Issuu on Google+

RELATÓRIO 2009-2010 ANUAL


r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0 f u n d a ç ã o e s t u d a r

Sumário

7

8

Mensagem do Conselho Os jovens em quem

missão, visão e valores Contribuir com o país

apostamos já

por meio do apoio à

transformaram suas

formação e do incentivo

próprias vidas por meio dos

a pessoas excepcionais é

estudos e da obstinação

nossa vocação

em crescer. Com o apoio da Fundação, podem chegar mais longe

10

cenário brasileiro Com a economia

14

modelo de atuação Além do apoio de

16

bolsistas de 2010

crescendo a 8% ao ano,

parceiros, para garantir

os jovens ganham mais

a auto-sustentabilidade

de 10 estados

espaço e aumentam

da Estudar é essencial

brasileiros os

as oportunidades para

o engajamento da

novos integrantes

profissionais com

comunidade de bolsistas

da comunidade

formação de alto nível

São 35 jovens

da Fundação Estudar


21 30

carreiras Cursos, workshops,

24

networking Líderes de diversas

26

impacto Como a Fundação

orientação qualificada

áreas compartilham

age na vida

e acesso a exemplos de

suas experiências

das pessoas,

sucesso para aprimorar

em encontros

potencializando

o desenvolvimento

que promovem o

o que elas têm

profissional e pessoal

relacionamento entre

de melhor

dos bolsistas

bolsistas e parceiros

parceiros Empresas, pessoas

36

Bolsistas Doadores Bolsistas já

físicas e bolsistas

formados são

que compartilham

responsáveis pela

dos mesmos

manutenção do

objetivos e projetos

círculo de apoio

da Fundação Estudar

a estudantes de potencial

40

expediente


6

r e l at贸 r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


mensagem do conselho

Em 1991, após iniciativas de apoio pessoal ao estudo de jovens promissores, formalizamos a criação da Fundação Estudar. Àquela época, eram poucos os brasileiros com acesso aos programas de Economia e Negócios das melhores universidades estrangeiras: havia pouca informação a respeito e pouco financiamento disponível. Hoje, a presença constante de brasileiros nas melhores universidades mundiais é uma realidade consolidada e favorável à preparação de gente que possa assegurar a competitividade do país no médio e longo prazos. Ao longo dos anos, à medida que o Brasil e o mundo mudavam, os objetivos da Fundação Estudar foram sendo aprimorados para melhor contribuir na formação e orientação de jovens que teriam a condição para liderar e transformar seus setores de atuação. Áreas como Direito, Políticas Públicas, Educação e Engenharia foram incorporadas ao nosso escopo de incentivo. Aconselhamento, valores e referências puderam ser melhor transmitidos e disseminados por meio de uma programação intensa voltada ao desenvolvimento de carreiras. A interação entre os bolsistas se consolidou em torno de palestras e ocasiões que lhes possibilitam aprender e ter acesso a pessoas e ideias de qualidade. Com foco e disciplina, estruturamos nosso modelo de atuação. Na base desse modelo, patrocinadores e parceiros de alto nível viabilizam os investimentos e a execução dos programas, enquanto a comunidade de bolsistas - principal ativo da Estudar – o torna auto-perpetuável por meio de trabalho, tempo e recursos que disponibilizam. Contribuir com o país por meio da formação e do incentivo a pessoas excepcionais é nossa vocação. Os jovens em quem apostamos são selecionados num momento em que já transformaram suas próprias vidas por meio dos estudos e da obstinação em crescer. Com o apoio da Estudar, podem chegar mais longe. Daqui para frente, queremos multiplicar essa evolução e dessa forma realizar mais por um Brasil de oportunidades e de potencial.

conselho da fundação estudar

fundação estudar

7


missão, visão e valores

DIRETRIZES QUE DÃO RESULTADOS Nesses 19 anos de atuação, a Fundação Estudar se consolidou como instituição

Missão Colaborar para o desenvolvimento do Brasil por meio do incentivo à educação e à formação de agentes de mudança, capazes de implementar

de apoio à formação de

uma cultura de resultados e eficiência, com

futuros líderes para o Brasil

sólidos princípios éticos, em suas respectivas

por meio da educação de

áreas de atuação.

primeira linha. Ao longo desse tempo, desenvolveu e reforçou as diretrizes que guiam seu trabalho de seleção e investimento em jovens talentosos.

Visão Ser a melhor referência brasileira na seleção, no apoio à educação e na formação de futuros líderes brasileiros, proporcionando oportunidades para que causem impacto positivo no desenvolvimento do país.

8

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


Valores

Gente boa

Educação

Trabalho e

Ética

Gente que assume

como elemento

liderança

Sem ética não há

riscos, tem vontade

transformador

causam impacto

reconhecimento.

de vencer desafios

e rápido

e têm efeito

Caráter e ética

e fazer a diferença.

A educação aumenta

multiplicador

estão na base

Gente capaz de

a capacidade das

Essa combinação é

das sociedades

criar e aproveitar

pessoas de fazerem

a fonte do progresso

bem-sucedidas.

oportunidades.

a diferença.

da sociedade.

Responsabilidade em

Disseminação de princípios: criação de valor

fazer bem feito e dar resultados

Proporcionar oportunidades para que as pessoas se

Assinar embaixo de tudo o que se faz.

desenvolvam ao máximo permite a disseminação

Comprometer-se a atingir conquistas

de nossos valores e potencializa a capacidade de

significativas, para si e para o país.

criação de valor para o Brasil.

fundação estudar

9


cenário brasileiro

UM PAÍS CHEIO DE OPORTUNIDADES

10

Enquanto os Estados Unidos e a maior parte dos

Em quase duas décadas, o panorama da educação

países europeus ainda sentiam os desdobramentos

superior nacional evoluiu muito. Atualmente, o Brasil

da crise econômica de 2008, no ano passado o

tem cerca de 14 milhões de estudantes matriculados

Brasil reafirmava seu crescimento de maneira

nos níveis de ensino médio e superior, segundo dados

equilibrada. O crédito às empresas voltava ao

do Inep. São cerca de 2.300 universidades espalhadas

normal, estrangeiros investiam mais no país e

pelo território nacional e a participação das classes

o consumo se mantinha em alta. Esse cenário

mais baixas nos cursos superiores está crescendo

positivo revelou que nos tornamos um país de

em alta velocidade, turbinada por incentivos como

instituições e princípios econômicos mais sólidos,

o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o

repleto de oportunidades.

Programa de Financiamento Estudantil (Fies).

Ao longo de seus 19 anos, a Fundação Estudar

Nesse panorama, a Fundação entende

adaptou e aprimorou seu trabalho acompanhando o

como seu papel incentivar as instituições

compasso das transformações políticas e sociais da

de excelência no ensino superior

história recente do país. Da abertura econômica do

nacional e criar condições para que um

início da década de 90 à atual internacionalização

número maior de jovens brilhantes,

que nos coloca no centro do cenário mundial,

empreendedores e comprometidos com

a Estudar sempre acreditou na educação como

o desenvolvimento do país possam ter

instrumento de transformação social e do indivíduo.

acesso ao que existe de melhor aqui e

Hoje, diante de uma expectativa de crescimento do

no exterior, facilitando o intercâmbio

PIB em torno de 8% para 2010 (segundo projeções

de conhecimento e a transferência

do Credit Suisse), o que impulsiona a demanda por

de inovação. De acordo com o Open Doors,

profissionais qualificados, essa crença só se acentua.

uma publicação anual do Instituto de Educação

“A educação é a principal variável socioeconômica

Internacional dos Estados Unidos, em 2009 o Brasil

para explicar o desenvolvimento de um país.

mudou do 17º lugar para o 13º no ranking dos países

Ela aumenta a produtividade das pessoas e sua

que mais enviam estudantes para graduação e pós ao

capacidade de gerar conhecimento e riqueza ”, explica

país. O número significa um aumento de 15,7% de

o economista Naércio Menezes, professor do Insper.

estudantes em um ano.

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


“A boa notícia é que essas pessoas estão retornando,

master acompanhei várias discussões sobre reforma

interessadas nas oportunidades que estão surgindo

educacional que ainda não chegaram aqui, como o

por aqui. Antes, o sonho de um brasileiro que ia fazer

suporte da tecnologia e a personalização do ensino.

um MBA era ficar na Europa ou nos Estados Unidos.

