Page 1

Relatรณrio Anual de Atividades - 2008


SUMÁRIO • Diretoria • Representação Nacional • Apresentação • Feneis defende o direito ao ensino superior • O que é a FENEIS • Escritório Nacional da FENEIS RJ: atividades realizadas • Matriz Rio de Janeiro • Escritório Regional de Belo Horizonte - MG • Escritório Regional de Porto Alegre -RS • Escritório Regional de São Paulo - SP • Escritório Regional de Brasília - DF (ano anterior) • Escritório Regional de Curitiba - PR • Escritório Regional de Fortaleza - CE (ano anterior) • Escritório Regional de Florianópolis - SC (não consta) • Escritório Regional de Manaus -AM (ano anterior) • Escritório Regional de Recife - PE • Feneis: endereços e contatos


DIRETORIA • Diretor-Presidente Karin Lílian Strobel • Diretor Primeiro Vice-Presidente Paulo André Martins de Bulhões • Diretor Segundo Vice-Presidente José Arnor de Lima Junior • Diretora Administrativa Shirley Vilhalva • Diretor Financeiro e de Planejamento Josélio Ricardo Nunes Coelho • Diretora de Políticas Educacionais Paulo Roberto Amaral Vieira

DIRETORIAS REGIONAIS • Porto Alegre - RS Diretor Regional: Marcelo Silva Lemos Diretora Regional Administrativa: Vânia Elizabeth Chiella Diretora Regional Financeira: Carilissa Dal'Abba • Recife - PE Diretor Regional: Patrícia Cardoso Diretora Regional Financeira: Regilene Soares Dias • Brasília - DF Diretor Regional: Messias Ramos Costa Diretora Regional Administrativa: Edeilce Aparecida Santos Buzar Diretor Regional Financeiro: Amarildo João Espíndola • Belo Horizonte - MG Diretora Regional: Kleber Costa Borges Diretor Regional Administrativo: Carlos Eduardo Coelho Sachetto Diretor Regional Financeiro: Antônio Campos de Abreu

Pg. 2


• São Paulo - SP Diretor Regional: Neivaldo Augusto Zovico Diretora Regional Administrativa: Richard Van Den Bylaardt Diretor Regional Financeiro: Daniel Oliveira Gomes • Curitiba - PR Diretora Regional: Elizabeth Favaro Diretora Regional Administrativa: Iraci Elzinha Bampi Suzin Diretor Regional Financeiro: Márcia Eliza de Pol • Manaus AM Diretor Regional: Marlon Jorge Silva de Azevedo Diretora Regional Financeira: Waldeth Pinto Matos • Fortaleza - CE Diretora Regional: Francisco Sérvulo Gomes Diretora Regional Administrativa: Mariana Farias Lima Diretor Regional Financeiro: Rafael Nogueira Machado • Florianópolis SC Exercem atividades neste escritório a partir de 2009: Karin Strobel, presidente da Feneis; Shirley Vilhalva, diretora-administrativa; e Marianne Stumpf, coordenadora de Políticas Educacionais

CONSELHO FISCAL EFETIVO • 1º Membro Efetivo e Presidente Luiz Dinarte Faria • 2º Membro Efetivo e Secretário Ana Regina e Souza Campello • 3º Membro Efetivo Antonio Carlos Cardoso

SUPLENTES • 1º Membro suplente Ricardo Morand Góes • 2º membro suplente- Daniel Antônio Passos • 3º membro suplente- Benedito Andrade Neto

Pg. 3


CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO • José Onofre de Souza • Sueli da Silva Brito Flores • Fernando de Miranda Valverde • Max Augusto Cardoso Heeren

REPRESENTAÇÃO NACIONAL NOS SEGUINTES ÓRGÃOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DA PESSOA PORTADORA DE DEFICIÊNCIA (CONADE) • Representante: Sra. Shirley Vilhalva Segunda Vice-Presidente da Feneis • Suplente: Antônio Carlos Cardoso Membro do Conselho Fiscal da Feneis

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE (CNS) • Representante: Sra. Rita Maestri Psicologa Pós Graduada em Educação Especial

PROJETO INTERIORIZANDO A LIBRAS • Coordenadora: Tanya Amara Felipe Doutora em Lingüista e Consultora Feneis e MEC

CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL • João Carlos Carreira Alves, ouvidor da Feneis e membro da Comissão de Reforma do Estatuto da Feneis

Pg. 4


OUTRAS REPRESENTAÇÕES DA FENEIS CONSELHO ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL • Titular: Paulo André Bulhões Diretor primeiro vice-presidente da Feneis • Suplente: Leonardo Carvalho

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL • Representante: Kátia Cristina Duarte Mendes • Suplente: Feneis

CONSELHO ESTADUAL PARA POLÍTICA DE INTEGRAÇÃO DA PESSOA PORTADORA DE DEFICIÊNCIA (CEPDE) • Titular: Walcenir Souza Lima • Suplemente: Valéria Fantésia de Abreu - Psicóloga da Feneis-RJ

Pg. 5


APRESENTAÇÃO FENEIS: TRAJETÓRIA DE CONQUISTAS A história da Feneis teve início no ano de 1977 com a Federação Nacional de Educação e Integração dos Deficientes Auditivos (Feneida), organizada por profissionais ouvintes da área para oferecer suporte aos surdos. A Feneida contribuiu para o início da mobilização em torno das causas da Pessoa Surda. No entanto, com o aumento da participação dos surdos e a necessidade de uma luta em defesa de causas mais específicas, como a cultura surda, língua de sinais e os anseios da pessoa surda, fez-se necessário cada vez mais a representação surda na entidade. A demanda e a complexidade do trabalho levaram a diretoria a reestruturar o estatuto da instituição, a fim de promover os avanços almejados pelo povo surdo. Então, em 16 de maio de 1987, foi organizada uma Assembléia Geral na qual foi designado o novo nome da entidade: Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis). Com o passar dos anos, a Feneis expandiu-se, atendendo melhor as necessidades dos surdos. Hoje, a Feneis está presente em todo o país, através de seus dez escritórios

regionais e mais de 100 entidades filiadas, formadas por associações de Surdos, de Pais e Amigos de Surdos, Escolas e Clínicas especializadas. A Feneis é filiada à Federação Mundial dos Surdos (FMS/WFD). A entidade, com sede na Finlândia, tem como objetivo garantir os direitos culturais, sociais e lingüísticos do surdo no mundo. Essa participação propicia o constante intercâmbio com surdos em nível mundial. A Federação Mundial dos Surdos os representa junto às entidades mundiais como a Organização das Nações Unidas (ONU); Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); Organização dos Estados Americanos (OEA); e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Depois, veio a criação do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos (Celes), que funciona de forma regional. Dentre os objetivos do Celes, estão o de promover programas de capacitação de profissionais que atuam na área de Libras e na área de informática; realizar intercâmbio com organizações e instituições representativas dos surdos e envolvidas com a Libras; incentivar o uso da língua, através da manutenção de serviços Pg. 6


competentes, para a preparação de leigos e profissionais, garantindo assim o uso correto da língua na comunidade; promover, realizar e divulgar estudos e pesquisas na área de Libras. A Feneis implementou junto ao MEC o Programa Nacional Interiorizando Libras, que cumpre o que rege o Decreto 5626/2005. Educação de qualidade, direito de acessibilidade às informações e à conquista de novas oportunidades no mercado de trabalho para os surdos são as metas da Feneis. Incentivada pela Coordenadoria Nacional para a Integração de Pessoas Portadoras de Deficiência (CORDE), do Ministério da Justiça, a efetivação de convênios que visam à inserção do surdo no mercado de trabalho foi um dos principais passos dados pela entidade, que percebeu a grande dificuldade para os surdos na hora de conseguir emprego. O primeiro convênio foi firmado com a DATAPREV/SA. Hoje, essa parceria se estende à diversas empresas e instituições.

OFICIALIZAÇÃO DA LIBRAS: NOSSA MAIOR VITÓRIA

que diz respeito à forma de comunicação das comunidades surdas. A partir daí houve um desenvolvimento importante no que diz respeito ao ensino da Libras no país, através da produção dos livros “Libras em Contexto”. Seguiram-se conquistas também no campo acadêmico para o surdo brasileiro, com maior abertura para o ingresso dos surdos nas universidades. Em função de um maior número de intérpretes em Faculdades e novos cursos abertos em nível superior, como o de Letras/Libras, observamos mais surdos graduados e pós-graduados. Atualmente há mais chances de surdos concluírem seus cursos. Essa foi uma grande conquista na área educacional. Agradecemos aos parceiros, aos funcionários, diretores e exdiretores, intérpretes e voluntários. Foi a unidade da luta que possibilitou e continua a possibilitar inúmeras conquistas. Foi o que permitiu a abertura das muitas portas para a acessibilidade do povo surdo à vida social, ao mercado de trabalho e à educação. Que a nossa caminhada possa prosseguir com a mesma força e união que até então reinou para tantas conquistas Diretoria da FENEIS

Uma das nossas maiores vitórias foi a oficialização e regulamentação da Língua Brasileira de Sinais. A Libras, “reconhecida cientificamente como sistema lingüístico de comunicação gestual-visual”, trouxe avanços no

Pg. 7


FENEIS DEFENDE O DIREITO AO ENSINO SUPERIOR O Plano Nacional de Educação Brasileira já previa em 2001, a inclusão da Libras nos currículos de Ensino Básico nas escolas de Surdos. O decreto que regulamentou a Lei de Libras garante a inclusão da Libras como disciplina obrigatória, nos cursos de formação de professores, fonoaudiólogos e pedagogos. A Universidade Federal de Santa Catarina deu o primeiro passo nessa defesa garantindo o Curso de EADLetras Libras em 2006. O curso tem como público- alvo os instrutores surdos de Libras, surdos fluentes em língua de sinais(para o curso de licenciatura) e ouvintes fluentes em língua de sinais que tenham concluído o ensino médio (para o curso de bacharelado) em 2008 . O curso de Licenciatura e Bacharelado em Letras- Libras tem por objetivo a formação de profissionais (professores e tradutoresintérpretes) na língua de sinais brasileira. O desafio de capacitar Instrutores Surdos para ensinar e difundir a Libras em todo o território nacional se dá tendo em vista que a língua através da qual o surdo se expressa e compreende com facilidade é a língua de sinais. É notória a extrema carência de professores com formação em Libras e,

conseqüentemente, a formação de intérpretes. Seus professores mesmo especialistas na área da Educação de Surdos, necessitam estudá-la para utilizá-la em sala de aula. Estamos certos de que os profissionais de Libras compreendem que neste momento trabalhamos com prioridades de área. Apoiamos quando o edital de concurso de vestibular garante a prioridade na licenciatura aos surdos e o bacharelado aos intérpretes. O Decreto 5.626/05 prevê que esta é uma conquista do povo surdo. Consideramos a prioridade aos surdos no concurso de licenciatura; enquanto no bacharelado não há prioridade. Está aberto para todos. Entendemos que é urgente capacitar pessoal e produzir material didático que atenda a esta nova demanda de ensino. A Feneis apóia a proposta que está sendo garantida pela UFSC em parceria com: UFSM, UFAM, UFBA, UnB, USP, UFC, CEFET/GO, INES/RJ, UFES, CETEF/MG, UNICAMP, UFPR, UFRGS. Karin Strobel Presidente da Feneis

Pg. 8


O QUE É A FENEIS? Como entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos, a Feneis trabalha para representar as pessoas surdas, tendo caráter educacional, assistencial e sociocultural. Uma das suas principais bandeiras é o reconhecimento da cultura surda perante a sociedade. São atendidos pela Feneis surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e nãogovernamentais, professores, fonoaudiólogos e profissionais da área. Atualmente, possui 149 entidades filiadas e 11 Escritórios Regionais localizados em: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Amazonas, Pernambuco, Ceará, São Paulo, Distrito Federal, Minas Gerais além da matriz Rio de Janeiro e de uma representação em Teófilo Otoni (MG). Cidadania.

OBJETIVOS O caráter filantrópico da Feneis ultrapassa o assistencialismo e a caridade, já fornece condições para o real desenvolvimento dos surdos equiparando-os com os demais integrantes da sociedade. Seu papel é o de dar suporte para esse desenvolvimento, além de defender os direitos da comunidade surda

junto aos órgãos oficiais para garantir essas condições de igualdade. A principal forma de igualdade dos surdos é a conquista da sua autonomia. Isso se consegue através do respeito à cultura de cada um e do acesso aos sistemas de saúde, educação, jurídico e a todos os outros setores da vida. A Feneis busca estar sempre reivindicando esses direitos para que o surdo tenha uma boa qualidade de vida, além de incentivar o uso da Libras como meio de comunicação. Por acreditar que as entidades que trabalham com surdos devem caminhar juntas, a Feneis apóia e colabora com as filiadas, Associações de Surdos, de Pais e Amigos de Surdos, Escolas e Clínicas especializadas, objetivando uma ação conjunta no sentido de melhorar os recursos educativos. Além disso, a Feneis procura incentivar a criação e o desenvolvimento de cursos para surdos e de novas instituições nos moldes das modernas técnicas de atendimento, visando à prevenção, à estimulação precoce, à educação, à profissionalização e à integração da pessoa portadora de surdez e/ou deficiência auditiva. A conquista efetiva dos direitos dos surdos só se dará mediante a divulgação da legislação e da Libras. Sendo assim, a Feneis organiza e Pg. 9


participa de Congressos, Seminários e Cursos, em âmbito Internacional, Nacional, Regional, Estadual e Municipal, buscando sensibilizar os meios de comunicação de massa e incentivando o desenvolvimento de pesquisas nesse campo. Uma das nossas metas foi atingida recentemente com a oficialização da Libras como meio de comunicação e expressão. A nova Lei garante à comunidade surda uma Educação Especial que respeite a Libras e atendimento em estabelecimentos públicos com pessoa capacitada a atender os surdos.

estatuto, que todos esses integrantes não devem usufruir de vantagens ou benefícios para a execução dessas atividades. As despesas da Feneis incluem gastos com material e com funcionários dos Escritórios Regionais, planos de saúde, assessoria judiciária, orientação familiar e visitas domiciliares. Aqueles escritórios que ainda não possuem sede própria ou não conseguiram um local provisório de funcionamento têm o aluguel pago pela Feneis. Além disso, constantemente tem-se contribuído para a realização de eventos relacionados à problemática da surdez, através de patrocínio, divulgação e envio de COMO SE MANTÉM intérpretes e palestrantes. A entidade se mantém das A Feneis é uma entidade que visa à seguintes formas: filantropia e é reconhecida como • SUBVENÇÕES Utilidade Pública Federal, Estadual e Órgãos governamentais ou nãoMunicipal. Por isso, tem isenção da governamentais, mediante contribuição do INSS e de encargos apresentação de projeto, repassam sociais. Além disso, é registrada no recursos para que sejam Conselho Nacional de Assistência viabilizados. Normalmente esses Social e no Ministério da recursos são solicitados para a Previdência Social. Anualmente aquisição de equipamentos, esse relatório é enviado ao remuneração de profissionais, Ministério de Justiça para que sejam oferta de cursos, reformas e conferidas as ações executadas pela eventos. Posteriormente é feita a Feneis. A partir daí é renovado esse prestação de contas. benefício. • TAXAS ADMINISTRATIVAS A execução e fiscalização das A partir de cada convênio firmado atividades, tanto administrativas de prestação de serviços, é cobrada quanto financeiras, é de uma taxa administrativa, negociada responsabilidade de todos os por contratado e contratante. Essa membros da Diretoria, Conselho quantia é geralmente usada para Fiscal, Conselho Consultivo e encargos sociais, despesas de Diretores Regionais. É previsto em manutenção dos Escritórios Pg. 10


Regionais, aluguel, funcionários entre outros. • FUNDO DE RESERVA Esse recurso é destinado ao pagamento de acerto com funcionários, FGTS, salário de férias, décimo terceiro salário, e outras garantias do trabalhador. Ele é adquirido também através dos convênios e não pode ser utilizado para nenhum outro fim.

