Page 1

INFORMATIVO

senarms.org.br sistemafamasul.com.br ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL DO SENAR/MS TRANSFORMA VIDAS DE 2,5 MIL PRODUTORES RURAIS DO ESTADO


EDITORIAL

ÍNDICE Atuação da Assistência Técnica em MS.................................3 Sustentabilidade.............................................................3 Novidade da ATeG e Meio Ambiente.......................................5 Intensificação e Gestão........................................................6 Famasul em Ação.................................................................7 Memória Contínua e Diversificação.....................................8 Giro Rural......................................................................9 a 19

Caros produtor e produtora rural, O que é preciso ser feito para transformar a vida de um produtor rural, de forma efetiva e duradoura? Uma pergunta dessa é muito complexa, mas talvez o caminho para respondê-la esteja na Assistência Técnica e Gerencial, iniciativa realizada pelo Senar/ MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.

EXPEDIENTE FAMASUL | Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul Presidente: Mauricio Koji Saito Vice-Presidente: Luis Alberto Moraes Novaes Diretor Secretário: Frederico Borges Stella | Diretor-Tesoureiro: Marcelo Bertoni | 2ª Secretária: Edy Elaine Biondo Tarrafel | 3ª Secretária: Maria Tereza Ferreira Zahran | 2ª Tesoureira: Thaís Carbonaro Faleiros Zenatti |3º Tesoureiro: André Cardinal Quintino

Atualmente, operamos em dez cadeias produtivas e estamos presentes em 64 municípios no atendimento a 2,5 mil produtores, uma capilaridade que nos permitirá um desenvolvimento mais seguro da nossa produção, no âmbito social, sustentável e econômico, em curto, médio e longo prazo. É por isso que pensamos em um informativo especial no mês de junho sobre esse produto do Senar/MS. Nesta edição, o produtor rural poderá conferir a metodologia, entender o funcionamento da consultoria e encontrar histórias inspiradoras.

CONSELHO DE VICE-PRESIDENTES Rafael Nunes Gratão |Antonio Umberto Maran |Leonardo Leite de Barros |Saturnino Silverio Pereira |Lauri Dalbosco |Ronan Nunes da Silva | Leandro Mello Acioly | Lucio Damalia | Manoel Agripino Cecílio de Lima MEMBROS SUPLENTES DA DIRETORIA Luciano Cargnin Manfio | Claudio Antonio Straliotto | Robson Velos Ribeiro | Yoshihiro Hakamada | Moezis José dos Santos | Gilmar Siqueira de Miranda | Ivan Leal de Paula | João Firmino Neto | Jesus Cleto Tavares | Valter Dalla Valle | Ligia Francisco Ricardo | Ivan Roberto Carrato Junior | Launil José Marquesan | Massao Ohata | Edson Bastos

E, caso se interesse, na seção Giro Rural estão disponíveis os contatos dos sindicatos rurais, instituições nas quais a demanda pela iniciativa deve ser solicitada ao Senar/MS. O Giro Rural traz ainda relevantes depoimentos dos produtores rurais acerca das suas experiências com os programas do Senar/MS, experiências que vão além do mero relato, constituindo-se também em fonte de informações úteis aos que trabalham com o agro no Mato Grosso do Sul.

|Rogério de Menezes | José Ricardo Casotti MEMBROS DO CONSELHO FISCAL Efetivos: Nilton Pickler | Ruy Fachini Filho | Janes Bernardino Honorio Lyrio | Suplentes: Nilo Alves Ferraz | Telma Menezes de Araújo | João Borges dos Santos Junior SENAR/MS | Administração Regional do Estado de Mato Grosso do Sul | Conselho administrativo | Dirigente: Mauricio Koji Saito | Membros titulares: José Pereira da Silva | Marcio Margatto Nunes | Daniel Kluppel Carrara | Alaide Ferreira Teles | Conselho

Inspire-se. Tenha uma boa leitura!

Fiscal: Paulo César Bózoli | João Batista da Silva | Juraci da Silva | Superintendência: Lucas Galvan INFORMATIVO SISTEMA FAMASUL Coordenação de Comunicação: Ana Brito | Coordenação de Marketing: Flávio Gutierrez | Equipe: Camila Sabariego | Giane Leite | Vitor Ilis | Ellen Albuquerque | Ronaldo Gibin | João Carlos Castro | Leandro Abreu | Rodrigo Scalabrini | Redação: Anderson Viegas | Projeto Gráfico: Fixa Comunicação | Edição e Diagramação: Agilità Propaganda | Fotos da edição: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Mauricio Saito

Presidente do Conselho Administrativo do Senar/MS Presidente do Sistema Famasul

FAMASUL: Rua Marcino dos Santos, 401 | Cachoeira II | Campo Grande/MS Tel.: (67) 3320.9700 | Site: sistemafamasul.com.br SENAR/MS: Rua Marcino dos Santos, 401 | Cachoeira II | Campo Grande/MS Tel.: (67) 3320.6900 | Site: senarms.org.br

2

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

ATUAÇÃO DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM MS

COM ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL, SENAR/MS ATENDE QUASE 2,5 MIL PROPRIEDADES EM 67 MUNICÍPIOS

Áreas de atuação da ATeG em Mato Grosso do Sul

Conheça a abrangência da ATeG em MS.

Em 2019, o Senar/MS oferece Assistência Técnica e Gerencial a 2,5 mil propriedades rurais em Mato Grosso do Sul, cobrindo uma área de aproximadamente 565 mil hectares, em 67 municípios. A iniciativa oferece aos produtores um modelo de assistência técnica focado no gerenciamento, em sintonia com ações de Formação Profissional Rural. A metodologia nacional é própria e inovadora, voltada à disseminação de novas tecnologias e formas de manejo, o que possibilita ao empresário rural obter maior conhecimento sobre a atividade, permitindo o desenvolvimento do seu negócio. Além das técnicas de manejo da produção, o programa realiza o acompanhamento gerencial das propriedades rurais, controlando custos e medindo os resultados econômicos das atividades. No estado, o Senar/MS atende com a ATeG dez cadeias produtivas: Apicultura, Avicultura, Bovinocultura de Corte, Bovinocultura de Leite, Florestas Plantadas, Grãos, Horticultura, Ovinocultura, Piscicultura e Suinocultura. O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, destaca que a avaliação da iniciativa é muito positiva. “Estamos conseguindo transformar o que antes eram propriedades em empresas rurais, levando orientações sobre as questões produtivas e gerenciais”. Saito lembrou que, por meio da ATeG, produtores e colaboradores das propriedades têm tido a oportunidade de se capacitar em suas atividades, aumentando

