Issuu on Google+

ANO 5 - EDIÇÃO Nº 51 - JANEIRO DE 2013

Edição nº 17 - Abril de 2010

Publicação Mensal - Ano 5

ESPERANCAVC@GMAIL.COM

Edição nº 51 - Janeiro de 2013

PREFEITO AGORA QUER DAR COROAS DE FLORES... ... MAS SÓ PARA ALGUNS

LEI APROVADA PELO PP ERA PARA PARECER UMA BONDADE. MAS FICA EVIDENTE QUE SERVIRÁ PARA FAZER VOTOS ATÉ NA HORA DE MAIOR DOR DAS PESSOAS.

Calendário de Eventos para Fevereiro 09 sábado Jantar Dançante Clube Mães Nsa. Sra. de Lurdes, na Zambicari 2ª. 10 domingo Festa de Sto. Antônio, no Capitel Sto Antônio. 11 segunda Jantar Baile de Carnaval, na Linha Alegre Baldo. terça Feriado Oficial do Carnaval. 12 15 sexta 2ª Etapa do Garota Verão. 24 domingo Festa do Clube de Mães Recanto Alegre, no Pov. Portaluppi.

O produtor Normélio Michelon, que mora na Linha Ernesto Alves, está pulando de alegria pela excelente produção de uva Itália em sua propriedade. As uvas são de tão excelente qualidade, que ele está vendendo parte da produção. Os preços, segundo disse são uma barbada e as uvas, deliciosas. Quem estiver interessado basta procurar o Normélio. No sitio do Dai Gracioli, onde há um açude, daqui a dois ou três anos vamos ter peixe para comer. O Dai resolveu povoar a área com alevinos de várias espécies, dando um bom exemplo de como aproveitar a atividade rural. Afinal, peixe também representa dinheiro e preservação ambiental.

Parabéns, Bruna Lapinscki Fez aniversário no dia 6 de Janeiro a filha do Paulo Lapinscki, Bruna Amaral Lapinscki, que reside em Curitiba no Paraná. Ao parabenizá-la pelo aniversário, desejamos que seus sonhos se transformem em realidade, e que seus anos de vida sejam repletos de vitórias e conquistas.


JORNAL ESPERANÇA

2

EDIÇÃO FECHADA EM 07/02/2013 ÀS 23:00

WWW.ESPERANCA.JOR.BR

EDITORIAL

Notas do Pasquim

Receitas de Ocasião

Por Fábio Burch Salvador*

O ESTRANHO CASO DO SOLDADO ERISTON Quando um policial ou mesmo um cidadão dá um tiro, ou um soco que seja, em um bandido, é aquele drama: aparecem ONGs, ativistas dos Direitos Humanos... se o bandido for menor de idade, pode ser estuprador, ladrão, assassino, que acaba transformado em “menor infrator”, coitadinho, e dá até reportagem na TV. Mas, misteriosamente, ninguém está falando no caso do jovem Eriston Mateus de Moura Santos, vinte e poucos anos de idade, soldado da Brigada Militar. No ano passado, ele foi atingido por uma pedrada na cabeça enquanto tentava controlar um protesto no Largo Glênio Peres, em Porto Alegre. Eriston teve o capacete quebrado. Levou uns pontos na cabeça, e parecia bem. Mas algum tempo depois, começou a apresentar problemas neurológicos. Hoje, Eriston está internado na UTI do Hospital Ernesto Dornelles, na capital. Seus agressores devem estar curtindo o Carnaval. Nenhuma ONG apareceu para defender os Direitos Humanos do soldado. O governo não pagou seu tratamento. A imprensa mal o mencionou em algumas notas. Através de uma campanha de solidariedade, a família conseguiu os recursos para que ele faça um tratamento nos EUA, sendo esta a única esperança de recuperação. Em nota oficial, a Brigada Militar diz que a doença de Eriston (encefalite autoimune) não tem nada a ver com o incidente do ano passado. Acredita quem quiser. Se fosse um bandido neste estado, garanto que crucificariam a Brigada Militar. * Fábio é jornalista diplomado. Registro no MTb 12546 desde 20/01/2006.

TORTA DE LIMÃO INGREDIENTES 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 4 colheres (sopa) de margarina 1/2 lata de creme de leite, 1 colher (chá) de fermento em pó RECHEIO 1 lata de leite condensado 5 colheres (sopa) de suco de limão 1/2 lata de creme de leite 1 colher (chá) de raspas de casca de limão COBERTURA 3 claras 4 colheres (sopa) de açúcar

Agradecimentos à Claudete Baldo

MODO DE PREPARO Misture os ingredientes da massa com as mãos até formar uma farofa e modele uma bola. Leve à geladeira embrulhada em papel-filme por 30 minutos. Abra a massa com um rolo e, com ela, forre o fundo e as laterais de uma fôrma de aro removível de 24 cm de diâmetro. Leve ao forno médio, preaquecido, por 20 minutos ou até dourar levemente. Reserve. Para o recheio, em uma tigela, misture o leite condensado, o suco de limão, o creme de leite e as raspas até ficar cremoso. Reserve. Para a cobertura, bata as claras em neve, adicione o açúcar e bata até obter um suspiro firme. Recheie a torta com o creme de limão reservado, cubra com o merengue e leve ao forno baixo, preaquecido, por 10 minutos ou até dourar o merengue. Deixe esfriar , desenforme e sirva em seguida.

NOTA DO SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE VESPASIANO CORRÊA Não Fique Só, Fique Sócio!

Jornal Esperança Publicação Mensal - Email: esperancavc@gmail.com Rua Gustavo Adolfo Albrecht, 45 - Estalagem - Viamão/RS Responsável: Artur Gattino - (51) 8475.9667 - gattini.a@hotmail.com Fotos: Carlo Adriano da Silva (e algumas da Internet, claro) - 9898-9220. Diagramação: Fábio Salvador - (51) 9138.5686 fabio.salvador8@gmail.com Nota: O Jornal Esperança e seus responsáveis não se responsabilizam pelas opiniões emitidas pelos colunistas, ficando tais textos sob total responsabilidade de seus autores.