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL A FENEIS é dirigida por uma equipe composta pela Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho de Administração e Diretores Regionais. Todos os membros estão espalhados pelas várias regiões do país, buscando tornar a representatividade completa. Além disso, sua estrutura física se divide atualmente em Matriz, localizada no Rio de Janeiro, Escritórios Regionais e Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos (CELES). • ESCRITÓRIO REGIONAL A intenção da Feneis é poder alcançar o maior número de surdos. Entretanto, o Brasil é um país de extenso território. Para vencer essa barreira a descentralização se fez necessária e hoje a Feneis conta com dez Escritórios Regionais localizados em Belo Horizonte, Teófilo Otoni, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Distrito Federal, Paraná, Ceará, Amazonas,

Santa Catarina. Cada um possui um Diretor Regional e uma linha de ação, considerando as demandas locais. É impossível estabelecer o mesmo conjunto de ações, já que cada região tem suas particularidades e suas necessidades. Entretanto, as atividades são realizadas com as mesmas diretrizes, definidas pela diretoria, em todo o país. • CENTRO DE ESTUDOS DE LIBRAS E EDUCAÇÃO DE SURDOS (CELES) O Celes foi constituído com o objetivo de ser um centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e sobre a educação dos surdos. Suas atividades envolvem elaboração de políticas voltadas para a Libras, promoção de cursos de Libras, promoção e apoio a eventos relacionados com a educação dos surdos e suporte para pesquisas e trabalhos desenvolvidos na área de surdez. Dentre as suas finalidades estão a defesa da Libras como primeira língua das comunidades surdas; apresentação à sociedade da necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino freqüentados por surdos; estímulo à criação de escolas de surdos; reunião de grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a Educação dos Surdos e promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa da área da surdez. Pg. 11


RELATÓRIO DE ATIVIDADES ESCRITÓRIO NACIONAL DA FENEIS - RJ •eleição da nova Diretoria, no dia 22 de março, durante a assembléia geral, com a presença das entidades filiadas. O período de gestão da nova diretoria será de 2008-2012. A proposta de trabalho do grupo eleito está baseada num olhar diferenciado com foco na educação, nos projetos sociais de integração e capacitação para surdos. •a posse da nova Diretoria foi no dia 15 de abril de 2008, na sede administrativa da Feneis, contando com a presença de funcionários e membros da diretoria anterior. Sendo que a comemoração foi realizada no dia 21 de maio, com a presença de representantes de entidades filiadas a Feneis, empresas conveniadas e autoridades do Estado do Rio de Janeiro;

•realização do Fórum de Estudos Surdos na Área de Informática FESAI, no dia 14 de junho, com o objetivo de estimular pesquisas para criação de um novo vocabulário em Libras direcionado a informática; discussão das novas tendências tecnológicas de comunicação, incentivo a metodologias e estratégias de ensino. O evento foi o realizado pela primeira vez no Rio de Janeiro e contou com a presença do diretor primeiro vice-presidente da Feneis, Paulo André de Bulhões; •participação, no dia 14 de junho, na 15ª edição do Fiocruz pra Você, em Maguinhos (RJ). Na ocasião foram vacinadas cerca de 5.040 crianças. Pelo terceiro anos a Feneis esteve presente, divulgando a Libras e seus materiais didáticos;

•presença no I Encontro Nacional de Jovens Surdos, de 16 a 20 de julho, em São Paulo, com a finalidade de compartilhar •comemoração dos 25 anos de conhecimentos dos movimentos Fundação da Associação dos Surdos políticos, sociais e educacionais do Ceará ASCE, de 30 de abril a 4 ocorridos na comunidade surda. A de maio. Constou na programação a presidente, Karin Strobel, palestrou posse da nova diretoria, na abertura do evento; apresentações culturais e esportivas e uma festa. Representou a Feneis o •visita, no dia 29 julho, os diretor segundo vice-presidente, convênios Dataprev Cosme Velho e José Arnor de Lima Junior; Botafogo, Fiocruz e IRB para conhecer e estreitar as parcerias. A Pg. 12


André Bulhões, e o diretor financeiro e de planejamento, Josélio Ricardo Nunes Coelho; •reunião extraordinária, no dia 30 de julho, com algumas entidades de representação nacional, com o objetivo de estreitar o contato da Feneis com demais entidades que trabalham em defesa da pessoa com deficiência. Participaram: Instituto Benjamim Constant IBC, representado pela professora Girlaine Maria; Federação das APAEs do Rio de Janeiro, representada pela sua presidente, Tânia Maria Lessa Athayde Sampaio; •participação no II Encontro Nacional do Curso Letras Libras, de 13 a 16 de agosto, no Instituto Nacional de Surdos - INES, no Rio de Janeiro. A presidente da Feneis, Karin Strobel, esteve na abertura do evento. Foram abordadas as dificuldades encontradas no curso, no que se refere a comunicação e uso da Libras; como Aprender a Libras para praticar, ensinar e aperfeiçoar o aprendizado da mesma. •presença na inauguração da sede provisória do Centro de Integração na Arte e Cultura dos Surdos CIACS, no dia 14 de agosto. O Centro existe desde 1989 e tem como finalidade promover e incentivar a produção, a prática e o desenvolvimento das atividades artísticas e culturais das pessoas surdas na cidade do Rio de

Janeiro. Na ocasião, lançado o livro A Imagem do Outro Sobre a Cultura Surda, de Karin Strobel. O título aborda questionamentos e reflexões sobre a forma como a sociedade vê os indivíduos surdos; •presença no I Encontro de Implante Coclear do INES, realizado no dia 15 de agosto. O objetivo do evento foi informar e esclarecer aos profissionais, surdos e familiares sobre as questões lingüísticas, educacionais e sociais que envolvem o Implante Coclear, contando ainda com depoimentos de usuários implantados e de seus familiares. A presidente da Feneis, Karin Strobel, esteve na abertura do encontro; •participação na festa em comemoração aos 55 anos da Associação Alvorada Congregadora de Surdos, no dia 16 de agosto de 2008. A Associação tem como objetivo desenvolver atividades sociais, culturais, esportivas e de lazer; •comemoração do Dia do Surdo, no dia 26 de setembro, com o tema Promovendo o Desenvolvimento do Surdo: na Educação Cultura e Esporte. O evento contou com o apoio, pelo terceiro ano consecutivo, da FIRJAN que cedeu sem custos o auditório do SENAI. Foram abordados temas como a educação de crianças surdas, a formação de jovens e adultos surdos e a importância da família no processo Pg. 13


educacional; o uso do esporte na educação e na construção do individuo surdo. A Diretoria da Feneis nacional palestrou nos seguintes temas: O Olhar do Outro Sobre a Cultura Surda, por Karin Lílian Strobel, Diretora Presidente; A Libras e a Cultura do Índio Surdo, por Shirley Vilhalva, Diretora Administrativa; Cultura Surda com Beleza e Arte, por José Arnor de Lima Junior, Diretor Segundo VicePresidente; e a A Importância do Esporte na Educação do Surdo, por Paulo Vieira, Diretor de Políticas Educacionais; •participação na solenidade de posse do novo Conselho Estadual de Assistência Social do Rio de Janeiro - CEAS/RJ, no dia 3 de outubro. Na ocasião foram empossados: Paulo Andre Bulhões, diretor primeiro vicepresidente da Feneis, como titular e o Leonardo Carvalho, como suplente; •presença no I Congresso Nacional de Pesquisa em Interpretação e Tradução de Língua de Sinais, realizado nos dias 9 e 10 de outubro. O congresso retratou a realidade dos profissionais intérpretes e tradutores; buscou estratégias de formação continua a partir dos resultados e propostas apresentadas pelas pesquisas acadêmicas; possibilitou a difusão das investigações dos pesquisadores da área de interpretação/tradução da Língua de Sinais, proporcionando um

espaço amplo de discussões. A presidente da Feneis, Karin Strobel, discursou na abertura do evento; •presença na comemoração dos 14 Anos de fundação da Associação dos Surdos do Natal ASNAT, de 16 a 19 de outubro, que incluíram coquetel de inauguração da sede, posse da nova diretoria, apresentações culturais e esportivas e baile comemorativo. A Feneis foi representada pelo Diretor Segundo Vice Presidente, José Arnor de Lima Junior; •representação na Segunda Convenção Sul Americana de Líderes Surdos, no Equador, realizado pela Federação Nacional de Pessoas Surdas do Equador FENASEC, de 26 a 27 de outubro. O evento teve como objetivo a troca de experiências entre os delegados dos países sul americanos, abordando temas como direitos humanos, situação dos surdos imigrantes, o fortalecimento das associações de surdos, o papel dos interpretes de Língua de Sinais, bem como a responsabilidade da Secretaria Regional Sul-americana da WFD. O Brasil foi representado pelos delegados Paulo André de Bulhões, diretor primeiro vice-presidente da Feneis e Shirley Vilhalva, diretora Administrativa da Feneis, que foram acompanhados pela coordenadora de políticas internacionais da Feneis, Marainne Stumpf. •participação na Feira Nacional de Pg. 14


Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade REACESS. Devido a parceria do Grupo CIPA com a revista REAÇÃO, em 2008, a feira foi realizada pela primeira vez em Santa Catarina, de 5 a 8 de novembro. A Feneis recebeu gratuitamente um stand de quatro metros e teve a oportunidade de divulgar seus trabalhos em todo o Brasil, expor os materiais didáticos e livros existentes sobre Surdos;

Stumpf e pelo Assessor de Imprensa da federação, Diogo Madeira, participou do II Encontro de Jovens Surdos do CONESUL, que aconteceu no dia 30 de novembro. O evento foi na cidade de Capão da Canoa (RS) e reuniu jovens surdos de toda América o Sul, com a finalidade de compartilhar especificamente os direitos humanos, experiências pessoais e profissionais de educação com a Língua de Sinais, contando com a participação de •presença na comemoração dos 20 líderes políticos de outros países; anos de fundação da Associação dos Surdos de João Pessoa ASJP, de 14 a •participação na II Conferência 16 de novembro. A Feneis foi Nacional dos Direitos da Pessoa representada pelo Diretor Segundo com Deficiência, tendo a Vice Presidente, José Arnor de Lima representação da diretora Junior; administrativa, Shirley Vilhalva e Antônio Carlos Cardoso; •participação no I Seminário •presença na eleição do Conselho Cultura, Poder e Educação de Surdos, em Natal RN, realizado nos Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência CONADE, dias 28 e 29 de novembro. O no dia 4 de dezembro. Mais uma seminário retratou a questão da inclusão do surdo no ensino superior vez, a Feneis foi eleita como entidade representante da e no mercado de trabalho, através de palestras e oficinas. O evento foi comunidade Surda Brasileira. Na organizado pela Faculdade de Natal ocasião, a diretora administrativa da Feneis, Shirley Vilhalva, foi eleita por FAL, Grupo de Estudos, Pesquisa e mais dois anos, conselheira titular Trabalho sobre Surdez e Tecnologia GTEP/SURDOFAL, Livrarias Paulinas do CONADE; e a Associação dos Surdos de Natal •inauguração da segunda Sede - ASNAT. Na ocasião a Feneis foi Administrativa da Feneis em Santa representada pelo Diretor Segundo Vice Presidente, José Arnor de Lima Catarina, no dia 12 de dezembro, contando com a presença de todos Junior; os membros da diretoria nacional, diretores de algumas regionais •a diretoria nacional da Feneis, representada pela Coordenadora de (Feneis-MG, Feneis-SP, Feneis-RS e Feneis-PR), amigos e colaboradores. Políticas Internacional, Marianne Pg. 15


MATRIZ - RIO DE JANEIRO SETORES

e seus familiares que não pertencem ao quadro da FENEIS;

•RECURSOS HUMANOS A equipe multidisciplinar do Setor de Desenvolvimento em Recursos Humanos, composta por psicólogos, assistente social e secretária, se reuniu no dia 9 de janeiro de 2009, para estruturar a metodologia de trabalho para o ano vigente, baseando-se nas metas alcançadas em 2008. Ficou estabelecido e avaliado que:

- a metodologia utilizada não sofrerá modificação, pois às metas estabelecidas anteriormente forma alcançadas, sendo elas: o acompanhamento e suporte aos funcionários FENEIS e suas respectivas chefias no âmbito do treinamento e intervenções; palestras educativas, utilizando recursos tecnológicos e didáticos (slide, datashow, DVD, cartilhas informativas etc), bem como acompanhamento hospitalar e residencial, agendamento no INSS, encaminhamento para cursos (informática e Libras) e para o ensino regular;

- o planejamento para 2009 continua com as prioridades estabelecidas em 2007, baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção; atuação política Conselho Estadual e Municipal, novos convênios, elaboração de projetos, acompanhamento de licenciados e acidentados, execução de Seminário, e implementação do trabalho com famílias acrescentando o atendimento Clínico Psicológico para o surdo; - o planejamento de 2009 dará continuidade ao trabalho realizado no ano de 2007, com a finalidade de englobar Bio Psico Social e Cultural, envolvendo funcionários, surdos ou ouvintes, os gestores dos contratos já existentes, viabilizando também as comunidades surdas e