A ATeG conta com metodologia própria e inovadora.

as possibilidades para tomadas de decisões mais assertivas. O presidente do Sistema Famasul lembrou ainda que, com o Programa, o Senar/ MS possibilita que o produtor tenha acesso às novas tecnologias. “Com a ATeG, estamos mostrando como o desenvolvimento rural é consolidado pela pesquisa científica e pela extensão”. Por sua vez, o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, lembra que com o Programa, a entidade que há décadas capacita produtores e trabalhadores rurais, intensifica a transferência de conhecimento. “Acreditamos pelos resultados que temos obtido, que a ATeG é hoje uma das principais ferramentas para transformar as vidas no campo”. Já o coordenador de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, Nivaldo Passos, revelou que resultados expressivos já vêm sendo obtidos em várias das cadeias produtivas atendidas. “A Assistência Técnica e Gerencial tem atingindo os objetivos, que são levar o conhecimento aos produtores rurais, aumentar a produtividade e a rentabilidade das atividades, melhorando a competitividade das propriedades do Mato Grosso do Sul”, ressalta. Para o coordenador, o futuro da ATeG é atender um número maior de produtores, aliando sempre o conhecimento e a tecnologia às práticas sustentáveis.

sistemafamasul.com.br

3


SUSTENTABILIDADE

COM MENOS DE UM ANO, SENAR/MS JÁ ATENDE 107 AVICULTORES E SUINOCULTORES COM A ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL O Granja Plus, programa de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, que atende às cadeias da avicultura e suinocultura, iniciou suas atividades em outubro de 2018 no estado. Em menos de um ano de trabalho, a ATeG já atende 107 produtores em 15 municípios sul-mato-grossenses. Segundo a coordenadora do programa, Fernanda Oliveira, um grupo de seis técnicos fornece orientações a produtores de: Bandeirantes, Deodápolis, Dourados, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Itaporã, Ivinhema, Jateí, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Vicentina, Caarapó, Juti, Laguna Carapã e Sidrolândia. Fernanda explica que os produtores atendidos recebem orientações sobre questões ambientais, legislação trabalhista, segurança do trabalho, construções rurais, biossegurança, metodologia 5 S e no gerenciamento da atividade. A produtora, Suzana Simões da Silva Rodrigues, de Jateí, é integrante, junto com o marido, Nadir Rodrigues de Oliveira, na suinocultura. Ela conta que, apesar de a iniciativa ser muito recente, a orientação já apresenta resultados: principalmente na organização e no gerenciamento do negócio. “Já conhecia a metodologia 5S e achava que estava fazendo tudo certo, mas foi somente depois que recebemos a capacitação do programa é que percebemos o quanto poderíamos melhorar no aspecto da organização. Do mesmo modo foi no gerenciamento da atividade. Com o Negócio Certo Rural, que faz parte do programa, passamos a ter um controle melhor dos nossos papéis, das nossas notas de entradas e saídas, do que estamos pagando e recebendo; enfim, de todo o negócio”, apontou a agroempreendedora.

Conforme a coordenadora do programa, os técnicos atuam em todos os sistemas de produção das duas cadeias: unidades produtoras de leitão – UPL, crechário, terminação (suinocultura), sistemas convencionais, dark house, climatizado e poedeiras (avicultura), atendendo produtores integrados, cooperados e também os independentes. O técnico do programa na cadeia da avicultura, Diego Abes Xavier, que atende um grupo de 15 produtores dos municípios de Glória de Dourados, Vicentina e Deodápolis, comenta que o principal retorno que obteve dos participantes foi em relação a ganhos na administração do empreendimento. “Os produtores estão tendo uma melhor condição para analisar a atividade e a partir desse estudo promover uma melhor organização. No caso da cadeia que atendo, eles entenderam que não podem cuidar somente da granja, tem que ter muita atenção com a gestão, e que se não fizerem isso, acabam perdendo dinheiro. O programa tem por objetivo melhorar a sustentabilidade do negócio, além de possuir como eixo transversal a sucessão familiar Fernanda complementa afirmando que, em menos de um ano, o programa já ofereceu 2.140 horas de consultorias nas propriedades e 770 horas de capacitação aos participantes. “A adesão às capacitações está sendo muito boa e já concluímos as etapas de quatro cursos por turma. As perspectivas são animadoras e, possivelmente, iremos dobrar o número de produtores atendidos, expandido assim o programa para outros municípios e sindicatos rurais do estado”.

Iniciativa do Senar/MS está presente em 15 municípios.

4

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

NOVIDADE

MAIS NOVA ATEG, APICULTURA JÁ ATUA EM TRÊS LAGOAS E CAPACITA PARA ATENDIMENTO EM MAIS QUATRO CIDADES O programa de Assistência Técnica e Gerencial em Apicultura é o mais novo programa do Senar/MS. Iniciou as atividades em fevereiro deste ano e já está atuando em Três Lagoas, onde são atendidos 14 produtores. O coordenador do programa, André Luiz Nunes, aponta que já estão sendo capacitados apicultores em outras quatro cidades: Bela Vista, Jardim, Angélica e Fátima do Sul e que, após a conclusão destes treinamentos, a ATeG vai iniciar os atendimentos também nestes municípios. O apicultor, Danilo Rodrigues Tosta, é um dos que faz parte desta primeira turma do programa. Ele comenta que as informações e orientações que vem recebendo têm sido muito importantes no desenvolvimento da atividade, que começou como uma alternativa à pecuária, há cerca de 2 anos, com 25 colmeias. A ideia, conforme o produtor, é implantar agora um sistema integrado silvipastoril, com árvores nativas, que possibilitará produção de mel de qualidade ainda maior, além de melhores condições de pastagem para o gado. O coordenador da ATeG diz que várias ações já foram realizadas com esse primeiro grupo trabalhado. Entre elas estão: determinação do preço do mel produzido, gestão dos apiários, manejo de alta produção, controle de florada e boas práticas de produção e controle sanitário. “Paralelamente, o

produtor adquire conhecimento técnico e conhece tecnologias de produção para ter um apiário saudável com resultados econômicos positivos”.

Já são 14 produtores rurais atendidos em MS.

MEIO AMBIENTE

VOLTADO AO CULTIVO DE SERINGUEIRAS, ATEG EM FLORESTAS PLANTADAS ATENDE PRODUTORES DE QUATRO MUNICÍPIOS

Sustentabilidade é premissa da ATeG em Florestas Plantadas.

