Page 1

010457 1005181

PORTUGAL

MAGAZINE

ADELAIDE DE SOUSA

QUANTAS COISAS CABEM NUM OLHAR!

1 | maio, 2018 | evellis portugal


Ser

mae

ĂŠ o melhor presente 2 | maio, 2018 | evellis portugal


6 razões para contratar uma “mamã” para a sua equipa

1 2

DISCIPLINA: quando uma mulher se torna mãe, mesmo que ela não seja, ela torna-se uma pessoa disciplinada. As crianças têm horário para tudo, dormir, brincar, comer, escola, trabalhos de casa e etc. PLANEAMENTO: uma mãe precisa ter sempre um bom planeamento (administração do tempo e financeira), ter aliados para aqueles dias de imprevistos buscar ou levar os miúdos à escola, conciliar tarefas domésticas, trabalho, estudo, e etc.

3 4 5 6

DETERMINAÇÃO: uma mãe tem sempre bons objetivos para a educação dos filhos e correrá sempre atrás disso.

VALORIZAÇÃO DO TRABALHO: uma mãe sabe muito bem o valor que tem um trabalho/emprego; é através dele que vem o sustento do seu bem mais precioso, os filhos. RESULTADOS: uma mãe não se contenta em fazer o “batatas com bacalhau”, ela quer dar o melhor aos seus filhos, ela vai correr atrás dos melhores resultados!

LIDERANÇA: mães são líderes natas, aprendem como desenvolver e educar um ser humano e sabem que isso só é possível através da disciplina e amor.

Ainda está na dúvida? Contrate uma mãe! Texto: Michele Menezes

3 | maio, 2018 | evellis portugal


magazine

COLABORADORES 82 98 Andrea Ramos

92 96 Helena Galvão

94 100 Helena Martins

Hugo Pinto

Escrever para Evellis não é uma questão de luxo. Não adianta calçar um Louboutin e passar a noite morrendo de dores. Nossa equipa escreve porque ama, escreve porque sabe que o verdadeiro luxo é ser feliz e fazer os outros felizes. É ser humilde perante outras pessoas e solidária com quem precisa. Este é o nosso respeito por si!

90 88 Leonor Santos

Escrever para Evellis Magazine é uma questão de personalidade e atitude. É o que na moda se chama de estilo. E isto temos de sobra!

Carol Heckert

Cindi Angelo

Cara leitora

Susana Garcês

4 | maio, 2018 | evellis portugal


EDITORIAL O que o seu olhar diz sobre si? Ao selecionarmos uma foto para capa desta edição, uma coisa chamou a atenção, os olhos da Adelaide. Não pela cor ou formato, mas pela profundidade como eles transmitiam sentimentos. Um olhar que precede gestos e palavras. Podíamos ver a beleza de um olhar sincero, que mais do que nunca, determina como nos afirmamos diante de um mundo que gosta de selfies, mas tem medo do espelho. O olhar desta edição está diferente e profundo. Cada entrevistado e cada colunista faz-nos ver com seus olhos despretensiosos e cheios de amor. Observe que toda e qualquer expressão facial perde a importância e afeta a comunicação não verbal se os olhos não passarem a informação correta. Os olhos diria o poeta, são o espelho da alma. Através de um olhar conectamo-nos com as pessoas de uma forma mais sincera. Não há enganos na conexão emocional de um olhar.

da pupila, que escapa ao nosso controle e que não responde apenas às mudanças da luz. Olhe fixamente para dentro do olhar do outro e verá o futuro. O amor começa na expressão do olhar e é confirmado no carinho. Ahhh, mas já percebeu o olhar de quem odeia? É mais penetrante que uma faca afiada. “A máscara esconde a face, mas o olhar revela a intenção da alma.” Acredite no olhar, ele irá dizer mais do que a sua boca. Que possamos aprender a olhar o mundo com os olhos de Jesus. Com o olhar acolhedor e transformador do amor. Um olhar que nos traz para perto e nos abraça.

Os especialistas em linguagem corporal dizem-nos que uma das nossas partes físicas que mais pode dizer coisas sobre nós são, sem dúvida, os olhos e, antes de tudo, a dilatação 5 | maio, 2018 | evellis portugal


MAIO 2018

34

04 Colaboradores Uma super equipa de colunistas

05 Editorial Fernanda Tavares detalha a edição

08 Entrevista de Capa

44 Eyewear Foco no Olhar

46 Destaque Loide Tiny

Adelaide de Sousa

22 Graves & Agudos Mensagens sem filtro

Moda & Estilo Editoral Fashion 26 Inspiração Fashion

Saúde & Beleza 52 Arte sobre as Unhas Nail art em suas mãos

38

54 Make-up

Estilo autoral

Vestida para o sucesso

56 Fragrância Pour Femme

28 Editorial

Tiffany, Femme Individuelle, Noa, Nomade e Because it´s you

Primavera-Verão

34 Crie o seu estilo Acessórios

36 Etiqueta Dicas

38 Malas

54

Marinero e tropical

40 Love the Look Experimente!

42 A seus pés!

28

Primavera/verão 6 | maio, 2018 | evellis portugal


Destinos 58 Perfil

96 Caminhadas

Diogo Pinho

Fardo Leve

66 Em Foco

98 Passos de Fé

Empatia x Simpatia

Supere-se

68 Desafio

100 Vitamina E

30 dias

O impossível é nada

70 Qual o seu propósito Missão de vida

Ateliê

71 Pecados da língua

102 Luxo Total

Veja qual o seu

Tudo que reluz é ouro?

72 O poder da palavra

104 Tech News

O que tem falado

A tecnologia que está na moda

74 Homens de Fé

106 Homeware

Fernando de Jesus Machado

78 Verbo da Vida Grace Olood Mollel

56

80 Crónicas da Né

A sua casa em alto estilo

78

Tabaco, moléstia social?

90 Destinos Braga

Lifestyle 88 Transformar Quem sou eu?

90 Verdades de Poucas Palavras Maria, um exemplo de superação

92 Emoção e Fé Fale dos seus sentimentos 94 Há sempre um outro olhar

Quereis vós também retirar-vos? 7 | maio, 2018 | evellis portugal


INTERVIEW ENTREVISTA INTERVISTA

Fotos: Tracy Richardson Hélio Nogueira SIC Mulher 8 | maio, 2018 | evellis portugal

ADELAIDE DE SOUSA


A

ATRIZ, APRESENTADORA E LOCUTORA

delaide Amélia Garcia de Sousa Richardson, casada com o fotógrafo americano Tracy Richardson com quem teve seu filho Kyle em Portugal, é uma atriz premiada, apresentadora e locutora. Ela nasceu em Maputo, Moçambique, mas veio para Portugal em dezembro de 1975, aos 7 anos de idade com os seus pais e mais quatro irmãos: Ana, Sandra, Paulo e Mário. O primeiro trabalho de Adelaide foi como assistente de voo, trabalho que exerceu por 8 anos em várias companhias aéreas portuguesas. Chegou a ser modelo e teve uma carreira promissora e magnífica na televisão como repórter, apresentadora e atriz de séries, novelas e filmes. Em 2000 já com grande sucesso em Portugal, foi viver e estudar em Nova York, durante 4 anos, com o intuito de ampliar conhecimentos, onde conheceu também aquele que viria a ser seu marido. Em 2002 voltou a Moçambique, à sua cidade natal, para filmar a novela “Jóia de África”. Em 2003 casa-se com Tracy e regressa definitivamente a Portugal em 2005. Atualmente a par com o seu marido dedica-se à causa do cancro da mama, através do projecto Guerreiras.

Evellis: Quem é a mulher por detrás da atriz Adelaide de Souza? Adelaide: Alguém que cada vez mais quer deixar de ser o que já foi. Uma pessoa a quem Deus quis abençoar com a graça da fé em Jesus Cristo, mesmo sem merecer

tal coisa. Mãe, esposa e mulher, igual a tantas outras e ainda assim criação única de Deus. Evellis: Como chegou até à televisão? Quem a descobriu? Adelaide: Foi por trabalhar desde cedo

como modelo fotográfico que cheguei aos castings de programas de televisão. Comecei como assistente do concurso Destino X de Teresa Guilherme em 1992 e depois fiz o meu caminho devagar, um degrau de cada vez.

9 | maio, 2018 | evellis portugal


ENTREVISTA | ADELAIDE DE SOUSA Evellis: Você teve uma lado da fama, se esta não for edificante para trajetória de sucesso mim e para os outros. na televisão. Qual dos Ah e nunca representei papéis que já viveu que mais tem a ver com a sua ninguém muito parecido comigo. Todas as pessoa? personagens têm algo de Adelaide: De sucesso, mas talvez não de acordo mim, claro. com os padrões do Evellis: Na televisão mundo. Espera-se que contemporânea é mais alguém como eu já esteja relevante beleza ou num lugar de topo ao fim medidas? de 20 anos de trabalho, Adelaide: Depende. mas não é o caso. Já Se tivermos bons estive mais em cima, já relacionamentos dentro estive mais em baixo, já da hierarquia desse fui muito reconhecida sistema, é irrelevante. e nada reconhecida. Já Mas se estivermos na fase fui solicitada e ignorada. inicial, de tentar provar Já fui respeitada e que existimos, então desprezada. Já ganhei é mais importante ser muito dinheiro e já bonita e magra do que ser trabalhei por quase nada. competente. Não tenho Na verdade, creio que dúvidas. já fiz o percurso quase todo para trás e para a Evellis: Você estava frente. Não é linear, mas como apresentadora do segue a lógica de Deus: Programa Faz Sentido. não é por merecimento, O programa traz algo mas por graça. E ter muito português que é muito trabalho ou muito o gosto pela conversa. dinheiro não é sempre Você gosta de uma boa um sinal de que estamos conversa? Como foi fazer nas boas graças do nosso este programa? Deus. É muitas vezes Adelaide: Na verdade, o oposto e ainda bem. era no Entre Nós que se Antes quero estar do podia conversar. O Faz lado de Deus do que do Sentido é apresentado 10 | maio, 2018 | evellis portugal

pela Ana Rita Clara e eu apenas a substituía ocasionalmente. Tem um formato diferente, mais segmentado. Mas no Entre Nós, aí havia tempo para a conversa, para escutar e falar, para pensar e reflectir sobre a vida, os relacionamentos, as ideologias e os valores que assistem cada um de nós. Era algo que me dava muito prazer. Sendo cristã e portanto submissa a um sistema de crença que é muito contra-cultura, é importante para mim dar espaço a outros nesse meu mundo, ouvir mais do que falar, aprender


Mulheres, tive um convidado que era designer de moda e com quem tinha já conversado um pouco antes, mas quando o programa começou apercebi-me de que os nervos naturais do convidado o faziam gaguejar terrivelmente! Foi um momento aflitivo mas também muito cómico... Evellis: A sua última participação em o que faz esta ou aquela telenovela foi como Sofia pessoa mover-se no Abrantes em “Coração mundo e escolher o que escolhe. Tenho saudades! d´Ouro” que estreou em janeiro e terminou Evellis: Relate-nos algum em outubro de 2016. episódio que tenha sido Pretende fazer mais mais divertido para si alguma novela? Tem enquanto apresentadora? mais algum projeto para Adelaide: Num outro TV ou Cinema? programa diário em

“JÁ FUI MUITO RECONHECIDA E NADA RECONHECIDA. JÁ FUI SOLICITADA E IGNORADA. JÁ FUI RESPEITADA E DESPREZADA. JÁ GANHEI MUITO DINHEIRO E JÁ TRABALHEI POR QUASE NADA.”

directo, o Mundo das

Adelaide: Não pretendo, não. E tomei a decisão

de não participar mais em projectos dessa natureza. Creio que essa profissão nos moldes que ela normalmente ocorre já não me cabe por muitos motivos. O primeiro tem a ver com o meio, muito facilitador a que me distraia do que é realmente importante. Depois, os horários: ninguém imagina a dureza de se estar longe da família quase constantemente, de sairmos de casa todos os dias às 7 da manhã e voltarmos perto das 21.30, cansados e sem paciência para estarmos com aqueles que mais nos querem ver. Temos muito para estudar todos os dias, não há descanso. Ganha-se bem, mas perde-se muito. O pessoal técnico é quem mais sofre! Depois há a questão da pureza que se espera de uma mulher cristã casada... como justificar as cenas mais íntimas que sempre têm de ser representadas na televisão de hoje em dia? Percebi que tinha de sair e rapidamente,

11 | maio, 2018 | evellis portugal


ENTREVISTA | ADELAIDE DE SOUSA

“PERCEBI QUE TINHA DE SAIR E RAPIDAMENTE, SOB PENA DE ESCANDALIZAR MUITOS COM O MEU MAU TESTEMUNHO E EXEMPLO.” sob pena de escandalizar muitos com o meu mau testemunho e exemplo. Dito isto, os meus colegas são extremamente profissionais e respeitadores, mas é de facto a exigência da história que nos compromete. Sei que há mais como eu, que preferiam que representar não implicasse esses contactos mais íntimos. Eu não quero mais. O projecto em que estou agora e pelo qual estou muito grata a Deus é a coordenação de leitores na gravação áudio dramatizada do Antigo Testamento que a Sociedade Bíblica Portuguesa está a desenvolver. É um grande prazer usar o que aprendi para uma causa tão magnífica como esta! Evellis: Você apresenta o Programa Guerreiras

pelo canal web Ideias Indomáveis. Fale um pouco deste programa? Qual o dia e horário que você o apresenta? Adelaide: Agora está em standby... esses programas custam tempo e dinheiro e eu não tenho nenhum dos dois! Mas estou muito grata à produtora brasileira Ideias TV por ter acreditado e doado do seu tempo em prol da causa, foram 5 estrelas. Eu é que já não consigo continuar sem os compensar por esse esforço. Evellis: Você participou como jurada do concurso Bíblia Moov A Bíblia em Movimento, promovido pela Sociedade Bíblica. Quais são os temas tratados neste concurso? Tem algum filme que você recomenda?