Além disso, voltei de lá bastante influenciada pela

Nos últimos dois anos esse panorama mudou, em

forte cultura de empreendedorismo”. Para ela, o

torno de 80% dos alunos retornam ao Brasil logo em

setor de educação tem muito potencial para novos

seguida”, conta Ricardo Betti, da MBA Empresarial,

negócios nos próximos anos.

que há mais de vinte anos prepara estudantes para as universidades mais disputadas do mundo.

Para Marcelo Kayath, co-CEO do banco de investimentos do Credit Suisse no Brasil, a

Ana Gabriela Pessoa, bolsista de 2006 de Master

recuperação do país no pós crise confirma um

in International Education Policy em Harvard, é um

momento de solidez na economia que abre

exemplo de como o país tem a ganhar com essa

oportunidades para os mais diversos setores.

transferência de conhecimento. Assim que voltou

“Apesar de tudo o que foi feito nos últimos anos,

de seus estudos nos Estados Unidos, fundou a

o Brasil é um país que ainda está sendo contruído.

EZLearn, empresa de ensino à distância de inglês

Pense só no que precisa ser feito na área de infra-

que utiliza redes sociais para facilitar o contato

estrutura e nos negócios que vão surgir para

entre os alunos e acelerar o aprendizado. O sistema,

atender esse crescente mercado consumidor

que a médio prazo terá como principal público as

interno. Temos um potencial enorme de iniciatiavas

classes B e C, é pioneiro no Brasil. “Quando estive no

empreendedoras pela frente”, analisa Kayath.

Panorama do Ensino Superior Brasileiro

5,1 milhões de estudantes no ensino superior

75% dos universitários em instituições privadas de ensino

8,4 milhões de estudantes no Ensino Médio: a porta de entrada para faculdade

2.300 universidades no Brasil

Fonte: INEP 2008 e 2009

fundação estudar

11


A FUNDAÇÃO AO LONGO DOS ANOS

1999 Criação da Diretoria de bolsistas como instrumento de perpetuação da Fundação Estudar

1991 Início formal das atividades da Fundação Estudar

2004 Estruturação das atividades em três frentes de trabalho: Processo Seletivo, Carreiras e Networking

2003

Ampliação do número de membros no Conselho

2002

Mudanças no processo seletivo e concessão de bolsas também para cursos de Políticas Públicas

12

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9


2007

Novas diretrizes estratégicas e concessão de bolsas para Engenharia e Relações Internacionais

2006

Abrangência nacional do processo seletivo, com a realização de etapas locais

2005

Crescimento expressivo do número de parceiros

2010

Concessão de bolsas para graduação em Direito, novo posicionamento da marca Fundação Estudar e entrada do primeiro bolsista para o Conselho

2008 a 2009

Criação do Fundo Patrimonial e de nova estrutura de Desenvolvimento Institucional (captação de recursos)

fundação estudar

13


modelo de atuação

CRESCENDO COM SUSTENTABILIDADE Desde sua criação, em 1991, a Fundação Estudar

“A educação brasileira hoje, assim como

vem aprimorando seu modelo de atuação com

nosso modelo de vestibular, não exige

o objetivo de oferecer mais oportunidades

do jovem uma reflexão sobre o que ele

interessantes de desenvolvimento pessoal e

pretende fazer de sua carreira de forma

profissional a um grupo crescente de jovens.

ampla. A Fundação Estudar exige isso

Ao longo dos anos, novos cursos de graduação e

em seu processo seletivo e contribui com

pós-graduação passaram a ser contemplados no

esse amadurecimento em seus programas

programa de bolsas. As atividades de Carreiras e

voltados aos bolsistas. Precisamos que isso

Networking, por sua vez, foram se intensificando

seja disseminado”, analisa Edmilson.

e se adaptando às necessidades da nova geração de jovens. A conhecida “geração Y” exige maior

Ao longo desses 19 anos, a Estudar se

dinamismo, tecnologia e interdisciplinaridade na

institucionalizou, organizou seus processos e vem se

comunicação e no aprendizado.

esforçando para garantir a perenidade de suas ações. Isso só tem sido possível com a contribuição de um

“Estar mais presente na internet é essencial

expressivo número de empresas e pessoas que apoiam

para interagir com os estudantes de hoje.

a causa da instituição e estão dispostas a viabilizar

Para a Estudar, vemos que tem sido também

esse ambicioso propósito de formar gente capaz

uma forma de apresentar a um grupo maior

de impactar em larga escala diferentes setores da

de jovens, principalmente os que vivem longe

economia. A fim de garantir a auto-sustentabilidade

dos grandes centros, as possibilidades que

desse trabalho, no entanto, é essencial o engajamento

oferece de desenvolvimento de carreira”, diz

da comunidade de bolsistas na atuação da Estudar e

Edmilson Rodrigues Motta, Coordenador Geral

no financiamento de suas atividades.

do Colégio Etapa, que desde 1999 tem alunos

14

entre os bolsistas da Fundação Estudar.

Desde 1999, uma Diretoria rotativa de bolsistas

Para ele, o trabalho realizado pela instituição,

define as diretrizes do trabalho da instituição, atuando

principalmente na área de orientação de

junto ao Conselho. Esse ano, pela primeira vez, um

carreiras, é inovador no contexto educacional

ex-diretor passa a integrar o Conselho, o que aponta a

do país e deve ser difundido.

progressiva participação dos bolsistas na perenização

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


PROCESSO SELETIVO

CARREIRAS

NETWORKING

da instituição. Os bolsistas, responsáveis por quase 30% do orçamento anual da Estudar, também estão envolvidos na captação de recursos para o Fundo

fontes de recursos da fundação estudar em 2010

Patrimonial lançado em 2008. “Seguindo o modelo dos Endowment Funds das grandes universidades

0,65%

americanas, esse fundo irá possibilitar à Fundação Estudar crescer de maneira sustentada, oferecer novos serviços e impactar um número maior de pessoas”,

17,07%

conta Veronica Serra, bolsista de 1995 de MBA, Harvard, e responsável pelas ações de captação na

26,40%

Diretoria da Fundação Estudar. Para Colin Butterfield, bolsista de 2002 de MBA, Tuck School of Business, “a condição privilegiada em que boa parte da comunidade da Estudar hoje se encontra deve-se, em boa parte, à oportunidade de estudos e à orientação que ali recebemos. É quase um dever perpetuar essas iniciativas para que outros

18,43% 37,45%

jovens tenham as mesmas oportunidades”. Impactar um número maior de pessoas está entre os principais objetivos da Fundação Estudar para os próximos anos. Após criar uma comunidade de

Inscrições

excelência que reúne profissionais de carreiras distintas

Colaboradores

e tão complementares para o desenvolvimento

Empresas

econômico e social do Brasil, a Fundação Estudar agora se prepara para ser referência na formação de jovens

Instituidores

lideranças em maior escala no Brasil.

Bolsistas

Distribuição do orçamento Anual por fonte de recurso (de 2006 a 2009) - em % 100

7,9% 0,8%

33,2%

75 2,5%

48,5%

50

34,1%

23,6%

25,0%

12,7%

9,4%

27,7%

34,4%

Bolsistas Empresas

25

42,8%

30,2%

36,0%

31,2%

Pessoas Físicas Instituidores

2006

2007

2008

2009

fundação estudar

15


bolsistas de 2010

EM BUSCA DE FUTUROS LÍDERES Foram cerca de 80 palestras em escolas e faculdades

candidatos, dos cursos apoiados e o

visitadas pelo Brasil ao longo de quatro meses,

número de inscritos tem se tornado mais

para reunir os mais de 5 mil inscritos no Processo

completos e complexos a cada ano.

Seletivo de graduação e pós-graduação desse ano. Após oito etapas de seleção, que incluiram

“O trabalho da equipe da Estudar e dos parceiros

triagem de currículos, testes de português e lógica,

que tanto nos apóiam tem produzido resultados

análise da documentação acadêmica, dinâmica de

excepcionais trazendo para o grupo jovens tão

grupo, avaliação de aderência à ética, entrevistas

diferenciados”, analisa Ricardo Veirano, diretor

com a equipe da Estudar, com um ex-bolsista e

da Fundação Estudar, bolsista de 1994 de LL.M

com o Conselho, foram anunciados os novos 35

na University of Chicago e um dos 45 bolsistas

bolsistas: 24 estudantes de graduação e 11 de pós-

entrevistadores volutários de 2010.

graduação que se encaixam em critérios tais como capacidade de execução, ética, excelência acadêmica,

Para Claudia Laine Adão, bolsista de 2009 de

comprometimento e liderança.