O programa de Assistência Técnica e Gerencial em Florestas Plantadas foi iniciado pelo Senar/MS em 2015, com o objetivo de apresentar ao produtor uma alternativa para a diversificação da renda, além de estimular investimentos na área florestal. Três anos depois, em 2018, passou por uma reformulação, ampliando suas ações em especial no cultivo de seringueiras. O coordenador da ATeG, Nivaldo Passos, aponta que essa nova metodologia compreende o atendimento ao produtor nas três fases da atividade: implantação dos seringais, condução do cultivo e extração do látex. Com o técnico acompanhando o produtor, os danos às plantas e erros de corte são minimizados, o que valoriza o patrimônio e garante a longevidade do seringal. “Independentemente do potencial produtivo da floresta, visamos a otimização de recursos e o atendimento satisfatório do produtor. A metodologia contribui com subsídios técnicos e estratégicos”, explica o coordenador do programa. O novo modelo foi construído em parceria com o sindicato rural e a Associação dos Produtores de Borracha de Aparecida do Taboado e Região (APROBAT). Somente no município, são 2 milhões de seringueiras plantadas, que correspondem a uma área de 5 mil hectares. Com uma equipe de quatro técnicos e um supervisor, o programa atende 68 propriedades rurais com aproximadamente 1,159 milhões de árvores em quatro municípios das regiões Leste e Norte do estado.

sistemafamasul.com.br

5


INTENSIFICAÇÃO

ATEG EM BOVINOCULTURA DE CORTE AUXILIA PRODUTOR A RECUPERAR PASTAGENS E A IMPLANTAR SISTEMAS INTEGRADOS

As principais ações da ATeG, nesta cadeia, são de renovação e recuperação de pastagens degradas.

O programa de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Corte do Senar/MS foi implantado em 2012 no estado e, atualmente, atende 254 propriedades em 53 municípios, de todas as regiões sul-mato-grossenses. A equipe que orienta os produtores conta com 14 técnicos de campo e dois supervisores. O coordenador da ATeG em Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, Nivaldo Passos, destaca que suas principais ações são voltadas para a renovação e recuperação de pastagens degradadas, implantação de sistemas integrados e para melhorar o gerenciamento das propriedades. O pecuarista, Ricardo Bacha, participa do programa e atesta o bom trabalho. “A iniciativa é boa. Fornece acompanhamento técnico aos produtores e apresenta um resultado satisfatório, de boa qualidade”. Entre os principais resultados já atingidos pelo programa está o aumento da produtividade nas áreas trabalhadas, passando de 3,11 arrobas por hectare ao ano, para 8,99 arrobas por hectare ao ano nas áreas que recebem a tecnologia. “A perspectiva é ampliar o número de produtores atendidos para 500, em 2019”.

GESTÃO

PROGRAMA EM BOVINOCULTURA DE LEITE ATENDE MAIS DE 800 PROPRIEDADES, COBRINDO 15 MIL HECTARES Aproximadamente 800 propriedades rurais, cobrindo uma área de 15 mil hectares. Essa é a abrangência atual do programa de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite do Senar/MS. Segundo o coordenador do programa, Juliano Bergler, a metodologia do Senar/MS coloca o aprimoramento da gestão como a principal ação dentro da propriedade. “Por isso, iniciamos o trabalho com o resgate das informações econômicas e zootécnicas da propriedade. Primeiro, precisamos saber o custo de produção para realizar o planejamento de 24 meses”, relata completando que a orientação engloba: planejamento de produção, capacitação dos produtores, produção de volumoso e capineira para o inverno, manejo de ordenha e ajuste nutricional. O produtor, Edenilson de Oliveira Domingues, de Campo Grande, que participa da ATeG desde dezembro do ano passado só faz elogios ao trabalho. “Antes a minha orientação era o Youtube. Via as coisas na internet e tentava adaptar para a nossa realidade, mas era muito difícil. Agora, com o programa do Senar/MS tudo mudou. A ATeG está provocando uma verdadeira revolução nas propriedades”. Edenilson diz que uma das principais mudanças já implementada após receber a assistência técnica foi com relação à nutrição dos animais. “Antes, colocava o sal no cocho e deixava. Não me preocupava com a qualidade do produto. Hoje, procuro comprar um produto de melhor qualidade e

6

senarms.org.br

oferecer suplementação para os animais que me dão retorno”, diz o produtor, revelando que se prepara para aumentar seu rebanho e fazer o planejamento para o próximo ano.

São quase 800 produtores rurais atendidos pela ATeG, nesta vertente.


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

FAMASUL EM AÇÃO

Showtec 2019: Mauricio Saito visita a Vitrine Horticultura em Maracaju.

Ovinocultura é tema de Dia de Campo em Sidrolândia.

Em Jardim, Vitrine em Bovinocultura de Corte é destaque no município.

Em São Gabriel do Oeste, produtores rurais recebem a Vitrine em Bovinocultura de Corte.

Pela primeira vez, Dourados recebe Dia de Campo em Piscicultura.

Alcinópolis sedia Vitrine ATeG em Bovinocultura de Corte.

Senar/MS realiza Feira do Peixe em Nioaque.

Em Anastácio, diretor da Famasul participa de evento sobre Bovinocultura de Corte.

Diretoria da Famasul no Dia de Campo em Horticultura, em Dourados.

Diretoria da Famasul visita Vitrine em Horticultura, em Chapadão do Sul.

Em Campo Grande, Senar/MS leva tecnologia e informação sobre Bovinocultura de Corte.

Em Jardim, produtores rurais recebem a Vitrine em Horticultura.

Dia de campo em Bovinocultura de Leite, na Expoagro 2019.

Lideranças nacionais conhecendo Vitrine em Horticultura, em Chapadão do Sul.

sistemafamasul.com.br

7


MEMÓRIA CONTÍNUA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL VOLTADA À PRODUÇÃO DE GRÃOS ATENDE 650 PROPRIEDADES EM MS O Senar/MS atende com o programa de Assistência Técnica e Gerencial voltado à produção de grãos, o Soja Plus, 650 propriedades rurais no estado, com cobertura de 550 mil hectares. O coordenador do programa, Raul Roa, explica que as atividades foram iniciadas em 2014 e que, atualmente, abrange 52 municípios, sendo uma das principais ações do programa, a visita técnica para a orientação ao produtor. “Além disso, foram entregues gratuitamente mais de 32 mil placas de sinalização e segurança. Neste universo, cerca de 11,5 mil funcionários das propriedades foram beneficiados com ações diretas e indiretas do Soja Plus, ações que melhoraram a qualidade de vida no trabalho”. Um dos participantes do programa é o agricultor Renato Duch, que tem propriedades em Campo Grande e Chapadão do Sul. O produtor relata que um dos grandes diferenciais da iniciativa e que vem suprir uma grande lacuna é no que se refere à orientação sobre a legislação do setor. “As leis são bem amplas e às vezes o produtor não tem conhecimento de tudo. O programa nos oferece essa orientação e nos indica como cumprir a legislação”, destaca, apontando que outra vertente importante do trabalho é a melhoria do gerenciamento da propriedade, o que possibilita um controle operacional maior dos custos de produção. Iniciativa abrange 52 municípios.

