Page 1

REVISTA

PROCLAMAI Igreja do Nazareno – Distrito Sudeste Paulista | Missões Nazarenas Internacionais

Edição 01 número 1 fevereiro 2017

Uma Igreja IGREJA

DO

NAZARENO

Muitos Membros

Uma Missão Muitos Discípulos

“ALCANÇADO PELA MNI NO OCEANO ATLÂNTICO” PR MANOEL LIMA


EXPEDIENTE Revista Proclamai Uma publicação do ministério de Missões Nazarenas Internacionais, da Igreja do Nazareno, distrito Sudeste Paulista – Campinas/SP. Edição 01, número 01, fevereiro/2017, periodicidade trimestral. Superintendente do Distrito Sudeste Paulista Rev. Fernando César de Oliveira Presidente da MNI Distrital Pr. Leandro Alves da Silva

MNI Distrito Sudeste Paulista Gestão 2016-2017

Coordenação de Conteúdo Leandro Alves da Silva, Felipe Fulanetto e Lilian Rodrigues Redação Lilian Rodrigues – MTB 71.355 Créditos dos autores presentes nesta edição. Direção de arte Lilian Oliveira Rodrigues e Felipe Fulanetto. Projeto Gráfico Alfredo Contarelli - AC Publicidade - (19) 3232-1188 Diagramação Valéria Succi - AC Publicidade Circula Em 11 de fevereiro de 2017 nas igrejas do Nazareno Distrito Sudeste Paulista.

Presidente Pr. Leandro Alves da Silva Vice-Presidente Pr. Felipe Fulanetto Tesoureiro Émerson Lourenço Secretária Lilian Rodrigues Conselheiros Ana Paula de Oliveira Nascimento Juliana Moraliz Lázaro Martins

Coordenadores de áreas Douglas Leís Sérgio Santos Renato Furlaneto Givaldo dos Santos Robson Carvalho

Impressão Gráfica Nova Supri Tiragem 1.000 exemplares Fechamento desta edição 31 de janeiro de 2017 Fale conosco E-mail: mnisudestepaulista@gmail.com Faça parte do nosso grupo:

https://www.facebook.com/groups/3228978011302 02 | fevereiro 2017 |

PROCLAMAI

As imagens publicadas nesta edição pertencem ao arquivo de divulgação da MNI Distrital e pessoal dos escritores.


SUMÁRIO EDITORIAL O Avanço das Missões................................Pág. 06

Devocional..................................................Pág. 09

Alcançado pela MNI no Oceano Atlântico...Pág. 07

Estudo Missionário......................................Pág. 10

Mensagem Especial....................................Pág. 08

Testemunho..................................................Pág. 11

Caros irmãos, graça e paz! Estamos muito felizes com a publicação desta revista, pois será um canal de informações riquíssimo sobre missões na igreja do Nazareno e dos acontecimentos missionários em nosso distrito. Temos um longo caminho a ser seguido, mas o que nos conforta é saber que podemos contar com o apoio dos líderes de MNI e pastores nesta caminhada, pois as nossas atitudes convergem para a missão da nossa denominação que é “fazer discípulos”. Deste modo, ao fazermos parte do mesmo corpo e direcionados ao mesmo objetivo, ficamos mais fortalecidos e motivados. Aproveitamos a ocasião para reiterar a importância dos pastores incentivarem os seus líderes de MNI a participarem dos eventos distritais, a aprenderem constantemente e a replicarem estes conhecimentos às igrejas locais. Sem este apoio, o ministério não avança!

Nesta edição, deixamos alguns pontos de reflexão na devocional e artigo destaque. Além de uma breve retrospectiva das ações que a MNI distrital promoveu em 2016. Desejamos uma boa leitura!

