Page 1

Interação

destaque

pág./8

caixa

janeiro 2010

pág./5

1

ACISE

Interação Desde maio de 1967

Informativo da ACISE - Ano X - nº 105 - janeiro 2010

Liquigás promoveu Natal +

Mais notícias empresariais

Caixa Econômica tem nova gerência

pág./6

Especialistas apontam 2010 promissor Curitiba - Daniel Rossi, coordenador do curso de Administração da Escola de Negócios da Universidade Positivo, do Paraná, alerta os empreendedores para o fato de que o planejamento é a função básica da administração e os negócios somente darão certo nas empresas que planejam. “O empresário aumenta a rentabilidade da sua empresa quando investe em técnicas de planejamento e gestão, ou seja, em organização, liderança e controle”, destaca. Rossi aconselha os empresários a planejarem seus negócios em função do crescimento da economia. Para ele, até então o que se constatava em termos

de Brasil é que o empreendedor abria uma empresa por necessidade. Entretanto, esse quadro já está mudando e em 2010 o empreendedor se lançará no mercado por oportunidade. “O perfil dos empresários está mudando. Hoje, ele está mais instruído e melhor preparado. Ao seu favor em 2010 contará com o crescimento da economia. Com isso, as grandes empresas terceirizarão e quarteirizarão mais os produtos e serviços, beneficiando as micro e pequenas empresas”, prevê Rossi. Alguns cuidados por parte dos empresários são importantes, alerta Rossi. “O excesso de confiança depois de passada a

angústia pode ser prejudicial porque não combina com planejamento. O empresário deve estar atento às notícias econômicas e quem planeja aumentar o seu negócio deve estar sempre informado.” Segundo o diretor da Credit Solution, Luiz Afonso Cerqueira, o quadro favorável neste ano deve ser aproveitado pelas micro e pequenas empresas para se organizarem mais e controlarem melhor o caixa. As vendas devem ser feitas com cuidado, com a análise rigorosa do crédito para não haver surpresas com a inadimplência. Ele também recomenda uma administração de compras firme com

Rendimento da poupança em 2009 foi o menor da história O rendimento nominal da poupança em 2009, de 7,05%, foi o menor da história, segundo estudo da consultoria Economatica. O valor mais baixo registrado anteriormente havia sido em 2007, quando a rentabilidade na aplicação em poupança foi de 7,77%. O poupador que tivesse aplicado R$ 1 mil no fim de 2008 teria, então, R$ 1 070,5 no fim de 2009. Uma cesta básica, por sua vez, que no final de 2008 custasse R$ 1 mil, chegaria a R$ 1 043,1 com o reajuste do Índice de Preços ao Consumi-

dor Amplo (IPCA), representando um ganho real de poder de compra do consumidor de R$ 27,4 ou 2,63% no final de 2009. De acordo com a pesquisa, a inflação medida pela IPCA em 2009, que foi de 4,31%, diminuiu a rentabilidade da poupança, restando o ganho real verificado. Na série histórica, 2002 foi o ano em que a rentabilidade anual da poupança ajustada ao IPCA teve o pior resultado, caindo 2,9%. A alta de 2009 representa uma quebra na tendência de queda verificada des-

de 2007 (3,17%), na comparação com 2006 (5,1%). Veja a seguir a rentabilidade nominal da poupança na década: 2000 - 8,32% 2001 - 8,63% 2002 - 9,27% 2003 - 11,21% 2004 - 8,10% 2005 - 9,21% 2006 - 8,40% 2007 - 7,77% 2008 - 7,90% 2009 - 7,05%

negociação de prazos com os fornecedores. “Fechando uma boa negociação de compras, o empresário certamente terá um ganho melhor”. Quanto aos estoques, Cerqueira explica que este item deve ser administrado na ponta do lápis e os empresários devem se programar para estocar o mínimo possível. Ele informa que, por conta da redução do IPI, empresas que comercializam a chamada linha branca e materiais de construção fizeram estoques adicionais, antecipando as compras de 2010. Os demais segmentos devem ter muito cuidado para não se estocarem excessivamente.