12 | maio, 2018 | evellis portugal

Adelaide: Vários! Os que se fizeram sobre as parábolas de Jesus, por exemplo. Há um que retrata a história do bom samaritano adaptado à realidade de hoje que está muito bem feito, muito bem filmado e representado e que mostra bem a nossa hipocrisia quando nos achamos melhores do que os outros por seguirmos a «religião


certa». Dizemos que temos fé, mas depois não temos obras. Essa fé é morta! Evellis: Como nasceu o projeto Guerreiras de Portugal, que tem por objectivo mostrar a luta das mulheres contra o cancro e mais ainda, encorajá-las a não se entregar à doença? Adelaide: Nasceu por vontade de Deus

e do meu marido, Tracy Richardson. O objectivo não era bem evangelizar, mas apontar para Deus e deixar que cada um se pergunte sobre o propósito do seu sofrimento. A nossa esperança é de que a doença possa ser o motivo pelo qual as nossas máscaras caem e se descubram muitos falsos deuses. Ficarmos fracos é algo indesejável hoje em dia, e o projecto quer dizer a todos que é na nossa fraqueza que o nosso Deus se mostra forte como só Ele pode ser. Tudo abana, é um terramoto para a alma humana. No sofrimento desbrava-se um caminho no coração que nos mostra a quem amamos de facto, a que altar nos temos ajoelhado. Mais do que falar da cura do corpo, queremos falar da cura da alma, e do médico dos médicos, de um Deus que pode curar tudo apesar de nem sempre o fazer. Queremos reafirmar: todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a

Deus e Lhe pertencem. E se não Lhe pertencemos, vale a pena pensar porquê, e pedir a Deus a graça da fé em Jesus. Evellis: Fale um pouco do livro “Mulheres Guerreiras - Histórias de Esperança, Coragem e Superação” que você e seu marido escreveram. Adelaide: É um livro de testemunhos de 11 mulheres de idades, estados civis, profissões e estatutos sociais bem diversos. Temos a dona de empresa e a empregada doméstica. Temos a jovem de 21 anos e avó de 65, a casada e a divorciada, a cristã e ateia, temos um pouco de cada mulher portuguesa. São histórias de mulheres

13 | maio, 2018 | evellis portugal


ENTREVISTA | ADELAIDE DE SOUSA que passaram pelo cancro e portadora do gene de mama, alguns casos BRCA que se relaciona estiveram às portas da com o cancro dos morte e que aprenderam ovários e mama nas que viver um dia de mulheres. Tornámocada vez com muita nos amigas por causa gratidão por coisas das Guerreiras, e posso pequenas e corriqueiras dizer que no mundo da - ter cabelo, unhas, ter solidariedade há muitas ânimo para estar com armadilhas mas que os filhos - é a receita quando encontramos para encontrarmos o alguém genuinamente contentamento na vida interessado em que temos - curta ou melhorar a vida do comprida. Não é uma seu próximo devemos promessa de cura nem apoiar essa pessoa e a uma receita para vencer sua causa sempre que o cancro, é um convite a possível. É isso que ganharmos a noção de faço. Tenho imenso que Jesus está perto dos respeito pelo trabalho contritos e quebrantados, da EVITA e creio que e que não é indiferente ao todos deveríamos ser sofrimento de ninguém. sócios, uma vez que Mais importante do que a é bem provável que cura do corpo é a cura da conheçamos alguém com alma e a revivificação do esta alteração genética. espírito. Não faz sentido voltar as costas a isto, Há todo um Evellis: Você faz parte da perfil genético português Associação de Apoio a que importa conhecer Portadores de Alterações para que possamos nos Genes Relacionados actuar de um modo mais com Cancro Hereditário vigilante e preventivo. - EVITA. Fale um pouco sobre este Instituto? Evellis: O Cancro é Adelaide: A EVITA foi responsável por um fundada pela Tamara quarto das mortes Milagre, enfermeira em Portugal. Com 14 | maio, 2018 | evellis portugal

a tecnologia atual é possível saber se uma pessoa tem uma predisposição para o cancro? Adelaide: Sim , claro que sim. É um teste bem simples. O que não quer dizer que não haja imponderáveis e inesperados, já que a maioria dos cancros não tem um carácter hereditário. Ainda assim, quando há vários casos

“QUANDO ENCON GENUINAMENTE MELHORAR A VIDA DEVEMOS APOIAR SUA CAUSA SEMP na família, ou quando o cancro acontece antes dos 50 anos, temos de pensar em fazer os testes genéticos. Vão à página da EVITA para saber como (www.evitacancro. org) Evellis: Os três tipos de cancro que mais matam em Portugal são Pulmão (traqueia,


brônquios e pulmão), Próstata e Cólon. Como tem sido o trabalho de conscientização para este tipo de público? Adelaide: Os da próstata e cólon podem ter uma relação com o da mama e ginecológico, e por isso acabamos por também falar deles, mas de raspão... o trabalho é muito e o tempo não chega para tudo. Há associações que se

NTRAMOS ALGUÉM INTERESSADO EM A DO SEU PRÓXIMO R ESSA PESSOA E A PRE QUE POSSÍVEL” ocupam e bem desses outros cancros. Evellis: O termo “risco” é usado para definir a probabilidade de uma pessoa sadia, exposta a determinados fatores, ambientais ou hereditários, desenvolver uma doença. Os fatores associados ao

aumento do risco de se desenvolver uma doença são chamados fatores de risco. É possível prevenir o Cancro? Adelaide: Não tanto como gostaríamos, no entanto é importante saber que há coisas que podemos controlar, como sendo: a alimentação (deve ser pobre em açúcares refinados e gorduras saturadas, pesticidas e OGMs), o exercício físico (bastam 30-60 minutos por dia de caminhada vigorosa ou

algo assim) evitar a toma de anticoncepcionais orais ou terapia hormonal de substituição, e ainda amamentar por tanto tempo quanto possível (cada ano diminui as hipóteses de cancro de mama em 4,8%). Cuidar do sistema imunológico, essencialmente. E isto tem de começar ainda no útero, já que se sabe que o ambiente uterino é responsável pelo «ligar e desligar» de determinados genes relacionados com o cancro. Evellis: O que a levou a ter um parto natural? Adelaide: A noção de parto está demasiado

15 | maio, 2018 | evellis portugal


ENTREVISTA | ADELAIDE DE SOUSA

“...EU QUE TROÇAVA DOS COLEGAS QUE IAM À IGREJA E CRIAM EM DEUS, PASSEI A FALAR COM DEUS E A QUERER LER A PALAVRA.” medicalizado no mundo ocidental. O respeito pelo processo que Deus instituiu como apropriado a que uma criança viesse ao mundo da melhor maneira possível. O desejo de me sentir segura e aceite. O não querer estar desligada, anestesiada, nas horas mais importantes da minha vida adulta. É algo bem difícil em muitos hospitais modernos, já não há tempo para parir em paz, ao ritmo do nosso corpo. Bom seria que tivéssemos esse espaço e que só se interviesse quando fosse necessário. Evellis: Você teve em sua casa toda uma equipa médica para a realização do parto? Quanto tempo durou o parto? Adelaide: Muito tempo. Tempo demais, já que o Kyle estava pronto para nascer e a dilatação estava completa e nada

acontecia por mais de 12 horas. Infelizmente, a enfermeira-especialista a quem contratei ignorou os sinais e deixou que eu estivesse tempo demais numa espécie de limbo em que nada acontecia. Depois descobriuse que ele não estava devidamente encaixado no canal de parto, e que se nada fosse feito ele poderia até ter morrido e eu com ele. Foi muito mau. Ao todo, foram 40 horas. Neste momento, ela já não exerce a profissão. Evellis: Foi um parto tranquilo, dentro do que planeou? Adelaide: Nada mesmo! Também não estava preparada para o parto, creio que houve lacunas a esse nível, minhas e da doula. No hospital é que eu encontrei a compreensão e confiança de que precisava e ele acabou por nascer de

16 | maio, 2018 | evellis portugal

cesariana por eu já estar

exausta e desidratada, a desenvolver uma infecção brutal. Graças a Deus por ter ficado tudo bem! Evellis: Se fosse ter outro bebé, seria parto natural novamente?


Adelaide: Natural, sim, mas talvez não em casa. Evellis: Como conheceu o grande amor da sua vida, o Tracy? Adelaide: Em Nova

Iorque. Eu estava a estudar teatro e às vezes fazia uns biscates como hostess num restaurante do Upper West Side. Ele morava perto e um dia parou para comer uma

sobremesa e conversar comigo. Começámos a sair com mais frequência ao fim de 1 mês e ao fim de 2 começámos a namorar. Isto depois de termos tido algumas conversas sobre Deus e a religião, em que eu percebi que ele vivia a sua fé de um modo muito diferente da minha. Eu cria em Deus, e sabia que Jesus era o seu Filho, mas isso não tinha nenhum impacto na minha vida - nas minhas escolhas, ideias ou práticas. Era uma crente nominal. Comecei a ir com ele à igreja do Pr. David Wilkerson, a Times Square Church, e foi um grande choque. Eu vinha de um contexto católico e ele era evangélico! Não foi fácil, mas eu percebi que o que me era proposto era uma vida cheia de Deus e não cheia de coisas ou cheia de mim...foi assustador mas muito emocionante. Ficámos noivos ao fim de 4 meses de nos conhecermos.

Evellis: Como foi que a Palavra de Deus chegou até si? Adelaide: Pela mão do meu irmão, que tinha uma Bíblia católica que eu comecei a ler na adolescência. Mas era tudo muito confuso para mim, Eu sabia que queria mais de Deus, sabia que aquilo era bom, mas faltou discipulado, faltou igreja. Ao fim de um tempo, já nem lia nem me interessava por isso. Comecei a fazer as coisas à minha maneira e Deus só era incluído quando algo corria mal. Evellis: Conte-nos sobre a sua experiência de conversão? Adelaide: Creio que foi aos 11 anos. Digo isto porque se passaram muitos anos até eu ter de facto mudado por causa dessa conversão. Curiosamente, foi ao ouvir a oração de uns missionários Mórmons que visitavam a nossa casa que algo mudou em termos espirituais em mim...eu que troçava dos colegas que iam à

17 | maio, 2018 | evellis portugal


ENTREVISTA | ADELAIDE DE SOUSA igreja e que criam em Adelaide: Calças de Deus, passei a falar com ganga. Deus e a querer ler a Palavra. Não sei explicar, Evellis: Na sua mala não pode faltar? sei que o Mormonismo Adelaide: Telemóvel. não é cristianismo, mas não posso negar Evellis: Como é que você que foi a partir daí que vê a moda? algo mudou no meu coração. Infelizmente, essa semente quase foi morta com os muitos anos de abandono que se seguiram...mas Deus chamou-me de volta, e de um modo muito óbvio e irresistível. Evellis: Você já viveu uma crise de fé nalgum momento decisivo da sua vida? Adelaide: Não. Claro que Adelaide: Como um já tive dúvidas, mas crise acessório apenas, como uma ferramenta divertida nunca tive. para comunicar com os Evellis: O que faz a outros. Às vezes, como Adelaide feliz? um peso. Adelaide: Saber que Deus se agrada do que eu faço, Evellis: O que define a Adelaide? digo e penso. É terrível quando nos apercebemos Adelaide: O desejo de ser que escolhemos mal, que mais e mais como Jesus, de segui-lo sem hesitar O entristecemos. custe o que custar. Evellis: O que não pode faltar no seu guardaEVELLIS PING PONG: roupa? 18 | maio, 2018 | evellis portugal

Um livro da Bíblia: Hebreus Um versículo: Romanos 8:28 Um livro: Where Is God When It Hurts? De Phillip Yancey

Um cantor: Samuel Úria Uma cantora: Selma Uamusse Uma cor: Azul Cobalto O prato predileto: Cozido à Portuguesa! Uma flor: Frésia Um animal: Gato Um lugar que deseja conhecer: Vietname


O seu lugar preferido para o lazer: Praia, de Verão ou Inverno Um defeito: Teimosia Uma qualidade: Persistência

O que traz felicidade: Evellis: Qual o nome, Conhecer a Deus e fazer a endereço, dia e horários Sua vontade de culto na sua igreja? Adelaide: Segunda Igreja O que a entristece: Baptista de Lisboa; Rua A ausência de Pau de Bandeira, 22A; arrependimento 4as feiras 10-12.00 O pior sentimento: Inveja Reunião de Mulheres; 5a feira - Reunião de Oração 20-21.00; Domingo culto às 11.30 Evellis: Deixe um recado para inspirar os leitores da Evellis Magazine. Adelaide: Por fim, meus irmãos, deixem-­me dizer­-vos mais uma coisa. Concentrem os vossos pensamentos em tudo que é verdadeiro, em tudo o que é honesto, em tudo o que é justo, em tudo o que é puro, em tudo o que é amável e admirável; em tudo aquilo em que há virtude e em que há verdadeiro valor. (Filipenses 4:8)

19 | maio, 2018 | evellis portugal


20 | maio, 2018 | evellis portugal


21 | maio, 2018 | evellis portugal


GRAVES & AGUDOS Verdades Simples

“Uma das mais poderosas formas de mostrar a verdade do Cristianismo é servir ao bem comum.” TIMOTHY KELLER, conhecido por sermões e

palestras perceptivas e práticas que ajudam as pessoas a entender a si mesmas, encontrar Jesus e aplicar a Bíblia à vida.

Força na Missão!

“O grande “negócio” de Deus é a salvação e a igreja o realiza através da missão. Precisamos lembrar que não fomos chamados para manter a igreja, mas para multiplicá-la. #lucas19” ERTON KOHLER, pastor Adventista para América do Sul

O custo do cuidado é sempre menor que o custo do reparo “Um teólogo valoriza Deus; Um poeta valoriza palavras; Um pastor valoriza pessoas.”

EUGENE PETERSON, fundador da Igreja

Presbeteriana Cristo Nosso Rei, em Maryland e docente em Teologia Espiritual no prestigiadíssimo Regent College, no Canadá

22 | maio, 2018 | evellis portugal


Atitudes precipitadas, consequências premeditadas “Uma atitude precipitada nunca é baseada na direção de Deus.” SILAS MALAFAIA, pastor e presidente da

Assembleia de Deus Vitória em Cristo e apresentador do programa Vitória em Cristo

I have a dream

“Martin Luther King teve coragem de praticar o verdadeiro evangelho de Cristo. Subverteu a ordem política que mantinha um sistema de segregação racial e também social. Um sistema que se colocava contra tudo aquilo que Cristo ensinou, e a favor do que Ele combateu.” PATRICIA BEZERRA, Psicóloga e vereadora de São Paulo

Sempre dê o seu máximo

“Quem dá o mínimo recebe o mínimo. Há pessoas que pensam que podem enganar a vida... Ilusão amarga! Quem dá seu máximo, corre o risco de receber o máximo...” FRANCIS FAIS, Gerente de mídias sociais brasileiras do Dr. Mike Murdock

23 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | EDITORIAL

COLEÇÃ

Tote

M

Hob

Bowling

24 | maio, 2018 | evellis portugal


ÃO PRIMAVERA-VERÃO

CHANEL

Malas

Clássica

bo

Satchel

25 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | INSPIRAÇÃO FASHION

FASHION VESTIDA PARA O SUCESSO!

Vestido da Pisarro Nights inspirado em Art Deo floral com sobreposição em malha.

As listras amplificam o estilo náutico refrescante de um vestido sem mangas de duas malhas numa silhueta lisonjeira e alargada.

26 | maio, 2018 | evellis portugal

Um Toe Pump Retro Floral Print- estileto clássico com apelo atemporal que alonga as pernas


BY NORDSTROM As lentes esfumadas exalam uma aura de mistério sobre estes clássicos óculos de sol aviador com armação de metal. Quay Australia

Vestido em crepe da Maggy London com delicado detalhe de renda floral que cria uma atractiva dimensão visual e textural num vestido de bainha stretch-crepe cortado com um elegante decote de navio e mangas de boné.

Maxi vestido Eliza J em Jersey e Crepe da China

27 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO

EDITORIAL

M

esmo com o sol delicioso da primavera, propício ao piquenique, o frio ainda não foi embora de vez, fazendo-nos lembrar dele principalmente nos finais de tarde onde sentimos a variação de temperatura. O calor do dia engana na chegada da noite. Portanto, ter uma blusa quentinha para esta mudança de temperatura a deixará mais confortável. Nesta época roupas de meia estação e algumas peças para o frio são indispensáveis. Sobreposições e mistura de materias pode demonstrar suas convicções e personalidade. Como sabemos, as roupas fazem com que a sociedade nos olhe com outros olhos. É altura de esquecer as cores quentes e escuras e optar por tons mais leves e suaves. A estação tecidos mais fluídos e delicados.

Calça de Fato em lã aos quadrados Vichy Slim € 69,95 MASSIMO DUTTI

28 | maio, 2018 | evellis portugal

pede

Vestido Totalmente em Renda com Forro à Cor. Decote Redondo € 110 LARANJA LIMA


Vestido azul de manga curta para mulher, com estampado floral em tom sobre tom. Detalhe ajustado na cintura com nó. Macacão estampado € 79,95 com flores, tecido DESIGUAL fluído. Decote V. € 179,95 DECEN1O

Vestido aos quadrados com bordado. € 59,99 MANGO

RENOVE 29 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | EDITORIAL

Saia Midi Estampado às Riscas - € 149 EL CORTE INGLÉS

Vestido de Linho às Riscas - € 39,99 MANGO

Vila Calças Adélia Adobe Rose € 49,99 MAU FEITIO

PERSONALIDA 30 | maio, 2018 | evellis portugal


NEW

SEASON De todas as tendências da primavera/verão a paleta de cores pastel é a que faz com que tudo pareça mais fresco, além de ser mais fácil de incorporar ao seu guardaroupa, combinando com várias peças. Não há literalmente nenhuma maneira errada de usar tons pastel.