- estudo da viabilidade de criar atendimento Clínico Psicológico à comunidade Surda no Rio de Janeiro; - as dinâmicas utilizadas melhoraram o desempenho dos funcionários no trabalho, a boa relação entre chefias e funcionários; aumentando da auto-estima, acessibilidade à informação; massificação sobre a importância da comunicação através da Libras no meio social a comunidade ouvinte; apoio no âmbito emocional com as famílias dos funcionários surdos acidentados ou com problemas de saúde graves; - continuará a expansão, através da terceirização, de novos convênios Pg. 16


com órgãos governamentais tanto do Município do Rio de Janeiro como de outros também, ampliando o acesso ao mercado de trabalho para outros surdos, o mais próximo de suas residências; - êxito de trabalhos com os convênios: Secretaria de Estado e Cultura e a Fundação Casa França Brasil, estando em andamento convênio com o Tribunal Regional do Trabalho TRT; - expansão da atuação do Setor de Recursos Humanos através da consultoria, tendo como parceria a Empresa GRSA. Resultado: aumento da empregabilidade da Pessoa Portadora de Deficiência, além de proporcionar assessoria e informativo educacional do universo da pessoa surda e incentivo a comunicação em Libras por parte dos funcionários ouvintes; - parceria com o Hospital IASSERJ com o programa PROMUSA, que atende os surdos nas áreas clínicas de: Ginecologia, Urologia, Cardiologia, Psiquiatria, Clínico Geral, Medicina Ortomolecular e Psicologia. Os profissionais dessas áreas contam com o apoio do setor Recursos Humanos e Setor de Intérpretes; - ingresso, em 2007, no Conselho Estadual para a Política de Integração da Pessoa Portadora de Deficiência CEPDE, no Conselho Estadual de Assistência Social e do

Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência COMDEF; Devido aos convênios firmados a FENEIS-RJ atualmente emprega cerca de 600 pessoas surdas no mercado de trabalho em diversas áreas. Alguns dos convênios parceiros são: DATAPREV e suas Unidades no Cosme Velho e Botafogo; ENINCO, matriz e filial; FIOCRUZ e seus Postos de Serviços: BIOMANGUINHOS, DIRAC, DIPLAN, INCQS, IOC, IFF, CECAL, DIREH, ENSP, EPSVJ, IPEC, PRESIDÊNCI e CICT; Secretaria Municipal da Pessoa Portadora de Deficiência - SMPD (antiga FUNLAR), nas unidades em Campo Grande e Vila Isabel; Instituto de Resseguros do Brasil IRB; Instituto Vital Brasil IVB; Jardim Zoológico - RIO ZOO; Secretaria de Trabalho e Renda SETRAB; Secretaria de Obras SEOBRAS; DIZ FERRAMENTARIA; RIOLUZ Botafogo e seus distritos: DAF/GT, DIM/1ºGR, DIM/2ªGR, DIM/3ªGR, DIM/4ªGR, DIM/5ªGR, DIM/6ªGR, DIM/7ªGR, DAF/GM, Padre Miguel, DAF/GIL-1, DAF/GIL1.2; Instituto Nacional de Educação dos Surdos INES e seus departamentos: ISBE, DETEP e Manutenção; Secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços SEDEIS, em vigor desde agosto de Pg. 17


de 2007 (setor de limpeza); e o Setor de Arquivo, em vigor desde setembro de 2007; Dois novos convênios foram firmados, sendo eles: Líder em Serviço de Alimentação - GRSA e Secretaria de Estado e Cultura. Tabela de atividades desenvolvidas no primeiro semestre de 2008: I - ATENDIMENTOS:

*Outros: atendimentos à comunidade surda, contratações e demissões temporárias, visitas, advertências, suspensões etc.

II - ATIVIDADES EXTERNAS:

Pg. 18


III - ATENDIMENTOS TELEFÔNICOS

Tabela de atividades desenvolvidas no segundo semestre de 2008: I - ATENDIMENTOS:

*Outros: atendimentos à comunidade surda, contratações e demissões temporárias, visitas, advertências, suspensões, orientações reuniões de emergência etc.

II - ATIVIDADES EXTERNAS

Pg. 19


III - ATENDIMENTOS TELEFÔNICOS

OBS - Total de serviços e atendimentos realizados e contabilizados em 2008: 4.195. Esse número total é aproximado, pois muitos atendimentos não passam pelo processo de registro de estatística, por causa do número de pessoas aguardando para serem atendidas.

Pg. 20


•COMUNICAÇÃO O Setor de Comunicação tem como objetivo aprimorar as relações entre a sociedade, instituições públicas, privadas, funcionários e clientes, além de trazer uma cobertura sobre o que acontece na comunidade Surda através dos nossos veículos de comunicação. Entre os veículos estão, a Revista da FENEIS, que tem como fundamento divulgar as mais diversas áreas e aspectos existentes desta Comunidade, através de entrevistas, fatos do mundo dos surdos e notícias desta Instituição e o site que apresenta uma configuração simples e de fácil navegação. Tem entre seus objetivos fazer a seleção de notícias e informações de interesse geral. O Site da Feneis mantém links permanentes com os principais sites de interesse da comunidade surda. Atividades realizados no ano de 2008. - Elaboração e distribuição trimestral da Revista da Feneis;

L- Elaboração de cartas e ofícios a serem assinados pelo SECOM; - Recebimento e Respostas de emails e ligações referentes à Federação; - Clipagem e organização de matérias sobre surdos, instituições e temas ligados a Surdez; - Controle, organização e arquivo dos materiais recebidos tais como: jornais, folders, revistas, livros e folhetos; - Envio de propostas para patrocínio da filmagem e edição de DVD´s; - Pedido de apoio á Fundação Oswaldo Cruz para a divulgação do Dia do Surdo; - A Cobertura do Seminário do Dia do Surdo realizado no SENAI; - Acompanhamento de entrevistas realizadas em emissoras de TV sobre assuntos relacionados à surdez.

- Distribuição de material de divulgação através de correspondências recebidas; - Contato com empresas conveniadas à FENEIS; - Recepção de visitantes e estudantes da área da surdez esclarecendo as atividades e apresentando as dependências da Federação; Pg. 21


•INTÉRPRETES Bairros da cidade do Rio de Janeiro: Ramos, Cascadura, Jardim Botânico, Castelo, Centro, Estácio de Sá, Santa Cruz, Taquara, Campo Grande, Méier, Bangu, Madureira, Olaria, Pavuna.

Municípios do Estado do Rio de Janeiro: Niterói, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Belford Roxo, Itaboraí, São João de Meriti, Saquarema, Duque de Caxias, Teresópolis. Locais onde foram realizados os eventos e palestras em 2008: - INES (Instituto Nacional de Educação dos Surdos), - CEF (Caixa Econômica Federal), - SMPD (Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência), - Rio Luz, - Tribunal de Justiça, - Banco do Brasil, - Oi Telefonia, - Cepde (Conselho Estadual de Políticas de Integração da Pessoa com Deficiência), - Furnas Centrais Elétricas S/A, - Defensoria Pública, - Alcoólicos Anônimos, Pg. 22


- Fundação Rio Zôo, - Cedae, - Delegacia da Mulher, - Light S/A, - Instituto Vital Brasil, - Secretaria de Obras do Estado do Rio de Janeiro, - Secretaria do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro, - Diz Ferramentaria, - Comdef (Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência), - Ciad (Centro Integrado de Apoio ao Deficiente), - FIOCRUZ (Fundação Oswaldo Cruz), - Detran/RJ (Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro), - IASERJ (Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro), - IFF(Instituto Fernandes Figueira), - NUPONDE (Defensoria Pública), - CEDAE (Companhia Estadual de Águas e Esgotos), - Suderj (Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro), - Sociedades Michelin S/A, - GRSA Michelin, - Eninco, - SETRAB (Secretaria Estadual de Trabalho e Renda), - ARPEF (Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica), - C&A, - INSS (Insituto Nacional de Seguridade Social), - TV Brasil,

- FIB (Federação das Instituições Beneficentes), - UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), - UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), - APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), - FEAPAE's (Federação das APAE's). Cabe ressaltar que dentre esses eventos e palestras estão compreendidos assuntos como acessibilidade de pessoas com deficiência, congressos de níveis nacionais, premiações, homenagens, SIPAT's (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho), etc. O SEINT também foi cotado para realizar serviços de interpretação em vídeo para TVE, campanhas políticas, dentre outros. ESTATÍSTICAS: Em relação ao ano de 2007, onde realizamos 3.420 atendimentos, no ano de 2008 foram 2.481 atendimentos. Ocorrendo, portanto, uma queda de 27,4%. • CELES -Eventos 18/12 - Palestra na Empresa Fubá Granfino; 24/10 - Equipe do CELES e Escola Estadual de Educação Especial Maria Ivete comemoram escolha de um sinal para o colégio; 14/06 - FESAI (Fórum de Estudos Surdos na Área de Informática). Pg. 23


Proposta de inclusão digital para Comunidade Surda. A Feneis e a Faculdade Gama e Souza realizaram o intento em parceria, com o apoio da Feneis - RS, organizadora do FESAI/ RS; 16 a 20/07 - I Encontro Nacional de Jovens Surdos, realizado em São Paulo. Participação de instrutor do CELESRJ; 13 a 15/08 II Encontro Nacional de Surdos do Letras Libras da UFSC, a Feneis-RJ, através de setor Celes, participou e apoiou o evento; 17 a 19/10 - Congresso Estadual das APAEs de Rio das Ostras (RJ); 30/10 a 1/11 - Formação de Agentes de Empregabilidade de Surdos em Alagoas. Os representantes da Feneis-RJ participaram do evento; 18/11 Apoio à VII Mostra de Filmes para Surdos em todo o Brasil. - Programa Interiorizando a Libras A Profª Drª Tanya Felipe é coordenadora do programa e também consultora da Feneis e do MEC. Relatório das atividades realizadas pelo programa: Justificativa - Para eliminar as barreiras à cidadania dos surdos, por meio da educação; para viabilizar sua inclusão escolar e social; necessidade de recursos humanos nos sistemas educacionais no âmbito da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal, que viabilizem os

direitos assegurados em Lei; Objetivos - Apoiar tecnicamente as instituições de educação média e superior na inclusão de Libras como componente curricular dos cursos de formação de professores e de fonoaudiologia do sistema federal de ensino; apoiar técnica e financeiramente cursos de capacitação de professores (surdos e ouvintes) e instrutores surdos dos sistemas estaduais, municipais e do Distrito Federal, para o ensino de Libras em sala de aula; apoiar técnica e financeiramente cursos de capacitação de professores dos sistemas estaduais, municipais e do Distrito Federal, para o uso da Libras em sala de aula, como língua de instrução; apoiar técnica e financeiramente cursos de capacitação de professores dos sistemas estaduais, municipais e do Distrito Federal, para o ensino de Língua Portuguesa, como 2ª língua, para surdos; apoiar técnica e financeiramente cursos de capacitação de professores dos sistemas estaduais, municipais e do Distrito Federal, para que se tornem bilíngües (Libras/Língua Portuguesa), para exercer a função de tradutor e intérprete de Libras em sala de aula; Ação do Programa em 2007/2008 - Execução de cursos nos estados de MS, PA, viabilizados por meio de convênio entre MEC/SEESP e FENEIS com recursos do FNDE; Pg. 24


Metodologia - visa cooperar com os estados e municípios na formação continuada de professores e instrutores, com o objetivo de garantir acessibilidade à comunicação entre alunos surdos e professores e conseqüentemente acessibilidade à educação; Este programa é composto pelos seguintes cursos: curso de capacitação para Instrutores de Libras, curso básico Libras em Contexto, ensino de Língua Portuguesa para surdos, tradução e interpretação de Libras/Língua Portuguesa; Os cursos são presenciais e têm carga horária de 80 h cada, exceto o Curso para capacitação de instrutor de Libras que tem a carga horária presencial de 120 horas/aulas; Curso para professores ouvintes 15 cursistas do interior e 10 da capital, carga horária de 80 h/a 8 horas por dia. Estratégias: DVD, brincadeiras e diálogos, palestra sobre a gramática da Libras, palestra sobre Educação para Surdos: “A Educação que nós surdos queremos”, aplicação de Avaliação por unidade e Quadro Final, avaliação dos cursistas sobre o curso; Curso para surdos - 15 cursistas do interior e 10 da capital, carga horária de 120 h/a, 12 horas por

Dia. Estratégias: estágio pela manhã, curso de metodologia à tarde, palestra sobre a gramática da Libras, palestra sobre Educação para Surdos: “A Educação que nós surdos queremos”, seminário sobre o estágio e prática de ensino, prática de ensino: simulação de aula, avaliação processual, avaliação dos Cursistas sobre o curso; curso de aprofundamento na metodologia para Instrutores Surdos que já haviam feito anteriormente um curso de capacitação com um agente multiplicador; trabalho com surdos e comunidades nos Estados; palestra sobre a organização dos Surdos: Associação, Federações e Confederação, Feneis; visita à Associação de Surdos; troca de experiência a partir da metodologia a ser trabalhada; incentivo para continuidade nos estudos: metodologia, Ensino Médio, Faculdade; palestra em Universidades sobre o Decreto de Regulamentação da Lei de Libras (Lei 10.436/2002 e Decreto 5.626/2005); entrevistas para televisão e rádio. Pg. 25


- Prestação

de contas do PNIL 2007/2008 CONVÊNIO 23400.004697/2007-65 Receita, despesas e utilização do saldo de poupança Valor total do convênio: R$199.400,00 + R$3.456,40 = R$202. 856, 40 Valor concedente aprovado: R$197.406,00 Valor Contrapartida Aprovado: R$ 1.994,00 Valor da contrapartida depositado: R$ 5.450,40 Valor da contrapartida depositado a mais: R$ 3.456,40

Pg. 26


Obs.: a TimeBrasil devolverá esse saldo da poupança rr$ 8.000,00 através de compra que faremos para o Celes (computador para ilha de edição e impressora) que será paga diretamente pela TimeBrasil. - Saldo para o Celes do Projeto MEC-SEESP-FNDE 2007/2008

Observação 1: O projeto enviado e acordado era para 6 estados, mas o MEC/FNDE fez modificações, cortando 4 estados, enviando, pelos correios, o novo projeto modificado para o Presidente da Feneis assinar o convênio. Essa documentação está na diretoria da Feneis. Observação 2: nos projetos de para cursos, seminários, etc, o nome Pg. 27


“instrutor” se aplica para qualquer pessoa que ministrará um curso. Não tem o sentido que utilizamos (Instrutor de Libras) e, o valor da hora/aula paga a esse instrutor varia de acordo com a titulação (tem uma tabela). Observação 3: Como o MEC errou nos cálculos e colocou receita para pagamento de instrutor apenas para 2 cursos, não foi possível retirar os 10 % para o Celes e fazer a devolução da contrapartida com parte da receita dessa finalidade (pagamento de instrutor), como sempre foi feito nos convênios dos anos anteriores. Observação 4: Como o MEC colocou um pouco a mais para as outras despesas, fizemos um acordo com a empresa que ganhou a licitação para que ela fizesse esse repasse devido ao erro do MEC. Observação 5: A Feneis fez o depósito da contrapartida referente ao valor do projeto enviado para 6 cursos porque dei o valor errado. Total: R$ 5,450,40 Observação 6: A Walprint deu duas notas fiscais: Uma nota no valor de R$ 11.456,00 (R$ 8.000,00 + R$ 3.456,00 referente à receita para material instrucional e do restante da contrapartida depositado a mais) que será apresentada ao