Os juros estão baixos, mas mesmo assim o diretor da Credit Solution não aconselha o uso do cheque especial ou da conta garantida. “A opção é fazer operações curtas de capital de giro com pagamentos parcelados. Crescer somente com recursos adequados através de linhas com prazos mais longos que estão disponíveis em cooperativas de crédito, agências de fomento e em alguns bancos oficiais. No Sebrae, o empresário encontrará apoio no sentido de identificar as fontes mais adequadas de financiamento”. (Este texto foi produzido para a Revista Soluções, publicação do Sebrae/PR) Mirian Gasparin – Agência Sebrae

Haiti

pág./3

Zilda Arns morre em terremoto no Haiti


Interação

janeiro 2010

2

economia Infomoney

A rede Marabraz anunciou que adquiriu, em leilão público, os direitos sobre a marca Mappin. A operação custou à companhia R$ 5 milhões. A marca Mappin será relançada ao mercado até 2013

“Brasil Decola”, diz The Economist A edição desta quinta-feira (12) da revista The Economist traz artigo de capa sob o título “O Brasil decola”. Em editorial, a publicação fez elogios ao desenvolvimento recente do País, mas afirma que o maior risco para o grande su cesso da América Latina é a prepotência. O artigo começa com a história da formação do acrônimo BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China, que em inglês também pode significar tijolo) pelo Goldman Sachs. No começo, muitos foram críticos à presença da letra B. Agora, “o ceticismo parece fora de lugar”, descreve a publicação. Segundo as previsões, em algum lugar na década após o ano de 2014 – muito antes do que o Goldman foi capaz de prever, acrescenta a revista – o Brasil deve passar a ocupar o lugar de quinta maior economia mundial, ultrapassando Inglaterra e França. O Brasil já fez sua entrada no palco mundial, conclui, mencio-

ACISE

Interação (11) 4781-1044 /4704-0963 / 4704-0878 site: www.embu.com.br

e-mail: acise@embu.com.br

nando como símbolo a campanha vitoriosa do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas de 2016, apenas dois anos após a realização da Copa do Mundo de futebol no País. China: A Economist também aproveitou pra fazer críticas sutis à China. Em determinado momento, a publicação cita que, em muitos aspectos, o Brasil ultrapassou os outros BRICs. “Ao contrário da China, o País é uma democracia”, declara. Em sua conclusão, diz que a “decolagem é ainda mais admirável porque foi alcançada através de reformas e decisões democráticas. Se ao menos a China pudesse dizer o mesmo.” Virtudes e Defeitos: Em resumo, o crescimento brasileiro foi considerado não repentino, mas contínuo. A matéria cita que os primeiros passos foram dados quando um novo plano econômico foi capaz de domar a inflação, o Banco Central ganhou autonomia, houve a privatização de indústrias e a

economia se abriu à entrada de capital externo. A revista cita Vale, Petrobras, Gerdau e JBS como exemplos de multinacionais que foram capazes de florescer neste ambiente. Mas, “assim como seria um erro subestimar o Brasil, também seria errado ignorar suas fraquezas”. E aí a revista cita o aumento da folha de pagamento do governo em 13% desde setembro de 2008, os problemas com educação e infraestrutura (que já inclui o apagão da última terça-feira) e a violência. “O importante é que o país não seja tão orgulhoso a ponto de achar que não é necessário resolver suas pendências, diz a revista. O desafio para o sucessor de Lula é encarar os problemas que ele sentiu ser capaz de ignorar. Um deles é a excessiva burocracia no País. “O resultado da eleição pode determinar a velocidade com que o Brasil vai avançar na era pós-Lula. De qualquer maneira, o país parece estar no rumo certo”.

Jornalista responsável: Marcelo Sousa (MTB 31.840) Nas Mídias: marcelo@nasmidias.com.br

Tiragem: 6 mil exemplares. Distribuição Gratuita

Diagramação: Luana Lacerda (MTB 54.901) Guatá Estúdio: contato@guataestudio.com.br O jornal Interação é uma publicação mensal da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Embu - ACISE - Al. Fernando Batista Medina, nº 69 - Centro - Embu das Artes.