www.esperanca.jor.br

O associado do Sindicato que pagar em dia sua anuidade tem os seguintes benefícios: Todo serviço prestado no balcão não terá custo, como: resumo de talão, contratos, declarações, cadastros, encaminhamentos ao INSS, etc. Pode ter a carteirinha da Unimed que custa em 2013 R$71,00. Com isso o associado terá direito a quantas consultas precisar no valor de R$87,50 cada e ainda desconto nos exames. Dependendo do exame até 50% de desconto. Neste ano de 2013, o associado que pagar a anuidade até final de setembro receberá uma cautela para concorrer a diversos prêmios, entre eles: Um trator agrícola; um trator 40 Cv; Uma casa no valor de R$28.000,00 em material; Um automóvel básico 1.0; e uma moto 125. Quem é associado pode fazer reserva de milho troca-troca; tem preferência no programa de Habitação Rural (construção da casa); ou seja, todo e qualquer benefício quem tem preferência é quem paga o Sindicato. A anuidade do Sindicato é de R$142,00 até o dia 15 de fevereiro de 2013, após esta data será o valor passará para R$155,00. O jovem até 32 anos e solteiro paga metade da anuidade. O aposentado que tem o desconto de 2% na aposentadoria paga R$23,00, cujo valor não sofre reajuste há anos e também não terá aumento este ano. Quanto à contribuição sindical, ela é obrigatória e está prevista na Constituição Federal, no Artigo 149. A partir de 2013 o valor da contribuição sindical foi padronizado em todo o Brasil, ou seja, um dia de trabalho com base no salário mínimo. O valor determinado para 2013 foi de R$22,50 por membro do grupo familiar. Este ano quem paga a contribuição sindical até final de setembro também concorrerá ao sorteio de prêmios, entre eles: um automóvel básico 1.0; uma moto 125; uma poupança de R$1.500,00; uma poupança de R$1.000,00 e uma poupança de R$500,00. Todos os prêmios são da Campanha de Sindicalização 50 anos Fetag-RS. Rudi Bagnara Presidente do Sindicato


ANO 5 - EDIÇÃO Nº 51 - JANEIRO DE 2013

Edição nº 17 - Abril de 2010

ESPERANCAVC@GMAIL.COM

A Voz da Comunidade Por Alexandre Marcolin Fávero*

Líderes

Prefeito não falou

O vereador Remir Bagnara foi indicado por sua bancada para ser o Líder do PMDB, enquanto a vereadora Aline Beline será do PP. A Comissão de Pareceres (deveria ser de Constituição e Justiça), será composta pelos vereadores Moisés Gavineski, Ilto Michelon e Luciana Dachery.

O presidente da Câmara quis dar a palavra para o prefeito se manifestar, quando foi interrompido pelo vereador Alexandre Fávero. Este, disse que Marcelo não poderia se manifestar por respeito à Lei, e para manter a harmonia entre os poderes. Com a insistência do presidente, o vereador Alexandre ameaçou retirar a bancada do PMDB do plenário, o que fez com que Chico Marcon desistisse da intenção de dar a palavra ao prefeito.

Reunião Extraordinária

Rápidas

Comissões

O prefeito municipal convocou os vereadores para duas sessões extraordinárias, com o objetivo de apreciarem projetos de interesse da prefeitura. Os ditos projetos foram lidos na sessão em que foram apresentados e em seguida votados. Na sessão do dia 17 de janeiro foram quatorze projetos apresentados.

Licença para interesse particular A vereadora Luciana Dachery, do PP, requereu licença de 120 dias para tratar de interesse particular. O pedido foi aprovado por unanimidade, mesmo com o protesto do vereador Alexandre Fávero, que disse que tal documento deveria ser apresentado numa sessão normal, já que não constava dos documentos como objeto da convocação.

Auxilio Moradia Foi aprovado projeto de lei que concede auxilio-moradia a dois soldados da Brigada Militar na cidade, no valor de 800 reais cada. O vereador Ilto Michelon disse que o auxilio é prestado somente para três soldados. O vereador Remir questionou se eram dois ou três soldados. A vereadora Luciana disse que haviam soldados vindos de fora e que não estavam recebendo nada, sendo auxiliados pelo prefeito com 50 litros de gasolina.

Inseminação: mudaram de ideia A Câmara também aprovou projeto que retira a cobrança da taxa de deslocamento do inseminador. A vereadora Aline Beline parabenizou o prefeito pela iniciativa. O vereador Alexandre se mostrou surpreso, dizendo que o colega Ilto, que era vice-prefeito, e sabia que os produtores não queriam pagar esta taxa, nada fez a respeito. Perguntou qual seria a posição dele hoje. Disse que a vereadora Aline parabeniza o prefeito pela retirada, mas no passado junto com o vereador Elton, votou favorável. “O projeto era o mesmo e a administração também”, comentou Alexandre.

Inseminação: mal entendido A vereadora Aline disse que no passado não havia entendido muito bem o projeto.

Inseminação: até que enfim O vereador Remir Bagnara (PMDB), que sempre foi contra a cobrança, considerou de grande valia o processo de inseminação sem cobrança, pois através da genética, é possível melhorar o rebanho. Disse que este projeto deveria ter vindo para a Câmara bem antes.

Inseminação: pode voltar a cobrar O vereador Ilto Michelon disse que esta situação de isenção não é eterna e que o prefeito vai avaliar se os cofres do município suportam esta despesa, desejando que dure anos. O vereador Alexandre disse que o projeto cobrando a taxa veio à Câmara pelo governo que está mandando no município há doze anos. Ilto disse que somente manda e retira projeto quem governa. Elto disse que votou favorável no passado, pois a cobrança iria melhorar a qualidade do semem e auxiliar o agricultor.

Rádio Antares Também foi aprovado projeto de lei que concede auxilio à Radio Antares. O vereador Alexandre pregou que a Câmara Municipal deveria também conceder auxilio à emissora para transmitir as sessões da Câmara para que o povo soubesse das atividades dos vereadores. Ilto Michelon disse que gostaria que a Radio não recebesse somente auxilio, mas falasse dos programas do governo e dos serviços prestados à coletividade e que houvesse comprometimento.

A bancada do PMDB votou contrário ao projeto que contratava servidores em caracter emergencial. Ilto disse que havia necessidade pois tinham motoristas em férias. Alexandre apontou falhar nesse tipo de contrato, falando da contratação de recepcionista, feita por três meses, e que já passa dos seis.

Apicultores Remir Bagnara lembrou das dificuldades que a Associação dos Apicultores enfrenta e disse ser favorável à isenção da cobrança da taxa de água para eles. Alexandre disse que também é favorável que outras associações recebam isenção de taxas, citando a Radio Comunitária e a ACIVEC. A vereadora Luciana disse que sempre foi favorável a qualquer incentivo que passou pela Câmara. Remir disse que as comunidades se reúnem todos os finais de semana e nem sempre o lucro das festas é suficiente para pagar alvarás. Em resposta, a vereadora Aline disse que as comunidades fazem festas o ano todo e tem um retorno financeiro. O vereador Ilto disse que o Tribunal de Contas não concorda com as isenções de cobrança dos alvarás. Alexandre disse que quando Ilto foi vice-prefeito nunca veio à Câmara projeto de lei para beneficiar as comunidades, e este falou que sempre ajudou às mesmas pessoalmente. Alexandre disse ser favorável à isenção das taxas.

