Page 1


S

umário

A Editora Ênfase faz um brinde aos amigos e anunciantes pela conclusão e início de mais um ano. Que 2.009 seja um ano repleto de vitórias e sucesso! Boa sorte a todos. Fotografia: Banco de Imagens Arte: Regina C. Trovijo Telles Cardoso

30

08 Diagnóstico do turismo identificou pontos fortes de Atibaia

09

Ano Novo: é hora de recuperar algo perdido

42

16 21 27 30 34

Livros usados em Atibaia Amigo secreto Férias, o que fazer com as crianças Kikoy novidade do verão 2009

Correios facilitam exportação para pequenos empresários.

118

Sumário 4

42 Receitas - Pernil Assado 49 Bacalhau Noite Feliz 85 Jardins de varanda 111 Reflexologia nos pés 114 Fibromialgia e a Hidroterapia 118 Dubai, uma cidade de contrastes 126 Lançamento: Novo Ford Focus 131 Guia de Compras e Serviços


Expediente EDITORA ÊNFASE

Diretoria Rogério Nunes Pereira Publicidade Aparecida D. de João Patricia Aragone Rodrigues Revisão de texto Juliana Carvalho Santos Jornalista responsável Luiz Gonzaga Neto MTB 11.336 Fotos Anderson Luis Bonioli

Arte e diagramação: Editora Ênfase Regina C.Trovijo Telles Cardoso Rogério Nunes Pereira

Gráfica Art Printer Gráficos Ltda. Rua Rafael Ficondo 610 São Paulo -SP. CEP: 04163-050 Fone: 11 2947-9700

Estamos cumprindo nossa missão A missão da revista, que foi assumida por nós há 2 anos, é conhecer e projetar as novidades de Atibaia, na área comercial, empresarial e cultural, em todas as suas expressões. O projeto da revista, do ponto de vista editorial, é refletir a diversidade cultural da nossa cidade e a rica gama de iniciativas empreendedoras, que vêm acontecendo em corredores como a alameda Lucas Nogueira Garcêz. A revista Ênfase tem melhorado, crescentemente, em seu projeto gráfico e na abrangência dos temas abordados. Para isso, conta com colaboradores antenados com a produção local, o mercado e as políticas públicas, os agentes da economia. A produção teórica e prática está em suas pautas. Queremos que em torno da revista Ênfase cresça e floresça uma comunidade de interesses e interessados no desenvolvimento do que há de melhor na

cidade, do que se produz, do que se pensa, do que se entende, do que se mostra e se vende em nosso território. Nosso objetivo é que a revista seja ponto e objeto de referência para a comunidade de Atibaia. Como um espaço pioneiro, abre-se corajosamente para as idéias e propostas de nossa coletividade. Publicar uma revista é um sonho que aprendemos a acalentar nos últimos anos. Hoje, sabemos que é uma grande luta. E, para isso, funcionamos como uma equipe afinada e ligada nas novidades. Agradecemos o apoio dos leitores, anunciantes e colaboradores. Feliz Natal e um Próspero Ano Novo a todos.

Rogério Nunes Pereira e equipe.

Tiragem: 3.200 exemplares

A Revista Ênfase é uma publicação da Editora Ênfase Rua Lourenço Franco , 349 - Cj. 4 Cep 12940.620 - Atibaia - São Paulo

Telefone: 11 4402-4220

e-mail: vendas@revistaenfase.com.br

www.revistaenfase.com.br Conceitos ou opiniões emitidos em artigos assinados, bem como logotipos e imagens inseridos em anúncios, não são da responsabilidade desta Editora

Próxima Edição em Março

Anuncie aqui ! Expediente 6

Em Janeiro visite: www.guiadeatibaia.com

A Revista é distribuída nos seguintes condomínios Aclimação Água Verde Ana Augusta Arco-Íris Chácara Pedra Grande Clube da Montanha Dom Daniele Estância Atibaia Flamboyant Grêmio Lince Horto IVCA Maison dos Gamez Mansão Parque

Nova Atibaia Palavra da Vida Palmares e Maringá Panorama Parque Residencial Pqe. das Garças I- III + Solar Parque das Garças II Parque dos Manacás Paulista Garden Pedra Grande Pinheiral Portal das Hortêncial Portal Gamez Porto Atibaia

Quintas de Sta. Helena Recanto dos Ipês Residencial Atibaia Residencial Floresta Park San Felipe Santa Mônica Saua Shambala I Shambala II Vila Fiorita Villaggio de Cesare Vilagio Miramonte Villagio Monte Carmo

Caso não tenha recebido a revista entre em contato conosco: (11) 4402.4220 - email: vendas@revistaenfase.com.br


Diagnóstico do turismo identificou pontos fortes de Atibaia Tranqüilidade, clima e natureza são os pontos fortes de Atibaia, segundo o diagnóstico das Indústrias Criativas, preparado como base para o Plano Diretor de Turismo. Os resultados foram apresentados em novembro em palestra na Câmara Municipal, pelo diretor técnico Luiz Renato Ignarra. O evento foi organizado pelo Comtur (Conselho Municipal de Turismo), presidido por Fernando Mamede. Em três finais de semana, a equipe da empresa de consultoria Indústrias Criativas, vencedora de licitação homologada pela Prefeitura em junho deste ano, entrevistou 371 turistas. O atributo “tranqüilidade” recebeu 101 menções como motivo para visitar a cidade; o clima, 100; e a natureza, 93. Entre os aspectos negativos, a falta de sinalização recebeu 39 menções e o trânsito, 20. Segundo Ignarra, a boa comunicação visual requer a colocação de placas indicando locais e acessos. Mas ele advertiu: “Só a colocação de placas também não resolve. Pode até poluir mais”. Depois do trânsito, a “estrutura ruim das ruas da cidade” também foi citada pelos turistas ouvidos. Os entrevistados responderam igualmente questões sobre o perfil de viagem. Do total, 27% ficaram aqui para pernoite; 73% voltaram para seus locais de origem. Dos ouvidos, 49% já conheciam Atibaia e 36% vieram por indicação de amigos e parentes. A aprovação à cidade foi grande: 98% recomendariam Atibaia a outros visitantes. Os 2% restantes estavam, provavelmente, de “mal com a vida ou brigaram com seus amores aqui”, brincou o palestrantes. Em matéria de imagem identificadora da cidade, o morango ganhou com 25% das menções. A Pedra Grande ficou em segundo lugar, com 17%. A prática de esportes como o vôo livre recebeu 16% das menções. “Vamos, agora, desenvolver os programas e es-

Arte & Cultura 8

tratégias que serão apresentados à Prefeitura e depois ao Comtur”, explicou Luiz Renato Ignarra. Ele pretende fazer um evento para mostrar aos empresários e à comunidade os resultados do diagnóstico. A equipe das Indústrias Criativas percorreu a cidade, a fim de colher as informações e subsídios necessários ao desenvolvimento das diretrizes estratégicas, que nortearão o desenvolvimento do turismo no município para os próximos 10 anos (horizonte do Plano Diretor). Foram contemplados os atrativos e os recursos turísticos, assim como os estabelecimentos e equipamentos de apoio ao turismo em Atibaia, além dos eventos. A empresa de consultoria já atuou em outros municípios de São Paulo como Peruíbe e Iguape e em outros estados como Pernambuco e Amazonas. Pela apresentação do plano de trabalho, as atividades da empresa foram divididas em três etapas: coleta de subsídios (conhecimento da realidade local, levantamento e análise de dados), diagnóstico do turismo (identificação de potencialidades, entraves e definição de focos estratégicos) e diretrizes e ações para o turismo (estratégias e planos de ação, projetos delimitados e especificados).

Cidade é sinônimo de grife urbana Os problemas estão aí para resolver pobreza, falta de habitação ou habitação precária, desemprego e insegurança. Mas Atibaia, numa rápida pesquisa na Internet, é identificada com qualidades como charme, tranqüilidade e aventura. O trabalho das Indústrias Criativas só confirmou essa impressão positiva. Uma revista online descreve Atibaia as-

sim: “A natureza está por toda parte. Aqueles que buscam relaxamento, conforto e diversão têm como destino certo a cidade de Atibaia. O principal ponto turístico é a Pedra Grande, localizada na Serra de Itapetininga, a 1450 metros de altitude. A vista é deslumbrante, e o local é ideal para a prática de vôos de asa delta e paraglider”. O segundo parágrafo também é interessante: “Em um passeio pelo centro, é possível visitar os patrimônios religiosos da cidade, como a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, construída pelos escravos no século XVII, e a Matriz de São João Batista, erguida pelo bandeirante Jerônimo de Camargo em 1665. Na Estação Atibaia, área de 300 mil m2 cercada pelo verde, o turista encontra atividades de arvorismo, trilhas, rappel, tirolesa, pedalinho e passeio de Maria Fumaça; é lá que está o ar puro”. A facilidade de acesso é descrita como um dos grandes atributos de Atibaia: “Atibaia também aposta em sua logística para atrair novos investidores. Além de estar próxima de São Paulo, a cidade está localizada a 50 quilômetros de Campinas e 65 quilômetros de Vale do Paraíba, região que conta com indústrias de ponta”. A coleção de bons indicadores, que provocam críticas em determinados setores da população, também é citada: “outro fator que faz de Atibaia uma cidade importante é que a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) elaborou um Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) nos moldes do que a Organização das Nações Unidas (ONU) elabora. De acordo com esta pesquisa, referente aos municípios do País, a cidade aparece com 0,8972 ponto - quanto mais próxima de um ponto, melhor a cidade”. Portanto, a cidade é sinônimo de grife urbana.


Ano Novo: é hora de recuperar algo perdido Um feliz ano novo lembra a percepção de que alguma coisa perdida será recuperada no clima de festa, encontro, celebração. Esse algo pode ser a esperança, o amor, a redenção, o descobrimento, o emprego esperado, a solução de um problema, o prazer, a ocupação absorvente, o riso fácil. O desejo geral e irrestrito é de que 2009 não traga lágrimas a nenhum olho, quando os 365 dias acabarem. Queremos que o tempo seja amigo, vivido, amado e trabalhado e que seja um excelente ano, diz a mensagem. É claro que, além dos cartões e das mensagens, a realidade nos puxa para baixo, para o pé no chão. Mas, por sua vez, o sonho insiste em abrir horizontes e romper barreiras.

Passemos o dia 1º de janeiro percorrendo as nossas vidas, divisão por divisão, fazendo uma lista de coisas que necessitam ser feitas, aspectos que precisam ser corrigidos, reflexões que ficaram inacabadas ao longo do ano terminal. Temos de aproveitar a experiência e buscar nessas divisões as coisas com potencial e não as coisas com falhas. O velho ano terminou; portanto, deixemos o passado cavar a sua própria sepultura. O novo ano já toma conta do relógio. A hora é de saudarmos as possibilidades e as tarefas dos próximos 12 meses. Sem expectativa, por favor, sem ilusões, nem ressentimentos ou rancor. O coração limpo. “A expectativa, seja ela política, reli-

giosa, amorosa ou meramente comercial, é fonte interminável de conhecidas dores de cabeça da espécie humana”, escreveu o jornalista Luiz Carlos Lisboa, um grande entendido da alma e da espécie. “Porque precisamos que alguma coisa seja de determinada maneira, já acreditamos que seja assim. O próximo passo é agir com os fatos como esperamos que eles se tenham tornado. Fabricamos a miragem, corremos atrás para ela, e nos desesperamos porque não existe ali senão pensamentos”. A noite de ano novo é como todas as noites; não existe pausa na marcha do universo. Não existe um único momento de interrupção durante os próximos 12 meses. No entanto, não existe outra noite com os mesmos pensamen-

9 Arte & Cultura


continuação

tos relativamente às noites do ano que se aproxima. É única, inesquecível, propícia ao devaneio. O espírito de religação nos toma por inteiro e rezamos: Glória a Deus no céu, ao povo a quem o Seu filho deu a mão enquanto os anjos cantavam e um feliz Ano Novo na terra. Nesse momento, cada um de nós necessita apenas de uma mente relaxada, uma alma pacífica, um espírito de alegria, um corpo saudável e um coração cheio de amor. Essas são as grandes preces para o Ano Novo. Os anos vêm e vão, mas sempre tem um aspecto particular. Quando soar a meia-noite, permitamos que os fogos, a ondas e os abraços signifiquem novas e melhores coisas.

Arte & Cultura 10

Adeus, ano velho, cantamos. Jason Figueira observa em artigo na Internet: “Imagine se todos seus sonhos fossem realizados no ano que vai nascer. Que maravilha! Seria o céu na terra! Já pensou se sua sogra virasse um ‘doce’ de pessoa? Se seu filho resolvesse estudar para valer e passasse de ano somente com nota 10? E seu chefe... se ele resolvesse dar aquela promoção e aquele aumento que você espera há quatro anos? A gente faz planos e mais planos. Nos lembramos que é preciso estudar outros idiomas, se aprimorar e que é necessário cuidar do corpo também (algo que facilmente nos esquecemos com o excesso de atribuições que temos durante o ano). E, por falar em atribuições, será que quando estivermos mais ou menos em agosto do ano que vem, vamos nos

lembrar dos propósitos que tomamos no começo do ano?” – perguntou. O Ano Novo é a altura para desvendarmos novos horizontes e realizarmos os novos sonhos, para redescobrir a força e a fé, para rejubilar com prazeres simples e novos desafios. E Luiz Carlos Lisboa ainda nos ajuda: “No labirinto da sociedade, se ainda houver tempo para o amor e a meditação, a percepção dessas coisas poderá estar presente, e o inferno será evitado”. Até lá, então.


Processo terapêutico tem relação com psicologia corporal Atibaia recebeu o I Congresso Nacional de Psicologia Corporal – Core Energetics 2008. Este evento é considerado um marco para a comunidade em terapia corporal Core Energetics do Brasil. A programação foi realizada no Centro de Convenções. O idealizador e organizador do congresso foi o ICEB – Instituto Core Energetics do Brasil, situado em Atibaia. O instituto disponibilizará para todos os interessados, seminários e vivências de caráter terapêutico e científico. As atividades contarão com vários congressistas especializados vindos de todas as partes do país. Todas as pessoas poderão participar, independentemente de suas profissões, inclusive estudantes, idosos e adolescentes. Core Energetics (“Energética da Essência”) é um processo terapêutico que tem relação direta com a psicologia corporal, derivada dos estudos de Psicanálise de Sigmund Freud e de Wilhelm Reich. É resultado de uma caminhada intensa de mais de 50 anos de estudos e pesquisas sobre a bioenergia humana.  O alvo do trabalho é o corpo e é nele que se realiza e se aplica todo o conceito teórico em Core Energetics. A meta é transformar os bloqueios em um fluxo livre, natural e saudável resgatando assim a naturalidade e a espontaneidade do Ser. Core Energetics foi desenvolvido pelo psiquiatra grego dr. John Pierrakos, aluno e paciente do dr. W. Reich. John percebeu que Freud residia sua teoria no conteúdo psíquico, C J. Jung incluiu o self (a alma) como tratamento psiquiátrico, Reich fundiu a fisiologia e a psicologia e percebeu a unidade psicossomática e a energia orgone. Core Energetics introduziu o elemento volitivo nos distúrbios psiquiátricos, a vontade de quem está sofrendo com o corpo, com as emoções e a mente analítica. Seu princípio considera a idéia de que tudo é “energia e consciência” com um movimento centrífugo e centrípeto, um contínuo pulsar.

Arte & Cultura 12

A terapia em Core Energetics promove uma grande mudança no corpo físico, uma vez que o considera como a instância mais básica da consciência. Basicamente e de maneira resumida, John Pierrakos estruturou seu trabalho em três níveis.

1º nível – a máscara: neste nível, encontram-se as couraças, as defesas de caráter e o ego distorcido. Neste primeiro nível, o indivíduo apresenta a expressão da energia bloqueada, falta de vitalidade, pouca energia, sensação de vazio. O tratamento prevê a penetração dessa máscara pela confrontação no corpo e na mente. Neste estágio, trabalham-se estas defesas de caráter, dissolvendo bloqueios e energias no acesso à essência da pessoa. 2º nível – o eu inferior: neste nível, encontram-se a sombra (Jung), os instintos inconscientes e os sentimentos negativos primam (Freud). A liberação destas energias é um trabalho delicado, pois existem repressões e bloqueios cristalizados no corpo e na mente durante toda a existência. Para a liberação, necessita-se experiência, conhecimento e habilidade para que os conteúdos em vários níveis no corpo e na mente possam ser expressos, dissolvidos e transformados terapeuticamente. 3º nível – o eu superior: a essência, o núcleo, o Self, o Core, os sentimentos positivos. A pessoa, ao centrar-se no seu eu superior, vive um momento lúcido, criativo e extremamente energético. Na conotação energética do Core, este momento é muito vibrante e sua qualidade é o amor. Esta energia direcionada com consciência tem a capacidade de integração proporcionando a cura em vários níveis. A partir desse terceiro estágio, a pessoa estará preparada para estabelecer novo plano de vida, ou seja, a construção de metas a partir da nova percepção interior.


13 Arte & Cultura


Ano novo, ritual velho de janeiro passou a ser reconhecido universalmente.

Não há momento mais propício para se fazer um balanço da vida do que o mês de dezembro. Com os últimos dias do ano se aproximando, começamos a refletir sobre nossas conquistas e no que ficou para o ano seguinte. Mas por que será que precisamos esperar 365 longos dias para tomar a iniciativa de mudar nossos caminhos? As manifestações culturais referentes à passagem do ano variam de uma cultura para outra, mas, com a adoção do calendário gregoriano, o 1º

Arte & Cultura 14

Pensamento positivo é fundamental para se atingir qualquer objetivo, mas além disso você pode contar com uma infinidade de rituais e mandingas criados especialmente para esta época do ano. Se as superstições dão resultado ou não, não importa! O que vale é acreditar que podemos conseguir. E, quando o que está em jogo são os nossos sonhos, não se deve medir esforços. Vale recorrer a tudo: São Benedito, Exu ou Iemanjá, que é uma das divindades mais requisitadas nas festas de réveillon. Em matéria de rituais, o povo brasileiro ganha em criatividade. Nas praias de todo o país, as areias ficam cobertas de velas e oferendas e o mar vira, literalmente, um mar de rosas.

Mas, se por um lado o fato de acreditar pode nos ajudar a concretizar sonhos, por outro não devemos nos apoiar tanto nas crenças e deixar os esforços de lado. Não há quem nunca tenha feito a mesma promessa por anos afora, sem, entretanto, realizá-la. Quando a magia do réveillon se acaba, já nas primeiras horas no ano, nos perguntamos aonde foi parar toda a garra e esperança que transbordávamos. Basta a rotina recomeçar para nos vermos novamente sem tempo nem disposição para correr atrás de nossos anseios. E sem um esforço interior, não se chega a lugar algum. As crenças estão aí para quem quiser aproveitá-las. Seja lá o que você estiver pedindo, peça com fé, pois é ela quem vai garantir o sucesso de seus desejos. E, mesmo achando que tudo não passa de ilusão, será no mínimo divertido. www.bolsademulher.com


Livros usados em Atibaia Os primeiros sebos surgiram no século XVI, na Europa. Foi o período cujo interesse por documentos e escritos antigos ganhou fôlego. Os mercadores, então, passaram a vender a pesquisadores papiros e documentos. Esses comerciantes passaram a ser chamados de alfarrabistas, nome que os acompanha até hoje em países com França e Bélgica. A atividade de alfarrabista, ou sebista, é considerada de fundamental importância para historiadores e pesquisadores em geral. A palavra “sebo” vem do tempo em que não havia energia elétrica. As pessoas, para poderem ler durante a noite, o faziam à luz de velas amareladas, sujando e engordurando os livros. Daí veio o termo “ensebado”, “sebento”, gerando, mais tarde, o termo “sebo”. Por que motivos se vai a um sebo? Para estar em meio a quilos de livros de todos os tipos, idades e cheiros... Para conhecer outras pessoas que também têm tais gostos... e, também, claro, para se comprar

Arte & Cultura 16

livros com um preço mais em conta, ou para se encontrar livros que são raros ou apenas

apresentam como solução para problemas como preço alto, acervo de raridades e relíquias antigas. Bom para os colecionadores de plantão, para quem procura uma alternativa barata de consumo sem perder na qualidade da leitura . Você de Atibaia e região agora tem a oportunidade de conhecer um local agradável e prazeroso, onde você pode fazer amigos, encontrar excelentes obras, modernas e antigas, por menos da metade do preço. Ainda você pode trazer o seu material que não está mais em uso para trocá-lo ou vendê-lo.

fora de edição. Os sebos, livrarias que vendem livros, vinis, revistas e até CDs e DVDs, usados são, uma alternativa para encontrar um produto com o preço mais baixo.

Esperamos por você no SEBO CORUJA – Av. Atibaia, 77 – fone: 11 – 4411 4897. Atendimento de 2ª à 6ª das 9h às 18:30h e aos sábados das 9h às 14h. Fonte: Textos de internet e Paulo Marcelo

No mercado de cultura, os sebos se


Garatuja comemorou 25 anos em 2008 O Garatuja fez festa em 2008 para comemoração dos seus 25 anos de atividades em Atibaia. Atua na cidade desde 1983, desenvolvendo atividades artísticas em diferentes áreas como: artes plásticas, dança, percussão, fotografia, cinema, etc. Com tanta dedicação, foi transformado em instituto e considerado de utilidade pública por iniciativa da Câmara Municipal. Sob o comando de Élsie Costa e Márcio Zago, o espaço realizou apresentações cênicas, exposições, mostras, projetos de formação artística, oficinas e workshops, proporcionando atividades culturais de qualidade dedicadas principalmente aos jovens

da região. A data foi marcada com o evento “Garatuja 25 anos”. No evento, foram incluídas as atividades: mostra Acervo Lúdico do Garatuja, apresentação de dança Cinestesias, curtas de animação e congadas. Dentre as principais realizações, o Garatuja foi agraciado com o Programa Petrobras Cultural, o Selo Cultura Viva, o Prêmio Culturas Populares 2007. Neste ano, transformou-se em Ponto de Cultura do Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura. “Considerando o programa Cultura Viva uma das principais ações no campo da cultura brasileira dos últimos anos, é que sentimos a importância de envolver o município, em especial os que comungam com os mesmos ideais propostos pelo atual ministério”, apontou Élsie Costa. Segundo ela, o Garatuja é uma sociedade civil de direito privado sem fins lucrativos de finalidade artística e cultural. A entidade, para sua sus-

tentabilidade, trabalha com várias formas de apoio institucionais vindas, tanto da iniciativa privada, como do poder público, além da veiculação de seus produtos culturais, no caso apresentações, exposições, publicações, etc. “Por acreditar na importância da diversidade das manifestações culturais e artísticas é que buscamos caminhos próprios, incluindo-se as apresentações em nosso teatro de bolso, como forma de marcar a vida do espaço e o caráter de oficina cênica”, apontou sua criadora. O instituto destacou-se com o trabalho junto à cultura popular regional, via pesquisa e atendimento aos grupos de tradição de Atibaia, as Congadas.

