegria do Evangelho, estando próximos aos pequeninos. (12 de novembro)

toda a vida. Não somente fere, o escândalo é capaz de matar: matar esperanças, matar ilusões, matar famílias, matar muitos corações.” “Prestem atenção em vocês mesmos” é uma advertência a todos, sublinhou Francisco, especialmente a quem se diz cristão, mas vive como pagão. Este é “o escândalo do povo de Deus”. “Muitos cristãos com o seu exemplo distanciam as pessoas, com a sua incoerência, com a própria incoerência: a incoerência dos cristãos é uma das armas mais fáceis que o diabo tem para enfraquecer o povo de Deus e distanciar o povo de Deus do Senhor. Dizer uma coi-

sa e fazer outra.” Esta é a “incoerência” que faz escândalo, que deve hoje nos fazer perguntar – disse o Papa -: “como é a minha coerência de vida? Coerência com o Evangelho, Coerência com o Senhor?” Francisco citou como exemplo os empreendedores cristãos que não pagam os salários justos e se servem das pessoas para se enriquecerem e também o escândalo dos pastores na Igreja que não cuidam das ovelhas e se afastam. “Jesus nos diz que não se pode servir a dois senhores, a Deus e ao dinheiro, e quando o pastor é alguém apegado ao dinheiro, escandaliza. E as pessoas se escandali-

zam: o pastor apegado ao dinheiro. Todo pastor deve se perguntar: como é minha amizade com o dinheiro? Ou o pastor que procura subir, a vaidade o leva a escalar, em vez de ser gentil, humilde, porque a gentileza e a humildade favorecem a proximidade com as pessoas. Ou o pastor que se sente senhor e comanda todos, orgulhoso, e não o pastor servidor do povo de Deus”… “Hoje pode ser - concluiu Francisco a sua homilia - um bom dia para fazer um exame consciência sobre isso: escandalizo ou não, e como? E assim poderemos responder ao Senhor e nos aproximarmos um pouco mais d’Ele”.


6

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Igreja no Mundo

Nossa Senhora da Porta de Otuzco No Peru, na região de ‘La Libertad’, um projeto de lei propõe declarar Maria como padroeira

C

om informações da agência Gaudium Press. Um projeto de lei no Peru propõe declarar Nossa Senhora da Porta de Otuzco como padroeira da religiosidade e da Fé Católica na região de ‘La Libertad’, localizada ao norte do país. Caso seja aprovado, o patrocínio da Santíssima Virgem sobre esta região peruana seria reconhecido pelo Estado, uma vez que a Igreja local já o reconhece em um culto que se remonta ao século XVII. Para o promotor da iniciativa legal, o congressista Luis

Yika, a invocação da Imaculada Virgem da Porta de Otuzco “é a mostra de Fé mais importante da região e porque não dizer, de todo o norte do país”. A lei simplesmente reconheceria um fato que se registra objetivamente, que é a importância da devoção à Santíssima Virgem sob essa invocação, mas para o legislador contribuiria para fomentar o fervor popular e os costumes religiosos, além de “reforçar a identidade histórica, religiosa e cultural de nossa região”. “Nestes tempos difíceis, é ne-

cessário promover a construção de uma sociedade que se edifique sobre a base de valores cristãos”, expressou o legislador”. A declaração também é promovida como um obséquio ao Papa Francisco em sua próxima visita ao Peru, ocasião na qual venerará a imagem da Santíssima Virgem da Porta. Para alcançar este fim, o projeto deveria ser aprovado tanto pelo Congresso como pelo Poder Executivo antes do dia 18 de janeiro de 2018, início da terceira visita apostólica de um Pontífice ao país sul-americano. fotos: divulgação

Concurso de poesia na França “Oferecei uma coroa a Maria” Com informações da agência Gaudium Press. A Arquidiocese de Lyon, na França, organizou o concurso de poesia “Oferecei uma coroa a Maria”. O evento ocorre por ocasião do roubo da coroa da Vergen d e Fo u r v i è re , ocorrido no dia 13 de maio passado. A coroa contava com 1782 pedras preciosas que haviam sido doadas por famílias da cidade. A Diocese francesa propõe que as poesias do concurso tenham “essas palavras, essas expressões, essas orações que queremos dirigir a Maria para dizer-lhe nosso amor”. As regras do concurso compreendem que o poema tenha ao menos 12 linhas, e que contenha as palavras Maria,

Fourvière, coroa. No próximo dia 08 de dezembro, dia da Imaculada Conceição, o Arcebispo de Lyon, Cardeal Philippe Barbarin, depois da deliberação do juri, proclamará os ganhadores após a chegada da procissão à Basílica de Fourvière.

Igreja no Brasil

Igreja na preparação do Ano Nacional do Laicato Após as comemorações do Ano Nacional Mariano, instituído pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Igreja no Brasil se prepara agora para celebrar a abertura do Ano do Laicato no próximo dia 26 de novembro. Com o tema “Cristãos Leigos e Leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema “Sal da Terra e Luz do Mundo”, a iniciativa de acordo com o papa Francisco, deseja fazer crescer “a consciência da identidade e da missão dos

leigos na igreja”. “O Ano do Laicato nos empolga e fomenta em nós uma feliz e agradável expectativa, para juntos escutarmos o que diz o Espírito Santo aos nossos corações e assumirmos a

ação transformadora na Igreja e no mundo. A obra é de Deus e de todos nós”, afirma o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB, Dom Severino Clasen.

Para vivenciar a proposta do Ano, a Comissão Especial para o Ano do Laicato preparou alguns subsídios que contém orientações metodológicas para as comunidades. Um deles é composto por orientações para os grupos de reflexões e o outro por propostas de celebração. Além dos roteiros para as comunidades, a Comissão disponibilizou também o cartaz oficial do Ano do Laicato, além de banners. Os materiais podem ser adquiridos no site da editora da CNBB – Edições CNBB.

Encontro dos Santos ocorre em Santa Cruz dos Milagres Com informações da agência Gaudium Press. Entre os dias 11 e 12 de novembro, romeiros de todo o Estado do Piauí e demais localidades do Nordeste festejaram o En-

contro dos Santos. As celebrações ocorreram no Santuário de Santa Cruz dos Milagres, na cidade de nome homônimo, no Piauí. Durante a tradicional romaria, os fiéis

carregam as imagens de seus padroeiros e, juntos, rendem graças a Deus, em uma manifestação de amor e fé, por intercessão de todos os Santos. A Romaria do Encontro dos Santos

tem mais de 20 anos de existência, sendo marcada pela condução da imagem de cada padroeiro, levada pela sua própria comunidade até o Santuário de Santa Cruz dos Milagres.

Natal celebra a Festa de Nossa Senhora da Apresentação Com informações da agência Gaudium Press. A Padroeira de Natal, Nossa Senhora da Apresentação, foi comemorada pelos devotos potiguares. A 264ª edição da festividade religiosa teve início no dia 11 de novembro e segue até 21 deste mês, inspirada no tema “Maria, Rainha dos Mártires, Senhora da Apresentação”, em alusão à recente canonização dos Protomártires do Brasil (os padres André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e mais 27 companheiros). A programação de abertura contou com uma procissão, partindo da antiga Catedral com destino a Catedral Metropolitana. No templo, foi celebrada uma missa solene, presidida pelo Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha. Entre 12 e 20 de novembro,

as atividades acontecem tanto na Igreja de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral) quanto na Catedral Metropolitana de Natal. Os festejos encerram-se no dia 21 de novembro, feriado no município de Natal. À meia noite, os potiguares participarão de um momento de fé e meditação durante a Vigília da Apresentação, na Pedra do Rosário, com a participação da Comunidade Shalom. Às 3h30, será feita a Procissão Fluvial. Às 5h, ocorrerá uma missa na Pedra do Rosário, A Missa de encerramento da festividade deverá acontecer por volta das 18h e será presidida por Dom Jaime. E por fim, às 19h, os devotos marianos apreciarão um show pirotécnico em homenagem a Senhora da Apresentação.


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

7

Igreja

Campanha ‘Vidas Negras’, da ONU Mote da mobilização é pelo fim da violência contra jovens negros

A

s Nações Unidas no Brasil lançaram um emoji especial para a campanha “Vidas Negras”, pelo fim da violência contra jovens negros. A imagem de um punho negro cerrado aparece na postagem dos usuários que utilizarem as hashtags #ConsciênciaNegra e #VidasNegras no Twitter. O lançamento oficial da campanha ocorreu no dia 7, durante evento na Casa da ONU em Brasília (DF), com a divulgação de vídeos protagonizados pelos atores Taís Araújo, Kenia Maria e Érico Brás, a poeta Elisa Lucinda e o grupo Dream Team do Passinho. O encontro contou com a presença do coordenador-residente da ONU, Niky Fabiancic, de representantes do governo e da sociedade civil que atuam no tema; e do ator Érico Brás. A @ONUBrasil agradece ao @ TwitterBrasil por apoiar as hashtags #VidasNe-

gras e #ConsciênciaNegra e conclama toda a sociedade a se envolver na mobilização nacional. Todos os detalhes sobre a campanha podem ser encontrados no link: https:// t.co/AKrQQEVR0l pic.twitter. com/tsRMTzxHMJ e no twitter ONU Brasil (@ONUBrasil). A iniciativa, ligada à Década Internacional de Afrodescendentes, envolve os 26 organismos da equipe de país da ONU. O objetivo é sensibilizar sociedade, gestores públicos, sistema de Justiça, setor privado e movimentos sociais a respeito da importância de políticas de prevenção e enfrentamento da discriminação racial. Para a ONU, o racismo é uma das principais causas da situação de violência a que a população negra está submetida. Atualmente, um homem negro tem até 12 vezes mais chance de ser vítima de homicídio no Brasil, segundo o Mapa da Violência.

Mundo juvenil e a fé cristã Dom Antônio de Assis Ribeiro - Bispo Auxiliar de Belém (domantoniodeassis@arqbelem.org)

Vulnerabilidade e esperança juvenil A droga do vazio Nas próximas semanas pretendo abordar nesta coluna uma série de quatro reflexões sobre o Sínodo dos bispos que acontecerá no próximo ano em Roma e que terá como tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”. Em 2018 a Igreja Católica se voltará decididamente para os jovens refletindo especificamente sobre a condição em que vivem, a mentalidade, os problemas, a vivência da fé, e a urgência da evangelização e o discernimento vocacional. O desafiador mundo juvenil é reflexo da complexidade da pósmodernidade, ou seja, a cultura contemporânea. O Instrumento de trabalho acusa o grande desafio da relação entre os jovens e as ideologias formando mentalidades que se distanciam do humanismo cristão. Uma das mais desafiadoras ideologias da atualidade é aquela que propaga a “crise da razão”. A “crise da razão” é, segundo os seus propagadores, a tomada de consciência de que o ser humano é portador de uma razão incapaz de conhecer a verdade e nem mesmo de lutar por ela. Na verdade, a fala da “crise da razão” ou da ra-

cionalidade, se identifica com a dificuldade o que o homem de hoje sente em relação à busca dos fundamentos da própria existência e das próprias escolhas. Essa situação de descrédito na lucidez da própria racionalidade, tem gerado no meio juvenil o chamado “vazio existencial”, a ausência de projeto de vida, o apego ao presente, a experiência da drogadição etc. Não se consegue compreender com clareza e profundidade esse terrível fenômeno se dele não nos aproximarmos fisicamente e com fina capacidade de escuta. O fenômeno da drogadição é a ponta visível de uma montanha submersa que nos revela uma grossa diversidade de fatores que contribuem para que uma pessoa possa fazer essa experiência: a perda dos ideais positivos, a destruição da auto-estima, a ruptura dos vínculos familiares, a negação dos limites morais, a violência, a miséria... Testemunhos provocantes Visitei no primeiro semestre deste ano uma Comunidade Terapêutica. Tive a oportunidade de fazer algumas horas conversando com diversos jovens que tinham estado por anos no “fundo do poço” no submun-

do da drogadição e violência. Quero partilhar contigo, caro leitor, algumas declarações. O objetivo da partilha de alguns depoimentos é estimulá-lo a refletir sobre a urgência da necessidade de darmos cada vez mais atenção aos jovens e à família. Graças a Deus alguns podem contar a própria história, mas grande parte termina sua trajetória no cemitério e tantos outros vão para os presídios. Vejamos o que me disseram, sem a formalidade de uma entrevista:

1

Por que você entrou para o mundo da droga, como isso aconteceu? - “Eu sentia falta de acompanhamento da minha família quando eu ainda era adolescente, me sentia solitário e, daí, tudo desandou”; “Caí nas garras do vício das drogas porque eu não enxergava maldade na droga, não via perigo nenhum; mas depois fui dominado por ela e fiquei escravo”; “Foi por falta de experiência das coisas da vida e assim fui decidindo fazer experiência de tudo por mim mesmo. Eu decidia tudo”; “Me senti envolvido pelos amigos; era ilusão”; “Fui atropelado pela dro-

ga porque eu não pensava na vida, não levava em conta o futuro; para mim só existia o presente”; “Entrei no mundo da droga por falta de estudo e de pensamento”.

2

O que a droga lhe causou? - “A droga me fez perder a saúde que eu tinha”; “Eu perdi a estima e a confiança dos meus familiares: do meu pai, da minha mãe, dos meus irmãos, dos meus tios”; - “A droga me fez perder tudo, hoje estou todo quebrado, trago no meu corpo grandes marcas do vício, da violência e dos problemas que eu causei”; “Para mim a droga causou a perda da minha dignidade de homem de bem”; “Eu perdi os meus talentos de artista, de músico... passei 20 anos na droga”.

3

Por que você se decidiu por um tratamento? - “Eu me decidi por um tratamento porque passei a sentir vergonha de mim mesmo; da vida desgraçada que eu levava”; “Eu procurei tratamento porque fui incentivado pela minha família”; “Tomei consciência da gravidade desse mal na minha vida quando perdi minha vida profissional e passei a viver

na rua...”; “Senti a necessidade de tratamento quando perdi minha saúde e o bem-estar que eu tinha com a minha família”; “Eu procurei tratamento porque perdi tudo e fiquei na solidão, num sofrimento desgraçado”; “Eu passei a pensar em mudança quando senti que ainda acreditavam em mim; alguns parentes e amigos me incentivaram”.

4

Qual é o seu sonho atualmente? - “Meu sonho é completar os meus 9 meses de tratamento”; “Meu sonho é recuperar a confiança da minha família”; “Eu sonho em recuperar a minha saúde”; “Eu quero, daqui pra frente, sentir mais a presença de Deus na minha vida; longe dele eu caí na desgraça”; “Espero ser perseverante no tratamento; é duro, há muita tentação de voltar atrás”. Conclusão Nos últimos meses visitando nove unidades prisionais da região metropolitana de Belém, em direto contato com centenas de jovens detentos e ouvindo muitos deles, me recordei desses depoimentos. Mudou somente o ambiente, mas a realidade existencial é

a mesma. Estamos diante de uma questão de saúde pública, profundamente abalada na sua dimensão psíquica. As declarações, todas de jovens de 18 a 34 anos, acusam uma realidade que vai muito além de um mero capricho pessoal, assim como os ignorantes e ingênuos encaram o fenômeno da drogadição. Estamos diante de uma complexa teia de fatores provocadores desse triste fenômeno: a desagregação familiar, a tentação das ideologias, o falso conceito de liberdade, o vazio interior, a solidão, o condicionamento das amizades, a cultura do prazer, a ausência de projeto de vida, o presentismo, a ausência da educação e da assimilação de valores morais e religiosos...Todavia, o mais bonito é comtemplarmos o despontar da esperança! REFLEXÃO: Você concorda que o problema da drogadição vai muito além da questão pessoal?

1 2

Você já ouviu falar da “crise da razão”... o que você entendeu?

3

Qual dos depoimentos mais lhe chamou a atenção?


8

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Nazaré Repórter J Palestra sobre liturgia

rádio nazaré divulgação

Neste sábado, 18, no Centro Social da Igreja da Santíssima Trindade, às 18h, haverá a palestra “A Liturgia celeste como modelo da Liturgia terrestre”, ministrada pelo Padre Ivan Chudzik. O evento integra uma programação a ser realizada a cada 15 dias a partir do sábado e onde haverá sempre palestras para a formação espiritual e humana ministrada pelos padres do Instituto Bom Pastor e eventualmente palestrantes convidados. Participe!