DIVERSIFICAÇÃO

ATEG EM HORTICULTURA OFERECE DE ORGANIZAÇÃO DA PRODUÇÃO A INTERCÂMBIO DE TECNOLOGIAS

A ATeG atende 543 produtores em todo o estado.

8

senarms.org.br senarms .org.br

Com o programa de Assistência Técnica e Gerencial em Horticultura, o Senar/MS oferece aos produtores participantes desde orientação para organizar a produção, até capacitações e possibilidade de participação em eventos de intercâmbios de tecnologias, passando ainda por auxílio técnico direcionado para as culturas, gestão financeira e de materiais e recursos nas propriedades. O coordenador do programa, Dorly Scariot Pavei, comenta que a ATeG começou a atender os produtores sul-mato-grossenses em 2014 e que, hoje, os técnicos estão presentes em 42 municípios, levando a extensão rural a 543 produtores, beneficiando todas as regiões do estado. Para fazer esse atendimento, o programa conta com uma equipe de 29 técnicos, três supervisores e dois agentes de comercialização. Entre os resultados atingidos pelos participantes, o coordenador revela que, de janeiro a abril deste ano, foram comercializados mais de R$ 3,7 milhões em mercadorias de produtores assistidos pelo programa. Foram 509 toneladas de legumes, 166 toneladas de raízes-tubérculos, 187 toneladas de frutas e 1,5 milhão de unidades de folhosas. Para Dorly, os resultados obtidos por meio da Assistência Técnica e Gerencial causaram um aumento na demanda de produtores interessados em participar do programa. “O Senar/MS tem, com sua metodologia, trabalhado a parte técnica e gerencial, auxiliando os produtores nas diversas culturas. Isso tem feito com que os proprietários, ao conhecerem o método desenvolvido a campo, busquem cada vez mais a assistência técnica para se informar de como se incluir”, conclui o coordenador.


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

GIRO RURAL MOACIR REIS, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ÁGUA CLARA “O resultado das ATeGs é muito positivo. É uma consultoria que tem um custo baixo para as entidades que a oferecem e que tem um resultado importante para os produtores que a recebem. Dinamiza vários aspectos da atividade, da produção à comercialização. Contamos no município com turmas das cadeias de Bovinocultura de Corte e Apicultura. Inclusive, temos dirigentes do sindicato que participam”. Mais informações pelo telefone: (67) 3239-3430 ou pelo e-mail: sraguaclara@gmail.com.

DANIEL COCHITO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ALCINÓPOLIS “Temos turmas das ATeGs de Bovinocultura de Leite, Bovinocultura de Corte, Horticultura e Silvicultura. E já temos bons resultados alcançados. Um exemplo foi a grande participação dos produtores na vitrine tecnológica da Bovinocultura de Corte, promovida em março deste ano”. Para mais informações sobre o trabalho das ATeGs no município ligue para: (67) 3260-1235 ou mande e-mail para: sindruralalcinopolis@hotmail.com

RODRIGO ANGELO LORENZETTI, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE AMAMBAI “Temos em Amambai duas turmas da Assistência Técnica e Gerencial em Piscicultura. Os participantes estão satisfeitos com o atendimento e as orientações que recebem e a procura tem sido grande. Por isso, geralmente logo após finalizarmos o trabalho com um grupo, já abrimos outra turma”. Informações pelo telefone: (67) 3481-1093 ou pelo e-mail: sramambai@sramambai.com.br.

MOEZIS JOSÉ DOS SANTOS, SINDICATO RURAL DE ANASTÁCIO “Temos programas que atendem às cadeias do Leite, da Horticultura e da Bovinocultura de Corte. Alguns começaram a atender há pouco tempo os produtores, então não temos resultados ainda, mas no geral, a orientação está sendo muito boa”. Mais informações pelo telefone: (67) 99933-1359 ou pelo e-mail: sindruralanastacio@yahoo.com.br.

LÍGIA FRANCISCON RICARDO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ANAURILÂNDIA “A avaliação que faço dos programas de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS é bem positiva. Percebemos na conversa com os produtores a satisfação deles e como esse trabalho vai levando naturalmente a uma maior profissionalização das atividades. Atualmente, temos turmas das ATeGs: Bovinocultura de Leite, Horticultura e começamos o de Piscicultura. Também estamos fazendo a mobilização para a Bovinocultura de Corte”. Detalhes no (67) 3445-1578 ou pelo e-mail: sranaurilandia@uol.com.br.

ANTÔNIO GISUATTO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ANGÉLICA “Por enquanto estamos com uma turma da ATeG em Horticultura já em andamento. Estamos começando agora uma de Bovinocultura de Leite e estamos trabalhando para implantar um grupo da Apicultura. O programa da Horticultura já vem apresentando bons resultados. Os produtores já estão vendendo inclusive para um mercado local”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3446-1055 ou mande e-mail para: sindicatoruralangelica@bol.com.br.

sistemafamasul.com.br

9


GIRO RURAL ROSELI MARIA RUIZ, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ANTÔNIO JOÃO “Já estamos colhendo bons resultados com o programa de Assistência Técnica e Gerencial da Horticultura do Senar/MS. Pequenos produtores do município estão investindo e com sucesso no cultivo do tomate em ambiente protegido. Além do fruto, também estão sendo produzidos pelos agricultores participantes abacaxi e morango”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3435-1144 ou mande e-mail para: srantoniojoao@gmail.com.

EDUARDO ANTONIO SANCHEZ, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE APARECIDA DO TABOADO “O trabalho da ATeG tem ajudado muito os produtores. O programa que atende o cultivo da seringueira tem assegurado uma orientação em fitossanidade muito importante, porque acompanha o produtor desde o cultivo, passando pela sangria até após esse processo. Além deste programa também temos o da Bovinocultura de Leite e o da Horticultura”. Detalhes pelo telefone: (67) 3565-1288 (67) 3565-1766 ou por e-mail: srural.ap@terra.com.br.

