Issuu on Google+

EXPRESSO REGIONAL

7 a 13 de março de 2010

R$ 0,70

O EXPRESSO APOIA ESTA CAUSA

Ano VI, número 229

REDISTRIBUIÇÃO DOS ROYALTIES PODE DECRETAR A FALÊNCIA DE TODA REGIÃO REGIÃO INTEIRA SE MOBILIZA E MILHARES DE PESSOAS VÃO ÀS RUAS DIZER NÃO À MEDIDA QUE PRETENDE 05 e 06 “ROUBAR” OS RECURSOS DO PETRÓLEO E LEVÁ-LOS PARA OUTROS ESTADOS. GENILSON PESSANHA

ANTÔNIO LEUDO

Em Quissamã, Campos e Macaé milhares de pessoas foram às ruas em ato de repúdio à Emenda do deputado “Ibsen Pinheiro” que tira 90% dos royalties da região MAURÍCIO ROCHA JOEL MARTINS FILHO

BALTHAZAR

Riverton está atirando para todos os lados e apoiando vários candidatos a estadual 02 SHINYASHIKI

Se você estiver na estrada errada, aumentar a velocidade só vai aumentar o erro 02 TRIBUNA LIVRE

ENCONTRO REGIONAL — Partido da República (PR) reúne lideranças políticas e evangélicas da região em torno da pré-campanha de Garotinho ao Estado 11 AGESTADO

BICAMPEÃO — Pela segunda vez, prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto recebe o prêmio de “Prefeito Empreendedor” oferecido pelo Sebrae 09

Após cassação, Marcos Barcelar volta ao cargo na Câmara Municipal de Campos 07


Leia mais em: www.jornalexpressoregional.com.br

BALTHAZAR Da série: Cidade nota 1.000

Arnaquinópolis 2 - A sucessão Capítulo XLV (45) No último capítulo você talvez tenha lido (quem sabe?) que nosso astuto herói, o príncipe Filomeno Boneco de Olinda estava bastante preocupado com sua popularidade, que vivia em baixa, sobretudo porque se aproximavam as eleições e o seu pesado irmão, príncipe Shrek pleiteava uma vaga no supremo parlamento. Desesperado com a possibilidade de a eleição do mano Shrek ser um fiasco, Filomeno foi pedir ajuda ao governador Néscio Támal. Veja o que aconteceu em seguida... Filomeno chorou, clamou e prostrou-se à posição fetal na tentativa de amolecer o coração do governador que, movido por íntima compaixão chegou a derramar uma pequena lágrima pelo canto direito do olho. Mas Néscio TáMal tinha outros problemas para se preocupar. Toda a província onde o principado de Arnaquinópolis estava situada sobrevivia da extração de um líquido negro, viscoso e de cheiro desagradável do subsolo: a esgotolina. E a extração da esgotolina rendia bilhões e bilhões. Tanto era o dinheiro que todas as demais províncias do país declararam guerra contra o estado governado por Néscio TáMal querendo abocanhar toda esta fortuna. Era um problema grave e o governador não tinha tempo para se preocupar com a eleição do obeso irmão do príncipe. Os recursos da esgotolina eram mais importantes. E o príncipe, que já estava preocupado com o futuro político da família, passou a se preocupar ainda mais. Afinal, Arnaquinópolis também sobrevivia do dinheiro da esgotolina e, se perdesse esta bufunça o principado iria quebrar. "Se com bilhões no caixa eu não consigo governar direito, imagine se eu tiver que administrar Arnaquinópolis com pouca grana. Não vai sobrar nem para as ONGs de fachada de meus amigos e sogra, e nem tampouco para levar a galera para o Maraca", confabulou Filomeno com Tia Omo, decana, pajé e conselheira da família há 472 anos. - É, meu filho, se isso acontecer, será o nosso fim. Nossa família nunca mais voltará a ser a todo "GAS" - sentenciou Tia Omo, prevendo dias piores pela frente.

* AVISO *

“Arnaquinópolis 2 — a sucessão é uma novela, portanto, uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fatos ou personagens da “vida real” não passará de mera coincidência.

Descompatibilização só vai até o próximo dia 3 de abril

Políticos que ocupam cargos no Poder Executivo federal, estadual ou municipal têm até o próximo dia 3 de abril para deixar os cargos, caso pretendam ser candidatos a um cargo eletivo nas eleições de outubro. Ou seja, até 3 de abril, exatos seis meses antes da eleição de outubro, ministros de Estado, governadores, prefeitos e secretários das três esferas de Poder têm que se descompatibilizar dos cargos. Outra novidade das eleições deste ano é que o eleitor poderá acessar on line toda ficha criminal de seu candidato, caso ele tenha alguma pendência com a Justiça.

Roberto Shinyashiki DÁ MAIS RESULTADOS Se você estiver na estrada errada, aumentar a velocidade só o levará mais rapidamente para longe do seu destino. Mas, muitas pessoas ainda têm a idéia equivocada de que todos os problemas profissionais ou financeiros se resolvem com mais trabalho.

Charge reproduzida do perfil do Orkut: “Macaé Now”

Um prefeito, muitas caras

A atuação de Riverton de olho nas eleições deste ano está sendo desleal. Ele prometeu ao governador Sérgio Cabral que ajudaria o deputado Christino Áureo a se reeleger. Prometeu também apoio total a Chico Machado (vereador de sua base de apoio) que também será candidato a deputado estadual. Mas, debaixo dos panos, o prefeito está oferecendo ajuda ao deputado estadual Marco Abraão. E financiando a pelo menos uns dois candidatos "nanicos".

Falando nisso O comportamento do prefeito não é novidade no cenário político de Macaé. Em 2006, ele oficialmente ajudou o tio Silvio Lopes mas, por baixo dos panos, lançou outro candidato. Agora, quem espera uma traição é o governador Sérgio Cabral, frente a quantidade de comissionados do prefeito na campanha de Garotinho.

Sobre a questão dos royalties A redistribuição dos royalties, conforme prevê a PEC 60 de Ibsen Pineiro é uma injustiça. Não somente sobre o aspecto macroeconômico e sim também por quem mais vai sofrer com ela. Caso a região perca os royalties, o município menos impactado será Macaé, aonde a indenização do petróleo não chega a 35% do orçamento. Quem vai sofrer, justamente com a medida são os municípios vizinhos. Justo aqueles que vêm aplicando estes recursos na melhoria da qualidade de vida da população, ao contrário de Macaé ...

Ainda sobre os royalties Rio das Ostras, Quissamã, Casimiro e até mesmo Campos vem aplicando o dinheiro dos royalties de forma justa. Enquanto isso, em Macaé, os quase 400 milhões anuais está sendo desperdiçado no pagamento de um exército de mais de 4.000 pessoas, penduradas no cabide dos DAS. Se a região perder este recursos será uma injustiça para todos os municípios da zona produtora, menos para Macaé onde a grana está escorrendo pelo ralo comum da má administração.

Frase da semana

"Big brother brasília: tem novo líder na casa" Frase de um leitor, pelo twitter

As ilustrações desta coluna são de autoria do chargista Rômulo Jacques.

Não sou perfeita, e daí? FLAGRA DO LEITOR

O que significa isso? Significa trabalhar de forma diferente, com a visão do todo e, frequentemente, deixar de fazer coisas que não dão o resultado desejado. O sucesso é consequência de um trabalho especial. Se você faz o que todo mundo faz, chega aonde todos chegam. Se você quer chegar a um lugar aonde a maioria não chega, precisa fazer algo que a maioria não faz. Ser um profissional especial é ser aquele que consegue definir o jogo a favor de seu time. Aquele que tem a marca registrada de seu trabalho. Se somente a garra definisse o resultado de uma partida, os times uruguaios seriam vencedores de todos os campeonatos que disputam. Infelizmente – para eles, é claro –, a garra tem de ser acompanhada de habilidades que garantam a vitória.

No mundo moderno, trabalhar muito não é bastante para criar o diferencial que um vencedor precisa. Já não se trata apenas de uma questão de vestir e suar a camisa da empresa. Clique aqui e leia o artigo completo que escrevi sobre esse tema. . Se você que ter sucesso, muito mais do que aumentar o quanto você trabalha, é preciso trabalhar melhor. Pense sobre isso!

Um grande abraço,

PARA ONDE VAI TANTO DINHEIRO? — A pergunta foi feita pelo leitor Everton Ribeito que nos mandou este flagra de alagamento nas imediações o Ginário Poliesportivo em Macaé. A pergunta realmente é muito boa...

PALAVRAS DE FÉ Com o Obreiro Francisco Xavier da Conceição Filho

"Toda a palavra de Deus é pura; escudo é paraos que confiam nele." Provérbios 30: 5

Expresso Regional Editora e Revista Ltda. CNPJ: 07.338.963/0001-49. Campos: Avenida Gilberto Cardoso, 299, Turfe Clube Macaé: Rua Dr. Télio Barreto, 204 – sala 201 – Centro — Macaé-RJ. Cep: 27.910-060 Telefone: (22) 2772-2753. e-mails: expressonf@yahoo.com.br; jornal@jornalexpressoregional.com.br Circulação: Campos, Cambuci, Macaé, Carapebus, Rio das Ostras, Quissamã, Conceição de Macabu e Casimiro de Abreu

Diretor Administrativo: Joel Martins Filho Editor: André Luiz do Amaral Cabral (Registro Profissional: MTB 28.656/RJ) Colaboradores: Roberto Shinyashiki, Balthazar Schneider Impressão: Gráfica XYZ Tiragem: 10.000 exemplares

Trabalhar mais é bom, mas o importante mesmo é trabalhar melhor.

Sem dedicação, um profissional dificilmente terá emprego. Por outro lado, se só tiver garra, sem aquele cuidado especial com seu aprimoramento, vai ficar patinando na carreira.