Presidente: Terezinha J. C. Almeida. Vice Pres. do Comércio: Kiei Takayasu. Vice Pres. da Indústria: Sr. Hillmann Albrecht. Vice Pres. do Serviço: Horst Leo Alfes. 1º Secretário: Paulo Roberto Affonso. 2º Secretário: Paulo Ayres. 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Fregona. 2º Segundo Tesoureiro: José Paulino da Rocha Ribeiro. Diretor Social: Daniela Santos de Almeida.

cursos

Informações: Entre em contato pelo tel. 4781-1044 ou pelo e-mail acise@embu.com.br

NR 10 - Segurança em instalações e serviços com eletricidade Público: Funcionários, eletricistas, profissionais da área de manutenção ou pessoas que atuem na área de instalações elétricas. Carga horária: 40H Duração: 12 Dias Valor: R$190,00/Pessoa Aulas teóricas e práticas. Vagas limitadas. Ho rá rio: de 2ª a 6ªfeira das 18h às 21h20 Pré-requisito: Ter no 18 anos, ter concluído o nível fundamental e curso na área de Eletricidade.

Interação Você gostou do novo jornal Interação? Aproveite para anunciar! Na crise a imagem da sua empresa tem que ser consolidada! Ligue pra nós: 4781-1044

Reciclagem - NR10 Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade Público: Funcionários eletricistas, Profissionais da área de manutenção ou pessoas que atuem na área de instalações elétricas. Convênio: SENAI Carga horária: 20h Duração: 06 dias Aulas teóricas e práticas. As Vagas são limitadas! Horário: de 2ª a 6ª feira das 18h às 21h20 Pré-requisito: Maiores de 18 anos. Nível fundamental completo. Ter concluído Curso na área de Eletricidade. Ter concluído Curso de NR10 (40h). Eletricista Instalador Carga horária de 160 horas Duração: +/- 3 meses Horário: 2ª a 6ª das 18h15 às 22h15 Caro empresário, prestador de serviço ou comerciante, venha juntarse a nós e participe da vida da nossa cidade e do nosso empresariado! Associe-se já!


Interação

janeiro 2010

3

Haiti

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) criou um site dedicado a ajudar milhares de pessoas no Haiti e no exterior a encontrar familiares e amigos desaparecidos.(www.icrc.org/familylinks)

Da redação com informações da Agência Brasil 

Pastoral da Criança lamenta perda de Zilda Arns

foto: Marcelo Sousa

A fundadora da Pastoral da Criança, Dra. Zilda Arns é uma das vítimas confirmadas do terremoto que assolou o Haiti na terça (12). O corpo da médica Zilda Arns, foi trazido para o Brasil em avião da Força Aérea Brasileira. O senador Flávio Arns, que é sobrinho de Zilda, acompanhou a missão brasileira destinada a levar ajuda humanitária a Porto Príncipe, capital do Haiti. Já os corpos dos militares militares mortos permanecem em

Porto Príncipe até que sejam realizadas as necrópsias que precisam ser feitas pela Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), para que as famílias tenham direito a indenização. Zilda Arns foi atingida pelo desabamento de uma escola, na qual fazia palestra para padres e seminaristas. O Haiti seria o 11º país a receber a Pastoral da Criança e os padres e seminaristas que par-

ticipavam da palestra tinham a intenção de abrir suas igrejas para receber o trabalho. De acordo com a embaixatriz brasileira no Haiti, Roseana Kipman, os padres que estavam na palestra também foram soterrados. Em 2003, por ocasião do aniversário da Pastoral da Criança na Diocese de Campo Limpo, Zilda Arns esteve no Embu, onde foi recebida na Câmara Municipal para uma palestra. Indicada ao prêmio Nobel da

Dra. Zilda Arns durante visita ao Embu em 2003

Paz por três vezes. A multimistura, produzida pelas agentes da Pastoral da Criança é responsável

pelo combate a desnutrição, salvando milhares de crianças nos países em que está implantada.


Interação

janeiro 2010

4

notícias

O governo chinês não respondeu à ameaça do Google de abandonar o país, depois do gigante da internet mundial acusar hackers chineses de se infiltrarem no sistema Gmail. A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse ter “preocupações sérias” e que esperava explicações do governo chinês

