Page 1

Plano de Intervenção Pedagógica

plano

de

intervenção

pedagógica Curso: realização e produção multimédia

1

Para sua navegação utilize as teclas do teclado direita e esquerda ou use o rato passando sobre a borda do ebook


Plano de Intervenção Pedagógica

Introdução “ O outro mundo é, também, ele vasto - para os seus habitantes o Sistema não tem limites. O mundo electrónico engloba a Terra e ultrapassa ainda as suas fronteiras. Toda a informação circula através de sistemas de computadores e é processada por memórias artificiais” (LISBERGER & DALEY,1982; p.5)

Introdução ao tema: O que é multimédia ? Essa palavra é e sará a mais usual das palavras para comprimir uma quantidade absurda de informação ou caracterizar algo que seja digital. Esse é o mundo em que vivemos cheio de inteligência artificial por de traz de

2


Plano de Intervenção Pedagógica cada ecrã, que pode ser um computador, a televisão, o meu telemóvel ou um tablet. Hoje as pessoas consomem multimédia e são também consumidas (produtoras de conteúdo)porque elas são a parte integrante da história. Quando eu publico uma fotografia no facebook eu construo a minha página pessoal e a minha vida social, para além de tudo faço com que o facebook seja famoso e uma marca de prestígio para o mundo. O multimédia é hoje um dos mais eficazes recursos para garantir a percepção e o cúmulo de conhecimento. Isso porque os recursos multimédia estimulam mais sentidos que as simples médias. A partir do momento em que o usuário é estimulado em mais de um sentido, a capacidade de processamento e armazenamento das informações aumentam consideravelmente. Segundo Márcio Matias, o percentual de eficácia-interação das principais médias na percepção humana é de: Uma representação usando Powerpoint. Visual = 55% Vocal = 38% Textual = 7%

3


Plano de Intervenção Pedagógica

Nome do curso: Realização e Produção Multimédia Duração da sessão: 4 horas por sessesão Data: Todas as segundas, quartas e quintas, exeto quando haja feriados. Horário: 18h30 às 22h30 (pós-laboral) não sendo permitido faltar mais do que 5% do tempo previsto. Para trabalhador estudante podem faltar 70% desde que cumpram com os momentos de avaliação. Destinatários: Consumidores de multimédia, designers, pesquisadores, desenvolvedores, todas as pessoas ligadas as TIC (tecnologias da informação e comunicação) a partir dos 16 anos de idade com o 9º ano concluído. Preço: 800,00 euros + inscrição 200,00 euros. Pré-requisito: Ter interesse pela área das tecnologias, na produção de vídeo em estúdio e tv. O formando deve ser portador de um computador e uma pen drive e dispor

4


Plano de Intervenção Pedagógica no seu computador dos seguintes programas: Adobe Photoshop CS5, Premier CS5 ou Sony Vegas Pro 11, Audition CS6 e Flash CS5.

Definição dos objetivos Objetivos gerais: Os formandos no final da formação deverão ser capazes de produzir conteúdos multimédia e audiovisuais. Objetivos específicos: No final da formação os formandos deverão ser capazes, sem cometer erros, de realizar sem dificuldades: - Capitação de vídeo e sua manipulação; - Produção e edição de vídeos; - Produção e edição fotográfica; - Capitação de som e mistura; - Compor banda sonora para televisão e curtas-metragens;

5


Plano de Intervenção Pedagógica

Condições de realização Local de realização: - Galileu, Leiria - GrupoRumos

Participantes O curso terá como limite mínimo 10 formandos e como limite máximo de 15 formandos.

Data de início e do término O início desta acção de formação será de 6 Janeiro de 2014 e o seu término a 31 de Maio de 2014.

Conteúdos Programáticos Módulos Componente Técnico-Prática M1 - Introdução ao Multimédia

16h

M2 - Produção de Vídeo

96h

M3 - Produção de Fotografia

40h

M4 - Técnicas de Som

20h

M5 - Produção de Guioes

20h

Componente Científica M6 - Estética

12h

M7 - Escrita criativa

12h

M8 - Projeto final

32h 248 horas

6


Plano de Intervenção Pedagógica Métodos e Técnicas a utilizar Método expositivo: técnica da exposição, utilizando videoprojector, som e prezi. Para parte prática a exposição e utilização de equipamento multimédia tais como: Camâra de filmar, câmara fotografica, mesa de som e microfones. Método interrogativo: técnica da pergunta a cada formando, fomentando assim o diálogo entre formador e formando, para assim tentar evitar o isolamento de um formando mais tímido, por exemplo. Método demonstrativo: permite a transmissão de conhecimentos teóricopráticos, permite a realização de trabalho em grupo promovendo à participação dos formandos, dialogando, observando e realizando. Método activo: permite o desenvolvimento harmonioso dos formandos e do formador, prepara os formandos para uma participação mais activa na sociedade e no local de trabalho, todos podem intervir.