CARLOS QUELHO DE CASTRO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE AQUIDAUANA “As ATeGs representam uma das principais bandeiras do trabalho que o Senar/MS e o Sistema Famasul desenvolvem em nosso estado. É uma iniciativa que nos traz um resultado muito positivo, oferecendo uma assistência importante aos nossos produtores. Atualmente contamos com turmas das ATeGs em Bovinocultura de Corte, Horticultura e Apicultura”. Mais informações pelo telefone: (67) 3241-2826 ou pelo e-mail: sr.aquidauana@gmail.com.

JOÃO NELSON LYRIO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE BANDEIRANTES “Contamos com duas ATeGs, o da Bovinocultura de Leite e o da Horticultura. Neste da horta os produtores já estão levando o que cultivam para a comercialização no mercado. Temos plano para implantar um para atender à Suinocultura e brevemente estaremos fazendo a mobilização para a Bovinocultura de Corte”. Mais informações pelo telefone: (67) 3261-1251 ou pelo e-mail: srbandeirantes@famasul.com.br.

MANOEL AGRIPINO CECÍLIO DE LIMA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE BATAGUASSU “Estamos no início das atividades, mas acreditamos no potencial do trabalho das ATeGs. Temos programas atendendo às cadeias da Horticultura e do Leite. Os produtores estão muito empolgados com as orientações que têm recebido e estão acreditando mais nas atividades”. Informações pelo telefone: (67) 3541-1387 ou pelo e-mail: sind.bataguassu@uol.com.br.

ALTAMIR JOSÉ RAMOS DA FONSECA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE BATAYPORÃ “Os programas têm sido ótimos. Os técnicos estão mexendo o ‘doce’ com os produtores, que estão muito animados. A expectativa é que após receberem a orientação consigam produzir mais e com melhor qualidade”. Detalhes pelo telefone: (67) 3443-1388 ou pelo e-mail: sindruralbata@gmail.com.

10

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

GIRO RURAL LEANDRO MELLO ACIOLY, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE BELA VISTA “As ATeGs são de extrema importância para orientar o produtor nas diferentes cadeias produtivas, especialmente nos pequenos municípios. Com a assistência, as propriedades começam a ser rentáveis, o produtor passa a entender os custos e benefícios do seu negócio. Consegue se planejar e promover o sustento da sua família. Temos no município os programas das cadeias do Leite, Horticultura, Bovinocultura de Corte e Apicultura”. Detalhes pelo telefone: (67) 3439-1460 ou pelo e-mail: sindicatoruralbelavista@gmail.com.

ELZA MARIA TREVELIN, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE BONITO “A ATeG é bem-vinda! Tivemos uma reunião e alguns produtores se mostraram interessados para o início da nova turma. O agro tem uma margem estreita, se o produtor não presta atenção na parte gerencial e administrativa é prejudicado”. Para mais detalhes ligue para (67) 3255-1615 ou envie e-mail para srbonito@ bonitoonline.com.br

ADOLFO CHORATI CAVALHIERI, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE BRASILÂNDIA “O programa de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS possibilitou que os produtores de leite do nosso município melhorem desde o manejo dos animais até a gestão do negócio”. Para mais informações ligue para (67) 3546-1270 ou mande e-mail para: srbrasams@hotmail.com.

CARLOS EDUARDO MACEDO MARQUEZ, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE CAARAPÓ “A presença da equipe técnica é de extrema importância para o desenvolvimento do setor rural no município. As ações do Senar, em todas as áreas, sempre apresentam inovações que podem ser aplicadas pelos produtores rurais. Só temos elogios ao acompanhamento feito pela ATeG nas propriedades”. Mais informações pelo telefone (67) 3453-1362 ou pelo e-mail: sindcaar@hotmail.com.

SATURNINO SILVÉRIO PEREIRA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE CAMAPUÃ “Em Camapuã estamos com três ATeGs. Com o Bovinocultura de Corte, os produtores estão recebendo uma importante orientação sobre como fazer o manejo correto das pastagens e como fazer o pasto rotacionado. O de Horticultura também já apresenta resultados, embora os produtores ainda enfrentem dificuldades para comercializar sua produção; e no de Leite, as informações e a orientação têm auxiliado muito os participantes.” Para mais informações ligue para: (67) 3286-1168 ou mande e-mail para: sindicatoruraldecamapua@hotmail.com.

ALESSANDRO OLIVA COELHO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE CAMPO GRANDE, ROCHEDO E CORGUINHO “Acho muito bacana o trabalho desenvolvido pelas ATeGs. Eles representam tudo de positivo que temos na assistência técnica rural. É uma iniciativa que merece 1 milhão de referências positivas e representa um pilar para o desenvolvimento de várias atividades na nossa agropecuária”. Para mais informações ligue para: (67) 3341-2696 ou mande e-mail para: srcg@srcg.com.br.

sistemafamasul.com.br

11


GIRO RURAL CILAS ALBERTO DE SOUZA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE CASSILÂNDIA “Temos sim turmas em andamento da Assistência Técnica e Gerencial em Horticultura e em Bovinocultura de Leite; e está se formando um novo grupo para o Piscicultura”. Para mais informações ligue para: (67) 35961391 ou mande e-mail para: E-mail:srcassilandia@hotmail.com.

LAURI DALBOSCO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE CHAPADÃO DO SUL “As ATeGs têm correspondido plenamente às expectativas, tanto dos produtores que são atendidos, quanto do Sindicato Rural, que é parceiro do Senar/MS neste trabalho. Atualmente, estamos com turmas nas cadeias de Horticultura e de Bovinocultura de Corte e temos a expectativa de implantar a de Bovinocultura de Leite ainda este ano, possivelmente depois da Exposul”. Para mais informações ligue para: (67) 3562-1443 ou mande e-mail para: sindrural@outlook.com.br.

LUCIANO AGUILAR RODRIGUES LEITE, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE CORUMBÁ “Estamos com uma turma da ATeG em Horticultura. Vamos iniciar em julho uma outra turma deste mesmo programa e também já estamos começando a mobilizar os produtores para fazermos um grupo para o Bovinocultura de Leite”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3231-9798 ou mande e-mail para: srcpantanal@hotmail.com.

HILIES DE OLIVEIRA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE COSTA RICA “As ATeGs estão dando um resultado muito positivo. Os produtores que estão participando nos relatam que estão muito satisfeitos com as capacitações e orientações que recebem. Atualmente, temos duas turmas da Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite, uma de Horticultura e uma de Silvicultura. Temos projeto para implantar mais uma de Piscicultura”. Para mais detalhes, ligue para: (67) 3247-1172 ou mande e-mail para: sinrural@net11.com.br.