Novidades no comércio pela Internet em 2010 Ao que parece as coisas serão bem mais rápidas, como um rolo compressor e por isso é necessário estar preparado para as mudanças. Como 2009 começou com o fantasma da recessão que acabou não sendo tão grande assim, 2010 já começa com um grande número de idéias e projetos que estavam em stand by. Expansão das Plataformas Open Source: Não é de hoje que as plataformas open source ocupam uma boa colocação no universo do comércio eletrônico e ao que parece a tendência é aumentarem essa participação. a plataforma Magento ocupou um bom espaço no mercado em 2009 roubando alguns adeptos de soluções mais antigas. A comunidade da osCommerce parece não ter gostado do ataque e promete revidar com a osCommerce Online Merchant v3.0 versão Alpha 5 com lançamento previsto para 2010. É esperar para ver. Expansão das Ferramentas e Canais de E-Commerce: As vendas pela Internet utilizando-se ferramentas outras que não os tradicionais sistemas de lojas virtuais devem sofrer um bom incremento em 2010. Blogs e pequenos sites ocuparão cada vez mais espaço no e-commerce graças a novos applets e widgets que facilitam as vendas

online. Além disso, formas de pagamento terceirizadas como PagSeguro e Pagamento Digital prometem facilitar ainda mais a integração destes sites com as formas de pagamento on-line como cartões de crédito e transferências eletrônicas. Especialização Cada Vez Maior de Pessoal: O tempo de uma loja virtual ser administrada pelo “garoto que mexe com Internet” definitivamente acabou. Em 2009 a procura por profissionais especializados já superou a oferta do mercado e em 2010 esta tendência deve ficar ainda mais evidente. O e-commerce está cada vez mais profissional e não há mais espaço para amadorismo. A procura por cursos sobre comércio eletrônico está cada vez maior e são estes profissionais que irão fazer o diferencial em 2010. Desde a montagem e administração de lojas virtuais até o marketing digital a formação específica será fundamental. Consumidores Cada Vez Mais Exigentes: O consumidor aprovou o comércio eletrônico e por isso vai cobrar ainda mais das lojas virtuais. O fator preço será cada vez mais importante na hora da decisão de compra e os comparadores de preços deverão desempenhar

foto: Marcelo Sousa

um papel cada vez mais importante inclusive se estabelecendo no ambiente da Internet móvel como ferramentas do dia-a-dia. Os Avanços da Tecnologia de Recomendações: Durante a última década a indústria de varejo online tem visto grandes avanços no uso das tecnologias de recomendações. A Amazon tem liderado o mercado até então, com sua sofisticada mistura de recomendações personalizadas, sociais e de produto. Muitas das recomendações de varejo em uso hoje contam com os dados implícitos do usuário. Esses sistemas tipicamente rastreiam os dados do usuário, que é então analisado normalmente com uma série de algoritmos proprietários. O resultado final: recomendação para usuários. Fonte: Webfórum

Errata Na última edição noticiamos a abertura do Cartório de Registro de Imóveis na cidade e gostaríamos de corrigir a legenda da foto com o nome do oficial responsável. O nome correto é Michael Rosseti e ele também esclarece que, além do registro de imóveis o Cartório também faz o registro de Títulos e Documentos. “Já estamos atendendo e prestando serviços de registro de imóveis, títulos e documentos e também funcionando como cartório civil de pessoas jurídicas, ou seja, atendendo a abertura de associações, sociedades

foto: Marcelo Sousa

O oficial de registro Michael Rosseti F. Arruda Vieira simples”, explica o oficial. O telefone para qualquer informação é (11) 4781 56 15, o endereço do Cartório é Rua Cândido Portinari, 36, no centro da cidade.


Interação

janeiro 2010

5

caixa

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) encerrou 2009 com o maior valor de arrecadação bruta anual, de R$ 54,8 bilhões, crescimento de 12,4% em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados pela Caixa Econômica Federal

por Marcelo Sousa

Caixa Econômica tem nova gerência

foto: Marcelo Sousa

A Caixa Econômica Federal está com nova gerência na cidade desde o dia 30/12, trata-se de Iara Capaccioli da Costa que veio da agência Vicente Rao, localizada no Morumbi, na Grande São Paulo. Apesar disso, Iara já foi gerente da agência no Campo Limpo e diz que conhece muito bem a região. “Considero minha vinda para o Embu uma volta à região”, diz ela. Durante a solenidade de sua posse estiveram presentes o superintendente da Regional Santo Amaro, Augusto Vilhalba e Fernando Marques, responsável pela regional de municípios. Funcionária da Caixa há 10 anos, Iara espera trabalhar para melhorar o atendimento ao cliente. “Quero retomar a experiência que tive na agência Campo Limpo, proporcionando um atendimento mais qualificado ao cliente. Como a Caixa é um banco presente na vida de todos os brasileiros, todos os