17 Arte & Cultura


Sinfônica Jovem mostrou sintonia e domínio técnico

A Orquestra Sinfônica Jovem de Atibaia tem demonstrado evolução técnica e capacidade de emocionar o público, mesmo com uma história tão pequena. Neste final de semestre, no palco do Centro de Convenções, a impressão se confirmou com mais um concerto. Sob a regência do maestro convidado Lucas Guimarães, da Banda Sinfônica de São Bernardo do Campo, a Sinfônica mostrou composições de Bach, Verdi, Rossini e Suppé. Foi a 10ª apresentação da orquestra neste ano, na série Concertos Grandes Clássicos, temporada 2008. Os jovens músicos se apresentaram com grandes nomes da música, como Nelson Ayres, Douglas Lora e João Luís e as solistas Betina Stegmann e Valéria Polis, da Orquestra Sinfônica de São Paulo. O maestro Rogério Brito, que apresentou o

Arte & Cultura 18

concerto de domingo, lembrou que a Orquestra Sinfônica Jovem de Atibaia faz parte do projeto Música e Cidadania, da Prefeitura, que revela talentos desde a base das fanfarras. “Hoje, o Daniel Nery e eu estamos descansando. Vamos ouvir o trabalho do nosso convidado”, brincou Rogério na apresentação. O maestro Lucas Guimarães fez um concerto didático, em que explicou, em tom bem-humorado e com informações precisas, as peças e os compositores. O início do programa foi emocionante, chegando a provocar lágrimas em espectadores. A “Ária da Quarta Corda”, de Bach, é uma peça popular e envolvente. A segunda peça da noite não ficou atrás. “Jesus Alegria dos Homens”, de Bach, trouxe a felicidade

de volta graças aos toques sucessivos dos violinos, marca registrada do compositor. O maestro Lucas, contou ainda, a história da ópera “La Gazza Ladra”, a empregada ladra, de Rossini, que fez uma peça considerada “semi-séria”, ambigüidade problemática para os encenadores e para os cantores/ intérpretes. Mantendo a coesão e a concentração, os músicos da Sinfônica Jovem terminaram o concerto apresentando a abertura da ópera “O Poeta e o Camponês”, de Suppé, compositor austríaco, um dos fundadores da opereta vienense. O público da boa música saiu deliciado e agradecido.


X Semana Gandhi palestras, oficinas e vivências

Em parceria com a entidade Palas Athena, a Unesco (Organização das Nações Unidas para a para a Educação, a Ciência e a Cultura) e o Consulado Geral da Índia, a Clínica PsicoSaúde realizou em Atibaia a X Semana Gandhi. Foram palestras e oficinas para a comunidade, inspiradoras de um estilo de vida mais pacífico, nutritivo e cooperativo. Um dos temas foi “Fazendo as pazes com a raiva”: “Faça as pazes com a raiva, aceitando e reconhecendo esse sentimento em seu corpo. Descubra os aspectos positivos e negativos desta emoção e o caminho para expressá-la adequadamente”, convocou Aderbalda Tolentino, psicóloga, da Sociedade Brasileira de Bioenergética. Roberta E. Barsotti, musicoterapeuta clínica, formanda em Constelações Familiares, participou do programa “Definindo Musicoterapia e suas indicações”. Segundo ela, “a música pode mobilizar muitas emoções inconscientes. Quando um cliente toca, canta ou ouve música, dentro de um processo musicoterapêutico, tem a chance de reconstruir seu interior”. A Oficina de Culinária Alimento Vivo (germinados e brotos, suco de clorofila) esteve a cargo de Rosa Rodrigues, instrutora do curso “Alimentação Natural, um novo estilo de vida”, da Fundação Mokiti Okada. E a psicóloga e psicoterapeuta Bernadete Pacheco falou sobre “Família – vivendo e aprendendo a fazer as pazes”, ou seja, a importância de des-“envolver”-se pela formação e rompimento dos laços afetivos familiares. Os organizadores explicaram que a programação “procurou inspirar e partilhar ações pelo desenvolvimento de uma cultura de paz interna e ambiental sustentável, estimulando educadores e multiplicadores da participação cooperativa e ética pelo bem comum”.

19 Arte & Cultura


Por que o Recrutamento e Seleção são fundamentis nas Empresas? Selecionar pessoas não é uma tarefa fácil, o profissional de recursos humanos deve cercar-se de cuidados, técnicas e ferramentas que o auxiliem a selecionar corretamente. Do contrário, pode sofrer um desgaste, originando um retrocesso caso o contratado (a) não tenha o perfil para o cargo. Além dos custos onerosos (admissão/ demissão), temos o tempo de treinamento focado no profissional que não atende às expectativas, podendo assim, comprometer o trabalho em equipe. O processo de recrutamento e seleção hoje é considerado nas empresas um dos pontos vitais na assertividade de novas contratações, tanto que há formação de profissionais nesta área com ênfase em Seleção por Competências. Quando na seleção utilizamos desta ferramenta “Seleção por

Arte & Cultura 20

Competências” podemos afirmar que, em nosso quadro de colaboradores temos pessoas capazes de desempenhar determinada atividade com eficácia, contamos com habilidades técnicas e comportamentais. O adequado é contar com profissionais de recursos humanos que sempre estarão preparados para assumir o desafio de não apenas preencher a vaga, mas sim encontrar o perfil adequado à empresa. Afinal recrutar e selecionar pessoas é estratégico, é uma atividade com metodologia própria e não pode ser encarada como um evento pontual, subjetivo e sem importância, pois trata-se de sua empresa, sua imagem, seu patrimônio. Regiane Oliveira – responsável pela RM Desenvolvimento em Recursos Humanos. Venha nos conhecer! Rua José Ignácio, 177 – 3º andar sala 8 Centro - Telefone: (11) 4402-4078


Amigo Secreto Evento típico de final de ano, o amigosecreto causa dúvidas em muitos participantes. O que era para ser um momento de descontração e confraternização pode virar uma tortura. Para evitar isso, aprenda algumas regras básicas de etiqueta que vão garantir o bom-humor que a ocasião merece.Se você conhece pouco o seu amigo-secreto, o melhor é pedir informações para os colegas sobre os gostos dessa pessoa. Você e o seu amigo-secreto não têm um bom relacionamento? Nada de pedir para trocar o papelzinho com o nome sorteado. Isso não seria politicamente correto. Aproveite o momento, inclusive, para resolver o desentendimento. Quanto ao presente, não precisa ser caro, mas capriche na embalagem. Dúvida cruel tem também quem sorteia o chefe. Ao contrário do que muitos julgam, não é necessário dar um presente mais caro do que daria para outro colega, afinal Natal é democracia. Importante, porém, é acertar no presente. Independente do motivo, nunca “pega bem” se recusar a participar de um amigosecreto. Mas, não tendo outra alternativa, explique aos organizadores do evento seus motivos. Tenha o mesmo tato caso você decida participar do amigo-secreto e, no dia da revelação, não puder comparecer. Avise com antecedência e mande o presente do seu amigo-secreto por alguém. Acerte no presente: 1. Não dê peças íntimas, como lingerie e jóias; 2. Só dê perfume se você souber qual ele usa; 3. Não presenteie gordinhos com comida nem dê bebidas alcoólicas a abstêmios convictos; 4. Office boys adoram camisetas ou bonés; 5. Livros e CDs são ótimos, se você conhecer as preferências do presenteado. O vale-CD,evita erros, mas deve vir numa bela embalagem; 6. Porta-retratos e agendas costumam ser bem-vindos por todos. Fonte: Revista Criativa 21 Arte & Cultura


Em condomínios planejar é preciso Planejamento. Seja no âmbito profissional ou pessoal, essa é a palavra de ordem para o sucesso. Quando nos referimos à gestão de condomínios, então, o termo ganha ainda mais força, sendo praticamente impossível a vida em coletividade sem o mínimo de planejamento. O rol de obrigações e responsabilidades que recai sobre a figura do síndico, inegavelmente, é bastante complexo. A este, inclusive, cabe responder civil e criminalmente pelas ações tomadas em sua gestão. Portanto, planejamento é a ferramenta principal a quem se dispuser aceitar este papel. O ponto orçamentário, um dos mais polêmicos e que merece análise detalhada, sem dúvida, é a chave que delineará o êxito ou o fracasso da gestão. A habilidade e a sensibilidade do síndico neste quesito são de suma importância, prudentemente atalhando desencontros na prestação de contas do exercí-

Arte & Cultura 22

cio que se encerra e com objetivos claros na previsão de gastos para a gestão vigente. Ainda atrelada à questão financeira, é encargo do síndico apresentar estimativa de inadimplência e previsão de gastos com folha de pagamento, item este último que mais pesa nas despesas do condomínio. Outro artigo relacionado ao tema cabe à conjuntura do fundo de reserva, bem como o destino do seu emprego para situações futuras, sem deixar de mencionar, claro, possíveis alterações de valores da quota condominial. É regra básica para o administrador eficiente adotar uma filosofia de organização. Gerenciar e arquivar de forma organizada toda a documentação do condomínio, implica inevitavelmente redução de tempo e custos. Apenas para se ter uma idéia, um condomínio residencial ou comercial gera, em

média, mil documentos novos por ano. A maioria destes necessita obrigatoriamente de arquivamento por longos períodos, para casos de fiscalizações e processos trabalhistas. Imaginar esse montante de documentos acumulados durante anos sem organização significa, com todas as palavras, prejuízos desnecessários para o coletivo. Levando em consideração as decisões mais importantes do condomínio, aquelas que interferem diretamente em questões financeiras, nas relações sociais e particulares, é essencial despertar o interesse e participação de todos os condôminos. Neste momento o poder de persuasão do síndico deve imperar, objetivando a presença da maior parcela de moradores possível. Condomínio mais eficiente e racional depende da união e colaboração de todos. www.sindiconet.com.br


23 Arte & Cultura


Como queremos educar nossos filhos? Vivemos em uma sociedade avançada, com uma evolução tecnológica e industrial, em uma globalização nunca vista em outras épocas da história da humanidade. Em um mundo globalizado, estamos conectados o tempo todo. Temos a oportunidade de assistir acontecimentos do mundo inteiro em tempo real, tudo graças ao avanço tecnológico e do conhecimento humano. Mas, apesar do avanço tecnológico, do acúmulo de conhecimento e das informações serem enviadas e recebidas cada vez mais rápidas, o ser humano tendo acesso a muitas informações; cada vez mais escutamos pessoas dizerem que se sentem sós, vivem na solidão, observamos pessoas ficarem mais tempo em frente ao computador ou a televisão do que com pessoas, algumas pessoas evitam contato com outras pessoas, existe um individualismo crescente. O que está acontecendo? O que leva a este isolamento social? Chego à conclusão de que nos falta vivenciar melhor os contatos com nosso pares, expor e falar sobre nossos sentimentos, identificar e vivenciar nossas emoções, ou seja, aprendermos a sermos inteligentes emocionalmente. Precisamos dar valor às nossas emoções e sentimentos de nossas crianças. As relações humanas, os valores sociais e as emoções, são de grande importância para a constituição do ser humano, devendo ser trabalhada em casa e na escola. A escola é um espaço privilegiado, que pode e deve oferecer um aprendizado emocional, pois nela vivenciamos relações humanas. Dentro da escola nos deparamos com um ambiente rico em relações humanas, que nos oferece oportunidades de ensinar e fortalecer as emoções e sentimentos infantis.

Arte & Cultura 26

Nós, seres humanos, somos constituídos de matéria, de emoções e de sentimentos; são através das emoções que nos expressamos, nos posicionamos perante as situações da vida, através de nossos sentimentos escolhemos nossos pares, nossas reações; portanto, o ser humano deve ser emocionalmente inteligente para poder viver bem e em harmonia. A escola, muitas vezes voltada aos problemas de aprendizagem, acaba esquecendo-se das emoções, perde-se a capacidade de olhar a criança como criança. O foco passa a ser o rendimento escolar e as notas, se esquece que a criança está em desenvolvimento e é um ser que tem muito a aprender e a ensinar, que ainda está aprendendo e analisando as emoções e sentimentos que sente e o que a leva a sentir. Trabalhar com as emoções e sentimentos significa dar amparo, ensinar os limites, fortalecer os valores sociais, ensinar a trabalhar com sentimentos diversos (amor, raiva, desamparo, alegria, motivação, etc.). Assim, a escola deve: buscar um ambiente que propicia o desenvolvimento emocional, trabalhar os valores sociais, ensinar limites e organização, buscar o autoconhecimento do aluno, pois quando a criança tem oportunidade de expor e trabalhar suas emoções, quando vivenciam experiências similares as vividas anteriormente, as lembranças são ativadas e com certeza isto ajudará a resolver seus conflitos e assimilar suas novas descobertas, dando à criança a oportunidade de crescer mais serena, confiante, crescendo feliz. “Educar é extrair o melhor da criança em corpo, mente e espírito” (Mahatma Gandhi). Airam Cristine Borzani dos Vales. Diretora Pedagógica da Escola “Flor de Lis”.


Férias O que fazer com as crianças? Fim de ano chegando, hora de descansar e se desligar, curtir a família e os amigos. Aproveitar para recarregar as baterias. Mas logo acabam as festas, o ano começa e os pais têm que voltar ao trabalho. Surge a questão: quem vai ficar com as crianças? Sabemos que os pais não têm um período de férias tão longo quanto o das crianças, e também não têm tanta energia quanto estes baixinhos. O curso de férias é uma opção muito utilizada pelos pais que trabalham no período de férias escolares. Estes pais não estão falhando no seu papel de pais, apenas sabiamente ajustam seu papel às exigências da vida e do trabalho do mundo atual.

Estudos em Psicologia do Desenvolvimento Infantil afirmam que não é a quantidade, mas a qualidade de tempo dedicado ao filho que vai garantir o adequado exercício da paternidade e a saúde psicológica infantil. Assim, os pais cujas férias não coincidem com o período de recesso escolar, não devem se sentir culpados por isso; devem sim, procurar curso de férias com boas propostas e que permitam que vivencie momentos alegres e descontraídos, fazendo com que o período de férias seja muito prazeroso, tranqüilo e seguro.

Jocelene Arabian Petta – Escola de Educação Infantil Ati Saber - Av. Atibaia, 175 - 4411-4699 27 Arte & Cultura


A Importância do Brincar

O brincar livre é, para a criança, o primeiro experimentar do mundo. É a possibilidade de expressão e comunicação numa fase em que não se possui um domínio da linguagem. Ele é o grande estimulador para desenvolver as capacidades individuais da criança. Em tempos passados, brincar era algo natural para a criança – elas brincavam e ninguém se preocupava com isso, não se falava ou escrevia sobre suas atividades. Atualmente, nesta sociedade predominantemente marcada pela tecnologia na qual vivemos, observa-se que a criança está perdendo cada vez mais a sua capacidade original de brincar. Certamente as crianças desejam brincar, elas sempre o fizeram. Este é um desejo natural e universal que ultrapassa fronteiras, culturas, religiões e idades, pois brincar é algo inerente ao ser de criança. O impulso natural interior da criança para aprender, adaptar-se e adequarse ao ambiente, encontra vazão no brincar livre. As forças da fantasia neste período necessitam de liberdade e mobilidade para poderem se desenvolver. A criança pequena não deseja encontrar brinquedos prontos, que lhe reduzam as possibilidades por meio de uma pré-determinação de seu uso. Os brinquedos industrializados, produzidos em série, e de gosto estético duvidoso, apresentamse geralmente de forma a não estimular a fantasia da criança, pois não há nada a completar, a imaginar, a projetar sobre este brinquedo. A criança tem profundo prazer em brincar com substâncias elementares da natureza, tais como: água, areia, pedras, conchas, folhas, casca de árvore, grama, sementes, pinhas, penas, pipas, etc., pois estas dão vazão ao seu mundo de fantasia, construindo a partir daquilo que se encontra no seu interior. Possibilitar vivências múltiplas com plantas e animais ajuda a criança no seu

Arte & Cultura 28

entrosamento com o meio ambiente. Por esse motivo a Pedagogia Waldorf acredita que os objetos e brinquedos devem ser de materiais naturais, duradouros e esteticamente bonitos, já que influenciam na formação dos órgãos do sentido e, indiretamente, despertam na criança o amor e o respeito pela natureza. Na pedagogia Waldorf, a criança, brinca com objetos rústicos naturais tais como pinhas, sementes e tocos de madeira de vários tamanhos e formas, conchas, pedras, raízes e tudo que possa estimular a sua fantasia, e acredite, ela logo encontra uma “utilidade” para eles. Também são oferecidos instrumentos musicais bem afinados, e de percussão como o metalofone, o xilofone, triângulos e sinos. Para Rudolf Steiner, “O brincar da criança é a manifestação mais profunda do impulso que conduz ao fazer, sendo que neste fazer o homem tem a sua verdadeira essência humana. Não seria possível imaginar uma criança que não desejasse ser ativa como é quando brinca, pois o brincar representa a liberação de uma atividade que deseja se libertar do cerne do ser humano”. Portanto, o brincar infantil não é apenas uma “brincadeira superficial desprezível”, pois no verdadeiro e profundo brincar acordam–se e avivam-se as forças da fantasia, que, por sua vez, chegam a ter uma ação modeladora sobre o cérebro. Este processo natural e sadio de “criar inteligência” não é possível quando as crianças não conseguem o brincar verdadeiro.

Ieda Lucia Hendges – Pedagoga e psicopedagoga. Escola Estrela Guia.


A Importância da Educação Infantil Ei, você aí: passou do tempo de pensar que criança de 0 a 6 anos não aprende de fato na escola, pois “só” brinca. Também não dá mais para achar que é cedo para entender a linha pedagógica, diferenciar construtivismo de escola tradicional, saber quem foi Maria Montessori, Jean Piaget ou Rudolf Steiner. Além de descobrir se está perto de casa, quanto custa, como cuida da limpeza, que tipo de alimentação oferece e se trata seu filho com carinho, é hora de identificar como essa escola vai educá-lo. É na educação infantil que a criança experimenta o prazer pelo aprender. “É a fase do ‘como’: como eu escovo os dentes, como eu lavo as mãos, como eu seguro o lápis, como eu brinco, como eu corro e como eu pulo. Ou seja: ‘como sou’, ‘como devo ser’ e ‘como faço para ser’”, diz Karina Rizek Lopes, coordenadora da Área de Educação Infantil da Secretaria de Educação Básica do MEC. A educação infantil trabalha com os aspectos do desenvolvimento físico, psíquico e o do caráter, contribuindo para a formação de sua identidade pessoal, inclusive como um cidadão consciente. Significa que a educação infantil tem de ir muito além da “tia”, das recreações, do Dia das Mães ou das canções de Natal. O seu filho precisa estar em um local com profissionais especializados que promovam rotinas baseadas em propostas pedagógicas muito bem fundamentadas. O ideal é encontrar uma escola que atinja o meio-termo trabalhando com cuidados porque os professores são sensíveis ao carinho, ao acolhimento e ao vínculo, fundamentais nessa época da vida.

Wendy Reis Terra Pedagoga Diretora da Escola de Ed. Infantil Primeiros Passos

29 Arte & Cultura


Kikoy Novidade do verão 2009 A Kikoy’s, marca de cangas produzidas artesanalmente na África, que há pouco tempo desembarcou no Brasil, traz no kikoy toalha uma novidade para moda praia. A peça, constituída em tecido trançado 100% algodão, tem no lado de dentro uma espécie de toalha, tornando-o um acessório multiuso. O kikoy pode ser usado na praia, como toalha, ou junto ao biquíni, como uma canga.

Origem do Kikoy O kikoy chegou na África nas vestimentas dos mercadores árabes. E, por centenas de anos, os kikoys desenvolveram características próprias dentro das tribos do Quênia e Tanzânia, fazendo parte da história do País. Hoje, são símbolos de safáris, praias, mar e moda internacional, dos quais são inspirados pela abundância de cores encontrados na parte costeira de países africanos. Os kikoys são do Quênia e foram produzidos artesanalmente com o melhor algodão importado da Tanzânia e Uganda. Para dar mais estilo aos produtos, as bordas são trançadas na franja. As cangas são unissex e podem ser usadas em qualquer lugar, como na praia, na cidade, ao ar livre. O kikoy existe nas versões pashimina, mantas, xales e toalhas de praia.

Com 9 opções de cores, os kikoys toalha estão nas principais grifes de São Paulo, como a NK Store e a SUB. As peças também podem ser encontradas no show room da marca, localizado na Vila Nova Conceição, ao preço de R$ 338. A responsável pela comercialização da Kikoy’s no Brasil, Bruna Rother, aposta na versatilidade da peça. “O diferencial dos kikoys toalha é que traz em um único produto a leveza das cangas e a praticidade da toalha”. Para ela, a marca, que já faz sucesso no verão europeu, será a sensação da próxima estação. “O verão 2009 terá os kikoys toalha como peça-chave nas praias brasileiras”, finaliza a empresária.

No Brasil, é representada pela marca Kikoy´s, que está à venda no Show Room localizado na Rua Comendador Miguel Calfat, 128 - sala 1303 – Vila Nova Conceição.

Arte & Cultura 30


A agressividade infantil A agressividade infantil é um assunto bastante amplo e podemos notar suas raízes desde o início das relações das crianças ainda na educação infantil. Precisamos inicialmente, discernir o que é inerente a determinada faixa etária ou sexo e o que está fora dos padrões esperados pelos mesmos. Podemos classificar o desenvolvimento cognitivo em diversas etapas. Na educação infantil, passamos basicamente por duas delas: Sensório-motora que vai do nascimento aos dois anos de idade. Nesta fase a criança se utiliza basicamente dos sentidos para conhecer o mundo. Tudo aqui acontece por reflexos e a criança leva tudo à boca; Préoperatória que vai dos 2 aos 7 anos onde a criança começa a adquirir noções de tempo, espaço. Ainda não há raciocínio lógico e as ações para ela ainda são irreversíveis. Uma criança que morde o amiguinho até dois anos de idade, não pode ser rotulada como agressiva. Ela ainda não sabe usar a linguagem verbal e a linguagem corporal acaba sendo mais eficiente. A criança nesta fase, é egocêntrica e acredita que o mundo funciona e existe em função dela. Uma das primeiras maneiras de relacionamento é a disputa por objetos ou pela atenção de alguém querido - como a mãe, o pai ou o professor. A intenção da criança, ao morder ou empurrar, é obter o mais rápido possível aquele objeto de desejo, já que não consegue verbalizar com fluência. Esta fase de disputa é natural e quanto menos ansiedade for gerada, mais rápida e tranqüilamente será transposta. É claro que o adulto não deve apenas assumir a postura de observador e sim, interferir quando necessário, evitando que se machuquem, e explicando que a atitude não é correta. Enfim, impondo limites! Porém não devem supervalorizar a agressão, pois as crianças ainda não conseguem entender que estão machucando. É essencial saber discernir quando um comportamento agressivo é passageiro, por motivos temporários, como o nascimento de um irmãozinho, a hospitalização ou perda de um ente querido, ou ainda por mudança de casa ou escola ou se pode ser

considerado como um transtorno de conduta, caso em que é necessário um acompanhamento de especialista para auxiliar e sanar o problema. Se não dermos a devida importância nesta fase essas atitudes poderão evoluir de forma prejudicial na adolescência e vida adulta. Por volta dos três anos, as crianças já acrescentaram milhares de palavras ao seu vocabulário e começam a descobrir o prazer em brincar com o outro e se comunicar. O egocentrismo começa a sair de cena e começa a socialização. Nesta fase, o comportamento agressivo intencional ainda aparece esporadicamente e não apresenta uma continuidade. Já aos quatro, cinco e seis anos identificamos alguns comportamentos de discriminação que podem ter repetidamente o mesmo alvo. Aparecem os conflitos, “panelinhas”, provocações e humilhações. É aqui que pais e educadores devem estar atentos para poder inibir esse comportamento antes que ele se instale e seja mais difícil de eliminá-lo. Precisamos também diferenciar as vivências que a criança tem na família e as que tem na escola, onde ocorrem geralmente os comportamentos agressivos. Em casa, a criança é sempre querida, amada e compreendida, o que não acontece no convívio social em que precisa conquistar os amigos e inserir-se no grupo. Lembre-se: a agressividade só deve ser tratada como um desvio de conduta quando ela aparecer por um longo período de tempo e também se não estiverem ocorrendo fatos transitórios que possam estar causando os comportamentos agressivos.