Engenharia Mecânica Aeronática no Instituto Militar de Aeronáutica (ITA), “ser aprovado nessa

Eles vêm de dez diferentes estados brasileiros e

peneira nos dá muita confiança para acreditar em

vão cursar as melhores faculdades e mestrados

nossas competências e continuar investindo em

nas áreas de Ciências Políticas, Administração,

nossa formação”.

Direito, Engenharia, Economia e Relações Internacionais no Brasil, nos Estados Unidos,

De fato, reunir líderes potenciais é um grande

na Inglaterra e na França.

desafio enfrentado pela Fundação Estudar. Entretanto, ainda mais desafiador é orientar

16

Todos os anos, no primeiro semestre, a

as escolhas profissionais de pessoas inquietas,

Fundação Estudar realiza seu processo seletivo

muito dinâmicas e com tamanha capacidade de

meritocrático. Em 2010, a Estudar passou a

realização. “O mundo se transformou muito nos

oferecer também bolsas de graduação em Direito.

últimos anos (e continua se transformando em

“A cada ano a seleção tem se aperfeiçoado: as

alta velocidade). Os jovens de hoje tem uma forma

técnicas de seleção, a abrangência das origens dos

nova de ver o mundo”, diz Danilca Galdini, sócia

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


Turma de bolsistas de graduação 2010

da DMRH, empresa parceira da Estudar no Processo

como fazer isso, que caminhos percorrer. Entrar na

Seletivo e em vários programas de Carreiras. “E os

Estudar está me dando a oportunidade de conhecer

bolsistas da Estudar ainda tem uma característica

outras pessoas com grandes ambições e também

particular: agarram todas as oportunidades que

aquelas que já estão numa posição muito à frente,

aparecem como se fossem únicas”, complementa ela.

e que estão prontas para nos estenderem a mão”, revelou ela no encontro de boas-vindas para a turma

Joyce Queiroz, bolsista de 2010 de Engenharia

de bolsistas de graduação, realizado em junho.

da Computação no Instituto Militar de Engenharia (IME), confirma o tamanho do desafio em atender

Uma vez selecionados, os bolsistas passam a contar

às expectativas dos jovens de alto potencial (e

com o apoio e acompanhamento da Estudar, que

membros da Geração Y, diga-se de passagem).

ao longo de toda sua vida acadêmica e profissional

“A gente que é jovem e quer ter uma carreira de

promove atividades que proporcionam seu

excelência sabe onde quer chegar. Mas não sabemos

desenvolvimento em padrão de excelência.

o processo seletivo em 2010

4.033

de graduação

24

aprovados para graduação

20

homens

4

mulheres

5.064 total de inscritos do Processo Seletivo

1.031

de pós-graduação

11

aprovados para pós-graduação

7

homens

4

mulheres

fundação estudar

17


bolsistas de graduação

Caio Henriques Lo Bianco, 17 Economia – FGV RIO Foi bolsista CNPq no Ensino Médio

Carolina Ferreira dos Reis, 21 Engenharia Civil - IME Pretende seguir carreira militar

Gustavo Nogueira Nóbrega, 21 Engenharia de Fortificação e Construção - IME Quer atuar na área de tecnologia

Henrique M. N. de Freitas, 18 Engenharia e Economia – Princeton Fará trabalho voluntário em Gana no primeiro ano de faculdade

Lucas Moreira Yamamura, 17 Economia – Dartmouth Sonha em ser presidente do Banco Central

Rafael M. B. de Souza, 18 Engenharia Química – UFRJ É músico e pretender tornar-se pesquisador

18

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0

Luíza Gesser Cabral, 17 Engenharia da Computação/Física – MIT Está ansiosa por participar dos clubes de alunos do MIT

Ronaldo Veloso, 20 Engenharia Civil - ITA É presidente da AIESEC no ITA

Diego Antonio Moreira, 22 Engenharia Elétrica – USP/ École Centrale de Nantes (Duplo Diploma) Faz palestras de orientação a crianças da rede pública de ensino

Illan Feiman Halpern, 18 Undergraduate - MIT Pensa em ser cientista

Marco Antonio L. Pedroso, 18 Engenharia Elétrica e de Computação – MIT Fundou curso pré-olimpíadas para quase 200 estudantes no interior de São Paulo

Thiago Freire F. Moreira, 21 Engenharia Mecânica Aeronáutica - ITA É medalhista em Olimpíadas de Astronomia, Física e Química


Diogo Nascimento Publio, 20 Administração - ESPM SP Criou um site de utilidade pública para Feira de Santana (BA)

Filipe Correia Lübe, 23 Engenharia de Fortificação e Construção - IME É vice-presidente do IME Junior

Guilherme C. da Cunha Cintra, 19 Economia – PUC RJ Criou um movimento pelo voluntariado jovem

João Pedro D´Almeida, 18 Administração - Wharton Sempre teve grande interesse por finanças

Joyce Queiroz da Silva, 22 Engenharia da Computação - IME Foi bolsista de iniciação científica no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA)

Luana Dias Gomes, 18 Ciências Políticas - Stanford Escreve peças de teatro desde criança e agora prepara seu primeiro livro

Matheus A. Farias Silva, 19 Engenharia Química - Illinois Institute of Technology Descobre o mundo pela internet

Paulo Vitor Monteiro, 21 Engenharia de Produção - UFRJ (École des Mines) É também bolsista da GE Foundation Scholar and Leaders Program

Paulo Ricardo de S. Costa, 19 Engenharia Química – Yale University Foi convidado a integrar a National Society of High School Scholars da família Nobel por sua excelência acadêmica

Victor Paolilo Neto, 19 Administração de Empresas – ESPM SP Foi o segunda colocado na Conferência Internacional de Jovens Cientistas de 2010, na Ucrânia

Walter C. N. da Silva Jr., 20 Engenharia de Computação – ITA Comprou seu primeiro computador com o prêmio pela primeira colocação no vestibulinho do Ensino Médio

William A. C. Coelho, 20 Engenharia Química - IME Faz pesquisas sobre a malária desde o Ensino Médio

fundação estudar

19


bolsistas de pós-graduação

André Gustavo Gontijo Penha, 30 MBA - Stanford Fundou empresa de jogos de computador que foi vendida à Tectoy

Caetano Penna Franco Altafin R. da Cunha, 27 LL.M. - Harvard Fundou três bibliotecas para crianças de baixa renda

Claudia Vergueiro Massei, 26 MBA e Master in International Studies Wharton/Lauder Institute Engenheira de formação, tem forte interesse na área social e de educação

Flavia Deutsch, 26 MBA - Stanford Durante a graduação na FGV-SP, foi selecionada para o programa Goldman Sachs Global Leaders

Gabriela Crestani Claro, 27 LL.M. - Columbia Desde a graduação, atua na advocacia corporativa

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0

Frances Yumi Fukuda, 28 MBA - Wharton Implantou sistemas de gestão em todas as unidades da AmBev na América Latina

Januncio Pessoa de Lima Neto, 31 MBA - London Business School Em Manaus (AM), fundou a Solvetech, uma consultoria especializada em eficiência energética

Marcio Nieblas Zapater, 29 MBA - University of Chicago Desenvolveu alianças estratégicas para a Promon Logicalis na América Latina

20

Cauam Ferreira Cardoso, 27 Master of International Affairs Columbia Tem interesse na área ambiental e desde cedo se envolveu em projetos de limpeza pública

Marcelo Mattar, 24 PhD Psychology - University of Pennsylvania Já fez pesquisas em neurociência no MIT e na University of Pennsylvania

Vitor da Silva Alves, 26 MBA - University of Chicago Natural de Oiapoque (PA), cursou a graduação em Engenharia no ITA


carreiras

INVESTIMENTO CONTÍNUO Excelência acadêmica, proatividade,

mercado, além de propiciarem oportunidades de

comprometimento e ambição são características

autoconhecimento. “No programa aprendi sobre

fundamentais aos profissionais de sucesso. Sejam

as expectativas das empresas em relação ao

eles empreendedores, funcionários de grandes

jovem que pretendem contratar. E também sobre

empresas ou do setor público. Competência e

como nós devemos analisar o perfil do lugar onde

energia, no entanto, necessitam de foco para

queremos iniciar a carreira”, conta Victor Lassance,

gerarem resultados consistentes e duradouros.

bolsista de 2009 em Engenharia da Computação

Pensando em oferecer orientação adequada a seus

na Escola Politécnica da USP, que participou da

bolsistas, a Fundação Estudar organiza na frente

última edição do programa.

