Page 1

AGOSTO 2015

1

CASA


EDITORIAL

O que mais atrai na hora de decorar a nossa casa? Uma cadeira Luís 15, uma estátua de Buda, um banco com jeito de tronco de árvore ou o baú herdado da vovó? Devo contratar um profissional especializado ou o amigo que acha que entende do assunto? Não é uma escolha fácil e nada como a parceria com um bom profissional nesse momento tão importante para nos orientar e interpretar o que desejamos ou o que somos! Simbolicamente, a casa representa a nossa psique e nos revela como indivíduos distintos. Nossa memória, nossa história de vida, encontra no espaço doméstico um lugar favorável de expressão. Portanto, a casa pode dizer muito sobre nós, ou melhor, o espaço em que habitamos pode espelhar tanto a nossa personalidade, como a de nossa família, a dinâmica e as necessidades. Mesmo existindo imenso universo para decoração, construção, questões de sustentabilidade e muito mais, na maioria das vezes acabamos nos perdendo na decisão final, não obtendo o resultado desejado e até caminhando para um gasto maior que as nossas previsões. Pensando nessas dificuldades, é que preparamos para esta edição material específico, contando com a participação de vários profissionais. Como você verá a seguir, vamos expor um pouco do que esse universo tem a oferecer e muitas sugestões que você poderá aproveitar. Faça uma boa leitura e aproveite as dicas! Maria Regina C. S. N. Pereira

Diretoria Rogério Pereira Maria Regina C. S. N. Pereira Publicidade Rogério Pereira Jornalista responsável Luiz Gonzaga Neto MTB 11.336 Fotografia Fabiana Barbosa Fotografia Arte e Diagramação Márcia Mendes Tiragem 5.000 exemplares

Conceitos ou opiniões emitidos em artigos assinados, bem como logotipos e imagens inseridos em anúncios, não são da responsabilidade desta Editora

Editora Ênnfase Avenida Santana, 896 - V. Helena Atibaia - São Paulo 11 4402-4220 www.revistaenfase.com.br /enfasecasa

11 4402-4220 vendas@revistaenfase.com.br

Foto: CASA COR SP 2015 CASA

4

AGOSTO 2015


AGOSTO 2015

5

CASA


sumÁri o

09 10 14

planejando a ConstruÇÃo da sua Casa - Ca lculare a soFistiCaÇÃo do rÚstiCo suzana C. macedo

ilumine-se nadja Ferreira

para todos os estilos 20 lareiras Coifas paraná

Cor sp 2015 26 Casa pavilHÃo todesCHini

14 35

CASA

6

AGOSTO 2015


10 42

32

o drywall solucionando problemas - Denise Corsini Totoli

35

cores sóbrias e muito estilo - Marcella Leite Acabamento e pisos ressaltam a pe rsonal idade do projeto

39 Cecíl ia De-Stefani

de inve rno 42 jardim J aime Carl etti

ambientais 44 questões Ambientium Soluções Ambientais

casa sua vida 50 Sua Tânia Ferraz

AGOSTO 2015

7

CASA


CASA

8

AGOSTO 2015


PLANEJANDO A CONSTRUÇÃO DA SUA CASA:

a importância do projeto estrutural e projetos complementares Quando se fala no projeto da casa ou do prédio, na verdade, fala-se em um conjunto de projetos que incluem: 1) Projeto Arquitetônico; 2) Projeto Executivo; 3) Projeto Estrutural; 4) Projeto Elétrico; 5) Projeto Hidrossanitário; 6) Projeto de Telefonia, 7) Projeto de Ar condicionado. Além dos projetos acima referidos, há outros que podem complementar esse conjunto em função do que se deseja construir. Para residências e pequenas construções comerciais os cinco primeiros projetos atendem perfeitamente. Então, estando o terreno legalmente registrado, chegou o momento de pensar no projeto da construção. E eis o dilema!! Por onde começar? Será que vale a pena gastar dinheiro com Arquitetos e Engenheiros se pode ser tão mais fácil traçar as paredes num papel e dar para um empreiteiro construir? Ledo engano!!! Como diz a sabedoria popular “o barato sai caro” e, quando se trata de construção esse ditado se aplica literalmente. Fazer economia no projeto é a maior ingenuidade que se pode cometer. Construir sem ter, ao menos, um projeto arquitetônico e estrutural, pode significar ter que demolir e reconstruir algumas partes ou mesmo refazer alguns serviços podendo chegar a prejuízos de cifras totalmente imprevisíveis, além da perda da qualidade da sua construção. Resultado: custos altos, tempo perdido, aborrecimentos, etc. Projeto Estrutural, também chamado Cálculo Estrutural, refere-se ao dimensionamento das estruturas que vão sustentar a construção, sendo essencial quando se pensa na segurança do que será construído. Elaborado somente por especialistas, visa adaptar o projeto arquitetônico ao sistema estrutural mais adequado para a construção que irá ser realizada. Através de criteriosos cálculos, o dimensionamento da estrutura proporciona inúmeras vantagens ao cliente, tais como: mais rapidez na execução da obra, mais economia de investimentos em materiais evitando o desperdício destes, facilidade de obtenção de orçamentos como ferragens e concreto usinado através da quantificação dos mesmos, entre outros. Sem contar que uma estrutura mal dimensionada traz inúmeros prejuízos e problemas para o proprietário, como por exemplo:

(11) 4411-8351

deslocamentos de pisos e rachaduras ou trincas em dimensões que podem oferecer riscos de desabamentos da construção. Um Projeto Estrutural evita que situações como estas aconteçam. Projetos Estruturais Complementares (Estrutural, Instalações Elétricas, Instalações Hidrossanitárias, Luminotecnia, terraplanagem e pavimentação, Paisagismo, entre outros) referemse a estudos técnicos que se integram ao projeto arquitetônico. Podemos dizer que trata-se da sobreposição de todos os projetos de uma construção (estrutural, elétrico, hidráulico, etc.) cruzando as informações contidas nestes, para verificar a existência de possíveis sobreposições, interferências e incompatibilidades e buscar soluções para evitar, principalmente, retrabalhos e mais gastos. Os projetos complementares podem ser realizados por especialistas de cada área, porém a coordenação e compatibilização do projeto arquitetônico com os complementares só pode ser feita por profissionais reconhecidamente habilitados. Nós da CALCULARE desenvolvemos todos os projetos acima mencionados, bem como a compatibilização entre eles. Além disso, oferecemos acompanhamento e coordenação da execução dos projetos. Portanto, antes de construir, consulte-nos. Teremos imenso prazer em atendê-lo. Lembre-se: Projetos Estruturais não são despesas, são investimentos em segurança e economia.