ANDRÉA SIMONE SILVESTRE PEDAGOGA

A E.E.I ESTAÇÃO CRIANÇA DESEJA À TODOS UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO REPLETO DE COISAS BOAS!!!!!

31 Arte & Cultura


Atualizando-se Em todos os segmentos, buscamos sempre as novidades e estar por dentro de tudo que acontece no mundo. Nos dias de hoje, ficar alheio sem buscar conhecimento em diversas áreas é o mesmo que não enxergar “um palmo a frente do nariz”. Para poder aproveitar as oportunidades que aparecem e não ficar para trás é preciso ter a cabeça aberta e aceitar as mudanças que estão ocorrendo. Porém estar preparado para essas mudanças vai além disso, requer planejamento e coragem para inovar. Sempre atenta às mudanças do mercado e atualizando-se, a Escola Fisk está cheia de novidades. Sem deixar de lado seus já conhecidos cursos de inglês e espanhol, agora passa a trilhar por novos caminhos. Com material didático cuidadosamente desenvolvido pela competente equipe pedagógica da rede, os novos cursos vêm para atender as atuais necessidades do mercado. O curso

de informática que engloba os programas mais utilizados nas empresas hoje em dia foi criado em parceria com o instituto IMPACTA, que é referência em treinamento em informática no país. Já o curso Português sem Tropeços foi criado para atender talvez a mais urgente das necessidades; é focado na comunicação interpessoal do dia-a-dia com o intuito de Para comportar melhor essa estrutura a escola já está atendendo em novo endereço. Com salas de aula mais amplas em um ambiente agradável que vale a pena conferir. Se no final do ano a escola já está em clima de mudanças, imaginem as novidades que está preparando para 2009. FISK - English – Español 4413-4207

Direito à educação começa com a Constituição O direito à educação é parte de um conjunto de direitos chamados de direitos sociais, que têm como inspiração o valor da igualdade entre as pessoas. No Brasil, este direito apenas foi reconhecido na Constituição Federal de 1988. Antes disso, o Estado não tinha a obrigação formal de garantir a educação de qualidade a todos os brasileiros, o ensino público era tratado como uma assistência, um amparo dado àqueles que não podiam pagar. Além da Constituição Federal, existem ainda duas leis que regulamentam e complementam o direito à Educação: o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), de 1990; e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996. É direito da criança e do adolescente: ter acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência; ser respeitado por seus educadores; ter igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; direito de contestar os critérios de avaliação, podendo recorrer às

Arte & Cultura 32

instâncias escolares superiores. São deveres dos pais: matricular seus filhos (ou pupilos) na escola; e acompanhar a freqüência e aproveitamento de suas crianças e adolescentes na escola. O descumprimento destes deveres pode ser identificado como crime de abandono intelectual (quando a criança não é matriculada na escola), ou infração administrativa (quando os pais não acompanham o desenvolvimento no aluno na escola). É dever do Estado, assegurar à criança e ao adolescente: ensino fundamental (da 1ª à 8 série), obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele não tiveram acesso na idade própria. Caso a garantia do ensino público obrigatório e oferecido de maneira regular seja descumprida, o Poder Público pode ser responsabilizado. nev.incubadora.fapesp.br


“Janelas” O cenário é um campo aberto, onde, sob o sol forte, um garoto acorrentado, grita desesperado por socorro, entre suor e lágrimas. “Cale essa boca, seu idiota!”, grita enfurecido o dominador. “Não acredito que esse fedelho ainda tem força de luta!” diz com os dentes cerrados e expressão de raiva no olhar.

esperança de que nossos filhos possam conviver com o bom, com o bonito, apesar de vivenciarmos horrores pelos noticiários. Será que não há guerras e injustiças o suficiente na realidade, a ponto de a fantasia da infância, os momentos de alegria e entretenimento, ser substituídos por mais violência?

O menino, refém daquele homem cruel tenta reagir, ameaçando-o com a confiança de que seu irmão o salvaria. “Sem essa, não me faça rir! Você é uma desonra para sua família! A sua morte é só uma questão de tempo!” e virando as costas, ao perceber que o menino reage com mais força, lutando contra as correntes, emite em tom agressivo: “Seu maldito!”, dirigindo-se agressivamente ao refém.

Por que não aproveitarmos a curiosidade aguçada, o momento de atenção, para transmitirmos a alegria com boas gargalhadas, os valores com bons exemplos e o amor com a maravilhosa Criação de Deus ? Por que não aproveitarmos os momentos de diálogo com palavras doces e de elogio?

Não... A história narrada acima não é um trecho de um programa policial, do “Linha Direta” ou uma gravação dos terroristas da Al Quaeda com um refém frente às câmeras. O trecho foi extraído de um desenho animado, transmitido em canal aberto aproximadamente ao meio-dia, “dirigido às crianças”. Falas como essas, e outras expressões ofensivas ou pejorativas, como “vagabunda”, “inútil” e outras que a nossa educação não permite escrever tão abertamente, que transmitem hostilidade e revolta, entram em nossas casas sem pedir licença e acabam, por muitas vezes, confrontando-se com os valores morais e éticos que buscamos arduamente inculcar em nossas crianças. Isso sem falarmos de garotas com corpos esculturais e roupas provocantes, em papéis de super-heroínas ou garotas carismáticas, fazendo apologia ao erotismo, namoro precoce, negligência para o estudo ou rebeldia contra a família. Será que estamos sendo caretas demais, ficando para trás ou não estamos nos dando conta do que está acontecendo? Lutamos por um mundo mais justo, solidário, onde as pessoas se respeitem e respeitem o meio ambiente. Procuramos a todo o tempo manter a

Pare e reflita. A luz pode iluminar ou deixar sombras... Basta escolhermos quais janelas deixaremos abertas. Tatiana Ferraz Gimenes Ianelli É Psicopedagoga e diretora da Escola Tia Fátima

A escola Tia Fátima agradece a todos os pais e colaboradores pelos prêmios recebidos neste ano (Atibaia of the best e Quality).

33 Arte & Cultura


Correios facilitam a exportação para pequenos empresários Curso sobre exportação para empresários de pequeno porte (EPPs) foi realizado pelos Correios na Associação Comercial e Industrial de Atibaia em dois dias de novembro. As atividades contaram com o apoio da regional do Banco do Brasil e do CIESP. No programa, estiveram os temas: panorama do comércio exterior brasileiro, Exporta Fácil, ações de difusão da cultura exportadora, conceitos básicos de comércio exterior, internacionalização da empresa, promoção à exportação, ferramentas de apoio ao exportador, negociações internacionais, financiamento para exportação, formação de preço, plano de internacionalização, regimes de exportação, comercialização e tratamento administrativo (fase comercial), despacho aduaneiro, documentação de exportação (fase aduaneira e cambial), modalidades de pagamento e associativismo.

Segundo Solange Passos da Cunha, da coordenadoria comercial dos Correios (regional de São José dos Campos, o curso já foi realizado em outras cidades e tem por objetivo divulgar a cultura exportadora para os pequenos empresários. Dois funcionários dos Correios foram capacitados em Brasília, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), para ministrar as aulas. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos mantém o programa “Exporta Fácil”, solução para simplificar a remessa de produtos brasileiros para o exterior. Encomendas no valor de até 50 mil dólares - em pacotes com até 30 Arte & Cultura 34

quilos, conforme a modalidade de serviço escolhida - podem ser exportadas, bastando o empresário - pessoa física ou jurídica - deixar o produto na agência dos Correios e preencher um formulário. Os Correios fazem o registro de exportação e cuidam do desembaraço aduaneiro, ou seja, todo o contexto logístico para o exportador. Em 2007, o “Exporta Fácil” foi utilizado para remessa de produtos brasileiros para 114 países. Os principais itens exportados foram jóias, bijuterias, roupas e acessórios, máquinas, instrumentos de óptica, instrumentos médico-cirúrgicos, livros, artigos de couro, autopeças e produtos e plásticos. O serviço Exporta Fácil dos Correios foi desenvolvido com a parceria da Receita Federal, Banco Central, da Secretaria de Comércio Exterior, Câmara de Comércio Exterior e de outros órgãos relacionados às exportações, tendo como objetivo simplificar os processos postais e alfandegários. Entre outras atividades, o programa procura facilitar a realização de negócios, englobando vendas, transferência de mercadorias e remessa de amostras para o Brasil e para o exterior. Através dos Correios, o pequeno exportador entra no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), o que desmistifica a antiga idéia de dificuldade para a exportação brasileira. A capilaridade dos Correios é outro fator que ajuda a tornar sólido o projeto. A empresa tem oito mil agências habilitadas a captar essa mercadoria para exportação. Em Atibaia, tanto a agência própria como o franqueado dos Correios podem realizar as operações. Solange Passos da Cunha disse que, se houver interesse por parte da comunidade empresarial de Atibaia, o curso será novamente ministrado aqui.


35 Arte & Cultura


Cultura Brasileira Brasil ou Brasis...É nesse território - unitário e múltiplo - onde se faz uma ou várias artes. Um “Brasil” acaba sendo um ponto de vista a partir do qual se tem uma visão do mundo. “Antes que os portugueses tivessem descoberto o Brasil, o Brasil tinha descoberto a felicidade.” (Oswald de Andrade, 1928). A cultura que se faz no Brasil, seria obra de artistas antropófagos. Há dois Brasis. Há um Brasil tecnologicamente avançado e há um Brasil onde ressoam, na literatura de cordel, acordes e mitologias de um cancioneiro ibérico medieval. Miserável e rico, ou dividido entre o bom selvagem e o capitalismo selvagem. Há um Brasil formado por um encontro de culturas e há um Brasil que, no entanto, reflete hoje as conseqüências da escravidão. Há um Brasil sem pontos cardiais, que pouco sabe sobre diálogos Leste/ Oeste ou Norte/Sul. Este Brasil nunca entenderia a lição de Torres-Garcia, que inverte o mapa da América do Sul e diz que nosso Norte é Sul, ou seja, que o nosso ponto de orientação deve ser determinado por nós mesmos. Até a década de 80 havia grande dificuldade em assumir o bloco cultural latino-americano. Foram os comissários europeus e norte-americanos que latino-americanizaram a arte brasileira. Tivemos medo, suspeitas e mal-estar. Havia quem preferisse que fôssemos universais, uma espécie de filhos mestiços da razão ocidental. Por que tanto medo? Já tínhamos a chave do mundo: a Bienal de São Paulo, que hoje inclui artistas de mais de 80 países. Há um Brasil que se lembra do mundo e outro Brasil que se esquece de si mesmo. Esse primeiro Brasil tem museus com cinco Cézannes ou cinco Van Goghs. O segundo Brasil não tem nenhuma obra de Hélio Oiticica e nenhum museu até meados da década de 80. O Brasil é também um sistema de arte da eqüidistância: a mesma distância

Arte & Cultura 36

política que separa os grandes centros brasileiros de arte dos centros hegemônicos europeus e norte-americanos parece separar os centros regionais e periféricos brasileiros dos centros hegemônicos do país (São Paulo e Rio de Janeiro). Em outras palavras, o (neo/pós) colonialismo das relações internacionais se reproduz como um (neo/pós) colonialismo interno. Uma concentração de artistas e instituições de arte corresponde a uma concentração de renda interna em um panorama de graves desequilíbrios regionais estruturais. A arte brasileira curou-se da síndrome de atributo da razão. Livrou-se de ser uma espécie de encarnação do Verbo, de ser uma ilustração de teorias. Desde o conto O alienista, de Machado de Assis, a cultura do Brasil não sabe dos limites entre a razão e a loucura transbordadas. Nelson Leirner inscreveu um porco recheado de palha num salão de arte, no período da ditadura. A atitude de Leirner foi a introdução de um dilema indissolúvel para os jurados do salão oficial, um pequeno diagrama da estrutura do Estado autoritário: se o aceitassem como obra, os jurados demonstrariam não saber distinguir um porco de uma obra de arte. Se o recusassem, estariam confundindo uma obra de arte com um porco. No Brasil, a idéia de eqüidistância parece aludir à proximidade entre Paraíso e Inferno e à sua equivalência. Contra um maniqueísmo entre os dois Brasis, existe uma poética crítica na música de Chico Buarque de Holanda e Caetano Veloso, ou na fotografia de Miguel de Rio Branco. As superfícies de cor de Rio Branco, ora estridentes, ora suaves, resultam, em seu conjunto, imagens rapsódicas do Brasil, como uma terrível e sedutora realidade que se exala como “doce suor amargo”.

www.brasilcultura.com.br


Núcleo de Empreendedorismo mobiliza alunos em Atibaia O Núcleo de Empreendedorismo do Colégio Objetivo, desenvolveu neste ano projeto social a distância, em apoio a ong de São Paulo. Sob a coordenação do professor Valter Bastos, o Valtinho, os alunos do ensino médio inscritos no programa trabalharam conceitos de iniciativa com foco não apenas na ajuda pontual, mas no patrocínio constante e na viabilização econômica. A ong Coração de Mãe foi criada por uma comissária de bordo da Varig, que adotou 18 crianças, protegidas da Justiça e portadoras de necessidades especiais. Como a mantenedora enfrentava problemas, a parceria com o Núcleo de Empreendedorismo do Objetivo foi no sentido de captar recursos regulares para a continuidade do atendimento.

Segundo o professor Valter, criador do Colégio Empreendedor no Objetivo, a gestão de projetos prepara o estudante para examinar um problema e encontrar solução técnica, tanto do ponto de vista econômico quanto social. A ênfase é sobre o empreendedorismo comunitário. No caso em questão, os alunos se dedicaram à montagem de um site e conseguiram doadores, que ofereceram cortes de cabelo, roupas para o bazar, computador, alimentos, produtos de higiene, saúde e limpeza. Além disso, para comemorar o Dia das Crianças, organizaram um evento: fretaram um ônibus e trouxeram as crianças da ong para um dia de atividades no Colégio Objetivo, em Atibaia. As crianças participaram de brincadeiras, receberam lanches e ganharam presentes.

Valtinho se entusiasma ao falar da experiência. O curso desenvolve habilidades importantes para o mercado de trabalho e mobiliza os alunos a elaborar, gerenciar e avaliar bons projetos de transformação social. Para o professor do Objetivo, um projeto social precisa ser fundamentado desde sua concepção. Mais do que um instrumento para obtenção de recursos, deve fundamentar sua prioridade, detalhar a fase de implantação e dizer como será a avaliação posterior. Devidamente concebido e formalizado, um bom projeto contém desde a quantificação das metas pretendidas até o detalhamento orçamentário e a previsão do sistema de avaliação de resultados.

37 Arte & Cultura


Café O café não é composto apenas por cafeína. Apesar de esta ser a substância mais associada à bebida, ela é responsável por apenas 2,5% do cafezinho, deixando espaço para diversas outras substâncias. O grão verde contém potássio, magnésio, cálcio, sódio, ferro, manganês, rubídio, zinco, cobre, e mais outros 36 elementos. A ação da cafeína A cafeína pode amenizar os efeitos da adenosina, responsável pelo sono, e age inibindo o sistema límbico, que impulsiona o desejo excessivo de autogratificação, responsável pela insatisfação e depressão. Ao agir dessa maneira, diminui o consumo de drogas como nicotina, álcool e mesmo as ilegais. Esses efeitos podem ser sentidos por pessoas que consomem regularmente até quatro xícaras diárias de café. Pela manhã, o café ajuda a espantar o sono. Ele é uma bebida diurna e ainda ajuda na concentração. Para quem tem medo e acha que a cafeína vicia, um esclarecimento: isso não é verdade! O café é uma bebida milenar que começou com os árabes no século VII. Durante muitos anos ele foi visto como uma bebida pagã e apenas em 1607, o papa Clemente VIII a abençoou e fez com que seu consumo

Arte & Cultura 38

crescesse no ocidente. O mito do vício começa na história do café, mas não há pesquisas que indiquem que ele vicia ou que cause incômodos sociais ou psicológicos a ninguém. Café previne doenças A história de que um cafezinho faz bem à saúde é verdadeira. Estudos científicos sugerem que o consumo diário de até seis xícaras pode prevenir o surgimento do diabetes tipo II, devido aos ácidos clorogênicos, seus metabólitos, ou a seus minerais. Outra doença que pode ser afastada com o consumo da bebida, é o câncer de cólon e próstata, contrariando suspeitas de que o cafezinho seria cancerígeno. Por conter antioxidantes que melhoram o sistema cardiovascular, também é apontado como um protetor do coração. Apesar de todos os benefícios, ele não pode ser ingerido em excesso. Há estudos que associam o alto consumo de café com a osteoporose. Pessoas que têm gastrite, são hipertensas, sofrem de arritmia ou insônia também devem controlar as xícaras de café.

Fonte: culinaria.terra.com.br


Fernanda Porto e dança de rua alegraram o Circuito Sesc A cantora, compositora e multiinstrumentista paulistana Fernanda Porto apresentou-se em Atibaia no final de outubro, em show no palco montado no anfiteatro do Centro de Convenções. Ela mostrou aqui canções próprias e interpretou com estilo próprio Caetano Velos e Chico Buarque. Por sinal, essas releituras de clássicos, com roupagem mais dançante, foram pontos altos da apresentação. As bases eletrônicas chamam a atenção no trabalho de Fernanda Porto. Mas ela não se limita aos embalos do “drum’n’bass” (percussão e baixo). A compositora cria e mistura timbres e gêneros, como samba e bossa-nova. Em alguns momentos do show, os elementos eletrônicos não são tão relevantes em seu som. Aí, ela exibe mais seus dotes de cantora e instrumentista. Fernanda Porto é uma cantora enjoada com a MPB tradicional, prefere a lataria do morro e os piques do hip hop. Canta como se conversasse, à la João Gilberto. Mas, de repente, o espectador percebe ali, no palco, alguém que ouviu Elis e Marisa Monte e fez questão de colocar as influências no liquidificador. Certa vez, ela declarou à imprensa, definindo-se: “A eletrônica foi muito importante na minha carreira, mas sou uma cantora de MPB. Meu trabalho é a canção, com roupagem eletrônica”. Em Atibaia, a cantora/compositora elogiou o projeto Circuito Sesc de Artes e o espaço cultural do Centro de Convenções. Fernanda destacou também a importância da diversidade de manifestações. Tanto que chamou ao palco, no fim de sua apresentação, os meninos de um grupo de dança de rua, oriundos do Rio de Janeiro. Foi um espetáculo de acrobacias, dança atlética, quebrada, que sobe e desce brincando com a possibilidade de queda e somando passos de capoeira aos requebros do Michael Jackson de 20 anos atrás. Ou seja, da pista de baile às calçadas da fama.

Aliás, os meninos dançarinos fizeram um show à parte no anfiteatro antes de Fernanda Porto. O Grupo de Rua de Niterói (GRN) foi fundado em 1996, pelos coreógrafos Bruno Beltrão e Rodrigo Bernardi. Durante os seus primeiros anos, era uma companhia amadora, formada por jovens estudantes de dança que participaram de festivais competitivos no Rio de Janeiro. Foi neste período que a paixão pelo universo do hip hop e dança de rua despertou em seus componentes o desejo de ir além das limitações dos estilos e de suas próprias definições. A virada do grupo aconteceu em 2001, quando foram convidados a participar da Mostra Duos de Dança no SESC, também no Rio. Mais amadurecidos e com a bagagem trazida por Beltrão da faculdade de dança da UniverCidade, eles criaram Do Popping ao Pop, que marcou o início de sua jornada profissional. No ano seguinte, o GRN fez sua estréia internacional. Até hoje, os bailarinos já estiveram em mais de 20 países. Ao todo, o grupo criou seis trabalhos profissionais: Do Popping ao Pop (2001), Eu e Meu Coreógrafo no 63 (2001), Too Legit to Quit (2002), Telesquat (2003), H2 (2005) e H3 (2008). O público adorou o show duplo, com dança e música de qualidade. No gramado ao lado do anfiteatro, a criançada voltou a escorregar em papelão, na modalidade esqui-bumbum, que está merecendo um campeonato municipal. Na saída do show, ainda com a luz dos refletores, os espectadores puderam conferir a literatura do projeto Na Tábua, com textos expostos em cavaletes. A exposição trouxe dez tábuas que aliaram literatura e ilustrações. Criada pelo escritor Paulo Scott e pelo ilustrador Fabio Zimbres, a mostra itinerante ocupa o espaço público para divulgar a prosa e a poesia num diálogo com a imagem.

39 Arte & Cultura


ANJOS DE ISOPOR Material necessário: - 1 cone de isopor 240 mm - 1 bola de isopor de 80 mm - 1 retalho de placa de isopor - 30 cm x 30 cm e 0,5 cm de espessura - Lixa nº 220 - Tinta acrílica cinza, à base de água - Pincéis n° 18 e 20 - Fibra de sisal - Fibra de casca de coco - Cola branca - Pistola de cola quente - 25 cm de corda fina de sisal - 1 m de soutache dourado - Fita para decorar Modo de fazer:

Comece picando a fibra de sisal bem miudinha. Faça o mesmo com a fibra de casca de coco. Misture as duas e reserve. Agora, desenhe um coração na placa de isopor. Ele deve ser bem grande, ocupando toda a placa. Corte o coração com um estilete. Feito isso, lixe as beiradas com a lixa fina.

Tenha certeza de que todas as beiradas estão niveladas. Pinte o coração, o cone e a bola de isopor com a tinta cinza. Depois que secar, passe cola branca em cada uma das peças e, em seguida, cubra tudo com a mistura de fibras. Aperte bem para o sisal colar melhor. Espere a cola secar. Só então, tire o excesso de fibras. Bata na mão delicadamente. Agora, está tudo pronto para começar a montagem do anjo. Passe cola quente na parte de cima do cone e cole a cabeça. Coloque também um fio de cola quente na parte de trás do cone e cole bem no meio do coração. Aperte até fixar. Seu anjo acaba de ganhar duas asas! Para terminar, faça a decoração. Pegue 25 cm de corda de sisal e passe cola numa das pontas. Junte-as para fazer a auréola do anjo. Corte 50 cm de soutache dourado e passe em volta da auréola. Tire o excesso e cole as pontas com a cola quente. Em seguida, fixe a auréola na cabeça do anjo. Faça o acabamento na base do anjo colando soutache dourado. Faça um laço duplo para decorar o nosso anjo. Amarre-o com soutache dourado no centro. Cole o laço logo abaixo da cabeça do anjo com cola quente.