Coroa de flores O Prefeito Marcelo Portaluppi encaminhou projeto de Lei à Câmara municipal propondo que os ocupantes e exocupantes de cargos eletivos (prefeito, vice-prefeito e vereadores), os servidores municipais da ativa e a seus parentes em até primeiro grau, recebam por ocasião de suas mortes, “coroas de flores”. O projeto de Lei foi aprovado por cinco votos a quatro. Sendo que os vereadores do PMDB votaram contrário. A verba para compra das coroas vai sair do Gabinete do Prefeito.

Lisete Borsato Tendo assumido o cargo de vereadora no dia 31 de janeiro, disse que um dia também as comunidades do interior, referindo-se às Linhas Lucano Conedera e Cel Maia poderão ser beneficiados. O vereador Alexandre Fávero teria dito que as pessoas mais humildes, agricultores e trabalhadores em geral, também mereciam receber coroas de flores e não somente os que foram contemplados. O vereador Remir Bagnara, do PMDB, disse que foi contrário ao projeto pelo fato de considerar que todos têm o direito a este beneficio, citando como exemplo os agricultores que trabalham de sol a sol sendo responsáveis por 85% da receita gerada de ICMS, e que não foram lembrados. Citou que os governos que desejam homenagear seus servidores, por exemplo, que o fizessem enquanto os mesmos estão vivos, e não depois de morrerem.

ACIVEC Na discussão do projeto que concede auxilio a ACIVEC para serem usados na organização do carnaval de rua do município, o vereador Remir considerou que a administração municipal deveria fazer projetos incentivando o comércio local o ano todo, tendo votado favorável à matéria. A vereadora Jucélia do PMDB, manifestou-se favorável ao projeto dizendo que a iniciativa de conceder auxilio à ACIVEC para promover o carnaval de rua é positiva, parabenizando a entidade pelo empreendimento.

ELES PENSAM QUE SOMOS MANÉS

3

Tem fatos na vida da cidade que realmente merecem o conhecimento de todos. Lendo o Jornal Princesa das Pontes, edição de 4 de janeiro, na página 3 (Publicações Legais a cargo da Prefeitura Municipal), vi os valores dos repasses de impostos e taxas do governo federal e estadual. Também constatei as aplicações em poupança que o governo anterior fez durante quatro anos. Vejamos os valores: O Fundo de Participação do Municípios, FPM do Governo Federal, somou R$ 5.464.630,84 (cinco milhões e meio), mais a cota extra do mesmo recurso que foi de R$ 139.308,24. O ICMS foi de R$R$ 2.660.143,98 (dois milhões e meio). Estes foram os repasses maiores. Mas logo mais em baixo da relação dos recursos e das receitas da prefeitura de Vespasiano Corrêa, encontrei o seguinte valor anual: Remuneração de depósitos vinculados e não vinculados, 260 mil reais. Imaginem os senhores e as senhoras, que a Prefeitura Municipal recebeu de rendimentos de poupança somente no ano de 2012, mais de 260 mil reais. Somente no mês de dezembro foram 4.800 reais de rendimento. Bem. Não é preciso ser matemático para concluir que a caderneta de poupança paga em torno de 0,5 % de rendimento mensal. Se qualquer pessoa aplicar em poupança 100 mil reais, ao final do mês terá um rendimento de 1.000 reais. Agora imaginem quanto a prefeitura aplicou para ter somente neste mês de dezembro mais de 4.000 reais. Sabe-se por informações remetidas à Câmara Municipal, a pedido da bancada do PMDB, que a prefeitura manteve aplicações em vários bancos. Foram mais de três milhões aplicados durante o ano. Mas aí, vêm os vereadores do PP, quando da discussão da isenção do deslocamento do inseminador, dizerem que tal taxa foi criada por que o município estava em DIFICULDADE FINANCEIRA. Mas convenhamos colegas vereadores. Será que não tinham outra explicação mais racional para dar? Ou os senhores estão pensando que somos um grupo de manés? Verdade seja dita. A prefeitura municipal manteve todo este dinheirão aplicado em poupança, para ao final do governo gastar para fazer campanha política, como foi o caso do asfaltamento do acesso secundário, pago a vista e em moeda corrente. Mais de um milhão e duzentos mil reais. Enquanto a comunidade carece de vários serviços e auxilio, a prefeitura do PP aplica em poupança os recursos que deveriam estar investidos em obras, saneamento, saúde, auxilio ao produtor e tantas outras necessidades. Certamente o atual governo, que na verdade é o mesmo anterior, continuará aplicando em poupança, para daqui a 4 anos, novamente aplicar em obras faraônicas e aí, ainda dizer ao povo que fez muito e ainda deixou uma boa gordura em caixa. O povo precisa na verdade é reagir a esta brutal provocação, quando o seu dinheiro é aplicado em poupança para servir a “interesses” partidários e pessoais. Mas a luta continua em nome dos bons. * Alexandre Favero é empresário e vereador pelo 3º mandato. Foi o mais votado desta legislatura.

O vereador Alexandre fez ressalvas dizendo que o comércio local está sem assistência, e pediu também a realização de festividades que contemplem as crianças, pois as mesmas não têm opção de lazer. Criticou que o dito ginásio de esportes fica com suas portas fechadas após o horário escolar. O vereador Ilto Michelon, disse que espera que as pessoas de fora sejam bem atendidas.

Nota da redação: Estas matérias foram extraídas das atas das duas sessões extraordinárias que a Câmara realizou no período de recesso. Deixamos de publicar todas as atividades por falta de espaço.