Blusa Listras € 72 VINTAGE BAZAAR

ADE

Casaco vermelho com pelo amovível € 376 LARANJA LIMA

31 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | EDITORIAL

PLISSADO

A delicadeza que está sempre em Inventado pelo costureiro espanhol Mariano Fortuny (1871-1949), os leves pregueamentos estão sempre em alta e conferem elegância e romantismo a qualquer look. A saia plissada é super feminina e produz looks maravilhosos e que agradam os mais variados estilos, seja você uma mulher clássica, romântica ou casual. Experimente durante o dia ou à noite uma saia plissada no comprimento midi, fica um charme. Longas, femininas e esvoaçantes, as saias plissadas a deixará com um ar sofisticado. Elas combinam com todo tipo de mulher e podem ser usadas com camisas, camisolas, cardigans, casacos, blazers, top e regata. Não importa se estão presentes nas semanas de moda ou não, elas nunca deixam de ser tendência. Saia Plissada Estampada Cintura Cintada € 39,99 MANGO Lenço Plissado às Riscas € 15,95 ZARA 32 | maio, 2018 | evellis portugal

Vestido em Chiffon Vaporoso Plissado Corte Estreito. Decote Halterneck € 41,99 H&M


m alta!

Macacão Plissado com Detalhe de Cinto. Corte Largo, Decote em Bico € 99,95 MASSIMO DUTTI

Vestido Estampado Plissado com Brilho. Decote Redondo Parte Inferior Assimétrica € 35,95 ZARA

33 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | EDITORIAL

ACESSÓRIOS PARA A

CR OS EST

Ring - Mrs Amazonite € 49,95 BIJOU-BRIGITTE Colar Misis em Prata Dourada € 199 DARA JEWELS

Pulseira Ajustável com Pedras € 28 CASA BATALHA

34 | maio, 2018 | evellis portugal


A PRIMAVERA/VERÃO

RIE SEU TILO Guarda-chuvas Nova € 29,95 DESIGUAL

Brincos Aço Huecos € 19,90 LDJ STORE

Pulseira Colours Bambu Dourado € 38 LDJ STORE 35 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | REGRAS

ETIQUETA DICAS DE ETIQUETA QUE DURARÃO A ETERNIDADE

1

Quando não puder comparecer a um evento, responda aos anfitriões com um texto ou e-mail agradecendo a lembrança. O RSVP (Répondez S´il Vous Plait) é de suma importância para o planeamento da festa.

6 7 8 9 10 sair.

Envie sempre um cartão de agradecimento escrito à mão aos anfitriões e despeça-se antes de

A regra é “Convidado não Convida”. Se alguém da sua família não puder ir, não substitua Nunca apareça de mãos vazias! por alguém estranho aos anfitriões. Algo simples como um cartão será Comunique a vaga. um presente perfeito para os anfitriões, mesmo que nunca os tenha Tenha atenção ao “Dress Code”. Se encontrado. a informação não vier especificada no convite, vale o convencional Mantenha o telefone na mala. Em para aquele tipo de festa. vez de se dedicar às redes sociais, esteja presente na festa de corpo Se precisar levar as crianças, cuide e alma e aproveite o tempo de contato delas. Principalmente se o evento com outras pessoas. não oferecer nenhum tipo de

2 3 4

atrativo. Quando a comida for servida, seja rápido. Estar elegantemente Por fim, lembre-se de tudo atrasado é simplesmente grosseiro; que a sua avó lhe ensinou! se os outros estão à sua espera para Coisas como mastigar de comer ou servir, então faça o seu boca fechada, colocar o guardanapo no melhor para aparecer na hora certa. colo, um aperto de mão firme e um sorEvite iniciar conversas em torno de riso amigável, dizendo “desculpe-me” religião, idade, riqueza, política ou e... ser gentil. qualquer coisa delicada, a menos que a ocasião peça.

5

36 | maio, 2018 | evellis portugal


37 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | MALAS

R

E

DESIGUAL

B

MALA MALA MALA E MAI MALA

Mala crossbody estruturada em couro sintético com alça ajustável removível, aba dobrável com fecho push-lock, bolso deslizante interno simples e hardware de alto polimento. € 28

GLISPE

FOREVER 21

Mala de alças com estampado tropical a contrastar e detalhes de tachas. € 41,97

38 | maio, 2018 | evellis portugal

H

S

A

K


FURLA

AS, AS, AS IS AS!!!

Mala tipo porta-moedas 15Ax22Lx10P € 19,99

O cadeado de assinatura em metal dourado torna a bolsa Furla Metropolis em couro texturizado imediatamente reconhecível. A impressão esboça a silhueta das laranjas e acrescenta um nível de detalhamento a esta bolsa. € 345

Tote com textura saffiano, com estampado marinero exclusivo. Divide-se em três compartimentos € 29,99

MAPAC RT O IN EZ

Mala de mão da marca Guess modelo 465HWc66 € 135,90

39 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | LOVE THE LOOK

4

1

3

5

2 3

1. DESIGUAL, malha larix € 62,96 2. MODA CAFÉ, jeans antonia, € 96,60 3. LANIDOR, ténis com efeito de camurça, € 39,90 4. PANDORA, anel glorious Blooms, € 89 5. PEDRA DURA, colar das asas, € 32,80 40 | maio, 2018 | evellis portugal


8 6

10

9

7

6. MELLMAK vestido katehrine - Only, € 39,99 7. FOREVA, botim pele, € 32,45 8. EDEL OPTICS, rayban clubmaster, € 142 9. TOUS, anel super power em prata com turquesa, € 49 10. MASSIMO DUTTI, brincos com pormenor de aro duplo, € 19,95 41 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | A SEUS PÉS!

O CALÇAR QUE CALÇARNA NA P O QUE 100% pele. Salto transparente. Adorno de flores. Fecho de fivela. O salto mede 8 cm. Parte superior: 100% pele bovina. Forro: 100% poliuretano. Palmilha: 100% pele de caprino.

€ 59,99

MANGO

#COMFY Puma Fierce Cetim Pêssego. Femininas e confortáveis, são inspiradas nas sapatilhas do Ballet. € 110 MAU FEITIO

N O I H

S A #F

#SUPER CASUAL

42 | maio, 2018 | evellis portugal

Sapatilhas Melissa Vivienne Westwood Anglomania - Rosa Glitter

€ 120

PLASTICA PT


PRIMAVERA/VERÃO? PRIMAVERA/VERÃO Sandálias de pala de mulher planas pretas com tecido estampado às bolinhas e pormenor de laçada. € 19,99 PULL & BEAR

#STYLE

#URBAN

Sapato pontiagudo “Pointy Toe Pump” com salto de 7,5 cm, elegante e super macio. € 109,90 ROCKPORT

Sardine, uma sandália marca Leo para mulher em sintético rosa e branco com palmilha em pele e sola em couro sintético. Salto alto forrado a glitter de 10 cm.

167 PROF

#COOL 43 | maio, 2018 | evellis portugal


MODA & ESTILO | EYEWEAR

FOCO NO OLHAR! GUCCI

Modelo GG 3810

€ 115,50

COM ÓCULO DE SOL

BEE COOL Modelo BC/S104

€ 105,30

VISUAL CLICK

MICHAEL KORS

Modelo M2895S

€ 121

ZONA ÓPTICA

44 | maio, 2018 | evellis portugal


SUNGLASSES

RAPH LAUREN Modelo 5150 504

€ 119

SOLARIS

ZERO RH+ Modelo Climate

€ 115,50

EYE MOTION

HAVAIANAS

Modelo Trancoso

€ 111,30

MAIS OPTICA

45 | maio, 2018 | evellis portugal


DESTAQUE

LOIDE TINY QUANDO A MOTIVAÇÃO VEM DE DENTRO E O TRABALHO SE TORNA A MATERIALIZAÇÃO DO AMOR.

O

cuidado com a saúde mental deve ser permanente e na terceira idade algumas doenças desta natureza podem agravar-se. Por isso, nada melhor que prevenir e tratar tais patologias que podem ser controladas. Loide Tiny, casada, dois filhos, natural das 46 | maio, 2018 | evellis portugal

maravilhosas ilhas de São Tomé e Príncipe trabalha em psicogeriatria, área de enfermagem. Focada no tratamento de transtornos mentais que acometem idosos, conta-nos um pouco sobre o amor que tem pela profissão que escolheu e sua trajetória até aqui.


47 | maio, 2018 | evellis portugal


DESTAQUE | LOIDE TINY

E

vellis: Você é voluntária na Foundation Terres des Hommes, uma organização suíça que tem como missão a promoção, garantia e defesa dos direitos de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. As desigualdades sociais explicam as situações de risco e abandono em que vivem crianças e adolescentes ou vai além da situação económica? Loide: As desigualdades sociais e económicas são uma triste realidade, e obviamente será uma barreira, para que nos países em vias de desenvolvimento, tenham condições para prestar cuidados mínimos às suas crianças e adolescentes. Mas eu tenho para mim que vai além da situação económica, vejo que em muitos

países a saúde não é vista como uma prioridade e consequentemente existem casos que poderiam ser facilmente resolvidos mas outros factores impedem que as pessoas tenham acesso à saúde. Evellis: Como tem sido a experiência de ser professora de ED da Igreja Evangélica Portuguesa na Suiça?

48 | maio, 2018 | evellis portugal

Loide: É muito gratificante trabalhar com crianças. Muitas vezes nós aprendemos mais do que elas. Encantador ver

a evolução e saber que elas estão envolvidas com as coisas de Deus. Sinto me abençoada por fazer


um trabalho tão rico em partilha e amor. Evellis: Fale um pouco sobre o trabalho a que se dedica: o transporte de crianças para um hospital pediátrico. Loide: Sou voluntária na Foundation Terres des Hommes e estou precisamente na área de transporte de crianças com diversas patologias. Crianças essas que vêm essencialmente da África

francófona, para os hospitais polivalentes ou clínicas, onde elas poderão ser tratadas e ter um seguimento clínico

HOJE PORTUGAL TEM UMA POPULAÇÃO DE 10,32 MILHÕES, E DESTES, 2,1 MILHÕES DE IDOSOS (20.3%). adaptado até estarem em condições para regressar a casa/país. Evellis: O envelhecimento da população portuguesa deverá estabilizar apenas em 2049 segundo projeções do Instituto Nacional de Estatística (INE). Hoje o total de portugueses somam 10,32 milhões e deverá haver um decréscimo para 7,478 milhões em 2080. Destes, 2,8 milhões, ou seja, 37,4% serão idosos

(actualmente são 2,1 milhões). Quando o assunto é o cuidado com a saúde mental dos idosos, o que precisa ser feito para que as doenças não afetem a sua autonomia e independência? Loide: É uma pergunta muito interessante... a autonomia e independência da pessoa é justamente o nosso objectivo maior e para que isso aconteça, têm que ser favorecidos os recursos das pessoas, deixar que ela faça e não fazer por ela, é um investimento humano a longo prazo e será vantajoso para as duas partes: o cuidador e o cuidando. Evellis: O número de idosos que vivem sozinhos também vem crescendo. Quando o assunto é o cuidado com a saúde mental dos idosos, o que precisa ser feito para

49 | maio, 2018 | evellis portugal


DESTAQUE | LOIDE TINY que as doenças não afetem sua autonomia e independência? Loide: No meu ponto de vista o aumento dos idosos a viverem sozinhos é preocupante, mas mais assustador ainda é o fato de cada vez mais idosos são afectados com vários tipos de demência, logo os nossos governantes terão que repensar ou reformular, as respostas a nível da saúde, os recursos humanos, materiais e financeiros, com o objectivo de melhorar a qualidade de vida dos nossos idosos. Essas respostas passam efectivamente, por uma panóplia de factores: reestruturação dos cuidados ao domicílio, dar melhores condições às famílias e/ ou cuidadores. Todavia, convém realçar que tem havido um franco melhoramento da nossa rede de cuidados. Evellis: Quais as doenças mais comuns na terceira idade? Loide: Actualmente

temos visto um aumento das demências de tipo Alzheimer e as doenças cardiovasculares. Estas são a maior causa de morte. Evellis: Por que escolheu enfermagem como profissão? Loide: Confesso que não era a minha profissão de sonho. Eu tinha sempre ideia de ir para a área das línguas, depois escolhi psicologia. Mas, depois de começar a trabalhar como auxiliar de acção médica na pediatria descobri a minha paixão. Acho que sempre tive uma “veia” para ajudar ou cuidar, e neste momento não trocaria esta profissão por outra. Evellis: Quais as dificuldades que enfrentou para se formar? Loide: Não foi fácil, visto que já era casada e com uma filha de 4 anos, e continuei a trabalhar por turnos. Talvez a maior “dificuldade” foi ter que conciliar essas três vertentes : faculdade,

50 | maio, 2018 | evellis portugal

família e trabalho. Mas vejo isso como uma aprendizagem e não uma dificuldade. Evellis: Foram 30 anos em Portugal, e hoje está a viver na Suíça. Escolheu este país por questões profissionais? Loide: Mais de 30 anos... sim, foi efectivamente por motivos profissionais, visto que ainda não estava a exercer funções de enfermagem, um ano depois de ter acabado a formação. Evellis: Quais as lembranças que tem da sua terra natal, as ilhas de São Tomé e Príncipe? Loide: Eu tenho na memória um parque infantil... mas para a falar a verdade não sei se é lá em são Tomé ou de Portugal. Os meus pais emigraram para Portugal quando eu tinha quase três anos de idade, portanto tenho poucas lembranças de São Tomé. Evellis: Como aconteceu a sua conversão?


Loide: Os meus pais já eram crentes, portanto sempre me lembro de ser cristã evangélica. Mas como diz o hino “você é filho de crente, mas não é filho de Deus, você nasceu no Evangelho, mas nunca de converteu...”. O dia da minha conversão foi muito engraçada e emocionante ao mesmo tempo, porque foi o meu irmão Tito que disse ao nosso professor da escola dominical que queria aceitar o Senhor; e naquele dia todos aceitaram o Senhor, foi bonito. Evellis: Tem algum livro cristão que a tenha impactado? Loide: O peregrino, li-o na minha adolescência, mas é um livro tão actual e que retrata verdadeiramente a nossa vida neste mundo. Podemos passar por montanhas, vales e por algumas intempéries, mas temos a convicção que temos um lugar maravilhoso preparado pelo nosso Deus. 51 | maio, 2018 | evellis portugal


SAÚDE & BELEZA

ARTE SOBRE AS UNHAS As unhas são uma das paixões da mulher que se cuida. Aqui mostramos alguns trabalhos de unhas decoradas, também conhecidas como “nail art” realizados para sua inspiração. Porque não fazê-lo nas suas unhas? Consulte sua manicure!

52 | maio, 2018 | evellis portugal


NAIL ART

53 | maio, 2018 | evellis portugal


SAÚDE & BELEZA

1

MAKE-UP Remoção de maquilhagem

2

Textura aveludada

Creme de dia que protege a pele das influências do meio ambiente

3

DESTAQUE O SEU ESTILO AUTORAL 54 | maio, 2018 | evellis portugal


5

4

Aplicador em silicone para cremes faciais, óleos e máscaras

Rímel de volume com 36 horas de duração.

6

Conjunto de 2 vernizes para unhas efeito gel

1. Round Lipstick - Athena, € 4,95 BEAUTY CARE 2. BlenderCleanser Liquid, € 15,95 BEAUTY SHOP 3. PC Creme Cenoura - Creme de Rosto, € 33,60 CELEIRO 4. BADgal Bang! - Benefit, € 33,25 GLAMOUROSA 5. Silicone Applicator 57S, € 22 INGLOT 6. Perfect Gel Duo, € 7,95 KIKO MILANO

55 | maio, 2018 | evellis portugal


SAÚDE & BELEZA

FRAGRÂNCIA POU R F EM M E A função de uma essência é refletir um pouco daquilo que somos. Todo o perfume é composto por notas olfativas que são classificados de acordo com a sua evaporação (notas de saída, de corpo e de fundo). Quem nunca sentiu um perfume e foi remetida à lembrança de alguém? Por isso, os bons perfumes têm o poder de deixar “marcas” por onde a pessoa passa. Uma marca olfativa. Tiffany & Co. EP VAP TIFFANY O luxo lapidado em forma de fragrância. O equivalente em Perfumaria à raridade de um diamante TIFFANY lapidado através de ingredientes únicos, próprios da alta perfumaria. A inspiração nos mais icónicos diamantes TIFANNY’S, o precioso e raro Diamante Amarelo Tiffany’s e o moderno solitário com o Diamante Lucida.