Recursos didáticos a utilizar A sala de aulas deve estar equipada com os seguintes recursos: - Quadro branco (magnético), - 15 computadores para os formando equipados com colunas de áudio; - 1 Computador para o formador. - Os computadores devem dispor dos softwares necessários :Adobe Photoshop CS5, Premiere CS5 ou Sony Vegas Pro 11, Audition CS6 e Flash CS5. - 1 projetor de vídeo. - No mínimo 5 câmaras de filmar HD 1080 com memória interna de 8 gb (mínimo).

7


Plano de Intervenção Pedagógica - 5 Microfones de gravação exterior e interior com tripé ou andaime. - 1 ou 2 Câmaras fotográficas profissionais. A sala de som e acústica deve estar equipada e isolada segundo a norma ISO para ambiência e e qualidade de reprodução de som com os seguintes equipamentos: - 1 ou 2 computadores (I mac) preferencialmente. - 2 Microfones de estúdio - 1 Mesa de mistura - Sala de aula em estúdio com 10 a 20 cadeiras para os formandos. Nota: Caso as salas não disponham de computadores e equipamentos suficientes, os formandos devem trazer os materiais necessários a realização do curso.

Recursos Pedagógicos a utilizar Durante a formação os recursos pedagógicos a utilizar serão: Documentos escritos; Bibliografia; Papel; Dossiers; Canetas, lápis; Pens Drive CD-ROM (capa slim) Exercícios, testes de avaliação.

8


Plano de Intervenção Pedagógica

M3 - Produção de Fotografia

M2 - Produção de Vídeo

M1 - Introdução ao Multimédia

20h

40h

96h

16h

M6 - Estética 12h

12h

Abril Seg Ter Qua Qui

Sex Sab Dom

Sex Sab Dom

Seg Ter Qua Qui

Janeiro

Cronograma da Formação Módulos

M4 - Técnicas de Som 20h

Componente Técnico-Prática

M5 - Produção de Guioes

M7 - Escrita criativa

32h

Componente Científica

M8 - Projeto final

Sex Sab Dom

Março Seg Ter Qua Qui

Sex Sab Dom

Sex Sab Dom

Fevereiro

Seg Ter Qua Qui

Maio

Seg Ter Qua Qui

9


Plano de Intervenção Pedagógica Avaliação Aprendizagem Na avaliação contínua irão ser considerados os seguintes aspectos: participação, assiduidade e pontualidade, domínio dos assuntos, generalização dos saberes, relações interpessoais, organização. A avaliação sumativa será constituída sempre por testes escritos de carácter prático, ou um projetos no final de cada módulo avaliação cotados de 0 a 20 valores. A avaliação final de cada módulo será constituída por 30% da avaliação contínua e 70% para o Projeto de Realização Multimédia final.

Normas de Assiduidade A assiduidade de cada formando será aferida através da assinatura diária de uma folha de presenças. Qualquer falta deverá ser justificada mediante apresentação de um documento próprio.

Certificação da Ação No final da acção de formação, cada formando irá receber um certificado comprovativo da frequência e do aproveitamento obtido, apresentando a nota final do curso.

10


Plano de Intervenção Pedagógica Bibliografia MAEDA, John (2004) Creative Code: Aesthetics + Computation (Paperback), Thames & Hudson (2004) SBN-13: 978-0500285176 MAEDA, John (2001) Design By Numbers , The MIT Press, SBN-13: 978-0500285176 FISHWIK, Paul (editor) (2008) Aesthetic Computing, The MIT Press, ISBN-13: 978-0262562379 Albarrán, J., Mise en scène: fotografía y escenificación en los albores de la modernidad, in Discursos Fotográficos, vol.6 n.9, 2010. Barthes, Roland, La chambre claire: note sur la photographie, Midwest European Pub, 1980. Baqué, Dominique, La photographie plasticienne: un art paradoxal, Paris, Regard, 1998. Fontcuberta, Joan, Ciencia y fricción. Fotografía, naturaleza, artificio, Murcia, Mestizo A.C., 1998. Flusser, Vilém, Filosofia da caixa preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia, Rio de Janeiro, Relume Dumará, 2002. Krauss, Rosalind, Lo fotográfico. Por una teoría de los desplazamientos, Barcelona, Gustavo Gili, 2002. Lovejoy, Margot, Postmodern Currents, Art and artists in the age of electronic media, Prentice Hall, 1992. Picazo, Gloria y Ribalta, Jorge (eds.), Indiferencia y singularidad: la fotografía en el pensamiento artístico contemporáneo, Ed. Gustavo Gili, Barcelona, 2003. Sontag, Susan, On photography, Picador, 2010.

11


Plano de Intervenção Pedagógica

Associação Empresarial de Ourém e Fátima - ACISO Ação 2 - Formação de Formadores Docente: Dr. Sílvia Brites Aluno: Fábio Pereira Neves

12

Plano de Intervenção Pedagógica  

Plano de Intervenção Pedagógica para curso de Realização e Produção Multimédia. O plano de formação deste curso foi desenvolvido no decorrer...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you