de Carreiras uma série de iniciativas com o objetivo de proporcionar reflexão acerca de suas escolhas

Também os bolsistas das primeiras safras e os

profissionais e pessoais, preferencialmente

parceiros da Estudar tiveram a oportunidade de

seguidas por um plano de ações práticas.

repensar seus padrões de sucesso e analisar se os caminhos traçados estão, de fato, conduzindo-

Ao longo do ano, são desenvolvidos programas,

os à realização pessoal. Em março desse ano, o

oficinas e sessões de aconselhamento específico

professor de Harvard Business School Howard

para os diferentes momentos profissionais dos

Stevenson, autor do livro Just Enough: Tools

bolsistas. Entre 2009 e 2010, foram realizadas

for Creating Success in your Work and Life [na

sete dessas atividades. Por meio do Programa

tradução livre, Apenas o Bastante: Ferramentas

de Orientação de Carreiras (POC) realizado em

para ter Sucesso em seu Trabalho e em sua Vida],

setembro do ano passado, por exemplo, os 12

realizou um case study da trajetória de pessoas

bolsistas recém-ingressos que participaram

reconhecidamente bem sucedidas em suas áreas

foram instigados a se preparar para o mercado de

de atuação para que a turma pudesse analisar

trabalho traçando objetivos de forma planejada.

seus padrões de sucesso e as escolhas que fizeram ao longo da vida. Comparando-se com Bill Gates,

Os encontros, promovidos em parceria com a Cia.

Nelson Mandela, Luis Inácio Lula da Silva e Donald

de Talentos, levavam orientação personalizada

Trump, ficou mais fácil para cada um entender o

sobre processos seletivos e tendências de

que busca para si mesmo.

fundação estudar

21


“O sucesso é uma combinação de quatro

Albuquerque (PSB/ RS), participante de um dos

categorias de satisfações: conquistas,

debates. Uma das atividades de maior impacto

significância, felicidade e legado”, definiu, na

da frente de Carreiras é, certamente, o Programa

ocasião, o professor Stevenson.

de Mentores. Nele, são formadas duplas em que bolsistas mais experientes orientam os mais

Sendo 2010 um ano eleitoral, a Fundação Estudar

novos em relação à carreira ao longo do ano. Na

julgou importante agregar a sua programação

edição 2008/2009 foram 25 duplas, na atual

de Carreiras um conteúdo de formação política e

de 2009/2010 são 18. “A prática já é bastante

organizou, em parceria com o Insper, o Workshop

difundida entre empresas multinacionais e no

de Educação Política. A série de três encontros abertos

exterior, mas sempre com um foco muito prático,

ao público contou com a participação de cientistas,

de ensinar alguém a desenvolver bem uma tarefa.

economistas políticos, jornalistas e parlamentares.

O programa que a Estudar institucionalizou é muito mais amplo, visa uma evolução de carreira que

“Esse tipo de programação incentiva a participação

faça sentido para o mentorado, respeitando seus

política dos jovens, essencial para uma democracia

valores e ambições”, avalia Isabela Abram, coach

plena”, considerou o deputado federal Beto

dos mentores do programa desde 2008.

programas realizados – entre julho 2009 a junho 2010 9 e 10/2009

Programa de Orientação de Carreiras (POC), ministrado pela Cia de Talentos

11/2009

Oficinas de Autodesenvolvimento, com Sandra Betti (MBA Empresarial)

11/2009

Encontro de Oportunidades - acesso a oportunidades profissionais de estágio,

a 2/2010

emprego e summer jobs em empresas parceiras da Fundação Estudar

22

1/2010

Lançamento do Programa de Mentores 2010

3/2010

Case Study com Howard Stevenson (Harvard Business School) baseado no livro Just

Enough: Tools for Creating Success in your Work and Life

4 e 5/2010

Workshops de Educação Política promovidos em parceria com o Insper

Sistema Político Brasileiro, com Argelina Figueiredo (IUPERJ), Carlos Melo (Insper) e

Sérgio Malbergier (FSB Comunicação)

Sistema Eleitoral Brasileiro, com Fernando Abrúcio (FGV/SP) e Daniel Bramatti

(O Estado de S. Paulo)

Debate Projetos Políticos: Dep. Federal Chico Alencar (PSOL/RJ), Dep. Federal Beto

Albuquerque (PSB/RS) e Cristiana Lobo (Globonews)

5/2010

Workshop de Formação de Mentores, com Sandra Betti

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


Maria Isabel e Victor: aprendizado de mão dupla Palavra da mentora

Palavra do mentorado

“Um mentor precisar ter experiência de vida e profissional, ser acessível e interessado em ajudar. E para o programa funcionar, é necessário uma afinidade pessoal, além da admiração profissional. Estou sendo mentora pela primeira vez e sinto que o maior desafio desse papel é aprender a entender o Victor para ser capaz de orientá-lo corretamente”

“Sempre ouvi meus primos sobre questões de carreira e estudos. Estou gostando muito dessa experiência de me aconselhar com uma pessoa de fora do meu círculo social porque é bastante focado e profissional. A Isabel já me indicou algumas leituras e me conta muito sobre o mercado de trabalho”.

Maria Isabel Müssnich pedroso Bolsista de 2004, Mestrado de Finanças em Princeton

Victor Lassance Bolsista de 2009, Engenharia da Computação, Escola Politécnica da USP

fundação estudar

23


networking

EXCELÊNCIA QUE INSPIRA É a frente de Networking da Fundação Estudar que

de relacionamentos da comunidade de bolsistas.

assume a tarefa de promover a interação entre a

“É muito bom esse sentimento de grupo, poder

comunidade de bolsistas e profissionais de sucesso

acompanhar a carreira das pessoas e manter esse

em diversas áreas de atuação. Em palestras ou cafés-

vínculo ao longo do tempo”, afirma Lissa Colins,

da-manhã informais, os bolsistas têm a oportunidade

bolsista de 1992 de Administração na PUC-RJ.

de ter acesso a diversos conhecimentos e experiências.

Lissa ressalta a marcante expansão dessa frente de trabalho da Fundação: “Quando me tornei

“Para mim o maior ganho em participar disso

bolsista, lembro que tínhamos apenas um

é a inspiração. Estar ao lado de gente que

encontro desses ao ano”.

faz coisas de tanto impacto te faz acreditar que é possível. Em todos os encontros saio

O momento mais aguardado do ano, entretanto,

com muita energia para construir coisas

continua sendo a Reunião Anual. O maior

relevantes”, conta Adilon Garcia, bolsista de 2009

encontro da comunidade da Fundação Estudar

em Administração na FGV-SP.

reúne bolsistas, conselheiros, patrocinadores e parceiros para apresentar resultados, comemorar

A Estudar tem se esforçado em oferecer uma

as conquistas do ano e anunciar os planos para o

temática cada vez mais diversa para esses

futuro. É também na reunião que são apresentados

debates: nos encontros promovidos entre 2009

os novos bolsistas de cada ano e anunciados

e 2010, trouxe filósofos, CEOs, empreendedores,

os bolsistas mais atuantes daquele período. Na

advogados, acadêmicos, gente da área de

reunião de 2009 foram Marcelo Barbosa, bolsista de

tecnologia, de finanças, do governo. “É interessante

1996 de LL.M em Columbia Law School, e Rodrigo

a pluralidade de experiências a que temos acesso. E

Anunciato, bolsista de 1997 de Administração na

os convidados são muito abertos nesses encontros,

FGV-SP, que ganharam os prêmios de Bolsista do

contam coisas muito mais interessantes do que

Ano e Voluntário do Ano, respectivamente.

diriam em uma entrevista”, diz Guilherme Piereck,

24

bolsista de 1998 em Northwestern University.