JORNAL ESPERANÇA

EDIÇÃO FECHADA EM 07/02/2013 ÀS 23:00

WWW.ESPERANCA.JOR.BR

Curtas e Grossas Finas Por Artur Gattino*

GERAL

SOLIDARIEDADE A tragédia de Santa Maria terminou por nos dar uma grande lição de solidariedade. Em meio a tanta dor e sofrimento, um número inimaginável de voluntários de todas as atividades formaram um verdadeiro exército de anjos, que das formas mais variadas, buscavam consolar as vítimas e seus familiares e amigos. A cidade de Santa Maria vivenciou naquele incêndio uma realidade inusitada, que sem aviso prévio, levou a óbito mais de 230 pessoas, a sua grande maioria jovens estudantes, que naquela noite fatídica perderam não somente a vida, mas seus sonhos, seus planos, seus desejos. Os voluntários, a grande maioria anônimos, prestaram aos necessitados muito mais do que apenas ajuda material. Eles foram os anjos enviados por Deus naquele momento de dor e pranto. As cenas de horror descritas por testemunhas foram comparadas a genocídios patrocinados por ditadores, a exemplo dos campos de concentração nazista. Corpos amontados uns sobre os outros. Jovens no inicio da vida, perderam todas as esperanças. A morte não manda recado, nem avisa quando vem. Por muito tempo ainda, haveremos de lembrar o que vimos e ficamos sabendo sobre tão trágico acontecimento? A vida não tem preço. Mas em meio a tanta maldade do mundo dos que se dizem humanos, certamente não houve quem não lamentasse tantas mortes de forma tão brutal. É certo, porém, que deste inusitado ocorrido, muitas foram as lições que deverão servir para orientar no futuro, o comportamento de pessoas em festas com grande número de presentes. Quando aqui pregamos o respeito à lei e às normas, queremos na verdade dizer a todos, que temos que ser legalistas, pois quando as leis não são cumpridas, como foi o caso, algum inocente pode sofrer prejuízos. Por estas razões, incorporando a dor e o sofrimento de centenas de centenas de vítimas e familiares, alertamos o governo municipal, para que aqui mesmo no município, revisemos alguns preceitos, algumas normas, e de uma vez por todas, cumpramos as leis de segurança na realização de grandes eventos. Quanto aos que ainda choram, fica a certeza que um dia, suas lágrimas serão enxugadas, pois Deus no seu infinito amor continuará amando o homem, apesar da sua desobediência. O nosso profundo pesar por Santa Maria.

Recomendação Os pais a partir de agora têm o dever de orientar seus filhos, quando da participação deles em festas em ambientes fechados, buscando sempre que possível conhecer as normas de segurança do prédio e do evento. Ao Poder municipal, averiguar se os prédios onde se realizam eventos festivos e outros possuem as normas de segurança adequadas, antes mesmo que venham normas superiores.

Tudo errado Quando falaram que a Câmara Municipal local era a pior do Vale do Taquarí, achei que era um exagero. Mas a cada sessão realizada, todas sob a presidência do PP, fico estarrecido. O Regimento Interno que foi proposto na gestão da vereadora Aline Belline, e que aqui muitas vezes criticamos pois para mim é questionável, a cada reunião é violado. Nem mesmo a Bíblia Sagrada tem sido lida, e esta é uma exigência.

Tudo errado I Os projetos que deveriam receber pareceres de várias comissões, de acordo com a natureza do assunto, são votados com um parecer verbal de uma única comissão, até pelo fato de as outras não terem sido compostas no inicio deste ano. Isto é uma vergonha.

Tudo errado II A Comissão Representativa dos vereadores, que deveria se reunir no recesso de dois meses, nunca foi composta e o Regimento Interno e a Lei Orgânica exigem isto. Mais uma vergonha.

Tudo errado III

Filhos

O presidente da Casa, que pelo que parece muito pouco conhece da legislação, caiu na “pilha” dos colegas de partido, tidos como espertos, e se retira da sua cadeira de presidente para votar, quando o Regimento Interno diz que quando houver empate de 4 a 4 em plenário, o presidente desempata a votação da sua cadeira de presidente. Outra barbaridade.

Imaginem o que significa para um pai e uma mãe perder o seu filho, da forma com que muitos perderam os seus em Santa Maria naquele incêndio! Foram se divertir numa boate na cidade, tida como segura, com alegria, e retornaram num caixão.

Tudo errado IV

Fiscalização Segundo foi dito por testemunhas, a situação daquela casa junto à Prefeitura Municipal e Corpo de Bombeiros não estava legal. Isto é: tudo errado. Tudo feito sem respeito à lei. Tudo arranjado, atropelado, sem respeito ao que os Códigos dizem. Faltou fiscalização da Prefeitura. Forneceram Alvarás e licenças sem observar normas de segurança e comportamento.

Extintores Nossos carros devem ter extintores de incêndio em dia, como norma de trânsito. Estes extintores, se manuseados adequadamente, podem salvar vidas. As normas técnicas de segurança exigem que em todos os estabelecimento tenham extintores, ainda mais num evento com mais de 300 pessoas, 700, 1500. O Ministério Público está propondo uma lei que exige que em todos os estabelecimentos onde se reunam pessoas, tenhamos extintores de incêndio em dia. Num caso de sinistro podem salvar muitas vidas.

Serão obrigados Segundo a proposta do MP, nenhuma casa comercial, industrial ou de lazer, poderá funcionar sem ter extintores de incêndio e seus proprietários ou prepostos serão treinados para saber usá-los. O Corpo de Bombeiros fará as vistorias periódicas para avaliar a quantidade de extintores e as normas de segurança destes locais, no caso de incêndio ou outro sinistro.

Comigo não acontece Sempre pensamos que estamos fora das estatísticas, mas a fatalidade não escolhe lugar, hora, idade ou circunstância. Temos que nos prevenir de todas as formas possíveis, reduzindo o grau de risco sempre que possível. A morte não avisa quando vem. Não estamos fora dos números das tragédias. Quem seria capaz de dizer que naquela boate em Santa Maria morreriam mais de 230 pessoas, a grande maioria por asfixia de gás tóxico provocado pela queima do teto do prédio?

A vereadora Luciana Dachery se licenciou do mandato por 120 dias, sendo aprovado seu requerimento de licença e ela continuou na sessão discutindo e votando projetos, quando deveria ter dado lugar, na mesma sessão, para sua suplente, que somente assumiu o mandato 13 dias depois da dita licença. Durante este tempo a Câmara teria apenas 8 vereadores, como se a cidade tivesse subitamente diminuído de tamanho. Outro mico dos grandes.

Tudo errado V O presidente da Câmara deveria saber, e se não sabe, que procure orientação, que o Prefeito Municipal é chefe do Poder Executivo e não da Câmara Municipal. A Câmara é um PODER INDEPENDENTE COMPOSTA DE VEREADORES. Se o prefeito desejar ir na Câmara para falar sobre algum assunto, que agende com antecedência e então, ocupe a sua condição de prefeito. Esta história de presidente dar a palavra a prefeito em sessão para discutir matéria, nada mais é do que desrespeitar a lei que juraram defender. Se isto for legal, então qualquer vereador pode ocupar a sala do prefeito e opinar sobre a administração municipal. Demitir secretário e assinar contrato. Misturando os poderes, a coisa vira a Casa da Mãe Joana. Chega de tanta coisa errada.