FNDE; outra nota no valor restante para completar o que realmente foi pago para a edição dos 860 Livros do professor. Valor complementado pela Feneis; - Curso de qualificação para tradutores e intérpretes de Libras/ Língua Portuguesa: para atender as especificidades da Lei 10.436/02 e do Decreto 5.626/05 que a regulamenta o uso e difusão da Libras, a Feneis, em parceria com a CORDE (Secretaria Especial de Direitos Humanos), iniciou no dia 07 de março de 2009, o Curso de Capacitação de Tradutores e Interpretes de Libras a fim de traçar caminhos para consolidação destes profissionais através do merecido reconhecimento; - Curso de Libras: Com o objetivo de difundir o uso da Libras à comunidade, o Curso Básico de Libras, oferecido pelo FENEIS, tem em média duração de onze a doze meses, num total de três módulos I, II, III; Cada modulo com a carga horária de 60 horas / aulas. As turmas têm aulas, geralmente uma vez por semana: manhã, tarde, noite. No ano de 2008, foram contemplados em cursos dirigidos pela Feneis RJ, em média 400 pessoas. Esses dados são referentes aos cursos de: Libras para ouvintes, Português, Libras para Surdos e treinamento e conversação; Pg. 28


- curso de Libras para surdos: é baseado em uma perspectiva de relações entre desenvolvimento e aprendizagem no que representa a aquisição da linguagem para interação do indivíduo com o mundo; - curso de Português: tem o objetivo de apoiar e fortalecer as novas Políticas Públicas de Educação, a proposta do Curso de Português reflete a ampla discussão realizada nos diversos fóruns educacionais sobre o Ensino de Português como língua de instrução para surdos, as conquistas do movimento, bem como os avanços dos marcos legais e da área pedagógica. O curso é livre e proporciona às pessoas surdas acesso ao ensino de qualidade e gratuito, em igualdade de condições para com as demais pessoas na comunidade em que vivem, levando em conta as seguintes considerações: adaptações para as necessidades individuais dos alunos; pessoas surdas recebem o apoio necessário, com vistas a facilitar a educação para inserção no âmbito do sistema educacional geral; - auxílio à pesquisa docente em início de carreira: a Feneis realiza Cursos de Formação Continuada por meio de Convênios com secretarias estaduais de educação, prefeituras para a formação de professores no atendimento educacional especializado nas diferentes áreas de educação especial e inclusiva, através de projetos; - cursos de Libras nos convênios

Pg. 29


- parceria entre a Prefeitura de Teresópolis e a Feneis na capacitação de professores: com 120 horas/aula, o curso de Libras foi ministrado de outubro de 2007 a setembro de 2008, dando prosseguimento ao programa de capacitação continuada de educadores para a inclusão de alunos com deficiência matriculados na rede municipal de ensino, a Prefeitura de Teresópolis realizou no dia 28 de outubro a formatura do 2º Curso de Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), no auditório da Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Feneis Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos, a capacitação reuniu dezesseis educadores do segundo segmento do Ensino Fundamental de dez escolas municipal; - bolsas: as solicitações de bolsas para cursos realizados em nossa entidade devem ser encaminhadas ao setor de RH com antecedência mínima de 30 dias. O formulário para indicação do bolsista, bem como as instruções de preenchimento, só

serão atribuídos aqueles que passarem pela entrevista previa com um dos representantes de RH. Todos os curso destinados às pessoas surdas foram ministrados com inserção gratuita dos alunos; - cursos e serviços Feneis: palestra de Sensibilização palestra com a apresentação da Feneis, que trabalha os principais aspectos relacionados aos paradigmas e preconceitos enfrentados na busca da inclusão. Visa sensibilizar o público interno (gestores, colaboradores e gerência) para a adoção de um comportamento receptivo, que facilite a integração dos novos funcionários com o mundo dos Surdos. Permite a reavaliação de modelos, garantindo a contratação de profissionais com deficiência, pautados em sua eficiência, produtividade e desenvolvimento pessoal e de carreira; LIBRAS In Company curso de preparação para utilização LIBRAS visando a capacitação na comunicação dos colaboradores para a inclusão de profissionais com deficiência auditiva. Por meio de um curso oferecido nas empresas, aberto a Pg. 30


todos os colaboradores, no qual será ministrado conhecimentos e expressões utilizadas no uso eficiente para comunicação. Módulo composto de cento e vinte horas, com o objetivo de iniciar e desenvolver o processo de aprendizagem de sinais, com a possibilidade gradativa de aumento de carga horária conforme a solicitação da empresa; intérprete de LIBRAS: Setor de Intérprete e tradutores de LIBRAS/ Língua Portuguesa é articulado conforme a solicitação e a necessidade das empresas e agências de recrutamento e seleção, palestras e outros. Designando intérpretes de LIBRAS para auxílio em entrevistas de recrutamento e seleção, bem como na integração inicial do candidato. De acordo com a demanda das empresas solicitantes.

Alunos do curso de Libras Feneis - RJ

Convite para a formatura da turma de estudo da Libras da Fundação Oswaldo Cruz

Equipe Celes e alunos festejam resultado

Funcionária da Diz Ferramentaria recebe certificado de conclusão do curso de Libras

Pg. 31


MINAS GERAIS - BH O Escritório Regional da Feneis MG funciona na sede do Centro Verbotonal de Minas Gerais. Em parceria a esta instituição são atendidas cerca de 38 crianças e adolescentes, orientação a famílias e alunos surdos, atendidos por fonoaudiólogos, psicológicos e instrutores. Muitas dessas crianças têm gratuidade no atendimento de acordo com a situação financeira. Além de todo o serviço rotineiro do setor de Gestão de Pessoal e Financeiro, a Feneis realiza trabalho de recrutamento, seleção, acompanhamento, treinamento, visitas às empresas contratantes e orientação aos 466 funcionários surdos da Feneis, interpretes, instrutores e profissionais, distribuídos em 13 contratos. Sendo eles: - Beneficência da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte BEPREM, - Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte - BHTRANS, - Fundação Osvaldo Cruz/Centro de Pesquisa René Rachou - FIOCRUZ, - Instituto Mineiro de Agropecuária IMA, - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - INCRA, - Instituto da Previdência e Serviços do Estado de Minas Gerais IPSEMG, - Justiça Federal de Primeiro Grau Minas Gerais, - Conselho Regional de Medicina CRM,

- Tribunal Regional do Trabalho (Capital, Metropolitana e interior) TRT, - Departamento de Estrada de Rodagem do Estado de Minas Gerais - DER, - Policial Civil (Detran e Instituto de Identificação), - Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM, - Centro Verbo Tonal de Minas Gerais. Os responsáveis pelos convênios são Diretores Regionais da Feneis e a equipe dos Setores de Recursos Humanos e Contabilidade. A Feneis-MG participou dos seguintes eventos e atividades: - Dia do Surdo, 26 de setembro, encontros e movimentos dos surdos em Belo Horizonte, com realização de seminários, teatros, palestras, passeatas, entre outras manifestações; - 1ª Passeata dos Surdos de Belo Horizonte, em comemoração à Lei Municipal do Dia da Pessoa Surda; - Comemoração do Dia Nacional dos Surdos no TRT-MG, solenidade realizada no Fórum da Justiça do Trabalho em Belo Horizonte; - Teatro de Surdos realizado juntamente com as Associações de Surdos de Minas Gerais ASMG, que contou com a presença do ator surdo Rimar; - 1º Encontro Nordeste de Jovem Surdos, em Fortaleza (CE); - 1º Encontro Nacional de Jovem Surdo, em São Paulo; Pg. 32


- IV Seminário do INES no Rio de Janeiro; - Encontro de Funcionários na Feneis MG, que promoveu um ciclo de palestras para todos os funcionários, ministradas por Karin Strobel, presidente da Feneis. Entre outras atividades; - presença na inauguração do Escritório Regional em Florianópolis; - participação de reuniões mensais do Conselho Municipal da Pessoa Deficiente; - reunião com o Ministério Público Federal com o objetivo de informar empresas e industrias sobre a contratação de surdos e deficientes; - participação na III Jornada de Inclusão da Pessoa com Deficiência em Belo Horizonte.

Governador Valadares, Associação dos Surdos de Ituiutaba, Associação dos Surdos de Ipatinga, Associação dos Surdos de Juiz de Fora, Associação dos Surdos de Passo, Associação dos Surdos de Lavras, Associação dos Surdos de Montes Claros, Associação dos Surdos de Pará de Minas, Associação dos Surdos de Teófilo Otoni, Associação dos Surdos de Prata, Associação dos Surdos de Sete Lagoas, Associação dos Surdos de Uberaba, Associação dos Surdos de Uberlândia, Associação dos Surdos de Varginha, Associação dos Surdos de Minas Outra participação da Feneis está no Gerais, incentivo a criação das associações Associação dos Surdos de Alfenas, de surdos e dar suporte Sociedade dos Surdos de Araguari, administrativo para o bom Sociedade dos Surdos de Patos de funcionamento das mesmas. As Minas, Associações de Surdos existentes Sociedade dos Surdos de Belo em Minas Gerais são: Horizonte, Associação dos Surdos de Abrasa, Federação Mineira Desportiva dos Associação dos Surdos de Betim, Surdos. Associação dos Surdos de Caratinga, O Escritório Regional da Feneis de Associação dos Surdos de Minas Gerais conta com uma equipe Conselheiro Lafaiete, de 12 funcionários distribuídos em Associação dos Surdos de diversos setores. Sendo alguns Conategm, deles: Associação dos Surdos de Coronel Fabriciano, • CELES Associação dos Surdos de O setor de Educação é administrado Divinópolis, pelo Centro de Estudos em Libras e Associação dos Surdos de Frutal, Educação dos Surdos CELES. Associação dos Surdos de Durante o ano de 2008 foram Pg. 33


realizadas as seguintes atividades: - cursos de Libras dentro da Feneis-MG, na região metropolitana de Belo Horizonte e nas cidades do interior do Estado, através de parcerias com escolas, faculdades, prefeituras e empresas. Abaixo quadro ilustrativo:

- trabalhos administrativos internos, como agendamentos em geral, controle de ofícios e correspondências, planejamento de calendários dos cursos, cadastramento de alunos e instrutores; contratos e viabilidade de convênios; confecção e emissão de manual do instrutor e do aluno; controle de pagamentos entre outros; - trabalhou com 12 instrutores de Libras; - acompanhou a Educação dos surdos no meio acadêmico, tanto em escolas como em universidades, fazendo levantamentos de número de alunos surdos e se empenhando na contratação de instrutores de Libras; - pesquisas na área da educação, sendo uma delas a inserção dos surdos nas universidades. •COMUNICAÇÃO O setor de Comunicação divulga os trabalhos realizados pela instituição, indica locais para cursos profissionalizantes e promove a acessibilidade da comunicação dos surdos através de conquistas como: - trabalhos junto ao Tribunal Eleitoral que determinou que a propaganda política na televisão usasse obrigatoriamente a Língua Brasileira de Sinais ou recursos de legenda “closed caption”; - em Minas Gerais os surdos já podem acompanhar o noticiário de tv através da TV Minas (Fundação

Educativa e Cultura de Minas Gerais), canal 09, no Jornal Visual; - apoio a Prefeitura de Belo Horizonte em concordância a Lei 9139/2006, que dispõe sobre o uso obrigatório da Libras em veiculação de propaganda oficial. A Prefeitura fez campanha de divulgação de incentivo ao uso da legenda em português e da janela com intérprete; - luta junto ao Governo Federal, já que o mesmo descumpre a Lei Estadual 13623/2000. Diversas empresas privadas ao anunciar suas propagandas e orientações pelos meios televisivos não Pg. 34


colocam a legenda, prejudicando a comunidade surda a ter acesso a informação. •ASSISTÊNCIA SOCIAL A Feneis atua nessa área eliminando as barreiras de comunicação, atuando como: - no encaminhamento de intérpretes de Libras a hospitais, delegacias, seminários, escolas, universidades, audiências jurídicas, reuniões de pais, acompanhamentos em empresas entre outros; - orientações a familiares dos surdos no sentido a promover a aceitação da surdez e uso da Libras, bem como reconhecer a capacidade do surdo de ser cidadão e de exercer seus direitos e deveres; - informações quanto ao passe-livre para os surdos oferecido pela Empresa de Transportes de Belo Horizonte (BHTRANS); - atendimento e orientação psicológica para surdos que tenham problemas de comunicação e/ou desentendimento com seus familiares, ou sofrem algum tipo de discriminação e violência.

Passeata do Dia dos Surdos em Belo Horizonte - MG

Parte da frente da camisa do Dia dos Surdos

Funcionários Surdos nas palestras ministradas pela Presidente e pelos Diretores da Feneis

Pg. 35


PORTO ALEGRE - RS • CELES Coordenadora Geral - Renata Heinzelmann Sub-Coordenadora do Setor de Ensino de Libras - Carolina Comerlato Sperb Sub-Coordenadora Setor de Pesquisa sobre Libras - Rosa Virgínia Anjos Sub-Coordenadora Setor de Informática - Camila Guedes Guerra Goes Sub-Coordenadora Setor de Educação de Surdos - Érika Vanessa Lima e Silva Sub-Coordenadora Setor de Interpretação de Libras - Patrícia Ughi Barbosa O Escritório da Feneis-RS desenvolve diversos trabalhos voltados para toda comunidade surda do Estado do Rio Grande do Sul. São eles: - colocação do profissional surdo no mercado de trabalho, através de convênios e parcerias estabelecidas com várias instituições de ordem privada e governamental; - educação dos surdos e ouvintes que interagem com os surdos, como seus familiares, funcionários de instituições, e a quem interessar através do curso de Libras, Instrutores e Interpretes; - assistência social ao individuo surdo, como confecção da carteira de passe-livre intermunicipal e

passe-livre municipal e atendimentos diversos que visam suprir as necessidades e dúvidas dos surdos e de suas famílias; - inserção de 57 surdos no mercado de trabalho; - parcerias com instituições governamentais e não governamentais, fornecendo funcionários, Curso de Libras e Interpretes sempre que necessário; - Participação em inúmeras reuniões, sendo algumas delas: Coordenação Paritária do Fórum Permanente de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs, na sede da FADERS, Porto Alegre; Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS); Corag Cia de artes gráficas do Rio Grande do Sul, referente ao convênio de trabalho; Rede de Ação Social São Manoel Conselho Consultivo; Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS); Linha de Turismo da Prefeitura de Porto Alegre, sobre passeio turístico com os jovens do Conesul; II Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos, averiguação sobre a disponibilização de atendimento prioritário às pessoas com deficiência; Audiência na Justiça Federal, Ministério Público - X PUC-RS, 4ª vara Federal de Porto Alegre; Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS); Pg. 36