Nicolau Jorge Avallone Engenheiro Civil

(11) 97334-6788

Av. da Saudade, 99 - Sala 2, Centro, Atibaia-SP

calculare@calculare.com.br

www.calculare.com.br

SEU PROJETO PENSADO E REALIZADO COM O MELHOR DA ENGENHARIA AGOSTO 2015

9

CASA


S U Z A N A C . M AC E D O | D ECOR A Ç ÃO D E I N T E R I OR ES

A SOFISTICAÇÃO DO RÚSTICO

Em meio aos animais e natureza exuberante, a chácara exibe luxuosa casa, mostrando que bom gosto e sofisticação podem existir em qualquer lugar. A casa de final de semana, projetada para receber amigos e família, tem em seu espaço suítes, ampla sala com living e lareira, sala de jantar, home theater, home office, dois lavabos, cozinha, dispensa, lavanderia. É rodeada por varandas e ainda conta com um loft com quarto, sala, cozinha e banheiro para aproveitamento do mezanino. CASA

10

AGOSTO 2015


D ECOR A Ç ÃO D E I N T E R I OR ES | S U Z A N A C . M AC E D O

A

sala em sobretons contém elementos cuidadosamente escolhidos para que sua beleza seja atemporal. Piso em porcelanato, rodapé de 20 cm, lareira revestida em padrão travertino romano e chama ecológica, tapete em tear manual em harmonia com tecidos de diferentes texturas, como linho, suede, adamascado e seda, contando com detalhes nobres da mesa de centro em rádica, porta pivotante em carvalho, espelhos bisotados e seat garden em alpaca. Um ambiente contemporâneo quebrado pela elegância singular da berger clássica. Com tesouras aparentes para não perder o rústico do campo e muita iluminação natural e de led, dando uma atenção especial à sustentabilidade.

Mesa de jantar com pés em carvalho, vidro serigrafado fendi e cadeiras em palha de buriti. AGOSTO 2015

11

CASA


S U Z A N A C . M AC E D O | D ECOR A Ç AO D E I N T E R I OR ES

O banheiro da Suíte Master com bancada e dois painéis em mármore crema marfil, luz indireta de led, duas cubas de semi encaixe e revestimento de porcenalato arabesco bianco.

A pedido da cliente este ambiente foi executado em tons de marrom e turquesa, destacando o painel em pastilha de coco acima do sofá retrátil de seis lugares. CASA

12

AGOSTO 2015


D ECOR A Ç ÃO D E I N T E R I OR ES | S U Z A N A C . M AC E D O

Fotos: Lucas Barbosa

Divertidamente colorida, a suíte das crianças foi projetada com duas beliches e uma bicama, papel de parede com listras na horizontal, janela com acionamento automático; o banheiro ganha vida com um painel de vidro com película de M&M’S.

Há 17 anos na área da decoração, Suzana C. Macedo assinou inúmeros projetos comerciais e residenciais em Moema, Morumbi, Campo Belo, Itaim, Alphaville e outros bairros D E COR A Ç Ã O D E I N T E R IOR E S nobres em São Paulo. Executou trabalhos para construtoras e restaurantes renomados. Realizou decorações em casas de final de semana, tanto no interior quanto no litoral; barco e no exterior, especificamente na Europa. Costuma aliar elegância a soluções práticas, promovendo verdadeiras transformações em todo tipo de ambiente. Sua filosofia de trabalho é encontrar o equilíbrio entre as novas tendências da decoração e a satisfação pessoal dos seus clientes.

SUZANA C. MACEDO

11

97361-7572

|

11

996121-0212

|

suzanac.macedo@terra.com.br AGOSTO 2015

13

CASA


N A DJA F E R R E I R A - A RQ U I T E TA E U R BA N I STA

Planejar a iluminação é essencial à qualquer projeto de arquitetura, para complementar de forma eficaz a função que se pretende desenvolver no ambiente construído. Nadja Ferreira, Arquiteta

CASA

14

AGOSTO 2015

lookandlovewithlolo.blogspot.com

Ilumine-se!


N A DJA F E R R E I R A - A RQ U I T E TA E U R BA N I STA

harriesrees.com

AGOSTO 2015

15

CASA

Foto: Fabiana Barbosa Fotografia

ciello.com.br

A

creditamos que a descoberta do fogo há centenas de milhares de anos foi a grande força impulsionadora da evolução da humanidade, pois este fenômeno foi a primeira luz concebida de modo artificial, o que permitiu que as noites também fossem iluminadas e muito mais quentinhas e aconchegantes, mesmo para a sociedade primitiva. O tempo passou e em substituição ao lampião a gás, no final do século XIX, Thomas Edson criou a primeira lâmpada incandescente comercializável. Na sequência, há cerca de uns oitenta anos, o mercado conheceu a lâmpada fluorescente, atualmente ainda amplamente comercializada por possuir maior eficiência energética e apresentar um consumo mais baixo que o modelo anterior. Nos dias de hoje, estamos acompanhando o processo de popularização das lâmpadas de LED (sigla para Diodo Emissor de Luz), o que vem causando uma revolução no mercado de iluminação pela alta eficiência energética, baixo consumo de eletricidade e infinitas aplicações nos projetos de iluminação. As lâmpadas de LED são de alta potência e podem substituir as convencionais incandescentes e fluorescentes. Características como temperatura de cor, índice de reprodução de cor, eficiência energética, estabilidade no desempenho e confiabilidade nos dão a certeza de que essa tecnologia chegou para se consolidar e fazer parte permanente dos nossos projetos. A grande maioria das pessoas ainda imagina o projeto de iluminação artificial como a simples escolha da lâmpada ou das luminárias, valorizando apenas aspectos estéticos sem levar em consideração os critérios de funcionalidade e seus resultados nos ambientes. Ao conceber um projeto de iluminação com fontes artificiais, a primeira coisa que devemos fazer é considerar as fontes de luz natural existentes no local para só depois pensar nas escolhas das luminárias. Isso porque durante o dia, sempre deve prevalecer a ação da luz do sol nos ambientes, daí a razão de ser tão importante o posicionamento correto da edificação dentro do terreno, na fase de projeto arquitetônico. Pensando nessas duas fontes de luz – luz natural para o dia e luz artificial para a noite- de forma simultânea é que vamos obter um bom resultado na execução de todo o projeto. Na prática, quando se obtém um perfeito dimensionamento da intensidade da luz no interior dos ambientes de trabalho, por exemplo, este poderá apresentar melhores resultados de rendimento e qualidade pois o conforto visual melhora os níveis de concentração, reduzindo muito o número de acidentes de trabalho, o que quer dizer muito mais segurança na realização das tarefas da instituição. Um outro exemplo, no uso doméstico, quando aplicada na proporção e localização correta a luz gera atmosferas de aconchego e tranquilidade, criando sensações de descanso aos sentidos em áreas como dormitórios, salas de estar e jantar, salas de banho, e outros.