“Imagino que a premiação tenha relação com

Além do enriquecimento cultural, os encontros

minha participação como diretor da FE por quatro

são também uma oportunidade de reforçar a rede

anos, o trabalho pro bono como assessor jurídico

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


externo e o envolvimento na criação do Fundo

Professional Service Firms, destinado a líderes

Patrimonial. Poder ajudar na continuidade da

de organizações do setor de serviços. Foi uma

Fundação Estudar tem sido um aprendizado

excelente oportunidade de entender como os

realmente especial para mim”, conta Marcelo,

estudiosos tratam temas práticos e de trocar ideias

que foi premiado com um curso a sua escolha

com outros profissionais de diversas partes do

em Harvard Business School. “Escolhi o Leading

mundo”, relata ele.

programação realizada – entre julho 2009 a junho 2010 AGO/09

Reunião Anual

SET/09

Maria Silvia Bastos Marques, presidente da Icatu Hartford “Gestão Empresarial”

SET/09

Patrice Etlin, sócio da Advent International “A indústria de Private Equity no Brasil: Uma nova era”

OUT/09

André Dias, CEO da Monsanto “Desafios ao longo da carreira internacional”

OUT/09

Francisco Müssnich, sócio-fundador do Barbosa, Müssnich & Aragão Associados “Comportamentos que influenciam a carreira e constroem reputação”

NOV/09

Claúdio Couto, professor de Ciência Política da EAESP-FGV “A Reforma Política no Brasil”

NOV/09

João Castro Neves, CEO da AmBev “Liderança na prática”

DEZ/09

Encontro de Parceiros Bate-papo entre Jorge Paulo Lemann, Pedro Moreira Salles e Edson Bueno sobre “Sonho Grande”

FEV/10

Rubens Ometto, presidente do conselho da Cosan Celebração de parceria entre Fundação Estudar e Cosan

MAR/09

Linda Lorimer, vice-presidente de Yale Internacionalização de Yale e oportunidades para brasileiros

MAR/09

Daniel Markovits, professor da Yale Law School “Gerenciando conflitos por meio de tribunais e contratos”

ABR/10

Carlos Cozendey, diretor do Departamento Econômico do Itamaraty “As principais questões do atual comércio internacional brasileiro”

MAI/10

Clóvis Barros Filho, professor de Filosofia da USP “A vida que vale a pena ser vivida”

MAI/10

Marcelo Kayath, co-CEO do Credit Suisse “Oportunidades do mercado de capitais no pós-crise”

JUN/10

Sérgio Percope, sócio da Pontomobi “As oportunidades de negócios do mobile marketing”

fundação estudar

25


impacto

EDUCAÇÃO, FORÇA TRANSFORMADORA Há pouco tempo, o Ministro da Educação,

em bancos, gestoras de recursos e fundos de

Fernando Haddad, foi questionado sobre o

investimento. Em torno de 18% trabalham em

real potencial transformador da educação.

áreas extremamente estratégicas para a expansão

Tomamos emprestada sua definição, de grande

da capacidade produtiva do país e sua consolidação

objetividade, para explicar por que a Fundação

como ator importante na economia mundial, tais

Estudar investe no acesso de jovens de potencial

como energia, logística, agronegócio, mineração,

ao ensino superior de alto nível como ferramenta

telecomunicações e construção civil.

para melhorar o Brasil: “A educação é uma dimensão da vida em sociedade que afeta

São mais de 15% os profissionais liberais,

todas as demais. Incide sobre a qualidade

como advogados, comerciantes e consultores

da representação política, a distribuição de

independentes. Profissionais de grandes

renda, o desenvolvimento econômico e a

consultorias que influenciam vários outros

justiça social”.

negócios são outros 12%. Outros 10% estão em diferentes ramos da indústria, principalmente

Já no século XIX o sociólogo francês Emile

em bens de consumo. No terceiro setor, na área

Durkheim anunciava que a educação era “a

educacional e em diferentes órgãos governamentais

imagem e reflexo de uma sociedade”. No mundo

estão mais 10% deles. Há também os que

globalizado em que hoje vivemos, o conhecimento

trabalham com tecnologia, organismos

é a base da economia, da riqueza de um povo e da

multilaterais e entretenimento.

capacidade de um país prosperar de forma sustentável a médio e longo prazos. Investindo em educação,

O elo comum a todos eles é a educação.

instrumento básico para que uma pessoa absorva e

Instrumento a que tiveram acesso e lhes

produza conhecimento, nos últimos 19 anos a Estudar

possibilitou, em todos os casos, realizar projetos

pode presenciar o impacto positivo de seus bolsistas

interessantes e sonhar com objetivos maiores.

em diversos setores da economia brasileira.

Nas próximas páginas você vai conhecer as histórias de três jovens que mudaram suas vidas

26

Um em cada dez dos bolsistas é empreendedor.

ou estão mudando a vida de outros por meio da

Um quarto da comunidade atua na área financeira,

educação e do conhecimento.

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


ATRÁS DE GRANDES DESCOBERTAS M ATH EUS AU GU S TO DE FARIAS S ILVA Se Matheus Farias, 19 anos, bolsista de 2010 em

ambiciosos planos profissionais que traça hoje.

Engenharia Química no Illinois Institute of Technology,

Durante a high school, em 2007, Matheus ficou

estivesse no governo e pudesse fazer algo de relevante

fascinado com o incentivo à pesquisa e a

para o Brasil, espalharia uma malha de fibra ótica

infra-estrutura das universidades americanas.

pelos quatro cantos do país. “Com isso, muito mais

Foi aprovado no Illinois Institute of Technology

pessoas teriam acesso à internet e às oportunidades

e vai estudar Engenharia Química.

que ela propicia”, defende ele. Matheus nasceu e viveu toda sua vida em Boqueirão (PB), cidade de sete mil

“Acredito que a química permite fazer descobertas

habitantes a 170 quilômetros de distância de João

que gerem riqueza e grande desenvolvimento para

Pessoa. Foi através da internet que descobriu as

uma região”, diz ele, que já descobriu isso quando

oportunidades de estudos que vem expandindo seus

criou, ainda no Ensino Médio, um sistema de

horizontes nos últimos anos.

fabricação de detergentes à base de tamarindo, fruta que estava sendo subaproveitada em sua

A Olimpíada Brasileira de Astronomia (em que

cidade. O modelo de fabricação provou-se rentável

ganhou medalha de Bronze), o high school nos

e foi doado a uma clínica de reabilitação de

Estados Unidos, o estágio nos laboratórios de

dependentes químicos.

Química do Massachusetts Institute of Technology (MIT), o intercâmbio em Montreal, o programa de

Matheus pretende, num futuro breve, usar seus

energia nuclear na USP e o trabalho voluntário

conhecimentos químicos para criar um negócio que

que Matheus está indo fazer na China no segundo

melhore a economia da Paraíba. “É um dos estados

semestre de 2010 são algumas das coisas a que

com pior índice de escolaridade do país e quero

ele teve acesso pela web e que contribuíram para os

participar dessa mudança”, finaliza.

fundação estudar

27


MÚLTIPLAS EXPERIÊNCIAS, O MESMO DESAFIO S USANA CORDEIRO GUERRA A crença de que a educação tem o potencial de

de campo nesses países, publiquei papers e

desenvolver diferentes setores da economia tem

disseminei as recomendações do banco a cada

sido o eixo central para os rumos que Susana

governo. Nesse processo, pude ver de perto como

Cordeiro Guerra, 28 anos, tem dado a sua carreira.

resultados de pesquisa podem se tornar realidade

Nascida nos Estados Unidos e criada no Rio de

em políticas publicas”, conta Susana.

Janeiro, Susana, bolsista de 2009 de Master em Administração Pública/Desenvolvimento

Na Chartwell Education Group, uma consultoria

Internacional em Harvard Kennedy School, cursou

start up na área de educação em Nova York,

a graduação de Ciência Política em Harvard College

Susana montou o Departamento de América

e fez um intercâmbio na Sciences Po, em Paris.

Latina, implementando projetos no Brasil e no

Foi durante a faculdade que ela descobriu que para

Chile. Em 2009, voltou a Harvard, onde trabalha

encontrar soluções para a educação poderia atacar

sua dissertação de mestrado sobre o desempenho

em diversas frentes. Desde então, vem acumulando

do crédito estudantil no Brasil. Ela acredita que

experiências nos setores públicos e privado no Brasil,

o acesso ao crédito dará poder de escolha aos

Estados Unidos e Ásia, sem perder de vista esse foco.

jovens, o que estimulará maior competição entre as faculdades e contribuirá para a melhoria da

28

Susana fez estágio no Programa Favela Bairro,

qualidade do ensino superior. “Estou buscando um

da Secretaria Municipal de Habitação do Rio de

aperfeiçoamento na minha técnica de pesquisa

Janeiro, na área de Equity Research do então

para contribuir da forma mais eficaz para realizar

banco UBS e no departamento de Ásia do Leste

um grande sonho: ver o Brasil classificado junto

do Banco Mundial. Formada, voltou para o Banco

aos países da Organização para Cooperação e

Mundial, onde publicou estudos sobre o impacto

Desenvolvimento Econômico (OCDE) - tais como

direto das questões fiscais na eficácia nos setores

Suíça, Noruega e Alemanha - nas avaliações

de educação e saúde públicas na China, Indonésia,

internacionais de aprendizado (como o PISA)”,

Filipinas, Tailândia, Camboja e Vietnã. “Fiz pesquisa

explica Susana.