Rede de Ação Social São Manoel Conselho Consultivo; Palácio Piratini - Gabinete da Governadora, sobre a assinatura da lei que regulamenta o passe livre intermunicipal; Audiência na Justiça Federal, Ministério Público - X PUC-RS, 4ª vara Federal de Porto Alegre, para elucidar fatos relativos aos intérpretes de Libras e Leis relacionadas ao assunto; II Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos, para averiguação de disponibilização de atendimento prioritário às pessoas com deficiência; Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência; Comissão Paritária Fórum Permanente de Políticas Públicas da Faders; Conselho Municipal dos Direitos da pessoa com Deficiência de Porto Alegre COMDEPA; 1º Congresso Brasileiro do Trabalho da Pessoa com Deficiência, em Florianópolis (SC); Coordenação Paritária do Fórum Permanente de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs, na sede da FADERS, em Porto Alegre; II Seminário de Inclusão e Acessibilidade, organizado pela FEEVALE, em Novo Hamburgo; Prêmio de Responsabilidade Social na Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul; Seminário Público Estadual promovido pela Secretaria da Justiça e do Desenvolvimento Social e FADERS, em parceria com o

Ministério Público Estadual, em comemoração dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. • LIBRAS É LEGAL - LL Algumas das principais atividades desenvolvidas: - Reunião de Planejamento de Atividades externas; - Reunião com a Petrobras; - Reunião na Feneis - RJ; - Reunião com Faders e surdos mapeamento de pedidos de Kits; - Reunião Organização e-mail pedidos Kits; - Participação REATCH SP LL e Feneis (SP). - Visita as Associações de São José e de Florianópolis (SC); - Oficina Aberta LL (SC); - Palestra Projeto LL para organizadores da Reacess (SC); - Avaliação de e-mails pedidos de Kits (SC); - Participação Reacess (SC); - Reunião de reorganização do site LL (SC); • ADMINISTRAÇÃO A área administrativa desenvolveu diversas atividades: - Atendimento ao público em geral; - Participações em reuniões representando a Feneis: CORAS Centro (CMAS), Rede de Ação Social (Projetos), Conselho Consultivo São Manoel (membro) entre outras; - Contato e visita a empresas, órgãos públicos e privados para oferecer cursos e oficinas de Libras; Pg. 37


·- Controle dos Cursos de Libras, diário de classe, tabela de avaliação, lista de material, etc; emissão de referidos certificados e declarações; ·- Confecção, controle e distribuição de material didático a ser utilizado nas oficinas de Libras; ·- Controle da documentação da Feneis, CNAS, CRF, Tributos Federais, Estaduais e Municipais, Atestado de Regular Funcionamento, Atestado de Utilidade Pública, e outros; ·- Confecção da base de cálculo do ECT; ·- Informações pertinentes a confecção da folha de pagamento ao contador; ·- Apoio ao setor de RH e Financeiro, quando necessário; ·- Participação na realização de seminários e eventos, auxiliando na organização; ·- Renovação de convênios e contratos; ·- Confecção do Relatório de atividades do Escritório Regional; - Encaminhamento de 600 carteiras de passe livre Intermunicipal:; ·- Encaminhamento de 35 pessoas para o mercado de trabalho. • CONTABILIDADE E RECURSOS HUMANOS Entre as diversas atividades promovidas pelos setores, destacam-se as seguintes: ¦- Participação na campanha “Legenda pra quem não ouve, mas se emociona”, no dia 16 de agosto. Na ocasião, foi exibido um filme

nacional legendado, durante o Festival de Cinema de Gramado, com a presença de cerca de 120 surdos; - Execução de trabalhos internos; ·- Inscrições para Encontros organizados pela Federação; ·- Emissão de recibos e notas fiscais para Cursos de Libras, convênios, kit Libras em Contexto e materiais da Feneis; ·- Envio de Relatório Contábil para o Rio de Janeiro e suporte nas informações; ·- Representação da Feneis/RS no Sindicado para Homologações de Rescisões; ·- Organização e atualização de Livro de Registro de Funcionários. • INFORMÁTICA O setor é responsável pela atualização do site nacional e deu suporte área administrativa da instituição. • CELES O Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos Celes participou de várias atividades ao longo de 2008, são alguns deles: ·- Organização de Cursos de LIBRAS; ·- Organização de oficina de Banco; - Reunião de CELES, comissão sobre Dia do Surdo; - Reunião geral com as Escolas de Surdos para a organização do Dia do Surdo, programado para o dia 27 de setembro; - Reunião do CELES; - Reunião sobre proposta de Fórum Pg. 38


de Dicionário de Biologia; - Reunião da comissão de Dia do Surdo; - Reunião de FESAI; - Preparação para o Dia das Crianças; - Organização de dicionário para área bancária; - Dia dos Surdos, realizado na Sociedade dos Surdos do Rio Grande do Sul, com a participação das Escolas de Surdos de Porto Alegre e Grande Porto Alegre; - Dia da Criança, realizado na Sociedade de Surdos do Rio Grande do Sul, com a participação das escolas de Surdos de Porto Alegre e Grande Porto Alegre; - III Encontro de Jovens Surdos do Rio Grande do Sul, em Santa Cruz do Sul (RS); - V Fórum de Estudos Surdos na Área de Informática FESAI, em Porto Alegre, nas dependências do SENAC; ·- III Encontro de Jovens Surdos do CONESUL, em Capão da Canoa (RS), na Câmara Municipal de Vereadores; A seguir, quadro informativo sobre cursos desenvolvidos:

Pg. 39


SÃO PAULO - SP Atividades desenvolvidas pela Direção Regional: - reunião com Carlos Paiva e Fernando Maia, da Empresa Gênia, sobre parcerias e nova tecnologia de comunicação; - reunião com Claudia Hayakawa, coordenadora da Juventude; - preparação para o 1º Encontro Nacional de Jovens Surdos em São Paulo, com a verba do Governo Estadual; - palestra e treinamento de funcionários da VARIG, para a formação de profissionais de Call Center, visando o atendimento de consumidores surdos através do telefone para surdos;

- reunião com advogada da FeneisSP, Karina Teixeira, a respeito do fortalecimento da legenda na TV em todo o Brasil; - palestra sobre o “Cidadão Surdo”, no I Encontro de Educação Inclusiva Ênfase em LIBRAS para professores e pessoas que atuam no atendimento direto ao público, em Rubineia (SP); - reunião com Jonas Branco, Projeto Responsabilidade Social da UniNove, sobre a solicitação de interpretes de LIBRAS nas faculdades há surdos; - reunião com Clodoaldo Alves e Carlos Ferrari sobre a eleição para o CNAS que a Feneis; - reunião com Silvana Lucena e Adriana Sapede do Departamento de Orientação Técnica da

Pg. 40


da Secretaria da Educação de São Paulo - DOT e Neiva Aquino Albres, a respeito das novas apostilas a serem preparadas e feitas em São Paulo; - reunião com Carlos Paiva a respeito da preparação e participação na Feira REATECH com apoio da Empresa Gênia e outras empresas; - palestra sobre Educação Inclusiva Debate sobre a portaria 555/2007 do MEC, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil Secção São Paulo; - teatro com interprete de LIBRAS, sobre a peça Pigmaleoa, de Millor Fernandes, em São Paulo; - reunião com Mariana Montoro, da Coordenadoria Estadual da Juventude de São Paulo, a respeito do projeto do 1º Encontro Nacional de Jovens Surdos em São Paulo; - reunião com interprete americano sobre o curso de interprete de LIBRAS com laboratório para avaliação em webcam; - reunião com a Editora Brinque Book a respeito do intérprete de LIBRAS no DVD-LIVRO; - reunião com a psicóloga a respeito do projeto para surdos carentes; - reunião com Roberto Beleza (SEMPED) a respeito do projeto de 1º Encontro Nacional de Jovens Surdos, em São Paulo; - Assembleia Ordinária do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa Portadora com Deficiência CEAPPD; - gravação com a Policia Militar a respeito do DVD Cidadão Surdo, para distribuição a todos os

policiais, visando o melhor atendimento da pessoa surda no Estado de São Paulo; - reunião do 2º Grupo de trabalho para o 3º Seminário Comunicação sem Barreira, no auditório do CMPD; - gravação na Policia Militar: DVD Cidadão Surdo; - Assembléia Geral e Eleição da Feneis Nacional em Belo Horizonte; - inauguração da Associação Atletica de Surdos de Guarulhos; - palestra sobre o tema “O Surdo na Inclusão Social”, no auditório do Conjunto Hospitalar do Mandaqui, em São Paulo; - reunião com o Sargento Alexandre, do Resgate da Policia Militar, para conhecer melhor a cultura e a comunicação dos surdos; - Seminário Movimento Nossa São Paulo, promovido pela empresa SERASA; - entrevista na TV Gazeta sobre a Língua de Sinais; - Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade REATECH; - reunião com surdos, advogada Karina Teixeira e Carlos Perl a respeito da luta para reduzir impostos IPI dos automóveis; - palestra e mesa redonda sobre “A Educação dos Surdos discutidos por Educadores Surdos”, no Evento do Curso de Pedagogia, na Faculdade Anchieta em São Bernardo do Campo (SP); - reunião com Andréia Piason, coordenadora de Atendimento ao Turista da Cidade de São Paulo, sobre o Curso de Libras; Pg. 41


reunião com Rodrigo Rosso, editor da Revista Reação, a respeito de parceria e curso gratuito para funcionários da empresa, em troca de uma matéria sobre a Feneis; - palestra sobre o tema “O Surdo na Inclusão Social”, para alunos do Curso Superior de Formação Especifica de Interpretes da Língua Brasileira de Sinais, da Universidade Metodista de Piracicaba; - reunião com Lara Schibelsky Godoy Piccolo, diretora de Inclusão e TV Digital, da Fundação Cpqd, a respeito da nova tecnologia para surdos no site, com interprete de Libras; - reunião com Sabine Antonialle, da Escola de Crianças Surdas, sobre parceria no Congresso de Bilingüismo; - reunião com José Aparecido Trevisan, engenheiro responsável pela pesquisa da pulseira de vibração para ser usada em caso de emergência ou chamada; - reunião com Carla A. Bello, da Responsabilidade Social da empresa Techint, a respeito da parceria em que encaminharão surdos para o mercado de trabalho; - Assembléia Geral do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com deficiência CEAPPD; - reunião com Generosa Ferraz do Centro de Apoio Pedagógico Especializado - CAPE, sobre o curso de interpretação em LIBRAS para professores da Rede Estadual; - reunião com o SENAC a respeito da exposição da Feneis no Dia da Responsabilidade Social em São -

Paulo; - entrevista com a Revista Veja para matéria sobre atendimento aos surdos nos restaurantes; - III Encontro de Revisão da Consolidação das Leis do Estado de São Paulo sobre pessoas com deficientes, no auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em São Paulo; - reunião com Diretoria Nacional da Feneis no Rio de Janeiro; - reunião com Capitão Priell, Carlos Paiva da Gênia e Carlos Perl a respeito da emergência dos surdos e tecnologia; - reunião com engenheiro e projetista José Luiz Salsano a respeito dos sinalizadores luminosos para surdos; - Congresso Internacional de Educação para Surdos, Bilingüismo Práticas e Perspectivas, no auditório da Escola de Crianças Surdas em Cotia (SP); - reunião com surdos, capitães da Policia Militar, Carlos Paiva da Gênia sobre a pesquisa dos surdos, as necessidades para a comunicação em caso de emergência; - palestra sobre “O Surdo na Inclusão Social”, na III Conferência de Educação de Surdos e Surdocego do Alto Tiete, em Suzano; - palestra sobre “Acessibilidade de Comunicação dos Surdos”, durante o 1º Seminário Brasileiro de Turismo Adaptado, realizado no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo; - reunião com Joel Barbosa e Inês Vieira sobre o curso de interpretação no Centro de Apoio Pedagógico Pg. 42


reunião com Rodrigo Rosso, editor da Revista Reação, a respeito de parceria e curso gratuito para funcionários da empresa, em troca de uma matéria sobre a Feneis; - palestra sobre o tema “O Surdo na Inclusão Social”, para alunos do Curso Superior de Formação Especifica de Interpretes da Língua Brasileira de Sinais, da Universidade Metodista de Piracicaba; - reunião com Lara Schibelsky Godoy Piccolo, diretora de Inclusão e TV Digital, da Fundação Cpqd, a respeito da nova tecnologia para surdos no site, com interprete de Libras; - reunião com Sabine Antonialle, da Escola de Crianças Surdas, sobre parceria no Congresso de Bilingüismo; - reunião com José Aparecido Trevisan, engenheiro responsável pela pesquisa da pulseira de vibração para ser usada em caso de emergência ou chamada; - reunião com Carla A. Bello, da Responsabilidade Social da empresa Techint, a respeito da parceria em que encaminharão surdos para o mercado de trabalho; - Assembléia Geral do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com deficiência CEAPPD; - reunião com Generosa Ferraz do Centro de Apoio Pedagógico Especializado - CAPE, sobre o curso de interpretação em LIBRAS para professores da Rede Estadual; - reunião com o SENAC a respeito da exposição da Feneis no Dia da Responsabilidade Social em São -

Paulo; - entrevista com a Revista Veja para matéria sobre atendimento aos surdos nos restaurantes; - III Encontro de Revisão da Consolidação das Leis do Estado de São Paulo sobre pessoas com deficientes, no auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em São Paulo; - reunião com Diretoria Nacional da Feneis no Rio de Janeiro; - reunião com Capitão Priell, Carlos Paiva da Gênia e Carlos Perl a respeito da emergência dos surdos e tecnologia; - reunião com engenheiro e projetista José Luiz Salsano a respeito dos sinalizadores luminosos para surdos; - Congresso Internacional de Educação para Surdos, Bilingüismo Práticas e Perspectivas, no auditório da Escola de Crianças Surdas em Cotia (SP); - reunião com surdos, capitães da Policia Militar, Carlos Paiva da Gênia sobre a pesquisa dos surdos, as necessidades para a comunicação em caso de emergência; - palestra sobre “O Surdo na Inclusão Social”, na III Conferência de Educação de Surdos e Surdocego do Alto Tiete, em Suzano; - palestra sobre “Acessibilidade de Comunicação dos Surdos”, durante o 1º Seminário Brasileiro de Turismo Adaptado, realizado no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo; - reunião com Joel Barbosa e Inês Vieira sobre o curso de interpretação no Centro de Apoio Pedagógico Pg. 43


Especializado - CAPE ; - palestra sobre “Acessibilidade e Inclusão em Espaços Públicos”, no III Simpósio sobre Educação Inclusiva A nova Política de Educação Especial: Perspectivas, Avanços e Desafios da Educação Inclusiva; - no I Encontro de Acessibilidade e Inclusão, realizado na Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina; - Teatro com interprete de Libras no vídeo de cada poltrona, do filme O Signo, de Bruna Lombardi, no auditório da VIVO; - abertura do III Festival de Esporte e Cultural dos Surdos, no SESC / Interlagos-SP; - Inauguração das Olimpíadas dos alunos surdos com outras escolas de ouvintes para a integração de esportes, no Ginásio da DERDIC, em São Paulo; - palestra sobre “O Cidadão Surdo”, no III Festival Esportivo e Cultural de Alunos Surdos na Rede Municipal de Ensino, no auditório do SESC Vila Mariana, em São Paulo; - debate sobre Inclusão Social, na TV 21, com a presença da deputada Célia Leão, Edson Ferrari e a interprete de Libras Andréa Venancino; - palestra “O Direito do Cidadão Surdo”, na Unidade Escolar Neusa Bassetto, na Mooca de São Paulo; - entrevista na TV MAIS, sobre a comunicação de Língua de Sinais, com a interprete de Libras Andréa Venancino; - palestra “Atendimento aos Surdos nas Centrais de Relacionamento”,

em São Paulo, através de videoconferência para o Brasil, promovido pela TRD Tecnologia; - Encontro da Semana de Surdez, promovida pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência em São Paulo; - confraternização dos funcionários e diretores da Feneis-SP; • COMUNICAÇÃO O setor de Comunicação, no ano de 2008, organizou e desenvolveu muitas atividades. Algumas delas são: - IV Reatech - Feira Internacional de Reabilitação e Tecnologias em Reabilitação e Inclusão, com distribuição de material informativo sobre cursos para surdos e ouvintes, vendas de material didático e camisetas; - I Encontro de Jovens Surdos de São Paulo, em parceria com a Secretaria de Juventude do Estado de São Paulo e a empresa de tecnologia Gênia; - lançamento do primeiro DVD com legenda em Libras, “Historias de Formiga 2”, com a presença de Marco Arriens, interprete de Libras; - AADA - Congresso Nacional Sobre Surdez; • CELES Entre as diversas atividades desenvolvidas pelo setor, destacamse: - atendimentos em geral; - emissão de certificados; - visita aos Cursos de Libras, que acontecem em parceria com a Pg. 44


Feneis; - agendamento de cursos e oficinas de Libras; - solicitação de relatórios aos intérpretes sobre os cursos ministrados; - formação de cinco novas turmas; - divulgação do curso preparatório PROLIBRAS e capacitação do CAPE para instrutores; - resposta a ofícios das diretorias de ensino, referente às solicitações de cursos e, para as empresas oficinas e também informações de cursos para pessoa física; - representação da instituição no Conselho Municipal de Pessoas com Deficiência, para discussão de um projeto de acessibilidade.