desafios aqui são maiores, atendemos a todos os grupos e por isso temos que nos dedicar para prestar um bom serviço”. A nova gerente também quer realizar parcerias com a ACISE, no sentido de estar presente na vida da cidade. “Sem dúvida queremos estar junto da Associação Comercial, esse é um dos nossos desafios, nos firmarmos cada vez mais com o empresariado local”. Uma das primeiras ações da gerente será a instalação de um Posto de Atendimento Bancário (PAB) na sede da prefeitura, prevista para março. “Estou muito feliz aqui no Embu, trabalhando bem próxima à capital, numa cidade turística, mando fotos dos restaurantes para os meus colegas que já estão com inveja”, brincou a gerente, ao falar dos atrativos turísticos de nossa cidade. No mesmo dia a diretoria da Caixa firmou convênios com a Prefeitura para a realização de obras durante o ano de 2010.

Iara Capaccioli é a nova gerente da Caixa no Embu

O prefeito Chico Brito recebeu no gabinete a equipe da Caixa Econômica Federal para formalizar a assinatura de três convênios com o banco para viabilizar recursos do Governo Federal. Os superintendentes Fernando Marques Cera e Augusto Vilhalba e a gerente Iara Capaccioli da Costa apresentaram os contratos para as obras de drenagem no Jardim Castilho, canalização do córrego do Jardim Santarém, e urbanização e reforma na praça do Memorial Sakay. Os convênios totalizam investimentos de mais de R$ 1 milhão para complementar as obras em andamento.

Interação Você gostou do novo jornal Interação? Aproveite para anunciar! Na crise a imagem da sua empresa tem que ser consolidada! Ligue pra nós: 4781-1044 COMUNICADO Reformadora Americana de Pneus LTDA., torna público que recebeu da CETESB a licença de operação Nº 33004003, válida até 14/12/2012, para pneus (recondicionamento, recauchutagem, etc.), serviço de à Avenida Elias Yazbek, 480 - Embu - SP.


Interação

janeiro 2010

6

notícias empresariais

.

Agência Sebrae

Especialistas: cenário positivo em 2010 2010 traz um novo cenário para o Brasil, cujo crescimento deve situarse entre 5% e 6%, acima da média de 3% projetada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para o Produto Interno Bruto (PIB) mundial. Há também a expectativa de recuperação das principais economias mundiais. A recuperação da crise financeira de proporções globais foi mais rápida do que se imaginava para os brasileiros, destaca o diretor do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Paraná (IBEF/ PR), Nelson Oliveira. Desta forma, todo o planejamento e estratégias a serem tomados pelas empresas a

partir de agora devem contemplar uma dose de cuidado. “O cenário é positivo. Está havendo melhor distribuição de renda, o que resultará em maior demanda de produtos e serviços das classes C, D e E. Esse é um bom caminho para os empresários analisarem”, afirma. A economista chefe da Link Investimentos, Marianna Costa, diz que o grande destaque da economia brasileira é o aumento da demanda interna, que foi favorecido pelo acesso ao crédito, incentivo à formalização do trabalho, queda dos juros e pela elevação do poder de consumo. “Países como a China

e a Índia também têm uma forte demanda interna, mas o que diferencia o Brasil é o seu sistema financeiro que resistiu muito bem à crise global. Devido às muitas crises do passado, nosso sistema financeiro se mostrou muito mais capaz de lidar com o enxugamento do crédito”, ressalta. Marianna Costa também concorda que as empresas deverão encontrar em 2010 um ambiente de negócios mais promissor no mercado doméstico. Isso, porém, poderá levar a economia a correr alguns riscos como a elevação das taxas de juros e dos índices inflacionários.