Rev. Leandro Alves da Silva Superintende da MNI Distrital


MATÉRIA DE CAPA ALCANÇADO PELA MNI NO OCEANO ATLÂNTICO Todos nós somos fruto da obra missionária, mesmo que não tenhamos noção. No meu caso, está tudo muito claro. Sou o terceiro filho do Rev. Joaquim Antônio Lima, oriundo das Ilhas de Cabo Verde. O Evangelho chegou naquelas ilhas em 1907, quando a Igreja do Nazareno (1) enviou o primeiro missionário chamado João José Dias . Em 1930 minha bisavó conheceu a Cristo e pela sua persistência no Evangelho meu avô Antão Melo Lima (2) e meus pais também entregaram suas vidas a Cristo. Por causa das circunstâncias familiares meu pai foi morar na Argentina e quando a Igreja do Nazareno projetou entrar no Brasil em 1958, os missionários americanos chegaram à (4) conclusão que precisavam de um pastor que dominasse bem a língua portuguesa . Este pastor era meu pai, e, por isso, meus pais chegaram no Brasil em 1960. Aqui nasci e desde então passei a ouvir os cultos missionários que eram realizados na Igreja do Nazareno Central pela presidente de missões a irmã Adélia Sartóri Peruchi. Suas histórias sobre o campo missionários me empolgavam. Cedo entreguei minha vida e após fazer o Seminário Nazareno venho servindo a Deus como pastor e também como missionário já por quase 36 anos. Aquele texto de Paulo em 2 Timóteo 1.4-5 muito me toca: “Lembrado das tuas lágrimas, estou ansioso por ver-te, para que eu transborde de alegria pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti”. (5) No Manual da MNI encontramos os QUATRO PILARES DA MNI: 1.ORAÇÃO - interceder por líderes e igrejas para que o Espírito Santo atraia todas as pessoas a Cristo. 2.DISCIPULADO - envolver e acompanhar futuros líderes de missões, especialmente jovens e crianc¸ as, para fazer discip ì ulos aÌ semelhanc¸ a de Cristo nas nações. 3.OFERTAS – dedicar nossas vidas e recursos, especialmente o Fundo de Evangelismo Mundial, para expandir o reino de Cristo. 4.EDUCAÇÃO – informar as pessoas sobre as necessidades do mundo capacitando a nossa igreja a suprir essas necessidades em Cristo. Há uma frase que diz: “Uma andorinha só não faz verão”. Se juntarmos nossas forças, apoiaremos o movimento missionário nazareno ao redor do mundo e colaboraremos para adiantar a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo como ele mesmo afirmou em Mateus 24:14 “E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim”. Eu acredito e apoio missões. E você? Rev. Manuel Gamaliel Lima Diretor da Sub-Região Brasil Missionário Global (1) http://www.dacb.org/portuguese/pstories/caboverde/p-dias_joao.html (2) http://www.dacb.org/portuguese/pstories/caboverde/p-lima_antao.html (3) http://www.nazarenovidaabundante.com.br/igreja.asp?id=5 (4) http://ibict.metodista.br/tedeSimplificado/tde_arquivos/6/TDE-2011-08-09T133932Z-991/Publico/Jeffersonpg101_127.pdf (5) http://www.eurasiaregion.org/wp-content/uploads/2014/11/PORTUGUESE-Global_NMI_Handbook-2012.pdf

04 | fevereiro 2017 |

PROCLAMAI


MENSAGEM ESPECIAL UMA IGREJA SEM FRONTEIRAS As Missões Nazarenas Internacionais é a alma e o coração da Missão Global da Igreja do Nazareno. É a visão da igreja voltada para levar o evangelho plantando igrejas em todas as partes do mundo. São os braços da igreja que se estendem para o mundo longe da igreja local, abraçando a todos quantos puder, a fim de que os não alcançados hoje sejam os novos discípulos amanhã. É a fonte de sustentação dos "formosos pés que anunciam o evangelho da paz” em todas as partes da terra. A MNI é a expressão de amor dos membros da igreja que, de todas as formas possíveis, manifestam oração, ofertas, comunicação, acompanhamento e sustentam o missionário dando condições de avançar e abrir novas frentes de evangelização. É modo que a Igreja obedece ao "Ide por todo mundo e Fazei Discípulos de todas as nações". Na Igreja do Nazareno todo membro deve ser ensinado desde o início da sua conversão a amar missões nazarenas, orar pelos missionários, ofertar para os alvos globais nazarenos e crer que Deus usará as igrejas e os missionários como usou o apóstolo Paulo em todas as suas frentes missionárias.