Centro Concursos, Prefeitura de Campinas, MEMC Assessoria em Eventos, Fundação Carlos Chagas, Pacin, Unilehu, Dermarest e Almeida Advogados, Grupo Scenario, CCM Comunicação, Banco de Eventos, Fundação de Apoio de Tecnologia, Accenture, Instituto Brasil Acessível, SENAC, Knorr Bremse, Votorantim, Apsen, Matchode, Schindler, Giroflex, Criato, Alcântara Machado, Ação Educativa, Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, Anhembi Morumbi, Prefeitura de Cotia, Uninove, Mauricio de Souza, Anglo, Infraero, CareWare Multimídia, Grupo Funcional,Unyna TV Corporativa, Sygenta Crop Protection & Seeds Brasil, Poder Judiciario Federal do Trabalho 2ª Região, • INTÉRPRETE Produção Paulinho Courominas, O setor de Intérprete, em 2008, Fatec, Segnskomm Entretenimentos, realizou alguns trabalhos como: Câmara Municipal de São Paulo, - Reatech e o Salão do Turismo; ARPEF, Tecnologia Bancaria, ADB - preparação e organização de Traduções, Pacto Audivisual, Faenac, projetos do setor, com auxílio de Vigor, Anhanguera Educacional, uma voluntária; PACIN, Joy, Zum Brasil, Genia, Etec - prestação de serviço para as Carlos de Campos, Centro Belas empresas: Leco, Roche, Itaú, Artes, Hipercard, Stylline, Fiap, Neurônio, Consultoria, PMSP Assessoria da Comissão de Saúde, Jaçanã Tremembé, Agencia Um, Get Secretaria Estadual Assistência Marketing e Comunicação, Brinque Social, H. Melillo, Tok Take, DOT e Book, Instituto Paradigma, Unifesp, ACIDE. FESPSP, Alatur Santander, Mega Promoções e Eventos, Diretoria Regional de Pirituba, Spectrus Vídeo, Fairplay, Top Look, TV Senado, INPG, IMES, Medial Saúde, Rex Produções, Donadon´s Viagens e Turismo, R Hamam, Bureau Translations, Conselho Regional da 6ª Região São Paulo, APAE, SENAI, Pg. 45


• SETOR DE ADMINISTRAÇÃO Desenvolveu atividades de supervisão em parceria com a diretoria. Os mais comuns foram: - resolução de problemas bancários, clientes, prestadores de serviços e atualização de documentação; - supervisão de todos os setores, a harmonização e cooperação dos funcionários para atendimento a demanda de cursos, muito procurada em SP; - orientação ao setor de intérprete quanto a propostas comerciais, contrato de trabalho de intérprete e de instrutores, auxilio no CELES; - atendimento em algumas reuniões da diretoria, como intérprete; - esclarecimento de questões como: contrato, parcerias, curso e oficinas de Libras; - analise de licitações, cartas convites, com a finalidade de contratação dos serviços da Feneis;

Contratação dos serviços da Feneis; - preparação de balancetes e movimento da Feneis, separação de despesas e receitas.

Encontro com a Polícia Militar visando a melhora no atendimento aos surdos em caso de emergência

Palestra no auditório da OAB, com o Prof. Neivaldo Zovico, que falou sobre a Educação Inclusiva

Pg. 46


BRASÍLIA - DF A administração do Escritório Feneis do Distrito Federal desenvolveu ao longo do ano de 2008 diversas atividades como seminários e reuniões. Na área de eventos: - Projeto “Mãos Voluntárias”: aconteceu no auditório do SENAC 903 Sul. O objetivo foi unir forças com empresas, associações e pessoas interessadas em trabalhar em prol da comunidade surda; - Seminário Desperta a Comunidade Surda - Venha Conhecer o Mundo dos Surdos: aconteceram várias palestras sobre a Identidade do Surdo, as Diferentes Identidades Surdas, a Cultura Surda e Multiculturalismo, Lingüística, Mitos sobre a Língua de Sinais etc. Foi enfatizada a importância dos surdos lutararem pelos seus direitos junto a CORDE, MEC, FENEIS e outros órgãos; - I Reunião de Tradutores e Intérpretes de Libras: participaram vários intérpretes que atuam em diferentes áreas, além de interessados em saber sobre o trabalho desses profissionais; - I Encontro de Instrutores de Libras Festa de 5 Anos da Feneis/DF: o encontro foi no dia 5 de agosto, no auditório do SENAC - 903 Sul. Aconteceram várias palestras, como também teatro, sorteios, show de humor e apresentação da Banda Surdodum.

• CELES Atividades desenvolvidas no decorrer do ano de 2007, pelo Celes: - No mês de março a Feneis DF realizou no auditório do SENAC - 903 Sul o Seminário Desperta a Comunidade Surda - Venha Conhecer o Mundo dos Surdos.- Entre as inúmeras atividades foram apresentados alguns vídeos sobre a interpretação de alguns artistas surdos, mostra cultural de obras criadas por surdos e debates sobre as palestras. Participaram cerca de 90 pessoas. - Inúmeras reuniões, tais como: naCâmara Legislativa, para contrato de professores da Secretaria de Educação do Distrito Federal; Radiobrás, sobre intérprete e a Feneis-DF; na Secretária de Educação Especial, sobre contrato temporal e concurso; na CORDE e FAPED, para visita a FENEIS; sobre o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência; com a empresa Rybená; sobre a Classificação Indicativa em LIBRAS; Empresa Giraffas, visando parcerias; representantes na Legenda Nacional; na Secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, falando sobre acessibilidade; na Secretaria de Cultural, para falar sobre filmes com legenda; entre outras. - Participação em votações do Ministério Publico - Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência CODDEDE/GDF; no I Fórum Nacional de Acessibilidade em Aeroportos em Brasília/DF; no evento Dia Nacional de Luta da Pg. 47


Pessoa Portadora de Deficiência; na organização do I Fórum de Debate dos Surdos; no IV Seminário de Comemoração pelo Dia do Surdo, palestrando Messias Ramos Costa, Diretor Regional da Feneis-DF; representantes da instituição participaram da I e II Marcha das Pessoas com Deficiência do DF; do diretor Regional e financeiro Amarildo João Espíndola no II Seminário de Pedagogia Surda; entre outros.

CURITIBA - PR Algumas das atividades desenvolvidas ao longo de 2008: - aplicação de provas para professores e membros da comunidade do Estado do Paraná interessados em atuar como interpretes; - reuniões de planejamento; - cerca de 18 atendimentos e encaminhamento realizados; - cerca de 8 encontros com pais e aconselhamento; - acompanhamento nas apresentações das poesias de Rosani Suzin (poeta surda); - reuniões com o Departamento Estadual de Transito do Paraná DETRAN; - inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social CMAS, com o n° 748, com validade até 21 de outubro de 2009.

empresas; - equipe de 13 intérpretes que atuam nas provas de intérpretes e nas empresas; - atividades desenvolvidas por ordem de data: realizados no ano de 2008 quatro cursos Básicos Libras em Contexto totalizando 120horas realizados no ano de 2008, sendo dois terão termino no ano de 2009; realizados no ano de 2008 dois cursos Intermediários totalizando 20horas realizados no ano de 2008; foram feitas varias parcerias dando um total de 08 Instituições conforme segue: Instituto Ser Integral, Centro Especializado na Aprendizagem (O Saber), Faculdade Vizinhança Vale de Iguaçu Vizivale, Grupo de Idiomas (Victória), Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Jacarezinho, Associação Comunitária de Apoio ao Centro Pontagrossense de Reabilitação Auditiva e da Fala, Apasap Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Apucarana e Norte do Paraná, Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Ibiporã, TRT Tribunal Regional do Trabalho, Curso de Libras na região metropolitana de Curitiba - Fazenda Rio Grande; no mês de Abril foi realizado curso preparatório de Interpretes ministrado por Heloir e Elizanete Favaro;

• CELES - Equipe de 8 instrutores que atuam em maio tivemos um preparatório em Cursos de Libras na Feneis e nas para o Letras Libras com Christiane e Pg. 48


Rita Maestre; reuniões do Celes juntamente com a FIF para discutir sobre novos sinais dos 77 bairros de Curitiba e Avaliação dos instrutores com estratégia conforme dias: 28/03, 25/04, 30/05, 27/06, 25/07, 29/08 e 24/09; abertura da Associação dos Interpretes; confraternização de Natal; cursos de Libras de 40 horas nas seguintes empresas: Renault, Boticário, Volvo e Kraft; participação no 1° Seminário Educação e Cidadania na cidade de Foz do Iguaçu/PR, nos dias 03, 04 e 05 de Abril com os seguintes temas: Políticas Lingüísticas, Formação de Professores, Educação Ambiental, Uso das tecnologias na formação acadêmica, Teatro, Contar Historias, Expressão do interprete, Poesia, Educação bilíngüe, Pedagogia visual, Papel do interprete, Papel da família, Depoimentos, Como traduzir português x Língua Brasileira e Sinais com CL; foram realizadas partes das reuniões planejadas conforme planejamento; foram expedidos 28 ofícios; atendimentos e encaminhamento 18;

encontros com pais e aconselhamento - 8; acompanhamentos das apresentações das poesias com a poeta surda Rosani Suzin (3 vezes); durante o ano foram realizados três reuniões com o DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito); no dia 26 de Julho, conforme Lei n°15658/2007 de 02/10/2007, foi criado o dia do Intérprete. Nesse dia foi organizado um encontro de confraternização em comemoração a oficialização do dia do intérprete no Paraná com todos os profissionais ligados a Feneis; no dia 26 de Setembro foi realizado um encontro, com objetivos de homenagear a comunidade surda pela passagem do dia do surdo. Foi relembrado as lutas históricas por melhores condições de vida, trabalho, educação, saúde, dignidade e cidadania das pessoas surdas; apresentação de teatros e poesias; participação da CODIC nas reuniões realizadas do mês de Agosto até Novembro de 2008; III Assembléia Estadual dos Diretores da Pessoa com Deficiência, convocada pelo conselho Estadual dos Diretores da Pessoa Portadora se Deficiência COEDE/PR de caráter deliberativo e partidário entre Governo e Sociedade Civil, que Pg. 49


aconteceu em 28 e 29 de Agosto;

FORTALEZA - CE

avaliação da Gestão 2006/2008 do COED/PR;

O primeiro semestre de 2008 transcorreu sem apresentar grandes problemas. O foco estava direcionado para a promoção de cursos e parcerias com entidades e empresas, divulgando, desta forma, a Língua Brasileira de Sinais e a comunidade surda. A diretoria deste escritório permanece a mesma. Nas subcoordenações do Celes algumas mudanças foram realizadas.

debater sobre as diretrizes para a próxima gestão do COEDE/PR; eleger os 06 representantes titulares e suplentes das atividades prestadoras de serviços para integrar o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência COEDE/PR como Conselheiros não Governamentais, para a Gestão 2008/2010 ficando a Diretoria Regional Administrativa como titular representante da área de surdez;

A seguir informamos resumidamente as principais atividades desenvolvidas por este escritório no decorrer do ano:

• EVENTOS participação da Feneis/PR do - Organização e promoção do evento: CONADE/PR em Brasília do 1 a 5 de "Surdos: Identidades, Língua e Dezembro. Atitudes”, no auditório da Faculdade Integrada do Ceará - FIC, tendo como palestrantes Luciana Rangel, do Rio de Janeiro/RJ e Eduardo Gheller, de Porto Alegre/RS; - participação na Palestra "Inclusão de Surdos na Educação", ministrada por Ronice M. de Quadros, no auditório da Faculdade Sete de Comemoração do Dia do Intérprete Setembro; - debates sobre os mecanismos de isenção pela fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho DRT, cadastramento das entidades qualificadas em formações técnicoprofissionais e o cumprimento das cotas de inserção de pessoas com deficiência e aprendizes pelas Festa surpresa para a Diretora Administrativa empresas cearenses; - participação de um Encontro Pg. 50


Educacional dos Surdos x Prefeitura, realizado no Centro de Referência do Professor; - participação no Fórum Permanente pela Educação no Ceará, realizado no Plenário 13 de Maio da Assembléia Legislativa do Ceará; - Audiência Pública na Sala da Comissão de Educação do Governo Estadual; - participação na Palestra: "Legendas para Surdos", na FAFOR; - participação no Fórum de Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho, no auditório da DRT; - participação na Mobilização e Divulgação da Ação Social do Passe Livre; - participação na Inauguração do Laboratório de Informática da Unidade de Atendimento da Pessoa com Deficiência do Instituto de Desenvolvimento Humano - IDT; - participação em Plenárias mensais no Fórum Municipal de Educação, como o objetivo da elaboração do Plano Municipal de Educação PME, de Fortaleza.

sala de inclusão; - mensais com a Associação dos Surdos do Ceará ASCE e Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos Apada; - com o Secretário de Educação na Secretaria de Ação Social para a discussão de políticas públicas; - com empresas e entidades governamentais para a apresentação e discussão do projeto do Curso de Libras para funcionários; - com empresas e entidades não governamentais (associações) interessadas em promover, em parceria, o Curso de Libras para o público em geral; - com o Detran para esclarecimento e apresentação de parceira para a indicação de profissionais para interpretação em provas; - com a Secretaria do Trabalho e Empreendedorismo Sete, para firmar parceria para o recebimento de verbas para cursos de qualificação profissional.

