Page 1


© 2001 C & P Verlag, Emmelsbüll, Alemanha © 2010 Editora Esperança, Curitiba, PR, Brasil Coordenação editorial: Walter Feckinghaus Tradução: Werner Kroker Edição de texto: Sandro Bier Revisão: Josiane Zanon Moreschi Revisão de prova: Sandro Bier Editoração eletrônica: Josiane Zanon Moreschi

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Schalk, Christoph Como utilizar “as 3 cores dos seus dons” no aconselhamento pessoal : manual do conselheiro para “ministérios orientados pelos dons” / Christoph Schalk ; [tradução Werner Kroker] . -- 1. ed. -- Curitiba, PR : Editora Esperança, 2010. Título original: Das Gruppenleiter Handbuch zu Die 3 Farben Deiner Gaben. ISBN 978-85-7839-025-9 1. Dons espirituais 2. Igreja - Crescimento 3. Igreja - Ministério I. Título. 10-00462

CDD-254.5 Índices para catálogo sistemático:

1. Igreja : Desenvolvimento natural : Cristianismo

254.5

Editora Evangélica Esperança Rua Aviador Vicente Wolski, 353 - CEP 82510-420 - Curitiba - PR Fone: (41) 3022-3390 - Fax: (41) 3256-3662 eee@esperanca-editora.com.br - www.esperanca-editora.com.br

É proibida a reprodução total ou parcial sem permissão dos editores, exceto onde houver outra indicação.




O que são Materiais DNI para líderes

Materiais DNI para líderes

L

er um livro não é a mesma coisa que aplicar seu conteúdo na vida pessoal. Aplicar o conteúdo na vida pessoal não é a mesma coisa que implementá-los em um grupo pequeno. Implementá-los em um grupo pequeno não é a mesma coisa que torná-los realidade em uma igreja inteira. Materiais DNI para líderes foram desenvolvidos para apoiá-lo em seus esforços no sentido de transpor os princípios do Desenvolvimento Natural da Igreja para as diferentes esferas da vida da igreja de forma prática. Para cada uma das oito marcas de qualidade de igrejas que crescem haverá ao longo do tempo um livro base (As 3 Cores do Amor para a marca de qualidade “Relacionamentos marcados pelo amor fraternal”, As 3 Cores de sua Espiritualidade para “Espiritualidade Contagiante”, etc.). Cada um destes livros virá acompanhado de três manuais para líderes, que se concentrarão em diversas áreas para a implementação prática: para cristãos individualmente, para o grupo pequeno e para a igreja toda. Você não precisa trabalhar todos os Materiais DNI para líderes para iniciar a aplicação. Comece simplesmente com aquela área que no momento mais lhe interessa e mais tarde busque as outras áreas. O único livro realmente necessário antes de usar um dos materiais para Você não precisa trabalíderes é o livro base das “3 Cores” correspondente à marca lhar todos os Materiais de qualidade que se quer trabalhar. No caso da marca de qualidade “Ministérios orientados pelos dons” o livro indicado é DNI para líderes para iniAs 3 Cores dos seus Dons. Os princípios fundamentais lá descri- ciar a aplicação. Comece tos (como por exemplo, o significado das “3 cores”, conceitos simplesmente com aquela como “Bússola das 3 cores”, “Projeção de dons”, “Combinação área que no momento de dons”, etc) não são repetidos nestes manuais. Todas as no- mais lhe interessa. tas neste livro referem-se, quando não citada outra relação, ao livro base As 3 Cores dos seus Dons. Na página 4 você encontrará uma visão geral sobre os Materiais DNI para líderes disponíveis para a marca de qualidade Ministérios orientados pelos dons. Esta visão geral não só lhe dá uma perspectiva de um ângulo maior, mas explica também de forma clara e objetiva qual é o propósito de cada livro, para quem será útil, e que proveito prático você poderá obter do livro. Materiais DNI para líderes deverão ajudá-lo a concentrar sua energia exatamente onde você poderá esperar os melhores resultados – especialmente de uma maneira que você possa desenvolver os mecanismos de crescimento dados por Deus. Há Materiais DNI para líderes para qualquer área que você possa encontrar-se atualmente, materiais que são direcionados para suas necessidades. Desenvolvimento Natural da Igreja: Um enfoque natural ... para resultados naturais.




Materiais DNI para líderes

Material O livro base: As 3 Cores de seus Dons

Nível 1 Aplicação: Como introduzir “As 3 Cores dos seus Dons” em um relacionamento de mentoriamento (Manual do conselheiro de dons)

Nível 2 Aplicação: Como estudar “As 3 Cores dos seus Dons” em grupos pequenos (Manual do líder de grupo) Nível 3 Aplicação: Como introduzir As 3 Cores dos seus Dons na igreja (Manual do processo)

Diferentes materiais para diferentes áreas de aplicação prática Resultados naturais

Objetivo

Para quem?

- Ajudar cristãos a descobrirem seus dons. - Apoiar a pessoa a descobrir seu ponto de partida, para que assim ela possa aprender a lidar com seus dons de forma equilibrada.