LÍGIA GUERRA

EXPRESSO REGIONAL

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

TRABALHAR MELHOR

BALTHAZAR SCHNEIDER. Contato: balthazar@jornalexpressoregional.com.br

Que ser mulher não é fácil, isso todas nós já sabemos... Aliás, acredito que a maioria de nós já não agüenta mais esses artigos que ficam dando dicas e mais dicas sobre como equacionar a rotina do trabalho, da casa, da família e ainda estar maravilhosa no final do dia sobre um belíssimo salto 10! Por falar em 10, essa bem que poderia ser a nossa avaliação por parte daqueles a quem dedicamos as melhores horas do dia... O Chefe, a equipe de trabalho, o marido e os filhos. Como podemos manter a nossa sanidade enquanto o nosso checklist de obrigações só cresce? Um bom começo seria quebrar pelo menos algumas dessas ilusões que tomamos feito bandeiras a serem defendidas como verdades absolutas, como a de que conseguimos conciliar facilmente todos esses papéis com muito charme e elegância. Excetuando-se as milionárias de plantão, e olhe lá... Estar glamourosa na frente do fogão, durante uma troca de fraldas ou quando aplicamos hidratação nos cabelos enquanto lavamos as roupas da semana e a casa é organizada, é uma tarefa no mínimo impossível! Entender isso é o primeiro grande passo para nos libertarmos das algemas do perfeccionismo vendido em revistas femininas e comerciais de TV. Aceitar as nossas limitações nos faz diminuir as expectativas imensas que criamos em sermos super poderosas! Quando olhamos para nós mesmas com mais generosidade e menos cobranças, subliminarmente acabamos ensinando isso aqueles que nos rodeiam: “Conte comigo, mas entenda que sou humana!” Só assim poderemos pedir para alguém da família lavar a louça e irmos caminhar no parque. Apenas dessa forma sentiremos menos receios na hora de dizer: “Isso eu não posso fazer” ou “estou sem tempo para mais esse compromisso”. Somente assim teremos meia hora do dia para meditar, repensar as nossas escolhas ou simplesmente para olharmos vitrines. Ser mulher dá trabalho, mas a maior de todas as tarefas começa dentro de nós mesmas, no exato momento em que compreendemos que dizer não para os outros e sim para nós é normal! No dia em que além de sabermos que uma determinada hora do dia é só nossa e, ao invés de sentirmos culpa sentirmos prazer, saberemos que estamos nos libertando da escravidão que impomos a nós mesmas.

2

Representante comercial: Tráfego Publicidade & Marketing Ltda. Rio de Janeiro: Avenida Rio Branco, 185, sala 1813, Centro, Rio de Janeiro. Tel. (21) 2532-1329. comercial@trafegopublicidade.com.br São Paulo: Rua Frederico Abrantes, 389, CJ 112, 11º andar - Santa Cecília. Tel. (11) 3362-2319. trafegosp@trafegopublicidade.com.br.

www.jornalexpressoregional.com.br

Roberto Shinyashiki

Roberto Shinyashiki é psiquiatra, palestrante e autor de 12 livros. www.shyniashiki.com.br

NAS LIVRARIAS:


Assistência à Comunidade de Pernanbuca

Banco Social abre seleção

A Secretaria Municipal de Saúde dará início, nas próximas semanas, ao ciclo de atendimentos a famílias do Assentamento Antônio de Faria, em Pernambuca. De acordo com a coordenadora do PAAQ, Luciana Henriques, o objetivo do programa é proporcionar atendimento médico especializado às comunidades mais distantes dos hospitais e Unidades Básicas de Saúde, melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Teve inicío na manhã do dia 04/03, na Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Promoção Social, o curso de capacitação e treinamento dos futuros funcionários que irão trabalhar no Banco Comunitário Capivari (BCC). A Secretaria Municipal de Governo está conduzindo o processo de implantação da moeda social Capivari no município.

3

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

PACIENTES PEDEM SOCORRO

DOENTES DE CÂNCER NÃO CONSEGUEM TRATAMENTO EM MACAÉ E TEM QUE RECORRE A OUTRAS CIDADES Macaé a cada dia se torna o reflexo do caos. Uma cidade rica, mas que não possui atendimento para os que sofrem de câncer. O município não tem um serviço que contemple o atendimento integral para o paciente portador da doença. Além disso, não possui ações efetivas na promoção da saúde voltada para o câncer na detecção precoce, na assistência aos pacientes, na vigilância, na formação de recursos humanos, na comunicação e mobilização social, na pesquisa e na gestão dos recursos vistos de uma maneira global. O alerta foi dado pelo médico e ex-secretário municipal de Saúde Humberto Assumpção, que reconhece a existência de atividades relacionadas à promoção da saúde - no caso, as ações desenvolvidas pela Unamama e algumas atividades de apoio ao paciente que já desenvolveu a doença e que já foi tratado, como é o caso do Centro de Apoio ao Paciente Oncológico (Capo). O artigo foi publicado pelo site 'Denuncia Macaé'. No documento Assumpção, que é oncologista clínico e membro da Sociedade Brasileira de Cancerologia, lamenta que muitas pessoas portadores de câncer não têm recebido a merecida atenção das autoridades de saúde do município, o que acaba agravando o quadro clínico do paciente. Ação x Doença - Na entrevista o médico disse que Macaé precisa organizar o atendimento ao paciente oncológico, tendo

JOÃO CELESTINO JR

Macaé não conta com serviços de radioterapia e quimiterapia no serviço público, obrigando pacientes a se tratar em Campos ou no Rio

por base um sistema hierarquizado, em que os dados baseados em índices de mortalidade e incidência, serviriam de ponto de partida para se estabelecer uma política municipal de atendimento integral ao paciente. "As outras ações a serem desenvolvidas são aquelas que já são feitas desarticuladamente, como a promoção de saúde, a detecção precoce, a formação de recursos humanos, a comunicação e mobili-

zação social. Essas ações integradas representariam uma racionalização no uso dos recursos públicos e uma otimização desses mesmos recursos", afirmou o médico. Com referência a recursos humanos, Assumpção diz que Macaé, atualmente, possui profissionais plenamente capacitados para atender o paciente oncológico. "No que diz respeito a equipamentos, Macaé possui to-

mógrafos, endoscópios e laboratório. A parte de atendimento em cirurgia oncológica e quimioterapia dependem única e exclusivamente da vontade política dos gestores municipais, no sentido de organizar a Unacom - Unidade de Alta Complexidade para Atendimento ao Paciente Oncológico", acrescentou. Solicitação - Assumpção recorda que na última campanha eleitoral, um grupo de macaenses

fez um abaixo-assinado solicitando a implantação do serviço. "Foi confirmado pelo deputado estadual Glauco Lopes, que a secretaria estadual de Saúde, através da bipartite, e o Ministério da Saúde, já haviam credenciado o município de Macaé para a implantação do Unacom, inclusive com liberação de recursos, que teriam sido utilizados fora da finalidade a que estavam destinados. Passada a campanha eleito-

ral, o assunto foi esquecido", informou Dr. Humberto. Mau atendimento - Ainda na entrevista o médico alertou que as pessoas portadoras de câncer em Macaé continuam sendo mal atendidas em todos os sentidos: na prevenção, na promoção da saúde e, sobretudo, no atendimento médico. "Os pacientes continuam a ser encaminhados para o Inca (Instituto Nacional do Câncer, que está em grave crise) ou para Campos. Um fato que me surpreende é que o bairrismo de Macaé em relação a Campos é tão acentuado. No entanto, o município vizinho tem três serviços de oncologia clínica credenciados e radioterapia, enquanto as autoridades macaenses ainda não se mobilizaram para mudar realidade local", confirmou. Um de seus pacientes fora encaminhado para o Inca, com diagnóstico de tumor na língua. Posteriormente foi enviado pelo Inca para Campos e morreu de hemorragia oral, em um bar na Praia dos Cavaleiros, onde ele guardava sua bicicleta utilizada para trabalhar como vendedor ambulante. Segundo Assumpção, o paciente andou por todos os hospitais de Macaé para fazer uma transfusão sanguínea, a seu pedido, e não foi atendido. "Um dia depois de sua morte, ele começaria o tratamento de quimioterapia e radioterapia em Campos. Ele já estava com toda a documentação pronta, tinha 25 anos de contribuição para o INSS, portanto, prestes a se aposentar, mas morreu antes de conseguir".


7 a 13 de marรงo 2010

EXPRESSO REGIONAL

PรGINA 4


7 a 13 de março de 2010

PÁGINA 5

EXPRESSO REGIONAL

O PETRÓLEO (ainda não) É NOSSO! CONCRESSO NACIONAL PODE DETERMINAR REDISTRIBUIÇÃO DOS ROYALTIES QUE VAI “QUEBRAR” A REGIÃO DEP DE ARTE

Por André Luiz Cabral O próximo dia 10 de março de 2010 será, definitivamente, uma data histórica para nossa região. Estará sendo votada Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que pode decretar a falência do Estado do Rio de Janeiro. Se aprovada, a proposta, encabeçada pelo deputado Ibsen Pinheiro (PMDBRS) vai distribuir os royalties hoje pago aos municípios e estados da Zona Produtora de Petróleo por todo o Brasil. Na prática, a emenda significará um caos administrativo na região. Somente em Campos, o prejuízo anual será de R$ 1 bilhão. Macaé perderá aproximadamente R$ 400 milhões. Cidades como Casimiro de Abreu, Quissamã, Carapebus e Rio das Ostras vão, literalmente, quebrar. Nestes municípios o impacto no orçamento anual pode chegar a 80%. Em todo o estado, o impacto financeiro anual será de R$ 3,7 bilhões ao ano. Essa não é a primeira vez que se tenta distribuir os royalties da região por todo o Brasil. Há três anos atrás, uma emenda parecida foi apresentada pelo senador Aluízio Mercadante (PT-SP). Mas, com a descoberta do PréSal e de uma substancial reserva de gás natural na Bacia de Santos, que tornará o Estado de São Paulo um dos maiores recebedores de royalties do Brasil, o senador acabou retirando a proposta de pauta. Recentemente o assunto voltou ao centro das discussões, com a aprovação do Marco Regulatório do Pré-Sal em agosto de 2009. O texto-base do marco, assinado pelo deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) previa a distribuição dos royalti-

es do pré-sal a todos os municípios do país, através da criação de um Fundo Social, mas não mexia nos royalties sobre o petróleo que já está sendo explorado. Com a proposta inicial, o Estado do Rio, São Paulo e Espírito Santo, que são produtores, seriam prejudicados na distribuição

dos royalties do pré-sal, mas não perderiam os recursos que já são pagos. Os produtores, logicamente, não gostaram nada e fizeram grande oposição à proposta, que ainda não foi votada em sua totalidade. Agora, a questão dos royalties volta à tona com a PEC do deputado Ibsen Pinheiro. A diferença é que esta nova propos-

ta de distribuição é ainda mais nociva aos estados e municípios produtores. Além de dividir os royalties futuros do pré-sal a "proposta Ibsen" também reparte os royalties que já são arrecadados. Na prática, com o novo texto, estados e municípios que não produzem uma gota sequer de petróleo vão acabar arreca-

dando mais do que o Estado e Municípios do Rio. A pergunta que fica é: porque agora esta nova proposta de distribuição? Primeiro é preciso avaliar quem está assinando a PEC. Ibsen Pinheiro é um deputado cuja carreira não vive seu melhor momento. Em 1993, ele viveu seu dia de glória, como presidente da