• CURSOS A FENEIS-CE dispõe apenas do primeiro nível (Módulo I, II e III) do • REUNIÕES Curso de Língua Brasileira de Sinais - Semanais entre a diretoria; Libras. Estes são dispostos em três - Com o quadro de instrutores para módulos, que compõem uma carga esclarecimentos e políticas da horária total de 180h/a, distribuídas Feneis; igualmente em cada módulo, que - Com as empresas parceiras para apresenta 60h/a. esclarecimentos sobre as políticas As aulas são ministradas, da FENEIS; preferencialmente aos sábados - Com a família de surdos acerca conforme a demanda, e acontecem dos benefícios do acompanhamento nas instalações do instituto Cearense de um profissional intérprete para o de Educação dos Surdos ICES, no aprendizado e a interação em uma horário das 14h às 17h, podendo ser Pg. 51


alterado conforme negociação com a turma. Durante o semestre tivemos três turmas durante a semana no turno da noite, que aconteceram no prédio da Associação dos Surdos do Ceará ASCE. O Setor de Cursos é responsável pela indicação dos instrutores qualificados e disponíveis a cada turma, organização do material a ser distribuído, montagem do calendário de aulas de cada módulo, esclarecimentos sobre o manual do aluno e dúvidas que apareçam no decorrer do curso, contato com os instrutores, avaliação dos instrutores e dos cursos, auxílio no planejamento e preenchimento da planilha de resultados de notas dos instrutores.

(dependendo da quantidade de turmas formadas) à nossa entidade. A divulgação desta parceria está acontecendo pela cidade.

• CURSOS NO INTERIOR DO ESTADO - Quixadá: Está sendo mantida a turma de Módulo I nº 52, criada em uma Escola Especial do município de Quixadá, e, composta, em sua maioria, por profissionais que trabalham com surdos.

- APAE de Limoeiro do Norte: A Associação de Excepcionais de Limoeiro do Norte - APAE firmou parceria com a FENEIS no intuito de promover uma oficina de Libras destinada a profissionais que trabalham em uma escola especial da cidade. Dentre os 50 alunos existirão professores de seis municípios vizinhos que trabalham com surdos em escolas ou salas especiais. Os alunos serão divididos em duas turmas de 25 pessoas e contarão com um mesmo instrutor para as duas turmas, tendo em vista os horários diferentes e terá o apoio de um intérprete durante os dois primeiros dias. Esta capacitação terá duração de 90h/a distribuídas durante três meses (maio, junho, julho e início de agosto) onde serão ministradas explicações sobre a História do Surdo e a Cultura Surda e aprenderão sinais básicos para a comunicação com surdos.

• PARCERIAS - Curso Ótimo de Línguas: O Curso Ótimo de Línguas mantém uma parceria com a FENEIS para promover cursos de Libras com a nossa coordenação pedagógica. Por isso organizamos um contrato baseado nos modelos dispostos pela matriz, onde a empresa se obriga a repassar de 15% a 20% do valor arrecado por aluno

• INTÉRPRETES - Realização de reuniões com os intérpretes para discutir e solucionar dificuldades em geral, bem como debater o aprimoramento do trabalho de interpretação e informar das modificações ocorridas na FENEIS; - realização de reuniões com a Associação de Profissionais Intérpretes e Tradutores de Língua de Pg. 52


Sinais do Ceará - APILCE; - interpretações voluntárias em vários espaços, tais como: reuniões do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, explicação pelo CELES aos novos alunos ouvintes do curso de Libras, audiências criminais, cursos e provas de legislação do DETRAN, seminários, casamentos, eventos culturais entre outros; - interpretação em audiências de instrução criminal para acusado surdo; - reuniões da ASCE, APADA e Feneis que ocorrem mensalmente; - reuniões com órgãos públicos. • INSTRUTORES No período de janeiro a junho de 2007 foram realizadas 10 reuniões de instrutores, que têm por objetivo trocar experiências e divulgar informações sobre surdos envolvendo temas como: a ética, desenvolvimento do trabalho como instrutor; organização de eventos, esclarecimentos sobre documentações etc. Atualmente contamos com 50 instrutores qualificados, dos quais três estão afastados por motivos particulares. Destes, seis são graduados e sete estão concluindo a graduação. - Reuniões freqüentes entre instrutores para discutir a metodologia de ensino da Libras; - treinamento individual de instrutores em áreas específicas de interesse de cada um por meio de palestras, seminários, cursos etc.

• PESQUISA O Setor de Pesquisa é responsável pela organização de todo o material que é disponibilizado no Curso de Libras, como: apostilas de apoio (sinais regionais), apostilas para oficinas de sensibilização, provas, exercícios etc. Os instrutores deste departamento estão desenvolvendo uma pesquisa em parceria com os intérpretes da federação para relacionar sinais que correspondam a gírias e "expressões populares" utilizadas na língua oral. Este setor pesquisar sinais regionais e divulga os resultados entre os instrutores que são multiplicadores naturais destes novos conhecimentos. Além disso, os membros deste setor tiram as dúvidas dos instrutores acerca do uso de determinados sinais, utilização das apostilas e do material Kit Libras em Contexto e auxílio no planejamento de dinâmicas a serem usados nas aulas. • SECRETARIA É responsável pelo atendimento de todas as pessoas que procuram a instituição pela mais diversas razões: informações sobre a surdez, a cultura surda, cursos de Libras, contratação de intérpretes etc. Além disso, são atribuições da secretaria: - Envio, recebimento, elaboração e encaminhamento de correspondências e ofícios via fax, email ou correio; - manutenção de arquivos, quadros e planilhas de organização interna; - matrículas, controle e recebimento Pg. 53


de receitas provenientes dos cursos de Libras e da venda de material; - auxílio no pagamento da remuneração dos intérpretes e instrutores em eventos, das despesas, composição do balanço e em serviços bancários; - promoção de cursos de Libras incentivando a divulgação quando possível em locais públicos ou em eventos onde a Feneis é convida a participar estando presente o secretário. É elogiável a atuação deste setor na questão de facilitar a integração dos instrutores e intérpretes; sempre estando o secretário disposto a convidá-los a participar das reuniões e cursos ministrados pela federação, bem como para esclarecer dúvidas e solicitar a prestação de serviços pagos ou voluntários.

MANAUS - AM O Escritório Regional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos de Manaus, Feneis-AM é o primeiro na região norte do país. A diretoria se empenhado na luta em defesa da cidadania e dos direitos dos surdos, sendo uma das metas da instituição a área de Educação, principalmente a divulgação da Língua de Sinais. Muitos foram os resultados em 2007, mas a maior dificuldade foi levar a Libras até os Municípios mais distantes da capital, pois em muitos locais só é

possível chegar por meio de barco. Atualmente a instituição conta com um agente multiplicador e nove instrutores. Principais atividades desenvolvidas: - Enviou a proposta de Curso de Libras para: Câmara Municipal de Manaus, Gradiente, Federação das Indústrias do Estado do Amazonas FIEAM, Panasonic, Showa do Brasil; - realizou oficina de Libras para o Prolibras; - encaminhou quatro surdos para o mercado de trabalho; - participação na reunião da Petrobrás, sendo representado pelo Diretor da Feneis-AM, Marlon Jorge Silva de Azevedo; - reunião com os instrutores sobre o Curso de Libras para o ano de 2007; - início do Curso de Libras, turma básico, na Feneis; - encaminhou surdos para as empresas CBB, Yamaha, CCE e Sandowns; - a equipe de Recursos Humanos da empresa Sandown visitou a FeneisAM; - reunião da diretoria com os instrutores para traçar estratégia de divulgação do Curso de Libras; - o diretor da Feneis participou de reunião na Empresa Municipal de Transporte Urbano, para tratar do passe livre para os surdos no transporte coletivo; - a Feneis promoveu palestra sobre Educação de Surdos e Comportamento Escolar, na Escola Estadual de Surdos Augusto Carneiro; - o Diretor da Feneis-AM vai à Pg. 54


Câmara Municipal reivindicar a regulamentação da Libras; - início do Curso de Libras na Assembléia Legislativa; - Senai inicia o Projeto de Capacitação de Surdos; - diretor da Feneis solicita vagas para surdos no curso de Senai, sendo que cinco conseguem participar do projeto de qualificação de almoxarifado CFPWL. Adeilson Oliveira Martins foi o primeiro surdo menor de 18 anos a receber certificado de qualificação no referido curso, sendo empregado na empresa Moto Honda; - reunião na Escola Filippo Smaldone para solicitar a realização do Curso de Libras para os professores; - encaminhou três surdos para a empresa Yamaha; - a Feneis participou de uma nova reunião na EMTU para discutir a questão do passe livre para os deficientes; - entregou certificados do Curso de Libras; - promoveu um seminário sobre doenças sexualmente transmissível para alunos surdos da Escola Augusto Carneiro; - iniciou nova turma de Curso de Libras; - recebeu a visita da coordenadora da Instituição de Apoio as Pessoas Portadoras de Deficiência FADA; - realizou curso para surdos instrutores com o tema "Ética do Instrutor de Libras"; - Manifesto, juntamente com Escolas Especiais, em protesto a

demora da confecção do novo passe livre em transporte coletivo para deficientes e surdos; - o Diretor da Feneis foi ao plenário da Câmara Municipal reclama sobre a demora na regulamentação da Libras na cidade; - acompanhou surdos em aula sobre legislação no trânsito, feita por voluntário intérprete; - enviou instrutores para o Curso de Libras no Município de Pitinga; - Diretores da Feneis foram convidados pela Faculdade Nilton Lins para responder perguntas e questionários sobre Libras, a estudantes do Curso de Pedagogia e Assistente Social; - recebeu convite para participar da inauguração do novo Centro de Referência a Pessoa Portadora de Necessidade Especial; - participou do Projeto "Escola da Gente", realizado por alunos vindo do Rio de Janeiro; - encaminhou três surdos para empresa CCE; - participou da entrega dos certificado do Curso de Libras na Assembléia Legislativa; - implantação de curso para novos instrutores e intérpretes, em parceria com o MEC; - reunião interna com a diretoria e funcionários para a mobilização do Dia do Surdo; - reunião na Escola Especial para Surdos, abordando a questão da inclusão; - realizou palestra sobre ética para instrutores surdos e de conscientização para familiares de Pg. 55


Surdos; - iniciou o Curso de Libras na Escola Augusto Carneiro; - realizou festa em comemoração ao Dia do Surdo; - ministração do curso básico de Libras, pelo diretor regional; - o Escritório da Feneis-AM muda para um novo endereço; - organização da segunda palestra para surdos, com o tema “O que é AIDS?”; - lutou pelos direitos dos surdos em participar de processo seletivo do Senai com a presença de intérpretes; - realizou 326 atendimentos aos surdos, no segundo semestre de 2007, entre palestras, encaminhamento para emprego, entre outros.

RECIFE - PE

- continuação da parceria com DPIJapão e JICA-Japão para o Projeto Tampopo - Educação de HIV/AIDS para pessoas com Deficiências e analfabetas. O Tampopo tem outros parceiros como a Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco, que apoiará os trabalhos com técnicos de saúde para capacitar os surdos multiplicadores que atuarem nos municípios de Pernambuco; - desenvolvimento do Prática de Projeto, que acontece uma vez por semana na Feneis-PE, reunindo cerca de 890 pessoas por ano; - incentivo a criação das Associações de Surdos, bem como o necessário suporte administrativo; - participação em palestras ou esclarecimentos gerais em órgãos • CELES governamentais e não O Celes da Feneis-AM está governamentais; desativado devido a falta de - comemoração do Dia Nacional dos profissionais e voluntários dispostos Surdos, com uma passeata que em colaborar com o reuniu mais de 500 pessoas em desenvolvimento, divulgação, frente ao Palácio do Governo. Um pesquisa e organização do Curso de grupo foi recebido pelo Governador Libras. Por isso, a organização dos do Estado de Pernambuco, Eduardo cursos está sendo organizada pela Campos, que entregou propostas e secretária e Diretoria da instituição. reivindicações dos direitos dos surdos ao acesso no mercado de A Feneis-AM tem boas propostas trabalho. Apoiaram o evento as para a divulgação da Libras e Associações de Surdos e meios de respectivo curso, mas o resultado comunicação; ainda não é o esperado devido a - sustentabilidade e captação de falta de espaço físico e de recursos para a instituição através profissionais qualificados. de prestação de serviços dos intérpretes e ministração de cursos de Libras para ouvintes. Alguns dos

Pg. 56


locais que recebem os cursos: Banco do Brasil S/A; Chesf, na cidade de Paulo Afonso (Bahia) e empresa Cepasa; - manutenção de parcerias com as seguintes entidades: Associação de Surdos de Pernambuco - ASSPE, Associação dos Surdos de Olinda ASO, Associação de Surdos de Arcoverde - ASSARC, Associação de Surdos de Gravatá - ASG, Pastoral dos Surdos do Recife, Centro Suvag de Pernambuco, Escola Municipal Padre Antonio Henrique, Escola Cônego Rochael de Medeiros, Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - Facho, Escola Governador Barbosa Lima, Associação de Educação Especial do Cabo, Igreja Batista da Capunga, entre outras. • EVENTOS E REUNIÕES - Secretária de Saúde de Pernambuco para o Programa Estadual de DST e HIV/AIDS de Pernambuco. Objetivo: parceria para o projeto “Educação de HIV/AIDS para Pessoas com Deficiência e Analfabetos através de Capacitação de Associação dos Surdos”; - visita ao Projeto do HIV/AIDS da Feneis-PE: representante do embaixador do Japão, Consulado do Japão, UFPE/JICA-Japão, FAPE (Católica), GTP+, Secretaria de Saúde, ASSPE e SUVAG; - encontro com a JICA-Japão, na Feneis-PE, com diretorias do Projeto para falar sobre parcerias e apoio; - II Fórum da Prática do Projeto a “Educação de HIV/AIDS para Pessoas com Deficiência e

Analfabetos através de Capacitação de Associação dos Surdos e movimentos Surdos; - JICA-Japão, Secretária de Saúde de Pernambuco, Prefeitura do Recife e GTP+ sobre parcerias e apoio; - Congresso Saúde do HIV/AIDS de Manaus em Amazonas. IS e FeneisPE auxiliaram surdos na palestra sobre Identidade Surda, Comunidade Surda, da Feneis-AM; - definição de material educacional acessível para Educação sobre Prática de Projeto, que será produzido utilizando conhecimentos e habilidades da Associação dos Surdos; - entrega de proposta da equipe Prática de Projeto UNESCO; - palestra Acessibilidade no Transporte Público, com a presença de dois intérpretes, realizada no Recife Praia Hotel; - palestra sobre o Uso Racional de Medicamentos para a Comunidade Surda, em Recife (PE); - participação no do 5º aniversário de fundação da Associação de Surdos de Arcoverde ASSARC, com o tema Acessibilidade e Direitos de Surdos; - preparação da VII Passeata de Surdos; - I Seminário em Comemoração ao Dia Nacional de Surdos, no UFRPE, com o tema "Direitos Linguísticos também são Direitos Humanos"; - III Conferência Estadual de Defesa de Direitos da Pessoa com Deficiencia CONED; - I Encontro das Mulheres Surdas de Pernambuco; - Dia Nacional de Surdos, no Marco Pg. 57


Zero em Recife e no Dia Internacional de Surdos; - palestra na Associação de Surdos de Gravata ASG e comemoração do 5º aniversário de fundação, no III Encontro do Núcleo de Surdos da cidade, com o O que é da Feneis?; - confraternização da Feneis-PE com a parceria do Projeto TAMPOPO (Projeto de Educação de HIV/AIDS para Pessoas como Deficiência e Analfabetos através de Capacitação de Associação dos Surdos).

promoção do encaminhamento profissional dos instrutores de Língua de Sinais.