€ 47,20 (30 ml) BALVERA Femme Individuelle MONT BLANC Uma deliciosa homenagem à individualidade da mulher. Com notas adocicadas, é um perfume fresco e suave, feito para enaltecer sua feminilidade.

€ 30,20 (75 ml) BEAUTYON

56 | maio, 2018 | evellis portugal


Noa / Eau de Toilette CACHAREL Este perfume mostra-nos que temos a capacidade de mudar o curso das coisas, de dar um sentido às nossas vidas e de tornar o mundo melhor. Símbolo de sabedoria, de serenidade e de esperança. A sua mensagem olfactiva de paz e de serenidade é um casulo que associa à suavidade da peónia a intensidade de madeiras raras.

€ 42,95 (30 ml) DOUGLAS

Nomade / Eau Parfum CHLOÉ Inesquecível! A sua fragrância floral forte chypre é para mulheres elegantes de espírito livre; perfeita para uso diário, mas também para oportunidades excepcionais

€ 59 (30 ml) NOTINO

Because It’s You / Eau de Parfum GIORGIO ARMANI Conhece o perfume do jogo do amor? Um perfume absolutamente feminino, sofisticado e viciante, e que reforça o espírito de independência e de escolhas feminino…”sou eu que decido, e escolho-te…BECAUSE IT’S YOU!

€ 54 (30 ml)

BEAUTY ON

57 | maio, 2018 | evellis portugal


PERFIL

D

iogo Pinho, 26 anos, mora em Murtosa, Distrito de Aveiro. Desde muito pequeno, mesmo antes de ter sequer consciência para o decidir, sempre demonstrou um desejo enorme por ser palhaço. Na adolescência, o facto de querer ser palhaço já seria um motivo de constrangimento perante todos os colegas da escola, e então começou a alimentar a paixão pelo teatro, uma vez que já não seria motivo de gozo na escola. Devido às opiniões de todos os que o rodeavam, ele optou por uma outra área, a restauração (cozinha/pastelaria), levando-o a estagiar em Vilamoura, num dos hotéis mais conceituados. Mas não era isto que ele queria. Fez um curso de animador sociocultural numa escola pública e após 3 anos de estudos, iniciou-se na área da animação infantil a nível profissional. Como diz o ditado popular, “A necessidade aguça o engenho”, se viu “obrigado” a ser o seu próprio designer, criando trabalhos de design básicos para divulgação e ampliação da “DiogoPinho.pt – Eventos & Design”. De forma autodidata, aprendeu e cresceu como profissional de design gráfico. Assim é o jovem Diogo, multitask e multifacetado e sempre com uma vontade enorme de aprender e principalmente de ser feliz. Evellis: Para começar a nossa entrevista vou citar uma frase que postou: “Falta de coragem causa perda de momentos incríveis. Arrisque sempre!”. As pessoas têm medo de errar, por isso arriscam menos? Diogo: Sim, sem dúvida alguma. Cada vez menos o mundo onde habitamos vai tolerando os erros que são naturais do ser humano, e por consequência cada vez mais pessoas vão perdendo grande oportunidades porque não arriscam talvez com medo pelas repercussões que os erros possam trazer. Nos dias de hoje o ser humano tem-se preocupado demasiado 58 | maio, 2018 | evellis portugal

“A NEC


CESSIDADE AGUÇA O ENGENHO!”

Diogo Pinho 59 | maio, 2018 | evellis portugal


PERFIL | DIOGO PINHO com o feedback que se recebe de outros seres humanos, e talvez por isso não arrisca tanto. Evellis: Como foi o seu primeiro job profissional como designer? Diogo: Lembro-me perfeitamente como se tivesse sido ontem. Como cristão que sou desde os meus 14 anos, sempre acreditei que nada acontece por acaso e que tudo tem um propósito. O meu primeiro trabalho como designer gráfico aconteceu a pedido da minha formadora de curso, que havia entretanto deixado a área da formação e estaria já a trabalhar numa instituição de apoio a idosos, e que me solicitou um pequeno trabalho. Apesar de não ser na altura profissional na área, o que é certo é que esse pequeno trabalho desencadeou uma série de outros pedidos que vieram posteriormente, alguns de relevância nacional. Após 2 anos a elaborar trabalhos sem me intitular como designer, e depois de alguns comentários de pessoas conhecidas para que me lançasse na área, eis que resolvi arriscar e hoje o design não é apenas uma opção na minha vida profissional, mas uma parte dela tal como a animação infantil. Evellis: Quais são as suas referências/ influências na área de designer? 60 | maio, 2018 | evellis portugal

Diogo: Digamos que por não ter frequentado (pelos menos para já) um curso especializado em design gráfico, não tenho grandes referências/ influências, a não ser uma empresa que sempre me inspirou (mesmo antes de ser designer) pela sua criatividade, originalidade e qualidade. Do nada eles sempre


formas de realizar trabalhos, novos métodos/ferramentas de impressão, e tudo isso tem vindo a influenciar bastante a minha caminhada como designer autodidata. Evellis: Vemos que principalmente os jovens tentam fugir da massificação das coisas. Como lida com isto no trabalho e como é o seu processo criativo? Diogo: Tal como muitos outros jovens, procuro ser único no trabalho que crio, mesmo que nele existam ideias retiradas de outros colegas de profissão. Sempre fui adepto de processar toda a informação e trabalhos que chegam através dos meios de comunicação ao meu dispor, e talvez por isso o meu processo criativo seja numa primeira fase pela busca de ideias, e posteriormente a criação de algo único, com a minha identidade pessoal. Evellis: Já teve bloqueios criativos? Como lida com eles? Diogo: Penso que este é um desafio que atormenta qualquer profissional criativo. Por vezes é frustrante e muitas das vezes a melhor solução é criavam algo espantoso, e eu sempre colocar o trabalho em pausa e voltar gostei disso. Marcar a diferença com a ele posteriormente. Outra solução simplicidade. Por isso mesmo é que todos os trabalhos que realizo são feitos que geralmente opto, é realizar uma com a maior simplicidade possível, mas pesquisa e tirar ideias de outros trabalhos já realizados por outros com o máximo de criatividade. Além profissionais e criar algo único com a disso ainda hoje, e porque acredito minha identidade. que um bom profissional não se faz com um curso/canudo, quase todos os Evellis: Há meio que um consenso dias, pesquiso por novas ideias, novas entre designers e ilustradores em que

61 | maio, 2018 | evellis portugal


PERFIL | DIOGO PINHO a maior dificuldade é a valorização do trabalho pelos clientes. Percebe isto também? Como compõe o preço final do seu trabalho? Diogo: Sem dúvida alguma que essa é uma das nossas maiores dificuldades, talvez porque grande parte dos clientes de design gráfico possuem uma ideia de que basta abrir um programa e o trabalho aparece concluído e na verdade, dependendo do tipo de trabalho, é necessário algum tempo para que o processo criativo aconteça e dê origem a um trabalho final de qualidade.

fantástica numa determinada área, se nasceu com um dom/aptidão para a fazer.

Evellis: Como o piano entrou na sua vida? Diogo: Tal como o design gráfico, o piano entrou na minha vida sem que eu o prevesse. Fiz parte de um Rancho Folclórico desde os 3 anos onde adquiri conhecimentos de música (mais específicamente teclas), e um ano após a minha conversão e da restante família foi aberta uma congregação da igreja onde me converti aqui na Murtosa e era necessário Evellis: Designer e música… uma coisa alguém que pudesse leva à outra? apoiar o louvor, Diogo: No meu caso, poderei dizer que e então foi-me sim… Sempre que estou num processo lançado o desafio de criação de um trabalho, se há algo pelo pastor local para que não pode faltar será mesmo a que o fizesse com música. acordeão, e assim Evellis: Qualquer pessoa pode tornar- foi até que passei a ser eu a liderar se um designer/ilustrador ou é dom? o louvor, e com a Diogo: Eu acredito que cada pessoa evolução e aumento nasce com um dom/aptidão para uma do conhecimento, determinada área, embora existam passei a integrar bons profissionais, que com estudo e o piano no louvor determinação tornaram-se designers/ em substituição do ilustradores que realizam todos os acordeão, uma vez dias óptimos trabalhos. Agora se que se adaptava me perguntar se esses profissionais mais facilmente aos realizam um trabalho fantástico, ou diferentes tipos de diria que talvez não, porque acredito que uma pessoa só é completamente música cantada na 62 | maio, 2018 | evellis portugal


igreja. A partir daí o desafio foi sempre crescer. Evellis: Saber tocar um instrumento, no seu caso o piano, é diferente de saber ensinar música? Diogo: Há 3 anos atrás não tinha essa percepção, mas saber tocar um instrumento não é necessariamente confirmação de que se sabe ensinar música. A minha experiência como piano já era alguma, mas para que pudesse transmitir conhecimento na escola de artes onde estou de momento a dar aulas de piano, tive (e ainda tenho) que estudar bastante para que o conhecimento transmitido seja o

correto (na verdade um professor de música forma possíveis músicos profissionais). Ainda assim não poderia deixar de mencionar que a área de animação me ajuda bastante na arte de ensinar. Evellis: Que tipo de metodologia utiliza nas aulas de piano? Diogo: Inicialmente optei pelo método clássico de piano, mas o que os meus alunos procuravam não era o método clássico e então optei por proceder a uma “reciclagem” do método de ensino, criando o meu próprio, utilizando as ferramentas que tenho ao meu dispor como animador, designer e músico. Evellis: Está a trabalhar em algo especial? Pode contar-nos? Diogo: Neste momento encontro-me particularmente numa fase especial. Se o Pai permitir brevemente irei proceder à ampliação do atelier onde executo todos os trabalhos, e este tornar-se á num espaço mais amplo e multisserviços. Para além disto, posso desde já adiantar que me encontro a nível pessoal a trabalhar numa das mais belas tarefas que o Pai me está a conceder e um dos meus grandes sonhos que é a constituição de uma nova família. Sem dúvida, o ano de 2018 será um ano de muitas novidades e recheado de momentos especiais, quer a nível profissional, pessoal e até mesmo espiritual. 63 | maio, 2018 | evellis portugal


PERFIL | DIOGO PINHO Evellis: O que inspira o Diogo Pinho? Diogo: Em primeiro lugar a minha maior fonte de inspiração não poderia deixar de ser outra senão Deus. É nele em quem me refugio e é com ele com quem passo todas as 24h do dia. Depois tudo o que me rodeia, começando pela minha família e amigos, que são aquele exemplo de fé, determinação e que por vezes me ensinam o modo de agir face a tantas circunstâncias. Em suma, tudo o que me rodeia, torna-se numa fonte de inspiração para mim, seja como forma de aprendizagem, seja como forma de exemplo.

Evellis: Qual a igreja que o Diogo congrega? Diogo: Neste momento estou a congregar numa igreja evangélica na Murtosa (Comunidade Cristã), embora esteja a desenvolver também um trabalho interdenominacional de evangelismo com outras igrejas locais com o projeto “BeChurch”.

Evellis: Algodão doce com sabor a melancia. Que novidade é esta? Diogo: Esta novidade é o resultado de muitas experiências que são feitas em busca da diferença que distinga os serviços de animação “DiogoPinho. Evellis: Como ocorreu a sua conversão? pt - Eventos & Design” dos serviços de outras empresas. No fundo procuro Diogo: Por incrível que possa parecer pegar no que já existe, transformá-lo e tudo começou no funeral de um torná-lo em algo diferente e único. familiar, onde estiveram presentes os meus pais que se “apaixonaram” pelo Evellis: Quem quiser contratar os facto da cerimónia ser diferente. Uns trabalhos do Diogo, como pode entrar dias depois a esposa desse familiar em contato? (prima dos meus pais) convidou-os Diogo: Para contratar os trabalhos/ para um culto de batismos, o qual serviços da “DiogoPinho.pt – Eventos amaram, e após o qual começámos & Design” ou saber mais informações a frequentar os cultos numa igreja sobre mim ou sobre o meu trabalho evangélica, embora tenha frequentado poderão aceder a www.diogopinho.pt, a igreja durante um ano sem que entrar em contato via email para geral@ tivesse havido verdadeiramente uma diogopinho.pt ou seguir as páginas de conversão. Posto isto posso dizer que facebook “DiogoPinho.pt”. a minha experiência verdadeira com o Pai (Deus) aconteceu num retiro juvenil Evellis: Eu gostaria que finalizasse com a explicação desta frase de Dante organizado pelo Centro Evangélico de Alighieri: “Muito pouco ama, quem Retiros do Palhal, a partir do qual me com palavras pode expressar quanto apaixonei pelo Pai (Deus). muito ama.” 64 | maio, 2018 | evellis portugal


Diogo: Há pouco tempo recordome de ter partilhado esta frase no meu perfil do facebook, porque me chamou à atenção e porque a acho completamente verdadeira. Por vezes tentamos de tantas maneiras explicar o sentimento de amor, quando este não tem explicação possível. Geralmente comparo a amor a Deus: é real, vive-se intensamente, mas por palavras não o conseguimos expressar, porque é algo maior do que a nossa compreensão poderá um dia atingir. O amor, é sem dúvida alguma o sentimento maior e mais poderoso de sempre. Não fosse

ele, e o Pai não teria enviado Jesus para morrer por nós. Não fosse ele, e Deus não nos teria sequer criado à sua imagem e semelhança. Amor é muito mais, e nem a própria palavra “amor” conseguirá descrever tal sentimento. Quando alguém diz que ama ao ponto de fazer uma determinada coisa, esse alguém não ama, porque o amor, não são palavras (que o vento leva), mas sim ações e formas de vida que jamais algo ou alguém apagará. Por fim, apenas ressaltar, que tal com Deus, o amor não se discute (por ser impossível de explicar), vive-se...