Emenda Ibsen pode reduzir a arrecadação já no mês de maio

Câmara, ao presidir a sessão legislativa do impeachment do expresidente Fernando Collor. Em 1994, chegou a ter o seu nome cogitado para ser candidato a presidente, mas logo sua carreira foi por água abaixo pelo envolvimento no caso dos Anões do Orçamento, acusado de receber quase R$ 1 milhão de propina. Com seu mandato cassado em 1994, Ibsen passou por um longo período de calvário político, ocupando alguns cargos de baixo escalão em prefeituras do Sul e tendo uma breve passagem como vereador em Porto Alegre. De volta à Câmara Federal, o deputado é considerado pelos colegas como "do baixo clero" da política. Sem expressão, vê na aprovação desta emenda a chance de voltar ao estrelato político. Uma espécie de "Robin Hood", tirando dinheiro dos "ricos" para distribuir aos pobres. Se aprovada a medida, Ibsen Pinheiro virará um "herói" em seu estado. Afinal, o Rio Grande do Sul recebe pouco mais de R$ 100 milhões de royalties por ano. Com a nova medida, o estado passa a receber R$ 1,5 bilhão. Para os representantes dos municípios e estados produtores resta apenas apelar ao Poder Judiciário. Já que, na Câmara, a medida deve ser aprovada por maioria absoluta dos votos. E, como estamos em ano de eleições, cada deputado, assim como Ibsen, está apenas preocupado sobre o quanto a medida pode beneficiar o seu estado natal, mesmo que isso significa decretar a falência da região que produz 83% do petróleo do país. Na boa gíria carioca, está se valendo a máxima da "farinha pouca, meu pirão primeiro". GENILSON PESSANHA

Rosinha e Geraldo Pudim defendem recursos em reunião no Congresso A possibilidade de aprovação da Proposta de Emenda Parlamentar (PEC), de autoria do deputado federal Íbsen Pinheiro, prevista para ser votada no próximo dia 10, já acarretaria em queda de repasse a partir do mês de maio. De acordo com a prefeita Rosinha Garotinho, presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), toda cidade perderia com a queda de arrecadação porque o dinheiro deixaria de circular provocando desemprego em massa e paralisação de programas importantes. Só em Campos, a queda seria de R$ 836,5 milhões porque passaria dos R$838 milhões repassados no ano passado, de acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), para R$ 1,5 milhão por ano. “Não é só o Executivo que perde. Isso é um efeito cascata. É com este dinheiro, que pagamos as obras e, assim, as pessoas gastam com o comércio; que possibilitamos a gratuidade da vacina Prevenar; que proporcionamos a existência de programas como o Emergência em Casa e que repassamos para os hospitais conveniados um verba para garantir atendimento à popução, entre outros benefícios”, informa a prefeita. O Estado do Rio perderia R$

3,754 bilhões de royalties ou 95% de sua arrecadação, restando apenas R$ 186 milhões. O conjunto dos municípios do Rio perde R$ 3,755 bilhões.A Ompetro está desde fevereiro nesta luta, com a presidente Rosinha Garotinho tendo se reunido com o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão; com o presidente do Senado, José Sarney; com o pre-

sidente da Câmara Federal, Michel Temer; membros da bancada fluminense no Congresso, com a comissão de Minas e Energia, da Câmara Federal, entre outras autoridades. A Prefeitura de Campos realizou ainda seminário em Campos, com o diretor geral da ANP, Haroldo Lima, e encontro da Ompetro, com o ministro Edison Lobão,

em Búzios, e solicitou, ainda, ao deputado Geraldo Pudim que entrasse com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) contra medidas que alteressam o princípio constitucional, previsto no artigo 20, de que royalties são indenizações devidas a quem produz, pelos impactos da exploração e produção de petróleo. GENILSON PESSANHA

Prefeitos Armando Carneiro e Rosinha no protesto pelos royalties em Quissamã

Pólo de Confecções de Quissamã: projeto seria fechado

Municípios da região podem ir à falência Queda dos royalties pode por fim a uma era de crescimento Todas as cidades do estado sofrerão impacto, caso a "Emenda Ibsen" seja aprovada. No entanto, para algumas cidades de nossa região a redistribuição dos royalties pode significar a falência total do setor público. É o caso de Casimiro de Abreu, Quissamã e Carapebus e Rio das Ostras, cidades que recebem muitos royalties, mas tem uma arrecadação tributária muito pequena. No ano passado, Casimiro recebeu cerca de R$ 54 milhões de repasse em participação de royalties. Com a aprovação da emenda o município passaria a receber R$ 620 mil, R$ 53 milhões a menos. Campos, Macaé e Rio das Ostras - respectivamente as três cidades que recebem maior

fatia do repasse no país - perderiam R$ 836 milhões, R$ 343 milhões e R$ 215 milhões, respectivamente. Além da perda do valor que os municípios já recebiam, a mudança na lei faz com que o estado deixe de ganhar com os royalties do pré-sal, com o qual receberia mais R$ 3 bilhões e, com a aprovação da emenda, receberá apenas 186 mil. Em Quissamã, a aperda dos royalties signficará mais do que um retrocesso na administração. De acordo com o secretario de Desenvolvimento Econômico, Haroldo Carneiro, medida significaria uma onda de demissões. "Se houver a redivisão dos royalties haverá, principalmente, desemprego em massa - na ordem inicial de 1.500 pessoas - e uma queda brusca no movimento comércio da cidade, ou seja, uma reação em cadeia, que levaria a "quebra" do município", alerta..


7 a 13 de março de 2010

PÁGINA 6

EXPRESSO REGIONAL

REGIÃO SE UNE PELOS ROYALTIES POR TODA A REGIÃO ATOS PÚBLICOS DE REPUDIO À “EMENDA IBSEN” REUNIRAM DEZENAS DE MILHARES DE PESSOAS Cerca de 10 mil participantes fizeram coro "Justiça para quem produz", engajados na manifestação "Quissamã 1 dia sem Royalties", realizada quinta-feira (4) na Praça da Igreja Matriz, no Centro da cidade. Estiveram unidos pelo povo prefeitos, deputados federais e estaduais, vereadores, secretários, inclusive servidores públicos e a própria população, que de mãos dadas, formaram um cordão contra a emenda Ibsen. Várias cidades da região produtora de petróleo fizeram suas manifestações em defesa do atual modelo de distribuição dos royalties. Em Campos, reuniu-se na Praça São Salvador 45 mil pessoas, lideradas pela prefeita Rosinha Garotinho. Em Macaé, sob chuva no final da tarde, compareceram cerca de três mil pessoas. Vários prefeitos da região representaram seus municípios durante a manifestação macaense, Búzios, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Carapebus e Rio das Ostras. A campanha regional "Justiça para quem produz", foi organizada pela Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro). A discussão girou em torno do deputado federal Ibsen Pinheiro (PMDB-RS), autor de uma emenda constitucional que pode redistribuir os valores pagos aos municípios produtores de petróleo, destinando a compensação a todos os estados da União. O apelo, dos políticos e do povo, para que se mantenha a atual distribuição é a defesa da sustentabilidade de projetos e ações, que sobrevivem com o dinheiro da arrecadação. Saúde, Educação, Ação Social, Turismo, Esporte, Saneamento, são algumas áreas em Quissamã que podem entrar em decadência se a emenda for realmente aprovada. A maioria dos projetos sociais e benefícios à população são dire-

JOEL MARTINS

ANTÔNIO LEUDO

Em Campos, 45 mil pessoas compareceram ao ato público

Em Quissamã, a manifestação reuniu cerca de 10 mil pessoas

RENATA ALVES

Em Rio das Ostras, audiência pública debateu os impactos da lei

tamente sustentados pela compensação. O prefeito Armando Carneiro fez um discurso inflamado, defendendo o município e garantindo luta. "Nossa agenda a partir de hoje não tem data, hora nem lugar. Estaremos com os olhos voltados para a votação deste dia 10, e esperamos sair vitoriosos dessa. Estaremos com Lula e Sérgio Cabral, que estão sendo extraordinários com o Rio. Não podemos deixar que essa covardia seja feita com o estado

do Rio de Janeiro", disse Armando, lembrando que obras, como o Complexo Farol-Barra do Furado, seriam totalmente comprometidas caso a emenda seja aprovada. Quem apoiou a causa em Quissamã foi a presidente da Ompetro e prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, presente no manifesto. Segundo a prefeita, municípios entrariam em fase terminal com a aprovação desta emenda, e as prefeituras "só teriam dinheiro para pagar salári-

ANDRÉ CABRAL

Em Macaé cerca de 3 mil pessoas lotaram o calçadão

os". Ela relembrou o início da luta dos municípios e classificou a situação como "uma grande manobra para quebrar os municípios". Rosinha comentou ainda que entrou com um mandado de segurança pela Ompetro, que foi negado pelo STF. "Há precedentes de quando há uma cláusula que fere a Constituição, como é o caso dessa emenda, ela é impedida antes mesma da votação. A mesma ministra que já fez isso, não nos deu a vitória. Haverá a votação e nós vamos perder

porque somos minoria na bancada parlamentar", informou Rosinha, acrescentando que a nova proposta pode gerar um colapso econômico social para os produtores. "Aguardamos que a justiça faça justiça. É na justiça que depositamos nossa esperança". Apoiando Quissamã esteve o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ), que informou que a bancada fluminense na Câmara está sofrendo pressão por conta da emenda. Hugo classificou

como absurda a divisão proposta, que englobaria apenas os royalties dos estados, e não os da União. "É um absurdo. Estão dividindo os 10% que é de direito dos estados. Nos outros 90% de arrecadação, que é da União, eles não mexem. Vamos dividir o que é da União, que é um valor muito maior. Isso sim garantiria justiça para todos", lembrou. Representando o governador do estado Sérgio Cabral, o secretário Estadual de Agricultura, Christino Áureo, levou o povo a gritar em uníssono, pedindo "um grito para ser ouvido em Brasília". Ele reafirmou o compromisso do Estado com os municípios. "É uma violência o que estão querendo fazer com o nosso estado. Quissamã tem uma excelente aplicação dos royalties e não pode ser prejudicada por ladrões que querem roubar o estado do Rio. Eles tem nome, sobrenome e assinam a emenda constitucional. Se o roufo acontecer daremos parte deles no Supremo", garantiu. O povo fala - Desde cedo a população quissamaense ocupou as ruas do município, aderindo a campanha. Um trio elétrico foi colocado na Avenida Barão de Vila Franca, para discurso das autoridades e representantes da sociedade civil organizada. Diversas faixas ocuparam o cenário, "Não à invasão de divisas contra nosso estado", "Não permitiremos que roubem Quissamã", "Lula, sem royalties, sem voto", e direcionada ao parlamentar "Ibsen Pinheiro, demagogo e anão do Orçamento". Um grupo de 30 estudantes vestidos de preto carregava a faixa "A realidade, sem Royalties, sem faculdade". A segurança da manifestação foi realizada por 28 homens da Guarda Civil Municipal e contou também com o apoio do efetivo do 32º Batalhão de Polícia Militar.