Você pode fixar as pontas usando só uma gotinha de cola. www.artesanatonatal.com

Arte & Cultura 40


Ovo emagrece! Por essa ninguém esperava. Após décadas sendo banido do cardápio diário, o ovo foi finalmente absolvido da injusta acusação de aumentar o colesterol. E agora estudiosos garantem que ele pode dar uma baita ajuda na redução do peso. Uma das mais recentes pesquisas sobre a proeza, feita pelo Departamento de Obesidade da Pennington Biomedical Research Center da Universidade do Estado de Louisiana, e publicada no prestigiadíssimo periódico americano International Journal of Obesity, revela que ingerir o alimento pela manhã faz toda a diferença no emagrecimento. Os pesquisadores analisaram 152 pacientes, homens e mulheres, entre 25 e 60 anos. Parte do grupo consumiu toda a manhã dois ovos e outra parte adotou bagel - pão tradicional americano. Ao final de oito semanas, a perda de peso entre a turma do ovo foi 65% maior na comparação com os demais voluntários. O índice de redução de cintura também foi 34% maior entre eles, assim como a redução de gordura - 16% maior. Tal estudo prova o mesmo que foi apontado pelo experimento publicado no Journal of the American College of Nutrition. Ele dava conta de que as pessoas que ingerem esse alimento logo cedo se sentem mais satisfeitas e acabam consumindo menos calorias ao longo do dia. E não pára por aí: outra pesquisa, realizada na Bélgica e publicada no Journal of Nutrition, também apontou que o ovo é capaz até mesmo de diminuir o nível de ansiedade - o que, de quebra, facilita o controle alimentar e o emagrecimento. Veja agora em detalhes por que o ovo é capaz de domar a balança. Super proteína O ovo espanta a fome como ninguém. Por ser fonte de proteína de alto valor biológico, rico em aminoácidos essenciais, a digestão fica mais lenta, o que ajuda no aumento da saciedade. Isso evita que a pessoa belisque ou coma demais ao longo do dia. Daí a vantagem de ingerir esse alimento no café da manhã. Gordura do bem A gema do ovo contém gorduras do

bem - a monoinsaturada e ômega 3 -, o que ajuda a controlar o nível de açúcar no sangue, evitando picos de insulina, que disparam o apetite e favorecem o depósito de gorduras. Clara poderosa A clara possui leucina, um aminoácido que ajuda a manter a massa magra, diminuindo espaço para a gordura. Tanto que os suplementos nutricionais para atletas levam tal ingrediente, usado para minimizar os riscos de perda de músculos. E quanto mais músculos seu corpo tem, mais calorias ele queima. Fonte de bem-estar O ovo é também uma excelente fonte de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, substância que está associada à sensação de bem-estar. Essa pode ser uma explicação para o fato de mulheres que ingeriram tal alimento durante pesquisa realizada na Bélgica relatarem menor nível de ansiedade. Porque, quando nos sentimos bem, fica muito mais fácil controlar os nervos e o garfo. E outros benefícios mais A gema também tem várias nutrientes, como vitaminas A, do complexo B, E, K, D, zinco, ferro e selênio. Todas essas substâncias antioxidantes ajudam a equilibrar o organismo e combater o envelhecimento precoce das células. Além disso, o ovo apresenta colina, um nutriente essencial para a saúde do cérebro, inclusive para formação de novos neurônios. Por essa razão, o consumo de colina é indicado na prevenção das doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson. E tem mais: esse alimento é super leve (além de barato), contém apenas 70 calorias e sacia a fome por ser excelente fonte de proteína, assim como a carne, que fica em desvantagem por pesar bem mais no cardápio e trazer gordura saturada, prejudicial à saúde.

Fonte: cienciaesaude.uol.com.br 41

Gastronomia


Receitas Pernil Assado Ingredientes: • 1 xícara (chá) de cebola em rodelas finas • agrião para guarnecer • 1 pernil fresco com cerca de 7 kg • 1 colher (chá) de tomilho • 6 xícaras (chá) de vinho branco seco tipo borgonha • 1 xícara (chá) de aipo picado • 12 grãos de pimenta-do-reino • 2 dentes de alho picados da

• ½ xícara (chá) de cebolinha pica• 1 xícara (chá) de cenoura em rodelas finas • 1 folha de louro • 6 ramos de salsa • 2 colheres (sopa) de sal

la, a cenoura, o alho, o aipo, a cebolinha, a salsa, o tomilho, a folha de louro e a pimenta em grão. Despeje o vinho por cima e em volta do pernil. Feche bem com papelalumínio. Deixe-o nessa vinha d’alhos por 24 horas na geladeira ou em lugar frio. Aqueça o forno a 200°C. Retire o pernil da vinha d’alhos e coloque-o em uma assadeira com o lado da pele para cima; leve-o ao forno. Reserve a vinha d’alhos. Depois de assar por 45 minutos, reduza a temperatura para 190°C. Asse por mais 15 minutos e adicione 1 xícara (chá) da vinha d’alhos. Regue com frequência, com o líquido da assadeira; à medida que esse líquido for evaporando, adicione mais vinha d’alhos. Depois de mais 2 horas, reduza a temperatura para 175°C. Despeje o restante da vinha d’alhos em torno do pernil, cubra com papel-alumínio e deixe assar de 2 a 2h e 15 min. Incline um pouco a assadeira e, com uma colher, retire toda a gordura do líquido. Na parte mais fina do pernil, há dois ossos, um grande e um pequeno. Puxe o menor; se ele puder ser retirado com facilidade, a carne já está cozida. Passe o molho da assadeira por uma peneira fina, amassando bem com uma colher de pau. Passe a faca de desossar em torno do osso e puxe-o com os dedos para removê-lo. Transfira o pernil para o prato de servir e guarneça com agrião.

Preparo: Com uma faca de desossar ou afiada, faça um corte bem profundo em torno do osso, na parte inferior do pernil, mas não o retire. Coloque o pernil, com o lado da pele para cima, sobre uma superfície plana. Com uma faca bem afiada, faça alguns talhos de 0,5 cm de comprimento, a intervalos de 2 ou 3 cm (corte do lado mais grosso, na direção da perna). Coloque o pernil em um recipiente grande e adicione o sal, a ceboGastronomia

42

Se preferir fatiado, espere cerca de 30 minutos. Penetre a faca por baixo da pele e corte de um lado a outro. Retire o excesso de gordura, deixando uma fina camada. Reserve a pele, se gostar de pururuca. Vire o pernil, com o lado da gordura para cima. Faça um corte perpendicular, de cima para baixo, até o osso, cerca de 7 cm da extremidade mais fina. Corte fatias da parte superior do pernil, depois vire-o e corte fatias dos lados. Fonte:www.muitomaisreceitas.com


Natal em forma Foi aberta a temporada de comemorações. É confraternização no trabalho, festinha com os amigos, em família, viagem de réveillon... E claro: tudo regado a muitos comes e bebes. Portanto, dieta é um assunto que passa longe das nossas prioridades nesta época do ano. Está certo que o momento não é propício para seguir um regime. E emagrecer ou, pelo menos, não engordar são tarefas difíceis. No entanto, o verão já está batendo à porta e segurar a balança faz-se necessário. Durante as ceias, uma boa estratégia é controlar a quantidade de comida ingerida. A variedade é grande. Então, comemos mais do que o necessário. O ideal é se servir de saladas de folhas verdes, com molhos light, e optar por carnes brancas, como peito de peru e chester. O peru não vem recheado da granja, uma boa sugestão para o recheio deste prato é abusar da rúcula e do tomate. O preparo do alimento também é determinante. Devemos evitar fritá-lo e encharcá-lo de óleo, mesmo sendo com azeite extra-virgem, pois o consumo excessivo de gordura é o que leva à descompensação das taxas lipídicas. Diante da fartura, contentar-se com uma singela fatia de peru requer muita força de vontade. As delícias natalinas se exibem na mesa, lombinho recheado, pernil assado, tender com abacaxi. Mas, para quem quer manter a forma, as carnes derivadas do porco não são a melhor alternativa. Elas possuem um conteúdo de gordura saturada muito elevado, devem ser evitadas até mesmo nas festas. Mas nem toda tradição à mesa significa uma ameaça à dieta saudável. O bacalhau, por exemplo, é um dos pratos que contam com o aval dos nutricionistas. A carne tem a melhor relação proteína versus gordura. O preparo do alimento também é determinante. Devemos evitar fritá-lo e encharcá-lo de óleo, mesmo sendo com azeite extravirgem, pois o consumo excessivo de gordura é o que leva à descompensação das taxas lipídicas, agravando o colesterol. Gastronomia

44

Frutas na balança Apesar de calóricas, castanhas, nozes e avelãs estão liberadas para um consumo parcimonioso. O atenuante é que elas são ricas em ômega 3, uma gordura extremamente benéfica a todo sistema cardiovascular – além de serem também ótimas fontes de vitamina E, uma aliada no combate ao envelhecimento pelo seu poder antioxidante. A ômega 3 também atua nos níveis de colesterol, principalmente o HDL (o bom colesterol), age positivamente no tratamento de displasia mamária e ajuda na proteção contra o câncer de mama. Para quem está de olho na balança, as frutas secas também pesam no cardápio. Elas possuem alta concentração de frutose e ainda sofrem perda de nutrientes. Durante a secagem, essas frutas perdem as vitaminas C e as do complexo B. Assim, é recomendável combinar as frutas ‘in natura’ com as secas. A combinação será mais saudável e garantirá menos calorias. Por mais que você jure que nem mesmo o banquete de Natal será capaz de lhe afastar da meta do corpo sarado, no dia seguinte, o cheiro daquela rabanada quentinha se torna uma tentação irresistível. Mas não esmoreça, segure firme a boca porque o quitute é realmente calórico. Carboidrato, açúcar e fritura, uma mistura bombástica para a saúde. Essa junção promove uma elevação abrupta das nossas taxas lipídicas. A boa notícia é que, com alguns truques, a rabanada nossa de cada Natal fica preservada. A rabanada feita no forno, e não imersa na fritura, é uma boa alternativa, já que não tem diferença de sabor e é bem menos calórica do que a tradicional. E como é tempo de comemorar, as bebidas não podem faltar. Apenas troque os vinhos brancos suaves, adocicados, pelos tintos ou brancos secos. Afinal, com moderação, quase tudo pode ser apreciado. www.bolsademulher.com


45

Gastronomia


As Origens da Pizza O ancestral da pizza é popularmente conhecido como pão, sendo suas origens datadas do período neolítico. Inúmeros povos antigos faziam pães chatos, e colocavam diversas coberturas. Alguns destes pães sobrevivem até hoje, como o “focaccia” italiano. O grande salto evolutivo para a pizza, surgiu com o tomate, nativo das Américas e sua chegada ao Velho Continente no século 16. Acreditava-se naquela época que o tomate era venenoso - eu me pergunto, por que o trouxeram então? - motivo pelo qual quem descobriu a verdade foram os mais pobres. Regras da Verdadeira Pizza

- Forno a lenha, coberto, a 485 graus Celsius por não mais de 60 a 90 segundos. - Massa batida à mão. Nada de rolos. - A pizza não pode exceder 35 cm em diâmetro, nem ter mais de um terço de centímetro de espessura no meio. - Alguns vão mais além, somente utilizando tomates tipo “San Marzano”, colhidos no sopé do Monte Vesúvio, e derramando o azeite apenas no sentido horário. No Brasil No início era zero criatividade, custaram as surgir as pizzas como conhecemos hoje. Não diferente de muitos outros lugares, a pizza foi trazida para cá com os imigrantes italianos, sendo o bairro do Brás, em São Paulo, o berço do início da comercialização de pizzas em terras tupiniquins. Os tipos eram tradicionais no começo, mas a criatividade dos brasileiros aos poucos fez surgir diversos outros modos de se cobrir uma pizza. Curiosidades - Na Itália, existe uma lei salvaguardando a pizza tradicional Italiana. A Itália inclusive solicitou que essa lei fosse incluída na constituição da União Européia. - A maior pizza do mundo já feita, foi no Norwood Pick´n ´ pay HyperGastronomia

46

market, em Johannesburg, África do Sul. A pizza tinha 37,4 metros de diâmetro, e foi feita com 500 kg de farinha, 800 kg de queijo e 900 kg de extrato de tomate. Isto ocorreu em 8/12/1990 - O recorde mundial de comer pizza é do romeno Cristian Dumitru. Durante uma semana, ele comeu o seu próprio peso em pizzas, 90,7 kg. - A pizza mais cara do mundo foi criada por Domenico Crolla para o dia dos namorados, e custava a bagatela de 2745 dólares. Entre suas coberturas, eram encontrados molho de tomate bronzeado, salmão defumado escocês, medalhões de cervídeos (veado, javali, essas coisas), lagosta marinada em conhaque de qualidade, e caviar embebido em champagne. E ainda recebia um toque especial, era salpicado pó de ouro na pizza! - A pizza comercial mais extravagante do mundo é feita no restaurante Nino Bellisima, em Nova York. Coberta com seis variedades de caviar, cebolinha, lagosta fresca e créme frâiche, esta pizza de 30 cm, conhecida como “Luxury Pizza”, custa 1000 dólares, ou 125 dólares a fatia. - Existe um Campeonato Mundial de Pizza, onde os melhores pizzaiolos competem nas categorias: Freestyle, Acrobática, Mais rápida e Mais larga. As pizzas são julgadas pela preparação, gosto e cozimento próprio. - A garantia de 30 minutos oferecida pela Domino´s foi abolida nos Estados Unidos em 1993. O motivo foi o número de processos recebidos pela empresa por causa de acidentes causados pelos entregadores apressadinhos. - O Departamento de Estatísticas do Trabalho dos EUA coloca os entregadores de pizza numa categoria classificada como a 5ª mais perigosa de trabalho. Um entregador de pizza da Dakota do Norte foi agredido por não ter aceitado maconha como pagamento. Alguns foram assassinados. - No Brasil, comemora-se o Dia da Pizza em 10 de Julho. - A origem do termo “acabou em pizza” é óbvia, surgindo pelo hábito, principalmente em São Paulo, de celebrar acordos em uma pizzaria. www.papodehomem.com.br


Receitas Sanduíche Natural de Frango Light

Rendimento: 20 porções Calorias: 200,00 kcal Mais que um sanduíche natural esta receita é uma refeição completa para quem estiver com pressa e quer uma alimentação de qualidade. 1 kg de filé de frango 200 gr de cenoura ralada quanto baste de alface americana quanto baste de tomate 2 pacotes de pão de forma light Creme 400 gr de cottage 1 colher (chá) de mostarda 1 colher (chá) de molho inglês quanto baste de sal quanto baste de pimenta-do-reino branca 1 unidade de ovo cozido 1 unidade de clara de ovo cozida 1/4 xícara (chá) de suco de limão

Tempere a seu gosto, cozinhe o frango e desfie-o. Depois, junte o frango, a cenoura e o creme de maionese em uma vasilha. Misture bem. Em seguida é só passar o recheio no pão e completar com alface e tomate. Creme Misture todos os ingredientes no liqüidificador até conseguir uma pasta uniforme, depois deixe descansar 1 hora na geladeira para que adquira consistência. Bom apetite! cybercook.terra.com.br

47

Gastronomia


Receitas Pão de calabresa com ervas

Ideal para o lanche da tarde, vai muito bem acompanhado de suco de laranja ou caju. O difícil é conseguir esperar até a hora do lanche para experimentar essa delícia.

INGREDIENTES: - 2 tabletes de fermento biológico fresco - 2 xícaras de leite morno - 6 xícaras de farinha de trigo - 7 colheres (sopa) de azeite - 2 ovos PARA O RECHEIO: - 500 g de lingüiça calabresa defumada, cortada em fatias diagonais - 4 colheres (sopa) de manjericão picado - 4 colheres (sopa) de cebola picada - 2 colheres (chá) de semente de erva doce - 2 colheres (sopa) de sal grosso esmigalhado para polvilhar

Gastronomia

48

MODO DE PREPARO: 1- Em uma tigela pequena, misture o fermento com o leite. 2- Em outra tigela, coloque 5 xícaras de farinha, faça uma depressão no centro e despeje a mistura de fermento. 3- Adicione 3 colheres (sopa) do azeite e os ovos e misture deixando a farinha cair sobre a parte líquida. 4- Transfira para uma superfície polvilhada a xícara restante de farinha e sove por dez minutos. 5- Abra a massa com as mãos, coloque todo o recheio e misture bem para que ele se incorpore à massa. 6-Coloque em forma de anel, untada e polvilhada com farinha. 7- Asse em forno pré-aquecido, moderado até dourar.


Receitas Bacalhau Noite Feliz 1 quilo de bacalhau 250 ml de azeite português 2 quilos de batata inglesa 100 gramas de azeitonas 4 cebolas médias 5 ovos Pré-preparo: Cortar o bacalhau em pedaços e deixar de molho para dessalgá-lo. Em seguida, retirar a pele e cozinhar os pedaços juntamente com as batatas descascadas e partidas ao meio. Escorrer a água ainda fervente e deixar esfriar até uma temperatura manuseável. Desfiar o bacalhau em pequenas lascas e cortar as batatas em rodelas. Cozinhar os ovos até endurecerem, deixar que esfriem e cortar em rodelas. Cortar as cebolas cruas em rodelas. Preparo final: Usar uma travessa funda de vidro ou de barro, e arrumar os ingredientes da seguinte forma: uma camada de lascas de bacalhau seguida por uma de batatas e outra de cebolas, ovos e azeitonas. Repetir as camadas até o término dos ingredientes. Nesta operação só devem ser usados 2/3 da quantidade de batatas. O restante deverá ser transformado em purê. Após a arrumação dos ingredientes, regar com azeite e cobrir com purê. Pincelar a cobertura com gema de ovo cru e levar a travessa ao forno até obter um dourado suave. Servir bem quente. Dica: Para dessalgar o bacalhau em 48 horas, colocar o bacalhau em bastante água fria, na geladeira, por 48 horas, trocando a água a cada 6 horas. Em 24 horas, deixar o bacalhau de molho durante um dia, trocando a água 8 vezes. Em 30 minutos, colocar o bacalhau numa panela, cobrir com leite fervente e deixar em fogo baixíssimo por 10 minutos. Retirar e deixar esfriar. Para limpar, basta escaldar - evitar ferver. Cobrir com água quente, deixar esfriar e limpar. Para congelar, enxugar o bacalhau dessalgado, regar com azeite, divida em porções, embalar e congelar. www.livrodereceitas.com 49

Gastronomia


Receitas

Panetone salgado

Ingredientes:

Preparo:

150g de bacon processado 1 cebola pequena processada 2 dentes de alho processados 4½ xícara (chá) de farinha de trigo 1 envelope de fermento biológico seco 150ml de leite morno 100ml de água morna 2 colheres (sopa) de açúcar 1 colher (sobremesa) de sal 2 ovos 5 colheres (sopa) de margarina 1½ colher (sobremesa) de aroma amêndoa 3 colheres (sopa) de queijo processado 1 tomate processado Salsa processada e orégano a gosto

Gastronomia

50

Em uma panela, frite o bacon, misture a cebola e o alho. Refogue por 2 minutos, desligue o fogo e deixe esfriar. Na tigela da batedeira, misture a farinha, o fermento, o leite e a água morna. Acrescente o açúcar, o sal, os ovos, a margarina e o aroma de amêndoa e bata na batedeira até obter uma massa homogênea. Junte os ingredientes fritos, o queijo e o tomate processado, a salsa e o orégano. Coloque a massa em 2 fôrmas para panetone de 500g ou em uma fôrma de furo untada e enfarinhada, cubra com um pano e deixe crescer. Faça um corte em formato de cruz, salpique queijo ralado por cima e leve para assar em forno pré-aquecido a 180º C, por aproximadamente 40 minutos ou até dourar.

gastronomiaenegocios.uol.com.br


Faça a sua ceia de Natal ser mais saudável Fim de ano é sempre a época em que as pessoas querem manter a forma por causa do verão, mas acabam abusando nas festas como Natal e Ano Novo. Para que a ceia o Natal seja memorável em sua mente como algo saboroso e não com peso na consciência no dia seguinte, siga algumas dicas: - Coma saladas antes do prato principal, a saciedade aumenta e você não abusa dos alimentos que engordam; - Se possível, fuja do pernil, doces com leite condensado, frituras e massas de farinha branca; - Opte por carnes mais magras como Chester / Peru; - Se puder, troque as sobremesas por frutas como o figo, o pêssego, a uva vermelha e a cereja, devido aos seus valores nutricionais; - Caso não resista, vale tentar as sobremesas com grãos integrais e frutas secas, como o panetone, ou doces feitos com fru-

tas e açúcar natural; - Exagerar em bebidas alcoólicas nunca é bom, mas para o tradicional e emocionante brinde, a melhor opção é o vinho tinto; - As tradicionais frutas secas e as castanhas são deliciosas e saudáveis, pois têm muitas vitaminas e minerais. Mas, atenção, tudo que é ingerido em excesso engorda.

Que tal a maçã para incrementar os pratos?

A fruta cuida do nosso sangue; é um meio delicioso para evitar as doenças cardiovasculares, devido ao seu alto poder antioxidante. Ela ajuda na prevenção do colesterol, é rica em fibras (solúveis), vitamina C e compostos fenólicos. As fibras influem muito na redução do colesterol, pois elas ajudam a diminuir a quantidade deste no intestino delgado e a absorção dos lipídeos. Já os compostos fenólicos atuam na inibição da oxidação da LDL-C e da agregação plaquetária, o que nos protege da arterosclerose. Além de prevenir o colesterol, uma dieta que contém maçã, pode reduzir os riscos de doenças pulmonares, cardíacas, asma, diabetes e o desenvolvimento de câncer, além de ajudar a perder peso. Como já dizia Hipócrates: faça do seu alimento seu medicamento. minhavida.uol.com.br

51

Gastronomia


Alimentos saudáveis e gostosos auxiliam no combate de doenças facilidade, pois ela mantém os níveis de hormônios mais regulados. O azeite de oliva “extra virgem” é um outro alimento que traz muitos benefícios; uma colher de sopa por dia ajuda a prevenir muitas doenças, como o câncer. Uma dica é trocar a margarina ou a manteiga pelo azeite de oliva, essa atitude diminui em até 40% o riscos de doenças cardíacas.

Maçã, aveia, alho, soja, azeite de oliva extra, tomate, castanha-do-pará, iogurte, semente de linhaça e uva. Quem diria que alimentos tão saborosos estariam na lista dos mais eficientes ao combate as doenças e ao envelhecimento? A maçã, por exemplo, quando consumida regularmente ajuda a retardar o envelhecimento da pele. Por ser rica em fibras e vitamina c, a maçã reduz o risco de câncer e deixa o sistema imunológico mais forte e jovem. Ela ainda é uma ótima aliada para manter o colesterol em bons níveis. Já a aveia, que é o cereal mais rico em fibras, é ótima para prevenir doenças cardiovasculares, a arteriosclerose, o envelhecimento dos tecidos e a hipertensão arterial. O consumo de um grama de alho diariamente reduz em até 80% o volume na placa de aterosclerose nas artérias. Além disso, o alho reduz a pressão arterial, é bom para o coração, diminuindo o nível de colesterol ruim e aumentando o nível do bom e ajuda a combater vírus e infecções. A soja é outro alimento que entra para a lista, pelo seu alto teor protéico. A quantidade recomendada por dia é de 150 gramas, o que equivale a uma xícara de chá. Se as mulheres consomem soja regularmente a partir dos 25 anos, elas enfrentarão a menopausa com mais Gastronomia

52

Outro aliado é o tomate, alimento de baixa caloria e de fácil consumo. Um tomate por semana pode diminuir em até 40% o risco de câncer de esôfago. Mas recomenda-se comprar sempre os bem vermelhos, firmes e com a casca lisa e preferencialmente de agricultura orgânica. A castanha-do-pará, por sua vez, pode deixar as mulheres três anos e meio mais jovens e os homens quatro anos e meio. Cinco nozes por dia já fazem toda a diferença. O iogurte também entra na lista por ser rico em proteínas, zinco e vitaminas A e complexo B. Além de equilibrar a microflora intestinal, previnem infecções e reduzem a chance de câncer de intestino e atenuam as temidas olheiras. A semente de linhaça é uma das fontes mais importantes de ácidos graxos do tipo ômega 3, mais que o dobro que o salmão. Assim, quem não come peixe pode aproveitar os benefícios do ômega 3 e evitar doenças cardiovasculares, trombose e pressão alta. A uva pode ser incorporada como uma opção de sobremesa saudável e saborosa. É uma fruta riquíssima em fibras e tem resveratrol, flavonóide da casca da uva, que ajuda o sistema imunológico e deixa as artérias mais jovens. Assim, esse alimento também é excelente para reduzir os riscos de câncer, derrame, doenças do coração e perda de memória. gastronomiaenegocios.uol.com.br


53

Gastronomia


Poesia

Balada de Verão Passos de mulher; Vagarosos, sedutores. A noite está estrelada e alguém diz que noite e céu são belos, mas eu fico com a mulher; Com a mulher de olhos castanhos; mesmo se fico sem o céu e a noite estrelada.