J Arte

Presídios sem celular A Câmara dos Deputados aprovou dia 7 o Projeto de Lei (PL) que obriga as operadoras de telefonia móvel a instalar bloqueadores de sinal de celulares nos presídios de todo o país. As operadoras ficam obrigadas a iniciar o bloqueio em até 180 dias depois que o projeto de lei for sancionado pelo presidente do país. Os bloqueadores impedem a comunicação entre o aparelho celular e a torre da operadora de telefonia móvel, cortando o sinal dentro da unidade prisional, inclusive do tráfego de dados móveis através de rede wi-fi.

J Retiro para jovens Nos dias 1,2 e 3 de dezembro o grupo de oração Filhos da Graça, do Ministério Jovem da RCC/Belém realiza o retiro para jovens “Lançai-vos” com o tema “Desperta tu que dormes. Levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará” (Ef 5,14). A programação que conta com pregação, santa missa, louvor, gincana, trilhas e lual mariano será realizada na Chácara Tagaste, em Marituba. As vagas são limitadas e a inscrição requer pagamento de uma taxa. Mais informações pelos números: (91) 98934-8542 / 983059990 / 98238-9842 / 98050-0596.

fm

z mh 3 . 91

O Festival Amazônia Mapping (FAM) 2017 oferta cinco oficinas de arte e tecnologia na capital. A programação será realizada em Belém pela terceira edição, de 22 a 25 de novembro, com projeções inéditas na fachada do Palácio Antônio Lemos e shows a céu aberto. Artistas com trajetória internacional ministrarão os laboratórios. As inscrições são gratuitas e estão abertas no site do evento (https://www. amazoniamapping.com/).

J Oficinas Estão abertas até o dia 22 deste mês as inscrições do último módulo de 2017 das oficinas de arte e ofício da Fundação Cultural do Pará (FCP), realizadas nas unidades do Curro Velho e Casa da Linguagem. São ofertadas mais de 100 opções de cursos nas linguagens musical, verbal, cênica, visual e audiovisual. A inscrição é gratuita para os alunos da rede pública de ensino (fundamental e médio), e para os demais é cobrada uma taxa única de 20,00 (vinte reais).

l Pessoas desaparecidas: tema na Rádio Nazaré O Programa Segurança e Cidadania da próxima sexta-feira,17, apresentará o tema “Pessoas Desaparecidas no Estado do Pará”. A apresentação do tema será abordado com a Delegada Adjunta da Policia Civil, Christiane Ferreira. Sintonize 91,3 Mhz a partir de 14h, acompanhe e participe

conosco! Lembramos que o ouvinte pode interagir durante a programação ligando para a central de atendimento, no número 4006-9211 ou ainda pelo facebook. com/radionazare, enviando suas dúvidas, ou sugerindo novos temas para os próximos programas.

Rádio Nazaré FM - 91,3. A serviço da vida. nossa missão é evangelizar!

rede nazaré de televisão

al can

30

l COMUNIDADE VIVA NA TV NAZARÉ

ENEM 2017 Segundo edital do Inep, o gabarito do Enem 2017 está disponível desde o dia 15 de novembro, após a aplicação das provas do domingo, 12. O resultado final do Exame Nacional está previsto para ser divulgado no dia 19 de janeiro de 2018. Para consultar o resultado do Enem 2017, o estudante deverá

acessar a página do participante no portal do Inep, no endereço http:// enem.inep.gov.br/participante/, tendo em mãos os números do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e senha. Quem não se lembrar poderá recuperar a senha do Enem 2017 com facilidade, clicando em links de apoio disponíveis na própria página.

J Cursos

profissionalizantes

Acompanhe pela TV Nazaré o programa “Comunidade Viva”, apresentado por Dom Irineu Roman, Bispo Auxiliar de Belém nesta semana. Nas edições de terça-feira, 21, às 17h, e na quinta-feira, 23, o apresentador estará fazendo um balanço da 9ª Assembleia Pastoral Arquidiocesana realizada de 9 a 15 deste mês na Arquidiocese de Belém.

portal nazaré

As inscrições para as turmas do primeiro semestre de 2018 dos cursos técnicos à distância do Senac EAD estão abertas em todo o país. No total, são 11 opções nas áreas de comércio, design, gestão, informática, meio ambiente, segurança e turismo. A freqüência dos cursos se dá em três formatos: encontros virtuais, videoaulas e encontros presenciais. As matrículas devem ser realizadas até a segunda quinzena de abril de 2018 por meio do site http://www.ead.senac.br/ cursos-tecnicos/.

Sintonize o canal 30 – ou na sintonia de sua cidade – e acompanhe o panorama dos assuntos abordados na assembléia compartilhada com todas as forças vivas da Igreja de Belém. w. ww re. aza on m.br a c co da fun

J ESTÁGIO A Defensoria Pública da União no Pará inscreve para estágio até o dia 24. Estudantes de Direito, cursando, no ato da convocação, entre o 4º e o 8º semestre, participam da seleção. O candidato ou procurador legal (com instrumento particular com poderes específicos) deve ir à DPU, na rua Boaventura da Silva, nº 180, no Reduto, nos dias úteis, das 9h às 17h documento que comprove o seu curso de Direito. A carga horária é de 4h por dia.

Saúde Em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação, a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e o Ministério Público do Pará realizam desde o dia 7 uma programação com o tema “Mude o futuro da migração. Investir em segurança

alimentar e no desenvolvimento rural”. O evento ocorre das 8h às 13h, no auditório Fabrício Ramos Couto, localizado no Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público e encerra nesta sexta-feira, 17, com um evento na praça Batista Campos. Entrada Franca.

l Página da FNC no Facebook: 23 mil curtidas! A fanpage da Fundação Nazaré de Comunicação alcançou nesta semana a marca de 23 mil curtidas. O número é significativo por representar, em parte, a quantidade de

pessoas que evangelizam no ambiente digital. A página compartilha o conteúdo produzido pelo Portal e pelos demais veículos de comunicação da instituição.


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Cáritas promove Semana da Solidariedade

Convite aberto para participação de todos

C

om informações Rádio Vaticano. Em vista do Dia Mundial dos Pobres, em 19 de novembro, convocado pelo Papa Francisco, a Cáritas Brasileira promove em todo o Brasil a Semana da Solidariedade. A Semana já é uma iniciativa tradicional da Cáritas, mas pela primeira vez ela coincidirá com a proposta do Pontífice. O tema do Dia Mundial dos Pobres é “Não amemos com palavras, mas com obras”, e a data foi incluída no calendário no final do Ano Santo da Misericórdia, em 2016. “Convido a Igreja inteira e os homens e mulheres de boa vontade a fixar o olhar, neste dia, em todos aqueles que estendem as suas mãos invocando ajuda e pedindo

a nossa solidariedade. Este dia pretende estimular, em primeiro lugar, os crentes, para que reajam à cultura do descarte e do desperdício, assumindo a cultura do encontro. Ao mesmo tempo, o convite é dirigido a todos,

independentemente da sua pertença religiosa, para que se abram à partilha com os pobres em todas as formas de solidariedade, como sinal concreto de fraternidade”, diz o Papa Francisco em um trecho da mensagem.

No Brasil, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) confiou o processo de animação do Dia à Cáritas Brasileira. O DiretorExecutivo, Luiz Cláudio L opes, destacou as duas propostas para a Semana da Solidariedade deste ano, que teve início no dia 12 de novembro com as Ruas Solidárias e as Rodas de Conversa, uma forma, segundo ele de ampliar o debate e o compromisso social diante da temática da pobreza e fortalecer ações de voluntariado, a proposta é a construção do compromisso coletivo. Luiz Cláudio lembrou que a programação já acontece há mais de uma década, sendo realizada conjuntamente com a Igreja do Brasil.

9

Igreja Empobrecidos e empobrecidas do Brasil De acordo com estudo inédito divulgado em fevereiro pelo Banco Mundial, o número de pessoas vivendo na pobreza no Brasil deverá aumentar entre 2,5 milhões e 3,6 milhões até o fim de 2017. Segundo o documento, a atual crise econômica representa uma séria ameaça aos avanços na redução da pobreza e da desigualdade. O Banco Mundial também atribuiu a ações sociais protetivas como o Bolsa Família, um papel fundamental para evitar que mais brasileiros entrem na linha da miséria. Conforme a instituição, o aumento da pobreza vai se dar principalmente em áreas urbanas, e menos em áreas rurais, isso porque nas áreas rurais essas taxas já são mais elevadas. Segundo a instituição, em 2017, no cenário mais otimista o número de pobres no Brasil deve chegar a 19,8 milhões dos quais 8,5 milhões estarão na extrema pobreza. Na previsão pessimista, de mais um ciclo de recessão, o país terá 20,9 milhões de pobres, sendo 9,4 milhões em estado de miséria.

Mater ecclesiae

Pe. Wiremberg Miranda (wiremberg.miranda@gmail.com)

Maria: exemplo de mulher, de filha, mãe e esposa

Q

ueridos amigos e casais, famílias, caminhamos como Igreja com Maria exemplo de mulher, de filha, mãe e esposa. A tal propósito poderíamos afirmar seguramente que, Maria, Mãe de Jesus Cristo, de Deus, portanto, e nossa na Ordem da Graça, como nos ensina o Concilio Vaticano II, o é antes de tudo e acima de tudo MULHER, uma mulher que viveu ao seu tempo tudo e na história se incultura e vive a sociedade e a cultura de

sua época com todas os atributos ali vivenciados. Muitas mulheres se tornaram ícones e exemplos a serem seguidos, mas uma delas se destaca: Maria, a mãe de Jesus. “Mulher”, o foco são os exemplos que Maria traz para a mulher de hoje, especialmente para todas as mulheres e mães e esposas como muitas de vós, com todas as suas realidades e dificuldades, necessitamos, pois, contemplar a vida de Maria, A Mãe de Deus, é um grande

exemplo de mulher a ser seguido. Ela é “ESPELHO” da Igreja como escreve Frei Raniero Cantalamessa em seu livro assim intitulado. Maria é exemplo, modelo, tipo, protótipo, e tantos adjetivos que a este se alinham para dizer que para as mães Maria tem sempre uma mensagem mãe-esposa, portanto. Para ser mãe, é filha, antes de tudo, filha de seus pais, mãe de seu Filho: O Filho de Deus, esposa fiel da Casa de David, como nos relata

os evangelhos, e filha de Sião, Filha de Deus em todos os sentidos que gera na carne o Filho de Deus, como entender tão trocadilho de palavras que não só o são, mas entende-lo dentro do amago e na essência sendo Filha torna-se modelo para os filhos e para todos vós Filhos. Esposa de José, o justo, mãe da casa de Nazaré, que viveu com fidelidade o chamado do seu Senhor àquele SIM, profético, evangélico, vital e escatológico: “Faça-se”

– Deus na história dela e Ela na história dos homens pelo Filho do Homem. Por isso canta um tradicional e antiquíssimo cântico mariano do V Século na divina liturgia bizantina, o Akatisthos: “Salve Virgem, [Mãe] e Esposa”. Maria é exemplo para todos nós para nós família, mas nós, porém, estamos longe de sermos Maria ou de termos a sua forma em nós, porém isto não nos exclui de vivermos junto dela. Que esposos, pais

e mães, filhos e filhas, mulheres principalmente e que os “homens aprendam desta sensibilidade feminina” na vida, para a vida e com a Vida que seguindo Àquela que é [feminina, (mulher), filha, mãe e esposa] Maria para nós e no nosso caminhar de fé nos conduzirá Àquele que É e nos moldando na Palavra apesar de sermos pecadores, também possamos dizer Rainha das Famílias, ajudai-nos a viver nossa vocação e nosso ser.

eu sou importante e ninguém mais. Se eu vou bem, deixa que os outros se danem. O cristão pode pensar em si, mas não só em si. Nós somos todos irmãos, filhos do mesmo Pai, membros da mesma Igreja. O egoísmo e o orgulho são as vertentes dos maiores e mais fortes sofrimentos nas pessoas. São eles que geram a violência, toda a desonestidade, e impedem a paz e o Reino de Deus.

Quanto menos Deus alguém tem no coração, mais egoísmo e maldades crescem e florescem nele. Todo o cristão e todo o cursilhista precisa fermentar de Evangelho os ambientes, e produzir abundantes frutos de amor, caridade, solidariedade. A á r v o re q u e n ã o produz bons frutos não merece ocupar o sitio do Senhor. Você é uma árvore que o Senhor plantou na sua lavoura

Cursilho de Cristandade

Pe. Antônio Mattiuz, csj (antoniomattiuz@gmail.com)

E

m Lc 13, 6-9, Jesus nos conta uma parábola. Parábolas são historietas que Jesus inventava para os ouvintes entenderem o que ele queria ensinar. Com a parábola da figueira estéril, Jesus quer ensinar que a vida cristã só é verdadeiramente cristã se produz bons frutos, isto é, boas obras. As palavras sem obras de amor, de caridade, de solidariedade não servem para nada.

A figueira estéril Os pensamentos, as emoções, as intenções e as boas idéias se não moverem o coração, as mãos, os braços, as pernas para o bem, não servem para nada. O Apóstolo Tiago, explicando a Palavra de Jesus, concluiu dizendo: “A fé sem as obras é morta”. Fé morta não salva ninguém e serve para nada. Nesta parábola Jesus

disse que um homem tinha plantado, no seu sitio, uma figueira para que ela produzisse frutos. Já era tempo de colher, mas o dono foi lá várias vezes, mas a figueira não produzia nada e só se enchia de folhas para si mesma. Então mandou o empregado arranca-la porque ela ocupava lugar inutilmente. O empregado sugeriu dar mais um

tempo e pôr mais adubo. O patrão concordou, mas a figueira não produziu nada. Então foi arrancada e jogada fora. A figueira do Senhor é você. Ele cuidou de você desde a gestação e o cobriu de mil cuidados para depois produzir frutos. Muito mais do que no passado, hoje vivemos a cultura do egoísmo: tudo e só para mim. Só


10

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Santa Missa Horários de Missas nas paróquias da Arquidiocese de Belém Região Episcopal Sant’Ana Nossa Senhora da Graça (Catedral) Cidade Velha - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 2121-3723/ 2121-3724 N. Sra. das Mercês (Reitoria) Comércio - Belém Sábado: 12h e 17h Domingo: 12h e 17h Sant'Ana da Campina Comércio - Belém Sábado: 12h (Igreja Matriz) Domingo: 7h (Col. D. Bosco) 9h (Igreja Matriz) Telefone: 3230-3734 São Judas Tadeu Condor - Belém Sábado: 19h. Domingo: 7h, 9h e 19h Telefone: 3115-6020 Santa Teresinha do Menino Jesus Jurunas - Belém Sábado: 6h e 18h30 Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3272-2251 Santo Antônio de Lisboa Batista Campos - Belém Sábado: 6h30, 12h, 17h e 18h30 Domingo: 8h, 11h, 17h, 18h30 e 20h Telefone: 3215-7004/ 3222-0097 Santíssima Trindade Campina - Belém Sábado: 16h Domingo: 7h, 10h, 11h30, 17h30 e 19h Telefone: 3215-7007/ 3242-4917 Nossa Senhora da Conceição Cidade Velha - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3215-7006 São José Umarizal - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 11h e 19h Telefone: 3230-1633 Santa Luzia Jurunas - Belém De terça a sexta-feira: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h; 9h; 18h30 Telefone: 3271-2146 Nossa Senhora de Lourdes Nazaré - Belém Seg a Sáb: 6h30 e 18h Domingo: 7h, 9h, 17h30 e 19h30 Telefone: 3223-5728 Nossa Senhora do Carmo Cidade Velha Sábado: 18h - Domingo: 7h Região Episcopal Santa Maria Goretti Santa Maria de Belém Terra Firme - Belém Terça: 19h Sábado: 19h - Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3253-5422 São Pedro e São Paulo Guamá - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3283-6021/3259-0413 São José de Queluz Canudos - Belém Segunda a sábado: 6h30 e 19h Domingo: 7h, 8h30, 17h e 19h Telefone: 3226-2612 São Domingos de Gusmão Terra Firme - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 19h30 Telefone: 3253-2656/3274-4746 São Miguel Arcanjo Cremação - Belém Sábado: 18h30 Domingo: 7h30, 11h e 18h30 Telefone: 3283-6022 Nossa Senhora de Fátima Fátima - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 6h45, 8h30, 17h30 e 19h30 Telefone: 3266-1392/3226-0503