Ciesp uma rede em expansão Para o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, 2009 foi um ano que começou difícil e acabou bem. “A crise destacou o Brasil no cenário internacional como parceiro confiável, afinal temos uma indústria forte, com mais de 200 anos de história”, destaca Rafael Cervone Netto, primeiro vice-presidente do Ciesp. A avaliação do ano que passou é positiva para a entidade, considerando o forte impacto que a crise econômica mundial trouxe no último trimestre de 2008. As expectativas para 2010 são otimistas, não apenas no que diz respeito aos resultados esperados para as empresas mas também em relação ao fortalecimento institucional. Desafios: Em paralelo às medidas adotadas pelo governos para atenuar os efeitos da crise, o Ciesp aprimorou seus serviços e suas ferramentas de apoio às empresas associadas. O Departamento de Produtos, Serviços e Negócios da entidade dobrou o número de rodadas de negócios: no total foram dez, com

participação de 1.960 empresas, dentre as quais 245 âncoras. “Num cenário de desaquecimento da economia e escassez de crédito, compradores e fornecedores, frente a frente, aliviaram os tempos de vacas magras”, destaca Éder Trevisan, diretor do departamento. A experiência será aproveitada daqui para a frente em um novo desafio do Ciesp. Cerca de 20 rodadas de negócios já estão agendadas para 2010, quando a meta é tornar parte delas reuniões segmentadas, ou seja, especializadas em uma área – alimentos, logística e tecnologia, por exemplo. Hoje, as rodadas são multissetoriais. Outra ambição é conseguir a participação de toda a cadeia produtiva e do comércio. A entidade estreitou a comunicação com seus associados em 2009, com a reestruturação dos sites e o sistema de TV Interativa, que permitiu levar simultaneamente a todas as 43 DRs temas de interesse do setor produtivo. Outra conquista foi a realização de 72 cursos e pa-

lestras, para 821 participantes de 780 empresas associadas. Com 9 mil associados, hoje o Ciesp é a maior entidade de representação industrial da América Latina. O fortalecimento das DRs continua entre as prioridades, para que cada unidade exerça seu papel de agente de transformação. Algo que a DR de Bragança Paulista não descuidou no último ano: conquistou 34 novos associados, o equivalente a 30% do quadro total. “Uma entidade com forte representatividade e posicionamento independente atrai os empresários sempre”, destaca Rolf Sitta. O Ciesp também ampliou a rede de serviços à disposição de seus associados. A entidade, que já conta com 11 postos do BNDES nas unidades em São Paulo, e pretende aumentar os pontos de atendimento em 2010, firmou nova parceria com a Caixa Econômica Federal (Quarta da Caixa). Saiba mais sobre os serviços e convênios do Ciesp aqui, ou entre em contato com a Central de Atendimento: (11) 3549-3232 / atendimento@ciesp.org.br.

aniversariantes do mês de janeiro

01 Sergio Luiz Pereira Artes Gráficas Luser 01 Delma Alves de Oliveira Alliance Cabeleireiros Unissex 01 Milton Gonçalves da Silva Supermercado Faixa Azul Ltda. 02 Iraci Chaves Scorsatto Sesi Moveis e Eletrodomésticos 02 Olavo Divino Rosa Ocs - Olavo Corretora de Seguros 03 Celio Cota Ateliê Celio Cota 04 Joacir Barbi Artesão 04 Marli da Silva Magela Caixa Econômica Federal 05 Marcelo Vicente Perin Angel Móveis 07 Priscila Carolina dos Santos Acise 07 Marco Antonio Milho de Ouro 09 Manoel Efisio Casula Kazu Contabilidade 09 Marcos Jose Freitas de Souza Design Integrado 10 Margarida Rosa del Carmen R. Avila Artesã 11 Paulo Riscali Riscali Imóveis 12 José Castro Barbosa Escola Curumim 13 Amarilis Amélia de O.. Silva Otica Pik 14 Zilma Pereira Nunes Os Jabas - Mat. p/ Construção 15 Raschid Hadzic Artesão 15 Paulo Novaes da Silva Artesão 15 Amadeu Pinto Lima Oliveira e Lima - Ger. Planej. e Constr. 15 Cicero G. de Albuquerque Tapathi Coml. Ltda. 16 Sandra G. Lewkowicz Aba Motors 17 Jose Pepino de Macedo Filho Hpm Service Instalação Manut. e Proj. 17 Antonio Aquino dos Santos Artesão 19 Jose Julião Dias Artesão 19 Joaquim D. Almeida Auto Posto Joaquin`S 21 Jose Epifacio Cardoso Girassol Com. Tintas Ltda 21 Mauro Vianna Ferraz Video Locadora Nova Era 22 Idalina Cintra M.Mantovano J & M Centro Autom. Ltda Me 22 Jurema Giovanella Transp. Giovanella 22 Izolete M. Pereira Chácara Boa Esperança 22 Lia Graciela Izquierdo Artesã 25 Mário Barca Vimadem 25 Edson Benotti Rodoareia Mat. p/ Contr. Ltda 26 Sayoko Daikuara Daisa 26 Luzia da Silva Embu Quimica 27 Bruna A.Mori Mantovano J & M Centro Autom. Ltda Me 29 Jose Cicero Feitosa Ascioles Armarinho e Papelaria Ascioles 29 Marcelino Motta Polis Colégio S/C Ltda 31 Maria das Graça de Campos Artesã – Filiada Comunicado A Empresa “JOELMA DE SOUZA DIAS DA SILVA TRANSPORTES-ME”, inscrita no CNPJ nº 05.377.566/0001-50 e Inscrição Municipal (CCM) nº 048.321, com sede a Av.D. Cesária Camargo de Oliveira, 391 – Jd. Vista Alegre Embu - SP, vem comunicar o extravio dos seguintes talões de notas fiscais série A no.001 à 100.