Pr. Fernando César de Oliveira Superintendente do Distrito Sudeste Paulista

PROCLAMAI

| fevereiro 2017 | 05


TESTEMUNHO ATÉ OS CONFINS DA TERRA* Jesus disse: "Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio". Jo 20:21

O testemunho desta edição tem como ponto de partida a cidade de Campinas, interior de São Paulo, com destino aos “confins da terra”, ou melhor, no Chile. O casal Polonio iniciou a sua história na Igreja do Nazareno Central, em Campinas, onde se conheceram e se casaram. Participaram da plantação de uma igreja no distrito de Sousas, onde pastorearam por doze anos. Neste período, tiveram duas filhas, Raquel e Sarah. Em 2012, receberam o convite de servirem como missionários no Chile. Ambos aceitaram o desafio e, em 2013, mudaram-se para esta nação. Infelizmente, constataram uma realidade muito triste: a Igreja do Nazareno não crescia há mais de dez anos, tinha dez templos fechados e o seminário estava sem pastor e alunos. Neste cenário, somado às diversas lutas culturais, linguísticas e saudade dos parentes, a família experimentou o cuidado do Senhor. Durantes estes quatro anos de trabalho, o casal continua testemunhando as maravilhas de Deus nesta obra missionária: 1) duas igrejas foram reabertas; 2) receberam o auxílio de quatorze grupos do ministério “Trabalho e Testemunho”; 3) houve a reativação do seminário e o funcionamento de seis ETED's; 4) realização de dois retiros para pastores, líderes e suas famílias; 5) plantação e reabertura de igrejas nos quatro distritos do país; 6) envio de novos líderes para ministérios. A família Polonio também tem atuado junto aos Ministérios Nazarenos de Compaixão – MNC, apoiando às pessoas que foram atingidas pelos desastres naturais, como terremotos, tsunamis, mega-incêndios, vulcões e avalanches, fenômenos muito recorrentes no Chile. Além de buscar apadrinhamento para os filhos de pastores e crianças da organização sem fins lucrativos, Mirada de Amor. Embora Deus tenha levantado novos líderes para os ministérios, a carência ainda é enorme e isto impede o crescimento da obra. Portanto, incluam a família Polônio em vossas orações.

VOCÊ SABIA? O nome Chile pode ter vindo da palavra quéchua ou mapuche “chili/chilli”, que significa “onde a terra termina/onde a terra vai embora/limite do mundo”, ou seja, “*confins da terra”. Fonte: Dicionário Etimológico

06 | fevereiro 2017 |

PROCLAMAI

?


DEVOCIONAL POR QUE DEVEMOS FAZER MISSÕES? Toda a ação da igreja, seus planejamentos e objetivos devem girar em torno da missão. O chamamento da grande comissão não é uma opção, mas uma ordem para que possamos ir e fazer (Mateus 28:18-20). O compromisso com a missão está na própria essência de ser igreja e, consequentemente, se ela não se compromete com a missão de testificar acerca de Jesus Cristo, e se envolver com a sociedade, esta perde a sua identidade e corre o risco de se converter em um clube religioso. Deste modo, envolver-se com Deus significa estar sujeito e disposto ao envio missionário. “Vem, agora, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito” (Ex 3. 10). Biblicamente e teologicamente, não dá para envolver-se com aquele que é o Grande Missionário e não ser influenciado ou impactado pelo amor à Missão. A verdadeira missão/evangelização deve obedecer à dinâmica da ação instituída por Deus: Eu vi a aflição do meu povo: na experiência relatada em Êxodo, Deus nos mostra como deve acontecer a missão. Ela nasce em primeiro lugar da percepção: “Eu vi a aflição...”, portanto, sem esta leitura não há missão. Se a igreja não enxerga as situações de sofrimento e se estas não incomodarem ao seu coração, ela nunca fará missão. Eu ouvi o seu clamor: a missão é desenvolvida não sobre os interesses da igreja, mas em torno das necessidades do ser humano: “Eu ouvi o seu clamor...”, ou seja, acima de tudo, a igreja precisa entender qual é a súplica do mundo, do país, da cidade, do bairro. É em volta do clamor do ser humano que nós devemos levar a mensagem de libertação e salvação. Mediante aos gemidos dos homens é que nós devemos desenvolver a nossa mensagem na missão, caso contrário, se ela não for de encontro com a necessidade deste povo, dificilmente nos ouvirá e tampouco participará conosco do projeto/processo de libertação. Eu desci para livrá-lo: Este é o principal gesto, o mais significativo. Deus não vê de longe, nem sequer ouve ou fala de longe, Ele se aproxima e faz com que seus enviados (Moisés e Arão) se acheguem também. A missão acontece no Egito, e não em Midiã. É preciso sair do comodismo e do aconchego de Midiã e ir para o Egito. A Igreja só vai aprender a fazer missão quando ela sair de dentro de si e envolver-se na lama daqueles que amassam o barro dos tijolos do sofrimento e da dor impostos pelo sistema do mundo. Adaptado do artigo produzido por Pr. Genildison da Silva Ribeiro, disponível em http://portal.metodista.br/fateo/ex-alunos/o-que-e-missao