Fernando Palmari

Gastronomia

54


55 Moda


Presentes 1 2

3 1 - Corrente e pingente em ouro 2 - Corrente em ouro, pingente e brincos em ouro e zircônia 3 - Relógio Casio em aço da Tic-Tac - R. José Bim, 169 Fone: 4412-2332

6

4 - Deo colônia Ototemo fantasy 5 - Kit Sorbet de lichia da L’ acqua di Fiori - R. José Bim, 105 Fone: 4413-1118 6 - Brincos e pingentes de Crystal Swaroviski 7 - Colar em fio de couro da Bella Bijuterias - Av. São João, 271 Fone: 3402-1089

5

7 4 Moda 56


Presentes

8 10 9

8 / 9 - Blusas bordadas Indiana 10 - Quadro de Buda da Indonésia 11 - Bolsa bordada do Paquistão 12- Baú Tailandês com espelhos 13 - Fonte Tailandesa da Rishikesh Al. Lucas Nogueira Garcêz, 2049 Fone: 4402-2444

11 12 13

57 Moda


16

Presentes 14

15 17 18

14 -Bouquet de rosas amarelas e alstromerias 15 -Ikebana de heliconias e orquídeas cymbidium da Flor e Cia - Pça Guilherme Gonçalves, 41 Fone: 4412-0260 16 - Panela de Barro com suporte da Agronomia Rodovia Fernão Dias, Km 49,6 Fone: 4416-7016 17 - Roupeiro em fibra sintética 18 - Gaveteiro em fibra sintética 19 - Cadeira em fibra sintética da Art Final artesanatos Al. Lucas Nogueira Garcêz, 1274 Fone: 3402-1522

19 Moda 58


Presentes

20

21 22

23 20 - Arranjo rústico de papirus lisianthus e strelitzia 21 - Arranjo exótico de paeonia da MM Floricultura R. José Alvim, 416 Fone: 4412-9331 22 - Lanterna para vela ou lâmpada com suporte 23 - Mini bar com adega do Trem Mineiro Al. Lucas Nogueira Gârcez, 3539 Fone: 4411-4692

24

24 - Vaso pintado em traços primários da Arte Final acabamento Al. Lucas Nogueira Garcêz, 3158 Fone: 4418-3087

59 Moda


Presentes

26

25

25 - Kit Slash 26 - Kit F 399 da Akakia - R. José Alvim, 291 Fone: 4418-4932 27 - Conj. esportivo de supplex da MM Moda Fitness - R. José Bim, 351 Fone: 4413-1461 28 - Conj. de micro fibra com strass 29 - Biquini com bojo da Fabriny moda íntima ( Fabricação Própria ) R. Thomé Franco, 431 Fone: 4412-2070

27 29 Moda 60

28


Presentes

30

31

30 - Vestido Longo 31 - Vestido balonĂŞ 32 Scarpin em couro da Absoluta - R. JosĂŠ Alvim, 113 Fone: 4412-8108

32

61 Moda


Presentes 33 33 - Vestido Lady Rock da Bijeans R. Thomé Franco, 158 Fone: 4413-4880 34 - Óculos Empório Armani 35 - Óculos Killer Loop da Ótica Atibaia R. Benedito de Almeida Bueno, 467 Fone: 4411-7438 36 - Kit Nua 37 - Deo colônia Emoções Roberto Carlos da Racco Cosméticos R. José Bim, 336 - 1º andar Fone: 4411-4116

34 35

37

36 Moda 62


Presentes

38

39

38 / 39 - SandĂĄlias 40 - Bolsa da Jack Prado - R. Padre Francisco dos Santos, 33 Fone: 4402-7606 Representante exclusivo FabĂ­ola Pezzi

40

63 Moda


Presentes 41

42

41 - Conj. esportivo de supplex 42 - Maiô em lycra da Fit Brasil - R. José Alvim, 376 Fone: 4413-5044 43 - Toalha de lavabo e necessaire em patchwork 44 - Chapéu e luvas com proteção solar do Empório Althernativo Fone: 4418-3100

43

44 Moda 64


Presentes

46 45

45 - Bolsa K’ moss em couro 46 - Scarpin Ramarim da Biazetto - R. Benedito de Almeida Bueno, 373 Fone: 4402-1975

65 Moda


Presentes 47 - Bolsa de lona Carmim “ Paula” 48 - Regata Abusiva 49 - Calça feminina Carmim “ Rosa “ da Villa Azul - R. José Bim, 122 Fone: 4411-1874

47

48

49

50 - Óculos solar Vogue 51 - Óculos solar Diesel 52 - Óculos Christian Dior da Ótica Carol - R. José Bim, 158 Fone: 4411-7648

50

51

Moda 66

52


Presentes

53

54

53 - Bolsa Benetton 54 - Bolsa Snoopy 55 - Bolsa Chenson da Pigalle bolsas - Al. Lucas Nogueira GarcĂŞz, 3243 Fone: 4402-1016

55 67 Moda


Presentes 58

55

55 - Jafra Dynamics da Jafra Representante Antonina Vendrell Fone: 4411-9933 / 9965-9935

58 - Cosméticos Íntimos 59 - Fantasia 3 corações da Villa Banana - R. José Pires, 247 Fone: 4411-3021

56 57

56 - Bata Tai-dai 57 - Blusa de tricoline da Farol Brasil - Al. Lucas Nogueira Garcêz, 2095 Fone: 4411-9720

Moda 68

59


Ecologia está na moda Viviane Cocco Que a ecologia “está na moda” todo mundo sabe, mas de uns tempos para cá os conceitos de preservação do meio ambiente entraram mesmo para o mundo fashion. Paulo Borges, diretor artístico do principal evento de moda do país, o São Paulo Fashion Week, afirmou que “a ecologia, o ambiente, a inclusão social e o desenvolvimento econômico podem representar o futuro da moda no Brasil”. Em 2007, o São Paulo Fashion Week firmou uma parceria com a ONG Iniciativa Verde. Desde então, em todas as edições do evento um contador registra a quantidade de gás carbônico liberada e a contagem é revertida em número de árvores a serem plantadas pela ONG e o SPFW.

Na fabricação de tecidos ecológicos, a Coexis, criadora do selo NOW® (Natural Organic World), saiu na frente: passou a oferecer ao mercado da moda tecidos orgânicos fabricados de acordo com as normas internacionais de conduta sócio-ambiental. Todas as peças que levam esse selo são fabricadas em escala humana, coloridas com extratos vegetais e pigmentos naturais, livres de agrotóxicos e outros produtos químicos nocivos. A Redley, marca carioca considerada pela imprensa de todo o país como o grande destaque do Fashion Rio na edição de junho deste ano, foi uma das grandes pioneiras nesta fusão entre moda e preservação. Foi ela e a Cantão as responsáveis pelo lançamento do selo NOW® na edição do Fashion Rio/ Primavera-Verão 07/08. Em 2007, a marca passou a investir no algodão 100% orgânico, que não leva adubos químicos nem agrotó-

xicos em sua produção. Este ano, a grande aposta da marca está sendo a malha bambu que, além de ecologicamente correta tem propriedades antibactericidas, proteção contra os raios UV, capacidade termodinâmica, não amassa e tem um caimento parecido com o da seda. Neste verão, a Redley deu mais um grande salto na onda da preservação. Em parceria com a Surfrider Foundation, a equipe de programação visual da marca recolheu uma grande quantidade de lixo na Praia do Pepino, São Conrado. O material foi separado por cor e classe e as formas criadas viraram estampas de camisetas da marca.

Cadilac Surf Shop Rua José Bim, 161 – Centro (11) 4413-4484

69 Moda


Presentes 60

61

60 - Conj. de lingerie 61 - Kit da Moschino da Lakish Al. Lucas Nogueira Garcêz, 3285 Fone: 4412-1451

62 62 - Vestido de Viscose R$ 65,00 63 - Blusa de visco/chiffon R$ 42,00 da D’ s Rô R. José Pires, 26 Fone: 4412-9009

63 Moda 70


Presentes

65

64

66 64 - Agenda 2009 da Pucca 65 - Angel bicho de pelúcia 66 - Kit de informática do Mickey da Toque Final - R. José Alvim, 137 Fone: 4411-1690

71 Moda


Presentes 69

67

68

67 - Cadeira desmontável Kraft 68 - Suporte de ferro para vaso da Agromania - Rodovia Fernão Dias Km 49,6 Fone: 4416-7016 69 - Macacão em malha e tac-tel 70 - Conj. em Malha da Bebê Luz - R. Emidio Fazzio, 365 Fone: 4411-8445

70

71 - Produtos da Pucca da Atipel - Av. São João, 153 Fone: 4402-7788

71 71

Moda 72


Presentes 72

73

72 - Camiseta polo com short em sarja 73 - Vestido de tricoline 74 - Mini vestido jeans com calcinha do Trem das Cores - Al. Lucas Nogueira GarcĂŞz, 3261 Fone: 4413-0937

74

75 - Quadros para quartos de bebĂŞ e porta de maternidade do Atelier Cleusa Marques www.cleusamarques.com.br Fone: 4412-1751 / 9972-9011

75 73 Moda


Presentes 76

76 - Bermuda sarja Richards 77 - Camisa puro linho Richards da Odorizi - R. JosĂŠ InĂĄcio, 59 Fone: 4412-0606

Moda 74

77


79

Presentes

80

78

78 - Calça jeans capri R$ 39,00 79 - Baby look - várias cores R$ 25,00 80 - Calça jeans metalizada R$ 59,00 da Zatch - Av. São João, 347 Fone: 4402-3759

75 Moda


Presentes 84

81 81 - Sela enduro luxo 82 - Sela de salto Karina Goldmann HDR da Selaria Mundial Av. São João, 445 Fone: 4411-6598

82

85 83 83 - Aquário para Betta da Carpalândia R. Manoel de Toledo, 150 Fone: 4411-5926 84 - Abajur Papai Noel 85 - Cenário Snow do Atelier Cantinho Country R. Dr. Eurico Souza Pereira, 324 Fone: 4411-5168 Moda 76


Presentes 86

87

86 - Camisa esporte fino da Vida Loca 87 - Bermuda da OTT da Lojas Teixeira - R. JosĂŠ Pires, 220 Fone: 4411-0835

77 Moda


Presentes

89 88

90 88 - Árvore genealógica p/ porta de maternidade da Oficina do Bebê R. José Bonifácio, 183 Fone: 4412-6361 89 - Hello Kitty 90 - Jump ball spider 91 - Faqueiro p/ churrasco da Global R. Av. São João, 203 Fone:4412-4901 R. José Inácio, 62 Fone: 4413-1713

91

Moda 78


Presentes 92

93

94

92 - Caixas decoradas p/ presentes de natal 93 - Caixas especiais p/ presentes de natal 94 - Kit escrit贸rio 95- Caixas de madeira 96 - Caderno de receitas da Z Ponto Z Al. Lucas Nogueira Garc锚z, 3080 Fone: 4402-1959

95

96 79 Moda


Moda 80


81 Casa & Jardim


Pintar renova sem gastar muito Pintar é a forma mais fácil e barata de renovar um ambiente e dar-lhe uma aparência completamente modificada, nova. Uma bela reforma em casa pode até ser adiada em um ou dois anos com uma bela pintura. Além desse toque de “casa nova” que a tinta trás, o ambiente torna-se mais fresco e a sensação de limpeza aumenta muito. Decidiu pintar? Tudo bem, o problema agora é outro: qual a cor? Escolher cor não é tarefa fácil. E o exagero pode trazer conseqüências terríveis, como deixar um ambiente “inabitável” por mais de meia hora. Por isso é importante ter bom senso e ir com calma nas decisões. Qualquer mudança na intensidade ou qualidade da luz de um determinado ambiente altera a maneira como a cor é percebida. Portanto, é muito importante saber como a cor escolhida se comporta sob o tipo de luz que está no ambiente. As lâmpadas de tungstênio emitem um tipo de luz que amarelece ligeiramente as cores. Por exemplo: faz com que os azuis tendam para os verdes, além de

deixar as cores mais quentes. As fluorescentes, porém, causam o efeito contrário, deixando tudo mais frio, tendendo para o azul. O ideal é sempre fazer um teste antes, com uma embalagem pequena da cor desejada, assim evita-se grandes surpresas. Na loja de tintas mais antiga de Atibaia, a Tinta Cor (fundada em 1991), a recomendação é usar cores leves e brandas nos cômodos e abusar com uma cor mais intensa em uma das paredes, dando um toque personalizado em cada ambiente da casa. Quando possível, o ideal é pintar a parede de onde vem a maior parte da iluminação, para que a luz reflita nas outras paredes (mais claras) e não se perca em luminosidade. Serviço: A Tinta Cor fica na av. Engenheiro Silvio Alvim Soares, 251, Alvinópolis, Atibaia. O site é www.tintacor.com.br e os telefones são: (11) 4412-1635 ou 4411-7952. A loja vende as tintas Suvinil e KiCor, a tinta fabricada em Atibaia.

Como usar geossintéticos Geotêxteis, geogrelhas e geocélulas permitem execução simples e utilização do solo local para conter o terreno. O construtor deve ficar atento à proteção do material. No Brasil, as primeiras obras de muros de arrimo e contenção de taludes que empregaram geossintéticos já completaram mais de duas décadas. Mesmo assim, ainda há uma certa resistência no meio técnico ao uso de soluções com geogrelhas, geotêxteis e geocélulas. De execução simples, esses sistemas não exigem grande especialização da mão-de-obra. O princípio de funcionamento dos geossintéticos é simples. Em geral, o solo possui grande resistência à compressão, mas pouca à tração. A função dos elementos poliméricos é justamente dar mais resistência à tração ao solo que, dessa forma, tem mais sustentação para evitar deslizamentos. Inclusive, sempre que possível, faz-se a obra Casa & Jardim 82

com o solo do próprio local, reduzindo os custos de transporte. Vale salientar que os geossintéticos, em princípio, não alteram as características do terreno, pois são colocados de forma que os esforços possam ser transferidos de um material a outro. A única exceção são as geofibras, misturadas ao solo e com funcionamento semelhante ao do GFRC (Glass Fiber Concrete Reinforced ou Concreto Reforçado com Fibras de Vidro).

www.construtoramestra.com.br


83 Casa & Jardim


DICAS ECOLÓGICAS DE JARDINAGEM 1. Faça adubos orgânicos - O esterco de animais ou aves pode ser aproveitado para fazer adubo orgânico, como composto ou fertilizante foliar, chamado de biofertilizante. A calda biofertilizante tem demonstrado efeito no aumento da resistência às pragas e moléstias e como adubo foliar orgânico benéfico para inúmeras plantas. O processo de produção é bastante simples, sendo viável sua produção na propriedade, desde que tenha esterco de gado disponível. Não há contra-indicação ao seu uso. O esterco de gado também pode ser encontrado em lojas especializadas. 2. Escolha de mudas - As mudas frutíferas a serem introduzidas devem ser comprovadamente sadias, obtidas de viveiros idôneos. Não havendo mudas frutíferas orgânicas, é permitido o emprego de mudas de viveiros convencionais. Antes da compra, o produtor deve verificar se o viveiro obedece

Casa & Jardim 84

às normas de prevenção contra pragas e doenças, dando preferência a viveiros certificados pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento. As mudas de hortaliças devem ser necessariamente orgânicas. 3. Poda - Para manter a sanidade das plantas, são recomendadas medidas práticas, como: promover uma boa aeração e iluminação das plantas, retirar folhagens e brotações em excesso, assim como ramos rentes ao solo. Eliminar as brotações que surgem na parte inferior das plantas junto ao solo. 4. Tratamento de pós-florada em citros No caso de citros é importante controlar a verrugose em pós florada, pois constituem locais de abrigo para os ácaros, principalmente da leprose. Eliminar os frutos não colhidos, pois também são focos de propagação das pragas (moscas de frutas, furão, etc) e doenças. Os frutos temporões infecta-

dos devem ser removidos antes do início da florada, evitando assim que fungos e pragas existentes nesses frutos infectem os frutos da nova florada. 5. O alho - Ele pode ser empregado como um defensivo alternativo. O alho já é muito utilizado nos Estados Unidos como repelente de pragas na forma de óleo, sendo diluído e aplicado nas plantas. Não causa nenhum prejuízo para o ambiente, nem contamina o homem e os alimentos. Até plantado junto a cultivos comerciais, o alho atua como repelente de pragas.

Por: Franco Manes fmdigitalk@gmail.com


Paisagismo Jardins de Varanda

A utilização de uma varanda é restrita, dependendo diretamente da sua área e disposição geométrica. Quando a varanda é pequena a dificuldade de mobiliar é ainda maior, então podemos torná-la um jardim de inverno. Sua proximidade da sala faz com que o jardim complete a decoração tornando o ambiente harmonioso e com vida. Muito adequada é a instalação de fonte artificial para dar um clima e som de água corrente. A solução parece fácil, mas é onde a paisagista precisa ter mais cuidado na definição das plantas. Poucas plantas se adaptam a ventos fortes, sol e pouca água. Necessariamente o complemento do jardim está na decoração do piso que pode ser mesclado com decks, cruzetas, pedrisco, rodela de árvore e até grama preta. Pronto, está definido como será decorada a sua varanda.

Sueli Casagrande paisagista

85 Casa & Jardim


Sacos Plásticos Os sacos plásticos apesar de úteis, causam uma tremenda poluição ao meio ambiente. Isso porque eles são feitos de cadeias moleculares inquebráveis, isso é, são difíceis de serem degradados, podendo levar cerca de 400 anos para desaparecer completamente. Além disso, a manufatura do polietileno – substância do qual é feito o saco plástico - faz-se a partir de combustíveis fósseis, o que acarreta a emissão de gases poluentes. Mas o maior problema é o destino final que damos a esses saquinhos plásticos. Eles sempre acabam nos aterros sanitários ou nos rios e oceanos quando o esgoto é jogado sem tratamento. Nos aterros sanitários e mesmo lixões a céu aberto, os sacos plásticos dificultam e impedem a decomposição de materiais orgânicos e/ou biodegradáveis. Além disso, comprometem a capacidade do aterro, deixam o terreno muito impermeável e instável para uma boa adequação dos resíduos.

Já no mar, o saco plástico além de poluir visualmente e diminuir a qualidade da água, provoca asfixias em animais marinhos. Baleias, tartarugas e golfinhos podem confundir algas e águas-vivas com os sacos plásticos e acabarem sufocadas, o que as leva à morte. O caso mais dramático ocorreu em 2002, quando uma baleia anã deu à costa da Normandia com cerca de 800 kg de sacos de plástico encravados no estômago. Em alguns lugares do mundo já foram tomadas atitudes para acabar com o uso dos sacos plásticos. Em São Francisco, nos EUA, foi proibida a utilização desses sacos em supermercados e farmácias. Na Europa, vários países já Casa & Jardim 86

evitam a entrega gratuita de sacos pelos supermercados à clientela. Na Irlanda, por exemplo, há um imposto de 0,22£ para cada saco plástico distribuído, o que reduziu em 90% o uso. E melhor ainda: todo o dinheiro recolhido vai para projetos ambientais. Em Zanzibar (um conjunto de ilhas na África), também foi proibido o uso das sacolas plásticas, pois o turismo que é principal atividade econômica está sendo prejudicado pelos danos à vida marinha. Mas lá a atitude foi bem radical: se você usar um saco plástico, pega seis meses de cadeia ou paga 02 mil dólares de multa. Em alguns lugares os supermercados já fazem propaganda do uso de sacolas verdes, isso é, sacolas biodegradáveis, fotobiodegradáveis, hidrossolúveis e oxibiodegradáveis. A pergunta é: por que o Brasil ainda não tomou uma atitude sobre isso? Cada família brasileira descarta em média 40 kg de plástico por ano. E apenas os plásticos filme - os saquinhos dos supermercados e afins - correspondem a 30% do total de plástico descartado. A melhor opção pode ser a marca de sacos plásticos d2w® que mesmo que descartada ao ar livre já começa a sua degradação. É incluído um aditivo especial que atua na decomposição das ligações carbono-carbono do plástico, o que leva a uma diminuição do peso molecular e ao final uma perda de resistência e outras propriedades. Para produzir 1 ton kg de papel reciclado, aproximadamente 17.000 sacolas: - 20.000 litros de água serão economizados – o que equivale a um consumo médio diário de 100 pessoas. - 250Kw de energia não serão utilizados – o que representa o consumo mensal de uma família. - 18 árvores não serão cortadas. - 1,46 ton de embalagens longa vida serão retirados do lixo – o que equivale a 50.780 embalagens de longa vida de 1 litro. www.meumundosustentavel.com


87 Casa & Jardim


Enfeitando o seu jardim Mais que bonitos, eles dão um toque pessoal na casa. Os jardins, sejam eles externos ou internos, proporcionam um ambiente pra lá de aconchegante. Sabe aquele “cantinho” debaixo da escada ou aquele “espacinho” na frente da casa? Eles podem sim ser aproveitados! E melhor, a preços acessíveis. É só saber fazer a combinação dos objetos e plantas corretos. Se você não tem espaço para um jardim externo, não há problema. O verde da sua casa pode estar tanto do lado de fora, enfeitando a frente da residência, como dentro dela, nos tão procurados jardins de inverno. Com a crescente urbanização brasileira, é cada vez maior o número de pessoas que moram em apartamentos. Número que só

Casa & Jardim 88

tende a crescer. Com a diminuição das possibilidades de se montar um jardim externo, os pequenos jardins montados dentro de casa, conhecidos como jardins de inverno, são a sensação do paisagismo moderno. Para esses ambientes é preciso estar atento às plantas que vão ser colocadas. Não são todas as espécies que se adequam às condições do interior da casa. A principal característica que uma planta que vai ficar em um ambiente interno precisa ter é resistência. Há várias possibilidades de enfeitar o seu jardim. Você pode colocar móveis, vasos de plantas e flores, quadros, pedras ou armários. É preciso, antes de mais nada, definir qual vai ser o “estilo” que se pretende dar

à decoração. Essa pode ser mais rústica ou mais sofisticada, dependendo do que se pretende criar. Os materiais que estão em alta e podem dar um visual mais rústico ao seu jardim interno ou externo são a palha, o bambu e o barro. Mas se você quer dar um tom mais sofisticado ao visual verde da sua casa, a cerâmica e o vidro têm apresentado objetos diferentes. Para quem gosta de sofisticação com tradição, a cerâmica formatada como peça antiga nunca cai de moda. Mas não se esqueça que o rústico e o sofisticado não estão em pólos diferentes. Há várias possibilidades de combinação de objetos em cada um deles. www.acessa.com


89 Casa & Jardim


Paisagismo A água como fonte de vida está se tornando um recurso cada vez mais escasso. Surge como alternativa potencial de racionalização, a reutilização da água e a captação de águas pluviais para vários usos. Baseado em experiências nacionais e internacionais, percebe-se que há uma tendência de expansão do mercado de água de reuso para fins diversos, como limpeza de quintais, etc. A captação de água de chuvas, além do uso para limpeza de quintais,vem sendo muito utilizado para resfriamento de coberturas de galpões e irrigação de jardins. Por meio de projetos (no geral bem simples), a prática de reuso da água e a captação de águas pluviais além de ser uma ação ecologicamente correta tornam-se um eficiente instrumento de economia. Vale lembrar: Preservar a natureza, hoje, garante a vida das gerações futuras. A água é garantia de preservação da natureza. Rainbow Irrigação

Casa & Jardim 90


Paisagismo O brasileiro precisa perder a mania de achar que tudo que é barato não presta e tomar cuidado para não ser passado para trás, imaginando que pagar muito é garantia de produto ou serviço. Com isso, ele aprenderá a não ser enganado, a obter valores justos para cada coisa. Isso se aplica na hora de procurar um arquiteto. Você sai atrás de grandes nomes e quando escuta o valor do projeto vê seu sonho ser enterrado embaixo da fundação de sua casa... Aquela, que não será mais construída. E acaba desistindo de seus sonhos! Veja bem, construir uma casa não é tão difícil quando se pensa muito nos detalhes, antes de iniciar o projeto. Comece colocando num papel, tudo o que você gostaria de ter em sua casa, mas coloque tudo mesmo, até aquelas coisas que acha que nunca poderia ter, e isso inclui número de cômodos,

área de lazer, spa, etc. Apresente isso para seu arquiteto. Ele irá conversar sobre seu estilo de vida, manias, sobre o estilo que você sonha para sua casa, entre muitas outras informações e começará a entender os seus desejos e também as necessidades e traçará um plano que além de conciliar seu sonho, deverá fazer isso caber em seu bolso.

projeto total num valor determinado, porque minha experiência comprovou que muitas coisas podem mudar, até mesmo num projeto de elétrica, hidráulica, etc. Portanto, cuidado com pacotes fechados, pois eles lá na frente poderão lhe causar prejuízos.