Santa Maria Goretti Guamá - Belém Domingo: 9h30 e 18h Telefone: 3283-6023 Nossa Senhora de Nazaré (Basílica Santuário) Nazaré - Belém Sábado: 7h, 8h30,12h,17h Domingo: 6h30, 8h, 10h, 16h30, 18h e 20h Telefone: 4009-8400 São Francisco de Assis (Capuchinhos) São Brás - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 6h, 7h30, 9h30,18h, 20h Telefone: 3073-1500 Santo Antônio do Tucunduba Guamá - Belém Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3274 -9001 Região Episcopal Santa Cruz Imaculada Conceição Castanheira - Belém Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3277-4642/98111-8110 São Sebastião Sacramenta - Belém Sábado e domingo: 7h, 17h e 19h Telefone: 3264-9060/3254-7354 Jesus Ressuscitado Marambaia - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: 3277-4643 São Geraldo Magela Val de Cans - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h30, 10h30 e 18h Telefone: 3257-7950 N. Sra do Perpétuo Socorro Segunda a sábado: missa - 19h Domingo: missa: 7h, 8h30, 17h30 e 19 h - Telefone: 3233 1797 São Jorge Marambaia - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 17h e19h Telefone: 3277-4641 São Raimundo Nonato Umarizal - Belém Sábado: 6h30 e 18h Domingo: 6h30, 8h30 e 18h Telefone: 3277-4644 Santa Cruz Marco - Belém Sábado: 7h e 18h30 Domingo: 7h, 9h, 11h30 e 18h30 Telefone: 3277-4640/3276-0941 Nossa Senhora da Conceição Aparecida Pedreira - Belém Terça a Sábado: 18h Dom.: 7h, 9h e 18h/1ª Sexta-mês: 9h Telefone: 3233-4224/3276-9573 São Francisco Xavier Marco - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3352-8845 N. Senhora, Mãe da Divina Providência Val de Cans - Belém Sábado:19h - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3257-2388 Sagrada Família Curió Utinga - Belém. Sábado: 7h e 19h30 Domingo: 7h, 9h e 19h30 São João Paulo II Souza - Belém De terça a sábado: 18h Domingos: 8h e 18h Telefone: 3277-4062 Nossa Senhora de Loreto Marco - Belém Telefone: (91) 3355-6302 Sábado: 17h Domingo: 7h, 9h, 11h, 17h e 19h São Benedito Rua São Benedito, Barreiro Terça a sexta-feira - 19h Sábado - 8h (missa com crianças) Domingos - 7h30 e 18h30

Região Episcopal São João Batista São João Batista e Nossa Senhora das Graças Icoaraci - Belém Terça a sexta: 6h30 Sábado: 6h30, 17h, 20h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3297-7250 São Francisco de Assis Tapanã - Belém Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3258-8036 Nossa Senhora de Fátima Icoaraci - Belém Terça, quinta e sexta: 18h30 Sábado: 19h - Domingo: 19h Telefone: 3297-7251 Jesus Bom Samaritano Tapanã - Belém Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 3033-2004 São Francisco das Ilhas Cotijuba - Belém Terça e quinta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h e 19h30 Telefone: 3247-1438 Nossa Senhora da Imaculada Conceição Outeiro - Belém Terça e quinta: 19h; Sábado: 9h Domingo: 7h e 18h Telefone: 3267-1174 Nossa Senhora do Livramento Icoraci - Belém Terça, quinta, sexta e sábado:19h Domingo: 7h e18h Telefone: 3288-4250 Divina Misericórdia Águas Negras - Icoaraci Terça a sexta: 18h30 Sábado: 17h e 19h30 (comunidade) Domingo: 7h e 19h 30 Santo Afonso de Ligório Pratinha - Belém Sábado: 19h Domingo: 8h30 e19h Telefone: 3258-1554/3274-8281 São Francisco de Assis Campina - Icoaraci Domingo: 7h, 9h e 18h30 De terça-feira a sexta-feira: 19h Telefone: 3297-0765 Região Episcopal Coração eucarístico de jesus Coração Eucarístico de Jesus Catalina - Belém Sábado: 18h Domingo: 7h, 10h e 18h Telefone: (91) 3285-1433 Santa Edwiges Mangueirão - Belém Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e18h Telefone: 3279-1654 N. Senhora Rainha da Paz Bengui - Belém Domingo: 7h, 9h e 18h30 Telefone: 3277-4645 Nossa Senhora do Bom Remédio Conjunto Satélite - Belém Sábado: 17h30 Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3289-5355/3248-1136 Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo Conjunto Sideral - Belém Domingo: 7h, 9h e18h Telefone: 3067-2017 Santa Luzia do Bom Futuro Cabanagem - Belém Sábado: 17h - Domingo: 7h e 19h Santa Teresinha do Menino Jesus Tenoné - Belém Domingo: 7h e 18h Telefone: 3289-5368 Nossa Senhora de Lourdes Coqueiro - Ananindeua Sábado: 17h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3275-2391

Santo Antônio de Pádua Coqueiro - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 18h Telefone: 98152-2200 Arcanjo São Miguel Una - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30. 9h30 e 19h Telefone: 3234-4674 Região Episcopal Menino Deus N. Senhora Auxiliadora Anita Gerosa (Aurá) - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefones: 3255-3828 N. Senhora das Vitórias Almir Gabriel - Marituba Sábado: 19h Domingo: 7h, 19h Telefone: 3256-7655 Sagrado Coração de Jesus Júlia Seffer - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h30, 9h e18h Telefone: 3265-5413 Sagrado Coração de Jesus Distrito Industrial - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h, 8h30 e 17h30 Telefone: (91) 98855 - 2232 Menino Deus Centro - Marituba Domingo: 6h, 8h30 e 18h Telefone: 3237-8351 N. Sra. de Nazaré Quarta - feira Horário de Missa: às 19h Domingos: às 8h30 Telefone: 98040-5117 /98102 - 7344 N. Sra. das Graças Centro - Ananindeua Sábado: 19h Domingo: 7h e 19h Telefone: 3255-2654 N. Sra. do Ó Vila - Mosqueiro Sábado: 19h30 Domingo: 6h30, 9h30 e 19h30 Telefone: (91) 3771-1278 São Pio X Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 19h30 Telefone: 32155-2583 Santa Rosa de Lima Independente - Benevides Terça a Sexta:18h Sábado:17h, 19h Domingo: 07h30 e 19h Telefone: (91)3724- 1135 Bom Pastor Nova Marituba - Marituba Segunda a Sexta: 18h Sábado: 6h, 9h30 e 19h Domingo: 6h, 9h30 e 19h Telefone: 4106-0202 N. Sra da Conceição Praça Matriz - Benfica Domingo: 6h15 e 19h30 Telefone: 3450-8147 N. Sra da Conceição Carananduba - Mosqueiro Ter a Sex: 18h30 Sábado: 18h30 - Domingo: 7h e 19h Telefone: 3772-1183 Santa Bárbara Centro - Santa Bárbara Domingo: 7h30 e 19h Telefone: 3776-1529 São Marcos Uriboca - Marituba Terça: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3237-8351 Pedro Pescador Baía do Sol - Mosqueiro Ter a sexta: 19h (Igreja S. Sebastião) Quarta: Matriz - 19h Sábado:19h (Igreja São Sebastião) Domingo: 8h (Ig. S. Sebastião);

10h30 (Ig. Div. Esp. Santo); 19h ( Matriz) Telefone: 99919-4153 Área Missionária São Paulo, Apóstolo Rodovia BR-316 Domingo: 9h e 11h Telefone: 98292-9199 Santíssimo Sacramento Nova União - Marituba Sábado: 18h30 (Capela N. Sra. do Perpétuo Socorro) Domingo: 18h30 (Capela S. Francisco de Assis) Região Episcopal São Vicente de Paulo Cristo Rei Guanabara - Ananindeua Domingo: 7h, 9h30 e 19h Telefone: 3235-1405 Divino Espírito Santo Cidade Nova - Ananindeua Sábado: 7h. Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3263-0603 Santo Inácio de Loyola Icui Guajará - Ananindeua Domingo: 7h e18h Telefone: 991541971 São Lucas Evangelista Guajará - Ananindeua Sábado: 19h. Domingo: 7h e 19h Telefone: 3279-2621 Santa Maria Mãe de Deus Maguari - Ananindeua Terça, quarta, sexta e sábado: 7h Quinta: 19h; Domingo: 7h e 19h Fone: (91) 3255-5284 Santa Teresinha Águas Lindas - Ananindeua Domingo: 7h30 e 18h Telefone: 9916-4548/99169-3443 N. Senhora de Guadalupe Coqueiro - Ananindeua Terça a sexta: 19h Sábado: 18h30 Domingo: 7h ,9h e18h Telefone: 3245-7440 Cristo Peregrino Jaderlândia - Ananindeua De Segunda a Sábado: 19h Domingo: 7h,17h e19h Telefone: 3237-9891 Santa Paula Frassinetti Cidade Nova VI - Ananindeua Segunda e quarta: 18h30 Terça e quinta: 19h30 Sexta: 7h. Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h, 18h Telefone: 3279-2620 Transfiguração do Senhor Curuçambá - Ananindeua Sábado: 18h30 e 20h Domingo: 7h e 18h30 Telefone: 3286-8570 Santa Rita de Cássia Cidade Nova V - Ananindeua. Sábado: 6h30 e 17h30 Domingo: 6h30, 8h30, 7h30 e 19h30. Telefone: 3273-3191/ 3273-3310 São Vicente de Paulo Paar - Ananindeua Domingo: 7h, 8h30 e 19h São José Operário Conj. Carnaúba, Icuí - Ananindeua Domingo: 7h e 18h Telefone: 3295-3545/3031-1172 Nossa Senhora do Amparo Cidade Nova 8 - Ananindeua Terça a Sexta: 19h30 Sábado: 19h30 Domingo: 7h, 9h e 18h Telefone: 3287-2418 Santo André Apóstolo Coqueiro - Ananindeua Segunda a sexta - 19h Sábado: 19h45 - Domingo: 8h 19h Telefone: (91) 3235-1658

Não encontrou o horário da sua paróquia aqui? Entre em contato com seu pároco ou com a secretaria da sua paróquia e solicite que nos informem para podermos publicar.


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

11

Família Nazaré

Fundação em campanha natalina Inscrição de benfeitores e sorteio de um presépio para a Família Nazaré A

Fundação Nazaré de Comunicação segue com a campanha junto à Família Nazaré, formada por pessoas que ajudam a Arquidiocese de Belém a manter a obra de evangelização arquidiocesana por meio da Comunicação Social, desenvolvida pela Fundação Nazaré. Atualmente a instituição está empenhada em contínua campanha para alcançar mais pessoas dispostas a contribuir com essa obra. Além da Missa mensal em ação de graças a Deus pelos benfeitores, celebrada na capela da Fundação Nazaré toda primeira sexta-feira do mês, a instituição realizou dois sorteios entre setembro e outubro deste ano, oportunidades em que os benfeitores concorreram a duas imagens de Nossa Senhora de Nazaré, preparadas especialmente para os certames. Ambos os sorteios foram presididos pelo Ar-

cebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, Presidente da Fundação. O primeiro sorteio no dia 4 de outubro contemplou a benfeitora Maria Inês Santos Silva, moradora do bairro do Telégrafo. No dia 1º de novembro, a contemplada foi Adra Regina Cecim Albim, residente no bairro de São Brás. Atualmente a Fundação Nazaré desenvolve a campanha de Natal, a fim de renovar o fraterno agradecimento aos benfeitores pela generosa contribuição mensal para manter o trabalho da Rádio Nazaré FM, da TV Nazaré, do Portal Nazaré e do Jornal Voz de Nazaré. A instituição irá sortear a Família Nazaré com um presépio no dia 20 de dezembro. A Família Nazaré tem especial apreço no coração da Igreja de Belém. Em carta dirigida aos

luiz estumano

que identifica a “Família Nazaré”. Como participar do sorteio

w presépio será sorteado para a Família Nazaré no dia 20 de dezembro

benfeitores este mês, o Arcebispo Dom Alberto declara: “Nosso sincero agradecimento chegue a todas as pessoas que tem respondido nosso apelo, atualizando sua contribuição com a Fundação Nazaré de Comunicação, através da Família Nazaré. Estamos crescendo

pouco a pouco, e você viu como nosso sistema de comunicação trabalhou bonito durante o Círio de Nazaré. Você ajudou a divulgar nossa grande festa pelo mundo inteiro”. A atual campanha tem como mote “Um presépio em cada lar”. Além de envolver os

benfeitores no clima da festa do nascimento do Menino Jesus, a Fundação Nazaré também quer incentivar a valorização do elo familiar e, na concretude do presépio, fortalece-los como família, na expressão da arte de que representa a Sagrada Família, ícone

Poderão concorrer ao sorteio do presépio todos os benfeitores da Família Nazaré, inclusive aqueles que se cadastrarem durante os meses de novembro e dezembro. A Fundação Nazaré informa que é importante que o benfeitor esteja em dia com sua contribuição mensal até a data do sorteio. Se você ainda não é da da Família Nazaré pode telefonar para o número (91) 4006-9211 em horário comercial e fazer o seu cadastro. Outra opção é através de e-mail para os contatoseletrônicos faleconosco@fundacaonazare.com.br ou famjor@ fundacaonazare.com.br e, se preferir, acesse o Portal Nazaré no link https:// goo.gl/iD935v e preencha a ficha completa.

Testemunho de Fé

E

m 2008, meu filho Adalberto, foi assassinado na porta de casa aos 29 anos. Deixou três crianças órfãs e eu com o coração e a mente dilacerados. Perdi a vontade de viver, minha família pedia para eu reagir. Estava num abismo de solidão e tristeza. Chorei muito e supliquei por socorro divino. Lembrei que sem-

pre estive envolvida com a Igreja em trabalhos comunitários e recorri à minha experiência pra não cair em depressão. Implantei a catequese infantil na minha comunidade, São Sebastião, e levava meus netos. Me envolvi nesse projeto com as crianças. A gente falava do Evangelho, cantava, brincava e meu coração foi se preenchendo de esperança de novo. A fé em

divulgação

Jesus e Maria me ajudaram a reagir contra a depressão. Que o meu testemunho possa servir de alguma forma para ajudar outras pessoas que estejam vivenciando alguma dificuldade; acredite que através da fé em Jesus e na Virgem Santíssima tudo é possível, tudo podemos superar. Ivanilda da Silva Gomes, 61 anos, do lar

Parabéns para você! luiz estumano

“A

gradeço a Deus e a Nossa Senhora de Nazaré por este ano, apesar das lutas, mas sempre perseverando em Jesus e com Nossa Senhora. A graça de estar viva e comemorar mais uma primavera, é enorme!” Ana Maria Santos da Silva

Aposentada, 69 anos 23/11 17/11 Antônio Carlos Miranda Casal Edcarlos da Rocha e Milva Dutra Lindoso Luiz Mendes da Costa Maria Célia Serra Azulai Maria Vitória Souza Paracampo Rosália Souza Santos Severiana e Fátima de Araújo Monteiro Waldemir Andrade 18/11

Casal Marcelo Santos e Claudilene Costa Silva Jorge Luiz Barros dos Santos Maria de Nazaré Costa de Amorim Maria do Carmo Lopes de Lima Maria Raimunda Pantoja Barreto Marilene de Aguiar Queiroz Paula Fabiana dos Reis Morais 19/11 Antônio Carlos Gonçalves Pereira Carmem Neide Pinheiro da Silva Eunice Ruth Barbosa de Sousa Sá Jacyra Ribeiro Moreira Maria Celina Maciel Neves Maria de Fátima Bandeira Teixeira Maria Iaria Souza Barbosa Maria Lima Freitas Maria Oeiras de Carvalho Marlene Barbosa de Moraes Roberto Sérgio Paraense Gomes Salomão Lara Daibes 20/11 Andreia dos Santos Portela Casal Francisco Pereira Sobrinho e Sônia Amorim Sobrinho Casal João Araújo dos Santos e Zaira Brito dos Santos Elayne Maria Ribeiro Isaura de Santana Cardoso Lucimar de Sousa Silva Maria Cristina Costa Rocha Maria Lúcia Alves Pontes Paulo Edson Ribeiro de Barros Rex Maria Ribeiro Vieira Stela Carneiro de Oliveira 21/11 Casal Antônio Maria Martins Rogea e Marilene Bezerra de Oliveira

Fernando Guerreiro Pereira Francisca das Chagas Jamacaru José Olavo Ferreira Leonildo de Oliveira Conceição Linda Maria Palmeira Imbiriba Luciana Silva Moraes Ataíde Maria do Carmo Ribeiro Caldas Raimunda Corrêa do Couto Rosâgela Patelo da Silva Sônia Maria Kós Santos Tânia Lazera Lima Paes Vitória Rocha Ferro 22/11 Ana Maria Gomes Vieira Casal Dorival Beckman Pereira e Ana Célia Brás Cordeiro Cecília E. F. Silva w

Cecília Maria Furtado Ribeiro Cecília Marques de Lima Doracy dos Reis Marques Edna Souza de Aquino Joseni Cardoso Paixão Lucival de Alencar Nelson Paulo Martins de Queiroz Sadia Mamed Edoron Machado Veraluce Fonseca Neves 23/11 Ana Maria Santos da Silva Elza Maria Nogueira Joao Pedro de Queiroz Bittencourt Maria Luiza Bussons dos Anjos Nair Maria da Silva Raimunda Gemaque Mendes Terezinha Silva da Costa

Aniversário natalício de padres e diáconos diocesanos 18/11 - Pe. Glebson Joan Nunes Rodrigues 19/11 - Pe. Padre Divã Anísio de Sousa 20/11 - Diác. Benedito Otávio Cardoso Quaresma 22/11 - Diác. Antônio Luiz Farias de Oliveira 23/11 - Pe. Marco Sora 23/11 - Diác. Ademir da Silva 23/11 - Diác. Messias Jorge Silva Kemel

w

Aniversário de ordenação dos padres e diáconos diocesanos 20/11 - Pe. Adalberto do Espírito Santo Brandão 21/11 - Pe. Adrick José de Sousa Araújo 21/11 - Padre Vanderson Jorge da Costa Barata

Ajude a manter a Fundação Nazaré de Comunicação. Ligue para 4006-9200 e seja sócio da Família Nazaré.