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9


ENSINO EM LARGA ESCALA I G OR XAVIER C ORREIA LIM A Na última década, o número de cursos de ensino

partiu para o que considerava uma oportunidade

superior viveu uma acelerada expansão. Há três

única: participar da implantação de métodos de

anos, esse mercado entrou em uma nova fase,

gestão mais eficientes no Colégio Sete de Setembro

de fusões e aquisições que estão criando grandes

– uma das melhores escolas de Ensino Médio

grupos educacionais. Igor Lima, 29 anos, bolsista

de Fortaleza (CE) – para conhecer em detalhes a

de 2007 de MBA em Northwestern University –

operação de uma empresa do setor educacional

Kellogg School of Management, participou de uma

antes do master.

das maiores operações desse tipo no começo desse ano. Como Gerente de M&A da Kroton Educacional,

Em 2007 foi aceito no MBA de Kellogg e aproveitou

foi um dos coordenadores da compra da rede de

esse período para repensar seus objetivos

ensino IUNI – por R$ 191,7 milhões - e é um dos

profissionais. Ao longo dos dois anos no exterior, fez

responsáveis pela integração dos negócios, que está

um estágio em uma empresa de private equity em

gerando um grupo de ensino com mais de 88 mil

Chicago, somente analisando negócios de educação

estudantes em 40 campi de Ensino Superior, e 265

nos EUA e durante o summer job participou de um

mil alunos em 720 escolas de Educação Básica.

processo de integração do setor aqui no Brasil na Fanor – Faculdades Nordeste, à época uma empresa

“Vim de uma família que valorizava muito a

do portfólio do então Pactual Capital Partners. “Foi

educação, meus pais investiram o máximo que

aí que tive certeza de que era aquilo mesmo que

puderam em meus estudos, por isso é uma grande

gostaria de fazer da minha carreira”, relembra Igor.

realização saber que hoje meu trabalho proporciona isso a tantas pessoas”, afirma, Igor, que nasceu em

E onde isso vai dar? “Olha, se me perguntarem hoje

Belo Horizonte (MG) e se formou em Engenharia

quais são meus planos, digo sem hesitar: mudar

Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica

a educação no Brasil. Sei que é complexo, mas o

(ITA). Igor começou sua carreira como consultor na

que a Fundação Estudar melhor me ensinou foi a

McKinsey & Company e, após algum tempo por lá,

sonhar grande”, conclui Igor.

fundação estudar

29


parceiros

APOIOS ESSENCIAIS A excelência e abrangência do trabalho da Fundação

educacionais que abrem suas portas para que a

Estudar são possíveis graças ao apoio de uma rede

instituição divulgue seu processo seletivo todos os

de empresas, instituições de ensino e pessoas que,

anos. Em torno de 55% do orçamento atual provêm

assim como a Estudar, acreditam que a educação

de contribuições de empresas e pessoas físicas, e

superior de alto nível é capaz de formar pessoas

nos últimos 12 meses foram economizados cerca de

que gerem impacto positivo no país. Esse grupo

R$ 1,3 MM (50% a mais que no período anterior) em

investe energia e recursos financeiros para viabilizar

doações pro bono de produtos e serviços recebidas

a formação de jovens que foram selecionados pela

pela Fundação Estudar.

Fundação Estudar e aqui receberão oportunidades de desenvolvimento profissional e pessoal. “O

“Acreditamos que o investimento em

modelo de atuação da Fundação Estudar se

educação é um dos principais fatores que

concretiza de modo mais completo e focado com

aumentarão a competitividade de nosso país.

a participação de parceiros que são referência no

Proporcionando aos nossos cidadãos um

Brasil em seus segmentos de atuação”, diz Thais

melhor acesso ao ensino de qualidade, eles

Junqueira, diretora executiva da Fundação.

terão maiores opções de desenvolvimento e crescimento. Por isso, apoiar a Fundação

30

Até junho de 2010, a Fundação Estudar conta

Estudar é uma escolha extremamente

com 17 empresas patrocinadoras, 16 parceiros

importante para nós”, diz Adriano Lima, diretor de

operacionais (que doam serviços e produtos), 35

recursos humanos do Itaú Unibanco, empresa que está

colaboradores individuais, 160 escolas e parceiros

entre uma das principais patrocinadoras da Estudar.

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


DOADORES

2009-2010 (julho/2009 até junho/2010)

PATROCINADORES EGREGIA CUM LAUDE - Acima de R$ 250.001,00 Fundação Brava Fundação Lemann Marcel Herrmann Telles

PATROCINADORES SUMMA CUM LAUDE - Entre R$ 100.001,00 e R$ 250.000,00 AmBev Cosan S/A Cyrela Brazil Realty Florian Bartunek Fundação Filantropica Arymax GP Investimentos Guilherme Peirão Leal / Instituto Arapyaú Instituto Semeia Itaú Unibanco Moise Yacoub Safra

PATROCINADORES MAGNA CUM LAUDE - Entre R$ 50.001,00 e R$ 100.000,00 Bernardo Vieira Hees (Bolsista de 1992 - PUC RJ, Economia) Instituto Votorantim

PATROCINADORES CUM LAUDE - Entre 25.001,00 e R$ 50.000,00 ALL - América Latina Logistica Amil Banco Itaú BBA Banco Santander Carlos Brito Cláudio José Carvalho de Andrade (Bolsista de 1993 - EAESP - FGV, Administração) Luis Stuhlberger Manuela e Marcelo Kayath Marcelo Faria Parodi (Bolsista de 1996 - IMD, MBA) Marcelo Lima

fundação estudar

31


PATROCINADORES - De R$ 10.001,00 a R$ 25.000,00 Aloysio Meirelles de Miranda Filho Juliana e Eduardo Munemori Hans Lin (Bolsista de 1996 - MIT - Sloan School of Management, MBA) Instituto GWI Lars Reibel Marcelo Barbará Marcos Duarte Marília Artimonte Rocca (Bolsista de 1994 - EAESP - FGV, Administração) Matheus Meirelles Damasceno Ferreira Tecnisa Veronica Allende Serra (Bolsista de 1995 - Harvard Business School, MBA)

COLABORADORES - De R$ 2.501,00 a R$ 10.000,00 Fabio Marcel Fossen (Bolsista de 1998 - University of Michigan B. School, MBA) Luiz Otávio Barbosa de Campos Mailson Ferreira da Nóbrega Mauricio Gabriel Guimarães Siqueira Galvão Ricardo Marques Garcias (Bolsista de 1999 - University of Michigan, MBA) Richard Aldrich Rodrigo Ferraz Pimenta da Cunha Rosiane Pecora

APOIADORES - Até R$ 2.500,00 Felipe Pait Gustavo Vieira Ramos Nilo Martins de Andrade Filho (Bolsista de 2002, Coppead-UFRJ, Intercâmbio) Ricardo Mollica Jourdan (Bolsista de 1998 - London Business School, MBA) Rogério Frota Melzi (Bolsista 1999 - Stanford University, MBA) Susan Lyons William I Wei Tsui (Bolsista de 1996 - Stanford University, MBA)

32

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


APOIADORES OPERACIONAIS

2009-2010 (julho/2009 até junho/2010)

Acima de R$ 100.000,00 A.T. Kearney FSB Comunicações INDG - Instituto de Desenvolvimento Gerencial QG Propaganda True BB Vieira, Rezende, Barbosa e Guerreiro Advogados

De R$ 50.001,00 a R$ 100.000,00 DMRH Cia. de Talentos

De R$ 25.001,00 a R$ 50.000,00 ICTS Global MBA Empresarial

De R$ 2.500,00 a R$ 25.000,00 Americanas.com Braspag / MoiP Harvard Business School Executive Education IBEP Gráfica Insper Isabela Abram Coaching Practice Primeira Escolha

fundação estudar

33


parceiros educacionais AEP - Associação dos Ex-Alunos da Escola Politécnica da USP AIESEC - São Paulo Alumni Club de Michigan no Brasil Amherst College Associação Alumni

Colégios Etapa Columbia Business School Columbia School of International and Public Affairs Columbia University Law School

Barnard College

Coordenadoria de Relações Internacionais da Universidade Estadual de Campinas - CORI/ UNICAMP