- Para cristãos individualmente. - Para o trabalho com um grupo pequeno: para todos os membros do grupo. - Para o trabalho com toda a igreja: para todos os membros da igreja.

- Cristãos estarão em condições de descobrir quais dons têm e quais não têm. - Irão se identificar com um dos 6 pontos de partida e desenvolver uma estratégia de crescimento pessoal.

- Capacitar cristãos a ajudarem outros cristãos a relacionarem seus dons a tarefas específicas. - Ferramenta prática para “conselheiros de dons” em igrejas que querem implantar o Ministério orientado pelos dons.

- Para qualquer um que queira compartilhar os conceitos de As

- Cristãos recebem ajuda pessoal na aplicação dos conceitos de As 3 Cores dos seus

com outros (amigos, membro de um grupo pequeno, ou igreja, etc.). - Para todos os “Conselheiros de dons” da igreja.

Dons.

- Oferecer ajuda para um processo de descoberta em grupos pequenos. - Trabalhar com dons e pontos de partida pessoais da forma mais “natural” possível: o grupo pequeno.

- Para todos os líderes de grupo (e líderes auxiliares) que participam da implantação dos ministérios orientados pelos dons.

- Os membros do grupo ajudam-se mutuamente em seus processos de crescimento. - Experimentam o poder transformador da Bíblia ao lidarem com os dons espirituais.

- Oferecer ajuda para implantar ministérios orientados pelos dons em igrejas inteiras.

- Para os líderes que são responsáveis pela implantação (por ex.: pastores, presbíteros, líderes de ministérios, etc.).

- A igreja experimenta um crescimento qualitativo visível na área de “ministérios orientados pelos dons”. - Ela experimenta o efeito positivo deste crescimento em outras áreas.

3 Cores dos seus Dons

- Surge uma rede de conselheiros de dons que se multiplica.




Índice

Índice

Capítulo 1: O valor do aconselhamento de dons..............................07 O propósito do aconselhamento de dons.......................................08 O bom aconselhamento requer cabeça, coração e mãos................10 Descrição de ministério: Conselheiro de Dons.................................11 Um encorajamento antes de você começar.....................................12

Capítulo 2: Tornar seu encontro o mais efetivo possível...................13 Visão geral da conversa de aconselhamento..................................14 Fase 1: Dar as boas-vindas de forma efetiva...................................15 Fase 2: Reunir informações adicionais............................................16 Fase 3: Entender os resultados dos testes........................................18 Fase 4: Encontrar ministérios adequados........................................22 Fase 5: Finalizar o encontro de forma eficaz................................ 30

Capítulo 3: Tornar o processo de aconselhamento mais efetivo........33 O encontro é mais do que um encontro.........................................34 Uma alternativa: mais encontros de aconselhamento....................36 Conseguir uma perspectiva mais profunda com o Teste de Dons......................................................................38

Capítulo 4: Ferramentas de trabalho..............................................39 Ficha de trabalho 1: Esboço de aconselhamento.............................40 Ficha de trabalho 2: Descrição de ministério..................................41 Ficha de trabalho 3: Preparação e acompanhamento.....................42 Ficha de trabalho 4: Fatores importantes além dos dons................ 43 Ficha de trabalho 5: Meus próximos passos...................................44 Ficha de trabalho 6: Informe de aconselhamento...........................45


Capítulo 1: Considerações preliminares

O valor do aconselhamento de dons

Sua tarefa como conselheiro de dons é de extrema importância. Seu ministério não só ajuda as pessoas de sua igreja a acharem uma tarefa apropriada, como também possibilita uma cooperação mais eficaz. Um conselheiro de dons entra em cena exatamente no ponto em que se define se a igreja terá ministérios orientados pelos dons de verdade, ou se isso será apenas uma vaga teoria. A liderança da igreja pode planejar, grupos pequenos podem aprender, mas enquanto as pessoas não estiverem ligadas à igreja com tarefas concretas, falta o elemento decisivo. Cuidar para que esse elemento de ligação esteja presente e funcione de verdade é sua contribuição pessoal para a aplicação prática deste processo.