12

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Arquidiocese O

Regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que compõe os Estados do Pará e Amapá realiza o Encontro de Multiplicadores da Campanha da Fraternidade (CF) 2018, dias 17, 18 e 19. O evento, sob luz do tema “Fraternidade e Superação da Violência” e o lema “Em Cristo Somos todos Irmãos” (Mt 23,8), ambos da (CF) 2018, visa o aprofundamento dos multiplicadores das dioceses e prelazias do Regional. O encontro acontece na Sede Regional da CNBB N2, localizado na Travessa Barão do Triunfo, 3151, entre Almirante Barroso e 25 de Setembro, bairro do Marco. Na ocasião será feito a reflexão e os estudos sobre o texto base, objetivando subsidiar as lideranças sobre a CF 2018, que busca refletir sobre a problemática da violência e como superá-la. O evento reúne os representantes das dioceses e prelazias do regional e terá como facilitador José Rodrigues

Encontro de Multiplicadores da Campanha da Fraternidade 2018

Evento da Regional Norte 2 visa aprofundamento dos multiplicadores das dioceses e prelazias locais Neto, membro da Comissão da Campanha da Fr a t e r n i d a d e 2018. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou a primeira Campanha da Fraternidade em âmbito Nacional na década de 60. As campanhas objetivam despertar o espírito comunitário e cristão na busca do bem comum; educar para a vida em fraternidade e renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação evangelizadora, em vista de uma socieda-

irmãos” (Mt, 23, 8). Um dos objetivos é “construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência”. Ela terá início na quartafeira de cinzas e termina no final da Quaresma. Programa

de justa e solidária. Para o ano de 2018, o tema escolhido é “Fraternidade e superação da violência” e o lema: “Em Cristo somos todos

Dia 17, às 13h, os participantes realizam o credenciamento. Às 14h, haverá o momento de oração. Às 14h30, será feito a abertura do encontro. Às 14h40, o

Assessor José Neto inicia a formação para os multiplicadores com o método Ver. Às 16h, realiza-se o intervalo. Às 16h15, as atividades são retomadas. Às 18h será concluída a formação do dia. Às 18h30, oração e às 19h acontece o jantar. Dia 18, às 7h, será oferecido o café da manhã. Às 8h, oração. Às 8h30, o Assessor José Neto inicia a formação para os multiplicadores com o método Julgar. Às 10h, intervalo. Às 10h15, conclusão da formação do dia. Às 12h, almoço. Às 14h, animação. Às 14h15, retorno. Às 16h, lanche. Às 16h15, realiza-se a plenária. Às 18h, conclusão da plenária. Às 18h30, oração e às 19h jantar seguido de parte cultural.

Dia 19, às 7h, será oferecido café da manhã. Às 8h, oração. Às 8h30, o Assessor José Neto inicia a formação para os multiplicadores com o método Agir. Às 9h, atuação em nível regional. Às 10h30, intervalo. Às 10h40, as dioceses e prelazias contam como foi a CF 2017. Às 12h, avaliação e às 12h30 encerramento. Subsídio

O cartaz da CF de 2018 retrata um grupo de pessoas com as mãos dadas, de diferentes idades e etnias, representando a multiplicidade da sociedade brasileira. Além do cartaz, para auxiliar na reflexão sobre a temática já está disponível o texto-base, estes disponíveis no site http://www.edicoescnbb.com.br/

Semana Missionária do Dízimo no Telégrafo A Pastoral do Dízimo da Paróquia de São Raimundo Nonato, no Telégrafo, realiza, neste domingo, 19, com celebrações eucarísticas durante todo o dia, a abertura da Semana Missionária do Dízimo. A partir do tema “Dízimo, compromisso do cristão com a Igreja” Com formação, visitas e novas, a programação visa o fortalecimento do compromisso dos fiéis quanto a sua colaboração para manter o trabalho pastoral de toda Igreja. A dificuldade de compreender o verdadeiro sentido do dízimo na Igre-

ja Católica, ainda é um dos grandes desafios para a Pastoral do Dízimo, porque alguns questionam sua prática. A partir disso, a Pastoral trabalha que esta realidade será melhorada apenas quando todos os envolvidos, sejam padres, leigos, coordenadores e membros de equipe, compreendam o verdadeiro sentido do dízimo na paróquia e, por meio de suas contribuições, ajudem a Igreja em suas necessidades. Todos são responsáveis em sustentar a Igreja, e o dízimo, é a forma evangelicamente mais adequada de se fazer isso.

Segundo Socorro Furtado, secretaria da Pastoral em São Raimundo Nonato, o grupo, que está em funcionamento desde 1985, visa “criar entre os paroquianos a consciência de que pertencemos e somos responsáveis pela nossa paróquia”. O trabalho teve início com o padre André Rombous, e, a partir de 1998, com a criação a Equipe Arquidiocesana da Pastoral do Dízimo (EAPADI), passou a seguir as suas orientações. Essas diretrizes são reforçadas em novembro, conhecido como o mês da partilha e na

paróquia, desde 2013, é realizado anualmente a Semana Missionária do Dízimo. “Buscamos primeiramente a evangelização dos paroquianos e também mostrá-los a responsabilidade que eles têm com a comunidade”, disse Socorro. Programação

A Semana Missionária tem início neste domingo, 19, com celebrações na Igreja Matriz às 6h, 8h30 e 18h. No dia seguinte, haverá às 19h a novena do dízimo nas comunidades de São João Batista, Nossa Senhora de Nazaré e no grupo de oração da

quadrinhos andré abreu

Rua Soares Carneiro. No dia 21 as novenas serão nas comunidades de São José e de Nossa Senhora das Graças. Na próxima quartafeira, 22, no salão paroquial, o padre Borges, vigário paroquial, ministra formação sobre a importância da contribuição dos fiéis para a sustentação da igreja e o trabalho pastoral. Paralela a programação, de 20 a 25, na Matriz, haverá celebrações dedicadas ao dízimo às 6h e 18h. No dia 25, penúltimo de programação da semana, haverá visitas comunitárias a partir das 15h na

BOA DICA

divulgação

w paróquia de São Raimindo Nonato

Comunidade São João Batista e no dia 26, às 8h30, missa de encerramento na Igreja Matriz.

livros e cd's

n LEVANTA-TE, SOU TEU ANJO! - Pe. Agnaldo José - CD (Paulinas, R$ 14,70)

A

existência dos anjos é uma verdade de fé. Eles são servos e mensageiros de Deus, são criaturas espirituais e nos acompanham em nosso dia a dia protegendonos e guiando-nos no caminho do bem e do seguimento de Jesus Cristo, pois Ele é o centro do mundo dos anjos.

eu indico divulgação

Ana Rodrigues, 45 anos, professora

n JUVENTUDE E SAGRADO - Evangelizar num contexto plural - Livro (Paulinas, R$ 20,00)

E

u indico o livro “Esta juventude magnífica e seus namoros nem sempre maravilhosos”. Escrito pelo padre Zezinho, relata como a juventude vive na sociedade, como o descobrimento pessoal e a busca intensa do prazer leva os jovens a se perder no complicado universo da relação afetiva. O livro aponta caminhos e reflexões, esclarece problemas que surgem no decorrer do namoro. Recomendo este livro aos jovens que buscam conselhos e conforto para sua vida afetiva.

É

um incentivo a mais para ajudar na evangelização das juventudes num cenário de profundas e rápidas mudanças sociais, religiosas, políticas, cujo centro de ação maior é a cultura. Com este texto, o autor nos proporciona um mergulho no mistério, na religiosidade e nas expressões do sagrado, para melhor compreender a altura, a profundidade e a largueza do amor de Deus que se revela no cotidiano de nossas vidas, sobretudo dos jovens. O texto renova a crença no potencial religioso dos jovens e fortalece as iniciativas de tantos homens e mulheres que acreditam que outro mundo é possível. Jesus Cristo não passa, mesmo que os tempos mudem.


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

2º C aderno

Uma semana focada no imensurável valor da vida

1

divulgação

É a Semana da Vida que inicia no dia 20

A

vida como dom imensurável de Deus anima a Igreja a partir do dia 20 com a “Semana da Vida" que ocorrerá na Paróquia Santa Paula Frassinetti, de 20 a 25 de novembro, em Ananindeua. Sob o tema "Deixe-me nascer" o evento será realizado pela segunda vez naquela comunidade a fim de criar uma consciência maior sobre o valor da vida humana. O público em geral é convidado a participar. As inscrições podem ser feitas pelo site: www.catolicadebelem.com.br ou na secretaria da Paróquia Santa Paula Frassinetti, situada no

conjunto Cidade Nova VI, travessa WE 72, 762. A programação contará Missas, palestras sobre temáticas variadas com palestrantes renomados em nível nacional e estadual, que labutam em defesa incondicional da vida. Dentre os facilitadores constam o Bispo Auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, Kátia Regina Cordovil de Almeida, Damares Regina Alves, Samuel de Jesus da Silva Lobato, Isabella Mantovani Gomes e Ana Ariel Monteiro Barbosa. A coordenação geral do evento é do padre Idamor da Mota, idealizador da inicia-

tiva , apoiado por uma equipe para a realização da programação. O sacerdote insiste que é necessário manter-se vigilante na questão da valorização da vida. "Vamos, mais uma vez, conscientizar os participantes de que nada pode se sobrepor à vida; a PEC 181 volta à tona porque nenhuma violação da vida será tolerada", adianta Idamor, deixando o convite a todos que queiram engajar-se à causa.

FIQUE ATENTO! A INFORMAÇÃO É FUNDAMENTAL! A organização da Semana da Vida sugere a análise do quadro a seguir, como meio de esclarecer melhor a PEC 181

1 2 3 4 5 6

MENTIRA

VERDADE

A MUDANÇA NA CONSTITUIÇÃO IRÁ PROIBIR O ABORTO EM TODOS OS CASOS

A PEC não menciona a proibição do aborto, ela amplia direitos de mães e bebês em gestação, especialmente os prematuros.

A PEC MODIFICA O CÓDIGO PENAL, ALTERANDO A PUNIÇÃO AO ABORTO

A PEC não modifica a punição ao aborto. O Código Penal continua exatamente o mesmo.

SE FOR ESTUPRADA E ENGRAVIDAR VOCÊ SERÁ OBRIGADA A TER O FILHO

A PEC não fala e não trata sobre estupro.

SE VOCÊ ESTIVER GRÁVIDA DE UM FETO ANENCÉFALO TERÁ QUE CARREGAR O FETO O DISCURSO DA VIDA DESDE A CONCEPÇÃO É UM MITO RELIGIOSO

A PEC 181 RETIRA O D I RE I T O MULHERES

DE

A PEC não menciona a anencefalia fetal, mas protege os bebês em formação, especialmente os prematuros. A concepção é um fato biológico: dê nutrição, oxigênio e tempo e aquele embrião logo passará ao estágio seguinte de recém-nascido. A PEC amplia o direito das mulheres, que passam a ser protegidas desde o ventre materno, mães de bebês prematuros terão até 240 dias para ficar com seus filhos; As bebês prematuras também terão seus direitos ampliados.

Não deixe que mintam para você: A PEC 181 É A PEC DA VIDA. A PEC que amplia o direito das mulheres

Programação Segunda-feira, 20 20 -- “O “O VALOR VALOR DA DA VIDA” VIDA” Segunda-feira, 18h20 -- Terço Terço pela pela vida vida (Jovens (Jovens em em Missão) Missão) 18h20 19h -- Santa Santa Missa. Missa. Missa Missa conduzida conduzida exclusivamente exclusivamente pelos pelos jovens. jovens. 19h Presidente da da celebração: celebração: Dom Dom Antônio Antônio de de Assis Assis Ribeiro Ribeiro Presidente Exibição da Música “Escolhe, pois a vida” Exibição da Música “Escolhe, pois a vida” 20h Palestra: “O “O valor valor ee a a inviolabilidade inviolabilidade da da vida vida humana humana na na 20h -- Palestra: perspectiva da da Evangelium Evangelium Vitae”. Vitae”. Palestrante: Palestrante: Dom Dom Antônio Antônio de de Assis Assis perspectiva Ribeiro Ribeiro Terça-feira, 21 21 –– “A “A TRAGÉDIA TRAGÉDIA Terça-feira, DO ABORTO ABORTO EE A A CULTURA CULTURA DE DE MORTE” MORTE” DO 18h20 -- Terço Terço pela pela vida vida (GOTH) (GOTH) 18h20 19h -- Santa Santa Missa. Missa. Missa Missa conduzida conduzida exclusivamente exclusivamente pelo pelo GOTH. GOTH. 19h Presidente da da celebração: celebração: Mons. Mons. Possidônio Possidônio Carrera Carrera da da Mata Mata Presidente 20h Palestra: “O abortamento e suas consequências”. Palestrante: 20h - Palestra: “O abortamento e suas consequências”. Palestrante: Dra. Kátia Kátia Cordovil. Cordovil. Dra. Quarta-feira, 22 22 –– “POR “POR UMA UMA CULTURA CULTURA DA DA VIDA” VIDA” Quarta-feira, 18h20 -- Terço Terço pela pela vida vida (Pastoral (Pastoral da da Catequese) Catequese) 18h20 19h Santa Missa. Missa conduzida exclusivamente pela pela 19h - Santa Missa. Missa conduzida exclusivamente Catequese. Presidente Presidente da da celebração: celebração: Dom Dom Irineu Irineu Roman. Roman. Catequese. 20h -- Palestra: Palestra: “Onde “Onde há há vida, vida, há há esperança: esperança: fortalecendo fortalecendo a a 20h mulher vítima vítima de de estupro”. estupro”. Palestrante: Palestrante: Ana Ana Ariel Ariel (Campinas (Campinas -- SP). SP). mulher Quinta-feira, 23 23 –– “EM “EM DEFESA DEFESA DO DO NASCITURO” NASCITURO” Quinta-feira, 18h20 -- Terço Terço pela pela vida vida (Pastoral (Pastoral da da Criança) Criança) 18h20 -19h -- Santa Santa Missa. Missa. Missa Missa conduzida conduzida exclusivamente exclusivamente pela pela -19h Pastoral da da Criança Criança -- Presidente Presidente da da celebração: celebração: Côn. Côn. Sílvio Sílvio da da Silva Silva Pastoral Trindade. Trindade. 20h -- Palestra: Palestra: “A “A vida vida como como direito direito fundamental fundamental do do nascituro”. nascituro”. 20h Palestrante: Samuel Samuel Lobato Lobato (Belém (Belém -- PA). PA). Palestrante: Sexta-feira, 24 24 -- “A “A LUTA LUTA Sexta-feira, CONTRA A A CULTURA CULTURA DE DE MORTE" MORTE" CONTRA 18h20 Terço pela vida (Pastoral do Batismo) Batismo) 18h20 - Terço pela vida (Pastoral do 19h -- Santa Santa Missa. Missa. Missa Missa conduzida conduzida exclusivamente exclusivamente pela pela Pastoral Pastoral 19h do Batismo. Batismo. Presidente Presidente da da celebração: celebração: Pe. Pe. Everson Everson Viana. Viana. do 20h -- Palestra: Palestra: “Em “Em defesa defesa da da Vida, Vida, da da família família ee da da infância”. infância”. 20h Palestrante: Pra. Pra. Damares Damares Alves Alves (Brasília (Brasília -- DF). DF). Palestrante: Sábado, 25 25 -- “O “O MILAGRE MILAGRE DA DA VIDA” VIDA” Sábado, 18h20 -- Terço Terço pela pela vida vida (Movimento (Movimento da da Divina Divina Misericórdia) Misericórdia) 18h20 19h -- Santa Santa Missa. Missa. Missa Missa conduzida conduzida exclusivamente exclusivamente pelo pelo 19h Movimento da da Divina Divina Misericórdia. Misericórdia. Presidente Presidente da da celebração: celebração: Côn. Côn. Movimento Ronaldo Menezes. Ronaldo Menezes. 20h -- Palestra: Palestra: “Legalização “Legalização do do Aborto: Aborto: mitos mitos ee verdades”. verdades”. 20h Palestrante: Isabella Isabella Mantovani Mantovani (Campinas (Campinas -- SP). SP). Palestrante:


2

5

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Igreja

2º Caderno Miscelânea

Côn. Cláudio Barradas (claudiobarradaspe@gmail.com)

I

nicio nossa “Miscelânea” de hoje por onde tive de parar na da edição passada, devido a meu espaço ter chagado ao fim: a queixa–lamúria da terceira senhora que me abordou, recentemente, na Igreja das Mercês, com perguntas, melhor dizendo, questionamentos, sobre aspectos do Círio de que discordava, a seu ver com carradas de razões. Com a palavra essa terceira senhora: - Uma como eu, que, para minha tristeza, já não podendo, por mil razões que não vêm ao caso, ir da Sé à Basílica, contento-me, que outro jeito, com vê-lo passar todinho, do começo ao fim, para o que tenho de me postar a partir do Olímpia para lá, ou seja, já perto da dobra da Presidente Vargas para a Avenida Nazaré. Pura e simplesmente porque, digamos, a cabeça do Círio, bem como seus primeiros carros e boa parte dos outros estão todos posicionados ao

A propósito do Círio (4)

luiz estumano

w Uma das sacadas do edifício Manoel Pinto da Silva, na manhã do Círio

longo da Praça da República. Do Boulevard Castilhos França para o Ver-o-Peso quase que só o povão da corda. Imagine o senhor: a Berlinda ainda nem saiu da Praça da Sé e o Círio já está entrando em sua reta final, a Avenida Nazaré. De modo que o Círio não é o mesmo para todos: o trajeto de uns é maior que o de

outros, tá certo? Por que não começar tudo a partir do Ver-o-Peso, para que o povo que se posta nas laterais da Castilhos França possa vê-lo todo? Será que o espaço não dava? E para que serve todo o entorno do Largo do Palácio, mais o do Largo da Sé? E eu, aqui, como resposta a essas três e às outras inúmeras pergun-

tas e queixas: - Sei lá. Perguntem pros “homes” da Diretoria, tudo gente boa, finíssima, até onde me é dado saber, bastante acessível. - Acessível para o senhor, que é cônego, que eu não sei o que é, só sei que artoridade (Sic!). Quanto a mim, que não sou nada nem ninguém, mulher do povo, tenho cá minhas dúvidas. Eles

lá me atendem, mas quando! - A senhora só ficará sabendo se os procurar. Vá, não custa tentar. Nunca vi ninguém perder a língua por perguntar. Como diz um ditado: Quem tem boca vai a Roma. E outro: Quem não arrisca não petisca. - E não é que é? - Pois então vá! Se foram e como foi

lá, fiquei até hoje sem saber, pois nenhuma delas voltou a me dar sinal de vida. Queira Deus ainda estejam firmes e fortes por aqui. Sem mais, passemos para o assunto programado para hoje: O que aprendi sobre o Círio com dona Mizar Bonna. Eu que pensava saber quase tudo sobre o Círio, ciriano que sou desde bem antes de ter nascido, ao devorar, este o termo, o providencial “Meus 80 Círios”, de autoria da citada senhora, a meu ver, sem favor nenhum, a bem dizer uma pequena enciclopédia nazarena, para meu espanto descobri que dele não sabia era quase nada. Gratíssimo, dona Mizar, pelo muito que seu livro me ensinou. Pena que eu não conheça os outros. Já decidi, claro que para o meu bem, desencavá-los, onde quer que eles estejam. Como meu espaço, por hoje está chegando ao fim, vou ficando por aqui, como diz lá certa musiquinha. Shalom!

Santos da semana Diác. Benedito Otávio (artpresent@superig.com.br)

17/11- Sexta-feira Beato Antonio Torino - Mártir

21/11 - Terça-feira Maria Mãe da Igreja - Solenidade

Foi missionário italiano em terras da Argentina no século XVIII. O beato Antônio Torino, lutou incansavelmente para dar a conhecer a essas pessoas, nativos e colonizadores, a Palavra de Cristo, e a fé Católica. Por uma incompreensão, foi tomado pelos nativos e pendurado em uma árvore, ferido com um grande e profundo corte na barriga, foi estripado ainda vivo enquanto pregava o Evangelho. Hoje em dia, o que fere os missionários e os pregadores, é o descaso da mensagem que ele está transmitindo.

O Pe. Cornélio Fabro, escreveu um belo artigo. Ele lembra que Pio IX entrou para história como o papa da Imaculada Conceição, em 08/12/1854. Já o papa Pio XII, foi o papa da Assunção, em 01/11/1950. E o papa Paulo VI, o pontífice de Maria Mãe da Igreja. Pois em uma alocução no fechamento da 3ª sessão do Concílio Vaticano II, em 21/11/1964, ele declarou: “Portanto, para glória da Virgem [...], proclamamos Maria Mãe da Igreja, isto é, de todo o Povo de Deus, fiéis e pastores, que lhe chamam Mãe amorosíssima”.

18/11 - Sábado São Barula - Criança Mártir Um diácono da igreja de Cesaréia, foi preso, torturado e chamado na presença do prefeito para se explicar: Ele falou da beleza do cristianismo e que até as crianças sentiam esse amor. Foi quando o prefeito chamou Barula de 6 anos do meio da platéia e lhe perguntou: “Quem é o verdadeiro Deus?”. A criança lhe disse: “O Deus dos cristãos!”. Foi um espanto para todos, mas irredutível, o prefeito mandou espancar o diácono e a criança. A mãe, mesmo muito angustiada, pedia para ele ter força, pois logo estaria com Jesus. O diácono foi queimado e Barula foi decapitado. 19/11 - 33º Domingo do Tempo Comum São Abdias - Profeta Foi um dos 12 profetas menores, registrado canonicamente, cujo livro é o menor de todo o Antigo Testamento, com apenas 21 versículos. E como comentou São Jerônimo: “Profeta pequeno em versos, mas não de idéias”. Seus versículos consolam Jerusalém após o exílio na Babilônia, garante o braço forte da lei de Deus contra os inimigos, até mesmo os edonitas que deveriam ser irmãos, e profetisa o “Dia do Senhor” sobre todas as nações, mais tarde compreendido como o surgimento do Messias. A imagem ao lado é da basílica de Bom Jesus de Matosinhos, MG, esculpida pelo Aleijadinho.

22/11 - Quarta-feira Santos Filêmon, Ápia e Onésimo - Discípulos de São Paulo

20/11 - Segunda-feira São Gregório, o decapolita - Monge e Anacoreta O historiador e cardeal Barônio, séc. XVI, nos confirma seu nascimento em Erinópolis de Decápolis, Ásia Menor, 762. Tornou-se monge e permaneceu 14 meses no mosteiro, mas algo inquietava seu coração. Morou um tempo em uma caverna, daí ser também chamado “anacoreta”. Passou por Éfeso; Constantinopla; Corinto; Roma; Cicília e Tessalônica. Nessas viagens descobriu sua função: lutar contra os iconoclastas, quer dizer “quebradores de imagens”, antes do protestantismo, já afirmavam ser idolatria. Criou-se o movimento contra: a iconodulia, os “veneradores de imagens”. Fundou também um mosteiro.

E já que vimos a pequena carta de Abdias do Antigo Testamento, agora eis uma outra pequena carta do Novo Testamento, carta essa de são Paulo, e que não é questionada pelos pesquisadores. Possui 25 versículos, e um profundo ensinamento de respeito às leis dos homens, conversão, perdão, um forte sentido de discípulo e missionário deste senhor rico: Filêmon, seu servo: Onésimo e sua esposa: Ápia. Foram companheiros de são Paulo em todos os sentidos. Podemos repetir as palavras de s. Jerônimo aqui também. 23/11- Quinta-feira Beata Teresa de Jesus - Criança Mercedária Mais um exemplo de santidade infantil. Assim como o pequeno Barula da semana passada. A pequena Teresa do Menino Jesus, nascida em Sanlúcar de Barrameda, Espanha, 1622. Desde os cinco anos aspirava ingressar na Ordem Mercedária. Como não tinha família, o convento de Nossa Senhora de Belém a acolheu. Desejou logo e ardentemente receber o sacramento da Eucaristia. Em uma doença inexplicável, seu corpo definhava para esta vida, e os céus a acolhia como um lírio no seu jardim eterno em 1627.


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Festividades

2º Caderno

A

Fe s t i v i d a d e d e Cristo Rei iniciouse nesta quintafeira, 16, com Missa Solene de abertura, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira, na Matriz da Paróquia de Cristo Rei, localizada em Ananindeua. Tema deste ano: “A exemplo de Maria, sejamos servos de Cristo Rei”, em homenagem ao ano mariano e jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida. A festividade iniciou -se com as peregrinações por diversas paróquias da Arquidiocese de Belém, encerradas dia 12 de novembro. Na noite do domingo, 5 de novembro, foi apresentado o manto deste ano da Imagem de Cristo Rei. A Santa Missa foi presidida pelo Padre Pedro Junior, pároco da paróquia. O manto deste ano, vermelho fúcsia, foi doado pelos casais Glebson e Regina Pantoja, Márcio e Josany Gavinho e Laelson e Bernadete Silva. Foi criado pelo estilista

3

Festividade de Cristo Rei 2017

Programação iniciou-se com peregrinações a diversas paróquias Luiz Langer, inspirado no trecho do salmo 92, que afirma: “Deus é Rei e se vestiu de majestade”. Na parte de traz temos a coroa do filho e a as 12 estrelas da coroa de Nossa Senhora (Apocalipse 12, 1). Seu lado esquerdo reveste o braço que segura o cetro real. O lado direito, onde a mão está posta para a bênção, ele é mais longo, para, dando-lhe amplitude, lembrar que o Senhor nos guarda, protege e nos envolve com suas bênçãos. O pároco da Paróquia de Cristo Rei, padre Pedro Júnior, assim se expressa: “Este ano a festividade de Cristo Rei foi muito divulgada, graças a Deus. Começamos com as peregrinações a diversas paróquias e comunidades. Nossa programação está excelente. Queremos sempre

levar a todos que Cristo Rei é o centro de tudo e que devemos sempre nos aprofundar em seu amor, e seguir o exemplo de Maria virgem, sua e nossa mãe!”.

Programação

Nesta sexta-feira, 17, às 19h, haverá, na Matriz da Paróquia de Cristo Rei a benção do Glória e Missa Solene, presidida pelo Arcebispo

Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira. No domingo, 19, a partir das 17h, será realizada a Romaria da Juventude, que reúne todos os anos mais de mil jovens com o único objetivo de louvar a Cristo, com saída da Matriz da Paróquia de Cristo Peregrino, em Ananindeua. À chegada à matriz da Paróquia de Cristo Rei, haverá missa, presidida pelo Pároco, Padre Pedro Júnior. A atração artirtica da noite: da banda católica Arautos do Louvor. Na noite do dia 24, oitavo da festividade, um dos Bispos Auxiliares de Belém, Dom Antônio Ribeiro, presidirá a Santa Missa, às 19h. A trasladação de Cristo Rei será realizada no sábado, 25, com saída da igreja de Cristo Rei, às 17h, em procissão, passando pela comunidade Cristo Missionário e se

encerrando na comunidade Cristo Libertador. O Círio de Cristo Rei será no dia 26 de novembro, com a Santa Missa às 7h, presidida pelo pároco, padre Pedro Júnior, na comunidade Cristo Libertador, saindo rumo à Matriz da Paróquia de Cristo Rei. À chegada do Círio, missa presidida pelo vigário, padre Neuzivan Gama. À noite, a missa de encerramento da festividade, às 19h, na matriz da Paróquia de Cristo Rei, será presidida pelo pároco, padre Pedro Junior e concelebrada pelos padres Neuzivan Gama e Enrico Zardoni. Após as missas diárias, arraial, com vendas de comidas típicas, shows das bandas católicas Cristo Amigo, Banda Aliança Jovem e Arautos do Louvor, além de outras atrações regionais e sorteios comprêmios.

São Lucas Evangelista celebra padroeiro, no Guajará A Paróquia de São Lucas Evangelista, localizada em Ananindeua, no conjunto Guajará, celebra o padroeiro com festa que iniciou no sábado, 11, e segue com a programação até este domingo, 19. O tema da festividade desse ano é “Com São Lucas celebramos Maria, Estrela da Evangelização”, em virtude do ano Mariano e do Jubileu de 300 anos

do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida. A festividade começou pela manhã com procissão das crianças e à noite aconteceu Missa Solene, presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis. Após a celebração, houve a programação cultural e uma das atrações foi a banda Ministério Filho Amado. No domingo, 12, pela

manhã, ocorreu a Santa Missa presidida pelo vigário da paróquia, padre José Edmundo. Às 17h, houve a procissão com a imagem de São Lucas Evangelista percorrendo o trajeto que saiu da Paróquia Santa Maria Mãe de Deus, encerrando com celebração eucarística na Paróquia de São Lucas, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto

Taveira, comemorando o dia do padroeiro. Na segunda-feira, 13, foi realizada a novena de São Lucas Evangelista e a benção com o Santíssimo Sacramento. Após a novena, a Santa Missa da Festa do Padroeiro com missionários, reuniu centenas de fiéis que foram celebrar e participar deste m o m e n t o. A solenidade foi presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, junto ao clero da Região Episcopal. A programação da quinta-feira, 16, iniciou com o terço da alvorada, às 6h, e Santa Missa na comunidade São João Batista. Às 18h30 ocorreu novena de São Lucas Evangelista e benção com o Santíssimo Sacramento, em seguida, às 19h, Santa Missa Solene com a presença da Escola Diaconal – IV ano de ordenação sacerdotal, presidida pelo pároco da paróquia, Padre Valdinei Silva. Nesta sexta-feira, 17, a programação começa às 6h com o terço da alvorada e Santa Missa no Setor de Missão Nos-

sa Senhora de Fátima. Às 18h30, novena de São Lucas Evangelista e Santa Missa com as famílias, presidida pelo padre Wagner Maria, vigário da Paróquia Nossa Senhora do Ó. No Sábado, 18, às 6h, terço da alvorada e Santa Missa na praça localizada no fim da linha do Guajará, na Travessa WE 75. Às 18h haverá procissão com a imagem Nossa Senhora da Providência, saindo da praça do fim da linha do Guajará até a igreja matriz de São Lucas Evangelista. Em seguida, a partir das 19h, inicia a Missa Solene da Festa da Mãe da Divina Providência, pre-

sidida por Padres Providentinos. No domingo, 19, no último dia da festividade, a programação inicia às 7h com a Santa Missa dominical, presidida pelo padre José Maria Ribeiro, com a participação dos grupos Legião de Maria e Adoradores. Às 19h, solene celebração eucarística de encerramento da Festividade de São Lucas, na Paróquia, presidida pelo pároco, padre Valdinei Silva. Após a celebração, a noite cultural promoverá concurso Rainha da Festividade, queima de fogos e arraial com vendas de comidas típicas, além de sorteios com prêmios.