MÁRIO DA FONSECA PIRES DA SILVA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE COXIM “Pelo que tenho acompanhado, os três programas de assistência técnica e gerencial que temos em Coxim, o da Bovinocultura de Leite, o da Bovinocultura de Corte e da Horticultura, vêm apresentando resultados muito positivos. Isso graças à dedicação dos técnicos que têm nos atendido e ao empenho dos próprios produtores. Da parte do sindicato, tudo que nos tem sido pedido temos procurado atender”. Mais informações no (67) 3291-1453 ou pelo e-mail: sindicato.rural.coxim@hotmail.com.

PAULO CARDIM, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE DEODÁPOLIS “Começamos agora o atendimento com ATeG em Bovinocultura de Leite. O programa está atendendo um grupo de 20 pessoas, entre pequenos e médios produtores e sitiantes do município”. Para mais informações ligue para (67) 3448-1482 ou mande e-mail para:sindicatodeodapolis@uol.com.br.

12

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

GIRO RURAL HERMÍNIO PITÃO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE DOIS IRMÃOS DO BURITI “A orientação técnica oferecida pelas ATeGs tem sido muito importante para os produtores de Dois Irmãos do Buriti. Os técnicos têm nos atendido muito bem e os produtores estão supersatisfeitos. Temos em andamento uma turma da Horticultura, que começou no ano passado e uma da Bovinocultura de Leite, que foi iniciada este ano”. Para mais informações sobre os programas ligue para: (67) 3243-1273 ou mande e-mail para: sindiruraldib@hotmail.com.

CLÁUDIO PRADELLA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE DOURADINA “Temos ativos aqui os programas de Bovinocultura de Leite e Hortifruti. Avalio como excelente a iniciativa e estamos todos animados, tanto eu, como os produtores que participam também. E em breve teremos resultados positivos em nosso município”. Mais informações pelo telefone (67) 3412-1137 ou pelo e-mail: sindiruraldouradina@hotmail.com

LÚCIO DAMALIA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE DOURADOS “Em Dourados temos vários programas de ATeG rodando, como os da Horticultura, Bovinocultura de Leite e Piscicultura, entre outros. Eles estão muito bem. Os técnicos e os produtores estão afinados, principalmente no trabalho de aprimoramento da gestão das atividades. Um exemplo é que durante a Expoagro recebemos várias caravanas de produtores atendidos pelo programa no município e em cidades próximas para participarem das atividades desenvolvidas pelo Sindicato Rural e o Senar/MS”. Para mais informações ligue para (67) 3424-6686 ou mande e-mail para: ruralddosrd@gmail.com.

LUIZ VICENTINI NETO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ELDORADO “Em Eldorado estamos com três turmas de ATeGs. Duas do programa em Bovinocultura de Leite e uma em Horticultura. Estamos trabalhando a mobilização para uma de Piscicultura e no segundo semestre queremos abrir também uma turma em Ovinocultura”. Detalhes pelo telefone: (67) 3473-1191 ou pelo e-mail: sindicatoruraleldorado@hotmail.com.

DARIO ANTONIO GOMES SILVA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE FÁTIMA DO SUL “Estamos com turmas de três vertentes de ATeGs em Fátima do Sul. A da Piscicultura, o da Bovinocultura de Leite e o da Horticultura. Na Horticultura já registramos uma melhora significativa na produção e na gestão. No Leite já contabilizamos melhorias na produção e na qualidade; e no Piscicultura, um dos principais resultados é a feira de comercialização. Também estamos implantando o da Apicultura”. Para mais informações ligue para (67) 3467-2440 ou mande e-mail para: sindicatofatimasul@hotmail.com.

GILMAR SIQUEIRA DE MIRANDA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE FIGUEIRÃO “As ATeGs têm prestado um serviço dos mais importantes para a agropecuária de Figueirão. Temos uma turma da Horticultura, que teve até um dia de campo recentemente, que apresentou excelentes resultados, além de uma turma da Bovinocultura de Corte e uma da Bovinocultura de Leite. A ideia agora é abrir novas turmas destes dois últimos”. Para mais informações ligue para: (67)3274-1445 ou mande e-mail para: sindrural.figueirao@hotmail.com. sistemafamasul.com.br

13


GIRO RURAL MARCOS ACACIO DE SOUZA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE GLÓRIA DE DOURADOS “O trabalho das ATeGs tem sido muito bom em Glória de Dourados. As informações e a orientação que os produtores têm recebido têm ajudado até mesmo a mudar os hábitos de alguns deles dentro de suas casas, conforme os relatos que recebemos. Atualmente temos turmas dos programas de Horticultura, de Avicultura e também de Suinocultura”. Para mais informações sobre essas iniciativas ligue para: (67) 3466-1603 ou mande e-mail para: sindgloriadedourados@hotmail.com.

JESUS CLETO TAVARES, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE GUIA LOPES DA LAGUNA “Tudo está dentro da normalidade. As ATeGs têm correspondido às expectativas, tanto dos produtores quanto do sindicato. Temos atualmente programas beneficiando as cadeias da Bovinocultura de Leite, Horticultura e Bovinocultura de Corte”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3269-1280 ou mande e-mail para: sindruralgll@hotmail.com.

MÁRCIO MARGATTO NUNES, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE IGUATEMI “Temos duas turmas do programa de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite no município. Os resultados têm sido bons e as metas propostas com o trabalho têm sido alcançadas. O objetivo é dar continuidade, sempre abrindo novas turmas para atender à demanda dos produtores”. Para mais informações ligue para: (67) 3471-2005 ou mande e-mail para: sindrural_iguatemi@hotmail.com.

EDIR PIRES MAIA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE INOCÊNCIA “A Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS é nosso carro chefe atualmente. Temos a ATeG hortifruti iniciando, a de Bovinocultura de Corte e de Leite em andamento. É uma ação que melhora em 100% para o trabalhador e o produtor rural”. Mais informações pelo telefone (67) 3574-1377.