N A DJA F E R R E I R A - A RQ U I T E TA E U R BA N I STA

Mas como criar as sensações ideais para cada ambiente da casa?

diycore.com.br

A resposta não é muito simples, mas resumidamente, podemos lançar mão de alguns importantes recursos na arte de iluminar: podemos utilizar a iluminação geral ou direta (onde as lâmpadas ou luminárias ficam visíveis) ou ainda fazer uso da iluminação indireta (em que paredes e teto são utilizadas como refletores para o equipamento de iluminação), e com efeitos mais sutis nos ambientes que receberem essa luz. Há também a iluminação direcionada, ou luzes de efeitos, onde podemos posicionar luminárias especificas para leitura, para trabalhos manuais delicados, ou ainda podemos instalar uma arandela própria para destacar e valorizar uma obra de arte, ou outros objetos que se pretende dar especial atenção à decoração de interiores. Um profissional habilitado na arte da iluminação é a melhor recomendação para orientar quem deseja aplicar os infinitos efeitos de luz nos ambientes, mas algumas dicas podem ser seguidas por qualquer pessoa que tem o intuito de aperfeiçoar a claridade artificial em alguns locais de convívio:

CASA

16

AGOSTO 2015

rstyle.me

Foto: Fabiana Barbosa Fotografia

A luz centralizada deve ser a mais intensa no ambiente, mas é aconselhável instalar luzes periféricas para auxiliar, como por exemplo fitas de LED embutidas em sancas, arandelas, abajures e outros. Os abajures são mais indicados para os dormitórios e cantos de estar, pois possuem iluminação mais suave e efeitos que transmitem sensações de tranquilidade.


homedesignlover.com

N A DJA F E R R E I R A - A RQ U I T E TA E U R BA N I STA

As luminárias de leitura devem ser instaladas na parte de trás e um pouco acima do leitor, podem ser articuláveis e é recomendado que fiquem cerca de 50 cm de distância do livro. Na sala de TV a dica é iluminar suavemente a parede atrás do equipamento, para que a luz não reflita na tela. Para os locais com pé direito baixo aconselha-se iluminar de baixo para cima, com luminárias no estilo coluna, jogando o foco de luz no teto para que a reflexão da superfície ilumine o ambiente por inteiro.

CASA COR SP 2015

Dica da arquiteta: as lâmpadas de tonalidade branco azulado devem ser aplicadas em cozinhas e lavanderias, porque passam a sensação de limpeza. Dimmers são equipamentos pequenos que controlam os níveis de luminosidade nos ambientes. Existem vários modelos, que economizam energia e podem ser usados com lâmpadas dicróica e halógena. Os projetos luminotécnicos podem ser feitos para todos os estilos de vida, todos os gostos, todos os tamanhos de residências ou de ambientes corporativos e também pode caber em todos os bolsos. Juntos, o cliente e o arquiteto vão decidir o que deve ser destacado e valorizado em cada recinto, seja de lazer, descanso ou trabalho, e desta forma o conjunto da obra de arquitetura ficará “ao estilo do dono”. Aproveite as sugestões, e Ilumine-se!

Nadja Ferreira, Arquiteta e Urbanista, casada, mãe de dois filhos. Formou-se em 2001 na UNIGRAN em Dourados MS, sua cidade natal. Atuou no estado de Mato Grosso do Sul e no Paraguai até 2007 quando mudou-se para Atibaia. Desde então, trabalhou como docente e possui grande acervo de projetos comerciais para shoppings na cidade de São Paulo e Cuiabá-MT, e também projetos Residenciais, Corporativos e de Hotelaria. Atualmente cursando pós-graduação na Unicamp, e com escritório particular na cidade de Atibaia-SP. 11 98278-8210 | 11 3402-1520 | arq.nadjaferr@gmail.com AGOSTO 2015

17

CASA


CASA

18

AGOSTO 2015


AGOSTO 2015

19

CASA


Lareiras

para todos os estilos

O

Observar o fogo de uma lareira é como olhar milhares de anos de história, faz parte de nossa memória genética. A paixão do ser humano pelo fogo é muito antiga. Depois de sua descoberta, nossa vida nunca mais foi a mesma. A palavra “lar” vem de “lare”, que no latim significa, etimologicamente, “a parte da cozinha onde se acende o fogo”. A ideia original de “lar” é de um lugar íntimo, onde há aconchego, e dela surgiu a palavra “lareira”. Nela as famílias se reuniam para se aquecerem em dias e noites frias. As primeiras lareiras eram bem simples feitas de pedras e manualmente. Na era vitoriana, marcada pelo grande avanço nas artes e arquitetura, a lareira ganha status altamente decorativo. Artesãos e artistas, inovam em materiais e criam verdadeiras obras de arte. Há melhoria na estrutura das chaminés reduzindo a poluição no ambiente, aumentando a segurança e a eficiência da queima. Com o passar dos séculos, a lareira também deu origem à criação de novas técnicas de aquecimento. Nos dias atuais, pode-se encontrar várias opções podendo adequar em apartamento, casa, na cidade ou no campo. Veja as vantagens de cada uma delas!