• SERVIÇO INTERNACIONAL - IS - presença de uma voluntária japonesa no Celes, atuando da seguinte forma: cooperando com a equipe da Prática do Projeto, uma vez por semana; treinamento com a equipe da Prática de Projeto, para a criação do Ciclo da Prática; capacitação de profissionalização dos surdos; e desenvolvimento do • ASSOCIAÇÕES E MOVIMENTOS DE novo projeto “Educação de HIV/AIDS SURDOS EXISTENTES EM para Pessoas como Deficiência e PERNAMBUCO Analfabetos através de Capacitação Associação dos Surdos de de Associação dos Surdos”, aprovado Pernambuco, Olinda, Arcoverde e pela Agência de Cooperação Gravata; Associação dos Surdos de Internacional do Japão (JICA) Petrolina (722km), Caruaru (140km), Garanhuns (273km), • PRÁTICA DE PROJETO Limoeiro (90km), Vitoria do Antão Atividades, participações em eventos Santo (45km), Cabo do Santo e reuniões realizadsa pela equipe do Agostinho (33km), Paulista (17km) setor: e Pesqueira (213km). - apresentação de trabalho da voluntária do IS - Brasil na Feneis-PE, • CURSO DE LIBRAS Masami Morigami, sobre seu - ministração de 8 cursos e 7 minitrabalho e experiência com equipe cursos de Libras em nível básico; da Pratica de Projeto e o novo - Oficina de Prolibras para Surdos, Projeto de HIV/AIDS (JICA), na com parcerias, voltada para os Universidade Gallaudet (única seguintes profissionais: faculdade pelo surdos no mundo) em fonoaudiólogos, pedagogos, Washington-DC, EUA. Na ocasião, foi professores, psicólogos, terapeutas solicitada doação para Feneis-PE; ocupacionais, estudantes de - II Fórum do Projeto de “Educação licenciaturas, familiares, de HIV/AIDS para Surdos”, com funcionários da empresas e demais apresentação do projeto, que tem interessados; por meta capacitar pessoas surdas - Cursos de Libras para ouvintes; para atuarem como Agentes - projetos de aperfeiçoamento, Multiplicadores na Educação e pesquisa de mercado de trabalho e prevenção do HIV/AIDS, dentro da Pg. 58


população surda do interior e da capital, visando a diminuição da taxa de pessoas contaminadas; - acerto da proposta da UNESCO para apoiar a Feneis na elaboração do Guia e do DVD sobre "Ciclo do Projeto"; - I Fórum Nacional de DST/AIDS e Deficiência - Congresso de Prevenção em Florianópolis. As discussões do evento servirão de apoio para o planejamento de atividades futuras, com parceria da Feneis-PE e GTP+, com o tema AIDS: Não Fique em Silencio; - VII Congresso Brasileiro de Prevenção das DST e AIDS, com o tema Sexualidade e Saúde da Pessoa com Deficiência, em Florianópolis (SC). Foi um dos maiores eventos brasileiros sobre o assunto, reunindo cerca de 4 mil pessoas, entre profissionais de saúde, educação, ativistas de movimentos sociais; - capacitação de um grupo de profissionais do GTP+ em Libras; - promoção e divulgação dos trabalhos cooperados entre Brasil e Japa,o com ênfase na Região do Nordeste do Brasil, tendo como público alvo alunos, professores e técnicos na UFPE, além do cidadão nikkei e não Nikkei; - Seminário sobre a Cooperação Internacional Brasil e Japão, com o tema “Educação de HIV/AIDS para pessoas com Deficiência”; - presença na campanha “Hepatites virais, que bicho é esse?”, a convite da GTP+ (Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo);

- parceria da UNESCO em apoio a Feneis, na elaboração do Guia e do DVD sobre o Ciclo do Projeto; - organização da VII Passeata de Surdos; - envio de representante da Feneis para o Encontro Anual do Serviço Internacional - IS Brasil, possibilitando troca de experiências entre todos os parceiros, cooperantes e equipe do Serviço Internacional no Norte e Nordeste do Brasil. Foram estabelecidas estratégias e iniciativas conjuntas, a partir da identificação das principais tendências conjunturais para os próximos anos, em Aldeia (PE); - palestra na Associação de Surdos de Gravata ASG, em comemoração ao 5º aniversário de fundação, durante III Encontro do Núcleo de Surdos da cidade, com o tema Ciclo da Equipe do Projeto; - I Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco, com o tema Prática do Projeto da Feneis-PE; - continuação da Capacitação dos Surdos na Elaboração dos Projetos para "Prática do Projeto". • PROJETO TAMPOPO É o novo projeto da Feneis-PE sobre Educação de HIV/AIDS entre surdos e pessoas com outras deficiências. Teve início em outubro 2008 em parceria com Disabled Peoples' International Pessoas com Deficiência Internacional (DPI-Japão), através do fundo de Projetos Comunitários da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA). Pg. 59


O projeto realizou os seguintes eventos e reuniões: - encontro sobre avaliação e inscrição na Conferência de Saúde DST/HIV/AIDS, no México; - II Fórum da Prática de Projeto, com o tema "Educação de HIV/AIDS para Surdos", com o objetivo de apresentar o mesmo e capacitar pessoas surdas para atuarem como Agentes Multiplicadores na Educação e prevenção do HIV/AIDS dentro da população surda do interior e da capital; - recebimento da visita da doutora Kiyoko Miyake, Conselheira da Embaixada do Japão; equipe do Projeto Municipal Saudáveis, no NUSP/UFPE; Misa Nishida e Saeko Yamamoto e Nakajima, que foram conhecer a organização e o projeto; - visita do representante da JICA Tóquio, Shinji Sato; - JICA (Agencia de Cooperação Internacional do Japão); - Reunião com o diretor da Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Pernambuco, doutor François José de Figueirôa, do Programa de DST e HIV/AIDS; - I Fórum de Liderança Surda de Pernambuco, em Arcoverde; - treinamento Equipe da Prática de Projeto sobre "Elaboração do Projeto" e "Ciclo do Projeto"; - encontro com a Secretaria Estadual de Saúde para Programa Estadual de DST e HIV/AIDS de Pernambuco; - Projeto do JICA/UFPE, no Auditório do Jorge Lobo (CSS/UFPE); - membros da equipe da Prática de

Projeto e Diretores regionais da Feneis-PE para acertar projeto HIV/AIDS, com a JICA-Japão; - desenvolvimento do projeto Tampopo, com programas acessíveis para surdos analfabetos e pessoas com outras deficiências tenham acesso à educação sobre HIV/AIDS; - visita de Kota Sakaguchi, funcionário da JICA-Brasilia a FeneisPE e Projeto Tampopo; - oficina, seguida de Apresentação Institucional e boas vindas. Depois os surdos participaram de uma roda de dialogo; - teatro do GTP+, com o tema O sol de Seca; - participação da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco para realizar uma oficina, como parte do Projeto Dia Mundial de Luta Contra a AIDS; - comemoração do Dia Mundial de Prevenção; • PROJETO FOTOLIBRAS Esse projeto visa utilizar a fotografia como uma ferramenta para promover a “voz” de pessoas e grupos, capacitando-os com habilidades para documentar e divulgar suas próprias idéias e visões sobre o mundo. O projeto foi selecionado pelo Programa Petrobras Cultural e obteve o patrocínio da Petrobras para sua viabilização. A iniciativa está de acordo com a nova linha de atuação do Programa, que busca investir na formação de educadores e agentes culturais, privilegiando a Educação pelas Artes. Pg. 60


Principais atividades desenvolvidas: - elaboração da proposta a ser enviada para o Funcultura; - Oficina de Pinlux, realizada no Parque 13 de maio. A oficina contou com multiplicadores surdos e intérprete de Libras, para torná-la acessível à comunidade surda; - reuniões semanais com os multiplicadores (elaboração de propostas para enviar para Fundarpe/Funcultura); - realização de palestra sobre o FotoLibras na Galeria Arte Plural, no Recife Antigo. Projeção do vídeo institucional e montagem do varal com as fotos dos alunos; - início do planejamento das atividades a serem realizadas para elaborar o Guia da Petrobras; - levantamento de contatos surdos e ouvintes interessados no FotoLibras e no Guia da Petrobras; - participação no debate promovido pela Secretaria Especial de Juventude e Emprego, realizado na Assembléia Legislativa de Pernambuco, que teve como objetivo apresentar o Plano Estadual de Juventude (em fase de conclusão) e dialogar sobre a criação do Conselho Estadual de Juventude; - viagem a Gravatá para organizar a mostra de fotografia; - planejamento da oficina de ArteEducação. - início oficial do projeto do Guia FotoLibras; - veiculação de matéria sobre o projeto FotoLibras na revista Continuum, do Itaú Cultural;

- veiculação de fotos dos multiplicadores Márcio Campelo e Rosangela Laurentino na edição de agosto da revista A Rede; - FotoLibras em Gravatá: mostra fotográfica e debates realizados durante a programação do Festival de Inverno; - realização da Oficina de Planejamento do Guia e avaliação do Projeto FotoLibras; - avaliação aprofundada do FotoLibras, planejamento das atividades e elaboração de idéias sobre como organizar os conteúdos do Guia. A oficina aconteceu no Instituto SOIS; - duas oficinas que refletiram sobre a pedagogia do olhar, o papel da arteeducação e os conteúdos do Guia; - elaboração do texto sobre a oficina de Arte-Educação; - participação na III Mostra Recife de Fotografia, parte da programação da Semana de Fotografia do Recife, com projeção de fotos dos alunos do FotoLibras; - participação no Seminário “Direitos Linguístico também são Direitos Humanos” na UFRPE; - participação no evento em comemoração ao dia Internacional do Surdo; - planejamento da oficina Panorama dos Surdos e da Oficina de Fotografia; - veiculação de matéria no Jornal do Commercio sobre o projeto FotoLibras; - realização de oficina de fotografia em João Pessoa, como parte integrante da programação do Pg. 61


JAMPA Vídeo Festival. O Festival é organizado pelo SESC-PB; - realização de encontro para planejar o Seminário do Olhar; - realização da Oficina Panorama dos Surdos, na URB; - participação no I Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco, que reuniu jovens de todo o Estado, para discutiram diversas temáticas relativas à comunidade surda; - divulgação da Oficina de Fotografia no Caderno C do Jornal do Commercio, na sessão “Em pauta”; - realização da oficina de fotografia, na Feneis; No último dia foi montado um varal com fotos dos participantes, que foi exposto no Parque 13 de Maio, centro do Recife; - exposição das fotos do FotoLibras na Conferência Direitos Visíveis III, em São Paulo, numa parceria entre o Senac de São Paulo e a Universidade de Harvard. O evento contou com palestras e workshops e tinha como objetivo incentivar futuros educadores a trabalharem com projetos sociais, além de divulgar informações sobre o poder da imagem para a promoção dos direitos humanos e da cidadania; - filmagens de diálogo sobre temas discutidos no Panorama dos Surdos; - planejamento final do guia e do DVD; - edição do boletim sobre o guia FotoLibras, seguida de uma oficina sobre Panorama dos Surdos, e de fotografia para surdos, que foi filmada e fará parte do DVD que acompanhará o guia, glossário dos

termos técnicos de fotografia; - participação do I Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco, que gerou o convite para expor na Conferência de Direitos Visíveis III e na exposição coletiva Pare, Olhe, Escute.

Dia do Surdo: comemoração com passeata e encontro com o Governador do Estado para entrega de propostas e reivindicações da comunidade surda

I Encontro de Mulheres Surdas de Pernambuco

Surdos criaram o sinal do Projeto TAMPOPO

Pg. 62


FENEIS: ENDEREÇOS E CONTATOS FENEIS - RIO DE JANEIRO (RJ) Rua Santa Sofia, 139 - Tijuca Tel: 21 2567-4800 diretoriarj@feneis.org.br

FENEIS - TEÓFILO OTONI (MG) Rua D. João Antônio, 115 - Centro Telefax::33-3521-0233 feneistot@bol.com.br

FENEIS - BELO HORIZONTE (MG) Rua Albita, 144 - Cruzeiro Telefax:: 31 3225-0088 feneis@feneis.com.br

FENEIS - PORTO ALEGRE (RS) Rua Dona Laura, 1020, sala 104 - Mont'Serrat Tel: 51 3321-4244 feneisrs@terra.com.br

FENEIS - SÃO PAULO (SP) Rua Padre Machado, 293 - Vila Mariana Pabx: 11 5575-5882 feneis.sp@feneis.org.br

FENEIS - RECIFE (PE) Rua do Hospício, 187, sala 502, Edifício Batista, Boa Vista Telefax: 81 3222-4958 Feneispesurdos@hotmail.com

Pg. 63


FENEIS - BRASÍLIA (DF) SCS Quadra 01, Edifício Márcia, Bloco L, sala 712 Telefax: 61 3224-1677 feneis-df@ig.com.br

FENEIS - MANAUS (AM) Rua Monsenhor Coutinho, 164, sala 13, 2º andar - Aparecida Tel: 92 3622-6123

FENEIS - FORTALEZA (CE) Av. Bezerra de Menezes, 549 - São Geraldo Telefax 85 3283-9126 feneisce@veloxmail.com.br

FENEIS - CURITIBA (PR) Rua Alferes Poli, 1910 - Rebouças Telefax: 41- 3334-6577

FENEIS - FLORIANÓPOLIS (SC) - Desativada Rua José Boiteux, 53 - Centro Telefax: 48 - 3225-9246 Feneissc@yahoo.com.br

Pg. 64

Feneis Relatório 2008  
Advertisement