Interação

janeiro 2010

7

Embu

Segundo dados divulgados pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Embu das Artes em conjunto com as Policias Civil e Militar, os índices de homicídio em Embu das Artes diminuíram em dezembro de 2009

Assessoria PMETE

Homicídios caem Segundo dados divulgados pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Embu das Artes em conjunto com as Policias Civil e Militar, os índices de homicídio em Embu das Artes diminuíram em dezembro de 2009. Foi registrado um homicídio, um a menos do que no mês de novembro. Comparando-se o total de homicídios de 2009 com 2008, houve uma queda significativa. No ano passado aconteceram 39 homicídios na cidade, já em 2008, ocorreram 51. Os números revelam uma cidade diferente daquela que em 2001 chegou a registrar 197 homicídios, sendo diversas vezes manchete em rádios, jornais e televisão como uma das mais violentas do estado de São Paulo. Essa mudança de paradigma foi possível a partir da implantação políticas sociais e de

segurança nos últimos nove anos, com o enfrentamento da violência através de programas de geração de emprego e renda, implantação da Guarda Civil Municipal de Embu, pautada na segurança comunitária, e da Lei Seca, reformas e construção de espaços de esporte e lazer, integração de operações entre as polícias, além de projetos voltados aos jovens do município. Demais delitos: Outros delitos ocorridos no mês de dezembro também caíram com relação a novembro, como é o caso de roubo de veículos e outros tipos de roubo (mediante violência ou ameaça à pessoa): de 31 para 27 e de 111 para 97, respectivamente. Já os furtos de veículos e furtos em geral (roubo sem violência) aumentaram: de 32 para 37 e de 63 para 81. embu.sp.gov.br - Brunno Rocha

Jovens em fase de profissionalização Iniciou em janeiro, a segunda fase do programa Projovem Trabalhador, com cursos de qualificação profissional para mais de mil inscritos. Depois de passarem pela primeira fase, com 100 horas de qualificação social, os jovens receberão 250 horas de especialização para o mercado de trabalho. A partir de março, esses jovens estarão preparados para adquirirem experiência profissional na prática como colaboradores nas empresas locais e regionais. As turmas foram formadas para os períodos da manhã, tarde e noite e estão distribuídas por toda a cidade em escolas, associações de bairros, espaços comunitários de igrejas entre outros. Os cursos são nas áreas de administração (autogestão, serviços de escritório e recursos humanos);

arte e cultura; comunicação (comunitária, produção de vídeo); estética e beleza; gastronomia; informática (manutenção de hardware e assistência de software e processamento de dados); meio ambiente; saúde comunitária; construção civil (tecnologia sustentável) e turismo. A qualidade técnica das aulas é garantida pela parceria com instituições como Serviço Nacional do Comércio (SENAC), Associação Horizontes, Companhia Pública Municipal Pró-Habitação, Instituto pela Educação, Núcleos de Estudos de Economia Solidária (Nesol-USP), Instituto Lidas e Associação Cantareira, que aplicam os cursos. Os jovens que ainda não retomaram a participação no Projovem devem procurar seus

foto: Marcelo Sousa

Empresas precisam de pessoas qualificadas nas linhas de produção e em outros setores

núcleos para dar continuidade à formação. Dúvidas sobre os locais, empresas que queiram contratar e outras informações sobre o programa podem ser obtidas na Secretaria de Participação Cidadã, pelo telefone (11) 4778-0956.