4

5

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

Ação Solidária na Praça da Sé no sábado, 25

Uma oportunidade para a realização de diversos serviços

A

Catedral de Belém promove no dia 25 de novembro a 7° edição da Ação Solidária, com diversos serviços sociais disponibilizados gratuitamente à comunidade. O evento acontece das 8h às 13h na Praça da Sé, localizada no bairro da Cidade Velha, em Belém. Não será necessário inscrever-se. A programação é uma oportunidade para a realização de diversos serviços, como emissão de documentos, atendimento médico e lazer, destinada a pessoas que por diversas dificuldades têm dificuldade de realizar esses atendimentos. Com base nisso, a Arquidiocese de Belém, objetivando atender às necessidades dessas pessoas, reuniu diversos órgãos públicos, como o Ministério Público, o Fórum Civil, Tribunal Regional Elei-

toral (TRE), e alguns órgãos da prefeitura, incluindo o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e o Conselho Regional de

Serviço Social (Cress), além da segurança feita no local pelas Polícias Civil e militar. “Convidamos os órgãos públicos, munici-

pal, estadual e federal, a se fazerem presentes com os seus serviços nes-

divulgação

w Praça frei caetano brandão local da programação promovida pela Catedral de Belém

Serviços sociais disponíveis Os serviços disponíveis às pessoas serão: emissão de Carteira de Identidade, cadastramento da biometria eleitoral, orientações sobre primeiro voto, alistamento militar para jovens que este ano completam 18 anos até 31 de dezembro e a regularização de quem está em débito com o serviço militar ou Tribunal Regional Eleitoral. O Ministério Público prestará orientações sobre diversos direitos,

assim como o Fórum Civil, também presente, que fará encaminhamentos. Além disso, alguns advogados particulares, sem vínculo com o governo, estarão presentes para dar suporte e orientar as pessoas que solicitarem esclarecimentos ou ajuda. O Consultório Popular fornecerá serviços gratuitos com profissionais da saúde nas áreas de pediatria, ginecologista, cardiologista,

ta ação, pois além de orientar essas pessoas, poderão esclarecê-las sobre aquilo a que elas têm realmente direito e não conhecem, ou seja, há algumas situações onde a pessoa por direito tem acesso àqueles serviços e muitas das vezes desconhecem o local de retirar documentos e a gratuidade. Há vários serviços gratuitos e de direito do cidadão, e é isso que nós visamos nesta ação: também levar todo esse conhecimento às pessoas”, disse o organizador da ação, Sílvio Ataide. A expectativa, de acordo com o coordenador, é atingir uma boa parte da população carente para os serviços que serão re-

Momentos de lazer

angiologista, odontologia e exames laboratoriais, como, testes de exames de urina, glicemia, verificação arterial; de acordo com cada caso poderá haver encaminhamento médico para tratamento. O Corpo de Bombeiros também estará presente, para realizar ação ao combate de incêndio doméstico, tirando dúvidas e alertando para os meios de riscos causadores de acidentes.

A Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (SEJEL) estará proporcionando uma estrutura para as crianças e adolescentes com alguns momentos de lazer, além de projetos lúdicos que estarão incentivando a leitura e atividades mentais desses jovens. Atividades físicas, alongamentos e ritmos, que serão coordenados por

dois ginastas internacionais convidados a realizar esses serviços, destinados às pessoas de terceira idade, jovens ou quem optar por esse lazer. Na área de estética, haverá atendimento por profissionais em um salão de beleza, realizando serviços de cortes de cabelo, limpeza facial, limpeza de pele e orientações gerais nessa área.

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica O Jornal Voz de Nazaré continua as reflexões iniciadas em 2013, Ano da Fé, com a publicação do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. De maneira concisa, a publicação apresenta, numa visão de conjunto, todo o panorama da fé católica, com seus elementos fundamentais.

III Parte (A Vida em Cristo) Segunda Seção: Os Dez Mandamentos

CAPÍTULO SEGUNDO “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” OITAVO MANDAMENTO: NÃO DARÁS FALSO TESTEMUNHO

521

522

Toda pessoa é chamada à sinceridade e à veracidade no agir e no falar. Cada um tem o dever de procurar a verdade e de a ela aderir, ordenando toda a própria vida segundo as exigências da verdade. Em Jesus Cristo, a verdade de Deus se manifestou inteiramente: ele é a Verdade. Quem o segue vive no Espírito de verdade, e é avesso à duplicidade, à simulação e à hipocrisia. 2464-2470 2504

O cristão deve dar testemunho da verdade evangélica em todos os campos da sua atividade pública e privada, mesmo com o sacrifício, se necessário, da própria vida. O martírio e o supremo testemunho prestado à verdade da fé. 2471-2474 2505- 2506

. Qual o dever do homem a respeito da verdade?

. Como se dá testemunho da verdade?


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Arquidiocese

2º Caderno

E

nvolvendo quatro áreas de presença da Paróquia de São Sebastião, na Sacramenta, em Belém, as comunidades paroquiais realizaram, com direcionamento do pároco, padre Pedro Diocrésio, a Semana Missionária. Com objetivo de enfatizar a evangelização na área, os seis dias de evento foram marcados pela vivência comunitária e formativa dos missionários do bairro. A Semana Missionária de forte evangelização nas ruas da Sacramenta, realizada de 22 a 27 de outubro, partiu do mandato de Cristo a seus apóstolos e sucessores, pois desenvolve nas comunidades a orientação e o fortalecimento da vida de adoção filial em Cristo, que se expressa principalmente no amor fraterno. A igreja, comunidade santa, convocada pela Palavra, tem como uma de suas principais tarefas pregar o Evangelho (cf.

5

Semana Missionária reanima comunidade na Sacramenta

Programação marcada pela vivência comunitária e formativa dos missionários Lumen Gentium,25). Evangelizar e necessariamente anunciar com alegria o nome, a doutrina, a vida, as promessas, o Reino e o mistério de Jesus de Nazaré, Filho de Deus (cf. Evangelii Nuntiandi, 22). Dessa forma, entende-se que só uma igreja evangelizada é capaz de evangelizar. Se a paróquia é a Igreja que se encontra entre as casas dos homens, ela vive e trabalha profundamente inserida na sociedade humana e intimamente solidária com suas aspirações e dificuldades. A programação teve início com a missa de envio, no dia 22, na Igreja

fotos: divulgação

w missionários do bairro da sacramenta "Estaremos sempre em missão"

Matriz, seguida por celebrações eucarísticas dirigidas pelo pároco, Padre Pedro Diocrésio Francisco, nas quatro áreas que compõem a paróquia: São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João. Para a coordenadora da Área São João, Telma Queiroz, a semana

missionária representou irmandade, momento que foi possível chegar mais próximo dos irmãos afastados: “para a comunidade, momentos como esse fortalecem a caminhada cristã. Estamos levando a Palavra. É uma confraternização única chegarmos aos

nossos irmãos através da palavra do Senhor. Poderia ficar descrevendo esta semana missionária por dias que não conseguiria expressar minha emoção”. Segundo ela, já é de entendimento do pároco que momentos como esse são importantes

para acolher os irmãos afastados que necessitam de atenção e é preciso dar a convicção plena de vida Paroquial, que não existe oração sem obra, que elas precisam caminhar juntas. Por fim ela conclui: “que o Senhor continue ardendo em nossos corações, para preservar o amor em servir ao próximo. Sabemos não é uma tarefa fácil, são muitos os obstáculos que surgem para os missionários que Jesus levanta para anunciar a sua Palavra, mas graças a Deus, sempre temos Sua vitória. Louvado seja Deus eternamente! Estaremos sempre em missão”.

Igreja de Belém participa de seminário de comunicação no Rio de Janeiro De 7 a 10 de novembro, no Centro de Estudo do Sumaré, no Rio de Janeiro, cerca de 40 participantes estiveram presentes na quarta edição do Seminário de Comunicação promovido pela Arquidiocese do Rio de Janeiro. Com o tema “Ser Igreja na rede: cultura digital como um recurso”, o encontro teve como objetivo discutir com palestrantes do Brasil, da Itália (Roma) e dos Estados Unidos o ambiente digital e as novas tecnologias. Da Igreja de Belém participaram o Diretor Geral da Fundação de Comunicação e Cura da Sé, Cônego Roberto Cavalli Jr, o Diretor de Comunicação da Fundação Nazaré, Mário Jorge Alves e a assessora da Arquidiocese, Alaíse Ribeiro. A abertura do seminário foi feita pelo Cardeal Dom Orani João Tempesta que destacou a

importância da programação para a Igreja do Brasil: “Essa é uma iniciativa que, primeiro, foi pensada com a finalidade de preparar bem os padres, dar oportunidade aos nossos sacerdotes de se atualizarem com questões ligadas à área. Com interesse de muitos, logo abrimos para o Regional Leste I e, em seguida, para todo o Brasil, pois entendemos que temos a obrigação de servir não só a Igreja do Rio, mas toda a Igreja”. Um dos organizadores, padre Arnaldo Rodrigues, contou que a intenção do encontro foi de proporcionar um estudo da Igreja no ambiente das redes sociais e novas tecnologias nos dias atuais: “A Igreja está inserida nesse contexto. E quisemos fazer esse estudo trazendo alguns profissionais dessa área. Esses encontros nos ajudam inclusive a

YOUCAT

w participantes da quarta edição do Seminário de Comunicação

nos prepararmos para os momentos que virão na era digital”. A primeira conferência após a abertura foi ministrada pelo assessor da Comissão Episcopal para a Comunicação da CNBB, Padre Antônio Xavier, que recordou a história da Igreja com a comunicação, realizando um panorama da atualidade com o advento da cultural digital. O segundo dia teve início com oração das Laudes, seguido de missa

presidida por Dom Roque Costa Souza, bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e membro da Comissão de Comunicação da CNBB. No segundo dia houve três conferências com os temas “A construção da cultura digital”, “o digital como liquidificador de relações” e “Todo poder à audiência”, todas ministradas pelo professor Fernando Morgado. O dia ainda contou com Oração das Vésperas, Adoração ao

Santíssimo Sacramento e finalizou com a palestra “O smartphone – maior plataforma de desenvolvimento e comunicações da humanidade” conduzida pelo presidente da Qualcomm Technologies, Cristiano Amon. No terceiro dia de seminário houve duas palestras “O que esperar na próxima década? Como a tecnologia continuará a se desenvolver?” e “A Igreja na era digital/reforma na Cúria e secretaria” minis-

tradas, respectivamente, por Cristiano Amon e pelo Monsenhor Lucio Ruiz, secretário de Comunicação da Santa Sé. A cantora Ziza Fernandes conduziu também duas oficinas na programação: “A beleza como vocação do artista comunicador” e “força psicológica e autoconhecimento a serviço de uma boa comunicação”. O dia foi concluído com apresentação no Santuário do Cristo Redentor, no Corcovado. O último dia de encontro, o Cardeal Orani conduziu a Oração das Laudes, seguida de Santa Missa. Logo depois, teve início a última conferência, ministrada por Monsenhor Lucio Ruiz com o tema “A pessoa e a educação na era digital”. O seminário de comunicação foi encerrado com Oração do Ângelus, orientada pelo Arcebispo.

TERCEIRA PARTE

A VIDA EM CRISTO Primeira seção Para que estamos na terra, o que devemos fazer e como nos ajuda o Espírito Santo de Deus? PRIMEIRO CAPÍTULO

A dignidade do ser humano

O

Jornal Voz de Nazaré segue os estudos sobre o YOUCAT Catecismo da Igreja Católica escrito para JOVENS que querem saber em que acreditam. Este projeto iniciouse por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, Rio, 2013.

316. Como se distinguem os pecados graves (mortais) dos pecados leves (veniais)? O pecado grave destrói, no coração de uma pessoa, a força divina do amor sem a qual não pode ser eternamente feliz. Por isso, também é chamado “pecado mortal”. O pecado grave rompe com Deus, enquanto os pecados veniais apenas agravam a relação. [1852-1861, 1874] Um pecado grave aparta o ser humano de Deus; tal pecado está

relacionado com um valor significativo, isto é, dirige-se contra a vida ou contra Deus (por exemplo, o homicídio, a blasfêmia, o adultério, etc.) e é cometido com o total conhecimento e consentimento. Os pecados veniais estão relacionados com valores subordinados (a honra, a verdade, a propriedade etc.) ou não ocorrem com total conhecimento do seu alcance ou com total consentimento; estes pecados perturbam a relação com Deus, mas não nos separam d’Ele.


6

5

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Especial

2º Caderno

Arquidiocese de Belém promove IX Assembleia de Pastoral

N

a quinta-feira, 9, a Arquidiocese de Belém realizou, na Residência Episcopal, o primeiro dia de deliberações da IX Assembleia Arquidiocesana de Pastoral (APA) que é norteada pelo tema “Evangelizar, Graça, Vocação e Identidade da Igreja”, buscando fazer um diagnóstico da ação evangelizadora realizada até o momento e projeta quais os eixos de trabalho para os próximos anos. A programação seguiu nos dias 10, 11, 13 e 14 de novembro, precedendo o grande dia na quarta-feira, 15. Estiveram presentes na primeira reunião, os bispos arquidiocesanos e o conselho episcopal, composto pelos vigários gerais e episcopais. São eles: monsenhores Marcelino Ferreira, Raimundo Possidônio; os cônegos José Gonçalo, José Luiz Fernandes, Ronaldo Menezes e Silvio Trindade e os padres Agostinho Cruz, Hélio Fronczak e Frei Paulo Alessandro Dias. A reunião foi movimentada com a discussão da centralidade da missão e a partir dos seis eixos de trabalho: missão, pastoral de conjunto, aprofundamento da formação em função da missão visando os leigos e jovens, vivência da espiritualidade na missão e comunhão, caridade e serviço como marca da missão e, por fim, a comunicação a serviço da missão e da unidade. Os eixos discutidos apontarão as novas linhas de trabalho de pastoral para o biênio 2018/2019 quando a Igreja de Belém celebra seus 400 anos de missão e os 300 de fundação. Ao final foi elaborado um relatório que será apresentado no dia 15, o último dia de APA no Centro de Cultura e Formação Cristã (CCFC).

Durante uma semana a Igreja de Belém organizou o plano pastoral até 2019 fotos: luiz estumano

uma Igreja em saída que é para facilitar a abrangência da evangelização e evitar o fechamento dos grupos e pastorais e que favorece a comunhão”, afirmou o cônego. Assembleia

w começo da discussão setorial: Arcebispo Dom Alberto inicia trabalhos na Residência Episcopal

w coordenação arquidiocesana em ato de planejamento pastoral

Para Dom Irineu Roman, Bispo Auxiliar de Belém, as deliberações são importantes para a elaboração das novas estratégias: “Até agora foi levantado o que segue bem e aquilo que precisa ser trabalhado. Vamos trabalhar em cima disso para dar um impulso no trabalho de evangelização da arquidiocese. Todos contribuem para que assim possamos realmente organizar a igreja”. No segundo dia de encontro, a reunião aconteceu também na Residência Episcopal, mas com os coordenadores das comissões para a definição da estrutura e do processo de realização da assembleia.