Audiência pública debate possíveis impactos Autoridades e centenas de pessoas se reúnem em Rio das Ostras para debater possíveis reflexos da redistribuição A discussão sobre a emenda do deputado federal Ibsen Pinheiro é o assunto da vez. A proposta de redividir a compensação dos royalties de petróleo nacionalmente gerou uma discussão inflamada por toda região. Em Rio das Ostras, o prefeito Carlos Augusto reuniu sua equipe de governo, promovendo uma Audiência Pública, para falar a mesma língua com a população, e explicar o que todos têm a ver com o assunto. A redistribuição de royalties pode causar grandes prejuízos aos municípios da região. "Essa emenda fere a constituição, fere nosso estado, fere os municípios produtores do petróleo e, sobretudo, fere a nossa população. Hoje Rio das Ostras é a cidade que mais cresce no estado, as pessoas apostam nessa cidade para viver. Nossas aplicações de royalties têm visibilidade nacional, investimos em saneamento, saúde de média e alta complexidade, educação de qualidade. Assim como todos os outros municípios, Rio das Ostras e o estado do Rio de Janeiro decretarão falência se a emenda for aprovada. Perderemos 99% da arrecadação. É lamentável, é desonesto, é desumano", afirmou o prefeito Carlos Augusto, reiterando as palavras da prefeita de

RENATA ALVES

A sociedade de Rio das Ostras se reuniu com autoridades para debater os diversos aspectos da discussão sobre os royalties Campos, Rosinha Garotinho, de que "não se tem um plano B, é confiar na justiça". Durante a audiência, a secretária de Planejamento Rosemarie Teixeira apresentou a população os números alarmantes das perdas que o município terá, se caso a emenda for aprovada. "Hoje nosso município recebe R$234 milhões de royalties ao ano. Se a emenda Ibsen for aprovada, será

apenas R$1 milhão. Dividindo isso por 12 meses, escolas fecharão, postos de saúde e atendimento de média e alta complexidade, que não são de obrigação municipal, também fecharão, fora os programas sociais que em sua maioria são promovidos pela arrecadação. Será um efeito cascata, uma verdadeira tragédia anunciada", declarou Rose. O vice-prefeito de Campos, Dr. Chicão, disse que o movimento

não para enquanto a vitoria não for certa. "Esse é um movimento apartidário. Estamos unidos contra essa maracutaia que estão querendo lançar sob nosso teto. Se necessário iremos até as últimas conseqüências, mas confiamos no Supremo, que é o guardião da constituição", assumiu. Presente na Câmara, o vereador macaense Chico Machado disse que é preciso levantar a

cabeça e ir de encontro as autoridades, para que os produtores saiam vencedores. "Não vamos abaixar nossa cabeça. Não vamos perder a arrecadação como perdemos o ICMS. Se preciso for fecharemos a ponte Rio-Niterói, a BR-101, a Petrobras, até pedimos nossa independência, porque somos responsáveis por 90% de produção do petróleo nacional. Eles dependem de

nós", garantiu Chico. Antonio Marcos, prefeito de Casimiro de Abreu, disse acreditar na justiça, por conta da inconstitucionalidade da matéria a ser votada. "Essa emenda vai de absurda à ridícula. Eles querem dividir o positivo, mas o prejuízo fica conosco, que colhemos todos os dias os impactos. Temos de lutar pelos nossos direitos, conquistados há 13 anos. Temos compromissos assumidos com essa verba, garantida por lei. Querem fazer justiça no Brasil injustiçando o Rio de Janeiro", confirmou Antonio Marcos. Estavam presentes prefeitos e representantes dos municípios da região, assim como secretários municipais, vereadores, presidentes de associações comerciais, empresários, servidores, e a população em geral. Perdas - A emenda do deputado Ibsen Pinheiro não leva em conta os problemas específicos da região petrolífera, como o grande crescimento populacional e a necessidade de oferta de mais serviços públicos e geração de emprego e renda. Rio das Ostras é hoje o município que mais cresce, em população, no Estado, e enfrenta, por exemplo, anualmente um aumento de mais de 30% em sua demanda por atendimento de saúde.


7 a 13 de março de 2010

EXPRESSO REGIONAL

PÁGINA 7

LUIS ERNESTO FILHO

PRESIDENTE ESCLARECE: NÃO HÁ PAGAMENTO DE “EXTRA”

Regra aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terçafeira (2) cria mais um mecanismo para auxiliar os eleitores a escolher em quem votar nas eleições de outubro. O texto prevê a exibição na internet da certidão criminal dos candidatos, um dos documentos exigidos pelo TSE no pedido de registro da candidatura. De acordo com o texto da resolução, os candidatos com certidão positiva terão de apresentar informações detalhadas sobre o andamento de cada processo criminal existente. As certidões serão digitalizadas pela Justiça Eleitoral e o eleitor vai poder consultar a situação criminal de cada candidato por meio do Sistema de Divulgação de Candidaturas, na página do TSE na internet. Segundo a resolução, o candidato será obrigado a apresentar a documentação sobre o andamento de cada processo. Se ele não fornecer as informações, a Justiça Eleitoral dará prazo de 72 horas para que ele apresente os dados. O concorrente poderá ter o registro de candidatura negado por ausência de documentos exigidos no pedido de registro.

Na última semana, a colunista Berenice Seara, do jornal EXTRA publicou nota informando que o presidente da Câmara de Macaé, Paulo Antunes (PMDB) tinha realizado uma sessão extraordinária para "premiar" com pagamento de 'gratificação' os vereadores que tinham faltado à sessão ordinária do dia 23 de fevereiro para ir à sua festa de aniversário. Na verdade, segundo esclareceu o presidente ao Expresso, não foi realizada nenhuma sessão extraordinária, e sim uma audiência pública. De acordo com Antunes, a Câmara Municipal de Macaé, em sua gestão, não paga adicional de sessão extraordinária a nenhum vereador. "Lamentável o que foi divulgado. Além de não ter acontecido uma sessão e sim uma audiência com a participação do povo, nenhum vereador receberá a mais, até porque a lei não permite. Tivemos um encontro aberto na última semana para que os secretários de fazenda e planejamento apresentassem as contas abertas da cidade, coisa que poucas cidades fazem. Essa parte eles não divulgaram", frisou Antunes. DIVULGAÇÃO

ELEITORES VÃO PODER ACESSAR CERTIDÃO CRIMINAL DE CANDIDATOS PELA INTERNET

GABRIELA HINTZ

SERRA EVITA FALAR EM CANDIDATURA E AÉCIO REAFIRMA QUE NÃO COGITA SER VICE Os governadores de São Paulo, José Serra (PSDB), e Aécio Neves (PSDB), se encontraram nesta quarta-feira (3) em Brasília em uma cerimônia de homenagem ao centenário de nascimento de Tancredo Neves. Serra evitou mais uma vez se assumir como précandidato à Presidência e Aécio disse novamente não cogitar a possibilidade de ser vice numa chapa com o paulista. O mineiro preferiu louvar a história do avô Tancredo a entrar na discussão política. Questionado diversas vezes se estava disposto a ser vice numa chapa de Serra, o mineiro reafirmou a negativa: “Não cogito essa possibilidade”, disse ele duas vezes. Serra chegou ao evento com mais de uma hora de atraso. Disse ter vindo apenas para homenagear Tancredo e não para falar sobre eleições. DIVULGAÇÃO

JOVENS DA REGIÃO EM DEFESA DOS ROYALTIES A Federação dos Estudantes de Campos (FEC) e a União da Juventude Socialista (UJS) anunciaram ontem apoio à campanha em defesa da manutenção dos royalties para os municípios produtores de petróleo. As entidades se unem à outras importantes organizações da sociedade civil, que já aderiram ao movimento. A Federação dos Estudantes de Campos (FEC) lançou uma campanha sob o lema "O petróleo é nosso e os royalties também". A iniciativa remete à história da FEC, de 1947 à 1953, quando a entidade lutou pela fundação da Petrobrás juntamente com estudantes de todo o Brasil na histórica campanha "O petróleo é nosso". De acordo com o presidente da FEC, Maycon Prado, o objetivo é percorrer diversas escolas conscientizando os estudantes sobre a importância dos royalties do petróleo no desenvolvimento da região. RAPHAEL CORDEIRO

MARCOS BARCELAR VOLTA AO CARGO EM CAMPOS Considerando o recebimento de ofício expedido pela Secretaria Judiciária do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), em que trouxe anexa a decisão proferida nos autos do mandado de segurança e que determinou a reintegração do vereador Marcos Bacellar ao cargo, o presidente da Câmara Municipal de Campos, o vereador Nelson Nahim publicou ato executivo na manhã de 04/03, reintegrando Bacellar a função. Com isso, fica suspenso o ato executivo anterior que deu posse ao segundo suplente, senhor Guilherme Nascimento Martins.