65 | maio, 2018 | evellis portugal


EM FOC

“SE VOCÊ NÃO CONSEGUE ENTENDER O MEU SILÊNCIO, DE NADA IRÁ ADIANTAR AS PALAVRAS; POIS É NO SILÊNCIO DAS MINHAS PALAVRAS QUE ESTÃO TODOS OS MEUS MAIORES SENTIMENTOS.” OSCAR WILDE ESCRITOR IRLANDES

66 | maio, 2018 | evellis portugal


S

IMPATIA é uma palavra que tem origem na língua grega, com o termo sympatheia, que é formado pelos morfemas syn- (junto) e pathos (sentimento). A palavra é utilizada para designar a capacidade de sentir os mesmos sentimentos que outra pessoa. É uma espécie de afinidade moral, é a relação estabelecida entre duas pessoas que se sentem atraídas entre si, sem que essa atração deva, necessariamente, ser romântica. Portanto, os seus sinónimos são: confraternidade, identidade, apreço, ternura, afeição... São características de uma pessoa simpática, reações alegres, educadas e agradáveis frente às situações cotidianas da vida. É o tipo de pessoa que ao perceber o sentimento do outro, entende o que este está a passar, ainda que superficialmente. Isto significa dizer, que a verdadeira simpatia aflora do interior; é indispensável, portanto, que a pessoa seja sincera de coração. Em suma, a base da simpatia é o espírito de amor ao próximo. Ser simpático é ouvir um problema e dizer: “Sinto-me mal por si”. Já a EMPATIA vai além. A pessoa empática tem a consciência alta o suficiente para explorar os sentimentos dos outros. Ao ouvir uma história, identifica-se e compreende num nível mais profundo os sentimentos da pessoa. Coloca-se no lugar do outro, permitindo entender como a pessoa

que está a sofrer e sente o problema. Portanto, ser empático é doloroso, sente-se as dores do outro. Para isto, é necessário uma grande quantidade de energia para compartilhar a dor do próximo. Theresa Wiseman, uma estudiosa de enfermagem que estudou muitas profissões diversas, onde a empatia é relevante identificou quatro qualidades de pessoas empáticas: 1. Mudam de perspectiva 2. Assumem a perspectiva do outro 3. Ficam longe do julgamento 4. Reconhecem as emoções noutras pessoas, e em seguida, comunicam isto. Como exemplificou a Dra. Brené Brown, ser empático é ver alguém no fundo do poço, a pessoa grita lá do fundo: “Estou preso; está escuro; estou devastado...” Então, olhamos e dizemos: “Ei!” E descemos. “Eu sei como é aqui em baixo e você não está sozinho.” Já o simpático nesta situação diz: “Ooh” É ruim, né?” “Não quer um sanduíche?” Não encontraremos a palavra empatia na bíblia, mas se procurarmos misericórdia estaremos lendo a mesma coisa. Que possamos desenvolver o nosso sentimento de empatia com as pessoas, uma vez que nossa sociedade carece hoje de valores positivos para o convívio harmonioso. Igualmente que este sentimento seja preconizado nas igrejas para que tenhamos mais pessoas empáticas que simpáticas. 67 | maio, 2018 | evellis portugal


1 Ficar offline o dia inteiro 2 3 Não assistir Tv por um dia

Ler um versículo e meditar por 15 minutos

Sair para uma caminhada de reflexão

5 Passar o dia inteiro sem reclamar Examinar os seus hábitos diários 6 7 Desligar as notificações do telemóvel Aprender algo novo 8 9 Não comprar nada por 24 horas

4

Ler um versículo e meditar por 30 minutos

10

11 Escrever uma carta à mão para uma amiga/o Identificar o que lhe causa stress 12 planear nada para este dia 13 Não Ajudar alguém 14 68 | maio, 2018 | evellis portugal


15 Convidar uma amiga/o para um café

Usar apenas palavras de encorajamento

16 Fotografar uma coisa boa que aconteceu

1 7 Assistir a um bom filme no cinema 18 Doar roupas que já não usa (desapego) 19 Fazer uma limpeza nas suas redes sociais 20 Limpar a bagunça da sua gaveta 21 Fazer algo que nunca tinha feito antes 22 23Enfrentar um medo que a/o incomode Criar um caderninho de gratidão e anotar diariamente os motivos pelo qual é grata/o2 4 Tratar todos bem, mesmo os que forem 25 rudes consigo. Agendar com uma família amiga uma visita 26 Identificar 3 prioridades na sua vida 2 7 Definir uma meta e trabalhar nisso 28 durante uma hora todos os dias Ler um versículo e meditar por 45 minutos 29 Jejuar e entregar o desafio 30 69 | maio, 2018 | evellis portugal


QUAL O SEU PROPÓSITO E SUA MISSÃO DE VIDA Sabe qual é a diferença entre missão de vida e propósito de vida? Entender isto significa ter uma visão diferente sobre os rumos da sua vida. Coisas que faziam sentido antes, podem não fazer mais. Questionamentos e prioridades mudam. Tudo na sua vida passa a ter um propósito. Missão de Vida O que farei Propósito de Vida Porque farei. Encontrar a sua missão é o que a

faz suspirar, que a encanta... Encontre a sua missão e propósito: 1. O que ama fazer? 2. O que sabe fazer bem? 3. O que o mundo precisa?

É destas respostas que surgirá o seu propósito de vida. A sua missão surgirá da pergunta: E o que farei com isto? by Paty Pegorin Deus projetou-nos para que a nossa vida faça a diferença, de tal modo que venhamos acrescentar à vida à Terra, não apenas extrair. Deus chama isso de ministério ou serviço, portanto, fomos criados para servir. A Bíblia diz que Deus já deixou tudo preparado para aqueles que se dispuserem a servir, evidenciando assim, que há sempre um propósito para cada detalhe no plano soberano de Deus. Descubra a sua missão e propósito de vida e siga em frente!

70 | maio, 2018 | evellis portugal


PECADOS DA LÍNGUA VEJA QUAL É O SEU, E PEÇA AJUDA A DEUS PARA VENCER (SALMOS 141:3)

O coração de uma pessoa não pode ser puro se a língua não o for. Jesus afirmou: “Da abundância do seu coração fala a boca.” Lucas 6:43-45. FOFOCA: 1 Timóteo 5:13; 2 Tessalonicenses 3:11 MENTIRA: João 8:44; Apocalipse 22:15 BAJULAÇÃO: Provérbios 26:23-24; Salmos 12:2-3 BULLYING: Provérbios 26:18-19 JULGAMENTO LEVIANO: Mateus 7:1-2; João 7:24 FALSO TESTEMUNHO: Êxodo 20:16; Provérbios 21:28 MURMURAÇÃO: Judas 1:16; Filipenses 2:14; Provérbios 21:19 GRITARIA: Efésios 4:31; Provérbios 10:23 SOBERBA: Provérbios 9:13; 1 Timóteo 6:3-5; Tiago 3:15-16 PRECIPITAÇÃO: Provérbios 18:13 e 29:20 FALA EXCESSIVA: Provérbios 11:13; 13:3; 20:19 ARROGÂNCIA: 1 Samuel 2:3; Provérbios 9:13 e 16:18 CONTENDAS: 2 Timóteo 2:14; Provérbios 18:6 OFENSAS: Mateus 5:22; Colossenses 3:19 ORGULHO: Salmos 12:3; Provérbios 27:2 ASSÉDIO MORAL: Efésios 4:29; Mateus 12:36-37

71 | maio, 2018 | evellis portugal


O

PODER DAS PALAVRAS

“O QUE VOCÊ VAI DIZER ANTES DE DIZER À OUTRA PESSOA, DIGA A SI MESMO”, SABEDORIA DITA PELO PENSADOR ROMANO SÊNECA

V

ocê já deve ter ouvido falar nisto. As nossas palavras afetam nossas vidas e têm poder até sobre a vida e a morte! A boca fala o que está dentro do coração. Jesus disse: “É da abundância do coração que a boca fala.” (Mateus 12:34) Por isso, toma efeito maior ainda quando lançada como profecia, tendo o poder de destruir ou construir. (Provérbios 18:20-21) Independentemente do lado religioso e sobrenatural que possa parecer, as palavras sempre trazem consequências, por isso devemos usá-las com sabedoria, pois como disse Tiago 3:2, nenhum de nós conseguimos controlar a língua com perfeição. No caso dos filhos, isto tem uma relevância e exige uma preocupação ainda maior, porque o peso das palavras afetam a sua autoestima e isso refletirá na sua forma de ser e estar, nas suas atitudes, etc. Portanto, tome cuidado quando estiver diante de crianças, para não aprenderem palavras incorretas ou para não pronunciarem sem controle. Se reeduque, alimente e restaure o seu vocabulário com palavras de crescimento. 72 | maio, 2018 | evellis portugal


Abaixo as principais palavras que deve evitar dizer à alguém, principalmente aos filhos: 1. DESGRAÇA Torna mais densa a escuridão, efeito malévolo e ausência do sagrado. 2. MERDA Chama a podridão, a sujidade e adversidades. 3. FILHO DA (...) Evoca ódios e desavenças familiares. 4. MALDITO Lança pragas e corporifica maldições. 5. BURRO / IDIOTA Significa pouco inteligente, estúpido, ignorante...imbecíl. 6. MISERÁVEL Chama a pobreza e penúria. 7. DANADO Significa condenado, sofredor e maldito, mau, ruim. Quando dizemos isso, estamos amaldiçoando a pessoa. Evite dizer estas palavras, principalmente em frases que produzem humilhação e reforçam atitudes negativas. Se já está impregnado no seu vocabulário, reflita antes de falar e exclua de vez tais expressões. Lembre-se, uma grande floresta pode ser destruída por uma pequena chama!

73 | maio, 2018 | evellis portugal


HOMENS DE FÉ

Fernando de Jesus Machado Missão é ação! Chamados, todos somos, mas a disposição é só nossa. 74 | maio, 2018 | evellis portugal


O

pastor luterano Fernando de Jesus Machado tem 49 anos e é natural de Setúbal. Licenciado em teologia, trabalha de forma autónoma com compras e vendas. Filho de imigrantes, chegou muito cedo à Alemanha, com apenas 4 anos de idade, onde cresceu e se formou. É casado com a alemã Marion de Jesus há 13 anos. É da igreja Luterana e durante alguns anos exerceu o pastorado, deixando-o mais tarde, com o apoio da sua esposa, para se dedicar à sua paixão: missões transculturais. Numa rápida passagem por terras lusas, para matar as saudades da terrinha, aceitou fazer uma paragem em Cascais, lugar onde nos cedeu o seu testemunho, enquanto saboreávamos um bom bacalhau à lagareiro. Eu não desprezo nunca a Palavra, não importa se ela vem em forma de catequeses ou escola bíblica; através de um folheto ou de um hino pop. A Palavra gera vida, conforme testemunha o início do livro de Génesis, e na minha vida ela veio ainda na infância através da religião tradicional dos meus pais. Todavia, foi mais tarde que eu experimentei a experiência de conversão e ela não aconteceu num culto depois de um apelo eloquente. Foi num ambiente solitário e privado, num momento de muita dificuldade que eu e a minha esposa estávamos a atravessar; isso

há 13 anos. Eu gritei por Deus e Ele ouviu-me, tal como descreve David em Salmos 40.1. A minha vida foi progredindo e a minha relação com Deus foi crescendo ao ponto de eu desejar ser pastor; então, preparei-me para o ministério e exerci-o durante algum tempo. Apesar disso, tenho um trabalho secular onde sou autónomo e onde lido com artigos de luxo, com compra e vendas. Nesse meio termo, comecei a entender que Deus falava comigo por meio de sonhos. Ele mandava-me ir para a Índia pregar a sua Palavra. No início, achei que era loucura, mas os sonhos continuaram e eu comecei a dividi-los com a minha esposa, pontuando toda o tipo de dificuldades que eu teria para chegar lá sem conhecer ninguém, sem nenhum contacto com os nativos. Num breve desabafo com a minha esposa, sobre a dificuldade, ela aconselhou-me: “compra um bilhete de viagem e vai” -

75 | maio, 2018 | evellis portugal


HOMENS DE FÉ | FERNANDO DE JESUS MACHADO e assim o fiz sem pensar duas vezes. Em menina é muitas vezes abandonada, dezembro de 2010, embarquei para a ou mesmo abortada. Faço várias Índia pela primeira vez. viagens para lá e volto sempre A experiência foi incrível e o que lá impactado. vi confirmou que Deus me enviava para ali. Comecei a usar os meus Mas não estamos lucros para poder investir em viagens restringidos só missionárias. Estive na Guiné Bissau, à Índia, estamos na Áustria, no Brasil, em Itália e no também a Nepal. Muitas vezes a ajudar obreiros estendermocom dificuldades materiais. Deus tem nos ao Nepal. honrado este exercício, pois, mesmo As semelhanças 90% do investimento vindo do bolso são grandes, da minha esposa e meu, Deus tem sobretudo no que toca ao mundo espiritual. Em 2018, iremos lançar o projeto 22X22, que é também social e evangelístico, com o qual nós pretendemos alcançar os despertado alguns membros de igrejas bairros pobres que nos têm abençoado. de Kathmandu, O meu coração tem uma inclinação capital do Nepal. especial pela Índia e Nepal, devido à Sabemos que triste realidade de miséria, religiosidade o Nepal é um e violência contra mulheres e meninas. dos países mais Meninas ainda, mas a fazer abortos e pobres do mundo e que tem sofrido a abandonar o feto perto de animais. É com a transição política desde 2008, e muito triste porque o país e a cultura isso reflecte-se nas classes mais pobres. valorizam mais os meninos do que Com o projeto, pretendemos atender as meninas, por isso, logo ao nascer a crianças órfãs, além de lidar também 76 | maio, 2018 | evellis portugal


com o lado espiritual. A proliferação de credos e entidades é grande e elas têm sido a razão de parte da miséria em que o povo se encontra. Sou a favor do Pão da vida, este é prioridade sempre, mas o pão que perece é necessário e muitas vezes serve de instrumento de aproximação e abordagem. Não vejo como separar ação social e evangelismo numa realidade tão triste como a que tenho visto ali. Estou sempre a reflectir naquela passagem: “dailhe vós mesmo de comer…” (Lucas 9.13).

a Marion. Desde então considero-me um homem muito amado e realizado. Quando conheci o Senhor Jesus, esse amor ganhou um sentido mais apurado e reverenciado. Sou muito amado por ela, mas alegro-me em saber que, ainda que ela falhe, o amor de Deus por mim nunca acabará. Sempre encontro conforto na certeza de que Deus já me amava antes mesmo de eu saber que Ele era tão capaz de fazê-lo. Por isso, por onde vou, Salmos 139.14 acompanhame sempre. Essa palavra consola-me. Posso dizer, diante desses amores, que em Deus se aperfeiçoam, que sou um homem realizado. Eu sou um homem grato. Sou abençoado de uma maneira que nunca imaginei ser possível.

No mais, sou um ser humano como outro qualquer, que apesar das agruras da vida, aprendi a chorar, a amar…! houve tempos em que acreditei que era amado, mas fui descobrir o que era o amor quando conheci a minha esposa, 77 | maio, 2018 | evellis portugal


VERBO DA VIDA

GRACE OLOODO MOLLEL TRIBO MASSAI, TANZANIA

O pior grilhão ainda é a ignorância. “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32).

78 | maio, 2018 | evellis portugal


C

hamo-me Grace Oloodo Mollel, tenho 22 anos e pertenço ao povo Massai. Nasci e cresci numa cidade chamada Engare naibor. Como qualquer membro de uma tribo temos que seguir tradições e rituais, e isso é mais intenso quando se nasce numa cultura patriarcal, onde o género feminino é subserviente.

com a devassa causada pelo vento na nossa vida. De um dia para o outro, perdemos tudo: as 75 vacas e os 30 cabritos, além de uma enorme faixa de terra que caracterizavam a riqueza que possuíamos. Aos 14 anos conheci a dureza da realidade que me cercava, mas que o conforto promovido pela naturalização das diversas formas de anormalidades, aliada à imaturidade, me impediam até ali, de ver e de A minha história de vida era como a perceber até mesmo a história de qualquer outra Há ventos situação em que a minha mãe família tradicionalmente se encontrava, e a que as que vêm poligâmica. O meu pai para mudar minhas irmãs e eu também sustentava três esposas estávamos destinadas. O e filhos e proporcionava as coisas de desaparecimento do nosso a cada uma das famílias lugar, outros pai também significou a para mudar morte dos nossos direitos de condições de vida até o lugar possuir bens, uma vez que na confortáveis, e assim éramos felizes. A minha de lugar. cultura massai as mulheres mãe foi a sua primeira não possuem nada, não têm esposa, submetia-se à direito a nada e ficam à mercê de um tradição como se de um destino casamento, mesmo sem vontade, para inevitável se tratasse e assim, ela, as poder gozar de alguma dignidade. minhas duas irmãs e eu, seguíamos a Os meus tios não se responsabilizaram vida normalmente, dentro daquilo que por nós, que somos a continuidade da conhecíamos como natural, até que a memória do seu irmão, e puseram-nos morte veio bater à nossa porta e levouna rua, apropriando-se até mesmo das nos tudo o que lhe foi possível: a nossa nossas roupas e pegando fogo à alegria, a nossa casa, os nossos bens e, o nossa casa. A jornada pela mais importante, o nosso sustentáculo: sobrevivência começou com um o meu pai. êxodo que durou seis anos de viver de Há ventos que vêm para mudar as favor em casa dos outros, até sermos coisas de lugar, outros para mudar mandados embora. Apesar de tudo o até o lugar de lugar. Assim aconteceu que estava a acontecer, a minha mãe comigo, com a minha mãe e com as não perdeu a lucidez e insistia sempre minhas irmãs. Não sabíamos o que comigo para que eu estudasse e me nos esperava até sermos impactadas esforçasse para construir uma vida de