1




O valor do aconselhamento de dons

Capítulo 1: Considerações preliminares

O propósito do aconselhamento de dons

C

erto dia os animais se reuniram e decidiram fundar uma escola. Instituíram uma comissão de especialistas – um coelho, um pássaro, um peixe e um esquilo – cuja tarefa era elaborar um plano de ensino. As reuniões da comissão começaram. O coelho insistia que “correr” teria que fazer parte do plano de ensino. Para o pássaro “voar” era o mais importante. O peixe lutou para que a disciplina “nadar” fosse ensinada na futura escola de animais e o esquilo empenhou-se para que escalar troncos de árvores no sentido vertical fosse parte do plano de ensino. Depois de longas discussões foi isso que aconteceu. Os animais, contudo, cometeram a falha de insistir que cada animal participasse em cada disciplina escolar. Isso levou aos seguintes resultados: Aconselhamento de O coelho era um campeão mundial em correr. Nenhum oudons pode ser a chave tro animal era tão rápido quanto o coelho. Os membros da decisiva para o caminho comissão de especialistas, no entanto, haviam chegado à conclusão de que seria um aprendizado intelectual e espiride uma igreja orientada tual importante para o coelho que ele aprendesse também a pelos dons. voar como um pássaro. Colocaram-no sobre o galho de uma árvore e disseram: “Voa, coelho!”. O pobre animal pulou, quebrou as patas, sofreu uma concussão cerebral, ficou com sequelas e assim não pode mais correr velozmente. Assim tirou somente uma nota “suficiente” e não um “muito bom” em correr, mas em voar tirou um “sofrível” e não um “insuficiente”, porque pelo menos tinha tentado voar. A comissão de especialistas estava muito satisfeita. Com os outros animais foi semelhante a isso. O pássaro foi chamado de “rei dos ares”. Suas habilidades de voar sempre tinham impressionado os outros animais. Contudo, agora, a comissão de especialistas chegou à conclusão de que seria uma tarefa importante para o pássaro, cavar buracos como o coelho. Foi o que ele tentou fazer, mas quebrou seu bico, as asas, e por fim, não pôde mais voar. Assim tirou apenas um “sofrível” em voar e não mais um “muito bom”, mas em cavar buracos tirou um “satisfatório” e não um “insuficiente”. Os outros animais tiveram experiências semelhantes. E sabe quem nessa escola de animais, enfim, corria? Uma água viva sem cérebro, que em sua forma escorregadia e flácida conseguia atender mais ou menos a todas as solicitações. Em seus exercícios nem podia quebrar os ossos, pois não tinha ossos. Assim a água viva tornou-se a número 1 nessa escola de animais.

Cristãos com ossos quebrados Em algumas igrejas a situação é semelhante a essa escola de animais. Membros assumem tarefas que não condizem com seus dons espirituais. Como resultado temos “ossos quebrados”. Um ministério assim é uma constante frustração. Não dá alegria alguma. Alguns cooperadores até desistem de vez. O Novo Testamento descreve a igreja como um corpo com muitos mem-


O propósito do aconselhamento de dons



bros, capacitados de diferentes maneiras. Por isso é tão importante que cada membro se envolva com um ministério da igreja que combine com seus dons. Não deveria haver “ossos quebrados” e “concussões cerebrais”, como as que o coelho sofreu, na igreja. Aconselhamento de dons, como descrito aqui, pode ser a chave decisiva para o caminho de uma igreja orientada pelos dons. Como conselheiro de dons você pode ajudar as pessoas a descobrirem seus dons, ajudá-las a se envolverem na área certa, e ajudá-las a desenvolverem suas habilidades ministeriais cada vez mais. Sua tarefa é fazer a conexão certa entre essas três partes: “descoberta de dons”, “aplicação de dons” e “desenvolvimento de dons”. Seu ministério tem grandes perspectivas! Está em suas mãos a possibilidade de contribuir para que o pleno potencial dado por Deus a todos os cristãos possa realmente desenvolver-se na igreja. É a oportunidade de ajudar irmãs e irmãos em Cristo a buscarem firmemente aquilo que Deus planejou para eles. Como introduzir “As 3 Cores dos seus Dons” em um relacionamento de mentoriamento ajudará você em seu trabalho. Trate este livro como um “Manual do usuário” para conselheiros de dons. Você encontrará aqui tudo que precisa para uma conversa de aconselhamento: uma descrição dos prérequisitos que você deveria trazer consigo para esse ministério, ajudas para interpretar corretamente a Bússola das 3 cores e o Teste de dons em 3 cores, como também dicas práticas para o preparo, condução e acompanhamento posterior de conversas de aconselhamento.

Você precisa desses dons Quer você seja o “conselheiro de dons” oficial em sua igreja, ou simplesmente alguém que quer ajudar pessoas em sua equipe, sua combinação de cores deveria ter recebido pelo menos um ou dois dos seguintes dons: sabedoria, organização, aconselhamento, discernimento e ensino. Se você tem o dom da sabedoria, está especialmente bem equipado para aplicar conhecimento teórico a situações con- Você pode ajudar pessoas cretas. O dom da organização é útil para estar sempre atu- a descobrirem seus dons, alizado sobre possibilidades de ministério na igreja e assim ajudá-las a usá-los conduzir o aconselhamento de forma bem objetiva. Cristãos com o dom do aconselhamento são excelentes ouvintes, no lugar certo e a uma característica importante para ajudar pessoas na decisão desenvolvê-los adiante. sobre como e onde servir com seus dons na igreja. O dom do discernimento é útil para ajudar pessoas que não tiveram um resultado muito claro no Teste de dons em 3 cores, ou ainda, se essa pessoa está meio deslocada em relação a sua vocação. O dom de ensino é uma vantagem quando se constata no aconselhamento de dons que certos princípios fundamentais não foram compreendidos, apesar da participação em seminários de dons ou do estudo de um livro. É claro que um conselheiro de dons não precisa ter todos esses dons, mas um ou dois deveriam fazer parte de sua combinação de dons.


Manual do conselheiro  

Manual do conselheiro para “Ministérios orientados pelos dons” Este manual, baseado no livro As 3 Cores dos seus Dons, é de ajuda para os c...