DEPUTADO HUGO LEAL DEFENDE PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DO RIO NOS LUCROS DO PETRÓLEO

Em debate sobre pré-sal na TV Câmara, na quinta-feira (25), o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ) defendeu a manutenção da participação especial do Estado do Rio Janeiro na divisão dos royalties do petróleo. A discussão foi com o deputado Humberto Souto (PPS-MG) - um dos autores da emenda 387/09 - que propõe a partilha dos royalties entre todos os estados e municípios brasileiros, de acordo com os critérios de repartição do FPE (Fundo de Participação dos Estados) e FPM (Fundo de Participação dos Municípios). A emenda é questionada porque altera contratos de todo o petróleo extraído no mar territorial e em plataforma continental (pré e pós-sal), além de acabar com a participação especial dos estados produtores nos lucros da exploração. Hugo Leal afirma que o Rio sempre recebeu royalties do petróleo extraídos no mar, pois a Constituição Federal assegura a estados e municípios essa participação maior nos lucros da exploração nos limites de seu território, mar territorial e plataforma continental. De acordo com o parlamentar, essa interpretação é pacífica, inclusive no STF (Supremo Tribunal Federal). “Se estão querendo mudar isso agora é porque querem passar por cima da lei, ou então querem dizer que há anos a Constituição vem sendo interpretada de forma errada”, afirma o deputado.

ASSOCIAÇÃO DE VEREADORES VISITA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO No último dia 27 de fevereiro, a diretoria da Associação Estadual de Câmaras Municipais do Rio de Janeiro - Avecmerj esteve reunida com os diretores da Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro – TCE/RJ. A reunião foi realizada na sede da Escola, em Niterói, com a participação dos vereadores Fátima Pacheco (Quissamã), Felipe Peixoto (Niterói), Marlon Abreu (Conceição de Macabu) e Grace Araújo (Vassouras). Na ocasião, a Escola de Contas estava representada pela Diretora Geral Paula Nazareth, pelo Coordenador Acadêmico Levy de Castro e pelo Coordenador de Capacitação João Paulo Lourenço – que explicaram o funcionamento da Escola, esclarecendo que a mesma atende às demandas apresentadas pela administração pública, em obediência aos programas e cronogramas previamente elaborados. A Presidenta da Avecmerj, Fátima Pacheco (PT), explicou que a reunião foi requerida para apresentar os objetivos e finalidades da entidade, bem como para solicitar parceria na qualificação das Câmaras Municipai.

CASIMIRO APROVA SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO

A Câmara Municipal de Casimiro de Abreu aprovou o projeto de lei proveniente do Poder Executivo que cria o Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros em ônibus e microônibus, bem como o Subsistema de Transporte Urbano Especial complementar de passageiros em veículos de baixa capacidade no município. O projeto foi aprovado por maioria dos parlamentares durante a sessão ordinária realizada na última segunda-feira (1º), em Barra de São João. Apenas o vereador Alex Neves votou contrário a matéria. O sistema tem por finalidade instituir e regulamentar o serviço convencional por ônibus, microônibus, vans e kombis, devendo atender as ligações e respectivos itinerários intra e interbairros, que terão seus pontos de parada, vedada a realização de viagens parciais. DIVULGAÇÃO

CPI VAI OUVIR EMPRESÁRIO ACUSADO DE VENDER SENTENÇAS JUDICIAIS A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio criada para investigar denúncias de tráfico de influência e venda de sentenças judiciais no processo eleitoral realizará uma reunião nesta quinta-feira (04/03), às 14h, na sala 311 do Palácio Tiradentes. O objetivo é ouvir o empresário e estudante de Direito Eduardo Raschkovsky. Desde o dia 8 de novembro de 2009, o jornal “O Globo” vem fazendo uma série de reportagens sobre a existência de um esquema comandado por Raschkovsky, denunciando que ele abordava políticos, empresários e tabeliães, oferecendo sentenças e outras facilidades em troca de vantagens financeiras. O empresário teria pedido a políticos quantias que variavam de R$ 200 mil a R$ 10 milhões para livrá-los do risco de impugnação ou cassação do mandato.

BOCA NO TROMBONE

"A chamada oração da propina foi uma montagem grosseira. O dinheiro era para um evento de campanha, prática comum dos partidos políticos" Júnior Brunelli — Deputado distrital, filmado rezando após se encontrar com operador do mensalão do DEM, renunciou ao cargo na Câmara do DF para evitar a perda dos direitos políticos

"No meu entendimento, o PSDB e o PT, por não buscarem pontos de contato, ficaram reféns das maiorias" Marina Silva - Senadora, pré-candidata do PV à Presidência da República

DILMA TEM 40% DOS VOTOS DE QUEM RECEBE BOLSA FAMÍLIA, DIZ DATAFOLHA A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à eleição presidencial de 2010, tem 40% das intenções de voto entre os beneficiários do programa Bolsa Família, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (3). O governador José Serra (PSDB), principal oponente de Dilma na disputa, tem 25% dos votos dos inscritos no programa. Ciro Gomes (PSB) aparece com 10% e Marina Silva (PV), 8%. A liderança da ministra sobe para 46% no cenário sem Ciro. O Bolsa Família, implementado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Sivla, paga entre R$ 22 e R$ 200 por mês para famílias com renda mensal de até R$ 140 por pessoa. O Datafolha ouviu 2.623 brasileiros de 16 anos ou mais em 144 municípios nos dias 24 e 25 de fevereiro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.


7 a 13 de marรงo 2010

EXPRESSO REGIONAL

PรGINA 8


Capacitação para a Defesa Civil

Demolição da Casa Terra em Campos

A secretaria de Defesa Civil decretou nesta quarta-feira (3), a demolição do prédio da antiga Casa Terra. A decisão foi anunciada em reunião que aconteceu na sede da Defesa Civil, onde estiveram presentes representantes o presidente do Conselho de Preservação do Patrimônio Arquitetônico do Município (Copam), Orávio de Campos Soares, além de comerciantes que tem estabelecimento próximo ao prédio que vai ser demolido.

Integrantes da Coordenadoria de Defesa Civil participaram do I Seminário de Capacitação e Reabilitação de Cenários de Desastres, na sede da Regional de Defesa Civil - REDEC V Baixadas Litorâneas. O evento foi realizado na terça-feira (2) e faz parte de uma programação de eventos da REDEC que ocorrerão ao longo deste semestre.

Carlos Augusto ganha o segundo prêmio de prefeito empreendedor RENATA ALVES

Prefeito de Rio das Ostras foi premiado pela segunda vez pelo Sebrae Pelo segundo ano consecutivo, o prefeito de Rio das Ostras Carlos Augusto Balthazar recebeu o título do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor pela implantação do Projeto Feijão Maravilha no município, escolhido como um dos 20 melhores projetos do Estado do Rio de Janeiro. A avaliação é feita por um grupo técnico que escolhe, nesta primeira etapa, ações bem-sucedidas, relatando práticas de gestão pública de incentivo ao empreendedorismo. Na próxima fase do Prêmio, serão eleitos os sete melhores projetos de cada Estado para concorrer em Brasília a nível nacional, em categorias variadas. A proposta do Sebrae/RJ é reconhecer o talento das lideranças públicas municipais e contribuir para multiplicar as iniciativas de sucesso, fazendo com que as experiências aplicadas sejam exemplos a serem seguidos por administradores de todo o país. O Projeto Feijão Maravilha faz parte do programa Renda no Campo, desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, que tem como refe-

9

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

Rio das Ostras prepara segundo Ostra Cycle Encontro de motociclistas acontece de 25 a 28 de março A Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Rio das Ostras está a todo vapor com a organização do XV Ostrascycle - Encontro Internacional de Motociclistas, que acontecerá de 25 a 28 de março. Na semana passada, o secretário Alan Machado se reuniu com os representantes dos motoclubes Jaguar do Asfalto e Ostradeiros para apresentar uma proposta de montagem do evento. A novidade deste ano fica por conta da praça de alimentação, que será montada na área do antigo camping de Costazul,

com comerciantes da renda alternativa. Com essa medida, a Av. Governador Roberto Silveira, onde acontece o encontro, ganha mais espaço para receber os motociclistas. A área de exposição e comercialização de produtos temáticos está com 60 tendas à disposição. Os interessados devem entrar em contato com os motoclubes pelo telefone (22) 7835-0445. Apontado com um dos maiores eventos motociclísticos da América Latina, o Ostrascycle, que chega ao 15º ano, deverá reunir mais de 25 mil motociclistas e um público de 60 mil pessoas. O Encontro é uma realização da Secretaria de Turismo, com organização dos motoclubes Jaguar do Asfalto e Ostradeiros e apoio da Associação de Motociclistas do Rio de Janeiro (AMO-RJ). DEORK DANIEL

O primeiro título ganho por Carlos Augusto foi na última edição do Prêmio, em 2007 rência a valorização da pecuária, a fixação do homem no campo, evitando o êxodo rural, gerar renda para os agricultores, evitar que a exploração imobiliária venha desvirtuar a finalidade do uso do solo na área rural, transformar agricultores de subsistências em empresários e incentivar o empreendedorismo.

A ação da prefeitura também visa atuar como âncora do Programa Renda no Campo, criando condições e motivação para que os agricultores envolvidos se mantenham no programa. Também serve para mostrar o sucesso do grupo que faz parte do programa, motivando a adesão de novos agricultores.

O primeiro título ganho por Carlos Augusto foi na última edição do Prêmio, em 2007, na categoria "Bom Uso dos Royalties e Transferências Governamentais", pela implantação definitiva da Zona Especial de Negócios, dotando o espaço de toda a infraestrutura necessária para a instalação das empresas.

A edição do ano passado foi um verdadeiro sucesso


Macaé terá subsecretaria de odontologia

Campanha da Fraternidade em Macaé

Uma classe indispensável e pouco lembrada. Era assim que os dentistas se sentiam em relação às ações do poder público na cidade. Contudo, esta realidade começa a mudar com a aprovação de projeto de lei de autoria de Paulo Antunes (PMDB), por unanimidade esta semana, criando a subsecretaria de Odontologia. De acordo com o presidente da Câmara, os mais de 200 profissionais serão beneficiados.

A abertura da Campanha da Fraternidade 2010, realizada esta semana em Macaé, marca o início de uma série de atividades no Instituto Nossa Senhora da Glória - INSG/Castelo. Com o tema "Economia e Vida" e o lema "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro", o evento deste ano alerta para os perigos do consumismo e da exploração desenfreada dos recursos naturais do planeta.