Boston College

COPPEAD - UFRJ

Boston University

Cornell University

Brasil Junior

CRInt - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - Poli/USP

Bryn Mawr College Ccint - USP São Carlos Centro Universitário da FEI Centro Universitário Mauá de Tecnologia

Dartmouth College - Tuck School of Business EABH - Escola Americana de Belo Horizonte American School of Belo Horizonte

Chapel School

EAESP-FGV - Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas

Chicago Graduate School of Business

EARJ - Escola Americana do Rio de Janeiro

Colégio Andrews

EBAPE/FGV - Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas

Colégio Ari de Sá Colégio Bandeirantes Colégio de Aplicação da UERJ - Universidade Estadual do Rio de Janeiro Colégio de Aplicação da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro Colégio e Curso Ponto de Ensino - PENSI Colégio Engenheiro Juarez Wanderley - Instituto Embraer de Educação e Pesquisa Colégio Escola Parque Colégio Farias Brito Colégio Galois Colégio Israelita Brasileiro A. Liessin Colégio Militar de Brasilia Colégio Militar de Curitiba Colégio Militar de Fortaleza

EESP - Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas Elemento Humano Consultoria Empresa Junior FEA/USP Empresa Junior FGV SP Escola Americana de Brasília - American School of Brasilia Escola Americana de Campinas - American School of Campinas Escola das Nações “Escola de Governo Fundação João Pinheiro” Escola Israelita Brasieleira Eliezer Steinbarg Max Nordau Escola Nova Lourenço Castanho

Colégio Militar de Porto Alegre

Escola Panamericana da Bahia - Pan American School of Bahia

Colégio Militar do Rio de Janeiro

Escritório Politécnico Internacional - iPOLIi

Colégio Móbile

ESPM - Escola Superior de Propaganda e Marketing

Colégio ORT

FAAP - Faculdade de Economia e Relações Internacionais da Fundação Armando Alvares Penteado

Colégio pH Colégio Pitágoras Colégio Poliedro Colégio Pueri Domus Colégio Santa Cruz Colégio Santo Inácio Colégio Sete de Setembro Colégio Sigma - Asa Sul/Norte Colégio Vértice

34

Colégio Visconde de Porto Seguro

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0

Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo - FEA/USP Faculdades Jorge Amado Faculdades Ruy Barbosa FAE - Centro Universitário FECAP - Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FGV Direito Rio FGV RJ - Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas


Franklin W. Olin College of Engineering Fulbright Fundação João Pinheiro - Escola de Governo Harvard Business School Harvard College Harvard Graduate School of Education Harvard Kennedy School Harvard Law School Harvard University - David Rockfeller Center for Latin American Studies HEC International Business School Ibmec Minas Gerais Ibmec Rio de Janeiro IMD Business School IME - Instituto Militar de Engenharia INSEAD Insper Instituto de Empresa Business School ISC - International School of Curitiba ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica Kellogg School of Management Lehigh University

PUC Rio - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC SP - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo St. Paul’s School Stanford Graduate School of Business Stanford Law School Stanford University - Undergraduate The British School of Rio de Janeiro Tufts University - The Fletcher School Tufts University - Undergraduate UC Berkeley - College UC Berkeley - Haas School of Management UC Berkeley - Law School UECE - Universidade Estadual do Ceará UERJ - Nova Friburgo UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro UFC - Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Ceará UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais UFPR - Universidade Federal do Paraná UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Linden Educational Services 

UFRJ - Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro

London Business School

UFRJ – Faculdade de Administração e Economia

London School of Economics and Political Science

UFSCAR - Universidade Federal de São Carlos

MBA Empresarial

UnB - Universidade de Brasília

Megaron Test and Prep Admissions

UNESP - Universidade Estadual de São Paulo

MIT - Massachusetts Institute of Technology

Universidade Presbiteriana Mackenzie

MIT - Sloan School of Management

University of California - Berkeley

MTE - Mercado de Trabalho em Engenharia - Unicamp

University of Chicago - College

Northwestern College

University of Chicago - Harris School of Public Policy

Northwestern University - School of Law NYU Stern School of Business PACA Pan American School - Porto Alegre Patrícia Monteiro Philadelphia Consulting

University of Chicago Law School University of Illinois at Urbana-Champaign University of Pennsylvania - College of Arts and Sciences University of Pennsylvania - The Wharton School

Princeton University - Bendheim Center of Finance

University of Virginia - Darden Graduate School of Business Administration

Princeton University - College

USP - Universidade de São Paulo

Princeton University - Keller Center for Engineering Education

Washington University in St. Louis

Princeton University - Woodrow Wilson School of Public Affairs PUC MG - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais PUC PR - Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Wellesley College Williams College Yale College Yale Law School Yale School of Management

fundação estudar

35


bolsistas doadores

CÍRCULO VIRTUOSO Uma das principais premissas do modelo de auto-sustentabilidade da Fundação Estudar é o engajamento do grupo de bolsistas na manutenção de suas atividades. Ao conceder bolsas de estudos e integrar jovens talentos a sua rede de excelência, a Estudar espera fazer um investimento com grande potencial de multiplicação. Parte da multiplicação de seu impacto social está no comprometimento dos bolsistas com a perenidade da instituição. Quanto mais pessoas de alto potencial envolvidas nas atividades e no financiamento da Estudar, maior o número de jovens que terão acesso às oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional por ela oferecidas. Espera-se que os bolsistas, após retornarem o valor destinado a seus estudos, continuem contribuindo financeiramente e mantenham-se ativos, seja participando do processo seletivo de novos bolsistas, do programa de mentores ou da captação de recursos, entre outras possibilidades de interação. A boa notícia é que, atualmente, quase 30% do orçamento da Estudar vêm das doações de sua comunidade. E dos bolsistas que já repagaram suas bolsas em anos anteriores, um terço esta no grupo de patrocinadores da instituição. A participação dos bolsistas aumenta a cada ano. Em 2009, 86% se mantiveram ativos nos programas de Carreiras e Networking.

36

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


Contribuições financeiras de bolsistas – em R$ R$ 700.000 R$ 670.000 R$ 635.874

R$ 600.000 R$ 500.000 R$ 436.309

R$ 400.000

R$ 455.454

R$ 300.000 R$ 200.000 R$ 100.000

2006

2007

2008

2009

BOLSISTAS QUE QUITARAM A BOLSA no período de Junho 2009 a Junho 2010

Antônio Vicente La Camera (Bolsista de 1996 - University of Michigan B. School - MBA) Bernardo Barroso Gattass (Bolsistas de 1998 - University of Chicago, Graduação - Economia) Everton Lopes Bonifácio (Bolsista de 1999 - George Washington University, Intercâmbio - Coppead) Felipe Bomfim Ferreira ( Bolsista de 2005 - London Business School, Mestrado em Finanças) Felipe Faissol Janot de Matos (Bolsista de 2001 - University of Rochester, MBA) Gabriel Felzenszwalb ( Bolsista de 2005 - Harvard Business School, MBA) Jacob Gabriel Nicocelli da Silva (Bolsista de 1998 - University of Pennsylvania - The Wharton School, MBA) Marcelo Lyra Machado de Carvalho (Bolsista de 2006 - IBMEC-RJ, Graduação - Economia) Mariana de Oliveira Casella Aversa (Bolsista de 2007 - IBMEC-RJ, Graduação - Economia) Matheus Meirelles Damasceno Ferreira (Bolsista de 2003 -IBMEC - RJ, Graduação - Economia) Pedro Salgueiro Teles Ribeiro (Bolsista de 2005 - IBMEC - RJ, Graduação - Administração) Rodrigo de Almeida Pizzinatto (Bolsista de 2006 - Stanford University, MBA)