OTÁVIO VIEIRA DE MELLO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE ITAPORÃ “Como presidente do Sindicato Rural e como integrante do programa, a ATeG é extremamente importante para os suinocultores. Isso faz com que o produtor possa agir de maneira exemplar dentro da propriedade, tanto em custos, como administrando a sua atividade”. O município recebe atendimento da Assistência Técnica e Gerencial nas cadeias de Avicultura e Suinocultura com o objetivo de melhorar a rentabilidade dos produtores da região. Através da ATeG, os proprietários são beneficiados com mão-de-obra capacitada, conhecimentos sobre o custo de produção, noções do 5S, fortalecimento do cooperativismo e associativismo, além da sucessão familiar. Para mais informações, entrar em contato através do e-mail do sindicato: s.r.itapora@ brturbo.com.br ou pelo telefone: (67)3451-1357.

EDY ELAINE BIONDO TARRAFEL, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE IVINHEMA E NOVO HORIZONTE DO SUL “Temos ATeGs de Piscicultura, Leite e Horticultura nos dois municípios. Na Piscicultura, fizemos a retirada do primeiro lote produzido por um produtor atendido pelo programa e os resultados foram muito bons. No Leite, os produtores estão aprimorando sua gestão e na Horticultura, os participantes além de ampliarem os cultivos, já estão colocando sua mercadoria no mercado local”. Para mais informações ligue para (67) 3442-2002 ou mande e-mail para: sindruralivinhema@hotmail.com.

14

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

GIRO RURAL DURVAL FERREIRA FILHO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE JARAGUARI “Os programas de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS têm caminhado muito bem no município. Estamos atualmente com dois atendendo às cadeias da Horticultura e da Bovinocultura de Leite”. Mais informações pelo telefone: (67) 3285-1122 ou pelo e-mail: sindicatojaraguari@hotmail.com.

DENY MEIRELES NOCITI, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE JARDIM “Estamos com turmas de ATeG em Horticultura, Bovinocultura de Corte, Soja Plus e Bovinocultura de Leite. O trabalho dos técnicos tem sido bom. Tem ajudado a difundir conhecimentos e tecnologia, auxiliando os participantes, que são principalmente pequenos e médios produtores, a se desenvolverem na atividade”. Para mais detalhes ligue para: (67) 9 9986-2482 ou mande e-mail para: sindicatoruraljardim@gmail.com.

JOSÉ PEREIRA DA SILVA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE JATEÍ “A ATeG hoje é um dos principais programas do Senar/MS pelo que ele oferece de oportunidade de melhoria para o produtor. Acho até que deveria ser estudado uma forma de disponibilizar crédito junto com a assistência técnica, porque o técnico indica, e com os recursos à mão, o produtor já pode executar as medidas recomendadas”. Mais informações pelo telefone: (67) 3465-1194 ou mande e-mail para: sindicatoruraljatei@hotmail.com.

RAMÃO BENITES, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE JUTI “Temos um grupo de produtores atendidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite no assentamento Santa Clara. Pelas informações que recebemos, os produtores têm gostado do programa e têm obtido bons resultados”. Para outros detalhes ligue para: (67) 3463-1304 ou mande e-mail para: sindjuti@hotmail.com.

JOÃO FIRMINO NETO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE LAGUNA CARAPÃ “Estamos terminando uma turma do programa de Assistência Técnica e Gerencial em Piscicultura. O retorno que recebemos dos produtores foi muito satisfatório, tanto que estamos reunindo outro grupo para abrir uma nova turma. Também já tivemos uma turma da Bovinocultura de Leite, mas com a vocação do município caminhando para a agricultura, a atividade foi perdendo espaço”. Para mais informações ligue para: (67) 3438-1359 ou mande e-mail para: sindicatorlaguna@top.com.br.

CHRISTIANO SOUZA BINZ, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE MARACAJU “A ATeG da Horticultura tem trazido ótimos resultados para Maracaju. Os produtores que são atendidos pertencem a uma comunidade quilombola e graças à orientação técnica eles já estão trazendo seus produtos para vender na cidade, inclusive, em um supermercado local”. Para mais informações ligue para: (67) 3454-2565 ou mande e-mail para: sind.mju@terra.com.br.

sistemafamasul.com.br

15


GIRO RURAL MASSAO OHATA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE MIRANDA E BODOQUENA “Temos o Bovinocultura de Corte, o Bovinocultura de Leite e o Horticultura. Às vezes, enfrentamos dificuldades em mobilizar os produtores para participarem, mas os que têm feito parte têm gostado muito da iniciativa e têm pedido, inclusive, para continuar no programa”. Para mais informações, ligue para (67) 3242-1266 ou mande e-mail para: sindrural@star5.com.br.

EDÍLSON SANTOS PONTELLI, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE MUNDO NOVO “O trabalho das ATeGs que temos em Mundo Novo tem sido muito positivo, principalmente nos assentamentos do município e de Japorã, onde levam informação e orientação aos pequenos produtores”. Para mais detalhes, ligue para (67) 98163-9453 ou mande e-mail para: sindicatomn@hotmail.com.

YOSHIHIRO HAKAMADA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE NAVIRAÍ “O pessoal está gostando da orientação. É importante ter um melhor acompanhamento de quanto se gasta e onde se pode economizar, para melhorar a renda. Temos quatro turmas da ATeG em Bovinocultura de Leite, Bovinocultura de Corte e em Horticultura”. Mais informações pelo telefone: (67) 3461-2195 ou pelo e-mail: sirunav@uol.com.br.

IZIQUIEL RODRIGUES DE OLIVEIRA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE NIOAQUE “Estamos com duas turmas da Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite e mais duas turmas do programa de Piscicultura. Vamos abrir ainda uma terceira turma para a Piscicultura”. Para mais informações, ligue para: (67) 3236-1306 ou mande e-mail para:snioaque@terra.com.br.

TELMA MENEZES DE ARAÚJO, PRESIDENTE DO SINDICATO DE NOVA ALVORADA DO SUL “Estamos com três ATeGs implantadas e pretendemos colocar mais duas até o fim do ano, o objetivo e geração de renda, qualidade de vida e maior produtividade. Oferecendo principalmente orientação técnica aos nossos produtores”. Mais informações pelo telefone: (67) 3456-1733 ou pelo e-mail: sindnova@brturbo.com.br.

HEMERSON ISRAEL DOS SANTOS, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE NOVA ANDRADINA “Os programas de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS são excelentes. E estão apresentando bons resultados. Temos duas turmas na Bovinocultura de Leite, um grupo participando da Horticultura e uma nova, que está começando na Piscicultura”. Para mais informações ligue para (67) 3441-1014 ou mande e-mail para sindicatoruralnovaandradina@gmail.com.