10

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

CHEGA DE HUMILHAÇÃO Nas escolas e nas empresas, as humilhantes agressões do bullying são frequentes

FOTOS: MARCOS MENDES (AE)

Por Ciça Vallério (AE) O termo "bullying", que se refere ao ato de cometer violência física ou psicológica, é ainda confundido com uma simples "brincadeira infantil". Esta má interpretação só ajuda a disseminar este tipo de violência, que, a cada ano, atinge um número maior de estudantes, conforme observa Cleo Fante, consultora educacional, pesquisadora desse assunto e vice-presidente do Centro Multidisciplinar de Estudos e Orientação sobre Bullying Escolar, o Cemeobes, com sede em Brasília. Estima-se que, no Brasil, 45% dos estudantes estejam envolvidos em situações de bullying, problema que afeta qualquer classe social. As características típicas dessa prática são: hostilizar um colega de sala de aula de forma repetitiva e planejada, manifestando preconceito e intolerância às diferenças; perseguir continuamente alguém até transformá-lo no "bode expiatório" da turma, agredindo-o por meio de apelidos jocosos, intimidação psicológica e física, e isolamento do convívio com os demais. Essas atitudes não se assemelham em nada a brincadeiras típicas da idade, as quais são pontuais e relacionamse apenas à disputa por um brinquedo ou espaço, com xingamentos, mordidas, socos e ameaças passageiras. "São poucos pais e professores que estão atentos ao problema e que têm noção da sua gravidade", avisa Cleo, autora do livro Fenômeno Bullying: como Preve-

Rio das Ostras apresenta proposta de bilhete eletrônico

Atentos à questão, orientadores educacionais de alguns colégios promovem aulas especiais, em todo ano letivo, para tratar de bullying.

nir a Violência nas Escolas e Educar para a Paz (Editora Verus). "Os casos concentram-se no ensino fundamental, faixa etária em que os papéis começam a se consolidar. Nessa época de desenvolvimento emocional, sensorial, cognitivo e sócio-educacional, quem é vítima desses abusos pode introjetar características específicas quando adulto, assim como quem é autor das agressões. O fenômeno é destrutivo e não cessa com o fim da adolescência." Diante da dinâmica repetitiva

de abusos, a vítima tende a se tornar agressor no futuro, como forma de vingança e revolta, levando a agressão para vários ambientes sociais, tais como a família, o trabalho e a vida pessoal. Em outros casos, a criança que não supera as humilhações durante os anos de escolaridade acaba desenvolvendo problemas psicológicos, tais como insegurança, complexo de inferioridade, estresse, depressão, fobias, entre outros, incluindo tendência suicida. Sentimentos que são le-

vados à vida afetiva - causando, por exemplo, falta de confiança nos parceiros. No trabalho, a vítima pode apresentar dificuldades para resolver conflitos, tomar decisões e ter iniciativas, transformando-se, mais uma vez, presa fácil do assédio moral entre os colegas da empresa. A pesquisadora lembra que agressores se munem do sofrimento das vítimas para ganhar popularidade na turma. Segundo Cleo, esse é o jeito que encontram para conquistar sucesso,

fama e poder a qualquer preço. "Ignorá-los é dar espaço para o surgimento de possíveis tiranos, uma vez que são desprovidos de sentimentos como generosidade, solidariedade, afetividade e compaixão. Quando adultos, vários deles acabam praticando violência doméstica e sendo autores de assédio moral no trabalho, também conhecido por bullying. Outros adquirem propensão para se envolver na criminalidade."

A Secretaria de Ordem Pública e Controle Urbano de Rio das Ostras promoveu uma reunião entre representantes das três cooperativas de transporte público que atuam na cidade e da Dataprom, empresa de bilhetagem eletrônica sediada em Curitiba. O objetivo foi apresentar o sistema de vale eletrônico, seu funcionamento e benefícios. Segundo o secretário de Ordem Pública e Controle Urbano, Ten.Cel. Sérgio Pinto, o sistema de bilhetagem eletrônica, que também vai se estender aos que têm direito à gratuidade, oferece vários benefícios. “Com o bilhete eletrônico melhora o atendimento ao público e as condições de trabalho das cooperativas. Além disso, a circulação de dinheiro é menor, o que gera maior segurança”, afirma o secretário. A bilhetagem eletrônica já atende a 100% do transporte urbano em cidades como Curitiba e Sorocaba (SP). Com esse sistema é possível controlar o número de usuários e, caso o cartão seja roubado ou extraviado, pode ser bloqueado. Os cartões serão recarregados em postos de atendimento espalhados pela cidade.


Parceria por mais cursos em Macaé

Rosinha vai ter encontro com Lula

A subsecretaria de Trabalho e Renda (Semtre) e o Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico (Fumdec) da secretaria de Desenvolvimento Econômico da prefeitura de Macaé estão efetuando parceria com o grupo MSO Consultoria e Treinamentos para promover cursos de capacitação profissional gratuitos. Os que fizerem os cursos serão encaminhados para o mercado de trabalho, passando antes por estágio prático.

A prefeita e presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro), Rosinha Garotinho, estará com o Presidente Lula na próxima segunda-feira (8) e demais prefeitos para pedir apoio para evitar a redistribuição dos royalties existentes. Na ocasião, a prefeita vai entregar ao presidente um documento explicando toda situação da região, caso a emenda seja aprovada no Congresso Nacional.

11

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

PR REÚNE LIDERANÇAS DA REGIÃO ENCONTRO EVANGÉLICO EM MACAÉ E POSSE DE DIRETÓRIOS NA REGIÃO FORAM REALIZADOS NO FIM DE SEMANA Evangélicos de várias denominações cristãs se reunirão na noite do último sábado (dia 6) em um encontro realizado na Catedral das Assembléias de Deus Ministério Madureira. O encontro com a presença do pastor David Cabral, segundo na hierarquia das Assembléias de Deus e dirigente das igrejas no Sul do Estado. Além dele, o evento contou com diversas políticas do estado, como o vereador macaense Chico Machado, o ex-deputado federal Paulo Feijó e o secretário geral do Partido da República (PR), ex-governador Anthony Garotinho. Mas cedo, todas estas lideranças políticas participaram de dois eventos, em Casimiro de Abreu e em Rio das Ostras onde foram nomeadas as comissões executivas do PR. A visita do exgovernador e presidente do partido Anthony Garotinho era esperada tanto nas agendas políticas quanto no encontro evangélico do dia. No entanto, Garotinho não pôde comparecer por estar em Campos acompanhando a sua esposa, a prefeita Rosinha Garotinho que passava por problemas de saúde. O pastor Manoel Ferreira, presidente das Assembléias de Deus e pré-candidato ao senado pelo PR também não pode comparecer.

JOEL MARTINS

Pastor David Cabral e o vereador Chico Machado foram duas das lideranças que participaram do evento

Apesar de Garotinho não ter comparecido aos eventos na região, entretanto, o ex-governador acabou sendo o foco principal do discurso entre todos os oradores do dia. As recentes acusações

publicadas na imprensa do estado sobre possíveis irregularidades cometidas nos governos de Rosinha e de Garotinho também foram citadas por todas as lideranças políticas. "Está na cara que isso

tudo é desespero de causa. Bastou o Garotinho despontar nas pesquisas e ameaçar este grupo de covardes que governa o estado para estas acusações serem plantadas na imprensa. Mas eu

confio na honestidade de Garotinho e sei que o povo não se iludirá com estas mentiras", disse o pastor David. Outro a sair em defesa do exgovernador foi o vereador Chico

Machado, pré-candidato a deputado estadual pelo PR. "Estamos lutando contra um governo que gasta mais de R$ 200 milhões em propaganda enganosa para iludir o povo. Essas mentiras, estas acusações contra o Garotinho já estão se tornando chatas. Porque sempre em época de eleição sempre inventam algo para acusá-lo? É lógico que estão com medo, porque sabem que Garotinho vai voltar a ser governador deste estado", disse. As denúncias contra o casal Garotinho vieram à tona na última sexta-feira com matérias publicadas no jornal O Globo, O Dia e Extra baseados em uma ação movida por promotores da 6ª Promotoria de Tutela Coletiva da Capital. Na ação, os promotores apontam a existência de um suposto esquema de desvio de verba público através de ONGs subvencionadas pelo Estado. Em seu Blog, Garotinho afirma que a ação dos promotores não passa de uma grande armação para desestabilizar a sua possível candidatura ao governo do estado, beneficiando ao governador Sérgio Cabral. Garotinho também autorizou que a justiça quebrasse seu sigilo bancário e fiscal a fim de provar que ele não se apropriou de um centavo sequer dos cofres públicos.


7 a 13 de marรงo 2010

EXPRESSO REGIONAL

PรGINA 12


Inscrições para o projovem continuam

FEC cobra explicações sobre vale

O presidente da Federação dos Estudantes de Campos (FEC) e a presidente da União Estadual dos Estudantes Secundaristas (UEESRJ), respectivamente, Maycon Prado e Gabriela Venâncio, se reuniram na última quarta-feira (03) com a Secretária Estadual de Educação, Tereza Porto. Na ocasião, foi cobrado maiores esclarecimentos sobre a implantação de cartões eletrônicos na rede estadual de ensino.

Os interessados em fazer um dos seis cursos, gratuitamente, oferecidos através do Projovem, tem até o dia 30 de março para se cadastrarem no programa. As inscrições para o Projovem Trabalhador, que vai promover a qualificação profisisonal de 1.500 pessoas com idade entre 18 e 29 anos, permitindo o acesso desses jovens ao mercado de trabalho, continuam e continuam atraindo grande número de pessoas.

13

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

REDESCOBRINDO CASIMIRO PREFEITURA PROMOVE “TOUR” COM EMPRESÁRIOS DA REGIÃO SOBRE PONTOS TURÍSTICOS DO MUNICÍPIO As cidades que compõem a região dos lagos e baixada litorânea são brindadas com belas paisagens, praias, e também muita história. Por conta disso, os investimentos no setor turístico, que por muito fomenta a economia local, são por vezes prioridades em algumas delas. Para cercar esse setor, a Secretaria de Turismo e Eventos (Sectur) de Casimiro de Abreu promoveu no fim do mês de fevereiro, um tour pelos principais pontos turísticos da cidade, com empresários do município. O objetivo da visita foi estimular os empreendedores a potencializar seus investimentos para incremento do comércio local. A Prefeitura acredita que o fomento do comércio vai beneficiar o turismo e gerar mais empregos no município. Além dos pontos turísticos do centro da cidade, os empresários visitaram atrações na Serra de Casimiro de Abreu. O roteiro incluiu o Espaço Arte Natural, a Praça do Mirante, a Casa de Cultura, a Estrada Serramar, o Canoar (empresa que promove rafting), a Ponte de Arame, a Cascata, a Cachoeira da Fumaça e o Poço do Pai João. No Espaço Arte Natural foi apresentada todas as etapas de produção do artesanato em fibra de bananeira produzido por membros do Projeto Social 'Arte em Fibra'.