Ata da sessão Solene de Posse Pelo que se sabe, a ata da sessão de instalação da nova legislatura e da posse dos eleitos não foi feita. Deus queira que não seja mais uma coisa errada feita pelos “entendidos” em legislação. Aliás, como aquela sessão foi toda errada, mais um erro não mudaria nada. Chega de tantos arranjos. Os vereadores do PP deveriam contratar uma assessoria competente para que a sociedade não tome conhecimento a cada dia das coisas erradas e ilegais que são feitas sob o comando deles.

Pensamento do mês: Quem pensa que sabe e sabe que não sabe, na verdade é um tolo. Te afaste dele. .

* Artur é consultor, e assessor na Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa.


ANO 5 - EDIÇÃO Nº 51 - JANEIRO DE 2013

Edição nº 17 - Abril de 2010

ESPERANCAVC@GMAIL.COM

REPORTAGEM

5

ATÉ NA MORTE QUEREM FAZER VOTO O PREFEITO Municipal Marcelo Portaluppi enviou à Câmara Municipal projeto de Lei pedindo autorização para comprar, com dinheiro público (ou seja, dinheiro do povo), coroas de flores para dar a ocupantes e ex ocupantes de cargos eletivos, prefeito, vice e vereadores, estendendo este beneficio também para funcionários da ativa e as seus parentes até primeiro grau. O Projeto foi aprovado na Câmara Municipal pelos cinco vereadores do PP, com o voto de desempate do presidente da Casa, Chico Marcon. Claro. O prefeito é do PP, é natural que seu partido aprove o que ele propõe. Na discussão da matéria, os vereadores do PMDB (que votaram contra) argumentaram que este beneficio deveria ser dado para toda população e não apenas para alguns poucos privilegiados. O projeto fala em coroas de flores, o que dá a entender que são mais de uma, não contendo no projeto sequer o valor de cada uma. Os vereadores Remir Bagnara e Alexande Fávero citaram os produtores e trabalhadores da cidade como também necessitados desta ajuda. A vereadora Lisete Borsato chegou a dizer que, um dia, algumas comunidades do interior poderiam receber este auxilio, mas no projeto do prefeito não continha esta possibilidade. O artigo 37 da Constituição Federal, a maior lei do País, que muitos vereadores e autoridades locais negam conhecimento ou não obedecem mesmo, diz que os atos do poder público devem respeitar os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Pois bem. A Prefeitura local, por proposta do prefeito, quer dar de presente, sob o título de homenagem póstuma, coroas de flores para ele próprio, para seu vice, para os vereadores e para ex ocupantes dos mesmos cargos, se (ou melhor, quando) falecerem. Quer também que servidores municipais e seus parentes até

primeiro grau também recebam coroa de flores. Ora, o dinheiro do povo deve ser aplicado para todo povo, e não se pode admitir que o prefeito queira fazer proselitismo eleitoral, usando dos recursos da prefeitura para fazer agrado até mesmo na hora da morte das autoridades nominadas e aos servidores públicos e seus parentes. Certamente, incluiu os servidores municipais para tentar de alguma forma constranger os vereadores a votarem a favor. Afinal, quem poderia estar contra tais benefícios? O princípio de respeito à lei deve ser seguido pela prefeitura, pois não se pode admitir que se crie na cidade um grupo de poucas pessoas a receberem um auxilio (coroas de flores), como forma de agrado, exatamente numa hora tão dolorosa, que é aquela em que se perde um ente querido. Na novela “O Bem Amado”, Odorico Paraguassú era um O respeito à impessoalidade nos atos prefeito demagogo que tentava a todo custo inaugurar um do governo está sendo violado e maculado, na medida em que o prefeito cemitério, obra que ele imaginava que faria seu nome quer que apenas os agentes políticos e entrar para a História. Às vezes, a vida imita a ficção. servidores recebam tais coroas de flores. Este projeto, que certamente já é lei, é um deboche para toda prefeito com certeza, eivado de ideias populistas, (algo que na sociedade, não tem caráter moral e muito menos pode ser verdade é uma das suas principais marcas), terá agora autorização para dar coroas de flores, buscando, quem sabe, entrar para a considerado como justo e eficiente. O dinheiro do povo deve ser usado a beneficio do povo e não história da cidade como um prefeito bonzinho, que não se esqueceu para agradar a alguns poucos, exatamente na hora da pior dor. O nem mesmo dos mortos. O povo com a palavra.

Pitacos e filosofadas Por Zé “Brucuttu”

Máquina quebrada

Cargo por Cargo

Andaram falando que novamente a Pá Carregadeira DOOSAN ficou quebrada, somando, segundo teriam dito, mais de 130 mil reais em consertos. Também teriam dito que o operador é o mesmo. Mas o certo conforme, teriam afirmado, é que tais consertos são realizados fora do município de Vespasiano, portanto, por oficinas além-fronteira.

Andaram falando, à boca grande, que a vereadora reeleita Luciana Dachery, preferiu licenciar-se do cargo obtido nas urnas para garantir que seu marido, Volmir Dachery continuasse como Secretário da Agricultura. Houveram pessoas que teriam dito que os dois poderiam muito bem permanecer com seus cargos, afinal, a vereadora se reelegeu pelos seus méritos, conquistando a confiança do povo, enquanto Volmir deu seu sangue para a reeleição do Prefeito. Pelo que comentaram, por enquanto, está tudo certo, pelo menos por quatro meses, que foi o tempo requerido para a licença da vereadora e que não poderá ser prorrogado no mesmo período legislativo. Depois...

Presença em cena Andaram comentando que o Prefeito Marcelo e seu Vice Plinio Portaluppi, têm marcado presença nas sessões da Câmara Municipal. O falador deste assunto teria dito que não entende a presença de tais autoridades, até mesmo pelo fato de o partido do governo ter maioria naquela Casa. Outros se arriscaram a dizer que talvez seja uma forma de fiscalizar os votos e pronunciamentos dos vereadores dos dois partidos. Ninguém confirmou nada.

Rede de alta Andaram falando que a AESSUL está fazendo um grande investimento nas redes elétricas do interior de Vespasiano Corrêa, conforme anunciado pela mídia. Mas alguns andaram falando que a rede é de alta tensão, e que deveriam ser colocados transformadores para beneficiar especialmente à comunidade rural. Não sabemos se esta informação é verdadeira. Mas é o que andam dizendo.