O arquiteto vai ajudá-lo a elaborar a sua casa mas nunca poderá lhe dizer o estilo, tamanho ou qualquer coisa do tipo. Porque a sua casa tem que ser a sua alma, o seu estilo e não o de seu arquiteto. Ele lhe orienta com distribuição dos cômodos, iluminação natural, materiais adequados ao seu estilo e ao seu bolso mas, repito, ele não pode mandar no seu projeto. Seu arquiteto tem que se mostrar seu companheiro, deve sonhar junto com você e não simplesmente, vender um projeto.

O importante é acompanhar cada etapa do projeto e da construção, e saberá exatamente onde está colocando o seu dinheiro e descobrir, até mesmo no meio da construção, uma nova forma de economizar.

Minha linha de trabalho não engloba o

Só para finalizar, lembre-se de que a beleza está nos detalhes e não no tamanho da construção. Um vaso diferente, uma treliça, um jardim charmoso, uma cor, enfim... tudo pode ficar bonito e de bom gosto, mesmo gastando pouco! Wilson Raphael Doratiotto – Arquiteto

91 Casa & Jardim


Excelentes opções de revestimentos coloridos O que pode tornar os ambientes internos e externos com um aspecto estético agradável? As pastilhas de vidro e de porcelana são uma ótima opção de revestimentos coloridos que valorizam detalhes e possuem grande capacidade de composição com outros materiais ou revestimentos. Piscinas, banheiros, saunas, fachadas de edifícios, paredes, tampos de mesa, painéis e mosaicos são apenas alguns exemplos de aplicação das pastilhas. Duráveis e decorativas, não perdem a cor com o passar dos anos, tornando sua obra mais atraente. Para detalhes ou revestimentos de grandes áreas, as pastilhas de vidro e de porcelana são versáteis pelos seus formatos, cores, brilho e resistência inquestionável. Além disso, esses materiais podem responder a qualquer nível de exigência, pela sua qualidade, de-

Casa & Jardim 92

sempenho e plasticidade a fachadas, piscinas, pisos, residências, entre outros usos. Por apresentar alguns formatos e tamanhos diferentes, tornam-se flexíveis e viáveis de aplicação a toda e qualquer superfície, podendo inclusive envolver volumes curvos. O acabamento das pastilhas é muito superior ao de algumas cerâmicas, que freqüentemente perdem o brilho e a cor com o uso, além de oferecer algumas vantagens sobre muitos outros materiais de revestimentos encontrados no mercado. Com baixíssima absorção de água - abaixo de 0,05%, as pastilhas são revestimentos perfeitos para áreas molhadas, como piscinas e fachadas e também para regiões litorâneas, que sofrem ações climáticas intensas.

Outro benefício que é que as pastilhas são resistentes a produtos químicos, como ácidos e alcalinos e não retêm sujeira, o que facilita sua limpeza. O coeficiente de dilatação térmica das pastilhas é praticamente zero, anulando o acúmulo de sujeiras nas juntas e dificultando a queda. As pastilhas ainda funcionam como isolante elétrico apresentando condutividade quase zero - e isolamento térmico alto, proporcionando conforto ao ambiente interno, sem absorção de calor. Para o Brasil, que conta com altas temperaturas, essa característica é importante, pois evita inclusive fissuras no reboco.

www.construcaoecia.com.br


Ser feliz dentro do seu estilo Hoje, o mercado da construção oferece múltiplas escolhas e há materiais para todos os gostos e bolsos. Assim, você pode morar com o conforto e o estilo adequados ao seu orçamento.

Arquitetos e urbanistas tentam realizar sonhos aliando sensibilidade e praticidade, e para isso dispõe de ferramentas excepcionais. A preservação dos recursos naturais já faz parte do projeto, sendo comum o uso de cisternas para captar água da chuva, aquecimento solar, a utilização de madeiras certificadas e de manejo, entre outras práticas sustentáveis. Construir um local onde é mais fácil ser feliz passa por discussões e conciliações de idéias, portanto manter a mente aberta para quaisquer sugestões é primordial. Simples, luxuoso, antigo, moderno, não tenha medo de ser feliz dentro do seu estilo.

arquitetura paisagismo construção administração

LMT ARQUITETURA arq. Luciana Midori Tagomori Al. Lucas Nogueira Garcez 1329 Sala 10 Vila Thais – Atibaia /SP 11- 44181710 lmtarquitetura@terra.com.br 93 Casa & Jardim


Sala de estar: Diferentes camadas de iluminação para diferentes usos A sala de estar é um desses ambientes onde podem ser realizadas as mais diversas atividades. É onde lemos, recebemos amigos, conversamos, assistimos televisão, trabalhamos, relaxamos, namoramos, enfim, um dos espaços mais freqüentados da casa. Para iluminar a sala de estar de modo que seja possível criar a sensação e as condições esperadas para os diferentes momentos, é preciso trabalhar com diversos tipos de iluminação combinados, criando camadas de luz que se superpõem, e que podem ser acesas juntas ou isoladamente, atribuindo personalidade ao espaço e, contribuindo com a sensação de bem estar, conforto e motivação. O uso de dimmers (variadores de intensidade de luz) para cada uma dessas camadas também é um recurso interessante, pois além de permitir a dosagem exata da luz,

Iluminação de destaque pode criar infinitas combinações de acendimento, de maneira similar à iluminação natural, em constante mutação. Iluminação geral: indireta ou difusa O primeiro passo para iluminar uma sala de estar é definir a iluminação geral do ambiente. Podemos optar pela iluminação indireta, onde o feixe de luz é direcionado para cima, o que proporciona uma iluminação geral suave. Para isso, podem ser utilizados alguns modelos de arandelas, luminárias de piso, além das sancas com luminárias. Outra opção é utilizar a iluminação difusa através de luminárias pendentes, arandelas ou luminárias de piso e de mesa. Desse modo a fonte de luz não fica visível e é distribuída para todos os lados.

O segundo passo é a iluminação de destaque, que deve valorizar os objetos dispostos na sala, tais como quadros, estantes, obras de arte, etc. Neste caso podem ser utilizados spots orientáveis, com lâmpadas mini spot ou dicróicas, de modo a iluminar a obra como um todo. Iluminação de tarefa E finalmente, o terceiro passo é a iluminação de tarefa, que permite a realização de alguma atividade específica dentro do ambiente. Pode-se empregar luminárias de mesa ou luminárias de piso que sejam orientáveis, permitindo direcionamento sobre a tarefa a ser executada. Iluminando apenas a área da tarefa, consegue-se maior conforto visual, e economia de consumo energético. www.tokstok.com.br

Casa & Jardim 94


95 Casa & Jardim


Pare de brigar com as manchas Vamos imaginar que você comprou um sofá novo e seu filho derramou refrigerante sobre ele. Ou seu cachorro decide marcar território no móvel novo. E agora? As receitas caseiras dificilmente eliminam manchas de estofados. Mancha é uma coisa cruel. Indicaremos os procedimentos ideais para cada tipo de mancha, mas antes lembramos de que não se pode fazer limpeza com vinagre, detergente ou sabão de coco, pois são substâncias ácidas que causam danos irreversíveis ao tecido. Então vamos lá! Gordura Quando as crianças resolvem comer pizza sobre o móvel e o azeite escorregar para o estofado, corra para a cozinha, corte um limão ao meio e passe-o sobre a nódoa. Em seguida, limpe com um pano umedecido e seque o quanto antes, de preferência com um secador de cabelo.

Casa & Jardim 96

Caneta Alguns sabonetes podem eliminar diversas manchas de um sofá de couro. Mas, nenhuma substância será capaz de extirpar a da caneta esferográfica. Se a mancha for no tecido de algodão, entretanto, um cotonete com álcool talvez resolva o problema. O cotonete deve apenas passar pelo risco. Sangue A mancha é complicada, mas podem ser feitas duas tentativas para eliminá-las: xampu infantil com pH neutro ou água oxigenada. No primeiro caso, vale o mesmo procedimento utilizado para eliminar a sujeira de barro. No segundo, coloca-se a água oxigenada sobre um papel ou pano, em seguida o pano sobre a mancha e, depois, seca-se a região.

Chiclete Se na maioria das manchas agir rápido é o mais importante, no caso do chiclete, o essencial é ter paciência. Vá à cozinha, pegue um gelo e deixe-o sobre o chiclete até que endureça. Então, com o auxílio de uma espátula, vá desgrudando-o do sofá com calma, pois se puxar pode rasgar o tecido. Graxa Para sujeira de graxa no estofado, use a benzina. Primeiramente, tira-se o excesso com um papel, sem esfregar, e, em seguida, usa-se o produto. Molha-se um pedaço de algodão com solvente e passa-se sobre a mancha. Como no caso da gordura, usa-se um secador para enxugar o tecido o mais rápido possível. Fonte: Casa e Jardim n° 642


Arranjos Florais

Arranjos feitos com flores secas são bastante duráveis e dão um toque diferente à decoração da casa. Você pode confeccionar esses arranjos usando as plantas de seu próprio jardim. Flores como mosquitinho, sempre-viva, perpétua-rosa e agerato são muito adequadas aos métodos tradicionais de secagem. Para isso, colha-as quando atingirem a tonalidade definitiva, antes que abram completamente. Forme pequenos maços, amarrando as hastes com fita plástica ou arame flexível. Em seguida, pendure as flores de cabeça para baixo, num varal esticado no interior de um armário escuro. As flores estarão prontas para o uso num período de 2 a 3 semanas. Flores mais delicadas, como rosas, crisântemos e zínias, devem ser secas com ajuda de algo que absorva o excesso de água de suas pétalas. Uma opção é a sílica gel, capaz de absorver até 40% de seu peso em água. Essa substância tem a vantagem de ser reaproveitável - basta secá-la no forno. Para secar flores com sílica, corte suas hastes deixando aproximadamente 2 cm de caule. Coloque-as em uma lata bem fechada que tenha o fundo coberto com uma camada de 1 cm de sílica gel. Coloque mais sílica até cobrir as flores. Lacre a lata com fita adesiva e espere de 4 a 7 dias. Ao retirá-las, sacuda-as para tirar o pó que estará sobre as pétalas. Em seguida, é só providenciar hastes de arame para as flores. O bórax também é um agente secante eficaz. Use uma proporção de 1 parte de bórax para 4 partes de areia ou de fubá e 1 colher (sopa) de sal para cada 250 ml dessa mistura, levando-a ao sol para secar. Você pode usá-la da mesma maneira que a sílica gel, porém o processo será um pouco mais demorado.

www.mulherdeclasse.com.br

97 Casa & Jardim


Temperatura e barulho sob controle Desenvolvido para diminuir ruídos e manter o controle térmico do ambiente e antes utilizado apenas em fábricas, o vidro duplo hoje é requisito básico para imóveis de alto padrão e que ficam em bairros movimentados. O material vem sendo exigido pelos clientes por causa do conforto e economia que proporciona. Ele pode ser utilizado sobre as mais diferentes superfícies e em locais como janelas, fachadas, portas e coberturas. A escolha do modelo do vidro (comum, laminado, temperado, curvo, refletivo ou composto) depende do resultado que se queira obter. Tudo depende do que a pessoa quer isolar. Pode ser o ruído, para dificultar as trocas térmicas (sensação de frio e calor) e também para ser à prova de bala. Se o che-

Casa & Jardim 98

fe, por exemplo, quiser ver os funcionários trabalhando, mas não quer ouvir o que estão dizendo deve instalar o vidro laminado que bloqueia o ruído. O isolamento acústico que o vidro duplo proporciona pode reduzir em até 70% o barulho externo de movimento intenso nas ruas. No entanto, esse efeito só é possível quando o material é instalado por pessoas especializadas que sabem calcular a espessura corretamente. O técnico deve calcular a espessura do vidro, da câmara e o tipo de vidro para cada efeito, além de deixar um vidro com dois milímetros a mais do que o outro. Isso é necessário porque se eles forem da mesma espessura não vai haver a quebra do som e o ruído vai passar. Com essa diferença o que passa em um não passa no outro.

Além do isolamento, o vidro duplo é muito procurado para manter a temperatura ambiente sempre agradável. Independente de ser verão ou inverno o vidro duplo não deixa acontecer a troca térmica, o que garante o conforto da temperatura ambiente. O uso da camada dupla também gera economia. Com esse tipo de vidro é possível economizar cerca de 40% nos gastos com ar condicionado ou aquecedor. O valor do produto é cobrado por metro quadrado e ele pode ter de 6 a 27 metros.

www.construtoramestra.com.br


99 Casa & Jardim


Dicas para sua construção 3. Fique atento. Um traço errado no reboco, no concreto, ou um ferro mal dimensionado pode levar à rachaduras e fissuras; 4. A profundidade do alicerce é importante, deve ficar colocado sobre terreno firme; 5. Uma parede mal planejada pode ser dinheiro no lixo, você pode ter que derrubála, por arrependimento; 6. Quem de nós ainda não viu aquelas fissuras ou trincas nos cantos inferiores das janelas?

1. Planeje sua obra e compre os materiais com antecedência; 2. Não contrate qualquer um para ser seu construtor, peça referências;

Casa & Jardim 100

A solução é a seguinte: mande quebrar no local e em volta em torno de 50 cm até chegar no tijolo, coloque uma costura de ferro apropriada no lugar onde existiam as fissuras (já existem no mercado materiais para este fim). Daí faça uma argamassa no traço 1:3 (1 volume de cimento para 3 volumes de areia fina) e cubra a área a ser recuperada! Pronto! Provavelmente as trincas não apa-

recerão mais. 7. Em lojas de materiais de demolição, é possível encontrar produtos de qualidade em bom estado por um preço abaixo do mercado. Por exemplo: grades, portas, tijolos e outros; 8. Procure projetar banheiros lado a lado para economizar na metragem da tubulação; 9. A tinta epóxi ou a borracha clorada, são ótimos substitutos do azulejo para áreas molhadas; 10. Para o piso, o granilite é econômico e resistente, sendo uma ótima opção para substituir mármore ou granito; 11. Em um projeto rústico, consulte seu arquiteto sobre a possibilidade de deixar internamente visível o telhado.

casacozinha.blogspot.com


Aquecedores Vantagens de utilização dos Aquecedores Solares de Água São inúmeras as vantagens do aquecedor solar, principalmente num país como o Brasil, que tem uma grande quantidade de horas de Sol por dia. Normalmente, a economia de dinheiro obtida faz com que o aquecedor solar se pague em cerca de 36 meses. A melhor qualidade neste tipo de uso está relacionada ao fato de que a água aquecida pelo sol não contém íons de eletricidade, proporcionando um bem-estar maior ao banho. A redução do uso do chuveiro elétrico em horário de pico é altamente benéfica para a concessionária de energia elétrica e também para o usuário, que vai pagar menos na conta de luz. O aquecedor solar também é um meio ecológico de preservar a natureza, pois reduz o uso de fontes de energia não-renováveis, aproveitando a energia limpa do sol. Ter aquecedor solar é símbolo de modernidade e de consciência ecológica, e isso tem sido cada dia mais valorizado pelos consumidores. Além de tudo, o aquecedor solar valoriza o imóvel ou negócio, no caso das aplicações comerciais. Benefícios Ambientais Motivados pela Aplicação da Tecnologia Solar Cada metro quadrado de coletor solar evita: Inundação de cerca de 56 metros quadrados para geração elétrica. Consumo de 55 kg de GLP/Ano. Consumo de 66 litros de diesel/Ano. Consumo de 73 litros de gasolina/Ano. Consumo Anual de 215 kg de lenha. Utilização indesejada da energia nuclear. Aquecimento Solar, energia pura, inesgotável, sem custo e ecologicamente correta. SANDRO PIRES, DEPTO. TÉCNICO ECOSOL AQUECEDORES.

101 Casa & Jardim


SINAMM Farmácias de Atibaia recebem certificado de participação As farmácias de manipulação de medicamentos Água Viva, Áurea e Brufórmulas receberam da Anfarmag – Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais o certificado de participação do SINAMM – Sistema Nacional de Aprimoramento e Monitoramento Magistral. Após 20 meses de participação em todos os módulos do sistema que inclui educação continuada, técnica e gerencial, as farmácias passam a apresentar um grau de excelência baseado em padrões de qualidade reconhecidos mundialmente. Durante o primeiro ciclo do SINAMM, a Anfarmag trabalhou na análise de 14452 matérias-primas e comprovou a qualidade dos insumos utilizados nas farmácias, o que assegura a credibilidade e segurança do medicamento manipulado, de acordo com as normas estabelecidas pela ANVISA. O segundo ciclo do SINAMM terá início em janeiro de 2009, as farmácias de manipulação interessadas em fazer parte deste amplo programa de capacitação e padronização devem enviar e-mail para: sinamm@anfarmag.org.br. SINAMM Promovido desde 2006, o SINAMM (Sistema Nacional de Aperfeiçoamento e Monitoramento Magistral) tem como objetivo a garantia da qualidade dos produtos magistrais e a excelência dos serviços prestados pelos estabelecimentos participantes. O trabalho permite um forte controle de qualidade de matérias-primas e produtos acabados em laboratórios credenciados e auditorias de qualificação de fornecedores e farmácias, além de prover um banco de dados com artigos científicos. Por meio do sistema cada farmácia monitora todos os principais processos que impactam na qualidade final de seus produtos e serviços, promovendo de forma facilitada a adequação à legislação sanitária do setor, com foco nas Boas Práticas de Manipulação

em Farmácia estabelecidas pela RDC 67/2007 da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Devido ao compartilhamento de informações em plataforma eletrônica, a área técnica da Anfarmag monitora nacionalmente a condução dos processos magistrais de seus associados participantes.Por meio do SINAMM, a Anfarmag deseja que as farmácias de manipulação do país mantenham um grau de excelência baseados em padrões de qualidade reconhecidos mundialmente. Médicos especialistas reconhecem a importância do medicamento manipulado para os tratamentos atuais. Hoje, no Brasil, médicos em diversas áreas prescrevem fórmulas com dosagens individualizadas (em regime personalizado) para estimadas 60 milhões de pessoas/ano. SINAMM amplia compromisso das farmácias com a qualidade de produtos e serviços Com a estruturação do SINAMM, a Anfarmag pôde demonstrar ao longo desses três anos para a Anvisa o compromisso do segmento com as questões da qualidade de seus produtos e serviços. Entre os instrumentos fundamentais para isso estão as inspeções sanitárias para checar o cumprimento pelas farmácias da regulamentação das boas práticas que estava em discussão e o desenvolvimento de um sistema próprio de auto-regulação, como o SINAMM. Auditoria orienta sobre cumprimento das boas práticas de manipulação Para avaliação do cumprimento dos requisitos sanitários e outros pré-estabelecidos pela Anfarmag, as farmácias participantes do SINAMM também são auditadas por empresas credenciadas. Esta auditoria tem caráter de orientação e possibilita à farmácia mais uma forma de verificar e aperfeiçoar alguns pontos relacionados à documentação e às boas práticas de manipulação. www.cleinaldosimoes.com.br

Casa & Jardim 102


A construção na Antigüidade A construção na Antigüidade Para firmar a estrutura dos edifícios, os gregos apoiavam vigas de madeira horizontais sobre grandes quantidades de colunas verticais. Como a madeira acaba apodrecendo, a maioria dos seus belos edifícios ruiu com o tempo. Os romanos descobriram o cimento, uma mistura dura como o granito, feita de terra vulcânica e pedra britada. Isso lhes permitiu construir formas diversas, como arcos, abóbadas ou cúpulas, pois bastava despejar o cimento em moldes de madeira na forma desejada e retirá-los quando o cimento estivesse seco. Na Idade Média, a técnica arquitetônica do arco ogival, da abóbada de arestas e do arcobotante, utilizada nas catedrais góticas, distribuía o peso dos elementos como o esqueleto de um animal ou as fibras de uma árvore.

Habitações inteligentes: A cada dia descobre-se uma nova aplicação para informática nas habitações. O centro de controle das chamadas habitações inteligentes, por exemplo, é o computador doméstico. Nele são ligados os aparelhos terminais, como sistema de som, os televisores, os aparelhos de vídeo, os eletrodomésticos, aquecedores, luzes e os telefones. Esse conjunto também dispõe dos chamados elementos de campo, isto é, sensores e detectores, como os termostatos, os medidores de temperatura e de vazamento de água e fumaça. Num futuro não muito distante, o computador será colocado em contato diário com um centro meteorológico para receber a previsão do tempo e automaticamente, conforme o céu esteja nublado ou limpo, baixará mais ou menos as persianas,

programará a calefação e também a intensidade das luzes indiretas. O sistema de uma habitação inteligente também se ocupa de diminuir ao máximo o consumo de energia e de informar sobre o gasto energético a cada momento. Novos materiais: Desde meados deste século, os materiais tradicionais vêm sendo substituídos ou complementados por outros, como o alumínio, em estruturas e fachadas, e os vidros especiais, usados no isolamento térmico e acústico. Derivados de petróleo também são isolantes, e materiais industriais como resinas e silicones permitem a criação de novas linhas arquitetônicas. www.geocities.com

103 Casa & Jardim


Arquitetura Arte útil por excelência, a arquitetura é a que revela de maneira mais profunda a evolução das sociedades ao longo de sua história. O fato de ser uma arte e também ciência aplicada levou a noção de arquitetura a incluir concepções muito diversas. São freqüentes as críticas dos profissionais do setor ao ensino da arquitetura em colégios e universidades como uma disciplina puramente “artística”, sem levar em conta os problemas formais e técnicos que originaram diferentes soluções. Para compreender a gênese da arquitetura, cabe atentar para três fatores determinantes: as possibilidades que em dado momento as técnicas e materiais propiciam; as necessidades a que um edifício concreto atende; e as concepções artísticas predominantes. Tradicionalmente, a definição mais primordial de estilo é aquela que o associa à forma da arquitetura, e principalmente seus detalhes estético-construtivos. Parte-se então, para a idéia de que diferentes estilos possuem diferentes regras. Esta é uma idéia que, após os vários movimentos modernos da Arquitetura, tornouse ultrapassada e combatida. A arquitetura, pelo menos no plano teórico, passou a ser entendida através daquilo que efetivamente a define: o trabalho com o espaço habitável. Aquilo que era considerado estilo passou a ser chamado simplesmente de momento histórico ou de escola. Apesar de ser uma ruptura aparentemente banal, ela se mostra extremamente profunda na medida em que coloca uma nova variável: se não valem mais as definições historicistas e estilísticas da Architecture, o estilo deixa de ser um modelo amplamente copiado e passa a ser a expressão das interpretações individuais de cada arquiteto, daquilo que ele considera como Arquitetura. Portanto, se é possível falar em um estilo histórico, também se torna possível falar em um estilo individual.

©Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda.

Casa & Jardim 104


Arborização deve ir além das “manchas verdes” O bom senso já havia percebido, mas cada vez mais aumentam as evidências de que a arborização urbana é um item indispensável para a qualidade de vida, a começar pelo conforto térmico proporcionado pelas árvores. Com a chegada do verão, é o caso de se lembrar a necessidade da arborização. Até porque Atibaia dispõe apenas de manchas “verdes” e raras ruas arborizadas em poucos bairros. É possível caminhar confortavelmente em vias da Vila Santista, no Jardim Paulista e região, dentro e no entorno do Parque Edmundo Zanoni, no Largo do Major e Parque das Águas, na praça dos Três Poderes (no caminho para a Pedra Grande, no Refúgio das Fontes. E onde mais? Quando esteve em Atibaia para uma palestra no Centro de Convenções, Marcos Buckeridge - professor do Departamento de Botânica do Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, biologista vegetal que trabalhou no Jardim Botânico de São Paulo por 20 anos - fez esse tipo de análise, destacando a importância da arborização. Segundo ele, a diferença de temperatura entre o Largo do Major e o Alvinópolis, um dos bairros mais áridos da cidade, pode chegar a sete graus. Em seu curriculum, o professor tem a Fapesp – área de pesquisa – e, por indicação do Ministério da Ciência e Tecnologia, o famoso IPCC (Intergovernmental Panel of Climatic Changes/Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas). Em outubro de 2008, uma pesquisadora da Unicamp foi destaque no caderno Equilíbrio, da Folha de S. Paulo, em artigo de Amarílis Lage. O estudo analisa a influência de uma árvore na sensação térmica; conforto é proporcionado principalmente pelo aumento da umidade relativa do ar. A matéria começou assim: “à medida que os dias quentes de verão se aproximam, praças e parques reforçam seu papel de oásis urbanos. Basta visitar

um desses locais para constatar: o calor diminui e a sensação é mais agradável. Mas uma nova pesquisa mostrou que não é apenas em grandes áreas verdes que esse benefício é possível: cada árvore constitui um microoásis. E, sozinha, consegue melhorar o conforto térmico ao seu redor”. A constatação é da arquiteta Loyde Abreu, que fez a descoberta em sua pesquisa de mestrado na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). No caso do jambolão, tem-se uma árvore que chega a perder 101 litros de água por dia (uma lavadora de roupas com capacidade para cinco quilos gasta 135 litros). A 10 m dessa árvore, a umidade média é de 68%, segundo Abreu. A 50 m de distância, esse índice cai para 57%. A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera preocupantes os índices inferiores a 30%, pois trazem riscos à saúde. São essas gotículas envolvendo a planta que proporcionam o conforto, mesmo que a pessoa esteja sob o sol. A lógica é a mesma de um borrifo de água: a temperatura não muda, mas a sensação é de frescor. Para a arquiteta Pérola Felipette Brocaneli, professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o estudo comprovou cientificamente algo que, até o momento, era alvo apenas de estimativas: “É um dado excelente. A maior parte das pessoas não tem esse conhecimento sobre a importância que uma única árvore tem”. Além de aumentar a umidade do entorno, a vegetação também ajuda na absorção de parte da radiação que vem do Sol. Ainda no caso do jambolão, a absorção promovida pela copa da árvore chega a 89%. Os galhos e as folhas também atenuam a velocidade do vento. É mais um dado positivo para o conforto térmico: o vento forte, além de incomodar a pele, espalha a umidade promovida pela árvore, fazendo com que ela não seja mais significativa.

105 Casa & Jardim


Tipos de aquecedores Os aquecedores domésticos a gás são basicamente de dois tipos: • Por passagem - em que a água é aquecida gradualmente, à medida em que passa pelo aparelho. O aquecimento ocorre através da passagem de água por um sistema de serpentina disposta ao redor de uma câmara de combustão, não exigindo reservatório por acumulação. • Por acumulação - são aparelhos em que o aquecimento ocorre através da passagem da água por um sistema de serpentina, tendo reservatório por acumulação, em que a água aquecida fica armazenada em boilers instalados no forro ou em falsos armários. Economia e Segurança As chamas de gás devem apresentar cor azulada. A presença de instabilidade e tonalida-

Casa & Jardim 106

des amarelas, indicam que os queimadores estão sujos ou desregulados e, desta forma, consumindo mais gás. Os registros e as conexões devem estar sempre em perfeito estado. Em ausência prolongada (viagens) é recomendável fechar os registros de gás dos aparelhos. Recomenda-se não utilizar a temperatura máxima do aquecedor desnecessariamente. O local onde o aquecedor encontra-se instalado deve possuir ventilação permanente, pois o queimador consome oxigênio durante a combustão. Jamais deve-se eliminar ou reduzir a ventilação nestes ambientes. A queima de gás no aquecedor gera substâncias nocivas, que devem ser eliminadas através da chaminé. Portanto, recomenda-se verificar periodicamente se a chaminé está perfeitamente encaixada, ajustada e desobstruída. Nunca utilize fósforos ou isqueiros para

detectar vazamentos nos equipamentos e nas instalações. O bom e seguro funcionamento do Aquecedor Central a Gás é obtido mantendo-o limpo e regulado. Este aquecedor deve ser revisado pelo menos uma vez por ano. Não instalar aquecedor instantâneo em residência térrea ou sobrado sem o uso de sistema de pressurização hidropneumático ou com “pulmão” para garantir a vazão ideal de funcionamento. Mesmo que haja altura suficiente para acionamento, o aquecedor não funcionará de maneira adequada devido a baixa vazão, o que faz com que a água saia em uma temperatura muito elevada, provocando desequilíbrio de pressão quando se faz a mistura com a água fria causando instabilidade no funcionamento do equipamento e o seu desligamento. www.fazfacil.com.br


Revestimentos cerâmicos

O bom desempenho dos revestimentos cerâmicos depende, primordialmente, da correta especificação e execução dos detalhes. O rejuntamento das juntas de movimentação é um ponto que pode tornar o sistema vulnerável. Não faltam motivos técnicos que justifiquem a opção por revestimentos cerâmicos nas fachadas. A estanqueidade maior e o fato de prescindir de manutenção periódica com a mesma freqüência de revestimentos argamassados são duas características que ocorrem prontamente a qualquer especificador. Somem-se a isso o custo direto mais baixo e a vida útil maior, comparada a outros revestimentos, e se terá um pacote de boas razões para o uso das cerâmicas, particularmente em regiões litorâneas ou de grande exposição a agentes atmosféricos agressivos. Historicamente, o peso cultural é o principal fator que leva à escolha dos revestimentos aderidos em fachadas de edifícios. Introduzido no Brasil durante o período colonial, o revestimento cerâmico sempre foi símbolo de status. Fachadas azulejadas fizeram o trânsito dos casarões para os edifícios de alto padrão. A familiaridade com os métodos executivos, interfaces já resolvidas e mão-deobra farta, também contam pontos para os revestimentos cerâmicos e fazem extrapolar a questão meramente econômica. Sistemas mais modernos, como as fachadas ventiladas, por exemplo, exigem maior investimento, mão-de-obra especializada e equipamentos raros - senão inexistentes - por aqui e novos elementos de projeto, como a compatibilização das esquadrias com o vão formado entre fechamento e revestimento.

www.construtoramestra.com.br

107 Casa & Jardim


Casa & Jardim 108


109 Estética & Saúde


Densitometria óssea A Densitometria Óssea estabeleceu-se como o método mais moderno, aprimorado e inócuo para se medir a densidade mineral óssea e comparado com padrões para idade e sexo. Essa é condição indispensável para o diagnóstico e tratamento da osteoporose e de outras possíveis doenças que possam atingir os ossos. Os aparelhos hoje utilizados conseguem aliar precisão e rapidez na execução dos exames, a exposição à radiação é baixa, tanto para o paciente como para o próprio técnico. O técnico do sexo feminino pode trabalhar mesmo estando grávida. As partes mais afetadas na osteoporose são: o colo do fêmur, coluna, a pelve e o punho. As partes de interesse na obtenção das imagens para diagnóstico são o fêmur e a coluna vertebral.

Estética & Saúde 110

Sabe-se que hoje a densitometria óssea é o único método para um diagnóstico seguro da avaliação da massa óssea e conseqüente predição do índice de fratura óssea. Segundo a Organização Mundial de Saúde, OMS, a osteoporose é definida como doença caracterizada por baixa massa óssea e deterioração da micro-arquitetura do tecido ósseo. É recomendado que se repita anualmente a densitometria óssea para que o médico controle o acompanhamento evolutivo da osteoporose. É o único exame de imagem preventivo de doenças. O objetivo de se fazer uma densitometria óssea é avaliar o grau da osteoporose,

indicar a probabilidade de fraturas e auxiliar no tratamento médico. O paciente não necessita de preparo especial e nem de jejum. O exame leva aproximadamente 15 minutos. A osteoporose pode ser controlada. Fonte: wikipedia


Reflexologia nos Pés A reflexologia baseia-se no princípio de que existem áreas, ou pontos reflexos nos pés e nas mãos que correspondem a cada órgão, glândula e estrutura no corpo. Ao trabalhar nesses reflexos, reduzimos a tensão em todo o corpo. A energia está sempre fluindo através de canais ou zonas no corpo, que terminam formando os pontos reflexos nos pés e mãos. Quando esse fluxo de energia flui desimpedido, permanecemos saudáveis, e quando está bloqueado por tensão ou congestão, ocorre a doença. Mediante o tratamento dos reflexos, os bloqueios são desfeitos, e a harmonia é restaurada a todos os sistemas. Tratando um pé de cada vez, trabalhamos nos reflexos da sola, os lados e peito do pé, usando as técnicas digitais apropriadas. O principal benefício da reflexologia é o

relaxamento. Ao reduzir a tensão, também melhora a irrigação sanguínea, faz aflorar um funcionamento nervoso desimpedido, restabelece a harmonia entre todas as funções do corpo e combate o estresse. Como os pés representam um microcosmo do corpo, todos os órgãos, glândulas e outras partes do corpo estão dispostos em arranjo similar nos pés. A representação microcósmica de partes do corpo em diferentes áreas do organismo também se manifesta na íris do olho, na orelha e nas mãos. Todavia, as zonas reflexas dos pés são mais fáceis de localizar porque cobrem uma área maior e são mais específicas, tornando mais fácil trabalhar com elas. A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas

específicas, provocando mudanças fisiológicas no corpo, na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para conquistar e manter uma saúde melhor. A técnica do tratamento reflexológico é simples, não requerendo anos de treinamentopara ser aplicada eficazmente. Nesta forma de terapia, útil no tratamento de doençase eficaz para manter a saúde, é muito importante o relacionamento entre o terapeuta e o beneficiário no processo de cura. O terapeuta atua como um mediador para ativar o potencial de cura do paciente.

www.sensiart.com

111 Estética & Saúde


Solução: onde o idoso será bem cuidado! O Solar Caminho das Rosas é um centro que permite o familiar continuar trabalhando tranquilamente com a certeza que o idoso será bem cuidado durante o dia, enquanto você estiver fora. O idoso pode continuar morando em casa com a família, e receber durante o dia toda a estimulação e convívio social que necessita através das terapias e do nosso grupo especializado. Os idosos são assistidos por uma equipe multiprofissional: Enfermeira Padrão: - Cuidados de enfermagem planejada e individualizada - Higiene, verificação de pressão, medicamentos em horários estipulados. Nutricionista - Atendimento às necessidades nutricionais, com dieta balanceada. Psicologia Psicologia individual; grupo de apoio para o idoso e seus familiares; avaliação dos aspectos cognitivos. Yoga - Conquistando a consciência entre equilíbrio, força e flexibilidade do seu corpo. Fisioterapia preventiva e convencional

Estética & Saúde 112

- Consulta e avaliação fisioterápica - Fisiologia de exercícios e massagens. Terapeuta Ocupacional - Dança sênior - Avaliação e reabilitação da memória. Recreação - Estimular a memória, coordenação motora através de artes plásticas, teatro, coral, dança e artesanato. -Passeios culturais e de lazer. Transporte leva e traz.

Solar Caminho das Rosas Praça Santo Antônio, 448 – Alvinópolis. F: 4402-2856 Celular: 7120-1486 Site: www.solarcaminhodasrosas.com.br e-mail: solar.rosa@yahoo.com.br Horário de atendimento: Segunda à sextafeira 6h:30min às 18h:30min


Maquiagem definitiva ou Dermopigmentação A praticidade de dormir e acordar maquiada sem ter o menor trabalho é um dos motivos do sucesso da maquiagem definitiva. Arrumar falhas na sobrancelha, realçar os olhos, tornar os cílios mais volumosos e contornar os lábios são outras vantagens da dermopigmentação. Passados 30 dias da primeira aplicação, exige um retoque para fixar melhor a pigmentação e acertar a tonalidade. Depois disso, a próxima sessão, geralmente, só é necessária após seis anos, variando de pessoa para pessoa. O processo é simples, mas as desvantagens também são relevantes. O primeiro passo é ter certeza absoluta de que deseja fazer determinado tipo de maquiagem, já que esta é como se fosse uma tatuagem e só sairá com uma cirurgia a laser. Uma boa dica é pedir para o profissional simular a maquiagem definitiva com uma caneta removível para ter idéia de como vai ficar o novo visual. Outro fator importante é a experiência do profissional e a qualidade do pigmento utilizado. Fazer um teste para verificar se seu corpo reagirá bem ao pigmento também é fundamental. Centro de Estética Germana R. Vereador Doutor V. dos Santos, 400 Vila Santista – Atibaia SP Telefone: 4411-7559

A avaliação é gratuita.

Terapia por Acupuntura em Odontologia Originária da milenar Medicina Tradicional Chinesa, esta prática de estimulação sensorial, aplicada em locais determinados do corpo (pontos de acupuntura) visa a prevenção ou tratamento de inúmeras patologias e sintomas. A técnica produz efeito sedativo, hemostático e analgésico, além de apresentar ações antiinflamatórias, ansiolíticas, miorrelaxantes, e aumento da função imunológica (ativando os órgãos relacionados com a imunidade como o baço, medula óssea, nódulos linfáticos e timo). A acupuntura promove ainda a recuperação da função motora, efeito importante nas paralisias faciais, no pré-atendimento de pacientes ansiosos e estressados, durante o atendimento auxilia na anestesia convencional, no período pós-cirúrgico possibilita um maior grau de conforto e menor uso de medicamentos, pessoas que passaram por radioterapia na cabeça e pescoço também podem se beneficiar com o uso da acupuntura. Outras afecções que se manifestam na cavidade oral e região de cabeça e pescoço, como disfunção de ATM, bruxismo, trismo, xerostomia, cefaléia, dor cervical, perda de olfato e paladar, aftas recorrentes, herpes labial, entre outras, podem ser tratadas com a prática da acupuntura. Venha se beneficiar com o uso da Acupuntura!

Dra. Vanessa Pantarotto Moreira Crosp. 86.787 R. Leopoldo Soares do Amaral, 12 Vila Junqueira CEP: 12941-690 Atibaia Fone: 4412-5752 e-mail: vp.mo@hotmail.com

113 Estética & Saúde


Fibromialgia e a Hidroterapia A fibromialgia é uma síndrome dolorosa crônica, não inflamatória, caracterizada pela presença de dor músculo-esquelética difusa, rigidez, fadiga, distúrbio do sono e pontos dolorosos específicos. As causas da doença não estão perfeitamente esclarecidas, mas sabe-se que a diminuição da serotonina e de outros neurotransmissores provocam maior sensibilidade aos estímulos dolorosos e podem estar implicados na diminuição de fluxo sanguíneo nos músculos e tecidos superficiais encontrados na fibromialgia. A doença requer um tratamento multidisciplinar envolvendo médicos, fisioterapeutas e psicólogos. Um dos recursos da fisioterapia para o tratamento da fibromialgia é a Hidroterapia, que visa promover a analgesia, diminuição da rigidez articular, ganho de amplitude de movimento e relaxamento muscular. A água permite uma mobilidade maior das estruturas corporais, tornando os alongamentos mais eficientes. As propriedades da água são ideais para alcançar objetivos terapêuticos em um am-

biente seguro e efetivo. Os exercícios em água aquecida minimizam o desgaste articular e o impacto em comparação com os exercícios em solo. O relaxamento muscular obtido com a imersão, alivia a dor nas articulações doloridas, tendo aí o grande benefício da água quente como tratamento.

Ft. Luciana Pires de Camargo Crefito 35996-f Tel: 9531-4243 Ft. Alexandra Franco Pessoa Silva Crefito 61537-f Tel: 9653-2111

Use as frutas a favor da sua beleza As frutas são um luxo que a natureza nos dá de presente: cores, sabores e texturas deliciosas. Mas além do sabor as frutas também podem potencializar a beleza. Você pode consumi-las recém saídas do supermercado, da banca ou do pé. Os novos cosméticos aproveitam propriedades das frutas para que as mulheres fiquem belas “à moda natural”. Não há nada mais sensual do que uma boa fruta. As frutas têm muitas propriedades que ajudam a manter a beleza e a purificar o organismo. Saiba as vantagens de cada fruta para que sua dieta seja mais adequada às suas necessidades. Manga - Purifica o sangue e é boa para a pele. Ajuda no tratamento contra a acne. Limão - Por ter muita vitamina C, favorece a circulação, cura resfriados e faz bem para o estômago. Ajuda a curar as úlceras da boca. Laranja - Rica em vitamina C, é energizante, laxante e previne infecções. Framboesa - Tonificante, vigorizante e desitoxicante. Estética & Saúde 114

Kiwi - Possui muita vitamina C, é antioxidante e laxante. Ajuda nos tratamentos contra a tensão, a depressão e as desordens digestivas. Melão - Com muita vitamina A, é bom para a pele e ajuda a manter o bronzeado intenso. Abacaxi - Favorece a digestão e purifica o organismo. Uva - Ajuda a combater a anemia e a fadiga. Previne o câncer e reduz o nível de colesterol no sangue. Também ajuda a limpar e a regenerar o organismo. Apesar de todos os avanços do campo da cosmética, o que chama a atenção nesses produtos é seu apelo natural. É muito mais atraente a fragrância das frutas que, com o contato, deixa a pele irresistível. Essa tendência “frutal” dos cosméticos reforça a idéia de que, na maior parte das vezes, o mais natural é mais sexy. beleza.terra.com.br


Renove as energias 1. Levante-se assim que o despertador tocar Estudos comprovam: quem sai da cama rapidamente fica mais ativo durante o dia. 2. Prepare infusões com ervas Faça um chá ou prepare um banho com alecrim ou tomilho, para aumentar o pique. Para o chá, ferva 1 xícara de água e coloque 1/2 colher da erva. Para o banho, jogue a infusão morna sobre o corpo, ao final da chuveirada. 3. Espreguice-se com prazer Quando você faz isso, alonga os músculos e ativa a circulação, preparando o corpo para as atividades do novo dia. 4. Dê atenção à respiração Inspire pelo nariz (para que o ar seja filtrado e aquecido), expandindo a barriga. Quando os pulmões estiverem cheios, prenda o ar por alguns segundos. Na expiração, solte o ar pela boca e contraia a barriga, liberando quase todo o ar de dentro dos

pulmões. 5. Capriche no café-da-manhã Mesmo sem fome, não pule essa refeição. Afinal, enquanto você dormia seu organismo trabalhava. A respiração, os batimentos cardíacos e a circulação sanguínea também consomem energia. 6. Sorria mais Sorrir é um ótimo exercício para aumentar a quantidade de ar que chega aos pulmões. Se um sorriso ajuda bastante, imagine uma boa gargalhada! 7. Ligue o som e dance Movimentar-se ao ritmo da música estimula uma parte pouco usada do cérebro e desperta o corpo e a mente. 8. Decore seu quarto com verde ou vermelho Segundo o feng shui, se você acrescentar objetos dessas cores, descansará melhor durante o sono e despertará mais bem-disposta

e animada. 9. Invista nos florais de Bach Eles equilibram o campo energético do corpo e aumentam a disposição. Se usar na forma de spray, pingue algumas gotas na água e borrife no rosto e no corpo quando estiver desanimada. Os florais mais usados são: . ELM — Para dar energia. . HORNBEAM — Para o cansaço. . OLIVE — Para a exaustão. 10. Tome banho com essências Os óleos de alecrim e limão ativam a circulação. No chuveiro, misture o óleo à água antes de jogar no corpo. Outra opção é diluir a essência em um óleo vegetal de semente de uva ou amêndoas e espalhá-la pela pele depois do banho. Fonte: mdemulher.abril.uol.com.br

115 Estética & Saúde


Educação Odontológica Infantil A educação e a motivação odontológica são ferramentas extremamente importantes, pois são capazes de desenvolver uma consciência, em uma população, das reais causas dos seus problemas e despertar o interesse pela manutenção da saúde. A educação odontológica infantil visa mudar o comportamento das crianças préescolares (3 a 6 anos) e do ensino fundamental quanto aos problemas de saúde bucal, minimizando, assim, o número de ocorrências futuras de cárie, doenças periodontais (da gengiva) e perda precoce dos dentes. Dentro do ambiente da escola, o odontopediatra desenvolve um treinamento para a técnica correta de escovação, de acordo com a idade das crianças envolvidas e a coordenação motora das mesmas. Desse

modo, a criança se familiariza com o hábito da escovação e aceita melhor a execução desse hábito diário. Além desse treinamento, de maneira gradual, informações sobre o desenvolvimento da cárie, a quantidade de creme dental, o uso do fio dental, o uso do flúor, as dietas cariogênica e não-cariogênica, os tipos e as funções dos dentes são trabalhadas com as crianças. A escola desempenha um papel fundamental já que o ambiente escolar, tanto nos seus aspectos físicos quanto humanos, é bastante familiar para a criança, e geralmente esta apresenta um espírito favorável para a absorção das informações nesse ambiente. A introdução da figura do cirurgião-dentista em um local conhecido também torna a

adaptação da criança ao consultório mais fácil. As crianças adquirem uma correta coordenação motora para realizar a escovação dental, além de conscientemente adquirirem esse hábito saudável. A educação odontológica infantil visa criar uma geração em que as crianças de hoje sejam adultos conscientes em relação à sua saúde bucal. Através do recebimento das informações na escola, a criança acaba afetando o ambiente familiar de forma positiva, cobrando dos pais o hábito da escovação. O odontopediatra pode utilizar as reuniões de pais para transmitir informações importantes de forma a reforçar as informações passadas para as crianças. www.somaodontologia.com.br

Estética & Saúde 116


A construção do sorriso As técnicas de implantes oferecem solução, tanto funcional como estética, para quem perde um ou mais dentes ou está totalmente desdentado. Além disso, restauram o precioso bem da auto-estima. O antes e o depois são momentos na vida de quem busca a construção de um sorriso. Quem havia perdido seus dentes, no primeiro registro carrega um rosto que reflete a tristeza e o desequilíbrio dessa perda; no segundo, a alegria de quem obteve de volta uma boca estruturada. Os casos foram tratados em Atibaia pelo profº dr. José Theodoro Pinto. “Os implantes permitem uma alimentação natural, um sorriso confiante e uma fala tranqüila”, comentou o especialista ao mostrar à revista Enfase as fotos dos casos clínicos. É impressionante como a ausência de dentes leva à reabsorção ou perda óssea. O rosto se desestrutura: o nariz cai e o queixo se afila como no perfil clássico de “bruxa”.