79 | maio, 2018 | evellis portugal


TESTEMUNHO | GRACE MOLLEL posses, onde eu não viria ... a minha mãe, por exemplo, a ser mais uma mulher além de dividir o marido com dependente de um homem outras mulheres, tinha, ainda e, possivelmente, vítima muito jovem, sofrido mutilação de violência doméstica, genital, uma das formas de algo muito comum aqui expressão de desigualdade e entre o povo. Mas essa dominação de género. não é a única forma estudos secundários até ao 3 ano, mas de violência que nos cerca: a minha ele morreu e eu fiquei sem apoio. Com mãe, por exemplo, além de dividir o muito custo consegui concluir o 4º ano marido com outras mulheres, tinha, do ensino secundário. ainda muito jovem, sofrido mutilação genital, uma das formas de expressão de A Tradição chegou à minha porta e familiares quiseram circuncidar-me, desigualdade e dominação de género. mas a minha mãe não deixou. Mas não A pobreza não dobrou a minha mãe ficou por aí, um homem veio ter com a e ela para mim é símbolo de força minha mãe a oferecer-lhe 10 vacas em e resistência. A busca de se realizar troca de me levar como esposa, prática em mim e nas minhas irmãs, como comum entre os Massai,. Mas a minha mulheres formadas e independentes, mãe respeitou mais uma vez a minha levou-a a lutar para permanecer em vontade e contrariou a tradição; pediu pé e resistir ao trabalho duro de cortar para eu não parar de estudar. troncos nas florestas, carregá-los e Continuo a ser professora numa fazer carvão para vender e poder darcreche e isso é uma honra para quem nos o mínimo de dignidade. Foi com vem de uma cultura onde as meninas esse pouco dinheiro que ela pagou as minhas dívidas de uma formação como professora de creche. Nem a chuva ou o vento forte foram capazes de intimidar aquela que estivera no olho do furacão e que teve a sua vida transformada de forma trágica, literalmente, da noite para o dia. Certo dia, bateu à minha porta um homem branco, americano, oferecendo ajuda para eu continuar os meus estudos básicos. Ele pagou os meus 80 | maio, 2018 | evellis portugal


não podem estudar nem escolher o seu marido. A minha mãe hoje tem 63 anos e vive em condições muito humildes numa casa Massai construída numa terra que pertence a outros. Sonho ser professora, mas com uma formação de nível superior. Viso mudar as condições de vida da minha mãe, minha heroína, mas também as condições do meu povo, sem distinção de género. O meu pequeno salário de 76 euros é insuficiente para alcançar esta realização e com ele ainda ajudo a minha mãe. Deus escreve a nossa história de uma forma que só Ele sabe explicar os caminhos que nos faz percorrer. Só sei que no fim, chegamos onde Ele designou que chegássemos. Foi aos 18 anos que conheci Jesus e que me batizei nas águas na igreja Free Pentecostal Church. Lá comecei a desenvolverme, trabalhando como líder de jovens durante 4 anos até ter de mudar de cidade para poder trabalhar. A minha vida mudou desde que aceitei Jesus, as lutas não cessaram, mas os fardos parecem leves e as tempestades dos ventos da vida já não me provocam incerteza, mesmo que o meu telhado voe. Eu aventurome na oração e sou apanhada com respostas para aquilo que muitas vezes me parece impossível, diante da minha realidade social e cultural. O Espírito Santo é o meu consolador nas horas difíceis e o meu educador nos momentos de lidar com as lições da vida. Luto

por mim, pelas minhas irmãs, para evitar um destino comum e cheio de conformação. Luto para retribuir à minha mãe, que investiu como pôde em mim e, mais ainda, luto para mudar realidades de homens e mulheres massai aprisionados num sistema de opressão cultural e espiritual. A educação é um instrumento de transformação e mudará a realidade a que muitas meninas ainda estão sujeitas. Aprenderão a não aceitar situações de dominação como a mutilação e o casamento forçados, além do impedimento de estudar. Eu creio que, depois de Jesus, a educação será a sua maior defesa! Não sei se será você o instrumento de benção para me ajudar a construir esta história, mas quero agradecer-lhe por me ter deixado partilhar a minha história consigo.

81 | maio, 2018 | evellis portugal


TABACO, MOLÉSTIA SOCIAL?

R

ecentemente li num site acerca da entrada em vigor da lei que proíbe o ato de fumar em locais para menores, ao ar livre, bem como sobre a proibição de produtos equiparados aos cigarros em locais públicos fechados. É de louvar, na minha modesta opinião. Sempre me chateou imenso ver-me obrigada a respirar o fumo que eu não originava. 8.30 da manhã. Ao deixar os meus filhos na escola observo um grupo de jovens à entrada com o cigarro na mão e ainda nem iniciaram as aulas! Quem entra fica com o cabelo e roupas impregnados. Que prevenção está a ser feita junto da população juvenil? Estarão as imagens degradantes impressas nos maços de cigarro a resultar? Há cartazes nas ruas apelando ao não consumo? E qual o papel dos anúncios televisivos? Decido fazer uma pesquisa tentando descobrir razões pelas quais os adolescentes e jovens iniciam tal prática. Qual não é o meu espanto quando me deparo com uma pintura numa rua da minha cidade, o que atesta o tema da crónica. Conhecidos os malefícios do tabaco por conter substâncias nocivas à saúde, pergunto-me porque tantas pessoas dependem dele. Os cristãos alertados pela

82 | maio, 2018 | evellis portugal

ANDREA RAMOS

Bíblia, entendem que devem estimar o seu corpo, por este ser o templo do Espírito Santo. Começo por indagar uma docente do secundário sobre os seus alunos fumadores. Estes expõem que fumam «para se integrarem num grupo, sinal de que são importantes, é um entretenimento». Parece que ninguém se preocupa com as consequências futuras! Pedi a uma professora de 1º ciclo que observasse a prevenção do tabaco nas crianças e nem queria acreditar…«Há dez anos (…) não faria muito sentido falar de tabaco e drogas com crianças de 6 anos. Hoje digo que é imperioso! Ao meu filho do meio foi oferecida canábis há dias, na escola onde anda, e ele só tem 10 anos!» Afinal como está a ser realizada a vigilância nos recreios? Julgo que os pais e professores têm um papel fundamental na advertência a esta problemática. Sondei o proprietário do TudAventura. Salienta que se apercebe de que já existe dependência


nos adolescentes, pelas diversas ausências seguidas de chiclete na boca ou pelas idas repetidas à casa de banho. Alguns chegam já assinalados pelos pais. (Há pais atentos!) Pensemos nisto… como é que os nossos filhos estão a ocupar os seus tempos livres? Que influências estão a sofrer? Seguidamente o diretor do Serve The City responde-me que «as pessoas em situação de sem-abrigo ou noutras situações onde há sofrimento físico e mental usam a nicotina como forma de alívio. (…)» Suponho que algum vazio existe dentro das pessoas e carecem de o preencher. Deus pode preencher esse vazio! Interessante o ponto de vista de jovens cristãs: «Ninguém ensina que o problema não é o tu fumares, mas a forma como te prejudicas e como isso magoa o coração de Deus.» Outra alude à liberdade «dada de graça e amorosamente por quem nos criou para o melhor, tem sido usada e abusada para muita coisa e os efeitos e consequências pouco importam (…)» e outra acrescenta «Alguém que já experimentou Deus (verdadeiramente) tem a noção o quão bom é servir e adorar o Seu nome e por consequência, não vai necessitar de qualquer outro tipo de vício para o satisfazer ou aliviar o stress contido em si.» Uma enfermeira cristã diz-me que uma grande parte dos profissionais de saúde fuma, alguns têm intenção de parar em breve, outros

dizem que terão de morrer de alguma maneira. O seu marido foi um grande fumador e abandonou o vício através do Programa de desintoxicação do Desafio Jovem. E foi lá precisamente que realizei uma entrevista a um ex-fumador. Teve a 1ª experiência com tabaco entre os 6, 7 anos e «via tudo à roda»…Entre os 17 e 58 anos, foi um fumador compulsivo, «Escravo do tabaco», o que lhe acarretou consequências físicas, para além da «despesa enorme». «Atrás do tabaco vêm outros vícios», disse. Afirmou que gostaria que existisse uma consciência cívica de que o tabaco mata. Pedi que deixasse uma mensagem aos jovens: «O tabaco é muito traiçoeiro. Há muitas maneiras de o substituir, o desporto, é uma das coisas que todos os pais deviam implementar. QUEM NÃO FUMOU, NUNCA FUME». Já com matéria suficiente deparo-me com uma notícia alarmante. Uma aldeia de Portugal que tem tradição de incentivar as crianças a fumar. A Fox News também acha que é uma má ideia. Acredito que a evolução das sociedades não nos faz consciencializar de que antes de agir deveríamos pensar nas consequências. Hoje, num funeral, escutei que o Homem é o seu próprio inimigo. Afinal, como cristãos, sabemos que todas as coisas nos são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Enfim, que todos possamos dizer «mas eu não me deixarei dominar por nenhuma». I coríntios 6:12

Andrea Ramos

Andrea Ramos é empresária, delegada da Comacep e licenciada em Animação Sociocultural. 83 | maio, 2018 | evellis portugal


DESTINOS Braga Braga uma cidade à frente do seu tempo. Não é por acaso que ela é considerada a cidade portuguesa com mais qualidade de vida e educação.

S

ituada​na região do Minho, a Norte de Portugal, Braga é das mais antigas cidades portuguesas. Foi edificada em 16 a.C., sendo denominada de Bracara Augusta, em homenagem ao imperador romano Otaviano Augusto Ceasar, (27 a.C.–14 d.C.). S​ ​eguindo o seu destino e independência, veio, possivelmente, no século XI , depois de reorganizada, a​ ter a nova designação de “Braga”.

Não desprezando os seus mais de 2000 anos de história, com toda a​ s​ ua antiguidade, consegue unir tradição e inovação, p​ assado e presente​,​ sem perder o toque clássico com o charme contemporâneo. Não é por acaso que Braga é reconhecida como “capital europeia da juventude”, sendo também considerada a melhor cidade portuguesa para se viver, devido à​ s​ ua qualidade e custo de vida acessíveis​.

84 | maio, 2018 | evellis portugal

​​Com ​a ​sua enorme beleza e riqueza patrimonial, Braga l​ evanos​a mergulhar num universo de memórias reflectidas e descrita na anti​q​uíssima arquitetura das igrejas, casarios do século XVIII, achados arqueológicos do período romano e a​ s​ ua gastronomia que une o antigo e moderno, com isso proporcionando aos seus visitantes muita informação com diversão. O seu patrim​ó​ nio religioso é uma


marca da expressão da fé do povo que compõe a cidade cristã mais antiga do mundo. É em Braga que se encontra a mais antiga Catedral de Portugal e a Casa-Mãe dos beneditinos, o Mosteiro de Tibães.

A ROMA PORTUGUESA

Frequentemente apelidada de ‘Roma Portuguesa’, o legado romano faz de Braga um atrativo a mais. A longa história de Braga é visível em todo o esplendor dos seus monumentos​, ​ museus e igrejas. A história d​ e ​Braga está repleta de sabores​ ,​​o q​ ue se revela na​sua vasta culinária. A sua gastronomia atravessa séculos, impondo​-se​ como umas das mais ricas do país. As suas diversas receitas de bacalhau destaca​m-se​ ​no​ meio d​ e tantas iguarias que a restauração oferece, satisfazendo o mais exigente dos paladares. Bacalhau à Margarida da Praça à Miquelina, à Mira Penha, em Braga, à Narcisa, no Minho, o Bacalhau é Rei. No que toca a carnes, destaque-se

o arroz de pato à moda de Braga, o sarrabulho acompanhado com os rojões, a carne enrolada em vinhadealhos; os

tradicional bolo rei, as viúvas do antigo Convento dos Remédios, os doces de romaria e os fidalguinhos de Braga, biscoito seco para acompanhar o chá.

farinhotes, enchidos de sangue de porco e farinha de milho, as frigideiras, grandes pastéis de massa folhada com recheio de vaca e presunto). Não se esqueça de acrescentar o bom vinho verde, que dará um toque especial ao seu paladar. ​Na​ doçaria de Braga​ destaca-se o pudim Abade de Priscos, o delicioso toucinho do céu, as vieiras, o

Visitar Braga é visitar mundos paralelos. É ser testemunha​de um passado longínquo sem perder de vista o presente. Não ​ percas mais tempo: os bracarenses esperam​ -te​para te oferecerem o melhor deste lugar. E como dizemos a​ qui​em Portugal, “bom proveito”!

85 | maio, 2018 | evellis portugal


Mãe de barriga o

Mãe

desde sem

Os tipos mudam, m

MÊS DAS

86 | maio, 2018 | evellis portugal


ou Mãe de vida,

mpre ou escolhida...

mas o amor não.

S MÃES!

87 | maio, 2018 | evellis portugal


TRANSFORMAR SUSANA GARCÊS

QUEM SOU EU? ÀS VEZES OLHAMOS PARA NÓS MESMOS E NÃO TEMOS A DIMENSÃO DE COMO DEUS NOS VÊ E O QUE REPRESENTAMOS PARA ELE.

S

ente que no dia a dia lhe pedem para voar como uma águia ou para nadar como um tubarão?! Cada pessoa é um ser único e individual. Deus pensou em cada um de nós desta forma e projetou-nos com um propósito tão importante e único que se estende para além da nossa própria existência e ganha um significado especial cada vez que nos tornamos influência positiva na vida dos outros. Mas a minha condição atual… A sua e a minha condição atual não coloca limites Àquele que pode mudar e transformar o curso da nossa vida! Permita-se ser inspirado por quem o aceita tal como é e verá o poder deste amor na sua própria transformação diária segundo a sua graça e misericórdia. O primeiro propósito da nossa existência é aceitar Jesus como Senhor e Salvador da nossa vida e esta escolha é de tal forma importante que nos impacta e nos move à descoberta e cumprimento do nosso propósito pessoal. Quero convidá-lo a usar o seu caderno 88 | maio, 2018 | evellis portugal

das emoções (edições anteriores) como ferramenta diária para as suas reflexões e insights e responda às perguntas poderosas que for encontrando no seguimento desta leitura. Se Deus nos criou de forma única e especial com tantas e diferentes habilidades… O que nos leva a comparar as pessoas umas com as outras? Estaremos nós a comparar o incomparável?! A sociedade atual usa a comparação e isso diminui-nos, faz-nos sentir desadequados, incompletos e incapazes. Deus criou-nos com tanto potencial que se olharmos, verdadeiramente, para quem somos e para os outros teremos muito mais motivos para estarmos gratos do que para julgar e criticar. O que se passa na sociedade? Sabemos mais das nossas lacunas do que do nosso potencial?! O que levará a que isto aconteça? Habituámo-nos a comunicar as falhas em vez dos talentos: a nós próprios e aos outros.


Comece a partir de si e de onde está! Escolha ser um agente de mudança para uma sociedade mais feliz e capaz. Use diariamente o RECONHECIMENTO, a ACEITAÇÃO e a GRATIDÃO! Para consigo e para com os outros. Se temos tantas habilidades no nosso corpo o que faz com que achemos que não somos capazes?! Ainda desconhecemos o nosso potencial. Necessitamos agir e experimentar, sair da nossa zona de conforto, só assim perceberemos que somos capazes. Se temos tantas habilidades somos bons em tudo e de igual modo?! Não, temos maior aptidão para umas coisas do que para outras, mas podemos sempre melhorar! Como podemos continuar a comparar o incomparável e a avaliar de igual modo o que é diferente?! Nas escolas, nas empresas, …, nas nossas casas continuamos a querer que as nossas crianças/ colegas, …, e nós mesmos aprendamos da mesma maneira e tenhamos os mesmos resultados quando a própria ciência já nos disse o contrário. Sente que lhe pedem para voar como uma águia ou para nadar como um tubarão?! E se pedíssemos a um tubarão para voar ou a uma águia para nadar? Se colocássemos uma águia numa es-

cala avaliativa a nadar certamente seria alguém incapaz, pois apenas desenvolveria sentimentos de frustração, desencorajamento e falha. Não estaria a utilizar as suas habilidades, o seu potencial. “Uma águia precisa ser uma águia e VOCÊ PRECISA SER VOCÊ!” Se Deus nos criou para sermos usados segundo as nossas habilidades comece a escolher ser usado para o que foi criado – PARA SER VOCÊ! Na bíblia Deus diz que nos deu tudo o que precisamos para fazermos e cumprirmos aquilo para que fomos chamados. O que é que está a fazer de acordo com quem é? Que profissão escolheu? O que o leva a fazer o que faz todos os dias? Que família está a construir? FOI CHAMADO PARA O CUMPRIMENTO DE UM GRANDE PROPÓSITO! ACREDITA NISTO?! Tem uma missão e um propósito individual para a sua vida! Se ainda não sabe qual é invista em si próprio e descubra através da sua essência. Ore. Olhe para a sua “forma” e para as suas habilidades! O que ama verdadeiramente fazer? O que faria todos os dias se pudesse?! DESCUBRA O SEU PROPÓSITO e viva em sentido de PAIXÃO, VISÃO E MISSÃO!