16

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

GIRO RURAL NILO ALVES FERRAZ, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE PARANAÍBA “Os programas estão andando bem. O trabalho do Senar/MS tem sido muito bom e os produtores têm se empenhado. Estamos com quatro ATeGs: Bovinocultura de Corte, Florestas Plantadas, Horticultura e Bovinocultura de Leite”. Para mais informações ligue para (67) 3668-1017 ou mande e-mail para: sindpba@terra.com.br.

EDIR PEREIRA RATIER, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE PARANHOS “Os produtores rurais do município estão contentes. Melhorou a produção. Antes eles (produtores) produziam sem saber os gastos, sem uma planilha. Para quem recebe assistência, esse problema foi resolvido”. Mais informações pelo telefone (67) 3480-1784.

JOSÉ ROBERTO SCALABRINI, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE PEDRO GOMES “Estamos com uma turma da ATeG em Horticultura em que os produtores estão muito satisfeitos com o resultado. Eles têm nos dado um retorno positivo. Também estamos trabalhando para fechar um grupo para recebermos a vertente de Florestas Plantadas, voltado para o cultivo de seringueira”. Para mais informações ligue para: (67) 3230-1135 ou mande e-mail para: sindicatoruralpgms@gmail.com.

ANDRÉ CARDINAL QUINTINO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE PONTA PORÃ “Contamos com dois programas de ATeG, o da Bovinocultura de Leite e o da Horticultura. Os dois têm nos atendido bem, correspondendo à expectativa dos produtores que participam. Dependendo da demanda e da possibilidade, podemos discutir com o Senar/MS a implantação de programas de outras atividades”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3433-3044 ou mande e-mail para:pamelagarcia.sr@gmail.com.

HUDSON AMORIM DE OLIVEIRA, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE RIBAS DO RIO PARDO “No município temos um grupo participando do programa de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Corte e vamos iniciar, no segundo semestre, o de Apicultura. Quem já está participando está gostando do trabalho”. Informações no telefone: (67) 3238-1395 ou pelo e-mail: sindicatoruralribasdoriopardo@gmail.com.

sistemafamasul.com.br

17


GIRO RURAL LUCIANO CARGNIN MANFIO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE RIO BRILHANTE “É gritante a diferença entre produtores que atuam na mesma atividade e um recebe a orientação do ATeG e o outro não. O programa possibilita melhorar desde o manejo da atividade, até a estrutura de gestão. Temos turmas do Bovinocultura de Leite e da Horticultura”. Para mais informações ligue para: (67) 3452-7320 ou mande e-mail para: ruralrb@hotmail.com.

HENRIQUE MITSUO VARGAS EZOE, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE RIO NEGRO “O trabalho da ATeG em Horticultura está sendo perfeito. Está atendendo acima das expectativas e para incentivarmos ainda mais os produtores duas vezes por mês estamos promovendo uma feira para a comercialização dos produtos na sede do Sindicato Rural”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3278-1011 ou mande e-mail: srrionegro@hotmail.com.

FLORINDO CAVALLI NETO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE SANTA RITA DO PARDO “Em Santa Rita do Pardo, os produtores são atendidos pela ATeGs em Bovinocultura de Leite e Bovinocultura de Corte. As iniciativas estão atendendo as nossas expectativas e também às dos produtores participantes”. Para mais informações ligue para: (67) 3591-1201 ou mande e-mail para: sind.srp@uol.com.br.

VILSON MATEUS BRUSAMARELLO, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE SÃO GABRIEL DO OESTE “É, de fato, um treinamento especializado. É um nível de serviço bem atualizado. Eu acho muito importante e espero que um dia envolva todas as cadeias produtivas do agro”. Para mais detalhes ligue para (67) 32951663 ou envie e-mail para srsgo@terra.com.br.

ROGÉRIO DE MENEZES, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE SIDROLÂNDIA “Em Sidrolândia, o Senar/MS está com 5 turmas de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite e um grupo de produtores atendidos pela Horticultura”. Para mais informações sobre esse trabalho ligue para: (67) 3272-1131 ou mande e-mail para: sindicatoruraldesidrolandia@gmail.com.

18

senarms.org.br


ANO III - EDIÇÃO 33 - EDIÇÃO ESPECIAL DE 2019

GIRO RURAL CLAUDINET VICENTE CRIVELLI, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE TAQUARUSSU “Estamos com um grupo de produtores participando da ATeG em Bovinocultura de Leite e, neste mês de junho, vamos iniciar uma turma em Horticultura. Pelo retorno que temos tido, os produtores estão obtendo um bom proveito da assistência técnica”. Para mais informações ligue para: 67) 3444-1399 ou mande e-mail para: sindicatoruraldetaquarussu@bol.com.br.

JOÃO BORGES DOS SANTOS JR, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE TERENOS “Já tivemos em Terenos 4 turmas na ATeG em Bovinocultura de Leite. Mas hoje temos três grupos na Horticultura e estamos implantando a da Ovinocultura e queremos fazer também uma turma da Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Corte”. Para mais informações ligue para 67)3246-7854 ou mande e-mail para: sind.terenos@senarms.org.br.

IVAN ROBERTO CARRATO JÚNIOR, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE TRÊS LAGOAS “O trabalho da ATeG tem sido muito positivo em Três Lagoas. Além de melhorar a gestão dos participantes, em alguns casos está ajudando até mesmo na organização das cadeias produtivas. Contamos, atualmente, com turmas da Bovinocultura de Leite, Bovinocultura de Corte, Piscicultura, Apicultura, Horticultura e já iniciamos também a implantação da Ovinocultura”. Mais detalhes no telefone: (67) 3521-4049 ou pelo e-mail: srtreslagoas@terra.com.br.

VALTER DALLA VALLE, PRESIDENTE DO SINDICATO RURAL DE VICENTINA “Contamos com a Assistência Técnica e Gerencial no município, na vertente de Bovinocultura de Leite, em razão da vocação do município para a atividade. Os produtores participantes têm respondido muito bem à orientação e participado com entusiasmo das ações do Senar/MS”. Para mais detalhes ligue para (67) 99812-6830 ou mande e-mail para: sindvicentina@hotmail.com.

sistemafamasul.com.br

19


Onde Atuamos e Corte d a r u cult o n vi Bo

Piscic ultu ra

Grãos

cultura de Leite Bovino

Ap icu ltu ra

ra ltu cu no vi O

Flo Pl

cu

ltu

st a

ra

re ta

Av i

an d

a

Ho

67

rtic

ultu

ra

MUNICÍPIOS

Su

ult inoc

ura

2.500 PROPRIEDADES

Profile for famasul

Edição Especial - Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS  

Edição Especial - Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS  

Profile for famasul
Advertisement