ANDRÉ CABRAL

O objetivo da visita foi estimular os empreendedores a potencializar seus investimentos para incremento do comércio local

Segundo a gerente de planejamento da Sectur, Bárbara Barbalat, a intenção do município é incentivar as agências de turismo a criar um roteiro de

Ecoturismo e Turismo de Aventura para Casimiro de Abreu, onde serão oferecidas diversas opções como rapel, tirolesa e arvorismo. "Pretendemos cons-

truir uma infraestrutura de Ecoturismo na Serra como passarelas, mirantes e decks para a observação de pássaros e queremos buscar a parceria do em-

presariado", disse Bárbara. O grupo participou de outro passeio, desta vez em Barra de São João.Os empresários locais foram apresentados aos melho-

res pontos turísticos do segundo distrito de Casimiro de Abreu. Diversidades Meio ambiente, atrativos naturais, históricos e culturais. Esse conjunto de belezas compõe os roteiros turísticos de Casimiro de Abreu e Barra de São João, 2º distrito. No coração da Mata Atlântica, um paraíso reservado. É a Reserva Biológica União, que abriga em sua mata espécies endêmicas e ameaçadas, como a preguiça-de-coleira, lontra, jaguatirica e onça para. Abriga também uma das maiores populações silvestres de mico-leão-dourado. Um espetáculo de fauna e flora para quem optar pelos atrativos naturais. Cachoeira do Pai João, Córrego da Luz, Barra do Sana, Cachoeira da Fumaça, e as Praias do Centro de Barra de São João são alguns exemplos. Dentre os atrativos históricos e culturais estão Casa de Cultura, Centro de Memória, Espaço Cultural da Serra, Casario Histórico, e o Museu Casa de Casimiro de Abreu, que será municipalizado em breve. A presidente da Fundação Cultural Casimiro de Abreu, Cláudia Rejane Baptista, acredita que a municipalização fará com que a comunidade se aproxime ainda mais do Museu. O acervo do Centro de Memórias está sendo ampliado. Atualmente conta com peças manuscritas, cartográficas, museológicas, aquarelas, entre outras.


Macaé terá subsecretaria de odontologia

Guarda é tricampeão de canoagem

Uma classe indispensável e pouco lembrada. Era assim que os dentistas se sentiam em relação às ações do poder público na cidade. Contudo, esta realidade começa a mudar com a aprovação de projeto de lei de autoria de Paulo Antunes (PMDB), por unanimidade esta semana, criando a subsecretaria de Odontologia. De acordo com o presidente da Câmara, os mais de 200 profissionais serão beneficiados.

Rio das Ostras, que já tem uma tradição de reunir atletas na Guarda Municipal, tem agora mais um campeão. O GM Diom de Souza Catarina, empossado recentemente, acaba de conquistar medalha de ouro na modalidade Descida de Rio da1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Canoagem. Diom é tricampeão brasileiro na categoria Open Sênior, também conhecida como Turismo.

14

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

CONCEIÇÃO FAZ ANIVERSÁRIO MUNICÍPIO COMPLETA 58 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLITICO-ADMINISTRATIVA NO DIA 15

No próximo dia 15 de março, o município de Conceição de Macabu vai completar 58 anos de emancipação político-administrativa. Primeira cidade do país a se emancipar pelo processo de plebiscito popular e a única até hoje a ser emancipada em processo que teve 100% dos votos da população, o antigo distrito de Macaé é cercado de histórias e de riquezas naturais que enriquecem a região. Na próxima segundafeira, dia 15 a Câmara Municipal realiza uma sessão solene para homenagear as principais personalidades do município. Conceição de Macabu é um município brasileiro localizado entre a serra e o mar. Um terço de seu território é constituído de serras de altitudes que oscilam de 300 a 989 metros; os outros dois terços alternam-se entre planícies aluviais, com altitudes mínimas de ate 4 metros, e morros e morrotes, de 100 a 300 metros. Conceição deriva de Nossa Senhora da Conceição, cuja nomenclatura original era Nossa senhora da Conceição do Rio Macabu. Essa nomenclatura surgiu oficialmente em 6 de outubro de 1855, quando conceição de Macabu foi elevado a categoria de freguesia, com o nome de freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Macabu. O primeiro distrito e sede do município localiza-se em Conceição de Macabu, cidade com aproximadamente 18.500 habitantes, cortada pela rodovia estadual. O município possui ainda um segundo distrito, Macabuzinho, distante 19 quilômetros da sede e com população estimada em 900 habitantes. Existem diversas localidades como Santo Agostinho, Amorosa, São Domingos, assentamen-

FOTOS: MARCOS MENDES (AE)

Repleto de monumentos históricos e belezas naturais, Conceição de Macabu foi a primeira cidade do país a se emancipar por pebliscito popular

to de Capelinha ,Piabas, Piteira, Boa Esperança, Vila Tavares, Santa Catarina e o Curato de Santa Catarina (a maior e mais importante dentre todas). A sede do município possui diversos bairros, com destaque para Bocaina, Vila Nova, Usina, Centro, Garapa, Porto, Rhodia, Balance, Calçadinha e Vila São José, entre outros. Originalmente habitado por tribos indígenas nômades como sacurus, coroados e goitacás, o município foi parte da Capitania de São Tomé até ser doado em

sesmaria para para os Sete Capitães. Com o fracasso da sesmaria a região foi dividida, cabendo as terras do município aos padres jesuítas, que a partir da Freguesia de Nossa Senhora das Neves e Santa Rita, exploravam o interior catequizando e aldeando os índios sacurus, habitantes do vale do rio Macabu, no vizinho vale do rio Macaé. Em 1759 os jesuítas são expulsos, nos anos seguintes os desprotegidos indígenas retornam ao vale do Macabu forman-

do os primeiros povoados, que logo foram atingidos pelo progresso oriundo do cultivo do café na região serrana fluminense. No século XIX, portos fluviais, a estrada Macaé-Cantagalo e o ramal ferroviário oriundo de Conde de Araruama (Quissamã) tornam-se vias de acesso à região contribuindo para o seu povoamento, crescimento econômico e evolução política: freguesia em 1855 e primeira emancipação em 1891-1892. Durante esta época de grande crescimento

econômico, ocorreu o caso da Fera de Macabu, um historia de crime erros judiciários a partir do qual se inicou o fim da pena de morte no Brasil. Em 1907, surge em Conceição de Macabu a primeira colônia de japoneses do Brasil, liderada por Saburo Kumabe, um ano antes da data oficial de inicio da imigração japonesa com a chegada do navio Kasato Maru. Infelizmente a colônia fracassou depois de 5 anos por diversos motivos. O século XX foi marcado

pelo grande progresso da primeira metade, marcado pela fundação da Usina Victor Sence a da fazenda Modelo Venceslau Bello (Rego Barros). O progresso teve reflexos políticos e Conceição de Macabu, quinto distrito de Macaé, uniu-se ao 10º distrito, Macabuzinho, originando um novo município, Conceição de Macabu em 15 de março de 1952. O processo de emancipação foi por plebiscito popular, o primeiro do Brasil e único unânime ate hoje.


7 a 13 de março de 2010

PÁGINA 15

EXPRESSO REGIONAL

DIVULGAÇÃO

LUIZA BRUNET MOSTRA SENSUALIDADE EM ENSAIO AOS 47 ANOS

ÁRIES (21/03 A 20/04) Questões muito importantes ocorrendo nos bastidores, em sigilo e que tendem a surpreendê-lo. Acontecimentos que transcendem o desejo pessoal apontam para a necessidade de respeitar diferenças e de agir em prol do que beneficie muitas pessoas e não apenas a você.

Depois de arrasar no carnaval, Luiza Brunet mostrou suas curvas em um ensaio supersensual para a revista Maxim. Usando apenas uma cinta-liga, a atriz e modelo de 47 anos, contou que sente prazer em mostrar o corpo. "Tenho prazer em mostrar meu corpo. Não só para os leitores da revista, mas para mim mesma. Você tem que chegar no espelho e ficar orgulhosa, se achar linda e se sentir poderosa”. Símbolo de elegância e avessa às baixarias, Luiza contou o seu segrego: “Não tenho barracos na minha vida! Fui casada por quase 25 anos e sempre agi de acordo. Fidelidade e respeito sempre foram qualidades em minha vida, e não problemas”, revelou Luiza, separada há dois anos do empresário Armando Fernandez

TOURO (21/04 a 20/05) Vênus, planeta regente taurino, está conjunto à Urano, indicando um momento em que tendem a acontecer situações marcantes no amor, nas amizades e nos planos para o futuro, que podem mudar subitamente de foco. Início de algo inovador e importante. GÊMEOS (21/05 A 20/06) Surpresas podem ocorrer no âmbito pessoal e profissional. Situações diferentes das habituais e que tem um tom inusitado e imprevisível. Mas que podem levá-lo a arriscar uma nova forma de se expressar na vida afetiva, nos relacionamentos e no trabalho. CÂNCER (21/06 A 21/07) A vida surpreende os cancerianos. É momento de contar com a fé, a intuição e perceber os sinais, que apontam rumos diferentes dos que você havia planejado. Em assuntos relativos a viagens, estudos, ideais e sonhos o inesperado surge e mostra um novo caminho.

NAMORO: CAMERON DIAZ E TIMBERLAKE JUNTOS - EM FILME Cameron Diaz e Justin Timberlake terminaram o namoro de três anos em 2007 e, desde então, os dois dificilmente se veem em eventos. Pois agora este encontro será inevitável, pois ambos atuarão em um novo filme e, o mais importante, vivendo personagens que tem um affair. De acordo com o site Pop Crunch, os artistas foram convidados para estrelar o longa Bad Teacher, onde Cameron interpreta uma professora do ensino médio que acabou de sair de um namoro e se envolve com um instrutor de modelos, vivido por Justin.