Lareira a lenha Metálica

Lareira a lenha, a mais típica das lareiras que é abastecida a base de madeira para queima. Ela pode ser de canto, CASA

20

AGOSTO 2015

central, embutida ou não. Seu funcionamento necessita de duto para a saída da fumaça, ou seja, tem que ser planejada ainda durante a obra. Quando adquirimos um imóvel que não tem, existe uma possibilidade mais prática que é a lareira metálica, que além de ser mais fácil sua instalação, a estrutura de metal pode ser mais apropriada que a de alvenaria. É uma opção mais prática e de fácil manutenção.


Lareira a Gás

As lareiras a gás funcionam como uma lareira convencional e é alimentado por gás butano (o mesmo gás de cozinha), porém mais segura que a lareira convencional por não produzir fuligem e fagulhas. As lareiras a gás são normalmente decoradas com pedras vulcânicas ou lenhas falsas, para dar um ar mais clássico à chama.

Lareira a Etanol

Assim como as lareiras a gás existem também as lareiras abastecidas a etanol (ou álcool combustível). Ela não produz fuligem. Tem a vantagem de poder ser portátil, acompanhando-o em qualquer cômodo da casa. Existem as de embutir com acabamento em pedras e vidros temperado. O combustível é um biofluido à base de etanol (álcool). Dispensa instalações, basta colocá-la no lugar desejado.

Lareira Elétrica

Neste tipo de lareira você vai encontrar praticidade, beleza e conforto estão entre os itens mais importantes na decoração atual. A Lareira Elétrica proporciona conforto com um toque de elegância. Ideal para salas de jantar, quartos, salas de estar e outros ambientes. O clima é uma obra de arte sob o seu controle.

Lareira Suspensa

A lareira suspensa trata-se de uma tendência promitente e que está cada vez mais presente em importantes projetos de decoração. Totalmente versátil e seu funcionamento pode ser: a lenha, a gás e a álcool. As lareiras suspensas são fabricadas em aço corten ou aço carbono.

agora é só escolher a sua! Confira toda linha de produtos no nosso site ou ligue teremos o prazer em atendê-los.

www.calhasecoifasparana.com.br AGOSTO 2015

21

CASA


CASA

22

AGOSTO 2015


CASA

24

AGOSTO 2015


AGOSTO 2015

25

CASA


CASA COR SP 2015

PAVILHÃO TODESCHINI SEGUNDO STUDIO GUILHERME TORRES

Inspirado pela diva americana do décor Dorothy Draper, arquiteto (re)insere o glamour do Jockey Club nos anos dourados em versão atualizada, revista e ampliada.

Contexto:

Ideia original, inspiração transatlântica. A máxima “menos é mais”, cunhada pelo arquiteto alemão Mies van der Rohe, um dos maiores ídolos de Torres, paradoxalmente, é a antítese do que pregava a legendária decoradora norte-americana Dorothy Draper. Para ela, mais era melhor. Com pisos paginados em preto e branco, boiseries extravagantes de gesso e puxadores superdimensionados, seus ambientes eram excêntricos, exuberantes e glamourosos. A história desta pioneira do décor se funde à própria história do design de interiores como atividade profissional. Seu escritório, no qual trabalhou incansavelmente dos anos 1920 aos 1960, produziu uma série de projetos emblemáticos, entre eles hotéis grandiosos. Também deixou sua marca no Brasil, com os interiores que assinou para o Palácio Quitandinha, uma joia tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional, na região serrana do Rio de Janeiro.

CASA

26

AGOSTO 2015

Sobre o projeto:

Na edição 2015 da Casa Cor São Paulo, o arquiteto Guilherme Torres uniu forças com a gigante Todeschini, grife referência em planejados, para criar, em 400 metros quadrados, uma visão cosmopolita, lúdica e contemporânea que revisita os tempos áureos do edifício do Jockey Club, sede do evento e palco de festas memoráveis do high society paulistano nos anos dourados. Em tempos de austeridade e contenção, Guilherme preferiu tomar o sentido oposto ao revisitar o luxo de uma época sem estigmas datados, criando sua própria interpretação do gosto que partilha em comum com o legado de Dorothy – toques de fantasia e dramaticidade, contrastes de p&b e alguma ousadia nas proporções. “Não gosto de ficar preso às minhas próprias

fórmulas. Acredito que mostras e exposições são lugares de escapismo, próprios para aflorar a criatividade e deixar a imaginação solta” , contou.


AGOSTO 2015

27

CASA


CASA

28

AGOSTO 2015


O mobiliário Todeschini, na visão do arquiteto, migra da cozinha para as áreas mais nobres da casa, como a majestosa sala de jantar, que constrasta os aparadores longilíneos concebidos pela marca, com um lustre Baccarat de 3m de altura e uma mesa de banquete do século XIX que pertenceu a um castelo francês, da Espaço Cardeal, ladeada por dezenas de cadeiras Canthu, de Sergio Rodrigues (loja Teo), revestida em tecidos da Entreposto. A gigante de tecidos, em parceria com a Uniflex, assinou as cortinas do espaço, com pé direito de 6 metros.

Uma biblioteca no acabamento Ouro Preto, exclusividade Todeschini, e o ponto focal do pavilhão social, que apresenta ares palacianos graças ao enorme pé direito e ao delicado trabalho de boiseries nas paredes. O conceito do arquiteto foi imaginar um contexto histórico para a pele do espaço, e assim contrastar com a curadoria de arte e móveis contemporâneos de diferentes épocas. Tanto peças desenhadas pelo arquiteto como ícones do design brasileiro dos anos 50, como Percival Lafer, receberam tecido Entreposto. O tapete gráfico e lançamento da By Kamy e as peças de design finlandês, da Artek, fornecidas pelo Moving, de Brasília. Peças de antiquário contemporâneo, Espaço Cardeal e Teo.

AGOSTO 2015

29

CASA


As obras de arte são de Rodolfo Parigi, Bill Phelps e uma série exclusiva de Gabriel Wickbold, que retrata o próprio arquiteto. Sofás, aparadores, mesas e até uma cama em aço inox, todas assinadas por Guilherme Torres, foram lançados em primeira mão nesta edição da Casa Cor.

