Issuu on Google+


A Minha casa

4

A Mira

6

Percurso

8

Projecto e Inserção

10

Projecto e Volumetria

12

Exposição dos Diários Gráficos

14

Sombra

16

Grande Formato A2

18

Jardim do Campo Grande

19

Casa da Música

21

Rua com declive

22

Percepção visual

23

Expo Lisboa

24

Diário Gráfico

25

Desenho

3


Descrição:

Desenhar a planta da própria casa, registando todos os espaços habitáveis.

Metodologia:

a planta deve ser desenhada sem auxilio de régua, a lápis.

Objectivos:

exercitar a memória visual, dominar o desenho bidimensional utilizado no projecto de arquitectura, controlando as dimensões, proporções e escalas, assim como os códigos representativos (linhas de corte e vista, mobiliário, estereotomias de pavimento…)

Desenho

4


Desenho

5


Descrição:

Numa folha de papel A4 deve recortar uma mira visual (janela) da dimensão, forma e implantação que entender. Escolha um fragmento da “paisagem” da sala e desenhe o que observa através da mira. (repetir o exercício alterando a dimensão forma e implantação das miras visuais.)

Metodologia:

os desenhos devem produzidos a lápis e/ou caneta preta.

ser

Objectivos:

dominar os limites e profundidades espaciais forçados pelo campo visual disponível.

Desenho

6


Desenho

7


Descrição:

Elaborar um conjunto de esboços durante várias paragens ao longo de um percurso exterior definido.

Metodologia:

Compor o conjunto de esboços de forma sequencial numa folha A3 optando por representar pormenores, parte de paisagem ou panorâmica geral. Duração de cada registo 3 minutos.

Objectivos:

Conseguir registar criativamente um determinado ambiente dominando a capacidade de enquadramento e de hierarquização das imagens.

Desenho

8


Desenho

9


Descrição:

Compor um desenho de inserção volumétrica baseado nos cinco princípios consolidados por Le Corbusier (pilotis, planta livre, fachada livre, janela corrida e jardim na cobertura) num território fixado pela paisagem.

Metodologia:

Construir os limites de profundidade como base e fundo perspectivo e utilizar a visualização cónica com um ponto de fuga.

Objectivos:

Aplicar os conhecimentos adquiridos nomeadamente no enquadramento visual de um fragmento de paisagem, no domínio da perspectiva cónica, na escala humana e na dimensão da profundidade.

Desenho

10


Descrição:

Brainstorming a decorrer entre dois ou mais grupos (até 10 alunos) no sentido de propor uma solução de acessibilidade mecânica para um conceito de habitar singular, Single Hauz, projecto arquitectónico dos polacos Front Architects.

Metodologia:

Definido o objectivo (acessibilidade mecânica) escolher um coordenador e um redactor para cada equipa. Começar por escrever todas as ideias (todas válidas e registadas) de todos os membros, depois escolher apenas uma ideia por votação e todos desenham. No fim, a proposta de cada grupo é exposta e apresentada pelo coordenador.

Objectivos:

Potenciar o espírito criativo e de trabalho em equipa. Percorrer as etapas de um projecto: idealizar, optar, desenhar e comunicar.

Desenho

11


Descrição:

Analisando apenas os desenhos técnicos bidimensionais (plantas e corte) referentes a um projecto de habitação do Arquitecto Mário Botta (Casa unifamiliar, Stabio 1980-1982), deve compor um desenho representativo da volumetria sem visualizar as fotografias.

Metodologia:

Desenho utilizando materiais à escolha.

Objectivos:

em

perspectiva

Dominar a capacidade dimensionar espaço volumétrico.

de

Desenho

12


Desenho

13


Descrição:

Perseguindo o incentivo à prática de desenho diário fazemos uma visita inspiradora à exposição de Diários Gráficos patente no museu da cidade de Almada.

Metodologia:

Visita e desenhos no próprio

diário gráfico.

Objectivos:

Incentivar a prática e o gosto pelo desenho conhecendo várias abordagens ao tema.

Desenho

14


Desenho

15


Descrição:

Entendimento a luz das sombras

nos objectos.

Metodologia:

Desenhar um cubo tomando consciência das sombras projectadas referentes a cada vértices, no plano base.

Objectivos:

Dominar tecnicamente produção de sombras própria e projectada.

a

Desenho

16


Desenho

17


Descrição:

Selecção de uma imagem arquitectónica que traduza o trabalho de desenho produzido durante a formação.

Metodologia:

Desenhar em grande formato (A2) utilizando técnicas e materiais à escolha.

Objectivos:

Expressar sinteticamente conceitos adquiridos experimentando o grande formato e a expressividade.

Desenho

18


Descrição:

Praticar o desenho de observação tirando partido dos elementos naturais e artificiais.

Metodologia:

Desenhar vários fragmentos de paisagem com caneta preta e com barras de grafite e /ou carvão.

Objectivos:

Expressar sinteticamente os conceitos adquiridos experimentado a expressividade das texturas.

Desenho

19


Dese<nho

20


Descrição:

Rever as nações de volumetria antecipando o desenho de observação a realizar sobre o edifício da casa da Música no Porto do Arq.º Rem Koolhaas.

Metodologia:

Começar por desenhar um sólido paralelepipédico simples, depois devem subtrair os vértices com planos diagonais e posteriormente atribuir escala de valor com grafite consoante a orientação de cada face. Por fim, representar a imagem da casa da Música.

Objectivos:

Retomar o domínio da representação dos sólidos geométricos aplicando novos conceitos e complexidades formais.

Desenho

21


Descrição:

Desenhar um espaço exterior urbano consolidado, caracterizado por planos territoriais com declive descendente e ascendente.

Metodologia:

Começar identificar os elementos fundamentais derivados da técnica de perspectiva cónica, nomeadamente as convergências para o ponto de fuga dos elementos realmente horizontais e a convergência dos planos inclinados (rua). Dominando a estrutura subjacente à paisagem urbana proposta deve reproduzi-la numa folha A3.

Objectivos:

Saber identificar processos auxiliar de construção perspectica sem descorar a sensibilidade expressa do desenho.

Desenho

22


Descrição:

Estudo do funcionamento do estimulo visual aplicado ao desenho.

Metodologia:

Começar por enumerar os sete princípios da Teoria Gestalt, depois deve interpretá-los sobre o edifício Empire State Building.

Objectivos:

Conhecimento sobre a percepção visual e aplicabilidade nos processos de concepção e composição.

Desenho

23


Descrição:

Secção desenhada aula no exterior: Expo Lisboa.

em

Metodologia:

Começar por analisar a obra visitada, neste caso o Pavilhão de Portugal e o Pavilhão do Conhecimento respectivamente dos arquitectos Siza Vieira e Carrilho da Graça, depois produzir desenhos de observação.

Objectivos:

Capacidade de análise volumétrica e de composição, síntese dos cenários urbanos propostos.

Desenho

24


Desenho

25


Desenho

26


Desenho

27


Desenho Ricardo Amorim