Rev. Leandro Alves da Silva Pastor Titular da Igreja Nazareno há 14 anos, formado em Teologia pela FNB e Gestão Ambiental pela Universidade Metodista, docente da ETED, plantador de Igrejas e apoiador de Ministérios de Missões em várias regiões.

PROCLAMAI

| fevereiro 2017 | 07


ESTUDO MISSIONÁRIO SER NAZARENO É SER MISSIONÁRIO O que queremos transmitir, de fato, quando falamos que um pastor tem visão missionária, que uma pessoa tem um coração missionário ou ainda que uma igreja é missionária? Creio que podemos responder essa pergunta relatando a história da Igreja do Nazareno. O avivamento em 1895 que gerou a Igreja do Nazareno, com apenas 135 membros fundadores, em um edifício comercial em Los Angeles, Califórnia, se propagou para mais de 159 áreas do mundo. Hoje, depois de 122 anos, a Igreja do Nazareno é o lar de mais de 2.4 milhões de membros adorando em aproximadamente 30.500 congregações locais. Susan Fitkin, a fundadora da MNI, em 1915 começou o seu sonho de mobilizar a igreja para a obra missionária. Depois de liderar por três décadas e pessoalmente visitar dezenas de países; Susan enviou no total de 1.763 pessoas. Por isso e muito mais, que posso afirmar que a Igreja do Nazareno é missionária na sua essência. Para um dos fundadores da igreja, Dr. Phineas Bresee, explicou em suas palavras, que “a razão pelo qual o movimento nazareno, desde o seu início, se envolveu com um programa missionário mundial, era que o movimento em si, era essencialmente missionário”. Nós, brasileiros, também temos um legado missionário a ser seguido. Somos frutos de diversos casais missionários que vieram nos servir. José Zito e Zilta Oliveira, Earl e Gladys Mosteller, Joaquim e Guilhermina Lima, James e Carol Kratz, Stephen e Brenda Heap; entre outros. Depois de todos estes anos, a Igreja do Nazareno no Brasil tem toda a capacidade para investir em missões. O Senhor tem nos agraciado sendo o terceiro país com mais membros do mundo. Juntos temos ampla estrutura física e capacidade financeira. Também temos líderes eficientes e maduros, sem contar os milhares de jovens nas mais de 550 igrejas no país. E, tudo isso, somente é possível porque famílias inteiras entenderam sua vocação missionária. Portanto, chegou a hora de fazermos missões Brasil! Esta é a hora e o momento que o Senhor nos abençoou para não somente servirmos nossa região e América do Sul, mas irmos até os confins da terra. Essa é a nossa paixão, esse é o nosso dever, pois ser nazareno é ser missionário. Dados obtidos no site: http://nazarene.org/statistics acessado em: 18/01/2017 INGERSOL, Stan. Nazarene Roots. Editora Beacon Hill Press, p. 119-121. REDFORD, M. E. & NOTE, Gene Van. Surge la Iglesia del Nazareno. Editora Casa Nazarena de Publicaciones, p.71.