CASA

30

AGOSTO 2015


Sobre Guilherme Torres Pode ser um grande arranha-céu comercial no centro da metrópole, um estacionamento feito com containers empilhados, uma casa espetacular, uma peça de design ou uma instalação-artsy. Em qualquer escala, a arquitetura de Guilherme Torres é, definitivamente, plural. Com traços originais que passeiam das linhas de Barragan e Mies van der Rohe ao melhor dos contornos modernos brasileiros, como Vilanova Artigas, Torres construiu um portfólio consistente que o colocou entre os mais expressivos criadores de sua geração. Um dos diferenciais de sua obra são o equilíbrio entre o rigor concretista do traço, as volumetrias impactantes em perfeita equalização de forma, função e proporção, o jogo incomparável de texturas e a customização única dos interiores, ergonômicos e acolhedores, com forte acento autoral, notas lúdicas de seu imaginário pop e curadoria artística sui generis que caracterizam a autenticidade do trabalho – premiadíssimo e imprescindível nas mostras e nas concorrências mais importantes do País. Um compasso vibrante e à frente de seu tempo.

STUDIO GUILHERME TORRES +55 11 2872 8620 Francisco Leitão, 653 05414 025 São Paulo SP Brasil

Sobre a Todeschini Uma das maiores fabricantes de móveis planejados da América Latina, a Todeschini se destaca pelo desenvolvimento de mobiliário e complementos para ambientes personalizados, direcionados para residências, empresas e hotelaria. Características como design, solidez, inovação, confiança e qualidade são marcantes em seus produtos que, alinhados com as principais tendências mundiais de arquitetura, estão presentes em mais de 200 lojas no Brasil e exterior. Este ano, a empresa marcou presença na Casa Cor São Paulo no ambiente “Pavilhão Todeschini”, assinado pelo Studio Guilherme Torres. Além do exclusivo acabamento Ouro Preto, a Todeschini surge de forma inovadora no puxador Línea Grafito e nas armações Nuage, ambos da Coleção SER, recentemente lançada. Buscando referências nos diferentes tipos de lifestyle, a SER nasceu inspirada no elemento vivo que há 76 anos relaciona-se com a marca: as pessoas! Mais informações sobre a Todeschini e a Coleção SER podem ser obtidas no site: www.todeschinisa.com.br.

Fotos: CASA COR SP 2015 AGOSTO 2015

31

CASA


D E N I S E C ORS I N I TOTOL I | D ES I G N E R D E I N T E R I OR ES

DEPOIS

ANTES

CASA

32

AGOSTO 2015


D ES I G N E R D E I N T E R I OR ES | D E N I S E CORS I N I TOTOL I

O DRYWALL

SOLUCIONANDO PROBLEMAS Reformas e construções não são mais feitas com um único processo construtivo. A alvenaria e o concreto armado já cederam espaço para o uso de gesso e drywall (gesso acartonado) nos forros, sancas e molduras de teto. Entretanto, o drywall não precisa ser restrito às utilidades já consagradas, podendo ser um grande aliado como elemento principal ou coadjuvante para solucionar os entraves que comumente surgem nas construções e reformas.

N

o primeiro exemplo, havia a necessidade de ocultar a tubulação metálica do ar condicionado existente e criar um nicho para a instalação de uma lareira elétrica, ambos executados em drywall. O projeto consistia em transformar um espaço com concreto e metal em um ambiente aconchegante, que remetesse a um bistrô francês.

Outra solução simples e eficiente para o isolamento acústico e a divisão de ambientes entre uma sala de aula e uma sala de professores foi a instalação de uma parede de drywall preenchida com manta de lã de rocha. Para complementar, foi instalado um mosaico de placas de gesso acartonado em 3 níveis, aliando eficiência e sofisticação. AGOSTO 2015

33

CASA


D E N I S E C ORS I N I TOTOL I | D ES I G N E R D E I N T E R I OR ES

Neste último exemplo, havia um espaço no hall de entrada de uma residência, onde a coluna existente foi camuflada pelos nichos construídos em drywall, transformando um espaço perdido em um elemento útil e decorativo. A lateral construída na mesma espessura da coluna trouxe simetria e imponência ao ambiente.

‘‘

DEPOIS

ANTES

O conhecimento das aplicações e da versatilidade do drywall é um grande aliado na solução dos problemas encontrados nas obras.

denisetotoli@uol.com.br 11 4032-3099 | 11 98115-6365 CASA

34

AGOSTO 2015

Desing de interiores formada pela Escola Panamericana de Artes em 1987, atua em ambientes residenciais e corporativos, aliando beleza e funcionalidade em seus projetos. Sempre atualizada das tendências e novidades do mercado, prioriza o atendimento das necessidades e desejos dos clientes, apresentando sugestões e ideias práticas para o dia a dia, desde o projeto até o acompanhamento da execução da obra.


A RQ U I T E T U R A - I N T E R I OR ES | M A RC E LL A L E I T E

CORES SÓBRIAS E MUITO ESTILO

U

ma das áreas do escritório da arquiteta Marcella Leite é a de Arquitetura de Interiores, muito valorizada e procurada atualmente. O intuito é traduzir as necessidades e desejos em ambientes funcionais, acolhedores e, acima de tudo, com a identidade de cada cliente. “Fomos contratados para criar ambientes acolhedores, versáteis e práticos para uma família que não para em casa. Principalmente, que transmitissem os gostos e costumes de cada morador. Tivemos o cuidado em deixar cada ambiente com uma identidade, mas priorizando o todo e o conforto da família”, explicou o escritório. Foram trabalhadas cores sóbrias e madeira de demolição para criar uma sensação de aconchego sem tirar a leveza dos ambientes. AGOSTO 2015

35

CASA


M A RC E LL A L E I T E | A RQ U I T E T U R A - I N T E R I OR ES

Após muitas pesquisas em lojas e fornecedores, o escritório conseguiu um resultado bacana entre a marcenaria feita sob medida executada pela M&J MARCENARIA, como painéis, móveis em laca e madeiras selecionadas e peças prontas de design. O destaque da residência é o hall de entrada com pé direito alto e forro em madeira rústica, com painel de demolição, contrapondo-se com aparador bem moderno em laca preta da ARTEFACTO. Do hall de entrada, se tem uma visão ampla da sala e área de lazer.