Diáconos e Vida Religiosa

No último dia 11, a reunião, pela manhã, aconteceu com os diáconos permanentes no Centro de Cultura e Formação Cristã, com a participação dos três bispos arquidiocesanos. Ainda no mesmo dia, pela parte da tarde, a Vida Religiosa e demais pessoas consagradas reuniram-se no auditório do Colégio Nazaré. Conselho Presbiteral

A nona APA retomou no dia 13 congregando o conselho presbiteral com a presença de 20 sacerdotes que com-

w vida religiosa consagrada em momento de planejamento pastoral

põem o colegiado. Uma das principais discussões do grupo foi a formação com ênfase na transversalidade, pois assim, os vários níveis são alcançados. Para o Cônego Vladian Alves, Diretor Geral da Faculdade Católica, a assembleia expressa um momento de graça: “A importância é esta mesmo do exercício da nossa fé, da inteligência da fé, uma fé que pensa e que procura através da escuta diagnosticar o que já vem sendo feito antes nas paróquias”. presbitério

Na sexta reunião da nona APA, realizada no salão Monsenhor Geraldo Menezes, da Paróquia

da Santíssima Trindade, reuniu cerca de 90 padres do clero arquidiocesano para o penúltimo dia de programação. A dinâmica seguiu com a apresentação do objeto de trabalho e dos seis eixos definidos. O presbitério foi dividido em seis grupos e cada um indicou um comentário que, ao final da reunião, foi elaborado um relatório levado à plenária do dia 15. Ainda na terça, foram indicados os representantes do clero. Para o Cônego Antônio Beltrão, vigário em Nossa Senhora de Fátima e Chanceler da Arquidiocese de Belém, a participação dos padres se faz importante por estarem intrinsecamente ligados como agentes do plano de pastoral. “Nós como padres, sobretudo, párocos precisam de um olhar amplo sobre o trabalho pastoral e suas urgências. Não podemos trabalhar somente com aquilo que está na área da paróquia, mas também ter uma visão para fora. Por isso vamos entendendo do que nos é pedido pelo Papa Francisco assim como pela CNBB desse olhar para fora que é definido como

A nona APA seguiu até o dia 15. Reuniões com a Vida Religiosa, diáconos permanentes, conselho presbiteral e com as representações das sete regiões episcopais e das paróquias fazem parte da programação do dia. A assembleia iniciou às 7h com a acolhida e credenciamento e às 8h, a oração de abertura para o começo dos trabalhos. Após a composição da mesa formada pela presidência, coordenação e secretaria, Dom Alberto Taveira Corrêa fez o seu discurso, declarando aberta a nona APA. Em seguida, às 9h30, houve as reações à assembleia, momento em que os fiéis puderam se expressar. Após uma pausa, a programação foi retomada às 10h30 com seis grupos, cada um formado por 22 pessoas para os trabalhos de discussões até 11h quando foi feita pausa para almoço. Na parte da tarde, a plenária conheceu as proposições dos seis grupos, debate e aprovação do novo plano de pastoral a entrar em vigor no próximo biênio. Finalizando o dia de deliberações, a Assembleia de Pastoral culminou com a celebração da Santa Missa, presidida pelo Arcebispo Dom Alberto e concelebrada pelos bispos auxiliares Irineu e Antônio, e pelo clero arquidiocesano, sendo a celebração eucarística transmida ao vivo pela TV Nazaré.

w presbitério também teve a oportunidade de planejar-se


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Especial Assembleia Arquidiocesana é concluída com êxito

2º Caderno

A

Arquidiocese de Belém esteve representada por 140 delegados que participaram da 9ª Asssembleia Arquidiocesana de Pastoral (APA), realizada do dia 9 ao dia 15 deste mês, presidida pelo Arcebispo Metropolitana de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e com a participação dos bispos auxiliares Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro. O evento aconteceu entre a Residência Episcopal, o Colégio Nazaré e a Paróquia da Santíssima Trindade, terminando com Missa na quarta-feira, 15, em Ananindeua, no Centro de Cultura e Formação Cristã (CCFC), complexo do Seminário Pio X. Na ocasião foi anunciado o Ano do Laicato e feita a convocação para o 1º Sínodo Arquidiocesano para o ano de 2019. Desde às 7h os delegados das Regiões Episcopais começaram a chegar para o credenciamento. A assembleia iniciou com palestra de Dom Alberto que explicou a todos como se daria a dinâmica dos trabalhos do dia que se estenderam até às 15h30, com a votação das pro-

Plano Pastoral teve participação de 140 delegados das Regiões Episcopais luiz estumano

w Plenária final da Assembleia Arquidiocesana com 140 delegados comunitários presentes

postas que haviam sido discutidas. O Arcebispo destacou que a assembleia seguiria ao longo do trabalho movida pelo espírito de

união. “Isto quer dizer que o plano pastoral da Arquidiocese de Belém deve caminhar de maneira a mostrar a identidade de uma pastoral de

conjunto em consonância com a característica de uma Igreja eucarística e de forte devoção mariana. Por isso, também nos recomendamos à in-

tercessão da Santíssima Virgem de Nazaré”. Devidamente orientados pelo Arcebispo, após o detalhamento das seis dimensões pastorais postas

em discussão, os delegados iniciaram o trabalho, em grupos, a partir das 10h30. Seguiu-se, após as discussões em grupo, o intervalo para almoço. O retorno às discussões foi às 13h30. Os delegados se fizeram representar em apenas três grupos que se reuniram em mini plenária para a votação das propostas extraídas do grupo maior que participou da atividade da manhã. A consolidação das propostas e a votação de tudo o que vai nortear o trabalho pastoral da Arquidiocese de Belém foi concluída às 15h30. A votação das propostas de cada uma das seis dimensões pastorais contou com uma breve exposição de representantes de cada uma delas para orientar os delegados a votar, a exemplo da missão, da vida religiosa, da Comunicação Social e, assim por diante. divulgação

Ano do Laicato, Sínodo Arquidiocesano e Missa no final A Assembleia Pastoral Arquidiocesana terminou com Missa, transmitida ao vivo em cadeia pela TV Nazaré, Rádio Nazaré FM e pelo Portal Nazaré. Presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e concelebrada pelos bispos auxiliares Dom Irineu Roman e Dom Antônio de Assis Ribeiro, pelo clero presente e animada pelo ministério de música do Seminário Pio X. Antes da celebração, Dom Alberto agradeceu a todos pela participação na assembleia. Seguiram-se os ritos da Missa, cuja meditação central foi a caridade, a unidade e a missão evangelizadora. “A palavra missão norteou toda a nossa assembleia e será a força catalisadora capaz de manter-nos em unidade até a implantação do nosso plano pastoral”, disse o Arcebispo. As leituras sagradas reiteraram os temas da caridade e da missão. Então, Dom Alberto explicou aos fiéis: “Para haver união, todos devemos trabalhar juntos, daí a necessidade de discutirmos todas as nossas questões para ser uma igreja unida, fraterna. E para vivermos a Eucaristia, é preciso convocar a assembleia. As palavras

7

de Deus confirmam que o Senhor sempre está presente na sua Igreja. Ele mesmo diz: “...onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, Eu estarei no meio deles”. É tudo isso o que estamos vivendo hoje”.

SÍNODO ARQUIDIOCESANO - Seguiu-se a Mis-

sa. Após a Comunhão, Dom Alberto anunciou o 1º Sínodo Arquidiocesano que celebrará os 300 anos de criação da Diocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará, através da Bula Copiosos in Misericordia, do Papa Clemente XI, em 04/03/1719. O decreto lido pelo cônego Antônio Beltrão, Chanceler da Arquidiocese de Belém informa o evento de 10 dias de atividades de 21 a 30 de junho de 2019, a fim de debater iniciativas em vista de uma sempre renovada Evangelização com a participação viva do Clero, Vida Religiosa e Consagrada e de todo o povo de Deus, a partir das comemorações tricentenárias. “Todos os convidados - presbíteros diáconos, religiosos, religiosas, pessoas consagradas, leigos e leigas - não meçam esforços para somar conosco neste rico trabalho em prol da nossa Igreja. Toda a Ar-

quidiocese é convidada a participar pela oração e oferecer a sua contribuição na preparação do Sínodo, através das comissões de trabalho e os necessários documentos formativos e informativos a serem elaborados, de acordo com o Regulamento do mesmo Sínodo, a ser oportunamente aprovado”, afirmou Dom Alberto. O Arcebispo confiou a realização do Sínodo “à intercessão da Santíssima Virgem nos títulos de Nossa Senhora da Graça e Nossa Santa Maria de Belém”. ANO DO LAICATO - Depois, Dom Alberto informou a todos que na Festa de Cristo Rei deste ano “a Arquidiocese de Belém adentrará no Ano do Laicato para celebramos em unidade com toda a Igreja, essa maravilhosa participação dos nossos irmãos na vida eclesial a partir de suas realidades no mundo”. E convidou os leigos presentes entre os delegados da Assembleia para enviá-los em missão. Com pães nas mãos, eles receberam a bênção e o envio dos Bispos e de todos. Dom Alberto passou a palavra para Monsenhor Cid para seus agradecimentos aos participantes. Por fim, o Arcebispo também o agradeceu "por todo o trabalho", destacou.

w Encerramento Santa Missa finalizou a Assembleia Pastoral

Novo Plano de Pastoral é aprovado Socorro Mendes, paroquiana da Paróquia de São Judas Tadeu, na Condor, participou da assembleia com mais cinco mulheres, escolhidas pelas paróquias da Região Episcopal de Sant’Ana para representa-la na assembleia. Socorro votou pelo eixo da “Missão” e, para ela, a contribuição na nona APA é motivo de grande felicidade: “Desde o início nós fomos chamados estar aqui para discutir a participação da nossa região. É uma responsabilidade enorme, mas confiantes, no auxílio do Espírito Santo, conseguimos ajudar com a orientação do nosso coordenador, o cônego Gonçalo Vieira. Fico mais feliz ainda porque também pude trazer comigo a participação do Encontro de Casais com Cristo, onde atuo ao lado do meu esposo Francisco Xavier”.

A participação do povo de Deus foi expressiva ao longo de todo o processo da Assembleia, garantiu o coordenador Monsenhor Raimundo Possidônio da Mata. “O povo de Deus foi iluminado pelo Espírito Santo. Nossa discussão contou com a participação de delegados qualificados, conhecedores profundamente das questões que foram debatidas hoje. Tudo isso se traduziu na dinâmica breve das decisões tomadas e no maduro processo de votação. Saímos desta Assembleia como uma Igreja que se pré-figura com uma identidade eucarística e missionária, mas que faz questão de preservar a sua forte devoção mariana sem abrir mão também de sua identidade paraense e amazônica, expressando sua fé pela presença dos elementos culturais que a afirmam como tal”, concluiu.

A conclusão dos trabalhos da nona APA deu-se com a aprovação unânime dos eixos norteadores presentes no instrumento de trabalho arduamente estudado e discutido. Os eixos: Missão, Pastoral de Conjunto, Formação, Espiritualidade, Caridade e Serviço e Comunicação basearam o relatório final que sofreu acréscimos e modificações quanto à adequação das propostas de trabalho que estavam em um eixo e, agora, encaixa-se melhor em outro. As propostas que serão executadas durante o biênio (2018/2019) visam principalmente o Sínodo Arquidiocesano 2019 que será uma grande Assembleia Arquidiocesana em comemoração aos 300 anos da criação a Diocese de Belém. A programação terá início com Ano Jubilar, no dia 4 de março de 2018.


8

5

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

Em Nazaré

2º Caderno

Pastur promoverá Auto de Natal divulgação

Apresentações nos dias 9 e 10 de dezembro na Concha Acústica

A

w Auto de Natal: Maria, José e, na mangedoura, o Menino Jesus

Padres Barnabitas promovem Encontro Vocacional O Seminário Mãe da Divina Providência será o ponto do encontro dos jovens desejoso de se aprofundar no conhecimento das vocações sacerdotais. Esse Encontro Vocacional, promovido pelos Clérigos Regulares de São Paulo, Barnabitas, encontro entre amigos e vocacionados, será nos dias 17, 18 e 19, e terá como objetivo despertar a verdadeira vocação nos participantes, para que saibam discernir o que Deus lhes preparou, descobrindo o caminho correto, e assim alcan-

cem o segundo objetivo do encontro, que é fazer com que os vocacionados (assim chamados os participantes do Encontro) tenham em mente que há também outro horizonte vocacional que também é possível e que vale a pena. Padre Francisco Maria Cavalcante, reitor do Seminário Mãe da Divina Providência, informa que a programação tem como objetivo exemplificar a vida no seminário: “É importante ressaltar que o Encontro Vocacional não tem unicamente

o objetivo de “formar padres” mas, sim, de mostrar aos participantes a realidade de um seminário e propor-lhes a possibilidade de se doar intensamente ao Criador e se destinar, não às coisas meramente terrenas, mas sim às espirituais, doando-se ao povo e a Deus, sendo um pastor para guiar seu rebanho, sempre tendo como exemplo Jesus Cristo”. Para mais informações, entrar em contato com o Seminário através dos telefones (91) 3665-3010, 3016-0172 e 99327-9924 (whatsapp).

Pastoral do Turismo (PASTUR) da Paróquia de Nazaré realizará o Auto de Natal nos dias 9 e 10 de dezembro, em preparação ao Natal. Desta vez com o tema “Maria, luz que nos conduz”. Nas duas noites da programação haverá apresentações de corais, teatro e música, além da encenação do nascimento de Jesus. O evento conta com a orientação espiritual do pároco da Paróquia de Nazaré, padre Giovanni Incampo, e acontecerá na Concha Acústica da praça Santuário, a partir das 19h. Apesar de a entrada ser franca a organização do evento sugere ao público que compareça ao espetáculo portando, como doação, alimentos não perecíveis, a serem repassados à campanha “Belém, a Casa do Pão”. Confira abaixo a programação completa:

programação Dia 9 de dezembro: 19h - Coral Gran Metropolitano de Belém 20h30 - Espetáculo teatral - O sentido do Natal (PASTUR Catedral) 21h - Agradecimentos e Encerramento Dia 10 dezembro: 19h - Apresentação Teatral- Grupo Teatro e dança da Fundação Cultural de Belém 20h – Coral de Vozes do Cristo Rei 21h - Encerramento


belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

9

Em Nazaré

2º Caderno

Campanha “Belém, a Casa do Pão 2017” Igreja conta com as doações de alimentos não perecíveis

A

Paróquia e a Basílica Santuário de Nazaré já iniciaram os preparativos para a campanha anual “Belém, a Casa do Pão”, realizada pela Arquidiocese de Belém por meio da Cáritas Metropolitana em todas as paróquias, para arrecadação de alimentos não perecíveis a serem doados, no próximo Natal, para famílias necessitadas. A campanha já se tornou tradição, somando esforços de centenas de

voluntários em ações concentradas para aquisição dos alimentos e o cadastramento das famílias. As paróquias que não conseguem atingir sua meta são ajudadas solidariamente por outras, com o repasse do necessário à montagem das suas cestas. O cadastro das famílias começou a ser feito desde outubro pelas comunidades. No ano passado, a Paróquia de Nazaré distribuiu mais

de 5 mil cestas! Contribua doando alimentos não perecíveis. Voluntários devidamente identificados com camisa e crachá promovem ações de arrecadação de porta em porta. Você pode também entregar sua doação em uma das seis comunidades da Paróquia de Nazaré ou no atendimento da Basílica Santuário. Para mais informações, entre em contato com Alda Pinheiro pelo fone (91) 99116-5671. fotos: divulgação

w Algumas das muitas cestas distribuídas ano passado

Oficina de Natal Neste ano, parte da composição do presépio da Basílica Santuário de Nazaré contará com material produzido em uma oficina a ser realizada pelas crianças e

adolescentes do Cantinho São Rafael. A oficina de arte com papel será ministrada pelos profissionais que já atuam na instituição. A oficina aconte-

cerá nas próximas semanas e o resultado poderá ser conferido no primeiro domingo do Advento, no presépio a essa altura já montado na Basílica Santuário.

Romaria da Juventude irá promover Retiro Espiritual w A Imagem da Virgem de Nazaré na Câmara dos Deputados

Homenagem na Câmara Federal Nossa Senhora de Nazaré foi homenageada no dia 8 passado em uma sessão solene na Câmara dos Deputados, em Brasília, (DF), proposta pelos deputa-

dos Arnaldo Jordy e Joaquim Passarinho. Na oportunidade, também foi citada a Festa do Círio de Nazaré, realizada em Belém do Pará. Estiveram presentes à

homenagem o Reitor da Basílica Santuário, padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves, e também representantes da Guarda de Nazaré e da Diretoria da Festa.