Felipe Fulanetto formado em Teologia pelo STNB Campinas e mestrando em missiologia pelo CEM. Pastor e missionário pela Igreja do Nazareno, serviu no Peru e Paraguai com trabalho de plantação e revitalização de igrejas. É vice-presidente da MNI do Sudeste Paulista. Autor do livro "Artigos de Fé na Ótica Missional" publicado pela Sal Cultural.,

08 | fevereiro 2017 |

PROCLAMAI


O AVANÇO DAS MISSÕES... DESAFIOS E APRENDIZADO MARCAM O ANO “...Sedes firmes e constantes” 1 Co 15:58

Desde o início de 2016, o ministério de Missões Nazarenas Internacionais – MNI, do distrito Sudeste Paulista, pautou suas ações nos quatro pilares que o sustentam: orar, discipular, educar e ofertar. Reuniões de conselho, treinamentos com os líderes de MNI, visitas às igrejas, culto missionário, participação em eventos, foram algumas das ações realizadas e que podem ser conferidas nesta edição. Concomitantemente a estas atividades, o ministério também teve o desafio de elaborar um diagnóstico da MNI nas igrejas, para compreender melhor as respectivas dificuldades e traçar estratégias para auxiliá-las. Dentre os pontos que necessitam ser intensificados, destacamos a capacitação e melhoria na comunicação junto aos líderes de MNI, o fortalecimento dos trabalhos missionários nas igrejas e o aumento na contribuição do Fundo Evangelismo Mundial – FEM. Participação dos membros do conselho da MNI Distrital em eventos missionários para aprimorarem os seus conhecimentos e prestigiarem a programação das igrejas locais.

Workshop Café, povos e Línguas

Congresso Sulamericano de Missões – Proclama a Sua Glória (RJ) Organizado pelo ministério Missões Nazarenas Internacionais, região da América do Sul. Foram dias preciosos e abençoados na presença do Senhor.

Evangelismo e inauguração do templo em Poços de Caldas - MG

PROCLAMAI

| fevereiro 2017 | 09


O AVANÇO DAS MISSÕES 1

1

Projeto Manifestar A MNI contribuiu financeiramente para a abertura de um poço artesiano na região do Piauí. 2 4

2

REUNIÕES DO CONSELHO Ao longo do ano, seis reuniões do conselho foram realizadas. 4

Além destas ações, a MNI distrital participou de 08 cultos missionários, esteve presente em parte das 09 conferências que aconteceram nas igrejas do distrito e nomeou 05 coordenadores regionais com a finalidade de estreitar o relacionamento com os líderes.

2

3

5 3

AGENDA 5

TREINAMENTO PARA LÍDERES Cinco treinamentos de líderes de MNI foram realizados: 1) Treinamento de liderança na região sul de Minas Gerais; 2) 1º Café com Missões – O papel do mobilizador; 3) Ideias, ferramentas e organização da MNI local; 4) Evangelismo Apaixonado; 5) Missões Urbanas.

I Conferência Missionária Distrital dias 26, 27 e 28 de maio. Em breve, mais informações. CULTO DISTRITAL 10 | fevereiro 2017 |

PROCLAMAI


O QUE A MNI DE SUA IGREJA TEM FEITO? Compartilhe conosco os projetos que a MNI de sua igreja desenvolve, a programação de eventos e os materiais de divulgação, informações sobre os missionários apoiados, fotos das ações com o descritivo detalhado. Desejamos muito saber o que os líderes têm realizado em nosso distrito e compartilhar com os demais irmãos em outras edições. Aguardamos o seu contato: mnisudestepaulista@gmail.com

FALE COM A MNI DISTRITAL Dúvidas, sugestões e críticas podem ser enviadas para o e-mail: mnisudestepaulista@gmail.com Faça parte do nosso grupo no Facebook: MNI – Distrito Sudeste Paulista WhatsApp: envie o seu nome, igreja, função e número de telefone para o e-mail da MNI. Confira quem são os coordenadores regionais e seus contatos: NORTE Sérgio Santos (Esperança) | 19 98156-7881 | sergio.martha@yahoo.com.br Igrejas: Anchieta, Aurélia, Betesda, Esperança, Bonfim, Gileade, Mirassol, Peniel, Manacial e Castelo. SUL I Givaldo Santos (San Diego) | 19 99752-0998 | givmor@hotmail.com Igrejas: Canaã, Jd Fernanda, Filadélfia, Memorial, São Domingos, San Diego, Nova América, São Bernardo SUL II Douglas Leís (Country Ville) | 19 98744-7160 | douglas.lsilva@gmail.com Igrejas: 2ª Igreja, Cristo é Vida, Monte Moriá, Efraim, Nova Europa, Semeando Esperança, Pq Jambeiro, Paraíso, Sal da Terra. OESTE Renato Furlaneto (Aeronave) | 19 98176-5242 | renatofurlanetto@yahoo.com Igrejas: Aeronave, Getsêmani, Oitava, Ouro Verde, Vida Nova, Shekina, Florence, Nova Esperança, Vl União, Maranata, Nova Aliança, Satélite Íris III, Campos Elíseos LESTE Robson Carvalho (Alto City) | 19 99709-5336 | mahcriscarvalho@hotmail.com Igrejas: Ebenézer, Adonai, Nilópolis, Pq Taquaral, Central, Comunidade Esperança, Flamboyant, Sousas, Alto City, Barão Geraldo, Village Campinas