Na parte inferior da residência, está localizada as salas de estar e jantar, separadas da área externa por portas de vidro, o que proporciona maior integração entre o ambiente externo e interno. Os móveis da parte interna seguiram linguagem mais sóbria com cores escuras tanto na mesa de jantar, cadeiras, como o papel de parede, dando destaque maior para os pendentes brancos da PUNTOLUCE, criando-se iluminação indireta para a hora das refeições. Com tudo isso, não poderia faltar conforto no Home Theater, local de relaxamento e convívio da família. Ali, decoração mais intimista e escura proporciona conforto e bem-estar. Já no quarto

CASA

36

AGOSTO 2015


A RQ U I T E T U R A - I N T E R I OR ES | M A RC E LL A L E I T E

família. Por isso, o escritório decidiu por móveis bem confortáveis e de fácil manutenção como o sofá com chaise e poltronas da MAC MÓVEIS. A proprietária adora plantas e, por isso, os arranjos foram todos feitos com o maior cuidado pela paisagista SUELI CASAGRANDE.

Fotos: Fabiana Barbosa

do casal toda marcenaria foi feita sob medida e desenhada pela arquiteta. O destaque foi a iluminação indireta para uma leitura agradável na hora de dormir. Para isso, foi utilizado um painel em madeira de carvalho, destacando os móveis em laca branca. Um ambiente de convívio muito valorizado pelos proprietários foi a varanda, bastante utilizada nos finais de semana com toda a

Al. Lucas Nogueira Garcêz, 3372 Vila dos Manacás Tel 11 2427-0896 I Cel 11 99245-9860

Arquiteta. Formada em 2002 pela PUC Campinas. Trabalho na área de arquitetura e interiores desde o ano de 2002 em São Paulo e me mudei para Atibaia em 2010 e desde então, venho trabalhando com arquitetura residencial, comercial e interiores. AGOSTO 2015

37

CASA


nk

CASA

38

AGOSTO 2015


ACABAMENTO E PISOS

E

m arquitetura e construção, os acabamentos representam as técnicas e materiais utilizados que completam a construção e que dão liberdade e espaço para mostrar a personalidade e o estilo adotado no projeto arquitetônico. Nas primeiras definições do projeto a ser adotado para ordenar os espaços em função das necessidades apresentadas a um profissional, vão surgindo formas e volumes que já pressupõem determinados materiais, quando não cores já definidas.

Podemos exemplificar os diversos tipos de acabamentos como sendo carpetes e tapetes, pinturas, papéis, tecidos, peles, madeira, pedra, cerâmica, vidro e metais. A importância e a qualidade dos acabamentos junto à enorme oferta do mercado de diversos materiais impõem a necessidade de escolha atenta, cuidada e criteriosa, aliando-se fatores estéticos e econômicos à, não menos importante, componente técnica.

Entre os produtos mais inovadores e que assumiram importante lugar no mercado de acabamentos, atualmente, estão os porcelanatos. O porcelanato é um tipo de cerâmica que difere da cerâmica comum esmaltada, pelo seu processo de queima. As matérias-primas que compõem a sua massa têm baixíssima absorção de água (menor do que 0,05%), segundo determina o ISO13006, o que reduz a expansão por umidade. Este tipo de revestimento, que teve origem na Europa, em países como a Itália e Espanha, começou a ganhar destaque no Brasil no começo da década de 90. Um dos seus grandes atrativos é que, além da enorme variedade de cores e formatos, o produto reproduz a beleza das pedras naturais, mas com características técnicas muito melhores.

portobello.com.br

Porcelanato Travertino Romano Beige

Porcelanato remetendo ao ladrilho hidráulico e ao cimento queimado AGOSTO 2015

39

CASA

arkpad.com.br

RESSALTAM A PERSONALIDADE DO PROJETO


Mármore Travertino Romano

arquidicas.com.br

Mármore Carrara

artesmarmo.com.br

dicasdaarquiteta.ig.com.br

Já os mármores e granitos, que são utilizados pela arquitetura há muitos anos, como revestimentos, seja para pisos, paredes ou fachadas possuem valor estético e durabilidade incontestáveis. Hoje, existe uma diversidade muito grande de produtos, de origem nacional ou importada, de diferentes tonalidades e para diversos orçamentos.

Piso assoalho de madeira cumaru arquidicas.com.br

O piso de madeira, por sua vez, considerado material nobre e de fácil manutenção ganha cada vez maior lugar de destaque entre as opções de acabamentos para pisos. Estas opções dominam o mercado: a madeira maciça, o piso laminado, piso vinilico, o porcelanato madeira e o cimenticio madeira. Piso de madeira de demolição CASA

40

AGOSTO 2015


casa7ce.com.br

A grande diferença entre esses produtos ainda está no efeito estético proporcionado por eles e nas facilidades de manutenção, por exemplo, do piso laminado e do porcelanato. Observa-se atualmente, que as indústrias brasileiras de piso têm buscado inovações de padronagens de material mais próximo aos efeitos proporcionados pela madeira maciça. Isso porque os consumidores têm exigido materiais de melhor qualidade e acabamento e com características que levem em consideração a manutenção e também preservação da natureza.

portobello.com.br

Piso cimenticio padrão madeira

Piso porcelanato padrão madeira

clarissaboico.com.br

Um mesmo material pode apresentar texturas diferentes e usos diversos e a tecnologia tem avançado muito no sentido de possibilitar novos efeitos e novas texturas para acabamentos até então consagrados como o vidro, a pedra e a madeira. A tecnologia digital tem influenciado na concepção de novos acabamentos além de produzir muitas imitações de materiais naturais. Com tantas opções disponíveis no mercado, o conhecimento dos efeitos proporcionados por esses materiais pode ajudar muito na definição e escolha, uma vez que o apelo visual e tátil dos acabamentos tem sido o grande diferencial. Piso vinílico padrão madeira

Busco o equilíbrio estético e funcional, desenvolvendo projetos de arquitetura, reformas, design de interior e áreas de lazer. Conto com o apoio de uma excelente equipe de profissionais para a execução dos trabalhos. O cuidado na escolha dos materiais e o acompanhamento criterioso em todas as etapas construídas, são características marcantes na solução de minhas propostas. Nasci na cidade de São Paulo e me formei em 1976 pela faculdade de arquitetura e urbanismo Farias Brito, atual Universidade de Guarulhos. Desde então, tenho vários trabalhos executados no Brasil e no exterior. Hoje resido e trabalho na cidade de Atibaia.

www.ceciliadestefani.arq.br

11 4418-2517

“a arquitetura é meu sonho. através dela me realizo e concretizo muitos sonhos.” AGOSTO 2015