Daqui a pouco recomeça Acabada a eleição, a cidade parece mais calma. Mas podem contar que ela já é alvo de cobiça bem longe daqui, lá em Porto Alegre. Afinal 2014 vem aí.

Maldade Falaram estes dias, que no dia 11 de janeiro o vereador Alexandre Fávero estava fazendo um churrasco no Cafofo do Bin Laden, à noite, com outros dois amigos, quando foi acionada uma bateria de foguetes na esquina da rua que dá acesso à sua propriedade. O autor dos disparos seria um desconhecido, mas muita gente, pelo que se comenta, andou dizendo que tal foguetório estaria sendo feito pelo edil. Exatamente naquele dia a cidade perdia uma de suas figuras mais ilustres, inclusive amiga do vereador, e estes foguetes dariam a entender o descaso de Alexandre para com a família do falecido. Imediatamente o vereador procurou a vizinhança para saber da autoria dos estampidos, mas não descobriu quem disparou. O vereador classificou este ato como de pura maldade e sem medida. Prometeu encontrar o safado. .

Recebi um exemplar do Calendário de Eventos de Vespasiano Corrêa para 2013. Gostei muito do material, das fotos, da mensagem, e do calendário para 2014. Pena que as fotos não dizem os nomes dos locais fotografados e os proprietários das fotos maiores. Talvez no ano que vem saia perfeito.

Imigrante Li no Jornal Antena uma reportagem com o prefeito Marcelo Portaluppi que diz ter recebido, do governo anterior, um caixa no total de 600 mil reais, além do empenho de 700 mil reais em máquinas e obras, e que continua com o secretariado do governo anterior. Sempre foi dito pelos vereadores do PMDB e por este jornalzinho, que o governo atual na verdade, é o mesmo do anterior. O anterior não prestava, segundo muitos governistas diziam. Mas e o atual? Se a administração é a mesma...

Nepotismo Nesta semana, falou-se muito sobre o caso de um prefeito do interior ter nomeado a sua própria esposa para Secretária de Assistência Social. Durante muito tempo a nomeação de parentes foi proibida. Até no Supremo Tribunal Federal, houveram exonerações. Criou-se a chamada SUMULA VINCULANTE Nº 13, que proíbe a nomeação de parentes até 3º grau. Mas, pelo que andei sabendo, não tenho certeza, parece que a esposa do atual prefeito continua como secretária da Saúde, e com todo respeito, está escancarado que o chefe do Executivo está se aproveitando do cargo para beneficiar diretamente uma pessoa de sua família, nada mais que sua própria esposa, que como todos sabem é uma pessoa de bem. Creio que os vereadores da oposição deveriam investigar esta situação, afinal, a lei foi feita para todos e não apenas para uns poucos. Até a volta. * Zé já foi muita coisa nesta vida. Hoje, é um velho safado que fica observando a vida alheia.


JORNAL ESPERANÇA

6

EDIÇÃO FECHADA EM 07/02/2013 ÀS 23:00

WWW.ESPERANCA.JOR.BR

VARIEDADES Palavra de mulher Por Maria Claudete Vicari Baldo*

01 – Davi Báo, Zulmir A. Saurin, Tatiane S. Weber, Italina R. Trojan 02 – Maristela Kunzler, Daniela Merlo, Valdair L. Invernizzi, Maria de Fátima Faggion, Emanuel Buchi 03 – Simone Conti Filippon, Antonio Bacon, Sonia Visnheski 04 – Aldino Michelon, Iracema N. Dachery, Caroline Michelon, Venecilde B. Marcon, João C. Cassanelli, Adriano Salini, Vitorino Pasqualetto, Maria P. Demarchi, Livaine Salini Lucca 05 – Natalia Michelon, Mateus Carlos Pezzi 06 – Tânia M. P. Báo, Raul Girardi, Néri José Weber 07 – Primo Marcon Neto, Rosana M. Z. Bez, Gabriel L. da Silva, Inês P. Gehlen, Maicon Borsato, Magda P. Possebon, Eduardo Marcolin, Fábio Gehlen 08 – Nelson Rosolen, Willian Merlo de Souza Marques, Patricia Suelen Mezaroba, Rosane C. Michelon, Oclévio A. Filippon, Edla S. Chini, José V. Vargas, Volmir Justino. 09 – Ângelo Copini, Rocco Donatti, Antonio Saurin Filho, Daniel Tremarin, Palmira dos Santos Severo, Jonas Pina, Gabriela Tremarin, Alberto Capitânio 10 – Darci Michelon, Valdeni Rosolen, Cassiano Marques, Lino Cesca, Vanderlei Invernizzi, Valnei Menin, Elisa C. Báo 11 – Alcindo C. Invernizzi, Francieli Bertamon, Vanderlei Pertile, Anestor A. Casagrande, Nadir Invernizzi, Alcindo C. Barossi, Mercedes Cucioli 12 – Zélia M. Salvagni, Gema R.G.Casagrande, Iasmine Copini, Nilo Zanuzzo, Claudia F. Chicá, Iracema Alessi, Terezinha Z. Cesca, Ervino Vescovi, Dionísio C. G. da Silva, Dr. Sérgio Luis Gheno. 13 – Daniel Gavineski, Claudino Frozza, Moacir de Souza Marques, Marli T.Z. Dalegrave 14 – Doraci G. da Ross, Odila Z. Gracioli, Albanir Corrêa Junior, Zenair Faggion,Clarice Mazzochini 15 – Elpidio A. Tremarin, Altemir J. Bernardi, Mauri S. Capitânio, Alzira Della Valentina 16 – Adilson Donatti, Leandro Gomercindo,Luiz Donatti,Maricilia Filippon 17 – Ironi B. Gracioli, Nacailda Riedi, Francelo Núncio, José Rodrigues, Vinicius Steil, Letícia G. da Silva Michelon, Aline Stoll, Marlinho Salini 18 – Nédio Rosolen, Neide Salini, Diago Dachery, Sirlane Girolometto 19 – Volnei Menzen, Cleci Grosseli, Erni Mezaroba, Pedro Luis Baldo, Sibila C. Tremarin, Marciano Masetti, Valmir Rosolen 20 – Ida M. Balerini, Priscila Portaluppi, Lucimara Bernardi, Orilde G. Tomiozzo, Zenaide Dacahery, Iracema Michelon, Maria T. S. da Silva, Rosane Viegas, Zélia C.S.Invernizzi 21 – Alice Vicari, Ivania S. Saurin, Marlene Tremarin, Terezinha S. Mulinari, Rubino Mulinari, Julcemar Belini, Aldino Invernizzi, Rafael Salini, Nelci P. Balerini, Carla Coppini, Pietro L. Viana 22 – Pedro T. Salini, Roberto da Silva Paz, Salete B. Gallon 23 – Milto Piacetta, Vitorino Rosolen, Julia P. Rosolen, Rafael Grosseli, Ana Mari Salvagni 24 – Olpidio Bagnara, Ornaldo Casagrande, Romilda Zanuzzo,Nair de Jesus, Rodrigo Marcon, Robson de Souza Marques, Caetano Zanuzzo, Elisete Giroldi 25 – Ricieri Marcon, Maria Z. Sperotto, Denise C. do Nascimento, Cleriane Gavineski, Reni Rosolen, Anir Bertamon, Luzia de Fátima Lemes 26 – Lídia R. Michelon, Fernandes Capitânio 27 – Zenaide D. Lapinscki, Luciane Barossi, Renato Tremarin, Tiago Fachinetto, 28 – Luis C. Báo, Luiz Piacetta, Dalnen J. Brandão, Tais Saurin, Ligia Pina, Marisina Odorcik, Maria Giroldi, Arcelino de Souza Marques, Almir A. A. da Silva 29 – Tatiane Fachinello, Ilto Michelon