Susana Garcês

Susana Garcês é coach, formada pela International Certified Coach, da Lambent, professora do 1º Ciclo e licenciada em professores do 2º Ciclo, variante Matemática e Ciências da Natureza. 89 | maio, 2018 | evellis portugal


VERDADES DE POUCAS PALAVRAS LEONOR AIRES SANTOS

MARIA, UM EXEMPLO DE SUPERAÇÃO

A

INDO ALÉM DAS DIFICULDADES E SUPERANDO AS LIMITAÇÕES

superação tem na sua raiz o termo “super”, o que aponta para algo superior, algo que está acima. Acerca de uma história de superação, não me ocorre nenhum ato de superação pessoal que mereça esse destaque, para além dos desafios habituais da vida, como conseguir a carta de condução, suportar e colaborar nos partos dos meus filhos, concluir os estudos, etc. O tema traz-me de imediato à lembrança, Maria. A Maria foi para mim um exemplo singular de superação. Conheci a Maria numa entrevista de recrutamento e seleção para uma vaga de técnico administrativo. Estávamos no final de um dia de Inverno, lá fora 90 | maio, 2018 | evellis portugal

já era de noite. De baixa estatura, olhos pequenos atrás de uns óculos bem graduados, cabelo pintado de madeixas louras e um doce sorriso, cheio de luz, recebo então a Maria. Já estava avisada quanto à sua idade, quase sexagenária, com muito poucas chances, dados os requisitos da função, mas com muita vontade para trabalhar, o que nem sempre chega. Rapidamente concluímos ambas que lhe faltavam competências críticas... principalmente a sua inexperiência na utilização da ferramenta informática Excel. Mas a Maria não desarmou. A sua determinação e vontade de aprender eram enormes! Uma excelente comunicadora que transbordava convicção.


“- Dê-me uma semana, vou pedir ajuda ao meu filho, eu aprendo facilmente! Se for possível deem-me uma oportunidade...” - pediu a Maria com toda a firmeza que encontrou dentro dela. Os olhos da Maria transmitiam aquilo que era mais precioso: verdade, honestidade e humildade. Na verdade, ela tinha todas as competências pessoais, faltava-lhe apenas os “skills” técnicos. A atitude da Maria era uma coisa rara e não foi preciso muito para convencer a minha empresa a aceitar o desafio do risco desta contratação. A Maria entrou na equipa com lacunas de conhecimento importantes, mas o empenho com que se entregou à aprendizagem foi suficiente para superar com êxito os desafios da função. Todos nós éramos no mínimo, 20 anos mais novos.

Rapidamente o seu nome ficou conhecido nalguns clientes, pela forma como eram telefonicamente recebidos. A Maria foi também uma referência pelo seu desempenho profissional, principalmente pela forma como comunicava. A Maria foi sem dúvida um grande exemplo de “super” “ação” e uma benção para mim e outros colegas. No entanto, a Maria não tinha uma vida pessoal fácil. Tomava conta dos seus pais doentes, de idade avançada e lidava com os afazeres da doença oncológica do seu companheiro. Porém, as vicissitudes da vida não a impediram de lutar, de aprender, de acreditar em si própria e de se superar. A Maria faleceu mais tarde, também de doença oncológica. Um processo que se prolongou mais no tempo, devido à sua atitude e força.

O que me deixa mais feliz é que no meio de tantas vicissitudes, a Maria A Maria rapidamente se tornou numa procurou respostas, talvez esgotada referência dentro da organização. na superação a que se auto propunha Sempre com o melhor conselho no âmbito pessoal, a sua gratidão traduzia- e encontrou o amor de Deus. Confiou na Sua justiça. Ela amava Deus, era-lhe se em pequenos mimos com que igualmente grata, apesar de tudo. surpreendia cada colega da equipa. Lembro-me da doce sensação de Obrigada querida Maria.” encontrar na secretária, um bombom de chocolate ou outra qualquer guloseima, quando as minhas reuniões no exterior se arrastavam e não nos cruzávamos.

Leonor A. Santos

Leonor Aires Santos (Nô), licenciada em Sociologia no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa. Consultora Sénior de Recursos Humanos e Professora de Educação Moral e Religiosa Evangélica 91 | maio, 2018 | evellis portugal


EMOÇÃO E FÉ CINDI ANGELO

FALE DOS SEUS SENTIMENTOS É difícil sentir-se tranquilo enquanto tudo está trancado dentro de si.

O

utro dia, ao conversar com uma pessoa a quem dava aconselhamento pastoral, ouvi que está cada vez mais difícil encontrar pessoas com quem seja possível abrir o coração e desabafar. Isso não acontece somente devido ao estilo de vida que cada um tem, mas pela falta de confiança nas pessoas. Eu reconheço que é verdade que pessoas sérias e atenciosas estão mais escassas hoje, mas a boa notícia é que elas existem e podem estar mais perto do que imaginamos. Elas existem na pessoa de um familiar, de um amigo, de um irmão em Cristo, de um colega de trabalho, de um profissional cristão. Gosto muito do que disse o rei Davi: “O Senhor está comigo entre aqueles que me ajudam” (Sl 118:7). Muitas vezes a dor do coração nos cega para não vermos os verdadeiros “anjos sem asas” que Deus coloca à nossa volta. Um dos graves problemas da nossa geração é que ela tem sido uma geração de meninos, não de homens e mulheres responsáveis e maduros. É a geração que 92 | maio, 2018 | evellis portugal

se relaciona mais com as inteligências artificiais e com seus aparelhos tecnológicos do que com pessoas experientes. Milhares de crianças crescem apenas no tamanho e na idade, mas não na mente. São meninos no entendimento, que entram no mundo virtual achando que aquilo é que é a vida real. Não é de admirar que muitos que tiram a própria vida ou sentem-se mortos para ela, vivem num mundo de fantasias que eles mesmos criaram. Quantos jovens hoje, que assim como eu, amam se sentar ao pé dos mais velhos para ouvir suas histórias e receber os seus conselhos? Ouvir os mais velhos é uma terapia para mim. Sinto-me mais sábia mais preparada para me lançar nos próximos passos que preciso dar. Ouvir e falar pode ser algo realmente libertador. O apóstolo Tiago, irmão de Jesus, deu-nos um importante conselho: “Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode


muito em seus efeitos” (Tg 5:16). Nós poderíamos até parafrasear dizendo: “Partilhai as vossas cargas uns com os outros… para que sareis”, pois assim como uma confissão pode tirar de nós o terrível peso do mundo todo, abrir o coração para alguém sensato e maduro pode libertar-nos de muitas dores. Foi depois que o rei Davi confessou o seu pecado, que a alegria da salvação foi restabelecida nele. Sabia que as emoções e sentimentos que são guardados ou reprimidos, podem gerar muitas enfermidades no nosso corpo, como gastrites, dores musculares, cegueira e até cancro? Falar em momentos oportunos, nos fortalecerá para enfrentarmos a vida de frente. Na maioria das vezes em que nos estamos sentindo sobrecarregados, o que mais precisamos não é de alguém que fale, mas de alguém que simplesmente nos oiça, sem comentar, sem julgar, sem avaliar… Sabendo disso, o nosso Deus deu-nos o maior de todos os recursos, que é a oração. Falar com Deus é o melhor e mais eficiente dos remédios e terapia. Há paz na oração. Todo o ser humano precisa de um “meio de escape” para poder suportar as pressões da vida. Mesmo que o meio de escape humano ainda não esteja disponível para si, o “meio divino” está. Podemos falar com Deus não pelo que merecemos

ou fazemos, mas por aquilo que Jesus fez por nós na cruz. Jesus abriu o caminho para o Pai. Através dele temos acesso direto ao trono de Deus a qualquer hora do dia ou da noite, sem linha interrompida ou sinal fraco. E o mais maravilhoso é que Deus não tem um voicemail e nem terceiriza o atendimento. Ele está sempre presente e isso nos conforta. Não podemos chamar de solitária uma vida que tem a Cristo. Nós falamos com ele através da oração e ele fala conosco através da sua Palavra, a Bíblia. Ela nos enche de fé e de esperança, pois quanto mais a estudamos, mais provamos do seu poder e fidelidade. Ela é a palavra de um Deus que não falha e nunca muda. Ela é a carta de amor do Pai para com os seus filhos. Bem, se pedir a Deus por amigos especiais, que sejam sábios e tementes a ele, ele vai lhe dar, mas esteja com os olhos e coração abertos para essas pessoas. Os seus melhores amigos podem ainda ser-lhe apresentados. Faço das palavras de Steve Gallagher as minhas: “Se você não deseja livrar-se do problema, confesse isso somente a Deus. Se você deseja livrar-se dele, confesse isso para outra pessoa. Caso realmente deseje livrar-se dele, continue aconselhando-se!”.

Cindi Angelo

Cindi Angelo, licenciada em teologia, escritora e pastora. Participa do ministério Free Methodist World Missions 93 | maio, 2018 | evellis portugal


HÁ SEMPRE UM OUTRO OLHAR HELENA MARTINS

E

QUEREIS VÓS TAMBÉM RETIRAR-VOS?

sta pergunta ecoa hoje no meio do povo de Deus, tal como os discípulos a ouviram há mais de dois mil anos atrás. Nessa altura, muitos dos seguidores de Jesus, atraídos pela Sua autoridade, pelos Seus milagres, andavam com Ele, percorriam atrás dele os mesmos caminhos, sentavam-se com as multidões para O ouvir. Mas à medida que se aproximavam d’Ele, o Seu discurso tornava-se mais contundente. Jesus queria que percebessem bem quem Ele era, o que significava Ele ser o Filho de Deus. E aí, ao ouvi-Lo falar, muitos voltaram para trás (João 6:66). Reação de quem não quer compromissos. Porque o compromisso vai exigir, em determinado momento, uma renúncia, vai exigir ação, vai exigir entrega a alguém, a uma causa. Jesus olha então para os doze, aqueles que Ele tinha escolhido, e pergunta: ”Quereis vós também retirar-vos?” É como se Jesus lhes dissesse: Eu chamei-vos, escolhi-vos, tenho projetos para a vossa vida. Estou a dizer-vos que não é fácil vir após mim, mas também estou a dizer-vos que estou convosco todos os dias! No entanto, eu deixo-vos escolher: Quereis vós também retirar-vos? 94 | maio, 2018 | evellis portugal

Se prestarmos bem atenção, num mundo quase sem espaço para Deus, Jesus faz-nos HOJE, a nós, Seus seguidores, a mesma pergunta! Há verdades que precisamos de trazer à nossa mente – nós também fomos escolhidos. Desde que O convidámos a entrar na nossa vida, desde que Lhe pedimos perdão dos nossos pecados e nos tornámos Seus filhos, caminhamos com Jesus e precisamos de entender que o caminho se vai tornando mais difícil. Ou não nos lembramos que entrámos pela ‘porta estreita’? À medida que a nossa relação com Ele se aprofunda, o Seu discurso para nós vai-se tornando também mais exigente. Quanto mais nos aproximamos da Luz, mais a nossa imperfeição se nota e para continuar temos que estar sempre no processo de santificação, sempre a ser moldados pelo Oleiro. Quando nos tornámos filhos, o que a Palavra designa por novo nascimento, somos comparados a recém nascidos e, tal como eles, devemos desejar ardentemente o leite espiritual. (I Ped. 2:2). Na epístola aos Hebreus lemos que há seguidores de Cristo que, surpreendentemente, apesar de terem atingido a fase


de ter alimento sólido, ainda continuam a querer leite…demonstrando inexperiência na palavra da justiça, porque são crianças…(Heb. 5:12,13). Essa incoerência é tantas vezes visível na nossa vida – não crescemos, é mais confortável ficarmos bebés, termos sempre alguém a cuidar de nós e nós sem precisarmos de assumir responsabilidades. Seguir a Jesus, no entanto, é um compromisso, é percorrer com Ele um caminho que começa a estreitar, e nessa fase, muitos de nós querem recuar. Não deixamos as fileiras, mas queremos ir para a ‘reserva’. Nunca entramos em ação…Não nos importamos de seguir a Jesus, mas à distância! Satisfazemo-nos com um tipo de Cristianismo que não nos faça sair da nossa zona de conforto… Se estamos bem – salvos, usufruindo algumas bênçãos, para quê arriscar? Contentamo-nos com meias medidas, quando podíamos ter vida abundante. Tentamos abafar a insatisfação da nossa vida, abafar a voz do Espírito, o clamor do Senhor, que, como Pai, deseja ver-nos crescer até à estatura de Cristo! E o nosso crescimento é fundamental para que o propósito pleno de Cristo se cumpra: sermos ministros da reconciliação, sermos embaixadores de Cristo, sermos portadores das boas novas. Sermos mensageiros da esperança para um mundo desesperado, sermos aqueles que amam sem esperar nada em troca, num mundo sem amor, sermos capazes

de chorar com os que choram. Segui-Lo significa amar como Ele ama, sentir o mundo como Ele o sente. Jesus chorou por Jerusalém e certamente chora pelo mundo de hoje. Tal como no passado, procura alguém que esteja na brecha. (Ezequiel 22:30) A ninguém achou. E HOJE? Deus está a procurar quem esteja na brecha pelas nossas cidades, concelhos, distritos, pela nossa nação! E nós olhamos à volta…pode ser que outros O ouçam e vão. Porquê nós? Quem gosta de estar na brecha?! Brecha fala de aperto, de incómodo, de dor. O caminho é estreito sem dúvida, a subida é ingreme. Muitos começam a vacilar e Jesus pergunta: “Quereis vós também retirar-vos?” É que, de facto, seguir Jesus tem um preço, e o preço vai aumentando… Cada passo de maior compromisso tem um preço mais elevado. Só esquecemos que subindo, a visão se alarga e a paisagem vai sendo cada vez mais bela. É o que acontece no nosso relacionamento com Deus – a subida pode ser muito difícil, mas o que desfrutamos com Ele é tão belo, que faz valer a pena o preço da caminhada. Deus deixa-nos escolher…podemos magoar o coração do Pai, mas Ele não nos força. Esta é a pergunta: “Quereis vós também retirar-vos?” Fica aqui um desafio de um compromisso, um compromisso de oração, a estar na brecha. Que resposta vamos dar ao Senhor?