fundação estudar

37


BOLSISTAS QUE QUITARAM BOLSAS DESDE 1991 POR NOME E ANO DA BOLSA

38

Adelmo Hideyoshi Inamura

2003

Daniela Fusco Alcaro

2004

Adriana Pozzani

1995

Danilo Gamboa

2002

Affonso Parga Nina

1996

Dercio Santiago Silva Júnior

1993

Alberto Winkler Blanco

1994

Diego Luis Milred

1995

Alexandre de Barros Cruz e Guião

1996

Edison Yu

1996

Alexandre Ferraz de Marinis

1998

Eduardo Andre Bottino Roma

2002

Alexandre Houara Lordello

1995

Eduardo Fontana Hoffmann

1996

Alexandre Valério De Wilde

1996

Eduardo Medeiros Rodrigues

2005

Ana Beatriz Santos Gama

1995

Eleonora Pizarro Motta

1993

Ana Fernandes Kertesz

2000

Elsen Christian Carvalho Carmo

1996

Ana Gabriela Machado Pessoa

2006

Fabiana Sandra Eggers

1996

Ana Paula Cavalcanti de Oliveira Fontes

2004

Fábio Marcel Fossen*

1998

Ana Paula Martinez

2005

Fábio Santiago da Silva

1999

Ana Silvia Antunes

1995

Fábio Vidal Armaganijan

2001

Andre Caldas Oliveira

2000

Fernanda Haydée Pasquarelli

1998

André Ferrari

2000

Fernando Octávio Mazza Baumeier

1993

André Luis Abram

1999

Fernando Quintana Merino

1993

André Luiz Miranda e Silva

1995

Filipe Bonetti Alves

1996

André Reginato

1995

Flávia Marques Barros

1995

André Sapoznik

1996

Flávio Campello Costa

1998

Andrea Narholz Diaz

1994

Flávio Eduardo Sznajder

1996

Antônio Henrique Prado

1995

Floriano Paulino da Costa Neto

1994

Arkhan Helu

1994

Francisco José Bastos Santos

1994

Augusto Alves Tannure

1995

Gilberto Ribeiro

1992

Bernardo Vieira Hees

1992

Gisele Simões Everett

1994

Breno Toledo Pires de Oliveira

2001

Gregor Masini Monteiro de Andrade*

1995

Bruno Pessôa Serapião

2001

Guilherme Bokel Catta-Preta

1992

Carlos Fernando Vieira Gambôa

1997

Guilherme Cavalcanti Piereck

1998

Carlos Henrique Lobão Pegurier

1996

Guilherme Medeiros Bastos

1998

Carlos Henrique Miyaki

1997

Hadriano Domingues

1996

Carlos Watanabe

1999

Hans Lin

1996

Cauê Costa Moreira Amaral

2002

Heny Gabay

1994

César Munehiro Arata

1996

Hugo Botelho Barra

1998

Claudia Elisa de Pinho Soares

1997

Isabel Lustosa Veirano

1995

Claudio Galeno de Araujo Filho

2000

Ivo Luis de Sá Freitas Vieitas Jr.

1994

Cláudio José Carvalho de Andrade

1993

Jacob Gabriel Nicocelli da Silva

1998

Cláudio Maurício Freddo

1999

Jaime Pfaltzgraf Ribeiro

1992

Colin Butterfield

2002

Jaime Schlittler Silva Filho

1998

Cristiane Rembowski Fernandes

1994

Janaina Martins Soares

1999

Cristina Artimonte Farjallat

2000

Janete das Neves Inverno Macedo

2000

Cristina Haruko Kawamoto

1995

Jayme Chataque de Moraes

2004

Dalbi Sebastião Arruda Jr.

1993

João Henrique Guerra

1999

Daniele Valadão Levy

1995

João Mauricio Giffoni de Castro Neves

1991

Daniela Barone Soares

1995

Joaquim Pedro Andrés Ribeiro

1997

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0


Jorge Guimarães Laranjeira

1996

Patrícia Andrade Paviani

1996

Júlio André Kogut

2004

Patricia Regina Verderesi

1996

Júlio Cesar Attílio

1997

Paula Volpatto Fagundes

2004

Leonardo Bourbon Cabral

2003

Paulo André Piereck da Cunha

1996

Leonardo Goldfeld

1995

Paulo Haroldo Mannheimer

1998

Lissa Collins

1992

Paulo José Marques Soares

1997

Luis Felipe Berthi Abboud Dau

1999

Paulo Thiago Passoni

2003

Luis Fernando Gustavo de Castro

1995

Pedro de Freitas Almeida Bueno Vieira

1997

Luis Heitor de Queirós Gonçalves

1994

Pedro Loffredi Rodolfo

1992

Luiz Claudio Valmont

2003

Pedro Marcus Lira Palma

2001

Luiz Felipe Echenique Wielandt

1994

Pedro Paulo Alves de Brito

1997

Luiz Fernando Barreto Silva

1996

Pedro Salgueiro Teles Ribeiro

2004

Luiz Gustavo Lamego Alves

1993

Peter Lerner Mintzberg

1996

Luiz Raul Delgado de Andrade

1993

Piero Rodrigues D´Avila

2002

Lycia Akiko Hossaka

1998

Renato Oliveira Furtado

1997

Manoela Olbrich de Souza Andrade

1996

Renato Proença Prudente de Toledo

2004

Marcela Dutra Drigo

2000

Ricardo Alário Arantes

2001

Marcello Marreco Sardenberg de Mattos

2000

Ricardo Camargo Veirano

1994

Marcelo Amaral Moraes

1993

Ricardo de Oliveira Barreto

1991

Marcelo de Carvalho Navarro

1994

Ricardo Marques Garcias

1999

Marcelo Faria Parodi

1996

Ricardo Mollica Jourdan

1998

Marcelo Leite Moura e Silva

1996

Ricardo Tadeu Almeida Cabral de Soares

1994

Marcelo Luiz Mendes Soares da Silva

1996

Rodolfo Aranha Alves Barreto

1997

Marcelo Moreira Russo

1999

Rodolfo de Souza Senra

2005

Marcelo Santos Barbosa

1996

Rodolfo Magno de Carvalho Coelho

1993

Marcelo Santos Ribeiro

1996

Rodrigo Augusto Pereira Zago

1999

Márcia Andrea de Almeida Wolff

1992

Rodrigo Leonardo Anunciato

1997

Márcia Ghitnick

1994

Rodrigo Peixoto Galvão

1993

Marco Simonovitch

1995

Rodrigo Perazzi Musiello

2002

Marcos André Gonçalves de Macedo

1993

Rodrigo Vilardo Vella

2003

Marcos Fernandes Vianna

1992

Rogério de Deus Oliveira

1994

Maria Fernanda Lima da Rocha Barros

2006

Rogério Frota Melzi

1999

Maria Isabel Mussnich Pedroso

2004

Rogério Rocha Mascarenhas

2000

Marie Louise Conilh de Beyssac

1994

Rosineide Wanderley Tinoco

1997

Rubens Mario Marques de Freitas

2004

Marília Artimonte Rocca

1994 e 1998

Mario José das Neves

1991

Sérgio Luis Guedes D’Ávila

2001

Mark Mercante Amorim

1995

Sergio Messias Pedreiro

1994

Marta Mendes Miguel

2001

Sérgio Vailati Filho

2006

Martin Jochmann*

1993

Silvia Molinar de Almeida

2002

Monica Rossi Duarte Neves

1994

Simone Lahterman

2000

Maurício França Junior

1997

Stephanie de Souza Mayorkis

1998

Murilo Mattos Chaim

1996

Tamy Ymei Lin

1998

Nelson Lopes Puccini

1995

Valéria Marinho Freundt

1993

Nilo Martins de Andrade Filho

2002

Veronica Allende Serra

1995

Olavo Hartveld Cunha

1996

William I Wei Tsui

1996 fundação estudar

39


EXPEDIENTE CONSELHO VITALÍCIO Carlos Alberto da Veiga Sicupira Jorge Paulo Lemann Marcel Herrmann Telles CONSELHO CURADOR Anna Victoria Lemann Osorio Antonio Carlos Augusto Ribeiro Bonchristiano Cecília de Paula Machado Sicupira Marcelo Santos Barbosa Paulo Cezar Aragão DIRETORIA Mateus Affonso Bandeira Ricardo Camargo Veirano Rodrigo Leonardo Anunciato Veronica Allende Serra

40

r e l ató r i o a n u a l 2 0 0 9 - 2 0 1 0

EQUIPE FUNDAÇÃO ESTUDAR Gabriela Marcondes de Almeida (Programas) Letícia Batista Faria (Programas) Maria Eugênia Pereira (Administrativo e Financeiro) Renata Moraes (Comunicação) Thais Junqueira Franco Xavier (Diretora Executiva)

Fundação Estudar Av. Nove de Julho, 5109, Mezanino, Jardim Paulista 01407-200 – São Paulo – SP – Brasil


Coordenação Editorial e Textos Renata Moraes - Fundação Estudar Projeto Gráfico e Diagramação FSB Design Fotos Everton Ballardin Colaboraram Eliezer Bueno e Marilia Guerra Impressão e Acabamento IBEP Gráfica

Toda a impressão desse material foi doada à Fundação Estudar pela IBEP Gráfica

fundação estudar

41



Relatório Anual 2010