41

CASA


JARDIM DE INVERNO

T

er um jardim para chamar de seu é o sonho de muita gente. Em países de clima frio, os jardins internos, também conhecidos como jardins de inverno, são uma prática bastante comum. Os amantes do verde não precisam esperar até que as temperaturas subam, para poderem ficar mais próximos da natureza, basta arrumar um pequeno espaço dentro de casa. No Brasil, apesar do clima quente, os jardins de inverno ganharam sucesso e se tornaram uma opção extremamente válida para os moradores de apartamentos e casas dos mais variados estilos e que desejam melhorias na sua qualidade de vida. Com pouco dinheiro e muita criatividade é possível encontrar soluções ideais, combinando plantas e decoração. Além de charmosos, os jardins internos conferem ao ambiente um visual aconchegante e interessante. Geralmente, os jardins internos embelezam salas, escadas e varandas; também vêm sendo muito usados em banheiros, quartos e hall de entrada. Por se tratar de um ambiente interno, o cultivo de plantas específicas é essencial para a beleza e longevidade deste jardim. CASA

42

AGOSTO 2015


A seguir algumas sugestões de quais plantas utilizar:

Lírio da paz, Begônia, Antúrio, Violeta, Jiboia, Filodendros, Singônio, Pleomele, Zamioculca, Pau d’água, Mini cactus, Palmeiras chamaedoreas, Suculentas, Palmeiras ráfis, Licuala, Lança de São Jorge, Asplênio, Pacová, Bambus, Bromélias, Aspidistra, Difembaquias, Dracenas/Cordilines, Marantas/Calatéias, Orquídeas. Além das plantas, você também pode fazer uso de pedras, cascas de árvores, raízes, vasos, utensílios/acessórios variados, pisos e painéis de madeira, objetos de decoração compatíveis com o tema e se possível iluminação, este recurso proporciona um grande diferencial.

Cacto mandacaru (Cereus Jamacaru)

DICAS 1 - Amor, Bom senso e Equilíbrio. 2 - Regar as plantas com regularidade e rever a adubação periódica. 3 - Adequar iluminação de acordo com a vegetação. 4 - Manter umidade ambiente elevada. 5 - Repor matéria orgânica com frequência. JAIME CARLETTI - Técnico agrícola, produtor de plantas ornamentais, jardineiro e paisagista desde 1984. Fundador da Escola de Jardinagem de Atibaia, em Atibaia/SP, onde ministra cursos, palestras e consultorias. Sendo especialista em capins e jardins com pedras. 11 4416-8085 / 96190-2777 /jaimecarletti

/escoladejardinagemdeatibaia

/anjosdojardim AGOSTO 2015

43

CASA


ANTES DE CONSTRUIR, VERIFIQUE SE AS Q U E S T Õ E S A M B I E N TA I S ESTÃO EM ORDEM

A

tualmente, as questões ambientais estão sendo tratadas com muito mais atenção pela sociedade e automaticamente com reflexos em todas as áreas do desenvolvimento. No caso da construção civil, a regulamentação ambiental já é uma realidade há alguns anos. Com o passar do tempo, foi se readequando e incorporando características regionais e específicas. Atender às exigências ambientais é uma tarefa simples, porém requer conhecimento e entendimento sobre o assunto. Aventurar-se em empreendimento sem antes reconhecer os aspectos ambientais relativos a uma propriedade poderá causar grandes transtornos durante o processo de realização. O ideal é que sejam quebrados alguns paradigmas incitados pelo entusiasmo de construir e empreender. É necessário compreender que não adianta ter um projeto de construção aprovado para a “casa dos sonhos” ou um “empreendimento rentável”, se no ato da execução você se deparar com as questões ambientais. Esses aspectos podem inviabilizar sua ideia inicial, causando perda de tempo e, eventualmente, de dinheiro. Nesse sentido, um estudo ambiental prévio deve ser

contemplado, com a caracterização da propriedade relacionada com o empreendimento. Não deve ser uma simples consulta à legislação vigente, mas a promoção da coexistência entre o ecologicamente correto, o socialmente justo e o economicamente viável. Importante lembrar que vivemos em um país com legislações específicas e, de forma geral, as mesmas proporcionam caminho seguro para a realização de empreendimentos sustentáveis. Essas regras têm por objetivo garantir o direito do cidadão a empreender e, por outro lado, criar um mecanismo de compensação pela intervenção no ambiente ao construir. É o que chamamos de direitos e deveres. O dever de compensar é estabelecido pela legislação ambiental vigente, como também pelos órgãos ambientais. Em geral, a compensação visa mitigar o impacto realizado, podendo ser realizada na forma de plantio de mudas nativas, monitoramento de fauna nativa, recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APP), entre outros. Antes de construir ou comprar um imóvel, lembre-se de consultar um técnico especializado no assunto, para que ele possa direcionar a melhor forma de investir seu dinheiro.

Fe r n a n d o P r o t t a Ambientium Solucões Ambientais

CASA

44

AGOSTO 2015


AGOSTO 2015

45

CASA


CASA

46

AGOSTO 2015


4 estacoes

AGOSTO 2015

47

CASA


alumividro

CASA

48

AGOSTO 2015


D e s t a q u e s d o s eve n t o s p r o m ov i d o s p e l o G R C D E C O R. CONST RUINDO RE L ACIONAMENT OS N o d i a 2 8 / 0 5 , o G R C D E C O R p r o m ove u m a i s u m a p a l e s t r a c o m o t e m a “ M e i o a m b i e n t e e a c o n s t r u ç ã o c i v i l ” , c o m o p a l e s t r a n t e c o nv i d a d o, Fe r n a n d o Pr o t t a, d i r e t o r d a e m p r e s a A m b i e n t i u m S o l u ç õ e s A m b i e n t a i s.

Fe r n a n d o Pr o t t a, e m p a l e s t r a, r e c e b e n d o c o nv i d a d o s d o G R C D E C O R n o E s p a ç o A m b i e n t i u m.

Pr o f ª A d r i a n a C i n t r a e a l u n o s d o c u r s o d e E d i fi c a ç ã o d o C o l é g i o A t i b a i a.

Michel Pr o t t a.

Habbib

e

Fe r n a n d o

D e n i s e M a r ç a l, M a r i a Z e l i n d a, M a r i a Re g i n a e A u g u s t o B i n a t t i.