O melhor: os implantes recuperam a harmonia do rosto. O profº dr. José Theodoro Pinto tem participado de eventos na área de odontologia em diversas cidades de São Paulo, em outros Estados e até fora do país. Ele vem ministrando aulas sobre assuntos como “Reabilitação protética com implantes em região de pouca espessura óssea, sem utilização de enxertos”, incluindo cursos de especialização em Implantodontia. A reabilitação com implantes tem, de fato, ampliado seu espaço acadêmico, com o conseqüente reconhecimento por parte da comunidade dos pesquisadores.

117 Estética & Saúde


Dubai, uma cidade de contrastes

Dubai é uma cidade de contrastes, um oásis de oportunidades e um destino para ser descoberto. Banhada pelo Golfo Pérsico, Dubai é um dos sete emirados que compõem os Emirados Árabes Unidos. Durante o século XIX, a cidade não passou de um vilarejo de pescadores, mergulhadores de pérolas e comerciantes beduínos, indianos e persas. O colapso da indústria de pérolas em 1929 iniciou uma fase de declínio que somente foi revertida quando Sheikh Rashid substituiu seu pai em 1939 e dedicou-se a aumentar a importância de Dubai como principal centro comercial da região. Teve uma visão futurista e percebeu que o petróleo, descoberto na década de 60, e tudo que ele trouxe, não poderia durar para sempre (hoje restam apenas 7% das reservas de petróleo) e então providenciou recursos alternativos de desenvolvimento, como por exemplo, o turismo. O resultado disto é que hoje Dubai é um fenômeno, um lugar único no planeta. Apontada com freqüência como a cidade que mais cresce no mundo, nas últimas quatro décadas este pequeno centro de comércio do Golfo Pérsico transformou-se em um dos destinos urbanos mais glamurosos, espetaculares e futuristas do mundo, impulsionado por uma excitante mistura de petrodólares, um visionário senso comercial e pura ambição, elegância e charme.

Esporte & Lazer 118

O vigor com que Dubai conduz seus planos de atrair os dólares de turistas e homens de negócios a eleva a um nível até então inédito de elegância contemporânea, evidenciado por empreendimentos estupendos como a futurista Sheikh Zayed Road, o extraordinário complexo de lazer Madinat Jumeirah em estilo árabe, as arrojadas construções de Palm Jumeirah e o belíssimo Burj Al Arab (cartão postal da cidade) - sem mencionar os megaempreêndimentos imobiliários em andamento na Dubai Marina e em outros pontos - que atestam a determinação dos sheiks no poder de tornar Dubai um dos principais destinos turísticos mundiais no século 21.

por Adriana Herrera Melhor Cia Viagens e Turismo


Relação entre Exercícios Físicos e as DCNT`s As Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT’s) vêm sendo consideradas uma das principais causas de morte nas cidades brasileiras. São doenças adquiridas pelos indivíduos com o passar dos anos. Dentre elas estão: a obesidade, o diabetes melittus e a hipertensão. Hoje em dia o Exercício Físico vem sendo usado como forma de prevenção e tratamento de algumas dessas doenças. As DCNT’s são doenças que na maioria das vezes se manifestam de forma multiplicativa: as pessoas são expostas a mais de um tipo destas. Elas podem se manifestar de acordo com a idade, sexo e hereditariedade, assim como hábitos errados na alimentação, ao tabagismo e consumo excessivo do álcool, além da Inatividade Física. O sedentarismo vem afetando muitas pessoas nos últimos anos. O estilo de vida adotado é o da “teoria do mínimo esforço”, em que muitas delas dizem não ter tempo de se exercitar, não sabendo o risco de morte que uma pessoa inativa possui. Deixar as comodidades da vida moderna de lado, junto a um programa de exercício físico, trará muitos benefícios para essas pessoas. Atividades aeróbias como caminhar, nadar, pedalar, além dos exercícios resistidos são de extrema importância, pois auxilia na redução de peso, fortalece ossos e articulações, ajuda na flexibilidade e tonifica a musculatura, obtendo massa magra. Tudo de forma agradável e respeitando as limitações de cada um. Verificamos com base na pesquisa bibliográfica, que a prática regular dos Exercícios Físicos e a mudanças de alguns hábitos das nossas vidas são as maneiras mais saudáveis para sair do sedentarismo obtendo assim uma vida mais ativa ajudando na prevenção e na reabilitação das DCNT’s que são adquiridas com o passar dos anos, devido aos benefícios ao organismo que ele proporciona. “Academia O Boto Cor de Rosa, Natação Ginástica & Saúde Ltda” Felipe Francisco Bonifácio Gaiato

119 Esporte & Lazer


A importância da natação para as crianças

Nos últimos anos, a prática da natação infantil vem sendo cada vez mais utilizada pelas crianças devido aos benefícios que a água proporciona à saúde física e mental. Porém, muitas vezes os pais não têm a exata noção da importância dessa atividade, valendo a pena ressaltar todas as vantagens da prática da natação: melhora o equilíbrio e a coordenação com a bilateralidade dos movimentos, que por sua vez melhorará o desenvolvimento psicomotor; aumenta a capacidade cardiorrespiratória, auxiliando na maioria das vezes no tratamento da bronquite e asma; auxilia no tratamento da obesidade; melhora a postura; auxilia no problema de baixa estatura gerando maior alongamento e fortalecimento muscular;

melhora a hiperatividade; diminui o estresse do dia-a-dia regulando o sono; melhora a autoconfiança e auto-estima. Pais, fiquem alertas ao procurarem um local de confiança e adequado para matricular seu filhos. Escolham escolas onde haja professores qualificados, que entrem na água com eles, para que tenham total aproveitamento nas aulas. O educador deve respeitar cada etapa de desenvolvimento, explorando e respeitando ao máximo cada etapa maturacional em que a criança esteja. Muitas vezes, a falta desse cuidado acaba gerando algo prejudicial e traumático. O tamanho da piscina deve ser adequado, de preferência não muito grande, pois além de dispersar a atenção da criança não lhe dará total segurança. A temperatura ideal é cerca de 30/31graus. É importante também a disponibilidade de brinquedos e materiais adequados para cada faixa etária. Enfim, se preocupem com a qualidade da aula, pois isso interferirá diretamente no aproveitamento ou não das vantagens que a água oferece. ANDREA RITTES FLORES Proprietária e Professora de Natação da 4 Stilus Escola de Natação (especializada em natação infantil) 4411-8346 www.atibaia.net/4stilus

Receita de ano novo Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha, você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?) Não precisa fazer lista de boas intenções Esporte & Lazer 120

para arquivá-las na gaveta. Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumidas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver. Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre. Carlos Drummond de Andrade


Cuidados para o verão Aí está o verão. E não importa onde você decidiu pegar sol, há uma série de precauções a serem tomadas para evitar que as férias sejam interrompidas por algum problema de saúde. Verão quer dizer sol, e os especialistas são unânimes em dizer que mesmo os mais bronzeados estão sujeitos a envelhecimento prematuro da pele e enrugamento por causa da exposição excessiva ao sol. Além, é claro, de que sol demais aumenta o risco de diversas formas de câncer de pele, inclusive do melanoma, potencialmente letal. Por isso trate de proteger bem a sua pele utilizando um protetor solar de largo espectro, que filtre tanto os raios ultravioleta A quanto B da luz do sol. As crianças, especialmente, precisam estar protegidas.

Os olhos também são sensíveis ao sol, e a exposição excessiva pode aumentar o risco de cataratas. Escolha óculos de sol que bloqueiem pelo menos 99% dos raios ultravioletas. Fazer exercícios em dias de sol quente aumenta a necessidade corporal por água e o risco de insolação. Beba bastante líquido e faça intervalos entre as sessões de ginástica para esfriar um pouco. Bebida e direção nunca vão bem juntos, seja qual for o veículo: um carro, um barco ou um jet-ski. Se estiver dirigindo, não beba, e se estiver bebendo, peça a alguém

para dirigir por você. Se você vai viajar, não esqueça de colocar o estojo de primeiros socorros na mala. E, se alguém da família usa remédios específicos, não esqueça de levar a receita. Se está indo para lugares em que a infra-estrutura sanitária não é aquelas coisas, evite beber água sem que seja fervida antes ou frutas e vegetais lavados em águas não tratadas. Os cubos de gelo devem ser feitos a partir de água fervida, também. Os primeiros indícios de contaminação pela água é a diarréia - ao primeiro sinal, procure um médico! Você é daqueles que enjoam durante a viagem de carro? Saiba que existem vários remédios que podem ser usados sem restrição para prevenir o enjôo. E se você vai passar algum tempo em local de grandes altitudes, procure saber antes os efeitos que você pode sofrer e se preparar para eles. www.lincx.com.br

121 Esporte & Lazer


Esporte & Lazer 122


A evolução da Anestesia na medicina veterinária Nas últimas três décadas tem se notado um grande desenvolvimento da área da Anestesiologia Veterinária. Este segmento se diferencia quando comparada a medicina humana ao encontrarmos em nosso meio, variações que estão relacionados a espécies, com características anatomofisiólogicas diferentes umas das outras, além de idade e estado do paciente. Contando com a participação de diversos profissionais, que preocupados com a qualidade da anestesia oferecida a seus pacientes foram capazes de introduzir na rotina anestésica, novas substâncias, equipamentos de monitoração e novos métodos de utilização dos agentes anestésicos. Tendo também priorizado a importância de se identificar os fatores de risco para o ato anestésico para cada espécie e animal, acrescentando a conscientização crescente sobre

a importância do fator analgésico sobre o ato cirúrgico e pós-cirúrgico. De todos os aparatos utilizados na Medicina Humana, podemos dizer que a grande maioria já é utilizada em Medicina Veterinária, contando com profissionais especializados nesta área, para poder proporcionar segurança e tranqüilidade para o paciente e proprietário. Portanto, se um dia seu animalzinho tiver que passar uma intervenção cirúrgica, mesmo sendo a mais simples que se possa imaginar, se atente a ter confiança no profissional que estará realizando a técnica, pois a vida dele dependerá da capacidade do mesmo. Marcelo Pinto Médico Veterinário Especialista em Anestesiologia Veterinária

123 Animais


Cuide bem do seu velhinho De repente, você se toca de que seu gatinho anda mais preguiçoso, ou que seu cachorro se cansa das brincadeiras muito rápido. Aquela festa que eles faziam quando você chegava em casa foi substituída por um leve abanar de rabo ou horas de sono. O diagnóstico é simples: seu bicho está ficando velhinho.

2. Escolha uma ração especial Compre uma ração para animais idosos, que contenha fibras e vitaminas. O mercado tem opções bem acessíveis.

Veja o que você deve mudar para que seu animal de estimação tenha uma velhice tranqüila, saudável e repleta de carinho.

3. Fique atenta às mudanças Como acontece com a gente, a visão e a audição do bicho pioram com a idade. Chame-o mais alto, evite mudar os móveis de lugar e, se tiver piso frio, coloque um tapete antiderrapante. Assim, ele não força os ossos.

1. Entenda os sinais da idade Cães grandes entram na terceira idade aos 6 anos, e os menores por volta dos 8. Gatos castrados criados dentro de casa ficam velhos a partir dos 8 anos. Já os que ficam na rua vivem menos, porque pegam mais doenças.

4. Vá mais ao veterinário Mesmo que esteja tudo bem com seu bicho, leve-o ao veterinário duas vezes ao ano. Essa prevenção é fundamental para manter bem longe os maiores inimigos dos velhinhos: gengivite, câncer, insuficiência renal e cardíaca, artrite, diabetes e catarata.

5. Mantenha a rotina Se o animal está acostumado a passear e brincar, siga com essas atividades, mas diminua o percurso e caminhe sem pressa. Se quiser brincar, jogue a bolinha mais perto e menos vezes. Ao escovar o pêlo dele, fique de olho em caroços (nódulos) na pele. 6. Capriche no conforto É normal, seu bicho ficará mais tempo deitado. Por isso, mantenha a caminha dele em um lugar quente — e garanta que ela esteja bem fofinha. Se perceber que ele se abaixa com dificuldade, deixe as vasilhas de água e comida um pouco mais altas. 7. Tenha paciência Respeite o novo ritmo do seu bicho e seja paciente com os erros dele. Carinho é tudo para uma aposentadoria feliz. Fonte: mdemulher.abril.uol.com.br

Animais 124


Cães e gatos: é possível criar os dois juntos? fica com outros animais e até mesmo com outros cães. Caso ele não tenha problemas com esta convivência, vá mostrando aos poucos o gatinho para depois deixá-los juntos.

Se você pretende criar as duas espécies em casa e está com medo dos boatos, mostramos que isto é possível, sem muito trabalho e com muita harmonia. Essa história que cão e gato não se dão bem é lenda. Ambos animais são domesticáveis, adoram um carinho e são grandes companheiros. Mas como são duas espécies distintas, alguns cuidados devem ser tomados na hora de criá-los juntos – porque esta convivência é possível, sim! Primeiro: a união fica mais fácil se os dois forem filhotes, mas caso não sejam é só tomar alguns cuidados a mais. Segundo: a seleção da raça também influencia. Por exemplo, alguns cães não se dão bem com

Se você já tiver um gato e quer um cãozinho, o melhor é sempre observar e esperar essa amizade ocorrer naturalmente. Caso o felino seja adulto, fique atento: eles não costumam gostar muito das brincadeiras de filhotes de cães, como ficar mordendo.

outras espécies e algumas vezes nem com outros cachorros, e o mesmo ocorre com os gatos. Tudo depende do condicionamento do animal. Caso você já tenha um cão e queira criar um gatinho também, repare se seu cão

Só observe se o felino, incomodado com o novo morador, não deixa de comer ou fazer suas necessidades, pois isso pode prejudicar a saúde dele. Neste caso é melhor separá-los em ambientes diferentes e permitir uma aproximação bem mais lenta, respeitando o território do gato. itodas.lab.permission.com.br

125 Animais


Lançamento

Novo Ford Focus

Formas belas e contemporâneas O novo Ford Focus impressiona por suas linhas arrojadas e harmoniosas, expressadas através do conceito Knetic Design da Ford, que representa o dinamismo da “energia em movimento”. De qualquer ângulo, o novo Ford Focus se destaca por suas linhas atléticas e dinâmicas. O novo Ford Focus é uma referência em design: desde a grade frontal e os faróis, ricos e fluidos, que produzem um forte apelo visual, passando por sua lateral com formas limpas e bem definidas, até sua traseira com estilo esportivo e sofisticado. Tecnologias inovadoras de proteção passiva e ativa se combinam para dar um padrão superior de segurança.

O novo Ford Focus possui dispositivos de proteção abrangentes e inteligentes. Além de uma célula de proteção dos passageiros extremamente rígida, combinada com zonas de deformação programada, ele vem com dois airbags e freios ABS de série com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e controle de frenagem em curvas (CBC). O interior do Novo Focus Sedan, totalmente renovado, oferece conforto, excelente ergonomia e baixo nível de ruído. Amplo espaço interno: Líder em largura da categoria, com 1840 mm, ele supera os principais concorrentes no espaço para pernas, cabeça e ombros no compartimento dianteiro e no espaço para os joelhos, cabeça e ombros no compartimento traseiro.

Porta-malas espaçoso: O porta malas do novo Ford Focus sedan acomoda 526 litros e permite total aproveitamento do espaço. Novas soluções de direção, suspensão, freios, motor e transmissão para garantir a melhor qualidade de condução do segmento. Motor Duratec de nova geração. O novo Focus sedan é equipado com a nova geração do modelo, o Duratec HE 2.0L, que traz, entre outros aperfeiçoamentos, pistões revestidos em teflon e oferece um ganho de 5cv na versão automática, além de maior rendimento de combustível com baixíssimo nível de emissões.

Autos & Motos 126


127 Autos & Motos


História do Carro Brasileiro

Desde os anos 20, a importação de automóveis era uma rotina bastante conhecida. A Ford Motors Company tinha iniciado a montagem de seus Ford “T”, em São Paulo, em 1919. A General Motors Company fez o mesmo a partir de 1925, com o Chevrolet “Cabeça de Cavalo”. Carro Nacional nessa época, nem mesmo em sonhos. A partir de 1946, a montagem dos carros importados retomou sua rotina, mas alguma coisa havia mudado. A necessidade de improvisar peças de reposição durante o período da guerra fez com que surgisse uma incipiente indústria de autopeças, o que encorajou aqueles que pretendiam construir o automóvel brasileiro. Com o regime de Licença Prévia, instituído em maio de 1948 e controlado pela Comissão de Exportação e Importação – CEXIM – a indústria teve um pequeno alento para desenvolver-se e melhorar seu equipamento. Contudo, em abril de 1951, devido ao temor de que o conflito na Coréia degenerasse em guerra mundial, foram novamente abertas as portas a importação e de modo irrestrito, para permitir que o país fizesse estoques estratégicos. Os empresários consideraram este período crucial, uma prova de fogo para o setor de autopeças. As importações indiscriminadas esgotavam nossas reservas cambiais e o balanço de pagamentos estava a ponto de estourar. Em 1952, o Brasil era um país sem estradas e sem transportes. A 31 de março de 1952, a Comissão de Desenvolvimento Industrial – CDI – criada pelo presidente Getúlio Vargas, instalou a Subcomissão de Jipes, Tratores, Caminhões e Automóveis, presidida pelo subchefe da Casa Militar da Presidência da República, o engenheiro naval comandante Lúcio Meira. Este fato teve grande importância para os destinos da indústria automobilística nacional.

Autos & Motos 128

Fatos animadores: o Aviso 288, da CEXIM, de 19/08/1952, foi o primeiro ato governamental relativo ao setor, liberando a importação de autopeças, mas limitando o licenciamento a artigos não fabricados no Brasil. Assim, 104 artigos produzidos pela indústria nacional continuaram com sua importação proibida. Outro fato importante foi a aprovação, em 30/10/1952, pelo presidente da república, das conclusões da subcomissão, relativas ao fomento da produção nacional de autopeças e implantação gradativa da indústria automobilística no País. Para convencer os incrédulos e pessimistas, foram organizadas mostras e exposições da indústria de autopeças. A implantação da indústria automobilística nacional voltou à tona com a posse de Juscelino Kubitschek de Oliveira na Presidência da República. Lúcio Meira, nomeado ministro da Viação e Obras Públicas, passou a chefiar um grupo de trabalho que deveria, no prazo de trinta dias, apresentar um plano para sua execução. Como decorrência, foi criado o Grupo Executivo da Indústria Automobilística – GEIA – pelo Decreto 39.412, de 16/06/1956. Esta data é considerada quase unanimamente o 1º marco histórico da indústria automobilística no Brasil, porque o GEIA realmente viabilizou os esforços, os planos e as iniciativas referentes ao parque automobilístico nacional. Embora no final de 1956 tenham sido fabricados alguns veículos, a produção efetiva iniciou-se em 1957. Os dados estatísticos omitem a produção de 1956, computando-a no ano seguinte. Na fase de implantação da indústria automobilística nacional, o GEIA recebeu mais de vinte projetos, dos quais dezessete tiveram aprovação e somente doze foram concretizados.

www.carroantigo.com


Brasil poderá ter automóvel a diesel em 2011 A produção de diesel para uso em automóveis faz parte do planejamento estratégico de longo prazo da Petrobras, revelou Sérgio Fontes, consultor sênior da companhia, durante o 5° Fórum SAE Brasil de Tecnologia de Motores Diesel, em Curitiba – PR. De acordo com Fontes, a empresa trabalha com a expectativa de que a liberação da utilização do diesel para automóveis ocorra em 2011. Para a estatal, a distribuição do combustível para carros de passeio ainda depende de estudos de mercado e demanda, e de análises de decisão de governo, inclusive com relação à taxação de impostos. “Se for convocada, a Petrobras cumprirá sua missão”. O uso do diesel em automóveis ganhou defesa contundente durante o Fórum. Luso Ventura, diretor da entidade organizadora, foi enfático: “O Brasil precisa sair dessa posição incômoda. Não há lógica em manter a proibição com a evolução tecnológica pela

qual o diesel passou. Continuarei a insistir nisso enquanto considerar que é bom para o país”. A utilização de diesel em automóveis brasileiros é proibida pela portaria n° 346 do Ministério da Indústria e Comércio, de 19 de novembro de 1976.

A ANFAVEA ainda não teria se manifestado a respeito do tema por não encontrar consenso entre seus associados. Apesar disso não são muitos os fabricantes instalados no Brasil que produzem modelos a diesel destinados à exportação para a Europa e América Latina.

A utilização do diesel é tecnicamente viável e economicamente benéfica. O diesel proporcionaria cerca de 15% a 20% de economia que o GNV, dependendo do modelo do veículo.

A Renault, por exemplo, aproveitou o Fórum para apresentar o Sandero a diesel fabricado por aqui e enviado para fora. Carlos Bonote, coordenador de homologação e regulamentação de produtos de montadora para a América Latina, destacou: “Temos a tecnologia que vai além das exigências de emissões de gases e ruídos. Produzimos veículos a diesel para países com legislações ambientais mais rigorosas que o Brasil”.

O deputado Osmar Serraglio, 1° Secretário da Câmara dos Deputados, defendeu mobilização mais forte e união maior do setor na defesa do tema. Para ele, as discussões do Fórum demonstraram que o respaldo técnico já existe, falta a articulação política para sensibilizar parlamentares a defender a liberação.

Fonte: Revista Sinco peças - SP

129 Autos & Motos


Os cuidados com o calor Verão. Época de férias, viagens e festas. Por outro lado, ruas lotadas por conta das compras de fim de ano, estradas intransitáveis e calor insuportável. Mas nada que um bom planejamento não resolva. E se você leitor não quiser imprevistos, basta apenas se preparar. O calor em si não é o causador de nenhum problema específico no automóvel. Na verdade, a falta de uma manutenção adequada, aliada ao excesso de calor, é que pode contribuir para o surgimento de problemas. O calor apenas potencializa problemas já existentes. Os mais cuidadosos dificilmente terão algum imprevisto relacionado ao calor. A influência da temperatura mais alta fica por conta apenas da oscilação de pressão nos pneus. Fora isso, mais nada. Mas é de grande importância a manutenção da qualidade e quantidade da água

Autos & Motos 130

adequada no radiador, assim como os cuidados com freio, ventoinha e o ar-condicionado. A falta de cuidado com a água pode gerar o empenamento das válvulas do cabeçote, o que pode acarretar em sérios problemas no motor. Também destaca-se a importância do fluído de freio que, caso supere o limite de aquecimento permitido, pode gerar a perda total do sistema de frenagem. A troca deve ser feita a cada 10 mil quilômetros rodados ou anualmente. O ar-condicionado também é outro equipamento que merece atenção especial.A troca do filtro anti-pólem, deve ser feita anualmente para o bom funcionamento. Além disso, existem alguns procedimentos que podem melhorar a qualidade e desem-

penho do equipamento. O ideal é ligar o ar-condicionado pelo menos uma vez por semana, por cerca de dez minutos, para manter os componentes de borracha sempre lubrificados. O excesso de calor pode provocar um ressecamento na válvula do ar-quente, que é responsável pelo controle de água utilizado. Com o ressecamento, a válvula pode quebrar, causando um aumento do calor interno, até mesmo com o ar-desligado, além de problemas no motor. A água utilizada pelo ar-quente é a mesma do motor. A quebra desta válvula pode fazer, em situação limite, com que o motor venha a fundir.

Fonte: carsale.uol.com.br


GUIA DE COMPRAS E SERVIÇOS Animais

Casa e Jardim

Estética Saúde

e

Gastronomia

Imobiliárias

Moda

Farmácia

Informática

Papelaria

tv assinatura

Serviços

antenas

131 Compras e Serviços


Revista ÊNFASE

Editora ÊNFASE

Ano III Nº 10

Enfase edição 10  

revista Ênfase edição 10 - dezembro de 2008

Advertisement