PROCLAMAI

| fevereiro 2017 | 11


ORE PELAS NAÇÕES Arquivo pessoal

TESTEMUNHO: Família Polonio MOTIVOS DE ORAÇÃO • Missionários 1.Pelas famílias missionárias, o seu recrutamento, treinamento efetivo, preparação para o campo, sobrevivência em longo prazo, segurança e frutificação nas situações transculturais. 2.Pelo sustento financeiro e espiritual. 3.Para que a igreja seja servida no ensino, desenvolvimento de liderança e incentivo à visão missionária. •Nação 1.Pela cessão dos conflitos políticos e integração dos cristãos. 2.Para que todas as camadas da sociedade sejam alcançadas, em especial, as classes média e alta. 3.Pela proteção, providências e compaixão em situações de ocorrências de desastres naturais. •Igreja Por um avanço evangelístico efetivo e pela implantação de igrejas em regiões e povoados não alcançados. Pela reconciliação e união entre os evangélicos. Pela valorização da educação teológica (embasamento e ensinamento).

Contate a família Polonio polonio@samnaz.org cpolonio@samnaz.org

DADOS Localização: América Latina; Um país estreito, com 4.200km de extensão, localizado entre a cordilheira dos Andes e o Oceano Pacifico, com uma média de 150km de largura. Idioma oficial: Espanhol Capital: Santiago Religião: Liberdade religiosa, uma legislação foi criada na década de 90 para tornar todas as denominações iguais perante a lei, sob objeções católicas.

Fonte: Johnstone, Patrick ; Mandryk, Jason. Livro Intercessão Mundial. Ed. Século XXI. Pgs. 166-169 - Ed. Século XXI

Missionário Link_Distrito Sudeste Paulista Jorge e Irma são nascidos em Peru São pais de duas filhas: Camila e Daniela Membros do Distrito Residencial: Peru Central

REPÚBLICA DA ARGENTINA Localização: América Latina; O segundo maior país da América Latina com uma grande diversidade climática e topográfica. Idioma oficial: Espanhol Capital: Cidade de Buenos Aires Religião: Liberdade religiosa, no entanto, o Catolicismo Romano tem o apoio do Estado. Existe um respeito considerável pelos evangélicos.

FAMÍLIA JULCA Jorge e Irma Julca são missionários globais na Argentina, desde 2006. Ele atua como presidente do Seminário Teológico Nazareno do Cone Sul, localizado em Pilar, Argentina, e coordenador regional de educação. Irma serve como assistente do presidente e secretário de arquivos acadêmicos. Contatos: jorge_julca@hotmail.com | irmcarlin@hotmail.com

MOTIVOS DE ORAÇÃO 1.Pela família: proteção física, permanência na fé/chamado e saúde espiritual em todas as frentes de batalha. 2.Pelo surgimento de líderes que discipulem e capacitem outros líderes. 3.Pelas igrejas pastoreadas e seus respectivos ministérios. 3.Para que a família e sua equipe estejam atentos para ouvir as diretrizes do Espírito Santo. 4.Para que o trabalho realizado impacte positivamente cada seguimento da sociedade.

Fonte: CHURCH OF THE NAZARENE_MISSIONARY PROFILES. Disponível em: http://app.nazarene.org/MissionaryProfiles/profile.jsp?profile=39990, acesso em: 22 de jan. 2017

Revista Proclamai - ano 1, ed 01  

Revista missionária Proclamai, realização da Missões Nazarenas Internacionais (MNI) da Igreja do Nazareno do distrito Sudeste Paulista. edi...

Revista Proclamai - ano 1, ed 01  

Revista missionária Proclamai, realização da Missões Nazarenas Internacionais (MNI) da Igreja do Nazareno do distrito Sudeste Paulista. edi...

Advertisement