TEM GENTE... (adaptação de um texto de Carlos D. de Andrade) Tem gente que tem o encanto das flores desabrochando; de passarinho cantando; de terra molhada após uma chuva de verão; de sol aparecendo nas manhãs frias de inverno. Ao lado delas a gente se sente mais leve, flutuando tal qual pétala carregada pela brisa suave das manhãs primaveris; ao lado delas a gente sente a carícia do cachecol escondendo o pescoço nos finais frios das tardes de outono. Tem gente que tem cheiro de consolo de colo de mãe; de abraço de amigo no reencontro; de beijo de filho na despedida; de lágrima de alegria. Ao lado delas a gente percebe sensibilidade no trato, ternura nos gestos, carinho nos afagos. Ao lado delas o amor toma forma, ganha vida. Tem gente que tem cheiro de bebê; de banho morno após uma jornada de trabalho; de café recém feito; de roda de chimarrão nas tardes de domingo. Ao lado delas a amizade é valorizada, o coleguismo se sobrepõe às diferenças e a família é bem maior. Tem gente que tem cheiro de pão saindo do forno; de brinquedo preferido; de bate-papo descontraído; de emoção à flor da pele. Ao lado delas o otimismo e a esperança sobrepõem a dor; ao lado delas o aroma da vida tem cheiro de Vitória. Tem gente que tem cheiro de carinho sem pressa; de compromisso com a verdade; de despedida disfarçada; de até logo; de "estou bem". Tem gente que tem cheiro de céu (aquele que existe no imaginário infantil, que fica atrás das nuvens); de colo de Deus e ao lado delas a gente sabe que anjos existem e que o amor é possível. Ao lado delas a gente lembra de Deus; ao lado delas a gente percebe que elas têm a alma perfumada e esse perfume é dom do Criador. Oclévio! Assim o víamos; assim o eternizamos em nossos corações. * Claudete é professora do I. E. E. Monsenhor Scalabrini - Encantado.

Obituários

o r i e r e Fev

Oclévio Filippon Faleceu no dia 11 de janeiro de 2013, no Hospital São Roque de Dois Lajeados, Oclévio Angelo Filippon. Foi enterrado no cemitério São João Batista, de Vespasiano Corrêa no mesmo dia. Oclevio foi subprefeito e membro da Comissão de emancipação de Vespasiano Corrêa, Professor e Diretor das Escolas Estaduais de Dois Lajeados e Vespasiano Corrêa, Presidente do PMDB de Vespasiano Corrêa, coordenador do Movimento do Cursilho da Cristandade, membro do Conselho Paroquial e muitas outras atividades comunitárias. Gostava de música, flores e fotografia . Sua paixão maior sempre foi sua família.

Gema Marcon Faleceu no dia 21 de de janeiro de 2013, no Hospital de Muçum, a Sra Gema Marcon e foi enterrada no dia 22 de janeiro no Cemitério São João Batista, de Vespasiano Corrêa. Dona Gema era mãe do Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Vespasiano Corrêa, Nelson Marcon.


ANO 5 - EDIÇÃO Nº 51 - JANEIRO DE 2013

Edição nº 17 - Abril de 2010

ESPERANCAVC@GMAIL.COM

OPINIÃO A Voz Católica

7

Saúde: bem estar de todos

Por Jonas Pértile*

Por Luana Gracioli*

PASSAR PELA PORTA DA FÉ O papa Bento XVI propõe à Igreja celebrar um ano inteiro dedicado à fé, de 11 de outubro de 2012 (data em que se comemorou a abertura do Concílio Ecumênico Vaticano II) a 24 de novembro de 2013, festa de Cristo Rei do Universo. Este acontecimento foi anunciado por meio da carta apostólica Porta Fidei, publicada em outubro de 2011. A motivação do papa nasceu das comemorações do 50º aniversário da abertura do II Concílio Ecumênico do Vaticano. O papa traçou o objetivo do Ano da Fé, convidando a Igreja a reapresentar “a força e a beleza da fé”, e nos admoesta que atravessar a porta que nos leva à fé implica iniciar um caminho que dura à vida inteira. Em meio à profunda crise de fé que a sociedade está passando e a preocupação dos cristãos com coisas alheias (mundanas), quando deveriam preocupar-se com a própria fé, que é o pressuposto de sua vida diária, o Papa propõe que se redescubra o caminho da fé para fazer brilhar a alegria do encontro com Cristo. Não se pode deixar que a fé morra, mas readquirir o hábito de alimentar-se com a Palavra de

Deus e a Eucaristia, na Igreja, pois só Jesus Cristo satisfaz plenamente o coração do homem, só Ele é o caminho para a salvação. O Ano da Fé será uma oportunidade para intensificar o testemunho da caridade, já que fé e caridade andam juntas, uma sustenta a outra. É a fé que permite reconhecer Jesus nos irmãos, estes são o próprio rosto de Cristo. O Papa ressalta a importância de não se negligenciar e não se tornar indolente na fé, esta é companheira da vida, é sinal vivo da presença de Cristo Ressuscitado no mundo. Deve-se ser sinal de fé pelo testemunho (testemunho credível). O Papa deseja que este Ano torne mais firme a relação com Cristo Senhor, que se tenha certeza que Ele venceu o mal e a morte, que está no meio de todos e permanece na Igreja a quem foi confiado o depósito da fé. Finaliza o documento, dedicando o Ano da Fé a Nossa Senhora, que é “feliz porque acreditou”. Assim sobre a proteção de Nossa Senhora possamos viver e testemunhar nossa fé. * Jonas Pertile é seminarista scalabriniano e bacharel em Filosofia.