Helena Martins Helena Martins, licenciada em Filologia Germânica pela Universidade

de Coimbra, professora, diretora do Desperta Débora Portugal e membro da Missão Cristã Internacional

95 | maio, 2018 | evellis portugal


CAMINHADAS HELENA GALVÃO

FARDO LEVE Quando lidamos com as questões da vida de forma solitária é que o fardo se torna pesado e o jugo duro demais

A

o caminhar ao longo da praia com uma amiga, percebi que estávamos sempre a trocar de posição. Cada uma de nós procurava a areia molhada, escassa com a maré cheia, pois os pés enterravam-se na areia seca onde a caminhada era mais árdua. Durante esse tempo veio-me à mente as palavras de Jesus: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11:28-30) Por vezes escolhemos um caminho que torna o nosso fardo pesado, queremos 96 | maio, 2018 | evellis portugal

carregá-lo sozinhos, em vez de nos encostarmos à ajuda de Jesus para que o nosso fardo fique leve, como o Dele. Carregamos pesos desnecessariamente: preocupações, doenças, pecado... ou carregamos ainda o fardo dos outros; pesos que não são nossos. Devemos “ajudar a carregar os fardos uns dos ou-


tros para cumprir a lei de Cristo” (Gálatas 6:2) mas essa ajuda não significa que temos de colocar sobre o nosso jugo os fardos dos outros “pois cada um deve carregar o seu próprio fardo.” (Gálatas 6:5)

No mundo temos aflições, mas temos de ter bom ânimo (João 16:13) para vencer o mundo como Jesus venceu. Essas aflições serão facilmente ultrapassadas se as colocarmos diante de Deus, no ombro de Jesus. Temos memória curta e esquecemo-nos “Portanto nós também, pois que estade os depositar aos pés da cruz, por isso mos rodeados de uma tão grande nué inevitável estar em comunhão com vem de testemunhas, deixemos todo o Deus e depositar o peso excedente para embaraço, e o pecado que tão de perto podermos superar os obstáculos. nos rodeia, e corramos com paciência a O caminho que escolhemos também carreira que nos está proposta, olhando pode aumentar a dificuldade de nos para Jesus, autor e consumador da fé, o deslocarmos com o nosso fardo. Temos qual, pelo gozo que lhe estava proposto, de escolher o caminho com menos atri- suportou a cruz, desprezando a afronto. Esse caminho é o estreito, é aquele ta, e assentou-se à destra do trono de que Jesus nos apontou e Deus.” (Hebreus 12 :1-2) nem sempre é fácil segui-lo. Para superar a corrida da vida, percurso com adversidades e obstáculos, não Para que o nosso fardo nos podemos desviar do alvo. Temos se torne leve e podermos de colocar os nossos olhos no exemcontinuar a nossa camiplo de Jesus, o nosso treinador, que ao nhada, temos não só de encarnar a nossa corrida, a superou, e ir aos pés da cruz com agora encontra-se na meta à espera de frequência, depositando nós para nos dar o galardão pelo nosso os excessos, mas também triunfo. entrar além do véu, no santo dos santos, onde sentimos realmente a presença, a paz e o amor do Paizinho. Aí sim, podemos sentir o alívio, o perdão, a cura do corpo e da alma, a superação de tudo o que possa tornar o nosso fardo pesado.

Helena Galvão

Helena Galvão, designer, professora de artes, perfeccionista e mora na Suíça. 97 | maio, 2018 | evellis portugal


Passos de Fé CAROL HECKERT

SUPERE-SE! ELES DERAM A VOLTA POR CIMA, MESMO TUDO DIZENDO NÃO! ISTO NÃO É UTOPIA, É POSSÍVEL... É SUPERAÇÃO!

Q

uando paramos para pensar em desastres, tragédias, doenças graves, morte de um ente querido, destruição, epidemias e nos variados dissabores que a vida nos pode trazer, de qual sentimento ficamos tomados? Não é por acaso que o desespero toma conta de nós após passar pela nossa cabeça que coisas deste tipo podem acontecer conosco, com quem amamos e até com quem não conhecemos. A verdade é que a vida nos traz coisas desagradáveis com as quais precisaremos passar para obter algum tipo de experiência, superação ou aprendizagem e isso pouco importa para quem é bom, faz tudo corretamente e vive na retidão. O próprio Jesus no livro de João capítulo 16:33 disse que (…no mundo tereis aflições …) Hoje trago-vos exemplos de pessoas que se superaram e superam ainda hoje coisas que evitamos até de pensar. Pessoas que não escolheram, mas que precisaram passar por determinadas situações como modo de sobrevivência. Vou começar pelo Senhor Chris Gardner, ele é um dos homens mais 98 | maio, 2018 | evellis portugal

ricos dos Estados Unidos, com uma fortuna estimada em 600 milhões de dólares! Mas quem vê Gardner agora não imagina todos os sofrimentos e desafios que este homem teve que enfrentar. Apesar de dormir na rua, passar fome e frio, como se não bastasse, o maior sofrimento de Chris Gardner foi ter que ver o seu filho passar por tudo isso! A sua história ficou mundialmente famosa em “A Procura da Felicidade” (sim, aquele filme com o Will Smith que sempre nos faz chorar). O segundo exemplo de superação passa por Nick Vujicic. Nick nasceu sem os membros superiores e inferiores (devido a uma rara síndrome conhecida por Tetra-amelia) e, durante muitos anos, procurava incessantemente obter uma simples resposta: “Porquê eu, Deus?”. Após a tentativa de suícidio com apenas 8 anos de idade, Nick percebeu que com a sua fé conseguiria superar todos os problemas que enfrentava na vida! Com 17 anos de idade, fundou a Life Without Limbs (“Vida Sem Membros”, em português), uma instituição sem fins lucrativos que visa ajudar pessoas


com deficiência física a enfrentar as suas limitações. Albert Einstein, sim, isso mesmo! Muita gente não sabe, mas o maior génio do século XX era considerado um “mau aluno” e “completamente inútil” por seus professores universitários. Mesmo sendo totalmente desacreditado por estes e alguns familiares, Einstein não desistiu e a sua incansável persistência levou-o a conquistar o Prémio Nobel da Física, em 1921, além de ser consagrado o mais memorável físico de todos os tempos! E agora vou puxar pelo nosso ego, aquilo que vemos todos os dias e buscamos incansavelmente superar… colocando sempre defeitos e metas para parecermos melhores aos olhos dos outros. Vou falar de Lizzie Velasquez. A norte-americana conhecida como “a mulher mais feia do mundo”, é um dos mais belos exemplos de força de vontade. Lizzie nasceu com uma rara doença genética (ainda desconhecida) que impede o ganho de gordura corporal. Com menos de 30kg, a sua condição fez com que ficasse cega de um olho e desenvolvesse um frágil sistema imunitário. Alvo de cruéis ataques de bullying na escola e na internet (quando se tornou “famosa” com um vídeo que a intitulava “a mulher mais feia do mundo”), Lizzie enfrentou momentos de forte depressão. Mas ela não se deixou abater

e deu a volta por cima! A jovem usou a visibilidade negativa que atribuíram à sua imagem para iniciar uma campanha contra o cyberbullying ao redor do mundo. E por último e mais importante: Jesus Cristo, não podemos falar em superação sem levar em consideração o maior exemplo que já existiu na terra. Afinal de contas Jesus não estava como Deus na cruz do calvário, ali Ele foi um homem de carne e osso como eu e o leitor, sendo gozado, cuspido, execrado e torturado por quem simplesmente lhe vira hoje as costas e continua cuspindo em tudo o que Ele fez e em todo o sofrimento pelo qual passou. Não que não possamos olhar para os nossos problemas, mas podemos escolher o que queremos fazer com eles isso é algo que só pode partir de nós. Podemos ver na palavra SUPERAÇÃO duas palavras SUPER+ AÇÃO. Sim iremos ficar abalados, impressionados, tristes e depressivos mas existe algo além de lágrimas e desespero, existe algo além dentro de você que ainda o mantém vivo. Apesar de Jesus ter dito que teríamos aflições, Ele também disse no mesmo capítulo de João 16:33 (… mas tende bom ânimo, eu venci o mundo) “ BOM ÂNIMO”! Que Deus lhe dê forças! Supere-se em tudo pelo que possa vir a passar e que Ele o livre de todo mal, em Seu nome, Jesus.

Carol Heckert é estudante de liderança para célula e ministério em geral da Bola de Neve Church em Portugal. Auxília seu esposo na empresa de próteses em Lisboa e é uma artesã nas horas vagas. 99 | maio, 2018 | evellis portugal


VITAMINA E HUGO PINTO

O IMPOSSÍVEL É NADA

N

“PORQUE PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL” (Lucas 1:37).

uma das muitas expedições ao Monte Everest, houve um acidente e várias pessoas do grupo morreram. A maioria das pessoas nesse tempo disseram que era impossível chegar ao cume do Everest. Muitas pensaram em desistir e nunca mais tentar a proeza. Quando se juntaram num espaço aquecido e confortável, um dos líderes da expedição colou uma foto gigante do imponente Monte Everest, mesmo na frente de todos e disse: “Everest, desta vez venceste-nos. Mas haveremos de bater-te. Tu não cresces mais, mas nós continuaremos a crescer, a aprender e a prepararmo-nos melhor. Um dia serás vencido!”. Apesar de muitos considerarem o Everest um monte impossível de ser escalado até ao topo, em 1953, Tenzing Norgay e Edmund Hillary, conseguiram fazer a proeza pela primeira vez. Desde então, milhares de pessoas têm experimentado o que é subir ao monte mais elevado do planeta. O impossível só o é até ser superado. 100 | maio, 2018 | evellis portugal

Não desistas! Não pares! Continua a crescer, a aprender e a preparar-te. Essa montanha que está diante de ti, às vezes será aplainada, outras vezes será removida, ou então escalada, mas com Deus uma coisa é certa: sempre será vencida! Porque para Ele o impossível é para ser superado. É curioso que a palavra “impossibilidade” tenha dentro dela a palavra “possibilidade”. Ainda que muitos pensem que o impossível é a ausência de possibilidades, a realidade é um pouco diferente. Todas as dificuldades e impossibilidades têm sempre uma possibilidade inerente. Como disse alguém: “Cada adversidade contém a semente de uma gloriosa possibilidade.”. A maioria das pessoas bloqueia com a impossibilidade; os vencedores encontram uma possibilidade. Quando o povo de Israel estava diante do Mar Vermelho, ficou encurralado pelo exército Egípcio. Era uma situação


impossível, sem qualquer tipo de saída. Mas Deus abriu o Mar e fez o povo passar por terra seca. Os Egípcios, tentando-o, morreram afogados na água que voltou a fechar. O impossível não é uma realidade final; não é algo intocável, imutável e inalterável. Não é algo para se virar as costas e dizer que não dá. Ele é carregado de possibilidade. O impossível é a possibilidade de algo novo, de superação, do inesperado, do extraordinário. É a possibilidade de não confiarmos em nós próprios, ou no estado das coisas, mas em Deus que pode todas as coisas. Não fiques bloqueado com algo só porque é impossível. Procura a possibilidade na impossibilidade; descobre a oportunidade na dificuldade; encontra a água no deserto, entende o propósito na dor.

várias vezes, eleito “O Desportista do Século” pela revista norte-americana Sports Illustrated em 1999. Uma das razões do seu sucesso deveu-se ao facto de nunca desistir; de voltar a enfrentar os adversários que o venceram, até conseguir vencê-los.

Johnny Weissmuller teve uma brilhante carreira de natação – Ganhou 52 campeonatos dos EUA, conquistou cinco medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 1924 e 1928 e estabeleceu 67 recordes mundiais de natação. Aumentou a “fasquia” de tal maneira que muitos disseram que seria impossível alguém bater os seus recordes. Hoje, jovens nadadores ultrapassam as suas proezas… Diziam que era impossível haver locomotivas a vapor, o homem chegar à lua, ter computadores em casa, etc.... A lista é interminável. Quando alguém se propõe a algo nunca feito, sempre será “Impossível é apenas uma palavra considerado impossível. Antes de algo grande usada por pessoas pequenas, ser realizado, era naturalmente considepara quem é mais fácil viver no mundo rado impossível. É por isso que o “imcomo está, do que explorar o poder que possível é temporário”. têm para mudá-lo. Impossível não é um A questão não é se é impossível; é o que facto. É uma opinião. Impossível não é fazes com o impossível – vais deixáuma declaração. É um desafio. Impos-lo intocável, ou vais confiar em Deus sível é potencial. Impossível é temporá- para uma grande possibilidade. Se para rio. Impossível é nada.” Estas palavras Deus, nada é impossível, então podeforam proferidas por Muhammad Ali, mos dizer: O IMPOSSÍVEL É NADA! pugilista dos EUA, campeão do mundo

Hugo Pinto

Hugo Pinto é formado em Teologia pelo Instituto da Convenção das Assembleias de Deus em Portugal, está ligado ao Ministério Centro Cristão da Cidade. Ele também é escritor de livros motivacionais, evangelísticos e criador da revista Vitamina E 101 | maio, 2018 | evellis portugal


ATELIÊ | LUXO TOTAL

Vestido sem mangas da Coleção Gallery com saia plissada € 779 HUGO BOSS

Mala de pele de cobra marrom da Gucci. Ela é feita em Itália com uma alça verde Perspex que é definida com cristais transparentes e abre para revelar um interior de couro rosa-framboesa. € 3.002 MATCHES FASHION

Scarpin com cristais que abraçam os tornozelos da Aquazzura € 728 LANE CRAWFORD 102 | maio, 2018 | evellis portugal


Brincos Kwiat de 1.50ct de diamante e platina. € 7.904 NORDSTROM

Charme original em forma de coração trabalhada a partir de manteiga de vitelo macio, apresentando um motivo de corações concêntricos em cores contrastantes. Perfeito para uso como um chaveiro. € 310 LORO PIANA

Caixa de jóias de couro Grosvenor - Smythson € 3.420 NET-A-PORTER

Lenço de seda multicolor com estampa mural, 140x140cm. € 811 AKRIS

103 | maio, 2018 | evellis portugal


ATELIÊ | TECH NEWS

A tecnologia que está na moda! Melhor Opção Ultra Portátil O Steklo X-Stand elevará levemente o seu MacBook para uma melhor experiência de resfriamento e visualização. Vai melhorar muito o seu fluxo de ar e mantê-lo fresco durante o uso pesado também. O melhor de tudo, quando não precisar dele, o suporte de mesa dobra-se para facilitar o armazenamento e o transporte. Ebay USD 28

Traga seus amigos e familiares em todas as aventuras com a câmera Samsung Gear 360 VR. As lentes duplas gravam tudo ao seu redor, permitindo que edite e até adicione efeitos com o software de edição de RV. Impressionante 4K HD atrai o espectador, e esta câmera Samsung Gear 360 VR pode transmitir ao vivo quando emparelhado com o seu smartphone Samsung Galaxy. Best Buy USD 144

104 | maio, 2018 | evellis portugal


OPOLAR Clipe Fan com 5200mAh bateria e temporizador, 3 velocidades, braçadeira forte, 7 lâminas, bateria recarregável ou USB Powered, clipe & Desk Fan 2 em 1, silencioso para carrinho de bebé, berço, esteira, escritório, ao ar livre. Amazon USD 30

CyberPower 1400VA / 900Watts Fonte de Alimentação Ininterrupta True Sine Wave (UPS). Para computadores desktop, equipamentos de home theater, eletrónicos pessoais e muito mais. Painel LCD multifuncional inteligente exibe status do sistema e informações da bateria. Costco USD 180

Anker PowerPort II Carregador ultra rápido para telemóvel. Amazon USD 30

105 | maio, 2018 | evellis portugal


ATELIÊ | HOMEWARE

A sua casa em alto estilo!

Íman heart bit gravador SCALLA € 18,95

Cesto Mexican 42x38 cm VIVA € 24,90

A Alfacinha dos Caracóis 17x15x4 cm PURACAL € 17,95

Tamborete 37x37x46 cm PREGO SEM ESTOPA € 256

106 | maio, 2018 | evellis portugal


Jarra Cerâmica Esférica 18X19 cm ZARA HOME €19,99

Maçã Preto e Branco - Pedra 28 cm CASA SHOPS € 39 Açucareiro Alma de Lisboa 7x7x10 cm POLLUX € 40

Pássaro em Madeira 29x7,5x33 cm ARBORETTO € 16,70 Relógio Love 52x7x25 cm CASA SHOPS

€ 39

107 | maio, 2018 | evellis portugal


Quando Deus encontra uma mulher decidida e fiel, o mundo se torna pequeno. Evellis Magazine é a primeira revista no mundo a ter coragem de falar de Deus em uma publicação de moda e estilo.

108 | maio, 2018 | evellis portugal

EVEL AB

PESS ATITUD


LLIS MAGAZINE BELEZA EM SI!

SOAS, IDEIAS E DES INSPIRADORAS

portugal.evellis.com facebook.com/evellisportugal

109 | maio, 2018 | evellis portugal


MAIO

MÊS DO CORAÇÃO ACTIVO

“Opte pelo que faz o seu coração vibrar”

110 | maio, 2018 | evellis portugal

Evellis Portugal - Maio 2018  

Evellis Magazine - A beleza em si! Pessoas, ideias e atitudes inspiradoras.

Evellis Portugal - Maio 2018  

Evellis Magazine - A beleza em si! Pessoas, ideias e atitudes inspiradoras.

Advertisement