Interação

janeiro 2010

8

aconteceu

Barack Obama sobre o terremoto no Haiti, “É um momento que pede a liderança americana”. Em discurso na Casa Branca, o presidente anunciou o envio de US$ 100 milhões e de 3,5 mil soldados para ajudar as vítimas

por Marcelo Sousa

Natal + da Liquigás ajuda 500 famílias neste Natal

fotos: Marcelo Sousa

O Banco de Alimentos recebeu a doação de 500 cestas básicas da distribuidora de gás Liquigás, unidade Embu. As cestas fazem parte da campanha “Natal +”, e irão se somaram ao Natal Sem Fome, que arrecadou 12 toneladas e vai beneficiar cerca de 3.150 famílias de Embu das Artes neste Natal. O “Natal +” foi realizado junto aos consumidores da Liquigás que trocaram o tradicional brinde que recebem ao comprarem o gás, por uma doação para a campanha, no valor de R$ 1,00. O montante foi revertido em 500 cestas já distribuídas em vários bairros da cidade, através do cadastro do Banco de Alimentos. A secretária de Assistência Social, Selma Fernandes, agradeceu aos representantes da Liquigás, Robson Luís e Manoel César Lopes, mais conhecido como César do Gás, pelas doações e disse esperar estabelecer uma parceria contínua e duradoura com a empresa. “É surpreendente o que podemos fazer juntos, foi uma iniciativa que recebemos com surpresa e alegria. São gestos

como esse que ajudam na prática da solidariedade. Procuramos não ficar só na assistência, mas promover a consciência e a auto-estima das pessoas”, explica a secretária. “Esperamos poder contar com a Liquigás durante todo o ano”. Para as famílias cada uma das cestas representa uma grande ajuda, já que no Embu, cerca de 40 mil pessoas vivem em condições difíceis do ponto de vista financeiro. No Jardim Novo Vista Alegre, José Petrúcio, presidente da associação de moradores ajudou na distribuição de cestas para o seu bairro. “Essa é uma grande ajuda, não há nem palavras para agradecer, se todas as empresas tivessem essa preocupação, sem dúvida muito mais crianças como essas que estão aqui iriam sorrir”, afirmou. Na distribuição dos alimentos há um controle total na qualidade. Simone Rodrigues, estagiária da Secretaria de Assistência Social, controla até a temperatura dos alimentos, na hora da distribuição. Acompanhou a distribuição Gilberto Araujo dos Santos, Con-

Liquigás arrecadou 500 cestas com doações dos seus clientes

Cesar da Liquigás ajudou na distribuição das cestas

sultor Comercial da Liquigás. Para a família de Denise Paulino e Marcos André de Souza o “Natal +” proporcionou um Natal mais solidário e mais feliz. “Ajuda muito, estou desempregado e esta cesta representa um Natal mais digno para minha família”, afirmou Marcos André. Thereza de Azevedo Oliveira, moradora do bairro “Zé Mineiro” não se conteve na distribuição e pediu a palavra para agradecer. “Eu agradeço e peço a Deus por vocês, obrigado por essa ajuda”, disse ela. Para Manoel César Lopes a solidariedade que os clientes da Liquigás demonstraram, fizeram toda a diferença para o projeto “Natal +”. “O brasileiro é um povo solidário, demos a oportunidade e tivemos uma resposta maravilhosa dos nossos consumidores”.

O empresário se emocionou ao comentar o resultado da campanha. “Posso dizer que tive quatro grandes emoções na vida, meu casamento, o nascimento de duas filhas, o nascimento de meu neto e agora essa emoção de ver a iniciativa

da nossa empresa se transformar em 500 cestas de alimentos para quem mais precisa”. Há a intenção da Liquigás em tornar a campanha duradoura e proporcionar um apoio ao Banco de Alimentos em todos os meses do ano.

Prefeito Chico Brito quer que a parceria se repita em 2010

Edição nº105 - Janeiro 2010  

Caixa Econômica tem nova gerênciaLiquigáspromoveuNatal+ caixa pág./5 destaque pág./8 1 Veja a seguir a rentabilidade nominal da poupança na...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you