N o d i a 2 4 / 0 6 o G R C D E C O R, e m p a r c e r i a c o m a s e m p r e s a s C o n s u l t é c n i c a, Po r t o b e l l o S h o p A t i b a i a, Po r t o b e l l o S h o p B r a g a n ç a Pa u l i s t a, A t i b a i a S h o p, To d e s c h i n i A t i b a i a, Q u a t r o E s t a ç õ e s D e c o r e A l u m i v i d r o E s q u a d r i a s, r e u n i r a m o s p r o fi s s i o n a i s d o g r u p o p a r a p a s s a r u m a t a r d e c o n h e c e n d o a s n ova s t e n d ê n c i a s e n ov i d a d e s n a C a s a C o r S ã o Pa u l o 2 0 1 5 .

C e c i l i a D e -S t e f a n i, M a r i a D e n i s e C o r s i n i To t o l i.

Re g i n a

Pe r e i r a

e

M a r i a Z e l i n d a M. A r a ú j o e G a b r i e l a Ro n c o l e t t a.

A l e x a n d r e Z a g o, Ro g é r i o Pa r e i r a, J o s é Ro b e r t o d o Pr a d o J r. , D e n i s e C o r s i n i To t o l i, C e c i l i a D e -S t e f a n i, S o r a ya Te s s a r o, N a d j a Fe r r e i r a, Fr a n c i s c o Fe r n a n d e s J r. , G a b r i e l a Ro n c o l e t t a e M a r i a Z e l i n d a M. A r a ú j o.

Fo i r e a l i z a d o n o d i a 5 d e a g o s t o n a l o j a To d e s c h i n i A t i b a i a, u m c a f é d a m a n h ã o f e r e c i d o a o s p r o fi s s i o n a i s d o g r u p o p a r a a p r e m i a ç ã o d a c a m p a n h a “ G R C D E C O R l e va vo c ê à C a m p o s d o J o r d ã o ” .

A n a Pa u l a Ro l l i e S o r a ya Te s s a r o r e c e b e n d o o p r ê m i o c a m p a n h a “ G R C D E C O R l eva vo c ê à C a m p o s d o J o r d ã o ” .

da

w w w. g r c d e c o r. c o m. b r

A m a d o r La m b e r t e E l i a n a O b i s Ro c h a.

|

Lo j a To d e s c h i n i Atibaia r e c e p c i o n a n d o o s p r o fi s s i o n a i s d o G R C D E C O R.

11 4402-4220 AGOSTO 2015

49

CASA


SUA CASA SUA VIDA

V

iver bem, antes de mais nada, é querer estar bem. Como assim, é possível ser feliz? A felicidade está dentro de nós e ela nos acompanha onde estivermos. Viajar é muito bom quando se quer descansar ou conhecer outras culturas, mas não é necessário viajar para sentir-se melhor. Você pode ter harmonia na sua casa, combater a fadiga, equilibrar a energia e para isto, existem várias técnicas que podem ajudar a resgatar este bem estar: como mudar a cor de uma parede, mudar um móvel de lugar ou acrescentar uma letra ao número da casa. Na verdade, todas essas sugestões só terão efeito se você realmente acreditar. Não basta trabalhar sua casa e duvidar se estas mudanças podem influenciar na prosperidade ou relacionamento. Basta pensar ou falar, ”será que vai adiantar?” para não dar certo! Quando somos contaminados pelas incertezas ficamos paralisados, damos um passo para frente e dois para trás. Passamos a achar que tudo é uma bobagem e acaba sendo. Isso explica porque temos a impressão de que algumas pessoas têm tudo mais fácil. Será que Deus gosta mais delas do que de mim? Claro que não! O milagre acontece em primeiro lugar dentro de nós mesmos, quando me permito ser feliz e quando perdoo a mim e aos outros. Nessa hora é aberto um portal em que recebemos uma energia infinita de amor incondicional. Sabe o que isso representa? Sua liberdade, dignidade, excelência e seus talentos reconhecidos. Não existe nada melhor do que o encontro de você mesmo e seu Criador. Fazer algumas modificações na decoração de sua casa é um bom começo e isso pode colaborar para a realização dos seus desejos!

Veja algumas dicas que contribuirão para mudar a energia da sua casa. Mandala - pendurada próximo à janela atrai bons fluídos. Colocada ao lado norte, que corresponde ao trabalho, abre novas oportunidades de negócios. Fonte de Água - indicada tanto para a área do trabalho como na área da prosperidade , que irá aumentar o fluxo de atividade. Mensageiro dos ventos - promove a circulação de boas energias. Velas - representa o desenvolvimento das virtudes, pertencem ao sucesso e elemento fogo. Vaso de cerâmica - pertence ao elemento Terra. Plantas de folhas largas - trazem prosperidade. Flores - atraem energia de amor, amizade. Elas podem ser artificiais, mas precisam estar sempre limpas e viçosas. Relógio - devem estar sempre funcionando, trazem pessoas pontuais em nossas vidas (colocar no ambiente de trabalho, de amizade, relacionamento) Peixes - são muito bem vindos na área da prosperidade e trabalho. Imagens em casa - ajudam no relacionamento (fotografia do casal em um momento especial), sempre trazem lembranças positivas. Aromas - trazem alegria para a casa e boas lembranças. Cheiro gostoso de comida, bolo assando no forno como também cheiro de essências como lavanda (suavidade), rosa (amor) e canela (dinheiro). Tartaruga - representa a longevidade e é muito bom usar no ambiente de trabalho. Elefantes - representam a cooperação e ajuda familiar. Sapo - representa o dinheiro. Fruteiras - mesmo as frutas artificiais trazem energia de prosperidade. Espero que tenham gostado. Um abraço da Tania Ferraz!

Tânia Ferraz - Terapeuta

Consultoria em Numerologia Atendimento com Apometria Quântica Clínica Saúde Mental Al. Prof Lucas Nogueira Garcêz, 3514 Jardim Paulista - Atibaia-SP Tel: 2427-3002 / Cel: 99939-5192 Até breve ! CASA

50

AGOSTO 2015


AGOSTO 2015

51

CASA


CASA

52

AGOSTO 2015

Ênnfase Casa Ed. 12  

Chegou a nova edição da Revista Ênnfase Casa! É com prazer que compartilhamos aqui, o excelente trabalho de nossos colaboradores e empresa...

Advertisement