LUCIANO HUCK CHAMA ELIÉSER DE "BUNDÃO" O apresentador Luciano Huck foi duro com o participante do Big Brother Brasil 10 (Globo), Eliéser. Ele escreveu em seu Twitter que o rapaz é mais falso do que uma nota deR$ 3,00. - Que mané este tal de Eliézer [sic]!! Mais falso que nota de R$ 3,00!!!! E não ficou só nisso. Huck também chamou Eliézer de “bundão”. - Cacau foi eliminada e agora será "fatiada". Sai, mas o seu bundão ficará na casa!!! No paredão DE terça (2), Claudia, que vivia um romance com Eliéser dentro da casa, foi eliminada com 62% dos votos. O namorado se salvou do paredão, por ter recebido o colar do anjo das mãos da companheira.

POLÍCIAPROCURANAOMI POR MAIS UMAAGRESSÃO Naomi Campbell é procurada pela polícia de Nova York para prestar depoimento depois que seu motorista acusou a modelo britânica de agressão. A polícia novaiorquina informou que a modelo de 39 anos é acusada de agredir o motorista por trás, fazendo com que a cabeça dele batesse no volante do carro na tarde de terça-feira.

JOLIE ESTARIA TRANSFORMANDO A FILHA EM “MENINO” Angelina Jolie estaria transformando a filha Shiloh, de três anos, em um menino. É o que afirma a nova edição da revista "Life and Style". Segundo a reportagem, a atriz chamaria a menina de John e não pelo nome. Shiloh costuma aparecer vestida com roupas mais masculinas e recentemente cortou o cabelo em estilo joãozinho.

LINCOLN VIRA CAÇADOR DE VAMPIROS Tim Burton e o diretor de "O procurado", Timur Bekmambetov, estão se juntando para levar o novo romance "Abraham Lincoln: caçador de vampiros" às telas de cinema. O livro, escrito por Seth Grahame-Smith, foi publicado na terça-feira (3) pela editora Grand Central Publishing. Não é certo que Burton e Bekmambetov irão dirigir o filme, mas serão os produtores da adaptação de Jim Lemley.

LEÃO (22/07 A 22/08) A intimidade transforma, a sensibilidade emociona, a fé aponta o rumo: tudo agora são experiências transformadoras para os leoninos, que vivem uma fase de renascimento pessoal. E que agora poderá ocorrer nos relacionamentos e negócios.

VIRGEM (23/08 A 22/09) Se você insistir em velhos padrões de atitude poderá passar por rompimentos nas relações. Mas, se motivar-se a mudanças, respeitando a individualidade alheia e percebendo que as diferenças são salutares, poderá renovar positivamente as relações. LIBRA (23/09 A 22/10) A conjunção astrológica entre Vênus e Urano indica tendência a surpresas nos relacionamentos e no trabalho. Novas idéias, propostas e contatos podem ocorrer e beneficiar o progresso profissional. É preciso inovar, sair do lugar comum, arriscar. ESCORPIÃO (23/10 A 21/11) Surpresas afetivas e nos relacionamentos marcam este dia, em que é importante não ter receio de novas atitudes. Ser autêntico com o que sente é fundamental. Importância de equilibrar individualidade e desejo de harmonia emocional. Inconvencionalidade.

Rocambole de arroz e frango 20 min

12 porções

# Ingredientes # Massa: # 1 copo de arroz cozido # 2 copos de leite # 1 tablete de caldo de galinha # 2 ovos # 1 copo de farinha de trigo # 1/2 copo de óleo # 1 colher de sopa de fermento # Margarina e farinha pra untar # Recheio: # 300 g de frango cozido e desfiado # 1 cebola picadinha # 1 tomate sem pele e sem semente picadinho # 3 dentes de alho amassados # 2 colheres de sopa de azeite # 2 colheres de sopa de farinha de trigo # 1/2 lata de molho de tomate # 1 copo de leite # Milho verde a gosto # Sal a gosto * Modo de Preparo 1. Massa:Bata tudo no liquidificador, despeje em uma assadeira untada e enfarinhada e leve ao forno por cerca de 25 minutos, ou até que a massa esteja levemente dourada 2. Retire do forno e desenforme ainda morna sobre um pano úmido 3. Aplique o recheio, enrole como rocambole 4. Sirva quente ou frio 1. Recheio: Refogue a cebola, o alho e o tomate ate ficarem bem macios, adicione o frango e o molho de tomate 2. Em seguida encorpore a farinha de trigo mexendo bem 3. Adicione o leite mexendo até obeter uma consistencia mais cremosa 4. Desligue o fogo, adicione o milho, corrija o sal 5. Aplique frio

SAGITÁRIO (22/11 A 21/12) Mudanças em questões familiares e emocionais são a tendência deste momento e podem marcar a delimitação entre uma velha e uma nova etapa de vida. Cresce a busca por uma auto-expressão muito peculiar, manifestando sem amarras a individualidade e a liberdade. CAPRICÓRNIO (22/12 A 20/01) Você poderá receber uma noticia surpreendente, ou perceber que está agindo de forma muito diferente do habitual. Isso é interessante para a sua evolução. Importância de contatos, relações, meios de comunicação, tecnologia e parcerias. Interesses inusitados. Ousadia. AQUÁRIO (21/01 A 19/02) Urano, planeta regente aquariano, está conjunto à Vênus, indicando um momento em que poderá ter surpresas emocionais ou financeiras. Aja inconvencionalmente, buscando alternativas diferentes e expressando de forma inovadora e inventiva os seus talentos. PEIXES (20/02 A 20/03) Em seu signo ocorre o encontro entre Vênus e Urano, que simboliza uma nova etapa nas afeições, relacionamentos e emoções. Você tende a surpreender as pessoas e talvez até mesmo chocá-las, pelo modo diferente como age, avesso a qualquer padrão.


Morar Feliz começa a formar novo bairro

Curso gratuito será ministrado em Macaé A Secretaria de Saúde de Macaé (Semusa), por meio da Coordenação de Enfermagem, inicia na próxima semana o curso de atendimento préhospitalar. O treinamento teórico e prático acontece nos dias 10, 16 e 23 de março, de 8h às 17h, no auditório do Centro de Estudos do Hospital Público Municipal (HPM). O objetivo é capacitar os profissionais e a população para saber os procedimentos corretos em casos de emergência.

Um novo bairro começa a tomar forma entre a cidade e a localidade de Tapera, próximo ao distrito de Ururaí. São as obras do programa Morar Feliz, criado no governo da prefeita Rosinha Garotinho com o objetivo de realizar o sonho da casa própria para 10 mil famílias de baixa renda, que moram em locais de risco, ou casas com estruturas comprometidas. As construções vão gerar cerca de 20 mil empregos.

16

EXPRESSO REGIONAL 7 a 13 de março de 2010

UM SOCORRO PARA O SANA

PARAÍSO ECOLÓGICO ABANDONADO PELO PODER PÚBLICO, SANA LUTA PARA VIVER A SUA GRANDE VIRADA Reestruturação do turismo no Sana. Essa é a bandeira levantada pelo conselho gestor que cuida da SANAPA (Área de Proteção Ambiental do Sana), 6º distrito de Macaé. No popular o que se houve é 'Sana terra sem lei', mas a realidade hoje é outra, e essa é justamente a luta desse conselho que trabalha para transformar o turismo do distrito, que hoje encontra-se decaído. Segundo o secretário executivo da Sanapa, Márcio Nascimento, o que ainda falta é ajuda mais efetiva do governo municipal para que os projetos saiam do papel. O conselho acredita que seja necessária a presença de autoridades públicas, através de servidores, para que se faça valer as novas regras de visitação, por exemplo. "Fizemos um estudo que constatou a quantidade máxima de visitantes em algumas cachoeiras. O turista que freqüenta o Sana não quer saber de novas regras, ele quer curtir o fim de semana e pronto. Quando a gente diz que a lotação chegou ao limite e impede a passagem, até que alguém saia para este outro entrar, as pessoas pouco respeitam, até porque não temos identificação pública. Trabalhamos aqui pela causa ambiental, essa representação governamental é o que ainda falta para nós", contou Márcio.

ANDRÉ LUIZ CABRAL

Regular o acesso às cachoeiras, como forma de proteger o meio ambiente, é uma das propostas da APA do Sana

Dentro desses projetos, o conselho pretende reorganizar o turismo local, com intuito de tornar o Sana um distrito auto-sustentável, tendo em vista sua riqueza em recursos naturais, rios, matas, vales e montanhas. "Nossas idéias estão documentadas. Projetos de ordem ambiental, como criação de uma ecoestrada, edificação de pracinha, salas

de educação ambiental para jovens, base de monitoramento. Ou seja, temos todas as ferramentas, precisamos dos operários. É nisso que ainda contamos com a prefeitura para formar convênios e gerar empregos", disse Márcio. A idéia do conselho é dar uma guinada no turismo do distrito. Deixar de vez o turismo de

massa e migrar para o qualificado. Atender a todas as classes sociais, mas sempre com o foco na preservação ambiental. "Hoje o que acontece, uma parcela de turistas chegam aqui para causar desordem, e afastam aqueles em busca de sossego e paz. Como vamos conquistar uma família para conhecer o Sana, se o local tem fama de ser terra sem

lei? Muita gente deixa de vir porque não fazem parte do grupo, em sua maioria jovens, usuários de drogas. Isso acontece com freqüência, e é essa imagem pejorativa que queremos transformar", relatou o secretário. Para tanto, o conselho cita as questões já resolvidas, em acordo com a prefeitura. Márcio contou que tem acesso direto ao

secretário de Meio Ambiente, Maxuel Vaz. "Nossos projetos tem o conhecimento do secretário Maxuel, um deles o da ecoestrada. Mas existem outras áreas, nem da competência da secretaria de Meio Abiente, que precisam ser avaliadas. Como por exemplo, a comunicação ineficaz. Não temos torre de telefonia celular. E é preciso, por questões de segurança. Se a telefonia fixa der defeito estamos sem comunicação com o resto do mundo. A segurança em si também deixa a desejar ainda, aqui no distrito não existe viatura policial, e isso é perigoso. A prefeitura está nos devendo a construção do posto de polícia. A Fazenda também nos deve na questão de fiscalizar obras irregulares. Temos aqui um problema sério com relação a construções a beira do rio. Não existe fiscalização nem do que já foi construído nem do que está para ser", narrou. O conselho luta pela qualificação do distrito, pela sua sustentabilidade, pela geração de emprego e economia baseada no turismo sustentável. É uma causa que poucos abraçam, justamente por dar trabalho. Mas lá no Sana eles tem estrutura, espaço e projetos. O que falta é aliar governo municipal e conselho para dar seguimento aos projetos, visando atender o público com aparato turístico de qualidade.


Edição 229