A Voz do Campo Por Rudi Bagnara*

REFLUXO GASTROESOFÁGICO O que é? O refluxo gastroesofágico é caracterizado pelo retorno do conteúdo ( líquidos gástricos, bebidas e comidas) do estômago para o esôfago. O problema se dá por uma disfunção na válvula que liga a garganta ao estômago, permitindo que a comida ingerida faça o caminho inverso. A doença, ocasionada por hábitos comportamentais e alimentares, é uma das mais freqüentes do aparelho digestivo.

Como diagnosticar? A falha na válvula pode ser por fatores genéticos, alimentares, comportamentais, de peso e pelo avanço natural da idade. O sintoma mais comum é a sensação de queimação (azia ou acidez). Outros sinais relacionados são tosse, pigarros, e a sensação de ardor na garganta. Além dos sintomas clássicos, exames como a endoscopia e o phmetria são recursos utilizados para um diagnóstico mais preciso.

Formas de tratamento: Apenas 5% dos casos precisam de intervenção cirúrgica. Para os outros, é orientado o tratamento clínico, em duas abordagens. A primeira é a base de fármacos, para diminuir a acidez do estômago e para melhorar o funcionamento da válvula. A segunda, feita paralelamente, se refere a mudanças na dieta e no comportamento do paciente.

Mudanças na alimentação

O ANO MUDOU MAS ALGUMAS COISAS NÃO Olá caros leitores. Mais uma vez escrevo esta coluna com muito prazer. Desta vez para falar da satisfação de ver nossas plantações se desenvolvendo muito bem e com a promessa de ser uma grande safra em todas as culturas. Naturalmente que há a expectativa de bons preços na hora da comercialização já que os estoques estão baixos no mundo inteiro, considerando ainda que grande parte destes produtos vão para silagem, contribuindo para um bom rendimento na produção de leite, por exemplo. A consequência deste investimento é mais renda para o produtor, e naturalmente mais geração de impostos e empregos no campo. Mas ao contrário da expectativa de uma grande safra com preços compensadores, existia já neste primeiro mês de governo municipal o desejo que algumas mudanças ocorressem. Ao contrário nada mudou. As mesmas pessoas que ocupavam cargos no governo que passou continuam na mesma posição, e pelo que parece, nenhuma mudança vai ocorrer que possa dar ao produtor, no mínimo, a esperança de melhores condições. Provavelmente a única novidade foi a retirada da cobrança do valor do deslocamento do inseminador, que foi criado no governo passado do PP, e agora revogado por proposta do atual prefeito do mesmo partido do anterior. Mas o que mais é estranho, foram os argumentos dos vereadores do governo que disseram que votariam a favor do cancelamento da cobrança, pois ela foi criada quando o município passava por dificuldades financeiras, e agora está numa boa situação. Estes argumentos são no mínimo um deboche para o povo, uma vez que o governo anterior mantinha mais de dois milhões de reais aplicados na poupança, e se gabou no final do ano por ter muito dinheiro em caixa. Fica uma pergunta: será que o valor do deslocamento do inseminador traria prejuízo aos cofres da prefeitura que manteve durante todo tempo aquela fortuna aplicada em poupança? O povo trabalhador não pode se deixar enganar com estas mentiras. Um grande abraço e até breve. * Rudi é vereador, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e bacharel em Direito.

Quem é diagnosticado com o refluxo gastroesofágico deve comer a quantidade de alimentos reduzida. Também deve evitar o consumo de bebidas cítricas, líquidos quentes , doces, café, gorduras e frituras. Abandonar o cigarro e diminuir a ingestão de bebidas alcoólicas estão entre as medidas encorajadas por especialistas.

A importância da prevenção Não existe um exame que aponte a disfunção precocemente. O paciente pode mudar os hábitos de alimentação tão logo os primeiros sintomas apareçam. O controle da alimentação é outro fator importante. A doenças é mais comum em indivíduos acima de peso. Pessoas com obesidade não podem ser submetidas à cirurgia convencional contra o refluxo gastroesofágico. Para esses pacientes a cirurgia bariátrica é o recurdo mais indicado. * Luana é formada em Enfermagem. Email: luana@dagracioli.com.br


JORNAL ESPERANÇA

8

EDIÇÃO FECHADA EM 07/02/2013 ÀS 23:00

WWW.ESPERANCA.JOR.BR

ANIVERSÁRIOS

Reunidos na propriedade da família Fávero, no centro da cidade, estes meninos fizeram a festa, com direito a tudo: almoço, sobremesa, jogo de futebol e outras atrações. São eles, João Vitor Rodrigues, Luiz Gustavo Marcon, Carlos Eduardo Gonçalves, Lucas Fávero, Kevin Bagnara, Pietro Lapiscki, Pedro Possebon e Artur Penso. Esta geração vai ser responsável pelos destinos da cidade nos próximos anos.

Luana Gracioli, se formou em Enfermagem no dia 12 de janeiro, no Complexo Esportivo da Univates em Lajeado, e depois recepcionou seus convidados no Quiosque da casa de seu irnão Darlei, a comida estava ótima e a festa muito divertida. Recebe esta homenagem da mae ERNA, do noivo TIAGO, dos manos Darlei e Darciano, das cunhadas Daniela e Geovane, e das sobrinhas Maria Clara e Ana Luiza. Parabéns Luana, e muito sucesso na sua carreira profissional.

No dia 9 de Janeiro, nasceu a pequena Camila Rosalen. Filha de Rogério e Maqueli. Os avós Nelson e Terezinha, juntamente com a mana Caroline Luiza comemoram esse início de ano mais do que especial.

Nasceu, no dia 11 de Janeiro, a menina Bianca Rosalen Capitanio. Filha de William Capitanio e Janaina Rosalen. Os avós maternos, Vitorino e Ivanete Rosalen, vibram de alegria com o nascimento da neta. Aos pais e avós, parabéns.

No dia 4 de Fevereiro a bela Caroline Michelon fez 19 anos. Cada vez mais linda.

No dia 9 de Janeiro, nasceu o pequeno Mathias Volpato, fazendo a alegria dos pais Lisanio e Adriana Volpato. Ele tem duas irmãs, Mariana e Milena, que fizeram a festa com sua chegada.


Jornal Esperança - Jan/2013