A coordenação da Romaria da Juventude está organizando mais um evento para aproximar os jovens de Cristo. O retiro espiritual terá como tema “Desperta tu que dormes, e Cristo te iluminará” e acontecerá neste fim de semana, nos dias 17, 18 e 19, na Casa de Retiro Mãe da Divina Providência, em Benevides. Segundo Luciene

Costa, coordenadora da Romaria da Juventude, o retiro é uma forma de proporcionar a aproximação do jovem com ensinamentos cristãos e também de confraternização: “O retiro é uma forma que nós, da romaria, encontramos de aproximar mais os jovens da Palavra de Deus e dos ensinamentos cristãos. Isto de uma forma

dinâmica e também respeitosa de oração e de reflexão. O encontro contará com palestras, adoração eucarística, missa e momento de confraternização”. A inscrição dá direito à alimentação, condução e estadia nos dias de retiro. Para participar basta realizar a inscrição no corredor lateral da Basílica Santuário de Nazaré.


10

5

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

2º Caderno Festividades Paragominas vive o 25º Círio N este domingo, 19 , devotos do município de Paragominas celebram o 25º Círio de Nazaré, com o tema “O Senhor visitou seu povo e o libertou” (Lc 1,68). O evento sempre acontece no terceiro domingo do mês, com saída da Comunidade Nossa Senhora de Nazaré, no bairro da Promissão III, às 7h, fazendo um percurso de 5k até à praça Célio Miranda, onde é celebrada a Missa Campal, presidida pelo Bispo Diocesano Dom Jesus Maria Berdonces, logo após, a imagem é conduzida em procissão até à Matriz da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. A programação da festa começou em outubro, após o círio de Belém. Foram formados 120 grupos de evangelização, com 15 encontros, sendo visitadas cerca de 1.800 famílias. Os encontros terminaram no domingo da Festa de Todos os Santos, com missas nas três paróquias da cidade: Sagrado Coração de Jesus, Santa Teresinha e São José, reunindo todas as famílias visitadas.

Cerca de 50 mil fiéis devem participar da maior festa da padroeira do município divulgação

w grande procissão percorre as principais ruas da cidade de Paragominas com devoção e fé

Também houve a peregrinação da imagem da padroeira às comunidades e, na semana que antecede o Círio, aconteceram a Caminhada da Juventude (dia 14), a Ciclo Romaria (dia 15), a Moto Romaria (dia 16), e nesta sextafeira, 17, carreata, o Círio no Lago e a Romaria Penitencial na madrugada de domingo, 19. A organização do 25º Círio de Nazaré em Pa-

ragominas espera a participação de cerca de 50 mil fiéis, já que é a festa maior da padroeira do município. A Trasladação acontece sábado, 18, e se iniciará com a Missa na Igreja do Sagrado Coração de Jesus às 19h, sendo, ao depois, conduzida a imagem na berlinda até à Comunidade Nossa Senhora de Nazaré, de onde sairá o Círio, no domingo, 19.

O 2º Círio das Crianças também é realizado no sábado, 18, pela manhã. Elas se reúnem à margem do Lago Verde, recebem a imagem e a conduzem até à Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Para essa procissão são esperadas cerca de 3 mil crianças. O Círio de Paragominas é coordenado pela Guarda de Nazaré daquele município e

realizado pelas três paróquias do município: Paróquia Sagrado Coração de Jesus, a cargo dos padres Maurício e José Maeldon, Paróquia Santa Teresinha, sob a coordenação do padre Édson, e Paróquia São José, a cuja frente o padre Mayro. Peculiaridades do Círio

O Círio começou em

1993. Foi iniciado quando Dom Pedro Conti, hoje Bispo de Macapá, ainda era pároco em Paragominas. Duas coisas chamam a atenção: a primeira é a Romaria, que sai da Paróquia São José, na rodovia BR-010. Os fiéis saem caminhando à meia noite, percorrem 20 quilômetros de estrada e chegam às 6h à Comunidade Nossa Senhora de Nazaré, participam da Missa e muitos ainda acompanham o Círio. A segunda nota é sobre o Círio no Lago Verde. Na sexta feira, após a carreata, a imagem é levada até o Lago Verde. Um barco faz o percurso dentro do lago com a imagem que é conduzida até uma pequena ilha onde fica a noite inteira. Pela manhã as crianças se encontram na margem do Lago, recebem a imagem e então começa o Círio das Crianças.

Evangelização no Terceiro Milênio Maria Elisa Bessa de Castro

As delicadezas espirituais do Círio (parte 3) A

s crianças são um capítulo à parte no mosaico das delicadezas espirituais do Círio 2017. De certo, a pureza e ternura que as caracterizam permitem que tenham um olhar sobrenatural da Mamãe do Céu. Contar-lhes-ei a história do Matheus Amado (meu afilhado de três anos, que mora em Mosqueiro) e o seu o primeiro contato com o Círio. Desde o ventre da mãe, a avó Marcilene e os pais, Marlon e Dhayane, consagraram Matheus a Nossa Senhora de Nazaré. Ele adora ir à Missa, seguida de Adoração Eucarística, na Comunidade São Pedro Pescador (Baía do Sol – Mosqueiro). Tem uma postura contrita e piedosa quando na Igreja está. Quando o Santíssimo Sacramento (no Ostensório) passa por ele, seu olhar é de puro amor. Matheus gosta de rezar o Terço e ama a imagem de Nossa Senhora de Nazaré (que existe na casa da avó Marcilene), diante da qual costuma rezar, com um silêncio contrito (que é incomum para crianças inquietas como ele), tomar a bênção, beijá-la e, claro, fazer foto com o celular.

Na Trasladação, estava ele no ombro do pai, no meio da multidão que se comprimia no Boulevard Castilhos França, quando viu, pela primeira vez, a Mamãe do Céu na Berlinda, majestosa, toda iluminada, com perfumadas rosas brancas. Seu olhar era de alegria celeste. O pequeno Matheus sentiu, pela primeira vez na vida, o que era deparar-se com aquele jardim suspenso que nos eleva ao céu, flutuando de amor. A avó Marcilene explicou-lhe que se tratava da “Berlinda”, uma espécie de carro enfeitado de rosas, que leva Nossa Senhora de Nazaré na procissão. Daí em diante, a palavra “BERLINDA” não lhe saiu mais da boca. Tudo era Berlinda. Naquela noite inebriante, o encontro do menino com a Rainha foi muito rápido, durou poucos minutos; mas tenho certeza de que foi suficiente para marcar a sua existência para sempre. Durante a semana que se seguiu, Matheus só falava na Mamãe do Céu e sua Berlinda. Chegado o Domingo da Romaria das Crianças, veio ele novamente a Belém. Desta vez, conheceu a

luiz estumano

w o colorido lúdico da Romaria das Crianças, um capítulo à parte

praça do CAN, o parque e a Basílica Santuário. O anjinho era puro contentamento com os balões, os brinquedos de miriti, bolas e aquela multidão de crianças e pais na festa da família, o colorido lúdico da Romaria das Crianças. Entre os muitos objetos que os ambulantes vendiam este ano, lá estava ela, toda bonita, em diferentes estilos e tamanhos: a BERLINDA. Não precisa dizer que o seu encantamento aumentou. Quando entrou na Basílica, Matheus foi tomado de uma grande alegria e, ao mesmo tempo, de uma espécie de silêncio interior;

ele observava tudo atentamente: as imagens em mármore branco, o teto em madeira com os anjos, os vitrais coloridos, o dourado, o mármore rosa, o Glória, a imagem original de Nossa Senhora...O pequenino parecia estar em êxtase, embora muito sereno... Terminada aquela festiva manhã, Ma theus foi para a casa da madrinha, exausto e feliz... Depois de tomar banho e almoçar, não queria sair de perto da imagem de Nossa Senhora de Nazaré que está em um oratório, na sala. Ficou a conversar baixinho com a Mamãe

do Céu (como ele carinhosamente a chama) e, vez ou outra, pedia para a avó fotografá-lo. À noitinha, já se preparando para retornar a Mosqueiro, a avó Marcilene perguntou-lhe do que mais tinha gostado naquele dia (acreditando que ele fosse dizer que foi de um dos brinquedos). Todavia, para sua surpresa, eis que o

pequeno devoto se saiu com uma inusitada resposta: “Vó, eu gostei de tudo! Mas eu gostei mesmo foi da Mamãe do Céu e da Berlinda”! E, assim, Matheus retornou para a sua casa, tomado de uma indizível felicidade. Na sexta-feira, 28 de outubro, estava a avó Marcilene se preparando para vir a Belém, quando o pequeno filho de Maria saiu com essa: “Vó, tu já vais para o Belém? Tu vais naquela igreja bonita encontrar a Mamãe do Céu”? To do s esses fato s inebriaram a minha alma, marcando profundamente o meu Círio 2017. Foram como que pequenos colóquios com o Sagrado, amorosas e humildes orações dirigidas à Santíssima Virgem, por meio do olhar terno, piedoso e puro do mais novo romeiro do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, uma verdadeira delicadeza espiritual...

Movimento Apostólico da Divina Misercórdia Adoradores Eucarísticos da Igreja das Mercês bessadecastroadv@gmail.com

Próximo artigo: Prof. Ricardino Lassadier


belĂŠm, De 17 a 23 de novembro de 2017

11


12

belém, De 17 a 23 de novembro de 2017

2º Caderno

Especial Juventude

Jovens protagonistas de um mundo melhor

O

Vaticano prepara para outubro de 2018 o Sínodo dos Bispos com o tema, “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”, visando estabelecer os pilares da atividade pastoral da Igreja com os jovens, na XV Assembleia Geral Ordinária dos Bispos. Acolhendo a sugestão do Papa Francisco, o Jornal Voz de Nazaré segue com a série de reportagens a fim de divulgar a ação pastoral do Setor Juventude da Arquidiocese de Belém, sob a coordenação de um dos Bispos Auxiliares de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, designado como Bispo Referencial para a Juventude pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa. Nesta edição concluímos a reportagem sobre a Pastoral Universitária.

Os núcleos da Pastoral Universitária Meta: implantá-la em todas as paróquias da Arquidiocese

E

m Ananindeua, na Matriz da Paróquia d e S a n t a Pa u l a Frassinetti, pertencente à Região Episcopal de São Vicente de Paulo, foi implantado um Núcleo da Pastoral Universitária no mês de setembro. A meta é implantar esses núcleos nas demais paróquias das outras regiões episcopais da Arquidiocese de Belém. Cabe aos núcleos dar suporte aos universitários atuantes nas paróquias. A iniciativa visa dar apoio aos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos pela Pastoral nas universidades, objetivando proporcionarlhes uma base formativa doutrinal, espiritual, por meio de, dentre

outros, palestras mensais. A proposta foi idealizada pelo padre Idamor da Mota, pároco da Paróquia Santa Paula Frassinetti e assessor da Pastoral Universitária, e pelo cônego Silvio Trindade, vigário episcopal da Região São Vicente de Paulo. Para padre Idamor o momento é de unir forças em prol dos universitários: “Vamos atuar em conjunto, não ficar mais fragmentados, cada movimento, cada setor, cada grupo atuando individualmente, mas sim, unirmos forças para mostrar aos jovens, ao público universitário, ao público acadêmico, que existe essa força da Igreja dentro das universidades, querendo dialogar com o

rem uma base do que é a Igreja, acabam se afastando da Igreja pela falta de alicerce. A Pastoral vai trazer esse alicerce, esse fundamento”. Desafios

mundo acadêmico, querendo mostrar dentro da nossa perspectiva aquilo que a Igreja pensa sobre alguns temas, sempre favorecendo o diálogo. Esta, a proposta da Pastoral Universitária”. Fortalecer o engajamento dos jovens dentro das paróquias é a proposta do núcleo. “Dá para você servir, dá

para você continuar na paróquia e ser universitário: são coisas que podem caminhar juntas; é muito importante a instalação do núcleo dentro da paróquia, fora da universidade. É muito bom, disse a universitária Ranna Karen Mesquita, 23 anos. Segundo ela, os estudantes são bombardeados

dentro das universidades e é fundamental o jovem ter a sua fé alicerçada: “A Pastoral vai dar suporte sobre a Igreja, doutrinas, porque na universidade nós somos muito bombardeados de todas as coisas. E a primeira coisa que acontece são os jovens serem abalados na fé. Eles são tão pressionados e, por não te-

Um dos grandes desafios encontrados pela Pastoral Universitária é manter os jovens e adultos universitários engajados na paróquia ou comunidade, por meio das pastorais, grupos, movimentos e serviços. Para Mayda Silva, a falta de tempo dos universitários é um dos fatores que afastam os jovens do engajamento dentro da Igreja, precisando, segundo ela, de adequações de horários nas atividades. divulgação

w missa dos vestibulandos celebrada na Matriz da Paróquia de Santa Paula Frassinetti

Mensagem de Dom Antônio de Assis Ribeiro Caro jovem universitário, lembre-se de que você é chamado a testemunhar a sua fé em todos os ambientes. Testemunhe-a com alegria, com serenidade, não se importando com aqueles que querem demolir as

suas convicções. Leia o maravilhoso testemunho de fé do capítulo 7 do II livro dos Macabeus. Era um tempo de dura perseguição religiosa. Procure cada vez mais aprofundar a própria fé, a doutrina da Igreja, ler e

meditar o Evangelho para conhecer a pessoa de Jesus Cristo e sua mentalidade: assim será capaz de dar as “razões da própria esperança” (1Pd 3,15). Se um dia você se sentir “perseguido” por causa da sua fé, recor-

de-se da última das bemaventuranças proclamadas por Jesus Cristo. Ela é consoladora: “Felizes vocês, se forem insultados e perseguidos, e se disserem todo tipo de calúnia contra vocês, por causa de mim. Fiquem alegres

Deivison Laurentino da Rocha, professor de Geografia, agente da Pastoral Universitária. Entre as temáticas abordadas estão educação, saúde e tecnologia, mas também assuntos que tratam de teologia, assuntos que tocassem na natureza da Igreja: “Propõe efetivamente a ponte de conhecimento entre a fé e a razão, que, como diz São João Paulo II, são as duas asas que alçam o espírito humano a Deus: a fé e a razão”. Na Matriz da Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, no dia 11, aconteceu o ciclo

ja engajado, seja atuante, forme grupos de reflexão para estudar o Catecismo da Igreja Católica. Dessa forma você se tornará mais firme, sereno, ajudará outros jovens e dará a justa resposta aos seus interlocutores.

Novos rumos

Conhecimento A Pastoral Universitária nos dois últimos anos intensificou as palestras, os ciclos de formações nas universidades, visando a expansão do conhecimento. “Aqui é que está o diferencial da Pastoral Universitária: diante de duas realidades absolutamente opostas, a gente pega o que há de comum entre essas duas realidades. Foi uma experiência muito boa porque a gente promoveu o diálogo entre duas realidades, tendo essas duas realidades diferentes algo comum, ou seja, a busca do conhecimento”, destacou

e contentes, porque será grande para vocês a recompensa no céu. Do mesmo modo perseguiram os profetas que vieram antes de vocês.” (Mt 5,11-12). Enfim, não deixe de participar da vida da sua comunidade, este-

de palestras Fé e a Razão, com o tema “Bioética”, com vários especialistas da área. Para a coordenadora da Pastoral Universitária Arquidiocesana, professora Mayda Silva, o tema em questão é atual e necessário para a formação dos agentes pastorais e para o público em geral. “Vemos essas colaborações como um espaço de discussão permeado por diferenças conceituais, aprendizados significativos e defesa da fé por meio de fundamentações racionais pertinentes. Tudo a favor da vida e da dignidade da pessoa!”.

Em 2018, os trabalhos da Pastoral Universitária serão intensificados, em virtude da divulgação do calendário de atividades e, ainda, pela estreia do programa “Universo Acadêmico”, que vai ao ar pela Rádio Nazaré, aos domingos. A proposta do programa, a ser conduzido por seis pessoas, dentre as quais universitários, leigos e religiosos, é aproximar a Igreja do mundo acadêmico. Segundo o diretor de comunicação da Fundação Nazaré de Comuni-

cação, Mário Jorge Alves, o programa é a oportunidade de dar visibilidade à Pastoral: “Não devemos desperdiçar nenhuma oportunidade de evangelizar, principalmente quando se trata de jovens. Essa oportunidade vai, com certeza, atingir essa classe, pela dinâmica com que ela se apresenta. Tenho certeza de que colheremos muitos frutos. Parabenizamos a iniciativa. Pela primeira vez vamos ter um programa direcionado aos jovens universitários”.


Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.